QUARTA-FEIRA 9 ABRIL SUPLEMENTO COMERCIAL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "QUARTA-FEIRA 9 ABRIL 2014 www.imobiliario.publico.pt SUPLEMENTO COMERCIAL"

Transcrição

1 QUARTA-FEIRA 9 ABRIL SUPLEMENTO COMERCIAL BIG STOCK PHOTO Nova vaga de investimento chinês poderá vir para Portugal Com 80% dos vistos Gold atribuídos, os investidores chineses têm sido os mais dinâmicos nas compras de imobiliário para este fim e uma nova vaga de investimento poderá estar a caminho p03 Golden Visa fazem disparar preços das casas de luxo em Lisboa em 54% Em Lisboa, os preços de venda das casas no segmento mais elevado do mercado atingiram uma média de /m 2 em 2013, influenciados pelas compras para efeitos de Golden Visa, revela a Confidencial Imobiliário. O Parque das Nações é uma das zonas mais procuradas, tendo os preços crescido 78% em 2013 p04 Millennium bcp leva 63 lotes de imobiliário não residencial a leilão Os dias já estão marcados: 28 de abril no Porto e 29 de abril em Lisboa. A leilão irão 63 lotes entre lojas, escritórios e armazéns localizados em nove distritos de norte a sul do país p06 Este suplemento é parte integrante do jornal PÚBLICO e não pode ser vendido separadamente 87c9b342-28ae-4427-badb-1b56a9b2ce17

2 02 Opinião IMOBILIÁRIO 9 ABRIL 2014 As lágrimas em direto contra a conta do IMI Mercados Imobiliários: as diferentes velocidades Luís Lima Embora tendo a noção do impacto social que a fatura do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) crescentemente teria sobre grande parte da população portuguesa, tenho de confessar o choque que senti quando testemunhei, nos estúdios da Antena 1, o desabafo em lágrimas de contribuintes sem meios para pagar o IMI e sem solução para as respectivas vidas. Num cenário de elevada austeridade, a níveis contestados por especialistas de todas as sensibilidades políticas, incluindo até notáveis dos partidos que integram o Governo, as reavaliações cegas dos impostos sobre o patrimônio estão a ser duplamente injustas - pela inoportunidade do momento e pela falta de rigor sempre a prejudicar o contribuinte. Não me canso de dizer, inclusivamente a representantes da Troika, quando integrei uma delegação do sector que se avistou com eles, que a condição de proprietário de imóveis em Portugal está longe de traduzir uma realidade social semelhante à que tal condição corresponderá em muitos países da Europa rica. Ser dono de uma casa em Portugal, onde as populações foram aliciadas pelo Estado a comprar casa, com promessas de facilidades fiscais e com facilidades no acesso ao crédito bancário para habitação, ser dono de uma casa em Portugal não é um sinal exterior de riqueza como alguns pretenderão fazer crer. E como se não bastasse a gula fiscal sobre o patrimônio (mais sobre a posse do que sobre o rendimento, ao contrário do que deveria ser), o Estado esquece-se de atualizar os impostos e de aplicar índices, como o do envelhecimento dos edifícios, que fariam baixar o IMI. Para o Estado as casas não envelhecem. Este novo IMI, imposto em plena crise, agravando ainda mais a difí- cil situação de milhares de famílias portuguesas, é uma ameaça social apenas relativamente minorada no tempo pela inclusão de cláusulas de salvaguarda que atenuaram o impacto dos aumentos durante três anos. Este é precisamente o último ano da vigência de tais cláusulas, véspera do ano da explosão social que o IMI irá causar com um impacto ainda maior do que aquela que abalou o pais quando tentaram transferir para os particulares parte dos encargos das empresas em sede de Taxa Social Única (TSU). Na recente Antena Aberta dedicada a este problema, um programa da Antena 1 que dá voz aos ouvintes, ouvimos um retrato ainda inacabado desta realidade. Nessa manhã, quem sintonizou a o programa testemunhou as lágrimas incontidas de quem recebeu, em Abril, uma conta para pagar o IMI quase igual a pensão que receberá para sobreviver no mesmo mês de Abril. Para já ainda são apenas as lágrimas de desespero de gente mais indefesa, viúvas de parcos rendimentos cuja segurança e até orgulho de ter casa própria começa a desmoronar-se com a conta brutal do IMI, mas perspectivam-se seguramente outras reações mais eficazes do que lágrimas e mais próximas da revolta do que da resignação impotente. A brutal carga fiscal sobre o património construído, que no caso de imóveis para habitação própria devia ser quase só simbólica, está, tudo o indica, a gerar incumprimentos inevitáveis por parte de muitas famílias. Espero que o Estado tenha a inteligência de se conter na hora de responder a esses incumprimentos que ele próprio, Estado, também ajuda a gerar. Presidente da APEMIP e Presidente da CIMLOP Confederação da Construção e do Imobiliário de Língua Oficial Portuguesa Paulo Silva O investimento em imobiliário de rendimento, o primeiro a dar sinais de dinâmica, fruto da recuperação da confiança pelos investidores estrangeiros no País e da sua aferição da existência de óptimas condições (em preço: rendas, venda e yields) para investir em Portugal, começa a evidenciar um aquecimento significativo... Os mercados imobiliários apresentam velocidades diferenciadas consoante a perspectiva com que se abordem. O investimento em imobiliário de rendimento, o primeiro a dar sinais de dinâmica, fruto da recuperação da confiança pelos investidores estrangeiros no País e da sua aferição da existência de óptimas condições (em preço: rendas, venda e yields) para investir em Portugal, começa a evidenciar um aquecimento significativo fruto das intenções de investimento que privilegiam a compra em localizações prime de imóveis de escritórios e/ou retalho, um pouco a exemplo do que se passa na Europa. A dimensão do nosso mercado e o fraco desempenho dos mercados de arrendamento internos desde 2008 não produziram produtos em quantidade e qualidade que satisfaçam estas intenções de investimento; consequentemente a recuperação de preços de venda e a aproximação às melhores Yields atingidas até 2008 já está em curso, sendo que pontualmente já foram ultrapassadas. Esta dinâmica que irá fazer com que no final de 2014 o investimento imobiliário, em produtos de rendimento, ultrapasse os níveis alcançados em 2013, já de si superior à soma do verificado nos dois anos anteriores, resulta sobretudo da actividade de investidores estrangeiros e menos da dos inves- tidores nacionais que ainda não se refizeram do impacto da crise e que têm vindo a intervir sobretudo em contexto de desinvestimento. Os mercados de escritórios, retalho e logística, mais dependentes do mercado interno apresentam-se em recuperação, ainda que longe de poderem vir a alcançar os níveis médios da década O mercado de habitação apresenta-se a duas velocidades: uma fraca recuperação da compra de habitação pelos particulares, que começam a ter alguns sinais encorajadores da banca quanto à sua pretensão de poderem vir a retomar a compra de casa própria através do início da redução dos spreads pelos bancos e uma grande dinâmica de compra no contexto dos golden visa, que estimamos que venha a ultrapassar os milhões de euros no decurso de Neste capítulo estamos certos que as zonas que têm recebido estes investimentos não chegarão para as encomendas pelo que se irão registar os inevitáveis acréscimos de preços, já de si inflacionados pelos intermediários externos e pelos honorários por si reclamados, e pela concretização das intenções de compra em zonas que não preenchem os requisitos preferenciais para a realização deste tipo de investimento. Por último, a nível da promoção imobiliária acreditamos que em 2014 iremos continuar a assistir a uma promoção atomizada, onde o desenvolvimento de grandes projectos ainda não se fará sentir e que na prática irá ter consequências no mercado de escritórios. Dentro de aproximadamente dois a três anos, quando as empresas equacionarem a mudança de instalações e uma vez ultrapassados os constrangimentos a que foram forçadas pela imperativa redução de custos dos últimos anos, terão dificuldade em encontrar soluções de qualidade disponíveis para necessidades superiores a m². Managing Director da Aguirre Newman e Presidente da ACAI Conheça já o novo site da Vida Imobiliária ASSINATURA DIGITAL: TRIMESTRAL Oferta Voucher 5 ANUAL Oferta Voucher 10 19,99 49,99 Assine já em: loja.vidaimobiliaria.com *Oferta não acumulável com outras promoções

