UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE BIBLIOTECONOMIA E COMUNICAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE BIBLIOTECONOMIA E COMUNICAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE BIBLIOTECONOMIA E COMUNICAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO RESOLUÇÃO 01/2016 O Conselho do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, no uso de suas atribuições regimentais e administrativas, consoante com a Resolução n.12/2007 do CEPE, RESOLVE Regulamentar as diretrizes e normas para concessão e manutenção de bolsas de mestrado e doutorado para os alunos regularmente matriculados junto ao Programa. 1. CONCESSÃO DA BOLSA Art. 1 A distribuição das bolsas é feita anualmente mediante a publicação de edital específico, ao qual os alunos deverão se candidatar. Art. 2 Os critérios de seleção de bolsistas compreendem: I - Desempenho acadêmico conforme histórico escolar de graduação (para mestrandos) e de mestrado (para doutorandos); II - Desempenho acadêmico no Programa, para alunos do PPGCOM, avaliada conforme conceitos obtidos nas disciplinas cursadas, sendo B o conceito mínimo admitido; III Formação Docente IV - Produção intelectual V- Atividades de Pesquisa VI - Atividades complementares, que compreendem experiência profissional nas áreas da Comunicação e da Informação e afins; prêmios e distinções obtidos nas áreas da Comunicação e da Informação e afins; atividades editorias e organização de evento científico. VII - Não possuir vínculo empregatício na data da assinatura do Termo de Compromisso de Concessão de Bolsa, comprovada com a apresentação de cópia da carteira de trabalho no momento da entrega do Termo de Compromisso. VIII - Domicílio em Porto Alegre ou região metropolitana a partir da data da assinatura do Termo de Compromisso de Concessão de Bolsa, mediante a apresentação de cópia de

2 comprovante de residência em nome do bolsista ou de declaração do titular da residência, firmada em cartório. 2. MANUTENÇÃO DA BOLSA Art. 3 Os critérios obrigatórios para a manutenção das bolsas para todos os alunos do Programa são: I - Estar em concordância com a Portaria Nº 76, de 14 de Abril de 2010 da CAPES, que regulamenta a concessão e manutenção de bolsas de pós-graduação; II - Integrar-se às atividades de pesquisa dos seus respectivos orientadores; III - Engajar-se nas atividades do Programa e participar das comissões de apoio às atividades do PPGCOM, especialmente quando solicitado; IV - Participar das reuniões mensais discentes, convocadas pela Representação Discente do Programa; V - Desenvolver seu plano de atividades conforme o cronograma aprovado por seu orientador, ao longo do período de vigência da bolsa; VI - Manter residência em Porto Alegre ou região metropolitana; VII - Acordar com seus orientadores os períodos de afastamento; VIII - Encaminhar relatórios semestrais de atividades para a Comissão de Bolsas, com ciência do orientador. O prazo de entrega dos relatórios referente ao primeiro semestre do ano é 15 de julho e referente ao segundo semestre do ano é 15 de janeiro. 1º A atuação prevista nesta regulamentação não exime o bolsista de cumprir com suas obrigações junto ao Programa e à agência de fomento concedente, inclusive quanto ao prazo de vigência da bolsa e de defesa da tese ou dissertação. 2.1 Mestrado Art. 4 Para a manutenção e renovação da bolsa os alunos de mestrado devem cumprir os seguintes procedimentos durante o curso: I - Realizar um estágio docente orientado até o terceiro semestre do curso; II - Para renovar a bolsa para o segundo semestre do curso, o aluno deve: a) Ter concluído pelo menos 8 (oito) créditos em disciplinas. III - Para renovar a bolsa para o terceiro semestre do curso, o aluno deve:

3 a) Ter concluído os 12 (doze) créditos exigidos em disciplinas; b) Ter sido aprovado no exame de proficiência. IV - Para renovar a bolsa para o quarto semestre do curso, o aluno deve: a) Ter qualificado ou apresentar uma carta do orientador com previsão da data do exame de Qualificação, agendado até 15 de agosto; b) Ter solicitado o aproveitamento dos créditos em Atividades Dirigidas; c) Ter publicado um artigo completo em periódico com Qualis/Capes ou ter publicado trabalho em anais de congresso; d) Ter realizado o estágio docente orientado. 2.2 Doutorado Art. 5 Para a manutenção e renovação da bolsa os alunos de doutorado devem cumprir os seguintes procedimentos durante o curso: I - Realizar dois estágios docentes orientados até o quinto semestre do curso. II - Para renovar a bolsa para o segundo semestre do curso, o aluno deve: a) Ter concluído pelo menos 8 (oito) créditos em disciplinas. III - Para renovar a bolsa para o terceiro semestre do curso, o aluno deve ter: a) Concluído pelo menos 16 (dezesseis) créditos em disciplinas. IV - Para renovar a bolsa para o quarto semestre do curso, o aluno deve: a) Ter concluído os 20 (vinte) créditos em disciplinas; b) Ter publicado pelo menos um artigo completo em periódico com Qualis/Capes ou ter publicado trabalho em anais de congresso; V - Para renovar a bolsa para o quinto semestre do curso, o aluno deve: a) Ter realizado um estágio docente orientado; b) Ter sido aprovado nos exames de proficiência. VI - Para renovar a bolsa para o sexto semestre do curso, o aluno deve: a) Ter realizado os dois estágios docentes orientados. b) Ter publicado pelo menos dois artigos completos em periódicos com Qualis/Capes ou ter publicado trabalhos em anais de congresso. VII - Para renovar a bolsa para o sétimo semestre do curso, o aluno deve: a) Ter solicitado o aproveitamento dos créditos em Atividades Dirigidas. b) Ter realizado o Exame de Qualificação. VIII - Para renovar a bolsa para o oitavo semestre do curso, o aluno deve: a) Apresentar carta do orientador indicando a data de defesa da Tese.

