TORNOU-SE COMO NÓS PARA QUE FÔSSEMOS COMO ELE COMUNICAÇÃO E RELACIONAMENTO UMA ARTE A SER APRENDIDA SOU CATÓLICO, MAS NÃO MUITO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TORNOU-SE COMO NÓS PARA QUE FÔSSEMOS COMO ELE COMUNICAÇÃO E RELACIONAMENTO UMA ARTE A SER APRENDIDA SOU CATÓLICO, MAS NÃO MUITO"

Transcrição

1 REVISTA PERPÉTUO SOCORRO DEZ/14 1 ANO XVII DEZ/14 EDIÇÃO 177 TORNOU-SE COMO NÓS PARA QUE FÔSSEMOS COMO ELE PÁGINA 12 COMUNICAÇÃO E RELACIONAMENTO UMA ARTE A SER APRENDIDA PÁGINA 26 SOU CATÓLICO, MAS NÃO MUITO PÁGINA 8

2 2 REVISTA PERPÉTUO SOCORRO DEZ/14

3 REVISTA PERPÉTUO SOCORRO DEZ/14 3 SUMÁRIO/ DEZEMBRO Editorial 06 Notas e Registros 08 Sou católico, mas não muito. 10 O nascimento do Redentor: Reflexões do coração cristão. 12 A espiritualidade do natal: Segundo Santo Afonso. 15 O natal e a humanização: Boas práticas para o bom convívio. 18 Vocação: Qual a sua, religiosa ou sacerdotal? 22 Palavra do Papa. 24 Obra Social: A cruz que santifica. 26 Comunicação e relacionamentos: Uma arte a ser aprendida. 28 Papo com a psicóloga. 29 Perpetóleo. 30 Carta de agradecimento: Atitude do bem.

4 4 REVISTA PERPÉTUO SOCORRO DEZ/14 EDITORIAL BOAS FESTAS Padre Primo Aparecido Hipólito, CSsR/Reitor do Santuário Filhinhos! No fim do ano é comum trocarmos desejos de Boas Festas!, entre outras felicitações. Destaco esta para refletirmos o que significa para nós hoje termos boas festas. A festa do Natal é um presente de Deus; é tão preciosa, tão rica. Trata-se de uma riqueza espiritual infinita. Deus que faz menino e nasce, de uma mulher, numa família humilde. Deus vem ao mundo para nos salvar, para unir de novo o homem a Deus Pai Criador. A festa do Natal, o nascimento de Cristo, é um momento de luz tão intensa para o mundo que dividiu para sempre a história da humanidade. Como viver e reviver isso? Pergunto-me: como aproveitar intensamente esse momento? E chego à conclusão que só existe um jeito de receber esse presente de Deus. Ele mesmo nos dá pistas: a simplicidade do Seu nascimento; a humanidade que assumiu ao nascer como todos os outros homens do mundo. Viver o Natal com simplicidade, sem agitação. O mundo nos agita nesta época, mas Deus se manifesta na simplicidade e no silêncio. A Novena de Natal, em sua simplicidade extrema, é uma das melhores formas de preparar nossos corações e termos Boas Festas. A Novena aproxima as pessoas, promove a partilha material, espiritual e humana, promove a visita ao lar do vizinho, do amigo, parente ou colegas de trabalho. É uma oração pura e que traz pureza às relações humanas. Traz paz e leva à busca, e depois, à aproximação imediata de Deus. Pois Ele disse: Buscai e achareis. E depois, parar para preparar o coração nos leva a buscar os Sacramentos da Confissão e Comunhão. A missa de Natal terá outro sentido, terá um gosto especial. Queridos amigos e leitores, temos então um grande desafio no Natal, que é o de vencer a agitação, buscar Deus na simplicidade e silêncio, comemorar o Natal acolhendo o Deus-menino em nós, para assim ser (um) presente para o irmão. Cada cristão ser um presente e estar presente. Esta seria uma Boa Festa! Feliz Natal e Boas Festas! Deus te abençoe e boa leitura! ESPAÇO DO LEITOR Este espaço é feito com a sua participação,caro leitor. Mande sua carta ou para nós com comentários, críticas ou sugestões de temas: ou Caixa Postal CEP.: Curitiba/PR [ SALMOS ] Gostaria de saber mais sobre cada salmo e em qual situação deverei ler ou fazer a oração. Por exemplo: Salmo quando estiver angustiado, triste, o nosso padre falou. Então gostaria de saber qual Salmo indicado para cada momento. Obrigada! Luciane Maria Przybyloviecz Basso Centro - Curitiba [ ENSINO RELIGIOSO ] Olá! Gostaria de ler sobre o ensino religioso nas instituições de ensino. Desde os primeiros ensinamentos até os mais complexos, para todo as etapas de ensino. Obrigada. Elisandra A. de O. Santos São José dos Pinhais - PR EXPEDIENTE Reitor: Pe. Primo Hipólito. Conselho editorial: Pe. Primo Hipólito, Pe. Gelson Mikuszka, Pe. Lourenço Kearns, Pe. Rodrigo Augusto, Irmão Adilson Schamme, Pe. Jaime Araújo Figueiredo, Giovani Ferreira e Ana Paula Rodrigues Ferreira. Jornalista responsável: Ana Paula Rodrigues Ferreira MTB 4198/17/38 Proj. gráfico e diagramação: Parresia Comunicação Católica (33) Essa produção conta com a participação da Pastoral da Comunicação Contato e sugestões: - (41) Contato Comercial: Willerson Soares (41)

5 REVISTA PERPÉTUO SOCORRO DEZ/14 5 PROGRAMAÇÃO PRESÉPIO NATALINO Inauguração e bênção 30/11, após Santa Missa das 19h. APRESENTAÇÕES CULTURAIS Durante o Advento, sempre após a Missa das 19h. 29/11 - Grupo Tau de Teatro (após a Missa das 19h30) 30/11 - Arautos do Evangelho 07/12 - Grupo Samba e Canção 14/12 - Programação Cultural 21/12 - Rock Natalino NOVENA DE NATAL! PREPARE SEU CORAÇÃO! NO ADVENTO, VENHA REZAR CONOSCO AS NOVENAS DE NATAL NO PRESÉPIO DO SANTUÁRIO. A PARTIR DE 01/12, TODAS AS SEGUNDAS, TERÇAS E SEXTAS-FEIRAS, APÓS A MISSA DAS 19H30. Missa de Natal e Ano Novo 24/12 - Missa da Vigília de Natal às 20h (Novenas até as 19h) 25/12 - Missas de Natal às 9, 12, 15 e 19h30 31/12 - Missa da Vigília do Ano Novo às 20h (Novenas até as 19h) 01/01 - Missas de Ano Novo às 9, 12, 15 e 19h30 AÇÃO SOCIAL Árvore da Solidariedade - Pegue seu anjinho na árvore de Natal do Santuário e doe um presente! Inauguração no dia 29/11. GUARDIÕES DO PRESÉPIO Seja um voluntário para vigiar o Presépio do Santuário durante uma noite. Você também montar um grupo para esta vigília. Inscreva-se na secretaria do Santuário!

6 6 REVISTA PERPÉTUO SOCORRO DEZ/14 NOTAS E REGISTROS Natal no Santuário Apresentações musicais e peças de teatro marcaram a abertura da programação de Natal do Santuário e a inauguração do Presépio, com Grupo Tau de Teatro e os Arautos de Evangelho. O Presépio foi feito com palets, materiais reciclados, 13 mil luzes e muita criatividade. Parabéns à equipe, liderada pela Irmã beneditina Maria José, IBDP. Veja algumas imagens: Fotos: Yasmin Stolf Gasparini PEREGRINAÇÃO NO AMAZONAS CALENDÁRIO E AGENDA 2015 Os Missionários Redentoristas e suas equipes preparam lindos calendários e agendas 2015, com destaque para datas litúrgicas e celebrações da Igreja, liturgia diária e mensagens de fé. À venda na loja do Santuário. CEIA DO POVO DE RUA No dia 19 de dezembro faremos uma Ceia de Natal para o povo de rua, aqui no Presépio do Santuário. Você pode colaborar, doando um prato de carne para partilha. Informe-se na secretaria do Santuário e muito obrigado! A equipe de Peregrinação com o Ícone de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro daqui do Santuário, desta vez foi longe. Em novembro eles levaram o Ícone à cidade de Tefé, no estado do Amazonas. Foi uma incrível jornada, na companhia de Padre Primo Hipólito, reitor, até a Paróquia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, onde padre Ademar e a comunidade dedicaram aos peregrinos uma colorosa acolhida. Os Missionários Redentoristas agradecem a todos que estão fazendo este importante trabalho de divulgação do Ícone e da devoção. RÁDIO PERPÉTUO SOCORRO NO CELULAR Agora os devotos podem acompanhar mais de perto o Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, baixando grátis o aplicativo para celular (plataforma Android) da Radio Web Perpétuo Socorro. Acesse a página em seu celular: e baixe o aplicativo. Fotos: Marcos Marinho

