NIP Não Assistencial

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "NIP Não Assistencial"

Transcrição

1 NIP Não Assistencial Beneficiário NIP Operadoras ANS

2 Objetivos da apresentação Temas que são analisados no âmbito da NIP não assistencial Identificação dos elementos e documentos necessários nas respostas encaminhadas pelas operadoras Esclarecimento de dúvidas

3 Resultado das Análises Fiscalizatórias 15/2/2016 até 14/4/2016 Resultado da Análise Qtd. % Total Dados Insuficientes 21 1,21% Beneficiário não pertente à Operadora 28 1,61% NIP NÃO ASSISTENCIAL Resolvida (RVE) 55 3,16% Duplicidade 66 3,79% Não Procedente ,13% NIP NÃO ASSISTENCIAL Não Resolvida (Núcleo) ,11% 3

4 Temas, elementos e documentos

5 Tema: MENSALIDADE E REAJUSTE Informações Código de Controle Operacional - CCO Motivo do reajuste Valores das mensalidades exigidos Objeto de Identificação Tipo de contratação a que está vinculado o beneficiário Efetivo registro do beneficiário na ANS Tipo de reajuste que foi aplicado (faixa etária / custos / sinistralidade) Percentual de correção aplicado no período em análise Motivo da cobrança encaminhada ao beneficiário

6 Tema: MENSALIDADE E REAJUSTE Contratação : Individual (Hospitalar + Ambulatorial) Tipo de reajuste : Custos Objeto de avaliação artigo 10 da RN 171/2008 Documentos Necessários Comunicação ao beneficiário artigo 9 da RN 171/2008 Ficha Financeira artigo 12 da RN 171/2008 Contrato e aditivos

7 Tema: MENSALIDADE E REAJUSTE Contratação : Coletiva (Hospitalar + Ambulatorial) Tipo de reajuste : Custos / Sinistralidade Objeto de avaliação Documentos Necessários artigo 16 da RN 171/2008 Cumprimento do contrato Cópia da primeira fatura do mês de reajuste Contrato e aditivos + memória de cálculo artigo 13 da RN 171/2008 Código utilizado para comunicação artigo 20 da RN 195/2009 Enquadramento na RN 309/2012 Faturamento do contrato coletivo com período que compreenda o reajuste questionado, incluindo todos os beneficiários, planos e valores Atendimento na RN 309/2012 Enquadramento na RN 309/2012 (Contrato ou Aditivo)

8 Tema: DOCUMENTOS DE ENTREGA OBRIGATÓRIA Informações Objeto de Identificação Data de início de vigência do vínculo Código de Controle Operacional CCO Tipo de contratação a que está vinculado o beneficiário Código do Produto

9 Tema: DOCUMENTOS DE ENTREGA OBRIGATÓRIA Contratação : Individual / Coletiva Objeto de avaliação Documentos Necessários Condições da contratação Proposta de Adesão, contrato e aditivos

10 Tema: SUSPENSÃO E RESCISÃO CONTRATUAL Informações Objeto de Identificação Data de cancelamento Código de Controle Operacional CCO Tipo de contratação a que está vinculado o beneficiário Código do Produto

11 Tema: SUSPENSÃO E RESCISÃO CONTRATUAL Contratação Tipo : Coletivo Empresarial : Exclusão de Beneficiário Objeto de avaliação Cumprimento do contrato Documentos Necessários Contrato e aditivos artigo 11 da RN 279/2011 artigo 18 da RN 195/2009 Comprovação do pedido de exclusão pela Pessoa Jurídica contratante artigo 12 da RN 279/2011 Comprovação da Comunicação ao beneficiário de opção de manutenção no plano

12 Tema: SUSPENSÃO E RESCISÃO CONTRATUAL Contratação Tipo : Coletivo Empresarial : Rescisão do Contrato Objeto de avaliação Documentos Necessários Cumprimento do Contrato Documento de Adesão, Contrato e Aditivos artigo 17 da RN 195/2009 Comprovação da Comunicação

13 Tema: SUSPENSÃO E RESCISÃO CONTRATUAL Contratação Tipo : Individual / Familiar Regulamentado : Rescisão por inadimplência Objeto de avaliação Documentos Necessários Cumprimento do contrato Documento de Adesão, Contrato e Aditivos artigo 13, único, inciso II da Lei 9656/98 Cópia da Notificação de Inadimplência Relatório financeiro dos últimos 12 meses anteriores à rescisão de contrato, com identificação das datas de vencimento e de pagamento de cada mensalidade e prazo de inadimplência Atendimento da Súmula 28/2015 Cópia da Comunicação

14 Tema: SUSPENSÃO E RESCISÃO CONTRATUAL Contratação Tipo : Individual / Familiar não Regulamentado : Rescisão Objeto de avaliação Documentos Necessários Cumprimento do contrato Documento de Adesão, Contrato e Aditivos

15 Tema: GERENCIAMENTO DE AÇÕES DE SAÚDE (Mecanismo de Regulação) Informações Objeto de Identificação Data de início de vigência Código de Controle Operacional - CCO Tipo de contratação a que está vinculado o beneficiário Código do Produto

16 Tema: GERENCIAMENTO DE AÇÕES DE SAÚDE (Mecanismo de Regulação) Tipo: Valor de Coparticipação Objeto de avaliação Cumprimento do Contrato referente aos valores exigidos do beneficiário Documentos Necessários Documento de Adesão, Contrato e Aditivos Relação de procedimentos referentes à exigência de coparticipação, identificando: procedimento, data de realização e valor de coparticipação Cumprimento do Contrato referente aos % exigidos do beneficiário artigo 2º, inciso VII, da CONSU 8/1998 Relação das cobranças do prestador de serviços ou contrato firmado com o prestador de serviços

17 Tema: Reembolso (valores) Informações Objeto de Identificação Data de início de vigência Código de Controle Operacional - CCO Tipo de contratação a que está vinculado o beneficiário Produto possui previsão de reembolso por livre escolha

18 Tema: Reembolso (valores) Objeto de avaliação Identificação do cumprimento do contrato Documentos Necessários Comprovação da data do pagamento Identificação das condições de garantia de reembolso Atendimento ao Tema IX do Anexo I da IN 23 Contrato e aditivos Identificação do cumprimento das condições contratadas para efetivação do pagamento do reembolso Memória de cálculo do reembolso Identificação dos procedimentos Identificação da obrigação de garantia de cobertura Documentos apresentados no pedido do reembolso

19 Obrigado! Disque ANS: ansreguladora ans_reguladora 19

PERGUNTAS E RESPOSTAS RN 309/2012

PERGUNTAS E RESPOSTAS RN 309/2012 PERGUNTAS E RESPOSTAS RN 309/2012 01 - Qual a finalidade do agrupamento de contratos? O agrupamento de contratos visa o cálculo e aplicação de um reajuste único, com a finalidade de promover a distribuição

