Encontro dos Representantes Regionais da Prevdata Plano de Contribuição Variável CV - Prevdata II

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Encontro dos Representantes Regionais da Prevdata 2012. Plano de Contribuição Variável CV - Prevdata II"

Transcrição

1 Encontro dos Representantes Regionais da Prevdata 2012 Plano de Contribuição Variável CV - Prevdata II

2 Previdência Complementar e Prevdata

3 Sistema Previdenciário Brasileiro e a nossa realidade ENTIDADES ABERTAS DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR EAPC ENTIDADES FECHADAS DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR EFPC Caráter facultativo Caráter facultativo Planos PGBL e VGBL (produtos de investimento) Planos de previdência: BD, CD, CV APENAS a pessoa física contribui para fundo administrativo por uma entidade financeira Trabalhador e empresa contribuem EM PARIDADE Contas coletivas para benefícios de risco Lucro dos acionistas Rentabilidade líquida Benefício depende da contribuição e da rentabilidade do fundo Empréstimos / tx atrativas 100% Rentabilidade

4 Por que escolher uma Entidade Fechada ao invés de Aberta? Entidades sem fins lucrativos, gerando resultados para as contas dos participantes; Menor custo administrativo; Saldos mais altos ao fim do período de contribuição (por conta de: paridade, custo administrativo e rentabilidade); Critérios mais favoráveis na concessão do benefício aos participantes; Controle da gestão dos investimentos, com políticas e diretrizes estabelecidas pela entidade; Decisões compartilhadas (composição dos conselhos); Tábuas de expectativa de vida realistas.

5 Por que escolher uma Entidade Fechada ao invés de Aberta? Vamos comparar? Dados considerados nas simulações: Idade de entrada no plano: 30 anos Tempo de contribuição: 30 anos (até os 60 anos de idade) Valor de contribuição: R$ 281,68 (Remuneração de R$ 4.500) Rentabilidade: 6% ao ano

6 Por que escolher uma Entidade Fechada ao invés de Aberta? Vamos comparar?

7 Por que escolher uma Entidade Fechada ao invés de Aberta? Vamos comparar?

8 Por que escolher uma Entidade Fechada ao invés de Aberta? Vamos comparar? você acumula: R$ em 30 anos, R$ de benefício vitalício No Plano CV Prevdata II, você acumula: R$ em 30 anos, R$ de benefício vitalício Somente considerando renda de aposentadoria!! No Plano CV Prevdata II, você também tem cobertura para benefícios de risco!!

9 Plano CV PREVDATA II Características Contribuições Benefícios

10 Plano CV Prevdata II - Características Plano individual Modalidade de Contribuição Variável

11 Plano de Contribuição Variável??!! O que é isso? Modalidades de planos (RESOLUÇÃO MPS/CGPC Nº 16/2005): Benefício Definido (BD): benefícios programados têm seu valor ou nível previamente estabelecidos, com custeio determinado atuarialmente. Planos mutualistas / coletivos. Ex: nosso Plano PRV (plano antigo) Contribuição Definida (CD): benefícios programados têm seu valor permanentemente ajustado ao saldo de conta do participante, inclusive na fase de recebimento de benefícios Contribuições + rentabilidade - benefícios pagos. Contribuição Variável (CV): benefícios programados apresentem a conjugação das características das modalidades de contribuição definida e benefício definido. Misto de CD e BD.

12 Plano CV Prevdata II - Características Renda decorrente do saldo de conta: total acumulado das contribuições do Participante e da Patrocinadora e da Rentabilidade dos investimentos Contribuição da patrocinadora em paridade com a contribuição do participante Contribuição da Dataprev não é considerada rendimento tributável para o Imposto de Renda Opção de renda programada (prazo certo) ou vitalícia.

13 Renda por prazo certo COM ou SEM Renda vitalícia

14 Composição das contribuições ao plano Taxa de gestão competitiva Sem fins lucrativos, somente para custeio da gestão. Cobertura dos Benefícios de Risco Cobertura para auxílio-doença (normal e acidentário), invalidez e pensão por morte através de contas coletivas, com diluição dos custos entre participantes e Patrocinadora.

15 Composição das contribuições ao plano Redução das deduções às contribuições: 18% 13% 10% 9%

16 Composição das contribuições ao plano O participante e a Patrocinadora contribuem em paridade; Dedução das parcelas para custear os benefícios de risco e as despesas administrativas (9%) Recursos acumulados nas contas do participante; Faixas de contribuição: Faixa 1 6% remuneração até R$ 3.916,20 Faixa 2 8% parcela que exceder R$ 3.916,20 Salário de Contribuição (incidência): salário + anuênio + demais adicionais

17 Composição das contribuições ao plano Contribuição Mensal do Participante Contribuição Reduzida em 30% Rem. R$ 4.500,00 Rem. R$ 4.500,00 FAIXA 1: Até R$ 3.916,20 Alíquota de 6,00%: R$ 234,97 FAIXA 1: Até R$ 3.916,20 Alíquota de 4,20%: R$ 164,48 FAIXA 2: entre R$ 3.916,20 e R$ 4.500,00 Alíquota de 8,00%: R$ 46,70 FAIXA 2: entre R$ 3.916,20 e R$ 4.500,00 Alíquota de 5,60%: R$ 32,69 VALOR DA CONTRIBUIÇÃO: VALOR DA CONTRIBUIÇÃO: R$ 281,68 R$ 197,17

18 Como calcular as contribuições ao plano No SGPe

19 Como calcular as contribuições ao plano

20 Incentivo Fiscal do Imposto de Renda Contribuições à Previdência Complementar reduzem a base de cálculo do imposto de renda na fonte. Tabela de Descontos de IR Sem Prevdata Renda bruta (R$) Contribuição INSS (R$) Contribuição Prevdata (R$) Base de cálculo IR (R$) Imposto a pagar (R$) Com Prevdata 4.500, ,00 515,81 515,81-281, , ,51 344,29 280,92 Economia Mensal (R$) - 63,38 Economia Anual (R$) - 760,53 Sua contribuição R$ 281,68 Contribuição Dataprev R$ 281,68 Desembolso efetivo R$ 218,30

21 Outras contribuições ao Plano Contribuição adicional: Contribuição mensal voluntária em folha de pagamento. Aporte: Contribuição avulsa esporádica em folha de pagamento ou boleto bancário. Características: Sem paridade da Dataprev; Aumenta sua poupança previdenciária; Incentivo fiscal do imposto de renda; Custeio administrativo de 1% Simulador no site

22 Outras contribuições ao Plano Portabilidade: Transferência de contas acumuladas em outros planos de previdência, de EFPC ou EAPC, para o Plano CV Prevdata II Características: Aumenta a poupança previdenciária; Paga menos imposto de renda; Custeio administrativo de 0,25%; Por que? Vindo de EFPC: mudança de emprego Vindo de EAPC: benefícios do Fundo de Pensão

23 Acompanhamento do Plano Extratos de acompanhamento O participante acompanha o extrato de suas contribuições, da Patrocinadora e os resultados dos investimentos em sua conta individual, que é acumulada em cotas.

