Circulação de cargas em Campinas

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Circulação de cargas em Campinas"

Transcrição

1 Circulação de cargas em Campinas O que você, caminhoneiro, precisa saber Proibições - Procedimentos - Selo de Autorização para Circulação - Autorização para Estacionamento - Vias com permissão para Carga/Descarga e muito mais!

2 Prezado (a) caminhoneiro (a) Esse guia tem como proposta orientá-lo sobre as mudanças no tráfego de caminhões de cargas na cidade; e traz as áreas onde existem restrição / proibição, os horários, bem como a lista de ruas da cidade onde a operação de Carga e Descarga é autorizada; além de todos os procedimentos para que você possa circular com sua carga, com tranquilidade e dentro da nova legislação. Desde julho de 2011, a Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas - EMDEC - iniciou um processo de orientação dos caminhoneiros, com entrega de folhetos nas principais entradas da cidade, visita às transportadoras e divulgação em todos os jornais da cidade. Após quatro meses de orientação, a EMDEC começará o trabalho de fiscalização. Isto significa que a partir de 1º de novembro, os caminhões que descumprirem as áreas de restrição e horários estão sujeitos às penalidades. Campinas é a segunda cidade do país a definir regras para o tráfego de caminhões, depois de São Paulo, e busca disciplinar a circulação desses veículos, melhorando as condições de fluidez para todos. Com a redução de veículos pesados na cidade durante o horário de pico, é possível diminuir a disputa entre automóveis, caminhões e veículos do transporte; e reduzir a emissão de poluentes e ruídos no centro expandido, proporcionando uma melhora no nível de qualidade de vida da população. Para os transportadores de carga, a circulação dentro do município também significa perda de tempo no trânsito, pois as vias são restritas; e, em caso de quebras, os problemas como a retirada dos veículos é sempre complicada. Com esse material, a EMDEC apresenta as principais alterações e dá todas as dicas para você circular tranquilo. Tire suas dúvidas. Direção EMDEC 2 3

3 Índice Tire suas dúvidas Sobre a Circulação de Cargas Autorização para Estacionamento 1- Quais são as principais alterações? 2- Em quais áreas, dias e horários, existem restrições/proibição? 3- Como identificar as áreas, onde existe proibição? Livre circulação 4- As regras valem para todos os veículos de carga? Selo de Autorização para Circulação 5- Existem situações especiais, nas quais a circulação de veículos de cargas nas áreas de restrição será permitida? 6- E se o veículo estacionar ou fizer Carga / Descarga na área de restrição? 7- E se o veículo for circular e estacionar? 8- Então, existe diferença entre o Selo de Autorização para Circulação e a Autorização para Estacionamento? 9- Como posso adquirir o Selo de Autorização para a Circulação? 10- Existe um período para solicitar o Selo? 11- Quais são os documentos necessários para aquisição do Selo? 12- Outras pessoas podem retirar o Selo? 13- O Selo permite a circulação em qualquer horário? 14- Esse Selo é pago? 15- E em caso de segunda via, existe pagamento? 16- Esse Selo tem validade? 17- Onde devo deixar o Selo no veículo? No caso de parada/estacionamento, Carga e descarga, qual o procedimento? 19- Quem deve solicitar a Autorização para Estacionamento? 20- Como solicitar a Autorização para Estacionamento? 21 - A Autorização para Estacionamento é paga? 22- Onde deve ficar a Autorização para Estacionamento? 23- Onde posso fazer Carga e Descarga na cidade? 24- Qual a sinalização que vou encontrar para a Carga e Descarga? Legislação, contatos e informações 25- Quais são as penalidades, em caso de descumprimento das novas regras? 26- Qual a legislação que determina as novas regras e como posso acessá-la? 27- Em caso de dúvidas, onde posso obter informações? Lista de documentos para o Selo de Circulação Lista de locais e horários para Carga e Descarga

4 1- Quais são as principais alterações? Foram definidas três áreas, dias e horários, com restrição / proibição para a circulação de caminhões, considerando o tamanho dos veículos. E, ainda, definidas vias onde será permitida a operação de carga e descarga. 2- Em quais áreas, dias e horários, existem restrições/proibição? Na área interna do Anel Rodoviário não poderão circular veículos de carga com comprimento acima de 14 metros, de segunda a sexta, das 6h às 20h; e aos sábados, das 6h às 14h. O Anel Rodoviário compreende o polígono formado pelas rodovias Dom Pedro I, Anhanguera, Rodovia Adalberto Panzan, Bandeirantes, Santos Dumont e José Roberto Magalhães Teixeira. Ressaltando que nas vias do Anel é permitida a circulação desses veículos. Na área interna do Anel da Integração Engenheiro Rebouças não poderão circular veículos de carga com comprimento acima de 6,3 metros, de segunda a sexta-feira, das 6h às 20h; e aos sábados, das 6h às 14h. O Anel de Integração é formado pelas vias Dr. Abelardo Pompeu do Amaral, Marginal do Piçarrão (incluindo as vias Dr. Pedro Salomão José Kassab, Prefeito José Roberto Magalhães Teixeira e Plínio Pereira Neves), Dr. Ângelo Simões, Monte Castelo, Ayrton Senna da Silva, Princesa d Oeste, José de Souza Campos, Júlio Prestes, Dona Luísa de Gusmão, acesso à Avenida Doutor Heitor Penteado, Padre Almeida Garret, Doutor Theodureto de Almeida Camargo, Luís Smânio, Andrade Neves, Dr. Alberto Sarmento, Joaquim Vilac e Barão de Monte Alegre. Ressaltando que nas vias do Anel é permitida a circulação desses veículos. Anel da Integração Engenheiro Rebouças Anel Rodoviário 6 7 do

5 No Distrito de Nova Aparecida não poderão circular veículos acima de 14 metros, todos os dias da semana. O Distrito de Nova Aparecida compreende a área interna do polígono formado pelas vias: Batista Raffi, Anhanguera, Rodovia Adalberto Panzan, Rodovia Jornalista Francisco Aguirre Proença, vias limites aos municípios de Hortolândia e Sumaré, terminando, novamente, na Rua Batista Raffi. Ressaltando que nas vias do contorno é permitida a circulação desses veículos de carga. 3- Como identificar as áreas onde existe proibição? Para todas as rodovias de acesso ao município de Campinas, foram instaladas placas indicando as restrições para os veículos com mais de 14 metros de comprimento. O caminhoneiro encontrará os seguintes modelos de placas: Distrito de Nova Aparecida Já no Distrito de Nova Aparecida, foram implantadas sinalização com placas como as mostradas abaixo: Para identificar as restrições no Anel de Integração Engenheiro Rebouças serão encontradas as seguintes placas, entre outras: 8 9

6 4- As regras valem para todos os veículos de carga? NÃO. Existem casos, nos quais o Código de Trânsito Brasileiro garante a livre circulação, prevista no Artigo 29, incisos VII e VIII; portanto, não há restrição para os veículos abaixo: Veículos que prestam serviços de urgência: Bombeiros, polícias Militar e Civil, Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU), fiscalização e operação de trânsito; Serviços de utilidade pública: Como Sanasa, CPFL Energia, caminhões de lixo e carros fortes; Veículos Urbanos de Carga (VUC), com 6,3 metros de comprimento máximo e 2,2 metros de largura máxima; Veículos de carga de ensino para a obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (de Autoescola), a partir do Anel de Integração Engenheiro Rebouças. 5- Existem situações especiais, nas quais a circulação de veículos de cargas nas áreas de restrição será permitida? SIM. Veículos de carga prestadores de serviços poderão circular nas áreas de restrição mediante um Selo de Autorização para Circulação que será concedido pela EMDEC. O Selo será concedido às categorias: I - De concretagem e concretagem-bomba; II - De mudanças; III - De transporte de alimentos perecíveis, não embalados, conforme Resolução CNNPA nº 16, de 28/06/78, da ANVISA; IV - De Imprensa; V - De transporte de equipamentos, máquinas e materiais para construção civil; VI - Os veículos que transportam caçambas; VII - De transporte de combustível, oxigênio e gás liquefeito de petróleo (GLP) a granel, desde que observadas as Leis Municipais nº /2000 e /2001; Lei Federal nº /2001; e Resoluções da Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT); Veículos de proprietário/residente ou sócio de estabelecimentos em imóveis localizados nas áreas de restrição, desde que tenham estacionamento ou vagas próprias, sendo vedada a utilização da via pública como estacionamento. 6- E se o veículo estacionar ou fizer Carga/Descarga na área de restrição? Neste caso, será necessário uma Autorização para Estacionamento (AE). Para ficar claro, basta lembrar que para apenas circular, vale o Selo de Autorização de Circulação. Já para estacionar, é preciso a Autorização para Estacionamento. 7- E se o veículo for circular e estacionar? São necessários os dois documentos: o Selo de Autorização para Circulação e a Autorização para Estacionamento. Em caso de dúvidas, ligue na EMDEC, no telefone (19)

