UNIOESTE - UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ INFORMÁTICA BÁSICA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIOESTE - UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ INFORMÁTICA BÁSICA"

Transcrição

1 UNIOESTE - UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ INFORMÁTICA BÁSICA Prof. Roberto Gil Brasil 2001

2 Apresentação Esta apostila serve de base para as disciplinas introdutórias de informática, e pretende dar uma visão geral do que é a informática. Não se pretende em nenhum assunto, ir a exaustão, uma vez que isto sairia fora do escopo como matéria introdutória, bem como, não é voltada a nenhum tipo de produto comercial, de forma a não tornar o conteúdo desta apostila obsoleta em pouco tempo. Eventualmente, produtos comerciais, poderão ser citados apenas como exemplo. É importante salientar, que as tecnologias evoluem muito rapidamente, novas práticas da tecnologia vão surgindo velozmente, entretanto, a não ser por descobrimento de materiais e formas revolucionárias, tudo parte de conceitos e princípios básicos que se mantém durante muito tempo. O desenvolvimento desta apostila, se baseou no conteúdo programático das disciplinas introdutórias de informática e em fontes bibliográficas. Para um aprofundamento maior sobre cada assunto estudado, recomenda-se a leitura destas fontes bibliográficas. Para o aluno interessado em informática, tenha por hábito, leituras periódicas sobre Informática para se manter atualizado. Essas fontes podem ser encontradas em bancas de revistas (existem inúmeras revistas com periodicidade mensal!!!) e em novos livros que surgem constantemente. Roberto Gil Brasil UNIOESTE Campus Foz do Iguaçu - PR Depto. Ciência da Computação

3 2001, Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução parcial ou total deste trabalho sem expressa autorização do autor.

4 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO A INFORMÁTICA Alguns benefícios da utilização do computador Constituição básica do computador O profissional de informática Áreas de atuação do profissional em informática EVOLUÇÃO DA HISTÓRIA DA INFORMÁTICA Processamento manual Processamento Mecânico Eletrônica Alguns fatos históricos Gerações de Computadores Primeira Geração (1942/51 a 1959) Segunda Geração (1959 a 1965) Terceira Geração (1965 a 1975??) Quarta Geração (1975 -???) Evolução do Software Alguns fatos históricos do software Etapas da evolução do software História no Brasil Reserva de Mercado de Informática no Brasil (década de 80 até 1992) Comentários dos anos 70 aos anos Anos Anos Anos COMPUTADORES NOS NEGÓCIOS Utilização dos computadores Como as empresas usam computadores Sistemas Corporativos Programas de Produtividade pessoal Informática para grupos de trabalho Por que as empresas precisam de informações Planejando a automação da informação Choque na cultura corporativa Cuidados ao informatizar uma empresa ERP Quem cria o sistema (programas de computador) O Departamento de informática Internet e Negócios PROCESSAMENTO CENTRALIZADO E DISTRIBUÍDO Processamento Centralizado... 25

5 4.2 Processamento Distribuído SISTEMAS DE NUMERAÇÃO Sistema numérico decimal Sistema binário Sistema numérico hexadecimal Tabela de representação de caracteres Conversão decimal binário Conversão binário - decimal Conversão decimal - hexadecimal Conversão hexadecimal - decimal Conversão hexadecimal binário Conversão binário - hexadecimal OPERAÇÃO COM NÚMEROS BINÁRIOS Adição de números Binários Subtração de números Binários Multiplicação de números Binários Representação de Números Inteiros Módulo e Sinal (MS) Complemento de 1 (C-1) Complemento de 2 (C-2) Excesso de 2 elevado a (N-1) Soma em Complemento de Soma em Complemento de Ponto Fixo (Fixed Point) Decimal não Compactado Decimal Compactado Ponto Flutuante (Floating Point) Passos para conversão Outras considerações sobre Ponto flutuante NOÇÕES DE HARDWARE PROCESSANDO DADOS CPU - Unidade central de processamento Características básicas de um microprocessador Principais partes de um Microprocessador Memória principal Memórias não voláteis Memórias voláteis Unidades de medida de memória Fatores que afetam a velocidade de processamento Como é executado um programa Exemplos de Microprocessadores Microprocessadores RISC e CISC Processamento Paralelo... 71

6 6.2 INTERAGINDO COM O COMPUTADOR Características básicas Dispositivos de entrada Teclado Mouse Trackball Leitoras de código de barras Scanners DISPOSITÍVOS DE SAÍDA Monitores de vídeo Impressoras Plotadoras Sistemas de Som Slots de expansão e adaptadores Portas de E/S seriais e paralelas SCSI USB ARMAZENAMENTO DE INFORMAÇÕES Comparações entre os tipos de tecnologia para armazenamento Características básicas dos dispositivos de armazenamento Unidades de armazenamento meio magnético Unidades de armazenamento ópticos Arquivo Formatação Organização dos arquivos nas unidades de armazenamento FAT-16 e FAT-32 bits Backups INTRODUÇÃO AO SOFTWARE CLASSIFICAÇÃO DOS COMPUTADORES O MICROCOMPUTADOR Classificação tradicional dos computadores Notebook SISTEMAS OPERACIONAIS Características Básicas As quatro funções básicas do sistema operacional Memória virtual Categorias de sistema operacional Como é carregado um sistema operacional (BOOT) Interface gráfica e interface linha de comando Exemplos de sistema operacional REDES DE COMPUTADOR Conceitos básicos de Rede Vantagens e Riscos

7 8.3 REDES - Hardware Meios de Comunicação Tipos de rede Protocolos Topologia de redes Placas de Rede Modens Fatores para dimensionar, selecionar e avaliar uma rede Cuidados na implementação de rede Para concluir INTERNET História Finalidades Conceitos Básicos Conexão Endereços Internet Tecnologias de Conexão SOFTWARE Por que usar computadores é difícil Características do Software Aplicações do Software Programas e linguagem de programação Tipos de linguagem de programação Programa fonte e Programa executável Compilar e interpretador Sistemas de Computador Exemplos de software Editores de texto Planilhas eletrônicas Software de apresentação Banco de Dados Fundamentos de Bancos de Dados Relacionamento de arquivos em banco de dados Chaves de acesso e índices Outras informações sobre banco de dados ENGENHARIA DE SOFTWARE Mitos do software Paradigmas da Engenharia de Software Ciclo de vida clássico do software Projeto lógico e físico Fases genéricas da engenharia de software Análise de Sistemas O Analista de sistemas

8 10.8 O papel do usuário Resumo Engenharia de Software QUALIDADE DE SOFTWARE O que é qualidade? Dificuldades na produção de software de qualidade O que é que se espera de um software produzido com critérios de qualidade aplicada? AULAS DE LABORATÓRIO Pesquisas úteis BIBLIOGRAFIA

9 1 1. INTRODUÇÃO A INFORMÁTICA Informática em sua essência é a automação da informação, ou seja, informática = informação + automática. Atualmente, numa grande economia globalizada, e que exige rapidez e eficiência como nunca, informação é um bem precioso, e a informática é um dos instrumentos que viabiliza a rapidez com que flui e é tratada a informação. O computador é o instrumento pela qual se utiliza informática. Este instrumento com seus constantes aperfeiçoamentos, revolucionou o mundo, o que se faz hoje, de uma forma ou de outra tem sua influência. O uso crescente do computador provoca mudanças profundas no perfil e estrutura da mão de obra, cada vez mais se exigirá do trabalhador conhecimento, grande capacidade de adaptação a mudanças e bom nível educacional, neste ambiente não há espaço para trabalhos que só exijam as mãos. Nas empresas provoca mudanças na estrutura organizacional, nos processos gerenciais e no estilo administrativo. 1.1 Alguns benefícios da utilização do computador Aumenta a informação disponível; Reduz o tempo para executar tarefas, ou seja, produtividade; Reduz o custo (não necessariamente a curto prazo); Disponibiliza novos serviços; Etc. 1.2 Constituição básica do computador Independente de sua forma ou tamanho, todo computador possui cinco componentes básicos: CPU - Unidade central de processamento, cujo o coração é o processador. É o elemento principal do computador e sua função consiste em coordenar, controlar e realizar todas as operações do sistema. Memória - É o componente encarregado de armazenar temporariamente os programas e dados necessários para que o computador realize um determinado trabalho. Exemplo: Memória RAM. Dispositivos de entrada de dados, cuja a função é receber uma informação, para o seu devido processamento. Exemplo: teclado. Dispositivos de saída de dados, cuja a função é mostrar o resultado de um processamento. Exemplo: Monitor de vídeo. Dispositivos de Armazenamento: Sua função é guardar os dados, informações e programas que não está sendo usados durante o processamento, ou seja, armazenar de forma definitiva qualquer informação para que ela não seja perdida após desligamento do computador. Exemplo: Disquetes, disco rígido, etc.

