Planejamento* Estratégico*de*RH* Palestra(RH(Estratégico(

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Planejamento* Estratégico*de*RH* Palestra(RH(Estratégico("

Transcrição

1 Planejamento* Estratégico*de*RH* Palestra(RH(Estratégico( Luzio&Solu)ons&for&Growth&

2 Nossa*Experiência*

3 TRATA3SE(DE(EVOLUIR( A(Luzio(ajuda(empresas(a(expandirem(sua( singularidade(e(promoverem(seu(crescimento&& Ao&definir&uma&estratégia&clara&de&evolução,&& ajudamos&líderes&comprome)dos&a& potencializar&o&talento&das&suas&organizações.&& Nesse&processo,&contribuímos&& para&a&construção&de&um&mundo&melhor.& &2014&Luzio&Solu)ons&for&Growth&

4 Nossos(Clientes( Algumas&das&empresas&atendidas&pela&Luzio& ENERGIA( INFRAESTRUTURA( &(LOGÍSTICA( TECNOLOGIA( BENS(DE(CONSUMO( PAPEL(&(CELULOSE( CONSTRUÇÃO( &(MINERAÇÃO( VAREJO( &(MODA( SERVIÇOS(

5 Cases(de(Planejamento(Estratégico(de(RH( Luzio&Consultoria& Empresa( Escopo( Macro(DiagnósQco( Benchmarking(( Direcionamento(Estratégico( Mapa(Estratégico(RH (( PorTólio(IniciaQvas( Balanced(Scorecard(de(RH((KPIs)(

6 Estratégia( de(rh(

7 Estratégia(é(um(conjunto(de(Escolhas...(...(e(Não(Escolhas(

8 que&proporciona&um& serviço&singular&& aos&clientes&internos,& promovendo&o& Desenvolvimento( Organizacional(& (

9 e&a&evolução(sustentável(da&empresa(

10 O(Ambiente(Organizacional( Condições&Vitais&de&Suporte&à&Estratégia& (AMBIENTE(ORGANIZACIONAL( VALORES( &(CULTURA( ESTRATÉGIA( PESSOAS(SE( COMPORTAM( NA(EMPRESA( ( COMO(AS( PESSOAS( INDICADORES( &(INCENTIVOS( ESTRUTURA( &(PROCESSOS( A*Estratégia*não*terá*sucesso*se*não*for*alicerçada* pelo*ambiente*organizacional*adequado*

11 Por(isso(é(tão(di_cil(ter(sucesso(na(Ambidestria(Organizacional(

12 Por(que(é(di_cil(executar(2(Estratégias(diferentes(ao(mesmo(tempo?( Porque(exigem(2(Ambientes(Organizacionais(diferentes!( (((AMBIENTE(ORGANIZACIONAL( (A( VALORES( &(CULTURA( A( ((( B( PESSOAS( Como(nos(( Comportamos(( na(empresa( A( INDICADORES( &(INCENTIVOS( ESTRATÉGIA(( A( Diferenciação( Baixo(Custo( ESTRUTURA( &(PROCESSOS( (((AMBIENTE(ORGANIZACIONAL( (B( VALORES( &(CULTURA( PESSOAS( Como(nos(( Comportamos(( na(empresa( B( INDICADORES( &(INCENTIVOS( ESTRATÉGIA(( B( ESTRUTURA( &(PROCESSOS(

13 Estudo*de*Caso*

14

15 Princípios(Empresariais( Itaipu&Binacional& MISSÃO(ITAIBU(BINACIONAL( VISÃO(ITAIPU(BINACIONAL( Gerar%energia%elétrica%de% qualidade,%com% responsabilidade%social%e% ambiental,%impulsionando%o% desenvolvimento%econômico,% turís9co%e%tecnológico,% sustentável,%no%brasil%e%no% Paraguai % Até%2020%a%ITAIPU%Binacional% se%consolidará%como%a% geradora%de%energia%limpa%e% renovável%com%o%melhor% desempenho%opera9vo%e%as% melhores%prá9cas%de% sustentabilidade%do%mundo,% impulsionando%o% desenvolvimento%sustentável%e% a%integração%regional %

16 Missão,(Papéis(e(Visão(de(Futuro(do(RH( Itaipu&Binacional& MISSÃO( PAPÉIS( Promover(a( Evolução( Profissional(e(o(Bem( Estar(das(Pessoas( para(a(realização(da( Estratégia(de(Itaipu( e(sua(visão(de( Futuro( 1. Promover&o&desenvolvimento&de&pessoas&e&a&formação&de&líderes& 2. Dispor&e&zelar&pelo&cumprimento&de&boas&prá)cas&de&gestão&de& pessoas& 3. Zelar&pelo&clima&organizacional&e&bem&estar&das&pessoas& 4. Zelar&pela&saúde&e&segurança&das&pessoas& 5. Zelar&pelas&Polí)cas&e&Diretrizes&Fundamentais&(Valores),&Princípios& É)cos&e&Desenvolvimento&da&Cultura&de&Sustentabilidade& 6. Ser&um(dos(agentes(de(mudanças&e&renovação&organizacional& 7. Ser&um&dos&agentes&da&integração&binacional& VISÃO(DE(FUTURO( Consolidar3se(como(Parceiro(Imprescindível(na(Estratégia(CorporaQva(e(a( Referência(no(Setor(Elétrico(

17 O(Mapa(Estratégico(resume(a(Estratégia(de(Recursos(Humanos* "2012"Luzio"Visão"Estratégica"Holística Confidencial MAPA$ESTRATÉGICO$RH$ITAIPU VERSÃO"1.0"E"JAN"2012 Apoio:"Luzio"Strategy"Consulting"/"www.luzio.com.br SOMOS$AGENTES$DE$MUDANÇAS$E$RENOVAÇÃO$ORGANIZACIONAL$ CUSTO$DE$PESSOAL$SUSTENTÁVEL$ A3."Executar"com"Disciplina"o" Planejamento"Estratégico,"o"Painel"de" Indicadores"e""o"Orçamento"de"RH" ECONÔMICO9FINANCEIRA$ Como"o"RH"da"Itaipu"gera" valor"e"contribui"para"o" desempenho"financeiro" sustentável"da" Companhia?"" P7."Promover"uma"Comunicação" Eficaz"no"RH"e"com"os"Clientes" CLIENTES$INTERNOS$$ O"que"o"RH"da"Itaipu" deverá"entregar"aos" Clientes"Internos"para" atender"suas" necessidades"e"ser" percebido"como"único?"" APRENDIZADO$&$CRESCIMENTO$ "Como$o$RH$desenvolverá$ sua$equipe,$sua$organização$e$ seu$capital$informacional$ para$garantr$sua$evolução$ sustentável$$ na$itaipu?"$ "Consolidar9se$como$Parceiro$Imprescindível$na$$ Estratégia$CorporaTva$e$a$Referência$no$Setor$Elétrico"$(Visão"de"RH)" PROCESSOS$ESTRATÉGICOS$ "Quais"são"os" Processos"Estratégicos" de"rh"que"devemos"nos" superar"para"sabsfazer"os" Clientes"Internos"e"apoiar"a" Estratégia"da"Itaipu?"" C2."Ambiente"Organizacional"de" Alto"Desempenho"e"Inovação," com"sustentabilidade"e"bem" Estar"das"Pessoas" F2."Garanbr"a" Sustentabilidade"do"Plano"de" Saúde"e"dos"demais" Benefcios" A1."Orientar"o"RH"para"uma"Atuação" Consulbva"de"Atendimento"ao"Cliente" C3."Prábcas"de"Gestão"de" Pessoas"Integradas" Binacionalmente" F1."Compabbilizar"Custos"de"Pessoal" com"a"estratégia"corporabva"da" Itaipu" F3."Contribuir"para" Sustentabilidade"do"Fundo"de" Pensão" F5."Obmizar"os" Invesbmentos"nas"Iniciabvas" de"rh" P3."Planejar"a"Carreira,"Remuneração," Benefcios""e"o"Reconhecimento"dos" Empregados"para"Maximizar"a" Eficiência"Organizacional" P2."Gerir"o"Desempenho"e" Desenvolvimento"dos"Empregados"e" Líderes"para"Conquistar"a"Visão"de"Futuro" da"itaipu" P1."Alinhar"as"Pessoas"com"as"Políbcas" e"diretrizes"da"empresa" C1."Pessoas"com"as" Competências"Necessárias," Compromebdas"e"nos"Lugares" Certos" P4."Garanbr"que"o"Recrutamento"e"a" Seleção"Atendam"o"Perfil"Adequado"às" Áreas"Clientes" P6."Desenvolver"Parcerias" Estratégicas"com"Órgãos"Externos" A2."Fomentar"a"Cultura"da"Gestão"por" Processos"e"Projetos"no"RH" A4."Integrar"e"Obmizar"Tecnologias"de" Informação"e"Comunicação"para"Gestão" de"rh"com"foco"no"cliente" "Promover(a(Evolução(Profissional(e(o(Bem(Estar(das(Pessoas(( para(a(realização(da(estratégia(de(itaipu(e(sua(visão(de(futuro"(( (Missão'do'RH)' Contribuímos'para'o'Equilíbrio'Econômico;Financeiro'da'Itaipu' P5."Zelar"pela"Saúde"e"Segurança" das"pessoas" F4."Mibgar"os"Riscos"de" Passivos"Trabalhistas"e" Previdência"Social" Buscamos'a'Excelência'e'o'Alto'Desempenho'em'Recursos'Humanos'

