Art. 1º - Esta Lei altera dispositivos da Lei Municipal N.º 104/98 - Código Tributário Municipal -, e da outras providências.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Art. 1º - Esta Lei altera dispositivos da Lei Municipal N.º 104/98 - Código Tributário Municipal -, e da outras providências."

Transcrição

1 LEI MUNICIPAL N.º 119 / 99 De 15 de dezembro de Dispõe sobre alteração da Lei Municipal 104/98 - Código Tributário Municipal - e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE SEABRA, Estado da Bahia, no uso de suas atribuições legais, faço saber que a Câmara Legislativa Municipal Decreta e eu sanciono a seguinte Lei. Art. 1º - Esta Lei altera dispositivos da Lei Municipal N.º 104/98 - Código Tributário Municipal -, e da outras providências. Art. 2º - O art. 2º da Lei Municipal 104/98, passa a vigorar acrescido a alínea i no inciso II, com a seguinte redação: Art. 2º -... I -... a)... a)... b)... II -... a)... b)... c)... d)... e)... f)... g)... h)... i) Taxa de Inspeção Sanitária. PROJETO DE LEI Nº 119/99 1

2 Art. 3º - O art. 28 da Lei Municipal 104/98, passa a vigorar acrescido o 4º, com a seguinte redação: Art I -... II -... III -... a)... b)... 1º... 2º... 3º.. 4º - Não sendo possível ao Fisco deduzir os valores dos materiais fornecidos pelos serviços prestados ou deduzir os valores subempreitadas já tributados de que trata as alíneas a e b do inciso III deste artigo, será considerado como prestação de Serviços o percentual de 40% (quarenta por cento) do valor total da obra, sobre o qual será aplicado a alíquota correspondente do Imposto Sobre Serviços ISS, anexo desta Lei. Art. 4º - O artigo 59 da Lei 104/98, passa a vigora acrescido o inciso X ao parágrafo Único, com a seguinte redação: Art Parágrafo Único -... I II -... III -... IV -... VII -... VIII -... IX -... X Taxa de Inspeção Sanitária - TIS. Art. 5º - Fica alterada a redação do art. 73 da Lei 104/98 acrescidos os 1º, 2º, 3º e 4º, com a seguinte redação: Art A Taxa de Vigilância Sanitária é devida em decorrência do Poder de Polícia Municipal, que regula a prática do ato e abstenção do fato concernente aos interesses coletivos e individuais, através da PROJETO DE LEI Nº 119/99 2

3 fiscalização exercida sobre os estabelecimentos em gerais e sobre todos aqueles que direta ou indiretamente lidam com a saúde, alimentos, higiene, saneamento e afins. 1º - A fiscalização Sanitária Municipal será exercida pela Secretaria Municipal de Saúde em conformidade com o Código de Vigilância Sanitária Municipal ou outra legislação aplicável. 2º - A Taxa de Vigilância Sanitária será devida e emitido o respectivo alvará de Vigilância Sanitária, por ocasião do licenciamento inicial e anualmente ou toda vez que se verificar mudança de local ou ramo de atividade sujeito à Licença da Vigilância Sanitária em conformidade com o Código de Vigilância Sanitária Municipal. 3º - O Alvará da Vigilância Sanitária, expedido pela Secretaria Municipal de Saúde, conterá dados indispensáveis para identificação do Contribuinte, ramo de atividade, validade e outros dados exigidos pelo Código de Vigilância Sanitária e Legislação Federal e/ou Estadual pertinente. 4º - Os valores das Taxas de Inspeção e Vigilância Sanitária será o constante na Tabela II do Adendo I do Anexo I da Lei 104/98 alterada por esta Lei. Art. 6º - Ficam alterada as alíquotas da Tabela do ISS dos itens 59 e 60 do Adendo I do Anexo I da Lei 104/98, para o percentual de 2.5% (dois e meio por cento). Art. 7º - Fica alterada a Tabela do Adendo II do Anexo I da Lei 104/98, Tabela para Cobrança de Taxa de Licença para Localização e Taxa de Fiscalização do Funcionamento de Estabelecimentos em Geral. TLL/TFF, e instituída a Tabela II integrante do Adendo II do Anexo I, como seguintes redações: ADENDO II TABELA I TABELA PARA COBRANÇA DE TAXA DE LICENÇA PARA LOCALIZAÇÃO E TAXA DE FISCALIZAÇÃO DO FUNCIONAMENTO DE ESTABELECIMENTOS EM GERAL PROJETO DE LEI Nº 119/99 3

4 CÓD. DE DESCRIÇÃO UFIR's ATIVIDADES AO ANO 01.0 ACADEMIAS, GINÁSTICAS, MASSAGENS E SIMILARES AÇOUGUES, FRIGORÍFICOS E ABATEDOUROS AGROPECUÁRIA ARMARINHOS ARMAZÉNS DE SECOS E MOLHADOS ASSISTÊNCIA TÉCNICA ELETRÔNICA ESPECIALIZADA ASSISTÊNCIA TÉCNICA ELETRÔNICA NÃO ESPECIALIZADA ASSISTÊNCIA TÉCNICA INFORMAL ATACADISTA DE GÊNEROS ALIMENTÍCIOS ATACADISTA DE PROD. ALIMENTÍCIOS E BEBIDAS ATACADISTA DE PROD. HORTIGRANGEIROS AUTO ESCOLA BANDAS E CONJUNTOS MUSICAIS BAR BILHARES E OUTROS JOGOS DE MESA CABELEIREIROS E BARBEARIAS CABELEIREIROS E SALÕES DE BELEZA CARPINTARIAS E MARCENARIAS CASAS DE APOSTAS LOTÉRICAS CINEMAS E TEATROS CIRCOS E PARQUES DE DIVERSÕES PÚBLICAS COM. DE DISCOS, FITAS K7, CDs E SIMILARES COM. DE ERVAS E PROD. MÍSTICOS COM. DE MAT. ELÉTRICO E ELETRÔNICO COM. DE PRODUTOS AGRÍCOLAS COM. E SERVIÇOS FOTOGRÁFICOS COM. VAREJISTA DE PEÇAS E ACESSÓRIOS P/ VEÍCULOS CONFECCIONARIAS DE CHAVEIROS E CARIMBOS DEPÓSITOS DE INFLAMÁVEIS LÍQUIDOS (GLP) DESPACHANTES E AGENTES PREPOSTOS EMPREITEIRAS EMPRESAS DE REFORMAS E CONSTRUÇÃO CIVIL ESCRITÓRIOS CONTÁBEIS ESCRITÓRIOS DE ADVOCACIA ESCRITÓRIOS RODOVIÁRIOS ESTABELECIMENTO DE ENSINO, DO 1º E 2º GRAU ESTABELECIMENTO DE ENSINO, DO MATERNAL A 4º SÉRIE ESTABELECIMENTO DE ENSINO, DO MATERNAL A 8º SÉRIE ESTABELECIMENTOS BANCÁRIOS E ESTABELECIMENTOS DE ENSINO DE INFORMÁTICA EXPOSIÇÕES, FEIRAS, AMOSTRAS E SIMILARES 80 PROJETO DE LEI Nº 119/99 4

5 26.0 FARMÁCIAS E DROGARIAS FLIPERAMAS E VÍDEO GAMES GRÁFICA E IMPRESSOS GUICHÊS P/ VENDA DE PASSAGENS HOSPITAIS, CLINICAS E LAB. DE ANÁLISES CLINICAS HOTÉIS E POUSADAS 01 ESTRELAS HOTÉIS E POUSADAS 02 ESTRELAS HOTÉIS E POUSADAS 03 ESTRELAS HOTÉIS E POUSADAS 04 ESTRELAS HOTÉIS E POUSADAS 05 ESTRELAS HOTÉIS E POUSADAS SIMPLES IND. /FÁBRICA DE TRANSFORMAÇÃO DE ALIMENTOS IND. /FAB. EXTRATIVAS DE CARVÃO, PETRÓLEO E AFINS IND. /FABRICA EXTRATIVAS DE MINERAIS METÁLICOS IND. /FAB. EXTRATIVAS DE MINERAIS NÃO METÁLICOS IND. /FAB. DE CIGARROS IND. / FAB. DE FUMO IND. / FAB. DE TÊXTIL, VESTUÁRIO, MÓVEIS E AFINS IND. / FAB. DE PRODUTOS CERÂMICOS E AFINS 33.0 JOALHARIA E LANCHONETES, CANTINAS E CASAS DE MASSAS LIVRARIA E PAPELARIA LOJAS DE ARTESANATOS LOJAS DE DEPARTAMENTO LOJAS DE MAT. DE CONSTRUÇÃO E FERRAGENS LOJAS DE MÓVEIS E ELETRODOMÉSTICOS LOJAS DE TECIDOS, CALÇADOS E CONFECÇÕES MERCADINHO MERCADO MERCEARIA OFICINAS DE BICICLETAS OFICINA MECÂNICA E ELÉTRICA DE GRANDE PORTE OFICINA MECÂNICA E ELÉTRICA DE MÉDIO PORTE OFICINA MECÂNICA E ELÉTRICA DE PEQUENO PORTE PEQUENAS OFICINAS PADARIAS PASTELARIA PENSÕES E CASAS DE CÔMODOS PERFUMARIA PLANEJAMENTO E ASSESSORIA TÉCNICA POSTOS DE ABASTECIMENTO DE VEÍCULOS POSTOS DE LAVAGENS DE VEÍCULOS PROFISSIONAIS AUTÔNOMOS COM NÍVEL SUPERIOR PROFISSIONAIS AUTÔNOMOS COM O 2º GRAU PROFISSIONAIS AUTÔNOMOS SEM 2º GRAU 70 PROJETO DE LEI Nº 119/99 5

