RECEBIMENTO DE EDITAL CONCORRÊNCIA Nº CPL 1021/ CPL GILOG/BR

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RECEBIMENTO DE EDITAL CONCORRÊNCIA Nº CPL 1021/7066-2012 CPL GILOG/BR"

Transcrição

1 RECEBIENTO DE EDITAL CONCORRÊNCIA Nº CPL 1021/ CPL GILOG/BR OBJETO: Contratação de Instituição de Pesquisa para realização de trabalho de aferição de composições de serviços referentes à construção civil, visando aprimorar, atualizar e ampliar as informações disponíveis no Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil (SINAPI). NOE DA EPRESA: CNPJ Nº: ENDEREÇO COPLETO: CEP: TELEFONE(S): (DDD) FAX: PESSOA PARA CONTATO: RECEBI O EDITAL ACIA ENCIONADO. E: / /2012 Nome: OBSERVAÇÃO: Este recibo de edital deverá ser preenchido e enviado para o ou para o fax (61)

2 RESPONSABILIDADE SOCIAL EPRESARIAL A CAIXA está orientada para gerir seus negócios com base nos princípios da Responsabilidade Social, de forma a gerar resultados sustentáveis ao longo do tempo. Para o aprofundamento das práticas de Responsabilidade Social, a CAIXA estabeleceu as seguintes premissas para a gestão de seus negócios: Estimular o monitoramento e cumprimento dos valores e princípios do Código de Ética no ambiente interno e fomentar a replicação deles em toda a cadeia produtiva dos parceiros externos; Fortalecer a incorporação das variáveis sociais e ambientais atreladas aos direitos humanos, às declarações de princípios da Organização Internacional do Trabalho, aos Princípios do Pacto Global e às etas de Desenvolvimento do ilênio, intensificando o trato das críticas e sugestões advindas das partes que se relacionam com a Empresa; Fazer constar no Balanço Social as dimensões sociais, ambientais e econômicas, os resultados favoráveis e desfavoráveis, os desafios e metas, devendo esses dados subsidiar o planejamento estratégico; Promover com seus fornecedores a discussão acerca do desenvolvimento das competências na sobrevivência e proteção das crianças, buscando o envolvimento com políticas públicas voltadas à promoção dos direitos da infância; Fomentar, em toda a sua cadeia produtiva, o repúdio a todas as atitudes preconceituosas relacionadas à origem, raça, gênero, cor, idade, religião, ao credo, classe social, incapacidade física e quaisquer outras formas de discriminação, estimulando a utilização dos meios de comunicação disponíveis para os registros de ocorrências que atentem contra o Código de Ética da CAIXA e a legislação específica em vigor; Empreender ações que permitam que as questões ambientais tenham caráter de transversalidade e sejam incluídas no Plano Estratégico, além da existência da Política Ambiental Corporativa da CAIXA e do Comitê CAIXA de Política Ambiental; Considerar nos negócios os princípios e as oportunidades relacionados à sustentabilidade ambiental; Contribuir para a conscientização dos danos causados ao ambiente em decorrência da intervenção humana, com abrangência a todas as partes interessadas da Empresa; Formar parceria com fornecedores com foco na melhoria de processos de gestão ambiental; 2/261

3 Definir sistemática que permita verificar a origem e a cadeia de produção dos insumos madeireiros e florestais, estimulando o mercado de forma que a CAIXA utilize no seu processo produtivo materiais com certificação de origem e Certificação da Cadeia de Custódia; Definir meios que contribuam para redução do consumo dos recursos naturais utilizados na Empresa, adotando medidas adequadas à destinação de resíduos, sem prejuízo das condições de trabalho e sem alteração do padrão tecnológico atual; Incluir na política de relacionamento com fornecedores, observadas as exigências legais, como variáveis de seleção e avaliação, as questões referentes às relações trabalhistas, ao trabalho infantil, ao trabalho escravo ou análogo e aos padrões ambientais, estimulando os fornecedores a replicarem essas considerações em relação aos seus próprios fornecedores, criando um círculo virtuoso de conscientização social; Priorizar, nos limites legais, os fornecedores que não comungam com práticas que infrinjam os direitos humanos e, também, que contribuam para a conservação ambiental e para a proteção à biodiversidade e que combatam a exploração ilegal e predatória das florestas; Contribuir para erradicação do trabalho infantil, do trabalho forçado ou análogo ao escravo, promovendo discussão acerca da questão com fornecedores e estimulando-os a cumprirem a legislação; Definir meios que permitam a realização de campanhas de conscientização para todos os fornecedores, de forma que seja e fique explicitado o repúdio da CAIXA à mão-de-obra infantil e à mão-de-obra escrava; Contribuir para a erradicação das políticas ilegais, imorais e antiéticas, promovendo a divulgação e educação de todas as partes interessadas, como fornecedores, clientes e consumidores, entre outros, em iniciativas de combate à corrupção e propina, disseminando o tema e/ou ensinando sobre a utilização de ferramentas correlatas; Estimular os fornecedores na utilização dos Indicadores Ethos, constante no endereço como ferramenta de uso interno da empresa para avaliação da gestão no que diz respeito à incorporação de práticas de Responsabilidade Social. 3/261

4 NOSSOS VALORES ÉTICOS A CAIXA elaborou o seu Código de Ética, que tem por objetivo sistematizar os valores éticos que devem nortear a condução dos negócios, orientar as ações e o relacionamento com os interlocutores internos e externos. Compartilhamos com você, que poderá ser um parceiro da CAIXA, os valores éticos que nortearão a nossa relação. RESPEITO As pessoas na CAIXA são tratadas com ética, justiça, respeito, cortesia, igualdade e dignidade. Exigimos de dirigentes, empregados e parceiros da CAIXA absoluto respeito pelo ser humano, pelo bem público, pela sociedade e pelo meio ambiente. Repudiamos todas as atitudes de preconceitos relacionadas à origem, raça, sexo, cor, idade, religião, credo, classe social, incapacidade física e quaisquer outras formas de discriminação. Respeitamos e valorizamos nossos clientes e seus direitos de consumidores, com a prestação de informações corretas, cumprimento dos prazos acordados e oferecimento de alternativa para satisfação de suas necessidades de negócios com a CAIXA. Preservamos a dignidade de dirigentes, empregados e parceiros, em qualquer circunstância, com a determinação de eliminar situações de provocação e constrangimento no ambiente de trabalho que diminuam o seu amor próprio e a sua integridade moral. Os nossos patrocínios atentam para o respeito aos costumes, tradições e valores da sociedade, bem como a preservação do meio ambiente. ONESTIDADE No exercício profissional, os interesses da CAIXA estão em 1º lugar nas mentes dos nossos empregados e dirigentes, em detrimento de interesses pessoais, de grupos ou de terceiros, de forma a resguardar a lisura dos seus processos e de sua imagem. Gerimos com honestidade nossos negócios, os recursos da sociedade e dos fundos e programas que administramos, oferecendo oportunidades iguais nas transações e relações de emprego. Não admitimos qualquer relacionamento ou prática desleal de comportamento que resulte em conflito de interesses e que estejam em desacordo com o mais alto padrão ético. 4/261

5 Não admitimos práticas que fragilizem a imagem da CAIXA e comprometam o seu corpo funcional. Condenamos atitudes que privilegiem fornecedores e prestadores de serviços, sob qualquer pretexto. Condenamos a solicitação de doações, contribuições de bens materiais ou valores a parceiros comerciais ou institucionais em nome da CAIXA, sob qualquer pretexto. COPROISSO Os dirigentes, empregados e parceiros da CAIXA estão comprometidos com a uniformidade de procedimentos e com o mais elevado padrão ético no exercício de suas atribuições profissionais. Temos compromisso permanente com o cumprimento das leis, das normas e dos regulamentos internos e externos que regem a nossa Instituição. Pautamos nosso relacionamento com clientes, fornecedores, correspondentes, coligadas, controladas, patrocinadas, associações e entidades de classe dentro dos princípios deste Código de Ética. Temos o compromisso de oferecer produtos e serviços de qualidade que atendam ou superem as expectativas dos nossos clientes. Prestamos orientações e informações corretas aos nossos clientes para que tomem decisões conscientes em seus negócios. Preservamos o sigilo e a segurança das informações. Buscamos a melhoria das condições de segurança e saúde do ambiente de trabalho, preservando a qualidade de vida dos que nele convivem. Incentivamos a participação voluntária em atividades sociais destinadas a resgatar a cidadania do povo brasileiro. TRANSPARÊNCIA As relações da CAIXA com os segmentos da sociedade são pautadas no princípio da transparência e na adoção de critérios técnicos. Como Empresa pública, estamos comprometidos com a prestação de contas de nossas atividades, dos recursos por nós geridos e com a integridade dos nossos controles. Aos nossos clientes, parceiros comerciais, fornecedores e à mídia dispensamos tratamento equânime na disponibilidade de informações claras e tempestivas, por 5/261

