FANTASMA C-47 em combate no Século XXI

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FANTASMA C-47 em combate no Século XXI"

Transcrição

1 FANTASMA C-47 em combate no Século XXI Roberto Portella Bertazzo, Bacharel em História pela UFJF e Membro da Sociedade Latino Americana de Historiadores Aeronáuticos (LAAHS) Membro de Centro de Pesquisas Estratégicas Paulino Soares de Sousa da UFJF. Mais de 60 anos após seu primeiro vôo, aviões Douglas DC-3/C-47, modernizados e remotorizados estão atualmente combatendo as forças terroristas na Colômbia. O uso dos C-47 como avião de ataque remonta à Guerra do Vietnam, quando a Força Aérea Americana (USAF) adaptou alguns destes aviões com armas de grande poder de fogo, desde metralhadoras.50 a canhões rotativos minigun 7.62mm. Os aviões foram designados AC-47 e prestaram serviços até serem complementados e substituídos pelos AC-119 e AC-130 que atualmente operam na USAF. AC-47 Gunship com canhões minigun em operação no Vietnã nos anos 60/70 sendo recebendo munição 7.62mm e interior do avião com o canhão rotativo montado em uma das janelas. (Crédito das fotos: USAF)

2 A grande vantagem de se utilizar aviões de transporte nestas missões está na sua grande autonomia e capacidade de transportar enormes quantidades de munição, podendo ficar por horas seguidas defendendo uma área, coisa impossível para um caça-bombardeiro. A Força Aérea Colombiana - FAC recebeu seus primeiros Douglas C-47 em O êxito destes aviões na Colômbia levou a que seguissem em operação quando nas décadas de setenta e oitenta, a maioria dos países sul americanos os retiraram de serviço. Douglas C-47 da Força Aérea Colômbia que serviu como plataforma para os futuros AC-47T Fantasma. (Crédito da foto: FAC) A necessidade de continuar operando os AC-47, e a falta de um substituto adequado, levou a que estas aeronaves fossem modernizadas pela companhia americana Basler Turbo Conversions, baseada em Oshkosh, estado de Wisconsin. A Basler desenvolveu na década de noventa um kit de modernização para os antigos DC-3/C-47 que passaram a ser denominados Basler BT-67. O primeiro cliente foi El Salvador, que recebeu o primeiro avião em Até o momento, aproximadamente cinqüenta conversões já foram feitas por um custo unitário aproximado de cinco milhões de dólares. Na reconstrução, os motores originais a pistão Pratt and Whitney R-1830 Twin Wasp, são substituídos por turbo-hélice Pratt and Whitney PT-6A-67R. A fuselagem é aumentada em 88 centímetros. A cabine é totalmente reconstruída com novos instrumentos. As superfícies móveis de tela são substituídas por metal. Já as asas são reforçadas e aumentadas nas pontas e tanques de combustível dando maior autonomia. Por fim, um novo radome de composite foi instalado.

3 AC-47T Fantasma em vôo. Notar os novos motores e a pintura em cinza claro com marcações de baixa visibilidade. (Crédito da foto: FAC) A FAC recebeu seus primeiros BT-67 em Estes aviões são denominados AC- 47T Fantasma na Colômbia e são configurados com armas nas janelas e Flir (Câmeras infra vermelhas). A FAC já recebeu sete aviões e aguarda mais três serem modernizados pela Basler. A Policia Nacional da Colômbia opera três BT-67 como transportes e espera receber mais três. AC-47T (Basler BT-67) da Força Aérea Colombiana e sua tripulação, à esquerda. Á direita detalhe da parte frontal e FLIR. (Crédito das fotos: FAC)

4 Os AC-47T são denominados fantasmas porque operam quase sempre à noite, são difíceis de se observar e silenciosos. Os Fantasmas operam normalmente com oito tripulantes, sendo que o piloto é responsável pelos disparos e por voar a aeronave, o copiloto mantém os parâmetros de tiro, inclinação lateral, altitude, velocidade. O navegador é responsável pela navegação e pela câmara FLIR. Um técnico de vôo é responsável pelo funcionamento do motor e transferência de combustível. Os outros três tripulantes cumprem a função de armeiros, cada um responsável por uma metralhadora de 12,5 mm (Browning.50). Na janela do piloto, existe uma pequena mira que permite enfocar o alvo e disparar. Os disparos sempre são feito desde um ângulo de 25 graus. Detalhe da cabine de pilotagem e três metralhadoras Browning.50 nas janelas atrás da asa. (Crédito das fotos: FAC) Os Fantasmas também operam como sinalizadores de alvos para outros aviões de combate. Sua autonomia operacional é de cinco horas e eles voam normalmente a quatro mil pés de altura sobre o terreno. A típica missão dos Fantasmas é de reação e começa quando um povoado é ameaçado por forças guerrilheiras. O primeiro alvo dos terroristas sempre é o quartel da polícia. A chegada do apoio dos AC-47T muitas vezes decide o resultado dos combates e sempre eleva o moral das tropas em terra. Às 05:30 da manhã do dia 8 agosto de 2003, forças guerrilheiras das FARC (Fuerzas Armadas Revolucionárias de Colômbia) tomaram o povoado de Milan. (Milan é um povoado de quatro ruas, dois mil habitantes com um posto de polícia, uma igreja e uma escola), situado a aproximadamente 20 Km da cidade de Florência. O Exército Colombiano não pode enviar tropas imediatamente porque estavam responsável pela segurança do Presidente Álvaro Uribe que visitaria Florência neste dia. Um AC-47T Fantasma e dois Black Hawk armados sobrevoaram Milan todo o dia. Quando o Presidente colombiano regressou à Bogotá, foram iniciadas as operações. Às 20:00 horas chegaram quatro helicópteros Black Hawk de transporte e dois helicópteros

5 Black Hawk armados, apoiados por dois Embraer T-27 Tucano. O AC-7T Fantasma funcionou como controlador aéreo. A primeira ação foi investigar as áreas destinadas ao desembarque das tropas, para evitar emboscadas dos guerrilheiros. Foram efetuados bombardeios de amaciamento, com o FLIR do AC-47T sinalizando os alvos para os T-27 Tucanos. Uma bengala foi lançada e os helicópteros desembarcaram as tropas e regressaram por mais soldados, um total de 250. O Exército Colombiano libertou então o povoado e encontrou o quartel de polícia atingido por granadas e tiros de fuzil. A população civil estava atemorizada. Não houve feridos. Meia hora depois que os guerrilheiros das FARC chegaram a Milan o AC-47T começou a patrulhar o local, e permaneceu todo o dia. Helicóptero Black-Hawk armado e Embraer T-27 Tucano. (Crédito das fotos: FAC) Apesar de ter mais de sessenta anos de uso, os AC-47T da Força Aérea Colombiana são armas muito apreciadas tanto pelas suas tripulações quanto pelas tropas de terra do Exército e da Polícia e muito temidas pelas forças guerrilheiras, que têm que enfrentar as enormes avalanches de fogo que saem destes robustos aviões.

