END: ROD. AUGUSTO MONTENEGRO, 6955 FONE: (91) CNPJ: / ;

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "END: ROD. AUGUSTO MONTENEGRO, 6955 FONE: (91) 3248-5614 CNPJ:13.774.129/0001-07 E-mail: contato@cidadejardim2.com.br ; cidadejardim.2@hotmail."

Transcrição

1 1

2 2 NORMAS CONDOMINIAIS E ANEXOS Declaro que recebi nesta data, 01 (um) Kit contendo informações gerais e das Normas do Condomínio Cidade Jardim II, pelo qual declaro estar cientes das mesmas. 1. Guia rápido das regras condominiais; 2. Convenção Condominial Disponível no site: Área do Condômino, 3. Regimento Interno - Disponível no site: Área do Condômino, 4. Informações sobre reformas 5. Norma de Construção 6. Instruções de entrega de projeto. Nome: Rua/Av: Quadra: Lote: Data: / / Assinatura do Proprietário e/ou Inquilino

3 3 1. APRESENTAÇÃO Vimos dar-lhes as boas-vindas ao Condomínio Cidade Jardim II, e colocamo-nos desde já, a sua disposição e de seus familiares, e tenha sempre esta Administração, disponível para dirimir dúvidas porventura existentes, sobre o Condomínio, esperando contribuir para tornar o melhor possível a sua moradia neste Condomínio. 2. CONTATOS COM A ADMINISTRAÇÃO/PORTARIAS: Fones: Geral Administração Gerente Sub-Gerente Secretária Administração Inspetor da Segurança Portaria Principal (Fixo) Portaria Principal (Claro) Portaria Principal (Tim) Portaria de Operários(Fixo) Portaria de Entrada/Saída de Material(Fixo) WebSite: 3. HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DA ADMINISTRAÇÃO: O horário de funcionamento da Administração é de segunda a sexta-feira das às h (com intervalo de 12:00 às 14:00 hs), e no sábado das às h. 4. ADMINISTRAÇÃO: O Condomínio atualmente é administrado pelos membros da Diretoria Executiva eleita em 15/05/2013 com mandato de 2 anos: SÍNDICO: Carlos Alberto Rangel Galeão - Lt. 12/07 - VICE-SÍNDICO FINANCEIRO: Jane Sandra Santos Maia - Lt. -07/22 - VICE-SÍNDICO ADMINISTRATIVO: Benedito Tadeu Ferreira de Moraes Lt 21/09 - VICE-SÌNDICO SOCIAL: Priscila Gerusa Palhano Lt 08/04

4 4 O Efetivo administrativo do Condomínio é composto pelo: GERENTE : Célio José Mendes de Sousa que trata de assuntos gerais administrativos e financeiros do Condomínio. Contatos: / SUB-GERENTE Juarez de Azevedo Junior - trata de assuntos gerais administrativos, financeiros e segurança do Condominio. Contato: AUXILIARES: Rosilene Lopes Castilho Auxiliar Administrativo Assessoria a Diretoria e da Gerência, recepção de condôminos, prestadores de serviço, reserva de áreas de lazer e apoio administrativo. Contatos: Josiane Lima de Almeida - Auxiliar Administrativo - Assessoria a Diretoria e da Gerência, recepção de condôminos, área financeira, cartões de acesso e proximidade, etc...contato: Antonio Cassio Pinheiro Auxiliar Administrativo Atendimento ao público, banco de dados, apoio correspondência e expedição...etc. Contato: José Alves dos Santos Encarregado de Manutenção Responsável pela manutenção das áreas comuns em geral. Contato: Luis Claudio Souza de Carvalho Fiscal de Campo Responsável pela Fiscalização de Obras em Geral Contato: ACOMPANHAMENTO FINANCEIRO: O acompanhamento financeiro do Condomínio pode ser feito no site na Área do Condômino. Em caso de dúvida, consulte a Administração. No site estão disponíveis, balancetes, copias de atas, comunicados, inadimplência e outras informações sobre o Condomínio. Através do site é possível enviar mensagens para a Administração, solicitar documentos não disponíveis no site etc. O Condomínio faz todos os comunicados através de que são postados no site, por esta razão, para manter-se informado, cadastre um na Administração do Condomínio. Para acessar a área privada para emissão de boletos é necessário se logar no site na Área do Condômino na opção Financeiro com o seu identificador que consta no seu boleto conforme exemplo na imagem abaixo. 6. PRAZOS PARA PAGAMENTO DAS TAXAS CONDOMINIAIS/PENALIDADES POR ATRASO: As taxas condominiais têm vencimento no dia 05 de cada mês e referem-se ao mês corrente. Os referidos boletos até o vencimento, podem ser pagos além da rede bancária, nas farmácias Big Ben e Extrafarma e também em lojas lotéricas e gozam de um desconto atualmente de R$ 20,00. O Condomínio disponibiliza no site os boletos que são emitidos mensalmente e que também são enviados via no dia 20 do mês anterior ao vencimento. É de fundamental importância que se mantenha atualizado na Administração, um válido tanto

5 5 para receber as informações do condomínio, quanto para o envio dos boletos de taxas condominiais. O Condominio não envia boletos pelo Correio.. Até 30(Trinta) dias após o vencimento, podem ser pagas somente nas agências do Bradesco acrescido de multa e juros. Após este prazo, entre em contato com a Administração, para emissão de um novo boleto, que será crescido de multa/juros e despesas de registro. Após o vencimento, as unidades em atraso com taxas condominiais estarão sujeitas as seguintes penalidades, conforme previsto no Art. 25 da Convenção Condominial: a) Atraso de 15 dias Além do previsto no Art. 24º, o Condômino terá proibido, sua utilização, de seus representantes, dependentes, credenciados, visitantes, residentes das Áreas de uso Comuns(piscinas, churrasqueiras,quadras esportivas e salão de festas etc.) e dos Bens de uso comum (cartão de identificação, etc) do Condomínio Cidade Jardim II e suspenso o serviço de entrega de correspondências na residência bem como proibida a entrada de operários e materiais(em caso de Unidade Autônoma em obra) enquanto perdurar o débito. b) Atraso de 30 dias: além de mantidas todas as penalidades já previstas no Art. 24 e até a alínea anterior deste artigo, será enviada cobrança através de escritório advocatício, o que acarretará despesas com pagamento de honorários advocatícios, além de sanções já previstas nesta Convenção; c) Atraso de 45 dias : além de mantidas todas as penalidades já previstas no Art. 24º e até a alínea anterior deste artigo, será incluso o nome do Condômino inadimplente no Serviço de Proteção ao Crédito e SERASA. d) Atraso de 60 dias: Além de mantidas todas as penalidades já previstas no Art. 24º, e até a alínea anterior deste artigo, será efetuado a cobrança judicial do valor do débito, com execução do mesmo e penhora da Unidade Autônoma como garantia de liquidação da dívida. 7. HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DA PORTARIA DE SERVIÇO: 1. OPERÁRIOS E PRESTADORES/EMPREGADAS DOMÉSTICAS: 06:30 ÀS 17:00 h 2ª a 6ª Feira - Sendo que às 17:30 hs todos os operários/prestadores deverão estar fora do Condomínio. 06:30 ÀS 12:00 h Sábados OBS: Quando o Condominio atingir 50% de ocupação, não mais será permitido o atividades de obras aos sábados(reg. Int. Art. 9º Parágrafo Primeiro Alinea b ) 3. MATERIAL/MERCADORIAS/MUDANÇAS: 07:00 às16:00 HS 2ª a 6ª feira - Materiais para obras, residências em obras e mudanças. Aos sábados até às 11:00 h, e até 16:00 h para mudança. 07:00 ÀS 17:30 HS 2ª a 6ª feira - Mercadorias somente para residências (Visão,Yamada, Magazan, etc..), aos sábados até às 17:00 h. 8. HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DAS ÁREAS DE LAZER: Quadras de esportes: De Terça a Domingo de 06:00 às 00:00 h. Segunda-feira é interditada as quadras de esporte. Piscinas: de Terça a Sexta-Feira de 06:00 às 22:00 hs e aos Sabados/Domingos e Feriados de 06:00 às 21:00 h. A segunda feira é reservada ao trabalho de manutenção com produtos quimicos.

