MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENT()..GERAL DO PESSOAL DIRETORIA DE CIVIS, INATIVOS, PENSIONISTAS E ASSISTÊNCIA SOCIAL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENT()..GERAL DO PESSOAL DIRETORIA DE CIVIS, INATIVOS, PENSIONISTAS E ASSISTÊNCIA SOCIAL"

Transcrição

1 MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENT()..GERAL DO PESSOAL DIRETORIA DE CIVIS, INATIVOS, PENSIONISTAS E ASSISTÊNCIA SOCIAL NOTA INFORMATIVA N" 001-DClPASlSPC, DE 30 DE ABRIL DE 2013 I. ASSUNTO Atualização Cadastral dos aposentados, pensionistas e anistiados políticos civis, vinculados ao Comando do Exército. 2. FINALIDADE Esclarecer aos Órgãos Pagadores de Inativos e Pensionistas, sobre os procedimentos que devem ser adotados referentes à atualização cadastral dos aposentados, pensionistas e anistiados pollticos civis. 3. REFERÊNCIAS a. Decreto n 7.862, de 8 de dezembro de 2012; b. Portaria Ministerial n 8, de 7 de janeiro de 2013, do MPOG; c. Orientação Normativa n I, de 10 de janeiro de 2013, da SEGEPIMPOG; e d. Mensagem Comunica no , de 17 ABR SITUAÇÕES PREVISTAS a. Atualização cadastral (apresentação anual) 1) A partir de março de 2013, a apresentação anual do aposentado, pensionista ou anistiado pohtíco civil, com vistas à atualização cadastral, será realizada, sempre no mês de seu aniversário, em qualquer agência do Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal ou Banco de Brasília. 2} O aposentado, pensionista ou anistiado político civil comparecerá em qualquer agência de um desses bancos, munido de documento oficial de identificação original com foto e CPF, para realizar sua atualização cadastral. 3) Caso o aposentado, pensionista ou anistiado político civil não seja correntista do Banco do Brasil, da Caixa Econômica Federal ou do Banco de Brasília poderá optar por qualquer agência destes bancos para realizar sua atualização cadastral. 4) Caso possua mais de um vínculo funcional, com recebimento dos proventos ou pensão em mais de um banco, o recadastramento deverá ser realizado em uma única agência bancária. As informações serão replicadas para os demais vínculos funcionais. ~ (Nota Informativan" OOI-DCIPAS/SPC, de 30 de abril de FI 1/7)

2 ) 5} Os cadastros dos aniversariantes serão mantidos nos bancos supracitados, para atualização, pelo prazo de 90 (noventa) dias, contados a partir do primeiro dia do mês de aniversário do beneficiário. Exemplo: Um aposentado que faz aniversário no dia 28 de abril, terá seu cadastro mantido nos bancos, para atualização, até o dia 29 de junho (90 dias contados a partir de 10 de abril). 6} F indo esse prazo (90 dias, a contar do primeiro dia do mês do aniversário), a atualização somente poderá ser realizada nos Órgãos Pagadores de vinculação. 7) A apresentação poderá ser feita, também, por meio dos seguintes representantes legais: - pais ou detentor do poder familiar - para os menores de 18 anos não emancipados; - tutor ou curador; e - procurador - desde que esteja munido de procuração, por instrumento público ou por instrumento particular, com firma reconhecida. 8} No caso do menor de 18 anos não emancipado, a atualização cadastral deverá ser realizada, nos bancos, pelos pais ou detentores do poder familiar, com a presença do menor, no mês de seu aniversário, munido de documento oficial de identificação com foto e CPF, bem como a cenidão de nascimento ou documento oficial de identificação com foto e CPF, do menor. 9) Nos casos em que for necessária a presença do tutor, do curador ou do procurador, a atualização cadastral será realizada exclusivamente nos Órgãos Pagadores de vinculação, no mês de aniversário do titular do beneficio. 10) O tutor, curador ou procurador deverá comparecer acompanhado do titular do beneficio, munido da seguinte documentação:. CPF e documento de identificação com foto do titular do beneficio, ou Cenidão de Nascimento se beneficiário menor; - Se procurador, o original e a cópia simples do instrumento público de procuração, com validade máxima de 6 ( seis) meses, a contar de sua emissão; e - Se tutor ou curador, o original e cópia simples do termo de sentença judicial que o nomeou. Obs: nesta situação, caso o aposentado, pensionista ou anistiado político civil não possa comparecer (na hipótese de moléstia grave ou impossibilidade de locomoção), poderá ser agendada visita técnica, entretanto, para que esse agendamento seja efetivado é necessário que o tutor, curador ou procurador, faça a entrega da documentação supracitada, no OP de vinculação do beneficiário. 11) Não será admitido ao procurador representar mais de um aposentado, anistiado político civil ou beneficiário de mais de um instituidor de pensão. b. ausência do país. I) Caso o aposentado, pensionista ou anistiado pohtico civil esteja fora do pais, deverá comparecer ao órgão de representação diplomática ou consular do Brasil, para que seja emitida uma declaração de comparecimento, a qual será encaminhada, pelo beneficiário, à sua unidade de vinculação no Brasil. 2} Na hipótese de moléstia grave ou de impossibilidade de locomoção. a comprovação de vida deverá ser suprida por declaração autêntica, emitida por serviço notarial. 3) De posse da declaração de comparecimento, emitida por representação diplomática e/ou consular do Brasil, ou declaração autêntica, emitida por serviço notarial, o OP de vinculação deverá registrar a arualizaçao cadastral do aposentado, pensionista ou anistiado polltico civil no módulo especifico do SIAPEnet, com posterior arquivamento do documento. (Nota Informativa n OOI-DCIPAS/SPC, de 30 de abril de F1217

3 c.,isita técnica (com início a partir de 1 JUN 13) 1) Na hipótese de moléstia grave ou impossibilidade de locomoção do aposentado, pensionista ou anistiado político civíj, deverá ser solicitada visita técnica para fins de comprovação de vida. A solicitação poderá ser feita pelo próprio interessado ou por terceiros, pelos seguintes meios: - Central de Atendimento Alô -SEGEP, no telefone ; ou - no OP de vinculação, por telefone e/ou pessoalmente; 2) A visita técnica poderá ser: domiciliar, hospitalar ou reclusão. 3) A primeira etapa da visita técnica consiste exclusivamente no registro, na funcionalidade específica do SIAPEnet, de todas as solicitações de visita demandadas, sejam elas domiciliar, hospitalar ou reclusão, observado o mês de aniversário do titular do beneficio. Obs: esta etapa é de responsabilidade dos OP de vinculação e a sistemática para o registro das solicitações seguirá o contido no item 1.I da Mensagem Comunica no , de 17 ABR 13, em anexo. 4) A segunda etapa consiste na realização da visita propriamente dita, devendo ser observado o seguinte: - terá inicio a partir 10 de junho de 2013; - será estabelecida pela SEGEP por meio de cronograma mensal fixado no SIAPEnet; - serão gerados e disponibilizados relatórios gerenciais no SIAPEnet; - os OP de vinculação realizarão apenas visita técnica hospitalar ou reclusão; e - ficará a cargo da SEGEP a realização da visita técnica domiciliar. Obs: embora caiba aos OP de vinculação a realização de visita técnica apenas nos casos de aposentados 011 pensionistas hospitalizados 011 reclllsos (presos), ressalta-se que o OP tem responsabilidade por registrar, no SL4.PEnet, todas as solicitações de visita técnica que receber, sejam elas domiciliar, hospitalar ou reclusão. 5) Não será realizada visita técnica no exterior. 6) Por ocasião da visita técnica, o titular do beneficio deverá apresentar ao profissional designado (militar ou civil) que comparecer ao local (hospital ou prisão) documento oficial de identificação original com foto e CPF. 7) O profissional designado para realizar a visita técnica, também, deverá se identificar por meio de documento de identificação com foto. d. falta à apresentação I) Para os aposentados, pensionistas e anistiados políticos civis que não comparecerem para realizar a atualização cadastral, no respectivo mês do seu aniversário, o SIAPEnet automaticamente mudará o status para "Aguardando Comparecimento Em Atraso". 2) Consultando a funcionalidade "Manter Carta de Notificação", no SIAPEnet, serão visualizados os CPF dos faltosos, para os quais serão enviadas cartas de notificação, geradas pelo próprio SIAPEnet, seguindo os passos de I a 9 do item 3.1 da Mensagem Comunica n , supracitada. 3) Caberá ao OP de vinculação enviar a carta de notificação ao aposentado, pensionista ou anistiado político civil que não comparecer, no mês do seu aniversário, para realizar a atualização cadastral. (Nota Informativa n' OOl-DCIPAS/SPC, de 30 de abril de FI 317) \ \ c \.

