CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO PARA ÁREA DE CONSULTORIA CONTABILÍSTICA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO PARA ÁREA DE CONSULTORIA CONTABILÍSTICA"

Transcrição

1 NIF Contacto: / / Address: Av. Rua Principal do Patriota Sede Patriota, Luanda Angola. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO PARA ÁREA DE CONSULTORIA CONTABILÍSTICA Entre Franconsulting and Business, Lda. Com sede na Rua Dr. António Agostinho Neto, Municipio de Belas, Condominio BPC / Via Expressa frente ao Institutu Superior da Policia ou por detras do condominio Jardim de Rosas, Luanda, Angola. Contribuinte Fiscal N.º NIF , representada aqui pelo seu Sócio Gerente, Sr. Francisco Nelson António (adiante designado 1º Outorgante) E YOKOS, SOCIEDADE INTERNATIONAL, com sede na Rua do Patriota, representada aqui pelo Sr. Celestino Mauriço Vemba, (adiante designada 2º Outorgante), É estabelecido o presente Contrato de Prestação de Serviço e Agenciamento que se regulará pelas cláusulas seguintes: 1. OBJECTO 1.1 O 1º Outorgante conceberá e executará um que visa na Classificação e escrituração da contabilidade de acordo com as normais e princípios contabilísticos vigentes, para corrigir e adaptar a Consultoria e Acessórios Contabilística aos padrões técnicos nacionais originariamente exigidos pelo Gestor da Empresa. 1. Área fiscal; a) Pagamento dos impostos; b) Imposto Industrial c) Imposto de Selo Serviços Pontuais d) Imposto provisório para liquidação definitiva e) Pagamento das retenções na fonte f) Imposto de Rendimento de Trabalho g) Segurança Social h) Escrituração dos registos fiscais do ISS e elaboração das guias de informação e de reconhecimento dos tributos devidos;

2 i) Atendimento das demais exigências prevista de consolidação em actos normativos, bem como de eventuais procedimentos de fiscalização tributária. j) Área do imposto de renda pessoa jurídica. k) Orientação e controle de aplicação dos dispositivos legais vigentes. l) Elaboração da declaração anual de rendimento e documentos correlatos; m) Atendimento de demais exigências previstas em actos normativos, bem como de eventuais. Procedimento de fiscalização. n) Área trabalhista e previdencial. o) A orientação e controle da aplicação dos preceitos de consolidação das leis de trabalho bem como aqueles atinentes a previdência social, 2. Área de Gestão & Finanças. Tesouraria; Pagamentos a fornecedores. Classificação e organização dos Clientes. Planificação e Controle Orçamental das despesas mensais. Elaboração de actas e relatórios trimestrais. Notas de cobranças com aviso prévio. Reconciliações bancárias Mensais. Fiscalização das despesas efectuadas.. 3. Regularização Tesouraria Organizar a Contabilidade. Pagamento dos Impostos. Reconciliações Bancárias e elaboração de extractos ilustrativos. Trabalhos relativos às finanças (fluxo de Caixa) Honorário pelos serviços prestados. Em função de tudo quando se percebeu os honorários ficam em ,00 (Quatrocentos Mil Kwanzas) valor individual em cada empresa, e serão pagos em 31 de cada mês pelas prestações. Carga Horária: 16 horários seanais. 2 Necessidades Urgentes: Caso não haja 1- Computador. 2- Um Software de Contabilidade Primavera V Internet, Capacidade média. CONFIDENCIALIDADE Nenhuma das partes será considerada em falta, quanto ao cumprimento das despectivas obrigações contratuais sempre que o cumprimento dessas obrigações, se mostrar impedida pela ocorrência de força maior. 2.3 A parte que invocar a causa de força maior deverá fazer prova e uma vez ultrapassada a circunstâncias ou impedimento, sendo ainda possível o cumprimento das obrigações assumidas, deverá retomá-las, nos termos e condições a acordar.

3 2. CONFIDENCIALIDADE 3.3 Salvo nas situações legalmente atendíveis, as partes deverão manter absoluta confidencialidade do presente contrato, e de todos os documentos que lhe sirvam de suporte ou de complemento. 4.4 A parte que violar e/ou incumprir o estipulado no presente ponto, será exclusivamente responsável pelos danos que da violação ou incumprimento advirem. 3. DIFERENDOS 5.5 As partes procurarão a via do diálogo e entendimento para a resolução de eventuais diferendos, resultantes da interpretação e/ou execução do presente contrato. 6.6 Não se chegando a entendimento pela via atrás anunciada, todo o litígio decorrente do presente contrato, será definitivamente resolvido e decidido pelos tribunais comuns da Comarca de Luanda. 4. DIREITO O presente contrato rege-se pelo Direito Angolano, o Código Civil e o Código Comercial em vigor à data da sua assinatura. 5. ASSINATURAS Por estarem assim acordadas, as partes assinam o presente contrato, passado em 2 (duas) vias de igual valor e teor, sendo uma para cada parte. Luanda aos, 02 de Junho de º Outorgante 2º Outorgante

CAPÍTULO V INSTRUÇÕES PARA A ORGANIZAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO DA CONTA DO INSTITUTO NACIONAL DE SEGURANCA SOCIAL

CAPÍTULO V INSTRUÇÕES PARA A ORGANIZAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO DA CONTA DO INSTITUTO NACIONAL DE SEGURANCA SOCIAL CAPÍTULO V INSTRUÇÕES PARA A ORGANIZAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO DA CONTA DO INSTITUTO NACIONAL DE SEGURANCA SOCIAL SECÇÃO I DAS INSTRUÇÕES A conta anual da Segurança Social será elaborada nos termos da alínea

Leia mais

Contrato n.º 22 /2014

Contrato n.º 22 /2014 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE EMPREITADA DE OBRAS DE REMODELAÇÃO DAS COBERTURAS DAS GALERIAS DE LIGAÇÃO DOS PAVILHÕES DA ESCOLA SECUNDÁRIA DE VALONGO ESCOLA SEDE DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VALONGO Contrato

Leia mais

Condições preferenciais sobre os serviços de Medicina Chinesa das CLÍNICAS PEDRO CHOY. Para. Os Funcionários e Colaboradores/Associados de