6 6 Saunas: Sauna de Terça à Sexta Feira de 16:00 as 22:00 hs, Sábados/Domingo e feriados de 11:00 às h, em ambos os casos, mediante solicitação de uso ao Setor de Segurança. Salão de Festas/Eventos: Terça à Quinta Feira de 18:00 hs até às 02:00 hs. Sexta, Sábado, Domingo e Feriado de 18:00hs até às 03:00 hs. Devendo o som ser desligado às 2:00hs. Quiosque de Churrasco: Terça à Domingo de 10:00 à 00:00 h, exceto quando houver locação do salão de eventos, na mesma data da semana, cujo horario se encerrará às 18:00 h. Esta excessão se aplicarà no quiosque do Boulevard Uirapurú, ao lado da Quadra de Tênis(Quiosque 1). Mesmo dentro do horário permitido para uso do equipamento de som, este deverá estar num volume permitido pelas leis específicas, federais, estaduais ou municipais e Regimento Interno do Condominio. Os eventos quando patrocinados pelo próprio Condomínio, deverão terminar até às 3:00hs., bem como o som deverá ser TOTALMENTE desligado às 3:00hs. O Inspetor de Segurança em serviço, tem autoridade para desligar a energia elétrica das áreas de lazer, caso ultrapasse 10 minutos do horário estabelecido se as normas de horário de funcionamento não estiverem sendo cumpridas ou se o som estiver em decibéis acima do permitido em lei. Os Condôminos que descumprirem os horários estabelecidos ou obstruir o trabalho de segurança sofrerá multa de 05 (Cinco) taxas condominiais, independente das sanções já previstas na Convenção para os casos de descumprimento de normas aprovadas. a) A multa tratada neste parágrafo, deverá ser incluída na próxima taxa condominial, de modo a formar um só débito. b) Em caso do não pagamento da multa, o Condômino tornar-se-á normalmente um inadimplente, estando sujeito às aplicações da Convenção do Condomínio Cidade Jardim II. O Inspetor de Segurança que descumprir as normas estabelecidas no parágrafo quinto, terá seu nome notificado à Empresa de Segurança (ELITE) no prazo de 02 dias, devendo ser afastado permanentemente de serviços no CONDOMÍNIO CIDADE JARDIM II. Não há obrigatoriedade de cumprimento dos horários estabelecidos neste artigo, nos eventos administrativos, convocados pela Diretoria Executiva, etc.. Ficando o início e término, a critério dos mesmos. 11. HORÁRIO DE COLETA DE LIXO: O carro de coleta de lixo circula de segunda à sábado no condomínio entre 14:30 e 16:00 hs, e só faz a coleta de lixo orgânico doméstico. Entulhos, galhos de árvores, Grama, não são recolhidos pelo caminhão, devendo o proprietário, providenciar a retirada do mesmo, não devendo de forma alguma, ser depositado em frente a residência, estando o infrator sujeito a penalidades pecuniárias previstas no Regimento Interno.

7 7 12. RESUMO DAS NORMAS CONDOMINIAIS, MAIS FREQUENTES: Geral 1. Não é permitida a subdivisão de unidades autônomas de forma que a mesma resulte em uma ou mais unidades autônomas menores que a registrada no Memorial de Incorporação do Condomínio Cidade Jardim II (Art. 2º 1º) como também é proibido, a união de duas ou mais Unidades Autônomas para posterior subdivisão em unidades autônomas menores que as registradas no Memorial de Incorporação (Art. 2º 2 ) 2. As unidades autônomas não podem fugir de sua destinação, assim, unidades residências não podem ser utilizadas para fins comerciais, e vice versa.(art. 4º) 3. Não é permitida qualquer abertura no muro do condominio, inclusive no muro divisório entre as unidades residenciais das não residências(comerciais). Utilizar o mesmo como parte da edificação da Unidade Autônoma e fazer qualquer tipo de edificação e/ou benfeitorias a menos de 1,00 m(um metro) do muro do Condomínio.(Art. 9 ). 4. Qualquer condômino poderá se fazer representar por procurador obedecendo aos seguintes critérios(art. 13 ): a) Para representação nas Assembleias Gerais somente por outro proprietário em pleno gozo de seus direitos condominiais, através de procuração pública ou particular, expressa e com firma reconhecida em cartório. O Procurador só poderá representar 2 proprietários. b) Para representação junto ao Condomínio qualquer pessoa, para tratar de assuntos de seu interesse, desde que não seja representá-lo em Assembleias, mediante procuração pública ou particular, expressa com firma reconhecida em cartório. O Procurador só poderá representar 2 (dois) condôminos, independente do número de unidades autônomas que cada um tenha. c) Representação de Pessoa Jurídica Tanto em Assembléia Geral como para tratar de assuntos na Administração a representação se fará através do representante legal da empresa conforme contrato social, por representante legal conforme Estatuto Social com Ata de Eleição, por instrumento de procuração pública outorgando poderes a qualquer pessoa física ou por preposto indicado pela empresa, através de carta de preposto, dando poderes para representá-lo, com assinatura do representante legal da empresa reconhecida em cartório (Art. 14º). 5. O Cartão de identificação para entrada e saída do Condominio Cidade Jardim é um documento de utilização individual e intransferível dos moradores do Condomínio Cidade Jardim II e sua má utilização ensejará que a segurança retenha o cartão. 6. Cada condômino é pessoalmente responsável, por si, seus dependentes e qualquer outra pessoa que tenha autorizado entrar no Condominio,... (Art. 15 ). 7. Dependente de Pessoa Jurídica O Condômino de Pessoa Jurídica não pode ter dependente, cabendo ao representante(pessoa Física) da pessoa Jurídica o direito a DEPENDENTE conforme previsto neste Artigo. 8. Credenciado de Pessoa Física é qualquer pessoa que, sendo funcionário, resida ou não na mesma casa do Condômino e seja por ele indicado. Quando o Condômino não reside no Condomínio não poderá ter credenciado. É de inteira responsabilidade da pessoa física e jurídica a responsabilidade pelos credenciamentos. Não há limites de Credenciados por condômino. Os credenciados não tem direito a utilização do clube e demais áreas de lazer. (Art. 17º). 9. Quando um condômino der em locação, comodato, empréstimo ou qualquer outro meio, seu imóvel, todos os seus direitos de uso do Condomínio, concernentes àquele imóvel, ficarão automaticamente cedidos ao seu inquilino, exceto ao direito de votar e ser votado e do pagamento das taxas condominiais enquanto perdurar o contrato.(art. 19º).

8 8 10. Todo condômino, representante, dependente, credenciado, visitante ou residente, terá liberdade de ação no interior de cada unidade, obrigando-se porém, a cumprir inteiramente o estipulado na Convenção do Condomínio e todas as deliberações das Assembléia Gerais. 11. Autorização de entrada e saída de mudança só poderá ocorrer mediante a autorização, por escrito, do proprietário da unidade e da Administração do Condomínio e dentro dos horários permitidos(art. 96). As unidades que tenham sido adquiridas da LUNA Empreendimentos imobiliários, deverão obrigatoriamente apresentar Autorização de Mudança emitida pela Construtora o que caracteriza a entrega do imóvel. 12. Toda e qualquer construção ou reforma, só poderá ter inicio após a aprovação do projeto pela Administração do Condomínio através de profissional credenciado para tal.(art. 58). 13. Toda obra ou reforma que estiver sendo executada sem projeto, fora das normas ou com taxas condominiais em atraso, serão embargadas, sendo proibida a entrada de operários e materiais para o local.(art. 59) O Descumprimento deste embargo terá multa de ¼ da taxa condominial, ½ taxa condominial ou 1 taxa condominial. 14. Na frente do imóvel ou nas laterais em imóveis de esquina, não é permitida a construção de muros, antes do recuo obrigatório de 2 metros. 15. O recuo obrigatório para o inicio da edificação mais próxima, é de 4 m a contar do meio fio, sendo 1,5 m calçada, 0,50 m área condominial (trânsito de água/energia/esgoto) e 2 m recuo obrigatório exigido pela Convenção (este já dentro da área do lote). 16. O Condomínio não é responsável por furtos, roubos de objetos no interior de veículos e de residências, devendo o fato ser apurado por autoridade policiais e demais órgãos competentes, não cabendo ao condomínio a obrigação de efetuar qualquer tipo de indenização.(art. 88 e 89). 17. Não obstruir, ruas, passeios, entradas e saídas de veículos e nem avocar para sí o uso particular de qualquer área de uso comum. 18. Observar rigorosamente os regulamentos e as leis de trânsito no interior do Condominio, especialmente quanto a habilitação para dirigir e ao limite de velocidade e não permitindo que menores dirijam veículos. (Art. 91). 19. Não perturbar o sossego dos vizinhos, usando aparelhos de som, alto falantes, fora dos limites permitidos pela legislação municipal. 20. Colocar lixo nas lixeiras, acondicionando em sacos próprios e nos dias e horários estipulado pela administração do Condominio, 21. É Proibido afixar nas residências, cartazes, banners, placas, faixas de propaganda política, religiosas, de produtos ou serviços e de venda ou locação do imóvel mesmo que seja do lado interno do imóvel. Em caso de infração multa de 25% da taxa condominial e as despesas de retirada da placa. Em caso de reincidência multa de 50%.(Art.95). 22. Não estender roupas, tapetes e outros pertences em locais visíveis do exterior da residência, especialmente na frente e nas laterais. 23. Não utilizar qualquer área de uso comum, mesmo em frente das residências, para eventos particulares,

9 9 24. Animais domésticos poderão ser criados somente em espécie, porte e quantidade que não prejudique o sossego e a saúde dos demais condôminos e não poderão circular soltos pela vias condominiais, assim como, é proibido a permanência de animais na área do clube e piscinas.(art. 100 e 104). Os infratores serão punidos com as multas previstas. 25. Os lotes deverão ser mantidos limpos e com a vegetação aparada, se o condômino não efetuar esta limpeza, a administração providenciará a limpeza e incluirá em sua próxima taxa condominial. (Art. 101) 26. Todos os danos causados pelos condôminos, dependentes, credenciados, visitantes, etc, serão ressarcidos ao Condomínio em caso de não recuperação pelo Condômino.(Art. 102). 27. Obras e residências em reforma deverão previamente apresentar na Administração, projeto que será analisado por Arquiteto credenciado. As obras e residências em obras sem projeto deverão ser embargadas imediatamente, devendo o proprietário da mesma ser sancionado com as penalidades previstas na Convenção Condominial e Regimento Interno O Detalhamento destas normas podem ser encontradas na Convenção do Condomínio Cidade Jardim II, e no Regimento Interno disponíveis no site ou na Administração do Condomínio. Prestadores de Serviço Credenciados na Administração: Serviço de Roçagem/Jardinagem Otávio Fone: Dr. Jardim Fabio Biga / / Água Mineral/Gás: Toninho Material de Piscina: Aquatec/Felipe Instalação/Limpeza de Central de Ar e Ar Condicionado Madson / / / Aluguel de Mesa/Cadeiras Juliana Retirada de Entulho Mauricio DiskEntulho Serviços Elétricos Léo Serviço de Ferreiro Emerson Moisés Internet via Rádio Interconect Filtro de Água Europa Eudocir Filtro de Água AQUALIFE Sandra Serviço de Desintetização/Desratização/Descupinização Cruz Detetizadora - Jorge Cabeça / Dedetibel

