SalomãoZoppi chega ao Portal do Morumbi

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SalomãoZoppi chega ao Portal do Morumbi"

Transcrição

1 fique em dia com o boletim médico de salomãozoppi Edição N o 33 SalomãoZoppi chega ao Portal do Morumbi Novo centro de atendimento possui 1,3 mil m 2 de área construída. Veja reportagem nas páginas 4 e 5

2 02 atendimento Setor de congelação ganha nova estrutura Investimentos em qualidade visam, entre outros objetivos, atender demanda por exames complementares que orientam o tratamento do paciente com câncer SalomãoZoppi reestruturou o seu setor de diagnósticos de congelação. Este exame anatomopatológico peroperatório é utilizado principalmente para determinar malignidade de uma lesão abordada durante um ato cirúrgico, a fim de orientar a sua extensão. O setor ampliou sua equipe de patologistas que realizam os exames de congelação para atender a demanda da cidade de São Paulo. Esta ampliação também se deve ao fato de que, em casos de malignidade há a necessidade de exames complementares baseados em técnicas de imuno-histoquímica e biologia molecular, para melhor definição do diagnóstico e orientação no tratamento da neoplasia. Por esta razão, as peças examinadas durante o procedimento de congelação necessitam de adequado controle das fases pré-analíticas (manuseio do espécime, fixação e amostragem) para resultados confiáveis e de qualidade. Com relação à agilidade, foi criada uma central de atendimento específica para o atendimento dos pedidos de exames de congelação. Os profissionais da área podem atender com rapidez toda a cidade de São Paulo (veja no quadro). Desde os anos 80 Os exames de congelação constituem uma parte importante da história de SalomãoZoppi, pois a empresa se destacou Dr. Fernando Rodrigues como referência em Anatomia Patológica já nos anos 80. Inicialmente, Paulo Zoppi e Luis Salomão, proprietários da instituição, eram constantemente requisitados para realizar os procedimentos. A partir dos anos 90 eles passaram a ser acompanhados por outros profissionais e pelo diretor técnico de Anatomia Patológica, Emílio Pereira, que hoje está liderando as mudanças no setor. A experiência acumulada pelo centro de diagnósticos nesta área, portanto, é intensa e está sendo aproveitada neste processo de reestruturação, diz o Dr. José Fernando Rodrigues, profissional que integra a equipe há 10 anos. Diagnósticos de congelação (11) (11) (fax) (11) Os exames de congelação Existem várias situações em que o exame de congelação é necessário. A mais conhecida é que este possibilita saber se um determinado tumor é ou não maligno, o que orienta a conduta cirúrgica no exato momento em que o cirurgião recebe as informações do patologista. Em outra situação, o diagnóstico de malignidade já é conhecido por um procedimento prévio, mas o cirurgião necessita de dados da sua extensão para decidir o tipo de cirurgia a ser adotada se mais conservadora ou mais radical. Uma terceira situação é o achado inesperado durante um ato cirúrgico. Neste caso, o paciente pode estar sendo operado por alguma determinada razão e, durante a cirurgia, encontra-se uma suspeita de malignidade. Em eventos como este, o patologista é importante para se estabelecer um diagnóstico mais preciso a fim de se definir a conduta a ser tomada no momento. E Anatomia Patológica Cardiologia Centro de Mama Centro Diagnóstico Molecular Centro de Tratamento a Laser para HPV Citopatologia Densitometria Óssea Genitoscopia Histeroscopia Medicina Fetal Medicina Laboratorial Patologia Molecular Punção Aspirativa de Tireóide e Órgãos Superficiais Dirigida por Ultrassom Raio X Digital Ultrassom sede: Av. Divino Salvador, n São Paulo-SP Central de atendimento: (11) unidades de atendimento - IBIRAPUERA DIVINO SALVADOR: Av. Divino Salvador, n São Paulo-SP Paraíso: R. Correia Dias, 48 - São Paulo-SP Moema ARAGUARI: R. Araguari, São Paulo - SP morumbi PANAMBY: R. Algemesi, 76 - São Paulo-SP PORTAL DO MORUMBI: R. Prof. Hilário Veiga de Carvalho, entrada pela R. Mal. Hastinfilo de Moura - São Paulo - SP EM DIA é uma publicação destinada aos clientes de SalomãoZoppi Diagnósticos, inscrito no CREMESP sob n o Edição: DIZ Comunicações: Tel. (11) / 4013 Jornalista responsável: Zeca de Carvalho (MTb )

3 atendimento 03 SalomãoZoppi triplica apoio a consultórios Instituição multiplica por três o número de profissionais especializados em sanar dúvidas e esclarecer o médico ginecologista que atende em consultório SalomãoZoppi triplicou a equipe de profissionais que dedicam tempo integral às visitas pessoais aos consultórios de 1,2 mil médicos ginecologistas. Com a medida, este importante atendimento passou a ser mais frequente e com periodicidade melhor definida. Nestes encontros, o médico é contatado por um profissional de nível superior e recebe informações sobre exames novos e tradicionais, além de dados que asseguram a qualidade dos processos, a segurança do material coletado e a confiabilidade dos diagnósticos. O ginecologista também é atualizado acerca de exames complementares, desde os mais clássicos como captura híbrida, PCR para HPV e oncoproteínas E6/E7 até os perfis biomoleculares mais elaborados. Nestas visitas, o representante de SalomãoZoppi esclarece que muitos dos testes moleculares podem ser realizados a partir da mesma amostra da Colpocitologia Oncótica colhida em meio líquido. Os profissionais da equipe de Apoio ao Consultório de SalomãoZoppi estão orientados para valorizar cada uma das demandas dos médicos. Estas informações são consideradas preciosas para o desenvolvimento contínuo da qualidade da instituição. Esta postura da empresa vem sendo adotada desde a época de sua fundação, pelos Drs. Paulo Zoppi e Luis Salomão. As sugestões e críticas encaminhadas pelos médicos constituem as melhores oportunidades de melhoria para SalomãoZoppi prosseguir com a sua missão d e praticar serviços diferenciados em seu segmento de atuação. Por operar desta forma, desde os anos 80 SalomãoZoppi vem desenvolvendo ações pioneiras no Apoio ao Consultório. O kit de coleta citológica tal como o mercado conhece hoje, por exemplo, foi desenvolvido Os profissionais valorizam cada uma das demandas dos médicos Integrantes da equipe que dedica tempo integral ao médico ginecologista pela instituição desde esta época. Spray fixador, porta-lâminas em caixinha de papelão, espéculo descartável, escovas endocervicais e espátulas de Ayres são itens que aos poucos foram introduzidos no kit de modo inovador por SalomãoZoppi. Os novos integrantes da equipe de Apoio ao Consultório passaram por um treinamento intensivo a fim de adquirir conhecimentos técnicos específicos. Além disso, SalomãoZoppi realizou um amplo trabalho de análise e reengenharia dos fluxos internos a fim de otimizar a logística dos serviços voltados aos consultórios e, com isso, oferecer agilidade ainda maior aos médicos. O ginecologista que ainda não conta com o Serviço de Apoio ao Consultório pode fazer a solicitação pelo telefone (11) , por meio do site br (de forma online) e ainda via Os médicos que atuam em hospitais e clínicas também têm direito à visitação periódica. Contudo, este público é atendido por uma equipe distinta, que é especialista neste outro segmento. E edição