24 Vejamos o Extrato de Participante do Previberto

25 Conta com R$ 200 em jan/2009 tinha, em novembro/2012: R$ 310,04 (participante + rentabilidade) + R$ 310,04 (patrocinadora + rentabilidade) = R$ 620,08 (310%) 1 / , /1 9 / , /2 0 5 / , /2 0 1 /2 0 1 / , /1 9 /2 0 7 / , /2 0 3 /2 0 1 / ,2075 1, /2 0 9 /2 0 7 /2 0 5 /2 0 3 / , /1 1 /2 0 1 /2 0 9 /2 0 7 / , /1 5 /2 0 3 /2 0 1,0000 EVOLUÇÃO DAS COTAS Plano CV Prevdata II 1,5502 1,5131 1,4875 1,4158 1,3633 1,3223 1,2542 1,1190 1,0766 1,0000 1,0125

26 Benefícios do Plano Renda de Aposentadoria Renda decorrente do saldo de conta e do prazo escolhido para a duração do benefício: Renda Programada e Renda Vitalícia Pensão, em caso de falecimento do participante Opção de resgate de até 15% da conta antes da transformação em renda Carências 60 contribuições para o plano Ter idade mínima de 55 anos Cessar o vínculo empregatício com a Patrocinadora

27 Vamos simular Benefícios e Contribuição do Previberto

28 Benefícios do Plano Benefícios de risco Auxílio-doença (normal e acidentário): complementação do benefício para o participante que se afastar do trabalho por motivo de doença ou acidente de trabalho. Renda Mensal por Invalidez: renda decorrente do saldo de conta e do crédito adicional proveniente da conta coletiva. Pensão por Morte: Em caso de falecimento do participante, os beneficiários indicados pelo mesmo receberão a renda decorrente da conta acumulada pelo participante, incluindo o crédito adicional da conta coletiva. Carência: os benefícios de risco têm carência de 12 meses, exceto para acidente do trabalho.

29 Adesão ao Plano CV Prevdata II

30 Como fazer a adesão ao plano Saber o valor das contribuições e projetar os benefícios é simples! Acesse

31 Como fazer a adesão ao plano Importante! Ao aderir ao CV-Prevdata II, o participante deve optar por uma das tabelas de tributação, o que vai gerar impactos somente no futuro no pagamento do benefício ou resgate: Tabela Progressiva x Regressiva do Imposto de Renda Progressiva: regime de tributação ao qual estamos submetidos, obrigatório para rendimentos superiores a R$ 1.637,11; Regressiva: opção de regime de tributação de acordo com o prazo de acumulação de recursos (35% a 10%). Tributação exclusiva.

32 Opções diante do desligamento da patrocinadora

33 Opções no desligamento da empresa (Institutos Previdenciários) Manter-se no Plano Autopatrocínio Benefício Proporcional Diferido (BPD) Desligar-se do Plano Portabilidade Resgate

34 Opções no desligamento da empresa (Institutos Previdenciários) Autopatrocínio Possibilidade de manter sua inscrição no plano, tendo rescindido o contrato de trabalho com a Patrocinadora. A nova contribuição será composta pela contribuição do participante + a contribuição da Patrocinadora. Condições: cessar o vínculo empregatício com a Patrocinadora. Por exemplo: Contribuição de Participantes Contribuição de Patrocinadora Total a pagar R$ 281 Reduzindo em 30%... R$ 281 R$ 562 R$ 197 R$ 197 R$ 394

35 Opções no desligamento da empresa (Institutos Previdenciários) Benefício Proporcional Diferido (BPD) Possibilidade de manter sua inscrição no plano após perda do vínculo empregatício com a Patrocinadora, sem obrigação de realizar novas contribuições. Consiste em uma Renda Mensal Programada, proporcional ao saldo acumulado. Condições: cessar o vínculo empregatício com a Patrocinadora; ter no mínimo 36 meses de vinculação ao plano. O que acontece: participante fica em diferimento, esperando o momento de iniciar o recebimento do benefício; não faz contribuições mensais; deduz de sua conta o custeio administrativo; pode fazer aportes e contribuições adicionais, para aumentar benefício futuro e pagar menor imposto de renda.

36 Opções no desligamento da empresa (Institutos Previdenciários) Portabilidade É a transferência de recursos (100% da conta de participante e 100% de Patrocinadora) para outro plano de previdência, sem pagar Imposto de Renda. Condições: cessar o vínculo empregatício com a Patrocinadora; ter no mínimo 36 meses de vinculação ao plano; não estar em gozo de qualquer benefício previsto no plano. Mas, atenção! Recurso portado de EFPC para EAPC não pode ser resgatado, devendo se transformar em renda.

37 Opções no desligamento da empresa (Institutos Previdenciários) Resgate Resgate total da conta do participante, acrescido de até 90% da conta da patrocinadora (1% a cada mês de plano). (até 100% para Condições: fundadores) cessar o vínculo empregatício com a Patrocinadora; não estar em gozo de qualquer benefício previsto no plano. Conta de participante Total da conta R$ 1000 Conta de patrocinadora R$ 1000 X 36% A resgatar R$ 1000 R$ 360 Resgate bruto R$ 1360 Imposto de Renda R$ 204 Líquido R$ 1156 Participante com 36 meses de plano

38 Patrimônio e Rentabilidade

39 FALANDO EM RENTABILIDADE... (até setembro/2012) Patrimônio Plano CV PREVDATA II 12 ag o/ 2 m ai /1 2 v/ 1 fe 11 v/ no 11 o/ ag 1 m ai /1 1 v/ 1 fe v/ 10 no 10 o/ ag 0 m ai /1 10 v/ fe 9 v/ 0 no 09 o/ ag 9 m ai /0 fe v/ ,12

40 1 / , /1 9 / , /2 0 5 / , /2 0 1 /2 0 1 / , /1 9 /2 0 7 / , /2 0 3 /2 0 1 / ,2075 1, /2 0 9 /2 0 7 /2 0 5 /2 0 3 / , /1 1 /2 0 1 /2 0 9 /2 0 7 / , /1 5 /2 0 3 /2 0 1,0000 EVOLUÇÃO DAS COTAS Plano CV Prevdata II 1,5502 1,5131 1,4875 1,4158 1,3633 1,3223 1,2542 1,1190 1,0766 1,0000 1,0125

41 POLÍTICA DE INVESTIMENTOS Plano CV PREVDATA II Renda Fixa Renda Variável Imóveis Empréstimos Estruturados

42 RENTABILIDADE X META ATUARIAL (acumulado) (INPC + 6% a.a.) até setembro ,00% 60,00% 50,00% 40,00% 62,48% 30,00% 50,62% 20,00% 10,00% At ua M et a R en ta b ili da de ria l 0,00%

