09/07/15. Avaliação para a modernização tecnológica das empresas agroalimentares da. região centro de Portugal. João Caldeira

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "09/07/15. Avaliação para a modernização tecnológica das empresas agroalimentares da. região centro de Portugal. João Caldeira"

Transcrição

1 Avaliação para a modernização tecnológica das empresas agroalimentares da região centro de Portugal 1

2 João M. L. P. Caldeira Professor Equiparado a Assistente do Instituto Politécnico de Castelo Branco; Investigador do Instituto de Telecomunicações Cofundador da startup InspiringSci, Lda. Doutorado em Engenharia Informática pela Universidade da Beira Interior, Portugal e pela Universidade de Haute Alsace, França Autor e co-autor de mais de 30 artigos em revistas, capítulos em livro e conferências Áreas de interesse e investigação: mobilidade em redes de sensores sem fios, Internet das coisas, cidades inteligentes e soluções tecnológicas para o sector agro-industrial https://pt.linkedin.com/pub/joão-caldeira/21/386/a37 2

3 Agenda Introdução Plataforma Material de Trabalho e Método Resultados Sugestões e Discussão e Recomendações Conclusões e Trabalho Futuro 3

4 Introdução Um caminho possível para alavancar a actividade económica nas pequenas e médias empresas de sectores estratégicos e tradicionais é encoraja-las a usarem as novas tecnologias Existe uma oportunidade enorme para as novas tecnologias de informação e comunicação nas empresas agro-alimentares Incorporar recursos inovadores com valor acrescentado Melhorar as competências de actividade das PME Promover a modernização do sector empresarial regional A utilização das TIC irá fomentar a economia e a competitividade dos sectores agro-alimentares tradicionais 4

5 Plataforma de Trabalho A primeira actividade do projecto MITTIC consiste na análise do potencial para a modernização tecnológica e inovação, baseada em TIC, em empresas do sector agro-alimentar Análise do nível de penetração das TIC nos processos de produção e vendas de empresas de sectores estratégicos e tradicionais Aplicada a empresas das regiões da Extremadura em Espanha e Alentejo e Centro em Portugal Este trabalho pretende apresentar os resultados obtidos na avaliação realizada junto das empresas alvo, sobre o uso de ferramentas TIC nos seus processos de produção, marketing e vendas 5

6 proper time, any failure or refusal response by the constraints in gettin respondents of the pre-selected sample. required for loading Joãoand Caldeira Survey and validation of telephone (ensuring a perm contacts of the sample. Subsequently, resu Table 1 shows the traditional agri-food sectors and quality of infor evaluated, the number of surveyed in each The live/telephon sector, as well as the range of variation of some data of November 1 and D these, such as the number of workers and interviews validated A. Definição da amostra turnover. The sector that contributed with most interviews were: A Tabela 1 apresenta ossurvey sectores agro-alimentares tradicionais Specificities to the was the Cereals sector, followed Cheesedesector. Only consultadas two por from the sector, period (nigh avaliados,byo the número empresas cada Horticultural participate in the survey, so the difficult to bem como intervalos sector de variação de alguns dados destas results forseja, this specific sectorde aretrabalhadores very limited. empresas, como o número e o volume de scheduling. Reduced sen negócios TABLE I. DETAILS OF THE COMPANIES SURVEYED. business env No. Turnover No. of family farms of workers [m ] perception surveyed Min Max Min Max qualification Cereals Material e Método (1) Cheese Olive oil Dry sausages Honey Wine Horticultural IV. The compilation in this section. Onl compared between subdivided by the 6

7 Material e Método (2) B. Estrutura do script e construção do questionário Definição do guião para as entrevistas pessoais/telefónicas, com base num número de questões relacionas com a aptidão para o uso de TIC O questionário foi composto com 50 questões abordando os seguintes tópicos Informação da empresa Uso de TIC e acesso à Internet Uso de Internet e redes sociais Comércio electrónico Formação TIC Outros conceitos A base de dados usa para guardar as respostas foi criada com uma aplicação web 7

8 Material e Método (3) C. Condução das entrevistas Esta etapa foca-se na realização de entrevistas presenciais ou telefónicas A equipa responsável pela realização das entrevistas foi composta por dois colaboradores qualificados, os quais receberam formação específica As entrevistas forma realizadas entre 1 de Novembro e 1 de Dezembro de 2014, resultando num total de 55 entrevistas Os principais constrangimentos para a realização das entrevistas foram Especificidades do período de trabalho de algumas empresas Sensibilidade reduzida para as questões colocadas, devido a falta de conhecimento ou percepção da temática (baixas qualificações e idade dos trabalhadores) 8

9 Server use mo 5). Nev A. Use of ICT and Internet access Smartphone Smartphone use thi 24% JoãoTablet Caldeira Figure 1 shows the availability of a collaborator (62%) Tablet 18% responsible for ICT area in the traditional agri-food Printerfeature Printer. Most of the have no one in charge Figure 1. Availability of a collaborator responsible for ICT area. 9 applica PC for this area, although the large majority (9) uses PC 9 regularly ICT equipment as shown in Figure 2. Resultados e Discussão (1) % % % 38% 22% 2 1 Figure 1. Availability of a collaborator responsible for ICT area. 89% % Similar 8 to 67% 67% computer 7 is the usual equipment used to access Internet, 6 although smartphone (24%, EU 61%) and touchscreen 5 tablet (18%, EU 3) are also used (see Figure9 3). The 3 that answer negatively to this question pointed 2 as: lack of training, high cost, no need for reasons such 1 the business % Contudo, 9 das empresas usa regularmente equipamentos TIC 2) [2], the the data obtained in (Figura the EC survey 9 89% 9 As shown in Figure 4, most of the have 3Internet service. Cereals and Cheese sectors are those 2with less positive answers. Also, from these 1sectors, and in greater number, of Cereals sectors do not use mobile devices with Internet connection (see Figure 5). Nevertheless, most of the agri-food (62%) use this feature of their mobile devices to web navigation (62%) and access account (64%). The use of this feature for financial or industrial management Figure 2.is Regular use of ICT equipment. applications still reduced as shown in Figure 6. TIC A Figura 1 mostra que 62% das empresas não tem responsável pela área 89% 73% Answers percentage 9 Figure 3. Type of ICT equipment used Server Device the possibility of analyzing the results

10 2 1 with less positive answers. Also, from these sectors, and in greater number, of Cereals sectors do not use mobile devices with Internet connection (see Figure 5). Nevertheless, mostjoão of thecaldeira agri-food (62%) use this feature of their mobile devices to web navigation (62%) and access account (64%). The use of this feature for financial or industrial management applications is still reduced as shown in Figure 6. Resultados e Discussão (2) Figure 1. Availability of a collaborator responsible for ICT area PC 2 6 Answers percentage % 67% Figure 3. Type of ICT equipment used. Figure 4. Availability of internet service. 88% 1 Printer 9 PC 9 Printer 89% 9 aborator gri-food charge %) uses 7 2% Sensors Sensors 89% 2% Controllers Controllers 73% Server Server Smartphone Smartphone 24% Tablet Tablet 18% Device ntage to results. l sector 9 reduces 8 A Figura 3 mostra que os equipamentos TIC mais usados são o computador e a impressora, Figure 2. Regular of ICT casos equipment. contudo, emuse alguns são também usados smartphones (24%) e tablets (18%). As empresas que responderam negativamente a esta questão apontaram como razões a falta de formação As shown in Figure 4, most of the have 38% adequada, elevados custos do serviço e não necessário para o negócio Internet service. Cereals and Cheese sectors are those 9 A Figura 4 demonstra que 8 das empresas tem serviço 78% de Internet.75% Os sectores dos Cereais 8 Similar the data obtained in the EC survey [2], the withtoless positive answers. Also, from these e do Queijo são os que têm mais respostas negativas 67% 7 62% computer is theand usual equipment used of to Cereals access Internet, sectors, in greater number, sectors do not 6 although (24%, EUInternet 61%) and touchscreen usesmartphone mobile devices with connection (see Figure 5 10 tablet (18%, EU 3) are also (see Figure 3). The (62%) 5). Nevertheless, most of used the agri-food that feature answer of negatively to this question pointed use this their mobile devices to web navigation 3 2 reasons(62%) such as: of training, high cost, no The needuse for of this 2 andlack access account (64%).