4 4) As cartas de notificação deverão ser postadas nos correios, com Aviso de Recebimento (AR), até o décimo dia do mês seguinte ao do aniversário do beneficiário para quem está sendo enviada a notificação. 5) Após a gravação dos dados do AR, no SIAPEnet, o OP de vinculação deverá acompanhar, na funcionalidade " Acompanhar Atualização Cadastral", o efetivo comparecimento elou solicitação de visita técnica. 6) Sob pena de suspensão do pagamento do provento, pensão ou reparação econômica mensal, o aposentado, pensionista ou anistiado político civil terá, então, até 30 (trinta) dias para realizar sua atualização cadastral nos bancos. A atualização cadastral do representado por tutor, curador ou procurador será fcita no OP de vinculação. 7) Esse prazo é contado a partir da data do recebimento da correspondência e/ou de sua devolução, no caso de não ser encontrado. Essas datas são consultadas no sítio dos correios na internet. 8) Não se registrando o comparecimento do notificado e/ou solicitação de visita técnica, até 30 dias após a data do recebimento da correspondência e/ou de sua devolução, caberá ao OP de vinculação registrar, no SIAPEnet, os dados na funcionalidade "Manter carta de notificação", conforme previsto no passo II do item 3.1 da Mensagem Comunica n ) Transcorrido o prazo, sem o comparecimento do notificado e/ou solicitação de visita técnica, além do registro citado acima, serão iniciados os procedimentos com vistas à suspensão do pagamento, que são os seguintes: a) Publicar, no Diário Oficial da União, edital de suspensão de pagamento dos proventos, pensões ou reparações econômicas mensais; e b) Proceder à abertura de processo administrativo individual de suspensão de pagamento do provento, reparação econômica mensal ou pensão, instruído com cópia do edital, cópia do Aviso de Recebimento da notificação, etc; 10) Os procedimentos para geração e publicação dos editais de suspensão e respectivo lançamento da ocorrência específica de suspensão do pagamento, no SIAPE, serão orientados pela SEGEP, por meio de Mensagem COMUNICA. 11) Cabe ser ressaltado que os cadastros dos aniversariantes serão mantidos nos bancos, para atualização, pelo prazo de 90 (noventa) dias, contados a partir do primeiro dia do mês de aniversário do beneficiário. 12) Findo esses 90 dias, sem o comparecimento do notificado e/ou solicitação de visita técnica, o status de seu cadastro será alterado automaticamente, no SIAPEnet, para "Não Atualizado", conforme previsto no passo 12 do item 3.1 da Mensagem Comunica n e. suspensão do pagamento Considerando que os cadastros dos aniversariantes serão mantidos nos bancos. para atualização, pelo prazo de 90 (noventa) dias, findo esse prazo deverá ser efetivada a suspensão do pagamento. Obs: para a efetivação da suspensão do pagamento, em princípio, os procedimentos iniciais (letras "a" e <ob" do número 9 da letra "d. falta à apresentação") já foram adotados. o CmtlChlDir deverá publicar em BI a ordem de suspensão do pagamento. \ í (Nota Informativa n OOl-DCIPAS/SPC, de 30 de abril de FI4n~~ /\\ i í f / ~.

5 f. restabelecimento do pagamento 1) a restabelecimento do pagamento do provento, pensão ou reparação econômica mensal fica condicionado à efetivação da atualização cadastral do aposentado, pensionista ou anistiado político civil, no OP de vinculação. 2) Realizada a atualização cadastral o ap de vinculação deverá restabelecer o pagamento, com efeitos retroativos, a partir da primeira folha de pagamento disponível para inclusão. 3) Na hipótese de moléstia grave ou de impossibilidade de locomoção do aposentado, pensionista ou anistiado político civil. o ap de vinculação, após solicitação de visita técnica, deverá restabelecer provisoriamente o pagamento do provento, pensão ou reparação econômica mensal, até que seja realizada a visita técnica. 4) a restabelecimento definitivo do pagamento do provento, pensão ou reparação econômica mensal será instruído no processo que deu orígem à suspensão e fica condicionado à efetiva comprovação de vida do aposentado, pensionista ou anistiado civil mediante visita técnica. 5. RESUMO a. apresentam-se no Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal ou Banco de Brasília, no mês de seu aniversário, todos os aposentados, pensionistas ou anistiados políticos civis que tenham condições de se locomover até uma das agências dessas instituiçôes financeiras... b. apresentam-se exclusivamente no OP de vinculação: 1) os aposentados, pensionistas ou anistiados polfticos civis representados por tutor, curador ou procurador; 2) os aposentados, pensionistas ou anistiados políticos civis que tenham condições de se locomover e que não se apresentaram nos bancos, no prazo de 90 (noventa) dias, contados a partir do primeiro dia do mês de aniversário do beneficiário. c. visita técnica a cargo dos ap de vinculação: hospitalar ou reclusão. d. visita técnica a cargo da SEGEP: domiciliar. e. prazos: I) para apresentação: qualquer dia do mês em que o aposentado, pensionista ou anistiado polltico civil fizer aniversário; 2) para o ap de vinculação enviar carta de notificação aos faltosos: até 10 (dez) dias, a contar do último dia do mês de aniversário do beneficiário, sem que este tenha se apresentado. 3) para o aposentado, pensionista ou anistiado político civil realizar sua atualização cadastral sem que tenham sido iniciados os procedimentos para a suspensão dos proventos, pensão ou reparação econômica: até 30 (trinta) dias, após ter recebido a notificação. 4) prazo em que serão mantidos, nos bancos, os cadastros dos aniversariantes para fins de atualização cadastral: 90 (noventa) dias, contados a partir do primeiro dia do mês de aniversário do beneficiário. 6. ES11JDO DE CASO Situação O aposentado Fulano de Tal, que faz aniversário no dia 7 de abril, deverá se apresentar em uma das agências bancária do BB, CEF ou BRB, ou na embaixada/consulado (caso esteja fora do país) ou ainda, providenciar a entrega de declaração autêntica notarial na embaixada/consulado (caso esteja residindo no exterior e acometido de moléstia grave ou impedido de locomoção), até o dia 30 de abril. [ (Nota lnformativan' OOI-DCIPAS/SPC, de 30 de abril de FI 517)'\

