SUMÁRIO VISÃO DAS LIDERANÇAS LUIZ BARRETTO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SUMÁRIO VISÃO DAS LIDERANÇAS LUIZ BARRETTO"

Transcrição

1

2

3

4 SUMÁRIO VISÃO DAS LIDERANÇAS LUIZ BARRETTO - Diretor-presidente nacional do Sebrae... 8 HELOISA MENEZES - Diretora técnica do Sebrae... 9 WILSON FERREIRA JR. - Presidente do Conselho Curador da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ) JAIRO MARTINS DA SILVA - Superintendente-geral da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ) ELCIO ANIBAL DE LUCCA - Presidente do Conselho Superior do Movimento Brasil Competitivo (MBC) CLAUDIO GASTAL - Diretor voluntário do Movimento Brasil Competitivo (MBC) JORGE GERDAU JOHANNPETER Presidente do Conselho de Administração da Gerdau e presidente fundador do Movimento Brasil Competitivo (MBC) PRÊMIO MPE BRASIL RECONHECIMENTO À GESTÃO E AO EMPREENDEDORISMO EXPERIÊNCIAS EMPRESARIAIS EM DEBATE PRÊMIO DE COMPETITIVIDADE A EVOLUÇÃO DA BOA GESTÃO MPE BRASIL 2014 TEM RECORDE DE AVALIAÇÃO DE GESTÃO REGIÃO CENTRO-OESTE DISTRITO FEDERAL ATP PERSONAL TRAINING COLÉGIO VITÓRIA RÉGIA SALGADART INTEGRAIS E FIT ACADEMIA TORP VITA MEDICAL MATO GROSSO HOTEL PORTAL DA AMAZÔNIA GRUPO BECKER BIGOLIN ROLAMENTOS COVEPEL COCOLÂNDIA MORIZZO E NASCIMENTO ADVOGADOS ASSOCIADOS MATO GROSSO DO SUL DIGITAL SEGURANÇA TERRITÓRIO DO VINHO REGIÃO NORDESTE ALAGOAS ANÁLISE ASSESSORIA CONTÁBIL..., APÍCOLA FERNÃO VELHO CENTRAL DAS IMPRESSORAS FUN KIDS ID5 SOLUÇÕES WEB OIKOS ARQUITETURA EM ACABAMENTOS PLASTEC PROANÁLISES BAHIA ASFICODATA INFORMÁTICA CENTROTOUR COOPERATIVA REPESCAR DURVAL CORRETORA DE SEGUROS ENGPISO ISLAB CENTRO LABORATORIAL E ODONTOLÓGICO JARDIM ATLÂNTICO BEACH RESORT METROLÓGICA MIX PAPELARIA CEARÁ O BOTICÁRIO PROTECTA MARANHÃO LAVAMATIC VIA MUNDO INTERCÂMBIO E TURISMO

5 PARAÍBA DERMOPLÁSTICA RESTAURANTE CIDADE VIVA FAZENDA MIMOSO MÔNICA CONSULTORIA PERNAMBUCO BECO DE NORONHA POUSADA FAROS ASSESSORIA EMPRESARIAL JULIETTO VSYSTEMS SOLUÇÕES PARA EMPRESAS PIAUÍ BELEZA & CIA CLÍNICA REMÉDIOS LAGES CVC UZZO CONFECÇÕES RIO GRANDE DO NORTE DEL RAYSSA PROGEL TOP PEÇAS E SERVIÇOS SERGIPE ADX GESTÃO E TECNOLOGIA REGIÃO NORTE ACRE DENTAL X LIRA S LANCHE AMAPÁ UNIVERSIDADE DA CRIANÇA AMAZONAS DIMOPS DESINTETIZAÇÃO RESTAURANTE SHIN SUZURAN PARÁ FLORESTAS GESTÃO SOCIO AMBIENTAL PADARIA VERSAILLES RONDÔNIA AIR CLEAN AR CONDICIONADO TOCANTINS HOTEL RELICÁRIO REGIÃO SUDESTE ESPÍRITO SANTO ALLWARE SOFTWARE FARMÁCIAS FEITOSA LELLIS MARCENARIA SOUL CLEAN TOALHEIROS MINAS GERAIS AMICUS / ON ELETRÔNICOS DACALP DOMMUS SOLUÇÕES IMOBILIÁRIAS LABORATÓRIO SÃO LUIZ FAZENDA SÃO PAULO ORIGINALLE PARATI PALACE HOTEL SYNERGY LANGUAGE SOLUTIONS VENTRIX HEALTH INNOVATION RIO DE JANEIRO AÇÃO COMBINADA L.C.D CONFIARE FRIWEB TARGETCOMUNICA TOUR SHOP BUZIOS / BUZIOS TROLLEY

6 SUMÁRIO SÃO PAULO CCLI CONSULTORIA LINGUÍSTICA GRUPO FRAELLIO GIUGLIANI ADVOGADOS JUSCON MVK SISTEMA ATHOS ACADEMIA WORK BODY REGIÃO SUL PARANÁ BIOVIS BLINDAGEM SUPLEMENTOS HOTEL PLANALTO PONTA GROSSA JUNSOFT SISTEMAS LABORATÓRIO GÓES OPIUM EMPREENDIMENTOS HOTELEIROS USICAMPO INDÚSTRIA METALÚRGICA VIALLE ADVOGADOS ASSOCIADOS RIO GRANDE DO SUL APIÁRIO PADRE ASSIS BANGALÔ MOTEL BANGALÔS DA SERRA ENTTRY SOFTWARES ESCOLA INFOSERV GRUPO FAÉ LICS SUPER ÁGUA LOJA PATY S LYCOS EQUIPAMENTOS METALÚRGICA DAVIECELLI SJC QUÍMICA SANTA CATARINA CENTRO DE ENSINO GUROO COMEÇO DE VIDA EMPRESA RURAL SANTIN FISCALL GUACAMOLE COCINA MEXICANA INFOGEN SISTEMAS LABORATÓRIO BÚRIGO STRADA AMBIENTES PLANEJADOS PROVOLT VITA ESSÊNCIA REDE QPC... PROGRAMAS ESTADUAIS... GLOSSÁRIO... EXPEDIENTE... 6

7 VISÃO DAS LIDERANÇAS

8 VISÃO DAS LIDERANÇAS LUIZ BARRETTO Diretor-presidente nacional do Sebrae O brasileiro não empreende mais apenas por necessidade. Antes, abria-se um negócio próprio quando não se encontrava emprego. Hoje, sete em cada dez pessoas iniciam um empreendimento por identificar uma demanda no mercado, o que gera empresas mais planejadas e com melhores chances de crescer. O BOM DESEMPENHO DOS PEQUENOS NEGÓCIOS NA ECONOMIA BRASILEIRA O EMPREENDEDORISMO vem crescendo muito no Brasil nos últimos anos e é fundamental que cresça não apenas a quantidade de empresas, mas sua participação na economia. Em 1985, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) calculou em 21% a participação dos pequenos negócios no Produto Interno Bruto (PIB). Como não havia uma atualização desse indicador desde então, o Sebrae contratou a Fundação Getúlio Vargas para, utilizando a mesma metodologia, avaliar a evolução deste indicador. O resultado foi muito positivo: em 2001, o percentual cresceu para 23,2% e, em 2011, atingiu 27% - ou seja, mais de um quarto do Produto Interior Bruto (PIB) brasileiro é gerado pelos empreendimentos de pequeno porte, que hoje ultrapassam a marca de 9,5 milhões de empresas. Em valores absolutos, a produção gerada pelas micro e pequenas empresas quadruplicou em dez anos, saltando de R$ 144 bilhões em 2001 para R$ 599 bilhões em 2011, em valores da época. Os pequenos negócios já são os principais geradores de riqueza no Comércio no Brasil (53,4% do PIB deste setor). No PIB da Indústria, a participação das micro e pequenas (22,5%) já se aproxima das médias empresas (24,5%). E no setor de Serviços, mais de um terço da produção nacional (36,3%) têm origem nos pequenos negócios. Os dados demonstram a importância de incentivar e qualificar os empreendimentos de menor porte, inclusive os Microempreendedores Individuais (MEI). Isoladamente, uma empresa representa pouco. Mas juntas, elas são decisivas para a economia e não se pode pensar no desenvolvimento do Brasil sem elas. Afinal, elas empregam 52% da mão-de-obra formal no País e respondem por 40% da massa salarial brasileira. Os principais motivos para o bom desempenho dos 8 pequenos negócios na economia são a melhoria do ambiente de negócios, em especial após a criação do Supersimples - regime tributário diferenciado que reduziu os impostos e unificou oito tributos em um único boleto -, o aumento da escolaridade da população e a ampliação do mercado consumidor, com o crescimento da classe média. Esses três fatores têm motivado o brasileiro a empreender por oportunidade e não mais por necessidade. Antes, as pessoas abriam um negócio próprio quando não encontravam emprego. Hoje, sete a cada 10 pessoas iniciam um empreendimento por identificar uma demanda no mercado, o que gera empresas mais planejadas e com melhores chances de crescer. Acreditamos que os pequenos negócios podem contribuir muito mais nesse processo, mas para isso há muito trabalho pela frente para qualificar e dar mais competitividade ao empreendedorismo brasileiro.