18 O(Mapa(Estratégico(de(RH( Empresa&com&Finalidade&Lucra)va& Financeira( Clientes( (Desempenho( Externo)( Processos( Estratégicos( (Desempenho( Interno)( Aprendizado(&( Crescimento( MAPA(ESTRATÉGICO(CORPORATIVO( Como&a&Empresa&sustentará&sua&habilidade&de&mudar&e& crescer&con)nuamente&para&alcançar&sua&visão&de&futuro? & Quais&são&os&Processos&de&Negócios&Estratégicos& os&quais&a&empresa&deverá&a)ngir&excelência&para& sa)sfazer&os&clientes&e&gerar&valor? & Como&a&Empresa&se&tornará&a&melhor& fornecedora&para&os&seus&clientes? & Para&a&Empresa&ter&sucesso&financeiro&e&gerar& valor,&em&quais&obje)vos&deverá&focar? & VISÃO(DE(FUTURO(CORPORATIVA( MAPA(ESTRATÉGICO(DE(RH( Geração(( de(valor(( (para(a(empresa)( Clientes( Internos( (Desempenho(( da(empresa)( Processos( Estratégicos(( de(rh(( (Desempenho( Interno(RH)( Aprendizado(( &(Crescimento( (Organização(de(RH)( Como(o(RH(desenvolverá(sua(Equipe,(sua(Organização(e( seu(capital(informacional(para(garanqr(sua(evolução( sustentável(na(empresa? ( Quais(são(os(Processos(Estratégicos( de(rh(que(devemos(nos(superar(para(saqsfazer(os( Clientes(Internos(e(apoiar(a(Estratégia(da(Empresa? ( O(que(o(RH(da(Empresa(deverá(entregar(aos(Clientes(Internos( para(atender(suas(necessidades(e(ser(percebido(como(único? ( Como(o(RH(da(Itaipu(gera(valor(e(contribui( para(o(desempenho(financeiro(sustentável(da( Empresa? ( VISÃO(DE(FUTURO(DE(RECURSOS(HUMANOS( Caminho(práQco(de(transformar(o(RH(em( uma(fonte(de(criação(de(valor...(por(isso( dizemos(rh(é((tem(de(ser)(estratégico(

19 "2012"Luzio"Visão"Estratégica"Holística Confidencial MAPA$ESTRATÉGICO$RH$ITAIPU VERSÃO"1.0"E"JAN"2012 Apoio:"Luzio"Strategy"Consulting"/"www.luzio.com.br SOMOS$AGENTES$DE$MUDANÇAS$E$RENOVAÇÃO$ORGANIZACIONAL$ CUSTO$DE$PESSOAL$SUSTENTÁVEL$ A3."Executar"com"Disciplina"o" Planejamento"Estratégico,"o"Painel"de" Indicadores"e""o"Orçamento"de"RH" ECONÔMICO9FINANCEIRA$ Como"o"RH"da"Itaipu"gera" valor"e"contribui"para"o" desempenho"financeiro" sustentável"da" Companhia?"" P7."Promover"uma"Comunicação" Eficaz"no"RH"e"com"os"Clientes" CLIENTES$INTERNOS$$ O"que"o"RH"da"Itaipu" deverá"entregar"aos" Clientes"Internos"para" atender"suas" necessidades"e"ser" percebido"como"único?"" APRENDIZADO$&$CRESCIMENTO$ "Como$o$RH$desenvolverá$ sua$equipe,$sua$organização$e$ seu$capital$informacional$ para$garantr$sua$evolução$ sustentável$$ na$itaipu?"$ "Consolidar9se$como$Parceiro$Imprescindível$na$$ Estratégia$CorporaTva$e$a$Referência$no$Setor$Elétrico"$(Visão"de"RH)" PROCESSOS$ESTRATÉGICOS$ "Quais"são"os" Processos"Estratégicos" de"rh"que"devemos"nos" superar"para"sabsfazer"os" Clientes"Internos"e"apoiar"a" Estratégia"da"Itaipu?"" C2."Ambiente"Organizacional"de" Alto"Desempenho"e"Inovação," com"sustentabilidade"e"bem" Estar"das"Pessoas" F2."Garanbr"a" Sustentabilidade"do"Plano"de" Saúde"e"dos"demais" Benefcios" A1."Orientar"o"RH"para"uma"Atuação" Consulbva"de"Atendimento"ao"Cliente" C3."Prábcas"de"Gestão"de" Pessoas"Integradas" Binacionalmente" F1."Compabbilizar"Custos"de"Pessoal" com"a"estratégia"corporabva"da" Itaipu" F3."Contribuir"para" Sustentabilidade"do"Fundo"de" Pensão" F5."Obmizar"os" Invesbmentos"nas"Iniciabvas" de"rh" P3."Planejar"a"Carreira,"Remuneração," Benefcios""e"o"Reconhecimento"dos" Empregados"para"Maximizar"a" Eficiência"Organizacional" P2."Gerir"o"Desempenho"e" Desenvolvimento"dos"Empregados"e" Líderes"para"Conquistar"a"Visão"de"Futuro" da"itaipu" P1."Alinhar"as"Pessoas"com"as"Políbcas" e"diretrizes"da"empresa" C1."Pessoas"com"as" Competências"Necessárias," Compromebdas"e"nos"Lugares" Certos" P4."Garanbr"que"o"Recrutamento"e"a" Seleção"Atendam"o"Perfil"Adequado"às" Áreas"Clientes" P6."Desenvolver"Parcerias" Estratégicas"com"Órgãos"Externos" A2."Fomentar"a"Cultura"da"Gestão"por" Processos"e"Projetos"no"RH" A4."Integrar"e"Obmizar"Tecnologias"de" Informação"e"Comunicação"para"Gestão" de"rh"com"foco"no"cliente" "Promover(a(Evolução(Profissional(e(o(Bem(Estar(das(Pessoas(( para(a(realização(da(estratégia(de(itaipu(e(sua(visão(de(futuro"(( (Missão'do'RH)' Contribuímos'para'o'Equilíbrio'Econômico;Financeiro'da'Itaipu' P5."Zelar"pela"Saúde"e"Segurança" das"pessoas" F4."Mibgar"os"Riscos"de" Passivos"Trabalhistas"e" Previdência"Social" Buscamos'a'Excelência'e'o'Alto'Desempenho'em'Recursos'Humanos'

20 O(Painel(de(Indicadores(e(o(PorQfólio(de(IniciaQvas( 1. Para&cada&Obje)vo,&estabelecemos&INDICADORES( DE(DESEMPENHO((KPIs)(e(METAS( 2. O&COMO(alcançar&os&Obje)vos:&AÇÕES,(PROJETOS(E( INTERVENÇÕES(:& Ações( A)vidades&alocadas&em&áreas&competentes&ou&de& maior& facilidade&de&implantação & Devem&ser&tratadas&como&sendo&de&caráter(estratégico( pela&relevância&que&apresentam&na&cadeia&de&valor& Projetos( Conjuntos&de&Ações&que&não&exigem&mais&do&que&uma& ferramenta&de&plano&de&ação&para&seu&acompanhamento& Intervenções( Demandam&um&conjunto&robusto&de&Ações&Tá)cas&e& Operacionais,&necessárias&e&crí)cas&para&gerar&uma& mudança&radical&de&desempenho& Precisam&ser&planejadas&empregandokse&uma& metodologia&mais&sofis)cada&

