ÍNDICE DE SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL (ISE) DA BOVESPA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ÍNDICE DE SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL (ISE) DA BOVESPA"

Transcrição

1 ÍNDICE DE SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL (ISE) DA BOVESPA IV CONFERÊNCIA INTER-AMERICANA DE RSE Um bom negócio para todos PAINEL: Avaliação e Comunicação da Responsabilidade Social Corporativa: o desafio da eficácia Mario Monzoni - FGV-EAESP São Paulo, 2 de dezembro 2006

2 Socially Responsible Investing (SRI) é Um processo de investimento que combina a análise das questões ambientais sociais econômicas e de gov. corporativa com a análise financeira tradicional maximizando o retorno para os investidores

3 SRI: o começo 60 s e 70 s Filosofia básica: negative screening (seleção negativa) Armas, fumo, pornografia; Bebidas (nos EUA); Setores considerados pesados (Petróleo, mineração, montadoras) Motivos: Sistemas de poupança mais desregulamentados Mercados mais líquidos Tradição de ativismo em questões sociais (Abolição, voto para mulher, sindicalismo, Vietnã, apartheid, meio ambiente, etc.) Exemplos: Trillium (US), Pax (US)

4 SRI: segunda geração 80 s e 90 s Filosofia: positive screening Buscar setores promissores Energia eólica / solar, reciclagem, biotecnologia Informática, informática, informática, informática, etc. Exemplos: Jupiter (UK), UBS Eco Performance (Suiça) Fonte: ABN AMRO

5 SRI: terceira geração 90 s e 00 s Filosofia: best in class Investe em qualquer setor, mas procura os melhores Pode investir em setores pesados Pode combinar com negative screening Exemplos: Storebrand (Noruega), Ethical (Brasil) Fonte: ABN AMRO

6 SRI nos EUA, 200

7 SRI em Mercados Emergentes África do Sul: lançamento do Index em 2003 Ásia Associação para promover SRI (ASRIA, baseada em HK) Fundos novos Malásia (segue princípios muçulmanos) Hong Kong, Coréia do Sul

8 SRI no Brasil Primeiro serviço de pesquisa SRI em mercado emergente Unibanco (2000) Primeiro fundo SRI em mercado emergente Ethical (200) Patrimônio: aprox. R$ 40 mi (nov/2006) Unibanco, CEF, Banco Santos e HSBC lançam fundos de alcance comunitário Itaú lança Fundo Itaú de Excelência Social (2004) Patrimônio: aprox. R$ 250 mi (nov/2006) ABRAPP e ETHOS tornam público compromisso voluntário em SRI Bovespa lança Índice de Sustentabilidade Empresarial (2005) Banco do Brasil, HSBC, Bradesco e Safra lançam fundos espelhados no ISE. Patrimônios: aprox. R$ 00 mi (nov/2006)

9 SRI - INDEXES New York: Dow Jones Sustainability Index (DJSI) Lançado em 999 London: FTSE4Good Footsie for good 200 Johanesburgo SRI Index da JSE 2003 Brasil ISE

10 ISE - Governança Conselho composto por representantes das seguintes instituições: ABRAPP APIMEC ANBID BOVESPA IBGC Instituto Ethos IFC MMA Grupo de Trabalho Coordenador Geral (GVces FGV-EAESP)

11 ISE - METODOLOGIA 50 papéis mais líquidos recebem o questionário Questionário web based avalia a sustentabilidade empresarial em 6 dimensões Desempenho é avaliado estatisticamente por 3 critérios Índice composto por até 40 empresas e ponderado pelo free-floating

12 ISE - QUESTIONÁRIO DIMENSÕES GERAL NATUREZA DO PRODUTO GOVERNANÇA CORPORATIVA ECONÔMICO-FINANCEIRA AMBIENTAL ALTO E MODERADO IMPACTO E QUESTIONÁRIO ESPECÍFICO PARA IF SOCIAL DIMENSÃO CRITÉRIOS (24) INDICADORES (56) PERGUNTAS (47/3)

13 ISE - PROCESSO Reunião com as empresas participantes (Julho) Revisão geral do questionário (coordenadores) -> Versão (Julho) Workshops (5) com especialistas -> Versão 2 (Agosto) Consulta Pública (Agosto & Setembro) com ferramenta web Audiência Pública Presencial (Setembro) Análise das sugestões e elaboração do documento final (coordenadores) -> Versão Final (Outubro) Preenchimento do Questionário (Outubro e Novembro) Análise das respostas (Novembro) Apreciação pelo Conselho Deliberativo e divulgação da carteira (Novembro)

14 ISE CRITÉRIOS DE SELEÇÃO Os pontos obtidos em cada dimensão foram normalizados, gerando-se as variáveis normalizadas Z. Para fazer parte da carteira do ISE a empresa deve ser aprovada em pelo menos um dos três critérios de seleção abaixo: Critérios: Nota mínima = Zmínimo > -, em todas as dimensões Nota total = Ztotal 0 Fazer parte do Cluster = a análise de cluster é um método estatístico que agrupa as empresas de acordo com a semelhança, isto é, seleciona as empresas que têm desempenho semelhante em todas as dimensões.

15 ISE NOVIDADES Protocolos Visando facilitar o processo de preenchimento do questionário, foram desenvolvidos protocolos técnicos. Os protocolos relacionam-se a um indicador - ou a um conjunto de indicadores - fornecendo definições detalhadas, procedimentos e referências que garantam a consistência das respostas Documentos & Verificação No questionário é indicado, quando pertinente, nome e/ou descrição de documento(s) que ajudem na comprovação das respostas fornecidas. A empresa deverá manter em seu poder uma cópia deste(s) documento(s). A Bovespa fará um sorteio aleatório destes documentos por empresa e concederá tempo a ser definido para que encaminhem os documentos sorteados para avaliação. Este sorteio acontecerá depois do lançamento do ÍSE Relatório de Desempenho Todas as empresas que enviaram o questionário receberam relatório com as seguintes informações: a pontuação da empresa e os pesos por dimensão e critério, a pontuação máxima obtida em cada dimensão (benchmark), a média de toda a amostra (inclui todas as empresas participantes) e a média das empresas selecionadas para compor a carteira.

16 ISE NOVIDADES Plano de Negócios: em 2006 foi aprovado um plano de negócios que visa gerar receitas para financiar as revisões anuais do índice. Acesso ao sistema e devolutiva do desempenho: cobrança de uma taxa para que as empresas tenham acesso ao sistema ISE/Bovespa para o preenchimento do questionário. Esta taxa inclui também o recebimento, em Dezembro, de análise estatística sobre desempenho absoluto e relativo da empresa (R$ 3.000,00). 2. Uso do logo: será cobrada uma taxa anual pelo uso do logo em peças de divulgação da empresa (R$ 0.000,00). 3. Licenciamento Anual: será cobrada uma taxa anual dos administradores de fundos referenciados ao ISE (que tenham o ISE como espelho) a título de licenciamento.

