- 1 - R-5-PM. Polícia Militar do Estado de São Paulo REGULAMENTO DE UNIFORMES DA POLÍCIA MILITAR. 3ª Edição. Tiragem: 1.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "- 1 - R-5-PM. Polícia Militar do Estado de São Paulo REGULAMENTO DE UNIFORMES DA POLÍCIA MILITAR. 3ª Edição. Tiragem: 1."

Transcrição

1 R-5-PM Polícia Militar do Estado de São Paulo REGULAMENTO DE UNIFORMES DA POLÍCIA MILITAR 3ª Edição Tiragem: exemplares 1996 Setor Gráfico do CSM/MInt - 1 -

2 POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO COMANDO GERAL São Paulo, 23 de dezembro de DESPACHO Nº DSist-014/322/96 O Comandante Geral da Polícia Militar do Estado de São Paulo, no uso da competência que lhe foi conferida pelo artigo 6º do Regulamento de Uniformes da Polícia Militar (R-5-PM), aprovado pelo Decreto nº , de 29 de dezembro de 1987, introduz modificações nos uniformes ali previstos, autorizando a impressão e distribuição da sua 3ª edição nos termos do artigo 17 das I-1-PM. CLAUDIONOR LISBOA Cel PM - Comandante - 2 -

3 D I S T R I B U I Ç Ã O 1. ÓRGÃOS DE DIREÇÃO a. GERAL Cmt G SCmt PM Gab Cmt G Sch EM/PM EM/PM (Seções e Secretaria) EM/E: AMSSP SCPO SCPP AMAL AMTJ AMTJME AMPMSP AAMPM Correg PM BPGE b. SETORIAL Diretorias (02) cada, exceto DAL) DAL CSM/MInt C Mil ÓRGÃOS DE APOIO, ESPECIAIS DE APOIO, EXECUÇÃO E ESPECIAIS DE EXECUÇÃO: a. OPM até nível de Btl. (01 Cada) b. OPM até nível de Cia (01 Cada) RESERVA EM/PM 4 Seção TIRAGEM PARA VENDA NO CSM/MINT Obs: (1) Os exemplares da distribuição deverão ser incluídos em carga nos termos do artigo 57 das I-1-PM (Instruções para as Publicações da Polícia Militar)

4 SUMÁRIO Pag. TÍTULO I As Normas Gerais (Artigo 1º a 14) TÍTULO II Da Classificação, Composição, Posse e Regras de Uso dos Uniformes CAPÍTULO I Dos Uniformes de Gala (Art.15) CAPÍTULO II Dos Uniformes Especiais (Art.16) CAPÍTULO III Dos Uniformes Básicos (Art.17) CAPÍTULO IV Dos Uniformes Específicos (Art.18) TÍTULO III A Classificação, Composição E Regras De Uso Dos Uniformes Dos Alunos Oficiais CAPÍTULO I Dos Uniformes de Gala (Art.19) CAPÍTULO II Dos Uniformes Básicos (Art.20) TÍTULO IV Dos Brasões e dos Símbolos CAPÍTULO I Da Conceituação (Arts 21 E 22) CAPÍTULO II Da Classificação (Arts 23 A 25) CAPÍTULO III Da Descrição (Arts 26 A 39) CAPÍTULO IV Das Regras De Uso (Arts 40 A 42) TÍTULO V Das Insígnias CAPÍTULO I Da Conceituação e da Classificação (Arts 45 E 46) CAPÍTULO II Da Descrição (Arts 47 A 56) CAPÍTULO III - 4 -

5 Das Regras de Uso (Arts 57 A 60) TÍTULO VI Dos Distintivos CAPÍTULO I Da Conceituação e da Classificação (Arts 61 E 62) CAPÍTULO II Da Descrição e Medidas (Arts 63 A 73) CAPÍTULO III Das Regras de Uso (Arts 74 A 78) CAPÍTULO IV Da Confecção das Insígnias ou distintivos (Art..80) TÍTULO VII Das Condecorações CAPÍTULO I Da Conceituação e da Classificação (Arts 81 A 87) CAPÍTULO II Das Definições Particulares (Art. 88) CAPÍTULO III Das Regras de Uso (Art. 89) CAPÍTULO IV Da Precedência (Arts 90 A 97) TÍTULO VIII Das Disposições Finais CAPÍTULO I Da Proibição da Permissão do Uso de Uniformes e da Comissão Permanente (Arts 98 A 100) CAPÍTULO II Do Uso e do Porte da Cobertura (Art. 101) CAPÍTULO III Dos Indicativos de Comando (Art. 102) CAPÍTULO IV Da Correspondência com Uniformes das Forcas Armadas e com Trajes Civis (Art. 103) CAPÍTULO V Da Fixação das Praças e Condecorações (Art. 104) CAPÍTULO VI Da Bandeira Paulista Reduzida (Art. 105) CAPÍTULO VII Da Espada e do Alamar (Arts 106 E 107) CAPÍTULO VIII Do Tempo de Duração da Devolução e da Distribuição dos - 5 -

6 Uniformes (Arts 108 A 111) CAPÍTULO IX Da Identificação Nominal (Art. 112) CAPÍTULO X Das Alterações nos Uniformes (Arts 113 A 115) Alterações inclusas : Boletim Geral nº 177/97, de 16Set97. Boletim Geral nº 197/97, de 14Out97. Boletim Geral nº 214/97, de 00Dez97. Boletim Geral nº 009/98, de Boletim Geral nº 71/98, de Boletim Geral nº 81/98, de Boletim Geral nº 82/98, de Boletim Geral nº 098/98, de Boletim Geral nº 103/98, de Boletim Geral nº 132/98, de Boletim Geral nº 139/98, de Boletim Geral nº 162/98, de Boletim Geral nº 171/98, de Boletim Geral nº 175/98, de Boletim Geral nº 196/98, de Boletim Geral nº 197/98, de Boletim Geral nº 227/98, de Boletim Geral nº 234/98, de Boletim Geral nº 241/98, de Boletim Geral nº 243/98, de Boletim Geral nº 001/99, de Boletim Geral nº 011/99, de Boletim Geral nº 013/99, de Boletim Geral nº 082/99, de Boletim Geral nº 083/99, de Boletim Geral nº 095/99, de Boletim Geral nº 125/99, de Boletim Geral nº 130/99, de Boletim Geral nº 138/99, de Boletim Geral nº 145/99, de Boletim Geral nº 168/99, de Boletim Geral nº 171/99, de Boletim Geral nº 191/99, de Boletim Geral nº 233/99, de Boletim Geral nº 002/00, de Boletim Geral nº 017/00, de Boletim Geral nº 037/00, de - 6 -

7 Boletim Geral nº 039/00, de Boletim Geral nº 067/00, de Boletim Geral nº 089/00, de Boletim Geral nº 107/00, de Boletim Geral nº 113/00, de Boletim Geral nº 161/00, de Boletim Geral nº 207/00, de Boletim Geral nº 231/00, de Boletim Geral nº 234/00, de - 7 -

8 DECRETO Nº , de 29 DE DEZEMBRO DE Aprova o novo Regulamento de Uniformes do pessoal da Polícia Militar do Estado de São Paulo. ORESTES QUÉRCIA, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO, no uso de suas atribuições legais. DECRETA Artigo 1º - Fica aprovado o Regulamento de Uniformes da Polícia Militar do Estado de São Paulo (RUPM), que com este baixa. Artigo 2º - É expressamente proibido o uso de uniformes, peças deste, distintivos ou insígnias, iguais ou semelhantes aos estabelecidos no RUPM, por qualquer pessoa ou instituição que não seja integrante da Polícia Militar do Estado de São Paulo. Artigo 3º - O presente Regulamento de Uniformes não poderá sofrer nenhuma alteração em suas linhas gerais, dentro do prazo de cinco anos, contados da data de sua publicação obrigatória. Artigo 4º - Este decreto entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário e, em especial o Regulamento de Uniformes aprovado pelo decreto nº , de 17 de dezembro de 1962, e suas alterações posteriores, devendo sua implantação se verificar gradualmente, conforme instruções a serem baixadas pelo Comando Geral da Polícia Militar do Estado de São Paulo. PALÁCIO DOS BANDEIRANTES, 29 DE DEZEMBRO DE ORESTES QUÉRCIA GOVERNADOR DO ESTADO LUIZ ANTÔNIO FLEURY FILHO Secretário da Segurança Pública EDGARD CAMARGO RODRIGUES Secretário Adjunto, respondendo pelo expediente da Secretaria do Governo - 8 -

9 REGULAMENTO DE UNIFORMES DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO TÍTULO I DAS NORMAS GERAIS Artigo 1º - O presente Regulamento tem por objetivo estabelecer os uniformes da Polícia Militar do Estado de São Paulo e regular seu uso, posse e confecção. Parágrafo único - Fica estabelecida como cor padrão da Polícia Militar, o "Cinza-Bandeirante", devendo os tecidos de poliéster e gabardine de lã obedecerem ao tingimento em fio, com as características constantes do anexo. Artigo 2º - O uniforme é o símbolo da autoridade e seu uso correto é fator primordial na apresentação individual e coletiva do policial militar, contribuindo para o fortalecimento da disciplina e para a boa imagem da Corporação. Artigo 3º - Os uniformes estabelecidos neste Regulamento têm por finalidade principal, caracterizar o policial militar permitindo, à primeira vista, distinguir não só os seus postos e graduações, como também, os Quadros e Qualificações a que pertencem. Artigo 4º - Os uniformes estabelecidos neste Regulamento são de uso exclusivo da Polícia Militar do Estado de São Paulo. 1º - Fica vedado a quaisquer pessoas, empresas ou instituições o uso de insígnias, distintivos, uniformes ou peças complementares cujas cores formas ou modelos se assemelhem ou se confundam com os da Polícia Militar do Estado de São Paulo. 2º - É facultado ao policial militar, na inatividade, o uso dos uniformes para comparecer a solenidades militares e, quando autorizados, a cerimônias cívicas comemorativas de datas nacionais ou de atos sociais solenes de caráter particular. 3º - A autorização de que trata o parágrafo anterior é dada pela maior autoridade policial militar do local onde resida o interessado e, caso ela seja de posto ou graduação inferior ao do inativo, este deverá solicitar a autorização à autoridade hierarquicamente superior, mais próxima

10 Artigo 5º - É dever de todo policial militar zelar por seus uniformes, pela correta apresentação pessoal, e pela de seus subordinados em geral. Artigo 6º - Ao Comandante Geral compete a: I - criação, modificação ou extinção de uniformes especiais, básicos e específicos, peças complementares e equipamentos; II - criação, modificação ou extinção de distintivos, estandartes e bandeiras-insignias de comando; e III - modificação de detalhes dos uniformes e do material de confecção, de acordo com a evolução tecnológica ou as disponibilidades de mercado. Artigo 7º - Ao Comandante Geral e aos Comandantes de Organizações Policiais Militares (OPM) até o escalão Batalhão (BPM), cabe exercer a ação fiscalizadora junto às organizações públicas ou privadas de quaisquer natureza que usem uniformes, de modo a não permitirem que estes possam ser confundidos com os previstos neste Regulamento. Artigo 8º - É vedado alterar as características dos uniformes ou, sobrepor aos mesmos, peças, artigos, insígnias ou distintivos, de quaisquer natureza, não previstos neste Regulamento. 1º - Excetuam-se os equipamentos de proteção individual, aprovados pelo Cmt G, que poderão ser usados exclusivamente em operações em que se faça necessário seu uso. 2º - O policial militar, fora do território do Estado, quando o indicarem as condições particulares de sua área de operação, poderá utilizar peças de uniformes não previstas neste Regulamento, mediante autorização expressa do Comandante Geral da Polícia Militar do Estado de São Paulo. Artigo 9º - É vedado ao policial militar o uso de peças ou de uniformes das Forças Armadas, Forças Auxiliares ou paramilitares estrangeiras. Artigo 10 - O policial militar que comparecer às solenidades militares deverá fazê-lo no uniforme previsto e, nos eventos civis, deverá observar a regra de correspondência prevista no artigo 103. Artigo 11 - Compete à autoridade policial-militar que autorizar a realização de solenidade ou atos militares, designar o uniforme a ser usado