6 meio de fontes autorizadas e no estrito cumprimento dos normativos a que estamos subordinados. Oferecemos aos nossos empregados oportunidades de ascensão profissional, com critérios claros e do conhecimento de todos. Valorizamos o processo de comunicação interna, disseminando informações relevantes relacionadas aos negócios e às decisões corporativas. RESPONSABILIDADE Devemos pautar nossas ações nos preceitos e valores éticos deste Código, de forma a resguardar a CAIXA de ações e atitudes inadequadas à sua missão e imagem e a não prejudicar ou comprometer dirigentes e empregados, direta ou indiretamente. Zelamos pela proteção do patrimônio público, com a adequada utilização das informações, dos bens, equipamentos e demais recursos colocados à nossa disposição para a gestão eficaz dos nossos negócios. Buscamos a preservação ambiental nos projetos dos quais participamos, por entendermos que a vida depende diretamente da qualidade do meio ambiente. Garantimos proteção contra qualquer forma de represália ou discriminação profissional a quem denunciar as violações a este Código, como forma de preservar os valores da CAIXA. GILOG/BR Gerência de Filial Logística Brasília/DF GELIC Gerência Nacional de Licitações SUCOT Superintendência Nacional de Contratação 6/261

7 EDITAL GERÊNCIA DE FILIAL LOGÍSTICA/BR COISSÃO DE LICITACÃO CPL GILOG/BR CONCORRÊNCIA Nº CPL 1021/ CPL GILOG/BR A CAIXA ECONÔICA FEDERAL instituição financeira sob a forma de empresa pública, doravante denominada simplesmente CAIXA, torna público que fará realizar licitação, na modalidade CONCORRÊNCIA, do tipo TÉCNICA E PREÇO, objetivando a contratação de empresa para a prestação dos serviços descritos no Item 1, esclarecendo que a presente licitação e subseqüente contratação serão regidas pela Lei nº de , LC 123, de 14/12/2006, IN nº 05 de 21/07/95 do ARE, e IN PS/SRP nº 03, de 14/07/05, e suas alterações, bem como pelas disposições fixadas neste Edital e Anexos, que o integram e complementam. 1 DO OBJETO 1.1 O objeto do presente edital é a contratação de Instituição de Pesquisa para realização de trabalho de aferição de composições de serviços referentes à construção civil, visando aprimorar, atualizar e ampliar as informações disponíveis no Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil (SINAPI) A ação de aferir uma composição de serviço é definida neste trabalho como a revisão, o aprimoramento e a atualização de uma composição já disponível no SINAPI ou o desenvolvimento de nova composição ainda não abarcada no sistema. 1.2 O objeto está dividido em 3 (três) lotes: Lote 1 Lote 2 Lote 3 abitação, Fundações e Estruturas; Instalações idráulicas e Elétricas Prediais e Redes de Distribuição de Energia Elétrica; Saneamento e Infra-estrutura Urbana 1.3 As empresas poderão participar do certame para um, mais de um ou para todos os Lotes, sendo que cada Lote representa um todo. 1.4 As especificações do objeto e a forma de execução do contrato estão dispostos nos Anexos a seguir descritos, que são partes integrantes deste Edital: ANEXO I ANEXO I A ANEXO I B Especificação Técnica Quadro emória de Cálculo Instruções de Preenchimento do Quadro de emória de Cálculo 7/261

8 ANEXO I C Quadro emória de Cálculo - odelo de Preenchimento ANEXO I D Diretrizes para a Elaboração de Caderno de Encargos ANEXO I E Exemplo de Apresentação de Caderno de Encargos ANEXO II Proposta Técnica - Critérios de Pontuação para Formação da Nota Técnica da Licitante ANEXO IIA.1 Tabela de pontuação do Fator 1 (F1) ANEXO IIA.2 Tabela de pontuação do Fator 2 (F2) ANEXO IIA.3.1 Tabela de pontuação do Fator 3 (F3) Lote 1 ANEXO IIA.3.2 Tabela de pontuação do Fator 3 (F3) Lote 2 ANEXO IIA.3.3 Tabela de pontuação do Fator 3 (F3) Lote 3 ANEXO IIA.4 Tabela de pontuação do Fator 4 (F4) ANEXO IIB.1.1* Relação das produções técnicas - Engenharia de Custos aplicada à Construção Civil ANEXO IIB.1.2 Relação das produções técnicas - Construção de Edifícios ANEXO IIB.1.3 Relação das produções técnicas - Estruturas em Concreto Armado (Edifícios) ANEXO IIB.1.4 Relação das produções técnicas - Fundações rasas e profundas ANEXO IIB.1.5 Relação das produções técnicas - Estruturas etálicas ou em adeira (Edifícios) ANEXO IIB.2.1 Relação das produções técnicas - Redes Elétricas de Baixa Tensão (Sistemas Elétricos Prediais) ANEXO IIB.2.2 Relação das produções técnicas - Redes Elétricas de édia e Alta Tensão ANEXO IIB.2.3 Relação das produções técnicas - Sistemas idrossanitários (Instalações Prediais) ANEXO IIB.3.1 Relação das produções técnicas - Saneamento Básico - Rede de Distribuição de Água ANEXO IIB.3.2 Relação das produções técnicas - Saneamento Básico - Rede de Esgoto ANEXO IIB.3.3 Relação das produções técnicas - ovimento de Terra e Pavimentação ANEXO IIB.3.4 Relação das produções técnicas - Drenagem Urbana/ Contenção de Encostas ANEXO IIC.1 Relação supervisores de equipe ANEXO IIC.2 Relação de documentos de registro junto ao CREA dos supervisores ANEXO IIC.3 Relação de documentos de formação acadêmica dos supervisores ANEXO IID odelo de autorização - Supervisor ANEXO IIE Relação de documentos da capacidade técnica do coordenador da pesquisa ANEXO IIF odelo de autorização - Coordenador ANEXO III Declaração de Pretensão do(s) Lote(s) 8/261

9 ANEXO IV odelo de Proposta Comercial ANEXO V odelo de Planilha de Composição do Preço ANEXO VI Custo estimado ANEXO VII odelo de Declaração ANEXO VIII Termo de compromisso de combate à corrupção e ao conluio entre licitantes e de responsabilidade sócioambiental ANEXO IX inuta de Contrato ANEXO X.1 Relação Preliminar de Composições do Lote 1 abitação/fundações/estruturas ANEXO X.2 Relação Preliminar de Composições do Lote 2 Instalações idráulicas e Elétricas Prediais/ Rede de Distribuição de Energia ANEXO X.3 Relação Preliminar de Composições do Lote 3 Saneamento e Infraestrutura Urbana * o Anexo IIB.1.1 deverá compor a documentação dos lotes 1, 2 e 3, conforme relações constantes dos subitens , e DAS CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO 2.1 Para a participação nesta licitação é necessário que a empresa, isolada ou em CONSÓRCIO, atendam a todas as exigências constantes deste Edital e seus Anexos Nas condições do presente edital e seus anexos, onde tem-se indicações referentes à empresa ou licitante, entenda-se tratar-se também de consórcio Para comprovação de parte dos requisitos exigidos para habilitação preliminar são válidos o cadastramento e a habilitação parcial da licitante no Sistema de Cadastramento Unificado de Fornecedores SICAF As empresas interessadas que não estiverem cadastradas e nem habilitadas parcialmente no SICAF poderão providenciar, tanto o cadastramento como a habilitação parcial, em qualquer Unidade Cadastradora do Sistema Os documentos exigidos, bem como os procedimentos e as instruções de preenchimento dos formulários necessários para efetuar o registro no SICAF estão previstos no respectivo anual, que poderá ser obtido na Internet, no site 2.2 As empresas CONSORCIADAS ficam impedidas de participarem desta licitação em mais de um consórcio ou isoladamente. 9/261

10 2.2.1 As empresas consorciadas serão solidariamente responsáveis pelas obrigações do CONSÓRCIO nas fases de licitação e durante a vigência do contrato Será admitida a participação de empresas controladoras, coligadas ou subsidiárias entre si, desde que se apresentem CONSORCIADAS No caso de empresas em consórcio, deverá ser emitida fatura mensal única, em nome da empresa-líder, no valor montante do pagamento, acompanhada das notas fiscais emitidas por cada uma das empresas participantes do consórcio, fazendo-se referência na própria fatura das parcelas que cabem às outras consorciadas. 2.3 A licitante enquadrada como icroempresa (E) ou Empresa de Pequeno Porte (EPP), nos termos do art. 3º da LC 123/2006, desde que não esteja inserida nas hipóteses do 4º do mesmo artigo, terá assegurado o tratamento diferenciado previsto na referida LC, observadas as condições estabelecidas neste edital Para fins deste Edital, as microempresas e empresas de pequeno porte serão identificadas como PE. 2.4 As licitantes arcarão com todos os custos decorrentes da elaboração e da apresentação de suas propostas. 2.5 Não será admitida nesta licitação a participação de empresas: Concordatárias ou em processo de falência, sob concurso de credores, em dissolução, em liquidação ou em recuperação judicial; Que estejam com o direito de licitar e contratar com a CAIXA suspenso ou que tenham sido declaradas inidôneas pela Administração Pública, no âmbito Federal, Estadual ou unicipal; cujo(s) sócio(s), dirigente(s), administrador(es), bem como as demais pessoas que compõem seu quadro técnico ou societário, seja(m) empregado(s) da CAIXA ou possua(m) vínculo familiar (cônjuge, companheiro ou parente em linha reta ou colateral, por consangüinidade ou afinidade, até o terceiro grau) com: - empregados detentores de cargo comissionado que atuem em área da CAIXA com gerenciamento sobre o contrato ou sobre o serviço objeto da presente licitação; - empregados detentores de cargo comissionado que atuem na área demandante da licitação; - empregados detentores de cargo comissionado que atuem na área que realiza a licitação; 10/261

