Fotos de: Pedro Salbani / P. Domingos Jorge. ANO XIII - Nº139 - Maio 2015 Director - P. Domingos Jorge EDITORIAL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Fotos de: Pedro Salbani / P. Domingos Jorge. ANO XIII - Nº139 - Maio 2015 Director - P. Domingos Jorge EDITORIAL"

Transcrição

1 ANO XIII - Nº139 - Maio 2015 Director - P. Domingos Jorge Fotos de: Pedro Salbani / P. Domingos Jorge EDITORIAL Gemunde não parou. Cresce continuamente em tudo o que à Paróquia diz respeito. Não estou a contar uma história ilusória, mas gostaria que muitos abrissem os olhos e vissem que algo de novo vai acontecendo. Para uma ou outra pessoa se calhar já não haverá lentes possíveis que os leve a ver o bem e dizerem a verdade se porventura alguém os interroga. faz-me lembrar aquela expressão: Se se faz, não se deveria ter feito. Se não se faz, deveria ser feito. Já o nosso grande poeta Camões descreveu o velho do Restelo que ao ver as naus a serem preparadas e gente entusiasmada, com a partida, lançava todas as dificuldades e punham todos os obstáculos. Esse velho deixou descendentes. A esperança tem de nos animar, fazer arregalar os olhos para o bem, acompanhar os que querem caminhar, semeando entusiasmo e não lamúrias seja contra quem for. O amor cristão ou é sério ou não é amor, mesmo que se rompa o banco da Igreja de tantas vezes lá ir... não é invejoso... O cristão sabe que em todos os lugares deve vivê-lo por aquilo que diz e faz. S. João escreveu: Não amemos com palavras e com a língua, mas com obras e em verdade. E também : Quem diz que ama a Deus e não ama seu irmão, é mentiroso e Deus não está nele. Amar é dizer a verdade em toda a parte. mais do que combater precisa muita gente de saber defender. A inveja, a mentira, a maldade, os braços caídos, a sementeira da discórdia e outras coisas desta família de palavras, não são dignas dum cristão. Que Gemunde desperte e destrone fantasias. Haja coragem de dizer a verdade, sabendo que para a dizer é preciso ser verdadeiro. Este mês seja um grande mês de encontro de oração. Todos os dias, na nossa Igreja e na Capela de S. Roque há oração do Terço. As meditações foram escritas pelos que o quiseram fazer. Que todos sintamos que Maria é caminho para Jesus e que Ele é sentido da nossa vida, do nosso olhar e do nosso agir. Ajudemo-nos neste caminho entusiasmente. Quem assim o fizer descobre, no realismo do dia a dia que a fé é vida com Ele, porque um dia O descobriu. Algumas festas da Catequese começaram. Elas são ocasião que Deus dá para todos se motivarem a seguir o caminho de Jesus. PDJ Salus 1

2 NOTÍCIAS DA PARÓQUIA NOTÍCIAS DA PARÓQUIA Mês de Maio O mês de Maio é um mês extraordinário, porque nos proporciona viver grandes acontecimentos do nosso percurso de Fé. É o mês da mãe e o mês de Nossa Senhora que nos concedeu o privilégio de nos visitar na Cova de Iria. Celebramos, este ano, em Maio, a Ascensão de Jesus ao Céu, o Pentecostes e a Santíssima Trindade, grandes festas do calendário litúrgico. Paralelamente com estas celebrações, começam as festas da Catequese, em que os diferentes grupos têm a Alegria de celebrar em Comunidade e agradecer ao Senhor mais uma etapa percorrida ao encontro de Jesus e no conhecimento da Sua Doutrina. Que toda a nossa Comunidade viva com a intensa Alegria que nos vem da Fé estes acontecimentos e que consiga levar a Alegria e a Esperança a tantos que se encontram desiludidos, tristes e doentes em virtude das adversidades das suas vidas. Não esqueçamos o apelo do Papa Francisco e do nosso Bispo António: A Alegria do Evangelho é a nossa Missão. Esta Alegria deve traduzir-se não só em palavras, mas também em acções concretas de solidariedade e interajuda junto dos que mais precisam. Tenhamos sempre presentes no nosso coraçãoaquelas palavras, tão claras, de Jesus: Vinde benditos de meu Pai, porque eu tive fome e deste-me de comer; eu tive sede e deste-me de beber; estava nu e agasalhaste- -Me; estava na rua e abrigaste-me; estava preso ou doente e visitaste- -Me. M. Emília Devoção e Motivação Tenho pedido nos últimos artigos uma certa reflexão sobre como vivemos a nossa Fé, quer em casa quer na Igreja, eu mesmo me propus a reflectir sobre o que faço e porque o faço. E um dia destes estava a trabalhar no escritório no computador e a certa altura parei um bocadinho o trabalho que estava a fazer e fui ver os meus lembretes. Reparei então que já estava na altura de escrever o meu artigo para o Salus e lembrei-me da reflexão que me tinha proposto. Que faço eu na minha paróquia? Porque faço? Começava eu a divagar na minha cabeça, novamente, sem encontrar realmente um caminho, uma luz. Nesse momento o meu olhar fixou uma Cruz que tenho na minha secretária, uma Cruz que foi oferecida a todos os que foram á Peregrinação das Crianças no ano passado pelo 10 de Junho. Por incrível que pareça tudo na minha cabeça se iluminou, ficou tudo tão claro que nunca na minha vida escrevi tão depressa como escrevi este artigo. A lembrança desse dia, a felicidade estampada naquelas crianças da catequese, quer nas nossas que foram quer nos milhares que lá encontramos em Fátima, atingiu-me como um raio. Aquela simples Cruz que nos ofereceram, tem uma frase simples e ao mesmo tempo esplendorosa; Ó Jesus, É por Vosso Amor Sim, é por Vosso Amor, um amor incondicional que nós temos que acreditar, é por esse Amor que nós temos que seguir o Vosso exemplo, é pelo Amor que demonstraste ás criancinhas, aos idosos, aos doentes, que nós temos que acreditar. Eu ao ler esta frase, outra vez, sei que faço o que faço por este Amor, sei que se souber transmitir o meu testemunho neste Amor estarei a percorrer o meu caminho. Por isso posso afirmar que não estou na minha paróquia, na minha comunidade para satisfazer alguém, não estou á espera que me agradeçam ou me dêem parabéns pelo que faço, não estou para agradar ao Padre.. Esta é a razão porque sou quem sou na minha paróquia Ó JESUS,É POR VOSSO AMOR Pedro Salbani 2 Salus Louvando Maria Ao redor do Vosso Altar Ó Mãe bondosa e tão bela Nos reunimos este mês Em calorosa novena. Agradecemos as bênçãos Que nos tendes concedido E com preces confiantes Fazemos, nosso pedido. Desfiando em nossas mãos As contas do nosso terço Vos louvamos, Ó Maria, Como fez outrora o Anjo E a Vossa prima Isabel. E porque sois Medianeira Das graças que vêm do Céu Não deixamos de pedir O amparo Maternal Que Jesus Vos concedeu. Sabemos que nunca faltas Àqueles que em Vós confiam E ouvem o Vosso apelo Que hoje nos dirigis Como outrora em Caná: Fazei o que Ele disser E Jesus vos salvará. M. Emília Oração a Maria pelas vocações sacerdotais Ó Maria, Mãe de Deus e da Igreja, Nesta hora carregada de sentido para nós, Com um só coração, com um só alma, Como Pedro, os Apóstolos e os irmãos, Nós unimos a nobre prece à tua no Cenáculo. Nós confiamos-te a nossa vida, e repetimos-te todos e cada um: Sou todo teu. A fim de que Tu assumas a nossa consagração Para uni-la à de Jesus e à tua, Como oferenda a Deus Pai para a vida do mundo. Nós te pedimos que socorras As necessidades dos teus filhos Como fizeste em Caná, Comovida pela situação duma família É a das vocações sacerdotais, diaconais, Religiosas e missionárias. Pelo poder da tua súplica Toca os corações de muitos dos nossos irmãos Para que eles escutem e compreendam O apelo do Senhor e lhe respondam. Repete-lhes na intimidade da sua consciência O que Tu dizias aos criados de Caná: Fazei Tudo o que Jesus vos disser. Nós, nós seremos ministros de Deus e da Igreja Dedicados à evangelização, à santificação E ao apoio dos nossos irmãos. Ensina-nos a tornarmo-nos bons pastores, Faz crescer o nosso devotamento apostólico. Fortifica e renova sempre o nosso amor Para com os que sofrem. Ilumina e vivifica a nossa resolução De guardar a castidade por causa dos reino dos céus. Derrama nos nossos corações sentimentos De fraternidade e de comunhão E conserva-nos nesta disposição. João Paulo II Sónia Marques