Condições preferenciais sobre os serviços de Medicina Chinesa das CLÍNICAS PEDRO CHOY. Para. Os Funcionários e Colaboradores/Associados de Refª: CPC/DGA/. Edição Nº 2 Revisão Nº 1 Data:...de 2010 Página 1 de 5 Condições preferenciais sobre os serviços de Medicina Chinesa das CLÍNICAS PEDRO CHOY Para Os Funcionários e Colaboradores/Associados

Leia mais

CONDIÇÕES DE ARRENDAMENTO

CONDIÇÕES DE ARRENDAMENTO NORMAS DE ATRIBUIÇÃO DO ARRENDAMENTO DE ANDARES EM PRÉDIOS DE RENDIMENTO, A QUE SE REFERE O ANÚNCIO PUBLICADO NO SITIO DA CPME EM 03/03/2015, sob o nº 1/2015 CONDIÇÕES DE ARRENDAMENTO Os candidatos deverão

Leia mais

TAX alert 15 NOVEMBRO / 2013

TAX alert 15 NOVEMBRO / 2013 15 NOVEMBRO / 2013 REGIME EXCEPCIONAL DE REGULARIZAÇÃO DE DÍVIDAS FISCAIS E À SEGURANÇA SOCIAL (RERD) Foi recentemente aprovado o Decreto-Lei n.º 151-A/2013, de 31 de Outubro, mencionado na nossa última

Leia mais

APONTAMENTOS. Contraordenação Fiscal Coima (1) (2) compensatórios (3)

APONTAMENTOS. Contraordenação Fiscal Coima (1) (2) compensatórios (3) APONTAMENTOS COIMAS E JUROS FISCAIS ANO 2015 1 Apresentam-se de seguida as principais coimas devidas por contraordenações fiscais. Os valores indicados aplicam-se a pessoas coletivas, a título de negligência.

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE MAUÁ DA SERRA AVENIDA PONTA GROSSA, 480, CEP 86828-000, MAUÁ DA SERRA PR FONE (43) 3464-1265

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE MAUÁ DA SERRA AVENIDA PONTA GROSSA, 480, CEP 86828-000, MAUÁ DA SERRA PR FONE (43) 3464-1265 ERRATA DE EDITAL A PREGOEIRA COMUNICA, PARA CONHECIMENTO DAS EMPRESAS INTERESSADAS, A ERRATA NO EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL 002/2013, CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DE ASSESSORIA E CONSULTORIA TÉCNICA, INCLUINDO

Leia mais

GABINETE DE APOIO JURÍDICO AOS INVESTIGADORES E DOCENTES

GABINETE DE APOIO JURÍDICO AOS INVESTIGADORES E DOCENTES PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE A FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA E A GABINETE DE APOIO JURÍDICO AOS INVESTIGADORES E DOCENTES Pelo presente Protocolo, A PRIMEIRA OUTORGANTE, Reitoria

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular COMPLEMENTOS DE PROJECTO APLICADO Ano Lectivo 2013/2014

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular COMPLEMENTOS DE PROJECTO APLICADO Ano Lectivo 2013/2014 Programa da Unidade Curricular COMPLEMENTOS DE PROJECTO APLICADO Ano Lectivo 2013/2014 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Contabilidade 3. Ciclo de Estudos 1º 4.

Leia mais

(ENB AD011/2014) Cláusula 1.ª Objeto do contrato

(ENB AD011/2014) Cláusula 1.ª Objeto do contrato CONTRATO PARA DISPONIBILIZAÇÃO DE EXTINTORES PARA DESCARGA E RESPETIVA RECARGA DE EXTINTORES DO CENTRO DE FORMAÇÃO DE SÃO JOÃO DA MADEIRA para o ano de 2015 Entre: (ENB AD011/2014) A Escola Nacional de

Leia mais

CONTRATO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSITÊNCIA TÉCNICA ANO CIVIL 2015

CONTRATO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSITÊNCIA TÉCNICA ANO CIVIL 2015 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AVEIRO 160933 Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços Região Centro CONTRATO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSITÊNCIA TÉCNICA ANO CIVIL 2015 Agrupamento

Leia mais

CONTABILIDADE DOS REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA Perguntas & Respostas

CONTABILIDADE DOS REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA Perguntas & Respostas CONTABILIDADE DOS REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA Perguntas & Respostas 1 O Ministério da Previdência Social - MPS tem competência para editar normas contábeis para os Regimes Próprios de Previdência Social,

Leia mais

NOTA TÉCNICA Nº 0011/2012

NOTA TÉCNICA Nº 0011/2012 NOTA TÉCNICA Nº 0011/2012 Brasília, 26 de junho de 2012. ÁREA: TÍTULO: Contabilidade Pública Restos a Pagar Considerando que, de acordo com o art. 42 da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) é vedado ao

Leia mais

FUNDAÇÃO ARQUIVO E MEMÓRIA

FUNDAÇÃO ARQUIVO E MEMÓRIA CONTRATO Nº 005/2012 Processo nº 600103/2012 CONTRATO QUE ENTRE SI CELEBRAM A FUNDAÇÃO ARQUIVO E MEMÓRIA DE SANTOS E ORGANIZAÇÃO CONTÁBIL E TRIBUTÁRIA EXCEL S/S LTDA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE AUDITORIA

Leia mais

PRESIDÊNCIA DO GOVERNO Resolução do Conselho do Governo n.º 54/2014 de 14 de Março de 2014

PRESIDÊNCIA DO GOVERNO Resolução do Conselho do Governo n.º 54/2014 de 14 de Março de 2014 PRESIDÊNCIA DO GOVERNO Resolução do Conselho do Governo n.º 54/2014 de 14 de Março de 2014 Considerando o Decreto Legislativo Regional n.º 2/2014/A, de 29 de janeiro, que aprovou o Orçamento da Região

Leia mais

Processo TC/AF nº. 341/2009 - S.R.P.

