Construção civil I Concreto I Aditivos e ligantes

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Construção civil I Concreto I Aditivos e ligantes"

Transcrição

1 CREATING TOMORROW S SOLUTIONS Construção civil I Concreto I Aditivos e ligantes CONCRETO MODIFICADO O QUE IMPORTA É A MISTURA 1

2 2

3 Conteúdo Concreto projetado 4 Projetos de referência 6 Especialistas da WACKER 10 Concreto drenante 12 Whitetopping 14 Elementos pré-moldados de concreto 16 Apresentação geral da WACKER 18 ETONIS A ARTE DA MODIFICAÇÃO Na realidade, o concreto é um material bastante frágil. E por isso é ainda mais surpreendente ver o que se pode fazer hoje com o concreto modificado. Tudo é possível, desde revestimentos impermeáveis de túneis até extravagantes elementos pré-moldados. Expandido os limites Os aditivos e ligantes poliméricos, como o ETONIS da WACKER, abrem novas possibilidades na tecnologia da construção civil. Elementos arquitetônicos pré-fabricados de concreto com perfis fluidos, vias ferroviárias silenciosas para trens expressos interurbanos (ICE) ou concreto projetado com rebote reduzido em até 71% o que até pouco tempo atrás era considerado impensável agora é realidade graças a aditivos e ligantes inovadores. Aproveitando o potencial de economia Apesar de, num primeiro momento, parecer que os concretos modificados com polímero exigem um investimento significativo, frequentemente eles oferecem muitos benefícios quando analisados em contexto mais amplo. Como, por exemplo, na construção de túneis: graças aos aditivos, a quantidade do material necessário e o tempo de obra são reduzidos de maneira mensurável. A vida útil mais longa deste concreto também reduz as despesas subsequentes. Situação similar pode ser observada na construção de estradas: soluções modificadas destinadas à recuperação de estradas, como a técnica de whitetopping, evitam a necessidade de trabalhos caros de reconstrução. Pensando no desenvolvimento sustentável Quando desenvolvemos novos produtos, sempre pensamos na sua pegada de carbono. O uso do concreto modificado com ETONIS reduz a quantidade do cimento usado no canteiro de obras. Desta forma, você ajuda a evitar emissões adicionais de gases do efeito estufa. Quando usado no concreto projetado, o ETONIS também é capaz de reduzir em dois terços a quantidade de rebote que precisa ser descartado. São resíduos que não queremos deixar para as gerações futuras. Estamos ao seu dispor para fornecer mais informações sobre este tema como, por exemplo, publicações científicas. Entre em contato conosco: Klaus Bonin Técnico de Aplicações Tel Nikolaus Bucksch Gerente de Desenvolvimento Tel André Nagamine Técnico de Aplicações Tel Faça a escolha certa! A WACKER é uma das empresas químicas líderes com maior volume de pesquisas no mundo. Com nosso portfólio inigualável de produtos à base de silicone e de polímero e nosso amplo serviço, somos há décadas um dos parceiros determinantes da indústria da construção civil. Encontre mais informações em ETONIS é uma marca registrada da Wacker Chemie AG. 3

4 ETONIS NO CONCRETO PROJETADO: ASPECTOS TÉCNICOS Os aditivos poliméricos da marca ETO- NIS têm efeito positivo duplo sobre o concreto projetado: eles mudam o comportamento do concreto fresco e melhoram as qualidades do concreto curado. Bombeabilidade melhorada A adição do ETONIS reduz a pressão de bombeamento exigida, garantindo que o concreto possa ser transportado por mangueiras e máquinas e ao mesmo tempo evitando ou reduzindo o risco de obstruções e, com isso, reduzindo também o risco de paradas durante a escavação ou o escoramento do túnel. Melhor aderência O concreto modificado com ETONIS apresenta valores mais altos de viscosidade e de aderência do que o concreto não modificado. Ele também adere a superfícies lisas, como as metálicas, e a substratos úmidos. Não sofrem deslizamento, mesmo quando é feita a aplicação de camadas de mais de 10 centímetros de espessura. Alta elasticidade Os concretos aditivados com ETONIS apresentam baixo módulo de elasticidade e alta resistência à compressão. A elasticidade melhorada traz benefícios quando é importante absorver carga térmica, vibrações e pressão. Excelente compactação O concreto projetado modificado com ETONIS tem baixa propensão a fissuras, o que aumenta a impermeabilidade do revestimento de concreto. Durabilidade elevada A modificação de capas de concreto com ETONIS aumenta de forma significativa a vida útil destes elementos e eleva sua resistência à carga mecânica (túneis de pressão). Boa resistência contra lençol freático agressivo A água do lençol freático carrega sais, como cloretos e sulfatos. O ETONIS atua como barreira protetora no concreto contra estas substâncias agressivas. Mais informações? Também foram feitos experimentos in loco para testar as qualidades do concreto fresco e as qualidades do concreto projetado modificado aplicado com relação ao desenvolvimento da resistência inicial, deformação, aderência, impermeabilidade e resistência à abrasão. Teremos prazer em enviar os resultados para você. 4

5 ASPECTOS ECONÔMICOS Testes confirmam a redução do rebote durante a projeção por via úmida Referência mistura de polímero de 10% 5 9 mistura de polímero de 7,5% mistura de polímero de 5% mistura de polímero de 4,2 3,3% mistura de polímero de 2,5% mistura de polímero de 1,7% Rebote medido A quantidade de rebote foi reduzida em comparação à fórmula de referência Experimentos realizados com 15 fórmulas diferentes mostram como o rebote pode ser reduzido de forma significativa com o uso do ETONIS (líquido/sólido) em até 71%. O ETONIS confere ao concreto projetado qualidades positivas que realmente valem a pena. Começando no canteiro de obras. O que realmente distingue o concreto projetado aditivado com ETONIS é o fato de ele aderir muito bem a substratos difíceis como, por exemplo, superfícies rochosas úmidas. Esta característica reduz significativamente o rebote o concreto que cai no chão das paredes do túnel. Dependendo da quantidade relativa de polímero, da mistura de concreto e da técnica de projeção utilizada, o ETONIS reduz frequentemente o rebote em mais da metade. Em casos específicos, foi medida uma redução do rebote de até 71%. Isso é extremamente útil: menor quantidade de material e tempo de aplicação mais curto menor quantidade de resíduos de materiais e custos mais baixos de descarte intervalos mais longos de manutenção impacto ambiental reduzido Adequado para todas as situações O concreto modificado com ETONIS é ideal para a projeção de alta potência por via úmida e também para a projeção por via seca em áreas de difícil acesso. Para a técnica de projeção por via úmida, o aditivo é adicionado ao concreto durante a fabricação. Para a projeção por via seca, o ETONIS é adicionado em pó à mistura seca ou sob a forma de dispersão durante o processamento. Mais informações? Foram realizados amplos estudos em escala de 1:1 sobre a redução do rebote. Teremos prazer em enviar estes estudos, se desejar. 5

6 MINA DE SAL DE STETTEN, ALEMANHA: O LENÇOL FREÁTICO NÃO TEM A MENOR CHANCE DE PASSAR Dois anos após a construção do Túnel Clara na mina de sal de Stetten, uma inspeção mostrou que as paredes do túnel que tinham sido revestidas com concreto projetado modificado ainda estavam secas. O mundo subterrâneo da mina de sal de Stetten cobre uma área de dez quilômetros quadrados. Por questões de logística, o Túnel Clara uma nova via de acesso à mina de sal foi construído em Para poder alcançar o sal, os construtores do túnel tiveram que perfurar e detonar camadas impermeáveis de rocha. Infelizmente, eles alcançaram o lençol freático. Para os geólogos, isso não é raro. No entanto, para aqueles que aplicavam o concreto, esse fato criou um desafio. O concreto fresco não adere bem a paredes úmidas. A solução foi fazer a modificação do concreto. O Túnel Clara sem concreto projetado modificado com polímero: o revestimento de concreto apresenta marcas visíveis de água. Selagem com ETONIS Concreto projetado aditivado com 10% de ETONIS foi usado em áreas com infiltração de água. A vantagem do concreto modificado é que ele apresenta valores mais altos de viscosidade e de aderência do que o material não modificado. Ele é capaz de aderir a paredes úmidas do túnel aberto recentemente na rocha. Como se constatou durante uma inspeção realizada cerca de dois anos mais tarde, as paredes do túnel revestidas com concreto modificado com polímero ainda estavam secas. Nas áreas onde fora aplicada a mistura padrão, a água penetrara em determinados pontos que são facilmente reconhecidos pelas manchas brancas (ver imagens). 430 m 470 m Como parte dos trabalhos de reparo, foi feita a aplicação de concreto projetado não modificado e também de concreto projetado modificado para fins comparativos. O concreto não modificado entre os metros 430 e 470 apresenta graves danos produzidos pela água. Após o metro 470: o revestimento do túnel modificado com ETONIS está seco. 6