3 IMOBILIÁRIO 9 ABRIL 2014 Atualidade 03 Nova vaga de investimento chinês poderá vir para Portugal Com 80% dos vistos Gold atribuídos, os investidores chineses têm sido os mais dinâmicos nas compras de imobiliário para este fim e uma nova vaga de investimento poderá estar a caminho. Ana Tavares A decisão do Governo do Canadá em suspender o sistema semelhante ao visto gold português, poderá fazer o investimento chinês alterar a rota para Portugal. Mais de 40 mil cidadãos chineses que se tinham candidatado a este regime naquele país, viram essa pretensão ser recusada com a suspensão deste sistema, e essa onda de investimento poderá vir para Portugal, de acordo com alguns especialistas. Para Sérgio Martins Alves, secretário-geral da Câmara de Comércio e Indústria Luso-Chinesa (CCILC) num Almoço organizado pela Vida Imobiliária em janeiro, o investimento chinês é um fenómeno muito mais duradouro do que poderíamos inicialmente supor, além de que parte destes cidadãos chineses que Além dos chineses, os compradores brasileiros, angolanos, sul-africanos e oriundos do Médio Oriente têm efetuado compras para efeitos do Golden Visa. Os brasileiros também estão dinâmicos. chegam a Portugal pela via da compra do imobiliário, deverá mesmo vir a tornar-se um pequeno investidor no nosso país. Dando uma ideia da dimensão deste interesse, o responsável da CCILC adiantava, neste evento, que logo no início do programa, fomos contactados por uma agência de emigração chinesa que estimava trazer cerca de milhões de euros de investimento para Portugal por via do Golden Visa no curto a médio-prazo. Por isso mesmo, e considerando também a enorme dimensão de capital disponível na China, Sérgio Martins Alves considera que os 400 vistos que se tinha atingido ao final de um ano de programa não é nada, comparativamente ao peso que este tipo de investimento pode atingir. Estes números já evoluíram de forma dinâmica, e de acordo com a última contagem disponível, o Governo Português tinha atribuído, até 19 de março, mais de 600 vistos a chineses, uma nacionalidade que pesa já 80% no total dos 772 golden visa concedidos em Portugal desde início de O imobiliário tem sido o meio preferencial para os cidadãos chineses obterem este visto, mas não parece ser encarado com um mero meio para um fim. Este tipo de investidor mostra algumas cautelas, explica Rui Pereira da Silva Administrador da Cobertura ao Público Imobiliário, revelando que preferem imóveis bem localizados, facilmente arrendáveis e preferencialmente cujo valor possa manter-se ou até valorizar ao longo do tempo. Já Beatriz Rubio, CEO da REMAX Portugal, explica que os compradores asiáticos, em geral, têm o espírito de negociante. Não compram por comprar. Compram também numa perspetiva de obter rendimento e Lisboa já não é o único destino deste investimento Outras cidades, como Leiria, já registam compras deste género. Como é mais difícil adquirir um imóvel pelo preço necessário (500 mil euros), o que acontece é que muitas vezes compram um prédio inteiro, reservando um ou dois apartamentos para seu uso e colocando os restantes no mercado de arrendamento, como forma de obter rendimento, nota aquela profissional. E apesar de os compradores de origem chinesa serem os mais dinâmicos, de longe, nestas compras para efeitos dos vistos Gold, outras nacionalidades como sul-africanos, angolanos e alguns cidadãos de países do Médio Oriente têm concretizado compras de imóveis com este objetivo, refere Rafael Ascenso, Diretor Geral da Porta da Frente /Christie s ao Público Imobiliário. Este responsável revela ainda que temos vendido bastante a brasileiros e embora não seja o objetivo principal, muitos destes compradores têm aproveitado para requerer o Golden Visa. VENDE-SE ANTIGAS INSTALAÇÕES INDUSTRIAIS (ATMA) ANTIGO DISPENSÁRIO DE ALCÂNTARA, EM LISBOA TERRENO EM LISBOA EDIFICIO EM LISBOA RUA PALMIRA, 40 TERRENO NO PORTO PIP APROVADO Edifícios Industriais, em Avidos, Vila Nova de Famalicão Imóvel localizado na rua Tenente Valadim Terreno localizado na Rua D. Estefânia, Edifício sito na Rua Palmira, 40, em Lisboa Terreno localizado na Rua da Quinta Amarela, 70, Proposta para Aquisição do Imóvel (nome do Imóvel) Para mais informações contactar: A leitura deste anúncio não prescinde a consulta do nosso site relativo a este imóvel NOTA:

4 04 Atualidade IMOBILIÁRIO 9 ABRIL 2014 Golden Visa fazem disparar preços das casas de luxo em Lisboa em 54% Em Lisboa, os preços de venda das casas no segmento mais elevado do mercado atingiram uma média de /m 2 em 2013, influenciados pelas compras para efeitos de Golden Visa, revela a Confidencial Imobiliário Susana Correia De acordo com um estudo desta entidade que será publicado e ao qual o Público Imobiliário teve acesso, os preços das casas da gama mais alta do mercado de Lisboa cresceram 54% entre o final de 2012 e o final de 2013, chegando aos euros por metro quadrado, um valor médio que deixa para trás os euros a que se vendiam este tipo de casas ainda antes da crise estalar, no final de Para a Confidencial Imobiliário (Ci), este resultado traduz o efeito do Golden Visa, o mecanismo que permite a obtenção de uma autorização de residência a quem fizer investimentos imobiliários a partir de 500 mil euros, uma perspetiva partilhada por Rafael Ascenso, Diretor Geral da Porta da Frente Christhie s, que refere ao Público Imobiliário que temos mediado a venda de imóveis para chineses não apenas no Parque das Nações, mas também noutras zonas de Lisboa e Cascais. De facto, esta procura tem gerado grande movimento no mercado imobiliário, que tem conduzido a uma evolução positiva nos preços. Ricardo Guimarães, diretor da Ci, explica que o os dados SIR (que são a base do estudo) mostram, com clareza, algumas zonas onde os preços praticados no final de 2013 estão já muito acima do máximo que se praticava antes da crise financeira. O Parque das Nações e a Baixa de Lisboa são as zonas da cidade que mais se destacam, com os preços de venda de casas de luxo a atingir perto de euros por metro quadrado no primeiro caso e euros no segundo. Aliás, no Parque das Nações, uma das localizações de investimento em imobiliário de luxo preferidas pelos estrangeiros, diz a Ci, este preço resulta de um aumento de 78% ao longo de 2013, comparando com os euros por metro quadrado a que foram vendidas as casas de gama alta nesta zona em Já no caso da Baixa de Lisboa, muito procurada para reabilitação urbana, o estudo nota que a subida de preços em 2013 surge em linha com a consolidação do ano 2012, em que já se notava uma tendência forte de crescimento. O estudo da Ci analisa dados do SIR (Sistema de Informação Residencial), através do A Baixa de Lisboa foi uma das zonas onde os preços das casas de luxo mais valorizaram rir prédios inteiros, enquanto que no Parque das Nações, o preferido continua ser a aquisição de apartamentos. Potencial tem que ser bem orientado Para Ricardo Guimarães, as compras para efeitos de Golden Visa são, sem dúvida, uma grande oportunidade para atrair investimento e viabilizar projetos muito importantes para o mercado e o país, contudo, nota este especialista, esse potencial tem que ser bem orientado, sob pena de convertemos uma oportunidade numa forte ameaça para o mercado, com repercussões negativas a prazo. Na sua opinião, para quem está vendedor, essa é uma oportunidade, obviamente, mas há necessidade de criar mecanismos para estabilizar o mercado, viabilizando que o fluxo de investimento não seja uma moda passageira, de curto prazo, defendendo que uma ideia seria preverse a possibilidade do investimento poder ser realizado também através de fundos de investimento, trazendo, desta forma, racionalidade para o mercado. Precisamente porque não sa- PATRÍCIO MIGUEL bemos até quando este efeito do Golden Visa vai perdurar, Beatriz Rubio considera que é preciso continuar a apostar no mercado AMI : 1827 Val.: 06/06/2015 IMÓVEIS A PARTIR DE 122 /M 2 PORTO 28 DE ABRIL H HOTEL IPANEMA PARK RUA DE SERRALVES, 124 PORTO qual esta entidade trata informação das vendas das principais imobiliárias a nível nacional, produzindo estatísticas sobre preços efetivos de transação. Segundo os mediadores contactados pelo Público Imobiliário, estas duas zonas estão entre as preferidas pelos compradores de imóveis para Golden Visa em Lisboa, além de bairros como a Lapa, a Graça, o Chiado e ainda a Avenida da Liberdade e paralelas e as Avenidas Novas. As preferências principalmente entre os compradores de origem chinesa, que têm sido os mais dinâmicos na obtenção dos Golden Visa, vão para os imóveis novos, a estrear, ou que tenham sido reabilitados, diz Rui Pereira da Silva, Administrador da Cobertura, ao Público Imobiliário, notando que estes compradores pretendem interiores contemporâneos e exteriores modernos, ou no caso das reabilitações, fachadas clássicas. Beatriz Rubio, CEO da Remax, confirma que esse tipo de comprador (estrangeiro) não pretende adquirir casas com necessidade de realizar obras ou por reabilitar, explicando que o alvo na Baixa e na zona da Avenida da Liberdade, é adquiportuguês, que representa cerca de 80% das vendas da rede Remax, contra os 10 a 11% das vendas a estrangeiros, incluindo transações de outras nacionalidades que não as que pretendem obtenção dos vistos dourados. Continuamos a vender muito a portugueses, um mercado que está agora mais dinâmico. E é preciso continuar atento à dinâmica da mercado que temos, o português, defende. De acordo com a Confidencial Imobiliário, citando o mesmo estudo que analisa dados do SIR, os preços médios das vendas das casas em Lisboa situou-se em euros por metro quadrado em 2013, o que apesar de evidenciar um decréscimo de 21% em 2013 face a 2008, denota já um abrandamento do ritmo da queda, especialmente desde A queda anual registada em 2013 foi de 3,2%, quando em 2011 havia sido de 6,2% e de 5,4% em Para já, no momento atual, e conforme explica Ricardo Guimarães, da Ci, o que se nota é que o mercado está partido. Temos por um lado o mercado doméstico, que está estabilizar, com descidas cada vez menores de preços, e por outro, o mercado objeto da procura para efeitos de obtenção de vistos, que está numa rota de escalada de preços. ESPECIALISTAS EM LEILÕES IMOBILIÁRIOS VENDA DE IMÓVEIS COMERCIAIS LISBOA 29 DE ABRIL H CORINTHIA HOTEL LISBON AV. COLUMBANO BORDALO PINHEIRO, LISBOA CONTACTOS LISBOA PORTO

