FUNDAÇÃO BENEDITO PEREIRA NUNES FACULDADE DE MEDICINA DE CAMPOS CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FUNDAÇÃO BENEDITO PEREIRA NUNES FACULDADE DE MEDICINA DE CAMPOS CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA"

Transcrição

1 1 FUNDAÇÃO BENEDITO PEREIRA NUNES FACULDADE DE MEDICINA DE CAMPOS CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA ARTIGO CIENTÍFICO TATIANY MARIANO TRARBACH DE AMORIM Campos dos Goytacazes 2009

2 2 CONHECIMENTOS E PRÁTICAS SOBRE HIGIENE ORAL NO CENTRO DE SAÚDE ESCOLA DE CUSTODÓPOLIS Tatiany Mariano Trarbach de Amorim Formada em Odontologia pela FOC Pós graduada em Odontologia do Trabalho pela SLM RESUMO Na Odontologia muito se tem feito com o objetivo de solucionar problemas causados pela cárie dental e doença periodontal, que são as grandes precursoras das complicações relacionadas à saúde bucal. A ciência busca meios que facilitem o controle da placa, mas é sabido que até hoje, o melhor meio de contê-la é usando os recursos mecânicos do fio dental e da escovação aliada à pasta fluoretada. Mas apesar das técnicas de higienização bucal serem de fácil execução, os pacientes têm dificuldade de incorporá-las no seu cotidiano, e uma das dificuldades encontradas pelo dentista é a mudança nos hábitos de higiene oral dos seus pacientes. Certamente as sessões de instrução e motivação não têm surtido o efeito esperado. A amostra desse estudo foi composta de vinte pessoas, na faixa etária adulta, de 18 a 45 anos, atendida no Centro Saúde Escola de Custodópolis-RJ, durante os meses de junho e julho de Os dados foram colhidos através de um questionário onde é avaliado o conhecimento do paciente, relacionado à saúde bucal e higiene. Os dados foram submetidos à análise estatística. O resultado alcançado tem a finalidade de ajudar o dentista a melhorar sua estratégia de motivação e instrução do seu paciente, revertendo assim o quadro de doença para saúde bucal dos seus pacientes. Palavras-chave: prevenção, higiene bucal, educação do paciente, motivação. INTRODUÇÃO Muitos estudos já comprovaram que a cárie e a doença periodontal são as doenças que mais acometem a cavidade bucal. Como doenças multifatoriais que

3 3 são, precisam que esses fatores estejam aliados para que a doença seja instalada. Podemos citar como fatores etiológicos das doenças citadas o agente bacteriano, a dieta, o tempo, o biofilme. Todos eles não agiriam como fatores dessas doenças se o hospedeiro mantivesse uma higienização bucal correta através de escovação mecânica com pasta fluoretada, utilização do fio dental e periódicas aplicações de flúor. Como conseqüências dessas doenças, temos no Brasil um alto índice de dentes perdidos precocemente e um expressivo incremento das perdas com a idade (FRAZÃO; ANTUNES; NARVAI 3 ). O dia-a-dia na clínica odontológica nos faz notar quão grande é a dificuldade que os pacientes apresentam em manter uma boa qualidade de higiene bucal. Existem várias situações: há o paciente que não tem noção de higiene bucal; a escovação que ele pratica é autodidata, sem prévia orientação profissional; outra situação é daquele paciente que já foi orientado, mas por vício de repetição, continua cometendo os mesmos erros; há ainda o paciente que não aceita orientação profissional sobre suas falhas, alegando que faz tudo corretamente. Como fazer para educar essa população? Apesar das técnicas de higiene serem de fácil execução, os pacientes têm dificuldade de incorporá-las ao seu cotidiano (SILVA; SILVA FILHO; NEPOMUCENO 12 ). O profissional dentista tem de ser incansável na sua tarefa de motivação do paciente, assim como na construção da promoção e educação em saúde bucal do mesmo paciente. Lembrando que esses são alicerces do Programa Saúde da Família. MASSONI et al 8 diz que a cárie dental e a doença periodontal são consideradas problemas de saúde pública devido aos altos índices de prevalência e severidade, exigindo que a odontologia tenha um direcionamento nas suas atividades de prevenção, o que é relevante, pois o indivíduo passa a ser um colaborador na manutenção da sua saúde bucal. Portanto, o objetivo desta pesquisa é para identificar quais são os conhecimentos e práticas de saúde bucal na amostra entrevistada, a fim de que o resultado desse trabalho permita que os profissionais possam trabalhar melhor na fragilidade encontrada para obter melhora nos índices de cariologia e de doenças

4 4 periodontais que acometem a população e almejar uma retenção dentária mais longínqua, dando à população mais madura e idosa, mais saúde. MATERIAL E MÉTODO Esta pesquisa passou pelo Comitê de Ética e Pesquisa em Humanos e teve a autorização da coordenadora do Centro de saúde Escola de Custodópolis para o desenvolvimento da mesma. Todos os pacientes foram amplamente orientados sobre o teor e o objetivo da pesquisa e assinaram o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. A população-amostra deste estudo foi composta de vinte indivíduos de ambos os sexos, e idade variando entre 18 e 45 anos, todos atendidos no ambulatório do CSE de Custodópolis, durante o mês de junho e julho de As variáveis em estudo serão os dados referentes ao conhecimento da amostra sobre escovação, fio-dental, pasta dental, tártaro, enxaguatório bucal e conhecimentos gerais sobre cuidados referentes aos hábitos de higiene bucal. Os dados foram colhidos através de entrevista com uso de um protocolo de pesquisa estruturado com questões fechadas. A análise dos dados será estatística por freqüência de ocorrência das variáveis em estado a serem expressas em números percentuais de forma descritiva. RESULTADO De acordo com os dados da Tabela 1, observou-se que 100% dos entrevistados consideram seus dentes importantes, 75% acham que cuidam bem deles, mas apenas 40% dizem ir ao dentista de 6 em 6 meses. Sobre a escovação, 80% acham que escova bem, 75% escovam após todas as refeições, 60% preferem escovas médias no que se refere à sua maciez e 40% preferem a escova grande. 50% usam trocar a escova de 3 em 3 meses e 55% afirmam que já foram orientados quanto a escovação.

5 5 Quanto à pasta dental, 95% dizem fazer uso, sendo que 60% acreditam que ela ajuda apenas na escovação. O fio dental é usado por 50% dos entrevistados e dentre eles, apenas 60% dizem que sua função é de limpar os dentes e 70% confessam não saber usar o fio corretamente. No que se refere aos enxaguatórios bucais, 60% não sabem o que é; dos que sabem, 55% fazem uso, sendo que 30% usam 2 vezes ao dia. 80% da amostra dizem saber o que é cárie; 50% dizem que sabem por que temos cárie e 80% acham saber como pode ser evitada. Sobre o tártaro, 65% não sabem o que é; 70% não sabem por que ele aparece e 80% não sabem o que ele pode causar. Ainda dentro da pesquisa, 45% não sabem qual a função do flúor, 85% acham que existem alimentos que estragam os dentes, e 95% gostariam de receber mais informações sobre como cuidar melhor de sua saúde bucal.

6 6 Tabela1- Conhecimentos e práticas sobre higiene bucal Questões/Respostas/% S N SEM RESP Cuidado com os dentes: Seus dentes são importantes para você? 100% - - Você acha que cuida bem deles? 75% 25% - Costuma visitar o dentista de 6 em 6 meses? 40% 60% - Sobre a escovação: Você acha que sabe escovar bem os dentes? 80% 20% - Você usa escovar os dentes após todas as refeições? 75% 25% - Prefere escova: macia 10% média 60% dura 30% pequena 15% média - grande 40% qualquer uma 25% Por quanto tempo usa a escova? 1 mês15% 2 meses 50% 3 meses 25% até estragar 10% Alguma vez alguém orientou você a escovar os dentes? 55% 35% 10% Sobre pasta dental: Quando escova os dentes usa pasta dental? 95% 5% Por que usa pasta dental? Para ajudar na escovação 60% Para ficar com bom hálito 15% Porque a pasta faz bem para os dentes 25% Sobre o fio dental: Usa o fio? Às vezes 30% 50% 15% 5% Por que usa o fio dental? Limpar entre os dentes 60% Tirar os restos de alimentos que incomodam 35% 5% Você acha que sabe usar o fio dental? 70% 20% 10% Sobre enxaguatórios bucais: Sabe o que é? 60% 35% 5% Se souber, costuma fazer uso? 55% 40% - Quantas vezes ao dia? 1 vez 20% 2 vezes 30% Não usa todo dia 10% Sobre a cárie: Você sabe o que é? 80% 15% 5% Sabe por que temos cárie? 50% 45% 5% Sabe como podemos evitá-la? 80% 15% 5% Sobre o tártaro: Sabe o que é? 30% 65% 5% Sabe por que ele aparece? 25% 70% 5% Sabe o que ele pode causar? 10% 80% 10% Informações gerais: Sabe qual a função do flúor? 45% 50% 5% Você acha que existe algum alimento que estraga os dentes? 85% 10% 5% Gostaria de receber informações sobre como cuidar de sua boca? 95% - 5%

