Posicionamento e Comunicação. A receita do sucesso

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Posicionamento e Comunicação. A receita do sucesso"

Transcrição

1 Posicionamento e Comunicação A receita do sucesso

2

3 Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas - SEBRAE SGAS Quadra 605, Conjunto A - CEP Brasília - DF Tel.: (+55 61) / Fax.: (+55 61) Roberto Simões - Presidente do Conselho Deliberativo Nacional Luiz Eduardo Pereira Barretto Filho - Diretor Presidente Carlos Alberto dos Santos - Diretor Técnico José Cláudio Silva dos Santos - Diretor de Administração e Finanças Enio Queijada de Souza - Gerente da Unidade de Atendimento Coletivo Agronego cio Léa Maria Lagares - Coordenadora Nacional de Fruticultura e de Vitivinicultura Instituto Brasileiro do Vinho - IBRAVIN Alameda Fenavinho, Ed Cx. Postal CEP Bento Gonçalves - RS Tel.: (+55 54) / Fax: (+55 54) Alceu Dalle Molle - Presidente Eduardo Piaia - Vice-Presidente Carlos Raimundo Paviani - Diretor Executivo Coordenação do Programa de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva de Vinhos, Espumantes e Sucos de Uva Janine Basso Lisbôa IBRAVIN Léa Maria Lagares SEBRAE Todos os direitos reservados. A reprodução não autorizada desta publicação, no todo ou em parte, por quaisquer meios empregados eletrônicos, mecânicos, fotográficos, ou outros - constitui violação dos direitos autorais (lei no 9.610/98). Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) B435p Bellaguarda, Gilca Marchesan Posicionamento e comunicação: a receita do sucesso / Gilca Marchesan Bellaguarda. - Brasília, DF : SEBRAE ; Bento Gonçalves: IBRAVIN, p. il. color. ; 21 x 29,7 cm ISBN Marketing de vinhos 2. Posicionamento de marca 3. Vinhos brasileiros 4. Mercado consumidor I. Título CDU: 658.8:663.2 Catalogação na Fonte: Alessandra Isnardi Lemõns - Bibliotecária CRB 10/1287

4

5 Sumário Como tudo começou... A Segmentação de Mercado Escolha do Mercado-Alvo Posicionamento: O lugar da marca na mente do cliente A Importância da Marca Comunicação com o Mercado Chegamos ao final Referências Bibliográficas

6 Como tudo começou...

7

8 POSICIONAMENTO E COMUNICAÇÃO A receita do sucesso Como tudo começou Esta cartilha é resultado de uma ação desencadeada pelo IBRAVIN Instituto Brasileiro do Vinho em 2008 a partir de um aprofundado estudo sobre o comportamento de consumo de vinhos, sucos e espumantes no Brasil. Por meio dela vamos conhecer um pouco mais sobre o reposicionamento da marca Vinhos do Brasil e verificar como adequar conceitos e práticas às empresas do setor para que também reflitam sobre o posicionamento de sua marca e de seus produtos. Em 2008, a Market Analysis Brasil, empresa de pesquisa de mercado e opinião pública foi contratada pelo IBRAVIN e pela Corporação Vitivinícola Argentina COVIAR para a realização de um estudo sobre o mercado brasileiro de vinhos e espumantes. A partir dessa ação foi possível conhecer melhor o mercado e como os produtos brasileiros eram percebidos. Vejamos alguns aspectos apontados: O mercado sinalizou que: Vinhos ocupam pequena fração do mercado total de bebidas disponíveis no Brasil No caso de bebidas alcoo licas, o Brasil é um país cervejeiro Os produtos importados ganham importância, principalmente no segmento de vinhos finos O mundo está com oferta maior que a demanda O estudo apontou: Crescente interesse dos consumidores pelos vinhos e espumantes O processo de compra e consumo da categoria é muito complexo gerando momentos de stress para os interessados e provocando afastamento da categoria. Fica mais fácil escolher uma cerveja do que um vinho O vinho é visto como uma bebida tradicional O vinho vem sendo visto como uma bebida que se destaca pelo sabor gostoso e pela diversidade de ofertas Entre as bebidas alco olicas é a única que carrega traços de saudabilidade O consumidor brasileiro desconhece a realidade nas vinícolas, o porte da produção de vinhos brasileiros, a qualidade, a tecnologia e a diferenciação de produtos O preconceito do consumidor sobre o vinho brasileiro, especialmente em comparação com o vinho importado, que traz uma imagem de melhor qualidade, força de marca e, especialmente, de melhor relação custo benefício Percepção: espumante brasileiro tem qualidade, enquanto o vinho fino está muito longe do importado A imagem do produtor brasileiro muito ligada à cultura artesanal: muitas vezes o produtor ainda era visto como o colono com chapéu de palha na mão, em parte devido a uma deficiência do setor de empreender comunicação voltada ao público médio e não apenas aos connoisseurs (conhecedores) O setor depende muito mais dos canais de distribuição que vice-versa Canais com maior conhecimento sobre os produtos vendem mais, pois o cliente tem certeza de 8

9 A receita do sucesso POSICIONAMENTO E COMUNICAÇÃO levar o produto certo O preço é um atributo diferenciador na hora da compra Frente aos cenários e às informações de comportamentos de consumo, o IBRAVIN percebeu a oportunidade e a urgência de estruturar uma solução efetiva capaz de: Promover a imagem do vinho brasileiro para os públicos de interesse. Desse modo, a partir de 2008, passou a realizar, junto ao setor, um imenso trabalho de reposicionamento do vinho brasileiro tanto para mercado interno como para o externo. Nascia, então, o embrião do projeto Vinhos do Brasil, cujos objetivos e estratégias foram traçados apo s a análise das informações de mercado. O vinho brasileiro apresentava uma imagem desfavorável junto aos consumidores que o percebiam como caros e de baixa qualidade. Assim, a imagem dos vinhos brasileiros precisava ser mudada, reposicionada junto ao mercado consumidor. Mas, como mudar a imagem do vinho brasileiro? Fazendo o reposicionamento da categoria Vinhos e Espumantes junto ao mercado consumidor brasileiro. Com os resultados do estudo do comportamento de consumo de vinhos e espumantes no Brasil foi possível identificar a forma como o produto era percebido. Por isso o IBRAVIN começou a trabalhar o posicionamento da marca Vinhos do Brasil. Apesar de já existir, esta marca até então não havia sido trabalhada junto ao mercado. E, para que esse reposicionamento trouxesse resultados imediatos, seria essencial trabalhar fortemente a imagem atrelada aos produtos vinhos finos e espumantes, pois estes puxam os demais e, consequentemente toda a categoria. Para gerar uma imagem favorável à marca Vinhos do Brasil foram definidos atributos aos quais ela deve ser relacionada: Qualidade certificada e confiável Vinhos descomplicados Paladar adequado Diversidade em vinhos e espumantes Personalidade alegre, jovial, autêntica e antenada Para tanto, a proposta de posicionamento precisou definir o público-alvo desejado, como sendo: Pessoas que procuram uma vida mais alegre e são atentas a novas experiências Pessoas ousadas, descomplicadas e elegantes Pessoas abertas a novas experiências de: Utilizando-se como escopo as categorias de vinhos e espumantes, a marca trabalharia os atributos 9

10 POSICIONAMENTO E COMUNICAÇÃO A receita do sucesso Padrão de qualidade confi ável Presença nos canais de venda Geração de visibilidade e conhecimento Com isso, buscou-se ressaltar, como pontos de diferença de mercado, os aspectos de autenticidade e de alegria da brasilidade. Finalmente, trabalhou-se com a seguinte proposta de posicionamento de marca: Para as pessoas que procuram uma vida mais alegre e são atentas a novas experiências, VINHOS DO BRASIL são a opção de vinhos e espumantes caracterizados pela alegria e pela autenticidade dos brasileiros. Com base nesse posicionamento de mercado, a comunicação deve criar ambientes que demonstrem que a marca Vinhos do Brasil traduz toda a herança e a paixão dos imigrantes pelo vinho de modo simples, jovial, trazendo elementos do glamour como charme mas não como falsa sofi sticação, e mostrando não pessoas esnobes, complicadas, mas pessoas descontraídas e alegres, como a marca deveria passar a ser percebida e como, de fato, o brasileiro é. O reposicionamento da marca Vinhos do Brasil modifi ca a percepção que o consumidor tem em mente sobre o produto e passa a trabalhar uma imagem mais atrativa, positiva e de estímulo ao consumo. Reposicionamento na linha do tempo: As estratégias de posicionamento e comunicação que o IBRAVIN utilizou são aplicáveis e utilizáveis por qualquer empresa independente de seu porte. E é isso que queremos mostrar! 10

