Yilport Leixões. O parceiro portuário natural do Porto Seco da Guarda. 1 YILPORT HOLDING General Presentation

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Yilport Leixões. O parceiro portuário natural do Porto Seco da Guarda. 1 YILPORT HOLDING General Presentation"

Transcrição

1 Yilport Leixões O parceiro portuário natural do Porto Seco da Guarda 1 YILPORT HOLDING General Presentation

2 YILDIRIM GROUP PRESENÇA GLOBAL 5 Continentes & 51 Países YILDIRIM Group of Companies emprega mais de pessoas em todo o mundo Estabelecida em 1963 como Garip YILDIRIM and Sons Co. 5 Holdings sob o guarda-chuve YILDIRIM Holding A sede está localizada em Istambul 2 2 YILPORT HOLDING General Presentation

3 YILPORT HOLDING VISÃO GLOBAL O operador de terminais com o crescimento mais rápido no mundo. Visão TOP 10 operador internacional de terminais de contentores em Países 6 Portos Secos 22 Portos & Terminais +5,000 Colaboradores 3 YILPORT HOLDING General Presentation

4 YILPORT HOLDING MILESTONES Mission is to rank among top 10 port operators by FundaçãoYILDIRIM Aquisição Sedef Port & Alemdar Port YILPORT Container Terminal & Port Operations Inc.(YILPORT Gebze) 2011 Investimento Terminal Malta Freeport 2012 Estabelecida YILPORT Holding Aquisição Terminal Gemport & Rotaport 2014 Aquisição Gavle CT, Stockholm Nord Combi Terminal and Oslo CT Aquisição Grupo TERTIR 2016 Aquisição Gävle BSG, Solventas and Puerto Bolìvar 2017 Início operações Puerto Bolivar Estabelecida Yilport Nordic Logistics 2018 MoU para GULFPORT Mississippi Aquisição Puerto Quetzal, Taranto 4 YILPORT HOLDING General Presentation

5 5 YILPORT HOLDING General Presentation

6 YILPORT IBERIA Situados na fachada atlântica da Península Ibérica, os terminais YILPORT Iberia oferecem as melhores soluções logísticas entre os seus pares polivalentes Localizados em Portugal & Espanha. Proximidade a zonas industriais com ótimas conecções rodoviárias, ferroviárias e fluviais. YILPORT Leixões, Lisboa Liscont, Lisboa Sotagus, Setúbal, Tersado, Figueira da Foz, Aveiro, Huelva & Ferrol oferecem áreas alfândegadas, depósitos aduaneiros e serviços logísticos. Garantimos operação 24x7 com elevado know-how e eficiência. CONTENTORES 2,435,000 TEUs CARGA GERAL 6,000,000 TON RO-RO 14,500 CEUs Ferrol Leixoes Aveiro F.Da Foz Liscont Sotagus Setubal Tersado Huelva 6 YILPORT HOLDING General Presentation

7 YPL PORTO DE LEIXÕES Estrategicamente localizado na fachada atlântica do noroeste Peninsular com um Hinterland rico em indústrias o Porto de Leixões é o maior e mais eficiente Porto Gateway de Portugal. Port of Leixoes Assegura a conetividade do Hinterland a 184 Países 19,5 milhões de toneladas TEU Hinterland 14 milhões de habitantes Short Sea Conetividade diária direta aos principais Portos do Norte da Europa e Mediterrâneo. Deep Sea Conetividade diária direta aos principais hubs do Norte da Europa e Mediterrâneo. RO-RO Conetividade tri-seminal ao norte da Europa (contentores, trailers, carga-geral) 7 YILPORT HOLDING General Presentation

8 YILPORT LEIXÕES A Rede 8 YILPORT HOLDING General Presentation

9 YILPORT LEIXÕES YP Leixões operador exclusivo de carga contentorizada no Porto de Leixões. YP Leixões opera três terminais: Norte, Sul & Multiusos. Multipurpose South Terminal Terminal: Norte: Terminal: hectares metros cais Rampa metros RO-RO calado 28 metros STS metros / 84 RMG calado 4 Volume RS / 8 Tratores k K TEU Volume 60 K TEU / 25K Trailers 9 YILPORT HOLDING General Presentation

10 YILPORT LEIXOES Reconversão Terminal de Contentores Sul Investimento EUR 43,4 M Construção civil EUR 19,9 M. Equipamento EUR 19.1 M. Tecnologias Informação 4,4 M Principais objetivos: Aumentar capacidade e potencial de crescimento Promoção da intermodalidade Aliviar congestionamento do terminal 10 YILPORT HOLDING General Presentation

11 YILPORT LEIXOES Corredor Portos Secos Ferrol Leixões Aveiro Guarda Fig. Foz Liscont + Sotagus Setubal Huelva Distâncias Guarda Leixoes 280 kms Guarda Lisboa 410 kms Guarda Madrid 488 Kms Terminais Yilport Ferrovia Operacional Ferrovia em Desenvolvimento (Poceirao Bombel/Évora- Caia ) 11 YILPORT HOLDING General Presentation

12 YILPORT LEIXOES Vantagens e Serviços dos Portos Secos Vantagens Económicas Aumentar a competitividade das empresas da região Optimizar custos logísticos Optimizar logística supply chain Optimizar custos de transporte através da transferência modal eficiente Vantagens Ambientais Redução da pegada de carbono Redução congestioamento rodoviário Vantagens Socias Atrair investimento e criação de emprego Desenvolvimento sustentável Aumentar a competitividade das empresas do interior Serviços Manuseamento e armazenagem de carga Depósito e reparação contentores vazios Transferência intermodal Consolidação e desconsolidação Desalfandegamento e inspeção 12 YILPORT HOLDING General Presentation

13 Obrigado 13 YILPORT HOLDING General Presentation

IX CONGRESSO DA AGEPOR 9 e 10 de Outubro/Douro

IX CONGRESSO DA AGEPOR 9 e 10 de Outubro/Douro IX CONGRESSO DA AGEPOR 9 e 10 de Outubro/Douro ORIENTAÇÕES ESTRATÉGICAS PARA O SETOR MARÍTIMO-PORTUÁRIO (2006) VISÃO ESTRTÉGICA Reforçar a centralidade euro-atlântica de Portugal Aumentar fortemente a

Leia mais

Os contributos do financiamento comunitário no desenvolvimento do Porto de Aveiro