4 3. ACÚMULO DE BOLSA E VÍNCULO EMPREGATÍCIO Art. 6 Durante a vigência da bolsa o aluno de Doutorado poderá contrair vínculo empregatício desde que sejam atendidas as seguintes condições: I - Atender à Portaria conjunta CAPES-CNPq n. 01/2010, segundo a qual os bolsistas regularmente matriculados em programa de pós-graduação poderão receber complementação financeira proveniente de outras fontes, desde que se dediquem a atividades relacionadas a sua área de atuação e interesse para sua formação acadêmica, científica e tecnológica. II Estão autorizadas somente atividades de docência, em qualquer grau de ensino, desde que exercida em instituições de Porto Alegre, região metropolitana e cidades até 200 km de Porto Alegre. a) após o exame de qualificação e no último ano do curso de Doutorado. b) com carga horária máxima de 20hs nas Universidades públicas e até 12hs nas demais instituições. III - Para exercer atividade remunerada, o bolsista deverá atender às seguintes condições: a) Obter autorização concedida por seu orientador, através de parecer que justifique a importância do acúmulo da bolsa com o vínculo empregatício para a formação do pósgraduando; d) Encaminhar os documentos (autorização do orientador e documento do futuro vínculo de trabalho) para a apreciação da Comissão de Bolsas, que emitirá parecer acerca da solicitação; e) Obter da Comissão de Pós-Graduação a aprovação para o recebimento de complementação financeira após análise do parecer da Comissão de Bolsas. 1º A autorização para o vínculo empregatício será dada aos alunos que cumprirem os requisitos aqui citados, independentemente da existência de fila de espera no processo de concessão de bolsas. 2º A autorização prevista nesta regulamentação não exime o bolsista de cumprir com suas obrigações junto ao curso de pós-graduação e à agência de fomento concedente, inclusive quanto ao prazo de vigência da bolsa e de defesa da tese; 3º No caso de comprovado desrespeito às condições aqui estabelecidas, o bolsista perderá a bolsa e estará sujeito às implicações previstas na legislação vigente. 4. CANCELAMENTO DA BOLSA Art. 7 Terão a bolsa cancelada os alunos que:

5 I - Obtiverem conceitos inferiores a B em disciplinas cursadas; II - Descumprirem o prazo na entrega dos relatórios; III - Descumprirem as condições estabelecidas na presente resolução. Parágrafo único: Os alunos que perderem a bolsa por descumprimento de qualquer uma das normas aqui estabelecidas não poderão pleitear nova cota. 5. CONSIDERAÇÕES FINAIS Art. 8 Casos não previstos serão resolvidos pela Comissão de Pós-Graduação. Art. 9 Esta resolução entra em vigor na data de sua aprovação, ficando revogada a Resolução 02/2014. Porto Alegre, 03 de junho de Prof. Dra. Nísia Martins do Rosário Coordenadora PPGCOM/UFRGS

EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA BOLSAS DE ESTUDOS DA CAPES

EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA BOLSAS DE ESTUDOS DA CAPES EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA BOLSAS DE ESTUDOS DA CAPES Retificação ao Edital N 05/2015-PPGFIS Boa Vista-RR, 03 de março de 2015. A Comissão de Seleção de concessão de Bolsas de Estudo da CAPES

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE SAÚDE PÚBLICA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA NUTRIÇÃO EM SAÚDE PÚBLICA 2015

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE SAÚDE PÚBLICA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA NUTRIÇÃO EM SAÚDE PÚBLICA 2015 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE SAÚDE PÚBLICA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA NUTRIÇÃO EM SAÚDE PÚBLICA 2015 NORMAS PARA CONCESSÃO DE BOLSAS - CAPES/CNPq Todos os pedidos de concessão de bolsas

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO EDITAL 002/2016

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO EDITAL 002/2016 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO EDITAL 002/2016 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONCESSÃO DE BOLSA DO PROGRAMA NACIONAL DE PÓS-DOUTORADO

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO BOLSAS DEMANDA SOCIAL/2013

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO BOLSAS DEMANDA SOCIAL/2013 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS CENTRO DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS HUMANAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO ESPECIAL EDITAL DO PROCESSO SELETIVO BOLSAS DEMANDA SOCIAL/2013 O Programa de Pós-Graduação

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM ENGENHARIA ELÉTRICA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FEI TÍTULO I

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM ENGENHARIA ELÉTRICA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FEI TÍTULO I REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM ENGENHARIA ELÉTRICA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FEI TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS DO PROGRAMA E SEUS OBJETIVOS Art. 1º - Este Regulamento complementa

Leia mais

V DOS REQUISITOS NECESSÁRIOS PARA INSCRIÇÃO DOS CANDIDATOS. 5.1 Os candidatos devem cumprir os procedimentos, critérios e prazos:

V DOS REQUISITOS NECESSÁRIOS PARA INSCRIÇÃO DOS CANDIDATOS. 5.1 Os candidatos devem cumprir os procedimentos, critérios e prazos: EDITAL Nº XXX/2011/PROGRAD/CAPES A Pró-Reitoria de Ensino de Graduação PROGRAD no uso de suas atribuições legais, estatutárias e regimentais, torna pública a abertura das inscrições para selecionar acadêmicos

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Ouro Preto Escola de Minas Departamento de Engenharia Civil

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Ouro Preto Escola de Minas Departamento de Engenharia Civil PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL - PROPEC EDITAL PROPEC No. 01, DE 03 DE JUNHO DE 2016 Dispõe sobre o Processo de Seleção de 2016 para o Programa Nacional de Pós-Doutorado - PNPD/CAPES, no

Leia mais

ORDEM DE SERVIÇO 3 - CRITÉRIOS PARA A CONCESSÃO E RENOVAÇÃO

ORDEM DE SERVIÇO 3 - CRITÉRIOS PARA A CONCESSÃO E RENOVAÇÃO OS-006 /SR-1/2013 01/05 1 - FINALIDADE A presente Ordem de Serviço tem como finalidade modificar a OS-006-/SR-1/08 e regulamentar a operacionalização do Programa de Estágio Interno Complementar. 2 - OBJETIVO

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTA DO PROGRAMA NACIONAL DE PÓS- DOUTORADO-PNPD/CAPES 2016

EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTA DO PROGRAMA NACIONAL DE PÓS- DOUTORADO-PNPD/CAPES 2016 EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTA DO PROGRAMA NACIONAL DE PÓS- DOUTORADO-PNPD/CAPES 2016 BOLSA DE PÓS-DOUTORADO JUNTO AO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PRODUÇÃO VEGETAL DO CCTA/UENF O Programa de Pós-Graduação