9 VISÃO DAS LIDERANÇAS HELOISA MENEZES Diretora técnica do Sebrae Inovar a partir de estratégias, instrumentos e tecnologias que diferenciam, valorizam e geram reconhecimento aos pequenos negócios dedicados a uma gestão excelente é um desafio permanente. Assim, quanto mais o empresário se relaciona com o Sebrae, mais condições tem de evoluir. INVESTIR EM GESTÃO DÁ RESULTADO PARA ENFRENTAR ADVERSIDADES, aproveitar oportunidades ou ganhar competitividade e se diferenciar da concorrência, uma empresa que se dedica à excelência na gestão tem mais condições de se projetar no mercado. Processos estruturados, colaboradores capacitados, custos controlados, clientes satisfeitos com o atendimento, liderança proativa, visão sistêmica e estratégica da empresa são alguns aspectos básicos que adequadamente administrados garantem uma performance de qualidade e resultados mais promissores. As empresas que participam do Prêmio MPE Brasil - Prêmio de Competitividade para Micro e Pequenas Empresas avançam nesses e outros quesitos. Inicialmente, a partir da autoavaliação online já é possível ao empresário desencadear uma série de melhorias, pois o relatório com sua devolutiva sinaliza ajustes e inovações. Aquelas empresas que se destacam na autoavaliação em cada estado recebem também a visita de avaliadores voluntários e capacitados na metodologia da premiação, o Modelo de Excelência da Gestão (MEG). Assim, podem continuar evoluindo efetivamente em gestão. Um estudo comparativo entre as empresas participantes dessa premiação, desde 2008, mostrou um dado significativo: aquelas que se relacionam com o Sebrae (fazem cursos, participam de oficinas etc.) têm um desempenho duas vezes superior às demais na pontuação da autoavaliação. Aquelas que fizeram o autodiagnostico mais de uma vez e tiveram várias interações com o Sebrae superaram a média de desempenho observada em seu setor. Inovar a partir de estratégias, instrumentos e tecnologias que diferenciam, valorizam e geram reconhecimento aos pequenos negócios dedicados a uma gestão excelente é um desafio permanente. Assim, quanto mais o empresário se relaciona com o Sebrae, este tem condições de propor soluções capazes de possibilitar mais eficiência na gestão. A tendência, portanto, é avançarmos no sentido da excelência na gestão. Cada vez mais empresas se interessam pela premiação, motivadas pelo processo de melhoria proporcionado por essa participação. O Sebrae permanece à disposição dos empresários que veem na melhor qualidade da gestão uma estratégia para aumentar a competitividade de suas empresas. O MPE Brasil nos possibilita uma vitrine da excelência na gestão de micro e pequenas empresas. Sobre o Sebrae O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) é uma entidade privada sem fins lucrativos, criada em 1972, com a missão de promover a competitividade e o desenvolvimento sustentável dos empreendimentos de micro e pequeno porte. A instituição atua com foco no fortalecimento do empreendedorismo e na aceleração do processo de formalização da economia por meio de parcerias com o setor público e o privado, programas de capacitação, acesso ao crédito e à inovação, estímulo ao associativismo e na realização de feiras e de rodadas de negócios. O Brasil tem cerca de 9 milhões de micro e pequenas empresas, que representam 99% das empresas brasileiras. Elas geram cerca de 70% das novas vagas formais de emprego, são responsáveis por 40% da massa salarial e têm participação no PIB de 27%. Além das micro e pequenas empresas, uma nova categoria de empresários, em vigor desde 2009, já reúne mais de cinco milhões de pessoas. São os Microempreendedores Individuais (MEI), que faturam até R$ 60 mil por ano. O papel do Sebrae é mostrar aos empresários de pequeno porte as vantagens de se ter um negócio formal e auxiliá-los na identificação de oportunidades e na preparação para enfrentar os desafios por meio da capacitação e da gestão empresarial. 9

10 VISÃO DAS LIDERANÇAS WILSON FERREIRA JR. Presidente do Conselho Curador da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ) O MPE Brasil, iniciativa do Sebrae, do Movimento Brasil Competitivo (MBC) e da Gerdau, com apoio técnico da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ), é cada vez mais efetivo no auxílio a empresários, tornando suas empresas mais sustentáveis, com possibilidades reais de crescimento e perenidade acima da média do mercado. PREMIAÇÃO FORTALECE A GESTÃO E A COMPETITIVIDADE DAS MPE NO BRASIL COM O CENÁRIO econômico desafiador desenhado para o nosso País este ano, cujos reflexos também serão sentidos nos próximos anos, as micro e pequenas empresas precisarão investir cada vez mais na melhoria da qualidade de sua gestão, para tornarem-se mais produtivas, competitivas e estarem prontas para crescer em um ritmo vigoroso, como os seus empreendedores e o País esperam. O que nos faz acreditar nessa possibilidade é o resultado da Pesquisa do Sebrae sobre a participação de empresas no Prêmio MPE Brasil Prêmio de Competitividade para Micro e Pequenas Empresas Do total de entrevistados, 87% afirmaram ter aplicado em suas empresas os conhecimentos adquiridos durante o processo de premiação, sendo que 15% aplicaram totalmente e 72%, parcialmente. Esses dados se mostram ainda mais animadores pelo fato de que 47% dos respondentes tiveram aumento no faturamento mensal da organização após a participação no Prêmio. Isso reforça a nossa convicção de que a iniciativa do Sebrae, do Movimento Brasil Competitivo (MBC) e da Gerdau, com apoio técnico da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ), é cada vez mais efetiva para auxiliar empresários a tornar suas empresas mais sustentáveis, com possibilidades reais de crescimento e perenidade, comparativamente à média do mercado. A aplicação do Modelo de Excelência da Gestão (MEG) da FNQ, permitiu a essas empresas, além do exercício da autoavaliação, a adoção de um programa efetivo de busca da excelência, que tanto defendemos em nosso País. Os resultados de pesquisas realizadas confirmam que as empresas usuárias do MEG apresentam desempenhos superiores aos da média das organizações de seus respectivos setores. Mais do que desempenho financeiro favorável, 10 as empresas que adotam o MEG demostram maior visão sistêmica e uma forma de gestão mais integrada, o que reflete em aumento de competitividade, além de contribuir para melhoria de clima organizacional, das condições de trabalho e do seu relacionamento na sociedade. A realidade mostra que as MPE alinhadas aos Fundamentos de Excelência são mais capazes de superar os desafios e mais adaptáveis às mudanças do ambiente de negócios. Reconhecemos que ainda há muito a se fazer, tanto em termos de políticas públicas, como em iniciativas permanentes que visem disponibilizar conhecimentos e atualizar ferramentas de gestão, para apoiar, de maneira mais efetiva, esse segmento empresarial tão importante para o País e que hoje é formado por 8,5 milhões de micro e pequenas empresas, que respondem por mais da metade dos empregos formais e por 27% do PIB brasileiro. Mais importante do que isso, é a constatação de que o segmento das MPE é formado por empreendedores e líderes que têm, como características principais, a perseverança e a determinação que os tornam extremamente criativos e arrojados, diante de desafios e crises. A sua participação crescente no Prêmio é uma evidência real de que esses empreendedores querem e buscam efetivamente elevar a qualidade da gestão de suas empresas, não importa o seu porte, seu segmento de atuação e a posição que ocupam no mercado.

11 VISÃO DAS LIDERANÇAS JAIRO MARTINS DA SILVA Superintendente-geral da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ) Em um cenário de instabilidade, a Fundação Nacional da Qualidade (FNQ) tem uma boa notícia para melhorar o desempenho das MPE, que representam 99% das empresas brasileiras: nosso Modelo de Excelência da Gestão (MEG), atualizado e respeitado mundialmente, pode ser customizado e utilizado imediatamente e já é um benchmark internacional. EXCELÊNCIA EM GESTÃO: MISSÃO PARA AS MPE QUALQUER ORGANIZAÇÃO ou instituição, independentemente do seu setor, seu porte e sua natureza, deve ter o propósito de transformar recursos em valor coletivo para a sociedade. Por recursos, entende-se capital humano, natural, financeiro e valores morais, que devem ser transformados em entregas econômicas, sociais, ambientais e éticas. Se alguma entidade não é capaz de cumprir essa missão, a sua existência não se justifica. Nesse contexto, o empreendedorismo traz uma oportunidade infinita de buscarmos negócios eficientes e eficazes na transformação de recursos em valor para o povo. As micro e pequenas empresas são mestres em aproveitar oportunidades. Sem a burocracia de uma grande empresa e com a motivação dos empreendedores para se sentirem realizados, bem-sucedidos ou para fazerem a diferença no mundo, vemos a cada dia novos negócios gerando valor para a sociedade. A pesquisa Empreendedorismo no Brasil 2013, realizada pelo Global Entrepreneurship Monitor, revela que praticamente 40 milhões de brasileiros estão empreendendo, demonstrando a importância econômica e social do tema, apesar de o Brasil, infelizmente, ser um dos últimos no ranking mundial de produtividade e competitividade, um dos mais corruptos e inseguros do mundo. Além disso, de acordo com a pesquisa, ter o próprio negócio é o terceiro principal sonho do brasileiro, perdendo apenas para aquisição da casa própria e viajar pelo País. Neste cenário nacional e mundial instável, a Fundação Nacional da Qualidade (FNQ) tem uma boa notícia para melhorar o desempenho das MPE, que representam 99% das empresas brasileiras: o nosso Modelo de Excelência da Gestão (MEG), atualizado e respeitado mundialmente, pode ser customizado e utilizado imediatamente e já é um benchmark internacional. Desde 2002, mais de 650 mil MPE no Brasil já foram impactadas diretamente pelo Prêmio MPE Brasil Prêmio de Competitividade para Micro e Pequenas Empresas. Dessas, cerca de 230 mil preencheram o questionário de avaliação, baseado no MEG, e receberam um relatório com pontos fortes e a indicação de oportunidades de melhoria na gestão. Em 2014 a quantidade de MPE candidatas ao prêmio bateu o recorde, atingindo cerca de 51 mil empresas. Não há como negar que persistência, perseverança e comprometimento são fundamentais para essas empresas, já que os resultados nem sempre vêm na quantidade e no prazo idealizados. Mas, além disso, é preciso que as MPE continuem tendo e excelência em gestão como missão, com foco na produtividade, na inovação e na competitividade para que o Brasil possa retomar o desenvolvimento sustentável que tanto queremos e precisamos. Sobre o FNQ Com 23 anos de atuação, a Fundação Nacional da Qualidade (FNQ) é uma instituição sem fins lucrativos que tem como missão estimular e apoiar as organizações para o desenvolvimento e a evolução de sua gestão, para que se tornem sustentáveis, cooperativas e gerem valor para a sociedade. É reconhecida internacionalmente pelo processo de disseminação do Modelo de Excelência da Gestão (MEG), concebido com base em 13 fundamentos e oito critérios de excelência, considerados pilares que sustentam a gestão de uma organização. O MEG é utilizado como metodologia de avaliação da gestão das empresas que se inscrevem e preenchem o questionário de autoavaliação do MPE Brasil Prêmio de Competitividade para Micro e Pequenas Empresas. Dessa forma, orienta as empresas, identificando pontos fortes e oportunidades, para que aperfeiçoem os processos gerenciais do negócio e alcancem melhores resultados. 11