11 - autoridade da CAIXA hierarquicamente superior às áreas supramencionadas 3 DAS DATAS, DOS ORÁRIOS E DO LOCAL PARA RECEBIENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Nº 01 DOCUENTAÇÃO ; Nº 02 PROPOSTA TÉCNICA E Nº 03 PROPOSTA COERCIAL 3.1 Recebimento dos envelopes nº 01 Documentação, nº 02 Proposta Técnica e nº 03 Proposta Comercial : até as 10:30 horas, do dia 10/04/2012, na Sala de Licitações da GILOG/BR, localizada no Centro Empresarial José Alencar Gomes da Silva, SEPN 512, Lote 01 e 02, Asa Norte, CEP Brasília/DF. 3.2 Abertura dos envelopes nº 01 Documentação : às 10:30 horas do dia 10/04/2012, no endereço acima. 3.3 Abertura dos Envelopes nº 02 Proposta Técnica : em data a ser fixada e divulgada pela CPL GILOG/BR, ressalvado o disposto no subitem 6.3 deste Edital. 3.4 Abertura dos Envelopes nº 03 Proposta Comercial : em data a ser fixada e divulgada pela CPL GILOG/BR. 3.6 Local destinado para o disposto nos subitens 3.3 a 3.5: Sala de Licitações da GILOG/BR, localizada no Centro Empresarial José Alencar Gomes da Silva, SEPN 512, Lote 01 e 02, Asa Norte, CEP Brasília/DF. 4 DO RECEBIENTO DOS ENVELOPES 4.1 No local, até a data e horário fixados para o recebimento dos Envelopes, cada licitante deve entregar à CPL GILOG/BR a Documentação, a Proposta Técnica e a Proposta Comercial, acondicionadas separadamente em 03 (três) envelopes, fechados e lacrados O Envelope nº 01 deve conter a Documentação de abilitação e apresentar em sua parte externa as seguintes informações: ENVELOPE Nº 01 DOCUENTAÇÃO CONCORRÊNCIA Nº 1021/ CPL GILOG/BR NOE DA EPRESA: CNPJ: A documentação a ser apresentada no Envelope nº 01 está relacionada no item 5 deste edital. 11/261

12 4.1.2 O Envelope nº 02 conterá a Proposta Técnica e deve indicar em sua parte externa as seguintes informações: ENVELOPE Nº 02 PROPOSTA TÉCNICA CONCORRÊNCIA Nº 1021/ CPL GILOG/BR NOE DA EPRESA: CNPJ: O conteúdo do envelope nº 02 está discriminado no item 8 deste edital O Envelope nº 03 deve conter a Proposta Comercial, conforme Anexo IV e apresentar em sua parte externa as seguintes informações: ENVELOPE Nº 03 PROPOSTA COERCIAL CONCORRÊNCIA Nº 1021/ CPL GILOG/BR NOE DA EPRESA: CNPJ: A Proposta Comercial deve ser elaborada em conformidade com o item 12 deste edital. 4.2 Encerrado o recebimento dos Envelopes pelo(a) Presidente da CPL GILOG/BR, não serão recebidos quaisquer outros documentos ou propostas, nem serão permitidos adendos ou alterações nas que tiverem sido apresentadas, faculdade da Comissão de promover diligências para a obtenção de informações e esclarecimentos complementares de quaisquer das empresas licitantes. 4.3 Os envelopes serão acondicionados em malotes da seguinte forma: Após a abertura dos envelopes nº 01, caso não haja a renúncia de que trata o subitem 6.3, os envelopes nº 02 e 03 serão rubricados e agrupados em malotes individuais, os quais serão fechados com lacres cujos números serão registrados em Ata, ficando sob a guarda e responsabilidade da Comissão, e na reunião marcada para prosseguimento dos trabalhos serão exibidos aos participantes os malotes ainda lacrados e os envelopes com as rubricas. 4.4 Para ter direito à manifestação nas fases do procedimento licitatório, cada licitante deverá apresentar-se com apenas um representante, devidamente munido de documento que o habilite a exercer a representação ou do instrumento de mandato que lhe confere esses poderes, nos termos dos itens 4.4.2, 4.4.3, , 4.5 e 4.6, devendo, ainda, identificar-se com célula de identidade ou outro documento equivalente. 12/261

13 4.4.1 A licitante devidamente representada poderá renunciar expressamente à interposição de recurso contra o resultado do julgamento de habilitação, nos termos dos subitens 6.3 e Quando se tratar de representante designado pela licitante no próprio SICAF, por intermédio do formulário dados do representante, será efetuada consulta ao aludido sistema e juntada cópia ao processo para comprovar a representação Quando se tratar de representante que não se enquadre nas situações previstas nos subitens a deverá ser apresentada procuração com dados de identificação do representante, constando, expressamente, poderes para participar de todos os atos do procedimento licitatório, notadamente o de renúncia ao direito de interpor recurso contra o resultado do julgamento da habilitação, nos termos dos subitens 6.3 e A referida procuração deverá ser acompanhada de documento comprobatório da capacidade do outorgante para constituir mandatários. 4.5 Esses documentos devem ser apresentados em cópia autenticada ou mediante cópia e original para serem conferidos pela CPL GILOG/BR. 4.6 A ausência do documento de credenciamento não impedirá o representante de participar da licitação, entretanto ficará impedido de praticar qualquer ato durante o procedimento licitatório. 5 DA DOCUENTAÇÃO ENVELOPE Nº Para fins de habilitação preliminar ao certame, as empresas interessadas terão de satisfazer os requisitos relativos a: - habilitação jurídica; - regularidade fiscal e trabalhista; - qualificação econômico-financeira; - qualificação técnica; - cumprimento do disposto no inciso XXXIII, do artigo 7º, da Constituição Federal. 5.2 No caso de empresas em consórcio, todas elas terão que satisfazer, individualmente, as condições de habilitação jurídica, regularidade fiscal, qualificação econômico-financeira e qualificação técnica, ressalvado o contido nos subitens e 5.3, que poderão somadas As empresas em consórcio deverão apresentar documento, público ou particular, comprovando o compromisso de constituírem o consórcio e indicando a empresa-líder, a qual será a representante das consorciadas perante a CAIXA. 13/261

14 5.2.2 Na hipótese de as empresas em consórcio sagrarem-se vencedoras da licitação, ficarão obrigadas a promover a constituição e o registro do consórcio, antes da celebração do contrato. 5.3 A habilitação jurídica, regularidade fiscal e qualificação econômicofinanceira poderão ser comprovadas mediante cadastro e habilitação parcial no SICAF, ou mediante a apresentação dos seguintes documentos: 5.4 A regularidade trabalhista será comprovada pela inexistência de débitos inadimplidos perante a Justiça do Trabalho, mediante a apresentação de certidão negativa, expedida gratuita e eletronicamente, nos termos da Lei , de 07/07/ A documentação relativa à habilitação jurídica consistirá em: Ato constitutivo, estatuto ou contrato social em vigor, devidamente registrado, em se tratando de sociedades comerciais, e, no caso de sociedades por ações, acompanhado de documentos de eleição de seus administradores; Inscrição do ato constitutivo, no caso de sociedades civis, acompanhada de prova de diretoria em exercício; Decreto de autorização, em se tratando de empresa ou sociedade estrangeira em funcionamento no País, e ato de registro ou autorização para funcionamento expedido pelo órgão competente, quando a atividade assim o exigir A documentação relativa à regularidade fiscal e trabalhista consistirá em: Prova de inscrição no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ); prova de regularidade para com as Fazendas Públicas Federal (Certidão quanto à Dívida Ativa da União e Certidão Negativa de Débitos de Tributos e Contribuições Federais), Estadual e unicipal, na forma da lei; prova de regularidade relativa à Seguridade Social e ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), demonstrando situação regular no cumprimento dos encargos sociais instituídos por lei; prova de regularidade trabalhista que será comprovada pela inexistência de débitos inadimplidos perante a Justiça do Trabalho, 14/261

15 mediante a apresentação de certidão negativa, expedida gratuita e eletronicamente, nos termos da Lei , de 07/07/ A documentação relativa à qualificação econômico-financeira consistirá em: Certidão negativa de falência ou concordata expedida pelo distribuidor da sede da pessoa jurídica; Comprovação da boa situação financeira da empresa, baseada na obtenção de índices de Liquidez Geral (LG), Solvência Geral (SG) e Liquidez Corrente (LC), resultantes da aplicação das fórmulas: Ativo Circulante + Realizável a Longo Prazo LG = Passivo Circulante + Exigível a Longo Prazo Ativo Total SG= Passivo Circulante + Exigível a Longo Prazo Ativo Circulante LC= Passivo Circulante O fornecedor registrado no SICAF terá sua boa situação financeira avaliada, automaticamente pelo Sistema, com base nas fórmulas destacadas pelo subitem antecedente A licitante ou consórcio que apresentar resultado igual ou menor que 01 (um) em qualquer dos índices relativos à situação financeira (LG Liquidez Geral; LC Liquidez Corrente; SG Solvência Geral), deverá comprovar possuir patrimônio líquido não inferior aos valores a seguir: Lote 1 abitação, Fundações e Estruturas; R$ ,00 Lote 2 Instalações idráulicas e Elétricas Prediais e Redes de Distribuição de Energia R$ ,00 Elétrica; Lote 3 Saneamento e Infra-estrutura urbana R$ , Se alguma das empresas do CONSÓRCIO não obtiver os índices exigidos no subitem anterior, poderão comprovar individualmente ou em conjunto a qualificação econômica financeira requisitada caso seja de interesse da licitante concorrer a 2 ou mais Lotes, a quantidade a ser comprovada não poderá ser inferior à soma das 15/261