BASE AÉREA DE NATAL Sua vocação estratégica

BASE AÉREA DE NATAL Sua vocação estratégica BASE AÉREA DE NATAL Sua vocação estratégica Roberto Portella Bertazzo, Bacharel em História pela UFJF e Membro da Sociedade Latino Americana de Historiadores Aeronáuticos (LAAHS) robertobertazzo@hotmail.com

Leia mais

QUAL A MELHOR OPÇÃO PARA O EXTINTO PROGRAMA FX?

QUAL A MELHOR OPÇÃO PARA O EXTINTO PROGRAMA FX? QUAL A MELHOR OPÇÃO PARA O EXTINTO PROGRAMA FX? Roberto Portella Bertazzo, Bacharel em História pela Universidade Federal de Juiz de Fora e Membro da Sociedade Latino Americana de Historiadores Aeronáuticos

Leia mais

VEÍCULOS BLINDADOS DO MUSEU MILITAR DO C. M. S.

VEÍCULOS BLINDADOS DO MUSEU MILITAR DO C. M. S. VEÍCULOS BLINDADOS DO MUSEU MILITAR DO C. M. S. Criado em 1999 na cidade de Porto Alegre, RS, o Museu Militar do Comando Militar do Sul (MMCMS) ocupa a sede do antigo Arsenal de Guerra da Província, num

Leia mais

TRATOR ARTICULADO BV-206D O MAIS ESTRANHO VEÍCULO DO CORPO DE FUZILEIROS NAVAIS

TRATOR ARTICULADO BV-206D O MAIS ESTRANHO VEÍCULO DO CORPO DE FUZILEIROS NAVAIS TRATOR ARTICULADO BV-206D O MAIS ESTRANHO VEÍCULO DO CORPO DE FUZILEIROS NAVAIS Sem sombra de dúvida o trator articulado BV-206D é o veículo mais estranho atualmente em uso pelo Corpo de Fuzileiros Navais

Leia mais

Regras de voo visual nocturno (VFR Nocturno)

Regras de voo visual nocturno (VFR Nocturno) CIRCULAR DE INFORMAÇÃO AERONÁUTICA PORTUGAL INSTITUTO NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL TELEFONE 218423502 INFORMAÇÃO AERONÁUTICA AFTN - LPPTYAYI AEROPORTO DA PORTELA, 4 19/02 TELEX 12120 - AERCIV P 1749-034 LISBOA

Leia mais

EE-3 JARARACA 4x4 UM CONCEITO ESQUECIDO

EE-3 JARARACA 4x4 UM CONCEITO ESQUECIDO EE-3 JARARACA 4x4 UM CONCEITO ESQUECIDO A idéia de se produzir um veículo leve blindado 4x4 para o Exército Brasileiro não é nova, ela remonta ao início dos anos 70, quando a primeira idéia surge no Parque

Leia mais

CARROS DE COMBATE LEOPARD 2 E LECLERC PARA LUTA URBANA

CARROS DE COMBATE LEOPARD 2 E LECLERC PARA LUTA URBANA CARROS DE COMBATE LEOPARD 2 E LECLERC PARA LUTA URBANA A doutrina de emprego do Carro de Combate vem se modificando com os recentes conflitos ocorridos no Iraque, Palestina, e da terrível experiência Russa

Leia mais

OS NOVOS BLINDADOS ISRAELENSES ANTIDISTÚRBIOS DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO

OS NOVOS BLINDADOS ISRAELENSES ANTIDISTÚRBIOS DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO OS NOVOS BLINDADOS ISRAELENSES ANTIDISTÚRBIOS DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO Em abril de 2014 foram assinados os contratos para a aquisição de 14 novos veículos blindados antidistúrbios entre

Leia mais

tecnologia engenharia aeronáutica y

tecnologia engenharia aeronáutica y tecnologia engenharia aeronáutica y Ilustração mostra uma futura aptidão do novo KC-390: reabastecer aviões militares em pleno voo 62 z novembro DE 2014 Projeto global Embraer desenvolve novo avião militar

Leia mais

AVIAÇÃO MILITAR NA AMÉRICA DO SUL Um breve balanço em 2009

AVIAÇÃO MILITAR NA AMÉRICA DO SUL Um breve balanço em 2009 AVIAÇÃO MILITAR NA AMÉRICA DO SUL Um breve balanço em 2009 Roberto Portella Bertazzo, Bacharel em História pela UFJF e Membro da Sociedade Latino Americana de Historiadores Aeronáuticos (LAAHS) Membro

Leia mais

BELL 206L4 Conceituado helicóptero capaz de realizar multi-missões com baixos custos operacionais.

BELL 206L4 Conceituado helicóptero capaz de realizar multi-missões com baixos custos operacionais. PORTUGUÊS BELL 206L4 Conceituado helicóptero capaz de realizar multi-missões com baixos custos operacionais. CORPORATIVO ENERGIA O Bell 206L4 foi projetado para ser o local de trabalho em voo ideal. Ele

Leia mais

CHARRUA CARRO BLINDADO TRANSPORTE DE PESSOAL

CHARRUA CARRO BLINDADO TRANSPORTE DE PESSOAL CHARRUA CARRO BLINDADO TRANSPORTE DE PESSOAL Em meados dos anos 80 a Moto Peças S/A em parceria com o Exército Brasileiro iniciou um programa de estudos para a modernização dos M-59 de origem norte-americana,

Leia mais

MULAS MECÂNICAS MADE IN BRAZIL

MULAS MECÂNICAS MADE IN BRAZIL MULAS MECÂNICAS MADE IN BRAZIL Nos anos 70 diversos exércitos no mundo estavam a desenvolver uma família de veículos leves, versáteis e capazes de serem lançados de pará-quedas para apoiar operações que

Leia mais

BLINDADOS NO HAITI 2 VEÍCULOS 6x6

BLINDADOS NO HAITI 2 VEÍCULOS 6x6 BLINDADOS NO HAITI 2 VEÍCULOS 6x6 A variedade de veículos blindados sobre rodas 6x6 no Haiti é grande, pelo menos seis países que fazem parte da MINUSTAH, desde 2004, sob o comando das forças brasileiras,

Leia mais

BELL 412EP Uma aeronave indispensável para o uso diário com uma cabine ampla proporcionando flexibilidade de multi-missão.