10 10 OBS: A Administração do Condomínio não possui qualquer vínculo com os profissionais acima relacionados, sendo de inteira responsabilidade dos condôminos contratantes, a contratação dos citados profissionais, não sendo portanto, de responsabilidade da Administração, eventuais falhas na prestação do serviço. A informação destinase unicamente, facilitar o acesso dos condôminos aos serviços solicitados. ANEXOS PROCEDIMENTOS P/ APRESENTAÇÃO DE PROJETOS P/ APROVAÇÃO: Nova Edificação e Ampliação: TODO O ANTE-PROJETO: PLANTA (S) BAIXA (S) - COTADA; PLANTA DE COBERTURA - COTADA; PLANTA DE SITUAÇÃO E LOCAÇÃO - COTADA; CORTES COTADOS NO MÍNIMO 02; ELEVAÇÕES; OBS¹.: Todos os documentos do ante-projeto devem está cotados e em escala (1/75 ou 1/50); OBS².: Os cortes tem de mostrar o ponto mais alto da edificação; OBS³.: São entregues em midia (Cd/DVD) ou impressa em 03 cópias assinadas pelo proprietário do imóvel ou autor do ante-projeto (01 fica arquivada na administração, 01 fica de posse do profissional responsável pela analise e a outra é devolvida ao proprietário. O projeto apresentado em mídia, após aprovação, será impresso em PDF para devolução ao Proprietario e Arquivo na ADM. OBS 4.: Nas pranchas deve constar: Nome do proprietário do terreno, quadra, lote e rua/avenida; OBS 5.: A taxa de analise de projeto é de R$ 100,00(Cem Reais)

11 11 REFORMA DE IMÓVEIS E OBRAS NOVAS INFORMAÇÕES GERAIS 1. IMÓVEIS ENTREGUES PELA LUNA EMPREENDIMENTOS - Para iniciar qualquer tipo de reforma/ampliação no imóvel, É necessário estar em dia com as taxas condominiais, Apresentar Autorização de Mudança Informar na Administração que tipo de reforma será efetuada, para verificar a necessidade de projeto de ampliação/reforma; Cadastrar os operários que irão trabalhar na reforma/ampliação, apresentando copia da RG/CPF e comprovante de endereço; Os imóveis que não obedecerem este critério, terão proibida a entrada de materiais e operários para o endereço, O não cumprimento do embargo estará sujeito a multa conforme previsto na Convenção. 2. OBRAS NOVAS: - Antes de Iniciar a obra; Estar em dia com as taxas condominiais; Apresentar Autorização de construção emitida pela Luna Empreendimentos Ltda Apresentar na Administração projeto conforme exigências do Arquiteto Analista(Veja Instruções sobre entrega de Projeto); Autorização da SEURB e CREA Confecção de tapume em madeira/metal (pintado) em toda extensão da obra (não é permitido a utilização de plásticos) e Ligação provisória de energia solicitado para Rede Celpa. Cadastrar todos os operários apresentando copia da RG/CPF e comprovante de endereço. Todos os operários deverão ter EPI básico (Capacete e botas). Os operários encontrados circulando pelo condomínio durante o horário de expediente, sem os EPI serão retirados do Condominio e na reincidência, a obra será multada em 25% da Taxa Condominial. A REVALIDAÇÃO DOS OPERÁRIOS, DEVERÃO SER FEITAS A CADA 90 DIAS OU SEMPRE QUE FOR NECESSÁRIO A CRITÉRIO DO CONSTRUTOR. TODOS OS OPERÁRIOS DEVERÃO TER UM CARTÃO DE ACESSO EMITIDO PELA ADMINISTRAÇÃO COM CUSTO DE R$ 15,00 POR CARTÃO. - Durante a execução da Obra: Manter-se em dia com as taxas condominiais; Manter em bom estado o tapume;

12 12 Confecção de fossa biológica definitiva c/filtro conforme exigência do Condomínio; NÃO É PERMITIDO CONSTRUÇÃO DE FOSSA PROVISÓRIA OU PERDIDA; Construção de Almoxarifado para guarda de maquinas e equipamentos e objetos de valor, com cadeado, Durante a locação da obra, acionar a Administração para efetuar a conferência dos recuos obrigatórios, instalação de fossa, água, etc..; Confecção de WC e banheiro provisório para os operários. As obras que forem encontradas com operários tomando banho na frente da obra poderão sofrer embargos até que seja normalizada esta exigência. Os operários deverão portar o EPI básico, calça comprida e camisa, Local para acondicionar areia/seixo. Não é permitido o uso de calçadas para guarda de materiais. Retirar periodicamente entulhos da obra. Pelo menos quinzenalmente. Manter diariamente a frente obra e valas, limpa e livre de restos de materiais de construção, Manter latas e qualquer outro objeto que possa acumular água protegido, para evitar o mosquito da dengue; Acondicionar adequadamente, e descartar restos de alimentos; Quaisquer danos causados às áreas do Condomínio durante a execução da obra, serão de inteira responsabilidade do proprietário, devendo este reparar o dano de imediato, ou efetuar o pagamento dos custos, quando executado pelo Condomínio O não cumprimento das exigências acima, estarão sujeitas a penalidades previstas na Convenção Condominial. O Tapume só poderá ser retirado se a obra já estiver com porta pelo menos no andar inferior. 3. NÃO É PERMITIDO: Caminhões ou qualquer outro tipo de veiculo, subir nas calçadas para descarga de materiais ou retirada de entulhos; Prorrogação de jornada de trabalho fora do horário previsto pelo Condomínio, sem prévia autorização da Administração; O recuo frontal obrigatório exigido pelo Condomínio é de 4 mts contados a partir do meio fio, até a edificação mais próxima, sendo 1,5 mts de calçada, 0,50 mts área condominial para trânsito de fiação elétrica, esgoto, hidráulica, telefone, etc e 2,00 mts exigidos pela convenção no Art. 60 alínea a Entrada de caminhões de 2 eixos após às 11:00 hs da manhã, com carga acima do permitido pela Norma de Construção Art. 70 Operários sem a devida identificação Utilizar o lote vizinho para deposito ou guarda de materiais sem autorização escrita do proprietário do lote Entrada de materiais aos sábados após às 11:00 hs/domingos e feriados. Utilizar calçadas para bater massa. O Operário que for flagrado nesta situação o proprietário da obra será penalizado conforme a Convenção. Pagamento de operários no interior da obra ou qualquer outra área

13 13 interna do condomínio ou imediações. 4. HORÁRIO DE ENTRADA DE MATERIAIS E OPERÁRIOS: O horário de entrada de Materiais e operários: Segunda a Sexta- Feira Sábados Domingos/Feriados 07:00 às Materiais Básicos 16:00 hs (Pedra/areia/cimento/seixo/arenoso, etc.) e até 17:00 hs demais materiais, conforme as quantidades previstas na Norma de Construção Art. 70 somente até às 11:00 hs. ACESSO PROIBIDO, ASSIM COMO É PROIBIDO A ENTRADA DE MATERIAIS. A entrada de operários se dará a partir das 06:30 hs O Funcionamento das obras é de 07:00 às 17:00 hs, sendo que até às 17:30 h todos os operários deverão estar fora do Condomínio. Em caso de concretagem, de acordo com a Convenção, a extrapolação de horário será de até 02:00 hs, ou seja, até às 19;00 hs e somente com autorização da Administração. QUANDO O CONDOMINIO ATINGIR 50% DE OCUPAÇÃO, NÃO SERÁ MAIS PERMITIDO O FUNCIONAMENTO DE OBRAS AOS SABADOS CONFORME Interno. ART. 9º Parágrafo Primeiro Alínea b do Regimento O NÃO CUMPRIMENTO DAS RECOMENDAÇÕES ACIMA ESTARÃO SUJEITAS AO PAGAMENTO DE MULTAS PREVISTAS NA CONVENÇÃO, ALÉM DO EMBARGO DA OBRA, SENDO PROIBIDO A ENTRADA DE MATERIAIS, OPERÁRIOS E SERVIÇOS PARA O LOCAL. ADMINISTRAÇÃO

14 14 PLANTA BAIXA DE FILTRO E FOSSA EXIGIDO PELO CONDOMINIO.

