Encontro com Participantes. 24 de março de 2016 BEM VINDOS!

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Encontro com Participantes. 24 de março de 2016 BEM VINDOS!"

Transcrição

1 Encontro com Participantes 24 de março de 2016 BEM VINDOS!

2 AGENDA Assunto Estrutura de Governança Indicadores São Rafael Seguridade Investimentos - Rentabilidade - Estratégia dos Investimentos Outros Assuntos - Simulador de Beneficio - Programa de Educação Financeira e Previdenciária

3 ESTRUTURA ORGANIZACIONAL Conselho Deliberativo: Representantes da Patrocinadora Sedat Özmen - Presidente Leandro Silva Jair Dias Miguel Griva Eduardo Brecht Representantes dos Participantes Arnaldo Cadena (Ativos / Vinculados) Cesar Borges (Aposentados) Maria Aida (Aposentados) Conselho Fiscal: Plácido Vicente - Presidente Ítalo Oberman Ana Catarina Oliveira Comitê de Investimento: Marco Aurélio / Maria Lucia Camello Airton Queiroz / Peter Rasch / Miguel Griva RiskOffice Elber Ogasavara

4 ESTRUTURA ORGANIZACIONAL Composição do Corpo Técnico Investimentos / Controladoria: Coordenador Financeiro : Ricardo Ferreira Especialista Financeiro: Bruno Moraes Seguridade / Comunicação: Especialista em Prev. Complementar : Amauri Barros Especialista em Prev. Complementar : Carlos Correa Analista em Prev. Complementar : Vago

5 Principais Indicadores Fevereiro Investimentos R$ 980 Milhões - 4 Fundos Exclusivos 88 % - 09 Fundos Abertos 12% - Patrimônio Renda Mista 71% - Patrimônio Renda Fixa 29% - Benefícios a Aposentados R$ 3,6 M ( Mês ) / R$ 47 M (Ano) - Contribuição dos Empregados R$ 0,3 M ( Mês ) / R$ 4 M (Ano) - Participantes Ativos 689 Vinculados 819 Aposentados 714 Total Custódia e Administrador Bradesco - Auditores Externos Fernando Motta & Assoc. - Consultor Investimentos RiskOffice - Custeio Admin. / Investimentos ( %a.a.) 0,87% ( Orçamento 2016 ) 0,77% ( Fev 16 )

6 Resultados 2016 Seguridade 6

7 Composição Patrimonial Fev

8 Distribuição dos Assistidos Benefício em Percentual Fev/2016 8

9 Educação Financeira e Previdenciária 9

10 Programa de Educação Financeira e Previdenciária; Status do Programa de Educação Financeira e Previdenciária: Programa Educa São Rafael ; 2 Simuladores de Benefícios Assistidos e Vinculados/Ativos; Cartilhas Educacionais Divulgadas 9 de um total de 20 cartilhas a serem divulgadas ate Agosto 2016; Folheto do Plano para participantes Ativos; Novo site da Entidade; Reuniões com Participantes: 26/Abril 31/ Maio 29/Julho 30/Setembro 10 Conferência Eletrônicas com a participação de economistas dos nossos gestores. Próxima Conferência: 12/Abril;

11 Estratégia de Investimentos para

12 Evolução das Estratégias de Investimentos Impacto Cota Renda Fixa Cota Renda Fixa fev/16 RF - Passiva 9% 10% 11% 61% 64% 63% RF - Crédito 39% 36% 37% RF - Baixo VaR 70% 61% 65% 62% 44% 47% RF - Medio VaR 30% 30% 25% 27% 56% 53% Cota Renda Fixa 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100%

13 Evolução das Estratégias de Investimentos Impacto Cota Renda Mista Cota Renda Mista fev/16 - RF 79% 74% 72% 73% 69% 74% 77% 80% 81% - IMA-B 5 - RV 17% 22% 22% 21% 21% 14% 14% 13% 13% - Multimercado 4% 3% 5% 6% 10% 12% 9% 6% 6% Cota Renda Mista 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% Renda Variavel fev/16 IBX Passivo 36% 6% IBX Ativo 91% 95% 90% 84% Dividendos 9% 5% 10% 16% 24% 0% Valor 31% 74% 50% 22% 23% ETF - Small Caps 9% 0% Exterior 20% 50% 78% 77% Total 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100%

14 Resultados Fevereiro 2016 Investimentos R$ Milhões fev/16 Fundo R$ Milhões % Carteira Santander 285,3 29,12% Itau 251,9 25,72% BNP Paribas 181,9 18,57% Western Asset RF 128,5 13,12% M Square Inst 20,3 2,07% BB Schroders Exterior 15,5 1,58% BB Blackrock Exterior 17,2 1,75% Western FIA BDR 20,3 2,07% Msquare Global Exterior 15,9 1,62% JGP MAX 16,9 1,73% Plural Capital Equity Hedge 7,5 0,76% Plural Capital Equity Hedge 30 5,1 0,52% Western Index S&P500 13,3 1,35% Total 979,5 100,00% 14

15 Resultados Fevereiro 2016 Estratégias de Investimento da São Rafael Renda Fixa - Fundos Exclusivos: Segmento Mês 2016 Passivo CDI 1,00% 2,06% Crédito Privado 0,87% 1,85% Consolidado Renda Fixa 0,96% 1,99% CDI 1,00% 2,07% 15

16 Resultados Fevereiro 2016 Estratégias de Investimento da São Rafael Renda Variável Fundos Abertos: Segmento Mês 2016 Fundos de Valor 0,93% 0,29% Investimento no Exterior -0,54% -6,02% Consolidado Renda Variável -0,21% -4,65% IBX 5,29% -1,29% S&P 500 (Bolsa Americana) -0,41% -5,47% MSCI World (Bolsas Mundiais) -0,96% -6,95% Dólar -1,56% 1,92% 16

17 Resultados Fevereiro 2016 Estratégias de Investimento da São Rafael Multimercado - Fundos Abertos: Segmento Mês 2016 Multimercado 0,35% -0,88% Rentabilidades: Mês / Período Benchmark CDI Mês 1,00% ,07% Fundos JGP Max 0,71% 2,02% Plural Capital Equity Hedge -1,15% -0,44% Plural Capital Equity Hedge 30-1,14% -0,42% Western Index S&P500 1,33% -4,74% 17

18 Cotas Renda Fixa e Renda Mista 18

19 Resultados Fevereiro 2016 Histórico de Rentabilidade dos Perfis de Investimento Cota São Rafael - Fevereiro 2016 Perfil Valor (R$) Mês meses 24 meses 36 meses 48 meses 60 meses 120 meses Renda Mista 368,77 0,74% 0,86% 13,89% 27,78% 34,54% 44,66% 57,52% 176,78% Renda Fixa 339,82 0,92% 1,93% 13,20% 25,37% 34,66% 45,80% 63,29% 179,26% CDI 1,00% 2,07% 13,58% 26,02% 36,93% 47,61% 64,60% 184,46% IPCA 0,90% 2,18% 10,36% 18,86% 25,61% 33,54% 41,35% 79,29% Poupança 0,60% 1,23% 8,21% 15,80% 23,38% 31,26% 40,99% 102,51% 19

