PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATRO BARRAS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATRO BARRAS"

Transcrição

1 PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATRO BARRAS MODALIDADE: PREGÃO ELETRÔNICO N.º 14/2015 TIPO: MENOR PREÇO POR ITEM PARTICIPAÇÃO EXCLUSIVA DE MICROEMPRESAS, EMPRESAS DE PEQUENO PORTE E EQUIPARADAS, CONFORME ART. 48, I DA LEI COMPLEMENTAR Nº 123/2006. O Município de QUATRO BARRAS, Estado do Paraná, através da Comissão de Pregão nomeada pelo Decreto nº 3409/2014 de 01 de maio de 2014, torna público que de acordo com a Lei n.º de 21 de Junho de 1993 e alterações posteriores, Decreto Federal nº 5450/2005 Pregão Eletrônico, Lei nº , de 17 de julho de 2002, que instituiu a modalidade Pregão, Lei Complementar Federal nº 123 de 14 de dezembro de 2006 com as alterações introduzidas pela Lei Complementar n 147/2014 e Decreto Municipal nº 421/2006 de 30 de novembro de 2006, torna público, para o conhecimento dos interessados, que fará realizar na modalidade de PREGÃO ELETRÔNICO, do tipo Menor Preço Por Item. Certifico que o presente foi afixado no Paço Municipal. RESUMO DA LICITAÇÃO OBJETO: Contratação de empresa para solução de tecnologia de controle de conteúdo da internet e intranet com firewall integrado e pacote de antivírus, conforme especificações contidas no Anexo I do referido Edital. MODALIDADE / TIPO: PREGÃO ELETRÔNICO / Menor Preço Por Item. RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS: das 08h:30min do dia 20/03/2015 às 08h:55min do dia 07/04/2015. ABERTURA DAS PROPOSTAS: das 09h:00min às 09h:25min do dia 07/04/2015. INÍCIO DA SESSÃO DE DISPUTA DE PREÇOS: 09h:30min do dia 07/04/2015. VALOR GLOBAL: R$ ,52 (trinta mil e quinze reais e cinquenta e dois centavos). PRAZO DE EXECUÇÃO: O prazo para execução dos serviços será de até 10 (dez) dias úteis contados da data de recebimento da ordem de serviço pelo licitante vencedor. PRAZO DE PAGAMENTO: Até 15 (quinze) dias do recebimento conferido e aprovado da nota fiscal no departamento financeiro. PRAZO DO CONTRATO: 12 (doze) meses. LOCAL: Acesso Identificado Para todas as referências de tempo será observado o horário de Brasília (DF). 1- OBJETO Tem por objeto o presente Edital de Pregão Eletrônico a contratação de empresa para solução de tecnologia de controle de conteúdo da internet e intranet com firewall integrado e pacote de antivírus, conforme especificações contidas no Anexo I. Solicitação feita através dos processos nº. 1504/2015 e 1505/2015 protocolados pela Secretaria de Administração, Fazenda e Orçamento. 2 VALOR GLOBAL 2.1 O valor global para a presente licitação é de R$ ,52 (trinta mil e quinze reais e cinquenta e dois centavos). Os valores máximos unitários estão relacionados no anexo I. Compõem este Edital os seguintes anexos: ANEXO 01 Descrição Detalhada do Objeto ANEXO Termo de Referência Antivírus ANEXO Termo de Referência Firewall ANEXO 02 - Minuta do Termo do Contrato ANEXO 03 - Exigências para Habilitação ANEXO 04 - Modelo de Declaração de Idoneidade ANEXO 05 - Modelo de declaração de fato superveniente impeditivo de habilitação ANEXO 06 - Modelo de declaração de inexistência de empregado menor no quadro da empresa empregadora ANEXO 07 - Modelo da carta proposta para execução de serviço do objeto do Edital 1

2 ANEXO 08 - Declaração de enquadramento no regime de tributação de ME/EPP ANEXO 09 - Ficha técnica descritiva 3 DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 3.1 O Pregão Eletrônico será realizado em sessão pública, por meio da INTERNET, mediante condições de segurança criptografia e autenticação em todas as suas fases através do Sistema de Pregão Eletrônico Acesso Identificado. 3.2 Os trabalhos serão conduzidos por funcionário do órgão licitante, denominado Pregoeiro, mediante a inserção e monitoramento de dados gerados ou transferidos para o aplicativo eletrônico de compras constante da página eletrônica da indicar plataforma eletrônica e seu endereço. 4 RECEBIMENTO E ABERTURA DAS PROPOSTAS E DATA DO PREGÃO ELETRÔNICO 4.1 O fornecedor deverá observar as datas e os horários limites previstos para a inscrição e cadastramento e a abertura da proposta, atentando também para a data e horário para início da disputa. 5 CONDIÇÕES PARA PARTICIPAÇÃO Poderão participar desta Licitação qualquer firma individual ou sociedade, regularmente estabelecida no País, que seja especializada no objeto desta licitação e que satisfaça todas as exigências, especificações e normas contidas neste Edital e seus Anexos; Poderão participar deste Pregão Eletrônico as empresas que apresentarem toda a documentação exigida para o respectivo cadastramento junto ao sistema eletrônico de licitações adotado; 5.3 É vedada a participação de empresa em forma de consórcios ou grupos de empresas; Não poderá participar da licitação a empresa que estiver sob falência, concordata, concurso de credores, dissolução, liquidação ou que esteja suspensa de licitar e/ou declarada inidônea pela Administração Pública ou impedida legalmente Para participação na licitação, os interessados deverão credenciar-se junto ao sistema eletrônico, para então cadastrar sua proposta até horário fixado neste Edital. Para cadastrar-se junto ao sistema eletrônico o licitante deve entrar em contato com o site indicado no item 3.1 deste edital O provedor do sistema eletrônico poderá cobrar pelos custos pela utilização dos recursos de tecnologia da informação nos termos do regulamento do sistema, de acordo com o artigo 5º, inciso III, da Lei nº / A microempresa ou empresa de pequeno porte, além da apresentação da declaração constante no Anexo 08 para fins de habilitação, deverá, quando do cadastramento da proposta inicial de preço a ser digitado no sistema, informar sua condição, assim como no campo próprio da ficha técnica descritiva do objeto consoante com o modelo do Anexo REGULAMENTO OPERACIONAL DO CERTAME 6.1 O certame será conduzido pelo Pregoeiro, com o auxílio da equipe de apoio, que terá, em especial, as seguintes atribuições: a) acompanhar os trabalhos da equipe de apoio; b) responder as questões formuladas pelos fornecedores, relativas ao certame; c) abrir as propostas de preços; d) analisar a aceitabilidade das propostas; e) desclassificar propostas indicando os motivos; f) conduzir os procedimentos relativos aos lances e à escolha da proposta do lance de menor preço; g) verificar a habilitação do proponente classificado em primeiro lugar; h) declarar o vencedor; i) receber, examinar e decidir sobre a pertinência dos recursos; j) elaborar a ata da sessão com o auxílio eletrônico; k) encaminhar o processo à autoridade superior para homologar e autorizar a contratação; i) abrir processo administrativo para apuração de irregularidades visando a aplicação de penalidades previstas na legislação. CREDENCIAMENTO NO SISTEMA LICITAÇÕES As pessoas jurídicas ou firmas individuais interessadas deverão cadastrar operador devidamente credenciado junto ao sistema, atribuindo poderes para formular lances de preços e praticar todos os demais atos e operações no sistema de compras A participação do licitante resulta no pleno conhecimento, aceitação e atendimento às exigências de habilitação previstas no Edital Em atendimento ao art. 48, I da Lei Complementar 123/2006, poderão participar da presente Licitação apenas MIC R OE M PRE S AS, E M P RES AS DE PE Q UE N O P O RT E E E QUI P AR AD AS 2

3 que atuem no ramo pertinente ao objeto da presente licitação e que atendam a todas as condições exigidas na Lei nº /02, na Lei nº 8.666/ O acesso do operador ao pregão, para efeito de encaminhamento de proposta de preço e lances sucessivos de preços, em nome do licitante, somente se dará mediante prévia definição de senha privativa A chave de identificação e a senha dos operadores poderão ser utilizadas em qualquer pregão eletrônico, salvo quando canceladas por solicitação do credenciado ou por iniciativa do provedor do sistema; É de exclusiva responsabilidade do usuário o sigilo da senha, bem como seu uso em qualquer transação efetuada diretamente ou por seu representante, não cabendo a plataforma eletrônica a responsabilidade por eventuais danos decorrentes de uso indevido da senha, ainda que por terceiros; O credenciamento do fornecedor e de seu representante legal junto ao sistema eletrônico implica a responsabilidade legal pelos atos praticados e a presunção de capacidade técnica para realização das transações inerentes ao pregão eletrônico; PARTICIPAÇÃO A participação no Pregão Eletrônico se dará por meio da digitação da senha pessoal e intransferível do representante credenciado e subsequente cadastramento para participar do pregão, exclusivamente por meio do sistema eletrônico, observados data e horário limite estabelecidos Caberá ao fornecedor acompanhar as operações no sistema eletrônico durante a sessão pública do pregão eletrônico, ficando responsável pelo ônus decorrente da perda de negócios diante da inobservância de quaisquer mensagens emitidas pelo sistema ou da desconexão do seu representante; Qualquer dúvida em relação ao acesso do sistema operacional poderá ser esclarecida junto ao provedor adotado pelo comprador. ABERTURA DAS PROPOSTAS E FORMULAÇÃO DOS LANCES A partir do horário previsto no Edital e no sistema para cadastramento e encaminhamento da proposta inicial de preço, terá início à sessão pública do pregão eletrônico, com a divulgação das propostas de preços recebidas, passando o Pregoeiro a avaliar a aceitabilidade das propostas; Aberta a etapa competitiva, os representantes dos fornecedores deverão estar conectados ao sistema para participar da sessão de lances. A cada lance ofertado o participante será imediatamente informado de seu recebimento e respectivo horário de registro e valor; O fornecedor poderá encaminhar lance com valor superior ao menor lance registrado, desde que seja inferior ao seu último lance ofertado e diferente de qualquer lance válido para o lote; Não serão aceitos dois ou mais lances de mesmo valor, prevalecendo aquele que for recebido e registrado em primeiro lugar; 6.15 Não será aceita ficha técnica com valores superiores ao máximo fixado no Edital. O descumprimento desse requisito implicará na desclassificação do licitante; 6.16 Fica a critério do pregoeiro a autorização da correção de lances com valores digitados errados ou situação semelhante, mesmo que antes do início da disputa de lances, observadas as regras do sistema; 6.17 Durante o transcurso da sessão pública os participantes serão informados, em tempo real, do valor do menor lance registrado. O sistema não identificará o autor dos lances aos demais participantes; 6.18 No caso de desconexão com o Pregoeiro, no decorrer da etapa competitiva do Pregão Eletrônico, o sistema eletrônico poderá permanecer acessível aos licitantes para a recepção dos lances, retornando o Pregoeiro, quando possível, sua atuação no certame, sem prejuízos dos atos realizados; 6.19 Quando a desconexão persistir por tempo superior a dez minutos, a sessão do Pregão Eletrônico será suspensa e terá reinício somente após comunicação expressa aos operadores representantes dos participantes, através de mensagem eletrônica ( ) divulgando data e hora da reabertura da sessão; 6.20 A etapa de lances da sessão pública será encerrada mediante aviso de fechamento iminente dos lances, emitido pelo sistema eletrônico, após o que transcorrerá período de tempo extra. O período de tempo extra ocorrerá em um intervalo que poderá ser de 01 (um) segundo a 30 (trinta) minutos, aleatoriamente determinado pelo sistema eletrônico, findo o qual será automaticamente encerrada a recepção de lances, não podendo, em hipótese alguma, as empresas apresentarem novos lances; (FECHAMENTO RANDÔMICO) Devido a imprevisão de tempo extra, as Empresas participantes deverão estimar o seu valor mínimo de lance a ser ofertado, evitando assim, cálculos de última hora, que poderá resultar em uma disputa frustrada por falta de tempo hábil; 6.21 Facultativamente, o Pregoeiro poderá, antes de anunciar o vencedor, solicitar pelo sistema eletrônico contraproposta diretamente ao proponente que tenha apresentado o lance de menor preço, para que seja obtido preço melhor, bem como decidir sobre sua aceitação; 3