10 2 Figura 1.1 Diagrama das principais partes computador Programas, uma seqüência de instruções escritas por uma pessoa para dizer ao computador o que fazer. O programa é escrito por um conjunto de regras definidas por uma linguagem determinada. Os primeiros cinco itens são os componentes físicos da máquina, que são conhecidos como hardware. O termo técnico utilizado para designar programa é software. Praticamente tudo o que o computador faz é reconhecer dois estados físicos distintos, produzidos pela eletricidade, pela polaridade magnética ou pela luz refletida - em essência eles sabem dizer se um interruptor está ligado ou desligado. O computador realiza uma série de coisas, porém, sem ter a menor idéia do que está fazendo. A visão e as conclusões vêm das pessoas.

11 3 Embora o hardware de um computador seja capaz de executar muitas tarefas, ele não consegue realizar nenhuma coisa sem as instruções vitais fornecidas pelo software. É o software que dá vida a um computador. Internamente, a nível de hardware a informação que o computador reconhece e trabalha chama-se bit, que representa os sinais elétricos 0 (zero) indicando ausência de tensão (volts) e 1 na presença de tensão. Ou seja, podemos dizer que um computador trabalha com seqüências de zeros e uns. São necessários 8 bits para representar uma letra, número ou qualquer outro caractere. Para esta seqüência de 8 bits, damos o nome de byte. Figura 1.2 Seqüência de transformação de um programa escrito em linguagem de alto nível Fonte: PC-Magazine Brasil, setembro/98. A figura 1.2 mostra basicamente como um programa escrito em linguagem de programação de alto nível, ou seja, linguagem mais próxima a do ser humano, se transforma numa linguagem de baixo nível, ou seja, a mais próxima da CPU. 1.3 O profissional de informática A área de informática é muito dinâmica. Constantemente o perfil do profissional para trabalhar nesta área é alterado. Cabe ao profissional interessado estar atento as novas mudanças e procurar acompanhá-las. Basicamente a pessoa deve ser dinâmica e estar sempre preparada para novos desafios.

12 4 Uma das maneiras de se atualizar constantemente é estudando, participando de cursos, lendo revistas e livros especializados, além de muita pesquisa e persistência em descobrir e dominar novas técnicas (seja para desenvolver software, bem como para dominar novas tecnologias). O profissional, na sua vida dentro de uma empresa, deve procurar ter em mente alguns tipos de situações, tais como: a) As necessidades das empresas devem ser atendidas. O usuário ou administrador da empresa, em geral, não tem como prioridade básica o fator tecnológico (no sentido estar a frente, no estado da arte da tecnologia, a não ser que a empresa tenha como atividade principal a área de informática), mas sim ter disponibilizado programas (softwares) que irão atender plenamente suas necessidades. Partindo deste princípio, o profissional de informática, deve estar atento para não ficar somente preso a tecnologia disponível na empresa em que trabalhe, sob pena de ter sua empregabilidade ameaçada. Isso exige, um grande esforço pessoal, para poder conciliar a necessidade de se atender as necessidades da empresa (as 8 horas diárias de trabalho) e estar constantemente se atualizando. b) Especificamente na área de desenvolvimento de sistemas 1, o profissional não só deve ter sua parte técnica em dia, como deve conhecer bem a área de negócio do usuário (cliente), ou seja, a área de conhecimento da qual se pretende desenvolver um software. Caso não haja este tipo de conhecimento, há grande possibilidade do software gerado não atender a todas as necessidades do usuário 2. c) Mais cedo ou tarde, o profissional de informática será cobrado por novos conhecimentos. Por exemplo, como é que funciona a última versão do programa X? Para que investir nesta tal de rede?. Geralmente quando ocorre esta cobrança, se assume que o profissional esta se reciclando e está constantemente atualizado, mesmo sabendo-se que na empresa onde se trabalha, nenhum esforço é realizado para dar condições a este profissional se reciclar. d) Existem grandes oportunidades na área de informática. Atenção e domínio em novas tecnologias podem gerar grandes focos de trabalho e áreas por se explorar. Veja o caso da Internet. 1.4 Áreas de atuação do profissional em informática Existem grandes campos de trabalho que se formaram para se trabalhar na área, entre elas destacam-se atualmente: Redes de comunicação; Área de desenvolvimento de sistemas: Desenvolvimento de softwares comerciais; 1 A área de desenvolvimento de sistemas é um dos departamentos da área de informática da empresa, cujo o objetivo principal é desenvolver programas de computador para as diversas áreas da empresa. Esta área não só desenvolve, como também deve prestar manutenção dos programas desenvolvidos e prestar assessoria aos diversos usuários da empresa, de forma a dar o melhor tipo de solução para as necessidades da empresa. 2 O usuário, em si, muitas vezes não é nenhum especialista da área em que trabalha e muitas informações essenciais para o desenvolvimento de um sistema, podem não ser passadas adequadamente, daí a necessidade de se Ter bons conhecimentos da área que se vai trabalhar.

13 5 Desenvolvimento de softwares de base, utilitários, etc; Automação comercial; Automação industrial; Softwares para medicina, engenharia, etc. Multimídia; Computação gráfica e realidade virtual; Inteligência artificial; Suporte técnico (suporte a sistemas operacionais, redes, etc.); Banco de dados (Administração de banco de dados, etc.); Microinformática - Desde montagem e manutenção a microcomputadores até instalação e suporte para aplicativos e utilitários (sistemas operacionais de microcomputadores, planilhas eletrônicas, editores de texto, etc.); Internet / Intranet / Extranet; Etc. Os campos de atuação são diversos, o profissional da área de informática, deve ter um conhecimento geral de todas elas e procurar se especializar em um ou outro campo. Pois cada área de atuação acima citada, tem seus pormenores que devem ser explorados e plenamente conhecidos. Exercícios: 1. Uma empresa decide fazer investimentos em informática, num primeiro momento, apurou os custos e percebeu que são altos e numa primeira fase conclui que o investimento não trará o retorno esperado. Quais seriam os motivos que levariam seus diretores a decidir em implantar a solução? Para análise desta questão, considere que a empresa possui fluxo de caixa suficiente para bancar o empreendimento e que é uma empresa de porte médio. 2. Dê uma definição de computador. 3. Por que letras e caracteres não podem ser representados por um bit? Para pesquisa: 4. Analise o perfil profissional, conhecimentos necessários das áreas de desenvolvimento de sistemas, banco de dados e outras 3 áreas a sua escolha, que estão citadas no tópico 1.4 deste capítulo. 5. Analise e estude o perfil profissional para os seguintes cargos na área de informática: a) Analista de Sistemas; b) Programador; c) Administrador de Redes;

14 6 d) Administrador de Banco de Dados.

