Inversores de Freqüência

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Inversores de Freqüência"

Transcrição

1 Informativo Altus nº 63-1º Semestre de Av. Theodomiro Porto da Fonseca,3101- CEP São Leopoldo/RS Duke Energy gy Modernização das usinas hidrelétricas de Canoas 1 e Canoas 2, demonstram a solução Altus para área elétrica. Veja na página 7 Inversores de Freqüência Ampliando a sua gama de produtos, a Altus disponibiliza para o mercado três famílias de inversores, proporcionando o controle ideal para máquinas ou processos. Veja na página central Primeir rimeiro chip comercial cial brasileiro Com repercussão nacional, a Altus recebe o primeiro chip comercial desenvolvido pelo CEITEC. Veja na página 6 Gerenciamento enciamento de Ativos Conheça a utilização dos protocolos HART e PROFIBUS - DPV1 no gerenciamento de ativos. Veja na página 3 Show de Tecnologia Com 23 parceiros e 28 palestras, a Altus realiza a maior feira brasileira de automação promovida por uma empresa do setor. Veja na contracapa

2 Novos desafios, maior performance e resultados Mais um ano em curso, onde superar os mesmos desafios que superamos no ano anterior já não são suficientes, os cenários internos e externos são remodelados a todo instante, em termos tecnológicos, econômicos, políticos e sociais, tanto no mercado interno como no internacional. Felizmente, pertencemos a um seleto grupo de empresas brasileiras que sabem construir boas estratégias e modelos de negócios, com crescimento a partir do Brasil, em direção ao mundo. Seguimos reduzindo custos desnecessários nos processos, inovando e gerando valor para os nossos clientes e para o mercado. A Altus possui considerável acervo de práticas e experiências construidas em 25 anos de existência em sintonia com a evolução dos tempos e das tecnologias dinâmicas que insistem em avançar de forma incrível, a cada edição deste Inovando e Automatizando. Neste sentido e envolvendo novas tecnologias em microeletrônica e inovação, nesta edição, apresentamos matéria que alcançou ampla repercussão em todo o país, com o recebimento pela Altus do primeiro Chip comercial brasileiro, desenvolvido pelo CEITEC. Como matéria de capa e página central, apresentamos nossa nova linha de produtos: Trata-se de inversores de freqüência, inclusive com informações bastante didáticas. Outro tema de ponta que é apresentado para o mercado de processos, refere-se as novas tecnologias abertas para o Gerenciamento de Ativos. Lançamos também, o Processador de Comunicações para o Setor Elétrico (PCSE), incluindo o protocolo IEC que promete ser o padrão para este setor nos próximos anos. Nossos leitores poderão desfrutar mais um exemplo de modernização de usinas hidroelétricas, neste caso, da Duke Energy, Usinas UHE Canoas 1 e Canoas 2, que fazem parte de um complexo de 8 usinas no vale do rio Paranapanema. Para finalizar, convidamos os leitores para visitar dois importantes eventos neste primeiro semestre, com demonstração destas tecnologias e novidades. O primeiro deles trata-se da FIEE que ocorre entre os dias 23 a 27 de abril. O segundo evento refere-se a a maior feira brasileira de automação promovida por uma empresa do setor, o Altus Partners que está na sua 6º ano de existência, demonstrando desta forma o sucesso deste evento. Esta será realizada nos dias 13 e 14 de junho deste ano em São Paulo, nas dependências do Novotel, contando com a participação de 23 expositores, palestras técnicas, com um mix completo de produtos e soluções para os grandes desafios do mercado. Tenham uma boa leitura e até o próxima edição, que com certeza estará repleta de muitas novidades e inovações. Até breve! 2 Mário Weiser - Diretor Comercial Mercado PETROQUÍMICO: Modernização moto geradores de PNA-2 - A Altus venceu licitação para fornecimento de um sistema digital para controle dos moto geradores da plataforma de PNA-2. Este projeto consiste na modernização do sistema automático de sincronismo, regulação de tensão e proteções de motor e gerador. Este novo sistema agregará confiabilidade, segurança e estabilidade operacional ao sistema de geração de emergência da plataforma. Remotas para P-09 - A Altus estará fornecendo para a plataforma de P-09, remotas GE que serão agregadas ao CP existente. Este projeto demonstra a capacidade de integração de grandes projetos em grandes clientes, inclusive com equipamentos de outros fabricantes, fornecendo uma solução completa de automação. SANEAMENTO: Sanepar - Automação do SAA do Miringuava - Fornecimento de mais um grande pacote de controladores programáveis das Séries Ponto e FBs. Este contrato contempla o fornecimento de 98 CPs para automação do Sistema de Abastecimento de Água (SAA) do Miriguava, em Curitiba, PR. O sistema engloba o que existe de mais moderno em termos de automação, com comunicação em Ethernet entre os CPs e o Sistema de Supervisão, comunicação em PROFIBUS-DP com as remotas de campo e comunicação GPRS com as estações remotas de telemetria. ELÉTRICO: Stemac - Em fevereiro desse ano foi assinado o contrato com a Stemac para o desenvolvimento da segunda geração de controladores para grupos geradores (GENSET controllers). Essa parceria entre Altus e Stemac iniciou em 2002, renovando se por mais alguns anos com esse novo acordo. Para 2007, estima-se a entrega de 4000 controladores. CELTINS: TINS: Projeto de telecomando e telesupervisão de disjuntores e seccionadoras, comando de TAP e reset de bloqueio de proteções atuadas, além de medição de grandezas elétricas para 13 SE s (Subestações) de 230KV, 138KV, 69KV, 34,5KV e 13,8KV. Os protocolos utilizados na solução técnica foram : DNP 3.0; IEC e HITACHI. A comunicação entre as SE s e o COS é realizada via Rádio. INVERSORES: Em conjunto com a Suporte Automação, a Altus realizou uma importante venda de inversores para a Companhia Brasileira de Bentonita (CBB). Foram fornecidos dois inversores, um de 250 CV / 380 V e outro de 350 CV / 380 V. Os equipamentos serão utilizados para controle dos moinhos da empresa.

3 Gerenciamento de Ativos PROFIBUS DPV1 otimizando a comunicação entre dispositivos HART e o sistema de gerenciamento de ativos O mercado de automação de processos está exigindo mais do que, simplesmente, monitoração e controle da planta. Um requisito que tem sido demandado cada vez mais é o gerenciamento de ativos, que pode ser implementado usando, entre outros recursos, aqueles oferecidos pelo protocolo HART para manutenção preditiva e parametrização remota. Embora outras redes de campo como Foundation Fieldbus também proporcionem esta possibilidade, a grande base instalada de instrumentos HART e o baixo custo dos mesmos torna esta alternativa muito interessante. Gerenciamento de Ativos O gerenciamento de ativos permite administrar adequadamente os dispositivos inteligentes de fábricas utilizando a manutenção preditiva baseada na condição ou no estado desses dispositivos. Os recursos de manutenção preditiva e parametrização remota oferecidos pelo protocolo HART têm grande importância na implementação de sistemas de gerenciamento de ativos. A comunicação das informações desse protocolo entre os dispositivos de campo e os sistemas centrais de gerenciamento de ativos, historicamente, tem se baseado em multiplexadores HART. O protocolo PROFIBUS DPV1 viabiliza a interface entre os dispositivos HART e os sistemas centrais de gerenciamento de ativo através de uma alternativa mais otimizada. analógicas. Neste caso, os sistemas de gerenciamento de ativos geralmente se conectam a diversos multiplexadores HART através de uma rede de comunicação em meio físico RS-485. As informações digitais normalmente transportadas pelo protocolo HART dizem respeito a: variáveis de processo (até 256 por instrumento); saída para atuadores; configuração; estado e diagnósticos. O perfil HART on PROFIBUS DP - V1 A rede de campo HART, apesar de antiga e de haverem opções mais recentes, ainda apresenta vantagens competitivas. A rede PROFIBUS reconheceu este fato e criou a extensão HART on PROFIBUS DP-V1 para facilitar a integração com a rede HART, dispensando o uso de multiplexadores. O protocolo PROFIBUS DP-V1 e o perfil HART on PROFIBUS serve como inteface das informações HART para níveis superiores da planta, de forma acíclica e sem comprometer a performance e o determinismo das tarefas cíclicas de transferência de entradas e saídas. Desta forma, remotas PROFIBUS DP-V1 com módulos de E/S HART e o perfil HART on PROFIBUS, permitem dispensar os multiplexadores HART, reduzindo custo, número de redes de campo, bornes e espaço ocupado em painéis. Além disso, há um aumento de confiabilidade pela redução de componentes e redes de comunicação. Figura 1- Arquitetura com multiprocessadores HART O protocolo HART: HART é um protocolo aberto, mantido pela organização Hart Communication Foundation (www.hartcomm.org) concebido para viabilizar a manutenção preditiva e parametrização remota de dispositivos analógicos de processo, como transmissores e válvulas no padrão de corrente 4-20 ma. Historicamente as informações digitais (HART) têm sido separadas das informações analógicas (4-20 ma) através de dispositivos auxiliares, denominados multiplexadores HART, e têm sido utilizados módulos de entrada e saída convencionais (4-20 ma) de controladores programáveis para as informações Figura 2- Arquitetura com HART on PROFIBUS DP-V1 Gustavo Castro - Projetista de Produtos Osmar Brune - Projetista de Produtos 3