4 O sistema informará a proposta de menor preço (ou melhor proposta) imediatamente após o encerramento da etapa de lances ou, quando for o caso, após negociação e decisão pelo pregoeiro acerca da aceitação do lance de menor valor; Os documentos relativos à habilitação da Empresa vencedora e demais anexos, assim como a Proposta de Preços, deverão ser encaminhados no prazo de 24 (vinte e quatro) horas, digitalizados, para o e, posteriormente, encaminhados em originais ou cópias autenticadas, no prazo máximo de 05 (cinco) dias úteis, contados da data da sessão pública virtual, para Depto de Licitações da sede da Prefeitura de QUATRO BARRAS, sito a Av. Dom Pedro II, n.º 110, - Centro. O não cumprimento do referido prazo acarretará a desclassificação da proposta vencedora, passando-se assim, para a segunda colocada. Após a conferência dos documentos enviados, se estiverem de acordo com o solicitado será declarada a empresa vencedora do lote e aberto o prazo para manifestação de intenção de interposição de recurso; A sessão pública fica suspensa, ou seja, permanece em fase de classificação/habilitação até o recebimento da documentação original dentro das condições dispostas no item Será informado no chat o horário e a data exata em que se continuarão os trabalhos; O não cumprimento do envio dos documentos de habilitação dentro do prazo acima estabelecido acarretará nas sanções previstas neste Edital, podendo o Pregoeiro convocar a empresa que apresentou a proposta ou o lance subsequente; Se a proposta ou o lance de menor valor não for aceitável ou se o fornecedor desatender às exigências habilitatórias, o Pregoeiro examinará a proposta ou o lance subsequente, verificando a sua compatibilidade e a habilitação do participante, na ordem de classificação, e assim sucessivamente, até a apuração de uma proposta ou lance que atenda o Edital. Também nessa etapa o Pregoeiro poderá negociar com o participante para que seja obtido preço melhor; Caso não sejam apresentados lances, será verificada a conformidade entre a proposta de menor preço e valor estimado para a contratação; Constatando o atendimento das exigências fixadas no Edital, o objeto será adjudicado ao autor da proposta ou lance de menor preço; 7 PROPOSTA NO SISTEMA ELETRÔNICO O encaminhamento de proposta para o sistema eletrônico pressupõe o pleno conhecimento e atendimento às exigências de habilitação previstas no Edital. O Licitante será responsável por todas as transações que forem efetuadas em seu nome no sistema eletrônico, assumindo como firmes e verdadeiras suas propostas e lances; Na ficha técnica deverá, obrigatoriamente, ser informado no campo próprio as ESPECIFICAÇÕES e quando for o caso, informar se a empresa é ME ou EPP. A não inserção de arquivos ou informações contendo as especificações, implicará na desclassificação da Empresa, face à ausência de informação suficiente para classificação da proposta; 7.2 O objeto deverá estar totalmente dentro das especificações contidas no ANEXO 01; 7.3 A validade da proposta será de 60 (sessenta) dias, contados a partir da data da sessão pública do Pregão Eletrônica; 8 PROPOSTA ESCRITA E FORNECIMENTO A Empresa vencedora, deverá enviar no prazo de 24 (vinte e quatro) horas, digitalizados, para o a documentação referente a habilitação e demais anexos, juntamente com a Proposta de Preços escrita, com os valores oferecidos após a etapa de lances e, posteriormente, encaminhados em originais ou cópias autenticadas em 01 (uma) via, rubricada em todas as folhas e a última assinada pelo Representante Legal da Empresa citado nos documentos de habilitação, em linguagem concisa, sem emendas, rasuras ou entrelinhas, contendo Razão Social, CNPJ Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica, Inscrição Estadual, endereço completo, número de telefone e fax, número de agência de conta bancária, no prazo estipulado no item 6.23, deste Edital; 8.2 Na proposta escrita, deverá conter: a) Os valores dos impostos já deverão estar computados no valor do produto ou destacados; b) O prazo de validade que não poderá ser inferior a 60 (sessenta) dias, contados da abertura das propostas virtuais; c) Especificação completa do serviço oferecido com informações técnicas que possibilitem a sua completa avaliação, totalmente conforme descrito no ANEXO 01, deste Edital; d) Data e assinatura do Representante Legal da proponente 8.3 Atendidos todos os requisitos, será(ão) considerada(s) vencedora(s) a(s) licitante(s) que oferecer(em) o MENOR PREÇO POR ITEM. 4

5 8.4 - Os preços cotados deverão estar inclusos todos os custos e demais despesas e encargos inerentes ao serviço até sua execução no local fixado neste Edital Serão desclassificadas as propostas que conflitem com as normas deste Edital ou da legislação em vigor; Serão desclassificadas as propostas que: Sejam incompletas, isto é não contenham informação (ões) insuficiente (s) que permita(m) a perfeita identificação do serviço licitado; Contiverem qualquer limitação ou condição substancialmente contrastante com o presente Edital, ou seja, manifestamente inexequíveis, por decisão do Pregoeiro; Ocorrendo discordância entre os valores numéricos e por extenso, prevalecerão estes últimos. 9 CRITÉRIOS DE JULGAMENTO Para julgamento será adotado o critério de MENOR PREÇO POR ITEM, observado o prazo para execução dos serviços, as especificações técnicas, parâmetros mínimos de desempenho e de qualidade e demais condições definidas neste Edital; O Pregoeiro anunciará o licitante detentor da proposta ou lance de menor valor, imediatamente após o encerramento da etapa de lances da sessão pública ou, quando for o caso, após negociação e decisão pelo Pregoeiro acerca da aceitação do lance de menor valor; Se a proposta ou o lance de menor valor não for aceitável, o Pregoeiro examinará a proposta ou o lance subsequente, na ordem de classificação, verificando a sua aceitabilidade e procedendo a sua habilitação. Se for necessário, repetirá esse procedimento, sucessivamente, até a apuração de uma proposta ou lance que atenda ao Edital; Ocorrendo a situação a que se referem os subitens 6.26 e 6.27 deste Edital, o Pregoeiro poderá negociar com a licitante para que seja obtido melhor preço; Da sessão, o sistema gerará ata circunstanciada, na qual estarão registrados todos os atos do procedimento e as ocorrências relevantes. 10 HABILITAÇÃO 10.1 Conforme ANEXO IMPUGNAÇÃO AO EDITAL E RECURSOS Não serão conhecidas as impugnações e os recursos apresentados fora do prazo legal e/ou subscritos por representante não habilitado legalmente ou não identificado no processo para responder pelo proponente Ao final da sessão, o proponente que desejar recorrer contra decisões do Pregoeiro poderá fazê-lo, manifestando no sistema eletrônico sua intenção de recorrer, quando oportunizado pelo pregoeiro, no prazo de até 15 minutos, com registro da síntese das suas razões, sendo-lhes facultado juntar memoriais no prazo de 3 (três) dias úteis. Os interessados ficam, desde logo, intimados a apresentar contrarrazões em igual número de dias, que começarão a correr do término do prazo do recorrente; A falta de manifestação imediata e motivada no momento e tempo estipulado durante a licitação importará a preclusão do direito de recurso; Não será concedido prazo para recursos sobre assuntos meramente protelatórios ou quando não justificada a intenção de interpor o recurso pelo proponente; Os recursos contra decisões do Pregoeiro não terão efeito suspensivo; O acolhimento de recurso importará a invalidação apenas dos atos insuscetíveis de aproveitamento Os recursos deverão ser enviados em duas vias: uma protocolada no setor de Protocolo da Prefeitura Municipal de Quatro Barras, na Av. D. Pedro II, nº 110 Centro, e outra por via eletrônica no e- mail 12 MULTAS E SANÇÕES ADMINISTRATIVAS 12.1 Pela inexecução total ou parcial dos serviços no prazo previsto no item 14.2 do presente EDITAL, será aplicado MULTA de 0,2% (dois décimos por cento) sobre o valor total da ordem de serviço, por dia de atraso, até o limite de 30 (trinta) dias corridos, após o qual ficará caracterizada, automaticamente, a recusa da entrega dos mesmos; 12.2 Havendo recusa na execução dos serviços do objeto do presente EDITAL, será a proponente declarada SUSPENSA e/ou INIDÔNEA para licitar ou contratar com o Município de Quatro Barras, nos termos do art. 87, item III e IV, da Lei n.º 8666/93; 12.3 Pela prestação de serviço em desacordo com o solicitado ou problemas na emissão da Nota Fiscal, aplicação de multa na razão de 10% (dez por cento), sobre o valor total da proposta, por infração, com prazo de até 48 (quarenta e oito) horas para a efetiva substituição do serviço; 5

6 12.4 A não retirada da ordem de serviço pela empresa dentro do prazo de até 02 (dois) dias úteis, contados a partir da data de comunicação expressa recebida pela proponente vencedora, sujeita à mesma a SUSPENSÃO do direito de licitar e contratar com este Município, pelo prazo de até 02 (dois) anos, nos termos do art. 87, item III, da referida lei; Nos termos do art. 7 da Lei nº , de 17/07/2002, a licitante, sem prejuízo das demais cominações legais e contratuais, poderá ficar, pelo prazo de até 60 (sessenta) meses, impedida de licitar e contratar com a Administração Pública nos casos de: a) apresentação de documentação falsa; b) retardamento na execução do objeto; c) não manutenção da proposta escrita ou lance verbal, após a adjudicação; d) comportamento inidôneo; e) fraude na execução do contrato; f) falha na execução do contrato Será facultado à licitante o prazo de 05 (cinco) dias úteis para a apresentação de defesa prévia, na ocorrência de quaisquer das situações previstas no item 12 deste edital. 13 FORMALIZAÇÃO DO PROCESSO Homologada a licitação pela autoridade competente, O comprador firmará contrato específico com o PROPONENTE VENCEDOR visando a execução do objeto desta licitação nos termos da minuta anexo 02 que integra este Edital; O prazo de vigência do contrato será de 12 (doze) meses contados da assinatura do mesmo. Por se tratar de serviço contínuo e essencial, o contrato poderá ser prorrogado por até 48 (quarenta e oito) meses, na forma do artigo 57, IV da lei n 8.666/ O prazo para assinatura do contrato será no máximo de 03 (três) dias úteis, a contar da convocação expressa da licitante vencedora A recusa injustificada do concorrente vencedor em assinar o Contrato dentro do prazo estabelecido no presente Instrumento, o sujeitará à aplicação das penalidades previstas nos itens 12, deste Edital, podendo a CONTRATANTE convidar, sucessivamente por ordem de classificação as demais licitantes, após comprovação da a sua compatibilidade de proposta e habilitação, com esta licitação, para celebração do Contrato; Havendo interesse da Prefeitura Municipal de Quatro Barras o valor inicial atualizado do contrato poderá ser aumentado ou suprimido até o limite de 25% (vinte e cinco por cento), nos termos dos parágrafos 1º e 2º do artigo 65, da Lei n.º 8.666/93, ficando o licitante vencedor a manter as mesmas condições licitadas. 14 PRAZOS E LOCAL DE ENTREGA 14.1 O prazo de vigência do contrato será de 12 (doze) meses, contados da assinatura do mesmo, observando o disposto no art. 57 da Lei n de Por se tratar de serviço contínuo e essencial, o contrato poderá ser prorrogado por até 48 (quarenta e oito) meses, na forma do artigo 57, IV da lei n 8.666/ O prazo para assinatura do Contrato será no máximo de 03 (três) dias úteis, a contar da convocação expressa da licitante vencedora O prazo para retirada da ordem de compras será de 02 (dois) dias úteis a contar da convocação expressa da licitante vencedora; 14.4 O prazo para execução dos serviços será de até 10 (dez) dias úteis contados da data de recebimento da ordem de serviço pelo licitante vencedor O local para execução dos serviços será na Prefeitura Municipal de Quatro Barras Secretaria Municipal de Administração, Fazenda e Orçamento Os serviços ao serem entregues deverão estar em conformidade com o que foi solicitado no edital; 15 - FORMA DE PAGAMENTO O pagamento será efetuado em até 15 (quinze) dias após a prestação de serviço realizada e conferida, pela comissão designada, quanto à qualidade dos serviços, à base dos preços unitários e global do item apresentados na proposta, e mediante a apresentação da Nota Fiscal, informando modalidade e numero da licitação, cópia do empenho e dados bancários acompanhado das provas de regularidade com Previdência Social INSS e junto ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço FGTS e CNDT, sendo que a que a juntada desses documentos constitui responsabilidade da contratada e é indispensável aos pagamentos.16 - RECURSOS FINANCEIROS Os recursos financeiros para o pagamento de despesas correrão por conta das dotações orçamentárias n : 6