7 8- Então, existe diferença entre o Selo de Autorização para Circulação e a Autorização para Estacionamento? SIM. O Selo autoriza a circulação do veículo; e a Autorização para Estacionamento, permite a parada dos veículos (estacionamento/carga e Descarga. 9- Como posso adquirir o Selo de Autorização para a Circulação? A solicitação do Selo de Autorização para Circulação deve ser feita, previamente, por meio de um cadastro no site da EMDEC, no endereço O procedimento irá gerar um comprovante de solicitação e o boleto para pagamento de taxa para o veículo que será registrado. O boleto deve ser pago e a solicitação impressa para apresentação na EMDEC. Com eles, você deve comparecer à sede da EMDEC (Rua Dr. Salles Oliveira, 1.028, Vila Industrial, Campinas / SP); de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 16h, com os documentos descritos para a realização da atividade. Confira a lista de documentos nas páginas O cadastro deve ser concluído com a entrega da documentação na EMDEC, em um prazo máximo de 30 dias. O prazo para a conclusão de o todo processo não autoriza o transportador a circular sem o Selo ou com o protocolo. Veja o modelo do Selo de Autorização: Selo de Autorização Selo de Autorização Circulação de Carga Carga N 0001 Validade: nov/2012 Autorizado para circulação 10- Existe um período para solicitar o Selo? O Selo poderá ser requirido a qualquer momento e deverá ser renovado na EMDEC, no período 1º de outubro a 15 de novembro de cada ano, ou no dia últil subsequente. 11- Quais são os documentos necessários para aquisição do Selo? Para cada atividade foram definidos documentos específicos. Confira nas páginas 18-26, a lista de documentos que deverão ser apresentados no momento da retirada do Selo, e que ficarão retidos para conferência posterior e guarda da EMDEC. A inconsistência nas informações ou na documentação pode resultar na cassação do Selo para Circulação. 12- Outras pessoas podem retirar o Selo? Para a retirada do Selo é obrigatória a presença do responsável legal, proprietário ou de procurador devidamente constituído para tal finalidade, sendo necessária a comprovação por via documental da condição. 13- O Selo permite a circulação em qualquer horário? O Selo permite a circulação no período das 9h às 16h, de segunda a sexta. 14- Esse Selo é pago? Para a emissão ou renovação do Selo de Autorização para Circulação será cobrado por veículo o valor de 6,07 UFIC s (Unidade Fiscal de Campinas), correspondente, em 2011, a R$ 13, E em caso de segunda via, existe pagamento? Na emissão da segunda via do Selo de Autorização para Circulação também será cobrada nova taxa, exceto quando houver a comprovação e apresentação de Boletim de Ocorrência policial, justificando o fato. 16- Esse Selo tem validade? O Selo de Autorização para Circulação tem validade de um ano e depois desse período, ele deve ser renovado. (Ver questão 10)

8 17- Onde devo deixar o Selo no veículo? Após o recebimento do Selo, ele deverá ser afixado no para-brisa dianteiro do veículo (ao centro, na parte superior); estando visível para a fiscalização. Em caso de perda ou destruição do Selo, furto ou roubo do veículo ou quebra do para-brisa, é obrigatória a comunicação à EMDEC, por meio de documento protocolado. 18- No caso de parada/estacionamento, Carga e Descarga, qual o procedimento? Só lembrando, neste caso, é necessária a Autorização para Estacionamento (AE) que deve ser solicitada com antecedência mínima de três dias antes do dia de utilização. Ela somente terá validade para a data e horário especificados; e deverá ficar sobre o painel do veículo ou outro local visível. 19- Quem deve solicitar a Autorização para Estacionamento? Os veículos prestadores dos serviços abaixo deverão solicitar a Autorização de Estacionamento, entre eles: I - De concretagem e concretagem-bomba; II - De mudanças; III - De transporte de equipamentos, máquinas e materiais para construção civil; IV - De transporte de oxigênio e gás liquefeito de petróleo (GLP) a granel. Localização do Selo de Autorização para Circulação Os transportadores com Ponto Fixo, já autorizados pela EMDEC, que possuírem veículos com comprimento superior a 6,30 metros, sempre que houver a necessidade de Carga ou Descarga em locais proibidos ou com prévia reserva de vagas nos termos da Resolução n 161/ Como solicitar a Autorização? A solicitação da Autorização para Estacionamento deve ser feita pelo transportador, por meio do site da EMDEC, no endereço com.br, com antecedência mínima de três dias úteis. Para concessão da Autorização, o interessado deve informar a data, o horário e placa dos veículos, bem como o local exato onde realizará o estacionamento para Carga e Descarga. A taxa para o fornecimento será cobrada de acordo com a tabela de preços públicos fixados pela EMDEC. (Ver valores na questão 21)

9 21- A Autorização para Estacionamento é paga? Será cobrada uma taxa no valor de 6,07 UFIC s (Unidade Fiscal de Campinas), correspondente, em 2011, a R$ 13,43. Apenas para os proprietários com ponto fixo/garagens será concedida a isenção do pagamento, desde que comprovem atividades comerciais iniciadas antes de 29/06/ Onde deve ficar a Autorização? Os veículos portadores da autorização devem mantê-la sobre o painel do veículo, ou em local visível, para efeito de fiscalização; assim como devem apresentá-la ao agente da Mobilidade Urbana, quando solicitado. 23- Onde posso fazer Carga e Descarga na cidade? Foram definidos 63 locais de estacionamento e parada para as operações de Carga e Descarga, no Centro e Centro Expandido de Campinas. (Confira a lista no final da cartilha). As operações de Carga e Descarga devem obedecer aos dias e horários determinados pela sinalização vigente em cada lugar. 24- Qual a sinalização que vou encontrar para a Carga e Descarga? As placas que indicam a permissão para operação de Carga e Descarga seguem o modelo abaixo: ACIMA 6 ton CARGA/DESCARGA 2ª a 6ª das 20h às 9h30 SÁBADO APÓS às 14 h ATÉ 6 ton LIVRE NA LINHA BRANCA CARGA E DESCARGA NA LINHA BRANCA 25- Quais são as penalidades, em caso de descumprimento das novas regras? O não cumprimento das novas regras de circulação previstas na Resolução de Cargas é considerado infração de trânsito, definida pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB) no artigo 187: transitar em locais e horários não permitidos pela regulamentação estabelecida pela autoridade competente. A infração é considerada média, com 4 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e multa de R$ 85,13 (valores em 2011). Também efetuar Carga e Descarga em locais e horários não permitidos é considerada infração leve, com 3 pontos na CNH e multa de R$ 53,20 (valores em 2011), com remoção do veículo, de acordo com artigo 181, inciso XVII: estacionar em desacordo com as condições regulamentradas especificamente pela sinalização (placa - estacionamento regulamentado). 26- Qual a legislação que determina as novas regras e como posso acessá-la? As novas regras para a circulação de carga estão previstas na Resolução 161/2011. Para conhecer a íntegra da Resolução, acesse o site da EMDEC, no endereço 27- Em caso de dúvidas, onde posso obter informações? O telefone da EMDEC para mais informações ou esclarecimentos é o (19) ; ou, ainda, pelo

10 Lista de documentos para o Selo de Circulação: lista de documentos PARA O SELO DE autorização para Circulação Os documento definidos para cada categoria deverão ser apresentados no momento da retirada do Selo e serão retidos para verificação posterior e guarda da EMDEC. Para cada atividade, foram definidos documentos específicos. Confira: I Atividade: Concretagem e concretagem-bomba (Pessoa Física) a) Cópia de documento de identificação com foto da pessoa física ou de seu procurador; b) Cópia de comprovante de Cadastro de Pessoa Física (CPF) da pessoa física ou de seu procurador; c) Cópia do Certificado de Registro de Licenciamento do Veículo (CRLV) d) Cópia do documento que comprove o vínculo entre o veículo e o e) Cópia do comprovante de Inscrição no Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISSQN), homologado pelo município de origem. II Atividade: Concretagem e concretagem-bomba (Pessoa Jurídica) a) Cópia do Contrato Social com a última alteração, se tiver; b) Cópia de documento de identificação com foto da pessoa física ou de seu procurador, representante legal ou sócio; c) Original de comprovante do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), emitido via internet na quinzena da solicitação; d) Cópia do Certificado de Registro de Licenciamento do Veículo (CRLV) e) Cópia do documento que comprove o vínculo entre o veículo e o f) Cópia do comprovante de Inscrição no Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISSQN), homologado pelo município de origem. III Atividade: Mudanças (Pessoa Física) a) Cópia de documento de identificação com foto da pessoa física ou de seu procurador; 19

11 b) Cópia de comprovante de Cadastro de Pessoa Física (CPF) da pessoa física ou de seu procurador; c) Cópia do Certificado de Registro de Licenciamento do Veículo (CRLV) d) Cópia do documento que comprove o vínculo entre o veículo e o e) Cópia do comprovante de Inscrição no Imposto Sobre Serviço de f) Cópia do Certificado de Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTRC). IV Atividade: Mudanças (Pessoa Jurídica) a) Cópia do Contrato Social com a última alteração, se tiver; b) Cópia de documento de identificação com foto da pessoa física ou de seu procurador, representante legal ou sócio; c) Original de comprovante do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), emitido via internet na quinzena da solicitação; d) Cópia do Certificado de Registro de Licenciamento do Veículo (CRLV) e) Cópia do documento que comprove o vínculo entre o veículo e o f) Cópia do comprovante de Inscrição no Imposto Sobre Serviço de g) Cópia do comprovante do Certificado de Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTRC). V Atividade: Transporte de alimentos perecíveis (Pessoa Física) a) Cópia de documento de identificação com foto da pessoa física ou de seu procurador; b) Cópia de comprovante de Cadastro de Pessoa Física (CPF) da pessoa física ou de seu procurador; c) Cópia do Certificado de Registro de Licenciamento do Veículo (CRLV) d) Cópia do documento que comprove o vínculo entre o veículo e o e) Cópia do comprovante de Inscrição no Imposto sobre Serviço de f) Cópia do Certificado de Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTRC); g) Cópia do documento que comprove a Prestação de Serviço de Transporte que contemple o exigido no art. 7º, inciso III da Resolução nº 161/2011. VI Atividade: Transporte de alimentos perecíveis (Pessoa Jurídica) a) Cópia do Contrato Social com a última alteração, se tiver; b) Cópia de documento de identificação com foto da pessoa física ou de seu procurador, representante legal ou sócio; c) Original de comprovante do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), emitido via internet na quinzena da solicitação; d) Cópia do Certificado de Registro de Licenciamento do Veículo (CRLV) e) Cópia do documento que comprove o vínculo entre o veículo e o f) Cópia do comprovante de Inscrição no Imposto Sobre Serviço de g) Cópia do comprovante do Certificado de Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTRC); h) Cópia do documento que comprove a Prestação de Serviço de Transporte que contemplem o exigido no artigo 7º, inciso III da Resolução nº 161/