6 47.0 QUITANDAS REP. COMERCIAIS, AUTÔNOMOS, CORRETORES RESTAURANTES RESTAURANTES DANÇANTES E BOATES REVENDEDORES DE GLP s SALÕES DE BELEZA SERRALHARIAS E METALURGIA BÁSICA SORVETERIAS E BOMBONIERES SUPERMERCADO TAXISTAS TRANSPORTE COLETIVO INTERESTADUAL TRANSPORTE COLETIVO INTERMUNICIPAL TRANSPORTE COLETIVO URBANO (ÔNIBUS) TRANSPORTE COLETIVO URBANO (VÃS / BESTAS) VEICULAÇÃO DE PUBLICIDADES LOCADORAS DE FITAS, ROUPAS E LOCADORAS DE VEÍCULOS E MOTOS LIMPEZA URBANA, ESGOTO E ATIVIDADES CONEXAS GUINCHOS E REBOQUES DE VEÍCULOS ATIVIDADES ASSOCIATIVAS, RECREATIVAS SEM FINS LUCRATIVOS Isento 58.0 ATIVIDADES ASSOCIATIVAS, RECREATIVAS COM FINS LUCRATIVOS SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO E TELECOMUNICAÇÃO RADIAS E PRODUÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA, ELETRICIDADE, E AFINS LAVANDERIAS E TINTURARIAS ATIVIDADES FUNERÁRIAS E LOCAÇÃO DE MÃO DE OBRA CASAS E BANCAS DE JORNAIS E REVISTAS COMERCIO E BENEFICIAMENTO DE VIDROS AGENCIAS DE VIAGENS E TURISMO TRANSPORTES DE CARGAS, MALOTES, MUDANÇAS E VALORES COMERCIO DE EMBALAGENS DIVERSAS COMERCIO DE PRODUTOS VETERINÁRIOS COMERCIO DE MATERIAIS ESPORTIVOS BENEFICIAMENTO DE PEDRAS COMERCIO DE BICICLETAS E SEUS ACESSÓRIOS ÓPTICAS E ATIVIDADES IMOBILIÁRIAS ATIVIDADES DE CORREIO NACIONAL ATIVIDADES DE INFORMÁTICA ( Consultoria, Desenvolvimento de Sistemas, Processamento de Dados, Manutenção e Reparação de Máquinas ) CONFECÇÃO DE PLACAS PARA VEÍCULOS SERVIÇOS E CONCERTO EM RELÓGIOS E COMERCIO DE PRODUTOS E ACESSÓRIOS DE INFORMÁTICA 60 PROJETO DE LEI Nº 119/99 6

7 81.0 OUTRAS IND. / FABRICAS NÃO CLASSIFICÁVEIS NOS ITENS 150 ANTERIORES 82.0 OUTROS COMÉRCIOS DE PESSOAS JURÍDICAS NÃO 60 CLASSIFICÁVEIS NOS ITENS ANTERIORES 83.0 OUTROS SERVIÇOS DE PESSOAS JURÍDICAS NÃO 60 CLASSIFICÁVEIS NOS ITENS ANTERIORES 83.1 OUTROS SERVIÇOS DE PESSOAS FÍSICAS NÃO CLASSIFICÁVEIS 50 NOS ITENS ANTERIORES 84.0 DIVERSOS NÃO CLASSIFICÁVEIS NOS ITENS ANTERIORES 60 Nota: I - As Taxas relativas à Autorização para o Funcionamento em horário Extraordinários ou especial será o valor desta tabela acrescido de 50% (cinquenta por cento). II - As Taxas de Fiscalização do Funcionamento serão de ½ (um meio) do valor fixado para TLL. TABELA II TABELA DE TAXA PARA COBRANÇA DE INSPEÇÃO E ALVARÁ DA VIGILÂNCIA SANITÁRIA CÓD. DE DESCRIÇÃO UFIR s CLASSIFICAÇÃO AO ANO ABATEDOUROS, FRIGORÍFICOS, E AGENCIAS OU REPRESENTANTES DE 30 INDUSTRIAS/LABORATÓRIOS FARMACÊUTICOS E ASILOS, SANATÓRIOS, CASA DE REPOUSO E BANCO DE SANGUE, BANCO DE ÓRGÃOS E BARES DANÇANTES, BOATES E BARES, CANTINAS, LANCHONETES E COMERCIO ATACADISTA E VAREJISTA DE PRODUTOS 30 ALIMENTÍCIOS COMERCIO DE PRODUTOS QUÍMICOS E CONSULTÓRIOS MÉDICOS, ODONTOLÓGICOS, PROTÉTICOS, 30 VETERINÁRIOS E AFINS DEPÓSITOS DE ALIMENTOS E BEBIDAS DOÇARIAS, BOMBONIERES, CASAS DE FRUTAS, QUITANDAS E 15 PROJETO DE LEI Nº 119/99 7

8 EMPRESAS DE DETETIZAÇÃO, LIMPADORAS DE FOSSAS E FARMÁCIAS E DROGARIAS HOSPITAIS, CLINICAS, LABORATÓRIOS DE ANÁLISES 35 CLINICAS E HOTÉIS, MOTÉIS, PENSÕES, POUSADAS E INDUSTRIAS / FÁBRICAS DE BEBIDAS E PRODUTOS 30 ALIMENTÍCIOS INDUSTRIAS / FABRICAS DE PRODUTOS HIGIÊNICOS E INDUSTRIAS / FABRICAS DE TÊXTIL, VESTUÁRIOS E INDUSTRIAS E LABORATÓRIOS DE PRODUTOS 30 FARMACÊUTICOS OU DE PRODUTOS QUÍMICOS EM GERAIS PADARIAS, SORVETERIAS E PERFUMARIA, COMERCIO DE PRODUTOS DE BELEZA E SALÃO DE BELEZA, MANICURE, PEDICURE, ESTETICISTA, 15 MASSAGISTAS E COMÉRCIO E SERVIÇOS INFORMAL COMÉRCIO AMBULANTE DIVERSOS PESSOAS QUE MANIPULAM OU SIRVAM ALIMENTOS 10 DIRETAMENTE AO CONSUMIDOR OUTROS PROFISSIONAIS DE SAÚDE NÃO PASSÍVEIS DE 30 CLASSIFICAÇÃO NOS ITENS ANTERIORES OUTROS COMÉRCIOS NÃO PASSÍVEIS DE CLASSIFICAÇÃO 20 NOS ITENS ANTERIORES OUTROS SERVIÇOS NÃO PASSÍVEIS DE CLASSIFICAÇÃO NOS 20 ITENS ANTERIORES OUTRAS INDÚSTRIAS / FÁBRICAS NÃO PASSÍVEIS DE 30 CLASSIFICAÇÃO NOS ITENS ANTERIORES DIVERSOS NÃO PASSÍVEIS DE CLASSIFICAÇÃO NOS ITENS ANTERIORES 30 Art. 8º - Fica alterado o Adendo VI do Anexo I Tabela para Cobrança de habite-se, preços Públicos e Programação Visual e Acústica, na forma que segue: ADENDO VI PROJETO DE LEI Nº 119/99 8