7 7 DISCUSSÃO/CONCLUSÃO Há uma mudança no paradigma da saúde bucal. Antes a Odontologia era estritamente curativa, hoje ela ainda é muito necessária, mas maior ênfase se tem dado para a prevenção. Isto está de acordo com FONSECA lido por TODESCAN e SIMA 15, que afirma ser a prevenção um dever ético para aqueles que praticam a Odontologia. Primeiro por ser o melhor método de tratamento das lesões bucais: sem traumas; depois, por ser a forma mais econômica de cuidar da saúde bucal da população. A amostra entrevistada diz que seus dentes são importantes, que cuidam bem deles, mas a maioria não vai ao dentista de forma regular. Essa prática vai ao encontro do que MATOS et al 9 afirmaram: que um indivíduo para procurar o dentista depende das variáveis: predisposição, facilidade e necessidade, e que pessoas que menos precisam de tratamento são aquelas que visitam regularmente o dentista. A ansiedade e o medo ainda são barreiras consistentes no tratamento odontológico, isso em qualquer nível sócio-econômico. LISBÔA e ABEGG 7 afirmaram que o adulto precisa de estímulos concretos para sua colaboração. Afirmam saber escovar os dentes e que escovam após as refeições; que estão sempre trocando as escovas e que foram orientados, em sua maioria. Essa análise tem que ser interpretada com muita cautela, pois se assim fosse, os índices de CPOD estariam modificados para melhor. CASTELLANOS 1 já afirmava que a orientação que estava sendo oferecida à população era limitada e não satisfatória, e que muito dependia dos esforços individuais e das condições do meio para que surtissem os efeitos na população. É verdade que a Saúde Bucal muito já evoluiu. Há competentes trabalhos sendo realizados nas comunidades, principalmente nas escolas. A entrevista feita nos mostra que a população aprende o que lhe é ensinado sobre escovação, pasta e o fio dental mais recentemente, que são os itens propostos para uma higiene básica, que é à base da saúde bucal. Mas colocar o aprendizado em prática é muito difícil, e isso está de acordo com TODESCAN e SIMA 15 que disseram que a aplicabilidade do combate a cárie dental e doença periodontal não são tão simples, pois nos deparamos com problemas sociais e

8 8 culturais. A mudança de hábitos é muito difícil já afirmava SANTOS 11. Por ser tão difícil é que a motivação deve ser constante, e isso está de acordo com TODESCAN e TODESCAN 16, que reforçam, dizendo que o reforço continuado é mais eficiente do que sessões únicas de programas educativo-preventivos. Especificamente quanto ao fio dental, o uso da população estudada é muito aquém do ideal, com apenas a metade da amostra fazendo uso dele, mesmo respondendo corretamente que são importantes para a limpeza dos dentes; o que mostra a necessidade de por em prática o que COUTO et al lido por TOASSI e PETRY 14 afirmaram: a motivação direta é a maneira mais eficiente de modificar o comportamento do paciente e levá-lo a exercer um controle satisfatório do biofilme dental. E isso se aplica principalmente para orientações mais complexas, envolvendo explicações sobre doença periodontal, enxaguatórios bucais e flúor; itens que a população entrevistada mostrou muita deficiência em conhecimento. ELIAS et al 2 afirmam que se deve ampliar as estratégias de ensino e aprendizagem do paciente; ensiná-lo para que seja um cooperador consciente, pois há uma grande predisposição para que ponha em prática o que foi recomendado pelo dentista. Quanto mais evidente o paciente perceba seu problema, mais ele será cooperativo no tratamento e na manutenção da sua saúde bucal, de acordo com TODESCAN e TODESCAN 16. Segundo SILVA,SILVA FILHO e NEPOMUCENO¹²: Vários estudos têm comprovado que a cárie dental e a doença periodontal são perfeitamente controláveis, desde que o paciente tenha uma higiene bucal adequada e hábitos alimentares saudáveis, mas muitas vezes a mudança de alguns desses hábitos adquiridos na infância torna-se difícil de ser alterada. Cabe ao profissional de Odontologia orientar adequadamente seu paciente, realizando controles periódicos a fim de que incorpore vários hábitos no seu cotidiano. ABSTRACT Much has been done in dentistry with the aim of solving problems caused by tooth cavities and teeth surface sicknesses, which are the big precursors of complications related to mouth health. Science searches for means that make the control of bacteria cover easier, but it s known so far that the best means of stopping it is by using mechanic resources such as flossing and brushing besides the use of

9 9 Fluor enriched toothpaste. Although the techniques of mouth hygiene are of easy execution, the patients have difficulty in incorporating in to their routine, and one of the major difficulties noticed by the dentists is the changing in their patients oral hygiene. The sessions of instruction and motivation, certainly haven t had the expected effect. The sample of this study was composed by twenty people at adult age, ranging from 18 to 45 years old, hosted at Centro Saúde Escola de Custodópolis-RJ, along the months of June and July/ The data were collected through a questionnaire where the patient knowledge concerning mouth health and hygiene is assessed. The data were undergone statistics analysis. The result which was reached has the aim of helping the dentists improve their strategy of motivation and instruction toward the patient, undoing therefore the scenery of sickness concerning their patients mouth health. Keys-words: prevention, hygiene, patient education, motivation. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 1- CASTELLANOS, R. A. Orientação sobre saúde bucal em um centro de saúde. Rev. Saúde Públ., v.11, p , ELIAS,M.S., et al. A importância da saúde bucal para adolescentes de diferentes estratos sociais do município de Ribeirão Preto. Rev. latino-am enfermagem, v.9, n.1, p.88-95, jan FRAZÃO,P; ANTUNES,J.L.F.;NARVAI, P.C. Perda dentária precoce em adultos de 35 a 44 anos de idade. Estado de São Paulo, Brasil, Rev. Bras. Epidemiol, v.6, n.1, p49-56, GARCIA, P.P.N.S. et al. Saúde Bucal: Crenças e atitudes, conceitos e educação de pacientes do serviço público. JAO- Jornal de Assessoria ao Odontologista. São Paulo, set/out p GONÇALVES, C. K. A importância das ações preventivas da doença periodontal na manutenção da saúde bucal. Revista Hispeci & Lema, n.7, p. 23-6, 2002/2003.

10 10 6- LARA, A.L.C., et al. Cárie dentária Conscientização e Prevenção. Semina, v. 16, Ed esp., p , set LISBÔA, I.C; ABEGG,C. Hábitos de higiene bucal e uso de serviços odontológicos para adolescentes e adultos do Município de Canoas, Estado do rio Grande do Sul, Brasil. Epidemiologia e Serviços de Saúde, v.15., n. 4, p.29-39, MASSONI, A.C.L.T; FORTE, F. D. S; SAMPAIO, F.C. Percepção de pais e responsáveis sobre promoção de saúde bucal. Revista de Odontologia da UNESP, v.34, n. 4, p , MATOS, D.L, et al. Projeto Bambuí: estudo de base populacional dos fatores associados com o uso regular de serviços odontológicos em adultos. Cad. Saúde Pública, v.17, n.3, p.661-8, mai/jun SANTOS, P.A; RODRIGUES, J.A; 10-SABA-CHUJFI, E. et al. A importância do controle químico da placa bacteriana na higiene bucal, através da atividade anti-séptica do composto clorado do fenol triclosan (2, 4,4 tricloro -2 - hidroxidifenil-éter), associado a um copolimero e ao flúor. Rev. Paul. de Odontol., ano XXI, n.6, p , Nov/dez SANTOS, P.L. RODRIGUES, J.A. GARCIA, P.P.N.S. Conhecimento sobre prevenção de cárie e doença periodontal e comportamento de higiene bucal de professores de ensino fundamental. Cienc. Odontol. Bras, v.6, n.1, p.67-74, SILVA, E. M. M; SILVA FILHO, C.E; NEPOMUCENO, V.C. Uma grande descoberta: o prazer que a higienização bucal correta e bem orientada pode proporcionar. Rev. Odontol. De Araçatuba, v.24, n.2, p , ago/dez STEGUN, R.C. A influência de aparelhos protéticos na incidência de cárie. RPG, v.5, n.1, p , TOASSI, R.F. C; PETRY, P.C. Motivação no controle do biofilme dental e sangramento gengival em escolares. Rev. Saúde Públ., v.36, n.5, p.634-7, 2002.

11 11 15-TODESCAN, J.H; SIMA, F.T. Campanhas de prevenção e orientação para com a higiene bucal. Revista da APCD, v.45, n. 4, p.537-9, jul/ago TODESCAN,J.H; TODESCAN, C.G. Compliance. Cooperação consciente. Revista da APCD, v.43, n.3, p , mai/jun 1989.