Processo TC/AF nº. 341/2009 - S.R.P. Processo TC/AF nº. 341/2009 - S.R.P. Contrato de fornecimento de EQUIPAMENTO DE INFORMÁTICA, que entre si fazem o Tribunal de Contas/MS e a empresa ATA COMÉRCIO E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA LTDA. O TRIBUNAL

Leia mais

MINUTA DO CLAUSULADO DO ACORDO DE DAÇÃO EM PAGAMENTO

MINUTA DO CLAUSULADO DO ACORDO DE DAÇÃO EM PAGAMENTO 1 MINUTA DO CLAUSULADO DO ACORDO DE DAÇÃO EM PAGAMENTO Entre a EGEO Tecnologia e Ambiente SA, representada pelo seu Presidente, Prof. Júlio Castro Caldas, adiante designado por 1º Outorgante e a Câmara

Leia mais

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DOS JÚRIS DOS CONCURSOS DE CONCESSÃO DE APOIO FINANCEIRO PROMOVIDOS PELO ICA. Artigo 1.º. Âmbito de Aplicação

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DOS JÚRIS DOS CONCURSOS DE CONCESSÃO DE APOIO FINANCEIRO PROMOVIDOS PELO ICA. Artigo 1.º. Âmbito de Aplicação REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DOS JÚRIS DOS CONCURSOS DE CONCESSÃO DE APOIO FINANCEIRO PROMOVIDOS PELO ICA Artigo 1.º Âmbito de Aplicação O presente Regulamento estabelece as regras de funcionamento dos

Leia mais

A propósito, informo-vos que as despesas correrão por conta da seguinte Dotação Orçamentária:

A propósito, informo-vos que as despesas correrão por conta da seguinte Dotação Orçamentária: OFÍCIO Nº 068/2014-DA. Senhor Presidente, Conforme estabelece o cronograma de atividades desta Diretoria para o exercício financeiro de 2013, solicito a V. Exª. autorização para iniciar o processo administrativo

Leia mais

O ORÇAMENTO NA CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA PORTUGUESA E A SUA EVOLUÇÃO CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA PORTUGUESA ORIGINAL

O ORÇAMENTO NA CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA PORTUGUESA E A SUA EVOLUÇÃO CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA PORTUGUESA ORIGINAL O ORÇAMENTO NA CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA PORTUGUESA E A SUA EVOLUÇÃO CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA PORTUGUESA ORIGINAL ARTIGO 108.º 1. A lei do orçamento, a votar anualmente pela Assembleia da República, conterá:

Leia mais

Calendário Fiscal 2016

Calendário Fiscal 2016 1224455645 45 46 456 4 45 345 8990 4322 344445 5666 2 2121 212 477 7 35 578997896 2345 345 45 6 65 3 24 6 76 7 1 168 1 5 95 64966 883 55 7 9 0 4564576 3 5345345 66345343 1223 576 7 8888 24 76868 123234

Leia mais

Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva & Associados

Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva & Associados Tiago Félix da Costa tfcosta@mlgts.pt Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva & Associados A dos Auditores: da lei à prática. IPAI 24 de Fevereiro de 2016 dos Auditores: os diferentes tipos de responsabilidade

Leia mais

GUIA PRÁTICO ENTIDADES CONTRATANTES INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO ENTIDADES CONTRATANTES INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO ENTIDADES CONTRATANTES INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P TÍTULO Guia Prático Entidades Contratantes (2034 v1.05) PROPRIEDADE Instituto da Segurança Social, I.P. AUTOR Departamento de Prestações

Leia mais

---Aos vinte seis dias do mês de janeiro de dois mil e quinze, celebram em. suporte informático com aposição de assinaturas eletrónicas qualificadas o

---Aos vinte seis dias do mês de janeiro de dois mil e quinze, celebram em. suporte informático com aposição de assinaturas eletrónicas qualificadas o 1 CONTRATO DE EMPREITADA ---Aos vinte seis dias do mês de janeiro de dois mil e quinze, celebram em suporte informático com aposição de assinaturas eletrónicas qualificadas o presente contrato de empreitada

Leia mais

CADASTRO PESSOA JURÍDICA

CADASTRO PESSOA JURÍDICA CADASTRO PESSOA JURÍDICA Nº Conta Corrente Elaboração Renovação Alteração 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Identificação da empresa CNPJ Nome fantasia N o de registro Data de constituição Capital social realizado

Leia mais

CONTRATO AVULSO N.º 28/2014 SERVIÇOS PARA TRANSPORTE COLETIVO DE CRIANÇAS PROVENIENTES DAS LOCALIDADES VALOR DO ACTO: 68.

CONTRATO AVULSO N.º 28/2014 SERVIÇOS PARA TRANSPORTE COLETIVO DE CRIANÇAS PROVENIENTES DAS LOCALIDADES VALOR DO ACTO: 68. CONTRATO AVULSO N.º 28/2014 CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS, POR AJUSTE DIRECTO, PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PARA TRANSPORTE COLETIVO DE CRIANÇAS PROVENIENTES DAS LOCALIDADES DE PRESALVES, REVELES, ABRUNHEIRA,

Leia mais

Your Partner in Business

Your Partner in Business Your Partner in Business PT PERFIL A Finpartner é uma sociedade especializada na prestação de serviços de contabilidade, fiscalidade e consultoria a nível nacional e internacional. A actuação da Finpartner

Leia mais

A revolução dos trabalhadores independentes

A revolução dos trabalhadores independentes Curso Intensivo sobre o Código Contributivo 2.ª edição A revolução dos trabalhadores independentes Gustavo Lopes Courinha 30 Novembro 2010 O Direito da Segurança Social - a vertente contributiva A importância

Leia mais

i) Efetuados entre 1 de novembro e 20 de dezembro de 2013;

i) Efetuados entre 1 de novembro e 20 de dezembro de 2013; Página 1 de 5 Regularização Excecional de Dívidas Fiscais e à Segurança Social Decreto- Lei n.º 151- A/2013, de 31 de outubro O diploma legal que instituiu o novo regime excecional para regularização de

Leia mais

Código dos Regimes Contributivos do Sistema Previdencial de Segurança Social

Código dos Regimes Contributivos do Sistema Previdencial de Segurança Social FORMAÇÃO Código dos Regimes Contributivos do Sistema Previdencial de Segurança Social 17-01-2011 Fernando Silva 1 ESTRUTURA DA ACÇÃO São 4 os temas que fazem parte do Código Contributivo, divididos por

Leia mais

CARTILHA SOBRE NOÇÕES BÁSICAS DA EXECUÇÃO DA DESPESA PÚBLICA

CARTILHA SOBRE NOÇÕES BÁSICAS DA EXECUÇÃO DA DESPESA PÚBLICA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE UNICENTRO PRÓ-REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS - PROAF DIRETORIA DE CONTABILIDADE E FINANÇAS DIRFIN CARTILHA SOBRE NOÇÕES BÁSICAS DA EXECUÇÃO DA DESPESA PÚBLICA

Leia mais

Legislação. Publicação: Diário da República n.º 109/2015, Série I, de 05/06, Páginas 3630-3632. MINISTÉRIO DAS FINANÇAS. Portaria n.