43 Rentabilidade dos segmentos até setembro 2012 Plano CV Prevdata II 15,00 12,00 11,86 10,82 9,46 9,00 10,07 8,76 3,00-0,10 Re nd ix af a R d en e ir áv a av l pr m E és os m ti Es t ru tu s do a r 6,00 0,00 oc n a Pl V M a et A l ri a a tu -3,00

44 RENTABILIDADE X META ATUARIAL 2009 a set2012 Comparativo dos Planos PRV(BD) e CV da Prevdata com planos de outras entidades (adaptado de relatório da consultoria RiskOffice) 55,00 50,00 50,23 45,00 40,00 47,77 46,08 45,75 40,34 35,00 35,47 30,00 25,00 28,52 20,00 15,00 10,00 5,00 + 6% CD I IN PC M ed ian a Pl an os CV BD Pl an os M ed ian a Pl an os do s M ed ian a Pl an o CV Pl an o Pr ev da ta II PR V 0,00

45 A seguir... principais dúvidas no atendimento

46

Pense no seu futuro! Plano de Contribuição Variável CV - Prevdata II

Pense no seu futuro! Plano de Contribuição Variável CV - Prevdata II Pense no seu futuro! Plano de Contribuição Variável CV - Prevdata II A Prevdata É uma Entidade Fechada de Previdência Complementar, que tem por finalidade a instituição e administração de planos de benefícios

Leia mais

Plano CV Prevdata. Conheça mais sobre o seu Plano de Previdência Complementar

Plano CV Prevdata. Conheça mais sobre o seu Plano de Previdência Complementar Plano CV Prevdata Conheça mais sobre o seu Plano de Previdência Complementar A entidade Nossos números Patrimônio de R$ 1,1 bilhão (dez/2016) 2 planos de benefícios e plano de gestão administrativa 36

Leia mais

Programa de Previdência Complementar ArcelorMittal Brasil. ArcelorMittal Brasil

Programa de Previdência Complementar ArcelorMittal Brasil. ArcelorMittal Brasil Programa de Previdência Complementar ArcelorMittal Brasil ArcelorMittal Brasil 1 Porque ter um Plano de Previdência Complementar? 2 O Novo Programa de Previdência Complementar ArcelorMittal Brasil Conheça

Leia mais

Regime de Tributação de Imposto de Renda

Regime de Tributação de Imposto de Renda Apresentação O INFRAPREV elaborou esta cartilha com o objetivo de orientar o participante na escolha do regime de tributação quando do ingresso no seu Plano de Contribuição Variável. Com a publicação da

Leia mais

Valor máximo: R$ 4.663,75 (2015) Benefícios variáveis, dependendo do valor acumulado pelo servidor

Valor máximo: R$ 4.663,75 (2015) Benefícios variáveis, dependendo do valor acumulado pelo servidor Valor máximo: R$ 4.663,75 (2015) Benefícios variáveis, dependendo do valor acumulado pelo servidor De servidor para servidor Conhecemos o dia a dia de quem trabalha para mover o estado mais importante

Leia mais

Plano de Contribuição Definida

Plano de Contribuição Definida Plano de Contribuição Definida Gerdau Previdência CONHEÇA A PREVIDÊNCIA REGIME DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR Oferecido pelo setor privado, com adesão facultativa, tem a finalidade de proporcionar uma proteção

Leia mais

Com a Previdência Associativa

Com a Previdência Associativa O Painel O Sinergismo do Sistema Unicred Com a Previdência Associativa A Visão do Cooperado Negócio ou Benefício Gilberto Rodrigues Pinto Central RJ/MT A Realidade dos Aposentados No Brasil A Realidade

Leia mais

Guia do Participante

Guia do Participante Guia do Participante Guia do Participante Aqui estão reunidas as principais informações sobre os benefícios que o PCV Plano de Contribuição Variável lhe oferece, apresentadas de forma simples. Como procuramos

Leia mais

Entenda mais sobre. Plano Copasa (BD)

Entenda mais sobre. Plano Copasa (BD) Entenda mais sobre O Plano Copasa (BD) Apresentação Senhor (a) Participante: Ao publicar este material, a Fundação Libertas tem por objeto facilitar o entendimento e a disseminação dos principais dispositivos

Leia mais

TELOS. Fundação Embratel de Seguridade Social. Lei 11.053: institui novo tratamento fiscal para a Previdência Complementar

TELOS. Fundação Embratel de Seguridade Social. Lei 11.053: institui novo tratamento fiscal para a Previdência Complementar TELOS Fundação Embratel de Seguridade Social Lei 11.053: institui novo tratamento fiscal para a Previdência Complementar Introdução Esta apresentação tem por objetivo esclarecer os principais aspectos

Leia mais

Plano de Benefícios CV-03

Plano de Benefícios CV-03 1/8 Plano de Benefícios CV-03 Cuidar do seu futuro é o nosso negócio! 2/8 1 Características do Plano É um plano de benefícios da modalidade de Contribuição Variável, de caráter previdenciário cujos benefícios

Leia mais

CARTILHA DO PLANO DE BENEFÍCIOS

CARTILHA DO PLANO DE BENEFÍCIOS CARTILHA DO PLANO DE BENEFÍCIOS Esta cartilha traz informações e dicas, de forma simples e clara, para que você conheça as vantagens que o seu plano de previdência oferece. Leia com atenção e comece a

Leia mais

Fundação Francisco Martins Bastos Informações gerais. Controladora Participantes Refinaria Ativos

Fundação Francisco Martins Bastos Informações gerais. Controladora Participantes Refinaria Ativos Fundação Francisco Martins Bastos Informações gerais Controladora Participantes Refinaria Ativos Agenda Conceitos gerais Estrutura da aquisição do Grupo Ipiranga e distribuição das empresas nos novos controladores

Leia mais

Perguntas e respostas sobre a instituição do Regime de Previdência Complementar para os servidores públicos da União

Perguntas e respostas sobre a instituição do Regime de Previdência Complementar para os servidores públicos da União Perguntas e respostas sobre a instituição do Regime de Previdência Complementar para os servidores públicos da União 1) O que é o Regime de Previdência Complementar? É um dos regimes que integram o Sistema

Leia mais

MANUAL DE ORGANIZAÇÃO ELETROS Norma Regulamentadora Empréstimo Financeiro Plano CD-Eletrobrás

MANUAL DE ORGANIZAÇÃO ELETROS Norma Regulamentadora Empréstimo Financeiro Plano CD-Eletrobrás 1 FINALIDADE 1.1 Esta Norma estabelece as condições e os procedimentos para a concessão de ao participante ativo, ao participante assistido ou beneficiário (pensionista), ao participante autopatrocinador

Leia mais

Prezado Participante,

Prezado Participante, 1 Prezado Participante, Você que foi admitido na Bayer S.A. até 30 de junho de 2004 e aderiu automaticamente ao plano da Previbayer, terá a oportunidade de relembrar nas próximas páginas aspectos relevantes

Leia mais

Objetivo. Oferecer informações claras e precisas sobre Previdência.

