Importância do Sistema de Informação

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Importância do Sistema de Informação"

Transcrição

1 FLÁVIA SAIBEL

2 Importância do Sistema de Informação O objetivo do Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações é facilitar aos gestores dos programas de imunizações, o planejamento e avaliação das atividades de vacinação, permitindo com isto as comunicações entre gestores das três esferas do governo.

3 O objetivo do PNI é implantar em todas as salas de vacina o novo Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações SIPNI, onde a ferramenta se caracteriza pela inovação no mecanismo de coleta de dados sobre vacinação, sobretudo no registro da situação vacinal do indivíduo e sua procedência, gerando dados fidedignos de cobertura vacinal; possibilitando ainda o agendamento de doses subsequentes, a busca ativa dos faltosos, a identificação dos usuários de imunobiológicos especiais, o monitoramento dos EAPVs, além da movimentação desses imunos em cada sala de vacina. O uso da ferramenta adequadamente, em sua totalidade, contribuirá para a melhoria da eficiência do programa de imunizações.

4 Cronograma de implantação do SIPNI, por estrato populacional e prazos: OF GAB/SVS/MS Nº 146/2014 Prazo para implantação Até junho 2015 Até março 2015 Até dezembro 2014 Estrato Populacional De até Mais de UF Até habitantes habitantes habitantes Total ES Ampliação do prazo de implantação conforme Of. Circular SESA/GS Nº 895/2015 Até Dezembro/2015

5 Pactos Contrato organizativo da ação pública (COAP): É um acordo de colaboração firmado entre os três entes federativos, no âmbito de uma Região de Saúde, com o objetivo de organizar e integrar as ações e os serviços de saúde e garantir a integralidade da atenção à saúde da população no território.(67 indicadores) - Indicador 35 - cobertura vacinal alcançada em 75% das vacinas do Calendário Básico de Vacinação da Criança. Programa de Qualificação das ações de vigilância em Saúde (PQAVS): Incentivo Financeiro que tem como objetivo incentivar o processo contínuo e progressivo de melhoria das ações de vigilância em saúde (14 indicadores). - Indicador 3 Pelo menos 80% das salas de vacina do município com SIPNI implantado alimentado mensalmente; - Indicador 4 Alcançar cobertura vacinal preconizada em 100% das vacinas do calendário básico de vacinação da criança.

6 Movimento de Imunobiológicos O módulo Movimento de Imunobiológicos tem por objetivo subsidiar o planejamento e programação dos imunobiológicos gerenciados pelo programa de imunizações em todas as instâncias, registrar os dados referentes aos imunobiológicos disponibilizados na rede pública e privada, além de auxiliar no controle do estoque. Desta forma, permite a partir dos registros de dados, conhecer como está o funcionamento da sala de vacinas em relação ao uso e perda física ou técnica de imunobiológicos.

7 Desktop Form. de Registro de Ocorrência em imunobiologicos

8

9 Números : Municípios enviando SIPNI = 38 (48,71%) Número de salas de vacina = 135 (23,35%) Fonte: em: 30/11/2015 Regional Metropolitana 10(50%) Regional Norte 04 ( 28,57%) Regional Central 11 ( 61,11%) Regional Sul 13 (50%)

10 METROPOLITANA Salas AFONSO CLAUDIO CONCEICAO DO CASTELO DOMINGOS MARTINS GUARAPARI IBATIBA SANTA MARIA DE JETIBA SANTA TERESA SERRA VENDA NOVA DO IMIGRANTE VITORIA 37 Total: NORTE Salas AGUA DOCE DO NORTE BOA ESPERANCA JAGUARE PONTO BELO 1 Total: SUL Salas ALEGRE ALFREDO CHAVES ATÍLIO VIVACQUA CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM CASTELO GUACUI ICONHA IRUPI ITAPEMIRIM JERONIMO MONTEIRO MUNIZ FREIRE SAO JOSE DO CALCADO VARGEM ALTA 1 Total: CENTRAL Salas AGUIA BRANCA ALTO RIO NOVO ARACRUZ IBIRACU JOAO NEIVA MANTENOPOLIS RIO BANANAL SAO DOMINGOS DO NORTE SAO GABRIEL DA PALHA SAO ROQUE DO CANAA VILA VALERIO 1 Total: 11 26

11 Números : Capacitações realizadas no ano 2015 = 9 Número de profissionais capacitados = 195 Percentual de municípios capacitados = 100%

12 CAPACITAÇÕES EM SIPNI 2015 Capacitação Municípios da Regional Central

13 CAPACITAÇÕES EM SIPNI 2015 Capacitação Municípios da Regional Norte

14 CAPACITAÇÕES EM SIPNI 2015 Capacitação municípios da Regional Metropolitana

15 CAPACITAÇÕES EM SIPNI 2015 Capacitação Municípios Regional Sul

16 CAPACITAÇÕES EM SIPNI 2015 Capacitação Municípios Regionais Sul e Metropolitana

17 Capacitação em parceria com o Município de Cachoeiro de Itapemirim

18 Programação 2016 Supervisão em sistemas de informação, Acesso remoto, Parceria com as Regionais e Municípios

19 Sistema de Informações A qualidade da informação depende exclusivamente da boa utilização do sistema, do cuidado com o fluxo dos dados e da conscientização da importância desses dados

VALORES DE TERRA NUA NAS DIFERENTES REGIÕES DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO

VALORES DE TERRA NUA NAS DIFERENTES REGIÕES DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO VALORES DE TERRA NUA NAS DIFERENTES REGIÕES DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO Documento Síntese Vitória - ES 2017 COORDENAÇÃO GERAL AUTORES Helder Paulo Carnielli Engº. Agrônomo, Coordenação Técnica e Execução

Leia mais

Ensino Médio TEMPO INTEGRAL (3)

Ensino Médio TEMPO INTEGRAL (3) MATRÍCULAS DA EDUCAÇÃO DA BÁSICA DE 2006, CONSIDERADAS NO FUNDEB EM, COEFICIENTES DE DISTRIBUIÇÃO DOS RECURSOS E ESTIMATIVA DA RECEITA ANUAL DO FUNDO, POR ENTE GOVERNAMENTAL - - ESPÍRITO SANTO Integral