Leia mais

FICHAS TÉCNICAS INDICADORES DOS INDICADORES DO ÍNDICE DE RECLAMAÇÃO

FICHAS TÉCNICAS INDICADORES DOS INDICADORES DO ÍNDICE DE RECLAMAÇÃO FICHAS TÉCNICAS INDICADORES DOS INDICADORES DO ÍNDICE DE RECLAMAÇÃO 1) ÍNDICE GERAL DE RECLAMAÇÕES (IGR) Conceito Número médio de reclamações de beneficiários de planos privados de saúde, que recorreram

Leia mais

Saúde Ocupacional e Regulamentação dos Planos de Saúde

Saúde Ocupacional e Regulamentação dos Planos de Saúde Saúde Ocupacional e Regulamentação dos Planos de Saúde Regulamentação dos planos Resolução CONSU 10 Art. 2º, 2º Nos contratos de planos coletivos, não é obrigatória a cobertura para os procedimentos relacionados

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR ANS EXTRATO DO TERMO DE COMPROMISSO Nº 015/2009

MINISTÉRIO DA SAÚDE AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR ANS EXTRATO DO TERMO DE COMPROMISSO Nº 015/2009 MINISTÉRIO DA SAÚDE AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR ANS EXTRATO DO TERMO DE COMPROMISSO Nº 015/2009 Nº processo: 33902.047589/2009-41 Espécie: termo de compromisso celebrado entre a pessoa jurídica

Leia mais

OFICINA Resolução Normativa RN n 388/2015

OFICINA Resolução Normativa RN n 388/2015 OFICINA Resolução Normativa RN n 388/2015 O que apresentamos aqui? Aspectos operacionais da Resolução Normativa - RN que estabelece os procedimentos adotados pela ANS para estruturação e realização de

Leia mais

Jogada Certa. Ampliando conhecimentos sobre Saúde Suplementar

Jogada Certa. Ampliando conhecimentos sobre Saúde Suplementar Jogada Certa Ampliando conhecimentos sobre Saúde Suplementar Verdadeiro ou Falso Dados da Saúde Suplementar De acordo com os dados do IBGE, do ano de 2013, o Brasil ultrapassou o número de 200 milhões

Leia mais

Manual de Orientação para contratação de planos de saúde

Manual de Orientação para contratação de planos de saúde Manual de Orientação para contratação de planos de saúde nós somos a casembrapa Funcionamento de um plano de autogestão: Somos uma operadora de saúde de autogestão. Uma entidade sem fins lucrativos, mantida

Leia mais

1ª Reunião da CT sobre Monitoramento do Relacionamento entre OPS e Prestadores. Rio de Janeiro, 10/09/2013

1ª Reunião da CT sobre Monitoramento do Relacionamento entre OPS e Prestadores. Rio de Janeiro, 10/09/2013 1ª Reunião da CT sobre Monitoramento do Relacionamento entre OPS e Prestadores Rio de Janeiro, 10/09/2013 Agenda Organização e Escopo da CT Conceitos Novo Monitoramento Encaminhamentos 2 Organização: Organização

Leia mais

a) prazo máximo de trezentos dias para partos a termo;

a) prazo máximo de trezentos dias para partos a termo; Curso de Extensão Projeto Conhecimento sem Fronteiras Direito do Consumidor e os Planos de Saúde Titulo V Das Carências dos Planos de Saúde Capítulo I Carências Gerais Todo e qualquer plano de saúde obrigatoriamente

Leia mais

1. INFORMAÇÕES SOBRE TRANSFERÊNCIAS MEDIANTE CONVÊNIO, CONTRATO DE REPASSE E OUTROS

1. INFORMAÇÕES SOBRE TRANSFERÊNCIAS MEDIANTE CONVÊNIO, CONTRATO DE REPASSE E OUTROS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RN PRÓ-REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO 1. INFORMAÇÕES SOBRE TRANSFERÊNCIAS MEDIANTE CONVÊNIO, CONTRATO DE

Leia mais

MPS. Manual de Orientação para Contratação de Planos de Saúde ANEXO I SÃO PAULO ANS N 31004-2 PLANOS ODONTOLÓGICOS

MPS. Manual de Orientação para Contratação de Planos de Saúde ANEXO I SÃO PAULO ANS N 31004-2 PLANOS ODONTOLÓGICOS MPS ANEXO I Manual de Orientação para Contratação de Planos de Saúde ANS N 31004-2 SÃO PAULO PLANOS ODONTOLÓGICOS 1 ANEXO I UNIODONTO DE SÃO PAULO SÃO PAULO PLANOS ODONTOLÓGICOS CNPJ: 51.701.878/0001-95

Leia mais

Desafios da Auditoria de OPMES em Centro Cirúrgico. Como Fazer? Uberaba MG 295.988 habitantes IBGE

Desafios da Auditoria de OPMES em Centro Cirúrgico. Como Fazer? Uberaba MG 295.988 habitantes IBGE Desafios da Auditoria de OPMES em Centro Cirúrgico. Como Fazer? Uberaba MG 295.988 habitantes IBGE Caracterização da Unimed Uberaba Clientes: 60.118 Sinistralidade: 69,37% Cooperados: 543 Colaboradores:

Leia mais

Regulamento de Atendimento, Cobrança e Oferta Conjunta dos Serviços de Telecomunicações. Superintende Executiva (SUE)

Regulamento de Atendimento, Cobrança e Oferta Conjunta dos Serviços de Telecomunicações. Superintende Executiva (SUE) Regulamento de Atendimento, Cobrança e Oferta Conjunta dos Serviços de Telecomunicações Diretrizes do Regulamento i. Enunciação de regras harmônicas de atendimento e cobrança; ii. Facilitar a compreensão

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 309, DE 24 DE OUTUBRO DE 2012 CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 309, DE 24 DE OUTUBRO DE 2012 CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 309, DE 24 DE OUTUBRO DE 2012 Dispõe sobre o agrupamento de contratos coletivos de planos privados de assistência à saúde para fins de cálculo e aplicação de reajuste. [correlações]

Leia mais

Informações sobre Beneficiários, Operadoras e Planos

Informações sobre Beneficiários, Operadoras e Planos Gerência de Produção de Informação GEPIN/GGSIS/DIDES Informações sobre Beneficiários, Operadoras e Planos DADOS DO SETOR EDIÇÃO: JUNHO/2005 COMPETÊNCIA: MARÇO/2005 O Caderno de Informações de Beneficiários,