4 Inversores d Altus disponibiliza uma série de inversores, de 0,75CV a 6750CV, prop A demanda por motores CA vem crescendo cada vez mais e com isso também a demanda de equipamentos para controle desses motores. Isso deve-se ao baixo custo de compra e manutenção dos motores comparados aos motores CC que utilizam escovas com grande desgaste e elevada manutenção. Para atender esse mercado, a Altus firmou parceria com uma lider mundial na fabricação de drivers, para venda de inversores para toda a América Latina com a marca Altus. O que são inversores de freqüência? São dispositivos eletrônicos que convertem a tensão da rede alternada (CA), em tensão contínua (CC) de amplitude e freqüência constantes, e finalmente converte esta última, numa tensão de amplitude e freqüência variáveis (CA). Estes equipamentos controlam totalmente a velocidade do motor de zero até a freqüência máxima nominal ou superiores. Existem inversores que podem gerar uma tensão alternada (CA) de até 7200Hz para alimentar motores especiais. Os drives têm a habilidade de atuar como dispositivos de proteção para os mais variados problemas de rede elétrica que se pode ocorrer, como a falta de desequilíbrio das tensões entre fases, falta de fase, sobretensões, subtensões, sobrecarga, queda de tensão, etc. Estes equipamentos são usados em motores elétricos de indução substituindo os rudimentares sistemas de variação de velocidades mecânicos, tais como polias, variadores eletromagnéticos e variadores hidráulicos, bem como os custosos motores de corrente contínua pelo conjunto motor assíncrono e inversor, mais barato, de manutenção mais simples e fácil reposição. Aplicações Os inversores de freqüência têm uma vasta aplicação na indústria de máquinas e processos em geral. Com a capacidade inerente de variar a velocidade ou controlar o toque de motores elétricos trifásicos CA permitem aos projetistas, desenvolver máquinas que sem os mesmos, seriam praticamente impossíveis de serem fabricadas. Alguns exemplos de aplicações para a utilização com eficiência dos drives são: pontes rolantes, elevadores, escadas rolantes, compressores, ventiladores,bombas, sistemas de arcondicionado (HVAC), extrusoras, bobinadoras, guindastes, compressores, cortadeiras, dobradeiras, etc... Benefícios dos inversores de freqüência Os inversores de freqüência controlam a rotação e a velocidade do motor elétrico para prover as reais demandas do processo sem perdas, propiciando uma considerável economia de energia. Além disso, reduz as cargas nas redes de alimentação e o stress mecânico nas máquinas durante a partida do motor, principalmente nos acoplamentos e caixas de redução. Essas funcionalidades também podem ser realizadas com métodos de controle simples, por exemplo com válvulas ou controle por bypass, controles por sistemas liga/desliga. Porém esses métodos consomem muita energia, além do custo total ser maior do que a solução com inversores de freqüência. Além disso, ainda tem o efeito ambiental, pois aumentam a emissão de CO2 em plantas de geração de energia. Desta forma os custos totais do investimento com métodos de controle simples são muito maiores do que com inversores de freqüência. Ainda, existem vários outros retornos de investimento na aquisição de drivers. Por exemplo, a capacidade de otimizar o processo, o qual nos dê melhor qualidade e melhores índices de produção, é muito difícil de se atingir com os métodos de controle simples. Um eventual aumento na capacidade de produção normalmente requer a reconstrução de todo o sistema. Linha de Inversores Altus A Altus possui três linhas de inversores: NXL: Visa atingir motores com menores potências e aplicações mais simples. É um inversor de frequência poderoso e compacto para utilização industrial leve e residencial/ comercial, em geral, na faixa de potências de 0,5 a 40 CV. Com projeto compacto para instalação em parede, e opções para gabinetes além de filtro RFI/EMC, é um inversor para todas as necessidades. Possui E/S incorporadas como padrão, além disso, possibilidade de incorporar placas de expansão de E/S e de comunicação de diversos protocolos através de slots para este tipo de placas opcionais. NXS: Possui uma ampla gama de potências que vão de 0,5 até 550 CV e tensão de alimentação de 208 a 690 V, para aplicações denominadas como uso pesado, em todo tipo de indústria, além das aplicações em uso residencial/comercial. O projeto robusto incorpora proteção eficaz contra distúrbios na rede de alimentação de energia. A operação protegida contra desligamentos é garantida graças aos sofisticados princípios 4

5 e Freqüência orcionando uma solução ideal para as mais diversas aplicações industriais de controle do motor e, também, aos recursos de proteção do motor/ inversor, à seleção dos componentes e ao eficiente sistema de refrigeração. O grau de proteção IP21 e IP54 e filtros RFI/EMC de alto nível e indutor de entrada, integrados. NXP: Atende à grande aplicações, que necessitam de robustez, desempenho dinâmico, precisão estática e potência. Possui uma vasta gama de potências que vão de 0,5 até CV e tensão de alimentação de 208 a 690V com pontos de entrada e saída totalmente flexíveis, encoders para realimentação (funcionamento em malha fechada) e placas de comunicação. A qualidade e a confiabilidade de uma máquina ou de um processo são, na maioria dos casos, resultado de um controle preciso e dinâmico de motores de CA. Vantagens dos Inversores es Altus Tamanho reduzido Permite que o inversor seja alocado com facilidade no painel. Display de fácil utilização Pelo display pode-se parametrizar, controlar e programar o inversor. O menu possui várias funções, entre elas pode-se monitorar três variáveis ao mesmo tempo. Essas funcionalidades todas fazem com que se torne desnecessário levar um computador para campo para configurar o inversor. Controle PID Facilita o controle de sistemas, ajustando tanto baixas como altas freqüências, fazendo com que o sistema não oscile com algoritmo interno próprio independente do CP e em algum casos inclusive eliminando o mesmo. Cinco slots para placas de expansão e comunicação Amplia as funcionalidades do inversor, podendo ser acopladas ao inversor placas de encoder, comunicação (PROFIBUS, CanOpen, DeviceNet, etc...), entradas e saídas analógicas e digitais, entre outras. Alto grau de proteção Tanto nos inversores menores quanto nos maiores, podemos utilizar IP54, protegendo o inversor de poeira e água, possibilitando instalar o inversor nos ambientes mais hostis, ou seja, permite utilizar o equipamento em locais com atmosfera agressiva sem a necessidade de instalar o acionamento dentro de um painel, exigindo menor espaço para instalação Templetes de programação para as mais diversas aplicações Os inversores de freqüência Altus possuem sete softwares aplicativos pré-configurados, que podem ser parametrizados através do computador ou display do equipamento. O software possui programas que estão direcionadas para a aplicação, tais como controle PID, controle local e remoto, bombas e ventiladores, entre outros. Indutor de entrada incorporado e filtro RFI/EMC Todos inversores vem como item de série com um indutor de entrada e filtro RFI/EMC, que funciona como uma proteção a mais para o equipamento e como um filtro de harmônicas para a rede elétrica onde o mesmo encontra-se ligado. Figura 1- Linha de inversores da Altus Felipe Masselli - Projetista de Aplicação Cláudio Luis Baccarelli 5