16 quantidades exigidas para cada Lote Os referidos índices serão calculados por meio da fórmula abaixo, cujos dados serão extraídos do balanço da empresa registrado no SICAF, relativos ao último exercício, já exigíveis na forma da lei: Patrimônio Líquido = Ativo Total (Passivo Circulante + Passivo Exigível a Longo Prazo) A comprovação do patrimônio líquido poderá ser efetuada também por meio da apresentação do Balanço Patrimonial e demonstrações contábeis do último exercício, já exigíveis e apresentados na forma da lei, vedada a sua substituição por balancetes ou balanços provisórios. No caso de consórcio esta comprovação poderá ser feita em conjunto ou isoladamente O Balanço Patrimonial a que se refere o subitem anterior deverá ser apresentado com o Termo de Abertura e o Termo de Encerramento do livro contábil, juntamente com os demais, dentro do envelope de Documentação Serão considerados aceitos na forma da lei, o Balanço Patrimonial e Demonstrações Contábeis assim apresentados: - Publicado em Diário Oficial; ou - Publicado em jornal, ou - Por cópia ou fotocópia registrada, ou autenticada na Junta Comercial da sede ou domicílio da licitante; ou - Por cópia ou fotocópia do Livro Diário devidamente autenticada na junta Comercial da sede ou domicílio da licitante, ou outro órgão equivalente inclusive com os Termos de Abertura e Encerramento Para os licitantes previamente cadastrados no SICAF, o Patrimônio Líquido exigido acima será calculado por meio da fórmula constante no subitem , cujos dados serão extraídos do balanço da empresa registrado no referido sistema, relativos ao último exercício, já exigíveis na forma da lei. 5.3 A qualificação técnica será comprovada mediante: Apresentação de atestado(s)/certidão(ões)/declaração(ões) fornecido (s) por pessoa jurídica de direito público ou privado, que comprove(m) ter a empresa licitante cumprido, integralmente e de forma satisfatória, obrigações pertinentes e compatíveis com o objeto desta licitação. 16/261

17 Para fins de compatibilidade será(ão) considerado(s) o(s) atestado(s)/ certidão(ões)/declaração(ões) que comprove(m) ter o licitante prestado serviços de pesquisa na área de engenharia em pelo menos uma das seguintes áreas: 1 - abitação, Fundações e Estruturas; 2 - Instalações idráulicas e Elétricas Prediais e Redes de Distribuição de Energia Elétrica; 3 - Saneamento e Infra-estrutura urbana No caso de empresas em consórcio, se nenhuma delas individualmente atender ao disposto nos subitens anteriores, deverá ser comprovado pelas consorciadas, em conjunto, a prestação dos respectivos serviços para o(s) item(ns) a que pretenda concorrer Esse(s) atestado(s)/certidão(ões)/declaração(ões), deverão conter a identificação do(s) signatário(s) e apresentar-se em papel timbrado da empresa/órgão declarante Declaração da licitante, inclusive as empresas integrantes de consórcio, devidamente assinada pelo representante legal da empresa, sob as penalidades cabíveis, nos termos do Anexo VII, de que: - possui instalações, aparelhamento e pessoal técnico adequados e disponíveis para a realização do objeto da licitação; - os documentos que compõem o edital foram colocados à sua disposição e tomou conhecimento de todas as informações e condições locais e grau de dificuldade dos serviços a serem executados; - não se encontra declarada inidônea para licitar ou contratar com órgãos da Administração Pública Federal, Estadual, unicipal e do Distrito Federal; - obriga-se a informar a existência de fato superveniente impeditivo de sua habilitação; - não possui em seu quadro menor de 18 anos de idade em trabalho noturno, perigoso ou insalubre, nem menor de 16 anos em qualquer trabalho, salvo na condição de aprendiz, a partir dos 14 anos, em cumprimento do disposto no inciso V do artigo 27 da Lei 8.666/93; e - seu(s) sócio(s), dirigente(s), administrador(es), bem como as demais pessoas que compõem seu quadro técnico ou societário não é(são) empregado(s) da CAIXA e não possui(em) vínculo familiar (cônjuge, companheiro ou parente em linha reta ou colateral, por consangüinidade ou afinidade, até o terceiro grau) com: 17/261

18 empregados detentores de cargo comissionado que a tuem em área da CAIXA com gerenciamento sobre o contrato ou sobre o serviço objeto da presente licitação; empregados detentores de cargo comissionado que a tuem na área demandante da licitação; empregados detentores de cargo comissionado que a tuem na área que realiza a licitação; autoridade da CAIXA hierarquicamente superior às áreas supramencionadas. - não tem e de que não contratará prestadores de serviço com vínculo familiar (cônjuge, companheiro ou parente em linha reta ou colateral, por consangüinidade ou afinidade, até o terceiro grau) com empregado CAIXA que exerça cargo em comissão ou função de confiança: em área da CAIXA com gerenciamento sobre o contra to ou sobre o serviço objeto da presente licitação; na área demandante da licitação; na área que realiza a licitação. 5.4 Declaração da licitante de quais lotes pretende concorrer, devidamente assinada pelo representante legal da empresa, sob as penalidades cabíveis, nos termos do Anexo III. 5.5 Termo de compromisso de combate à corrupção e ao conluio entre os licitantes e de responsabilidade sócio-ambiental, nos termos do Anexo VIII. 5.6 Para as licitantes cadastradas e habilitadas parcialmente no SICAF, a verificação da validade da documentação relacionada acima dar-se-á mediante consulta on line ao Sistema, por ocasião da abertura dos envelopes documentação, exceto no caso dos documentos citados nos subitens e 5.3 e respectivos subitens, que devem ser apresentados dentro do envelope Documentação. 5.5 As licitantes não cadastradas no SICAF deverão apresentar todos os documentos de habilitação dentro do envelope nº 01 Documentação. 5.6 Os documentos de habilitação, quando escritos em língua estrangeira, deverão ser entregues acompanhados da tradução para língua portuguesa efetuada por Tradutor Juramentado e também devidamente consularizados e registrados no Cartório de Títulos e Documentos. 5.7 Toda a documentação constante do envelope nº 01 deve ser devidamente numerada e rubricada, conforme exemplificado a seguir: - 1/25 (página 1 do total de 25); - 5/54 (página 5 do total de 54). 18/261

19 6 DA ABERTURA DO ENVELOPE Nº 01 DOCUENTAÇÃO E DA DIVULGAÇÃO DO RESULTADO DA ABILITAÇÃO 6.1 Na data, no horário e no local previstos no subitem 3.2 deste Edital, à vista dos interessados presentes, serão abertos os envelopes nº 01 Documentação para fins de habilitação preliminar, cujos documentos serão examinados e rubricados pelos membros da Comissão e pelos licitantes presentes, que poderão eleger, na sessão, representantes para examinar e rubricar os referidos documentos Nessa mesma sessão será efetuada consulta on-line ao SICAF, para verificação do atendimento das condições de habilitação jurídica, regularidade fiscal e qualificação econômico-financeira de cada licitante que tenha exercido a opção de cadastramento e habilitação parcial no SICAF, ocasião em que serão impressas as respectivas declarações de Situação do Fornecedor, sendo as mesmas rubricadas pelos membros da Comissão, licitantes presentes ou pelos seus representantes, fazendo parte integrante da Ata mencionada no subitem É assegurado à licitante que esteja com algum documento vencido no SICAF o direito de apresentar a documentação atualizada na própria sessão A fim de verificar se existe restrição da licitante ao direito de participar em licitações ou celebrar contratos com a Administração Pública, serão efetuadas as seguintes consultas: - ao CEIS - Cadastro Nacional de Empresas Inidôneas e Suspensas, no endereço eletrônico do Portal de Transparência do Governo, sem prejuízo de verificação dessa restrição por outros meios; - CNCIA Cadastro Nacional de Condenados por Ato de Improbidade Administrativa, nos termos da Lei nº 8.429/92, no endereço eletrônico do CNJ Conselho Nacional de Justiça clicar em Sistemas, no item CONSULTAS PÚBLICAS Cadastro Nacional de Condenações Cíveis por ato de Improbidade Administrativa clicar em Consulta Requerido / Condenação, e selecionar esfera TODOS(AS). 6.2 Após o julgamento da documentação recebida, constante do envelope nº 01, a Comissão divulgará o resultado da fase de habilitação com a indicação dos nomes das empresas inabilitadas e habilitadas, e a data e o horário de abertura dos envelopes nº 02 Proposta Técnica", por meio de publicação no Diário Oficial da União DOU, ou, se presentes os prepostos das licitantes, por comunicação direta aos interessados. 19/261