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE PLANOS DE SAÚDE

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE PLANOS DE SAÚDE MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE PLANOS DE SAÚDE Manual de Orientação para Contratação de Planos de Saúde Diferenças entre planos individuais e coletivos Operadora: MetLife Planos Odontológicos

Leia mais

esocial Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (Decreto nº 8.373, 11/12/2014 )

esocial Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (Decreto nº 8.373, 11/12/2014 ) O que é o? esocial Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (Decreto nº 8.373, 11/12/2014 ) É um projeto do governo federal que vai unificar o envio de informações

Leia mais

BB SEGURO CRÉDITO PROTEGIDO

BB SEGURO CRÉDITO PROTEGIDO BB SEGURO CRÉDITO PROTEGIDO Contrato de Seguro Processo SUSEP Nº 15414.003063/2009-70 COMPANHIA DE SEGUROS ALIANÇA DO BRASIL - CNPJ: 28.196.889/0001-43 Serviço de Atendimento aos Clientes (SAC): 0800 729

Leia mais

SulAmérica Saúde - PME (de 03 a 29 vidas) Proposta de Seguro

SulAmérica Saúde - PME (de 03 a 29 vidas) Proposta de Seguro SulAmérica Saúde - PME (de 03 a 29 vidas) Proposta de Seguro Regra Flex: Sim Não - Nº da proposta de Odonto: 01-Razão Social Proposta nº: Contrato nº: 02-Nome Fantasia 03-Dados Bancários da Empresa (preenchimento

Leia mais

Instrumento de Comercialização de Planos de Saúde

Instrumento de Comercialização de Planos de Saúde De 30 à 99 vidas Sem Coparticipação 1. DAS PARTES: 1.1. Celebra(m) o presente instrumento, na qualidade de CONTRATANTE(S), a(s) pessoa(s) jurídica(s) abaixo qualificada(s): RAZÃO SOCIAL: NOME FANTASIA:

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 47, DE 4 DE DEZEMBRO DE 2014

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 47, DE 4 DE DEZEMBRO DE 2014 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 47, DE 4 DE DEZEMBRO DE 2014 Altera a Instrução Normativa - IN n.º 13, de 21 de junho de 2006, da Diretoria de Normas e Habilitação dos Produtos - DIPRO, que define os procedimentos

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA JUSTIÇA E DA DEFESA DA CIDADANIA FUNDAÇÃO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR PROCON-SP

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA JUSTIÇA E DA DEFESA DA CIDADANIA FUNDAÇÃO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR PROCON-SP GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA JUSTIÇA E DA DEFESA DA CIDADANIA FUNDAÇÃO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR PROCON-SP CEDUST OUTUBRO / 2013 REGULAMENTO DE ATENDIMENTO, COBRANÇA E OFERTA A

Leia mais

TERMO ADITIVO A CONTRATO DE PLANO DE SAÚDE PLANO COLETIVO EMPRESARIAL CONTRATADA CLASSIFICAÇÃO: COOPERATIVA MÉDICA REG. ANS N 34.

TERMO ADITIVO A CONTRATO DE PLANO DE SAÚDE PLANO COLETIVO EMPRESARIAL CONTRATADA CLASSIFICAÇÃO: COOPERATIVA MÉDICA REG. ANS N 34. TERMO ADITIVO A CONTRATO DE PLANO DE SAÚDE Cuiabá PLANO COLETIVO EMPRESARIAL CONTRATADA EMPRESA: UNIMED CUIABÁ COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO CLASSIFICAÇÃO: COOPERATIVA MÉDICA REG. ANS N 34.208-4 CGC:

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE AJ USTE DE CONDUTA Nº 001/2003

TERMO DE COMPROMISSO DE AJ USTE DE CONDUTA Nº 001/2003 TERMO DE COMPROMISSO DE AJ USTE DE CONDUTA Nº 001/2003 Pelo presente instrumento, por um lado a Agência Nacional de Saúde Suplementar, pessoa jurídica de direito público, autarquia especial vinculada ao

Leia mais

GRUPO ATUARIAL. 1. A Norma Derivada nº 11 afeta a Gestão da OPS ou da Prestação de Serviço? Quais os complementos e limites recomendados?

GRUPO ATUARIAL. 1. A Norma Derivada nº 11 afeta a Gestão da OPS ou da Prestação de Serviço? Quais os complementos e limites recomendados? GRUPO ATUARIAL 1. A Norma Derivada nº 11 afeta a Gestão da OPS ou da Prestação de Serviço? Quais os complementos e limites recomendados? Frente aos parâmetros atuais, quais sejam: I Falta ou insuficiência

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº XXXX, DE XX DE XXXXXX DE 2015

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº XXXX, DE XX DE XXXXXX DE 2015 RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº XXXX, DE XX DE XXXXXX DE 2015 Dispõe sobre o atendimento das Operadoras de Planos Privados de Assistência à Saúde Operadoras às solicitações de garantia de cobertura assistencial

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe confere o art. 87, inciso V, da Constituição Estadual,

O GOVERNADOR DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe confere o art. 87, inciso V, da Constituição Estadual, Dispõe sobre a reavaliação e a renegociação dos contratos em vigor e das licitações em curso, no âmbito dos órgãos e entidades da Administração Pública Estadual. O GOVERNADOR DO ESTADO DO PARANÁ, no uso

Leia mais

INSTRUÇÃO CONJUNTA Nº. 2, DE XXX DE XXXXXXXXXX DE 2016.

INSTRUÇÃO CONJUNTA Nº. 2, DE XXX DE XXXXXXXXXX DE 2016. INSTRUÇÃO CONJUNTA Nº. 2, DE XXX DE XXXXXXXXXX DE 2016. Estabelece as regras a serem observadas pelas sociedades seguradoras e entidades fechadas de previdência complementar para transferência de riscos

Leia mais

Cadastro do prestador

Cadastro do prestador Cadastro do prestador Objetivo Apresentar as alterações no cadastro de prestador no SOC. Busca de Preço RN 305 Comunicação TUSS Vinculação de Guias TUSS - Diárias, taxas e gases medicinais A partir da

Leia mais

Outras Alterações ao Código do Trabalho

Outras Alterações ao Código do Trabalho Outras Alterações ao Código do Trabalho CLÁUDIA DO CARMO SANTOS de de 2012 ÍNDICE CONTRATO DE TRABALHO DE MUITO CURTA DURAÇÃO COMISSÃO DE SERVIÇO TRABALHO SUPLEMENTAR OBRIGAÇÕES DE COMUNICAÇÃO À ACT RENOVAÇÃO