Objetivo. Oferecer informações claras e precisas sobre Previdência. Objetivo Oferecer informações claras e precisas sobre Previdência. Entender o quão importante é fazer um plano de Previdência complementar/privada para seus clientes. Derrubar o mito de que plano de Previdência

Leia mais

23) Como o Participante pode acompanhar o saldo das suas contribuições?... Pág. 19 24) Quais os Benefícios que o MoedaPrev oferece?... Pág.

23) Como o Participante pode acompanhar o saldo das suas contribuições?... Pág. 19 24) Quais os Benefícios que o MoedaPrev oferece?... Pág. ÍNDICE Apresentação 1) O que é a CIFRÃO?... Pág. 5 2) Por que a CIFRÃO é uma entidade fechada?... Pág. 5 3) A CIFRÃO pode administrar dois planos de benefícios diferentes?... Pág. 6 4) Como a CIFRÃO é

Leia mais

Saiba mais sobre seu plano

Saiba mais sobre seu plano Saiba mais sobre seu plano Plano Funbep I 1 Índice A proteção da previdência complementar... 03 As contribuições para o plano... 04 Em caso de desligamento... 06 Na hora da aposentadoria... 09 Cuide bem

Leia mais

Aprovado pela Portaria nº 155 de 29/03/2011 DOU 31/03/2011

Aprovado pela Portaria nº 155 de 29/03/2011 DOU 31/03/2011 Aprovado pela Portaria nº 155 de 29/03/2011 DOU 31/03/2011 Artigo 18 Ao Participante que tiver completado 50 (cinqüenta) anos de idade após ter cumprido a carência de 120 (cento e vinte) meses de contribuições

Leia mais

REGIUS SOCIEDADE CIVIL DE PREVIDÊNCIA PRIVADA

REGIUS SOCIEDADE CIVIL DE PREVIDÊNCIA PRIVADA 1/5 Plano de Benefícios CD-02 Cuidar do seu futuro é o nosso negócio! 2/5 1 Por que foi criado o Plano CD-02? O Plano CD-02 foi desenhado no modelo de Contribuição Definida, um plano totalmente individual,

Leia mais

Manual do Participante

Manual do Participante Manual do Participante Plano de Benefícios SEESPPREV SUMÁRIO O que é o SEESPPREV?... 3 Quem pode participar do SEESPPREV?... 3 Como se inscrever no SEESPPREV?... 3 Quais as contribuições previstas para

Leia mais

Renda Vitalícia por Aposentadoria por SRB - INSS Benefício Definido Capitalização Crédito Unitário Projetado Invalidez (1)

Renda Vitalícia por Aposentadoria por SRB - INSS Benefício Definido Capitalização Crédito Unitário Projetado Invalidez (1) PARECER ATUARIAL PLANO DE BENEFÍCIOS REB 2002 AVALIAÇÃO ANUAL 2005 Fl. 1/6 ENTIDADE SIGLA: FUNCEF 1 CÓDIGO: 01523 2 RAZÃO SOCIAL: FUNCEF-FUNDAÇÃO DOS ECONOMIÁRIOS FEDERAIS 18 3 PLANO NOME DO PLANO: REB

Leia mais

PLANO MULTIFUTURO II

PLANO MULTIFUTURO II PLANO MULTIFUTURO II Sumário Apresentação... 05 Participantes... 07 Contribuições... 09 Institutos... 13 Benefícios... 19 3 Apresentação Prezado participante, Este manual explica, em linguagem simples,

Leia mais

PSS Seguridade Social

PSS Seguridade Social 2014 PSS Seguridade Social Manual do Participante Apresentação É com satisfação que registramos seu nome no quadro de Participantes da PSS. A adesão a uma Entidade de Previdência Complementar representa

Leia mais

ÍNDICE. 1. Tabela Progressiva - a partir de Abril/2015... 2. 2. Exemplos Práticos... 3. 2.1. Declarante 1 Empregador pessoa física...

ÍNDICE. 1. Tabela Progressiva - a partir de Abril/2015... 2. 2. Exemplos Práticos... 3. 2.1. Declarante 1 Empregador pessoa física... ÍNDICE 1. Tabela Progressiva - a partir de Abril/2015.... 2 2. Exemplos Práticos... 3 2.1. Declarante 1 Empregador pessoa física... 3 2.2. Declarante 2 Rendimento pago ao exterior Fonte pagadora pessoa

Leia mais

Prof. Cid Roberto. Sistema de Seguros Privados, Previdência Complementar Aberta e Títulos de Capitalização

Prof. Cid Roberto. Sistema de Seguros Privados, Previdência Complementar Aberta e Títulos de Capitalização Conhecimentos Bancários e Atualidades do Mercado Financeiro Prof. Cid Roberto Grupo Conhecimentos Bancários no Google http://goo.gl/gbkij Comunidade Conhecimentos Bancários (orkut) http://goo.gl/4a6y7

Leia mais

Cartilha do Plano TELEMARPREV

Cartilha do Plano TELEMARPREV Cartilha do Plano TELEMARPREV Elaborada com base no Regulamento do TelemarPrev aprovado pela SPC, mediante ofício nº 342 SPC/DETEC/CGAT, de 26/01/2010. ATLÂNTICO 2 Bem-vindo ao TelemarPrev Esta cartilha

Leia mais

Material Explicativo. Plano de Benefícios Agilent

Material Explicativo. Plano de Benefícios Agilent Material Explicativo Plano de Benefícios Agilent Novembro 2012 As informações deste material visam cumprir a legislação aplicável e dar aos participantes uma idéia geral e resumida das alterações promovidas

Leia mais

SALÁRIO DE CONTRIBUIÇÃO, SALÁRIO DE BENEFÍCIO E RENDA MENSAL INICIAL CONCEITOS Professor: Anderson Castelucio CONCEITOS DE SALÁRIO DE CONTRIBUIÇÃO Art. 214. Entende-se por salário-de-contribuição: I -

Leia mais

APRESENTAÇÃO DEFINIÇÃO. O que é o Plano de Contribuição Definida CD

APRESENTAÇÃO DEFINIÇÃO. O que é o Plano de Contribuição Definida CD APRESENTAÇÃO Esta cartilha tem o objetivo de informá-lo, de forma simples e precisa, sobre os principais pontos do Plano SERGUS de Benefícios na modalidade de Contribuição Definida (CD), baseado no seu

Leia mais

GERÊNCIA EXECUTIVA DO INSS EM JUNDIAÍ APOSENTADORIAS X ALTERAÇÕES

GERÊNCIA EXECUTIVA DO INSS EM JUNDIAÍ APOSENTADORIAS X ALTERAÇÕES GERÊNCIA EXECUTIVA DO INSS EM JUNDIAÍ APOSENTADORIAS X ALTERAÇÕES 1 MODALIDADES APOSENTADORIA POR IDADE (urbana, rural e mista) APOSENTADORIA POR TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO (comum, especial e mista) LC142 (por

Leia mais

MUTUOPREV ENTIDADE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR

MUTUOPREV ENTIDADE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR MUTUOPREV ENTIDADE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR 1. CONSTITUÍDA NOS TERMOS DA LEI COMPLEMENTAR 109 DE 29.05.2001, SEM FINS LUCRATIVOS, COM AUTONOMIA ADMINISTRATIVA E PERSONALIDADE JURÍDICA DE DIREITO PRIVADO.

