MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO"

Transcrição

1 1 MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO Boletim de Serviço - Ano XIV - nº 12 - dezembro de 2008 S U M Á R I O Atos do Procurador-Geral da República...01 Escola Superior do Ministério Público da União...06 Secretaria Geral do Ministério Público da União...15 Expediente...16 ATOS DO PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA Portaria nº 614, de 01 de dezembro de O PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA, no uso das atribuições que lhe confere o artigo 127, 2º, da CONSTITUIÇÃO FEDERAL, e tendo em vista as disposições do art. 49, inciso XX, da Lei Complementar n.º 75, de 20 de maio de 1993, resolve Designar FERNANDO AUGUSTO BRAGANCA, ocupante do cargo de Técnico Administrativo, matrícula 5980, para substituir, no período de 11 a 26 de dezembro de 2008, o Chefe do NÚCLEO DE REGISTRO, INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO, FC-3, da AUDITORIA INTERNA do MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO, por motivo de férias do titular. Portaria nº 652, de 09 de dezembro de Dispõe sobre as férias dos servidores do MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO O PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA, no uso das atribuições legais conferidas pelo art. 26, incisos VIII e XIII, da Lei Complementar n.º 75, de 20/5/1993, e tendo em vista as disposições da Lei nº 8.112, de 11/12/1990, resolve: Art. 1º O servidor do MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃOfará jus a 30 (trinta) dias de férias a cada exercício, ressalvadas as hipóteses em que haja legislação específica, que podem ser acumuladas, no caso de necessidade do serviço, pelo máximo de 2 (dois) anos. 1º As férias poderão ser parceladas em até 3 (três) etapas, desde que assim requeridas pelo servidor, e no interesse da ADMINISTRAÇÃO.

2 2 2º Para os efeitos do parágrafo anterior, nenhuma etapa poderá ser inferior a 7 (sete) dias consecutivos, devendo ser observado o intervalo mínimo de 10 (dez) dias consecutivos entre uma etapa e outra. 3º Para a aquisição do direito ao primeiro período de férias, serão exigidos 12 (doze) meses de efetivo exercício no MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO, sendo também considerado para esse fim o tempo de serviço prestado à União, à autarquia e à fundação pública federal, desde que o servidor não tenha usufruído férias ou percebido indenização referente ao período averbado, mediante comprovação por certidão ou declaração específica. 4º O primeiro exercício das férias refere-se ao ano em que o período aquisitivo for completado e os exercícios subseqüentes serão considerados de acordo com o ano civil correspondente. 5º Para a concessão de férias compreende-se cada exercício como o ano civil. 6º É vedado compensar qualquer falta ao serviço no período de férias. 7º O servidor não poderá gozar novas férias sem que tenha usufruído todas as etapas do exercício anterior. 8º A acumulação de férias por necessidade do serviço será comprovada mediante justificativa da chefia imediata, autorizada pelo Secretário-Geral, Diretor- Geral ou Chefe da respectiva unidade do MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO, apresentada até o dia 15 de outubro do exercício a que se referirem as férias. 9º Não poderá haver acúmulo de férias em decorrência de licença ou afastamento previsto em lei que ultrapassar o respectivo exercício. 10. É dever da chefia imediata propiciar meios para a fruição tempestiva de férias pelo servidor. Art. 2º As férias dos servidores lotados em gabinetes de membros do MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃOdeverão ser usufruídas, preferencialmente, à época das férias dos respectivos titulares. Art. 3º O servidor que opera direta e permanentemente com Raios X ou substâncias radioativas gozará vinte dias consecutivos de férias por semestre de atividade profissional, proibida em qualquer hipótese a acumulação. Parágrafo único. Para fins de aplicação do disposto no caput é necessário que o servidor perceba a Gratificação de Raio X ou substâncias radiativas. Art. 4º As escalas de férias serão organizadas semestralmente, nos meses de abril e outubro, observado o interesse da ADMINISTRAÇÃO, de modo a garantir o funcionamento permanente de todas as unidades. Parágrafo único. Não poderão gozar férias no mesmo período o chefe e seu substituto eventual, formalmente designado, salvo em situações excepcionais, assim definidas pelo Secretário-Geral, Diretor-Geral ou Chefe da respectiva unidade do MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO, hipótese em que um terceiro servidor será designado ou nomeado para responder pela função de confiança ou cargo em comissão no período das férias, indicado pelo titular da respectiva área.

3 3 Art. 5º O afastamento do servidor para freqüentar curso de pós-graduação, no país ou no exterior, com ônus, abrangerá, necessariamente, as férias anuais integrais. Art. 6º As férias dos servidores do MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃOcedidos serão marcadas junto ao órgão cessionário, observadas as normas desta Portaria. Art. 7º As férias dos servidores cedidos ao MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃOobservarão as normas estabelecidas pelo órgão cedente. Art. 8º A alteração da escala de férias poderá ocorrer por necessidade do serviço ou por interesse do servidor com a concordância expressa da chefia imediata. 1º A necessidade do serviço deverá ser justificada pela chefia imediata do servidor, que descreverá detalhadamente a causa determinante. 2º A alteração de período de férias com efeitos financeiros, por interesse do servidor, poderá ocorrer até o 5º (quinto) dia útil do mês anterior ao do seu início; nos demais casos, a alteração poderá ocorrer em qualquer data anterior ao período pré-estabelecido de férias, mediante anuência da respectiva chefia imediata. Art. 9º O gozo das férias não pode ser interrompido, salvo por motivo de calamidade pública, comoção interna, convocação para júri, serviço militar ou eleitoral, ou por necessidade do serviço. 1º Fica delegada competência ao Secretário Geral, Diretor Geral e Chefes das respectivas unidades do MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃOpara, observadas as disposições do caput, autorizarem a interrupção de férias. 2º Consideram-se interrompidas as férias cujos efeitos financeiros e início de gozo já se operaram. 3º O pedido de interrupção por necessidade do serviço deverá ser formalizado pela chefia imediata do servidor, que descreverá detalhadamente a causa determinante. 4º Na hipótese prevista neste artigo não haverá o recolhimento das importâncias pagas a título de férias. 5º O saldo de férias interrompidas será gozado de uma só vez, antes do gozo de novas férias. Art. 10. Poderão ser suspensas as férias do servidor, quando ocorrer uma das seguintes hipóteses: I - licença por motivo de doença em pessoa da família; II - licença para tratamento de saúde; III - licença à gestante, à adotante ou paternidade; IV - licença por acidente em serviço; V - falecimento de cônjuge, companheiro, pais, madrasta ou padrasto, filhos, enteados, menor sob guarda ou tutela e irmãos; VI - por motivo de calamidade pública, comoção interna, convocação para júri, serviço militar ou eleitoral; e

4 4 VII - por necessidade do serviço. 1º Consideram-se suspensas as férias cujos efeitos financeiros se operaram e não se iniciou sua efetiva fruição. 2º O pedido de suspensão por necessidade do serviço deverá ser formalizado pela chefia imediata do servidor, que descreverá detalhadamente a causa determinante. 3º Na hipótese prevista neste artigo não haverá o recolhimento das importâncias eventualmente pagas a título de férias, exceto na situação prevista no inciso VII, sendo vedado o pagamento de diferenças por ocasião da fruição. 4º A pedido do servidor poderá ser efetuado o recolhimento das importâncias eventualmente pagas a título de férias. 5º O saldo de férias suspensas será gozado de uma só vez, antes do gozo de novas férias. Art. 11. O pagamento da remuneração decorrente das férias será efetuado até 2 (dois) dias antes do início do seu efetivo gozo, observada a disponibilidade orçamentária, podendo o servidor optar, verificados os prazos estabelecidos nesta Portaria para a marcação de férias, pelo adiantamento: I - da gratificação natalina, correspondente a 50% (cinqüenta por cento) da remuneração, desde que as férias tenham início até 30 de junho do respectivo exercício. II - da remuneração bruta proporcional à etapa ou período de férias. 1º Será pago, por ocasião das férias, independentemente de solicitação, o adicional correspondente a 1/3 (um terço) da respectiva remuneração, previsto no inc. XVII do art. 7º da CONSTITUIÇÃO FEDERAL. 2º Em caso de parcelamento de férias, o servidor receberá integralmente o adicional a que se refere o parágrafo anterior e a antecipação da gratificação natalina, se requerida, na primeira etapa. 3º O desconto da antecipação prevista no inc. II deste artigo ocorrerá em 3 (três) parcelas, sendo a primeira no mês subseqüente ao do início da fruição das férias. 4º A diferença dos efeitos financeiros relativos ao inc. XVII do art. 7º da CONSTITUIÇÃO FEDERAL, resultante de reajuste, revisão ou qualquer acréscimo na remuneração, será paga até o mês subseqüente ao seu efetivo gozo e de forma proporcional aos dias alcançados pela majoração. Art. 12. O servidor que for exonerado do cargo efetivo perceberá indenização relativa ao período de férias não gozadas, na proporção de 1/12 (um doze) avos por mês de efetivo exercício, ou fração superior a 14 (quatorze) dias, com base na remuneração vigente na data da exoneração, observada a data de início do exercício do cargo.

