REGULAMENTO INTERNO PARA FUNCIONÁRIOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "REGULAMENTO INTERNO PARA FUNCIONÁRIOS"

Transcrição

1 REGULAMENTO INTERNO PARA FUNCIONÁRIOS O presente regulamento interno prescreve normas e procedimentos que devem ser rigorosamente respeitadas pelos funcionários que aceitarem trabalhar para a empresa, empresa franqueada da rede de franquias Carmen Steffens Franquias Ltda., sob pena de, o desrespeito ao presente, ser considerado desídia, falta de diligência do empregado, o que autoriza aplicação das punições descritas, sem prejuízo de rescisão do contrato de trabalho, dispensa, por justa causa. O funcionário que depois de ler, entender e concordar em cumprir rigorosamente todas as normas e regras de conduta estabelecidas neste regulamento, deverá firmar o presente como prova de seu aceite. Normas de Ordem Moral e Ética Não será admitida qualquer falta de respeito ou o uso de palavras de baixo calão para com outro funcionário, proprietário da empresa e clientes. Deve manter uma conduta ilibada. Tendo em vista que seu trabalho envolve atendimento ao público deverá se apresentar para o trabalho usando uniforme, com cabelo e unhas arrumadas. Faltas ao trabalho somente serão abonadas mediante apresentação de atestado médico que informe a necessidade de dispensa, ainda que para funcionária que esteja em período de gestação. As linhas telefônicas são da empresa, e por isso para uso em trabalho e para o benefício ou necessidade da empresa, portanto, as mesmas são monitoradas, sendo uma cópia de cada conta enviada para que a Gerente assine e discrimine as ligações, devendo ser respeito um limite de gasto no valor máximo de R$ 400,00, mensal. Caso tenha ligações particulares, os valores poderão ser descontados em folha, por meio de recibo de adiantamento salarial. Necessidades especiais, urgências, poderão ser admitidas. Procedimentos de Caixa e Contabilização de Despesas Somente será admitido recebimento de vendas em cheque mediante consulta e autorização da empresa Tele-Cheque. As vendas em cheque que não forem consultadas e autorizadas pela Tele-Cheque não são autorizadas pela empresa, passando, caso houver, à responsabilidade da Gerente segundo o Termo de Investidura e Responsabilidade. 1 P á g i n a

2 Na consulta junto à Tele-Cheque deverá ser informado o número do cheque que será emitido para o pagamento, o valor e a combinada para depósito, caso o cheque seja emitido na modalidade comumente chamada de pré-datado. Caso o cliente deseje emitir mais de um cheque para pagamento, todos os cheques deverão ser consultados da mesma forma. Atenção, o cheque deve ser preenchido da mesma forma que foi consultado. Pois, caso exista divergência entre os dados informados e o preenchimento do cheque, a Tele-Cheque não reembolsa a empresa se o cheque for devolvido, sendo assim, considerado desídia do funcionário o preenchimento, ou a admissão do cheque preenchimento em desconformidade à consulta. É obrigatória a emissão do relatório diário das consultas do Tele-Cheque e o envio do mesmo juntamente com os documentos do fechamento de caixa de cada dia, conforme itens adiante. O relatório deve ser emitido todos os dias seguintes ao da consulta. Para emitilo, clicar no botão valor total da consulta ; o relatório informará valores, vencimentos e número da autorização. O caixa deve ser fechado no mesmo dia, não deixando nenhuma pendência para o dia seguinte, e o mesmo deverá ser enviado para a fábrica no próximo malote, de sorte que, encerrado o mês, até o 5º dia do mês seguinte todos os caixas já estejam em poder da fábrica. É proibido enviar os caixas faltando recibos, comprovantes, cheques, consultas junto à Tele-Cheque, boletos de vendas no cartão de crédito, finalizações de vendas das máquinas de cartão de crédito, ou dinheiro. As faltas de caixa são responsabilidade do(a) Gerente, que exerce cargo em confiança, conforme Termo de Investidura e Responsabilidade. É proibido fazer retirada dos caixas, salvo no caso de haver autorização por escrito do departamento financeiro de Franca/SP. Ex.: Adiantamento a funcionários (vales). É obrigatório lançar todas as despesas nas contas corretas, conforme planilha disponibilizada pela empresa, empregador. Quando houver permuta, proceder a 02 (duas) operações. 1-O pagamento da despesa em dinheiro e 2-A venda também em dinheiro. Caso admitido o cheque como forma de pagamento, respeitado assim, a consulta e autorização da Tele-cheque, o funcionário deverá respeitar as seguintes condições e fazer constar as seguintes informações: 2 P á g i n a

3 a) Dados cliente; b) Nome consultora; c) Autorização tele-cheque (este sempre anotar na frente do cheque); d) Número do boleto de venda; e) Nome da cidade da loja; f) Conferir o preenchimento do cheque, valor, extenso, data e assinatura; g) Anotar e jamais grampear no cheque, papel com a data para depósito. Os pagamentos, recebimentos de caixa, tais como, comprovantes de cartões de crédito, cheques, dinheiro, assim como os comprovantes de despesas devem ficar anexados aos boletos de vendas, ou correspondentes; O valor do boleto de venda deve ser idêntico ao valor lançado no sistema gestor, e os lançamentos das vendas no sistema, devem ser feitos exatamente de acordo com a forma de pagamento, ou seja, vendas feitas no cartão de crédito, lançar como cartão de crédito; vendas no cheque, lançar como cheque; sem nenhuma divergência. As boletas de venda devem ter uma ordem numérica, constar todos os dados do cliente e caso alguma seja cancelada deve ser enviada junto com as boletas do dia. Todos os dados de cada cliente devem ser registrados no sistema, principalmente, nome, CPF, endereço, telefone, e data de aniversário. Recibos só têm validade se todos os campos estiverem preenchidos, em especial pagamento a funcionários da loja. Quando tratar de despesas, especificar exatamente do que se trata. (não mencionar apenas despesas). Vendas com cartão de crédito devem obedecer aos critérios definidos no comitê de franquias. Ou seja, vendas até R$ 899,90 em até 04 parcelas, e acima de R$ 899,90 em até 06 parcelas, respeitando o valor mínimo de R$ 50,00 por parcela. Como forma de evitar fraudes, pedir documento de identidade aos clientes desconhecidos na loja. As vendas irregulares serão comunicadas aos Supervisores e Auditoria. Extremamente Proibido a) Ausência dos dados do cliente, forma de pagamento e nome da consultora no boleto de vendas. 3 P á g i n a