11 A receita do sucesso POSICIONAMENTO E COMUNICAÇÃO 11

12 A Segmentação de Mercado

13

14 POSICIONAMENTO E COMUNICAÇÃO A receita do sucesso Antes de nos aprofundarmos nas estratégias de posicionamento, vamos especificar o conceito de marketing. Abaixo, seguem duas definições de acordo com Philip Kotler e Peter Drucker. Marketing: É a chave para atingir os objetivos da organização que consiste em determinar as necessidades e os desejos dos mercados-alvos e satisfazê-los mais efetiva e eficientemente do que os concorrentes. Philip Kotler Marketing é tão básico e fundamental que não pode ser considerado como função isolada. É o negócio inteiro, cujo resultado final depende do ponto de vista do cliente. Peter Drucker Para desenvolver o posicionamento de uma vinícola ou de determinado produto de sua empresa é fundamental realizar a segmentação de mercado, escolher o mercado-alvo e definir o público-alvo. Segmentar é: É dividir um mercado em grupos de compradores potenciais que tenham necessidades e desejos semelhantes, percepções de valores ou comportamentos de compra. Por que segmentar? Para identificar os segmentos ou grupos específicos de clientes importantes para gerar negócios e que tenham potencial de compra Para intensificar a ação em relação aos grupos de clientes mais interessantes Para adaptar a oferta de produtos para cada um dos segmentos de mercado Porque os clientes são diferentes e gostam de expressar suas diferenças, quando dispõem de renda suficiente e variedade de produtos a escolher 14

15 A receita do sucesso POSICIONAMENTO E COMUNICAÇÃO Não é possível para uma empresa satisfazer todo o mercado, ou pelo menos, da mesma maneira, ou com um único produto. O motivo é simples: os consumidores são muitos, têm hábitos de compra variados, gostos diferenciados e variam em suas necessidades, desejos e preferências. Portanto as empresas utilizam a segmentação para atender aos consumidores de maneira mais eficaz. Elas classificam sua clientela, escolhem um ou mais nichos e desenvolvem produto sob medida para atendê-lo melhor que seus concorrentes. As principais variáveis utilizadas para fazer a segmentação são: geográfica, demográfica, psicográfica, comportamental. Exemplo: Jovens: 18 a 25 anos / Jovens adultos de 26 a 40 anos / Adultos acima de 40 anos Pesquisa sobre comportamento de consumo de bebidas alcoo licas no Brasil, realizada em 2008, mostra que: Jovens entre 18 e 25 anos consomem por diversão e sensação de poder Jovens adultos entre 26 e 40 anos consomem por poder e reconciliação com os sentidos Adultos acima de 40 anos consomem por auto recompensa e valorização de momentos especiais Essa pesquisa exemplifica a segmentação pelo comportamento de consumo. Identificados os agrupamentos homogêneos de consumidores, os produtos podem ser adaptados para atender às expectativas, gostos e desejos de cada segmento. Exemplos: Para definir o posicionamento da marca Vinhos do Brasil foram realizados seminários específicos sobre o tema. Também, foi criado um grupo de trabalho para acompanhar os estudos e definições. Participaram do grupo de trabalho representantes das seguintes entidades: AGAVI Associação Gaúcha de Vinicultores UVIBRA União Brasileira de Vitivinicultura ABE Associação Brasileira de Enologia FECOVINHO - Federação das Cooperativas Vinícolas do Rio Grande do Sul IBRAVIN Instituto Brasileiro do Vinho SEBRAE/RS Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do RS Governo do Estado do Rio Grande do Sul Segmentação relacionada à marca Vinhos do Brasil Variável utilizada: segmentação psicográfica Segmento Eu Posso Perfil Bebe por prazer Ouve a opinião de especialistas Preço não é barreira Conhece vinhos É referência para um grupo Frequenta bons restaurantes Enoturista - Viaja ao Exterior 15

16 POSICIONAMENTO E COMUNICAÇÃO A receita do sucesso Segmento Quero Ser Novidadeiro Intelectual Perfil Busca marcas para auto afirmar Sabe que beber vinho é cool (legal) Gosta de ser reconhecido pelas suas opções Está disposto a pagar mais caro e fazer bonito É o novo rico Busca status Bebe para comemorar e acompanhado Bebe em restaurante Programas sociais Gosta de aparecer Multiplicador Adora tecnologia Adora lançamentos Bebe com amigos Bebe em ocasiões sociais Valoriza a cultura Usa sites de pesquisa Viaja bastante Autodidata Busca informação Valoriza momentos familiares Consciência ecológica Tecnolo gico Menos sociável Não pratica esportes Inovador La Boemia (Vida Boa) Balada Pratica esportes (Esportes Radicais) Ligado em marcas Sites de festas e redes sociais (Facebook, Twitter, etc.) Consome bebidas alcoo licas para curtir Inovador Inovador Com Envolvimento Com dinheiro para investir Sem conhecimento Bebe por status Classe: A/B Faixa Etária: Pouco dinheiro para gastar Busca pertencer ao grupo Busca conhecimento e envolvimento com a marca Classe: B/C Faixa Etária:

17 A receita do sucesso POSICIONAMENTO E COMUNICAÇÃO Segmentação relacionada ao suco de uva Segmento Crianças Perfil Não consomem bebidas alcoo licas Educação direcionada a produtos naturais (comportamento) Consciência (responsabilidade social) Influenciadas pela mídia Interação com a Internet Têm influência de personagens infantis Democrático (todas as faixas etárias, a partir de 6 meses de idade) Pessoas que querem levar uma vida saudável Querem usufruir de todos os benefícios do vinho sem álcool No próximo exemplo vamos conhecer a segmentação aplicada à marca Havaianas As informações para esse estudo de caso estão disponíveis no site da empresa São Paulo Alpargatas, detentora da marca. Segmento Democrático (ambos os sexos e todas as faixas etárias, a partir de 1 ano de idade) Luxo Esportistas Top Popular Perfil Homens e mulheres Pessoas que querem conforto Gostam de informalidade Gostam de moda Apreciam o design clean Classes sociais A e B Buscam exclusividade Exteriorização da pro pria personalidade Querem demonstrar poder Sensação de serem únicos Gostam de marcas que traduzam status Homens e mulheres Praticam esportes como surf e trekking, entre outras modalidades radicais Priorizam o conforto aliado a moda Pessoas formadoras de opinião Gostam de moda e design Buscam diferenciar-se Pessoas que buscam conforto físico Informalidade Classes sociais C e D 17

18 POSICIONAMENTO E COMUNICAÇÃO A receita do sucesso Em outras palavras, a segmentação é a divisão de um mercado maior em partes menores. Para segmentar é preciso conhecer as necessidades, atitudes e comportamentos de compra dos consumidores. Veja a tabela abaixo: Bases para Segmentação Critério Variáveis Exemplo Demográfica Sexo Idade Etnia Ocupação Renda Tamanho da família Homem, Mulher Menos de 6 anos, 6 a 12 anos, 13 a 19 anos Brancos, Negros, Orientais etc. Aposentado, Profissional Liberal De R$ 500 a R$ 2.000, R$ a R$ Média de dois filhos Adultos acima de 40 anos, classe média, casado, com dois filhos e renda familiar média mensal de R$ 7,5 mil Ciclo de vida Solteiro, Casado, Divorciado Geográfica Região Densidade populacional Clima Sul, Nordeste, Norte Urbana, Suburbana, Rural Quente, Frio, Chuvoso Residentes no Oeste de Santa Catarina e na Serra Gaúcha Psicográfica Estilo de vida Personalidade Atitudes Tradicional, Sofisticado, Na Moda Cordial, Emocional, Analítico Positivo, Neutro, Negativo Tradicionais e conservadores, preferem consumir vinho de mesa Comportamental Benefícios procurados Risco percebido Frequência de uso Lealdade Status de usuário Conveniência, Economia, Prestígio Alto, Moderado, Baixo Rara, Média, Intensa Compra de um ou de vários fornecedores Não usuário, usuário eventual ou potencial Consomem de poucos fornecedores Buscam economia através de produtos com qualidade Consomem quase diariamente o produto Valorizam marcas de origem gaúcha 18

19 A receita do sucesso POSICIONAMENTO E COMUNICAÇÃO A segmentação revela as oportunidades de mercado existentes e que podem ser aproveitadas pela empresa. É a base para definir os consumidores-alvo (quem deseja atingir), o posicionamento da marca e do produto, fixando uma imagem na mente dos consumidores que ressalte seus diferenciais em relação aos concorrentes. Com a segmentação a vinícola deverá escolher quais grupos de consumidores pretende alcançar com seus produtos. Reflita: Agora que você tem mais informações sobre o que é e como fazer a segmentação de mercado, chegou a hora de refletir como aplicar estes conhecimentos. Utilize os conceitos aqui apresentados para fazer a segmentação dos consumidores-alvos para sua empresa. Na sua empresa: Bases para Segmentação Critério Demográfica Geográfica Psicográfica Comportamental! Dicas e comentários Para auxiliar a segmentação, sua empresa deverá utilizar diversas fontes de informações de mercado. Para isso, lembre-se que você pode buscar dados e pesquisas já existentes e disponíveis em instituições como associações, IBGE, Banco Central, prefeituras, sindicatos, universidades, no IBRAVIN, entre outros. 19