3 MOVIMENTO DEMOGRÁFICO Mês de Abril Óbitos 03- Euclides Martins Duarte (79 anos) 08 - Albina Moreira da Silva (85 anos) 10 - Joaquinq da Silva marques (99 anos) Prestando de contas de Abril Ofertórios Data Valor Capela 11/abr 77,25 18/abr 31,99 25/abr 29,89 Igreja 02/abr 110,64 03/abr 30,17 03/abr 20,00 05/abr 181,76 09/abr 50,84 10/abr 15,00 11/abr 25,00 12/abr 94,23 14/abr 35,00 17/abr 40,00 19/abr 94,90 26/abr 109,93 Total Ofertórios 946,60 Obras- Outros Toque do sino Euclides Martins Duarte 35,00 Toque do sino Albina Moreira da Silva 35,00 Toque do sino Joaquim Silva Marques 35,00 Sagrada Familia S. Judas Tadeu 6,54 Coro de Santo António 25,98 Sagrada Familia S. João Baptista 110,00 Total de Obras/ Outros 247,52 Despesas Limpeza e Higiene 370,00 Administração (Plataf. Web Diocese) 159,90 Agua e Saneamento 22,04 Electricidade Igreja paroquial 130,93 Electricidade Casa de S. José 109,84 Electricidade Capela de S. Roque 33,17 Electricidade Residência 171,90 Total Despesas 997,78 RESPONDENDO À CARTA Transporte do Mês anterior ,82 269ª Anónimo 20,00 270ª Anónimo 20,00 271ª Anónimo 40,00 272ª Anónimo 100,00 273ª Anónima 50,00 274ª Casimiro Dias 50,00 275ª Anónima 1 000,00 276ª Anónimo 50,00 277ª Domingos Magalhães 10,00 278ª Anónimo 100,00 279ª Helder Marques 10,00 280ª Abel Torres 20,00 281ª Claudio Gomes 3,00 282ª João Silva (livrinhos S. Cosme) 60,00 283ª Anónimo 250,00 284ª 2ª festa da Primavera 1 822,50 285ª Jaime Alves Silva 500,00 A Transportar ,32 Se quer contribuir para as obras e fazê-lo por transferência bancária queira usar o NIB da Paróquia: Caixa Agrícola da Maia. Para efeitos de IRS envie-nos o seu número de Contribuinte, eniar-lhe-emos o recibo. COLABORE. DEUS RECOMPENSARÁ. A OBRA É DE TODOS NÓS. Consulte a Paróquia na internete: Envie o que achar por bem, para: ou ou Sejamos construtores da paz Celebramos o IVº Domingo da Páscoa Domingo do Bom Pastor. «Eu sou o Bom Pastor. O bom pastor dá a vida pelas suas ovelhas. O mercenário, como não é pastor nem são suas as ovelhas, logo que vê o lobo, deixa as ovelhas e foge, enquanto o lobo as arrebata e dispersa.» (Jo 10,11-13) O Bom Pastor não tem contrato, não guarda as ovelhas por dinheiro: ama as ovelhas, por isso, reúne todas à Sua volta, sem qualquer distinção; assim deverá ser a nossa comunidade, unida à volta da nossa Igreja! Mas tal não se verifica, anda dispersa, puxando, cada um para o seu lado, com muitos mercenários que, não construindo, vão lançando pedras, escondendo a mão! Pessoas sem carácter! Tivemos a Festa da Primavera, com o fim de angariar fundos para saldar a dívida das obras da Igreja; é um dever de todos os cristãos da nossa comunidade comparecer, ajudar, dizer sim à iniciativa! Foi avisado na Igreja, mas mesmo presentes, alguns não ouviram, não sabiam o que era» O Fernando é bom rapaz, esforçado e puro e, tem muitos amigos, pessoas que gostam dele na área do espetáculo é muito respeitado e consegue trazer muitos artistas que, gratuitamente, respondem ao seu pedido e veem actuar, cantando, dançando e proporcionando uma noite agradável a quem está presente. Claro que todo este sucesso não é bem visto pelos invejosos, que tentam a todo o custo boicotar o trabalho dos bem intencionados e que só pensam em angariar os fundos para amortizar a dívida! Então denunciaram a realização do espetáculo e, se não se pagasse uma licença, a polícia viria cancelar o espetáculo e aplicaria uma multa que nome se pode dar a pessoas desta natureza? «Eu sou Jesus, a quem tu persegues», foi esta voz que Paulo ouviu quando perseguia os cristãos; é esta voz que se eleva, de forma clara, na consciência de todo aquele que se sente no direito de perseguir, de destruir! Estamos, ainda, em tempo Pascal: onde está o coração novo? Como temos recebido a Luz do Ressuscitado? «A Palavra que sai da Minha boca não volta sem ter realizado o seu efeito, sem ter cumprido a Minha vontade, sem ter realizado a Sua missão.» (Is55,11). Este é o mistério dos desígnios de Deus que, quando rejeitados pelo homem, produzem distúrbios, por vezes irreparáveis. Num tempo de grande tensão e de guerras, é urgente uma mensagem concreta de paz; é precisamente a paz, o sentimento que os peregrinos dizem sentir quando acorrem ao Santuário de Fátima, à Cova da Iria. Ali, a paz é possível graças às palavras e ao exemplo de Maria. Estamos no mês de Maio, dedicamo-lo a Nossa Senhora, Mãe de Deus e nossa Mãe; a Ela que muito nos ama, peçamos por todos nós, seus filhos, para que sejamos sempre construtores da Paz e da Unidade. Maria Ermelinda Costa e Silva DINÂMICAS A nossa paróquia tem vivido algumas dinâmicas que nos ajudam a crescer como cristãos. A dinâmica da Diocese ajuda-nos a corrigir alguns erros e a refletir sobre a nossa conduta quer individualmente quer em comunidade. O esforço de quem segue esta dinâmica é enorme, mas acredito que de alguma forma os resultados se possam ver a longo prazo. A Alegria do Evangelho é a nossa Missão passará a ser o lema de toda a comunidade da nossa paróquia que com muita alegria levará a Palavra de Deus aos corações menos disponíveis. A pedido do grupo da Equipa Pastoral Vocacional, no passado sábado fizemos uma catequese vocacional e com muita alegria verificamos que as nossas crianças querem ser boa terra, para que Deus semeie nelas boas sementes para darem bom fruto. Todas querem seguir Jesus e fazer o que Ele lhes pedir. Perguntam já nas suas orações: O QUE DEUS QUER DE MIM? Escutam e aguardam o sinal. Assim sendo, prevejo que vamos ter bastantes crianças a crescerem ligadas à Igreja e a trabalharam na nossa paróquia se não houver nenhum pássaro a comer as sementes ou ervas a fazer-lhes sombra para não evoluírem. Os pais, com certeza que ficarão muito orgulhosos por saberem que o querer está lá nos seus corações, portanto só falta proporcionar a estas crianças as condições necessárias para crescerem em sabedoria e Graça como Jesus. Ninguém quererá ser responsável pelo esconder ou camuflar uma vocação seja ela qual for. Algumas começam na catequese e com a ajuda da família evoluem ao longo das suas vidas trazendo muita felicidade a todos. Trabalhar na paróquia nas diversas vertentes é necessário e as crianças da catequese sentem-se seduzidas para o fazer. Ao longo dos anos de catequese vão desenvolvendo competências para desempenharem as suas tarefas na sociedade com empenho, dedicação, respeito, profissionalismo e acima de tudo com humanidade e solidariedade. O despertar nos corações de cada um para a sua vocação pode ser feito em qualquer lado, mas o sucesso do seu percurso só é possível com Deus. As Festas da catequese já estão a começar e sente-se já uma alegria contagiante das crianças para mostrarem à comunidade o resultado do trabalho do seu ano catequético. Todos querem estar com Jesus e segui-lo! È verdadeiramente belo ver a sinceridade das crianças em reconhecer que seria tão bom se pudessem seguir Jesus! Caros pais, incentivem as crianças e adolescentes a seguirem Jesus, pois com Ele todo o tempo é ganho e os vossos filhos serão as pessoas mais felizes do mundo! Rosa Salbani Salus 3