7 O CANAL DO RIO ISAR PERTO DE MUNIQUE: PREENCHIMENTO DE FISSURAS COM CONCRETO PROJETADO O Canal do Rio Isar perto de Munique envelheceu. Apesar de o concreto envelhecido ainda estar em boas condições, o canal apresentava fissuras em muitos pontos. Era necessário fazer trabalhos de reparo para evitar o surgimento de danos maiores produzidos pelos ciclos de gelo e degelo. Após a realização de testes de campo com vários sistemas, foi selecionado o concreto projetado modificado. Constatou-se que a projeção por via seca era a melhor escolha do ponto de vista econômico, já que era preciso reabilitar apenas áreas comparativamente pequenas em uma extensão de 30 quilômetros. O aditivo já está misturado na argamassa seca tipo "dry mix". Basta apenas adicionar água à mistura seca perto do bico de aplicação. No sentido de garantir a selagem de boa qualidade, os engenheiros trabalham com adição de 5% de ETONIS. Graças à sua consistência viscosa, o concreto modificado adere bem até mesmo às paredes úmidas do canal. Apesar de o concreto antigo ainda estar em boas condições, várias áreas do canal apresentavam danos. Mangoteiro aplicando concreto projetado modificado com polímero. 7

8 A USINA DE ARMAZENAMENTO BOMBEADO DE HINTERMUHR, ÁUSTRIA: REPARO EM TEMPO RECORDE Lago Rotgüldensee - a área de armazenamento m m Túnel de pressão superior Túnel de pressão inferior Rio Mura 1.124,3 m O túnel de pressão passa por dentro da montanha e tem diâmetro de apenas 4 metros. Por isso, a única opção viável era a projeção por via seca. Ao mesmo tempo, o transporte de remoção dos resíduos dentro deste espaço confinado tornou-se um grande problema. 8

9 A usina de armazenamento bombeado de Hintermuhr na região de Hohe Tauern, na Áustria, fornece energia com segurança em épocas de grande demanda. Ela também evita a inundação das cidades situadas na parte baixa. Em 2009, foi registrada perda de água no túnel de pressão, o que significava que era necessário fazer o reparo rapidamente a neve começaria a derreter em breve. A função primária da usina elétrica de Hintermuhr é servir de depósito. Quando o consumo é baixo, a água é bombeada para o Rotgu ldensee (1733 m), um lago situado em uma área elevada, para que ela esteja disponível para a geração de energia elétrica quando a demanda aumenta. Em 2009, foi registrada perda de água no túnel de pressão e a injeção de cimento não resolveu o problema. Isso significava que chegara a hora de fazer trabalhos de reparo. Para isso, o túnel de pressão foi drenado e seco. Devido às condições de confinamento no interior do túnel, o concreto projetado por via seca era a única opção viável. Redução de 50% no rebote A selagem tinha que ser impermeável e por isso resolveu-se aditivar o concreto com 7,5% de ETONIS. Isso também teria a vantagem de reduzir o rebote em aproximadamente 50%. A economia foi de 156 toneladas métricas de concreto em relação ao valor calculado. Para o transporte de resíduos, apenas 152 horas foram necessárias no lugar do total esperado de 308. Graças a esse fato, os trabalhos de reparo foram concluídos antes que a neve começasse a derreter. Foram realizados testes in loco para avaliar a redução do rebote. Acima: concreto não modificado. Abaixo: fórmula com 10% de ETONIS. A menor quantidade de rebote acumulado é claramente visível. Comparação entre o total de horas de trabalho calculado e real e a quantidade do material necessário Quantidade do material necessário Rebote Concreto projetado não modificado 518 toneladas métricas 308 toneladas métricas Concreto projetado modificado com polímero Economia 362 toneladas métricas 156 toneladas métricas 152 toneladas métricas 156 toneladas métricas Tempo de aplicação horas horas 31.2 horas 5 toneladas métricas/hr Transporte de resíduos 308 horas 152 horas 156 horas de material 1 tonelada/hr Σ horas de trabalho 412 horas 224 horas 188 horas O concreto projetado modificado foi aplicado em apenas 224 horas de trabalho. Isso reduziu o tempo de obra em 188 horas, ou em 45%, em comparação ao concreto não modificado. A principal razão foi a diminuição significativa do rebote. 9

10 OS ESPECIALISTAS DA WACKER: SEMPRE AO SEU LADO Aderência, trabalhabilidade, resistência à compressão, permeabilidade os critérios para o concreto projetado modificado variam de acordo com o projeto de construção. Para garantir que o concreto atenda os requisitos específicos, participamos do projeto desde seu início. O concreto projetado modificado abre novas possibilidades técnicas. No entanto, esta afirmação só é verdadeira se a mistura de cimento, aditivos e água estiver certa. Para assegurar isso, realizamos com antecedência testes em cooperação com o cliente para determinar a fórmula ideal e testamos constantemente a qualidade do concreto durante a fase de construção. Através do uso de procedimentos padronizados de teste, avaliamos as características do material como, por exemplo, a resistência à compressão e a impermeabilidade. Testes adicionais De acordo com os requisitos, nosso laboratório também avalia o concreto em relação a outros critérios. Seguimos todos os padrões e regulamentos aplicáveis para o cliente. Desde a instalação do equipamento para a realização dos testes necessários no canteiro de obras até o solucionamento de problemas, os especialistas da WACKER participam de cada fase do projeto em todo o mundo. Neste exemplo, uma amostra é retirada da caixa de projeção para a realização de testes em laboratório da WACKER. Teste da resistência à compressão Se o cliente o desejar, assumimos todo o processo de avaliação desde a retirada de amostras no local até a realização de testes padronizados no nosso laboratório. Teste de impermeabilidade à água O mesmo é válido para a impermeabilidade. Se for necessário o uso de concreto projetado impermeável, avaliamos regularmente o valor de permeabilidade da água em um equipamento de teste de permeabilidade da água. Teste do valor da permeabilidade da água em amostra colocada sobre anel de borracha. 10

11 O técnico de aplicações Klaus Bonin testa a resistência à compressão da amostra na prensa de compressão. 11

12 Os revestimentos de pistas feitos de concreto drenante modificado evitam a hidroplanagem e a produção de jatos de água que atrapalham a visão. Via de concreto de teste concluída. Imagem: Dyckerhoff CONCRETO: ABSORVE O SOM E A ÁGUA DE FORMA ESPETACULAR Uma via de concreto que possibilita que milhares de litros de água escoem em apenas alguns minutos? Estradas que reduzem o ruído dos pneus em 50%? As duas coisas são possíveis com o novo aditivo polimérico ETONIS. Concreto drenante de segunda geração O concreto drenante vem sendo usado nos EUA desde a década de 70. No entanto, até agora este material não era resistente o suficiente para enfrentar o tráfego pesado nas estradas alemães e os muitos ciclos de gelo e degelo. Mas agora um novo desenvolvimento importante, à base do aditivo ETONIS, tornou o mercado de concreto drenante novamente atraente. Este concreto drenante modificado com polímero de segunda geração é altamente resistente à carga mecânica. Ele possui módulo de elasticidade significativamente mais baixo e resistência às variações climáticas. O risco é provocado pela superfície selada da pista que acumula água. O concreto drenante atua de maneira completamente diferente. Ele permite que a água da chuva escoe pela pista. Não há risco de a visão ser encoberta por jatos de água e nem perigo de hidroplanagem. Ruas em áreas residenciais, ciclovias e estacionamentos também podem se beneficiar desta nova tecnologia de concreto. Devido ao fato de as superfícies já não estarem completamente seladas, o risco de inundação é reduzido. A agência federal alemã de rodovias deseja testar este novo concreto poroso por causa das suas características promissoras. A estrutura porosa cria estradas sem selagem Concreto drenante modificado com polímero O truque do ETONIS Ao contrário do concreto não poroso, o concreto drenante modificado contém poros. É preciso usar agregados com diâmetro de 5 a 8 mm para que seja possível formar espaços entre eles. Isto faz com que o concreto seja permeável à água, mas incapaz de resistir à carga durante espaço prolongado de tempo. Estas duas qualidades são, claro, essenciais para a construção de estradas. O truque é adicionar o aditivo ETONIS. A pasta cimentícia modificada com polímero adere bem os agregados uns aos outros, mas não preenche o espaço entre eles. Concreto normal, não poroso Ausência de selagem no concreto aumenta a segurança Chuvas pesadas não apenas representam perigo em áreas urbanas densamente povoadas elas também podem rapidamente se tornar um risco de segurança em rodovias durante chuvas torrenciais. A água escorre pelos poros no concreto e escoa. No concreto normal, a água acumula-se na superfície e escoa lentamente. 12