SAÚDE BUCAL NOS IDOSOS DO PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA

SAÚDE BUCAL NOS IDOSOS DO PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA 1 SAÚDE BUCAL NOS IDOSOS DO PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA Elazi Gomes de Oliveira Chacar Lima 1 1 Cirurgiã-Dentista aluna do Curso de Pós-Graduação em Saúde da Família da Faculdade de Medicina de Campos RESUMO

Leia mais

MEDIDAS DE ADEQUAÇÃO DO MEIO BUCAL PARA CONTROLE DA CÁRIE DENTÁRIA EM ESCOLARES DO CASTELO BRANCO

MEDIDAS DE ADEQUAÇÃO DO MEIO BUCAL PARA CONTROLE DA CÁRIE DENTÁRIA EM ESCOLARES DO CASTELO BRANCO MEDIDAS DE ADEQUAÇÃO DO MEIO BUCAL PARA CONTROLE DA CÁRIE DENTÁRIA EM ESCOLARES DO CASTELO BRANCO BARROS, Ítala Santina Bulhões 1 LIMA, Maria Germana Galvão Correia 2 SILVA, Ariadne Estffany Máximo da

Leia mais

disponibilidade do proprietário. Em geral, a melhor forma de profilaxia consiste na escovação dentária diária em animais de pequeno porte e, três

disponibilidade do proprietário. Em geral, a melhor forma de profilaxia consiste na escovação dentária diária em animais de pequeno porte e, três Perfil do proprietário de cães e gatos da cidade de Jataí GO em relação aos cuidados odontológicos de seus animais RESENDE, Lara Gisele¹; PAIVA, Jacqueline de Brito¹; ARAÚJO, Diego Pereira¹; CARVALHO,

Leia mais

Cuidados profissionais para a higiene bucal HIGIENE BUCAL

Cuidados profissionais para a higiene bucal HIGIENE BUCAL HIGIENE BUCAL A Higiene bucal é considerada a melhor forma de prevenção de cáries, gengivite, periodontite e outros problemas na boca, além de ajudar a prevenir o mau-hálito (halitose). Higiene bucal é

Leia mais

TÉCNICAS DE PROMOÇÃO E PREVENÇÃO DA CÁRIE DENTÁRIA EM CRIANÇAS

TÉCNICAS DE PROMOÇÃO E PREVENÇÃO DA CÁRIE DENTÁRIA EM CRIANÇAS TÉCNICAS DE PROMOÇÃO E PREVENÇÃO DA CÁRIE DENTÁRIA EM CRIANÇAS Kelin Angélica Zonin* Róger Reche* Leodinei Lodi** *Acadêmicos do curso de Odontologia da Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai

Leia mais

CÁRIE DENTÁRIA: CONSCIENTIZANDO ESCOLARES DE UMA ESCOLA PÚBLICA NO MUNICÍPIO DE CRUZ ALTA- RS

CÁRIE DENTÁRIA: CONSCIENTIZANDO ESCOLARES DE UMA ESCOLA PÚBLICA NO MUNICÍPIO DE CRUZ ALTA- RS CÁRIE DENTÁRIA: CONSCIENTIZANDO ESCOLARES DE UMA ESCOLA PÚBLICA NO MUNICÍPIO DE CRUZ ALTA- RS SANTOS, Aniúsca V¹; MANGGINI, Bruna K¹; MACIESKI, Franciele¹; SOARES, Jéssica Cavalheiro 1 ; TAMANHO, Jiana¹;

Leia mais

MEDIDAS DE PROMOÇÃO E PREVENÇÃO DE CÁRIE EM ESCOLARES ADOLESCENTES DO CASTELO BRANCO

MEDIDAS DE PROMOÇÃO E PREVENÇÃO DE CÁRIE EM ESCOLARES ADOLESCENTES DO CASTELO BRANCO MEDIDAS DE PROMOÇÃO E PREVENÇÃO DE CÁRIE EM ESCOLARES ADOLESCENTES DO CASTELO BRANCO DIAS, Larissa Nadine Silva 1 FARIAS, Luciana Lombardi Pedrosa de 2 LIMA, Maria Germana Galvão Correia 3 RESUMO A adolescência

Leia mais

DENTPLAQUE Uma ferramenta lúdica e eficaz na construção da autonomia do indivíduo e no controle das doenças bucais.

DENTPLAQUE Uma ferramenta lúdica e eficaz na construção da autonomia do indivíduo e no controle das doenças bucais. DENTPLAQUE Uma ferramenta lúdica e eficaz na construção da autonomia do indivíduo e no controle das doenças bucais. INTRODUÇÃO A evolução do conhecimento científico trouxe uma mudança radical nos paradigmas

Leia mais

AUTOPERCEPÇÃO EM SAÚDE BUCAL: IDOSOS E FAMÍLIA

AUTOPERCEPÇÃO EM SAÚDE BUCAL: IDOSOS E FAMÍLIA III MOSTRA NACIONAL DE PRODUÇÃO EM SAÚDE DA FAMÍLIA IV SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE ATENÇÃO PRIMÁRIA/SAÚDE DA FAMÍLIA III CONCURSO NACIONAL DE EXPERIÊNCIAS EM SAÚDE DA FAMÍLIA 05 A 08 DE AGOSTO DE 2008 -

Leia mais

CUIDE DOS SEUS DENTES

CUIDE DOS SEUS DENTES SENADO FEDERAL CUIDE DOS SEUS DENTES SENADOR CLÉSIO ANDRADE 2 Cuide dos seus dentes apresentação Pesquisas científicas comprovam que dentes estragados provocam outras doenças que aparentemente não têm

Leia mais

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA:

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( x ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA

Leia mais

GUIA DE SAÚDE BUCAL E TRAUMATISMO DENTAL PARA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS (EJA)

GUIA DE SAÚDE BUCAL E TRAUMATISMO DENTAL PARA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS (EJA) GUIA DE SAÚDE BUCAL E TRAUMATISMO DENTAL PARA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS (EJA) AUTORES Ingryd Coutinho de Oliveira Priscila Cunha Nascimento Discentes da Graduação em Odontologia e Bolsistas de Ensino

Leia mais

METODOLOGIA AMOSTRA ABRANGÊNCIA PERÍODO MARGEM DE ERRO. A margem de erro máxima para o total da amostra é 2,0 pontos percentuais.

METODOLOGIA AMOSTRA ABRANGÊNCIA PERÍODO MARGEM DE ERRO. A margem de erro máxima para o total da amostra é 2,0 pontos percentuais. METODOLOGIA METODOLOGIA AMOSTRA ABRANGÊNCIA PERÍODO MARGEM DE ERRO 2.085 pessoas foram entrevistadas, a partir de 16 anos, de todos os níveis econômicos em todas as regiões do país. As entrevistas foram

Leia mais

Dra. Elena Portes Teixeira Will CUIDADOS AO PACIENTE COM GENGIVITE OU PERIODONTITE: DOENÇA PERIODONTAL:

Dra. Elena Portes Teixeira Will CUIDADOS AO PACIENTE COM GENGIVITE OU PERIODONTITE: DOENÇA PERIODONTAL: CUIDADOS AO PACIENTE COM GENGIVITE OU PERIODONTITE: 1Muita atenção na escovação. Siga as dicas abaixo: Escovar sempre depois das refeições. Mesmo quando fizer apenas um lanchinho ; Sempre usar o fio dental

Leia mais

PROJETO VIGILANTES DO SORRISO

PROJETO VIGILANTES DO SORRISO PROJETO VIGILANTES DO SORRISO Juliana Santos Oliveira NOVAFAPI Cosme José Albergaria da Silva Filho NOVAFAPI Marissol Antunes Fernandes NOVAFAPI Adriana Oquendo Machado NOVAFAPI INTRODUÇÃO O PETI (Programa

Leia mais

Percepção de pais e responsáveis sobre promoção de saúde bucal

Percepção de pais e responsáveis sobre promoção de saúde bucal Revista de Odontologia da UNESP. 2005; 34(4): 193-97 2005 - ISSN 1807-2577 Percepção de pais e responsáveis sobre promoção de saúde bucal Andreza Cristina de Lima Targino MASSONI a, Franklin Delano Soares

Leia mais

Placa bacteriana espessa

Placa bacteriana espessa A IMPORTÂNCIA DA SAÚDE BUCAL A saúde bucal é importante porque a maioria das doenças e a própria saúde começam pela boca. Por exemplo, se você não se alimenta bem, não conseguirá ter uma boa saúde bucal,

Leia mais

HIGIENE PESSOAL: A IMPORTÂNCIA DE ESTUDAR O CORPO HUMANO

HIGIENE PESSOAL: A IMPORTÂNCIA DE ESTUDAR O CORPO HUMANO HIGIENE PESSOAL: A IMPORTÂNCIA DE ESTUDAR O CORPO HUMANO Ludmylla Fernanda de Siqueira Silva 1 Náthalie da Cunha Alves 1 RESUMO - Higiene pessoal são medidas tomadas para a preservação da saúde e prevenção

Leia mais

Avaliação do nível de conhecimento sobre saúde bucal dos professores da Creche Sorena, Belém, Pará

