Liberdade, ainda que tardia

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Liberdade, ainda que tardia"

Transcrição

1 Liberdade, ainda que tardia Eis a tradução da frase contida na bandeira do nosso querido Estado de Minas Gerais, eloqüente anseio dos conjurados mineiros, na incansável luta por autodeterminação, aspiração maior de todos os povos e preceito hoje contido até mesmo na nossa Constituição Federal. Autonomia, ainda que tardia Parafraseando, aquela expressão, num anseio à autonomia das Procuradorias Gerais dos Estados, um sonho que esperamos se torne realidade muito em breve. Minas são muitas, já dizia o poeta, e com muitas características, Estado que dá orgulho aos seus filhos. Um grande mineiro, disse: Mas esse mineiro se estendeu de lá, no alargado, porque o chão de Minas é mais, expõe maior salto de contrastes. É a Mata, cismontana, molhada ainda de ventos marinhos, agrícola ou madeireira, espessamente fértil. É o Sul, cafeeiro, assentado na terra-roxa de declives ou em colinas que européias se arrumam, quem sabe uma das mais tranqüilas jurisdições da felicidade neste mundo. É o Triângulo, avançado, forte, franco. É o Oeste, calado e curto nos modos, mas fazendeiro e político, abastado de habilidades. É o Norte, sertanejo, quente, pastoril, um tanto baiano em trechos, ora nordestino na intratabilidade da caatinga, e recebendo em si o Polígono das Secas. É o Centro corográfico, do vale do Rio das Velhas, calcáreo, ameno, claro, aberto à alegria de todas as vozes novas. É o Noroeste, dos chapadões, dos campos-gerais que se emendam com os de Goiás e da Bahia esquerda, e vão até o Piauí e no Maranhão. Esse mineiro é Guimarães Rosa, que soube sintetizar com maestria um Estado plural, com muitas características e desse amalgama de gentes, salta um povo por essência hospitaleiro. E é com esse orgulho de ser mineiro e carregar a hospitalidade em nossa essência que agradeço a presença de todos, sem exceção. Porque cada um dos aqui presentes tem có-responsabilidade na realização deste trigésimo sétimo Congresso Nacional de Procuradores de Estado e que só foi possível graças ao grande empenho de uma série de atores. Assim sinto-me na obrigação de agradecer de forma particularizada:

2 A todos os Procuradores Mineiros, que direta ou indiretamente, trabalharam para o êxito deste Congresso; A Diretoria da Apeminas; A Direção da Advocacia-Geral do Estado de Minas Gerais; Aos membros de Comissões e aos Congressistas. Igualmente tenho que agradecer aos nossos Patrocinadores: O Governo de Minas, a CEMIG, a COPASA, A Ordem dos Advogados do Brasil, subseção de Minas Gerais, cujo apoio foi decisivo para trazer o Congresso para Minas; Ao Banco do Brasil; ao Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros no Estado de Minas Gerais, a UNIMED/BH; A Rede de TV RECORD/MINAS, a Una, a ADVAMINAS e a Classic Seguros; Ao apoio institucional do Instituto dos Advogados de Minas Gerais; E a organização da Efeito Eventos, empresa especializada que muito nos auxiliou nesta empreitada. Agradeço, também, aos Palestrantes, Presidentes de Mesas, autoridades civis, militares e religiosas. A todos os Procuradores de todos os demais entes da Federação que acorreram ao nosso chamado e aqui estão para abrilhantar o nosso evento. Agradeço do fundo do meu coração, enfim, a todos que, de uma forma ou outra, contribuíram para a realização e sucesso deste evento. E a todos, peço licença para apropriar-me da sábia expressão de Carlos Drumond de Andrade: gratidão, essa palavra-tudo. Nós mineiros, nos sentimos honrados, com a presença de todos vocês aqui. A Diretoria da Associação dos Procuradores do Estado de Minas Gerais - APEMIANS, a Associação Nacional dos Procuradores de Estado ANAPE e a Advocacia-Geral do Estado de Minas Gerais, não mediram esforços para que o trigésimo sétimo Congresso Nacional de Procuradores de Estado seja diferenciado, dinâmico e atual, focado na discussão de temas de grande impacto na rotina dos nossos trabalhos. Nosso maior desafio foi o de realizar um Congresso à altura do Estado de Minas Gerais, que desde 1996 não sedia um Congresso Nacional de Procuradores de Estado e de seu papel na Federação. Para tanto, buscou-se reunir expoentes da ciência jurídica para promover a discussão, sobre meios de construção de um Estado que de fato cumpra as suas finalidades, concretizando as

3 demandas sociais, de forma eficiente, transformando a sociedade de forma mais justa, humana e fraterna, no mais alto nível. O próprio temário Advocacia Pública, Eficiência Administrativa e Resultados Sociais reflete essa idéia de que buscarmos algo novo, não apenas às críticas analíticas, a fim de alcançarmos o êxito almejado na transformação da realidade social e dos indicadores de qualidade de vida. Nunca é demais lembrar que a Advocacia Pública, por expressa disposição constitucional, integra as chamadas Funções Essenciais à Justiça, ao lado, do Ministério Público e da Defensoria Pública. Devemos considerar, ainda, a importância da Advocacia Pública, no seu papel na consolidação do Estado Social e Democrático de Direito. A Carta Magna, ao consagrar no seu artigo 132, a nossa carreira, há que ser entendida como o que de fato é: que a advocacia pública foi elencada como uma das funções essenciais à Justiça e o Procurador do Estado é a quem compete exercer a representação judicial e a consultoria jurídica das respectivas unidades federadas. A advocacia pública só pode ser forte com tratamento equiparável ao das demais carreiras jurídicas de todo o Brasil, e esse tratamento passa irremediavelmente pela questão remuneratória. A eficiência Administrativa se faz com serviço público de qualidade. O que implica na valorização do serviço, como é o caso do Procurador de Estado; por reconhecer no Procurador de Estado um profissional altamente qualificado; por dar a ele uma perspectiva de carreira e fazê-lo se sentir confortável prestando o serviço público a ele destinado constitucionalmente. Não haverá Estado verdadeiramente eficiente sem uma advocacia pública forte, com advogados públicos valorizados e remunerados dignamente e contando com a devida estrutura de trabalho. Resultados sociais resultam no fato do Estado efetivamente cumprir com as suas finalidades, concretizando as demandas sociais, de forma eficiente, transformando a sociedade de forma mais justa, humana e fraterna. O trabalho do Procurador do Estado, de forma incansável, transparente e invisível, faz com que o Estado faça mais e melhor, gastando menos. Invisível, no sentido positivo, pois, um trabalho longe dos holofotes, mas essencial na defesa intransigente dos interesses públicos. Evitando o desvio de recursos, combatendo a corrupção, zelando, enfim, pelo patrimônio público.