5 5 1º A indenização de que trata este artigo, caso requerida, também será paga ao servidor que tiver seu cargo declarado vago por motivo de posse em outro cargo público inacumulável e, independentemente de requerimento, ao servidor que vier a se aposentar ou aos dependentes do servidor falecido em atividade. 2º O disposto no caput se aplica às exonerações de cargos em comissão e dispensas de funções de confiança, quando implicarem perda do vínculo com o MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO. Art. 13. Nos afastamentos sem remuneração previstos na Lei nº 8.112/ 1990, não haverá indenização de férias completas e incompletas, adquiridas anteriormente ao afastamento. Parágrafo único. O servidor afastado na forma prevista no caput, fará jus às férias relativas ao exercício em que retornar, exceto quando não houver completado o período aquisitivo referido no 3º do art. 1º desta Portaria. Art. 14. O período ou fração de férias relativas ao exercício de 2007, cujo gozo reputa-se adiado por necessidade do serviço, poderá ser usufruído, excepcionalmente, até 31/7/2009. Art. 15. Caberá ao Secretário-Geral do MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃOdirimir as dúvidas suscitadas pelos Diretores-Gerais ou Chefes da respectiva unidade do MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO na aplicação do disposto nesta Portaria, sendo os casos omissos decididos pelo Procurador-Geral da República. Art. 16. Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Portaria nº 653, de 09 de dezembro de Altera a Portaria/PGR/MPU 591, de 27 de outubro de 2005, que dispõe sobre as férias dos membros do MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO O PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA, no uso das atribuições legais conferidas pelo art. 26, incisos VIII e XIII, da Lei Complementar n.º 75, de 20/5/1993, resolve: Art. 1º O art. 8º da Portaria PGR/MPU n.º 591, de 27/10/2005, passa a vigorar com a redação do inciso II alterada na forma abaixo e acrescido ao 3º a seguir mencionado: Art. 8º [...] II do adiantamento da remuneração integral do mês de férias; [...] 3º O desconto da vantagem prevista no inciso II deste artigo ocorrerá em 3 (três) parcelas, sendo a primeira no mês subseqüente ao do início da fruição das férias. Art. 2º Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação.

6 6 Portaria nº 669, de 23 de dezembro de O PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA, no uso de suas atribuições e considerando o disposto nos arts. 127, 2º, e 20, 2º, da CONSTITUIÇÃO FEDERAL e nos arts. 26, inciso VIII, e 227, inciso VIII, da Lei Complementar nº 75, de 20 de maio de 1991, resolve: Art. 1º. Incluir o município de GURUPI, Estado de TOCANTINS, no Anexo constante da Portaria PGR nº 484, de 19 de setembro de 2006, que dispõe sobre o auxílio-moradia no âmbito do MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO, por se tratar de município com menos de (duzentos mil) habitantes integrante da AMAZÔNIA LEGAL. Art. 2º. Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. ANTONIO FERNANDO BARROS E SILVA DE SOUZA Procurador-Geral da República ESCOLA SUPERIOR DO MPU Portaria nº 111, de 04 de dezembro de O DIRETOR-GERAL DA ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO, no uso das atribuições que lhe confere o art. 9º, V e VI, da Portaria 485, de 20 de agosto de 2004, e considerando o que dispõem os artigos 58, inciso III, e 67, caput, da Lei nº 8.666/93, resolve: Art. 1º Designar a servidora ROSANIR APARECIDA DA SILVA, matrícula nº 177-5, para controlar e fiscalizar a execução do contrato a seguir enunciado: Contratado: TICKET SERVIÇOS S.A. Nota de empenho: 2008NE Objeto: Prestação de serviços de administração e gerenciamento de despesas de manutenção automotiva em geral. Art. 2º Nos impedimentos legais e eventuais da gestora acima referida, as funções serão exercidas pela servidora MAÍSA PEREIRA MARTINIANO DA SILVA, matricula nº Art. 3º Esta portaria entrará em vigor na data de sua publicação. Portaria nº 113, de 16 de dezembro de O DIRETOR-GERAL DA ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO, no uso de suas atribuições legais e considerando o disposto na Instrução Normativa Nº 6 STN, de 31 de outubro de 2007, resolve:

7 7 I Dispensar a servidora FÁTIMA APARECIDA ELIAS PEREIRA, matrícula , do encargo de substituta eventual da responsável titular pela Conformidade de Registro de Gestão da ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO. II Esta Portaria entra em vigor na presente data. Portaria nº 115, de 19 de dezembro de O DIRETOR-GERAL DA ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO, no uso das atribuições que lhe confere o art. 9º, V e VI, da Portaria 485, de 20 de agosto de 2004, e considerando o que dispõem os artigos 58, inciso III, e 67, caput, da Lei nº 8.666/93, resolve: Art. 1º Designar a servidora ROSELIZA AICO NAKASHIMA HONDA, matricula nº , para controlar e fiscalizar a execução do contrato a seguir enunciado: Contratado: CENTRO EDUCACIONAL TECNOLÓGICO BRASILEIRO - CETEB Nota de empenho: 2008NE Objeto: Prestação de serviços de apoio e suporte educacional, administrativo e operacional para realização do curso de extensão NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO DA LÍNGUA PORTUGUESA, na modalidade à distância. Art. 2º Nos impedimentos legais e eventuais da gestora acima referida, as funções serão exercidas pela servidora MARIA HELENA BEZERRA, matricula nº Art. 3º Esta portaria entrará em vigor na data de sua publicação. Portaria nº 116, de 22 de dezembro de O DIRETOR-GERAL DA ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO, no uso das atribuições que lhe confere o art. 9º, V e VI, da Portaria 485, de 20 de agosto de 2004, e considerando o que dispõem os artigos 58, inciso III, e 67, caput, da Lei nº 8.666/93, resolve: Art. 1º Designar a servidora MARIA HELENA BEZERRA, matrícula nº , para controlar e fiscalizar a execução do contrato a seguir enunciado: Contratado: M. RONCHI PRODUÇÕES Nota de empenho: 2008NE Objeto: Prestação de serviços de organização de eventos. Art. 2º Nos impedimentos legais e eventuais da gestora acima referida, as funções serão exercidas pela servidora SANDRA MARIA GAUCHE, matrícula nº Art. 3º Esta portaria entrará em vigor na data de sua publicação.

8 8 Portaria nº 117, de 22 de dezembro de O DIRETOR-GERAL DA ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO, no uso das atribuições que lhe confere o art. 9º, V e VI, da Portaria 485, de 20 de agosto de 2004, e considerando o que dispõem os artigos 58, inciso III, e 67, caput, da Lei nº 8.666/93, resolve: Art. 1º Designar a servidora JANAÍNA OLIVEIRA DE SOUSA, matricula nº , para controlar e fiscalizar a execução do contrato a seguir enunciado: Contratado: EDIÇÕES VÉRTICE EDITORA E DISTRIBUIDORA DE LIVROS LTDA Nota de empenho: 2008NE Objeto: Fornecimento de materiais bibliográficos, existentes no mercado nacional e estrangeiro. Art. 2º Nos impedimentos legais e eventuais da gestora acima referida, as funções serão exercidas pela servidora LEDIR DOS SANTOS PEREIRA, matrícula nº Art. 3º Esta portaria entrará em vigor na data de sua publicação. Portaria nº 118, de 22 de dezembro de O DIRETOR-GERAL DA ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO, no uso das atribuições que lhe confere o art. 9º, V e VI, da Portaria 485, de 20 de agosto de 2004, e considerando o que dispõem os artigos 58, inciso III, e 67, caput, da Lei nº 8.666/93, resolve: Art. 1º Designar a servidora JULIANA CARVALHO GARCIA, matrícula nº , para controlar e fiscalizar a execução do contrato a seguir enunciado: Contratada: OFICINA DA PALAVRA LTDA - EPP Nota de empenho: 2008NE Objeto: Desenvolver conteúdo e ministrar curso de reciclagem para assessores de comunicação dos quatro ramos do MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO. Art. 2º Nos impedimentos legais e eventuais da gestora acima referida, as funções serão exercidas pela servidora CAROLINA SOARES DOS SANTOS, matricula nº Art. 3º Esta portaria entrará em vigor na data de sua publicação. Portaria nº 119, de 22 de dezembro de O DIRETOR-GERAL DA ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO, no uso das atribuições que lhe confere o art. 9º da Portaria 485, de 20 de agosto de 2004, resolve:

9 9 Designar LIZANDRA NUNES MARINHO DA COSTA BARBOSA, Chefe do SETOR DE REVISÃO, FC-1, para o encargo de Substituta Eventual do NÚCLEO DE PROGRAMAÇÃO VISUAL, FC-3, da ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO, no período de a Portaria nº 121, de 23 de dezembro de O DIRETOR-GERAL DA ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO, no uso das atribuições que lhe confere o art. 9º, IX, da Portaria PGR nº 485, de 20 de agosto de 2004 e considerando a Portaria PGR nº 290, de 9 de junho de 2008, resolve: Art. 1º Designar os seguintes servidores da ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO, para constituírem a COMISSÃO DE INVENTÁRIO ANUAL DOS BENS PATRIMONIAIS, MÓVEIS, IMÓVEIS E INTANGÍVEIS, com data limite para término dos trabalhos em PRESIDENTE - FLÁVIA ESTEFÂNIA BORGES BEZERRA, matrícula nº MEMBROS - ADRIANA RIBEIRO FERREIRA TOSTA, matrícula ; - EDUARDO PEREIRA DOS SANTOS, matrícula ; - FILIPE SCAFUTO VIEIRA, matrícula ; - MARCELO TEIXEIRA VINHAES, matrícula Art. 2º A presidente será substituída, em seus impedimentos eventuais, pela servidora JOZEIDA GARRIDO CALEMBO MARRA, matrícula Art. 3º Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação. DIÁRIAS RODRIGO JANOT MONTEIRO DE BARROS Diretor-Geral SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO E TECNOLOGIA Proposta e Concessão de Diárias nº 326/2008. RODRIGO JANOT MONTEIRO DE BARROS. Subprocurador-Geral da República e Diretor-Geral da ESMPU. Concedo e autorizo o pagamento de 2,5 diárias no valor total com descontos de R$ 1.859,12 (mil oitocentos e cinqüenta e nove reais e doze centavos), referente à viagem a SÃO LUIS, no período de 10 a 12 de dezembro de 2008, para participar da Atividade Acadêmica denominada Seminário sobre o Combate ao Tráfico Internacional de Bens Culturais, realizado nos dias 10, 11 e 12 de dezembro de 2008, na cidade de São Luis/MA.