11 Artigo 12 - Ressalvadas as exceções expressamente consignadas, os uniformes previstos nos artigos 17 e 18 são de posse obrigatória dos policiais militares da ativa. Parágrafo único - Os uniformes previstos nos artigos 15, 16 e 19, são de posse obrigatória dos policiais militares que sirvam nas OPM onde haja necessidade do seu uso. Artigo 13 - Cabe ao Comandante Geral da Polícia Militar baixar os atos complementares a este Regulamento, relativamente aos seguintes assuntos: - no CPChq e OPM subordinadas, no desenvolvimento das suas atividades operacionais; - proibido nos deslocamentos do serviço para a residência e vice-versa; I - descrição das peças dos uniformes e especificação do material usado na sua confecção, no sentido de obter a máxima uniformidade de cores e qualidade; II - uniformes e peças para as atividades especializadas; III - distintivos e condecorações; IV - complementação dos uniformes e designação de peças e e- quipamentos não previstos neste Regulamento, mas necessários aos policiais militares quando empregados em situações especiais; e, V - regulamentação do uso de traje civil para os policiais militares, quando no desempenho de função que requeira esse traje. Artigo 14 - Estendem-se aos Aspirantes a Oficial PM as prescrições referentes aos Oficiais, salvo disposição expressa em contrário. TÍTULO II DA CLASSIFICAÇÃO, COMPOSIÇÃO, POSSE E REGRAS DE USO DOS UNIFORMES CAPÍTULO I Dos Uniformes De Gala Artigo 15 - A classificação, a composição, a posse e o uso dos uniformes de gala obedecem às seguintes prescrições:

12 I - G-1.1 "Masculino" a) Boné branco; b) sobrecasaca azul-ferrete; c) colarinho branco; d) calça azul-ferrete; e) meias pretas; f) sapatos pretos; g) cinturão encarnado com galões dourados e guia de espada; h) platinas de galões dourados; e i) peças complementares: (1) pelerine azul-ferrete; (2) luvas pretas. - obrigatório para o Comandante Geral, SCmt da Polícia Militar, Oficiais da Casa Militar, Diretor de Ensino e Instrução, Oficiais da APMBB, Assessorias Militares e Ajudantes de Ordem, e facultativo para os demais Oficiais; - em solenidades oficiais de recepção de gala, visitas ou representações e Chefes de Estado, nas reuniões ou cerimônias em que seja exigido o uso de casaca ou fraque, ou quando autorizado, em ato solene de caráter particular. II - G-1.2 "Masculino" espada; a) boné branco; b) sobrecasaca branca; c) colarinho branco; d) calça azul-ferrete; e) meias pretas; f) sapatos pretos; g) cinturão encarnado com galões dourados e guia de h) platinas de galões dourados; e i) peças complementares: (1) pelerine azul-ferrete; (2) luvas brancas

13 - obrigatório para o Comandante Geral, SCmt da Polícia Militar, Oficiais da Casa Militar, Diretor de Ensino e Instrução, Oficiais da APMBB, Assessorias Militares e Ajudantes de Ordens, e facultativo para os demais Oficiais; - em solenidades oficiais de recepção de gala, visitas ou representações de Chefes de Estado, nas reuniões ou cerimônias em que seja exigido o uso de casaca ou fraque ou, quando autorizado, em ato solene de caráter particular. III - G-1.3 "Masculino" a) barretina; b) sobrecasaca azul-ferrete; c) colarinho branco; d) calça azul-ferrete; e) meias pretas; f) sapatos ou botinas pretas; g) talabarte branco; h) platinas de galões dourados; e i) peças complementares: (1) luvas pretas; (2) espada; (3) fiador dourado. - Oficiais da APMBB; - em formaturas e desfiles. IV - G-1.4 "Masculino" a) barretina; b) sobrecasaca branca; c) colarinho branco; d) calça azul-ferrete; e) meias pretas; f) sapatos ou botinas pretas; g) talabarte branco; h) platinas de galões dourados; e i) peças complementares: (1) luvas brancas;

14 (2) espada; (3) fiador dourado. - Oficiais da APMBB; - em formaturas e desfiles. V - G-1.5 "Masculino" a) barretina; b) sobrecasaca azul-ferrete; c) colarinho branco; d) calça creme; e) meias pretas; f) sapatos ou botinas pretas; g) talabarte branco; h) platinas de galões dourados; e i) peças complementares: (1) luvas pretas; (2) espada; (3) fiador dourado. - Oficiais da APMBB; - em formaturas e desfiles. VI - G-2.1 "Feminino" a) boné branco; b) jaqueta aberta azul-ferrete; c) blusa branca com peitilho; d) fita em laço azul-ferrete; e) saia longa azul-ferrete; f) meias cor natural; g) sapatos azul-marinho de salto alto; h) faixa encarnada; i) platinas de galões dourados; j) carteira azul-marinho; e l) peças complementares: (1) pelerine azul-ferrete; (2) luvas brancas

15 - Oficiais; - em solenidades oficiais de recepção de gala, visitas ou representações de Chefes de Estado, nas reuniões ou cerimônias em que seja exigido o rigor absoluto ou, quando autorizado, em ato solene de caráter particular. VII - G-2.2 "Feminino" a) boné branco; b) jaqueta aberta azul-ferrete; c) blusa branca com peitilho; d) fita em laço azul-ferrete; e) saia curta azul-ferrete; f) meias cor natural; g) sapatos azul-marinho de salto alto; h) faixa encarnada; i) platinas de galões dourados; j) carteira azul-marinho; e l) peças complementares: (1) pelerine azul-ferrete; (2) luvas brancas. - Oficiais; - em solenidades oficiais de recepção de gala, visitas ou representações de Chefes de Estado, nas reuniões ou cerimônias em que seja exigido o rigor ou, quando autorizado, em ato solene de caráter particular. VIII - G-2.3 "Feminino" 1) Composição; a) boné branco; b) jaqueta aberta branca; c) blusa branca com peitilho; d) fita em laço azul-ferrete; e) saia longa azul-ferrete; f) meias cor natural; g) sapatos azul-marinho de salto alto; h) faixa encarnada; i) platinas de galões dourados; j) carteira azul-marinho; e

16 l) peças complementares: (1) pelerine azul-ferrete; (2) luvas brancas. - Oficiais; - em solenidades oficiais de recepção de gala, visitas ou representações de Chefes de Estado, nas reuniões ou cerimônias em que seja exigido o rigor absoluto ou, quando autorizado, em ato solene de caráter particular. IX - G-2.4 "Feminino" 1) Composição; a) boné branco; b) jaqueta aberta branca; c) blusa branca com peitilho; d) fita em laço azul-ferrete; e) saia curta azul-ferrete; f) meias cor natural; g) sapatos azul-marinho salto alto; h) faixa encarnada; i) platinas de galões dourado; j) carteira azul-marinho; e l) peças complementares: (1) pelerine azul-ferrete; (2) luvas brancas. - Oficiais; - em solenidades oficiais de recepção de gala, visitas ou representações de Chefes de Estado, nas reuniões ou cerimônias em que seja exigido o rigor absoluto ou, quando autorizado, em ato solene de caráter particular. X - G-2.5 "Feminino" a) barretina; b) sobrecasaca azul-ferrete; c) colarinho branco; d) saia-calça azul-ferrete;

17 e) meias cor natural; f) sapatos pretos de salto médio; g) talabarte branco; h) platinas de galões dourados; e i) peças complementares: (1) luvas pretas; (2) espada; (3) fiador dourado. - Oficiais; - em formaturas e desfiles. XI - G-2.6 "Feminino" a) barretina; b) sobrecasaca branca; c) colarinho branco; d) saia-calça azul-ferrete; e) meias cor natural; f) sapatos pretos de salto médio; g) talabarte branco; h) platinas de galões dourados; e i) peças complementares: (1) luvas brancas; (2) espada; (3) fiador dourado. - Oficiais; - em formaturas e desfiles. XII - G-2.7 "Feminino" a) barretina; b) sobrecasaca azul-ferrete; c) colarinho branco; d) saia-calça creme; e) meias cor natural; f) sapatos preto de salto médio; g) talabarte branco; h) platinas de galões dourado; e

18 i) peças complementares: (1) luvas pretas; (2) espada; (3) fiador dourado. - Oficiais; - em formaturas e desfiles. Parágrafo único - É permitido à Policial Feminina o uso de brinco solitário com tarraxa e incrustação de tipo brilhante ou pérola branca. CAPÍTULO II Dos Uniformes Especiais Artigo 16 - A classificação, a composição, a posse e o uso dos uniformes especiais obedecem às seguintes prescrições: I - E-1.1 "Masculino" a) capacete com penacho de crina; b) sobrecasaca azul-ferrete; c) culote encarnado; d) luvas brancas; e) meias pretas; f) botas pretas; e g) peças complementares: (1) dragonas (Oficiais, Subtenentes e Sargentos); (2) charlateiras (Cabos e Soldados); Clarins). (3) talim de couro branco; (4) correia em couro branco, com canana preta; (5) fiador dourado (Oficiais); (6) fiador de couro preto (Praças); (7) espada; (8) esporas; (9) peitilho de pano encarnado (Escolta e Banda de - Oficiais e Praças do R P Mon "9 de Julho";

19 - em formaturas, desfiles, guardas especiais, guardas ornamentais e escoltas de honra. II - E-1.2 "Masculino" a) capacete com penacho de crina; b) sobrecasaca branca; c) culote encarnado; d) luvas brancas; e) meias pretas; f) botas pretas; e g) peças complementares: (1) dragonas (Oficias, Subtenentes e Sargentos); (2) charlateiras (Cabos e Soldados); (3) talim de couro branco; (4) correia em couro branco, com canana preta; (5) fiador dourado (oficiais); (6) fiador de couro preto (Praças); (7) espada; (8) esporas; (9) peitilho de pano encarnado (Escolta e Banda de Clarins). - Oficiais e Praças do R P Mon "9 de Julho"; - em formaturas, desfiles, guardas especiais, guardas ornamentais e escoltas de honra. III - E-2.1 "Masculino" a) barretina; b) sobrecasaca encarnada; c) calça preta; d) luvas brancas; e) meias pretas; f) sapatos ou botinas pretas; e g) peça complementar: (1) talabarte branco. - Oficiais e Praças da Casa Militar;

20 - em formaturas, desfiles e guardas especiais do Palácio do Governo. IV - E-2.2 "Masculino" a) barretina; b) sobrecasaca branca; c) calça preta; d) luvas brancas; e) meias pretas; f) sapatos ou botinas pretas; e g) peça complementar: (1) talabarte branco. - Oficiais e Praças da Casa Militar; - em formaturas, desfiles e guardas especiais do Palácio do Governo. V - E-3 "Masculino" a) chapéu encarnado; b) sobrecasaca azul-ferrete; c) culote encarnado; d) luvas brancas; e) meias pretas; f) botas pretas; e g) peças complementares: (1) cinturão com coldre branco; (2) esporas cromadas. - Praças do Destacamento Montado de Campos do Jordão; - em formaturas, desfiles e guardas especiais do Palácio do Governo em Campos do Jordão. VI - E-4.1 "Masculino"

21 (Praças). especiais. a) barretina; b) sobrecasaca azul-ferrete; c) calça encarnada; d) luvas brancas (Oficiais); e) meias pretas; f) sapatos ou botinas pretas; e g) peças complementares: (1) platinas; (2) peitilho dourado (Oficiais) e prateado (Praças); 3) cinto de galões, dourado (Oficiais) e prateado - Oficiais e Praças do Corpo Musical; - em formaturas, desfiles, concertos e representações - em concerto, será usado sem a barretina. VII - E-4.2 "Masculino" (Praças). especiais. a) barretina; b) sobrecasaca branca; c) calça encarnada; d) luvas brancas (Oficiais); e) meias pretas; f) sapatos ou botinas pretas; e g) peças complementares: (1) platinas; (2) peitilho dourado (Oficiais) e prateado (Praças); (3) cinto de galões, dourado (Oficiais) e prateado - Oficiais e Praças do Corpo Musical; - em formaturas, desfiles, concertos e representações - em concerto, será usado sem a barretina

22 CAPÍTULO III Dos Uniformes Básicos Artigo 17 - A classificação, a composição, a posse e o uso dos uniformes básicos obedecem às seguintes prescrições: I - 1º Uniforme: - FORMAL 1 - B-1.1 "Masculino" OPM, Praças; a) boné cinza-bandeirante; b) túnica cinza-bandeirante; c) camisa branca; d) gravata horizontal azul-ferrete; e) calça cinza-bandeirante; f) cinto cinza-bandeirante; g) meias pretas; h) sapatos pretos; e i) peças complementares: (1) platinas azul-ferrete; (2) luvas pretas; (3) pelerine azul-ferrete. - Oficiais, e, mediante autorização do Comandante da - em atividades sociais, onde for exigido o rigor. 2 - B "Masculino" a) boné cinza-bandeirante; b) túnica cinza-bandeirante; c) camisa branca; d) gravata vertical azul-ferrete; e) calça cinza-bandeirante; f) cinto cinza-bandeirante; g) meias pretas; h) sapatos pretos; e i) peças complementares:

23 OPM, Praças; OPM, Praças; (1) platinas azul-ferrete; (2) luvas pretas; (3) pelerine azul-ferrete. - Oficiais, e, mediante autorização do Comandante da - quando exigido o passeio completo. 3 - B "Masculino" a) boné cinza-bandeirante; b) túnica branca; c) camisa branca; d) gravata horizontal azul-ferrete; e) calça cinza-bandeirante; f) cinto cinza-bandeirante; g) meias pretas; h) sapatos pretos; e i) peças complementares: (1) platinas azul-ferrete; (2) luvas pretas; (3) pelerine azul-ferrete. - Oficiais, e, mediante autorização do Comandante da - em atividades sociais, onde for exigido o rigor. 4 - B-1.4 "Masculino" a) boné cinza-bandeirante; b) túnica branca; c) camisa branca; d) gravata vertical azul-ferrete; e) calça cinza-bandeirante; f) cinto cinza-bandeirante; g) meias pretas; h) sapatos pretos; e i) peças complementares:

24 OPM, Praças; (1) platinas azul-ferrete; (2) luvas pretas; (3) pelerine azul-ferrete. - Oficiais, e, mediante autorização do Comandante da - quando exigido o passeio completo. 5 - B-1.5 "Masculino" a) boné cinza-bandeirante; b) túnica branca; c) camisa branca; d) gravata vertical azul-ferrete; e) calça cinza-bandeirante; f) cinto cinza-bandeirante; g) meias pretas; h) sapatos pretos; e i) peça complementar: (1) platinas azul-ferrete. - Oficiais e Praças do Corpo Musical; - em concertos e representações especiais. 6 - B-1.6 "Masculino" a) boné branco; b) túnica branca; c) camisa branca; d) gravata horizontal azul-ferrete; e) calça branca; f) cinto branco; g) meias brancas; h) sapatos brancos; e i) peças complementares: (1) platinas azul-ferrete;

25 (2) luvas brancas. - Oficiais; - em atividades sociais, onde for exigido o rigor, e em atos solenes de caráter particular. 7 - B-1.7 "Masculino" completo. a) boné cinza-bandeirante; b) túnica cinza-bandeirante; c) camisa branca; d) gravata vertical azul-ferrete; e) culote cinza-bandeirante; f) cinto cinza-bandeirante; g) meias pretas; h) botas pretas; e i) peças complementares: (1) platinas azul-ferrete; (2) luvas pretas. - Oficiais e Praças do R P Mon "9 de Julho"; - em provas de equitação e onde for exigido o passeio 8 - B-1.8 "Masculino" a) boné azul-ferrete; b) túnica azul-ferrete; c) camisa branca; d) gravata vertical azul-ferrete; e) culote branco; f) cinto cinza-bandeirante; g) meias pretas; h) botas pretas; e i) peças complementares: (1) platinas azul-ferrete; (2) luvas pretas. - Oficiais e Praças do R P Mon "9 de Julho";

26 completo. - em provas de equitação e onde for exigido o passeio 9 - B-1.9 "Feminino" OPM, Praças; passeio completo. a) chapéu cinza-bandeirante; b) túnica cinza-bandeirante; c) camisa branca; d) fita em laço azul-ferrete; e) saia cinza-bandeirante curta / longa; f) cinto cinza-bandeirante; g) meias cor natural; h) sapatos pretos de salto alto; i) carteira preta; e j) peças complementares: (1) platinas azul-ferrete; (2) luvas pretas; (3) pelerine azul-ferrete. - Oficiais, e, mediante autorização do Comandante da - em atividades sociais onde for exigido o rigor ou o 10 - B-1.10 "Feminino" a) chapéu cinza-bandeirante; b) túnica branca; c) camisa branca; d) fita em laço azul-ferrete; e) saia cinza-bandeirante curta / longa; f) cinto cinza-bandeirante; g) meias cor natural; h) sapatos preto de salto alto; i) carteira preta; e j) peças complementares: (1) platinas azul-ferrete; (2) luvas pretas; (3) pelerine azul-ferrete

27 OPM, Praças; passeio completo. - Oficiais, e, mediante autorização do Comandante da - em atividades sociais, onde for exigido o rigor ou o 11 - B-1.11 "Feminino" a) boné branco; b) túnica branca; c) saia branca curta / longa; d) meias cor natural; e) sapatos brancos de salto alto; f) carteira branca; e g) peça complementar: (1) platinas azul-ferrete. - Oficiais; - em atividades sociais, onde for exigido o rigor e em atos solenes de caráter particular. II - 2º Uniforme: - PASSEIO 1 - B-2.1 "Masculino" a) boné cinza-bandeirante; b) túnica cinza-bandeirante; c) camisa cinza claro; d) gravata vertical cinza-bandeirante; e) calça cinza-bandeirante; f) cinto cinza-bandeirante; g) meias pretas; h) sapatos pretos; e i) peças complementares: (1) capote cinza-bandeirante( substitui a túnica ); (2) capa impermeável cinza-bandeirante; (3) luvas pretas. - Oficiais, e, facultado às Praças;

28 - em trânsito, nos serviços, nas representações quando não for determinado outro uniforme, e nas convocações como membro militar do Tribunal de Justiça Militar. 2 - B-2.2 "Masculino" a) boné cinza-bandeirante; b) túnica cinza-bandeirante; c) camisa cinza claro; d) gravata vertical cinza-bandeirante; e) culote cinza-bandeirante; f) cinto cinza-bandeirante; g) meias pretas; h) botas pretas; e i) peças complementares: (1)capote cinza-bandeirante( substitui a túnica ); (2) capa impermeável cinza-bandeirante; (3) luvas pretas. - Oficiais, e, facultado às Praças do R P Mon "9 de Julho"; - em trânsito, nos serviços, nas representações quando não for determinado outro uniforme, e nas convocações como membro militar do Tribunal de Justiça Militar. 3 - B-2.3 "Feminino" a) chapéu cinza-bandeirante; b) túnica cinza-bandeirante; c) camisa cinza claro; d) fita em laço cinza-bandeirante; e) saia cinza-bandeirante; f) cinto cinza-bandeirante; g) meias cor natural; h) sapatos pretos de salto médio; e i) peças complementares: (1) capote cinza-bandeirante ( substitui a túnica e somente com botas); (2) capa impermeável cinza-bandeirante; (3) botas pretas (somente com capote); (4) luvas pretas

29 - Oficiais, e, facultado às Praças; - em trânsito, nas representações, quando não for determinado outro uniforme, e nas convocações como membro militar do Tribunal de Justiça Militar. III - 3º Uniforme: - PASSEIO 1 - B-3.1 "Masculino" a) boné cinza-bandeirante; b) camisa cinza claro meia manga; c) calça cinza-bandeirante; d) cinto cinza-bandeirante; e) meias pretas; f) sapatos ou botas pretas cano curto; e g) peças complementares: (1) jaqueta cinza-bandeirante; 2) capote cinza-bandeirante; (3) capa impermeável cinza-bandeirante;. (4) blusa de lã azul-ferrete ( 3º, artigo 17 ). - Oficiais e Praças; - em serviços administrativos, em trânsito e solenidades quando determinado, facultado o uso do cinturão de couro preto. - os integrantes do R P Mon poderão usar culote e botas, em substituição à calça e sapatos. 2 - B-3.2 "Masculino" a) gorro sem pala cinza-bandeirante; b) camisa cinza claro meia manga; c) calça cinza-bandeirante; d) cinto cinza-bandeirante; e) meias pretas; f) sapatos ou botas pretas cano curto; e g) peças complementares: (1) jaqueta cinza-bandeirante; (2) capote cinza-bandeirante; (3) capa impermeável cinza-bandeirante; (4) blusa de lã azul-ferrete ( 3º, artigo 17 ). - Oficiais e Praças;

30 - no âmbito interno das OPM, viaturas de apoio operacional e autos particulares, sendo vedado para trânsito a pé. 3 - B-3.3 "Feminino" a) chapéu cinza-bandeirante; b) camisa cinza claro meia manga; c) saia cinza-bandeirante; d) cinto cinza-bandeirante; e) meias cor natural; f) sapatos pretos de salto médio; g) bolsa preta; e h) peças complementares: (1) jaqueta cinza-bandeirante; (2) capote cinza-bandeirante (somente com botas); (3) capa impermeável cinza-bandeirante; (4) botas pretas (somente com capote); (5) blusa de lã azul-ferrete ( 3º, artigo 17 ). - Oficiais e Praças; - em serviços administrativos, em trânsito e solenidades, quando determinado. 4 - B-3.4 "Feminino" a) gorro sem pala cinza-bandeirante; b) camisa cinza claro meia manga; c) saia cinza-bandeirante; d) cinto cinza-bandeirante; e) meias cor natural; f) sapatos pretos de salto médio; g) bolsa preta; e h) peças complementares: (1) jaqueta cinza-bandeirante; (2) capote cinza-bandeirante (somente com botas); (3) capa impermeável cinza-bandeirante; (4) botas pretas (somente com capote);

31 (5) blusa de lã azul-ferrete ( 3º, artigo 17). - Oficiais e Praças; - no âmbito interno das OPM, viaturas de apoio operacional e autos particulares, sendo vedado para trânsito a pé. IV - 3º Uniforme: - OPERACIONAL 1 - B-3.5 "Masculino e Feminino" a) gorro com pala cinza-bandeirante; b) camisa cinza claro meia manga; c) calça cinza-bandeirante; d) cinto cinza-bandeirante; e) meias pretas; f) botas pretas cano curto ; e g) peças complementares: (1) capa impermeável cinza-bandeirante; (2) jaqueta cinza-bandeirante; (3) capote cinza-bandeirante; (4) fiel preto; (5) cinturão de couro preto, com complementos; (6) luvas pretas; (7) cachecol cinza-bandeirante. - Oficiais e Praças; - no policiamento motorizado e a pé. - nos deslocamentos da residência para o serviço e vice-versa, sendo obrigatório o uso do cinturão de couro preto com complementos. - nas atividades internas das OPM, sendo facultado o uso do gorro sem pala cinza-bandeirante e cinturão. 2 - B-3.6 "Masculino e Feminino" a) gorro com pala branco; b) camisa cinza claro meia manga; c) calça cinza-bandeirante;

32 d) cinto cinza-bandeirante; e) meias pretas; f) botas pretas cano curto; e g) peças complementares: (1) jaqueta cinza-bandeirante; (2) capote cinza-bandeirante; (3) capa impermeável amarelo-canário; (4) fiel preto; (5) colete refletivo (em operação); (6) cinturão e porta talão preto; (7) luvas pretas; (8) cachecol cinza-bandeirante; (9) cordão preto com apito. - Oficiais e Praças; - policiamento de trânsito no interior. 3 - B-3.7 "Masculino e Feminino" a) gorro com pala cinza-bandeirante; b) camisa cinza claro meia manga; c) bermuda cinza-bandeirante; d) cinto cinza-bandeirante; e) meias cinza; f) calçado esportivo preto; e g) peças complementares: (1) capa impermeável cinza-bandeirante; (2) cinturão de couro preto, com complementos; (3) fiel preto. - Oficiais e Praças; - no policiamento florestal em barco. - no policiamento a pé e motorizado, na área do litoral e em outras com altas temperaturas, mediante autorização expressa do SCmt/PM. 4 - B-3.8 "Masculino e Feminino" a) capacete; b) camisa cinza claro meia manga;

33 c) bermuda cinza-bandeirante; d) cinto cinza-bandeirante; e) meias cinza; f) calçado esportivo preto; e g) peça complementar: (1) cinturão de couro preto, com complementos. - Praças; - no policiamento com bicicleta. 5 - B-3.9 "Masculino e Feminino" a) boina; b) camisa cinza claro meia manga; c) calça cinza-bandeirante; d) cinto cinza-bandeirante; e) meias pretas; f) botas pretas cano curto; e g) peças complementares: (1) capa impermeável cinza-bandeirante; (2) jaqueta cinza-bandeirante; (3) capote cinza-bandeirante; (4) cinturão de couro preto, com complementos; (5) fiel preto; (6) luvas pretas; (7) cachecol cinza-bandeirante. - Oficiais e Praças do CPChq e OPM subordinadas; - quando no cumprimento de missão operacional sendo proibido para deslocamento da residência para o serviço e vice-versa. - o CPChq, 2º e 3º BPChq usarão boina cinzabandeirante e o 1º BPChq usará boina preta e braçal próprio. 6 - B-3.10 "Masculino" a) boina cinza-bandeirante; b) camisa cinza claro meia manga; c) culote cinza-bandeirante; d) cinto cinza-bandeirante; e) meias pretas;

