Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Assessoria Especial para Modernização da Gestão Central de Compras e Contratações

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Assessoria Especial para Modernização da Gestão Central de Compras e Contratações"

Transcrição

1 Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Assessoria Especial para Modernização da Gestão Central de Compras e Contratações Brasília, 25 agosto de 2015

2 SUMÁRIO SITUAÇÃO-PROBLEMA CONSTRUINDO O NOVO MODELO COMPARATIVO DOS MODELOS DESEMPENHO DO NOVO MODELO CASE - MINISTÉRIO DA SAÚDE ADESÃO AO NOVO MODELO OUTROS PROJETOS

3 SITUAÇÃO-PROBLEMA

4 MODELO ANTIGO DE COMPRA DE PASSAGENS AÉREAS Órgãos e entidades realizavam processo licitatório para contratação de Agências de Viagens Agências de Viagens realizavam pesquisa, emissão, remarcação e cancelamento ÓRGÃOS E ENTIDADES AGÊNCIAS DE VIAGENS CIA AÉREA

5 FRAGILIDADES DO MODELO ANTIGO Replicação de processos licitatórios para o mesmo objeto Falta de padrão dos contratos e da forma de remuneração das agências (taxas irrisórias: R$0,00 a R$0,01) Menor possibilidade de negociação de tarifas e falta de garantia de escolha da melhor opção de voo Retrabalho e aumento de valores devido a perda de reservas durante o processo de autorização Processo manual de prestação de contas e reembolso. Número elevado de processos de pagamento

6 CONSTRUINDO O NOVO MODELO

7 DIAGNÓSTICO Obter maior controle sobre as atividades de pesquisa e emissão de bilhetes era fundamental para garantir a escolha da melhor opção de voo Mais de 95% do total dos bilhetes emitidos pela APF se referiam a viagens nacionais domésticas 96% do total da demanda da APF era atendida por quatro companhias aéreas 7 Agências de viagens detinham mais de 50% do total de contratos firmados pela APF Fonte: SIASG/SCDP

8 SOLUÇÃO PROPOSTA E SEUS DESDOBRAMENTOS CREDENCIAMENTO CPGF PASSAGENS AÉREAS NOVO MODELO DE AQUISIÇÃO DE PASSAGENS AÉREAS AGÊNCIA ÚNICA SCDP

9 SOLUÇÃO PROPOSTA E SEUS DESDOBRAMENTOS CREDENCIAMENTO CPGF PASSAGENS AÉREAS NOVO MODELO DE AQUISIÇÃO DE PASSAGENS AÉREAS AGÊNCIA ÚNICA SCDP

10 CREDENCIAMENTO Atendimento das demandas de passagens aéreas nacionais operadas pelas cias AVIANCA, AZUL, GOL e TAM, por intermédio do SCDP Adesão por meio de contrato firmado com o Banco do Brasil para uso do Cartão de Pagamento do Governo Federal - Passagem Aérea Fiscalização da execução do Credenciamento deve ser atribuída a servidor formalmente designado Central de Compras: fiscalização das condições de habilitação das cias aéreas Central e órgãos: fiscalização dos preços praticados (artigo 20, II IN 03/2015)

11 CREDENCIAMENTO Garantia de 72 horas de tarifa e assento Viabiliza o fluxo de aprovação das autoridades competentes Cotação, reserva e emissão diretos no SCDP Redução de inserção manual de dados Dados da cotação salvos automaticamente no SCDP Desconto mínimo de 3 a 5% sobre os bilhetes emitidos Exceto classes promocionais das cias aéreas AVIANCA, GOL E TAM

12 SOLUÇÃO PROPOSTA E SEUS DESDOBRAMENTOS CREDENCIAMENTO CPGF PASSAGENS AÉREAS NOVO MODELO DE AQUISIÇÃO DE PASSAGENS AÉREAS AGÊNCIA ÚNICA SCDP

13 CPGF PASSAGENS AÉREAS Exclusivo para compra de passagens aéreas junto às companhias aéreas credenciadas Cartão virtual de pagamento Identificação automática da empresa favorecida Conciliação da fatura diretamente no SCDP Envio de fatura eletrônica ao SCDP Dados criptografados tanto no armazenamento quanto na transmissão Reembolso em até 60 dias diretamente no cartão pagador Emitido e operacionalizado pelo Banco do Brasil com isenção de taxas

14 CPGF PASSAGENS AÉREAS Adesão junto ao Banco do Brasil Procurar o gerente de relacionamento BB Preencher e encaminhar ao BB os documentos de adesão Quantidade de cartões, portadores e limites de utilização Cartão por unidade gestora executora Portador do cartão vinculado à ordenação da despesa no SCDP Limites definidos pelo Ordenador de despesa Faturamento Dispensa de retenção dos tributos na fonte até 12/2017 Fechamento da fatura todo dia 25, pagamento até o dia 10 do mês subsequente

15 SOLUÇÃO PROPOSTA E SEUS DESDOBRAMENTOS CREDENCIAMENTO CPGF PASSAGENS AÉREAS NOVO MODELO DE AQUISIÇÃO DE PASSAGENS AÉREAS AGÊNCIA ÚNICA SCDP

16 AGÊNCIA ÚNICA Emissão de bilhetes domésticos regionais Assessoria, cotação, reserva e emissão Alteração de bilhetes domésticos Cotação, reserva, alteração e reembolso Emissão de bilhetes internacionais Assessoria, cotação, reserva e emissão de bilhete aéreo e seguro de assistência em viagem Alteração de bilhetes internacionais Cotação, reserva, alteração e reembolso Cancelamento de bilhetes domésticos e internacionais Cancelamento e reembolso

17 AGÊNCIA ÚNICA Atendimento das demandas não contempladas pela aquisição direta Internacional, regional, seguro-viagem Casos emergenciais devidamente justificados no SCDP Quando houver impedimento de emissão via aquisição direta Atendimento remoto SCDP, e telefone 24 horas por dia, 7 dias por semana Apenas servidor autorizado pelo Órgão poderá demandar à agência Fiscalização da execução do agenciamento de viagens deve ser atribuída a servidor formalmente designado Orientações de fiscalização contidas na IN 03/2015-SLTI

18 AGÊNCIA ÚNICA Contratações - ATA 03/2015/CENTRAL Aguardar o encerramento natural do contrato vigente na Unidade Localizar planilha com relação de todos os órgãos e itens da Ata (governoeletronico.gov.br) Identificar em quais itens a UASG é participante Demandar remanejamento à Execução Demandas por quantidade de bilhetes emitidos, remarcados e cancelados Pagamento de taxa de agenciamento para cada serviço prestado Seguro viagem acompanha a taxa do agenciamento já paga pela emissão internacional (pagamento somente do prêmio) Faturamento Emissão de fatura pela agência de viagens Pagamento com retenção de tributos na fonte

19 SOLUÇÃO PROPOSTA E SEUS DESDOBRAMENTOS CREDENCIAMENTO CPGF PASSAGENS AÉREAS NOVO MODELO DE AQUISIÇÃO DE PASSAGENS AÉREAS AGÊNCIA ÚNICA SCDP

