Departamento: ENGENHARIA FLORESTAL

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Departamento: ENGENHARIA FLORESTAL"

Transcrição

1 Departamento: ENGENHARIA FLORESTAL Nome do professor Disciplina que está credenciado Curso N do Parecer Data da Aprovação ADELAR MANTOVANI Incêndios Florestais Ecologia Básica Biologia da Conservação Portaria 107/2007 CONCECAV ALEXANDRE FERREIRA DE MACEDO Botânica Geral e Agrícola Tecnologia e Produção de Sementes Morfologia Vegetal Agr./ Portaria 109/2007 CONCECAV ALEXSANDRO BAYESTORFF DA CUNHA Tecnologia da Anatomia e Identificação de s Recursos Energéticos Florestais Secagem da Produtos não Madeiráveis da Floresta Painéis de Química da Celulose e Papel Anatomia e Identificação de s Concurso Público nº 03/2006 Portaria nº 281/07 10/05/07 ANA CAROLINA DA SILVA Introdução à Ecologia Básica Estatística Básica Dendrologia Fitogeografia e Fitossociologia Arborização Urbana (El) Agro/ Agro/ Agro/ Portaria nº 077/2008 Concurso Público nº 01/ /02/2008

2 Biologia da Conservação (El) Unidades de Conservação (El) Melhoramento Florestal Ecologia de Ecossistemas Fragmentados Ecologia Evolutiva Portaria 215/2012 CONCECAV Portaria 215/2012 CONCECAV ANDRÉ FELIPE HESS Dendrometria Implantação e Condução de Povoamentos Florestais Sistemas e Métodos is Inventário Florestal Portaria nº 810/2007 Concurso Público nº 01/ /10/2007 GEEDRE ADRIANO BORSOI Manejo Florestal Implantação e Condução de Povoamentos florestais Sistemas e Métodos is Avaliação e Perícia Florestal Administração e Contabilidade da Empresa Florestal Política e Legislação florestal Concurso Público nº02/ Portaria138/ /02/2010 JEAN ALBERTO SAMPIETRO Colheita e Transporte Florestal Portaria Nº /07/2013 LORIS LUIZ DAROS Topografia Fotointerpretação e Fotogrametria de Essências Florestais Introdução à Computação Topografia I Topografia II Estatística I II Topografia Fotogrametria e Fotointerpretação M.Vet/ Agro/M.Vet. Processo- 1046/96 CONSEPE Processo -1046/96 CONSEPE Processo -1046/96 CONSEPE Processo -161/2005 CONCECAV Portaria 065/2013- CONCECAV Portaria 065/2013- CONCECAV 18/04/ /04/2013 MARCIO CARLOS NAVROSKI Melhoramento Florestal Fisiologia Vegetal Concurso Público 03/2011 Portaria 1293/ /08/2012

3 Propagação Vegetativa de Espécies Florestais MARCOS BENEDITO SCHIMALSKI Topografia e Desenho Técnico Geomática Aplicada Banco de Dados Computação Aplicada Fotointerpretação e Fotogrametria Geotecnologias de Apoio à Decisão Espacial Levantamentos Geodésicos Ajustamento de Observações Geodésicas Tópicos Especiais em Sensoriamento Remoto e GIS Concurso Público 02/2010 Portaria Nº 319/11 18/03/2011 MARCOS FELIPE NICOLETTI Dendometria e Inventário Florestal Estatística Básica Introdução à Crescimento e Produção Florestal Manejo Florestal Concurso Público 02/ Portaria Nº 108/12/ 08/02/2012 MARTHA ANDRÉIA BRAND Tecnologia da Anatomia e Identificação de s Recursos Energéticos Secagem da Produtos não Madeiráveis Painéis de Química da Celulose e Papel Tecnologia da Controle Biológico Toxicologia e Receituário Agronômico Cursos de Graduação Cursos de Graduação Concurso Público nº 03/2006 Portaria nº 280 Portaria 137/2007 CONCECAV Portaria 116/2007 CONCECAV - Portaria 116/2007 CONCECAV - 04/05/2007 PEDRO HIGUCHI Dendrologia Agro/ Agro/ Concurso Público nº 03/2006 Portaria nº /04/2007

4 Fitogeografia e Fitossociologia Arborização Urbana (Eletiva) Avaliação de Impactos Ambientais Ecologia de Ecossistemas Fragmentados Ecologia Evolutiva Agro/ Agro/ Portaria 117/2007 CONCECAV Portaria 117/2007 CONCECAV PHILIPE RICARDO CASEMIRO SOARES Economia e Gestão Florestal Introdução à Introdução à Economia Administração e Contabilidade da Empresa Florestal Introdução à Política e Legislação Florestal Economia Ambiental Engenharia Ambiental Concurso Público 03/2011 Portaria 1073/12 24/07/2012 POLLIANA D'ANGELO RIOS Química da Introdução à Anatomia e Identificação de s Tecnologia da Recursos Energéticos Florestais Secagem da Produtos Não Madeiráveis da Floresta Concurso Público nº 02/2011 Portaria nº 072/12 24/01/2012 RAUL SILVESTRE Dendometria Inventário Florestal Manejo Florestal Implantação e Povoamentos Florestais Estatística Introdução à Incêndios Florestais Inventário de Florestas Naturais Concurso Público nº 02/2011 Portaria nº 071/12 Portaria 218/2012 CONCECAV 24/01/2012 RODRIGO FIGUEIREDO TEREZO Construções em e Desenho Técnico Estruturas de Concurso Público nº 02/ Portaria nº 246/11 10/03/20111

5 ROSELI LOPES DA COSTA BORTOLUZZI Controle de Qualidade na Indústria da Computação Aplicada Banco de Dados Morfologia Vegetal Botânica Agrícola Fitogeografia / Concurso Público nº 01/2005 Portaria nº 599/05 Processo nº 162/2005 CONCECAV Processo nº 162/2005 CONCECAV Portaria 118/2007 CONCECAV - 04/08/2005

ENGENHARIA FLORESTAL. COORDENADORA Angélica de Cássia Oliveira Carneiro cassiacarneiro@ufv.br

ENGENHARIA FLORESTAL. COORDENADORA Angélica de Cássia Oliveira Carneiro cassiacarneiro@ufv.br ENGENHARIA FLORESTAL COORDENADORA Angélica de Cássia Oliveira Carneiro cassiacarneiro@ufv.br 76 Currículos dos Cursos do CCA UFV Currículo do Curso de Engenharia Engenheiro ATUAÇÃO O Engenheiro estará

Leia mais

CURSO DE ENGENHARIA FLORESTAL - UFG/EA, Campus Samambaia - Goiânia, GO. - MATRIZ CURRICULAR - PRÉ- REQUISITO(S) UNID. RESP.