20 6.3 avendo renúncia expressa de todos os licitantes ao direito de interpor recurso contra o resultado do julgamento da habilitação no ato em que foi adotada a decisão, a Comissão poderá realizar, a seu critério, a abertura dos envelopes nº 02, nessa mesma data Não ocorrendo renúncia expressa de todos os licitantes ao direito de interpor recurso contra o resultado da fase de habilitação, os envelopes nº 02 Proposta Técnica e nº 03 Proposta Comercial ficarão sob a guarda da Comissão, acondicionados em malotes devidamente lacrados à vista dos presentes, cujos números dos lacres serão registrados em ata, para serem abertos após a fase de julgamento da habilitação, em data a ser divulgada pela Comissão Será aberto prazo recursal e, depois de julgados os recursos eventualmente interpostos, dar-se-á a abertura dos envelopes nº 02 das empresas habilitadas, em data a ser divulgada pela CPL GILOG/BR Somente serão abertos os envelopes nº 02 das licitantes habilitadas, ficando os Envelopes das empresas inabilitadas sob a guarda da Comissão, até a assinatura do Contrato, quando então estarão à disposição das empresas para retirá-los no prazo de até 30 (trinta) dias corridos, após o qual serão dilacerados sem quaisquer formalidades. 6.4 Ao final da sessão será lavrada Ata contendo o registro das principais ocorrências, inclusive eventuais manifestações dos interessados, reduzidas a termo, a qual será, ao final, assinada pelos membros da Comissão e licitantes presentes. 6.5 Decorrida a fase de habilitação, não cabe desistência de proposta, salvo por motivo justo decorrente de fato superveniente e aceito pela Comissão. 7 DA INABILITAÇÃO DA LICITANTE 7.1 Não será habilitada a empresa que: Esteja com seu cadastro ou com algum documento vencido no SICAF, por ocasião da consulta sobre a situação do fornecedor, efetuada no aludido Sistema, ou, no caso de exercer a faculdade disposta no subitem 5.2 deste Edital, apresente algum documento vencido, ressalvada a faculdade disposta no subitem deste Edital Possua registro de ocorrência que a impeça de licitar e contratar com a CAIXA, mediante efetivo registro no próprio Sistema, ou que tenha sido declarada inidônea para licitar ou contratar com a Administração Pública, no âmbito Federal, Estadual, unicipal ou do Distrito Federal; 20/261

INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF

INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF Ref: Aviso de Edital ADG nº 003/2014 publicado em 28/10/2014. 1 1. OBJETO A

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL

RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL A CAIXA está orientada para gerir seus negócios com base nos princípios da Responsabilidade Social, de forma a gerar resultados sustentáveis ao longo do tempo. Para

Leia mais

Tomada de Preços n.º 015/2010

Tomada de Preços n.º 015/2010 Tomada de Preços n.º 015/2010 Procedimento Administrativo n.º 0848/2010 Modalidade: Tomada de Preços Tipo: Menor Preço Julgamento: global Regime de execução: empreitada por preço unitário Objeto: Contratação

Leia mais

Tomada de Preços n.º 006/2009

Tomada de Preços n.º 006/2009 Tomada de Preços n.º 006/2009 Procedimento Administrativo n.º 0802/2008 Modalidade: Tomada de Preços Tipo: Menor Preço Julgamento: por item Regime de execução: empreitada por preço global Objeto: Aquisição

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA Secretaria de Infraestrutura MINUTA EDITAL DE PRÉ-QUALIFICAÇÃO INTERNACIONAL N. 01/2013 PROCESSO N.

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA Secretaria de Infraestrutura MINUTA EDITAL DE PRÉ-QUALIFICAÇÃO INTERNACIONAL N. 01/2013 PROCESSO N. MINUTA INTERNACIONAL N. 01/2013 PROCESSO N.º 0900130000453 A SECRETARIA DE INFRAESTRUTURA DO ESTADO DA BAHIA - SEINFRA, com sede na Avenida Luiz Viana Filho, 4ª Avenida, nº 440, Centro Administrativo da

Leia mais

INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO CADASTRAL

INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO CADASTRAL INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO CADASTRAL 1. DA ENTREGA DA DOCUMENTAÇÃO 1.1. Os interessados em se inscrever e/ou renovar o Registro Cadastral junto ao GRB deverão encaminhar a documentação a seguir estabelecida,

Leia mais

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL PROCESSO: 7075.01.6619.0/2012 RUB: FL.

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL PROCESSO: 7075.01.6619.0/2012 RUB: FL. RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL A CAIXA está orientada para gerir seus negócios com base nos princípios da Responsabilidade Social, de forma a gerar resultados sustentáveis ao longo do tempo. Para

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 057/7066-2012 GILOG/BR

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 057/7066-2012 GILOG/BR RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL A CAIXA está orientada para gerir seus negócios com base nos princípios da Responsabilidade Social, de forma a gerar resultados sustentáveis ao longo do tempo. Para

Leia mais

INFORMAÇÕES AOS FORNECEDORES SEJA NOSSO FORNECEDOR REGULAMENTO PARA EMISSÃO DO CRC COCEL (parte integrante do site www.cocel.com.

INFORMAÇÕES AOS FORNECEDORES SEJA NOSSO FORNECEDOR REGULAMENTO PARA EMISSÃO DO CRC COCEL (parte integrante do site www.cocel.com. 1/7 INFORMAÇÕES AOS FORNECEDORES SEJA NOSSO FORNECEDOR REGULAMENTO PARA EMISSÃO DO CRC COCEL (parte integrante do site www.cocel.com.br) INFORMAÇÕES I. O interessado na inscrição no Cadastro de Fornecedores

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 036/7066-2013 GILOG/BR

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 036/7066-2013 GILOG/BR RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL A está orientada para gerir seus negócios com base nos princípios da Responsabilidade Social, de forma a gerar resultados sustentáveis ao longo do tempo. Para o aprofundamento

Leia mais

As inovações impostas pela referida LC e contempladas neste edital estão destacadas abaixo:

As inovações impostas pela referida LC e contempladas neste edital estão destacadas abaixo: COMUNICADO Senhores Licitantes A Lei Complementar nº 123/2006 estabelece tratamento diferenciado e favorecido a ser dispensado às microempresas e empresas de pequeno porte (MPE) nas licitações públicas.

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº87/7066-2013 - GILOG/BR

PREGÃO ELETRÔNICO Nº87/7066-2013 - GILOG/BR RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL A CAIXA está orientada para gerir seus negócios com base nos princípios da Responsabilidade Social, de forma a gerar resultados sustentáveis ao longo do tempo. Para

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 003/2013 TIPO: MENOR PREÇO

CARTA CONVITE Nº 003/2013 TIPO: MENOR PREÇO CARTA CONVITE Nº 003/2013 TIPO: MENOR PREÇO PROCESSO Nº 003/2013 Tipo de Licitação: MENOR PREÇO DATA: 19/03/2013 HORÁRIO: 10:00 Horas LOCAL: Universidade de Brasília Campus Universitário Darcy Ribeiro

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA 1ª REGIÃO

CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA 1ª REGIÃO 1 CARTA CONVITE n.º 001/2011 São Paulo, 20 de outubro de 2011. O CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA - 1ª REGIÃO, nos termos da autorização constante no Processo Administrativo em epígrafe, vem, por intermédio

Leia mais

Proc. 7068.01.4492.0/2011

Proc. 7068.01.4492.0/2011 RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL A CAIXA está orientada para gerir seus negócios com base nos princípios da Responsabilidade Social, de forma a gerar resultados sustentáveis ao longo do tempo. Para

Leia mais

Proc. 7068.01.5985.0/2011

Proc. 7068.01.5985.0/2011 RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL A CAIXA está orientada para gerir seus negócios com base nos princípios da Responsabilidade Social, de forma a gerar resultados sustentáveis ao longo do tempo. Para

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL

RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL A CAIXA está orientada para gerir seus negócios com base nos princípios da Responsabilidade Social, de forma a gerar resultados sustentáveis ao longo do tempo. Para

Leia mais

Pregão Eletrônico nº 002/7062-2012 - fls. 1/37 COMUNICADO. Senhores Licitantes

Pregão Eletrônico nº 002/7062-2012 - fls. 1/37 COMUNICADO. Senhores Licitantes Pregão Eletrônico nº 002/7062-2012 - fls. 1/37 COMUNICADO Senhores Licitantes A Lei Complementar nº 123/2006 estabelece tratamento diferenciado e favorecido a ser dispensado às microempresas e empresas

Leia mais

ABERTURA DE CARTA CONVITE Nº 001/2014

ABERTURA DE CARTA CONVITE Nº 001/2014 ABERTURA DE CARTA CONVITE Nº 001/2014 O CONSELHO REGIONAL DE CORRETORES DE IMÓVEIS DO ESTADO DE SANTA CATARINA CRECI - 11ª REGIÃO/SC, através da Comissão de Julgamento de Licitação, comunica que, de acordo

Leia mais

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 CONSULTORIA EM SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO EMPRESARIAL

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 CONSULTORIA EM SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO EMPRESARIAL INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 CONSULTORIA EM SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO EMPRESARIAL O INSTITUTO DE SAÚDE E GESTÃO HOSPITALAR - ISGH, pessoa jurídica de direito privado, associação sem fins lucrativos

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL

RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL A CAIXA está orientada para gerir seus negócios com base nos princípios da Responsabilidade Social, de forma a gerar resultados sustentáveis ao longo do tempo. Para

Leia mais

PROCESSO SELETIVO Nº 004/2012

PROCESSO SELETIVO Nº 004/2012 PROCESSO SELETIVO Nº 004/2012 O Instituto de Gestão e Humanização IGH, torna público para conhecimento dos interessados, que fará realizar Processo Seletivo objetivando a contratação de serviços de Coleta,

Leia mais

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2010. SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 08 de março de 2.