7 REVISTA PERPÉTUO SOCORRO DEZ/14 VENHA REZAR NO SANTUÁRIO Grupo de Oração Fonte de Misericórdia/RCC segunda às 15 horas Oração do Santo Rosário terça às 15 horas Foto: Simone Travinski RODA DA JUVENTUDE #F5 + SAMBA E CANÇÃO A Roda da Juventude do Santuário ganhou reforço do Grupo Samba e Canção, ministério de música missionário de Curitiba. Já realizaram diversas atividades como ação social ao povo de rua e dia de missão em Paranaguá. Jovem, venha participar da Roda da Juventude! Reuniões ao sábados, às 18 horas, aqui no Santuário. Informações: (41) HOMENAGEM Hora Santa das Famílias CASAMENTO COMUNITÁRIO terceira sexta do mês, às 15 horas O tradicional Casamento Comunitário, realizado duas vezes por ano no Santuário, foi celebrado no início de dezembro, reunindo e abençoando famílias com o Sacramento do Matrimônio. Felicidades! segunda às 19 horas Terço das Almas Missa pelas Almas segunda às 19h30 Terço das famílias terça às 19 horas Missa pelas famílias terça às 19h30 Missa do Santíssimo quinta às 9, 15 e 19h30 Missa da Misericórdia CAFÉ COM FORMAÇÃO sexta às 19h30 Missa do meio-dia com bênção da Saúde todos os dias Ofício da Imaculada primeiro sábado do mês, às 11h30 Apostolado da Oração Primeira sexta do mês, Hora Santa às 15 horas, seguida de Missa do Sagrado Coração de Jesus às 16 horas. Legião de Maria terça às 15 horas foto: Ayron Rocha Padre Primo Hipólito, reitor do Santuário, recebeu em dezembro homenagem da Câmara Municipal de Curitiba, pelos serviços prestados à Curitiba, no Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, proposto pelo vereador Tico Kuzma. Vigília ao Santíssimo Sacramento primeira sexta do mês, após Missa das 19h30 Missa das Capelinhas último sábado do mês às 12 horas. 7

8 8 REVISTA PERPÉTUO SOCORRO DEZ/14 IGREJA EM FOCO SOU CATÓLICO, MAS NÃO MUITO Bruno André Souza Colodel Discípulo da Comunidade Católica Shalom Natal é momento propício para conversão, deixando o que era velho. Jesus renova o convite e podemos aceitá-lo, mudando nossa mentalidade de desconfiados e mornos, para abandonados plenamente em Deus Papa Francisco disse esta frase em uma de suas homilias (04/11/2014), referindo-se à nossa recusa aos convites que Jesus nos faz. Deus dá seu amor com gratuidade e este é nosso maior presente, não precisamos ficar correndo atrás de recompensas. A busca desenfreada do ter, do prazer, do poder é em vão, pois Deus nos dá gratuitamente tudo o que precisamos para ser felizes. Às vezes, o homem confia em Deus mas não muito, completa o papa, porque é egoísta ou tem muita sede de poder, olha muito para si. Lemos no evangelho de Lucas (14,16-24) sobre um homem que oferece um banquete, mas seus convidados recusam o convite e inventam muitas desculpas para não irem. Tiveram medo de aceitar pela gratuidade, pois quando a esmola é demais, até o santo desconfia e procuraram então não se envolverem.

9 REVISTA PERPÉTUO SOCORRO DEZ/14 9 Assim também acontece conosco, Jesus faz inúmeros convites para participarmos de grandes banquetes, mas pela gratuidade, temos medo de aceitar, achamos que temos que pagar por tudo. Mas também é cômodo e seguro permanecer no pecado, é tranquilo ficar em casa, pois ali nada nos tira do comodismo. Somos católicos, mas não muito; confiantes no Senhor, mas não muito. Jesus então faz o convite aos pobres, os mais vulneráveis, aqueles dóceis à sua voz e dispostos a participarem do seu banquete gratuito. Jesus nos oferece a salvação sem nada nos pedir em troca, não havendo motivos para recusarmos seu convite, entretanto, somos contaminados com a mentalidade que a santidade se faz com nossos esforços, mas esta é gratuita. Jesus pagou a festa com sua morte na Cruz, humilhado pelos nossos pecados. Por estes motivos que somos generosos com Deus. Nossa aceitação ao convite para participar do banquete de Cristo é temerosa e nos comportamos como imaturos diante desse convite tão valioso e honrado. Vivemos na mornidão, na indecisão para sermos de Cristo, estamos sempre divididos entre dois caminhos distintos. São muitos os convites que Jesus nos faz. Vamos à missa, por exemplo, para fazer um social, emburrados, nem sequer entendemos a beleza do Sagrado, não agimos com piedade, comungamos sem confessar, como se estivéssemos em um lugar qualquer ou nos honramos com o convite de Jesus de estarmos em Sua Casa, celebrando a Ressurreição, Deus que está vivo na Eucaristia, onde podemos glorificá-lo e adorá-lo? Minhas posturas dentro da Igreja, minhas vestes, comportamentos estão adequados com o encontro pessoal com Cristo e com os irmãos? Somos convidados ainda ao respeito aos irmãos, aos padres, bispos, autoridades; para bem vivermos a festa celeste é necessária uma harmonia de boa convivência, respeitar cada um dos irmãos como merecem, amá-los sem medida. Ao entrar no banquete do Senhor é preciso também deixar as reclamações e murmurações de lado. O mundo de hoje foi contaminado com uma mentalidade relativista e subjetivista, na qual pretende o homem que a Igreja se adapte a seu modo de pensar. Tudo queremos reclamar e manipular. Muito pelo contrário. O homem necessita se adequar à vontade de Deus. Precisamos viver com intensidade o Evangelho, a doutrina, o magistério da Igreja para caminharmos para a Santidade à qual Deus nos chama e não querer adaptar as coisas conforme nosso querer. Não é possível somente aceitar o que me convém e descartar o que não me convém. A Igreja é um todo e o que o Senhor nos oferece é para nosso sumo bem, para nossa felicidade eterna. É possível elencar muitos outros convites, seja a vivência na família, na juventude, onde todos devem ser testemunhos de Cristo; o chamado à pobreza, obediência, castidade; ter a clareza da maturidade humana, da perfeita identidade cristã; o chamado essencial à santidade que é para todos os batizado (Questionar-se: Quem é meu modelo de santidade: o mundo ou Jesus?); adentrar em intimidade com Deus na oração para descobrirmos suas riquezas, ou seja, sermos bons amigos do anfitrião do banquete, isto é essencial. Precisamos viver com intensidade o Evangelho, a doutrina, o magistério da Igreja para caminharmos para a Santidade à qual Deus nos chama. E assim vamos deixando de ser 'católicos mais ou menos' e começamos a viver de forma profunda o Evangelho, sendo imitadores de Cristo Jesus na simplicidade, na gratuidade da vida ordinária, principalmente amando ao irmão. Sejamos os felizes terceiros, onde Jesus é o primeiro, o irmão é o segundo e eu sou o feliz terceiro, sem disputas, porque Jesus já nos deu tudo gratuitamente, nos deu a caridade como regra. Neste tempo de Natal é momento propício para tomarmos posturas de conversão, deixando o que era velho. Jesus renova o convite para cada um de nós e podemos aceitá-lo com amor e convicção, mudando nossa mentalidade de desconfiados e mornos, para abandonados plenamente em Deus, sujeitos a sermos 'extremamente católicos', aceitando a festa como ela foi preparada e não como achamos que ela deve ser. Que Maria, Mãe do Perpétuo Socorro, nos ajude a dizermos sim ao banquete do Cordeiro.

10 10 REVISTA PERPÉTUO SOCORRO DEZ/14 A BÍBLIA EM PRÁTICA O NASCIMENTO DO REDENTOR Pe. Gelson Luiz Mikuszka, C.Ss.R Missionário Redentorista Deus se apresentou humilde na manjedoura. Por isso, o cristão tem sempre um coração humilde e sereno.