21 Rupturas(de(Desempenho(são(Conquistadas(por(Intervenções( DESEMPENHO( INTERVENÇÃO( Meta( B( Mudança(Radical(de( Desempenho...( Ruptura,&Breakthrough%ou&Salto& AÇÕES(/(PROJETOS( A 1( MELHORIA(CONTÍNUA( Status(A 1( A 2( Status(A 2( Status(A 3( (2009(Luzio(Visão(Estratégica(HolísQca( A 3( Hoje( Meta(...(em(curto(período(de(tempo( TEMPO(

22 A(Força(Motriz(da(Evolução(Sustentável( O&Ying&Yang&da&Estratégia& Formulação(da( Estratégia( Execução( da(estratégia(

23 A(Governança(( da(estratégia(( Estrutura(de( Gestão(das( IniciaQvas( Comitê( Estratégico( Formulação(e( Execução(das( Intervenções( Gestão(de( Desempenho( Gestão(da( Comunicação( Reconhecimento e(reforço( PosiQvo( As(Frentes(Necessárias(à(Execução( "2012"Luzio"Visão"Estratégica"Holística Confidencial MAPA$ESTRATÉGICO$RH$ITAIPU VERSÃO"1.0"E"JAN"2012 Apoio:"Luzio"Strategy"Consulting"/"www.luzio.com.br SOMOS$AGENTES$DE$MUDANÇAS$E$RENOVAÇÃO$ORGANIZACIONAL$ CUSTO$DE$PESSOAL$SUSTENTÁVEL$ A3."Executar"com"Disciplina"o" Planejamento"Estratégico,"o"Painel"de" Indicadores"e""o"Orçamento"de"RH" ECONÔMICO9FINANCEIRA$ Como"o"RH"da"Itaipu"gera" valor"e"contribui"para"o" desempenho"financeiro" sustentável"da" Companhia?"" P7."Promover"uma"Comunicação" Eficaz"no"RH"e"com"os"Clientes" CLIENTES$INTERNOS$$ O"que"o"RH"da"Itaipu" deverá"entregar"aos" Clientes"Internos"para" atender"suas" necessidades"e"ser" percebido"como"único?"" APRENDIZADO$&$CRESCIMENTO$ "Como$o$RH$desenvolverá$ sua$equipe,$sua$organização$e$ seu$capital$informacional$ para$garantr$sua$evolução$ sustentável$$ na$itaipu?"$ "Consolidar9se$como$Parceiro$Imprescindível$na$$ Estratégia$CorporaTva$e$a$Referência$no$Setor$Elétrico"$(Visão"de"RH)" PROCESSOS$ESTRATÉGICOS$ "Quais"são"os" Processos"Estratégicos" de"rh"que"devemos"nos" superar"para"sabsfazer"os" Clientes"Internos"e"apoiar"a" Estratégia"da"Itaipu?"" C2."Ambiente"Organizacional"de" Alto"Desempenho"e"Inovação," com"sustentabilidade"e"bem" Estar"das"Pessoas" F2."Garanbr"a" Sustentabilidade"do"Plano"de" Saúde"e"dos"demais" Benefcios" A1."Orientar"o"RH"para"uma"Atuação" Consulbva"de"Atendimento"ao"Cliente" C3."Prábcas"de"Gestão"de" Pessoas"Integradas" Binacionalmente" F1."Compabbilizar"Custos"de"Pessoal" com"a"estratégia"corporabva"da" Itaipu" F3."Contribuir"para" Sustentabilidade"do"Fundo"de" Pensão" F5."Obmizar"os" Invesbmentos"nas"Iniciabvas" de"rh" P3."Planejar"a"Carreira,"Remuneração," Benefcios""e"o"Reconhecimento"dos" Empregados"para"Maximizar"a" Eficiência"Organizacional" P2."Gerir"o"Desempenho"e" Desenvolvimento"dos"Empregados"e" Líderes"para"Conquistar"a"Visão"de"Futuro" da"itaipu" P1."Alinhar"as"Pessoas"com"as"Políbcas" e"diretrizes"da"empresa" C1."Pessoas"com"as" Competências"Necessárias," Compromebdas"e"nos"Lugares" Certos" P4."Garanbr"que"o"Recrutamento"e"a" Seleção"Atendam"o"Perfil"Adequado"às" Áreas"Clientes" P6."Desenvolver"Parcerias" Estratégicas"com"Órgãos"Externos" A2."Fomentar"a"Cultura"da"Gestão"por" Processos"e"Projetos"no"RH" A4."Integrar"e"Obmizar"Tecnologias"de" Informação"e"Comunicação"para"Gestão" de"rh"com"foco"no"cliente" "Promover(a(Evolução(Profissional(e(o(Bem(Estar(das(Pessoas(( para(a(realização(da(estratégia(de(itaipu(e(sua(visão(de(futuro"(( (Missão'do'RH)' Contribuímos'para'o'Equilíbrio'Econômico;Financeiro'da'Itaipu' P5."Zelar"pela"Saúde"e"Segurança" das"pessoas" F4."Mibgar"os"Riscos"de" Passivos"Trabalhistas"e" Previdência"Social" Buscamos'a'Excelência'e'o'Alto'Desempenho'em'Recursos'Humanos'

24 Processo*de* Planejamento*

25 Planejamento(Estratégico(de(Recursos(Humanos( Visão%Geral%da%Metodologia%% Mapa Estratégico Principais Estratégias do RH Direcionamento Estratégico de Recursos Humanos Demandas da Estratégia Corporativa para o RH Necessidades dos Clientes Internos Não Atendidas Oportunidades e Barreiras à Evolução do RH na Organização Visão/Missão, Papéis & Serviços Escopo do RH Planejamento Estratégico de Recursos Humanos Intervenções e Ações Estratégicas Road Map RH Indicadores de Desempenho das Estratégias de RH Formação de Equipes de Implementação Gestão da Implementação via Balanced Scorecard de RH Pontos Fortes e Fracos do RH Desempenho Organizacional Elaboração dos Planos de Ação das Intervenções de RH &2014&Luzio&Solu)ons&for&Growth&

26 Tornando*o*RH*um* Player*Estratégico*

27 A(Demanda(por(um(RH(Estratégico( " Gestão&de&Recursos&Humanos&na&organização&é&Fator&Crí)co&de&Sucesso&para&o& desenvolvimento(da(habilidade(de(criar(novas(vantagens&compe))vas& constantemente& " O&RH&tornoukse&uma&Área(Estratégica(para(as(empresas(contemporâneas( " Mas&para&isso,&precisa(mudar(a(forma(de(se(enxergar(e(se(comportar(na&organização& " O&RH(deve(parQcipar(aQvamente(do(Planejamento(Estratégico(da&empresa&em& diversos&momentos& " Mas&para&isso,&precisa(ser(convidado & " Sinto(falta(de(um(RH(Estratégico(em(meus(projetos(de&planejamento&estratégico:&o( Profissional(de(RH(precisa(mudar(de(Postura(

28 A(Mudança(de(Postura(Fundamental(do(RH( " Nunca(mais(diga( Sobre&a&sa)sfação&dos&Clientes,&você&deve&perguntar&para&o& Marke)ng!&E&não&para&o&RH! & " Aprenda(a(ouvir(responsavelmente:&ao&ser& convidado,&sentekse&e&fique&presente!& Aprenda:& esta&conversa&é&para&você&sim! & " Cuidado(para(não(ser( super(marketeiro e&pecar&no& delivery :&dissonância& cogni)va&é&uma&doença&crônica&em&rh& " Monitorar(a(evolução(das(Estratégias(/(Desempenho(do(RH:(& implementar&indicadores&de&desempenho.&faça(endomarkeqng(das(entregas( efeqvas&com&indicadores,&e&não&somente&das&a)vidades& " O&pontokdekpar)da&da&evolução&para&um&RH&Estratégico&é&compreender(o(que(é( estratégia,(como(funciona(o(processo(e(onde(o(rh(se(encaixa(

29 Visitem(Nosso(Site(

30 Visitem(Nosso(Site(

PLANO ESTRATÉGICO 2015 2018 REVISÃO 4.0 DE 09/09/2015

PLANO ESTRATÉGICO 2015 2018 REVISÃO 4.0 DE 09/09/2015 PLANO ESTRATÉGICO 2015 2018 REVISÃO 4.0 DE 09/09/2015 Líderes : Autores do Futuro Ser líder de um movimento de transformação organizacional é um projeto pessoal. Cada um de nós pode escolher ser... Espectador,