4 b) Rasgar ou jogar no lixo as boletas que foram canceladas por qualquer motivo, as mesmas devem ser enviadas no caixa na mesma seqüência. c) Lançar vendas fora da data real. d) Lançar no sistema gestor, forma de pagamento diferente do boleto de vendas. e) Enviar no caixa, cheques sem autorização da Tele Cheque. f) Aceitar cheque no valor maior da compra e voltar troco. g) Vendas a clientes no carnê(fiado). h) Consultar cheques na Tele-Cheque de outras lojas. Procedimento para Saída de mercadorias p/fabrica Qualquer produto que for encaminhado para a fábrica, por qualquer motivo, deverá ser emitida uma nota fiscal de devolução e lançada no sistema Gestor. Ao enviar o produto, a nota fiscal de devolução respectiva, deverá acompanhálo. Caso o produto seja enviado por solicitação da fábrica, anexar ainda, cópia do da solicitação. Procedimento para Trocas Só é permitido troca por produtos da mesma coleção. Lembrando que a troca porque o cliente não gostou, ou porque não serviu, caso de presente, é conduta de liberalidade da loja, pois, não há lei que obrigue este tipo de troca. a) Exemplo: o cliente comprou sapato da coleção primavera/verão 2009 antes da liquidação, em caso de troca, ele poderá escolher produtos da mesma coleção, por ser mera liberalidade, caso a loja esteja em liquidação, o valor do produto será considerado com o desconto praticado para os produtos da mesma coleção, assim, caso ele queira levar produtos de outra coleção, mais nova, deverá pagar a diferença. Procedimento para Indenização Todos os produtos, definidos pelo setor de consertos da fábrica, como produto a ser indenizado, deverá: a) ser trocado por um novo produto, sempre da mesma coleção; 4 P á g i n a

5 b) se o produto que o cliente escolher para a troca, for mais caro, deverá pagar a diferença no ato da troca; c) o produto que foi indenizado estará em seu estoque, sendo necessário assim, proceder a sua baixa do estoque, para tanto, deverá ser feita uma nota fiscal de devolução para fábrica e lançar no sistema Gestor para baixar o estoque e receber o crédito da fábrica. d) Toda Nota Devolução tem que ser lançada no Gestor, é bom lembrar que o crédito que será concedido para a cliente é o valor que a cliente pagou no produto, em caso de dúvida entrar em contato com retaguarda. Procedimento para Produtos Consignados O prazo máximo para consignados é de uma semana, é bom lembrar que é da responsabilidade da gerente o recolhimento, ou o recebimento do valor da venda dos produtos cedidos em consignação. Caso o cliente devolva o produto, deverá ser baixado do consignado no ato da devolução, ou caso o cliente compre o produto, deverá ser feita venda em nome da cliente para quem estiver lançado o consignado. Caso seja feita a venda para outra pessoa, será necessário fazer a baixa do consignado e em seguida a venda. Procedimento para Venda à Funcionário O produto que o funcionário desejar retirar, para uso como uniforme, de acordo com o permitido, deverá informar por ao Sr. Paulo Gualhardi com cópia para o supervisor, constando a referência do produto e nome do funcionário. O supervisor da loja deverá autorizar O produto somente poderá ser retirado depois de autorizado pelo supervisor, mediante autorização, assim que supervisor autorizar o Paulo Galhardi fará autorização no sistema e apos isso a loja devera dar saída no sistema com o desconto permitido através do vendedor venda funcionário. pela fabrica para uniformes Obs.: Só pode sair sapato do estoque mediante a venda feita no sistema, mesmo que seja funcionário. O formulário utilizado na venda parcelada a funcionário deve ser preenchido corretamente e assinado pela gerente e funcionário. O complemento também será assinado pelo(a) funcionário(a) no campo autenticação mecânica. 5 P á g i n a

6 Contas a Pagar Todas as correspondências que chegar na loja deverá ser enviado imediatamente para a fabrica no malote aos cuidados de Sidneia e Sonia separados dos caixas. Obs.: (não enviar junto com os caixas) Ficar atentas aos vencimentos dos boletos, caso chegue algum boleto com vencimento para a próxima semana enviar com urgência para Sidneia e passar Fax do mesmo para que possa se programar para pagar. Fiquem atentas, pois os boletos que chegarem fora do prazo para pagamento por falta de informação das lojas serão descontados todos os juros e encargos das Gerentes. Procedimento para contagem e estoque IMPORTANTE: No dia da contagem de estoque o caixa do dia anterior devera estar fechado e enviado para retaguarda, não de entrada em produtos, não lance venda no sistema e não mexa no caixa. Inicie o procedimento de contagem de estoque normalmente, no fim da contagem entre em contato com a retaguarda para enviar atualização. Feito isso, após a conferência minuciosa de todas as discrepâncias, faça os ajustes caso seja necessário e finalize a contagem quando realmente estiver certeza da contagem, não feche contagem em caso de duvida. Feche o caixa do dia e envie dados para a Retaguarda. As vendas e recebimentos do dia deverão ser lançados no dia seguinte, pois todos os produtos já foram contados no estoque. Obs.: A loja deverá cumprir com o calendário de contagem informado pela fabrica. Atenção: Fiquem atentas ao material de marketing, tais como: palmilhas, perfumes, chaveiros, cremes, porta-batom, etc. ELES TAMBÉM ENTRAM NA CONTAGEM. Todas as diferenças deverão ser justificadas para Auditoria. 6 P á g i n a

7 A falta de qualquer uma dessas observações implicará no erro da contagem de estoque, sendo complicada a reversão e análise da auditoria. As diferenças não justificadas serão de inteira responsabilidade da Gerente. 7 P á g i n a

MANUAL BÁSICO DE NORMAR E ROTINAS DEPARTAMENTO FINANCEIRO. Contamos com o comprometimento e colaboração de todos.

MANUAL BÁSICO DE NORMAR E ROTINAS DEPARTAMENTO FINANCEIRO. Contamos com o comprometimento e colaboração de todos. MANUAL BÁSICO DE NORMAR E ROTINAS DEPARTAMENTO FINANCEIRO DISPOSIÇÕES INICIAIS O manual trás um resumo de algumas normas e rotinas que devem ser seguidas para o bom desempenho das tarefas necessárias para

Leia mais

Instruções para configuração e utilização do. fiscal (ECF)

Instruções para configuração e utilização do. fiscal (ECF) 1 Instruções para configuração e utilização do módulo Vendas balcão SEM Impressora de cupom fiscal (ECF) 2 ÍNDICE 1. Cadastro da empresa...3 2. Configurações dos Parâmetros......3 3. Cadastro de cliente...4

Leia mais

Módulo Vendas Balcão. Roteiro passo a passo. Sistema Gestor New

Módulo Vendas Balcão. Roteiro passo a passo. Sistema Gestor New 1 Roteiro passo a passo Módulo Vendas Balcão Sistema Gestor New Instruções para configuração e utilização do módulo Vendas balcão com uso de Impressora fiscal (ECF) 2 ÍNDICE 1. Cadastro da empresa......3

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.07

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.07 MANUAL DO SISTEMA Versão 6.07 Movimentações... 4 Movimentações de Caixa... 4 Entradas... 6 Recebimento em Dinheiro... 8 Recebimento em Cheque... 8 Troco... 15 Saídas... 17 Movimentações de Banco... 22

Leia mais

Treinamento de. Linx Pos

Treinamento de. Linx Pos Treinamento de caixa Linx Pos Será instalados no terminal da loja, o ícone, conforme imagem abaixo: Linx POS ÍNDICE Abertura de caixa e leitura X Lançamentos Cancelamento de itens Consulta preços no ato

Leia mais

Manual de Normas e Procedimentos Comercial.