4 Basta não funcionar para que suas nefastas conseqüências se tornem patentes e muito visíveis. Há necessidade e os todos sabem disso de reafirmar, a grande importância e relevância da atuação dos Procuradores do Estado na luta intransigente na defesa do patrimônio público; no controle da legalidade dos atos administrativos e de todos aqueles atos que atendam também aos anseios de ter uma instituição de defesa do Estado sólida. Cabe aqui indagar: A quem interessa uma Advocacia Pública enfraquecida? A quem interessa a usurpação das atribuições que nos são asseguradas constitucionalmente? A quem interessa o desrespeito às prerrogativas e a ausência de melhoria das condições de trabalho, que passa pela melhoria da remuneração? Além do mais, este descaso com os Procuradores do Estado não tem explicação; pois, defender o Procurador do Estado é defender o serviço público, é defender o Estado. É de conhecimento de todos que, a remuneração de um Procurador de Estado de Minas Gerais esta entre as piores em relação as dos demais Estados brasileiros e com composição perversa, cuja maior parte refere-se a verba variável, que não integra sua composição nem se incorpora, o que causa uma enorme insegurança remuneratória. Temos, todavia, que reconhecer muito já foi feito, avanços foram realizados, mas há ainda um enorme caminho a ser percorrido. Evidentemente que a dinâmica administrativa faz com que o caso de Minas Gerais precise ser repassado, não somente para demonstrar seus méritos, seus acertos, mas também para corrigir a rota naquilo que for necessário. A isto também se presta o princípio da eficiência. No plano remuneratório da Advocacia Pública, muito evoluímos, temos consciência disto - e gratidão. Mas neste auditório, que conta com a representatividade de quase todo o País, somos o terceiro Estado da Federação em arrecadação, nos mantemos entre os líderes no crescimento econômico, fenômeno circunstancialmente desacelerado pela crise pela qual passamos, e ainda assim ocupamos os últimos lugares no plano remuneratório. Sabe-se que os recursos do Estado são limitados, o que exige de todo governo ponderações constantes e escolhas. Neste processo natural, o Estado de Minas Gerais, reafirmando sua tradição na defesa dos valores democráticos, escolheu,

5 discricionariamente, adotar o teto remuneratório único, facultado pelo parágrafo 12 do artigo 37 da Constituição Federal. Assim, hoje é válido como teto para todo o funcionalismo público estadual, em nosso Estado, o subsídio dos Desembargadores do Tribunal de Justiça. Com isto milhares de ações judiciais sobre a questão perderam o objeto ou deixaram de ser ajuizadas, o que pode ser relatado como expressão da eficiência. Outras carreiras foram recentemente contempladas com substanciais melhorias, a exemplo da Defensoria Pública, que a partir do próximo ano terá subsídio final com paridade as carreiras do Ministério Público e da Magistratura. Valorizando sua força policial, que é referência para todo o País, no critério da eficiência governamental, e mais uma vez de forma pioneira, antecipando-se a projeto que tramita no Congresso Nacional, também para militares e policiais civis foi estabelecida recentemente política remuneratória progressiva, com significativo reajuste ao longo dos próximos anos. No entanto, a remuneração final da carreira de Procurador do Estado, com a qual nos aposentamos, é ainda módica, para nos valermos do eufemismo. Mas reafirmando a máxima de que mineiro é um estado de espírito, Minas Gerais conta com um dos corpos de Procuradores de maior destaque e combatividade de todo o País, com substancial êxito, o que é espelhado na jurisprudência não somente do Tribunal de Justiça mineiro, mas especialmente nos Tribunais Superiores. Por exercermos com amor e vocação cargo tão relevante e digno é que precisamos avançar na política remuneratória, assim reforçando vínculos e criando laços perenes, evitando a perda de profissionais brilhantes para outras carreiras, como a Magistratura e o Ministério Público, o que ainda vem ocorrendo. Com isto, Excelentíssimo Senhor Governador, reconhecemos os méritos do seu governo, que para tanto sempre contou com o substancial suporte da Advocacia Geral do Estado, mas reafirmamos a necessidade de um pacto de compromisso imediato, no sentido de que é chegada a hora de sermos prioridade também na política remuneratória, já que somos carreira de Estado por excelência, cuja relevância das funções para a consecução dos fins do Estado Social e Democrático de Direito levou o constituinte a nos referenciar aos Desembargadores do Tribunal de Justiça e aos integrantes do Ministério Público no art. 37, inciso onze, da Constituição Federal, em sua atual redação. Aliás, esta foi outrora a vontade da própria constituinte estadual, que por razões de hermenêutica constitucional não pode ser

6 aplicada. O que buscamos, hoje, portanto, é tão somente reavivar a vontade do constituinte mineiro. Mais uma vez manifestamos nossa confiança, no sentido de que suaexcelência, jurista, hoje Governador do Estado, deixará também este legado de resgate da valorização da nossa advocacia pública, o que, como já foi dito, requer um pacto de compromisso imediato, em favor da eficiência administrativa e dos resultados sociais, a que visamos. Nós, Procuradores do Estado acreditamos, as conquistas são possíveis, com muito esforço e trabalho, mas principalmente com união. Nada verdadeiro é fácil. Facilidades e obviedades escondem mediocridades. Uma vida com sentido edifica a qualidade de vida. Grandes resultados são construídos com esforço, dedicação e compromisso ao longo do tempo. E assim será, conosco, Procuradores de Estado. Para finalizar, deixo um pensamento árabe: Em dia de vitória não há cansaço. Muito obrigado.

contribuição previdenciária de aposentados e pensionistas, e a PEC 63, que resgata o ATS.

contribuição previdenciária de aposentados e pensionistas, e a PEC 63, que resgata o ATS. Neste ano histórico em que completa 60 anos de vitoriosa trajetória associativa, a Amagis é agraciada ao ser escolhida para sediar, novamente, onze anos depois, outro importante encontro integrativo como

Leia mais

CONHEÇA A VERDADE SOBRE A EC 50

CONHEÇA A VERDADE SOBRE A EC 50 CONHEÇA A VERDADE SOBRE A Porque os interesses de Goiás e do povo goiano estão acima de interesses pessoais e corporativistas. O que é a /2014? É uma Emenda Constitucional, que disciplina a representação

Leia mais

CHAPA 1. Compromisso e Ação!