20 Rentabilidade das Cotas x Juros Reais Até fev/2016 Meta Gerencial = IPCA + 5% Rentabilidade das Cotas acima do IPCA (% a.a.) Perfil 2 Anos 5 Anos 10 Anos Renda Mista 3,69% 2,19% 4,44% Renda Fixa 2,70% 2,93% 4,53%

21 Rentabilidade das Cotas x Juros Reais Até fevereiro/2016 Meta Gerencial = IPCA + 5% Plano de Contribuição Definida - Rentabilidade das Cotas Ano Cota Renda Fixa Cota Renda Mista Nominal Real Nominal Real IPCA SELIC ,5% 12,1 % 22,8% 16,1 % 5,7% 19,0% ,0% 12,4 % 21,1% 17,4 % 3,1% 15,1% ,9% 6,2 % 21,1% 16 % 4,5% 11,8% ,0% 4,8 % -4,0% -9,3 % 5,9% 12,5% ,6% 6 % 21,5% 16,5 % 4,3% 9,9% ,1% 4 % 8,4% 2,4 % 5,9% 9,8% ,9% 5,1 % 5,7% -0,8 % 6,5% 11,6% ,2% 3,2 % 11,0% 4,9 % 5,8% 8,5% ,6% 0,7 % 5,4% -0,5 % 5,9% 8,2% ,6% 3,9 % 10,4% 3,8 % 6,4% 10,9% ,0% 2,1 % 15,5% 4,3 % 10,7% 13,29% ,9% -0,2 % 0,9% -1,3 % 2,2% 2,07% 5 anos 10,3% 2,9 % 9,5% 2,2 % 7,2% 10 anos 10,8% 4,5 % 10,7% 4,4 % 6,0% Desde ,1% 6,3 % 13,1% 6,3 % 6,4% * %a.a.

22 Resultados Fevereiro 2016 Rentabilidade Anual dos Perfis de Investimento 22

23 Análises de Suporte 23

24 Resultados Fevereiro 2016 Rentabilidades Mês / Período Benchmark Mês M 24 M CDI 1,00% 2,07% 13,58% 26,01% IBX 5,29% -1,29% -15,95% -8,18% Perfis Renda Fixa 0,92% 1,90% 13,12% 25,28% Renda Mista 0,74% 0,82% 13,80% 27,68% Fundos Santander 1,01% 2,06% 13,60% 26,06% Itau 1,00% 2,06% 13,59% 26,04% BNP Paribas 0,93% 1,93% 13,67% 26,60% Western Asset 0,77% 1,73% 13,20% 26,25% M Square Inst FIC 0,93% 0,29% -2,12% 29,54% BB Blackrock Exterior -0,11% -3,34% 31,99% NA BB Schroders Exterior -1,66% -9,27% NA NA Msquare Global Exterior -0,32% -7,70% NA NA Western FIA BDR -0,22% -4,27% NA NA JGP Max 0,71% 2,02% 14,29% 26,06% Plural Capital Equity Hedge -1,15% -0,44% 15,95% 29,82% Plural Capital Equity Hedge 30-1,14% -0,42% 15,96% 29,57% Western Index S&P 500 1,33% -4,74% 3,70% NA 24

25 Estrutura dos Fundos Fundo Exclusivo (Pessoa Jurídica) Gestores 4 RF Custodiante Bradesco Administrador Fiduciário Bradesco -Compra - Vende -Liquidação Financeira - Controla limites SELIC Títulos Públicos CETIP Títulos Privados CBLC Ações

26 Monitoração dos Processos Auditorias São Rafael - Auditoria Independente Fernando Motta & Associados - Demonstrações Financeiras - Cálculo de Cotas - Superintendência Nacional de Previdência Complementar ( Previc) Fundos Exclusivos - Auditoria Independente - PWC / KPMG Gestores - Auditoria Independente - Auditoria Interna do grupo - CVM -ANBIMA Custodiante - Auditoria Independente - Auditoria Interna do grupo - CVM -ANBIMA

27 ESTRUTURA ORGANIZACIONAL Conselho Deliberativo Conselho Fiscal Reuniões Trimestrais Comitê de Investimentos Reuniões Trimestrais Diretor Superintendente Marco A. Azevedo Reuniões Trimestrais Diretora de Seguridade e Comunicação Maria Lúcia Camello Diretor Financeiro Marco A.Azevedo Diretora de Planejamento e Controle Maria Lúcia Camello

28 Rentabilidades Fundos 2016 até Fev Renda Fixa GESTOR 2015 % CDI fev/16 % CDI 2016 % CDI SANTANDER 13,26% 100% 1,01% 100% 2,06% 100% ITAÚ UNIBANCO 13,24% 100% 1,00% 100% 2,06% 100% BNP PARIBAS 13,55% 102% 0,93% 93% 1,93% 94% WESTERN ASSET 13,28% 100% 0,77% 77% 1,73% 84% CDI 13,23% - 1,00% - 2,07% - Renda Variável GESTOR 2015 Dif P.P. IBX fev/16 Dif P.P. IBX 2016 Dif P.P. IBX M SQUARE -0,02% 12,4 0,93% -4,4 0,29% 1,6 BB BLACKROCK 52,50% 64,9-0,11% -5,4-3,34% -2,0 BB SCHRODERS** 26,59% 48,6-9,27% -14,6-9,27% -8,0 MSQUARE GLOBAL*** 14,71% 20,0-0,32% -5,6-7,70% -6,4 WESTERN BDR*** 22,44% 27,7-0,22% -5,5-4,27% -3,0 IBX -12,38% - 5,29% -1,29% Multimercado GESTOR 2015 % CDI fev/16 % CDI 2016 % CDI JGP 14,04% 106% 0,71% 71% 2,02% 98% PLURAL CAPITAL 16,70% 126% -1,15% -115% -0,44% -21% PLURAL CAPITAL30 16,69% 126% -1,14% -114% -0,42% -21% WESTERN S&P500 * 13,05% 108% 1,33% 133% -4,74% -230% CDI 13,23% - 1,00% - 2,07% - * aplicação 03/02/2015 ** aplicação 13/05/2015 *** aplicação 20/08/

Conferência com Participantes. Bem Vindos! 12/12/2016

Conferência com Participantes. Bem Vindos! 12/12/2016 Conferência com Participantes Bem Vindos! 12/12/2016 1 Perfis de Investimento - Rentabilidade Perfil Mês 2016 Renda Fixa 1,04% 12,47% Renda Mista 1,12% 9,77% Cenário Econômico Internacional: Redução da

Leia mais

Conferência com Participantes. Bem Vindos! 11/11/2016

Conferência com Participantes. Bem Vindos! 11/11/2016 Conferência com Participantes Bem Vindos! 11/11/2016 1 Perfis de Investimento - Rentabilidade Perfil Mês 2016 Renda Fixa 1,07% 11,31% Renda Mista 0,86% 8,56% Cenário Econômico Internacional: EUA apresentando

Leia mais

Conferência com Participantes. Bem Vindos! 12/12/2017

Conferência com Participantes. Bem Vindos! 12/12/2017 Conferência com Participantes Bem Vindos! 12/12/2017 1 Perfis de Investimento - Rentabilidade Perfil nov/17 2017 % % do CDI % % do CDI Renda Mista 0,23% 39,84% 9,90% 105,75% Renda Fixa 0,53% 92,93% 8,88%

Leia mais

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE PARÁ DE MINAS. Relatório Mensal agosto/2015

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE PARÁ DE MINAS. Relatório Mensal agosto/2015 INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE PARÁ DE MINAS Relatório Mensal agosto/2015 Carteira Atual agosto/2015 Renda Fixa Gestores Ativos Saldo Anterior Saldo Atual % Carteira Art.