20 SCDP Incorporação de sistema buscador ao SCDP Acesso único ao SCDP viabiliza cotação, reserva e emissão junto às credenciadas Aplicação automática dos acordos comerciais firmados Dados da viagem encaminhados automaticamente ao e- mail do proposto Gestão de passagens aéreas Relatórios completos para análises detalhadas Pedido automatizado de reembolso Possibilidade de verificar o status do bilhete após realização da viagem (voado, não voado, remarcado)

21 COMPARATIVO DOS MODELOS

22 COMPARATIVO DOS MODELOS

23 COMPARATIVO DOS MODELOS

24 COMPARATIVO DOS MODELOS

25 DESEMPENHO DO NOVO MODELO

26 ÓRGÃOS EMISSORES

27 BILHETES EMITIDOS

28 300 PRINCIPAIS TRECHOS Brasília - Rio de Janeiro Brasília - São Paulo Rio de Janeiro - Brasília Rio de Janeiro - São Paulo São Paulo - Brasília São Paulo - Rio de Janeiro 50 0 AVIANCA AZUL GOL TAM Fonte: SCDP Período: 03 a 09 de agosto

29 DESCONTOS OBTIDOS Período de 3 a 9 de agosto Descontos aplicados - Média de 4,44% ,00% 3,00% 5,00% > 5,00%

30 RESULTADOS Maior transparência nos valores cotados Economia potencial de R$55 MM/Ano Desoneração da equipe operacional NOVO MODELO Desconto médio de 21,70% Redução de intervenções manuais Redução de custos na aquisição de passagens

31 CASE MINISTÉRIO DA SAÚDE

32 CASE MINISTÉRIO DA SAÚDE Ministério da Saúde 2,5 mil emissões/mês 240 servidores habilitados para efetuar as compras apenas em Brasília Implantou a compra direta em 27 de abril de 2015

33 CASE MINISTÉRIO DA SAÚDE Processo antigo Processo atual R$ 20,71 de taxa de agenciamento de viagens R$ 0,00 de taxa de agenciamento de viagens + desconto de 3 a 5% sobre bilhete emitido média de 120 faturas mensais 12 faturas mensais 90 dias para receber o reembolso dos bilhetes não utilizados 30 dias para receber o reembolso dos bilhetes não utilizados Reembolso mediante Nota de Crédito e compensação na fatura Reembolso creditado diretamente no CPGF Passagem Aérea

34 ADESÃO AO NOVO MODELO

35 ADESÃO AO NOVO MODELO Representação no TCU Medida cautelar Análise da representação IN nº. 03/2015 Modelo principal: aquisição direta Modelo subsidiário: agenciamento Abrangência: Adm. Direta, Autárquica e Fundacional Portaria nº. 555/2014 Obrigatoriedade: Adm. Direta Facultativo: Autarquias e Fundacional CPGF Passagens Aéreas Contrato renovado em 21/08/2015

36 STATUS DAS ADESÕES NA COMPRA DIRETA ADM.DIRETA ADERIU 1. Advocacia-Geral da União 2. Controladoria-Geral da União 3. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento 4. Ministério da Defesa 5. Ministério da Fazenda (inclui CARF, PGFN, SRFB, STN) 6. Ministério da Justiça (inclui DPRF e DPF de AL, GO, MG, PE, RO, SE, TO, AC, AM, CE, MT, MS, PA, PR, RN, RS) 7. Ministério da Pesca e Aquicultura 8. Ministério da Saúde (inclui Núcleos Estaduais AL, GO, MT, MS, MG, PE, RO, SC, SP, SE, TO, PB, AC, AP, CE, ES, MA, PA, PR, PI, RN, RS) 9. Ministério das Comunicações 10. Ministério de Minas e Energia 11. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão 12. Ministério do Trabalho e Emprego (inclui Superintendências Regionais de AL, MT, MG, RO, TO, BA) 13. Presidência da República (SG, SRI, SECOM, SAE, GSI, CC, Gabinete da PR e da Vice-Presidência, Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional) 14. Secretaria da Micro e Pequena Empresa 15. Secretaria de Aviação Civil 16. Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República 17. Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República 18. Secretaria Especial dos Direitos Humanos NÃO ADERIU 1. Ministério da Ciência e Tecnologia e Inovação 2. Ministério da Cultura 3. Ministério da Educação 4. Ministério da Integração Nacional 5. Ministério da Previdência Social 6. Ministério das Cidades 7. Ministério das Relações Exteriores 8. Ministério do Desenvolvimento Agrário 9. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome 10. Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior 11. Ministério do Esporte 12. Ministério do Meio Ambiente 13. Ministério do Turismo 14. Ministério dos Transportes 15. Secretaria de Portos Período: 24/08/14 10/08/15

37 OUTROS PROJETOS

38 ATAS VIGENTES IMAGENS ORBITAIS Fim da vigência: Ata 01/2015: 19/02/2016 Ata 02/2015: 03/03/2016 Órgãos participantes: 14 Valor adjudicado: R$ ,20 Valor contratado: R$ ,24 Órgãos que contrataram os serviços: 1 (carona)

39 ATAS VIGENTES TELEFONIA Fim da vigência: 08/12/2015 Órgãos participantes: 78 Valor adjudicado: R$ ,29 Valor contratado: R$ ,22 Percentual contratado: 28,04% Órgãos que contrataram os serviços: 27 (22 participantes e 05 caronas)

40 ATAS VIGENTES AGENCIAMENTO Fim da vigência: 19/05/2016 Órgãos participantes: 615 Valor adjudicado: R$ ,95 Valor contratado: R$ Percentual contratado: 14,04% Órgãos que contrataram os serviços: 30 (23 participantes e 07 caronas)

41 ATAS VIGENTES ATIVOS DE REDE Publicação Ata: 27/07/2015 Órgãos participantes: 37 Redução de preços em relação ao valor estimado: 50% (R$ ,13) Redução média dos preços: 27,45% Economicidade: 48,23%

42 PROJETOS EM ANDAMENTO VÍDEOCONFERÊNCIA Previsão de término do procedimento licitatório na primeira quinzena de outubro Documentos e informações (após a licitação): central-de-compras-e-contratacoes

43 PROJETOS EM ESTUDO MANUTENÇÃO PREDIAL COPEIRAGEM VIGILÂNCIA PATRIMONIAL BRIGADA DE INCÊNDIO LIMPEZA E CONSERVAÇÃO PORTARIA FROTA Etapa 2 concluída: entrevistas com órgãos da APF

44 PROJETOS EM ESTUDO ETAPA ATUAL 1 ETAPAS Planejamento das atividades Plano de ação detalhado PRODUTOS 2 Inteligência interna Diagnóstico 3 Inteligência externa Análise de mercado (fornecedores e outros compradores) 4 Desenho das estratégias Estratégias de aquisição e contratação 5 Elaboração dos Manuais Manual técnico 6 Atualização dos manuais Manual técnico atualizado 7 Transferência de conhecimento Transferência de conhecimento Etapa 3: Previsão de término - final de ago/15

45 OUTROS PROJETOS EM ESTUDO SOFTWARE APLICATIVO Etapa 1 Planejamento de atividades Previsão da Licitação: dez/2015 SEGURANÇA DE REDES Etapa 1 Planejamento de atividades Previsão de finalização do TR: dez/2015 TELEFONIA MÓVEL Etapas 2 e 3 Inteligência Interna e Externa Solicitação de informações: itens, volumes, valores etc Previsão da Licitação: dez/2015