11 Figure 4. Availability of internet service. Resultados e Discussão (3) 9 75% 67% 7 78% Options 2 Financial management applications 1 Industrial management applications 6% Financial management applications 62% 6 Industrial management applications Sending/receiving 1 Web navigation 62% Web navigation Figure 5. Use of mobile devices with internet connection. Sending/ receiving 64% As regula system sales the C Addit Enterp 84% orient 2 6 Answers percentage 8 Figure 6. Use of mobile devices with Internet connection. A Figura 5 mostra que 62% das empresas usam dispositivos móveis com ligação à Internet, contudo, as empresas do sector dos Cereais são as que menos usam este recurso Pela Figura 6, conclui-se que, 62% das empresas do setor agro-alimentar à Most do not usa haveo aacesso Local Area Network Internet nos dispositivos móveis para navegação web e 64% para acesso ao (LAN) in their facilities (6). However, most of Verifica-se ainda que o uso destes dispositivos para aplicações de gestão industrial do have a corporate e/ou address (68%). financeira é ainda muito reduzido As shown in Figure 7, most use regularly ICT tools for financial management (72%), although 11 Thus, almost exclusively they use invoicing tools (72%). other ICT tools such as accounting tools and online banking are not usually used as shown in Figure 8. Most of belonging to the Honey sector do not use Ad tools f used a 9 ey [2], the ss Internet, ouchscreen ure 3). The on pointed o need for

12 Answer percenta do have a corporate address (68%) % As shown in Figure 7, most use regularly 6 5 ICT tools for financial management (72%), although 43% 36% almost exclusively they use invoicing tools (72%). Thus, 3 other ICT tools such as accounting tools and online 2 11% ICT tools for financial management. banking are not usually used as shown in Figure 8. Most Figure 7.1Regular use of of belonging to the Honey sector do not use these ICT tools (71%). Resultados e Discussão (4) U 8 78% Figu 8 73% 72% Figure 9. Regular use of a CRM system. 67% 7 a webp 6 Electronic Only ha Electronic 5 Banking 5 Banking sectors 4% availab 29% 3 The following question focused on the use and Howev Invoicing 2 Invoicing 72% knowledge of computer security services to protect the creating 1 ICT from cybercrime. 86% of claimed to use Figure of a security service such as Antivirus and Firewall. Accounting not to n Accounting 12% Safety copies, authentication mechanisms and securemos servers are not usual security services used by the through Answers percentage. Nevertheless, these concerns about belongi cybercrime reflected spreader use of online security Figure 8. Typeare of ICT tools forinfinancial management. Figure 7. Regular use of ICT tools for financial management. used to tools as anti-virus software when compared with the results of EU, where 61% the gestão Internet users changed A Figura 7 mostra que 72% das empresas usa regularmente ferramentas TICofpara their online behaviour financeira, mas quase exclusivamente ferramentas de facturação (72%) due to security concerns [2]. 88% 2% B. Options 9 of a se Safety 45% servers compan cybercr tools a results their on Options Outras ferramentas TIC, como bancos online e/ou contabilidade não são and vulgarmente usadas, B. Use of Internet online social networking como mostra a Figura 8 2% Figure 10 shows the percentage of that have 71% das empresas do sector do Mel, não usa nenhuma destas ferramenta a webpage. Most of thetic do not have it (24%). Electronic Banking Invoicing Electronic Banking 4% Invoicing 72% Only half of of Dry sausages and Horticultural 12 sectors have webpages. For the other sectors the availability of a webpage is even more reduced. However, most of the are interested in

13 84% of expressed that they have processes oriented for quality management related with: Hazard Analysis and Critical Control Points (HACCP) required by Food Safety standards. Standard ISO Biological certification. Additionally, 8 of stated that they use tools for products traceability. However, most of the tools used are not based in ICT. Web navigation 62% 8 Internet connection. Resultados e Discussão (5) Local Area Network However, most of address (68%). mpanies use regularly ent (72%), although g tools (72%). Thus, ng tools and online wn in Figure 8. Most ey sector do not use % % % 36% 45% Additionally, half of networks to search for 6 11% % 2 7% 9 25% % 11% 8 67% % nancial management. A Figura 9 mostra que 45% das empresas usa regularmente um CRM para ajuda na análise das suas compras e no planeamento de vendas The following question focused on the use and A Figura 10 mostra que apenas 24% das empresas já possuía uma página web knowledge of computer security services to protect the C. 6% ICT from resultados: cybercrime. 86% of claimed to use Outros Figure 13. Use of so E-commerce Most do of a security service such as Antivirus and Firewall. Intention in Apenas uma das empresas inquiridas usa um ERP shown in Figure 14. Intention in Safety copies, authentication mechanisms and secure creating creating 44% Cereals, Olive oil and servers aredas not empresas usual security services used bydethe 86% usam sistemas segurança, como sejam, antivirus ou firewall this potential use of. Nevertheless, these concerns about No need for Cópias de segurança, mecanismos de autenticação No need fore servidores seguros não são serviços de do not purc cybercrime are reflected in spreader use of online security business business 2 Internet (68%) and ha empresas em análise tools segurança as anti-virus usados software regularmente when compared pelas with the markets research over results of EU, where 61% of the Internet users changed High cost High cost their online behaviour due to security concerns [2]. 13 8% B. Use of Internet and online social networking Figure 10 shows the percentage of that have a webpage. Most of the do not have it (24%) Answers percentage Figure 11. Reasons for lack of company webpage. 9 5 entage 5 Figure 10. Existence of company webpage. Figure 9. Regular use of a CRM system. Options e Sending/ receiving 64% 8 7 6

14 3 High cost 2 1 markets res 2 High cost 8% 1 João 2 Caldeira 3 Answers percentage Figure 11. Reasons for lack of company webpage. Figure 10. Existence of company webpage. Resultados e Discussão (6) Figure 13. Use of social networks for business purposes. Intention in creating 44% Intention in creating No need for business 2 High cost 8% High cost 1 Figure 11. Reasons for lack of company webpage E-commerce Most do not sale products online (74%) as 6 57% 6 shown in44% Figure 14. The belonging to the 5 use of and38% Dry sausages do not make Cereals, Olive oil 33% potential use of ICT In the same sense, most 3this27% 2 do not purchase products for business over the 1Internet (68%) and half of the do not perform markets research over the Internet (52%). D Figure 12. Promotion of advertising campaigns via Internet. 57% 6 A Figura 11 mostra que 44% das empresas estão interessadas na criação de uma página 5 web 5 num futuro próximo 33% 26% 25% 3 Contudo, 2 das empresas inquiridas não vê necessidade deste recurso 2 in Figure 13, half of the make As shown 11% 7%campanhas de publicidade 9 Na Figura 12 verifica-se que 6 das empresas não 1 realiza use of social networks, mostly Facebook, for business 8 através da Internet purposes (54%). There are a reduced number of 7 Mel, Vinho e Horticultura são que mais usam este recurso 57%do 6 of theascereals sector performing this activity. 6 As empresas dos sectores 5 The that provide a positive answer claim that 44% 38% 33% online social networks are used as information channel 14 27% 3 for the consumer and to promote company marketing. 8C. 2 3 Answers percentage 8 1 No need for business Options 9 6% 9 5 Ans Figure 14. Companies selling products via Internet. Fig ICT tr Figure training of ICT is ve Cereals, H collaborato ICT. The ICT the last yea Offi App Ente