15 7 2. EVOLUÇÃO DA HISTÓRIA DA INFORMÁTICA O computador atual é uma conseqüência da evolução decorrente particularmente das últimas 4 décadas. Desde o princípio o homem sempre procurou alguma coisa para automatizar seus processos. Podemos caracterizar 3 etapas básicas que marcaram esta pesquisa: 1. Processamento manual 2. Processamento mecânico 3. Eletrônica Uma grande característica comum a qualquer destas etapas é que inicialmente o intuito maior era automatizar cálculos. 2.1 Processamento manual Caracterizado por instrumentos rudimentares, mas que já indicavam uma certa lógica e automatizavam cálculos. O inicio clássico da história remonta aos antigos ábacos que utilizados pelos babilônios por volta de 2000 a.c., são utilizados até hoje no Oriente - suan pan chinês e soroban japonês. Figura 2.1 Ábaco chinês (Suan-Pan) 2.2 Processamento Mecânico Caracterizado por instrumentos cujo os princípios de funcionamento eram mecânicos e posteriormente elétro-mecânicos. Consistia basicamente de equipamentos projetados para cálculos. 2.3 Eletrônica O computador como conhecemos hoje está relacionado diretamente com os avanços da eletrônica. A invenção da válvula em 1904, estabeleceu um marco para o inicio e a viabilização da construção de um computador. Posteriormente, em 1947 com a invenção do transistor, cujo o material utilizado é baseado em semicondutores como o silício, estabeleceram um novo padrão para eletrônica, os circuitos eletrônicos foram significativamente diminuídos e sua confiabilidade aumentada. Os avanços continuaram e surgiu o circuito integrado (1959), que pode reunir numa pequena pastilha de silício do tamanho de uma unha, por exemplo, milhões

16 8 de transistores. O surgimento do circuito integrado, também chamado de chip, viabilizou o surgimento da microinformática e consequentemente de todo o avanço que vivemos hoje. É importante salientar que as técnicas de fabricação do circuito integrado, desde a sua invenção até hoje, sofrem constantes avanços no sentido de se poder colocar no mesmo espaço físico mais transistores. Portanto, podemos concluir que o computador eletrônico evolui e é o que é hoje graças a invenção dos seguintes componentes: válvulas, transistores e circuitos integrados. A válvula eletrônica hoje é um componente obsoleto e aplicada em casos específicos. (a) (b) (c) Figura 2.2 (a) Circuito Integrado, (b) transistor e (c) válvula 2.4 Alguns fatos históricos Wilhelm Schickard construi uma calculadora mecânica, baseada em rodas dentadas capaz de multiplicar. Sua existência tornou-se conhecida apenas em Essa máquina multiplicava através do método de somas sucessivas Calculadora mecânica de Blaise Pascal, constituída de rodas dentadas, simulava o funcionamento do ábaco, e realizava operações de soma e subtração Calculadora universal, pelo alemão Gottfried W. Von Leibnitz. Esta máquina é um aprimoramento da máquina de Pascal e realizava soma, subtração, multiplicação, divisão e raíz quadrada.

17 Joseph Marie Jackuard construiu um tear automático com entrada de dados através de cartões perfurados para controlar a confecção dos tecidos e seus desenhos. Podemos considerá-la a primeira máquina mecânica programada Máquina analítica diferencial, projetada por Charles Babbage, semelhante ao computador atual, pois dispunha de programa, memória, unidade de controle e dispositivos de entrada e saída. A idéia surgiu da necessidade de se realizar automaticamente tabelas de logaritmos e funções trigonométricas. Devido a deficiências tecnológicas da época essa máquina não chegou a ser fabricada. Por esse projeto, Babbage é considerado o Pai da Informática Condessa de Lovelace - Lady Ada Byron faz os primeiros estudos sobre aritmética binária George Boole, inglês, desenvolveu a teoria da álgebra de boole que permitiu o desenvolvimento da teoria dos circuitos lógicos 1880/90 Herman Hollerith constrói sua Máquina de Recenseamento ou Tabuladora que foi capaz de reduzir em até três vezes o trabalho manual. Atuou no censo dos EUA em William Burroughs, iniciou a produção de uma máquina de calcular mecânica pioneira, a qual imprimia as parcelas e resultados. Ele foi o fundador da Burroughs Company e mais tarde, uniu-se à UNIVAC para formar, no final de 1986 a Unisys Herman Hollerith e Thomas Watson fundam a IBM MIT, primeiro computador analógico para resolver equações diferenciais simples, por Vannevar Bush Alan M. Turing, matemático inglês, desenvolve a teoria de uma máquina capaz de resolver qualquer problema computável, denominada máquinas de Turing MARK I projetado por Howard H. Aiken da Universidade de Harvard que desenvolve a idéia de Babbage junto com cientistas de seu departamento e engenheiros da IBM. Como resultado construíram o primeiro computador eletro-mecânico baseado em relês e engrenagens. Este computador acabou de ser construído em Essa máquina funcionou por pouco tempo, pois o desenvolvimento dos computadores eletrônicos fez com que esses caíssem logo em desuso. 1937/42 Projeto do primeiro computador eletrônico do mundo, o ABC (Atanasoft Berry Computer). O projeto não foi concluído, e portanto, abandonado em /46 ENIAC (Electronic Numeric Integrator And Calculator), criados por John W. Mauchly e J. Presper Eckert Jr. O ENIAC ocupava mais de 170 m2, pesava 30 toneladas e funcionava com válvulas, capacitores, além de milhares de resistores e relés, os quais consumiam cerca de watts para executar 5000 adições ou subtrações por segundo. ENIAC (Electronic Numeric Integrator And Calculator). Neste mesmo período foi desenvolvido outro grande computador, o Colossus, que disputa com o ENIAC o título de primeiro computador eletrônico construído. O ENIAC foi desativado em Dr. John von Newmann desenvolve a idéia de programa interno e descreve o fundamento teórico da construção de um computador eletrônico. Suas idéias e conceitos são utilizados até hoje pelos computadores e microcomputadores recém lançados UNIVAC-I, o primeiro computador comercial - já utilizava fitas magnéticas IBM 650, maior sucesso comercial da década de 50.

18 Inicia o uso de discos magnéticos para o armazenamento de dados no computador PET 2001, pela Commodore, lançado o primeiro microcomputador pessoal do mundo Lançamento pela IBM, da sua linha de microcomputadores o IBM-PC. 2.5 Gerações de Computadores Figura ENIAC Os projetos realizados na década de 40, os protótipos testados e consequentemente um aprimoramento e teste das diversas teorias somado as invenções na área de eletrônica possibilitaram o surgimento dos computadores eletrônicos. A classificação por gerações dos computadores tem seu marco nessa época. Existe um consenso na definição das três primeiras gerações, a quarta e quinta geração não existe consenso sobre a existência ou não, para alguns estamos ainda na terceira geração e para outros já estamos na quinta geração. Para efeito de

19 11 estudos consideraremos como quatro gerações. A divergência entre quantidades de gerações é provocada pelo grau de importância quanto as constantes escalas de integração dos circuitos integrados. Uma coisa é certa, quanto mais transistores puderem ser acrescentados num circuito integrado, menor, melhor e mais rápido será o computador, da mesma forma novas funções serão viabilizadas para seu uso Primeira Geração (1942/51 a 1959). Tecnologia de válvulas eletrônicas;. Dispositivos de entrada/saída primitivos;. Programação do computador somente por linguagem de máquina;. Baixa confiabilidade;. Grande gasto de energia;. Grande calor produzido;. Exemplos de computador desta época: UNIVAC I, IBM 650 e EDVAC Segunda Geração (1959 a 1965). A válvula é substituída pelo transistor. O transistor era 100 vezes menor que a válvula e não precisava de aquecimento;. Consumia menos energia;. Mais rápido e confiável;. Exemplos de computador desta época: IBM 1401 e IBM Inicio do processamento em tempo real (1960);. Surgimento dos discos magnéticos (1962);. Surge a DEC - Digital Equipament Corporation, que lança os primeiros computadores de pequeno porte com sucesso comercial. O PDP-5 foi o primeiro microcomputador produzido comercialmente e o PDP-8, o primeiro com sucesso comercial Terceira Geração (1965 a 1975??). Tecnologia baseada em circuitos integrados (CI). Muito mais confiáveis e menores;. Mais compactos e mais rápidos pela proximidade dos circuitos eletrônicos;. Baixíssimo consumo de energia;. Menor custo;. Constante evolução nas escalas de integração dos C.I. (circuitos integrados) - SSI e MSI (pequena e média escala de integração);. Surgimento de linguagens de programação de mais alto nível;. Sistemas Operacionais para uso em timesharing (tempo compartilhado - possibilidade de diversos usuários compartilharem o mesmo computador ao mesmo tempo, este termo e conceitos de sistemas operacionais serão melhores estudados no capítulo sobre Sistemas