46 OBRIGADA!

Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Assessoria Especial para Modernização da Gestão. Brasília, julho de 2015

Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Assessoria Especial para Modernização da Gestão. Brasília, julho de 2015 Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Assessoria Especial para Modernização da Gestão Brasília, julho de 2015 ESTRATÉGIA CREDENCIAMENTO CPGF PASSAGEM AÉREA AGENCIAMENTO DE VIAGENS CREDENCIAMENTO

Leia mais

Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Central de Compras e Contratações

Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Central de Compras e Contratações Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Central de Compras e Contratações TÓPICOS O QUE É A CENTRAL DE COMPRAS E CONTRATAÇÕES AQUISIÇÃO DE PASSAGENS - PROCEDIMENTOS CREDENCIAMENTO CARTÃO DE PAGAMENTO

Leia mais

Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Assessoria Especial para Modernização da Gestão. Brasília, 17de março de 2015

Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Assessoria Especial para Modernização da Gestão. Brasília, 17de março de 2015 Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Assessoria Especial para Modernização da Gestão Brasília, 17de março de 2015 ROTEIRO O QUE É CENTRAL DE COMPRAS E CONTRATAÇÕES PASSAGENS AÉREAS SITUAÇÃO INICIAL

Leia mais

Passagens Aéreas. Brasília, 10 de setembro de 2013

Passagens Aéreas. Brasília, 10 de setembro de 2013 Passagens Aéreas Brasília, 10 de setembro de 2013 Agenda Cenário atual Propostas Agenda Cenário atual Propostas Principais problemas identificados Falta de informação quanto a voos realizados, alterados

Leia mais

Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Brasília, 19 de março de 2015

Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Brasília, 19 de março de 2015 Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Brasília, 19 de março de 2015 O QUE É A CENTRAL OUTRAS CONTRATAÇÕES CENTRAL DE COMPRAS CONTRATAÇÕES DE TI E COMUNICAÇÃO Telefonia fixa 71 órgãos participantes

Leia mais

Adesão ao modelo de compra direta de passagens aéreas

Adesão ao modelo de compra direta de passagens aéreas Adesão ao modelo de compra direta de passagens aéreas Guia de orientação sobre os procedimentos para adesão ao modelo de compra direta de passagens aéreas valendo-se do Credenciamento nº 01/2014-CENTRAL,

Leia mais

ANEXO I BICICLETA ESCOLAR. Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1)

ANEXO I BICICLETA ESCOLAR. Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1) ANEXO I BICICLETA ESCOLAR Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1) Assunto: Adesão à ata de registro de preços nº 70/2010 do pregão eletrônico nº 40/2010. 1 2 BICICLETA 20 - AC,

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 3, DE 11 DE FEVEREIRO DE 2015

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 3, DE 11 DE FEVEREIRO DE 2015 MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 3, DE 11 DE FEVEREIRO DE 2015 Dispõe sobre diretrizes e procedimentos para aquisição

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 172, de 27 de MAIO de 2015. O MINISTRO DE ESTADO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO, no uso das atribuições que lhe confere

Leia mais

Plano Plurianual DESENVOLVIMENTO, PRODUTIVIDADE E INCLUSÃO SOCIAL ANEXO II

Plano Plurianual DESENVOLVIMENTO, PRODUTIVIDADE E INCLUSÃO SOCIAL ANEXO II Plano Plurianual 216 219 DESENVOLVIMENTO, PRODUTIVIDADE E INCLUSÃO SOCIAL ANEXO II PROGRAMA: 21 - Aprimoramento do Ministério Público Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social 82.71 268.863 Despesas Correntes

Leia mais

PORTARIA N o 268, DE 30 DE JULHO DE 2013. (publicada no DOU de 31/07/2013, seção I, página 100)

PORTARIA N o 268, DE 30 DE JULHO DE 2013. (publicada no DOU de 31/07/2013, seção I, página 100) PORTARIA N o 268, DE 30 DE JULHO DE 2013. (publicada no DOU de 31/07/2013, seção I, página 100) A MINISTRA DE ESTADO DO PLANEAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO, no uso das atribuições que lhe confere o inciso

Leia mais

PROGRAMA: 0553 - Atuação Legislativa da Câmara dos Deputados. PROGRAMA: 0551 - Atuação Legislativa do Senado Federal

PROGRAMA: 0553 - Atuação Legislativa da Câmara dos Deputados. PROGRAMA: 0551 - Atuação Legislativa do Senado Federal PROGRAMA: 0553 - Atuação Legislativa da Câmara dos Deputados 3.172.280 9.772.013 Despesas Correntes 2.964.653 9.031.347 Despesas de Capital 207.627 740.666 3.172.280 12.944.292 9.772.013 PROGRAMA: 0551

Leia mais

Anexo II - Programas de Gestão, Manutenção e Serviços ao Estado

Anexo II - Programas de Gestão, Manutenção e Serviços ao Estado Anexo II - Programas de Gestão, Manutenção e Serviços ao Estado PROGRAMA: 0553 - Atuação Legislativa da Câmara dos Deputados 3.185.780 9.806.513 Despesas Correntes 2.978.153 9.065.847 Despesas de Capital

Leia mais

II - Locação de Imóveis: a) 33903615 - Locação de Imóveis b) 33903910 - Locação de Imóveis

II - Locação de Imóveis: a) 33903615 - Locação de Imóveis b) 33903910 - Locação de Imóveis PORTARIA N o 172, DE 27 DE MAIO DE 2015 O MINISTRO DE ESTADO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO, no uso das atribuições que lhe confere o inciso II do Parágrafo único do art. 87, da Constituição Federal,

Leia mais

GABINETE DO MINISTRO

GABINETE DO MINISTRO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 265, DE 16 DE NOVEMBRO DE 2001 O MINISTRO DE ESTADO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO, no uso de suas atribuições, e considerando o disposto no art. 8º do Decreto nº

Leia mais

Manual Operacional do Sistema de Concessão de Diárias e Passagens SCDP. Perfil: Solicitante de Passagem

Manual Operacional do Sistema de Concessão de Diárias e Passagens SCDP. Perfil: Solicitante de Passagem Manual Operacional do Sistema de Concessão de Diárias e Passagens SCDP Perfil: Solicitante de Passagem Novembro - 2014 1 Sumário Introdução...3 Etapa de Reserva de Passagem...4 1 Reserva de Passagem...4

Leia mais

RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO DA TRIPS PASSAGENS E TURISMO LTDA-EPP.

RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO DA TRIPS PASSAGENS E TURISMO LTDA-EPP. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Assessoria Especial para Modernização da Gestão Central de Compras e Contratações RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO DA TRIPS PASSAGENS E TURISMO LTDA-EPP. 1 DAS PRELIMINARES

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESPÍRITO SANTO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESPÍRITO SANTO ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 1. JUSTIFICATIVA Tendo em vista a necessidade desta Administração transportar magistrados e servidores para outros Estados, com o intuito de realizar cursos de aperfeiçoamento,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESPÍRITO SANTO segim@jfes.jus.br

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESPÍRITO SANTO segim@jfes.jus.br PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESPÍRITO SANTO segim@jfes.jus.br T E R M O DE R E F E R Ê N C I A Aquisição de Passagens Aéreas 1. OBJETO 1.1. Contratação de empresa

Leia mais

Adesão ao modelo de compra direta de passagens aéreas

Adesão ao modelo de compra direta de passagens aéreas Adesão ao modelo de compra direta de passagens aéreas Guia de orientação sobre os procedimentos para adesão ao modelo de compra direta de passagens aéreas valendo-se do Credenciamento nº 01/2014-CENTRAL,

Leia mais

INFORME SARGSUS. Situação da Alimentação do Relatório de Gestão Ano 2013-2014 Informações sobre Plano e Programação Anual de Saúde

INFORME SARGSUS. Situação da Alimentação do Relatório de Gestão Ano 2013-2014 Informações sobre Plano e Programação Anual de Saúde INFORME SARGSUS Situação da Alimentação do Relatório de Gestão Ano 2013-2014 Informações sobre Plano e Programação Anual de Saúde 1 ESFERA MUNICIPAL 1.1 Relatório de Gestão Ano 2013 Até a presente data,

Leia mais

ANEXO - I PROJETO BÁSICO

ANEXO - I PROJETO BÁSICO ANEXO - I PROJETO BÁSICO 1. OBJETO: Contratação de empresa especializada para a prestação de serviços relativos à emissão de passagens aéreas nacionais e internacionais compreendendo a reserva, emissão,

Leia mais

ESTADO DE GOIÁS DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE GOIÁS TERMO DE REFERÊNCIA

ESTADO DE GOIÁS DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE GOIÁS TERMO DE REFERÊNCIA TERMO DE REFERÊNCIA OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM SERVIÇOS DE FORNECIMENTO DE PASSAGENS AÉREAS, NACIONAIS E INTERNACIONAIS, TRASLADOS, RESERVAS, HOSPEDEGENS E ALIMENTAÇÃO EM HÓTEIS, PARA

Leia mais

Pesquisa de Informações Básicas Estaduais 2012

Pesquisa de Informações Básicas Estaduais 2012 Pesquisa de Informações Básicas Estaduais 2012 Informações Básicas Recursos Humanos Foram pesquisadas as pessoas que trabalhavam na administração direta e indireta por vínculo empregatício e escolaridade;

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ DEPARTAMENTO DO PATRIMÔNIO ASSESSORIA JURÍDICA PROTOCOLO Nº 963.852/2010. INTERESSADA: Divisão de Licitações

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ DEPARTAMENTO DO PATRIMÔNIO ASSESSORIA JURÍDICA PROTOCOLO Nº 963.852/2010. INTERESSADA: Divisão de Licitações DEPARTAMENTO DO PROTOCOLO Nº 963.852/2010 INTERESSADA: Divisão de Licitações ASSUNTO: Contratação de empresa para a prestação de serviços de agenciamento, reserva e fornecimento de passagens aéreas e/ou

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESPÍRITO SANTO nse@jfes.jus.br

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESPÍRITO SANTO nse@jfes.jus.br T E R M O DE R E F E R Ê N C I A Aquisição de Passagens Aéreas 1. OBJETO Contratação de empresa especializada no fornecimento de passagens aéreas para a Seção Judiciária do Espírito Santo no exercício

Leia mais

(MLRV) SEGURO GARANTIA ESTENDIDA JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1

(MLRV) SEGURO GARANTIA ESTENDIDA JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 SEGURO GARANTIA ESTENDIDA JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: O seguro de Garantia Estendida tem como objetivo fornecer ao segurado, facultativamente

Leia mais

Adesão ao modelo de compra direta de passagens aéreas

Adesão ao modelo de compra direta de passagens aéreas Adesão ao modelo de compra direta de passagens aéreas Guia de orientação sobre os procedimentos para adesão ao modelo de compra direta de passagens aéreas valendo-se do Credenciamento nº 01/2014-CENTRAL,

Leia mais

PROMOÇÃO VIVO CONTROLE MÓVEL COM CARTÃO DE CRÉDITO

PROMOÇÃO VIVO CONTROLE MÓVEL COM CARTÃO DE CRÉDITO PROMOÇÃO VIVO CONTROLE MÓVEL COM CARTÃO DE CRÉDITO DISPOSIÇÕES GERAIS DA PROMOÇÃO 1.1. A promoção Vivo Controle Móvel no Cartão de Crédito é realizada pela Telefônica Brasil S/A, que oferece os benefícios

Leia mais

TARIFA OPERADORA TAM. Procedimentos e orientações para consulta, reserva e emissão de bilhetes TAM Tarifa Operadora. Julho/2013

TARIFA OPERADORA TAM. Procedimentos e orientações para consulta, reserva e emissão de bilhetes TAM Tarifa Operadora. Julho/2013 Julho/2013 TARIFA OPERADORA TAM Procedimentos e orientações para consulta, reserva e emissão de bilhetes TAM Tarifa Operadora Clube Turismo Matriz Av. Pres. Epitácio Pessoa, 724, Torre CEP 58040-000 João

Leia mais

SCC SEGURO DOS CONCESSIONÁRIOS CHEVROLET DIRETRIZES BASICAS

SCC SEGURO DOS CONCESSIONÁRIOS CHEVROLET DIRETRIZES BASICAS SCC SEGURO DOS CONCESSIONÁRIOS CHEVROLET DIRETRIZES BASICAS O objetivo do programa é combinar a sinergia existente entre concessionárias e seguradoras a fim de que, mediante a fidelização dos clientes,

Leia mais

Cotação de Passagens Aéreas Nacionais e Internacionais

Cotação de Passagens Aéreas Nacionais e Internacionais Cotação de Passagens Aéreas Nacionais e Internacionais Procedimentos Departamento de Projetos Contratos e Convênios Pró-Reitoria de Administração Manual para Cotação de Passagens Aéreas Nacionais e Internacionais

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE PERNAMBUCO Secretaria de Administração TERMO DE REFERÊNCIA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE PERNAMBUCO Secretaria de Administração TERMO DE REFERÊNCIA TERMO DE REFERÊNCIA n OBJETO 1.1- Contratação de empresa especializada para FORNECIMENTO 0E PASSAGENS AÉREAS EM ÂMBITO NACIONAL E INTERNACIONAL PARA ESTE, mediante menor preço, apurado pelo menor valor

Leia mais

REDE DE VENDAS E SERVIÇOS MARCOPOLO

REDE DE VENDAS E SERVIÇOS MARCOPOLO REDE DE VENDAS E SERVIÇOS MARCOPOLO * Área de Atuação BELÉM - PA (AP - MA)* Fone: 91 3039 1800 Fax: 91 3039 1807 vendas@marconorte.com.br BELO HORIZONTE - MG Fone: 31 3201 1971 Fax: 31 3201 1131 marcobus@marcobus.com.br

Leia mais

BOLETIM DE PESSOAL E SERVIÇO - V.3 N º 27 Brasília - DF, 04 de julho de 2008 SUMÁRIO I - DIRETORIA