13 Um silenciador eficaz Um número cada vez maior de pessoas sofre com os efeitos do ruído de trânsito. O concreto drenante reduz o nível de ruído em média de 5 db(a). Para o ouvido humano, este valor equivale a uma redução de 50% de ruído. O ruído dos pneus sobre a pista é o primeiro alvo de medidas de redução sonora. A uma velocidade de 50 km/h ou mais, este ruído é muito superior àquele produzido pelo motor. A solução convencional é o uso de asfalto ou asfalto poroso. No entanto, a desvantagem desta solução é que o material do pavimento fabricado à base de betume amolece com as temperaturas de verão. Os poros colam uns nos outros e o asfalto perde suas propriedades silenciosas após apenas alguns anos. Além disso, o asfalto poroso não tem vida útil suficiente. O projeto Urban Track da UE: comparação entre silenciadores para vias ferroviárias LAeq.Tp [db(a) ref. 2e-5Pa] , Trecho de referência: 77.5 db(a) Camada de borracha porosa: 73.9 db(a) Camada de grama sintética: 74.8 db(a) /3 da frequência de oitava média [Hz] Concreto drenante: 72.4 db(a) Grama sobre camada de borracha: 72.6 db(a) Fonte: Schreiter, IASP, Humboldt University Berlin, Urban Track project, Brussels, Belgium Estradas com pistas à base de concreto poroso, ao contrário, duram muito mais. Altas temperaturas externas não afetam as propriedades silenciosas do concreto. O som flui sem obstáculos através da camada superior porosa e entra nos poros do concreto. Afinal, são estes poros que reduzem a compressão do ar entre os pneus e a pista de rolamento, que é a fonte do zumbido que ouviríamos em caso contrário. O futuro do concreto poroso como silenciador parece muito promissor e isso também é válido para o tráfego ferroviário. A WACKER e a HeidelbergCement já testaram com sucesso esta aplicação específica em Como parte do projeto de pesquisa Urban Track da UE, o concreto drenante foi aplicado entre trilhos de trens. O resultado mostrou que a superfície porosa de rolamento absorveu mais do que 5 db(a). Concreto drenante em túneis Um regulamento de segurança europeu determina que túneis ferroviários novos devem fornecer acesso fácil para veículos de socorro e caminhões do corpo de bombeiros. Por esta razão, a companhia ferroviária alemã Deutsche Bahn teve que reformar muitos túneis. O concreto drenante modificado com polímero é o material ideal para estes trabalhos de reforma. Enquanto o concreto normal possui uma superfície selada, a superfície de concreto drenante é permeável, evitando a formação de bolsões de água estagnada no túnel. O primeiro túnel da Deutsche Bahn já foi reformado. Ele agora possui uma superfície de concreto drenante de 16 cm de espessura ao longo dos trilhos e entre eles. Estes trechos de concreto permitem a movimentação rápida dos veículos pelo túnel em caso de emergência. Já que a primeira reforma foi tão fácil, a Deutsche Bahn está planejando a construção de vias de concreto drenante em outros túneis. Além disso, a empresa está analisando a possibilidade de usar o concreto drenante como silenciador em vias ferroviárias dos trens expressos interurbanos. 13

14 WHITETOPPING: FREANDO OS CUSTOS NA CONSTRUÇÃO DE ESTRADAS 14

15 As estradas são as linhas vitais da nossa economia global. A sua manutenção consome bilhões de dólares a cada ano. Em lugar de substituir completamente a estrada, uma alternativa com eficiência de custos é cobrir a estrada existente com uma fina capa de concreto, o chamado whitetopping. Construção esquemática do whitetopping (concreto sobre asfalto) Via de asfalto degradada Whitetopping Superfície de asfalto fresada e preparada Combinação de concreto e asfalto O whitetopping reúne as vantagens do concreto e do asfalto, dois materiais de construção muito diferentes. O material deteriorado da superfície de asfalto é fresado na profundidade necessária e, em seguida, coberto com uma fina capa de concreto. Esta combinação de concreto modificado e camadas de asfalto confere à via a capacidade de carga exigida. A modificação reduz o módulo de elasticidade do concreto, tornando-o mais flexível o que significa que ele não trinca facilmente. A vantagem é que o número necessário de juntas é mais baixo. A superfície da via torna-se muito mais resistente a cargas mecânicas e ao desgaste. Resultados positivos no mundo inteiro Nos EUA, o berço do whitetopping, esta técnica vem sendo usada há décadas. Os melhores resultados foram alcançados na reabilitação de camadas de asfalto deformadas com pequeno dano estrutural como, por exemplo, sulcos e deformações. Aplicações típicas desta técnica são também a reabilitação de cruzamentos, rotatórias, trevos e paradas de ônibus. As superfícies com whitetopping têm vida útil de aproximadamente 30 anos, com base na experiência acumulada nos EUA. Agora, o whitetopping também está se tornando popular na Alemanha. Várias rampas de acesso a rodovias do país já foram reabilitadas com o whitetopping. Além disso, um número cada vez maior de empresas está usando esta técnica para diminuir os custos de recuperação de vias de acesso às suas unidades fabris e de outras áreas de infraestrutura. Cura rápida para o problema do concreto A superfície de concreto da pista da rodovia nacional B56 perto de Du ren, no oeste da Alemanha, estava afetada por danos provocados por reações álcali-agregadas. A superfície da via tinha que ser substituída. O uso da técnica de whitetopping em adicionar uma capa de concreto foi a solução econômica ideal. Para unir as duas camadas o concreto antigo e a camada de whitetopping com flexibilidade, foi aplicada uma ponte adesiva à base do ETONIS. Além disso, foi adicionado concreto modificado com ETONIS, que possui maior flexibilidade e maior resistência. 15

16 16

17 EXPANDINDO OS LIMITES DA VIABILIDADE Como construir um edifício cuja forma lembra a fluidez da água? Como é possível conferir ao concreto propriedades resistentes ao gelo? A resposta são os concretos especiais criados com ETONIS. A arquiteta Zaha Hadid é famosa por criar designs que colocam desafios sem precedentes aos engenheiros. Para a Roca Gallery em Londres, o desafio surgiu por causa dos perfis extremamente fluidos dos elementos arquitetônicos de concreto. Modificação deixa o concreto flexível Muitas empresas logo recusaram o trabalho. A empresa B & T (Bau & Technologie), porém, resolveu enfrentar o desafio. Para fazer com que os elementos de concreto ficassem o mais leve possível, os técnicos da empresa de fabricação de concreto pré-moldado desenvolveram um compósito com núcleo de alumínio em forma de favo. O ETONIS foi um dos componentes principais. Ele possibilitou a modificação do concreto para que este pudesse aderir bem ao alumínio, com alta flexibilidade e boa resistência à flexão. Concreto como material de construção de longa durabilidade Menos espetacular, mas mesmo assim um enorme desafio em certos casos a formulação de concreto durável. Uma das últimas inovações é a modificação do concreto com propriedades resistentes ao gelo, que pode ser usado para estruturas de pontes e estacionamentos. O ETONIS não apenas torna o concreto mais resistente ao gelo e ao sal de degelo, mas também confere a flexibilidade necessária para evitar o surgimento de fissuras. Podcast sobre a Roca London Gallery Ouça o nosso podcast de 30 de maio de 2012, Inspired by Water, Created with Concrete, (Inspirada na água, criada com concreto) sobre a construção da Roca London Gallery: podcast Soluções para a recuperação de concreto O tráfego, o tempo, o sal de degelo, o gelo o concreto também envelhece. Produtos de alta qualidade sozinhos não produzem a recuperação desejada, o respectivo knowhow também é necessário. Somos um dos poucos fabricantes das áreas da química de silicone e de polímero. Consulte nossa grande variedade de soluções de recuperação de concreto em ou 17

18 Aderência Impermeabilização Hidrofugação Aspecto visual Isolamento Faça a escolha certa! A WACKER é excelente parceiro comercial da indústria da construção civil há décadas. Líder mundial de ligantes poliméricos usados em aplicações da construção civil Um dos maiores fabricantes de silicone do mundo Prestador de serviços com vasta rede de especialistas locais, centros técnicos e treinamentos em nossa WACKER ACADEMY adaptados a cada região Nossa vasta linha de produtos e nosso amplo know-how de química orgânica e inorgânica da construção civil são únicas no mercado e, com isso, podemos recomendar para você soluções ideais e tecnologicamente independentes. Informações mais detalhadas encontram-se em

19 Rede de competência e de serviço em cinco continentes Unidades fabris, distribuidoras e 20 centros técnicos garantem a nossa presença local no mundo inteiro. A WACKER é uma empresa química líder mundial com as mais intensas atividades de pesquisa e um volume de negócios de 4,63 bilhões de. A nossa gama de produtos abrange desde silicones, ligantes e aditivos poliméricos para diversos ramos industriais até agentes farmacêuticos de produção biotecnológica e silício ultrapuro para semicondutores e aplicações da tecnologia solar voltaica. Como empresa líder no fornecimento de tecnologia e focada na sustentabilidade, promovemos produtos e ideias que oferecem um alto potencial de criação de valor para garantir que as gerações atuais e futuras tenham uma melhor qualidade de vida baseada na eficiência energética e na proteção do clima e do meio ambiente. Com uma rede global de cinco divisões de negócios, operamos hoje 24 unidades fabris no mundo inteiro. Com subsidiárias e distribuidoras em 29 países, a WACKER está presente na América, na Ásia, na Austrália e na Europa. Como parceiro confiável para a inovação, a WACKER desenvolve, com aproximadamente colaboradores, soluções voltadas para o futuro, para os clientes e em cooperação com eles, ajudando-os a promover ainda mais o seu êxito comercial. Especialistas locais nos nossos Centros Técnicos prestam suporte a clientes do mundo inteiro no desenvolvimento de produtos destinados a satisfazer as demandas locais, auxiliando-os durante todo o complexo processo de produção, se necessário. WACKER-E-Solutions são serviços online prestados através do nosso portal de clientes e como solução integrada do processo. Para os nossos clientes e parceiros comerciais, isto significa ter acesso a amplas informações e serviços confiáveis que garantem um processamento rápido, seguro e altamente eficaz de pedidos e projetos. Visite-nos a qualquer momento no site: todos os números se referem ao ano de 2012.

