O Reino de Deus, já começou Kessia Reyne Bennett Marcos 1:14-15

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O Reino de Deus, já começou Kessia Reyne Bennett Marcos 1:14-15"

Transcrição

1 Sábado, 8 de março de 2014 O Reino de Deus, já começou Kessia Reyne Bennett Marcos 1:14-15 Vivemos num cosmos louco e conflituoso. O nosso mundo sofre e testemunha as terríveis disputas que estão à nossa volta e dentro de nós. O poder do bem e do mal contendem pelos corações humanos e pelos assuntos terrenos. Este mundo é um campo de batalha sangrento, cheio de zonas de guerra e lares desfeitos, de controvérsias e terramotos, de pobreza e ansiedade, de desflorestação e exploração humana. Algo melhor está a chegar e será em breve. Jesus voltará outra vez para fazer novas todas as coisas. Como diz o hino, Oh que esperança vibra em nosso ser, pois aguardamos o Senhor. No grande dia da volta de Jesus, Deus vai operar uma renovação e uma recreação que nenhum poder será capaz de travar. Todo o caos será apaziguado, todos os conflitos serão sanados. O céu, finalmente! Aleluia! Mas até lá vivemos num entretanto, entre o Éden perfeito da criação e o Éden restaurado da recreação. Entretanto, ainda que os nossos corações anseiem pelo céu, os nossos pés estão firmemente implantados na poeira deste planeta louco e conflituoso. Se ao menos o céu pudesse começar agora será que pode? Será possível Deus trazer o céu para a terra apenas um pouco antes do previsto para que possamos desfrutar desse reino agora? Imagina se o céu pudesse começar aqui. É isto que desejamos, não é verdade? É por isso que, seguindo o exemplo do nosso Senhor, nós oramos: Venha o teu reino e seja feita a Tua vontade aqui na terra como no céu. Se ao menos pudéssemos viver no céu agora As boas-novas são bem, não as quero estragar. Vou deixar que seja o próprio Jesus a dizerte. Vê comigo Marcos 1:14, 15. Escuta as boas-novas de Deus: Ora, depois que João foi entregue, veio Jesus para a Galileia pregando o evangelho de Deus e dizendo: O tempo está cumprido, e é chegado o reino de Deus. Arrependei-vos, e crede no evangelho (Marcos 1:14, 15). Jesus estava a proclamar, a pregar e a anunciar as boas-novas de Deus. E o que são essas boas-novas? O tempo está cumprido e é chegado o reino de Deus. As boas-novas de Deus que Jesus estava a proclamar são hoje ainda boas-novas! O tempo está cumprido e é chegado o reino de Deus. 1

2 Jesus disse que o tempo tinha chegado. Que relógio estava Ele a consultar? Um sofisticado relógio de pulso do primeiro século? Talvez Ele tenha puxado do seu telemóvel para verificar o tempo? Este não é o tipo de tempo que te diz que tens de ir para a próxima aula ou aquele que te diz que tens mesmo, mesmo, mesmo que sair da cama por que já desligaste o despertador três vezes e vais perder o autocarro. Não, a espécie de tempo de que Jesus está a falar é um tempo que está envolto em esperança, a espécie de tempo que Deus determinou há muitos anos atrás, o tempo que faz avançar o plano da redenção é tempo profético. E este relógio profético começou o seu tique-taque logo que Eva e Adão comeram daquele fruto proibido e expuseram o mundo a uma escuridão inconcebível. Precisamente aí, no Jardim do Éden profanado, o Senhor fez uma promessa, dizendo a Eva que os seus descendentes poderiam esmagar o inimigo Satanás (Génesis 3:15). Quando Eva ficou grávida pela primeira vez, ela teve a esperança de que o tempo tivesse chegado e de que Caim fosse O prometido. Mas o tempo ainda não tinha chegado. E Deus manteve a esperança viva, manteve essas incríveis promessas de uma criança que salvaria o mundo, promessas de um Deus habitando com os homens e finalmente promessas do reinado de Deus: promessas de paz e abundância, de cura e de uma vida sem fim! Nos dias de Abraão, o tempo ainda não tinha chegado. Nos dias de Moisés, o tempo ainda não tinha chegado. Nos dias de David, o tempo ainda não tinha chegado. Nos dias de Isaías, o tempo ainda não tinha chegado, nos dias de Daniel, o tempo ainda não tinha chegado. Nos dias de Malaquias, o tempo ainda não tinha chegado. Mas, na plenitude dos tempos, Deus enviou o Seu Filho ao mundo. O tempo tinha chegado, Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido debaixo de lei (Gálatas 4:4). Uma virgem concebeu, um menino nasceu pobre, modesto e perfeito, a criança cresceu, um homem apareceu, e esse homem, Jesus, começou a proclamar em alta voz, O tempo está cumprido!. Chegou o tempo. A esperança das gerações, o desejado das nações, o anseio de cada coração humano, desde Eva, até Maria, até ti Ele veio. Emanuel: Deus connosco. Jesus, Salvação. O tempo chegou. A sabedoria dos mestres e as palavras dos profetas estão cumpridas. O tempo chegou! Em Jesus, Deus cumpriu cada promessa feita à humanidade através da Sua presença, da Sua ação, da Sua soberania. A excelsa beleza e a profunda bondade do reino de Deus tinham, até aqui, sido apenas promessa. Mas agora, o tempo estava cumprido! Em Jesus, Deus está a passar da promessa ao seu cumprimento. O reino de Deus tornou-se próximo, está ao nosso alcance. 2

3 Sim, o reino de Deus aproximou-se. Satanás é conhecido nas Escrituras como o príncipe deste mundo, o deus deste século. Ele usurpou a declaração de soberania feita por Jesus como criador do planeta Terra, quando os nossos primeiros pais pecaram e se lhe submeteram. Mas Deus, no Seu amor e compaixão, já tinha concebido o plano da salvação antes que os fundamentos da Terra fossem estabelecidos. E quando o tempo se completou, Ele deu o passo decisivo de entrar no nosso mundo para nos curar da nossa cegueira. Para abrir os nosso olhos para a realidade do seu Reino Celeste e providenciar o meio pelo qual nós podemos entrar nele. Nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, o qual é a imagem de Deus (II Coríntios 4:4). Pela vinda de Jesus, um pedaço do céu irrompeu na Terra, a dimensão celestial penetrou na nossa realidade terrestre. Em Jesus, o Reino de Deus chegou bem perto. Quando ouvimos Jesus anunciar algo tão notável quanto o reino de Deus, queremos saber mais alguns detalhes. O que é isto afinal? Com o que se parece? Marcos não nos fornece um índice para conhecer este reino; ele não nos dá os ingredientes como se se tratasse de uma receita. De forma magistral, em vez de nos dizer o que é o Reino de Deus, Marcos escreve o seu evangelho para no-lo mostrar. Vamos ver o que Jesus fez e assim vamos perceber o que é afinal o Reino. No capítulo 1, versículos 16-20: Jesus chama Simão, André, Tiago e João. Ele começa por reunir uma comunidade que, desde a primeira hora, está focada em evangelizar. Vinde após mim, e eu farei que vos torneis pescadores de homens. Então eles, deixando imediatamente as suas redes, o seguiram (Marcos 1:17, 18). No versículo 20: Jesus ensina os que estavam reunidos na sinagoga. Nos versículos 21-26: Jesus expulsa um demónio. Nos versículos 29-31: Jesus cura a sogra de Pedro de uma terrível febre. Nos versículos 32-34: Jesus cura os doentes e os endemoninhados. No versículo 35: Jesus levanta-se de madrugada para estar em comunhão com Deus através da oração. Depois Ele começava novamente, viajar, ensinar, pregar e curar. No capítulo 2, Jesus perdoa publicamente os pecados do paralítico e cura os seus membros. Ele vai ao encontro de um judeu menosprezado e que era cobrador de impostos e janta com os pecadores na cidade. Depois reclama o sábado como tendo sido: feito por causa do homem, e não o homem por causa do sábado, e apresenta-se a si mesmo como Senhor até do sábado. 3

4 No capítulo 3 Ele cura nesse dia, restaurando o sábado ao seu propósito de cura. A seguir chamou doze apóstolos a fim de os enviar com o evangelho e com o poder de derrubar demónios. No capítulo 4 Ele ensina vez após vez sobre o mistério do reino que ele não é como os reinos deste mundo, não é opressivo nem violento, como é que ele deve ser partilhado, como cresce e funciona pelo poder de Deus, como ele começa pequeno mas se torna grande. Depois, Marcos começa a demonstrar o poder do reino de maneiras ainda mais evidentes. Primeiro, no capítulo 4, Jesus acalma a tempestade. Com apenas algumas palavras, Ele silencia o vento e as forças tempestuosas. Jesus é o Senhor do mundo natural. A seguir, no capítulo 5, Marcos torna a contar a maneira como Jesus traz salvação ao caso perdido do homem possuído por uma legião de demónios. Pelo poder da Sua palavra, Ele liberta o lunático e derruba o poder demoníaco. Jesus é o Senhor do mundo espiritual. Depois, Jesus cura uma mulher vítima por mais de doze anos de uma doença incurável. Jesus é Senhor sobre a doença. E depois DEPOIS! Ele ressuscita de entre os mortos uma jovem de doze anos, restaurando a sua vida e a alegria dos seus pais. Jesus é Senhor sobre a morte. E a história continua sem parar, Jesus revelando o reino de Deus no mundo. E o que é o Reino? É comunidade, é evangelismo, é libertação do poder satânico, é cura física, é o perdão dos pecados, é doutrina verdadeira, é experimentar o Sábado, é a libertação do temor é a esperança para além da doença e da morte, é comungar com Deus e comer com pecadores. Em Jesus, o reino de Deus ficou próximo. Um pouco de céu brilhando sobre a Terra, a dimensão celeste invadindo a nossa realidade terrestre. O Céu começou aqui. O tempo está cumprido. É chegado o reino de Deus. Se tão somente pudéssemos viver no céu agora e nós podemos! Porque em Jesus, o céu começou aqui. Mas, como podemos viver no céu agora? Jesus também nos disse isso: O tempo está cumprido. disse Ele. É chegado o reino de Deus. Arrependei-vos, e crede no evangelho (Marcos 1:15). Como podemos viver a vida do reino agora? Arrepende-te e acredita nas boas-novas! Deus tem sempre uma forma de nos falar no momento de necessidade. Quando as nossas esperanças e sonhos nas coisas terrestres parecem desiludir-nos, Ele desafia-nos através da impressões profundas do Espírito Santo a considerarmos o que Ele tem para nos ofe recer a fim de abrirmos os olhos da cegueira onde o deus deste século nos prendeu. À luz da bondade de Deus nós vemos a nossa maldade, e lançamo-nos nos braços da Sua misericórdia. Pedimos 4