BELL 412EP Uma aeronave indispensável para o uso diário com uma cabine ampla proporcionando flexibilidade de multi-missão. PORTUGUÊS BELL 412EP Uma aeronave indispensável para o uso diário com uma cabine ampla proporcionando flexibilidade de multi-missão. CORPORATIVO Quer seja administrar uma empresa ou um país, tudo se resume

Leia mais

O perigo das cinzas vulcânicas para a aviação

O perigo das cinzas vulcânicas para a aviação O perigo das cinzas vulcânicas para a aviação No dia 15 de dezembro de 1989, o voo KLM 867, operado por um Boeing 747-406M, o PH-BFC, decolou de Amsterdam com destino ao Aeroporto de Narita, no Japão,

Leia mais

CAMINHÕES RUSSOS NO EXÉRCITO E FORÇA AÉREA BRASILEIRA

CAMINHÕES RUSSOS NO EXÉRCITO E FORÇA AÉREA BRASILEIRA CAMINHÕES RUSSOS NO EXÉRCITO E FORÇA AÉREA BRASILEIRA O Exército e a Força Aérea estão operando uma pequena quantidade de caminhões russos modelo URAL 375 (denominação nas publicações ocidentais) 6x6 e

Leia mais

Introdução ao Projeto de Aeronaves. Aula 13 Grupo Moto-Propulsor e Seleção de Hélices

Introdução ao Projeto de Aeronaves. Aula 13 Grupo Moto-Propulsor e Seleção de Hélices Introdução ao Projeto de Aeronaves Aula 13 Grupo Moto-Propulsor e Seleção de Hélices Tópicos Abordados Grupo Moto-Propulsor. Motores para a Competição AeroDesign. Características das Hélices. Modelo Propulsivo.

Leia mais

FX-2 Até quando esperar?

FX-2 Até quando esperar? FX-2 Até quando esperar? Roberto Portella Bertazzo Graduado en Historia na Universidade Federal de Juiz de Fora; Membro do Centro de Pesquisas Estratégicas Paulino Soares de Sousa da Universidade Federal

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Secretaria de Estado da Casa Civil SUBSECRETARIA MILITAR

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Secretaria de Estado da Casa Civil SUBSECRETARIA MILITAR TERMO DE REFERÊNCIA PARA A CONTRATAÇÃO DE SEGURO AERONÁUTICO JUSTIFICATIVA O presente Termo de Referência tem por objetivo estabelecer os requisitos e especificações técnicas para a contratação de Seguro

Leia mais

Objetos projetados por Leonardo Da Vinci para ser usados em guerras e, a maioria, serviria de inspiração mais tarde para nossos objetos atuais de

Objetos projetados por Leonardo Da Vinci para ser usados em guerras e, a maioria, serviria de inspiração mais tarde para nossos objetos atuais de A arte da guerra Biografia O grande Leonardo da Vinci, talvez o maior artista do Renascimento, era um personagem exercia atividade em várias áreas: pintor, arquiteto, cientista, matemático, poeta, músico

Leia mais

FIDAE 2012 Poucas Novidades

FIDAE 2012 Poucas Novidades FIDAE 2012 Poucas Novidades Roberto Portella Bertazzo, Bacharel em História pela UFJF e Membro de Centro de Pesquisas Estratégicas Paulino Soares de Sousa da Universidade Federal de Juiz de Fora. bertazzor@gmail.com

Leia mais

Universidade do Estado de Santa Catarina Departamento de Engenharia Civil TOPOGRAFIA II. Profa. Adriana Goulart dos Santos

Universidade do Estado de Santa Catarina Departamento de Engenharia Civil TOPOGRAFIA II. Profa. Adriana Goulart dos Santos Universidade do Estado de Santa Catarina Departamento de Engenharia Civil TOPOGRAFIA II Profa. Adriana Goulart dos Santos Aerofotogrametria Fotogrametria é a ciência aplicada que se propõe a registrar,

Leia mais

LAAD E FIDAE HAVERÁ ESPAÇO PARA AS DUAS?

LAAD E FIDAE HAVERÁ ESPAÇO PARA AS DUAS? LAAD E FIDAE HAVERÁ ESPAÇO PARA AS DUAS? Roberto Portella Bertazzo, Bacharel em História pela UFJF e Membro da Sociedade Latino Americana de Historiadores Aeronáuticos (LAAHS) Membro de Centro de Pesquisas

Leia mais

O MUSEU AEROESPACIAL DO EQUADOR

O MUSEU AEROESPACIAL DO EQUADOR O MUSEU AEROESPACIAL DO EQUADOR Roberto Portela Bertazzo, Bacharel em História pela UFJF e membro da Sociedade Latino Americana de Historiadores Aeronáuticos (LAAHS). robertobertazzo@hotmail.com O Museo

Leia mais

Embraer KC-390. Marcos Galvão Leite das Chagas

Embraer KC-390. Marcos Galvão Leite das Chagas Embraer KC-390 Marcos Galvão Leite das Chagas Introdução O Embraer KC-390 é um projeto de aeronave para transporte tático/logístico e reabastecimento em voo que estabelece um novo padrão para o transporte

Leia mais

As 7 maiores máquinas voadoras já construídas pelo homem

As 7 maiores máquinas voadoras já construídas pelo homem As 7 maiores máquinas voadoras já construídas pelo homem Voar como os pássaros tem sido um sonho da humanidade desde os tempos mais remotos. Ele finalmente se tornou realidade no final do século XVIII

Leia mais

Razões que justificam o Tratado Global do Comércio de Armas. Factos e números relativos a nove casos estudados

Razões que justificam o Tratado Global do Comércio de Armas. Factos e números relativos a nove casos estudados Razões que justificam o Tratado Global do Comércio de Armas Factos e números relativos a nove casos estudados Lista dos 10 maiores exportadores de armas no mundo em valores de 2006: Países Valores em Dólares

Leia mais

DUKW - CAMINHÃO ANFÍBIO DO CORPO DE FUZILEIROS NAVAIS O PATINHO FEIO GIGANTE

DUKW - CAMINHÃO ANFÍBIO DO CORPO DE FUZILEIROS NAVAIS O PATINHO FEIO GIGANTE DUKW - CAMINHÃO ANFÍBIO DO CORPO DE FUZILEIROS NAVAIS O PATINHO FEIO GIGANTE Este curioso modelo de caminhão anfíbio, capaz de navegar por meios próprios, podendo sair de navios e chegar às praias ou o