Legislação. Publicação: Diário da República n.º 109/2015, Série I, de 05/06, Páginas 3630-3632. MINISTÉRIO DAS FINANÇAS. Portaria n. MOD. 4.3 Classificação: 0 6 0. 0 1. 0 1 Segurança: P úbl i c a Processo: Direção de Serviços de Comunicação e Apoio ao Contribuinte Legislação Diploma Portaria n.º 172/2015 Estado: vigente Resumo: Define

Leia mais

http://www.webx.ubi.pt/~fantunes Contabilidade Financeira I Francisco Antunes

http://www.webx.ubi.pt/~fantunes Contabilidade Financeira I Francisco Antunes Aula 03 http://www.webx.ubi.pt/~fantunes Início Património Definições: Luís Fontela e Pinheiro Henriques: Entende-se por património todo o conjunto de valores que se destinam a determinado fim e estão

Leia mais

PROCEDIMENTO SOBRE ENTREGA MENSAL DA DOCUMENTAÇÃO TRABALHISTA

PROCEDIMENTO SOBRE ENTREGA MENSAL DA DOCUMENTAÇÃO TRABALHISTA PROCEDIMENTO SOBRE ENTREGA MENSAL DA DOCUMENTAÇÃO TRABALHISTA Aos prestadores de serviço da MELHORAMENTOS CMPC LTDA Esse Procedimento está disponível em: http://www.gestaoparceiros.com.br/portal/procedimentos.php

Leia mais

MINISTÉRIO DA ECONOMIA E DO EMPREGO INSTITUTO DO EMPREGO E DA FORMAÇÃO PROFISSIONAL, I.P.

MINISTÉRIO DA ECONOMIA E DO EMPREGO INSTITUTO DO EMPREGO E DA FORMAÇÃO PROFISSIONAL, I.P. CONTRATO N.º.../... Contrato de aquisição de serviços de formação, adjudicado por deliberação do Diretor do Centro de Emprego e Formação., de........., pelo montante global estimado de...(indicar o montante

Leia mais

PROPAGANDA INSTITUTIONAL EM ANO DE ELEIÇÃO

PROPAGANDA INSTITUTIONAL EM ANO DE ELEIÇÃO PROPAGANDA INSTITUTIONAL EM ANO DE ELEIÇÃO Constituição Art. 37 A administração pública direta e indireta de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios obedecerá aos

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES CUSTAS JUDICIAIS

PERGUNTAS FREQUENTES CUSTAS JUDICIAIS PERGUNTAS FREQUENTES CUSTAS JUDICIAIS 1- Como proceder com relação aos Mandados de Segurança?... 2 2- É possível distribuir um feito sem recolher custas iniciais?... 2 3- É necessário recolher custas referentes

Leia mais

CONTRATO DE PARCERIA

CONTRATO DE PARCERIA CONTRATO DE PARCERIA Entre:, legalmente representada por na qualidade de., legalmente representada por na qualidade de., legalmente representada por na qualidade de., legalmente representada por na qualidade

Leia mais

TARIFÁRIO 2016 AVISO

TARIFÁRIO 2016 AVISO TARIFÁRIO 2016 AVISO Pelo presente faz-se público que, por deliberação da Câmara Municipal de Peniche, tomada em reunião de 12 de Outubro do corrente, que aprovou a proposta aprovada pelo Conselho de Administração

Leia mais

GUIA PRÁTICO ATENDIMENTO AÇÃO SOCIAL

GUIA PRÁTICO ATENDIMENTO AÇÃO SOCIAL Manual de GUIA PRÁTICO ATENDIMENTO AÇÃO SOCIAL INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/7 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Atendimento Ação Social (31 A V4.07) PROPRIEDADE

Leia mais

REGULAMENTO DE CUSTAS NOS PROCESSOS DE ARBITRAGEM TRIBUTÁRIA

REGULAMENTO DE CUSTAS NOS PROCESSOS DE ARBITRAGEM TRIBUTÁRIA REGULAMENTO DE CUSTAS NOS PROCESSOS DE ARBITRAGEM TRIBUTÁRIA Artigo 1.º Âmbito e objecto O presente Regulamento e as Tabelas anexas que o integram, estabelece as taxas de arbitragem aplicáveis nos processos

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular CONTABILIDADE PÚBLICA Ano Lectivo 2013/2014

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular CONTABILIDADE PÚBLICA Ano Lectivo 2013/2014 Programa da Unidade Curricular CONTABILIDADE PÚBLICA Ano Lectivo 2013/2014 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Contabilidade 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

PROJECTO SISTEMA DE INCENTIVOS PROJETOS CONJUNTOS FORMAÇÃO AÇÃO FSE PROGRAMA OPERACIONAL COMPETOTIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO QUALIFICAÇÃO DAS PME

PROJECTO SISTEMA DE INCENTIVOS PROJETOS CONJUNTOS FORMAÇÃO AÇÃO FSE PROGRAMA OPERACIONAL COMPETOTIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO QUALIFICAÇÃO DAS PME PROJECTO SISTEMA DE INCENTIVOS PROJETOS CONJUNTOS FORMAÇÃO AÇÃO FSE PROGRAMA OPERACIONAL COMPETOTIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO QUALIFICAÇÃO DAS PME AVISO n.º 34/SI/2015 Acordo de Pré - Adesão 1 ACORDO

Leia mais

NORMA INTERNA 014/2015 PRIMEIRA EDIÇÃO

NORMA INTERNA 014/2015 PRIMEIRA EDIÇÃO NORMA INTERNA 014/2015 PRIMEIRA EDIÇÃO MUNICÍPIO DE BENTO GONÇALVES INÍCIO DA VIGENCIA 01/11/2015 ORDEM CRONOLÓGICA Fundamento na Resolução Nº 1.033/2015 do TCE/RS e Lei 8.666/93 SETORES ENVOLVIDOS: Todas

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul Município de Pareci Novo Capital das Mudas, Flores e Frutas

Estado do Rio Grande do Sul Município de Pareci Novo Capital das Mudas, Flores e Frutas LEI Nº 2.107, DE 30 DE JULHO DE 2013. Autoriza o Poder Executivo Municipal a firmar Convênio de cooperação técnica com a Associação Civil Corpo de Bombeiros Voluntários de São Sebastião do Caí. RAFAEL

Leia mais

Termo de Referência nº 24/AGSP-2/2012 Página - 1 - de 8

Termo de Referência nº 24/AGSP-2/2012 Página - 1 - de 8 Termo de Referência nº 24/AGSP-2/2012 Página - 1 - de 8 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA EVENTUAL FORNECIMENTO DE FITA HOLOGRÁFICA TRANSPARENTE 250 FACES, MATERIAL UTILIZADO NA ÁREA DE SEGURANÇA DA SRSP E AEROPORTOS

Leia mais

Relatório Anual de Transparência Ano de 2015

Relatório Anual de Transparência Ano de 2015 Relatório Anual de Transparência Ano de 2015 2 Índice 1. Introdução... 3 2. Estrutura jurídica e da Propriedade... 3 3. Estrutura de governação... 4 4. Sistema interno de controlo de qualidade... 4 5.