Leia mais

Relatório Anual. São Rafael Sociedade de Previdência Privada

Relatório Anual. São Rafael Sociedade de Previdência Privada Relatório Anual São Rafael Sociedade de Previdência Privada 2015 O ano de 2015 foi muito importante para todos participantes, pois comemoramos juntos os 30 anos de existência da São Rafael. Foi também

Leia mais

MAIS DE 200 MIL PARTICIPANTES EM DOIS PLANOS DE BENEFÍCIOS

MAIS DE 200 MIL PARTICIPANTES EM DOIS PLANOS DE BENEFÍCIOS QUANTIDADE DE PARTICIPANTES MAIS DE 200 MIL PARTICIPANTES EM DOIS PLANOS DE BENEFÍCIOS Plano 1 (Ativos Totais: R$ 162,5 bilhões) PREVI Futuro (Ativos Totais: R$ 5,7 bilhões) 120.000 90.000 20.244 570 303

Leia mais

MENSAGEM AOS PARTICIPANTES

MENSAGEM AOS PARTICIPANTES MENSAGEM AOS PARTICIPANTES O Fundo de Pensão Multipatrocinado da Seccional de São Paulo da Ordem dos Advogados do Brasil e da CAASP Caixa de Assistência dos Advogados de São Paulo - OABPrev-SP apresenta

Leia mais

Relatório Anual São Rafael Sociedade de Previdência Privada

Relatório Anual São Rafael Sociedade de Previdência Privada Relatório Anual São Rafael Sociedade de Previdência Privada 2016 O ano de 2016 foi muito desafiador, pois tivemos eventos políticos importantes que impactaram bastante os mercados financeiros e por consequência

Leia mais

Relatório de Monitoramento Maio 2015

Relatório de Monitoramento Maio 2015 Relatório de Monitoramento Maio 2015 1 Sumário Cenário Econômico Rentabilidades i. Perfil Conservador ii. Perfil Moderado iii. Perfil Agressivo iv. RaizPrev Alocação i. Divisão de Recursos por Perfil ii.

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL 2014 VERSÃO RESUMIDA

RELATÓRIO ANUAL 2014 VERSÃO RESUMIDA RELATÓRIO ANUAL 2014 VERSÃO RESUMIDA A ACIPREV Fundo Multiinstituído de Previdência Complementar apresenta o relatório das principais atividades da Entidade durante o ano de 2014, resumidamente, como autoriza

Leia mais

Relatório Anual São Rafael Sociedade de Previdência Privada

Relatório Anual São Rafael Sociedade de Previdência Privada 2013 Relatório Anual São Rafael Sociedade de Previdência Privada Prezados Participantes: O ano de 2013 foi um dos anos mais difíceis para as fundações de Previdencia Privada, refletido nas rentabilidades

Leia mais

ALTERAÇÃO DE PERFIL E % DE CONTRIBUIÇÃO Dezembro/2015

ALTERAÇÃO DE PERFIL E % DE CONTRIBUIÇÃO Dezembro/2015 ALTERAÇÃO DE PERFIL E % DE CONTRIBUIÇÃO Dezembro/2015 PORQUE TER UM PLANO DE APOSENTADORIA PRIVADA? TETO ATUAL DO INSS ATUALIZADO SOMENTE PELO INPC: R$ 4.663,00 INDEPENDENTE DO SEU SALÁRIO NA ATIVA, O

Leia mais

DIRETORIA DE INVESTIMENTOS. Relatório Mensal de Investimentos

DIRETORIA DE INVESTIMENTOS. Relatório Mensal de Investimentos DIRETORIA DE INVESTIMENTOS Relatório Mensal de Investimentos FEVEREIRO Rio de Janeiro 2013 Diretoria de Investimentos Gustavo de Oliveira Barbosa Diretor Presidente Gerência de Operações e Planejamento

Leia mais

RELATÓRIO MENSAL IPREMSAF. São Francisco/MG NOME DO RPPS

RELATÓRIO MENSAL IPREMSAF. São Francisco/MG NOME DO RPPS IPREMSAF NOME DO RPPS RELATÓRIO MENSAL São Francisco/MG SITE: www.investorbrasil.com E-MAIL: investor@investorbrasil.com E-MAIL: marcus@investorbrasil.com FONE: 31-3466-2558 CELULAR: 31-98885-0618 98369-2098

Leia mais

Plano de Benefícios Enersul

Plano de Benefícios Enersul Plano de Benefícios Enersul ENERPREV - RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES -204 ENERPREV - RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES -204 ENERPREV - RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES -204 Demonstração do ativo líquido - Plano

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BRADESCO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO ADVANCED 01.919.

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BRADESCO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO ADVANCED 01.919. LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BRADESCO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO ADVANCED 01.919.660/0001-33 Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL. Resumo. Acesse este relatório na versão tela cheia para aproveitar todos os recursos de visualização

RELATÓRIO ANUAL. Resumo. Acesse este relatório na versão tela cheia para aproveitar todos os recursos de visualização RELATÓRIO ANUAL 2014 Resumo Acesse este relatório na versão tela cheia para aproveitar todos os recursos de visualização 2 Mensagem DA DIRETORIA Prezado Participante, Mais um ano de parceria e confiança

Leia mais

Plano de Benefícios Escelsa

Plano de Benefícios Escelsa Plano de Benefícios Escelsa 1 Demonstração do ativo líquido - Plano de Benefícios Escelsa Em 31 de dezembro de 201 e de 2013 Demonstração da mutação do ativo líquido - Plano de Benefícios Escelsa 201 2013

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BNP PARIBAS DIVIDENDOS FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO AÇÕES CNPJ/MF:

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BNP PARIBAS DIVIDENDOS FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO AÇÕES CNPJ/MF: LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BNP PARIBAS DIVIDENDOS FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO AÇÕES CNPJ/MF: Informações referentes a Dezembro de 2014 Esta lâmina contém um resumo

Leia mais

Visão Mais Perto 2015 Perfil Investimentos 2015

Visão Mais Perto 2015 Perfil Investimentos 2015 Visão Mais Perto 2015 Perfil Investimentos 2015 Bradesco Custódia e Administração Gestão Visão Prev VP Finanças Telefonica-Vivo Conselho Deliberativo Comitê Investimentos Conselho Fiscal Auditoria Interna

Leia mais

Relatório posicionamento, análise e comparativos dos insvestimentos do RPPS.