12 VISÃO DAS LIDERANÇAS ELCIO ANIBAL DE LUCCA Presidente do Conselho Superior do Movimento Brasil Competitivo (MBC) Um dos fatores potenciais das micro e pequenas empresas é a proximidade com os negócios, os processos e os funcionários, o que acelera a tomada de decisões e facilita a adaptação às alterações do mercado. Com o planejamento de ações preventivas, elas antecipam surpresas do mercado financeiro e ficam menos suscetíveis a essas intempéries. CRISE E OPORTUNIDADE EM TEMPOS DE FRACO desempenho econômico, é imperativo que as empresas busquem sinergia na estrutura organizacional para aumentar sua produtividade. Os negócios que continuam prosperando no Brasil são justamente aqueles que projetam um novo patamar competitivo. E se tão importante quanto criar é compartilhar esse conhecimento gerado, esse é o intuito do Prêmio MPE Brasil - Prêmio de Competitividade para Micro e Pequenas Empresas, que fomenta a excelência na gestão e replica tais práticas nas organizações. Para sobreviver à instabilidade financeira, as empresas de pequeno porte têm desenvolvido métodos para otimizar tempo e esforços, seja com soluções simples, mas bem estruturadas, ou com técnicas dotadas de pioneirismo tecnológico. O ambiente propício ao empreendedorismo também acaba por gerar oportunidades para se tornarem competitivas e disputarem uma maior fatia do mercado brasileiro e, por que não, global? A preocupação com a gestão e a eficiência tem tornado os serviços e produtos oferecidos pelas MPE de notável qualidade e excelência, não deixando em nada a desejar às grandes empresas. Por sua vez, o setor tem fortalecido a cadeia produtiva das companhias líderes agregando valor aos negócios. Nesse cenário, elas são consideradas um eficaz instrumento de desenvolvimento nacional por movimentarem o mercado interno e formar a energia necessária para acelerar o motor de crescimento. Mesmo no contexto de baixo crescimento do PIB, estudo do Sebrae aponta como tendência para o forte movimento de formalização de empresas em Um dos fatores potenciais das MPE e que deve ser cada vez mais explorado pelos gestores é a proximidade com os negócios, os processos e os funcionários, o que acelera a tomada de decisões e facilita a adaptação às alterações do mercado. Com o planejamento de ações preventivas, elas antecipam surpresas do mercado financeiro e ficam menos suscetíveis a essas intempéries. A contribuição das MPEs reflete o crescente papel econômico e social que os negócios de menor porte assumiram nas últimas décadas. Pioneiro nas ações de fomento à competitividade, o Movimento Brasil Competitivo (MBC) comemora o sucesso da edição 2014 do Prêmio MPE Brasil. Na busca pelo desenvolvimento sustentável do país, ressaltamos a necessidade de assimilar a gestão e a inovação como princípios das atuais e futuras gerações de negócios. 12

13 VISÃO DAS LIDERANÇAS CLAUDIO GASTAL Diretor voluntário do Movimento Brasil Competitivo (MBC) O MBC busca formar uma geração de empreendedores capazes de dar a volta por cima e lidar com situações adversas de forma criativa e surpreendente. O aumento da competitividade de cada negócio brasileiro nos interessa, assim como os expressivos resultados gerados para a sociedade. CRESCENDO JUNTOS QUANTO MAIS PESSOAS unidas em prol de um objetivo comum, mais fácil será alcançá-lo. Essa dinâmica traduz o movimento em busca da qualidade e da competitividade que se multiplica pelo país. A marca histórica das 50,9 mil candidatas nesta edição do MPE Brasil - Prêmio de Competitividade para Micro e Pequenas Empresas, demonstra a importância do ciclo virtuoso fomentado pelo processo de avaliação proposto. Além do aumento gradual na capilaridade e no volume de participantes, a iniciativa reforça o potencial de capacitação e de melhoria contínua dos profissionais neste segmento. Com uma visão analítica, os conceitos e as boas práticas de gestão disseminadas pelo MPE Brasil atuam como propulsores de grandes saltos de competitividade, uma vez que fornece subsídios aos empreendedores brasileiros, visando aumentar a produtividade e a qualidade dos negócios de pequeno porte. Além de sensibilizar os líderes destas organizações para a necessidade de avaliações sistemáticas e aperfeiçoamentos constantes, o método contribui para o crescimento e a sustentabilidade dos negócios. Daqui em diante, o Movimento Brasil Competitivo (MBC) e os demais realizadores desse Prêmio almejam alcançar metas ousadas de capacitação, reforçando o conjunto de visitas, workshops e seminários que compõem o programa técnico do reconhecimento. Buscamos engajar tanto as empresas inscritas como a comunidade, que é diretamente beneficiada pelo desenvolvimento socioeconômico gerado por esses negócios em todo o país. Para potencializar esses ganhos, acreditamos que o ponto de partida é disseminar a cultura inovadora e incentivar o comportamento empreendedor entre os brasileiros. Com essa visão e levando em consideração a realidade das micro e pequenas empresas, não se trata apenas de investir em novas tecnologias: ajustes em atividades e processos internos, como controle de estoque, podem reduzir custos e resultar em ganho de eficiência. Dar movimento a esse ciclo de qualidade é um dos nossos objetivos para Ao promover o Prêmio MPE Brasil, o MBC busca formar uma geração de empreendedores capazes de dar a volta por cima e lidar com situações adversas de forma criativa e surpreendente. O aumento da competitividade de cada negócio brasileiro nos interessa, assim como os expressivos resultados gerados para a sociedade. Somente por meio da educação e da inovação será possível transformar perspectivas de crescimento e melhoria da qualidade de vida em realidade para os brasileiros. Sobre o MBC Criado em 2001, o Movimento Brasil Competitivo (MBC) tem como essência o desenvolvimento de ações, programas e projetos que contribuem para a promoção da competitividade no país. Para cumprir o papel de construtor de capital social, sustenta a ética, o foco em resultado e a transparência como valores fundamentais. Por meio da disseminação de ferramentas e de conhecimento, além da mobilização de lideranças, o MBC busca contribuir para o aumento da qualidade de vida da população, gerando oportunidades para os cidadãos e consequente desenvolvimento sustentável do país. 13