Leia mais

ANÁLISE COMPARATIVA. Fig 1:VBC CC LEOPARD 2A4

ANÁLISE COMPARATIVA. Fig 1:VBC CC LEOPARD 2A4 LEOPARD 1A5 Vs LEOPARD 2A4 ANÁLISE COMPARATIVA HISTÓRICO O projeto do Leopard começou na Alemanha em novembro de 1956. O veículo deveria ser leve, resistir a tiros rápidos de 20mm e ter proteção contra

Leia mais

Novos pilotos de helicóptero iniciam instrução de voo em Natal

Novos pilotos de helicóptero iniciam instrução de voo em Natal Novos pilotos de helicóptero iniciam instrução de voo em Natal O Esquadrão Gavião (1º/11º GAV) iniciou nesta segunda-feira (31/03) na Base Aérea de Natal (BANT) a instrução aérea para os 20 estagiários

Leia mais

ASTROS II O EFICIENTE SISTEMA DE ARTILHARIA DE FOGUETES BRASILEIRO 2

ASTROS II O EFICIENTE SISTEMA DE ARTILHARIA DE FOGUETES BRASILEIRO 2 ASTROS II O EFICIENTE SISTEMA DE ARTILHARIA DE FOGUETES BRASILEIRO 2 Sendo o produto de maior êxito desenvolvido pela Avibrás, e o que mais lhe rendeu recursos, meio bilhão de dólares em exportações, o

Leia mais

Demoiselle. Papel. Série: Formato... A4 Dificuldade... 03 Papel...120g/m² Por:

Demoiselle. Papel. Série: Formato... A4 Dificuldade... 03 Papel...120g/m² Por: Papel MOD Nº A02 - Mar.2007 - Papel Modelismo - 1/25 Série: Aviões do Brasil Modelo Grátis Formato... A4 Dificuldade... 03 Papel...0g/m² Por: ano 1908 0 1 2 3 4 5 cm Modelo de Papel: Série: Tipo: Alberto

Leia mais

DEFESA ANTIAÉREA EM OPERAÇÕES DE NÃO-GUERRA: O Emprego da Seção Oerlikon - Contraves em Operações de Defesa Antiaérea em Eventos Internacionais

DEFESA ANTIAÉREA EM OPERAÇÕES DE NÃO-GUERRA: O Emprego da Seção Oerlikon - Contraves em Operações de Defesa Antiaérea em Eventos Internacionais DEFESA ANTIAÉREA EM OPERAÇÕES DE NÃO-GUERRA: O Emprego da Seção Oerlikon - Contraves em Operações de Defesa Antiaérea em Eventos Internacionais Júlio Cezar Diniz Rodrigues 1 RESUMO: O presente trabalho

Leia mais

Veículos Aéreos Não Tripulados (VANTs) no contexto do monitoramento agrícola Lúcio André de Castro Jorge

Veículos Aéreos Não Tripulados (VANTs) no contexto do monitoramento agrícola Lúcio André de Castro Jorge Veículos Aéreos Não Tripulados (VANTs) no contexto do monitoramento agrícola Lúcio André de Castro Jorge lacjorge@gmail.com VANTS NA AGRICULTURA Vantagens sobre aeronaves convencionais e satélites Custo

Leia mais

O AVIÃO QUE BATEU NO EMPIRE STATE Building EM 1945.

O AVIÃO QUE BATEU NO EMPIRE STATE Building EM 1945. O AVIÃO QUE BATEU NO EMPIRE STATE Building EM 1945. Inaugurado em Nova York em primeiro de maio de 1931, o Empire State Building, na esquina entre a Quinta Avenida e a Rua 34 Oeste, com 102 andares e 443

Leia mais

Telecomunicações. Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br

Telecomunicações. Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br Telecomunicações Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br Satélites Satélite é o elemento comum de interligação das estações terrenas, atuando como estação repetidora. Devido a sua altitude,

Leia mais

A AMAZÔNIA NA INTEGRAÇÃO SUL-AMERICANA Convergências e Divergências

A AMAZÔNIA NA INTEGRAÇÃO SUL-AMERICANA Convergências e Divergências A AMAZÔNIA NA INTEGRAÇÃO SUL-AMERICANA Convergências e Divergências Principais Biomas Sul-Americanos Amazônia: mais de 40% da América do Sul Vegetação da Grandeá Regiões Amazônicas dos países sul-americanos

Leia mais

VEÍCULO FORÇAS ESPECIAIS 4x4 PARA O EB UMA SOLUÇÃO CASEIRA É POSSÍVEL

VEÍCULO FORÇAS ESPECIAIS 4x4 PARA O EB UMA SOLUÇÃO CASEIRA É POSSÍVEL VEÍCULO FORÇAS ESPECIAIS 4x4 PARA O EB UMA SOLUÇÃO CASEIRA É POSSÍVEL Na recente edição da EUROSATORY 2004 ocorrida em Paris, no mês passado, foi anunciado que o novo veículo leve de emprego rápido para

Leia mais

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VII SENABOM Ten Cel BM BRITO Ten Cel BM ANTONIO GRAÇA OPERAÇÕES HELITRANSPORTADAS NO CBMERJ SUMÁRIO Breve histórico Operações helitransportadas Estatística

Leia mais

HAITI 8 DE ABRIL DE 2008 - BLINDADOS EM PORTO PRÍNCIPE

HAITI 8 DE ABRIL DE 2008 - BLINDADOS EM PORTO PRÍNCIPE HAITI 8 DE ABRIL DE 2008 - BLINDADOS EM PORTO PRÍNCIPE A situação de aparente calma na capital haitiana, Porto Príncipe, uma cidade com mais de quatro milhões de habitantes, com um índice de desemprego

Leia mais

Metrologia aplicada na aeronave KC-390. Equipe de Medições Especiais - GPX

Metrologia aplicada na aeronave KC-390. Equipe de Medições Especiais - GPX Metrologia aplicada na aeronave KC-390 Equipe de Medições Especiais - GPX Luiz Katsumi Tsumoto Técnico em Mecânica (ETEC Matão Sylvio de Mattos Carvalho ) 33 anos No Site de GPX atuando, Nov/2002 Kawasaki

Leia mais

Está aberta a caça aos drones nos aeroportos norteamericanos

Está aberta a caça aos drones nos aeroportos norteamericanos Está aberta a caça aos drones nos aeroportos norteamericanos A FAA autorizou o início dos testes do AUDS, uma tecnologia que recorre a sinais de rádio para detetar e neutralizar drones de uso doméstico.