11 REVISTA PERPÉTUO SOCORRO DEZ/14 11 Com este artigo continuamos nossa seção bíblica especial. São reflexões com a Palavra de Deus a partir de fatos da vida e ilustram as alegrias e sofrimentos, lutas e vitórias vividas por nós a partir dos relatos bíblicos. Recomendamos que você utilize deste material para refletir com seus familiares, amigos e vizinhos. Se possível, reúna pessoas que você conhece, ou mesmo sua família, as crianças, para isso. Nosso desejo é que a sua fé e a das pessoas que estão próximas de você seja mais viva e mais firme, para que a esperança e o amor sejam mais presentes entre todos. Desde já pedimos que a paz reine em seu lar. Amém. A lição da Bíblia para nossa vida (Lucas 2, 1-14) Naqueles dias, o imperador Augusto publicou um decreto, ordenando o recenseamento em todo o império. Esse primeiro recenseamento foi feito quando Quirino era governador da Síria. Todos iam registrar-se, cada um na sua cidade natal. José era da família e descendência de Davi. Subiu da cidade de Nazaré, na Galiléia, até à cidade de Davi, chamada Belém, na Judéia, para registrar-se com Maria, sua esposa, que estava grávida. Enquanto estavam em Belém, completaram-se os dias para o parto, e Maria deu à luz o seu filho primogênito. Ela o enfaixou, e o colocou na manjedoura, pois não havia lugar para eles dentro da casa. O Messias veio para os pobres - Naquela região havia pastores, que passavam a noite nos campos, tomando conta do rebanho. Um anjo do Senhor apareceu aos pastores; a glória do Senhor os envolveu em luz, e eles ficaram com muito medo. Mas o anjo disse aos pastores: «Não tenham medo! Eu anuncio para vocês a Boa Notícia, que será uma grande alegria para todo o povo: hoje, na cidade de Davi, nasceu para vocês um Salvador, que é o Messias, o Senhor. Isto lhes servirá de sinal: vocês encontrarão um recém-nascido, envolto em faixas e deitado na manjedoura». De repente, juntou-se ao anjo uma grande multidão de anjos. Cantavam louvores a Deus, dizendo: «Glória a Deus no mais alto dos céus, e paz na terra aos homens por ele amados»." A lição da vida: Senhor Antônio, o pacificador. O senhor Antônio mora num bairro bem pobre da cidade de São Paulo. Ele é uma pessoa muito estimada na vizinhança. Todo mundo sabe que, quando precisa, pode contar com ele. Outro dia, ele estava num bar conversando com seus amigos, quando surgiu uma discussão entre dois sujeitos. Como a coisa estava esquentando e virando em briga séria, o pessoal já se preparava para ir embora. O ambiente ficou péssimo. Mas, o senhor Antônio tomou coragem e foi conversar com os briguentos, conseguiu acalmá-los e fazer com que acertassem suas diferenças sem brigas. Ele demonstrou que pelo diálogo tudo é possível de ser resolvido. O senhor Antônio tinha consciência de que as brigas geram violência, machucam pessoas e podem prejudicar os dois envolvidos durante toda a vida. O diálogo e o perdão ajudam todos a ficarem bem e em paz. Refletindo a lição da Bíblia e da vida 1) A atitude do senhor Antônio tem algo a ver com o nascimento de Jesus, o Filho de Deus? 2) Porque Jesus quis nascer pobre e num ambiente humilde? 3) Como esse evangelho e a história do senhor Antônio podem nos ajudar a ser cristãos hoje? Deus se apresentou humilde na manjedoura. Por isso, o cristão tem sempre um coração humilde e sereno. A vida de Jesus mostra ao ser humano que o perdão e o amor precisam ser vividos na prática. Que todas as pessoas de fé busquem promover a paz, para que não haja guerra nem violência. Quando acolhemos os conselhos de Jesus trabalhamos para que todas as pessoas vivam melhor e com amor. Isso exige aproximar-se dos irmãos, como fez o senhor Antônio ao evitar uma briga. Que Deus nos abençoe e nos guarde. Deus nos mostre seu rosto e tenha piedade de nós. Deus volva seus olhos para nós e nos conceda a paz. Amém.

12 12 REVISTA PERPÉTUO SOCORRO DEZ/14 ESPECIAL A ESPIRITUALIDADE DO NATAL SEGUNDO SANTO AFONSO Fez-se um de nós, tornou-se como nós para que fôssemos Pe. Paulo Sérgio Carrara, C.Ss.R Missionário Redentorista como ele e fizéssemos como ele fez A encarnação de Jesus Cristo se revela um mistério maravilhoso que une céu e terra. O Verbo se faz carne e diviniza a humanidade, penetra-a com seu amor. Natal significa que Deus se abaixou, condescendeu com o homem para que o homem transcendesse até Deus. A fronteira entre o divino e o humano se tornou permeável. E isso acontece por amor: Deus não tem nenhuma obrigação de tratar assim o homem. O homem não tem nenhum direito de ser tratado assim por Deus. O Natal se explica pela gratuidade do amor. O Filho de Deus, gerado eternamente no seio Pai, no poder do Espírito Santo, é gerado no seio de Maria no poder do mesmo Espírito para nossa salvação. Natal não é somente o nascimento de um homem que é Deus. Não. O Natal nos remete ao próprio mistério da Trindade eterna que emerge na história para elevar a si toda a humanidade. A graça de Deus se manifesta como a essência do Natal. E a graça não é uma coisa da qual o ser humano possa se apropriar. Graça é o gesto divino que, quando acolhido pelo homem, o transforma, o regenera, o liberta do pecado e o torna capaz de viver em comunhão com Deus e com os irmãos. Essa graça chega a nós através da fragilidade do menino Jesus. Uma graça que, ao comunicar-se e doar-se, revela toda sua grandeza. Um menino nos foi dado ; o verbo se fez carne e veio habitar no meio de nós ; nasceu-nos um salvador. Jesus nasceu para nós, no meio de nós, em nós. Deus-Pai presenteia a humanidade com a vida do que lhe é mais próprio, o Filho. Jesus, Filho de Deus, veio ao mundo para anunciar o Reino e introduzir no seu mistério todos os homens, eis a sua missão. Ela não é extrínseca ao seu próprio ser. Ser e fazer coincidem em Jesus. Humanizou-se para que homens e mulheres pudessem divinizar-se. Fez-se um de nós, tornou-se como nós para que fôssemos como ele e fizéssemos como ele fez. Ele é o Filho que se entrega ao Pai e a nós por amor. Eis a nossa missão: filhos no Filho, nos entregar a Deus e aos irmãos, construindo a fraternidade, o Reino que ele veio inaugurar. Santo Afonso se encantava com o mistério do Natal e o via como um transbordamento de amor: Jesus quis nascer não só para ganhar de nós esta forma de amizade a que chamamos estima, mas também um amor de ternura. Pois se todos os meninos sabem conquistar o carinhoso afeto daqueles que cuidam dele, quem não se comoverá de amor vendo um Deus indefeso, tiritando de frio e carente?. Deus-Pai mostra- -nos todo seu amor em Jesus, mas espera o nosso amor em troca, perdoa-nos e usa de misericórdia conosco se estivermos unidos a Jesus. Para Santo Afonso, a encarnação de Jesus revela e manifesta o grande amor de Deus por nós. Natal é mistério de graça incompreensível. Loucura de amor de um Deus que se aniquila para atrair a si a humanidade inteira, de um Deus que não tem medo do pecado do homem, mas sai de si para buscá-lo, atraí-lo, conquistá-lo, para comunicar-lhe a sua própria vida na vida entregue do Filho. Esse grande mistério faz Santo Afonso afirmar que nenhuma devoção se compara àquela do Verbo

13 REVISTA PERPÉTUO SOCORRO DEZ/14 13 encarnado. Muitos se dedicam a tantas devoções e esquecem exatamente esta. Os pregadores falam pouco do amor a Jesus, a principal, a única verdadeira devoção dos cristãos. Santo Afonso quer que os cristãos centrem suas vidas em Jesus. Eis o sentido da devoção, seu ponto crucial se encontra no amor a Jesus. Nosso Santo não critica as devoções, as novenas, os exercícios de piedade. Tudo isso faz parte da experiência de fé. Mas explica que a verdadeira devoção aprofunda nossa intimidade com Jesus, nos faz entrar em comunhão com a sua vida entregue por nós desde a encarnação, aí se esconde o segredo do que chamamos salvação. Portanto, tem razão nosso doutor: o amor a Jesus é a principal, a única verdadeira devoção dos cristãos. O Natal nos conduz ao coração do mistério da fé, que é adesão à pessoa do Filho. Para celebrá-lo, não basta enfeitar a nossa casa, dar e receber presentes, preparar uma ceia farta. Tudo isso faz parte da celebração do natal, mas nós, cristãos, vamos além. Sabemos que Cristo estará ausente de muitas ceias. O aniversariante permanecerá esquecido, enquanto, lá fora, Herodes continuará a matança dos inocentes. Deus-Pai espera que enfeitemos o nosso coração para receber o menino-deus, seu Filho. O aniversariante permanecerá esquecido, enquanto, lá fora, Herodes continuará a matança dos inocentes. Deus-Pai espera que enfeitemos o nosso coração para receber o menino-deus, seu Filho.

14 14 REVISTA PERPÉTUO SOCORRO DEZ/14 ESPECIAL Celebrar o Natal exige acolher Jesus no nosso coração, assumir em nossa vida aquela orientação fundamental que caracterizou a sua vida: solidariedade ilimitada e desinteressada. Cristo nasce para salvar a humanidade, sobretudo os mais pobres e indefesos. O próprio Jesus resumiu assim a sua missão: Pois o próprio Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a vida para resgatar a multidão (Mc 10,45). Então Natal não é receber, é dar. Não são presentes, é a presença de Jesus em nós, no meio de nós, reconciliando-nos uns com os outros e com Deus. A celebração do Natal nos obriga a proclamar que, apesar de todos os problemas e desilusões do mundo, nada nos faz esquecer que o Filho de Deus visitou seu povo e se mostrou aos homens e mulheres de seu tempo. E nós perpetuamos esta visita, sonhando o sonho de Jesus e acreditando que, apesar de tudo, vale a pena apostar na Boa Nova do Reino, porque só ela salva o mundo de todas as suas contradições. Oração Tudo isto acontecerá se Jesus, Filho de Deus, nascer em nós. Como dizia um místico medieval: Cristo pode nascer mil vezes em Belém, se ele não nascer pelo menos uma vez em nosso coração, jamais saberemos o que é o Natal. Somos convidados a viver este mistério maravilhoso de amor e graça deixando-nos transformar pelo mistério de Deus, que se faz presente em nossa vida no mistério de seu Filho encarnado. Façamos nossa a oração de Santo Afonso: Desce do céu para ser nosso amigo e companheiro, mas quem te acompanha? Quem te acolhe em Belém? São José e Maria. Manifesta-nos tua graça salvadora, mas poucos querem acolhê-la. És para nós um irmão, mas te consideramos estrangeiro. Ó Palavra de Deus feita carne por mim! Embora te veja pobre e desvalido, hoje te confesso, meu Senhor. Aqui tens o meu ser, toma-o por presépio e trono. Ó rei da humildade! Toma o comando do meu coração e não deixes que outro me domine.