Leia mais

Afrânio Ferreira da Silva

Afrânio Ferreira da Silva Afrânio Ferreira da Silva Colaborador da Unimed Goiânia desde junho/1993, com atuação em vários de setores da cooperativa. Gerente de Mercado desde novembro/2008. Formado em Administração de Empresas com

Leia mais

RESULTADOS ECONÔMICOS DOS PLANOS DE SAÚDE MÉDICOS * #

RESULTADOS ECONÔMICOS DOS PLANOS DE SAÚDE MÉDICOS * # RESULTADOS ECONÔMICOS DOS PLANOS DE SAÚDE MÉDICOS * # Rodrigo Mendes Leal 1 e João Boaventura Branco de Matos 2 1. Economista do BNDES, Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental pela ENAP/MP

Leia mais

MANUAL DO PROGRAMA DE INCENTIVO AO DESLIGAMENTO VOLUNTÁRIO PIDV ELETROBRAS ELETRONORTE

MANUAL DO PROGRAMA DE INCENTIVO AO DESLIGAMENTO VOLUNTÁRIO PIDV ELETROBRAS ELETRONORTE MANUAL DO PROGRAMA DE INCENTIVO AO DESLIGAMENTO VOLUNTÁRIO PIDV Julho, 2011 O calendário de implantação do Programa de Incentivo ao Desligamento Voluntário PIDV, da Eletrobras Eletronorte, foi aprovado

Leia mais

Regulamento OFERTA VELOX 3G DESCONTO OI

Regulamento OFERTA VELOX 3G DESCONTO OI Regulamento OFERTA VELOX 3G DESCONTO OI TNL PCS S.A., sociedade anônima, autorizatária para a exploração do Serviço Móvel Pessoal (SMP), com sede na Cidade do Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro,

Leia mais

Parceiros da Cidadania Acordo de Cooperação ANS PROCON/MA. São Luis, 14/12/2012

Parceiros da Cidadania Acordo de Cooperação ANS PROCON/MA. São Luis, 14/12/2012 Parceiros da Cidadania Acordo de Cooperação ANS PROCON/MA São Luis, 14/12/2012 Agência Nacional de Saúde Suplementar - ANS Agência reguladora do Governo Federal, vinculada ao Ministério da Saúde. Atua

Leia mais

DIVULGADA EM: 12/02/2016 VALORES VIGENTES A PARTIR DE: 28/03/2016 SERVIÇOS ESSENCIAIS

DIVULGADA EM: 12/02/2016 VALORES VIGENTES A PARTIR DE: 28/03/2016 SERVIÇOS ESSENCIAIS ESSENCIAIS CARTÃO DÉBITO SAQUE TRANSFERÊNCIAS EXTRATO CONSULTAS CHEQUES Fornecimento de cartão com função débito. Fornecimento de segunda via do cartão, exceto nos casos de pedidos de reposição formulados

Leia mais

MANUAL PARA PREENCHIMENTO DE GUIA DE TRATAMENTO ODONTOLÓGICO DENTALPREV - PADRÃO TISS. Atenção: Os campos em branco são de preenchimento obrigatório.

MANUAL PARA PREENCHIMENTO DE GUIA DE TRATAMENTO ODONTOLÓGICO DENTALPREV - PADRÃO TISS. Atenção: Os campos em branco são de preenchimento obrigatório. MANUAL PARA PREENCHIMENTO DE GUIA DE TRATAMENTO ODONTOLÓGICO DENTALPREV - PADRÃO TISS Atenção: Os campos em branco são de preenchimento obrigatório. Instruções: Número do campo Nome do campo Descrição

Leia mais

ORIENTAÇÕES ASSISTÊNCIA À SAÚDE SUPLEMENTAR. A assistência à Saúde Suplementar é o Subsídio oferecido pela União, conforme Portaria

ORIENTAÇÕES ASSISTÊNCIA À SAÚDE SUPLEMENTAR. A assistência à Saúde Suplementar é o Subsídio oferecido pela União, conforme Portaria ORIENTAÇÕES ASSISTÊNCIA À SAÚDE SUPLEMENTAR A assistência à Saúde Suplementar é o Subsídio oferecido pela União, conforme Portaria Normativa/SRH-MP nº 5 de 11/10/2010, para o custeio das despesas com o

Leia mais

EDITAL Nº 0021/2014 DE ABERTURA DE PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA BOLSA NO MESTRADO DESTINADO AOS PROFESSORES DO CENTRO UNIVERSITÁRIO EURO-AMERICANO

EDITAL Nº 0021/2014 DE ABERTURA DE PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA BOLSA NO MESTRADO DESTINADO AOS PROFESSORES DO CENTRO UNIVERSITÁRIO EURO-AMERICANO EDITAL Nº 0021/2014 DE ABERTURA DE PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA BOLSA NO MESTRADO DESTINADO AOS PROFESSORES DO CENTRO UNIVERSITÁRIO EURO-AMERICANO A Magnífica Senhora Reitora do CENTRO UNIVERSITÁRIO

Leia mais

Destaques Bradesco Saúde

Destaques Bradesco Saúde Destaques Bradesco Saúde Presença Nacional Consolidou a liderança do mercado brasileiro de saúde suplementar (em faturamento e em beneficiários) em 2014 12,4% de todas as operadoras de planos e seguros

Leia mais

NIP ASSISTENCIAL: CLASSIFICAÇÃO E PRINCIPAIS DÚVIDAS ANÁLISE FISCALIZATÓRIA. consumidor NIP. operadoras ANS

NIP ASSISTENCIAL: CLASSIFICAÇÃO E PRINCIPAIS DÚVIDAS ANÁLISE FISCALIZATÓRIA. consumidor NIP. operadoras ANS NIP ASSISTENCIAL: DADOS DE CLASSIFICAÇÃO E PRINCIPAIS DÚVIDAS NA ANÁLISE FISCALIZATÓRIA consumidor NIP operadoras ANS Objetivos da apresentação caracterizar as demandas NIP por classificação e subtemas

Leia mais

NÚMEROS DO SISTEMA UNIMED FERRAMENTAS DE INTERCÂMBIO RANKING DE INTERCÂMBIO

NÚMEROS DO SISTEMA UNIMED FERRAMENTAS DE INTERCÂMBIO RANKING DE INTERCÂMBIO Ranking do Intercâmbio Eletrônico Thiago Trevisan Agenda NÚMEROS DO SISTEMA UNIMED FERRAMENTAS DE INTERCÂMBIO RANKING DE INTERCÂMBIO Números do Sistema Unimed Sistema Unimed Presente em 83% dos Municípios

Leia mais

CIRCULAR SUSEP N o 239, de 22 de dezembro de 2003(*)