CURSO DE ENGENHARIA FLORESTAL - UFG/EA, Campus Samambaia - Goiânia, GO. - MATRIZ CURRICULAR - PRÉ- REQUISITO(S) UNID. RESP. CURSO DE ENGENHARIA FLORESTAL - UFG/EA, Campus Samambaia - Goiânia, GO. - MATRIZ CURRICULAR - CHTS C H S NÚCLEO NATUREZA 01 5117 Introdução à Engenharia Florestal EA 32 32 00 Específico Obrigatória 02

Leia mais

FACULDADE DE ENGENHARIA AMBIENTAL

FACULDADE DE ENGENHARIA AMBIENTAL FACULDADE DE ENGENHARIA AMBIENTAL MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL (Adequada conforme as exigências da Resolução CNE/CES Nº. 11, de 11 de março de 2002) (Matriz curricular aprovada pela

Leia mais

10. MATRIZ CURRICULAR SEMESTRAL DO CURSO DE AGRONOMIA CAMPUS DE CÁCERES

10. MATRIZ CURRICULAR SEMESTRAL DO CURSO DE AGRONOMIA CAMPUS DE CÁCERES 10. MATRIZ CURRICULAR SEMESTRAL DO CURSO DE AGRONOMIA CAMPUS DE CÁCERES Tabela 2. Matriz Curricular Semestral do Curso de Agronomia Campus de Cáceres 1 - Semestre Carga Horária (h) 1 Citologia 60 3 0 1

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA FLORESTAL

ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA FLORESTAL TOTAL ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA FLORESTAL NÚCLEO DE CONTEÚDOS ÁREA DE FORMAÇÃO MATÉRIAS DISCIPLINAS CH T P 1º PERÍODO Silvicultura Ecossistemas Florestais Introdução à Engenharia Florestal

Leia mais

Regulamento de creditação da formação anterior no Mestrado em Recursos Florestais da Escola Superio Agrária de Coimbra

Regulamento de creditação da formação anterior no Mestrado em Recursos Florestais da Escola Superio Agrária de Coimbra Regulamento de creditação da formação anterior no Mestrado em Recursos Florestais da Escola Superio Agrária de Coimbra 1. Os alunos com o grau de licenciado (com planos de estudos de 5 anos) pelos cursos

Leia mais

Página 1 de 5. Matriz Curricular BIBZOOT - Zootecnia S-2015.1. Disciplinas Obrigatórias PERÍODO CO-REQUISITO PRÉ-REQUISITO DISCIPLINA CÓD. BIBZOOT.

Página 1 de 5. Matriz Curricular BIBZOOT - Zootecnia S-2015.1. Disciplinas Obrigatórias PERÍODO CO-REQUISITO PRÉ-REQUISITO DISCIPLINA CÓD. BIBZOOT. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS IFMG - Campus Bambuí LEI Nº., DE //00, PUBLICADA NO DOU DE 0//00, SEÇÃO I, PAGS. I - Fazenda

Leia mais

MAT002 Geometria Analítica e Álgebra Linear xxx

MAT002 Geometria Analítica e Álgebra Linear xxx MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS CURSO DE GRADUAÇÃO: ENGENHARIA FLORESTAL Estrutura Curricular - vigência a partir de 2008/1º

Leia mais

Currículo do Curso de Química

Currículo do Curso de Química Currículo do Curso de Química Bacharelado ATUAÇÃO O Curso de Bacharelado em Química com Ênfase em Química Ambiental visa a formação de recursos humanos capazes de atuar profissionalmente em indústrias

Leia mais

UFV Catálogo de Graduação 2014 239 ENGENHARIA DE AGRIMENSURA E CARTOGRÁFICA. COORDENADOR Afonso de Paula dos Santos

UFV Catálogo de Graduação 2014 239 ENGENHARIA DE AGRIMENSURA E CARTOGRÁFICA. COORDENADOR Afonso de Paula dos Santos UFV Catálogo de Graduação 2014 239 ENGENHARIA DE AGRIMENSURA E CARTOGRÁFICA COORDENADOR Afonso de Paula dos Santos afonso.santos@ufv.br 240 Currículos dos Cursos do CCE UFV Engenheiro Agrimensor e Cartógrafo

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO FINAL PROGRAMA DE MONITORIA EDITAL Nº 001/2016

CLASSIFICAÇÃO FINAL PROGRAMA DE MONITORIA EDITAL Nº 001/2016 CLASSIFICAÇÃO FINAL PROGRAMA DE MONITORIA EDITAL Nº 001/2016 CLASSIFICAÇÃO UNIDADE CURSO DISCIPLINA 1 Guaíba Eng. da Computação Produção Textual 2 Guaíba Eng. da Computação Circuitos Elétricos I 3 Guaíba

Leia mais

Nível:Graduação Início: Fim: Legislação: Curso reconhecido através da Portaria n 1.098, de 24 de dezembro de 2015 Currículo

Nível:Graduação Início: Fim: Legislação: Curso reconhecido através da Portaria n 1.098, de 24 de dezembro de 2015 Currículo 1 de 8 Colegiado: Nível:Graduação Início: 20051 01 - - CCA024 - BIOLOGIA GERAL - Ativa desde: CCA029 - ZOOLOGIA GERAL - Ativa desde: CCA235 - FUNDAMENTOS DE FILOSOFIA - Ativa desde: CCA281 - FUNDAMENTOS

Leia mais

CARGO 1: TÉCNICO EM GESTÃO DE INOVAÇÃO ÁREA: ADMINISTRAÇÃO TIPO A CARGO 2: TÉCNICO EM GESTÃO DE DESENVOLVIMENTO, CIÊNCIA, TECNOLOGIA E

CARGO 1: TÉCNICO EM GESTÃO DE INOVAÇÃO ÁREA: ADMINISTRAÇÃO TIPO A CARGO 2: TÉCNICO EM GESTÃO DE DESENVOLVIMENTO, CIÊNCIA, TECNOLOGIA E Agenda I 12 e 13/5/2008 Período provável para entrega dos documentos referentes à avaliação de títulos (para cargos de nível superior) e para a entrega dos documentos necessários à comprovação de idade

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 002/2005-COU/UNICENTRO

RESOLUÇÃO Nº 002/2005-COU/UNICENTRO RESOLUÇÃO Nº 002/2005-COU/UNICENTRO Autoriza a realização de Teste Seletivo para admissão de Professor Colaborador e dá outras providências. O REITOR DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE, UNICENTRO:

Leia mais

Currículos dos Cursos do CCE UFV ENGENHARIA QUÍMICA. COORDENADOR Antônio Marcos de Oliveira Siqueira antonio.siqueira@ufv.br

Currículos dos Cursos do CCE UFV ENGENHARIA QUÍMICA. COORDENADOR Antônio Marcos de Oliveira Siqueira antonio.siqueira@ufv.br 278 Currículos dos Cursos do CCE UFV ENGENHARIA QUÍMICA COORDENADOR Antônio Marcos de Oliveira Siqueira antonio.siqueira@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2014 279 Engenheiro Químico ATUAÇÃO O Engenheiro

Leia mais

HORÁRIO DAS AVALIAÇÕES DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS 2016.1 FACULDADE SALESIANA DO NORDESTE EM 16/05/2016