34 f) botas pretas; e g) peças complementares: (1) capa impermeável cinza-bandeirante; (2) jaqueta cinza bandeirante; (3) poncho cinza-bandeirante; (4) cinturão de couro preto, com complementos; (5) fiel preto; (6) luvas pretas; (7) cachecol cinza-bandeirante. - Oficiais e Praças; - no policiamento montado. 7 - B-3.11 "Masculino" a) boina azul celeste; b) camisa cinza claro meia manga; c) calça cinza-bandeirante; d) cinto cinza-bandeirante; e) meias pretas; f) botas pretas cano curto; e g) peças complementares: (1) capa impermeável cinza-bandeirante; (2) jaqueta cinza-bandeirante; (3) capote cinza-bandeirante; (4) cinturão de couro preto, com complementos; (5) fiel preto; (6) luvas pretas; (7) cachecol cinza-bandeirante; (8) braçal azul-royal. - Oficiais e Praças da Corregedoria; - no patrulhamento disciplinar ostensivo. 8 - B-3.12 "Masculino" a) capacete branco; b) camisa cinza claro meia manga; c) calça cinza-bandeirante; d) cinto cinza-bandeirante;

35 e) meias pretas; f) botas pretas cano curto; e g) peças complementares: (1) capa impermeável cinza-bandeirante; (2) jaqueta cinza-bandeirante; (3) capote cinza-bandeirante; (4) cinturão de couro, com coldre branco; (5) fiel branco; (6) luvas brancas de cano longo; (7) cachecol ornamental branco; (8) braçal branco. - Oficiais e Praças da Corregedoria; 3) Uso : - em desfiles, representações especiais, guardas ornamentais e especiais. 9 - B-3.13 "Masculino e Feminino" a) capacete branco; b) camisa cinza claro meia manga; c) calça cinza-bandeirante; d) cinto cinza-bandeirante; e) meias pretas; f) botas pretas cano curto; e g) peças complementares: (1) capa impermeável cinza-bandeirante; (2) jaqueta cinza-bandeirante; (3) capote cinza-bandeirante; (4) cinturão de couro preto, com complementos; (5) fiel preto; (6) luvas pretas; (7) cachecol cinza-bandeirante. - Oficiais e Praças; - no policiamento de presídios. - no policiamento de eventos desportivos, culturais e artísticos B-3.14 "Masculino e Feminino" a) capacete branco;

36 b) camisa cinza claro meia manga; c) calça cinza-bandeirante; d) cinto cinza-bandeirante; e) meias pretas; f) botas pretas cano curto; e g) peças complementares: (1) capa impermeável cinza-bandeirante; (2) jaqueta cinza-bandeirante; (3) capote cinza-bandeirante; (4) fiel branco; (5) talabarte branco; (6) luvas brancas; (7) cachecol ornamental branco; (8) braçal branco. - Oficiais e Praças; - no policiamento de guarda e gala B-3.15 "Masculino e Feminino" a) capacete branco; b) camisa cinza claro meia manga c) culote cinza-bandeirante; d) cinto cinza-bandeirante e) meias pretas; f) botas pretas; e g) peças complementares: (1) conjunto impermeável preto; (2) jaqueta preta; (3) fiel preto; (4) cinturão de couro preto, com complementos; (5) luvas pretas, de couro (6) cachecol cinza-bandeirante. (7) gorro com pala cinza-bandeirante 2) Posse - Oficiais e Praças; - no policiamento com motocicleta. - nos serviços ordinários de motociclista. V - 4º Uniforme: - INSTRUÇÃO E CHOQUE 1 - B-4.1 "Masculino e Feminino"

37 a) gorro com pala cinza-bandeirante; b) gandola cinza-bandeirante meia manga; c) calça cinza-bandeirante; d) cinto cinza-bandeirante;

38 e) meias pretas; f) coturno preto; g) peças complementares (1) capa impermeável cinza-bandeirante; (2) jaqueta cinza-bandeirante; (3) capote cinza-bandeirante; (4) fiel preto; (5) cinturão de couro preto, com complementos; (6) luvas pretas; (7) cachecol cinza-bandeirante - Oficiais e praças do CPChq e Unidades subordinadas, 35º BPM/I e 1º BPGd. 3) Uso -exclusivamente na execução de suas atividades operacionais. -o gorro com pala poderá ser substituído pelo capacete ou gorro sem pala em atividades de instrução. - autorizado o uso do gorro sem pala no âmbito interno da OPM. - em atividades de instrução, podendo o gorro com pala ser substituído pelo capacete ou gorro sem pala. - no CPChq e OPM subordinadas, neste caso autorizado o deslocamento do serviço para a residência e vice-versa, bem como o uso do gorro sem pala no âmbito interno da OPM. VI - 5º Uniforme: TREINAMENTO FÍSICO esportivos. 1 - B-5.1 "Masculino" a) camiseta branca meia manga; b) calção azul-ferrete; c) meias brancas; d) calçado esportivo preto; e e) peça complementar: (1) abrigo azul-royal; - Oficiais e Praças; - na prática de educação física, nas paradas e nos desfiles 2 - B-5.2 "Masculino" a) camiseta branca meia manga;

39 b) calção branco; c) meias brancas; d) calçado esportivo branco; e e) peça complementar: (1) abrigo azul-royal. - Oficiais com CIEF; - quando ministrando instrução física. 3 - B-5.3 "Masculino" a) maiô azul-ferrete; b) sandálias com tiras pretas; e c) peça complementar: (1) abrigo azul-royal. - Oficiais e Praças; - na prática de natação. 4 - B-5.4 "Masculino" a) camiseta branca meia manga; b) calção branco; c) meias brancas; d) calçado esportivo branco; e e) peças complementares: (1) abrigo azul-royal; (2) japona impermeável azul-claro. - Oficiais da Escola de Educação Física (EEF); - interno e representações, sendo vedado para os deslocamentos do serviço a residência e vice-versa. 5 - B-5.5 "Masculino" a) camiseta branca meia manga; b) calção azul-ferrete;

40 c) meias brancas; d) calçado esportivo preto; e e) peças complementares: (1) abrigo azul-royal; (2) japona impermeável azul-claro. - Praças da Escola de Educação Física(EEF); - interno e representações, sendo vedado para os deslocamentos do serviço para a residência e vice-versa. 6 - B-5.6 "Masculino" a) maiô azul-ferrete (Oficiais); b) maiô vermelho (Subtenentes e Sargentos); c) maiô preto (Cabos e Soldados); d) sandálias com tiras pretas; e e) peça complementar: (1) abrigo azul-royal. - Oficiais e Praças da Escola de Educação Física(EEF); - na prática de natação. 7 - B-5.7 "Feminino" a) camiseta branca meia manga; b) calção azul-ferrete; c) meias brancas; d) calçado esportivo preto; e e) peça complementar: (1) abrigo azul-royal. - Oficiais e Praças; - na prática de educação física, nas paradas e nos desfiles esportivos. 8 - B-5.8 "Feminino"

41 a) maiô azul-ferrete "tipo olímpico" (Oficiais); b) maiô vermelho "tipo olímpico" (subtenentes e Sargentos); a) camiseta branca meia manga; b) calção branco; c) meias branca; d) calçado esportivo branco; e e) peça complementar: (1) abrigo azul-royal. - Oficiais com CIEF; - quando ministrando instrução de educação física. 9 - B-5.9 "Feminino" a) maiô azul-ferrete "tipo olímpico"; b) sandálias com tiras pretas; e c) peça complementar: (1) abrigo azul-royal. - Oficiais e Praças; - na prática de natação B-5.10 "Feminino" c) maiô preto "tipo olímpico" (cabo e soldados); d) sandálias com tiras pretas; e e) peça complementar: (1) abrigo azul-royal. - Oficiais e Praças da Escola de Educação Física (EEF); - na prática de natação. 1º - Para competições esportivas, as OPM poderão adotar outros uniformes para as suas equipes representativas, conforme a modalidade do esporte, submetendo-os à prévia aprovação do Comando Geral

42 2º - Farão parte do uniforme B-3 "OPERACIONAL" e B-4, como peças complementares, os equipamentos funcionais e os de proteção individual (EPI) que o serviço ou instrução requerer. 3º - As blusas de lã azul-ferrete substituirão a jaqueta cinza-bandeirante e poderão ser usadas no âmbito interno da OPM, vedado o deslocamento da residência para o serviço e vice-versa. 4º - As boinas somente poderão ser usadas quando no cumprimento de missão operacional, sendo proibido o uso para deslocamentos da residência para o serviço e vice-versa. 5º - Os integrantes do Tático Móvel, quando de serviço, poderão usar boina cinza-bandeirante, desde que autorizado pelo respectivo Grande Comando. 6º - É permitido à Policial Feminina o uso de brinco solitário com tarraxa e incrustação de tipo brilhante ou pérola branca. CAPÍTULO IV Dos Uniformes Específicos Artigo 18 - A classificação, a composição, a posse e o uso dos uniformes específicos obedecem às seguintes prescrições: I - 1º Uniforme - ESPECÍFICO 1 - Ef-1 Masculino e Feminino a) boné cinza-bandeirante; b) camisa cinza claro meia manga; c) culote cinza-bandeirante; d) cinto preto; e) meias pretas; f) botas pretas; e g) peças complementares: (1) blusão ou jaqueta de couro preto; (2) cachecol cinza-bandeirante; (3) colete refletivo (em operação); (4) conjunto impermeável (em operação); (5) Capa impermeável cinza-bandeirante (em trânsito);

43 (6) luvas pretas; (7) cinturão de couro preto, com complementos; (8) gorro sem pala (atividades internas) (9) fiel preto. - Oficiais e Praças; - no policiamento rodoviário, serviços administrativos e nos deslocamentos da residência para o serviço e vice-versa. - nos serviços administrativos o culote poderá ser substituído pela calça ou saia, conforme o caso, e as botas pelos sapatos ou botas pretas cano curto. - a jaqueta de couro preto será usada exclusivamente em serviço, pelos motociclistas do CPRv. II - 2º Uniforme - ESPECÍFICO 2 - EF-2 "Masculino e Feminino" a) gorro com pala branco; b) camisa cinza claro meia manga; c) culote cinza-bandeirante; d) cinto cinza-bandeirante; e) meias pretas; f) botas pretas; e g) peças complementares: (1) macacão e capa impermeáveis amarelo-canário; (2) jaqueta de couro preta; (3) capote cinza-bandeirante; (4) fiel branco; (5) cinturão e porta talão pretos; (6) luvas pretas com canhão branco; (7) cachecol cinza-bandeirante; (8) colete refletivo (em operação); (9) cordão branco com apito. - Oficiais e Praças; - policiamento de trânsito na Capital. - nos serviços administrativos, o culote poderá ser substituído pela calça ou saia, conforme o caso, as botas pelos sapatos, ou botas pretas cano curto e o gorro com pala pelo gorro sem pala. III - 3º Uniforme: - ESPECÍFICO

44 3 - EF-3.1 "Masculino e Feminino" a) gorro com pala cinza-bandeirante; b) gandola cinza-bandeirante meia mangas; c) calça cinza-bandeirante; d) cinto cinza-bandeirante; e) meias pretas; f) botinas pretas; e g) peças complementares: (1) cinto ginástico vermelho e preto; (2) botas pretas cano longo; (3) jaqueta cinza-bandeirante; (4) camisa cinza-bandeirante (5) capacete. - Oficiais e Praças do Corpo de Bombeiros, - em trabalhos de incêndio, salvamento e resgate. - nos deslocamentos da residência para o serviço e vice-versa. - nas atividades internas da OPM, podendo a gandola ser substituída pela camisa cinza-bandeirante. 2 - Ef-3.2 "Masculino" a) gorro com pala azul-ferrete; b) camiseta branca regata; c) calção azul-ferrete; d) maiô vermelho; e) sandálias com tiras pretas; e f) peça complementar: (1) abrigo vermelho (2) calçado esportivo preto (3) meias brancas. - Oficiais e Praças do Corpo de Bombeiros; - nos serviços de proteção a banhistas. 3 - Ef-3.3 "Masculino e Feminino" a) camiseta branca regata (Masculino);

45 files esportivos; b) camiseta branca meia manga (Feminino); c) calção vermelho; d) maiô vermelho (Masculino); e) maiô vermelho tipo olímpico (Feminino); f) meias brancas; g) calçado esportivo preto; e h) peças complementares: (1) abrigo vermelho; (2) sandalhas com tiras pretas. - Oficiais e Praças do Corpo de Bombeiros; - na pratica de educação física, nas paradas e nos des- - em operação enchente. 4 - Ef "Masculino e Feminino" 1 ) Composição: a) maiô vermelho (masculino) b) maiô vermelho "tipo olímpico" (feminino); c) sandálias com tiras pretas; d) peça complementar: (1) abrigo vermelho. - Oficiais e Praças do Corpo de Bombeiros - na prática de natação. IV - 4º Uniforme: - ESPECÍFICO 1 - Ef-4.1 "Masculino" a) capacete branco; b) camisa cinza claro meia manga; c) culote de couro preto; d) cinto de couro preto; e) meias pretas; f) botas pretas; e g) peças complementares: (1) capa impermeável preta; (2) jaqueta de couro preta; (3) fiel preto;