15 15 NORMA DE CONSTRUÇÃO

16 16

17 17

18 18

19 19

20 20

21 21

22 22

ASSOCIAÇÃO DOS MORADORES DO LOTEAMENTO VILLAS DO JACUÍPE

ASSOCIAÇÃO DOS MORADORES DO LOTEAMENTO VILLAS DO JACUÍPE ASSOCIAÇÃO DOS MORADORES DO LOTEAMENTO VILLAS DO JACUÍPE Estrada do Coco, Km 31 Barra do Jacuípe CEP 42.833-000 Camaçari/Bahia CNPJ 03.380.253/0001-26 Telefones : (071) 3678-1690 e 3678-2356 E-mail : vjacuipe@oi.com.br

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DA ASSOCIAÇÃO FAZENDA TAMBORÉ RESIDENCIAL

REGULAMENTO INTERNO DA ASSOCIAÇÃO FAZENDA TAMBORÉ RESIDENCIAL REGULAMENTO INTERNO DA ASSOCIAÇÃO FAZENDA TAMBORÉ RESIDENCIAL FINALIDADE 1. Este regulamento tem por finalidade definir direitos e deveres e orientar a conduta de todas as pessoas que se encontrarem, a

Leia mais

REGIMENTO INTERNO. Artigo 8º - Fica estabelecido que os portões de entrada que dão acesso ao CONDOMÍNIO serão mantidos permanentemente fechados.

REGIMENTO INTERNO. Artigo 8º - Fica estabelecido que os portões de entrada que dão acesso ao CONDOMÍNIO serão mantidos permanentemente fechados. SEM MARCADOR TEXTO ORIGINAL GRIFADO EM VERDE ALTERAÇÕES A SEREM APROVADAS NA ASSEMBLÉIA REGIMENTO INTERNO Artigo 8º - Fica estabelecido que os portões de entrada que dão acesso ao CONDOMÍNIO serão mantidos

Leia mais

REGULAMENTO E NORMAS PARA AS MONTADORAS DE ESTANDES ANEXO CONTRATUAL 55ª EXPOSIÇÃO AGROPECUÁRIA E INDUSTRIAL DE LONDRINA REALIZAÇÃO

REGULAMENTO E NORMAS PARA AS MONTADORAS DE ESTANDES ANEXO CONTRATUAL 55ª EXPOSIÇÃO AGROPECUÁRIA E INDUSTRIAL DE LONDRINA REALIZAÇÃO REGULAMENTO E NORMAS PARA AS MONTADORAS DE ESTANDES ANEXO CONTRATUAL 55ª EXPOSIÇÃO AGROPECUÁRIA E INDUSTRIAL DE LONDRINA REALIZAÇÃO A Exposição Agropecuária e Industrial de Londrina é uma promoção e realização

Leia mais

Propostas de Alteração do Regimento Interno

Propostas de Alteração do Regimento Interno Propostas de Alteração do Regimento Interno 1- Proposta de Antônio de Jesus Ribeiro Q22 L17: Incluir Único no Artigo 1º Parágrafo único Caso o dano seja no meio, caberá ao proprietário da unidade danificada

Leia mais

SANTA BÁRBARA RESORT RESIDENCE REGULAMENTO PARA CONSTRUÇÕES E ALTERAÇÕES DE CONSTRUÇÕES

SANTA BÁRBARA RESORT RESIDENCE REGULAMENTO PARA CONSTRUÇÕES E ALTERAÇÕES DE CONSTRUÇÕES SANTA BÁRBARA RESORT RESIDENCE REGULAMENTO PARA CONSTRUÇÕES E ALTERAÇÕES DE CONSTRUÇÕES 1. Considerações Gerais 1.1. O presente Regulamento estabelece regras gerais para as construções e alterações que

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO SOCIEDADE RESIDENCIAL ECOVILLE

REGULAMENTO INTERNO SOCIEDADE RESIDENCIAL ECOVILLE Sociedade Residencial REGULAMENTO INTERNO SOCIEDADE RESIDENCIAL ECOVILLE Aqui a vida se renova. 1) APRESENTAÇÃO: 1.1 A filosofia deste Regulamento é apresentar limitações supletivas, ou seja, prevalecem

Leia mais

MANUAL PARA MONTADORAS

MANUAL PARA MONTADORAS 1. PERÍODO DE REALIZAÇÃO DO EVENTO: De 13 a 17 de Abril de 2015, das 08:00 às 18:00h. MANUAL PARA MONTADORAS 2. PERÍODO DE MONTAGENS E DESMONTAGENS DOS STANDS Período de montagem de stands será de 23/03/2015

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA INÍCIO DE OBRA

ORIENTAÇÕES PARA INÍCIO DE OBRA ORIENTAÇÕES PARA INÍCIO DE OBRA Associação Alphaville Salvador Residencial 1 PROCEDIMENTOS PARA INÍCIO DE OBRA 1. Entregar uma cópia do jogo de Plantas Aprovadas pela Prefeitura Municipal de Salvador e

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE MORADORES DO CONDOMÍNIO RESIDENCIAL MARIA MADALENA Rua Beija-flor, 103 Bombas Bombinhas/SC.

ASSOCIAÇÃO DE MORADORES DO CONDOMÍNIO RESIDENCIAL MARIA MADALENA Rua Beija-flor, 103 Bombas Bombinhas/SC. ESTATUTO DA ASSOCIAÇÃO DE MORADORES DO CONDOMÍNIO CAPÍTULO I Do nome, da Sede, Duração e Objetivo. Art. 1º A Associação de Moradores do Condomínio Residencial Maria Madalena, é uma associação sem fins

Leia mais

c)praticar os atos que lhe atribuírem as leis, a convenção e o regimento interno;

c)praticar os atos que lhe atribuírem as leis, a convenção e o regimento interno; 3) CONTRATO: SÍNDICO PESSOA JURÍDICA Ser síndico de um condomínio requer compromisso, conhecimento das leis vigentes e disponibilidade de tempo, e é por isso, que nossa empresa é capacitada a assumir as

Leia mais

Condomínio do Residencial Villa D'Itália

Condomínio do Residencial Villa D'Itália Prezados moradores, De acordo com a Assembléia Extraordinária realizada no dia 18 de dezembro de 2014, informamos para ciência de todos que alguns itens presentes no Regimento Interno, que foram aprovados

Leia mais

ARTILHA DO SÍNDICO CARTILHA DO SÍNDICO

ARTILHA DO SÍNDICO CARTILHA DO SÍNDICO ARTILHA DO SÍNDICO CARTILHA DO SÍNDICO 1. Função do Síndico O síndico é aquele eleito pelos condôminos, por um período de até dois anos, para administrar e representar o condomínio, seja judicialmente

Leia mais

REGULAMENTO DE OBRAS ANEXO I. Cuidados ao iniciar a obra: Horário de funcionamento do prédio:

REGULAMENTO DE OBRAS ANEXO I. Cuidados ao iniciar a obra: Horário de funcionamento do prédio: ANEXO I REGULAMENTO DE OBRAS Cuidados ao iniciar a obra: Toda obra ou reforma na unidade deve ser comunicada ao síndico, com antecedência mínima de 10 dias, através da apresentação de respectivo croqui

Leia mais

ASSUNTO: REGULAMENTA O USO DE ADESIVOS DE IDENTIFICAÇÃO DOS VEÍCULOS DE CONDÔMINOS

ASSUNTO: REGULAMENTA O USO DE ADESIVOS DE IDENTIFICAÇÃO DOS VEÍCULOS DE CONDÔMINOS CIRCULAR Nº 003/2015 Curitiba, 05/06/2015. ASSUNTO: REGULAMENTA O USO DE ADESIVOS DE IDENTIFICAÇÃO DOS VEÍCULOS DE CONDÔMINOS A Síndica do Condomínio Le Jardin Residencial, no uso de suas atribuições legais

Leia mais

DICAS PARA CONDÔMINOS

DICAS PARA CONDÔMINOS DICAS PARA CONDÔMINOS Área Privativa: É a unidade de cada proprietário incluindo a vaga de garagem. Áreas Comuns: São utilizadas por todos os moradores, como playground, jardins, elevadores, corredores,

Leia mais

O que diz a lei sobre inadimplência em condomínios

O que diz a lei sobre inadimplência em condomínios O que diz a lei sobre inadimplência em condomínios Contribuir com as despesas do condomínio é dever dos condôminos Código Civil, Art. 1.336. São deveres do condômino: I - Contribuir para as despesas do

Leia mais

CONDOMÍNIO PANORÂMICO BOMBINHAS

CONDOMÍNIO PANORÂMICO BOMBINHAS CONDOMÍNIO PANORÂMICO BOMBINHAS REGIMENTO INTERNO APROVADO NA A.G.E. DE 01/03/2003 O presente regimento dispõe sobre a utilização das coisas de uso comum do Condomínio Panorâmico Bombinhas pelos respectivos

Leia mais

1. REGIMENTO INTERNO DO CONDOMÍNIO RESIDENCIAL MANSÕES ITAIPU CNPJ/MF N.º

1. REGIMENTO INTERNO DO CONDOMÍNIO RESIDENCIAL MANSÕES ITAIPU CNPJ/MF N.º 1. REGIMENTO INTERNO DO CONDOMÍNIO RESIDENCIAL MANSÕES ITAIPU CNPJ/MF N.º 2. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º. Todos os ocupantes de unidades residenciais situadas no CONDOMÍNIO RESIDENCIAL MANSÕES ITAIPU

Leia mais

ASSOCIAÇÃO JARDINS VIENA REGULAMENTO INTERNO DE OBRAS E REFORMAS

ASSOCIAÇÃO JARDINS VIENA REGULAMENTO INTERNO DE OBRAS E REFORMAS ASSOCIAÇÃO JARDINS VIENA REGULAMENTO INTERNO DE OBRAS E REFORMAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º - Estas limitações são supletivas e prevalecem após o cumprimento das legislações federais, estaduais e municipais,