10 10 Proposta e Concessão de Diárias nº 327/2008. GEISA DE ASSIS RODRIGUES. Procurador Regional da República. Concedo e autorizo o pagamento de 1,0 diária no valor total com descontos de R$ 173,18 (cento e setenta e três reais e dezoito centavos), referente à viagem a BRASILIA, no período de 11 a 11 de dezembro de 2008, para participar como docente na Atividade Acadêmica denominada VII Curso de Ingresso e Vitaliciamento de Procuradores da República, realizado no período de 04 a 12 de dezembro de 2008, na cidade de Brasília/DF. Proposta e Concessão de Diárias nº 328/2008. MARCO OTÁVIO ALMEIDA MAZZONI. Procurador da República. Concedo e autorizo o pagamento de 2,0 diárias no valor total com descontos de R$ 346,36 (trezentos e quarenta e seis reais e trinta e seis centavos), referente à viagem a BRASILIA, no período de 10 a 11 de dezembro de 2008, para participar como docente na Atividade Acadêmica denominada VII Curso de Ingresso e Vitaliciamento de Procuradores da República, realizado no período de 04 a 12 de dezembro de 2008, na cidade de Brasília/DF. Proposta e Concessão de Diárias nº 329/2008. NADJA MACHADO BOTELHO. Procuradora da República. Concedo e autorizo o pagamento de 2,0 diárias no valor total com descontos de R$ 346,36 (trezentos e quarenta e seis reais e trinta e seis centavos), referente à viagem a BRASILIA, no período de 11 a 12 de dezembro de 2008, para participar como docente na Atividade Acadêmica denominada VII Curso de Ingresso e Vitaliciamento de Procuradores da República, realizado no período de 04 a 12 de dezembro de 2008, na cidade de Brasília/DF. Proposta e Concessão de Diárias nº 330/2008. CARLOS AUGUSTO DA SILVA CAZARRÉ. Procurador Regional da República. Concedo e autorizo o pagamento de 3,0 diárias no valor total com descontos de R$ 519,54 (quinhentos e dezenove reais e cinqüenta e quatro centavos), referente à viagem a BRASILIA, no período de 9 a 11 de dezembro de 2008, para participar como docente na Atividade Acadêmica denominada VII Curso de Ingresso e Vitaliciamento de Procuradores da República, realizado no período de 04 a 12 de dezembro de 2008, na cidade de Brasília/DF. Proposta e Concessão de Diárias nº 331/2008. FABIO MAGRINELLI COIMBRA. Procurador da República. Concedo e autorizo o pagamento de 3,0 diárias no valor total com descontos de R$ 519,54 (quinhentos e dezenove reais e cinqüenta e quatro centavos), referente à viagem a BRASILIA, no período de 9 a 11 de dezembro de 2008, para participar como docente na Atividade Acadêmica denominada VII Curso de Ingresso e Vitaliciamento de Procuradores da República, realizado no período de 04 a 12 de dezembro de 2008, na cidade de Brasília/DF.

11 11 Proposta e Concessão de Diárias nº 332/2008. LUIZ CARLOS DOS SANTOS GONÇALVES. Procurador Regional da República. Concedo e autorizo o pagamento de 3,0 diárias no valor total com descontos de R$ 519,54 (quinhentos e dezenove reais e cinqüenta e quatro centavos), referente à viagem a BRASILIA, no período de 9 a 11 de dezembro de 2008, para participar como docente na Atividade Acadêmica denominada VII Curso de Ingresso e Vitaliciamento de Procuradores da República, realizado no período de 04 a 12 de dezembro de 2008, na cidade de Brasília/DF. Proposta e Concessão de Diárias nº 333/2008. EDUARDO BOTÃO PELELLA. Procurador da República. Concedo e autorizo o pagamento de 3,0 diárias no valor total com descontos de R$ 519,54 (quinhentos e dezenove reais e cinqüenta e quatro centavos), referente à viagem a BRASILIA, no período de 8 a 10 de dezembro de 2008, para participar como docente na Atividade Acadêmica denominada VII Curso de Ingresso e Vitaliciamento de Procuradores da República, realizado no período de 04 a 12 de dezembro de 2008, na cidade de Brasília/DF. Proposta e Concessão de Diárias nº 333-C/2008. EDUARDO BOTÃO PELELLA. Procurador da República. Concedo e autorizo o pagamento de 2,5 diárias no valor total com descontos de R$ 182,20 (cento e oitenta e dois reais e vinte centavos), referente à viagem a BRASILIA, no período de 8 a 10 de dezembro de 2008, para participar como docente na Atividade Acadêmica denominada VII Curso de Ingresso e Vitaliciamento de Procuradores da República, realizado no período de 04 a 12 de dezembro de 2008, na cidade de Brasília/DF. Proposta e Concessão de Diárias nº 335/2008. GEORGIA RENATA SANCHEZ DIOGO. Assessora-Chefe ASCJI/PGR. Concedo e autorizo o pagamento de 3,5 diárias no valor total com descontos de R$ 907,72 (novecentos e sete reias, setenta e dois reais centavos), referente à viagem a SÃO LUIS, no período de 9 a 12 de dezembro de 2008, para participar do Seminário sobre o Combate ao Tráfico Internacional de Bens Culturais, realizado no período de 10 a 12 de dezembro de 2008, na cidade de São Luiz/MA. Proposta e Concessão de Diárias nº 336/2008. HERMINIA CELIA RAYMUNDO. Procuradora da Justiça Militar. Concedo e autorizo o pagamento de 2,5 diárias no valor total com descontos de R$ 919,54 (novecentos e dezenove reais e cinqüenta e quatro centavos), referente à viagem a BRASILIA, no período de 8 a 10 de dezembro de 2008, para participar da reunião do Conselho Administrativo e Solenidade de Premiação de Monografia, realizada no dia 9 de dezembro 2008, na cidade de Brasília/DF.

12 12 Proposta e Concessão de Diárias nº 337/2008. MARIA DA GRAÇA OLIVEIRA DE ALMEIDA. Procuradora da Justiça Militar. Concedo e autorizo o pagamento de 2,5 diárias no valor total com descontos de R$ 919,54 (novecentos e dezenove reais e cinqüenta e quatro centavos), referente à viagem a BRASILIA, no período de 8 a 10 de dezembro de 2008, para participar da reunião do Conselho Administrativo e Solenidade de Premiação de Monografia, realizada no dia 9 de dezembro 2008, na cidade de Brasília/DF. Proposta e Concessão de Diárias nº 338/2008. IROS REICHMANN LOSSO. Procurador da República. Concedo e autorizo o pagamento de 1,5 diária no valor total com descontos de R$ 546,36 (quinhentos e quarenta e seis reais e trinta e seis centavos), referente à viagem a BRASILIA, no período de 9 a 10 de dezembro de 2008, para participar como docente na Atividade Acadêmica denominada VII Curso de Ingresso e Vitaliciamento de Procuradores da República, realizado no período de 04 a 12 de dezembro de 2008, na cidade de Brasília/DF. Proposta e Concessão de Diárias nº 339/2008. FERNANDO ANTONIO NOGUEIRA GALVAO DA ROCHA, Juiz Civil. Concedo e autorizo o pagamento de 5,5 diárias no valor total sem descontos de R$ 2.200,00 (dois mil e duzentos reais), referente à viagem a BRASÍLIA, no período de 8 a 12 de dezembro de 2008, para ministrar a disciplina Tutela Penal do Meio Ambiente no Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Direito Penal Especial, a realizar-se no período de 8 a 12 de dezembro 2008, na cidade de Brasília. Proposta e Concessão de Diárias nº 340/2008. FERNANDO DE ALMEIDA MARTINS. Procurador da República. Concedo e autorizo o pagamento de 2,0 diárias no valor total com descontos de R$ 346,36 (trezentos e quarenta e seis reais e trinta e seis centavos), referente à viagem a BRASILIA, no período de 11 a 12 de dezembro de 2008, para participar como docente na Atividade Acadêmica denominada VII Curso de Ingresso e Vitaliciamento de Procuradores da República, realizado no período de 04 a 12 de dezembro de 2008, na cidade de Brasília/DF. Proposta e Concessão de Diárias nº 341/2008. JOSE MARIA DE CASTRO PANOEIRO. Procurador da República. Concedo e autorizo o pagamento de 2,0 diárias no valor total com descontos de R$ 346,36 (trezentos e quarenta e seis reais e trinta e seis centavos), referente à viagem a BRASILIA, no período de 9 a 10 de dezembro de 2008, para participar como docente na Atividade Acadêmica denominada VII Curso de Ingresso e Vitaliciamento de Procuradores da República, realizado no período de 04 a 12 de dezembro de 2008, na cidade de Brasília/DF.