5 arrependimento e Ele concede: uma mudança de mentalidade, uma mudança de coração, uma mudança de vida. Arrepender-se significa mudar de direção e abandonar o pecado, à medida que nos agarramos ao Salvador. Não trilhamos mais os nossos próprios caminhos, mas os caminhos do Senhor. Não somos mais senhores dos nossos planos, mas escolhemos Jesus como nosso Senhor. Através do batismo da água para nos purificar e do batismo do Espírito Santo para nos transformar e capacitar, somos conduzidos ao encontro de uma nova vida no reino de Deus. Às vezes temos a ideia errada de que temos de nos arrepender antes de ir a Jesus. Pensamos, PRIMEIRO, eu tenho de me entristecer pelo pecado e operar uma reforma, ENTÃO eu vou a Jesus e receberei a Sua graça. Mas nada pode ser mais inútil do que isto! O arrependimento não se interpõe entre o pecador e o Salvador. Não é um obstáculo que temos de transpor antes de alcançarmos Jesus. Não! Não! É uma oferta que recebemos unicamente da Sua mão. Temos de ir a Jesus para recebermos arrependimento! Ele diz: Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei (Mateus 11:28). Por isso vamos a Jesus, cansados e oprimidos, e supliquemos-lhe a oferta do arrependimento. Faz-nos ver o nosso pecado como Tu o vês, Jesus. Faz-nos ver a beleza da santidade como tu a viveste. Faz-nos experimentar o arrependimento. Como é que entramos no céu que Jesus nos fez chegar? Façamos um retrato do reino de Deus na Terra como uma rede de grandes e pequenos postos avançados dentro do território inimigo. Dentro de cada um dos postos avançados estão as coisas mais maravilhosas: comida deliciosa, companheirismo caloroso, cura e bem-estar, paz e alegria. Ao sabermos o que está no seu interior, queremos entrar claro. Ansiosamente precipitamo-nos na sua direção ao ouvirmos o som de risos e regozijo, tão perto de sentirmos o sabor daqueles deliciosos croissants de amêndoas. Mas quando estamos mesmo a ponto de entrar, somo apanhados. Mas qual é o problema afinal? Porque é que não consigo entrar? Amigo, antes de entrares neste lugar, tens de abandonar as tuas armas. Arrependimento é abandonarmos as nossas armas. Humilhar os nossos corações rebeldes perante o Rei e desistir do que pensávamos serem os nossos direitos e recebermos, em vez disso, o que sabemos ser a Sua melhor oferta. O tempo está cumprido, disse Jesus. É chegado o reino de Deus. Arrependei-vos, e crede no evangelho. A segunda condição para experimentar o Céu na terra é crer nas boas-novas, confiar na mensagem de Jesus. Crer e confiar. Soa demasiado simples não é? Mas é na verdade tão 5

6 simples quanto isso! Crer e confiar na mensagem e experienciar o Céu na terra. Quando depositamos a nossa confiança em Deus o Pai, Deus o Filho e Deus o Espírito, abrimos as portas para que entrem nas nossas vidas de formas profundas e cheias de significado. Em lugar de solidão, encontramos companheirismo. Em lugar de inquietude encontramos descanso. Em vez de vazio, encontramos abundância. Em lugar de confusão, encontramos propósito. Em vez de enfermidade, encontramos cura. Em lugar de erro, encontramos verdade. Em lugar de egoísmo, encontramos amor. Em lugar de desespero, encontramos esperança. O tempo está cumprido, disse Jesus. É chegado o reino de Deus. Arrependei-vos, e crede no evangelho. Em Jesus, o Céu já começou aqui. Nós deixamos o pecado para trás e agarramonos a Ele porque Ele é a porta para o Céu aqui e no que há-de vir, Ele é o caminho para o Céu aqui e para o que há-de vir, Ele é a luz para o Céu aqui e para o que há-de vir. Em Jesus, o Céu já começou aqui. No livro O Desejado de Todas as Nações, a inspirada autora Ellen White explora muito bem esta ideia: Quando por meio de Jesus, entramos no repouso, o Céu começa aqui. Atendemos - Lhe ao convite: Vinde, aprendei de Mim; e assim fazendo começamos a vida eterna. O Céu é um contínuo aproximar-se de Deus por intermédio de Cristo. Quanto mais tempo estivermos no céu da bem-aventurança, tanto mais e sempre mais de glória nos será manifestado; e quanto mais conhecermos a Deus, tanto mais intensa será nossa felicidade. Ao andarmos com Jesus nesta vida, podemos encher-nos de Seu amor, satisfazer-nos de Sua presença. Tudo quanto a natureza humana é capaz de suportar, é-nos dado receber aqui (pg. 230). Extraordinário! Para os que confiam na mensagem de Cristo, a vida eterna começa agora. E apenas se tornará infinitamente melhor quando Jesus regressar e a Terra for recriada e Deus fizer para sempre a Sua morada aqui e nos deleitarmos na luz da Sua presença. Nós não podemos nem sequer imaginar as incríveis delícias da vida eterna na Nova Jerusalém. Nem sequer conceber a maravilhosa excelência da vida na nova terra. O céu de eternidade vai ser mais do que os nossos corações conseguem desejar! Mas não temos que esperar para começarmos a desfrutar da experiência do céu agora. Podemos ter um vislumbre aqui. Podemos, agora mesmo, uma boa dentada do que vai ser o céu. Conhecermos Jesus, andando com Ele, confiando na Sua mensagem: o céu começa aqui. Este sermão é longo, mas Jesus foi bem mais curto: O tempo está cumprido, disse Jesus. É chegado o reino de Deus. Arrependei-vos, e crede no evangelho. É que vais fazer? Vais entrar no Reino agora? Vais dizer sim, pousar as tuas armas e entrar na delícia da Sua companhia? Eu oro para que o faças. 6

7 E este mundo louco e conflituoso precisa que o faças. Este mundo está carregado de dor, carregado de pessoas no erro e na confusão, carregado de pessoas quebradas pelo pecado e abatidas pelo desespero. Está cheio de pessoas rodeadas pelo inimigo e cheio de pessoas perdidas em solidão. Essas pessoas precisam que tu digas sim a Jesus e que te tornes um agente para que este Reino se faça sentir, e que as ajudes a entrar no Céu que já começou aqui. Vive como um agente do Reino para que quando outros testemunharem a tua vida, eles vejam o Reino em ação. E o que é o Reino? É comunidade, é evangelismo, é libertação do poder satânico, é cura física, é o perdão dos pecados, é doutrina verdadeira, é experimentar o Sábado, é a libertação do temor é a esperança para além da doença e da morte, é comungar com Deus e comer com pecadores. Um dia, em breve, o que Jesus começou aqui Ele vai voltar para terminar. Ele romperá os céus e surgirá com a trompeta do arcanjo. Ele vai ressuscitar os mortos que depositaram nele a sua fé e confiança, e juntamente com os crentes que estão vivos, eles vão subir ao Seu encontro no ar. Ele vai amarrar Satanás na Terra durante mil anos, tempo durante o qual todos os santos no Céu terão o privilégio de mergulhar na sabedoria de Deus e nos seus justos juízos. Após os mil anos, Jesus descerá novamente a purificar a Terra e torná-la nova. À medida que Jesus e os Seu santos anjos se aproximam da Terra, todos os que morreram em rejeição e em provocação contra Deus vão voltar à vida e juntar-se a Satanás na sua última tentativa de frustrar o último ato purificador de Deus. Mas eles serão consumidos no fogo purificador e Deus fará desta terra renovada a nossa morada permanente. Apocalipse 21:1-4 diz: E vi um novo céu e uma nova terra. Porque já se foram o primeiro céu e a primeira terra, e o mar já não existe. E vi a santa cidade, a nova Jerusalém, que descia do céu da parte de Deus, adereçada como uma noiva ataviada para o seu noivo. E ouvi uma grande voz, vinda do trono, que dizia: Eis que o tabernáculo de Deus está com os homens, pois com eles habitará, e eles serão o seu povo, e Deus mesmo estará com eles. Ele enxugará de seus olhos toda lágrima; e não haverá mais morte, nem haverá mais pranto, nem lamento, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas. Que gozo o Céu será! Que excelsa alegria! Mas entretanto, que nunca nos esqueçamos que, em Jesus, o Céu já começou aqui. Amigos, não diremos sim a esta promessa, depositando as nossas armas e entrando? O tempo está cumprido. É chegado o reino de Deus. Arrependei-vos, e crede no evangelho. 7

8 Domingo, 9 de março de 2014 O Reino de Deus Fábula, Conto de Fadas ou Realidade? Padraic Paddy McCoy Mateus 11:4, 5; Filipenses 3:4-8 Sabias que no final do mês de abril de 2011, ocorreu um dos maiores eventos da história? Na verdade, é um momento que tenho a certeza que a maioria das pessoas no mundo se recordam. É um daqueles momentos de que vamos falar daqui a vinte anos dizendo: Lembras-te onde estavas quando? Qual foi o acontecimento? Foi o dia em que o princípe William, duque de Cambridge, se uniu em matrimónio com Catherine Elizabeth Middleton. O casamento real foi o acontecimento mais visto da história, tal como tinha acontecido com o casamento do pai de William, em De acordo com as estatísticas, o casamento real foi visto por aproximadamente 2,5 biliões de pessoas, ou seja, aproximadamente 35% da população mundial. Estamos a falar de qualquer coisa como 1 em cada 3 pessoas no planeta. Como observador da vida sinto-me forçado a perguntar, o que é que este evento tem para atrair a atenção de tantas pessoas? Pensei nisto durante várias semanas e cheguei à conclusão de que nós, os seres humanos, desejamos viver o nosso próprio conto de fadas. Temos inscrito no nosso interior, talvez no nosso ADN, o desejo pofundo de fazer parte de uma outra história. Todos nós, num ou noutro momento, desejamos fazer parte destas histórias fantásticas. C. S. Lewis disse: Se existem anseios nos nossos corações que nada neste mundo consegue satisfazer, isso só pode querer dizer uma coisa. Nós fomos pensados para outro mundo. Quando éramos crianças, acreditávamos nesse outro mundo, nessa outra história, que nos soava mesmo a conto de fadas. O dicionário Webster define conto de fadas como: histórias (para crianças) que envolvem seres e forças fantásticas uma história na qual eventos improváveis conduzem a um final feliz. Eu costumava acreditar em todo o tipo de contos de fadas: no pai natal, no coelho da páscoa, e até na fada do dentinho. Mas depois cresci e deixei de acreditar nesses contos de fadas. Eu sei muito mais agora. Estudei. Dois diplomas na parede do meu escritório e anos de experiência no currículo dizem-me que os contos de fadas são, tão simplesmente, bons demais 8

9 para serem verdade. Ninguém vive feliz para sempre quinze minutos a ver notícias chegam para o perceber fome, doença, tráfego sexual, catástrofes naturais, terrorismo, divórcio. O mundo é um lugar horrível e os contos de fadas da minha juventude todos se desvaneceram. Mas curiosamente, eu ainda leio as histórias da Bíblia aos meus filhos. Não quero que eles percam a oportunidade de terem sonhos reais e de aprenderem sobre heróis verdadeiros. E quando lhes leio estas histórias, a minha mente divaga, tenho desejos, esperanças e até temores. Dou por mim a desejar que fosse certo que a vida terminasse com toda a gente a viver feliz para sempre. Mas também dou comigo temendo que os meus filhos um dia deixem de ser crentes. Vou contar-vos duas histórias. A primeira é sobre a realidade deste mundo - a vida que enfrentamos diariamente - uma vida de rotinas, incrivelmente estressada, cheia de desilusões e de situações dolorosas que preenchem os nossos dias. Mas depois temos esta outra possibilidade, outra história, talvez até uma outra realidade uma que se parece para todos os efeitos a um conto de fadas, mas em que vale a pena acreditar porque é verdade. A minha esperança, o meu desejo e a minha oração é que ao contar estas duas histórias, os teus olhos se abram e que escolhas viver esta outra história, a que vamos chamar o Conto do Reino. Acontece inevitavelmente com todos nós, chega o dia em que os contos de fadas morrem. Alguma coisa acontece para nos tirar essa ilusão: os nossos pais divorciam-se, um amigo morre, um professor bem-intencionado diz-nos que não podemos trabalhar como artistas porque não conseguiremos sobreviver. Talvez nos seja diagnosticada uma depressão ou uma outra doença mental. Ou talvez tenhamos simplesmente crescido. Seja o que for, isso acontece a quase todos. Tanto quanto vos posso dizer, respondemos a esta grande perda esforçando-nos e dando o nosso melhor para fazer desta vida alguma coisa. Trocamos os castelos e os cavalos do passado por carros desportivos, por um escritório situado na melhor zona da cidade e uma casa de campo. Lutamos por obter diplomas para nos sentirmos importantes, compramos outro tipo de brinquedos para nos ajudarem a esquecer o vazio que existe dentro de nós. Alguns procuram os bares para entorpecer as suas almas ou vão atrás de relacionamentos sem grande significado, reais e/ou virtuais, para pelo menos terem a ilusão de intimidade. Ou então, atiramo-nos à religião em busca de uma vida perfeita, ou pelo menos da aparência disso. Procuramos a esposa perfeita, que completamos com 2 ou 3 filhos, e somos iludidos a pensar que se ao menos tentarmos com força suficiente, se nos portarmos como deve ser, e se trabalhamos tempo suficiente, um sentido para a vida há-de surgir. 9