Avaliação do nível de conhecimento sobre saúde bucal dos professores da Creche Sorena, Belém, Pará Rev Inst Ciênc Saúde 2005 out-dez; 23(4):297-303 Avaliação do nível de conhecimento sobre saúde bucal dos professores da Creche Sorena, Belém, Pará Knowledge level evaluation about oral health of Sorena

Leia mais

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções)

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) 13. CONEX Produto Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( x ) SAÚDE ( ) TRABALHO

Leia mais

AVALIAÇÃO DE PROGRAMA DE EDUCAÇÃO ODONTOLÓLICO ESCOLAR, EM CRIANÇAS DE 4 A 5 ANOS DE IDADE

AVALIAÇÃO DE PROGRAMA DE EDUCAÇÃO ODONTOLÓLICO ESCOLAR, EM CRIANÇAS DE 4 A 5 ANOS DE IDADE AVALIAÇÃO DE PROGRAMA DE EDUCAÇÃO ODONTOLÓLICO ESCOLAR, EM CRIANÇAS DE 4 A 5 ANOS DE IDADE EVALUATION OF AMOUTH HEALTH CARE SCHOOL PROGRAM WITH 4 TO 5 YEAR-OLD CHILDREN Veruska Fabrine Dias Gitirana Gerson

Leia mais

Título: PROMOÇÃO DE SAÚDE BUCAL NA EMEB JOÃO MARIA GONZAGA DE LACERDA

Título: PROMOÇÃO DE SAÚDE BUCAL NA EMEB JOÃO MARIA GONZAGA DE LACERDA Título: PROMOÇÃO DE SAÚDE BUCAL NA EMEB JOÃO MARIA GONZAGA DE LACERDA Autores: Ana Cláudia Morandini Sanchez, CD Serviço de saúde: Unidade de Saúde da Família VILA ANA Palavras-chaves: cárie dentária,

Leia mais

Como obter resultados com a otimização dos consultórios com os TSB e ASB

Como obter resultados com a otimização dos consultórios com os TSB e ASB Como obter resultados com a otimização dos consultórios com os TSB e ASB 6º SINPLO Simpósio Internacional de Planos Odontológicos Fabiana Car Pernomiam 2011 Ergonomia racionalizar o trabalho, possibilitar

Leia mais

PREVALÊNCIA DE CÁRIE DENTÁRIA NOS ALUNOS DA ESCOLA MUNICIPAL ADELMO SIMAS GENRO, SANTA MARIA, RS: UMA ANÁLISE DESCRITIVA PARCIAL 1

PREVALÊNCIA DE CÁRIE DENTÁRIA NOS ALUNOS DA ESCOLA MUNICIPAL ADELMO SIMAS GENRO, SANTA MARIA, RS: UMA ANÁLISE DESCRITIVA PARCIAL 1 Disc. Scientia. Série: Ciências da Saúde, Santa Maria, v. 7, n. 1, p. 121-125, 2006. 121 ISSN 1982-2111 PREVALÊNCIA DE CÁRIE DENTÁRIA NOS ALUNOS DA ESCOLA MUNICIPAL ADELMO SIMAS GENRO, SANTA MARIA, RS:

Leia mais

Absenteísmo por causas odontológicas em cooperativa de produtores rurais do Estado de Minas Gerais

Absenteísmo por causas odontológicas em cooperativa de produtores rurais do Estado de Minas Gerais Absenteísmo por causas odontológicas em cooperativa de produtores rurais do Estado de Minas Gerais Cristiane Miranda CARVALHO 1 Marina Pereira COELHO 1 Ronaldo RADICCHI 2 RESUMO Conhecer as causas odontológicas

Leia mais

PROMOÇÂO DE SAÙDE BUCAL EM CRIANÇAS CARENTES DE CURITIBA

PROMOÇÂO DE SAÙDE BUCAL EM CRIANÇAS CARENTES DE CURITIBA PROMOÇÂO DE SAÙDE BUCAL EM CRIANÇAS CARENTES DE CURITIBA Área temática: Saúde Coordenador: Elaine Machado Benelli Equipe executora: Mayra Xavier e Silva *, Luciana Schneider e Elaine Machado Benelli ***

Leia mais

CONTROLE MECÂNICO DO BIOFILME DENTAL

CONTROLE MECÂNICO DO BIOFILME DENTAL CONTROLE MECÂNICO DO BIOFILME DENTAL PLACA DENTAL OU BACTERIANA = BIOFILME DENTAL BIOFILME pode ser definido como uma comunidade bacteriana, em uma matriz composta por polímeros extracelulares, aderidas

Leia mais

ANAIS DA 11ª JORNADA ACADÊMICA DE ODONTOLOGIA UFPI ISSN 2318-616X

ANAIS DA 11ª JORNADA ACADÊMICA DE ODONTOLOGIA UFPI ISSN 2318-616X FÓRUM CIENTÍFICO ODONTOPEDIATRIA Acadêmico Projeto de Pesquisa 18 HÁBITOS DE HIGIENE BUCAL EM CRIANÇAS RELACIONADO AO NÍVEL SOCIOECONÔMICO Josué Junior Araujo Pierote*; Helleny Alves de Santana Neta; Pablo

Leia mais

Índice. Passo a passo para uma higiene bucal completa

Índice. Passo a passo para uma higiene bucal completa Índice Introdução...03 Primeiramente enxague...04 Procure a escova certa...05 Pasta de dentes...06 Escove da maneira correta...07 Passe fio dental...08 Nunca esqueça da língua...09 Cuidado no uso de enxaguatórios

Leia mais

Escola: um espaço importante de informação em saúde bucal para a população infantil

Escola: um espaço importante de informação em saúde bucal para a população infantil Escola: um espaço importante de informação em saúde bucal para a população infantil RAQUEL VASCONCELOS*, MARIA LUIZA DA MATTA*, ISABELA ALMEIDA PORDEUS**, SAUL MARTINS DE PAIVA*** RESUMO A escola tem sido

Leia mais

MARINHA DO BRASIL DIRETORIA DE SAÚDE DA MARINHA CENTRO MÉDICO ASSISTENCIAL DA MARINHA ODONTOCLÍNICA CENTRAL DA MARINHA

MARINHA DO BRASIL DIRETORIA DE SAÚDE DA MARINHA CENTRO MÉDICO ASSISTENCIAL DA MARINHA ODONTOCLÍNICA CENTRAL DA MARINHA MARINHA DO BRASIL DIRETORIA DE SAÚDE DA MARINHA CENTRO MÉDICO ASSISTENCIAL DA MARINHA ODONTOCLÍNICA CENTRAL DA MARINHA PROGRAMA PARA A PREVENÇÃO DA CÁRIE DENTÁRIA E DA DOENÇA PERIODONTAL Serviço de Odontologia

Leia mais

Fio Dental Uso em Programas de Saúde Pública.

Fio Dental Uso em Programas de Saúde Pública. Fio Dental Uso em Programas de Saúde Pública. Dental Floss Use in Public Health Programmes. Luís Antônio de Filippi CHAIM ** Paula Regina BENITES * ** Professor Responsável pelas Disciplinas de Odontologia

Leia mais

Avaliação da efetividade de higiene bucal em pacientes motivados EVALUATION OF THE OF ORAL HYGIENE EFFECTIVENESS IN MOTIVATED PATIENTS

Avaliação da efetividade de higiene bucal em pacientes motivados EVALUATION OF THE OF ORAL HYGIENE EFFECTIVENESS IN MOTIVATED PATIENTS Avaliação da efetividade de higiene bucal em pacientes motivados EVALUATION OF THE OF ORAL HYGIENE EFFECTIVENESS IN MOTIVATED PATIENTS Adriene Mara Souza Lopes e Silva Ana Helena Antunes Fernandes Loriggio

Leia mais

SAÚDE ORAL DAS PESSOAS IDOSAS

SAÚDE ORAL DAS PESSOAS IDOSAS SAÚDE ORAL DAS PESSOAS IDOSAS Saúde Oral das Pessoas Idosas A saúde oral é considerada como uma parte integrante da saúde geral. As doenças da boca e dos dentes têm consequências negativas na qualidade

Leia mais

Avaliação do conhecimento e comportamento dos pacientes em tratamento odontológico em relação à cárie, doença periodontal e higiene bucal

Avaliação do conhecimento e comportamento dos pacientes em tratamento odontológico em relação à cárie, doença periodontal e higiene bucal RPG Rev Pós Grad 2011;18(3):140-7 Avaliação do conhecimento e comportamento dos pacientes em tratamento odontológico em relação à cárie, doença periodontal e higiene bucal THIAGO TAO AN CHOU *, NÁDIA DE

Leia mais

IMPORTÂNCIA DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA NO CONTROLE DA CÁRIE DENTÁRIA EM PACIENTES DA CLINICA ESCOLA DE ODONTOPEDIATRIA

IMPORTÂNCIA DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA NO CONTROLE DA CÁRIE DENTÁRIA EM PACIENTES DA CLINICA ESCOLA DE ODONTOPEDIATRIA IMPORTÂNCIA DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA NO CONTROLE DA CÁRIE DENTÁRIA EM PACIENTES DA CLINICA ESCOLA DE ODONTOPEDIATRIA O estudo avaliou a relação existente entre o benefício bolsa família com a cárie dentária

