Com efeito, requer que as publicações dos atos processuais sejam feitas em nome de seu procurador a fim de resguardar seus direitos e obrigações.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Com efeito, requer que as publicações dos atos processuais sejam feitas em nome de seu procurador a fim de resguardar seus direitos e obrigações."

Transcrição

1 MAURO LÚCIO CQUTINHO. Advoaicin Inihdhisln, eive/ c iiihutúrm. EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA 9a VARA CÍVEL DA COMARCA DE GOIÂNIA - GO Processo n0.: o» C-J JÚLIO CÉSAR COELHO - MEI, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob n / , com sede na Rua Fernão Dias Paes Leme 327, bairro Jardim América, em Conselheiro Lafaiete/MG, Cep: , na qualidade de credora quirografária, em face da ação de recuperação judicial proposta por Engefort Construtora Ltda., vem perante Vossa Excelência, por seu procurador abaixo assinado, instrumento de mandato anexo, manifestar no que se segue. Da representação processual. Considerando o processo em epígrafe, a requerente-credora vem pela presente fazer juntada de instrumento de mandato de seu procurador para representá-lo no referido processo. Com efeito, requer que as publicações dos atos processuais sejam feitas em nome de seu procurador a fim de resguardar seus direitos e obrigações. Nestes termos pede juntada. Conselheiro Lafaiete, MG, para Goiânia, GO, 21 de janeiro de P/p. Mauro Lúcio Coutinho. OAB/MG a subseção. Rua Afonso Pena 375, Ed Queluz, Centro, Cons.Lafaiete/MG, Cep.:

2 PROCURAÇÃO OUTORGANTE: JÚLIO CÉSAR COELHO - MEI, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob n / , com sede na Rua Fernão Dias Paes Leme 327, bairro Jardim América, em Conselheiro Lafaiete/MG, Cep: , neste ato representada por seu sócio titular Júlio césar Coelho devidamente qualificado no ato constitutivo anexo. OUTORGADO: Mauro Lúcio Coutinho, OAB/MG , brasileiro, casado, com escritório na Av. Afonso Pena 375, Edifício Queluz, Loja7 - Térreo, bairro Centro, CEP , Conselheiro Lafaiete, Minas Gerais. PODERES A outorgante confere ao outorgado os poderes da cláusula "Ad Judicia" para o foro em geral, mais o de transigir, desistir, fazer acordos, receber e sacar, inclusive alvarás judiciais, receber depósito em conta bancária, dar quitação, prestar compromissos, nomear peritos, assinar termos de estilo e praticar todos os demais atos que se fizerem necessários ao bom e fiel desempenho deste mandato, aluando em qualquer ação civil, comercial, falimentar, trabalhista, fiscal, criminal, conferido, ainda, poderes nos autos do processo de Recuperação Judicial n da empresa Engefort Construtora Ltda., e, ainda, representar a outorgante perante as repartições públicas federais, estaduais, municipais, autárquicas, entidades de economia mista e paraestatais, podendo substabelecer no todo ou em parte a quem de direito for. Conselheiro Lafaiete, MG, 21 de janeiro de Júlio César Coelho CNPJ n /