12 VII Atividade: Imprensa (Pessoa Física) a) Cópia de documento de identificação com foto da pessoa física ou de seu procurador; b) Cópia de comprovante de Cadastro de Pessoa Física (CPF) da pessoa física ou de seu procurador; c) Cópia do Certificado de Registro de Licenciamento do Veículo (CRLV) d) Cópia do documento que comprove o vínculo entre o veículo e o e) Cópia do comprovante de Inscrição no Imposto Sobre Serviço de f) Documento com imagem que permita constatar que o caminhão possui equipamento de link ou de geradores de imagem. IX Atividade: Transporte de equipamentos, máquinas e materiais para construção civil (Pessoa Física) a) Cópia de documento de identificação com foto da pessoa física ou de seu procurador; b) Cópia de comprovante de Cadastro de Pessoa Física (CPF) da pessoa física ou de seu procurador; c) Cópia do Certificado de Registro de Licenciamento do Veículo (CRLV) d) Cópia do documento que comprove o vínculo entre o veículo e o e) Cópia do comprovante de Inscrição no Imposto Sobre Serviço de f) Cópia do documento que comprove a Prestação de Serviço de Transporte que contemplem o exigido no artigo 7º, inciso V da Resolução nº 161/2011. VIII Atividade: Imprensa (Pessoa Jurídica) a) Cópia do Contrato Social com a última alteração, se tiver; b) Cópia de documento de identificação com foto da pessoa física ou de X Atividade: Transporte de equipamentos, máquinas e materiais seu procurador, representante legal ou sócio; para construção civil (Pessoa Jurídica) c) Original de comprovante do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica a) Cópia do Contrato Social com a última alteração, se tiver; (CNPJ), emitido via internet na quinzena da solicitação; b) Cópia de documento de identificação com foto da pessoa física ou de d) Cópia do Certificado de Registro de Licenciamento do Veículo (CRLV) seu procurador, representante legal ou sócio; c) Original de comprovante do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica e) Cópia do documento que comprove o vínculo entre o veículo e o (CNPJ), emitido via internet na quinzena da solicitação; d) Cópia do Certificado de Registro de Licenciamento do Veículo (CRLV) e) Cópia do documento que comprove o vínculo entre o veículo e o f) Cópia do comprovante de Inscrição no Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISSQN), homologado pelo município de origem; g) Cópia do comprovante do Certificado de Registro Nacional de f) Cópia do comprovante de Inscrição no Imposto Sobre Serviço de Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTRC); h) Documento com imagem que permita constatar que o caminhão g) Cópia do comprovante do Certificado de Registro Nacional de possui equipamento de link ou de geradores de imagem. Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTRC); 22 23

13 h) Cópia do documento que comprove a Prestação de Serviço de Transporte que contemplem o exigido no artigo 7º, inciso V da Resolução nº 161/2011. XI Atividade: Caçambas (Pessoa Jurídica) a) Cópia do Contrato Social com a última alteração, se tiver; b) Cópia de documento de identificação com foto da pessoa física ou de seu procurador, representante legal ou sócio; c) Original de comprovante do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), emitido via internet na quinzena da solicitação; d) Cópia do Certificado de Registro de Licenciamento do Veículo (CRLV) e) Cópia do documento que comprove o vínculo entre o veículo e o f) Cópia do comprovante de Inscrição no Imposto Sobre Serviço de g) Cópia do comprovante do Certificado de Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTRC); h) Autorização expedida pela SETEC e comprovante de pagamento de alvará (Caderneta Azul). e) Cópia do comprovante de Inscrição no Imposto Sobre Serviço de f) Cópia do Certificado de Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTRC); g) Cópia do Certificado de Inspeção para o Transporte de Produtos Perigosos (CIPP) do veículo e dos equipamentos destinados ao transporte de produtos perigosos a granel, expedido pelo Inmetro ou entidade por ele credenciada; h) Cópia de documento que comprove a Prestação de Serviço de Transporte que contemplem o exigido no artigo 7º, inciso VII da Resolução nº 161/2011. XIII Atividade: Transporte de combustível, oxigênio e gás liquefeito de petróleo (GLP) a granel (Pessoa Jurídica) a) Cópia do Contrato Social com a última alteração, se tiver; b) Cópia de documento de identificação com foto da pessoa física ou de seu procurador, representante legal ou sócio; c) Original de comprovante do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), emitido via internet na quinzena da solicitação; d) Cópia do Certificado de Registro de Licenciamento do Veículo (CRLV) e) Cópia do documento que comprove o vínculo entre o veículo e o XII Atividade: Transporte de combustível, oxigênio e gás liquefeito de petróleo (GLP) a granel (Pessoa Física) a) Cópia de documento de identificação com foto da pessoa física ou de f) Cópia do comprovante de Inscrição no Imposto Sobre Serviço de seu procurador; b) Cópia de comprovante de Cadastro de Pessoa Física (CPF) da pessoa g) Cópia do comprovante do Certificado de Registro Nacional de física ou de seu procurador; Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTRC); c) Cópia do Certificado de Registro de Licenciamento do Veículo (CRLV) h) Cópia do Certificado de Inspeção para o Transporte de Produtos Perigosos (CIPP) do veículo e dos equipamentos destinados ao transporte d) Cópia do documento que comprove o vínculo entre o veículo e o de produtos perigosos a granel, expedido pelo Inmetro ou entidade por ele credenciada; i) Cópia do documento que comprove a Prestação de Serviço de Transporte que contemplem o exigido no artigo 7º, inciso VII da Resolução nº 161/

14 XIV Atividade: Residente ou sócio de estabelecimentos em imóveis localizados nas áreas de restrição, que sejam proprietários de veículos de carga a) Cópia do Contrato Social com a última alteração, se tiver; b) Cópia de documento de identificação com foto da pessoa física ou de seu procurador, representante legal ou sócio; c) Original de comprovante do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), emitido via internet na quinzena da solicitação; d) Cópia do Certificado de Registro de Licenciamento do Veículo (CRLV) e) Cópia do documento que comprove o vínculo entre o veículo e o f) Cópia do comprovante de Inscrição no Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISSQN), homologado pelo Município de Campinas, se for o caso; g) Cópia do comprovante de endereço em nome do proprietário do veículo. lista de locais e horários para carga e descarga 26

15 Confira locais e horários para carga e descarga: Das 20h às 7h: Rua José Paulino, do lado esquerdo da via (entre a Rua 13 de Maio e a Avenida Dr. Campos Salles). Das 20h às 8h: Rua Álvares Machado, oposto ao número 892 (entre a Avenida Doutor Campos Salles e a Rua 13 de Maio). Rua Álvares Machado, defronte ao número 929 (entre a Avenida Doutor Campos Salles e a Rua 13 de Maio). Rua Doutor Costa Aguiar, defronte ao número 380 (entre a Avenida Senador Saraiva e a Rua Álvares Machado). Rua Doutor Costa Aguiar, defronte ao número 480 (entre a Rua Álvares Machado e a Rua José de Alencar). Rua Doutor Ernesto Khulmann, oposto ao número 66 (entre a Avenida Doutor Campos Sales e a Rua 13 de Maio). Rua Ferreira Penteado, defronte ao número 268 (entre a Avenida Senador Saraiva e a Rua Álvares Machado). Rua Ferreira Penteado, oposto ao número 359 (entre a Rua José de Alencar e a Rua Álvares Machado). Rua Ferreira Penteado, defronte ao número 408 (entre a Rua José de Alencar e a Rua Álvares Machado). Rua Ferreira Penteado, oposto ao número 475 (entre a Rua José de Alencar e a Rua José Paulino). Das 20h às 9h30: Rua 11 de Agosto, oposto ao número 112 (entre a Avenida Doutor Campos Salles e a Rua Costa Aguiar). Avenida Andrade Neves, defronte ao número 295 (entre a Avenida Benjamin Constant e a Rua Barreto Leme). Avenida Andrade Neves, oposto à Praça Ramos de Azevedo (entre a Rua Marquês de Três Rios e a Avenida Barão de Itapura). Rua Barreto Leme, oposto ao número 773 (entre a Rua Doutor Ernesto Khulmann e a Rua Marechal Deodoro). Rua Cônego Cipião, defronte ao número 146 (entre a Avenida Senador Saraiva e a Rua Álvares Machado). 28 Rua Cônego Cipião, defronte ao número 685 (entre a Rua Doutor Quirino e a Rua Luzitana). Rua Doutor Bernardino de Campos, defronte ao número 330 (entre a Rua 11 de Agosto e a Rua Saldanha Marinho). Rua Doutor Bernardino de Campos, defronte ao número 668 (entre a Avenida Senador Saraiva e a Rua Álvares Machado). Rua Doutor Bernardino de Campos, defronte ao número 764 (entre a Rua Álvares Machado e a Rua Doutor Ernesto Khulmann). Rua Doutor Bernardino de Campos, oposto ao número 839 (entre a Rua Doutor Ernesto Khulmann e a Rua José Paulino). Rua Doutor Bernardino de Campos, defronte ao número 1078 (entre a Avenida Francisco Glicério e a Rua Barão de Jaguara). Avenida Doutor Campos Salles, defronte ao número 277 (entre a Rua 11 de Agosto e a Rua Saldanha Marinho). Avenida Doutor Campos Salles, defronte ao número 381 (entre a Rua Saldanha Marinho e a Rua Visconde do Rio Branco). Avenida Doutor Campos Salles, defronte ao número 561 (entre a Avenida Senador Saraiva e a Rua Álvares Machado). Avenida Doutor Campos Salles, defronte ao número 651 (entre a Rua Álvares Machado e a Rua Doutor Ernesto Khulmann). Rua Doutor César Bierrembach, defronte ao número 117 (entre a Rua Luzitana e a Rua Irmã Serafina). Rua Doutor Costa Aguiar, defronte ao número 50 (entre a Rua 11 de Agosto e a Rua Saldanha Marinho). Rua Doutor Costa Aguiar, oposto ao número 237 (entre a Rua Visconde do Rio Branco e a Avenida Senador Saraiva). Rua Doutor Ernesto Khulmann, defronte ao número 280 (entre a Avenida Benjamin Constant e a Rua Doutor Bernardino de Campos). Rua Doutor Ernesto Khulmann, oposto ao número 378 (entre a Rua Barreto Leme e a Avenida Benjamin Constant). Rua Doutor Quirino, oposto ao número 1044 (entre a Rua Conceição e a Rua Ferreira Penteado). Rua Doutor Quirino, defronte ao número 1128 (entre a Rua Doutor César Bierrembach e a Rua Conceição). Rua Doutor Quirino, defronte ao número 1282 (entre a Rua General Osório e a Rua Doutor César Bierrembach). 29