20 Escolha do Mercado-Alvo

21

22 POSICIONAMENTO E COMUNICAÇÃO A receita do sucesso Apo s realizar a segmentação de mercado, a pro xima etapa é escolher qual segmento será seu mercado-alvo, que é quem ou qual grupo de consumidores a empresa deseja atingir. Essa definição é essencial para o posicionamento da marca e dos produtos. Sem a escolha do mercado-alvo não é possível definir o posicionamento. Uma empresa apenas deve entrar no segmento caso tenha as forças necessárias e detenha capacidades e recursos superiores aos oferecidos pela concorrência para vencer neste segmento. No livro A Arte da Guerra, de Sun Tzu, encontramos a seguinte frase verdadeira e universal: Um rei deveria lutar apenas pelas terras que valerem os esforços da conquista e puderem ser mantidas. Observação: Sua empresa pode vender diferentes produtos para mercados-alvos (segmentos) distintos, porém deve vender, principalmente, para aqueles que trouxerem melhores resultados e que puderem ser atendidos. Exemplos de públicos-alvos considerados no estudo da marca Vinhos do Brasil: Formadores de opiniões: jornalistas especializados no ramo, proprietários de restaurantes, gourmets, pessoas influentes Consumidores de vinhos: pessoas que valorizam o produto, possuem a cultura do vinho e estão dispostas a pagar mais Leigos: seguidores e pessoas com interesse em entender melhor sobre vinhos Conservadores e tradicionais: pessoas que consomem quase que diariamente, acostumados com a nomenclatura de vinho colonial e artesanal Eu posso: bebem por prazer, seguem a opinião de especialistas, preço não é barreira, conhecem vinhos, frequentam bons restaurantes, enoturistas Quero ser: buscam marcas para se auto afirmarem, gostam de serem reconhecidos por suas opções, preços podem ser uma barreira, estão dispostos a pagar mais para fazer bonito, representam os novos ricos, buscam status Novidadeiro: multiplicadores, adoram tecnologias e lançamentos, bebem com amigos e em ocasiões especiais Intelectuais: valorizam a cultura, viajam, buscam informações, têm consciência ecológica, são menos sociáveis, valorizam momentos familiares La Boemia: frequentam baladas, praticam esportes, são ligados a marcas, inovadores, consomem bebidas para curtir Inovador: com dinheiro para investir, sem conhecimento, bebem por status, classes A/B, faixa etária 26 a 40 anos Com envolvimento: pouco dinheiro para gastar, buscam pertencer ao grupo, buscam conhecimento e envolvimento com marcas, classes B/C, faixa etária 26 a 60 anos Exemplo de público-alvo para a marca Vinhos do Brasil: Produto Vinhos Finos e Espumantes Suco de Uva Público-Alvo Pessoas que procuram vida mais alegre e são atentas a novas experiências Para pessoas que desejam alimentos naturais e gostosos para uma vida saudável 22

23 A receita do sucesso POSICIONAMENTO E COMUNICAÇÃO Após identifi car o mercado-alvo, por exemplo, Inovador, torna-se necessário identifi car onde o produto deve estar para alcançar esse tipo de consumidor. Nesse caso, as escolhas poderiam passar por lojas de conveniência ou restaurantes descolados. Veja alguns exemplos de Canais de Distribuição para atingir ao mercado-alvo: Lojas especializadas em vinho Lojas de conveniência Supermercados Padarias, empo rios, delicatessen Restaurantes Hotéis Distribuidores de bebidas Casas noturnas Clubes sociais Internet Esses são apenas exemplos e, não necessariamente, uma vinícola deverá comercializar seus produtos em todos estes canais de distribuição ou pontos de venda. A escolha do canal de distribuição está diretamente ligada ao mercado-alvo que se deseja atingir. Exemplo de público-alvo e canal de distribuição: Produto Vinho tinto de mesa Público-Alvo Conservadores e tradicionais (menos dinheiro, mais consumo) Canal de Distribuição Supermercados, restaurantes, cantinas e galeterias de médio porte. Espumante La Boemia (baladeiros, inovadores, gostam de curtir, faixa etária 26 a 40 anos, com dinheiro, classes A/B) Casas noturnas para classe A/B, lojas de conveniência, praias e piscinas, empresas de eventos, lojas de vinhos. Reflita: Pense em seus produtos atuais, em seus públicos ou consumidores-alvo e seus respectivos canais de distribuição atuais. Valide ou redefi na o público-alvo e os canais de distribuição de seus produtos. 23

24 POSICIONAMENTO E COMUNICAÇÃO A receita do sucesso Agora exercite! Produto Público-Alvo (para quem deseja vender) Canal de Distribuição (onde colocar seus produtos)! Dicas e comentários Se tomar como canal de distribuição alguns estabelecimentos comerciais, por exemplo, hotéis e restaurantes, fi que atento, pois estas empresas já possuem públicos defi nidos e, em alguns casos, eles podem ser diferentes daqueles defi nidos para consumir suas bebidas. Mais importante do que ingressar em vários canais é ingressar naqueles que a empresa tem condições de se fazer presente de forma marcante, constante e que atenda às expectativas dos consumidores. 24

25 A receita do sucesso POSICIONAMENTO E COMUNICAÇÃO 25

26 Posicionamento: O lugar da marca na mente do cliente

27

28 POSICIONAMENTO E COMUNICAÇÃO A receita do sucesso Qualquer pessoa ou empresa pode utilizar a estratégia de posicionamento para avançar no mercado. Se você não utiliza os princípios do posicionamento, seus concorrentes os utilizarão. Antes de falarmos em posicionamento é necessário tratar do tema diferenciação, pois ela faz parte do processo de posicionar uma marca ou um produto. Diferenciação: É a capacidade que uma empresa tem de ser percebida como diferente dos concorrentes, em função de suas vantagens competitivas. Ela pode se diferenciar a partir da segmentação de seu mercado, seu posicionamento e seu mix de marketing (produto, preço, promoção e ponto-de-venda/distribuição). Para a diferenciação de produtos, a empresa conta com uma extensa gama de parâmetros: Forma: tamanho e quantidade, estrutura física da vinícola, garrafas númeradas indicam produção limitada Características: tipo de uva, aroma, cor, sabor, vinho jovem, vinho frizante, variedade vinífera Desempenho: qualidade do produto, qualidade da safra, ocasião mais adequada para consumo Conformidade: especificações técnicas, certificações, premiações Durabilidade: idade do vinho, validade do suco de uva, conservação Confiabilidade: posicionameto e imagem da marca, tradição, tempo de mercado, experiência Facilidade: forma de acondicionar, servir, consumir, informações úteis ao cliente para simplificar a forma de consumir Estilo: conceito do produto junto ao mercado-alvo, imagem e posicionamento (moderno, clássico, jovem, inovador) Design: apresentação dos produtos, das cores, dos ro tulos, da embalagem, da comunicação e as ferramentas utilizadas Nem toda diferença é considerada significativa. Ela deve ser estabelecida até satisfazer os seguintes critérios: Importância: oferece um benefício de alto valor Destaque: é oferecida de maneira destacada Superioridade: é superior a outras maneiras de se obter o benefício Exclusividade: não pode ser facilmente copiada pela concorrência Acessibilidade: o comprador deve poder pagar pela diferença Lucratividade: deve ser lucrativa para a empresa O posicionamento é uma forma de se diferenciar no mercado e agregar valor aos produtos oferecidos. 28

29 A receita do sucesso POSICIONAMENTO E COMUNICAÇÃO Exemplos: Uma pequena vinícola poderá se diferenciar pela confiabilidade no processo produtivo de menor escala. Assim, a imagem dos produtos pode ser trabalhada para passar esse conceito familiar agregando valor a um determinado perfil de cliente. Já o posicionamento dessa mesma vinícola pode considerar a tradição, a qualidade, o conceito familiar e trabalhar essa imagem na mente do consumidor. A diferenciação poderá ser pelo desempenho ao ter um vinho que traduz a exclusividade em uma produção de pouquíssimas garrafas e que tenham sido premiadas ou que tenham o reconhecimento de pessoas especializadas. Nas regiões onde há a Indicação Geográfica reconhecida, essa poderá ser uma oportunidade para diferenciar o produto no mercado. Indicação Geográfica: Indicação de Procedência e Denominação de Origem como diferenciais competitivos A Indicação Geográfica (IG) surgiu de forma gradativa, quando produtores e consumidores passaram a perceber os sabores ou qualidades peculiares de alguns produtos que provinham de determinados locais. Qualidade, nem melhores e nem piores, mas típicas, diferenciadas, não encontradas em produtos equivalentes feitos em outro local. Assim, começou-se a denominar os produtos que apresentavam essas características com o nome geográfico de sua procedência. Os vinhos foram os primeiros nos quais se observou a influência, sobretudo dos fatores ambientais como clima, solo e relevo. Segundo classificação reconhecida pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Brasil, a IG compreende dois níveis: Indicação de Procedência (IP): é o nome geográfico de um país, cidade, região ou localidade que se tornou conhecido como centro de produção, fabricação ou extração de determinado produto ou prestação de um serviço específico. Denominação de Origem (DO): é o nome geográfico de um país, cidade, região ou localidade que designe produto ou serviço cujas qualidades ou características se devam exclusivamente ao meio geográfico, incluídos fatores naturais e humanos. A Indicação de Procedência e a Denominação de Origem são duas espécies diferentes de IG. Uma não é pré-requisito para concessão da outra, nem mais e nem menos importante. Cada uma tem seus pro prios requisitos para concessão. No Brasil, a IG está regulamentada pela Lei nº 9.279/1996, em seus artigos 176 a 182, e o procedimento de registro pela Resolução nº 75/2000, do INPI. Atualmente no Brasil existem as seguintes regiões com reconhecimento de Indicação Geográfica para vinhos tintos, brancos e espumantes: Indicação de Procedência de Pinto Bandeira Indicação de Procedência dos Vales da Uva Goethe Denominação de Origem Vale dos Vinhedos Indicação de Procedência Vinhos dos Altos Montes 29