Leia mais

ENAP - Brasília-DF, 30 de abril de 2014. ExecPrev. Plano de Previdência Complementar do Servidor Público Federal

ENAP - Brasília-DF, 30 de abril de 2014. ExecPrev. Plano de Previdência Complementar do Servidor Público Federal ENAP - Brasília-DF, 30 de abril de 2014 ExecPrev Plano de Previdência Complementar do Servidor Público Federal 1 2 Adesão Ingresso no Serviço Público Adesão à Funpresp Acumulação Formação da Poupança Previdenciária

Leia mais

CAMPANHA DE ADESÃO PLANO SERGUS CD

CAMPANHA DE ADESÃO PLANO SERGUS CD CAMPANHA DE ADESÃO PLANO SERGUS CD SISTEMA PREVIDENCIARIO NO BRASIL Previdência no Brasil Regimento Geral (INSS) Previdência Complementar Regimento Próprio Servidores Públicos Entidade Aberta Entidade

Leia mais

SALÁRIO DE CONTRIBUIÇÃO

SALÁRIO DE CONTRIBUIÇÃO CÁLCULOS SALÁRIO DE CONTRIBUIÇÃO CONCEITO: é o valor que serve de base de cálculo para incidência das alíquotas das contribuições previdenciárias (fonte de custeio) e para o cálculo do salário benefício.

Leia mais

Em cada aniversário...

Em cada aniversário... Em cada aniversário... Muitos anos de vida! Expectativa de vida Expectativa de vida Em 2050, 25% da população terá mais de 60 anos. Vale a pena ficar velho? Ao mesmo tempo que ficamos felizes com a LONGEVIDADE,

Leia mais

MANUAL DE APOSENTADORIA DEFINIÇÕES / INFORMAÇÕES

MANUAL DE APOSENTADORIA DEFINIÇÕES / INFORMAÇÕES MANUAL DE APOSENTADORIA DEFINIÇÕES / INFORMAÇÕES A PREVIDÊNCIA SOCIAL É uma forma de seguro coletivo de caráter contributivo em que todos contribuem com uma parcela de seu salário e de filiação obrigatória.

Leia mais

CONVERGÊNCIA DE REGIMES PREVIDENCIÁRIOS. DÉCIO BRUNO LOPES Vice Presidente de ssuntos da Seguridade Social MAIO/2016

CONVERGÊNCIA DE REGIMES PREVIDENCIÁRIOS. DÉCIO BRUNO LOPES Vice Presidente de ssuntos da Seguridade Social MAIO/2016 CONVERGÊNCIA DE REGIMES PREVIDENCIÁRIOS DÉCIO BRUNO LOPES Vice Presidente de ssuntos da Seguridade Social MAIO/2016 . CONVERGÊNCIA DE REGIMES PREVIDENCIÁRIOS REPORTANDO-SE À ÉPOCA DOS INSTITUTOS DE APOSENTADORIA

Leia mais

Página 1 de 8 FOLHA DE ENCAMINHAMENTO DO 1 ENTIDADE 4- NÚMERO DE PLANOS: 32 5- PLANOS 6- APROVAÇÃO 7- INÍCIO 19.820.015-18 - PLANO DE BENEFÍCIOS I - FNTTA 12- OBSERVAÇÕES: ENTIDADE DADOS DOS PLANOS 8-

Leia mais

MANUA L DO PARTI C I PANT E

MANUA L DO PARTI C I PANT E MANUA L DO PARTI C I PANT E Esta cartilha foi criada para, de forma simples, clara e prática, oferecer informações a respeito do Plano de Previdência Complementar dos Servidores do Estado do Rio de Janeiro

Leia mais

Plano Misto de Benefícios Previdenciários nº 1 COSIprev Previdência Usiminas Mineração Usiminas S.A.

Plano Misto de Benefícios Previdenciários nº 1 COSIprev Previdência Usiminas Mineração Usiminas S.A. Parecer Atuarial Para fins da avaliação atuarial referente ao exercício de 2012, referente à patrocinadora Mineração Usiminas S.A. do Plano Misto de Benefícios Previdenciários nº 1 COSIprev administrado

Leia mais

Folheto explicativo PLANO D

Folheto explicativo PLANO D Folheto explicativo PLANO D Benefícios do plano Como participante do Plano D, você conta com esses benefícios: Benefícios Aposentadoria Normal Condições necessárias para receber o benefício Desligar-se

Leia mais

APOSENTADORIA POR TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO

APOSENTADORIA POR TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO CONTRIBUIÇÃO CONTRIBUIÇÃO Legislação Artigo 201, 7º, I, da CF Artigo 52 a 56 Lei 8213/91 Artigo 56 a 63 Decreto 3048/99 Artigo 234 a 245, da IN 77/2015 CONTRIBUIÇÃO Conceito É o benefício devido ao segurado

Leia mais

Educação Previdenciária Previdência Privada. Aula 4

Educação Previdenciária Previdência Privada. Aula 4 Educação Previdenciária Previdência Privada Aula 4 2017 Agenda: Previdência Complementar Entidade Aberta de Previdência Complementar Entidade Fechada de Previdência Complementar Previdência Complementar

Leia mais

REFORMA DA PREVIDÊNCIA

REFORMA DA PREVIDÊNCIA MPS Ministério da Previdência Social SPS Secretaria de Previdência Social REFORMA DA PREVIDÊNCIA Regra Atual, PEC n.º 40/03, Substitutivo da Comissão Especial de Reforma da Previdência, Cenários e Projeções

Leia mais

Novo Plano de Contribuição Definida -CD

Novo Plano de Contribuição Definida -CD Previ-Siemens Novo Plano de Contribuição Definida -CD Protection notice / Copyright notice Agenda A Importância de um plano de previdência Plano de Aposentadoria CD -Previ-Siemens Contribuições Procedimentos

Leia mais

COMPREV FUNDAÇÃO COMPESA DE PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS DA COMPREV Nº 02-A SEÇÃO I DEFINIÇÕES

COMPREV FUNDAÇÃO COMPESA DE PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS DA COMPREV Nº 02-A SEÇÃO I DEFINIÇÕES REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS DA COMPREV Nº 02-A SEÇÃO I DEFINIÇÕES 1. No Plano de Benefícios Previdenciários nº 02-A, que corresponde ao Plano de Benefícios nº 02 adaptado às Leis