4 04 instalações SalomãoZoppi inaugura unidade Portal do Morumbi A arquitetura inteligente do local possui linhas inovadoras e apresenta ambientes diferenciados. O prédio, de três andares e um subsolo, possui estacionamento próprio e elevador que serve todos os pisos Atendimento humanizado e alta qualidade em todas as áreas de atuação são alguns dos principais critérios do projeto de expansão SalomãoZoppi inaugurou a sua quinta unidade, na região do Portal do Morumbi, em São Paulo. O empreendimento observa com rigor o projeto de expansão da empresa, que prevê um mesmo nível de alta qualidade nas áreas em que atua na medicina diagnóstica, considerando todas as unidades. O novo centro de atendimento possui 1,3 mil m 2 de área construída e oferece um amplo leque de especialidades aos pacientes. Uma equipe de 50 colaboradores e mais de 20 médicos está atuando no local, apresentando diagnósticos confiáveis e atendimento humanizado. As instalações da Unidade Portal do Morumbi foram cuidadosamente desenhadas para disponibilizar o máximo de conforto aos pacientes. O prédio, de três andares e um subsolo, possui estacionamento próprio e elevador que serve todos os pisos. A arquitetura inteligente do local possui linhas inovadoras e apresenta ambientes diferenciados. O espaço no qual os pacientes aguardam e realizam os procedimentos burocráticos, por exemplo, é amplo e aconchegante. Já a sala de espera principal possui um pé-direito particularmente elevado e, por isso, é muito bem arejada. O recinto reservado para o café, por outro lado é bastante agradável e tem uma das faces voltada para uma generosa área verde. Para contribuir com a agilidade do atendimento prestado aos pacientes, SalomãoZoppi desenvolveu um software próprio e investiu em alta tecnologia Instalações proporcionam o máximo de conforto aos pacientes para minimizar os intervalos entre um e outro exame. A sofisticação do sistema torna possível a realização dos exames de forma dinâmica, na melhor ordem possível, levando em consideração o tempo de espera de cada procedimento. Outro destaque da unidade é a oferta de exames de Raio-X Digital, uma vez que a instituição havia identificado na região uma forte demanda por este serviço, que edição

5 instalações 05 Fachada: linhas inovadoras Arquitetura inteligente Salas de espera amplas e arejadas exige estrutura física específica, com paredes e equipamentos adequados à legislação que discorre sobre energia nuclear. SalomãoZoppi Portal do Morumbi está localizado na rua Professor Hilário Veiga, 312, com entrada voltada para a rua Mal. Hastinfilo de Moura. O funcionamento ocorre em todos os dias da semana, sempre a partir das 6 horas. De segunda a sexta-feira, o atendimento se estende até às 19 horas. Aos sábados o limite é 18 horas. Nos domingos e feriados, a recepção vai até às 13 horas. Os exames estão sendo praticados nas áreas de Análises Clínicas, Anatomia Patológica, Cardiologia, Centro de Mama, Centro Diagnóstico Molecular, Citopatologia, Densitometria Óssea, Genitoscopia, Medicina Fetal, Patologia Molecular, Raio-X Digital e Ultrassonografia. Maior capacidade de atendimento Há menos de um ano, em julho de 2011, SalomãoZoppi já havia inaugurado a sua moderna unidade Ibirapuera, que também passou a abrigar a sede técnico-administrativa da empresa. Na mesma época, o atendimento na antiga sede da empresa, no bairro do Paraíso, passou a disponibilizar um número de guichês 25% maior e o dobro de salas de coleta, reduzindo o tempo de espera dos pacientes. Assim, nos últimos 9 meses SalomãoZoppi aumentou em aproximadamente 30% a capacidade de atender a crescente demanda por seus serviços. Ao longo deste período, o centro de diagnósticos vem operando com todas as suas principais operações reunidas em um só local, na unidade Ibirapuera. Este aspecto proporcionou para médicos, parceiros e pacientes um novo salto em termos de excelência, considerando qualidade dos serviços, agilidade dos processos e atualização tecnológica com equipamentos de última geração. E Várias especialidades Espaços diferenciados Diagnósticos confiáveis Raio-X Digital Atenção às crianças Alta tecnologia edição

6 06 exame Procura pela peniscopia cresce expressivamente Medicina ganha a oportunidade de reduzir o número de câncer de pênis e ainda de diminuir a alta incidência do câncer de colo uterino, uma vez que o homem faz parte da cadeia de transmissão Tanto o homem quanto a mulher devem repetir o exame de prevenção anualmente Nos últimos quatro anos, aumentou sensivelmente o número de pacientes masculinos que procuram SalomãoZoppi para realizar exames a fim de diagnosticar as lesões provocadas pelo vírus HPV. Esta realidade reflete uma tendência universal, que marca uma importante mudança no comportamento dos homens. A evolução do câncer de pênis, doença ocasionada pelo vírus, é lenta mas existe. O Brasil é um dos países que apresentam os mais altos índices da doença, na proporção de dois casos para cada grupo de 100 mil pessoas, diz a Dra. Maria dos Anjos. Ela é médica ginecologista e coordenadora da área de Genitoscopia de SalomãoZoppi. A procura crescente pelo exame de peniscopia também mostra que o homem está se conscientizando de que a sexualidade precisa ser compartilhada e deve haver comprometimento de ambos os lados na relação, prossegue a médica. Segundo ela, esta movimentação gera um inestimável ganho para a saúde da população. Temos a oportunidade de não apenas reduzir o número de câncer de pênis, mas também de diminuir a alta incidência do câncer de colo uterino, uma vez que o homem faz parte da cadeia de transmissão, diz. SalomãoZoppi registrou que em 2007 os homens foram responsáveis por um em cada 68 check-ups do trato genital inferior. Em 2011 esta proporção baixou para um em cada 45. O HPV no homem se comporta de forma semelhante ao da mulher. O vírus não forma somente lesões verrucosas, mas também lesões Identificação do câncer de pênis: índice alto no Brasil subclínicas que não produzem sintomas e são visíveis somente por meio do exame. A neoplasia intraepitelial peniana (PIN) é a lesão precursora do câncer de pênis, geralmente provocada pelos subtipos 16 e 18 do HPV. Para cuidar desta área da medicina diagnóstica, SalomãoZoppi montou um centro de referência e a sua equipe de colposcopistas está trabalhando com agendas cheias. O procedimento, de 15 a 20 minutos, é feito com auxílio do colposcópio e examina pênis, bolsa escrotal, região perineal, perianal e sulcos gênito-crurais (Peniscopia Alargada). Quando necessário, é feita a biópsia com anestesia local. Em geral, os procedimentos são indolores. De acordo com a Dra. Maria dos Anjos, o tratamento do HPV no trato genital inferior do homem começa já na ocasião do diagnóstico, pois a notícia da infecção fragiliza o paciente e compromete a afetividade do casal. Por isso, cabe ao médico não julgar, acolher a pessoa e tratar o seu emocional. Desta forma, o paciente preserva a sua autoestima e fortalece a sua imunidade para combater o vírus, considera. As lesões de baixo grau podem ser apenas acompanhadas. Já as lesões de alto grau precisam ser tratadas. Tanto o homem quanto a mulher devem repetir o exame anualmente, tendo em vista que o resultado positivo também está relacionado com mudanças na imunidade, possíveis recidivas ou nova infecção, finaliza. E edição