Leia mais

Cimitarra 560 Sundeck CUSTO-BENEFÍCIO É A PALAVRA-CHAVE

Cimitarra 560 Sundeck CUSTO-BENEFÍCIO É A PALAVRA-CHAVE Cimitarra 560 Sundeck CUSTO-BENEFÍCIO É A PALAVRA-CHAVE UTILIZANDO O CONCEITO DO SUNDECK, ONDE O FLYBRIDGE FICA INTEGRADO AO DESENHO DO BARCO, MESCLANDO O HARD TOP COM TETO ELÉTRICO, O ESTALEIRO GAÚCHO

Leia mais

PROGRAMA DE INSTRUÇÃO PRÁTICA

PROGRAMA DE INSTRUÇÃO PRÁTICA INSTRUTOR DE VOO PROGRAMA DE INSTRUÇÃO PRÁTICA Este é um manual de apoio ao programa de instrução adotado pelo Aeroclube de Piracicaba, para qualquer dúvida além desse manual consultar o MMA 58-16 através

Leia mais

S. R. MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL EXÉRCITO PORTUGUÊS BRIGADA MECANIZADA GRUPO DE CARROS DE COMBATE

S. R. MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL EXÉRCITO PORTUGUÊS BRIGADA MECANIZADA GRUPO DE CARROS DE COMBATE S. R. MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL EXÉRCITO PORTUGUÊS BRIGADA MECANIZADA GRUPO DE CARROS DE COMBATE 1. INTRODUÇÃO a. As Forças Armadas Portuguesas têm presentemente a necessidade do acompanhamento tecnológico

Leia mais

1 06 Com o and n os o d e Voo o, o, Voo o o em C ur u v r a Prof. Diego Pablo

1 06 Com o and n os o d e Voo o, o, Voo o o em C ur u v r a Prof. Diego Pablo 1 06 Comandos de Voo, Voo em Curva Prof. Diego Pablo 2 Comandos de Voo Eixo Vertical Centro de Gravidade Os movimentos do avião se dão em torno de eixos imaginários, que se cruzam no Centro de Gravidade

Leia mais

Game Design: A segurança da humanidade em suas mãos

Game Design: A segurança da humanidade em suas mãos Game Design: A segurança da humanidade em suas mãos Todos Direitos Reservados 2013 Bruno Ruaro Confortin Versão # 1.01 22/04/2013 Índice 1. INTRODUÇÃO 4 2. VISÃO GERAL DO JOGO 5 QUANTO AO TIPO DE OBJETOS

Leia mais

Índice. Classificação. Mais leve do que o ar. Curso n 4 Aeronaves

Índice. Classificação. Mais leve do que o ar. Curso n 4 Aeronaves Curso n 4 Aeronaves Aeronaves são quaisquer máquinas capazes de sustentar vôo, e a grande maioria deles também são capazes de alçar vôo por meios próprios. Índice 1 Classificação o Mais leve do que o ar

Leia mais

Exército adquire Gepard 1A2 Antiaéreo

Exército adquire Gepard 1A2 Antiaéreo Exército adquire Gepard 1A2 Antiaéreo Mais uma compra de ocasião e outro erro estratégico Conforme publicado no Boletim do Exército 11/2013, de 15 de março de 2013, o Exército Brasileiro através da Portaria

Leia mais

Táxi Aéreo Dezembro de 2012

Táxi Aéreo Dezembro de 2012 Táxi Aéreo Dezembro de 2012 Os números do taxi aéreo no Brasil 188 empresas atuando em todo Brasil 1237 aviões 325 helicópteros 1.500.000 passageiros transportados por ano 80.000 empregos diretos e indiretos

Leia mais

CAMINHÃO BLINDADO MERCEDES BENZ 1720-A PARA FORÇAS MILITARES

CAMINHÃO BLINDADO MERCEDES BENZ 1720-A PARA FORÇAS MILITARES CAMINHÃO BLINDADO MERCEDES BENZ 1720-A PARA FORÇAS MILITARES Lançado recentemente no mercado civil, o caminhão Mercedes Benz 1720-A 4x4 ganhou uma versão militar, já testada e homologada pelo Exército

Leia mais

OPERAÇÃO CRUZEIRO DO SUL III - CRUZEX - III

OPERAÇÃO CRUZEIRO DO SUL III - CRUZEX - III OPERAÇÃO CRUZEIRO DO SUL III - CRUZEX - III Roberto Portella Bertazzo, Bacharel em História pela UFJF, Membro da Sociedade Latino Americana de Historiadores Aeronáuticos (LAAHS), Membro de Centro de Pesquisas

Leia mais

Drone AIR6 Aplicações na Área Pública

Drone AIR6 Aplicações na Área Pública Drone AIR6 Aplicações na Área Pública A mais conceituada fabricante de drones para uso profissional. Os drones da AIRBORNE ROBOTICS são fabricados na Áustria e oferecem voos automatizados para diversas

Leia mais

TEL: (5521) 21016320 AFTN: SBRJYGYC FAX: (21) 21016198 VEÍCULOS AÉREOS NÃO TRIPULADOS

TEL: (5521) 21016320 AFTN: SBRJYGYC FAX: (21) 21016198 VEÍCULOS AÉREOS NÃO TRIPULADOS BRASIL DEPARTAMENTO DE CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO SUBDEPARTAMENTO DE OPERAÇÕES AV GENERAL JUSTO, 160 2º AND. - CASTELO 20021-130-RIO DE JANEIRO RJ AIC N 21/10 23 SEP 2010 TEL: (5521) 21016320 AFTN: SBRJYGYC

Leia mais

Total de horas voadas: novo, sem operação apenas horas de fábrica e traslado.

Total de horas voadas: novo, sem operação apenas horas de fábrica e traslado. Modelo: ESQUILO AS350B2 Fabricante: EUROCOPTER Ano de Fabricação: novo de fábrica Total de horas voadas: novo, sem operação apenas horas de fábrica e traslado. Pronta Entrega Preço: Sob consulta Peso básico

Leia mais

Secretaria do Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável-SEMAD

Secretaria do Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável-SEMAD Secretaria do Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável-SEMAD Diretoria de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais e Eventos Críticos DPIFE Palestrante: JARBAS JORGE DE ALCÂNTARA Téc.