HORÁRIO DAS AVALIAÇÕES DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS 2016.1 FACULDADE SALESIANA DO NORDESTE EM 16/05/2016 HORÁRIO DAS AVALIAÇÕES DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS 2016.1 FACULDADE SALESIANA DO NORDESTE EM 16/05/2016 1º PERÍODO SEGUNDA AVALIAÇÃO Introdução à Matemática Básica Informática I Introdução à 1º PERÍODO

Leia mais

(Publicado no Diário Oficial da União n.º 241 de 14/12/2012, seção 3, pág. 48-49)

(Publicado no Diário Oficial da União n.º 241 de 14/12/2012, seção 3, pág. 48-49) EDITAL DE HOMOLOGAÇÃO N.º 06, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2012 RESULTADO DO CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS PARA PROVIMENTO DE CARGOS DA CARREIRA DO MAGISTÉRIO SUPERIOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO

Leia mais

SALAS - SEGUNDA-FEIRA

SALAS - SEGUNDA-FEIRA SALAS - SEGUNDA-FEIRA Última alteração: (29/02/2016 ) Sala 4-B (30) 4-C (40) 4-D (40) 4-E (50) 4-F (50) 5-Biblio (10) 5-Info (21) 8-B (39) Fundamentos de Química Orgânica (3º; EE; Evelise) Produção de

Leia mais

FACULDADE METROPOLITANA DA AMAZÔNIA FAMAZ COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA GERAL COORDENAÇÃO DO CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA CIVIL 1ª AVALIAÇÃO REGIMENTAL

FACULDADE METROPOLITANA DA AMAZÔNIA FAMAZ COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA GERAL COORDENAÇÃO DO CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA CIVIL 1ª AVALIAÇÃO REGIMENTAL Curso de Engenharia Civil - VESPERTINO 450316 21/03/2016 Segunda-feira 14:00h às 16:40h Computação Aplicada à Engenharia (Plínio) 23/03/2016 Quarta-feira 14:00h às 17:00h Geometria Analítica (Maurício

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA. Curso de Graduação em Engenharia Sanitária e Ambiental Grade Curricular válida a partir de 29/11/2011

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA. Curso de Graduação em Engenharia Sanitária e Ambiental Grade Curricular válida a partir de 29/11/2011 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA Curso de Graduação em Engenharia Sanitária e Ambiental Grade Curricular válida a partir de 29/11/2011 Natureza Créditos Horas-aula Disciplinas Obrigatórias 210 3.150

Leia mais

FLO032 - Gênese, Física e Classificação do Solo- 75 h ZOO042 Metodologia Científica xxx

FLO032 - Gênese, Física e Classificação do Solo- 75 h ZOO042 Metodologia Científica xxx MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA Estrutura Curricular - vigência a partir de 2008 (Alteração

Leia mais

Currículos dos Cursos do CCA ENGENHARIA FLORESTAL. COORDENADORA DO CURSO DE ENGENHARIA FLORESTAL Rita de Cássia Gonçalves Borges

Currículos dos Cursos do CCA ENGENHARIA FLORESTAL. COORDENADORA DO CURSO DE ENGENHARIA FLORESTAL Rita de Cássia Gonçalves Borges 48 ENGENHARIA FLORESTAL COORDENADORA DO CURSO DE ENGENHARIA FLORESTAL Rita de Cássia Gonçalves Borges borgerg@ufv.br Catálogo de Graduação 2002 49 ATUAÇÃO O Engenheiro estará habilitado a atuar em atividades

Leia mais

Currículos dos Cursos do CCA UFV ENGENHARIA FLORESTAL. COORDENADOR Sílvio Nolasco de Oliveira

Currículos dos Cursos do CCA UFV ENGENHARIA FLORESTAL. COORDENADOR Sílvio Nolasco de Oliveira 106 Currículos dos Cursos do CCA UFV ENGENHARIA FLORESTAL COORDENADOR Sílvio Nolasco de Oliveira snolasco@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2014 107 Currículo do Curso de Engenharia Engenheiro ATUAÇÃO O

Leia mais

Currículo do Curso de Engenharia Florestal

Currículo do Curso de Engenharia Florestal Currículo do Curso de Engenharia Engenheiro ATUAÇÃO O Engenheiro estará habilitado a atuar em atividades relacionadas com: construções de madeira; silvimetria e inventário; recursos naturais renováveis;

Leia mais

Currículos dos Cursos UFV ENGENHARIA FLORESTAL. COORDENADOR Silvio Nolasco de Oliveira

Currículos dos Cursos UFV ENGENHARIA FLORESTAL. COORDENADOR Silvio Nolasco de Oliveira 108 ENGENHARIA FLORESTAL COORDENADOR Silvio Nolasco de Oliveira snolasco@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2012 109 Currículo do Curso de Engenharia Engenheiro ATUAÇÃO O Engenheiro estará habilitado a atuar

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE ENGENHARIA FLORESTAL

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE ENGENHARIA FLORESTAL 1 CENTRO DE SAÚDE E TECNOLOGIA RURAL UNIDADE ACADÊMICA DE ENGENHARIA FLORESTAL COORDENAÇÃO DE ENSINO CAMPUS DE PATOS PB PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE ENGENHARIA FLORESTAL PATOS PB 2009 2 PROJETO PEDAGÓGICO

Leia mais

UFPR- SCA - CURSO DE ENGENHARIA FLORESTAL GRADE HORÁRIA - 1º SEMESTRE 2016

UFPR- SCA - CURSO DE ENGENHARIA FLORESTAL GRADE HORÁRIA - 1º SEMESTRE 2016 1º PERÍODO AT141 FÍSICA I - 3 55 2F07:30-10:30 CD046 EXPRESSÃO GRÁFICA I - GEOMETRIA DESCRITIVA - 3 35 35 CENTRO 4F 09:30-12:30 4F 09:30-12:30 CM22 MATEMÁTICA I - 4 55 CENTRO 5F 07:30-09:30 6F 09:30-11:30

Leia mais

2º PERÍODO Código Disciplina ALI Álgebra Linear 60 4 CDI DES Desenho Técnico 45 3 ------------------- FIS I Física I 60 4 CDI FCS

2º PERÍODO Código Disciplina ALI Álgebra Linear 60 4 CDI DES Desenho Técnico 45 3 ------------------- FIS I Física I 60 4 CDI FCS GRADE CURRICULAR DO CURSO BACHARELADO EM ENGENHARIA FLORESTAL A matriz curricular do curso de Engenharia encontra-se organizada em períodos e suas respectivas disciplinas são listadas abaixo. Também estão

Leia mais

Universidade Federal do Espírito Santo

Universidade Federal do Espírito Santo Nível: Grau Conferido: Turno: Tipo: Modalidade: Funcionamento: Ensino Superior Engenheiro Ambiental Matutino Curso Bacharelado Em atividade Documento de Autorização: Resolução/CEPE nº 66/2002-25/11/2002

Leia mais

ORIENTAÇÕES GERAIS PARA O CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - UCS