Leia mais

REGIMENTO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DO SISTEMA TERRESTRE

REGIMENTO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DO SISTEMA TERRESTRE REGIMENTO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DO SISTEMA TERRESTRE TÍTULO I DA ORGANIZAÇÃO Art. 1 - O Curso de Doutorado em Ciência do Sistema Terrestre do INPE tem como objetivo a formação de recursos

Leia mais

EDITAL EXTERNO DE BOLSAS E TAXAS PROSUP/CAPES Nº 07/2016 Processo Seletivo 2016/02

EDITAL EXTERNO DE BOLSAS E TAXAS PROSUP/CAPES Nº 07/2016 Processo Seletivo 2016/02 EDITAL EXTERNO DE BOLSAS E TAXAS PROSUP/CAPES Nº 07/2016 Processo Seletivo 2016/02 A Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação da Universidade Feevale, no uso das atribuições que lhe conferem o Estatuto

Leia mais

UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA PROGRAMA ASSOCIADO DE PÓS-GRADUAÇÃO E EDUCAÇÃO FÍSICA

UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA PROGRAMA ASSOCIADO DE PÓS-GRADUAÇÃO E EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA PROGRAMA ASSOCIADO DE PÓS-GRADUAÇÃO E EDUCAÇÃO FÍSICA EDITAL Nº 01/2016 PAPGEF UPE/UFPB A Coordenação do Programa Associado de Pós-graduação UPE/UFPB

Leia mais

CONSELHO CIENTÍFICO-ADMINISTRATIVO DA FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESPÍRITO SANTO

CONSELHO CIENTÍFICO-ADMINISTRATIVO DA FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESPÍRITO SANTO CONSELHO CIENTÍFICO-ADMINISTRATIVO DA FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESPÍRITO SANTO RESOLUÇÃO CCAF Nº 040, de 15 de Junho de 2011 BOLSAS DE MESTRADO E DOUTORADO 1. FINALIDADE Concessão de bolsas de mestrado

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O. Esta Resolução entra em vigor nesta data, revogando disposições contrárias. Bragança Paulista, 16 de dezembro de 2010.

R E S O L U Ç Ã O. Esta Resolução entra em vigor nesta data, revogando disposições contrárias. Bragança Paulista, 16 de dezembro de 2010. RESOLUÇÃO CONSEPE 62/2010 ALTERA O REGULAMENTO DO COMPONENTE CURRICULAR ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE MEDICINA, CAMPUS BRAGANÇA PAULISTA, DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO. O Presidente do Conselho

Leia mais

EDITAL Nº 0021/2014 DE ABERTURA DE PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA BOLSA NO MESTRADO DESTINADO AOS PROFESSORES DO CENTRO UNIVERSITÁRIO EURO-AMERICANO

EDITAL Nº 0021/2014 DE ABERTURA DE PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA BOLSA NO MESTRADO DESTINADO AOS PROFESSORES DO CENTRO UNIVERSITÁRIO EURO-AMERICANO EDITAL Nº 0021/2014 DE ABERTURA DE PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA BOLSA NO MESTRADO DESTINADO AOS PROFESSORES DO CENTRO UNIVERSITÁRIO EURO-AMERICANO A Magnífica Senhora Reitora do CENTRO UNIVERSITÁRIO

Leia mais

RESOLUÇÃO 02/2011. Parágrafo Único: A comissão de seleção será indicada pelo Colegiado do PPGZ mediante relação de docentes permanentes.

RESOLUÇÃO 02/2011. Parágrafo Único: A comissão de seleção será indicada pelo Colegiado do PPGZ mediante relação de docentes permanentes. RESOLUÇÃO 02/2011 A Profª Drª Kátia Cylene Guimarães, Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Zootecnia (PPGZ), no uso de suas atribuições legais e estatutárias. Considerando o Regimento do Programa

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO BACHARELADO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Osasco 2013 Apresentação O presente instrumento regulamenta o exercício e a validação dos Estágios Supervisionados Curriculares e

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PARA ESTÁGIO DE PÓS-DOUTORADO COM BOLSA DO PROGRAMA NACIONAL DE PÓS-DOUTORADO (PNPD/CAPES)

EDITAL DE SELEÇÃO PARA ESTÁGIO DE PÓS-DOUTORADO COM BOLSA DO PROGRAMA NACIONAL DE PÓS-DOUTORADO (PNPD/CAPES) EDITAL DE SELEÇÃO PARA ESTÁGIO DE PÓS-DOUTORADO COM BOLSA DO PROGRAMA NACIONAL DE PÓS-DOUTORADO (PNPD/CAPES) A Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Letras (Ciência da Literatura) da UFRJ torna pública

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 003 / 2015

RESOLUÇÃO Nº 003 / 2015 RESOLUÇÃO Nº 003 / 2015 EMENTA: Dispõe sobre os Planos Individuais de Trabalho (PIT) Docente, o Regimes e Horários de Trabalho e a distribuição da Carga Horária do Docentes da Faculdade de Comunicação

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 001 - CPG, DE 17 DE MAIO DE 2013.

RESOLUÇÃO Nº. 001 - CPG, DE 17 DE MAIO DE 2013. RESOLUÇÃO Nº. 001 - CPG, DE 17 DE MAIO DE 2013. Estabelece critérios para o credenciamento, descredenciamento, recredenciamento, enquadramento e habilitação de docentes, bem como a coorientação no âmbito

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO - PPGCOM

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO - PPGCOM EDITAL Nº. 01, DE 18 DE MARÇO DE 2015 PROCESSO SELETIVO O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO PPGCOM da Universidade Federal de Sergipe comunica que estarão abertas inscrições para a seleção de estudantes

Leia mais

EDITAL Nº01/2016 SELEÇÃO DE BOLSISTAS PARA O PROGRAMA DE DOUTORADO SANDUÍCHE NO EXTERIOR CAPES

EDITAL Nº01/2016 SELEÇÃO DE BOLSISTAS PARA O PROGRAMA DE DOUTORADO SANDUÍCHE NO EXTERIOR CAPES EDITAL Nº01/2016 SELEÇÃO DE BOLSISTAS PARA O PROGRAMA DE DOUTORADO SANDUÍCHE NO EXTERIOR CAPES O Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva (PPGSC), no uso de suas atribuições e tendo em vista o que estabelece