7 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA 17 REAJUSTAMENTO 17.1 Tendo em vista a possibilidade de prorrogação contratual, o valor pactuado poderá ser reajustado com base em índice do URMQB (Unidade de Referência Municipal de Quatro Barras), nos termos do Art. 268, parágrafo único do CTM (Código Tributário Municipal), submetendo-se, todavia, a nova avaliação de mercado, para garantir a preservação da vantajosidade da contratação, na periodicidade mínima admitida de 01 (um) ano, a contar da data de vigência do contrato. 18 DISPOSIÇÕES FINAIS 18.1 A presente licitação, não importa necessariamente em contratação, pode o promotor revogá-la, no todo ou em parte, por razões de interesse público, derivadas de fato superveniente comprovado ou anulála por ilegalidade, de ofício ou por provocação mediante ato escrito e fundamentado disponibilizado no sistema para conhecimento dos participantes da licitação. O promotor poderá, ainda, prorrogar, a qualquer tempo, os prazos para recebimento das propostas ou para sua abertura; O proponente é responsável pela fidelidade e legitimidade das Informações prestadas e dos documentos apresentados em qualquer fase da licitação. A falsidade de qualquer documento apresentado ou a inverdade das informações nele contidas implicará a imediata desclassificação do proponente que o tiver apresentado, ou, caso tenha sido o vencedor, a rescisão do contrato ou do fornecimento de bens, sem prejuízo das demais sanções cabíveis; É facultado ao Pregoeiro, ou à autoridade a ele superior, em qualquer fase da licitação, promover diligências com vistas a esclarecer ou a complementar a instrução do processo; Os proponentes intimados para prestar quaisquer esclarecimentos adicionais deverão fazê-lo no prazo determinado pelo Pregoeiro, sob pena de desclassificação/inabilitação; O desatendimento de exigências formais não essenciais não importará no afastamento do proponente, desde que seja possível a aferição da sua qualificação e a exata compreensão da sua proposta; As normas que disciplinam este Pregão Eletrônico serão sempre interpretadas em favor da ampliação da disputa entre os proponentes, desde que não comprometam o interesse da Administração, a finalidade e a segurança da contratação; 18.7 As decisões referentes a este processo licitatório poderão ser comunicadas aos proponentes por qualquer meio de comunicação que comprove o recebimento ou, ainda, mediante publicação no Diário Oficial do Município; Os casos não previstos neste Edital serão decididos pelo Pregoeiro; A participação do proponente nesta licitação implica em aceitação de todos os termos deste Edital; Não cabe à plataforma eletrônica qualquer responsabilidade pelas obrigações assumidas pelo fornecedor com o licitador, em especial com relação à forma e às condições de entrega dos bens ou da prestação de serviços e quanto à quitação financeira da negociação realizada O foro designado para julgamento de quaisquer questões judiciais resultantes deste Edital será da Comarca de CAMPINA GRANDE DO SUL, considerado aquele a que está vinculado o Pregoeiro; O Pregoeiro e sua Equipe de Apoio, atenderá aos interessados no horário compreendido das 8h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h, de segunda a sexta-feira, no Endereço Av. D. Pedro II, nº 110 Centro, ou telefone (41) ou para melhores esclarecimentos A documentação apresentada para fins de habilitação da Empresa vencedora fará parte dos autos da licitação e não será devolvida ao proponente; Não havendo expediente ou ocorrendo qualquer fato superveniente que impeça a realização do certame na data marcada, a sessão será automaticamente transferida para o primeiro dia útil subsequente, no mesmo horário e local anteriormente estabelecidos, desde que não haja comunicação do Pregoeiro em contrário Os casos omissos neste Edital serão resolvidos pelo Pregoeiro, nos termos da legislação pertinente. QUATRO BARRAS, 18 DE MARÇO DE Atenciosamente, Carlos Eduardo Teixeira Pregoeiro Municipal 7

8 ANEXO 01 DESCRIÇÃO DETALHADA DO OBJETO Referente: Edital de Pregão Eletrônico nº 14/ OBJETO / JUSTIFICATIVA: 1.1 O presente Pregão Eletrônico tem por objeto a contratação de empresa para solução de tecnologia de controle de conteúdo da internet e intranet com firewall integrado e pacote de antivírus, conforme especificações constantes no Edital e neste Termo de Referência Em caso de divergência existente entre as especificações dos itens que compõem o objeto descrito no sistema eletrônico e as especificações constantes deste Termo, prevalecerão as últimas. 2 - ESPECIFICAÇÕES DOS SERVIÇOS / PREÇO ESTIMADO: Valor Máximo da Licitação: R$ ,52 (trinta mil e quinze reais e cinqüenta e dois centavos). Item Descrição Marca Unidade Quant Licenças de antivírus comum para um ano, com suporte e manutenção Licenças de antivírus for Windows Servers para um ano, com suporte e manutenção Licenciamento das soluções OMNE WALL (Firewall Integrado) e OMNE smartweb (filtro de conteúdo WEB), OMNE QOS, válido pelo período de 12 (doze) meses para 400 (quatrocentos) usuários, com serviço de suporte durante o contrato. Valor Máx. Unit. Valor Máx. Total. Und 300 R$ 46,00 R$ ,00 Und 8 R$ 70,62 R$ 564,96 Serv 1 R$ ,56 R$ ,56 O prazo de validade da proposta de preços é de 60 (sessenta) dias a partir da data de recebimento das propostas de preço pela Comissão de Licitação. Declaramos que, em nossos preços, estão incluídos todos os custos diretos e indiretos para a perfeita execução do objeto em epígrafe. Atenciosamente, Nome, assinatura do responsável legal. Carteira de identidade (numero/órgão emissor) 8

9 ANEXO TERMO DE REFERÊNCIA ANTIVIRUS 1.00 Características gerais da solução 1.01 Todos os componentes que fazem parte da solução, de segurança para servidores, estações de trabalho e anti-spam deverão ser fornecidas por um único fabricante. Não serão aceitas composições de produtos de fabricantes diferentes O fabricante deverá ter solução de antivírus para Servidores, Estações de trabalho e Correio Eletrônico O conjunto de softwares que compõe a solução de antivírus para servidores e estações de trabalho deverão ser totalmente gerenciáveis através da mesma console de gerenciamento centralizado e de forma que todos os produtos sejam monitorados através desta Fornecer todo o material necessário para a instalação dos produtos solicitados Manuais necessários à instalação, manutenção e utilização da solução, nos seguintes meios: papel, CD e/ou Website em Inglês ou Português do Brasil Apresentação de projeto detalhado do desenho da solução ofertada, abrangendo todo o conjunto de softwares, aplicação e gerenciamento unificado A solução deverá possuir ferramentas de varredura, detecção, análise e remoção de malwares, riskwares, spywares e demais formas de vírus e códigos maliciosos conhecidos, bem como Firewall, IDS/IPS, Controle de Aplicativos e Quarentena de Rede. Estas devem ser totalmente integradas, instaladas através de um único pacote sem a necessidade de instalação de módulos adicionais Solução de monitoramento remoto com utilização de interface gráfica (GUI), para administração, monitoração e gerenciamento da solução ofertada e que seja disponibilizada sua instalação em plataforma Windows e Linux, podendo o administrador escolher a plataforma desejada de acordo com sua necessidade Repositório remoto de distribuição de atualizações da lista de vírus e do mecanismo de varredura (Scan Engine) sem limite de instalações, podendo o administrador instalar quantos necessitar sem ônus com suporte para as plataformas Windows e Linux Prevenção de epidemia manual ou automática A propriedade de todos os componentes da solução passa a ser do (CLIENTE) O fabricante do antivírus deve possuir site indicando ameaças de malware presentes mundo em tempo real, através de indicação gráfica e mapa mundial O fabricante deve possuir site próprio para coleta de amostras de arquivos infectados O fabricante deve possuir site próprio para coleta de falsos positivos O fabricante deverá participar do programa Microsoft Active Protection Program para obtenção de informações de modo a permitir a criação de regras de proteção antes mesmo dos patches serem publicados pelo fabricante Especificações Técnicas para o Software de Gerenciamento Centralizado para toda a Solução de Segurança Possuir gerenciamento e configuração remota para a funcionalidade de controle de dispositivos 2.02 Possuir gerenciamento e configuração remota para a funcionalidade de antivírus, anti-spyware, detecção de rootkit e proteção de browser 2.03 Possuir gerenciamento e configuração remota para a funcionalidade de controle de aplicativos e firewall 2.04 Possuir gerenciamento e configuração remota para a funcionalidade de IDS/IPS 2.05 Possuir gerenciamento e configuração remota para a funcionalidade de Zero Hour e/ou Zero Day 2.06 Possuir gerenciamento e configuração remota para a funcionalidade de Quarentena de rede 2.07 Gerenciar os produtos antivírus como uma árvore de diretórios parametrizável pelo administrador Agendamento de verificação de comunicação entre o gerenciador e os produtos gerenciados Suportar o gerenciamento acima de máquinas a partir de um único servidor Permitir a criação de usuários para acesso à console de gerenciamento, com opção de usuário administrador e usuário para leitura (read only) Permitir a criação de usuários com permissão de somente leitura para visualizar subpastas e/ou subdomínios, não acessando outras estruturas de diferente nível hierárquico Permitir a criação de usuários com permissão administrativa para configurar subpastas e/ou subdomínios, não afetando outras estruturas de diferente nível hierárquico Permitir logins simultâneos de usuários administradores ao sistema de gerenciamento da solução. 9

10 2.14 Manter um registro de ações realizadas pelos administradores no sistema de gerenciamento da solução de segurança Permitir diferentes níveis de administração do servidor, de maneira independente do login da rede Comunicação segura entre os servidores de gerenciamento e clientes gerenciados através de assinatura digital, com chave pública e privada Detecção de domínios e grupos de trabalho a partir da estrutura de diretórios pré-existentes Importar a estrutura organizacional (OUs) do MS Active Directory para o serviço de gerenciamento da solução de segurança Suporte a NAP (Network Access Protection) 2.20 Atualização de listas, vacinas, mecanismos de rastreamento e desinfecção através da Internet via protocolo HTTP e distribuindo estas para todas as demais ferramentas que compõem a solução de antivírus automaticamente sem a intervenção do administrador As atualizações devem ser incrementais, inclusive o download, este deve ser gerenciado de forma que baixe somente a parte que lhe falta e do ponto onde foi interrompido Deve suportar conexões DialUp para download de atualizações e detectar quando esta estiver disponível e proceder com o download Deve ter capacidade de ser o repositório central de atualizações, independentemente da plataforma, Microsoft e Linux, repositório de políticas e relatórios sem a necessidade de instalação de software adicional além dos pacotes desenvolvidos pelo fabricante da solução de segurança Permitir a instalação do Antivírus nos clientes a partir de um único servidor de gerenciamento da solução remotamente Permitir a alteração das configurações dos Antivírus nos clientes de maneira remota para todos os produtos Deve ser capaz de bloquear as configurações nas estações de trabalho sem a necessidade de senha, evitando que os usuários alterem as configurações do produto Opção de atualização automática de políticas de prevenção a partir da console de gerenciamento Políticas em caso de epidemia de vírus criando regras de bloqueio contra os ataques até que a vacina seja criada para estações/servidores com plataforma Microsoft e Linux Geração de relatórios que contenham informações sobre as infecções e atualizações da solução Exportar relatórios para os seguintes formatos: HTML, XML e CSV Enviar alertas em caso de epidemias através de e Popups Permitir a visualização de relatórios contendo as seguintes informações: Última conexão com o servidor, última política aplicada Sumário dos produtos antivírus instalados (com indicação das versões dos módulos instalados) Top 10 com os de quantidade de infecção Histórico de infecções Histórico das definições de vacinas O módulo IPS deve apresentar o último ataque sofrido, bem como dados sobre a origem do mesmo Indicação de hotfixes instalados Dados do host (Sistema Operacional e versão do mesmo, WINS Name, DNS Name, IP) 2.33 O armazenamento dos logs, alertas, status e qualquer informação pertinente a solução de segurança deve ser armazenada em um banco de dados fornecido e integrado a solução Possuir a capacidade de armazenar os eventos em banco de dados centralizado. Se a solução necessitar de um banco de dados proprietário este deverá ser fornecido, devidamente licenciado para a licitante. Não serão aceitas versões gratuitas de bancos de dados de terceiros Suporte para instalação em plataformas Linux e Microsoft atendendo no mínimo os sistemas operacionais abaixo relacionados: Microsoft: Windows Server 2003 SP1 ou superior 32-bit, Edições: Standard, Enterprise, Web Edition, Small Business Server Windows Server 2003 SP1 ou superior 64-bit, Edições: Standard, Enterprise Windows Server 2008 SP1 32-bit, Edições: Standard, Enterprise, Web Server Windows Server 2008 SP1 ou superior 64-bit, Edições: Standard, Enterprise, Web Server, Small Business Server, Essential Business Server Windows Server 2008 R2 com ou sem SP1, Edições: Standard, Enterprise, Web Server Windows Server 2012, Edições: Essentials, Standard, Datacenter Windows Server 2012 R2, Edições: Essentials, Standard, Datacenter 10