15 REVISTA PERPÉTUO SOCORRO DEZ/14 15 O Natal e a humanização Quem humaniza se coloca no lugar do outro e sempre pensa que a forma como trata o outro é o que faria para si mesmo Humanizar no sentido de acolher bem os outros, Pe. Gelson Luiz Mikuszka, C.Ss.R Missionário Redentorista seja no campo profissional, religioso, político, familiar ou social. Respeitar as características e diferenças alheias, em qualquer situação. Quem humaniza se coloca no lugar do outro e sempre pensa que a forma como trata o outro é o que faria para si mesmo. Quem desumaniza trata os outros como lixo, mas sempre quer ser tratado como rei. Quem humaniza trata os outros como rei, pois nunca se vê como lixo. A humanização olha o ser humano de modo integral, nunca as peculiaridades. Quem separa cor de pele, condição social, situação religiosa ou moral jamais conseguirá humanizar, pois sempre estará pronto para julgar. Quem julga, fala mal, mente e profere calúnias contra os outros, desumaniza. A humanização quebra a raiz do mal que está plantada no ser humano. Uma pessoa que aprende a vencer o mal dentro de si age humanamente. Fazer isso é trilhar por um caminho novo, tornando-se uma pessoa nova. Assim como Deus se revestiu de humanidade e deu início ao Natal, nós também, filhos de Deus, somos chamados a continuar o Natal, humanizando os outros e a nós mesmos. Para os evangelhos, Jesus foi concebido pela ação do Espírito Santo. Todo processo de humanização vivido por Deus foi obra do Espírito. Assim também, todo processo de humanizar a si mesmo e ao outro é sempre obra do Espírito Santo. Portanto, o ato humanizar acontece pelo esforço humano, mas com a força e orientação do Espírito Santo. Feliz Natal humano!

16 16 REVISTA PERPÉTUO SOCORRO DEZ/14 SUA PARTICIPAÇÃO FOI ESSENCIAL! Missionários Redentoristas/Núcleo Social Centro Redentorista de Ação Social CRAS Rua Amâncio Moro, 135, próximo ao Santuário. Telefone: (41) Querido devoto de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, doadores e voluntários do Centro Redentorista de Ação Social, graças a vocês realizamos grande obras neste ano de A resposta sempre imediata e solidária de todos os que participam deste Santuário se transformou em ajuda a muitas famílias, seja por meio de doações, ação voluntária de profissionais, ações específicas como Dia das Crianças, Páscoa, Árvore da Solidariedade, doação de alimentos, Bazar, cursos de capacitação, tratamento na Comunidade Terapêutica Perpétuo Socorro e muito mais. Muito obrigado, que Deus te abençoe e retribua em graças, paz, união e felicidade para você e toda a sua família! Feliz Natal e um 2015 cheio de paz! Agenda fim de ano O Centro Redentorista encerrou suas atividades de atendimento ao público no dia 12 de dezembro, retornando no dia 02 de fevereiro. Bazar O Bazar Beneficente informa que estará em recesso de 18 de dezembro a 3 de fevereiro, retornando as atividades normais na quarta-feira, dia 4 de fevereiro de Doe nas férias Durante as férias do CRAS e do Bazar você pode continuar fazendo as suas doações de roupas, acessórios, alimentos, etc.. na secretaria do Santuário. Obrigado! Voluntários Gostaria de fazer parte deste projeto, atuando como um profissional voluntário? Informe-se: (41) Árvore da Solidariedade A comunidade acolheu com muita generosidade a ação de Natal Árvore da Solidariedade, trazendo presentes para crianças e enfermos de diversas instituições cadastradas no CRAS. Se você deseja acompanhar alguma entrega de presente entre em contato com o Centro Redentorista e informe- -se sobre as datas.

17 REVISTA PERPÉTUO SOCORRO DEZ/14 17

18 18 REVISTA PERPÉTUO SOCORRO DEZ/14 VOCAÇÃO? TENHO VOCAÇÃO RELIGIOSA OU SACERDOTAL Pe. Antonio Carlos de Mello, C.Ss.R Missionário Redentorista - Telêmaco Borba-PR Há pessoas que acham que um jovem tem vocação porque nunca gostou de jogar, nunca gostou de sair de casa, ou só frequentava a igreja, não tinha amizades, etc. Ideia completamente equivocada. Há dois anos escrevi sobre as dúvidas durante o processo de acompanhamento vocacional. Respondendo às perguntas de alguns vocacionados que estão inquietos e sempre se perguntando se realmente Deus está lhes chamando, escrevo este texto para ajudá-los. Uma das perguntas é: Como posso saber se eu tenho vocação? Há uma forma clara de saber? Não é fácil dar uma resposta rápida, simples que sirva para todos. Talvez os seguintes elementos ajudem: O que não é vocação? A vocação não consiste, ao menos necessariamente, em uma inclinação espontânea, num sentimento ou gosto mais ou menos simples ou espiritual, nem num atrativo por parte do sujeito. Esta inclinação ou atração pode dar-se ou pode faltar. Mas sua presença ou ausência não é critério seguro, nem muito menos determinante, pra julgar a existência ou a falta de vocação num sujeito. A vocação não se sente. É uma certeza interior que nasce da graça de Deus que toca minha alma e pede uma resposta livre. Se Deus te chama, a certeza irá crescendo na medida em que tua resposta vá sendo generosa. Há pessoas que por medo de equivocar-se, não tomam nunca uma determinação acerca de qual será a vocação para qual Deus lhes chama. Este defeito é uma danosa equivocação, que pode vir da falta de confiança em si mesmo e em Deus, sendo que nosso Senhor prometeu: Eu nunca te abandonarei (Dt 31,6). Porque continuar duvidando tanto? O simples medo e até certa repugnância à vocação não são tampouco critério normal e seguro para achar que não existe vocação. Mais ainda, o medo de ter vocação e o desejo de não tê-la é, com frequência, um sinal de que se tem. Recordemos o exemplo de Santa Tereza de Ávila, que certa vez disse que era inimiga de ser monja. Em numerosos casos evita-se em responder, não quer se comprometer e facilmente se refugia numa dúvida sobre a existência do chamado vocacional. Duvidar da vocação é melhor maneira de tranquilizar a consciência ante uma decisão que, muitas vezes, não passa de uma infidelidade.

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa.

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Encontro com a Palavra Agosto/2011 Mês de setembro, mês da Bíblia 1 encontro Nosso Deus se revela Leitura Bíblica: Gn. 12, 1-4 A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Boas

Leia mais

Sumário. Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9. Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15. Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33

Sumário. Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9. Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15. Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33 1 a Edição Editora Sumário Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9 Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15 Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33 Santos, Hugo Moreira, 1976-7 Motivos para fazer

Leia mais

NOVENA DE NATAL 2015. O Natal e a nossa realidade. A jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamará pelo nome de Emanuel.

NOVENA DE NATAL 2015. O Natal e a nossa realidade. A jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamará pelo nome de Emanuel. NOVENA DE NATAL 2015 O Natal e a nossa realidade A jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamará pelo nome de Emanuel. (Is 7,14) APRESENTAÇÃO O Natal se aproxima. Enquanto renovamos a esperança de

Leia mais

Manual de Respostas do Álbum Líturgico- catequético No Caminho de Jesus [Ano B 2015]

Manual de Respostas do Álbum Líturgico- catequético No Caminho de Jesus [Ano B 2015] 1 Manual de Respostas do Álbum Líturgico- catequético No Caminho de Jesus [Ano B 2015] Página 9 Na ilustração, Jesus está sob a árvore. Página 10 Rezar/orar. Página 11 Amizade, humildade, fé, solidariedade,

Leia mais

Lembrança da Primeira Comunhão

Lembrança da Primeira Comunhão Lembrança da Primeira Comunhão Jesus, dai-nos sempre deste pão Meu nome:... Catequista:... Recebi a Primeira Comunhão em:... de... de... Local:... Pelas mãos do padre... 1 Lembrança da Primeira Comunhão

Leia mais

Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015

Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015 Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015 Introdução: Educar na fé, para a paz, a justiça e a caridade Este ano a Igreja no Brasil está envolvida em dois projetos interligados: a lembrança

Leia mais

Como utilizar este caderno

Como utilizar este caderno INTRODUÇÃO O objetivo deste livreto é de ajudar os grupos da Pastoral de Jovens do Meio Popular da cidade e do campo a definir a sua identidade. A consciência de classe, ou seja, a consciência de "quem

Leia mais

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade.