Relatório posicionamento, análise e comparativos dos insvestimentos do RPPS. Relatório posicionamento, análise e comparativos dos insvestimentos do RPPS. IPSETUR Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Município de Turmalina - MG. RELATÓRIO TRIMESTRAL SITE: www.investorbrasil.com

Leia mais

PREVI Futuro - Fev / Resultado

PREVI Futuro - Fev / Resultado PREVI Futuro - Fev / 2018 + = Resultado Balanço Patrimonial Ativo Passivo Onde estão aplicados todos os recursos do Plano PREVI Futuro Estes são distribuídos em uma Carteira de Investimentos Distribuição

Leia mais

RELATÓRIO TRIMESTRAL - 002/2013 16/07/2013

RELATÓRIO TRIMESTRAL - 002/2013 16/07/2013 RELATÓRIO TRIMESTRAL - 002/2013 16/07/2013 Regime Próprio de Previdência Social do município de SINOP - MT Prezado(a) Diretor(a) Executivo(a), Sr(a). Cássia Omizzollo; Atendendo a exigência da do Tribunal

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O HSBC FI ACOES PETROBRAS 2 12.014.083/0001-57 Informações referentes a Abril de 2013

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O HSBC FI ACOES PETROBRAS 2 12.014.083/0001-57 Informações referentes a Abril de 2013 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o HSBC FUNDO DE INVESTIMENTO EM ACOES. As informações completas sobre esse fundo podem ser obtidas no Prospecto e no Regulamento do fundo,

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BNP PARIBAS MASTER CRÉDITO FI RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO LONGO PRAZO

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BNP PARIBAS MASTER CRÉDITO FI RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO LONGO PRAZO LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O CNPJ/MF: Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o BNP PARIBAS MASTER CRÉDITO FI RENDA FIXA CRÉDITO

Leia mais

Relatório de Acompanhamento e Enquadramento de Investimento. Fevereiro 2017

Relatório de Acompanhamento e Enquadramento de Investimento. Fevereiro 2017 Relatório de Acompanhamento e Enquadramento de Investimento Fevereiro 2017 1 Plano II CDI no mês: 0,86% Meta Atuarial no mês: 0,65% Rentabilidade da Cota no mês: 1,51% CDI no ano: 1,96% Meta Atuarial no

Leia mais

Alterações nas alocações por Segmentos para 2016: * Renda Fixa: Mínimo: De 46,50% para 47,50% Alvo: De 74,50% para 75,00%

Alterações nas alocações por Segmentos para 2016: * Renda Fixa: Mínimo: De 46,50% para 47,50% Alvo: De 74,50% para 75,00% Plano Vale Mais Alocação 2016 - % RGRT % Mínimo % Máximo % Alvo Carteiras Limite Titulos Públicos Federais 93,0% FIDC e FICFIDC 5,0% Renda Fixa 47,5% 93,0% 75,0% CRI 5,0% Debêntures, Notas Promissórias

Leia mais

Visão Mais Perto 2015 Perfil Investimentos 2015

Visão Mais Perto 2015 Perfil Investimentos 2015 Visão Mais Perto 2015 Perfil Investimentos 2015 Gestão Visão Prev Bradesco Custódia e Administração VP Finanças Telefonica-Vivo Conselho Deliberativo Comitê Investimentos Conselho Fiscal Diretoria Executiva

Leia mais

CENÁRIO ECONOMICO COMPARATIVO FACEPI AGENDA MELHORIAS FACEPI

CENÁRIO ECONOMICO COMPARATIVO FACEPI AGENDA MELHORIAS FACEPI CENÁRIO ECONOMICO COMPARATIVO FACEPI AGENDA MELHORIAS FACEPI ECONOMIA INTERNACIONAL TAXAS DE JUROS 3 ECONOMIA INTERNACIONAL TAXAS DE JUROS 4 ECONOMIA INTERNACIONAL TAXAS DE JUROS 5 ECONOMIA INTERNACIONAL

Leia mais

Relatório Mensal da Carteira de Ativos

Relatório Mensal da Carteira de Ativos Relatório Mensal da Carteira de Ativos Novembro / 214 Relatório mensal da carteira de ativos contemplando as rentabilidades auferidas pelo CAPREVAS, mediante aplicações nos bancos e instituições financeiras

Leia mais

INFORMATIVO MENSAL DE INVESTIMENTOS ABRIL/2017 POLÍTICA DE INVESTIMENTOS

INFORMATIVO MENSAL DE INVESTIMENTOS ABRIL/2017 POLÍTICA DE INVESTIMENTOS OBJETIVO Os investimentos dos Planos Básico e Suplementar, modalidade contribuição definida, tem por objetivo proporcionar rentabilidade no longo prazo através das oportunidades oferecidas pelos mercados

Leia mais

Programa de Previdência Complementar ArcelorMittal Brasil. ArcelorMittal Brasil

Programa de Previdência Complementar ArcelorMittal Brasil. ArcelorMittal Brasil Programa de Previdência Complementar ArcelorMittal Brasil ArcelorMittal Brasil 1 Porque ter um Plano de Previdência Complementar? 2 O Novo Programa de Previdência Complementar ArcelorMittal Brasil Conheça

Leia mais

ALTERAÇÃO DA POLÍTICA DE INVESTIMENTOS

ALTERAÇÃO DA POLÍTICA DE INVESTIMENTOS FUNDAÇÃO SISTEL DE SEGURIDADE SOCIAL ALTERAÇÃO DA POLÍTICA DE INVESTIMENTOS 2013 Plano PBS Tele Norte Celular Agosto/2013 A política de investimentos de 2013 do PBS Tele Norte Celular aprovada em dezembro

Leia mais

Relatório Trimestral da Carteira de Ativos

Relatório Trimestral da Carteira de Ativos Relatório Trimestral da Carteira de Ativos 2º Trimestre de 215 Relatório trimestral da carteira de ativos contemplando as rentabilidades auferidas pelo PREVIBEL, mediante aplicações nos bancos e instituições

Leia mais

Objetivo. Oferecer informações claras e precisas sobre Previdência.

Objetivo. Oferecer informações claras e precisas sobre Previdência. Objetivo Oferecer informações claras e precisas sobre Previdência. Entender o quão importante é fazer um plano de Previdência complementar/privada para seus clientes. Derrubar o mito de que plano de Previdência

Leia mais

93,60% Renda Variável ,09. 5,02% Investimento Imobiliário ,56. 0,00% Empréstimos e Financiamentos 0,00

93,60% Renda Variável ,09. 5,02% Investimento Imobiliário ,56. 0,00% Empréstimos e Financiamentos 0,00 Resumo do DI - VISÃO PREV SOCIEDADE DE PREV COMPLEMENTAR Demonstrativo de Investimentos - DI Ano de 2015 (Posição dos Investimentos: 31/12/2015) Com objetivo de atender a legislação vigente, informamos

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BRADESCO FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES DIVIDENDOS 06.916.384/0001-73. Informações referentes a Julho de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BRADESCO FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES DIVIDENDOS 06.916.384/0001-73. Informações referentes a Julho de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BRADESCO FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES DIVIDENDOS 06.916.384/0001-73 Informações referentes a Julho de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais

Leia mais

INVESTIMENTO NO EXTERIOR. LUIZ SORGE, CFP Recife, 19/05/2016

INVESTIMENTO NO EXTERIOR. LUIZ SORGE, CFP Recife, 19/05/2016 INVESTIMENTO NO EXTERIOR LUIZ SORGE, CFP Recife, 19/05/2016 Investimentos no Exterior Por que investimos tão pouco? Tema multifacetado : Contexto Legal e Econômico Psicologia do Investidor Aspectos Técnicos

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL 2017 Demonstrativo de Investimentos - DI

RELATÓRIO ANUAL 2017 Demonstrativo de Investimentos - DI RESUMO DO DI - ISÃO PRE SOCIEDADE DE PRE COMPLEMENTAR DEMONSTRATIO DE INESTIMENTOS - DI Ano de 2017 (Posição dos Investimentos: 29/12/2017) Com objetivo de atender a legislação vigente, informamos ao participante

Leia mais

PREVI Futuro. Conheça o desempenho de Janeiro a Agosto/ = Resultado

PREVI Futuro. Conheça o desempenho de Janeiro a Agosto/ = Resultado PREVI Futuro Conheça o desempenho de Janeiro a Agosto/2017 - = Resultado Balanço Patrimonial Ativo Onde estão aplicados todos os recursos do PREVI Futuro Passivo Renda Variável Investimentos em ações 29,76%

Leia mais

Política de Rateio e Divisão de Ordens. Agosto de 2016

Política de Rateio e Divisão de Ordens. Agosto de 2016 Política de Rateio e Divisão de Ordens Rua Leopoldo Couto de Magalhães Júnior 700 11º andar Itaim Bibi São Paulo SP 04542000 Brasil +55 11 3701.8500 verdeasset.com.br Sumário 1. Escopo... 1 2. Processo

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO DE DESEMPENHO DO BNP PARIBAS NOVA YORK FI MULTIMERCADO PREVIDENCIÁRIO. CNPJ/MF: / Informações referentes a 2016

DEMONSTRAÇÃO DE DESEMPENHO DO BNP PARIBAS NOVA YORK FI MULTIMERCADO PREVIDENCIÁRIO. CNPJ/MF: / Informações referentes a 2016 DEMONSTRAÇÃO DE DESEMPENHO DO CNPJ/MF: Informações referentes a 2016 1. Denominação completa do fundo conforme o cadastro na CVM: BNP PARIBAS NOVA YORK FI MULTIMERCADO PREVIDENCIÁRIO 2. Rentabilidade 2.1

Leia mais

O mundo emergente está mais disperso, com histórias boas e outras menos positivas. O preço e a dinâmica dos ativos vêm refletindo isso.

O mundo emergente está mais disperso, com histórias boas e outras menos positivas. O preço e a dinâmica dos ativos vêm refletindo isso. Comentário Mensal Outubro 2017 Ao longo do mês, o cenário de um crescimento global robusto ficou mais evidente. Em alguns países, vimos sinais de acomodação, mas, nas grandes economias, como EUA e Europa

Leia mais

Investimentos RPPS Outubro 2017

Investimentos RPPS Outubro 2017 Investimentos RPPS Outubro 2017 PREMISSAS - EQUILÍBRIO ATUARIAL METAS DE CURTO PRAZO Superação da meta atuarial (anual) Liquidez necessária Auditoria TCE / Expectativas dos servidores Equilíbrio Financeiro

Leia mais

Posição e Desempenho da Carteira - Resumo MULTIBRA INSTITUIDOR FUNDO MULTIPLO - MODERADA MIX 15

Posição e Desempenho da Carteira - Resumo MULTIBRA INSTITUIDOR FUNDO MULTIPLO - MODERADA MIX 15 Posição e Desempenho da Carteira - Resumo 1 Posição Sintética dos Ativos em 31/01/2018 Saldo Bruto % Cart FUNDOS RENDA FIXA BRAM FIM CREDITO PRIVADO MULTI 60.835.117,39 53,45 BRAM FI RF MULTI IV 16.169.084,94

Leia mais

Investimentos. Plano BD Plano CV I

Investimentos. Plano BD Plano CV I Investimentos Plano BD Plano CV I Setembro/2015 DESEMPENHO DOS INVESTIMENTOS PLANO BD Setembro/2015 ANÁLISE GLOBAL DOS INVESTIMENTOS DO PLANO Os investimentos do Plano BD apresentaram, em setembro, rentabilidade

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FIC SELEÇÃO TOP AÇÕES 02.436.763/0001-05 Informações referentes a Junho de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FIC SELEÇÃO TOP AÇÕES 02.436.763/0001-05 Informações referentes a Junho de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FIC SELEÇÃO TOP AÇÕES 02.436.763/0001-05 Informações referentes a Junho de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o SANTANDER

Leia mais

Comentário Mensal. Maio O mês de maio foi marcado por novas incertezas no cenário doméstico, enquanto o cenário

Comentário Mensal. Maio O mês de maio foi marcado por novas incertezas no cenário doméstico, enquanto o cenário Comentário Mensal Maio 2016 O mês de maio foi marcado por novas incertezas no cenário doméstico, enquanto o cenário externo apresentou relativa estabilidade. Neste sentido, os ativos de risco brasileiros

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FIC FI MASTER RENDA FIXA REFERENCIADO DI 02.367.527/0001-84 Informações referentes a Abril de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FIC FI MASTER RENDA FIXA REFERENCIADO DI 02.367.527/0001-84 Informações referentes a Abril de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FIC FI MASTER RENDA FIXA REFERENCIADO DI 02.367.527/0001-84 Informações referentes a Abril de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais

Leia mais

PSS - Seguridade Social

PSS - Seguridade Social POLÍTICA DE INVESTIMENTOS PARA 2016 PLANO C 1. Objetivos Esta versão da Política de Investimentos, que estará em vigor durante o ano de 2016, tem como objetivo definir as diretrizes dos investimentos do

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional Visão Geral Administradora de Recursos Independente Fundada em 2001 por Luiz Carlos Mendonça de Barros. Diretor do BACEN, presidente do BNDES, Ministro das Telecomunicações e

Leia mais

DEMONSTRATIVO DE INVESTIMENTOS

DEMONSTRATIVO DE INVESTIMENTOS SOCIEDADE IBGEANA DE ASSISTÊNCIA E SEGURIDADE DEMONSTRATIVO DE INVESTIMENTOS 1º Semestre Este relatório é de uso exclusivo dos órgãos de administração (Diretoria, Conselho Deliberativo e Conselho Fiscal)

Leia mais

Lâmina de informações essenciais sobre o Fundo SUMITOMO MITSUI MASTER PLUS FI REF DI CREDITO PRIVADO LONGO PRAZO

Lâmina de informações essenciais sobre o Fundo SUMITOMO MITSUI MASTER PLUS FI REF DI CREDITO PRIVADO LONGO PRAZO Lâmina de informações essenciais sobre o Fundo SUMITOMO MITSUI MASTER PLUS FI REF DI CREDITO PRIVADO LONGO PRAZO Informações referentes a fevereiro de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações

Leia mais

PREVI futuro - Out / = Resultado

PREVI futuro - Out / = Resultado PREVI futuro - Out / 2017 - = Resultado Balanço Patrimonial Ativo Passivo Onde estão aplicados todos os recursos do Plano PREVI Futuro Estes são distribuídos em uma Carteira de Investimentos Distribuição