11 Linux: Red Hat Enterprise Linux 6 32/64-bit Red Hat Enterprise Linux 5 32/64-bit CentOS 6 32/64-bit SUSE Linux Enterprise Server 11 32/64-bit SUSE Linux Enterprise Server 10 32/64-bit SUSE Linux Enterprise Desktop 11 32/64-bit opensuse Linux 12 32/64-bit Debian GNU Linux Squeeze /64-bit Debian GNU Linux 7.2 Wheezy 32/64-bit Ubuntu Lucid Lynx 32/64-bit Ubuntu Precise Pangolin 32/64-bit 2.36 O serviço de gerenciamento da solução de segurança deve suportar ser instalado tanto em plataforma Linux como em plataforma Microsoft. Permitindo ao administrador escolher a plataforma em que o serviço de gerenciamento será instalado. A console de gerenciamento também deve suportar ser instalada em plataforma Linux e Microsoft, permitindo ao administrador escolher a plataforma e inclusive utilizar um ambiente misto de administração, como o servidor de gerenciamento em um computador Linux e a console em um computador Microsoft e vice-versa Possuir um dashboard com informações do estado geral da solução de segurança e hosts gerenciados Possuir download direto (a partir da console de gerenciamento) de novas versões do antivírus ou link para página do fabricante para download de novas versões do antivírus durante a vigência da garantia do mesmo, dessa forma mitigando a possibilidade de entrar em falsa página para download de falsas atualizações do antivírus A solicitação de verificação de atualização de vacinas e políticas de segurança deve ser oriunda da estação de trabalho para servidor de gerenciamento e não o contrário Utilizar protocolo seguro (HTTPS) para consulta/visualização de relatórios 3.00 Especificações Técnicas da solução de Segurança para Estações de Trabalho Suporte, no mínimo, aos seguintes sistemas operacionais: Windows XP Professional SP3, Windows Vista 32 e 64 Bits, Windows 7 32 e 64 Bits, Windows 8 32 e 64 Bits, Suse Linux, Debian GNU Linux, Ubuntu, RedHat e CentOS Toda a solução deverá funcionar com agente único na estação de trabalho a fim de diminuir o impacto ao usuário final A interface dos clientes anti-vírus e anti-spyware para estações de trabalho deve ter a opção de ser instalada em português do Brasil Instalação da solução de antivírus e anti-spyware remotamente via push, via política de gerenciamento, via MSI através do MSGPO e por scripts Permitir instalação silenciosa Permitir atualizações através de login script, Internet/Intranet, CD-ROM e arquivo off line Permitir instalação remota sem forçar a reinicialização da máquina Agrupar estações de trabalho por domínio ou grupo, ou permitir definir qual domínio ou grupo a estação irá pertencer Configuração diferenciada para cada estação, grupo de estações, domínio ou grupos de domínios Monitoramento e gerenciamento unificados através de uma console centralizada de todos os clientes da rede a partir de um servidor central, possibilitando a criação de configurações específicas para cada cliente ou grupo de clientes, atendendo os requisitos de sistemas operacionais constantes no item Funcionar tanto no ambiente corporativo (rede interna) como em VPN Atualizar listas de vírus, vacinas e mecanismos de rastreamento automaticamente através de um site local pré-definido ou pela Internet para todos os clientes com plataforma Microsoft e Linux Definir intervalos de tempo para os computadores solicitarem as atualizações podendo este tempo ser definido em minutos, horas e dias Atualização automática que suporte serviço de Proxy autenticado Atualização em clientes móveis (LapTops de colaboradores externos e usuários remotos) a partir do site do fabricante do antivírus, ou de outra fonte definida pelo administrador, podendo o administrador definir as fontes de atualização por prioridade. Ex.: Primeiro o servidor de atualizações da rede interna depois o site do fabricante na internet Capacidade de rastreamento em tempo real, manual ou agendada, tomando as seguintes ações: limpar, apagar, colocar em quarentena o arquivo infectado. 11

12 3.17 Permitir que o rastreamento agendado seja configurado pelo administrador da rede, com frequência diária, em horário definido, para todas as estações, para um grupo ou estações específicas Rastreamento manual com interface gráfica em português do Brasil No rastreamento manual, possuir capacidade de limitar número de arquivos a serem verificados simultaneamente Ferramenta integrada ao cliente antivírus que execute rastreamento de tráfego dos protocolos POP3, IMAP e SMTP em tempo real, com suporte para todos os clientes de que utilizem estes protocolos Detecção de cookies potencialmente indesejáveis no sistema Detecção heurística durante a varredura em tempo real, manual e agendada Possuir módulo ZERO DAY, para detecção de ameaças ainda desconhecidas, com opção de inserção de lista de exceções. Para maior segurança, a identificação do arquivo a ser excluído do módulo ZERO DAY deve ser efetuada através de hash Permitir a atualização de um determinado segmento de rede através de uma ou mais estações de trabalho eleitas para serem os repositórios deste seguimento de rede, sem a necessidade de instalação de um módulo adicional nas estações ou servidores para realizar esta tarefa. Esta função deve fazer parte do pacote de instalação padrão do módulo anti-vírus para estações de trabalho, sem a necessidade de instalação de módulo adicional Rastrear arquivos compactados no mínimo nos seguintes formatos: ZIP, ARJ, LZH, RAR, CAB, TAR, BZ2, GZ, JAR e TGZ Criação de uma lista de exclusão de pastas ou arquivos que não devem ser rastreados Possuir módulo Firewall integrado à ferramenta e gerenciado pela mesma console dos módulos anti-vírus e anti-spyware Bloquear em estações com plataforma Microsoft e Linux, portas TCP e UDP comuns e específicas Permitir a criação de serviços que utilizam portas específicas e protocolos TCP e UDP Trabalhar no modo de quarentena permitindo a verificação pelo software de gerenciamento se o cliente está trabalhando com versões desatualizadas das assinaturas de vírus, neste caso, a estação cliente é colocada em quarentena, limitando o acesso a rede desta estação Possuir módulo IDS/IPS integrado na ferramenta e gerenciado pela mesma console dos módulos antivírus, anti-spyware e firewall Possuir módulo para controle de discagens (dialer control) permitindo criar uma lista de telefones permitidos e não permitidos para discagem Disponibilizar os seguintes relatórios: sumário de eventos de IPS por assinatura, por alvo, por endereço IP origem, os 10 principais clientes atacados, as 10 principais assinaturas, sumário das aplicações bloqueadas Possuir módulo de controle de aplicativos, bloqueando aplicativos mesmo se estes tiverem seus nomes alterados pelo usuário e seu gerenciamento através da mesma console de gerenciamento dos módulos antivírus, anti-spyware, firewall e IDS/IPS Possibilidade de customizar a mensagem de bloqueio e liberação de aplicativos desconhecidos Possibilidade de customizar a mensagem de bloqueio e liberação de aplicativos conhecidos Deve possuir módulo para varredura do tráfego HTTP durante a navegação via browser analisando o tráfego em busca de códigos maliciosos A solução deve possuir a capacidade de bloqueio de URL s, incluindo bloqueio de URL s que utilizem o protocolo HTTPS para navegação A solução deve conter um filtro de reputação WEB, alertando o usuário e bloqueando a página web quando esta for suspeita O filtro de reputação deve identificar durante a pesquisa em sites de busca, no mínimo Google e Yahoo, sites suspeitos, assinalando cada um deles com um carimbo de confiável ou não confiável Gerar notificações para o usuário em caso de detecção de vírus Gerar notificações para o administrador de rede quando ocorrer uma epidemia de vírus (outbreak alert) através de e NT Event Log Bloqueio de acesso às funções de configuração do software nas estações remotas Desinstalar remotamente a solução de antivírus na estação Atualização automática e incremental das listas de vírus Atualização e mudanças de configuração em tempo real através do protocolo http com verificação da assinatura digital do pacote de atualização Procurar códigos maliciosos em arquivos potencialmente infectáveis, pelo tipo real de arquivo Proteção e remoção contra spywares em tempo real em plataformas Windows XP / VISTA / WIN7 / WIN8. 12

13 3.49 Proteção contra vírus para clientes POP3 e IMAP durante o acesso ao Servidor de Correio Armazenamento de log de ocorrência de vírus local e no servidor Através do uso de política, impedir a desinstalação não autorizada ou remoção do módulo residente em memória do cliente de antivírus Possuir módulo para bloqueio de dispositivos Permitir bloquear dispositivos no mínimo pelo Hardware ID, ID do dispositivo, ID compatível e Classe GUID Permitir bloquear dispositivos como, no mínimo, Modems 3G, Dispositivos de armazenamento em massa, câmeras de vídeo embutidas e móveis, mouse com e sem fio, teclados, cd-rom, leitores de cartão, leitores de discos flexíveis (disquetes), discos rígidos (HDs) 3.55 O bloqueio de dispositivos deve permitir bloquear um único dispositivo e liberar todos os demais, bem como liberar um único dispositivo e bloquear os demais. Ex.: Bloquear qualquer Pendrive exceto um em um único computador As regras de bloqueio de dispositivos devem permitir ser aplicadas por grupo, host e todo o domínio Integração com Microsoft NAP Possuir a funcionalidade de mudança de perfil automático do firewall, de acordo com o ambiente de rede em que o usuário se encontra (ex: Perfil de escritório, perfil de local público, perfil em ambiente residencial, etc.) Possuir a possibilidade de emitir relatórios com ID de dispositivos anexos ao computador, para eventual bloqueio, sem necessidade de uso de outro software ou necessidade do administrador efetuar consulta ao Windows Possibilidade de emitir relatório de dispositivos presentes no computador, no mínimo com as seguintes informações: ID do Dispositivo Nome do Dispositivo ID do Hardware ID Compatível Classe do Dispositivo Estado do dispositivo 4.00 Especificação técnica da solução de Segurança para Servidores de rede Suporte para as plataformas: Microsoft: Microsoft Windows Server e 64 bits com ultimo Service Pack. Microsoft Windows Server 2003 R2. Microsoft Windows 2008 Server 32 e 64 bits. Microsoft Windows 2008 Server R2. Microsoft Small Business Server Microsoft Small Business Server 2003 R2. Microsoft Small Business Server Microsoft Small Business Server 2011 Standard Edition. Microsoft Small Business Server 2011 Essentials. Microsoft Windows Server Microsoft Windows Server 2012 Essentials. Linux: CentOS e 64 bits. CentOS 6.4, e 64 bits. Debian e 64 bits. Debian e 64 bits. Red Hat Enterprise Linux 5.5, 5.9, e 64 bits. Red Hat Enterprise Linux 6.4, e 64 bits. SUSE Linux Enterprise Server e 64 bits (SP1 e SP3). Ubuntu (Lucid Lynx) 32 e 64 bits. Ubuntu e (Precise Pangolin) 32 e 64 bits Ser gerenciado pela mesma ferramenta de gerenciamento da solução de segurança para estações de trabalho A interface dos clientes da solução de segurança para servidores de ser acessível, também, via Browser, através do protocolo HTTPS, de qualquer ponto da rede, acessível somente por usuários com direito de administração. 13

14 4.04 Instalação da solução de segurança deve permitir se executada remotamente via push, via política de gerenciamento, via MSI através do MS GPO, no caso de plataforma Microsoft e por scripts e manualmente quando plataforma Linux Permitir instalação silenciosa Permitir atualizações através de login script, Internet/Intranet, CD-ROM e arquivo off line Permitir instalação remota sem forçar a reinicialização da máquina Bloqueio de acesso às configurações locais do software Agrupar servidores por domínio ou grupo, ou permitir definir qual domínio ou grupo o servidor irá pertencer Configuração diferenciada para cada servidor, grupo de servidores, domínio ou grupos de domínios Monitoramento e gerenciamento unificados através de uma console centralizada de todos os clientes da rede a partir de um servidor central, possibilitando a criação de configurações específicas para cada cliente ou grupo de clientes, atendendo os requisitos de sistemas operacionais constantes no item Atualizar a lista de vírus, mecanismo de rastreamento, desinfecção automaticamente, a partir de um local específico na rede e site do fabricante na Internet Atualização automática através de serviço de Proxy com e sem necessidade autenticação Realizar rastreamento em tempo real e de forma manual e agendada em todos os servidores da rede Rastreamento em tempo real a ser realizado durante entrada e saída (gravação e leitura) de arquivos no servidor Capacidade de rastreamento em tempo real, manual e agendada, tomando as seguintes ações: limpar, apagar, colocar em quarentena o arquivo infectado Permitir que o rastreamento agendado seja configurado pelo administrador da rede, com frequência diária, em horário definido, para todas as estações, para um grupo e estações específicas Rastreamento manual com interface gráfica para clientes Microsoft e Linux No rastreamento manual, possuir capacidade de limitar número de arquivos a serem verificados simultaneamente Possuir módulo ZERO DAY, para detecção de ameaças ainda desconhecidas, com opção de inserção de lista de exceções. Para maior segurança, a identificação do arquivo a ser excluído do módulo ZERO DAY deve ser efetuada através de hash Possuir a capacidade de detecção e remoção de vírus de macro em tempo real 4.22 Ferramenta de detecção e remoção de vírus, torjans, spyware e rootkits 4.23 Rastrear arquivos compactados no mínimo nos seguintes formatos: ZIP, ARJ, LZH, RAR, CAB, TAR, BZ2, GZ, JAR e TGZ Capacidade de procurar códigos maliciosos em arquivos potencialmente infectáveis, pelo tipo real de arquivo Exclusão de pastas e arquivos que não devem ser rastreados Exclusão de extensões de arquivos que não devem ser rastreados Gerar notificações ao administrador de rede e eventos de vírus (notificação e alertas de epidemias) através de e NT Event Log Gerar relatório de incidente (logs) centralizado Detectar e bloquear conteúdo malicioso (sobre o protocolo HTTP) para fornecer proteção adicional contra malware durante a navegação Prevenir, proteger e alertar contra exploits do navegador web e sites desonestos para usuários locais e remotos (para Windows ou Linux). AVALIAÇÃO QUALIDADE DA SOLUÇÃO 5.01 A solução proposta deve estar classificada entre as melhores colocadas na avaliação atualizada, segundo o órgão na categoria BUSINESS, item PROTECTION. 14