14 VISÃO DAS LIDERANÇAS JORGE GERDAU JOHANNPETER Presidente do Conselho de Administração da Gerdau e presidente fundador do Movimento Brasil Competitivo (MBC) O atual cenário de retração econômica do país exige que as empresas de modo geral se antecipem aos desafios impostos pelo mercado, investindo em gestão eficiente com busca contínua por inovação e novas oportunidades de atuação. EFICIÊNCIA E PRODUTIVIDADE EM TODA A CADEIA DE NEGÓCIO NOS ÚLTIMOS ANOS, observamos um grande crescimento da relevância das micro e pequenas empresas brasileiras no ambiente de negócios do país. Segundo dados do Sebrae, as cerca de 9 milhões de MPEs representam atualmente 27% do PIB do país, um número que cresce a cada ano. O aumento da participação dessas empresas na economia, não somente em relação à quantidade de empreendimentos, mas também quanto à sua contribuição para a geração de valor, empregos e renda para a sociedade, é um indicativo importante de aumento de competitividade, profissionalização e busca desses empresários pela qualidade e excelência em seus negócios. Por outro lado, o atual cenário de retração econômica do país exige que as empresas de modo geral se antecipem aos desafios impostos pelo mercado, investindo em gestão eficiente com busca contínua por inovação e novas oportunidades de atuação. Nesse sentido, tem crescido de forma significativa o compromisso de grandes empresas brasileiras com o fortalecimento de suas cadeias de negócio, do qual as MPEs são um elo muito importante. Sob coordenação do Sebrae, as iniciativas de encadeamento produtivo buscam apoiar o desenvolvimento dessas organizações por meio de capacitações que abrangem desde aspectos técnicos até boas práticas de gestão, tornando-as mais qualificadas e melhorando a competitividade de toda a cadeia. O resultado é um processo de ganhos mútuos, com novas oportunidades para as pequenas empresas, que, mais qualificadas, passam a acessar novos mercados, e bons negócios e eficiência para as grandes. Iniciativas como o MPE Brasil - Prêmio de Competitividade para Micro e Pequenas Empresas propiciam não apenas o reconhecimento de melhores práticas de gestão 14 empresarial, mas também oferecem um diagnóstico e orientações técnicas para que as MPEs desenvolvam uma cultura de investimentos em produtividade e consigam sobreviver a períodos de baixo crescimento econômico. O prêmio, que neste ano chega à sua 23ª edição, estimula a atitude competitiva como parte do dia a dia das organizações participantes, engajando-as em prol de seu desenvolvimento sustentado e da superação de seus desafios. Sobre a Gerdau A Gerdau é líder no segmento de aços longos nas Américas e uma das principais fornecedoras de aços longos especiais do mundo. Recentemente, passou também a atuar em dois novos mercados no Brasil, com a produção própria de aços planos e a expansão das atividades de minério de ferro, iniciativas que estão ampliando o mix de produtos oferecidos ao mercado e a competitividade de suas operações. Com mais de 45 mil colaboradores, a Gerdau possui operações industriais em 14 países nas Américas, na Europa e na Ásia, as quais somam uma capacidade instalada superior a 25 milhões de toneladas de aço por ano. Além disso, é a maior recicladora da América Latina. No mundo, transforma todos os anos milhões de toneladas de sucata em aço, reforçando seu compromisso com o desenvolvimento sustentável das regiões onde atua. Com mais de 120 mil acionistas, as ações das empresas Gerdau estão listadas nas bolsas de valores de São Paulo, Nova Iorque e Madri.

15 º RECONHECIMENTO E PREMIAÇÃO NACIONAL ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS

16 PRÊMIO MPE BRASIL

17 PRÊMIO MPE BRASIL ETAPA NACIONAL Os protagonistas da 11ª Cerimônia de Reconhecimento e Premiação Nacional às Micro e Pequenas Empresas RECONHECIMENTO À GESTÃO E AO EMPREENDEDORISMO PEQUENOS EMPREENDIMENTOS de sete estados brasileiros foram os vencedores nacionais do MPE Brasil 2013 Prêmio de Competitividade para Micro e Pequenas Empresas. São exemplos de empreendedorismo de Alagoas, Bahia, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. A cerimônia de premiação reconheceu na noite de 25 de março de 2014, em Brasília, as melhores práticas de gestão em oito categorias: Agronegócio, Comércio, Educação, Indústria, Saúde, Serviços, Tecnologia da Informação e Turismo. Também foram conhecidos os Destaques de Boas Práticas de Responsabilidade Social e de Inovação. Com foco na eficiência e na busca por soluções inovadoras na produção do café, a Fazenda das Almas, de Cabo Verde (MG), conquistou a categoria Agronegócio. Reconhecida pela capacidade de mobilizar e engajar seus colaboradores, a Efetiva Informática, de Rio do Sul (SC), venceu em Comércio. O desenvolvimento de metodologia própria de ensino garantiu a vitória na categoria Educação à System Idiomas, de Maceió (AL). Já a Biotecno, de Santa Rosa (RS), ganhadora como Indústria, mostrou diferencial em atender e surpreender o cliente. Investimentos em processos e sistemas de gestão da informação levaram a Lab Vita, de Patos (PB), ao primeiro lugar na categoria Saúde. Já o modelo de governança pautado pela capacitação e desenvolvimento contínuo rendeu à Borkenhagen Contabilidade, de Foz do Iguaçu (PR), o troféu em Serviços. Direcionada por indicadores financeiros e de produção, a Vision System, de Chapecó (SC), foi reconhecida em Tecnologia da Informação. O eleito na categoria Turismo foi o Don Ramon Spa Relaxante, de Canela (RS), referência em meritocracia e no atendimento ao cliente. Porque apresentou um conjunto de ações como tratamento de resíduos, eficiência energética e educação ambiental envolvendo a comunidade, a Ourocar, de Ourolândia (BA), foi Destaque de Responsabilidade Social. Quem levou dois troféus para casa foi a Biotecno, de Santa Rosa, eleita ainda Destaque de Inovação pelo desenvolvimento de câmaras para a conservação de medicamentos com patente reconhecida internacionalmente. Realizado pelo Sebrae, Movimento Brasil Competitivo (MBC), Gerdau e Fundação Nacional da Qualidade (FNQ), o MPE Brasil encerrou o ciclo de 2013 celebrando o empreendedorismo em uma grande solenidade de premiação. Participaram Guilherme Afif Domingos (Ministro-chefe da Secretaria da Micro e Pequena Empresa), Luiz Barretto (presidente do Sebrae Nacional), Élcio Aníbal de Lucca (presidente do Conselho Superior do MBC), Jorge Gerdau Johannpeter (presidente do Conselho de Administração da Gerdau e presidente fundador do MBC), Jairo Martins (superintendente da FNQ) e Irani Varella e José Paulo Soares Martins (diretores voluntários do MBC). 17

18 SEMINÁRIO NACIONAL MPE LIDERANÇAS EM FOCO EXPERIÊNCIAS EMPRESARIAIS EM DEBATE EMPRESÁRIOS DE TODO o Brasil e as lideranças das instituições realizadoras do MPE Brasil se reuniram para aprimorar conhecimentos, debater ideias inovadoras, discutir experiências e projetar temas de interesse ao empreendedorismo brasileiro. Os convidados puderam ouvir os representantes dos realizadores do projeto: Sebrae (Carlos Alberto dos Santos), Fundação Nacional da Qualidade FNQ (Jairo Martins), Gerdau (Isabel Reis) e Movimento Brasil Competitivo MBC (Irani Varella). Arthur Bender, presidente da Key Jump Inteligência, Estratégia e Branding, com a palestra Paixão e Significação da Marca, destacou o quanto trabalhar com encantamento pode ser um diferencial interessante para a perenidade de cada negócio. Luis Langbeck, da 3M do Brasil, falou sobre um tema fundamental: inovação. Por fim, Francisco Teixeira e Isabel Reis reforçaram a importância para o MPE Brasil de reconhecer experiências vencedoras e motivadoras, que servem de inspiração a líderes de todo o país, inclusive aqueles que vivem em pequenos municípios. A oportunidade de ouvir e conversar com quem já obteve o sucesso desenvolvendo suas ideias e produtos serve de motivação para os empresários e o MPE Brasil. Representantes do MBC, FNQ, Sebrae e Gerdau deram início ao 6º Seminário MPE Brasil Carlos Alberto dos Santos, diretor técnico do Sebrae Nacional, falou aos empresários durante o 6º Seminário MPE Brasil 18 Arthur Bender, especialista em estratégia de marcas, palestrou sobre a importância da marca

19 MAPA ESTRATÉGICO MISSÃO Promover o aumento da qualidade, produtividade e competitividade das micro e pequenas empresas (MPE), disseminando conceitos e práticas de gestão por meio de um processo de reconhecimento. VISÃO Ser referência nacional pela melhoria da qualidade, competitividade e sustentabilidade das MPE.

20 MAPA ESTRATÉGICO PRÊMIO DE COMPETITIVIDADE PARTES INTERESSADAS Consolidar imagem de excelência no processo de avaliação da gestão das MPE Contribuir para o desenvolvimento sustentável das MPE do Brasil CONSOLIDAÇÃO DA REDE DE PRÊMIOS PROMOÇÃO DO CONHECIMENTO GESTÃO E RELACIONAMENTO SUSTENTAÇÃO FOCO DE ATUAÇÃO Garantir a credibilidade do processo de avaliação da etapa estadual e nacional do Prêmio Formar, promover e incentivar voluntários qualificados e comprometidos com o processo de realização Garantir gestores qualificados, comprometidos e satisfeitos Garantir o comprometimento da liderança dos programas estaduais com o processo de premiação Promover a aplicação do conhecimento para as MPE Atuar junto às partes interessadas para ampliar a percepção de valor do Prêmio MPE Garantir a gestão do conhecimento entre a Rede de Prêmios e sobre as MPE Consolidar a governança das instâncias estaduais e nacional Aprimorar sistemas e tecnologias de informação Ampliar a adesão de parceiros apoiadores do Prêmio Garantir a fidelização das MPE na busca pela excelência em gestão Ampliar a utilização do instrumento de avaliação do MPE Brasil Garantir a representatividade do comitê executivo em fóruns relacionados às MPE Garantir a sustentabilidade financeira do MPE Brasil 20

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE Palestra para o Conselho Regional de Administração 1 O QUE É O SEBRAE? 2 O Sebrae O Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas da Bahia

Leia mais

O QUE É? Um programa que visa melhorar a Gestão dos CFCs Gaúchos, tendo como base os Critérios de Excelência da FNQ (Fundação Nacional da Qualidade).