CIRCULAR SUSEP N o 239, de 22 de dezembro de 2003(*) CIRCULAR SUSEP N o 239, de 22 de dezembro de 2003(*) Altera e consolida as normas que dispõem sobre o pagamento de prêmios relativos a contratos de seguros de danos. O SUPERINTENDENTE DA SUPERINTENDÊNCIA

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO DO PEDIDO DE CANCELAMENTO OU EXCLUSÃO DE BENEFICIÁRIOS DE PLANOS DE SAÚDE Principais Contribuições. Câmara Técnica 3ª reunião

REGULAMENTAÇÃO DO PEDIDO DE CANCELAMENTO OU EXCLUSÃO DE BENEFICIÁRIOS DE PLANOS DE SAÚDE Principais Contribuições. Câmara Técnica 3ª reunião REGULAMENTAÇÃO DO PEDIDO DE CANCELAMENTO OU EXCLUSÃO DE BENEFICIÁRIOS DE PLANOS DE SAÚDE Principais Contribuições Câmara Técnica 3ª reunião PRINCIPAIS CONTRIBUIÇÕES Entidades que enviaram contribuições

Leia mais

TREINAMENTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CONVÊNIOS E TOMADA DE CONTAS ESPECIAL - TCE

TREINAMENTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CONVÊNIOS E TOMADA DE CONTAS ESPECIAL - TCE TREINAMENTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CONVÊNIOS E TOMADA DE CONTAS ESPECIAL - TCE Regulamentos relacionados Resolução Confea nº 1.032/11; Portaria Interministerial nº 127/08; Portaria Interministerial nº

Leia mais

Orientações para o Estágio

Orientações para o Estágio Orientações para o Estágio DIREC 2015 Câmpus Guarapuava LEI Nº 11.788, DE 25 DE SETEMBRO DE 2008 Estágio Disponível em: http://www.utfpr.edu.br/estrutura-universitaria/proreitorias/prograd/legislacao/arquivos/lei11788_estagio.pdf

Leia mais

1 - DO PROGRAMA 2 DA REGULARIZAÇÃO DA RENOVAÇÃO DO FIES

1 - DO PROGRAMA 2 DA REGULARIZAÇÃO DA RENOVAÇÃO DO FIES EDITAL DE ADITAMENTO DO FINANCIAMENTO ESTUDANTIL 2011/2º 1 - DO PROGRAMA (Somente para os contratos firmados antes de 2010) O Instituto Mineiro de Educação e Cultura Unibh S/A (IMEC), entidade mantenedora

Leia mais

ART: CONCEITOS BÁSICOS DA EMISSÃO E BAIXA

ART: CONCEITOS BÁSICOS DA EMISSÃO E BAIXA ART: CONCEITOS BÁSICOS DA EMISSÃO E BAIXA SISTEMA CONFEA/CREA É o sistema que fiscaliza o exercício das profissões na área tecnológica. 2 COMPONENTES DO SISTEMA CONFEA/CREA INSTITUIÇÕES DE ENSINO ATESTAM

Leia mais

E D I T A L. 1º Para os casos de transferência externa serão aceitas, apenas, as inscrições para áreas afins.

E D I T A L. 1º Para os casos de transferência externa serão aceitas, apenas, as inscrições para áreas afins. EDITAL NRCA-SJP N.º 06/2014 DISPÕE SOBRE O PROCESSO DE INGRESSO POR TRANSFERÊNCIA EXTERNA E AOS PORTADORES DE DIPLOMA AOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE FAE SÃO JOSÉ DOS PINHAIS. O Coordenador do Núcleo

Leia mais

DIVULGADA EM: 10/02/2016 VALORES VIGENTES A PARTIR DE: 10/03/2016 SERVIÇOS ESSENCIAIS

DIVULGADA EM: 10/02/2016 VALORES VIGENTES A PARTIR DE: 10/03/2016 SERVIÇOS ESSENCIAIS ESSENCIAIS CARTÃO DÉBITO SAQUE TRANSFERÊNCIAS EXTRATO CONSULTAS CHEQUES Fornecimento de cartão com função débito. Fornecimento de segunda via do cartão, exceto nos casos de pedidos de reposição formulados

Leia mais

PLANO ALTERNATIVO PA nº 276 Longa Distância Brasil II

PLANO ALTERNATIVO PA nº 276 Longa Distância Brasil II A. Empresa: Telefônica Brasil S.A. PLANO ALTERNATIVO PA nº 276 Longa Distância Brasil II B. Nome do Plano: Técnico: Longa Distância Brasil II Comercial: a definir C. Identificação para a Anatel: Plano

Leia mais

Gestão de Tecnologias em Saúde na Saúde Suplementar. GRUPO TÉCNICO REVISÃO DO ROL Karla Santa Cruz Coelho Fevereiro/2009

Gestão de Tecnologias em Saúde na Saúde Suplementar. GRUPO TÉCNICO REVISÃO DO ROL Karla Santa Cruz Coelho Fevereiro/2009 Gestão de Tecnologias em Saúde na Saúde Suplementar GRUPO TÉCNICO REVISÃO DO ROL Karla Santa Cruz Coelho Fevereiro/2009 Tecnologias em saúde: considerações iniciais O que é tecnologia em saúde? Medicamentos,

Leia mais

PLANO COPASS ODONTO BÁSICO

PLANO COPASS ODONTO BÁSICO PLANO COPASS ODONTO BÁSICO ESCLARECIMENTOS, CONTRIBUIÇÃO E COPARTICIPAÇÃO É um produto que está de acordo com o previsto na Lei nº 9656/98; Destinado: aos empregados e seus regulamentares (cônjuge, filhos/enteados

Leia mais

Processo Seletivo. Para atuar em Equipe NASF. Vaga em Aberto e Formação de Cadastro Reserva

Processo Seletivo. Para atuar em Equipe NASF. Vaga em Aberto e Formação de Cadastro Reserva Processo Seletivo Para atuar em Equipe NASF Vaga em Aberto e Formação de Cadastro Reserva Categoria Total de vagas Vagas Pessoas com Deficiência Carga Horária Semanal Vencimento Mensal (R$) Pré-Requisito

Leia mais

GUIA TRATAMENTO ODONTOLÓGICO

GUIA TRATAMENTO ODONTOLÓGICO Logo da Empresa GUIA TRATAMENTO ODONTOLÓGICO 2- Nº Guia no Prestador 12345678901234567890 1 - Registro ANS 3 - Número da Guia Principal 4 - Data da Autorização 5 - Senha 6 - Data de Validade da Senha 7

Leia mais

GESTÃO FINANCEIRA, CONTROLADORIA E AUDITORIA 2015.1

GESTÃO FINANCEIRA, CONTROLADORIA E AUDITORIA 2015.1 GESTÃO FINANCEIRA, CONTROLADORIA E AUDITORIA 2015.1 PROCESSO SELETIVO O processo seletivo compreende análise curricular (experiência profissional relevante, mínima de 2 anos) e entrevista. Terá início