17 QUESTIONÁRIOS ENVIADOS DEZ/ RESPONDIDOS 63 Part. dessas empresas no Valor de Mercado : 57,5 % DEZ/ RESPONDIDOS 60 Part. dessas empresas no Valor de Mercado : 58,7 %

18 CARTEIRA ANTIGA DO ISE 28 EMPRESAS 33 AÇÕES 2 SETORES VALOR DE MERCADO: R$ 504,2 BILHÕES 34,9% da capitalização da BOVESPA

19 CARTEIRA ATUAL DO ISE 34 EMPRESAS 43 AÇÕES 4 SETORES VALOR DE MERCADO: R$ 700,7 BILHÕES 48,5% da capitalização da BOVESPA

20 CARTEIRA DO ISE Distribuição Setorial das Empresas Setor Aluguel de Carros Análises e Diagnósticos Carnes e Derivados Energia Elétrica Equipamentos Elétricos Exploração de Rodovias Financeiro Holding Diversificada Material de Transporte Papel e Celulose Petroquímicos Petróleo, Gás e Biodiesel Produtos de Uso Pessoal e Limpeza Siderurgia e Metalurgia Transporte Aéreo e Ferroviário Atual = Nova =

21 CARTEIRA DO ISE Distribuição Setorial das Empresas Setor Aluguel de Carros Análises e Diagnósticos Carnes e Derivados Energia Elétrica Equipamentos Elétrico Exploração de Rodovias Financeiro Holding Diversificada Material de Transporte Papel e Celulose Petroquímicos Petróleo, Gás e Biodiesel Produtos de Uso Pessoal e Limpeza Siderurgia e Metalurgia Transporte Aéreo e Ferroviário Part.% ,76 0,96 4,,4,35 59,54-4,97 5,52 2,24 -,44 3,72 4,24 Part. % ,56 0,52 0,64 7,4-0,9 43,56 0,43 3,46 3,76 0,88 25,00 0,96 8,3 4,04

Aplicar na Bolsa, visando à formação de. envolve normalmente um horizonte de longo prazo. socialmente responsáveis e sustentabilidade

Aplicar na Bolsa, visando à formação de. envolve normalmente um horizonte de longo prazo. socialmente responsáveis e sustentabilidade OQUEABOLSATEMA A VER COM SUSTENTABILIDADE? Aplicar na Bolsa, visando à formação de patrimônio ou reservas para a utilização futura, envolve normalmente um horizonte de longo prazo. Selecionar empresas

Leia mais

Aplicar na Bolsa, visando à formação de. envolve normalmente um horizonte de longo prazo. socialmente responsáveis e sustentabilidade

Aplicar na Bolsa, visando à formação de. envolve normalmente um horizonte de longo prazo. socialmente responsáveis e sustentabilidade OQUEABOLSATEMA A VER COM SUSTENTABILIDADE? Aplicar na Bolsa, visando à formação de patrimônio ou reservas para a utilização futura, envolve normalmente um horizonte de longo prazo. Selecionar empresas

Leia mais

O valor de ser sustentável

O valor de ser sustentável Visão Sustentável O valor de ser sustentável Os investimentos socialmente responsáveis vêm ganhando espaço mundialmente. No Brasil, há fundos de ações com foco em sustentabilidade, além do ISE Criselli

Leia mais

ISE 2008 Índice de Sustentabilidade Empresarial. Reunião Empresas. Bovespa Abril de 2008

ISE 2008 Índice de Sustentabilidade Empresarial. Reunião Empresas. Bovespa Abril de 2008 ISE 2008 Índice de Sustentabilidade Empresarial Reunião Empresas Bovespa Abril de 2008 Agenda O que é o ISE? Quais seus objetivos? Como funciona? Aspectos gerais e Governança Estrutura do Questionário

Leia mais

METODOLOGIA DO ÍNDICE DE SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL (ISE)

METODOLOGIA DO ÍNDICE DE SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL (ISE) METODOLOGIA DO ÍNDICE DE SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL (ISE) Abril/2015 [data] METODOLOGIA DO ÍNDICE DE O ISE é o resultado de uma carteira teórica de ativos, elaborada de acordo com os critérios estabelecidos

Leia mais

Fatores para a mudança em direção à sustentabilidade

Fatores para a mudança em direção à sustentabilidade Mudanças Climáticas - Caminhos e Soluções Fatores para a mudança em direção à sustentabilidade ECOLATINA - 2007 Breve histórico: 1972: Conferência sobre Meio Ambiente ONU / Estocolmo 1980: Superfund -

Leia mais

Responsabilidade Socioambiental, Negócios e Sustentabilidade

Responsabilidade Socioambiental, Negócios e Sustentabilidade Responsabilidade Socioambiental, Negócios e Sustentabilidade SUSTENTABILIDADE Fonte figura: Projeto Sigma Paula Chies Schommer CIAGS/UFBA Novembro 2007 O que define uma empresa como sustentável? 2 Objetivos

Leia mais

FÓRUM EMPRESARIAL SUSTENTABILIDADE E RESPONSABILIDADE CORPORATIVA: UM PASSO ADIANTE

FÓRUM EMPRESARIAL SUSTENTABILIDADE E RESPONSABILIDADE CORPORATIVA: UM PASSO ADIANTE AMCE NEGÓCIOS SUSTENTÁVEIS www.amce.com.br PROJETOS ESPECIAIS FÓRUM EMPRESARIAL SUSTENTABILIDADE E RESPONSABILIDADE CORPORATIVA: UM PASSO ADIANTE 13º EVENTO TEMA: Investimentos socialmente responsáveis:

Leia mais

PERFIL DAS EMPRESAS QUE COMPÕEM O ISE E VISÃO PANORÂMICA DOS REFLEXOS DA ADESÃO AO ÍNDICE: UM ESTUDO MULTICASO

PERFIL DAS EMPRESAS QUE COMPÕEM O ISE E VISÃO PANORÂMICA DOS REFLEXOS DA ADESÃO AO ÍNDICE: UM ESTUDO MULTICASO PERFIL DAS EMPRESAS QUE COMPÕEM O ISE E VISÃO PANORÂMICA DOS REFLEXOS DA ADESÃO AO ÍNDICE: UM ESTUDO MULTICASO Resumo Com o aumento constante da população mundial e os avanços tecnológicos, aspectos como

Leia mais

ISE Índice de Sustentabilidade Empresarial

ISE Índice de Sustentabilidade Empresarial Índice de Sustentabilidade Empresarial Página 1 de 14 Índice Introdução...3 Critérios de Seleção...4 Metodologia do...5 A. Apresentação...5 B. Ações Elegíveis para o Índice...5 C. Critérios de Inclusão