9 TABELA PARA COBRANÇA DE HABITE-SE, TAXA DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PÚBLICOS E PROGRAMAÇÃO VISUAL E ACÚSTICA ESPECIFICAÇÃO VALOR EM UFIR s SERVIÇOS PÚBLICOS: I CERTIDÃO DE AVERBAÇÃO DE IMÓVEL RESIDENCIAL (Por M²) 0.30 II CERTIDÃO DE AVERBAÇÃO DE IMÓVEL COMERCIAL (Por M²) 0.50 III VISTORIAS COM FORNECIMENTO DE RELATÓRIOS 10 IV VISTORIAS COM FORNECIMENTO DE LAUDOS TÉCNICOS 50 V DEMAIS SERVIÇOS 5 HABITE-SE: I IMÓVEIS RESIDENCIAIS 30 II IMÓVEIS COMERCIAIS 40 VEICULAÇÃO DE PUBLICIDADE (Taxa Anual ) 50 OUT DOOR ELETRÔNICO ( por unidade e período anual ) 200 OUT DOOR / PLACAS ( por unidade e período anual ) 70 OUT DOOR / PLACAS (por unidade e período semestre/mensal) 50 FAIXAS DE PROPAGANDA PARA FINS LUCRATIVO (por unidade e período mensal/semanal) 10 Art. 9º - Respeitado o principio Constitucional da anualidade Tributária, esta lei entra em vigor na data de sua publicação, revogada as disposições em contrárias. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE SEABRA, em 15 de dezembro de JOSÉ CARLOS SANTOS ATHAYDE Prefeito Municipal de Seabra SANDA MARIA FERNANDES ATHAYDE Secretária Municipal de Administração Geral PROJETO DE LEI Nº 119/99 9

ESTADO DO TOCANTINS MUNICÍPIO DE COLINAS DO TOCANTINS LEI COMPLEMENTAR, N.º 1.379/2014, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2014.

ESTADO DO TOCANTINS MUNICÍPIO DE COLINAS DO TOCANTINS LEI COMPLEMENTAR, N.º 1.379/2014, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2014. LEI COMPLEMENTAR, N.º 1.379/2014, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2014. Altera a Lei Municipal n. 1.133 de 31 de dezembro de 2010 que institui o Código Tributário do Município de Colinas do Tocantins e da outras

Leia mais

ANEXO II PLANO DIRETOR DE DESENVOLVIMENTO URBANO AMBIENTAL DE CAPÃO DA CANOA GRUPOS DE ATIVIDADES.

ANEXO II PLANO DIRETOR DE DESENVOLVIMENTO URBANO AMBIENTAL DE CAPÃO DA CANOA GRUPOS DE ATIVIDADES. 1 ANEXO II PLANO DIRETOR DE DESENVOLVIMENTO URBANO AMBIENTAL DE CAPÃO DA CANOA GRUPOS DE ATIVIDADES. 1.HABITAÇÃO 2.MEIOS DE HOSPEDAGEM 3.COMÉRCIO VAREJISTA I 4.COMÉRCIO VAREJISTA II 5.COMÉRCIO VAREJISTA

Leia mais

Prefeitura Municipal de Nova Ubiratã Gestão: 2001/2004 LEI N 200/2001 DATA: 20 DE DEZEMBRO DE 2001

Prefeitura Municipal de Nova Ubiratã Gestão: 2001/2004 LEI N 200/2001 DATA: 20 DE DEZEMBRO DE 2001 LEI N 200/2001 DATA: 20 DE DEZEMBRO DE 2001 SÚMULA: SÚMULA REGULAMENTA OS SERVIÇOS DE FISCALIZAÇÃO REALIZADOS EM ESTABELECIMENTOS COMERCIAIS, INDUSTRIAIS, PRESTADORES DE SERVIÇOS, E DA OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais

Tabela de Códigos de Atividades Econômicas - CAE (Título I, Capítulo X, 2.2.2.7, "d", da IN/DRP nº 045/98)

Tabela de Códigos de Atividades Econômicas - CAE (Título I, Capítulo X, 2.2.2.7, d, da IN/DRP nº 045/98) Tabela de Códigos de Atividades Econômicas - CAE (Título I, Capítulo X, 2.2.2.7, "d", da IN/DRP nº 045/98) A) COMÉRCIO VAREJISTA: C A E DESCRIÇÃO DO C A E 801000000 AÇOUGUES E PEIXARIAS 801010000 Açougues

Leia mais

ESTADO DO PARÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE TUCURUÍ GABINETE DO PREFEITO C.N.P.J : 05.251.632/0001-41

ESTADO DO PARÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE TUCURUÍ GABINETE DO PREFEITO C.N.P.J : 05.251.632/0001-41 LEI Nº 8.549, de 15 de dezembro de 2009. Dispõe sobre alteração da base de cálculo e alíquotas constantes das Tabelas I e VI de que tratam os artigos 198 e 223 do Código Tributário Municipal e dá outras

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VENDA NOVA DO IMIGRANTE ESTADO DO ESPÍRITO SANTO

PREFEITURA MUNICIPAL DE VENDA NOVA DO IMIGRANTE ESTADO DO ESPÍRITO SANTO PREFEITURA MUNICIPAL DE VENDA NOVA DO IMIGRANTE ESTADO DO ESPÍRITO SANTO LEI Nº668/2005 DISPÕE SOBRE ALTERAÇÃO NO CÓDIGO TRIBUTÁRIO MUNICIPAL - LEI Nº513/2001. O Prefeito Municipal de Venda Nova do Imigrante,

Leia mais

ANEXO IX TABELA DE RECEITA Nº IX VIGILÂNCIA SANITÁRIA. ATACADISTA DE ALIMENTOS / FABRICAS E INDUSTRIA DE ALIMENTOS Atividades.

ANEXO IX TABELA DE RECEITA Nº IX VIGILÂNCIA SANITÁRIA. ATACADISTA DE ALIMENTOS / FABRICAS E INDUSTRIA DE ALIMENTOS Atividades. ANEXO IX TABELA DE RECEITA Nº IX VIGILÂNCIA SANITÁRIA ATACADISTA DE ALIMENTOS / FABRICAS E INDUSTRIA DE ALIMENTOS Armazém Distribuidora de Água e Alimentos (Atacadista) Distribuidora e Deposito de Bebidas

Leia mais

PDDUA CLASSIFICAÇÃO DAS ATIVIDADES PARA A ÁREA INTENSIVA ANEXO 5.2(NR) 1. RESIDENCIAL: 1.1.Habitação 1.2.Habitação para zeladoria

PDDUA CLASSIFICAÇÃO DAS ATIVIDADES PARA A ÁREA INTENSIVA ANEXO 5.2(NR) 1. RESIDENCIAL: 1.1.Habitação 1.2.Habitação para zeladoria PDDUA CLASSIFICAÇÃO DAS ATIVIDADES PARA A ÁREA INTENSIVA ANEXO 5.2(NR) 1. RESIDENCIAL: 1.1.Habitação 1.2.Habitação para zeladoria 2. COMÉRCIO 2.1.Comércio varejista 2.1.1. Comércio varejista INÓCUO: 2.1.1.1.

Leia mais

ESTABELECIMENTOS NO MUNICÍPIO DE PIRACICABA POR SUBSETOR DO COMÉRCIO VAREJISTA - 2000

ESTABELECIMENTOS NO MUNICÍPIO DE PIRACICABA POR SUBSETOR DO COMÉRCIO VAREJISTA - 2000 ESTABELECIMENTOS NO MUNICÍPIO DE PIRACICABA POR SUBSETOR DO COMÉRCIO VAREJISTA - 2000 Comércio Varejista 2000 Comércio a Varejo e por Atacado de VeículosAutomotores 50 Manutenção e Reparação de VeículosAutomotores

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DAS ATIVIDADES PARA A ÁREA INTENSIVA

CLASSIFICAÇÃO DAS ATIVIDADES PARA A ÁREA INTENSIVA PDDUA CLASSIFICAÇÃO DAS ATIVIDADES PARA A ÁREA INTENSIVA ANEXO 5.2(NR ) 1. RESIDENCIAL:.1. Habitação.2. Habitação para zeladoria 2. COMÉRCIO.1.Comércio varejista.1.comércio varejista INÓCUO:.1. antigüidades.2.