7 EXAME 07 Histeroscopia torna-se essencial para ginecologia As vantagens para a paciente incluem menor tempo de hospitalização, menos despesas, diminuição de incapacidade e morbidez, além do retorno rápido à atividade normal Dr. Thomas Moscovitz: menos riscos e dispêndios E xiste um interesse cada vez maior em realizar o exame histeroscópico da cavidade uterina como um procedimento para pacientes ambulatoriais. Sua sensibilidade e especificidade na identificação de anomalias uterinas já são bem reconhecidas. Por esta razão, SalomãoZoppi investiu em uma experiente equipe de profissionais para oferecer este precioso serviço. A histeroscopia tornouse uma técnica essencial na prática atual da ginecologia. É um procedimento extremamente confiável para a inspeção direta da cavidade uterina. As vantagens para a paciente incluem menor tempo de hospitalização, menos despesas, diminuição de incapacidade e morbidez, além do retorno rápido à atividade normal. O procedimento histeroscópico, quando bem empreendido, aprimora as habilidades diagnósticas dos ginecologistas e permitelhes usar a intervenção terapêutica apropriada. O uso da histeroscopia no consultório para avaliar o sangramento uterino anormal pode substituir os procedimentos associados a um maior risco e dispêndio, diz Dr. Thomas Moscovitz, médico ginecologista, obstetra e coordenador da área de Histeroscopia de SalomãoZoppi. Segundo ele, já existe informação suficiente acerca dos resultados, razão pela qual é recomendada como uma alternativa eficiente para a curetagem às cegas realizada no hospital. Em mulheres perimenopáusicas, a técnica consegue estabelecer, de fato, a diferença entre o sangramento com origem anovulatória, que deve ser tratado preferencialmente com terapia hormonal, das pacientes com uma quantidade significativa de tecido endometrial que poderão necessitar de uma curetagem a vácuo. Ainda mais, um pólipo endometrial poderá ser diferenciado de um mioma submucoso, o que permite a triagem apropriada para a histeroscopia operatória, afirma o especialista. Vantagens para a paciente O consultório representa um meio ambiente familiar; Não são necessários estudos pré-operatórios especiais; O procedimento costuma demorar apenas uns poucos minutos; A anestesia local é necessária no máximo em 20% das pacientes; Elas podem reiniciar o trabalho no mesmo dia; O atendimento é rápido. Indicações mais comuns Localizar as causas de sangramento uterino anormal; Avaliar qualquer ultrassonografia anormal; Realizar uma busca para as aderências intrauterinas; Avaliar os resultados dos procedimentos terapêuticos prévios; Localizar um DIU oculto; Expor o sangramento uterino inferior; Localizar um adenocarcinoma de endométrio oculto. O procedimento Para a realização do exame, a paciente é colocada em posição ginecológica e introduz-se um espéculo descartável para que o colo do útero possa ser examinado. Após a assepsia do colo, um endoscópio rígido é introduzido através do orifício externo do colo, seguindo seu caminho até atingir a cavidade uterina que, por sua vez, é distendida com o emprego de gás carbônico medicinal. Terminada a histeroscopia, se houver necessidade, realiza-se uma biópsia de endométrio. Para a realização do exame não é necessário nenhum preparo especial, porém a paciente não pode estar menstruada e, se possível, deve trazer exames tal como ultrassonografia. As contraindicações à realização do exame são: gestação, sangramento vaginal e infecções vaginais. E Visão panorâmica da cavidade uterina edição

8 pesquisa e desenvolvimento Em Dia com o desenvolvimento da medicina diagnóstica SalomãoZoppi investe em diferentes linhas de pesquisa Novo departamento busca ampliar os limites da medicina em diferentes frentes SalomãoZoppi Diagnósticos agora também opera com Pesquisa & Desenvolvimento (P&D), área que se encontra sob o comando do Prof. Dr. Eduardo Finger. Ele é clínico geral com doutorado em imunologia pela Tufts University e pós-doutorado por Harvard Medical School. Ambas as universidades se encontram em Boston, nos Estados Unidos, país onde permaneceu entre 1995 e A equipe do novo departamento desenvolve diferentes linhas de pesquisa e busca soluções que proporcionam mais qualidade e velocidade aos diagnósticos da instituição. Uma das linhas de pesquisa vem sendo desenvolvida pelo Prof. Dr. Finger desde Os trabalhos focam no que ele define como o general do sistema imune: o linfócito CD4. Esta célula determina como o organismo responde a uma ocorrência compreendida como ameaça. Quando a reação é certa, o resultado é saúde. Quando é errada, é doença, simplifica. Ao atuar no linfócito CD4, o médico e cientista Finger já demonstrou ser possível controlar o dano causado pela esquistossomose em camundongos. "O processo sobre o qual atuamos na esquistossomose é exatamente o mesmo que produz a esclerose múltipla, o diabetes mellitus tipo 1 e a doença celíaca. Por isso, temos esperança de que, no futuro, nosso método funcione também nestas doenças", observa. Segundo a Organização Mundial da Saúde, somente a esquistossomose acomete mais de 200 milhões de pessoas no mundo. Prof. Dr. Eduardo Finger: um dos estudos reduziu os danos causados pela esquistossomose em camundongos, mostrando que talvez as doenças resultantes do funcionamento impróprio do linfócito T CD4 podem ser evitadas. A equipe da nova área de P&D também se encontra em fase avançada nos estudos para tornar o diagnóstico da tuberculose mais rápido e preciso. O foco desta linha é a diferenciação entre o Mycobacterium tuberculosis, causador da doença, e o Mycobacterium bovis, presente em todos os humanos imunizados com a vacina BCG e que não causa doença em pessoas normais. Como estas bactérias são 99,9% similares, por enquanto é difícil dizer, em casos duvidosos, que um exame positivo realmente significa a doença tuberculose, explica. Diagnóstico conclusivo para Candida albicans Recentemente, o novo setor de P&D criou, em parceria com o setor de Biologia Molecular, um novo sensor para diagnóstico de Candida albicans que se revelou mais eficiente que o anterior. Fizemos os estudos a partir de uma necessidade do setor de Biologia Molecular, que vinha tendo problemas com o método. Agora é possível afirmar com segurança e rapidez, se o fungo está ou não presente na amostra enviada, assegura o Prof. Dr. Finger. Ele diz que o Setor está aberto a praticamente todos os problemas da medicina diagnóstica setor de P&D de SalomãoZoppi está aberto a praticamente todos os problemas da medicina diagnóstica, uma vez que dispõe de excelentes recursos para equacioná-los. Segundo o médico, o departamento ainda prospecta novas tecnologias para desenvolver no Brasil e oferece apoio para estudos de outros pesquisadores de outras instituições. E edição

Papilomavirus Humano (HPV)

Papilomavirus Humano (HPV) Papilomavirus Humano (HPV) Introdução O HPV é uma doença infecciosa, de transmissão freqüentemente sexual, cujo agente etiológico é um vírus DNA não cultivável do grupo papovírus. Atualmente são conhecidos

Leia mais

DIAGNÓSTICO MÉDICO DADOS EPIDEMIOLÓGICOS FATORES DE RISCO FATORES DE RISCO 01/05/2015

DIAGNÓSTICO MÉDICO DADOS EPIDEMIOLÓGICOS FATORES DE RISCO FATORES DE RISCO 01/05/2015 01/05/2015 CÂNCER UTERINO É o câncer que se forma no colo do útero. Nessa parte, há células que podem CÂNCER CERVICAL se modificar produzindo um câncer. Em geral, é um câncer de crescimento lento, e pode

Leia mais

PREVINA O CÂNCER DO COLO DO ÚTERO

PREVINA O CÂNCER DO COLO DO ÚTERO SENADO FEDERAL PREVINA O CÂNCER DO COLO DO ÚTERO SENADOR CLÉSIO ANDRADE 2 Previna o câncer do colo do útero apresentação O câncer do colo do útero continua matando muitas mulheres. Especialmente no Brasil,

Leia mais

Prevenção do Câncer do Colo do Útero. Profissionais de Saúde

Prevenção do Câncer do Colo do Útero. Profissionais de Saúde Prevenção do Câncer do Colo do Útero Manual Técnico Profissionais de Saúde Ministério da Saúde Brasília, 2002 Apresentação No Brasil existem cerca de seis milhões de mulheres entre 35 a 49 anos que nunca

Leia mais

INTRODUÇÃO À PATOLOGIA Profª. Thais de A. Almeida

INTRODUÇÃO À PATOLOGIA Profª. Thais de A. Almeida INTRODUÇÃO À PATOLOGIA Profª. Thais de A. Almeida DEFINIÇÃO: Pathos: doença Logos: estudo Estudo das alterações estruturais, bioquímicas e funcionais nas células, tecidos e órgãos visando explicar os mecanismos

Leia mais

-Os Papiloma Vírus Humanos (HPV) são vírus da família Papovaviridae.