ORIENTAÇÕES GERAIS PARA O CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - UCS ORIENTAÇÕES GERAIS PARA O CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - UCS Prof. Matheus Parmegiani Jahn Coordenação do Curso de Ciências Biológicas Universidade de Caxias do Sul Abaixo estão algumas orientações gerais

Leia mais

4.4 MATRIZ CURRICULAR CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA AGRONÔMICA

4.4 MATRIZ CURRICULAR CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA AGRONÔMICA 4.4 MATRIZ CURRICULAR CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA AGRONÔMICA 1º PERÍODO Carga Horária Horas/ Calculo Diferencial e Integral 70 10 80 4 Básica Obrigatória - Química I 40 20 60 3 Básica Obrigatória

Leia mais

Aprovado no CONGRAD: 25.08.09 Vigência: ingressos a partir 2010/1. CÓD. 1328 - CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL NOITE Currículo nº 03 MATRIZ CURRICULAR

Aprovado no CONGRAD: 25.08.09 Vigência: ingressos a partir 2010/1. CÓD. 1328 - CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL NOITE Currículo nº 03 MATRIZ CURRICULAR Aprovado no CONGRAD: 25.08.09 Vigência: ingressos a partir 2010/1 CÓD. 1328 - CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL NOITE Currículo nº 03 MATRIZ CURRICULAR I - NÚCLEO BÁSICO Metodologia Científica e Tecnológica

Leia mais

ENGENHARIA FLORESTAL. COORDENADOR Sebastião Renato Valverde

ENGENHARIA FLORESTAL. COORDENADOR Sebastião Renato Valverde ENGENHARIA FLORESTAL COORDENADOR Sebastião Renato Valverde valverde@ufv.br 92 Currículos dos Cursos do CCA UFV Currículo do Curso de Engenharia Engenheiro ATUAÇÃO O Engenheiro estará habilitado a atuar

Leia mais

Currículos dos Cursos UFV CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE LATICÍNIOS. COORDENADOR José Antônio Marques Pereira

Currículos dos Cursos UFV CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE LATICÍNIOS. COORDENADOR José Antônio Marques Pereira 88 CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE LATICÍNIOS COORDENADOR José Antônio Marques Pereira jamperei@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2013 89 Bacharelado ATUAÇÃO O egresso do curso de Ciência e Tecnologia de Laticínios

Leia mais

HORÁRIO DE AULA - Eng. Florestal

HORÁRIO DE AULA - Eng. Florestal HORÁRIO DE AULA - Eng. Florestal 1º PERÍODO DIA ENTRADA E SAÍDA DISCIPLINA Professores DIAS RODIZIO Biologia Geral Drª. Carolina Pirajá HORÁRIO FIXO Segunda Feira Biologia Geral Drª. Carolina Pirajá HORÁRIO

Leia mais

Currículos dos Cursos UFV ENGENHARIA FLORESTAL. COORDENADOR Silvio Nolasco de Oliveira Neto

Currículos dos Cursos UFV ENGENHARIA FLORESTAL. COORDENADOR Silvio Nolasco de Oliveira Neto 102 ENGENHARIA FLORESTAL COORDENADOR Silvio Nolasco de Oliveira Neto snolasco@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2013 103 Currículo do Curso de Engenharia Engenheiro ATUAÇÃO O Engenheiro estará habilitado

Leia mais

104 Currículos dos Cursos do CCA UFV ENGENHARIA FLORESTAL. COORDENADOR Silvio Nolasco de Oliveira

104 Currículos dos Cursos do CCA UFV ENGENHARIA FLORESTAL. COORDENADOR Silvio Nolasco de Oliveira 104 Currículos dos Cursos do CCA UFV ENGENHARIA FLORESTAL COORDENADOR Silvio Nolasco de Oliveira snolasco@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2015 105 Currículo do Curso de Engenharia Engenheiro ATUAÇÃO O

Leia mais

Currículos dos Cursos UFV CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE LATICÍNIOS. COORDENADOR José Antônio Marques Pereira

Currículos dos Cursos UFV CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE LATICÍNIOS. COORDENADOR José Antônio Marques Pereira 92 Currículos dos Cursos UFV CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE LATICÍNIOS COORDENADOR José Antônio Marques Pereira jamperei@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2012 93 Ciência e Tecnologia de Laticínios ATUAÇÃO O egresso

Leia mais

Florestas plantadas (cultivadas)

Florestas plantadas (cultivadas) Florestas plantadas (cultivadas) Curso de Engenharia Industrial Madeireira AT073 Introdução a Engenharia Industrial Madeireira Dr. Umberto Klock Professor - Departamento de Engenharia e Tecnologia Florestal

Leia mais

TECNOLOGIA DE LATICÍNIOS

TECNOLOGIA DE LATICÍNIOS 132 TECNOLOGIA DE LATICÍNIOS COORDENADOR DO CURSO DE TECNOLOGIA DE LATICÍNIOS José Alexandrino Andrade Rocha jarocha@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2002 133 CURRÍCULO DO CURSO DE TECNOLOGIA DE LATICÍNIOS

Leia mais

GRADE CURRICULAR ENGENHARIA FLORESTAL ESALQ/USP 2014

GRADE CURRICULAR ENGENHARIA FLORESTAL ESALQ/USP 2014 GRADE CURRICULAR ENGENHARIA FLORESTAL ESALQ/USP 2014 Disciplinas em Seqüência Aconselhada Créditos Carga Per. Obrigatórias Aula Trab. Tot. Horária Ideal LCB0103(5) Morfologia Vegetal 4 0 4 60 1 LCE0108(4)

Leia mais

ENGENHARIA QUÍMICA. COORDENADOR Cláudio Ferreira Lima cflima@ufv.br

ENGENHARIA QUÍMICA. COORDENADOR Cláudio Ferreira Lima cflima@ufv.br ENGENHARIA QUÍMICA COORDENADOR Cláudio Ferreira Lima cflima@ufv.br 228 Currículos dos Cursos do CCE UFV Engenheiro Químico ATUAÇÃO O Engenheiro Químico tem uma atuação bastante ampla, com enfoque principal

Leia mais

Currículo do Curso de Ciência e Tecnologia de Laticínios

Currículo do Curso de Ciência e Tecnologia de Laticínios Currículo do Curso de Ciência e Tecnologia de Laticínios Bacharelado ATUAÇÃO O egresso do curso de Ciência e Tecnologia de Laticínios terá competências e habilidades para: aplicar conhecimentos científicos

Leia mais

CAMPUS DO POLO ABATETETUBA ANANINDEUA BELEM BRAGANÇA BREVES CASTANHAL PARAGOMINAS

CAMPUS DO POLO ABATETETUBA ANANINDEUA BELEM BRAGANÇA BREVES CASTANHAL PARAGOMINAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTODE CARGO EFETIVO DA CARREIRA DE MAGISTÉRIODO ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO EDITAL

Leia mais

Curso: ENGENHARIA MECÂNICA Curriculo: 100-015/13 DISCIPLINAS EM OFERTA 1ºº Semestre de 2016 - NOTURNO