3 Certificado da Condição de Microempreendedor Individual ktentmcaçao Nome Empraxari*! JUUO CÉSAR COEWO Nom* do empresário JUUO CÉSAR COELHO N da Identidade Órgão Cmisaor UF Emissor CPF M SSP HG Condição d» Mkat>atnpf»»nJ»dof tndmdual Sttuacfto Vicente D*t* do Xnfdo d» Sttuatfto ATWO 02/06/2010 Núniares d> ReflWro CNN / l Endereço Cornarei** CEP Logradouro Número OOO RUA FERNAO DIAS PAES LEME 327 Comptomonto Bairro CASA JARDIM AMERICA Muntafpfro CONSEIHEIRO LAFAIETE AtMdadas UF MG Dote do Infdo do AttvtdadM 02/06/2010 Códtgo da AUvktodo PHndpal DmciHio d» AtMdada Prtndpal /00 Fabricação de artigos de serralharia, enceto esquadrias Código da Atfvidade Secundária Descrição da Attvidade Secundária /00 FabrícacSo de esquadrias de metal /99 Serviços especializados para construção não especificados anteriormente came«^ Dedaro, sob as penas da lei, que conheço e atendo os requisitos legais exigidos pelo Estado e pela Prefeitura do Muntcípk) para emissão do Alvará de Licença e Funcionamento, compreendidos os aspectos sanitários, ambientais, tributários» de segurança pública, uso e ocupação do solo, athridades domiciliares e restrições ao uso de espaços públicos. O não-atendimento a esses requisitos acarretará o cancelamento deste Alvará de Licença e Funcionamento Provisório, Esto Cartfflcado comprova as InacnçOes. alvaré, Icenças e a s&ttçao de enquadramento do empresário na concsçfto da liooatnppaendador tndfa*batasuaaosftaçéoe«acm««fcjonate^ Registro a da Legalização d» Empresas a Heeóoos - REDESJU. ATENÇÃO: qualquer rasura ou amante Invalidar* askt documtrto. Para pesquisar a inscrição estadual «/ou munidpat (quando convanertao do cadastro sinomnizado nactanaf), infom» os elementos abaixa no andereco BteWoteo h<tpttd<gjiia!j»^ajjbjba^^ Número do Redbo: ME Número do Identificador: Dat* do CmiavSo: 18/07/2011

4 PROIBIDO PLASTIFICAR

5 de 20 í 2 Nota Fiscal Eletrônica UUO CÉSAR COELHO (MEI) JÚLIO CÉSAR COELHO (MED CNPj: / Ema* - HM) T ldmvtifk»c*o N Meta Fiscal NMura, M Opwxla S«nrtço IVlbutação DO muntdplo (Mm** W* DS/07,'301Z 1V.3B:39. "T..OBRPS CWfge 01 V«tflc«t*a d* AuUncMMli DM d. «-»*»*.««3 Comutu a autmcklmte itest» itocuntmrto «ccsundo o cito Dadoa do PrvstMhtr R»i*»5ocl*t IJUO CÉSAR COaHO - OOIB700J&4Q (ME IJ CW) /OOOJ-/0 En>w«{a Irncrid* MwAWM I9C69 SknplWtKlwurt Optanta NemtnnMto UUO CÉSAR COElhO Q (MEU E-m*i HUA FERnAO DIAS Ptf S LEWE. 317,, (ARWM AMÉRICA, Cep: D. CONSantlflO LAfAIETE WS, Tst;U Oado» *> TcNMtder bua*».trtljjt JlíJ 41!t.' Engefeit Ciaistnitofa LMa. Endereço: Aw. Suécia N*12T, L) W B. Tlbery UbcrlãreSa- MG Cep: 3B-MVOÍ4 CNHP): 05 IBQ a40/qqoz-50 Insc, Eit.: ftmpmekd Sobf* SMvtfM d» QtwNuw NMwM» - ISSQH MMOM* d» MH*» MD próprio rrturiicipio «í OMtentoCondKlnfuia RW.OO Dnont» i R$0,00 R»! 375,tm IMJÍdBIMOU RíO.OQ MS RíO,CO CCRMS Ma.oa H4SS RM,00 n RW.OO csu OutncttatwifíM RIO.OD V U^*,*H^«^. InfontafÕM Compta K«2.97S,MI «i«' > > s. V"fipí Prefeitura Municipal de Conselheiro Lafaiete Secretaria Municipal da Faicnda Av. Prefeito Mário Rodrigues Pereira, 10, - - Conselheiro Lafaiete -MG ^ Página l de Anotações Não Arquivadas