13 13 Proposta e Concessão de Diárias nº 342/2008. PAULO ROBERTO OLEGÁRIO DE SOUSA. Procurador da República. Concedo e autorizo o pagamento de 3,0 diárias no valor total com descontos de R$ 546,54 (quinhentos e quarenta e seis reais e cinqüenta e quatro centavos), referente à viagem a BRASILIA, no período de 11 a 13 de dezembro de 2008, para participar como docente na Atividade Acadêmica denominada VII Curso de Ingresso e Vitaliciamento de Procuradores da República, realizado no período de 04 a 12 de dezembro de 2008, na cidade de Brasília/DF. Proposta e Concessão de Diárias nº 343/2008. ANTONIO DO PASSO CABRAL. Procurador da República. Concedo e autorizo o pagamento de 3,0 diárias no valor total com descontos de R$ 519,54 (quinhentos e dezenove reais e cinqüenta e quatro centavos), referente à viagem a BRASILIA, no período de 8 a 10 de dezembro de 2008, para participar como docente na Atividade Acadêmica denominada VII Curso de Ingresso e Vitaliciamento de Procuradores da República, realizado no período de 04 a 12 de dezembro de 2008, na cidade de Brasília/DF. Proposta e Concessão de Diárias nº 344/2008. MARCELLO PARANHOS DE OLIVEIRA MILLER. Procurador da República. Concedo e autorizo o pagamento de 3,0 diárias no valor total com descontos de R$ 519,54 (quinhentos e dezenove reais e cinqüenta e quatro centavos), referente à viagem a BRASILIA, no período de 8 a 10 de dezembro de 2008, para participar como docente na Atividade Acadêmica denominada VII Curso de Ingresso e Vitaliciamento de Procuradores da República, realizado no período de 04 a 12 de dezembro de 2008, na cidade de Brasília/DF. Proposta e Concessão de Diárias nº 345/2008. ALEXANDRE AMARAL GAVRONSKI. Procurador da República. Concedo e autorizo o pagamento de 2,0 diárias no valor total com descontos de R$ 346,36 (trezentos e quarenta e seis reais e trinta e seis centavos), referente à viagem a BRASILIA, no período de 10 a 11 de dezembro de 2008, para participar como docente na Atividade Acadêmica denominada VII Curso de Ingresso e Vitaliciamento de Procuradores da República, realizado no período de 04 a 12 de dezembro de 2008, na cidade de Brasília/DF. Proposta e Concessão de Diárias nº 346/2008. WELLINGTON CABRAL SARAIVA. Procurador Regional da República. Concedo e autorizo o pagamento de 2,0 diárias no valor total com descontos de R$ 346,36 (trezentos e quarenta e seis reais e trinta e seis centavos), referente à viagem a BRASILIA, no período de 8 a 9 de dezembro de 2008, para participar como docente na Atividade Acadêmica denominada VII Curso de Ingresso e Vitaliciamento de Procuradores da República, realizado no período de 04 a 12 de dezembro de 2008, na cidade de Brasília/DF.

14 14 Proposta e Concessão de Diárias nº 347/2008. MONICA ANJOS, Jornalista. Concedo e autorizo o pagamento de 1,5 diárias no valor total sem descontos de R$ 600,00 (seiscentos reais), referente à viagem a SÃO PAULO, no período de 5 a 6de dezembro, para participar como docente na Atividade Acadêmica denominada Curso Media Training, realizada no dia 6 de dezembro de 2008, em São Paulo/SP. Proposta e Concessão de Diárias nº 348/2008. REGINA FATIMA BELLO BRUTUS. Procuradora Regional da República. Concedo e autorizo o pagamento de 1,5 diárias no valor total com descontos de R$ 546,54 (quinhentos e quarenta e seis reais e cinqüenta e quatro centavos), referente à viagem a BRASILIA, no período de 9 a 10 de dezembro de 2008, para participar da reunião do Conselho Editorial do Boletim Científico desta ESMPU, a realizar-se no dia 9 de dezembro 2008, na cidade de Brasília. Proposta e Concessão de Diárias nº 349/2008. UBIRATAN CAZETTA. Procurador da República. Concedo e autorizo o pagamento de 2,0 diárias no valor total com descontos de R$ 346,36 (trezentos e quarenta e seis reais e trinta e seis centavos), referente à viagem a BRASILIA, no período de 9 a 10 de dezembro de 2008, para participar como docente na Atividade Acadêmica denominada VII Curso de Ingresso e Vitaliciamento de Procuradores da República, realizado no período de 04 a 12 de dezembro de 2008, na cidade de Brasília/DF. Proposta e Concessão de Diárias nº 350/2008. VICTOR CARVALHO VEGGI. Procurador da República. Concedo e autorizo o pagamento de 3,0 diárias no valor total com descontos de R$ 546,54 (quinhentos e quarenta e seis reais e cinqüenta e quatro centavos), referente à viagem a BRASILIA, no período de 11 a 13 de dezembro de 2008, para participar como docente na Atividade Acadêmica denominada VII Curso de Ingresso e Vitaliciamento de Procuradores da República, realizado no período de 04 a 12 de dezembro de 2008, na cidade de Brasília/DF. RECONHECIMENTO DE DÍVIDA Em 09 de dezembro de Processo nº / Dr. ANTONIO JACO BRAND. RECONHEÇO a dívida, relativa a despesas de exercícios anteriores, referente ao reembolso de despesa com hospedagem, alimentação e transporte, por ocasião do Seminário GUARANI TRANSFRONTEIRIÇOS: POLÍTICAS PÚBLICAS E CIDADANIA, realizado em FOZ DO IGUAÇU/PR, no período de 14 a 16/11/2007, no valor de R$ 1.517,92 (hum mil, quinhentos e dezessete reais e noventa e dois centavos). Fundamento legal: Lei 4.320/64, artigo 37, combinado com o Decreto nº /86, artigo 22, 1º e 2º.

15 15 Em 12 de dezembro de Processo nº / Professor ANTONIO JORGE RAMALHO DA ROCHA. RECONHEÇO a dívida relativa a despesas do corrente exercício, contraída por ocasião da ministração da disciplina UN, BRASIL & HAITI, no valor de R$ 788,12 (setecentos e oitenta e oito reais e doze centavos). Fundamento legal: Lei 4.320/64, artigo 37, combinado com o Decreto nº /86, artigo 22, 1º e 2º. LOTAÇÃO PROVISÓRIA MARCOS KIMURA Secretário de Administração e Tecnologia Ordenador de Despesas SECRETARIA GERAL DO MPU Em 10 de dezembro de Processo nº / MAURÍCIO DIBI BEVILÁQUA. AUTORIZO a prorrogação da lotação provisória do servidor na PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO, no OFÍCIO de SANTA MARIA, pelo período de 6 (seis) meses. Fundamento legal: art. 1º, VI, alínea b, da Portaria PGR/ MPU nº 94, de 14/03/07. CARLOS FREDERICO SANTOS Secretário- Geral CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO Portaria nº 15, de 28 de novembro de O SECRETÁRIO-GERAL DO CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO, no uso de suas atribuições delegadas pela Presidência, resolve: Art. 1º - Designar os servidores abaixo relacionados como Gestores do respectivo Contrato. Empresa Gestor TERMO DE CONTRATO 82/2008 TECNO QUALITY TELEMÁTICA LTDA Nome Matrícula Unidade DIEGO JOSÉ SOUSA ALBUQUERQUE CNMP Substituto PAULO CÉLIO SOARES DA SILVA JÚNIOR CNMP Art. 2º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. JOSÉ ADÉRCIO LEITE SAMPAIO Procurador Regional da República Secretário-Geral do CNMP

16 16 E X P E D I E N T E MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO SECRETARIA GERAL SECRETARIA DE ACOMPANHAMENTO DOCUMENTAL E PROCESSUAL Boletim de Serviço nº 12- Ano XIV DEZEMBRO DE 2008 SAF/SUL QUADRA 04 LOTE 03 CEP: Brasília/DF Telefone: (61) Fac-Símile: Endereço Eletrônico: Intranet Nacional do MPF/Comunicações Diagramação: Sérgio Marques Chefe da Seção de Edição Gráfica e Eletrônica Supervisão: Magnólia Alves Ferreira Chefe da Divisão de Acompanhamento e Editoração de Publicações Responsável: Zanoni Barbosa Júnior Coordenador de Comunicações Administrativas

RESOLUÇÃO Nº 372, DE 31 DE JULHO DE 2008

RESOLUÇÃO Nº 372, DE 31 DE JULHO DE 2008 RESOLUÇÃO Nº 372, DE 31 DE JULHO DE 2008 Dispõe sobre as férias dos servidores do Supremo Tribunal Federal. O PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, no uso das atribuições que lhe confere o art. 363,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 555, DE 19 DE JUNHO DE 2015

RESOLUÇÃO Nº 555, DE 19 DE JUNHO DE 2015 Publicada no DJE/STF, n. 122, p. 1-2 em 24/6/2015. RESOLUÇÃO Nº 555, DE 19 DE JUNHO DE 2015 Dispõe sobre as férias dos servidores do Supremo Tribunal Federal. O PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 194, DE 22 DE FEVEREIRO DE 2000.

RESOLUÇÃO Nº 194, DE 22 DE FEVEREIRO DE 2000. RESOLUÇÃO Nº 194, DE 22 DE FEVEREIRO DE 2000. Dispõe sobre as férias dos servidores do Supremo Tribunal Federal. O PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, no uso das atribuições que lhe confere o art.

Leia mais

ATO Nº 382/2011. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

ATO Nº 382/2011. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais, ATO Nº 382/2011 Dispõe sobre a concessão de férias no âmbito do Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região e dá outras providências. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO, no uso de

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO PROPOSTA DE RESOLUÇÃO CONSELHEIRO LUIZ MOREIRA GOMES JÚNIOR. RESOLUÇÃO Nº, de de de 2013.