Leia mais

A Importância da Saúde Bucal. na Saúde Geral

A Importância da Saúde Bucal. na Saúde Geral PALESTRA A Importância da Saúde Bucal na Saúde Geral A saúde começa pela boca Os dentes são importantes na mastigação dos alimentos, fala, e estética, influenciando diretamente na auto-estima do indivíduo

Leia mais

MANTENHA SEU SORRISO FAZENDO A HIGIENE BUCAL CORRETAMENTE

MANTENHA SEU SORRISO FAZENDO A HIGIENE BUCAL CORRETAMENTE MANTENHA SEU SORRISO FAZENDO A HIGIENE BUCAL CORRETAMENTE SAÚDE BUCAL Para ter um sorriso bonito, saudável e com hálito bom, é preciso: Escovar os dentes, utilizando uma escova de dente de tamanho adequado

Leia mais

Doença Periodontal Orientações para manter uma boca saudável Anatomia Estrutura saudável Gengivas A A figura mostra as gengivas de uma pessoa que tenha a constituição clara. As pessoas de pele escura têm

Leia mais

ESTUDO SOBRE MOTIVAÇÁO E EM ESCOLARES DE 7 A 10 ANOS

ESTUDO SOBRE MOTIVAÇÁO E EM ESCOLARES DE 7 A 10 ANOS Rev. Odont. UNESP, São Paulo, 18:217-223,1989. ESTUDO SOBRE MOTIVAÇÁO E REFORÇO DE MOTIVAÇÃO EM )i:scovação DENTÁRIA, EM ESCOLARES DE 7 A 10 ANOS Luiz Fernando de Almeida CANDELÁRIA* Lúcia TERAMOTO** Adriene

Leia mais

DISCIPLINA ESTUDOS PREVENTIVOS EM CARIOLOGIA TEMA:

DISCIPLINA ESTUDOS PREVENTIVOS EM CARIOLOGIA TEMA: DISCIPLINA ESTUDOS PREVENTIVOS EM CARIOLOGIA TEMA: Métodos de prevenção da cárie dentária - estratégias coletivas, no contexto da promoção da saúde bucal Profa. Dra. Eliete Rodrigues de Almeida Profa.

Leia mais

42º Congresso Bras. de Medicina Veterinária e 1º Congresso Sul-Brasileiro da ANCLIVEPA - 31/10 a 02/11 de 2015 - Curitiba - PR 1

42º Congresso Bras. de Medicina Veterinária e 1º Congresso Sul-Brasileiro da ANCLIVEPA - 31/10 a 02/11 de 2015 - Curitiba - PR 1 1 ESTRUTURAÇÃO DE UM BANCO DE DENTES CANINOS NO DEPARTAMENTO DE ANATOMIA DA UFPR PRODUCTION OF A CANINE TEETH BANK AT THE ANATOMY DEPARTMENT OF UFPR DORIE FERNANDA DE MORAES ZATTONI¹, MARIA FERNANDA TORRES¹,

Leia mais

Fábio Luiz Mialhe 1 ; Fabíola Cavalcanti Frank 2 ; Pollyana Zution 2 ; Pricila Raquel Balbinot Policeno 2

Fábio Luiz Mialhe 1 ; Fabíola Cavalcanti Frank 2 ; Pollyana Zution 2 ; Pricila Raquel Balbinot Policeno 2 R. Periodontia - Junho 2008 - Volume 18 - Número 02 UTILIZAÇÃO DE PRODUTOS E PRÁTICAS DE HIGIENE BUCAL DE ACADÊMICOS DE UM CURSO DE ODONTOLOGIA Use of products and practices of oral hygiene of dental students

Leia mais

Diretrizes Assistenciais

Diretrizes Assistenciais Diretrizes Assistenciais Protocolo de Tratamento Odontológico Versão eletrônica atualizada em Janeiro 2009 A EQUIPE DE SAÚDE BUCAL NA UTMO Fernanda de Paula Eduardo Letícia Mello Bezinelli Pacientes que

Leia mais

TÍTULO: AUTORES: INSTITUIÇÃO: Área Temática : Saúde 1. INTRODUÇÃO DOOLEY, 2000

TÍTULO: AUTORES: INSTITUIÇÃO: Área Temática : Saúde   1. INTRODUÇÃO DOOLEY, 2000 TÍTULO: ORIENTAÇÃO AOS PROPRIETÁRIOS QUANTO À IMPORTÂNCIA DA HIGIENIZAÇÃO ORAL DE CÃES E GATOS NA PREVENÇÃO DA DOENÇA PERIODONTAL. AUTORES: Mariana Ramos da Silva (1), Edvaldo Lopes de Almeida (2), Fábia

Leia mais

DIAGNÓSTICO DE SAÚDE BUCAL EM ADOLESCENTES DA REDE DE ENSINO PÚBLICO DE UBERLÂNDIA

DIAGNÓSTICO DE SAÚDE BUCAL EM ADOLESCENTES DA REDE DE ENSINO PÚBLICO DE UBERLÂNDIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA 4ª Semana do Servidor e 5ª Semana Acadêmica 008 UFU 0 anos DIAGNÓSTICO DE SAÚDE BUCAL EM ADOLESCENTES DA REDE DE ENSINO PÚBLICO DE UBERLÂNDIA Janaína de Castro Vieira

Leia mais

EDUCAÇÃO EM SAÚDE: A EXPERIÊNCIA DE UMA OFICINA DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE BUCAL PARA ADOLESCENTES DE ITABAIANA/SE

EDUCAÇÃO EM SAÚDE: A EXPERIÊNCIA DE UMA OFICINA DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE BUCAL PARA ADOLESCENTES DE ITABAIANA/SE EDUCAÇÃO EM SAÚDE: A EXPERIÊNCIA DE UMA OFICINA DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE BUCAL PARA ADOLESCENTES DE ITABAIANA/SE RESUMO Vinícius Oliveira Melo 1 Marcela Santos de Almeida 1 Ana Carolina Costa Lemos Cruz 1

Leia mais

EDUCAÇÃO E MOTIVAÇAO: I. IMPACTO DE UM PROGRAMA PREVENTIVO COM ÊNFASE NA EDUCAÇAO DE HÁBITOS DE HIGIENE ORAL*

EDUCAÇÃO E MOTIVAÇAO: I. IMPACTO DE UM PROGRAMA PREVENTIVO COM ÊNFASE NA EDUCAÇAO DE HÁBITOS DE HIGIENE ORAL* EDUCAÇÃO E MOTIVAÇAO: I. IMPACTO DE UM PROGRAMA PREVENTIVO COM ÊNFASE NA EDUCAÇAO DE HÁBITOS DE HIGIENE ORAL* Patricia Petromilli Nordi Sasso GARCIA** Silmara Aparecida Milori CORONA** Aylton VALSECKI

Leia mais

ESTUDO COMPARATIVO ENTRE A EFICÁCIA DA ESCOVAÇAO ORIENTADA E SUPERVISIONADA E A PROFILAXIA PROFISSIONAL NO CONTROLE DA PLACA BACTERIANA DENTÁRIA

ESTUDO COMPARATIVO ENTRE A EFICÁCIA DA ESCOVAÇAO ORIENTADA E SUPERVISIONADA E A PROFILAXIA PROFISSIONAL NO CONTROLE DA PLACA BACTERIANA DENTÁRIA ESTUDO COMPARATIVO ENTRE A EFICÁCIA DA ESCOVAÇAO ORIENTADA E SUPERVISIONADA E A PROFILAXIA PROFISSIONAL NO CONTROLE DA PLACA BACTERIANA DENTÁRIA Cléa Adas SALIBA* Nemre Adas SALIBA* Ana Laura ALMEIDA**

Leia mais

EDUCAÇÃO DO PACIENTE: APLICAÇÃO DO MÉTODO AUDIOVISUAL NA INSTRUÇÃO DO USO DO FIO DENTAL

EDUCAÇÃO DO PACIENTE: APLICAÇÃO DO MÉTODO AUDIOVISUAL NA INSTRUÇÃO DO USO DO FIO DENTAL EDUCAÇÃO DO PACIENTE: APLICAÇÃO DO MÉTODO AUDIOVISUAL NA INSTRUÇÃO DO USO DO FIO DENTAL Patient education: aplication of audiovisual method in theaching of dental floss use Sinopse Patrícia Petromilli

Leia mais

AVALIAÇÃO DO CONHECIMENTO DOS PROFESSORES DO ENSINO FUNDAMENTAL DE ESCOLAS PARTICULARES SOBRE SAÚDE BUCAL

AVALIAÇÃO DO CONHECIMENTO DOS PROFESSORES DO ENSINO FUNDAMENTAL DE ESCOLAS PARTICULARES SOBRE SAÚDE BUCAL AVALIAÇÃO DO CONHECIMENTO DOS PROFESSORES DO ENSINO FUNDAMENTAL DE ESCOLAS PARTICULARES SOBRE SAÚDE BUCAL Patrícia Aleixo dos SANTOS* Jonas de Almeida RODRIGUES* Patrícia Petromilli Nordi Sasso GARCIA*