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2010. SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 08 de março de 2. IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM 03 (TRÊS) DIAS DE ANTECEDENCIA NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP: 01405-001

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 236/7066-2013 - GILOG/BR

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 236/7066-2013 - GILOG/BR RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL A CAIXA está orientada para gerir seus negócios com base nos princípios da Responsabilidade Social, de forma a gerar resultados sustentáveis ao longo do tempo. Para

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL

RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL PREGÃO ELETRÔNICO 096/7050-2012 GILOG/BE RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL A CAIXA está orientada para gerir seus negócios com base nos princípios da Responsabilidade Social, de forma a gerar resultados

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 003/2014 TIPO: MENOR PREÇO

CARTA CONVITE Nº 003/2014 TIPO: MENOR PREÇO CARTA CONVITE Nº 003/2014 TIPO: MENOR PREÇO PROCESSO Nº 003/2014 Tipo de Licitação: MENOR PREÇO DATA: 22/08/2014 HORÁRIO: 10h00min LOCAL: Universidade de Brasília Campus Universitário Darcy Ribeiro Edifício

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE BIOLOGIA 3ª REGIÃO RS/SC

CONSELHO REGIONAL DE BIOLOGIA 3ª REGIÃO RS/SC CONSELHO REGIONAL DE BIOLOGIA 3ª REGIÃO CONVITE Nº 05/2013 SERVIÇOS DE ASSESSORIA CONTÁBIL O Conselho Regional de Biologia 3ª Região, através da Comissão Permanente de Licitações, convida V.S.a. a apresentar

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013 PROCESSO SECOM Nº 0357/2012. Alterações e Normas complementares M I N U T A

PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013 PROCESSO SECOM Nº 0357/2012. Alterações e Normas complementares M I N U T A IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ PREENCHER O RECIBO DE RETIRADA DE EDITAL, CONSTANTE DO ANEXO I E DEVOLVER COM ATÉ 24 HS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013

Leia mais

COMUNICADO. As inovações impostas pela referida LC e contempladas neste edital estão destacadas abaixo:

COMUNICADO. As inovações impostas pela referida LC e contempladas neste edital estão destacadas abaixo: COMUNICADO Senhores Licitantes A Lei Complementar nº 123/2006 estabelece tratamento diferenciado e favorecido a ser dispensado às microempresas e empresas de pequeno porte (MPE) nas licitações públicas.

Leia mais

Câmara Municipal de Itatiba

Câmara Municipal de Itatiba DOCUMENTOS PARA EFETUAR CADASTRO PARA EMISSÃO DO CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL "CRC" INFORMAÇÕES PARA CADASTRO DE FORNECEDORES Razão Social: Endereço: Bairro: Cidade: CEP: CNPJ: Inscrição Estadual:

Leia mais

COMUNICADO. As inovações impostas pela referida LC e contempladas neste edital estão destacadas abaixo:

COMUNICADO. As inovações impostas pela referida LC e contempladas neste edital estão destacadas abaixo: COMUNICADO Senhores Licitantes A Lei Complementar nº 123/2006 estabelece tratamento diferenciado e favorecido a ser dispensado às microempresas e empresas de pequeno porte (MPE) nas licitações públicas.

Leia mais

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 008/2009 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL Nº 02/2009 1.1 MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL 1.1.1.1 TIPO DE LICITAÇÃO: MAIOR DESCONTO OFERTADO

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA DE ÁGUA E ESGOTO AV. HUGO ALESSI Nº 50 B. NDUSTRIAL - FONE: (0**34) 3242-3579/3242-5026 ARAGUARI MG

SUPERINTENDÊNCIA DE ÁGUA E ESGOTO AV. HUGO ALESSI Nº 50 B. NDUSTRIAL - FONE: (0**34) 3242-3579/3242-5026 ARAGUARI MG SUPERINTENDENCIA DE AGUA E ESGOTO DE ARAGUARI DEPARTAMENTO DE LICITAÇÕES E CONTRATOS COMISSÃO ESPECIAL DE CADASTRO/SETOR DE CADASTRO INSTRUÇÕES GERAIS 1. OBJETIVO Estabelecer normas e procedimentos para

Leia mais

RETIFICAÇÃO DE EDITAL GERÊNCIA DE FILIAL DE LOGISTICA DE GOIÂNIA GILOG/GO

RETIFICAÇÃO DE EDITAL GERÊNCIA DE FILIAL DE LOGISTICA DE GOIÂNIA GILOG/GO RETIFICAÇÃO DE EDITAL GERÊNCIA DE FILIAL DE LOGISTICA DE GOIÂNIA GILOG/GO CONCORRÊNCIA Nº 664/2015, que tem por objeto a Seleção de pessoas físicas ou jurídicas, para exploração de atividade lotérica,

Leia mais

EDITAL DE CADASTRAMENTO FINANCEIRA BRB 2008/001

EDITAL DE CADASTRAMENTO FINANCEIRA BRB 2008/001 OBJETO: CADASTRAMENTO DE EMPRESAS OBJETIVANDO FUTURAS CONTRATAÇÕES DE PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS DE CORRESPONDENTES. 1 PREÂMBULO 1.1 A BRB CRÉDITO, FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S/A ( FINANCEIRA BRB ) torna

Leia mais

COMUNICADO. Senhores Licitantes

COMUNICADO. Senhores Licitantes COMUNICADO Senhores Licitantes A Lei Complementar nº. 123/2006 estabelece tratamento diferenciado e favorecido a ser dispensado às microempresas e empresas de pequeno porte (MPE) nas licitações públicas.

Leia mais

Proc. 7074.01.2550.0/2013. Concorrência 2550/2013

Proc. 7074.01.2550.0/2013. Concorrência 2550/2013 A T E N Ç Ã O! SENHORAS E SENHORES LICITANTES, HOUVE ALGUMAS MUDANÇAS NA CIRCULAR CAIXA DE PERMISSÃO PARA EXPLORAÇÃO DA ATIVIDADE LOTÉRICA E, TAMBÉM, NO EDITAL DE LICITAÇÃO, PORTANTO, ANTES DE PARTICIPAR

Leia mais

COMUNICADO. As inovações impostas pela referida LC e contempladas neste edital estão destacadas abaixo:

COMUNICADO. As inovações impostas pela referida LC e contempladas neste edital estão destacadas abaixo: COMUNICADO Senhores Licitantes A Lei Complementar nº 123/2006 estabelece tratamento diferenciado e favorecido a ser dispensado às microempresas e empresas de pequeno porte (MPE) nas licitações públicas.

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 038/7050-2013

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 038/7050-2013 RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL A CAIXA está orientada para gerir seus negócios com base nos princípios da Responsabilidade Social, de forma a gerar resultados sustentáveis ao longo do tempo. Para

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO N.º 028/7075-2016 - GILOG/SA RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL

PREGÃO ELETRÔNICO N.º 028/7075-2016 - GILOG/SA RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL A CAIXA está orientada a gerir seus negócios com base nos princípios da Responsabilidade Social, de forma a gerar resultados sustentáveis ao longo do tempo. Para o aprofundamento

Leia mais

ESCLARECIMENTOS. Em virtude do exposto, segue o Anexo A, com os itens mencionados, que para todos os efeitos ficam incorporados ao edital publicado.