4 MARIA, MÃE DE DEUS E NOSSA MÃE O TEMPO DA PÁSCOA QUE VIVEMOS JOÃO PAULO II E SÃO LUÍS GRIGNION DE MONTFORT TOTUS TUUS O Papa João Paulo II, ainda jovem, encontrou São Luís Grignion de Montfort e aprendeu com ele a amar a Mãe de Deus. Há 160 anos foi publicada uma obra destinada a tornar-se um clássico de espiritualidade mariana. São Luís Maria Grignion de Montfort compôs o Tratado sobre a verdadeira devoção à Virgem Santíssima no início de 1700, mas o manuscrito permaneceu praticamente desconhecido por mais de um século. Quando finalmente, quase por acaso, em 1842 foi descoberto e em 1843 foi publicado, teve sucesso imediato, revelando-se uma obra de eficiência extraordinária para a difusão da verdadeira devoção à Virgem Santíssima. Eu próprio, nos anos da minha juventude, tirei grandes benefícios da leitura deste livro, no qual encontrei a resposta às minhas perplexidades devidas ao receio que o culto a Maria, dilatando-se excessivamente, acabasse por comprometer a supremacia do culto devido a Cristo. Sob a orientação sábia de São Luís Maria compreendi que, quando se vive o mistério de Maria em Cristo, esse risco não subsiste. O pensamento mariológico do Santo, de facto, está radicado no Mistério trinitário e na verdade da Encarnação do Verbo de Deus. No meu brasão episcopal o mote Totus tuus está inspirado na doutrina de São Luís Maria de Montfort. Estas duas palavras exprimem a pertença total a Jesus por meio de Maria: Tuus totus ego sum, et omnia mea tua sunt, escreve São Luís Maria; e traduz: Eu sou todo teu, e tudo o que é meu te pertence, meu amável Jesus, por meio de Maria, tua Santa Mãe (Tratado sobre a verdadeira devoção). A doutrina deste Santo exerceu uma profunda influência sobre a devoção mariana de muitos fiéis e sobre a minha própria vida. Trata-se de uma doutrina vivida, de grande profundidade ascética e mística, expressa com um estilo vivo e fervoroso, que usa com frequência imagens e símbolos. A partir do tempo em que São Luís Maria viveu, a teologia mariana contudo desenvolveu-se muito, sobretudo mediante o contributo decisivo do Concílio Vaticano II. Por conseguinte, hoje, deve ser lida novamente e interpretada à luz do Concílio a doutrina monfortina, que conserva de igual modo a sua substancial validade. A devoção à Santa Virgem é um meio privilegiado para encontrar Jesus Cristo, para O amar com ternura e para O servir com fidelidade. O próprio Concílio contempla Maria como Mãe dos membros da Igreja e assim Paulo VI a proclamou Mãe da Igreja. Em 1947, o Papa Pio XII proclamou São Luís Maria santo. (Nota: temos um neto chamado Luís Maria e, no dia 28 de abril, (31 de Janeiro de Abril 1716), dia de S. Luís Maria, umas amigas lembraram-se dele ficamos muito contentes por isso - e ofereceram-nos o texto que destacamos na primeira parte. Somos pela veneração do culto mariano, sem excessos, firme e constante. Por meio dela é que Jesus fez o 1º milagre nas bodas de Caná.) Em maio e sempre, nós rezamos: Eu vos saúdo, Maria, Filha bem-amada do eterno Pai, Mãe admirável do Filho, Esposa mui fiel do Espírito Santo, templo augusto da Santíssima Trindade; eu me consagro todo a Vós, com tudo o que possuo. 4 Salus Laura e Aroso Maia O tempo da Páscoa é o mais favorável para falarmos do maior fruto da Ressurreição de Jesus que é a Igreja e de Sua Mãe Maria Santíssima - Nossa Senhora - cujo mês de maio dá início ao tempo Mariano. «Maria é Mãe da Misericórdia». Com o seu amor materno, Ela guia-nos, protege-nos e defende-nos. Maria é aquela que sabe transformar um curral de animais na casa de Jesus, com uns pobres paninhos e uma montanha de ternura. Ela é a serva humilde do Pai, que transborda de alegria no louvor. É a amiga sempre solícita para que não falte o vinho na nossa vida. É aquela que tem o coração trespassado pela espada, que compreende todas as penas. Como Mãe de todos, é sinal de esperança para os povos que sofrem as dores do parto até que germine a justiça. Ela é a missionária que Se aproxima de nós, para nos acompanhar ao longo da vida, abrindo os corações à fé com o seu afecto materno. Como uma verdadeira Mãe, caminha connosco, luta connosco e aproxima-nos incessantemente do amor de Deus. Através dos diferentes títulos mariano, geralmente ligados aos santuários, compartilha as vicissitudes de cada povo que recebeu o Evangelho e entra a formar parte da sua identidade histórica. Muitos pais cristãos pedem o Baptismo para seus filhos num santuário mariano, manifestando assim a fé na acção materna de Maria que gera novos filhos para Deus. É lá, nos santuários, que se pode observar como Maria reúne ao seu redor os filhos que, com grandes sacrifícios, vêm peregrinos para A ver e deixar-se olhar por Ela. Lá encontram a força de Deus para suportar os sofrimentos e as fadigas da vida. «A ESTRELA DA NOVA EVANGELIZAÇÃO» À Mãe do Evangelho vivente, pedimos a sua intercessão a fim de que este convite para uma nova etapa da evangelização seja acolhido por toda a comunidade eclesial. Com Amizade Diácono, Jorge Moreira Equipa Paroquial de Pastoral Familiar Este nosso artigo vai incidir quase exclusivamente sobre um acontecimento de grande significado para a família que a Diocese, através do Secretariado Diocesano da Pastoral Familiar, leva a efeito todos os anos, que é, como várias vezes frisámos, o Dia Diocesano da Família. Este grande evento terá lugar, conforme já noticiado, no dia 31 de Maio, Dia da Solenidade da Santíssima Trindade, no Pavilhão Municipal de Santo Tirso. Já grande parte dos casais que satisfazem as condições estabelecidas foram contactados e, com grande agrado nosso, aceitaram o convite que lhes foi dirigido e por isso cremos que a nossa Paróquia se fará representar com um número significativo nessa grande celebração. Nunca será demais recordar o início de cada relação, a caminhada de cada família segundo os planos de Deus: família evangelizada e evangelizadora e a celebração de uma data de tão grande importância. Para tal, teremos um encontro com os casais que aderiram ao nosso convite, encontro esse que será comunicado aos participantes pessoalmente ou através de contacto telefónico. Esse encontro será também um motivo para melhor nos conhecermos uns aos outros. Continuamos como sempre ao dispor de quantos nos queiram contactar através dos números: , , , , e Pela Equipa da Pastoral Familiar - Isabel e Américo Lima Agradecimento A Comissão Fabriqueira de Gemunde vem agradecer a todos quantos têm trabalhado para a Paróquia a custo zero. Queremos aqui lembrar Francisco Silva Costa, José Manuel Reis, José Fernando Santos Moreira, Pedro Salbani e a sua equipa, Reinaldo Campos e Mário Pinheiro Torres Moreira. Agradecemos também a todos quantos colaboraram na 2.ª Festa da Primavera, e foram muitos, mas em especial ao seu mentor, o Sr. Fernando Vieira. Recebeu a Paróquia da 2ª Festa da Primavera 1.822,50 A Comissão Fabriqueira

5 Festa da Luz e Festa da Família Realizou-se no passado dia 19 de Abril a Festa da Luz, e ontem dia 3 e Maio a Festa da Família, ambas referentes ao 1º de Catequese. Foi notória a alegria por parte dos meninos e dos seus pais em ambas as Festas. É gratificante para nós, catequistas do 1º ano vermos a alegria e oagradecimento dos Pais. Alguns pais referiram mesmo no fim das celebrações, que gostaram muito e agradeceram. Na festa da Luz foi muito emocionante quando todos os meninos acenderam as suas velas e um a um repetiram com gosto Eu gosto de Jesus, Ele é a minha Luz e em seguida cantaram e muito bem o cântico Esta Luz Pequenina Posso dizer que fiquei emocionada quando, na catequese seguinte perguntei se sabiam porque acenderam as suas velinhas, e um menino respondeu prontamente Porque Jesus está vivo, ressuscitou. Na Festa da Família, e porque também foi dia da Mãe, foi particularmente emocionante as ofertas das Flores por parte das mães a Nossa Senhora. Os meninos fizeram um desenho cada um e ofereceram às suas mães. Os meninos do 1º ano gostam muito de cantar, cantam com entusiasmo. Inclusive gosto muito quando alguns pais referem que eles tentam cantar os cânticos em casa que nós lhes ensinamos. Pelos meninos, e pelos pais dos meninos recompensou e muito o tempo despendido nos preparativos para ambas as festas. Foi muito gratificante. Nós somos três catequistas do 1º ano e somos todas inexperientes, mas felizmente pudemos contar com a ajuda da Rosa Clara. Desde já o nosso agradecimento ao Sr. Padre Domingos, a Rosa Clara e aos pais pela colaboração. Para terminar deixo uma oração de que gosto muito, e convido a rezar; Senhor Jesus ressuscitado habita em mim, e então eu poderei ser Luz para os outros. Brilha através de mim e todos aqueles que eu encontrar, poderão sentir a tua presença. Ámen! A Catequista do 1º ano - Umbelina Faria ACÒLITOS EM FÁTIMA 1 de maio de 2015, reuniram-se em Fátima cerca de 6000 acólitos Portugueses para comemorar o Dia Nacional dos Acólito, e como de costume, desde 2011, os nossos acólitos foram em Peregrinação, nem todos puderam participar, mas a maioria marcou presença. O nosso dia começou por voltas da 7h, rumo a Fátima, mais propriamente ao Centro Pastoral Paulo VI, onde todos foram recebidos com alegria e boa disposição. Na apresentação das dioceses, o Porto foi a que mais acólitos teve a participar, o que a mim me deixa muito contente. Mas o mais importante deste dia é a Eucaristia, todos os domingos nós acolitamos, mas esta é uma mistura de sentimentos maravilhosos, mas ao mesmo tempo indiscritíveis. É bom ver tantos jovens empenhados em servir o altar, jovens esses que cada vez mais devemos cativar e incentivar a iniciar e a permanecer nesta caminhada ao serviço do altar. Rita Azevedo 5 Salus