Leia mais

ORIGEM: AFONSO CLAUDIO

ORIGEM: AFONSO CLAUDIO ORIGEM: AFONSO CLAUDIO AFONSO CLÁUDIO 0 ÁGUA DOCE NORTE 453 ÁGUIA BRANCA 379 ALEGRE 157 ALFREDO CHAVES 116 ALTO RIO NOVO 389 ANCHIETA 148 APIACÁ 218 ARACRUZ 227 ATÍLIO VIVACQUA 137 BAIXO GUANDU 304 BARRA

Leia mais

Mapas das Micro-regiões e a Distribuição Espacial das Principais Atividades Produtivas do Espírito Santo em Regime de Aglomeração APLs Capixabas

Mapas das Micro-regiões e a Distribuição Espacial das Principais Atividades Produtivas do Espírito Santo em Regime de Aglomeração APLs Capixabas 90 Mapas das Micro-regiões e a Distribuição Espacial das Principais Atividades Produtivas do Espírito Santo em Regime de Aglomeração APLs Capixabas 1 1 Fonte dos Mapas e Tabelas: IPES e EFCAA/SEBRAE-2006

Leia mais

ANEXO III QUADRO DE VAGAS DAS UNIDADES PRISIONAIS

ANEXO III QUADRO DE VAGAS DAS UNIDADES PRISIONAIS ANEXO III QUADRO DE VAGAS DAS UNIDADES PRISIONAIS Nº ordem 1 2 UNIDADES PRISIONAIS Centro de Detenção Provisória de Viana CDPV II Penitenciaria Agrícola do Espírito Santo - PAES Penitenciara de Segurança

Leia mais

Boletim Epidemiológico nº Dengue, Chikungunya e Zika - Semana

Boletim Epidemiológico nº Dengue, Chikungunya e Zika - Semana Boletim Epidemiológico nº. 1-2016 Dengue, Chikungunya e Zika - Semana 13-2016. MONITORAMENTO DOS CASOS DE DENGUE: DADOS CONSOLIDADOS EM 08/04/2016. O Programa Estadual de Controle da Dengue (PECD) da Secretaria

Leia mais

PESQUISA SOBRE VALORES DE TERRA NUA NO ESTADO DO ESPIRITO SANTO DOCUMENTO SÍNTESE

PESQUISA SOBRE VALORES DE TERRA NUA NO ESTADO DO ESPIRITO SANTO DOCUMENTO SÍNTESE PLANEJAMENTO E CONSULTORIA LTDA PESQUISA SOBRE VALORES DE TERRA NUA NO ESTADO DO ESPIRITO SANTO DOCUMENTO SÍNTESE Vitória ES Fevereiro/2008 PESQUISA SOBRE VALORES DE TERRA NUA NO ESTADO DO ESPIRITO SANTO

Leia mais

ANEXO I MAPAS E CARTOGRAFIA

ANEXO I MAPAS E CARTOGRAFIA ANEXO I MAPAS E CARTOGRAFIA Laranja da Terra Itaguaçu São Roque do Canaã João Neiva Aracruz Brejetuba Afonso Cláudio Maria de Jetibá Teresa Leopoldina Irupi Iúna Ibatiba Venda Nova do Imigrante Conceição

Leia mais

RI PACTO DE APRIMORAMENTO DO SUAS

RI PACTO DE APRIMORAMENTO DO SUAS Informações Gerais RELATÓRIO DE INFORMAÇÕES PARA O PLANEJAMENTO E ALCANCE DAS PRIORIDADES E METAS DO PACTO DE APRIMORAMENTO DO SUAS - GESTÃO MUNICIPAL Município: Porte SUAS: UF: Objetivo do RI: SÃO PAULO

Leia mais

Produto Interno Bruto (PIB) dos Municípios do Espírito Santo 2012

Produto Interno Bruto (PIB) dos Municípios do Espírito Santo 2012 GOVERNO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIA DE ESTADO DE ECONOMIA E PLANEJAMENTO SEP INSTITUTO JONES DOS SANTOS NEVES IJSN Produto Interno Bruto (PIB) dos Municípios do Edna Morais Tresinari Coordenação

Leia mais

Programa Bolsa Família

Programa Bolsa Família Acompanhamento das Condicionalidades do Programa Bolsa Família Na Saúde COORDENAÇÃO-GERAL DA POLÍTICA DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO BÁSICA SECRETARIA DE ATENÇÃO A SAÚDE MINISTÉRIO DA

Leia mais

ÓBITOS 10 49 ANOS MULHER (SIM)

ÓBITOS 10 49 ANOS MULHER (SIM) MUNICIPPIOSS I I I AVALIAÇÃO I DO INDICADOR I I DE IINVESSTIGAÇÂO I DE ÒBIITOSS 22000088 (**)( ) ÓBITOS EM MENOR 1 ANO ÓBITOS 10 49 ANOS MULHER OBITOS MATERNOS ÓBBITTOSS I INVEESSTTIGADOSS I I (Reelatóri(

Leia mais

Vigilância Alimentar e Nutricional

Vigilância Alimentar e Nutricional Ministério da Saúde Secretaria de Atenção à Saúde Departamento de Atenção Básica Coordenação-Geral da Política de Alimentação e Nutrição Vigilância Alimentar e Nutricional Conceito de Segurança Alimentar

Leia mais

DIAGNÓSTICO DE VENDA NOVA DO IMIGRANTE A PARTIR DE FONTES SECUNDÁRIAS DE INFORMAÇÕES

DIAGNÓSTICO DE VENDA NOVA DO IMIGRANTE A PARTIR DE FONTES SECUNDÁRIAS DE INFORMAÇÕES DIAGNÓSTICO DE VENDA NOVA DO IMIGRANTE A PARTIR DE FONTES SECUNDÁRIAS DE INFORMAÇÕES 2011. 2 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 1. POPULAÇÃO... 4 2. PRODUTO INTERNO BRUTO (PIB), RENDA E MERCADO DE TRABALHO.. 7

Leia mais

Planejamento da Estrutura das Unidades da Saúde da Família no Estado do Paraná. Fevereiro de 2013

Planejamento da Estrutura das Unidades da Saúde da Família no Estado do Paraná. Fevereiro de 2013 Planejamento da Estrutura das Unidades da Saúde da Família no Estado do Paraná Fevereiro de 2013 Missão Formular a Política de Atenção Primária no Estado do Paraná implementando as ações e serviços para

Leia mais

CICLOS DE NEGÓCIOS E ASPECTOS CONJUNTURAIS DA ECONOMIA DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO

CICLOS DE NEGÓCIOS E ASPECTOS CONJUNTURAIS DA ECONOMIA DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO CICLOS DE NEGÓCIOS E ASPECTOS CONJUNTURAIS DA ECONOMIA DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO Matheus Albergaria de Magalhães Fevereiro de 2011 Objetivos Traçar breve panorama conjuntural da economia do estado do

Leia mais

FRD-ES - Tabela de Situação do Programa Resíduos Sólidos Água Esgoto Projetos

FRD-ES - Tabela de Situação do Programa Resíduos Sólidos Água Esgoto Projetos Situação/ FRD-ES - Tabela de Situação do Programa TOTAL 37.449.373,00 19.924.317,16 3.346.524,38 7.875.010,41 31.145.851,95 RECURSOS REPASSADOS PREFEITURA 10.795.079,42 866.996,19 4.376.821,89 16.038.897,50

Leia mais

Vitória (ES), Quarta-feira, 06 de Agosto de 2014.