15 6% Options C. Intention in creating 44% Intention in creating No need for business 2 make No need for business E-commerce Most do not sale products online (74%) as shown in Figure 14.João The belonging to the Caldeira Cereals, Olive oil and Dry sausages do not make use of this potential use of ICT In the same sense, most do not purchase products for business over the Internet (68%) and half of the do not perform markets research over the Internet (52%). Resultados e Discussão (7) Additionally, half of the use of social networks to search for suppliers and customers (43%). High cost 8% % % 2 38 Answers percentage 75% 67% Figure 11. Reasons for lack of company webpage. 54% 5 44% ebpage. y webpage % % 25% % 26% 11% 7 57% % 33% 6 38% 3 27% 2 Figure 13. Use of social networks for business purposes. Figure 14. Companies selling products via Internet. A Figura 13 mostra que 54% das empresas usa as redes sociais, principalmente Facebook, D. ICT training C. para E-commerce os seus negócios Figure 15 the investment of agri-food Most not sale products online (74%)de as comunicação Estes recursosdosão usados como canais comshows os clientes, para promoções de in ICT training during the last year. The shown in Figure 14. The belonging to the marketing, e ainda para procura de fornecedorestraining e clientes of company collaborators during the last year in Cereals, Olive oil and Dry sausages do not make use of thisa Figura 14 mostra que 74% das empresas não vende produtos ICT is very reducedonline in all agri-food sectors (26%). Figure 12. Promotion of advertising campaigns via Internet. potential use of ICT In the same sense, most Cereals, Honey and Wine sectors did not encourage its not purchase products for business over the Outros do resultados collaborators to improve their knowledge and skills in Internet (68%) and half of the do not perform 68% das empresas não compra produtos para o seu negócio através da Internet ICT. markets research over the Internet (52%). The ICT training performed on the during shown in Figure 13, half of the As52% não faz prospecção de mercado make através da Internet of social networks, mostly Facebook, for business the last year focused the following topics: use 9 purposes (54%). There are a reduced number of Office tools (text processor and spreadsheet) of the Cereals sector performing this activity. Applications for company specific systems. 7 The that provide a positive answer claim that 57% Enterprise management tools. 6 5 online social networks are used as information channel 5 forthe consumer and to promote company marketing. 33% er percentage 8 1 Intention in creating 44% 9 5 High cost

16 improve the company productivity and/or marketing of products and services. The overall answers are shown in Figure % of think that possessing a company s webpage will improve company productivity and/or marketing of products and services. Also, 41% of reveal that these objectives may also be accomplished providing ICT training to their collaborators. Resultados e Discussão (8) Creating thesocial company webpage to promote and to perform visibility ofnetworks the company 4% 8 2% the Internet and advertising campaigns through 7 online product sales. 6 Web page 5 5 Promoting ICT system upgrade in order 44% 54% to ICT training 33% implement internal networks, which encourages 26% 25% 3 setting corporate and improves the % communication between company employees. 1 Thus, it is also recommended to assign the ICT responsibilities to a trained collaborator. Promoting the use of financial management tools, not only invoicing software. There are several suitable freeware for do not Figure 16. Equipment andtools technological solutions that to improve want to affect costsoftoproducts this area. productivity and/ormore marketing and services. Figure 15. Training in ICT for company collaborators in the last year. Promoting the use of Customer Relationship A Figura 15 mostra que apenas 26% das empresas ministrou formação em TIC aos seus Management (CRM) systems. E. concepts colaboradores nos últimos. As formações ministradasv. incidiram essencialmente em ferramentas Promoting the use Enterprise Resource SUGGESTIONS ANDofRECOMMENDATIONS Theoffice, last question of the questionnaire asked owners, Planning (ERP) systems. aplicações para sistemas específicos da empresa e ferramentas de gestão empresarial managers and workers of agri-food what are From Promoting a detailed the analysis perict sector, it in turns that the use of tools the out process Na Figura 16 verifica-se que 55% das empresas pensa que desenvolver uma página web pode the equipment and/or technological solutions that may ICT usage is atquality approximately similar level. Thus, the oriented management. aumentar a sua produtividade e/ou o marketing de produtos e serviços improve the company productivity and/or marketing of following suggestions identify Promote the and use recommendations of ICT tools inthatproduct products and services. The overall are shown da in produtividade das empresas revelaanswers que o aumento também podearising ser atingido improvement opportunities from com this analysis traceability. Figureformações % of think that possessing a TIC dos seus colaboradores cross allcreating sectors. a company account on online social company s webpage will improve company productivity networks promote the company's products. First of all, it istorecommended to promote ICT training and/or marketing of products and services. Also, 41% of 16of Thiscompany analysis provides a technological assessment among collaborators, specifically to who is in reveal that these objectives may also be ICT that may help achieving more modernisation andand of management and finances in these micro accomplished providing ICT training to their charge technological innovation in the traditional and strategic small. This training will promote the visibility collaborators. However, not are suited The to apply ofsectors. the company and allfoster e-commerce. main 9 ori Pro trac Cre net This an ICT that technologi sectors. H this set recommen depend on Thus, it manufactu determine using ICT This pa assessmen modernisa was appli Cereals, C and Hortic Portugal. T actions an employme strategic a The an owners an levels. Th ICT and opposite t either due specific b

17 Sugestões e Recomendações (1) Após a análise dos resultados obtidos, junto das empresas em análise, foi seleccionado um conjunto de sugestões/recomendações que podem ajudar estas empresas no futuro Promoção de formações TIC aos colaboradores das empresas Especialmente a quem está a cargo da gestão destas empresas O objectivo passaria por dar a conhecer aos donos/gerentes destas empresas o potencial que o mundo virtual pode oferecer aos seus negócios, como sejam, promover a visibilidade da empresa e potenciar o seu comércio online Criação de página web para visibilidade da empresa, criação de campanhas de publicidade e/ou vendas online 17

18 Sugestões e Recomendações (2) Recomendações (cont.) Melhoria das ferramentas TIC existentes para criação de redes de comunicação internas que promovam a criação e utilização de corporativo e melhorem a comunicação entre colaboradores Promoção do uso de ferramentas de gestão, e não apenas aplicações de facturação Promoção do uso de sistemas CRM Promoção do uso de sistemas ERP Promoção do uso de ferramentas TIC orientadas à gestão da qualidade Promoção da utilização de ferramentas TIC na rastreabilidade de produtos Promoção do uso das redes sociais para visibilidade e publicidade dos produtos 18

19 Conclusão e Trabalho Futuro (1) Este trabalho apresenta os resultados obtidos no questionário sobre a avaliação para a modernização tecnológica das empresas agro-alimentares com base em TIC O questionário foi realizado junto de 55 empresas agro-alimentares dos sectores dos Cereais, do Queijo, do Azeite, dos Enchidos, do Mel, do Vinho e da Horticultura, localizadas na região centro de Portugal A análise dos resultados obtidos, sugere que a maioria dos donos/gestores das empresas usam ferramentas TIC, mas em diferentes níveis: Alguns estão familiarizados com estas tecnologias e usam-nas nas suas empresas Outros mostram total desinteresse destas tecnologias, tanto devido aos custos associados na sua adopção como a ideia da não necessidade/ mais-valia para os seus negócios 19

20 Conclusão e Trabalho Futuro (2) Pela análise dos resultados, este trabalho recomenda o promoção de formações, nas áreas das TIC, aos colaboradores destas empresas permitindo desta forma aumentar os seus conhecimentos no uso destas tecnologias e as suas competências em geral Estas formações têm como objectivo não apenas a melhoria destas competências, mas também mudar algumas atitudes de desconfiança e suspeita sobre estas ferramentas A criação de páginas web é também fundamental no aumento da visibilidade e das vendas online destas empresas As recomendações propostas vão ser aplicadas a um conjunto limitado de empresas agro-alimentares de sectores tradicionais para avaliar e medir a influência das TIC na sua competitividade e crescimento económico 20

21 Conclusão e Trabalho Futuro (3) Actualmente um conjunto de empresas têm vindo a ser apoiadas a estabelecer a sua presença na Internet (web) com vista a potenciar a divulgação dos seus serviços e produtos Outras estão a ser alvo de análise de requisitos com vista à implementação de um sistema de CRM gratuito, que possibilite às empresas interessadas uma visão completa de toda a informação dos seus clientes 21

22 Pedro D. Gaspar1,4, Vasco N. G. J. Soares2,3,4, João M. L. P. Caldeira2,3,4,Luís P. Andrade5, Cláudia Domingues6, "Potencial for Technological Modernisation and Innovation based on ICT in Agri-Food Companies of Central Region of Portugal, in 2015 International Conference on Food and Agricultural Engineering (ICFAE 2015), Warsaw, Poland, May 12-13, (Received the Excellent Paper Award) Universidade da Beira Interior, Covilhã, Portugal 2 Escola Superior de Tecnologia, Instituto Politécnico de Castelo Branco, Portugal 3 Instituto de Telecomunicações, Portugal 4 InspiringSci, Lda, Castelo Branco, Portugal 5 Centro de Apoio Tecnológico Agro-Alimentar, Castelo Branco, Portugal 6 InovCluster, Castelo Branco, Portugal