Leia mais

UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ

UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ EDITAL 141/Vice-Reitoria de Pós-Graduação/2015 Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Turismo e Hotelaria Mestrado Acadêmico e Doutorado em Turismo e Hotelaria O Vice-Reitor de Pós-Graduação, Pesquisa,

Leia mais

CAPÍTULO II DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS

CAPÍTULO II DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente instrumento dispõe sobre as normas e procedimentos a serem observados

Leia mais

Universidade Estadual de Maringá Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química

Universidade Estadual de Maringá Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química CERTIDÃO Certifico que este documento foi afixado em 29/06/2016 no local de costume. R E S O L U Ç Ã O N º 120/ 1 6 - P E Q - Secretaria ADVERTÊNCIA: O prazo recursal termina em 05/07/2015. (Art. 95-1

Leia mais

Resolução N 0 02/2011 Edital de Ingresso 1º Semestre de 2012

Resolução N 0 02/2011 Edital de Ingresso 1º Semestre de 2012 UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA UNIDADE ACADÊMICA DE ENGENHARIA QUÍMICA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO Resolução N 0 02/2011 Edital de Ingresso 1º Semestre de 2012 O Colegiado

Leia mais

EDITAL 01 / 2016 SELEÇÃO DE BOLSISTA PARA ESTÁGIO PÓS-DOUTORAL

EDITAL 01 / 2016 SELEÇÃO DE BOLSISTA PARA ESTÁGIO PÓS-DOUTORAL Programa de Pós-Graduação em Serviço Social Mestrado em Serviço Social TEL. (032) 2102-3569 EMAIL: mestrado.ssocial@ufjf.edu.br Juiz de Fora/MG, 28 de Junho de 2016 EDITAL 01 / 2016 SELEÇÃO DE BOLSISTA

Leia mais

Estado de Alagoas Universidade Estadual de Alagoas- UNEAL Pró-Reitoria de Graduação- PROGRAD

Estado de Alagoas Universidade Estadual de Alagoas- UNEAL Pró-Reitoria de Graduação- PROGRAD Estado de Alagoas Universidade Estadual de Alagoas- UNEAL Pró-Reitoria de Graduação- PROGRAD EDITAL INTERNO N.º 15/2014 PIBID/PROGRAD PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA A Pró-Reitoria de Graduação

Leia mais

REQUISITOS PARA O DISCENTE PESQUISADOR DE GRADUAÇÃO

REQUISITOS PARA O DISCENTE PESQUISADOR DE GRADUAÇÃO DIRETORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO NORMAS PARA SELEÇÃO DE PESQUISADORES DISCENTES O Conselho de Ensino e Pesquisa - CONSEPE do Centro Ensino Unificado de Teresina CEUT vem disciplinar as normas

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O. Fica aprovado, conforme anexo, o Regulamento de Monitoria para os cursos de graduação das Faculdades Integradas Sévigné.

R E S O L U Ç Ã O. Fica aprovado, conforme anexo, o Regulamento de Monitoria para os cursos de graduação das Faculdades Integradas Sévigné. RESOLUÇÃO CSA 08/2009 APROVA O REGULAMENTO DE MONITORIA PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DAS. O Presidente do Conselho Superior de Administração CSA, no uso das atribuições que lhe confere o art. 6º, II, do

Leia mais

167673 Estágio Curricular Estágio Obrigatório Graduação em Enga. Mecatrônica

167673 Estágio Curricular Estágio Obrigatório Graduação em Enga. Mecatrônica 167673 Estágio Curricular Estágio Obrigatório Graduação em Enga. Mecatrônica Prof. Eduardo Stockler Tognetti (coordenador de estágio) Departamento de Engenharia Elétrica Universidade de Brasília UnB 1

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 181 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011.

RESOLUÇÃO Nº. 181 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011. RESOLUÇÃO Nº. 181 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E CULTURA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS, no uso de suas atribuições legais e considerando o Parecer nº76/2011

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA EDITAL Nº. 01, DE 05 DE FEVEREIRO DE 2016

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA EDITAL Nº. 01, DE 05 DE FEVEREIRO DE 2016 EDITAL Nº. 01, DE 05 DE FEVEREIRO DE 2016 PROCESSO SELETIVO O Departamento de Psicologia da Universidade Federal de Sergipe comunica que estarão abertas inscrições para a seleção para preenchimento de

Leia mais

JÚLIO DE MESQUITA FILHO Pró Reitoria de Pós Graduação. Programa de Bolsa de Mestrado. Edital 03/2012-PROPG

JÚLIO DE MESQUITA FILHO Pró Reitoria de Pós Graduação. Programa de Bolsa de Mestrado. Edital 03/2012-PROPG Programa de Bolsa de Mestrado Edital 03/2012-PROPG A Pró-Reitoria de Pós-Graduação (PROPG) faz saber que concederá duas bolsas de mestrado para cada um dos de Programas de Pós-Graduação com conceito 3

Leia mais

Edital Interno 01/2016 - Convocação Para Seleção De Bolsistas

Edital Interno 01/2016 - Convocação Para Seleção De Bolsistas MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELÉTRICA - PPGEE Edital Interno

Leia mais

Edital para Seleção de Alunos Bolsistas EDITAL N.º 01/2016 Programa Institucional de Apoio a Projetos de Extensão - PAPEX-PROEXT

Edital para Seleção de Alunos Bolsistas EDITAL N.º 01/2016 Programa Institucional de Apoio a Projetos de Extensão - PAPEX-PROEXT INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO CEARÁ - IFCE CAMPUS Crateús Edital para Seleção de Alunos Bolsistas EDITAL N.º 01/2016 Programa Institucional de Apoio a Projetos de Extensão - PAPEX-PROEXT

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO DA FACULDADE EDUCACIONAL ARAUCÁRIA

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO DA FACULDADE EDUCACIONAL ARAUCÁRIA REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO DA FACULDADE EDUCACIONAL ARAUCÁRIA CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E FINALIDADES DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO Art. 1 - O Estágio Supervisionado,