ESCLARECIMENTOS. Em virtude do exposto, segue o Anexo A, com os itens mencionados, que para todos os efeitos ficam incorporados ao edital publicado. ESCLARECIMENTOS Em curso nesta Autarquia a licitação nº 0453/13, Processo nº 0363/13, que almeja a contratação de pessoa jurídica para prestação de serviços de medicina e segurança do trabalho. Foi recebido

Leia mais

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 FORNECIMENTO DE LINK DE INTERNET

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 FORNECIMENTO DE LINK DE INTERNET INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 FORNECIMENTO DE LINK DE INTERNET O INSTITUTO DE SAÚDE E GESTÃO HOSPITALAR - ISGH, pessoa jurídica de direito privado, associação sem fins lucrativos de interesse público,

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL

RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL Pregão Eletrônico nº 076/7062-2014 - fls. 1/60 RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL A CAIXA está orientada para gerir seus negócios com base nos princípios da Responsabilidade Social, de forma a gerar resultados

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL

RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL A CAIXA está orientada para gerir seus negócios com base nos princípios da Responsabilidade Social, de forma a gerar resultados sustentáveis ao longo do tempo. Para

Leia mais

Processo nº 0448.1511/15-9 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 066A/2015

Processo nº 0448.1511/15-9 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 066A/2015 Processo nº 0448.1511/15-9 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 066A/2015 DATA DA ABERTURA: 13/11/2015 HORA DA ABERTURA: 09:00 Horas NOME DA EMPRESA: ORIGINAL

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 180/7066-2014 - GILOG/BR

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 180/7066-2014 - GILOG/BR RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL A CAIXA está orientada para gerir seus negócios com base nos princípios da Responsabilidade Social, de forma a gerar resultados sustentáveis ao longo do tempo. Para

Leia mais

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COPASA MG CNPJ/MF 17.281.106/0001 03 Rua Mar de Espanha, 453 / Sto. Antônio Belo Horizonte (MG)

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COPASA MG CNPJ/MF 17.281.106/0001 03 Rua Mar de Espanha, 453 / Sto. Antônio Belo Horizonte (MG) COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COPASA MG CNPJ/MF 17.281.106/0001 03 Rua Mar de Espanha, 453 / Sto. Antônio Belo Horizonte (MG) NORMAS DE CREDENCIAMENTO PARA INSTITUIÇÕES BANCÁRIAS 1. DA FINALIDADE

Leia mais

PROCESSO SELETIVO Nº 014/2013

PROCESSO SELETIVO Nº 014/2013 PROCESSO SELETIVO Nº 014/2013 O Instituto de Gestão e Humanização IGH, torna público para conhecimento dos interessados, que fará realizar Processo Seletivo objetivando a Contratação de Empresa para a

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL

RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL ATENÇÃO: As Especificações Técnicas, que são partes integrantes deste Edital, poderão ser obtidas na Rua José Loureiro, 195, 14º andar, Centro, Curitiba/PR, de segunda-feira a sexta-feira das 10h00 às

Leia mais

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 SERVIÇO DE GESTÃO DE DOCUMENTOS

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 SERVIÇO DE GESTÃO DE DOCUMENTOS INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 SERVIÇO DE GESTÃO DE DOCUMENTOS O INSTITUTO DE SAÚDE E GESTÃO HOSPITALAR - ISGH, pessoa jurídica de direito privado, associação sem fins lucrativos de interesse público,

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 244/7066-2013 - GILOG/BR

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 244/7066-2013 - GILOG/BR RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL A CAIXA está orientada para gerir seus negócios com base nos princípios da Responsabilidade Social, de forma a gerar resultados sustentáveis ao longo do tempo. Para

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA/NEAD Nº 005/2008 Data: 29/02/2008. EMPRESA CONVIDADA: Telefone: Fax: Endereço: Cidade: Estado:

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA/NEAD Nº 005/2008 Data: 29/02/2008. EMPRESA CONVIDADA: Telefone: Fax: Endereço: Cidade: Estado: SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA/NEAD Nº 005/2008 Data: 29/02/2008 EMPRESA CONVIDADA: Telefone: Fax: Endereço: Cidade: Estado: Prezado (a) Senhor (a), O Projeto de Cooperação para Apoio às Políticas e à Participação

Leia mais

Pregão Eletrônico nº 100/7062-2013 fls. 1/86

Pregão Eletrônico nº 100/7062-2013 fls. 1/86 Pregão Eletrônico nº 100/7062-2013 fls. 1/86 RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL A CAIXA está orientada para gerir seus negócios com base nos princípios da Responsabilidade Social, de forma a gerar resultados

Leia mais

ALTERAÇÕES PE 042/7855-2009 EM VIRTUDE DE ALTERAÇÕES OCORRIDAS NO ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA, INFORMAMOS A SEGUIR NOVAS DATAS PARA O CERTAME:

ALTERAÇÕES PE 042/7855-2009 EM VIRTUDE DE ALTERAÇÕES OCORRIDAS NO ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA, INFORMAMOS A SEGUIR NOVAS DATAS PARA O CERTAME: ALTERAÇÕES PE 042/7855-2009 EM VIRTUDE DE ALTERAÇÕES OCORRIDAS NO ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA, INFORMAMOS A SEGUIR NOVAS DATAS PARA O CERTAME: CREDENCIAMENTO: ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 08/05/2009; ENVIO DE PROPOSTAS:

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA TERRA DE LUTA E FÉ - DOE ORGÃOS, DOE SANGUE:SALVE VIDAS

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA TERRA DE LUTA E FÉ - DOE ORGÃOS, DOE SANGUE:SALVE VIDAS EDITAL DE CARTA CONVITE 027/2015 A PREFEITA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA, torna público, para conhecimento dos interessados, que no dia 20 DE NOVEMBRO DE 2015, às 10 horas, reunirse-á a Comissão Permanente

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS PARA REGISTRO CADASTRAL DE FORNECEDORES. 1.2. Aprovado o pedido será concedido o CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL- Anexo A-4.

CONDIÇÕES GERAIS PARA REGISTRO CADASTRAL DE FORNECEDORES. 1.2. Aprovado o pedido será concedido o CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL- Anexo A-4. 1/9 CONDIÇÕES GERAIS PARA REGISTRO CADASTRAL DE FORNECEDORES A inscrição no Cadastro de Fornecedores da CET é regulada pelas presentes Condições Gerais, nos termos da Seção III - DOS REGISTROS CADASTRAIS

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL

RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL Folha 1 de 68 RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL A CAIXA está orientada para gerir seus negócios com base nos princípios da Responsabilidade Social, de forma a gerar resultados sustentáveis ao longo do

Leia mais

Projeto Bolsa Piloto FAQ destinado aos Aeroclubes e Escolas de Aviação Civil

Projeto Bolsa Piloto FAQ destinado aos Aeroclubes e Escolas de Aviação Civil Projeto Bolsa Piloto FAQ destinado aos Aeroclubes e Escolas de Aviação Civil Como faço para concorrer a uma bolsa? O processo seletivo de alunos está sendo realizado pela Secretaria de Aviação Civil SAC/PR.

Leia mais

AUTUAÇÃO. Sala da Comissão Permanente de Licitação aos 12 dias do mês de novembro de 2013. Marcelino Barros Guimarães Presidente da CPL

AUTUAÇÃO. Sala da Comissão Permanente de Licitação aos 12 dias do mês de novembro de 2013. Marcelino Barros Guimarães Presidente da CPL AUTUAÇÃO O PRESIDENTE DA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO E SEUS RESPECTIVOS MEMBROS, nomeados pelo Decreto n 3.675/2013 de 21 de outubro de 2013 da Prefeitura Municipal de Rio Verde, Estado de Goiás,

Leia mais

COMUNICADO. As inovações impostas pela referida LC e contempladas neste edital estão destacadas

COMUNICADO. As inovações impostas pela referida LC e contempladas neste edital estão destacadas PREGÃO ELETRÕNICO 096/7075-2012 COMUNICADO Senhores Licitantes A Lei Complementar nº 123/2006 estabelece tratamento diferenciado e favorecido a ser dispensado às microempresas e empresas de pequeno porte

Leia mais

PROCESSO 005/2010 EDITAL DE CREDENCIAMENTO 001/2010

PROCESSO 005/2010 EDITAL DE CREDENCIAMENTO 001/2010 INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES DO MUNICÍPIO DE SÃO SEBASTIÃO DO PARAÍSO, Regime Próprio de Previdência Social dos Servidores Públicos Municipais de São Sebastião do Paraíso, autarquia municipal,

Leia mais

COLETA DE PREÇOS Nº 001/2012 TERMO DE PARCERIA Nº752962/2010

COLETA DE PREÇOS Nº 001/2012 TERMO DE PARCERIA Nº752962/2010 COLETA DE PREÇOS Nº 001/2012 TERMO DE PARCERIA Nº752962/2010 Edital para contratação de empresa especializada e/ou Agência de Turismo ou viagens para execução de serviços de reserva, emissão, marcação,

Leia mais

CARTA CONVITE 006/2013

CARTA CONVITE 006/2013 CARTA CONVITE 006/2013 O CONSELHO REGIONAL DE ECONOMIA 6ª REGIÃO, autarquia federal criada pela Lei 1.411/51, representada pelo Presidente da Comissão de Licitação, designada pela Portaria nº 002/2013,

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 002/2010

CARTA CONVITE Nº 002/2010 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

Projeto Fortalecimento dos Catadores e Catadoras e Ampliação da Coleta Seletiva no Grande ABC"

Projeto Fortalecimento dos Catadores e Catadoras e Ampliação da Coleta Seletiva no Grande ABC Prezados Senhores, Convidamos Vossa Senhoria a apresentar, na data e horário indicado, proposta alusiva a prestação de serviços de formação, conforme descrição indicada no presente edital. DATA DE RECEBIMENTO

Leia mais

COMUNICADO. Senhores Licitantes

COMUNICADO. Senhores Licitantes COMUNICADO Senhores Licitantes A Lei Complementar nº. 123/2006 estabelece tratamento diferenciado e favorecido a ser dispensado às microempresas e empresas de pequeno porte (MPE) nas licitações públicas.