20 Wacker Chemie AG Hanns-Seidel-Platz Mu nchen, Germany Telefone: +49 (89) Wacker Química do Brasil Ltda. Rua Municipal, Jd. Alvorada Jandira, São Paulo, Brasil Telefone: pt/04.14 Os dados apresentados neste prospecto baseiam-se no estado atual dos nossos conhecimentos. No entanto, eles não desobrigam o usuário de verificar cuidadosamente e de imediato todas as entregas recebidas. Reservamo-nos o direito de alterar as características do produto para acompanhar o progresso tecnológico ou possibilitar novos desenvolvimentos. As recomendações feitas neste prospecto devem ser verificadas através de testes preliminares devido a condições de processamento que não podemos influenciar, principalmente se também forem utilizadas matérias-primas de outras empresas. As informações fornecidas pela nossa empresa não desobrigam o usuário do dever de verificar se há perigo de infringir direitos de terceiros e, se necessário, esclarecer a sua posição. Recomendações de uso não constituem uma garantia, quer expressa ou implícita, da adequação ou da adaptação do produto para um fim particular. O conteúdo deste prospecto é dirigido, igualmente, a pessoas de ambos os sexos. Com o intuito de facilitar a leitura, optamos por utilizar a forma masculina (como, por exemplo, o cliente, o colaborador).

CREATING TOMORROW S SOLUTIONS CONSTRUÇÃO CIVIL I PRODUTOS E APLICAÇÕES SILRES BS SEU ESPECIALISTA EM HIDROFOBICIDADE

CREATING TOMORROW S SOLUTIONS CONSTRUÇÃO CIVIL I PRODUTOS E APLICAÇÕES SILRES BS SEU ESPECIALISTA EM HIDROFOBICIDADE CREATING TOMORROW S SOLUTIONS CONSTRUÇÃO CIVIL I PRODUTOS E APLICAÇÕES SEU ESPECIALISTA EM HIDROFOBICIDADE PRESERVANDO MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO CARACTERÍSTICAS PROTETORAS A marca da WACKER baseada em silicones

Leia mais

MUDE PARA AS DISPERSÕES DE VAE. A melhor tecnologia para os revestimentos de amanhã

MUDE PARA AS DISPERSÕES DE VAE. A melhor tecnologia para os revestimentos de amanhã CREATING TOMORROW S SOLUTIONS REVESTIMENTOS I AMÉRICA LATINA I VISÃO GERAL DOS PRODUTOS DISPERSÕES MUDE PARA AS DISPERSÕES DE VAE A melhor tecnologia para os revestimentos de amanhã MUDE PARA CRESCER NO

Leia mais

COMUNICADO À IMPRENSA

COMUNICADO À IMPRENSA Wacker Química do Brasil Ltda. R. Municipal, 325 Jd. Alvorada 06612-060 - Jandira, SP, Brasil www.wacker.com COMUNICADO À IMPRENSA Número 03 Concrete Show South America 2014: A WACKER apresenta novo polímero

Leia mais

AULA 4 AGLOMERANTES continuação

AULA 4 AGLOMERANTES continuação AULA 4 AGLOMERANTES continuação Disciplina: Materiais de Construção I Professora: Dra. Carmeane Effting 1 o semestre 2014 Centro de Ciências Tecnológicas Departamento de Engenharia Civil ASFALTOS Pavimento

Leia mais

CRIANDO RECURSOS NA WACKER ACADEMY CREATING TOMORROW S SOLUTIONS

CRIANDO RECURSOS NA WACKER ACADEMY CREATING TOMORROW S SOLUTIONS CRIANDO RECURSOS NA WACKER ACADEMY CREATING TOMORROW S SOLUTIONS 2012 Seul 2011 Allentown 2011 Adrian 2010 Dubai 2010 São Paulo 2010 Cingapura 2009 Mumbai 2008 Moscou 2007 Pequim 2007 Burghausen Desde

Leia mais

comercial@ecofirma.com.br

comercial@ecofirma.com.br Sede Av. Atlântica, 1021 Sala 2 - Jardim Atlântico Florianópolis/SC CEP: 88095-701. tel. (48) 3346-7070 comercial@ecofirma.com.br www.ecofirma.com.br/ 1 RESUMO: 1 - IMPERMEABILIZAÇÃO / REABILITAÇÃO DE

Leia mais

PREPARANDO O FUTURO COM DISPERSÕES VINNAPAS E VINNOL PARA TINTAS E REVESTIMENTOS REVESTIMENTOS ARQUITETÔNICOS I LIGANTES POLIMÉRICOS I AMÉRICA

PREPARANDO O FUTURO COM DISPERSÕES VINNAPAS E VINNOL PARA TINTAS E REVESTIMENTOS REVESTIMENTOS ARQUITETÔNICOS I LIGANTES POLIMÉRICOS I AMÉRICA REATING TOMORROW S SOLUTIONS REVESTIMENTOS ARQUITETÔNIOS I LIGANTES POLIMÉRIOS I AMÉRIA PREPARANDO O FUTURO OM DISPERSÕES VINNAPAS E VINNOL PARA TINTAS E REVESTIMENTOS MUDE PARA AS DISPERSÕES DE VAE VINNAPAS

Leia mais

Materiais de Construção AGREGADOS NA CONSTRUÇÃO CIVIL

Materiais de Construção AGREGADOS NA CONSTRUÇÃO CIVIL Materiais de Construção AGREGADOS NA CONSTRUÇÃO CIVIL Agregados para concreto Os agregados constituem um componente importante no concreto, contribuindo com cerca de 80% do peso e 20% do custo de concreto

Leia mais

SISTEMAS DE IMPERMEABILIZAÇÃO. Autor: João Duarte Guimarães Filho

SISTEMAS DE IMPERMEABILIZAÇÃO. Autor: João Duarte Guimarães Filho SISTEMAS DE IMPERMEABILIZAÇÃO Autor: João Duarte Guimarães Filho Nos últimos 40 anos temos realizado algumas intervenções para evitar gotejamento de águas e saturação dos sistemas de ventilação e iluminação

Leia mais

Estruturas de Saneamento. Soluções para impermeabilização e proteção de estruturas que armazenam água e efluentes

Estruturas de Saneamento. Soluções para impermeabilização e proteção de estruturas que armazenam água e efluentes Estruturas de Saneamento Soluções para impermeabilização e proteção de estruturas que armazenam água e efluentes SUMÁRIO Zentrifix Elastic pág. 7-8 MC-RIM pág. 9-10 Xypex pág. 11-12 MC-DUR 1100 Diffusion

Leia mais

CONSTRUÇÕES RURAIS: MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO. Vandoir Holtz 1

CONSTRUÇÕES RURAIS: MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO. Vandoir Holtz 1 Vandoir Holtz 1 ARGAMASSA Classificação das argamassas: Segundo o emprego: Argamassas para assentamento de alvenarias. Argamassas para revestimentos; Argamassas para pisos; Argamassas para injeções. DOSAGEM

Leia mais

APLICAÇÃO DO GEOTÊXTIL BIDIM NO RECAPEAMENTO ASFÁLTICO DA AVENIDA ÁGUA VERDE CURITIBA PR

APLICAÇÃO DO GEOTÊXTIL BIDIM NO RECAPEAMENTO ASFÁLTICO DA AVENIDA ÁGUA VERDE CURITIBA PR APLICAÇÃO DO GEOTÊXTIL BIDIM NO RECAPEAMENTO ASFÁLTICO DA AVENIDA ÁGUA VERDE CURITIBA PR Autor: Departamento Técnico - Atividade Bidim Colaboração: Eng. André Fanaya SETEMBRO 1997 Revisado JANEIRO 2011-

Leia mais

Novas Tecnologias em Cimentos para Construção e Reparos de Pisos Industriais

Novas Tecnologias em Cimentos para Construção e Reparos de Pisos Industriais HOLCIM (BRASIL) S/A Novas Tecnologias em Cimentos para Construção e Reparos de Pisos Industriais Eng. JOSÉ VANDERLEI DE ABREU Patologias Comuns em Pisos Patologias pisos industriais com problemas superficiais

Leia mais

BETUMES ELASTER CONSTRUINDO AS ESTRADAS DO FUTURO

BETUMES ELASTER CONSTRUINDO AS ESTRADAS DO FUTURO BETUMES ELASTER CONSTRUINDO AS ESTRADAS DO FUTURO ELASTER GAMA DE BETUMES MODIFICADOS COM POLÍMEROS DA CEPSA, OBTIDOS ATRAVÉS DE REAÇÃO QUÍMICA A gama ELASTER inclui todos os betumes modificados com polímeros

Leia mais

TIPOS DE REVESTIMENTOS ASFÁLTICOS

TIPOS DE REVESTIMENTOS ASFÁLTICOS TIPOS DE REVESTIMENTOS ASFÁLTICOS Introdução Tipos de revestimentos asfálticos 2 Introdução Revestimento: Camada destinada a receber a carga dos veículos e da ação climática Composição de agregados + ligante