15 ANEXO TERMO DE REFERÊNCIA FIREWALL Firewall integrado com filtro de conteúdo web e serviço de mensageria instantânea Contratação de empresa especializada para fornecimento de serviço de Firewall, Filtro de Conteúdo WEB e Serviço de para Prefeitura Municipal de Quatro Barras. Licença de uso contínuo de, no mínimo, 12 meses, renovado anualmente. Serviço com garantia de, no mínimo, 99% de funcionamento ininterrupto; Licença deverá contemplar, no mínimo, 400 usuários; As soluções e serviços de Firewall, Filtro de Conteúdo WEB e Serviço de Mensageria Instantânea que deverão ser integrados numa única base de desenvolvimento pelo mesmo fabricante fornecedor / desenvolvedor das soluções e serviços. A empresa fornecedora desenvolvedora dos serviços / soluções integradas deverá ser certificada pela ABES Associação Brasileira das Empresas de Software. As soluções / serviços integrados de Firewall, Filtro de Conteúdo WEB e Serviço de Mensageria Instantânea deverão ser fornecidos por uma empresa desenvolvedora especializada em soluções de Segurança e Gerenciamento, deverá também fornecer todos os manuais de utilização das soluções e serviços integrados bem como o atendimento do serviço de Suporte Técnico na língua Portuguesa. Descritivo das soluções e serviços integrados: I FIREWALL INTEGRADO: O firewall deverá ser stateful com capacidade suportar regras por autenticação que agregue diversos níveis de segurança para proteger um ambiente de rede de computadores de ameaças. O firewall deverá disponibilizar IDS/IPS ativo que trabalhe na camada de aplicação com capacidade de detectar tráfego de dados maliciosos entre a internet e o ambiente de rede de computadores. O Firewall deverá disponibilizar níveis de segurança que serão tratados através de camadas e recursos, com as seguintes características: Filtro de pacotes por regra de condicionamento que eleva o nível de segurança de uma rede por fazer a filtragem nas camadas 3 e 4 do protocolo TCP/IP, este recurso é de extrema relevância, uma vez que, filtra os cabeçalhos dos protocolos IP e dos protocolos das camadas de transporte (TCP, UDP, ICMP e outros). Como qualquer informação que entra ou sai de uma rede TCP/IP, obviamente, estará dentro de um pacote IP, sendo assim, o filtro de pacotes poderá bloquear a entrada (ou saída) dessa informação de acordo com o nível de configuração. Filtro de aplicação (fundetect), que atua na camada 7 para impedir o uso das aplicações de uso improdutivo ou malicioso (P2P, Chat, Proxy Anônimos, Radio, Streaming de Vídeos, Games entre outros); Controle de acessos dos usuários através do Proxy http que é composto por duas outras camadas: o controle de acesso e o filtro de dados; DHCP que gerencia de forma avançada a distribuição de endereços IPs na rede local através de regras de conformidade, sendo possível, por exemplo, determinar que somente computadores de um fabricante X pode receber endereço IP da rede; Traduções de endereços (SNAT/DNAT e Mascaramento) através de regras. DNS seguro que utiliza o modelo público para consultas externas e o privado para consultas internas, sendo que o público não guarda cache para evitar ataques e o privado não tem acesso direto a internet. 15

16 Deverá gerenciar vários recursos sem perder o domínio de tudo que será implementado em termos de políticas de segurança, gestão, organização e documentação das regras através de sua interface com as seguintes recursos: Possibilidade criar grupos de regras. Descrições dos grupos; Descrições das regras; Relatórios que apontem as regras que são utilizadas; Regras por período de funcionamento. Com relação a performance o Firewall deverá suporta a funcionalidade multithread que disponibiliza o máximo proveito dos processadores, ordenando as regras, de modo que os grupos de regras mais utilizadas sejam colocadas acima dos grupos menos utilizados, resultando em mais velocidade para as analises. O Firewall deverá disponibilizar diversos relatórios que podem ser agendados e recebidos automaticamente através do , esses relatórios deverão disponibilizar um sistema que garanta aintegridade dos registros que forem armazenados no Bando de Dados, deverá também disponibilizar a funcionalidade ondeo sub-administradores é possam ter uma auditoria completa das alterações realizadas por seus diversos administradores. O Firewall deverá disponibilizar funcionalidades de IDS/IPS que é a detecção e prevenção de invasõesativo que trabalha na camada de aplicação e é capaz de detectar tráfego de dados maliciosos entre a internet e o ambiente computacional da rede de computadores que possua técnicas de analise que integre a base de assinaturas com atualizações constantes das funcionalidades com as seguintes características: IDS No modo IDS é normalmente utilizado para detecção de vulnerabilidades e documentação, auditoria de rede, não há bloqueio de tráfego malicioso. IDS ATIVO No modo IDS ATIVO o tráfego é analisado sem penalizar a performance, os pacotes que passam são copiados e analisados em paralelo, quando uma assinatura detecta algum dado malicioso o sistema automaticamente solicita o bloqueio da origem para o firewall. IPS No modo IPS, o mais seguro sistema de prevenção, todo o tráfego entre a internet e rede local é inspecionado em tempo real, caso seja detectado algum tráfego malicioso, esse é descartado e o destino nunca recebe o ataque. Assinaturas A base de assinaturas formada por milhares de assinaturas por uma empresa com padrão de excelência para detecção e prevenção de invasões. A solução deverá disponibilizar a funcionalidade QoS integrada ao Firewallcom conceitos de controle e prioridade de banda O Firewall deverá disponibilizar normalizadores ou pré-processadores podem ser configurados de acordo com os sistemas que serão monitorados incluindo seus respectivos endereços de rede para obter melhor performance e diminuir os falsos positivos e principalmente os falsos-negativos, suportando os seguintes normalizadores: Fragmentação de pacotes - Frag3, Tratamento de conexão - Stream5, Inspeção de HTTP - HttpInspect, Inspeção de RPC - Dcerpc2, Portscan - SfPortscan 16

17 Relatórios: O Firewall deverá disponibilizar a funcionalidade QoS integrada ao Firewallcom conceitos de controle e prioridade de bandao Firewall deverá disponibilizar seguintes recursos adicionais: Personalização de endereços x Serviços, Personalização de serviços x Portas, Opção de bloqueio total da origem do tráfego, Configuração do tempo de bloqueio total, Regras de IDP/IPS por interface, Personalização de Bloqueio por Categoria, Personalização de Bloqueio por Assinatura, Opção de guardar o Payload por Categoria, Opção de guardar o Payload por Assinatura, Personalização do serviço e endereço por Assinatura, Personalização do serviço e endereço por Categoria, Monitor de Bloqueados, Monitor de Detecção O Firewall deverá disponibilizar o gerenciamento que permita de forma inteligente o uso da conexão à internet garantindo tanto a disponibilidade como a priorização de banda para cada um dos serviços de internet utilizados pela rede de computadores fazendo todos os controles e prioridades de tráfego independente da tecnologia utilizada. O Firewall deverá disponibilizar a funcionalidade QoS integrada ao Firewallcom conceitos de controle e prioridade de banda, com as seguintes características: Circuitos: Os circuitos com fatias virtuais de um determinado link (*). Esses circuitos deverão dividir/reservar/priorizar parte de um link, um exemplo comum seria dividir um link de internet de 10Mbits em dois circuitos de 5Mbits sendo um para um determinado departamento e outro para os demais departamentos. Um circuito deverá ter prioridade sobre os demais além de poder utilizar a banda dos outros se os mesmos estiverem livre de uso. Segmentos que disponibilizem as seguintes funcionalidades: Priorização banda por tipo de serviço Reserva de banda por tipo de serviço Classificação tipos de tráfego para gerenciamento Controle de banda por tipo de tráfego QoS por Conteúdo deverá suportar o controle/prioridade de banda através do modelo de endereços de rede, protocolos e serviços, com os seguintes controles de banda: Tipo Conteúdo (Content-Type) Categoria WEB Controle por categorias que permita ao administrador controlar a banda por meio dessas categorias. Controle por tipo de dado que disponibilize controle de banda através do tipo de conteúdo, o administrador pode priorizar o tráfego de navegação mas limitar a banda de vídeos,downloads e qualquer outro tipo de dado. Monitor de Banda que disponibilize uma interface com monitores de banda dos circuitos e dos seguimentos de modo interativo e acumulativo que permita visualização nos períodos ultima hora, 24 horas, 7 dias, 15 dias, 30 dias, 12 meses e últimos anos, com possibilidade de visualização da velocidade média de cada circuito/segmento por volume de dados e pacotes. Multilink O Firewall Integrado deverá conter um módulo que suporte múltiplas conexões para vários links Multilink e contenha também duas funções distintas, sendo a primeira de failover e a segunda de roteamento através de regras. 17

18 FAILOVER PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATRO BARRAS O Multilink do FIREWALL deverá gerenciar o Failover de vários links, possibilitando ao Administrador da rede cadastrar vários testes para determinar a estabilidade/disponibilidade de um link e optar por uma taxa de perda para considerar uma possível falha de conexão. O sistema deverá conter alarmes que vão informar em caso de falhas e também quando um link, que esteja inativo, for restabelecido. REGRAS DE ROTEAMENTO Deverá disponibilizar ao administrador poder de criar regras para distribuir os serviços entres os links disponíveis. As condições de distribuição de tráfego deverão ser por endereços de origem/destino, porta de origem/destino, objeto de horário, protocolo e todas essas combinadas. Além disso o sistema permite cadastrar regras com prioridades de links. As regras deverão ser no formato first-match-win, priorizando algum serviço ou criando exceção. Outros Recursos: Simulador de filtros, permite através da interface WEB simular o tráfego para certificar qual filtro será aplicado. Filtro por usuário e grupos de usuários Filtro por objeto de período. Filtro por objeto de horário. Filtros por objeto de endereços (origem/destino) protocolo e serviço. II FILTRO DE CONTEÚDO WEB: Filtro de ConteúdoWEBque reúna recursos para gerenciar com máxima eficácia o uso da internet, com base de URL s mais utilizadas no Brasil com uma base de dados que seja constantemente atualizada, sempre levando em conta os usos e costumes do internauta brasileiro. O sistema operacional e o Banco de Dados do Filtro de conteúdo deverão ser inclusos na solução. Deverá apresentar além do catalogo de endereços que é dividido por categorias para facilitar a criação de políticas de acesso a Web, o Filtro de Conteúdo deverá ter a capacidade de analisar em tempo real o que passa na camada de aplicação (layer7) da conexão para detectar o uso de tecnologias que podem garantir o anonimato na rede ou para gerar informações falsas sobre a navegação (respectivamente TOR e INVISIBLE BROWSING), bem como inibir o uso de aplicativos de P2P que podem ser considerados nocivos e que podem trazer tanto prejuízos de ordem jurídica como na produtividade dos colaboradores. O Filtro de Conteúdo deverá disponibilizar relatórios e estatísticas que permitam a verificação de como os usuários da rede de computadores acessam a Web, com proteção e garantia de veracidade das informações apresentadas que poderão ser auditadas e aferidas por peritos garantindo de que tudo que é inserido no banco é assinado digitalmente, impedindo inserções fraudulentas de dados. A Interface do Filtro de Conteúdo deverá apresentar as seguintes funcionalidades: Interface WEB (Português/Inglês) desenvolvida com base nas melhores técnicas para facilitar a usabilidade Suporte a criptografia (SSL) Administração unificada, mesmo quando os módulos são instalados em máquinas separadas Dashboard on-line (painel de instrumentos em tempo real) para monitorar status do sistema, hardware e processos Auditoria completa Usuários e Grupos: Suporte a múltiplos domínios de autenticação Cadastro local (usuários e grupos) por domínio 18

19 Sincronismo de usuários e grupos por domínio com múltiplos servidores: Active Directory, LDAP, Linux e Unix Proteção pró-ativa contra ameaças da utilização da Internet: Banco de dados com mais de 40 milhões de sites divididos em 88 categorias (sexo, jogos, notícias, spyware, hacking, proxies, entre outros) atualizadas periodicamente e automaticamente através de pacotes digitalmente assinados para garantir a integridade São 4 camadas compostas por 3 módulos, são eles: http-proxy, filtro de conteúdo WEB e filtro de aplicações que permitem um gerenciamento mais amplo e flexível Time de profissionais que trabalhe exclusivamente com a classificação de sites para garantir atualização constante da base Controle de Content-types, que permite bloquear a execução de mais de tipos diferentes tipos de arquivos que podem ser baixados através de sites e/ou que estejam contidos dentro dos mesmos Integração com antivírus através de hierarquia de proxies Suporte a diversos algoritmos de criptografia (MD5, Blowfish, AES, DES e Extended DES) Integridade das informações exibidas nos relatórios O Filtro de Conteúdo também deverá apresentar a funcionalidade que permita o gerenciamentodo uso de aplicações como: Assinatura para AIM /ICQ várias versões. Assinaturas para BitTorrent. Assinaturas para Emule várias versões. Assinaturas para FastTrack (kazaa) várias versões. Assinaturas para rede Gnutella. Assinaturas para IRC. Assinaturas para proxy anônimos (Invisible Browsing). Assinaturas para MSN Messenger todas as versões). Assinaturas para rede OpenFT. Assinaturas para RealPlayer. Assinaturas para Skype. Assinaturas para rede TOR. Assinaturas para Windows Media. Assinaturas para Yahoo Messenger. Assinaturas para rede Jabber/Gtalk. Assinaturas para Games. Assinaturas para ICECAST (Streaming de Media). Assinaturas para GIZMO. Assinaturas para Google Media (YouTube /Google Player). Cadastro de Sensores podendo mesclar as assinaturas existentes O Filtro de Conteúdo WEB deverá disponibilizar as seguintes funcionalidades adicionais: Orientação a objetos que podem ser: endereços IP, serviços, protocolos, horários, palavras chaves (incluindo expressão regular), Content-Type, aplicações (sensor), categorias, URL s e navegadores. Os objetos também poderão ser criados pelo administrador, Suporte a múltiplos administradores que podem gerenciar grupos e usuários específicos com direto (ACL) de visualizar, alterar, excluir e/ou cadastrar. Com este recurso é possível facultar a um gerente poderes para visualizar os relatórios de seus subordinados, Regras de acesso por usuários, grupos, e objetos de caráter proibitivo, permissivo ou permissivo restritivo, este último tipo torna possível liberar o acesso em determinados horários (objeto de horários), por tempo (quota) ou mediante justificativas para continuar acessando determinado site (continue), O acesso a URL s não cadastradas na base é prontamente notificado ao smartweb Team para classificação, inserção e disponibilização via update e também pode ser tratado com base neste mesmo conceito, Simulador para verificar a eficácia das regras, Personalização de mensagens para notificações de NEGAÇÃO, QUOTA e utilizaçãoda funcionalidade CONTINUE, Exceções que permitam refinar o controle de acesso aos sites das categorias, permitindo, por exemplo, impedir o acesso aos sites de uma determinada categoria com exceção de apenas alguns endereços, 19