Vitória (ES), Quarta-feira, 06 de Agosto de 2014. SOCIAL Edital de Intimação SUBSER nº 003/2014, de 03/07/2014. Afonso Claudio Agua Doce do Norte Águia Branca Alegre Alfredo Chaves Alto Rio Novo Anchieta RESORT Apiaca Aracruz COSTA 11 DE SA CHAGAS 12

Leia mais

Hierarquia Urbana no Espírito Santo

Hierarquia Urbana no Espírito Santo Hierarquia Urbana no Espírito Santo Matheus Albergaria de Magalhães Victor Nunes Toscano Rede de Estudos Macroeconômicos (MACRO) Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN) 03 de Setembro de 2010 Motivação

Leia mais

OS DESAFIOS PARA A CONSTITUIÇÃO DE REDES DE OUVIDORIAS E A EXPERIÊNCIA DO FÓRUM CEARENSE DE OUVIDORIAS DO SUS - FOCOS.

OS DESAFIOS PARA A CONSTITUIÇÃO DE REDES DE OUVIDORIAS E A EXPERIÊNCIA DO FÓRUM CEARENSE DE OUVIDORIAS DO SUS - FOCOS. OS DESAFIOS PARA A CONSTITUIÇÃO DE REDES DE OUVIDORIAS E A EXPERIÊNCIA DO FÓRUM CEARENSE DE OUVIDORIAS DO SUS - FOCOS. POR QUE TRABALHAR EM REDE? Relações interfederativas no SUS Atendimento integral aos

Leia mais

Procedimentos e Aspectos Licenciamento Ambiental das Atividades E&P no ES

Procedimentos e Aspectos Licenciamento Ambiental das Atividades E&P no ES Paulo César Hartung Gomes Governador do Estado Maria da Glória Brito Abaurre Secretária da SEAMA Diretora Presidente do IEMA João Lages Neto Gerência de Controle Ambiental Procedimentos e Aspectos Licenciamento

Leia mais

Atenção à Saúde Indicadores de atenção preventiva

Atenção à Saúde Indicadores de atenção preventiva Ind030203RNE - Proporção de crianças com esquema vacinal básico completo na idade-alvo, por ano, segundo Brasil, Região Nordeste, regiões Indicador Proporção de crianças com esquema vacinal básico completo

Leia mais

PPA e o SUS: gestão, participação e monitoramento

PPA e o SUS: gestão, participação e monitoramento PPA e o SUS: gestão, participação e monitoramento Jorge Abrahão de Castro Diretor de Temas Sociais da SPI/MPOG Brasília-DF, 26 de agosto de 2015 1 Inovações para o PPA 2016-2019 MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO

Leia mais

BANCO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO S/A - BANESTES

BANCO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO S/A - BANESTES RESULTADO FINAL HABILITADOS - - PcD : ÁGUA DOCE DO NORTE, BARRA DE SÃO FRANCISCO, ECOPORANGA E SÃO DOMINGOS DO NORTE WENDERSON NASCIMENTO MERCEDES 370233 06/02/1983 62,50 1 : ÁGUA DOCE DO NORTE, BARRA

Leia mais

SISTEMÁTICA DE ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO

SISTEMÁTICA DE ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO SISTEMÁTICA DE ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO JÚLIO MÜLLER DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO MATO GROSSO OUTUBRO DE 2013 SUMÁRIO MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO... 1 1. Núcleo de Informações

Leia mais

SUAS E AS DESIGUALDADES REGIONAIS: GESTÃO E FINANCIAMENTO REGIÃO CENTRO-OESTE. RIO VERDE, 03 e 04 de abril de 2013

SUAS E AS DESIGUALDADES REGIONAIS: GESTÃO E FINANCIAMENTO REGIÃO CENTRO-OESTE. RIO VERDE, 03 e 04 de abril de 2013 Encontro Regional CONGEMAS SUAS E AS DESIGUALDADES REGIONAIS: GESTÃO E FINANCIAMENTO REGIÃO CENTRO-OESTE RIO VERDE, 03 e 04 de abril de 2013 Cadastro Único e Vigilância Socioassistencial A Vigilância socioassistencial

Leia mais

ABAIXO-ASSINADO PELA APROVAÇÃO DA MEDIDA PROVISÓRIA Nº 723 E CONTRA ALTERAÇÕES NA LEI 12.871 QUE RESULTEM EM DESMONTE DO PROGRAMA MAIS MÉDICOS

ABAIXO-ASSINADO PELA APROVAÇÃO DA MEDIDA PROVISÓRIA Nº 723 E CONTRA ALTERAÇÕES NA LEI 12.871 QUE RESULTEM EM DESMONTE DO PROGRAMA MAIS MÉDICOS PELA APROVAÇÃO DA MEDIDA PROVISÓRIA Nº 723 E CONTRA ALTERAÇÕES NA LEI 12.871 QUE RESULTEM EM DESMONTE DO PROGRAMA MAIS MÉDICOS No dia 29 de abril de 2016 a presidenta Dilma Rousseff publicou a Medida Provisória

Leia mais

SÍNTESE DO LEVANTAMENTO DE DEMANDAS DE PROJETOS DO TERRITÓRIO

SÍNTESE DO LEVANTAMENTO DE DEMANDAS DE PROJETOS DO TERRITÓRIO SÍNTESE DO LEVANTAMENTO DE DEMANDAS DE PROJETOS DO TERRITÓRIO Ministério do Meio Ambiente O Projeto de Elaboração do Plano de Desenvolvimento Territorial Sustentável Socioambientais Prioritários/Vale do