30 POSICIONAMENTO E COMUNICAÇÃO A receita do sucesso Posicionamento de Mercado Vejamos dois conceitos de posicionamento adotados pelos estudiosos de marketing: É o ato de desenvolver a oferta e a imagem de um produto, de maneira que ocupe uma posição competitiva e significativa na opinião de seus consumidores. Philip Kotler É o modo como você se diferencia na mente de seu cliente potencial. Al Ries e Jack Trout Posicionamento é......um conceito crucial, que lembra que as escolhas dos clientes são feitas numa base comparativa, e um produto só será escolhido se fizer parte claramente de um processo de seleção. O posicionamento não é o que você faz com um produto, mas sim o que você faz para fixá-lo na mente de seu potencial cliente. Portanto, posicionar significa criar uma referência única, afastando-se dos concorrentes. É a imagem que o consumidor-alvo tem de seu produto, qual diferencial é atrativo, o que se associa a ele. Exemplos da marca Havaianas: Havaianas H.Stern: exclusividade e luxo Havaianas Audi: sofisticação Havaianas Trekking: conforto para caminhadas Sandálias Havaianas: moda e conforto para todas as pessoas Exemplos de posicionamento de restaurantes: Sofisticado: Serve pratos da culinária internacional. O produto (prato) e as pessoas (garçons, chefe, maitre, manobrista) são muito importantes, tendo um peso significativo no potencial de atrair clientes. Posicionamento = luxo e sofisticação. Popular: Cobra por peso a refeição que o cliente serve no prato. Neste caso, os itens preço e promoção são fundamentais. Posicionamento = preço baixo. Fast Food: No fast food o ponto (localização), preço e padrão (sanduíches e pratos dentro de normas de homogeneidade) e a rapidez nos preparos são fundamentais. Posicionamento = rapidez na prestação de serviço. Restaurante Natural: Preocupa-se com a origem dos produtos, qualidade, variedade e sabor dos pratos. O ambiente deve reportar à qualidade de vida através da alimentação saudável. Produtos orgânicos. Posicionamento = saúde e bem-estar; Posicionamento = alimentação saudável e qualidade de vida. Restaurante Gourmet: associado à ideia de alta cozinha, evocando assim um ideal cultural, associado com as artes culinárias. É de alta qualidade e está reservado a paladares mais avançados e a experiências gastronômicas mais elaboradas. Associado a tudo o que se relaciona com os prazeres da mesa, sempre na perspectiva da autenticidade e da qualidade. Posicionamento = autenticidade e prazeres da mesa. 30

31 A receita do sucesso POSICIONAMENTO E COMUNICAÇÃO Exemplos de posicionamento no segmento de vinhos: Vinho de Mesa: Em várias embalagens, ro tulos menos trabalhados, imagem de produto barato para mercado popular. Posicionamento = preço baixo. Vinho Fino (exemplo 01): Em embalagem e rótulos que traduzem sofisticação, reforça a qualidade da safra com o selo de premiação recebida em concurso internacional, garrafas numeradas que indicam quantidade de produção limitada, imagem produto com alto valor agregado. Posicionamento = exclusividade. Vinho Fino (exemplo 02): Origem e varietal, safra. Ro tulos e embalagem que traduzem simplicidade e jovialidade. Posicionamento = harmonização, gastronomia e prazer. Espumante (exemplo 01): Quantidade extremamente limitada de garrafas e alto valor agregado pela sua origem, tipo de uva utilizada e método de produção. Posicionamento = raridade. Espumante (exemplo 02): Em garrafas e ro tulos que traduzem jovialidade e elegância, reforçam a qualidade, o método e o tipo de espumante. Posicionamento = todos os momentos, paixão, romance; Posicionamento = alegria, comemoração, charme. Suco de Uva (exemplo 01): Produto natural, sem adição de açúcar, pronto para beber, sem conservantes. Posicionamento = 100% natural e sadio. Suco de Uva (exemplo 02): Produzido sem o uso de agroto xicos e conservantes. Utiliza-se de um sistema de produção agrícola e industrial que visa manejar, de forma equilibrada, o solo e demais recursos naturais conservando-os e mantendo a harmonia no longo prazo. Saudável, sem adição de açúcar, integral. Posicionamento = orgânico e saudável. Suco de Uva (exemplo 03): produzido em maiores quantidades, variedade de opções (light, sem adição de açúcar, adoçados), prontos para beber e em embalagens Tetra Pak. Sem conservantes e corantes. Posicionamento = praticidade e bebida saudável. Exemplo de posicionamento da categoria Vinhos e Espumantes pelo IBRAVIN: Para as pessoas que procuram uma vida mais alegre e são atentas a novas experiências, VINHOS DO BRASIL são a opção de vinhos e espumantes caracterizados pela alegria e pela autenticidade dos brasileiros. Posicionamento = autenticidade, alegria e brasilidade. Exemplo de posicionamento da categoria Suco de Uva pelo IBRAVIN: Para pessoas que desejam alimentos naturais e gostosos para uma vida saudável. Posicionamento = divertido e saudável. 31

Estratégias em Propaganda e Comunicação

Estratégias em Propaganda e Comunicação Ferramentas Gráficas I Estratégias em Propaganda e Comunicação Tenho meu Briefing. E agora? Planejamento de Campanha Publicitária O QUE VOCÊ DEVE SABER NO INÍCIO O profissional responsável pelo planejamento

Leia mais

Planejamento de Campanha Publicitária

Planejamento de Campanha Publicitária Planejamento de Campanha Publicitária Prof. André Wander UCAM O briefing chegou. E agora? O profissional responsável pelo planejamento de campanha em uma agência de propaganda recebe o briefing, analisa

Leia mais

Marketing Empresarial MARCO ANTONIO LIMA GESTÃO EMPRESARIAL E SUSTENTABILIDADE

Marketing Empresarial MARCO ANTONIO LIMA GESTÃO EMPRESARIAL E SUSTENTABILIDADE Marketing Empresarial Capítulo 1 Marketing: uma introdução Introdução ao Marketing O que é Marketing Marketing é a área do conhecimento que engloba todas as atividades concernentes às relações de troca,

Leia mais

MARKETING EMPRESARIAL MARCO ANTONIO LIMA GESTÃO EMPRESARIAL E SUSTENTABILIDADE

MARKETING EMPRESARIAL MARCO ANTONIO LIMA GESTÃO EMPRESARIAL E SUSTENTABILIDADE MARCO ANTONIO LIMA GESTÃO E SUSTENTABILIDADE Marketing: uma introdução Introdução ao Marketing O que é Marketing Marketing é a área do conhecimento que engloba todas as atividades concernentes às relações

Leia mais

Unidade IV. Marketing. Profª. Daniela Menezes

Unidade IV. Marketing. Profª. Daniela Menezes Unidade IV Marketing Profª. Daniela Menezes Comunicação (Promoção) Mais do que ter uma ideia e desenvolver um produto com qualidade superior é preciso comunicar a seus clientes que o produto e/ ou serviço

Leia mais

AULA 4 Marketing de Serviços

AULA 4 Marketing de Serviços AULA 4 Marketing de Serviços Mercado Conjunto de todos os compradores reais e potenciais de um produto ou serviço. Trata-se de um sistema amplo e complexo, que envolve: FORNECEDORES CONCORRENTES CLIENTES

Leia mais

Objetivos. Capítulo 16. Cenário para discussão. Comunicações de marketing. Desenvolvimento de comunicações de marketing eficazes

Objetivos. Capítulo 16. Cenário para discussão. Comunicações de marketing. Desenvolvimento de comunicações de marketing eficazes Capítulo 16 e administração de comunicações integradas de marketing Objetivos Aprender quais são as principais etapas no desenvolvimento de um programa eficaz de comunicações integradas de marketing. Entender

Leia mais

Gestão de. O que é Marketing? Steven Albuquerque. Steven Albuquerque DISCIPLINA. Conceituação de Marketing. Conceituação de Marketing 15/02/2016

Gestão de. O que é Marketing? Steven Albuquerque. Steven Albuquerque DISCIPLINA. Conceituação de Marketing. Conceituação de Marketing 15/02/2016 2 Gestão de Mestre em Administração Univ. Federal de Pernambuco - UFPE Master em International Business Universidad de Barcelona MBA em Estratégico Univ. Federal de Pernambuco - UFPE Administrador Univ.