CHAPA 1. Compromisso e Ação! CHAPA 1 Compromisso e Ação! Concorremos nas próximas eleições da AJURIS pela situação, com o compromisso de avançar e dar continuidade ao trabalho que vem sendo feito. Temos consciência de que os tempos

Leia mais

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Regulamenta o inciso II do 4º do art. 40 da Constituição, que dispõe sobre a concessão de aposentadoria especial a servidores públicos que exerçam atividade de risco. O CONGRESSO

Leia mais

Excelentíssima Senhora Desembargadora Maria Helena Mallmann, Digníssima Presidente do Egrégio Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região;

Excelentíssima Senhora Desembargadora Maria Helena Mallmann, Digníssima Presidente do Egrégio Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região; Discurso Sessão Solene de Ratificação de Posse das Desembargadoras Lucia Ehrenbrink e Tânia Regina Silva Reckziegel 30/11/2012 18 horas Plenário do TRT4 Excelentíssima Senhora Desembargadora Maria Helena

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Competência da Justiça Militar Paulo Tadeu Rodrigues Rosa* A Justiça Militar é um dos órgãos do Poder Judiciário, com previsão constitucional e Lei de Organização Judiciária que

Leia mais

02579887423 MI 4208 MANDADO DE INJUNÇÃO COLETIVO EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL

02579887423 MI 4208 MANDADO DE INJUNÇÃO COLETIVO EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL A UNIÃO DOS ADVOGADOS PÚBLICOS FEDERAIS DO BRASIL UNAFE, pessoa jurídica de direito privado, sem fins econômicos, associação civil

Leia mais

GUARDA MUNICIPAL E SEGURANÇA PÚBLICA

GUARDA MUNICIPAL E SEGURANÇA PÚBLICA GUARDA MUNICIPAL E SEGURANÇA PÚBLICA Aristides Medeiros ADVOGADO Consoante estabelecido no art. 144, caput, da Constituição Federal, os órgãos incumbidos da segurança pública, isto é, da segurança geral,

Leia mais

DESTAQUE DOS PONTOS MAIS RELEVANTES DA REFORMA DO JUDICIÁRIO PEC Nº 358, DE 2005

DESTAQUE DOS PONTOS MAIS RELEVANTES DA REFORMA DO JUDICIÁRIO PEC Nº 358, DE 2005 DESTAQUE DOS PONTOS MAIS RELEVANTES DA REFORMA DO JUDICIÁRIO PEC Nº 358, DE 2005 REGINA MARIA GROBA BANDEIRA Consultora Legislativa da Área I Direito Constitucional, Eleitoral, Municipal, Direito Administrativo,

Leia mais

PROJETO DE LEI CAPÍTULO I DAS CARREIRAS E DO PLANO ESPECIAL DE CARGOS DO DNPM

PROJETO DE LEI CAPÍTULO I DAS CARREIRAS E DO PLANO ESPECIAL DE CARGOS DO DNPM PROJETO DE LEI Aumenta a remuneração de servidores efetivos e empregados permanentes da administração pública federal, e dá outras providências. O CONGRESSO NACIONAL decreta: CAPÍTULO I DAS CARREIRAS E

Leia mais

Lista Tríplice da AGU

Lista Tríplice da AGU Lista Tríplice da AGU Carlos Marden Cabral Coutinho 01. O que pensa sobre a unificação de carreiras da AGU? Há um choque entre o interesse público e os individuais no caso? Parece-me que não existe qualquer

Leia mais

O Controle Interno no Âmbito do Poder Executivo

O Controle Interno no Âmbito do Poder Executivo O Controle Interno no Âmbito do Poder Executivo Contextualização Sumário - O Controle na Administração Pública - O Controle Externo - O Controle Interno O Controle Interno do Poder Executivo do Estado

Leia mais

1) FUNDAMENTOS: SOCIDIVAPLU

1) FUNDAMENTOS: SOCIDIVAPLU A palavra mnemônica provém do termo grego menmóne, que significa recordação. Pode se aplicar a qualquer técnica de memorização. Mesmo assim, é mais utilizada para designar técnicas baseadas em palavras,

Leia mais

Breves considerações acerca do teto remuneratório dos Procuradores Municipais

Breves considerações acerca do teto remuneratório dos Procuradores Municipais Breves considerações acerca do teto remuneratório dos Procuradores Municipais Felipe Barbosa de Menezes 1 Como é cediço, a Emenda Constitucional nº 41/2003 conferiu nova redação ao inciso XI do artigo

Leia mais

NOVA AGU versus VELHA AGU

NOVA AGU versus VELHA AGU NOVA AGU versus VELHA AGU Aldemario Araujo Castro Procurador da Fazenda Nacional Professor da Universidade Católica de Brasília - UCB Mestre em Direito pela Universidade Católica de Brasília - UCB Conselheiro

Leia mais

(SAUDAÇÃO À PRESIDENTA DA REPÚBLICA, INTEGRANTES DO PARLAMENTO, MINISTROS DO STF, MINISTROS DE ESTADO, MEMBROS DO MP,

(SAUDAÇÃO À PRESIDENTA DA REPÚBLICA, INTEGRANTES DO PARLAMENTO, MINISTROS DO STF, MINISTROS DE ESTADO, MEMBROS DO MP, (SAUDAÇÃO À PRESIDENTA DA REPÚBLICA, INTEGRANTES DO PARLAMENTO, MINISTROS DO STF, MINISTROS DE ESTADO, MEMBROS DO MP, JUDICIÁRIO, DEMAIS AUTORIDADES PRESENTES) Não poderia iniciar meu pronunciamento nesta

Leia mais

PARECER SOBRE O REGIME DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR NA BAHIA

PARECER SOBRE O REGIME DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR NA BAHIA PARECER SOBRE O REGIME DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR NA BAHIA I. Intróito Na qualidade de Professor de Servidor Público da UESB e de advogado da ADUSB, nos fora solicitado pela Diretoria desta entidade sindical

Leia mais

RPPS SERVIDORES PÚBLICOS DO PARANÁ

RPPS SERVIDORES PÚBLICOS DO PARANÁ RPPS SERVIDORES PÚBLICOS DO PARANÁ NATUREZA JURÍDICA ESTRUTURA FINANCIAMENTO SERVIDRES ABRANGIDOS DESAFIOS 1 História da Previdência Surge no dia que as pessoas começam a acumular para o futuro, para o

Leia mais

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 314, DE 2013

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 314, DE 2013 SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 314, DE 2013 Altera o art. 5º da Lei nº 9.717, de 27 de novembro de 1998, para que os regimes próprios de previdência social dos servidores públicos da União,

Leia mais

Ato Normativo nº. 473-CPJ, de 27 de julho de 2006. (pt. nº. 3.556/06)

Ato Normativo nº. 473-CPJ, de 27 de julho de 2006. (pt. nº. 3.556/06) Ato Normativo nº. 473-CPJ, de 27 de julho de 2006 (pt. nº. 3.556/06) Constitui, na comarca da Capital, o Grupo de Atuação Especial de Inclusão Social, e dá providências correlatas. O Colégio de Procuradores

Leia mais

CASSEL&RUZZARIN A D V O G A D O S

CASSEL&RUZZARIN A D V O G A D O S CASSEL&RUZZARIN A D V O G A D O S Introdução Cassel & Ruzzarin Advogados elaborou um estudo que aborda o desvio de função no serviço público em linguagem simples, na forma de perguntas e respostas, para

Leia mais

Controladoria-Geral da União Ouvidoria-Geral da União PARECER. Recurso contra resposta incompleta ao pedido de acesso à informação. Sem restrição.