BOLETIM DE PESSOAL E SERVIÇO - V.3 N º 27 Brasília - DF, 04 de julho de 2008 SUMÁRIO I - DIRETORIA BOLETIM DE PESSOAL E SERVIÇO - V.3 N º 27 Brasília - DF, 04 de julho de 2008 SUMÁRIO I - DIRETORIA 1 II - ÓRGÃOS DE ASSISTÊNCIA DIRETA E IMEDIATA À DIRETORIA DA ANAC a) Gabinete b) Assessoria de Relações

Leia mais

CONFERÊNCIAS NACIONAIS REALIZADAS (1941-2009)

CONFERÊNCIAS NACIONAIS REALIZADAS (1941-2009) Secretaria-Geral da Presidência da República Secretaria Nacional de Articulação Social 1 CONFERÊNCIA NACIONAL DE JUVENTUDE 1.1 1ª Conferência Nacional de Juventude 2 2.1 CONFERÊNCIA DE GAYS, LÉSBICAS,BISSEXUAIS,

Leia mais

POLÍTICA INSTITUCIONAL DE VIAGENS

POLÍTICA INSTITUCIONAL DE VIAGENS POLÍTICA INSTITUCIONAL DE VIAGENS 1 INTRODUÇÃO A ANEC Associação Nacional de Educação Católica do Brasil, através de sua estrutura organizacional e de seus colaboradores, tem avançado muito no cumprimento

Leia mais

2.1 O Diretor Presidente é responsável pela aprovação dos processos de reembolso liberados para pagamento.

2.1 O Diretor Presidente é responsável pela aprovação dos processos de reembolso liberados para pagamento. PÁGINA: 1 de 6 1 1.0 OBJETIVO: Analisar e controlar as solicitações de reembolso dos bilhetes aéreos não utilizados quando de sua contratação e providenciar o reembolso devido ao cliente, desde que, observadas

Leia mais

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo ANEXO VII PREGÃO PRESENCIAL Nº. 054/2015 Termo de Referência 1. OBJETO 1.1. Contratação de empresa do ramo visando o agenciamento de viagem na prestação de serviços para cotação, reserva, emissão, cancelamento,

Leia mais

1. Consulta de Certificado Digital 1. 2. Modelo de faturamento por Central de Serviços 3. 3 Configuração de informações para Faturamento de pedidos 4

1. Consulta de Certificado Digital 1. 2. Modelo de faturamento por Central de Serviços 3. 3 Configuração de informações para Faturamento de pedidos 4 CONFIGURAÇÃO PEDIDOS 1. Consulta de Certificado Digital 1 2. Modelo de faturamento por Central de Serviços 3 3 Configuração de informações para Faturamento de pedidos 4 4 Faturamento de NF-e pela SEFAZ

Leia mais

Objetivos Consolidar uma política garantidora de direitos Reduzir ainda mais a desigualdade social

Objetivos Consolidar uma política garantidora de direitos Reduzir ainda mais a desigualdade social AGENDA SOCIAL AGENDA SOCIAL Estamos lutando por um Brasil sem pobreza, sem privilégios, sem discriminações. Um país de oportunidades para todos. A melhor forma para um país crescer é fazer que cada vez

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviço de Agenciamento de Viagens PO I ESIS

TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviço de Agenciamento de Viagens PO I ESIS TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviço de Agenciamento de Viagens POIESIS ÍNDICE DO TERMO DE REFERÊNCIA TÉCNICA 1. OBJETIVO GERAL 2. JUSTIFICATIVA 3. DOS SERVIÇOS 4. DOS CRITÉRIOS DE JULGAMENTO 5. OBRIGAÇÕES

Leia mais

Ponto pra Você. Programa de Relacionamento do Banco do Brasil para Clientes PF

Ponto pra Você. Programa de Relacionamento do Banco do Brasil para Clientes PF Ponto pra Você Programa de Relacionamento do Banco do Brasil para Clientes PF JULHO/2013 Sumário - O que é o Programa Ponto pra Você?... 3 - Quem participa do Programa?... 3 - Pontos: quais os tipos?...

Leia mais

O mais rápido e completo Front-Office e Self-Booking para sua agência Corporativa

O mais rápido e completo Front-Office e Self-Booking para sua agência Corporativa O mais rápido e completo Front-Office e Self-Booking para sua agência Corporativa Sobre a WTS Atua há mais de 13 anos no segmento de Front Offices, exclusivamente no mercado de turismo. Produtos para Agências

Leia mais

PORTARIA UFERSA/GAB Nº 428/2009, 04 de Maio de 2009

PORTARIA UFERSA/GAB Nº 428/2009, 04 de Maio de 2009 PORTARIA UFERSA/GAB Nº 428/2009, 04 de Maio de 2009 O Reitor da Universidade Federal Rural do Semi-Árido, no uso das atribuições que lhe confere o Decreto do Ministério da Educação de 30 de julho de 2008,

Leia mais

5º ENCONTRO DA NACIONAL DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO - ReNOP

5º ENCONTRO DA NACIONAL DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO - ReNOP 5º ENCONTRO DA NACIONAL DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO - ReNOP Histórico Criada através da Lei 8.029 de 12 de abril de 1990; Fusão de 3 empresas. CONAB CIBRAZEM CFP COBAL Criação da Superintendência Criada

Leia mais

Pendências de Envio do Relatório de Gestão Municipal-2013 aos CMS

Pendências de Envio do Relatório de Gestão Municipal-2013 aos CMS INFORME SARGSUS Situação da Alimentação do Relatório de Gestão Ano 2013-2014 Informações sobre Plano e Programação Anual de Saúde 1 ESFERA MUNICIPAL 1.1 Relatório de Gestão Ano 2013 Até a presente data,

Leia mais

Apresentação do IDConselho Municipal. Apresentação elaborada pela Coordenação Geral de Vigilância Socioassistencial CGVIS Brasília

Apresentação do IDConselho Municipal. Apresentação elaborada pela Coordenação Geral de Vigilância Socioassistencial CGVIS Brasília Apresentação do IDConselho Municipal Apresentação elaborada pela Coordenação Geral de Vigilância Socioassistencial CGVIS Brasília 5.366 Conselhos Municipais que preencheram o Censo SUAS 2014 Dinâmica de

Leia mais

TRANSFERÊNCIAS VOLUNTÁRIAS A ESTADOS, DF E MUNICÍPIOS - DEZEMBRO/2011

TRANSFERÊNCIAS VOLUNTÁRIAS A ESTADOS, DF E MUNICÍPIOS - DEZEMBRO/2011 SECRETARIA DO TESOURO NACIONAL COINT - Coordenação-Geral de Análise e Informações das Transferências Financeiras Intergovernamentais TRANSFERÊNCIAS VOLUNTÁRIAS A ESTADOS, DF E MUNICÍPIOS - DEZEMBRO/2011

Leia mais

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015.