Leia mais

Perfil Econômico Municipal

Perfil Econômico Municipal indústria Extração de carvão mineral Extração de petróleo e gás natural Extração de minerais metálicos Extração de minerais não-metálicos Fabricação de alimentos e bebidas Fabricação de produtos do fumo

Leia mais

FLUXOGRAMAS DE PROCEDIMENTOS PARA CONCESSÃO DE ALVARÁS DE FUNCIONAMENTO

FLUXOGRAMAS DE PROCEDIMENTOS PARA CONCESSÃO DE ALVARÁS DE FUNCIONAMENTO FLUXOGRAMAS DE PROCEDIMENTOS PARA CONCESSÃO DE ALVARÁS DE FUNCIONAMENTO FOZ DO IGUAÇU PR 2008 INSTRUÇÕES PARA USO DESTE MATERIAL Este material foi elaborado para facilitar o acesso às exigências tributárias

Leia mais

TABELA II SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE PÚBLICA TAXAS

TABELA II SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE PÚBLICA TAXAS Lei nº 5.655/91 TABELA II SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE PÚBLICA TAXAS DISCRIMINAÇÃO DE INCIDÊNCIA Divisão de Controle da Qualidade dos Alimentos - D.C.Q.A. 1 Estabelecimentos que lidam com gêneros alimentícios

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR N 40, DE 29 DE DEZEMBRO DE 1.999

LEI COMPLEMENTAR N 40, DE 29 DE DEZEMBRO DE 1.999 Prefeitura Municip~1 de Jabotic~~ GOVERNO DEMOCRATICO E POPULAR T\ M '007 LEI COMPLEMENTAR N 40, DE 29 DE DEZEMBRO DE 1.999 (Altera a Tabela I prevista no artigo 1 da Lei Complementar n" 36, de 31 de dezembro

Leia mais

LEI N. 3.714 DE 30 DE DEZEMBRO DE 1997. O PREFEITO MUNICIPAL DE CAICÓ, Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono a seguinte Lei:

LEI N. 3.714 DE 30 DE DEZEMBRO DE 1997. O PREFEITO MUNICIPAL DE CAICÓ, Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono a seguinte Lei: PREFEITURA MUNICIPAL DE CAICO Rua Felipe Guerra, 379 CGC (MF) 08.385.940/0001-58 LEI N. 3.714 DE 30 DE DEZEMBRO DE 1997. Dispões sobre a expedição de alvará de funcionamento sanitário pela Secretaria Municipal

Leia mais

Prefeitura Municipal De Belém Secretaria Municipal de Finanças

Prefeitura Municipal De Belém Secretaria Municipal de Finanças INSTRUÇÃO NORMATIVA nº. 002/2000 GABS SEFIN Dispõe sobre as exigências estabelecidas para o licenciamente inicial que deverão ser observadas pela Divisão de Cadastro Mobiliário, pelo Protocolo da Central

Leia mais

Art. 1º A alínea c do Inciso II do Artigo 29 da Lei Complementar nº 108/2009 passa a ter a seguinte redação:

Art. 1º A alínea c do Inciso II do Artigo 29 da Lei Complementar nº 108/2009 passa a ter a seguinte redação: LEI COMPLEMENTAR Nº 194, DE 02 DE ABRIL DE 2014. Altera alíneas dos artigos 29 e 30 e o Anexo V da Lei Complementar 108, de 05 de novembro de 2009, que dispõe sobre o zoneamento, o uso e a ocupação do

Leia mais

Setor produtivo G07 - Gráfica e Edição Visual/ Papel, Papelão e Cortiça. Contém 953505 estabelecimentos. DESCRIÇÃO DO CNAE 0121-1/01 Horticultura,

Setor produtivo G07 - Gráfica e Edição Visual/ Papel, Papelão e Cortiça. Contém 953505 estabelecimentos. DESCRIÇÃO DO CNAE 0121-1/01 Horticultura, Setor produtivo G07 - Gráfica e Edição Visual/ Papel, Papelão e Cortiça. Contém 953505 estabelecimentos. CNAE DESCRIÇÃO DO CNAE 0121-1/01 Horticultura, exceto morango 0122-9/00 Cultivo de flores e plantas

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 0015, DE 13 DE AGOSTO DE 2012

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 0015, DE 13 DE AGOSTO DE 2012 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 0015, DE 13 DE AGOSTO DE 2012 Publicada no DOE(Pa) de 14.08.12. Vide IN 16/12, que trata do registro eletrônico de documentos fiscais. Alterada pelas IN 17/12, 03/14, 23/14. Vide

Leia mais

VIGILÂNCIA SANITÁRIA. Prefeitura publica a nova tabela da VigilânciaSanitária

VIGILÂNCIA SANITÁRIA. Prefeitura publica a nova tabela da VigilânciaSanitária Diário Oficial Ano: 3 Páginas: 12 VIGILÂNCIA SANITÁRIA Prefeitura publica a nova tabela da VigilânciaSanitária A Prefeitura de Canavieiras promoveu a atualização da tabela de preços e multas aplicadas

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE CHARQUEADAS COMUMA - CONSELHO MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE CHARQUEADAS COMUMA - CONSELHO MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE CHARQUEADAS COMUMA CONSELHO MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE RESOLUÇÃO 041 de 13 de Julho de 2010. Dispõe sobre o enquadramento das atividades licenciáveis e codificadas

Leia mais

Fabricação de artigos do vestuário, produzidos em malharias e tricotagens, exceto meias

Fabricação de artigos do vestuário, produzidos em malharias e tricotagens, exceto meias CNAE Grupo CNAE Descrição CNAE Grau de risco 4.-8 4 Confecção de roupas íntimas 4.-6 4 Confecção de peças do vestuário, exceto roupas íntimas 4.3-4 4 Confecção de roupas profissionais 4.4-4 Fabricação

Leia mais

ALVARÁ SANITÁRIO. 1 Fonte: adaptado da SUVISA/RN

ALVARÁ SANITÁRIO. 1 Fonte: adaptado da SUVISA/RN ALVARÁ SANITÁRIO 1) Definição Alvará Sanitário é o documento emitido pela Autoridade Sanitária após análises das condições higiênico-sanitárias de estabelecimentos, veículos e/ou equipamentos que desenvolvam

Leia mais

PREFEITURA MU ICIPAL DE PALMAS SECRETARIA MU ICIPAL DE GOVER O

PREFEITURA MU ICIPAL DE PALMAS SECRETARIA MU ICIPAL DE GOVER O LEI COMPLEMENTAR Nº 273, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2012. Altera o art. 59 da Lei nº 386, de 17 de fevereiro de 1993, e dá outras providências. O PREFEITO DE PALMAS Faço saber que a Câmara Municipal de Palmas

Leia mais

Câmara Municipal de Volta Redonda Estado do Rio de Janeiro

Câmara Municipal de Volta Redonda Estado do Rio de Janeiro Lei Municipal Nº 3.704 1 CAPÍTULO V DO LICENCIAMENTO DOS ESTABELECIMENTOS Artigo 68 - Nenhum estabelecimento sediado no município e que se enquadram no presente Código Sanitário poderá funcionar sem prévia

Leia mais

Vigilância Sanitária

Vigilância Sanitária Secretaria Municipal da Saúde Coordenadoria de Vigilância Ambiental Vigilância Sanitária Setor de Produtos e Estabelecimentos de Interesse da Saúde SPEIS Comércio atacadista e varejista de alimentos de

Leia mais

Prefeitura Municipal de Nova Ubiratã Gestão: 2001/2004 LEI N 201/2001 DATA: 20 DE DEZEMBRO DE 2001

Prefeitura Municipal de Nova Ubiratã Gestão: 2001/2004 LEI N 201/2001 DATA: 20 DE DEZEMBRO DE 2001 LEI N 201/2001 DATA: 20 DE DEZEMBRO DE 2001 SÚMULA: ALTERA TABELA lll-b DA LEI 003/97, ITENS DA TABELA V DA LEI 089/99, E DA OUTRAS PROVIDÊNCIAS. JOSÉ BAUER, Prefeito Municipal de Nova Ubiratã, Estado

Leia mais

LEI 691/84 RESPONSABILIDADE (ART. 14), e leis 1.044/87, 5.133/09 RESPONSÁVEIS PELO ISS OBSERVAÇÃO

LEI 691/84 RESPONSABILIDADE (ART. 14), e leis 1.044/87, 5.133/09 RESPONSÁVEIS PELO ISS OBSERVAÇÃO LEI 691/84 RESPONSABILIDADE (ART. 14), e leis 1.044/87, 5.133/09 construtores, os empreiteiros principais e os administradores de obras dos subempreiteiros, exclusivamente de mão-de-obra de encostas) administradores