Leia mais

Folheto explicativo PLANO A

Folheto explicativo PLANO A Folheto explicativo PLANO A Como está o seu planejamento para a aposentadoria? Você já parou para pensar que a vida está passando rápido demais? A gente sabe que ao longo dos anos muitas prioridades surgem

Leia mais

A importância da PREVIDÊNCIA FECHADA

A importância da PREVIDÊNCIA FECHADA A importância da PREVIDÊNCIA FECHADA PARA OS PARTICIPANTES: manutenção, na aposentadoria, de padrão de renda próximo ao do período em atividade; formação de uma poupança de longo prazo; segurança, mesmo

Leia mais

Fundação Assistencial dos Empregados da Cesan - FAECES. Cartilha do Plano de Benefícios II. Cartilha do Plano de Benefícios II

Fundação Assistencial dos Empregados da Cesan - FAECES. Cartilha do Plano de Benefícios II. Cartilha do Plano de Benefícios II Cartilha do Plano de Benefícios II 1 Apresentação Esta cartilha foi elaborada para apresentar, de forma simples e direta, a previdência complementar e as principais características do Plano de Benefícios

Leia mais

SUMÁRIO. Capítulo 1 A seguridade social no Brasil... 17

SUMÁRIO. Capítulo 1 A seguridade social no Brasil... 17 SUMÁRIO Capítulo 1 A seguridade social no Brasil... 17 1. Evolução hist rica e composição... 17 2. Definição e natureza jurídica... 18 3. Competência legislativa... 19 4. Princípios informadores... 20

Leia mais

TABELAS EXPLICATIVAS DAS DIFERENTES NORMAS E POSSIBILIDADES DE APOSENTADORIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL RPPS

TABELAS EXPLICATIVAS DAS DIFERENTES NORMAS E POSSIBILIDADES DE APOSENTADORIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL RPPS TABELAS EXPLICATIVAS DAS DIFERENTES NORMAS E POSSIBILIDADES DE DOS SERVIDORES PÚBLICOS REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL RPPS INGRESSO NO SERVIÇO PÚBLICO ATÉ 19 DE DEZEMBRO DE 2003 Professora por tempo

Leia mais

Práticas Atuariais em Seguros e Pensões. 10. Previdência Thaís Paiva

Práticas Atuariais em Seguros e Pensões. 10. Previdência Thaís Paiva Práticas Atuariais em Seguros e Pensões 10. Previdência Thaís Paiva thaispaiva@est.ufmg.br Seguridade Social Fonte: slides de Paulo Josef Gouvêa da Gama/Rodarte Nogueira Práticas Atuariais 10. Previdência

Leia mais

mpany.com any

mpany.com any APOSENTADORIA Dos 22,3 milhões de brasileiros com mais de 60 anos, perto de 3,3 milhões, mesmo aposentados, continuam trabalhando? 39,1% dos brasileiros aposentados, entre 60 e 69 anos, ainda trabalham?

Leia mais

Manual do Aposentado e Pensionista EBC Prev. Plano de Benefícios da EBC Empresa Brasil de Comunicação

Manual do Aposentado e Pensionista EBC Prev. Plano de Benefícios da EBC Empresa Brasil de Comunicação Manual do Aposentado e Pensionista Prev Plano de Benefícios da Empresa Brasil de Comunicação SUMÁRIO Qual é o significado de Aposentado e Pensionista?...3 Quando é realizado o pagamento das parcelas do

Leia mais

Nosso futuro, nossa responsabilidade. TRANQUILIDADE. A GENTE QUIS DIZER TUDO NUM OLHAR.

Nosso futuro, nossa responsabilidade. TRANQUILIDADE. A GENTE QUIS DIZER TUDO NUM OLHAR. Nosso futuro, nossa responsabilidade. TRANQUILIDADE. A GENTE QUIS DIZER TUDO NUM OLHAR. OS OLHOS SÃO A JANELA DA ALMA. SÃO TAMBÉM O ESPELHO DO NOSSO FUTURO. Um futuro tranquilo. Este é o desejo de muita

Leia mais

Plano de Aposentadoria SolvayPrev Incorporação Legado Cytec

Plano de Aposentadoria SolvayPrev Incorporação Legado Cytec Plano de Aposentadoria SolvayPrev Incorporação Legado Cytec Quem somos? Entidade Fechada de Previdência Complementar que administra os Planos de Previdência dos empregados do Grupo Rhodia. Plano SolvayPrev

Leia mais

Folheto explicativo PLANO D

Folheto explicativo PLANO D Folheto explicativo PLANO D Como está o seu planejamento para a aposentadoria? Plano D Previ Novartis Veja algumas vantagens do plano: 1 2 Flexibilidade para planejar o seu futuro; Contrapartida da empresa

Leia mais

cuide do seu futuro! E o mais importante, faça com que os seus dependentes tenham conhecimento do conteúdo desta publicação.

cuide do seu futuro! E o mais importante, faça com que os seus dependentes tenham conhecimento do conteúdo desta publicação. 1 cuide do seu futuro! Esta cartilha foi criada para oferecer informações objetivas sobre previdência, plano de benefício do INFRAPREV e a importância de poupar para ter um futuro melhor. Com o INFRAPREV,

Leia mais

Práticas Atuariais em Seguros e Pensões. 10. Previdência Thaís Paiva

Práticas Atuariais em Seguros e Pensões. 10. Previdência Thaís Paiva Práticas Atuariais em Seguros e Pensões 10. Previdência Thaís Paiva thaispaiva@est.ufmg.br Seguridade Social Fonte: slides de Paulo Josef Gouvêa da Gama/Rodarte Nogueira Práticas Atuariais 10. Previdência

Leia mais

Aportes Esporádicos e Contribuições Únicas. 2ª a 12ª. 1% sobre contribuição

Aportes Esporádicos e Contribuições Únicas. 2ª a 12ª. 1% sobre contribuição Rio de Janeiro, 3 de julho de 2008 Ref.: Comissionamento Corretores Segue a atualização dos percentuais de comissões previstos para os produtos abaixo relacionados, válidos para propostas implantadas a

Leia mais

INSTRUÇÃO CONJUNTA Nº. 2, DE XXX DE XXXXXXXXXX DE 2016.