23 23

24 Obrigado pela atenção! Avaliação para a modernização tecnológica das empresas agroalimentares da região centro de Portugal 24

Potencial para a Modernização Tecnológica e Inovação na Indústria Agroalimentar com base em TICE: Caso de estudo da Região Centro de Portugal

Potencial para a Modernização Tecnológica e Inovação na Indústria Agroalimentar com base em TICE: Caso de estudo da Região Centro de Portugal Potencial para a Modernização Tecnológica e Inovação na Indústria Agroalimentar com base em TICE: Caso de estudo da Região Centro de Portugal UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Faculdade de Engenharia Departamento

Leia mais

Banca examinadora: Professor Paulo N. Figueiredo, Professora Fátima Bayma de Oliveira e Professor Joaquim Rubens Fontes Filho

Banca examinadora: Professor Paulo N. Figueiredo, Professora Fátima Bayma de Oliveira e Professor Joaquim Rubens Fontes Filho Título: Direção e Taxa (Velocidade) de Acumulação de Capacidades Tecnológicas: Evidências de uma Pequena Amostra de Empresas de Software no Rio de Janeiro, 2004 Autor(a): Eduardo Coelho da Paz Miranda

Leia mais

XVIII Seminário Nacional de Bibliotecas Universitárias SNBU 2014

XVIII Seminário Nacional de Bibliotecas Universitárias SNBU 2014 1 XVIII Seminário Nacional de Bibliotecas Universitárias SNBU 2014 O USO DAS REDES SOCIAIS COMO FERRAMENTA PARA O MARKETING DIGITAL EM UNIDADES DE INFORMAÇÃO: o caso do SISTEMOTECA da UFCG Walqueline Silva

Leia mais

// gaiato private label

// gaiato private label // gaiato private label // a empresa // the company A Calçado Gaiato é uma empresa prestadora de serviços no setor de calçado, criada em 2000 por Luís Pinto Oliveira e Mário Pinto Oliveira, sócios-fundadores

Leia mais

A importância das Dimensões do risco Percebido nas Compras de Produtos e de Serviços na Internet

A importância das Dimensões do risco Percebido nas Compras de Produtos e de Serviços na Internet Eduardo Vianna Barreto A importância das Dimensões do risco Percebido nas Compras de Produtos e de Serviços na Internet Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção

Leia mais

Enterprise Europe - Portugal

Enterprise Europe - Portugal Enterprise Europe - Portugal Oportunidades de Cooperação Internacional Agência de Inovação Bibiana Dantas Lisboa, 5-Jun-2012 Enterprise Europe Portugal Jun 2012 2 A União Europeia é um mercado de oportunidades!

Leia mais

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS THE CAPITAL STRUCTURE: AN ANALYSE ON INSURANCE COMPANIES FREDERIKE MONIKA BUDINER METTE MARCO ANTÔNIO DOS SANTOS MARTINS PAULA FERNANDA BUTZEN

Leia mais

Tese / Thesis Work Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java

Tese / Thesis Work Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java Licenciatura em Engenharia Informática Degree in Computer Science Engineering Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java Performance analysis of large distributed

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA. A Reputação e a Responsabilidade Social na BP Portugal: A importância da Comunicação. Por. Ana Margarida Nisa Vintém

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA. A Reputação e a Responsabilidade Social na BP Portugal: A importância da Comunicação. Por. Ana Margarida Nisa Vintém UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA A Reputação e a Responsabilidade Social na BP Portugal: A importância da Comunicação Relatório de estágio apresentado à Universidade Católica Portuguesa para obtenção do

Leia mais

Interface Mobile - Casos Práticos

Interface Mobile - Casos Práticos 2010 X CONFERÊNCIA SOBRE TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Interface Mobile - Casos Práticos André Gil Bliss Applications andregil@blissapplications.com www.blissapplications.com Índice Apresentação

Leia mais

ANÁLISE DO ALINHAMENTO ENTRE O BALANÇO SOCIAL E O RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE DOS TRÊS MAIORES BANCOS EM ATIVIDADE NO BRASIL

ANÁLISE DO ALINHAMENTO ENTRE O BALANÇO SOCIAL E O RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE DOS TRÊS MAIORES BANCOS EM ATIVIDADE NO BRASIL ANÁLISE DO ALINHAMENTO ENTRE O BALANÇO SOCIAL E O RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE DOS TRÊS MAIORES BANCOS EM ATIVIDADE NO BRASIL ANALYSIS OF ALIGNMENT AMONG SOCIAL BALANCE AND SUSTAINABILITY REPORT OF THREE

Leia mais

DevOps. Carlos Eduardo Buzeto (@_buzeto) IT Specialist IBM Software, Rational Agosto 2013. Accelerating Product and Service Innovation

DevOps. Carlos Eduardo Buzeto (@_buzeto) IT Specialist IBM Software, Rational Agosto 2013. Accelerating Product and Service Innovation DevOps Carlos Eduardo Buzeto (@_buzeto) IT Specialist IBM Software, Rational Agosto 2013 1 O desenvolvedor O mundo mágico de operações Como o desenvolvedor vê operações Como operações vê uma nova release

Leia mais

ISO 9001:2015 e ISO 14001:2015 versão DIS Principais alterações

ISO 9001:2015 e ISO 14001:2015 versão DIS Principais alterações ISO 9001:2015 e ISO 14001:2015 versão DIS Principais alterações Raquel Silva 02 Outubro 2014 ISO 9001:2015 e ISO 14001:2015 ISO 9001:2015 e ISO 14001:2015 PUBLICAÇÃO DIS: - Draft International Standard

Leia mais

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores Tese de Mestrado em Gestão Integrada de Qualidade, Ambiente e Segurança Carlos Fernando Lopes Gomes INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS Fevereiro

Leia mais

IT Governance e ISO/IEC 20000. Susana Velez

IT Governance e ISO/IEC 20000. Susana Velez IT Governance e ISO/IEC 20000 Susana Velez Desafios de TI Manter TI disponível Entregar valor aos clientes Gerir os custos de TI Gerir a complexidade Alinhar TI com o negócio Garantir conformidade com

Leia mais

Consultoria em Direito do Trabalho

Consultoria em Direito do Trabalho Consultoria em Direito do Trabalho A Consultoria em Direito do Trabalho desenvolvida pelo Escritório Vernalha Guimarães & Pereira Advogados compreende dois serviços distintos: consultoria preventiva (o

Leia mais

CMDB no ITIL v3. Miguel Mira da Silva. mms@ist.utl.pt 919.671.425

CMDB no ITIL v3. Miguel Mira da Silva. mms@ist.utl.pt 919.671.425 CMDB no ITIL v3 Miguel Mira da Silva mms@ist.utl.pt 919.671.425 1 CMDB v2 Configuration Management IT components and the services provided with them are known as CI (Configuration Items) Hardware, software,

Leia mais

Meu CIO trouxe um tablet. E agora? Autenticando o usuário e o dispositivo. Fernando Indech Systems Engineer

Meu CIO trouxe um tablet. E agora? Autenticando o usuário e o dispositivo. Fernando Indech Systems Engineer Meu CIO trouxe um tablet. E agora? Autenticando o usuário e o dispositivo Fernando Indech Systems Engineer 1 Agenda 1 2 3 4 Mobilidade voltada ao negócio Confiança no Dispositivo e Usuário Soluções Q&A

Leia mais

José Benedito Alves Junior

José Benedito Alves Junior 1 José Benedito Alves Junior Gerenciamento de Projetos de TI: Uma análise sobre a possibilidade de aplicação da estrutura motivacional sugerida pelo Project Management Body of Knowledge - PMBOK - em uma

Leia mais

UBIQUITOUS COLLABORATION. http://www.trprocess.com

UBIQUITOUS COLLABORATION. http://www.trprocess.com UBIQUITOUS COLLABORATION http://www.trprocess.com Our Company TR PROCESS SMART PROCESS EXPERTS A expressão Smart Process Application, como utilizamos hoje, foi definida e utilizada em seus relatórios pelos