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO PROPOSTA DE RESOLUÇÃO CONSELHEIRO LUIZ MOREIRA GOMES JÚNIOR. RESOLUÇÃO Nº, de de de 2013. CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO PROPOSTA DE RESOLUÇÃO CONSELHEIRO LUIZ MOREIRA GOMES JÚNIOR RESOLUÇÃO Nº, de de de 2013. Dispõe sobre as férias dos Membros dos Ministérios Públicos da União e dos

Leia mais

PORTARIA TRT 18ª GP/DG/SGPe Nº 395/2012 O DESEMBARGADOR-PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais

PORTARIA TRT 18ª GP/DG/SGPe Nº 395/2012 O DESEMBARGADOR-PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais PORTARIA TRT 18ª GP/DG/SGPe Nº 395/2012 O DESEMBARGADOR-PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais e tendo em vista o que dispõem os artigos

Leia mais

SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA CONSELHO DA JUSTIÇA FEDERAL RESOLUÇÃO Nº- CF-RES-2012/00221, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2012

SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA CONSELHO DA JUSTIÇA FEDERAL RESOLUÇÃO Nº- CF-RES-2012/00221, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2012 SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA CONSELHO DA JUSTIÇA FEDERAL RESOLUÇÃO Nº- CF-RES-2012/00221, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2012 Dispõe sobre a concessão de férias no âmbito do Conselho e da Justiça Federal de primeiro

Leia mais

MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO FEDERAL E REFORMA DO ESTADO SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS PORTARIA NORMATIVA SRH Nº 2, DE 14 DE OUTUBRO DE 1998

MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO FEDERAL E REFORMA DO ESTADO SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS PORTARIA NORMATIVA SRH Nº 2, DE 14 DE OUTUBRO DE 1998 MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO FEDERAL E REFORMA DO ESTADO SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS PORTARIA NORMATIVA SRH Nº 2, DE 14 DE OUTUBRO DE 1998 Dispõe sobre as regras e procedimentos a serem adotados pelos

Leia mais

ORIENTAÇÃO NORMATIVA SRH Nº 2, DE 23 DE FEVEREIRO DE 2011. CAPÍTULO I DO DIREITO E DA CONCESSÃO

ORIENTAÇÃO NORMATIVA SRH Nº 2, DE 23 DE FEVEREIRO DE 2011. CAPÍTULO I DO DIREITO E DA CONCESSÃO ORIENTAÇÃO NORMATIVA SRH Nº 2, DE 23 DE FEVEREIRO DE 2011. Dispõe sobre as regras e procedimentos a serem adotados pelos órgãos setoriais e seccionais do Sistema de Pessoal Civil da Administração Federal

Leia mais

FÉRIAS DEFINIÇÃO INFORMAÇÕES GERAIS INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FUNDAMENTAÇÃO LEGAL PERGUNTAS FREQUENTES

FÉRIAS DEFINIÇÃO INFORMAÇÕES GERAIS INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FUNDAMENTAÇÃO LEGAL PERGUNTAS FREQUENTES FÉRIAS DEFINIÇÃO INFORMAÇÕES GERAIS INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FUNDAMENTAÇÃO LEGAL PERGUNTAS FREQUENTES DEFINIÇÃO Período de descanso remunerado com duração prevista em lei (Lei 8.112/90 artigos 77 a 80).

Leia mais

Universidade Federal de Minas Gerais Pró-Reitoria de Recursos Humanos Departamento de Administração de Pessoal

Universidade Federal de Minas Gerais Pró-Reitoria de Recursos Humanos Departamento de Administração de Pessoal FÉRIAS Cód.: FER Nº: 55 Versão: 10 Data: 05/12/2014 DEFINIÇÃO Período de descanso remunerado com duração prevista em lei. REQUISITOS BÁSICOS 1. Servidor efetivo: - Possuir 12 (doze) meses de efetivo exercício

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 590/DILEP.CIF.SEGPES.GDGSET.GP, DE 30 DE AGOSTO DE 2013

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 590/DILEP.CIF.SEGPES.GDGSET.GP, DE 30 DE AGOSTO DE 2013 TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 590/DILEP.CIF.SEGPES.GDGSET.GP, DE 30 DE AGOSTO DE 2013 Dispõe sobre as regras e procedimentos adotados para concessão, indenização, parcelamento e pagamento

Leia mais

CONSELHO SUPERIOR (CANCELADA)

CONSELHO SUPERIOR (CANCELADA) CONSELHO SUPERIOR (CANCELADA) Resolução-CSDP nº 062, de 10 de setembro de 2010 Dispõe sobre a concessão de férias aos Defensores Públicos do Estado do Tocantins e dá outras providências. O CONSELHO SUPERIOR

Leia mais

INSTRUÇÃO DE SERVIÇO Nº 06/2003 DG/DNIT DO DIREITO E DA CONCESSÃO

INSTRUÇÃO DE SERVIÇO Nº 06/2003 DG/DNIT DO DIREITO E DA CONCESSÃO INSTRUÇÃO DE SERVIÇO Nº 06/2003 DG/DNIT O GESTOR DO DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES - DNIT, no uso das atribuições que lhe conferem os artigos 7 - C e 19 da Estrutura Regimental

Leia mais

NORMA PROCEDIMENTAL PROGRAMAÇÃO, REPROGRAMAÇÃO E HOMOLOGAÇÃO DE FÉRIAS. Servidores docentes e técnico-administrativos da UFTM.

NORMA PROCEDIMENTAL PROGRAMAÇÃO, REPROGRAMAÇÃO E HOMOLOGAÇÃO DE FÉRIAS. Servidores docentes e técnico-administrativos da UFTM. 50.05.009 1/7 1. FINALIDADE Regulamentar os procedimentos relacionados à programação, reprogramação e homologação de férias dos servidores da UFTM. 2. ÂMBITO DE APLICAÇÃO Servidores docentes e técnico-administrativos

Leia mais

Secretaria de Recursos Humanos

Secretaria de Recursos Humanos FÉRIAS CONCESSÃO/PAGAMENTO/INTERRUPÇÃO 1 - A cada exercício correspondente ao ano civil, os servidores fazem jus a trinta dias de férias? Resposta: sim, ressalvados os seguintes casos: I - o servidor que

Leia mais

Boletim Interno. Edição Extraordinária nº 19

Boletim Interno. Edição Extraordinária nº 19 Boletim Interno Edição Extraordinária nº 19 Fundação Escola Nacional de Administração Pública SAIS Área 2-A 70610-900 Brasília, DF Tel.: (61) 2020-3000 Miriam Aparecida Belchior Ministra de Estado do Planejamento,

Leia mais

REGULAMENTO/DIGEP Nº 002, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2014.

REGULAMENTO/DIGEP Nº 002, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2014. REGULAMENTO/DIGEP Nº 002, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2014. Dispõe acerca das regras e procedimentos para a concessão, indenização, parcelamento e pagamento da remuneração de férias dos servidores do Instituto

Leia mais

Em 21 de agosto de 2014, a Reitora da Universidade Federal de São João del- Rei UFSJ, usando de suas atribuições, e considerando:

Em 21 de agosto de 2014, a Reitora da Universidade Federal de São João del- Rei UFSJ, usando de suas atribuições, e considerando: ORDEM DE SERVIÇO N o 062/2014 Em 21 de agosto de 2014, a Reitora da Universidade Federal de São João del- Rei UFSJ, usando de suas atribuições, e considerando: - a Lei n o 8.112 de 11 de dezembro de 1990,

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE PROGRAMAÇÃO DE FÉRIAS NO ÂMBITO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA

ORIENTAÇÕES SOBRE PROGRAMAÇÃO DE FÉRIAS NO ÂMBITO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA ORIENTAÇÕES SOBRE PROGRAMAÇÃO DE FÉRIAS NO ÂMBITO DA 1-OBJETIVO Estabelecer critérios e uniformizar os procedimentos relativos à programação de férias, garantindo o funcionamento adequado das atividades

Leia mais

RESOLUÇÃO N. 128/2013/TCE-RO

RESOLUÇÃO N. 128/2013/TCE-RO RESOLUÇÃO N. 128/2013/TCE-RO Dispõe sobre a concessão de folgas compensatórias e o gozo de Licença-Prêmio por Assiduidade dos servidores do Tribunal de Contas do Estado de Rondônia. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL

Leia mais

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO ATO Nº 20/2005 (Revogado pelo Ato nº 56/2012) Dispõe sobre a concessão da gratificação natalina aos servidores do Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 19ª REGIÃO SECRETARIA DO TRIBUNAL PLENO TRIBUNAL PLENO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 19ª REGIÃO SECRETARIA DO TRIBUNAL PLENO TRIBUNAL PLENO PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 19ª REGIÃO SECRETARIA DO TRIBUNAL PLENO TRIBUNAL PLENO RESOLUÇÃO ADMINISTRATIVA Nº 27/2012 O PLENO DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO

Leia mais

Universidade Federal de Minas Gerais Pró-Reitoria de Recursos Humanos Departamento de Administração de Pessoal

Universidade Federal de Minas Gerais Pró-Reitoria de Recursos Humanos Departamento de Administração de Pessoal FÉRIAS Cód.: FER Nº: 55 Versão: 10 Data: 01/02/2016 DEFINIÇÃO Período de descanso remunerado com duração prevista em lei. REQUISITOS BÁSICOS 1. Servidor efetivo: - Possuir 12 (doze) meses de efetivo exercício

Leia mais

ATO Nº 56/2012. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

ATO Nº 56/2012. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais, ATO Nº 56/2012 Dispõe sobre a concessão da gratificação natalina aos magistrados e servidores do Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO,

Leia mais

DECRETO Nº 15.555, DE 12 DE MARÇO DE

DECRETO Nº 15.555, DE 12 DE MARÇO DE DECRETO Nº 15.555, DE 12 DE MARÇO DE 2014 Regulamenta a concessão de férias a servidor público efetivo, a servidor comissionado e a militar do Estado. O GOVERNADOR DO ESTADO DO PIAUÍ, no uso das atribuições

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 3, DE 15 DE FEVEREIRO DE 2013

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 3, DE 15 DE FEVEREIRO DE 2013 MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 3, DE 15 DE FEVEREIRO DE 2013 Dispõe sobre as regras e procedimentos a serem adotados pelos Órgãos Setoriais

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE FÉRIAS

ORIENTAÇÕES SOBRE FÉRIAS ORIENTAÇÕES SOBRE FÉRIAS Aos Servidores e Dirigentes da Universidade Federal do Amazonas: Com o objetivo de assegurar o funcionamento contínuo das atividades administrativas e acadêmicas e dos órgãos suplementares

Leia mais

PORTARIA NORMATIVA N 119, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2010

PORTARIA NORMATIVA N 119, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2010 INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE PORTARIA NORMATIVA N 119, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2010 Dispõe sobre o horário de funcionamento do Instituto Chico Mendes, jornada de trabalho e controle

Leia mais

RESOLUÇÃO N. 131/2013/TCE-RO

RESOLUÇÃO N. 131/2013/TCE-RO RESOLUÇÃO N. 131/2013/TCE-RO Dispõe sobre a concessão de férias aos servidores do Tribunal de Contas do Estado de Rondônia. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE RONDÔNIA, no uso das atribuições

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 01, DE 18 DE MARÇO DE 2011. Disciplina a gratificação por condições especiais de trabalho.