10 Num estudo realizado pelo Institute of Higher Education em 2012, chegaram à conclusão de que para 78,1% dos caloiros da universidade ser financeiramente bem sucedido era a coisa mais importante na vida. Agora, não estou a dizer que ser bem sucedido e possuir bens materiais, é em si mesmo o que está errado. NÓS somos o que está errado. Nós é que deixamos de acreditar no conto do Reino e portanto perdemos o sentido do que é mais importante na vida. Nós é que procuramos sentido para a vida em lugares destituídos de qualquer sentido. Nós fazemos perguntas importantes, tais como: Quem sou eu? Qual é o meu objetivo? Qual é o significado da vida? Mas as respostas que encontramos na realidade deste mundo continuam a deixar-nos vazios. Reparem, e se conseguíssemos obter tudo o que alguma vez sonhámos, para depois nos apercebermos que esse caminho não nos conduz a lado a nenhum? Tom Brandy, defesa do New England Patriots, um dos jogadores mais bem pagos do futbeol americano, disse uma vez numa entrevista: Por que é que eu tenho três anéis do SuperBowl (prémio individual ganho pelos jogadores da equipa vencedora da liga nacional de futebol americano) e continuo a pensar que há algures algo melhor para mim? Quero dizer, uma grande parte das pessoas pode dizer: Ó homem, tu tens tudo o que interessa. Alcancei o meu objetivo, o meu sonho, a vida que sempre quis. Eu? Eu penso Tem que haver algo mais do que isto. O que eu quero dizer é que isto não é, não pode ser, tudo o que há para viver. (CBS TV entrevista) Quando perguntaram ao ator Brad Pitt se tinha conseguido alcançar o sonho americano, ele respondeu: Eu conheço todas as coisas que são supostas ser importantes para nós carros, casas, a nossa versão de sucesso mas se isso é verdade, por que razão o sentimento generalizado nos mostra mais impotência e isolamento, desespero e solidão? Se me perguntarem, eu digo-vos: deixem tudo isso temos que encontrar outra coisa. Porque tudo o que eu sei, é que neste momento da história estamos a caminhar para um beco sem saída, um entorpecimento da alma, uma completa atrofia do ser espiritual. E eu não quero isso (Rolling Stone magazine). E se a realidade que vemos com os nossos olhos, a fome, a doença, a falta de sentido, o sofrimento e se esta não for a história verdadeira? E se a vida que muitos estão a viver não passa de uma fábula uma farsa, uma mentira, o resultado de um engano? E se a resposta para a nossa procura por sentido e propósito depender da nossa capacidade de acreditar no conto do Reino? 10

11 A fim de explorarmos esta outra realidade, este outro Reino, temos de recorrer a um livro antigo. Ele é, no mínimo, um dos mais controversos livros alguma vez escritos. Alguns na verdade seriam capazes de o rotular como um conto de fadas: cheio de histórias do outro mundo, e de lições improváveis. Alguns diriam simplesmente que são demasiado inteligentes e instruídos para acreditarem em ideias tão ridículas. O agnóstico do século XIX, Robert Ingersoll, disse uma vez a propósito deste livro, que era: uma fábula, uma obscenidade, um embuste, uma farsa e uma mentira. O famoso ator Sir Ian McKellan disse: Sempre pensei que (este livro) devia trazer no início um aviso alertar o leitor que se trata de ficção e não de factos. Mas verdade seja dita, centenas de milhares de pessoas morreram para garantir que este livro e estas histórias fossem transmitidas de geração em geração ao longo de milhares de anos. Nenhum outro livro foi tão cuidadosamente preservado e tão exaustivamente reproduzido. E muitos ao redor do mundo, acreditam que este livro é muito mais do que um simples conto de fadas. Creem, em vez disso, que ele contém os segredos para dar sentido à existência. Vou dar-vos a verdadeira versão condensada da história: Era uma vez, numa terra de trevas, um Criador cheio de amor para dar veio e criou luz e vida. Ele trouxe o mundo à existência pela Sua palavra. Criou depois as Suas criaturas mais amadas, à Sua própria imagem os criou, macho e fêmea, e deu-lhes o mais extraordinário, ainda que arriscado, presente. Deu-lhes o presente do livre arbítrio: a capacidade de fazerem as suas próprias escolhas e de escolherem seguir o Criador ou rejeitá-lo. Era a única forma de O poderem amar livremente. Tudo era magnífico e a vida era cheia de amor, propósito e significado, até que uma serpente falante entrou em cena. Ele mentiu aos seres criados e fê - los questionar as intenções do Criador. Eles duvidaram da bondade do Criador e assim morderam o fruto, doce no exterior mas amargo no interior, e assim trouxeram uma tremenda maldição sobre eles e sobre este mundo. A maldição trouxe com ela, dor, fadiga, lutas, doença, rejeição e morte. Foi perdida a possibilidade de comunicar com o Criador no jardim ao entardecer. O paraíso foi perdido. Muita coisa aconteceu no caminho, mas o Criador nunca abandonou a Sua criação, nunca. O Seu amor por eles nunca o permitiria. Na verdade o Criador fez algo ainda mais extraordinário do que ao conceder o primeiro presente do livre arbítrio. No momento certo, enquanto a criação ainda era impotente para se libertar da maldição, o Criador veio a este planeta e tornou-se uma das Suas criaturas. Deixou o paraíso, sacrificou a Sua própria vida para entrar no mundo amaldiçoado a fim de nos conduzir a uma nova história. 11

12 Quando Deus deu Seu Filho ao nosso mundo, dotou os seres humanos com riquezas imperecíveis riquezas diante das quais as entesouradas fortunas dos homens desde o princípio do mundo nada são. Cristo veio à Terra e esteve perante os filhos dos homens com o acumulado amor da eternidade, e esse é o tesouro que, mediante nossa ligação com Ele, devemos receber, revelar e comunicar - Ellen White, A Ciência do Bom Viver, pg. 37. Todos os teólogos parecem concordar que nos quatro Evangelhos o tema central em todo o ensino de Jesus é a proclamação da vinda do Reino de Deus, uma nova realidade. Esse reino é mencionado mais de 120 vezes no Novo Testamento, a maioria pelo próprio Jesus. Ele falou sobre três reinos, o primeiro era o reino deste mundo, o segundo era o reino que está ao nosso alcance, perto, dentro de nós, e o terceiro é o reino que há-de vir. Já falámos sobre o reino deste mundo e o que ele tem para oferecer, e para irmos diretos ao assunto, vamos falar do reino que já está entre nós, porque ele é um antegozo do reino que está para vir. Que reino é este? Em primeiro lugar, não é aquilo que estarias à espera, nunca é. Deus revelase muitas vezes de formas que nunca esperarias: um arbusto a arder, um sussurro, um jumento que fala, um rapaz com uma funda, um bebé numa manjedoura, um carpinteiro, uma cruz. Deus gosta de surpresas. E portanto para se estar aberto à realidade deste reino, uma mudança prévia tem de acontecer. Temos, como Jesus disse, de nos arrepender. Jesus iniciou o seu ministério com estas palavras: Arrependei-vos porque o Reino dos Céus, ou de Deus, está próximo. Alguns de nós já ouvimos dizer que a palavra arrependimento significa desviar-se, mudar de direção, e associamo-la a nos desviarmos do pecado. Se pecámos, necessitamos de nos arrependermos ou de nos afastarmos dele. Isto é verdade, mas a palavra arrependimento em grego é a palavra metanoeõ, e como muitas outras palavras gregas, metanoeõ tem vários significados. Metanoeõ também pode significar pensar de maneira diferente. Por outras palavras, Jesus está a anunciar que é tempo de começar a pensar de maneira diferente porque o reino de Deus está aqui. Arrependimento está associado à fé e é enfatizado nos evangelhos como essencial para a salvação. Paulo pregou o arrependimento. Ele disse: como não me esquivei de vos anunciar coisa alguma que útil seja, ensinando-vos publicamente e de casa em casa, testificando, tanto a judeus como a gregos, o arrependimento para com Deus e a fé em nosso Senhor Jesus (Atos 20:20, 21). Não existe salvação sem arrependimento - Ellen G. White, Testemunhos Selectos, Vol. I, pg

13 Pensar de maneira diferente é uma ideia poderosa. Na realidade, há uma empresa que utilizou este slogan para reverter a sua situação de quase bancarrota e tornar-se numa das mais bem sucedidas empresas de todos os tempos, e a única que nos mercados mundiais não perdeu valor durante a recessão. De que companhia estou a falar? Apple. Portanto para estarmos abertos à realidade do reino de Deus, precisamos de pensar de maneira diferente, mas como? Pensa, como fazê-lo? Felizmente, Jesus também nos deu essa resposta. Cercado por um grupo de homens instruídos e de discípulos que os buscavam com sinceridade, Jesus disse: Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos tornardes como crianças; de modo algum entrareis no reino dos céus. Porque é que temos de nos tornar como crianças? Quer dizer, não gastámos nós tanto tempo e dinheiro para crescermos e deixarmos as nossas atitudes infantis? Permitam-me sugerir-vos que a razão pela qual Jesus disse que necessitamos de nos tornar como crianças está relacionada com a capacidade que as crianças têm de sonhar, de imaginar, e de acreditar no impossível. Acreditar que contos de fadas existem mesmo. Então vamos usar este contexto, o desafio de pensarmos de maneira diferente, como uma criança, acerca da realidade do Reino de Deus. Vamos explorar o que Jesus descreve como sendo este reino. A mais clara descrição do reino de Deus foi dada por Jesus em resposta aos discípulos de João Batista, enquanto o seu mestre se encontrava na prisão. Até João Batista, aquele que veio para anunciar a vinda do Messias, aquele que identificou Jesus como o Messias, aquele que ouviu a voz de Deus declarar que Jesus era o Filho de Deus, foi apanhado nesta outra realidade. Vendo bem as coisas, se o Messias veio estabelecer o Seu reino, porque é que João estava a apodrecer atrás das grades? Jesus respondeu às dúvidas de João dizendo-lhe que espécie de coisas acontecem no reino. Lê Mateus 11:4-5. Jesus avançou, através do Evangelho, para explicar o reino como um lugar onde os quebrantados seriam restaurados, onde os piores pecadores seriam os primeiros a entrar, um lugar que invade cada aspeto das nossas vidas e que pode fazer sobressair o que de melhor há em cada um. Um lugar tão maravilhoso que quando o descobrimos, estamos dispostos a perder tudo o que temos para nos mantermos nele. É um lugar que está aberto a todas as 13