Manual de Normas e Procedimentos Comercial. Manual de Normas e Procedimentos Comercial. Gerência Comercial. Referência: Versão: Revisado 1.1 Data: 21/07/2014 21de Julho de 2014 Sumário Definição da Área Comercial.... 3 Representação da área comercial....

Leia mais

CONTRATO DE COMPRA E VENDA DE MÓVEIS PELA INTERNET SUMÁRIO. 1 Qualificação das partes contratantes... pág. 02

CONTRATO DE COMPRA E VENDA DE MÓVEIS PELA INTERNET SUMÁRIO. 1 Qualificação das partes contratantes... pág. 02 CONTRATO DE COMPRA E VENDA DE MÓVEIS PELA INTERNET SUMÁRIO 1 Qualificação das partes contratantes... pág. 02 2 Aceite das disposições contratuais pelo consumidor... pág. 02 3 Cuidados antes de confirmar

Leia mais

Controles Financeiros - Básico-

Controles Financeiros - Básico- Controles Financeiros - Básico- Introdução Este material irá tratar de controles financeiros que sua empresa deve manter a fim de organizar todo o fluxo de informações que servirão de base para os relatórios.

Leia mais

NewOxxy. 1 passo Abrir o caixa. Esse é o sistema de uso exclusivo da nossa empresa. Cada loja terá seu usuário e sua senha. Selecionar o usuário

NewOxxy. 1 passo Abrir o caixa. Esse é o sistema de uso exclusivo da nossa empresa. Cada loja terá seu usuário e sua senha. Selecionar o usuário NewOxxy Esse é o sistema de uso exclusivo da nossa empresa. Cada loja terá seu usuário e sua senha. selecionar a loja Selecionar o usuário Digitar a senha 1 passo Abrir o caixa Selecionar o menu caixa

Leia mais

PROCEDIMENTO GERENCIAL PADRÃO Ref.: FIN-PGP-001_00 Emissão: 22/05/2013 P. 1/14 CARTÃO CORPORATIVO

PROCEDIMENTO GERENCIAL PADRÃO Ref.: FIN-PGP-001_00 Emissão: 22/05/2013 P. 1/14 CARTÃO CORPORATIVO Ref.: FIN-PGP-001_00 Emissão: 22/05/2013 P. 1/14 CARTÃO CORPORATIVO Ref.: FIN-PGP-001_00 Emissão: 22/05/2013 P. 2/14 SUMÁRIO 1. RESUMO DO PROCESSO... 3 2. FLUXOGRAMA... 4 3. OBJETIVO... 5 4. APLICAÇÃO...

Leia mais

ÍNDICE 1 Introdução 3 2 Principais Recursos 4 3 Segurança 4 4 Roubo/Estravio do cartão MerchCard 4 5 Noções Gerais para o Uso do Sistema 5

ÍNDICE 1 Introdução 3 2 Principais Recursos 4 3 Segurança 4 4 Roubo/Estravio do cartão MerchCard 4 5 Noções Gerais para o Uso do Sistema 5 BENTO GONÇALVES Julho de 2005 ÍNDICE 1 Introdução 3 2 Principais Recursos 4 3 Segurança 4 4 Roubo/Estravio do cartão MerchCard 4 5 Noções Gerais para o Uso do Sistema 5 5.1 Para acessar o sistema 5 5.2

Leia mais

PROCEDIMENTOS DO FINANCEIRO PARA VENDA LOJAS

PROCEDIMENTOS DO FINANCEIRO PARA VENDA LOJAS PROCEDIMENTOS DO FINANCEIRO PARA VENDA LOJAS FORMAS DE PAGAMENTOS Nossa loja aceita as seguintes formas de pagamento: - Dinheiro; - Moeda estrangeira ( dólar e euro ) - Cheque à vista; - Cheque pré-datado;

Leia mais

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa)

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa) SuperStore Sistema para Automação de Óticas MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa) Contato: (34) 9974-7848 http://www.superstoreudi.com.br superstoreudi@superstoreudi.com.br SUMÁRIO 1 Vendas... 3 1.1

Leia mais

4 MÓDULO 4 DOCUMENTOS COMERCIAIS

4 MÓDULO 4 DOCUMENTOS COMERCIAIS 44 4 MÓDULO 4 DOCUMENTOS COMERCIAIS 4.1 Cheque O cheque é uma ordem de pagamento à vista. Pode ser recebido diretamente na agência em que o emitente mantém conta ou depositado em outra agência, para ser

Leia mais

Criar uma sistemática para orientar e padronizar o processo do caixa.

Criar uma sistemática para orientar e padronizar o processo do caixa. Página 1 de 5 1 OBJETIVO Criar uma sistemática para orientar e padronizar o processo do caixa. 2 FLUXOGRAMA DO PROCESSO 3 DEFINIÇÕES Varejo: são produtos a pronta-entrega (Linha Natufarma, Produto de revenda)

Leia mais

Presenteie parentes ou amigos em qualquer lugar do Brasil.

Presenteie parentes ou amigos em qualquer lugar do Brasil. Compras de Final de Ano Veja as vantagens e como é prático comprar pela internet: Você não sai de casa para comprar; Recebe o produto no conforto do seu lar; Filas? Esqueça; Não precisa bater perna atrás

Leia mais

Treinamento Proposta Online

Treinamento Proposta Online Treinamento Proposta Online 03 Procedimentos para preenchimento da Proposta Preenchendo a Proposta Online Digitalizando os documentos 06 20 26 Status das Propostas 02 Procedimentos para preenchimento da

Leia mais

Parabéns! Agora que a sua cota já está contemplada e você já recebeu sua CARTA DE CRÉDITO, você poderá concretizar o seu projeto.