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. EMENTA: Regulamenta o Sistema de Registro de Preços SRP previsto no art. 15 da Lei nº 8.666/93, no âmbito do Município de Central Bahia. O PREFEITO DO MUNICÍPIO

Leia mais

Manual Operacional do Sistema de Concessão de Diárias e Passagens - SCDP Reembolso de Bilhetes (NOVEMBRO 2010)

Manual Operacional do Sistema de Concessão de Diárias e Passagens - SCDP Reembolso de Bilhetes (NOVEMBRO 2010) Manual Operacional do Sistema de Concessão de Diárias e Passagens - SCDP Reembolso de Bilhetes (NOVEMBRO 2010) Índice 1. Reembolso de bilhetes...03 1.1. Solicitar Reembolso...04 1.2. Registrar Reembolso...08

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO E TECNOLOGIA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO E TECNOLOGIA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO E TECNOLOGIA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO OF/CIRC/CPL Nº 02/2012 Brasília, 25 de junho de 2012. Prezados Senhores, Em resposta

Leia mais

FETRAF-BRASIL/CUT TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA ELETRÔNICA SICONV N.002/2015 LICITAÇAO/MODALIDADE:

FETRAF-BRASIL/CUT TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA ELETRÔNICA SICONV N.002/2015 LICITAÇAO/MODALIDADE: TERMO DE REFERÊNCIA LICITAÇAO/MODALIDADE: COTAÇÃO PRÉVIA ELETRÔNICA SICONV N.002/2015 REGIME DE EXECUÇÃO: MENOR TAXA DE REMUNERAÇÃO DA AGÊNCIA DE VIAGEM RAV MAIOR PERCENTUAL DE DESCONTO SOBRE A TAXA DO

Leia mais

Pesquisa. Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República

Pesquisa. Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República Pesquisa A Implementação do PNEDH nas Diretrizes do Ensino Fundamental nos Municípios Brasileiros Instituição Executora: Coordenação Geral: Apoio: Gajop Gajop e Undime Secretaria de Direitos Humanos da

Leia mais

G E S T Ã O D E C O M P R A S P O R R E G I S T R O D E P R E Ç O S. VALDIR AUGUSTO DA SILVA Gestão Estratégica de Compras Portal de Compras

G E S T Ã O D E C O M P R A S P O R R E G I S T R O D E P R E Ç O S. VALDIR AUGUSTO DA SILVA Gestão Estratégica de Compras Portal de Compras G E S T Ã O D E C O M P R A S P O R R E G I S T R O D E P R E Ç O S VALDIR AUGUSTO DA SILVA Gestão Estratégica de Compras Portal de Compras SUMÁRIO O Sistema de Registro de Preços do Governo do Estado

Leia mais

O ECONOMISTA Fundamental em qualquer empresa por quê?

O ECONOMISTA Fundamental em qualquer empresa por quê? O profissional mais estratégico que a empresa precisa ter: O ECONOMISTA Fundamental em qualquer empresa por quê? Diagnostica. Avalia. Cria. Planeja. Resolve. O Economista é um profissional imprescindível

Leia mais

SISTEMA - FINANSOFT Versão 3.99

SISTEMA - FINANSOFT Versão 3.99 Caro Cliente, Nesta versão foram disponibilizadas as seguintes alterações e implantações: SISTEMA - FINANSOFT Versão 3.99 1. Na tela de cadastro de empresa foi criado o campo estação, este campo tem a

Leia mais

Responsabilidades Secretaria de Defesa Agropecuária

Responsabilidades Secretaria de Defesa Agropecuária Responsabilidades Secretaria de Defesa Agropecuária Prevenção, controle e erradicação de doenças e pragas animais e vegetais de interesse econômico e de importância para a saúde pública. Assegurar a sanidade,

Leia mais

PROCEDIMENTO PARA VIAGENS E TREINAMENTO Data - 24/04/2015. Procedimento do Sistema Gestão da Qualidade

PROCEDIMENTO PARA VIAGENS E TREINAMENTO Data - 24/04/2015. Procedimento do Sistema Gestão da Qualidade FL. 01 / 08 1 OBJETIVO Este documento tem como objetivo estabelecer critérios para a emissão de bilhete de passagem aérea, reserva de hotel e locação de veículos para Serviço e/ou Treinamento em âmbito

Leia mais

TERMO DE USO VIVO EASY. Vivo SP, RJ, ES, PR, MG, BA, GO, MT, CE, PB, PE, AL, RN, PI, PR, SC RR, TO, AM, AP, PA, DF, RS, MS, SE, AC, MA e RO.

TERMO DE USO VIVO EASY. Vivo SP, RJ, ES, PR, MG, BA, GO, MT, CE, PB, PE, AL, RN, PI, PR, SC RR, TO, AM, AP, PA, DF, RS, MS, SE, AC, MA e RO. TERMO DE USO VIVO EASY Vivo SP, RJ, ES, PR, MG, BA, GO, MT, CE, PB, PE, AL, RN, PI, PR, SC RR, TO, AM, AP, PA, DF, RS, MS, SE, AC, MA e RO. As seguintes disposições regulam a utilização do serviço Vivo

Leia mais

Manual Cartão de Pagamento do Governo Federal. Banco do Setor público

Manual Cartão de Pagamento do Governo Federal. Banco do Setor público Manual Cartão de Pagamento do Governo Federal Banco do Setor público Sumário Introdução 04 Cartão de Pagamento do Governo Federal CPGF 04 Passo a Passo 10 Perguntas e Respostas 12 Legislação I Ementa 17

Leia mais

AS COMPRAS GOVERNAMENTAIS E O SEBRAE. Denise Donati Coordenadora do Projeto Compras Governamentais Sebrae Nacional

AS COMPRAS GOVERNAMENTAIS E O SEBRAE. Denise Donati Coordenadora do Projeto Compras Governamentais Sebrae Nacional AS COMPRAS GOVERNAMENTAIS E O SEBRAE Denise Donati Coordenadora do Projeto Compras Governamentais Sebrae Nacional Desafio Fomentar o Uso do Poder de Compra do Governo Junto aos Pequenos Negócios para Induzir

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA CMC/ IFAM CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA FORNECIMENTO DE PASSAGENS AÉREAS, FLUVIAIS E TERRESTRES.

TERMO DE REFERÊNCIA CMC/ IFAM CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA FORNECIMENTO DE PASSAGENS AÉREAS, FLUVIAIS E TERRESTRES. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DOAMAZONAS CAMPUS MANAUS CENTRO - CMC DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

II Fórum de Coordenadores de imunizações dos estados e de municípios de capital, 2014

II Fórum de Coordenadores de imunizações dos estados e de municípios de capital, 2014 II Fórum de Coordenadores de imunizações dos estados e de municípios de capital, 2014 Situação e mecanismo para avançar no processo de implantação do SIPNI Carla Magda A. S. Domingues Coordenadora Geral

Leia mais

Programa Rede A PARCERIA CFC E SEBRAE: EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA EM RESPONSABILIDADE PROFISSIONAL E SOCIAL

Programa Rede A PARCERIA CFC E SEBRAE: EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA EM RESPONSABILIDADE PROFISSIONAL E SOCIAL Programa Rede A PARCERIA CFC E SEBRAE: EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA EM RESPONSABILIDADE PROFISSIONAL E SOCIAL JUSTIFICATIVA A experiência na implementação da primeira versão do Programa Contabilizando o Sucesso

Leia mais

MANUAL FINANCEIRO TÍTULO: VIAGEM AO EXTERIOR 037.007.002.007

MANUAL FINANCEIRO TÍTULO: VIAGEM AO EXTERIOR 037.007.002.007 a MANUAL FINANCEIRO SUMÁRIO 1. Objetivo 2. Campo de aplicação 3. Referências 4. Condições gerais 5. Rotina 6. Responsabilidades 7. Anexos A, C e E (normativos) 8. Anexos B, D e F (informativos) 1. OBJETIVO