6 ACÒLITOS EM FÁTIMA O Grupo dos nossos Acólitos participaram, no dia 1 em Fátima, no dia nacional a eles ddedicado. Foi uma grande concentração e em melhor lugar não poderia ser. Fátima é lugar do mundo. Nossa Senhora de Fátima que apareceu aos pastorinhos na Cova da Iria é de todo o mun do. A sua Imagem percorreu todas as Paróquias da Polónia durante 27 anos. Em 2014, ouvi uma guia na Polónia, no Santuário da Virgem, dizer. Ela a vós falou. De facto, quantas vezes é esquecida. Precisamos de Lhe implorar qua abençoe esta nossa terra. Que os acólitos ajudem pelo seu testemunho outros jovens a segui-la ao encontro de Jesus. FESTA DA PRIMAVERA No passado dia 18 de Abril, realizou-se um evento de angariação de fundos para as obras da Igreja, no auditório da junta de freguesia. Apesar de todos os entraves foi um sucesso! Desde já, agradeço a todas as pessoas e os artistas convidados que de algum modo contribuíram para a nossa festa, e obrigado também a todos aqueles que se recusaram, pois são esses que só nos dão força e motivação para continuar. Não sou natural desta freguesia, mas fico admirada e triste, de como é possível haver tanta maldade e hipocrisia, em pessoas que estão tão ligadas à igreja. Fiquei surpreendida, que a todas as famílias que pedimos ajuda só uma é que se negou. Mais uma vez, muito obrigada a todos os que tornaram possível a concretização desta festa. Em breve voltaremos a dar noticias. O grupo Festa da Primavera - Gracinda Vieira Como é do conhecimento geral, realizou-se no auditório da junta de freguesia do Castelo da Maia um evento designado FESTA DA PRIMAVERA,para angariação de fundos para as obras da nossa Igreja. Eu, Fernando Vieira, como responsável pelos artistas fui intimidado, a pagar uma licença de direito do autor, perante isto, fiquei bastante chocado, por ter sido feita uma queixa. Mas, como também existe em Gemunde boa gente, queria agradecer a quem muito me ajudou angariar os fundos que cobrissem a queixa em questão: Dra.Ermelinda, Dra. Deolinda Maria,Dr. Joaquim Jorge(Porto), Dra.Conceição Torres, D. Arminda de Anta, Maria Inês Dias Costa, Lucílio Santos, Joaquim Lima e duas pessoas anónimas. Agradecimento especial ao Filipe Fernandes, António Monteiro, aos móveis Camilo, à rádio Mundial e aos artistas convidados. E muito obrigado a todas as pessoas que tornaram possível este evento. Fernando Vieira 6 Salus

Vivendo a Liturgia Ano A

Vivendo a Liturgia Ano A Vivendo a Liturgia Junho/2011 Vivendo a Liturgia Ano A SOLENIDADE DA ASCENSÃO DO SENHOR (05/06/11) A cor litúrgica continua sendo a branca. Pode-se preparar um mural com uma das frases: Ide a anunciai

Leia mais

Glória! Glória! Glória! Glória ao Senhor! Glória pelos séculos sem fim!

Glória! Glória! Glória! Glória ao Senhor! Glória pelos séculos sem fim! Page 1 of 6 GUIÃO DA CELEBRAÇÃO DA 1ª COMUNHÃO 2006 Ambientação Irmãos: Neste Domingo, vamos celebrar e viver a Eucaristia com mais Fé e Amor e também de uma maneira mais festiva, já que é o dia da Primeira

Leia mais

CELEBRAÇÃO DA FESTA DA PALAVRA

CELEBRAÇÃO DA FESTA DA PALAVRA PARÓQUIA DE SANTA MARIA DE BORBA CELEBRAÇÃO DA FESTA DA PALAVRA Feliz o homem que ama a Palavra do Senhor e Nela medita dia e noite (Sl 1, 1-2) 4º ANO da CATEQUESE 17 de Janeiro de 09 ENTRADA PROCESSIONAL

Leia mais

SOLENE CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA

SOLENE CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA SOLENE CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA Antes da Solene celebração, entregar a lembrança do centenário No Final terá um momento de envio onde cada pessoa reassumirá a missão. O sinal deste momento será a colocação

Leia mais

DIA DE ORAÇÃO PELA JMJ RIO2013

DIA DE ORAÇÃO PELA JMJ RIO2013 ROTEIRO PARA O DIA DE ORAÇÃO PELA JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE RIO2013 Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude - CNBB CANTO DE ENTRADA (Canto a escolha) (Este momento de oração pode ser associado

Leia mais

MISSA DE ABERTURA DA CATEQUESE

MISSA DE ABERTURA DA CATEQUESE MISSA DE ABERTURA DA CATEQUESE XXV domingo do tempo comum 23/09/2012 Igreja de Cedofeita ENTRADA Eu vi meu Deus e Senhor, aleluia, aleluia. Cantai ao amor, cantai, aleluia, aleluia. ADMONIÇÃO DE ENTRADA

Leia mais

ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO NA ABERTURA DO ANO SACERDOTAL 19 de junho de 2009. Fidelidade de Cristo, fidelidade do Sacerdote

ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO NA ABERTURA DO ANO SACERDOTAL 19 de junho de 2009. Fidelidade de Cristo, fidelidade do Sacerdote ARQUIDIOCESE DE FLORIANÓPOLIS ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO NA ABERTURA DO ANO SACERDOTAL 19 de junho de 2009 Fidelidade de Cristo, fidelidade do Sacerdote 1 - MOTIVAÇÃO INICIAL: Dir.: Em comunhão

Leia mais

IV FÓRMULAS DE BÊNÇÃO PARA LAUDES E VÉSPERAS

IV FÓRMULAS DE BÊNÇÃO PARA LAUDES E VÉSPERAS IV FÓRMULAS DE BÊNÇÃO PARA LAUDES E VÉSPERAS I. Nas celebrações do Tempo Advento Deus omnipotente e misericordioso, que vos dá a graça de comemorar na fé a primeira vinda do seu Filho Unigénito e de esperar

Leia mais

CRIANÇAS AJUDAM E EVANGELIZAM CRIANÇAS

CRIANÇAS AJUDAM E EVANGELIZAM CRIANÇAS CRIANÇAS AJUDAM E EVANGELIZAM CRIANÇAS Infância/Adolescencia MISSÃO MISSÃO. Palavra muito usada entre nós É encargo, incumbência Missão é todo apostolado da Igreja. Tudo o que a Igreja faz e qualquer campo.

Leia mais

FESTA DO Pai-Nosso. 1º ano. Igreja de S. José de S. Lázaro. 7 de Maio de 2005

FESTA DO Pai-Nosso. 1º ano. Igreja de S. José de S. Lázaro. 7 de Maio de 2005 FESTA DO Pai-Nosso Igreja de S. José de S. Lázaro 1º ano 1 7 de Maio de 2005 I PARTE O acolhimento será feito na Igreja. Cada criança ficará com os seus pais nos bancos destinados ao seu catequista. Durante

Leia mais

A grande refeição é aquela que fazemos em torno da Mesa da Eucaristia.

A grande refeição é aquela que fazemos em torno da Mesa da Eucaristia. EUCARISTIA GESTO DO AMOR DE DEUS Fazer memória é recordar fatos passados que animam o tempo presente em rumo a um futuro melhor. O povo de Deus sempre procurou recordar os grandes fatos do passado para

Leia mais

NOVENA COM AS CRIANÇAS NOSSA SENHORA APARECIDA 2015

NOVENA COM AS CRIANÇAS NOSSA SENHORA APARECIDA 2015 1 2 COM MARIA, EM JESUS, CHEGAMOS À GLÓRIA! 5º Dia (Dia 07/10 Quarta-feira) CRIANÇA: BELEZA DA TERNURA DIVINA! Na festa de Maria, unidos neste Santuário, damos graças a Deus, por meio de Maria, pela vida

Leia mais

CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014

CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014 CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014 NO CAMINHO DO DISCIPULADO MISSIONÁRIO, A EXPERIÊNCIA DO ENCONCONTRO: TU ÉS O MESSIAS, O FILHO DO DEUS VIVO INTRODUÇÃO Queridos/as Catequistas! Com nossos cumprimentos

Leia mais

CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO

CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO SOBRE NÓS FAZEI BRILHAR O ESPLENDOR DE VOSSA FACE! 3 º DOMINGO DA PÁSCOA- ANO B 22 DE ABRIL DE 2012 ANIM: (Saudações espontâneas)

Leia mais

Quanto à Maria, guardava todos esses fatos e meditava sobre eles em seu coração

Quanto à Maria, guardava todos esses fatos e meditava sobre eles em seu coração SANTA MARIA MÃE DE DEUS 01 de janeiro de 2015 Quanto à Maria, guardava todos esses fatos e meditava sobre eles em seu coração Leituras: Números 6, 22-27; Salmo 67 (66), 2-3.5-6.8 (R/cf. 2a); Carta de São

Leia mais

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa.