Parabéns! Agora que a sua cota já está contemplada e você já recebeu sua CARTA DE CRÉDITO, você poderá concretizar o seu projeto. Orientações para aquisição de Bens Móveis Parabéns! Agora que a sua cota já está contemplada e você já recebeu sua CARTA DE CRÉDITO, você poderá concretizar o seu projeto. Lembrando que a análise do seu

Leia mais

Perguntas frequentes

Perguntas frequentes Perguntas frequentes 1. MEUS PEDIDOS Consigo rastrear o minha Compra? Sim. As informações mais atualizadas sobre sua Compra e a situação de entrega de sua Compra podem ser adquiridas a qualquer momento

Leia mais

Termos e Condições de Compra e Venda dos Produtos Feminine

Termos e Condições de Compra e Venda dos Produtos Feminine Prezada Cliente, Temos muito orgulho da qualidade superior dos nossos produtos e queremos que você fique satisfeita com a sua compra. Acreditamos em oferecer o melhor valor, qualidade e produto para as

Leia mais

Atenderemos servidores ATIVOS, INATIVOS, MAGISTRADOS e PENSIONISTAS que são pagos pelo próprio TRT-RS.

Atenderemos servidores ATIVOS, INATIVOS, MAGISTRADOS e PENSIONISTAS que são pagos pelo próprio TRT-RS. BANCO CRUZEIRO DO SUL S/A CPP CRÉDITO PESSOAL PARCELADO ESTABELECIMENTO DOS CRITÉRIOS PARA CONCESSÃO DOS EMPRÉSTIMOS CONVÊNIO COM O TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO-RS LOJA 1360 PÚBLICO ALVO Atenderemos servidores

Leia mais

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 023

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 023 1/ 7 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento 01 Revisão geral do documento e adequação dos registros e padrões Demais envolvidos na análise e aprovação Área / Processo Responsável

Leia mais

PROCEDIMENTOS DE CONTAS A PAGAR

PROCEDIMENTOS DE CONTAS A PAGAR São Paulo, 6 de dezembro de 2013 PROCEDIMENTOS DE CONTAS A PAGAR Este procedimento visa estabelecer o processo, prazos e orientações aos funcionários do Instituto Ethos para recebimento de notas fiscais

Leia mais

POLÍTICA DE PAGAMENTO

POLÍTICA DE PAGAMENTO POLÍTICA DE PAGAMENTO 1. OBJETIVO Estabelecer todos os critérios para o pagamento de fornecedores e prestadores de serviços aos empreendimentos administrados pela Itambé, bem como orientar todos os interlocutores

Leia mais

MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE LUCAS DO RIO VERDE CONTROLE INTERNO

MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE LUCAS DO RIO VERDE CONTROLE INTERNO 1/8 1) DOS OBJETIVOS: 1.1) Disciplinar e normatizar os procedimentos operacionais na administração de recursos humanos; 1.2) Garantir maior segurança na admissão e exoneração de pessoal; 1.3) Manter atualizado

Leia mais

Sistema de Devolução Web

Sistema de Devolução Web Manual Sistema de Devolução Web Usuário Cliente ÍNDICE Sumário 1. Prazos...3 2. Solicitação de Devolução... 4 3. Autorização de Devolução... 4 4. Coleta de Mercadoria... 4 5. Acompanhamento da Devolução...

Leia mais

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. MEUS PEDIDOS

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. MEUS PEDIDOS PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. MEUS PEDIDOS Consigo rastrear o minha Compra? Sim. As informações mais atualizadas sobre sua Compra e a situação de entrega de sua Compra estão disponíveis em Meus pedidos.

Leia mais

Guia para Comprovação de Investimentos

Guia para Comprovação de Investimentos Guia para Comprovação de Investimentos 1 2 4 5 Introdução Acompanhamento na Fase de Análise ETAPA 1 Comprovação Financeira ETAPA 2 Comprovação Física ETAPA Comprovação Jurídica ETAPA 4 Liberação Penalidades

Leia mais

Utility Systems - Gestão 2.0 para gráficas, bureaus e acabamento

Utility Systems - Gestão 2.0 para gráficas, bureaus e acabamento Utility Systems - Gestão 2.0 para gráficas, bureaus e acabamento www.utility.com.br VISÃO GERAL O Utility é um aplicativo web, multiplataforma, que possui cinco módulos independentes capazes de oferecer

Leia mais

-------------------------------------- I GERAL ----------------------------------------

-------------------------------------- I GERAL ---------------------------------------- REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DO CATAVENTO E FÁBRICAS DE CULTURA -------------------------------------- I GERAL ---------------------------------------- Artigo 1º - Este regulamento

Leia mais

Atualização gerencial 09/06 á 14/06 de 2014

Atualização gerencial 09/06 á 14/06 de 2014 Atualização gerencial 09/06 á 14/06 de 2014 14. Parâmetro novo na aba financeiro. Título do recibo de baixa selecionada, opção 24. Segunda aba do financeiro nas configurações. 14. 1. Exemplo: Caminho do

Leia mais

Movimento. Financeiro. Bancário. Contas a Pagar. Lançamento de Contas a Pagar (simples) Contas a Receber. Lançamento de Contas a Receber (simples)

Movimento. Financeiro. Bancário. Contas a Pagar. Lançamento de Contas a Pagar (simples) Contas a Receber. Lançamento de Contas a Receber (simples) Movimento Financeiro Contas a Pagar Lançamento de Contas a Pagar (simples) Contas a Receber Lançamento de Contas a Receber (simples) Movimento de Caixa Fechamento Caixa Bancos Apropriações de Centros de

Leia mais

Antes da compra, defina a marca, o modelo e faça uma pesquisa de preços.

Antes da compra, defina a marca, o modelo e faça uma pesquisa de preços. Antes da compra, defina a marca, o modelo e faça uma pesquisa de preços. Considere também a qualidade do produto e as reais necessidades da pessoa que será presenteada. Nem sempre aparelhos mais sofisticados

Leia mais

Treinamento Sistema Folha Union Módulo III

Treinamento Sistema Folha Union Módulo III FOLHA DE PAGAMENTO MÓDULO III - MOVIMENTOS Folha Union> Vale transporte> Geração de movimento de Vale transporte Para que o sistema calcule o valor do vale transporte para o mês de referência é necessário

Leia mais

FAQ - PERGUNTAS E RESPOSTAS

FAQ - PERGUNTAS E RESPOSTAS FAQ - PERGUNTAS E RESPOSTAS ESCRITA FISCAL A nota eletrônica é melhor do que a nota em papel? Sim a nota eletrônica não possui custo para emissão, necessitando apenas de um computador, um certificado digital

Leia mais

Conteúdo PARAMETRIZAÇÃO STOREMANAGER... 2

Conteúdo PARAMETRIZAÇÃO STOREMANAGER... 2 Conteúdo PARAMETRIZAÇÃO STOREMANAGER... 2 CONFIGURAÇÕES DA GUIA GERAIS DO STOREMANAGER... 2 Seção Geral... 2 BOTÕES DE CONFIRMAÇÃO... 3 Seção Código de Barras... 4 Seção Abertura / Fechamento de Caixa...

Leia mais

8) Qual o papel da administradora?