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade. A Palavra de Deus 2 Timóteo 3:16-17 Pois toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus e é útil para ensinar a verdade, condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver. 17 E isso

Leia mais

por Adelita Roseti Frulane

por Adelita Roseti Frulane A Companhia da Imaculada e São Domingos Sávio por Adelita Roseti Frulane Em 28 de dezembro de 1854, em Roma, o Papa Pio IX proclamou o Dogma de Fé da Imaculada Conceição de Maria Santíssima. E em Turim,

Leia mais

NOVENA À SAGRADA FAMÍLIA

NOVENA À SAGRADA FAMÍLIA NOVENA À SAGRADA FAMÍLIA Introdução: A devoção à Sagrada Família alcançou grande popularidade no século XVII, propagando-se rapidamente não só na Europa, mas também nos países da América. A festa, instituída

Leia mais

LEMA: EU VIM PARA SERVIR (Mc 10,45) TEMA: FRATERNIDADE: IGREJA E SOCIEDADE

LEMA: EU VIM PARA SERVIR (Mc 10,45) TEMA: FRATERNIDADE: IGREJA E SOCIEDADE LEMA: EU VIM PARA SERVIR (Mc 10,45) TEMA: FRATERNIDADE: IGREJA E SOCIEDADE Introdução A CF deste ano convida-nos a nos abrirmos para irmos ao encontro dos outros. A conversão a que somos chamados implica

Leia mais

Curso de Discipulado

Curso de Discipulado cidadevoadora.com INTRODUÇÃO 2 Este curso é formado por duas partes sendo as quatro primeiras baseadas no evangelho de João e as quatro últimas em toda a bíblia, com assuntos específicos e muito relevantes

Leia mais

COLÉGIO INTERNATO DOS CARVALHOS Equipa de Animação Pastoral

COLÉGIO INTERNATO DOS CARVALHOS Equipa de Animação Pastoral COLÉGIO INTERNATO DOS CARVALHOS Equipa de Animação Pastoral Advento 2014 (Campanha de Preparação para o Natal) A ALEGRIA E A BELEZA DE VIVER EM FAMÍLIA. O tempo do Advento, que devido ao calendário escolar

Leia mais

Documento do MEJ Internacional. O coração do Movimento Eucarístico Juvenil

Documento do MEJ Internacional. O coração do Movimento Eucarístico Juvenil Documento do MEJ Internacional Para que a minha alegria esteja em vós Por ocasião dos 100 anos do MEJ O coração do Movimento Eucarístico Juvenil A O coração do MEJ é a amizade com Jesus (Evangelho) B O

Leia mais

Os encontros de Jesus. sede de Deus

Os encontros de Jesus. sede de Deus Os encontros de Jesus 1 Jo 4 sede de Deus 5 Ele chegou a uma cidade da Samaria, chamada Sicar, que ficava perto das terras que Jacó tinha dado ao seu filho José. 6 Ali ficava o poço de Jacó. Era mais ou

Leia mais

Plano Pedagógico do Catecismo 6

Plano Pedagógico do Catecismo 6 Plano Pedagógico do Catecismo 6 Cat Objetivos Experiência Humana Palavra Expressão de Fé Compromisso PLANIFICAÇÃO de ATIVIDADES BLOCO I JESUS, O FILHO DE DEUS QUE VEIO AO NOSSO ENCONTRO 1 Ligar a temática

Leia mais

JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE

JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE A Novena de Natal deste ano está unida à Campanha da Fraternidade de 2013. O tema Fraternidade e Juventude e o lema Eis-me aqui, envia-me, nos leva para o caminho da JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE Faça a

Leia mais

Natal é palavra eletrizante. Natal é palavra de doce harmonia para nosso coração. Quantas belas lembranças evocam à nossa mente!

Natal é palavra eletrizante. Natal é palavra de doce harmonia para nosso coração. Quantas belas lembranças evocam à nossa mente! Círculo de Casais - Dirigentes: Abel e Lourdinha Passos Paróquia são Francisco Xavier Niterói RJ 19/12/03 Comentarista: Chegou o Natal! Natal é palavra eletrizante. Natal é palavra de doce harmonia para

Leia mais

A grande refeição é aquela que fazemos em torno da Mesa da Eucaristia.

A grande refeição é aquela que fazemos em torno da Mesa da Eucaristia. EUCARISTIA GESTO DO AMOR DE DEUS Fazer memória é recordar fatos passados que animam o tempo presente em rumo a um futuro melhor. O povo de Deus sempre procurou recordar os grandes fatos do passado para

Leia mais

Estudo Bíblico Colossenses Guia do Líder Por Mark Pitcher. LIÇÃO 1 SUA MAIOR PRIORIDADE - Colossenses 3:1-4

Estudo Bíblico Colossenses Guia do Líder Por Mark Pitcher. LIÇÃO 1 SUA MAIOR PRIORIDADE - Colossenses 3:1-4 Estudo Bíblico Colossenses Guia do Líder Por Mark Pitcher Os quatro estudos a seguir tratam sobre a passagem de Colossenses 3:1-17, que enfatiza a importância de Jesus Cristo ter sua vida por completo.

Leia mais

IV FÓRMULAS DE BÊNÇÃO PARA LAUDES E VÉSPERAS

IV FÓRMULAS DE BÊNÇÃO PARA LAUDES E VÉSPERAS IV FÓRMULAS DE BÊNÇÃO PARA LAUDES E VÉSPERAS I. Nas celebrações do Tempo Advento Deus omnipotente e misericordioso, que vos dá a graça de comemorar na fé a primeira vinda do seu Filho Unigénito e de esperar

Leia mais

UMA VIDA DE PAZ, PACIÊNCIA E AMABILIDADE EM UM MUNDO HOSTIL.

UMA VIDA DE PAZ, PACIÊNCIA E AMABILIDADE EM UM MUNDO HOSTIL. UMA VIDA DE PAZ, PACIÊNCIA E AMABILIDADE EM UM MUNDO HOSTIL. Como sabemos o crescimento espiritual não acontece automaticamente, depende das escolhas certas e na cooperação com Deus no desenvolvimento

Leia mais

Oração na Vida Diária

Oração na Vida Diária Oração na Vida Diária ocê é convidado a iniciar uma experiência de oração. Às vezes pensamos que o dia-a-dia com seus ruídos, suas preocupações e sua correria não é lugar apropriado para levantar nosso

Leia mais

CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014

CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014 CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014 NO CAMINHO DO DISCIPULADO MISSIONÁRIO, A EXPERIÊNCIA DO ENCONCONTRO: TU ÉS O MESSIAS, O FILHO DO DEUS VIVO INTRODUÇÃO Queridos/as Catequistas! Com nossos cumprimentos

Leia mais

NOVENA COM AS CRIANÇAS NOSSA SENHORA APARECIDA 2015

NOVENA COM AS CRIANÇAS NOSSA SENHORA APARECIDA 2015 1 2 COM MARIA, EM JESUS, CHEGAMOS À GLÓRIA! 5º Dia (Dia 07/10 Quarta-feira) CRIANÇA: BELEZA DA TERNURA DIVINA! Na festa de Maria, unidos neste Santuário, damos graças a Deus, por meio de Maria, pela vida

Leia mais

QUARESMA TEMPO DE REFLEXÃO E AÇÃO

QUARESMA TEMPO DE REFLEXÃO E AÇÃO QUARESMA TEMPO DE REFLEXÃO E AÇÃO Disponível em: www.seminariomaiordebrasilia.com.br Acesso em 13/03/2014 A palavra Quaresma surge no século IV e tem um significado profundo e simbólico para os cristãos

Leia mais

Seis dicas para você ser mais feliz

Seis dicas para você ser mais feliz Seis dicas para você ser mais feliz Desenvolva a sua Espiritualidade A parte espiritual é de fundamental importância para o equilíbrio espiritual, emocional e físico do ser humano. Estar em contato com

Leia mais

LIÇÃO 6 Bondade & Benignidade: Retribuindo a bondade de Deus

LIÇÃO 6 Bondade & Benignidade: Retribuindo a bondade de Deus Lição 3: Alegria LIÇÃO 6 Bondade & Benignidade: Retribuindo a bondade de Deus RESUMO BÍBLICO Provérbios 11:17; Gálatas 5:22; Gálatas 6:10; Salmos 116:12 O ser humano reflete a benignidade e a bondade de

Leia mais

ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO

ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO ESTUDO 1 NOVA VIDA O presente curso ajudará você a descobrir fatos da Palavra de Deus, fatos os quais você precisa para viver a vida em toda a sua plenitude. Por este estudo

Leia mais

PERDOAR E PEDIR PERDÃO, UM GRANDE DESAFIO. Fome e Sede

PERDOAR E PEDIR PERDÃO, UM GRANDE DESAFIO. Fome e Sede PERDOAR E PEDIR PERDÃO, UM GRANDE DESAFIO HISTÓRIA BÍBLICA: Mateus 18:23-34 Nesta lição, as crianças vão ouvir a Parábola do Servo Que Não Perdoou. Certo rei reuniu todas as pessoas que lhe deviam dinheiro.