5

6 06 Oportunidades IMOBILIÁRIO 9 ABRIL 2014 Millennium bcp leva 63 lotes de imobiliário não residencial a leilão Os dias já estão marcados: 28 de abril no Porto e 29 de abril em Lisboa. A leilão irão 63 lotes entre lojas, escritórios e armazéns localizados em nove distritos de norte a sul do país Análise O Hotel Ipanema Park, no Porto, vai receber o primeiro dos dois leilões realizados pela EuroEstates com imóveis detidos pelo Millennium bcp. Será no dia 28 de abril, pelas 18h00, e integra um conjunto de 32 lotes entre armazéns, lojas e escritórios situados nos distritos de Braga, Porto, Aveiro e Viana do Castelo. Para quem quiser licitar em Lisboa, o leilão, também a cargo da EuroEstates, acontece a 29 de abril, igualmente pelas 18h00, no Corinthia Hotel Lisbon, contemplando um conjunto de 31 lotes, incluindo lojas e escritórios nos distritos de Lisboa, Setúbal, Leiria, Santarém e Faro. Não é a primeira vez este ano que o Millennium bcp realiza um leilão com imóveis não residenciais, mas será uma estreia em termos de calendário, já que as duas sessões se realizarão, pela primeira vez, em dias de semana. Conforme explica Pedro Girão de Oliveira, Administrador da EuroEstates, enquanto que os leilões de imóveis de habitação se dirigem sobretudo a clientes particulares, no caso deste tipo de imóveis, estamos a falar de profissionais e de clientes de negócios, para quem este leilão decorre em período normal de atividade. Quanto ao horário, acrescenta José Araújo, da Direção de Negócio Imobiliário do Banco, ao final do dia, esperamos, obviamente, maior disponibilidade e adesão, além de que existe sempre a possibilidade de realizar licitações telefónicas, desde que os clientes estejam previamente habilitados para o efeito. As expectativas em termos de público parecem prometer, assim como em termos de resultados. Pedro Girão de Oliveira nota que tanto os excelentes preços de saída que foram estabelecidos pelo Banco, como pelo sucesso que a EuroEstates tem tido na colocação destes imóveis, estimamos poder vender metade ou mais dos imóveis que irão a leilão. Para José Araújo, sendo este o terceiro leilão do género que realizamos e com o mercado a habituar-se a estas oportunidades agora também na área não residencial, as expectativas do Banco face ao desenvolvimento do trabalho comercial conjunto com a leiloeira, A leilão estarão imóveis localizados no distrito de Aveiro, entre outros é o de encontrar um maior número de interessados para estes imóveis. Entre estes interessados podem estar clientes que pretendem mudar de atividade, ou iniciar uma nova atividade, ou simplesmente para investimento num futuro arrendamento ou venda, explica aquele responsável. Ainda que os imóveis que normalmente vão a leilão não tenham rendimento associado, em muitos casos, após uma boa licitação, é possível vir a encontrar arrendatários com yields interessantes, já que os lotes em presença são de valores inferiores a 100 mil euros, logo os de maior liquidez, refere ainda José Araújo. Por outro lado, há lotes destinados a clientes finais, empreendedores / empresários que querem melhorar as suas condições ou iniciar o seu negócio, sendo muitos dos nossos compradores finais, nota ainda. Pedro Girão de Oliveira confirma esta perspetiva quanto aos principais públicos-alvo destes leilões. Temos, por um lado, os clientes finais, ou seja, os clientes que têm como perspetiva usufruir diretamente das compras que realizam em leilão. Mas temos também os chamados investidores, que vêm a estes leilões na mira de realizar um bom negócio e posteriormente revender os imóveis com uma boa mais-valia. Chegar a novos clientes Conforme explica José Araújo ao Público Imobiliário, funcionando de forma complementar a outros canais de venda utilizados pelo Banco para comercializar a sua carteira de imóveis (os quais incluem também as Sucursais, o portal e a mediação tradicional), os leilões têm a vantagem de chegar a novos contactos, a novos mercados que, muitas vezes só através das leiloeiras, se consegue atingir. E acrescenta, a forma como fazemos estes leilões não residenciais, com lotes condicionados, ajuda-nos a descobrir pessoas interessadas em imóveis que, de outra forma, não apareciam ou não se davam a conhecer. Na sua opinião, muitos clientes finais julgam que a Banca só tem habitações para vender, quando a verdade é que, a maioria da nossa carteira de desinvestimento são lojas, terrenos e armazéns. Pedro Girão de Oliveira, da EuroEstates, apresenta também um conjunto de vantagens associadas aos leilões. Em primeiro lugar os preços de saída, que são, em regra os melhores preços possíveis de comercialização destes imóveis. Além disso, outras vantagens incluem o facto de em leilão o sinal de contrato promessa se fazer por valores mais baixos do que em mediação normal e outros fatores JOSÉ MANUEL (TURISMO DE PORTUGAL) como as condições de crédito especiais e a isenção de vários tipos de custos, aponta ainda o Administrador da leiloeira. Na sua opinião, e no que concerne a realização de leilões imobiliários, em geral, há uma modificação de padrão. Se por um lado, os Bancos têm hoje menos produto, por outro os promotores e particulares estão também interessados em vender em leilão, pela rapidez e eficácia do processo. Do lado do mercado, há maior apetência, talvez por existir a noção de que é boa altura para comprar. José Araújo confirma a tendência: Atendendo à evolução da nossa carteira de imóveis, o peso dos leilões tem vindo a diminuir. Em 2013, as vendas em leilão foram inferiores a 20% do total das vendas realizadas, conforme revelou José Araújo, frisando ainda que o nosso grande canal é a mediação tradicional.

7 IMOBILIÁRIO 9 ABRIL 2014 Oportunidades 07 Oportunidades Imobiliário não residencial Preços de imóveis não residenciais continuam a cair De acordo com os Índices de Preços Corporate Ci, observou-se entre o 3º e o 4º trimestre de 2013 um acréscimo dos preços, quer das lojas comerciais quer dos escritórios, em Portugal Continental. No primeiro segmento o aumento trimestral foi de 0,1% e no segundo de 0,4%. Já no mercado industrial os preços caíram 3,7% no 4º trimestre de 2013 face ao trimestre anterior. Em termos homólogos todos os três mercados apresentaram, no 4º trimestre de 2013, preços inferiores aos observados no mesmo período em 2012: -4,8% no setor industrial, -2,9% nos escritórios e -1,1% nas lojas. Índice de Preços - Nacional Lojas (2005=100) 100 Mais Oportunidades Millennium na área de imobiliário de millenniumbcp.pt. Marque as suas visitas através da linha M Imóveis (atendimento personalizado das 10h-22h). Custo máximo por minuto: 0,10 para chamadas a partir da rede fixa e 0,25 para chamadas a partir da rede móvel. Acresce IVA. LEILÃO PORTO* 28 abril 2014, 18h, Hotel Ipanema Park Lote 1 - Comércio Ref: Valor base licitação: Concelho: Porto Freguesia: Cedofeita Área: 583 m 2 Ano: 2008 Classificação energética: G º Trim 2006 Escritórios (2005=100) º Trim 2006 Industrial (2005=100) º Trim º Trim 2013 Lote 21 Comércio Ref: Valor base licitação: Concelho: Vila do Conde Freguesia: Bonfim Área: 285 m m 2 log Ano: 1986 Classificação energética: G LEILÃO LISBOA* 29 abril 2014, 18h, Corinthia Hotel Lisbon Lote 9 - Comércio Ref: Valor base licitação: Concelho: Oeiras Freguesia: Queijas Área: 144 m 2 Ano: 2003 Classificação energética: G º Trim º Trim 2013 A Confidencial Imobiliário (Ci) é uma revista de Market Intelligence, especializada na produção de estatísticas sobre imobiliário, orientadas para profissionais. Saiba mais em Lote 22 Comércio Ref: Valor base licitação: Concelho: Portimão Freguesia: Portimão Área: 40 m 2 Ano: 2003 Classificação energética: C Fonte: Ci/Lojas.com.pt Ci/Escritorios.com.pt Ci/Industrial.com.pt * 5% de desconto para escrituras realizadas até 31 de maio de 2014.

8 ref:30416 LEÇA PALMEIRA - PAÇO Loja para venda no paço da boa nova. com 4 montras. óptimo investimento. preço T FORMAL 1600-AMI ref:126 BEJA, ARMAZÉM Armazém com 280 m2 de área bruta e 144 m2 de logradouro. preço T VASCO M. REIS 5188-AMI ref:frontal/24716 GONDOMAR, APART. T2 Apartamento t2, usado, 2 quartos, 1 sala e cozinha equipada. renda 350. T / FRONTAL 9736-AMI ref:ap1692/a/va173 LISBOA, MARVILA Apartamento t3, com 3 quartos, 1 sala e 100 m² brutos. renda 500. T VALOR ESPAÇO 4519-AMI ref:ca2003 FUNDÃO, QUINTINHA Quintinha com 4.200m2 de terreno composto por: oliveiras, pinhal, mato. bons acessos. preço T FUNDANENSE 3642-AMI ref:01766 FUNCHAL, APART T3+1 Apartamento t3+1, usado, 4 quartos, 2 suites, sala c/ varanda e cozinha equipada. renda 800. T / PREDIFUNCHAL 914-AMI ref:lau2438 LISBOA, LUMIAR Apartamento t2 de 3 assoalhadas. ar condicionado na sala e quartos. preço ref:48/13 VILA REAL, S. DINIZ Apartamento t2, como novo, 2 quartos e 1 sala. 93 m² brutos. preço ref:1225 MATOSINHOS, PORTO Apartamento t1, mobilado e equipado. 1 linha de mar. lugar de garagem. renda 650. ref:003/ab/0209 FARO, S. PEDRO Apartamento t2, c/ 2 quartos, 1 sala e 120 m² de area bruta. preço ref:fr MARVÃO, MORADIA Moradia geminada t2, como novo, 2 quartos, boas vistas e perto das piscinas. renda ref:a00199-gc PORTO, LOFT Loft para arrendar, mobilado e equipado, c/ pátio, em aldoar. renda 600. T / CUSTO NEUTRO 9090-AMI T / NUNO, AZEVEDO 3959-AMI T PREDIMARTINS 8454-AMI T AREA B 8495-AMI T / PETRUS SOR 7402-AMI T UM SEIS UM 9309-AMI ref:01069 BARCELOS, BRAGA Apartamento t2, usado, 2 quartos e 1 sala. cozinha equipada. renda ref:a GONDOMAR, RIO TINTO Apartamento t1+1, sala c/ lareira, cozinha equipada, e lugar de garagem. preço T / JOSÉ AUGUSTO F 9896-AMI T LISETE CARVALHO 9734-AMI ref:a BARCELOS, ARCOZELO Apartamento t2 c/ garagem fechada no centro de barcelos. luz directa em todas as divisões. preço T LUÍS MIGUEL P AMI ref:ana00345 LEIRIA, PARCEIROS Apartamento t3, c/ 3 quartos, 1 sala e cozinha equipada. aragem individual dupla. renda 600. T HABINTER 2050-AMI ref:1275 PORTIMÃO, FARO Apartamento t1+1 em condomínio fechado, c/ piscina comum. renda T PREDITUR 232-AMI ref:a VILA NOVA DE GAIA Apartamento t3, usado, 3 quartos e 146 m² brutos. próximo da avenida da república. renda 550. T / PORTO REAL 9523-AMI ref:401 VILA VIÇOSA, MORADIA Moradia em banda t4, usado, situada na periferia da vila. garagem. preço T IMOVIÇOSA 4345-AMI ref: LISBOA, T3+1 Apartamento t3+1, 2 salas, 2 quartos, 1 quarto interior, grande wc, cozinha e varanda. renda T MEDIAR 2172-AMI ref:ap4459/1603 PORTO, CAMPANHÃ Apartamento t0, mobilado e equipado. vistas desafogadas. lugar de garagem. renda 400. T QUADRATURA 8478-AMI ref:3258 LOULÉ, QUARTEIRA Apartamento t0 em empreendimento fechado. jardins, área comum com bbq e piscinas. preço T REALVILLA 789-AMI ref:cl CASCAIS, LISBOA Apartamento t3 de 4 assoalhadas com área total de 128 m2. preço T CITYLUX II 9100-AMI ref:c1491 LOULÉ, MORADIA Moradia em banda t2, com 2 quartos e 391 m² de area bruta. preço T ELLY VAN HULST 6392-AMI ref:547an2 MEALHADA, APART T4 Apartamento t4, c/ 4 quartos e 3 wc's. aquecimento central e 210 m² brutos. preço T URBICONTACTO 1736-AMI ref:00140 MOITA, SETÚBAL Apartamento t1, usado, 1 quarto, 1 wc e 1 sala. 60 m² brutos. preço T LIEGE 1318-AMI ref:lt71908 LOTEAMENTO MORADIAS Loteamento moradias em pontével, cartaxo santarém. preço T G. PRATA 1949-AMI ref:ap4465/a/op/116 VILA FRANCA DE XIRA Apartamento t3, com 3 quartos e 1 sala. jardins, zona de lazer, comercio variado. preço T OBJECTIVOS P AMI 87c9b342-28ae-4427-badb-1b56a9b2ce17