16 Rua Doutor Quirino, defronte ao número 1308 (entre a Avenida Doutor Thomaz Alves e a Rua General Osório). Rua Doutor Quirino, defronte ao número 1410 (entre a Avenida Benjamin Constant e a Avenida Doutor Thomaz Alves). Avenida Doutor Thomaz Alves, defronte ao número 20 (entre a Rua Doutor Quirino e a Rua Barão de Jaguara). Avenida Doutor Thomaz Alves, oposto ao número 70 (entre a Rua Luzitana e a Rua Doutor Quirino). Avenida Doutor Thomaz Alves, oposto ao número 196 (entre a Avenida Anchieta e a Rua Luzitana). Rua Duque de Caxias, defronte ao número 681 (entre a Rua Irmã Serafina e a Rua Luzitana). Rua Ferreira Penteado, defronte ao número 11 (entre a Avenida dos Expedicionários e a Rua Saldanha Marinho). Rua Ferreira Penteado, defronte ao número 807 (entre a Rua Barão de Jaguara e a Rua Doutor Quirino). Rua Ferreira Penteado, defronte ao número 851 (entre a Rua Doutor Quirino e a Rua Luzitana). Avenida Francisco Glicério, defronte ao número 954 (entre a Rua Conceição e a Rua Ferreira Penteado). Avenida Francisco Glicério, defronte ao número 1070 (entre a Avenida Doutor Campos Salles e a Rua Conceição). Avenida Francisco Glicério, defronte ao número 1254 (entre a Rua Doutor Bernardino de Campos e a Rua General Osório). Rua General Câmara, oposto ao número 73 (entre a Rua Álvares Machado e a Rua José de Alencar). Rua General Osório, oposto ao número 183 (entre a Avenida Andrade Neves e a Rua 11 de Agosto). Rua General Osório, oposto ao número 295 (entre a Rua 11 de Agosto e a Rua Saldanha Marinho). Rua General Osório, oposto ao número 389 (entre a Rua Saldanha Marinho e a Rua Visconde do Rio Branco). Rua General Osório, oposto ao número 527 (entre a Rua Visconde do Rio Branco e a Avenida Senador Saraiva). Rua General Osório, defronte ao número 646 (entre a Avenida Senador Saraiva e a Rua Álvares Machado). 30 Rua General Osório, oposto ao número 737 (entre a Rua Álvares Machado e a Rua Doutor Ernesto Khulmann). Rua General Osório, defronte ao número 985 (entre a Rua Regente Feijó e a Avenida Francisco Glicério). Rua José de Alencar, defronte ao número 447 (entre a Rua Cônego Cipião e a Rua Duque de Caxias). Rua José de Alencar, defronte ao número 573 (entre a Avenida Doutor Moraes Salles e a Rua Cônego Cipião). Rua José de Alencar, defronte ao número 748 (entre a Rua Ferreira Penteado e a Avenida Doutor Moraes Salles). Rua José de Alencar, defronte ao número 795 (entre a Rua Costa Aguiar e a Rua Ferreira Penteado). Rua José Paulino, defronte ao número 661 (entre a Rua Cônego Cipião e a Avenida Doutor Moraes Salles). Rua Marechal Deodoro, oposto ao número 826 (entre a Avenida João Penido Burnier e a Rua José Paulino). Rua Regente Feijó, oposto ao número 1183 (entre a Rua Doutor Bernardino de Campos e a Rua General Osório). Rua Regente Feijó, defronte ao número 1276 (entre a Avenida Benjamin Constant e a Rua Doutor Bernardino de Campos). Rua Sacramento, defronte ao número 102 (entre a Rua Barreto Leme e a Avenida Benjamin Constant). Rua Visconde do Rio Branco, defronte ao número 589 (entre a Avenida Benjamin Constant e a Rua Bernardino de Campos). 31

17 Informações: Telefone: (19) Rua Dr. Salles Oliveira, CEP: Vila Industrial - Campinas/SP

RESOLUÇÃO N.º 161/2011. O Secretário Municipal de Transportes, no uso de suas atribuições legais, e:

RESOLUÇÃO N.º 161/2011. O Secretário Municipal de Transportes, no uso de suas atribuições legais, e: RESOLUÇÃO N.º 161/2011 O Secretário Municipal de Transportes, no uso de suas atribuições legais, e: CONSIDERANDO as necessidades de se disciplinar a operação e circulação dos veículos de carga e descarga

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 013/2013

RESOLUÇÃO Nº 013/2013 RESOLUÇÃO Nº 013/2013 O Secretário Municipal de Transportes, no uso de suas atribuições legais, e: CONSIDERANDO as necessidades de disciplinar a operação e circulação dos veículos de carga no município

Leia mais

Autorização Especial de Trânsito AET

Autorização Especial de Trânsito AET Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte Urbano Autorização Especial de Trânsito AET Amparo legal: Lei Complementar Municipal nº 205/2009: que acrescenta, altera e regulamenta a Seção XI, do Capítulo

Leia mais

CONSIDERANDO o disposto no art. 14-A e no inciso IV do art. 26 da Lei nº 10.233, de 05 de junho de 2001;

CONSIDERANDO o disposto no art. 14-A e no inciso IV do art. 26 da Lei nº 10.233, de 05 de junho de 2001; RESOLUÇÃO ANTT Nº 1.737, de 21/11/2006 Estabelece procedimentos de registro e fiscalização, institui infrações e sanções referentes ao Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Carga - RNTRC,

Leia mais

CIRCULAR 019/2008 AUTORIZAÇÃO ESPECIAL CADASTRAMENTO DOS VEÍCULOS EXCEPCIONALIZADOS PARA TRANSITAR NOS HORÁRIOS E FORMAS ESPECIFICADAS

CIRCULAR 019/2008 AUTORIZAÇÃO ESPECIAL CADASTRAMENTO DOS VEÍCULOS EXCEPCIONALIZADOS PARA TRANSITAR NOS HORÁRIOS E FORMAS ESPECIFICADAS São Paulo, 04 de Julho de 2.008. CIRCULAR 019/2008 AUTORIZAÇÃO ESPECIAL CADASTRAMENTO DOS VEÍCULOS EXCEPCIONALIZADOS PARA TRANSITAR NOS HORÁRIOS E FORMAS ESPECIFICADAS Portaria/SMT/GAB nºs 104 e 105 de

Leia mais

RESTRIÇÃO NO TRÂNSITO DE CAMINHÕES - MARGINAL TIETÊ

RESTRIÇÃO NO TRÂNSITO DE CAMINHÕES - MARGINAL TIETÊ RESTRIÇÃO NO TRÂNSITO DE CAMINHÕES - MARGINAL TIETÊ Através da Portaria nº 143/11, a Secretaria dos Transportes da Cidade de São Paulo veio estabelecer as novas regras de restrições do trânsito de caminhões

Leia mais

Manual de procedimentos do Alvará de Licença e Funcionamento de Atividade

Manual de procedimentos do Alvará de Licença e Funcionamento de Atividade Manual de procedimentos do Alvará de Licença e Funcionamento de Atividade Prefeitura Municipal de São Leopoldo Secretaria Municipal da Fazenda Coordenadoria Tributária Divisão de Tributos Mobiliários Seção

Leia mais

ALEXANDRE DE MORAES, SECRETÁRIO MUNICIPAL DE TRANSPORTES, no uso das atribuições que lhe são conferidas por lei,

ALEXANDRE DE MORAES, SECRETÁRIO MUNICIPAL DE TRANSPORTES, no uso das atribuições que lhe são conferidas por lei, PORTARIA 104/08 - SMT ALEXANDRE DE MORAES, SECRETÁRIO MUNICIPAL DE TRANSPORTES, no uso das atribuições que lhe são conferidas por lei, CONSIDERANDO a regulamentação estabelecida para o trânsito de caminhões

Leia mais

E D I T A L. 1º Para os casos de transferência externa serão aceitas, apenas, as inscrições para áreas afins.

E D I T A L. 1º Para os casos de transferência externa serão aceitas, apenas, as inscrições para áreas afins. EDITAL NRCA-SJP N.º 09/2015 DISPÕE SOBRE OS PROCESSOS DE INGRESSO POR TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADOR DE DIPLOMA AOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE FAE SÃO JOSÉ DOS PINHAIS. O Coordenador do Núcleo

Leia mais

Guia para contratação de Transporte Intermunicipal de Passageiros sob regime de FRETAMENTO

Guia para contratação de Transporte Intermunicipal de Passageiros sob regime de FRETAMENTO Guia para contratação de Transporte Intermunicipal de Passageiros sob regime de FRETAMENTO 100 95 75 25 5 0 Introdução A Artesp tem a finalidade de regulamentar e fiscalizar todas as modalidades de serviços

Leia mais

DECRETO N.º 3.952, DE 02 DE OUTUBRO DE 2013.

DECRETO N.º 3.952, DE 02 DE OUTUBRO DE 2013. DECRETO N.º 3.952, DE 02 DE OUTUBRO DE 2013. Disciplina a liberação, o cancelamento e a baixa de Alvará de Localização e Funcionamento no município de Erechim. O Prefeito Municipal de Erechim, Estado do

Leia mais

Resolução 3.658/11 (RNTRC) Capítulo 10. 2 - Solicitar o Certificado do RNTRC (CRNTRC) [...]

Resolução 3.658/11 (RNTRC) Capítulo 10. 2 - Solicitar o Certificado do RNTRC (CRNTRC) [...] Resolução 3.658/11 (RNTRC) Capítulo 10 2 - Solicitar o Certificado do RNTRC (CRNTRC) - Também será admitido o CRLV contendo o número do RNTRC ; (Art. 39 da Res. 3.056/09/ANTT, alterada pela 3.658/11) -

Leia mais

Prefeitura Municipal de Belém Secretaria Municipal de Finanças

Prefeitura Municipal de Belém Secretaria Municipal de Finanças INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 004/2009 GABS/SEFIN Disciplina a emissão de Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e) e dá outras providências. O Secretário de Finanças do Município de Belém, no uso das atribuições

Leia mais

2º A tara será cadastrada em quilogramas como unidade de medida.