Leia mais

CO N T R O L A D O R I A E O U V I D O R I A

CO N T R O L A D O R I A E O U V I D O R I A CO N T R O L A D O R I A E O U V I D O R I A M E N S A G E M À A S S E M B L E I A L E G I S L A T I V A 2 0 1 3 G O V E R N O P A R T I C I P A T I V O, É T I C O E C O M P E T E N T E C o n t r o l a

Leia mais

O MP E A FISCALIZAÇÃO DO SISTEMA ÚNICO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL SUAS

O MP E A FISCALIZAÇÃO DO SISTEMA ÚNICO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL SUAS O MP E A FISCALIZAÇÃO DO SISTEMA ÚNICO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL SUAS Redesenho/Reestruturação Orgânica da Política de Assistência Social estão Estabelecidos em 4 Instrumentos Básicos: Política Nacional de

Leia mais

PLANEJAR E AVALIAR NO SUS

PLANEJAR E AVALIAR NO SUS SEMINÁRIO ESTADUAL DE GESTÃO EM SAÚDE: PLANEJAR E AVALIAR NO SUS Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa Ministério da Saúde Florianópolis, 2011 Nova Estrutura do Ministério da Saúde Fortalecer

Leia mais

Elaboração do Plano de Gestão de Logística Sustentável do Senado Federal - PGLS

Elaboração do Plano de Gestão de Logística Sustentável do Senado Federal - PGLS Elaboração do Plano de Gestão de Logística Sustentável do Senado Federal - PGLS Sustentabilidade Contexto Aumento no número de pessoas Maior quantidade de recursos explorados Produção e consumo: compras

Leia mais

A Tipificação e o Protocolo de Gestão Integrado

A Tipificação e o Protocolo de Gestão Integrado A Tipificação e o Protocolo de Gestão Integrado Acompanhamento Familiar Construção do Meu ponto de Vista acerca do Protocolo e da Tipificação Quais as mudanças percebidas na gestão dos CRAS a partir da

Leia mais

Governo do Estado lança o projeto Espírito Santo sem Lixão

Governo do Estado lança o projeto Espírito Santo sem Lixão Governo do Estado lança o projeto Espírito Santo sem Lixão Com o objetivo de destinar corretamente 100% do lixo gerado e exterminar do território capixaba todos os lixões existentes, o Governo do Estado,

Leia mais

Programa Nacional de Vigilância em Saúde Ambiental relacionada à Qualidade da Água para Consumo Humano - VIGIAGUA

Programa Nacional de Vigilância em Saúde Ambiental relacionada à Qualidade da Água para Consumo Humano - VIGIAGUA Ministério da Saúde Secretaria de Vigilância em Saúde Coordenação Geral de Vigilância em Saúde Ambiental Programa Nacional de Vigilância em Saúde Ambiental relacionada à Qualidade da Água para Consumo

Leia mais

FÓRUM: o SNA em debate - 15 e 16 de dezembro de 2006 Brasília - DF

FÓRUM: o SNA em debate - 15 e 16 de dezembro de 2006 Brasília - DF Apresentadas no Fórum: o SNA em debate, realizado entre os dias 15 e 16 de dezembro de 2006, em Brasília/DF Implantação da Política Nacional de Auditoria do Sistema Único de Saúde, definindo o financiamento

Leia mais

EDITAL DE INSCRIÇÃO E PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PROGRAMA BOLSA ESTÁGIO FORMAÇÃO DOCENTE EDITAL SEDU Nº 016/2015

EDITAL DE INSCRIÇÃO E PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PROGRAMA BOLSA ESTÁGIO FORMAÇÃO DOCENTE EDITAL SEDU Nº 016/2015 EDITAL DE INSCRIÇÃO E PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PROGRAMA BOLSA ESTÁGIO FORMAÇÃO DOCENTE EDITAL SEDU Nº 016/2015 A SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO CONVIDA OS ESTUDANTES DOS CURSOS DE LICENCIATURA

Leia mais

ALGUMAS REFLEXÕES SOBRE SAÚDE!

ALGUMAS REFLEXÕES SOBRE SAÚDE! GESTÃO DO SUS ALGUMAS REFLEXÕES SOBRE SAÚDE! O SUS É UMA POLÍTICA DE ESTADO Política de Saúde É a ação ou omissão do Estado, enquanto resposta social, diante dos problemas de saúde e seus determinantes,

Leia mais

Cnhecer, controlar e divulgar as contas públicas no

Cnhecer, controlar e divulgar as contas públicas no APRESENTAÇÃO EUGÊNIO COUTINHO RICAS SECRETÁRIO DE ESTADO DE CONTROLE E TRANSPARÊNCIA DO ESPÍRITO SANTO Cnhecer, controlar e divulgar as contas públicas no atual cenário de crise econômica têm sido mais

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA - CONSULTOR POR PRODUTO -

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA - CONSULTOR POR PRODUTO - TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA - CONSULTOR POR PRODUTO - TOR/UNESCO/SEB Nº /20. Número e Título do Projeto: Projeto 94BRA - Fundo de Fortalecimento da Escola Equidade e Qualidade

Leia mais

ESPÍRITO SANTO CENTRAIS ELÉTRICAS S.A. - ESCELSA ATA DE REUNIÃO DE DIRETORIA

ESPÍRITO SANTO CENTRAIS ELÉTRICAS S.A. - ESCELSA ATA DE REUNIÃO DE DIRETORIA ESPÍRITO SANTO CENTRAIS ELÉTRICAS S.A. - ESCELSA Companhia Aberta NIRE 32 3 0000247 1 CNPJ/MF Nº 28.152.650/0001-71 ATA DE REUNIÃO DE DIRETORIA Data e Hora: 05.08.2013 às 12 horas Local: Sede da Sociedade

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Secretaria Estadual de Assistência e Desenvolvimento Social Centro de Imprensa. Índice Futuridade

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Secretaria Estadual de Assistência e Desenvolvimento Social Centro de Imprensa. Índice Futuridade Índice Futuridade Plano Futuridade O FUTURIDADE: Plano Estadual para a Pessoa Idosa é uma iniciativa da Secretaria Estadual de Assistência e Desenvolvimento Social - Seads que objetiva fortalecer a rede

Leia mais

NOVO CALENDÁRIO VACINAÇÃO 2016 GVE 21 PRESIDENTE PRUDENTE 14 JANEIRO 2015

NOVO CALENDÁRIO VACINAÇÃO 2016 GVE 21 PRESIDENTE PRUDENTE 14 JANEIRO 2015 NOVO CALENDÁRIO VACINAÇÃO 2016 GVE 21 PRESIDENTE PRUDENTE 14 JANEIRO 2015 Ações propostas Período de janeiro a março de 2016 Municípios que tem VOPt Esquema vacinal 2016 Idade Vacina 2 meses VIP 4 meses

Leia mais

Formulário fora do período de validade!