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Zoologia

Programa de Pós-Graduação em Zoologia Faculdade de Biociências Programa de Pós-Graduação em Zoologia Regulamento Capítulo I Da Atribuição e Organização Geral Art. 1º - O Programa de Pós-Graduação em Zoologia (PPGZoo), vinculado à Faculdade

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE GRADUAÇÃO EM TURISMO

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE GRADUAÇÃO EM TURISMO UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE FACULDADE DE TURISMO E HOTELARIA CURSO DE GRADUAÇÃO EM TURISMO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE GRADUAÇÃO EM TURISMO NITERÓI 2016 UNIVERSIDADE FEDERAL

Leia mais

Anexo 03 Normas para a realização de Estágio

Anexo 03 Normas para a realização de Estágio Anexo 03 Normas para a realização de Estágio REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL Capítulo I DA NATUREZA Art. 1º. O Projeto Pedagógico do Curso de Engenharia Civil do Setor de Tecnologia

Leia mais

Universidade Estadual de Maringá Programa de Pós-Graduação em Educação Mestrado e Doutorado em Educação

Universidade Estadual de Maringá Programa de Pós-Graduação em Educação Mestrado e Doutorado em Educação EDITAL Nº 019/2016-PPE A Professora Dr.ª Elma Júlia Gonçalves de Carvalho, Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Educação do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes da Universidade Estadual de

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE FARMÁCIA

ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE FARMÁCIA ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE FARMÁCIA O artigo 8º da RESOLUÇÃO CNE/CES 2, DE 19 DE FEVEREIRO DE 2002 do CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR institui que o projeto pedagógico

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-DOUTORADO

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-DOUTORADO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-DOUTORADO A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, no uso de suas atribuições, regulamenta procedimentos para a participação no programa de pós-doutorado da Universidade

Leia mais

PROGRAMA DE INICAÇÃO CIENTÍFICA PIC

PROGRAMA DE INICAÇÃO CIENTÍFICA PIC EDITAL 0/205 Sociedade Mestra de Educação e Cultura de Goiás. Faculdade Padrão de Aparecida de Goiânia. fpadrao@yahoo.com.br. Rua José Leandro Qd. 63 Lt. 0 ao 05 Jardim da Luz Aparecida de Goiânia. Fone:

Leia mais

Edital Nº04/2008 Seleção de Tutores a Distância para os cursos de:

Edital Nº04/2008 Seleção de Tutores a Distância para os cursos de: Edital Nº04/2008 Seleção de Tutores a Distância para os cursos de: Gestão do Meio Ambiente: Educação, Direito e Análise Ambiental; Gestão Pública Municipal Integrada; Tecnologia de Informação e Comunicação

Leia mais

Edital para Concessão de Bolsa de Pós Graduação 2010 PETROBRAS/ UNIFACS

Edital para Concessão de Bolsa de Pós Graduação 2010 PETROBRAS/ UNIFACS Edital para Concessão de Bolsa de Pós Graduação 2010 PETROBRAS/ UNIFACS A Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Inovação da Universidade Salvador UNIFACS, torna público e convoca a sua comunidade acadêmica

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº.040 DE 29 DE SETEMBRO DE 2008

RESOLUÇÃO Nº.040 DE 29 DE SETEMBRO DE 2008 Dispõe sobre regulamentação das Atividades Complementares para o Curso de Bacharelado em Enfermagem da UERR. O PRESIDENTE DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO E REITOR PRO TEMPORE DA, no uso das atribuições de seu

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA DE PÓS-DOUTORADO

PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA DE PÓS-DOUTORADO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FISIOTERAPIA Área de Concentração: Processos de Avaliação e Intervenção em Fisioterapia Via Washington

Leia mais

REGIMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGIMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES FACULDADE MARECHAL RONDON REGIMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES ENFERMAGEM São Manuel 2016 1 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DA FMR As Atividades Complementares, conforme

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - UNIRIO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - UNIRIO RESOLUÇÃO N.o 2628, DE 08 DE SETEMBRO DE 2005 Dispõe sobre a regulamentação das Atividades Complementares nos currículos dos Cursos de Graduação da UNIRIO. o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão, em

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO RESOLUÇÃO DA COMISSÃO DE GRADUAÇÃO Nº XX DE XXXXXX DE XXXX Dispõe sobre normas gerais para as atividades complementares dos cursos de formação interdisciplinar da Universidade Federal do ABC A (CG) da

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática

Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática Faculdade de Física Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática Regulamento Capítulo I Da Atribuição e Organização Geral Art. 1 - O Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÂO CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÂO CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO - DAGA COORDENAÇÃO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Telefone: (41) 3360-4360 Fax: (41) 3360-4360 REGULAMENTO DE

Leia mais

EDITAL 01/2016 - PIBITI /CNPq/UNIVAP

EDITAL 01/2016 - PIBITI /CNPq/UNIVAP UNIVERSIDADE DO VALE DO PARAÍBA INSTITUTO DE PESQUISA & DESENVOLVIMENTO COORDENADORIA DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO (PIBITI) PIBITI /CNPq EDITAL 01/2016 - PIBITI /CNPq/UNIVAP A

Leia mais

EDITAL BOM NEGOCIO PARANÁ 009/2015 BOM NEGÓCIO PARANÁ UNIVERSIDADE SEM FRONTEIRAS 1 DAS VAGAS, DEDICAÇÃO AO PROJETO, VALOR E DURAÇÃO DA BOLSA.