Leia mais

Código: CHCB. PI.JUR.01 Edição: 1 Revisão: 1 Páginas:1 de 5. 1. Objectivo

Código: CHCB. PI.JUR.01 Edição: 1 Revisão: 1 Páginas:1 de 5. 1. Objectivo Código: CHCB. PI.JUR.01 Edição: 1 Revisão: 1 Páginas:1 de 5 1. Objectivo São objectivos predominantes do Gabinete Jurídico, informar e colaborar em termos Jurídico Legais, na tomada de decisão do, contribuindo

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DE FINANÇAS COORDENADORIA DA RECEITA ESTADUAL

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DE FINANÇAS COORDENADORIA DA RECEITA ESTADUAL GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DE FINANÇAS COORDENADORIA DA RECEITA ESTADUAL RESOLUÇÃO CONJUNTA N. 006/2014/GAB/SEFIN/CRE Porto Velho, 09 de julho de 2014 Publicada no DOE nº 2533,

Leia mais

RECONHECIMENTO DAS QUALIFICAÇÕES PROFISSIONAIS e a ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

RECONHECIMENTO DAS QUALIFICAÇÕES PROFISSIONAIS e a ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA O Contabilista Certificado na Administração Pública RECONHECIMENTO DAS QUALIFICAÇÕES PROFISSIONAIS e a ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Avelino Azevedo Antão Do POCP ao SNC-AP Objectivos do POCP integração dos diferentes

Leia mais

FISCALIZAÇÃO NAS EMPRESAS DO SIMPLES NACIONAL

FISCALIZAÇÃO NAS EMPRESAS DO SIMPLES NACIONAL FISCALIZAÇÃO NAS EMPRESAS DO SIMPLES NACIONAL SEMINÁRIO SIMPLES NACIONAL PALESTRANTE: Antonio Eliezer Pinheiro (SEFAZ-CE) LEGISLAÇÃ ÇÃO O ção APLICADA o legal A Lei Complementar 123/2006 em seu art. 33

Leia mais

CONCESSÃO PARA AMPLIAÇÃO, MANUTENÇÃO E EXPLORAÇÃO DO AEROPORTO INTERNACIONAL DO RIO DE JANEIRO/GALEÃO

CONCESSÃO PARA AMPLIAÇÃO, MANUTENÇÃO E EXPLORAÇÃO DO AEROPORTO INTERNACIONAL DO RIO DE JANEIRO/GALEÃO CONCESSÃO PARA AMPLIAÇÃO, MANUTENÇÃO E EXPLORAÇÃO DO AEROPORTO INTERNACIONAL DO RIO ANEXO 6 DO CONTRATO DE CONCESSÃO DO AEROPORTO INTERNACIONAL DO RIO ANTÔNIO CARLOS JOBIM MODELOS E CONDIÇÕES MÍNIMAS PARA

Leia mais

EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 02/2015

EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 02/2015 EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 02/2015 O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará IFPA, Campus Santarém, através da Diretoria de Ensino/Comissão de Assistência Estudantil, necessita contratar

Leia mais

LEI N.º 1209, DE 12 DE SETEMBRO DE 2013

LEI N.º 1209, DE 12 DE SETEMBRO DE 2013 LEI N.º 1209, DE 12 DE SETEMBRO DE 2013 Autoriza o Poder Executivo a firmar convênio com a Casa de Recuperação de Drogados Maanaim, visando ao atendimento de pessoas com dependência de álcool e outras

Leia mais

Vejam, pois, que se trata de questão recente e que pode, perfeitamente, ser explorada no concurso do ISS SP no domingo.

Vejam, pois, que se trata de questão recente e que pode, perfeitamente, ser explorada no concurso do ISS SP no domingo. Olá, pessoal. Como estão? A seguir, uma questão interessante apresentada pela CETRO neste final de semana, na prova de Especialista em Administração, Orçamento e Finanças da Prefeitura de São Paulo. Vejam,

Leia mais

GUIA PRÁTICO SUPLEMENTO ESPECIAL DE PENSÃO

GUIA PRÁTICO SUPLEMENTO ESPECIAL DE PENSÃO GUIA PRÁTICO SUPLEMENTO ESPECIAL DE PENSÃO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/9 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Suplemento Especial de Pensão (7017-A v4.13) PROPRIEDADE

Leia mais

PROJETO BÁSICO Contratação de Manutenção Especializada e Atualização de Versão do Sistema ALEPH 500

PROJETO BÁSICO Contratação de Manutenção Especializada e Atualização de Versão do Sistema ALEPH 500 Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo Secretaria Judiciária Coordenadoria de Gestão de Documentação Seção de Análise, Seleção e Acompanhamento de Legislação Assistência de Biblioteca PROJETO BÁSICO

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 01/2014 PREÂMBULO

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 01/2014 PREÂMBULO EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 01/2014 PREÂMBULO Assunto: Inscrição de profissionais formados em comunicação, publicidade ou marketing, ou que atuem em uma dessas áreas, objetivando constituir subcomissão

Leia mais

INSTRUÇÃO CONJUNTA Nº. 2, DE XXX DE XXXXXXXXXX DE 2016.