Leia mais

MEIO AMBIENTE Política e Ações

MEIO AMBIENTE Política e Ações MEIO AMBIENTE Política e Ações Luiz Augusto Barcellos Almeida Superintendência de Coordenação Ambiental e da Qualidade Belo Horizonte, 29 de maio de 2006 1 BREVE HISTÓRICO DO AMBIENTALISMO RECENTE Primeiros

Leia mais

Workshops de Revisão Abril 2014 Aron Belinky

Workshops de Revisão Abril 2014 Aron Belinky Workshops de Revisão Abril 2014 Aron Belinky Centro de Estudos em Sustentabilidade (GVces) Escola de Administração de Empresas da Fundação Getulio Vargas (FGV-EAESP) GVces Criado em 2003, o GVces é uma

Leia mais

Workshops de Revisão Março 2015

Workshops de Revisão Março 2015 Workshops de Revisão Março 2015 Centro de Estudos em Sustentabilidade (GVces) Escola de Administração de Empresas da Fundação Getulio Vargas (FGV-EAESP) GVces Criado em 2003, o GVces é uma iniciativa da

Leia mais

Desafios e Perspectivas no Ambiente Interno como Agente de Indução e Mobilização 14/09/2010

Desafios e Perspectivas no Ambiente Interno como Agente de Indução e Mobilização 14/09/2010 Desafios e Perspectivas no Ambiente Interno como Agente de Indução e Mobilização 14/09/2010 31 de março de 2010 Uma das maiores bolsas do mundo É a terceira maior bolsa do mundo, com valor de mercado de

Leia mais

Workshops de Revisão Abril 2014 Aron Belinky

Workshops de Revisão Abril 2014 Aron Belinky Workshops de Revisão Abril 2014 Aron Belinky Centro de Estudos em Sustentabilidade (GVces) Escola de Administração de Empresas da Fundação Getulio Vargas (FGV-EAESP) GVces Criado em 2003, o GVces é uma

Leia mais

Responsabilidade socioambiental: caminhos para uma política empresarial

Responsabilidade socioambiental: caminhos para uma política empresarial Responsabilidade socioambiental: caminhos para uma política empresarial Referência mundial em sustentabilidade, com Bolsa de Johanesburgo, pelo Relatório Bolsas de Valores Sustentáveis Relatório de Progresso,

Leia mais

Índice de Sustentabilidade Empresarial - ISE Confidencial Restrita Confidencial Uso Interno Público 1

Índice de Sustentabilidade Empresarial - ISE Confidencial Restrita Confidencial Uso Interno Público 1 Confidencial Restrita Confidencial Uso Interno Público 1 Sustentabilidade em Bolsas de Valores Estímulo à transparência e ao desempenho socioambiental das empresas listadas Critérios mínimos de listagem.

Leia mais

DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL 1 O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E A CONTABILIDADE AMBIENTAL: Uma Análise dos Indicadores Financeiros de Empresas participantes do Índice de Sustentabilidade Empresarial da BM&F BOVESPA. Rubiana Bezerra

Leia mais

Crescimento com Sustentabilidade

Crescimento com Sustentabilidade Crescimento com Sustentabilidade Luiz Fernando Rolla Diretor de Finanças, Relações com Investidores e Controle de Participações 1 Termo de Renúncia Algumas declarações constantes nesta apresentação são

Leia mais

Investimentos Socialmente Responsáveis

Investimentos Socialmente Responsáveis Investimentos Socialmente Responsáveis EUA, Mercados Emergentes e Brasil Agosto de 2009 Situação nos EUA Situação nos EUA Números do Segmento Fundos Abertos com Seleção de Ativos por Critérios de Responsabilidade

Leia mais

Programa Tear. Objetivo: Propósito: Sustentabilidade. Competitividade

Programa Tear. Objetivo: Propósito: Sustentabilidade. Competitividade Programa Tear Objetivo: Competitividade & Sustentabilidade Propósito: Implementação da RSE em PMEs da cadeia de valor de empresas estratégicas em 07 setores da economia Parceiros Parceiros do projeto:

Leia mais

Sustentabilidade como estratégia empresarial

Sustentabilidade como estratégia empresarial Palestra IETEC Outubro de 2012 Sustentabilidade como estratégia empresarial Luiz Augusto Barcellos Almeida Superintendente de Sustentabilidade Empresarial 1/XX Sustentabilidade Fatos que marcaram a trajetória

Leia mais

Reunião do Conselho Empresarial de Responsabilidade Social. Sustentabilidade Corporativa

Reunião do Conselho Empresarial de Responsabilidade Social. Sustentabilidade Corporativa Reunião do Conselho Empresarial de Responsabilidade Social Sustentabilidade Corporativa F U N D A Ç Ã O B R A S I L E I R A P A R A O D E S E N V O L V I M E N T O S U S T E N T Á V E L Índice A FBDS Sustentabilidade

Leia mais

Aula 6 - Investimentos com Responsabilidade e Índices de Sustentabilidade Empresarial

Aula 6 - Investimentos com Responsabilidade e Índices de Sustentabilidade Empresarial Aula 6 - Investimentos com Responsabilidade e Índices de Sustentabilidade Empresarial Ao final dessa aula, o aluno deverá ser capaz de: Identificar os parâmetros utilizados por investidores na hora de

Leia mais

Índice Dow Jones de Sustentabilidade Uma Reflexão. alencar@cemig.com.br

Índice Dow Jones de Sustentabilidade Uma Reflexão. alencar@cemig.com.br Índice Dow Jones de Sustentabilidade Uma Reflexão Anderson de Alencar Pinto alencar@cemig.com.br Responsabilidade Social e Geração de Valor para Acionista 2 Investimentos Socialmente Responsáveis Investimentos

Leia mais

Workshops de Revisão Março 2015

Workshops de Revisão Março 2015 Workshops de Revisão Março 2015 Workshops de revisão do questionário Agenda 14h-15h Abertura / Rodada de apresentações / Introd. do Coord. (1h) 15h- 16h Debate em grupos (1h) 16h- 16h15 Intervalo (15')

Leia mais

Cemig - líder mundial do Setor de Utilities em 2007 no Dow Jones Sustainability World Index

Cemig - líder mundial do Setor de Utilities em 2007 no Dow Jones Sustainability World Index Cemig - líder mundial do Setor de Utilities em 2007 no Dow Jones Sustainability World Index Luiz Augusto Barcelos de Almeida Superintendência de Sustentabilidade Empresarial Maio de 2008 1/XX 2007 - Líder

Leia mais

ÍNDICE DE SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL (ISE)