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 157/7066-2013 GILOG/BR

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 157/7066-2013 GILOG/BR RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL A CAIXA está orientada para gerir seus negócios com base nos princípios da Responsabilidade Social, de forma a gerar resultados sustentáveis ao longo do tempo. Para

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA 1 DA CONVOCAÇÃO

TERMO DE REFERÊNCIA 1 DA CONVOCAÇÃO COTAÇÃO PRÉVIA N 0102/2015 PROCESSO N : 003002/2015 CV 004/2015-IDESQ-SPD TIPO DA LICITAÇÃO: Menor Preço ( Maior Desconto sobre a taxa de administração da contratada) DATA DA REALIZAÇÃO: 05/11/2015 Das

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 196/7066-2013 GILOG/BR

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 196/7066-2013 GILOG/BR RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL A CAIXA está orientada para gerir seus negócios com base nos princípios da Responsabilidade Social, de forma a gerar resultados sustentáveis ao longo do tempo. Para

Leia mais

FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE

FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE LICITAÇÃO PARA AQUISIÇÃO DE PNEUS DESTINADOS AOS VEÍCULOS DA SECRETARIA MUNICIPAL SAÚDE PARA O EXERCÍCIO DE DE 2014 2014 O FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE/MUNICIPIO DE DOMINGOS MARTINS, com sede na Rua Bernardino

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 126/7075-2013 - GILOG/SA RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 126/7075-2013 - GILOG/SA RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL A CAIXA está orientada para gerir seus negócios com base nos princípios da Responsabilidade Social, de forma a gerar resultados sustentáveis ao longo do tempo. Para

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO PEDRO DAS MISSÕES

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO PEDRO DAS MISSÕES PROCESSO LICITATÓRIO Nº 003/2016 TOMADA DE PREÇO Nº 003/2016 Aldoir Godois Vezaro, Prefeito Municipal de São Pedro das Missões RS, no uso de suas atribuições legais e de conformidade com a Lei nº 8.666,

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 081/7050-2012 - GILOG/BE

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 081/7050-2012 - GILOG/BE RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL A CAIXA está orientada para gerir seus negócios com base nos princípios da Responsabilidade Social, de forma a gerar resultados sustentáveis ao longo do tempo. Para

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 115/7066-2011 RSN Logística/BR

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 115/7066-2011 RSN Logística/BR RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL A CAIXA está orientada para gerir seus negócios com base nos princípios da Responsabilidade Social, de forma a gerar resultados sustentáveis ao longo do tempo. Para

Leia mais

COTAÇÃO PREVIA DE PREÇOS Nº 009/2015. Lote Único - Locação de veículos: tipo: carros de passeio, van e ônibus.

COTAÇÃO PREVIA DE PREÇOS Nº 009/2015. Lote Único - Locação de veículos: tipo: carros de passeio, van e ônibus. COTAÇÃO PREVIA DE PREÇOS Nº 009/2015 Tipo: Menor preço total Lote Único - Locação de veículos: tipo: carros de passeio, van e ônibus. A CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DO DESPORTO UNIVERSITÁRIO - CBDU, entidade

Leia mais

ABRIGO DO MARINHEIRO DEPARTAMENTO DE SERVIÇOS SOCIAIS PESQUISA DE PREÇOS (ESPECIFICAÇÕES E INSTRUÇÕES)

ABRIGO DO MARINHEIRO DEPARTAMENTO DE SERVIÇOS SOCIAIS PESQUISA DE PREÇOS (ESPECIFICAÇÕES E INSTRUÇÕES) ABRIGO DO MARINHEIRO DEPARTAMENTO DE SERVIÇOS SOCIAIS PESQUISA DE PREÇOS (ESPECIFICAÇÕES E INSTRUÇÕES) REFORMA DAS INSTALAÇÕES DE ATENDIMENTO AO PÚBLICO DO DEPARTAMENTO DE SERVIÇOS SOCIAIS DO ABRIGO DO

Leia mais

COMUNICADO. As inovações impostas pela referida LC e contempladas neste edital estão destacadas abaixo:

COMUNICADO. As inovações impostas pela referida LC e contempladas neste edital estão destacadas abaixo: COMUNICADO Senhores Licitantes A Lei Complementar nº 123/2006 estabelece tratamento diferenciado e favorecido a ser dispensado às microempresas e empresas de pequeno porte (ME e EPP) nas licitações públicas.

Leia mais

EDITAL PGE 058/7029-2010

EDITAL PGE 058/7029-2010 EDITAL PGE 058/7029-2010 A CAIXA ECONÔMICA FEDERAL, em vista do pregão eletrônico 058/7029-2010, destinado à realização de Registro de preços, pelo prazo de 12 (doze) meses, para fornecimento e instalação

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 238/7066-2013 - GILOG/BR

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 238/7066-2013 - GILOG/BR PREGÃO ELETRÔNICO Nº 238/7066-2013 - GILOG/BR RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL A CAIXA está orientada para gerir seus negócios com base nos princípios da Responsabilidade Social, de forma a gerar resultados

Leia mais

FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE

FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE 2926- CNPJ: 13.959.466/1-6 Tel: 2732683178 Fax: 273268376 Site: Pregão Presencial Nº 6/214 LICITAÇÃO PARA AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS PARA ATENDER A SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE POR UM PERÍODO DE DE (6)

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 145/7066-2014 - GILOG/BR RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 145/7066-2014 - GILOG/BR RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL A CAIXA está orientada para gerir seus negócios com base nos princípios da Responsabilidade Social, de forma a gerar resultados sustentáveis ao longo do tempo. Para

Leia mais

COMUNICADO. Senhores Licitantes,

COMUNICADO. Senhores Licitantes, COMUNICADO Senhores Licitantes, A Lei Complementar nº 123/2006 estabelece tratamento diferenciado e favorecido a ser dispensado às microempresas e empresas de pequeno porte (MPE) nas licitações públicas.

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 028/2009 M I N U T A

CARTA CONVITE Nº 028/2009 M I N U T A IMPORTANTE : PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JARDIM PAULISTA

Leia mais

www.fundacaoaraucaria.org.br 2

www.fundacaoaraucaria.org.br 2 EDITAL DE LICITAÇÃO CONVITE 02/2013 Serviços de Auditoria 1. DO PREÂMBULO 1.1. A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico, estabelecida em Curitiba, Av. Comendador Franco,

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 27/7066-2014 - GILOG/BR

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 27/7066-2014 - GILOG/BR PREGÃO ELETRÔNICO Nº 27/7066-2014 - GILOG/BR RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL A CAIXA está orientada para gerir seus negócios com base nos princípios da Responsabilidade Social, de forma a gerar resultados

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL

RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL A CAIXA está orientada para gerir seus negócios com base nos princípios da Responsabilidade Social, de forma a gerar resultados sustentáveis ao longo do tempo. Para

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL

RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL A CAIXA está orientada a gerir seus negócios com base nos princípios da Responsabilidade Social, de forma a gerar resultados sustentáveis ao longo do tempo. Para o aprofundamento

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 165/7075-2012 - GILOG/SA

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 165/7075-2012 - GILOG/SA RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL A CAIXA está orientada para gerir seus negócios com base nos princípios da Responsabilidade Social, de forma a gerar resultados sustentáveis ao longo do tempo. Para

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL

RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL A CAIXA está orientada para gerir seus negócios com base nos princípios da Responsabilidade Social, de forma a gerar resultados sustentáveis ao longo do tempo. Para

Leia mais

Prefeitura Municipal de Antonina do Norte GOVERNO MUNICIPAL CNPJ n 07.594.500/0001-48 EDITAL CONVOCATÓRIO

Prefeitura Municipal de Antonina do Norte GOVERNO MUNICIPAL CNPJ n 07.594.500/0001-48 EDITAL CONVOCATÓRIO EDITAL CONVOCATÓRIO CONVITE Nº 2013.02.18.2 1.0 EDITAL 1.1 Órgão: SECRETARIA MUNICIPAL DE AÇÃO SOCIAL 1.2 Modalidade: CONVITE 1.3 Tipo de Licitação: Menor preço Global 1.4 Torna público para conhecimento

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 032/7066-2012 - GILOG/BR

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 032/7066-2012 - GILOG/BR RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL A CAIXA está orientada para gerir seus negócios com base nos princípios da Responsabilidade Social, de forma a gerar resultados sustentáveis ao longo do tempo. Para

Leia mais

CREDENCIAMENTO Nº 004/2009 - PALC Nº 2009/0544 REGULAMENTO PARA CREDENCIAMENTO DE INSTITUIÇÃO DE ENSINO PARA EMPREGADOS DA SPTRANS E SEUS DEPENDENTES.

CREDENCIAMENTO Nº 004/2009 - PALC Nº 2009/0544 REGULAMENTO PARA CREDENCIAMENTO DE INSTITUIÇÃO DE ENSINO PARA EMPREGADOS DA SPTRANS E SEUS DEPENDENTES. CREDENCIAMENTO Nº 004/2009 - PALC Nº 2009/0544 REGULAMENTO PARA CREDENCIAMENTO DE INSTITUIÇÃO DE ENSINO PARA EMPREGADOS DA SPTRANS E SEUS DEPENDENTES. CAPÍTULO I DO OBJETO 1.1. Com o objetivo de incentivar

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 070/7066-2014 - GILOG/BR

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 070/7066-2014 - GILOG/BR RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL A CAIXA está orientada para gerir seus negócios com base nos princípios da Responsabilidade Social, de forma a gerar resultados sustentáveis ao longo do tempo. Para

Leia mais