8) Qual o papel da administradora? 1) Como funciona o consórcio? R= Consórcio é um sistema que reúne em grupo pessoas físicas e/ou jurídicas com interesse comum para compra de bens ou serviços, por meio de autofinanciamento, onde o valor

Leia mais

PRACTICO LIVE! FINANCEIRO CONFIGURAÇÕES BÁSICAS

PRACTICO LIVE! FINANCEIRO CONFIGURAÇÕES BÁSICAS PRACTICO LIVE! FINANCEIRO CONFIGURAÇÕES BÁSICAS Acessando Global -> Configuração Básica, temos: Assistente de Configuração A funcionalidade principal do Assistente é configurar as informações básicas para

Leia mais

treinamento REMATRÍCULA

treinamento REMATRÍCULA treinamento REMATRÍCULA SISTEMA SGE (SMART) Financeiro - FTC EAD PRÉ-REQUISITOS Computador conectado a INTERNET Acesso ao SGE (Smart) login e senha ativos. IMPRESSORA, cartucho, papel, envelope, cola,

Leia mais

Procedimento Quanto a Solicitação e Emissão de Cheque Avulso

Procedimento Quanto a Solicitação e Emissão de Cheque Avulso I - FINALIDADE: Informatizar o processo de solicitação e emissão de cheques avulsos, além de proporcionar maior segurança e sigilo das informações. II - ÂMBITO DE APLICAÇÃO: Este procedimento se aplica

Leia mais

Utility Systems FULL - Gestão 2.0 para gráficas, bureaus e acabamento

Utility Systems FULL - Gestão 2.0 para gráficas, bureaus e acabamento Utility Systems FULL - Gestão 2.0 para gráficas, bureaus e acabamento www.utility.com.br VISÃO GERAL O Utility é um aplicativo web, multiplataforma, que possui cinco módulos independentes capazes de oferecer

Leia mais

TERMO DE USO TERMOS DE USO DO CLIENTE

TERMO DE USO TERMOS DE USO DO CLIENTE TERMO DE USO TERMOS DE USO DO CLIENTE A) APLICABILIDADE 1. Os presentes termos de uso são aplicáveis aos Usuários da INTERNET POOL COMÉRCIO ELETRONICO LTDA, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 09.491.113/0001-01,

Leia mais

ÍNDICE. ISS Online. Guia do Usuário ÍNDICE

ÍNDICE. ISS Online. Guia do Usuário ÍNDICE Guia do Usuário ÍNDICE ÍNDICE Setembro /2009 www.4rsistemas.com.br 15 3262 8444 IDENTIFICAÇÃO E SENHA... 3 Sou localizado no município... 4 Não sou localizado no município... 4 ACESSO AO SISTEMA... 5 Tela

Leia mais

Manual de utilização do Relatório de Viagens

Manual de utilização do Relatório de Viagens Manual de utilização do Relatório de Viagens Os Módulos do Sistema de Relatório de Viagens foram criados tendo com base a Regulamentação de Viagem da MGS - Minas Gerais Administração e Serviços S/A (RG/AD/02/10ª).

Leia mais

INFORMAÇÕES SOBRE O USO DE CHEQUES

INFORMAÇÕES SOBRE O USO DE CHEQUES INFORMAÇÕES SOBRE O USO DE CHEQUES O cheque é uma ordem de pagamento à vista. Pode ser recebido diretamente na agência em que o emitente mantém conta ou depositado em outra agência, para ser compensado

Leia mais

TARIFAS BANCÁRIAS. Para abrir uma conta, os bancos exigem um depósito inicial, que varia conforme a instituição.

TARIFAS BANCÁRIAS. Para abrir uma conta, os bancos exigem um depósito inicial, que varia conforme a instituição. TARIFAS BANCÁRIAS A utilização de bancos é praticamente indispensável aos cidadãos. Contas e impostos, salários e seguros-desemprego são exemplos de transferência de dinheiro normalmente intermediada por

Leia mais

MANUAL DEVOLUÇÃO INTEGRADA

MANUAL DEVOLUÇÃO INTEGRADA MANUAL DEVOLUÇÃO INTEGRADA Atualizado em Janeiro/2016 1 INTRODUÇÃO As devoluções de mercadorias ocorrem de DUAS formas: A) Caixa Aberta. Significa devolução de um ou mais itens de um determinado pedido.

Leia mais

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços.

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. Módulo Gráfica: 1 Sumário: Tópico: Página: 2 Apresentação: O Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços ou SIG-ISS é um sistema

Leia mais

1223o TUTORIAL CADASTRO DE FINALIZADORAS. Realização: DEPARTAMENTO DE IMPLANTAÇÃO EQUIPE DE DOCUMENTAÇÃO

1223o TUTORIAL CADASTRO DE FINALIZADORAS. Realização: DEPARTAMENTO DE IMPLANTAÇÃO EQUIPE DE DOCUMENTAÇÃO 1223o TUTORIAL CADASTRO DE FINALIZADORAS Realização: DEPARTAMENTO DE IMPLANTAÇÃO EQUIPE DE DOCUMENTAÇÃO TUTORIAL CADASTRO DE FINALIZADORAS O objetivo deste tutorial é apresentar os procedimentos necessários

Leia mais

Sistema de Solicitação de Pagamento de Fornecedores

Sistema de Solicitação de Pagamento de Fornecedores 2014 Sistema de Solicitação Coordenação de Tecnologia da Informação e Comunicação FUNDEPAG 04/11/2014 Sumário 1- SPF Solicitação.... 3 1.1 Acesso ao sistema:... 3 1.2 Ferramentas do sistema:... 5 2- Abertura

Leia mais

Contas a Pagar - Política de Pagamentos a Fornecedores

Contas a Pagar - Política de Pagamentos a Fornecedores Contas a Pagar - Política de Pagamentos a Fornecedores Setembro / 2013 Bem vindo ao sistema de consultas de pagamentos da TOTVS S/A. Aqui você encontrará informações sobre condições de pagamentos, bem

Leia mais

Treinamento Sistema Folha Union Módulo III

Treinamento Sistema Folha Union Módulo III FOLHA DE PAGAMENTO MÓDULO III - MOVIMENTOS Folha Union> Vale transporte> Cadastro de tarifas Valor - Insira o valor atual e a data de vigência. Cadastre ou altere os tipos de transportes utilizados de

Leia mais

FINANCEIRO Manual OPERACIONAL

FINANCEIRO Manual OPERACIONAL SISTEMA DE GESTÃO HDIAS HAMILTON DIAS (31) 8829.9195 8540.8872 www.hdias.com.br hamilton-dias@ig.com.br FINANCEIRO Manual OPERACIONAL Pagina 2 de 14 ÍNDICE Receitas e Despesas... 3 Como Acessar... 3 Como

Leia mais

Manual de Procedimentos do Sistema BPM

Manual de Procedimentos do Sistema BPM Manual de Procedimentos do Sistema BPM (Versão 02 - Setembro/2014) 1 ÍNDICE SISTEMA BPM - BUSINESS PROCESS MANAGEMENT... 3 INTRODUÇÃO... 3 ACESSO AO SISTEMA... 3 Caixa de Entrada... 3 Cadastro da Solicitação...