INSTRUÇÃO CONJUNTA Nº. 2, DE XXX DE XXXXXXXXXX DE 2016. INSTRUÇÃO CONJUNTA Nº. 2, DE XXX DE XXXXXXXXXX DE 2016. Estabelece as regras a serem observadas pelas sociedades seguradoras e entidades fechadas de previdência complementar para transferência de riscos

Leia mais

O que você precisa saber sobre a migração de regime de previdência

O que você precisa saber sobre a migração de regime de previdência O que você precisa saber sobre a migração de regime de previdência Os servidores vinculados a regras de aposentadoria da integralidade/paridade (ingresso no serviço público até 31/12/2003) ou média/reajustes

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BNP PARIBAS DIVIDENDOS FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO AÇÕES CNPJ/MF:

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BNP PARIBAS DIVIDENDOS FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO AÇÕES CNPJ/MF: LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BNP PARIBAS DIVIDENDOS FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO AÇÕES CNPJ/MF: Informações referentes a Dezembro de 2014 Esta lâmina contém um resumo

Leia mais

O que você precisa saber sobre a migração de regime de previdência

O que você precisa saber sobre a migração de regime de previdência O que você precisa saber sobre a migração de regime de previdência Os servidores vinculados a regras de aposentadoria da integralidade/paridade (ingresso no serviço público até 31/12/2003) ou média/reajustes

Leia mais

CARTILHA EXPLICATIVA

CARTILHA EXPLICATIVA CARTILHA EXPLICATIVA QUEM É A DATUSPREV? A DATUSPREV é uma Entidade Fechada de Previdência Complementar que tem por objetivo administrar o Plano de Benefícios CIASCPREV, instituído pelo CIASC para seus

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BRADESCO FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES DIVIDENDOS 06.916.384/0001-73. Informações referentes a Julho de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BRADESCO FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES DIVIDENDOS 06.916.384/0001-73. Informações referentes a Julho de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BRADESCO FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES DIVIDENDOS 06.916.384/0001-73 Informações referentes a Julho de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais

Leia mais

RESUMO ALÍQUOTAS - CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS

RESUMO ALÍQUOTAS - CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS RESUMO ALÍQUOTAS - CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS - DAS EMPRESAS EM GERAL, sobre: Folha de Pagamento (EMP./AVULSOS) 20% Remunerações pagas aos CI 20% Terceiros (EMP./AVULSOS) 5,8% RAT (EMP./AVULSOS) 1% (leve) 2%

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BRADESCO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO ADVANCED 01.919.

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BRADESCO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO ADVANCED 01.919. LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BRADESCO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO ADVANCED 01.919.660/0001-33 Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém

Leia mais

Boa leitura! Flexibilidade para planejar o seu futuro; Contrapartida da empresa sobre as suas contribuições;

Boa leitura! Flexibilidade para planejar o seu futuro; Contrapartida da empresa sobre as suas contribuições; PLANO A Você já parou para pensar que a vida está passando rápido demais? A gente sabe que ao longo dos anos muitas prioridades surgem e que isso muda o tempo todo, mas não deixe pra pensar no seu futuro

Leia mais

Cartilha do Plano PrevSIAS

Cartilha do Plano PrevSIAS Sociedade Ibgeana de Assistência e Seguridade Cartilha do Plano PrevSIAS Plano de Aposentadoria SIAS Instituidor Associação dos Funcionários da SIAS - AFUSI JULHO DE 2013 MENSAGEM DA SIAS Prezado(a) Sr(a).,

Leia mais

Os resultados da avaliação atuarial estão posicionados em 31/12/2012.

Os resultados da avaliação atuarial estão posicionados em 31/12/2012. Parecer Atuarial Para fins da avaliação atuarial referente ao exercício de 2012 do Plano de Benefício Definido PBD administrado pela Previdência Usiminas, em razão da incorporação da Fundação Cosipa de

Leia mais

FUNDAÇÃO TECHNOS. O presente para o seu futuro

FUNDAÇÃO TECHNOS. O presente para o seu futuro FUNDAÇÃO TECHNOS O presente para o seu futuro ASSUNTOS: - A Previdência no Brasil; - Organograma da Technos; - Vantagens para os funcionários; - Histórico de Rentabilidade; - Controle e Fiscalização; -

Leia mais

SUMÁRIO Capítulo 1 Seguridade Social e a Previdência Social

SUMÁRIO Capítulo 1 Seguridade Social e a Previdência Social S UMÁRIO Capítulo 1 Seguridade Social e a Previdência Social... 1 1.1. Seguridade Social... 1 1.1.1. A Saúde... 2 1.1.2. A Assistência Social... 5 1.1.3. A Previdência Social... 10 1.1.3.1. Natureza jurídica

Leia mais

Plano TelebrásPrev. Junho/15

Plano TelebrásPrev. Junho/15 Junho/15 Benefícios programados na modalidade de Contribuição Variável (CV); Benefício programado determinado de acordo com capitalização dos recursos vertidos pelos Participantes e Patrocinador, acumulados

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO DE

REGULAMENTO DO PLANO DE REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS DO ADVOGADO PREVER REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS DO ADVOGADO PREVER CAPÍTULO I - DO OBJETO... 2 CAPÍTULO II - DAS DEFINIÇÕES... 2

Leia mais

O que você quer ser quando envelhecer

O que você quer ser quando envelhecer O que você quer ser quando envelhecer Entenda como funciona o Fundo de Pensão Multipatrocinado da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional do Rio Grande do Sul - OABPrev-RS. 2 01 02 03 O que é OABPrev-RS?

Leia mais

Adesão ao Plano de Benefícios HP

Adesão ao Plano de Benefícios HP Adesão ao Plano de Benefícios HP OBJETIVO DA HP PREV Proporcionar aos seus participantes a oportunidade de contribuir para a HP Prev e, juntamente com as contribuições da patrocinadora, formar uma renda

Leia mais

CARTILHA PARA UM FUTURO MAIS SEGURO

CARTILHA PARA UM FUTURO MAIS SEGURO CARTILHA PARA UM FUTURO MAIS SEGURO PrevMais Para um futuro mais seguro O PrevMais é o plano de Previdência Complementar para os ex-funcionários do BNC, atual BB, e funcionários do Economus. Ser participante

Leia mais

Plano Misto de Benefícios Previdenciários nº 1 COSIprev Previdência Usiminas Usiminas Mecânica S.A.

Plano Misto de Benefícios Previdenciários nº 1 COSIprev Previdência Usiminas Usiminas Mecânica S.A. Parecer Atuarial Para fins da avaliação atuarial referente ao exercício de 2012, referente à patrocinadora Usiminas Mecânica S.A. do Plano Misto de Benefícios Previdenciários nº 1 COSIprev administrado

Leia mais

2º Semestre de

2º Semestre de 1 2 2º Semestre de 2010 Informações sobre a nova estrutura do Plano de Benefícios PreviSenac 3 Introdução: Este folheto é destinado aos participantes do Plano de Benefícios PreviSenac que, até a data da

Leia mais

RENDIMENTOS TRIBUTÁVEIS RECEBIDOS DE PESSOA FÍSICA E DO EXTERIOR PELOS DEPENDENTES

RENDIMENTOS TRIBUTÁVEIS RECEBIDOS DE PESSOA FÍSICA E DO EXTERIOR PELOS DEPENDENTES IDENTIFICAÇÃO DO CONTRIBUINTE Nome: CHIANG YING YI Data de Nascimento: 13/07/1974 Título Eleitoral: 281390630116 Houve mudança de endereço? Não Endereço: Rua VER. LUPERCIO DIAS DE CAMPOS Número: 61 BUENO

Leia mais

PLANO CELPOS CD. QUEM PODE ADERIR AO PLANO? Podem aderir, todos os empregados das patrocinadoras (Celpe e Celpos), com contrato de trabalho vigente.