-Os Papiloma Vírus Humanos (HPV) são vírus da família Papovaviridae. -Os Papiloma Vírus Humanos (HPV) são vírus da família Papovaviridae. -Chamado de HPV, aparece na forma de doenças como condiloma acuminado, verruga genital ou crista de galo. -Há mais de 200 subtipos do

Leia mais

AGC sem especificação e AGC favorece neoplasia O que fazer? Yara Furtado

AGC sem especificação e AGC favorece neoplasia O que fazer? Yara Furtado AGC sem especificação e AGC favorece neoplasia Yara Furtado Atipias de Células Glandulares Bethesda 1991 Bethesda 2001 Células Glandulares *Células endometriais, benignas, em mulheres na pós-menopausa

Leia mais

CÂnCER DE EnDOMéTRIO. Estados anovulatórios (ex: Síndrome dos ovários policísticos) Hiperadrenocortisolismo

CÂnCER DE EnDOMéTRIO. Estados anovulatórios (ex: Síndrome dos ovários policísticos) Hiperadrenocortisolismo CAPÍTULO 3 CÂnCER DE EnDOMéTRIO O Câncer de endométrio, nos Estados Unidos, é o câncer pélvico feminino mais comum. No Brasil, o câncer de corpo de útero perde em número de casos apenas para o câncer de

Leia mais

SalomãoZoppi inaugura. confiabilidade em diagnósticos. Págs. 6 e 7. SalomãoZoppi

SalomãoZoppi inaugura. confiabilidade em diagnósticos. Págs. 6 e 7. SalomãoZoppi 2014 Edição 43 Fique em dia com o boletim médico SALOMÃOZOPPI DIAGNÓSTICOS em dia confiabilidade em diagnósticos SalomãoZoppi inaugura Unidade na Vila Mariana Págs. 6 e 7 SalomãoZoppi obtém MAIS UMA ACREDITAÇÃO

Leia mais

Há momentos na vida em que os segundos parecem horas, principalmente quando o assunto é saúde. Por isso seriedade, qualidade e agilidade são

Há momentos na vida em que os segundos parecem horas, principalmente quando o assunto é saúde. Por isso seriedade, qualidade e agilidade são Há momentos na vida em que os segundos parecem horas, principalmente quando o assunto é saúde. Por isso seriedade, qualidade e agilidade são fundamentais no processo de um laboratório, levando até cada

Leia mais

Papilomavírus Humano HPV

Papilomavírus Humano HPV Papilomavírus Humano HPV -BIOLOGIA- Alunos: André Aroeira, Antonio Lopes, Carlos Eduardo Rozário, João Marcos Fagundes, João Paulo Sobral e Hélio Gastão Prof.: Fragoso 1º Ano E.M. T. 13 Agente Causador

Leia mais

XX CONGRESSO DA SOGESP. SalomãoZoppi no CONFIABILIDADE EM DIAGNÓSTICOS. Págs. 3 a 8 SALOMÃOZOPPI NAS PALESTRAS MÉDICOS APENAS ACOMPANHAM HPV

XX CONGRESSO DA SOGESP. SalomãoZoppi no CONFIABILIDADE EM DIAGNÓSTICOS. Págs. 3 a 8 SALOMÃOZOPPI NAS PALESTRAS MÉDICOS APENAS ACOMPANHAM HPV 2015 EDIÇÃO 46 FIQUE EM DIA COM O BOLETIM MÉDICO SALOMÃOZOPPI DIAGNÓSTICOS EM DIA CONFIABILIDADE EM DIAGNÓSTICOS SalomãoZoppi no XX CONGRESSO DA SOGESP Págs. 3 a 8 Luís Salomão e Paulo Zoppi em frente

Leia mais

Técnicas Moleculares

Técnicas Moleculares Biologia Molecular no Diagnóstico de Infecção :HPV Maria Elizabeth Menezes,MSc;Ph.D e-mail:melmenezes@dnanalise.com.br DNAnálise Laboratório Técnicas Moleculares HIBRIDIZAÇÃO IN SITU SEQÜENCIAMENTO PCR

Leia mais

Nomenclatura Brasileira. Norma Imperio DIPAT

Nomenclatura Brasileira. Norma Imperio DIPAT Nomenclatura Brasileira Norma Imperio DIPAT O momento mais eletrizante de minha carreira foi quando descobri que era capaz de observar células cancerosas num colo do útero através do esfregaço George Nicholas

Leia mais

VITAH A R Q U I T E T U R A

VITAH A R Q U I T E T U R A EXPERTISE EM PROJETOS ARQUITETÔNICOS na área da saúde SOBRE A ARQUITETURA sócios MARCIO WELLINGTON, Arquiteto/Diretor Formado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Anhembi Morumbi em 2003 e pós-graduado

Leia mais

CANCER DE COLO DE UTERO FERNANDO CAMILO MAGIONI ENFERMEIRO DO TRABALHO

CANCER DE COLO DE UTERO FERNANDO CAMILO MAGIONI ENFERMEIRO DO TRABALHO CANCER DE COLO DE UTERO FERNANDO CAMILO MAGIONI ENFERMEIRO DO TRABALHO CANCER DE COLO DE UTERO O câncer de colo uterino é o câncer mais comum entre as mulheres no Brasil, correspondendo a, aproximadamente,

Leia mais

Todas as pacientes com lesões NIC 2 e NIC 3 devem ser tratadas com crioterapia ou CA.

Todas as pacientes com lesões NIC 2 e NIC 3 devem ser tratadas com crioterapia ou CA. Como proporcionar atenção contínua às mulheres Mulheres diagnosticadas com infecção dos órgãos reprodutores devem receber prontamente tratamento segundo as diretrizes da OMS. Embora seja preferível poder

Leia mais

Análise e discussão: O câncer do colo uterino é uma doença de evolução lenta. Na grande maioria dos casos, esta neoplasia é precedida por estágios

Análise e discussão: O câncer do colo uterino é uma doença de evolução lenta. Na grande maioria dos casos, esta neoplasia é precedida por estágios PREVENÇÃO DE LESÕES EPITELIAIS DE COLO UTERINO EM GESTANTES ATENDIDAS NO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DE SANTA MARIA Área Temática: Saúde Thissiane de Lima Gonçalves 1 Leidiane de Lucca 2, Leiticia B. Jantsch³,

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE Sintoma. Neoplasias do Colo. Enfermagem. Introdução

PALAVRAS-CHAVE Sintoma. Neoplasias do Colo. Enfermagem. Introdução 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( x ) SAÚDE ( ) TRABALHO

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA DE POLÍTICAS DE ATENÇÃO INTEGFRAL À SAÚDE Gerência de Saúde da Mulher, Criança e Adolescente

SUPERINTENDÊNCIA DE POLÍTICAS DE ATENÇÃO INTEGFRAL À SAÚDE Gerência de Saúde da Mulher, Criança e Adolescente SUPERINTENDÊNCIA DE POLÍTICAS DE ATENÇÃO INTEGFRAL À SAÚDE Gerência de Saúde da Mulher, Criança e Adolescente Clique para editar o estilo do subtítulo mestre Dr. Claudio Gonzaga Amorim Área Técnica do

Leia mais

ABORDAGEM DO ADENOCARCINOMA IN SITU

ABORDAGEM DO ADENOCARCINOMA IN SITU Yara Furtado Professora Assistente da UNIRIO Chefe Ambulatório de Patologia Vulvar e Cervical do HUGG Comissão de Título de Qualificação ABPTGIC Descrito em 1952 (Hepler) Laudos citológicos Sistema Bethesda

Leia mais

Papilomavírus Humanos (HPV) Virologia MIP Instituto Biomédico Universidade Federal Fluminense

Papilomavírus Humanos (HPV) Virologia MIP Instituto Biomédico Universidade Federal Fluminense Papilomavírus Humanos (HPV) Virologia MIP Instituto Biomédico Universidade Federal Fluminense Características principais Agente etiológico das verrugas (tumores epiteliais benignos) Infectam epitélio de

Leia mais

Guia de orientação e aconselhamento para contracepção hormonal com Sistema Intrauterino (SIU)

Guia de orientação e aconselhamento para contracepção hormonal com Sistema Intrauterino (SIU) Guia de orientação e aconselhamento para contracepção hormonal com Sistema Intrauterino (SIU) Material distribuído exclusivamente por profissionais de saúde às pacientes usuárias de SIU, a título de orientação.

Leia mais

A BVC pode ser realizada tanto pela via transcervical, quanto pela via transabdominal (figura 1).