Leia mais

SUA SENHA É SIGILOSA, PESSOAL E INTRANSFERÍVEL.

SUA SENHA É SIGILOSA, PESSOAL E INTRANSFERÍVEL. DÚVIDAS MAIS FREQUENTES - DO CLIENTE 1. Qual o procedimento para se cadastrar na Guia Eletrônica? - Rolar a página e procure pelo item Novo Cliente? - Escolher o perfil: Próprio Interessado: Pessoa Física

Leia mais

Servidores pensionistas do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais - IPSEMG

Servidores pensionistas do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais - IPSEMG PUBLICO ALVO Servidores pensionistas do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais - IPSEMG Para os casos de analfabetos e deficientes visuais, devemos seguir a regra abaixo: Até

Leia mais

Boletim Informativo Técnico BIT 004 08/2014

Boletim Informativo Técnico BIT 004 08/2014 PROCESSO DE CONTAGEM DE INVENTÁRIO FÍSICO Para um resultado satisfatório na execução da contagem do inventário físico é importante que os preparativos tenham início 30 dias antes da data programada para

Leia mais

Cadastros. Versão 2.0. Manual destinado à implantadores, técnicos do suporte e usuários finais

Cadastros. Versão 2.0. Manual destinado à implantadores, técnicos do suporte e usuários finais Cadastros Versão 2.0 Manual destinado à implantadores, técnicos do suporte e usuários finais Sumário Cadastro de Grupos de Usuário... 3 Cadastro de Usuários... 4 Cadastro de Clientes... 7 Cadastro de Empresas...

Leia mais

FUNDO DE APOIO A CULTURA DA SOJA MANUAL DE PRESTAÇÃO DE CONTAS 2009

FUNDO DE APOIO A CULTURA DA SOJA MANUAL DE PRESTAÇÃO DE CONTAS 2009 INTRODUÇÃO FUNDO DE APOIO A CULTURA DA SOJA 1.1 - Recomenda-se a leitura deste manual antes de utilizar os recursos concedidos pelo FACS. O manual está disponível no site http://www.facsmt.com.br. 1.2

Leia mais

CARTILHA PARA LOCAÇÃO DE IMÓVEL. Esta cartilha visa orientar e contribuir

CARTILHA PARA LOCAÇÃO DE IMÓVEL. Esta cartilha visa orientar e contribuir CARTILHA PARA LOCAÇÃO DE IMÓVEL Esta cartilha visa orientar e contribuir objetivamente as pessoas de um modo geral e aos nossos clientes candidatos a LOCATÁRIOS, informando o passo a passo,nahoradeselocarumimóvel.

Leia mais

Art. 3º A diária será devida pela metade nos seguintes casos:

Art. 3º A diária será devida pela metade nos seguintes casos: Orientações para Solicitação e Prestação de Contas de Diárias de acordo com o Decreto nº 3328-R, de 17 de junho de 2013. DIÁRIAS Diárias são indenizações pagas antecipadamente para cobrir despesas com

Leia mais

Banco Mundial. Capacitação em Gestão de Convênios e Projetos

Banco Mundial. Capacitação em Gestão de Convênios e Projetos Banco Mundial Capacitação em Gestão de Convênios e Projetos Versão: Agosto/2011 O QUE É O PROGRAMA PRODUZIR? O PRODUZIR é um programa do Governo do Estado da Bahia, coordenado pela CAR - Companhia de Desenvolvimento

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FIDELIDADE POSÉ DEPILAÇÃO EXPRESSA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FIDELIDADE POSÉ DEPILAÇÃO EXPRESSA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FIDELIDADE POSÉ DEPILAÇÃO EXPRESSA 1. Cadastro e Informações Gerais do Programa 1.1. O Programa Fidelidade Posé Depilação Expressa consiste em um programa de incentivo da Posé,

Leia mais

Cartão Consignado. Aposentados e Pensionistas do INSS

Cartão Consignado. Aposentados e Pensionistas do INSS Cartão Consignado Aposentados e Pensionistas do INSS Cartão Consignado INSS Regras Vigentes INSS Regras Vigentes Cartão exclusivo para compras (o saque é proibido). Temos que aguardar a manifestação do

Leia mais

MANUAL DO FRANQUEADO EXPRESSO GUANABARA

MANUAL DO FRANQUEADO EXPRESSO GUANABARA MANUAL DO FRANQUEADO EXPRESSO GUANABARA 1 MANUAL DO FRANQUEADO 2 Sumário 1. Solicitação do bilhete de passagem...4 2. Recebimento do bilhete de passagem...5 3. Sistema SRVP...5 3.1. Login...5 3.2. Modalidade

Leia mais

Relatórios. Financeiro... 3. Detalhes financeiros da classe... 3. Detalhes financeiros do plano... 4. Detalhes financeiros dos alunos...

Relatórios. Financeiro... 3. Detalhes financeiros da classe... 3. Detalhes financeiros do plano... 4. Detalhes financeiros dos alunos... Relatórios Financeiro... 3 Detalhes financeiros da classe... 3 Detalhes financeiros do plano... 4 Detalhes financeiros dos alunos... 5 Vencimento diferenciado... 6 Não emitir boleto... 7 Diferenças entre

Leia mais

ADIANTAMENTO E REEMBOLSO DE DESPESAS

ADIANTAMENTO E REEMBOLSO DE DESPESAS ADIANTAMENTO E REEMBOLSO DE DESPESAS NÚMERO CIR.FIN.MAT.0001 Elaborada em: 08/08/2011 Atualizada em: - Quant. Páginas DEPARTAMENTO DE ORIGEM Departamento Finanças 5 1 Objetivo Este documento tem como objetivo

Leia mais

1. PRAZOS... 1 2. SOLICITAÇÃO DE DEVOLUÇÃO... 1 3. MOTIVOS DE DEVOLUÇÃO... 2 4. TIPOS DE DEVOLUÇÃO...

1. PRAZOS... 1 2. SOLICITAÇÃO DE DEVOLUÇÃO... 1 3. MOTIVOS DE DEVOLUÇÃO... 2 4. TIPOS DE DEVOLUÇÃO... ÍNDICE 1. PRAZOS... 1 2. SOLICITAÇÃO DE DEVOLUÇÃO... 1 3. MOTIVOS DE DEVOLUÇÃO... 2 4. TIPOS DE DEVOLUÇÃO... 3 4.1. Integral ato da entrega... 3 4.2. Integral pós-recebimento... 3 4.3. Parcial pós-recebimento...