Leia mais

O ENCONTRO DE CATEQUESE E SUA DINÂMICA

O ENCONTRO DE CATEQUESE E SUA DINÂMICA O ENCONTRO DE CATEQUESE E SUA DINÂMICA Nestes últimos anos tem-se falado em Catequese Renovada e muitos pontos positivos contribuíram para que ela assim fosse chamada. Percebemos que algumas propostas

Leia mais

NOVENA A SÃO PEREGRINO: PROTETOR DOS DOENTES DE CÂNCER. Comentarista: Quem foi São Peregrino? São Peregrino, foi um frade da Ordem dos

NOVENA A SÃO PEREGRINO: PROTETOR DOS DOENTES DE CÂNCER. Comentarista: Quem foi São Peregrino? São Peregrino, foi um frade da Ordem dos NOVENA A SÃO PEREGRINO: PROTETOR DOS DOENTES DE CÂNCER Comentarista: Quem foi São Peregrino? São Peregrino, foi um frade da Ordem dos Servos de Maria e ficou conhecido como o protetor contra o câncer.

Leia mais

CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo. CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo

CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo. CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo Tens uma tarefa importante para realizar: 1- Dirige-te a alguém da tua confiança. 2- Faz a pergunta: O que admiras mais em Jesus? 3- Regista a resposta nas linhas.

Leia mais

VIGÍLIA DE LOUVOR JOVEM

VIGÍLIA DE LOUVOR JOVEM VIGÍLIA DE LOUVOR JOVEM Se espera de uma v i g í l i a jo v e m um bom planejamento, divulgação, objetivo e um tema definido acertando em cheio o objetivo proposto no planejamento da vigília. Em uma vigília

Leia mais

O NASCIMENTO DE JESUS

O NASCIMENTO DE JESUS Bíblia para crianças apresenta O NASCIMENTO DE JESUS Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:M. Maillot Adaptado por: E. Frischbutter; Sarah S. O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da

Leia mais

CANTOS - Novena de Natal

CANTOS - Novena de Natal 1 1 - Refrão Meditativo (Ritmo: Toada) D A7 D % G Em A7 % Onde reina o amor, frater---no amor. D A7 D % G A7 D Onde reina o amor, Deus aí está! 2 - Deus Trino (Ritmo: Balada) G % % C Em nome do Pai / Em

Leia mais

A Regra daterceira Ordem da Sociedade de São Francisco iii) Ordem para Admissões e Renovações I. O CONVITE

A Regra daterceira Ordem da Sociedade de São Francisco iii) Ordem para Admissões e Renovações I. O CONVITE A Regra daterceira Ordem da Sociedade de São Francisco iii) Ordem para Admissões e Renovações como ordenado pelo Capítulo Interprovincial da Terceira Ordem na Revisão Constitucional de 1993, e subseqüentemente

Leia mais

NOVENA DOS PAIS QUE ORAM PELOS FILHOS

NOVENA DOS PAIS QUE ORAM PELOS FILHOS Pe. Nilton César Boni, cmf NOVENA DOS PAIS QUE ORAM PELOS FILHOS EDITORA AVE-MARIA Apresentação Aos membros da família cristã podem aplicar-se de modo particular as palavras com que Cristo promete a sua

Leia mais

LC 19_1-10 OS ENCONTROS DE JESUS ZAQUEU O HOMEM QUE QUERIA VER JESUS

LC 19_1-10 OS ENCONTROS DE JESUS ZAQUEU O HOMEM QUE QUERIA VER JESUS 1 LC 19_1-10 OS ENCONTROS DE JESUS ZAQUEU O HOMEM QUE QUERIA VER JESUS Lc 19 1 Jesus entrou em Jericó e estava atravessando a cidade. 2 Morava ali um homem rico, chamado Zaqueu, que era chefe dos cobradores

Leia mais

Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão. Jorge Esteves

Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão. Jorge Esteves Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão Jorge Esteves Objectivos 1. Reconhecer que Jesus se identifica com os irmãos, sobretudo com os mais necessitados (interpretação e embora menos no

Leia mais

Tema 8: Vocação - um novo relacionamento Deus se revela através dos outros

Tema 8: Vocação - um novo relacionamento Deus se revela através dos outros Tema 8: Vocação - um novo relacionamento Deus se revela através dos outros DEUS SE REVELA ATRAVÉS DOS OUTROS Ser Marista com os outros: Experimentar caminhos de vida marista comunitariamente INTRODUÇÃO

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

Vinho Novo Viver de Verdade

Vinho Novo Viver de Verdade Vinho Novo Viver de Verdade 1 - FILHOS DE DEUS - BR-LR5-11-00023 LUIZ CARLOS CARDOSO QUERO SUBIR AO MONTE DO SENHOR QUERO PERMANECER NO SANTO LUGAR QUERO LEVAR A ARCA DA ADORAÇÃO QUERO HABITAR NA CASA

Leia mais

Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus

Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus Ensino - Ensino 11 - Anos 11 Anos Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus História Bíblica: Mateus 3:13 a 17; Marcos 1:9 a 11; Lucas 3:21 a 22 João Batista estava no rio Jordão batizando as pessoas que queriam

Leia mais

DIA DE ORAÇÃO PELA JMJ RIO2013

DIA DE ORAÇÃO PELA JMJ RIO2013 ROTEIRO PARA O DIA DE ORAÇÃO PELA JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE RIO2013 Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude - CNBB CANTO DE ENTRADA (Canto a escolha) (Este momento de oração pode ser associado

Leia mais

Tempo para tudo. (há tempo para todas as coisas por isso eu preciso ouvir meus pais)

Tempo para tudo. (há tempo para todas as coisas por isso eu preciso ouvir meus pais) Tempo para tudo (há tempo para todas as coisas por isso eu preciso ouvir meus pais) Família é ideia de Deus, geradora de personalidade, melhor lugar para a formação do caráter, da ética, da moral e da

Leia mais

Felizes os puros de coração porque verão a Deus (Mt 5, 8)

Felizes os puros de coração porque verão a Deus (Mt 5, 8) Janeiro e Fevereiro 2015 Editorial Esta é a Síntese dos meses de Janeiro e Fevereiro, assim como a Palavra de Vida, em que o nosso diretor espiritual, Pe. Pedro, fala sobre Felizes os puros de coração

Leia mais

12:00 Palestra: Jesus confia nos Jovens -Por isso entrega sua mãe - Telmo

12:00 Palestra: Jesus confia nos Jovens -Por isso entrega sua mãe - Telmo 2:00 Palestra: Jesus confia nos Jovens -Por isso entrega sua mãe - Telmo Amados de Deus, a paz de Jesus... Orei e pensei muito para que Jesus me usasse para poder neste dia iniciar esta pregação com a

Leia mais

Rita de Sá Freire. Maria: a Mãe do Eterno e Sumo Sacerdote - Homenagem ao Dia do Padre 4 de agosto

Rita de Sá Freire. Maria: a Mãe do Eterno e Sumo Sacerdote - Homenagem ao Dia do Padre 4 de agosto Rita de Sá Freire Maria: a Mãe do Eterno e Sumo Sacerdote - Homenagem ao Dia do Padre 4 de agosto No dia 4 de agosto, a Igreja comemora São João Maria Vianney, Padroeiro dos Padres. Gostaria de prestar

Leia mais

Vivendo a Liturgia Ano A

Vivendo a Liturgia Ano A Vivendo a Liturgia Junho/2011 Vivendo a Liturgia Ano A SOLENIDADE DA ASCENSÃO DO SENHOR (05/06/11) A cor litúrgica continua sendo a branca. Pode-se preparar um mural com uma das frases: Ide a anunciai

Leia mais

CELEBRAÇÃO DO MATRIMÓNIO

CELEBRAÇÃO DO MATRIMÓNIO CELEBRAÇÃO DO MATRIMÓNIO Assinatura do Registo A assinatura do Registo será colocada na Liturgia, conforme prática local ou critério do Oficiante. Celebração da Santa Ceia No caso de ser pedida a Celebração

Leia mais

www.aciportugal.org ESTOU NESTE MUNDO COMO NUM GRANDE TEMPLO Santa Rafaela Maria

www.aciportugal.org ESTOU NESTE MUNDO COMO NUM GRANDE TEMPLO Santa Rafaela Maria www.aciportugal.org ESTOU NESTE MUNDO COMO NUM GRANDE TEMPLO Santa Rafaela Maria 2 www.aciportugal.org 11 ORAÇÃO FINAL Senhor Jesus Cristo, hoje sentimos a Tua paixão por cada um de nós e pelo mundo. O

Leia mais

ECBR PROFESSORA PRISCILA BARROS

ECBR PROFESSORA PRISCILA BARROS CANTATA DE NATAL 2015 ECBR PROFESSORA PRISCILA BARROS 1. O PRIMEIRO NATAL AH UM ANJO PROCLAMOU O PRIMEIRO NATAL A UNS POBRES PASTORES DA VILA EM BELÉM LÁ NOS CAMPOS A GUARDAR OS REBANHOS DO MAL NUMA NOITE

Leia mais

Oração na Vida Diária

Oração na Vida Diária Oração na Vida Diária Caro jovem,, Que alegria saber que como você muitos jovens estão encontrando um caminho para a oração pessoal e diária. Continue animado com a busca de um relacionamento mais pessoal

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DOS COLABORADORES DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ANTONIO PEDRO -ACHUAP-

ASSOCIAÇÃO DOS COLABORADORES DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ANTONIO PEDRO -ACHUAP- 1 ASSOCIAÇÃO DOS COLABORADORES DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ANTONIO PEDRO -ACHUAP- DIA 15.06.2010 MOMENTO ORANTE ECUMÊNICO PELA PASSAGEM DO 59º ANIVERSÁRIO DA ACHUAP (para propiciar momento de silêncio e