Leia mais

PAEX Parceiros para a Excelência

PAEX Parceiros para a Excelência PAEX Parceiros para a Excelência Estabelecer parcerias por melhores resultados: uma prática comum na natureza e nas empresas que querem se desenvolver. CONHECA A FDC Alianças Internacionais: Uma Escola

Leia mais

Alinhamento entre Estratégia e Processos

Alinhamento entre Estratégia e Processos Fabíola Azevedo Grijó Superintendente Estratégia e Governança São Paulo, 05/06/13 Alinhamento entre Estratégia e Processos Agenda Seguros Unimed Modelo de Gestão Integrada Kaplan & Norton Sistema de Gestão

Leia mais

Estruturando o modelo de RH: da criação da estratégia de RH ao diagnóstico de sua efetividade

Estruturando o modelo de RH: da criação da estratégia de RH ao diagnóstico de sua efetividade Estruturando o modelo de RH: da criação da estratégia de RH ao diagnóstico de sua efetividade As empresas têm passado por grandes transformações, com isso, o RH também precisa inovar para suportar os negócios

Leia mais

Balanced Scorecard INTRODUÇÃO

Balanced Scorecard INTRODUÇÃO Balanced Scorecard Transformando a teoria em prática Nairson de Oliveira Drª Rosemeire Guzzi Sampaulo INTRODUÇÃO Somente 10% das empresas conseguem executar suas estratégias Fortune Na maioria dos fracassos

Leia mais

Ementa do MBA Executivo em Gestão Empresarial com ênfase em Locação de Equipamento Turma: SINDILEQ

Ementa do MBA Executivo em Gestão Empresarial com ênfase em Locação de Equipamento Turma: SINDILEQ Um jeito Diferente, Inovador e Prático de fazer Educação Corporativa Ementa do MBA Executivo em Gestão Empresarial com ênfase em Locação de Equipamento Turma: SINDILEQ Objetivo: Auxiliar o desenvolvimento

Leia mais

MBA em Gestão de Pessoas com Ênfase em Estratégias 15ª Turma

MBA em Gestão de Pessoas com Ênfase em Estratégias 15ª Turma MBA em Gestão de Pessoas com Ênfase em Estratégias 15ª Turma Agradecemos seu interesse em nossos programas de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você

Leia mais

ABCE REVITALIZADA PLANEJAMENTO 2011-2015

ABCE REVITALIZADA PLANEJAMENTO 2011-2015 ABCE REVITALIZADA PLANEJAMENTO 2011-2015 1 Destaques do levantamento de referências de associações internacionais Além dos membros associados, cujos interesses são defendidos pelas associações, há outras

Leia mais

Definição e Monitoração de Indicadores para Empresa de Produtos de Software

Definição e Monitoração de Indicadores para Empresa de Produtos de Software SIMPROS 2004 Definição e Monitoração de Indicadores para Empresa de Produtos de Software Márcio Stefani Gil César Faria INMETRICS www.inmetrics.com.br Objetivo Compartilhar aprendizados na definição e

Leia mais

Principais conceitos Etapas do planejamento Gestão Estratégica. Prof. Marcelo Marques. 5. Elaboração dos Planos Setoriais

Principais conceitos Etapas do planejamento Gestão Estratégica. Prof. Marcelo Marques. 5. Elaboração dos Planos Setoriais Principais conceitos Etapas do planejamento Gestão Estratégica Prof. Marcelo Marques 1. Priorização das iniciativas estratégicas 2. Criação do mapa estratégico 3. Definição de indicadores e metas institucionais

Leia mais

MARKETING DIGITAL. E-marketing estratégico e indicadores de desempenho

MARKETING DIGITAL. E-marketing estratégico e indicadores de desempenho MARKETING DIGITAL E-marketing estratégico e indicadores de desempenho O ESSENCIAL Explicar a importância do planejamento estratégico e a estratégia do e- business no marketing; Identificar os principais

Leia mais

Balanced Scorecard. Planejamento Estratégico através do. Curso e- Learning

Balanced Scorecard. Planejamento Estratégico através do. Curso e- Learning Curso e- Learning Planejamento Estratégico através do Balanced Scorecard Todos os direitos de cópia reservados. Não é permitida a distribuição física ou eletrônica deste material sem a permissão expressa

Leia mais

Líder em consultoria no agronegócio

Líder em consultoria no agronegócio MPRADO COOPERATIVAS mprado.com.br COOPERATIVAS 15 ANOS 70 Consultores 25 Estados 300 cidade s 500 clientes Líder em consultoria no agronegócio 3. Gestão empresarial 3.1 Gestão empresarial Objetivo: prover

Leia mais

Cartilha da Gestão Estratégica do Poder Judiciário

Cartilha da Gestão Estratégica do Poder Judiciário Cartilha da Gestão Estratégica do Poder Judiciário Conselho Nacional de Justiça Abril de 2010 1 Introdução Este documento, que se conforma em um roteiro, tem como objetivo subsidiar o Conselho Nacional

Leia mais

GESTÃO DO CONHECIMENTO NA GESTAO DE PESSOAS, PROCESSOS E NEGÓCIOS

GESTÃO DO CONHECIMENTO NA GESTAO DE PESSOAS, PROCESSOS E NEGÓCIOS GESTÃO DO CONHECIMENTO NA GESTAO DE PESSOAS, PROCESSOS E NEGÓCIOS Paulo da Luz Gerente de Gestão do Conhecimento Gerência Executiva de Recursos Humanos Our Story In 2 Minutes http://www.youtube.com/watch?v=mrqqd_tsy4q

Leia mais

Núcleo Comum. Gestão Empresarial. Administração Estratégica Planejamento e o BSC. Prof. Me. Achiles Batista Ferreira Junior

Núcleo Comum. Gestão Empresarial. Administração Estratégica Planejamento e o BSC. Prof. Me. Achiles Batista Ferreira Junior Núcleo Comum Gestão Empresarial Administração Estratégica Planejamento e o BSC Prof. Me. Achiles Batista Ferreira Junior INTRODUÇÃO O ato de planejar e gerenciar pertence ao cotidiano de grande parte dos

Leia mais

Como estruturar os processos para suprir as necessidades da cadeia de valor? Clodimar Viotto Gerente de Gestão e Qualidade

Como estruturar os processos para suprir as necessidades da cadeia de valor? Clodimar Viotto Gerente de Gestão e Qualidade Como estruturar os processos para suprir as necessidades da cadeia de valor? Clodimar Viotto Gerente de Gestão e Qualidade Histórico da empresa / Produtos Histórico da empresa / Produtos Histórico da empresa

Leia mais

1 - Como definir o Balanced Scorecard (BSC)?

1 - Como definir o Balanced Scorecard (BSC)? 1 - Como definir o Balanced Scorecard (BSC)? Conceitualmente, o Balanced Scorecard, também conhecido como BSC, é um modelo de gestão que auxilia as organizações a traduzir a estratégia em objetivos operacionais

Leia mais

Fundamentos de Modelo de Gestão Orientado para Resultados

Fundamentos de Modelo de Gestão Orientado para Resultados Árvores do Cerrado, muitas e únicas, assim como as organizações. Planejamento Estratégico Fundamentos de Modelo de Gestão Orientado para Resultados Prof. Gilmar Mendes 2011 O CONTEXTO da sociedade industrial

Leia mais

5º Workshop Planejamento Estratégico UFAM

5º Workshop Planejamento Estratégico UFAM 5º Workshop Planejamento Estratégico UFAM Oficina 2 Grupo G1 28/01/2015 SUMÁRIO Abertura Matriz SWOT Perspectivas do BSC e Objetivos Estratégicos Mapa Estratégico Vetores Formulação Estratégica Abertura

Leia mais

ANEC PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO UMA ABORDAGEM. Reflexões voltadas para a Gestão

ANEC PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO UMA ABORDAGEM. Reflexões voltadas para a Gestão ANEC PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO UMA ABORDAGEM Reflexões voltadas para a Gestão MUDANÇAS EDUCAÇÃO NO BRASIL 1996 Lei 9.934 LDB 1772 Reforma Pombalina 1549 Ensino Educação público no dos Brasil Jesuítas Lei