6 Processador de Comunicações para Setor Elétrico PCSE - Novo produto possibilita comunicação em diversos protocolos Nas aplicações do setor elétrico, diversos protocolos de comunicação, abertos ou proprietários, surgiram e continuam surgindo nas últimas décadas. O protocolo IEC é um exemplo de novo protocolo que está muito difundido, pois possui características como alta interoperabilidade e baixo esforço de configuração e manutenção. Em aplicações do setor elétrico é comum encontrarmos equipamentos que se comunicam através de diversos protocolos, e tradicionalmente UTRs (Unidades Terminais Remotas) têm sido utilizadas para intermediar a troca de dados. A UTR Hadron da Altus sempre possuiu esta capacidade, porém para aumentar ainda mais, incluiu um novo processador de comunicação na sua arquitetura. A nova arquitetura é formada por: UCP e Módulos de E/S: disponibiliza pontos de E/S genéricos, permitindo executar lógicas de intertravamento se necessário. Permite também expansão através de rede PROFIBUS; PCSE: responsável pela comunicação com sistemas de nível superior (SCADA) e inferior (IEDs). Como pode ser visto na figura acima essa arquitetura também pode ter: Vários PCSEs, para aumentar a capacidade de pontos de comunicação e/ou portas físicas de comunicação; Várias UCPs e E/S para distribuir o processamento e/ou E/S, ou para compartilhar PCSEs. Entre os protocolos de comunicação que o PCSE disponibilizará prioritariamente, destacam-se: DNP3 (Ethernet e Serial), IEC 61850, IEC /103/104 e SPA bus. Osmar Brune Projetista de Produtos Primeiro Chip Comercial é da Altus Para desenvolver esse CHIP a Altus mais uma vez inovou, participando de todo o processo de criação do componente eletrônico: definição do circuito, acompanhamento do desenvolvimento do projeto e prototipagem do circuito integrado, além dos testes de funcionalidades. A Altus recebeu no dia 26 de março o primeiro CHIP comercial desenvolvido no Brasil, resultado de um projeto piloto de um ano e meio na estratégica área de microeletrônica, através de uma parceria com o CEITEC (Centro de Excelência em Tecnologia Eletrônica Avançada) e com a FINEP ( Financiadora de Estudos e Projetos). Com a necessidade de otimizar e proteger o projeto e a tecnologia dos seus CPs, a Altus encomendou o chip para o CEITEC, instituto governamental com capacitação no projeto e fabricação de componentes micro eletrônicos. Segundo Ricardo Felizzola, presidente da Altus Não hesita-mos em participar do desafio de sermos pioneiros no Brasil em termos desta técnica completamente difundida no mundo e presente em produtos que concorrem em nosso mercado. Vislumbrando mais competitividade a Altus em seu papel de cliente do CEITEC colaborou definitivamente para um primeiro passo de toda uma cadeia que vai se desenvolver no estado e no Brasil. Nesse primeiro momento, o chip será utilizado nos controladores programáveis da Série Ponto. Estima-se consumo de 2000 unidades 6 já no primeiro ano. Com a experiência adquirida a Altus deve desenvolver outros chips, pois este tipo de tecnologia não poderá mais ser dispensada em novos produtos de escala. Com o chip customizado, o desempenho e a confiabilidade dos produtos são maiores, pois é utilizada uma solução dedicada ao invés de componentes genéricos no mercado. Esse fato também reflete em redução de matéria-prima e simplicidade de montagem no processo fabril, além de permitir um design mais compacto. A confiabilidade do produto também é aumentada criando-se assim um maior valor tecnológico na solução. Cristiane Gandini - Coordenadora de Marketing

7 Soluções Modernização de Usina Hidrelétrica Sistema de supervisão e Controle das UHEs CN1 e CN2 da Duke Energy As usinas hidrelétricas de Canoas 1 e Canoas 2 fazem parte de um complexo de 8 usinas no vale do rio Paranapanema, divisa entre os estados de São Paulo e Paraná, controladas pela Duke Energy International, multinacional com matriz nos EUA. Estas usinas foram automatizadas com CPs Altus em Este ano, aproveitando uma necessidade regulatória do ONS (Operador Nacional do Sistema) o sistema de automação da usina foi modernizado. Com essa modernização é possível disponibilizar eventos de E/ S com estampa de tempo e comandos tipo Trip/Close, das duas usinas para o Centro de Operação Geral da Duke na cidade de Chavantes e para ONS via protocolo DNP 3.0. O sistema teve aumento da sua segurança e disponibilidade com a instalação de um anel ótico na rede de comunicação Ethernet entre as 6 UACs (Unidades de Automação e Controle). Também foi modernizado o sistema de supervisão local, instalando uma aplicação desenvolvida pela Altus utilizando o SCADA Elipse E3, implementado a sincronização das UACs via GPS. Este projeto apresenta como benefícios para operação da usina o comando e supervisão a distância, o aumento da confiabilidade, disponibilidade e robustez do sistema de comunicação, com diagnósticos precisos de todos os elementos da arquitetura. A facilidade de manutenção é outro ponto que é destacado nesta modernização, pois permite que inclusões e adaptações de pontos possam ser realizadas de forma facilitada. Outras características importantes do sistema foram a inclusão de uma estação de supervisão próxima aos geradores, permitindo uma maior agilidade às manobras de partida e parada de geradores e o sincronismo de tempo entre as UACs, permitindo apurar a seqüência de eventos ocorridos no sistema. Arquitetura Equipamentos de Controle A solução disponibilizada pela Altus foi a instalação de um painel concentrador na sala de comando das usinas. Este painel comunicase com as demais UACs por meio da interface Ethernet AL-3414 utilizando protocolo MODBUS TCP. Em uma segunda rede, isolada da primeira, o CP tem a interface DNP 3.0 com COG e ONS. Este CP é capaz de ler eventos datados das UACs e enviá-los para COG e ONS, bem como distribuir os comandos vindos do COG para todas as demais UACs da usina. Na remota ainda foi adicionada um processador de comunicação (AL-2005) com dedicação exclusiva ao cálculo hidráulico da usina. Obtendo dados como a potência gerada, posição dos vertedouros, nível à montante e à jusante, é possível calcular informações como vazão vertida e vazão turbinada, que são de suma importância para o controle hídrico da bacia e o aproveitamento uniforme de todas as unidades geradoras do complexo de usinas do Paranapanema. Para sincronizar as UACs, foi instalada em campo uma rede de fibra ótica tipo bus com um AL-1422 por painel, encarregados de distribuir o sincronismo do GPS instalado na subestação para os demais painéis da usina. Tela 1- Vista Geral do Sistema Tela 2- Controle Temperaturas Supervisão e Controle Para implementação do sistema de supervisão, foram instaladas duas estações Hot Stand-By, com supervisório Elipse E3, comunicando com todas as UACs via anel ótico de comunicação (protocolo proprietário Alnet II). As telas mostram os dados em tempo real referentes à subestação, aos 3 geradores, aos serviços auxiliares da usina e ao PCSE, incluindo os dados do cálculo hidráulico. Marcelo Dornelles - Projetista de Aplicação Éder Garcia - Projetista de Aplicação 7

8 Eventos Altus Partners 2007 O presidente do FINEP, Eng. Odilon Antonio Marcuzzo do Canto, estará proferindo palestra de abertura e anunciará novos projetos de financiamento e subvenção para o setor industrial brasileiro. Luiz Gerbase, vice-presidente da Altus fala sobre Desenvolvimento de produtos de classe mundial. A Altus, estará realizando nos dia 13 e 14 de junho de 2007, a 6ª edição do Altus Partners, um evento que tem por objetivo mostrar as mais modernas tecnologias e soluções do mercado, através da integração entre a Altus, empresas parceiras com tecnologia de ponta e o mercado de automação industrial. Participarão como expositoras, 23 empresas, apresentando 28 palestras técnicas, treinamentos e laboratórios práticos. Durante dois dias de ampla discussão técnica, estarão sendo apresentados um mix completo de produtos e soluções inovadoras, voltadas para áreas específicas e complexas como produção e distribuição de petróleo, geração elétrica, saneamento, siderurgia, transporte, produção de manufaturados, entre outras. Serão abordadas soluções e tendências de grande interesse da área de automação industrial como Normas de Certificação Internacionais, gerenciamento de ativos, novas tecnologias de comunicação, entre outras. Além das palestras técnicas ministradas por empresas expositoras, teremos a palestra do Eng. Luis Silberman, Chefe da Secção de Automação da Cia Brasileira de Petróleo Ipiranga, que falará sobre Inovações Tecnológicas na Automação de Bases de Distribuição de Combustíveis e palestra. do representante do FINEP onde será abordado o tema Financiamento e Subvenção para o setor Industrial. Estima-se que devem participar do evento, um selecionado público de mais de 1000 profissionais, altamente qualificados do segmento industrial e responsáveis ou influenciadores no processo de decisão de soluções técnicas. Para inscrições nas palestras acesse o site Nova Fábrica da Teikon Em junho, a Teikon, empresa do grupo Altus, iniciará suas atividades na nova fábrica instalada na Zona Franca de Manaus. Essa ampliação faz parte da estratégia da empresa para diversificar os produtos, dando enfoque para a eletrônica de consumo, pois atualmente manufatura produtos eletrônicos e de informática para outras empresas. De acordo com o diretor-presidente da Teikon, José Adil Albrecht, a expectativa é que a planta de Manuas seja a maior do grupo, que já possui duas unidades: Esperamos que em um ano de funcionamento, a unidade de Manaus fature cerca de R$ 40 milhões. Vamos iniciar com 50 funcionários e pretendemos chegar a 400 ou 500 até o final do ano. Altus na FIEE A Altus estará presente na FIEE- Feira Internacional da Indústria Elétrica, Energia e Automação, nos dias 23 a 27 de abril no Parque de Exposições Anhembi em São Paulo. Em um stand cooperativado participarão juntamente com a Altus, mais 13 empresas gaúchas, apresentando uma Mostra da Tecnologia da Indústria Gaúcha, um projeto idealizado pela FIERGS, com realização da ABINEE/RS. Durante a feira, a Altus estará apresentando novidades em produtos, como a Série FBs de CPs e uma linha de inversores, além das novas UCPs da Série Ponto e uma linha completa de IHMs. Inovando & Automatizando é uma publicação da ALTUS S.A. Matriz: Av. Theodomiro Porto da Fonseca, 3101 Lote 01 - PABX: (51) Fax: (51) São Leopoldo - RS Filial São Paulo /SP - Fone: (11) Filial Campinas /SP - Fone: (19) Filial Belo Horizonte/MG - Fone (31) Filial Rio de Janeiro /RJ - Fone: (21) Filial Curitiba / PR - Fone: (41) Filial Salvador/BA - Fone: (71) Filial Macaé /RJ - Fone: (22) Expediente: Coordenação de Marketing: Cristiane Gandini - Coordenação Técnica: Gustavo Castro - Coordenação Editorial: Mário Weiser - 8