RESOLUÇÃO Nº 01, DE 18 DE MARÇO DE 2011. Disciplina a gratificação por condições especiais de trabalho. RESOLUÇÃO Nº 01, DE 18 DE MARÇO DE 2011 Disciplina a gratificação por condições especiais de trabalho. O CONSELHO ESTADUAL DE GESTÃO DE PESSOAS no uso das atribuições que lhe confere o art. 29, III, da

Leia mais

NORMA DE REMOÇÃO NOR 309

NORMA DE REMOÇÃO NOR 309 MANUAL DE GESTÃO DE PESSOAS COD. 300 ASSUNTO: REMOÇÃO DE DIRIGENTES E EMPREGADOS APROVAÇÃO: Deliberação DIREX nº 71, de 25/05/2015 VIGÊNCIA: 25/05/2015 NORMA DE REMOÇÃO NOR 309 1/7 SUMÁRIO 1. FINALIDADE...

Leia mais

NORMA DE PROCEDIMENTOS. Férias

NORMA DE PROCEDIMENTOS. Férias pág.: 1/6 1 Objetivo Estabelecer critérios e procedimentos para programação, concessão e pagamento de férias aos empregados da COPASA MG. 2 Referências Para aplicação desta norma poderá ser necessário

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 8, DE 6 DE JULHO DE 1993 I - DAS REGRAS GERAIS SOBRE A CONTAGEM DO TEMPO DE SERVIÇO

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 8, DE 6 DE JULHO DE 1993 I - DAS REGRAS GERAIS SOBRE A CONTAGEM DO TEMPO DE SERVIÇO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 8, DE 6 DE JULHO DE 1993 O MINISTRO DE ESTADO CHEFE DA SECRETARIA DA ADMINISTRAÇÃO FEDERAL DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA, no uso das atribuições que lhe conferem a Lei nº 8.490, de

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO 1 MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO Boletim de Serviço - Ano XIII - nº 07 - julho de 2007 S U M Á R I O Atos do Procurador Geral da República...01 Escola Superior do Ministério Público da União...04 Secretaria

Leia mais

PORTARIA PGR/MPU N.º 707, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2006.

PORTARIA PGR/MPU N.º 707, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2006. PORTARIA PGR/MPU N.º 707, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2006. Regulamenta a jornada de trabalho, o controle de freqüência, serviços extraordinários dos servidores do Ministério Público da União e dá outras providências.

Leia mais

PORTARIA PGR/MPU Nº 378 DE 9 DE AGOSTO DE 2010

PORTARIA PGR/MPU Nº 378 DE 9 DE AGOSTO DE 2010 PORTARIA PGR/MPU Nº 378 DE 9 DE AGOSTO DE 2010 Regulamenta o Programa de Estágio no âmbito do Ministério Público da União e da Escola Superior do Ministério Público da União e dá outras providências. O

Leia mais

RESOLUÇÃO CFP Nº 009/2009

RESOLUÇÃO CFP Nº 009/2009 RESOLUÇÃO CFP Nº 009/2009 Dispõe sobre o reajuste, direitos e deveres dos empregados do Conselho Federal de Psicologia. O CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA, no uso de suas atribuições legais, estatutárias

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA SEAP Nº 5, DE 28 DE ABRIL DE 1999

INSTRUÇÃO NORMATIVA SEAP Nº 5, DE 28 DE ABRIL DE 1999 INSTRUÇÃO NORMATIVA SEAP Nº 5, DE 28 DE ABRIL DE 1999 Estabelece orientação aos órgãos setoriais e seccionais do Sistema de Pessoal Civil da Administração Federal - SIPEC quanto aos procedimentos operacionais

Leia mais

Coordenação de Cadastro/DP

Coordenação de Cadastro/DP CONHECENDO A UFRRJ: um olhar mais próximo da estrutura física, organizacional, funcional e cultural da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Coordenação de Cadastro/DP SEÇÃO DE CADASTRO Controle

Leia mais

ORDEM DE SERVIÇO Nº 08/2014

ORDEM DE SERVIÇO Nº 08/2014 ORDEM DE SERVIÇO Nº 08/2014 O PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE, no exercício de suas atribuições legais, de conformidade com o art. 57, inciso XVIII, da Lei Orgânica do Município de Porto

Leia mais

VACÂNCIA 1. DEFINIÇÃO:

VACÂNCIA 1. DEFINIÇÃO: VACÂNCIA 1. DEFINIÇÃO: 1.1. É o desligamento de cargo público federal efetivo, com a geração de vaga, que possibilita o servidor aprovado em concurso público ser nomeado para outro cargo inacumulável,

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES MEDIDA PROVISÓRIA Nº 201, DE 31 DE JULHO DE 2015 Dispõe sobre as formas de cumprimento da jornada de trabalho e o banco de horas no âmbito do Instituto Geral de Perícias (IGP) e estabelece outras providências.

Leia mais

NORMA DE FÉRIAS. RES. nº 1628/09. Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba

NORMA DE FÉRIAS. RES. nº 1628/09. Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba Vinculada ao Ministério da Integração Nacional - M I. nº 1628/09 FOR-101 1/5 S U M Á R I O 1 Objetivo, 2/5 2 Definição, 2/5 3 Competências,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 545, DE 22 DE JANEIRO DE 2015

RESOLUÇÃO Nº 545, DE 22 DE JANEIRO DE 2015 Publicada no Diário da Justiça Eletrônico, nº 17, em 27/1/2015. RESOLUÇÃO Nº 545, DE 22 DE JANEIRO DE 2015 Dispõe sobre a concessão de diárias e passagens no âmbito do Supremo Tribunal Federal. O PRESIDENTE

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE GESTÃO ADMINISTRATIVO-FINANCEIRA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE GESTÃO ADMINISTRATIVO-FINANCEIRA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE GESTÃO ADMINISTRATIVO-FINANCEIRA RESOLUÇÃO Nº 01/2011 Regulamenta a capacitação de Pessoal Técnico-

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 3.736, DE 15 DE SETEMBRO DE 2011

RESOLUÇÃO Nº 3.736, DE 15 DE SETEMBRO DE 2011 UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO RESOLUÇÃO Nº 3.736, DE 15 DE SETEMBRO DE 2011 Dispõe sobre o afastamento do país e concessão de passagens para servidores da UNIRIO. O Conselho de

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 4, DE 4 DE JULHO DE 2014

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 4, DE 4 DE JULHO DE 2014 MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 4, DE 4 DE JULHO DE 2014 Estabelece orientações sobre a aceitação de estagiários no âmbito da Administração

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES MEDIDA PROVISÓRIA Nº 203, DE 31 DE JULHO DE 2015 Dispõe sobre as formas de cumprimento da jornada de trabalho e o banco de horas no âmbito da Polícia Civil do Estado de Santa Catarina e estabelece outras

Leia mais

RESOLUÇÃO PRESI 24 DE 05 DE DEZEMBRO DE 2014

RESOLUÇÃO PRESI 24 DE 05 DE DEZEMBRO DE 2014 TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 1ª REGIÃO RESOLUÇÃO PRESI 24 DE 05 DE DEZEMBRO DE 2014 Regulamenta as indenizações a magistrados e servidores da Justiça Federal da 1ª Região em mudança de domicílio por interesse

Leia mais

ATO REGULAMENTAR N. 18/2012-GPGJ

ATO REGULAMENTAR N. 18/2012-GPGJ ATO REGULAMENTAR N. 18/2012-GPGJ Dispõe sobre a regulamentação de registro e controle biométrico, por meio de impressão digital, de frequência dos servidores do Ministério Público do Estado do Maranhão.

Leia mais

considerando a necessidade de conceder incentivos ao estudo de idioma estrangeiro para os servidores ativos da Anvisa, resolve:

considerando a necessidade de conceder incentivos ao estudo de idioma estrangeiro para os servidores ativos da Anvisa, resolve: Nº21 29/04/2013 Boletim de Serviço 19/164 PORTARIA Nº 763/ANVISA, DE 29 DE ABRIL DE 2013 Dispõe sobre limites e procedimentos para concessão de bolsa de estudo de idioma estrangeiro aos servidores ativos

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA

ESTADO DE SANTA CATARINA PROJETO DE LEI Nº Disciplina a admissão de pessoal por prazo determinado no âmbito do Magistério Público Estadual, para atender à necessidade temporária de excepcional interesse público, sob regime administrativo

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 439, DE 21 DE SETEMBRO DE 2010

RESOLUÇÃO Nº 439, DE 21 DE SETEMBRO DE 2010 Publicada no Diário da Justiça Eletrônico em 24/9/2010. RESOLUÇÃO Nº 439, DE 21 DE SETEMBRO DE 2010 Dispõe sobre a concessão de diárias e passagens no âmbito do Supremo Tribunal Federal. O PRESIDENTE DO

Leia mais

REGULAMENTO/COGEP Nº 001, DE 1º DE JUNHO DE 2012. 2ª Edição Atualizada em 29 de janeiro de 2013.