Leia mais

Uma nova fase de sucesso em seu negócio pode começar agora

Uma nova fase de sucesso em seu negócio pode começar agora Uma nova fase de sucesso em seu negócio pode começar agora Afinal, tudo começa em sua maneira de pensar. E marketing é isto, uma questão de posicionamento. PROPOSTA DE SERVIÇOS Logotipos Web Sites Lojas

Leia mais

Indicadores de avaliação Mercado de suco de uva; Foco: suco de uva natural/integral; Posicionamento; Evolução: produção, comercialização (mercado interno e exportações); Diferença básica entre suco, néctar

Leia mais

Módulo 12 Segmentando mercados

Módulo 12 Segmentando mercados Módulo 12 Segmentando mercados Há alguns anos que os profissionais de marketing perceberam que não se pode atender todo o mercado com um único composto de produto. Nem todos os consumidores querem um carro

Leia mais

Projeto de Patrocínio ExpoBento 2016

Projeto de Patrocínio ExpoBento 2016 Projeto de Patrocínio ExpoBento 2016 1 Diretoria Sobre a ExpoBento A ExpoBento é a maior feira multissetorial do Brasil e em 2016 estará em sua 26ª edição. Desde 1990 esta Nossos números feira vem se reinventando,

Leia mais

Prof. Milton Henrique mcouto@catolica-es.edu.br

Prof. Milton Henrique mcouto@catolica-es.edu.br Prof. Milton Henrique mcouto@catolica-es.edu.br Qual é o seu Negócio? Hoje em dia existe um excesso de: empresas similares, empregando pessoas similares, que tiveram educações similares, exercendo funções

Leia mais

Módulo 6. O Produto. 6.1. Conceito de produto

Módulo 6. O Produto. 6.1. Conceito de produto Módulo 6. O Produto Para os consumidores a existência de uma multiplicidade de produtos expostos no mercado, cheio de características e adicionais, é de encher os olhos. A livre concorrência possibilita

Leia mais

Check list. Plano estratégico de marketing no agronegócio Criando um plano de marketing

Check list. Plano estratégico de marketing no agronegócio Criando um plano de marketing Check list Plano estratégico de marketing no agronegócio Criando um plano de marketing Check list Plano estratégico de marketing no agronegócio Criando um plano de marketing Você ficaria surpreso se soubesse

Leia mais

Como Atrair Clientes

Como Atrair Clientes COMO ATRAIR CLIENTES QUESTÕES BÁSICAS Quem são os meus clientes? Quantos sãos? Onde estão? Como fazer para falar com eles? DEFINIÇÃO SEGMENTO DE MERCADO Significa um grupo de consumidores com necessidades

Leia mais

Marcele Bastos. o Graduada em Comunicação Social - Relações Públicas. Fundamentos de marketing. o Especialista em Gestão - ênfase em Marketing

Marcele Bastos. o Graduada em Comunicação Social - Relações Públicas. Fundamentos de marketing. o Especialista em Gestão - ênfase em Marketing o Especialista em Gestão - ênfase em Marketing o Graduada em Comunicação Social - Relações Públicas o Docente universitária na disciplina Fundamentos de marketing o 12 anos de experiência em comunicação

Leia mais

&DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR

&DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR &DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR Toda comunicação publicitária visa atender a alguma necessidade de marketing da empresa. Para isso, as empresas traçam estratégias de comunicação publicitária, normalmente traduzidas

Leia mais

Gerenciamento da comunicação de massa: propaganda, promoção de vendas, eventos e relações públicas

Gerenciamento da comunicação de massa: propaganda, promoção de vendas, eventos e relações públicas Capítulo 18 Gerenciamento da comunicação de massa: propaganda, promoção de vendas, eventos e relações públicas Copyright 2006 by Pearson Education Questões abordadas no capítulo Quais são as etapas envolvidas

Leia mais

COMO VENDER. A IMAGEM DA SUA ESCOLA Dicas que garantem a visibilidade da sua instituição

COMO VENDER. A IMAGEM DA SUA ESCOLA Dicas que garantem a visibilidade da sua instituição BP COMO VENDER A IMAGEM DA SUA ESCOLA Dicas que garantem a visibilidade da sua instituição PRODUTOS EDUCACIONAIS MULTIVERSO Avenida Batel, 1750 Batel CEP 80420-090 Curitiba/PR Fone: (41) 4062-5554 Editor:

Leia mais

1- O que é um Plano de Marketing?

1- O que é um Plano de Marketing? 1- O que é um Plano de Marketing? 2.1-1ª etapa: Planejamento Um Plano de Marketing é um documento que detalha as ações necessárias para atingir um ou mais objetivos de marketing, adaptando-se a mudanças

Leia mais

Marketing e Comunicação Cláudio Pessanha

Marketing e Comunicação Cláudio Pessanha Marketing e Comunicação Cláudio Pessanha Vamos Discutir... Um produto fala? Mesmo sendo esse produto um chinelo? Leiam o texto abaixo e falem comigo. Um produto tem o poder de falar por si só? E de que

Leia mais

Estratégias de marketing para serviços de alimentação Prof. Dr. Raul Amaral

Estratégias de marketing para serviços de alimentação Prof. Dr. Raul Amaral Estratégias de marketing para serviços de alimentação Prof. Dr. Raul Amaral 1) Estratégias de produtos e serviços. 2) Estratégias de preços. 3) Estratégias de promoção e vendas. 1) Estratégias de produtos

Leia mais

Bens duráveis: duram muito tempo como, por exemplo, casas, carros, etc.

Bens duráveis: duram muito tempo como, por exemplo, casas, carros, etc. A3 - Produto e Preço O que é produto? Produto é o conjunto de benefícios que satisfaz o desejo e/ou a necessidade do consumidor, pelo qual ele está predisposto a pagar em função da sua disponibilidade

Leia mais

OBJETIVOS DE MARKETING

OBJETIVOS DE MARKETING CASE Banco do Brasil Todo Seu O Banco do Brasil é a mais antiga instituição bancária brasileira. Reconhecido como fundamental para o desenvolvimento econômico e social do país, é também o maior banco da

Leia mais

Conceitos e tarefas da administração de marketing DESENVOLVIMENTO DE ESTRATEGIAS E PLANOS DE MARKETING

Conceitos e tarefas da administração de marketing DESENVOLVIMENTO DE ESTRATEGIAS E PLANOS DE MARKETING Sumário Parte um Conceitos e tarefas da administração de marketing CAPITULO I MARKETING PARA 0 SÉCULO XXI A importância do marketing O escopo do marketing 0 que é marketing? Troca e transações A que se

Leia mais

Gerenciamento da comunicação de massa: propaganda, promoção de vendas, eventos e relações públicas. Copyright 2006 by Pearson Education

Gerenciamento da comunicação de massa: propaganda, promoção de vendas, eventos e relações públicas. Copyright 2006 by Pearson Education Gerenciamento da comunicação de massa: propaganda, promoção de vendas, eventos e relações públicas Copyright 2006 by Pearson Education Propaganda Qualquer forma paga de apresentação não pessoal e promocional

Leia mais

Estratégias de Comunicação Ferramentas Utilizadas para Comunicação de Marketing

Estratégias de Comunicação Ferramentas Utilizadas para Comunicação de Marketing Estratégias de Comunicação Ferramentas Utilizadas para Comunicação de Marketing Profa. Waléria Macaciel Comunicação de marketing É o meio pelo qual as empresas buscam informar, persuadir e lembrar os consumidores,

Leia mais

4/2/2008. 2) Tomar grandes decisões = 1)Analisar a situação externa e interna. Leitura do mercado e das condições internas da organização

4/2/2008. 2) Tomar grandes decisões = 1)Analisar a situação externa e interna. Leitura do mercado e das condições internas da organização PLANO DE MARKETING Ferramenta importante do plano estratégico de uma empresa. Deve estar em perfeita sintonia com os objetivos estabelecidos pela empresa. É um passo para a elaboração do PLANO DE NEGÓCIOS

Leia mais

Consultoria Especializada em Marketing & Foodservice. Fevereiro, 2013

Consultoria Especializada em Marketing & Foodservice. Fevereiro, 2013 Consultoria Especializada em Marketing & Foodservice Fevereiro, 2013 Porque Libbra? Empresas de todos os portes e segmentos sabem da importância da gestão de marketing, mas, muitas vezes ou não investem

Leia mais

Planejamento Estratégico de Comunicação de Marketing

Planejamento Estratégico de Comunicação de Marketing Prof. Edmundo W. Lobassi O único objetivo da propaganda é vender, não há nenhuma outra justificativa que mereça ser mencionada. (Young & Rublican) Satisfazer a necessidade do consumidor. (David Ogilvy)...