Formulário fora do período de validade! Formulário fora do período de validade! Data Inicial: 01/05/2016 Data Final: 31/05/2016 Em caso de dúvida entre em contato com: Nome: Equipe de Promoção da Saúde (Gabriela, Gisele, Kátia e Roberta) Email:

Leia mais

Curso de Capacitação de Gestores Municipais para Inventário de GEE e Ações de Mudanças Climáticas

Curso de Capacitação de Gestores Municipais para Inventário de GEE e Ações de Mudanças Climáticas Curso de Capacitação de Gestores Municipais para Inventário de GEE e Ações de Mudanças Climáticas Plano de Ação Municipal em Mudanças Climáticas e Monitoramento dos Resultados Florence Karine Laloë Gerente

Leia mais

Linhas de Cuidado - Saúde Bucal

Linhas de Cuidado - Saúde Bucal PLANO REGIONAL DE SAUDE DA PESSOA IDOSA DRS V Barretos EIXOS COLEGIADOS DE GESTÃO REGIONAL CGR NORTE E SUL PRIORIDADE 01: EIXO 1 Melhoria da cobertura vacinal VIGILÂNCIA E PROMOÇÃO À SAÚDE - Sensibilizar

Leia mais

RELATÓRIO DA PESQUISA DE DEMANDA: ALTA TEMPORADA 2015 JANEIRO DE 2015

RELATÓRIO DA PESQUISA DE DEMANDA: ALTA TEMPORADA 2015 JANEIRO DE 2015 RELATÓRIO DA PESQUISA DE DEMANDA: ALTA TEMPORADA 2015 JANEIRO DE 2015 Metodologia Especificações Metodológica Cliente: SECRETARIA DE ESTADO DE TURISMO - ES Projeto: Relatório da Pesquisa de Demanda Turística:

Leia mais

Política de Introdução de Novas Vacinas no Brasil

Política de Introdução de Novas Vacinas no Brasil Política de Introdução de Novas Vacinas no Brasil Carla Magda A. S. Domingues Coordenação Geral do Programa Nacional de Imunizações Secretaria de Vigilância em Saúde Ministério da Saúde Programa Nacional

Leia mais

A Tipificação e o Protocolo de Gestão Integrada

A Tipificação e o Protocolo de Gestão Integrada A Tipificação e o Protocolo de Gestão Integrada As mudanças com a TIPIFICAÇÃO E O PROTOCOLO DE GESTÃO INTEGRADA nos serviços de Garantia de Direitos Quais as mudanças percebidas na garantia de direitos

Leia mais

Eliminação do sarampo no Brasil

Eliminação do sarampo no Brasil Eliminação do sarampo no Brasil Elizabeth David dos Santos SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros VERAS, RP., et al., orgs. Epidemiologia: contextos e pluralidade [online]. Rio de Janeiro: Editora

Leia mais

17ª Região - Espírito Santo

17ª Região - Espírito Santo 17ª Região - Espírito Santo CENTRAL DE DISTRIBUIÇÃO DAS VARAS DE VITÓRIA Juiz Diretor do Foro: Antonio de Carvalho Pires Juiz Suplente: Denise Marsico do Couto Diretor de Serviço: Carlos Tadeu Goulart

Leia mais

SITUAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA 2012 DENGUE PROGRAMA ESTADUAL DE CONTROLE DA DENGUE

SITUAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA 2012 DENGUE PROGRAMA ESTADUAL DE CONTROLE DA DENGUE SITUAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA 2012 DENGUE PROGRAMA ESTADUAL DE CONTROLE DA DENGUE Casos Notificados 1995/2012* 60.000 53.708 54.648 50.000 40.000 39.204 34.374 37.189 40.761 30.000 28.666 20.000 10.000 0 5.715

Leia mais

QUESTIONÁRIO SOBRE ATRIBUIÇÕES DOS PROFISSIONAIS. Denise Silveira, Fernando Siqueira, Elaine Tomasi, Anaclaudia Gastal Fassa, Luiz Augusto Facchini

QUESTIONÁRIO SOBRE ATRIBUIÇÕES DOS PROFISSIONAIS. Denise Silveira, Fernando Siqueira, Elaine Tomasi, Anaclaudia Gastal Fassa, Luiz Augusto Facchini QUESTIONÁRIO SOBRE ATRIBUIÇÕES DOS PROFISSIONAIS Denise Silveira, Fernando Siqueira, Elaine Tomasi, Anaclaudia Gastal Fassa, Luiz Augusto Facchini IDENTIFICAÇÃO DA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE 1. UF: 2. Município:

Leia mais

INSTRUMENTOS DE GESTÃO DA POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL. Prof. Eline Alcoforado Maranhão de Sá

INSTRUMENTOS DE GESTÃO DA POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL. Prof. Eline Alcoforado Maranhão de Sá INSTRUMENTOS DE GESTÃO DA POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL Prof. Eline Alcoforado Maranhão de Sá 1 A Norma Operacional NOB/SUAS 2005, da Política Nacional de Assistência Social consagra os eixos estruturantes

Leia mais

RELATÓRIO 2012 COORDENAÇÃO

RELATÓRIO 2012 COORDENAÇÃO 1 RELATÓRIO 2012 COORDENAÇÃO PROFa. DRa. SIMONE RAQUEL BATISTA FERREIRA ORGANIZAÇÃO E PESQUISA LADSLAU SANDERS PRISCILA KRAUSE 2 DATALUTA- BANCO DE DADOS DA LUTA PELA TERRA RELATÓRIO 2012- ESPIRITO SANTO

Leia mais

PORTARIA/SS/GAB/Nº041/2011

PORTARIA/SS/GAB/Nº041/2011 PORTARIA/SS/GAB/Nº041/2011 Aprova a Política Municipal de Educação Permanente em Saúde e dá outras providências O Secretário Municipal de Saúde, no uso das atribuições que lhe confere o Art.82, inciso