6 c^ Página l de 2 q'n,"!. T* (J. f "Q 1». GOIANIA/GO, 30 de julho de JÚLIO CÉSAR COELHO RUA FERNÀO DIAS PAES LEME, 327. JARDIM AMERICA - CONSELHEIRO LAFAIETE REF.: CIRCULAR INFORMATIVA Prezados senhores, A ENGEFORT CONSTRUTORA LTDA, com sede na cidade de Goiânia/GO (Brasil), na Rua das Indústrias, número 401, informa através da presente que no dia 17 de julho de 2012 ingressou com pedido de Recuperação Judicial no Fórum da cidade de Goiânia/GO, amparado na Lei n. 11,101, de 9 de fevereiro de 2005 (Nova Lei de Recuperação de Empresas e Falências), e que, por imposição legal, estão suspensos todos os pagamentos de créditos anteriores ao pedido de recuperação, ainda que não vencidos (art. 49), incluindo-se os de titularidade de Vs.Ss. O endividamento atual é significativo, sendo a maior parte composta por dívidas de curto prazo, o que vêm gerando despesas financeiras mensais que em muito superam nosso fluxo de caixa para ô período correspondente, levando á uma situação financeira insustentável. Várias foram as razões que levaram à atual crise, e todas estão devidamente esclarecidas no pedido acima mencionado. A ENGEFORT também informa que está tomando as medidas necessárias à sua reestruturação administrativo-financeira e que será apresentado Plano Recuperação Judicial nos autos em até 60 dias após a publicação do deferimento da Recuperação Judicial. Plano este em que constará a proposta de pagamento do endividamento de acordo com a sua capacidade de pagamento. CNPJ N / RUA DAS INDÚSTRIAS, VILA MORAIS - CEP GOIÂNIA - GO w wvv gn go fa rt n i-1. eu m.. comercia l ijj! tf ; lvirtii<;lcom_hr DDR: (62) fax: (62) 36)2-4040

7 Página 2 de 2 ENCEF0B* C Õ "N 8. Í R U f" O M X Após a apresentação do Plano de Recuperação Judicial, a ENGEFORT entrará, por um de seus representantes, em contato com Vs.Ss. visando o agendamento de reunião para prestar maiores esclarecimentos e iniciar as negociações visando a aprovação do Plano de Recuperação Judicial da empresa. A ENGEFORT reitera que possuí viabilidade económica e está certa de que com o apoio de todos os credores poderá se recuperar e honrar todos os seus compromissos. Contando com a vossa compreensão e colaboração neste momento de dificuldade, certa de pode contar com o vosso apoio visando à superação do atual quadro, subscreve. Atenciosamente, ENGEFORT CONSTRUTORA LTDA / CNW N" / RUA DAS INDÚSTRIAS, VILA MORAIS - CEP GOIÂNIA - GO fcujfortoel.cm i L bí fãi çtmiereialiffittnuelortiici cuni bi DDR: (62) fax: (62)

8 MAURO LÚCIO COUTINHO. Advocacia Inilxillrima, cível c tributária. EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA 9a VARA CÍVEL DA COMARCA DE GOIÂNIA - GO Processo n0.: l7720l28Q90Q5l cc 3C CO CARTUCHO & CIA LTDA, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob n / , com sede na Rua Afonso Pena 299, bairro Centro, em Conselheiro Lafaiete/MG, Cep: , ato constitutivo anexo, na qualidade de credora quirografária, em face da acão de recuperação judicial proposta por Enqefort Construtora Ltda.. vem perante Vossa Excelência, por seu procurador abaixo assinado, instrumento de mandato anexo, manifestar no que se segue. Da representação processual. ss & S S S g sp ^H C-J i Considerando o processo em epígrafe, a requerente-credora vem pela presente fazer juntada de instrumento de mandato de seu procurador para representá-lo no referido processo. Com efeito, requer que as publicações dos atos processuais sejam feitas em nome de seu procurador a fim de resguardar seus direitos e obrigações. Nestes termos pede juntada. Conselheiro Lafaiete, MG, para Goiânia, GO, 23 de janeiro de P/p. Mauro Lúcio Coutinho. OAB/MG a subseção. Rua Afonso Pena 375, Ed Queluz, Centro, Cons.Lafaiete/MG, Cep.:

9 PROCURAÇO OUTORGANTE: CARTUCHO & CIA LTDA, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob n / , com sede na Rua Afonso Pena 299, bairro Centro, em Conselheiro Lafaiete/MG, Cep: , neste ato representada por seu sócio administrador - Alfredo Ademir de Sales, brasileiro, casado, portador da Identidade n M SSP/MG, CPF n , devidamente qualificado no ato constitutivo anexo. OUTORGADO: Mauro Lúcio Coutinho, OAB/MG , brasileiro, casado, com escritório na Av. Afonso Pena 375, Edifício Queluz, Loja7 - Térreo, bairro Centro, CEP , Conselheiro Lafaiete, Minas Gerais. PODERES A outorgante confere ao outorgado os poderes da cláusula "Ad Judicia" para o foro em geral, mais o de transigir, desistir, fazer acordos, receber e sacar, inclusive alvarás judiciais, receber depósito em conta bancária, dar quitação, prestar compromissos, nomear peritos, assinar termos de estilo e praticar todos os demais atos que se fizerem necessários ao bom e fiel desempenho deste mandato, atuando em qualquer ação civil, comercial, falimentar, trabalhista, fiscal, criminal, conferido, ainda, poderes nos autos do processo de Recuperação Judicial n da empresa Engefort Construtora Ltda., bem como representar a outorgante perante as repartições públicas federais, estaduais, municipais, autárquicas, entidades de economia mista e paraestatais, podendo substabelecer no todo ou em parte a quem de direito for. Conselheiro Lafaiete, MG, 23 de janeiro de Cartucho& Cia Ltda. CNPJ / Alfredo Ademir de Sales. Sócio Administrador.

10 PBOlSUre PLASTIFICA*

11 SOCIEDADE EMPRESARIA LTDA. CARTUCHO & CIA LTDA. 3a ALTERAÇÃO CONTRATUAL Alfredo Ademir De Sales, brasileiro, casado pelo Regime Parcial de Bens, comerciante, nascido em 14/08/1976, portador da Carteira de Identidade M , expedida peja Secretaria ^etseguranca Pública do Estado de Minas Gerais, CPF: , residente e domiciliado ila ciílaije,; de Conselheiro Lafaiete/MG, à Localidade de Almeidas, KR213-PX3, lote 3, Zona Ru/aí, " CSP: - -36: t i \ t :e ; Luciano t, ^ =<-- Willian Oliveira Duarte, brasileiro, casado pelo Regime Parcial de Bens, comerciante, hasctdò em 24/04/1976, portador da Carteira de Identidade M , expedida pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de Minas Gerais, CPF: , residente e domiciliado na cidade de Conselheiro Lafaiete/MG, à Rua Primavera, 50,,Bairro Jardim Eldorado, CEP: únicos sócios da empresa Cartucho & Cia Ltda. ME. com sede na cidade de Conselheiro Lafaiete/MG a Rua Afonso Pena, 299, Centro, CEP: , registrada na Junta Comercial de Minas Gerais, sob o NIRE e inscrita no CNPJ sob o n / resolvem procederem às seguintes alterações contratuais: l") O sócio Luciano Willian Oliveira Duarte, não desejando mais permanecer na sociedade, cede e transfere 50% de suas quotas para Alfredo Ademir De Sales e este transfere l % para Renata Cristina Oliveira Duarte. brasileira, casada pelo Regime Parcial de Bens, auxiliar de escritório, nascida em 07/12/1973, portadora da Carteira de Identidade MG , expedida pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de Minas Gerais, CPF: , residente e domiciliado na cidade de Conselheiro Lafaiete, à Localidade de Almeidas, K 2J3-PX3, lote 3, Zona Rural, CEP: ; $ único: Por este ato, o Cessionário e o Cedente declaram haverem firmado um contrato particular de Promessa de Cessão Onerosa de Quotas de Sociedade Limitada no qual estão estabelecidas as condições de compra e venda destas quotas. 2") Em consequência da alteração acima fica alterada a cláusula 3a clausula do contrato social que passa a ter a seguinte redução: O capital social será de R$ ,00 (dez mil reais), divido em (dez mil quotas) de R$ 1,00 (um real), cada uma, sendo totalmente integraliiado, neste ato, em moeda corrente nacional, ficando assim distribuído entre ambos os sócios: Alfredo Ademir De Sales ' Renata Cristina Oliveira Duarte 99 % l % quotas 100 quotas TOTAL R$ 9.900,00 R$ 100,00 R$ ,00 3") É alterada a administração da empresa que será representada pelo sócio Alfredo Ademir De Sales. " 4a) Fica alterado o Objetivo Social para: "O comércio varejista de equipamentos, suprimentos; (inclusive partes e peças), matcrjais e programas de computador não-customizávcis de informática. O comércio varejista de artigos de papelaria e de escritório, embalagens de papel e papelão e! grampeadores, perfuradores, rotuladores, e outros similares. A recarga de cartuchos associada ao' comércio." ' ; l i: À vista da modificação, ora ajustada, consolida-se o Contrato Social, com a seguinte redacão: l" Cláusula: A sociedade girará sob a denominação de CARTUCHO & CIA LTDA., com domicílio fiscal na cidade de Conselheiro Lafaietc/MG, à Rua Afonso Pena, 299, Centro, CEP: E terá o nome fantasia de CARTUCHO & CIA,