2º A tara será cadastrada em quilogramas como unidade de medida. Inspetoria da Receita Federal do Brasil em Corumbá/MS PORTARIA IRF/COR Nº 050/2015, de 27 de Regulamenta o Cadastramento Inicial e Atualização da Tara dos veículos de transporte de cargas no Porto Seco

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DE CREDENCIAMENTO E EXPLORAÇÃO DE PÁTIOS REGULADORES DE CAMINHÕES

REGULAMENTO GERAL DE CREDENCIAMENTO E EXPLORAÇÃO DE PÁTIOS REGULADORES DE CAMINHÕES REGULAMENTO GERAL DE CREDENCIAMENTO E EXPLORAÇÃO DE PÁTIOS REGULADORES DE CAMINHÕES Art. 1º - Este Regulamento Geral de Credenciamento e Exploração de Pátios Reguladores de Caminhões tem por finalidade

Leia mais

RESOLUÇÃO RDC ANVISA Nº 345, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2002. (D.O.U. de 19/12/02)

RESOLUÇÃO RDC ANVISA Nº 345, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2002. (D.O.U. de 19/12/02) RESOLUÇÃO RDC ANVISA Nº 345, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2002 (D.O.U. de 19/12/02) Dispõe sobre a aprovação do Regulamento Técnico para a Autorização de Funcionamento de empresas interessadas em prestar serviços

Leia mais

Estado de Mato Grosso do Sul A Pequena Cativante LEIN 1.195/2001

Estado de Mato Grosso do Sul A Pequena Cativante LEIN 1.195/2001 LEIN 1.195/2001 Institui o Serviço de Transporte Individual de Passageiros em Motocicletas de aluguel (Mototáxi) O Prefeito Municipal de Rio Brilhante, Estado de Mato Grosso do Sul, faz saber que a Câmara

Leia mais

Termo de Referência para Posto de Combustível no Município de Teresina

Termo de Referência para Posto de Combustível no Município de Teresina Termo de Referência para Posto de Combustível no Município de Teresina Requisitos e procedimentos para expedição do Licenciamento Ambiental de postos de combustíveis instalados/localizados e/ou a serem

Leia mais

I SERVIÇOS RELATIVOS A VEÍCULOS

I SERVIÇOS RELATIVOS A VEÍCULOS RELAÇÃO DE SERVIÇOS DISPONIBILIZADOS PELO DETRAN NO ESPAÇO DA CIDADANIA DE TERESINA I SERVIÇOS RELATIVOS A VEÍCULOS 1 VISTORIA 2. Certificado de Registro de Veículo - CRV e/ou Certificado de Registro de

Leia mais

A CÂMARA MUNICIPAL DE SALVADOR DECRETA:

A CÂMARA MUNICIPAL DE SALVADOR DECRETA: PROJETO DE LEI Nº 335/2009 Obriga os estabelecimentos denominados de Ferro-Velho localizados no município de Salvador, dedicados à compra e venda de sucatas e peças avulsas de veículos automotores a manterem

Leia mais

JUSTIFICATIVA: O Código Brasileiro de Trânsito prevê as seguintes penalidades a serem aplicadas nas infrações de trânsito:

JUSTIFICATIVA: O Código Brasileiro de Trânsito prevê as seguintes penalidades a serem aplicadas nas infrações de trânsito: REQUERIMENTO Nº, DE 2015 - CI Requeiro, nos termos do 2º do art. 58, da Constituição Federal e do inciso II do art. 93, do Regimento Interno do Senado Federal, a realização de Audiência Pública no âmbito

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO

AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO PORTARIA ANP N. 127, DE 30.07.99 REVOGADA PELA RESOLUÇÃO ANP N. 20, DE 18.06.09 O DIRETOR da AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO ANP, no uso de suas atribuições legais, conferidas

Leia mais

PLANO DE BENEFÍCIOS CARRO RESERVA 1.0 DO OBJETIVO DO PLANO:

PLANO DE BENEFÍCIOS CARRO RESERVA 1.0 DO OBJETIVO DO PLANO: PLANO DE BENEFÍCIOS CARRO RESERVA 1.0 DO OBJETIVO DO PLANO: 1.1 A destinação deste plano de benefício é disponibilizar, ora contratado, diárias de veículo econômico com ar para as pessoas físicas ou jurídicas

Leia mais

EDITAL FMJ- 032/2011, de 21/6/2011 ABERTURA DE INSCRIÇÕES AO CONCURSO VESTIBULAR DE 2012 MEDICINA

EDITAL FMJ- 032/2011, de 21/6/2011 ABERTURA DE INSCRIÇÕES AO CONCURSO VESTIBULAR DE 2012 MEDICINA EDITAL FMJ- 032/2011, de 21/6/2011 ABERTURA DE INSCRIÇÕES AO CONCURSO VESTIBULAR DE 2012 MEDICINA O Prof. Dr. ITIBAGI ROCHA MACHADO, Diretor da Faculdade de Medicina de Jundiaí, autarquia municipal de

Leia mais

DECRETO Nº 50.446 DE 20 DE FEVEREIRO DE 2009

DECRETO Nº 50.446 DE 20 DE FEVEREIRO DE 2009 DECRETO Nº 50.446 DE 20 DE FEVEREIRO DE 2009 REGULAMENTA O TRANSPORTE DE PRODUTOS PERIGOSOS por veículos de carga nas vias públicas do Município de São Paulo, nos termos da legislação específica. GILBERTO

Leia mais

CONTROLE DE ACESSO DE PESSOAS E VEÍCULOS

CONTROLE DE ACESSO DE PESSOAS E VEÍCULOS CONTROLE DE ACESSO DE PESSOAS E VEÍCULOS Procedimentos 1. Introdução Este documento visa regulamentar o controle de acesso e permanência de pessoas e veículos nas dependências dos Órgãos da SECRETARIA

Leia mais

LEI Nº. 6.612, DE 12 DE SETEMBRO DE 2014.

LEI Nº. 6.612, DE 12 DE SETEMBRO DE 2014. LEI Nº. 6.612, DE 12 DE SETEMBRO DE 2014. Disciplina o funcionamento de Feiras no Município de Chapecó e dá outras providências. O Prefeito Municipal de Chapecó, Estado de Santa Catarina, no uso de suas

Leia mais

1º O acesso ao Sistema deverá ser feito por meio de Senha Web ou certificado digital.

1º O acesso ao Sistema deverá ser feito por meio de Senha Web ou certificado digital. ÍNTEGRA DA INSTRUÇÃO NORMATIVA O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE FINANÇAS, no uso de suas atribuições legais, considerando o disposto nos artigos 113 e 114 do Decreto n 53.151, de 17 de maio de 2012, RESOLVE:

Leia mais

*Decreto 26.200/2012: DECRETO Nº 26.200, DE 16 DE JULHO DE 2012. DISPÕE SOBRE A REGULAMENTAÇÃO DA LEI COMPLEMENTAR Nº 489, DE 31 DE MAIO DE 2012.

*Decreto 26.200/2012: DECRETO Nº 26.200, DE 16 DE JULHO DE 2012. DISPÕE SOBRE A REGULAMENTAÇÃO DA LEI COMPLEMENTAR Nº 489, DE 31 DE MAIO DE 2012. *Decreto 26.200/2012: DECRETO Nº 26.200, DE 16 DE JULHO DE 2012. DISPÕE SOBRE A REGULAMENTAÇÃO DA LEI COMPLEMENTAR Nº 489, DE 31 DE MAIO DE 2012. O Prefeito Municipal de Chapecó, Estado de Santa Catarina,

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR COMANDO GERAL

ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR COMANDO GERAL 1 OBJETIVO: Estabelecer requisitos e exigências para o Credenciamento de Empresas Revendedoras, Instaladoras e Conservadoras de Sistemas de Proteção Contra Incêndio e Pânico, complementando o Art. 9º do

Leia mais

LICENÇA AMBIENTAL. Lanns Alves de Almeida Filho Secretário de Agricultura e Meio Ambiente

LICENÇA AMBIENTAL. Lanns Alves de Almeida Filho Secretário de Agricultura e Meio Ambiente LICENÇA AMBIENTAL Licença Ambiental Simplificada nº 26/2015 Processo nº. 9481/2015 O Secretário de Agricultura e Meio Ambiente no exercício de sua competência definida pelo Decreto Municipal nº 10.076

Leia mais

DECRETO Nº 254 DE 16 DE MARÇO DE 2015

DECRETO Nº 254 DE 16 DE MARÇO DE 2015 DECRETO Nº 254 DE 16 DE MARÇO DE 2015 Institui e regulamenta o Sistema de Estacionamento Rotativo Pago, nas vias e logradouros públicos do Município de Rio Branco e dá outras providências. O PREFEITO DO

Leia mais

NORMA DE PROCEDIMENTOS Utilização de meios de transporte

NORMA DE PROCEDIMENTOS Utilização de meios de transporte pág.: 1/6 1 Objetivo Estabelecer critérios e procedimentos a serem adotados para a utilização dos meios de transporte na COPASA MG. 2 Referências Para aplicação desta norma, poderá ser necessário consultar:

Leia mais

Contagem do Fluxo Veicular

Contagem do Fluxo Veicular Legendas - C/B - Sentido Centro - Bairro B/C - sentido bairro-centro - - Não disponível VDM - Av. Alberto Sarmento 30.600 Av. Alberto Sarmento (Vila Teixeira) x Av Gov. Pedro de Toledo 15.323 Av. Albino

Leia mais

CADASTRO TÉCNICO FEDERAL CERTIFICADO DE REGULARIDADE Emitido em: Cadastro de Atividades Potencialmente Poluidoras

CADASTRO TÉCNICO FEDERAL CERTIFICADO DE REGULARIDADE Emitido em: Cadastro de Atividades Potencialmente Poluidoras Registro http://servicos.ibama.gov.br/ctf/modulos/certificadoregistro/certificado... 1 de 1 25/09/2013 09:16 Ministério do Meio Ambiente Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2 º SEMESTRE DE 2015

PROCESSO SELETIVO 2 º SEMESTRE DE 2015 1 Processo Seletivo 2015.2 Edital FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC RIO PROCESSO SELETIVO 2 º SEMESTRE DE 2015 SENAC RJ FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC RIO O SENAC Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial,

Leia mais

DECRETO Nº. 531 DE 01 DE JULHO DE 2012.