A BVC pode ser realizada tanto pela via transcervical, quanto pela via transabdominal (figura 1). 9. BIOPSIA DE VILO CORIAL Mais recentemente, a tendência em termos de diagnóstico pré-natal tem sido a de optar por métodos mais precoces, de preferência no primeiro trimestre. Esta postura apresenta as

Leia mais

Cancer de Colo do Útero

Cancer de Colo do Útero Cancer de Colo do Útero Câncer de colo do útero são alterações celulares que tem uma progressão gradativa e é por isto que esta é uma doença curável quando descoberta no início. Esta é a razão do exame

Leia mais

Alexandre de Lima Farah

Alexandre de Lima Farah Alexandre de Lima Farah Declaração de conflito de interesse Não recebi qualquer forma de pagamento ou auxílio financeiro de entidade pública ou privada para pesquisa ou desenvolvimento de método diagnóstico

Leia mais

Governador Geraldo Alckmin entrega o maior laboratório destinado a pesquisas sobre o câncer da América Latina

Governador Geraldo Alckmin entrega o maior laboratório destinado a pesquisas sobre o câncer da América Latina MATEC ENGENHARIA ENTREGA O MAIOR LABORATORIO PARA PESQUISA DE CÂNCER DA AMÉRICA LATINA Qui, 14/04/11-11h00 SP ganha maior laboratório para pesquisa de câncer da América Latina Instituto do Câncer também

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER

INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER II JORNADA DE TÉCNICOS DE ENFERMAGEM DO INCA Práticas do Técnico de Enfermagem no Atendimento ao Paciente Oncológico Tratamento Cirúrgico - Ginecologia Téc. de Enfermagem Juliana

Leia mais

Identifique-se na parte inferior desta capa. Caso se identifique em qualquer outro local deste Caderno, você será excluído do Processo Seletivo.

Identifique-se na parte inferior desta capa. Caso se identifique em qualquer outro local deste Caderno, você será excluído do Processo Seletivo. 1 INSTRUÇÕES Identifique-se na parte inferior desta capa. Caso se identifique em qualquer outro local deste Caderno, você será excluído do Processo Seletivo. 2 Este Caderno contém 05 casos clínicos e respectivas

Leia mais

CITOLOGIA ONCÓTICA CÂNCER

CITOLOGIA ONCÓTICA CÂNCER CITOLOGIA ONCÓTICA Neoplasia: crescimento desordenado de células, originando um tumor (massa de células) Tumor benigno: massa localizada de células que se multiplicam vagarosamente e se assemelham ao seu

Leia mais

PROJETO DE LEI No, DE 2009

PROJETO DE LEI No, DE 2009 PROJETO DE LEI No, DE 2009 (DO SR. CAPITÃO ASSUMÇÃO) Dispõe sobre a imunização de mulheres com a vacina contra o papilomavírus humano (HPV), na rede pública do Sistema Único de Saúde de todos os estados

Leia mais

RESSONÂNCIA MAGNÉTICA. Novos recursos da CONFIABILIDADE EM DIAGNÓSTICOS. Págs. 6 e 7 INVESTIMENTOS NO CANAL DO MÉDICO

RESSONÂNCIA MAGNÉTICA. Novos recursos da CONFIABILIDADE EM DIAGNÓSTICOS. Págs. 6 e 7 INVESTIMENTOS NO CANAL DO MÉDICO 2015 EDIÇÃO 45 FIQUE EM DIA COM O BOLETIM MÉDICO SALOMÃOZOPPI DIAGNÓSTICOS EM DIA CONFIABILIDADE EM DIAGNÓSTICOS Novos recursos da RESSONÂNCIA MAGNÉTICA Págs. 6 e 7 INVESTIMENTOS NO CANAL DO MÉDICO Atendimento

Leia mais

Maria da Conceição Muniz Ribeiro

Maria da Conceição Muniz Ribeiro Maria da Conceição Muniz Ribeiro Os miomas são a principal causa de histerectomia em nosso meio, sendo responsável por um terço do total de indicações de histerectomia. Aproximadamente 30 a 50% de todas

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE Adenocarcinoma. Neoplasia do Colo do Útero. Qualidade de Assistência à Saúde.

PALAVRAS-CHAVE Adenocarcinoma. Neoplasia do Colo do Útero. Qualidade de Assistência à Saúde. 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( x ) SAÚDE ( ) TRABALHO

Leia mais

BETHESDA 2001 Versão portuguesa

BETHESDA 2001 Versão portuguesa Citologia ginecológica em meio líquido BETHESDA 2001 Versão portuguesa Exemplos de Relatório Satisfatória, com representação da zona de transformação Anomalias de células epiteliais pavimentosas Interpretação

Leia mais

Desdobrável de informação ao paciente

Desdobrável de informação ao paciente Desdobrável de informação ao paciente Cancro do colo do útero Secções para este tópico: Introdução Sintomas Causas Diagnóstico Tratamento Prevenção Bibliografia Parceiros de informações Introdução O cancro

Leia mais

Um novo tipo de câncer

Um novo tipo de câncer Um novo tipo de câncer Cirurgias menos invasivas e tratamentos personalizados são algumas das apostas da ciência para o câncer de cabeça e pescoço. Em visita ao Brasil, médico especialista na área apresenta

Leia mais

CONFIABILIDADE EM DIAGNÓSTICO

CONFIABILIDADE EM DIAGNÓSTICO CONFIABILIDADE EM DIAGNÓSTICO fique em dia com o boletim médico de salomãozoppi 2012 - Edição N o 34 SalomãoZoppi investe em educação continuada através de reuniões científicas com mastologistas Centro

Leia mais

Oferecemos uma ampla gama de tratamentos entre os que podemos destacar:

Oferecemos uma ampla gama de tratamentos entre os que podemos destacar: A cirurgia endovascular agrupa uma variedade de técnicas minimamente invasivas mediante as quais CIRURGIA ENDOVASCULAR = CIRURGIA SEM CORTES! Técnicas Minimamente Invasivas As técnicas de cirurgia endovascular

Leia mais

COMISSÃO DE SISTEMATIZAÇÃO DA REFORMA CURRICULAR

COMISSÃO DE SISTEMATIZAÇÃO DA REFORMA CURRICULAR REESTRUTURAÇÃO DAS ATIVIDADES DO CURSO MÉDICO CARACTERIZAÇÃO DAS DISCIPLINAS E ESTÁGIOS DA NOVA MATRIZ CURRICULAR CÓDIGO DA DISCIPLINA ATUAL: GOB001 NOME ATUAL: Ginecologia e Obstetrícia 1 NOVO NOME: Ginecologia

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 43/2014. VACINA HPV em paciente com diagnóstico de HPV+ (neoplasia + intraepitelial grau I)

RESPOSTA RÁPIDA 43/2014. VACINA HPV em paciente com diagnóstico de HPV+ (neoplasia + intraepitelial grau I) RESPOSTA RÁPIDA 43/2014 VACINA HPV em paciente com diagnóstico de HPV+ (neoplasia + intraepitelial grau I) SOLICITANTE NÚMERO DO PROCESSO Dra. Herilene de Oliveira Andrade Juíza de Direito da Comarca de

Leia mais

LABORATORIO DE CITOPATOLOGIA E ANATOMIA PATOLOGICA ANNALAB LTDA MANUAL DE EXAMES

LABORATORIO DE CITOPATOLOGIA E ANATOMIA PATOLOGICA ANNALAB LTDA MANUAL DE EXAMES 07 Página 1 de 20 LABORATORIO DE CITOPATOLOGIA E ANATOMIA PATOLOGICA ANNALAB LTDA CURITIBA JANEIRO/2011 07 Página 2 de 20 SUMÁRIO 1. HISTÓRICO DE REVISÕES... 4 2. INTRODUÇÃO... 4 2.1 EMPRESA... 5 2.1.1

Leia mais

Aborto espontâneo Resumo de diretriz NHG M03 (março 2004)

Aborto espontâneo Resumo de diretriz NHG M03 (março 2004) Aborto espontâneo Resumo de diretriz NHG M03 (março 2004) Flikweert S, Wieringa-de Waard M, Meijer LJ, De Jonge A, Van Balen JAM traduzido do original em holandês por Luiz F.G. Comazzetto 2014 autorização

Leia mais

Pesquisa. Ações Nacionais de Pesquisa

Pesquisa. Ações Nacionais de Pesquisa Pesquisa O câncer vem apresentando prevalência crescente na população brasileira. Exige, portanto, ações estratégicas no âmbito da atenção oncológica, que envolvem a busca de incentivo à pesquisa nas áreas