Controladoria-Geral da União Ouvidoria-Geral da União PARECER. Recurso contra resposta incompleta ao pedido de acesso à informação. Sem restrição. Controladoria-Geral da União Ouvidoria-Geral da União PARECER Referência: 90513.000117/201-18 Assunto: Restrição de acesso: Ementa: Órgão ou entidade recorrido (a): Recorrente: Recurso contra resposta

Leia mais

Marcel Brasil F. Capiberibe. Subprocurador do Ministério Público Especial Junto ao Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul

Marcel Brasil F. Capiberibe. Subprocurador do Ministério Público Especial Junto ao Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul Critérios institucionais diferençados entre as funções do Ministério Público junto à justiça ordinária e as atribuições funcionais do Ministério Público especial junto ao Tribunal de Contas Marcel Brasil

Leia mais

DO MINISTÉRIO PÚBLICO art.170 a art175

DO MINISTÉRIO PÚBLICO art.170 a art175 CONSTITUIÇÃO FEDERAL 88 DO MINISTÉRIO PÚBLICO art.127 a art.130- A Art. 127. O Ministério Público é instituição permanente, essencial à função jurisdicional do Estado, incumbindo-lhe a defesa da ordem

Leia mais

EDITAL DE RETIFICAÇÃO Nº 01/2014 A Defensora Pública-Geral do Estado de Minas Gerais, Presidente da Comissão de Concurso, no uso de suas atribuições,

EDITAL DE RETIFICAÇÃO Nº 01/2014 A Defensora Pública-Geral do Estado de Minas Gerais, Presidente da Comissão de Concurso, no uso de suas atribuições, EDITAL DE RETIFICAÇÃO Nº 01/2014 A Defensora Pública-Geral do Estado de Minas Gerais, Presidente da Comissão de Concurso, no uso de suas atribuições, informa que em virtude da publicação da Emenda Constitucional

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Gabinete do Ministro. PORTARIA nº 3.746, de 17 de dezembro de 2004.

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Gabinete do Ministro. PORTARIA nº 3.746, de 17 de dezembro de 2004. PORTARIA nº 3.746, de 17 de dezembro de 2004. Institui o programa de transparência do Ministério da Justiça e estabelece medidas internas para aperfeiçoar os instrumentos preventivos de controle da atividade

Leia mais

AS PROCURADORIAS GERAIS DOS ESTADOS E AS PROCURADORIAS DAS AUTARQUIAS E FUNDAÇÕES PÚBLICAS (pessoas jurídicas de direito público)

AS PROCURADORIAS GERAIS DOS ESTADOS E AS PROCURADORIAS DAS AUTARQUIAS E FUNDAÇÕES PÚBLICAS (pessoas jurídicas de direito público) AS PROCURADORIAS GERAIS DOS ESTADOS E AS PROCURADORIAS DAS AUTARQUIAS E FUNDAÇÕES PÚBLICAS (pessoas jurídicas de direito público) No art. 132 da CR 88 está escrito: Art. 132. Os Procuradores dos Estados

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 11 Discurso na cerimónia de posse

Leia mais

@PROVA MPU: TÉCNICO DIREITO CONSTITUCIONAL

@PROVA MPU: TÉCNICO DIREITO CONSTITUCIONAL @PROVA MPU: TÉCNICO DIREITO CONSTITUCIONAL 51. Todas as normas presentes na CF, independentemente de seu conteúdo, possuem supremacia em relação à lei ordinária, por serem formalmente constitucionais.

Leia mais

A Evolução Recente da Arrecadação Federal

A Evolução Recente da Arrecadação Federal Carta PR 1164 /2015 Brasília, 28 de agosto de 2015 Exmo(a). Senhor(a) Senador(a), O Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil SINDIFISCO NACIONAL oferece a Vossa Excelência um breve

Leia mais

CONSELHO DA PROCURADORIA GERAL DO ESTADO DE SÃO PAULO

CONSELHO DA PROCURADORIA GERAL DO ESTADO DE SÃO PAULO EXCELENTÍSSIMO SENHOR PROCURADOR GERAL DO ESTADO DE SÃO PAULO PROPOSTA: INCLUSÃO DA INTIMAÇÃO PESSOAL DO PROCURADOR DO ESTADO NO PROJETO DE LEI ORGÂNICA DA PROCURADORIA GERAL DO ESTADO DE SÃO PAULO, COMO

Leia mais

O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO ACRE

O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO ACRE Institui o auxílio-alimentação para os s da Magistratura do Estado do Acre, no efetivo exercício. O, no uso de suas atribuições legais e tendo em vista a deliberação na 16ª Sessão Extraordinária do Pleno

Leia mais

Seminário Abrap - A Advocacia Pública nos Estados

Seminário Abrap - A Advocacia Pública nos Estados SRA. CLAIR DA FLORA MARTINS: Eu já estou finalizando, abreviando o meu tempo aí. Queria finalizar dizendo o seguinte: que há conquistas que dependem de uma única pessoa. Então, por exemplo, eu posso ter

Leia mais

data PROJETO DE LEI N 8035/2010. 1 Supressiva 2. Substitutiva 3. Modificativa 4. Aditiva 5. Substitutivo global

data PROJETO DE LEI N 8035/2010. 1 Supressiva 2. Substitutiva 3. Modificativa 4. Aditiva 5. Substitutivo global Página Artigo: 6º Parágrafo: Único Inciso Alínea EMENDA MODIFICATIVA O parágrafo único do Artigo 6º do PL n 8035 de 2010, passa a ter a seguinte redação: Art. 6º... Parágrafo único. O Fórum Nacional de

Leia mais

MANIFESTA APOIO às eleições diretas para o Conselho Federal da OAB sob a forma federativa.