6 Situações decorrentes 1) Transcorrido o mês de aniversário (abril), sem a devida apresentação, o OP de vinculação constatará, por meio do SIAPEnet (ver item 3 da Msg Comunica no ), que o aposentado encontra-se na situação "Aguardando comparecimento - em atraso". 2) Feita essa constatação será gerada, no SIAPEnet, a carta de notificação, que deverá ser enviada até o dia 10 MAIO 13. 3) Registrar, no SIAPEnet, a data e número do Aviso de Recebimento (AR). 4) A partir da data do recebimento da carta (notificação) o aposentado terá 30 dias para comparecer ao banco e atualizar seu cadastro. 5) Supondo que esse aposentado recebeu a notificação no dia 15 de maio, terá até o dia 14 de junho (30 dias) para realizar sua atualização cadastral nos bancos ou no OP de vinculação, caso seja representado por tutor, curador ou procurador. 6) A partir de 15 de junho já poderão ser iniciados os procedimentos iniciais (constantes nas letras "a" e "b" do número 9 da letra "d. falta à apresentação"), com vistas à suspensão do pagamento; 7) Supondo, ainda, que o servidor não tenha sido encontrado e os correios registre a devolução da carta no dia 20 MAIO 13, o aposentado terá até o dia 29 JUN 13, para regularizar sua situação (prazo de 90 dias a contar do primeiro dia do mês de aniversário, em que será possível atuali71lr o cadastro na rede bancária). 8) Entretanto, a partir do dia 20 de junho já poderão ser iniciados os procedimentos iniciais com vistas a suspensão do pagamento; 9) Caso não seja verificado sua apresentação ou não tenha sido solicitado visita técnica, até a data acima (29 JUN), o status do cadastro será alterado automaticamente para ";\fão ataalizado". IO) Dessa forma, após 29 de junho deverá ser efetivada a suspensão do pagamento do aposentado desta exemplificação. 11) Lembrar que o aposentado do nosso exemplo, após a data de 29 JUN 13, somente poderá se apresentar no OP de vinculação, pois seu cadastro não estará mais disponível na rede bancária. 12) Caso o aposentado venha a se apresentar antes do fechamento da folha de pagamento, o OP de vinculação deve regulari7.ar sua situação cadastral no SIAPENet, publicar em BI a ordem de restabelecimento do pagamento, fazendo referência ao processo administrativo. 13) Caso o aposentado se apresente após o fechamento da folha de pagamento, o OP de vinculação deve regularizar sua situação cadastral e adotar os procedimentos para restabelecimento do pagamento, com efeitos retroativos, a partir da primeira folha de pagamento disponível para inclusão, publicando em BI a ordem de restabelecimento e, fazer referência ao processo administrativo. 14) Constatando-se a solicitação de visita técnica, devidamente registrada no SIAPENet, por moléstia grave ou impossibilidade de locomoção, o pagamento suspenso, deverá ser restabelecido, provisoriamente, até que seja efetivada a comprovação de vida por meio da visita, devendo ser publicado em BI, tanto o restabelecimento provisório como o definitivo. 15) Toda a doci~mentação flsica,! relativa ao inativo, pensionista ou anistiado político civil, ;' referente à atua lzação cadastral c, ou suspensão e restabelecimento de pagamento deverá ser arquivada na pasta contendo o processo administrativo. (Nota Informativa n OOJ-DCIPAS/SPC, de 30 de abril de FI 6/7) I ) 1..._/

7 7. DISPOSIÇÕES FINAIS 3. O aposentado. pensionista ou anistiado político civil com data de aniversário nos meses de janeiro e fevereiro/20 13 só serão recadastrados a partir de observado o mês de aniversário, ficando resguardada, no ano de 2013, a continuidade do recebimento do provento, pensão ou reparação econômica mensal. b. Compete aos OP de vinculação a suspensão e o restabelecimento dos proventos, pensões e reparações econômicas mensais. c. Os procedimentos para geração e publicação dos editais de suspensão, bem como, para o lançamento da ocorrência de suspensão do pagamento no SIAPE serão orientados pela SEGEP, oportunamente. d. Novas funcionalidades tais como cronograma de visita, suspensão e restabelecimento de pagamento, consultas e gráficos gerenciais, dentre outros serão gradativamente disponibilizados no SIAPEnet e detalhadas no manual operacional, encontrado no referido sistema. e. A DCIPAS consultou a SEGEPIMPOG, quanto a descentralização recursos financeiros, com vistas a cobrir despesas geradas pelos procedimentos de atualização cadastral, tais como correios, combustível e publicações na imprensa. f. A DCIPAS consultou a SEGEPIMPOG, também, quanto às pensionistas filhas maiores solteiras, que não exercem cargo público, referente a comprovação da continuidade do estado civil/afetivo. g. Tão logo haja um pronunciamento da SEGEP, serão repassadas as informações sobre esses dois aspectos consultados. h. Independente da consulta, as pensionistas filhas maiores solteiras deverão fazer a apresentação, normalmente, visando a atualização cadastral, por se tratar de deveres distintos. i. Senhas ou alteração de perfil de acesso deverão ser solicitadas ao CPEx. j. Constatada qualquer irregularidade no processo de atualização cadastral, os OP de vinculação deverão instaurar processo administrativo. k. As Instruções Gerais para a Administração de Civis, Inativos e PensiolÚstas do Exército - IG 30 08, bem como, as Instruções Reguladoras para a Administração de Civis, Inativos e Pensionistas do Exército - IR 30-29, estão sendo atualizadas, devendo prevalecer, referente a apresentação anual, o contido nos documentos da referência. l. Dúvidas poderão ser dirimidas pela Secretaria de Gestão Pública do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, através da Central de Atendimento Alô -SEGEP, pelos seguintes meios: - Telefone: ; - Formulário Eletrônico: lj1ul.:i/wv.wl.set:pro.gov.ºr/css/s.xlaciona segep s~net.asp; - E-mai!: ruq.segepíalplanejamento.lmiy.br; e - Fax: (21) \ --~-- -.-=d=*: Gen Div MARCO.~-=-C-.~---

ATUALIZAÇÃO CADASTRAL DE APOSENTADOS E PENSIONISTAS

ATUALIZAÇÃO CADASTRAL DE APOSENTADOS E PENSIONISTAS ATUALIZAÇÃO CADASTRAL DE APOSENTADOS E PENSIONISTAS Cód.: ACA Nº: 117 Versão: 1 Data: 23/05/2013 DEFINIÇÃO Atualização de dados cadastrais de aposentados e pensionistas da União que recebem proventos e

Leia mais

Recadastramento de Aposentados e Pensionistas

Recadastramento de Aposentados e Pensionistas MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES Subsecretaria-Geral do Serviço Exterior Departamento do Serviço Exterior Recadastramento de Aposentados e Pensionistas Recadastramento A partir de 2013, o recadastramento

Leia mais

INFORMATIVO BENEFÍCIO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE (BAS)

INFORMATIVO BENEFÍCIO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE (BAS) INFORMATIVO BENEFÍCIO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE (BAS) Com o intuito esclarecer possíveis dúvidas em relação ao Benefício de Assistência à Saúde (BAS) dos servidores inativos e pensionistas civis e, estando

Leia mais

Perguntas Frequentes

Perguntas Frequentes Perguntas Frequentes 1) Quem passará a receber por meio de conta no BRADESCO e quem deverá providenciar a sua formalização? a. Magistrados, bem como, seus pensionistas e cotistas b. Serventuários ativos

Leia mais

Prefeitura do Município de Foz do Iguaçu Foz Previdência

Prefeitura do Município de Foz do Iguaçu Foz Previdência INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 05/2015 FOZPREV DATA: 18 de dezembro de 2015 SÚMULA: Estabelece a forma e os procedimentos para o Recadastramento Anual, na modalidade Prova de Vida, dos pensionistas vinculados

Leia mais

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS NORMA OPERACIONAL Nº 001/2009 DIREH, DE 17 DE SETEMBRO DE 2009

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS NORMA OPERACIONAL Nº 001/2009 DIREH, DE 17 DE SETEMBRO DE 2009 FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS NORMA OPERACIONAL Nº 001/2009 DIREH, DE 17 DE SETEMBRO DE 2009 Dispõe sobre os procedimentos a serem adotados para o ressarcimento, mediante auxílio

Leia mais

ATUALIZAÇÃO CADASTRAL DO SERVIDOR MUNICIPAL

ATUALIZAÇÃO CADASTRAL DO SERVIDOR MUNICIPAL ATUALIZAÇÃO CADASTRAL DO SERVIDOR MUNICIPAL ORIENTAÇÕES SOBRE A ATUALIZAÇÃO CADASTRAL DO SERVIDOR MUNICIPAL Apresentação A Prefeitura Municipal de Goiânia realizará a atualização cadastral dos Servidores