Leia mais

PROJETO Desenvolvimento de redes e contratualização de serviços de saúde no Distrito Federal Parceria GDF CHC 2013

PROJETO Desenvolvimento de redes e contratualização de serviços de saúde no Distrito Federal Parceria GDF CHC 2013 GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE PROJETO Desenvolvimento de redes e contratualização de serviços de saúde no Distrito Federal Parceria GDF CHC 2013 São Paulo, junho de 2013 QUALIHOSP

Leia mais

MONITORAMENTO DA ATENÇÃO BÁSICA E EQUIPES DE SAÚDE NO ESTADO DE SÃO PAULO

MONITORAMENTO DA ATENÇÃO BÁSICA E EQUIPES DE SAÚDE NO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE DE SÃO PAULO COORDENADORIA DE PLANEJAMENTO DE SAÚDE MONITORAMENTO DA ATENÇÃO BÁSICA E EQUIPES DE SAÚDE NO ESTADO DE SÃO PAULO Orientação ao Interlocutor: 1. Explore bem o

Leia mais

PORTARIA Nº 1.473, DE 24 DE JUNHO DE 2011

PORTARIA Nº 1.473, DE 24 DE JUNHO DE 2011 PORTARIA Nº 1.473, DE 24 DE JUNHO DE 2011 Institui os Comitês Gestores, Grupos Executivos, Grupos Transversais e os Comitês de Mobilização Social e de Especialistas dos compromissos prioritários de governo

Leia mais

POLÍTICA NACIONAL DE SAÚDE BUCAL

POLÍTICA NACIONAL DE SAÚDE BUCAL UNIME- União Metropolitana de Educação e Cultura Faculdade de Ciências Agrárias e da Saúde Curso de Odontologia INTRODUÇÃO ÀS CIÊNCIAS ODONTOLÓGICAS POLÍTICA NACIONAL DE SAÚDE BUCAL Professores(as): Michelle

Leia mais

PLANEJAMENTO INTEGRADO E PARTICIPATIVO OFICINAS PÚBLICAS. Ciclo B SUSTENTABILIDADE FASE DE PROPOSIÇÕES. Loca e Data aqui

PLANEJAMENTO INTEGRADO E PARTICIPATIVO OFICINAS PÚBLICAS. Ciclo B SUSTENTABILIDADE FASE DE PROPOSIÇÕES. Loca e Data aqui Região Metropolitana de Belo Horizonte. Maio de 2010 PLANEJAMENTO INTEGRADO E PARTICIPATIVO OFICINAS PÚBLICAS Ciclo B SUSTENTABILIDADE FASE DE PROPOSIÇÕES Uma RMBH melhor hoje e no futuro Qual é a metrópole

Leia mais

Projeto ODM Brasil 2015

Projeto ODM Brasil 2015 Objetivos de Desenvolvimento do Milênio Com base em resultados de conferências internacionais, a ONU lançou, no ano 2000, os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, durante e Cúpula do Milênio, com a

Leia mais

INTEGRANTE DA PORTARIA Nº 108 DE 27 DE OUTUBRO DE

INTEGRANTE DA PORTARIA Nº 108 DE 27 DE OUTUBRO DE ANEXO II - R.E.A. MODELO E INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE RELATÓRIO DE EXECUÇÃO DE ATIVIDADES REA - DA META DE MOBILIZAÇÃO SOCIAL PARA OCUPAÇÃO EM FORMAÇÃO ARTÍSTICA E CULTURAL DO PROGRAMA CENTROS DE ARTES

Leia mais

Produção Nacional de Vacinas, Saúde Pública e Novos Desafios no Brasil

Produção Nacional de Vacinas, Saúde Pública e Novos Desafios no Brasil Produção Nacional de Vacinas, Saúde Pública e Novos Desafios no Brasil Carla Magda A. S. Domingues Coordenação Geral do Programa Nacional de Imunizações Secretaria de Vigilância em Saúde Ministério da

Leia mais

CONVENTO DA PENHA E DOMINGOS MARTINS SÃO DESTAQUES NO TURISMO CAPIXABA Lucas Almeida

CONVENTO DA PENHA E DOMINGOS MARTINS SÃO DESTAQUES NO TURISMO CAPIXABA Lucas Almeida CONVENTO DA PENHA E DOMINGOS MARTINS SÃO DESTAQUES NO TURISMO CAPIXABA Lucas Almeida O Top Five é realizado anualmente pela Futura com o intuito de captar qual a preferência dos capiabas na área econômica

Leia mais

Sucessos, Desafios e Perspectivas

Sucessos, Desafios e Perspectivas Sucessos, Desafios e Perspectivas Carla Magda A. S. Domingues Coordenação Geral do Programa Nacional de Imunizações Secretaria de Vigilância em Saúde Ministério da Saúde A criação do PNI 1973: Criação

Leia mais

PARECER COREN-SP 031 /2013 CT. PRCI n 101.092. Tickets nºs 290.315, 293.537 e 299.887

PARECER COREN-SP 031 /2013 CT. PRCI n 101.092. Tickets nºs 290.315, 293.537 e 299.887 PARECER COREN-SP 031 /2013 CT PRCI n 101.092 Tickets nºs 290.315, 293.537 e 299.887 Ementa: Realização de teste de gravidez e informação do resultado. 1. Do fato Auxiliares e Técnicos de Enfermagem questionam

Leia mais

RELAÇÃO DE PRAZOS DE ENTREGA ESPIRITO SANTO

RELAÇÃO DE PRAZOS DE ENTREGA ESPIRITO SANTO CIDADE RELAÇÃO DE PRAZOS DE ENTREGA ESPIRITO SANTO ACIOLI AFONSO CLAUDIO AGHA AGUA DOCE DO NORTE AGUIA BRANCA AIRITUBA ALEGRE ALFREDO CHAVES ALTO CALCADO ALTO CALDEIRAO ALTO CASTELINHO ALTO MUTUM PRETO

Leia mais

ANEXO I FORMULÁRIO DE APRESENTAÇÃO DE PROJETOS EM CONSONÂNCIA AO EDITAL Nº 01/2015

ANEXO I FORMULÁRIO DE APRESENTAÇÃO DE PROJETOS EM CONSONÂNCIA AO EDITAL Nº 01/2015 ANEXO I FORMULÁRIO DE APRESENTAÇÃO DE PROJETOS EM CONSONÂNCIA AO EDITAL Nº 01/2015 NOME DO PROJETO: ORGANIZAÇÃO PROPONENTE: DATA : / / ÍNDICE DO PROJETO ASSUNTO PÁG. I - CARACTERIZAÇÃO DO PROJETO - TÍTULO

Leia mais

HISTÓRIA E RELACIONAMENTO

HISTÓRIA E RELACIONAMENTO Mercado Imobiliário CAIXA NO MERCADO O maior banco público da América Latina 1º 1º 2ª 2º 2º banco em HABITAÇÃO banco em POUPANÇA maior carteira de CRÉDITO maior banco em DEPÓSITOS maior banco em ATIVOS

Leia mais

Assunto: Posicionamento do Ministério da Saúde acerca da integralidade da saúde dos homens no contexto do Novembro Azul.