Leia mais

RESIDÊNCIA MÉDICA EM OBSTETRÍCIA E GINECOLOGIA CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

RESIDÊNCIA MÉDICA EM OBSTETRÍCIA E GINECOLOGIA CONTEÚDO PROGRAMÁTICO RESIDÊNCIA MÉDICA EM OBSTETRÍCIA E GINECOLOGIA CONTEÚDO PROGRAMÁTICO I. OBJETIVOS Geral Capacitar o médico residente em Obstetrícia e Ginecologia a promover a saúde e prevenir, diagnosticar e tratar as

Leia mais

Papiloma Vírus Humano

Papiloma Vírus Humano Papiloma Vírus Humano Grupo: Helder Freitas N 9 João Marcos Borges N 12 Luca Najan N 18 Matheus Pestana N 22 Rafael Cardoso N 28 Raphael Barros N 29 Thiago Glauber N33 Turma: 12 Professor: César Fragoso

Leia mais

Reunião de casos. www.digimaxdiagnostico.com.br/ LUCAS MERTEN Residente de RDI da DIGIMAX (R1)

Reunião de casos. www.digimaxdiagnostico.com.br/ LUCAS MERTEN Residente de RDI da DIGIMAX (R1) Reunião de casos www.digimaxdiagnostico.com.br/ LUCAS MERTEN Residente de RDI da DIGIMAX (R1) CASO 1 História Clínica Identificação: RN de E. B., 2º dia de vida História fisiológica: RNAT; AIG; cesareana

Leia mais

TIPOS DE TRATAMENTOS ONCOLÓGICOS CIRURGIA QUIMIOTERAPIA SISTÊMICA

TIPOS DE TRATAMENTOS ONCOLÓGICOS CIRURGIA QUIMIOTERAPIA SISTÊMICA TIPOS DE TRATAMENTOS ONCOLÓGICOS Prof a Dra. Nise H. Yamaguchi Prof a Dra Enf a Lucia Marta Giunta da Silva Profª. Dra. Enf a Maria Tereza C. Laganá A abordagem moderna do tratamento oncológico busca mobilizar

Leia mais

ABORDAGEM DO CASAL INFÉRTIL

ABORDAGEM DO CASAL INFÉRTIL ABORDAGEM DO CASAL INFÉRTIL DEFINIÇÃO Infertilidade é a incapacidade do casal engravidar, após um ano de relações sexuais regulares, sem uso de método contraceptivos. A chance de um casal normal engravidar

Leia mais

HIV no período neonatal prevenção e conduta

HIV no período neonatal prevenção e conduta HIV no período neonatal prevenção e conduta O HIV, agente causador da AIDS, ataca as células do sistema imune, especialmente as marcadas com receptor de superfície CD4 resultando na redução do número e

Leia mais

EMENTA: Câncer urológico - Critérios de alta para pacientes com câncer CONSULTA

EMENTA: Câncer urológico - Critérios de alta para pacientes com câncer CONSULTA PARECER Nº 2422/2013 CRM-PR PROCESSO CONSULTA N.º 11/2013 PROTOCOLO N. º 10115/2013 ASSUNTO: CRITÉRIOS DE ALTA DE SERVIÇOS DE CANCEROLOGIA PARECERISTA: CONS. JOSÉ CLEMENTE LINHARES EMENTA: Câncer urológico

Leia mais

TÉCNICAS DE ESTUDO EM PATOLOGIA

TÉCNICAS DE ESTUDO EM PATOLOGIA TÉCNICAS DE ESTUDO EM PATOLOGIA Augusto Schneider Carlos Castilho de Barros Faculdade de Nutrição Universidade Federal de Pelotas TÉCNICAS Citologia Histologia Imunohistoquímica Citometria Biologia molecular

Leia mais

Saúde da Mulher. Ana Cristina Pinheiro. Saúde da Mulher

Saúde da Mulher. Ana Cristina Pinheiro. Saúde da Mulher Saúde da Mulher Realizado por: Ana Cristina Pinheiro (Maio de 2007) Saúde da Mulher Uma família equilibrada não pode ser produto do acaso ou da ignorância. O nascimento de uma criança deve ser o resultado

Leia mais

OCÂNCER DE COLO UTERINO ÉOSEGUNDO TU-

OCÂNCER DE COLO UTERINO ÉOSEGUNDO TU- colo uterino Rastreamento do câncer de colo uterino: desafios e recomendações Arquivo pessoal Evandro Sobroza de Mello * Médico patologista, coordenador do Laboratório de Anatomia Patológica do Instituto

Leia mais

Vamos falar sobre câncer?

Vamos falar sobre câncer? Vamos falar sobre câncer? O SIEMACO sempre está ao lado dos trabalhadores, seja na luta por melhores condições de trabalho, lazer e educação ou na manutenção da saúde, visando a promoção e ascensão social.

Leia mais

ASSISTÊNCIA EM MASTOLOGIA

ASSISTÊNCIA EM MASTOLOGIA ASSISTÊNCIA EM MASTOLOGIA I - Ações da Unidade Básica: 1) Estímulo ao auto-exame de mamas 2) Exame clínico das mamas como parte integrante e obrigatória das consultas ginecológicas e de pré natal 3) Solicitação

Leia mais

GYN 37-1 08/2012-PT TROPHYSCOPE. de CAMPO

GYN 37-1 08/2012-PT TROPHYSCOPE. de CAMPO GYN 37-1 08/2012-PT TROPHYSCOPE de CAMPO TROPHYSCOPE de CAMPO Prefácio O novo histeroscópio compacto TROPHYSCOPE foi desenvolvido especialmente para histeroscopias no consultório e no ambulatório. Ele

Leia mais

CÂNCER DO COLO DO ÚTERO. Maria da Conceição Muniz Ribeiro

CÂNCER DO COLO DO ÚTERO. Maria da Conceição Muniz Ribeiro CÂNCER DO COLO DO ÚTERO Maria da Conceição Muniz Ribeiro O câncer do colo do útero, também chamado de cervical, demora muitos anos para se desenvolver. As alterações das células que podem desencadear o

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO. PARECER COREN-SP 001/2015 CT PRCI n 99329 e Ticket n 278.867 Revisão e atualização Janeiro 2015

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO. PARECER COREN-SP 001/2015 CT PRCI n 99329 e Ticket n 278.867 Revisão e atualização Janeiro 2015 PARECER COREN-SP 001/2015 CT PRCI n 99329 e Ticket n 278.867 Revisão e atualização Janeiro 2015 Ementa: Cauterização de Condilomas por Enfermeiro. 1. Do fato Trata-se de uma revisão do parecer COREN-SP

Leia mais

ANEXO I (Resolução CFM nº 2074/2014) TERMO DE ESCLARECIMENTO, INFORMAÇÃO E CONSENTIMENTO PARA TRANSPORTE DE AMOSTRA DE MATERIAL BIOLÓGICO

ANEXO I (Resolução CFM nº 2074/2014) TERMO DE ESCLARECIMENTO, INFORMAÇÃO E CONSENTIMENTO PARA TRANSPORTE DE AMOSTRA DE MATERIAL BIOLÓGICO ANEXO I (Resolução CFM nº 2074/2014) IDENTIFICAÇÃO/LOGOTIPO DO ESTABELECIMENTO DE SAÚDE DADOS DO PACIENTE TERMO DE ESCLARECIMENTO, INFORMAÇÃO E CONSENTIMENTO PARA TRANSPORTE DE AMOSTRA DE MATERIAL BIOLÓGICO

Leia mais

Curso básico de Colposcopia

Curso básico de Colposcopia Curso básico de Colposcopia IV Curso Teórico-Prático de Colposcopia da UPColo Chalgarve Unidade Faro 5 e 6 de novembro de 2015 Universidade do Algarve Campus de Gambelas Programa Científico Caros(as) Colegas,

Leia mais

Hospital de Base do Distrito Federal - HBDF Unidade de Ginecologia Oncológica / UGON Estágio médico em Ginecologia Oncológica

Hospital de Base do Distrito Federal - HBDF Unidade de Ginecologia Oncológica / UGON Estágio médico em Ginecologia Oncológica 1. Observações gerais: Estágio de capacitação em Ginecologia Oncológica da Unidade de Ginecologia Oncológica (UGON) do Hospital de Base do Distrito Federal: O estágio em Ginecologia Oncológica da Unidade

Leia mais

Os cientistas da Cancer Research UK estimam que até 4.500 vidas serão salvas anualmente em Inglaterra pelo rastreio cervical.