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E GESTÃO SUBSECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E GESTÃO SUBSECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL INFORMAÇÕES ÚTEIS SOBRE CONSIGNADO EMPRÉSTIMO, CARTÃO DE CRÉDITO E/OU SERVIÇOS CONTRATADOS - ANO 2015. 1) O que é Margem Consignável? Resposta: É o dado que indica os limites estabelecidos por lei específica

Leia mais

Secretaria da Fazenda

Secretaria da Fazenda Secretaria da Fazenda PORTARIA Nº 022 DE 21 DE JANEIRO DE 2015 Salvador, Bahia Quinta-feira 22 de janeiro de 2015 Ano XCIX N o 21.622 Dispõe sobre o pagamento dos servidores públicos estaduais ativos ou

Leia mais

PLANO DE SAÚDE DO SERVIDOR CASU/UFMG INFORMAÇÕES PARA OS DOCENTES SOBRE O PROCESSO DE ADESÃO AO PLANO IFES III

PLANO DE SAÚDE DO SERVIDOR CASU/UFMG INFORMAÇÕES PARA OS DOCENTES SOBRE O PROCESSO DE ADESÃO AO PLANO IFES III PLANO DE SAÚDE DO SERVIDOR CASU/UFMG INFORMAÇÕES PARA OS DOCENTES SOBRE O PROCESSO DE ADESÃO AO PLANO IFES III Com esta mensagem, a Pró-Reitoria de Recursos Humanos da Universidade Federal de Minas Gerais

Leia mais

Portal do Servidor Publico. Cartilha de Orientação Acesso ao PORTAL

Portal do Servidor Publico. Cartilha de Orientação Acesso ao PORTAL Portal do Servidor Publico Cartilha de Orientação Acesso ao PORTAL 1 Indice Apresentação do Portal... 03 Acesso ao Portal do Servidor Publico... 04 Solicitar Senha... 04 Disponibilidade do Portal... 06

Leia mais

O recadastramento anual dos servidores inativos está fundamentado na legislação que segue:

O recadastramento anual dos servidores inativos está fundamentado na legislação que segue: PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS E COMPUTACIONAIS RECADASTRAMENTO ANUAL DO SERVIDOR INATIVO CIVIL 1 CONCEITO O recadastramento, realizado no mês de aniversário do servidor inativo, tem a finalidade de manter

Leia mais

CENSO PREVIDENCIÁRIO 2016

CENSO PREVIDENCIÁRIO 2016 CENSO PREVIDENCIÁRIO 2016 Por que realizar o censo? A realização periódica do censo previdenciário ou recadastramento é uma obrigação legal (artigos 3º e 9º, II da Lei 10.887/2004). Compete ao ISSBLU manter

Leia mais

DOE - Seção I - quarta-feira, 18 de junho de 2014 páginas 10 e 11.

DOE - Seção I - quarta-feira, 18 de junho de 2014 páginas 10 e 11. DOE - Seção I - quarta-feira, 18 de junho de 2014 páginas 10 e 11. COORDENAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA Portaria CAF-G - 26, de 13-6-2014 O Coordenador da Administração Financeira, considerando o disposto

Leia mais

Informações sobre Aposentadoria

Informações sobre Aposentadoria MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES Subsecretaria-Geral do Serviço Exterior Departamento do Serviço Exterior Informações sobre Aposentadoria Departamento do Serviço Exterior Divisão de Pagamentos Esplanada

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS INFORMATIVO SOBRE OS PROCEDIMENTOS DE FÉRIAS NA UFPB O presente informativo tem como objetivo disseminar e divulgar

Leia mais

Quadro resumo 12 13 16 16 17

Quadro resumo 12 13 16 16 17 MANUAL Quadro resumo 12 13 16 16 17 e proteção civil. M Cartão deverá designar: O representante autorizado, responsável pela gestão dos recursos repassados pelo Ministério da Integração Nacional em sua

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI DIRETORIA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI DIRETORIA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO EDITAL DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA AUXÍLIO-ALIMENTAÇÃO CAMPI- ICÓ E BREJO SANTO EDITAL Nº 002/2015 DAE/UFCA A DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI (DAE/UFCA), em atendimento ao Decreto

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS PROCESSO SELETIVO DE ESTUDANTES PARA O QUADRO DE ESTAGIÁRIOS DO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CURSO SUPERIOR DIREITO EDITAL Nº 01/2013 SÃO FRANCISCO DE

Leia mais

INFORMATIVO DA SUBGERÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DE PESSOAL SOBRE MUDANÇAS NO PLANSERV

INFORMATIVO DA SUBGERÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DE PESSOAL SOBRE MUDANÇAS NO PLANSERV Universidade Estadual de Feira de Santana Autorizada pelo Decreto Federal n.º 77.496 de 27/04/76 Reconhecida pela Portaria Ministerial n.º 874/86 de 19/12/86 INFORMATIVO DA SUBGERÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO

Leia mais

COMPANHIA DE SEGUROS ALIANÇA DO BRASIL

COMPANHIA DE SEGUROS ALIANÇA DO BRASIL São Paulo, 5 de abril de 2012. Sr(a). Ref.: Solicitação de Documentos Segurado: Seguro: Apólice / Proposta n. o Aviso de Sinistro n. o Estipulante: Em atendimento a sua solicitação, confirmamos o recebimento

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO PROCESSO SELETIVO DE ESTUDANTES PARA O QUADRO DE ESTAGIÁRIOS DO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CURSO SUPERIOR - ARQUITETURA E URBANISMO E ENGENHARIA CIVIL EDITAL Nº 259/2013 PORTO ALEGRE O Coordenador

Leia mais

CENSO CADASTRAL PREVIDENCIÁRIO DOCUMENTAÇÃO

CENSO CADASTRAL PREVIDENCIÁRIO DOCUMENTAÇÃO CENSO CADASTRAL PREVIDENCIÁRIO DOCUMENTAÇÃO I Para o censo dos servidores efetivos ativos e aposentados: a) Documento de identificação com foto (Carteira de Identidade ou Carteira de b) CPF; c) Comprovante

Leia mais

Edital de Credenciamento 003/2012

Edital de Credenciamento 003/2012 1/5 Edital de Credenciamento 003/2012 1 DO OBJETO: 1.1. O presente Termo tem por objetivo o credenciamento de Instituições Financeiras autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil, para prestação

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO PROCESSO SELETIVO DE ESTUDANTES PARA O QUADRO DE ESTAGIÁRIOS DO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL [CURSO SUPERIOR DIREITO] EDITAL Nº 01/2015 CARLOS BARBOSA O PROMOTOR DE JUSTIÇA DA PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE

Leia mais

ANEXO VIII. Ref. Pregão Presencial nº. 012/2014 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ANEXO VIII. Ref. Pregão Presencial nº. 012/2014 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ANEXO VIII Ref. Pregão Presencial nº. 012/2014 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PÁGINA 1 DE 6 CONDIÇÕES GERAIS 1. OBJETO Contratação de empresa seguradora para emissão de apólice de seguro de vida em grupo para,

Leia mais

Separata ao Boletim do Exército

Separata ao Boletim do Exército Separata ao Boletim do Exército MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO SECRETARIA-GERAL DO EXÉRCITO SEPARATA AO BE Nº 18/2015 DEPARTAMENTO-GERAL DO PESSOAL PORTARIA N º 100-DGP, DE 23 DE ABRIL DE 2015.