Leia mais

Organização Orientada para a Estratégia (Kaplan & Norton) Transformando a Estratégia em tarefa cotidiana de todos

Organização Orientada para a Estratégia (Kaplan & Norton) Transformando a Estratégia em tarefa cotidiana de todos Organização Orientada para a Estratégia (Kaplan & Norton) Transformando a Estratégia em tarefa cotidiana de todos Revisão Organizações focalizadas na estratégia: Traduzir a estratégia em termos operacionais;

Leia mais

O QUE É O BALANCED SCORECARD

O QUE É O BALANCED SCORECARD O QUE É O BALANCED SCORECARD 1 SUMÁRIO SUMÁRIO 2 I. O QUE É O BALANCED SCORECARD? 3 O QUE NÃO É O BSC 5 CONHECENDO O SIGNIFICADO DE ALGUMAS TERMINOLOGIAS 5 II. QUAL O OBJETIVO DO BSC? 6 POR QUE AS EMPRESAS

Leia mais

O que é o Balanced Scorecard Por David Kallás

O que é o Balanced Scorecard Por David Kallás O que é o Balanced Scorecard Por David Kallás BSC (Balanced Scorecard) é uma sigla que, traduzida, significa Indicadores Balanceados de Desempenho. Este é o nome de uma metodologia voltada à gestão estratégica

Leia mais

Gestão do Conhecimento Corporativo: a experiência da Itaipu Binacional

Gestão do Conhecimento Corporativo: a experiência da Itaipu Binacional Gestão do Conhecimento Corporativo: a experiência da Itaipu Binacional I Simpósio de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciência da Informação Universidade Estadual de Londrina - UEL Londrina 06 de março de 2010

Leia mais

SEMINÁRIO PRÁTICAS E GOVERNANÇA EM GESTÃO DE PESSOAS DAS EMPRESAS ESTATAIS FEDERAIS PRÁTICAS DE GOVERNANÇA DE PESSOAS

SEMINÁRIO PRÁTICAS E GOVERNANÇA EM GESTÃO DE PESSOAS DAS EMPRESAS ESTATAIS FEDERAIS PRÁTICAS DE GOVERNANÇA DE PESSOAS SEMINÁRIO PRÁTICAS E GOVERNANÇA EM GESTÃO DE PESSOAS DAS EMPRESAS ESTATAIS FEDERAIS PRÁTICAS DE GOVERNANÇA DE PESSOAS Empresa coordenadora: Simone EMPRESAS PARTICIPANTES Empresas participantes: Tatyana

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO (BALANCED SCORECARD - BSC) 2010 2014. Fone: (47) 433.2351 www.simpesc.org.br

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO (BALANCED SCORECARD - BSC) 2010 2014. Fone: (47) 433.2351 www.simpesc.org.br PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO (BALANCED SCORECARD - BSC) 2010 2014 Sumário - Desafios das Organizações - Histórico do Trabalho - Breve Conceituação BSC - Apresentação do Mapa Estratégico - Objetivos Estratégicos

Leia mais

Balanced Scorecard Construção e execução

Balanced Scorecard Construção e execução Balanced Scorecard Construção e execução 1 Apresentação Executivo por mais de 30 anos, ocupou cargos de diretor, direção geral e de conselheiro em empresas multinacionais e nacionais de médio e grande

Leia mais

RDPG - Programa de Desenvolvimento da Liderança com foco nas Estratégias

RDPG - Programa de Desenvolvimento da Liderança com foco nas Estratégias RDPG - Programa de Desenvolvimento da Liderança com foco nas Estratégias A. A OPORTUNIDADE A.1 Qual foi a oportunidade de melhoria de gestão (problema, desafio, dificuldade), solucionada pela prática

Leia mais

Administração TRE Maio 2010

Administração TRE Maio 2010 TRE Maio 2010 Noções de Planejamento Estratégico: missão, visão, valores. BSC - Balanced Scorecard (conceito, perspectivas, mapa estratégico e objetivo estratégico). Gestão por Processos. Ciclo PDCA Conceito

Leia mais

Gestão estratégica em processos de mudanças

Gestão estratégica em processos de mudanças Gestão estratégica em processos de mudanças REVISÃO DOS MACRO PONTOS DO PROJETO 1a. ETAPA: BASE PARA IMPLANTAÇÃO DE UM MODELO DE GESTÃO DE PERFORMANCE PROFISSIONAL, que compreenderá o processo de Análise

Leia mais

Transparência em movimento O atual estágio da Governança Corporativa no Brasil

Transparência em movimento O atual estágio da Governança Corporativa no Brasil Transparência em movimento O atual estágio da Governança Corporativa no Brasil Pesquisa 013 A caminho da maturidade A Governança Corporativa é um tema que está cada vez mais presente nas empresas que pretendem

Leia mais

CURSO GESTÃO POR COMPETÊNCIAS

CURSO GESTÃO POR COMPETÊNCIAS CURSO GESTÃO POR COMPETÊNCIAS Carga horária total 36 horas Profª. Clarisse Droval Especialista em gestão de pessoas, professora universitária, educadora corporativa e consultora. Coordenação acadêmica

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Pessoas

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Pessoas Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Pessoas Apresentação O programa de Pós-graduação Lato Sensu em Gestão de Pessoas tem por objetivo o fornecimento de instrumental que possibilite

Leia mais

Permita-se ir além e descubra uma nova possibilidade, um conjunto de ideias e inovação, construído por você.

Permita-se ir além e descubra uma nova possibilidade, um conjunto de ideias e inovação, construído por você. Somos uma empresa inovadora, que através de uma metodologia vencedora proporciona a nossos clientes um ambiente favorável ao desenvolvimento de capacidades, para que seus profissionais alcancem o melhor

Leia mais

Referencial técnico-pedagógico da intervenção

Referencial técnico-pedagógico da intervenção Referencial técnico-pedagógico da intervenção De seguida explicitamos os referenciais técnico-pedagógicos das fases do MOVE-PME que carecem de uma sistematização constituindo factores de diferenciação

Leia mais

Gestão eficaz de pessoas melhorando a produtividade, qualidade e resultados organizacionais. Mário Ibide

Gestão eficaz de pessoas melhorando a produtividade, qualidade e resultados organizacionais. Mário Ibide Gestão eficaz de pessoas melhorando a produtividade, qualidade e resultados organizacionais. Mário Ibide A Nova América na vida das pessoas 8 Cultural Empresarial Missão Do valor do campo ao campo de valor

Leia mais

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S 1 MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. - ELETROBRÁS TOMADA DE PREÇOS N 01/2010 ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA 2 ÍNDICE 1. OBJETIVO...3 2. APRESENTAÇÃO DA EMPRESA...3 3. CONTEXTO...4

Leia mais

Governança do Planejamento Estratégico no MPDFT. Larissa Ramos da Silva

Governança do Planejamento Estratégico no MPDFT. Larissa Ramos da Silva Governança do Planejamento Estratégico no MPDFT Larissa Ramos da Silva Motivação Elaboração do Planejamento Estratégico 2010-2020 Em: 2010 Por meio de: consultoria especializada Metodologia: Balanced Scorecard

Leia mais

COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS RECURSOS HUMANOS

COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS RECURSOS HUMANOS COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS RECURSOS HUMANOS DESCRIÇÕES DOS NÍVEIS APRENDIZ Aprende para adquirir conhecimento básico. É capaz de pôr este conhecimento em prática sob circunstâncias normais, buscando assistência

Leia mais

PNQS 2012. Preparação para ciclo 2013. 47a. Reunião CNQA Vitória 26/11/12 CNQA

PNQS 2012. Preparação para ciclo 2013. 47a. Reunião CNQA Vitória 26/11/12 CNQA PNQS 2012 Preparação para ciclo 2013 47a. Reunião CNQA Vitória 26/11/12 CNQA Agenda 08:00 Abertura (integração e informes gerais) 08:30 Palestra A Gestão Patrimonial de Infraestrutura na IWA palestrante:

Leia mais

Módulo 6. Detalhamento do desenvolvimento de objetivos, metas e indicadores para o BSC, o Balanced Scorecard pessoal e exemplos

Módulo 6. Detalhamento do desenvolvimento de objetivos, metas e indicadores para o BSC, o Balanced Scorecard pessoal e exemplos Módulo 6 Detalhamento do desenvolvimento de objetivos, metas e indicadores para o BSC, o Balanced Scorecard pessoal e exemplos A organização traduzindo a missão em resultados Missão Por que existimos?