ÍNDICE DE SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL (ISE) ÍNDICE DE SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL (ISE) Iniciativa pioneira na América Latina, o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) busca criar um ambiente de investimento compatível com as demandas de

Leia mais

TÍTULO: FINANÇAS SUSTENTÁVEIS E O CASO DO INDICE DE SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL DA BOVESPA Rachel Biderman Mario Monzoni Renata Peregrino de Brito

TÍTULO: FINANÇAS SUSTENTÁVEIS E O CASO DO INDICE DE SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL DA BOVESPA Rachel Biderman Mario Monzoni Renata Peregrino de Brito TÍTULO: FINANÇAS SUSTENTÁVEIS E O CASO DO INDICE DE SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL DA BOVESPA Rachel Biderman Mario Monzoni Renata Peregrino de Brito Resumo: O presente artigo apresenta um histórico da construção

Leia mais

Março 2016. Iniciativa: Realização:

Março 2016. Iniciativa: Realização: 10 Março 2016 Iniciativa: Realização: EXPEDIENTE SUMÁRIO Conselho Deliberativo do ISE (CISE) Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de São Paulo (BM&FBOVESPA): Sonia Consiglio Favaretto (presidente) Associação

Leia mais

Questionário-base Versão final

Questionário-base Versão final 1 2014 2015 Questionário-base Versão final 2 A presentamos a versão final do questionário do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) deste ano. Este documento é fruto do trabalho de revisão feito

Leia mais

Questionário de desempenho ambiental, social e de governança para as empresas participadas e investidas pelos Fundos de Pensão

Questionário de desempenho ambiental, social e de governança para as empresas participadas e investidas pelos Fundos de Pensão Questionário de desempenho ambiental, social e de governança para as empresas participadas e investidas pelos Fundos de Pensão Introdução A consulta a seguir é um novo passo em direção às melhores práticas

Leia mais

Programa BRDE Produção e Consumo Sustentáveis BRDE/PCS

Programa BRDE Produção e Consumo Sustentáveis BRDE/PCS Programa BRDE Produção e Consumo Sustentáveis BRDE/PCS AGENDA 1. CONTEXTO ESPECÍFICO E CONTEXTO HISTÓRICO a) Contexto Específico b) Contexto Histórico no Mundo c) Contexto Histórico no Brasil 2. PRODUÇÃO

Leia mais

Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE)

Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) Já há alguns anos iniciou-se uma tendência mundial dos investidores procurarem empresas socialmente responsáveis, sustentáveis e rentáveis para aplicar seus

Leia mais

Evento de Lançamento do Processo ISE 2015

Evento de Lançamento do Processo ISE 2015 Evento de Lançamento do Processo ISE 2015 25 de fevereiro de 2015 Carteira ISE 2015 R$ 1.224.784.660.586,93-49,87% do valor total de mercado (base 24/11/2014) Carteira ISE 2015 R$ 1.224.784.660.586,93-49,87%

Leia mais

Abrasca elege OdontoPrev como destaque do setor de serviços médicos

Abrasca elege OdontoPrev como destaque do setor de serviços médicos Data: segunda-feira, 14 de junho de 2010 Site: FENASEG Seção: Viver Seguro OnLine Abrasca elege OdontoPrev como destaque do setor de serviços médicos A Associação Brasileira de Companhias Abertas (abrasca)

Leia mais

Questionário de desempenho ambiental, social e de governança para as empresas participadas e investidas pelos Fundos de Pensão

Questionário de desempenho ambiental, social e de governança para as empresas participadas e investidas pelos Fundos de Pensão Questionário de desempenho ambiental, social e de governança para as empresas participadas e investidas pelos Fundos de Pensão Atuação da Organização 1. Qual(is) o(s) setor(es) de atuação da empresa? (Múltipla

Leia mais

ÍNDICE DE SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL: EVOLUÇÃO DAS PRÁTICAS DE SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL 2005 A 2008

ÍNDICE DE SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL: EVOLUÇÃO DAS PRÁTICAS DE SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL 2005 A 2008 ÍNDICE DE SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL: EVOLUÇÃO DAS PRÁTICAS DE SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL 2005 A 2008 CLESTON ALEXANDRE DOS SANTOS Mestrando em Contabilidade Universidade Federal do Paraná - UFPR cleston.alexandre@hotmail.com

Leia mais

Histórico. Riscos e Oportunidades Socioambientais. Lançamento do Princípios do Lançamento do. Equador Primeiro Fundo Responsável do Brasil (Ethical)

Histórico. Riscos e Oportunidades Socioambientais. Lançamento do Princípios do Lançamento do. Equador Primeiro Fundo Responsável do Brasil (Ethical) Histórico Riscos e Oportunidades Socioambientais Criação DJSI 1999 Lançamento do Princípios do Lançamento do Equador Primeiro Fundo Responsável do Brasil (Ethical) 2001 2003 Criação do ISE 2004 2005 Lançamento

Leia mais

Gestão da. Simpósio Internacional sobre Mudança de Clima & Oportunidades de Negócios com Crédito de Carbono. Gestão da. Sustentabilidade Empresarial

Gestão da. Simpósio Internacional sobre Mudança de Clima & Oportunidades de Negócios com Crédito de Carbono. Gestão da. Sustentabilidade Empresarial Simpósio Internacional sobre Mudança de Clima & Oportunidades de Negócios com Crédito de Carbono Gestão da Ricardo Prata Camargos Superintendência de Gerência de Responsabilidade Ambiental e Social Florianópolis,

Leia mais

Avaliando o desempenho do Índice de Sustentabilidade Empresarial e as implicações da sustentabilidade para o setor privado

Avaliando o desempenho do Índice de Sustentabilidade Empresarial e as implicações da sustentabilidade para o setor privado Avaliando o desempenho do Índice de Sustentabilidade Empresarial e as implicações da sustentabilidade para o setor privado Eduardo Severino Mencarini (Fundação Vanzolini) dudamenca@hotmail.com João Amato

Leia mais

Índice de Sustentabilidade Empresarial: Geração e Distribuição de Riqueza

Índice de Sustentabilidade Empresarial: Geração e Distribuição de Riqueza Índice de Sustentabilidade Empresarial: Geração e Distribuição de Riqueza RESUMO Este trabalho teve por objetivo identificar, estudar e analisar a geração e a distribuição de riqueza das empresas que compõem

Leia mais

A experiência do Carbon Disclosure Project no Brasil, para a governança climática de companhias de capital aberto

A experiência do Carbon Disclosure Project no Brasil, para a governança climática de companhias de capital aberto A experiência do Carbon Disclosure Project no Brasil, para a governança climática de companhias de capital aberto Contexto empresarial: Impactos financeiros e vantagem competitiva GOVERNANÇA CLIMÁTICA