MANIFESTA APOIO às eleições diretas para o Conselho Federal da OAB sob a forma federativa. CARTA DE PORTO SEGURO COLÉGIO DE PRESIDENTES DE COMISSÕES DE ADVOGADOS EM INÍCIO DE CARREIRA O jovem advogado não é o futuro. É o presente da Advocacia. O Colégio de Presidentes de Comissões de Advogados

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 128 DE 2006

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 128 DE 2006 PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 128 DE 2006 Altera o 1º do art. 1º da Medida Provisória nº 2.178-36, de 24 de agosto de 2001, para incluir os estudantes da educação fundamental de jovens e adultos como beneficiários

Leia mais

OS TRIBUNAIS E O MINISTÉRIO PÚBLICO

OS TRIBUNAIS E O MINISTÉRIO PÚBLICO OS TRIBUNAIS E O MINISTÉRIO PÚBLICO Art.º 202º da Constituição da República Portuguesa «1. Os tribunais são órgãos de soberania com competência para Administrar a justiça em nome do povo. (...)» A lei

Leia mais

RECOMENDAÇÃO 002/2011

RECOMENDAÇÃO 002/2011 RECOMENDAÇÃO 002/2011 OFÍCIO DO PATRIMÔNIO PÚBLICO E SOCIAL O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, por intermédio do Procurador da República signatário, no uso de suas atribuições legais e constitucionais, com

Leia mais

JOSÉ OCTAVIO DE BRITO CAPANEMAADVOGADOS ASSOCIADOS

JOSÉ OCTAVIO DE BRITO CAPANEMAADVOGADOS ASSOCIADOS HISTÓRICO O escritório JOSÉ OCTAVIO DE BRITO CAPANEMAADVOGADOS ASSOCIADOS, registrado, em 1968, na Ordem dos Advogados do Brasil, Seção de Minas Gerais, sob o número OAB/MG 006, é, na verdade, o resultado

Leia mais

TETO CONSTITUCIONAL LIMITE DE REMUNERAÇÃO DO SERVIDOR PÚBLICO ESTADUAL

TETO CONSTITUCIONAL LIMITE DE REMUNERAÇÃO DO SERVIDOR PÚBLICO ESTADUAL TETO CONSTITUCIONAL LIMITE DE REMUNERAÇÃO DO SERVIDOR PÚBLICO ESTADUAL Marcos Carneiro e Vladimir Morgado(*) De forma equivocada, algumas Assembléias Legislativas, como ocorreu em passado recente e continua

Leia mais

Sindicato Nacional do Ensino Superior - Associação Sindical de Docentes e Investigadores

Sindicato Nacional do Ensino Superior - Associação Sindical de Docentes e Investigadores PROGRAMA DA DIREÇÃO DO SNESup Lista A Mandato 2012-2014 Vivemos uma crise, um período em que as respostas às dificuldades sentidas já não são conseguidas no quadro em que nos situamos. Apesar dos naturais

Leia mais

ACF.* Ao Íncleto Causídico DD. Professor Doutor René Ariel Dotti Rua Marechal Deodoro, 497. 13 andar. Curitiba/PR. Prezado Senhor:

ACF.* Ao Íncleto Causídico DD. Professor Doutor René Ariel Dotti Rua Marechal Deodoro, 497. 13 andar. Curitiba/PR. Prezado Senhor: Sindicato dos Escrivães de Polícia do Estado do Paraná SINDESPOL/PR CNPJ 77.824.167/0001-00 e-mail: sindespol.pr@hotmail.com Av. Brasília, 116/4298 -~ Novo Mundo CEP: 81.010-020 Tefones: 8834-0816 e 8413-8419

Leia mais

ANOTAÇÕES SOBRE COMO OS HONORÁRIOS SUCUMBENCIAIS SÃO REGISTRADOS E QUANTIFICADOS NO ÂMBITO DAS ATIVIDADES FINANCEIRAS DA UNIÃO

ANOTAÇÕES SOBRE COMO OS HONORÁRIOS SUCUMBENCIAIS SÃO REGISTRADOS E QUANTIFICADOS NO ÂMBITO DAS ATIVIDADES FINANCEIRAS DA UNIÃO ANOTAÇÕES SOBRE COMO OS HONORÁRIOS SUCUMBENCIAIS SÃO REGISTRADOS E QUANTIFICADOS NO ÂMBITO DAS ATIVIDADES FINANCEIRAS DA UNIÃO Aldemario Araujo Castro Mestre em Direito Procurador da Fazenda Nacional Professor

Leia mais

PROPOSTA DE PROJETO DE LEI SOBRE O PISO SALARIAL NACIONAL DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO ESCOLAR PÚBLICA

PROPOSTA DE PROJETO DE LEI SOBRE O PISO SALARIAL NACIONAL DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO ESCOLAR PÚBLICA PROPOSTA DE PROJETO DE LEI SOBRE O PISO SALARIAL NACIONAL DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO ESCOLAR PÚBLICA Regulamenta o inciso VIII do artigo 206 da Constituição Federal, para instituir o piso salarial profissional

Leia mais

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2015

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2015 PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2015 As Mesas da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, nos termos do 3º do art. 60 da Constituição Federal, promulgam a seguinte Emenda ao texto constitucional:

Leia mais

O regime complementar do servidor público

O regime complementar do servidor público O regime complementar do servidor público Leandro Madureira* RESUMO: O servidor que ingressou ou venha a ingressar no serviço publico a partir de 4 de fevereiro de 2013 tem a aposentadoria limitada ao

Leia mais

Nota oficial do Poder Judiciário do Estado de Santa Catarina,

Nota oficial do Poder Judiciário do Estado de Santa Catarina, Nota oficial do Poder Judiciário do Estado de Santa Catarina, É de conhecimento de todos que os servidores filiados ao Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Estado de Santa Catarina Sinjusc,

Leia mais

O ADVOGADO PÚBLICO E O EXERCÍCIO DA ADVOCACIA FORA DAS ATRIBUIÇÕES DO CARGO PÚBLICO OCUPADO

O ADVOGADO PÚBLICO E O EXERCÍCIO DA ADVOCACIA FORA DAS ATRIBUIÇÕES DO CARGO PÚBLICO OCUPADO O ADVOGADO PÚBLICO E O EXERCÍCIO DA ADVOCACIA FORA DAS ATRIBUIÇÕES DO CARGO PÚBLICO OCUPADO Aldemario Araujo Castro Procurador da Fazenda Nacional Professor da Universidade Católica de Brasília - UCB Mestre

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DESEMB. FEDERAL RELATOR 3 A TURMA DO E. TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 4 A REGIÃO

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DESEMB. FEDERAL RELATOR 3 A TURMA DO E. TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 4 A REGIÃO ADVOCACIA-GERAL DA UNIÃO PROCURADORIA-GERAL FEDERAL PROCURADORIA FEDERAL ESPECIALIZADA-INSS EXCELENTÍSSIMO SENHOR DESEMB. FEDERAL RELATOR 3 A TURMA DO E. TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 4 A REGIÃO AGRAVO

Leia mais

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 391-A, DE 2014

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 391-A, DE 2014 COMISSÃO ESPECIAL DESTINADA A PROFERIR PARECER À PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 391-A, DE 2014 PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 391-A, DE 2014 Fixa parâmetros para a remuneração da Carreira de