Os contributos do financiamento comunitário no desenvolvimento do Porto de Aveiro Os contributos do financiamento comunitário no desenvolvimento do Porto de Aveiro Sessão Pública de Apresentação dos Resultados do POVT 5 de Dezembro de 2011 Agenda 1. Os projetos apoiados: ponto de situação

Leia mais

O Potencial de Setúbal como Hub Atlântico

O Potencial de Setúbal como Hub Atlântico O Potencial de Setúbal como Hub Atlântico Ricardo Félix Novembro de 2010 0 Situação Actual (ex. Sector automóvel) Uma economia global e de fluxos, com primado da especialização e com alta volatilidade

Leia mais

PORTO DE SINES Porta Atlântica da Europa. José Luís Cacho CEO

PORTO DE SINES Porta Atlântica da Europa. José Luís Cacho CEO PORTO DE SINES Porta Atlântica da Europa José Luís Cacho CEO AGENDA Infraestruturas Portuárias e movimentação de carga Ligações Marítimas e acessos ao hinterland Eficiência Portuária Expansão Portuária

Leia mais

Rui Lucena 28 de Maio de 2009

Rui Lucena 28 de Maio de 2009 Rui Lucena 28 de Maio de 2009 CP CARGA Unidade de Negócio da CP CP CARGA Soluções Globais de Transporte CP CARGA MIX de Procura CP CARGA Evolução dos Tráfegos Toneladas 12.000.000 10.000.000 8.000.000

Leia mais

Eduardo Bandeira Paulo Silva

Eduardo Bandeira Paulo Silva Eduardo Bandeira Paulo Silva Administração do Porto de Sines, S.A. Vendas Novas, 2 de julho de 2013 Painel 4 Mercados e oportunidades 1 Características físicas do porto HUB (Porta Atlântica da Europa)

Leia mais

APP Associação dos Portos de Portugal Vítor Caldeirinha

APP Associação dos Portos de Portugal  Vítor Caldeirinha APP Associação dos Portos de Portugal www.portosdeportugal.pt Vítor Caldeirinha Portos Portugueses Portugal: No Centro do Mundo Portugal: localização geoestratégica Corredores das RTE-T Portos : Core

Leia mais

Aquisição do Grupo Tertir 18 de Outubro, 2006

Aquisição do Grupo Tertir 18 de Outubro, 2006 Aquisição do Grupo Tertir 18 de Outubro, 2006 1 Enquadramento da Transacção Acordo Aquisição de 100% da RL SGPS no montante de 36,9 M acrescido de 8,5 M de suprimentos Preço implícito por acção Tertir

Leia mais

ESTRATÉGIA PARA O AUMENTO DA COMPETITIVIDADE PORTUÁRIA

ESTRATÉGIA PARA O AUMENTO DA COMPETITIVIDADE PORTUÁRIA ESTRATÉGIA PARA O AUMENTO DA COMPETITIVIDADE PORTUÁRIA 2017 2026 16 de janeiro de 2017 1. Objetivos estratégicos e metas 2. Plano de Ação 2017-2026 3. Visão Futura 2 1 OBJETIVOS ESPECÍFICOS A B Adequar

Leia mais

O FUTURO DO PORTO DE LISBOA. Estratégia para o Aumento da Competitividade Portuária

O FUTURO DO PORTO DE LISBOA. Estratégia para o Aumento da Competitividade Portuária O FUTURO DO PORTO DE LISBOA Estratégia para o Aumento da Competitividade Portuária 17 de março de 2017 Alcântara Cruise Terminal - 15 Terminais Portuários - Porto Multifuncional com uma Oferta Multimodal

Leia mais

Porto de Sines, Porta Atlântica da Europa

Porto de Sines, Porta Atlântica da Europa Porto de Sines, Porta Atlântica da Europa Idalino José Diretor de Infraestruturas e Ordenamento IECE 2016 Inovação na Engenharia para a Competitividade Económica 27/10/2016 Posicionamento Geoestratégico

Leia mais

Alargar a influência dos portos nacionais

Alargar a influência dos portos nacionais Lídia Sequeira Presidente do Conselho de Administração Administração do Porto de Sines, S.A. Alargar a influência dos portos nacionais 31 de Março de 2011 31 de Março de 2011 1 Comércio Mundial de Contentores

Leia mais

Várias formas de olhar a APDL:

Várias formas de olhar a APDL: Várias formas de olhar a APDL: Uma autoridade interesse público Uma empresa interesse para a organização Uma infra-estrutura (gestão de ) interesse para a economia Comércio Externo Português Importações

Leia mais

IV Seminário Plataformas Logísticas Ibéricas

IV Seminário Plataformas Logísticas Ibéricas IV Seminário Plataformas Logísticas Ibéricas Preparar a Retoma, Repensar a Logística -O SERVIÇO IBERIAN LINK 10 de Novembro de 2009 800 + 68 M + + + + (prev. 2009) 76 Locos 2700 Vagões 11 Term. 250 /dia

Leia mais

Sinergias da Plataforma Logística do Poceirão

Sinergias da Plataforma Logística do Poceirão Sinergias da Plataforma Logística do Poceirão Carlos Dias, 10 Novembro 2009 1 Enquadramento Sinergia: Acção conjunta de coisas, pessoas ou organizações, especialmente quando o efeito é superior ao que

Leia mais

COMO OPERAMOS? Terminais. 65 Locos. 240 Comboios. Dia Vagões Tons Ano Page 2

COMO OPERAMOS? Terminais. 65 Locos. 240 Comboios. Dia Vagões Tons Ano Page 2 www.cpcarga.pt COMO OPERAMOS? 1) 581 9 Ano 2013 Terminais 8 287 919 Tons 57 221 491 65 Locos 240 Comboios 2 750 Vagões Dia Page 2 ONDE OPERAMOS? Espaço Ibérico 6 Comboios/Dia Madeira 1-2/D Siderúrgicos

Leia mais

Hinterland Acessibilidades ao Terminal do Barreiro

Hinterland Acessibilidades ao Terminal do Barreiro Hinterland Acessibilidades ao Terminal do Barreiro O futuro faz-se hoje Gare Marítima de Alcântara, 21 de outubro de 2016 Mário Fernandes Diretor de Planeamento da IP Acessibilidades ao Terminal do Barreiro