Leia mais

Os Investimentos Socialmente Responsáveis e os Investidores Socialmente Responsáveis

Os Investimentos Socialmente Responsáveis e os Investidores Socialmente Responsáveis Os Investimentos Socialmente Responsáveis e os Investidores Socialmente Responsáveis Fabienne Torres Schiavo Fundação Getulio Vargas Escola Brasileira de Administração pública e de Empresas (EBAPE) Curso:

Leia mais

AULA 5 SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL. Professor: ALAN Coordenador: Prof. LAÉRCIO

AULA 5 SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL. Professor: ALAN Coordenador: Prof. LAÉRCIO 1 Professor: ALAN Coordenador: Prof. LAÉRCIO 1 2 Reconheça o que está ao alcance dos seus olhos, e o que está oculto tornar-se-á claro para você. Jesus de Nazaré 2 3 1. Citar as principais contribuições

Leia mais

Disponível online em www.repec.org.br Revista de Educación e Investigatión en Contabilidad ISSN 1981-8610

Disponível online em www.repec.org.br Revista de Educación e Investigatión en Contabilidad ISSN 1981-8610 Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade REPeC, Brasília, v. 6, n. 1, art. 6, p. 90-111, jan./mar. 2012 Journal of Education and Research in Accounting Disponível online em www.repec.org.br Revista

Leia mais

DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL URBANO, INDUSTRIAL E RURAL

DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL URBANO, INDUSTRIAL E RURAL II BRAZIL-GERMANY SYMPOSIUM UFSM - SANTA MARIA RS - BRASIL SEPTEMBER 2005 MESA-REDONDA 4 - TEMA: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL URBANO, INDUSTRIAL E RURAL Plínio Tomaz (debator) Mirco Sole (debator) Rodney

Leia mais

RAI - Revista de Administração e Inovação ISSN: 1809-2039 campanario@uninove.br Universidade de São Paulo Brasil

RAI - Revista de Administração e Inovação ISSN: 1809-2039 campanario@uninove.br Universidade de São Paulo Brasil RAI - Revista de Administração e Inovação ISSN: 1809-2039 campanario@uninove.br Universidade de São Paulo Brasil Salgado Beato, Roberto; Saraiva de Souza, Maria Tereza; Santos Parisotto, Iara dos RENTABILIDADE

Leia mais

FINANCIADORA DE ESTUDOS E PROJETOS - FINEP INCUBADORA DE FUNDOS INOVAR 10ª CHAMADA DE FUNDOS

FINANCIADORA DE ESTUDOS E PROJETOS - FINEP INCUBADORA DE FUNDOS INOVAR 10ª CHAMADA DE FUNDOS FINANCIADORA DE ESTUDOS E PROJETOS - FINEP INCUBADORA DE FUNDOS INOVAR 10ª CHAMADA DE FUNDOS 1. OBJETO A Financiadora de Estudos e Projetos, na qualidade de Secretaria Executiva da Incubadora de Fundos

Leia mais

Estratégias Empresariais Geradoras de Valor Durável

Estratégias Empresariais Geradoras de Valor Durável hapiterra.com Curso de Formação em Estratégias Empresariais Geradoras de Valor Durável Como aplicar o pensamento sistêmico na estratégia empresarial? Crescimento e sustentabilidade são compatíveis? Como

Leia mais

Prêmio Abradee de Responsabilidade Social

Prêmio Abradee de Responsabilidade Social Prêmio Abradee de Responsabilidade Social Pedro Eugênio Pereira ABRADEE 11 de junho de 2007 ABRADEE: 99% do Mercado e 49 Associadas Reunião CIER-Eletropaulo 11.06.2007 2 Reunião CIER-Eletropaulo 11.06.2007

Leia mais

IMPACTOS SOCIAIS E SUSTENTABILIDADE NAS EMPRESAS DE GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA

IMPACTOS SOCIAIS E SUSTENTABILIDADE NAS EMPRESAS DE GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA IMPACTOS SOCIAIS E SUSTENTABILIDADE NAS EMPRESAS DE GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA Introdução - Comentários Informações baseadas em abril de 2010. Furnas Centrais Elétricas S. A. - Empresa de geração e transmissão,

Leia mais

Capital de Risco para projetos de Energia

Capital de Risco para projetos de Energia Workshop Internacional sobre Geração de Eletricidade com Gás de Lixo em São Paulo Capital de Risco para projetos de Energia São Paulo, 25 de junho de 2001 1 Fontes de recursos para Projetos e Empresas

Leia mais

ENEGEP 2013. Relatórios de Sustentabilidade GRI

ENEGEP 2013. Relatórios de Sustentabilidade GRI ENEGEP 2013 Relatórios de Sustentabilidade GRI 11 de Outubro 2013 1 Sustentabilidade, Sociedade e Mercado Recursos Ambientais Recursos Sociais SUS TENTA BILIDADE Recursos Econômico- Financeiros Adaptado

Leia mais

A Sustentabilidade no Processo de Decisão Financeira. Indicadores e práticas nos setores de Crédito, Investimentos e Seguros

A Sustentabilidade no Processo de Decisão Financeira. Indicadores e práticas nos setores de Crédito, Investimentos e Seguros A Sustentabilidade no Processo de Decisão Financeira Indicadores e práticas nos setores de Crédito, Investimentos e Seguros 15 de Agosto 2013 Agenda Conceitos e Evolução Atuação do Setor Financeiro O Mercado

Leia mais

O Desafio da Sustentabilidade no Setor Petroquímico

O Desafio da Sustentabilidade no Setor Petroquímico Seminário Nacional de Gestão Sustentável nos Municípios Relato de Experiências O Desafio da Sustentabilidade no Setor Petroquímico Porto Alegre, 28 de Março de 2008 Roteiro Empresa Cenários Conceitos Dimensão

Leia mais

M e m o r a n d o a o s C l i e n t e s

M e m o r a n d o a o s C l i e n t e s M e m o r a n d o a o s C l i e n t e s DIREITO AMBIENTAL Data 29/7/2005 Nesta Edição: Áreas Especialmente Protegidas intervenções em área de preservação permanente / unidades de conservação Gestão Ambiental

Leia mais

27/09/2011. Integração Econômica da América do Sul: Perspectiva Empresarial

27/09/2011. Integração Econômica da América do Sul: Perspectiva Empresarial 27/09/2011 Integração Econômica da América do Sul: Perspectiva Empresarial Estrutura da apresentação Perspectiva empresarial Doing Business 2011 Investimentos Estrangeiros e Comércio Exterior Complementaridade