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Encontro com a Palavra Agosto/2011 Mês de setembro, mês da Bíblia 1 encontro Nosso Deus se revela Leitura Bíblica: Gn. 12, 1-4 A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Boas

Leia mais

Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão. Jorge Esteves

Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão. Jorge Esteves Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão Jorge Esteves Objectivos 1. Reconhecer que Jesus se identifica com os irmãos, sobretudo com os mais necessitados (interpretação e embora menos no

Leia mais

Vigília Jubilar. Vigília do dia 17 para 18. Abrir às 21 horas do dia 17/10 e encerrar às 6h da manhã do dia 18/10.

Vigília Jubilar. Vigília do dia 17 para 18. Abrir às 21 horas do dia 17/10 e encerrar às 6h da manhã do dia 18/10. Vigília Jubilar Vigília do dia 17 para 18. Abrir às 21 horas do dia 17/10 e encerrar às 6h da manhã do dia 18/10. Material: Uma Bíblia Vela da missão Velas para todas as pessoas ou pedir que cada pessoa

Leia mais

Adoração ao Santíssimo Sacramento. Catequese Paroquial de Nossa Senhora da Lapa. 4 de Março de 2014

Adoração ao Santíssimo Sacramento. Catequese Paroquial de Nossa Senhora da Lapa. 4 de Março de 2014 Adoração ao Santíssimo Sacramento Catequese Paroquial de Nossa Senhora da Lapa 4 de Março de 2014 Leitor: Quando nós, cristãos, confessamos a Trindade de Deus, queremos afirmar que Deus não é um ser solitário,

Leia mais

A Apostolicidade da Fé

A Apostolicidade da Fé EMBARGO ATÉ ÀS 18H30M DO DIA 10 DE MARÇO DE 2013 A Apostolicidade da Fé Catequese do 4º Domingo da Quaresma Sé Patriarcal, 10 de Março de 2013 1. A fé da Igreja recebemo-la dos Apóstolos de Jesus. A eles

Leia mais

Manual de Respostas do Álbum Líturgico- catequético No Caminho de Jesus [Ano B 2015]

Manual de Respostas do Álbum Líturgico- catequético No Caminho de Jesus [Ano B 2015] 1 Manual de Respostas do Álbum Líturgico- catequético No Caminho de Jesus [Ano B 2015] Página 9 Na ilustração, Jesus está sob a árvore. Página 10 Rezar/orar. Página 11 Amizade, humildade, fé, solidariedade,

Leia mais

SUGESTÃO PARA A REALIZAÇÃO DA ASSEMBLEIA PAROQUIAL ORAÇÃO INICIAL

SUGESTÃO PARA A REALIZAÇÃO DA ASSEMBLEIA PAROQUIAL ORAÇÃO INICIAL SUGESTÃO PARA A REALIZAÇÃO DA ASSEMBLEIA PAROQUIAL ORAÇÃO INICIAL 1 Ivocação ao Espirito Santo (oração ou canto) 2- Súplica inicial. (Em 2 coros: H- homens; M- mulheres) H - Procuramos para a Igreja/ cristãos

Leia mais

Jubileu de Prata 25 ANOS

Jubileu de Prata 25 ANOS Congregação das Irmãs Missionárias de São Carlos B. Scalabrinianas Centro de Estudos Migratórios Cristo Rei-CEMCREI Rua Castro Alves, 344 90430-130 Porto Alegre-RS cemcrei@cpovo.net www.cemcrei.org.br

Leia mais

CANTOS - Novena de Natal

CANTOS - Novena de Natal 1 1 - Refrão Meditativo (Ritmo: Toada) D A7 D % G Em A7 % Onde reina o amor, frater---no amor. D A7 D % G A7 D Onde reina o amor, Deus aí está! 2 - Deus Trino (Ritmo: Balada) G % % C Em nome do Pai / Em

Leia mais

NOVE DIAS COM IRMÃ CLARA FIETZ NA ESCOLA DE JESUS CRISTO

NOVE DIAS COM IRMÃ CLARA FIETZ NA ESCOLA DE JESUS CRISTO NOVE DIAS COM IRMÃ CLARA FIETZ NA ESCOLA DE JESUS CRISTO ORAÇÃO DO INÍCIO DA NOVENA SENHOR JESUS CRISTO, Vós nos encorajastes a Vos trazer nossa preocupação na oração. Se me pedirdes alguma coisa em meu

Leia mais

Plano Pedagógico do Catecismo 6

Plano Pedagógico do Catecismo 6 Plano Pedagógico do Catecismo 6 Cat Objetivos Experiência Humana Palavra Expressão de Fé Compromisso PLANIFICAÇÃO de ATIVIDADES BLOCO I JESUS, O FILHO DE DEUS QUE VEIO AO NOSSO ENCONTRO 1 Ligar a temática

Leia mais

Tens Palavras de Vida Eterna

Tens Palavras de Vida Eterna Catequese 40ano Tens Palavras de Vida Eterna Agenda da Palavra de Deus pela minha vida fora ANO A Durante as férias, mantenho-me em contato! CONTATOS DA PARÓQUIA Morada: Telefone: Correio eletrónico: Sítio:

Leia mais

A transmissão da fé na Família. Reunião de Pais. Família

A transmissão da fé na Família. Reunião de Pais. Família A transmissão da fé na Família Reunião de Pais Família Plano Pastoral Arquidiocesano Um triénio dedicado à Família Passar de uma pastoral sobre a Família para uma pastoral para a Família e com a Família

Leia mais

O Exorcista-Mor do Vaticano afirma que ainda não se fez a Consagração da Rússia

O Exorcista-Mor do Vaticano afirma que ainda não se fez a Consagração da Rússia O Exorcista-Mor do Vaticano afirma que ainda não se fez a Consagração da Rússia pelo Padre Gabriele Amorth Portanto, com a Consagração de 1984 não se realizou uma adequada Consagração da Rússia. E eu estava

Leia mais

NOVENA DE NATAL 2015. O Natal e a nossa realidade. A jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamará pelo nome de Emanuel.

NOVENA DE NATAL 2015. O Natal e a nossa realidade. A jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamará pelo nome de Emanuel. NOVENA DE NATAL 2015 O Natal e a nossa realidade A jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamará pelo nome de Emanuel. (Is 7,14) APRESENTAÇÃO O Natal se aproxima. Enquanto renovamos a esperança de

Leia mais

ANO B. DOMINGO II DA PÁSCOA ou da Divina Misericórdia. (Outras intenções: adultos e crianças baptizados nesta Páscoa...).

ANO B. DOMINGO II DA PÁSCOA ou da Divina Misericórdia. (Outras intenções: adultos e crianças baptizados nesta Páscoa...). 122 ANO B DOMINGO II DA PÁSCOA ou da Divina Misericórdia (Se estiverem presentes adultos que tenham sido baptizados na última Páscoa, as intenções da oração dos fiéis poderão hoje ser propostas por eles).

Leia mais

Celebração Comunitária do SACRAMENTO DO BAPTISMO

Celebração Comunitária do SACRAMENTO DO BAPTISMO Celebração Comunitária do SACRAMENTO DO BAPTISMO O Baptismo, porta da vida e do reino, é o primeiro sacramento da nova lei, que Cristo propôs a todos para terem a vida eterna, e, em seguida, confiou à

Leia mais

Rita de Sá Freire. Maria: a Mãe do Eterno e Sumo Sacerdote - Homenagem ao Dia do Padre 4 de agosto

Rita de Sá Freire. Maria: a Mãe do Eterno e Sumo Sacerdote - Homenagem ao Dia do Padre 4 de agosto Rita de Sá Freire Maria: a Mãe do Eterno e Sumo Sacerdote - Homenagem ao Dia do Padre 4 de agosto No dia 4 de agosto, a Igreja comemora São João Maria Vianney, Padroeiro dos Padres. Gostaria de prestar

Leia mais

Natal é palavra eletrizante. Natal é palavra de doce harmonia para nosso coração. Quantas belas lembranças evocam à nossa mente!

Natal é palavra eletrizante. Natal é palavra de doce harmonia para nosso coração. Quantas belas lembranças evocam à nossa mente! Círculo de Casais - Dirigentes: Abel e Lourdinha Passos Paróquia são Francisco Xavier Niterói RJ 19/12/03 Comentarista: Chegou o Natal! Natal é palavra eletrizante. Natal é palavra de doce harmonia para

Leia mais

TOMADA DE POSSE DO NOVO PÁROCO - CELEBRAÇÃO (cf. Cerimonial dos Bispos, nn. 1185-1198) DIOCESE DE CRUZEIRO DO SUL AC/AM

TOMADA DE POSSE DO NOVO PÁROCO - CELEBRAÇÃO (cf. Cerimonial dos Bispos, nn. 1185-1198) DIOCESE DE CRUZEIRO DO SUL AC/AM Página 1 TOMADA DE POSSE DO NOVO PÁROCO - CELEBRAÇÃO (cf. Cerimonial dos Bispos, nn. 1185-1198) DIOCESE DE CRUZEIRO DO SUL AC/AM 01. Canto de Entrada 02. Saudação inicial do celebrante presidente 03. Leitura

Leia mais

Lausperene. Senhor Jesus, Eu creio que estais presente no pão da Eucaristia. Senhor, eu creio em Vós.