Leia mais

SE SOUBERMOS PERDOAR Ó CARA IRMÃ CLARA, SE SOUBERMOS PERDOAR

SE SOUBERMOS PERDOAR Ó CARA IRMÃ CLARA, SE SOUBERMOS PERDOAR CANTO 1 - LOUVOR DA CRIAÇÃO D Bm G Em A7 D Bm G Em A7 Aleluia! Aleluia! Aleluia! Aleluia! D F#m G Em A7 1. Javé o nosso Deus é poderoso, seu nome é grande em todas as nações D F#m G Em A7 Na boca das crianças

Leia mais

O que fazer em meio às turbulências

O que fazer em meio às turbulências O que fazer em meio às turbulências VERSÍCULO BÍBLICO Façam todo o possível para viver em paz com todos. Romanos 12:18 OBJETIVOS O QUÊ? (GG): As crianças assistirão a um programa de auditório chamado Geração

Leia mais

Sobre esta obra, você tem a liberdade de:

Sobre esta obra, você tem a liberdade de: Sobre esta obra, você tem a liberdade de: Compartilhar copiar, distribuir e transmitir a obra. Sob as seguintes condições: Atribuição Você deve creditar a obra da forma especificada pelo autor ou licenciante

Leia mais

O líder influenciador

O líder influenciador A lei da influência O líder influenciador "Inflenciar é exercer ação psicológica, domínio ou ascendências sobre alguém ou alguma coisa, tem como resultado transformações físicas ou intelectuais". Liderança

Leia mais

Caminho, verdade e vida: Definições de Jesus; Marcas em seus discípulos (Jo.14:1-11)

Caminho, verdade e vida: Definições de Jesus; Marcas em seus discípulos (Jo.14:1-11) Caminho, verdade e vida: Definições de Jesus; Marcas em seus discípulos (Jo.14:1-11) Mensagem 1 A metáfora do Caminho Introdução: A impressão que tenho é que Jesus escreveu isto para os nossos dias. Embora

Leia mais

Os Mandamentos da Igreja

Os Mandamentos da Igreja Os Mandamentos da Igreja Por Marcelo Rodolfo da Costa Os mandamentos da Igreja situam-se na linha de uma vida moral ligada à vida litúrgica e que dela se alimenta CIC 2041 Os Mandamentos da Igreja tem

Leia mais

O CARTAZ Jesus é a Fonte da água viva Significado do Cartaz

O CARTAZ Jesus é a Fonte da água viva Significado do Cartaz O CARTAZ Jesus é a Fonte da água viva Significado do Cartaz Completando a coleção do quadriênio junto com o término do Planejamento IELB 2014, temos as imagens menores que apontam para os cartazes anteriores.

Leia mais

MANUAL. Esperança. Casa de I G R E J A. Esperança I G R E J A. Esperança. Uma benção pra você! Uma benção pra você!

MANUAL. Esperança. Casa de I G R E J A. Esperança I G R E J A. Esperança. Uma benção pra você! Uma benção pra você! MANUAL Esperança Casa de I G R E J A Esperança Uma benção pra você! I G R E J A Esperança Uma benção pra você! 1O que é pecado Sem entender o que é pecado, será impossível compreender a salvação através

Leia mais

Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri.

Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri. Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri.com Página 1 1. HISTÓRIA SUNAMITA 2. TEXTO BÍBLICO II Reis 4 3.

Leia mais

PADRE MARCELO ROSSI ÁGAPE

PADRE MARCELO ROSSI ÁGAPE PADRE MARCELO ROSSI ÁGAPE Oo Índice Prefácio, por Gabriel Chalita...11 Introdução...19 1 O Verbo divino...27 2 As bodas de Caná...35 3 A samaritana...41 4 Multiplicação dos pães...49 5 A mulher adúltera...55

Leia mais

Lição 01 O propósito eterno de Deus

Lição 01 O propósito eterno de Deus Lição 01 O propósito eterno de Deus LEITURA BÍBLICA Romanos 8:28,29 Gênesis 1:27,28 Efésios 1:4,5 e 11 VERDADE CENTRAL Deus tem um propósito original e eterno para minha vida! OBJETIVO DA LIÇÃO Que eu

Leia mais

Preces POR QUE NOSSAS PRECES NÃO SÃO ATENDIDAS?

Preces POR QUE NOSSAS PRECES NÃO SÃO ATENDIDAS? Preces POR QUE NOSSAS PRECES NÃO SÃO ATENDIDAS? A grande maioria das pessoas só recorrem à oração quando estão com problemas de ordem material ou por motivo de doença. E sempre aguardando passivamente

Leia mais

OUTRAS ORAÇÕES PAI NOSSO ORAÇÃO A SÃO JERÔNIMO. Pai nosso que estais nos céus. Santificado seja o vosso nome. Venha a nós o vosso reino

OUTRAS ORAÇÕES PAI NOSSO ORAÇÃO A SÃO JERÔNIMO. Pai nosso que estais nos céus. Santificado seja o vosso nome. Venha a nós o vosso reino OUTRAS ORAÇÕES PAI NOSSO Pai nosso que estais nos céus Santificado seja o vosso nome Venha a nós o vosso reino Seja feita a vossa vontade Assim na Terra como no Céu O pão nosso de cada dia nos dai hoje

Leia mais

SOLENE CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA

SOLENE CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA SOLENE CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA Antes da Solene celebração, entregar a lembrança do centenário No Final terá um momento de envio onde cada pessoa reassumirá a missão. O sinal deste momento será a colocação

Leia mais

Sagrado Coração de Jesus

Sagrado Coração de Jesus Trezena em honra ao Sagrado Coração de Jesus Com reflexões sobre suas doze promessas a Santa Margarida Maria de Alacoque EDITORA AVE-MARIA Introdução Antes de o prezado leitor iniciar esta Trezena em honra

Leia mais

Tudo que você precisa saber a respeito de Deus está esta escrito no Salmo 23. Tudo que você precisa saber a teu respeito está escrito no Salmo 23.

Tudo que você precisa saber a respeito de Deus está esta escrito no Salmo 23. Tudo que você precisa saber a teu respeito está escrito no Salmo 23. Tema: DEUS CUIDA DE MIM. Texto: Salmos 23:1-6 Introdução: Eu estava pesando, Deus um salmo tão poderoso até quem não está nem ai prá Deus conhece uns dos versículos, mas poderosos da bíblia e o Salmo 23,

Leia mais

FESTA DO Pai-Nosso. 1º ano. Igreja de S. José de S. Lázaro. 7 de Maio de 2005

FESTA DO Pai-Nosso. 1º ano. Igreja de S. José de S. Lázaro. 7 de Maio de 2005 FESTA DO Pai-Nosso Igreja de S. José de S. Lázaro 1º ano 1 7 de Maio de 2005 I PARTE O acolhimento será feito na Igreja. Cada criança ficará com os seus pais nos bancos destinados ao seu catequista. Durante

Leia mais

Apostila de Fundamentos. Arrependimento. Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados...

Apostila de Fundamentos. Arrependimento. Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados... Apostila de Fundamentos Arrependimento Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados... (Atos 3:19) A r r e p e n d i m e n t o P á g i n a 2 Arrependimento É muito importante

Leia mais

A Pedagogia do cuidado

A Pedagogia do cuidado Roteiro de Oração na Vida Diária nº 23 A Pedagogia do cuidado Tempo forte na Igreja, inicia-se hoje nossa caminhada de preparação para a Páscoa, no rico tempo da quaresma. Como nos ciclos da natureza,

Leia mais

20ª Hora Santa Missionária

20ª Hora Santa Missionária 20ª Hora Santa Missionária Tema: Missão é Servir Lema: Quem quiser ser o primeiro seja servo de todos Preparação do ambiente: cartaz do Mês missionário, Bíblia e fitas nas cores dos continentes, cruz e

Leia mais

COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ PASTORAL EDUCATIVA São José do Rio Preto MISSA DO DIA DOS PAIS

COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ PASTORAL EDUCATIVA São José do Rio Preto MISSA DO DIA DOS PAIS COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ PASTORAL EDUCATIVA São José do Rio Preto MISSA DO DIA DOS PAIS RITOS INICIAIS ANIM.: Celebramos hoje a Eucaristia, ação de graças a Deus, nosso Pai, por todos os pais do colégio.

Leia mais

HOMILIA: A CARIDADE PASTORAL A SERVIÇO DO POVO DE DEUS (1 Pd 5,1-4; Sl 22; Mc 10, 41-45) Amados irmãos e irmãs na graça do Batismo!