Leia mais

CONFERÊNCIAS NACIONAIS REALIZADAS (1941-2009)

CONFERÊNCIAS NACIONAIS REALIZADAS (1941-2009) 1 CONFERÊNCIA NACIONAL DE JUVENTUDE 1.1 1ª Conferência Nacional de Juventude Secretaria-Geral da Presidência da República Brasília-DF 27 a 30/04/2008 SIM SIM SIM 2 CONFERÊNCIA DE GAYS, LÉSBICAS,BISSEXUAIS,

Leia mais

India Lac Investment Conclave

India Lac Investment Conclave Edição nº 1 India Lac Investment Conclave 06 Dias / 03 Noites Saída: 13 de Outubro de 2014. Visitando: Delhi Roteiro Aéreo e Terrestre Extensão Pré Lac Conclave: Agra, Jaipur DIFERENTES VISÕES, DIFERENTES

Leia mais

A PRESENTE PESQUISA ESTÁ ENQUADRADA NA ESTRATÉGIA DO

A PRESENTE PESQUISA ESTÁ ENQUADRADA NA ESTRATÉGIA DO A PRESENTE PESQUISA ESTÁ ENQUADRADA NA ESTRATÉGIA DO SINDICATO APEOC DE CONSTRUIR A ADEQUAÇÃO DO PLANO DE CARREIRA DOS TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO COM BASE NA LEI Nº 11738 DO PISO NACIONAL NA SUA FORMA ORIGINAL

Leia mais

RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO DA AIRES TURISMO LTDA - ME

RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO DA AIRES TURISMO LTDA - ME MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Assessoria Especial para Modernização da Gestão Central de Compras e Contratações RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO DA AIRES TURISMO LTDA - ME 1 DAS PRELIMINARES 1.1

Leia mais

No Brasil, existem cerca de 45 milhões de Pessoas com Deficiência, o que representa ¼ da população geral (Censo IBGE, 2010).

No Brasil, existem cerca de 45 milhões de Pessoas com Deficiência, o que representa ¼ da população geral (Censo IBGE, 2010). O Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência PLANO VIVER SEM LIMITE 2011-2014 foi instituído por meio do Decreto da Presidência da República nº 7.612, de 17/11/2011 e tem como finalidade promover,

Leia mais

PORTARIA Nº 411, DE 7 DE JULHO DE 2009

PORTARIA Nº 411, DE 7 DE JULHO DE 2009 (Cont. 1) PORTARIA Nº 411, DE 7 DE JULHO DE 2009 Dispõe sobre os macroprocessos e a distribuição dos quantitativos de Gratificação Temporária das Unidades dos Sistemas Estruturadores da Administração Pública

Leia mais

Anteprojeto de Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas

Anteprojeto de Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas Avanços e Pontos para Reflexão Renato da Fonseca Secretário-Executivo do Conselho da Micro e Pequena Empresa da Confederação Nacional da Indústria Pontos para reflexão Por que devemos criar um regime especial

Leia mais

Plano Sob Medida Regulamento

Plano Sob Medida Regulamento Plano Sob Medida Regulamento O presente Regulamento tem por objeto regular as relações entre a CLARO e os participantes do Plano Sob Medida. 1. Condições Gerais 1.1 Com o plano Sob Medida, o cliente poderá

Leia mais

Novas regras da Política de Atenção Hospitalar e da Contratualização dos Hospitais Filantrópicos no SUS

Novas regras da Política de Atenção Hospitalar e da Contratualização dos Hospitais Filantrópicos no SUS X Encontro de Provedores, Diretores e Administradores de Santas Casas e Hospitais Filantrópicos de Minas Gerais - FEDERASSANTAS Novas regras da Política de Atenção Hospitalar e da Contratualização dos

Leia mais

Processo de Solicitação de Viagem GENS S.A. Manual do Colaborador

Processo de Solicitação de Viagem GENS S.A. Manual do Colaborador Processo de Solicitação de Viagem GENS S.A. Manual do Colaborador 1 Apresentação Apresentamos o Processo de Viagens GENS Manual do Colaborador. Este Manual é parte integrante do Processo de Viagens GENS.

Leia mais

O que muda com a Lei Geral (para maiores informações acessar WWW.LEIGERAL.COM.BR)

O que muda com a Lei Geral (para maiores informações acessar WWW.LEIGERAL.COM.BR) O que muda com a Lei Geral (para maiores informações acessar WWW.LEIGERAL.COM.BR) Pontos Lei Geral Como é hoje 1 Alcance da Lei A lei do Simples está voltada para os tributos federais. Os sistemas de tributação

Leia mais

Impactos da Lei Geral (LG) nas Micro e Pequenas Empresas no Brasil

Impactos da Lei Geral (LG) nas Micro e Pequenas Empresas no Brasil Impactos da Lei Geral (LG) nas Micro e Pequenas Empresas no Brasil Observatório das MPEs SEBRAE-SP Março/2008 1 Características da pesquisa Objetivos: Identificar o grau de conhecimento e a opinião dos

Leia mais

CFMV Conselho Federal de Medicina Veterinária

CFMV Conselho Federal de Medicina Veterinária CFMV Conselho Federal de Medicina Veterinária Zoot. Adeilton Ricardo da Silva Conselheiro Efetivo Professor da FIMCA e UNIRON Agência IDARON adeiltonricardo@ibest.com.br Sistema CFMV/CRMV: É uma Autarquia

Leia mais

GRUPO 3 - TRABALHO e REABILITAÇÃO PROFISSIONAL

GRUPO 3 - TRABALHO e REABILITAÇÃO PROFISSIONAL GRUPO 3 - TRABALHO e REABILITAÇÃO PROFISSIONAL Nº PROPOSTA UF e Nº Original da Proposta 01 Garantir os 20% das vagas, e a efetivação das condições de acesso e permanência AC/08 necessárias para pessoas

Leia mais

Alteração Item I.II Oferta prorrogada até 31/05/2013

Alteração Item I.II Oferta prorrogada até 31/05/2013 Alteração Item I.II Oferta prorrogada até 31/05/2013 I. DIOSIÇÕES GERAIS DA PROMOÇÃO PROMOÇÃO VIVO VOCÊ ILIMITADO REGULAMENTO VIVO I.I. Descrição Geral: A Promoção Vivo Você Ilimitado (doravante Promoção

Leia mais

2.3. Endereço: Avenida Presidente Vargas, 1012, Rio de Janeiro - RJ. 2.7. Responsáveis: Jorge Luís da Silveira; Maria Teresa Outeiro de Azevedo Lima

2.3. Endereço: Avenida Presidente Vargas, 1012, Rio de Janeiro - RJ. 2.7. Responsáveis: Jorge Luís da Silveira; Maria Teresa Outeiro de Azevedo Lima ATA DE REGISTRO DE PREÇOS nº 10/2013 CGTI/DPF A UNIÃO FEDERAL, através da COORDENAÇÃO GERAL DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DO /MJ, localizada no SPO (Setor Policial), Lote 07, Edifício 23, CEP: 70.610-902,