Leia mais

Apresentação da Disciplina

Apresentação da Disciplina Mídia - 2015.1 Nilmar Figueiredo 1 2 3 4 Calendário Acadêmico Comentários Apresentação da Disciplina Sistema de Avaliação 1 - Apresentação da Disciplina O que é Mídia? Departamento de Mídia - Organização

Leia mais

A importância de personalizar a sua loja virtual

A importância de personalizar a sua loja virtual A importância de personalizar a sua loja virtual Ter uma loja virtual de sucesso é o sonho de muitos empresários que avançam por esse nicho econômico. Porém, como as lojas virtuais são mais baratas e mais

Leia mais

Promoção de vendas é a pressão de marketing de mídia ou não mídia exercida durante um período predeterminado e limitado de tempo ao nível de

Promoção de vendas é a pressão de marketing de mídia ou não mídia exercida durante um período predeterminado e limitado de tempo ao nível de Metas das Comunicações de Marketing: Criação de consciência informar os mercados sobre produtos, marcas, lojas ou organizações. Formação de imagens positivas desenvolver avaliações positivas nas mentes

Leia mais

AS DECISÕES REFERENTES AOS CANAIS DE MARKETING ESTÃO ENTRE AS MAIS CRÍTICAS COM QUE AS GERÊNCIAS PRECISAM LIDAR

AS DECISÕES REFERENTES AOS CANAIS DE MARKETING ESTÃO ENTRE AS MAIS CRÍTICAS COM QUE AS GERÊNCIAS PRECISAM LIDAR KOTLER, 2006 AS DECISÕES REFERENTES AOS CANAIS DE MARKETING ESTÃO ENTRE AS MAIS CRÍTICAS COM QUE AS GERÊNCIAS PRECISAM LIDAR. OS CANAIS AFETAM TODAS AS OUTRAS DECISÕES DE MARKETING Desenhando a estratégia

Leia mais

Marketing e Merchandising. Facilitador: Bruno Carnevali- Consultor, BOSS Consultoria

Marketing e Merchandising. Facilitador: Bruno Carnevali- Consultor, BOSS Consultoria Marketing e Merchandising no PDV 1 Quais são as definições de Marketing Marketing 1-Todas as atividades direcionadas a fazer uma troca para satisfazer necessidades ou desejos do homem 2-Processo pelo qual

Leia mais

COMUNICAÇÃO DE MARKETING

COMUNICAÇÃO DE MARKETING COMUNICAÇÃO DE MARKETING COMUNICAÇÃO INTEGRADA DE MARKETING Meio através do qual a empresa informa, persuadi e lembra os consumidores sobre o seu produto, serviço e marcas que comercializa. Funções: Informação

Leia mais

Marketing. Aula 06. Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho

Marketing. Aula 06. Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Marketing Aula 06 Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Este material é parte integrante da disciplina oferecida pela UNINOVE. O acesso às atividades, conteúdos multimídia e

Leia mais

Gestão de Mercados e Estratégia de Marketing Administrando o Composto de Marketing: Os 4P s Aula 3

Gestão de Mercados e Estratégia de Marketing Administrando o Composto de Marketing: Os 4P s Aula 3 Gestão de Mercados e Estratégia de Marketing Administrando o Composto de Marketing: Os 4P s Aula 3 Prof. Me. Dennys Eduardo Rossetto. Objetivos da Aula 1. O composto de marketing. 2. Administração do P

Leia mais

MARKETING PROMOCIONAL X PROMOÇÃO DE VENDAS. Qual a diferença?

MARKETING PROMOCIONAL X PROMOÇÃO DE VENDAS. Qual a diferença? MARKETING PROMOCIONAL X PROMOÇÃO DE VENDAS Qual a diferença? Marketing promocional É uma ferramenta que se utiliza de várias outras para promover a promoção de vendas. Por exemplo: Marketing promocional

Leia mais

Atendimento pós-venda: gestão estratégica da ex...

Atendimento pós-venda: gestão estratégica da ex... Atendimento pós-venda: gestão estratégica da ex... (/artigos /carreira/comopermanecercalmosob-pressao /89522/) Carreira Como permanecer calmo sob pressão (/artigos/carreira/como-permanecer-calmosob-pressao/89522/)

Leia mais

Marketing digital NARCISO SANTAELLA

Marketing digital NARCISO SANTAELLA Marketing digital 1 Introdução As agências de publicidade recorrem ao marketing digital para conquistar o público que hoje tem na web uma das principais fontes de informação. Utilizar todos os recursos

Leia mais

BRANDING. (Gestão de Marca) Juarez Leal

BRANDING. (Gestão de Marca) Juarez Leal BRANDING (Gestão de Marca) Juarez Leal Conceituação (marca) Marca país Marca setorial Construção de marca DEFINIÇÃO DE MARCA Marca é um nome, termo, sinal, símbolo ou combinação dos mesmos, que tem o propósito

Leia mais

"ENTENDENDO O QUE O CONSUMIDORES VALORIZAM NOS VINHOS E ESTABELECENDO ESTRATÉGIAS PARA O MERCADO" Márcio Pinto de Oliveira Vinoticias E-Mail:

ENTENDENDO O QUE O CONSUMIDORES VALORIZAM NOS VINHOS E ESTABELECENDO ESTRATÉGIAS PARA O MERCADO Márcio Pinto de Oliveira Vinoticias E-Mail: "ENTENDENDO O QUE O CONSUMIDORES VALORIZAM NOS VINHOS E ESTABELECENDO ESTRATÉGIAS PARA O MERCADO" Márcio Pinto de Oliveira Vinoticias E-Mail: molivierbh@gmail.com "No vinho, há tantos fatores que fazem

Leia mais

Projeto Especial Ser Sustentável OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO

Projeto Especial Ser Sustentável OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO Projeto Especial Ser Sustentável OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO Apresentação Muito se fala em sustentabilidade hoje em dia. A importância de não apenas proteger, mas saber conviver em harmonia com o meio ambiente

Leia mais

BRANDING BRAZILIAN FOOTWEAR COORDENAÇÃO:

BRANDING BRAZILIAN FOOTWEAR COORDENAÇÃO: BRANDING BRAZILIAN FOOTWEAR COORDENAÇÃO: PONTOS DE DIFERENÇA BRANDING ABORDAGEM E DISSEMINAÇÃO AGENDA BRANDING ABORDAGEM O QUE É BRANDING? WORKSHOPS (8 HORAS) 01 outubro 2009 Birigui/ SP 02 outubro 2009

Leia mais

A Editora Três ISTOÉ e ISTOÉ Dinheiro Planeta Menu Motor Show Dinheiro Rural Status select ISTOÉ 2016 ISTOÉ Platinum

A Editora Três ISTOÉ e ISTOÉ Dinheiro Planeta Menu Motor Show Dinheiro Rural Status select ISTOÉ 2016 ISTOÉ Platinum A Editora Três Há mais de 40 anos, a Editora Três vem mostrando que é uma empresa de comunicação comprometida com o desenvolvimento do País. Hoje, ela faz parte do cotidiano de milhões de brasileiros com

Leia mais

Os brindes promocionais no período de Páscoa

Os brindes promocionais no período de Páscoa Os brindes promocionais no período de Páscoa Pamela Ramos de Mello LOPES 1 Introdução A comunicação no ponto-de-venda tem se desenvolvido e criado meios e caminhos que hoje podem ser estudados e discutidos,

Leia mais

Como Vender Mais e Melhor: Dia das Mães

Como Vender Mais e Melhor: Dia das Mães Como Vender Mais e Melhor: Dia das Mães Acerte no alvo e ganhe dinheiro... Quais itens vendem mais no Dia das MÃES??? amor CARINHO emoção... O Dia das Mães é a data mais afetiva e emocional de todas...

Leia mais

*Todos os direitos reservados.

*Todos os direitos reservados. *Todos os direitos reservados. A cada ano, as grandes empresas de tecnologia criam novas ferramentas Para o novo mundo digital. Sempre temos que nos renovar para novas tecnologias, a Karmake está preparada.

Leia mais

EMPREENDEDORISMO Marketing

EMPREENDEDORISMO Marketing Gerenciando o Marketing EMPREENDEDORISMO Marketing De nada adianta fabricar um bom produto ou prestar um bom serviço. É preciso saber colocálo no mercado e conseguir convencer as pessoas a comprá-lo. O

Leia mais

Questões abordadas no capítulo

Questões abordadas no capítulo AULA 12 Marketing Questões abordadas no capítulo Qual é a função da comunicação de marketing? Como funciona a comunicação de marketing? Quais são as principais etapas do desenvolvimento de uma comunicação

Leia mais

Nem tudo que borbulha é ESPUMANTE.

Nem tudo que borbulha é ESPUMANTE. Saiba qual a diferença entre o espumante e produtos substitutos. Nem tudo que borbulha é ESPUMANTE. Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas- SEBRAE SGAS Quadra 605, Conjunto A - CEP 70200-904

Leia mais

Comunicação Integrada de marketing.

Comunicação Integrada de marketing. Comunicação Integrada de marketing. - COMPOSTO DE COMUNICAÇÃO - 4 A s - 4 C s Comunicação: é a transmissão de uma mensagem de um emissor para um receptor, de modo que ambos a entendam da mesma maneira.

Leia mais

Segmentação de Mercado

Segmentação de Mercado Segmentação de Mercado Profª. Ma. Máris de Cássia Ribeiro Vendrame Segmentação de Mercado Processo de se identificar grupos de consumidores, com necessidades homogêneas, para os quais a empresa poderá

Leia mais

Manual Etapa 5/Parte 1

Manual Etapa 5/Parte 1 NEGÓCIO CERTO COMO CRIAR E ADMINISTRAR BEM SUA EMPRESA Relacionando o negócio com o mercado Manual Etapa 5/Parte 1 Boas vindas e boas vendas! Olá, caro empreendedor! Você está ingressando na Etapa 5 do

Leia mais

ENTREGAS SEGMENTADAS

ENTREGAS SEGMENTADAS ENTREGAS SEGMENTADAS No Jornal A TARDE, o anunciante pode segmentar a sua comunicação direcionando sua mensagem para um público específico; Possibilidade de escolher características e o perfil de assinantes

Leia mais

ESTRATÉGIAS MERCADOLÓGICAS UTILIZADAS PELAS OPERADORAS, TIM, CLARO E VIVO.