PLANO CELPOS CD. QUEM PODE ADERIR AO PLANO? Podem aderir, todos os empregados das patrocinadoras (Celpe e Celpos), com contrato de trabalho vigente. PLANO CELPOS CD O QUE É O PLANO CELPOS CD? O Plano Misto I de Benefícios CELPOS CD é um plano de previdência complementar cujo benefício de aposentadoria programada é calculado de acordo com o saldo das

Leia mais

Folheto explicativo PLANO D

Folheto explicativo PLANO D Folheto explicativo PLANO D Como Como está está o seu seu planejamento planejamento para para a aposentadoria? aposentadoria? Você já parou para pensar que a vida está passando Você já parou rápido para

Leia mais

CARTILHA PLANO CELPOS CD

CARTILHA PLANO CELPOS CD CARTILHA PLANO CELPOS CD ORIGINAL PLUS O QUE É O PLANO CELPOS CD? O Plano Misto I de Benefícios CELPOS CD é um plano de previdência complementar cujo benefício de aposentadoria programada é calculado de

Leia mais

Folheto explicativo PLANO D

Folheto explicativo PLANO D Folheto explicativo PLANO D Como Como está está o seu seu planejamento planejamento para para a aposentadoria? aposentadoria? Você já parou para pensar que a vida está passando Você já parou rápido para

Leia mais

Plano TelebrásPrev. Junho/15

Plano TelebrásPrev. Junho/15 Plano TelebrásPrev Junho/15 Sumário O que é um Plano de Benefícios Conheça a Sistel Plano TelebrásPrev Regras Gerais Plano TelebrásPrev - Benefícios Plano TelebrásPrev - Custeio Plano TelebrásPrev - Institutos

Leia mais

Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios - Telefônica BD

Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios - Telefônica BD Demonstrativos Financeiros Relatório Anual 2014 Visão Prev Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios Telefônica BD Período: 2014 e 2013 dezembro R$ Mil Descrição 2014 2013 Variação (%) 1. Ativos

Leia mais

Sumário DEFINIÇÕES 05

Sumário DEFINIÇÕES 05 Sumário INTRODUÇÃO 04 DEFINIÇÕES 05 1. O que é um plano de previdência complementar? 05 2. O que é um Fundo de Pensão? 05 3. O que é a SÃO FRANCISCO? 05 4. O que é o Codeprev? 05 5. Quais são as modalidades

Leia mais

RENDIMENTOS TRIBUTÁVEIS RECEBIDOS DE PESSOA FÍSICA E DO EXTERIOR PELOS DEPENDENTES

RENDIMENTOS TRIBUTÁVEIS RECEBIDOS DE PESSOA FÍSICA E DO EXTERIOR PELOS DEPENDENTES IDENTIFICAÇÃO DO CONTRIBUINTE Nome: CHIANG YING YI Data de Nascimento: 13/07/1974 Título Eleitoral: 281390630116 Houve mudança de endereço? Não Endereço: Rua VER. LUPERCIO DIAS DE CAMPOS Número: 61 BUENO

Leia mais

Adendo ao livro MANUAL DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO Autor: Hugo Medeiros de Goes

Adendo ao livro MANUAL DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO Autor: Hugo Medeiros de Goes Adendo ao livro MANUAL DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO Autor: Hugo Medeiros de Goes 1. ERRATA Página 180 No primeiro parágrafo do item 2.10.1 (Beneficiários): Onde se lê: Os beneficiários da pensão por morte

Leia mais

ReabilitAÇÃO Profissional. e o Retorno do Trabalhador à Atividade Laborativa

ReabilitAÇÃO Profissional. e o Retorno do Trabalhador à Atividade Laborativa e o Retorno do Trabalhador à Atividade Laborativa Considerações Iniciais A Previdência Social é um seguro social, mediante contribuição previdenciária, com a finalidade de prover subsistência ao trabalhador,

Leia mais

Plano Misto de Benefícios Previdenciários nº 1 COSIprev Previdência Usiminas Usinas Siderúrgicas de Minas Gerais S.A.

Plano Misto de Benefícios Previdenciários nº 1 COSIprev Previdência Usiminas Usinas Siderúrgicas de Minas Gerais S.A. Plano Misto de Benefícios Previdenciários nº 1 COSIprev Previdência Usiminas Usinas Siderúrgicas de Minas Gerais S.A. Parecer Atuarial Para fins da avaliação atuarial referente ao exercício de 2012, referente

Leia mais

PONTO 1: Benefícios Previdenciários PONTO 2. Benefícios Assistenciais 1. BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS

PONTO 1: Benefícios Previdenciários PONTO 2. Benefícios Assistenciais 1. BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS 1 DIREITO PREVIDENCIÁRIO PONTO 1: Benefícios Previdenciários PONTO 2. Benefícios Assistenciais 1.1 AUXÍLIO DOENÇA 1. BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS Art. 59 e seguintes da Lei 8.213/91. Carência: 12 C.M. (regra).

Leia mais

1. Público - Alvo O FUNDO destina-se a receber aplicações de recursos pelo público em geral, desde que sejam clientes do Banco Citibank S.A.

1. Público - Alvo O FUNDO destina-se a receber aplicações de recursos pelo público em geral, desde que sejam clientes do Banco Citibank S.A. LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O FRANKLIN MAXI ACOES FUNDO DE INVESTIMENTO EM ACOES CNPJ: 09.217.033/0001-62 Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais

Leia mais

A previdência do servidor público e o impacto nas finanças estaduais

A previdência do servidor público e o impacto nas finanças estaduais A previdência do servidor público e o impacto nas finanças estaduais Carlos Henrique Flory Abril de 2014 A PREVIDÊNCIA DO SERVIDOR PÚBLICO ATÉ AS EMENDAS CONTITUCIONAIS DE 1998 E 2003: Mudança de ativo

Leia mais

PROJETO DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA E PREVIDENCIÁRIA

PROJETO DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA E PREVIDENCIÁRIA PROJETO DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA E PREVIDENCIÁRIA APRESENTAÇÃO COM A COLABORAÇÃO DO MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL E DA ABRAPP. DESENVOLVIDA PARA A 2ª SEMANA DA EDUCAÇÃO FINANCEIRA, REALIZADA ENTRE OS

Leia mais

CARTILHA DO PARTICIPANTE. O OABPREV/RS é uma Entidade Fechada de Previdência Complementar, criada para administrar planos de previdência.

CARTILHA DO PARTICIPANTE. O OABPREV/RS é uma Entidade Fechada de Previdência Complementar, criada para administrar planos de previdência. O que é o OABPREV/RS? CARTILHA DO PARTICIPANTE O OABPREV/RS é uma Entidade Fechada de Previdência Complementar, criada para administrar planos de previdência. Quem instituiu o OABPREV/RS? A Ordem dos Advogados

Leia mais