Os cientistas da Cancer Research UK estimam que até 4.500 vidas serão salvas anualmente em Inglaterra pelo rastreio cervical. CERVICAL SCREENING PORTUGUESE Os Factos RASTREIO CERVICAL (TESTE DE PAP) PORTUGUÊS Os Factos O que é o rastreio cervical (Teste de Pap)? O rastreio cervical não é um exame de diagnóstico do cancro cervical.

Leia mais

OSalomão & Zoppi. Tecnologia do mamógrafo digital evolui e resultados das biópsias agora são emitidos em até 24 horas

OSalomão & Zoppi. Tecnologia do mamógrafo digital evolui e resultados das biópsias agora são emitidos em até 24 horas FIQUE COM O BOLETIM MÉDICO DO SALOMÃO & ZOPPI N. O 20-2005 CENTRO ESPECIALIZADO EM MAMA - CEM Tecnologia do mamógrafo digital evolui e resultados das biópsias agora são emitidos em até 24 horas O CEM DEVE

Leia mais

ANÁLISE DE PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DE MULHERES QUE FAZEM EXAME PAPANICOLAU EM UNIDADE DE SAÚDE EM CAJAZEIRAS-PB E RALAÇÕES COM HPV.

ANÁLISE DE PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DE MULHERES QUE FAZEM EXAME PAPANICOLAU EM UNIDADE DE SAÚDE EM CAJAZEIRAS-PB E RALAÇÕES COM HPV. ANÁLISE DE PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DE MULHERES QUE FAZEM EXAME PAPANICOLAU EM UNIDADE DE SAÚDE EM CAJAZEIRAS-PB E Saúde e Educação Janiele Maria Vasconcelos Mota RALAÇÕES COM HPV Áreas Temáticas Autora Instituição

Leia mais

Processo Pedagógico de Formação do aluno do curso medico do UNI-BH

Processo Pedagógico de Formação do aluno do curso medico do UNI-BH Processo Pedagógico de Formação do aluno do curso medico do UNI-BH A proposta pedagógica para formação do medico dentro do curso do UNI-BH baseia-se na estruturação em três módulos de conteúdo bem definido

Leia mais

3 - Introdução. gestão hospitalar? 8 - Indicadores clínicos. 11 - Indicadores operacionais. 14 - Indicadores financeiros.

3 - Introdução. gestão hospitalar? 8 - Indicadores clínicos. 11 - Indicadores operacionais. 14 - Indicadores financeiros. 3 - Introdução 4 - Quais são as métricas para alcançar uma boa ÍNDICE As Métricas Fundamentais da Gestão Hospitalar gestão hospitalar? 8 - Indicadores clínicos 11 - Indicadores operacionais 14 - Indicadores

Leia mais

Pesquisa. 40 INCA Relatório Anual 2005 Pesquisa

Pesquisa. 40 INCA Relatório Anual 2005 Pesquisa Pesquisa A pesquisa no INCA compreende atividades de produção do conhecimento científico, melhoria dos procedimentos diagnósticos e terapêuticos do câncer e formação de recursos humanos em pesquisa oncológica.

Leia mais

Os exames que avaliam a fertilidade do casal

Os exames que avaliam a fertilidade do casal CAPÍTULO 4 Os exames que avaliam a fertilidade do casal Na pesquisa da fertilidade, os fatores são estudados levando-se em consideração cada uma das etapas no processo de reprodução. Para cada uma delas,

Leia mais

Corrimento vaginal Resumo de diretriz NHG M38 (primeira revisão, agosto 2005)

Corrimento vaginal Resumo de diretriz NHG M38 (primeira revisão, agosto 2005) Corrimento vaginal Resumo de diretriz NHG M38 (primeira revisão, agosto 2005) Dekker JH, Boeke AJP, Gercama AJ, Kardolus GJ, Boukes FS traduzido do original em holandês por Luiz F.G. Comazzetto 2014 autorização

Leia mais

Combater o HIV/Aids, a malária e outras doenças

Combater o HIV/Aids, a malária e outras doenças Combater o HIV/Aids, a malária e outras doenças META Até 2015, ter detido a propagação do HIV/Aids e começado a inverter a tendência atual. 6a META Alcançar, até, o acesso universal ao tratamento para

Leia mais

CÂNCER DE MAMA. O controle das mamas de seis em seis meses, com exames clínicos, é também muito importante.

CÂNCER DE MAMA. O controle das mamas de seis em seis meses, com exames clínicos, é também muito importante. CÂNCER DE MAMA Dr. José Bél Mastologista/Ginecologista - CRM 1558 Associação Médico Espírita de Santa Catarina AME/SC QUANDO PEDIR EXAMES DE PREVENÇÃO Anualmente, a mulher, após ter atingindo os 35 ou

Leia mais

Prevenção em dobro. Eixo de Prevenção do Câncer ganha segunda Unidade Móvel CAPA

Prevenção em dobro. Eixo de Prevenção do Câncer ganha segunda Unidade Móvel CAPA Prevenção em dobro Eixo de Prevenção do Câncer ganha segunda Unidade Móvel O eixo de Prevenção do Câncer do Programa Cuide-se+ acaba de ganhar um importante reforço no atendimento aos trabalhadores das

Leia mais

Despiste de cancro do colo do útero: O exame colposcópico. Orientações atualizadas

Despiste de cancro do colo do útero: O exame colposcópico. Orientações atualizadas Despiste de cancro do colo do útero: O exame colposcópico Orientações atualizadas Page 2 Porque tenho eu de ir à consulta colposcópica? Foi-lhe pedido que fizesse um exame complementar devido ao seu exame

Leia mais

XXI JORNADA PIAUIENSE DE GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA BLUE TREE TOWERS RIO POTY TERESINA 16 A 18 DE MAIO DE 2013

XXI JORNADA PIAUIENSE DE GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA BLUE TREE TOWERS RIO POTY TERESINA 16 A 18 DE MAIO DE 2013 XXI JORNADA PIAUIENSE DE GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA BLUE TREE TOWERS RIO POTY TERESINA 16 A 18 DE MAIO DE 2013 PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA: Ginecologia Quinta-feira 16/05/13 CURSO PRÉ JORNADA HISTEROSCOPIA CIRÚRGICA

Leia mais

Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro RESOLUÇÃO CREMERJ Nº 238 /2008

Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro RESOLUÇÃO CREMERJ Nº 238 /2008 RESOLUÇÃO CREMERJ Nº 238 /2008 Aprova os procedimentos referentes à especialidade de Ginecologia e Obstetrícia em concordância com o disposto nas Resoluções CREMERJ nº 180/2001 e 215/2006. O CONSELHO REGIONAL

Leia mais

Principais formas de cancro na idade adulta

Principais formas de cancro na idade adulta Rastreio do cancro na idade adulta Principais formas de cancro na idade adulta Cancro do colo do útero Cancro da mama Cancro do cólon Cancro testicular Cancro da próstata SINAIS DE ALERTA O aparecimento

Leia mais

Patologia do colo uterino I-Citopatologia Profa. Sônia Maria Neumann Cupolilo Dra. em Patologia FIOCRUZ/RJ Especialista em Patologia SBP Especialista em Citopatologia SBC HPV Objetivos Conhecer o Programa

Leia mais

O que é câncer de mama?

O que é câncer de mama? Câncer de Mama O que é câncer de mama? O câncer de mama é a doença em que as células normais da mama começam a se modificar, multiplicando-se sem controle e deixando de morrer, formando uma massa de células

Leia mais

Ectopia cervical: relação com CA colo? predisposição para DST?