Leia mais

Estereoscopia Digital no Ensino da Química AGRADECIMENTOS

Estereoscopia Digital no Ensino da Química AGRADECIMENTOS AGRADECIMENTOS O findar desta dissertação é o momento indicado para agradecer ao Professor Doutor João Carlos de Matos Paiva pela sua grande ajuda, pela disponibilidade sempre manifestada, pelo seu empenho

Leia mais

Estado da Nação das TIC em Angola

Estado da Nação das TIC em Angola Estado da Nação das TIC em Angola CIO AGENDA ANGOLA 2013 AS TI TI COMO ALAVANCA DE CRESCIMENTO DO NEGÓCIO 21 de Maio, Hotel Sana Epic, Luanda Gabriel Coimbra General Manager, IDC Angola gcoimbra@idc.com

Leia mais

Factor PME. Junho 2011

Factor PME. Junho 2011 Projecto Factor PME Junho 2011 Índice Âmbito e Objectivos 03 Condições de Elegibilidade _Entidade beneficiária 04 _Projecto 05 Investimentos Elegíveis _Componentes de financiamento 06 _Despesas elegíveis

Leia mais

Erasmus Student Work Placement

Erasmus Student Work Placement Erasmus Student Work Placement EMPLOYER INFORMATION Name of organisation Address Post code Country SPORT LISBOA E BENFICA AV. GENERAL NORTON DE MATOS, 1500-313 LISBOA PORTUGAL Telephone 21 721 95 09 Fax

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO PROCESSO DE IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO EM UMA ORGANIZAÇÃO

Leia mais

egovernment The Endless Frontier

egovernment The Endless Frontier CENTRO DE GESTÃO DA REDE INFORMÁTICA DO GOVERNO (Management Center for the Electronic Government Network) egovernment The Endless Frontier Alexandre Caldas 29 th June 2010 Summary VISION AND LEADERSHIP

Leia mais

Serviços IBM GTS. Priscila Vianna

Serviços IBM GTS. Priscila Vianna Serviços IBM GTS Priscila Vianna Principais Serviços IBM Serviços de Tecnologia IBM - ITS Infraestrutura Inteligente Mobilidade Segurança e Resiliência Serviços Gerenciados & Cloud 2 Infraestrutura Inteligente

Leia mais

Types of Investments: Equity (9 companies) Convertible Notes (10 companies)

Types of Investments: Equity (9 companies) Convertible Notes (10 companies) IMPACT INVESTING WE STARTED... A Venture Capital Fund Focused on Impact Investing Suport: Financial TA Criterias to select a company: Social Impact Profitabilty Scalability Investment Thesis (Ed, HC,

Leia mais

Desenvolvimento Ágil 1

Desenvolvimento Ágil 1 Desenvolvimento Ágil 1 Just-in-Time Custo = Espaço + Publicidade + Pessoal De que forma poderiamos bater a concorrência se um destes factores fosse zero? 2 Just-in-time Inventory is waste. Custo de armazenamento

Leia mais

As Novas Formas de Financiamento da Economia

As Novas Formas de Financiamento da Economia As Novas Formas de Financiamento da Economia Francisco Fonseca Vice-Presidente ANJE 2º CONGRESSO DAS EMPRESAS E DAS ACTIVIDADES ECONÓMICAS - LISBOA O que são? Formas alternativas de financiamento incluem

Leia mais

Identidade e Identificação nas Organizações: Um Estudo de Caso sobre a Gestão destes Conceitos em uma Empresa de Consultoria e Outsourcing

Identidade e Identificação nas Organizações: Um Estudo de Caso sobre a Gestão destes Conceitos em uma Empresa de Consultoria e Outsourcing Thiago Toneli Chagas Identidade e Identificação nas Organizações: Um Estudo de Caso sobre a Gestão destes Conceitos em uma Empresa de Consultoria e Outsourcing Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada

Leia mais

SCORE INNOVATION Corporate Profile Luanda Maputo, 1 de Novembro 2012

SCORE INNOVATION Corporate Profile Luanda Maputo, 1 de Novembro 2012 New Standards for Business SCORE INNOVATION Corporate Profile Luanda Maputo, 1 de Novembro 2012 Quem Somos A SCORE INNOVATION é uma empresa que tem como objecto social a prestação de serviços em consultoria,

Leia mais

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO PERMANENTE NO SISTEMA DE BIBLIOTECAS (SIBI) DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ (UFPR)

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO PERMANENTE NO SISTEMA DE BIBLIOTECAS (SIBI) DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ (UFPR) TRABALHO ORAL IMPACTO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO NA GESTÃO DA BIBLIOTECA UNIVERSITÁRIA Educação continuada de bibliotecários e auxiliares em bibliotecas universitárias PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO PERMANENTE

Leia mais

PRESS RELEASE. Mecanismos fiscais aos Business Angels sucedem-se um pouco por todo o mundo

PRESS RELEASE. Mecanismos fiscais aos Business Angels sucedem-se um pouco por todo o mundo PRESS RELEASE 8 de Dezembro de 2009 Mecanismos fiscais aos Business Angels sucedem-se um pouco por todo o mundo FNABA representou Portugal, em Pequim (China), na First Global Conference da World Business

Leia mais

As TIC e a Saúde no Portugal de 2012

As TIC e a Saúde no Portugal de 2012 As TIC e a Saúde no Portugal de 2012 11 de dezembro de 2012 Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa Patrocinador Ouro Patrocinador Prata Patrocinador Bronze Apoios Patrocinadores Globais AS TIC E A SAÚDE

Leia mais

Novas Abordagens das Tecnologias de Informação e Comunicações. Workshop Tecnológico Benguela 13.06.2012

Novas Abordagens das Tecnologias de Informação e Comunicações. Workshop Tecnológico Benguela 13.06.2012 Novas Abordagens das Tecnologias de Informação e Comunicações Workshop Tecnológico Benguela 13.06.2012 1 Agenda A evolução das TIC no mercado Africano Novas abordagens sobre as TIC Exemplo de implementação

Leia mais

Integrated Network Operations Support System ISO 9001 Certified A Plataforma Integradora Integrated Platform O INOSS V2 é uma poderosa plataforma de operação e gestão centralizada de redes e serviços de

Leia mais

Interoperability through Web Services: Evaluating OGC Standards in Client Development for Spatial Data Infrastructures

Interoperability through Web Services: Evaluating OGC Standards in Client Development for Spatial Data Infrastructures GeoInfo - 2006 Interoperability through Web Services: Evaluating OGC Standards in Client Development for Spatial Data Infrastructures Leonardo Lacerda Alves Clodoveu A. Davis Jr. Information Systems Lab

Leia mais

2. HUMAN RESOURCES 2. RECURSOS HUMANOS 1 RECRUTAMENTO E SELECÇÃO 1 RECRUITMENT AND SELECTION 2 QUALIFICAÇÃO DOS TRABALHADORES

2. HUMAN RESOURCES 2. RECURSOS HUMANOS 1 RECRUTAMENTO E SELECÇÃO 1 RECRUITMENT AND SELECTION 2 QUALIFICAÇÃO DOS TRABALHADORES RECURSOS HUMANOS HUMAN RESOURCES . RECURSOS HUMANOS RECRUTAMENTO E SELECÇÃO. HUMAN RESOURCES RECRUITMENT AND SELECTION O recrutamento e a situação contratual, no ano em análise, e face ao anterior, caracterizaram-se

Leia mais

Cigré/Brasil. CE B5 Proteção e Automação. Seminário Interno de Preparação para o Colóquio do SC B5 2009

Cigré/Brasil. CE B5 Proteção e Automação. Seminário Interno de Preparação para o Colóquio do SC B5 2009 Cigré/Brasil CE B5 Proteção e Automação Seminário Interno de Preparação para o Colóquio do SC B5 2009 Rio de Janeiro, 15-16 de setembro de 2009 Dados do Artigo Número: PS1 107 Título: Client Conformance

Leia mais

Microsoft Services Provider License Program

Microsoft Services Provider License Program Microsoft Services Provider License Program Agenda Programa SPLA Service Provider License Agreement O que é um Fornecedor de Serviços? O que são Serviços de Software? O que é o SPLA? O SPLA é a oferta

Leia mais

Universidade do Minho. Escola de Engenharia. UC transversais Programas Doutorais 1º semestre 2012-13. 11 de outubro 2012