EDITAL BOM NEGOCIO PARANÁ 009/2015 BOM NEGÓCIO PARANÁ UNIVERSIDADE SEM FRONTEIRAS 1 DAS VAGAS, DEDICAÇÃO AO PROJETO, VALOR E DURAÇÃO DA BOLSA. EDITAL BOM NEGOCIO PARANÁ 009/2015 BOM NEGÓCIO PARANÁ UNIVERSIDADE SEM FRONTEIRAS REPUBLICADO EDITAL COM ALTERAÇÕES EM DESTAQUE. A Universidade Estadual do Norte do Paraná, por meio da Pró-Reitoria de

Leia mais

RESOLUÇÃO UnC-CONSEPE 153/2004

RESOLUÇÃO UnC-CONSEPE 153/2004 RESOLUÇÃO UnC-CONSEPE 153/2004 Aprova o Programa de Financiamento da Pesquisa Docente na UnC O Reitor da Universidade do Contestado, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 25 do Estatuto da Universidade

Leia mais

EDITAL Nº 012/2015 - DIRGRAD PROGRAMA DE DUPLA DIPLOMAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL - UTFPR CÂMPUS CAMPO MOURÃO E INSTITUTO POLITÉCNICO DO PORTO - PORTUGAL

EDITAL Nº 012/2015 - DIRGRAD PROGRAMA DE DUPLA DIPLOMAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL - UTFPR CÂMPUS CAMPO MOURÃO E INSTITUTO POLITÉCNICO DO PORTO - PORTUGAL EDITAL Nº 012/2015 - DIRGRAD PROGRAMA DE DUPLA DIPLOMAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL - UTFPR CÂMPUS CAMPO MOURÃO E INSTITUTO POLITÉCNICO DO PORTO - PORTUGAL O Diretor de Graduação e Educação Profissional da Universidade

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL UFRGS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA-PROPESQ. Edital 08/2016

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL UFRGS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA-PROPESQ. Edital 08/2016 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL UFRGS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA-PROPESQ Edital 08/2016 1. Sobre o Programa A Pró-Reitoria de Pesquisa (PROPESQ) lança a 8ª edição do Programa Ciência na Sociedade

Leia mais

CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO R E S O L U Ç Ã O nº. 072/2009 Regulamenta, no âmbito da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA), o serviço de Professor Colaborador Voluntário,

Leia mais

EDITAL No. 418 - PROCESSO DE SELEÇÃO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GEOLOGIA DO QUATERNÁRIO

EDITAL No. 418 - PROCESSO DE SELEÇÃO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GEOLOGIA DO QUATERNÁRIO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GEOLOGIA DO QUATERNÁRIO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO QUINTA DA BOA VISTA S/N. SÃO CRISTÓVÃO CEP 20940-040 RIO DE JANEIRO, RJ BRASIL Tel: (21) 3938-1179 geoquater@mn.ufrj.br

Leia mais

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR PORTARIA Nº 86, DE 3 DE JULHO DE

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR PORTARIA Nº 86, DE 3 DE JULHO DE COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR PORTARIA Nº 86, DE 3 DE JULHO DE 2013 O PRESIDENTE DA COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR - CAPES, no uso das atribuições

Leia mais

EDITAL Nº 01/2015 Processo Seletivo Bolsas CAPES-PROSUP 2015/2

EDITAL Nº 01/2015 Processo Seletivo Bolsas CAPES-PROSUP 2015/2 EDITAL Nº 01/2015 Processo Seletivo Bolsas CAPES-PROSUP 2015/2 Regras para concorrer a bolsas e taxas CAPES- PROSUP 2015/2 1. A Coordenação do Programa de Pós-graduação - Stricto Sensu - em Letras da Universidade

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

REGULAMENTO DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA REGULAMENTO DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA CAPÍTULO I - DOS PRINCÍPIOS Art. 1º. O Programa de Iniciação Científica tem como princípios: a) possibilitar os contatos iniciais

Leia mais

DA REALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

DA REALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DA REALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES As atividades complementares a serem desenvolvidas e suas respectivas cargas horárias são as especificadas do Eixo Temático e Regulamento de Atividades Complementares

Leia mais

CONCURSO 2011 EDITAL 06/2010.

CONCURSO 2011 EDITAL 06/2010. CONCURSO 2011 EDITAL 06/2010. BAREMA PARA AVALIAÇÃO DA PROVA DE TÍTULOS (Conforme Resolução 11/2010, do Conselho Universitário da UFBA) I. TÍTULOS ACADEMICOS N o DE PONTOS 01. Livre docência na área do

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 015/08 CONSUNI

RESOLUÇÃO Nº 015/08 CONSUNI RESOLUÇÃO Nº 015/08 CONSUNI APROVA O REGULAMENTO QUE NORMATIZA AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS. A Presidente do Conselho Universitário CONSUNI do Centro Universitário de Jaraguá

Leia mais

Edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica Júnior BIC Jr. PIBIC/UFRGS - 2015/2016 Educação Básica

Edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica Júnior BIC Jr. PIBIC/UFRGS - 2015/2016 Educação Básica Edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica Júnior BIC Jr. PIBIC/UFRGS - 2015/2016 Educação Básica A Universidade Federal do Rio Grande do Sul, por intermédio da Pró-Reitoria de

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA/FISIOLOGIA VEGETAL

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA/FISIOLOGIA VEGETAL REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA/FISIOLOGIA VEGETAL O Programa de Pós-Graduação em Agronomia, com área de concentração em Fisiologia Vegetal (PPGFV), nos níveis de mestrado e de doutorado,

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSA DE APOIO À PESQUISA E DESENVOLVIMENTO DO INOVA SENAI-PE

PROGRAMA DE BOLSA DE APOIO À PESQUISA E DESENVOLVIMENTO DO INOVA SENAI-PE PROGRAMA DE BOLSA DE APOIO À PESQUISA E DESENVOLVIMENTO DO INOVA SENAI-PE PROGRAMA INSTITUCIONAL PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE APOIO A PESQUISA E DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA INOVA

Leia mais

Edital 01- Inscrição e Seleção à Bolsa de Pós-Doutorado do Programa Nacional de Pósdoutorado

Edital 01- Inscrição e Seleção à Bolsa de Pós-Doutorado do Programa Nacional de Pósdoutorado Edital 01- Inscrição e Seleção à Bolsa de Pós-Doutorado do Programa Nacional de Pósdoutorado CAPES Edital de inscrição e seleção à Bolsa de Pós-doutorado no período de 13 a 25 de maio de 2016, junto ao

Leia mais

REGULAMENTO DE MONITORIA DA AEMS FACULDADES INTEGRADAS DE TRÊS LAGOAS - AEMS

REGULAMENTO DE MONITORIA DA AEMS FACULDADES INTEGRADAS DE TRÊS LAGOAS - AEMS REGULAMENTO DE MONITORIA DA AEMS - AEMS A Faculdades Integradas de Três Lagoas - AEMS, mantida pela Associação de Ensino e Cultura de Mato Grosso do Sul, em respeito aos seus projetos pedagógicos, oferece

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 01, de 07 de outubro de 2015.