O QUE É? Um programa que visa melhorar a Gestão dos CFCs Gaúchos, tendo como base os Critérios de Excelência da FNQ (Fundação Nacional da Qualidade). O QUE É? Um programa que visa melhorar a Gestão dos CFCs Gaúchos, tendo como base os Critérios de Excelência da FNQ (Fundação Nacional da Qualidade). Coordenação Sindicato dos Centros de Formação de Condutores

Leia mais

PGQP. Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade. Qualidade Gestão Inovação Competitividade Sustentabilidade

PGQP. Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade. Qualidade Gestão Inovação Competitividade Sustentabilidade PGQP Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade Qualidade Gestão Inovação Competitividade Sustentabilidade visão das lideranças A Excelência de qualquer organização depende da sinergia entre três fatores:

Leia mais

FRANQUIA HOME OFFICE

FRANQUIA HOME OFFICE FRANQUIA HOME OFFICE SUMÁRIO QUEM SOMOS PREMIAÇÕES ONDE ESTAMOS NOSSO NEGÓCIO MULTIMARCAS MULTISERVIÇOS PERFIL DO FRANQUEADO VANTAGENS DA FRANQUIA CLUBE TURISMO DESCRITIVO DO INVESTIMENTO PROCESSO DE SELEÇÃO

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Histórico de elaboração Julho 2014 Motivações Boa prática de gestão Orientação para objetivos da Direção Executiva Adaptação à mudança de cenários na sociedade

Leia mais

Gestão Colaborativa. Luiz Ildebrando Pierry Curitiba/PR 30 de setembro de 2009. Qualidade e Produtividade para Enfrentar a Crise INOVAÇÃO

Gestão Colaborativa. Luiz Ildebrando Pierry Curitiba/PR 30 de setembro de 2009. Qualidade e Produtividade para Enfrentar a Crise INOVAÇÃO Qualidade e Produtividade para Enfrentar a Crise Gestão Colaborativa INOVAÇÃO SUSTENTABILIDADE GESTÃO COLABORATIVA EMPREENDEDORISMO CRIATIVIDADE Luiz Ildebrando Pierry Curitiba/PR 30 de setembro de 2009

Leia mais

AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA. Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com.

AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA. Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com. AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com.br COM O SEBRAE, O SEU NEGÓCIO VAI! O Sebrae Goiás preparou diversas

Leia mais

Pequenos Negócios no Brasil. Especialistas em pequenos negócios / 0800 570 0800 / sebrae.com.br

Pequenos Negócios no Brasil. Especialistas em pequenos negócios / 0800 570 0800 / sebrae.com.br Pequenos Negócios no Brasil Pequenos Negócios no Brasil Clique no título para acessar o conteúdo, ou navegue pela apresentação completa Categorias de pequenos negócios no Brasil Micro e pequenas empresas

Leia mais

6 de novembro de 2006 - Blumenau - SC

6 de novembro de 2006 - Blumenau - SC 6 6 de novembro de 2006 - Blumenau - SC Promoção Apoio Apresentação Com a criação do Dia Municipal do Empreendedor, e também encaminhado no âmbito estadual e nacional, a ACIB Jovem consolida um esforço

Leia mais

Faça parte da Fundação Nacional da Qualidade

Faça parte da Fundação Nacional da Qualidade Faça parte da Fundação Nacional da Qualidade A BUSCA CONTÍNUA DA EXCELÊNCIA DA GESTÃO É O QUE NOS MOVE! A Fundação Nacional da Qualidade (FNQ) é uma instituição sem fins lucrativos, que conta com uma rede

Leia mais

DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS

DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS 1 DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES E OBJETIVO DO MOVIMENTO 2 Artigo 1º O Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade/Nós

Leia mais

No Brasil, a Shell contratou a ONG Dialog para desenvolver e operar o Programa, que possui três objetivos principais:

No Brasil, a Shell contratou a ONG Dialog para desenvolver e operar o Programa, que possui três objetivos principais: PROJETO DA SHELL BRASIL LTDA: INICIATIVA JOVEM Apresentação O IniciativaJovem é um programa de empreendedorismo que oferece suporte e estrutura para que jovens empreendedores de 18 a 30 anos desenvolvam

Leia mais

MPE INDICADORES Pequenos Negócios no Brasil

MPE INDICADORES Pequenos Negócios no Brasil MPE INDICADORES Pequenos Negócios no Brasil Categorias de pequenos negócios no Brasil MPE Indicadores MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI) Receita bruta anual de até R$ 60 mil MICROEMPRESA Receita bruta

Leia mais

Entrevista Como é o trabalho desenvolvido pelo Departamento? Quantos Fóruns Permanentes de Micro e Pequenas empresas existem hoje?

Entrevista Como é o trabalho desenvolvido pelo Departamento? Quantos Fóruns Permanentes de Micro e Pequenas empresas existem hoje? Entrevista A diretora do Departamento de Micro, Pequenas e Médias Empresas do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Cândida Cervieri, foi entrevistada pelo Informativo RENAPI.

Leia mais

Projeto Alvorada: ação onde o Brasil é mais pobre

Projeto Alvorada: ação onde o Brasil é mais pobre Projeto Alvorada: ação onde o Brasil é mais pobre N o Brasil há 2.361 municípios, em 23 estados, onde vivem mais de 38,3 milhões de pessoas abaixo da linha de pobreza. Para eles, o Governo Federal criou

Leia mais

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Outubro 2009 Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Sustentabilidade Articulação Ampliação dos limites Sistematização Elementos do Novo Modelo Incubação

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

A estratégia do PGQP frente aos novos desafios. 40ª Reunião da Qualidade 09-10-2006 Eduardo Guaragna

A estratégia do PGQP frente aos novos desafios. 40ª Reunião da Qualidade 09-10-2006 Eduardo Guaragna A estratégia do PGQP frente aos novos desafios 40ª Reunião da Qualidade 09-10-2006 Eduardo Guaragna PROCESSO DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO MACROFLUXO ENTRADAS PARA O PROCESSO - Análise de cenários e conteúdos

Leia mais

A revolução da excelência

A revolução da excelência A revolução da excelência ciclo 2005 PNQ Foto: Acervo CPFL CPFL Paulista, Petroquímica União, Serasa e Suzano Petroquímica venceram o Prêmio Nacional da Qualidade 2005. A Albras, do Pará, foi finalista.

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

Palestras Gerenciais EMPREENDEDORISMO O CAMINHO PARA O PRÓPRIO NEGÓCIO. Manual do participante

Palestras Gerenciais EMPREENDEDORISMO O CAMINHO PARA O PRÓPRIO NEGÓCIO. Manual do participante Palestras Gerenciais EMPREENDEDORISMO O CAMINHO PARA O PRÓPRIO NEGÓCIO Manual do participante Autoria: Renato Fonseca de Andrade Responsáveis pela atualização: Consultores da Unidade de Orientação Empresarial

Leia mais

Relatório de Sustentabilidade 2014

Relatório de Sustentabilidade 2014 1 Relatório de Sustentabilidade 2014 2 Linha do Tempo TAM VIAGENS 3 Política de Sustentabilidade A TAM Viagens uma Operadora de Turismo preocupada com a sustentabilidade, visa fortalecer o mercado e prover

Leia mais

Categoria Franqueado

Categoria Franqueado PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2013 Dados da empresa FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueado Razão Social: Natureza Comércio e Representações Ltda Nome Fantasia: O Boticário Data de fundação:

Leia mais

A Academia está alinhada também aos Princípios para Sustentabilidade em Seguros UNPSI, coordenados pelo UNEP/FI órgão da ONU dedicado às questões da

A Academia está alinhada também aos Princípios para Sustentabilidade em Seguros UNPSI, coordenados pelo UNEP/FI órgão da ONU dedicado às questões da - 1 - Prêmio CNSeg 2012 Empresa: Grupo Segurador BBMAPFRE Case: Academia de Sustentabilidade BBMAPFRE Introdução A Academia de Sustentabilidade BBMAPFRE foi concebida em 2009 para disseminar o conceito

Leia mais

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade O caminho para o sucesso Promovendo o desenvolvimento para além da universidade Visão geral Há mais de 40 anos, a Unigranrio investe em ensino diferenciado no Brasil para cumprir com seu principal objetivo

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Grupos de trabalho: formação Objetivo: elaborar atividades e

Leia mais

OBJETIVO CARACTERIZAÇÃO

OBJETIVO CARACTERIZAÇÃO OBJETIVO Incrementar a economia digital do Estado de Alagoas e seus benefícios para a economia local, através de ações para qualificação, aumento de competitividade e integração das empresas e organizações

Leia mais

Perguntas Frequentes do Prêmio Catarinense de Excelência

Perguntas Frequentes do Prêmio Catarinense de Excelência Perguntas Frequentes do Prêmio Catarinense de Excelência O que é o Modelo de Excelência da Gestão (MEG) e quais são seus objetivos? O Modelo de Excelência da Gestão reflete a experiência, o conhecimento

Leia mais

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos!