DECRETO Nº. 531 DE 01 DE JULHO DE 2012. DECRETO Nº. 531 DE 01 DE JULHO DE 2012. Regulamenta o uso da Nota Fiscal de Serviços Eletrônica no ISSQN, a forma e o prazo de recolhimento dos tributos municipais e respectivos acréscimos perante o Código

Leia mais

1.Todos os transportadores necessitarão realizar o seu recadastramento a partir de 28 de outubro de 2015?

1.Todos os transportadores necessitarão realizar o seu recadastramento a partir de 28 de outubro de 2015? Perguntas Frequentes Resolução 4.799/ 2015 1.Todos os transportadores necessitarão realizar o seu recadastramento a partir de 28 de outubro de 2015? Sim. Todos os transportadores rodoviários remunerados

Leia mais

PORTARIA n.º 003/2014 - SMTT

PORTARIA n.º 003/2014 - SMTT PORTARIA n.º 003/2014 - SMTT Dispõe sobre os requisitos de obtenção do Cartão DeFis-SMTT, documento obrigatório para utilização das vagas sinalizadas, demarcadas com o Símbolo Internacional de Acesso,

Leia mais

Procedimentos Para Visita e/ou Entrada-Saída de Equipamentos ao Housing Intelig Telecom

Procedimentos Para Visita e/ou Entrada-Saída de Equipamentos ao Housing Intelig Telecom 1. OBJETIVO Este documento tem como objetivo descrever a metodologia para o Controle de Acesso, Entrada e Saída de Clientes Dentro ou Fora do Ambiente Housing., bem como a metodologia para o recebimento

Leia mais

Manual de Utilização Portal de Serviços do Inmetro nos Estados - PSIE

Manual de Utilização Portal de Serviços do Inmetro nos Estados - PSIE Manual de Utilização Portal de Serviços do Inmetro nos Estados - PSIE Sumário PRESTAÇÃO DE CONTAS DE ETIQUETAS DE REPARO...3 Figura 1.0...3 Figura 2.0...4 Figura 3.0...5 Figura 4.0...5 1. Proprietário

Leia mais

Prefeitura Municipal de Ibirataia Estado da Bahia

Prefeitura Municipal de Ibirataia Estado da Bahia DECRETO Nº 3857, de 29 de setembro de 2015. "Institui e Regulamenta a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS e) no Município de Ibirataia e dá outras providências." O Prefeito do Município de Ibirataia,,

Leia mais

Resolução nº 260 RESOLUÇÃO Nº 260-ANTAQ, DE 27 DE JULHO DE 2004.

Resolução nº 260 RESOLUÇÃO Nº 260-ANTAQ, DE 27 DE JULHO DE 2004. RESOLUÇÃO Nº 260-ANTAQ, DE 27 DE JULHO DE 2004. APROVA A NORMA PARA A CONCESSÃO DE BENEFÍCIO AOS IDOSOS NO TRANSPORTE AQUAVIÁRIO INTERESTADUAL DE PASSAGEIROS. O DIRETOR-GERAL DA AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PINDAMONHANGABA ESTADO DE SÃO PAULO

PREFEITURA MUNICIPAL DE PINDAMONHANGABA ESTADO DE SÃO PAULO LEI Nº 5.305, DE 09 DE DEZEMBRO DE 2011. Altera dispositivos da Lei Municipal n.º 4.794, de 06 de maio de 2008 e dá outras providências. João Antonio Salgado Ribeiro, Prefeito Municipal, faz saber que

Leia mais

EDITAL DE CREDENCIAMENTO

EDITAL DE CREDENCIAMENTO MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO ESTADO DE RORAIMA PROGRAMA DE SAÚDE E ASSISTÊNCIA SOCIAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº 01/2008 Regido pela Lei nº 8.666/93.

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº..., de... de... de 2007. Estabelece normas especiais para funcionamento de bares e similares e dá outras providências.

LEI MUNICIPAL Nº..., de... de... de 2007. Estabelece normas especiais para funcionamento de bares e similares e dá outras providências. ANTEPROJETO DE LEI ORDINÁRIA MUNICIPAL PARA ESTABELECIMENTO DE NORMAS ESPECIAIS PARA FUNCIONAMENTO DE BARES E SIMILARES NA REGIÃO DO ENTORNO DO DISTRITO FEDERAL LEI MUNICIPAL Nº..., de... de... de 2007

Leia mais

LEI N. 2.174, DE 08 DE OUTUBRO DE 2013

LEI N. 2.174, DE 08 DE OUTUBRO DE 2013 LEI N. 2.174, DE 08 DE OUTUBRO DE 2013 Poder Legislativo Regulamenta área para estacionamento exclusivo de veículos pesados no Município de Lucas do Rio Verde - MT. O Prefeito do Município de Lucas do

Leia mais

MANUAL DA CERTIFICAÇÃO POR PROVA PARA GESTORES E CONSELHEIROS 2012

MANUAL DA CERTIFICAÇÃO POR PROVA PARA GESTORES E CONSELHEIROS 2012 MANUAL DA CERTIFICAÇÃO POR PROVA PARA GESTORES E CONSELHEIROS 2012 1 MODALIDADES E PROGRAMA 1. A certificação está dividida em duas categorias, correspondendo cada qual à uma determinada ênfase no conjunto

Leia mais

MANUAL DA CERTIFICAÇÃO POR PROVA PARA TÉCNICOS 2015

MANUAL DA CERTIFICAÇÃO POR PROVA PARA TÉCNICOS 2015 MANUAL DA CERTIFICAÇÃO POR PROVA PARA TÉCNICOS 2015 1 1. A Certificação por Prova é destinada a profissionais de Previdência Complementar Fechada que atuem na área de Contabilidade. IMPEDIMENTOS 2. O candidato

Leia mais

1. OBJETIVO Prestar atendimento ao cidadão de maneira rápida, eficiente e eficaz, de acordo com os requisitos especificados pelo cliente.

1. OBJETIVO Prestar atendimento ao cidadão de maneira rápida, eficiente e eficaz, de acordo com os requisitos especificados pelo cliente. Sistema de Gestão do Programa Vapt Vupt SUPERINTENDÊNCIA DE VAPT VUPT E ATENDIMENTO AO PÚBLICO INSTRUÇÃO DE TRABALHO VAPT VUPT EMPRESARIAL PREFEITURA DE GOIANIA Responsável: Rosana Mérola Martins Cópia

Leia mais

DECRETO Nº 18.403, DE 12 DE SETEMBRO DE 2013.

DECRETO Nº 18.403, DE 12 DE SETEMBRO DE 2013. DECRETO Nº 18.403, DE 12 DE SETEMBRO DE 2013. Estabelece normas para utilização de Parques e Praças Municipais para Feiras de Adoção de Animais e de Eventos Relacionados à causa animal. O PREFEITO MUNICIPAL

Leia mais

Legislação Municipal

Legislação Municipal Legislação Municipal Largo do Pará Decreto: Resolução N o 69, de 20 de maio de 2008 Localização: Av. Francisco Glicério, Barão de Jaraguá, Av. Aquidabã e Rua Duque de Caxias EEPG Francisco Glicério Decreto:

Leia mais

RESOLUÇÃO CGSIM Nº 29, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2012.

RESOLUÇÃO CGSIM Nº 29, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2012. RESOLUÇÃO CGSIM Nº 29, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2012. Dispõe sobre recomendação da adoção de diretrizes para integração do processo de licenciamento pelos Corpos de Bombeiros Militares pertinente à prevenção

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 12.977, DE 20 MAIO DE 2014. Vigência Regula e disciplina a atividade de desmontagem de veículos automotores terrestres; altera

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DE ALAGOAS. Faço saber que o Poder Legislativo Estadual decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

O GOVERNADOR DO ESTADO DE ALAGOAS. Faço saber que o Poder Legislativo Estadual decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 6.656, DE 27 DE DEZEMBRO DE 2005. Cria o Programa Estadual de Inspeção e Manutenção de Veículos em uso, destinado a promover a redução da poluição do Meio Ambiente através do controle da emissão

Leia mais

Prefeitura apresenta esquema especial de trânsito e transporte para Circuito Banco do Brasil, neste sábado (9/11)

Prefeitura apresenta esquema especial de trânsito e transporte para Circuito Banco do Brasil, neste sábado (9/11) Prefeitura apresenta esquema especial de trânsito e transporte para Circuito Banco do Brasil, neste sábado (9/11) Evento será realizado neste sábado, no Parque dos Atletas, na Barra da Tijuca A Prefeitura

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 027/2016. O Secretário Municipal de Transportes, no uso das suas atribuições legais, e

RESOLUÇÃO Nº 027/2016. O Secretário Municipal de Transportes, no uso das suas atribuições legais, e RESOLUÇÃO Nº 027/2016 O Secretário Municipal de Transportes, no uso das suas atribuições legais, e CONSIDERANDO os dispositivos da Resolução nº 028/2016, de 21 de janeiro de 2016; CONSIDERANDO o Convênio

Leia mais

O funcionário deve ser avisado de suas férias sempre 30 dias antes de tirá-las.