Leia mais

INFORMATIVO MENSAL DE INVESTIMENTOS MAIO/2017 POLÍTICA DE INVESTIMENTOS

INFORMATIVO MENSAL DE INVESTIMENTOS MAIO/2017 POLÍTICA DE INVESTIMENTOS OBJETIVO Os investimentos dos Planos Básico e Suplementar, modalidade contribuição definida, tem por objetivo proporcionar rentabilidade no longo prazo através das oportunidades oferecidas pelos mercados

Leia mais

Déficits na FUNCEF. Apresentação da APCEF São Paulo em unidades da Caixa Econômica Federal (maio de 2015)

Déficits na FUNCEF. Apresentação da APCEF São Paulo em unidades da Caixa Econômica Federal (maio de 2015) Déficits na FUNCEF Prováveis razões para a ocorrência de déficit Opções e prazos para equacionamento Instrumentos de Governança da FUNCEF Participante: como monitorar a FUNCEF Apresentação da APCEF São

Leia mais

VERSÃO RESUMIDA 1 RELATÓRIO ANUAL 2016

VERSÃO RESUMIDA 1 RELATÓRIO ANUAL 2016 VERSÃO RESUMIDA 1 MENSAGEM AOS PARTICIPANTES O Fundo de Pensão Multipatrocinado da Seccional de São Paulo da Ordem dos Advogados do Brasil e da CAASP Caixa de Assistência dos Advogados de São Paulo - OABPrev-SP

Leia mais

SUPRE PLANO PREVIDENCIARIO /03/2017

SUPRE PLANO PREVIDENCIARIO /03/2017 RISCO DE MERCADO VAR Mandato PL Calculado PL Informado VaR Limite Status Benchmark VaR Rel. Limite Status Stress PLANO PREVIDENCIARIO 227,349,128.47 227,424,970.96 0.30% 2.00% - - - (0.88)% MANDATO RF

Leia mais

Relatório Anual. São Rafael Sociedade de Previdência Privada

Relatório Anual. São Rafael Sociedade de Previdência Privada 2011 Relatório Anual São Rafael Sociedade de Previdência Privada Prezados Participantes: O ano de 2011 foi mais um ano marcado por muitas incertezas nas economias mundiais acarretando uma instabilidade

Leia mais

MEU DINHEIRO ESTÁ SEGURO NO PLANO ODEPREV? Meu Saldo de Conta no Plano Odeprev pode ser utilizado de alguma forma pela Organização?

MEU DINHEIRO ESTÁ SEGURO NO PLANO ODEPREV? Meu Saldo de Conta no Plano Odeprev pode ser utilizado de alguma forma pela Organização? 1 Meu Saldo de Conta no Plano Odeprev pode ser utilizado de alguma forma pela Organização? Não. O Saldo de Conta só pode ser acessado pelo próprio Participante, ou seus beneficiários, quando cumpridos

Leia mais

Política Anual de Investimentos

Política Anual de Investimentos Política Anual de Investimentos 2009 1. Introdução... 3 2. Objetivos... 4 3. Modelo de Gestão:... 5 3.1. Acompanhamento da Gestão de Ente Credenciado:... 5 4. Estratégia de Alocação de Recursos:... 6 4.1.

Leia mais

Renda Fixa: 88%[(78% [CDI+0,5%]+17% IMAB + 5%IMAB5)+12%(103%CDI)] Renda Variável Ativa = 100%(IBrx+6%) Inv. estruturados = IFM Inv. no exterior = BDRX

Renda Fixa: 88%[(78% [CDI+0,5%]+17% IMAB + 5%IMAB5)+12%(103%CDI)] Renda Variável Ativa = 100%(IBrx+6%) Inv. estruturados = IFM Inv. no exterior = BDRX Objetivo Os investimentos dos Planos Básico e Suplementar, modalidade contribuição definida, tem por objetivo proporcionar rentabilidade no longo prazo através das oportunidades oferecidas pelos mercados

Leia mais

Investimentos. Plano BD Plano CV I

Investimentos. Plano BD Plano CV I Investimentos Plano BD Plano CV I Setembro/2016 DESEMPENHO DOS INVESTIMENTOS PLANO BD Setembro/2016 ANÁLISE GLOBAL DOS INVESTIMENTOS DO PLANO Os investimentos do Plano BD apresentaram, em setembro, rentabilidade

Leia mais

No Brasil. No Mundo. BB DTVM: Líder do Mercado. O Brasil subiu para 6º lugar no ranking mundial. Fonte: ANBIMA- Agosto/10 e ICI - Mar/10 EUA 48,69%

No Brasil. No Mundo. BB DTVM: Líder do Mercado. O Brasil subiu para 6º lugar no ranking mundial. Fonte: ANBIMA- Agosto/10 e ICI - Mar/10 EUA 48,69% Ranking Mundial de Fundos No Mundo O Brasil subiu para 6º lugar no ranking mundial. No Brasil BB DTVM: Líder do Mercado EUA 48,69% BB DTVM 21,43% Luxemburgo 10,09% ITAÚ-UNIBANCO 17,11% França 7,51% BRADESCO

Leia mais

Sumário. Prefácio, XV Introdução, 1

Sumário. Prefácio, XV Introdução, 1 Sumário Prefácio, XV Introdução, 1 Capítulo 1 Sistema Financeiro Nacional, 3 1.1 Funções básicas do Sistema Financeiro Nacional, 4 1.2 Principais participantes do mercado, 4 1.2.1 Introdução, 4 1.2.2 Órgãos

Leia mais

Itaú Managed Portfolio 3 Fevereiro 2017

Itaú Managed Portfolio 3 Fevereiro 2017 Itaú Managed Portfolio 3 Fevereiro 2017 1 Desempenho Retorno Acumulado Patrimônio Líquido (R$ MM) Informação Confidencial Política Corporativa de Segurança de Informação Itaú Managed Porfolio 3 Retorno

Leia mais

POLÍTICA DE INVESTIMENTOS - PGA

POLÍTICA DE INVESTIMENTOS - PGA Conteúdo 1. INTRODUÇÃO... 1 1.1. A Fundação Itaipu BR de Previdência e Assistência Social... 1 1.2. Objetivo da Política de Investimentos do PGA... 1 1.3. Revisão da Política de Investimentos do PGA...