Leia mais

1 - DO PROGRAMA 2 DA REGULARIZAÇÃO DA RENOVAÇÃO DO FIES

1 - DO PROGRAMA 2 DA REGULARIZAÇÃO DA RENOVAÇÃO DO FIES EDITAL DE ADITAMENTO DO FINANCIAMENTO ESTUDANTIL 2010/1º 1 - DO PROGRAMA O Instituto Mineiro de Educação e Cultura Uni-BH S/A (IMEC)), entidade mantenedora do Centro Universitário de Belo Horizonte (Uni-BH),

Leia mais

CONTRATOS DE PLANOS DE SAÚDE E A ATUAÇÃO DO BALCÃO DO CONSUMIDOR 1

CONTRATOS DE PLANOS DE SAÚDE E A ATUAÇÃO DO BALCÃO DO CONSUMIDOR 1 CONTRATOS DE PLANOS DE SAÚDE E A ATUAÇÃO DO BALCÃO DO CONSUMIDOR 1 Jonatan Da Silva Dinat 2, Fabiana Fachinetto Padoin 3, Tobias Damião Corrêa 4. 1 Projeto de extensão universitária Balcão do Consumidor,

Leia mais

Sistema de Informações de Beneficiários - SIB/XML Críticas dos campos de dados cadastrais de beneficiários do SIB - versão 2.

Sistema de Informações de Beneficiários - SIB/XML Críticas dos campos de dados cadastrais de beneficiários do SIB - versão 2. Sistema de Informações de Beneficiários - SIB/XML Críticas dos campos de dados cadastrais de beneficiários do SIB - versão 2.6 27/07/2015 Introdução 1. O preenchimento dos campos de dados cadastrais para

Leia mais

Questionamentos sobre a Resolução Normativa n o 279, de 2011

Questionamentos sobre a Resolução Normativa n o 279, de 2011 Questionamentos sobre a Resolução Normativa n o 279, de 2011 Direito de manutenção da condição de beneficiário para ex-empregados demitidos ou exonerados sem justa causa e aposentados 1 - Em relação à

Leia mais

Dicas da CNU para facilitar as nossas autorizações e atendimentos

Dicas da CNU para facilitar as nossas autorizações e atendimentos Dicas da CNU para facilitar as nossas autorizações e atendimentos Juntos vamos tornar o nosso relacionamento mais fácil e ágil Central Nacional RELACIONAMENTO COM AS UNIMEDS Juntos pela vida. FIQUE ATENTO!

Leia mais

O que o trabalhador espera do agente homologador

O que o trabalhador espera do agente homologador O que o trabalhador espera do agente homologador Conhecimento da legislação trabalhista e inclusive CC ou ACT; Prática de cálculos rescisórios; Segurança; Linguagem fácil; Boa comunicação; Orientar sobre

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTE DE CONDUTA Nº 003/2010

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTE DE CONDUTA Nº 003/2010 TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTE DE CONDUTA Nº 003/2010 Pelo presente instrumento, por um lado a Agência Nacional de Saúde Suplementar, pessoa jurídica de direito público, autarquia especial vinculada ao

Leia mais

JUNTA MÉDICA: ORIENTAÇÕES PARA A ANÁLISE DAS DEMANDAS NIP ASSISTENCIAIS

JUNTA MÉDICA: ORIENTAÇÕES PARA A ANÁLISE DAS DEMANDAS NIP ASSISTENCIAIS JUNTA MÉDICA: ORIENTAÇÕES PARA A ANÁLISE DAS DEMANDAS NIP ASSISTENCIAIS Junta médica: normativos CONSU 8/98 De acordo com o Art. 4º, inciso V, da Resolução CONSU 08/1998, as operadoras de planos privados

Leia mais

RESOLUÇÃO 18 DE 29 DE SETEMBRO DE 1995

RESOLUÇÃO 18 DE 29 DE SETEMBRO DE 1995 RESOLUÇÃO 18 DE 29 DE SETEMBRO DE 1995 Disciplina a assistência psicológica aos beneficiários do Programa de Assistência aos Servidores do Tribunal Regional Federal da Primeira Região Pro-Social. O JUIZ-PRESIDENTE

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Morte do Empregado

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Morte do Empregado Morte do Empregado 08/12/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 4. Conclusão... 6 5. Informações Complementares... 6 6.

Leia mais

TERMO DE CONTRATO nº /2009

TERMO DE CONTRATO nº /2009 CNPJ nº 04.446.959/0001-06. Rua Dr. Lauro Pinto, 245 - Lagoa Nova - CEP 59064-250 - Natal/RN. TERMO DE CONTRATO nº /2009 Pelo presente instrumento particular de Contrato para Convênio Comercial, de um

Leia mais

não haja prévia comunicação pública, em contrário, pela Vivo, apenas nas

não haja prévia comunicação pública, em contrário, pela Vivo, apenas nas REGULAMENTO Vivo Fixo, Combos 2 em 1 Válido para todos os Estados do Brasil, exceto SP. Antes de participar da Promoção, o usuário deve ler o presente Regulamento e, participando da Promoção, concordará

Leia mais

Processos Seletivos 2016 Graduação Presencial e a Distância Edital de Vestibular de 02 de setembro de 2015

Processos Seletivos 2016 Graduação Presencial e a Distância Edital de Vestibular de 02 de setembro de 2015 Processos Seletivos 2016 Graduação Presencial e a Distância Edital de Vestibular de 02 de setembro de 2015 Aditamento nº 11 Define as normas específicas do Processo Seletivo ENEM UnP 2016.2 da graduação,

Leia mais

Padrão TISS - Componente de Conteúdo e Estrutura - Novembro 2013 330

Padrão TISS - Componente de Conteúdo e Estrutura - Novembro 2013 330 Padrão TISS - Componente de Conteúdo e Estrutura - Novembro 2013 330 Registro ANS Número da no prestador na 1 2 Registro ANS Nº da no prestador String 6 String 20 Registro da operadora de plano privado

Leia mais

RI PACTO DE APRIMORAMENTO DO SUAS

RI PACTO DE APRIMORAMENTO DO SUAS Informações Gerais RELATÓRIO DE INFORMAÇÕES PARA O PLANEJAMENTO E ALCANCE DAS PRIORIDADES E METAS DO PACTO DE APRIMORAMENTO DO SUAS - GESTÃO MUNICIPAL Município: Porte SUAS: UF: Objetivo do RI: SÃO PAULO