Ectopia cervical: relação com CA colo? predisposição para DST? Ectopia cervical: relação com CA colo? predisposição para DST? Nilma Antas Neves PHD, MsC, MD Profa. Adjunta Ginecologia Universidade Federal Bahia Presidente Comissão Trato Genital Inferior FEBRASGO Razões

Leia mais

Gaudencio Barbosa R3 CCP Hospital Universitário Walter Cantídio UFC Serviço de Cirurgia de Cabeça e Pescoço

Gaudencio Barbosa R3 CCP Hospital Universitário Walter Cantídio UFC Serviço de Cirurgia de Cabeça e Pescoço Gaudencio Barbosa R3 CCP Hospital Universitário Walter Cantídio UFC Serviço de Cirurgia de Cabeça e Pescoço Nódulos tiroideanos são comuns afetam 4- a 10% da população (EUA) Pesquisas de autópsias: 37

Leia mais

O que é o câncer de mama?

O que é o câncer de mama? O que é o câncer de mama? As células do corpo normalmente se dividem de forma controlada. Novas células são formadas para substituir células velhas ou que sofreram danos. No entanto, às vezes, quando células

Leia mais

GOVERNO DA BAHIA SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA Centro Estadual de Oncologia. Salvador, 14 de março de 2013

GOVERNO DA BAHIA SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA Centro Estadual de Oncologia. Salvador, 14 de março de 2013 GOVERNO DA BAHIA SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA Centro Estadual de Oncologia Salvador, 14 de março de 2013 ROTEIRO O CICAN Breve Histórico Missão Perfil Ambulatórios Quimioterapia Centro Cirúrgico

Leia mais

Proposta Programa Saúde Sob Medida Check up diferenciado ABGS

Proposta Programa Saúde Sob Medida Check up diferenciado ABGS Proposta Programa Saúde Sob Medida Check up diferenciado ABGS 1 Informações da proposta Nossa proposta é composta por um Check Up Completo, Check up Feminino e Avaliação Esportiva direcionada aos associados

Leia mais

Perguntas e respostas sobre imunodeficiências primárias

Perguntas e respostas sobre imunodeficiências primárias Perguntas e respostas sobre imunodeficiências primárias Texto elaborado pelos Drs Pérsio Roxo Júnior e Tatiana Lawrence 1. O que é imunodeficiência? 2. Estas alterações do sistema imunológico são hereditárias?

Leia mais

-VIA DA UNIMED- CONSENTIMENTO INFORMADO CONCORDANDO COM A INSTALAÇÃO DE DISPOSITIVO INTRA-UTERINO COMO MÉTODO REVERSÍVEL DE ANTICONCEPÇÃO.

-VIA DA UNIMED- CONSENTIMENTO INFORMADO CONCORDANDO COM A INSTALAÇÃO DE DISPOSITIVO INTRA-UTERINO COMO MÉTODO REVERSÍVEL DE ANTICONCEPÇÃO. Após Preenchimento entregar: ORIGINAL NA ULP; 01 CÓPIA P/ MÉDICO; 01 CÓPIA P/ PACIENTE. -VIA DA UNIMED- CONSENTIMENTO INFORMADO CONCORDANDO COM A INSTALAÇÃO DE DISPOSITIVO INTRA-UTERINO COMO MÉTODO REVERSÍVEL

Leia mais

HOSPITAL SÃO RAFAEL TUDO É POSSÍVEL A QUEM CRÊ

HOSPITAL SÃO RAFAEL TUDO É POSSÍVEL A QUEM CRÊ HOSPITAL SÃO RAFAEL TUDO É POSSÍVEL A QUEM CRÊ Origem A preocupação com as questões sociais fez com que o professor e sacerdote italiano D. Luigi Maria Verzé chegasse ao Brasil, em 1974, através do Monte

Leia mais

CONFIABILIDADE EM DIAGNÓSTICO

CONFIABILIDADE EM DIAGNÓSTICO CONFIABILIDADE EM DIAGNÓSTICO fique em dia com o boletim médico de salomãozoppi 2012 - Edição N o 35 Ultrassom Musculoesquelético pode substituir Ressonância Magnética em muitos casos Para alcançar este

Leia mais

Lílian Maria Lapa Montenegro Departamento de Imunologia Laboratório rio de Imunoepidemiologia

Lílian Maria Lapa Montenegro Departamento de Imunologia Laboratório rio de Imunoepidemiologia XVIII Congresso Mundial de Epidemiologia e VII Congresso Brasileiro de Epidemiologia Avaliação do desempenho da técnica de nested- PCR em amostras de sangue coletadas de pacientes pediátricos com suspeita

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MONTES CLAROS Centro de Ciências Biológicas e da Saúde/CCBS

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MONTES CLAROS Centro de Ciências Biológicas e da Saúde/CCBS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MONTES CLAROS Centro de ciências biológicas e da saúde Departamento de saúde da mulher e da criança Internato em ginecologia e obstetrícia Hospital Universitário Clemente Faria

Leia mais

ESTUDO DO PADRÃO DE PROLIFERAÇÃO CELULAR ENTRE OS CARCINOMAS ESPINOCELULAR E VERRUCOSO DE BOCA: UTILIZANDO COMO PARÂMETROS A

ESTUDO DO PADRÃO DE PROLIFERAÇÃO CELULAR ENTRE OS CARCINOMAS ESPINOCELULAR E VERRUCOSO DE BOCA: UTILIZANDO COMO PARÂMETROS A ESTUDO DO PADRÃO DE PROLIFERAÇÃO CELULAR ENTRE OS CARCINOMAS ESPINOCELULAR E VERRUCOSO DE BOCA: UTILIZANDO COMO PARÂMETROS A IMUNOEXPRESSÃO DO PCNA, KI-67 E CICLINA B1 SPÍNDULA FILHO, José Vieira de ;

Leia mais

Colposcopia na Gravidez

Colposcopia na Gravidez Colposcopia na Gravidez José Eleutério Junior A colposcopia é um método de excelência, associado ao Papanicolaou, no rastreio de lesões intra-epiteliais escamosas e neoplásicas, sendo usada para identificar

Leia mais

UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAI CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE MEDICINA - BACHARELADO

UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAI CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE MEDICINA - BACHARELADO UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAI CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE MEDICINA - BACHARELADO EMENTAS DISCIPLINAS MATRIZ 3 1º AO 3º PERÍODO 1 º Período C.H. Teórica: 90 C.H. Prática: 90 C.H. Total: 180 Créditos: 10

Leia mais

12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1

12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( X ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA PERFIL DAS

Leia mais

Linfomas. Claudia witzel

Linfomas. Claudia witzel Linfomas Claudia witzel Pode ser definido como um grupo de diversas doenças neoplásicas : Do sistema linfático Sistema linfóide Que tem origem da proliferação de linfócitos B ou T em qualquer um de seus

Leia mais

CENTRO UNIVERSITARIO SERRA DOS ÓRGÃOS UNIFESO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CCS CURSO DE MEDICINA

CENTRO UNIVERSITARIO SERRA DOS ÓRGÃOS UNIFESO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CCS CURSO DE MEDICINA CENTRO UNIVERSITARIO SERRA DOS ÓRGÃOS UNIFESO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CCS CURSO DE MEDICINA PROGRAMA DE INTERNATO EM GINECOLOGIA/OBSTETRÍCIA - 10º Período Corpo docente: Coordenação Obstetrícia: Glaucio

Leia mais

Palavras chave para indexação: 2014_10_07_Mem.Reun.Saúde _ Barracão_ Associação_Comunidade _Vila Isabel_Anapu

Palavras chave para indexação: 2014_10_07_Mem.Reun.Saúde _ Barracão_ Associação_Comunidade _Vila Isabel_Anapu Assunto: Reunião/Palestra sobre saúde para orientar e esclarecer as dúvidas da população sobre as ações preventivas na área da saúde pública em virtude da construção da UHE Bo Monte. Redator: Maurício

Leia mais

DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS

DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS Doenças Sexualmente Transmissíveis são aquelas que são mais comumente transmitidas através da relação sexual. PRINCIPAIS DOENÇAS SEXUALMENTE

Leia mais