Leia mais

MANUAL DO CONSTRUTOR

MANUAL DO CONSTRUTOR 1. SOLICITAÇÕES PARA INÍCIO DA OBRA 01 jogo do projeto de arquitetura aprovado; Autorização para Construção emitida pela Associação Jardins Ibiza. 2. IMPLANTAÇÃO DO CANTEIRO DE OBRA 2.1 Fechamento do canteiro

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO LOTEAMENTO FECHADO TERRA PARK CLUB RESIDENCE CAPÍTULO I DA DESTINAÇÃO DO LOTEAMENTO

REGIMENTO INTERNO DO LOTEAMENTO FECHADO TERRA PARK CLUB RESIDENCE CAPÍTULO I DA DESTINAÇÃO DO LOTEAMENTO REGIMENTO INTERNO DO LOTEAMENTO FECHADO TERRA PARK CLUB RESIDENCE CAPÍTULO I DA DESTINAÇÃO DO LOTEAMENTO Art. 1º - O TERRA PARK CLUB RESIDENCE é um loteamento dividido em partes de propriedade privativa,

Leia mais

Condomínio Via Bella Residence Service. Atribuições 1. CONSELHO FISCAL 2. SÍNDICO

Condomínio Via Bella Residence Service. Atribuições 1. CONSELHO FISCAL 2. SÍNDICO Atribuições 1. CONSELHO FISCAL Pode - Auditar e fiscalizar as contas do condomínio. - Alertar o síndico sobre eventuais irregularidades. - Dar pareceres, aprovando ou reprovando as contas do síndico. Esses

Leia mais

CONTRATO DE COMODATO, DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS E OUTRAS AVENÇAS

CONTRATO DE COMODATO, DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS E OUTRAS AVENÇAS CONTRATO DE COMODATO, DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS E OUTRAS AVENÇAS Pelo presente instrumento particular, de um lado V-SEG SENP TECNOLOGIA LTDA - EPP, pessoa jurídica de direito privado inscrita no CNPJ/MF

Leia mais

MANUAL DO CONSTRUTOR

MANUAL DO CONSTRUTOR 1. SOLICITAÇÕES PARA INÍCIO DA OBRA 01 jogo do projeto de arquitetura aprovado; Autorização para Construção emitida pelo CONDOMÍNIO RESIDENCIAL JARDINS COIMBRA. 2. IMPLANTAÇÃO DO CANTEIRO DE OBRA 2.1 Fechamento

Leia mais

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE APARELHO DE TELEFONE E OUTRAS AVENÇAS

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE APARELHO DE TELEFONE E OUTRAS AVENÇAS CONTRATO DE LOCAÇÃO DE APARELHO DE TELEFONE E OUTRAS AVENÇAS Pelo presente instrumento particular, e na melhor forma de direito, de um lado, (I) BIOTECMEATZ IMP. E EXP. DE PRODUTOS MÉDICOS, SERVIÇOS EM

Leia mais

ESTATUTO ELEITORAL INTERNO

ESTATUTO ELEITORAL INTERNO ESTATUTO ELEITORAL INTERNO Disciplina e regulamenta o processo eleitoral interno do Condomínio Parque Saint Germain para composição de sua administração composta pelo síndico e demais conselheiros e dá

Leia mais

CONDOMÍNIO EDIFÍCIO AHEAD

CONDOMÍNIO EDIFÍCIO AHEAD REGULAMENTO INTERNO Todos os condôminos, locatários e usuários do CONDOMÍNIO EDIFÍCIO AHEAD, ficam obrigados a cumprir e respeitar por si, a qualquer título, os termos e condições do presente: 1 - Horário

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO PARA APROVAÇÃO DE PROJETO E EXECUÇÃO DE OBRA

TERMO DE COMPROMISSO PARA APROVAÇÃO DE PROJETO E EXECUÇÃO DE OBRA 1 TERMO DE COMPROMISSO PARA APROVAÇÃO DE PROJETO E EXECUÇÃO DE OBRA Termo de compromisso para aprovação de projeto e execução de obra que entre si celebram, de um lado a SOCIEDADE ALDEIA DA SERRA RESIDENCIAL

Leia mais

Regulamento para Obras nos Apartamentos do Condomínio Residencial Resort Santa Angela

Regulamento para Obras nos Apartamentos do Condomínio Residencial Resort Santa Angela Regulamento para Obras nos Apartamentos do Condomínio Residencial Resort Santa Angela DAS NORMAS REGULAMENTARES 1. Todas as empresas prestadoras de serviço, seus funcionários, representantes, são obrigados

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DO BLOCOS

REGULAMENTO INTERNO DO BLOCOS 1 REGULAMENTO INTERNO DO BLOCOS 1. A Administração do Condomínio Condomínio Parque Residencial Vitória Régia II Blocos reger-se-á pela Lei 4.591, de 16/12/1964 e outras Leis que forem aplicáveis, a cujo

Leia mais

MANUAL DE ATENDIMENTO AO CLIENTE

MANUAL DE ATENDIMENTO AO CLIENTE MANUAL DE ATENDIMENTO AO CLIENTE LOTEAMENTO GOLF GARDENS 1 INTRODUÇÃO VOCÊ É NOSSO CLIENTE ESPECIAL. Na parceria estabelecida entre as três empresas, caberá a CONSURB o relacionamento com os clientes.

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DOS PROPRIETÁRIOS DO LOTEAMENTO COLINAS DO IMPERADOR REGIMENTO INTERNO

ASSOCIAÇÃO DOS PROPRIETÁRIOS DO LOTEAMENTO COLINAS DO IMPERADOR REGIMENTO INTERNO ASSOCIAÇÃO DOS PROPRIETÁRIOS DO LOTEAMENTO COLINAS DO IMPERADOR REGIMENTO INTERNO O presente REGIMENTO INTERNO foi aprovado pela Assembléia Geral Extraordinária do dia 21/09/2000 conforme predisposto no

Leia mais

CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE LOCAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO DE IMÓVEL

CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE LOCAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO DE IMÓVEL CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE LOCAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO DE IMÓVEL, que entre si fazem, GMI - Grupo Mineiro de Imóveis Ltda, inscrita no CNPJ sob o n.º 42.771.485/0001-67, CRECI PJ 2427, estabelecida nesta

Leia mais

CURSO ADMINISTRAÇÃO DE CONDOMÍNIO ESTUDO DIRIGIDO DA LEGISLAÇÃO E QUESTÕES PRÁTICAS

CURSO ADMINISTRAÇÃO DE CONDOMÍNIO ESTUDO DIRIGIDO DA LEGISLAÇÃO E QUESTÕES PRÁTICAS CURSO ADMINISTRAÇÃO DE CONDOMÍNIO ESTUDO DIRIGIDO DA LEGISLAÇÃO E QUESTÕES PRÁTICAS Público alvo: síndicos, condôminos, administradores de condomínio, gerentes de condomínio, advogados e quaisquer pessoas

Leia mais

Condomínio Residencial SOLAR DA CHAPADA REGIMENTO INTERNO Aprovado em 06/11/13 e alterado em 13/01 e 31/03/2014

Condomínio Residencial SOLAR DA CHAPADA REGIMENTO INTERNO Aprovado em 06/11/13 e alterado em 13/01 e 31/03/2014 REGIMENTO INTERNO Introdução; Com o intuito de formalizar as ações coletivas e individuais, estabelecendo normas de conduta para a boa convivência e administração do Residencial Solar da Chapada, adotou-se

Leia mais

INSTRUÇÕES BÁSICAS. Locatário Pessoa Física:

INSTRUÇÕES BÁSICAS. Locatário Pessoa Física: INSTRUÇÕES BÁSICAS O que é necessário para alugar um imóvel na Bandeirantes Imóveis? Para alugar quaisquer dos imóveis disponíveis na carteira de locação da Bandeirantes Imóveis siga os seguintes passos:

Leia mais

ASSOCIAÇÃO JARDINS SIENA MANUAL DE NORMAS ADMINISTRATIVAS

ASSOCIAÇÃO JARDINS SIENA MANUAL DE NORMAS ADMINISTRATIVAS ASSOCIAÇÃO JARDINS SIENA MANUAL DE NORMAS ADMINISTRATIVAS Nome do Arquivo: Normas de utilização de Áreas de Lazer Última alteração: 18/09/2015 1. OBJETIVOS Estabelecer normas para utilização das áreas

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO. Regulamento Interno Incubadora Empresarial do Centro de Biotecnologia da UFRGS. (IE-CBiot)

REGULAMENTO INTERNO. Regulamento Interno Incubadora Empresarial do Centro de Biotecnologia da UFRGS. (IE-CBiot) Página 1 de 13 Regulamento Interno Incubadora Empresarial do Centro de Biotecnologia da UFRGS (IE-CBiot) CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares Artigo 1º O presente Regulamento disciplina a organização

Leia mais

CENTRAL DE RELACIONAMENTO CONTRATO LIGAÇÃO GRATUITA 240585 0800 489988

CENTRAL DE RELACIONAMENTO CONTRATO LIGAÇÃO GRATUITA 240585 0800 489988 CENTRAL DE RELACIONAMENTO CONTRATO LIGAÇÃO GRATUITA 240585 0800 489988 1.Dados do Titular Dt Nascim. : CPF : RG : Mãe : E-mail : Endereço : Nº 000 Bairro : Município : UF: CEP : Fone : Celular : 2. Dependentes