HOMILIA: A CARIDADE PASTORAL A SERVIÇO DO POVO DE DEUS (1 Pd 5,1-4; Sl 22; Mc 10, 41-45) Amados irmãos e irmãs na graça do Batismo! HOMILIA: A CARIDADE PASTORAL A SERVIÇO DO POVO DE DEUS (1 Pd 5,1-4; Sl 22; Mc 10, 41-45) Amados irmãos e irmãs na graça do Batismo! A vida e o ministério do padre é um serviço. Configurado a Jesus, que

Leia mais

Campanha de Advento Setor da Catequese do Patriarcado de Lisboa

Campanha de Advento Setor da Catequese do Patriarcado de Lisboa 12 Campanha de Advento Setor da Catequese do Patriarcado de Lisboa 2 Jogo da corrida das ovelhas 11 1. Monta-se o presépio (8 de dezembro). 2. Faz-se um caminho para a manjedoura. 3. Cada elemento da família

Leia mais

A transmissão da fé na Família. Reunião de Pais. Família

A transmissão da fé na Família. Reunião de Pais. Família A transmissão da fé na Família Reunião de Pais Família Plano Pastoral Arquidiocesano Um triénio dedicado à Família Passar de uma pastoral sobre a Família para uma pastoral para a Família e com a Família

Leia mais

Bispo Sr. Dr. Gebhard Fürst. O ESPÍRITO É VIVIFICADOR Desenvolver a Igreja em muitos lugares

Bispo Sr. Dr. Gebhard Fürst. O ESPÍRITO É VIVIFICADOR Desenvolver a Igreja em muitos lugares Bispo Sr. Dr. Gebhard Fürst O ESPÍRITO É VIVIFICADOR Desenvolver a Igreja em muitos lugares Carta Pastoral dirigida às igrejas da diocese de Rotemburgo-Estugarda na Quaresma Pascal de 2015 Bispo Sr. Dr.

Leia mais

Mateus 4, 1-11. Respondeu-lhe Jesus: «Vai-te, Satanás, pois está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás e só a Ele prestarás culto.

Mateus 4, 1-11. Respondeu-lhe Jesus: «Vai-te, Satanás, pois está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás e só a Ele prestarás culto. Mateus 4, 1-11 Respondeu-lhe Jesus: «Vai-te, Satanás, pois está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás e só a Ele prestarás culto.». Este caminho de 40 dias de jejum, de oração, de solidariedade, vai colocar-te

Leia mais

Espiritualidade do Câmbio Sistêmico ou Mudança de Estruturas

Espiritualidade do Câmbio Sistêmico ou Mudança de Estruturas Espiritualidade do Câmbio Sistêmico ou Mudança de Estruturas Uma breve meditação sobre Mudança de Estruturas O objetivo desta meditação é redescobrir a dimensão espiritual contida na metodologia de mudança

Leia mais

OBLATOS ORIONITAS. linhas de vida espiritual e apostólica

OBLATOS ORIONITAS. linhas de vida espiritual e apostólica OBLATOS ORIONITAS linhas de vida espiritual e apostólica Motivos inspiradores da oblação orionita laical O "carisma" que o Senhor concede a um fundador, é um dom para o bem de toda a Igreja. O carisma

Leia mais

Natal do Senhor de 2015. Missa Solene da Noite

Natal do Senhor de 2015. Missa Solene da Noite Natal do Senhor de 2015 Missa Solene da Noite Caríssimos Irmãos e Irmãs: Acabamos de ouvir no Evangelho a palavra que os Anjos, na Noite Santa, disseram aos pastores e que agora a Igreja grita para nós:

Leia mais

Perdão. Fase 7 - Pintura

Perdão. Fase 7 - Pintura SERM7.QXD 3/15/2006 11:18 PM Page 1 Fase 7 - Pintura Sexta 19/05 Perdão Porque, se vocês perdoarem as pessoas que ofenderem vocês, o Pai de vocês, que está no Céu também perdoará vocês. Mas, se não perdoarem

Leia mais

PRÓLOGO. #21diasdeamor. DEUS É AMOR 1 João 4:8

PRÓLOGO. #21diasdeamor. DEUS É AMOR 1 João 4:8 PRÓLOGO DEUS É AMOR 1 João 4:8 Quando demonstramos amor, estamos seguindo os passos de Jesus. Ele veio para mostrar ao mundo quem Deus é. Da mesma maneira, temos a missão de mostrar ao mundo que Deus é

Leia mais

NOVENA PRIMEIRO DIA. Glória a ti Deus Pai, tu que chamaste a Rafqa à santa vida monástica e foste para ela Pai e Mãe.

NOVENA PRIMEIRO DIA. Glória a ti Deus Pai, tu que chamaste a Rafqa à santa vida monástica e foste para ela Pai e Mãe. NOVENA O verdadeiro crente deve conscientizar-se da importância da oração em sua vida. O senhor Jesus disse : Rogai sem cessar ; quando fazemos uma novena que é uma de oração, estamos seguindo um ensinamento

Leia mais

Tens Palavras de Vida Eterna

Tens Palavras de Vida Eterna Catequese 40ano Tens Palavras de Vida Eterna Agenda da Palavra de Deus pela minha vida fora ANO A Durante as férias, mantenho-me em contato! CONTATOS DA PARÓQUIA Morada: Telefone: Correio eletrónico: Sítio:

Leia mais

Sal da TERRA e luz do MUNDO

Sal da TERRA e luz do MUNDO Sal da TERRA e luz do MUNDO Sal da terra e luz do mundo - jovens - 1 Apresentação pessoal e CMV Centro Missionário Providência Canto: vós sois o sal da terra e luz do mundo... MOTIVAÇÃO: Há pouco tempo

Leia mais

Geração compaixão A Revolução do Amor!

Geração compaixão A Revolução do Amor! 1 Geração compaixão A Revolução do Amor! A velocidade com que o tempo passa, nos mostra claramente a fugacidade da vida. Já estamos em 2016! E este será um ano diferente para a juventude adventista no

Leia mais

Glória! Glória! Glória! Glória ao Senhor! Glória pelos séculos sem fim!

Glória! Glória! Glória! Glória ao Senhor! Glória pelos séculos sem fim! Page 1 of 6 GUIÃO DA CELEBRAÇÃO DA 1ª COMUNHÃO 2006 Ambientação Irmãos: Neste Domingo, vamos celebrar e viver a Eucaristia com mais Fé e Amor e também de uma maneira mais festiva, já que é o dia da Primeira

Leia mais

Por isso, redescobrir a Eucaristia na plenitude é redescobrir o CRISTO. Hoje queremos agradecer este grande dom, que Cristo nos deu.

Por isso, redescobrir a Eucaristia na plenitude é redescobrir o CRISTO. Hoje queremos agradecer este grande dom, que Cristo nos deu. O Pão da Vida Na solenidade de Corpus Christi, queremos recordar que os atos redentores de Cristo, que culminam na sua morte e ressurreição, atualizam-se na Eucaristia, celebrada pelo Povo de Deus e presidida

Leia mais

GEDCC 89 ANOS NOSSA ESPIRITUALIDADE JORNADA DAS ESCOLHAS E DECISÕES SEXTA-FEIRA 04/04/2014

GEDCC 89 ANOS NOSSA ESPIRITUALIDADE JORNADA DAS ESCOLHAS E DECISÕES SEXTA-FEIRA 04/04/2014 SEXTA-FEIRA 04/04/2014 Que haja Paz em vossos corações. As opções que fazemos, no decorrer de nossas vidas, determinam os caminhos para que possamos chegar juntos ao Pai. E a opção do Amor ao próximo,

Leia mais

LIBERTANDO OS CATIVOS

LIBERTANDO OS CATIVOS LIBERTANDO OS CATIVOS Lucas 14 : 1 24 Parábola sobre uma grande ceia Jesus veio convidar àqueles que têm fome e sede para se ajuntarem a Ele. O Senhor não obriga que as pessoas O sirvam, mas os convida

Leia mais

De Luiz Carlos Cardoso e Narda Inêz Cardoso

De Luiz Carlos Cardoso e Narda Inêz Cardoso Água do Espírito De Luiz Carlos Cardoso e Narda Inêz Cardoso EXISTE O DEUS PODEROSO QUE DESFAZ TODO LAÇO DO MAL QUEBRA A LANÇA E LIBERTA O CATIVO ELE MESMO ASSIM FARÁ JESUS RIO DE ÁGUAS LIMPAS QUE NASCE

Leia mais

CRIANÇAS AJUDAM E EVANGELIZAM CRIANÇAS

CRIANÇAS AJUDAM E EVANGELIZAM CRIANÇAS CRIANÇAS AJUDAM E EVANGELIZAM CRIANÇAS Infância/Adolescencia MISSÃO MISSÃO. Palavra muito usada entre nós É encargo, incumbência Missão é todo apostolado da Igreja. Tudo o que a Igreja faz e qualquer campo.

Leia mais

Intercessão. Missionária. Como e Por que Interceder por Missões

Intercessão. Missionária. Como e Por que Interceder por Missões Intercessão Missionária Como e Por que Interceder por Missões A Importância da Intercessão por Missões - Estamos em uma guerra Há necessidade de intercessores! - Nossa guerra não é pelo controle político

Leia mais

pensamentos para o seu dia a dia

pensamentos para o seu dia a dia pensamentos para o seu dia a dia Israel Belo de Azevedo 1Vida e espiritualidade 1 Adrenalina no tédio O interesse por filmes sobre o fim do mundo pode ser uma forma de dar conteúdo ao tédio. Se a vida

Leia mais

O NASCIMENTO DO SALVADOR

O NASCIMENTO DO SALVADOR Mensagem pregada pelo Pr Luciano R. Peterlevitz no culto de natal na Igreja Batista Novo Coração, em 20 de dezembro de 2015. Evangelho de Lucas 2.8-20: 8 Havia pastores que estavam nos campos próximos

Leia mais