Leia mais

Decisão do STF permite contratação de professores federais por Organização Social

Decisão do STF permite contratação de professores federais por Organização Social Decisão do STF permite contratação de professores federais por Organização Social Na mesma semana em que os trabalhadores brasileiros tomaram as ruas e conseguiram suspender a votação do Projeto de Lei

Leia mais

A mediação e a conciliação e o seu impacto nos dissídios coletivos

A mediação e a conciliação e o seu impacto nos dissídios coletivos 1 A mediação e a conciliação e o seu impacto nos dissídios coletivos Renato Rua de Almeida, advogado trabalhista em São Paulo, ex-advogado dos Sindicatos dos Metalúrgicos, Bancários e Comerciários, todos

Leia mais

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2014 (Do Sr. Moreira Mendes e outros)

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2014 (Do Sr. Moreira Mendes e outros) PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2014 (Do Sr. Moreira Mendes e outros) Altera o artigo 93, o artigo 129 e o artigo 144, da Constituição Federal, para exigir do bacharel em Direito, cumulativamente,

Leia mais

CARTILHA DO SUBSÍDIO

CARTILHA DO SUBSÍDIO CARTILHA DO SUBSÍDIO Cléa da Rosa Pinheiro Vera Mirna Schmorantz A Direção do SINAL atenta às questões que dizem com a possibilidade de alteração da estrutura remuneratória das carreiras de Especialista

Leia mais

Ordem dos Advogados do Brasil Seção do Estado do Rio de Janeiro Procuradoria

Ordem dos Advogados do Brasil Seção do Estado do Rio de Janeiro Procuradoria EXCELENTÍSSIMO SENHOR PRESIDENTE DO CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA CNJ A ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL SEÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, serviço público independente, dotado de personalidade jurídica e

Leia mais

A Faculdade e a Preparação para o Mercado de Trabalho

A Faculdade e a Preparação para o Mercado de Trabalho 1 A Faculdade e a Preparação para o Mercado de Trabalho Alexandre Ogusuku Advogado, especialista em Direito Tributário. Professor de Direito Tributário na Uniso e Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil

Leia mais

Excelentíssimo Dr. Roberto Monteiro Gurgel Santos, DD. Presidente do Conselho Nacional do Ministério Público:

Excelentíssimo Dr. Roberto Monteiro Gurgel Santos, DD. Presidente do Conselho Nacional do Ministério Público: Excelentíssimo Dr. Roberto Monteiro Gurgel Santos, DD. Presidente do Conselho Nacional do Ministério Público: Venho à presença de Vossa Excelência, nos termos do Regimento Interno deste Conselho, apresentar

Leia mais

Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento/CEFOR Especialização em Instituições e processos Políticos do Legislativo

Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento/CEFOR Especialização em Instituições e processos Políticos do Legislativo Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento/CEFOR Especialização em Instituições e processos Políticos do Legislativo Maria Amélia da Silva Castro A função controle exercida pelo parlamento: o papel

Leia mais

PRINCÍPIOS INSTITUCIONAIS DA DEFENSORIA PÚBLICA

PRINCÍPIOS INSTITUCIONAIS DA DEFENSORIA PÚBLICA PRINCÍPIOS INSTITUCIONAIS DA Caio Cezar Buin Zumioti 1 A Constituição da República Federativa do Brasil, promulgada em 05 de outubro de 1988, em seu art. 5º, inciso LXXIV, diz que o Estado prestará assistência

Leia mais

COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO CTASP

COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO CTASP COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO CTASP PROJETO DE LEI Nº 7920, DE 2014. (Do Supremo Tribunal Federal) Altera dispositivo da Lei nº 11.416, de 15 de dezembro de 2006, Plano de Carreira

Leia mais

INFORMATIVO JURIDICO

INFORMATIVO JURIDICO Volume 3, Edição 1 30 de Julho de 2013 a d v o g a d o s INFORMATIVO JURIDICO Merçon e Ortiz NESTA EDIÇÃO: Especial de 35 anos Historia da Merçon e Ortiz 1 A Merçon Ortiz pela Merçon e Ortiz A Merçon Ortiz

Leia mais

Excelentíssimo Senhor Presidente, Sras. Deputadas e Srs.

Excelentíssimo Senhor Presidente, Sras. Deputadas e Srs. PRONUNCIAMENTO DO DEPUTADO FEDERAL CAPITÃO ASSUMÇÃO 02 DE ABRIL DE 2009 Deputados: Excelentíssimo Senhor Presidente, Sras. Deputadas e Srs. Em trâmite perante a Comissão de Constituição e Justiça e de

Leia mais

Uma história de sucesso

Uma história de sucesso Dr. Fernando Augusto Pinto e Dra. Carla Maria Martins Gomes formam uma singular equipe. Nas áreas em que se especializaram conseguem reunir atributos fundamentais à satisfação dos interesses dos clientes,

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 15 Discurso em almoço oferecido ao

Leia mais

Proposição: Projeto de Lei e Diretrizes Orçamentárias. a) O Excelentíssimo Relator da Lei de Diretrizes

Proposição: Projeto de Lei e Diretrizes Orçamentárias. a) O Excelentíssimo Relator da Lei de Diretrizes NOTA TÉCNICA CONJUNTA Associação Nacional dos Procuradores da República Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho Associação do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios Associação Nacional

Leia mais

PARECER DA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA RELATÓRIO

PARECER DA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA RELATÓRIO PARECER DA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA Projeto de Lei nº 058 de 17 de abril de 2013 AUTOR: Poder Executivo PARECER: Favorável, sem apresentação de emendas EMENTA: Cria o Arquivo Público do Executivo

Leia mais

COMISSÃO DIRETORA. Praça dos Três Poderes Senado Federal CEP: 70165 900 Brasília DF

COMISSÃO DIRETORA. Praça dos Três Poderes Senado Federal CEP: 70165 900 Brasília DF A estrutura administrativa do Senado Federal está dividida em três áreas que compreendem os órgãos superiores de execução, órgãos de assessoramento superior e órgão supervisionado. Conheça a estrutura

Leia mais

DISCURSO DE POSSE. Sinto-me extremamente honrado ao assumir a Presidência da ACISB/CDL nesta cerimônia, agradeço a Deus por este momento.