Assunto: Posicionamento do Ministério da Saúde acerca da integralidade da saúde dos homens no contexto do Novembro Azul. MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO Á SAÚDE DEPARTAMENTO DE AÇÕES PROGRAMÁTICAS ESTRATÉGICAS COORDENAÇÃO NACIONAL DE SAÚDE DOS HOMENS COORDENAÇÃO DE SAÚDE DA PESSOA IDOSA DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO

Leia mais

Hierarquia Urbana e Polarização Populacional: um estudo a partir de cidades do Espírito Santo

Hierarquia Urbana e Polarização Populacional: um estudo a partir de cidades do Espírito Santo Hierarquia Urbana e Polarização Populacional: um estudo a partir de cidades do Espírito Santo Matheus Albergaria de Magalhães * Victor Nunes Toscano * * RESUMO: O presente trabalho tem como objetivo a

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2012. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2012. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2012 Ensino Técnico ETEC DR. FRANCISCO NOGUEIRA DE LIMA Código: 059 Município: Casa Branca Eixo Tecnológico: Saúde, Ambiente e Segurança Habilitação Profissional: Técnico de Segurança

Leia mais

IMUNIZAÇÃO NO BRASIL

IMUNIZAÇÃO NO BRASIL IMUNIZAÇÃO NO BRASIL Carla Magda Allan Santos Domingues Coordenadora do Programa Nacional de Imunizações Secretaria de Vigilância em Saúde Ministério da Saúde A criação do PNI Criado em 1973 1975: institucionalizado

Leia mais

Provedor(a) Administrador(a)

Provedor(a) Administrador(a) Circular 446/2012 São Paulo, 19 de Outubro de 2012. Provedor(a) Administrador(a) INTENSIFICAÇÃO DA ATENÇÃO NUTRICIONAL À DESNUTRIÇÃO INFANTIL (DOU Nº 203, de 19/10/2012.) Prezados Senhores, PORTARIA GM

Leia mais

FINANÇAS DOS MUNICÍPIOS CAPIXABAS

FINANÇAS DOS MUNICÍPIOS CAPIXABAS ISSN 2317-5273 FINANÇAS DOS MUNICÍPIOS CAPIXABAS ANO 21 2015 Apresentação O Brasil vive hoje um período de incertezas políticas e econômicas com graves reflexos na condução dos negócios privados e na

Leia mais

NOTA TÉCNICA 03/2013. IPCA e INPC AMPLIAÇÃO DA ABRANGÊNCIA GEOGRÁFICA

NOTA TÉCNICA 03/2013. IPCA e INPC AMPLIAÇÃO DA ABRANGÊNCIA GEOGRÁFICA NOTA TÉCNICA 03/2013 IPCA e INPC AMPLIAÇÃO DA ABRANGÊNCIA GEOGRÁFICA A partir do mês de janeiro de 2014, com divulgação em fevereiro do mesmo ano, o Sistema Nacional de Índices de Preços ao Consumidor

Leia mais

VIGILÂNCIA ALIMENTAR E NUTRICIONAL PERGUNTAS & RESPOSTAS (Versão 1.2 novembro - 2003)

VIGILÂNCIA ALIMENTAR E NUTRICIONAL PERGUNTAS & RESPOSTAS (Versão 1.2 novembro - 2003) MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO BÁSICA COORDENAÇÃO-GERAL DA POLÍTICA DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO VIGILÂNCIA ALIMENTAR E NUTRICIONAL PERGUNTAS & RESPOSTAS (Versão

Leia mais

Registro do monitoramento rápido. de cobertura 2015 vacinal (MRC)

Registro do monitoramento rápido. de cobertura 2015 vacinal (MRC) REGISTRO DE DOSES APLICADAS Campanha de Vacinação contra a Influenza - de cobertura 2015 vacinal (MRC) Registro do monitoramento rápido Coordenação do SIPNI-GO Gerência de Imunizações e Rede de Frio Cálculo

Leia mais

INFORMÁTICA MEIO AMBIENTE SERVIÇOS JURÍDICOS ÁGUA DOCE DO NORTE EEEFM SEBASTIÃO COIMBRA ELIZEU AGRONEGÓCIOS ADMINISTRAÇÃO AGRONEGÓCIO

INFORMÁTICA MEIO AMBIENTE SERVIÇOS JURÍDICOS ÁGUA DOCE DO NORTE EEEFM SEBASTIÃO COIMBRA ELIZEU AGRONEGÓCIOS ADMINISTRAÇÃO AGRONEGÓCIO MUNICÍPIO ESCOLA CURSO AFONSO CLÁUDIO EEEFM AFONSO CLÁUDIO ÁGUA DOCE DO NORTE EEEFM SEBASTIÃO COIMBRA ELIZEU S ALEGRE ARACRUZ ATÍLIO VIVÁCQUA EEEFM PROFESSOR PEDRO SIMAO SIRENA REZENDE FONSECA EEEFM JOSÉ

Leia mais

SECRETARIA DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA

SECRETARIA DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA SECRETARIA DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA Política Social O dever de construir uma civilização verdadeiramente humana, solidária e justa Eixos Universalização dos direitos Unicidade das políticas sociais Caráter

Leia mais

Sistema de Informações sobre Mortalidade

Sistema de Informações sobre Mortalidade SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE Gerência de Tecnologia da Informação e Governança Eletrônica GETIN Coordenação Estadual do SIM Sistema de Informações sobre Mortalidade Outono, 2011 Apresentação do Módulo