ESTRATÉGIAS MERCADOLÓGICAS UTILIZADAS PELAS OPERADORAS, TIM, CLARO E VIVO. 1 ESTRATÉGIAS MERCADOLÓGICAS UTILIZADAS PELAS OPERADORAS, TIM, CLARO E VIVO. Juliana da Silva RIBEIRO 1 RESUMO: O presente trabalho enfoca as estratégias das operadoras de telefonia móvel TIM,VIVO e CLARO

Leia mais

(PERREAULT JR.; McCARTHY, 2002)

(PERREAULT JR.; McCARTHY, 2002) Posicionamento de Mercado Parte 01 Visão do processo de planejamento de estratégias de marketing Estreitamento para uma estratégia focada com critérios de filtro quantitativos e qualitativos Consumidores

Leia mais

MERCADOS QUESTÃO 3. A Ações como visitar a concorrência para verificar os pontos QUESTÃO 4

MERCADOS QUESTÃO 3. A Ações como visitar a concorrência para verificar os pontos QUESTÃO 4 Nas questões a seguir, marque, para cada uma, a única opção correta, de acordo com o respectivo comando. Para as devidas marcações, use a Folha de Respostas, único documento válido para a correção das

Leia mais

Projetos culturais: desenvolvimento, captação e gestão

Projetos culturais: desenvolvimento, captação e gestão Projetos culturais: desenvolvimento, captação e gestão Módulo 4: Captação de recursos (parte 1) André Fonseca Santo André / maio 2009 Captação de recursos Fases anteriores à captação Preparação do projeto

Leia mais

Unidade de Projetos. Grupo Temático de Comunicação e Imagem. Termo de Referência para desenvolvimento da gestão de Marcas Setoriais.

Unidade de Projetos. Grupo Temático de Comunicação e Imagem. Termo de Referência para desenvolvimento da gestão de Marcas Setoriais. Unidade de Projetos de Termo de Referência para desenvolvimento da gestão de Marcas Setoriais Branding Agosto de 2009 Elaborado em: 3/8/2009 Elaborado por: Apex-Brasil Versão: 09 Pág: 1 / 8 LÍDER DO GRUPO

Leia mais

ROTEIRO DO PLANO DE NEGÓCIOS. 1. Sumário Executivo. Objetivos Missão Fatores-Chave de Sucesso. 2. Sumário da Empresa. 2.1 Composição da Sociedade

ROTEIRO DO PLANO DE NEGÓCIOS. 1. Sumário Executivo. Objetivos Missão Fatores-Chave de Sucesso. 2. Sumário da Empresa. 2.1 Composição da Sociedade ROTEIRO DO PLANO DE NEGÓCIOS 1. Sumário Executivo Objetivos Missão Fatores-Chave de Sucesso 2. Sumário da Empresa 2.1 Composição da Sociedade Perfil Individual dos sócios, experiência, formação, responsabilidades

Leia mais

UM SUPERMERCADO E UM DESAFIO

UM SUPERMERCADO E UM DESAFIO SAIR DO LUGAR-COMUM PÃO DE AÇÚCAR UM SUPERMERCADO E UM DESAFIO Só em São Paulo, a associação que reúne os supermercados tem mais de 50 empresas cadastradas. As lojas se espalham com um volume impressionante.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CONFEDERAÇÃO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL TRABALHO DE AVALIAÇÃO MARKETING PARA A QUALIDADE

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CONFEDERAÇÃO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL TRABALHO DE AVALIAÇÃO MARKETING PARA A QUALIDADE UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CONFEDERAÇÃO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL TRABALHO DE AVALIAÇÃO MARKETING PARA A QUALIDADE CURITIBA ABRIL - 2000 ODILIO SEPULCRI TRABALHO DE AVALIAÇÃO MARKETING PARA

Leia mais

Fase da vida. Tendência

Fase da vida. Tendência Introdução NAVEGG EVERYBUYER Durante seis anos, a Navegg estudou metodologias para conhecer os internautas e, agora, lança uma nova forma de segmentação de audiência: o Navegg EveryBuyer. Essa metodologia

Leia mais

Luís Eduardo Magalhães - Bahia

Luís Eduardo Magalhães - Bahia Luís Eduardo Magalhães - Bahia APRESENTAÇÃO O II Festival Gastronômico de Luís Eduardo Magalhães, denominado II LEM Gastronomia, acontecerá de 01 a 04 de outubro de 2015, no Centro de Eventos Nossa Senhora

Leia mais

CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA

CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA 1 CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS BRUSQUE (SC) 2012 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 INTRODUÇÃO A PUBLICIDADE E PROPAGANDA... 4 02 HISTÓRIA DA ARTE... 4 03 COMUNICAÇÃO

Leia mais

PADRÃO DE RESPOSTA DAS QUESTÕES DISCURSIVAS PROFISSIONAL BÁSICO COMUNICAÇÃO SOCIAL

PADRÃO DE RESPOSTA DAS QUESTÕES DISCURSIVAS PROFISSIONAL BÁSICO COMUNICAÇÃO SOCIAL Questão n o 1 a) O candidato deverá apresentar seis dentre as seguintes vantagens: Domínio de tecnologia capaz de produzir bens preferidos por certas classes de compradores Aumento dos índices de qualidade

Leia mais

Fiorella Del Bianco. Roteiro para o desenvolvimento de novas ofertas. Posicionamento de produto e de marca

Fiorella Del Bianco. Roteiro para o desenvolvimento de novas ofertas. Posicionamento de produto e de marca Fiorella Del Bianco Roteiro para o desenvolvimento de novas ofertas Tema: Passos e estratégias mercadológicas para o desenvolvimento de novas ofertas (DNO). Objetivo: Esta aula visa apresentar os últimos

Leia mais

Manual da Indicação Geográfica do Vale dos Vinhedos

Manual da Indicação Geográfica do Vale dos Vinhedos Manual da Indicação Geográfica do Vale dos Vinhedos Uma conquista O Brasil do futuro é agora: a vida melhorando, o mercado crescendo, novos produtos chegando, tudo acontecendo ao mesmo tempo. E com isto

Leia mais

Um dos objetivos deste tema é orientar as ações sistemáticas na busca satisfazer o consumidor estimulando a demanda e viabilizando o lucro.

Um dos objetivos deste tema é orientar as ações sistemáticas na busca satisfazer o consumidor estimulando a demanda e viabilizando o lucro. PLANO DE MARKETING Andréa Monticelli Um dos objetivos deste tema é orientar as ações sistemáticas na busca satisfazer o consumidor estimulando a demanda e viabilizando o lucro. 1. CONCEITO Marketing é

Leia mais

4 NOVEMBRO DE 2015 A 2 MARÇO DE

4 NOVEMBRO DE 2015 A 2 MARÇO DE MARKETING AGRÍCOLA ESPECIALIZAÇÃO 4 NOVEMBRO DE 2015 A 2 MARÇO DE 2016 14 DIAS 72H 10 MÓDULOS Iniciativa: Formação acreditada por: Media Partners: CONSUMIDOR MERCADO PRODUTO POSICIONAMENTO MARCA PRICING

Leia mais

DESIGN PARA TODAS AS EMPRESAS

DESIGN PARA TODAS AS EMPRESAS A S DA TO AS N AS ES PR EM G SI DE R PA DESIGN PARA TODAS AS EMPRESAS BRASÍLIA - DF 2012 2012. Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Sebrae Todos os direitos reservados. A reprodução

Leia mais

PROMOÇÃO DE VENDAS. O problema da Dona Cida resume-se em aumentar as vendas de sua loja e ao mesmo tempo, acabar com alguns estoques indesejáveis.

PROMOÇÃO DE VENDAS. O problema da Dona Cida resume-se em aumentar as vendas de sua loja e ao mesmo tempo, acabar com alguns estoques indesejáveis. 1 PROMOÇÃO DE VENDAS Constituída há pouco mais de dois anos, a loja de confecções da Dona Cida já possuía uma boa clientela, porém ela acreditava que ainda poderia crescer bastante. Assim, tinha na prateleira

Leia mais

Desenvolvimento do Mix de Marketing

Desenvolvimento do Mix de Marketing Desenvolvimento do Mix de Marketing Mix de Marketing O composto de marketing é conhecido no escopo mercadológico como os 4Ps denominados por Jeronme Mc Carthy como: product, price, place e promotion. Na

Leia mais

Você quer falar. MídiaKit 2015. de duas rodas? É fácil! andando na frente

Você quer falar. MídiaKit 2015. de duas rodas? É fácil! andando na frente Você quer falar com o segmento de duas rodas? É fácil! MídiaKit 2015 Use a REVISTA DUAS RODAS Muito mais que uma revista 40 Anos andando na frente Liderança Absoluta de ponta a ponta A história de Duas

Leia mais

Central de Cases DOIS SANTOS ILHABELA. www.espm.br/centraldecases

Central de Cases DOIS SANTOS ILHABELA. www.espm.br/centraldecases Central de Cases DOIS SANTOS ILHABELA www.espm.br/centraldecases Central de Cases DOIS SANTOS ILHABELA Preparado pelo Prof. Marcus S. Piaskowy, da ESPM-SP. Recomendado para as áreas de Marketing, Propaganda,

Leia mais

CARACTERÍSTICAS DA MÍDIA Profa. Marli Hatje Educação Física e as Novas TICs CEFD/UFSM

CARACTERÍSTICAS DA MÍDIA Profa. Marli Hatje Educação Física e as Novas TICs CEFD/UFSM CARACTERÍSTICAS DA MÍDIA Profa. Marli Hatje Educação Física e as Novas TICs CEFD/UFSM Jornal Revista Televisão Rádio Internet - Relata o que já passou e o que vai acontecer; -Credibilidade; - Cobertura