INSTRUÇÃO CONJUNTA Nº. 2, DE XXX DE XXXXXXXXXX DE 2016. INSTRUÇÃO CONJUNTA Nº. 2, DE XXX DE XXXXXXXXXX DE 2016. Estabelece as regras a serem observadas pelas sociedades seguradoras e entidades fechadas de previdência complementar para transferência de riscos

Leia mais

CONTRATO nº 09/2015 CLÁUSULA PRIMEIRA - DO OBJETO

CONTRATO nº 09/2015 CLÁUSULA PRIMEIRA - DO OBJETO CONTRATO nº 09/2015 Os signatários deste instrumento, por um lado, a UNIVERSIDADE ESTADUAL DO NORTE DO PARANÁ UENP, autarquia estadual de ensino superior, situada nesta Cidade, na Av. Getúlio Vargas, nº

Leia mais

ANEXO 6 MODELOS E CONDIÇÕES MÍNIMAS PARA GARANTIA CONTRATUAL

ANEXO 6 MODELOS E CONDIÇÕES MÍNIMAS PARA GARANTIA CONTRATUAL ANEXO 6 MODELOS E CONDIÇÕES MÍNIMAS PARA GARANTIA CONTRATUAL Condições Mínimas Para Contratos de Seguros e Prestação de Garantias Termos e Condições Mínimas do Seguro-Garantia 1 Tomador 1.1 Concessionária

Leia mais

O Prefeito Municipal de Divinópolis, Demetrius Arantes Pereira, no uso de suas atribuições legais,

O Prefeito Municipal de Divinópolis, Demetrius Arantes Pereira, no uso de suas atribuições legais, DECRETO Nº 7646 INSTITUI O SISTEMA ELETRÔNICO DE GESTÃO E REGULAMENTA NOVAS DISPOSIÇÕES DO IMPOSTO SOBRE SERVIÇO DE QUALQUER NATUREZA ISSQN, CONTIDAS NA LEI COMPLEMENTAR Nº 007/91 E MODIFICAÇÕES POSTERIORES,

Leia mais

Prefeitura Municipal de Santo Antônio do Jardim. Estado de São Paulo

Prefeitura Municipal de Santo Antônio do Jardim. Estado de São Paulo TERMO DE CONVÊNIO CONVÊNIO Nº 00/2015. CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM O, E A PREFEITURA MUNICIPIO DE SANTO ANTONIO DO JARDIM - SP. Pelo presente instrumento, de um lado, a Prefeitura Municipal de Santo

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO N.º 04/ENB/2012

CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO N.º 04/ENB/2012 CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO N.º RELATIVO A AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉCTRICA DE BAIXA TENSÃO PARA AS INSTALAÇÕES DO CENTRO DE FORMAÇÃO DE SINTRA DA ESCOLA NACIONAL DE BOMBEIROS.

Leia mais

CONTRATO DE ADJUDICAÇÃO DA EMPREITADA DE LIMPEZA DE TERRENOS, CONDUTA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E OUTROS TRABALHOS. Aos dezanove dias do mês de Maio

CONTRATO DE ADJUDICAÇÃO DA EMPREITADA DE LIMPEZA DE TERRENOS, CONDUTA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E OUTROS TRABALHOS. Aos dezanove dias do mês de Maio 135 CONTRATO DE ADJUDICAÇÃO DA EMPREITADA DE LIMPEZA DE TERRENOS, CONDUTA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E OUTROS TRABALHOS. Aos dezanove dias do mês de Maio do ano dois mil e quinze, no edifício dos Paços do

Leia mais

ROTEIRO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS LEI DE INCENTIVO À CULTURA

ROTEIRO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS LEI DE INCENTIVO À CULTURA GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA DEPARTAMENTO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS COORDENADORIA DE PRESTAÇÃO DE CONTAS ROTEIRO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS LEI DE INCENTIVO À

Leia mais

MINUTA DE CONTRATO. Comissão CuLturaL de Marinha, Lavra-se o presente contrato, considerando os factos, e nas condições que se seguem:

MINUTA DE CONTRATO. Comissão CuLturaL de Marinha, Lavra-se o presente contrato, considerando os factos, e nas condições que se seguem: Ç% MINISTÈR:o DA DEFESA NAccNA1 Aprovo. 201 4/JAN/27 MINUTA DE CONTRATO Fornecimento de Eletricidade em Regime de Mercado Livre para Portugal Continental Aos 27 dias do mês de janeiro de dois mil e catorze,

Leia mais

REGULAMENTO 03 de abril de 2016 Art. 1 Art. 2

REGULAMENTO 03 de abril de 2016 Art. 1 Art. 2 REGULAMENTO Os grupos interessados em participar deste Encontro, a realizar-se no dia 03 de abril de 2016, estarão condicionados a este regulamento, ao qual aderem automaticamente por ocasião de solicitação

Leia mais

Taxa de comissão de permanência

Taxa de comissão de permanência Taxa de comissão de permanência Contribuição de Dr. Rodrigo Vieira 03 de setembro de 2008 Última Atualização 30 de outubro de 2008 Taxa de comissão de permanência Diante dos vários encargos financeiros,

Leia mais

PPR SÉNIOR - 2ª Série

PPR SÉNIOR - 2ª Série Plano Poupança Reforma TIPO DE CLIENTE Particulares, Profissionais Liberais e Empresas. SEGMENTO-ALVO Destina-se essencialmente a Clientes, com perfil conservador, com idade igual ou superior a 55 anos,

Leia mais

DECRETO Nº 31605 DE 18 DE DEZEMBRO DE 2009. O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais, e

DECRETO Nº 31605 DE 18 DE DEZEMBRO DE 2009. O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais, e DECRETO Nº 31605 DE 18 DE DEZEMBRO DE 2009. Consolida os procedimentos para atestação de despesa, aplicação de multas contratuais e dá outras providências. O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso

Leia mais

Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. SiGPC Sistema de Gestão de Prestação de Contas

Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. SiGPC Sistema de Gestão de Prestação de Contas Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação SiGPC Sistema de Gestão de Prestação de Contas Resolução nº 02/2012 Estabelece orientações, critérios e procedimentos para a utilização obrigatória a partir

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO LABORATÓRIO DE GESTÃO CONTÁBIL

REGIMENTO INTERNO DO LABORATÓRIO DE GESTÃO CONTÁBIL TÍTULO I REGIMENTO INTERNO DO LABORATÓRIO DE GESTÃO CONTÁBIL DO LABORATÓRIO DE GESTÃO CONTÁBIL E SEUS FINS CAPÍTULO I DO LABORATÓRIO DE GESTÃO CONTÁBIL Artigo 1º - O Laboratório de gestão contábil é uma

Leia mais

CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL

CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL CXGOLBD_20160701 Caixa Gold CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO 1. Identificação da instituição de crédito 1.1. Denominação CAIXA GERAL DE DEPÓSITOS,

Leia mais

Art. 3º. As despesas decorrentes da execução desta Lei correrão à conta das dotações próprias do orçamento vigente.