Sistemas de geração de energia elétrica Sistemas de distribuição de energia elétrica Supervisão e controle de energia elétrica Aquisição de dados e

Sistemas de geração de energia elétrica Sistemas de distribuição de energia elétrica Supervisão e controle de energia elétrica Aquisição de dados e Sistemas de geração de energia elétrica Sistemas de distribuição de energia elétrica Supervisão e controle de energia elétrica Aquisição de dados e registro de eventos Intertravamentos de segurança Série

Leia mais

Descrição do Produto. Dados para compra

Descrição do Produto. Dados para compra Descrição do Produto A funcionalidade e versatilidade da linha de Inversores de Freqüência NXL da Altus fazem dela a solução ideal para as mais diversas aplicações. Visa atingir motores com menores potências

Leia mais

Série Connect. Switches e Conversores Industriais. www.altus.com.br

Série Connect. Switches e Conversores Industriais. www.altus.com.br Série Connect Switches e Conversores Industriais www.altus.com.br Conectividade e simplicidade Compacto: design robusto e eficiente para qualquer aplicação Intuitivo: instalação simplificada que possibilita

Leia mais

As melhores soluções para sua Automação. Inversores de Freqüência Soft-Starters Servoacionamentos Controladores Programáveis

As melhores soluções para sua Automação. Inversores de Freqüência Soft-Starters Servoacionamentos Controladores Programáveis As melhores soluções para sua Automação Inversores de Freqüência Soft-Starters Servoacionamentos Controladores Programáveis Disponíveis em nosso site www.weg.com.br Softwares WEG Automação Alguns dos softwares

Leia mais

Relés de Proteção Térmica Simotemp

Relés de Proteção Térmica Simotemp Relés de Proteção Térmica Simotemp Confiabilidade e precisão para controle e proteção de transformadores Answers for energy. A temperatura é o principal fator de envelhecimento do transformador Os relés

Leia mais

COMISSÃO DE INTEGRAÇÃO ENERGÉTICA REGIONAL IV CIERTEC SEMINÁRIO INTERNACIONAL SOBRE AUTOMAÇÃO DE REDES DE

COMISSÃO DE INTEGRAÇÃO ENERGÉTICA REGIONAL IV CIERTEC SEMINÁRIO INTERNACIONAL SOBRE AUTOMAÇÃO DE REDES DE COMISSÃO DE INTEGRAÇÃO ENERGÉTICA REGIONAL IV CIERTEC SEMINÁRIO INTERNACIONAL SOBRE AUTOMAÇÃO DE REDES DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA E CENTROS DE CONTROLE Área de Distribuição e Comercialização Identificação

Leia mais

UTR Hadron Solução Completa para Supervisão de Energia

UTR Hadron Solução Completa para Supervisão de Energia UTR Hadron Solução Completa para Supervisão de Energia Objetivo do Workshop Demonstrar aos participantes como a funcionalidade e as vantagens da Série Hadron agregam valor ao processo produtivo, através

Leia mais

Inversor Solar Conectado à Rede Inversor Solar Fotovoltaico HIVERTER - Série NP201i

Inversor Solar Conectado à Rede Inversor Solar Fotovoltaico HIVERTER - Série NP201i Inversor Solar Fotovoltaico HIVERTER - Série NP201i HIVERTER - Série NP201i Os Inversores Fotovoltaicos da Hitachi são do tipo Grid-Tied (GT Conectados à Rede) com controle reativo de potência e alta eficiência,

Leia mais

AUTOMAÇÃO E INSTRUMENTAÇÃO VIRTUAL. Sistema Integrado de Teste em Umbilicais

AUTOMAÇÃO E INSTRUMENTAÇÃO VIRTUAL. Sistema Integrado de Teste em Umbilicais BI AUTOMAÇÃO E INSTRUMENTAÇÃO VIRTUAL Sistema Integrado de Teste em Umbilicais Objetivos da Apresentação Demonstrar a Arquitetura de hardware e software da National Instruments utilizada na solução; Discutir

Leia mais

Rodrigo Baleeiro Silva Engenheiro de Controle e Automação. Introdução à Engenharia de Controle e Automação

Rodrigo Baleeiro Silva Engenheiro de Controle e Automação. Introdução à Engenharia de Controle e Automação Rodrigo Baleeiro Silva Engenheiro de Controle e Automação (do latim Automatus, que significa mover-se por si) ; Uso de máquinas para controlar e executar suas tarefas quase sem interferência humana, empregando

Leia mais

SUBESTAÇÕES. Comando de controle e Scada local

SUBESTAÇÕES. Comando de controle e Scada local SUBESTAÇÕES Comando de controle e Scada local COMANDO DE CONTROLE E SCADA LOCAL A solução fornecida pela Sécheron para o controle local e para o monitoramento das subestações de tração é um passo importante

Leia mais

SOLUÇÕES INDUSTRIAIS

SOLUÇÕES INDUSTRIAIS Soluções em Tecnologia de Automação e Informação SOLUÇÕES INDUSTRIAIS LOGANN Soluções Especiais ESPECIALIDADES AUTOMAÇÃO E CONTROLE INDUSTRIAL Atuação em sistemas de controle, aquisição de dados e supervisão

Leia mais

Capítulo XIV Interface Homem Máquina (IHM) e sistemas supervisórios

Capítulo XIV Interface Homem Máquina (IHM) e sistemas supervisórios 30 Capítulo XIV Interface Homem Máquina (IHM) e sistemas supervisórios Equipe de engenharia da Schweitzer Engineering Laboratories (SEL) A principal ferramenta para a operação de uma subestação de energia

Leia mais

Start Automation. altus evolução em automação

Start Automation. altus evolução em automação Start altus evolução em automação Níveis de automação Todo sistema de automação tem características únicas que exigem soluções personalizadas. Para cada necessidade específica de um projeto, a Altus possui

Leia mais

Etc. DRIVE CA CC BUS. Saída CA controlada. Alimentação CA

Etc. DRIVE CA CC BUS. Saída CA controlada. Alimentação CA Controla a velocidade do motor de zero até a frequência máxima nominal ou até superiores. Controla o torque no motor. O inversor recebe a alimentação CA e converte em CC, depois converte novamente em CA.