Leia mais

Câmpus de Araçatuba. Plano de Ensino. Docente(s) Suzely Adas Saliba Moimaz, Ronald Jefferson Martins, Renato Moreira Arcieri, Tânia Adas Saliba Rovida

Câmpus de Araçatuba. Plano de Ensino. Docente(s) Suzely Adas Saliba Moimaz, Ronald Jefferson Martins, Renato Moreira Arcieri, Tânia Adas Saliba Rovida Curso ODOI 8 - Odontologia Ênfase Identificação Disciplina SCOI9-I-T/P-A/B - Saúde Coletiva I Docente(s) Suzely Adas Saliba Moimaz, Ronald Jefferson Martins, Renato Moreira Arcieri, Tânia Adas Saliba Rovida

Leia mais

PREVALÊNCIA DE CÁRIE DENTÁRIA EM ESCOLARES DE 12 ANOS DE IDADE EM 2002 E 2007 EM LAJEADO, RS

PREVALÊNCIA DE CÁRIE DENTÁRIA EM ESCOLARES DE 12 ANOS DE IDADE EM 2002 E 2007 EM LAJEADO, RS OS IMPACTOS DAS MUDANÇAS NA ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO NOME SOBRE DO A SAÚDE... ARTIGO 25 PREVALÊNCIA DE CÁRIE DENTÁRIA EM ESCOLARES DE 12 ANOS DE IDADE EM 2002 E 2007 EM LAJEADO, RS PREVALENCE OF DENTAL

Leia mais

NORMATIZAÇÃO DO FUNCIONAMENTO DO SERVIÇO DE ODONTOLOGIA HOSPITALAR

NORMATIZAÇÃO DO FUNCIONAMENTO DO SERVIÇO DE ODONTOLOGIA HOSPITALAR NORMATIZAÇÃO DO FUNCIONAMENTO DO SERVIÇO DE ODONTOLOGIA HOSPITALAR Atuação e conceitos da Odontologia Hospitalar e Medicina Oral A Odontologia exercida pela grande maioria dos dentistas brasileiros enfoca

Leia mais

ATENÇÃO À SAÚDE DA CRIANÇA

ATENÇÃO À SAÚDE DA CRIANÇA ATENÇÃO À SAÚDE DA CRIANÇA Áreas temáticas: Educação e Saúde Coordenador: Profª Norma Suely Falcão De Oliveira Melo Equipe executora: Orientadoras: Profª Norma Suely Falcão De Oliveira Melo (coordenador);

Leia mais

PROJETO ESCOLARES: A INTEGRALIDADE NA ATENÇÃO BÁSICA EM SAÚDE BUCAL NO MUNICÍPIO DE SANTA CRUZ DO SUL/RS

PROJETO ESCOLARES: A INTEGRALIDADE NA ATENÇÃO BÁSICA EM SAÚDE BUCAL NO MUNICÍPIO DE SANTA CRUZ DO SUL/RS PROJETO ESCOLARES: A INTEGRALIDADE NA ATENÇÃO BÁSICA EM SAÚDE BUCAL NO MUNICÍPIO DE SANTA CRUZ DO SUL/RS Autor (a): Daiane kuczynski Co Autor (a): Tássia Silvana Borges, Michele Chabat, Cláudia Fabiana

Leia mais

Elizabeth Azevedo Soares TJPE 2011

Elizabeth Azevedo Soares TJPE 2011 Elizabeth Azevedo Soares TJPE 2011 Organograma PROGRAMA Promoção de saúde em seu conceito mais amplo, ou seja, despertar nos pacientes a importância da higiene bucal, da prevenção e a associação destas

Leia mais

FOMULAÇÃO DE CESTA BÁSICA DE PROTUDOS DE HIGIÊNE ORAL NO MUNICÍPIO DE TERESINA-PI

FOMULAÇÃO DE CESTA BÁSICA DE PROTUDOS DE HIGIÊNE ORAL NO MUNICÍPIO DE TERESINA-PI Área: CV ( ) CHSA ( ) ECET ( ) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA MEC UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ UFPI PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PRPPG Coordenadoria Geral de Pesquisa CGP Campus Universitário

Leia mais

UMA ESCOVA PARA CADA USO

UMA ESCOVA PARA CADA USO UMA ESCOVA PARA CADA USO Nem só das importantes medidas preventivas(alimentação sadia e Flúor na água/tópico),vive o cuidado adequado com os dentes e cavidade bucal...tem aquele diário, cada vez que você

Leia mais

TÍTULO: AUTORES: INSTITUIÇÃO: RESUMO INTRODUÇÃO

TÍTULO: AUTORES: INSTITUIÇÃO:  RESUMO INTRODUÇÃO TÍTULO: ATENDIMENTO A PACIENTES ESPECIAIS: UMA PRÁTICA DE INCLUSÃO SOCIAL AUTORES: Roger Keller Celeste; Luiz Alberto de Lorenzi Arteche; Carine Bertotto; Luciane Bertotto; Luciana Pacheco; Sergio Miguens

Leia mais

Indicador 24. Cobertura de primeira consulta odontológica programática

Indicador 24. Cobertura de primeira consulta odontológica programática Indicador 24 Cobertura de primeira consulta odontológica programática É o percentual de pessoas que receberam uma primeira consulta odontológica programática no Sistema Único de Saúde (SUS), A primeira

Leia mais

A gengivite é uma inflamação das gengivas provocada por acumulação de placa bacteriana e tártaro como consequência

A gengivite é uma inflamação das gengivas provocada por acumulação de placa bacteriana e tártaro como consequência Periodontologia É a disciplina da medicina dentária que se dedica à prevenção, diagnóstico e tratamento das doenças das gengivas e das estruturas de suporte dos dentes. A inflamação e o sangramento das

Leia mais

Curso de Mestrado em Ciências Odontológicas, Centro Universitário da Fundação Educacional de Barretos UNIFEB.

Curso de Mestrado em Ciências Odontológicas, Centro Universitário da Fundação Educacional de Barretos UNIFEB. Braz J Periodontol - June 2014 - volume 24 - issue 02 CONHECIMENTO SOBRE SAÚDE PERIODONTAL DOS PACIENTES SUBMETIDOS À TRIAGEM NOS POSTOS DE SAÚDE DE BARRETOS Patient s knowledge about periodontal health

Leia mais

UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ ADRIANO PIVOTTO HÁBITO DE HIGIENE BUCAL DE ESCOLARES DO ENSINO PÚBLICO DO MUNICÍPIO DE ITAJAÍ, SC.

UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ ADRIANO PIVOTTO HÁBITO DE HIGIENE BUCAL DE ESCOLARES DO ENSINO PÚBLICO DO MUNICÍPIO DE ITAJAÍ, SC. 0 UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ ADRIANO PIVOTTO HÁBITO DE HIGIENE BUCAL DE ESCOLARES DO ENSINO PÚBLICO DO MUNICÍPIO DE ITAJAÍ, SC. Itajaí 2012 1 ADRIANO PIVOTTO HÁBITOS DE HIGIENE BUCAL DE ESCOLARES DO

Leia mais

PROGRAMA SAÚDE NA ESCOLA. Orientações Gerais sobre as ações de Saúde Bucal no Programa Saúde na Escola

PROGRAMA SAÚDE NA ESCOLA. Orientações Gerais sobre as ações de Saúde Bucal no Programa Saúde na Escola PROGRAMA SAÚDE NA ESCOLA Orientações Gerais sobre as ações de Saúde Bucal no Programa Saúde na Escola A avaliação e promoção de saúde bucal é ação essencial que integra o Componente I do Programa Saúde

Leia mais

PALAVRAS CHAVE: Promoção de saúde, paciente infantil, extensão

PALAVRAS CHAVE: Promoção de saúde, paciente infantil, extensão TÍTULO:PROGRAMA DE ATENÇÃO ODONTOLÓGICA À CRIANÇA NA PRIMEIRA INFÂNCIA AUTORES: Mesquita, M. F, Menezes, V. A*., Maciel, A. E.**, Barros, E.S INSTITUIÇÃO:Faculdade de Odontologia de Pernambuco. FOP/UPE

Leia mais

OCORRÊNCIA E ETIOLOGIA DO TRAUMATISMO DENTAL EM ALUNOS DO CURSO DE ODONTOLOGIA DA UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL/RS

OCORRÊNCIA E ETIOLOGIA DO TRAUMATISMO DENTAL EM ALUNOS DO CURSO DE ODONTOLOGIA DA UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL/RS Revista de Endodontia Pesquisa e Ensino On Line - Ano 4, Número 7, Janeiro/Junho, 2008. 1 OCORRÊNCIA E ETIOLOGIA DO TRAUMATISMO DENTAL EM ALUNOS DO CURSO DE ODONTOLOGIA DA UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO

Leia mais

Aspectos microbiológicos da Cárie Dental

Aspectos microbiológicos da Cárie Dental Curso Técnico em Saúde Bucal Aula disponível: www.portaldoaluno.bdodonto.com.br Aspectos microbiológicos da Cárie Dental Prof: Bruno Aleixo Venturi 1 O que é a doença cárie? 2 CÁRIE DENTAL Do#La&m# Carious

Leia mais

Hábitos de higiene bucal e uso de serviços odontológicos por adolescentes e adultos do Município de Canoas, Estado do Rio Grande do Sul, Brasil *

Hábitos de higiene bucal e uso de serviços odontológicos por adolescentes e adultos do Município de Canoas, Estado do Rio Grande do Sul, Brasil * ARTIGO ORIGINAL Hábitos de higiene bucal e uso de serviços odontológicos por adolescentes e adultos do Município de Canoas, Estado do Rio Grande do Sul, Brasil * Oral Hygiene Habits and Use of Dental Services

Leia mais

PERCEPÇÃO E CONDIÇÃO DE SAÚDE BUCAL EM CRIANÇAS NUMA INSTITUIÇÃO NA CIDADE DE LINS/SP

PERCEPÇÃO E CONDIÇÃO DE SAÚDE BUCAL EM CRIANÇAS NUMA INSTITUIÇÃO NA CIDADE DE LINS/SP FOL Faculdade de Odontologia de Lins / UNIMEP PERCEPÇÃO E CONDIÇÃO DE SAÚDE BUCAL EM CRIANÇAS NUMA INSTITUIÇÃO NA CIDADE DE LINS/SP ORAL HEALTH PERCEPTION AND STATUS IN CHILDREN IN A CHILDCARE FACILITY

Leia mais

VEJA COMO A CÁRIE É FORMADA

VEJA COMO A CÁRIE É FORMADA VEJA COMO A CÁRIE É FORMADA E AJUDE A PREVENÍ-LA Sua dieta e seus hábitos de saúde bucal podem fazer uma grande diferença A RELAÇÃO ENTRE OS DENTES, BACTÉRIAS E OS ÁCIDOS DO AÇÚCAR Esses fatores desencadeiam

Leia mais

Avaliação do conhecimento sobre saúde bucal de pais e cuidadores de crianças e adolescentes com deficiência

Avaliação do conhecimento sobre saúde bucal de pais e cuidadores de crianças e adolescentes com deficiência Avaliação do conhecimento sobre saúde bucal de pais e cuidadores de crianças e adolescentes com deficiência Assessment of oral health knowledge of parents and caregivers of children and teens with disabilities

Leia mais

Levantamento das necessidades odontológicas de pacientes que procuram o Ambulatório do Centro de Extensão Vila Fátima Porto Alegre/RS

Levantamento das necessidades odontológicas de pacientes que procuram o Ambulatório do Centro de Extensão Vila Fátima Porto Alegre/RS 915 X Salão de Iniciação Científica PUCRS Levantamento das necessidades odontológicas de pacientes que procuram o Ambulatório do Centro de Extensão Vila Fátima Porto Alegre/RS Josiani Althaus Santos 1,

Leia mais

AVALIAÇÃO DA EFETIVIDADE DA HIGIENE BUCAL DAS CRIANÇAS DO LAR PADRE VITA DE PINDAMONHANGABA - SP

AVALIAÇÃO DA EFETIVIDADE DA HIGIENE BUCAL DAS CRIANÇAS DO LAR PADRE VITA DE PINDAMONHANGABA - SP FACULDADE DE PINDAMONHANGABA Adriana Germano de Araujo Weslley Santos de Carvalho AVALIAÇÃO DA EFETIVIDADE DA HIGIENE BUCAL DAS CRIANÇAS DO LAR PADRE VITA DE PINDAMONHANGABA - SP Pindamonhangaba SP 2012

Leia mais

VIVÊNCIAS NA CONSTRUÇÃO DE NOVOS HÁBITOS DE HIGIENE E SAÚDE ORAL EM ESCOLARES

VIVÊNCIAS NA CONSTRUÇÃO DE NOVOS HÁBITOS DE HIGIENE E SAÚDE ORAL EM ESCOLARES VIVÊNCIAS NA CONSTRUÇÃO DE NOVOS HÁBITOS DE HIGIENE E SAÚDE ORAL EM ESCOLARES Anne Gomes Carneiro 1 ; Renally Cristine Cardoso Lucas 2 ; Severina Silvana Soares dos Santos 3 ; Yêska Paola Costa Aguiar

Leia mais

TÍTULO: ANÁLISE DOS CONHECIMENTOS E DIFICULDADES DO USO DE FIO DENTAL ENTRE ESTUDANTES DE ODONTOLOGIA

TÍTULO: ANÁLISE DOS CONHECIMENTOS E DIFICULDADES DO USO DE FIO DENTAL ENTRE ESTUDANTES DE ODONTOLOGIA TÍTULO: ANÁLISE DOS CONHECIMENTOS E DIFICULDADES DO USO DE FIO DENTAL ENTRE ESTUDANTES DE ODONTOLOGIA CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: ODONTOLOGIA INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE

Leia mais

Instituição Educacional: Universidade Federal do Rio de Janeiro UFRJ A POPULAÇÃO CONHECE O CÂNCER BUCAL?

Instituição Educacional: Universidade Federal do Rio de Janeiro UFRJ A POPULAÇÃO CONHECE O CÂNCER BUCAL? PESQUISA 3º COLOCADO Título do Trabalho: A população conhece o câncer bucal? Autor (a): Drª. Carolina de Moraes Pires Orientador (a): Profª. Drª. Maria Elisa Rangel Janini Instituição Educacional: Universidade

Leia mais

PREVALÊNCIA DE CÁRIE PRECOCE DA INFÂNCIA EM CRIANÇAS ATENDIDAS EM UM PROGRAMA DE ATENÇÃO MATERNO-INFANTIL

PREVALÊNCIA DE CÁRIE PRECOCE DA INFÂNCIA EM CRIANÇAS ATENDIDAS EM UM PROGRAMA DE ATENÇÃO MATERNO-INFANTIL PREVALÊNCIA DE CÁRIE PRECOCE DA INFÂNCIA EM CRIANÇAS ATENDIDAS EM UM PROGRAMA DE ATENÇÃO MATERNO-INFANTIL Zacarias Soares de Brito Neto (Bolsista do PIBIC/UFPI ICV); Lúcia de Fátima Almeida de Deus Moura

Leia mais

AV. TAMBORIS ESQUINA COM RUA DAS PEROBAS, S/Nº - SETOR SÃO LOURENÇO CEP 76530-000 MUNDO NOVO GOIÁS FONES:

AV. TAMBORIS ESQUINA COM RUA DAS PEROBAS, S/Nº - SETOR SÃO LOURENÇO CEP 76530-000 MUNDO NOVO GOIÁS FONES: SAÚDE BUCAL INTRODUÇÃO A evolução da Odontologia enquanto ciência da saúde é uma realidade incontestável. Dentro deste contexto de mudanças de paradigma, no qual a Promoção de Saúde toma o lugar da prática

Leia mais

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções)

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) 13. CONEX Produto Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( X ) SAÚDE ( ) TRABALHO

Leia mais

OBJETIVOS. Objetivo Gerail

OBJETIVOS. Objetivo Gerail TÍTULO:PROJETO CUIDADOS ODONTOLÓGICOS AO PORTADOR DE DEFICIÊNCIA AUTORES: Profª. Gracia Maria Salles Maciel Koerich Ac. Janaína Masson Ac. Márcia Martins Pacheco T. A. Sérgio José Sena INSTITUIÇÃO:UNIVERSIDADE

Leia mais

INDÍCE DE HIGIENE ORAL SIMPLIFICADO EM ALUNOS DE ENSINO FUNDAMENTAL AVALIADO ANTES DO BOCHECHO COM FLÚOR 1

INDÍCE DE HIGIENE ORAL SIMPLIFICADO EM ALUNOS DE ENSINO FUNDAMENTAL AVALIADO ANTES DO BOCHECHO COM FLÚOR 1 INDÍCE DE HIGIENE ORAL SIMPLIFICADO EM ALUNOS DE ENSINO FUNDAMENTAL AVALIADO ANTES DO BOCHECHO COM FLÚOR 1 Beatriz Rosana Gonçalves de Oliveira 2 Luciano Martini INTRODUÇÃO Na Odontologia, com o problema

Leia mais

http://www.itpac.br/revista

http://www.itpac.br/revista _ PREVALÊNCIA DE CÁRIE PELO ÍNDICE CPO-D EM ALUNOS DA APAE DE ARAGUAÍNA-TOCANTINS Ayla Caroline Eduardo Canedo de Aguiar (Graduada em Odontologia pela FAHESA/ITPAC) E-mail: nininha_nz@hotmail.com, Tauanny

Leia mais

PROMOÇÃO DE SAÚDE BUCAL EM PORTADORES DE NECESSIDADES ESPECIAIS EM SOBRAL CE

PROMOÇÃO DE SAÚDE BUCAL EM PORTADORES DE NECESSIDADES ESPECIAIS EM SOBRAL CE PROMOÇÃO DE SAÚDE BUCAL EM PORTADORES DE NECESSIDADES ESPECIAIS EM SOBRAL CE Oral Health promotion for Bearers of Special Needs in Sobral Ceará Fábio Solon Tajra Dentista da Estratégia Saúde da Família

Leia mais

Cléa Adas Saliba Garbin 1 Artênio José Isper Garbin 2 Karina Tonini dos Santos 3 Lídia Regina da Costa Hidalgo 4 Suzely Adas Saliba Moimaz 5

Cléa Adas Saliba Garbin 1 Artênio José Isper Garbin 2 Karina Tonini dos Santos 3 Lídia Regina da Costa Hidalgo 4 Suzely Adas Saliba Moimaz 5 ARTIGO ARTICLE 453 CONHECIMENTO SOBRE SAÚDE BUCAL POR CONCLUINTES DE PEDAGOGIA KNOWLEDGE REGARDING ORAL HEALTH AMONG GRADUATES IN EDUCATION Cléa Adas Saliba Garbin 1 Artênio José Isper Garbin 2 Karina

Leia mais

Pesquisa O que os brasileiros sabem sobre saude bucal (e o que os dentistas deveriam contar...)