14 pessoas que o queiram aceitar. É um reino que não pode ser medido pelos títul os que antecedem o teu nome ou o número de vírgulas na tua conta bancária, ou pelos teus belos olhos, mas na medida em que és amado e amas os outros. É um reino generoso, um reino de graça abundante, um reino que dá um sentido à vida, um reino que te enche de esperança, um reino orientado pelo amor, e um reino acessível para que entres nele aqui e agora. Não o deixes escapar. Lembrai que Cristo tudo arriscou! Para a nossa redenção o próprio Céu esteve em jogo. Meditando junto à cruz, que Cristo teria dado Sua vida por um único pecador, podeis apreciar o valor de uma pessoa - Ellen White, Parábolas de Jesus, pg.100. Jesus arriscou tudo para vir e trazer-nos uma nova história. Orígenes, o teólogo do terceiro século, descreveu o Reino de Deus dizendo que Jesus é o auto basilia, o que significa que Jesus Ele mesmo é o Reino de Deus. Onde quer que a presença de Jesus esteja nesta Terra, a maldição do Jardim de Éden começa a ser revertida. O surdo pode ouvir, o cego pode ver, o coxo pode andar, os mortos são ressuscitados, os desesperados encontram esperança, os perdidos encontram direção, e os inúteis pecadores, como eu, percebemos que somos mais valiosos para Deus do que alguma vez poderíamos imaginar. UMA HISTÓRIA PESSOAL Há alguns anos atrás, passei por uma crise de ansiedade que tomou conta de mim durante vários meses. No meio dessa crise, eu criei uma realidade alternativa, uma história diferente da que Jesus estava a tentar oferecer-me. Na forma como eu contava a história, eu tinha a certeza que ia falhar. Uma certa manhã, a minha querida esposa entrou no quarto onde me encontrava enroscado e deitado sobre um travesseiro encharcado pelas minhas lágrimas, e corajosamente ela segurou-me pela mão e conduziu-me do conto de fadas que eu próprio tinha criado para o conto de fadas do Reino de Deus. Ela disse-me, como se fosse o próprio Deus a dar-me aquela mensagem, o quanto eu era amado e que o Pai nunca me tinha deixado e que nunca o faria. Ela traçou diante de mim um quadro do Reino, onde o que era realmente importante era o quanto eu era amado e que aqu Ele que me amava, chamava-me e estaria comigo para sempre. Eu não conseguia ver esta história por mim mesmo. Com a sua ajuda comecei a ver essa realidade nos meses seguintes. Comecei lentamente a caminhar para fora do reino deste mundo e dos elementos da história que eu tinha criado, e comecei a viver no reino de Deus e 14

15 na história pela qual Ele veio, viveu e morreu. Em I Coríntios 2:9 lemos: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem, são as que Deus preparou para os que o amam. E por isso eu começo a ver com o meu novo olhar, a ouvir com novos ouvidos e há certas ocasiões onde me podem ver até aos saltos. Mas para começar a aceitar esta versão da história e a afastar-me da fábula e a aproximar-me do verdadeiro conto de fadas, eu tive de pensar de maneira diferente, mais como uma criança, para que conseguisse voltar a acreditar no impossível. O apóstolo Paulo aprendeu a viver no reino deste mundo. Antes de Jesus o cegar na estrada de Damasco, Paulo tinha tudo: autoestima, poder, riqueza, influência e instrução. Ele tinha uma posição elevada neste reino. Mas depois de Jesus, Paulo chegou ao ponto de escrever estas palavras: O que para mim era lucro passei a considerá-lo como perda por amor de Cristo; sim, na verdade, tenho também como perda todas as coisas pela excelência do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; pelo qual sofri a perda de todas estas coisas, e as considero como refugo, para que possa ganhar a Cristo - Filipenses 3:7, 8. A tradução The Message (em inglês), di-lo de forma ainda mais enfática: Sim, todas as coisas que outrora pensei serem tão importantes desapareceram da minha vida. Comparado com o alto privilégio de conhecer Jesus Cristo como meu Mestre, tudo o que antes achava que queria para mim tornou-se insignificante como estrume de cão. Deitei tudo isso para o lixo para poder acolher Cristo na minha vida e ser por Ele acolhido. Paulo aprendeu que as coisas deste mundo, sem Jesus, não têm qualquer significado. Ele aprendeu que a coisa mais importante é conhecer Jesus Cristo e que todo o resto, sem Ele, é lixo. Educação, riqueza, poder, conforto e o sonho americano nada disso tem sentido sem conhecer a Jesus. Foi acreditar nisto que permitiu a Paulo cantar louvores a Deus na prisão, escrever cartas de alegria e encorajamento enquanto definhava preso às correntes, ou mesmo ir para a morte cantando hinos de louvor, porque a realidade na qual vivia não era deste mundo. A realidade de Paulo era o Reino de Deus, e isso, nada nem ninguém lho poderia tirar. Podiam tirar-lhe as suas vestes, mas nunca poderiam tocar no seu título como filho do Deus vivo. Podiam bater-lhe sem explicação com varas de madeira, mas nunca poderiam apagar o fogo nos seus olhos. Podiam cuspir no seu rosto, mas a única maneira de o impedirem de proclamar as boas-novas do Reino de Deus era tirarem-lhe a vida, da qual abdicou de bom grado para estar com Jesus. 15

16 E foi com este tipo de paixão que as boas-novas do Reino de Deus se espalharam como um incêndio no mundo antigo. Comerciantes e escravos, jovens e adultos, os enfermos, os pobres e os excluídos, aceitaram as boas-novas e anunciaram-nas em alta voz desde as montanhas até aos becos nas cidades. Cresceram de doze para milhões de crentes, no que pareceram apenas instantes nas páginas da história. O que atraiu tantas pessoas tão rapidamente? Foi a história, que é na verdade tão boa que só pode ser verdadeira, a história que supera todas as histórias, o lugar onde a maldição é invertida: a história do Reino de Deus. Foi esta história que permitiu a centenas de milhares de crentes na igreja primitiva caminharem corajosamente para a morte, porque eles não podiam imaginar-se a retroceder para às limitações da sua história anterior. Eles acreditavam e sabiam que o conto de fadas que estavam a viver era a única história verdadeira e estavam dispostos a morrer por ela. Tens alguma coisa na tua vida pela qual valha a pena viver? Pela qual valha a pena morrer? Posso sugerir-te uma nova realidade? O reino do Deus vivo. Não se trata de uma fábula. É o Caminho, e a Verdade, e a Vida, e o Seu líder estende as Suas mãos cravejadas para ti, e pede - te, implora que acredites. Fábula ou conto de fadas? A escolha é tua. 16

17 Segunda feira, 10 de março de 2014 O Reino de Deus, transformando o nosso mundo Tim Gillespie Lucas 5 O espetáculo de fogo de artifício de San Diego na Califórnia, nos EUA, está entre os mais impressionantes do mundo e atrai milhares de pessoas. O espetáculo do ano passado (2012) foi descrito por muitos como tendo sido épico. Eu vi um vídeo com imagens desse momento e se vocês não viram vale a pena procurarem. Foi, aparentemente, uma falha informática que fez explodir três dos quatro barcos cheios de fogo de artifício em apenas nove segundos. O vídeo é impressionante: três barcos carregados com fogo de artifício a explodir de uma só vez! Para mim, talvez ainda mais interessante que a explosão, foi o facto de a multidão ter ficado a deambular cerca de 45 minutos até que uma voz soou num altifalante para dizer basicamente: Bom, é isto pessoal, desculpem. As pessoas estavam à espera de mais. Esperavam ver aquele fogo brilhante em tons de roxo transformar-se em prateado. Elas estavam à espera do fogo de artifício vermelho, branco e azul que as faria recordar a sua infância e criar memórias nos seus filhos. Elas estavam na expetativa de um final em apoteose. Aqueles que viveram essa experiência sabem como é quando somos miúdos. Estamos sempre a perguntar se já é o final e os pais a responder: "ainda não, espera mais um pouco." E nós ali sem paciência para esperar mais, queremos é ver o grande final. Mas quando ele chega, percebemos logo do que se trata. Sabíamos que ia ser qualquer coisa de diferente, que isto sim ia valer a pena, que era mesmo aquilo que estávamos à espera. Mas aquelas pobres pessoas em San Diego, experimentaram o começo, o meio e o fim do seu fogo de artifício em apenas nove curtos segundos! E depois ficaram à espera do grande final que nunca viria. Elas foram simplesmente deixadas ali na expetativa de ver o fim. A imprensa cobriu a história com palavras como desapontados ou aborrecidos na espera pelo final que afinal já tinha acontecido. Foi realmente uma pena que não tivessem podido usar aquele tempo para outra coisa. O conjunto de todos aqueles minutos e segundos de todas aquelas pessoas poderiam ter mudado o mundo se tivessem sido bem usados. Mas eles estavam à espera do grande final. Regressámos há bem pouco tempo do encontro campal da Igreja Adventista do Sétimo Dia na Federação Norte de New England. Um ótimo lugar, com excelentes pessoas. Foi uma 17

18 experiência magnífica em que quatro jovens foram batizados e onde pudemos estar num dos mais antigos lugares da história da nossa Igreja. Foi muito bom e eu estou grato pela oportunidade. Mas ao chegarmos ao aeroporto em Boston recebemos uma notícia de cortar o coração: o nosso voo estava atrasado! Bom, para muitas pessoas isto talvez não fosse assim tão aborrecido, mas eu tenho três crianças e os seus vários dispositivos eletrónicos estavam mesmo a ficar sem bateria. Tempos difíceis aproximavam-se. Os rapazes insistiam em fazer asneiras e meterem-se com tudo o que os rodeava. As coisas não lhes estavam a correr bem e por conseguinte, a mim também não. Parecia que nunca mais íamos embora. Por cada cinco minutos que o avião estava atrasado, tínhamos a sensação de ter esperado mais uma hora. Os meus filhos estavam chateados e arranjavam problemas, e eu e aminha mulher a perdermos a cabeça. O ponto é este, quando esperamos por alguma coisa isso não apenas faz com que o tempo passe bem devagar mas também nos deixa com muito tempo para nos metermos em sarilhos. Porque estou a falar deste assunto? Porque nós somos um povo que experimentou um grande desapontamento. No entanto os nossos corações ainda ansei am por essa bem-aventurada esperança que arde dentro de nós. Esperança na vinda do Senhor! E neste período de espera tentamos passar o mais tranquilos possível. Alguns de entre nós têm esta ideia de que Jesus veio a esta Terra simplesmente para nos salvar e, no momento certo, vir buscar-nos para o céu. No entanto, vamos ver as palavras de Jesus e perceber o que Ele acreditava ser a razão para a Sua vinda: Chegando a Nazaré, onde fora criado; entrou na sinagoga no dia de sábado, segundo o seu costume, e levantou-se para ler. Foi-lhe entregue o livro do profeta Isaías; e abrindo-o, achou o lugar em que estava escrito: O Espírito do Senhor está sobre mim, porquanto me ungiu para anunciar boas-novas aos pobres; enviou-me para proclamar libertação aos cativos, e restauração da vista aos cegos, para pôr em liberdade os oprimidos, e para proclamar o ano aceitável do Senhor. E fechando o livro, devolveu-o ao assistente e sentou-se; e os olhos de todos na sinagoga estavam fitos nele. Então começou a dizer-lhes: Hoje se cumpriu esta escritura aos vossos ouvidos - Lucas 4:16-21, negrito adicionado. O que estava Jesus a dizer? Será possível que Ele estivesse a afirmar que justiça, paz e retidão estavam prestes a ser estabelecidos para sempre? A Sua foi resposta: SIM! E nós sabemos que com Jesus não há forma de contornar uma declaração clara que Ele faça. Não há lacunas ou caminhos alternativos. Se fores como eu, gostas de fazer uma argumentação sólida mas depois certificaste que deixas uma saída, uma brecha, no fundo uma pequena porta de escape, para 18