REGULAMENTO/COGEP Nº 001, DE 1º DE JUNHO DE 2012. 2ª Edição Atualizada em 29 de janeiro de 2013. REGULAMENTO/COGEP Nº 001, DE 1º DE JUNHO DE 2012. 2ª Edição Atualizada em 29 de janeiro de 2013. Dispõe acerca da Política de uso do PONTO ELETRÔNICO E DA JORNADA DE TRABALHO dos servidores do Instituto

Leia mais

CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL

CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL 1 CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL LEI Nº 5.106, DE 3 DE MAIO DE 2013 (Autoria do Projeto: Poder Executivo) Dispõe sobre a carreira Assistência à Educação do Distrito Federal e dá outras providências.

Leia mais

Poder Judiciário INSTRUÇÃO NORMATIVA N9 5G, DE J^ DE FEVEREIRO DE 2014. suas atribuições e com fundamento nos arts. 53 a 57 da Lei n9 8.

Poder Judiciário INSTRUÇÃO NORMATIVA N9 5G, DE J^ DE FEVEREIRO DE 2014. suas atribuições e com fundamento nos arts. 53 a 57 da Lei n9 8. *. «/A ' Poder Judiciário INSTRUÇÃO NORMATIVA N9 5G, DE J^ DE FEVEREIRO DE 2014 Dispõe sobre a concessão de ajuda de custo aos Conselheiros, aos Juizes Auxiliares e aos Servidores no âmbito do Conselho

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA-EXECUTIVA DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO NORMA OPERACIONAL/DIRAD/N 04, DE 7 DE AGOSTO DE 2014

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA-EXECUTIVA DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO NORMA OPERACIONAL/DIRAD/N 04, DE 7 DE AGOSTO DE 2014 MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA-EXECUTIVA DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO NORMA OPERACIONAL/DIRAD/N 04, DE 7 DE AGOSTO DE 2014 Define os procedimentos relativos à concessão de auxílio-moradia

Leia mais

Parecer sobre indenização por dispensa de FC na integralização da GAE

Parecer sobre indenização por dispensa de FC na integralização da GAE Parecer sobre indenização por dispensa de FC na integralização da GAE Ementa: Analista Judiciário - área judiciária especialidade de Oficial de Justiça Avaliador Federal. Integralização da GAE. Percepção

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO PRÓ-REITORIA DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL Avenida Rio Branco, 50 Santa Lúcia 29056-255 Vitória ES 27 3357-7500 DIRETORIA DE GESTÃO DE PESSOAS

Leia mais

Ato PGJ nº 001/2012 RESOLVE:

Ato PGJ nº 001/2012 RESOLVE: Ato PGJ nº 001/2012 Dispõe sobre a jornada de trabalho, a prestação de serviço extraordinário, o banco de horas e o controle de frequência dos servidores do Ministério Público do Estado do Piauí, e dá

Leia mais

CARTILHA: DIREITOS E VANTAGENS DOS SERVIDORES PÚBLICOS UNIDADE ADMINISTRATIVO FINANCEIRA - UNAFIN

CARTILHA: DIREITOS E VANTAGENS DOS SERVIDORES PÚBLICOS UNIDADE ADMINISTRATIVO FINANCEIRA - UNAFIN CARTILHA: DIREITOS E VANTAGENS DOS SERVIDORES PÚBLICOS UNIDADE ADMINISTRATIVO FINANCEIRA - UNAFIN 1. Que vantagens além do vencimento podem ser pagas ao servidor? a) indenizações, que não se incorporam

Leia mais

Prof Dr. Antonio Guedes Rangel Junior

Prof Dr. Antonio Guedes Rangel Junior RESOLUÇÃO/UEPB/CONSEPE/065/2014 Regulamenta o processo de afastamento para capacitação de Docentes da UEPB. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO CONSEPE, da UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA UEPB,

Leia mais

Universidade Federal Fluminense SIRH - SISTEMAS INTEGRADOS DE RECURSOS HUMANOS SISTEMA DE CONTROLE DE FÉRIAS

Universidade Federal Fluminense SIRH - SISTEMAS INTEGRADOS DE RECURSOS HUMANOS SISTEMA DE CONTROLE DE FÉRIAS Universidade Federal Fluminense SIRH - SISTEMAS INTEGRADOS DE RECURSOS HUMANOS SISTEMA DE CONTROLE DE FÉRIAS MANUAL DO USUÁRIO Sistema de Controle de Férias Lei N 8112 de 11 de dezembro de 1990 Capítulo

Leia mais

BOLETIM DE SERVIÇO MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO

BOLETIM DE SERVIÇO MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO BOLETIM DE SERVIÇO MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO Nº 08 MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Cláudio Lemos Fonteles Procurador-Geral da República Antônio Fernando Barros e Silva de Souza

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO 1 MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO Boletim de Serviço - Ano XXI - nº 05 - maio de 2008 S U M Á R I O Atos do Procurador-Geral da República... 01 Escola Superior do Ministério Público da União... 02 Secretaria

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO.

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO. 1 MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO Boletim de Serviço - Ano XIII - nº 10 - outubro de 2007 S U M Á R I O Atos do Procurador Geral da República...01 Escola Superior do Ministério Público da União...02 Secretaria

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.169, DE 23 DE AGOSTO DE 2011

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.169, DE 23 DE AGOSTO DE 2011 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.169, DE 23 DE AGOSTO DE 2011 Disciplina o afastamento de servidores docentes e técnico-administrativos

Leia mais

Universidade Federal de Minas Gerais Pró-Reitoria de Recursos Humanos Departamento de Administração de Pessoal AUXÍLIO PRÉ-ESCOLAR

Universidade Federal de Minas Gerais Pró-Reitoria de Recursos Humanos Departamento de Administração de Pessoal AUXÍLIO PRÉ-ESCOLAR AUXÍLIO PRÉ-ESCOLAR Cód.: AUE Nº: 31 Versão: 8 Data: 14/07/2015 DEFINIÇÃO Benefício concedido ao servidor ativo para propiciar assistência pré-escolar aos seus dependentes, durante sua jornada de trabalho.

Leia mais

RESOLUÇÃO PRESI 28 DE 16 DE DEZEMBRO DE 2014

RESOLUÇÃO PRESI 28 DE 16 DE DEZEMBRO DE 2014 TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 1ª REGIÃO RESOLUÇÃO PRESI 28 DE 16 DE DEZEMBRO DE 2014 Regulamenta o expediente e a jornada de trabalho do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, institui o controle eletrônico

Leia mais

CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO BOLETIM INTERNO N o 29

CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO BOLETIM INTERNO N o 29 CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO BOLETIM INTERNO N o 29 Brasília-DF, 18 de julho de 2014 - Para conhecimento e devida execução, publica-se o seguinte: ASSUNTOS GERAIS E ADMINISTRATIVOS CONTROLADORIA-GERAL

Leia mais

BOLSA DE ESTUDO PARA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO Perguntas Mais Frequentes

BOLSA DE ESTUDO PARA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO Perguntas Mais Frequentes BOLSA DE ESTUDO PARA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO Perguntas Mais Frequentes Que norma regulamenta a concessão da bolsa de estudo? A Instrução Normativa nº 104, de 25 de janeiro de 2010, regulamenta a concessão

Leia mais

Portaria nº 962/2011 Florianópolis, 11 de julho de 2011.

Portaria nº 962/2011 Florianópolis, 11 de julho de 2011. Portaria nº 962/2011 Florianópolis, 11 de julho de 2011. O Reitor pro tempore do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina, no uso das atribuições que lhe são conferidas pela

Leia mais

Universidade Federal de Minas Gerais Pró-Reitoria de Recursos Humanos Departamento de Administração de Pessoal AJUDA DE CUSTO

Universidade Federal de Minas Gerais Pró-Reitoria de Recursos Humanos Departamento de Administração de Pessoal AJUDA DE CUSTO AJUDA DE CUSTO Cód.: ADC Nº: 19 Versão: 6 Data: 22/09/2014 DEFINIÇÃO Indenização concedida ao servidor público, que, no interesse da Administração, passar a ter exercício em nova sede, com mudança de domicílio,

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 611, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2013

LEI COMPLEMENTAR Nº 611, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2013 LEI COMPLEMENTAR Nº 611, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2013 Procedência: Governamental Natureza: PLC/0046.0/2013 DO: 19.729, de 31/12/2013 Fonte: ALESC/Coord. Documentação Fixa o subsídio mensal dos integrantes

Leia mais

ATO Nº 017 DE 07 DE JULHO DE 2006

ATO Nº 017 DE 07 DE JULHO DE 2006 1 ATO Nº 017 DE 07 DE JULHO DE 2006 - Anexo Único alterado pelo Ato nº 30/2008 de 01/10/08, art. 1º. - Revogado implicitamente pelo Ato-PGJ nº 45/2010, de 15/10/2010, entrando em vigor: 05/04/2011 (Ato-

Leia mais

Brasília, 16 de julho de 2015. Boletim de Serviço da FUNAI Ano 28 Número 07. SUMÁRIO Presidência... 01 Coordenações Regionais...