Leia mais

Vítor Caldeirinha. Painel: Que futuro para o transporte ferroviário? 27 de Setembro de 2012

Vítor Caldeirinha. Painel: Que futuro para o transporte ferroviário? 27 de Setembro de 2012 Vítor Caldeirinha Painel: Que futuro para o transporte ferroviário? 27 de Setembro de 2012 As ligações à Europa: Conectividade e Competitividade nas mercadorias Visão Integrada dos Portos e da Ferrovia

Leia mais

12 de dezembro de 2018

12 de dezembro de 2018 12 de dezembro de 2018 AGENDA LISBOA: UM PORTO MULTIFUNCIONAL ATIVIDADE PORTUÁRIA - ESTATÍSTICAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO PERSPETIVAS FUTURAS LISBOA: UM PORTO MULTI-FUNCIONAL ÁREA DE JURISDIÇÃO TERMINAIS

Leia mais

Recorte nº 146. Índice 30 de Julho de 2010

Recorte nº 146. Índice 30 de Julho de 2010 Recorte nº 146 Índice 30 de Julho de 2010 Pires da Fonseca: Linha UIC deve ligar Poceirão a Bobadela, Setúbal e Sines Orey Antunes lucra quatro milhões no semestre APSS no 1º Encontro Port Management em

Leia mais

CONSTRUIR E OFERECER AO MERCADO SOLUÇÕES LOGÍSTICAS COMPETITIVAS E PROLONGADAS NO TEMPO, ESPECIALMENTE DIRIGIDAS:

CONSTRUIR E OFERECER AO MERCADO SOLUÇÕES LOGÍSTICAS COMPETITIVAS E PROLONGADAS NO TEMPO, ESPECIALMENTE DIRIGIDAS: 25 SETEMBRO 14 MISSÃO COMPETÊNCIAS CONSTRUIR E OFERECER AO MERCADO SOLUÇÕES LOGÍSTICAS COMPETITIVAS E PROLONGADAS NO TEMPO, ESPECIALMENTE DIRIGIDAS: À operação continental dos fluxos marítimos operados

Leia mais

PLANO DE DISCUSSÃO DA ATIVIDADE PORTUÁRIA NO BARREIRO. TERMINAL MULTIMODAL DO BARREIRO Reunião com Eleitos Autárquicos

PLANO DE DISCUSSÃO DA ATIVIDADE PORTUÁRIA NO BARREIRO. TERMINAL MULTIMODAL DO BARREIRO Reunião com Eleitos Autárquicos PLANO DE DISCUSSÃO DA ATIVIDADE PORTUÁRIA NO BARREIRO TERMINAL MULTIMODAL DO BARREIRO Reunião com Eleitos Autárquicos Presidente da APL - Lidia Sequeira Barreiro 27/01/2017 TERMINAIS DE CARGA TERMINAIS

Leia mais

Plataformas Logísticas Nacionais Multimodalidade. 28 de Setembro de 2006 DESAFIO LOGÍSTICO

Plataformas Logísticas Nacionais Multimodalidade. 28 de Setembro de 2006 DESAFIO LOGÍSTICO 28 de Setembro de 2006 DESAFIO LOGÍSTICO 1 Ambiente actual no sector dos transportes nacional O mercado e a economia com exigência crescente de soluções que lhe permitam ganhos de competitividade. A comunidade

Leia mais

Seminário Transportes & Negócios

Seminário Transportes & Negócios Seminário Transportes & Negócios Porto, 30 de Março de 2006 Estratégia Portuária Nacional O caso do Porto de Setúbal Carlos Gouveia Lopes, Presidente do CA APSS Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra,

Leia mais

Estratégia para o Aumento da Competitividade Portuária Portos recebem investimento de 2,5 mil milhões até 2026

Estratégia para o Aumento da Competitividade Portuária Portos recebem investimento de 2,5 mil milhões até 2026 2/15/2017 Estratégia para o Aumento da Competitividade Portuária Portos recebem investimento de 2,5 mil milhões até 2026 A Ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, apresentou publicamente a Estratégia para

Leia mais

Clusterdo Mar. O eterno desígnio? Ana Paula Vitorino PROJETAR PORTUGAL. Seminário Diplomático

Clusterdo Mar. O eterno desígnio? Ana Paula Vitorino PROJETAR PORTUGAL. Seminário Diplomático Seminário Diplomático PROJETAR PORTUGAL 6 e 7 de Janeiro de 2014 Sala do Senado Assembleia da República Clusterdo Mar O eterno desígnio? Ana Paula Vitorino Porquê o MAR? Portugal para ganhar vantagens

Leia mais

Tendências no desenvolvimento de plataformas logísticas e na articulação marítimo - ferroviária

Tendências no desenvolvimento de plataformas logísticas e na articulação marítimo - ferroviária Tendências no desenvolvimento de plataformas logísticas e na articulação marítimo - ferroviária 2 de Abril de 2009 As infra-estruturas/interfaces logísticos tem sofrido uma evolução com o desenvolvimento

Leia mais

Plataforma Cacia PORTOS SECOS; BOBADELA CP - Carga. Plataformas Logísticas: DESCRIÇÃO E SERVIÇOS

Plataforma Cacia PORTOS SECOS; BOBADELA CP - Carga. Plataformas Logísticas: DESCRIÇÃO E SERVIÇOS Plataforma Cacia BOBADELA CP - Carga PORTOS SECOS; Plataformas Logísticas: DESCRIÇÃO E SERVIÇOS Portos Secos Plataformas logísticas Serviços CP-Carga-Bobadela Plataforma Cacia Integração Logística Conclusão

Leia mais

ÍNDICE. 0. Sumário Executivo. 1. Enquadramento e metodologia. 2. Coerência estratégica. 3. Análise setorial e auscultação pública

ÍNDICE. 0. Sumário Executivo. 1. Enquadramento e metodologia. 2. Coerência estratégica. 3. Análise setorial e auscultação pública ÍNDICE 0. Sumário Executivo 1. Enquadramento e metodologia 2. Coerência estratégica 3. Análise setorial e auscultação pública 4. Programa de investimentos 2030 5. Resultados esperados 6. Estratégia de

Leia mais

Plano Estratégico Janeiro 2014

Plano Estratégico Janeiro 2014 Portos de Setúbal e Sesimbra Plano Estratégico Janeiro 2014 Pólo logístico e portuário Área de jurisdição com 17 mil ha 300 ha de infraestruturas com vocação portuária 12 terminais especializados (5 utilização