Leia mais

Sustentabilidade no Mercado de Capitais. Sonia Bruck 1

Sustentabilidade no Mercado de Capitais. Sonia Bruck 1 Sustentabilidade no Mercado de Capitais Sonia Bruck 1 Minha missão nesse evento é um pouco ingrata, pois é difícil tratar de Mercado de Capitais, um assunto pouco conhecido de todos. Posso dizer a vocês

Leia mais

FINANCIADORA DE ESTUDOS E PROJETOS - FINEP INCUBADORA DE FUNDOS INOVAR 9ª CHAMADA DE FUNDOS

FINANCIADORA DE ESTUDOS E PROJETOS - FINEP INCUBADORA DE FUNDOS INOVAR 9ª CHAMADA DE FUNDOS FINANCIADORA DE ESTUDOS E PROJETOS - FINEP INCUBADORA DE FUNDOS INOVAR 9ª CHAMADA DE FUNDOS 1. OBJETO A Financiadora de Estudos e Projetos, na qualidade de Secretaria Executiva da Incubadora de s INOVAR,

Leia mais

VERSÃO BILÍNGUE PORTUGUÊS / INGLÊS. Adalberto Wodianer Marcondes Celso Dobes Bacarji

VERSÃO BILÍNGUE PORTUGUÊS / INGLÊS. Adalberto Wodianer Marcondes Celso Dobes Bacarji VERSÃO BILÍNGUE PORTUGUÊS / INGLÊS Adalberto Wodianer Marcondes Celso Dobes Bacarji Adalberto Wodianer Marcondes Celso Dobes Bacarji ISE Sustentabilidade no Mercado de Capitais Versão bilíngue Português

Leia mais

ISE 2010 Revisão do Questionário Workshop com as Empresas. Dimensão Ambiental Alcir Vilela Jr. Abril de 2010 GVces Fundação Getulio Vargas

ISE 2010 Revisão do Questionário Workshop com as Empresas. Dimensão Ambiental Alcir Vilela Jr. Abril de 2010 GVces Fundação Getulio Vargas ISE 2010 Revisão do Questionário Workshop com as Empresas Dimensão Ambiental Alcir Vilela Jr Abril de 2010 GVces Fundação Getulio Vargas Agenda Cronograma Processo de Revisão Focos da revisão 2010 Cronograma

Leia mais

Palavras-chave: Índice de Sustentabilidade Empresarial. Responsabilidade Social. Investimentos Sociais.

Palavras-chave: Índice de Sustentabilidade Empresarial. Responsabilidade Social. Investimentos Sociais. Desempenho do Índice de Sustentabilidade Empresarial-(ISE) da Bolsa de Valores de São Paulo AUTORES MÁRCIA REIS MACHADO Universidade de São Paulo marciareism@hotmail.com MÁRCIO ANDRÉ VERAS MACHADO Universidade

Leia mais

Maximizando a rentabilidade e a segurança dos investimentos de nossos clientes

Maximizando a rentabilidade e a segurança dos investimentos de nossos clientes APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL Maximizando a rentabilidade e a segurança dos investimentos de nossos clientes ÍNDICE Equipe, Posicionamento e Parceiros da Plurimax Filosofia de Investimentos e Controle de

Leia mais

FUNCEF DIRETORIA DE INVESTIMENTOS

FUNCEF DIRETORIA DE INVESTIMENTOS FUNCEF DIRETORIA DE INVESTIMENTOS Brasília 26/03/2015 2 Recebimento de contribuições: R$ 1.746 milhões; Pagamento de benefícios e pensões: R$ 2.086 milhões; Participantes: 137,0 mil ativos e assistidos;

Leia mais

INVESTIMENTO EM RESPONSABILIDADE SOCIAL E SUA RELAÇÃO COM O DESEMPENHO ECONÔMICO DAS EMPRESAS

INVESTIMENTO EM RESPONSABILIDADE SOCIAL E SUA RELAÇÃO COM O DESEMPENHO ECONÔMICO DAS EMPRESAS ARTIGO INVESTIMENTO EM RESPONSABILIDADE SOCIAL E SUA RELAÇÃO COM O DESEMPENHO ECONÔMICO DAS EMPRESAS Elaine Arantes Graduada em Administração- FAE; Especialista em Planejamento e Gestão de Negócios FAE.

Leia mais

UMA ANÁLISE DAS ESTRATÉGIAS DE RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL DOS FUNDOS DE INVESTIMENTO ÉTICOS

UMA ANÁLISE DAS ESTRATÉGIAS DE RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL DOS FUNDOS DE INVESTIMENTO ÉTICOS UMA ANÁLISE DAS ESTRATÉGIAS DE RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL DOS FUNDOS DE INVESTIMENTO ÉTICOS Autoria: Fernanda Filgueiras Sauerbronn, João Felipe Rammelt Sauerbronn, Josiana de Paula Resumo Este

Leia mais

Fusões e Aquisições. Coletiva de Imprensa 2011 15/02/2012. Classificação da Informação: Pública

Fusões e Aquisições. Coletiva de Imprensa 2011 15/02/2012. Classificação da Informação: Pública Fusões e Aquisições Coletiva de Imprensa 2011 15/02/2012 Principais Características da Metodologia de Fusões e Aquisições 2 Fusões e Aquisições Metodologia A partir de 2010, os critérios da metodologia

Leia mais

SEMINÁRIO DE NEGÓCIOS NOS TRILHOS ENCONTREM 2006. Investimentos em Participações de Longo Prazo para Investidores Institucionais

SEMINÁRIO DE NEGÓCIOS NOS TRILHOS ENCONTREM 2006. Investimentos em Participações de Longo Prazo para Investidores Institucionais SEMINÁRIO DE NEGÓCIOS NOS TRILHOS ENCONTREM 2006 Investimentos em Participações de Longo Prazo para Investidores Institucionais Carlos Alberto Rosa Coordenador de Participações 07/11/2006 FUNCEF Visão

Leia mais

Os Princípios do Equador e a Sustentabilidade no Mercado Financeiro. IFC, BOVESPA & FGV Nov, 2006

Os Princípios do Equador e a Sustentabilidade no Mercado Financeiro. IFC, BOVESPA & FGV Nov, 2006 Os Princípios do Equador e a Sustentabilidade no Mercado Financeiro IFC, BOVESPA & FGV Nov, 2006 Febraban Perfil Fundada em 1967 Principal entidade representativa do setor bancário brasileiro 114 associados

Leia mais

SUSTENTABILIDADE EM INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS NO BRASIL: UMA ANÁLISE SOB A ÓTICA DA GLOBAL REPORTING INITIATIVE - GRI

SUSTENTABILIDADE EM INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS NO BRASIL: UMA ANÁLISE SOB A ÓTICA DA GLOBAL REPORTING INITIATIVE - GRI SUSTENTABILIDADE EM INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS NO BRASIL: UMA ANÁLISE SOB A ÓTICA DA GLOBAL REPORTING INITIATIVE - GRI Autoria: Ana Cristina de Faria, Elaine Petil Nogueira RESUMO Este trabalho objetiva