RESOLUÇÃO Nº 01, de 07 de outubro de 2015. RESOLUÇÃO Nº 01, de 07 de outubro de 2015. Aprova a Política de Bolsas da FAPESC. O da FAPESC, no uso de das atribuições que lhe confere o artigo 100, inciso IV da Lei Complementar nº 381, de 07 de maio

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS LABORATÓRIO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO EDITAL 001/2016

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS LABORATÓRIO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO EDITAL 001/2016 UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS LABORATÓRIO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO EDITAL 001/2016 Edital de abertura do PROCESSO SELETIVO para o PROGRAMA DE MONITORIA DE GRADUAÇÃO

Leia mais

EDITAL Nº 001/2015. Processo de Seleção de Candidatos à Bolsas de Estudos para Pós-Graduação Lato e Stricto Sensu Especialização, Mestrado

EDITAL Nº 001/2015. Processo de Seleção de Candidatos à Bolsas de Estudos para Pós-Graduação Lato e Stricto Sensu Especialização, Mestrado EDITAL Nº 001/2015 Processo de Seleção de Candidatos à Bolsas de Estudos para Pós-Graduação Lato e Stricto Sensu Especialização, Mestrado A Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas - PROGEPE por meio da Diretoria

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS RESOLUÇÃO Nº. 69 DE 21 DE JUNHO DE 2012. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E CULTURA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS, no uso de suas atribuições legais e considerando o Parecer nº. 32/2012

Leia mais

Fundação Oswaldo Cruz FIOCRUZ Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz - CPqGM Pós-Graduação em Biotecnologia em Saúde e Medicina Investigativa - PGBSMI

Fundação Oswaldo Cruz FIOCRUZ Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz - CPqGM Pós-Graduação em Biotecnologia em Saúde e Medicina Investigativa - PGBSMI PROCESSO SELETIVO - PÓS-DOUTORADO EM BIOTECNOLOGIA EM SAÚDE E MEDICINA INVESTIGATIVA - PNPD/CAPES (PORTARIA Nº 086, DE 03 DE JULHO DE 2013) O Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia e Medicina Investigativa

Leia mais

REGULAMENTO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

REGULAMENTO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO REGULAMENTO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO REGULAMENTO QUE DISPÕE SOBRE AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA/CAMPUS APARECIDA DE GOIÂNIA

Leia mais

REGIMENTO INTERNO SOBRE A ORGANIZAÇÃO DA PESQUISA DO CNM

REGIMENTO INTERNO SOBRE A ORGANIZAÇÃO DA PESQUISA DO CNM 1 REGIMENTO INTERNO SOBRE A ORGANIZAÇÃO DA PESQUISA DO CNM DISPÕE SOBRE A PROPOSIÇÃO, ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO DAS ATIVIDADES DE PESQUISA NO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS DA UNIVERSIDADE FEDERAL

Leia mais

FUNDAÇÃO CARMELITANA MÁRIO PALMÉRIO FACIHUS FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS Educação de qualidade ao seu alcance

FUNDAÇÃO CARMELITANA MÁRIO PALMÉRIO FACIHUS FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS Educação de qualidade ao seu alcance EDITAL DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO A DOCÊNCIA- PIBID/2015 EDITAL Nº 01/2015- SELEÇÃO DE BOLSISTAS SUPERVISORES PARA O PIBID. O Núcleo de Pesquisa da Faculdade de Ciências Humanas e

Leia mais

1. ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO

1. ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS ALEGRETE CURSO DE ENGENHARIA CIVIL 1. ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO Atividades Complementares de Graduação (ACG): constitui parte do Currículo e caracteriza-se

Leia mais

REDE METODISTA DE EDUCAÇÃO DO SUL CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IPA REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO

REDE METODISTA DE EDUCAÇÃO DO SUL CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IPA REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO REDE METODISTA DE EDUCAÇÃO DO SUL CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IPA REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO PORTO ALEGRE 2014 SUMÁRIO CAPÍTULO I DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES E SUAS

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA PARA ASSUNTOS DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA PARA ASSUNTOS DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA PARA ASSUNTOS DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EDITAL PROGRAMA DE AUXÍLIO FINANCEIRO PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS EM EVENTOS CIENTÍFICOS E TECNOLÓGICOS - 2016

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FUNDAÇÃO EDUCIONAL GUAXUPÉ CURSO DE ENGENHARIA CIVIL. Regulamento das Atividades Complementares

CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FUNDAÇÃO EDUCIONAL GUAXUPÉ CURSO DE ENGENHARIA CIVIL. Regulamento das Atividades Complementares CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FUNDAÇÃO EDUCIONAL GUAXUPÉ CURSO DE ENGENHARIA CIVIL Regulamento das s Complementares Capítulo 1 Diretrizes Preliminares Art. 1º As atividades complementares, constantes nas Diretrizes

Leia mais

Programa de Mobilidade Acadêmica Regional para Cursos Acreditados pelo Sistema ARCUSUL - MARCA CONVOCATÓRIA DE SELEÇÃO 2013/02

Programa de Mobilidade Acadêmica Regional para Cursos Acreditados pelo Sistema ARCUSUL - MARCA CONVOCATÓRIA DE SELEÇÃO 2013/02 Programa de Mobilidade Acadêmica Regional para Cursos Acreditados pelo Sistema ARCUSUL - MARCA CONVOCATÓRIA DE SELEÇÃO 2013/02 O Diretor de Relações Internacionais da Universidade Federal de Minas Gerais

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ CONSELHO UNIVERSITÁRIO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ CONSELHO UNIVERSITÁRIO UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº /2014-CONSUN, de de de 2014. Estabelece normas gerais, para a atribuição de carga horária em projetos de pesquisa na Universidade

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Meteorologia Aplicada EDITAL DE SELEÇÃO 2016-2 2016-2

Programa de Pós-Graduação em Meteorologia Aplicada EDITAL DE SELEÇÃO 2016-2 2016-2 Programa de Pós-Graduação em Meteorologia Aplicada EDITAL DE SELEÇÃO 2016-2 EDITAL DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM METEOROLOGIA APLICADA 2016-2 1. Estão abertas as inscrições para o Programa

Leia mais

Edital N.º 001/2016- PPGSOF Boa Vista-RR, 18 de fevereiro de 2016.