A atratividade dos territórios e a dinâmica imobiliária: Evolução e perspetivas para o Alto Minho Ricardo Guimarães

A atratividade dos territórios e a dinâmica imobiliária: Evolução e perspetivas para o Alto Minho Ricardo Guimarães A atratividade dos territórios e a dinâmica imobiliária: Evolução e perspetivas para o Alto Minho Ricardo Guimarães Ricardo Guimarães, rguimaraes@confidencialimobiliario.com www.confidencialimobiliario.com

Leia mais

QUARTA-FEIRA 3 SETEMBRO 2014 www.imobiliario.publico.pt SUPLEMENTO COMERCIAL

QUARTA-FEIRA 3 SETEMBRO 2014 www.imobiliario.publico.pt SUPLEMENTO COMERCIAL QUARTA-FEIRA 3 SETEMBRO 2014 www.imobiliario.publico.pt SUPLEMENTO COMERCIAL PUBLICIDADE SELECTA SGFII Mais de 10.000 estrangeiros compraram imóveis em Portugal Quinta Marques Gomes recebe projeto residencial

Leia mais

QUARTA-FEIRA 16 ABRIL 2014 www.imobiliario.publico.pt SUPLEMENTO COMERCIAL

QUARTA-FEIRA 16 ABRIL 2014 www.imobiliario.publico.pt SUPLEMENTO COMERCIAL QUARTA-FEIRA 16 ABRIL 2014 www.imobiliario.publico.pt SUPLEMENTO COMERCIAL PUBLICIDADE BIGSTOCKPHOTO Centros comerciais portugueses recuperaram em 2013 Um dos segmentos mais afetados pela crise, os centros

Leia mais

Conferência: Cidades para as pessoas, GPA Portugal. Reabilitação Urbana: o contexto do mercado residencial

Conferência: Cidades para as pessoas, GPA Portugal. Reabilitação Urbana: o contexto do mercado residencial Conferência: Cidades para as pessoas, GPA Portugal Reabilitação Urbana: o contexto do mercado residencial Ricardo Guimarães rguimaraes@confidencialimobiliario.com www.confidencialimobiliario.com A Ci -

Leia mais

A SUA EMPRESA MERECE UM BOM NEGÓCIO

A SUA EMPRESA MERECE UM BOM NEGÓCIO A SUA EMPRESA MERECE UM BOM NEGÓCIO LISBOA - 23 DE NOVEMBRO LEILÃO DE LICITAÇÃO DESDE 32.000 5% DESCONTO SOBRE O VALOR DE VENDA EM ESCRITURADOS ATÉ 31 DE DEZEMBRO DE 2014 O MILLENNIUM BCP E A EURO ESTATES

Leia mais

Chineses cada vez mais interessados em imobiliário português

Chineses cada vez mais interessados em imobiliário português QUARTA-FEIRA 23 JULHO 2014 www.imobiliario.publico.pt SUPLEMENTO COMERCIAL CAMPANHA DE VERÃO IMÓVEIS PARA HABITAÇÃO PUBLICIDADE ALGARVE Chineses cada vez mais interessados em imobiliário português Os fluxos

Leia mais

AVALIAÇÕES IMOBILIÁRIAS

AVALIAÇÕES IMOBILIÁRIAS 2013 AVALIAÇÕES IMOBILIÁRIAS Índice 03 Apresentação 03 Clientes Sociedades Gestoras de Fundos de Investimento Imobiliário; Promotores Imobiliários; Mediadoras Imobiliárias; Empresas; Advogados; Particulares.

Leia mais

QUARTA-FEIRA 25 SETEMBRO 2013 www.imobiliario.publico.pt SUPLEMENTO COMERCIAL

QUARTA-FEIRA 25 SETEMBRO 2013 www.imobiliario.publico.pt SUPLEMENTO COMERCIAL QUARTA-FEIRA 25 SETEMBRO 2013 www.imobiliario.publico.pt SUPLEMENTO COMERCIAL PUBLICIDADE Albur Village seduz ingleses e irlandeses e alguns portugueses O condomínio é constituído por 47 apartamentos,

Leia mais

A COLOCAÇÃO DE ESCRITÓRIOS PODE VOLTAR AOS 150 MIL/170 MIL M2 EM 2009

A COLOCAÇÃO DE ESCRITÓRIOS PODE VOLTAR AOS 150 MIL/170 MIL M2 EM 2009 OJE 3 de Dezembro 2008 (1/5) A COLOCAÇÃO DE ESCRITÓRIOS PODE VOLTAR AOS 150 MIL/170 MIL M2 EM 2009 O take-up de ESCRITÓRIOS vai regredir em 2009 para o nível dos anos de 2004 e 2005, embora o preço das

Leia mais

Portugal tem que continuar reformas para atrair investidores de longo-prazo

Portugal tem que continuar reformas para atrair investidores de longo-prazo PORTO LISBOA 22 DE FEVEREIRO 23 DE FEVEREIRO QUARTA-FEIRA 12 FEVEREIRO 2014 www.imobiliario.publico.pt SUPLEMENTO COMERCIAL PUBLICIDADE IMÓVEIS COMERCIAIS GRANDE VENDA DE IMÓVEIS COMERCIAIS Portugal tem

Leia mais

QUARTA-FEIRA 1 JULHO 2015 www.imobiliario.publico.pt SUPLEMENTO COMERCIAL

QUARTA-FEIRA 1 JULHO 2015 www.imobiliario.publico.pt SUPLEMENTO COMERCIAL QUARTA-FEIRA 1 JULHO 2015 www.imobiliario.publico.pt SUPLEMENTO COMERCIAL EM JULHO E AGOSTO TODOS OS CAMINHOS VÃO DAR A BONS NEGÓCIOS PUBLICIDADE Reforma do arrendamento urbano dada por concluída Subsídio

Leia mais

Gimob.Net. Exportação para portais imobiliários. Documento de suporte. Versão: 2.0. Actualizado em: 18.01.20133

Gimob.Net. Exportação para portais imobiliários. Documento de suporte. Versão: 2.0. Actualizado em: 18.01.20133 Gimob.Net Exportação para portais imobiliários Versão: 2.0 Actualizado em: 18.01.20133 Copyright by Improxy 2013 Geral Telefone: 223 749 100 Fax: 223 749 109 Email: geral@improxy.pt Departamento Comercial

Leia mais

Semana da Reabilitação Urbana já está nas ruas do Porto

Semana da Reabilitação Urbana já está nas ruas do Porto QUARTA-FEIRA 26 NOVEMBRO 2014 www.imobiliario.publico.pt SUPLEMENTO COMERCIAL HÁ OPORTUNIDADES QUE SÓ APARECEM UMA VEZ PUBLICIDADE TEMOS MAIS DE 650 IMÓVEIS EM CAMPANHA ATÉ 30 NOVEMBRO 2014 SEMANA DA REABILITAÇÃO

Leia mais

Governo deve garantir que programas de incentivo ao investimento estrangeiro funcionam

Governo deve garantir que programas de incentivo ao investimento estrangeiro funcionam QUARTA-FEIRA 2 SETEMBRO 2015 www.imobiliario.publico.pt SUPLEMENTO COMERCIAL PUBLICIDADE SE PROCURA BOAS OPORTUNIDADES AQUI ESTÁ EM CASA Governo deve garantir que programas de incentivo ao investimento

Leia mais

Comprar: Deixe-se guiar!