Curso: ENGENHARIA MECÂNICA Curriculo: 100-015/13 DISCIPLINAS EM OFERTA 1ºº Semestre de 2016 - NOTURNO Curriculo: 100-015/13 GR01158 GR01429 GR02449 GR02445 GR02446 GR02491 GR01195 1º PERÍODO Carga Horária Docentes Cálculo Básico 72.00 Luiz Roberto Dias de Macedo Desenho Técnico I 36.00 Rodrigo Karam Quintas

Leia mais

RELATÓRIO DE CONCORRÊNCIA

RELATÓRIO DE CONCORRÊNCIA 001 - RECIFE 1 - ASSESSOR JURÍDICO 0 ASSESSOR JURÍDICO 10 857 85,70 5 - ANALISTA AMBIENTAL - LABORATÓRIO 8 BACH. OU LIC. EM CIÊNCIAS (BIOLÓGICAS, AMBIENTAIS, NATURAIS) OU 2 37 18,50 LIC. EM BIOLOGIA 9

Leia mais

Faculdade La Salle Mantida pela Sociedade Porvir Científico Credenciada pela Portaria Ministerial nº. 2.653 de 07/12/01 D.O.U. de 10/12/01.

Faculdade La Salle Mantida pela Sociedade Porvir Científico Credenciada pela Portaria Ministerial nº. 2.653 de 07/12/01 D.O.U. de 10/12/01. CONSELHO PEDAGÓGICO - COP RESOLUÇÃO Nº 81/2010, DE 08 DE ABRIL DE 2010 Aprova quadro de equivalência de disciplinas entre cursos de graduação da Faculdade La Salle. O Presidente do Conselho Pedagógico

Leia mais

QUADRO II - PROFESSOR PESQUISADOR CÂMPUS / POLO: LARANJAL DO JARI

QUADRO II - PROFESSOR PESQUISADOR CÂMPUS / POLO: LARANJAL DO JARI A COMISSÃO - N 346/DO PROCESSO SELEÇÃO SIMPLIFICADO do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amapá IFAP, usando das atribuições que lhe confere a Portaria 1402 IFAP 2015 de 19 de novembro

Leia mais

9. Matriz Curricular Curso de Agronomia IFTO/Araguatins

9. Matriz Curricular Curso de Agronomia IFTO/Araguatins 9. Matriz Curricular Curso de Agronomia IFTO/Araguatins Carga Horária 1º PERÍODO Horas/ semana 80 4 Básica Obrigatória - Química I 60 3 Básica Obrigatória - Educação Ambiental 40 2 Básica Obrigatória -

Leia mais

Currículos dos Cursos do CCB UFV BIOQUÍMICA. COORDENADORA DO CURSO BIOQUÍMICA Márcia Rogéria de Almeida marcia@ufv.br

Currículos dos Cursos do CCB UFV BIOQUÍMICA. COORDENADORA DO CURSO BIOQUÍMICA Márcia Rogéria de Almeida marcia@ufv.br 88 Currículos dos Cursos do CCB UFV BIOQUÍMICA COORDENADORA DO CURSO BIOQUÍMICA Márcia Rogéria de Almeida marcia@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2002 89 Bacharelado ATUAÇÃO O curso de Bacharelado em Bioquímica

Leia mais

Pós-Graduação. Ampliação da abrangência da pós-graduação da UFMG, através de mudanças

Pós-Graduação. Ampliação da abrangência da pós-graduação da UFMG, através de mudanças Pós-Graduação Ampliação da abrangência da pós-graduação da UFMG, através de mudanças Na concepção do processo seletivo, de modo a ampliar a abrangência regional e nacional da pós-graduação; Número de Alunos

Leia mais

Indicadores de Qualidade UFRPE

Indicadores de Qualidade UFRPE Ano Curso Cidade CPC Contínuo Faixa MEDICINA VETERINÁRIA GARANHUNS - Unidade com cursos não reconhecidos até 31/10/2014 MEDICINA VETERINÁRIA 1,8339 2 AGRONOMIA SERRA TALHADA 3,2416 4 2013 AGRONOMIA GARANHUNS

Leia mais

Disciplinas que têm material didático

Disciplinas que têm material didático Disciplinas que têm material didático Código CCE0001 GST0001 GST0027 GST0002 GST0003 CCA0066 CCE0002 CCT0001 GST0029 GST0030 GST0031 GST0032 CEL0014 SDE0022 SDE0002 CCE0091 CEL0001 CCA0068 CCT0013 SDE0004

Leia mais

Ano lectivo - 2014 / 2015 - Anual Época Especial

Ano lectivo - 2014 / 2015 - Anual Época Especial MAPA DE SALAS Escola Superior de Tecnologia e Gestão Ano lectivo - 2014 / 2015 - Anual Época Especial Dia Hora Unidade Curricular Nº alunos Curso Sala 01-set 10h História e Crítica do Design DA S 2.7 04-set

Leia mais

RESOLUÇÃO N 070/2014- CONSU/UEAP

RESOLUÇÃO N 070/2014- CONSU/UEAP UNIVERSIDADE DO ESADO DO AMAÁ CONSELHO SUERIOR UNIVERSIÁRIO RESOLUÇÃO N 070/2014- CONSU/UEA Aprova alterações na matriz curricular do curso de Engenharia Florestal da Universidade do Estado do Amapá. O

Leia mais

1ª ETAPA - TURMA A, B, H, L, M, X e Y

1ª ETAPA - TURMA A, B, H, L, M, X e Y CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL I PAIE 3 CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL I "X" PAIE 3 CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL I "Y" PAIE 3 CIÊNCIAS DO AMBIENTE PAIE 3 ÉTICA E CIDADANIA I PAIE 3 FÍSICA GERAL I PAIE

Leia mais

EDITAL UnC REITORIA 024/2016

EDITAL UnC REITORIA 024/2016 EDITAL UnC REITORIA 02/2016 Abre inscrição para o Processo de Recomposição de Carga Horária dos Professores de Ensino Superior da UnC e dá outras providências. A Reitora da Universidade do Contestado UnC,

Leia mais

Currículos dos Cursos UFV NUTRIÇÃO. COORDENADORA Ana Íris Mendes Coelho aicoelho@ufv.br

Currículos dos Cursos UFV NUTRIÇÃO. COORDENADORA Ana Íris Mendes Coelho aicoelho@ufv.br 134 NUTRIÇÃO COORDENADORA Ana Íris Mendes Coelho aicoelho@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2013 135 Bacharelado ATUAÇÃO O Nutricionista é um profissional de saúde, legal e tecnicamente habilitado para

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICO SALESIANO AUXILIUM Curso de Ciências Contábeis

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICO SALESIANO AUXILIUM Curso de Ciências Contábeis MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS GRADE 9 Currículo Pleno aprovado pelo Conselho de Curso para o ano de 2013 Cód. Disc. DISCIPLINAS 1º SEMESTRE CRÉD. CH TOTAL TEÓRICA PRÁTICA 3201-1 Matemática

Leia mais

E D I T A L. 2º A Avaliação de Suficiência será feita exclusivamente por meio de prova presencial escrita, individual e sem consulta.