Leia mais

ETF Exchange Traded Fund. Fevereiro 2015

ETF Exchange Traded Fund. Fevereiro 2015 ETF Exchange Traded Fund Fevereiro 2015 1 SUMÁRIO DESTAQUES INICIAIS VANTAGENS DO PRODUTO ESTATÍSTICAS MERCADO LOCAL ESTATÍSTICAS MERCADO INTERNACIONAL FUNCIONAMENTO DO PRODUTO ETF DE ÍNDICE ESTRANGEIRO

Leia mais

Sustentabilidade. é parte do negócio IBGC 12/11/2007. Fabio Colletti Barbosa Banco Real ABN Amro

Sustentabilidade. é parte do negócio IBGC 12/11/2007. Fabio Colletti Barbosa Banco Real ABN Amro Sustentabilidade é parte do negócio IBGC 12/11/2007 Fabio Colletti Barbosa Banco Real ABN Amro Agenda Contexto Nossa essência Nosso jeito de fazer negócios Resultados Contexto Nossa Essência Nosso jeito

Leia mais

Xxxxxxxxxxxx. Viviane Seda Bittencourt

Xxxxxxxxxxxx. Viviane Seda Bittencourt Xxxxxxxxxxxx Viviane Seda Bittencourt Participação da Fundação Getulio Vargas O Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas foi chamado pelo 2º ano consecutivo para prestar apoio na: Revisão

Leia mais

NECESSIDADE DE CONHECIMENTO DAS EMISSÕES NOS PROCESSOS PRODUTIVOS. Inventários de Emissões

NECESSIDADE DE CONHECIMENTO DAS EMISSÕES NOS PROCESSOS PRODUTIVOS. Inventários de Emissões NECESSIDADE DE CONHECIMENTO DAS EMISSÕES NOS PROCESSOS PRODUTIVOS Inventários de Emissões O QUE É UM INVENTÁRIO? Um inventário corporativo de emissões diretas e indiretas de gases de efeito estufa é a

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício n 2584/2006/SDE/GAB de 31 de maio de 2006

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício n 2584/2006/SDE/GAB de 31 de maio de 2006 MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer n o 06246/2006/RJ COGAM/SEAE/MF Rio de janeiro, 26 de junho de 2006. Referência: Ofício n 2584/2006/SDE/GAB de 31 de maio de 2006 Assunto:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO SÓCIO-ECONÔMICO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS WILLIAN MAIATE MACHADO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO SÓCIO-ECONÔMICO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS WILLIAN MAIATE MACHADO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO SÓCIO-ECONÔMICO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS WILLIAN MAIATE MACHADO RESPONSABILIDADE SOCIAL NAS EMPRESAS QUE COMPÕEM O ÍNDICE DE SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL

Leia mais

La Supervisión de los Custodios en Brasil. Aspectos Legales

La Supervisión de los Custodios en Brasil. Aspectos Legales La Supervisión de los Custodios en Brasil Aspectos Legales CVM Competência Legal Lei nº 6.385/76 - Dispõe sobre o Mercado de Valores Mobiliários e Cria a Comissão de Valores Mobiliários. Art. 1º Serão

Leia mais

gestão de recursos Sobe e desce de taxas

gestão de recursos Sobe e desce de taxas Sobe e desce de taxas 14 Capital Aberto Julho 2010 Enquanto os juros menores e a concorrência comprimem as taxas de administração dos fundos DI e de renda fixa, os multimercados se sofisticam e sobem de

Leia mais

Aplicação de recursos

Aplicação de recursos Aplicação de recursos São 3 os pilares de qualquer investimento Segurança Liquidez Rentabilidade Volatilidade - mede o risco que um fundo ou um título apresenta - maior a volatilidade, maior o risco; Aplicação

Leia mais

Sistemas de Boas Práticas Internacionais

Sistemas de Boas Práticas Internacionais Sistemas de Boas Práticas Internacionais por Christopher Wells Superintendente Risco Socioambiental Santander Brasil Brasília, 21 de agosto, 2014 O que é uma externalidade? 2 Rio limpo Ar limpo Algumas

Leia mais

A Retomada dos Investimentos e o Mercado de Capitais Instituto IBMEC 18.08.2015

A Retomada dos Investimentos e o Mercado de Capitais Instituto IBMEC 18.08.2015 A Retomada dos Investimentos e o Mercado de Capitais Instituto IBMEC 18.08.2015 A RETOMADA DOS INVESTIMENTOS E O MERCADO DE CAPITAIS Sumário I. O MERCADO DE TÍTULOS DE DÍVIDA PRIVADA NO BRASIL II. A AGENDA

Leia mais

Workshops de Revisão Abril 2014 Aron Belinky

Workshops de Revisão Abril 2014 Aron Belinky Workshops de Revisão Abril 2014 Aron Belinky Centro de Estudos em Sustentabilidade (GVces) Escola de Administração de Empresas da Fundação Getulio Vargas (FGV-EAESP) Centro de Estudos em Sustentabilidade

Leia mais

GOVERNANÇA CORPORATIVA E SUSTENTABILIDADE

GOVERNANÇA CORPORATIVA E SUSTENTABILIDADE 23 de Janeiro de 2014 Page 1 SUSTENTABILIDADE MAURO AMBRÓSIO 23 de Janeiro de 2014 Page 2 MAURO AMBRÓSIO Sócio-diretor Mini currículo Mauro Ambrósio é Contador, Advogado e Administrador de Empresas, auditor

Leia mais

Desenvolvimento Sustentável: aspectos coorporativos e ambientais Fabio Feldmann

Desenvolvimento Sustentável: aspectos coorporativos e ambientais Fabio Feldmann Desenvolvimento Sustentável: aspectos coorporativos e ambientais Fabio Feldmann Desenvolvimento Sustentável - Definição e Evolução O mundo nos últimos 50 anos Encruzilhadas Sustentabilidade Desafios O

Leia mais

Brasil Transacções Comerciais & Financeiras

Brasil Transacções Comerciais & Financeiras Pq do Ibirapuera, São Paulo/ SP Brasil Transacções Comerciais & Financeiras Banco Caixa Geral Brasil S.A. /Grupo Caixa Geral de Depósitos Out/2009 A Economia Brasileira 2 A Economia Brasileira SEDE BCG-Brasil:

Leia mais

Michel Epelbaum ellux consultoria

Michel Epelbaum ellux consultoria Michel Epelbaum ellux consultoria 70 s e 80 s: controle e auditorias ambientais 1987: Relatório Brundtland 1991: ICC - Carta Empr. p/ o Des. Sust. 1992: ECO 92 Agenda 21 1992: WBCSD conceito de eco-eficiência