Leia mais

Brasília (DF), 26 de novembro de 2010. Clarisse Droval

Brasília (DF), 26 de novembro de 2010. Clarisse Droval Brasília (DF), 26 de novembro de 2010 1 Propósito e Natureza Discussão dos grandes temas nacionais pertinentes ao conhecimento Papel de natureza social, desde 04/07/2008 está qualificada pelo Ministério

Leia mais

Especialização em Gestão Estratégica de Pessoas e Liderança

Especialização em Gestão Estratégica de Pessoas e Liderança Especialização em Gestão Estratégica de Pessoas e Liderança Apresentação CAMPUS IGUATEMI Inscrições em Breve Turma 02 --> *Alunos matriculados após o início das aulas poderão cursar as disciplinas já realizadas,

Leia mais

Prof. Lillian Alvares. Departamento de Ciência da Informação e Documentação. Universidade de Brasília

Prof. Lillian Alvares. Departamento de Ciência da Informação e Documentação. Universidade de Brasília Prof. Lillian Alvares Departamento de Ciência da Informação e Documentação Universidade de Brasília Objetivos Melhorar a eficiência e produtividade no trabalho por meio do compartilhamento de conhecimento

Leia mais

ESTRATÉGIA E PLANEJAMENTO CORPORATIVO

ESTRATÉGIA E PLANEJAMENTO CORPORATIVO Estratégia e Planejamento Corporativo AULA 3 Abril 2015 Planejamento Estratégico do Negócio Kotler (1999) Ambiente Externo Modelo Cinco Forças Ambiente Externo Ambiente Interno Capacitações Existem capacitações

Leia mais

PMI-SP PMI-SC PMI-RS PMI PMI-PR PMI-PE

PMI-SP PMI-SC PMI-RS PMI PMI-PR PMI-PE ESTUDO DE BENCHMARKING EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS 2009 Brasil Uma realização dos Chapters Brasileiros do PMI - Project Management Institute PMI-SP PMI-RJ PMI-AM PMI-SC PMI-BA ANEXO 1 PMI-RS PMI PMI-CE

Leia mais

Gerenciamento Estratégico e EHS Uma parceria que dá certo

Gerenciamento Estratégico e EHS Uma parceria que dá certo Gerenciamento Estratégico e EHS Uma parceria que dá certo INTRODUÇÃO O Balanced Scorecard (BSC) é uma metodologia desenvolvida para traduzir, em termos operacionais, a Visão e a Estratégia das organizações

Leia mais

P-08 - Criando o Líder de Líderes. Qual é o Papel do RH? Daniel Castello

P-08 - Criando o Líder de Líderes. Qual é o Papel do RH? Daniel Castello P-08 - Criando o Líder de Líderes. Qual é o Papel do RH? Daniel Castello Contexto Aprendizados Formar Líderes de alto nível é muito diferente de formar simples líderes operacionais. A âncora do processo

Leia mais

ESTRUTURA DO ICMBio 387 UNIDADES ORGANIZACIONAIS SEDE (1) UNIDADES DE CONSERVAÇÃO (312) COORDENAÇÕES REGIONAIS (11) CENTROS DE PESQUISA (15)

ESTRUTURA DO ICMBio 387 UNIDADES ORGANIZACIONAIS SEDE (1) UNIDADES DE CONSERVAÇÃO (312) COORDENAÇÕES REGIONAIS (11) CENTROS DE PESQUISA (15) ESTRUTURA DO ICMBio 387 UNIDADES ORGANIZACIONAIS COORDENAÇÕES REGIONAIS (11) SEDE (1) UNIDADES DE CONSERVAÇÃO (312) CENTROS DE PESQUISA (15) ACADEBio (1) BASES AVANÇADAS DOS CENTROS (38) UNIDADES AVANÇADAS

Leia mais

Melhores Práticas em Balanced Scorecard

Melhores Práticas em Balanced Scorecard Comunicações 254 MELHORES PRÁTICAS EM BALANCED SCORECARD Melhores Práticas em Balanced Scorecard Representante do BNDES: Paulo Cesar de Araujo Barcellos, administrador e gerente do Departamento de Estratégia

Leia mais

experiência Uma excelente alternativa em serviços de auditoria

experiência Uma excelente alternativa em serviços de auditoria experiência Uma excelente alternativa em serviços de auditoria A Íntegra é uma empresa de auditoria e consultoria, com 25 anos de experiência no mercado brasileiro. Cada serviço prestado nos diferentes

Leia mais

Balanced Scorecard BSC. O que não é medido não é gerenciado. Medir é importante? Também não se pode medir o que não se descreve.

Balanced Scorecard BSC. O que não é medido não é gerenciado. Medir é importante? Também não se pode medir o que não se descreve. Balanced Scorecard BSC 1 2 A metodologia (Mapas Estratégicos e Balanced Scorecard BSC) foi criada por professores de Harvard no início da década de 90, e é amplamente difundida e aplicada com sucesso em

Leia mais

EXECUTIVE GESTÃO ESTRATÉGICA. www.executivebc.com.br. 071 3341-4243 cursos@executivebc.com.br

EXECUTIVE GESTÃO ESTRATÉGICA. www.executivebc.com.br. 071 3341-4243 cursos@executivebc.com.br EXECUTIVE GESTÃO ESTRATÉGICA www.executivebc.com.br 071 3341-4243 cursos@executivebc.com.br GESTÃO ESTRATÉGICA O presente documento apresenta o modelo de implantação do sistema de gestão estratégica da

Leia mais

CobiT: Visão Geral e domínio Monitorar e Avaliar. Daniel Baptista Dias Ernando Eduardo da Silva Leandro Kaoru Sakamoto Paolo Victor Leite e Posso

CobiT: Visão Geral e domínio Monitorar e Avaliar. Daniel Baptista Dias Ernando Eduardo da Silva Leandro Kaoru Sakamoto Paolo Victor Leite e Posso CobiT: Visão Geral e domínio Monitorar e Avaliar Daniel Baptista Dias Ernando Eduardo da Silva Leandro Kaoru Sakamoto Paolo Victor Leite e Posso CobiT O que é? Um framework contendo boas práticas para

Leia mais

Tema 4 Melhoria de Gestão:Gestão por Resultados e Gestão por Processos

Tema 4 Melhoria de Gestão:Gestão por Resultados e Gestão por Processos 1º EVENTO DE INTERCÂMBIO EM PLANEJAMENTO & GESTÃO DAS AGÊNCIAS REGULADORAS Tema 4 Melhoria de Gestão:Gestão por Resultados e Gestão por Processos Irene Mergener Cunha - APLAN/Coordenação da Qualidade da

Leia mais

GESTÃO DE PROJETOS PARA A INOVAÇÃO

GESTÃO DE PROJETOS PARA A INOVAÇÃO GESTÃO DE PROJETOS PARA A INOVAÇÃO Indicadores e Diagnóstico para a Inovação Primeiro passo para implantar um sistema de gestão nas empresas é fazer um diagnóstico da organização; Diagnóstico mapa n-dimensional

Leia mais

Transformação para uma TI empresarial Criando uma plataforma de geração de valor. Garanta a eficiência e a competitividade da sua empresa

Transformação para uma TI empresarial Criando uma plataforma de geração de valor. Garanta a eficiência e a competitividade da sua empresa Transformação para uma TI empresarial Criando uma plataforma de geração de valor Garanta a eficiência e a competitividade da sua empresa Transformação para uma TI empresarial Criando uma plataforma de

Leia mais

Gestão Estratégica da Informação

Gestão Estratégica da Informação Valorizando o Rio de Janeiro Gestão Estratégica da Informação Visão e Aplicações Palestrante: Prof.: Marcelo Almeida Magalhães "Many of us underestimated just how fast business process modeling would become

Leia mais

CURSO EMBALAGENS FLEXÍVEIS. São Paulo/2014 Antonio Andrade de Paula

CURSO EMBALAGENS FLEXÍVEIS. São Paulo/2014 Antonio Andrade de Paula CURSO EMBALAGENS FLEXÍVEIS São Paulo/2014 Antonio Andrade de Paula SUMÁRIO GESTÃO A VISTA Objetivos RIs e KPIs definições Riscos & cuidados 8 lições básicas Gestão à vista: divulgação BSC (Balanced Scorecard)