Art. 3º. As despesas decorrentes da execução desta Lei correrão à conta das dotações próprias do orçamento vigente. LEI Nº 656, DE 28 DE MARÇO DE 1994. Publicado no Diário Oficial nº 329 Modifica a Lei nº 308, de 17 de outubro de 1991, e dá outras providências. Faço saber que o Governador do Estado do Tocantins adotou

Leia mais

JORNAL OFICIAL. Sumário REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. Quinta-feira, 3 de março de 2016. Série. Número 40

JORNAL OFICIAL. Sumário REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. Quinta-feira, 3 de março de 2016. Série. Número 40 REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA JORNAL OFICIAL Quinta-feira, 3 de março de 2016 Série Sumário CÂMARA MUNICIPAL DE PONTA DO SOL CÂMARA MUNICIPAL DE PONTA DO SOL E A ASSOCIAÇÃO DE DES- PORTOS E NATUREZA Contrato

Leia mais

Os objetivos do IAP estabelecidos no artigo 6, incisos III, VIII, IX e XXIII, da Lei Estadual n 10.066/1992;

Os objetivos do IAP estabelecidos no artigo 6, incisos III, VIII, IX e XXIII, da Lei Estadual n 10.066/1992; TERMO DE COMPROMISSO DE COMPENSAÇÃO AMBIENTAL QUE FIRMAM INSTITUTO AMBIENTAL DO PARANÁ IAP E PETRÓLEO BRASILEIRO S/A PETROBRAS UN-REPAR, DECORRENTE DE LICENCIAMENTO PARA AMPLIAÇÃO E IMPLANTAÇÃO DE NOVOS

Leia mais

PROGRAMA DA DISCIPLINA DE CONTABILIDADE ANALÍTICA E GESTÃO ORÇAMENTAL

PROGRAMA DA DISCIPLINA DE CONTABILIDADE ANALÍTICA E GESTÃO ORÇAMENTAL PROGRAMA DA DISCIPLINA DE CONTABILIDADE ANALÍTICA E GESTÃO ORÇAMENTAL LICENCIATURA BI-ETÁPICA EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA ANO LECTIVO 2006/2007 3.º ANO ANUAL DOCENTE: Equiparado a Assistente do 1.º Triénio

Leia mais

Ministério das Finanças

Ministério das Finanças Ministério das Finanças Lei n.º /06 de de O Orçamento Geral do Estado é o principal instrumento da política económica e financeira que expresso em termos de valores, para um período de tempo definido,

Leia mais

AVISO Nº 01/99 de 21 de Maio

AVISO Nº 01/99 de 21 de Maio AVISO Nº 01/99 de 21 de Maio Havendo necessidade de se melhorarem as transacções de moeda estrangeira do sistema financeiro, procurando-se assim, superar progressivamente os desequilíbrios da Balança de

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITO CIVIL (AVANÇADO) Ano Lectivo 2015/2016

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITO CIVIL (AVANÇADO) Ano Lectivo 2015/2016 Programa da Unidade Curricular DIREITO CIVIL (AVANÇADO) Ano Lectivo 2015/2016 1. Unidade Orgânica Direito (2º Ciclo) 2. Curso Mestrado em Direito 3. Ciclo de Estudos 2º 4. Unidade Curricular DIREITO CIVIL

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO ATRIBUIÇÃO DE UMA LICENÇA DE TÁXI PARA TRANSPORTE DE PESSOAS COM MOBILIDADE REDUZIDA, FORA DO CONTINGENTE, PARA O CONCELHO DE OVAR

CONCURSO PÚBLICO ATRIBUIÇÃO DE UMA LICENÇA DE TÁXI PARA TRANSPORTE DE PESSOAS COM MOBILIDADE REDUZIDA, FORA DO CONTINGENTE, PARA O CONCELHO DE OVAR CONCURSO PÚBLICO ATRIBUIÇÃO DE UMA LICENÇA DE TÁXI PARA TRANSPORTE DE PESSOAS COM MOBILIDADE REDUZIDA, FORA DO CONTINGENTE, PARA O CONCELHO DE OVAR Programa de Concurso Câmara Municipal de Ovar Novembro

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE RENEGOCIAÇÃO DE DÍVIDA

INSTRUMENTO PARTICULAR DE RENEGOCIAÇÃO DE DÍVIDA INSTRUMENTO PARTICULAR DE RENEGOCIAÇÃO DE DÍVIDA Por este instrumento particular de confissão de dívida e RENEGOCIAÇÃO, as partes abaixo qualificadas têm, entre si, justas e contratadas, a negociação da(s)

Leia mais

DISPOSIÇÕES GERAIS ARTIGO 1.º

DISPOSIÇÕES GERAIS ARTIGO 1.º REGULAMENTO CIMASA, aprovado pela Assembleia Geral, em reunião de 18 de Dezembro de 2002, nos termos da alínea i), do artigo 14º, dos Estatutos do Cimasa No quadro da Lei nº 31/86 de 29 de Agosto e do

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL Ministério da Educação Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2011

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL Ministério da Educação Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2011 EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2011 Processo nº 23223.000581/2011-21 Assunto: Inscrição de profissionais formados em comunicação, publicidade ou marketing, ou que atuem em uma dessas áreas, com o

Leia mais

GUIA PRÁTICO PAGAMENTO DE CONTRIBUIÇÕES ENTIDADE EMPREGADORA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO PAGAMENTO DE CONTRIBUIÇÕES ENTIDADE EMPREGADORA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO PAGAMENTO DE CONTRIBUIÇÕES ENTIDADE EMPREGADORA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Pagamento de Contribuições Entidade Empregadora (2015 v4.05) PROPRIEDADE

Leia mais

CONTRATO DE COMODATO

CONTRATO DE COMODATO CONTRATO DE COMODATO Entre: 1.º OUTORGANTE: INSTITUTO DE GESTÃO E ALIENAÇÃO DO PATRIMÓNIO HABITACIONAL DO ESTADO, Pessoa Colectiva n.º 501 800 441, com sede em Lisboa, na Avenida 5 de Outubro, 153, representada

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS. RESOLUÇÃO CNSP N o 249, de 2012.