Leia mais

Avanços e Perspectivas

Avanços e Perspectivas Ministério da Saúde Secretaria de Vigilância em Saúde Coordenação Geral de Vigilância em Saúde Ambiental - CGVAM Curso de Operacionalização de Unidades Sentinelas para o VIGIAR Avanços e Perspectivas Mato

Leia mais

RECOMENDAÇÃO nº 19/2014 (PR-SP-00009799/2014)

RECOMENDAÇÃO nº 19/2014 (PR-SP-00009799/2014) RECOMENDAÇÃO nº 19/2014 (PR-SP-00009799/2014) O Ministério Público Federal, pela Procuradora da República abaixo assinada, no uso de suas atribuições constitucionais e legais, com base nos artigos 127

Leia mais

Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica PMAQ. Oficinas PROVAB Maio e Junho 2013

Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica PMAQ. Oficinas PROVAB Maio e Junho 2013 Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica PMAQ Oficinas PROVAB Maio e Junho 2013 Cadastramento no Programa PMAQ - Programa Nacional de Melhoria do Acesso e Qualidade FASE

Leia mais

Curso Vigilância em Saúde

Curso Vigilância em Saúde Diretrizes para a Seleção de Especializandos para o curso de especialização 2015-2016: Curso Vigilância em Saúde Fortaleza, setembro de 2015 Prezado Gestor Municipal, Fortaleza, 09 de outubro de 2015.

Leia mais

O estado do Espírito Santo no Censo 2010

O estado do Espírito Santo no Censo 2010 1 O estado do Espírito Santo no Censo 2010 Instituto Jones dos Santos Neves IJSN Núcleo do Observatório das Metrópoles CNPq/INCT Pablo Lira 1 Caroline Cavatti 2 1. Introdução De acordo com os resultados

Leia mais

Plano Integrado de Capacitação de Recursos Humanos para a Área da Assistência Social CAPACITAÇÃO CONSELHEIROS MUNICIPAIS.

Plano Integrado de Capacitação de Recursos Humanos para a Área da Assistência Social CAPACITAÇÃO CONSELHEIROS MUNICIPAIS. CAPACITAÇÃO CONSELHEIROS MUNICIPAIS Maio/2010 1º Dia PROGRAMAÇÃO 08h00 às 09h00 - Credenciamento 09h00 às 09h30 Abertura Boas vindas! 09h30 às 10h15 Exposição dialogada: Retrospectiva Luta por Direitos

Leia mais

Indicadores de Belo Monte

Indicadores de Belo Monte Indicadores de Belo Monte Assistência nas Aldeias 2 de 10 Número de atendimentos por aldeia, por categoria profissional Indicador: Acesso à saúde nas aldeias Descrição: Apresenta o número de atendimentos

Leia mais

I Seminário Internacional de Atenção Primária em Saúde de São Paulo. Consolidando a eficiência do Sistema e a qualidade da atenção à saúde

I Seminário Internacional de Atenção Primária em Saúde de São Paulo. Consolidando a eficiência do Sistema e a qualidade da atenção à saúde I Seminário Internacional de Atenção Primária em Saúde de São Paulo Consolidando a eficiência do Sistema e a qualidade da atenção à saúde Missão A OS -ACSC, imbuída de filosofia cristã, tem como missão

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE

SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE PULICADA NO DOE DE 2-0-204 SEÇÃO I PÁG 63 RESOLUÇÃO SMA Nº 8, DE 20 DE OUTURO DE 204. Estabelece os critérios para avaliação e classificação dos Municípios do Estado de São Paulo no Programa Pacto das

Leia mais

A elaboração do perfil produtivo em Minas Gerais, com o apoio da Atenção Primária à Saúde

A elaboração do perfil produtivo em Minas Gerais, com o apoio da Atenção Primária à Saúde Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais A elaboração do perfil produtivo em Minas Gerais, com o apoio da Atenção Primária à Saúde Subsecretaria de Vigilância e Proteção à Saúde Diretoria de Saúde

Leia mais

Sandra Aparecida Lino

Sandra Aparecida Lino CURSO DE ATUALIZAÇÃO Gestão das Condições de Trabalho e Saúde dos Trabalhadores da Saúde Reeducação Postural dos Trabalhadores de Saúde da Unidade de Saúde de Cascalho Rico/MG Sandra Aparecida Lino Cascalho

Leia mais

Informações sobre Beneficiários, Operadoras e Planos

Informações sobre Beneficiários, Operadoras e Planos Gerência de Produção de Informação GEPIN/GGSIS/DIDES Informações sobre Beneficiários, Operadoras e Planos DADOS DO SETOR EDIÇÃO: JUNHO/2005 COMPETÊNCIA: MARÇO/2005 O Caderno de Informações de Beneficiários,

Leia mais

ATENDIMENTO AO PÚBLICO 12 26 ATENDIMENTO AO PÚBLICO 12 22 MANIPULADOR DE ALIMENTOS 12 28

ATENDIMENTO AO PÚBLICO 12 26 ATENDIMENTO AO PÚBLICO 12 22 MANIPULADOR DE ALIMENTOS 12 28 ATENDIMENTO AO PÚBLICO 12 26 ATENDIMENTO AO PÚBLICO 12 22 MANIPULADOR DE ALIMENTOS 12 28 MANIPULADOR DE ALIMENTOS 12 25 O ATENDIMENTO À CRIANÇA NA EDUCAÇÃO INFANTIL: UM ESTUDO COMPARATIVO ENTRE DUAS INSTITUIÇÕES

Leia mais

PORTARIA Nº 2.387, DE 18 DE OUTUBRO DE 2012

PORTARIA Nº 2.387, DE 18 DE OUTUBRO DE 2012 PORTARIA Nº 2.387, DE 18 DE OUTUBRO DE 2012 Legislações - GM Sex, 19 de Outubro de 2012 00:00 PORTARIA Nº 2.387, DE 18 DE OUTUBRO DE 2012 Institui a Agenda para Intensificação da Atenção Nutricional à

Leia mais

NAD PS Nagib Jorge Farah Jardim América Auditório Sala de Aula

NAD PS Nagib Jorge Farah Jardim América Auditório Sala de Aula NAD PS Nagib Jorge Farah Jardim América Auditório Sala de Aula NAD PS Alice Tibiriçá Irajá NAD PS Alice Tibiriçá Irajá Sala de Informática NAD Coordenação AP 3.2 Lins Sala de Aula NAD Coordenação AP 3.2

Leia mais