Universidade do Minho. Escola de Engenharia. UC transversais Programas Doutorais 1º semestre 2012-13. 11 de outubro 2012 Universidade do Minho Escola de Engenharia UC transversais Programas Doutorais 1º semestre 2012-13 11 de outubro 2012 1 2 2 courses offered in the first semestre: Métodos de Investigação em Engenharia

Leia mais

A Influência do Correio Eletrônico na Comunicação Organizacional

A Influência do Correio Eletrônico na Comunicação Organizacional Claudia Müller de Almeida A Influência do Correio Eletrônico na Comunicação Organizacional Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre pelo Programa

Leia mais

Sector das TI s em Portugal e Projectos de

Sector das TI s em Portugal e Projectos de Sector das TI s em Portugal e Projectos de Financiamento Seminário Modelos de Gestão em Tecnologias de Informação: Gestão de Serviços, da Segurança e da Inovação 18 Nov 2010 Escola de Engenharia da Universidade

Leia mais

Criando diferenciais competitivos e minimizando riscos com uma boa. Claudio Yamashita Country Manager Intralinks Brasil

Criando diferenciais competitivos e minimizando riscos com uma boa. Claudio Yamashita Country Manager Intralinks Brasil Criando diferenciais competitivos e Informação minimizando riscos com uma boa Governança da Claudio Yamashita Country Manager Intralinks Brasil PESQUISA GLOBAL DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO 2014 - EY Pensando

Leia mais

INFORMATION SECURITY IN ORGANIZATIONS

INFORMATION SECURITY IN ORGANIZATIONS INFORMATION SECURITY IN ORGANIZATIONS Ana Helena da Silva, MCI12017 Cristiana Coelho, MCI12013 2 SUMMARY 1. Introduction 2. The importance of IT in Organizations 3. Principles of Security 4. Information

Leia mais

CARLA ALEXANDRA SEVES DE ANDRADE CANOTILHO

CARLA ALEXANDRA SEVES DE ANDRADE CANOTILHO Escola Superior de Tecnologia e Gestão Instituto Politécnico da Guarda R E L AT Ó R I O D E AT I V I D A D E P R O F I S S I O N A L N A J. V A R G A S - G A B I N E T E T É C N I C O D E G E S T Ã O E

Leia mais

Cowboys, Ankle Sprains, and Keepers of Quality: How Is Video Game Development Different from Software Development?

Cowboys, Ankle Sprains, and Keepers of Quality: How Is Video Game Development Different from Software Development? Cowboys, Ankle Sprains, and Keepers of Quality: How Is Video Game Development Different from Software Development? Emerson Murphy-Hill Thomas Zimmermann and Nachiappan Nagappan Guilherme H. Assis Abstract

Leia mais

Tipos de Redes. Dois tipos fundamentais de redes

Tipos de Redes. Dois tipos fundamentais de redes Redes de Tipos de Redes Dois tipos fundamentais de redes LAN = Local Area Network Interliga um conjunto de computadores locais, próximos Tecnologias mais típicas: Ethernet / FastEthernet / GigabitEthernet

Leia mais

Digital Cartographic Generalization for Database of Cadastral Maps

Digital Cartographic Generalization for Database of Cadastral Maps Mariane Alves Dal Santo marianedalsanto@udesc.br Francisco Henrique de Oliveira chicoliver@yahoo.com.br Carlos Loch cloch@ecv.ufsc.br Laboratório de Geoprocessamento GeoLab Universidade do Estado de Santa

Leia mais

SAP Multinacional alemã de tecnologia, líder global em software de gestão de processos, contrata:

SAP Multinacional alemã de tecnologia, líder global em software de gestão de processos, contrata: SAP Multinacional alemã de tecnologia, líder global em software de gestão de processos, contrata: Vaga: Estagiário Área Jurídica Área: Legal Department O Departamento Jurídico é uma área dinâmica que possui

Leia mais

Analysis, development and monitoring of business processes in Corporate environment

Analysis, development and monitoring of business processes in Corporate environment Analysis, development and monitoring of business processes in Corporate environment SAFIRA is an IT consulting boutique known for transforming the way organizations do business, or fulfil their missions,

Leia mais

Tipos de Redes. Redes de Dados. Comunicação em Rede Local. Redes Alargadas. Dois tipos fundamentais de redes

Tipos de Redes. Redes de Dados. Comunicação em Rede Local. Redes Alargadas. Dois tipos fundamentais de redes Tipos de Redes Redes de Sistemas Informáticos I, 2005-2006 Dois tipos fundamentais de redes LAN = Local Area Network Interliga um conjunto de computadores locais, próximos Tecnologias mais típicas: Ethernet

Leia mais

Eliminando Fronteiras: Aumente a Produtividade com Soluções de Mobilidade Symantec Arthur Cesar Oreana

Eliminando Fronteiras: Aumente a Produtividade com Soluções de Mobilidade Symantec Arthur Cesar Oreana Eliminando Fronteiras: Aumente a Produtividade com Soluções de Mobilidade Symantec Arthur Cesar Oreana Senior Systems Engineer 1 SYMANTEC VISION 2013 2 SYMANTEC VISION 2013 3 Valor da conectividade Era

Leia mais

ANO I Abertura Opening Os primeiros movimentos do jogo Há um ano, três advogados vindos de renomados escritórios de advocacia, onde exerciam funções de destaque, se reuniram em torno de uma idéia:

Leia mais

Searching for Employees Precisa-se de Empregados

Searching for Employees Precisa-se de Empregados ALIENS BAR 1 Searching for Employees Precisa-se de Empregados We need someone who can prepare drinks and cocktails for Aliens travelling from all the places in our Gallaxy. Necessitamos de alguém que possa

Leia mais

Otimização geral de processos (OEE) Fabian Prehn Campinas Setembro 2014

Otimização geral de processos (OEE) Fabian Prehn Campinas Setembro 2014 Otimização geral de processos (OEE) Fabian Prehn Campinas Setembro 2014 Agenda Agenda Futuro da produção farmacêutica Future of pharmaceutical production Compressão como principal ponto no processo de

Leia mais

Sistemas de certificação da qualidade nas instituições de respostas sociais

Sistemas de certificação da qualidade nas instituições de respostas sociais Sistemas de certificação da qualidade nas instituições de respostas sociais 1 Sistemas de certificação da qualidade nas instituições de respostas sociais Susana Lucas susana.lucas@estbarreiro.ips.pt Instituto

Leia mais

O EXPOSYSTEMS The Exposystems

O EXPOSYSTEMS The Exposystems O EXPOSYSTEMS The Exposystems Em sua 10ª edição, o ExpoSystems, consolidado como principal evento Sul-Americano da Indústria de feiras e eventos, é imperdível para empresas que buscam incrementar e globalizar

Leia mais

Transferência de Tecnologia. Programa de Capacitação em Valorização de Tecnologias Universidade de Aveiro

Transferência de Tecnologia. Programa de Capacitação em Valorização de Tecnologias Universidade de Aveiro Transferência de Tecnologia Programa de Capacitação em Valorização de Tecnologias Universidade de Aveiro Eurico Neves Análise de Mercado Análise de Produto / Serviço Estratégias de licenciamento Distribuição

Leia mais

TENDÊNCIAS DE PROJECTOS DE IT EM PORTUGAL

TENDÊNCIAS DE PROJECTOS DE IT EM PORTUGAL TENDÊNCIAS DE PROJECTOS DE IT EM PORTUGAL Estudo Infosistema 4º trimestre de 2014 OBJECTIVO DO ESTUDO Objectivo: Analisar as tendências de projectos de IT em Portugal Período em análise: 4º Trimestre de

Leia mais

Análise de Sistemas de Planejamento Avançado (APS): conceituação e avaliação

Análise de Sistemas de Planejamento Avançado (APS): conceituação e avaliação Gisele Gomes Aguilar Análise de Sistemas de Planejamento Avançado (APS): conceituação e avaliação Dissertação de Mestrado (Opção profissional) Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção

Leia mais

Universidade da Beira Interior

Universidade da Beira Interior Universidade da Beira Interior Departamento de Informática Unidade Curricular Generalidades sobre Serviços de Comunicação na Internet Licenciatura em Tecnologias e Sistemas de Informação Cap. 1 - Sumário