Lausperene. Senhor Jesus, Eu creio que estais presente no pão da Eucaristia. Senhor, eu creio em Vós. Lausperene Cântico: Dá-nos um coração Refrão: Dá-nos um coração, grande para amar, Dá-nos um coração, forte para lutar. 1. Homens novos, criadores da história, construtores da nova humanidade; homens novos

Leia mais

Cântico: Dá-nos um coração

Cântico: Dá-nos um coração Cântico: Dá-nos um coração Refrão: Dá-nos um coração, grande para amar, Dá-nos um coração, forte para lutar. 1. Homens novos, criadores da história, construtores da nova humanidade; homens novos que vivem

Leia mais

O nosso cântico de júbilo: eu Te bendigo, ó Pai...

O nosso cântico de júbilo: eu Te bendigo, ó Pai... Homilia nos aniversários jubilares de ordenação sacerdotal O nosso cântico de júbilo: eu Te bendigo, ó Pai... António Marto Santuário de Fátima 25 de Setembro de 2008 É grande a alegria dos nossos corações

Leia mais

Primeiro vamos preparar todos o material de jogo:

Primeiro vamos preparar todos o material de jogo: Nesta Quaresma o Secretariado da Catequese desafia-te. Desafia-te a desafiares-te, desafia-te a desafiares a tua família para este pequeno/grande desafio. Primeiro vamos preparar todos o material de jogo:

Leia mais

(DO LIVRO AS FESTAS DA CATEQUESE PEDROSA FERREIRA) Material a preparar: -Um grande coração de cartolina. -Marcadores de várias cores

(DO LIVRO AS FESTAS DA CATEQUESE PEDROSA FERREIRA) Material a preparar: -Um grande coração de cartolina. -Marcadores de várias cores (DO LIVRO AS FESTAS DA CATEQUESE PEDROSA FERREIRA) Material a preparar: -Um grande coração de cartolina -Marcadores de várias cores -Folhas cada qual com a sua letra ocantinhodasao.com.pt/public_html Página

Leia mais

OBLATOS ORIONITAS. linhas de vida espiritual e apostólica

OBLATOS ORIONITAS. linhas de vida espiritual e apostólica OBLATOS ORIONITAS linhas de vida espiritual e apostólica Motivos inspiradores da oblação orionita laical O "carisma" que o Senhor concede a um fundador, é um dom para o bem de toda a Igreja. O carisma

Leia mais

SDCIA - ISCRA Secretariado Diocesano da Catequese de Infância e Adolescência Instituto Superior de Ciências Religiosas de Aveiro

SDCIA - ISCRA Secretariado Diocesano da Catequese de Infância e Adolescência Instituto Superior de Ciências Religiosas de Aveiro SDCIA - ISCRA Secretariado Diocesano da Catequese de Infância e Adolescência Instituto Superior de Ciências Religiosas de Aveiro Formação para Catequistas Directório Geral da Catequese Janeiro - Março

Leia mais

ORAÇÃO EM FAMÍLIA Quaresma e Tempo Pascal

ORAÇÃO EM FAMÍLIA Quaresma e Tempo Pascal 1 PARÓQUIA DE Nª SRª DA CONCEIÇÃO, MATRIZ DE PORTIMÃO ORAÇÃO EM FAMÍLIA Quaresma e Tempo Pascal (O Ícone da Sagrada Família deve ser colocado na sala, num lugar de relevo e devidamente preparado com uma

Leia mais

No Dia do Juízo, quando o Filho do Homem, na Sua glória, vier nos julgar, escreve o evangelista Mateus, Ele nos questionará sobre

No Dia do Juízo, quando o Filho do Homem, na Sua glória, vier nos julgar, escreve o evangelista Mateus, Ele nos questionará sobre Caridade e partilha Vivemos em nossa arquidiocese o Ano da Caridade. Neste tempo, dentro daquilo que programou o Plano de Pastoral, somos chamados a nos organizar melhor em nossos trabalhos de caridade

Leia mais

Explicação da Missa MISSA

Explicação da Missa MISSA Explicação da Missa Reunidos todos os catequizandos na Igreja, num primeiro momento mostram-se os objetos da missa, ensinam-se os gestos e explicam-se os ritos. Em seguida celebra-se a missa sem interrupção.

Leia mais

Mais do que ter devoção a Maria, precisamos imitá-la. (Raniero Cantalamessa)

Mais do que ter devoção a Maria, precisamos imitá-la. (Raniero Cantalamessa) O coordenador nacional do Ministério de Música e Artes, Juninho Cassimiro, dá continuidade às cartas aos artistas de toda a RCC do Brasil. No artigo anterior, a reflexão foi sobre a humildade Aos moldes

Leia mais

Lembrança da Primeira Comunhão

Lembrança da Primeira Comunhão Lembrança da Primeira Comunhão Jesus, dai-nos sempre deste pão Meu nome:... Catequista:... Recebi a Primeira Comunhão em:... de... de... Local:... Pelas mãos do padre... 1 Lembrança da Primeira Comunhão

Leia mais

Vivendo a Liturgia - ano A / outubro 2011

Vivendo a Liturgia - ano A / outubro 2011 Vivendo a Liturgia - ano A / outubro 2011 27ºDOMINGO DO TEMPO COMUM (02/10/11) Parábola dos Vinhateiros Poderia ser feito um mural específico para esta celebração com uma das frases: Construir a Igreja

Leia mais

Catequese e adoração das crianças ao Santíssimo Sacramento

Catequese e adoração das crianças ao Santíssimo Sacramento Catequese e adoração das crianças ao Santíssimo Sacramento Paróquia de Calheiros, 1 e 2 de Março de 2008 Orientadas por: Luís Baeta CÂNTICOS E ORAÇÕES CÂNTICOS CRISTO VIVE EM MIM Cristo vive em mim, que

Leia mais

ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO

ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO PROFISSÃO DE FÉ AMBIENTAÇÃO Irmãos, celebramos hoje o Domingo de Pentecostes, dia por excelência da manifestação do Espírito Santo a toda a Igreja. O Espírito manifesta-se onde quer, como quer e a quem

Leia mais

XV DOMINGO DO TEMPO COMUM

XV DOMINGO DO TEMPO COMUM XV DOMINGO DO TEMPO COMUM Jesus chamou os doze Apóstolos e começou a enviá-los dois a dois 1. Admonição de entrada 2. Entrada: Em nome do Pai Refrão: Em nome do Pai, em nome do Filho, em nome do Espírito

Leia mais

Servidores da Caridade

Servidores da Caridade Homilia da Missa Crismal 2011 Servidores da Caridade António Marto Catedral de Leiria 21 de Abril de 2011 Cantarei eternamente a bondade do Senhor A liturgia da Missa Crismal encerra uma beleza espiritual

Leia mais

Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vai ao Pai senão por mim

Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vai ao Pai senão por mim 5º DOMINGO DA PÁSCOA 18 de maio de 2014 Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vai ao Pai senão por mim Leituras: Atos 6, 1-7; Salmo 32 (33), 1-2,4-5.18-19; Primeira Carta de Pedro 2, 4-9; João

Leia mais

A Regra daterceira Ordem da Sociedade de São Francisco iii) Ordem para Admissões e Renovações I. O CONVITE

A Regra daterceira Ordem da Sociedade de São Francisco iii) Ordem para Admissões e Renovações I. O CONVITE A Regra daterceira Ordem da Sociedade de São Francisco iii) Ordem para Admissões e Renovações como ordenado pelo Capítulo Interprovincial da Terceira Ordem na Revisão Constitucional de 1993, e subseqüentemente

Leia mais

A Pedagogia do cuidado

A Pedagogia do cuidado Roteiro de Oração na Vida Diária nº 23 A Pedagogia do cuidado Tempo forte na Igreja, inicia-se hoje nossa caminhada de preparação para a Páscoa, no rico tempo da quaresma. Como nos ciclos da natureza,

Leia mais

Funchal. 2 de Fevereiro de 2014

Funchal. 2 de Fevereiro de 2014 Funchal 2 de Fevereiro de 2014 Ex.mo e Rev.mo Senhor Bispo da Diocese do Funchal D. António José Cavaco Carrilho, Senhores Bispos Eméritos, Ex.mo Senhor Representante da República na Região Autónoma da

Leia mais

Missa no Dia de Páscoa

Missa no Dia de Páscoa 48 DOMINGO DE PÁSOA DA RESSURREIÇÃO DO SENHOR Missa no Dia de Páscoa aríssimos irmãos e irmãs em risto: Neste dia santíssimo da Ressurreição do Senhor, em que o Espírito nos faz homens novos, oremos ao