19 que se alguém tiver um argumento melhor, então haja sempre uma maneira de ficar bem na fotografia. Jesus, no entanto, não deixou espaço para que isto acontecesse. O tempo de justiça, paz e reconciliação estava agora diante de nós, na medida em que Ele o inaugurou com Sua vida, morte e ressurreição. Ficava assim claro que este não seria um tempo simplesmente ou apenas para nos salvar pessoalmente, mas também para declarar as boas-novas aos pobres. Mas vamos parar por um momento e colocar a pergunta: O que são boas-novas aos pobres? Serão boas-novas aos pobres o facto de que assim que deixamos esta vida miserável a próxima coisa que vemos é Jesus Cristo e depois subimos ao Céu? Com ce rteza! Isso será sempre uma boa-nova, para os ricos, pobres, ultra pobres, ultra ricos, e para a classe média também. Sabes o que mais é uma boa-nova aos pobres? Alimentos, roupas, bebida, abrigo. Estas coisas criam em nós a capacidade de prosseguirmos. Às vezes boas-novas é tudo o que pode aliviar no imediato uma situação difícil. São as nossas boas-novas aos pobres algo que mude a sua condição de vida? Ajuda-os a viver a vida no presente reino de Deus? São as nossas boas-novas aos pobres apenas as novas do futuro, ou são boas-novas para hoje também? O governo sob que Jesus viveu era corrupto e opressivo; clamavam de todo lado os abusos extorsões, intolerância e abusiva crueldade. Não obstante, o Salvador não tentou nenhuma reforma civil. Não atacou nenhum abuso nacional, nem condenou os inimigos da nação. Não interferiu com a autoridade nem com a administração dos que se achavam no poder. Aquele que foi o nosso exemplo, conservou-se afastado dos governos terrestres. Não porque fosse indiferente às misérias do homem, mas porque o remédio não residia em medidas meramente humanas e externas. Para ser eficiente, a cura deve atingir o próprio homem, individualmente, e regenerar o coração - Ellen G. White: O Desejado de Todas as Nações, pg Será que as nossas boas-novas têm apenas a forma de um folheto ou de um livro, ou podem assumir a forma de roupas ou pão? Porque eu sei do que preciso quando tenho fome e refiro-me a fome física e tu também sabes. Ao ajoelhar-se com uma bacia e uma toalha, Jesus redefiniu o conceito de grandeza. Ao proclamar as boas-novas e depois torná-las práticas, Ele reivindicou as boas-novas para o presente reino de Deus e nós precisamos dessa redefinição desesperadamente. Porque o reino de Deus não consiste no comer e no beber, mas na justiça, na paz, e na alegria no 19

20 Espírito Santo (Romanos 14:17) Os filhos de Israel tinham-se tornado uma fraca amostra reino de Deus vindouro. Na televisão e nos órgãos de comunicação social fazemos escolhas baseando-nos nos previews que vemos de um programa, de uma série ou um qualquer evento multimédia. Se forem aos trailers da Apple podem ver o que está a ser preparado e o que está atualmente a acontecer nas experiencias e produções multimédia. Mas por vezes os previews tornam-nos completamente desinteressados em perder o nosso tempo a ver o que está a ser oferecido. Outras vezes acontece o inverso, ou seja, o preview excede em muito a experiência completa. Nós assistimos por exemplo a um preview de uma nova série e os dois minutos que vemos criam-nos uma expetativa muito positiva, mas depois quando a vemos realmente percebemos que na verdade aqueles dois minutos eram a única coisa que valia a pena ser vista. Até Jesus vir à Terra, o preview do Reino de Deus era bem fraco. Os filhos de Israel não tinham dado ao mundo uma expressão do carácter de Deus que pudesse interessar a muitos. O trailer não estava a fazer ninguém querer ver o filme completo, porque a sua definição de grandeza baseava-se apenas no facto de serem o povo escolhido e na lei, nas suas tradições e herança. Pobreza e aflição eram sinais da desaprovação divina, e isto dificilmente eram boas-novas para os pobres e aflitos. Nem mesmo a lei era uma boa nova para aqueles que se esforçavam por cumpri-la sem recurso a um Salvador, porque a lei convence e revela o pecado. E assim tínhamos um mundo que precisava desesperadamente de boas-novas no qual Jesus que se apressou em fazer dessas boas-novas mais do que simples palavras. As boas-novas de Cristo iam para além de meros argumentos teológicos. Elas foram feitas carne. As Suas boasnovas estavam revestidas de pele, e tinham pão, roupas e saciavam a sede. As boas-novas tornaram-se cura física e tornaram-se também numa comunidade que partilhava tudo o que possuía e que se assegurava que à sua volta ninguém tinha fome, frio ou qualquer outra aflição. As boas-novas do céu tornaram-se as boas-novas de aqui e agora, nas suas vidas, no seu, dia a dia ao acordarem e ao andarem. Não eram apenas um projeto para o reino de "um dia em breve", eram para HOJE. Hoje era o dia em que as boas-novas de justiça, paz e liberdade eram proclamadas. "Um dia em breve," nós vamos experimentar o culminar de todas as nossas esperanças e sonhos no estabelecimento do reino glorioso e eterno de Deus, mas o Céu começa aqui e agora. Esta é uma verdade que me deixa cheio de entusiasmo porque quando as boas-novas são algo real e presente é impossível não ficar empolgado. Eu penso que esta é uma das razões pelas 20

Curso de Discipulado

Curso de Discipulado cidadevoadora.com INTRODUÇÃO 2 Este curso é formado por duas partes sendo as quatro primeiras baseadas no evangelho de João e as quatro últimas em toda a bíblia, com assuntos específicos e muito relevantes

Leia mais

EVANGELHO DE JOÃO, Cap. 3. Evangelho de João Cap. 3. 1 Havia, entre os fariseus, um homem chamado Nicodemos, um dos principais dos judeus.

EVANGELHO DE JOÃO, Cap. 3. Evangelho de João Cap. 3. 1 Havia, entre os fariseus, um homem chamado Nicodemos, um dos principais dos judeus. EVANGELHO DE JOÃO, Cap. 3 LEMBRETE IMPORTANTE: As palavras da bíblia, são somente as frases em preto Alguns comentários explicativos são colocados entre os versículos, em vermelho. Mas é apenas com o intuito

Leia mais

#62. O batismo do Espírito Santo (continuação)

#62. O batismo do Espírito Santo (continuação) O batismo do Espírito Santo (continuação) #62 Estamos falando sobre alguns dons do Espírito Santo; falamos de suas obras, dos seus atributos, como opera o novo nascimento e, por último, estamos falando

Leia mais

MANUAL. Esperança. Casa de I G R E J A. Esperança I G R E J A. Esperança. Uma benção pra você! Uma benção pra você!

MANUAL. Esperança. Casa de I G R E J A. Esperança I G R E J A. Esperança. Uma benção pra você! Uma benção pra você! MANUAL Esperança Casa de I G R E J A Esperança Uma benção pra você! I G R E J A Esperança Uma benção pra você! 1O que é pecado Sem entender o que é pecado, será impossível compreender a salvação através

Leia mais

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade.

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade. A Palavra de Deus 2 Timóteo 3:16-17 Pois toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus e é útil para ensinar a verdade, condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver. 17 E isso

Leia mais

ÍN DI CE. Diário do Editorial. O Reino de Deus: Transformando o nosso mundo. O Reino de Deus: Valores Contra Cultura.

ÍN DI CE. Diário do Editorial. O Reino de Deus: Transformando o nosso mundo. O Reino de Deus: Valores Contra Cultura. 1 Diário do Editorial ÍN DI CE Introdução Sábado / 8 MAR O Reino de Deus: Já começou Domingo / 9 MAR O Reino de Deus: Fábula, Conto de Fadas ou Realidade? Segunda / 10 MAR O Reino de Deus: Transformando

Leia mais

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma.

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. PERTO DE TI Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. Jesus! Perto de ti, sou mais e mais. Obedeço a tua voz. Pois eu sei que tu és Senhor, o

Leia mais

2015 O ANO DE COLHER MAIO - 1 COMO SERÁ A CIDADE?

2015 O ANO DE COLHER MAIO - 1 COMO SERÁ A CIDADE? MAIO - 1 COMO SERÁ A CIDADE? Texto: Apocalipse 21:1-2 Então vi um novo céu e uma nova terra, pois o primeiro céu e a primeira terra tinham passado; e o mar já não existia. Vi a cidade santa, a nova Jerusalém,

Leia mais

JESUS CRISTO É O FILHO DE DEUS

JESUS CRISTO É O FILHO DE DEUS JESUS CRISTO É O FILHO DE DEUS SOBRE ESTA REVELAÇÃO EDIFICAREI A MINHA IGREJA Mateus 16: 13 E, chegando Jesus às partes de Cesaréia de Filipe, interrogou os seus discípulos, dizendo: Quem dizem os homens

Leia mais

Personal Commitment Guide. Guia de Compromisso Pessoal

Personal Commitment Guide. Guia de Compromisso Pessoal Personal Commitment Guide Guia de Compromisso Pessoal Nome da Igreja ou Evento Nome do Conselheiro Telefone 1. Salvação >Você já atingiu um estágio na vida em que você tem a certeza da vida eterna e que

Leia mais

Consolidação para o Discipulado - 1

Consolidação para o Discipulado - 1 Consolidação para o Discipulado - 1 Fortalecendo o novo convertido na Palavra de Deus Rev. Edson Cortasio Sardinha Consolidador/a: Vida consolidada: 1ª Lição: O Amor de Deus O amor de Deus está presente

Leia mais

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa.

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Encontro com a Palavra Agosto/2011 Mês de setembro, mês da Bíblia 1 encontro Nosso Deus se revela Leitura Bíblica: Gn. 12, 1-4 A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Boas

Leia mais

QUEM É JESUS. Paschoal Piragine Jr 1 31/08/2015

QUEM É JESUS. Paschoal Piragine Jr 1 31/08/2015 1 QUEM É JESUS Jo 1 26 Respondeu João: Eu batizo com água, mas entre vocês está alguém que vocês não conhecem. 27 Ele é aquele que vem depois de mim, e não sou digno de desamarrar as correias de suas sandálias

Leia mais

Igreja Batista Fundamental Taguatinga/DF. Aula 5 - Justiça e Justificação

Igreja Batista Fundamental Taguatinga/DF. Aula 5 - Justiça e Justificação Domingo, 29/03/2009 Autor: Fábio Ramos A Recapitulação Igreja Batista Fundamental Taguatinga/DF Aula 5 - Justiça e Justificação 1 Visão Geral I) somos servos que servem evangelizando II) perdidos estão

Leia mais

CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo. CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo

CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo. CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo Tens uma tarefa importante para realizar: 1- Dirige-te a alguém da tua confiança. 2- Faz a pergunta: O que admiras mais em Jesus? 3- Regista a resposta nas linhas.

Leia mais

#61. 10.14 O batismo do Espírito Santo

#61. 10.14 O batismo do Espírito Santo 10.14 O batismo do Espírito Santo #61 Estudamos o novo nascimento e vimos como o Espírito Santo realiza essa obra juntamente com a Palavra de Deus. Tínhamos que entender o novo nascimento e como alguém

Leia mais

Vinho Novo Viver de Verdade

Vinho Novo Viver de Verdade Vinho Novo Viver de Verdade 1 - FILHOS DE DEUS - BR-LR5-11-00023 LUIZ CARLOS CARDOSO QUERO SUBIR AO MONTE DO SENHOR QUERO PERMANECER NO SANTO LUGAR QUERO LEVAR A ARCA DA ADORAÇÃO QUERO HABITAR NA CASA

Leia mais

JESUS É A LUZ DO MUNDO João 8.12 Pr. Vlademir Silveira IBME 24/03/13

JESUS É A LUZ DO MUNDO João 8.12 Pr. Vlademir Silveira IBME 24/03/13 JESUS É A LUZ DO MUNDO João 8.12 Pr. Vlademir Silveira IBME 24/03/13 INTRODUÇÃO O Evangelho de João registra 7 afirmações notáveis de Jesus Cristo. Todas começam com Eu sou. Jesus disse: Eu sou o pão vivo

Leia mais

A FAMILIA DE DEUS TEM UM NOME

A FAMILIA DE DEUS TEM UM NOME A FAMILIA DE DEUS TEM UM NOME Toda família tem um nome, este nome é o identificador de que família pertence esta pessoa, o qual nos aqui no Brasil chamamos de Sobrenome. Então este nome além de identificar

Leia mais

A cena começa com uma descida. Então, quem desceu se Jesus tomou o livro e se assentou?