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! Documento final aprovado por adolescentes dos Estados do Amazonas, da Bahia, do Ceará, do Mato Grosso,

Leia mais

O RH dos sonhos dos CEOs

O RH dos sonhos dos CEOs O RH dos sonhos dos CEOs Expectativas e estratégias da liderança para os Recursos Humanos Presidentes de empresas de todos os portes falaram sobre a importância dos Recursos Humanos para as suas empresas

Leia mais

FRANQUIA MODALIDADE QUIOSQUE

FRANQUIA MODALIDADE QUIOSQUE FRANQUIA MODALIDADE QUIOSQUE SUMÁRIO QUEM SOMOS 02 PREMIAÇÕES 03 ONDE ESTAMOS 04 O MODELO QUIOSQUE 06 NOSSO NEGÓCIO 07 MULTIMARCAS 07 MULTISERVIÇOS 08 PERFIL DO FRANQUEADO 09 VANTAGENS DA FRANQUIA CLUBE

Leia mais

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Justificativa: As transformações ocorridas nos últimos anos têm obrigado as organizações a se modificarem constantemente e de forma

Leia mais

FRANQUIA MODALIDADE LOJA

FRANQUIA MODALIDADE LOJA FRANQUIA MODALIDADE LOJA SUMÁRIO QUEM SOMOS PREMIAÇÕES ONDE ESTAMOS NOSSO NEGÓCIO MULTIMARCAS MULTISERVIÇOS PERFIL DO FRANQUEADO VANTAGENS DA FRANQUIA CLUBE TURISMO DESCRITIVO DO INVESTIMENTO PROCESSO

Leia mais

Rede de Lojas Leo Madeiras

Rede de Lojas Leo Madeiras Rede de Lojas Leo Madeiras Prezado Sr. (a), É com muito prazer e orgulho que lhe enviamos este documento, contendo as principais informações sobre a Parceria Leo Madeiras. Isto significa que despertamos

Leia mais

CONSULTORIA DE DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL

CONSULTORIA DE DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL CONSULTORIA DE DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL Somos especializados na identificação e facilitação de soluções na medida em que você e sua empresa necessitam para o desenvolvimento pessoal, profissional,

Leia mais

Ministério da Cultura

Ministério da Cultura SISTEMA NACIONAL DE CULTURA Processo de articulação, gestão, comunicação e de promoção conjunta de políticas públicas de cultura, mediante a pactuação federativa. Objetivo Geral do SNC Implementar políticas

Leia mais

MBA IBMEC 30 anos. No Ibmec, proporcionamos a nossos alunos uma experiência singular de aprendizado. Aqui você encontra:

MBA IBMEC 30 anos. No Ibmec, proporcionamos a nossos alunos uma experiência singular de aprendizado. Aqui você encontra: MBA Pós - Graduação QUEM SOMOS Para pessoas que têm como objetivo de vida atuar local e globalmente, ser empreendedoras, conectadas e bem posicionadas no mercado, proporcionamos uma formação de excelência,

Leia mais

I Fórum Nacional Conjunto Consad Conseplan - Confaz

I Fórum Nacional Conjunto Consad Conseplan - Confaz I Fórum Nacional Conjunto Consad Conseplan - Confaz Avanços do trabalho desenvolvido no âmbito do Ciclo de Debates sobre Relações Público-Privadas e Compras Públicas Estaduais 13 de novembro de 2014 Relações

Leia mais

Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria São Paulo, 13 e 14 de maio de 2015

Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria São Paulo, 13 e 14 de maio de 2015 Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria São Paulo, 13 e 14 de maio de 2015 INOVAR É FAZER Manifesto da MEI ao Fortalecimento da Inovação no Brasil Para nós empresários Inovar é Fazer diferente, Inovar

Leia mais

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR Cada um de nós, na vida profissional, divide com a Essilor a sua responsabilidade e a sua reputação. Portanto, devemos conhecer e respeitar os princípios que se aplicam a todos.

Leia mais

Com o objetivo de continuar aprimorando o modelo de gestão de Minas Gerais, foi lançado, em 2010, o projeto Agenda de Melhorias caminhos para inovar

Com o objetivo de continuar aprimorando o modelo de gestão de Minas Gerais, foi lançado, em 2010, o projeto Agenda de Melhorias caminhos para inovar março de 2012 Introdução Com o objetivo de continuar aprimorando o modelo de gestão de Minas Gerais, foi lançado, em 2010, o projeto Agenda de Melhorias caminhos para inovar na gestão pública. A criação

Leia mais

Administração de Pessoas por COMPETÊNCIAS

Administração de Pessoas por COMPETÊNCIAS Administração de Pessoas por COMPETÊNCIAS Adm.Walter Lerner 1.Gestão,Competência e Liderança 1.1.Competências de Gestão Competências Humanas e Empresariais são Essenciais Todas as pessoas estão, indistintamente,

Leia mais

PLANO DE GOVERNO 2015-2018 EXPEDITO JÚNIOR....o futuro pode ser melhorado por uma intervenção ativa no presente. Russel Ackoff

PLANO DE GOVERNO 2015-2018 EXPEDITO JÚNIOR....o futuro pode ser melhorado por uma intervenção ativa no presente. Russel Ackoff PLANO DE GOVERNO 2015-2018 EXPEDITO JÚNIOR...o futuro pode ser melhorado por uma intervenção ativa no presente. Russel Ackoff Julho/2014 0 APRESENTAÇÃO Se fôssemos traduzir o Plano de Governo 2015-2018

Leia mais

Pessoas e Negócios em Evolução

Pessoas e Negócios em Evolução Empresa: Atuamos desde 2001 nos diversos segmentos de Gestão de Pessoas, desenvolvendo serviços diferenciados para empresas privadas, associações e cooperativas. Prestamos serviços em mais de 40 cidades

Leia mais

AS COMPRAS GOVERNAMENTAIS E O SEBRAE. Denise Donati Coordenadora do Projeto Compras Governamentais Sebrae Nacional

AS COMPRAS GOVERNAMENTAIS E O SEBRAE. Denise Donati Coordenadora do Projeto Compras Governamentais Sebrae Nacional AS COMPRAS GOVERNAMENTAIS E O SEBRAE Denise Donati Coordenadora do Projeto Compras Governamentais Sebrae Nacional Desafio Fomentar o Uso do Poder de Compra do Governo Junto aos Pequenos Negócios para Induzir

Leia mais

RELATÓRIO FORMADORES DE OPINIÃO E ASSOCIADOS

RELATÓRIO FORMADORES DE OPINIÃO E ASSOCIADOS RELATÓRIO FORMADORES DE OPINIÃO E ASSOCIADOS RESULTADOS PESQUISA COM COMITÊS Definição e significado do PGQP para os comitês: Definições voltadas para ao Programa Significado do PGQP Qualificação das organizações

Leia mais

visão, missão e visão valores corporativos Ser uma empresa siderúrgica internacional, de classe mundial.

visão, missão e visão valores corporativos Ser uma empresa siderúrgica internacional, de classe mundial. visão, missão e valores corporativos visão Ser uma empresa siderúrgica internacional, de classe mundial. MISSÃO O Grupo Gerdau é uma Organização empresarial focada em siderurgia, com a missão de satisfazer

Leia mais

Experiência: Sistema PIER e Gestão por Resultados (Painel de Indicadores Estratégicos)

Experiência: Sistema PIER e Gestão por Resultados (Painel de Indicadores Estratégicos) Experiência: Sistema PIER e Gestão por Resultados (Painel de Indicadores Estratégicos) SERPRO - Serviço Federal de Processamento de Dados Ministério da Fazenda Responsável: Adinilson Martins da Silva Técnico

Leia mais

PANORAMA EMPRESARIAL DO TURISMO RURAL BRASILEIRO 2010 TENDÊNCIAS E OPORTUNIDADES

PANORAMA EMPRESARIAL DO TURISMO RURAL BRASILEIRO 2010 TENDÊNCIAS E OPORTUNIDADES PANORAMA EMPRESARIAL DO TURISMO RURAL BRASILEIRO 2010 TENDÊNCIAS E OPORTUNIDADES Organizador Patrocínio Apoio PANORAMA EMPRESARIAL DO TURISMO RURAL BRASILEIRO 2010 O Turismo é uma das maiores fontes de

Leia mais

Fortus Consultoria Contábil Case Qualidade. Gestão de Resultados Solução Independente de Setor e Tamanho

Fortus Consultoria Contábil Case Qualidade. Gestão de Resultados Solução Independente de Setor e Tamanho Fortus Consultoria Contábil Case Qualidade Gestão de Resultados Solução Independente de Setor e Tamanho A Motivação da Busca de Programas de Qualidade 34 Experiência com manuais sobre qualidade em indústria

Leia mais

Programa de Melhoria da Gestão em Hospitais Filantr

Programa de Melhoria da Gestão em Hospitais Filantr Imagem: Santa Casa de Santos fundada em 1543 Atualização: 26/outubro Programa de Melhoria da Gestão em Hospitais Filantr ópicos Filantró Hospitais e Entidades Filantrópicas - CMB Objetivos do Projeto Governança

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS CONSELHO DE ALTOS ESTUDOS E AVALIAÇÃO TECNOLÓGICA GRUPO DE ESTUDOS SOBRE A CAPACITAÇÃO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS SEBRAE

CÂMARA DOS DEPUTADOS CONSELHO DE ALTOS ESTUDOS E AVALIAÇÃO TECNOLÓGICA GRUPO DE ESTUDOS SOBRE A CAPACITAÇÃO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS SEBRAE CÂMARA DOS DEPUTADOS CONSELHO DE ALTOS ESTUDOS E AVALIAÇÃO TECNOLÓGICA GRUPO DE ESTUDOS SOBRE A CAPACITAÇÃO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS SEBRAE Brasília, 18 de maio de 2010. MPE? Conceituação Brasil REPRESENTATIVIDADE

Leia mais

REGULAMENTO CONCURSO MEU SONHO MEU NEGÓCIO 1. APRESENTAÇÃO. alternativa de autoemprego e geração de renda para sobreviver.