46 tas; 2 - Ef-4.2 "Masculino" a) capacete branco; b) jaqueta cinza-bandeirante; c) camisa cinza claro; d) gravata vertical cinza-bandeirante; e) culote cinza-bandeirante; f) cinto cinza-bandeirante; g) meias pretas; h) botas pretas; e i) peças complementares: (1) conjunto impermeável preto; (2) luvas pretas de cano longo; (3) fiel preto; (4) cinturão de couro preto, com complementos; (5) braçal branco. - Oficiais e Praças do pelotão de escolta de motociclistas; (4) cinturão de couro preto, com complementos; (5) luvas pretas de cano longo; (6) cachecol cinza-bandeirante; (7) braçal branco (8) gorro com pala cinza-bandeirante. - Oficiais e Praças do pelotão de escolta de motociclis- - nos serviços de escolta. - nos serviços de escolta. 3 - Ef-4.3 "Masculino" a) capacete branco; b) jaqueta branca; c) camisa branca; d) gravata vertical azul-ferrete; e) culote cinza-bandeirante; f) cinto cinza-bandeirante; g) meias pretas; h) botas pretas; e

47 tas; i) peças complementares: (1) platinas azul-ferrete; (2) luvas pretas de cano longo; (3) fiel preto; (4) cinturão de couro preto, com complementos. - Oficiais e Praças do pelotão de escolta de motociclis- - nos serviços de escolta. V - 5º Uniforme: - ESPECÍFICO 1 - Ef-5.1 "Masculino e Feminino" a) capuz preto; b) gandola camuflada tipo urbana; c) calça camuflada tipo urbana; d) camiseta cinza-bandeirante; e) meias pretas; f) calçado preto especial; e g) peças complementares: (1) cinto de guarnição especial; (2) colete tático multiuso; (3) gorro com pala preto. - Oficiais e Praças da 5ª Cia - GATE / 3º BPChq; - somente quando em operações de ação tática especial. 2 - Ef-5.2 "Masculino e Feminino" a) capacete de choque; b) gandola camuflada tipo urbana; c) calça camuflada tipo urbana; d) camiseta cinza-bandeirante; e) meias pretas; f) bota de selva; e g) peças complementares: (1) cinto de guarnição de nylon preto; (2) suspensório de nylon preto

48 civis. - Oficiais e Praças do 2º e 3º BPChq; - somente quando em operações de controle de distúrbios 3 - Ef-5.3 "Masculino" a) chapéu camuflado; b) gandola camuflada; c) calça camuflada; d) cinto verde; e) meias verdes; f) coturnos de selva; e g) peça complementar: (1) boina verde; (2) camiseta meia manga camuflada; (3) japona camuflada; (4) cinturão de nylon verde; (5) suspensório de nylon verde; (6) fiel verde; (7) luvas verdes; e (8) cachecol verde. - Oficiais e Praças do COE / 3º BPChq; - somente quando em ação de operações especiais ou em treinamento próprio. 4 - Ef-5.4 "Masculino" a) boina verde; b) gandola cinza-bandeirante meia manga; c) calça cinza-bandeirante; d) cinto cinza-bandeirante;

49 e) meias pretas; f) coturno de selva; e g) peças complementares: (1) capa impermeável cinza-bandeirante; (2) jaqueta cinza-bandeirante; (3) capote cinza-bandeirante; (4) cinturão de couro preto, com complementos; (5) fiel preto; (6) luvas pretas; (7) cachecol cinza-bandeirante. - Oficiais e Praças do COE/ 3º BPChq; - quando no cumprimento de missão operacional sendo proibido para deslocamentos da residência para o serviço e vice-versa. Vl - 6º Uniforme: "ESPECÍFICO" 1 - Ef-6 "Masculino" a) capacete para vôo; b) macacão para vôo; c) meias pretas; d) botas pretas para vôo; e e) peças complementares: (1) blusão cinza-bandeirante para vôo; (2) luvas cano longo de cor verde; (3) coldre para vôo. - Oficiais e Praças do GRPAe; - em operações com aeronave. VlI - 7º Uniforme: ESPECÍFICO 1 - Ef-7.1 "Masculino e Feminino" a) gorro sem pala cinza-bandeirante; b) camisa branca meia manga; c) calça branca; d) cinto branco; e) meias brancas;

50 f) sapatos brancos; e g) peça complementar; (1) blusa branca de lã (parágrafo 1º, artigo 18). - Oficiais do Quadro de Saúde; - nos hospitais e enfermarias, gabinetes dentários, laboratórios e Unidades Integradas de Saúde (UIS). 2 - Ef-7.2 "Masculino e Feminino" a) gorro sem pala azul-royal; b) camisa azul claro meia manga; c) calça azul-royal; d) cinto cinza-bandeirante; e) meias pretas; f) sapatos pretos; e g) peça complementar: (1) jaqueta cinza-bandeirante. - Praças auxiliares de saúde; - nos hospitais e enfermarias, gabinetes dentários, laboratórios, Unidades Integradas de Saúde (UIS), sendo proibido para deslocamento da residência para o serviço e vice-versa. Vlll - 8º Uniforme: - ESPECÍFICO 1 - Ef-8.1 "Masculino" a) gorro com pala cinza-bandeirante; b) macacão cinza-bandeirante; c) meias pretas; d) botas pretas cano curto; e e) peças complementares: (1) capa impermeável cinza-bandeirante; (2) jaqueta cinza-bandeirante; (3) avental; (4) luvas especiais; (5) botas impermeáveis; (6) tamanco. - Oficiais e Praças;

51 - pelos Oficiais, quando na direção dos serviços de oficinas e de rancho, e pelas Praças, quando na execução dos mesmos serviços, assim como nos serviços de obras, telefonia, faxina, conservação, guincheiro, etc. - o uso deste uniforme em trânsito somente é permitido quando for necessária a realização de deslocamentos para execução desses serviços, oportunidade na qual poderá ser utilizado o cinturão de couro preto e o fiel preto. Gomes"; Gomes"; 2 - Ef-8.2 "Masculino" a) macacão bege; b) meias pretas; c) botas pretas cano curto; e d) peça complementar: (1) jaqueta bege. - Oficiais e Praças internos do Presídio Militar "Romão - no Presídio Militar "Romão Gomes". 3 - Ef-8.3 "Feminino" a) camisa bege meia manga; b) calça bege; c) meias pretas; d) botas pretas cano curto; e e) peça complementar: (1) jaqueta bege; - Oficiais e Praças internas do Presídio Militar "Romão - no Presídio Militar "Romão Gomes". IX - 9º Uniforme: ESPECÍFICO 1 - Ef-9.1 "Masculino" a) paletó branco; b) camisa branca; c) gravata horizontal preta; d) calça preta; e) cinto preto; f) meias pretas;

POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO

POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO ANEXO À PORTARIA Nº PM4-001/2.1/97 DESCRIÇÃO E ESPECIFICAÇÃO DAS PEÇAS DOS UNIFORMES DA POLÍCIA MILITAR 1 ÍNDICE UNIFORMES DE GALA Item Página I - G-1.1 "Masculino"

Leia mais

SEÇÃO II DOS UNIFORMES FEMININOS

SEÇÃO II DOS UNIFORMES FEMININOS REGULAMENTO DE UNIFORMES DA POLÍCIA MILITAR DA PARAÍBA (RUPMPB) SEÇÃO II DOS UNIFORMES FEMININOS I - 1º UNIFORME FEMININO EVENTOS SOCIAIS 1º UNIFORME A - (1ºA)- TÚNICA BRANCA a) 1º UNIFORME A (1º A) Túnica

Leia mais

Assinatura Publicação 26/10/00 27/10/00, Folha 1

Assinatura Publicação 26/10/00 27/10/00, Folha 1 Assinatura Publicação 26/10/00 27/10/00, Folha 1 Ementa: APROVA O REGULAMENTO DE UNIFORMES DA GUARDA CIVIL METROPOLITANA DE SAO PAULO, E DA OUTRAS PROVIDENCIAS. DECRETO Nº 40.001, 26 DE OUTUBRO DE 2000

Leia mais

MATÉRIA INSTRUÇÃO GERAL UNIDADE DIDÁTICA III FARDAMENTO. ASSUNTO Uniformes e Distintivos do Exército

MATÉRIA INSTRUÇÃO GERAL UNIDADE DIDÁTICA III FARDAMENTO. ASSUNTO Uniformes e Distintivos do Exército MATÉRIA INSTRUÇÃO GERAL UNIDADE DIDÁTICA III FARDAMENTO ASSUNTO Uniformes e Distintivos do Exército OBJETIVOS - Identificar o uso de cada uniforme. - Descrever a composição dos uniformes mais usados. -

Leia mais

Calça Safari Rip Stop conjunto 2075 79,39 164.734,26 Camisa Safari Rip Stop conjunto 2075 81,20 168.490,00

Calça Safari Rip Stop conjunto 2075 79,39 164.734,26 Camisa Safari Rip Stop conjunto 2075 81,20 168.490,00 JANEIRO/2012 EMPRESA MATERIAL Medida Quant. R$ Unit. R$ Total MULTAS REFERENTES AO CONSELHO REFERENTES ECONOMICO AO FORNECEDOR Aquisição data pgt Quepe para Oficial Subalterno e cadete PM/BM unidade 334

Leia mais

R-5-PM. Polícia Militar do Estado de São Paulo REGULAMENTO DE UNIFORMES DA POLÍCIA MILITAR. 3ª Edição. Tiragem: 1.000 exemplares

R-5-PM. Polícia Militar do Estado de São Paulo REGULAMENTO DE UNIFORMES DA POLÍCIA MILITAR. 3ª Edição. Tiragem: 1.000 exemplares R-5-PM Polícia Militar do Estado de São Paulo REGULAMENTO DE UNIFORMES DA POLÍCIA MILITAR 3ª Edição Tiragem: 1.000 exemplares 1996 Setor Gráfico do CSM/MInt - 1 - POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO

Leia mais

Polícia Militar do Estado de São Paulo INSTRUÇÃO POLICIAL-MILITAR

Polícia Militar do Estado de São Paulo INSTRUÇÃO POLICIAL-MILITAR I-6-PM Polícia Militar do Estado de São Paulo INSTRUÇÃO POLICIAL-MILITAR INSTRUÇÕES PARA CONFECÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DOS ALMANAQUES DE OFICIAIS E DE SUBTENENTES E SARGENTOS DA POLÍCIA MILITAR 1ª Edição Tiragem:

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 19ª REGIÃO SECRETARIA DO TRIBUNAL PLENO RESOLUÇÃO ADMINISTRATIVA N.

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 19ª REGIÃO SECRETARIA DO TRIBUNAL PLENO RESOLUÇÃO ADMINISTRATIVA N. RESOLUÇÃO ADMINISTRATIVA N. 32/2008 Institui o uso de uniformes e trajes sociais, inscrições e demais acessórios de identificação funcional pelos agentes de segurança judiciária e servidores ocupantes

Leia mais

DECRETO Nº 8.580 DE 03 DE ABRIL DE 1985

DECRETO Nº 8.580 DE 03 DE ABRIL DE 1985 DECRETO Nº 8.580 DE 03 DE ABRIL DE 1985 Aprova o Regulamento de Uniforme da Polícia Militar do Distrito Federal RUPM e dá outras providências. O GOVERNADOR DO DISTRITO FEDERAL, no uso das atribuições que

Leia mais

Generated by Foxit PDF Creator Foxit Software http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Generated by Foxit PDF Creator Foxit Software http://www.foxitsoftware.com For evaluation only. REGULAMENTO DE UNIFORMES DO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO PIAUÍ C A P Í T U L O I DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º - O presente Regulamento contém as prescrições sobre os uniformes do Corpo de Bombeiros

Leia mais

1º UNIFORME B1, MASCULINO, OFICIAIS - 1º B1: - boné masculino branco (uso eventual); - túnica branca de gala, com passadeiras; - camisa branca de mang

1º UNIFORME B1, MASCULINO, OFICIAIS - 1º B1: - boné masculino branco (uso eventual); - túnica branca de gala, com passadeiras; - camisa branca de mang 1º UNIFORME A1, MASCULINO, OFICIAIS - 1º A1: - jaqueta masculina azul-ferrete de gala, com platinas duras de encaixe, azul-ferrete; - camisa branca de gala; - gravata preta horizontal; - calça azul-ferrete

Leia mais

REGULAMENTO DE UNIFORMES DA GUARDA CIVIL / MUNICIPAL...

REGULAMENTO DE UNIFORMES DA GUARDA CIVIL / MUNICIPAL... REGULAMENTO DE UNIFORMES DA DAS NORMAS GERAIS O presente Regulamento tem por finalidade prescrever os uniformes da Guarda Civil / Municipal..., bem como regular seu uso, posse e confecção. O uso correto

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa DECRETO Nº 45.993, DE 14 DE NOVEMBRO DE 2008. (publicado no DOE nº 223, de 17 de novembro de 2008) Aprova o Regulamento

Leia mais

Art. 1º. Fica aprovado o Regulamento de Uniformes do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte(RUCBM/RN), anexo ao presente Decreto.