Leia mais

Investimentos na Duprev

Investimentos na Duprev Investimentos na Duprev Plano de Aposentadoria Duprev CD Contribuições Participantes + = aposentadoria Contribuições da empresa Saldo para Patrimônio Investido Perfis de Investimento Alternativas de aplicação

Leia mais

Demonstrativo de Investimentos - DI

Demonstrativo de Investimentos - DI Demonstrativo de Investimentos - DI Ano de 2014 (Posição dos Investimentos: 31/12/2014) Com objetivo de atender a legislação vigente, informamos ao participante o relatório resumo do DI e os custos dos

Leia mais

Contas Financeiras CEMEC Informativo Poupança Financeira São Paulo Julho/2014

Contas Financeiras CEMEC Informativo Poupança Financeira São Paulo Julho/2014 Contas Financeiras CEMEC Informativo Poupança Financeira São Paulo Julho/2014 Este relatório apresenta dados disponíveis em julho de 2014, mas cabe salientar que devido ao esforço de consolidação de dados

Leia mais

Evolução Mensal da Carteira de Investimentos

Evolução Mensal da Carteira de Investimentos Evolução Mensal da Carteira de Investimentos (R$ Mil) 1.050.000 Período: Jan/08 - Ago/14 1.000.000 950.000 900.000 850.000 800.000 750.000 700.000 650.000 600.000 550.000 fev/08 abr/08 jun/08 ago/08 out/08

Leia mais

Informativo Mensal Investimentos

Informativo Mensal Investimentos Objetivo Os investimentos dos Planos Básico e Suplementar, modalidade contribuição definida, tem por objetivo proporcionar rentabilidade no longo prazo através das oportunidades oferecidas pelos mercados

Leia mais

RENTABILIDADE DOS FUNDOS DISTRIBUÍDOS PELO CITIBANK - 19/ago/2016

RENTABILIDADE DOS FUNDOS DISTRIBUÍDOS PELO CITIBANK - 19/ago/2016 RENTABILIDADE DOS FUNDOS DISTRIBUÍDOS PELO CITIBANK - 19/ago/2016 Produto (1) Obs. Risco Cota Renda Fixa Duração Baixa Grau de Invest. Rent. Diária 6 12 ago/16 jul/16 jun/16 2016 2015 Fundo () BNP PARIBAS

Leia mais

Relatório Mensal. 2013 Fevereiro. Instituto de Previdência e Assistência do Município do Rio de Janeiro - PREVI-RIO DIRETORIA DE INVESTIMENTOS

Relatório Mensal. 2013 Fevereiro. Instituto de Previdência e Assistência do Município do Rio de Janeiro - PREVI-RIO DIRETORIA DE INVESTIMENTOS Relatório Mensal 2013 Fevereiro Instituto de Previdência e Assistência do Município do Rio de Janeiro - PREVI-RIO DIRETORIA DE INVESTIMENTOS Composição da Carteira Ativos Mobiliários, Imobiliários e Recebíveis

Leia mais

Posição e Desempenho da Carteira - Resumo HSBC INSTITUIDOR FUNDO MULTIPLO - CONSERVADORA FIX

Posição e Desempenho da Carteira - Resumo HSBC INSTITUIDOR FUNDO MULTIPLO - CONSERVADORA FIX BENCHMARK 100.00%CDI Relatório Gerencial Consolidado - Período de 02/12/2013 Posição e Desempenho da Carteira - Resumo a 31/12/2013 pg. 1 Posição Sintética dos Ativos em 31/12/2013 Financeiro % PL FUNDOS

Leia mais

SUPRE PLANO PREVIDENCIARIO /04/2016

SUPRE PLANO PREVIDENCIARIO /04/2016 RISCO DE MERCADO VAR Mandato PL Calculado PL Informado VaR Limite Status Benchmark VaR Rel. Limite Status Stress PLANO PREVIDENCIARIO 211,701,905.06 211,731,148.37 0.65% 2.70% - - - (1.20)% MANDATO HIBRIDO

Leia mais

RELATÓRIO DA CARTEIRA DE INVESTIMENTOS MARÇO DE 2016

RELATÓRIO DA CARTEIRA DE INVESTIMENTOS MARÇO DE 2016 RELATÓRIO DA CARTEIRA DE INVESTIMENTOS MARÇO DE 2016 Os recursos do CaraguaPrev são aplicados respeitando os princípios de segurança, legalidade, liquidez e eficiência. Neste mês a carteira de investimentos

Leia mais

Balancete. Consolidado. Facopac - Sociedade Previdencia Privada C.N.P.J.: 71.562.656/0001-46. Janeiro/2012

Balancete. Consolidado. Facopac - Sociedade Previdencia Privada C.N.P.J.: 71.562.656/0001-46. Janeiro/2012 1 ATIVO 96.188.642,25 D 6.390.113,18 4.158.982,72 98.419.772,71 D 1.1 DISPONÍVEL 197.613,09 D 2.038.125,38 1.993.131,39 242.607,08 D 1.1.1 IMEDIATO 197.613,09 D 2.038.125,38 1.993.131,39 242.607,08 D 1.1.1.2

Leia mais

POLÍTICA DE INVESTIMENTOS PREVINDUS 2018

POLÍTICA DE INVESTIMENTOS PREVINDUS 2018 Fundamentação Legal POLÍTICA DE INVESTIMENTOS PREVINDUS 2018 A Resolução nº. 3792, de 24/09/09 do Conselho Monetário Nacional (CMN), determina que a Entidade Fechada de Previdência Complementar defina

Leia mais

APRENDA A INVESTIR EM RENDA FIXA

APRENDA A INVESTIR EM RENDA FIXA APRENDA A INVESTIR EM RENDA FIXA Vinicio Almeida almeida.vinicio@gmail.com www.quantabr.com.br 2016 2 Vinicio Doutor em Administração pelo Coppead/UFRJ e Pós- Doutorado na UCLA Anderson School of Management

Leia mais

Posição e Desempenho da Carteira - Resumo HSBC INSTITUIDOR FUNDO MULTIPLO - ARROJADA MIX 40

Posição e Desempenho da Carteira - Resumo HSBC INSTITUIDOR FUNDO MULTIPLO - ARROJADA MIX 40 BENCHMARK RF:60.00% ( 100.00%CDI ) + RV:40.00% ( 100.00%IBRX 100 ) Relatório Gerencial Consolidado - Período de 03/11/2015 Posição e Desempenho da Carteira - Resumo a 30/11/2015 pg. 1 Posição Sintética

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO DE DESEMPENHO DO MULTIPREV CARTEIRA 14 FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADO

DEMONSTRAÇÃO DE DESEMPENHO DO MULTIPREV CARTEIRA 14 FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADO DEMONSTRAÇÃO DE DESEMPENHO DO CNPJ/MF: Informações referentes a 2016 1. Denominação completa do fundo conforme o cadastro na CVM: MULTIPREV CARTEIRA 14 FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADO

Leia mais

CAGEPREV FUNDAÇÃO CAGECE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR RELATÓRIO DE DESEMPENHO

CAGEPREV FUNDAÇÃO CAGECE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR RELATÓRIO DE DESEMPENHO CAGEPREV FUNDAÇÃO CAGECE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR RELATÓRIO DE DESEMPENHO JUNHO DE 2013 1. Apresentação A Fundação CAGECE de Previdência Complementar CAGEPREV, criada através da Lei Estadual nº 13.313,

Leia mais

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE PARÁ DE MINAS. Relatório Mensal julho/2015

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE PARÁ DE MINAS. Relatório Mensal julho/2015 INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE PARÁ DE MINAS Relatório Mensal julho/2015 Carteira Atual julho/2015 Renda Fixa Gestores Ativos Saldo Anterior Saldo Atual % Carteira Art.