20 Filtros que permitam refinar o controle de acessos aos sites, um tipo de filtro bem interessante que pode ser criado é a permissão de Upload ou Download por tipo de arquivo (Content-Type), Inclusão de novas e/ou próprias URL s e categorias, Requisição de classificação e/ou reclassificação de URL s ao desenvolvedor da solução de Filtro de Conteúdo WEB, Relatórios, gráficos, estatísticas, análise de riscos, top hits (por usuários, content-types, endereços IP, domínio, URL, serviço) dispostos na interface WEB com recursos / filtros para melhorar a visualização, Exportação dos dados contidos nos relatórios para arquivos do tipo PDF e CSV, Monitoramento em tempo real dos acessos à WEB Proxy sobre Proxy, que possa serintegrado com outro Proxy que não possa ser removido da estrutura existente. Alta Disponibilidade: High availability (alta disponibilidade) Active/Standby (um ou alguns servidores em produção) e/ou Active/Active (todos os servidores em produção) Escalabilidade com Balanceamento de Carga: O suporte a balanceamento de carga permite alocar diversos servidores para realizar a tarefa de filtro de conteúdo. Divisão de serviços por módulo (separação de módulos em servidores diferentes) Cluster de serviços por módulo (repetição de módulos em mais de 1 servidor). Backup, Restore e Banco de dados: O backup deverá ser realizado localmente, via SSH, por FTP e/ou em máquinas: III SERVIÇO DE MENSAGERIA INSTANTÂNEA: Solução que permita ao administrador da rede controlar o uso de comunicadores instantâneos que reúna diversos recursos para impedir que o serviço de mensageria instantânea sejam utilizados de forma recreativa e/ou para prejudicar a segurança, integridade e confidencialidade dos dados transitados pela solução uma vez que todas as mensagens trocadas passem pelo gerenciamento da solução para serem tratados de acordo com as políticas de uso definidas pelo administrador da rede. Deverá disponibilizar as seguintes Funcionalidades e Controles: Controle de conversas (mensagens de texto); Controle de transferência de arquivos; Controle de chamada de áudio; Controle de chamada de vídeo; Controle de mensagem pessoal; Controle de notificação de presença; Controle de transferência de informações pessoais (vcard); Controle de transferência de foto (avatar). Deverá disponibilizar Integração com: Sincronismo com LDAP e AD; Integração com outros servidores XMPP incluindo Google Gtalk. Deverá disponibilizar Relatórios e Recursos: Relatório de referencia cruzada; Relatório completo de conversas e ações de outros recursos; Relatório de BI. Suporte e criptografia SSL cliente Servidor e Servidor Servidor; Salas de Conferência (MU Conference); Serviço de proxy para transferência de arquivo; Suporta múltiplos domínios de autenticação; Mensagem de apresentação. 20

PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATRO BARRAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATRO BARRAS Processo Administrativo: 674/2012 Interessado: Secretaria Municipal de Administração Assunto: Pregão Presencial nº 09/2012. ERRATA AO PREGÃO PRESENCIAL 09/2012. OBJETO: Contratação de empresa para aquisição

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº002/2011/CISMEPA REGISTRO DE PREÇOS

PREGÃO ELETRÔNICO Nº002/2011/CISMEPA REGISTRO DE PREÇOS 1 PREGÃO ELETRÔNICO Nº002/2011/CISMEPA REGISTRO DE PREÇOS O CONSORCIO INTERMUNICIPAL DE SAUDE DO MEDIO PARAIBA, mediante o Pregoeiro Flávio Macharet Barbosa, designado pela Portaria nº 004/2011, de junho

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE GUARAPUAVA

PREFEITURA MUNICIPAL DE GUARAPUAVA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇO Nº. 401/2014 O Município de Guarapuava, Estado do Paraná, torna público que, na sala do Departamento Licitações e Contratos, localizado no 2º andar

Leia mais

ANEXO 2 TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO 2 TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO 2 TERMO DE REFERÊNCIA JUSTIFICATIVA O presente Termo de Referência é a contratação de empresa especializada na prestação de serviços de licença de antivírus para estação de trabalho e servidores

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE GUARAPUAVA SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO Departamento de Licitações e Contratos

PREFEITURA MUNICIPAL DE GUARAPUAVA SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO Departamento de Licitações e Contratos EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 249/2014 O Município de Guarapuava, Estado do Paraná torna público que, na sala do Departamento Licitações e Contratos, localizado no 2º andar do Paço Municipal, à Rua Brigadeiro

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PONTA GROSSA. Secretaria Municipal de Administração e Assuntos Jurídicos

PREFEITURA MUNICIPAL DE PONTA GROSSA. Secretaria Municipal de Administração e Assuntos Jurídicos CONTRATO N 512/2014 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PONTA GROSSA E A EMPRESA CONSULTCORP SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS LTDA. CONTRATANTE: CONTRATADA: MUNICÍPIO DE PONTA GROSSA,

Leia mais

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N 92092-03/2010

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N 92092-03/2010 FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N 92092-03/2010 A Fundação de Apoio à Ciência e Tecnologia - FATEC, por meio de sua pregoeira, Claudia Pippi Lorenzoni torna público

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, no uso da atribuição que lhe confere o art. 82, incisos V e VII, da Constituição do Estado,

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, no uso da atribuição que lhe confere o art. 82, incisos V e VII, da Constituição do Estado, DECRETO N 42.434, DE 09 DE SETEMBRO DE 2003, DOERS. Regulamenta, no âmbito do Estado do Rio Grande do Sul, a modalidade de licitação denominada pregão, por meio eletrônico, para a aquisição de bens e serviços

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO AMAZONAS, no exercício da competência que lhe confere o art. 54, inciso IV, da Constituição Estadual, e

O GOVERNADOR DO ESTADO DO AMAZONAS, no exercício da competência que lhe confere o art. 54, inciso IV, da Constituição Estadual, e DECRETO No. 24.818 de 27 JANEIRO DE 2.005 Regulamenta a realização de pregão por meio da utilização de recursos de tecnologia da informação, denominado pregão eletrônico, para a aquisição de bens e serviços

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa LEI Nº 13.179, DE 10 DE JUNHO DE 2009. (publicada no DOE nº 109, de 12 de junho de 2009) Dispõe sobre a Cotação Eletrônica

Leia mais

Considerando a necessidade de se buscar a redução de custos, em função do aumento da competitividade; e

Considerando a necessidade de se buscar a redução de custos, em função do aumento da competitividade; e Página 1 de 5 PORTARIA Nº 306, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2001 MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO GABINETE DO MINISTRO O MINISTRO DE ESTADO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO, no uso das atribuições

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE SCHROEDER ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº: 36/2012. Página: 1/6

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE SCHROEDER ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº: 36/2012. Página: 1/6 Página: 1/6 1 Renovação de 163 e Aquisição de 82 novas licenças de software de proteção corporativa contra vírus, da marca ESET Nod32 Business Edition, para o período de 1 (um) ano. Quantidade: 245 1.1.

Leia mais

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 136/2015 OBJETO: AQUISIÇÃO ALMOFADA PARA CARIMBO, TINTA PARA CARIMBO, FITA ADESIVA LARGA E COLA EM BASTÃO, A PEDIDO DA SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE. IMPORTANTE INÍCIO DE

Leia mais

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 114/2013 OBJETO: AQUISIÇÃO DE AUTOCLAVE DIGITAL, A PEDIDO DA SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE. IMPORTANTE INÍCIO DE ACOLHIMENTO DE PROPOSTAS: 14/10/2013 15h00min. LIMITE PARA

Leia mais

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 57/2015 OBJETO: AQUISIÇÃO DE CAMISETAS E SACOLAS, A PEDIDO DA SECRETARIA MUNICIPAL DO MEIO AMBIENTE. IMPORTANTE INÍCIO DE ACOLHIMENTO DE PROPOSTAS: 27/05/2015 8h30min. LIMITE

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 20150007

TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 20150007 TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 20150007 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual nº 28.397,

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO N 12/2007 Sistema de Registro de Preços

PREGÃO ELETRÔNICO N 12/2007 Sistema de Registro de Preços PREGÃO ELETRÔNICO N 12/2007 Sistema de Registro de Preços EDITAL A Justiça Federal de Primeiro Grau em Minas Gerais, por intermédio da Pregoeira designada pela Portaria 10-124-DIREF de 29/06/2006, realizará

Leia mais

Município de Xangri-Lá Fone: (51) 3689-2400 www.xangrila.rs.gov.br

Município de Xangri-Lá Fone: (51) 3689-2400 www.xangrila.rs.gov.br EDITAL Nº 62/2012 PREGÃO ELETRÔNICO 34/2012 PROCESSO DE DESPESA: 2318/2012 (SEC. DE EDUCAÇÃO) PROCESSO DE LICITAÇÃO 2318/2012 PROCESSO DE COMPRA 45-12 ABERTURA: 29/03/2012 HORÁRIO: 15 horas O Prefeito

Leia mais

FAURG FUNDAÇÃO DE APOIO À UNIVERSIDADE DO RIO GRANDE COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO OBJETO: AQUISIÇÃO DE CENTRAL DE ALARME COM INSTALAÇÃO

FAURG FUNDAÇÃO DE APOIO À UNIVERSIDADE DO RIO GRANDE COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO OBJETO: AQUISIÇÃO DE CENTRAL DE ALARME COM INSTALAÇÃO EDITAL DE PREGÃO ELETRONICO Nº 063/2013 FAURG OBJETO: AQUISIÇÃO DE CENTRAL DE ALARME COM INSTALAÇÃO IMPORTANTE: INÍCIO DO ACOLHIMENTO DAS PROPOSTAS: 25/07/2013 08h RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS ATÉ: 05/08/2013

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO CEARá Conselho de Política e Gestão do Meio Ambiente Superintendência Estadual do Meio Ambiente - SEMACE

GOVERNO DO ESTADO DO CEARá Conselho de Política e Gestão do Meio Ambiente Superintendência Estadual do Meio Ambiente - SEMACE ANEXO ÚNICO DO DECRETO N. 28.397, DE 21/09/2006 TERMO N. 20120024. PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos

Leia mais

MUNICÍPIO DE SENGÉS CNPJ/MF 76.911.676/0001-07 TRAVESSA SENADOR SOUZA NAVES N. 95 SENGÉS PARANÁ

MUNICÍPIO DE SENGÉS CNPJ/MF 76.911.676/0001-07 TRAVESSA SENADOR SOUZA NAVES N. 95 SENGÉS PARANÁ DECRETO Nº 600/2014 Súmula:- Regulamenta a aquisição de Bens Permanentes, de Consumo e Serviços destinados a Administração Direta, Indireta e Fundacional do Município de Sengés, através de Pregão, tendo

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº0195/2014 PREÂMBULO

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº0195/2014 PREÂMBULO TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº0195/2014 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DO EDITAL 20114150

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DO EDITAL 20114150 TERMO DE PARTICIPAÇÃO DO EDITAL 20114150 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual

Leia mais

Certificação AVG Certificação Técnica - Fase 1

Certificação AVG Certificação Técnica - Fase 1 Certificação AVG Certificação Técnica - Fase 1 Conteúdo Níveis de Proteção & Métodos de Detecção Novas Tecnologias Plataformas Suportadas Instalação Interface de Usuário do AVG AVG Desktop Widget Visão

Leia mais

ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE MINAS GERAIS PROCESSO LICITATÓRIO N.º 030/2005 PREGÃO ELETRÔNICO N.º 022/2005

ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE MINAS GERAIS PROCESSO LICITATÓRIO N.º 030/2005 PREGÃO ELETRÔNICO N.º 022/2005 1 ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE MINAS GERAIS PROCESSO LICITATÓRIO N.º 030/2005 PREGÃO ELETRÔNICO N.º 022/2005 A Assembléia Legislativa do Estado de Minas Gerais (ALEMG), conforme autorização expedida

Leia mais

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 16/2014 OBJETO: AQUISIÇÃO DE APARELHOS DE AR CONDICIONADO SPLIT E FREEZER, A PEDIDO DAS SECRETARIAS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO, FAZENDA, OBRAS, GABINETE DO PREFEITO, GABINETE

Leia mais

Estado de Rondônia Prefeitura do Município de Alto Paraíso/RO Comissão Permanente de Licitação - CPL

Estado de Rondônia Prefeitura do Município de Alto Paraíso/RO Comissão Permanente de Licitação - CPL EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO N.º 039/CPL/2015 PROCESSO N.º 1-191/2015 1. PREÂMBULO (Art. 40º da Lei nº 8.666/93) - (Art. 3º, IV e 4º; VI Lei nº 10.520/02). 1.1 O Município de Alto Paraíso Estado de Rondônia,

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO 1 Processo nº 2014/08062-7 TCE/PA. O, CNPJ. nº 04.976.700/0001-77, por meio de seu Pregoeiro, designado pela Portaria nº 29.465, de 05 de novembro de 2014, torna público aos interessados, que fará Licitação

Leia mais

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo ANEXO VII PREGÃO PRESENCIAL Nº. 033/2015 Termo de Referência 1. OBJETO Renovação de licenças de Solução Corporativa do Antivírus Avast, com serviço de suporte técnico e atualização de versão, manutenção

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS DO FORNECEDOR PARA PARTICIPAÇÃO EM

MANUAL DE PROCEDIMENTOS DO FORNECEDOR PARA PARTICIPAÇÃO EM MANUAL DE PROCEDIMENTOS DO FORNECEDOR PARA PARTICIPAÇÃO EM COTAÇÕES E PREGÕES ELETRÔNICOS Sumário 1. Introdução... 2 2. Procedimento para cadastro... 2 3. Conhecendo o Sistema de Compras Eletrônicas da

Leia mais

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 278/2014 OBJETO: AQUISIÇÃO DE TELA ALAMBRADO, ARAME GALVANIZADO, CANTONEIRA DE FERRO, TELA HEXAGONAL, BARRA DE FERRO E ARAME QUEIMADO, A PEDIDO DA SECRETARIA MUNICIPAL DO

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N.º 009/2012 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 009.003067.12.2

EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N.º 009/2012 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 009.003067.12.2 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N.º 009/2012 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 009.003067.12.2 O DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE PORTO ALEGRE torna público para conhecimento

Leia mais

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 280/2014 OBJETO: AQUISIÇÃO DE APARELHOS DE AR CONDICIONADO INSTALADOS, A PEDIDO DA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E GABINETE DO PREFEITO - FUMREBOM. IMPORTANTE INÍCIO DE

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 13/2012 OBJETO: AQUISIÇÃO DE MÓVEIS, A PEDIDO DAS SECRETARIAS MUNICIPAIS DE MEIO AMBIENTE, FAZENDA, SAÚDE E OBRAS.

EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 13/2012 OBJETO: AQUISIÇÃO DE MÓVEIS, A PEDIDO DAS SECRETARIAS MUNICIPAIS DE MEIO AMBIENTE, FAZENDA, SAÚDE E OBRAS. EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 13/2012 OBJETO: AQUISIÇÃO DE MÓVEIS, A PEDIDO DAS SECRETARIAS MUNICIPAIS DE MEIO AMBIENTE, FAZENDA, SAÚDE E OBRAS. IMPORTANTE INÍCIO DE ACOLHIMENTO DE PROPOSTAS: 16/03/2012

Leia mais

ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO

ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 2014-003 PREÂMBULO 1.Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por

Leia mais

1.1 O recebimento dos envelopes dar-se-á até às 14:00h do dia 09 de março de 2010, pela Comissão Permanente de Licitação, no endereço acima citado.

1.1 O recebimento dos envelopes dar-se-á até às 14:00h do dia 09 de março de 2010, pela Comissão Permanente de Licitação, no endereço acima citado. EDITAL DE CARTA CONVITE N 02/2010 CRM-PR OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA PARA O DESENVOLVIMENTO E SUPERVISÃO DE PROJETO DE TELEMEDICINA, VIDEOCONFERÊNCIA E EDUCAÇÃO CONTINUADA PARA

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS PROCESSO SUSEP 15414.003162/2008-71 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 04/2009

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS PROCESSO SUSEP 15414.003162/2008-71 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 04/2009 A Superintendência de Seguros Privados - SUSEP realizará, às 15 horas do dia 16 de julho de 2009, licitação na modalidade PREGÃO ELETRÔNICO, tipo MENOR PREÇO, conforme autorização da Senhora Chefe do DEAFI,

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA TERRA DE LUTA E FÉ - DOE ORGÃOS, DOE SANGUE:SALVE VIDAS

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA TERRA DE LUTA E FÉ - DOE ORGÃOS, DOE SANGUE:SALVE VIDAS EDITAL DE CARTA CONVITE 027/2015 A PREFEITA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA, torna público, para conhecimento dos interessados, que no dia 20 DE NOVEMBRO DE 2015, às 10 horas, reunirse-á a Comissão Permanente

Leia mais

COMPANHIA DE GAS DO CEARA COTAÇÃO DE PREÇOS Nº 20150378 DECRETO Nº 28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006

COMPANHIA DE GAS DO CEARA COTAÇÃO DE PREÇOS Nº 20150378 DECRETO Nº 28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 COMPANHIA DE GAS DO CEARA COTAÇÃO DE PREÇOS Nº 20150378 DECRETO Nº 28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014

EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014 EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014 O CONSELHO REGIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA 7ª REGIÃO CREF7/DF, Autarquia Federal, criada pela Lei nº 9.696/98, torna público

Leia mais

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 54/2014 OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA MANUTENÇÃO DE ELEVADOR DE PASSAGEIRO INSTALADO NO PRÉDIO DO POLO DA UAB, A PEDIDO DA SECRETARIA MUNICIPAL DA INDÚSTRIA E COMÉRCIO.

Leia mais

3. ( ) Para evitar a contaminação de um arquivo por vírus, é suficiente salvá-lo com a opção de compactação.

3. ( ) Para evitar a contaminação de um arquivo por vírus, é suficiente salvá-lo com a opção de compactação. 1. Com relação a segurança da informação, assinale a opção correta. a) O princípio da privacidade diz respeito à garantia de que um agente não consiga negar falsamente um ato ou documento de sua autoria.

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 005/2014 DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO

TERMO DE PARTICIPAÇÃO COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 005/2014 DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO TERMO DE PARTICIPAÇÃO COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 005/2014 DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por

Leia mais

PREGÃO Processo nº 000217-04.91/15-0

PREGÃO Processo nº 000217-04.91/15-0 PREGÃO PE - 31/2015 - SULGÁS A Companhia de Gás do Estado do Rio Grande do Sul - SULGÁS torna público, através de seu Pregoeiro designado, que realizará licitação por meio da utilização de recursos de

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 172/2013. ERP: 23030 BB: 511590

EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 172/2013. ERP: 23030 BB: 511590 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 172/2013. ERP: 23030 BB: 511590 OBJETO: AQUISIÇÃO DE MATERIAIS DE LABORATÓRIO PARA A SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE, CONFORME ANEXO I DO EDITAL. O MUNÍCIPIO DE CACHOEIRINHA,

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA EDUCAÇÃO EEEP RITA MATOS LUNA JUCÁS CEARÁ

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA EDUCAÇÃO EEEP RITA MATOS LUNA JUCÁS CEARÁ Convite N. 004/2015 Natureza da Despesa/ OBJETIVO: Fonte do Recurso Contratação de Serviço de INSTALAÇÃO DE SERVIÇO DE LINK DE INTERNET - 5MB Dotação Orçamentária Data da Emissão 22/06/2015 Data da Licitação

Leia mais

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N 95971-02/2010

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N 95971-02/2010 FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N 95971-02/2010 A Fundação de Apoio à Ciência e Tecnologia -, por meio de sua pregoeira, Claudia Pippi Lorenzoni designado pela Ordem

Leia mais

Contrato de Apoio Técnico - Operacional

Contrato de Apoio Técnico - Operacional Este Contrato estabelece os termos e condições para disponibilização do sistema informatizado PREGÃO.NET, pela Oriens Tecnologia Ltda., com sede na Av. do Contorno nº 3505, sala 802, na cidade de Belo

Leia mais

ANTISPAM CORPORATIVO, de acordo com as condições e especificações constantes deste Edital e seus Anexos. 352552*$d 2(6&/$5(&,0(1726

ANTISPAM CORPORATIVO, de acordo com as condições e especificações constantes deste Edital e seus Anexos. 352552*$d 2(6&/$5(&,0(1726 &,5&8/$51ž 35(* 2(/(75Ñ1,&21ž 2%-(72 Contratação de empresa para fornecer SOLUÇÃO DE ANTIVÍRUS e ANTISPAM CORPORATIVO, de acordo com as condições e especificações constantes deste Edital e seus Anexos.

Leia mais

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2010. SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 08 de março de 2.

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2010. SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 08 de março de 2. IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM 03 (TRÊS) DIAS DE ANTECEDENCIA NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP: 01405-001

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 002/2010

CARTA CONVITE Nº 002/2010 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

AcroPDF - A Quality PDF Writer and PDF Converter to create PDF files. To remove the line, buy a license.

AcroPDF - A Quality PDF Writer and PDF Converter to create PDF files. To remove the line, buy a license. DECRETO Nº 5.450, DE 31 DE MAIO DE 2005 Regulamenta o pregão, na forma eletrônica, para aquisição de bens e serviços comuns, e dá outras providências. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que

Leia mais

PROTOCOLO 23064.008432/2013-42 MINUTA DE EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº 122/2013

PROTOCOLO 23064.008432/2013-42 MINUTA DE EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº 122/2013 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ PROTOCOLO 23064.008432/2013-42 MINUTA DE EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº 122/2013 A UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Campus Curitiba,

Leia mais

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 008/2009 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL Nº 02/2009 1.1 MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL 1.1.1.1 TIPO DE LICITAÇÃO: MAIOR DESCONTO OFERTADO

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 005/2008 M I N U T A

CARTA CONVITE Nº 005/2008 M I N U T A IMPORTANTE : PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

CONTRATO Nº 087/12 DO OBJETO:

CONTRATO Nº 087/12 DO OBJETO: CONTRATO Nº 087/12 Contrato para fornecimento de Licença de Uso de Software Antivirus para as Secretarias, pelo período de 12 meses, que celebram o MUNICÍPIO DE CANDELÁRIA e a empresa IDB COMÉRCIO DE EQUIPAMENTOS

Leia mais

C O N V I T E Nº 1 3 / 2 0 1 4

C O N V I T E Nº 1 3 / 2 0 1 4 Formulário padronizado fl. 1/11 CÂMARA MUNICIPAL DE LIMEIRA C O N V I T E Nº 1 3 / 2 0 1 4 A Câmara Municipal de Limeira, com sede nesta cidade de Limeira, Estado de São Paulo, à Rua Pedro Zaccaria, nº

Leia mais

AVISO DE LICITAÇÃO DATASUL

AVISO DE LICITAÇÃO DATASUL AVISO DE LICITAÇÃO DATASUL Pregão Eletrônico nº 16111/2008 Processo n 6111/2008 OBJETO: 76J-00323 - Office Enterprise 2007 Sngl OLP INÍCIO DE RECEBIMENTO DE PROPOSTAS: 02/05/2008 às 11 horas. LIMITE PARA

Leia mais

REPUBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTERIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES PREGÃO ELETRÔNICO EDITAL Nº 398/2006

REPUBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTERIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES PREGÃO ELETRÔNICO EDITAL Nº 398/2006 REPUBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTERIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES PREGÃO ELETRÔNICO EDITAL Nº 398/2006 PROCESSO : 50600.000884/2006-13 Tipo de Licitação:

Leia mais

LICENÇA DE SOFTWARE ANTIVIRUS PREÂMBULO

LICENÇA DE SOFTWARE ANTIVIRUS PREÂMBULO LICENÇA DE SOFTWARE ANTIVIRUS PREÂMBULO TERMO DE PARTICIPAÇÃO 20150031 Termo de Participação via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos

Leia mais

INSPEÇÃO VEICULAR PARA KIT GNV PREÂMBULO

INSPEÇÃO VEICULAR PARA KIT GNV PREÂMBULO INSPEÇÃO VEICULAR PARA KIT GNV PREÂMBULO Termo de Participação via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual nº 28.397

Leia mais

ESTADO DO PARÁ TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 2010/010

ESTADO DO PARÁ TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 2010/010 1 O, por intermédio do TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS, doravante denominado TCM/PA, CNPJ nº 04.789.665/0001-87, com sede na Travessa Magno de Araújo nº 474, bairro do Telégrafo na cidade de Belém, Estado

Leia mais

* O ÔNIBUS DEVERÁ TER SUSPENSÃO AR CONDICIONADO, BANHEIRO, GELADEIRA ELÉTRICA, POLTRONA SUPER PULLMAN, TV, SOM, VÍDEO, DVD.