Leia mais

www.comoassimblog.com.br

www.comoassimblog.com.br O espaço virtual para dúvidas reais de pais e filhos. BLOG DE EDUCAÇÃO INFORMAL PARA CRIANÇAS, ADOLESCENTES, PAIS E RESPONSÁVEIS Educação formal, educação em família, educação religiosa... Estes assuntos

Leia mais

VAREJO. Os principais setores varejistas brasileiros são:

VAREJO. Os principais setores varejistas brasileiros são: O que é? São todas as atividades envolvidas na venda de bens ou serviços diretamente a consumidores finais para seu uso pessoal, e não empresarial. (Philip Kotler) Não importa como os produtos são vendidos

Leia mais

Marketing de Destinos: Diferencias inovadores

Marketing de Destinos: Diferencias inovadores Marketing de Destinos: Diferencias inovadores Gustavo da Cruz Email: gusdacruz@hotmail.com Twitter: @gusdacruz 1 O que é posicionamento? Tomar posição ou situar-se frente a demanda Criar percepção diferenciada

Leia mais

As Ferramentas e Opções do Varejo no Mercado de FLV

As Ferramentas e Opções do Varejo no Mercado de FLV As Ferramentas e Opções do Varejo no Mercado de FLV Luiz Claudio Haas Diretor Comercial de Frutas, Legumes e Verduras Agosto 2014 Por que o agronegócio é importante mundialmente? 100% da população depende

Leia mais

Princípios e Conceitos de Marketing. Prof. Felipe A. Pires

Princípios e Conceitos de Marketing. Prof. Felipe A. Pires Princípios e Conceitos de Marketing Prof. Felipe A. Pires O que é Marketing? É a execução de um conjunto de atividades comerciais, tendo como objetivo final a troca de produtos ou serviços entre produtores

Leia mais

O EVENTO A Maior Feira para Hotelaria e Gastronomia do interior do RJ

O EVENTO A Maior Feira para Hotelaria e Gastronomia do interior do RJ O EVENTO A Maior Feira para Hotelaria e Gastronomia do interior do RJ De 12 a 14 de Agosto de 2014 das 16h às 22h Local: Geribá Tennis Park em Búzios/RJ Tema: O novo perfil do turista: Tendências e Oportunidades

Leia mais

A confluência dos vídeos e a Internet

A confluência dos vídeos e a Internet WHITEPAPER A confluência dos vídeos e a Internet Por que sua empresa deveria investir em vídeos em 2013 e como a Construção Civil pode utilizar os vídeos como diferencial competitivo. 1 Saiba como os vídeos

Leia mais

FTAD FORMAÇÃO TÉCNICA EM ADMINISTRAÇÃO MÓDULO DE MARKETING. Professor: Arlindo Neto

FTAD FORMAÇÃO TÉCNICA EM ADMINISTRAÇÃO MÓDULO DE MARKETING. Professor: Arlindo Neto FTAD FORMAÇÃO TÉCNICA EM ADMINISTRAÇÃO MÓDULO DE MARKETING Professor: Arlindo Neto Competências a serem trabalhadas GESTÃO DE MARKETING PUBLICIDADE E PROPAGANDA GESTÃO COMERCIAL FTAD FORMAÇÃO TÉCNICA EM

Leia mais

A BOA DIVULGAÇÃO DA SUA EMPRESA

A BOA DIVULGAÇÃO DA SUA EMPRESA A BOA DIVULGAÇÃO DA SUA EMPRESA Importância da divulgação Vivemos uma era de forte competição em todos os setores da economia. Jamais houve tanta oferta de produtos e serviços. Os consumidores, por sua

Leia mais

APRESENTAÇÃO. Aprecie as apresentações a seguir. Boa leitura!

APRESENTAÇÃO. Aprecie as apresentações a seguir. Boa leitura! APRESENTAÇÃO A Informatiza Soluções Empresariais está no mercado desde 2006 com atuação e especialização na criação de sites e lojas virtuais. A empresa conta com um sistema completo de administração de

Leia mais

Integrada de Marketing. UNIBAN Unidade Marte Disciplina: Planejamento de Campanha Prof. Me. Francisco Leite Aulas: 31.03.11

Integrada de Marketing. UNIBAN Unidade Marte Disciplina: Planejamento de Campanha Prof. Me. Francisco Leite Aulas: 31.03.11 O Planejamento de Comunicação Integrada de Marketing UNIBAN Unidade Marte Disciplina: Planejamento de Campanha Prof. Me. Francisco Leite Aulas: 31.03.11 Agenda: Planejamento de Comunicação Integrada de

Leia mais

I PRÊMIO CRIAR FTC. Etapas do regulamento

I PRÊMIO CRIAR FTC. Etapas do regulamento I PRÊMIO CRIAR FTC O I Prêmio Criar FTC se destina a estimular a técnica e a criatividade na realização dos diversos formatos de propaganda, assim como a valorização dos alunos de todos os semestres e

Leia mais

GRADUAÇÃO FTS ADM. EMPRESAS

GRADUAÇÃO FTS ADM. EMPRESAS ADMINISTRAÇÃO MERCADOLOGICA I GRADUAÇÃO FTS ADM. EMPRESAS ADMINISTRAÇÃO MERCADOLOGICA I MARKETING MIX 1. James Culliton (dec. 1940 EUA) que chamava os executivos de liquidificadores (mixers) - materializarem

Leia mais

Campanha de Comunicação para a Cerveja Itaipava 2008 ¹

Campanha de Comunicação para a Cerveja Itaipava 2008 ¹ Campanha de Comunicação para a Cerveja Itaipava 2008 ¹ Rafael Cruz GALLEGO ² João BATISTA Freitas Cardoso ³ Universidade Municipal de São Caetano do Sul - IMES RESUMO Durante o ano de 2007, ano de conclusão

Leia mais

Uma solução completa para sua estrátegia de SOCIAL MEDIA HELLO WORLD!

Uma solução completa para sua estrátegia de SOCIAL MEDIA HELLO WORLD! Uma solução completa para sua estrátegia de SOCIAL MEDIA HELLO WORLD! SocialSuite Rua Claudio Soares, 72-16 andar +55 11 3032 1982 São Paulo - SP Brasil Introdução Esse material foi desenvolvido pela equipe

Leia mais

app do Vinho Deixe de pescar no oceano, venha pescar no aquário Direcione seus investimentos para um público fiel e segmentado consumidor

app do Vinho Deixe de pescar no oceano, venha pescar no aquário Direcione seus investimentos para um público fiel e segmentado consumidor conhecimento amantes do vinho consumidor segmentado espaço único público alvo novo consumidor app do Vinho Deixe de pescar no oceano, venha pescar no aquário Direcione seus investimentos para um público

Leia mais

ESTRATÉGIA DE FIDELIZAÇÃO

ESTRATÉGIA DE FIDELIZAÇÃO ESTRATÉGIA DE FIDELIZAÇÃO PLANEJAMENTO, SEGMENTAÇÃO E AÇÕES DE PROMOÇÃO CASO ABIHPEC EIXOS ESTRATÉGICOS DO PROJETO DE (Resultado do Workshop out 2008) Objetivos Relacionados: 11 - AUMENTAR A DECLARAÇÃO

Leia mais

FTAD FORMAÇÃO TÉCNICA EM ADMINISTRAÇÃO MÓDULO DE MARKETING. Professor: Arlindo Neto

FTAD FORMAÇÃO TÉCNICA EM ADMINISTRAÇÃO MÓDULO DE MARKETING. Professor: Arlindo Neto FTAD FORMAÇÃO TÉCNICA EM ADMINISTRAÇÃO MÓDULO DE MARKETING Professor: Arlindo Neto Competências a serem trabalhadas GESTÃO DE MARKETING PUBLICIDADE E PROPAGANDA GESTÃO COMERCIAL FTAD FORMAÇÃO TÉCNICA EM

Leia mais

CONVITE COMERCIAL Rio de Janeiro, 2014

CONVITE COMERCIAL Rio de Janeiro, 2014 CONVITE COMERCIAL Rio de Janeiro, 2014 O Rio ao Vivo é a primeira plataforma de transmissão online, em tempo real,com imagens de alta qualidade dos locais mais movimentados do Rio de Janeiro para o mundo.

Leia mais

Unidade II MARKETING DE VAREJO E. Profa. Cláudia Palladino

Unidade II MARKETING DE VAREJO E. Profa. Cláudia Palladino Unidade II MARKETING DE VAREJO E NEGOCIAÇÃO Profa. Cláudia Palladino Preço em varejo Preço Uma das variáveis mais impactantes em: Competitividade; Volume de vendas; Margens e Lucro; Muitas vezes é o mote

Leia mais

Publicidade. Monitoramento: Percepções sobre Publicidade. Relatório de Monitoramento de Marcas e Conversações

Publicidade. Monitoramento: Percepções sobre Publicidade. Relatório de Monitoramento de Marcas e Conversações Crédito da imagem: ronnestam.com Anúncio Upex Publicidade Relatório de Monitoramento de Marcas e Conversações Introdução Foram realizadas buscas na mídia social Twitter, através de ferramenta de monitoramento

Leia mais