Leia mais

BETUME BORRACHA. Pedro Seixas, PROBIGALP. Luís Gomes, MOTA-ENGIL. Susana Maricato, GALP ENERGIA

BETUME BORRACHA. Pedro Seixas, PROBIGALP. Luís Gomes, MOTA-ENGIL. Susana Maricato, GALP ENERGIA BETUME BORRACHA Pedro Seixas, PROBIGALP Luís Gomes, MOTA-ENGIL Susana Maricato, GALP ENERGIA Princípios gerais Construir Estradas de altas prestações; Colaborar na protecção do meio ambiente. Ecoeficácia

Leia mais

Innovation in Building Chemicals

Innovation in Building Chemicals Innovation in Building Chemicals MC-Bauchemie Soluções inovadoras em produtos químicos para construção A MC-Bauchemie Brasil, subsidiária do grupo multinacional alemão MC-Bauchemie, possui mais de 50 anos

Leia mais

PROPRIEDADES DO CONCRETO FRESCO E ENDURECIDO MCC2001 AULA 2 e 3

PROPRIEDADES DO CONCRETO FRESCO E ENDURECIDO MCC2001 AULA 2 e 3 PROPRIEDADES DO CONCRETO FRESCO E ENDURECIDO MCC2001 AULA 2 e 3 Disciplina: Materiais de Construção II Professora: Dr. a Carmeane Effting 1 o semestre 2014 Centro de Ciências Tecnológicas Departamento

Leia mais

Concreto Convencional

Concreto Convencional TIPOS DE CONCRETO Concreto Convencional Pode-se dizer que o Concreto Convencional é aquele sem qualquer característica especial e que é utilizado no dia a dia da construção civil. Seu abatimento (Slump)

Leia mais

Construção. Adesivo epóxi de baixa viscosidade para reparos e injeção em trincas e fissuras estruturais no concreto. Descrição do produto

Construção. Adesivo epóxi de baixa viscosidade para reparos e injeção em trincas e fissuras estruturais no concreto. Descrição do produto Ficha do Produto Edição 22/05/13 Sikadur 43 Adesivo epóxi de baixa viscosidade para reparos e injeção em trincas e fissuras estruturais no concreto Construção Descrição do produto é um adesivo estrutural

Leia mais

BETUMES DE ELEVADAS PRESTAÇÕES

BETUMES DE ELEVADAS PRESTAÇÕES BETUMES DE ELEVADAS PRESTAÇÕES Teresa Carvalho 1, Ignacio Pérez Barreno 2 1 Cepsa Portuguesa Petróleos S.A., Obras Públicas, Rua General Firmino Miguel nº3 Torre 2 2º andar, 1600-100 Lisboa, Lisboa, Portugal

Leia mais

PERÍCIA DE ENGENHARIA ENVOLVENDO SOLUÇÃO COM APLICAÇÃO DE POLIURÉIA

PERÍCIA DE ENGENHARIA ENVOLVENDO SOLUÇÃO COM APLICAÇÃO DE POLIURÉIA XVI COBREAP CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS. IBAPE/AM PERÍCIA DE ENGENHARIA ENVOLVENDO SOLUÇÃO COM APLICAÇÃO DE POLIURÉIA Resumo Trata-se da solução de um problema de infiltração

Leia mais

Impermeável Protector Resistente impermeabilizações objectivo - problema - solução objectivo 1 Prevenir a infiltração de água para os pavimentos e paredes das cozinhas, casas de banho, balneários e outros

Leia mais

Ficha Técnica de Produto

Ficha Técnica de Produto Ficha Técnica de Produto GLENIUM 3400 NV Aditivo hiperplastificante. GLENIUM 3400 NV é um aditivo com alto índice de redução de água, pronto para o uso. O GLENIUM 3400 NV é uma nova geração de aditivos

Leia mais

O QUARTO ELEMENTO DA CONSTRUÇÃO

O QUARTO ELEMENTO DA CONSTRUÇÃO O QUARTO ELEMENTO DA CONSTRUÇÃO Porque Impermeabilizar? O que leva construtoras, construtores, proprietários de imóveis, etc... a procura de impermeabilizantes? De cada 10 pessoas que procuram produtos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO Escola de Minas - DECIV Engenharia Civil Materiais de Construção II

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO Escola de Minas - DECIV Engenharia Civil Materiais de Construção II UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO Escola de Minas - DECIV Engenharia Civil Materiais de Construção II MATERIAIS BETUMINOSOS: SUBSTÂNCIAS QUE CONTÊM BETUME OU É DERIVADO DO BETUME. BETUME (ABNT (NBR 7208)):

Leia mais

DURABILIDADE DAS ESTRUTURAS DE CONCRETO

DURABILIDADE DAS ESTRUTURAS DE CONCRETO Objetivo Assegurar que a estrutura satisfaça, durante o seu tempo de vida, os requisitos de utilização, resistência e estabilidade, sem perda significativa de utilidade nem excesso de manutenção não prevista

Leia mais

Rexroth 4EE Rexroth para Eficiência Energética

Rexroth 4EE Rexroth para Eficiência Energética Rexroth 4EE Rexroth para Eficiência Energética Procurando reduzir gastos com energia? Por que não aumentar a produtividade ao mesmo tempo? Reduzir os custos operacionais usando a energia com eficiência

Leia mais

ARG. COLANTE REVESTIMENTO REJUNTE COMPONENTES DO REVESTIMENTO

ARG. COLANTE REVESTIMENTO REJUNTE COMPONENTES DO REVESTIMENTO TECNOLOGIA DE REVESTIMENTO Componentes do sistema BASE CHAPISCO Base Características importantes: Avidez por água - inicial e continuada Rugosidade EMBOÇO ARG. COLANTE REVESTIMENTO REJUNTE Chapisco Função:

Leia mais

Innovation in Building Chemicals

Innovation in Building Chemicals Innovation in Building Chemicals Engº José Roberto Saleme Jr. MC-Bauchemie MC Muller Chemie Bau Construção Chemie Químicos MC-Bauchemie Multinacional Alemão Privado 48 anos de experiência 19 fábricas e

Leia mais

Previsão de Vida Útil da Terceira Ponte de Vitória (ES) O estudo de determinação da vida útil das estruturas de concreto da Terceira

Previsão de Vida Útil da Terceira Ponte de Vitória (ES) O estudo de determinação da vida útil das estruturas de concreto da Terceira Previsão de Vida Útil da Terceira Ponte de Vitória (ES) O estudo de determinação da vida útil das estruturas de concreto da Terceira Ponte de Vitória (ES) é um trabalho pioneiro no Brasil, principalmente

Leia mais

Execução de projetos com vista à impermeabilização

Execução de projetos com vista à impermeabilização Execução de projetos com vista à impermeabilização O arquiteto e o engenheiro, ao realizar um projeto para qualquer tipo de construção, devem preocupar-se com os problemas de impermeabilização já durante

Leia mais

Geopolímero para reparo e reabilitação de vigas de concreto armado por P. Balaguru, Professor Stephen Kurtz e Jon Rudolph

Geopolímero para reparo e reabilitação de vigas de concreto armado por P. Balaguru, Professor Stephen Kurtz e Jon Rudolph Geopolímero para reparo e reabilitação de vigas de concreto armado por P. Balaguru, Professor Stephen Kurtz e Jon Rudolph À prova de fogo Reparos externos e reabilitação estrutural para infraestruturas

Leia mais

Elastron, membrana anticorrosiva e impermeabilizante. Fácil, a frio e sem juntas.

Elastron, membrana anticorrosiva e impermeabilizante. Fácil, a frio e sem juntas. Elastron, membrana anticorrosiva e impermeabilizante. Fácil, a frio e sem juntas. SOMA DE VALORES A JR Tecnologia em Superfícies (nome fantasia) iniciou suas atividades em 1991 com o nome JR Gonçalves

Leia mais

Impermeabilização de edificações residenciais urbanas

Impermeabilização de edificações residenciais urbanas Impermeabilização de edificações residenciais urbanas Serviços Reparo - Proteção Impermeabilização - Graute Atuação em todo território nacional em obras de infraestrutura www.rossetiimper.com.br Aplicador

Leia mais

REVESTIMENTO CIMENTÍCIO AUTONIVELANTE

REVESTIMENTO CIMENTÍCIO AUTONIVELANTE REVESTIMENTO CIMENTÍCIO AUTONIVELANTE DESCRIÇÃO: O Penetron Industrial Self-Leveling Topping é um revestimento cimentício, autonivelante, monocomponente, fluído, bombeável e de rápida liberação ao tráfego

Leia mais

37 3231-4615 www.levemix.com.br GUIA PRÁTICO DE APLICAÇÃO CONCRETO LEVEMIX. Comodidade, economia e segurança ENTREGAMOS PEQUENAS QUANTIDADES

37 3231-4615 www.levemix.com.br GUIA PRÁTICO DE APLICAÇÃO CONCRETO LEVEMIX. Comodidade, economia e segurança ENTREGAMOS PEQUENAS QUANTIDADES GUIA PRÁTICO DE APLICAÇÃO CONCRETO LEVEMIX Orientações técnicas para o melhor desempenho de sua concretagem Comodidade, economia e segurança 37 3231-4615 www.levemix.com.br ENTREGAMOS PEQUENAS QUANTIDADES

Leia mais

Sistemas de Revestimento MEMBRANAS DE IMPERMEABILIZAÇÃO PLÁSTICAS DE PE, FPP E FPO

Sistemas de Revestimento MEMBRANAS DE IMPERMEABILIZAÇÃO PLÁSTICAS DE PE, FPP E FPO Sistemas de Revestimento MEMBRANAS DE IMPERMEABILIZAÇÃO PLÁSTICAS DE PE, FPP E FPO PT Sistemas de Revestimento Competence in Plastics A AGRU Kunststofftechnik GmbH é uma bem-sucedida empresa familiar austríaca

Leia mais

NANOCLEAN VIDROS PROGRAMA VIDROS

NANOCLEAN VIDROS PROGRAMA VIDROS NANOCLEAN VIDROS PROGRAMA VIDROS Nano Coat NANOCLEAN Vidros TRATAMENTOS NANO TECNOLÓGICOS PARA VIDROS NOVOS E EM USO. Nanotecnologia. Nanotecnologia e Nano Biônicos são consideradas as tecnologias chave

Leia mais

People. Passion. Performance.