DISCURSO DE POSSE. Sinto-me extremamente honrado ao assumir a Presidência da ACISB/CDL nesta cerimônia, agradeço a Deus por este momento. DISCURSO DE POSSE Boa Noite a todos! Cumprimento o ex-diretor presidente Sebastião Calais, o Prefeito Leris Braga, o vice-prefeito Alcemir Moreira, o presidente da Câmara de Vereadores Juarez Camilo, o

Leia mais

PROJETO DE LEI. O CONGRESSO NACIONAL decreta: Art. 2º O SESF terá em sua estrutura organizacional os seguintes órgãos:

PROJETO DE LEI. O CONGRESSO NACIONAL decreta: Art. 2º O SESF terá em sua estrutura organizacional os seguintes órgãos: PROJETO DE LEI Dispõe sobre a criação do Serviço Social do Transporte Ferroviário - SESF e altera a redação do art. 3º da Lei nº 8.706, de 14 de setembro de 1993. O CONGRESSO NACIONAL decreta: Art. 1º

Leia mais

Presidente do TRF5 faz palestra em encontro dos advogados das União >Encontro acontece de 15 a 17 deste mês no Atlante Plaza 06/11/2006-17:00

Presidente do TRF5 faz palestra em encontro dos advogados das União >Encontro acontece de 15 a 17 deste mês no Atlante Plaza 06/11/2006-17:00 Presidente do TRF5 faz palestra em encontro dos advogados das União >Encontro acontece de 15 a 17 deste mês no Atlante Plaza 06/11/2006-17:00 O presidente do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5),

Leia mais

Previdência Complementar do servidor em perguntas e respostas

Previdência Complementar do servidor em perguntas e respostas Previdência Complementar do servidor em perguntas e respostas Por Antônio Augusto de Queiroz - Jornalista, analista político e diretor de Documentação do Diap Com o propósito de esclarecer algumas dúvidas

Leia mais

CONTROLE INTERNO NAS ENTIDADES PÚBLICAS

CONTROLE INTERNO NAS ENTIDADES PÚBLICAS CONTROLE INTERNO NAS ENTIDADES PÚBLICAS Resumo: o presente artigo trata de estudo do controle interno nas entidades públicas no Brasil, de maneira expositiva. Tem por objetivo contribuir para o Seminário

Leia mais

Execução e controle das despesas com pessoal conforme as regras da Lei de Responsabilidade Fiscal - LRF

Execução e controle das despesas com pessoal conforme as regras da Lei de Responsabilidade Fiscal - LRF Execução e controle das despesas com pessoal conforme as regras da Lei de Responsabilidade Fiscal - LRF Amigos concursandos! Desejo a todos muita paz, tranqüilidade e que seus objetivos estejam caminhando

Leia mais

I DA LEGITIMIDADE ATIVA

I DA LEGITIMIDADE ATIVA EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA DA FAZENDA PÚBLICA DA COMARCA DA CAPITAL/SP O SINDICATO DOS PROCURADORES DO ESTADO, DAS AUTARQUIAS, DAS FUNDAÇÕES E DAS UNIVERSIDADES PÚBLICAS DO ESTADO

Leia mais

ANDRÉA FRANÇA COELHO ROSA Presidente Nacional do PMB

ANDRÉA FRANÇA COELHO ROSA Presidente Nacional do PMB Prezados familiares, amigos e simpatizantes dos militares do Exercito, Marinha, Aeronáutica, Policias Militares e Corpos de Bombeiros Militares do Brasil, é com grande satisfação e enorme esperança na

Leia mais

Portanto, percebe-se a inexistência das pretensas diferenças conforme apregoadas clara e exaustivamente.

Portanto, percebe-se a inexistência das pretensas diferenças conforme apregoadas clara e exaustivamente. ADVOCACIA PUBLICA DE ALAGOAS A ABRAP Associação Nacional da Advocacia Publica e a APAFAL Associação dos Procuradores Autárquicos e Advogados de Fundação do Estado de Alagoas, agradecem ao Presidente da

Leia mais

EXCELENTÍSSIMA SENHORA DESEMBARGADORA PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE

EXCELENTÍSSIMA SENHORA DESEMBARGADORA PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE EXCELENTÍSSIMA SENHORA DESEMBARGADORA PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE O SINDICATO DOS SERVIDORES DO PODER JUDICIÁRIO DO RIO GRANDE DO NORTE - SISJERN, entidade

Leia mais

VOTO PROCESSO TC 2257/2013 PROTOCOLO TC 2013/128970

VOTO PROCESSO TC 2257/2013 PROTOCOLO TC 2013/128970 VOTO PROCESSO TC 2257/2013 PROTOCOLO TC 2013/128970 Considerando que a Lei Estadual n 6.417, de 26 de maio de 2008, com vigência retroativa a 1 de maio de 2008, dispõe sobre a revisão geral anual dos servidores

Leia mais

TERRAS COELHO ADVOGADOS é uma sociedade de

TERRAS COELHO ADVOGADOS é uma sociedade de TERRAS COELHO ADVOGADOS é uma sociedade de advogados voltada para os mais variados ramos do direito, com atuação preventiva e contenciosa em todo o território nacional. Sociedade nascida da união de profissionais

Leia mais

MENSAGEM Nº, de 2008.

MENSAGEM Nº, de 2008. MENSAGEM Nº, de 2008. = Tenho a honra de submeter à elevada consideração de Vossas Excelências o projeto de Lei anexo, que objetiva criar o Conselho Municipal Antidrogas COMAD. Um dos mais graves problemas

Leia mais

- Art. 9º-B da Lei nº 11.350/2006, inserido pelo art. 1º da Lei 12.994/2014;

- Art. 9º-B da Lei nº 11.350/2006, inserido pelo art. 1º da Lei 12.994/2014; PARECER Nº 01/2014 SOLICITANTE: CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS TRABALHADORES DA SEURIDADE SOCIAL CNTSS OBJETO: Vetos Presidenciais à Lei 12.994/2014, que institui piso salarial profissional nacional e diretrizes

Leia mais

Pós-graduação em Direito Público

Pós-graduação em Direito Público Apresentação O Grupo Verbo Jurídico figura hoje como uma das instituições mais completas quando se trata de preparação para Concursos Públicos, também atuando no segmento editorial e de ensino. No campo

Leia mais

DISCURSO DE POSSE DA VICE-REITORA DA UNEB, ADRIANA DOS SANTOS MARMORI LIMA

DISCURSO DE POSSE DA VICE-REITORA DA UNEB, ADRIANA DOS SANTOS MARMORI LIMA DISCURSO DE POSSE DA VICE-REITORA DA UNEB, ADRIANA DOS SANTOS MARMORI LIMA Familiares, amigos, técnicos administrativos, estudantes, professores, grupo gestor da UNEB, autoridades civis, militares, políticas

Leia mais

APOSENTADORIA E O PCCTAE

APOSENTADORIA E O PCCTAE APOSENTADORIA E O PCCTAE Advogado Flavio Ramos Wagner Advogados Associados www.wagner.adv.br Área de atuação: Servidores Públicos Federais Estrutura: Santa Maria, Brasília e Macapá. Presença em 19 cidades