Leia mais

ROTEIRO OPERACIONAL - CONSIGNADO SETOR PÚBLICO EXECUTIVO FEDERAL SIAPE

ROTEIRO OPERACIONAL - CONSIGNADO SETOR PÚBLICO EXECUTIVO FEDERAL SIAPE 1. OPERACIONALIZAÇÃO DAS CONTRATAÇÕES E SUPORTE Filial BV Financeira Matriz São Paulo - Fone: (11) 3252-7050. 2. PÚBLICO ALVO CONFORME LEGISLAÇÃO Servidores Ativos/Inativos; Aposentados; Cedidos; Pensionistas

Leia mais

SULAMÉRICA TRT 2ª REGIÃO / SP

SULAMÉRICA TRT 2ª REGIÃO / SP SULAMÉRICA TRT 2ª REGIÃO / SP 1. OBJETO: 1.1. A presente proposta tem por objeto disponibilizar seguros saúde da Sul América Seguros Saúde S.A., operadora registrada na Agência Nacional de Saúde Suplementar

Leia mais

PROCURADORIA GERAL DA FAZENDA NACIONAL - PGFN

PROCURADORIA GERAL DA FAZENDA NACIONAL - PGFN PROCURADORIA GERAL DA FAZENDA NACIONAL - PGFN PORTARIA N.º 3 DE 22 /11 /2005 Dispõe sobre a prova de regularidade fiscal perante a Fazenda Nacional e dá outras providências. O PROCURADOR-GERAL DA FAZENDA

Leia mais

CPF Cadastro de Pessoas Físicas. Perguntas e Respostas

CPF Cadastro de Pessoas Físicas. Perguntas e Respostas CPF Cadastro de Pessoas Físicas Perguntas e Respostas 1. O QUE É CPF? É um banco de dados gerenciado pela Secretaria da Receita Federal do Brasil - RFB que armazena informações cadastrais de contribuintes

Leia mais

Diário Oficial Poder Executivo Estado de São Paulo - Seção I GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN

Diário Oficial Poder Executivo Estado de São Paulo - Seção I GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN Diário Oficial Poder Executivo Estado de São Paulo - Seção I GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN Volume 123 - Número 57 - São Paulo, quarta-feira, 27 de março de 2013 RESOLUÇÃO SEDS 005, DE 26 DE MARÇO DE 2013

Leia mais

PORTARIA CONJUNTA Nº 1, DE 17 DE FEVEREIRO DE 2012

PORTARIA CONJUNTA Nº 1, DE 17 DE FEVEREIRO DE 2012 PORTARIA CONJUNTA Nº 1, DE 17 DE FEVEREIRO DE 2012 A SECRETÁRIA DE GESTÃO PÚBLICA E A SECRETÁRIA DE ORÇAMENTO FEDERAL DO MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO E A CONSULTOR-GERAL DA UNIÃO DA ADVOCACIA-GERAL

Leia mais

CONHECENDO A UFRRJ: um olhar mais próximo da estrutura física, organizacional, funcional e cultural da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

CONHECENDO A UFRRJ: um olhar mais próximo da estrutura física, organizacional, funcional e cultural da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. CONHECENDO A UFRRJ: um olhar mais próximo da estrutura física, organizacional, funcional e cultural da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. 10/10/2013 COPAG COORDENAÇÃO DE PAGAMENTOS (Seção de

Leia mais

EDITAL Nº 01/2015 PORTO ALEGRE

EDITAL Nº 01/2015 PORTO ALEGRE PROCESSO SELETIVO DE ESTUDANTES PARA O QUADRO DE ESTAGIÁRIOS DO DO CURSO SUPERIOR DIREITO EDITAL Nº 01/2015 PORTO ALEGRE O DIRETOR DA PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE FAMÍLIA E SUCESSÕES DE PORTO ALEGRE, responsável

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE ESTUDANTES PARA O QUADRO DE ESTAGIÁRIOS DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CURSO SUPERIOR - DIREITO

PROCESSO SELETIVO DE ESTUDANTES PARA O QUADRO DE ESTAGIÁRIOS DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CURSO SUPERIOR - DIREITO PROCESSO SELETIVO DE ESTUDANTES PARA O QUADRO DE ESTAGIÁRIOS DO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CURSO SUPERIOR - DIREITO EDITAL 01/2014 ENCRUZILHADA DO SUL O PROMOTOR DE JUSTIÇA DA PROMOTORIA DE JUSTIÇA

Leia mais

RO Roteiro Operacional Servidor Civil Federal SIAPE

RO Roteiro Operacional Servidor Civil Federal SIAPE Servidor Civil Federal - SIAPE RO.02.01 Versão: 39 RO Roteiro Operacional Servidor Civil Federal SIAPE Área responsável: Gerência Produtos Consignados 1. PÚBLICO ALVO E REGRAS BÁSICAS 1.1. Categorias de

Leia mais

SAÚDE CARTA DE SERVIÇOS AO SERVIDOR POLÍCIA FEDERAL

SAÚDE CARTA DE SERVIÇOS AO SERVIDOR POLÍCIA FEDERAL 1PLANOS DE SAÚDE CARTA DE SERVIÇOS AO SERVIDOR POLÍCIA FEDERAL CARTA DE SERVIÇOS A Carta de Serviços é uma ferramenta de gestão criada pelo Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização GesPública.

Leia mais

COMUNICADO. Assunto: Bolsas de Estudos 2015

COMUNICADO. Assunto: Bolsas de Estudos 2015 COMUNICADO Assunto: Bolsas de Estudos 2015 O Colégio Franciscano Santa Clara informa os critérios para concorrer à bolsa de estudos 2015, aos candidatos que cumprirem com as seguintes condições: 1º Requisitos:

Leia mais

PLANO DE SAÚDE. Tutorial Módulo Plano de Saúde

PLANO DE SAÚDE. Tutorial Módulo Plano de Saúde UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS Pró-Reitoria de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenadoria de Registro e Controle Financeiro PLANO DE SAÚDE Tutorial Módulo Plano de

Leia mais

PORTARIA PREVI-RIO Nº 922, DE 26 DE MAIO DE 2014.

PORTARIA PREVI-RIO Nº 922, DE 26 DE MAIO DE 2014. PORTARIA PREVI-RIO Nº 922, DE 26 DE MAIO DE 2014. Estabelece procedimentos quanto às regras concernentes ao Plano de Saúde dos Servidores Municipais, PSSM, e dá outras providências. O PRESIDENTE DO INSTITUTO

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA-EXECUTIVA DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO NORMA OPERACIONAL/DIRAD/N 04, DE 7 DE AGOSTO DE 2014

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA-EXECUTIVA DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO NORMA OPERACIONAL/DIRAD/N 04, DE 7 DE AGOSTO DE 2014 MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA-EXECUTIVA DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO NORMA OPERACIONAL/DIRAD/N 04, DE 7 DE AGOSTO DE 2014 Define os procedimentos relativos à concessão de auxílio-moradia

Leia mais

Certificação Digital do Pregoeiro e Ordenador de Despesas v1.8

Certificação Digital do Pregoeiro e Ordenador de Despesas v1.8 Certificação Digital do Pregoeiro e Ordenador de Despesas v1.8 Brasília, 09 de Outubro de 2006 1 Sumário Certificação Digital - Apresentação...3 Descrição do processo de Certificação Digital...4 Procedimentos

Leia mais

Procedimentos Operacionais do Convênio EXÉRCITO BRASILEIRO. (Código 453)*

Procedimentos Operacionais do Convênio EXÉRCITO BRASILEIRO. (Código 453)* Procedimentos Operacionais do Convênio EXÉRCITO BRASILEIRO (Código 453)* Versão Atualizada: 14/12/2010 Abrangência do Convênio Militares ativos, inativos e pensionistas de militares com vencimentos pagos

Leia mais

EDITAL 02/2015 EDITAL DE CONCESSÃO DO AUXÍLIO EVENTOS

EDITAL 02/2015 EDITAL DE CONCESSÃO DO AUXÍLIO EVENTOS EDITAL 02/2015 EDITAL DE CONCESSÃO DO AUXÍLIO EVENTOS A Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), por meio da Pró-Reitoria de Sustentabilidade e Integração Social (PROSIS) torna público o presente EDITAL

Leia mais

CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO

CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO CONVÊNIO QUE ENTRE SI REALIZAM A JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU - SEÇÃO JUDICIÁRIA DO MARANHÃO E A FUNDAÇÃO HABITACIONAL DO EXÉRCITO FHE PARA ACESSO A PRODUTOS E SERVIÇOS. A Justiça Federal de Primeiro

Leia mais

DECRETO Nº 19.085, DE 21 DE JULHO DE 2015.