20 12 Operacionais);. Utilização de memória virtual (veja capítulo sobre sistemas operacionais); Quarta Geração (1975 -???). Maior escala de integração nos circuitos integrados;. Mais compactos;. Surgimento do CRAY;. Surgimento tecnologia RISC;. Processamento paralelo;. Habilidade de realizar tarefas de inteligência artificial; 2.6 Evolução do Software Durante as três primeiras décadas da era do computador, o principal desafio era desenvolver um hardware que reduzisse o custo de processamento e armazenagem de dados. Ao longo da década de 1980, avanços na microeletrônica resultaram em maior poder de computação e custos cada vez menores. O principal desafio daqui para frente é melhorar a qualidade e reduzir o custo de soluções baseadas em computador - soluções que são implementadas com software, ou seja, programa de computador. No início os primeiros computadores, como o ENIAC, eram programados por meio de fios. Mais tarde, com os conceitos de programa armazenado de Von Neumann, os equipamentos passaram a permitir a programação em linguagem de máquina. Já na década de 50, no final da época dos computadores de primeira geração, foram introduzidas as linguagens simbólicas - o assembler. O que podemos notar é que a medida que os computadores foram ficando mais potentes, surgiram diversas linguagens de computador que foram facilitando a programação dos mesmos. O software tal como conhecemos hoje é resultado de evoluções contínuas provocadas pelo desenvolvimento do hardware e pelo aprimoramento das técnicas de desenvolvimento do software Alguns fatos históricos do software 1945/50 - Linguagem de máquina 1950/55 - Assembler - linguagem simbólica FORTRAN COBOL - linguagem comercial, usada até os dias de hoje BASIC - Criada com o objetivo de ser usada no ensido de informática A IBM revoluciona a comercialização de computadores, separando custos de hardware e de software PASCAL

21 /74 - Sistema operacional UNIX e linguagem C Surgimento da Microsoft MS-DOS (sistema operacional da Microsoft) e Dbase (gerenciador de banco de dados para microcomputadores) Windows Windows Windows Windows Etapas da evolução do software Primeiros anos: Software desenvolvido sobre medida e específico para um computador; Orientação batch - ou seja, execução por tarefas, o computador executava um programa por vez. Atualmente: Sistemas gráficos; Software com interfaces amigáveis; Grande uso de redes de computadores; Disseminação do uso da informática; Internet - a grande rede mundial que está revolucionando as comunicações; Software como produto de prateleira em diversas lojas comerciais. 2.7 História no Brasil Alguns marcos importantes no Brasil: Instalação do primeiro computador, o B 205 da Burroughs na PUC-RJ; Montado o primeiro computador no Brasil - IBM 1401; Criado a SEI - Secretaria especial de Informática Fim da reserva de mercado para informática 2.8 Reserva de Mercado de Informática no Brasil (década de 80 até 1992) Surgiu com o objetivo principal de proteger o mercado nacional de informática, a fim de se desenvolver tecnologia própria. O objetivo não foi cumprido. As pesquisas e o auto-desenvolvimento tecnológico não aconteceu como o esperado e muitas empresas adotaram práticas de pirataria. Como conseqüência, o país e principalmente as empresas nacionais, se defasaram tecnologicamente, o que gerou grandes dificuldades para várias empresas (pós abertura

Introdução à Computação

Introdução à Computação Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Engenharia de Computação e Automação Introdução à Computação DCA0800 - Algoritmos e Lógica de Programação Heitor Medeiros 1 Informática x Computação

Leia mais

INFORMÁTICA HISTÓRIA DA INFORMÁTICA 1º PD PROFESSOR

INFORMÁTICA HISTÓRIA DA INFORMÁTICA 1º PD PROFESSOR INFORMÁTICA HISTÓRIA DA INFORMÁTICA 1º PD PROFESSOR Nelson Fabbri Gerbelli O que é informática? INFORMAÇÃO TECNOLOGIA INFORMÁTICA INFORmação automática 2 ÁBACO Na China, 3000 anos antes de Cristo, surgiu

Leia mais

Fundamentos e Suporte de Computadores. Professora Monalize

Fundamentos e Suporte de Computadores. Professora Monalize Fundamentos e Suporte de Computadores Professora Monalize COMPUTADOR DIGITAL é um equipamento eletrônico que processa dados usando programas, podendo ser dividido em: HARDWARE : parte "física, é o equipamento

Leia mais

AULA 01 INTRODUÇÃO. Eduardo Camargo de Siqueira CIRCUITOS DIGITAIS Engenharia de Computação

AULA 01 INTRODUÇÃO. Eduardo Camargo de Siqueira CIRCUITOS DIGITAIS Engenharia de Computação AULA 01 INTRODUÇÃO Eduardo Camargo de Siqueira CIRCUITOS DIGITAIS Engenharia de Computação O COMPUTADOR O homem sempre procurou máquinas que o auxiliassem em seu trabalho. O computador é consciente, trabalhador,

Leia mais

ARQUITETURA DE COMPUTADORES - 1866

ARQUITETURA DE COMPUTADORES - 1866 1 Introdução: Um computador é uma máquina (conjunto de partes eletrônicas e eletromecânicas) capaz de sistematicamente coletar, manipular e fornecer resultados da manipulação de dados para um ou mais objetivos.

Leia mais

Microinformática - História da computação. Jeronimo Costa Penha SENAI - CFP/JIP

Microinformática - História da computação. Jeronimo Costa Penha SENAI - CFP/JIP Microinformática - História da computação Jeronimo Costa Penha SENAI - CFP/JIP Conhecer a história nos traz uma melhor visão das coisas que fazemos: Como elas aconteceram Como evoluíram até o que são hoje

Leia mais

Calculadoras Mecânicas

Calculadoras Mecânicas ARQUITETURA E ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES Evolução e Desempenho de Computadores 1ª Calculadora - séc. V a.c Muitos povos da antiguidade utilizavam o ábaco para a realização de cálculos do dia a dia, principalmente

Leia mais

Informática, Internet e Multimídia. Profa. Késsia R. C. Marchi

Informática, Internet e Multimídia. Profa. Késsia R. C. Marchi Informática, Internet e Multimídia Profa. Késsia R. C. Marchi Informática - Origem Para auxiliar a contar, nossos antepassados usavam pedras... Cálculo deriva do latim calculus (pedra) Information Automatique

Leia mais

Cursos de Computação. Sistemas Operacionais. Prof. M.Sc. Sérgio Teixeira. Aula 01 - História e Funções dos Sistemas Operacionais

Cursos de Computação. Sistemas Operacionais. Prof. M.Sc. Sérgio Teixeira. Aula 01 - História e Funções dos Sistemas Operacionais Cursos de Computação Sistemas Operacionais Prof. M.Sc. Sérgio Teixeira Aula 01 - História e Funções dos Sistemas Operacionais Visão do Sistema Operacional programadores e analistas usuários programas,

Leia mais

Unidade Central de Processamento Organização da UCP Execução de instruções em paralelo ("pipeline") Execução de programas

Unidade Central de Processamento Organização da UCP Execução de instruções em paralelo (pipeline) Execução de programas http://www.ic.uff.br/~debora/fac! Dar noções iniciais dos componentes básicos de um sistema de computador, assim também como conceitos fundamentais necessários para a manipulação de informação dentro do

Leia mais

INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO

INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO Heleno Pontes Bezerra Neto (helenopontes@lccv.ufal.br) 1. Introdução 1.1. Motivação 1.2 Histórico e Desenvolvimento dos Computadores 1.3. Organização dos Computadores 1. INTRODUÇÃO

Leia mais

Arquitetura e Organização de Computadores

Arquitetura e Organização de Computadores Arquitetura e Organização de Computadores Aula 01 Tecnologias e Perspectiva Histórica Edgar Noda Pré-história Em 1642, Blaise Pascal (1633-1662) construiu uma máquina de calcular mecânica que podia somar

Leia mais

INFORMÁTICA APLICADA À ADMINISTRAÇÃO I

INFORMÁTICA APLICADA À ADMINISTRAÇÃO I CEAP CENTRO DE ENSINO SUPERIOR ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS Surgimento da Informática INFORMÁTICA APLICADA À ADMINISTRAÇÃO I Unidade I Prof Célio Conrado www.celioconrado.com celio.conrado@gmail.com Já nos

Leia mais

Histórico dos Computadores

Histórico dos Computadores Histórico dos Computadores O mais antigo equipamento para cálculo foi o ábaco (Fig. 1), que era um quadro com arruelas móveis, dispostas em arames paralelos, tendo, portanto, um mecanismo simples. Surgido

Leia mais

Introdução à Computação: História dos computadores

Introdução à Computação: História dos computadores Introdução à Computação: História dos computadores Ricardo de Sousa Bri.o rbri.o@ufpi.edu.br DIE- UFPI 2004 by Pearson Education Objetivos Aprender sobre a história dos computadores. 2004 by Pearson Education

Leia mais

AULA 01 CONCEITOS BÁSICOS DE PROGRAMAÇÃO. Eduardo Camargo de Siqueira INFORMÁTICA APLICADA TÉCNICO EM ELETRÔNICA

AULA 01 CONCEITOS BÁSICOS DE PROGRAMAÇÃO. Eduardo Camargo de Siqueira INFORMÁTICA APLICADA TÉCNICO EM ELETRÔNICA AULA 01 CONCEITOS BÁSICOS DE PROGRAMAÇÃO Eduardo Camargo de Siqueira INFORMÁTICA APLICADA TÉCNICO EM ELETRÔNICA CURIOSIDADE 2 O COMPUTADOR O homem sempre procurou máquinas que o auxiliassem em seu trabalho.