Leia mais

Recorte nº 065. Índice 5 de Abril de 2010

Recorte nº 065. Índice 5 de Abril de 2010 Recortenº065 Índice 5deAbrilde2010 FaceOculta deixasoltascincopeçasdaengrenagemdegodinho Lisnavereparanaviodetransportedeiates ESPOconstataaesperadaquebradovolumenosportoseuropeusem 2009 CorreiadaFonsecaanunciacriaçãodaJanelaÚnicaLogística

Leia mais

Recorte nº 109. Índice 8 de Junho de 2010

Recorte nº 109. Índice 8 de Junho de 2010 Recorte nº 109 Índice 8 de Junho de 2010 Porto de Setúbal discute estratégia ro-ro Setúbal quer ser porto hub para o tráfego ro-ro Plataforma do Poceirão adiada para Setembro Movimento de cidadãos defende

Leia mais

Importância Estratégica da Guarda nas Cadeias de Transporte e Logística

Importância Estratégica da Guarda nas Cadeias de Transporte e Logística Importância Estratégica da Guarda nas Cadeias de Transporte e Logística Faustino Gomes M: +351 914519765 faustino.gomes@tis.pt 1 Enquadramento A rede rodoviária assegura já hoje muito boa acessibilidade

Leia mais

LEIXÕES HOJE LEIXÕES AMANHÃ ESTRATÉGIA DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO

LEIXÕES HOJE LEIXÕES AMANHÃ ESTRATÉGIA DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO 1 LEIXÕES HOJE 2 LEIXÕES AMANHÃ 3 ESTRATÉGIA DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO 1 LEIXÕES HOJE Localização Hinterland PL I III II I Local II Regional III Supra Regional Foreland EXPORTAÇÃO PARA 180 PAÍSES Principais

Leia mais

Burmester & Stüve Serviço Transitário

Burmester & Stüve Serviço Transitário www.burmester-stuve.pt Serviço Transitário 2019 Selo de Excelência pela Associação dos Transitários de Portugal (APAT) ÍNDICE SOBRE A BURMESTER & STÜVE SERVIÇO TRANSITÁRIO A NOSSA PROPOSTA DE VALOR A NOSSA

Leia mais

Setúbal: VI Seminário Plataformas Logísticas Ibéricas junta principais players da Região

Setúbal: VI Seminário Plataformas Logísticas Ibéricas junta principais players da Região INFORMAÇÃO À IMPRENSA 20 de janeiro de 2016 Setúbal: VI Seminário Plataformas Logísticas Ibéricas junta principais players da Região Como atrair novos clusters logísticos e industriais e criar emprego?

Leia mais

Portos e Logística Desafios e oportunidades de desenvolvimento

Portos e Logística Desafios e oportunidades de desenvolvimento 3/10/2009 Portos e Logística Desafios e oportunidades de desenvolvimento A economia dos transportes e da logística está a atravessar um período de grandes mudanças. A progressiva e inexorável liberalização

Leia mais

049e77a82cf34facacab6fd3bbf34626

049e77a82cf34facacab6fd3bbf34626 DL 73/2019 2019.02.13 O Programa do XXI Governo Constitucional prevê a introdução do conceito legal de porto seco, visando potenciar a concentração e o desembaraço das mercadorias que circulam entre armazéns

Leia mais

Portos e Transportes Marítimos

Portos e Transportes Marítimos Portos e Transportes Marítimos Um novo sistema portuário As operações portuárias e a sustentabilidade do negócio Lisboa, 21 de Setembro de 2010 Agenda 1. Apresentação da Altri; 2. Análise da centralização

Leia mais

Transportes & Negócios Seminário de Transporte Marítimo.

Transportes & Negócios Seminário de Transporte Marítimo. Transportes & Negócios Seminário de Transporte Marítimo Pedro Silva Santos 31/03/2011 Quem somos Empresa familiar fundada em 1948 100% do capital é propriedade da família Luís Simões Capital Social da

Leia mais

PORTO DE AVEIRO III Congresso Luso-Espanhol de Logística. Egídio Lopes 7/05/2009

PORTO DE AVEIRO III Congresso Luso-Espanhol de Logística. Egídio Lopes 7/05/2009 PORTO DE AVEIRO III Congresso Luso-Espanhol de Logística Egídio Lopes 7/05/2009 ÍNDICE 1. Graveleau Dachser Group em números 2. Visão estratégica do Grupo Dachser Projectos-piloto ao abrigo do programa

Leia mais

Recorte nº 088. Índice 6 de Maio de 2010

Recorte nº 088. Índice 6 de Maio de 2010 Recorte nº 088 Índice 6 de Maio de 2010 Atividade nos portos já superou recessão Porto de Lisboa também na Extremadura espanhola Leixões, Aveiro e Zaldeza promovem fluxos agro-alimentares Portos nacionais

Leia mais

Nova Alcântara Novo Nó Ferroviário e Terminal de Contentores. Lisboa, 28 de Abril de

Nova Alcântara Novo Nó Ferroviário e Terminal de Contentores. Lisboa, 28 de Abril de Nova Alcântara Novo Nó Ferroviário e Terminal de Contentores Lisboa, 28 de Abril de 2008 1 O sector dos transportes é uma peça fundamental do desenvolvimento económico do país, contribuindo decisivamente

Leia mais

QUEM SOMOS Perfil. Empresa Grupo familiar fundado em Grupo 8 Empresas. Colaboradores Pessoas

QUEM SOMOS Perfil. Empresa Grupo familiar fundado em Grupo 8 Empresas. Colaboradores Pessoas kaizen.com kaizen.com QUEM SOMOS Perfil 1 Empresa Grupo familiar fundado em 1948 5 Grupo 8 Empresas 2 3 4 Capital 100% propriedade da família Luís Simões Capital Social Holding 30 Milhões Volume de negócios

Leia mais

SUPERPORTO DE SALVADOR

SUPERPORTO DE SALVADOR Um projeto conceitual de alta atratividade e rápida resposta ASSOCIAÇÃO DE USUÁRIOS DOS PORTOS DA BAHIA Motivação: fatores de eficiência Aproveita os potenciais do Porto de Salvador e sua localização,