Leia mais

Lei Municipal 3.263/99: ANEXO 3 - CLASSIFICAÇÃO DAS ATIVIDADES QUADRO 1. COMÉRCIO VAREJISTA - CONDIÇÕES PARA INSTALAÇÃO

Lei Municipal 3.263/99: ANEXO 3 - CLASSIFICAÇÃO DAS ATIVIDADES QUADRO 1. COMÉRCIO VAREJISTA - CONDIÇÕES PARA INSTALAÇÃO NA BACIA DE CONTRIBUIÇÃO INDIRETA CÓD. ATIVIDADES EM ÁREA COM IMPLANTADO EM ÁREA SEM COMÉRCIO VAREJISTA DE PRODUTOS ALIMENTÍCIOS 10101 AÇOUGUE E PEIXARIA 10102 BOMBONIÈRE E CONFEITARIA 10103 CONDIMENTOS

Leia mais

Atualizada.: 20/08/2013 BAIXA COMPLEXIDADE

Atualizada.: 20/08/2013 BAIXA COMPLEXIDADE BAIXA COMPLEXIDADE Atualizada.: 20/08/2013 OUTROS ANEXO 1 B Depósito de produtos não relacionados à saúde; Estação rodoviária; veículo de transporte coletivo interestadual com banheiro (ônibus); Academias

Leia mais

Anexo 1. Listagem das actividades do sector terciário que responderam ao inquérito municipal. nº

Anexo 1. Listagem das actividades do sector terciário que responderam ao inquérito municipal. nº Anexo 1 Listagem das actividades do sector terciário que responderam ao inquérito municipal. nº empresas C.A.E. Sector terciário 46 41200 Construção de edifícios (residenciais e não residenciais). 37 56301

Leia mais

LEI MUNICIPAL COMPLEMENTAR N 11 de 13 de dezembro de 2007

LEI MUNICIPAL COMPLEMENTAR N 11 de 13 de dezembro de 2007 LEI MUNICIPAL COMPLEMENTAR N 11 de 13 de dezembro de 2007 ALTERA E ACRESCENTA DISPOSITIVOS NA LEI COMPLEMENTAR MUNICIPAL Nº 001, DE 30 DE DEZEMBRO DE 1991 (CÓDIGO TRIBUTÁRIO MUNICIPAL), ADEQUANDO À LEGISLAÇÃO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITABUNA

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITABUNA LEI Nº 2.342, de 28 de dezembro de 2015 EMENTA: Autoriza o Poder Executivo Municipal a conceder à iniciativa privada o serviço público de tratamento e destinação final de resíduos sólidos urbanos do Município

Leia mais

Dispõe sobre a expedição e a baixa de Alvará de Licença de Localização e Funcionamento no Município de Nova Mutum, e da outras providências.

Dispõe sobre a expedição e a baixa de Alvará de Licença de Localização e Funcionamento no Município de Nova Mutum, e da outras providências. DECRETO Nº 003, DE 06 DE JANEIRO DE 2015. Dispõe sobre a expedição e a baixa de Alvará de Licença de Localização e Funcionamento no Município de Nova Mutum, e da outras providências. O Sr. Adriano Xavier

Leia mais

Comércio Varejista e Serviços Tipo II

Comércio Varejista e Serviços Tipo II USO ANEXO 02 ATIVIDADE RESIDENCIAL R.1 Residencial Tipo I Residência unifamiliar R.2 Residencial Tipo II Residência multifamiliar horizontal R.3 Residencial Tipo III Residência multifamiliar vertical R.4

Leia mais

MÉRITO LOJISTA PARA CDLS Planejamento

MÉRITO LOJISTA PARA CDLS Planejamento MÉRITO LOJISTA PARA CDLS Planejamento O Mérito Lojista municipal, em algumas cidades é conhecido como Maiores e Melhores, pode ser escolhido junto aos associados da CDL e/ou junto à população, aqueles

Leia mais

C L A S S I F I C A Ç Õ E S

C L A S S I F I C A Ç Õ E S C L A S S I F I C A Ç Õ E S Abastecimento de Água Abatedouros de Aves Academia Militar Academias de Ginástica Aços Finos - Fundição Açougues Administração de Empresas Adubos - Fabricação Advocacia Cível

Leia mais

Prefeitura Municipal de Jaboticabal

Prefeitura Municipal de Jaboticabal DECRETO N 4.737, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2.005 (Dispõe sobre atualização dos valores das Tabelas I, li, /li e VI da Lei Complementar no 07, de 18 de dezembro de 1.992, e do ISSQN lançado com base em aliquotas

Leia mais

A Câmara Municipal de Uruaçu, Estado de Goiás, aprova e eu, Prefeita Municipal, sanciono a seguinte Lei:

A Câmara Municipal de Uruaçu, Estado de Goiás, aprova e eu, Prefeita Municipal, sanciono a seguinte Lei: Lei nº 1.265 /2003 Uruaçu-Go., 11 de dezembro de 2003. Altera e dá nova redação a dispositivos da Lei nº 1000, de 16.12.97, e dá outras providências A Câmara Municipal de Uruaçu, Estado de Goiás, aprova

Leia mais

R E S O L V E: II - O Item 1.5 é revogado, uma vez que não haverá PROVA PRÁTICA, pois não há Lei Municipal que discipline a mesma.

R E S O L V E: II - O Item 1.5 é revogado, uma vez que não haverá PROVA PRÁTICA, pois não há Lei Municipal que discipline a mesma. CONCURSO PÚBLICO N 001/20 EDITAL COMPLEMENTAR Nº 02/20 DISPÕE SOBRE A RETIFICAÇÃO DO EDITAL DO CONCURSO PÚBLICO N 001/20, DE 11 DE MARÇO DE 20, ATRAVÉS DO EDITAL COMPLEMENTAR N 02/20, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais

DECRETO N.º 3.952, DE 02 DE OUTUBRO DE 2013.

DECRETO N.º 3.952, DE 02 DE OUTUBRO DE 2013. DECRETO N.º 3.952, DE 02 DE OUTUBRO DE 2013. Disciplina a liberação, o cancelamento e a baixa de Alvará de Localização e Funcionamento no município de Erechim. O Prefeito Municipal de Erechim, Estado do

Leia mais

LEI MUNICIPAL N.º 3.464, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2008

LEI MUNICIPAL N.º 3.464, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2008 ANEXO 2 CATEGORIAS DE ATIVIDADES E CLASSIFICAÇÃO Residências Unifamiliares RU Compreendendo: a) residências unifamiliares isoladas; b) residências unifamiliares agrupadas, geminadas ou em série; c) condomínios

Leia mais

TABELA COMPARATIVA DO VALOR COBRADO DAS TAXAS DE SERVIÇO 2015 / 2016

TABELA COMPARATIVA DO VALOR COBRADO DAS TAXAS DE SERVIÇO 2015 / 2016 TABELA COMPARATIVA DO VALOR COBRADO DAS TAXAS DE SERVIÇO / 1. M 1.1 ATOS DE POLÍCIA TÉCNICA: 1.1.1 Identificação: DISCRIMINAÇÃO 1.1.1.a Segunda via de cédula de identidade. 25,00 10,00 150 1.1.1.b Atestado

Leia mais

Código de Descrição da Atividade UFIR/ANO atividade

Código de Descrição da Atividade UFIR/ANO atividade 1. Setor Primário 1.1 Agricultura e sevicultura 325 1.2 Criação de animais, crustáceos e batráquios 325 1.3 Extração vegetal 1575 1.4 Pesca 325 2. Indústria de Transformação 2.1 Minerais não-metálicos

Leia mais

6.20 - Itapeva ITAPEVA. Onde estão as Micro e Pequenas Empresas em São Paulo

6.20 - Itapeva ITAPEVA. Onde estão as Micro e Pequenas Empresas em São Paulo 6.20 - Itapeva ITAPEVA Na Região de Governo de Itapeva 43, em 2004, no grupo das micro e pequenas empresas (MPEs), existiam 6.546 estabelecimentos no comércio, 2.335 no setor de serviços e 874 na indústria.