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS. RESOLUÇÃO CNSP N o 249, de 2012. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS RESOLUÇÃO CNSP N o 249, de 2012. Dispõe sobre a atividade dos corretores de seguros de ramos elementares e dos corretores de seguros de vida,

Leia mais

Modelo do Relatório Final de Apreciação do Programa de Bolsa a elaborar pelo Bolseiro

Modelo do Relatório Final de Apreciação do Programa de Bolsa a elaborar pelo Bolseiro Modelo do Relatório Final de Apreciação do Programa de Bolsa a elaborar pelo Bolseiro Ex.mo Senhor Vice-Reitor Reitoria da Universidade de Aveiro Campus Universitário de Santiago 3810-193 Aveiro.. (nome

Leia mais

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS Alto Comissariado para a Imigração e Minorias Étnicas

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS Alto Comissariado para a Imigração e Minorias Étnicas Regulamento Interno da Comissão para a igualdade e Contra a Discriminação Racial (CICDR) (n.º 2 alínea a) do artigo 5º da lei nº 134/99, de 28 de Agosto) Artigo 1º Objecto A Comissão para a Igualdade e

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA Escritório de Assistência Jurídica EAJ CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA Escritório de Assistência Jurídica EAJ CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA Escritório de Assistência Jurídica EAJ Dispõe sobre a estruturação e operacionalização do Núcleo de Prática Jurídica (Escritório de Assistência Jurídica EAJ).

Leia mais

SECRETARIA DE HABITAÇÃO DO ESTADO DE SÃO PAULO

SECRETARIA DE HABITAÇÃO DO ESTADO DE SÃO PAULO ANEXO P.8 PRESTAÇÃO DE CONTAS RECEBIMENTO DE OBRAS DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA 1. Ofício assinado pelo Prefeito, encaminhando a Prestação de Contas à Casa Paulista, fazendo menção aos documentos anexados. 2.

Leia mais

Concurso de 2015 REGULAMENTO RELATIVO ÀS DESPESAS ELEGÍVEIS

Concurso de 2015 REGULAMENTO RELATIVO ÀS DESPESAS ELEGÍVEIS Concurso de 2015 REGULAMENTO RELATIVO ÀS DESPESAS ELEGÍVEIS Artigo 1.º Objeto O presente Regulamento estabelece os procedimentos e documentos necessários à verificação das despesas elegíveis necessárias

Leia mais

Inconstitucionalidade da obrigação de depósito prévio da totalidade das custas de parte

Inconstitucionalidade da obrigação de depósito prévio da totalidade das custas de parte NEWSLETTER Contencioso Inconstitucionalidade da obrigação de depósito prévio da totalidade das custas de parte O acórdão do Tribunal Constitucional n.º 189/2016, de 30 de Março, julgou inconstitucional

Leia mais

INFORMAÇÕES PARA FINS DE DECLARAÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA EXERCÍCIO 2015 (ANO-CALENDÁRIO 2014) PAGAMENTOS DAS AÇÕES DO NÍVEIS DEVIDOS PELA PETROS

INFORMAÇÕES PARA FINS DE DECLARAÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA EXERCÍCIO 2015 (ANO-CALENDÁRIO 2014) PAGAMENTOS DAS AÇÕES DO NÍVEIS DEVIDOS PELA PETROS INFORMAÇÕES PARA FINS DE DECLARAÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA EXERCÍCIO 2015 (ANO-CALENDÁRIO 2014) PAGAMENTOS DAS AÇÕES DO NÍVEIS DEVIDOS PELA PETROS As instruções abaixo se referem aos créditos recebidos por

Leia mais

Exmo. Sr. Ministro da Administração Interna

Exmo. Sr. Ministro da Administração Interna MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA DIRECÇÃO NACIONAL UNIDADE ORGÂNICA DE OPERAÇÕES E SEGURANÇA DEPARTAMENTO DE SEGURANÇA PRIVADA ACTIVIDADE DE SEGURANÇA PRIVADA REQUERIMENTO

Leia mais

DIAS E HORÁRIO DE ATENDIMENTO PARA A MATRÍCULA: DOCUMENTOS PARA MATRÍCULA E PARA COMPROVAÇÃO DAS POLÍTICAS DE AÇÕES AFIRMATIVAS

DIAS E HORÁRIO DE ATENDIMENTO PARA A MATRÍCULA: DOCUMENTOS PARA MATRÍCULA E PARA COMPROVAÇÃO DAS POLÍTICAS DE AÇÕES AFIRMATIVAS 2ª chamada de aprovados no SISU 2013/01 DIAS E HORÁRIO DE ATENDIMENTO PARA A MATRÍCULA: Dias 01, 04 e 05 de fevereiro de 2013. Horário: 10 horas às 11 horas e das 14horas às 20 horas. Local: Coordenação

Leia mais

Registo de Representantes Autorizados e Pessoas Responsáveis

Registo de Representantes Autorizados e Pessoas Responsáveis Instrução da Euronext 2-01 Alterado em 4 de Agosto de 2014 Data de Entrada em vigor: 11 de Agosto de 2014 Assunto: Registo de Representantes Autorizados e Pessoas Responsáveis Departamento: Regulation

Leia mais

NORMA GERAL PARA GESTÃO DE CONTENCIOSOS TRABALHISTAS DA CDP

NORMA GERAL PARA GESTÃO DE CONTENCIOSOS TRABALHISTAS DA CDP NORMA GERAL PARA GESTÃO DE CONTENCIOSOS TRABALHISTAS DA CDP Norma Geral TÍTULO Capítulo Seção Nome Revisão 2 Presidência 4 Jurídico 02 Contenciosos 01 Gestão de Contenciosos Trabalhistas 00 Inicial Data

Leia mais

1. OBJETIVOS VISADOS E TIPOLOGIA DAS OPERAÇÕES OU INVESTIMENTOS A APOIAR

1. OBJETIVOS VISADOS E TIPOLOGIA DAS OPERAÇÕES OU INVESTIMENTOS A APOIAR FUNDO FLORESTAL PERMANENTE - DEFESA DA FLORESTA CONTRA INCÊNDIOS APOIO AO FUNCIONAMENTO DAS EQUIPAS DE SAPADORES FLORESTAIS 2016 a 2018 (Portaria n.º 77/2015, de 16 de março, alterada pela Portaria n.º

Leia mais