Leia mais

20ª Hora Santa Missionária

20ª Hora Santa Missionária 20ª Hora Santa Missionária Tema: Missão é Servir Lema: Quem quiser ser o primeiro seja servo de todos Preparação do ambiente: cartaz do Mês missionário, Bíblia e fitas nas cores dos continentes, cruz e

Leia mais

Leitor 2 Este é o dia que o Senhor fez para nós! SL 118

Leitor 2 Este é o dia que o Senhor fez para nós! SL 118 Acolhida Jubilar Recepção de todas as famílias. Acolher com cantos de boas-vindas. Abertura Jubilar Material a ser usado: Coreografia com as cores do Centenário: vermelho, laranja e verde estas cores simbolizam

Leia mais

CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA

CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA Congregação das Irmãs Missionárias de São Carlos B. Scalabrinianas Centro de Estudos Migratórios Cristo Rei-CEMCREI Rua Castro Alves, 344 90430-130 Porto Alegre-RS cemcrei@cpovo.net www.cemcrei.org.br

Leia mais

Solenidade da Assunção de Nª Senhora. Ano B

Solenidade da Assunção de Nª Senhora. Ano B Solenidade da Assunção de Nª Senhora Admonição Inicial Cântico Inicial (Tu és o Sol) Refrão: Tu és o sol de um novo amanhecer! Tu és farol, a vida a renascer Maria! Maria! És poema de amor! És minha Mãe

Leia mais

SAGRADA FAMÍLIA 28 de dezembro de 2014

SAGRADA FAMÍLIA 28 de dezembro de 2014 SAGRADA FAMÍLIA 28 de dezembro de 2014 Maria e José levaram Jesus a Jerusalém a fim de apresentá-lo ao Senhor Leituras: Genesis 15, 1-6; 21,1-3; Salmo 104 (105), 1b-2, 3.4-5.6.8-9 (R/ 7a.8a); Carta aos

Leia mais

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade.

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade. A Palavra de Deus 2 Timóteo 3:16-17 Pois toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus e é útil para ensinar a verdade, condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver. 17 E isso

Leia mais

BOM DIA DIÁRIO. Guia: Em nome do Pai

BOM DIA DIÁRIO. Guia: Em nome do Pai BOM DIA DIÁRIO Segunda-feira (04.05.2015) Maria, mãe de Jesus e nossa mãe Guia: 2.º Ciclo: Padre Luís Almeida 3.º Ciclo: Padre Aníbal Afonso Mi+ Si+ Uma entre todas foi a escolhida, Do#- Sol#+ Foste tu,

Leia mais

PSICOLOGIA DAS IDADES

PSICOLOGIA DAS IDADES PSICOLOGIA DAS IDADES Pe. Fausto dos Santos Oliveira Mestre, em obediência à vossa Palavra, lançarei as redes Oração Vocacional Senhor da Messe e Pastor do rebanho, faze ressoar em nossos ouvidos teu forte

Leia mais

COLÉGIO INTERNATO DOS CARVALHOS Equipa de Animação Pastoral

COLÉGIO INTERNATO DOS CARVALHOS Equipa de Animação Pastoral COLÉGIO INTERNATO DOS CARVALHOS Equipa de Animação Pastoral Advento 2014 (Campanha de Preparação para o Natal) A ALEGRIA E A BELEZA DE VIVER EM FAMÍLIA. O tempo do Advento, que devido ao calendário escolar

Leia mais

Secretaria de Espiritualidade. Colaborar com a Presidente no planejamento da atividade de toda parte devocional da Sociedade.

Secretaria de Espiritualidade. Colaborar com a Presidente no planejamento da atividade de toda parte devocional da Sociedade. Secretaria de Espiritualidade Colaborar com a Presidente no planejamento da atividade de toda parte devocional da Sociedade. O que é liturgia? Roteiro do Culto; Ordem do Culto; Levar as pessoas a disposição

Leia mais

PASCOM. A PASCOM agradece a todos que colaboraram com esta edição do INFORMATIVO DA PENHA nos mandando fotos,

PASCOM. A PASCOM agradece a todos que colaboraram com esta edição do INFORMATIVO DA PENHA nos mandando fotos, PASCOM A PASCOM agradece a todos que colaboraram com esta edição do INFORMATIVO DA PENHA nos mandando fotos, t e x t o s e i d é i a s p a r a a s matérias! Nossa Senhora da Penha, que sabe o nome de cada

Leia mais

Síntese Informativo Mensal do Movimento Pólen

Síntese Informativo Mensal do Movimento Pólen Síntese Informativo Mensal do Movimento Pólen Como o Pai me enviou, também Eu vos envio (Jo 20,21) Outubro de 2011 / Ano MMXI 1 EDITORIAL Queridos Amigos, Com grande alegria que terminamos mais um mês

Leia mais

Sumário. Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9. Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15. Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33

Sumário. Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9. Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15. Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33 1 a Edição Editora Sumário Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9 Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15 Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33 Santos, Hugo Moreira, 1976-7 Motivos para fazer

Leia mais

Oração na Vida Diária

Oração na Vida Diária Oração na Vida Diária Caro jovem,, Que alegria saber que como você muitos jovens estão encontrando um caminho para a oração pessoal e diária. Continue animado com a busca de um relacionamento mais pessoal

Leia mais

DEPARTAMENTO NACIONAL DE ESCOLA DOMINICAL

DEPARTAMENTO NACIONAL DE ESCOLA DOMINICAL SUGESTÃO DE CELEBRAÇÃO DE NATAL 2013 ADORAÇÃO Prelúdio HE 21 Dirigente: Naqueles dias, dispondo-se Maria, foi apressadamente à região montanhosa, a uma cidade de Judá, entrou na casa de Zacarias e saudou

Leia mais

Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015

Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015 Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015 Introdução: Educar na fé, para a paz, a justiça e a caridade Este ano a Igreja no Brasil está envolvida em dois projetos interligados: a lembrança

Leia mais

Bispo Sr. Dr. Gebhard Fürst. O ESPÍRITO É VIVIFICADOR Desenvolver a Igreja em muitos lugares

Bispo Sr. Dr. Gebhard Fürst. O ESPÍRITO É VIVIFICADOR Desenvolver a Igreja em muitos lugares Bispo Sr. Dr. Gebhard Fürst O ESPÍRITO É VIVIFICADOR Desenvolver a Igreja em muitos lugares Carta Pastoral dirigida às igrejas da diocese de Rotemburgo-Estugarda na Quaresma Pascal de 2015 Bispo Sr. Dr.

Leia mais

Dá-me de beber! João 4,7

Dá-me de beber! João 4,7 SEMANA DE ORAÇÃO PELA UNIDADE DOS CRISTÃOS 18 a 25 Janeiro de 2015 Dá-me de beber! João 4,7 CONSELHO PORTUGUÊS DE IGREJAS CRISTÃS COMISSÃO EPISCOPAL MISSÃO E NOVA EVANGELIZAÇÃO CELEBRAÇÃO DE CULTO ECUMÉNICO

Leia mais

Aparição da Mãe Divina. Colina do Cristo Redentor, Carmo da Cachoeira, MG, Brasil. Domingo, 12 de fevereiro de 2012, às 20h40.

Aparição da Mãe Divina. Colina do Cristo Redentor, Carmo da Cachoeira, MG, Brasil. Domingo, 12 de fevereiro de 2012, às 20h40. Aparição da Mãe Divina. Colina do Cristo Redentor, Carmo da Cachoeira, MG, Brasil. Domingo, 12 de fevereiro de 2012, às 20h40. Como no dia de ontem, o grupo reuniu-se às 19h30 para iniciar a tarefa de

Leia mais

Entrada da Palavra: Comentário da Palavra: Permaneçamos em pé para acolher o Livro Santo de Nossa Fé, a Palavra de Deus, cantando.

Entrada da Palavra: Comentário da Palavra: Permaneçamos em pé para acolher o Livro Santo de Nossa Fé, a Palavra de Deus, cantando. Celebração de Encerramento PREPARAR 1. Bíblia e velas para a Procissão de Entrada da Palavra 2. Sementes de girassóis para cada catequista depositar num prato com terra diante do altar durante a homilia

Leia mais

CATEQUESE COMO INICIAÇÃO À EUCARISTIA

CATEQUESE COMO INICIAÇÃO À EUCARISTIA CATEQUESE COMO INICIAÇÃO À EUCARISTIA PE. GREGÓRIO LUTZ Certamente o título deste artigo não causa estranheza à grande maioria dos leitores da Revista de Liturgia. Mas mesmo assim me parece conveniente

Leia mais

Mateus 4, 1-11. Respondeu-lhe Jesus: «Vai-te, Satanás, pois está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás e só a Ele prestarás culto.