A cena começa com uma descida. Então, quem desceu se Jesus tomou o livro e se assentou? A resposta para sua pergunta é Sim, e Não. Permita-me explicar porque as duas coisas. Eu creio que o Cordeiro saiu do Trono SIM, mas eu NÃO creio que ele desceu. Há aqueles que defendem a tese de que o

Leia mais

A ESPERANÇA QUE VEM DO ALTO. Romanos 15:13

A ESPERANÇA QUE VEM DO ALTO. Romanos 15:13 A ESPERANÇA QUE VEM DO ALTO Romanos 15:13 - Ora o Deus de esperança vos encha de toda a alegria e paz em crença, para que abundeis em esperança pela virtude do Espírito Santo. Só Deus pode nos dar uma

Leia mais

DESAFIOS PARA NOSSA MISSÃO HOJE ENVIADOS ÀS FRONTEIRAS

DESAFIOS PARA NOSSA MISSÃO HOJE ENVIADOS ÀS FRONTEIRAS DESAFIOS PARA NOSSA MISSÃO HOJE ENVIADOS ÀS FRONTEIRAS Introdução Iniciamos nossa oração comunitária acolhendo as palavras que o Santo Padre dirigiu aos membros da Congregação Geral 35: Hoje desejo animar-vos

Leia mais

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar MELHORES MOMENTOS Expressão de Louvor Acordar bem cedo e ver o dia a nascer e o mato, molhado, anunciando o cuidado. Sob o brilho intenso como espelho a reluzir. Desvendando o mais profundo abismo, minha

Leia mais

18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado

18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado LIÇÃO 1 - EXISTE UM SÓ DEUS 18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado A Bíblia diz que existe um único Deus. Tiago 2:19, Ef. 4 1- O Deus que Criou Todas as coisas, e que conduz a sua criação e

Leia mais

LC 19_1-10 OS ENCONTROS DE JESUS ZAQUEU O HOMEM QUE QUERIA VER JESUS

LC 19_1-10 OS ENCONTROS DE JESUS ZAQUEU O HOMEM QUE QUERIA VER JESUS 1 LC 19_1-10 OS ENCONTROS DE JESUS ZAQUEU O HOMEM QUE QUERIA VER JESUS Lc 19 1 Jesus entrou em Jericó e estava atravessando a cidade. 2 Morava ali um homem rico, chamado Zaqueu, que era chefe dos cobradores

Leia mais

Caminho, verdade e vida: Definições de Jesus; Marcas em seus discípulos (Jo.14:1-11)

Caminho, verdade e vida: Definições de Jesus; Marcas em seus discípulos (Jo.14:1-11) Caminho, verdade e vida: Definições de Jesus; Marcas em seus discípulos (Jo.14:1-11) Mensagem 1 A metáfora do Caminho Introdução: A impressão que tenho é que Jesus escreveu isto para os nossos dias. Embora

Leia mais

CD: Ao Sentir. Alencastro e Patrícia. 1- Ao Sentir Jairinho. Ao sentir o mundo ao meu redor. Nada vi que pudesse ser real

CD: Ao Sentir. Alencastro e Patrícia. 1- Ao Sentir Jairinho. Ao sentir o mundo ao meu redor. Nada vi que pudesse ser real Alencastro e Patrícia CD: Ao Sentir 1- Ao Sentir Jairinho Ao sentir o mundo ao meu redor Nada vi que pudesse ser real Percebi que todos buscam paz porém em vão Pois naquilo que procuram, não há solução,

Leia mais

O SENHOR É A NOSSA BANDEIRA. William Soto Santiago Sábado, 28 de Fevereiro de 2015 Vila Hermosa -Tabasco México

O SENHOR É A NOSSA BANDEIRA. William Soto Santiago Sábado, 28 de Fevereiro de 2015 Vila Hermosa -Tabasco México O SENHOR É A NOSSA BANDEIRA William Soto Santiago Sábado, 28 de Fevereiro de 2015 Vila Hermosa -Tabasco México Reverendo William Soto Santiago, Ph. D. CENTRO DE DIVULGAÇÃO DO EVANGELHO DO REINO http://www.cder.com.br

Leia mais

YEHOSHUA E em nenhum outro há salvação; porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos (Atos

YEHOSHUA E em nenhum outro há salvação; porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos (Atos YEHOSHUA E em nenhum outro há salvação; porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos (Atos 4.12) Quando você se arrepende dos seus pecados e crê

Leia mais

TUDO POR AMOR. Tudo por amor, divinal, infinita graça, salvou a todos nós! Jesus cumpriu o plano de amor, seu sangue, seu sofrer Foi tudo por amor!

TUDO POR AMOR. Tudo por amor, divinal, infinita graça, salvou a todos nós! Jesus cumpriu o plano de amor, seu sangue, seu sofrer Foi tudo por amor! TUDO POR AMOR A dor, o espinho vil, as lágrimas, o seu sofrer, o meu Senhor na cruz está. Não posso suportar! O que o fez se entregar, pagar o preço lá na cruz? Como um cordeiro foi morrer pra vir me resgatar!

Leia mais

SE SOUBERMOS PERDOAR Ó CARA IRMÃ CLARA, SE SOUBERMOS PERDOAR

SE SOUBERMOS PERDOAR Ó CARA IRMÃ CLARA, SE SOUBERMOS PERDOAR CANTO 1 - LOUVOR DA CRIAÇÃO D Bm G Em A7 D Bm G Em A7 Aleluia! Aleluia! Aleluia! Aleluia! D F#m G Em A7 1. Javé o nosso Deus é poderoso, seu nome é grande em todas as nações D F#m G Em A7 Na boca das crianças

Leia mais

Autoridade Espiritual

Autoridade Espiritual Autoridade Espiritual Romanos 13:1-7 (Submissão à autoridade) 1 Toda alma esteja sujeita às autoridades superiores; por que não há autoridade que não venha de Deus; e as autoridades que há foram ordenadas

Leia mais

fé, a esta graça na qual estamos firmes; e gloriamo-nos na esperança da glória de Deus.

fé, a esta graça na qual estamos firmes; e gloriamo-nos na esperança da glória de Deus. ACESSO A DEUS Texto Base: Rm 5.2 =... pôr intermédio de quem obtivemos igualmente acesso, pela fé, a esta graça na qual estamos firmes; e gloriamo-nos na esperança da glória de Deus. Introdução: Ter acesso

Leia mais

BASES DA CONVERSÃO CRISTÃ E DO DISCIPULADO

BASES DA CONVERSÃO CRISTÃ E DO DISCIPULADO BASES DA CONVERSÃO CRISTÃ E DO DISCIPULADO O que é uma pessoa cristã? É a pessoa que acredita que o Deus vivo é revelado em e por meio de Jesus Cristo, que aceita Jesus Cristo como Senhor e Salvador, que

Leia mais

Naquele mesmo dia, dois deles estavam indo para um povoado chamado Emaús, a onze quilômetros de Jerusalém.

Naquele mesmo dia, dois deles estavam indo para um povoado chamado Emaús, a onze quilômetros de Jerusalém. 13 Naquele mesmo dia, dois deles estavam indo para um povoado chamado Emaús, a onze quilômetros de Jerusalém. O episódio relatado por Lucas aconteceu no dia da ressurreição, durante e após uma caminhada

Leia mais

Chamados Para a Comunhão de Seu Filho (Mensagem entregue pelo irmão Stephen Kaung em Richmound- Virginia-USA no dia 11 de fevereiro de 2007)

Chamados Para a Comunhão de Seu Filho (Mensagem entregue pelo irmão Stephen Kaung em Richmound- Virginia-USA no dia 11 de fevereiro de 2007) Chamados Para a Comunhão de Seu Filho (Mensagem entregue pelo irmão Stephen Kaung em Richmound- Virginia-USA no dia 11 de fevereiro de 2007) Por favor, poderiam abrir em primeira aos Coríntios, a primeira

Leia mais

A Bíblia afirma que Jesus é Deus

A Bíblia afirma que Jesus é Deus A Bíblia afirma que Jesus é Deus Há pessoas (inclusive grupos religiosos) que entendem que Jesus foi apenas um grande homem, um mestre maravilhoso e um grande profeta. Mas a Bíblia nos ensina que Jesus

Leia mais

Escola da Bíblia Rua Rio Azul, 200, Boa Viagem CEP: 51.030-050 Recife PE

Escola da Bíblia Rua Rio Azul, 200, Boa Viagem CEP: 51.030-050 Recife PE AS GRANDES DOUTRINAS DA BÍBLIA LIÇÃO 07 O QUE A BÍBLIA DIZ A RESPEITO DA SALVAÇÃO INTRODUÇÃO Chegamos ao que pode ser o tópico mais importante desta série: a salvação. Uma pessoa pode estar equivocada

Leia mais

A Identidade da Igreja do Senhor Jesus

A Identidade da Igreja do Senhor Jesus A Identidade da Igreja do Senhor Jesus Atos 20:19-27 (Ap. Paulo) Fiz o meu trabalho como Servo do Senhor, com toda a humildade e com lágrimas. E isso apesar dos tempos difíceis que tive, por causa dos

Leia mais

1ª Leitura - Ex 17,3-7

1ª Leitura - Ex 17,3-7 1ª Leitura - Ex 17,3-7 Dá-nos água para beber! Leitura do Livro do Êxodo 17,3-7 Naqueles dias: 3 O povo, sedento de água, murmurava contra Moisés e dizia: 'Por que nos fizeste sair do Egito? Foi para nos

Leia mais

POR QUE BATISMO? PR. ALEJANDRO BULLÓN

POR QUE BATISMO? PR. ALEJANDRO BULLÓN POR QUE BATISMO? PR. ALEJANDRO BULLÓN "Pr. Williams Costa Jr.- Pastor Bullón, por que uma pessoa precisa se batizar? Pr. Alejandro Bullón - O Evangelho de São Marcos 16:16 diz assim: "Quem crer e for batizado,

Leia mais

DOMINGO VII DA PÁSCOA. Vésperas I

DOMINGO VII DA PÁSCOA. Vésperas I DOMINGO VII DA PÁSCOA (Onde a solenidade da Ascensão não é transferida para este Domingo). Semana III do Saltério Hi n o. Vésperas I Sa l m o d i a Salmos e cântico do Domingo III. Ant. 1 Elevado ao mais

Leia mais

A BELA HISTORIA DE JESUS DE NAZARÉ

A BELA HISTORIA DE JESUS DE NAZARÉ A BELA HISTORIA DE JESUS DE NAZARÉ O BATISMO DO SENHOR JESUS CRISTO E O COMEÇO DE SEU MINIST ÉRIO Volume 03 Escola: Nome : Professor (a): Data : / / 5) VAMOS BRINCAR DE FORCA? Marque com um x na letra

Leia mais

UMA LISTA DOS NUNCA MAIS CONFESSAREI

UMA LISTA DOS NUNCA MAIS CONFESSAREI UMA LISTA DOS NUNCA MAIS CONFESSAREI Não há nada mais poderoso que uma decisão, pois esta te colocará em um mundo novo. (Lucas Márquez) VINTE CONFISSÕES NEGATIVAS QUE VOCÊ DEVE CANCELAR EM SUA VIDA 1)

Leia mais

Serie: Nova Identidade PERCEPÇÕES DO CRISTO. 6º ESTUDO. Apostila 6 Percepções de Cristo

Serie: Nova Identidade PERCEPÇÕES DO CRISTO. 6º ESTUDO. Apostila 6 Percepções de Cristo Apostila 6 Percepções de Cristo Introdução: Houve algo de comum entre esses cristãos do século I, do Norte da Turquia e nós hoje. Mesmo não o tendo visto, vocês o amam; e apesar de não o verem agora, creem

Leia mais

O Arrebatamento da Igreja

O Arrebatamento da Igreja Texto Base: 1Ts 4.13-18 O Arrebatamento da Igreja "Não queremos, porém, irmãos, que sejais ignorantes com respeito aos que dormem, para não vos entristecerdes como os demais, que não têm esperança. Pois,

Leia mais

IGREJA DE CRISTO INTERNACIONAL DE BRASÍLIA ESCOLA BÍBLICA

IGREJA DE CRISTO INTERNACIONAL DE BRASÍLIA ESCOLA BÍBLICA IGREJA DE CRISTO INTERNACIONAL DE BRASÍLIA ESCOLA BÍBLICA MÓDULO I - O NOVO TESTAMENTO Aula XXII A PRIMEIRA CARTA DE PEDRO E REFLEXÕES SOBRE O SOFRIMENTO Até aqui o Novo Testamento tem dito pouco sobre

Leia mais

A Unidade de Deus. Jesus Cristo é o Único Deus. Pai Filho Espírito Santo. Quem é Jesus? Como os Apóstolos creram e ensinaram? O que a Bíblia diz?