Comprar: Deixe-se guiar! Está prestes a comprar um imóvel e tem numerosas perguntas bem legítimas. Quais as diferentes etapas e as formalidades a efetuar, antes, durante e após a compra? Siga o guia! Antes da compra Se está a

Leia mais

LUSITÂNIA (EM LIQUIDAÇÃO) 2013 Relatório de gestão

LUSITÂNIA (EM LIQUIDAÇÃO) 2013 Relatório de gestão LUSITÂNIA (EM LIQUIDAÇÃO) 2013 Relatório de gestão O Lusitânia entrou no presente exercício no terceiro período de liquidação. Toda a actividade se centrou na resolução do contrato promessa não cumprido.

Leia mais

BUSINESS BRIEFING MAIO 2012 INTRODUÇÃO

BUSINESS BRIEFING MAIO 2012 INTRODUÇÃO BUSINESS BRIEFING Análise IPD 2011 MAIO 2012 INTRODUÇÃO O Investment Property Databank (IPD) é um índice que analisa o retorno do investimento institucional direto em ativos imobiliários, assumindo-se

Leia mais

Hospital do Desterro vai ter nova vida

Hospital do Desterro vai ter nova vida QUARTA-FEIRA 22 JANEIRO 2014 www.imobiliario.publico.pt SUPLEMENTO COMERCIAL PUBLICIDADE Hospital do Desterro vai ter nova vida Um conceito inovador de alojamento em cápsulas e um centro de atividades

Leia mais

Fundo de Investimento Imobiliário Fechado

Fundo de Investimento Imobiliário Fechado Relatório de Gestão AS ALTA VISTA - Fundo de Investimento Imobiliário Fechado Fundo de Investimento Imobiliário Fechado ES ALTA VISTA (CMVM nº 912) Relatório de Gestão Dezembro de 2008 ESAF Fundos de Investimento

Leia mais

Portugal num mundo em mudança TROCA DE INFORMAÇÕES BANCÁRIAS, RESIDÊNCIA FISCAL E OUTROS TEMAS

Portugal num mundo em mudança TROCA DE INFORMAÇÕES BANCÁRIAS, RESIDÊNCIA FISCAL E OUTROS TEMAS Portugal num mundo em mudança TROCA DE INFORMAÇÕES BANCÁRIAS, RESIDÊNCIA FISCAL E OUTROS TEMAS Porquê Portugal? Portugal é um país dinâmico, seguro, com uma taxa de criminalidade baixa, trabalhadores altamente

Leia mais

NEWSLETTER Nº 8 AGOSTO CONHECIMENTO INOVAÇÃO CRIATIVIDADE EFICIÊNCIA VALOR POTENCIAMOS O VALOR DAS ORGANIZAÇÕES

NEWSLETTER Nº 8 AGOSTO CONHECIMENTO INOVAÇÃO CRIATIVIDADE EFICIÊNCIA VALOR POTENCIAMOS O VALOR DAS ORGANIZAÇÕES NEWSLETTER Nº 8 AGOSTO CONHECIMENTO INOVAÇÃO CRIATIVIDADE EFICIÊNCIA VALOR POTENCIAMOS O VALOR DAS ORGANIZAÇÕES Resultado da cimeira "particularmente positivo para Portugal" A cimeira europeia de quinta-feira

Leia mais

Preço das casas sobe em 2014 pela primeira vez desde 2007

Preço das casas sobe em 2014 pela primeira vez desde 2007 QUARTA-FEIRA 4 MARÇO 2015 www.imobiliario.publico.pt SUPLEMENTO COMERCIAL PUBLICIDADE Preço das casas sobe em 2014 pela primeira vez desde 2007 A subida, de 1,2% em 2014, não é galopante, mas marca a inversão

Leia mais

Se procura casa, esta é a porta certa.

Se procura casa, esta é a porta certa. N 01 PRIMAVERA / VERÃO 2015 Popular Imóveis Se procura casa, esta é a porta certa. N 01 PRIMAVERA / VERÃO 2015 Viana do Castelo Braga Bragança Vila Real Imóveis do Norte Pág 3 Porto Aveiro Viseu Guarda

Leia mais

1. ANALISAR O MERCADO E A PROCURA

1. ANALISAR O MERCADO E A PROCURA Investimento ito regras para investir no Brasil Vários especialistas explicam, em oito passos, o que tem de fazer para financiar e avançar com um projecto imobiliário no Brasil. Brasil tornou-se numa das

Leia mais

CATÁLOGO ESTUDOS DE MERCADO II TRIMESTRE DE 2015 GABINETE DE ESTUDOS APEMIP

CATÁLOGO ESTUDOS DE MERCADO II TRIMESTRE DE 2015 GABINETE DE ESTUDOS APEMIP Nº 30 APEMIP ASSOCIAÇÃO DOS PROFISSIONAIS E EMPRESAS DE MEDIAÇÃO IMOBILIÁRIA DE PORTUGAL PUBLICAÇÃO TRIMESTRAL II TRIMESTRE DE 2015 PARCEIROS: Nº GABINETE DE ESTUDOS APEMIP CATÁLOGO ESTUDOS DE MERCADO

Leia mais

Amplie o seu espaço e faça um grande negócio.

Amplie o seu espaço e faça um grande negócio. N 01 PRIMAVERA / VERÃO 2015 Popular Imóveis Amplie o seu espaço e faça um grande negócio. N 01 PRIMAVERA / VERÃO 2015 Viana do Castelo Braga Bragança Vila Real Imóveis do Norte Pág 3 Porto Aveiro Viseu

Leia mais

Lei das rendas permite desbloquear projetos de reabilitação de prédios que estavam reféns dos lojistas

Lei das rendas permite desbloquear projetos de reabilitação de prédios que estavam reféns dos lojistas QUARTA-FEIRA 17 JULHO 2013 www.imobiliario.publico.pt SUPLEMENTO COMERCIAL Lei das rendas permite desbloquear projetos de reabilitação de prédios que estavam reféns dos lojistas Francisco Sottomayor, da

Leia mais

Grupo agências business. 10 de Novembro, 15 Horas - HOTEL MELIA BRAGA MARQUE A SUA VISITA E RESERVE JÁ O SEU LUGAR NO LEILÃO.

Grupo agências business. 10 de Novembro, 15 Horas - HOTEL MELIA BRAGA MARQUE A SUA VISITA E RESERVE JÁ O SEU LUGAR NO LEILÃO. MARQUE A SUA VISITA E RESERVE JÁ O SEU LUGAR NO LEILÃO. s e õ ç u l o S e s i r c i t n a 253 215 266 / 225 073 170 RE/MAX BUSINESS - Casa intemporal, mediação imobiliária - AMI - 132 - Av. Rebelo Mesquita,

Leia mais

Moradia semi-nova T3 grande em zona calma - 962

Moradia semi-nova T3 grande em zona calma - 962 Moradia semi-nova T3 grande em zona calma - 962 Preço 500,00 Tipologia T3 Área útil 200 m² 1 Tipo de anúncio: Arrendamento Condição: Usado Características: Acessibilidade a pessoas com mobilidade condicionada.

Leia mais

ARRENDAMENTO JOVEM Mais e melhores oportunidades

ARRENDAMENTO JOVEM Mais e melhores oportunidades Mais e melhores oportunidades 2 3 PREENCHIMENTO DOS RENDIMENTOS COM BASE NA DECLARAÇÃO DE IRS DESTE ANO APOIO ATÉ 50% DAS RENDAS O Programa Porta 65 Jovem tem como objectivo regular os incentivos a atribuir

Leia mais

Avaliação. As avaliações são realizadas, de acordo com os métodos que melhor se adequam ao imóveis em causa.

Avaliação. As avaliações são realizadas, de acordo com os métodos que melhor se adequam ao imóveis em causa. Apresentação A Real Consul uma empresa portuguesa, com uma estrutura de capital inteiramente nacional, que se dedica à consultoria e avaliação imobiliária desde 1995. A empresa combina um alto nível de

Leia mais

A Formação do Tradutor e as Necessidades do Mercado de Tradução em Portugal

A Formação do Tradutor e as Necessidades do Mercado de Tradução em Portugal 1 A Formação do Tradutor e as Necessidades do Mercado de Tradução em Portugal Luís Almeida Espinoza info@linguas.com Resumo da Comunicação Nesta intervenção são abordados os problemas dos jovens tradutores

Leia mais

APRESENTAÇÃO da. ImoEconometrics. Lisbon Chartered Surveys. Lisbon Chartered Surveys

APRESENTAÇÃO da. ImoEconometrics. Lisbon Chartered Surveys. Lisbon Chartered Surveys APRESENTAÇÃO da ImoEconometrics Setembro de 2012 Agenda Quem Somos Clientes Serviços IMOE Market Intelligence Metodologia de Trabalho Track Record 2 Quem Somos A ImoEconometrics presta serviços especializados

Leia mais

BUSINESS BRIEFING Comércio de Rua Lisboa e Porto

BUSINESS BRIEFING Comércio de Rua Lisboa e Porto Comércio de Rua Lisboa e Porto MAIO 2015 Avenida da Liberdade. Fonte: C&W INTRODUÇÃO Numa fase em que o comércio de rua em Portugal atrai retalhistas e investidores de todo o mundo, a Cushman & Wakefield

Leia mais

Serviço Garantido o que vou fazer por si e pelo seu imóvel

Serviço Garantido o que vou fazer por si e pelo seu imóvel A VENDA DO SEU IMOVEL Tudo o que precisa de saber Serviço Garantido o que vou fazer por si e pelo seu imóvel ANTÓNIO TRINDADE Consultor Imobiliário atrindade@remax.pt Wellcome Home Mediação Imob., Lda

Leia mais

BPI e CGD aprovaram 24 projetos financiados pelo JESSICA

BPI e CGD aprovaram 24 projetos financiados pelo JESSICA QUARTA-FEIRA 24 JULHO 2013 www.imobiliario.publico.pt SUPLEMENTO COMERCIAL PUBLICIDADE DR BPI e CGD aprovaram 24 projetos financiados pelo JESSICA A recuperação da Torre e Igreja dos Clérigos (na foto),