Leia mais

NÚCLEO DE DESENVOLVIMENTO EMPRESARIAL 2014

NÚCLEO DE DESENVOLVIMENTO EMPRESARIAL 2014 NÚCLEO DE DESENVOLVIMENTO EMPRESARIAL 2014 WORKSHOPS CH DATA HORÁRIO INVESTIMENTO CONTEÚDO 1. Evolução e conceito de geomarketing. 2. Técnicas de geoprocessamento. Geomarketing : Tomada de Decisão no Varejo

Leia mais

PROJETO UTILIZANDO QLIKVIEW PARA ESTUDO / SIMULAÇÃO DE INDICADORES

PROJETO UTILIZANDO QLIKVIEW PARA ESTUDO / SIMULAÇÃO DE INDICADORES PROJETO UTILIZANDO QLIKVIEW PARA ESTUDO / SIMULAÇÃO DE INDICADORES Fábio S. de Oliveira 1 Daniel Murara Barcia 2 RESUMO Gerenciar informações tem um sido um grande desafio para as empresas diante da competitividade

Leia mais

)))* "*+$ Núcleo de Projetos Especiais Divisão de Processos e Segurança da Informação "$%&'(

)))* *+$ Núcleo de Projetos Especiais Divisão de Processos e Segurança da Informação $%&'( )))* "*+$!"# Núcleo de Projetos Especiais Divisão de Processos e Segurança da Informação "$%&'( , $-. Cecom Centro de Computação: atendimento das demandas corporativas da universidade. LCC Laboratório

Leia mais

1 Introdu ç ão. 1.1. A questão de pesquisa

1 Introdu ç ão. 1.1. A questão de pesquisa 1 Introdu ç ão 1.1. A questão de pesquisa A temática estratégia é muito debatida no meio acadêmico e também possui destacado espaço nas discussões no meio empresarial. Organizações buscam continuamente

Leia mais

EDP IMPLEMENTA SOLUÇÃO EM GOVERNANÇA E SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO E ESTABELECE CONFORMIDADE CONTÍNUA NA GESTÃO DE ACESSOS

EDP IMPLEMENTA SOLUÇÃO EM GOVERNANÇA E SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO E ESTABELECE CONFORMIDADE CONTÍNUA NA GESTÃO DE ACESSOS EDP IMPLEMENTA SOLUÇÃO EM GOVERNANÇA E SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO E ESTABELECE CONFORMIDADE CONTÍNUA NA GESTÃO DE ACESSOS Perfil A EDP Energias do Brasil é uma holding que detém investimentos no setor de

Leia mais

Gestão da operação. A Matiolli

Gestão da operação. A Matiolli A diretoria presta contas ao conselho O Executivo Principal presta contas ao de Administração Cada diretor é responsável pelas suas atribuições Diretoria Executivo Principal Os diretores prestam contas

Leia mais

Módulo 2. Origem do BSC, desdobramento do BSC, estrutura e processo de criação do BSC, gestão estratégica e exercícios

Módulo 2. Origem do BSC, desdobramento do BSC, estrutura e processo de criação do BSC, gestão estratégica e exercícios Módulo 2 Origem do BSC, desdobramento do BSC, estrutura e processo de criação do BSC, gestão estratégica e exercícios Origem do BSC Cenário Competitivos CONCORRENTE A CONCORRENTE C VISÃO DE FUTURO ESTRATÉGIA

Leia mais

Consultoria Estratégica. PMSolution Consultoria

Consultoria Estratégica. PMSolution Consultoria PMSolution Consultoria Nossa Atuação Cliente Governança Corporativa Governança de TI Áreas de Conhecimento Consultoria Estratégica Gerenciamento de Projetos e Portfólio Tecnologia Capacitação Confidencial

Leia mais

MATERIAL DE APOIO AO ALUNO Oficina da Estratégia. Palestrante: Roberto Libardi

MATERIAL DE APOIO AO ALUNO Oficina da Estratégia. Palestrante: Roberto Libardi MATERIAL DE APOIO AO ALUNO Oficina da Estratégia Palestrante: Roberto Libardi Nosso objetivo A construção de cenários futuros envolve o desenho de um caminho de ação que traça uma ponte entre o estágio

Leia mais

CobIT. Eduardo Mayer Fagundes. Um framework para a eficiência das organizações de Tecnologia da Informação e Telecomunicações

CobIT. Eduardo Mayer Fagundes. Um framework para a eficiência das organizações de Tecnologia da Informação e Telecomunicações CobIT Um framework para a eficiência das organizações de Tecnologia da Informação e Telecomunicações Eduardo Mayer Fagundes Copyright(c)2008 por Eduardo Mayer Fagundes 1 Agenda 1. Princípio de Gestão Empresarial

Leia mais

1ª AVALIAÇÃO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO 2009/2

1ª AVALIAÇÃO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO 2009/2 1ª AVALIAÇÃO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO 2009/2 I - ORGANIZAÇÃO DA DISCIPLINA AVALIAÇÃO ORGANIZAÇÃO DA DISCIPLINA Relação conteúdo com a formação profissional Relação conteúdo com o mercado

Leia mais

A Implementação do Balanced Scorecard como Modelo de Gestão: Empresa do Ramo Farmacêutico

A Implementação do Balanced Scorecard como Modelo de Gestão: Empresa do Ramo Farmacêutico A Implementação do Balanced Scorecard como Modelo de Gestão: Resumo Empresa do Ramo Farmacêutico Andrea Sousa Silva Cecilia Caroline Barone Renata Furtado Costa Wagner Pagliato O presente artigo infere

Leia mais

ESCOLA PAULISTA DE NEGOCIOS DISCIPLINA: ESTRATÉGIA E PLANEJAMENTO CORPORATIVO PROFESSOR: CLAUDEMIR DUCA VASCONCELOS ALUNOS: BRUNO ROSA VIVIANE DINIZ

ESCOLA PAULISTA DE NEGOCIOS DISCIPLINA: ESTRATÉGIA E PLANEJAMENTO CORPORATIVO PROFESSOR: CLAUDEMIR DUCA VASCONCELOS ALUNOS: BRUNO ROSA VIVIANE DINIZ ESCOLA PAULISTA DE NEGOCIOS DISCIPLINA: ESTRATÉGIA E PLANEJAMENTO CORPORATIVO PROFESSOR: CLAUDEMIR DUCA VASCONCELOS ALUNOS: BRUNO ROSA VIVIANE DINIZ INTRODUÇÃO Estratégia é hoje uma das palavras mais utilizadas

Leia mais

Resultados, Sustentabilidade, Desempenho, Foco. Sim, sabemos que a sua organização quer chegar lá. Mas você sabe o melhor caminho?

Resultados, Sustentabilidade, Desempenho, Foco. Sim, sabemos que a sua organização quer chegar lá. Mas você sabe o melhor caminho? Resultados, Sustentabilidade, Desempenho, Foco. Sim, sabemos que a sua organização quer chegar lá. Mas você sabe o melhor caminho? Nossa Empresa A MasterQual é uma consultoria brasileira que tem como principal

Leia mais

MBA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS. 1 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

MBA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS. 1 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc. MBA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS 1 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc. PRINCÍPIOS ANÁLISE ESTRATÉGICA (FOfA) BALANCED SCORECARD (BSC) EVOLUÇÃO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. ESCOLAS DE PENSAMENTO

Leia mais

Empresa Júnior Meta Consultoria Um caso de sucesso baseado em Programas de Qualidade em Gestão

Empresa Júnior Meta Consultoria Um caso de sucesso baseado em Programas de Qualidade em Gestão Empresa Júnior Meta Consultoria Um caso de sucesso baseado em Programas de Qualidade em Gestão Bom Dia! Palestrantes Bernardo dos Santos Neto Bruno Orlando Stefano Agenda Empresa Júnior A Meta Consultoria

Leia mais

Balanced Scorecard. Resumo Metodológico

Balanced Scorecard. Resumo Metodológico Balanced Scorecard Resumo Metodológico Estratégia nunca foi foi tão tão importante Business Week Week Entretanto... Menos de de 10% 10% das das estratégias efetivamente formuladas são são eficientemente

Leia mais

Desenho de Programas de Participação nos Lucros ou Resultados em Empresas Estatais

Desenho de Programas de Participação nos Lucros ou Resultados em Empresas Estatais Programa de Capacitação Desenho de Programas de Participação nos Lucros ou Resultados em Empresas Estatais 11 e 12 fevereiro 2009 Conteúdo Objetivos do Treinamento Agenda Contextualização: Remuneração

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS 1 CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIA DAS DISCIPLINAS 2014.1 BRUSQUE (SC) 2013 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 3 01 FUNDAMENTOS EM SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO...