Leia mais

RADARES AESA A GRANDE EVOLUÇÃO

RADARES AESA A GRANDE EVOLUÇÃO RADARES AESA A GRANDE EVOLUÇÃO Roberto Portella Bertazzo, Bacharel em História pela UFJF, Membro da Sociedade Latino Americana de Historiadores Aeronáuticos (LAAHS) e Membro de Centro de Pesquisas Estratégicas

Leia mais

45 ANOS DO PRIMEIRO VOO DO EMB 100 BANDEIRANTE. Semana da Asa 2013

45 ANOS DO PRIMEIRO VOO DO EMB 100 BANDEIRANTE. Semana da Asa 2013 45 ANOS DO PRIMEIRO VOO DO EMB 100 BANDEIRANTE Semana da Asa 2013 A Semana da Asa e o Bandeirante A Semana da Asa foi Idealizada pelo aviador Godofredo Vidal em 1935 e viabilizada pela Comissão de Turismo

Leia mais

CAMINHÃO MERCEDES-BENZ 1720 A UM 4x4 FORA DE ESTRADA MILITARIZADO

CAMINHÃO MERCEDES-BENZ 1720 A UM 4x4 FORA DE ESTRADA MILITARIZADO CAMINHÃO MERCEDES-BENZ 1720 A UM 4x4 FORA DE ESTRADA MILITARIZADO O mais novo caminhão militar brasileiro é o Mercedes-Benz 1720 A, versão militarizada do modelo civil recentemente lançado no Brasil. O

Leia mais

SEGURANCA AERONAUTICA

SEGURANCA AERONAUTICA SEGURANCA AERONAUTICA Nº 101 2007-10-19 Meu Caro, Hoje vamos abordar um acidente, não com uma personalidade importante da Aviação, mas, sim, com um piloto muito pouco experiente. Para tal, vamo-nos servir,

Leia mais

Atuação da Força Tarefa Previncênio. IX Encontro Sobre Prevenção e Combate a Incêndios Florestais

Atuação da Força Tarefa Previncênio. IX Encontro Sobre Prevenção e Combate a Incêndios Florestais Atuação da Força Tarefa Previncênio IX Encontro Sobre Prevenção e Combate a Incêndios Florestais Belo Horizonte, 27 de novembro de 2014 Atribuições da DPIFE Rodrigo Bueno Belo Diretor de Prevenção e Combate

Leia mais

EM QUALQUER LUGAR, A QUALQUER HORA EM QUALQUER AMBIENTE

EM QUALQUER LUGAR, A QUALQUER HORA EM QUALQUER AMBIENTE PILATUS PORTER PC-6 EM QUALQUER LUGAR, A QUALQUER HORA EM QUALQUER AMBIENTE DISTRIBUIDOR EXCLUSIVO NO BRASIL Capacidade Confiança Versatilidade 4 6 8 Opções Dimensões e Geometria Peso e Balanceamento,

Leia mais

S.W.A.T. para executivos. International Training

S.W.A.T. para executivos. International Training International Training INTRODUÇÃO SWAT é um acrônimo em inglês para Special Weapons And Tactics (Armas e Táticas Especiais). Nos Estados Unidos, SWAT é o nome dado a uma unidade de polícia altamente especializada

Leia mais

NATO (ALEMANHA) QUADRO DAS ARMAS DA SIMULAÇÃO

NATO (ALEMANHA) QUADRO DAS ARMAS DA SIMULAÇÃO NATO (ALEMANHA) QUADRO DAS ARMAS DA SIMULAÇÃO NOTA: Os carros sem indicação de Potencial Defensivo são imunes ao tiro das armas indicadas na Secção Geral da Tabela de Eficácia. Os Carros de Combate têm

Leia mais

CONFORTO INIGUALÁVEL. DESEMPENHO DE SUCESSO. DADOS DE DESEMPENHO

CONFORTO INIGUALÁVEL. DESEMPENHO DE SUCESSO. DADOS DE DESEMPENHO PT-SBC DESEMPENHO DE SUCESSO. Por qualquer perspectiva que você o examine, o Phenom 300 o impressionará por seu excepcional desempenho. Com motores Pratt & Whitney Canada, ele pode ser facilmente operado

Leia mais

Ao descolarmos de uma grande altitude a densidade diminui, o que acontece à sustentação?

Ao descolarmos de uma grande altitude a densidade diminui, o que acontece à sustentação? O que é a aerodinâmica? Aerodinâmica é o estudo do ar em movimento e das forças que actuam em superfícies sólidas, chamadas asas, que se movem no ar. Aerodinâmica deriva do grego "aer", ar, e "dynamis",

Leia mais

Le Bourget 2013. Forte como nunca

Le Bourget 2013. Forte como nunca Le Bourget 2013 Forte como nunca Roberto Portella Bertazzo, Bacharel em História pela UFJF, Membro da Sociedade Latino Americana de Historiadores Aeronáuticos (LAAHS), Membro do Centro de Pesquisas Estratégicas

Leia mais

Balão fez Airbus perder sensor no RJ como em queda do AF447

Balão fez Airbus perder sensor no RJ como em queda do AF447 Balão fez Airbus perder sensor no RJ como em queda do AF447 Avião da TAM com 95 passageiros ficou sem dados em 2011, após decolar. Companhia respondeu que melhorou treinamento de pilotos, diz relatório

Leia mais

COMO FUNCIONA UM AVIÃO

COMO FUNCIONA UM AVIÃO Maj Av Mario Cesar Berto Centro Técnico Aeroespacial - CTA Instituto de Aeronáutica e Espaço - IAE Divisão de Ensaios em Vôo - AEV berto@iae.cta.br COMO FUNCIONA UM AVIÃO Resumo. O sonho de voar acompanha

Leia mais

DODGE ¾ Ton. WC-51 UMA EXPERIÊNCIA REAL NA FEB 1944 1945

DODGE ¾ Ton. WC-51 UMA EXPERIÊNCIA REAL NA FEB 1944 1945 DODGE ¾ Ton. WC-51 UMA EXPERIÊNCIA REAL NA FEB 1944 1945 Este pequeno caminhão de ¾ de toneladas foi desenvolvido pela companhia Dodge Brothers Corporation nos Estados Unidos e largamente empregado na

Leia mais

SUPLEMENTO COMERCIAL. Domingo, 15 de Novembro de 2015 ESTE SUPLEMENTO FAZ PARTE INTEGRANTE DO DIÁRIO DE NOTÍCIAS E NÃO PODE SER VENDIDO SEPARADAMENTE

SUPLEMENTO COMERCIAL. Domingo, 15 de Novembro de 2015 ESTE SUPLEMENTO FAZ PARTE INTEGRANTE DO DIÁRIO DE NOTÍCIAS E NÃO PODE SER VENDIDO SEPARADAMENTE SUPLEMENTO COMERCIAL. Domingo, 15 de Novembro de 2015 ESTE SUPLEMENTO FAZ PARTE INTEGRANTE DO DIÁRIO DE NOTÍCIAS E NÃO PODE SER VENDIDO SEPARADAMENTE www.flyeverjets.com 2 Everjets inaugura voos regulares