Leia mais

Inovações organizacionais e de marketing

Inovações organizacionais e de marketing e de marketing Pesquisa de Inovação 2011 Tabela 1.1.22 -, total e as que não implementaram produto ou processo e sem projetos, com indicação das inovações e gás - Brasil - período 2009-2011 (continua)

Leia mais

INFOMAÇÕES IMPORTANTES CATEGORIAS

INFOMAÇÕES IMPORTANTES CATEGORIAS INFOMAÇÕES IMPORTANTES CATEGORIAS Para efeito de seleção das categorias que possuem divisão de 1 o, 2 o,3 o, vigoram os seguintes paramentos abaixo listados: 1 o categoria Contrato social acima de R$ 30.000,00

Leia mais

ANEXO I IDENTIFICADOR DO PRODUTO. Fato Gerador (DV)

ANEXO I IDENTIFICADOR DO PRODUTO. Fato Gerador (DV) ANEXO I TABELA DE DESCONTOS DA TAXA DE FISCALIZAÇÃO DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA IDENTIFICADOR DO PRODUTO TIPO DE EMPRESA ITENS DESCRIÇÃO DO FATO GERADOR Fato Gerador (DV) GRUPO I GRANDE GRUPO II GRANDE GRUPO

Leia mais

SEÇÃO II DAS VEDAÇOES AO INGRESSO AO SIMPLES NACIONAL DAS ATIVIDADES PERMITIDAS A ADESÃO AO SIMPLES NACIONAL

SEÇÃO II DAS VEDAÇOES AO INGRESSO AO SIMPLES NACIONAL DAS ATIVIDADES PERMITIDAS A ADESÃO AO SIMPLES NACIONAL SEÇÃO II DAS VEDAÇOES AO INGRESSO AO NACIONAL DAS ATIVIDADES PERMITIDAS A ADESÃO AO NACIONAL ART. 17 Parágrafo 1º - As vedações relativas a exercício das atividades previstas no caput não se aplica as

Leia mais

COORDENADORIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA

COORDENADORIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA BAIXA COMPLEXIDADE COORDENADORIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA OUTROS ANEXO 1 B Depósito de produtos não relacionados à saúde; Estação rodoviária; veículo de transporte coletivo interestadual com banheiro (ônibus);

Leia mais

PGT - 1* para AUTOMÓVEIS. 1 vaga / unid com área 150 m² 1 vaga / unid c/ área 150 m² 2 vagas / unidade 1 vaga / 5 unidades

PGT - 1* para AUTOMÓVEIS. 1 vaga / unid com área 150 m² 1 vaga / unid c/ área 150 m² 2 vagas / unidade 1 vaga / 5 unidades USO para AUTOMÓVEIS PGT - 1* para AUTOMÓVEIS para BICICLETAS para MOTOCICLETAS Residências Unifamiliares 1 vaga/ unidade - - - 1 vaga / unidade Condomínios Unifamiliares - 2 vagas / unidade 1 vaga de visitante

Leia mais

ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE JOÃO PESSOA Gabinete do Prefeito

ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE JOÃO PESSOA Gabinete do Prefeito 1 DECRETO N o 5.343/2005 De 28 de Junho de 2005 ESTABELECE A DELIMITAÇÃO DO PARQUE DO CABO BRANCO, INSTRUÇÕES NORMATIVAS DE ZONEAMENTO URBANO E AMBIENTAL, A CONTRAPARTIDA FINANCEIRA DOS EMPREENDIMENTOS

Leia mais

Mensal. Produto Interno Bruto. Produto Interno Bruto. Mensal. Metodologia

Mensal. Produto Interno Bruto. Produto Interno Bruto. Mensal. Metodologia Metodologia 1 SEADE Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados Considerações gerais O PIB mensal é um índice de acompanhamento da economia paulista e tem como propósito principal oferecer uma visão

Leia mais

SUMÁRIO EMPRESÔMETRO CENSO DAS EMPRESAS E ENTIDADES PÚBLICAS E PRIVADAS BRASILEIRAS. 3 QUANTIDADE DE EMPREENDIMENTOS EM ATIVIDADE NO BRASIL...

SUMÁRIO EMPRESÔMETRO CENSO DAS EMPRESAS E ENTIDADES PÚBLICAS E PRIVADAS BRASILEIRAS. 3 QUANTIDADE DE EMPREENDIMENTOS EM ATIVIDADE NO BRASIL... 1 SUMÁRIO EMPRESÔMETRO CENSO DAS EMPRESAS E ENTIDADES PÚBLICAS E PRIVADAS BRASILEIRAS. 3 QUANTIDADE DE EMPREENDIMENTOS EM ATIVIDADE NO BRASIL... 4 QUANTIDADE DE EMPREENDIMENTOS POR ESTADO... 4 QUANTIDADE

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS ANEXO 21

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS ANEXO 21 (ACC) (ACC) Academia de ginástica, Escola de natação, Escola de dança AC 250m² >1000 101 / 50m² 01/35 Agência bancária, Financeira em geral 01 / 50m² 1 valores / 600m² (*) Alojamento de animal doméstico,

Leia mais

ANEXO V - QUADRO 1 - USOS DO SOLO E MEDIDAS MITIGADORAS MÍNIMAS

ANEXO V - QUADRO 1 - USOS DO SOLO E MEDIDAS MITIGADORAS MÍNIMAS ANEXO V - QUADRO 1 - USOS DO SOLO E MÍNIMAS Parte integrante da Lei Complementar de Uso e Ocupação do Solo Açougue, padaria, farmácia, peixaria, bares e lanchonetes com no máximo 100 m² de área construída.

Leia mais

TABELAS DE ALÍQUOTAS A PARTIR DE 2015 ANEXO I DA LEI COMPLEMENTAR 123, DE 14 12 2006. Até 180.000,00 4,00% 0,00% 0,00% 0,00% 0,00% 2,75% 1,25%

TABELAS DE ALÍQUOTAS A PARTIR DE 2015 ANEXO I DA LEI COMPLEMENTAR 123, DE 14 12 2006. Até 180.000,00 4,00% 0,00% 0,00% 0,00% 0,00% 2,75% 1,25% ... Informativo 0 Página 0 Ano 2015 TABELAS DE ALÍQUOTAS A PARTIR DE 2015 ANEXO I DA LEI COMPLEMENTAR 123, DE 14 12 2006 Alíquotas e Partilha do Simples Nacional Comércio Receita Bruta em 12 meses (em

Leia mais

COMÉRCIO; REPARAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES E MOTOCICLETAS 45 COMÉRCIO E REPARAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES E MOTOCICLETAS

COMÉRCIO; REPARAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES E MOTOCICLETAS 45 COMÉRCIO E REPARAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES E MOTOCICLETAS Código CNAE 2.0 Seção Divisão Grupo Classe Subclasse G Denominação COMÉRCIO; REPARAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES E MOTOCICLETAS 45 COMÉRCIO E REPARAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES E MOTOCICLETAS 45.1 Comércio

Leia mais

LISTA DE DOCUMENTOS PARA EMISSÃO DE ALVARÁ SANITÁRIO

LISTA DE DOCUMENTOS PARA EMISSÃO DE ALVARÁ SANITÁRIO LISTA DE DOCUMENTOS PARA EMISSÃO DE ALVARÁ SANITÁRIO I - ABERTURA DE EMPRESA: EMPRESA DE PESSOA JURÍDICA 1- CÓPIA DE DOCUMENTOS DOS SÓCIOS (RG E CPF); 2- CÓPIA DO ENDERECO COMERCIAL; 3- VISTORIA DO CORPO

Leia mais

APRESENTAÇÃO AO CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE - NOTA SALVADOR - 19/11/13

APRESENTAÇÃO AO CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE - NOTA SALVADOR - 19/11/13 APRESENTAÇÃO AO CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE - NOTA SALVADOR - 19/11/13 BENEFICIÁRIOS BENEFICIÁRIOS CRÉDITO DO ISS PAGO 30% 10% 5% REGISTRO DE NOTAS SEM IDENTIFICAÇÃO DO COMPRADOR PARTICIPAÇÃO EM

Leia mais

Atualizada.: 20/04/2012 COORDENADORIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA E AMBIENTAL BAIXA COMPLEXIDADE

Atualizada.: 20/04/2012 COORDENADORIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA E AMBIENTAL BAIXA COMPLEXIDADE BAIXA COMPLEXIDADE OUTROS ANEXO 1 B Depósito de produtos não relacionados à saúde; Estação rodoviária; veículo de transporte coletivo interestadual com banheiro (ônibus); Academias para práticas de esportes;

Leia mais

Laboratórios - Aparelhos, artigos e equipamentos

Laboratórios - Aparelhos, artigos e equipamentos RELAÇÃO DE EMPRESAS QUE GASTAM BASTANTE EM TELEFONIA Abraçadeiras Fábricas e indústrias em geral Abrasivos Esquadrias de alumínio, madeira e metálicas Aço (de todos os tipos de empresas) Estamparia Acrilico

Leia mais

ANEXO VII Relação das atividades dispensadas de licenciamento ambiental. Dispensada de Licenciamento

ANEXO VII Relação das atividades dispensadas de licenciamento ambiental. Dispensada de Licenciamento ANEXO VII Relação das atividades dispensadas de licenciamento ambiental Atividades Dispensada de Licenciamento Indústrias Diversas, estocagem, alimentos, serviços e obras Academias da Ginástica e Fisioterapia.