Art. 1º. Fica aprovado o Regulamento de Uniformes do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte(RUCBM/RN), anexo ao presente Decreto. Decreto nº 16.039, de 3 de maio de 2002. Dispõe sobre o Regulamento de Uniformes do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte(RUCBM/ RN). O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, usando da

Leia mais

REGULAMENTO DOS UNIFORMES DA GUARDA CIVIL METROPOLITANA

REGULAMENTO DOS UNIFORMES DA GUARDA CIVIL METROPOLITANA PUBLICADO DOC 21/07/2010, p. 1, 3-5 c. 2-4, todas DECRETO Nº 51.646, DE 20 DE JULHO DE 2010 Aprova o Regulamento dos Uniformes da Guarda Civil Metropolitana. GILBERTO KASSAB, Prefeito do Município de São

Leia mais

Palácio Paiaguás, em Cuiabá, 18 de outubro 2012, 191º da Independência e 124º da República. Transc. D.O. n 25911 de 18/10/2012

Palácio Paiaguás, em Cuiabá, 18 de outubro 2012, 191º da Independência e 124º da República. Transc. D.O. n 25911 de 18/10/2012 DECRETO Nº 1.400, DE 18 DE OUTUBRO DE 2012. Aprova o Regulamento de Uniformes da Polícia Militar do Estado de Mato Grosso RUPM/MT e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DE MATO GROSSO, no uso

Leia mais

DESCRIÇÃO DOS UNIFORMES, INSÍGNIAS E DISTINTIVOS DO RUCBMRN

DESCRIÇÃO DOS UNIFORMES, INSÍGNIAS E DISTINTIVOS DO RUCBMRN CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO RIO GRANDE DO NORTE REGULAMENTO DE UNIFORMES DO CBMRN (RUCBM) ANEXO I DA PORTARIA Nº 153 GAB CMDO, DE 29 DE AGOSTO DE 2014. DESCRIÇÃO DOS UNIFORMES, INSÍGNIAS E DISTINTIVOS

Leia mais

TÍTULO I NORMAS COMPLEMENTARES, COMPOSIÇÃO USO E POSSE DOS UNIFORMES ESPECIAIS DA MB CAPÍTULO 1.1 CLASSIFICAÇÃO DOS UNIFORMES ESPECIAIS

TÍTULO I NORMAS COMPLEMENTARES, COMPOSIÇÃO USO E POSSE DOS UNIFORMES ESPECIAIS DA MB CAPÍTULO 1.1 CLASSIFICAÇÃO DOS UNIFORMES ESPECIAIS TÍTULO I NORMAS COMPLEMENTARES, COMPOSIÇÃO USO E POSSE DOS UNIFORMES ESPECIAIS DA MB CAPÍTULO 1.1 CLASSIFICAÇÃO DOS UNIFORMES ESPECIAIS Os Uniformes Especiais são classificados por grupos, de acordo com

Leia mais

Art. 3º - Compete ainda, ao Comandante Geral estabelecer normas para aplicação do Regulamento ora aprovado.

Art. 3º - Compete ainda, ao Comandante Geral estabelecer normas para aplicação do Regulamento ora aprovado. DECRETO N.º 18.063, de 06 de agosto de 1986 Aprova o Regulamento de Uniformes da Polícia Militar do Ceará e dá outras providências O GOVERNADOR DO ESTADO DO CEARÁ, no uso de suas atribuições legais que

Leia mais

REGULAMENTO DE UNIFORMES. Generalidades. alunos do CPMG, permitindo sua rápida identificação perante os demais membros da comunidade.

REGULAMENTO DE UNIFORMES. Generalidades. alunos do CPMG, permitindo sua rápida identificação perante os demais membros da comunidade. SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR UNIDADE POLIVALENTE MODELO VASCO DOS REIS ANEXO III TÍTULO I Generalidades Art. 1º O

Leia mais

I-20-PM (1ª Edição) Polícia Militar do Estado de São Paulo Instrução Policial Militar SALÃO COMUNITÁRIO DA POLÍCIA MILITAR

I-20-PM (1ª Edição) Polícia Militar do Estado de São Paulo Instrução Policial Militar SALÃO COMUNITÁRIO DA POLÍCIA MILITAR I-20-PM (1ª Edição) Polícia Militar do Estado de São Paulo Instrução Policial Militar SALÃO COMUNITÁRIO DA POLÍCIA MILITAR 1ª Edição 1988 Setor Gráfico do CSM/M Int Publicado Bol G PM 162/88 POLÍCIA MILITAR

Leia mais

Portaria Nº 806, de 17 de dezembro de 1998

Portaria Nº 806, de 17 de dezembro de 1998 Imprimir Portaria Nº 806, de 17 de dezembro de 1998 Aprova o Regulamento de Uniformes do Exército (R-124) O MINISTRO DE ESTADO DO EXÉRCITO, no uso da competência que lhe confere o Decreto nº 88.161, de

Leia mais

Portaria Nº 806, de 17 de dezembro de 1998

Portaria Nº 806, de 17 de dezembro de 1998 Imprimir Portaria Nº 806, de 17 de dezembro de 1998 Aprova o Regulamento de Uniformes do Exército (R-124) O MINISTRO DE ESTADO DO EXÉRCITO, no uso da competência que lhe confere o Decreto nº 88.161, de

Leia mais

ESTADO DO PARANÁ POLÍCIA MILITAR ESTADO-MAIOR 1ª SEÇÃO PORTARIA DO COMANDO-GERAL Nº 705, DE 24 DE 2008.

ESTADO DO PARANÁ POLÍCIA MILITAR ESTADO-MAIOR 1ª SEÇÃO PORTARIA DO COMANDO-GERAL Nº 705, DE 24 DE 2008. ESTADO DO PARANÁ POLÍCIA MILITAR ESTADO-MAIOR 1ª SEÇÃO PORTARIA DO COMANDO-GERAL Nº 705, DE 24 DE 2008. Disciplina as bandeirasinsígnias e os estandartes O Comandante-Geral da Polícia Militar do Estado

Leia mais

I-2-PM. Polícia Militar do Estado de São Paulo INSTRUÇÃO POLICIAL MILITAR INSTRUÇÕES PARA A MOVIMENTAÇÃO DE POLICIAIS MILITARES

I-2-PM. Polícia Militar do Estado de São Paulo INSTRUÇÃO POLICIAL MILITAR INSTRUÇÕES PARA A MOVIMENTAÇÃO DE POLICIAIS MILITARES I-2-PM Polícia Militar do Estado de São Paulo INSTRUÇÃO POLICIAL MILITAR INSTRUÇÕES PARA A MOVIMENTAÇÃO DE POLICIAIS MILITARES Setor Gráfico do CSM/M Int Impresso em 2001 4ª Edição Tiragem: 800 Exemplares

Leia mais

R E G U L A M E N T O D E U N I F O R M E S D A P O L Í C I A M I L I T A R D O P A R A N Á

R E G U L A M E N T O D E U N I F O R M E S D A P O L Í C I A M I L I T A R D O P A R A N Á R E G U L A M E N T O D E U N I F O R M E S D A P O L Í C I A M I L I T A R D O P A R A N Á C U R I T I B A 2 0 0 0 PARANÁ POLÍCIA MILITAR ESTADO MAIOR COMISSÕES DE REFORMULAÇÃO DE UNIFORMES A presente

Leia mais

MARCO AURÉLIO MACEOO OE MEIO - TENCEI PM IORG1

MARCO AURÉLIO MACEOO OE MEIO - TENCEI PM IORG1 MARCO AURÉLIO MACEOO OE MEIO - TENCEI PM IORG1 REGULAMENTO DE UNIFORMES DA PMCE DECRETO n 18.063, de 06.08.1986 Com novos uniformes modificados pela Portaria n 094/2013, publicada no BCG n 224, de 28.11.2013

Leia mais

ESTADO DE PERNAMBUCO POLÍCIA MILITAR QUARTEL DO COMANDO GERAL RECIFE, 15 DE JANEIRO DE 2004. Suplemento Normativo Nº G 1.0.00.

ESTADO DE PERNAMBUCO POLÍCIA MILITAR QUARTEL DO COMANDO GERAL RECIFE, 15 DE JANEIRO DE 2004. Suplemento Normativo Nº G 1.0.00. ESTADO DE PERNAMBUCO POLÍCIA MILITAR QUARTEL DO COMANDO GERAL RECIFE, 15 DE JANEIRO DE 2004 Suplemento Normativo Nº G 1.0.00.0 002 02 SUPLEMENTO NORMATIVO N º G 1.0.00.0 002 Para conhecimento desta PM

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE ESTADO DA DEFESA SOCIAL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR QUARTEL DO COMANDO GERAL

RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE ESTADO DA DEFESA SOCIAL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR QUARTEL DO COMANDO GERAL Confere RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE ESTADO DA DEFESA SOCIAL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR QUARTEL DO COMANDO GERAL AJUDÂNCIA GERAL BOLETIM GERAL (BGCB) Nº 007 QUARTEL EM NATAL RN, 13 de janeiro de 2016.

Leia mais

SUMÁRIO. José de Anchieta Junior - Governador do Estado Boa Vista-RR, (quarta-feira) 19 de Dezembro de 2007

SUMÁRIO. José de Anchieta Junior - Governador do Estado Boa Vista-RR, (quarta-feira) 19 de Dezembro de 2007 SUMÁRIO Página Atos do Poder Executivo...01 Governadoria do Estado...01 Casa Militar...37 Casa Civil...37 Controladoria Geral do Estado...38 Secretaria de Estado da Gestão Estratégica e Administração...38

Leia mais

SEÇÃO III DOS UNIFORMES DAS UNIDADES ESPECIALIZADAS

SEÇÃO III DOS UNIFORMES DAS UNIDADES ESPECIALIZADAS REGULAMENTO DE UNIFORMES DA POLÍCIA MILITAR DA PARAÍBA (RUPMPB) SEÇÃO III DOS UNIFORMES DAS UNIDADES ESPECIALIZADAS I - 8º UNIFORME CAVALARIA 8º UNIFORME A (8ºA) - CAVALARIA HISTÓRICO NEGO a) 8º UNIFORME

Leia mais

DISPÕE SOBRE O ENSINO DE BOMBEIRO-MILITAR NO CORPO DE BOMBEIROS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

DISPÕE SOBRE O ENSINO DE BOMBEIRO-MILITAR NO CORPO DE BOMBEIROS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. LEI Nº 599, DE 09 DE NOVEMBRO DE 1982. DISPÕE SOBRE O ENSINO DE BOMBEIRO-MILITAR NO CORPO DE BOMBEIROS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, Faço

Leia mais

DECRETO Nº 3.192, DE 22 DE MAIO DE 2006.

DECRETO Nº 3.192, DE 22 DE MAIO DE 2006. DECRETO Nº 3.192, DE 22 DE MAIO DE 2006. APROVA O REGULAMENTO DE UNIFORME DO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DE ALAGOAS. O GOVERNADOR DO ESTADO DE ALAGOAS, no uso das atribuições que lhe confere o

Leia mais

Art. 1º Estabelecer orientações para a implementação no âmbito do Projeto Bolsa- Formação dos ciclos especiais de capacitação:

Art. 1º Estabelecer orientações para a implementação no âmbito do Projeto Bolsa- Formação dos ciclos especiais de capacitação: PORTARIA MJ Nº 183, DE 9 DE FEVEREIRO DE 2010 Regulamenta os arts. 9º, 10 e 15 do Decreto nº 6.490, de 19 de junho de 2008, alterados pelo Decreto nº 7.081, de 26 de janeiro de 2010, e dá outras providências.