Leia mais

Recorte nº 064. Índice 1 de Abril de 2010

Recorte nº 064. Índice 1 de Abril de 2010 Recortenº064 Índice 1deAbrilde2010 LeixõeseLisboapromovem senobrasil TerminalXXIprepara2011comextensãodecaisatéaos730metros NoportodeAveiro Ramalferroviárioinaugurado Frotadeporta contentorescresceaoritmomaislentodadécada

Leia mais

Recorte nº 081. Índice 27 de Abril de 2010

Recorte nº 081. Índice 27 de Abril de 2010 Recortenº081 Índice 27deAbrilde2010 PortodeSetúbal:mercadoriascrescem28%noprimeirotrimestre Setúbalrecupera350miltoneladasnoprimeirotrimestre PET:Acessibilidadesdosportosvãoserbeneficiadas Decisãosobreaprorrogaçãodocontratodoterminaldecontentoresde

Leia mais

Logística em Portugal Comentário. Mário Lopes

Logística em Portugal Comentário. Mário Lopes Logística em Portugal Comentário Mário Lopes Professor do IST, Presidente da ADFERSIT mariolopes@tecnico.ulisboa.pt CONCLUSÕES: (conceitos) Assertivas, concordo totalmente DISCORDÂNCIAS E/OU OMISSÕES:

Leia mais

A Plataforma Logística de Leixões. uma oferta para os clientes que exigem um serviço integrado

A Plataforma Logística de Leixões. uma oferta para os clientes que exigem um serviço integrado A Plataforma Logística de Leixões uma oferta para os clientes que exigem um serviço integrado Junho de 2008 O TERRITÓRIO - A fachada Atlântica O TERRITÓRIO - O Norte e o Centro de Portugal Valença Chaves

Leia mais

O FUTURO FAZ-SE HOJE SOLUÇÕES INOVADORAS NA RELAÇÃO PORTO CIDADE CICLO DE DEBATES 14 DE OUTUBRO DE 2016

O FUTURO FAZ-SE HOJE SOLUÇÕES INOVADORAS NA RELAÇÃO PORTO CIDADE CICLO DE DEBATES 14 DE OUTUBRO DE 2016 CICLO DE DEBATES O FUTURO FAZ-SE HOJE SOLUÇÕES INOVADORAS NA RELAÇÃO PORTO CIDADE 14 DE OUTUBRO DE 2016 Porto Fluvial de Castanheira do Ribatejo e O Transporte Fluvial no Rio Tejo 2 Agenda I. Apresentação

Leia mais

Porto de Sines. IST PU 2016 PORTO DE SINES Catarina Rocha Filomena Safara Mariana Reis Ximena Pino 85538

Porto de Sines. IST PU 2016 PORTO DE SINES Catarina Rocha Filomena Safara Mariana Reis Ximena Pino 85538 Porto de Sines IST PU 2016 PORTO DE SINES Catarina Rocha 70271 Filomena Safara 69036 Mariana Reis 85028 Ximena Pino 85538 Contexto Histórico do Porto de Sines 1929 Classificação de Sines no plano de melhoramento

Leia mais

Recorte nº 240. Índice 17 de Dezembro de 2009

Recorte nº 240. Índice 17 de Dezembro de 2009 Recortenº240 Índice 17deDezembrode2009 Paísesmediterrânicosmaispróximos SEMganhacertificação ArrancaligaçãoferroviáriaBarcelona Portugal Automóvel ProduçãoemPortugalcontinuaasomarrecordesnegativos Empresasportuguesasexportammenos37,5%paraosEstadosUnidos

Leia mais

!"#$%&"'()'*+,' -(./#"'0',1'."'2"3"45%$'."'*6,6'

!#$%&'()'*+,' -(./#'0',1'.'2345%$'.'*6,6' !"#$%&"()*+, -(./#"0,1."2"3"45%$."*6,6 o 7899%"4$.":;>"%=BC5:$DE>&/#$/(&"%(;#/$(;:."4"%#;.$%/;> o F"/GH">;I;(J;+*K"4L$I"45%$ o?;%:$>f;d"mfe."%.;??2!nl."4/&"n>"#;>$;d">&o$.$8$%&$."

Leia mais

Efeitos Potenciadores das novas redes logísticas intercontinentais sobre o desenvolvimento sustentável da rede logística de Portugal e Espanha

Efeitos Potenciadores das novas redes logísticas intercontinentais sobre o desenvolvimento sustentável da rede logística de Portugal e Espanha Efeitos Potenciadores das novas redes logísticas intercontinentais sobre o desenvolvimento sustentável da rede logística de Portugal e Espanha Ruy Moreira Cravo 0 ÍNDICE I. Redes Logísticas de Portugal

Leia mais

O futuro faz-se hoje

O futuro faz-se hoje Dia do Porto de Lisboa 2016 Comemorações do 129º Aniversário Dia do Porto de Lisboa Comemorações do 129º Aniversário O futuro faz-se hoje Ciclo de Debates O CASO DA SOVENA Agenda Sovena Sovena Oilseeds

Leia mais

O TRANSPORTE RODOVIÁRIO TENDÊNCIAS ANTÓNIO MOUSINHO

O TRANSPORTE RODOVIÁRIO TENDÊNCIAS ANTÓNIO MOUSINHO O TRANSPORTE RODOVIÁRIO TENDÊNCIAS ANTÓNIO MOUSINHO O TRANSPORTE RODOVIÁRIO NA UE 1. INTRODUÇÃO 2. SITUAÇÃO ACTUAL 3. MOBILIDADE SUSTENTÁVEL 4. TRANSPORTES ENERGIA E AMBIENTE 5. INFRAESTRUTURAS 6. CONCLUSÕES

Leia mais

LOCALIZAÇÃO DO NOVO TERMINAL DE CONTENTORES NO BARREIRO

LOCALIZAÇÃO DO NOVO TERMINAL DE CONTENTORES NO BARREIRO PROMAN, S.A. 1 UM NOVO TERMINAL DESTINADO À OPERAÇÃO DOS GRANDES NAVIOS PORTA CONTENTORES DE ÚLTIMA GERAÇÃO? Justifica-se a sua construção? Esse terminal, seria principalmente vocacionado para a exportação

Leia mais

PRESS RELEASE. Conclusões. V Seminário Plataformas Logísticas Ibéricas

PRESS RELEASE. Conclusões. V Seminário Plataformas Logísticas Ibéricas Setúbal, 9 de Novembro de 2010 PRESS RELEASE V Seminário Plataformas Logísticas Ibéricas Conclusões Este V Seminário Plataformas Logísticas Ibéricas foi aberto com a intervenção do presidente da APSS,