Leia mais

Nova Linha de Equipamentos Trifásicos Classic-DSP

Nova Linha de Equipamentos Trifásicos Classic-DSP Nova Linha de Equipamentos Trifásicos Classic-DSP Departamento de Pesquisa e Desenvolvimento - CP Eletrônica S.A. Rua da Várzea 379 CEP: 91040-600 Porto Alegre RS Brasil Fone: (51)2131-2407 Fax: (51)2131-2469

Leia mais

Série Quasar. Quadro Geral de Baixa Tensão Quadro de Distribuição Centro de Controle de Motores Inteligente. www.altus.com.br

Série Quasar. Quadro Geral de Baixa Tensão Quadro de Distribuição Centro de Controle de Motores Inteligente. www.altus.com.br Série Quasar Quadro Geral de Baixa Tensão Quadro de Distribuição Centro de Controle de Motores Inteligente www.altus.com.br Na medida exata para seu negócio Modular: ampla variedade de configurações para

Leia mais

SYNCHROTACT 5. Sistemas e equipamentos de sincronização e paralelismo para redes e máquinas síncronas

SYNCHROTACT 5. Sistemas e equipamentos de sincronização e paralelismo para redes e máquinas síncronas SYNCHROTACT 5 Sistemas e equipamentos de sincronização e paralelismo para redes e máquinas síncronas Aplicação SYNCHROTACT 5 é a quinta geração dos equipamentos para sincronização produzidos pela ABB Switzerland

Leia mais

Controlando energia, gerando desenvolvimento. Soluções inovadoras para automação e controle da geração de energia.

Controlando energia, gerando desenvolvimento. Soluções inovadoras para automação e controle da geração de energia. Controlando energia, gerando desenvolvimento. Soluções inovadoras para automação e controle da geração de energia. A Empresa - Iniciou atividades em abril/1987; - Uma das primeiras empresas incubadas no

Leia mais

RETIFICADOR INDUSTRIAL TRIFÁSICO RIT-MP

RETIFICADOR INDUSTRIAL TRIFÁSICO RIT-MP RETIFICADOR INDUSTRIAL TRIFÁSICO RIT-MP Departamento de Pesquisa e Desenvolvimento Rua da Várzea 379 CEP 91040-600 Porto Alegre RS Brasil Fone: (51)2131-2407 Fax: (51)2131-2469 engenharia@cp.com.br 1.

Leia mais

Eficiência Energética

Eficiência Energética www.siemens.com.br/eficiencia-energetica Siemens Ltda. Av. Mutinga, 3800 05110-902 Pirituba São Paulo - SP Eficiência Energética www.siemens.com.br/eficiencia-energetica Sustentabilidade e Eficiência Energética

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Automação Soluções para Automação de Sistemas

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Automação Soluções para Automação de Sistemas Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Automação Os sistemas de controle WEG garantem alto desempenho dos processos industriais, facilidade de operação e ganho de produtividade através

Leia mais

Relé de proteção do diferencial 865

Relé de proteção do diferencial 865 Relé de proteção do diferencial 865 Para a proteção do diferencial de motores, transformadores e geradores Boletim 865, Série A Guia de especificações Sumário Página de descrição da seção 1.0 Características

Leia mais

Controlador de Bombas modelo ABS PC 242 Monitoramento e Controle de Bombas e Estações de Bombeamento

Controlador de Bombas modelo ABS PC 242 Monitoramento e Controle de Bombas e Estações de Bombeamento Controlador de Bombas modelo ABS PC 242 Monitoramento e Controle de Bombas e Estações de Bombeamento Um Único Dispositivo para Monitoramento e Controle Há várias formas de melhorar a eficiência e a confiabilidade

Leia mais

ORKAN AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LINHA GERAL DE PRODUTOS

ORKAN AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LINHA GERAL DE PRODUTOS ORKAN AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LINHA GERAL DE PRODUTOS SYSTEM SLIO Sistema de I/Os Remotos Simples e inteligente, o System Slio é um sistema de I/O s descentralizado, eficaz e moderno. Foi especialmente projetado

Leia mais

Energia sob medida com tecnologia Fockink

Energia sob medida com tecnologia Fockink Energia sob medida com tecnologia Fockink Grupo Fockink ISO 9001 Sistema de Gestão da Qualidade Certificado AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL E AGROINDUSTRIAL. CONCEPÇÃO, PROJETO, DESENVOLVIMENTO E MONTAGEM DE PAINÉIS

Leia mais

AMÉRICA LATINA PROGRAMA DE TREINAMENTO TÉCNICO

AMÉRICA LATINA PROGRAMA DE TREINAMENTO TÉCNICO VACON AMÉRICA LATINA PROGRAMA DE TREINAMENTO TÉCNICO 2014 1 Atualizando os nossos parceiros O programa de treinamentos VACON oferece aos participantes a possibilidade de se tornarem especialistas no campo

Leia mais

Eletrônicos PAE. Componente Curricular: Práticas de Acionamentos. 5.ª Prática Inversor de Frequência Vetorial da WEG CFW-08

Eletrônicos PAE. Componente Curricular: Práticas de Acionamentos. 5.ª Prática Inversor de Frequência Vetorial da WEG CFW-08 1 Componente Curricular: Práticas de Acionamentos Eletrônicos PAE 5.ª Prática Inversor de Frequência Vetorial da WEG CFW-08 OBJETIVO: 1) Efetuar a programação por meio de comandos de parametrização para

Leia mais

Cabeça de Rede de Campo PROFIBUS-DP

Cabeça de Rede de Campo PROFIBUS-DP Descrição do Produto O módulo, integrante da Série Ponto, é uma cabeça escrava para redes PROFIBUS-DP do tipo modular, podendo usar todos os módulos de E/S da série. Pode ser interligada a IHMs (visores

Leia mais

UNITROL 1000 Regulador compacto de tensão para máquinas síncronas menores UNITROL 1000-15 e UNITROL 1000-40

UNITROL 1000 Regulador compacto de tensão para máquinas síncronas menores UNITROL 1000-15 e UNITROL 1000-40 UNITROL 1000 Regulador compacto de tensão para máquinas síncronas menores UNITROL 1000-15 e UNITROL 1000-40 Copyright 2000 Photodisc, Inc. 5812-01 A ampla gama de aplicações do UNITROL 1000-15 O UNITROL

Leia mais

Maior fabricante nacional de nobreaks e estabilizadores, com mais de 18 milhões de equipamentos vendidos.

Maior fabricante nacional de nobreaks e estabilizadores, com mais de 18 milhões de equipamentos vendidos. 1 SMS. Soluções com um diferencial exclusivo: a experiência de um líder de mercado. A SMS é líder no segmento de equipamentos para proteção de energia. São mais de 18 milhões de equipamentos vendidos em

Leia mais

Inversores de Freqüência. Eng. Fábio José Bortoletto Janeiro / 2009

Inversores de Freqüência. Eng. Fábio José Bortoletto Janeiro / 2009 Inversores de Freqüência Eng. Fábio José Bortoletto Janeiro / 2009 1 1 O inversor é um dispositivo que transforma a corrente alternada em corrente contínua e alimenta uma ponte de IGBT, que controlado

Leia mais

Soluções para energia solar fotovoltaica eficiente. Produtos e soluções para residências, edifícios e usinas de energia

Soluções para energia solar fotovoltaica eficiente. Produtos e soluções para residências, edifícios e usinas de energia Soluções para energia solar fotovoltaica eficiente Produtos e soluções para residências, edifícios e usinas de energia Main Power Circuit Alcançando um futuro mais sustentável ajudando você a fazer o máximo

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Soluções WEG para Automação de Processos

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Soluções WEG para Automação de Processos Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Os sistemas de controle WEG garantem alto desempenho dos processos industriais, facilidade de operação e ganho de produtividade através de tecnologia

Leia mais

Sistemas de Automação

Sistemas de Automação Sistemas de Automação Introdução Walter Fetter Lages w.fetter@ieee.org Universidade Federal do Rio Grande do Sul Escola de Engenharia Departamento de Engenharia Elétrica Programa de Pós-Graduação em Engenharia

Leia mais

Controlador de Bombas modelo ABS PC 441 Monitoramento e/ou Controle de Bombas e Estações de Bombeamento

Controlador de Bombas modelo ABS PC 441 Monitoramento e/ou Controle de Bombas e Estações de Bombeamento Controlador de Bombas modelo ABS PC 441 Monitoramento e/ou Controle de Bombas e Estações de Bombeamento 2 Uma Única Solução para Monitoramento e Controle Há várias formas de melhorar a eficiência e a confiabilidade

Leia mais

Controle de Processo Ideal: PCS 7 Library SIMOCODE pro SIRIUS. Respostas para a indústria.