Leia mais

Sobre a criminalização das ocupações urbanas

Sobre a criminalização das ocupações urbanas Sobre a criminalização das ocupações urbanas Mauri J.V Cruz 1 Que as lutas e conflitos sociais são tratados no Brasil como caso de polícia nós já sabemos há muitos anos. Esta prática, infelizmente, não

Leia mais

Resolução nº 126 do Conselho Nacional de Justiça, de 22 de fevereiro de 2011

Resolução nº 126 do Conselho Nacional de Justiça, de 22 de fevereiro de 2011 Resolução nº 126 do Conselho Nacional de Justiça, de 22 de fevereiro de 2011 Dispõe sobre o Plano Nacional de Capacitação Judicial de magistrados e servidores do Poder Judiciário (Publicada no DJ-e nº

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca VISITA AOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA

Leia mais

Ganhar o Futuro com (a) Educação

Ganhar o Futuro com (a) Educação Começo por congratular todos os deputados, na pessoa da nossa Presidente, e, todos os membros do XI Governo, na pessoa do seu Presidente, certa que em conjunto faremos um trabalho profícuo para bem das

Leia mais

*75F1D60601* COMISSÃO DE EDUCAÇÃO. PROJETO DE LEI N o 4.195, DE 2012

*75F1D60601* COMISSÃO DE EDUCAÇÃO. PROJETO DE LEI N o 4.195, DE 2012 ** 1 COMISSÃO DE EDUCAÇÃO PROJETO DE LEI N o 4.195, DE 2012 Acrescenta parágrafo ao art. 6º da Medida Provisória nº 2.178-36, de 24 de agosto de 2001, para tornar a carne suína obrigatória nos cardápios

Leia mais

VISIBILIDADE SOCIAL DA ENFERMAGEM: RECONHECENDO AS CONQUISTAS E LACUNAS

VISIBILIDADE SOCIAL DA ENFERMAGEM: RECONHECENDO AS CONQUISTAS E LACUNAS VISIBILIDADE SOCIAL DA ENFERMAGEM: RECONHECENDO AS CONQUISTAS E LACUNAS Prof a. Dr a. Dorisdaia Carvalho de Humerez FORÇA DE TRABALHO NA ENFERMAGEM Na Saúde, 65% da Força de Trabalho é formada por profissionais

Leia mais

A APOSENTADORIA DOS MAGISTRADOS, MEMBROS DOS TRIBUNAIS DE CONTAS E MEMBROS DOS MINISTÉRIOS PÚBLICOS, APÓS A REFORMA DA PREVIDÊNCIA

A APOSENTADORIA DOS MAGISTRADOS, MEMBROS DOS TRIBUNAIS DE CONTAS E MEMBROS DOS MINISTÉRIOS PÚBLICOS, APÓS A REFORMA DA PREVIDÊNCIA A APOSENTADORIA DOS MAGISTRADOS, MEMBROS DOS TRIBUNAIS DE CONTAS E MEMBROS DOS MINISTÉRIOS PÚBLICOS, APÓS A REFORMA DA PREVIDÊNCIA Alex Sandro Lial Sertão Assessor Jurídico TCE/PI INTRODUÇÃO A reforma

Leia mais

TERMO DE COOPERAÇÃO TECNICA Nº 017 /2015-MPSP

TERMO DE COOPERAÇÃO TECNICA Nº 017 /2015-MPSP TERMO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA QUE ENTRE SI CELEBRAM O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO E A ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PSIQUIATRIA. CONSIDERANDO que a assistência em saúde mental, prestada por meio

Leia mais

A Câmara Municipal de Foz do Iguaçu, Estado do Paraná, Aprova:

A Câmara Municipal de Foz do Iguaçu, Estado do Paraná, Aprova: PROJETO DE LEI Nº 131/2010 Dispõe sobre a criação do Fundo Especial dos Procuradores, Consultores Jurídicos, Assessores Técnicos Jurídicos e Advogados Públicos Municipais de Foz do Iguaçu. Autor: Vereador

Leia mais

PROPOSTA DE PROJETO DE LEI SOBRE O PISO SALARIAL NACIONAL DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO ESCOLAR PÚBLICA

PROPOSTA DE PROJETO DE LEI SOBRE O PISO SALARIAL NACIONAL DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO ESCOLAR PÚBLICA PROPOSTA DE PROJETO DE LEI SOBRE O PISO SALARIAL NACIONAL DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO ESCOLAR PÚBLICA Regulamenta o inciso VIII do artigo 206 da Constituição Federal, para instituir o piso salarial profissional

Leia mais

ATIVIDADES EXTRAJUDICIAIS DOS ADVOGADOS *

ATIVIDADES EXTRAJUDICIAIS DOS ADVOGADOS * ATIVIDADES EXTRAJUDICIAIS DOS ADVOGADOS * JOÃO OTÁVIO DE NORONHA** Ministro do Superior Tribunal de Justiça Prezado Doutor Saboya, prezados colegas advogados presentes. Se examinarmos o Estatuto da Ordem

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PIAUÍ PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA GABINETE DO PROCURADOR-GERAL

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PIAUÍ PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA GABINETE DO PROCURADOR-GERAL RECOMENDAÇÃO/ORIENTAÇÃO Nº 002/2008 PGJ/CGMP/CACOP/MP-PI Recomendação aos agentes públicos e dirigentes de entidades, órgãos públicos e Poderes, que detenham a atribuição de nomear e exonerar ocupantes

Leia mais

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA PROJETO DE LEI Nº 7.645, DE 2014. Altera o art. 18 do Decreto-Lei nº 667, de 2 de julho de 1969, que extingue a pena de prisão disciplinar para as polícias

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.Br

BuscaLegis.ccj.ufsc.Br BuscaLegis.ccj.ufsc.Br Quinto constitucional Antonio Pessoa Cardoso* Quinto constitucional é o mecanismo que confere vinte por cento dos assentos existentes nos tribunais aos advogados e promotores; portanto,

Leia mais

4.º Encontro de Tradutores da Administração Pública os novos desafios 7 de outubro de 2013

4.º Encontro de Tradutores da Administração Pública os novos desafios 7 de outubro de 2013 4.º Encontro de Tradutores da Administração Pública os novos desafios 7 de outubro de 2013 Transposição para Portugal da Diretiva 2010/64/UE Proposta de intervenção Exmas Senhoras e Senhores Caros colegas,

Leia mais

EDUARDO ABREU BIONDI

EDUARDO ABREU BIONDI EDUARDO ABREU BIONDI Formação acadêmica: UMSA Doutorado em Ciências Jurídicas Buenos Aires - Argentina Início: Agosto de 2010 Previsão de Conclusão: Agosto de 2012 Universidade Cândido Mendes Pós Graduaç

Leia mais