Leia mais

Aspectos teóricos da integração entre hidrovias e ferrovias

Aspectos teóricos da integração entre hidrovias e ferrovias Aspectos teóricos da integração entre hidrovias e ferrovias Introdução Os portos têm importância para as operações de carga (transporte de mercadorias) e de passageiros. Porém, o transporte hidroviário

Leia mais

Sumário Executivo do Plano Estratégico do Porto de Aveiro. APA - Administração do Porto de Aveiro, SA

Sumário Executivo do Plano Estratégico do Porto de Aveiro. APA - Administração do Porto de Aveiro, SA Sumário Executivo do Plano Estratégico do Porto de Aveiro APA - Administração do Porto de Aveiro, SA 3 de Abril de 2006 1 Índice 1 Introdução... 2 2 Caracterização e Enquadramento... 3 2.1 Caracterização

Leia mais

Recorte nº 217. Índice 12 de Novembro de 2009

Recorte nº 217. Índice 12 de Novembro de 2009 Recortenº217 Índice 12deNovembrode2009 Logísticospreparamretoma Seminário PlataformasLogísticasIbéricas reflectesobrenovas oportunidades Portugalproduzmenos30%queorestodaEuropa FranciscoLobatoeo cluster

Leia mais

Universidade de Lisboa,

Universidade de Lisboa, Universidade de Lisboa, 2016.03.04 Os Espaços Marítimos Nacionais 200 MI SUBÁREA AÇORES SUBÁREA CONTINENTE SUBÁREA MADEIRA LEGENDA MAR TERRITORIAL ZONA CONTÍGUA ZEE (coluna de água) e PLATAFORMA CONTINENTAL

Leia mais

Porto da Barra do Dande... Uma referência no Transporte Marítimo... Um Hub Portuário no West Africa. Francisco Venâncio Presidente do Porto de Luanda

Porto da Barra do Dande... Uma referência no Transporte Marítimo... Um Hub Portuário no West Africa. Francisco Venâncio Presidente do Porto de Luanda Porto da Barra do Dande...... Uma referência no Transporte Marítimo... Um Hub Portuário no West Africa Francisco Venâncio Presidente do Porto de Luanda Sumário 2 1 2 3 4 5 6 7 Principais dinâmicas no tráfego

Leia mais

O DESAFIO DA INTERMODALIDADE

O DESAFIO DA INTERMODALIDADE 8º Ciclo de Seminários Transportes e Negócios cios Que políticas de Transportes? Seminário de Transporte Rodoviário O DESAFIO DA INTERMODALIDADE Porto, 1 de Junho de 2006 Gabinete para o Desenvolvimento

Leia mais

CORREDOR INTERNACIONAL SUL ARRANQUE DA FASE DE CONSTRUÇÃO DO TROÇO ÉVORA / CAIA

CORREDOR INTERNACIONAL SUL ARRANQUE DA FASE DE CONSTRUÇÃO DO TROÇO ÉVORA / CAIA ARRANQUE DA FASE DE CONSTRUÇÃO DO TROÇO ÉVORA / CAIA Elvas Museu de Arte Contemporânea 5 de Março de 2018 ARRANQUE DA FASE DE CONSTRUÇÃO DO TROÇO ÉVORA / CAIA Carlos Fernandes Vice-Presidente da Infraestruturas

Leia mais

A Agência tem por objeto a promoção do Transporte Marítimo de Curta Distância, adiante designado TMCD.

A Agência tem por objeto a promoção do Transporte Marítimo de Curta Distância, adiante designado TMCD. APTMCD - 2001 A Agência tem por objeto a promoção do Transporte Marítimo de Curta Distância, adiante designado TMCD. (artigo 3.º dos Estatutos) APTMCD - 2015 A Agência tem por objeto a promoção do Transporte

Leia mais

DESAFIOS DO SECTOR E MOBILIDADE SUSTENTÁVEL. ANTRAM, 12 de Novembro de 2016 Dalila Tavares

DESAFIOS DO SECTOR E MOBILIDADE SUSTENTÁVEL. ANTRAM, 12 de Novembro de 2016 Dalila Tavares DESAFIOS DO SECTOR E MOBILIDADE SUSTENTÁVEL ANTRAM, 12 de Novembro de 2016 Dalila Tavares www.luis-simoes.com Quem somos? Perfil Empresa Grupo familiar fundado em 1948 Grupo 8 Empresas Capital 100% propriedade

Leia mais

Recorte nº 145. Índice 29 de Julho de 2010

Recorte nº 145. Índice 29 de Julho de 2010 Recorte nº 145 Índice 29 de Julho de 2010 APSS patrocina SATA Rallye Açores 2010 Primeiro troço da linha UIC avança em Setembro CP Carga reclama liderança do mercado e exclusividade nos portos Empreitada

Leia mais

Competitividade e criação de emprego: O que podem fazer os portos?

Competitividade e criação de emprego: O que podem fazer os portos? 1/23/2013 Competitividade e criação de emprego: O que podem fazer os portos? O papel dos portos para apoiar a competitividade da economia portuguesa e a criação de emprego é a questão que o autor aborda

Leia mais

Plano Estratégico dos Transportes e Infraestruturas. Horizonte 2014-2020

Plano Estratégico dos Transportes e Infraestruturas. Horizonte 2014-2020 Plano Estratégico dos Transportes e Infraestruturas Horizonte 2014-2020 Consensualização de Prioridades O Grupo de Trabalho para as Infraestruturas de Elevado Valor Acrescentado apresentou o seu relatório

Leia mais

Recorte nº 084. Índice 30 de Abril de 2010

Recorte nº 084. Índice 30 de Abril de 2010 Recortenº084 Índice 30deAbrilde2010 PortodeSetúbalapresenta seemmédira Autoeuropa Produzirmais20porcentoerecrutar100trabalhadores Administraçãoquerproduzir100milcarrosesteano Autoeuropaleva bronze nataxadeassiduidade