Leia mais

PROCEDIMENTO SOBRE ENTREGA MENSAL DA DOCUMENTAÇÃO TRABALHISTA

PROCEDIMENTO SOBRE ENTREGA MENSAL DA DOCUMENTAÇÃO TRABALHISTA PROCEDIMENTO SOBRE ENTREGA MENSAL DA DOCUMENTAÇÃO TRABALHISTA Aos prestadores de serviço da MELHORAMENTOS CMPC LTDA Esse Procedimento está disponível em: http://www.gestaoparceiros.com.br/portal/procedimentos.php

Leia mais

OBJETIVO PROCEDIMENTOS DE MIGRAÇÃO

OBJETIVO PROCEDIMENTOS DE MIGRAÇÃO Sistema de Informações de Beneficiários SIB.XML Regras de Adaptação da base de dados atual de Beneficiários para o SIB.XML - versão 1.0 Arquivo de Conferência Especial ARQCONF.MIG OBJETIVO O objetivo do

Leia mais

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL PUBLICADO EM 01/08/2015 VÁLIDO ATÉ 31/07/2020 ÍNDICE POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL 1. OBJETIVO...3 2. APLICAÇÃO...3 3. IMPLEMENTAÇÃO...3 4. REFERÊNCIA...3

Leia mais

b) É necessária a apresentação dessa CONSULTA PRÉVIA nos seguintes casos:

b) É necessária a apresentação dessa CONSULTA PRÉVIA nos seguintes casos: 0BAnexo V à Circular nº 33/2011, de 01.09.2011 1BROTEIRO DE INFORMAÇÕES MÍNIMAS PARA CONSULTA PRÉVIA FINANCIAMENTO À COMPRADORA Formatado: Não ajustar espaço entre o texto latino e asiático Formatado:

Leia mais

AREZZO INDÚSTRIA E COMÉRCIO S.A. (Companhia Aberta) CNPJ/MF nº 16.590.234/0001-76 NIRE 31.300.025.91-8

AREZZO INDÚSTRIA E COMÉRCIO S.A. (Companhia Aberta) CNPJ/MF nº 16.590.234/0001-76 NIRE 31.300.025.91-8 AREZZO INDÚSTRIA E COMÉRCIO S.A. (Companhia Aberta) CNPJ/MF nº 16.590.234/0001-76 NIRE 31.300.025.91-8 AVISO AOS ACIONISTAS RETIFICAÇÃO DOS VALORES DO AUMENTO DE CAPITAL QUE CONSTARAM NA ATA DA REUNIÃO

Leia mais

MANUAL DE PREENCHIMENTO DE ART MÚLTIPLA

MANUAL DE PREENCHIMENTO DE ART MÚLTIPLA MANUAL DE PREENCHIMENTO DE ART MÚLTIPLA A ART Múltipla que substitui o registro de diversas ARTs específicas, no caso de execução de obras ou prestação de serviços de rotina, deve ser registrada até o

Leia mais

FIES Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior

FIES Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior FIES Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior O FIES é um programa do Ministério da Educação destinado a financiar a graduação na educação superior de estudantes matriculados em instituições

Leia mais

mb 25789016455200651 Despacho n.º /2008/CEP-RN 44/DIFIS/ANS/MS Rio de Janeiro, 25 de novembro de 2008.

mb 25789016455200651 Despacho n.º /2008/CEP-RN 44/DIFIS/ANS/MS Rio de Janeiro, 25 de novembro de 2008. Gerência/Diretoria: DIFIS Protocolo nº 33902. /2008-87 Data: Hora: : h. Assinatura: Despacho n.º /2008/CEP-RN 44/DIFIS/ANS/MS Rio de Janeiro, 25 de novembro de 2008. Ref. ao Proc. Administrativo nº 25789.016455/2006-51

Leia mais

Notificação de Intermediação Preliminar. Instrumento para solucionar conflitos entre beneficiários e Operadoras

Notificação de Intermediação Preliminar. Instrumento para solucionar conflitos entre beneficiários e Operadoras Notificação de Intermediação Preliminar Instrumento para solucionar conflitos entre beneficiários e Operadoras NIP NOTIFICAÇÃO DE INTERMEDIAÇÃO PRELIMINAR Toda demanda recepcionada pela ANS em todos os

Leia mais

Informe Técnico Agência das Bacias PCJ n 01/2015

Informe Técnico Agência das Bacias PCJ n 01/2015 Informe Técnico Agência das Bacias PCJ n 01/2015 Procedimentos e Requisitos Necessários para a Solicitação de inclusão no Mecanismo Diferenciado de Pagamento Abatimento do ValorDBO, referente a cobrança

Leia mais

O enquadramento legal do apoio à eficiência energética na Administração Local: financiamento das operações e regime de contratação pública

O enquadramento legal do apoio à eficiência energética na Administração Local: financiamento das operações e regime de contratação pública O enquadramento legal do apoio à eficiência energética na Administração Local: financiamento das operações e regime de contratação pública Novembro 2015 João Amaral e Almeida Complexo quadro normativo:

Leia mais

TERMO DE CREDENCIAMENTO

TERMO DE CREDENCIAMENTO TERMO DE CREDENCIAMENTO TERMO DE CREDENCIAMENTO Nº /13, PARA ADESÃO AO PROGRAMA DE DESCONTOS, CELEBRADO ENTRE O GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, POR INTERMÉDIO DA SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO DA FACULDADE EDUCACIONAL ARAUCÁRIA

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO DA FACULDADE EDUCACIONAL ARAUCÁRIA REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO DA FACULDADE EDUCACIONAL ARAUCÁRIA CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E FINALIDADES DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO Art. 1 - O Estágio Supervisionado,

Leia mais

MEDIDAS DE APOIO À CONTRATAÇÃO

MEDIDAS DE APOIO À CONTRATAÇÃO Faro empreendedor MEDIDAS DE APOIO À CONTRATAÇÃO IEFP, I.P. - Centro de Emprego e Formação Profissional de Faro Serviço de Emprego de Faro ESTÍMULO 2013 (Portaria 106/2013) ESTÍMULO 2013 Objetivo Estimular

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA A REDE DE PRESTADORES GUIA DE SOLICITAÇÃO DE INTERNAÇÃO

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA A REDE DE PRESTADORES GUIA DE SOLICITAÇÃO DE INTERNAÇÃO MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA A REDE DE PRESTADORES GUIA DE SOLICITAÇÃO DE INTERNAÇÃO Recife/2007 SUMÁRIO PAG I Objetivos... 02 II Orientações Gerais... 04 III Instruções para preenchimento da Guia de Resumo