Mateus 4, 1-11. Respondeu-lhe Jesus: «Vai-te, Satanás, pois está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás e só a Ele prestarás culto. Mateus 4, 1-11 Respondeu-lhe Jesus: «Vai-te, Satanás, pois está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás e só a Ele prestarás culto.». Este caminho de 40 dias de jejum, de oração, de solidariedade, vai colocar-te

Leia mais

Plano Diocesano da Animação Bíblico-Catequética

Plano Diocesano da Animação Bíblico-Catequética Plano Diocesano da Animação Bíblico-Catequética 2 0 1 2-2 0 1 5 DIOCESE DE FREDERICO WESTPHALEN - RS Queridos irmãos e irmãs, Com imensa alegria, apresento-lhes o PLANO DIOCESANO DE ANIMAÇÃO BÍBLICO -

Leia mais

(Segundo o novo acordo ortográfico) ORAR, do latim orare, é falar com Deus (De acordo com a etimologia - Enciclopédia, D. M. Falcão).

(Segundo o novo acordo ortográfico) ORAR, do latim orare, é falar com Deus (De acordo com a etimologia - Enciclopédia, D. M. Falcão). (Segundo o novo acordo ortográfico) ORAR, do latim orare, é falar com Deus (De acordo com a etimologia - Enciclopédia, D. M. Falcão). Os Atos dos Apóstolos atestam que, enquanto Pedro estava na prisão,

Leia mais

Vinho Novo Viver de Verdade

Vinho Novo Viver de Verdade Vinho Novo Viver de Verdade 1 - FILHOS DE DEUS - BR-LR5-11-00023 LUIZ CARLOS CARDOSO QUERO SUBIR AO MONTE DO SENHOR QUERO PERMANECER NO SANTO LUGAR QUERO LEVAR A ARCA DA ADORAÇÃO QUERO HABITAR NA CASA

Leia mais

1. Com o Dízimo, aprendemos a AGRADECER a Deus e ao próximo.

1. Com o Dízimo, aprendemos a AGRADECER a Deus e ao próximo. 1. Com o Dízimo, aprendemos a AGRADECER a Deus e ao próximo. Ao contribuir com o dízimo, saímos de nós mesmos e reconhecemos que pertencemos tanto à comunidade divina quanto à humana. Um deles, vendo-se

Leia mais

COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ PASTORAL EDUCATIVA São José do Rio Preto MISSA DO DIA DOS PAIS

COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ PASTORAL EDUCATIVA São José do Rio Preto MISSA DO DIA DOS PAIS COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ PASTORAL EDUCATIVA São José do Rio Preto MISSA DO DIA DOS PAIS RITOS INICIAIS ANIM.: Celebramos hoje a Eucaristia, ação de graças a Deus, nosso Pai, por todos os pais do colégio.

Leia mais

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar MELHORES MOMENTOS Expressão de Louvor Acordar bem cedo e ver o dia a nascer e o mato, molhado, anunciando o cuidado. Sob o brilho intenso como espelho a reluzir. Desvendando o mais profundo abismo, minha

Leia mais

www.aciportugal.org ESTOU NESTE MUNDO COMO NUM GRANDE TEMPLO Santa Rafaela Maria

www.aciportugal.org ESTOU NESTE MUNDO COMO NUM GRANDE TEMPLO Santa Rafaela Maria www.aciportugal.org ESTOU NESTE MUNDO COMO NUM GRANDE TEMPLO Santa Rafaela Maria 2 www.aciportugal.org 11 ORAÇÃO FINAL Senhor Jesus Cristo, hoje sentimos a Tua paixão por cada um de nós e pelo mundo. O

Leia mais

Pastoral Vocacional/ Serviço de Animação Vocacional

Pastoral Vocacional/ Serviço de Animação Vocacional CONFERÊNCIA NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL Comissão Episcopal Pastoral para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada Pastoral Vocacional (PV) / Serviço de Animação Vocacional (SAV) CMOVC/ SAV (02) Pastoral

Leia mais

Nossa Senhora da Assunção

Nossa Senhora da Assunção Série Pe. Roque Vicente Beraldi, CMF Novena milagrosa a Nossa Senhora da Assunção Dia da festa: 15 de agosto EDITORA AVE-MARIA Introdução Contemplações sobre a Sagrada Escritura, sem conteúdo comprovado,

Leia mais

Faz um exercício de relaxamento coloca-te na presença de Deus. Reza um salmo (aquele que o teu coração pedir no momento).

Faz um exercício de relaxamento coloca-te na presença de Deus. Reza um salmo (aquele que o teu coração pedir no momento). O Caminho de Emaús Faz um exercício de relaxamento coloca-te na presença de Deus. Reza um salmo (aquele que o teu coração pedir no momento). Leitura: Lc 24, 13-35 Todos nós percorremos frequentemente o

Leia mais

LAUSPERENE das Crianças da Catequese 1 de Dezembro de 2010 - Carreço

LAUSPERENE das Crianças da Catequese 1 de Dezembro de 2010 - Carreço LAUSPERENE das Crianças da Catequese 1 de Dezembro de 2010 - Carreço Cântico: Deixa Deus entrar Deixa Deus entrar na tua própria casa Deixa-te tocar pela sua graça Dentro em segredo reza-lhe sem medo Senhor,

Leia mais

Mensagem de Nossa Senhora Rainha da Paz nº 2.060, de 04/06/2002, em Anguera/BA (terça-feira)

Mensagem de Nossa Senhora Rainha da Paz nº 2.060, de 04/06/2002, em Anguera/BA (terça-feira) Mensagem de Nossa Senhora Rainha da Paz nº 2.060, de 04/06/2002, em Anguera/BA (terça-feira) Queridos filhos, afastai-vos de todo mal e voltai-vos ao Senhor que vos espera com alegria. Limpai vossos corações

Leia mais

CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo. CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo

CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo. CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo Tens uma tarefa importante para realizar: 1- Dirige-te a alguém da tua confiança. 2- Faz a pergunta: O que admiras mais em Jesus? 3- Regista a resposta nas linhas.

Leia mais

Oração ao finalizar o Ano 2015

Oração ao finalizar o Ano 2015 Oração ao finalizar o Ano 2015 QUE SEU AMOR SE EXTENDA POR TODA A TERRA Reunimos em oração no último dia do Ano para dar graças a Deus por tantos dons recebidos pessoalmente, na família, na comunidade,

Leia mais

Cântico de entrada: Cristo Jesus, tu me chamaste. Introdução

Cântico de entrada: Cristo Jesus, tu me chamaste. Introdução Festa do Perdão Cântico de entrada: Cristo Jesus, tu me chamaste Cristo Jesus, tu me chamaste Eu te respondo: estou aqui! Tu me chamaste pelo meu nome Eu te respondo: estou aqui! Quero subir à montanha,

Leia mais

É o próprio sacrifício do Corpo e do Sangue do Senhor Jesus, que Ele instituiu para perpetuar o

É o próprio sacrifício do Corpo e do Sangue do Senhor Jesus, que Ele instituiu para perpetuar o 3 - Eucaristia O que é a Eucaristia? É o próprio sacrifício do Corpo e do Sangue do Senhor Jesus, que Ele instituiu para perpetuar o sacrifício da cruz no decorrer dos séculos até ao seu regresso, confiando

Leia mais

NOVENA DOS PAIS QUE ORAM PELOS FILHOS

NOVENA DOS PAIS QUE ORAM PELOS FILHOS Pe. Nilton César Boni, cmf NOVENA DOS PAIS QUE ORAM PELOS FILHOS EDITORA AVE-MARIA Apresentação Aos membros da família cristã podem aplicar-se de modo particular as palavras com que Cristo promete a sua

Leia mais

RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA DO BRASIL MINISTÉRIO JOVEM NÚCLEO PREGADORES COMO PREGAR PARA JOVENS

RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA DO BRASIL MINISTÉRIO JOVEM NÚCLEO PREGADORES COMO PREGAR PARA JOVENS RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA DO BRASIL MINISTÉRIO JOVEM NÚCLEO PREGADORES COMO PREGAR PARA JOVENS - Esta formação não substitui em hipótese nenhuma a formação de pregadores do ministério de pregação,

Leia mais

Hora Santa pela santificação do Clero

Hora Santa pela santificação do Clero Hora Santa pela santificação do Clero Solenidade do Sagrado Coração de Jesus - 12 de Junho de 2015 1. ABERTURA Animador: Caríssimos irmãos e irmãos, neste dia em que a Igreja celebra a Solenidade do Sagrado

Leia mais

Celebrar e viver o Concílio Vaticano II

Celebrar e viver o Concílio Vaticano II Celebrar e viver o Concílio Vaticano II Nota Pastoral da Conferência Episcopal Portuguesa Celebrar os 50 anos da abertura do Concílio no Ano da Fé 1. Na Carta apostólica A Porta da Fé, assim se exprime

Leia mais

Missa - 10/5/2015. Entrada

Missa - 10/5/2015. Entrada Missa - 10/5/2015 ntrada m F#m 1. Todos unidos formamos um só corpo, um povo que na Páscoa nasceu. G Membros de Cristo, no sangue redimidos, Igreja peregrina de eus. m F#m Vive conosco a força do spírito,

Leia mais