Leia mais

LOGÍSTICA EM PORTUGAL

LOGÍSTICA EM PORTUGAL LOGÍSTICA EM PORTUGAL 1 LOGÍSTICA EM PORTUGAL SUMÁRIO EXECUTIVO LOGÍSTICA EM PORTUGAL 2 LOGÍSTICA EM PORTUGAL INTRODUÇÃO CONTEXTO ATUAL 4 OBJETIVO 5 PRESSUPOSTOS ORIENTADORES 6 LOGÍSTICA EM PORTUGAL CONTEXTO

Leia mais

A Cidade Logística. Plataforma Logística do Poceirão

A Cidade Logística. Plataforma Logística do Poceirão A Cidade Logística Plataforma Logística do Poceirão Póvoa de Santa Iria, 03 de Dezembro 2009 1 1. Apresentação Integrado na rede de plataformas nacionais definida pelo Portugal Logístico será desenvolvido

Leia mais

Projeto de Resolução n.º 1939/XIII/4.ª. Programa Nacional de Investimentos 2030 EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS

Projeto de Resolução n.º 1939/XIII/4.ª. Programa Nacional de Investimentos 2030 EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS Projeto de Resolução n.º 1939/XIII/4.ª Programa Nacional de Investimentos 2030 EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS Considerando que a existência de uma certa dificuldade histórica em estabelecer consensos em torno dos

Leia mais

Recorte nº 143. Índice 27 de Julho de 2010

Recorte nº 143. Índice 27 de Julho de 2010 Recorte nº 143 Índice 27 de Julho de 2010 Porto de Setúbal cresce 26 por cento Técnicos estudam sedimentos nos canais de acesso Assinado contrato de financiamento da ponte-cais nº 3 do Porto de Sesimbra

Leia mais

Recorte nº 068. Índice 8 de Abril de 2010

Recorte nº 068. Índice 8 de Abril de 2010 Recortenº068 Índice 8deAbrilde2010 Sinesécrucialparaarededetransportesibérica NoportodeAveiro CPCargatransporta10.000toneladas Portosespanhóisrecuperamdacrise ObservatóriodeSegurançaMarítimadebateemÍlhavo

Leia mais

PLANO ESTRATÉGICO DOS TRANSPORTES

PLANO ESTRATÉGICO DOS TRANSPORTES PLANO ESTRATÉGICO DOS TRANSPORTES E INFRAESTRUTURAS PETI 3+ BALANÇO DE EXECUÇÃO SETORIAL E GLOBAL 19 de junho de 2018 António Laranjo Presidente do Conselho de Administração Infraestruturas de Portugal

Leia mais

Manuel Margarido Tão. Transportes e Negócios Porto, 27 de Outubro de 2016

Manuel Margarido Tão. Transportes e Negócios Porto, 27 de Outubro de 2016 Manuel Margarido Tão Transportes e Negócios Porto, 27 de Outubro de 2016 1 O Transporte Ferroviário em Portugal tem vindo sucessivamente a perder importância, desde a entrada do país nas Comunidades Europeias

Leia mais

A FERROVIA NO HORIZONTE 2030

A FERROVIA NO HORIZONTE 2030 A FERROVIA NO HORIZONTE 2030 1. A Procura existente 2. A realidade Ferroviária 3. O modo Ferroviário como eixo estrutural Europeu 4. Os desafios a vencer no horizonte 2030 5. A envolvente Europeia da OBOR

Leia mais

Terminais Portuários e Logística

Terminais Portuários e Logística Terminais Portuários e Logística / ÍNDICE Movimento Geral NAVIOS entrados segundo o tipo NAVIOS entrados por classe de GT MOVIMENTO DE MERCADORIAS segundo o grupo ESTRUTURA DAS MERCADORIAS MOVIMENTADAS

Leia mais

Terminais Portuários e Logística

Terminais Portuários e Logística Terminais Portuários e Logística / ÍNDICE Movimento Geral NAVIOS entrados segundo o tipo NAVIOS entrados por classe de GT MOVIMENTO DE MERCADORIAS segundo o grupo ESTRUTURA DAS MERCADORIAS MOVIMENTADAS

Leia mais

CONCLUSÃO DA A25 VILAR FORMOSO / FRONTEIRA ASSINATURA DO CONTRATO DE EMPREITADA

CONCLUSÃO DA A25 VILAR FORMOSO / FRONTEIRA ASSINATURA DO CONTRATO DE EMPREITADA CONCLUSÃO DA A25 VILAR FORMOSO / FRONTEIRA ASSINATURA DO CONTRATO DE EMPREITADA António Laranjo Presidente do Conselho de Administração Vilar Formoso, 20 de novembro de 2018 ÍNDICE 01 LIGAÇÕES RODOVIÁRIAS

Leia mais

Danilo Ramos Diretor Comercial Op. Portuárias. Paulo Pegas Gerência Executiva. Florianópolis, 30 de Agosto de 2017

Danilo Ramos Diretor Comercial Op. Portuárias. Paulo Pegas Gerência Executiva. Florianópolis, 30 de Agosto de 2017 1 Danilo Ramos Diretor Comercial Op. Portuárias Paulo Pegas Gerência Executiva Florianópolis, 30 de Agosto de 2017 Agenda 1. Sobre a Santos Brasil 2.Tecon Imbituba 3. TCG Imbituba 4.Certificações e Compromisso

Leia mais

ALB aponta ao crescimento e à inovação O serviço de pequeno curso ferroviário não está a ser explorado

ALB aponta ao crescimento e à inovação O serviço de pequeno curso ferroviário não está a ser explorado 9/21/2017 ALB aponta ao crescimento e à inovação O serviço de pequeno curso ferroviário não está a ser explorado A Área Logística da Bobadela encontra-se em crescimento no mercado de parqueamento, armazenagem

Leia mais

Marcos Tourinho Chief Commercial Officer. Danilo Ramos Diretor Comercial de Operações Portuárias. 27 de Abril de 2017

Marcos Tourinho Chief Commercial Officer. Danilo Ramos Diretor Comercial de Operações Portuárias. 27 de Abril de 2017 Marcos Tourinho Chief Commercial Officer Danilo Ramos Diretor Comercial de Operações Portuárias 27 de Abril de 2017 Agenda 1. Sobre a Santos Brasil 2. Tecon Imbituba 3. TCG Imbituba 4. Compromisso com

Leia mais

Transporte Ferroviário Pós 2020

Transporte Ferroviário Pós 2020 Transporte Ferroviário Pós 2020 Ordem dos Engenheiros LISBOA 28 de fevereiro de 2018 Carlos Fernandes Vice-Presidente do Conselho de Administração da IP, S.A. ÍNDICE 01 SÍNTESE DO FERROVIA 2020 02 LIGAÇÕES