Leia mais

- Aula 2 ESTÁGIOS DA EVOLUÇÃO DA ARQUITETURA DOS COMPUTADORES

- Aula 2 ESTÁGIOS DA EVOLUÇÃO DA ARQUITETURA DOS COMPUTADORES - Aula 2 ESTÁGIOS DA EVOLUÇÃO DA ARQUITETURA DOS COMPUTADORES 1. INTRODUÇÃO Centenas de tipos diferentes de computadores foram projetados e construídos ao longo do ciclo evolutivo dos computadores digitais.

Leia mais

Formação Modular Certificada. Arquitetura interna do computador. História dos computadores UFCD - 0769. Joaquim Frias

Formação Modular Certificada. Arquitetura interna do computador. História dos computadores UFCD - 0769. Joaquim Frias Formação Modular Certificada Arquitetura interna do computador História dos computadores UFCD - 0769 Joaquim Frias O Ábaco Surgiu à cerca de 5000 anos na Ásia e ainda se encontra em uso Foi o primeiro

Leia mais

Tecnologia da Administração Computador: origem, funcionamento e componentes básicos Parte I Sumário Introdução Origem Funcionamento Componentes Básicos Referências Introdução O objetivo deste material

Leia mais

O Computador. Conceito

O Computador. Conceito O Computador Conceito É uma máquina eletrônica de processamentos de dados programável, com grande capacidade de armazenamento de dados associado a altíssimas velocidades de processamento. Contudo, esta

Leia mais

Evolução dos Computadores

Evolução dos Computadores Evolução dos Computadores Campus Cachoeiro Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Arquitetura e Organização de Computadores Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Geração Zero 1. Computação primitiva

Leia mais

História da Computação

História da Computação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sergipe IFS Campus Glória Professora: Jamille Madureira Informática Básica História da Computação Os pastores da antiguidade contavam suas ovelhas usando

Leia mais

Informática Instrumental Aula 1. Prof. Msc. Fernando Nakayama de Queiroz

Informática Instrumental Aula 1. Prof. Msc. Fernando Nakayama de Queiroz Informática Instrumental Aula 1 Prof. Msc. Fernando Nakayama de Queiroz Ementa da disciplina 1. Apresentação do sistema operacional windows e linux; 2. Aprendendo a operar o teclado e principais teclas

Leia mais

Organização de Computadores I

Organização de Computadores I Departamento de Ciência da Computação - UFF Objetivos Organização de Computadores I Profa. Débora Christina Muchaluat Saade debora@midiacom.uff.br http://www.ic.uff.br/~debora/orgcomp Dar noções iniciais

Leia mais

EVOLUÇÃO DOS COMPUTADORES

EVOLUÇÃO DOS COMPUTADORES EVOLUÇÃO DOS COMPUTADORES 1951/1959 - Computadores de primeira geração Circuitos eletrônicos e válvulas Uso restrito Precisava ser reprogramado a cada tarefa Grande consumo de energia Problemas devido

Leia mais

Gerações de Computadores. INF005 - Arquitetura de Computadores e Software Básico Aula 3 Flávia Maristela (flavia@flaviamaristela.

Gerações de Computadores. INF005 - Arquitetura de Computadores e Software Básico Aula 3 Flávia Maristela (flavia@flaviamaristela. Gerações de Computadores INF005 - Arquitetura de Computadores e Software Básico Aula 3 Flávia Maristela (flavia@flaviamaristela.com) Como é formado o meu computador? Computador = hardware + software 1ª

Leia mais

Fundamentos da Informática. História dos Computadores Prof. Hélder Almeida www.helderalmeida.com.br

Fundamentos da Informática. História dos Computadores Prof. Hélder Almeida www.helderalmeida.com.br Fundamentos da Informática História dos Computadores Prof. Hélder Almeida www.helderalmeida.com.br História da Computação Hoje em dia, os computadores estão presentes em nossa vida de uma forma nunca vista

Leia mais

A Evolução dos Sistemas Operacionais

A Evolução dos Sistemas Operacionais Capítulo 3 A Evolução dos Sistemas Operacionais Neste capítulo, continuaremos a tratar dos conceitos básicos com a intensão de construirmos, agora em um nível mais elevado de abstração, o entendimento

Leia mais

Arquitetura de Computadores. AULA 1 Introdução

Arquitetura de Computadores. AULA 1 Introdução Arquitetura de Computadores AULA 1 Introdução Adaptação do material desenvolvido pelo Profs. Eduardo Moresi e Edilson Ferneda UCB - DF Histórico Sumário Computadores Mecânicos Computadores Eletrônicos

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL 1 O ábaco romano O ábaco chinês Dispositivo de calcular frequentemente construído como um quadro de madeira com contas que deslizam sobre fios. Esteve em uso séculos antes da adoção do sistema de numeração

Leia mais

ARQUITETURA E ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES. Prof. André Dutton

ARQUITETURA E ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES. Prof. André Dutton ARQUITETURA E ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES Prof. André Dutton EMENTA: Conceitos fundamentais e histórico da ciência da computação; Histórico dos computadores, evolução e tendências; Modalidades de computadores

Leia mais

Introdução a Computação. A Primeira Geração. A Segunda Geração. Geração dos Computadores. Geração dos Computadores. Geração de Computadores

Introdução a Computação. A Primeira Geração. A Segunda Geração. Geração dos Computadores. Geração dos Computadores. Geração de Computadores Introdução a Computação Geração de Computadores 1ª Geração: 1950 Circuitos eletrônicos a Válvulas Operações Internas em Milissegundos Programados em Linguagem de Máquina 1 2 A Primeira Geração O UNIVAC

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE

ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE 1 OBJETIVOS 1. Qual é a capacidade de processamento e armazenagem que sua organização precisa para administrar suas informações e transações empresariais?

Leia mais

Introdução à Computação

Introdução à Computação Introdução à Computação Licenciatura em Computação Prof. Adriano Avelar Site: www.adrianoavelar.com Email: eam.avelar@gmail.com História do Computador O que é um computador? Quem o inventou? História do

Leia mais

Fundamentos de Informática 1ºSemestre

Fundamentos de Informática 1ºSemestre Fundamentos de Informática 1ºSemestre Aula 1 Prof. Nataniel Vieira nataniel.vieira@gmail.com SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS Uma abordagem inicial... o

Leia mais

Elisa Maria Pivetta Cantarelli. PDF created with pdffactory Pro trial version www.pdffactory.com

Elisa Maria Pivetta Cantarelli. PDF created with pdffactory Pro trial version www.pdffactory.com Universidade Federal de Santa Maria Colégio Agrícola de Frederico Westphalen Conceitos básicos Elisa Maria Pivetta Cantarelli A informática, que torna a INFORmação automática, não deve intimidar. Computador

Leia mais

Controladores Lógicos Programáveis (CLPs)

Controladores Lógicos Programáveis (CLPs) Controladores Lógicos Programáveis (CLPs) A UU L AL A Uma empresa fabrica clipes em três tamanhos: grande, médio e pequeno. Seus clientes consomem os produtos dos três tamanhos, mas a empresa nunca conseguiu

Leia mais

Princípios de Informática CONCEITOS BÁSICOS DE INFORMÁTICA

Princípios de Informática CONCEITOS BÁSICOS DE INFORMÁTICA Princípios de Informática CONCEITOS BÁSICOS DE INFORMÁTICA Conteúdo 1. O que é informática?...3 2. O Computador...3 2.1 Conceito...3 2.2 Histórico...3 2.3 Gerações...5 3. Organização dos Computadores...6

Leia mais

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras. A Tecnologia da Informação no contexto Organizacional. Tecnologia. Tecnologia. Tecnologia 29/07/2009

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras. A Tecnologia da Informação no contexto Organizacional. Tecnologia. Tecnologia. Tecnologia 29/07/2009 Núcleo de Pós Graduação Pitágoras A Tecnologia da Informação no contexto Organizacional MBA Gestão em TI Disciplina: Administração de Suporte e Automação Professor: Fernando Zaidan Agosto - 2009 Tecnologia

Leia mais

Sistemas e Sistemas de Informação

Sistemas e Sistemas de Informação Sistemas e Sistemas de Informação 1) Defina pensamento sistêmico. É pensar na empresa como um sistema. A empresa não é vista como um conjunto de partes independentes, buscando alcançar objetivos isolados,

Leia mais

1. Histórico e Evolução dos Computadores

1. Histórico e Evolução dos Computadores Faculdade UNIREAL Centro Educacional de Ensino Superior de Brasília 1. Histórico e Evolução dos Computadores A evolução da Informática O computador que conhecemos hoje é uma máquina programável que processa

Leia mais

Introducão à Informática: Histórico e Evolução

Introducão à Informática: Histórico e Evolução Universidade Federal do Rio Grande do Norte Centro de Tecnologia Departamento de Computação e Automação Introducão à Informática: Professor Responsável: Luiz Affonso Henderson Guedes de Oliveira Prof.