DECRETO Nº 19.085, DE 21 DE JULHO DE 2015. DECRETO Nº 19.085, DE 21 DE JULHO DE 2015. Estabelece o Censo Cadastral Previdenciário dos servidores públicos detentores de cargo efetivo, ativos e aposentados, do Regime Próprio de Previdência Social

Leia mais

Versão: 2 Início de Vigência: XX. XX.2006 Instrumento de Aprovação:

Versão: 2 Início de Vigência: XX. XX.2006 Instrumento de Aprovação: Procedimento de Comercialização MANUTENÇÃO DE CADASTRO DE AGENTES DA CCEE E USUÁRIOS DO SCL Versão: 2 Início de Vigência: XX. XX.2006 Instrumento de Aprovação: ÍNDICE 1. APROVAÇÃO...3 2. HISTÓRICO DE REVISÕES...3

Leia mais

TERMO DE PARCERIA (Art. 9º da Lei nº 9.790, de 23.3.99, e Art. 8º do Decreto nº 3.100, de 30.6.99)

TERMO DE PARCERIA (Art. 9º da Lei nº 9.790, de 23.3.99, e Art. 8º do Decreto nº 3.100, de 30.6.99) TERMO DE PARCERIA (Art. 9º da Lei nº 9.790, de 23.3.99, e Art. 8º do Decreto nº 3.100, de 30.6.99) TERMO DE PARCERIA QUE ENTRE SI CELEBRAM A (UNIÃO/ESTADO/MUNICÍPIO), ATRAVÉS DO (ÓRGÃO/ENTIDADE ESTATAL),

Leia mais

LEI Nº 599/2011. Artigo 1 - As consignação Pública direta e indireta do Município de Novo São Joaquim são disciplinadas por esta Lei.

LEI Nº 599/2011. Artigo 1 - As consignação Pública direta e indireta do Município de Novo São Joaquim são disciplinadas por esta Lei. LEI Nº 599/2011 DISPÕE SOBRE AS CONSIGNAÇÕES EM FOLHA DE PAGAMENTO DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS E DA OUTRAS PROVIDÊNCIAS. LEONARDO FARIAS ZAMPA, Prefeito Municipal de Novo São Joaquim MT faz saber

Leia mais

ÍNDICE. Capítulo XI Subsistema Folha de Pagamentos

ÍNDICE. Capítulo XI Subsistema Folha de Pagamentos ÍNDICE Capítulo XI Subsistema Folha de Pagamentos COMO INCLUIR PENSÃO ALIMENTÍCIA...2 COMO CONSULTAR PENSÃO ALIMENTÍCIA...4 COMO INCLUIR PENSÃO ALIMENTÍCIA INFORMADA...4 COMO CONSULTAR PENSÃO ALIMENTÍCIA

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS APLICÁVEIS AO EMPRÉSTIMO CONSIGNADO DESTINADO À RENEGOCIAÇÃO DE DÍVIDAS

CONDIÇÕES GERAIS APLICÁVEIS AO EMPRÉSTIMO CONSIGNADO DESTINADO À RENEGOCIAÇÃO DE DÍVIDAS O BANCO SANTANDER (BRASIL) S.A., com sede na Avenida Presidente Juscelino Kubitschek, 2041 e 2235, Bloco A, Vila Olímpia, São Paulo/SP, CEP 04543-011, CNPJ/MF sob n.º 90.400.888/0001-42, disponibiliza

Leia mais

Portaria Interministerial MPS/MF/MP/MDS/SEP Nº 1 DE 01/08/2014

Portaria Interministerial MPS/MF/MP/MDS/SEP Nº 1 DE 01/08/2014 Portaria Interministerial MPS/MF/MP/MDS/SEP Nº 1 DE 01/08/2014 Publicado no DO em 4 ago 2014 Dispõe sobre a concessão e manutenção do benefício assistencial devido aos trabalhadores portuários avulsos

Leia mais

POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DO IFBA PROGRAMA DE ASSITÊNCIA E APOIO AOS ESTUDANTES EDITAL Nº 001/2015

POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DO IFBA PROGRAMA DE ASSITÊNCIA E APOIO AOS ESTUDANTES EDITAL Nº 001/2015 POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DO IFBA PROGRAMA DE ASSITÊNCIA E APOIO AOS ESTUDANTES EDITAL Nº 001/2015 1. ABERTURA O Diretor Geral do IFBA Campus Jacobina, no uso de suas atribuições, faz saber que,

Leia mais

O que é o Cadastro Unificado de Fornecedores do Estado - CADFOR? Como posso emitir meu Certificado de Registro Cadastral CRC homologado?

O que é o Cadastro Unificado de Fornecedores do Estado - CADFOR? Como posso emitir meu Certificado de Registro Cadastral CRC homologado? O que é o Cadastro Unificado de Fornecedores do Estado - CADFOR? O Cadastro Unificado de Fornecedores do Estado CADFOR é o registro cadastral de interessados em fornecer produtos, serviço e/ou obras para

Leia mais

PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS PASEP - PROGRAMA DE FORMAÇÃO DO PATRIMÔNIO DO SERVIDOR PÚBLICO

PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS PASEP - PROGRAMA DE FORMAÇÃO DO PATRIMÔNIO DO SERVIDOR PÚBLICO PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS PASEP - PROGRAMA DE FORMAÇÃO DO PATRIMÔNIO DO SERVIDOR PÚBLICO 1 CONCEITO O Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público - PASEP foi criado pelo Governo Federal

Leia mais

REGULAMENTO/DIGEP Nº 003, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2014. considerando o Decreto nº 7.003/2009, de 9 de novembro de 2009;

REGULAMENTO/DIGEP Nº 003, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2014. considerando o Decreto nº 7.003/2009, de 9 de novembro de 2009; REGULAMENTO/DIGEP Nº 003, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2014. Estabelece orientações sobre a LICENÇA PARA TRATAMENTO DE SAÚDE E RESSARCIMENTO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE SUPLEMENTAR dos servidores do Instituto Federal

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MUNIZ FREIRE - ES

PREFEITURA MUNICIPAL DE MUNIZ FREIRE - ES DECRETO Nº 6.106/2013 REGULAMENTA AS LICENÇAS PARA TRATAMENTO DE SAÚDE, DE QUE TRATAM OS ARTS. 80, I; 82 A 100, DA LEI MUNICIPAL Nº 1.132, DE 02 DE JULHO DE 1990 (ESTATUTO DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO

Leia mais

Servidores pensionistas do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais - IPSEMG

Servidores pensionistas do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais - IPSEMG PUBLICO ALVO Servidores pensionistas do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais - IPSEMG Para os casos de analfabetos e deficientes visuais, devemos seguir a regra abaixo: Até

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA IN Nº 19, DE 3 DE ABRIL DE 2009 DA DIRETORIA DE NORMAS E HABILITAÇÃO DOS PRODUTOS

INSTRUÇÃO NORMATIVA IN Nº 19, DE 3 DE ABRIL DE 2009 DA DIRETORIA DE NORMAS E HABILITAÇÃO DOS PRODUTOS INSTRUÇÃO NORMATIVA IN Nº 19, DE 3 DE ABRIL DE 2009 DA DIRETORIA DE NORMAS E HABILITAÇÃO DOS PRODUTOS (ALTERADA PELA IN Nº 32/DIPRO) Dispõe sobre o detalhamento da Resolução Normativa RN nº 186, de 2009

Leia mais

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX. FGTS Débitos Dos Empregadores Regularização Procedimentos

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX. FGTS Débitos Dos Empregadores Regularização Procedimentos VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX Orientador Empresarial FGTS Débitos Dos Empregadores Regularização Procedimentos CIRCULAR CAIXA Nº 351, DE 04 DE ABRIL DE 2005 - DOU

Leia mais

MANUAL DE CANDIDATURA A PRESIDENTE DA REPÚBLICA

MANUAL DE CANDIDATURA A PRESIDENTE DA REPÚBLICA MANUAL DE CANDIDATURA A PRESIDENTE DA REPÚBLICA PR 2016 LEI ELEITORAL para o PRESIDENTE DA REPÚBLICA (LEPR) Decreto-Lei nº 319-A/76, de 3 de maio Com as alterações introduzidas pelas pelos seguintes diplomas