Leia mais

Transportes & Negócios PORTO, 12 MARÇO 2015 SHORT SEA SHIPPING. Oportunidades & desafios. Transinsular MIGUEL DE PAIVA GOMES

Transportes & Negócios PORTO, 12 MARÇO 2015 SHORT SEA SHIPPING. Oportunidades & desafios. Transinsular MIGUEL DE PAIVA GOMES Transportes & Negócios PORTO, 12 MARÇO 2015 SHORT SEA SHIPPING Oportunidades & desafios MIGUEL DE PAIVA GOMES Transinsular AGENDA Short-Sea-Shipping - Transinsular - Atividade / Serviços - Vocação de SSS

Leia mais

Decisão de Inaplicabilidade da Autoridade da Concorrência

Decisão de Inaplicabilidade da Autoridade da Concorrência Ccent. 18/2018 ALB - Área Logística Bobadela, S.A. Decisão de Inaplicabilidade da Autoridade da Concorrência [alínea a) do n.º 1 do artigo 50.º da Lei n.º 19/2012, de 8 de maio] 05/07/2018 DECISÃO DE INAPLICABILIDADE

Leia mais

Terminais Ferroviários de Mercadorias de Leixões e da Bobadela

Terminais Ferroviários de Mercadorias de Leixões e da Bobadela Terminais Ferroviários de Mercadorias de Leixões e da Bobadela ANEXO ÚNICO AO REGULAMENTO DE ACESSO E TARIFA DE UNIDADES DE TRANSPORTE INTERMODAL (UTI) Tabela de Preços 1. Acesso Ferroviário aos Terminais

Leia mais

João Franco. Portos e Transportes Marítimos. Presidente do Conselho de Administração Administração do Porto de Sines, S.A.

João Franco. Portos e Transportes Marítimos. Presidente do Conselho de Administração Administração do Porto de Sines, S.A. João Franco Presidente do Conselho de Administração Administração do Porto de Sines, S.A. Lisboa, 14 de novembro de 2013 Portos e Transportes Marítimos 1 Portugal como HUB de transporte marítimo Visão

Leia mais

Terminais Portuários e Logística

Terminais Portuários e Logística Terminais Portuários e Logística / ÍNDICE Movimento Geral NAVIOS entrados segundo o tipo NAVIOS entrados por classe de GT MOVIMENTO DE MERCADORIAS segundo o grupo ESTRUTURA DAS MERCADORIAS MOVIMENTADAS

Leia mais

ÍNDICE ANÁLISE ESTATÍSTICA... MOVIMENTO GERAL... NAVIOS ENTRADOS SEGUNDO O TIPO... NAVIOS ENTRADOS POR CLASSE DE GT..

ÍNDICE ANÁLISE ESTATÍSTICA... MOVIMENTO GERAL... NAVIOS ENTRADOS SEGUNDO O TIPO... NAVIOS ENTRADOS POR CLASSE DE GT.. ÍNDICE ANÁLISE ESTATÍSTICA.......... MOVIMENTO GERAL.... NAVIOS ENTRADOS SEGUNDO O TIPO... NAVIOS ENTRADOS POR CLASSE DE GT.. SHARE DO PORTO DE LISBOA NO MOVIMENTO PORTUÁRIO NACIONAL.. MOVIMENTO DE MERCADORIAS

Leia mais

A. SOGRAIN B. SOGRAIN SCM ESTRUTURA DA APRESENTAÇÃO. A1. História A2. Performance A3. Equipamentos A4. Gestão da Qualidade A5. Projecto de Ampliação

A. SOGRAIN B. SOGRAIN SCM ESTRUTURA DA APRESENTAÇÃO. A1. História A2. Performance A3. Equipamentos A4. Gestão da Qualidade A5. Projecto de Ampliação NELSON SANTOS ESTRUTURA DA APRESENTAÇÃO A. SOGRAIN B. SOGRAIN SCM B3. Factores Potenciais B3. Propostas Estratégicas 2 Pertence à Socarpor Aveiro SA, Sub-holding Tertir do Grupo Mota-Engil Necessidade

Leia mais

www.corelngashive.eu Projeto CORE LNGas hive O projeto CORE LNGas hive é uma iniciativa cofinanciada pela Comissão Europeia através do Concurso do MIE Mecanismo Interligar a Europa (Connecting Europe Facility)

Leia mais

Recorte nº 075. Índice 20 de Abril de 2009

Recorte nº 075. Índice 20 de Abril de 2009 Recorte nº 075 Índice 20 de Abril de 2009 Graves erros na política de transportes Logitrans no Estoril esta semana Comboios usados rendem milhões CP vende comboios a Moçambique e quer fazer o mesmo com

Leia mais

PORTUGAL A CRESCER ECONOMIA DO MAR. Roadshow Portugal Global Setúbal, 2 de março de May 2015

PORTUGAL A CRESCER ECONOMIA DO MAR. Roadshow Portugal Global Setúbal, 2 de março de May 2015 PORTUGAL A CRESCER ECONOMIA DO MAR Roadshow Portugal Global Setúbal, 2 de março de 2016 May 2015 Uma oportunidade económica Área: 92,152 Km 2 (108 º maior país do Mundo) Linha de Costa: 1,859 Km (incluindo

Leia mais

ANALISTA DE LOGÍSTICA EM COMÉRCIO EXTERIOR

ANALISTA DE LOGÍSTICA EM COMÉRCIO EXTERIOR CURSO FORMAÇÃO ANALISTA DE LOGÍSTICA EM COMÉRCIO EXTERIOR PROGRAMA DO CURSO 0800-718-3810 / 4062-0660 - Ramal: 0405 www.abracomex.org /abracomexadm /abracomex FORMAÇÃO ANALISTA DE LOGÍSTICA EM COMÉRCIO

Leia mais

Recorte nº 061. Índice 30 de Março de 2009

Recorte nº 061. Índice 30 de Março de 2009 Recorte nº 061 Índice 30 de Março de 2009 Terminal de Cacilhas motiva muitas queixas Adfer reúne congresso dias 1 e 2 de Abril em Lisboa GEFCO aguentou os dois choques de 2008 Dia do porto de Aveiro comemorado

Leia mais