Leia mais

Softwares de Sistemas e de Aplicação

Softwares de Sistemas e de Aplicação Fundamentos dos Sistemas de Informação Softwares de Sistemas e de Aplicação Profª. Esp. Milena Resende - milenaresende@fimes.edu.br Visão Geral de Software O que é um software? Qual a função do software?

Leia mais

Tópicos da aula. Histórico e Evolução dos Computadores. Noções Básicas de Arquitetura de Computadores

Tópicos da aula. Histórico e Evolução dos Computadores. Noções Básicas de Arquitetura de Computadores Tópicos da aula Introdução Histórico e Evolução dos Computadores Noções Básicas de Arquitetura de Computadores Características gerais dos componentes de um computador digital Objetivos da aula Complementar

Leia mais

INFORMÁTICA. Prof. Rafael FernandoZimmermann

INFORMÁTICA. Prof. Rafael FernandoZimmermann INFORMÁTICA Prof. Rafael FernandoZimmermann E-mail e MSN: rafael@portalrz.com.br Site: www.portalrz.com.br Blog: rafael.portalrz.com.br Facebook: www.facebook.com/rfzimmermann82 Twitter: www.twitter.com/rfzimmermann

Leia mais

Informática Aplicada

Informática Aplicada Informática Aplicada Prof. Walteno Martins Parreira Jr www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo.com 2013 Definindo Informática A Informática engloba toda atividade relacionada ao desenvolvimento

Leia mais

Disciplina de Informática. Profª. Me. Valéria Espíndola Lessa lessavaleria@gmail.com Valeria-lessa@uergs.edu.br

Disciplina de Informática. Profª. Me. Valéria Espíndola Lessa lessavaleria@gmail.com Valeria-lessa@uergs.edu.br Disciplina de Informática Profª. Me. Valéria Espíndola Lessa lessavaleria@gmail.com Valeria-lessa@uergs.edu.br 1 O que é Informática? Informática A Informática nasceu da ideia de auxiliar o homem nos trabalhos

Leia mais

Parte 01. Fundamentos de Arquitetura de Computadores. Prof. Pedro Neto

Parte 01. Fundamentos de Arquitetura de Computadores. Prof. Pedro Neto Parte 01 Fundamentos de Arquitetura de Computadores Prof. Pedro Neto Aracaju Sergipe - 2011 Conteúdo 1. Introdução i. Definição de Computador ii. Máquina Multinível iii. Evolução do Computador Histórico

Leia mais

Lista de Exercícios Introdução à Informática

Lista de Exercícios Introdução à Informática Lista de Exercícios Introdução à Informática Histórico e Evolução da Computação 1. Cite alguns problemas que o uso de válvulas provocava nos computadores de 1ª geração. 2. O que diferencia os computadores

Leia mais

ARQUITETURA DE COMPUTADORES

ARQUITETURA DE COMPUTADORES ARQUITETURA DE COMPUTADORES Profa. Rita Rodorigo PARTE 1 2010 1 1- Introdução Computador é uma máquina composta de partes eletrônicas e eletromecânicas, capaz de coletar, manipular, transformar dados sistematicamente

Leia mais

Prof. Antonio Torres antonioctorres@gmail.com @_antonioctorres. Fundamentos de Sistemas Operacionais UNIP/2015

Prof. Antonio Torres antonioctorres@gmail.com @_antonioctorres. Fundamentos de Sistemas Operacionais UNIP/2015 Prof. Antonio Torres antonioctorres@gmail.com @_antonioctorres Fundamentos de Sistemas Operacionais UNIP/2015 Disciplinas FUNDAMENTOS DE SISTEMAS OPERACIONAIS Horários Quarta-feira Fundamentos de Sistemas

Leia mais

Disciplina: Introdução à informática Profª Érica Barcelos

Disciplina: Introdução à informática Profª Érica Barcelos Disciplina: Introdução à informática Profª Érica Barcelos CAPÍTULO 3 1. ARQUITETURA DO COMPUTAÇÃO- SOFTWARE Vimos nos capítulos anteriores que durante muitas décadas vários projetos foram realizados para

Leia mais

Informática. Prof. Macêdo Firmino. Macêdo Firmino (IFRN) Informática Setembro de 2011 1 / 25

Informática. Prof. Macêdo Firmino. Macêdo Firmino (IFRN) Informática Setembro de 2011 1 / 25 Informática Prof. Macêdo Firmino Introdução a Informática Macêdo Firmino (IFRN) Informática Setembro de 2011 1 / 25 O Que é um Computador? É uma máquina composta de um conjunto de partes eletrônicas e

Leia mais

Processamento de Dados. A Evolução dos Computadores

Processamento de Dados. A Evolução dos Computadores Processamento de Dados Antigamente, alguns povos utilizavam pedras, conchas e ábacos para a realização de cálculos. Procurando agilizar a elaboração de cálculos, diversos dispositivos foram inventados...

Leia mais

História da Informática. Prof. Bruno Crestani Calegaro

História da Informática. Prof. Bruno Crestani Calegaro História da Informática Prof. Bruno Crestani Calegaro Roteiro Introdução Pré-História A evolução dos computadores Cronologia Vídeos Atividade prática Introdução Os computadores estão presentes no dia-a-dia

Leia mais

Informática Básica. Prof. Dr. Charlie Antoni Miquelin

Informática Básica. Prof. Dr. Charlie Antoni Miquelin Informática Básica Prof. Dr. Charlie Antoni Miquelin A Evolução da Informática Prof. Dr. Charlie Antoni Miquelin A informática 1962, na França. info = informação matique = automática informatique = informação

Leia mais

Introdução INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO M. Sistema Computacional. Máquina Virtual. Solução 8/10/10. O problema de comunicação humanocomputador

Introdução INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO M. Sistema Computacional. Máquina Virtual. Solução 8/10/10. O problema de comunicação humanocomputador Introdução INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO M M.Sc. Ricardo de Sousa Britto (rbritto@ufpi.edu.br) Computador: Máquina programável, de propósito geral, que processa informação. Programa: Seqüência de instruções

Leia mais

1 - Processamento de dados

1 - Processamento de dados Conceitos básicos sobre organização de computadores 2 1 - Processamento de dados O que é processamento? O que é dado? Dado é informação? Processamento é a manipulação das informações coletadas (dados).

Leia mais

Informática, Internet e Multimídia

Informática, Internet e Multimídia Informática, Internet e Multimídia 1 TIPOS DE COMPUTADOR Netbook Notebook Computador Pessoal 2 Palmtop / Handheld Mainframe TIPOS DE COMPUTADOR Computador Pessoal O Computador Pessoal (PC Personal Computer),

Leia mais

Figura 1: Ábaco: considerado a primeira ferramenta em computação.

Figura 1: Ábaco: considerado a primeira ferramenta em computação. Introdução à ciência da computação Aula 1: A maioria dos autores considera que, a primeira ferramenta para a computação foi o ábaco. Este instrumento, que hoje conhecemos como pedras polidas enfileiradas

Leia mais

Aula 02. Histórico da Evolução dos Computadores. Prof. Dr. Dilermando Piva Jr.