O funcionário deve ser avisado de suas férias sempre 30 dias antes de tirá-las. Informativo aos Clientes 01 O arquivo PAF ECF deverá gerado e enviado para tca@tcacontabil.com.br todo dia 05 de cada mês, referente ao mês anterior. Ex.: em 05/06/2014 deverá ser enviado o arquivo do

Leia mais

TERMOS E CONDIÇÕES GERAIS DE USO DO APLICATIVO CONTROLY E DO CARTÃO CONTROLY

TERMOS E CONDIÇÕES GERAIS DE USO DO APLICATIVO CONTROLY E DO CARTÃO CONTROLY TERMOS E CONDIÇÕES GERAIS DE USO DO APLICATIVO CONTROLY E DO CARTÃO CONTROLY Os presentes termos e condições gerais de uso (os Termos de Uso ) definem os direitos e obrigações aplicáveis aos usuários do

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 282, DE 26 DE JUNHO DE 2008

RESOLUÇÃO Nº 282, DE 26 DE JUNHO DE 2008 RESOLUÇÃO Nº 282, DE 26 DE JUNHO DE 2008 Estabelece critérios para a regularização da numeração de motores dos veículos registrados ou a serem registrados no País. O CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO CONTRAN,

Leia mais

PROJETO DE LEI N 031/2015

PROJETO DE LEI N 031/2015 PROJETO DE LEI N 031/2015 Dispõe sobre as vagas de estacionamento de veículos destinadas exclusivamente às pessoas deficientes e com dificuldade de locomoção e dá outras providências. O Vereador que o

Leia mais

Edital de Credenciamento 003/2012

Edital de Credenciamento 003/2012 1/5 Edital de Credenciamento 003/2012 1 DO OBJETO: 1.1. O presente Termo tem por objetivo o credenciamento de Instituições Financeiras autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil, para prestação

Leia mais

ALTERAÇÕES NA LEI DO MOTORISTA E DO TAC

ALTERAÇÕES NA LEI DO MOTORISTA E DO TAC J uiz de Fora, 04 de Março de 2015. Prezado Associado: ALTERAÇÕES NA LEI DO MOTORISTA E DO TAC O SETCJ F informa as principais alterações introduzidas na Lei 12.619/12 (Lei do Motorista), na Lei 11.442/07

Leia mais

DECRETO Nº. 2.469 DE 23 DE NOVEMBRO DE 2009

DECRETO Nº. 2.469 DE 23 DE NOVEMBRO DE 2009 Dispõe sobre o procedimento de fiscalização para fins de SUSPENSÃO e CANCELAMENTO de Alvará de Funcionamento e INTERDIÇÃO em estabelecimentos empresariais e dá outras providências. O PREFEITO DO MUNICÍPIO

Leia mais

Decreto nº 50.446/09 Município de São Paulo. Foi publicado no Diário Oficial do Município de São Paulo o Decreto Nº 50.446, de 20 de fevereiro de

Decreto nº 50.446/09 Município de São Paulo. Foi publicado no Diário Oficial do Município de São Paulo o Decreto Nº 50.446, de 20 de fevereiro de Decreto nº 50.446/09 Município de São Paulo. Foi publicado no Diário Oficial do Município de São Paulo o Decreto Nº 50.446, de 20 de fevereiro de 2009 que regulamenta o transporte de produtos perigosos

Leia mais

A COMIDA DE RUA AGORA É LEI EM SÃO PAULO

A COMIDA DE RUA AGORA É LEI EM SÃO PAULO A COMIDA DE RUA AGORA É LEI EM SÃO PAULO COMO OBTER AUTORIZAÇÃO PARA TRABALHAR COM A VENDA DE ALIMENTOS NA CIDADE Lei Municipal 15.947, de 26/12/ 2013 Projeto de Lei 311/2013 do Ver. Andrea Matarazzo Esta

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO, GÁS NATURAL E BIOCOMBUSTÍVEIS

AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO, GÁS NATURAL E BIOCOMBUSTÍVEIS AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO, GÁS NATURAL E BIOCOMBUSTÍVEIS PORTARIA Nº 118, DE 11.7.2000 - DOU 12.7.2000 Regulamenta as atividades de distribuição de gás natural liqüefeito (GNL) a granel e de construção,

Leia mais

Manual de Reembolso. Para ter acesso a este benefício, fique atento às dicas a seguir. 2ª edição

Manual de Reembolso. Para ter acesso a este benefício, fique atento às dicas a seguir. 2ª edição Manual de Reembolso 2ª edição Você sabia que quando não utiliza os serviços da rede credenciada do Agros, seja por estar fora da área de cobertura do plano de saúde ou por opção, pode solicitar o reembolso

Leia mais

Legislação municipal relativa a veículos de aluguel para condução de passageiros: 1892-1930

Legislação municipal relativa a veículos de aluguel para condução de passageiros: 1892-1930 1892 Lei n.1, 29.09.1892: "Cria quatro intendências, distribuindo os serviços municipais". O artigo 1 cria o "Intendente de 'Justiça e Polícia', compreendendo o que fôr relativo: - negócios forenses, cadeias,

Leia mais

ESTADO DO PARANÁ TRANSPORTE INTERMUNICIPAL DE PASSAGEIROS MANUAL DO TRANSPORTADOR

ESTADO DO PARANÁ TRANSPORTE INTERMUNICIPAL DE PASSAGEIROS MANUAL DO TRANSPORTADOR ESTADO DO PARANÁ TRANSPORTE INTERMUNICIPAL DE PASSAGEIROS MANUAL DO TRANSPORTADOR 2012 ÍNDICE 1. DEFINIÇÃO 2. QUEM PODE EXECUTAR O TRANSPORTE INTERMUNICIPAL COM FINS COMERCIAIS 2.1. QUE TIPO DE EMPRESA

Leia mais

DE AUTOMÓVEIS DE ALUGUEL (TÁXIS), NO MUNICÍPIO

DE AUTOMÓVEIS DE ALUGUEL (TÁXIS), NO MUNICÍPIO 1 LEI Nº 1485/2014 DISPÕE SOBRE AS PERMISSÕES DE SERVIÇOS DE TRANSPORTE INDIVIDUAL DE PASSAGEIROS, ATRAVÉS DE AUTOMÓVEIS DE ALUGUEL (TÁXIS), NO MUNICÍPIO DE INHAÚMA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. A Câmara Municipal

Leia mais

SISTEMA DE REGISTRO ELETRÔNICO

SISTEMA DE REGISTRO ELETRÔNICO SISTEMA DE REGISTRO ELETRÔNICO Prezados Srs. Transportadores O Sistema de Registro Eletrônico faz parte de um composto ( Averbação Eletrônica + Registro Eletrônico ), que propicia a Transportadora um rápido

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia EDITAL PARA O PROCESSO SELETIVO 2º/2015 Coordenador: Prof. Dr. Antônio Corrêa de Lacerda Vice-Coordenadora: Profa. Dra. Regina Maria d Aquino Fonseca Gadelha Estarão abertas, no período de 01/04/2015 a

Leia mais

REGULAMENTO PARA USO E FUNCIONAMENTO DO ESTACIONAMENTO DA FACULDADE GUANAMBI (FG)

REGULAMENTO PARA USO E FUNCIONAMENTO DO ESTACIONAMENTO DA FACULDADE GUANAMBI (FG) REGULAMENTO PARA USO E FUNCIONAMENTO DO ESTACIONAMENTO DA FACULDADE GUANAMBI (FG) O DIRETOR GERAL da Faculdade Guanambi (FG), no uso de suas atribuições, e considerando a necessidade de disciplinar o uso

Leia mais

CONVITE 25/2010. DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 17 / 08 / 2010 às 15 horas

CONVITE 25/2010. DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 17 / 08 / 2010 às 15 horas CONVITE 25/2010 DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 17 / 08 / 2010 às 15 horas 01. DISPOSIÇÕES INICIAIS 1.1 O Senac Departamento Nacional torna público que, na Seção de Material,

Leia mais

Gabinete do Prefeito Lei nº 120/2009 de 27 de fevereiro de 2009.

Gabinete do Prefeito Lei nº 120/2009 de 27 de fevereiro de 2009. Lei nº 120/2009 de 27 de fevereiro de 2009. Dispõe sobre a utilização de motocicletas no transporte de passageiros no município de Nortelândia, e dá outras providencias. Faço saber que a Câmara Municipal,

Leia mais

Guia de Sinalização Obrigatória em Bares e Restaurantes. Federal São Paulo Rio de Janeiro Distrito Federal

Guia de Sinalização Obrigatória em Bares e Restaurantes. Federal São Paulo Rio de Janeiro Distrito Federal Guia de Sinalização Obrigatória em Bares e Restaurantes Federal São Paulo Rio de Janeiro Distrito Federal Guia de Sinalização Obrigatória em Bares e Restaurantes Legislação Federal, Estadual (São Paulo

Leia mais

EDITAL Nº 03/2007 CHAMAMENTO PARA CREDENCIAMENTO DE LABORATÓRIOS DE ANÁLISES CLÍNICAS.

EDITAL Nº 03/2007 CHAMAMENTO PARA CREDENCIAMENTO DE LABORATÓRIOS DE ANÁLISES CLÍNICAS. EDITAL Nº 03/2007 CHAMAMENTO PARA CREDENCIAMENTO DE LABORATÓRIOS DE ANÁLISES CLÍNICAS. O MUNICÍPIO DE PALMAS, no Estado do Tocantins, através da Secretaria Municipal de Saúde, pela COMISSÃO ESPECIAL DE

Leia mais

GUIA DE ORIENTAÇÕES PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS DE RECURSOS FINANCEIROS REPASSADOS PELO CREA-RS ÀS ENTIDADES DE CLASSE.

GUIA DE ORIENTAÇÕES PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS DE RECURSOS FINANCEIROS REPASSADOS PELO CREA-RS ÀS ENTIDADES DE CLASSE. GUIA DE ORIENTAÇÕES PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS DE RECURSOS FINANCEIROS REPASSADOS PELO CREA-RS ÀS ENTIDADES DE CLASSE. Gerência de Contabilidade Março/2014 APRESENTAÇÃO A finalidade deste guia é orientar

Leia mais

EDITAL Nº 21/2011 CHAMAMENTO PARA INSCRIÇÃO CURSO SOBRE TRANSPORTE ESCOLAR

EDITAL Nº 21/2011 CHAMAMENTO PARA INSCRIÇÃO CURSO SOBRE TRANSPORTE ESCOLAR EDITAL Nº 21/2011 CHAMAMENTO PARA INSCRIÇÃO CURSO SOBRE TRANSPORTE ESCOLAR 1. OBJETIVO DO CURSO Analisar os aspectos que devem ser contemplados no regulamento municipal do transporte escolar, através de

Leia mais

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais,

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLUÇÃO CFC N.º 1.389/12 Dispõe sobre o Registro Profissional dos Contadores e Técnicos em Contabilidade. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLVE:

Leia mais

RESOLUÇÃO CFC N.º 1.389/12 Dispõe sobre o Registro Profissional dos Contadores e Técnicos em Contabilidade.