Leia mais

RO Roteiro Operacional Marinha do Brasil Área responsável: Gerência de Produtos Consignados

RO Roteiro Operacional Marinha do Brasil Área responsável: Gerência de Produtos Consignados MARINHA DO BRASIL RO. 03.03 Versão: 38 Exclusivo para Uso Interno RO Roteiro Operacional Marinha do Brasil Área responsável: Gerência de Produtos Consignados 1. PÚBLICO ALVO E REGRAS BÁSICAS Categorias

Leia mais

Convênio, Contrato de Repasse e Termo de Parceria operados por OBTV

Convênio, Contrato de Repasse e Termo de Parceria operados por OBTV MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE GESTÃO ESTRATÉGICA DA INFORMAÇÃO Portal dos Convênios SICONV Convênio, Contrato de Repasse

Leia mais

CARTA DE SERVIÇOS AO SERVIDOR POLÍCIA FEDERAL

CARTA DE SERVIÇOS AO SERVIDOR POLÍCIA FEDERAL 7PENSÃO CARTA DE SERVIÇOS AO SERVIDOR POLÍCIA FEDERAL CARTA DE SERVIÇOS A Carta de Serviços é uma ferramenta de gestão criada pelo Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização GesPública. A

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA N 08/2009

INSTRUÇÃO NORMATIVA N 08/2009 INSTRUÇÃO NORMATIVA N 08/2009 O CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico FUNCAP, na pessoa de seu Presidente, no uso de suas atribuições conferidas

Leia mais

EIXO 4 - SISTEMAS E PROCESSOS DE GESTÃO

EIXO 4 - SISTEMAS E PROCESSOS DE GESTÃO ANEXO 13: NECESSIDADES DE CONHECER DO DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES DE RE- CURSOS HUMANOS (DESIS) 1. Referentes ao Planejamento Estratégico EIXO 4 - SISTEMAS E PROCESSOS DE GESTÃO

Leia mais

MANUAL DE ANOTAÇÃO DE RESPONSABILIDADE TÉCNICA - ART (SP/MT/MS)

MANUAL DE ANOTAÇÃO DE RESPONSABILIDADE TÉCNICA - ART (SP/MT/MS) MANUAL DE ANOTAÇÃO DE RESPONSABILIDADE TÉCNICA - ART (SP/MT/MS) Sumário 1 - Procedimentos para obter 1ª ART Eletrônica... 2 2 Como obter o Termo de Responsabilidade Técnica... 3 3 - Encaminhar documentos

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 11, DE 28 DE NOVEMBRO DE 2012

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 11, DE 28 DE NOVEMBRO DE 2012 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 11, DE 28 DE NOVEMBRO DE 2012 Estabelece os critérios de concessão de acesso ao Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse SICONV. O SECRETÁRIO DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA

Leia mais

DOCUMENTOS PARA COMPROVAÇÃO DE INFORMAÇÕES PROCESSO SELETIVO PROUNI. 1 - Documentos de Escolaridade do Candidato (exclusivo para o candidato):

DOCUMENTOS PARA COMPROVAÇÃO DE INFORMAÇÕES PROCESSO SELETIVO PROUNI. 1 - Documentos de Escolaridade do Candidato (exclusivo para o candidato): Atenção Candidato! DOCUMENTOS PARA COMPROVAÇÃO DE INFORMAÇÕES PROCESSO SELETIVO PROUNI Na Fase de Comprovação você deverá apresentar cópia, acompanhada dos documentos originais abaixo solicitados. Para

Leia mais

AUXÍLIO-TRANSPORTE transporte coletivo municipal, intermunicipal ou interestadual 1. Em que momento o servidor pode solicitar o Auxílio-Transporte?

AUXÍLIO-TRANSPORTE transporte coletivo municipal, intermunicipal ou interestadual 1. Em que momento o servidor pode solicitar o Auxílio-Transporte? AUXÍLIO-TRANSPORTE O Auxílio-Transporte é um benefício concedido aos servidores em efetivo exercício. O pagamento deste auxílio é feito em pecúnia, possui natureza jurídica indenizatória e é destinado

Leia mais

DECRETO Nº 30.090, DE 20 DE FEVEREIRO DE 2009.

DECRETO Nº 30.090, DE 20 DE FEVEREIRO DE 2009. DECRETO Nº 30.090, DE 20 DE FEVEREIRO DE 2009. Regulamenta o Capítulo VII da Lei nº 4.257, de 02 de dezembro de 2008 e dá outras providências. O GOVERNADOR DO DISTRITO FEDERAL, no uso das atribuições que

Leia mais

PROGRAMAS DA POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL EDITAL Nº

PROGRAMAS DA POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL EDITAL Nº MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA CÂMPUS MONTEIRO PROGRAMAS DA POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL EDITAL

Leia mais

TRIBUTAÇÃO - DEDUÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA RETIDO NA FONTE

TRIBUTAÇÃO - DEDUÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA RETIDO NA FONTE TRIBUTAÇÃO - DEDUÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA RETIDO NA FONTE Conceito Toda pessoa física titular de remuneração ou proventos de qualquer natureza é contribuinte do imposto de renda, sendo o mesmo devido na

Leia mais

cartilha Cartão de Pagamento de Defesa Civil

cartilha Cartão de Pagamento de Defesa Civil cartilha Cartão de Pagamento de Defesa Civil 1 Índice Introdução...3 Público-alvo...3 Descrição... 3 Adesão... 3 Utilização... 3 Limites de utilização do produto... 4 Serviços e benefícios para a unidade...

Leia mais

DECRETO Nº 32159 DE 19 DE ABRIL DE 2010. O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais,

DECRETO Nº 32159 DE 19 DE ABRIL DE 2010. O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais, DECRETO Nº 32159 DE 19 DE ABRIL DE 2010 Altera o Decreto nº 28.002, de 30 de maio de 2007 e dá outras providencias. O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais, DECRETA: Art.

Leia mais

PARÁGRAFO ÚNICO - São as seguintes as modalidades de Ordens Bancárias, a serem processadas pelo Sistema OBN:

PARÁGRAFO ÚNICO - São as seguintes as modalidades de Ordens Bancárias, a serem processadas pelo Sistema OBN: CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE PAGAMENTO A FORNECEDORES DE BENS E SERVIÇOS E DE SERVIDORES, QUE ENTRE SI CELEBRAM O /ESTADO OU MUNICÍPIO DE/ E O BANCO DO BRASIL S.A.. O /ESTADO OU MUNICÍPIO DE/,

Leia mais

RO Roteiro Operacional. Servidor Civil Federal SIAPE

RO Roteiro Operacional. Servidor Civil Federal SIAPE RO Roteiro Operacional Servidor Civil Federal - SIAPE RO.02.01 Versão: 29 Exclusivo para Uso Interno Servidor Civil Federal SIAPE Área responsável: Gerência Produtos Consignados I - CONDIÇÕES GERAIS 1.