Controle de Processo Ideal: PCS 7 Library SIMOCODE pro SIRIUS. Respostas para a indústria. Controle de Processo Ideal: PCS 7 Library SIMOCODE pro Respostas para a indústria. Percepção, previsão, visão ampliada: SIMOCODE pro integrado no SIMATIC PCS7 O sistema flexível de gerenciamento de motores

Leia mais

PLANILHA DE PROPOSTA

PLANILHA DE PROPOSTA 0001 012186 INVERSOR DE FREQUENCIA 144 AMPERES / 220 VCA Inversor de freqüência para aplicação em motor elétrico trifásico com corrente nominal de serviço 140A, tensão nominal 220V, temperatura de funcionamento

Leia mais

DIRETORIA DE OPERAÇÃO - DO

DIRETORIA DE OPERAÇÃO - DO ANEXO II ESPECIFICAÇÕES PARA UCD / CONCENTRADOR DE DADOS A2. Unidade Controle Digital Remota / Concentrador de Dados 2.1. Introdução Esta seção tem a finalidade de especificar tecnicamente a Unidade de

Leia mais

Capítulo IX. Exemplos de automação em sistemas de supervisão e controle de subestações e redes de distribuição. Automação de subestações

Capítulo IX. Exemplos de automação em sistemas de supervisão e controle de subestações e redes de distribuição. Automação de subestações 54 Capítulo IX Exemplos de automação em sistemas de supervisão e controle de subestações e redes de distribuição A operação do sistema elétrico de potência é extremante dependente das informações de estados,

Leia mais

Consultoria e Tecnologia em Automação

Consultoria e Tecnologia em Automação ARTH ENGENHARIA - Consultoria em Engenharia, Controle e Tecnologia de Automação. Empresa Com a filosofia de associar inovação e experiência em seus projetos, a ARTH engenharia sempre contou com uma equipe

Leia mais

Capítulo VII. Redes de comunicação em subestações de energia elétrica Norma IEC 61850. Automação de subestações. A norma IEC 61850

Capítulo VII. Redes de comunicação em subestações de energia elétrica Norma IEC 61850. Automação de subestações. A norma IEC 61850 56 Capítulo VII Redes de comunicação em subestações de energia elétrica Norma IEC 61850 Equipe de engenharia da Schweitzer Engineering Laboratories (SEL) A construção de subestações é uma atividade que

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICIPIO DE SCHROEDER ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº: 26/2013. Página: 1/6

ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICIPIO DE SCHROEDER ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº: 26/2013. Página: 1/6 Página: 1/6 2 MOTOBOMBA SUBMERSÍVEL DE ROTOR SEMI-ABERTO Motobomba submersível de rotor semi-aberto em ferro fundido GG 15, corpo e tampa da bomba em ferro fundido GG 15. Selo mecânico ¾"de carbeto de

Leia mais

Soft Starters SIRIUS A proteção inteligente para motores, cargas e rede

Soft Starters SIRIUS A proteção inteligente para motores, cargas e rede Linha Solution Linha Plus Linha Master www.siemens.com.br/softstarters Soft Starters SIRIUS A proteção inteligente para motores, cargas e rede As soft starters Siemens protegem sua máquina e instalação

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Soluções em Energia Solar

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Soluções em Energia Solar Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas www.weg.net Tecnologia para minimizar o consumo das indústrias. Sustentabilidade para maximizar a qualidade de vida das pessoas. O sol é uma

Leia mais

Sistemas Supervisórios

Sistemas Supervisórios Sistemas Supervisórios Prof a. Michelle Mendes Santos michelle@cpdee.ufmg.br Sistemas Supervisórios Objetivos: Apresentação e posicionamento da utilização de sistemas supervisórios em plantas industriais;

Leia mais

IND 1 DT MICROMASTER 430

IND 1 DT MICROMASTER 430 MICROMASTER 430 MICROMASTER 430 Uma visão geral l Inversores trifásicos de 400V projetados para aplicações com cargas de torque quadrático (bombas, ventiladores, etc.) l Quatro tamanhos de carcaça: FS

Leia mais

Regulador Digital de Tensão DIGUREG

Regulador Digital de Tensão DIGUREG Regulador Digital de Tensão DIGUREG Totalmente digital. Software para parametrização e diagnósticos extremamente amigável. Operação simples e confiável. Ideal para máquinas de pequena a média potência.

Leia mais

Self-Healing Semi-Centralizado e seus benefícios para clientes com base instalada

Self-Healing Semi-Centralizado e seus benefícios para clientes com base instalada XI SIMPÓSIO DE AUTOMAÇÃO DE SISTEMAS ELÉTRICOS 16 a 19 de Agosto de 2015 CAMPINAS - SP Self-Healing Semi-Centralizado e seus benefícios para clientes com base instalada Paulo Antunes Souza Wagner Hokama

Leia mais

Técnicas de Interfaceamento de Sinais em Áreas Classificadas. Alexandre M. Carneiro

Técnicas de Interfaceamento de Sinais em Áreas Classificadas. Alexandre M. Carneiro Técnicas de Interfaceamento de Sinais em Áreas Classificadas Alexandre M. Carneiro Liderando aplicações Ex Experiência comprovada e de longo termo Certificação Internacional Grande variedade de produtos

Leia mais

Características e Configuração da Série Ponto

Características e Configuração da Série Ponto Série Ponto A Série Ponto oferece a melhor solução para sistemas de controle distribuído com E/S remotas. Possui uma arquitetura flexível que permite o acesso a módulos remotos via diferentes padrões de

Leia mais

Tutorial GSControl CLP DUO CellControl GPRS. Suporte Técnico Rev: A

Tutorial GSControl CLP DUO CellControl GPRS. Suporte Técnico Rev: A Tutorial GSControl CLP DUO CellControl GPRS Suporte Técnico Rev: A Considerações Gerais Tutorial de Produtos Considerações Gerais Este documento descreve a utilização do CLP Duo e do CellControl GPRS e

Leia mais

AUTOMAÇÃO PREDIAL INTRODUÇÃO

AUTOMAÇÃO PREDIAL INTRODUÇÃO AUTOMAÇÃO PREDIAL 1 INTRODUÇÃO A evolução da computação e dos sistemas digitais tem viabilizados aplicações, que se tornam presentes no cotidiano das pessoas, sendo hoje referenciais de conforto e praticidade

Leia mais

PROJETO DE UM MICRO INVERSOR INTEGRADO AOS PAINÉIS SOLARES PARA APLICAÇÃO EM CONSUMIDORES RESIDENCIAIS Solução n o 411

PROJETO DE UM MICRO INVERSOR INTEGRADO AOS PAINÉIS SOLARES PARA APLICAÇÃO EM CONSUMIDORES RESIDENCIAIS Solução n o 411 PROJETO DE UM MICRO INVERSOR INTEGRADO AOS PAINÉIS SOLARES PARA APLICAÇÃO EM CONSUMIDORES RESIDENCIAIS Solução n o 411 Eng. João Marcos Castro Soares (Diretor de P&D) São Paulo, 29 de abril de 2015 REIVAX

Leia mais

Configuração da Remota PROFIBUS Série Ponto

Configuração da Remota PROFIBUS Série Ponto Série Ponto Este documento orienta a configuração de uma Remota PROFIBUS-DP da Série Ponto IP20, de forma sistematizada através de diversas etapas. Recomenda-se ao usuário a leitura dos documentos de Características

Leia mais

Redes Industriais. Centro de Formação Profissional Orlando Chiarini - CFP / OC Pouso Alegre MG Inst.: Anderson

Redes Industriais. Centro de Formação Profissional Orlando Chiarini - CFP / OC Pouso Alegre MG Inst.: Anderson Redes Industriais Centro de Formação Profissional Orlando Chiarini - CFP / OC Pouso Alegre MG Inst.: Anderson Capítulo 2 Meio Físicos A automação no meio produtivo Objetivos: Facilitar os processos produtivos

Leia mais

Experiência Sólida e Orientada para o Futuro: Soluções em acionamentos de Média Tensão. média tensão

Experiência Sólida e Orientada para o Futuro: Soluções em acionamentos de Média Tensão. média tensão Experiência Sólida e Orientada para o Futuro: Soluções em acionamentos de Média Tensão média tensão s Conhecimento em evolução há décadas: Conhecimento com o qual você pode contar. Ter mais de 35 anos

Leia mais

Controladores Programáveis. altus evolução em automação

Controladores Programáveis. altus evolução em automação Controladores Programáveis altus evolução em automação Séries PX Alta disponibilidade e confiabilidade A Altus desenvolveu as Séries PX associando qualidade e alta tecnologia. Elas são compostas por equipamentos

Leia mais

Objetivo do Workshop

Objetivo do Workshop Redundância Objetivo do Workshop Demonstrar aos participantes como a funcionalidade e as vantagens na utilização da Redundância agregam valor ao processo produtivo, através da sua disponibilidade, confiabilidade

Leia mais

Inversor de Frequência. altus. www.altus.com.br. evolução em automação

Inversor de Frequência. altus. www.altus.com.br. evolução em automação Inversor de Frequência altus evolução em automação www.altus.com.br Série Motus10 Recursos avançados em pequenas dimensões Com o conceito de facilidade e eficiência, a Série Motus10 possui design arrojado

Leia mais

Soluções Completas para G eração Elétrica

Soluções Completas para G eração Elétrica Soluções Completas para G eração Elétrica An alliance company Principais Instalações/Projetos Cliente Número de Projetos CEGELEC 11 CESP 4 USP 2 ALSTOM 3 CEEE 1 PETROBRAS 1 ALCAN 1 LIGHT 1 ESTRELLA Y LOS

Leia mais

Soluções da Elipse garantem um melhor desempenho ao Centro de Pesquisas da Petrobras

Soluções da Elipse garantem um melhor desempenho ao Centro de Pesquisas da Petrobras Soluções da Elipse garantem um melhor desempenho ao Centro de Pesquisas da Petrobras Tecnologias da Elipse Software permitem controlar os sistemas de refrigeração e distribuição de energia elétrica aos

Leia mais

O que são sistemas supervisórios?