Leia mais

ÍNDICE. Operações com o Cartão Ticket Car...

ÍNDICE. Operações com o Cartão Ticket Car... ÍNDICE Operações com o Cartão Ticket Car... POS Ticket Car :... Funções... Mensagens... Terminal TEF: Ticket Car Novo... Funções... Mensagens... Transação de Venda Manual... Procedimento... Obter boleto...

Leia mais

Certidão Online Manual do Usuário

Certidão Online Manual do Usuário JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Certidão Online Manual do Usuário Versão 3.1 Lista de Tópicos - Navegação Rápida CADASTRANDO O USUÁRIO... 3 ACESSANDO O SISTEMA... 5 CERTIDAO SIMPLIFICADA NADA

Leia mais

1. Tela de Acesso pg. 2. 2. Cadastro pg. 3. 3. Abas de navegação pg. 5. 4. Abas dados cadastrais pg. 5. 5. Aba grupo de usuários pg.

1. Tela de Acesso pg. 2. 2. Cadastro pg. 3. 3. Abas de navegação pg. 5. 4. Abas dados cadastrais pg. 5. 5. Aba grupo de usuários pg. Sumário 1. Tela de Acesso pg. 2 2. Cadastro pg. 3 3. Abas de navegação pg. 5 4. Abas dados cadastrais pg. 5 5. Aba grupo de usuários pg. 6 6. Aba cadastro de funcionários pg. 7 7. Pedidos pg. 12 8. Cartões

Leia mais

Cobrança Itaú. Conheça como funciona o serviço de protesto de títulos.

Cobrança Itaú. Conheça como funciona o serviço de protesto de títulos. Cobrança Itaú Conheça como funciona o serviço de protesto de títulos. Para garantir uma gestão de Cobrança ainda mais eficiente, é preciso que você saiba como funciona o serviço de protesto de títulos

Leia mais

O SEU PROCESSODE SINISTROS

O SEU PROCESSODE SINISTROS O SEU PROCESSODE SINISTROS O SEU PROCESSO 1. Abertura 1.1. Entre em contato com a seguradora para realizar a abertura do sinistro (portando DOCUMENTO DO VEÍCULO + CNH) ou se preferir ligue para a gente

Leia mais

REGULAMENTO DO FASCAR CLUB - PROGRAMA DE FIDELIDADE FASCAR

REGULAMENTO DO FASCAR CLUB - PROGRAMA DE FIDELIDADE FASCAR REGULAMENTO DO FASCAR CLUB - PROGRAMA DE FIDELIDADE FASCAR 1. OBJETO 1.1. O Programa Fidelidade FASCAR CLUB consiste em um Programa de relacionamento com clientes da FASCAR, denominação doravante de Indústria

Leia mais

www.grupoequatorial.com.br

www.grupoequatorial.com.br Versão: 10 Data de Vigência: 30.01.2015 Página 1 de 5 1. Objetivo Este documento contém todas as informações necessárias para a concessão de empréstimos aos Servidores Públicos Estaduais do Governo do

Leia mais

REGULAMENTO. Capítulo 1º. Definições:

REGULAMENTO. Capítulo 1º. Definições: REGULAMENTO A OPERADORA E AGÊNCIA DE VIAGENS CVC TUR LTDA., o Presenteador e o Presenteado do VALE-VIAGEM CVC, a primeira, na qualidade de prestadora de serviços de turismo, e o segundo, aderindo às condições

Leia mais

Como Fazer o seu Pedido

Como Fazer o seu Pedido 1 Como Fazer o seu Pedido Agora que você já está cadastrado e sabe como acessar o seu escritório virtual, é muito importante que saiba como enviar seus pedidos. No tutorial Como Fazer o seu Cadastro você

Leia mais

Uma vez feito o pagamento você poderá enviar um e-mail ou fax com o comprovante para o seguinte:

Uma vez feito o pagamento você poderá enviar um e-mail ou fax com o comprovante para o seguinte: DEPARTAMENTO FINANCEIRO DA CORPORATE GIFTS O departamento financeiro da Corporate Gifts orgulha-se pela nossa capacidade de fornecer aos nossos clientes um serviço seguro, preciso e imediato. Será um prazer

Leia mais

REGULAMENTO DE OPERAÇÕES

REGULAMENTO DE OPERAÇÕES 1 GENERALIDADES As operações de crédito da Cooperativa serão realizadas dentro das normas fixadas pelo Estatuto Social, pelas normas legais, as do Banco Central do Brasil e por este Regulamento. 2 OBJETIVO

Leia mais

TERMO DE ADESÃO A CONTRATO DE OPERAÇÃO DE PLANO PRIVADO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE. Associado: Endereço: CNPJ: Inscrição Estadual: Representante legal:

TERMO DE ADESÃO A CONTRATO DE OPERAÇÃO DE PLANO PRIVADO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE. Associado: Endereço: CNPJ: Inscrição Estadual: Representante legal: TERMO DE ADESÃO A CONTRATO DE OPERAÇÃO DE PLANO PRIVADO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE Associado: Endereço: CNPJ: Inscrição Estadual: CEP: Telefone: Representante legal: RG: CPF: 1. Por este termo, o associado

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA ITAUCARD BUSINESS REWARDS

REGULAMENTO DO PROGRAMA ITAUCARD BUSINESS REWARDS REGULAMENTO DO PROGRAMA ITAUCARD BUSINESS REWARDS 1. DISPOSIÇÕES GERAIS a) Este Regulamento faz parte integrante do Contrato de Cartão de Crédito ( Contrato ) e regula as condições aplicáveis ao Programa

Leia mais

HB System - Sistema TRP

HB System - Sistema TRP HB System - Sistema TRP O sistema TRP é um sistema que tem por finalidade o lançamento e controle de despesas de viagens, feitos através de solicitações e reembolsos. Pode ser utilizado por todos os colaboradores

Leia mais

E m p r é s t i m o E cartão consignado direcionados a aposentados E pensionistas

E m p r é s t i m o E cartão consignado direcionados a aposentados E pensionistas Empréstimo e ca rt ã o c o n s i g n a d o d irec io na do s a apos e nta do s e pe ns io nis ta s Todo aquele que recebe benefícios de aposentadoria ou pensão por morte pagos pela Previdência Social,

Leia mais

Passo a passo Aditamento a contrato de financiamento/empréstimo pessoal cessão de direitos e obrigações.