People. Passion. Performance. People. Passion. Performance. Apresentando Chicago Pneumatic É simples assim. Você tem trabalho a fazer e clientes a atender. A CP está aqui para ajudá-lo a realizar seu trabalho, sem compromisso. Nosso

Leia mais

Aditivos. Master Builders Solutions

Aditivos. Master Builders Solutions Aditivos 2 Aditivos de BASF A marca reúne toda a expertise da BASF em criar soluções químicas para novas construções, manutenção, recuperação e renovação de estruturas. A Master Builders Solutions está

Leia mais

2.º Seminário Engenharia Rodoviária O FUTURO DA PAVIMENTAÇÃO

2.º Seminário Engenharia Rodoviária O FUTURO DA PAVIMENTAÇÃO 2.º Seminário Engenharia Rodoviária O FUTURO DA PAVIMENTAÇÃO ENQUADRAMENTO Portugal é o 5º país da Europa dos 27+6 (Turquia, Noruega, Suíça, Croácia, Macedónia e Islândia) com mais km de AEs por milhão

Leia mais

ESTUDO COMPARATIVO ENTRE

ESTUDO COMPARATIVO ENTRE Associação de Ensino Superior Unificado do Centro Leste ESTUDO COMPARATIVO ENTRE PAVIMENTO RÍGIDO R E FLEXÍVEL Msc. Flavia Regina Bianchi Engª.. Isis Raquel Tacla Brito Engª.. Veronica Amanda Brombley

Leia mais

Construção Civil. Impermeabilização e Injeção

Construção Civil. Impermeabilização e Injeção Construção Civil Impermeabilização e Injeção Membranas moldadas in loco Vantagens da aplicação moldada in loco Agilidade na aplicação Requer cota mínima Aplicado a frio Molda-se perfeitamente ao substrato

Leia mais

WACKER ACADEMY MOVIDA PELO CONHECIMENTO

WACKER ACADEMY MOVIDA PELO CONHECIMENTO CREATING TOMORROW S SOLUTIONS WACKER ACADEMY MOVIDA PELO CONHECIMENTO 2 CONHECIMENTO QUE TE LEVA ALÉM O conhecimento é o motor que impulsiona o progresso e o desenvolvimento. O combustível que faz este

Leia mais

ANEXO A CADERNO DE ENCARGOS DA OBRA EN 244 BENEFICIAÇÃO ENTRE PONTE DE SÔR E O ENTRONCAMENTO

ANEXO A CADERNO DE ENCARGOS DA OBRA EN 244 BENEFICIAÇÃO ENTRE PONTE DE SÔR E O ENTRONCAMENTO ANEXO A CADERNO DE ENCARGOS DA OBRA EN 244 BENEFICIAÇÃO ENTRE PONTE DE SÔR E O ENTRONCAMENTO COM A EN 118 RECICLADO SEMI - QUENTE COM EMULSÃO BETUMINOSA 1. Definição Define-se como reciclado semi-quente

Leia mais

& CHIMICA EDILE DO BRASIL. apresenta: DRY D1 NG

& CHIMICA EDILE DO BRASIL. apresenta: DRY D1 NG & CHIMICA EDILE DO BRASIL apresenta: DRY D1 NG Aditivo/adição a controlo absoluto da retração para preparação de concretos para piso industrial (JointLees) sem Junta em quadra grande Page1 DRY D1 NG de

Leia mais

Revestimentos de Alto Desempenho - RAD

Revestimentos de Alto Desempenho - RAD Revestimentos de Alto Desempenho - RAD O mercado de revestimentos para pisos de concreto se desenvolveu mais expressivamente no Brasil na década de 1980. Foi nesse momento que os revestimentos autonivelantes

Leia mais

Sistemas construtivos à base de cimento. Uma contribuição efetiva para a. sustentabilidade da construção civil

Sistemas construtivos à base de cimento. Uma contribuição efetiva para a. sustentabilidade da construção civil Sistemas construtivos à base de cimento. Uma contribuição efetiva para a sustentabilidade da construção civil A CONSCIÊNCIA AMBIENTAL É TEMA DESTE SÉCULO, E PORQUE NÃO DIZER DESTE MILÊNIO REDUZA REUTILIZE

Leia mais

BIANCO é uma resina sintética de alto desempenho que proporciona excelente aderência das argamassas aos mais diversos substratos.

BIANCO é uma resina sintética de alto desempenho que proporciona excelente aderência das argamassas aos mais diversos substratos. Descrição BIANCO é uma resina sintética de alto desempenho que proporciona excelente aderência das argamassas aos mais diversos substratos. BIANCO confere maior elasticidade e, assim, maior resistência

Leia mais

TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA

TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA Movimento de Terra e Pavimentação NOTAS DE AULA Projeto de Pavimento Prof. Edson de Moura Aula 02 Tipos de misturas asfálticas noções básicas 2011 TIPOS DE MISTURAS ASFÁLTICAS

Leia mais

A empresa. Estamos sempre à procura de novas ideias.

A empresa. Estamos sempre à procura de novas ideias. A empresa. Projectamos e construímos plantas para a produção de concreto e asfalto. O nosso objectivo é criar novas ideias para conseguir máquinas versáteis, eficientes, fortes e duráveis. Independentemente

Leia mais

Sistemas de Pisos. As melhores soluções em revestimentos para pisos

Sistemas de Pisos. As melhores soluções em revestimentos para pisos Sistemas de Pisos As melhores soluções em revestimentos para pisos Sumário Indústria Química... Pág. 4 Indústria Siderúrgica...Pág 5 Sistemas de Pisos MC-Bauchemie Para garantir a total durabilidade e

Leia mais

COMPORTAMENTO DAS MANTAS AUTOPROTEGIDAS AO IMPACTO NAS CHUVAS DE GRANIZO.

COMPORTAMENTO DAS MANTAS AUTOPROTEGIDAS AO IMPACTO NAS CHUVAS DE GRANIZO. COMPORTAMENTO DAS MANTAS AUTOPROTEGIDAS AO IMPACTO NAS CHUVAS DE GRANIZO. Flávia Previatto Baldini; Anderson Mendes de Oliveira; José Leonel Alves dos Santos. Sika Química Ltda. Rodovia Marechal Rondon,

Leia mais

BE SURE. BE KRYTON. ELIMINE O RISCO NA IMPERMEABILIZAÇÃO DE CONCRETO

BE SURE. BE KRYTON. ELIMINE O RISCO NA IMPERMEABILIZAÇÃO DE CONCRETO BE SURE. BE KRYTON. ELIMINE O RISCO NA IMPERMEABILIZAÇÃO DE CONCRETO PORTUGUESE VERSION Hotel Atlantis, Dubai, Emirados Árabes Unidos Capa: Marina Bay Sands, Singapura PROFISSIONAIS RESPONSÁVEIS ESCOLHEM

Leia mais

Os fatores que influem na dosagem das misturas, vinculadas com as propriedades que se busca atingir no conjunto são:

Os fatores que influem na dosagem das misturas, vinculadas com as propriedades que se busca atingir no conjunto são: Misturas Betuminosas As misturas asfálticas constituem sistemas plástico-elásticos cujos componentes tem características, composta de uma fase sólida, que é constituída pelos agregados pétreos de elevado

Leia mais

Construção. Impermeabilizante liquido para preparo de concreto e argamassa. Descrição do Produto Usos. Características / Vantagens.

Construção. Impermeabilizante liquido para preparo de concreto e argamassa. Descrição do Produto Usos. Características / Vantagens. Ficha do Produto Edição 22/04/2011 Sikacim Impermeabilizante Construção Sikacim Impermeabilizante Impermeabilizante liquido para preparo de concreto e argamassa. Descrição do Produto Usos Características

Leia mais

Resistente à altas pressões hidrostáticas, tanto positivas quanto negativas; Não altera a potabilidade da água, sendo atóxico e inodoro;

Resistente à altas pressões hidrostáticas, tanto positivas quanto negativas; Não altera a potabilidade da água, sendo atóxico e inodoro; VIAPLUS BRANCO 1. Descrição Revestimento impermeabilizante, semiflexível, bicomponente (A+B), à base de cimentos especiais, aditivos minerais e polímeros de excelentes características impermeabilizantes.