Leia mais

CAGEPREV FUNDAÇÃO CAGECE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR RELATÓRIO DE DESEMPENHO

CAGEPREV FUNDAÇÃO CAGECE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR RELATÓRIO DE DESEMPENHO CAGEPREV FUNDAÇÃO CAGECE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR RELATÓRIO DE DESEMPENHO JULHO DE 2013 1. Apresentação A Fundação CAGECE de Previdência Complementar CAGEPREV, criada através da Lei Estadual nº 13.313,

Leia mais

259,30 1,14 1,02 0,96 1,12 1,00 1,09 1,15 1,10 1,19 1,08 1,03 1,01 13,39 13,67 41,72 1,0%

259,30 1,14 1,02 0,96 1,12 1,00 1,09 1,15 1,10 1,19 1,08 1,03 1,01 13,39 13,67 41,72 1,0% Fundos Renda Fixa PL Médio 12 meses Rentabilidade Acumulada % (já descontada a taxa de administração) No ano# Dez/15 Jan/16 Fev/16 Mar/16 Abr/16 Mai/16 Jun/16 Jul/16 Ago/16 Set/16 Out/16 Nov/16 Cond. 12

Leia mais

DEMONSTRATIVO DAS APLICAÇÕES E INVESTIMENTOS DOS RECURSOS

DEMONSTRATIVO DAS APLICAÇÕES E INVESTIMENTOS DOS RECURSOS DEMONSTRATIVO DAS APLICAÇÕES E INVESTIMENTOS DOS RECURSOS 1. ENTE Nome: Endereço: Bairro: Telefone: Prefeitura Municipal de Uberaba / MG Av Dom Luiz Maria Santana 141 Merces (034) 3318-2000 Fax: (034)

Leia mais

FUNDAÇÃO FRANCISCO MARTINS BASTOS RELATÓRIO GERENCIAL ( PARTICIPANTE) JUN/09

FUNDAÇÃO FRANCISCO MARTINS BASTOS RELATÓRIO GERENCIAL ( PARTICIPANTE) JUN/09 FUNDAÇÃO FRANCISCO MARTINS BASTOS RELATÓRIO GERENCIAL ( PARTICIPANTE) JUN/09 1 2 EVOLUÇÃO DOS INVESTIMENTOS 0.000 50.000 100.000 150.000 200.000 250.000 300.000 350.000 400.000 450.000 500.000 550.000

Leia mais

GRUPO AEGON Presença Local + Experiência Global. pág. 3

GRUPO AEGON Presença Local + Experiência Global. pág. 3 APEPREM 2018 Quem somos pág. 2 GRUPO AEGON Presença Local + Experiência Global pág. 3 Grupo Mongeral Aegon Presença Local Prepara as pessoas para os impactos socioeconômicos de viver mais, dando suporte

Leia mais

Posição e Desempenho da Carteira - Resumo MULTIBRA INSTITUIDOR FUNDO MULTIPLO - CONSERVADORA FIX

Posição e Desempenho da Carteira - Resumo MULTIBRA INSTITUIDOR FUNDO MULTIPLO - CONSERVADORA FIX Posição e Desempenho da Carteira - Resumo 1 Posição Sintética dos Ativos em 31/01/2018 Saldo Bruto % Cart FUNDOS RENDA FIXA BRAM FIM CREDITO PRIVADO MULTI 214.274.325,73 97,04 BRAM FI RF MULTI IV 6.588.367,58

Leia mais

Comentário Mensal. O mês de fevereiro foi marcado pelo abrandamento de alguns riscos importantes para o. Fevereiro 2016

Comentário Mensal. O mês de fevereiro foi marcado pelo abrandamento de alguns riscos importantes para o. Fevereiro 2016 Comentário Mensal Fevereiro 2016 O mês de fevereiro foi marcado pelo abrandamento de alguns riscos importantes para o cenário global, tais como: (1) uma desvalorização mais forte do yuan, (2) a possibilidade

Leia mais

Relatório Trimestral da Carteira de Ativos

Relatório Trimestral da Carteira de Ativos Relatório Trimestral da Carteira de Ativos 4º Trimestre de 214 Relatório trimestral da carteira de ativos contemplando as rentabilidades auferidas pelo PREVIBEL, mediante aplicações nos bancos e instituições

Leia mais

Manual de Marcação a Mercado. Turim 21 Investimentos Ltda.

Manual de Marcação a Mercado. Turim 21 Investimentos Ltda. Turim 21 Investimentos Ltda. 1 de 6 SUMÁRIO I. Introdução II. Estrutura Organizacional III. Supervisão Dinâmica da Metodologia IV. Visão do Processo a. Fonte de Dados b. Coleta de Dados c. Validação dos

Leia mais

Investimentos. Plano BD Plano CV I

Investimentos. Plano BD Plano CV I Investimentos Plano BD Plano CV I Novembro/2016 DESEMPENHO DOS INVESTIMENTOS PLANO BD Novembro/2016 ANÁLISE GLOBAL DOS INVESTIMENTOS DO PLANO Os investimentos do Plano BD apresentaram, em novembro, rentabilidade

Leia mais

Investimentos. Plano BD Plano CV I

Investimentos. Plano BD Plano CV I Investimentos Plano BD Plano CV I Maio/2015 DESEMPENHO DOS INVESTIMENTOS PLANO BD Maio/2015 ANÁLISE GLOBAL DOS INVESTIMENTOS DO PLANO Os investimentos do Plano BD apresentaram, em maio, rentabilidade de

Leia mais

Investimentos. Plano BD Plano CV I

Investimentos. Plano BD Plano CV I Investimentos Plano BD Plano CV I Agosto/2016 DESEMPENHO DOS INVESTIMENTOS PLANO BD Agosto/2016 ANÁLISE GLOBAL DOS INVESTIMENTOS DO PLANO Os investimentos do Plano BD apresentaram, em agosto, rentabilidade

Leia mais

Informativo Mensal Investimentos

Informativo Mensal Investimentos Objetivo Os investimentos dos Planos Básico e Suplementar, modalidade contribuição definida, tem por objetivo proporcionar rentabilidade no longo prazo através das oportunidades oferecidas pelos mercados

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL 2016 Demonstrativo de Investimentos - DI

RELATÓRIO ANUAL 2016 Demonstrativo de Investimentos - DI Resumo do DI - VISÃO PREV SOCIEDADE DE PREV COMPLEMENTAR Ano de 2016 (Posição dos Investimentos: 30/12/2016) Com objetivo de atender a legislação vigente, informamos ao participante o relatório resumo

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO DE INVESTIMENTOS OUTUBRO

RELATÓRIO DE GESTÃO DE INVESTIMENTOS OUTUBRO RELATÓRIO DE GESTÃO DE INVESTIMENTOS OUTUBRO - 2014 Í NDICE RELATÓRIOO DE GESTÃO DE INVESTIMENTOS Carteira consolidada... 1 Carteira detalhada... 2 Política de Investimento 2014... 3 Análise de rentabilidadee...

Leia mais

Investimentos. Plano BD Plano CV I

Investimentos. Plano BD Plano CV I Investimentos Plano BD Plano CV I Junho/2016 DESEMPENHO DOS INVESTIMENTOS PLANO BD Junho/2016 ANÁLISE GLOBAL DOS INVESTIMENTOS DO PLANO Os investimentos do Plano BD apresentaram, em junho, rentabilidade

Leia mais