Leia mais

CAPITULO I DA DENOMINAÇÃO E LOCALIZAÇÃO

CAPITULO I DA DENOMINAÇÃO E LOCALIZAÇÃO CONVENÇÃO DO CONDOMÍNIO JARDIM ESPANHA PASS. YAMADA, S/Nº - BELÉM - PARÁ Será registrada no Cartório de Registro de Imóveis da Comarca de Belém, Primeiro Ofício, após análise do parecer jurídico e após

Leia mais

DAS RESTRIÇÕES AO DIREITO DE USO E GOZO DOS IMÓVEIS NO JARDINS MÔNACO

DAS RESTRIÇÕES AO DIREITO DE USO E GOZO DOS IMÓVEIS NO JARDINS MÔNACO DAS RESTRIÇÕES AO DIREITO DE USO E GOZO DOS IMÓVEIS NO JARDINS MÔNACO Art. 52 - É condição essencial e imperativa a observância dos termos deste Estatuto Social, Regimento Interno e das Normas para Construção

Leia mais

COMUNICADO 02/13. Senhores, segue Comunicado Oficial do Corpo Diretivo eleito para a Gestão 2013/2015:

COMUNICADO 02/13. Senhores, segue Comunicado Oficial do Corpo Diretivo eleito para a Gestão 2013/2015: COMUNICADO 02/13 Senhores, segue Comunicado Oficial do Corpo Diretivo eleito para a Gestão 2013/2015: AÇÕES EFETUADAS: 1) Gerente Operacional: Seleção e Contratação 1.1) O Sr. Marcelo Fernandes foi contratado

Leia mais

FAQ Perguntas Frequentes

FAQ Perguntas Frequentes FAQ Perguntas Frequentes Índice 01. Incorporação Imobiliária...3 02. Contrato...4 03. Pagamento e Boletos...5 04. Financiamento...6 05. Distrato e Transferência...8 06. Documentações...9 07. Instalação

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA

ESTADO DE SANTA CATARINA 1 REGULAMENTA O FUNDO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DE ALTO BELA VISTA GERAINVEST, REVOGA DECRETO 1883 E DA OUTRAS PROVIDENCIAS O Prefeito Municipal de Alto Bela Vista, Estado de Santa Catarina, no uso

Leia mais

REGULAMENTO DE EDIFICAÇÕES (Consta da Ata de Constituição da Associação Residencial Morada do Engenho, registrada sob n 51.758 )

REGULAMENTO DE EDIFICAÇÕES (Consta da Ata de Constituição da Associação Residencial Morada do Engenho, registrada sob n 51.758 ) REGULAMENTO DE EDIFICAÇÕES (Consta da Ata de Constituição da Associação Residencial Morada do Engenho, registrada sob n 51.758 ) Este regulamento sem prejuízo das Restrições Convencionais, tem como objetivo

Leia mais

Cartilha Entrega de Chaves

Cartilha Entrega de Chaves Cartilha Entrega de Chaves Plano Associativo Você que optou pelo Plano de Financiamento Associativo irá percorrer o seguinte caminho até receber suas chaves: Aquisição do Imóvel com o Banco Pagamento de

Leia mais

MANUAL FEIRA DE PEÇAS E ANTIGUIDADES

MANUAL FEIRA DE PEÇAS E ANTIGUIDADES Águas de Lindóia SP De 21 a 24 de abril de 2016 MANUAL FEIRA DE PEÇAS E ANTIGUIDADES I. ÁREA FÍSICA 1. É o espaço contratado sem qualquer tipo de montagem ou carpete. O expositor receberá a área locada

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS RESERVE CLUBCAR

CONDIÇÕES GERAIS RESERVE CLUBCAR Seja bem-vindo à Blue Service Assistance, a opção mais vantajosa em assistência e clube de vantagens. É uma enorme satisfação ter você como nosso associado. A Blue Service Assistance está cada vez mais

Leia mais

REGIMENTO DO SCPC. Rua XV de Novembro, 621 Fone: (41) 3320-2929 80020-310 Curitiba PR www.acpr.com.br

REGIMENTO DO SCPC. Rua XV de Novembro, 621 Fone: (41) 3320-2929 80020-310 Curitiba PR www.acpr.com.br REGIMENTO DO SCPC Rua XV de Novembro, 621 Fone: (41) 3320-2929 80020-310 Curitiba PR www.acpr.com.br REGIMENTO INTERNO DO SERVIÇO DE REGIMENTO INTERNO DO SERVIÇO DE PROTEÇÃO PROTEÇÃO AO AO CRÉDITO CRÉDITO

Leia mais

5) COMPROMISSO PARTICULAR DE VENDA E COMPRA E OUTRAS COMPROMISSÁRIO VENDEDOR:..., brasileiro, solteiro, produtor rural, inscrito no CPF sob o

5) COMPROMISSO PARTICULAR DE VENDA E COMPRA E OUTRAS COMPROMISSÁRIO VENDEDOR:..., brasileiro, solteiro, produtor rural, inscrito no CPF sob o 5) COMPROMISSO PARTICULAR DE VENDA E COMPRA E OUTRAS AVENÇAS PARTES CONTRATANTES COMPROMISSÁRIO VENDEDOR:..., brasileiro, solteiro, produtor rural, inscrito no CPF sob o n.... e no RG sob o n...., residente

Leia mais

Regulamento Oferta LIVE TIM 04/08/2014 a 23/11/2014

Regulamento Oferta LIVE TIM 04/08/2014 a 23/11/2014 Regulamento Oferta LIVE TIM 04/08/2014 a 23/11/2014 1. INTRODUÇÃO 1.1 Esta Promoção é realizada pela TIM Celular S/A, prestadora de SCM, com sede na Avenida Giovanni Gronchi, número 7.143, Cidade e Estado

Leia mais

TERMO DE PERMISSÃO DE USO

TERMO DE PERMISSÃO DE USO TERMO DE PERMISSÃO DE USO TPU nº / PERMISSIONÁRIO: ATIVIDADE / LOCAL: Reprografia- Escola de Engenharia Industrial e Metalúrgica de Volta Redonda- Avenida dos Trabalhadores nº 420, Vila Santa Cecília,

Leia mais

PLANO DE BENEFÍCIOS CARRO RESERVA 1.0 DO OBJETIVO DO PLANO:

PLANO DE BENEFÍCIOS CARRO RESERVA 1.0 DO OBJETIVO DO PLANO: PLANO DE BENEFÍCIOS CARRO RESERVA 1.0 DO OBJETIVO DO PLANO: 1.1 A destinação deste plano de benefício é disponibilizar, ora contratado, diárias de veículo econômico com ar para as pessoas físicas ou jurídicas

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DE EVENTOS Centro de Exposições do CIETEP / FIEP

REGULAMENTO GERAL DE EVENTOS Centro de Exposições do CIETEP / FIEP REGULAMENTO GERAL DE EVENTOS Centro de Exposições do CIETEP / FIEP PARTE I DOS ASPECTOS GERAIS CLÁUSULA PRIMEIRA. Intransferibilidade. É vedado ao CESSIONÁRIO transferir a terceiros, total ou parcialmente,

Leia mais

MANUAL DO CONDÔMINO. O edital de convocação deve indicar com clareza os assuntos a serem debatidos, a data, horário e local.

MANUAL DO CONDÔMINO. O edital de convocação deve indicar com clareza os assuntos a serem debatidos, a data, horário e local. MANUAL DO CONDÔMINO REGULAMENTO INTERNO Cada prédio possui as suas próprias necessidades e, por isso, tanto a convenção como o regulamento interno devem ser redigidos especialmente para a edificação em

Leia mais

REGULAMENTO DO CARTÃO BOM+ Funcionalidade Pré-Pago

REGULAMENTO DO CARTÃO BOM+ Funcionalidade Pré-Pago REGULAMENTO DO CARTÃO BOM+ Funcionalidade Pré-Pago O BOM+ é um cartão pré-pago que oferece aos seus clientes as funcionalidades de pagamento de compras em toda a rede MasterCard e também pagamento de tarifas

Leia mais

Treinamento Sistema Condominium Módulo I

Treinamento Sistema Condominium Módulo I CONDOMINIUM Módulo I CADASTROS Todas as telas de cadastro também são telas de consultas futuras, portanto sempre que alterar alguma informação clique em Gravar ou pressione F2. Teclas de atalho: Tecla

Leia mais

Termo de aceitação e condições de Uso do Site DAMYLLER.COM.BR

Termo de aceitação e condições de Uso do Site DAMYLLER.COM.BR Termo de aceitação e condições de Uso do Site DAMYLLER.COM.BR Bem-vindo a Damyller! Convidamos você a ler as informações abaixo mencionadas, a fim de lhe permitir obter maior conhecimento em relação a

Leia mais

Sociedade loteamento MONT BLANC PROCEDIMENTO PARA INÍCIO DE OBRA

Sociedade loteamento MONT BLANC PROCEDIMENTO PARA INÍCIO DE OBRA PROCEDIMENTO PARA INÍCIO DE OBRA 1. Apresentar cópia de Planta Aprovada pela Prefeitura Municipal de Campinas, cópia do Alvará de Execução para liberação de obra e cópia da ART recolhida do responsável

Leia mais

CONTRATO DE LOCAÇÂO RESIDENCIAL

CONTRATO DE LOCAÇÂO RESIDENCIAL CONTRATO DE LOCAÇÂO RESIDENCIAL LOCADOR(A): NOME PROPRIETÁRIO, brasileira(o), desquitada(o), comerciante, portador(a) da cédula de identidade nº SSP/SP., e do CIC nº 000.000.000-00, residente e domiciliado

Leia mais

A seguir você encontrará um resumo dos seus direitos e deveres e das principais condições e informações a respeito do seu Cartão.