Leia mais

RESINA POLIURETANO SEMI-FLEXIVEL

RESINA POLIURETANO SEMI-FLEXIVEL RESINA POLIURETANO SEMI-FLEXIVEL Raposo, S.A. Lider na Vanguarda Desde finais de 1982, os nossos técnicos têm vindo a liderar a tecnologia avançada na aplicação de produtos epoxy. Construída com a sua

Leia mais

GESTÃO DO CONTROLE TECNOLÓGICO DE REVESTIMENTOS. Comunidade da Construção de Vitória

GESTÃO DO CONTROLE TECNOLÓGICO DE REVESTIMENTOS. Comunidade da Construção de Vitória GESTÃO DO CONTROLE TECNOLÓGICO DE REVESTIMENTOS 1 Objetivo Utilizar o controle tecnológico como ferramenta imprescindível para execução do revestimento de argamassa e cerâmica em fachadas, aumentando a

Leia mais

Revestimentos Monolíticos

Revestimentos Monolíticos Revestimentos Monolíticos Catálogo Geral Alta performance com estética elevada A RM Revestimentos Monoliticos é uma indústria que, em parceria com a Miaki Revestimentos, desenvolve e comercializa revestimentos

Leia mais

Concreto Definições. Concreto Durabilidade. Concreto Definições. Concreto Definições. Produção do concreto ANGELO JUST.

Concreto Definições. Concreto Durabilidade. Concreto Definições. Concreto Definições. Produção do concreto ANGELO JUST. UNICAP Curso de Arquitetura e Urbanismo EXECUÇÃO DE ESTRUTURAS DE CONCRETO: Mistura, transporte, lançamento, adensamento e cura. MATERIAIS E TECNOLOGIA CONSTRUTIVA 1 Prof. Angelo Just da Costa e Silva

Leia mais

AVALIAÇÃO DA ADERÊNCIA DE SISTEMAS ARGAMASSADOS SOBRE MANTAS ASFÁLTICAS

AVALIAÇÃO DA ADERÊNCIA DE SISTEMAS ARGAMASSADOS SOBRE MANTAS ASFÁLTICAS AVALIAÇÃO DA ADERÊNCIA DE SISTEMAS ARGAMASSADOS SOBRE MANTAS ASFÁLTICAS IRENE DE AZEVEDO LIMA JOFFILY (1) MARCELO BRAGA PEREIRA (2) (1) Professora Mestre do UniCeub/Virtus Soluções (2) Graduando em Engenharia

Leia mais

cerâmica externa ficha técnica do produto

cerâmica externa ficha técnica do produto 01 Descrição: Argamassa leve de excelente trabalhabilidade e aderência, formulada especialmente para aplicação de revestimentos cerâmicos em áreas internas e s. 02 Classificação técnica: ANTES Colante

Leia mais

Ministério do Meio Ambiente CICLO DE VIDA DOS PNEUS

Ministério do Meio Ambiente CICLO DE VIDA DOS PNEUS Ministério do Meio Ambiente CICLO DE VIDA DOS PNEUS Zilda Maria Faria Veloso Gerente de Resíduos Perigosos Departamento de Qualidade Ambiental na Indústria Secretaria de Mudanças Climáticas e Qualidade

Leia mais

CONSERVAÇÃO DE REVESTIMENTOS HISTÓRICOS

CONSERVAÇÃO DE REVESTIMENTOS HISTÓRICOS PONTA DELGADA, 15 NOVEMBRO CONSERVAÇÃO DE REVESTIMENTOS HISTÓRICOS 3 Maria do Rosário Veiga rveiga@lnec.pt novembro 2013 PONTA DELGADA, 15 NOVEMBRO ESTRATÉGIAS DE CONSERVAÇÃO Critérios de decisão, técnicas

Leia mais

CONTROLE TECNOLÓGICO DO CONCRETO MCC2001 AULA 6 (parte 1)

CONTROLE TECNOLÓGICO DO CONCRETO MCC2001 AULA 6 (parte 1) CONTROLE TECNOLÓGICO DO CONCRETO MCC2001 AULA 6 (parte 1) Disciplina: Materiais de Construção II Professora: Dr. a Carmeane Effting 1 o semestre 2015 Centro de Ciências Tecnológicas Departamento de Engenharia

Leia mais

Argamassa de reparação estrutural, aplicação manual ou por projecção

Argamassa de reparação estrutural, aplicação manual ou por projecção Ficha de Produto Edição de Abril de 2011 Nº de identificação: 03.114 Versão nº 1 Sika MonoTop -412 S Argamassa de reparação estrutural, aplicação manual ou por projecção Descrição do produto Sika MonoTop

Leia mais

Fundações Indiretas. Tipos de Fundações. Fundações Indiretas. Tipos de fundações

Fundações Indiretas. Tipos de Fundações. Fundações Indiretas. Tipos de fundações Universidade Federal do Espírito Santo Centro Tecnológico Departamento de Engenharia Civil Tecnologia da Construção Civil I Tipos de fundações Profa. Geilma Lima Vieira geilma.vieira@gmail.com Tipos de

Leia mais

13 o Encontro Técnico DER-PR

13 o Encontro Técnico DER-PR 13 o Encontro Técnico DER-PR Imprimaduras Impermeabilizante e Ligante Osvaldo Tuchumantel Jr. Imprimadura ato ou efe ito de imprima r Impermeabilizante - Aplicação uniforme de material betuminoso sobre

Leia mais

IP-04 INSTRUÇÃO PARA DIMENSIONAMENTO DE PAVIMENTOS FLEXÍVEIS PARA TRÁFEGO LEVE E MÉDIO

IP-04 INSTRUÇÃO PARA DIMENSIONAMENTO DE PAVIMENTOS FLEXÍVEIS PARA TRÁFEGO LEVE E MÉDIO 1. OBJETIVO O objetivo deste documento é apresentar as diretrizes para o dimensionamento de pavimentos flexíveis de vias urbanas submetidas a tráfego leve e médio no Município de São Paulo. 2. ESTUDO GEOTÉCNICO

Leia mais

CORROSÃO EM ESTRUTURAS DE CONCRETO. Prof. Ruy Alexandre Generoso

CORROSÃO EM ESTRUTURAS DE CONCRETO. Prof. Ruy Alexandre Generoso CORROSÃO EM ESTRUTURAS DE CONCRETO Prof. Ruy Alexandre Generoso É um dos materiais mais importantes de engenharia usado em construções. É usado nos mais variados tipos de construções tais como: barragens,

Leia mais

ESTUDO COMPARATIVO. Serviço de concretagem convencional bombeado e auto-adensável bombeado

ESTUDO COMPARATIVO. Serviço de concretagem convencional bombeado e auto-adensável bombeado ETUDO COMPARATIVO erviço de concretagem convencional bombeado e auto-adensável bombeado OBJETIVO Determinar os custos de aplicação do CAA, na execução de lajes e vigas de uma estrutura de concreto armado

Leia mais

Tecnologia da Construção IMPERMEABILIZAÇÃO. Profº Joel Filho

Tecnologia da Construção IMPERMEABILIZAÇÃO. Profº Joel Filho Tecnologia da Construção IMPERMEABILIZAÇÃO Profº Joel Filho Introdução: Impermeabilização NBR 9575/2003 - Elaboração de Projetos de Impermeabilização Item 6 Projeto 6.1. Elaboração e responsabilidade técnica

Leia mais

STUCCO NEW YORK. Sistema de estuque de revestimento de camada

STUCCO NEW YORK. Sistema de estuque de revestimento de camada NEW YORK TM STUCCO Formulated Solutions LLC 25-44 Borough Place Woodside, NY 11377 EUA T 1 718 267 6380 F 1 718 204 6013 www.formulatedsolutions.net NEW YORK STUCCO é uma marca comercial da Formulated

Leia mais

Soluções em Troca Térmica Spirax Sarco. Garantia de eficiência do seu sistema

Soluções em Troca Térmica Spirax Sarco. Garantia de eficiência do seu sistema Soluções em Troca Térmica Spirax Sarco Garantia de eficiência do seu sistema O time que você quer ao seu lado Conheça a equipe A Spirax Sarco proporciona Conhecimento, Serviços e Produtos em todo o mundo

Leia mais

DIRETRIZES EXECUTIVAS DE SERVIÇOS

DIRETRIZES EXECUTIVAS DE SERVIÇOS DIRETRIZES EXECUTIVAS DE SERVIÇOS ES-P11 BASE DE CONCRETO MAGRO DOCUMENTO DE CIRCULAÇÃO EXTERNA 1 ÍNDICE PÁG. 1. OBJETO E OBJETIVO... 3 2. DESCRIÇÃO... 3 3. MATERIAIS... 3 3.1 CIMENTO... 3 3.2 AGREGADOS...

Leia mais

Construção. Adesivo para colagem estrutural. Descrição do produto Campos de aplicação. Características / Vantagens. Testes. Dados do Produto.