* O ÔNIBUS DEVERÁ TER SUSPENSÃO AR CONDICIONADO, BANHEIRO, GELADEIRA ELÉTRICA, POLTRONA SUPER PULLMAN, TV, SOM, VÍDEO, DVD. ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº 28.088 DE 10 DE JANEIRO DE 2006 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do

Leia mais

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 57/2012 OBJETO: AQUISIÇÃO DE DOIS VEÍCULOS TIPO VAN, COM 16 LUGARES, A PEDIDO DA SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE. IMPORTANTE INÍCIO DE ACOLHIMENTO DE PROPOSTAS: 04/10/2012

Leia mais

MODELO DE EDITAL PARA CAFÉ SUPERIOR. Logo e razão social do órgão público

MODELO DE EDITAL PARA CAFÉ SUPERIOR. Logo e razão social do órgão público MODELO DE EDITAL PARA CAFÉ SUPERIOR Logo e razão social do órgão público PREGÃO ELETRÔNICO N XXX EDITAL A , por intermédio da Pregoeira designada pela Portaria xxx de data, realizará

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO N.º 069/2015

EDITAL DE PREGÃO N.º 069/2015 EDITAL DE PREGÃO N.º 069/2015 JOÃO PEDRO TILL, Diretor Presidente da Autarquia Municipal de Turismo GRAMADOTUR, no uso legal de suas atribuições, e de conformidade com a Lei n.º 8.666 de 21.06.93 e demais

Leia mais

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 07/13 CREMEB

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 07/13 CREMEB ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 07/13 CREMEB 1 -DO OBJETO Constitui objeto da presente licitação a aquisição de 70 (setenta) licenças de software antivírus coorporativo para

Leia mais

CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO DIRETORIA DE GESTÃO INTERNA

CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO DIRETORIA DE GESTÃO INTERNA CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO DIRETORIA DE GESTÃO INTERNA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 40/2012 PROCESSO Nº 00190.024252/2012-86 A Diretoria de Gestão Interna da Controladoria-Geral da União da Presidência

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SÃO PAULO

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SÃO PAULO PREGÃO (ELETRÔNICO) n 32/13 AQUISIÇÃO DE SOLUÇÃO DE SOFTWARE ANTIVÍRUS PROCESSO TC-A n 12.371/026/13 OFERTA DE COMPRA N 020101000012013OC00035 ENDEREÇO ELETRÔNICO: www.bec.sp.gov.br ou www.bec.fazenda.sp.gov.br

Leia mais

FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE

FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE 2926- CNPJ: 13.959.466/1-6 Tel: 2732683178 Fax: 273268376 Site: Pregão Presencial Nº 6/214 LICITAÇÃO PARA AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS PARA ATENDER A SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE POR UM PERÍODO DE DE (6)

Leia mais

COTACÃO ELETRÔNICA - EDITAL 20135880 TERMO DE PARTICIPAÇÃO

COTACÃO ELETRÔNICA - EDITAL 20135880 TERMO DE PARTICIPAÇÃO COTACÃO ELETRÔNICA - EDITAL 20135880 TERMO DE PARTICIPAÇÃO PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do

Leia mais

Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação / CREDE 12 Quixadá/CE E-mail: gerlania.oliveira@crede12.seduc.ce.gov.br

Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação / CREDE 12 Quixadá/CE E-mail: gerlania.oliveira@crede12.seduc.ce.gov.br Carta Convite Nº 0013/2015 Natureza da Despesa: Serviços de Hospedagem Fonte do Recurso: Função Programática nº 22100022.12.362.073.19509.0500000.33903900.10.0.40-13837 Data da Emissão: 28/05/15 Data da

Leia mais

BOBINA DE PAPEL TERMICO PREÂMBULO

BOBINA DE PAPEL TERMICO PREÂMBULO BOBINA DE PAPEL TERMICO PREÂMBULO Termo de Participação via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual nº 28.397 / 21 de

Leia mais

EDITAL Nº 34 DISPENSA ELETRÔNICA Nº 34/2011 PROCESSO Nº 201159240

EDITAL Nº 34 DISPENSA ELETRÔNICA Nº 34/2011 PROCESSO Nº 201159240 IRH INSTITUTO DE RECURSOS HUMANOS EDITAL Nº 34 DISPENSA ELETRÔNICA Nº 34/2011 PROCESSO Nº 201159240 DADOS GERAIS OBJETO: Aquisição de 01(um) compressor de ar para autoclave. INÍCIO DA SESSÃO DE DISPUTA

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N o 050/2013

EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N o 050/2013 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N o 050/2013 O INSTITUTO ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE E RECURSOS HÍDRICOS, doravante denominado IEMA, realizará licitação, na modalidade "Pregão Eletrônico", sob o critério menor

Leia mais

ESTADO DE RONDÔNIA PODER EXECUTIVO PREFEITURA MUNICIPAL DE ROLIM DE MOURA SECRETARIA MUNICIPAL DE COMPRAS E LICITAÇÕES

ESTADO DE RONDÔNIA PODER EXECUTIVO PREFEITURA MUNICIPAL DE ROLIM DE MOURA SECRETARIA MUNICIPAL DE COMPRAS E LICITAÇÕES EDITAL DE LICITAÇÃO PREGÃO Nº 69/2013 ELETRÔNICO CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DE ENGENHARIA ESPECIALIZADA EM SERVIÇOS TÉCNICOS DE GEOPROCESSAMENTO, COM A FINALIDADE DE ATUALIZAÇÃO CADASTRAL DO MUNICÍPIO, PARA

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 001/2012 TIPO: MENOR PREÇO

TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 001/2012 TIPO: MENOR PREÇO TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 001/2012 TIPO: MENOR PREÇO A Associação Paulista dos Criadores de Suínos APCS - SP, entidade privada sem fins lucrativos, inscrita no Cadastro Nacional de

Leia mais

EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº. 05/2012 PROCESSO Nº. 0116/2012

EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº. 05/2012 PROCESSO Nº. 0116/2012 EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº. 05/2012 PROCESSO Nº. 0116/2012 1. INTRODUÇÃO: 1.1 O CONSELHO REGIONAL DE ODONTOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da Pregoeira Angela Ferraz Jaeger, torna público,

Leia mais

2.1 É objeto deste edital a aquisição de aparelhos de ar condicionado, com as quantidades e características a seguir descritas:

2.1 É objeto deste edital a aquisição de aparelhos de ar condicionado, com as quantidades e características a seguir descritas: Município de Sério/RS Edital de Pregão Eletrônico nº 001/2015 Tipo de julgamento: menor preço por item Abertura: 06 de fevereiro às 14:00 horas Município de Sério- RS. Este documento esteve afixado no

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA 1ª REGIÃO

CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA 1ª REGIÃO 1 CARTA CONVITE n.º 001/2011 São Paulo, 20 de outubro de 2011. O CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA - 1ª REGIÃO, nos termos da autorização constante no Processo Administrativo em epígrafe, vem, por intermédio

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013 PROCESSO SECOM Nº 0357/2012. Alterações e Normas complementares M I N U T A

PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013 PROCESSO SECOM Nº 0357/2012. Alterações e Normas complementares M I N U T A IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ PREENCHER O RECIBO DE RETIRADA DE EDITAL, CONSTANTE DO ANEXO I E DEVOLVER COM ATÉ 24 HS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013

Leia mais

Bolsa Brasileira de Mercadorias - Pregão Eletrônico

Bolsa Brasileira de Mercadorias - Pregão Eletrônico Bolsa Brasileira de Mercadorias - Pregão Eletrônico www.cabedal.net Passo a Passo para o Licitante participar dos pregões através da Cabedal Corretora de Mercadorias Como licitante obtém a senha de acesso

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 003/2014 TIPO: MENOR PREÇO

CARTA CONVITE Nº 003/2014 TIPO: MENOR PREÇO CARTA CONVITE Nº 003/2014 TIPO: MENOR PREÇO PROCESSO Nº 003/2014 Tipo de Licitação: MENOR PREÇO DATA: 22/08/2014 HORÁRIO: 10h00min LOCAL: Universidade de Brasília Campus Universitário Darcy Ribeiro Edifício

Leia mais

EDITAL OBJETO: CABO GIGALAN CATEGORIA 6 U/UTP 23AWGX4PARES - VERMELHO EM CAIXA DE 305 METROS, CONFORME ESPECIFICAÇÃO TECNICA Nº 036/2009.

EDITAL OBJETO: CABO GIGALAN CATEGORIA 6 U/UTP 23AWGX4PARES - VERMELHO EM CAIXA DE 305 METROS, CONFORME ESPECIFICAÇÃO TECNICA Nº 036/2009. EDITAL A SÃO PAULO TRANSPORTE S.A. SPTrans, inscrita no CNPJ-MF sob o n.º 60.498.417/0001-58, comunica que se encontra aberta a licitação, EXCLUSIVAMENTE para participação de microempresas e empresas de

Leia mais

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 326/2014 OBJETO: AQUISIÇÃO DE PEÇAS PARA RETROESCAVADEIRA JCB E PARA ESCAVADEIRA HIDRÁULICA CASE, A PEDIDO DA SECRETARIA MUNICIPAL DA AGRICULTURA E PECUÁRIA A E SECRETARIA

Leia mais

PARA EMPRESAS COM MAIS DE 25 EQUIPAMENTOS

PARA EMPRESAS COM MAIS DE 25 EQUIPAMENTOS PARA EMPRESAS COM MAIS DE 25 EQUIPAMENTOS ESET Business Solutions 1/7 Vamos supor que você tenha iniciado uma empresa ou que já tenha uma empresa bem estabelecida, há certas coisas que deveria esperar

Leia mais

COMPRASNET - O SITE DE COMPRAS DO GOVERNO

COMPRASNET - O SITE DE COMPRAS DO GOVERNO Página 1 de 6 393024.3922013.163.4841.474652.379 MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes 03ª Unidade de Infra-estrutura Terrestre Ata de Realização do Pregão

Leia mais

PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014. Do Objeto

PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014. Do Objeto PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014 O Município de Mariano Moro, RS, torna público, em conformidade com a Lei Federal n.º 8.666/93 e suas alterações, que no dia 30 de setembro as 14

Leia mais

2.01.1 Atenderem as condições e exigências estabelecidas neste CONVITE;

2.01.1 Atenderem as condições e exigências estabelecidas neste CONVITE; CONVITE Nº 009/2007 LICITAÇÃO PARA AQUISIÇÃO DE 63 (SESSENTA E TRÊS) LICENÇAS DO SISTEMA OPERACIONAL WINDOWS XP PROFESSIONAL-FULL VERSÃO EM PORTUGUÊS PARA ESTAÇÕES DE TRABALHO E 01(UMA) LICENÇA DE WINDOWS

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 028/2009 M I N U T A

CARTA CONVITE Nº 028/2009 M I N U T A IMPORTANTE : PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JARDIM PAULISTA

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO DIE02

EDITAL DE LICITAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO DIE02 EDITAL DE LICITAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO DIE02 (CONVÊNIO MTE/SPPE/CODEFAT No. 003/2007 DIEESE) O DEPARTAMENTO INTERSINDICAL DE ESTATÍSTICA E ESTUDOS SOCIOECONÔMICOS - DIEESE, CNPJ n.º 60.964.996/0001-87,

Leia mais

EDITAL TOMADA DE PREÇOS SETOR DE LICITAÇÕES PROCESSO Nº 45/2013. TOMADA DE PREÇO Nº

EDITAL TOMADA DE PREÇOS SETOR DE LICITAÇÕES PROCESSO Nº 45/2013. TOMADA DE PREÇO Nº EDITAL TOMADA DE PREÇOS SETOR DE LICITAÇÕES PROCESSO Nº 45/2013. TOMADA DE PREÇO Nº 07/2013. A Prefeitura Municipal de General Salgado, sito à Av: Antonino José de Carvalho, 940, centro, fará realizar

Leia mais

CONVITE N.º 004-001/2013-CV

CONVITE N.º 004-001/2013-CV 1 CONVITE N.º 004-001/2013-CV REFERÊNCIA: Contratação de organização, associação ou empresa que preste serviço de hospedagem com local para realização de evento, destinado aos contratados e convidados

Leia mais

FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE

FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE LICITAÇÃO PARA AQUISIÇÃO DE PNEUS DESTINADOS AOS VEÍCULOS DA SECRETARIA MUNICIPAL SAÚDE PARA O EXERCÍCIO DE DE 2014 2014 O FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE/MUNICIPIO DE DOMINGOS MARTINS, com sede na Rua Bernardino

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE BAMBUÍ EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº.

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE BAMBUÍ EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE BAMBUÍ EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 67/2009 Processo nº: 23000.086744/2009-55 Tipo de Licitação: MENOR PREÇO

Leia mais

ESET SMART SECURITY 7

ESET SMART SECURITY 7 ESET SMART SECURITY 7 Microsoft Windows 8.1 / 8 / 7 / Vista / XP / Home Server 2003 / Home Server 2011 Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer download da versão mais recente deste documento

Leia mais