Leia mais

ESTE MÊS TODOS OS CAMINHOS VÃO DAR A BONS NEGÓCIOS

ESTE MÊS TODOS OS CAMINHOS VÃO DAR A BONS NEGÓCIOS ESTE MÊS TODOS OS CAMINHOS VÃO DAR A BONS NEGÓCIOS MÊS DAS OPORTUNIDADES ZONA CENTRO NORTE 10% DE DESCONTO SOBRE O PREÇO DE CATÁLOGO PARA IMÓVEIS NÃO RESIDENCIAIS E 5% DE DESCONTO NOS IMÓVEIS RESIDENCIAIS

Leia mais

Fundo de Investimento Imobiliário Fechado Galleon Capital Partners. Relatório de Gestão Exercício de 2011

Fundo de Investimento Imobiliário Fechado Galleon Capital Partners. Relatório de Gestão Exercício de 2011 Fundo de Investimento Imobiliário Fechado Galleon Capital Partners Relatório de Gestão Exercício de 2011 Navegando Pacientemente no Mar Salgado / Sailing Paciently in the Salty Sea Comité de Investimentos

Leia mais

CATÁLOGO ESTUDOS DE MERCADO I TRIMESTRE DE 2015 GABINETE DE ESTUDOS APEMIP

CATÁLOGO ESTUDOS DE MERCADO I TRIMESTRE DE 2015 GABINETE DE ESTUDOS APEMIP Nº 29 APEMIP ASSOCIAÇÃO DOS PROFISSIONAIS E EMPRESAS DE MEDIAÇÃO IMOBILIÁRIA DE PORTUGAL PUBLICAÇÃO TRIMESTRAL I TRIMESTRE DE 2015 PARCEIROS: Nº GABINETE DE ESTUDOS APEMIP CATÁLOGO ESTUDOS DE MERCADO I

Leia mais

Portugal ganha pontos no turismo mundial

Portugal ganha pontos no turismo mundial QUARTA-FEIRA 13 MAIO 2015 www.imobiliario.publico.pt SUPLEMENTO COMERCIAL ESTE MÊS TODOS OS CAMINHOS VÃO DAR A BONS NEGÓCIOS PUBLICIDADE Portugal ganha pontos no turismo mundial O país é um dos 15 mais

Leia mais

Conjuntura da Construção n.º 77 O SETOR CONTINUA EM CRISE MAS EMPRESÁRIOS ACREDITAM NA RECUPERAÇÃO

Conjuntura da Construção n.º 77 O SETOR CONTINUA EM CRISE MAS EMPRESÁRIOS ACREDITAM NA RECUPERAÇÃO FEPICOP - FEDERAÇÃO PORTUGUESA DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO E OBRAS PÚBLICAS Associações Filiadas: AECOPS Associação de Empresas de Construção e Obras Públicas e Serviços AICCOPN Associação dos Industriais

Leia mais

Lisboa Crucifixo 75. Rentabilidade estimada de aluguel : 3,1 % aa

Lisboa Crucifixo 75. Rentabilidade estimada de aluguel : 3,1 % aa Lisboa Crucifixo 75 Edifico tradicional na Baixa-Chiado Na entrada da maior estação de metro de Lisboa. 15 apartamentos para aluguel e uso próprio Grande potencial de rendimento Investimento : 262.599,00-491.265,00

Leia mais

ATRAIR INVESTIMENTO ESTRANGEIRO PARA PORTUGAL OS REGIMES DOS GOLDEN VISA E DOS RESIDENTES NÃO HABITUAIS

ATRAIR INVESTIMENTO ESTRANGEIRO PARA PORTUGAL OS REGIMES DOS GOLDEN VISA E DOS RESIDENTES NÃO HABITUAIS ATRAIR INVESTIMENTO ESTRANGEIRO PARA PORTUGAL OS REGIMES DOS GOLDEN VISA E DOS RESIDENTES NÃO HABITUAIS ENQUADRAMENTO LEGAL Fontes utilizadas: www.sef.pt; www.portugal.gov.pt ENQUADRAMENTO LEGAL A autorização

Leia mais

25 anos a realizar o sonho de casa própria

25 anos a realizar o sonho de casa própria 25 anos a realizar o sonho de casa própria ÍNDICE 1 CABO VERDE 2 IFH 3 SECTOR IMOBILIÁRIO 4 POSICAO DA IFH NO SECTOR IMOBILIÁRIO 5 PROJECTOS 8 9 PROJECTOS CABO VERDE Arquipélago da África subsaariana,

Leia mais

Sociedades de Garantia Mútua (SGM) são:

Sociedades de Garantia Mútua (SGM) são: Sociedades de Garantia Mútua (SGM) são: Operadores financeiros que prestam às instituições bancárias as garantias que lhes permitem disponibilizar às PME empréstimos em condições mais favoráveis. Ao partilhar

Leia mais

RELATÓRIO DO INQUÉRITO À HABITAÇÃO

RELATÓRIO DO INQUÉRITO À HABITAÇÃO RELATÓRIO DO INQUÉRITO À HABITAÇÃO Foram entregues 328 inquéritos dos quais foram validados 309. Os inquéritos validados possuem a seguinte distribuição: Famílias com menos de 5 anos 10 Famílias entre

Leia mais

Carcavelos Campus da Nova SBE nasce com investimento privado de 50 milhões

Carcavelos Campus da Nova SBE nasce com investimento privado de 50 milhões QUARTA-FEIRA 24 SETEMBRO 2014 www.imobiliario.publico.pt SUPLEMENTO COMERCIAL HÁ OPORTUNIDADES QUE SÓ APARECEM UMA VEZ PUBLICIDADE TEMOS MAIS DE 650 IMÓVEIS EM CAMPANHA ATÉ 30 NOVEMBRO 2014 Carcavelos

Leia mais

TURISMO RESIDENCIAL na estratégia de Turismo para Portugal

TURISMO RESIDENCIAL na estratégia de Turismo para Portugal TURISMO RESIDENCIAL na estratégia de Turismo para Portugal Agenda 1. O Turismo Residencial - efeito multiplicador na economia 2. Motivações para o produto 3. Fatores competitivos de Portugal como destino

Leia mais

O artigo 3.º do Decreto-Lei n.º 78/2006, de 4 de Abril, estabelece como estando abrangidos pelo SCE os seguintes edifícios:

O artigo 3.º do Decreto-Lei n.º 78/2006, de 4 de Abril, estabelece como estando abrangidos pelo SCE os seguintes edifícios: Regime Jurídico da Certificação Energética e da Qualidade do Ar Interior nos Edifícios (SCE) Departamento de Imobiliário 12 de Janeiro de 2009 O Decreto-Lei n.º 78/2006 de 4 de Abril aprovou o Sistema

Leia mais

ACGD vai aproveitar a 14a edição

ACGD vai aproveitar a 14a edição CGD vai leiloar casas no SIL com descontos de 25 % A 14 a edição do Salão Imobiliário de Lisboa (11 a 16 de Outubro) é marcada pelos leilões de 237 imóveis da CGD. A Century 21 venderá 230 imóveis da banca.

Leia mais

Ref.ª 58563 - Lote 33 Moradia V3 Urb. Vila Sol - Loulé Área: 201m 2 Ano: 2009 Base Licitação: 325.000 GRANDE LEILÃO DE IMÓVEIS

Ref.ª 58563 - Lote 33 Moradia V3 Urb. Vila Sol - Loulé Área: 201m 2 Ano: 2009 Base Licitação: 325.000 GRANDE LEILÃO DE IMÓVEIS 15 JUNHO T4 190.000 V3 325.000 Ref.ª 22033/22224 - Lote 20 Apartamento T4 Gondomar - Valbom Área: 191m 2 Ano: 2009 Base Licitação: 190.000 Ref.ª 58563 - Lote 33 Moradia V3 Urb. Vila Sol - Loulé Área: 201m

Leia mais

Vender uma habitação: tudo o que deve saber Ou quase

Vender uma habitação: tudo o que deve saber Ou quase Quais são as diferentes etapas do processo de venda e as suas obrigações como proprietário? O Que mudou na mais valia? Como beneficiar do acompanhamento de um profissional sem pagar uma comissão de intermediário

Leia mais

Evolução do Mercado Imobiliário no Grande Porto

Evolução do Mercado Imobiliário no Grande Porto Destaque Informativo Dezembro 2006 Evolução do Mercado Imobiliário no Grande Informação: Evolução do parque habitacional Tipologias dos fogos construídos Preços do mercado de habitação (Aquisição) Preços

Leia mais

INICIATIVA COMUNITÁRIA JESSICA

INICIATIVA COMUNITÁRIA JESSICA INICIATIVA COMUNITÁRIA JESSICA O crescimento começa nas cidades 12 de Novembro de 2015 1 Instrumento de financiamento Proposta Inicial Montante global - 158,6M 40,5M 36,5M FDU (Património autónomo de 77M)

Leia mais

AVALIAÇÃO DE UM PRÉDIO MUNICIPAL NO LARGO DOS TRIGUEIROS Nº 6 E 7

AVALIAÇÃO DE UM PRÉDIO MUNICIPAL NO LARGO DOS TRIGUEIROS Nº 6 E 7 AVALIAÇÃO DE UM PRÉDIO MUNICIPAL NO LARGO DOS TRIGUEIROS Nº 6 E 7 Cadastro Ortofotomapa 1. Introdução Através de email o Sr. André Tomada formalizou o interesse na aquisição do imóvel do Largo dos Trigueiros

Leia mais

Consórcio CGD/IHRU. Fundo de Desenvolvimento Urbano TEKTÓNICA. Iniciativa Comunitária JESSICA. 9 de Maio 2012