Leia mais

FRAGILIDADE FISCAL DE PARTE DAS EMPRESAS LISTADAS NA BOVESPA

FRAGILIDADE FISCAL DE PARTE DAS EMPRESAS LISTADAS NA BOVESPA OBSERVATÓRIO DE GOVERNANÇA TRIBUTÁRIA: FRAGILIDADE FISCAL DE PARTE DAS EMPRESAS LISTADAS NA BOVESPA Gilberto Luiz do Amaral João Eloi Olenike Letícia Mary Fernandes do Amaral Fernando Steinbruch 15 de

Leia mais

OS ÍNDICES DE SUSTENTABILIDADE E O MERCADO FINANCEIRO

OS ÍNDICES DE SUSTENTABILIDADE E O MERCADO FINANCEIRO OS ÍNDICES DE SUSTENTABILIDADE E O MERCADO FINANCEIRO CHRISTIANO BAPTISTA DE OLIVEIRA Brasília 2005 2 CHRISTIANO BAPTISTA DE OLIVEIRA OS ÍNDICES DE SUSTENTABILIDADE E O MERCADO FINANCEIRO. Artigo apresentado

Leia mais

O Brasil Plural é um Grupo Financeiro fundado em 2009 que possui escritórios no Rio de Janeiro, São Paulo e Nova York. Nossos sócios possuem um amplo

O Brasil Plural é um Grupo Financeiro fundado em 2009 que possui escritórios no Rio de Janeiro, São Paulo e Nova York. Nossos sócios possuem um amplo O Brasil Plural é um Grupo Financeiro fundado em 2009 que possui escritórios no Rio de Janeiro, São Paulo e Nova York. Nossos sócios possuem um amplo histórico de sucesso no mercado de capitais brasileiro

Leia mais

Metodologia do Estudo de Percepção e Premiação no Brasil FGV

Metodologia do Estudo de Percepção e Premiação no Brasil FGV Metodologia do Estudo de Percepção e Premiação no Brasil FGV Viviane Seda Bittencourt Coordenadora da Superintendência de Ciclos Econômicos FGV E-mail: viviane.bittencourt@fgv.br 1 Participação da FGV/IBRE

Leia mais

FINANCIADORA DE ESTUDOS E PROJETOS FINEP PROGRAMA FINEP INOVAR SEMENTE 4ª CHAMADA PARA CAPITALIZAÇÃO DE FUNDOS DE CAPITAL SEMENTE

FINANCIADORA DE ESTUDOS E PROJETOS FINEP PROGRAMA FINEP INOVAR SEMENTE 4ª CHAMADA PARA CAPITALIZAÇÃO DE FUNDOS DE CAPITAL SEMENTE FINANCIADORA DE ESTUDOS E PROJETOS FINEP PROGRAMA FINEP INOVAR SEMENTE 4ª CHAMADA PARA CAPITALIZAÇÃO DE FUNDOS DE CAPITAL SEMENTE 1. OBJETO A Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP), o Banco de Desenvolvimento

Leia mais

Apimec Florianópolis. Dezembro 2013

Apimec Florianópolis. Dezembro 2013 Apimec Florianópolis Dezembro 2013 Exoneração de Responsabilidades Esta apresentação não constitui uma oferta, convite ou pedido de qualquer forma, para a subscrição ou compra de ações ou qualquer outro

Leia mais

Relatório SOCIAL 2008

Relatório SOCIAL 2008 Relatório SOCIAL 2008 investimentos socialmente responsáveis 65 investimentos socialmente responsáveis Cada vez mais investidores compartilham a opinião de que questões ambientais, sociais e de governança

Leia mais

ALEXANDRE ASSAF NETO www.institutoassaf.com.br assaf@terra.com.br CONCENTRAÇÃO DE CAPITAL E DIVIDENDOS NO BRASIL

ALEXANDRE ASSAF NETO www.institutoassaf.com.br assaf@terra.com.br CONCENTRAÇÃO DE CAPITAL E DIVIDENDOS NO BRASIL ALEXANDRE ASSAF NETO www.institutoassaf.com.br assaf@terra.com.br CONCENTRAÇÃO DE CAPITAL E DIVIDENDOS NO BRASIL PRINCIPAIS TEMAS DESAFIOS E FATORES DE SUCESSO NA GLOBALIZAÇÃO. OBJETIVO DA EMPRESA. DIVIDENDOS:

Leia mais

Revista Universo Contábil ISSN: 1809-3337 universocontabil@furb.br Universidade Regional de Blumenau Brasil

Revista Universo Contábil ISSN: 1809-3337 universocontabil@furb.br Universidade Regional de Blumenau Brasil Revista Universo Contábil ISSN: 1809-3337 universocontabil@furb.br Universidade Regional de Blumenau Brasil Reis Machado, Márcia; Veras Machado, Márcio André; Corrar, Luiz João DESEMPENHO DO ÍNDICE DE

Leia mais

PROGRAMA INOVA SENAI PE 2015

PROGRAMA INOVA SENAI PE 2015 PROGRAMA INOVA SENAI PE 2015 1. Estrutura do INOVA SENAI-PE 1.1. O que é O Programa INOVA SENAI-PE 2015 é uma ação anual, promovida e patrocinada pelo Departamento Regional de Pernambuco (SENAI DR-PE),

Leia mais

A Cemig e a Sustentabilidade Empresarial

A Cemig e a Sustentabilidade Empresarial A Cemig e a Sustentabilidade Empresarial Luiz Fernando Rolla Diretor de Finanças, Relações com Investidores e Controle de Participações O que é desenvolvimento sustentável? Éo desenvolvimento que atende

Leia mais

Fernanda Filgueiras Sauerbronn (1) João Felipe Rammelt Sauerbronn (2) Josiana de Paula (3) EBAPE / Fundação Getulio Vargas - RJ

Fernanda Filgueiras Sauerbronn (1) João Felipe Rammelt Sauerbronn (2) Josiana de Paula (3) EBAPE / Fundação Getulio Vargas - RJ 52 UMA DISCUSSÃO ACERCA DOS FUNDOS DE INVESTIMENTO ÉTICOS À LUZ DA LITERATURA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL CONSIDERAÇÕES E PROPOSTA DE AGENDA DE PESQUISAS Fernanda Filgueiras Sauerbronn (1) João

Leia mais

Agenda. A Companhia. Nossa Operação. 3 Nossa Performance Financeira

Agenda. A Companhia. Nossa Operação. 3 Nossa Performance Financeira APIMEC RIO Resultados do 1T12 Diretoria Econômico-Financeira e de Relações com Investidores Aviso Esta apresentação pode conter considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas

Leia mais