RESOLUÇÃO CFC N.º 1.389/12 Dispõe sobre o Registro Profissional dos Contadores e Técnicos em Contabilidade. RESOLUÇÃO CFC N.º 1.389/12 Dispõe sobre o Registro Profissional dos Contadores e Técnicos em Contabilidade. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLVE:

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO E VALIDADE DE CREDENCIAIS NÃO REQUER ACOMPANHAMENTO. Não pode ter validade superior a 2 anos REQUER ACOMPANHAMENTO

CLASSIFICAÇÃO E VALIDADE DE CREDENCIAIS NÃO REQUER ACOMPANHAMENTO. Não pode ter validade superior a 2 anos REQUER ACOMPANHAMENTO NOVO PROCEDIMENTO DE CREDENCIAMENTO DE PESSOAS Referência: IAC 107 1006 Prezados, Visando orientar e disciplinar a expedição e o uso de credenciais de pessoas com acesso às áreas do Aeroporto Internacional

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO MÓVEL PESSOAL SMP - PRÉ- PAGO.

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO MÓVEL PESSOAL SMP - PRÉ- PAGO. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO MÓVEL PESSOAL SMP - PRÉ- PAGO. Confira as condições do contrato para prestação de serviços firmado entre você e a Oi Móvel S/A. (Oi), com sede em Setor Comercial Norte,

Leia mais

Para que um estabelecimento esteja legalizado, é necessário, inicialmente, obter um alvará de licença, documento concedido pela Prefeitura.

Para que um estabelecimento esteja legalizado, é necessário, inicialmente, obter um alvará de licença, documento concedido pela Prefeitura. CARTILHA DE ALVARÁ Este pequeno manual abordará, de maneira simplificada, os requisitos para obtenção de alvará de licenciamento para a abertura de casa noturna ou boate. Para que um estabelecimento esteja

Leia mais

CARTILHA DO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL

CARTILHA DO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL CARTILHA DO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL MARCOS ARAÚJO Presidente do SINDSIME ÍNDICE 1 3 5 7 9 INTRODUÇÃO LEI 2 VANTAGENS COMO ME ESCREVO OBTENÇÃO DE ALVARÁ 4 OBTENÇÃO DE ALVARÁ DOCUMENTAÇÃO FISCAL 6 AMBULANTES

Leia mais

LEI Nº 1034, DE 12 DE AGOSTO DE 2015.

LEI Nº 1034, DE 12 DE AGOSTO DE 2015. LEI Nº 1034, DE 12 DE AGOSTO DE 2015. DISPÕE SOBRE A MUNICIPALIZAÇÃO DO TRÂNSITO E TRANSPORTE NO ÂMBITO DO MUNICÍPIO DE ALTO GARÇAS E CRIA O DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE TRÂNSITO E A JUNTA ADMINISTRATIVA

Leia mais

Lei complementar Nº122, de 14 de Março de 2005 Autoria vereadores Jair Gomes de Toledo e Marilda Prado Yamamoto

Lei complementar Nº122, de 14 de Março de 2005 Autoria vereadores Jair Gomes de Toledo e Marilda Prado Yamamoto Lei complementar Nº122, de 14 de Março de 2005 Autoria vereadores Jair Gomes de Toledo e Marilda Prado Yamamoto Dispõe sobre a regulamentação de posicionamento de caçambas usadas na remoção de entulhos,

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE MANAUS DIRETORIA LEGISLATIVA LEI Nº 506, DE 2 DE DEZEMBRO DE 1999. (D.O.E. 07.12.1999 - N... Ano...)

CÂMARA MUNICIPAL DE MANAUS DIRETORIA LEGISLATIVA LEI Nº 506, DE 2 DE DEZEMBRO DE 1999. (D.O.E. 07.12.1999 - N... Ano...) LEI Nº 506, DE 2 DE DEZEMBRO DE 1999. (D.O.E. 07.12.1999 - N.... Ano...) DISPÕE SOBRE O TRANSPORTE INDIVIDUAL DE PASSAGEIROS ATRAVÉS DE TÁXI. O PREFEITO MUNICIPAL DE MANAUS no uso das atribuições que lhe

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO MATEUS ESTADO DO ESPÍRITO SANTO GABINETE DO PREFEITO

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO MATEUS ESTADO DO ESPÍRITO SANTO GABINETE DO PREFEITO 1 LEI Nº. 949/2010 INSTITUI A NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS E DISPÕE SOBRE A DECLARAÇÃO MENSAL DO IMPOSTO SOBRE A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA - ISSQN. O Prefeito Municipal de São Mateus,

Leia mais

A Câmara Municipal de São José dos Pinhais, Estado do Paraná, aprovou e eu, Prefeito Municipal, sanciono a seguinte Lei:

A Câmara Municipal de São José dos Pinhais, Estado do Paraná, aprovou e eu, Prefeito Municipal, sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 1.714, DE 25 DE ABRIL DE 2011 Institui o Sistema de Estacionamento Rotativo pago, nas vias e logradouros públicos denominado Zona Azul São José dos Pinhais. A Câmara Municipal de São José dos Pinhais,

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA FORMALIZAR PROCESSOS

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA FORMALIZAR PROCESSOS DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA FORMALIZAR PROCESSOS 01) ALTERAÇÃO DE DADOS NO CADASTRO IMOBILIÁRIO FISCAL ; - Registro do imóvel (emissão com menos de 1 ano); - CPF e identidade do titular ou dos sócios

Leia mais

EXTRATO DO CONTRATO DE REPRESENTANTE DE SEGUROS CUMULADO COM CORRESPONDENTE DE MICROSSEGUROS SEGUROS

EXTRATO DO CONTRATO DE REPRESENTANTE DE SEGUROS CUMULADO COM CORRESPONDENTE DE MICROSSEGUROS SEGUROS EXTRATO DO CONTRATO DE REPRESENTANTE DE SEGUROS CUMULADO COM CORRESPONDENTE DE MICROSSEGUROS SEGUROS TOKIO MARINE SEGURADORA S.A., inscrita no CNPJ sob o número 33.164.021/0001-00 pessoa jurídica de direito

Leia mais

CONCORRÊNCIA PÚBLICA Nº 001/2014 EDITAL DE CONCESSÃO DE PONTO DE TAXI

CONCORRÊNCIA PÚBLICA Nº 001/2014 EDITAL DE CONCESSÃO DE PONTO DE TAXI CONCORRÊNCIA PÚBLICA Nº 001/2014 EDITAL DE CONCESSÃO DE PONTO DE TAXI O PREFEITO MUNICIPAL DE NOVA ALVORADA, no uso de suas atribuições e de conformidade com o disposto no Artigo 6º alínea XI da Lei Orgânica

Leia mais

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR nº _105 /2014

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR nº _105 /2014 PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR nº _105 /2014 Cria a TAXA DE PRESERVAÇÃO AMBIENTAL E TURÍSTICA - TPAT, e acrescenta o Capítulo V ao Título III do Código Tributário Municipal e dá outras providências. A Câmara

Leia mais

CARGAS EXCEDENTES/INDIVISÍVEIS A t u a l i z a d o e m

CARGAS EXCEDENTES/INDIVISÍVEIS A t u a l i z a d o e m A P Ê N D I C E E CARGAS EXCEDENTES/INDIVISÍVEIS A t u a l i z a d o e m 2 7 / 0 5 / 1 2 NOTA DO AUTOR: este capítulo traz dicas resumidas acerca da fiscalização de veículos e combinações que ultrapassam

Leia mais

REGULAMENTO. Presenteador: É a pessoa física ou jurídica que adquire o VALE-VIAGEM CVC, mediante a compra direta de cargas de valores.

REGULAMENTO. Presenteador: É a pessoa física ou jurídica que adquire o VALE-VIAGEM CVC, mediante a compra direta de cargas de valores. REGULAMENTO A CVC BRASIL OPERADORA E AGÊNCIA DE VIAGENS S.A., o Presenteador e o Presenteado do VALE-VIAGEM CVC, a primeira, na qualidade de prestadora de serviços de turismo, e o segundo, aderindo às

Leia mais

LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO SÉRIE A DE SIMULADOS PRIMEIRO DOS 3 SIMULADOS PREVISTOS NA SÉRIE A

LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO SÉRIE A DE SIMULADOS PRIMEIRO DOS 3 SIMULADOS PREVISTOS NA SÉRIE A LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO SÉRIE A DE SIMULADOS PRIMEIRO DOS 3 SIMULADOS PREVISTOS NA SÉRIE A ASSUNTOS: DO REGISTRO DE VEÍCULOS DO LICENCIAMENTO DA HABILITAÇÃO RESOLUÇÕES 04,110, 168 e 205 01 Com relação ao

Leia mais

1º Processo Seletivo para o 1º semestre de 2016. Edital

1º Processo Seletivo para o 1º semestre de 2016. Edital 1º Processo Seletivo para o 1º semestre de 2016 Edital A Direção Geral da Faculdade Salesiana Maria Auxiliadora faz saber, através do presente Edital, que estarão abertas, no período de 17/09 a 13/11/2015,

Leia mais

SECRETARIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO REGIONAL

SECRETARIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO REGIONAL Edital de Credenciamento de examinadores de trânsito, conforme arts. 148 e 152 do CTB, art. 12 da Resolução nº 168/2004 do CONTRAN, e art. 24 da Resolução nº 358/2010 do CONTRAN para prestação de serviços

Leia mais