O que são sistemas supervisórios? O que são sistemas supervisórios? Ana Paula Gonçalves da Silva, Marcelo Salvador ana-paula@elipse.com.br, marcelo@elipse.com.br RT 025.04 Criado: 10/09/2004 Atualizado: 20/12/2005 Palavras-chave: sistemas

Leia mais

Soluções em energia segura

Soluções em energia segura CP agora é Soluções em energia segura Catálogo de Produtos 2013 Catálogo de Produtos 2013 / A empresa Soluções // Catálogo de Produtos 2013 > CP agora é Schneider Electric > Por que escolher Schneider

Leia mais

Experiência e confiabilidade são fundamentais. corrente contínua. Conversores CA/CC e Motores CC

Experiência e confiabilidade são fundamentais. corrente contínua. Conversores CA/CC e Motores CC Experiência e confiabilidade são fundamentais corrente contínua Conversores CA/CC e Motores CC 1 04 Introdução 06 Motores de Corrente Contínua 08 Simoreg DC Master 10 Simoreg CM 11 Atenção ao Cliente Acionamento

Leia mais

Rexroth Sytronix. Eficiência Energética na Hidráulica. Veja o vídeo

Rexroth Sytronix. Eficiência Energética na Hidráulica. Veja o vídeo Rexroth Sytronix Eficiência Energética na Hidráulica Veja o vídeo 2 Sytronix Eficiência energética na hidráulica Rexroth Sytronix Potência com eficiência energética e redução de custos Investindo agora

Leia mais

ELIPSE POWER AUTOMATIZA A SUBESTAÇÃO CRUZ ALTA DA CPFL, UTILIZANDO OS PROTOCOLOS IEC 61850 E DNP3

ELIPSE POWER AUTOMATIZA A SUBESTAÇÃO CRUZ ALTA DA CPFL, UTILIZANDO OS PROTOCOLOS IEC 61850 E DNP3 ELIPSE POWER AUTOMATIZA A SUBESTAÇÃO CRUZ ALTA DA CPFL, UTILIZANDO OS PROTOCOLOS IEC 61850 E DNP3 Solução da Elipse Software apresenta rápida integração com os equipamentos da subestação localizada em

Leia mais

GE Intelligent Platforms. Automação em alta performance Soluções para um mundo conectado

GE Intelligent Platforms. Automação em alta performance Soluções para um mundo conectado GE Intelligent Platforms Automação em alta performance Soluções para um mundo conectado Na vanguarda da evolução da automação industrial. Acreditamos que o futuro da automação industrial seguirá o mesmo

Leia mais

EXPERIÊNCIA DA ALSTOM NA IMPLANTAÇÃO DE UM COG PARA OPERAÇÃO REMOTA DE PCH s ATRAVÉS DE COMUNICAÇÃO VIA SATÉLITE

EXPERIÊNCIA DA ALSTOM NA IMPLANTAÇÃO DE UM COG PARA OPERAÇÃO REMOTA DE PCH s ATRAVÉS DE COMUNICAÇÃO VIA SATÉLITE EXPERIÊNCIA DA ALSTOM NA IMPLANTAÇÃO DE UM COG PARA OPERAÇÃO REMOTA DE PCH s ATRAVÉS DE COMUNICAÇÃO VIA SATÉLITE Autores: Orlando Fernandes de Oliveira Neto Sebastião Gomes Neto Edson Ricardo da Rocha

Leia mais

Fundamentos de Automação. Controladores

Fundamentos de Automação. Controladores Ministério da educação - MEC Secretaria de Educação Profissional e Técnica SETEC Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Campus Rio Grande Fundamentos de Automação Controladores

Leia mais

Soluções de proteção do motor. Protegendo seus investimentos

Soluções de proteção do motor. Protegendo seus investimentos Soluções de proteção do motor Protegendo seus investimentos Soluções de proteção do motor A linha de dispositivos de proteção de motores da Allen-Bradley abrange equipamentos de proteção simples para fins

Leia mais

Soluções Completas para Pequenas Centrais Hidrelétricas

Soluções Completas para Pequenas Centrais Hidrelétricas Soluções Completas para Pequenas Centrais Hidrelétricas Answers for energy. Turbina Francis, gerador síncrono e unidade hidráulica Cubículos de média tensão Transformadores de distribuição Uma completa

Leia mais

Interfaces Homem-Máquina

Interfaces Homem-Máquina Interfaces Homem-Máquina www.altus.com.br Muito mais que IHMs Insuperável: gráficos vetoriais em hardware de alto desempenho Interativa: comunicação com diversos dispositivos de automação Intuitiva: biblioteca

Leia mais

inversores de frequência vacon para todas as necessidades de papel e celulose

inversores de frequência vacon para todas as necessidades de papel e celulose inversores de frequência vacon para todas as necessidades de papel e celulose 1 Depósito de madeira Pasta de celulose Descascador de madeira Picador Caldeira de biomassa Limpadores Refinadores Máquina

Leia mais

Inovação e Tecnologia

Inovação e Tecnologia 1 Inovação e Tecnologia A Prensas Schuler instalou-se no Brasil em 1965, época de grande desenvolvimento da indústria, em particular a automotiva, assumindo imediatamente a posição ocupada até hoje: líder

Leia mais

Comunicado à Imprensa

Comunicado à Imprensa Interpack 2014 Página 1 de 6 Beckhoff na feira Interpack 2014, em Düsseldorf: ao ar livre FG 15-1 Fórum de Soluções Beckhoff: embalagem com economia de recursos com controle baseado em PC A Beckhoff está

Leia mais

Capacidade técnica e conhecimento para promover soluções eficazes

Capacidade técnica e conhecimento para promover soluções eficazes Capacidade técnica e conhecimento para promover soluções eficazes *nossa missão Oferecer mão de obra qualificada, com segurança e confiabilidade, superando as expectativas de nossos clientes e colaboradores,

Leia mais

A mais completa linha de Terminais de Válvulas

A mais completa linha de Terminais de Válvulas A mais completa linha de Terminais de Válvulas Inovações para perfomance otimizada e economia A linha de terminais de válvulas Ampla e variada linha de terminais de válvulas para todas as aplicações Instalação

Leia mais

Fontes CC. Principais características. www.supplier.ind.br

Fontes CC. Principais características. www.supplier.ind.br A SUPPLIER Indústria e Comércio de Eletroeletrônicos Ltda é uma empresa constituída com o objetivo de atuar no setor das Indústrias Eletroeletrônicas, principalmente na fabricação de fontes de alimentação

Leia mais

SETIS- III Seminário de Tecnologia Inovação e Sustentabilidade 4 e 5 de novembro de 2014.