E D I T A L. 2º A Avaliação de Suficiência será feita exclusivamente por meio de prova presencial escrita, individual e sem consulta. EDITAL DC/CP 12/2016 DIVULGA AS S DE CURSOS DE GRADUAÇÃO DO CAMPUS CAMPINAS, DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO USF, OBJETO DE INSCRIÇÃO PARA AVALIAÇÃO DE SUFICIÊNCIA NO 1º SEMESTRE DE 2016. O Diretor do Campus

Leia mais

RESOLUÇÃO N 031, DE 13 DE JUNHO DE 2016

RESOLUÇÃO N 031, DE 13 DE JUNHO DE 2016 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO CEARÁ CONSELHO SUPERIOR RESOLUÇÃO N 031, DE 13 DE JUNHO DE 2016 Aprova o alinhamento da matriz do curso de Ciências Biológicas

Leia mais

Carreira 170 Economia Empresarial e Controladoria Ribeirão Preto Curso 35: Bacharelado em Economia Empresarial e Controladoria

Carreira 170 Economia Empresarial e Controladoria Ribeirão Preto Curso 35: Bacharelado em Economia Empresarial e Controladoria Carreira 100 Administração Ribeirão Preto Curso 10: Administração Diurno Curso 11: Administração Noturno Carreira 105 Arquitetura FAU Curso 12: Arquitetura e Urbanismo Carreira 110 Arquitetura São Carlos

Leia mais

Corpo Docente ETEC Prof. Marcos Uchôas dos Santos Penchel - 2016

Corpo Docente ETEC Prof. Marcos Uchôas dos Santos Penchel - 2016 Corpo Docente ETEC Prof. Marcos Uchôas dos Santos Penchel - 2016 Professores Formação Adilson José D. Campos Adriana A. Palmeira G. de França Adriano Sene Gonçalves Alessandro Macedo Euzébio Ana Cristina

Leia mais

O curso de Administração da FACHASUL

O curso de Administração da FACHASUL O administrador gerencia recursos financeiros, materiais e humanos de uma empresa. Ele tem lugar em praticamente todos os departamentos de uma organização pública, privada ou sem fins lucrativos. Em recursos

Leia mais

EDITAL Nº 05 /2012/REITORIA/IFTO, DE 13 DE FEVEREIRO DE 2012.

EDITAL Nº 05 /2012/REITORIA/IFTO, DE 13 DE FEVEREIRO DE 2012. EDITAL Nº 05 /2012//IFTO, DE 13 DE FEVEREIRO DE 2012. SELEÇÃO DE TUTORES DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - BOLSISTAS DO PROGRAMA DA REDE E-TEC BRASIL CAMPUS PARAÍSO DO TOCANTINS RETIFICAÇÃO Nº 01 O REITOR DO INSTITUTO

Leia mais

Política sobre eucalipto geneticamente modificado (EucaliptoGM) da Fibria

Política sobre eucalipto geneticamente modificado (EucaliptoGM) da Fibria Política sobre eucalipto geneticamente modificado (EucaliptoGM) da Fibria 1. OBJETIVO Nortear as ações da Fibria nas questões ligadas à engenharia genética e seus produtos, em especial sobre a pesquisa

Leia mais

SISU/UFMG 1ª EDIÇÃO DE 2016 Máximos e Mínimos por Curso/Modalidade

SISU/UFMG 1ª EDIÇÃO DE 2016 Máximos e Mínimos por Curso/Modalidade UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS Registro Discente Departamento de Registro e Controle Acadêmico SISU/UFMG 1ª EDIÇÃO DE 2016 Máximos e Mínimos por Curso/Modalidade Informações geradas Após após 3ª

Leia mais

Período Letivo: 2016/1. Curso: ARQUITETURA E URBANISMO Habilitação: ARQUITETURA E URBANISMO Currículo: ARQUITETURA E URBANISMO

Período Letivo: 2016/1. Curso: ARQUITETURA E URBANISMO Habilitação: ARQUITETURA E URBANISMO Currículo: ARQUITETURA E URBANISMO Período Letivo: 2016/1 Curso: ARQUITETURA E URBANISMO Habilitação: ARQUITETURA E URBANISMO Currículo: ARQUITETURA E URBANISMO Créditos Obrigatórios: 260 Créditos Eletivos: 10 Créditos Complementares: 6

Leia mais

VAGAS OCIOSAS PARA TRANSFERÊNCIA 2016-1 CAMPUS PONTAL - Ituiutaba - MG

VAGAS OCIOSAS PARA TRANSFERÊNCIA 2016-1 CAMPUS PONTAL - Ituiutaba - MG ** Turno matutino aulas/atividades preferencialmente no período da manhã / Turno diurno aulas/atividades preferencialmente nos períodos da manhã e tarde. / ** Turno noturno - aulas/atividades preferencialmente

Leia mais

FACULDADE DE AGRONOMIA. MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE AGRONOMIA (Adequada conforme as exigências da Resolução CNE/CES n. 1, de 2 de fevereiro de 2006)

FACULDADE DE AGRONOMIA. MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE AGRONOMIA (Adequada conforme as exigências da Resolução CNE/CES n. 1, de 2 de fevereiro de 2006) FACULDADE DE AGRONOMIA MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE AGRONOMIA (Adequada conforme as exigências da Resolução CNE/CES n. 1, de 2 de fevereiro de 2006) PRIMEIRO PERÍODO NDC113 Biologia Celular 72 60 - AGR151

Leia mais

Curso: Bacharelado em Psicologia. Portaria de Autorização n 657 de 08/05/2009 Publicado no D.O.U. 11/05/2009

Curso: Bacharelado em Psicologia. Portaria de Autorização n 657 de 08/05/2009 Publicado no D.O.U. 11/05/2009 Curso: Bacharelado em Psicologia Portaria de Autorização n 657 de 08/05/2009 Publicado no D.O.U. 11/05/2009 Área de Formação: Psicologia Diploma em: Bacharel em Psicologia Período de Integralização: Mínimo

Leia mais

Faculdade Pitágoras de Linhares Mantenedora: SOCE Sociedade Capixaba de Educação Ltda. Fundada pelo Decreto nº 90.