Consórcio CGD/IHRU. Fundo de Desenvolvimento Urbano TEKTÓNICA. Iniciativa Comunitária JESSICA. 9 de Maio 2012 Iniciativa Comunitária JESSICA Fundo de Desenvolvimento Urbano Consórcio CGD/IHRU TEKTÓNICA 9 de Maio 2012 Iniciativa Comunitária JESSICA Consórcio IHRU/GCGD 18 de Abril de 2012 1 Portugal Evolução de

Leia mais

Porto Business School inaugura novas instalações em edifício de arquitetura arrojada e sustentável

Porto Business School inaugura novas instalações em edifício de arquitetura arrojada e sustentável QUARTA-FEIRA 18 DEZEMBRO 2013 www.imobiliario.publico.pt SUPLEMENTO COMERCIAL Porto Business School inaugura novas instalações em edifício de arquitetura arrojada e sustentável O edifício está em fase

Leia mais

Rede de Informação do INE em Bibliotecas do Ensino Superior

Rede de Informação do INE em Bibliotecas do Ensino Superior Rede de Informação do INE em Bibliotecas do Ensino Superior Francisco Correia Departamento de Difusão e Promoção Instituto Nacional de Estatística Avenida António José de Almeida 1000-043 Lisboa Tel: 218426143

Leia mais

COMÉRCIO, TURISMO E ARRENDAMENTO OS DÍNAMOS DA REABILITAÇÃO URBANA

COMÉRCIO, TURISMO E ARRENDAMENTO OS DÍNAMOS DA REABILITAÇÃO URBANA COMÉRCIO, TURISMO E ARRENDAMENTO OS DÍNAMOS DA REABILITAÇÃO URBANA 23 de Outubro 14h30 Comércio, Turismo e Arrendamento. Os Dínamos da Reabilitação Urbana VIVERA REABI LITAÇÃO DE 23 A 25 OUTUBRO 2014 BRAGA

Leia mais

Amplie o seu espaço e faça um grande negócio.

Amplie o seu espaço e faça um grande negócio. N 02 OUTONO / INVERNO 2015 Popular Imóveis Amplie o seu espaço e faça um grande negócio. N 02 OUTONO/INVERNO 2015 Viana do Castelo Braga Bragança Vila Real Imóveis do Norte Pág 3 Porto Aveiro Viseu Guarda

Leia mais

QUARTA-FEIRA 2 ABRIL 2014 www.imobiliario.publico.pt SUPLEMENTO COMERCIAL

QUARTA-FEIRA 2 ABRIL 2014 www.imobiliario.publico.pt SUPLEMENTO COMERCIAL QUARTA-FEIRA 2 ABRIL 2014 www.imobiliario.publico.pt SUPLEMENTO COMERCIAL PUBLICIDADE TERRENOS AGRÍCOLAS SEMEIE UM BOM INVESTIMENTO E COLHA UM BOM NEGÓCIO Investidores em imobiliário português tiveram

Leia mais

NEXPONOR. 30/06/2014 Relatório de gestão 1º semestre 2014

NEXPONOR. 30/06/2014 Relatório de gestão 1º semestre 2014 NEXPONOR 30/06/2014 Relatório de gestão 1º semestre 2014 A NEXPONOR Sociedade Especial de Investimento Imobiliário de Capital Fixo SICAFI, S.A. foi constituída em Maio de 2013 centrando-se a sua atividade

Leia mais

Bem vindos a este novo passo do projeto CIP - FAZER ACONTECER A REGENERAÇÃO URBANA.

Bem vindos a este novo passo do projeto CIP - FAZER ACONTECER A REGENERAÇÃO URBANA. CIP FAZER ACONTECER A REGENERAÇÃO URBANA UM NOVO PASSO Seminário 16 de abril de 2012 Intervenção do Presidente da CIP Bem vindos a este novo passo do projeto CIP - FAZER ACONTECER A REGENERAÇÃO URBANA.

Leia mais

ENCONTRE AQUI O TERRENO PARA A SUA MORADIA

ENCONTRE AQUI O TERRENO PARA A SUA MORADIA ENCONTRE AQUI O PARA A SUA MORADIA S PARA CONSTRUÇÃO 5% DE DESCONTO SOBRE O PREÇO DO EM CATÁLOGO PARA ESCRITURAS REALIZADAS ATÉ 30/09/2014 Em parceria com: EM MAIS DE 300 S, UM SERÁ CERTAMENTE O QUE PROCURA.

Leia mais

Se procura casa, esta é a porta certa.

Se procura casa, esta é a porta certa. N 02 OUTONO / INVERNO 2015 Popular Imóveis Se procura casa, esta é a porta certa. N 02 OUTONO / INVERNO 2015 Viana do Castelo Braga Bragança Vila Real Imóveis do Norte Pág 3 Porto Aveiro Viseu Guarda Coimbra

Leia mais

SINAIS POSITIVOS TOP 20 (atualizado a 10JUL2014)

SINAIS POSITIVOS TOP 20 (atualizado a 10JUL2014) SINAIS POSITIVOS TOP 20 (atualizado a 10JUL2014) 1. Taxa de Desemprego O desemprego desceu para 14,3% em maio, o que representa um recuo de 2,6% em relação a maio de 2013. Esta é a segunda maior variação

Leia mais

PROJETO DE REGULAMENTO DE VENDA E INSTALAÇÃO DO PARQUE EMPRESARIAL DE PROENÇA-A-NOVA

PROJETO DE REGULAMENTO DE VENDA E INSTALAÇÃO DO PARQUE EMPRESARIAL DE PROENÇA-A-NOVA PROJETO DE REGULAMENTO DE VENDA E INSTALAÇÃO DO PARQUE EMPRESARIAL DE PROENÇA-A-NOVA PREÂMBULO Considerando que ao Município de Proença-a-Nova é sócio único da empresa municipal Pepa Parque Empresarial

Leia mais

A P R E S E N T A Ç Ã O C O M E R C I A L

A P R E S E N T A Ç Ã O C O M E R C I A L A P R E S E N T A Ç Ã O C O M E R C I A L A EMPRESA Há mais de 30 anos no mercado, a Betha Espaço se consolidou como uma das maiores imobiliárias do Espírito Santo. Líder em Locação no estado, apresenta

Leia mais

Uma nova ferramenta para os profissionais do mercado

Uma nova ferramenta para os profissionais do mercado SIR REABILITAÇÃO URBANA Uma nova ferramenta para os profissionais do mercado Ricardo Guimarães rguimaraes@confidencialimobiliario.com www.confidencialimobiliario.com A Ci - Confidencial Imobiliário é uma

Leia mais

www.remax.pt/barcovez - Mediação Imobiliária, Lda. AMI 7189 ARCOS DE VALDEVEZ Rua Dr. Joaquim Carlos da Cunha Cerqueira, 29 4970-457 - Vila Fonche / Arcos de Valdevez Tel. 258 523 101 - Fax. 258 518 390

Leia mais

INTRODUÇÃO O QUE É O PLANO «SALATIA»?

INTRODUÇÃO O QUE É O PLANO «SALATIA»? INTRODUÇÃO O QUE É O PLANO «SALATIA»? No actual cenário económico-financeiro do Mundo e do País, é obrigação de todas as entidades públicas, à sua escala, promoverem medidas de apoio às empresas e às famílias

Leia mais

T4 Duplex Jardins do Palacete

T4 Duplex Jardins do Palacete T4 Duplex Jardins do Palacete Boavista/ Porto Nª/Refª 3818 Índice 1 Localização 3 2 Informação Geral 5 3 Disponibilidades 8 4 Acabamentos 10 5 Plantas 13 Implantação 14 T4 Duplex 15 6 Contactos 17 T4 Duplex

Leia mais

Nuno Rodolfo da Nova Oliveira da Silva, Economista com escritório na Quinta

Nuno Rodolfo da Nova Oliveira da Silva, Economista com escritório na Quinta Exmo(a). Senhor(a) Doutor(a) Juiz de Direito do Tribunal do Judicial de Penafiel 4º Juízo Processo nº 1555/10.7TBPNF Insolvência de Beyond Home, S.A. V/Referência: Data: Nuno Rodolfo da Nova Oliveira da

Leia mais

Inquérito ao Crédito. Relatório

Inquérito ao Crédito. Relatório Inquérito ao Crédito Relatório Março 2012 Destaques O crédito bancário é a fonte de financiamento mais significativa referida por cerca de 70% das empresas. O financiamento pelos sócios ou accionistas

Leia mais

Neste artigo iremos dedicar especial atenção às novas regras do. IRS, introduzidas pela Reforma levada a cabo pelo Governo no final

Neste artigo iremos dedicar especial atenção às novas regras do. IRS, introduzidas pela Reforma levada a cabo pelo Governo no final TENDÊNCIAS NOS NEGÓCIOS PARA 2015 Neste artigo iremos dedicar especial atenção às novas regras do IRS, introduzidas pela Reforma levada a cabo pelo Governo no final de 2014. Não deixe de estar por dentro

Leia mais

Falta de informação dos proprietários inviabiliza ações de despejo

Falta de informação dos proprietários inviabiliza ações de despejo QUARTA-FEIRA 4 SETEMBRO 2013 www.imobiliario.publico.pt SUPLEMENTO COMERCIAL PUBLICIDADE Falta de informação dos proprietários inviabiliza ações de despejo Muitos dos pedidos de despejo entrados no BNA

Leia mais

A. ENQUADRAMENTO B. CANDIDATURA. Portal Mercado Social de Arrendamento http://www.mercadosocialarrendamento.msss.pt

A. ENQUADRAMENTO B. CANDIDATURA. Portal Mercado Social de Arrendamento http://www.mercadosocialarrendamento.msss.pt A. ENQUADRAMENTO 1. O que é o Mercado Social de Arrendamento? 2. A iniciativa Mercado Social de Arrendamento enquadra-se no chamado Arrendamento Social? 3. Qual o objectivo do Mercado Social de Arrendamento?