Leia mais

COMÉRCIO Comércio varejista de produtos alimentícios. Comércio varejista de artigos e aparelhos de uso pessoal e domiciliar

COMÉRCIO Comércio varejista de produtos alimentícios. Comércio varejista de artigos e aparelhos de uso pessoal e domiciliar Página 1 de 6 472110100 472110200 ANEXO XXV RELAÇÃO DE USOS PERMITIDOS NA ADE DA PAMPULHA (Substitui o Anexo VII da Lei 9037/05) Padaria e confeitaria com predominância de produção própria COMÉRCIO Comércio

Leia mais

ANEXO 1 COMPOSIÇÃO DAS SEÇÕES DE ATIVIDADE DA CLASSIFICAÇÃO NACIONAL DE ATIVIDADES ECONÔMICAS DOMICILIAR 2.0 - CNAE- DOMICILIAR 2.

ANEXO 1 COMPOSIÇÃO DAS SEÇÕES DE ATIVIDADE DA CLASSIFICAÇÃO NACIONAL DE ATIVIDADES ECONÔMICAS DOMICILIAR 2.0 - CNAE- DOMICILIAR 2. ANEXO 1 COMPOSIÇÃO DAS SEÇÕES DE ATIVIDADE DA CLASSIFICAÇÃO NACIONAL DE ATIVIDADES ECONÔMICAS DOMICILIAR 2.0 - CNAE- DOMICILIAR 2.0 AGRICULTURA, PECUÁRIA, PRODUÇÃO FLORESTAL, PESCA E AQUICULTURA AGRICULTURA,

Leia mais

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS 1 LEI Nº 142/ 82. DE 20 DE 12 DE 1982. DISPÕE SOBRE O ZONEAMENTO DE USOS DO SOLO URBANO. A CÂMARA MUNICIPAL DE PIRENÓPOLIS aprovou e eu PREFEITO MUNICIPAL, sanciono a seguinte Lei: CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES

Leia mais

ESTADO DO AMAZONAS MUNICÍPIO DE LÁBREA

ESTADO DO AMAZONAS MUNICÍPIO DE LÁBREA ESTADO DO AMAZONAS MUNICÍPIO DE LÁBREA GABINETE DO PREFEITO DECRETO MUNICIPAL Nº. 466/GPML - DE 14 DE JANEIRO DE 2013. Dispõe sobre o valor a ser cobrado no Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial

Leia mais

CONSIDERANDO a necessidade de estabelecer procedimentos adicionais para obtenção do referido Alvará Provisório,

CONSIDERANDO a necessidade de estabelecer procedimentos adicionais para obtenção do referido Alvará Provisório, DECRETO N.º 1.715, de 13 de maio de 2009. REGULAMENTA o Artigo 12 da Lei Complementar nº 045, de 18 de dezembro de 2007, define o grau de risco das Atividades econômicas e dá outras providências. JOCELITO

Leia mais

ANEXO 11 Usos e Atividades

ANEXO 11 Usos e Atividades Usos e s omércio varejista de mercado- 52.13-2 omércio varejista de mercadorias em geral, com rias em geral com predominância predominância de produtos alimentícios, com área de de produtos alimentícios.

Leia mais

QUANTITATIVO - EMPRESAS ATIVAS MINAS GERAIS 2010. Leonardo Faria Lima

QUANTITATIVO - EMPRESAS ATIVAS MINAS GERAIS 2010. Leonardo Faria Lima QUANTITATIVO - EMPRESAS ATIVAS MINAS GERAIS 2010 Leonardo Faria Lima Belo Horizonte 2010 2 O Estado de Minas Gerais encerrou o ano de 2010 com o total de 756.273 1 empresas ativas segundo os dados estáticos

Leia mais

FUNRESPOL - FUNDO ESPECIAL DE REEQUIPAMENTO POLICIAL

FUNRESPOL - FUNDO ESPECIAL DE REEQUIPAMENTO POLICIAL FUNRESPOL - FUNDO ESPECIAL DE REEQUIPAMENTO POLICIAL TAXA DE SEGURANÇA CONSIDERAÇÕES A Taxa de Segurança é um tributo e tem a mesma natureza de outros tributos que visem a satisfação das necessidades básicas

Leia mais

Características do Emprego Formal RAIS 2014 Principais Resultados: GOIÁS

Características do Emprego Formal RAIS 2014 Principais Resultados: GOIÁS MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO Características do Emprego Formal RAIS 2014 Principais Resultados: GOIÁS O número de empregos formais no estado alcançou 1,514 milhão em dezembro de 2014, representando

Leia mais

DECISÃO Nº 119, DE 16 DE NOVEMBRO DE 2011.

DECISÃO Nº 119, DE 16 DE NOVEMBRO DE 2011. DECISÃO Nº 119, DE 16 DE NOVEMBRO DE 2011. Aprova o Plano Específico de Zoneamento de Ruído do Aeródromo de Paraty. A DIRETORIA DA AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL - ANAC, no exercício da competência

Leia mais

CATEGORIAS E GRUPOS PARA ENQUADRAMENTO IMPORTANTE. 1.- Para cada x assinalado, enviar no mínimo 02 (dois) atestados de cada categoria;

CATEGORIAS E GRUPOS PARA ENQUADRAMENTO IMPORTANTE. 1.- Para cada x assinalado, enviar no mínimo 02 (dois) atestados de cada categoria; CATEGORIAS E PARA ENQUADRAMENTO IMPORTANTE 1.- Para cada x assinalado, enviar no mínimo 02 (dois) atestados de cada categoria; 2.- Os atestados deverão: 2.1.- Ser apresentados rigorosamente de acordo com

Leia mais

ANEXO II CLASSIFICAÇÃO DAS ATIVIDADES POR CATEGORIA DE USO DA EDIFICAÇÃO

ANEXO II CLASSIFICAÇÃO DAS ATIVIDADES POR CATEGORIA DE USO DA EDIFICAÇÃO 45 LEI COMPLEMENTAR Nº..., DE...de...de 2006 ANEXO II CLASSIFICAÇÃO DAS ATIVIDADES POR CATEGORIA DE USO DA EDIFICAÇÃO 1 RESIDENCIAL UNIFAMILIAR Correspondente a uma habitação por lote ou conjunto de lotes.

Leia mais

INTRODUÇÃO 1. DO FATO GERADOR DO IMPOSTO 2. ALÍQUOTAS DO ISS

INTRODUÇÃO 1. DO FATO GERADOR DO IMPOSTO 2. ALÍQUOTAS DO ISS ISS - Alíquotas - Tratamento no Distrito Federal (Publicado no Contadez Boletim nº 16/2008-11/04/2008 a 17/04/2008) Raquel Raab Ramos Consultora Contadez - Tributos Indiretos Sumário Introdução 1. Do Fato

Leia mais

REGULAMENTA OS PROCEDIMENTOS PARA CONCESSÃO DA LICENÇA PARA LOCALIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO PARA A REALIZAÇÃO DE EVENTOS.

REGULAMENTA OS PROCEDIMENTOS PARA CONCESSÃO DA LICENÇA PARA LOCALIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO PARA A REALIZAÇÃO DE EVENTOS. DECRETO Nº 16.785, DATA: 5 de outubro de 2005. REGULAMENTA OS PROCEDIMENTOS PARA CONCESSÃO DA LICENÇA PARA LOCALIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO PARA A REALIZAÇÃO DE EVENTOS. O Prefeito Municipal de Foz do Iguaçu,

Leia mais

Objetivo SIMPLES NACIONAL 2015. Lucro Real. Outros Modelos de Tributação. Compreender como funciona o SIMPLES

Objetivo SIMPLES NACIONAL 2015. Lucro Real. Outros Modelos de Tributação. Compreender como funciona o SIMPLES Objetivo SIMPLES NACIONAL 2015 Vicente Sevilha Junior setembro/2014 Compreender como funciona o SIMPLES Entender quais atividades podem ou não optar pelo SIMPLES Analisar as tabelas e percentuais do SIMPLES

Leia mais

1. COMÉRCIO 1.1. Pesquisa Mensal de Comércio

1. COMÉRCIO 1.1. Pesquisa Mensal de Comércio Nº 46 - Julho/2015 1. COMÉRCIO 1.1. Pesquisa Mensal de Comércio O volume de vendas do comércio varejista restrito do estado do Rio de Janeiro registrou, em abril de 2015, queda de 3,9% em relação ao mesmo

Leia mais

Sumário. Prefácio. Capítulo 1 Aspectos constitucionais dos tributos municipais 1

Sumário. Prefácio. Capítulo 1 Aspectos constitucionais dos tributos municipais 1 Prefácio XV Capítulo 1 Aspectos constitucionais dos tributos municipais 1 1 Princípios gerais constitucionais 1 2 Limitações constitucionais ao poder de tributar dos Municípios 12 3 Substituição tributária

Leia mais

Lei Complementar n 43, de 16 de dezembro de 2010

Lei Complementar n 43, de 16 de dezembro de 2010 Lei Complementar n 43, de 16 de dezembro de 2010 Dispõe sobre a alteração da lei complementar n 25/2006, que dispõe sobre o Código Tributário do Município de Seara, revoga leis anteriores, e dá outras

Leia mais

Lei Complementar n 003/98 Parnamirim/RN, 25 de dezembro de 1998.