Faculdade Pitágoras de Linhares Mantenedora: SOCE Sociedade Capixaba de Educação Ltda. Fundada pelo Decreto nº 90. Faculdade Pitágoras de Linhares Mantenedora: SOCE Sociedade Capixaba de Educação Ltda. Fundada pelo Decreto nº 90.569, em 27/11/1984 EDITAL Nº 002/2013 O Diretor da Faculdade Pitágoras de Linhares, no

Leia mais

HORÁRIOS DE AULA DO CURSO DE AGRONOMIA Turma AG 01 HORÁRIO SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA

HORÁRIOS DE AULA DO CURSO DE AGRONOMIA Turma AG 01 HORÁRIO SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA Turma AG 01 Tecnologia de Processamento de Plantas Espontâneas 15h Tecnologia de Processamento de Forragicultura e Silvicultura 45h 08-10h Produtos Agropecuários Fisiologia Pós-Colheita 15h Produtos Agropecuários

Leia mais

ANEXO II TRANSFERÊNCIA FACULTATIVA CURSOS MINISTRADOS EM NITERÓI

ANEXO II TRANSFERÊNCIA FACULTATIVA CURSOS MINISTRADOS EM NITERÓI CURSO PRETENDIDO ANTROPOLOGIA ARQUIVOLOGIA ARTES BIBLIOTECONOMIA E DOCUMENTAÇÃO BIOMEDICINA ANEXO II TRANSFERÊNCIA FACULTATIVA CURSOS MINISTRADOS EM NITERÓI CURSO DE ORIGEM REQUISITOS ESPECÍFICOS CARGA

Leia mais

EDITAL DE DESEMPENHO DOS ALUNOS

EDITAL DE DESEMPENHO DOS ALUNOS CURSO/TURMA AQUICULTURA 2009 1 200902TRIAQ03 APTO 2 200902TRIAQ01183 APTO 3 200902TRIAQ07 APTO 4 200902TRIAQ08 APTO 5 200902TRIAQ09 APTO 6 200902TRIAQ03 APTO Aprovada em Conselho em Física 7 200902TRIAQ01184

Leia mais

Edital nº 5/2013 PROEXT/IFAP

Edital nº 5/2013 PROEXT/IFAP 1. Função: PROFESSOR/INSTRUTOR Local de atuação: CÂMPUS MACAPÁ Rodovia BR 2010, KM 03, s/n, Brasil Novo, Macapá-AP Cód. Vaga Curso FIC SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA TECNOLOGIA

Leia mais

Produção de plantas de eucalipto em Portugal

Produção de plantas de eucalipto em Portugal Produção de plantas de eucalipto em Portugal Armando Goes 20 de Outubro de 2014, COTF CELPA, Associação da Indústria Papeleira Pomos o Futuro no Papel 1. O eucalipto em Portugal 2. O novo PDR 2020 3. Produção

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURSO DE GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA BACHARELADO

MATRIZ CURRICULAR CURSO DE GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA BACHARELADO FAHESA - Faculdade de Ciências Humanas, Econômicas e da Saúde de Araguaína ITPAC INSTITUTO TOCANTINENSE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS S/A Av. Filadélfia, 568, Setor Oeste - Araguaína / TO - CEP 77.816-540

Leia mais

Campus UFSCar de Sorocaba Experiências em Sustentabilidade

Campus UFSCar de Sorocaba Experiências em Sustentabilidade Colóquio Sustentabilidade, Educação Ambiental e Eficiência Energética: um desafio para as instituições de ensino e para a sociedade. CONSELHO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL Secretaria Especial do

Leia mais

Qtde Monitores Solicitados. Aprovados com bolsa. Aprovados Voluntários STATUS

Qtde Monitores Solicitados. Aprovados com bolsa. Aprovados Voluntários STATUS Digital Digital Gráfico 1- Introdução à Programação 2- Introdução à Programação Avançada EIXO DE IMAGNES EM MOVIMENTOS 1- Fundamentos da Imagem em Movimento 2- Introdução aos Efeitos Especiais 3- Vídeo

Leia mais

E D I T A L. I. estiver regularmente matriculado nas Faculdades Integradas Sévigné;

E D I T A L. I. estiver regularmente matriculado nas Faculdades Integradas Sévigné; EDITAL SA N.º 06/2009 DISPÕE SOBRE O PROCESSO DE INSCRIÇÃO PARA A AVALIAÇÃO DE SUFICIÊNCIA E O EXAME DE PROFICIÊNCIA DAS FACULDADES INTEGRADAS SÉVIGNÉ. O Secretário Acadêmico das Faculdades Integradas

Leia mais

CAPES/DPR/CDI PRODOC - RELAÇÃO DE PROJETOS ENCAMINHADOS NO EDITAL 2007 - PROJETOS RECOMENDADOS - RESULTADO FINAL

CAPES/DPR/CDI PRODOC - RELAÇÃO DE PROJETOS ENCAMINHADOS NO EDITAL 2007 - PROJETOS RECOMENDADOS - RESULTADO FINAL ADMINISTRAÇÃO UFMS ADMINISTRAÇÃO ADMINISTRAÇÃO UFSC ADMINISTRAÇÃO ANTROPOLOGIA UNB ANTROPOLOGIA ANTROPOLOGIA UNICAMP ANTROPOLOGIA SOCIAL ARTES / MÚSICA UFRGS ARTES VISUAIS ARTES / MÚSICA UDESC MÚSICA ARTES

Leia mais

1. DAS MODALIDADES OU NÍVEIS EDUCACIONAIS, UNIDADES CURRICULARES, PERFIS/HABILITAÇÕES EXIGIDAS, VAGAS E REGIME DE TRABALHO

1. DAS MODALIDADES OU NÍVEIS EDUCACIONAIS, UNIDADES CURRICULARES, PERFIS/HABILITAÇÕES EXIGIDAS, VAGAS E REGIME DE TRABALHO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA COORDENAÇÃO PERMANENTE DE CONCURSOS PÚBLICOS PROFESSOR EFETIVO DE ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR AGRONOMIA - ATUAL

MATRIZ CURRICULAR AGRONOMIA - ATUAL MATRIZ CURRICULAR AGRONOMIA - ATUAL Semestre Código Disciplina Carga horária total Créditos Pré-requisitos AGR 101 Biologia Celular - AGR 102 Cálculo Diferencial e Integral 80 4 - AGR 103 Desenho Técnico

Leia mais

1ª ETAPA - TURMA D e K

1ª ETAPA - TURMA D e K CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL I PF 3 CIÊNCIAS DO AMBIENTE PF 3 ÉTICA E CIDADANIA I PF 3 FÍSICA GERAL I PF 3 GEOMETRIA ANALÍTICA E VETORES PF 3 FÍSICA EXPERIMENTAL I COMPUTAÇÃO, ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO

Leia mais

SUMÁRIO INTRODUÇÃO CAPÍTULO 1 Etimologia e evolução histórica Etimologia Evolução histórica A erva-mate nas diferentes regiões produtoras CAPÍTULO 2

SUMÁRIO INTRODUÇÃO CAPÍTULO 1 Etimologia e evolução histórica Etimologia Evolução histórica A erva-mate nas diferentes regiões produtoras CAPÍTULO 2 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... CAPÍTULO 1... Etimologia e evolução histórica... 1. Etimologia... 2. Evolução histórica... 3. A erva-mate nas diferentes regiões produtoras... 3.1. A erva-mate na Argentina... 3.2.