REGULAMENTO CONCURSO MEU SONHO MEU NEGÓCIO 1. APRESENTAÇÃO. alternativa de autoemprego e geração de renda para sobreviver. CONCURSO MEU SONHO MEU NEGÓCIO PROJETO DE INCENTIVO AO PEQUENO NEGÓCIO 7ª EDIÇÃO, 2015 Realização: SEBRAE/SC e RICTV Record REGULAMENTO 1. APRESENTAÇÃO O concurso MEU SONHO MEU NEGÓCIO é um projeto realizado

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS, GERAÇÃO DE EMPREGO E INCLUSÃO SOCIAL. XII Seminario del CILEA Bolívia 23 a 25/06/2006

DESENVOLVIMENTO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS, GERAÇÃO DE EMPREGO E INCLUSÃO SOCIAL. XII Seminario del CILEA Bolívia 23 a 25/06/2006 DESENVOLVIMENTO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS, GERAÇÃO DE EMPREGO E INCLUSÃO SOCIAL. XII Seminario del CILEA Bolívia 23 a 25/06/2006 Conteúdo 1. O Sistema SEBRAE; 2. Brasil Caracterização da MPE; 3. MPE

Leia mais

ESPECIALISTAS EM PEQUENOS NEGÓCIOS

ESPECIALISTAS EM PEQUENOS NEGÓCIOS ESPECIALISTAS EM PEQUENOS NEGÓCIOS O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) é uma entidade privada, sem fins lucrativos, criada em 1972. Desvinculado da administração pública

Leia mais

High Potentials, Talentos e Sucessão no Brasil

High Potentials, Talentos e Sucessão no Brasil High Potentials, Talentos e Sucessão no Brasil P e s q u i s a d a F u n d a ç ã o G e t u l i o V a r g a s I n s t i t u t o d e D e s e n v o l v i m e n t o E d u c a c i o n a l Conteúdo 1. Propósito

Leia mais

Dimensão social. Educação

Dimensão social. Educação Dimensão social Educação 218 Indicadores de desenvolvimento sustentável - Brasil 2004 36 Taxa de escolarização Representa a proporção da população infanto-juvenil que freqüenta a escola. Descrição As variáveis

Leia mais

Pesquisa realizada com os participantes do 12º Seminário Nacional de Gestão de Projetos. Apresentação

Pesquisa realizada com os participantes do 12º Seminário Nacional de Gestão de Projetos. Apresentação Pesquisa realizada com os participantes do de Apresentação O perfil do profissional de Projetos Pesquisa realizada durante o 12 Seminário Nacional de, ocorrido em 2009, traça um importante perfil do profissional

Leia mais

PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO

PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO Objetivo: O Prêmio FINEP de Inovação foi criado para reconhecer e divulgar esforços inovadores realizados por empresas, Instituições Científicas e Tecnológicas - ICTs e inventores

Leia mais

SUPERE A CRISE E FORTALEÇA SEU NEGÓCIO.

SUPERE A CRISE E FORTALEÇA SEU NEGÓCIO. Workshop para empreendedores e empresários do Paranoá DF. SUPERE A CRISE E FORTALEÇA SEU NEGÓCIO. Dias 06 e 13 de Dezembro Hotel Bela Vista Paranoá Das 08:00 às 18:00 horas Finanças: Aprenda a controlar

Leia mais

PERFIL DOS ESTADOS E DOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS: INCLUSÃO PRODUTIVA.

PERFIL DOS ESTADOS E DOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS: INCLUSÃO PRODUTIVA. PERFIL DOS ESTADOS E DOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS: INCLUSÃO PRODUTIVA. FICHA TÉCNICA Coordenação de População e Indicadores Sociais: Bárbara Cobo Soares Gerente de Pesquisas e Estudos Federativos: Antônio

Leia mais

ações de cidadania ONG estimula o protagonismo de jovens para que eles atuem transformando a realidade de região castigada pela seca no Ceará

ações de cidadania ONG estimula o protagonismo de jovens para que eles atuem transformando a realidade de região castigada pela seca no Ceará ações de cidadania Onde o sol nasce ONG estimula o protagonismo de jovens para que eles atuem transformando a realidade de região castigada pela seca no Ceará O triste cenário já é um velho conhecido por

Leia mais

Como funcionam as micro e pequenas empresas

Como funcionam as micro e pequenas empresas Como funcionam as micro e pequenas empresas Introdução Elas são 99,2% das empresas brasileiras. Empregam cerca de 60% das pessoas economicamente ativas do País, mas respondem por apenas 20% do Produto

Leia mais

Ajudamos empresas a prosperar por meio da Excelência em Gestão

Ajudamos empresas a prosperar por meio da Excelência em Gestão Ajudamos empresas a prosperar por meio da Excelência em Gestão v5 Sobre o IPEG Organização sem fins lucrativos Fundação em 2001 Lei no 11594/2003 cria o PPQG Mais de 300 empresas reconhecidas 13 Associadas

Leia mais

Sublimites estaduais de enquadramento para. Nacional 2012/2013. Vamos acabar com essa ideia

Sublimites estaduais de enquadramento para. Nacional 2012/2013. Vamos acabar com essa ideia Sublimites estaduais de enquadramento para o ICMS no Simples Nacional 2012/2013 Vamos acabar com essa ideia 4 CNI APRESENTAÇÃO Os benefícios do Simples Nacional precisam alcançar todas as micro e pequenas

Leia mais

Sustentabilidade e formação de lideranças

Sustentabilidade e formação de lideranças Sustentabilidade e formação de lideranças ForGRAD Fórum de Pró-Reitores de Graduação das Universidades Brasileiras Foz do Iguaçu, 24 de novembro de 2011 O MUNDO MUDOU... A sociedade se organiza em redes,

Leia mais

Inovação é oxigênio para os pequenos negócios CASO DE SUCESSO

Inovação é oxigênio para os pequenos negócios CASO DE SUCESSO CASO DE SUCESSO O empresário Marcelo Folha conseguiu tirar o restaurante do vermelho graças ao atendimento que recebeu do Sebrae, por meio do Programa Agentes Locais de Inovação. Inovação é oxigênio para

Leia mais

Como participar pequenos negócios Os parceiros O consumidor

Como participar pequenos negócios Os parceiros O consumidor Movimento incentiva a escolha pelos pequenos negócios na hora da compra A iniciativa visa conscientizar o consumidor que comprar dos pequenos é um ato de cidadania que contribui para gerar mais empregos,

Leia mais

Empreendedorismo social Missão social Concebe a riqueza como meio para alcançar determinado fim.

Empreendedorismo social Missão social Concebe a riqueza como meio para alcançar determinado fim. Empreendedorismo privado geração de riquezas Empreendedorismo social Missão social Concebe a riqueza como meio para alcançar determinado fim. 1 Modelo de gestão com mais de 80 anos, originalmente relacionado

Leia mais

_ APLAUSOS - PROGRAMA GLOBAL DE RECONHECIMENTO DA ANGLO AMERICAN

_ APLAUSOS - PROGRAMA GLOBAL DE RECONHECIMENTO DA ANGLO AMERICAN _ APLAUSOS - PROGRAMA GLOBAL DE RECONHECIMENTO DA ANGLO AMERICAN Apresentação e Cenário A Anglo American é uma das maiores empresas de mineração do mundo, com operações na África do Sul, América do Sul

Leia mais

Painel IV: Panorama do Crédito no Banco do Brasil. Ary Joel de Abreu Lanzarin Diretor de Micro e Pequenas Empresas

Painel IV: Panorama do Crédito no Banco do Brasil. Ary Joel de Abreu Lanzarin Diretor de Micro e Pequenas Empresas Painel IV: Panorama do Crédito no Banco do Brasil Ary Joel de Abreu Lanzarin Diretor de Micro e Pequenas Empresas As diretrizes estratégicas dão foco ao negócio Perspectivas Simplificar e agilizar a utilização

Leia mais

Grupo Educacional UNIS - MG

Grupo Educacional UNIS - MG 1º CONCURSO NEUNIS DE PLANOS DE NEGÓCIO PARA UNIVERSITÁRIOS 2014 1 REALIZAÇÃO: UNIS/MG REGULAMENTO CAPÍTULO 1 DOS OBJETIVOS Art. 1º O Concurso NEUNIS de Planos de Negócio para Universitários é uma iniciativa

Leia mais

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS Versão 2.0 09/02/2015 Sumário 1 Objetivo... 3 1.1 Objetivos Específicos... 3 2 Conceitos... 4 3 Princípios... 5 4 Diretrizes... 5 4.1

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO DO CAPITAL SOCIAL NO BRASIL: UMA ANÁLISE DOS PADRÕES RECENTES

DISTRIBUIÇÃO DO CAPITAL SOCIAL NO BRASIL: UMA ANÁLISE DOS PADRÕES RECENTES DISTRIBUIÇÃO DO CAPITAL SOCIAL NO BRASIL: UMA ANÁLISE DOS PADRÕES RECENTES Barbara Christine Nentwig Silva Professora do Programa de Pós Graduação em Planejamento Territorial e Desenvolvimento Social /

Leia mais

Título: Pensando estrategicamente em inovação tecnológica de impacto social Categoria: Projeto Externo Temática: Segundo Setor

Título: Pensando estrategicamente em inovação tecnológica de impacto social Categoria: Projeto Externo Temática: Segundo Setor Título: Pensando estrategicamente em inovação tecnológica de impacto social Categoria: Projeto Externo Temática: Segundo Setor Resumo: A finalidade desse documento é apresentar o projeto de planejamento