A Unidade de Deus. Jesus Cristo é o Único Deus. Pai Filho Espírito Santo. Quem é Jesus? Como os Apóstolos creram e ensinaram? O que a Bíblia diz? A Unidade de Deus Quem é Jesus? Como os Apóstolos creram e ensinaram? O que a Bíblia diz? Vejamos a seguir alguns tópicos: Jesus Cristo é o Único Deus Pai Filho Espírito Santo ILUSTRAÇÃO Pai, Filho e Espírito

Leia mais

O seu conceito das religiões é como o seguinte quadro?

O seu conceito das religiões é como o seguinte quadro? ...as religiões? Sim, eu creio que sim, pois não importa a qual religião pertença. O importante é apoiar a que tem e saber levá-la. Todas conduzem a Deus. Eu tenho minha religião e você tem a sua, e assim

Leia mais

O Baptismo Bíblico (Mateus 3:13-17)

O Baptismo Bíblico (Mateus 3:13-17) O Baptismo Bíblico (Mateus 3:13-17) Tivemos esta manhã a alegria de testemunhar vários baptismos bíblicos. Existem outras coisas e outras cerimónias às quais se dá o nome de baptismo. Existe até uma seita,

Leia mais

9.9 Jesus Cristo é homem perfeito

9.9 Jesus Cristo é homem perfeito 9.9 Jesus Cristo é homem perfeito Aula 48 Assim como é importante verificarmos na Palavra de Deus e crermos que Jesus Cristo é Deus, também é importante verificarmos e crermos na humanidade de Jesus após

Leia mais

Livre arbítrio, eleição, predestinação: dá para conciliar?

Livre arbítrio, eleição, predestinação: dá para conciliar? Livre arbítrio, eleição, predestinação: dá para conciliar? O livre arbítrio tem sido definido como a capacidade que o homem tem de escolher entre o bem e o mal, entre o certo e o errado, e é óbvio, a de

Leia mais

Os encontros de Jesus. sede de Deus

Os encontros de Jesus. sede de Deus Os encontros de Jesus 1 Jo 4 sede de Deus 5 Ele chegou a uma cidade da Samaria, chamada Sicar, que ficava perto das terras que Jacó tinha dado ao seu filho José. 6 Ali ficava o poço de Jacó. Era mais ou

Leia mais

LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER

LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER INTRODUÇÃO: Qualquer que seja meu objetivo, ler é a atividade básica do aprendizado. Alguém já disse: Quem sabe ler, pode aprender qualquer coisa. Se quisermos estudar a Bíblia,

Leia mais

É POSSÍVEL CONVIVER COM UM LOBO? Pr. Bullón. www.sisac.org.br

É POSSÍVEL CONVIVER COM UM LOBO? Pr. Bullón. www.sisac.org.br É POSSÍVEL CONVIVER COM UM LOBO? Pr. Bullón www.sisac.org.br "No capítulo 7 da epístola aos Romanos, encontramos o grito desesperado de um homem que não conseguia viver à altura dos princípios que conhecia.

Leia mais

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL ESTUDO 4 Palavra Viva RELEMBRANDO SANTIFICAÇÃO Nossos três grandes inimigos: O MUNDO A CARNE O D IABO 'Porque a carne milita contra o Espírito, e o Espírito, contra a carne, porque

Leia mais

LECTIO DIVINA 26 de julho de 2015 Domingo XVII do Tempo Comum Ano B. O mais bonito que o pão tem é poder ser partido e repartido. D.

LECTIO DIVINA 26 de julho de 2015 Domingo XVII do Tempo Comum Ano B. O mais bonito que o pão tem é poder ser partido e repartido. D. Perguntas para a reflexão pessoal Perante as necessidades com que me deparo, predisponho-me a dar da minha pobreza, a pôr generosamente à disposição o que sou e o que tenho? Acredito no potencial dos outros,

Leia mais

POR AMOR AOS ESCOLHIDOS. William Soto Santiago Domingo, 12 de Junho de 2016 Venezuela. Solicite Literaturas Gratuitamente:

POR AMOR AOS ESCOLHIDOS. William Soto Santiago Domingo, 12 de Junho de 2016 Venezuela. Solicite Literaturas Gratuitamente: 20 POR AMOR AOS ESCOLHIDOS Solicite Literaturas Gratuitamente: William Soto Santiago Domingo, 12 de Junho de 2016 Venezuela CENTRO DE DIVULGAÇÃO DO EVANGELHO DO REINO cder@mgconecta.com.br centroder@hotmail.com

Leia mais

Você quer ser um Discípulo de Jesus?

Você quer ser um Discípulo de Jesus? Você quer ser um Discípulo de Jesus? A História do povo de Israel é a mesma história da humanidade hoje Ezequel 37:1-4 Eu senti a presença poderosa do Senhor, e o seu Espírito me levou e me pôs no meio

Leia mais

CANTOS - Novena de Natal

CANTOS - Novena de Natal 1 1 - Refrão Meditativo (Ritmo: Toada) D A7 D % G Em A7 % Onde reina o amor, frater---no amor. D A7 D % G A7 D Onde reina o amor, Deus aí está! 2 - Deus Trino (Ritmo: Balada) G % % C Em nome do Pai / Em

Leia mais

Jonas, o Missionário Improvável

Jonas, o Missionário Improvável Jonas, o Missionário Improvável Este mês é o mês que dedicamos às missões aqui na nossa igreja. Eu costumo dizer que as missões são o bater do coração de Deus. Se este é um assunto que é importante para

Leia mais

Dia 23 de Janeiro - Domingo

Dia 23 de Janeiro - Domingo Comunidade de Católicos Brasileiros Diocese de Arlington, Virginia EUA Leituras da missa para o domingo dia 23 de janeiro de 2011 III DOMINGO DO TEMPO COMUM Dia 23 de Janeiro - Domingo Antífona da entrada:

Leia mais

OUTRAS ORAÇÕES PAI NOSSO ORAÇÃO A SÃO JERÔNIMO. Pai nosso que estais nos céus. Santificado seja o vosso nome. Venha a nós o vosso reino

OUTRAS ORAÇÕES PAI NOSSO ORAÇÃO A SÃO JERÔNIMO. Pai nosso que estais nos céus. Santificado seja o vosso nome. Venha a nós o vosso reino OUTRAS ORAÇÕES PAI NOSSO Pai nosso que estais nos céus Santificado seja o vosso nome Venha a nós o vosso reino Seja feita a vossa vontade Assim na Terra como no Céu O pão nosso de cada dia nos dai hoje

Leia mais

Catequese e adoração das crianças ao Santíssimo Sacramento

Catequese e adoração das crianças ao Santíssimo Sacramento Catequese e adoração das crianças ao Santíssimo Sacramento Paróquia de Calheiros, 1 e 2 de Março de 2008 Orientadas por: Luís Baeta CÂNTICOS E ORAÇÕES CÂNTICOS CRISTO VIVE EM MIM Cristo vive em mim, que

Leia mais

ESTUDOS PARA AS CÉLULAS AS SETE VERDADES ESSÊNCIAIS DO EVANGELHO

ESTUDOS PARA AS CÉLULAS AS SETE VERDADES ESSÊNCIAIS DO EVANGELHO 1 ESTUDOS PARA AS CÉLULAS AS SETE VERDADES ESSÊNCIAIS DO EVANGELHO LIÇÃO Nº 01 DIA 16/06/2014 INTRODUÇÃO: Vamos começar uma nova série de estudos em nossas células. Esta será uma série muito interessante

Leia mais

De Luiz Carlos Cardoso e Narda Inêz Cardoso

De Luiz Carlos Cardoso e Narda Inêz Cardoso Água do Espírito De Luiz Carlos Cardoso e Narda Inêz Cardoso EXISTE O DEUS PODEROSO QUE DESFAZ TODO LAÇO DO MAL QUEBRA A LANÇA E LIBERTA O CATIVO ELE MESMO ASSIM FARÁ JESUS RIO DE ÁGUAS LIMPAS QUE NASCE

Leia mais

Mensagem: Fé provada. Por David Keeling.

Mensagem: Fé provada. Por David Keeling. Mensagem: Fé provada. Por David Keeling. Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renunciese a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me; Porque aquele que quiser salvar

Leia mais

O PAI É MAIOR DO QUE O FILHO

O PAI É MAIOR DO QUE O FILHO O PAI É MAIOR DO QUE O FILHO O PAI É MAIOR DO QUE O FILHO Vós ouviste o que vos disse: Vou e retorno a vós. Se me amásseis, ficaríeis alegres por eu ir para o Pai, porque o Pai é maior do que eu. João

Leia mais

JESUS CRISTO FOI CONCEBIDO PELO PODER DO ESPÍRITO SANTO, E NASCEU DA VIRGEM MARIA (CONT)

JESUS CRISTO FOI CONCEBIDO PELO PODER DO ESPÍRITO SANTO, E NASCEU DA VIRGEM MARIA (CONT) JESUS CRISTO FOI CONCEBIDO PELO PODER DO ESPÍRITO SANTO, E NASCEU DA VIRGEM MARIA (CONT) 11-02-2012 Catequese com adultos 11-12 Chave de Bronze Em que sentido toda a vida de Cristo é Mistério? Toda a vida

Leia mais

00.035.096/0001-23 242 - - - SP

00.035.096/0001-23 242 - - - SP PAGINA 1 O CARÁTER CRISTÃO 7. O CRISTÃO DEVE TER UMA FÉ OPERANTE (Hebreus 11.1-3) Um leitor menos avisado, ao ler o texto pode chegar à conclusão de que a fé cria coisas pelas quais esperamos. A fé não

Leia mais

LIBERTANDO OS CATIVOS

LIBERTANDO OS CATIVOS LIBERTANDO OS CATIVOS Lucas 14 : 1 24 Parábola sobre uma grande ceia Jesus veio convidar àqueles que têm fome e sede para se ajuntarem a Ele. O Senhor não obriga que as pessoas O sirvam, mas os convida

Leia mais

ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO

ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO ESTUDO 1 NOVA VIDA O presente curso ajudará você a descobrir fatos da Palavra de Deus, fatos os quais você precisa para viver a vida em toda a sua plenitude. Por este estudo

Leia mais

CAMINHOS. Caminhos (Prov. 14:12) Paulo Cezar e Jayro T. Gonçalves

CAMINHOS. Caminhos (Prov. 14:12) Paulo Cezar e Jayro T. Gonçalves CAMINHOS Caminhos (Prov. 14:12) Paulo Cezar e Jayro T. Gonçalves Posso pensar nos meus planos Pros dias e anos que, enfim, Tenho que, neste mundo, Minha vida envolver Mas plenas paz não posso alcançar.