Passo a passo Aditamento a contrato de financiamento/empréstimo pessoal cessão de direitos e obrigações. Passo a passo Aditamento a contrato de financiamento/empréstimo pessoal cessão de direitos e obrigações. Para dar início ao processo de transferência do contrato primeiramente é necessário preencher a

Leia mais

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO REGULAMENTO DA PROMOÇÃO A CONSTRUTORA Massai, empresa inscrita no CNPJ/MF sob o nº 01.295.921/0001-91, com sede na Av. Monteiro da Franca, Nº 1092, CEP 58038-20 - bairro Manaíra, em JOÃO PESSOA /PB, realizará

Leia mais

Gerencial Software MANUAL DO USUÁRIO 1

Gerencial Software MANUAL DO USUÁRIO 1 MANUAL DO USUÁRIO 1 SUMÁRIO Tela de Login... 3 Telas de Atualização e Informação... 3 Cadastro de Clientes... 7 Cadastro de Grupos... 7 Cadastro de Subgrupos... 8 Cadastro de Fornecedores... 8 Cadastro

Leia mais

Realizando Vendas no site do Cartão BNDES

Realizando Vendas no site do Cartão BNDES Realizando Vendas no site do Cartão BNDES Fornecedor Atualizado em 16/07/2013 Pág.: 1/23 Introdução Este manual destina-se a orientar os fornecedores que irão registrar as vendas no site do Cartão BNDES,

Leia mais

RESOLUÇÃO CNSP N o 296, DE 2013.

RESOLUÇÃO CNSP N o 296, DE 2013. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS RESOLUÇÃO CNSP N o 296, DE 2013. Dispõe sobre as regras e os critérios para operação do seguro de garantia estendida, quando da aquisição de

Leia mais

RO Roteiro Operacional Marinha do Brasil Área responsável: Gerência de Produtos Consignados

RO Roteiro Operacional Marinha do Brasil Área responsável: Gerência de Produtos Consignados MARINHA DO BRASIL RO. 03.03 Versão: 38 Exclusivo para Uso Interno RO Roteiro Operacional Marinha do Brasil Área responsável: Gerência de Produtos Consignados 1. PÚBLICO ALVO E REGRAS BÁSICAS Categorias

Leia mais

Aquisição de Créditos Eletrônicos. lojavirtual@sptrans.com.br

Aquisição de Créditos Eletrônicos. lojavirtual@sptrans.com.br Loja Virtual Aquisição de Créditos Eletrônicos 1 lojavirtual@sptrans.com.br O que é a Loja Virtual Ferramenta que possibilita a aquisição de créditos eletrônicos diretamente pelo site da SPTrans. 2 Quem

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA SERVELOJA

MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA SERVELOJA MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA SERVELOJA A Serveloja soluções empresariais é uma empresa de tecnologia, especialista em consultoria, serviços financeiros e softwares. Disponibilizamos diversas soluções de cobranças

Leia mais

Manual de Recursos Humanos

Manual de Recursos Humanos Manual de Recursos Humanos Associação dos Amigos do Paço das Artes Francisco Matarazzo Sobrinho Organização Social de Cultura 1 Finalidade: Disponibilizar princípios básicos de gestão de pessoal que devem

Leia mais

Manual CORP Microlins Dinâmica

Manual CORP Microlins Dinâmica Manual CORP Microlins Dinâmica Índice 1. Acesso ao CORP 2. Cadastro de Colaborador 1. Dados 2. Endereço 3. Telefone 4. E-mail 5. Franquias vinculadas 6. Cursos 7. Permissões 3. Cadastro de Recesso 4. Cadastro

Leia mais

O C artão d o S ervidor PR P E R F E EI E TUR U A R A MU M N U I N CI C PA P L A L DE D E LOND N R D I R NA N

O C artão d o S ervidor PR P E R F E EI E TUR U A R A MU M N U I N CI C PA P L A L DE D E LOND N R D I R NA N O Cartão do Servidor PREFEITURA MUNICIPAL DE LONDRINA Cartão BMG Card O BMG Card é um cartão de crédito com bandeira MasterCard, direcionado aos Servidores Públicos Estatutários do Governo de Santa Catarina,

Leia mais

www.grupoequatorial.com.br

www.grupoequatorial.com.br Versão: 1 Data de Vigência: 10.10.2013 Página 1 de 6 1. Objetivo Este documento contém todas as informações necessárias para a concessão de empréstimos aos Servidores Públicos Estaduais do Governo de Minas

Leia mais

MÓDULO COMERCIAL. OBJETIVO: Feito para gerenciar entrada e saída de notas, caixa, estoque. SAÍDAS clique na aba que deseja cadastrar ou

MÓDULO COMERCIAL. OBJETIVO: Feito para gerenciar entrada e saída de notas, caixa, estoque. SAÍDAS clique na aba que deseja cadastrar ou MÓDULO COMERCIAL OBJETIVO: Feito para gerenciar entrada e saída de notas, caixa, estoque. SAÍDAS clique na aba que deseja cadastrar ou consultar. Em Devolução de Compras, usado para realizar uma devolução

Leia mais

REGULAMENTO. Presenteador: É a pessoa física ou jurídica que adquire o VALE-VIAGEM CVC, mediante a compra direta de cargas de valores.

REGULAMENTO. Presenteador: É a pessoa física ou jurídica que adquire o VALE-VIAGEM CVC, mediante a compra direta de cargas de valores. REGULAMENTO A CVC BRASIL OPERADORA E AGÊNCIA DE VIAGENS S.A., o Presenteador e o Presenteado do VALE-VIAGEM CVC, a primeira, na qualidade de prestadora de serviços de turismo, e o segundo, aderindo às

Leia mais

ROTEIRO OPERACIONAL - PORTOCRED EMPRÉSTIMO PESSOAL COM GARANTIA DE CHEQUE I - Site Portocred

ROTEIRO OPERACIONAL - PORTOCRED EMPRÉSTIMO PESSOAL COM GARANTIA DE CHEQUE I - Site Portocred I - Site Portocred Para acessar o site Portocred, devemos entrar no link: extranet.portocred.com.br/cp e após clicar na opção Crédito Pessoal Perto Check. *Lançar o usuário e a senha que serão informadas

Leia mais

a) Após o pagamento da primeira parcela do plano Sócio-Torcedor, o portador do cartão deverá retirar o Cartão Sócio Torcedor na bilheteria.

a) Após o pagamento da primeira parcela do plano Sócio-Torcedor, o portador do cartão deverá retirar o Cartão Sócio Torcedor na bilheteria. Regras Gerais a) Após o pagamento da primeira parcela do plano Sócio-Torcedor, o portador do cartão deverá retirar o Cartão Sócio Torcedor na bilheteria. b) Para acessar o estádio, o Sócio-Torcedor precisa

Leia mais

Definição: Documentação que comprova os atos e fatos que originam o lançamento na escrituração contábil da entidade Ministério da Previdência Social.

Definição: Documentação que comprova os atos e fatos que originam o lançamento na escrituração contábil da entidade Ministério da Previdência Social. Definição: Documentação que comprova os atos e fatos que originam o lançamento na escrituração contábil da entidade Ministério da Previdência Social. Documentos que possuem validade fiscal perante o fisco

Leia mais