SETIS- III Seminário de Tecnologia Inovação e Sustentabilidade 4 e 5 de novembro de 2014. Controle e operação de motor trifásico através de sistema supervisório Matheus Henrique Silva matheus_silva_henrique@hotmail.com Carlos Fernando Oliveira Cabeça Neves carlos.neves@sc.senai.br Renato Ferreira

Leia mais

1. Especificar a arquitetura dos controladores lógicos compatíveis a cada aplicação.

1. Especificar a arquitetura dos controladores lógicos compatíveis a cada aplicação. Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Plano de Trabalho Docente - 2015 ETEC Monsenhor Antônio Magliano Código: 088 Município: Garça - SP Eixo Tecnológico: Controle e Processo Industrial Habilitação

Leia mais

SÃO LEOPOLDO - RS SEMINÁRIO TÉCNICO DE AUTOMAÇÃO PARA SISTEMAS DE ÁGUA E ESGOTO PROJETO BÁSICO DE AUTOMAÇÃO

SÃO LEOPOLDO - RS SEMINÁRIO TÉCNICO DE AUTOMAÇÃO PARA SISTEMAS DE ÁGUA E ESGOTO PROJETO BÁSICO DE AUTOMAÇÃO 01 DEZEMBRO 2005 SÃO LEOPOLDO - RS SEMINÁRIO TÉCNICO DE AUTOMAÇÃO PARA SISTEMAS DE ÁGUA E ESGOTO PROJETO BÁSICO DE AUTOMAÇÃO SCAI Automação Ltda. ESCOPO DOS SERVIÇOS Os serviços deverão ser desenvolvidos

Leia mais

Conceito de automação pneumática - uma comparação entre um terminal de válvulas e válvulas avulsas

Conceito de automação pneumática - uma comparação entre um terminal de válvulas e válvulas avulsas White Paper Conceito de automação pneumática - uma comparação entre um terminal de válvulas e válvulas avulsas Válvulas avulsas ou terminal de válvulas para controle de equipamentos automatizados pneumáticos?

Leia mais

Automação de Subestações

Automação de Subestações Automação de Subestações Geração Distribuição Transmissão Indústria Produtos e Serviços: Merging Units Gateway DNP -IEC 61850 Projeto, Integração, TAF, TAC Montagem de Painéis Configuração de Sistemas

Leia mais

Projetos tecnológicos especiais

Projetos tecnológicos especiais Apresentação Projetos tecnológicos especiais comunicação, controle e informação A Real Fábrica é uma empresa especializada no desenvolvimento e implantação de projetos personalizados de automação comunicação

Leia mais

Proposta Técnica NOBREAK CLASSIC-DSP

Proposta Técnica NOBREAK CLASSIC-DSP Proposta Técnica NOBREAK CLASSIC-DSP Informações A linha de nobreaks Classic-DSP é um avançado Sistema Ininterrupto de Potência (UPS) do tipo on-line de dupla conversão (de acordo com a NBR 15014:2003),

Leia mais

Rexroth 4EE Rexroth para Eficiência Energética

Rexroth 4EE Rexroth para Eficiência Energética Rexroth 4EE Rexroth para Eficiência Energética Procurando reduzir gastos com energia? Por que não aumentar a produtividade ao mesmo tempo? Reduzir os custos operacionais usando a energia com eficiência

Leia mais

Novos produtos para Automação Industrial

Novos produtos para Automação Industrial Informativo Altus nº 76 - Dezembro de 2011. Novos produtos para Automação Industrial Calendário de Treinamentos 2012 Confira as datas e os cursos disponíveis para 2012 Veja na página 3 Altus completa 29

Leia mais

SK, SÉRGIO KIMURA. ELEKTRO Eletricidade e Serviços SA BRASIL RESUMO

SK, SÉRGIO KIMURA. ELEKTRO Eletricidade e Serviços SA BRASIL RESUMO SK, SÉRGIO KIMURA ELEKTRO Eletricidade e Serviços SA BRASIL RESUMO O trabalho tem a finalidade de compartilhar a experiência da ELEKTRO com a utilização da norma IEC61850 implantada atualmente em 18(dezoito)

Leia mais

Partidas para motores ultra-compactas SIRIUS 3RM1

Partidas para motores ultra-compactas SIRIUS 3RM1 Partidas para motores ultra-compactas SIRIUS 3RM1 Partidas para motores SIRIUS 3RM1 Multifuncionais e com apenas 22,5 mm de largura siemens.com/motorstarter/3rm1 Answers for industry. Acionamento de motores

Leia mais

WWW.RENOVAVEIS.TECNOPT.COM

WWW.RENOVAVEIS.TECNOPT.COM Geradores de turbinas eólicas O aerogerador converte a energia mecânica em energia elétrica. Os aerogeradores são não usuais, se comparados com outros equipamentos geradores conectados a rede elétrica.

Leia mais

ESTUDO SOBRE CONTROLE DE MOTORES DE INDUÇÃO TRIFÁSICOS

ESTUDO SOBRE CONTROLE DE MOTORES DE INDUÇÃO TRIFÁSICOS ESTUDO SOBRE CONTROLE DE MOTORES DE INDUÇÃO TRIFÁSICOS Autores : Marina PADILHA, Tiago DEQUIGIOVANI. Identificação autores: Engenharia de Controle e Automação - Bolsista Interno; Orientador IFC - Campus

Leia mais

APLICAÇÃO DO SOFTWARE ELIPSE E3 PARA AUTOMATIZAR O CENTRO DE OPERAÇÃO DA GERAÇÃO (COG) QUE CONTROLA 17 USINAS HIDRELÉTRICAS DO GRUPO CPFL ENERGIA

APLICAÇÃO DO SOFTWARE ELIPSE E3 PARA AUTOMATIZAR O CENTRO DE OPERAÇÃO DA GERAÇÃO (COG) QUE CONTROLA 17 USINAS HIDRELÉTRICAS DO GRUPO CPFL ENERGIA APLICAÇÃO DO SOFTWARE ELIPSE E3 PARA AUTOMATIZAR O CENTRO DE OPERAÇÃO DA GERAÇÃO (COG) QUE CONTROLA 17 USINAS HIDRELÉTRICAS DO GRUPO CPFL ENERGIA Este case apresenta a aplicação do Elipse E3 para controlar

Leia mais

1. MEDIDORES E ANALISADORES DE QUALIDADE DE ENERGIA JANITZA

1. MEDIDORES E ANALISADORES DE QUALIDADE DE ENERGIA JANITZA Conteúdo 1. MEDIDORES E ANALISADORES DE QUALIDADE DE ENERGIA JANITZA... 2 1.1. UMG 103... 2 1.2. UMG 104... 2 1.3. UMG 96L e UMG 96... 3 1.4. UMG 96S... 3 1.5. UMG 96RM... 4 1.6. UMG 503... 4 1.7. UMG

Leia mais

Inversores de Frequência Praxi

Inversores de Frequência Praxi Inversores de Frequência Praxi Safe solutions for your industry PRAXI Praticidade para atender às várias PRAXI 10 Potências de 0,25 kw (0,33 CV) a 5,5 kw (7,5 CV) Tensão de alimentação 220 VCA a 440 VCA

Leia mais

People. Passion. Performance.

People. Passion. Performance. People. Passion. Performance. Apresentando Chicago Pneumatic É simples assim. Você tem trabalho a fazer e clientes a atender. A CP está aqui para ajudá-lo a realizar seu trabalho, sem compromisso. Nosso

Leia mais

IMPLEMENTAÇÃO DE ARQUITETURA INTEGRADA EM PROJETOS DE AUTOMAÇÃO

IMPLEMENTAÇÃO DE ARQUITETURA INTEGRADA EM PROJETOS DE AUTOMAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO DE ARQUITETURA INTEGRADA EM PROJETOS DE AUTOMAÇÃO Luis Henrique Gaspar* Saulo Renan de Sousa e Silva** RESUMO Apresenta as vantagens do uso de Arquitetura Integrada nos processos fabris de

Leia mais

Inversores de Frequencia M-MAX. Projetados para maior eficiência de operação

Inversores de Frequencia M-MAX. Projetados para maior eficiência de operação Inversores de Frequencia MMAX Projetados para maior eficiência de operação Potência para os negócios no mundo todo Automotivo A Eaton fornece energia para centenas de produtos atendendo a demanda mundial

Leia mais

COTAÇÃO ELETRÔNICA: 79/2014 COMPRASNET

COTAÇÃO ELETRÔNICA: 79/2014 COMPRASNET COTAÇÃO ELETRÔNICA: 79/2014 COMPRASNET Especificação Técnica 1. Objeto Aquisição de 1 (um) NOBREAK DE POTÊNCIA 5 kva Obs.: Os atributos técnicos abaixo relacionados são de atendimento obrigatório. A nomenclatura

Leia mais

Centro de Operação Integrado da Queiroz Galvão Energias Renováveis

Centro de Operação Integrado da Queiroz Galvão Energias Renováveis Centro de Operação Integrado da Queiroz Galvão Energias Renováveis Resumo A Spin Engenharia participou da implantação do Centro de Operações Integrado (COI) da Queiroz Galvão Energias Renováveis (QGER).

Leia mais