Leia mais

Naquela ocasião Jesus disse: "Eu te louvo, Pai, Senhor dos céus e da terra, porque escondeste estas coisas dos sábios e cultos, e as revelaste aos

Naquela ocasião Jesus disse: Eu te louvo, Pai, Senhor dos céus e da terra, porque escondeste estas coisas dos sábios e cultos, e as revelaste aos As coisas encobertas pertencem ao Senhor, ao nosso Deus, mas as reveladas pertencem a nós e aos nossos filhos para sempre, para que sigamos todas as palavras desta lei. Deuteronômio 29.29 Naquela ocasião

Leia mais

CRISTO EM TI A MANIFESTAÇÃO DA GLÓRIA

CRISTO EM TI A MANIFESTAÇÃO DA GLÓRIA CRISTO EM TI A MANIFESTAÇÃO DA GLÓRIA INTRODUÇÃO Irmãos! A bíblia nos ensina que Deus nos chama a realizar, a ser, a conhecer e a alcançar muitas coisas, tais como, realizar a obra de Deus, a ser santos,

Leia mais

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus (Mt 1, 18-24)

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus (Mt 1, 18-24) 4º DOMINGO DO ADVENTO (ANO A) 22 de Dezembro de 2013 Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus (Mt 1, 18-24) 18 Ora, o nascimento de Jesus Cristo foi assim: Maria, sua mãe, estava desposada

Leia mais

Mateus 4, 1-11. Respondeu-lhe Jesus: «Vai-te, Satanás, pois está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás e só a Ele prestarás culto.

Mateus 4, 1-11. Respondeu-lhe Jesus: «Vai-te, Satanás, pois está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás e só a Ele prestarás culto. Mateus 4, 1-11 Respondeu-lhe Jesus: «Vai-te, Satanás, pois está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás e só a Ele prestarás culto.». Este caminho de 40 dias de jejum, de oração, de solidariedade, vai colocar-te

Leia mais

Solenidade da Ascenção do Senhor

Solenidade da Ascenção do Senhor Solenidade da Ascenção do Senhor Homilias Meditadas Lectio Divina para a Família Salesiana P. J. Rocha Monteiro, sdb Solenidade da Ascensão do Senhor Mc 16,15-20 1. Breve síntese A Solenidade da Ascensão

Leia mais

GANHADO O MUNDO SEM PERDER A FAMILIA

GANHADO O MUNDO SEM PERDER A FAMILIA TEXTO: 1 SAMUEL CAPITULO 3 HOJE NÃO É SOBRE SAMUEL QUE VAMOS CONHECER, SABEMOS QUE SAMUEL foi o último dos juízes e o primeiro dos profetas. Ele foi comissionado para ungir asaul, o primeiro rei, e a David,

Leia mais

CURSO DE EVANGELIZAÇÃO

CURSO DE EVANGELIZAÇÃO CURSO DE EVANGELIZAÇÃO Evangelismo, o que é? Definindo termos: vamos dar algumas definições de alguns termos relacionados com o evangelismo. Evangelho: quer dizer boas notícias, ou boas novas. Segundo

Leia mais

1. QUAL É O MANDAMENTO?

1. QUAL É O MANDAMENTO? FAZER DISCÍPULOS Texto: Mateus 28:18-20 (18) E, aproximando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: Foi-me dada toda a autoridade no céu e na terra. (19) Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os

Leia mais

cerj G uia orientador de meditação bíblica diária Epístola aos Romanos (42-43) Dia 29: Dia 30: Leitura de Romanos 9, 10 e 11 em diferentes versões.

cerj G uia orientador de meditação bíblica diária Epístola aos Romanos (42-43) Dia 29: Dia 30: Leitura de Romanos 9, 10 e 11 em diferentes versões. Pág. 1 Dia 29: Leitura de Romanos 9, 10 e 11 em diferentes versões. Digo a verdade em Cristo, não minto, testemunhando comigo, no Espírito Santo, a minha própria consciência: tenho grande tristeza e incessante

Leia mais

"Ajuntai tesouros no céu" - 5

Ajuntai tesouros no céu - 5 "Ajuntai tesouros no céu" - 5 Mt 6:19-21 Temos procurado entender melhor através das escrituras, o que Jesus desejou ensinar aos seus discípulos nesta sequência de palavras, e pra isso, estudamos algumas

Leia mais

Preparativos: Uma cruz grande; a Bíblia, velas e duas ou mais bacias com água; um presidente, dois leitores e um comentarista.

Preparativos: Uma cruz grande; a Bíblia, velas e duas ou mais bacias com água; um presidente, dois leitores e um comentarista. Preparativos: Uma cruz grande; a Bíblia, velas e duas ou mais bacias com água; um presidente, dois leitores e um comentarista. COMENTARISTA: Bem-vindos, irmãos e irmãs! Juntos nos colocamos diante da misericórdia

Leia mais

Faz um exercício de relaxamento coloca-te na presença de Deus. Reza um salmo (aquele que o teu coração pedir no momento).

Faz um exercício de relaxamento coloca-te na presença de Deus. Reza um salmo (aquele que o teu coração pedir no momento). O Caminho de Emaús Faz um exercício de relaxamento coloca-te na presença de Deus. Reza um salmo (aquele que o teu coração pedir no momento). Leitura: Lc 24, 13-35 Todos nós percorremos frequentemente o

Leia mais

SUA APARIÇÃO E SUA VINDA

SUA APARIÇÃO E SUA VINDA SUA APARIÇÃO E SUA VINDA QUAL É A DIFERANÇA ENTRE SUA APARIÇÃO E SUA VINDA I Timóteo 6.14Que guardes este mandamento sem mácula e repreensão, até à aparição de nosso Senhor Jesus Cristo; Tito 2.13 13 Aguardando

Leia mais

CAPÍTULO 2. O Propósito Eterno de Deus

CAPÍTULO 2. O Propósito Eterno de Deus CAPÍTULO 2 O Propósito Eterno de Deus Já falamos em novo nascimento e uma vida com Cristo. Mas, a menos que vejamos o objetivo que Deus tem em vista, nunca entenderemos claramente o porque de tudo isso.

Leia mais

Português. Sagrada Família de Jesus, Maria e José B. Leitura I Ben-Sirá 3,3-7.14-17a (gr. 2-6.12-14)

Português. Sagrada Família de Jesus, Maria e José B. Leitura I Ben-Sirá 3,3-7.14-17a (gr. 2-6.12-14) Português Sagrada Família de Jesus, Maria e José B Deus apareceu na terra e começou a viver no meio de nós. (cf. Bar 3,38) Leitura I Ben-Sirá 3,3-7.14-17a (gr. 2-6.12-14) Deus quis honrar os pais nos filhos

Leia mais

ORAÇÃO EM FAMÍLIA Quaresma e Tempo Pascal

ORAÇÃO EM FAMÍLIA Quaresma e Tempo Pascal 1 PARÓQUIA DE Nª SRª DA CONCEIÇÃO, MATRIZ DE PORTIMÃO ORAÇÃO EM FAMÍLIA Quaresma e Tempo Pascal (O Ícone da Sagrada Família deve ser colocado na sala, num lugar de relevo e devidamente preparado com uma

Leia mais

4. O princípio da palavra funciona como ponte entre dois mundos (natural/espiritual) e duas dimensões (física/sobrenatural).

4. O princípio da palavra funciona como ponte entre dois mundos (natural/espiritual) e duas dimensões (física/sobrenatural). O Poder das Palavras LEITURA: Marcos 11:12-14 12. E, no dia seguinte, quando saíram de Betânia, teve fome. 13. Vendo de longe uma figueira que tinha folhas, foi ver se nela acharia alguma coisa; e chegando

Leia mais

SUMÁRIO Páginas A alegria 10 (A alegria está no coração De quem já conhece a Jesus...) Abra o meu coração 61 (Abra o meu coração Deus!...

SUMÁRIO Páginas A alegria 10 (A alegria está no coração De quem já conhece a Jesus...) Abra o meu coração 61 (Abra o meu coração Deus!... SUMÁRIO Páginas A alegria 10 (A alegria está no coração De quem já conhece a Jesus...) Abra o meu coração 61 (Abra o meu coração Deus!...) A cada manhã 71 (A cada manhã as misericórdias se renovam...)

Leia mais

O NASCIMENTO DO SALVADOR

O NASCIMENTO DO SALVADOR Mensagem pregada pelo Pr Luciano R. Peterlevitz no culto de natal na Igreja Batista Novo Coração, em 20 de dezembro de 2015. Evangelho de Lucas 2.8-20: 8 Havia pastores que estavam nos campos próximos

Leia mais

O ÚNICO REFÚGIO ETERNO. Quarta-feira, 17de abril de 2013. Buenos Aires, Argentina.

O ÚNICO REFÚGIO ETERNO. Quarta-feira, 17de abril de 2013. Buenos Aires, Argentina. Quarta-feira, 17de abril de 2013. Buenos Aires, Argentina. NOTA AO LEITOR Nossa intenção é fazer uma transcrição fiel e exata desta Mensagem, tal como foi pregada. Portanto, qualquer erro neste livreto

Leia mais

Bíblia Sagrada N o v o T e s t a m e n t o P r i m e i r a E p í s t o l a d e S ã o J o ã o virtualbooks.com.br 1

Bíblia Sagrada N o v o T e s t a m e n t o P r i m e i r a E p í s t o l a d e S ã o J o ã o virtualbooks.com.br 1 Bíblia Sagrada Novo Testamento Primeira Epístola de São João virtualbooks.com.br 1 Capítulo 1 1 O que era desde o princípio, o que temos ouvido, o que temos visto com os nossos olhos, o que temos contemplado

Leia mais

IV FÓRMULAS DE BÊNÇÃO PARA LAUDES E VÉSPERAS

IV FÓRMULAS DE BÊNÇÃO PARA LAUDES E VÉSPERAS IV FÓRMULAS DE BÊNÇÃO PARA LAUDES E VÉSPERAS I. Nas celebrações do Tempo Advento Deus omnipotente e misericordioso, que vos dá a graça de comemorar na fé a primeira vinda do seu Filho Unigénito e de esperar

Leia mais

SOLENIDADE DO NASCIMENTO DE JESUS CRISTO 25 DE DEZEMBRO DE 2015. Paróquia de S. João Baptista de Vila do Conde Eucaristia dinamizada pelos catequistas

SOLENIDADE DO NASCIMENTO DE JESUS CRISTO 25 DE DEZEMBRO DE 2015. Paróquia de S. João Baptista de Vila do Conde Eucaristia dinamizada pelos catequistas SOLENIDADE DO NASCIMENTO DE JESUS CRISTO 25 DE DEZEMBRO DE 2015 Admonição de entrada [Matilde Carvalho] Entrada: toca o Sino Toca o sino pequenino Sino de Belém Já nasceu o Deus menino Para o nosso bem

Leia mais

E sua sede começa a crescer Em angústia e desespero Enquanto os ruídos da cachoeira Da grande cachoeira das eras O convoca para mergulhar Mergulhar

E sua sede começa a crescer Em angústia e desespero Enquanto os ruídos da cachoeira Da grande cachoeira das eras O convoca para mergulhar Mergulhar Uma Estória Pois esta estória Trata de vida e morte Amor e riso E de qualquer sorte de temas Que cruzem o aval do misterioso desconhecido Qual somos nós, eu e tu Seres humanos Então tomemos acento No dorso

Leia mais

DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ

DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ EBD DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ OLÁ!!! Sou seu Professor e amigo Você está começando,hoje, uma ETAPA muito importante para o seu CRESCIMENTO ESPIRITUAL e para sua

Leia mais

MATERIAL DE APOIO OFICINA EVANGELISMO PESSOAL MIN. FILIPE ARAÚJO

MATERIAL DE APOIO OFICINA EVANGELISMO PESSOAL MIN. FILIPE ARAÚJO MATERIAL DE APOIO OFICINA EVANGELISMO PESSOAL MIN. FILIPE ARAÚJO DO CONCEITO PARA PRATICA E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É-me dado todo o poder no céu e na terra. Portanto ide, fazei discípulos

Leia mais

Jesus revela-nos que Deus é. Pai. Conselho Inter-paroquial de Catequese Esporões, 24 de Janeiro de 2008

Jesus revela-nos que Deus é. Pai. Conselho Inter-paroquial de Catequese Esporões, 24 de Janeiro de 2008 Jesus revela-nos que Deus é Pai Conselho Inter-paroquial de Catequese Esporões, 24 de Janeiro de 2008 Quem inventou Deus? Desde sempre que os homens acreditaram na existência de forças muito poderosas

Leia mais