Leia mais

1 Retenção na fonte. 2 Percentual a ser descontado

1 Retenção na fonte. 2 Percentual a ser descontado 1 Retenção na fonte Desde 01.02.04, os pagamentos efetuados pelas pessoas jurídicas a outras pessoas jurídicas de direito privado, pela prestação dos serviços abaixo relacionados, estão sujeitos à retenção

Leia mais

Nº de Vagas Lei Decreto nº

Nº de Vagas Lei Decreto nº Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul EDITAL Nº 19/2016 ANEXO II QUADRO DE VAGAS Nº de Vagas

Leia mais

Reitoria. Universidade do Minho, 2 de outubro de 2015

Reitoria. Universidade do Minho, 2 de outubro de 2015 Reitoria despacho RT-52/2015 No âmbito do Despacho RT-51/2015, de 2 de tubro, são aprovadas, para o ano letivo de 2016/2017, as provas de ingresso para titulares do ensino secundário português e pré-requisitos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO. Concurso Público para provimento efetivo de vagas no cargo de Professor da Carreira de Magistério Superior

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO. Concurso Público para provimento efetivo de vagas no cargo de Professor da Carreira de Magistério Superior UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO Concurso Público para provimento efetivo de vagas no cargo de Professor da Carreira de Magistério Superior Edital Nº 5, de 9 de junho de 06 Anexo III - Quadro de

Leia mais

CONCURSOS PÚBLICOS DA FEPAM 2014 EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N.º 01/2014 ANEXO

CONCURSOS PÚBLICOS DA FEPAM 2014 EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N.º 01/2014 ANEXO CONCURSOS PÚBLICOS DA FEPAM 204 EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N.º 0/204 ANEXO 0 Quadro demonstrativo dos empregos, do salário, das vagas, das vagas para portadores de 0 - Analista - Administrador 02 - Analista

Leia mais

HORÁRIOS DE AULA CURSO: ENGENHARIA AMBIENTAL SEMESTRE: 2016.1 PERIODO: 5º TURMA: GRA 0130105NNA TURNO: NOITE BLOCO: B

HORÁRIOS DE AULA CURSO: ENGENHARIA AMBIENTAL SEMESTRE: 2016.1 PERIODO: 5º TURMA: GRA 0130105NNA TURNO: NOITE BLOCO: B CURSO: ENGENHARIA SEMESTRE: 2016.1 PERIODO: 5º TURMA: GRA 0130105NNA TURNO: NOITE BLOCO: B HIDROLOGIA RESISTÊNCIA DOS MATERIAIS Julio Lopes TOPOGRAFIA HIDROLOGIA ÓTICA E MOV ONDULATÓRIOS Patrícia Façanha

Leia mais

SEG TER QUA QUI SEX SAB

SEG TER QUA QUI SEX SAB SOCIESC, Albano Schmidt,, Joinville, Brazil 7:7-8: 8: - 9:0 9:0-9: 0:0 - :00 :00 - :0 :00 - :0 :0 - :0 :0 - :0 : - : 7:00-7:0 7:0-8:0 8:0-9:00 9:00-9:0 9:0-0:0 0:0 - :0 :0 - :0 Horário criado:0/07/0 CV08

Leia mais

TURMAS MÓDULO B - 2015 TURMAS MÓDULO C - 2015 TURMAS. Início Término Disciplinas. Início Término Disciplinas. Início Término Disciplinas

TURMAS MÓDULO B - 2015 TURMAS MÓDULO C - 2015 TURMAS. Início Término Disciplinas. Início Término Disciplinas. Início Término Disciplinas BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO Calouros - Quintas-feiras, das 18h20 às 20h25 (C3) - Núcleo Comum 03 primeiros Módulos, Veteranos - Quintas-feiras das 20h30 às 22h35 (C3) 2013/02 2012/08 - - - - MÓDULO NÚCLEO

Leia mais

CALENDÁRIO DE RECUPERAÇÃO º SEMESTRE (Dias: 15, 16 e 17 de julho de 2013) DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS

CALENDÁRIO DE RECUPERAÇÃO º SEMESTRE (Dias: 15, 16 e 17 de julho de 2013) DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS LCE008 Química Inorgânica e Analítica Prova 08:00 2h Sala 0 LCE020 Cálculo I Prova 6:00 2h Anfiteatro Pavilhão da Engenharia LES080 Introdução à Administração Prova 08:00 2h Sala 2 LES LFN022 Zoologia

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO FLORESTAL 30/08/2013

ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO FLORESTAL 30/08/2013 ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO FLORESTAL 30/08/2013 Objetivos da disciplina Visão de Administração e Planejamento Tomar decisões Fazer Planejamento Conhecimento para planejar e administrar Postura crítica

Leia mais

Sistema AGRIS - Categorias de Assuntos: A AGRICULTURA. A01 Agricultura - aspectos gerais. A50 Investigação B GEOGRAFIA E HISTÓRIA.

Sistema AGRIS - Categorias de Assuntos: A AGRICULTURA. A01 Agricultura - aspectos gerais. A50 Investigação B GEOGRAFIA E HISTÓRIA. Sistema AGRIS - Categorias de Assuntos: A AGRICULTURA A01 Agricultura - aspectos gerais A50 Investigação B GEOGRAFIA E HISTÓRIA B10 Geografia B50 História C EDUCAÇÃO, EXTENSÃO E INFORMAÇÃO C10 Educação

Leia mais

Curso: NEGÓCIOS INTERNACIONAIS Curriculo: 100-173/13 DISCIPLINAS EM OFERTA 2ºº Semestre de 2016 - NOTURNO

Curso: NEGÓCIOS INTERNACIONAIS Curriculo: 100-173/13 DISCIPLINAS EM OFERTA 2ºº Semestre de 2016 - NOTURNO GR02322 GR01183 GR01187 GR01195 GR02326 GR01649 1º PERÍODO Carga Horária Docentes Estudo do Homem Contemporâneo - Negócios 36.00 Não ofertada no 2º semestre de 2016 Instituições de Direito 36.00 Não ofertada

Leia mais

Pré-requisito Coreq Disciplina CCA137 - BIOLOGIA CELULAR - Ativa desde: 01/01/2006. Natureza - Obrigatoria Prática 34 Teórica 34

Pré-requisito Coreq Disciplina CCA137 - BIOLOGIA CELULAR - Ativa desde: 01/01/2006. Natureza - Obrigatoria Prática 34 Teórica 34 1 de 10 Nível:Graduação Início: 20062 Título: 01 - - CCA137 - BIOLOGIA CELULAR - Ativa desde: CCA235 - FUNDAMENTOS DE FILOSOFIA - Ativa desde: 11/01/2008 CCA311 - INTRODUÇÃO ÀS CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - Ativa

Leia mais

CONCURSO DO ESTUDANTE INTERNACIONAL PARA O ANO LETIVO DE 2016/2017

CONCURSO DO ESTUDANTE INTERNACIONAL PARA O ANO LETIVO DE 2016/2017 CUJOS CANDIDATOS QUE NÃO SEJAM TITULARES DE S DO ENSINO CON DO ESTUDANTE INTERNACIONAL PARA O ANO LETIVO DE 2016/2017 FACULDADE DE ARQUITETURA Arquitetura, área de especialização em Arquitetura de Interiores

Leia mais