Construção. Adesivo para colagem estrutural. Descrição do produto Campos de aplicação. Características / Vantagens. Testes. Dados do Produto. Ficha de Produto Edição 02/09/2010 Identificação n 02 04 01 04 001 0 000001 Sikadur 30 Adesivo para colagem estrutural. Descrição do produto Campos de aplicação Características / Vantagens Testes Sikadur

Leia mais

Turbocompressor modelo ABS HST 20

Turbocompressor modelo ABS HST 20 Turbocompressor modelo ABS HST 20 Principais Aplicações O turbocompressor modelo ABS HST 20 é altamente adequado para as seguintes áreas de aplicação: Aeração de água, efluentes ou outros líquidos Flotação

Leia mais

Referência na fabricação de lençóis de borracha com altíssima resistência ao desgaste CATÁLOGO

Referência na fabricação de lençóis de borracha com altíssima resistência ao desgaste CATÁLOGO Referência na fabricação de lençóis de borracha com altíssima resistência ao desgaste CATÁLOGO A Pang do Brasil é uma empresa com 36 anos de experiência na fabricação de peças para revestimento em borracha.

Leia mais

Por que protender uma estrutura de concreto?

Por que protender uma estrutura de concreto? Por que protender uma estrutura de concreto? Eng. Maria Regina Leoni Schmid Rudloff Sistema de Protensão Ltda. RUDLOFF SISTEMA DE PROTENSÃO LTDA. Fig. 1 Representação esquemática de um cabo de cordoalhas

Leia mais

Aula 24: IMPERMEABILIZAÇÃO SISTEMAS E EXECUÇÃO

Aula 24: IMPERMEABILIZAÇÃO SISTEMAS E EXECUÇÃO PCC-2436 ecnologia da Construção de Edifícios II Escola Politécnica da Universidade de São Paulo Departamento de Engenharia de Construção Civil PCC-2436 ecnologia da Construção de Edifícios II SISEMAS

Leia mais

MAXIJUNTA - PASTILHAS DE PORCELANA

MAXIJUNTA - PASTILHAS DE PORCELANA INDICAÇÕES: Argamassa colante de assentamento e rejuntamento simultâneo flexível, de alta adesividade, para áreas internas e externas. O Maxijunta Pastilhas de Porcelana é indicado principalmente para

Leia mais

CONCRETO PROJETADO PARA RECUPERAÇÃO DE ESTRUTURAS ANÁLISE DAS RESISTÊNCIAS À COMPRESSÃO E ADERÊNCIA À TRAÇÃO

CONCRETO PROJETADO PARA RECUPERAÇÃO DE ESTRUTURAS ANÁLISE DAS RESISTÊNCIAS À COMPRESSÃO E ADERÊNCIA À TRAÇÃO CONCRETO PROJETADO PARA RECUPERAÇÃO DE ESTRUTURAS ANÁLISE DAS RESISTÊNCIAS À COMPRESSÃO E ADERÊNCIA À TRAÇÃO Marcos ANJOS (1); Walney SILVA (2); Alexandre PEREIRA (3); Hoffman RODRIGUES (4); Valtencir

Leia mais

SISTEMA PARA PRESERVAÇÃO DE INFRAESTRUTURA

SISTEMA PARA PRESERVAÇÃO DE INFRAESTRUTURA SISTEMA PARA PRESERVAÇÃO DE INFRAESTRUTURA Painel Energia Eólica + Construção Civil Vinicius Serves Dow.com AGENDA Deteriorização de Estruturas Proteção da Estrutura Proteção de Estruturas de Concreto

Leia mais

Estação de metrô Marienplatz Munique, ampliação da plataforma de embarque Avanço sob o gelo

Estação de metrô Marienplatz Munique, ampliação da plataforma de embarque Avanço sob o gelo Estação de metrô Marienplatz Munique, ampliação da plataforma de embarque Avanço sob o gelo Estação de metrô Marienplatz Visualização Marienplatz A estação de metrô Marienplatz é com certeza o entroncamento

Leia mais

Sistemas de Impermeabilização

Sistemas de Impermeabilização Sistemas de Impermeabilização Projecto de Construção CET Seia Eng. Sá Neves Eng. Sá Neve Sistema invertido ou tradicional : Os sistemas em cobertura invertida são os mais aconselháveis devido a maior durabilidade

Leia mais

MAXIJUNTA - 3 EM 1 PRODUTO:

MAXIJUNTA - 3 EM 1 PRODUTO: INDICAÇÕES: Argamassa colante de assentamento e rejuntamento simultâneo flexível de alta adesividade para áreas internas e externas. Assenta e rejunta pastilhas de porcelana e cerâmica até 7,5 x 7,5 cm,

Leia mais

ALVENARIA: como reconhecer blocos de qualidade e ecoeficientes!

ALVENARIA: como reconhecer blocos de qualidade e ecoeficientes! ALVENARIA: como reconhecer blocos de qualidade e ecoeficientes! Bloco de concreto As paredes são montadas a partir de componentes de alvenaria - os blocos. Portanto, é imprescindível que eles obedeçam

Leia mais

DEFESA CIVIL - ES. Recomendações Técnicas de Procedimentos Escavações. Facilitador: Roney Gomes Nascimento Eng.º Civil Subcoordenador de Operações

DEFESA CIVIL - ES. Recomendações Técnicas de Procedimentos Escavações. Facilitador: Roney Gomes Nascimento Eng.º Civil Subcoordenador de Operações DEFESA CIVIL - ES Recomendações Técnicas de Procedimentos Escavações Facilitador: Roney Gomes Nascimento Eng.º Civil Subcoordenador de Operações NR- 18 Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria

Leia mais

Impermeabilização de Tabuleiros de Pontes. CEPSA Portuguesa/Teresa Carvalho

Impermeabilização de Tabuleiros de Pontes. CEPSA Portuguesa/Teresa Carvalho Impermeabilização de Tabuleiros de Pontes CEPSA Portuguesa/Teresa Carvalho Impermeabilização, proteção e impregnação A CEPSA desenvolveu um ampla gama de produtos auxiliares à construção civil, nomeadamente

Leia mais

As virtudes capitais das ligas de zinco na fundição

As virtudes capitais das ligas de zinco na fundição As virtudes capitais das ligas de zinco na fundição O que possuem em comum equipamentos e peças tão diversos como torneiras, chuveiros, grampeadores, lanternas, peças para luminotécnica, alto-falantes

Leia mais

membrana impermeabilizante

membrana impermeabilizante 01 Descrição: votomassa é uma impermeável flexível e antifissura resistente a cargas, que dispensa o uso de telas, para aplicação em diversos substratos. 02 Classificação técnica: ANTES Hydro Ban votomassa

Leia mais

Gerador de nitrogênio. Sistemas de geração de gases, membranas e PSA

Gerador de nitrogênio. Sistemas de geração de gases, membranas e PSA Gerador de nitrogênio Sistemas de geração de gases, membranas e PSA Aplicações de nitrogênio Comidas e bebidas O nitrogênio é um gás ideal para armazenar (fumigação) e transportar alimentos e bebidas.

Leia mais

Schaeffler Global Technology Network. Juntos Movemos o Mundo

Schaeffler Global Technology Network. Juntos Movemos o Mundo Schaeffler Global Technology Network Juntos Movemos o Mundo Trabalhando juntos para transformar desafios em oportunidades A globalização abre ilimitadas oportunidades para as empresas, ao mesmo tempo

Leia mais

IMPERMEABILIZAÇÕES REVESTIMENTO DE CALHAS E LAJES

IMPERMEABILIZAÇÕES REVESTIMENTO DE CALHAS E LAJES IMPERMEABILIZAÇÕES REVESTIMENTO DE CALHAS E LAJES Prof. Marco Pádua A cobertura é uma fase importante da edificação. Não só a questão estética deve ser considerada, como a escolha dos elementos, a posição

Leia mais

soluções para produção de telhas de concreto

soluções para produção de telhas de concreto soluções para produção de telhas de concreto arquipélago sueco campo sueco Rapeseed A ABECE AB, na Suécia, é a líder mundial no fornecimento de máquinas e tecnologia exclusivamente para a indústria de

Leia mais

Desenho e Projeto de Tubulação Industrial

Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Módulo IV Aula 04 Isolamento térmico AQUECIMENTO DE TUBULAÇÕES Motivos Manter em condições de escoamento líquidos de alta viscosidade ou materiais que sejam sólidos

Leia mais

Asfalto. Informações Técnicas

Asfalto. Informações Técnicas Informações Técnicas A Assistência Técnica Petrobras tem por objetivo prestar suporte técnico aos clientes, com foco na adequação ao uso e corretos manuseio, condicionamento e armazenagem dos produtos

Leia mais

IMPERMEABILIZAÇÃO EM EDIFICAÇÕES

IMPERMEABILIZAÇÃO EM EDIFICAÇÕES IMPERMEABILIZAÇÃO EM EDIFICAÇÕES Necessidade da impermeabilização Introdução a Impermeabilização Projeto de impermeabilização Execução de impermeabilização 1 - A NECESSIDADE DA IMPERMEABILIZAÇÃO Problemas

Leia mais