Leia mais

Sandra Manuela Arrais de Oliveira Palhares

Sandra Manuela Arrais de Oliveira Palhares A Internet e a Educação para a Sexualidade: uma actividade on-line Sandra Manuela Arrais de Oliveira Palhares PORTO Abril de 2005 A Internet e a Educação para a Sexualidade: uma actividade on-line Sandra

Leia mais

Organização Sete de Setembro de Cultura e Ensino - LTDA Faculdade Sete de Setembro FASETE Bacharelado em Administração

Organização Sete de Setembro de Cultura e Ensino - LTDA Faculdade Sete de Setembro FASETE Bacharelado em Administração Organização Sete de Setembro de Cultura e Ensino - LTDA Faculdade Sete de Setembro FASETE Bacharelado em Administração VICTOR HUGO SANTANA ARAÚJO ANÁLISE DAS FORÇAS DE PORTER NUMA EMPRESA DO RAMO FARMACÊUTICO:

Leia mais

PROJECTO ÂNCORA QUALIFICAÇÃO E CERTIFICAÇÃO NO SECTOR DAS TICE. Qualificação e Certificação em Gestão de Serviços de TI

PROJECTO ÂNCORA QUALIFICAÇÃO E CERTIFICAÇÃO NO SECTOR DAS TICE. Qualificação e Certificação em Gestão de Serviços de TI Pólo de Competitividade das Tecnologias de Informação, Comunicação e Electrónica TICE.PT PROJECTO ÂNCORA QUALIFICAÇÃO E CERTIFICAÇÃO NO SECTOR DAS TICE Qualificação e Certificação em Gestão de Serviços

Leia mais

MT BOOKING SYSTEM BACKOFFICE. manual for management

MT BOOKING SYSTEM BACKOFFICE. manual for management MT BOOKING SYSTEM BACKOFFICE manual for management BACKOFFICE BACKOFFICE Últimas Reservas Latest Bookings 8 7 6 3 2 2 Configurações Configuration - pag. 3 Barcos Boats - pag.8 Pessoal Staff - pag.0 Agentes

Leia mais

Curso CP100A - Google Cloud Platform Fundamentals (8h)

Curso CP100A - Google Cloud Platform Fundamentals (8h) Curso CP100A - Google Cloud Platform Fundamentals (8h) Este curso virtual liderado por um instrutor, com 8 horas de duração, introduz os participantes aos produtos e serviços do Google Cloud Platform.

Leia mais

Software product lines. Paulo Borba Informatics Center Federal University of Pernambuco

Software product lines. Paulo Borba Informatics Center Federal University of Pernambuco Software product lines Paulo Borba Informatics Center Federal University of Pernambuco Software product lines basic concepts Paulo Borba Informatics Center Federal University of Pernambuco Um produto www.usm.maine.edu

Leia mais

Como Gerir Dispositivos Moveis Techdata - TIC. Miguel Almeida Channel Manager at Avaya (almeidam@avaya.com)

Como Gerir Dispositivos Moveis Techdata - TIC. Miguel Almeida Channel Manager at Avaya (almeidam@avaya.com) Como Gerir Dispositivos Moveis Techdata - TIC Miguel Almeida Channel Manager at Avaya (almeidam@avaya.com) Tendências Sociais e de Mercado As organizações enfrentam uma economia difícil, concorrentes agressivos,

Leia mais

Institutional Skills. Sessão informativa INSTITUTIONAL SKILLS. Passo a passo. www.britishcouncil.org.br

Institutional Skills. Sessão informativa INSTITUTIONAL SKILLS. Passo a passo. www.britishcouncil.org.br Institutional Skills Sessão informativa INSTITUTIONAL SKILLS Passo a passo 2 2 British Council e Newton Fund O British Council é a organização internacional do Reino Unido para relações culturais e oportunidades

Leia mais

Teixeira Duarte Distribuição Teixeira Duarte Distribution. Marcas representadas Represented brands. Aposta na competência Focus on competence

Teixeira Duarte Distribuição Teixeira Duarte Distribution. Marcas representadas Represented brands. Aposta na competência Focus on competence Teixeira Duarte Distribuição Teixeira Duarte Distribution Marcas representadas Represented brands Aposta na competência Focus on competence Mercados de atuação Marketplaces Angola Angola Brasil Brazil

Leia mais

Interactive Internet TV Architecture Based on Scalable Video Coding

Interactive Internet TV Architecture Based on Scalable Video Coding Interactive Internet TV Architecture Based on Scalable Video Coding Pedro Gomes Moscoso Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Engenharia de Redes de Comunicações Presidente: Orientador: Co-Orientador:

Leia mais

Requisitos de Ferramentas de Gestão de Projetos de Desenvolvimento de Software

Requisitos de Ferramentas de Gestão de Projetos de Desenvolvimento de Software Requisitos de Ferramentas de Gestão de Projetos de Desenvolvimento de Software Keyla Guimarães Macharet Brasil 1 1 Departamento de Ciência da Computação Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) CEP

Leia mais

Multicriteria Impact Assessment of the certified reference material for ethanol in water

Multicriteria Impact Assessment of the certified reference material for ethanol in water Multicriteria Impact Assessment of the certified reference material for ethanol in water André Rauen Leonardo Ribeiro Rodnei Fagundes Dias Taiana Fortunato Araujo Taynah Lopes de Souza Inmetro / Brasil

Leia mais

2 Categorias Categories Todas as categorias de actividade são apresentadas neste espaço All activity categories are presented in this space

2 Categorias Categories Todas as categorias de actividade são apresentadas neste espaço All activity categories are presented in this space 1 Próximas Actividades Next Activities Visualiza as próximas actividades a ter inicio, com a indicação do tempo restante Displays upcoming activities and indicating the remaining time 2 Categorias Categories

Leia mais

Gerenciando Mobilidade: Usuários e Dispositivos Seguros

Gerenciando Mobilidade: Usuários e Dispositivos Seguros Gerenciando Mobilidade: Usuários e Dispositivos Seguros Arthur Cesar Oreana Senior Systems Engineer Valor da conectividade Era da Interação Mobilidade e Nuvem Alavancando o Valor da Conectividade 3.0%

Leia mais

Perguntas & Respostas

Perguntas & Respostas Perguntas & Respostas 17 de Abril de 2008 Versão Portuguesa 1. O que é uma Certidão Permanente?...4 2. Como posso ter acesso a uma Certidão Permanente?...4 3. Onde posso pedir uma Certidão Permanente?...4

Leia mais

IDC Portugal aumenta produtividade e reduz custos operacionais com Microsoft Dynamics CRM em modelo hosted

IDC Portugal aumenta produtividade e reduz custos operacionais com Microsoft Dynamics CRM em modelo hosted Microsoft Dynamics CRM Online Customer Solution Case Study IDC Portugal IDC Portugal aumenta produtividade e reduz custos operacionais com Microsoft Dynamics CRM em modelo hosted Sumário País Portugal

Leia mais

Renata Sol Leite Ferreira da Costa

Renata Sol Leite Ferreira da Costa Renata Sol Leite Ferreira da Costa O impacto da adoção da IFRIC 12 nas empresas de serviço telefônico fixo comutado brasileiras: uma análise da aplicabilidade dos novos padrões contábeis Dissertação de

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA AGRICULTURA PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO RURAL NAS PROVINCIAS DE MANICA E SOFALA - PADR

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA AGRICULTURA PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO RURAL NAS PROVINCIAS DE MANICA E SOFALA - PADR REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA AGRICULTURA PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO RURAL NAS PROVINCIAS DE MANICA E SOFALA - PADR Concurso com Previa Qualificação Convite para a Manifestação de Interesse

Leia mais

Lean manufacturing, é uma filosofia de gestão focada na redução de desperdícios;

Lean manufacturing, é uma filosofia de gestão focada na redução de desperdícios; AGENDA 1. LEAN MANUFACTURING 2. TOYOTA WAY 3. O QUE É STARTUP? 4. LEAN STARTUP 5. LEAN STARTUP X LEAN MANUFACTURING 6. CONSIDERAÇÕES FINAIS REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS LEAN MANUFACTURING Lean manufacturing,