Leia mais

SEGURO PRESTAMISTA JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES

SEGURO PRESTAMISTA JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES SEGURO PRESTAMISTA JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: As características do seguro prestamista fazem com que o período de vigência seja de acordo

Leia mais

IMPUGNAÇÃO - EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº 03/2014/TCE-RO

IMPUGNAÇÃO - EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº 03/2014/TCE-RO Zimbra pregoeiro@tce.ro.gov.br IMPUGNAÇÃO - EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº 03/2014/TCE-RO De : Contato Aviagem Assunto : IMPUGNAÇÃO - EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº 03/2014/TCE-RO

Leia mais

PROCESSO Nº. 650081044 EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº. 060/2011 RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS DE CREDENCIAMENTO

PROCESSO Nº. 650081044 EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº. 060/2011 RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS DE CREDENCIAMENTO PROCESSO Nº. 650081044 EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº. 060/2011 RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS DE CREDENCIAMENTO Data: A partir do dia 22/06/2011 Local: FAPEU SETOR DE LICITAÇÃO (Campus Universitário s/nº, Trindade,

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. desenvolvimento das atividades do SEBRAE/RO.

TERMO DE REFERÊNCIA. desenvolvimento das atividades do SEBRAE/RO. Contratação de empresa especializada para desenvolver software de gestão de viagens, visando providenciar ferramenta de tecnologia capaz de gerenciar o fluxo de aquisição de passagens, e/ou locação de

Leia mais

TERMO DE CONVOCAÇÃO Nº. 001/15 MODALIDADE: CONVITE

TERMO DE CONVOCAÇÃO Nº. 001/15 MODALIDADE: CONVITE TERMO DE CONVOCAÇÃO Nº. 001/15 DATA DE ABERTURA: 22/01/2015 10H (HORÁRIO DE BRASÍLIA) SEDE DA CBVD: RUA AFONSO CELSO, 1221 CJ 36 VL. MARIANA CEP: 041.19-061 - SÃO PAULO/SP - BRASIL A CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA

Leia mais

Unidade Tipo de Serviço Análise da proposta Análise da proposta (em 15/10/2014, após diligência)

Unidade Tipo de Serviço Análise da proposta Análise da proposta (em 15/10/2014, após diligência) Unidade Tipo de Serviço Análise da proposta Análise da proposta (em 15/10/2014, após diligência) MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO SECRETARIA EXECUTIVA SUBSECRETARIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

Combate à Pobreza, Crescimento Inclusivo e Nova Agenda Social. Centro de Políticas Sociais FGV Wanda Engel Rio de Janeiro, 27 de novembro de 2015

Combate à Pobreza, Crescimento Inclusivo e Nova Agenda Social. Centro de Políticas Sociais FGV Wanda Engel Rio de Janeiro, 27 de novembro de 2015 Combate à Pobreza, Crescimento Inclusivo e Nova Agenda Social Centro de Políticas Sociais FGV Wanda Engel Rio de Janeiro, 27 de novembro de 2015 Marcos da Política de Combate à Pobreza Antecedentes: Assistência

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO E ADESÃO AO SISTEMA DE EMISSÃO E RESERVA DE BILHETE AÉREO

TERMO DE COMPROMISSO E ADESÃO AO SISTEMA DE EMISSÃO E RESERVA DE BILHETE AÉREO TERMO DE COMPROMISSO E ADESÃO AO SISTEMA DE EMISSÃO E RESERVA DE BILHETE AÉREO STEEL SERVIÇOS EM VIAGENS E TURISMO LTDA, estabelecida a Avenida Presidente Vargas no 2121 sala 906 9o andar em Ribeirão Preto

Leia mais

American Express Conta EBTA

American Express Conta EBTA 1 OS CUSTOS BENEFICIE OS FUNCIONÁRIOS GERENCIE GLOBALMENTE MAXIMIZE OS CONTROLES REDUZA OS CUSTOS BENEFICIE OS FUNCIONÁRIOS GERENCIE GLOBALMENTE SOLUÇÕES REAIS PARA SEU NEGÓCIO 2 - Enhanced Business Travel

Leia mais

Registro de Preços para Construção de Escolas do ProInfância B e C

Registro de Preços para Construção de Escolas do ProInfância B e C Construção Escolas ProInfância Registro de Preços para Construção de Escolas do ProInfância B e C Construção Escolas ProInfância Desafio: Melhorar a eficiência do processo, e garantir: 1. Edifícios com

Leia mais

SMS LEGAL Proposta Revenda de SMS

SMS LEGAL Proposta Revenda de SMS Sobre o SMS Marketing O SMS Marketing através de campanhas é utilizado por empresas que pretendem realizar ações de marketing com baixo custo de investimento, ampliar seu leque de ferramentas de publicidade

Leia mais

POLÍTICA NACIONAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL

POLÍTICA NACIONAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL POLÍTICA NACIONAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL (arquivo da Creche Carochinha) Secretaria de Educação Básica CONCEPÇÃO DE EDUCAÇÃO INFANTIL A Educação Infantil é dever do Estado e direito de todos, sem qualquer

Leia mais

Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993.

Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993. DECRETO N.º 7.892, DE 23 DE JANEIRO DE 2013. Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993. A PRESIDENTA DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA DELOG/SLTI/MP

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA DELOG/SLTI/MP DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA DELOG/SLTI/MP ( HOUVER NOME DO EVENTO (QUANDO Normas Nome da Secretaria CADERNOS DE LOGÍSTICA Caderno de Logística - Conta Vinculada Caderno de Logística - Limpeza Caderno de

Leia mais

A Receita Federal a Serviço do Contribuinte. Avaliação 4º. Semestre 10/12/2009. Reunião Empresas

A Receita Federal a Serviço do Contribuinte. Avaliação 4º. Semestre 10/12/2009. Reunião Empresas NF-e Avaliação 4º. Semestre 10/12/2009 Reunião Empresas Nacional Projeto NF-e Agenda NF-e Cenário atual da NF-e; Desafios para 2010: Implantação da obrigatoriedade definida no Protocolo ICMS 42/2009; Implantação

Leia mais

(MLRV) CRÉDITO INTERNO JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1

(MLRV) CRÉDITO INTERNO JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 CRÉDITO INTERNO JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: Também chamado seguro de crédito doméstico, esse seguro oferece cobertura com validade no território

Leia mais

Manual Operacional do Sistema de Concessão de Diárias e Passagens - SCDP Solicitante (AGOSTO 2010)

Manual Operacional do Sistema de Concessão de Diárias e Passagens - SCDP Solicitante (AGOSTO 2010) Manual Operacional do Sistema de Concessão de Diárias e Passagens - SCDP Solicitante (AGOSTO 2010) Índice 1. Incluir uma Proposta de Concessão de Diárias e Passagens PCDP...03 1.1.Viagem Nacional...06

Leia mais

FUNDAÇÃO THEODOMIRO SANTIAGO TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 201150067 TIPO: MENOR PREÇO

FUNDAÇÃO THEODOMIRO SANTIAGO TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 201150067 TIPO: MENOR PREÇO TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 201150067 TIPO: MENOR PREÇO A FUNDAÇÃO THEODOMIRO SANTIAGO, entidade privada sem fins lucrativos, inscrita no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica do Ministério

Leia mais