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DE ALAGOAS. Faço saber que o Poder Legislativo Estadual decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

O GOVERNADOR DO ESTADO DE ALAGOAS. Faço saber que o Poder Legislativo Estadual decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI N 6.340, DE 03 DE DEZEMBRO DE 2002. Dispõe sobre a Estrutura e as competências do Instituto do Meio Ambiente IMA. O GOVERNADOR DO ESTADO DE ALAGOAS. Faço saber que o Poder Legislativo Estadual decreta

Leia mais

Superintendência de Engenharia de Tráfego

Superintendência de Engenharia de Tráfego CARGO: GESTOR DE TRÂNSITO U.O: 2100 SUPERINTENDÊNCIA DE ENGENHARIA DE TRÁFEGO - SET Responder pelo estabelecimento de diretrizes, formulação e implantação de políticas, programas e procedimentos referentes

Leia mais

REGULAMENTO DE ROTINAS PARA UTILIZAÇÃO DA ÁREA MOLHADA DA PISCINA TERAPÊUTICA

REGULAMENTO DE ROTINAS PARA UTILIZAÇÃO DA ÁREA MOLHADA DA PISCINA TERAPÊUTICA REGULAMENTO DE ROTINAS PARA UTILIZAÇÃO DA ÁREA MOLHADA DA PISCINA TERAPÊUTICA A Coordenação do Curso de Fisioterapia, em conjunto com a Coordenação da Clínica Escola, no uso de suas atribuições prevista

Leia mais

Banco de Fardamento e Livros da APEEACM

Banco de Fardamento e Livros da APEEACM Banco de Fardamento e Livros da APEEACM O Banco de Fardamento e Livros foi criado pela APEEACM - Associação de Pais e Encarregados de Educação dos Alunos do Colégio Militar (CM), com o objetivo de potenciar,

Leia mais

NÚMERO 66 FOLHA 1662 BOLETIM DA SEDEC/CBMERJ DATA 08/04/2003

NÚMERO 66 FOLHA 1662 BOLETIM DA SEDEC/CBMERJ DATA 08/04/2003 BOLETIM DA SEDEC/CBMERJ NÚMERO 66 DATA 08/04/2003 FOLHA 1662 ATOS DO PODER EXECUTIVO DOERJ DO PODER EXECUTIVO Nº 66, DE 8 DE ABRIL DE 2003 PÁGINAS 3 A 4 - TRANSCRIÇÃO DECRETO Nº 32.993, DE 8 DE ABRIL DE

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA ICA 168-6/2011 MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA PESSOAL-MILITAR RCA 35-2 REGULAMENTO DE UNIFORMES PARA OS MILITARES DA AERONÁUTICA (RUMAER) 2012 MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA DIRETORIA

Leia mais

Ato Normativo nº 556/2008-PGJ, de 15/10/2008 (Pt. n 125.501/08)

Ato Normativo nº 556/2008-PGJ, de 15/10/2008 (Pt. n 125.501/08) Ato Normativo nº 556/2008-PGJ, de 15/10/2008 (Pt. n 125.501/08) Dispõe sobre a organização e as atribuições da Assessoria Policial Militar no Ministério Público do Estado de São Paulo O PROCURADOR-GERAL

Leia mais

Capítulo 61. Vestuário e seus acessórios, de malha. 1.- O presente Capítulo compreende apenas os artefatos de malha, confeccionados.

Capítulo 61. Vestuário e seus acessórios, de malha. 1.- O presente Capítulo compreende apenas os artefatos de malha, confeccionados. Capítulo 61 Vestuário e seus acessórios, de malha Notas. 1.- O presente Capítulo compreende apenas os artefatos de malha, confeccionados. 2.- Este Capítulo não compreende: a) Os artefatos da posição 62.12;

Leia mais

INSTITUCIONALIZA O UNIFORME

INSTITUCIONALIZA O UNIFORME DECRETO Nº29.482, de 03 de outubro de 2008. INSTITUCIONALIZA O UNIFORME DO PROGRAMA RONDA DO QUARTEIRÃO E MODIFICA O DECRETO Nº18.063, DE 06 DE AGOSTO DE 1986 (REGULAMENTODE UNIFORMES DA POLÍCIA MILITAR

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DECRETO Nº 154, DE 1º DE JULHO DE 2015. Dispõe sobre a alteração da estrutura organizacional da Casa Militar do Estado de Mato Grosso, a redistribuição de cargos em comissão

Leia mais

ESTADO DE PERNAMBUCO POLÍCIA MILITAR QUARTEL DO COMANDO GERAL SUPLEMENTO NORMATIVO 1ª P A R T E

ESTADO DE PERNAMBUCO POLÍCIA MILITAR QUARTEL DO COMANDO GERAL SUPLEMENTO NORMATIVO 1ª P A R T E ESTADO DE PERNAMBUCO POLÍCIA MILITAR QUARTEL DO COMANDO GERAL SEXTA-FEIRA - RECIFE, - SUNOR Nº G 1.0.00.015 -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

TABELA 1 ESPÉCIE E QUANTIDADE DE UNIFORMES POR ÁREAS ESPECÍFICAS. Jaleco 2 Avental 2

TABELA 1 ESPÉCIE E QUANTIDADE DE UNIFORMES POR ÁREAS ESPECÍFICAS. Jaleco 2 Avental 2 Nº 23 Pág. 1/12 Tarefa: Critérios para uso do uniforme. 1. Objetivo Esta norma tem por objetivo, normatizar e regulamentar os critérios relativos ao uso de uniforme pelos funcionários e estagiários em

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA CULTURA UNIDADE DE FOMENTO E DIFUSÃO DA PRODUÇÃO CULTURAL RESOLUÇÃO SC Nº 14, DE 10 DE MARÇO DE 2015

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA CULTURA UNIDADE DE FOMENTO E DIFUSÃO DA PRODUÇÃO CULTURAL RESOLUÇÃO SC Nº 14, DE 10 DE MARÇO DE 2015 RESOLUÇÃO SC Nº 14, DE 10 DE MARÇO DE 2015 Estabelece procedimentos quanto aos limites dos valores de incentivo fiscal, previsto no artigo 24, I, do Decreto nº 54.275, de 27 de abril de 2009 e dá outras

Leia mais

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE SERVIÇOS LEGISLATIVOS LEI Nº 6.370, DE 13 DE DEZEMBRO DE 1993 - D.O. 13.12.93.

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE SERVIÇOS LEGISLATIVOS LEI Nº 6.370, DE 13 DE DEZEMBRO DE 1993 - D.O. 13.12.93. Autor: Poder Executivo LEI Nº 6.370, DE 13 DE DEZEMBRO DE 1993 - D.O. 13.12.93. * Cria a Carreira de Tecnologia Ambiental. (*Revogada pela Lei n 7.290 D.O..06.00). A ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE

Leia mais

ESTADO DE SÃO PAULO. GERALDO ALCKMIN, Governador do Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais,

ESTADO DE SÃO PAULO. GERALDO ALCKMIN, Governador do Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais, DECRETO Nº 59.385, DE 26 DE JULHO DE 2013 Institui a Câmara Intersecretarial de Segurança Alimentar e Nutricional - CAISAN/SP e dá providências correlatas. GERALDO ALCKMIN, Governador do Estado de São

Leia mais

Claudio Frederico de Carvalho

Claudio Frederico de Carvalho Claudio Frederico de Carvalho II 2.º Regulamento de Uniformes da Guarda Municipal de Curitiba Claudio Frederico de Carvalho II Regulamento de Uniformes da GUARDA MUNICIPAL de Curitiba 2ª Edição CURITIBA

Leia mais

Sistema Integrado de Normas Jurídicas do Distrito Federal SINJ-DF

Sistema Integrado de Normas Jurídicas do Distrito Federal SINJ-DF Sistema Integrado de Normas Jurídicas do Distrito Federal SINJ-DF DECRETO Nº 33.564, DE 09 DE MARÇO DE 2012. Regulamenta as hipóteses de impedimento para a posse e exercício na administração pública direta

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE ESTADO DA DEFESA SOCIAL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR QUARTEL DO COMANDO GERAL

RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE ESTADO DA DEFESA SOCIAL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR QUARTEL DO COMANDO GERAL Confere RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE ESTADO DA DEFESA SOCIAL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR QUARTEL DO COMANDO GERAL AJUDÂNCIA GERAL BOLETIM GERAL (BGCB) Nº 149 QUARTEL EM NATAL RN, 26 de agosto de 2015.

Leia mais

Conselho da Justiça Federal

Conselho da Justiça Federal RESOLUÇÃO Nº 207, DE 05 FEVEREIRO DE 1999 Dispõe sobre a transformação dos cargos efetivos e o enquadramento dos servidores do Quadro de Pessoal do Conselho da Justiça Federal e da Justiça Federal de Primeiro

Leia mais

REGULAMENTO DE UNIFORMES

REGULAMENTO DE UNIFORMES POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS ANEXO III REGULAMENTO DE UNIFORMES TÍTULO I Generalidades Art. 1º O presente Regulamento

Leia mais

RELAÇÃO DE INSUMOS DOS PRODUTOS ADQUIRIDOS PELA D ABST

RELAÇÃO DE INSUMOS DOS PRODUTOS ADQUIRIDOS PELA D ABST NOTA: A relação abaixo é apenas uma sugestão de possíveis códigos NCM para preenchimento da declaração de origem. Os licitantes podem utilizar códigos diferentes, caso os listados não sejam adequados ao

Leia mais

Secretaria de Defesa Social POLÍCIA CIVIL DE PERNAMBUCO Gabinete do Chefe de Polícia PORTARIA GAB/PCPE Nº 686/2011

Secretaria de Defesa Social POLÍCIA CIVIL DE PERNAMBUCO Gabinete do Chefe de Polícia PORTARIA GAB/PCPE Nº 686/2011 2011. Recife, 21 de junho de PORTARIA GAB/PCPE Nº 686/2011 Dis ciplina o processo de programação e controle de férias dos servidores da Polícia Civil de Pernambuco para o exercício de 2012, e dá outras

Leia mais

ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DE GESTÃO E PLANEJAMENTO GABINETE

ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DE GESTÃO E PLANEJAMENTO GABINETE 1 2 ANEXO I REGULAMENTO INTERNO DA UNIDADE PADRÃO VAPT VUPT DA SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE, RECURSOS HÍDRICOS, INFRAESTRUTURA, CIDADES E ASSUNTOS METROPOLITANOS FINALIDADE Art. 1º A Unidade Padrão Vapt

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM ENGENHARIA ELÉTRICA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FEI TÍTULO I

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM ENGENHARIA ELÉTRICA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FEI TÍTULO I REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM ENGENHARIA ELÉTRICA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FEI TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS DO PROGRAMA E SEUS OBJETIVOS Art. 1º - Este Regulamento complementa

Leia mais

DECRETO Nº 3739-12/11/2008

DECRETO Nº 3739-12/11/2008 DECRETO Nº 3739-12/11/2008 Publicado no Diário Oficial Nº 7848 de 12/11/2008 Súmula: Dispõe sobre o regulamento da promoção para os servidores ativos, das Carreiras do Quadro Próprio do Poder Executivo-QPPE...

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa DECRETO Nº 43.430, DE 29 DE OUTUBRO DE 2004. (republicado no DOE nº 03, de 06 de janeiro de 2005) (vide abaixo publicação

Leia mais

PORTARIA n.º 064-CG/14 RESOLVE:

PORTARIA n.º 064-CG/14 RESOLVE: PORTARIA n.º 064-CG/14 Dispõe sobre a avaliação do estágio probatório de Soldado 1ª Classe PM/BM e dá outras providências. O COMANDANTE-GERAL DA POLÍCIA MILITAR DA BAHIA, no uso de suas atribuições e,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO RESOLUÇÃO DA COMISSÃO DE GRADUAÇÃO Nº XX DE XXXXXX DE XXXX Dispõe sobre normas gerais para as atividades complementares dos cursos de formação interdisciplinar da Universidade Federal do ABC A (CG) da

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL PORTARIA Nº 467, DE 04 DE OUTUBRO DE 2011

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL PORTARIA Nº 467, DE 04 DE OUTUBRO DE 2011 MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL PORTARIA Nº 467, DE 04 DE OUTUBRO DE 2011 Altera a Portaria nº 248, de 29 de abril de 2010, para adequar quantitativos e especificações de uniformes

Leia mais

A JUÍZA PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 13ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

A JUÍZA PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 13ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais, h, da RA nº 065/2007. A JUÍZA PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 13ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais, CONSIDERANDO a necessidade de estabelecer normas e procedimentos

Leia mais

NORMA TÉCNICA 34/2014

NORMA TÉCNICA 34/2014 ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR NORMA TÉCNICA 34/2014 Hidrante Urbano SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação 3 Referências normativas e bibliográficas 4 Definições 5

Leia mais

DECRETO-LEI Nº 5.452, DE 1º DE MAIO DE 1943

DECRETO-LEI Nº 5.452, DE 1º DE MAIO DE 1943 DECRETO-LEI Nº 5.452, DE 1º DE MAIO DE 1943 Aprova a Consolidação das Leis do Trabalho... TÍTULO II DAS NORMAS GERAIS DE TUTELA DO TRABALHO CAPÍTULO V DA SEGURANÇA E DA MEDICINA DO TRABALHO Seção I Disposições

Leia mais

Edital n. 09/2015 CEBM Curso de Aperfeiçoamento de Sargentos (CAS)

Edital n. 09/2015 CEBM Curso de Aperfeiçoamento de Sargentos (CAS) SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA E ADM. PENITENCIÁRIA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR COMANDO DE ENSINO BOMBEIRO MILITAR Edital n. 09/2015 CEBM Curso de Aperfeiçoamento de Sargentos (CAS) 1. Finalidade do Edital:

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO REGULAMENTO DO TRABALHO DE GRADUAÇÃO CAPÍTULO I DA NATUREZA

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO REGULAMENTO DO TRABALHO DE GRADUAÇÃO CAPÍTULO I DA NATUREZA UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO REGULAMENTO DO TRABALHO DE GRADUAÇÃO CAPÍTULO I DA NATUREZA Art. 1º Este Regulamento estabelece a normatização das disciplinas de

Leia mais

Decreto nº 72/99 de 12 de Outubro

Decreto nº 72/99 de 12 de Outubro Decreto nº 72/99 de 12 de Outubro Regulamento da Lei nº 12/97, de 31 de Maio Lei do Recenseamento Geral da População e Habitação Com a aprovação da Lei nº 12/97, de 31 de Maio, Lei de Bases do Recenseamento

Leia mais

NPT 034 HIDRANTE URBANO

NPT 034 HIDRANTE URBANO Janeiro 2012 Vigência: 08 Janeiro 2012 NPT 034 Hidrante Urbano CORPO DE BOMBEIROS BM/7 Versão: 02 Norma de Procedimento Técnico 9páginas SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação 3 Referências Normativas e Bibliográficas

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS. RESOLUÇÃO CNSP N o 249, de 2012.