A seguir você encontrará um resumo dos seus direitos e deveres e das principais condições e informações a respeito do seu Cartão. SUMÁRIO EXECUTIVO Resumo do Contrato de Utilização American Express Linha Crédito A seguir você encontrará um resumo dos seus direitos e deveres e das principais condições e informações a respeito do seu

Leia mais

MINUTA DE CONTRATO DE COMODATO PARA EXPLORAÇÃO DO BAR DA PISCINA

MINUTA DE CONTRATO DE COMODATO PARA EXPLORAÇÃO DO BAR DA PISCINA MINUTA DE CONTRATO DE COMODATO PARA EXPLORAÇÃO DO BAR DA PISCINA DAS PARTES Pelo presente instrumento particular de contrato, que tem de um lado , brasileiro, residente à ,

Leia mais

Cursos de curta duração: XX INTENSIVO COMUNICAÇÃO (13 de Outubro a 11 de Dezembro de 2015)

Cursos de curta duração: XX INTENSIVO COMUNICAÇÃO (13 de Outubro a 11 de Dezembro de 2015) - 1 - CURSO: INTENSIVO COMUNICAÇÃO PERÍODO: TARDE NOME DO ALUNO: Inteligente Cursos Preparatórios para Vestibulares Ltda - CNPJ 07.865.349-0001-35, com sede à Av. Liberdade 595, 2 andar Bairro da Liberdade,

Leia mais

CONTRATO DE PROMESSA DE COMPRA E VENDA. PROMITENTES VENDEDORES:

CONTRATO DE PROMESSA DE COMPRA E VENDA. PROMITENTES VENDEDORES: <identificação dos vendedores, nome endereço cpf cgc etc> CONTRATO DE PROMESSA DE COMPRA E VENDA PROMITENTES VENDEDORES: PROMITENTES COMPRADORES:

Leia mais

CENTRO EMPRESARIAL NORTE

CENTRO EMPRESARIAL NORTE CENTRO EMPRESARIAL NORTE ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA MAIO/98 EDITAL DE CONVOCAÇÃO Pela presente, vimos convocar Vossa Senhoria a participar da Assembléia Geral Ordinária do Condomínio do Edifício Centro

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DE USO DO

REGIMENTO INTERNO DE USO DO REGIMENTO INTERNO DE USO DO ANHEMBI TÊNIS CLUBE CAPÍTULO I DA FREQUÊNCIA E DA PERMANÊNCIA NA SEDE Art. 1º. Este regulamento trata da frequência, permanência e desenvolvimento de atividades esportivas,

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA GESER Nº 06/07 SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO

TERMO DE REFERÊNCIA GESER Nº 06/07 SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO Ministério da Fazenda SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS TERMO DE REFERÊNCIA GESER Nº 06/07 SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO 1- DO OBJETO Visa este Termo de Referência à contração de empresa especializada

Leia mais

REGULAMENTO DA PORTARIA - DOS LOCAIS DE ACESSO AO CLUBE. - DOCUMENTOS A SEREM EXIGIDOS.

REGULAMENTO DA PORTARIA - DOS LOCAIS DE ACESSO AO CLUBE. - DOCUMENTOS A SEREM EXIGIDOS. REGULAMENTO DA PORTARIA INDICE CAPÍTULO I CAPÍTULO II CAPÍTULO III - DO OBJETIVO. - DOS LOCAIS DE ACESSO AO CLUBE. - DOCUMENTOS A SEREM EXIGIDOS. 1. Dos sócios titulares, seus dependentes e acompanhantes

Leia mais

REGIMENTO INTERNO EDT. - ASSOCIAÇÃO DE PROFISSIONAIS DE EDIÇÃO AUDIOVISUAL

REGIMENTO INTERNO EDT. - ASSOCIAÇÃO DE PROFISSIONAIS DE EDIÇÃO AUDIOVISUAL REGIMENTO INTERNO EDT. - ASSOCIAÇÃO DE PROFISSIONAIS DE EDIÇÃO AUDIOVISUAL DA FINALIDADE Este Regimento Interno complementa e disciplina as disposições do Estatuto da EDT. - Associação de Profissionais

Leia mais

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais,

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLUÇÃO CFC N.º 1.406/12 Dispõe sobre o Regime de Parcelamento de Débitos de Anuidades e Multas (Redam III) para o Sistema CFC/CRCs. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições

Leia mais

1 - A MUTUANTE concede ao MUTUÁRIO um empréstimo no valor, prazo e demais condições indicadas no Termo de Requerimento de Mútuo.

1 - A MUTUANTE concede ao MUTUÁRIO um empréstimo no valor, prazo e demais condições indicadas no Termo de Requerimento de Mútuo. Folha 1 DE 6 Cláusulas e Condições Gerais do Contrato de Mútuo que entre si fazem a Fundação Vale do Rio Doce de Seguridade Social - VALIA e seus participantes na forma do seu Regulamento Básico. Fundação

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PETRÓPOLIS CENTRO DE ENGENHARIA E COMPUTAÇÃO ENGENHARIA CIVIL RESUMO DA LEI NÚMERO 5.194 DE 24 DE DEZEMBRO DE 1966

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PETRÓPOLIS CENTRO DE ENGENHARIA E COMPUTAÇÃO ENGENHARIA CIVIL RESUMO DA LEI NÚMERO 5.194 DE 24 DE DEZEMBRO DE 1966 UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PETRÓPOLIS CENTRO DE ENGENHARIA E COMPUTAÇÃO ENGENHARIA CIVIL RESUMO DA LEI NÚMERO 5.194 DE 24 DE DEZEMBRO DE 1966 Petrópolis 2013 1 INTRODUÇÃO O presente trabalho é um resumo

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA POUSADA BUTTERFLY HOUSE. A hospedagem na POUSADA BUTTERFLY HOUSE é regida pelas condições abaixo descritas:

REGIMENTO INTERNO DA POUSADA BUTTERFLY HOUSE. A hospedagem na POUSADA BUTTERFLY HOUSE é regida pelas condições abaixo descritas: REGIMENTO INTERNO DA POUSADA BUTTERFLY HOUSE A hospedagem na POUSADA BUTTERFLY HOUSE é regida pelas condições abaixo descritas: 1. É obrigatório o preenchimento da ficha de identificação, atendendo normas

Leia mais

CLÁUSULAS GERAIS DO CONTRATO DE CREDENCIAMENTO DE ESTABELECIMENTO COMERCIAL AO CARTÃO DE CRÉDITO AVISTA

CLÁUSULAS GERAIS DO CONTRATO DE CREDENCIAMENTO DE ESTABELECIMENTO COMERCIAL AO CARTÃO DE CRÉDITO AVISTA CLÁUSULAS GERAIS DO CONTRATO DE CREDENCIAMENTO DE ESTABELECIMENTO COMERCIAL AO CARTÃO DE CRÉDITO AVISTA Pelo presente instrumento de Contrato de Credenciamento de Estabelecimento Comercial ao Cartão de

Leia mais

CONDOMÍNIO DO ED. NUMBER ONE BUSINESS CENTER REGIMENTO INTERNO

CONDOMÍNIO DO ED. NUMBER ONE BUSINESS CENTER REGIMENTO INTERNO CONDOMÍNIO DO ED. NUMBER ONE BUSINESS CENTER REGIMENTO INTERNO O presente regimento interno visa regulamentar o funcionamento do edifício zelando sempre pela segurança e conforto dos condôminos. I REGULAMENTO

Leia mais

PROCEDIMENTOS DO FINANCEIRO PARA VENDA LOJAS

PROCEDIMENTOS DO FINANCEIRO PARA VENDA LOJAS PROCEDIMENTOS DO FINANCEIRO PARA VENDA LOJAS FORMAS DE PAGAMENTOS Nossa loja aceita as seguintes formas de pagamento: - Dinheiro; - Moeda estrangeira ( dólar e euro ) - Cheque à vista; - Cheque pré-datado;

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO DE RECOMPENSAS QUIZ GAZETA FM

REGULAMENTO DO PLANO DE RECOMPENSAS QUIZ GAZETA FM REGULAMENTO DO PLANO DE RECOMPENSAS QUIZ GAZETA FM 1. APRESENTAÇÃO A Rádio Clube de Alagoas, sociedade LTDA constituída sob as leis brasileiras, razão social, com sede na Cidade de Maceió, endereço Avenida

Leia mais

CONTRATO PARA UTILIZAÇÃO DE CARTÃO CLUBE DEMAIS ALIMENTAÇÃO, QUE ENTRE SI CELEBRAM: SUPERMERCADOS DB LTDA E,

CONTRATO PARA UTILIZAÇÃO DE CARTÃO CLUBE DEMAIS ALIMENTAÇÃO, QUE ENTRE SI CELEBRAM: SUPERMERCADOS DB LTDA E, CONTRATO PARA UTILIZAÇÃO DE CARTÃO CLUBE DEMAIS ALIMENTAÇÃO, QUE ENTRE SI CELEBRAM: SUPERMERCADOS DB LTDA E, NAS MODALIDAES PAT- PROGRAMA DE ALIMENTAÇÃO DOS TRABALHADORES E/OU PRÊMIO - PREMIAÇÃO E INCENTIVO