Leia mais

Nossa Estrutura. 43ª Reunião da Qualidade RS 02 de abril de 2008

Nossa Estrutura. 43ª Reunião da Qualidade RS 02 de abril de 2008 Nossa Estrutura 43ª Reunião da Qualidade RS 02 de abril de 2008 Tecnologia da Informação para o Desempenho da Gestão Estratégica Com case Santa Casa de Porto Alegre por Fábio Frey Matthias Schneider Diretoria

Leia mais

E FOLDER INSTITUCIONAL

E FOLDER INSTITUCIONAL E FOLDER INSTITUCIONAL Tel. 55 11 3862 1421 atendimento@bird.com.br www.bird.com.br A MEDIDA CERTA PARA EXECUTAR SUA ESTRATÉGIA DE T&D EM IDIOMAS benchmarking indicadores de resultados diagnósticos & desenvolvimento

Leia mais

MÓDULO GESTÃO ESTRATÉGICA

MÓDULO GESTÃO ESTRATÉGICA MÓDULO GESTÃO ESTRATÉGICA STRATEC " Somos uma empresa de tecnologia, cujo DNA está na aplicação de metodologias de gestão, tendo sua origem no spin- off de uma empresa de consultoria. Desenvolvemos softwares

Leia mais

Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília Fortaleza

Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília Fortaleza Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília Fortaleza Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília Fortaleza EVOLUÇÃO NO MODELO DE GESTÃO ATRAVÉS DA VISÃO POR PROCESSOS NA COMPANHIA SIDERÚRGICA

Leia mais

Prêmio Nacional da Qualidade em Saneamento. 26 Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental

Prêmio Nacional da Qualidade em Saneamento. 26 Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental Prêmio Nacional da Qualidade em Saneamento 26 Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental Da gestão da qualidade à excelência em gestão Gestão Operação Ao longo dos anos 90, as experiências

Leia mais

Instituto Euvaldo Lodi de Santa Catarina IEL/SC

Instituto Euvaldo Lodi de Santa Catarina IEL/SC Instituto Euvaldo Lodi de Santa Catarina IEL/SC Uma estrutura de apoio à Inovação Eliza Coral, Dr. Eng., PMP Outubro, 2010 Diretrizes Organizacionais Missão Contribuir para o desenvolvimento sustentável

Leia mais

Escritório de Projetos

Escritório de Projetos Escritório de Projetos Agenda Conceito de Escritório de Projetos Por que implementar um Escritório de Projetos? Implementando um Escritório de Projetos Funções do Escritório de Projetos Modelo de Maturizade

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais

Sistemas de Informações Gerenciais Sistemas de Informações Gerenciais 2 www.nbs.com.br Soluções eficazes em Gestão de Negócios. Nossa Visão Ser referência em consultoria de desenvolvimento e implementação de estratégias, governança, melhoria

Leia mais

Inteligência Competitiva e os Indicadores de Performance e Desempenho

Inteligência Competitiva e os Indicadores de Performance e Desempenho Inteligência Competitiva e os Indicadores de Performance e Desempenho Daniela Ramos Teixeira Um dos grandes desafios nas organizações é encontrar indicadores de performance e desempenho que ajudem os profissionais

Leia mais

Competitividade da Construção

Competitividade da Construção Competitividade da Construção 1 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 2. O SETOR DA CONSTRUÇÃO EM PORTUGAL 3. COMPETITIVIDADE 3.1. Definições de competitividade 3.2. Competitividade nacional 3.3. Competitividade sectorial

Leia mais

INOVAÇÃO A Era da Mobilidade. Março/2013 A Era da Mobilidade Responsável E. Pugliesi / O. Santos

INOVAÇÃO A Era da Mobilidade. Março/2013 A Era da Mobilidade Responsável E. Pugliesi / O. Santos INOVAÇÃO A Era da Mobilidade Março/2013 A Era da Mobilidade Responsável E. Pugliesi / O. Santos Sociedade de Tratores e Equipamentos S/A - Sotreq Segmento de atuação: O Grupo, que possui capital 100% nacional,

Leia mais

Balanced Scorecard. As quatro perspectivas de desempenho compreendem diversos indicadores, tais como:

Balanced Scorecard. As quatro perspectivas de desempenho compreendem diversos indicadores, tais como: Balanced Scorecard Inicialmente desenvolvido pelo Dr. Robert Kaplan e David Norton - Harvard, o Balanced Scorecard é uma filosofia prática e inovadora de gestão da performance das empresas e organizações.

Leia mais

Gestão de TI. Aula 9 - Prof. Bruno Moreno 27/06/2011

Gestão de TI. Aula 9 - Prof. Bruno Moreno 27/06/2011 Gestão de TI Aula 9 - Prof. Bruno Moreno 27/06/2011 Aula passada... CRM BI - Introdução Sistemas Interorganizacionais 17:08 2 Aula de hoje... Gestão do Conhecimento 17:08 3 85% dos ativos de conhecimento

Leia mais

EMENTAS PÓS-FLEX 2016 CÂMPUS PRAÇA OSÓRIO

EMENTAS PÓS-FLEX 2016 CÂMPUS PRAÇA OSÓRIO EMENTAS PÓS-FLEX 2016 CÂMPUS PRAÇA OSÓRIO ADMINISTRAÇÃO ESTRATÉGICA Consiste em apresentar aos alunos conceitos de administração e de planejamento estratégico em organizações, analisando o processo de

Leia mais

Planejamento. Estratégico

Planejamento. Estratégico Planejamento Estratégico Planejamento Estratégico Conceitos Preliminares Planejamento É o processo derivado da função da administração de planejar, que significa especificar os objetivos a serem atingidos

Leia mais

Balanced Scorecard: como construir um mapa estratégico

Balanced Scorecard: como construir um mapa estratégico Balanced Scorecard: como construir um mapa estratégico (alguns segredos para o sucesso) Quidgest Portugal R. Castilho n.º 63 6.º 1250-068 Lisboa Portugal tel. (+351) 213 870 563 / 652 / 660 fax. (+351)

Leia mais

Bibliografia. A Estratégia em Ação. Kaplan e Norton na Prática. David Norton e Robert Kaplan Editora Campus

Bibliografia. A Estratégia em Ação. Kaplan e Norton na Prática. David Norton e Robert Kaplan Editora Campus Balanced Scoredcard Bibliografia A Estratégia em Ação David Norton e Robert Kaplan Editora Campus Kaplan e Norton na Prática David Norton e Robert Kaplan Editora Campus GESTÃO ESTRATÉGICA GESTÃO DA QUALIDADE

Leia mais

MBA em Gestão de Pessoas e Comportamento Organizacional -Matutino e Noturno

MBA em Gestão de Pessoas e Comportamento Organizacional -Matutino e Noturno MBA em Gestão de Pessoas e Comportamento Organizacional -Matutino e Noturno Apresentação CAMPUS STIEP Inscrições Abertas Turma 12 (Noturno) -->Últimas Vagas até o dia 27/05/2013 CAMPUS IGUATEMI Turma 13

Leia mais

e no Mundo 19-10-2008 1

e no Mundo 19-10-2008 1 Resultados questionário IIA - CBOK 2006 Auditoria Interna em e no Mundo Orlando Sousa, CCSA Vice-Presidente do IPAI 19-10-2008 1 Evolução CBOK 1972/2006 10000 8000 6000 9366 4000 2000 0 1 1972 1985 2 75

Leia mais

CERTIFICAÇÃO PROFISSIONAL POR PROVA DE ADMINISTRADORES E TECNÓLOGOS EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS ÊNFASE RECURSOS HUMANOS PROGRAMA DA PROVA

CERTIFICAÇÃO PROFISSIONAL POR PROVA DE ADMINISTRADORES E TECNÓLOGOS EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS ÊNFASE RECURSOS HUMANOS PROGRAMA DA PROVA CERTIFICAÇÃO PROFISSIONAL POR PROVA DE ADMINISTRADORES E TECNÓLOGOS EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS ÊNFASE RECURSOS HUMANOS PROGRAMA DA PROVA O exame a ser aplicado na Certificação por Prova, na ênfase Recursos

Leia mais