Leia mais

REABILITAÇÃO URBANA E ARRENDAMENTO: OPORTUNIDADES DO NOVO REGIME JURÍDICO. Conferência na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa

REABILITAÇÃO URBANA E ARRENDAMENTO: OPORTUNIDADES DO NOVO REGIME JURÍDICO. Conferência na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa REABILITAÇÃO URBANA E ARRENDAMENTO: OPORTUNIDADES DO NOVO REGIME JURÍDICO Conferência na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa 18 de maio de 2012 Intervenção do Presidente da CIP Minhas Senhoras

Leia mais

Investimentos em imóveis de forma moderna e inteligente.

Investimentos em imóveis de forma moderna e inteligente. Investimentos em imóveis de forma moderna e inteligente. A possibilidade de diversificar o investimento e se tornar sócio dos maiores empreendimentos imobiliários do Brasil. Este material tem o objetivo

Leia mais

Condições do Franchising

Condições do Franchising Condições do Franchising ÍNDICE Introdução 1. Vantagens em entrar num negócio de franchising 2. O que nos distingue como sistema de franchising 2.1. vantagens para o franchisado face a outras redes 2.2.

Leia mais

Manual da Garantia Mútua

Manual da Garantia Mútua Março de 2007 Manual da Garantia Mútua O que é a Garantia Mútua? É um sistema privado e de cariz mutualista de apoio às pequenas, médias e micro empresas (PME), que se traduz fundamentalmente na prestação

Leia mais

INTERVENÇÃO Dr. José Vital Morgado Administrador Executivo da AICEP ****

INTERVENÇÃO Dr. José Vital Morgado Administrador Executivo da AICEP **** INTERVENÇÃO Dr. José Vital Morgado Administrador Executivo da AICEP **** Gostaria de começar por agradecer o amável convite da CIP para participarmos nesta conferência sobre um tema determinante para o

Leia mais

A ÁREA DE PRÁTICA DE IMOBILIÁRIO E URBANISMO DA ABBC

A ÁREA DE PRÁTICA DE IMOBILIÁRIO E URBANISMO DA ABBC ABBC A actuação da ABBC assenta na independência, no profissionalismo e na competência técnica dos seus advogados e colaboradores, com o escrupuloso respeito das regras deontológicas que presidem ao exercício

Leia mais

Durante o ano de 2014 foi concluída a obra de ampliação e remodelação da moradia Bairro do Restelo 38.

Durante o ano de 2014 foi concluída a obra de ampliação e remodelação da moradia Bairro do Restelo 38. OLISSIPO - FEFII RELATÓRIO DE GESTÃO 2014 Durante o ano de 2014 foi concluída a obra de ampliação e remodelação da moradia Bairro do Restelo 38. Foi lançado o concurso para a empreitada de remodelação

Leia mais

Poucas inovações na história da humanidade reúnem tantos benefícios potenciais quanto o Comércio Eletrônico (também conhecido como e-commerce).

Poucas inovações na história da humanidade reúnem tantos benefícios potenciais quanto o Comércio Eletrônico (também conhecido como e-commerce). Poucas inovações na história da humanidade reúnem tantos benefícios potenciais quanto o Comércio Eletrônico (também conhecido como e-commerce). A natureza global da tecnologia, a oportunidade de atingir

Leia mais

CONCURSO Nº 2/DAGP/12 VENDA DE PATRIMÓNIO EDIFICADO, LOTES E TERRENOS EM DIVERSOS LOCAIS REGULAMENTO

CONCURSO Nº 2/DAGP/12 VENDA DE PATRIMÓNIO EDIFICADO, LOTES E TERRENOS EM DIVERSOS LOCAIS REGULAMENTO CONCURSO Nº 2/DAGP/12 VENDA DE PATRIMÓNIO EDIFICADO, LOTES E TERRENOS EM DIVERSOS LOCAIS REGULAMENTO CONCURSO Nº 2/DAGP/12 VENDA DE PATRIMÓNIO EDIFICADO, LOTES E TERRENOS EM DIVERSOS LOCAIS REGULAMENTO

Leia mais

DIÁRIO ECONÓMICO Calendário Projectos Especiais

DIÁRIO ECONÓMICO Calendário Projectos Especiais DIÁRIO ECONÓMICO Calendário Projectos Especiais 2012 JAN 19 Prémio Excelência Revista 30 Propriedade Intelectual 31 Industria Farmacêutica de Genéricos 2 Energia: Painéis Solares 7 Desafios de Portugal:

Leia mais

INTRODUÇÃO. Localização geográfica. Grande Lisboa. Grande Porto

INTRODUÇÃO. Localização geográfica. Grande Lisboa. Grande Porto INTRODUÇÃO presente trabalho pretende mostrar uma caracterização geral de duas sub-regiões de Portugal: as NUTE III (Numencleatura de Unidade Territorial Estatística) da Grande Lisboa e do Grande Porto,

Leia mais

Golden Residence Permit Program BES IMÓVEIS AREA GESTÃO IMOBILIÁRIA

Golden Residence Permit Program BES IMÓVEIS AREA GESTÃO IMOBILIÁRIA Golden Residence Permit Program BES IMÓVEIS AREA GESTÃO IMOBILIÁRIA Em que consiste, razões para a existência do programa e benefício principal Quem pode beneficiar do programa Como beneficiar do programa

Leia mais

1. Investimento concreto

1. Investimento concreto 1. Investimento concreto 18/09/2008 Exame Revista Setor 137, 138 e 140 Página 1 Página 2 Página 3 Página 4 Comprar imóveis para alugar foi um dos piores negócios nas últimas décadas. Agora até estrangeiros

Leia mais

Gestão Integral de Recuperação de Créditos Imobiliários - GIRCI

Gestão Integral de Recuperação de Créditos Imobiliários - GIRCI Gestão Integral de Recuperação de Créditos Imobiliários - GIRCI A atual conjuntura do mercado imobiliário é uma janela de oportunidade para criar novas soluções. Soluções que tragam eficiência e optimização.

Leia mais

EM JULHO E AGOSTO TODOS OS CAMINHOS VÃO DAR A BONS NEGÓCIOS

EM JULHO E AGOSTO TODOS OS CAMINHOS VÃO DAR A BONS NEGÓCIOS EM JULHO E AGOSTO TODOS OS CAMINHOS VÃO DAR A BONS NEGÓCIOS MÊS DAS OPORTUNIDADES ZONA CENTRO NORTE 10% DE DESCONTO SOBRE O PREÇO DE CATÁLOGO PARA IMÓVEIS NÃO RESIDENCIAIS E 5% DE DESCONTO NOS IMÓVEIS

Leia mais

Sciesp. Clipping 07.06. A s s e s s o r i a d e I m p r e n s a i m p r e n s a @ s c i e s p. c o m. b r ( 1 1 ) 3 8 8 9-5 8 9 9 Página 1

Sciesp. Clipping 07.06. A s s e s s o r i a d e I m p r e n s a i m p r e n s a @ s c i e s p. c o m. b r ( 1 1 ) 3 8 8 9-5 8 9 9 Página 1 Sciesp Clipping 07.06 A s s e s s o r i a d e I m p r e n s a i m p r e n s a @ s c i e s p. c o m. b r ( 1 1 ) 3 8 8 9-5 8 9 9 Página 1 BAGARAI Mercado imobiliário brasileiro deve vender ainda mais neste

Leia mais

Microcrédito Damos Rumo à Vida

Microcrédito Damos Rumo à Vida Microcrédito Damos Rumo à Vida 1 Microcrédito no Millennium bcp O Microempreendedor e o seu perfil Empreendedorismo Dar Rumo à Vida Resultados Conclusões 2 Microcrédito no Millennium bcp Responsabilidade

Leia mais

INVESTIR EM PORTUGAL

INVESTIR EM PORTUGAL INVESTIR EM PORTUGAL 投 资 与 移 民 门 道 是 专 门 提 供 投 资 与 移 民 服 务 的 独 立 咨 询 机 构 我 们 的 多 学 科 团 队 精 心 研 究, 旨 在 为 客 户 提 供 最 佳 的 商 业 战 略 和 国 际 投 资 方 案 INVESTIMENTO E EMIGRAÇÃO A GATEWAY É UMA CONSULTORA INDEPENDENTE,

Leia mais

INSTITUTO DA CONSTRUÇÃO E DO IMOBILIÁRIO

INSTITUTO DA CONSTRUÇÃO E DO IMOBILIÁRIO INSTITUTO DA CONSTRUÇÃO E DO IMOBILIÁRIO IISEMANA DARE- ABILITAÇÃO ASSIMFOI URBANA 14 DE ABRIL / 15H00 CONFERÊNCIA O ARRENDAMENTO COMO BASE DE UMA SOCIEDADE MAIS DINÂMICA C o n f e r ê n c i a s E x p

Leia mais

LEILÃO. Apartamento - T3

LEILÃO. Apartamento - T3 LEILÃO Insolvência: José António Ribeiro Pereira Processo de Insolvência nº 3196/09.2TBBRG 3.º Juízo Cível do Tribunal Judícial Braga Por determinação do Exmo. Administrador de Insolvência, coadjuvamos

Leia mais

Visivelmente, o mercado de imóveis no País está em pleno crescimento basta olhar para os lados...para frente...para trás... Alguns questionamentos:

Visivelmente, o mercado de imóveis no País está em pleno crescimento basta olhar para os lados...para frente...para trás... Alguns questionamentos: Gunther Calvente Grineberg Maio 2011 Mercado Visivelmente, o mercado de imóveis no País está em pleno crescimento basta olhar para os lados...para frente...para trás... Alguns questionamentos: Alguém conhece

Leia mais

Juízos Cíveis de Coimbra

Juízos Cíveis de Coimbra Juízos Cíveis de Coimbra AA.:António Francisco Domingues, portador do Cartão do Cidadão nº004897786 válido até 13/10/2013, contribuinte fiscal nº 100097898 e mulher Florbela Francica Santos Domingues portadora

Leia mais