Edital N.º 001/2016- PPGSOF Boa Vista-RR, 18 de fevereiro de 2016. Edital N.º 001/2016- PPGSOF Boa Vista-RR, 18 de fevereiro de 2016. DIVULGA O EDITAL PARA O PROCESSO SELETIVO DESTINADO À CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO AOS ALUNOS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SOCIEDADE

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FAMIPAR

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FAMIPAR REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FAMIPAR Artigo 1º - O Programa de Iniciação Científica (PIC/FAMIPAR) tem por finalidade despertar o interesse e incentivar vocações para atividades de pesquisa

Leia mais

Edital 17/2016 PROEX/PROEN, de 10 de setembro de 2016 PROGRAMA ESPECIAL DE BOLSA DE ESTÁGIO EXTRACAMPUS - PROCESSO SELETIVO

Edital 17/2016 PROEX/PROEN, de 10 de setembro de 2016 PROGRAMA ESPECIAL DE BOLSA DE ESTÁGIO EXTRACAMPUS - PROCESSO SELETIVO Edital 17/2016 PROEX/PROEN, de 10 de setembro de 2016 PROGRAMA ESPECIAL DE BOLSA DE ESTÁGIO EXTRACAMPUS - PROCESSO SELETIVO As Pró-Reitorias de Ensino (Proen) e de Extensão (Proex), da Universidade Federal

Leia mais

Formação Complementar

Formação Complementar Formação Complementar Serão consideradas atividades complementares a participação do estudante em atividades tais como: projetos de pesquisa, projetos de extensão, monitorias, participação em congressos,

Leia mais

Anexo 2 Normas de Estágio Curricular do Bacharelado em Sistemas de Informação

Anexo 2 Normas de Estágio Curricular do Bacharelado em Sistemas de Informação Anexo 2 Normas de Estágio Curricular do Aprova as Normas de Estágio Curricular do Bacharelado em Sistemas de Informação, em conformidade com a Lei de Estágio - Lei Federal Nº 11.788 de 25 de setembro de

Leia mais

PROGRAMA DE AUXÍLIO ALIMENTAÇÃO PARA PRÁTICA ESPORTIVA INTRODUÇÃO

PROGRAMA DE AUXÍLIO ALIMENTAÇÃO PARA PRÁTICA ESPORTIVA INTRODUÇÃO PROGRAMA DE AUXÍLIO ALIMENTAÇÃO PARA PRÁTICA ESPORTIVA INTRODUÇÃO O Programa de Auxílio Alimentação para Prática Esportiva foi implantado em caráter experimental, no período de Agosto a Dezembro de 2011,

Leia mais

Resolução N 028/2008-ConEPE-UnP Natal-RN, 11 de setembro de 2008

Resolução N 028/2008-ConEPE-UnP Natal-RN, 11 de setembro de 2008 CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO - ConEPE Resolução N 028/2008-ConEPE-UnP Natal-RN, 11 de setembro de 2008 Aprova o Regulamento do Programa de Bolsas de Iniciação Científica da Universidade Potiguar

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO REGULAMENTO DO TRABALHO DE GRADUAÇÃO CAPÍTULO I DA NATUREZA

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO REGULAMENTO DO TRABALHO DE GRADUAÇÃO CAPÍTULO I DA NATUREZA UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO REGULAMENTO DO TRABALHO DE GRADUAÇÃO CAPÍTULO I DA NATUREZA Art. 1º Este Regulamento estabelece a normatização das disciplinas de

Leia mais

Edital N.º 15/UNOESC-R/2012 Abre processo de seleção de estudantes bolsistas para o Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência Pibid.

Edital N.º 15/UNOESC-R/2012 Abre processo de seleção de estudantes bolsistas para o Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência Pibid. Edital N.º 15/UNOESC-R/2012 Abre processo de seleção de estudantes bolsistas para o Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência Pibid. O Reitor da Universidade do Oeste de Santa Catarina, Prof.

Leia mais

REGIMENTO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMPUTAÇÃO APLICADA

REGIMENTO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMPUTAÇÃO APLICADA REGIMENTO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMPUTAÇÃO APLICADA TÍTULO I - DOS OBJETIVOS E FINALIDADES Art 1º - O Curso de pós-graduação em Computação Aplicada, doravante referido como Curso, mantém programas

Leia mais

Orientações para o Estágio

Orientações para o Estágio Orientações para o Estágio DIREC 2015 Câmpus Guarapuava LEI Nº 11.788, DE 25 DE SETEMBRO DE 2008 Estágio Disponível em: http://www.utfpr.edu.br/estrutura-universitaria/proreitorias/prograd/legislacao/arquivos/lei11788_estagio.pdf

Leia mais

REGULAMENTO COMPLEMENTAR DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA DA FACULDADE SUL BRASIL FASUL

REGULAMENTO COMPLEMENTAR DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA DA FACULDADE SUL BRASIL FASUL REGULAMENTO COMPLEMENTAR DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA DA FACULDADE SUL BRASIL FASUL A política de formação profissional da Faculdade Sul Brasil FASUL, em consonância

Leia mais

Serviço Público Federal Universidade Federal da Bahia Faculdade de Arquitetura Colegiado de Graduação

Serviço Público Federal Universidade Federal da Bahia Faculdade de Arquitetura Colegiado de Graduação Serviço Público Federal RESOLUÇÃO N 01/2012 REGULAMENTA AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES De acordo com as Diretrizes Curriculares explicitadas na Resolução 06/06 as Atividades Complementares passam a fazer

Leia mais

COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO PORTARIA NORMATIVA Nº 03, 19 DE JULHO DE 2013

COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO PORTARIA NORMATIVA Nº 03, 19 DE JULHO DE 2013 COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO PORTARIA NORMATIVA Nº 03, 19 DE JULHO DE 2013 Institui as normas e as atividades aprovadas para o aproveitamento de carga horária para compor Atividades Complementares

Leia mais