Leia mais

Página 1 de 19 Data 04/03/2014 Hora 09:11:49 Modelo Cerne 1.1 Sensibilização e Prospecção Envolve a manutenção de um processo sistematizado e contínuo para a sensibilização da comunidade quanto ao empreendedorismo

Leia mais

Programa Rede A PARCERIA CFC E SEBRAE: EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA EM RESPONSABILIDADE PROFISSIONAL E SOCIAL

Programa Rede A PARCERIA CFC E SEBRAE: EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA EM RESPONSABILIDADE PROFISSIONAL E SOCIAL Programa Rede A PARCERIA CFC E SEBRAE: EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA EM RESPONSABILIDADE PROFISSIONAL E SOCIAL JUSTIFICATIVA A experiência na implementação da primeira versão do Programa Contabilizando o Sucesso

Leia mais

Promover um ambiente de trabalho inclusivo que ofereça igualdade de oportunidades;

Promover um ambiente de trabalho inclusivo que ofereça igualdade de oportunidades; POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE OBJETIVO Esta Política tem como objetivos: - Apresentar as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e a gestão; - Fomentar e apoiar internamente as inovações

Leia mais

MANUAL DE TRANSIÇÃO DE MARCA

MANUAL DE TRANSIÇÃO DE MARCA MANUAL DE TRANSIÇÃO DE MARCA Mudança da Marca e Posicionamento Esse boletim explicativo tem o objetivo de esclarecer suas dúvidas sobre a nova marca Evolua e de que forma ela será útil para aprimorar os

Leia mais

Política de Comunicação Integrada

Política de Comunicação Integrada Política de Comunicação Integrada agosto 2009 Política de Comunicação Integrada Política de Comunicação Integrada 5 1. Objetivos Promover a comunicação integrada entre as empresas Eletrobras e dessas

Leia mais

CONSULTORIA MUDAR NEM SEMPRE É FÁCIL, MAS AS VEZES É NECESSÁRIO

CONSULTORIA MUDAR NEM SEMPRE É FÁCIL, MAS AS VEZES É NECESSÁRIO MUDAR NEM SEMPRE É FÁCIL, MAS AS VEZES É NECESSÁRIO CONTEÚDO 1 APRESENTAÇÃO 2 PÁGINA 4 3 4 PÁGINA 9 PÁGINA 5 PÁGINA 3 APRESENTAÇÃO 1 O cenário de inovação e incertezas do século 21 posiciona o trabalho

Leia mais

Apresentação Institucional. Metodologia com alta tecnologia para soluções sob medida

Apresentação Institucional. Metodologia com alta tecnologia para soluções sob medida Apresentação Institucional Metodologia com alta tecnologia para soluções sob medida A empresa que evolui para o seu crescimento A VCN Virtual Communication Network, é uma integradora de Soluções Convergentes

Leia mais

Faça parte da nossa história! Plano de Patrocínio 2014

Faça parte da nossa história! Plano de Patrocínio 2014 Faça parte da nossa história! Plano de Patrocínio 2014 Sobre a FNQ História Criada em 1991, por um grupo de representantes dos setores público e privado, a Fundação Nacional da Qualidade (FNQ) procura

Leia mais

Programa de Melhoria da Gestão em Hospitais Filantr

Programa de Melhoria da Gestão em Hospitais Filantr Imagem: Santa Casa de Santos fundada em 1543 Programa de Melhoria da Gestão em Hospitais Filantr ópicos Filantró Hospitais e Entidades Filantrópicas - CMB Objetivos do Projeto Governança Metodologia Seleção

Leia mais

Redes sociais no Terceiro Setor

Redes sociais no Terceiro Setor Redes sociais no Terceiro Setor Prof. Reginaldo Braga Lucas 2º semestre de 2010 Constituição de redes organizacionais Transformações organizacionais Desenvolvimento das organizações articuladas em redes

Leia mais

MANUAL PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO INEAGRO-UFRRJ

MANUAL PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO INEAGRO-UFRRJ MANUAL PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO INEAGRO-UFRRJ 2009 Índice Introdução...3 O que é Base Tecnológica?...3 O que é o Programa de Incubação?...3 Para quem é o Programa de Incubação?...4 Para que serve o

Leia mais

EMPREENDEDORISMO. Outubro de 2014

EMPREENDEDORISMO. Outubro de 2014 #5 EMPREENDEDORISMO Outubro de 2014 ÍNDICE 1. Apresentação 2. Definição 3. Empreendedorismo: necessidade ou oportunidade? 4. Características do comportamento empreendedor 5. Cenário brasileiro para o empreendedorismo

Leia mais

Ass. de Comunicação www.ptexto.com.br. Veículo: Jornal de Brasília Data: 22/08/2009 Seção: Sociedade Pág.: 49 Assunto: Great Place to Work

Ass. de Comunicação www.ptexto.com.br. Veículo: Jornal de Brasília Data: 22/08/2009 Seção: Sociedade Pág.: 49 Assunto: Great Place to Work Veículo: Jornal de Brasília Data: 22/08/2009 Seção: Sociedade Pág.: 49 Assunto: Great Place to Work Veículo: Site Revista Making Of Data: 20/08/2009 Seção: Marketing Pág.: www.revistamakingof.com.br Assunto:

Leia mais

ECONOMIA SOCIAL PORTUGUESA: PAPEL NO PÓS-TROIKA GERIR UMA FUNDAÇÃO É UM COMPROMISSO PARA O FUTURO

ECONOMIA SOCIAL PORTUGUESA: PAPEL NO PÓS-TROIKA GERIR UMA FUNDAÇÃO É UM COMPROMISSO PARA O FUTURO GERIR UMA FUNDAÇÃO É UM COMPROMISSO PARA O FUTURO Citação de Dr. Emílio Rui Vilar 2 Tempo de mudanças sociais Estamos no início de um século que se adivinha difícil e instável nos seus Problemas Globais

Leia mais

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey Executivos em todos os níveis consideram que a sustentabilidade tem um papel comercial importante. Porém, quando se trata

Leia mais

Política do Programa de Voluntariado do Grupo Telefônica

Política do Programa de Voluntariado do Grupo Telefônica Política do Programa de Voluntariado do Grupo Telefônica INTRODUÇÃO O Grupo Telefônica, consciente de seu importante papel na construção de sociedades mais justas e igualitárias, possui um Programa de

Leia mais

SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS

SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS PEQUENOS negócios no BRASIL 99% 70% 40% 25% 1% do total de empresas brasileiras da criação de empregos formais da massa salarial do PIB das exportações

Leia mais

A Escola. Com uma média de 1.800 alunos por mês, a ENAP oferece cursos presenciais e a distância

A Escola. Com uma média de 1.800 alunos por mês, a ENAP oferece cursos presenciais e a distância A Escola A ENAP pode contribuir bastante para enfrentar a agenda de desafios brasileiros, em que se destacam a questão da inclusão e a da consolidação da democracia. Profissionalizando servidores públicos

Leia mais

Faça parte da nossa história! Plano de Patrocínio 2º semestre 2014

Faça parte da nossa história! Plano de Patrocínio 2º semestre 2014 Faça parte da nossa história! Plano de Patrocínio 2º semestre 2014 Sobre a FNQ História Criada em 1991, por um grupo de representantes dos setores público e privado, a Fundação Nacional da Qualidade (FNQ)

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS RESOLUÇÃO Nº xx/xxxx CONSELHO UNIVERSITÁRIO EM dd de mês de aaaa Dispõe sobre a criação

Leia mais

Política de Comunicação Integrada

Política de Comunicação Integrada Política de Comunicação Integrada agosto 2009 Política de Comunicação Integrada 4 1 Objetivos Promover a comunicação integrada entre as empresas Eletrobras e dessas com os seus públicos de relacionamento,

Leia mais

1. APRESENTAÇÃO 2. OBJETIVO E FOCO TEMÁTICO INSCRIÇÕES 14º DIA DO VOLUNTARIADO 2015.

1. APRESENTAÇÃO 2. OBJETIVO E FOCO TEMÁTICO INSCRIÇÕES 14º DIA DO VOLUNTARIADO 2015. REV.: 03 Pág.: 1 de 6 A Manaus Ambiental torna público que estão abertas as inscrições para a seleção de Instituições e Projetos Sociais para o 14º Dia do Voluntariado. A empresa realizará o processo de

Leia mais

O IDEC é uma organização não governamental de defesa do consumidor e sua missão e visão são:

O IDEC é uma organização não governamental de defesa do consumidor e sua missão e visão são: 24/2010 1. Identificação do Contratante Nº termo de referência: TdR nº 24/2010 Plano de aquisições: Linha 173 Título: consultor para desenvolvimento e venda de produtos e serviços Convênio: ATN/ME-10541-BR

Leia mais

Mensagem do presidente

Mensagem do presidente Mensagem do presidente A giroflex-forma está em um novo momento. Renovada, focada em resultados e nas pessoas, ágil e mais competitiva no mercado de assentos e de mobiliário corporativo. Representando

Leia mais

O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade. O Administrador na Gestão de Pessoas

O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade. O Administrador na Gestão de Pessoas O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade Eficácia e Liderança de Performance O Administrador na Gestão de Pessoas Grupo de Estudos em Administração de Pessoas - GEAPE 27 de novembro

Leia mais