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DA FEIRA 1 a 99 29ª EDIÇÃO. Parte Integrante do Contrato de Participação 01) INFORMAÇÕES GERAIS:

REGULAMENTO GERAL DA FEIRA 1 a 99 29ª EDIÇÃO. Parte Integrante do Contrato de Participação 01) INFORMAÇÕES GERAIS: REGULAMENTO GERAL DA FEIRA 1 a 99 29ª EDIÇÃO Parte Integrante do Contrato de Participação 01) INFORMAÇÕES GERAIS: DATA: 20 a 23 de Outubro de 2014 LOCAL: EXPO CENTER NORTE PAVILHÃO AZUL HORÁRIO: 2ª, 3ª,

Leia mais

CONTRATO DE ADMINISTRAÇÃO DE IMÓVEIS N.º XXXX/XX

CONTRATO DE ADMINISTRAÇÃO DE IMÓVEIS N.º XXXX/XX Página 1 de 5 CONTRATO DE ADMINISTRAÇÃO DE IMÓVEIS N.º XXXX/XX Pelo presente Instrumento Particular, de um lado, como ADMINISTRADORA, a empresa VIVER NEGÓCIOS IMOBILIÁRIOS LTDA ME CRECI/RN sob o nº 2990

Leia mais

Sumario. 1. Contrato 1.1 Assinatura 1.2 Recebimento 1.3 Cessão de Direitos Transferência 1.4 Distrato Reincidir

Sumario. 1. Contrato 1.1 Assinatura 1.2 Recebimento 1.3 Cessão de Direitos Transferência 1.4 Distrato Reincidir CARTILHA DO CLIENTE 1. Contrato 1.1 Assinatura 1.2 Recebimento 1.3 Cessão de Direitos Transferência 1.4 Distrato Reincidir Sumario 2. Planta e Acabamento 2.1 Opções de planta 2.2 Opções de Kit de Acabamento

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS CAMPUS MACHADO ASSEIF-MACHADO

ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS CAMPUS MACHADO ASSEIF-MACHADO ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS CAMPUS MACHADO ASSEIF-MACHADO REGIMENTO INTERNO ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES DO INSTITUTO FEDERAL DE

Leia mais

DIRETORIA DE GESTÃO DG DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO - DGA TERMO DE REFERÊNCIA OBJETO

DIRETORIA DE GESTÃO DG DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO - DGA TERMO DE REFERÊNCIA OBJETO TERMO DE REFERÊNCIA Nº 010/2014 OBJETO Contratação de empresa especializada para execução dos serviços de instalação e fornecimento de vidros temperados incolor em imóveis da Eletrobrás Distribuição Rondônia,

Leia mais

Montagem e Desmontagem dos Estandes

Montagem e Desmontagem dos Estandes Montagem e Desmontagem dos Estandes Cronograma para montagem, feira e desmontagem de estandes Motivo Data Horário Observações Data limite para a entrega do projeto do estande Descarregamento de material

Leia mais

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais,

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLUÇÃO CFC N.º 1.360/11 Dispõe sobre o Regime de Parcelamento de Débitos de Anuidades e Multas (Redam II) para o Sistema CFC/CRCs O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições

Leia mais

ESTATUTO DA ASSOCIAÇÃO DOS MORADORES E PROPRIETÁRIOS DO LOTEAMENTO VILLAGIO I DA DENOMINAÇÃO

ESTATUTO DA ASSOCIAÇÃO DOS MORADORES E PROPRIETÁRIOS DO LOTEAMENTO VILLAGIO I DA DENOMINAÇÃO ESTATUTO DA ASSOCIAÇÃO DOS MORADORES E PROPRIETÁRIOS DO LOTEAMENTO VILLAGIO I DA DENOMINAÇÃO Art. 1º - A Associação dos Moradores e Proprietários do Loteamento VILLAGIO I, com o nome de fantasia ASSOCIAÇÃO

Leia mais

1 Introdução. antes de mudar

1 Introdução. antes de mudar Introdução 1 Introdução antes de mudar Recebendo as chaves do imóvel, o proprietário deverá providenciar junto as concessionárias, as ligações de alguns serviços indispensáveis ao funcionamento de sua

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE OURINHOS Estado de São Paulo Secretaria Municipal de Administração

PREFEITURA MUNICIPAL DE OURINHOS Estado de São Paulo Secretaria Municipal de Administração LEI Nº. 5.126 De 04 de janeiro de 2007. Dispõe sobre a colocação e a permanência de caçambas para a coleta de resíduos inorgânicos nas vias e logradouros públicos do município de Ourinhos. A Câmara Municipal

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 005/2014 DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO

TERMO DE PARTICIPAÇÃO COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 005/2014 DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO TERMO DE PARTICIPAÇÃO COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 005/2014 DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por

Leia mais

Quais despesas são do inquilino?

Quais despesas são do inquilino? Quais despesas são do inquilino? Veja o que a Lei do Inquilinato diz O inquilino paga todas as despesas ordinárias do condomínio, ou seja, de manutenção. Não são de responsabilidade do inquilino as despesas

Leia mais

Parabéns! Agora que a sua cota já está contemplada e você já recebeu sua CARTA DE CRÉDITO, você poderá concretizar o seu projeto.

Parabéns! Agora que a sua cota já está contemplada e você já recebeu sua CARTA DE CRÉDITO, você poderá concretizar o seu projeto. Orientações para aquisição de Bens Imóveis Parabéns! Agora que a sua cota já está contemplada e você já recebeu sua CARTA DE CRÉDITO, você poderá concretizar o seu projeto. Lembrando que a análise do seu

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº0195/2014 PREÂMBULO

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº0195/2014 PREÂMBULO TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº0195/2014 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto

Leia mais

CONTRATO DE LOCAÇÃO D E CHÁCARA TEMPORÁRIA

CONTRATO DE LOCAÇÃO D E CHÁCARA TEMPORÁRIA CONTRATO DE LOCAÇÃO D E CHÁCARA TEMPORÁRIA Pelo presente instrumento, de um lado, como LOCADOR e assim chamado doravante, FRANCISCO AUGUSTO LOPES, brasileiro, casado, autônomo, portador da cédula de identidade

Leia mais

INSTRUÇÃO DE SERVIÇO Nº 80, DE 05 DE NOVEMBRO DE 2013.

INSTRUÇÃO DE SERVIÇO Nº 80, DE 05 DE NOVEMBRO DE 2013. INSTRUÇÃO DE SERVIÇO Nº 80, DE 05 DE NOVEMBRO DE 2013. A DIRETORA EM EXERCÍCIO DO CÂMPUS DE PARANAÍBA da Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuições legais, resolve:

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Procuradoria Regional do Trabalho da 2ª. Região

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Procuradoria Regional do Trabalho da 2ª. Região CONTRATO DE FORNECIMENTO E INSTALAÇÃO DE ARQUIVOS DESLIZANTES, que entre si fazem, de um lado, a UNIÃO FEDERAL, por intermédio do MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRA- BALHO / PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO DA

Leia mais

ESCLARECIMENTO: O modelo de CARTA a seguir é uma SUGESTÃO, cuja aplicabilidade deverá ser avaliada pelo Internauta.

ESCLARECIMENTO: O modelo de CARTA a seguir é uma SUGESTÃO, cuja aplicabilidade deverá ser avaliada pelo Internauta. ESCLARECIMENTO: O modelo de CARTA a seguir é uma SUGESTÃO, cuja aplicabilidade deverá ser avaliada pelo Internauta. CARTA PROTOCOLADA - NOTIFICAÇÃO DE CONDÔMINOS REPRESENTADOS CT. Nº. 000/20XX Cidade,

Leia mais

CONTRATO N o 078/2015/FMS/SMS/PMVR

CONTRATO N o 078/2015/FMS/SMS/PMVR CONTRATO N o 078/2015/FMS/SMS/PMVR CONTRATO DE OBRA que fazem o MUNICÍPIO DE VOLTA, através do FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE/SMS, e a empresa IMPERMEABILIZAÇÃO E TINTAS SUL FLUMINENSE LTDA. O MUNICÍPIO DE VOLTA,

Leia mais

CONTRATO DE ADESÃO AO PLANO ALTERNATIVO MEUS MINUTOS BRASIL TODO DIA

CONTRATO DE ADESÃO AO PLANO ALTERNATIVO MEUS MINUTOS BRASIL TODO DIA CONTRATO DE ADESÃO AO PLANO ALTERNATIVO MEUS MINUTOS BRASIL TODO DIA Por este instrumento, em que fazem parte de um lado, TELEFÔNICA BRASIL S.A., devidamente inscrita no CNPJ/MF sob o nº. 02.558.157/0001-62,

Leia mais

ARTIGO 1º - Compete ao Síndico (Artigo 20 da Convenção) a administração geral do condomínio, fazendo cumprir o disposto neste Regimento Interno.

ARTIGO 1º - Compete ao Síndico (Artigo 20 da Convenção) a administração geral do condomínio, fazendo cumprir o disposto neste Regimento Interno. Nome do empreendimento Regimento Interno - Programa Minha Casa Minha Vida PMCMV Grau de sigilo #PÚBLICO REGIMENTO INTERNO O presente regimento interno estabelece normas de disciplina, procedimento, conduta

Leia mais