Leia mais

Manual Cartão Pesquisa /CNPq. Atualizado em 25/08/2014

Manual Cartão Pesquisa /CNPq. Atualizado em 25/08/2014 Manual Cartão Pesquisa /CNPq Atualizado em 25/08/2014 Sumário Introdução... 3 Cartão BB Pesquisa... 4 Passo a Passo... 8 Perguntas e Respostas.... 14 Cartão BB Pesquisa O Cartão BB Pesquisa éresultado

Leia mais

ANEXO 2 - LISTA DE DOCUMENTOS

ANEXO 2 - LISTA DE DOCUMENTOS ANEXO 2 - LISTA DE DOCUMENTOS 1. DOCUMENTOS ESSENCIAIS: ( ) Declaração de matrícula 1.2 Documentos de identificação do estudante: ( ) RG ou documento oficial com foto. ( ) CPF 1.3 Documentação civil: (

Leia mais

PORTARIA PREVI-RIO Nº 908 DE 25 DE MARÇO DE 2013

PORTARIA PREVI-RIO Nº 908 DE 25 DE MARÇO DE 2013 PORTARIA PREVI-RIO Nº 908 DE 25 DE MARÇO DE 2013 Estabelece procedimentos em relação à opção de plano de saúde entre as operadoras habilitadas a operar o PSSM Plano de Saúde dos Servidores Municipais,

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES RECADASTRAMENTO GERAL - 2015

PERGUNTAS FREQUENTES RECADASTRAMENTO GERAL - 2015 PERGUNTAS FREQUENTES RECADASTRAMENTO GERAL - 2015 O que é o Recadastramento? Trata-se de uma atualização anual dos dados cadastrais de todos os servidores municipais ativos, aposentados e pensionistas

Leia mais

CONTRATO n 002/2015. PARÁGRAFO ÚNICO - São as seguintes as modalidades de Ordens Bancárias, a serem processadas pelo Sistema OBN:

CONTRATO n 002/2015. PARÁGRAFO ÚNICO - São as seguintes as modalidades de Ordens Bancárias, a serem processadas pelo Sistema OBN: CONTRATO n 002/2015. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE PAGAMENTO A FORNECEDORES DE BENS E SERVIÇOS E DE SERVIDORES, QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE CANDELÁRIA (RS) E O BANCO DO BRASIL S.A. O MUNICÍPIO

Leia mais

Para extinção das dívidas e/ou saldos devedores do contrato com fundamento no art. 7º da MP nº 496/2010:

Para extinção das dívidas e/ou saldos devedores do contrato com fundamento no art. 7º da MP nº 496/2010: DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA: Extinção de dívidas do contrato Compra do imóvel com base no art. 12 da Lei nº 11.483/2007 Substituição do beneficiário do contrato de compra e venda ou cessão de direitos Emissão

Leia mais

Roteiro Aeronáutica Agência e Corban

Roteiro Aeronáutica Agência e Corban Comando da Aeronáutica 1. REGRAS GERAIS DO PRODUTO... 2 1.1 Público Alvo... 2 1.2 Tipo de Averbação... 2 1.3 Quantidade de empréstimos por militar/pensionista... 2 1.4 Matrícula... 2 1.5 Política de Crédito...

Leia mais

Convênio, Contrato de Repasse e Termo de Parceria operados por OBTV

Convênio, Contrato de Repasse e Termo de Parceria operados por OBTV MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE GESTÃO ESTRATÉGICA DA INFORMAÇÃO Portal dos Convênios SICONV Convênio, Contrato de Repasse

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO CONSELHO SUPERIOR

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO CONSELHO SUPERIOR SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO CONSELHO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 32/2013 Dispõe sobre Revalidação de Diplomas e Certificados

Leia mais

Convênio, Contrato de Repasse e Termo de Parceria operados por OBTV (Ordem Bancária de Transferências Voluntárias) Perfil Convenente

Convênio, Contrato de Repasse e Termo de Parceria operados por OBTV (Ordem Bancária de Transferências Voluntárias) Perfil Convenente MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE GESTÃO ESTRATÉGICA DA INFORMAÇÃO Portal dos Convênios SICONV Convênio, Contrato de Repasse

Leia mais

Manual do DEC Domicílio Eletrônico do Contribuinte

Manual do DEC Domicílio Eletrônico do Contribuinte GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA FAZENDA Coordenadoria da Administração Tributária Diretoria Executiva da Administração Tributária Manual do DEC Domicílio Eletrônico do Contribuinte Manual

Leia mais

Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN Pró-Reitoria de Recursos Humanos- PRH Departamento de Administração de Pessoal DAP

Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN Pró-Reitoria de Recursos Humanos- PRH Departamento de Administração de Pessoal DAP DAP DIVISÃO DE PAGAMENTO E ATENDIMENTO SEÇÃO DE CONTROLE DE PAGAMENTO MACROPROCESSO: 2 PROCESSAMENTO DA FOLHA PROCESSO: 2.1 PAGAMENTO DE SERVIDORES ATIVOS FORNECEDOR ATIVIDADES PRODUTO CLIENTE RECOMENDAÇÕES

Leia mais

SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 12, DE 23 DE SETEMBRO DE 2013(*)

SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 12, DE 23 DE SETEMBRO DE 2013(*) SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 12, DE 23 DE SETEMBRO DE 2013(*) Orienta os órgãos e entidades integrantes do Sistema de Pessoal Civil da Administração Federal (SIPEC) sobre o regime

Leia mais

Licença Especial para Atender Deficiente

Licença Especial para Atender Deficiente Licença Especial para Atender Deficiente Conceito É a licença concedida à servidora efetiva para atender, em parte de sua jornada de trabalho, ao deficiente sob sua guarda. A concessão da licença é pelo

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME DOU de 27/08/2015 (nº 164, Seção 1, pág. 73) GABINETE DA MINISTRA PORTARIA Nº 81, DE 25 DE AGOSTO DE 2015 Altera as Portarias nº 754, de 20 de outubro

Leia mais

Cartilha do Gestor de Frota do Órgão / Entidade

Cartilha do Gestor de Frota do Órgão / Entidade Cartilha do Gestor de Frota do Órgão / Entidade SGTA Sistema de Gestão Total de Abastecimento do Governo do Estado de Minas Gerais REV DATA ALTERAÇÃO CRIAÇÃO REVISÃO APROVAÇÃO 01 13/01/14 Versão inicial

Leia mais

Cadastro de Pessoa Jurídica

Cadastro de Pessoa Jurídica Fundação de Apoio à Universidade de São Paulo Cadastro de Pessoa Jurídica CADASTRAMENTO NO NOVO SISTEMA Novembro/2012 2 Índice 1 Introdução 03 2 Entrando no sistema de cadastro 03 3 Cadastramento eletrônico

Leia mais

Roteiro Operacional Última atualização 30/03/2015

Roteiro Operacional Última atualização 30/03/2015 Roteiro Operacional Última atualização 30/03/2015 Produto disponibilizado pela Agiplan Financeira S.A- CFI para conceder crédito pessoal em débito em conta corrente denominado Agidébito. 1. Público Alvo.

Leia mais

RESOLUÇÃO CONCEA NORMATIVA Nº 21, DE 20 DE MARÇO DE 2015

RESOLUÇÃO CONCEA NORMATIVA Nº 21, DE 20 DE MARÇO DE 2015 RESOLUÇÃO CONCEA NORMATIVA Nº 21, DE 20 DE MARÇO DE 2015 Altera os critérios e procedimentos para requerimento, emissão, revisão, extensão, suspensão e cancelamento do Credenciamento Institucional para

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÕES PARA BOLSISTAS CUBANOS

MANUAL DE ORIENTAÇÕES PARA BOLSISTAS CUBANOS MANUAL DE ORIENTAÇÕES PARA BOLSISTAS CUBANOS PROGRAMA CAPES/MES - CUBA BRASIL-CUBA PROGRAMA CAPES/MES CUBA PROJETOS Todas as informações aqui descritas devem ser interpretadas em consonância com as normas

Leia mais

Para melhor atendê-lo, seguem abaixo todos os formulários e documentos necessários, juntamente com a orientação de como proceder ao envio.

Para melhor atendê-lo, seguem abaixo todos os formulários e documentos necessários, juntamente com a orientação de como proceder ao envio. Prezado (a) cliente: Para melhor atendê-lo, seguem abaixo todos os formulários e documentos necessários, juntamente com a orientação de como proceder ao envio. Procedimentos para envio dos documentos de

Leia mais

SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 2, DE 13 DE ABRIL DE 2015

SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 2, DE 13 DE ABRIL DE 2015 SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 2, DE 13 DE ABRIL DE 2015 Estabelece orientações aos órgãos e entidades integrantes do Sistema de Pessoal Civil da Administração Federal - Sipec sobre

Leia mais