Pesquisa O que os brasileiros sabem sobre saude bucal (e o que os dentistas deveriam contar...) apresentam Patrocínio Realização Pesquisa O que os brasileiros sabem sobre saude bucal (e o que os dentistas deveriam contar...) 1 Pesquisa Saúde Bucal Pesquisa O que os brasileiros sabem sobre saude bucal

Leia mais

CURSO ODONTOLOGIA Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14

CURSO ODONTOLOGIA Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14 CURSO ODONTOLOGIA Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14 Componente Curricular: ODONTOGERIATRIA Código: Pré-requisito: - Período Letivo: 2015.1

Leia mais

A experiência e o conhecimento acumulados dos profissionais do Programa Caminho Melhor Jovem em relação à saúde oral

A experiência e o conhecimento acumulados dos profissionais do Programa Caminho Melhor Jovem em relação à saúde oral 88 COMUNICAÇÃO BREVE Célia Regina de Jesus Caetano Mathias 1 Mario Eliseo Maiztegui Antunez 2 Rhebeca Braga Costa Telles 3 A experiência e o conhecimento acumulados dos profissionais do Programa Caminho

Leia mais

PROJETO SEMPRE SORRINDO. Natália Rafaela de Assis Costa 1 ; Prof. Alessandro Aparecido. Federal de Alfenas/UNIFAL MG. Federal de Alfenas/UNIFAL MG

PROJETO SEMPRE SORRINDO. Natália Rafaela de Assis Costa 1 ; Prof. Alessandro Aparecido. Federal de Alfenas/UNIFAL MG. Federal de Alfenas/UNIFAL MG PROJETO SEMPRE SORRINDO Natália Rafaela de Assis Costa 1 ; Prof. Alessandro Aparecido Pereira 2 ; Letícia Carminati Cardoso Ribeiro 3 1 Acadêmica do 3 período do curso de Odontologia, bolsista do Grupo

Leia mais

ESTUDO EPIDEMIOLÓGICO DA DEMANDA DE TRATAMENTO ODONTOLÓGICO NO MUNICÍPIO DE EMBU DAS ARTES

ESTUDO EPIDEMIOLÓGICO DA DEMANDA DE TRATAMENTO ODONTOLÓGICO NO MUNICÍPIO DE EMBU DAS ARTES ESTUDO EPIDEMIOLÓGICO DA DEMANDA DE TRATAMENTO ODONTOLÓGICO NO MUNICÍPIO DE EMBU DAS ARTES Ligia de Jesus Martins de Oliveira 1 ; Luis Carlos Pires Baptista 2 Estudante do Curso de Odontologia; lih.odonto@gmail.com

Leia mais

SAÚDE BUCAL EM CRIANÇAS NA IDADE ESCOLAR EM NOVA XAVANTINA-MT 1

SAÚDE BUCAL EM CRIANÇAS NA IDADE ESCOLAR EM NOVA XAVANTINA-MT 1 SAÚDE BUCAL EM CRIANÇAS NA IDADE ESCOLAR EM NOVA XAVANTINA-MT Michele Novaes Ribeiro - ninepeixoto@yahoo.com.br Maria Eloíza Pereira Leite Ramos Karine da Silva Peixoto, Resumo Este estudo teve por objetivo

Leia mais

Perfil do Conhecimento dos Cuidadores de uma Creche Pública sobre os Hábitos de Higiene Bucal, Várzea Grande/MT.

Perfil do Conhecimento dos Cuidadores de uma Creche Pública sobre os Hábitos de Higiene Bucal, Várzea Grande/MT. 1 Perfil do Conhecimento dos Cuidadores de uma Creche Pública sobre os Hábitos de Higiene Bucal, Várzea Grande/MT. Carla Martins Sanchez 1* Ana Paula Sabatine 2 Patricia De Almeida Teixeira 2 Wanuza Amaral

Leia mais

Fonoaudióloga. Mestre em Fonoaudiologia pela UNIFESP. Docente do Departamento de Saúde da UNINOVE. luescanoela@uninove.br. 4

Fonoaudióloga. Mestre em Fonoaudiologia pela UNIFESP. Docente do Departamento de Saúde da UNINOVE. luescanoela@uninove.br. 4 Science in Health maio-ago 2012; 3(2): 109-15 HÁBITOS RELACIONADOS À HIGIENE ORAL EM USUÁRIOS DE UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE DE GUARULHOS - SP: BREVE ESTUDO OBSERVACIONAL Habits related to oral hygiene in

Leia mais

SAÚDE BUCAL EM CRIANÇAS NA IDADE ESCOLAR EM NOVA XAVANTINA-MT 1

SAÚDE BUCAL EM CRIANÇAS NA IDADE ESCOLAR EM NOVA XAVANTINA-MT 1 SAÚDE BUCAL EM CRIANÇAS NA IDADE ESCOLAR EM NOVA XAVANTINA-MT Michele Novaes Ribeiro - ninepeixoto@yahoo.com.br Maria Eloíza Pereira Leite Ramos Karine da Silva Peixoto, Resumo Este estudo teve por objetivo

Leia mais

ÁREA TEMÁTICA DA EXTENSÃO:

ÁREA TEMÁTICA DA EXTENSÃO: TÍTULO: PROMOÇÃO DE SAÚDE E VIDA NA TERCEIRA IDADE AUTORES: ALVES, M.S.C.F.(socorrofeitosa@dod.ufrn.br); MEDEIROS JUNIOR, A.; PIRES, J.A.S.(jaspires@uol.com.br); QUEIROZ, C.M.F.(cristinamaria.inga@bol.com.br);

Leia mais

INDICADORES DE SAÚDE ORAL EM ADOLESCENTES

INDICADORES DE SAÚDE ORAL EM ADOLESCENTES INDICADORES DE SAÚDE ORAL EM ADOLESCENTES ISABEL BICA 1 MADALENA CUNHA 1 CATARINA MARINHO 2 PATRÍCIA CORDINHÃ 3 VITOR RODRIGUES 4 MARGARIDA REIS-SANTOS 5 1 Docente da Escola Superior de Saúde de Viseu

Leia mais

ABRA A BOCA CONTRA O CÂNCER BUCAL

ABRA A BOCA CONTRA O CÂNCER BUCAL Protocolo Nº: 002-S. Unidade(s) de aprendizagem ou disciplina de referência: Diagnóstico Bucal ( Unidade de Aprendizagem); Patologia Buco Dental e Estomatologia I e II ( disciplina de referência) Ementa:

Leia mais

PROGRAMA EDUCATIVO - PREVENTIVO DE HIGIENE ORAL EM ESTUDANTES DA ESCOLA MUNICIPAL ADELMO SIMAS GENRO DE SANTA MARIA-RS 1

PROGRAMA EDUCATIVO - PREVENTIVO DE HIGIENE ORAL EM ESTUDANTES DA ESCOLA MUNICIPAL ADELMO SIMAS GENRO DE SANTA MARIA-RS 1 Disc. Scientia. Série: Ciências da Saúde, Santa Maria, v. 7, n. 1, p. 127-138, 2006. 127 ISSN 1982-2111 PROGRAMA EDUCATIVO - PREVENTIVO DE HIGIENE ORAL EM ESTUDANTES DA ESCOLA MUNICIPAL ADELMO SIMAS GENRO

Leia mais

Estudo da prevalência de cárie dentária na dentição permanente em crianças de 6 a 12 anos da rede pública de ensino no município de Joinville (SC)

Estudo da prevalência de cárie dentária na dentição permanente em crianças de 6 a 12 anos da rede pública de ensino no município de Joinville (SC) ISSN 1806-7727 Estudo da prevalência de cárie dentária na dentição permanente em crianças de 6 a 12 anos da rede pública de ensino no município de Joinville (SC) Evaluated the prevalence of dental caries

Leia mais