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS. RESOLUÇÃO CNSP N o 249, de 2012. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS RESOLUÇÃO CNSP N o 249, de 2012. Dispõe sobre a atividade dos corretores de seguros de ramos elementares e dos corretores de seguros de vida,

Leia mais

COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO E HISTÓRICO DA AERONÁUTICA

COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO E HISTÓRICO DA AERONÁUTICA COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO E HISTÓRICO DA AERONÁUTICA Fl. nº 1 Rio de Janeiro, 13 de abril de 2005 ADITAMENTO AO BOLETIM DO COMANDO DA AERONÁUTICA Nº 068 Para conhecimento do Pessoal

Leia mais

ATOS DO PODER EXECUTIVO

ATOS DO PODER EXECUTIVO ATOS DO PODER EXECUTIVO DECRETO Nº 43.538 DE 03 DE ABRIL DE 2012 INSTITUI O REGIME ADICIONAL DE SERVIÇOS (RAS) PARA POLICIAIS CIVIS, POLICIAIS MILITARES, BOMBEIROS MILITARES E AGENTES PENITENCIÁRIOS -

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO MARANHÃO ESTADO MAIOR GERAL 3ª SEÇÃO AV. Jerônimo de Albuquerque, s/n

ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO MARANHÃO ESTADO MAIOR GERAL 3ª SEÇÃO AV. Jerônimo de Albuquerque, s/n ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO MARANHÃO ESTADO MAIOR GERAL 3ª SEÇÃO AV. Jerônimo de Albuquerque, s/n - Calhau São Luís MA CEP: 65.074-220tel. (098) 3268-3059

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 2.041/15, de 31 de Julho de 2015.

LEI MUNICIPAL Nº 2.041/15, de 31 de Julho de 2015. LEI MUNICIPAL Nº 2.041/15, de 31 de Julho de 2015. Dispõe sobre a utilização da Quadra Poliesportiva Antonio Bonetti. O PREFEITO MUNICIPAL DE ALPESTRE, Estado do Rio Grande do Sul, no uso de suas atribuições

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DOS JOGOS INTERNOS DA UFRR 25 ANOS

REGULAMENTO GERAL DOS JOGOS INTERNOS DA UFRR 25 ANOS REGULAMENTO GERAL DOS JOGOS INTERNOS DA UFRR 25 ANOS 1 Sumário TÍTULO I...3 CAPÍTULO I DA FINALIDADE DO EVENTO...3 TÍTULO II...3 CAPÍTULO I DA REALIZAÇÃO...3 CAPÍTULO II DAS RESPONSABILIDADES...3 TÍTULO

Leia mais

DECRETO Nº 914, DE 27 DE NOVEMBRO DE 2007.

DECRETO Nº 914, DE 27 DE NOVEMBRO DE 2007. DECRETO Nº 914, DE 27 DE NOVEMBRO DE 2007. Dispõe sobre a contratação por tempo determinado para atender a necessidade temporária de excepcional interesse público e dá outras providências. O GOVERNADOR

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA Escritório de Assistência Jurídica EAJ CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA Escritório de Assistência Jurídica EAJ CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA Escritório de Assistência Jurídica EAJ Dispõe sobre a estruturação e operacionalização do Núcleo de Prática Jurídica (Escritório de Assistência Jurídica EAJ).

Leia mais

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais,

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLUÇÃO CFC N.º 1.373/2011 Regulamenta o Exame de Suficiência como requisito para obtenção ou restabelecimento de Registro Profissional em Conselho Regional de Contabilidade (CRC). O CONSELHO FEDERAL

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA ORGANIZAÇÃO GERAL ROCA 21-61 REGULAMENTO DE SERVIÇO REGIONAL DE PROTEÇÃO AO VOO 2012 MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA SERVIÇO REGIONAL DE PROTEÇÃO

Leia mais

DECRETO Nº 16.144, DE 27 DE JULHO DE 1994

DECRETO Nº 16.144, DE 27 DE JULHO DE 1994 DECRETO Nº 16.144, DE 27 DE JULHO DE 1994 APROVA o Regulamento de Uniformes da Polícia Militar do Amazonas e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DO AMAZONAS, usando das atribuições que lhe são

Leia mais

SENADO FEDERAL (*)PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 388, DE 2012

SENADO FEDERAL (*)PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 388, DE 2012 SENADO FEDERAL (*)PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 388, DE 2012 Altera a Lei nº 12.587, de 3 de janeiro de 2012, que institui as diretrizes da Política Nacional de Mobilidade Urbana; revoga dispositivos dos

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 003 / 2015

RESOLUÇÃO Nº 003 / 2015 RESOLUÇÃO Nº 003 / 2015 EMENTA: Dispõe sobre os Planos Individuais de Trabalho (PIT) Docente, o Regimes e Horários de Trabalho e a distribuição da Carga Horária do Docentes da Faculdade de Comunicação

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DECRETO Nº 164, DE 1º DE JULHO DE 2015. Dispõe sobre a estrutura organizacional da Mato Grosso Previdência MTPREV, a distribuição de cargos em comissão e funções de confiança.

Leia mais

O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE CONTAGEM,

O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE CONTAGEM, Diário Oficial de Contagem-Ano 23 Edição 3430 Contagem, 29 de julho de 2014 Página 1 de 47 Atos do Executivo DECRETO nº 366, de 28 de julho de 2014. Aprova o regulamento que disciplina o uso de uniformes

Leia mais

Regimento interno Laboratório de Cromatografia CAPÍTULO I. Dos Objetivos e Definições

Regimento interno Laboratório de Cromatografia CAPÍTULO I. Dos Objetivos e Definições Regimento interno Laboratório de Cromatografia Dispõe sobre o Regimento Interno do Laboratório de Cromatografia do Programa de Pós-graduação em Alimentos e Nutrição (PPGAN) CAPÍTULO I Dos Objetivos e Definições

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 095 CONSUPER/2013

RESOLUÇÃO Nº 095 CONSUPER/2013 RESOLUÇÃO Nº 095 CONSUPER/2013 Dispõe sobre o Regimento de Formatura do IF Catarinense. O Presidente do do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Catarinense IFCatarinense, Professor Francisco

Leia mais

Dispõe sobre critérios de carga pessoal de armas de fogo e munições na Polícia Civil de São Paulo e outras providências correlatas

Dispõe sobre critérios de carga pessoal de armas de fogo e munições na Polícia Civil de São Paulo e outras providências correlatas POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DEPARTAMENTO DE ANÁLISE E PLANEJAMENTO Portaria DAP-7, de 20-08-2010 Dispõe sobre critérios de carga pessoal de armas de fogo e munições na Polícia Civil de São Paulo e outras providências

Leia mais

Ministério da Educação UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Setor de Ciências Biológicas Curso de Fisioterapia

Ministério da Educação UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Setor de Ciências Biológicas Curso de Fisioterapia REGULAMENTO E MANUAL PARA USO DO LABORATÓRIO DO CURSO DE FISIOTERAPIA Aprovado pelo Colegiado do em 23/02/2016 CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º- O laboratório de ensino do destina-se prioritariamente

Leia mais

REGULAMENTO DE COLAÇÃO DE GRAU CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS E FINS

REGULAMENTO DE COLAÇÃO DE GRAU CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS E FINS Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Apucarana Gabinete da Direção-Geral REGULAMENTO DE COLAÇÃO DE GRAU CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS E FINS Art. 1º - O presente Regulamento

Leia mais

Art- 2º - A Corrida será disputada nas categorias abaixo e a Caminhada 5Km:

Art- 2º - A Corrida será disputada nas categorias abaixo e a Caminhada 5Km: 1ª Corrida e Caminhada AMMA REGULAMENTO I DA PROMOÇÃO DO EVENTO Art- 1º - A 1ª Corrida e Caminhada AMMA, doravante denominada CORRIDA será promovida pela Associação dos Magistrados do Maranhão com organização

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 3211. 1º As contas de depósitos de que trata este artigo:

RESOLUÇÃO Nº 3211. 1º As contas de depósitos de que trata este artigo: RESOLUÇÃO Nº 3211 Altera e consolida as normas que dispõem sobre a abertura, manutenção e movimentação de contas especiais de depósitos à vista e de depósitos de poupança. O BANCO CENTRAL DO BRASIL, na

Leia mais

ANEXO B. CABO DE GUERRA - 2ª Edição

ANEXO B. CABO DE GUERRA - 2ª Edição ANEXO B CABO DE GUERRA - 2ª Edição 1. FINALIDADE Regular a competição denominada Cabo de Guerra que ocorrerá nos Jogos Internos da Academia Bombeiro Militar 2014-2ª Edição. Competições onde o Comando da

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA UNIDADE DE AUDITORIA INTERNA DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO ESPÍRITO SANTO CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGIMENTO INTERNO DA UNIDADE DE AUDITORIA INTERNA DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO ESPÍRITO SANTO CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGIMENTO INTERNO DA UNIDADE DE AUDITORIA INTERNA DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO ESPÍRITO SANTO CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - A Unidade de Auditoria Interna do CEFETES, criada

Leia mais

GABINETE DO SECRETÁRIO PARA OS ASSUNTOS SOCIAIS E CULTURA 醫療券的式樣 尺寸 210 毫米 74 毫米 社 會 文 化 司 司 長 辦 公 室 第 67/2014 號社會文化司司長批示 ANEXO

GABINETE DO SECRETÁRIO PARA OS ASSUNTOS SOCIAIS E CULTURA 醫療券的式樣 尺寸 210 毫米 74 毫米 社 會 文 化 司 司 長 辦 公 室 第 67/2014 號社會文化司司長批示 ANEXO 澳門特別行政區公報 第一組 240 第 19 期 2014 年 5 月 12 日 附件 ANEXO 醫療券的式樣 Modelo do vale de saúde 正面 Frente 背面 Verso 尺寸 210 毫米 74 毫米 Dimensões: 210 mm 74 mm 社 會 文 化 司 司 長 辦 公 室 第 67/2014 號社會文化司司長批示 GABINETE DO SECRETÁRIO

Leia mais

DECRETO Nº 881, DE 26 DE DEZEMBRO DE 2011

DECRETO Nº 881, DE 26 DE DEZEMBRO DE 2011 DECRETO Nº 881, DE 26 DE DEZEMBRO DE 2011 O Prefeito Municipal de São José dos Pinhais, Estado do Paraná, usando de suas atribuições legais, e de acordo com o memorando nº 431/2011, da Secretaria Municipal

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 11.706, DE 19 JUNHO DE 2008. Conversão da Medida Provisória nº 417, de 2008 Altera e acresce dispositivos à Lei n o 10.826,

Leia mais

Easy PDF Creator is professional software to create PDF. If you wish to remove this line, buy it now.

Easy PDF Creator is professional software to create PDF. If you wish to remove this line, buy it now. DECRETO Nº 297, de 21 de maio de 2007 Regulamenta o Programa Novos Valores, para o estágio de estudantes em órgãos e entidades da Administração Direta, Autárquica e Fundacional do Poder Executivo Estadual,

Leia mais

O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE SEGURANÇA URBANA, no uso das atribuições que lhe são conferidas por lei;

O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE SEGURANÇA URBANA, no uso das atribuições que lhe são conferidas por lei; PORTARIA 65/03 - SMSU O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE SEGURANÇA URBANA, no uso das atribuições que lhe são conferidas por lei; CONSIDERANDO a manifestação da Procuradoria Geral do Município de São Paulo acolhida

Leia mais

DECRETO Nº 39.034, DE FEVEREIRO DE 2006

DECRETO Nº 39.034, DE FEVEREIRO DE 2006 1 DECRETO Nº 39.034, DE FEVEREIRO DE 2006 APROVA O REGULAMENTO DE UNIFORMES DO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. A GOVERNADORA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO,

Leia mais