Leia mais

METODOLOGIA DE AVALIAÇÃO DAS STARTUPS DO MIDI TECNOLÓGICO

METODOLOGIA DE AVALIAÇÃO DAS STARTUPS DO MIDI TECNOLÓGICO METODOLOGIA DE AVALIAÇÃO DAS STARTUPS DO MIDI TECNOLÓGICO RESUMO As incubadoras de empresas são ambientes dotados de competência gerencial, técnica e administrativa que impulsionam a promoção do nascimento

Leia mais

SAP Cloud for Analytics. Alexandre Ribeiro

SAP Cloud for Analytics. Alexandre Ribeiro SAP Cloud for Analytics Alexandre Ribeiro Meu nome é Alexandre Ribeiro Presales Specialist SAP Brasil 2 3 Por que o Dados Analítico na Nuvem? Nos próximos 2 Anos 36% Já migrou ou irá migrar para BI na

Leia mais

www.pwc.com/pt Disclosure management Breakfast seminar 17 de Janeiro de 2011

www.pwc.com/pt Disclosure management Breakfast seminar 17 de Janeiro de 2011 www.pwc.com/pt Disclosure management Breakfast seminar 17 de Janeiro de 2011 Agenda 08:45 Registo de participantes 09:00 Introdução 09:10 A divulgação e produção de declarações financeiras na perspectiva

Leia mais

A PERCEPÇÃO DOS DISCENTES SOBRE O DESEMPENHO DOS DOCENTES DOS CURSOS DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ADMINISTRAÇÃO DA UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU

A PERCEPÇÃO DOS DISCENTES SOBRE O DESEMPENHO DOS DOCENTES DOS CURSOS DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ADMINISTRAÇÃO DA UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU A PERCEPÇÃO DOS DISCENTES SOBRE O DESEMPENHO DOS DOCENTES DOS CURSOS DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ADMINISTRAÇÃO DA UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU PERCEPTION OF STUDENTS PERFORMANCE OF TEACHERS OF SCIENCE

Leia mais

O novo papel de Recursos Humanos: o que é RH Estratégico e qual é a sua contribuição para os negócios

O novo papel de Recursos Humanos: o que é RH Estratégico e qual é a sua contribuição para os negócios Gustavo Leonette de Moura Estevão O novo papel de Recursos Humanos: o que é RH Estratégico e qual é a sua contribuição para os negócios Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada ao Programa de Pósgraduação

Leia mais

Estrutura Organizacional para a Realização de Negócios Eletrônicos em Empresas Tradicionais: Um Estudo de Caso

Estrutura Organizacional para a Realização de Negócios Eletrônicos em Empresas Tradicionais: Um Estudo de Caso Universidade de São Paulo Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Departamento de Administração Programa de Pós-Graduação em Administração Estrutura Organizacional para a Realização de Negócios

Leia mais

MODELAGEM VISUAL DE UM SOFTWARE PARA O GERENCIAMENTO DAS COMUNICAÇÕES EM GESTÃO DE PROJETOS

MODELAGEM VISUAL DE UM SOFTWARE PARA O GERENCIAMENTO DAS COMUNICAÇÕES EM GESTÃO DE PROJETOS 127 MODELAGEM VISUAL DE UM SOFTWARE PARA O GERENCIAMENTO DAS COMUNICAÇÕES EM GESTÃO DE PROJETOS VISUAL MODELING OF SOFTWARE FOR COMMUNICATION MANAGEMENT IN PROJECT MANAGEMENT Ricardo Rall 1 Arilson José

Leia mais

apresentação presentation

apresentação presentation apresentação presentation Comunicar Transportes Comunicating Transports Única publicação mensal portuguesa The only monthly Portuguese publication on transport Transportes de passageiros e mercadorias

Leia mais

Restrições intrapessoais para o lazer em turismo

Restrições intrapessoais para o lazer em turismo Renato das Chagas Benevenuto Restrições intrapessoais para o lazer em turismo por idosos no Rio de Janeiro Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Administração

Leia mais

LEVANTAMENTO DE INFORMAÇÕES SOBRE O USO DO MÉTODO E APLICATIVOS SOCIOMÉTRICOS

LEVANTAMENTO DE INFORMAÇÕES SOBRE O USO DO MÉTODO E APLICATIVOS SOCIOMÉTRICOS LEVANTAMENTO DE INFORMAÇÕES SOBRE O USO DO MÉTODO E APLICATIVOS SOCIOMÉTRICOS Augusto Chagas Lima do Carmo camolim@gmail.com José Marconi Bezerra de Souza marconi2006@gmail.com (orientador) Departamento

Leia mais

NORMAS PARA AUTORES. As normas a seguir descritas não dispensam a leitura do Regulamento da Revista Portuguesa de Marketing, disponível em www.rpm.pt.

NORMAS PARA AUTORES. As normas a seguir descritas não dispensam a leitura do Regulamento da Revista Portuguesa de Marketing, disponível em www.rpm.pt. NORMAS PARA AUTORES As normas a seguir descritas não dispensam a leitura do Regulamento da Revista Portuguesa de Marketing, disponível em www.rpm.pt. COPYRIGHT Um artigo submetido à Revista Portuguesa

Leia mais

GT-Mconf: Sistema de Multiconferência para acesso interoperável web e dispositivos móveis

GT-Mconf: Sistema de Multiconferência para acesso interoperável web e dispositivos móveis Proposta de Serviço Piloto Grupo de Trabalho Segunda Fase GT-Mconf: Sistema de Multiconferência para acesso interoperável web e dispositivos móveis http://www.mconf.org Valter Roesler: roesler@inf.ufrgs.br

Leia mais

Controlo de Gestão das PME Portuguesas: Uma Abordagem Contingêncial. O único Homem que não erra é aquele que nunca faz nada.

Controlo de Gestão das PME Portuguesas: Uma Abordagem Contingêncial. O único Homem que não erra é aquele que nunca faz nada. O único Homem que não erra é aquele que nunca faz nada Roosevelt As estatísticas correctas deixam-nos sempre uma falsa impressão Stanislaw Ponte Preta i AGRADECIMENTOS Conhecedor desta realidade, não quero

Leia mais

DRIVING BOOK Back Offi ce Front Offi ce Online System

DRIVING BOOK Back Offi ce Front Offi ce Online System DRIVING BOOK Back Office Front Office Online System Front Office 1 2 Start Screen Front Office 1 - Next Activities 2 - Categories - Attention - Find Booking Display upcoming activities to have be- All

Leia mais

OUTSOURCING DE SISTEMAS E INFRA-ESTRUTURAS - Uma Reflexão! Eduardo Melo / ISLA Instituto Superior de Línguas e Administração 1

OUTSOURCING DE SISTEMAS E INFRA-ESTRUTURAS - Uma Reflexão! Eduardo Melo / ISLA Instituto Superior de Línguas e Administração 1 OUTSOURCING DE SISTEMAS E INFRA-ESTRUTURAS - Uma Reflexão! Eduardo Melo / ISLA Instituto Superior de Línguas e Administração 1 Estrutura da Apresentação 1. Breve Introdução 2. Presente e Futuro 3. Resultados

Leia mais

Tecnologia da Informação em Saúde. Consulado Americano no Brasil. Altino Ribeiro Leitão Gerente-geral de Informação e Sistemas 17 de Setembro de 2014

Tecnologia da Informação em Saúde. Consulado Americano no Brasil. Altino Ribeiro Leitão Gerente-geral de Informação e Sistemas 17 de Setembro de 2014 Tecnologia da Informação em Saúde Consulado Americano no Brasil Altino Ribeiro Leitão Gerente-geral de Informação e Sistemas 17 de Setembro de 2014 Missão Institucional da ANS Promover a defesa do interesse

Leia mais

Neutron Reference Measurements to Petroleum Industry

Neutron Reference Measurements to Petroleum Industry LABORATÓRIO NACIONAL DE METROLOGIA DAS RADIAÇÕES IONIZANTES IRD- Instituto de Radioproteção e Dosimetria Neutron Reference Measurements to Petroleum Industry Karla C. de Souza Patrão, Evaldo S. da Fonseca,

Leia mais

Microsoft. Driving Better Business Performance. André Amaral aamaral@microsoft.com

Microsoft. Driving Better Business Performance. André Amaral aamaral@microsoft.com Microsoft Driving Better Business Performance André Amaral aamaral@microsoft.com Business Intelligence Improving business insight A broad category of applications and technologies for gathering, storing,

Leia mais