Aula 02. Histórico da Evolução dos Computadores. Prof. Dr. Dilermando Piva Jr. 02 Aula 02 Histórico da Evolução dos Computadores Prof. Dr. Dilermando Piva Jr. Site Disciplina: http://fundti.blogspot.com.br/ Ao IBM zenterprise 196 ou TRexx 2000 dc. Do Ábaco 3500 ac. A Primeira forma

Leia mais

Conceitos Básicos sobre Sistema de Computação

Conceitos Básicos sobre Sistema de Computação Conceitos Básicos sobre Sistema de Computação INFORMÁTICA -É Ciência que estuda o tratamento automático da informação. COMPUTADOR Equipamento Eletrônico capaz de ordenar, calcular, testar, pesquisar e

Leia mais

1. CAPÍTULO COMPUTADORES

1. CAPÍTULO COMPUTADORES 1. CAPÍTULO COMPUTADORES 1.1. Computadores Denomina-se computador uma máquina capaz de executar variados tipos de tratamento automático de informações ou processamento de dados. Os primeiros eram capazes

Leia mais

Gênese o começo de tudo... Gênese o começo de tudo... Gênese o começo de tudo... Gênese o começo de tudo... Ábaco (cerca de 3000 a.c.

Gênese o começo de tudo... Gênese o começo de tudo... Gênese o começo de tudo... Gênese o começo de tudo... Ábaco (cerca de 3000 a.c. Introdução Evolução da Informática Aula 2: A Origem da Informática Origem da Informática Preocupação do homem: Minimizar tarefas repetitivas; Eliminar atividades rotineiras Ânsia de realização Conseqüências:

Leia mais

PROCESSAMENTO DE DADOS 15/08

PROCESSAMENTO DE DADOS 15/08 PROCESSAMENTO DE DADOS 15/08 Coletar Informática Armazenar Disseminar Dados DADOS Elementos conhecidos de um problema INFORMAÇÃO Um conjunto estruturado de dados transmitindo conhecimento. Novas Tecnologias

Leia mais

Fundamentos da Informática

Fundamentos da Informática 1 PROCESSAMENTO DE DADOS I - FUNDAMENTOS A) CONCEITO DE INFORMÁTICA - é a ciência que estuda o tratamento automático e racional da informação. B) PROCESSAMENTO DE DADOS 1) Conceito Processamento de dados

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Faculdade de Computação Curso de Introdução à Informática Prof: Anilton Joaquim da Silva / Ezequiel Roberto Zorzal

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Faculdade de Computação Curso de Introdução à Informática Prof: Anilton Joaquim da Silva / Ezequiel Roberto Zorzal UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Faculdade de Computação Curso de Introdução à Informática Prof: Anilton Joaquim da Silva / Ezequiel Roberto Zorzal AULA Informática: Aplicações e Benefícios Advocacia

Leia mais

Laudon & Laudon Essentials of MIS, 5th Edition. Pg. 6.1

Laudon & Laudon Essentials of MIS, 5th Edition. Pg. 6.1 Laudon & Laudon Essentials of MIS, 5th Edition. Pg. 6.1 6 OBJETIVOS OBJETIVOS ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE 6.1 2003 by Prentice Hall Qual é a capacidade de processamento e armazenagem

Leia mais

Laboratório de Sistemas Operacionais. Prof. Fernando Nakayama de Queiroz

Laboratório de Sistemas Operacionais. Prof. Fernando Nakayama de Queiroz Laboratório de Sistemas Operacionais Prof. Fernando Nakayama de Queiroz Uma definição! É uma camada de software que opera entre o hardware e os programas aplicativos voltados ao usuário final. Mais uma!

Leia mais

2.1. Breve Histórico. Joseph Marie Jacquard, técnico de tecelagem francês, criou o tear automático controlado por cartões perfurados, em 1801.

2.1. Breve Histórico. Joseph Marie Jacquard, técnico de tecelagem francês, criou o tear automático controlado por cartões perfurados, em 1801. 2.1. Breve Histórico O Ábaco, um instrumento para auxiliar nos cálculos, foi inventado por volta do ano 2000 A.C. Conhecido em chinês como Suanpan e em japonês como Soroban, ainda é muito utilizado nos

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação I

Administração de Sistemas de Informação I Administração de Sistemas de Informação I Prof. Farinha Aula 02 Hardware e Software Sistemas de Informação Baseados no Computador - CBIS PROCEDIMENTOS PESSOAS HARDWARE SOFTWARE BANCO DE DADOS TELECOMUNICAÇÕES

Leia mais

A História do Computador. Linguagem de Programação Rone Ilídio/ Natã Goulart UFSJ - CAP

A História do Computador. Linguagem de Programação Rone Ilídio/ Natã Goulart UFSJ - CAP A História do Computador Linguagem de Programação Rone Ilídio/ Natã Goulart UFSJ - CAP Origem da Palavra Computador (século XIX) pessoa com função de fazer contas e resolver problemas com número Termo

Leia mais

Sistemas Operacionais

Sistemas Operacionais Sistemas Operacionais Aula 01 - Introdução Edirlei Soares de Lima O que é um sistema operacional? Um computador moderno consiste em: Um ou mais processadores; Memória principal;

Leia mais

Abstrações e Tecnologias Computacionais. Professor: André Luis Meneses Silva E-mail/msn: andreluis.ms@gmail.com Página: orgearq20101.wordpress.

Abstrações e Tecnologias Computacionais. Professor: André Luis Meneses Silva E-mail/msn: andreluis.ms@gmail.com Página: orgearq20101.wordpress. Abstrações e Tecnologias Computacionais Professor: André Luis Meneses Silva E-mail/msn: andreluis.ms@gmail.com Página: orgearq20101.wordpress.com Agenda Introdução Sistemas Computacionais Arquitetura X

Leia mais

O que é Arquitetura de Computadores?

O que é Arquitetura de Computadores? O que é Arquitetura de Computadores? Forças Coordenação de um conjunto de níveis de abstração de um computador sobre um grande conjunto de forças de mudança Arquitetura de Computadores = Arquitetura de

Leia mais

Informática. A Era da Computação - Aula 1 ClevertonHentz

Informática. A Era da Computação - Aula 1 ClevertonHentz Informática A Era da Computação - Aula 1 ClevertonHentz 1 Introdução à Microinformática Histórico dos computadores, software, hardware, sistemas operacionais, etc. Softwares Orientado à Tarefas Softwares

Leia mais

SUMÁRIO. Evolução. Do passado ao presente. Futuro. Cálculos manuais Calculadoras mecânicas Máquinas eletrônicas

SUMÁRIO. Evolução. Do passado ao presente. Futuro. Cálculos manuais Calculadoras mecânicas Máquinas eletrônicas A ERA DA COMPUTAÇÃO PASSADO, PRESENTE E FUTURO Wagner de Oliveira SUMÁRIO Evolução Cálculos manuais Calculadoras mecânicas Máquinas eletromecânicas Máquinas eletrônicas Transistores Circuitos eletrônicos

Leia mais

Fundamentos de Programação I

Fundamentos de Programação I 1 Universidade Tecnológica Federal do Paraná UTFPR Campus: Campo Mourão Professor: Rafael Henrique Dalegrave Zottesso E-mail: rafaelzottesso@utfpr.edu.br Material cedido por: Prof. Luiz Arthur Sumário:

Leia mais

Organização Básica de Computadores. Memória. Memória. Memória. Memória. Memória Parte I. Computador eletrônico digital. Sistema composto por

Organização Básica de Computadores. Memória. Memória. Memória. Memória. Memória Parte I. Computador eletrônico digital. Sistema composto por Ciência da Computação Arq. e Org. de Computadores Parte I Organização Básica de Computadores Computador eletrônico digital Sistema composto por processador memória dispositivos de entrada e saída interligados.