Lei Complementar n 003/98 Parnamirim/RN, 25 de dezembro de 1998. Lei Complementar n 003/98 Parnamirim/RN, 25 de dezembro de 1998. Modifica dispositivos do Código Tributário Municipal (Lei n 951, de 30/12/97) e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE PARNAMIRIM/RN,

Leia mais

Dados gerais referentes às empresas do setor industrial, por grupo de atividades - 2005

Dados gerais referentes às empresas do setor industrial, por grupo de atividades - 2005 Total... 147 358 6 443 364 1 255 903 923 1 233 256 750 157 359 927 105 804 733 1 192 717 909 681 401 937 511 315 972 C Indústrias extrativas... 3 019 126 018 38 315 470 32 463 760 4 145 236 2 657 977 35

Leia mais

O POVO DA CIDADE DO RECIFE, POR SEUS REPRESENTANTES, DECRETA E EU EM SEU NOME SANCIONO, A SEGUINTE LEI:

O POVO DA CIDADE DO RECIFE, POR SEUS REPRESENTANTES, DECRETA E EU EM SEU NOME SANCIONO, A SEGUINTE LEI: LEGISLAÇÃO COMPLEMENTAR DE Nº 15.840/93 DE 29 DE DEZEMBRO DE 1993. (Publicada no DOM de 29/30 de 12 de 1993) (Revogada pela Lei 16.290, de 29 de janeiro de 1997) EMENTA: Institui a Zona Especial Turística

Leia mais

LEI DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Nº 14.460 DE 16.01.2014

LEI DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Nº 14.460 DE 16.01.2014 LEI DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Nº 14.460 DE 16.01.2014 D.O.E/RS - 17.01.2014 Dispõe sobre o reajuste dos pisos salariais, no âmbito do Estado do Rio Grande do Sul, para as categorias profissionais

Leia mais

Prefeitura do Município de Londrina Estado do Paraná

Prefeitura do Município de Londrina Estado do Paraná Ofício nº./2014-gab. Londrina, A Sua Excelência, Senhor Rony dos Santos Alves Presidente da Câmara Municipal Londrina - Pr Assunto: Encaminha Projeto de Lei Altera os incisos I, II e III do art. 3º, da

Leia mais

LEGISLAÇÃO DO MUNICÍPIO DE SALVADOR QUE DETERMINA "OBRIGATÓRIA" REALIZAÇÃO DE INSPEÇÃO PREDIAL POR PROFISSIONAL HABILITADO NO CREA

LEGISLAÇÃO DO MUNICÍPIO DE SALVADOR QUE DETERMINA OBRIGATÓRIA REALIZAÇÃO DE INSPEÇÃO PREDIAL POR PROFISSIONAL HABILITADO NO CREA LEGISLAÇÃO DO MUNICÍPIO DE SALVADOR QUE DETERMINA "OBRIGATÓRIA" REALIZAÇÃO DE INSPEÇÃO PREDIAL POR PROFISSIONAL HABILITADO NO CREA Diário Oficial do Município ATOS DO PODER LEGISLATIVO LEI Nº 5.907/2001

Leia mais

TIPOS CATEGORIA INCÔMODO* USO ATIVIDADE ANI AI 1 AI 2 1 2 3 4 5 6 7 8 R

TIPOS CATEGORIA INCÔMODO* USO ATIVIDADE ANI AI 1 AI 2 1 2 3 4 5 6 7 8 R R RESIDENCIAL R.1 R.2 Residência unifamiliar Residência multifamiliar horizontal R.3 R.4 CS CS.1 COMÉRCIO E SERVIÇOS 1.1 Açougue / Comércio de Embutidos 1.2 Armazém 1.3 Bomboniére 1.4 Mercado / Mercearia

Leia mais

Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo DECRETO Nº 10.462

Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo DECRETO Nº 10.462 Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo DECRETO Nº 10.462 Regulamenta critérios para operação e manutenção de reservatórios de água potável superiores e inferiores (cisternas), de estabelecimentos

Leia mais

Bradesco Seguro Simpli Empresa

Bradesco Seguro Simpli Empresa INTERNA Bradesco Seguro Simpli Empresa Este documento foi classificado pela Superintendência de Produtos e o acesso está autorizado, exclusivamente, para os Funcionários da Organização. Classificação:

Leia mais

Prefeitura Municipal de Taquari Estado do Rio Grande do Sul

Prefeitura Municipal de Taquari Estado do Rio Grande do Sul Lei nº. 3.575, de 22 de julho de 2013. Altera dispositivos da Lei nº 1.790, de 23-11-1998 em seu artigo 6º. e da Lei nº. 2.144, de 20-06-2002 em seu artigo 3º., atualizando os valores do anexo 1 e dá outras

Leia mais

LEI 1.089, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2006. (*)

LEI 1.089, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2006. (*) LEI 1.089, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2006. (*) DISPÕE sobre os regimes de substituição tributária e responsabilidade solidária para retenção na fonte e recolhimento do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza

Leia mais

6.33 - RMSP. cas de jornal (aumento de 39,4%) e o comércio de autopeças (aumento de 31,6%).

6.33 - RMSP. cas de jornal (aumento de 39,4%) e o comércio de autopeças (aumento de 31,6%). 6.33 - RMSP RMSP 162 Na Região Metropolitana de São Paulo 56, em 2004, no grupo das micro e pequenas empresas (MPEs), existiam 354.505 estabelecimentos no comércio, 309.356 no setor de serviços e 95.276

Leia mais

ANEXO I - Obrigatoriedade da NFS-e a partir de 01/09/2009 CÓDIGO DE ATIVIDADE CNAE 2.0

ANEXO I - Obrigatoriedade da NFS-e a partir de 01/09/2009 CÓDIGO DE ATIVIDADE CNAE 2.0 ANEXO I - Obrigatoriedade da NFS-e a partir de 01/09/2009 CÓDIGO DE ATIVIDADE CNAE 2.0 Código Descrição 1830-0/03-00 REPRODUCAO DE SOFTWARE EM QUALQUER SUPORTE 6190-6/01-00 PROVEDORES DE ACESSO AS REDES

Leia mais

JOÃO DOMINGOS RODRIGUES DA SILVA, Prefeito Municipal de Almirante Tamandaré do Sul, Estado do Rio Grande do Sul.

JOÃO DOMINGOS RODRIGUES DA SILVA, Prefeito Municipal de Almirante Tamandaré do Sul, Estado do Rio Grande do Sul. JOÃO DOMINGOS RODRIGUES DA SILVA, Prefeito Municipal de Almirante Tamandaré do Sul, Estado do Rio Grande do Sul. Faço saber que o Legislativo aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte lei: LEI MUNICIPAL

Leia mais

PORTARIA Nº 490/DGAC, de 06 de setembro de 1996.

PORTARIA Nº 490/DGAC, de 06 de setembro de 1996. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA AERONÁ UTICA DEPARTAMENTO DE AVIAÇÃO CIVIL PORTARIA Nº 490/DGAC, de 06 de setembro de 1996. Aprova e Efetiva o Plano Específico de Zoneamento de Ruído do Aeroporto

Leia mais

SEÇÃO II DA TAXA DE LICENÇA PARA LOCALIZAÇÃO DE ESTABELECIMENTOS

SEÇÃO II DA TAXA DE LICENÇA PARA LOCALIZAÇÃO DE ESTABELECIMENTOS CAPÍTULO II DAS TAXAS DECORRENTES DO EXERCÍCIO DO PODER DE POLÍCIA ADMINISTRATIVA SEÇÃO I DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 82 - As taxas de licença têm como fato gerador o exercício regular do poder de polícia

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 306 1

LEI COMPLEMENTAR Nº 306 1 LEI COMPLEMENTAR Nº 306 1 Institui hipótese de responsabilidade pelo pagamento do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza - ISSQN e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE. Faço

Leia mais