Brasília, 16 de julho de 2015. Boletim de Serviço da FUNAI Ano 28 Número 07. SUMÁRIO Presidência... 01 Coordenações Regionais... p. 1 SUMÁRIO Presidência... 01 Coordenações Regionais...05 PORTARIA Nº 659/PRES, de 15 de julho de 2015. PRESIDÊNCIA Dispõe sobre a regulamentação quanto à concessão de licença por motivo de doença em

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA GABINETE DO MINISTRO PORTARIA NORMATIVA Nº 1.247/MD, DE 2 DE SETEMBRO DE 2008

MINISTÉRIO DA DEFESA GABINETE DO MINISTRO PORTARIA NORMATIVA Nº 1.247/MD, DE 2 DE SETEMBRO DE 2008 MINISTÉRIO DA DEFESA GABINETE DO MINISTRO PORTARIA NORMATIVA Nº 1.247/MD, DE 2 DE SETEMBRO DE 2008 Disciplina a ocupação de cargos e funções militares, a concessão da Gratificação de Exercício em Cargo

Leia mais

MINISTÉRIO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 7, DE 30 DE OUTUBRO DE 2008.*

MINISTÉRIO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 7, DE 30 DE OUTUBRO DE 2008.* MINISTÉRIO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 7, DE 30 DE OUTUBRO DE 2008.* Estabelece orientação sobre a aceitação de estagiários no âmbito da Administração

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2015

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2015 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR000679/2015 VALEC ENGENHARIA CONSTRUCOES E FERROVIAS S/A, CNPJ n. 42.150.664/0001-87, neste ato representado(a) por seu Presidente, Sr(a).

Leia mais

RESOLUÇÃO N.º XXX, DE XX DE XXXXXX DE 2013

RESOLUÇÃO N.º XXX, DE XX DE XXXXXX DE 2013 RESOLUÇÃO N.º XXX, DE XX DE XXXXXX DE 2013 O PRESIDENTE DO CONSELHO SUPERIOR DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO, no uso de suas atribuições regulamentares e, considerando

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 012, DE 20 DE MAIO DE 2014 Estabelece normas para o afastamento de servidores

Leia mais

*DECRETO Nº 3328-R, DE 17 DE JUNHO DE 2013. Dispõe sobre a concessão e a prestação de contas de diárias no âmbito do Poder Executivo Estadual.

*DECRETO Nº 3328-R, DE 17 DE JUNHO DE 2013. Dispõe sobre a concessão e a prestação de contas de diárias no âmbito do Poder Executivo Estadual. (Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial de 08/07/2013) *DECRETO Nº 3328-R, DE 17 DE JUNHO DE 2013. Dispõe sobre a concessão e a prestação de contas de diárias no âmbito do Poder Executivo

Leia mais

Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores do Município de Vitória

Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores do Município de Vitória Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores do Município de Vitória INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 03/2009 Dispõe sobre os procedimentos para realização de despesas com concessão de passagens e diárias

Leia mais

Considerando a reunião do CDP de 07 de abril de 2015;

Considerando a reunião do CDP de 07 de abril de 2015; RESOLUÇÃO N o 06/2015/CDP Florianópolis, 28 de maio de 2015. O PRESIDENTE DO DO INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA EM EXERCÍCIO, no uso das atribuições que lhe foram conferidas pelo Regimento Geral do

Leia mais

DECRETO JUDICIÁRIO Nº 135/2009

DECRETO JUDICIÁRIO Nº 135/2009 DECRETO JUDICIÁRIO Nº 135/2009 Dispõe sobre o registro e controle da freqüência dos servidores do Poder Judiciário. PUBLICADO NO DIÁRIO DO PODER JUDICIÁRIO NO DIA 24 DE AGOSTO DE 2009. A PRESIDENTE DO

Leia mais

Art. 1º Fica suprimido o Parágrafo Único do art. 4º do Projeto de Lei Complementar nº. 10/2014.

Art. 1º Fica suprimido o Parágrafo Único do art. 4º do Projeto de Lei Complementar nº. 10/2014. EMENDA Nº. 01/2015, AO PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº 10/2014, QUE DISPÕE SOBRE A IMPLANTAÇÃO DO PLANO DE CARGOS, CARREIRA E VENCIMENTOS DA PREFEITURA MUNICIPAL DE ITURAMA, ESTADO DE MINAS GERAIS. Art.

Leia mais

DECRETO Nº 13.169 DE 12 DE AGOSTO DE 2011

DECRETO Nº 13.169 DE 12 DE AGOSTO DE 2011 Publicado no DOE em 13 e 14 de agosto de 2011 DECRETO Nº 13.169 DE 12 DE AGOSTO DE 2011 Dispõe sobre a concessão de diárias no âmbito da Administração Pública direta, autárquica e fundacional do Poder

Leia mais

Universidade Federal de Minas Gerais Pró-Reitoria de Recursos Humanos Departamento de Administração de Pessoal SUBSTITUIÇÃO DE CHEFIA

Universidade Federal de Minas Gerais Pró-Reitoria de Recursos Humanos Departamento de Administração de Pessoal SUBSTITUIÇÃO DE CHEFIA SUBSTITUIÇÃO DE CHEFIA Cód.: SCH Nº: 106 Versão: 9 Data: 15/12/2015 DEFINIÇÃO É o período em que o servidor permanece no exercício de cargo ou função de direção ou chefia nos afastamentos, impedimentos

Leia mais

DECRETO Nº 5.910 DE 24 DE OUTUBRO DE 1996

DECRETO Nº 5.910 DE 24 DE OUTUBRO DE 1996 DECRETO Nº 5.910 DE 24 DE OUTUBRO DE 1996 Regulamenta os artigos 68 a 71, da Lei n 6.677, de 26 de setembro de 1994, que dispõe sobre a concessão de diárias aos servidores públicos civis da administração

Leia mais

BOLETIM DE SERVIÇO MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO Nº 07

BOLETIM DE SERVIÇO MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO Nº 07 BOLETIM DE SERVIÇO Nº 07 MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Geraldo Brindeiro Procurador-Geral da República Haroldo Ferraz da Nobrega Vice-Procurador-Geral da República MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Guilherme

Leia mais

AGÊNCIA REGULADORA DE ÁGUAS, ENERGIA E SANEAMENTO BÁSICO DO DISTRITO FEDERAL PUBLICADA NO BOLETIM ADMINISTRATIVO Nº 03, DE 02/02/2015, PÁGINAS 03 A 08

AGÊNCIA REGULADORA DE ÁGUAS, ENERGIA E SANEAMENTO BÁSICO DO DISTRITO FEDERAL PUBLICADA NO BOLETIM ADMINISTRATIVO Nº 03, DE 02/02/2015, PÁGINAS 03 A 08 AGÊNCIA REGULADORA DE ÁGUAS, ENERGIA E SANEAMENTO BÁSICO DO DISTRITO FEDERAL PUBLICADA NO BOLETIM ADMINISTRATIVO Nº 03, DE 02/02/2015, PÁGINAS 03 A 08 PORTARIA Nº. 17, DE 23 DE JANEIRO DE 2015. Aprova

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 002 ANTAQ, DE 14 DE OUTUBRO DE 2008.

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 002 ANTAQ, DE 14 DE OUTUBRO DE 2008. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 002 ANTAQ, DE 14 DE OUTUBRO DE 2008. Fixa os critérios e procedimentos para a realização de concursos públicos de provas e títulos, destinados ao provimento dos cargos efetivos do

Leia mais

I - Técnico de Apoio Fazendário e Financeiro, integrando a categoria funcional de Profissional de Apoio Operacional;

I - Técnico de Apoio Fazendário e Financeiro, integrando a categoria funcional de Profissional de Apoio Operacional; (*) Os textos contidos nesta base de dados têm caráter meramente informativo. Somente os publicados no Diário Oficial estão aptos à produção de efeitos legais. ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL DECRETO Nº 10.609,

Leia mais

DECRETO Nº. 1.370/2015 DE 05 DE JANEIRO DE 2015. O Prefeito Municipal de Querência - MT, no uso de suas

DECRETO Nº. 1.370/2015 DE 05 DE JANEIRO DE 2015. O Prefeito Municipal de Querência - MT, no uso de suas DECRETO Nº. 1.370/2015 DE 05 DE JANEIRO DE 2015. Dispõe acerca da Política de uso do ponto eletrônico e da jornada de trabalho dos servidores públicos do Poder Executivo município de Querência - MT. atribuições,

Leia mais

NORMA DE FÉRIAS - NOR 304

NORMA DE FÉRIAS - NOR 304 MANUAL DE GESTÃO DE PESSOAS COD. 300 ASSUNTO: SOLICITAÇÃO, PROGRAMAÇÃO, CONCESSÃO E PAGAMENTO DE FÉRIAS APROVAÇÃO: Resolução DIREX nº 023, de 04/02/2013 VIGÊNCIA: 04/02/2013 NORMA DE FÉRIAS - NOR 304 1/12

Leia mais

- o princípio constitucional da garantia de celeridade na tramitação dos processos, incluído pela Emenda Constitucional 45/2004;

- o princípio constitucional da garantia de celeridade na tramitação dos processos, incluído pela Emenda Constitucional 45/2004; ATO DO CONSELHO DE ENSINO PESQUISA E EXTENSÃO - CONSEPE Resolução Nº xx, de xx de xxx de 2015 Regulamenta o afastamento de docentes efetivos da UFRA, para fins de estudo e cooperação. O Reitor da Universidade

Leia mais

Art. 2º O horário de funcionamento da AGU, de segunda a sexta feira, é de 07:00 horas às 20:00 horas, ininterruptamente.

Art. 2º O horário de funcionamento da AGU, de segunda a sexta feira, é de 07:00 horas às 20:00 horas, ininterruptamente. PORTARIA Nº 1.519, DE 21 DE OUTUBRO DE 2009 Dispõe sobre o horário de funcionamento da Advocacia Geral da União, a jornada de trabalho e o controle de freqüência dos servidores técnico administrativos

Leia mais

PORTARIA CNMP-PRESI Nº 78, DE 9 DE JULHO DE 2015.

PORTARIA CNMP-PRESI Nº 78, DE 9 DE JULHO DE 2015. PORTARIA CNMP-PRESI Nº 78, DE 9 DE JULHO DE 2015. Dispõe sobre o Plano de Incentivo ao Estudo de Idioma Estrangeiro - PLI, do Conselho Nacional do Ministério Público. O PRESIDENTE DO CONSELHO NACIONAL

Leia mais