Leia mais

Introdução a Ciência da Computação Conceitos Básicos de Sistema PROFESSORA CINTIA CAETANO

Introdução a Ciência da Computação Conceitos Básicos de Sistema PROFESSORA CINTIA CAETANO Introdução a Ciência da Computação Conceitos Básicos de Sistema PROFESSORA CINTIA CAETANO Introdução A informática é uma área que atualmente vem evoluindo muito rapidamente. A cada dia se torna mais importante

Leia mais

UNIVERSIDADE DE MOGI DAS CRUZES JOSÉ DA SILVA CONCEITOS DE INFORMÁTICA

UNIVERSIDADE DE MOGI DAS CRUZES JOSÉ DA SILVA CONCEITOS DE INFORMÁTICA UNIVERSIDADE DE MOGI DAS CRUZES JOSÉ DA SILVA CONCEITOS DE INFORMÁTICA Mogi das Cruzes, SP 2007 UNIVERSIDADE DE MOGI DAS CRUZES JOSÉ DA SILVA CONCEITOS DE INFORMÁTICA Trabalho de Conclusão de Curso apresentado

Leia mais

André Aziz (andreaziz@deinfo.ufrpe.br) Francielle Santos (francielle@deinfo.ufrpe.br)

André Aziz (andreaziz@deinfo.ufrpe.br) Francielle Santos (francielle@deinfo.ufrpe.br) André Aziz (andreaziz@deinfo.ufrpe.br) Francielle Santos (francielle@deinfo.ufrpe.br) Apresentações; A disciplina: Objetivos; Cronograma; Avaliação; O que é Computação; Breve histórico. DEINFO/UFRPE 2

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE

ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE 6 ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE OBJETIVOS Qual é a capacidade de processamento e armazenagem que sua organização precisa para administrar suas informações e transações empresariais?

Leia mais

Para existência de um sistema de informação, fazem-se necessários três componentes, são eles:

Para existência de um sistema de informação, fazem-se necessários três componentes, são eles: RESUMO Um sistema de informação é composto de três componentes, Hardware, Software e Peopleware. Para quantificar a memória do equipamento é utilizado um sistema de medida, ou seja, o byte, que significa

Leia mais

3. Arquitetura Básica do Computador

3. Arquitetura Básica do Computador 3. Arquitetura Básica do Computador 3.1. Modelo de Von Neumann Dar-me-eis um grão de trigo pela primeira casa do tabuleiro; dois pela segunda, quatro pela terceira, oito pela quarta, e assim dobrando sucessivamente,

Leia mais

RESUMO DO LIVRO. A linguagem de máquinas e o custo são analisados antes do computador ser projetado. LINGUAGEM, NÍVEIS E MÁQUINA REAIS

RESUMO DO LIVRO. A linguagem de máquinas e o custo são analisados antes do computador ser projetado. LINGUAGEM, NÍVEIS E MÁQUINA REAIS RESUMO DO LIVRO Um computador digital é uma máquina com programas que, convertidos em instruções, podem facilitar a vida das pessoas. As instruções são simples, como some dois números. As instruções são

Leia mais

Organização Básica de computadores e linguagem de montagem

Organização Básica de computadores e linguagem de montagem Organização Básica de computadores e linguagem de montagem Prof. Edson Borin 1 o Semestre de 2012 ~2400 AC Ábaco: 1 a calculadora ~500 AC Introdução do Zero, Índia antiga ~300 AC Matemático Indiano descreveu

Leia mais

Surgimento da Informática

Surgimento da Informática 1 CEAP CENTRO DE ENSINO SUPERIOR ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS INFORMÁTICA APLICADA À ADMINISTRAÇÃO I Unidade I Prof Célio Conrado www.celioconrado.com celio.conrado@gmail.com Surgimento da Informática Já

Leia mais

16/09/2012. Agenda. Introdução. Introdução. Tipos de Software (Básico) Tipos de Software. Curso Conexão Noções de Informática

16/09/2012. Agenda. Introdução. Introdução. Tipos de Software (Básico) Tipos de Software. Curso Conexão Noções de Informática Curso Conexão Noções de Informática Aula 2 Arquitetura de Computadores (Software) Agenda Introdução; Tipos de Software; Básico; Aplicativo; Livre; Proprietário. Pirataria de Software; Demos, Freewares

Leia mais

Introdução à Informática HISTÓRICO E TIPOS DE COMPUTADORES

Introdução à Informática HISTÓRICO E TIPOS DE COMPUTADORES Universidade do Contestado Campus Concórdia Curso de Engenharia Civil Prof.: Maico Petry Introdução à Informática HISTÓRICO E TIPOS DE COMPUTADORES DISCIPLINA: Informática Aplicada para Engenharia História

Leia mais

MOTAGEM E MANUTENÇÃO Hardware. Professor: Renato B. dos Santos

MOTAGEM E MANUTENÇÃO Hardware. Professor: Renato B. dos Santos MOTAGEM E MANUTENÇÃO Hardware Professor: Renato B. dos Santos 1 O computador é composto, basicamente, por duas partes:» Hardware» Parte física do computador» Elementos concretos» Ex.: memória, teclado,

Leia mais

INFORMÁTICA BÁSICA. Prof. Rafael Zimmermann

INFORMÁTICA BÁSICA. Prof. Rafael Zimmermann INFORMÁTICA BÁSICA Prof. Rafael Zimmermann 1. INFORMÁTICA É a ciência que estuda o processamento de informações. Nasceu da necessidade do homem processar informações cada vez mais complexas e com maior

Leia mais

Aula 11 27/10/2008 Universidade do Contestado UnC/Mafra Sistemas de Informação Arquitetura de Computadores Prof. Carlos Guerber PROCESSADOR INTRODUÇÃO

Aula 11 27/10/2008 Universidade do Contestado UnC/Mafra Sistemas de Informação Arquitetura de Computadores Prof. Carlos Guerber PROCESSADOR INTRODUÇÃO Aula 11 27/10/2008 Universidade do Contestado UnC/Mafra Sistemas de Informação Arquitetura de Computadores Prof. Carlos Guerber PROCESSADOR INTRODUÇÃO O processador é um dos componentes que mais determina

Leia mais

1. INTRODUÇÃO. Computador Digital: É uma máquina capaz de solucionar problemas através da execução de instruções que lhe são fornecidas.

1. INTRODUÇÃO. Computador Digital: É uma máquina capaz de solucionar problemas através da execução de instruções que lhe são fornecidas. 1. INTRODUÇÃO Computador Digital: É uma máquina capaz de solucionar problemas através da execução de instruções que lhe são fornecidas. Programa: É uma seqüência de instruções que descrevem como executar

Leia mais

Processamento de dados - Aula I

Processamento de dados - Aula I Fundamentos de computação Paulo R. S. L. Coelho paulo@facom.uuf.br Faculdade de Ciência da Computação Universidade Federal de Uberlândia Organização 1 Conceitos iniciais 2 3 Organização 1 Conceitos iniciais

Leia mais

Hardware e Software. Professor: Felipe Schneider Costa. felipe.costa@ifsc.edu.br

Hardware e Software. Professor: Felipe Schneider Costa. felipe.costa@ifsc.edu.br Hardware e Software Professor: Felipe Schneider Costa felipe.costa@ifsc.edu.br Agenda Hardware Definição Tipos Arquitetura Exercícios Software Definição Tipos Distribuição Exercícios 2 Componentesde um

Leia mais

Um computador é um dispositivo capaz de executar cálculos e tomar decisões lógicas milhões de vezes mais rápidas do que podem os seres humanos.

Um computador é um dispositivo capaz de executar cálculos e tomar decisões lógicas milhões de vezes mais rápidas do que podem os seres humanos. Do ábaco ao palmtop. Um computador é um dispositivo capaz de executar cálculos e tomar decisões lógicas milhões de vezes mais rápidas do que podem os seres humanos. O ábaco é um instrumento mecânico usado

Leia mais

Conceitos e Evolução Capítulos 1 e 2

Conceitos e Evolução Capítulos 1 e 2 Aula 2 ARQUITETURA DE COMPUTADORES Conceitos e Evolução Capítulos 1 e 2 Prof. Osvaldo Mesquita E-mail: oswaldo.mesquita@gmail.com 1/48 CONTEÚDO DA AULA Conceitos Importantes O que é arquitetura de computadores?

Leia mais

Evolução dos Computadores. O que é computação? O que é computação? Dados. Processamento. Informações

Evolução dos Computadores. O que é computação? O que é computação? Dados. Processamento. Informações Evolução dos Computadores O que é computação? Dados Processamento Informações O que é computação? PEDIDO PROCESSAMENTO Obter o formulário Posiciona-lo na máquina Ler o pedido Datilografar Retirar o formulário

Leia mais

TI no Século XXI. Cesar Bezerra Teixeira 2006

TI no Século XXI. Cesar Bezerra Teixeira 2006 TI no Século XXI Cesar Bezerra Teixeira 2006 Sumário Propósito; Histórico; Tendências Atuais; O Futuro; 2 Propósito Cesar Bezerra Teixeira 2006 3 Propósito Apresentar um histórico da TI e as tendências

Leia mais