Leia mais

Material de estudo ROBÔS NO ESPAÇO. André Luiz Carvalho Ottoni

Material de estudo ROBÔS NO ESPAÇO. André Luiz Carvalho Ottoni Material de estudo ROBÔS NO ESPAÇO 2010 André Luiz Carvalho Ottoni Robôs no Espaço O spacewalker (veste robótica). O spacewalker, que significa andador espacial, é uma veste robótica projetada para os

Leia mais

Presidência da República

Presidência da República Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 12.913, DE 18 DEZEMBRO DE 2013 (publicada no DOU de 19/12/13, Seção 1, página 19) Abre ao Orçamento Fiscal da União, em favor

Leia mais

AVIÕES EMBRAER BANDEIRANTE MILITARES

AVIÕES EMBRAER BANDEIRANTE MILITARES AVIÕES EMBRAER BANDEIRANTE MILITARES Roberto Portella Bertazzo, Bacharel em História pela UFJF, Membro da Sociedade Latino Americana de Historiadores Aeronáuticos (LAAHS), Membro do Centro de Pesquisas

Leia mais

Desenvolvimento de um novo conceito de cabine ergonômica para linha aeronáutica agrícola

Desenvolvimento de um novo conceito de cabine ergonômica para linha aeronáutica agrícola Desenvolvimento de um novo conceito de cabine ergonômica para linha aeronáutica agrícola Ricardo Gasperini ; (Desenho Industrial; UNESP Campus de Bauru) ricardo.gasperini@gmail.com José Carlos Plácido

Leia mais

VANT O Uso na Agricultura de Precisão

VANT O Uso na Agricultura de Precisão VANT O Uso na Agricultura de Precisão Conceituação De acordo com acircular de Informações Aeronáuticas AIC N21/10, do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), define que: É um veículo aéreo projetado

Leia mais

WWW.RENOVAVEIS.TECNOPT.COM

WWW.RENOVAVEIS.TECNOPT.COM Como funciona um aerogerador Componentes de um aerogerador Gôndola:contém os componentes chaves do aerogerador. Pás do rotor:captura o vento e transmite sua potência até o cubo que está acoplado ao eixo

Leia mais

EE-T4 OGUM O BLINDADO LEVE DA ENGESA

EE-T4 OGUM O BLINDADO LEVE DA ENGESA EE-T4 OGUM O BLINDADO LEVE DA ENGESA Na segunda metade dos anos 80 a ENGESA Engenheiros Especializados S/A apresentou um veículo blindado leve, sobre lagartas, projetado para possuir grande flexibilidade

Leia mais

DERIVA EM APLICAÇÕES AÉREAS DE PRODUTOS LÍQUIDOS Perguntas mais freqüentes

DERIVA EM APLICAÇÕES AÉREAS DE PRODUTOS LÍQUIDOS Perguntas mais freqüentes DERIVA EM APLICAÇÕES AÉREAS DE PRODUTOS LÍQUIDOS Perguntas mais freqüentes 1. O que é DERIVA? DERIVA é o deslocamento horizontal que sofrem as gotas desde o seu ponto de lançamento até atingirem o seu

Leia mais

VIDAL & SOHN TEMPO G 1200 O MAIS ESTRANHO DOS 4X4 NO EXÉRCITO BRASILEIRO

VIDAL & SOHN TEMPO G 1200 O MAIS ESTRANHO DOS 4X4 NO EXÉRCITO BRASILEIRO VIDAL & SOHN TEMPO G 1200 O MAIS ESTRANHO DOS 4X4 NO EXÉRCITO BRASILEIRO A motorização no Exército Brasileiro remonta ao início dos anos 20, recebendo veículos dos mais variados modelos, das mais variadas

Leia mais

CARGAS EXCEDENTES/INDIVISÍVEIS A t u a l i z a d o e m

CARGAS EXCEDENTES/INDIVISÍVEIS A t u a l i z a d o e m A P Ê N D I C E E CARGAS EXCEDENTES/INDIVISÍVEIS A t u a l i z a d o e m 2 7 / 0 5 / 1 2 NOTA DO AUTOR: este capítulo traz dicas resumidas acerca da fiscalização de veículos e combinações que ultrapassam

Leia mais

EQUADOR COMPRARÁ SUPER TUCANO

EQUADOR COMPRARÁ SUPER TUCANO EQUADOR COMPRARÁ SUPER TUCANO Roberto Portella Bertazzo, Bacharel em História pela UFJF, Membro da Sociedade Latino Americana de Historiadores Aeronáuticos (LAAHS) e Membro de Centro de Pesquisas Estratégicas

Leia mais

CAMINHÕES FNM UM GENUÍNO MADE IN BRAZIL NO EXÉRCITO

CAMINHÕES FNM UM GENUÍNO MADE IN BRAZIL NO EXÉRCITO CAMINHÕES FNM UM GENUÍNO MADE IN BRAZIL NO EXÉRCITO A Fábrica Nacional de Motores (FNM) foi criada em plena segunda guerra mundial (1942), com a finalidade de produzir motores de aviões, o que fez com

Leia mais

A Visão do Transporte Aéreo sobre as Fontes Renováveis de Energia

A Visão do Transporte Aéreo sobre as Fontes Renováveis de Energia A Visão do Transporte Aéreo sobre as Fontes Renováveis de Energia Seminário DCA-BR - Fontes Renováveis de Energia na Aviação São José dos Campos 10 de junho de 2010 Cmte Miguel Dau Vice-Presidente Técnico-Operacional

Leia mais

Viggia Manual de instruções

Viggia Manual de instruções Viggia Manual de instruções INDICE 1. INTRODUÇÃO...1 1.1. O QUE É O VIGGIA?...1 1.2. QUAIS AS APLICAÇÕES DO LEITOR VIGGIA?...2 2. KIT VIGGIA...3 3. CONFIGURAÇÃO DO LEITOR VIGGIA...4 3.1. TOP RONDA...4

Leia mais

INTERNATIONAL VIRTUAL AVIATION ORGANISATION DIVISÃO BRASILEIRA DEPARTAMENTO DE TREINAMENTO. IVAO Brasil Academy. Versão 01 / Maio 2013

INTERNATIONAL VIRTUAL AVIATION ORGANISATION DIVISÃO BRASILEIRA DEPARTAMENTO DE TREINAMENTO. IVAO Brasil Academy. Versão 01 / Maio 2013 INTERNATIONAL VIRTUAL AVIATION ORGANISATION DIVISÃO BRASILEIRA DEPARTAMENTO DE TREINAMENTO Versão 01 / Maio 2013 Regulamentos de Tráfego aéreo de helicópteros Padronizador: Cmte. João Gabriel Faria - VID

Leia mais

COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS RELATÓRIO FINAL A - Nº 017/CENIPA/2009

COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS RELATÓRIO FINAL A - Nº 017/CENIPA/2009 COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS RELATÓRIO FINAL A - Nº 017/CENIPA/2009 OCORRÊNCIA AERONAVE MODELO ACIDENTE PT-EDP EMB 721C DATA 12 MAR 2009 RF A- 017/CENIPA/2009

Leia mais

REQUISITOS BÁSICOS PARA TÁXI ACESSÍVEL

REQUISITOS BÁSICOS PARA TÁXI ACESSÍVEL REQUISITOS BÁSICOS PARA TÁXI ACESSÍVEL 1. OBJETIVO...3 2. APRESENTAÇÃO DAS CARACTERÍSTICAS...3 3. ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS...4 3.1 Características Gerais...4 3.2 Carroceria...4 4. ACESSIBILIDADE...8 4.1

Leia mais

MINISTÉRIO DA ECONOMIA E DO EMPREGO GABINETE DE PREVENÇÃO E INVESTIGAÇÃO DE ACIDENTES COM AERONAVES RELATÓRIO DE INCIDENTE COM AERONAVE

MINISTÉRIO DA ECONOMIA E DO EMPREGO GABINETE DE PREVENÇÃO E INVESTIGAÇÃO DE ACIDENTES COM AERONAVES RELATÓRIO DE INCIDENTE COM AERONAVE CÓPIA MINISTÉRIO DA ECONOMIA E DO EMPREGO GABINETE DE PREVENÇÃO E INVESTIGAÇÃO DE ACIDENTES COM AERONAVES RELATÓRIO DE INCIDENTE COM AERONAVE Este relatório foi preparado, somente, para efeitos de prevenção

Leia mais

10. ESTABILIDADE E INSTABILIDADE ATMOSFÉRICA

10. ESTABILIDADE E INSTABILIDADE ATMOSFÉRICA 57 10. ESTABILIDADE E INSTABILIDADE ATMOSFÉRICA ESTABILIDADE ATMOSFÉRICA Ocorre quando há ausência de movimentos convectivos ascendentes. Pode produzir nuvens do tipo estratiformes e também gerar névoas

Leia mais

MARCOPOLO LANÇA NOVO ÔNIBUS VIALE BRT, O MAIS AVANÇADO PRODUZIDO NO BRASIL. Veículo utiliza conceitos inéditos de design, conforto e eficiência

MARCOPOLO LANÇA NOVO ÔNIBUS VIALE BRT, O MAIS AVANÇADO PRODUZIDO NO BRASIL. Veículo utiliza conceitos inéditos de design, conforto e eficiência MARCOPOLO LANÇA NOVO ÔNIBUS VIALE BRT, O MAIS AVANÇADO PRODUZIDO NO BRASIL Veículo utiliza conceitos inéditos de design, conforto e eficiência A Marcopolo lança o seu mais novo e moderno ônibus urbano,

Leia mais

BELL HUEY II Uma aeronave indispensável para o uso diário com uma cabine ampla proporcionando flexibilidade de multimissão.

BELL HUEY II Uma aeronave indispensável para o uso diário com uma cabine ampla proporcionando flexibilidade de multimissão. PORTUGUÊS BELL HUEY II Uma aeronave indispensável para o uso diário com uma cabine ampla proporcionando flexibilidade de multimissão. TRANSPORTE E INSERÇÃO DE TROPAS BUSCA E RESGATE Não procure mais, o

Leia mais

KC-137 Uma alternativa para a FAB

KC-137 Uma alternativa para a FAB KC-137 Uma alternativa para a FAB José Alves Daniel Filho, Graduando em Ciências Econômicas UPIS DF. daniell.filho@gmail.com Em meados da década de 1980, a Força Aérea Brasileira visando atender o requerimento

Leia mais

DESFRUTE O LUXO QUE LEVA VOCÊ MAIS LONGE. VAI MAIS LONGE, MAIS RÁPIDO. DADOS DE DESEMPENHO

DESFRUTE O LUXO QUE LEVA VOCÊ MAIS LONGE. VAI MAIS LONGE, MAIS RÁPIDO. DADOS DE DESEMPENHO PR-JAJ VAI MAIS LONGE, MAIS RÁPIDO. Quando se fala em desempenho, o Phenom 100 é o líder em sua classe. Com motores Pratt and Whitney, sua capacidade de alcance de voo de quase 1.200 nm e de decolagem

Leia mais

Para que é usado o Antonov 225, o maior avião do mundo?

Para que é usado o Antonov 225, o maior avião do mundo? Para que é usado o Antonov 225, o maior avião do mundo? Da BBC Brasil Aeronave russa, que tem 84 m de comprimento e pesa 175 toneladas, é grande o suficiente para transportar 50 carros, sendo também usado

Leia mais

COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DE DEFESA NACIONAL. MENSAGEM N o 546, DE 2005

COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DE DEFESA NACIONAL. MENSAGEM N o 546, DE 2005 COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DE DEFESA NACIONAL MENSAGEM N o 546, DE 2005 Submete ao Congresso Nacional o texto do Acordo entre o Governo da República Federativa do Brasil e o Governo da República

Leia mais

MUSEU HISTÓRICO DO EXÉRCITO E FORTE DE COPACABANA

MUSEU HISTÓRICO DO EXÉRCITO E FORTE DE COPACABANA MUSEU HISTÓRICO DO EXÉRCITO E FORTE DE COPACABANA Veículo Editoria Página Data Site Época Viajologia Online 21/10/2015 O Rio de janeiro é uma das cidades mais fotogênicas do planeta e suas paisagens diversas

Leia mais

COLÔMBIA - BLINDADOS BRASILEIROS EM SITUAÇÃO REAL DE COMBATE

COLÔMBIA - BLINDADOS BRASILEIROS EM SITUAÇÃO REAL DE COMBATE COLÔMBIA - BLINDADOS BRASILEIROS EM SITUAÇÃO REAL DE COMBATE Os principais blindados sobre rodas em operações militares executados pelo Exército da Colômbia continuam a ser os remanescentes dos 6x6 ENGESA,

Leia mais

NATUREZA DO TRABALHO : PERÍCIA DE ENGENHARIA O USO DE ORTOIMAGENS EM PERÍCIAS DE ENGENHARIA

NATUREZA DO TRABALHO : PERÍCIA DE ENGENHARIA O USO DE ORTOIMAGENS EM PERÍCIAS DE ENGENHARIA NATUREZA DO TRABALHO : PERÍCIA DE ENGENHARIA O USO DE ORTOIMAGENS EM PERÍCIAS DE ENGENHARIA Resumo Em lides que envolvem a apuração de áreas e divisas de imóveis, as atividades de conferência normalmente

Leia mais