Leia mais

Perguntas e Respostas Lei 13.003, de 2014

Perguntas e Respostas Lei 13.003, de 2014 Perguntas e Respostas Lei 13.003, de 2014 Lei 13.003, de 2014, Resoluções Normativas nº 363, de 2014 e; Resolução Normativa nº 364, de 2014. Atualizado em 6/07/2016 1- Como deve ser estabelecida a relação

Leia mais

SAÍDAS HOSPITALARES Serviços Contratados Meta Realizado % Alcance das Metas Clínica Médica 136 146 93,38 % Saídas Clínica Cirúrgica 160

SAÍDAS HOSPITALARES Serviços Contratados Meta Realizado % Alcance das Metas Clínica Médica 136 146 93,38 % Saídas Clínica Cirúrgica 160 SAÍDAS HOSPITALARES Serviços Contratados Meta Realizado % Alcance das Metas Clínica Médica 136 146 93,38 % Saídas Clínica Cirúrgica 160 83 63,75% Hospitalares TOTAL DE SAÍDAS 296 229 77,36% Fonte: MV SOUL:

Leia mais

PROBLEMAS OPERACIONAIS. SEMINÁRIO: Contrato de Prestação de Serviço Educacional, Composição da Anuidade Escolar para 2016 e Gestão do Fies

PROBLEMAS OPERACIONAIS. SEMINÁRIO: Contrato de Prestação de Serviço Educacional, Composição da Anuidade Escolar para 2016 e Gestão do Fies SEMINÁRIO: Contrato de Prestação de Serviço Educacional, Composição da Anuidade Escolar para 2016 e Gestão do Fies PROBLEMAS PROBLEMAS OPERACIONAIS ALEXANDRE MORI Assessor de Programas de Financiamento

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DA ASSISTÊNCIA FUNERAL APRIL Nº 133C - 1

CONDIÇÕES GERAIS DA ASSISTÊNCIA FUNERAL APRIL Nº 133C - 1 Operadora: April Brasil Viagens Turismo e Assistência Internacional LTDA. CNPJ: 04.789.159/0001-98 CONDIÇÕES GERAIS DA Nº 133C - 1 PARCERIA TEMPO USS CNPJ: 01.979.936/0001-79 Alameda Tocantins, 525, Alphaville

Leia mais

Padrão TISS - Componente de Conteúdo e Estrutura - Novembro 2013 357

Padrão TISS - Componente de Conteúdo e Estrutura - Novembro 2013 357 Padrão TISS - Componente de Conteúdo e Estrutura - Novembro 2013 357 Registro ANS Número da no prestador na 1 2 Registro ANS Nº da no prestador String 6 0 Registro da operadora de plano privado de assistência

Leia mais

DOS ÍNDICES DE ATUALIZAÇÃO E DOS JUROS MORATÓRIOS CAPÍTULO I DA ATUALIZAÇÃO DOS VALORES CONTRATADOS

DOS ÍNDICES DE ATUALIZAÇÃO E DOS JUROS MORATÓRIOS CAPÍTULO I DA ATUALIZAÇÃO DOS VALORES CONTRATADOS Fls. 3 da CIRCULAR SUSEP N o 255, de 4 de junho de 2004. CIRCULAR SUSEP N o 255, de 4 de junho de 2004 ANEXO I DOS ÍNDICES DE ATUALIZAÇÃO E DOS JUROS MORATÓRIOS CAPÍTULO I DA ATUALIZAÇÃO DOS VALORES CONTRATADOS

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA RESOLUÇÃO CFM Nº 1.979/2011 (Publicada no D.O.U. 13 dez. 2011. Seção I, p.224-225) Fixa os valores das anuidades e taxas para o exercício de 2012, revoga as Resoluções CFM

Leia mais

A NOVA DINÂMICA DOS PLANOS DE SAÚDE

A NOVA DINÂMICA DOS PLANOS DE SAÚDE A NOVA DINÂMICA DOS PLANOS DE SAÚDE Carina Burri Martins José Cechin Superintendente Executivo 1 Apresentação Esse trabalho analisa dados divulgados pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) em

Leia mais

GT INTERÁREAS MECANISMOS DE REGULAÇÃO

GT INTERÁREAS MECANISMOS DE REGULAÇÃO GT INTERÁREAS MECANISMOS DE REGULAÇÃO Clique para editar o nome do autor Clique para editar o cargo do autor GERÊNCIA GERAL REGULATÓRIA DA ESTRUTURA DOS PRODUTOS DIRETORIA DE PRODUTOS Clique para NOVEMBRO/2016

Leia mais

Linha de Financiamento BNDES Exim Pré-embarque Programa BNDES de Sustentação do Investimento BNDES PSI Subprograma BNDES PSI Exportação Pré-embarque

Linha de Financiamento BNDES Exim Pré-embarque Programa BNDES de Sustentação do Investimento BNDES PSI Subprograma BNDES PSI Exportação Pré-embarque Classificação: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AEX Anexos à Circular nº 73, de 21 de dezembro de 2012. Linha de Financiamento BNDES Exim Pré-embarque Programa BNDES de Sustentação do Investimento

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 01/2014 PREÂMBULO

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 01/2014 PREÂMBULO EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 01/2014 PREÂMBULO Assunto: Inscrição de profissionais formados em comunicação, publicidade ou marketing, ou que atuem em uma dessas áreas, objetivando constituir subcomissão

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA RESOLUÇÃO CFM Nº 1.975/2011 (Publicada no D.O.U. de 29 de julho de 2011, Seção I, p. 336-337) Revogada pela Resolução CFM nº 1979/2011 Fixa os valores das anuidades e taxas

Leia mais

BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES. CARTA - CIRCULAR Nº 35/2006 Rio de Janeiro, 25 de agosto de 2006

BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES. CARTA - CIRCULAR Nº 35/2006 Rio de Janeiro, 25 de agosto de 2006 BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES CARTA - CIRCULAR Nº 35/2006 Rio de Janeiro, 25 de agosto de 2006 Ref.: Linha de Financiamento BNDES-exim Pré-embarque Automóveis. Ass.: Alteração

Leia mais

PRAZOS DE GUARDA (em anos) DESTINAÇÃO OBSERVAÇÕES. Unidade com atribuições de Arquivo. Unidade Produtora. Guarda Permanente.

PRAZOS DE GUARDA (em anos) DESTINAÇÃO OBSERVAÇÕES. Unidade com atribuições de Arquivo. Unidade Produtora. Guarda Permanente. ANEXO III - TABELA DE TEMPORALIDADE DE DOCUMENTOS DO HOSPITAL DE CLÍNICAS DA UNICAMP: ATIVIDADES-FIM (PARCIAL 01), ao que se refere o artigo 1 da Resolução GR nº 55/2013. UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS

Leia mais