12 SOCIEDADE EMPRESARIA LTDA., CARTUCHO & CIA LTDA. 3 a ALTERAÇÃO CONTRATUAL 2a Cláusula: A sociedade terá por objetivo o comércio varejista de equipamentos, suprimentos, (inclusive partes e peças), materiais e programas de computador não-oustonv^áyeis de informática. O comércio varejista de artigos de papelaria e de escritório, embalagens de, papel,,c,papelão e grampeadores, perfuradores, rotuladores, e outros similares. A recarga de cartachcs asr>ociacía ao comércio. 3a Cláusula: O capital social será de R$ ,00 (dez mil reais), divido em (dez mil quotas) de R$ 1,00 (um real), cada uma, sendo totalmente integralizado, neste ato, em moeda corrente nacional, ficando assim distribuído entre ambos os sócios: Alfredo Ademir De Sales Renata Cristina Oliveira Duarte 99% 1 % (DEZ MIL REAIS) quotas 1 00 quotas TOTAL R$ 9.900,00 R$ 100,00 R$ ,00 $ 1 A responsabilidade de cada sócio é restrita ao valor de suas quotas, mas todos respondem solidariamente pela integralização do capital social, (art , CG/2002) 4U Cláusula: As quotas da sociedade nãoipoderão ser cedidas ou transferidas a terceiros sem prévio consentimento dos outros sócios que terão preferência para sua aquisição e quaisquer outras deliberações serão tomadas pelos sócios quotistas que decidirão o futuro da sociedade. 5a Cláusula: O falecimento ou interdição de qualquer dos sócios quotistas, não dissolverá a sociedade, devendo ser mantida pelo sócio remanescente e um representante do sócio falecido ou interditado. t 1 Havendo opção dos herdeiros pela venda das quotas e demais haveres na sociedade, serão apurados em,; balanço especial a ser levantado até; 60 dias após a opção pela venda, e oferecidos preferencialmente ao sócio jj! remanescente conforme cláusula quarta, que poderá adquiri-las promovendo pagamento em moeda corrente ;' do país, ao espólio, herdeiros ou seus representantes legais, acrescidos dos juros legais, vencendo-se a \a prestação 6a Cláusula: A sociedade iniciou suas atividades em 01 de outubro de 2003 e seu prazo de duração será por tempo indeterminado. T Cláusula: A sociedade será gerida e administrada pelo sócio Alfredo Ademir De Sales que a representará v em todos os atos e negócios em que deva intervir, inclusive, judiciais e extras judicialmente, autorizado o uso i*' do nome empresarial. Vedado, no entanto, em atividades estranhas ao interesse social ou assumir obrigações seja em favor de qualquer dos quotistas ou de terceiros, bem como onerar ou alienar bens imóveis da sociedade, sem autorização do outro sócio, (artigos 997, VI; , 1064, CC/2002), 8a Cláusula: O sócio Alfredo Ademir De Sales, qualificada no preâmbulo desse instrumento, fará jus, a uma, retirada a título de Pró-labore, a ser convencionada entre as partes observada as disposições regulamentares pertinentes. 9" Cláusula: Ao término da cada exercício social, em 31 de dezembro, o administrador prestará contas justificadas de sua administração, procedendo à elaboração do inventário, do balanço patrimonial e do balanço de resultado económico, cabendo aos sócios, na proporção de suas quotas, os lucros ou perdas apurados, (art , CC/2002). 10a Cláusula: A sociedade poderá a qualquer tempo, abrir ou fechar filial ou outra dependência, mediante alteração contratual assinada por todos os sócios.

13 SOCIEDADE EMPRESÁRIA LTDA. CARTUCHO & CIA LTDA. 3 a ALTERAÇÃO CONTRATUAL 11a Cláusula: Nos quatro meses seguintes ao término do exercício social, os sócios deliberarão sobre as contas e designarão administrador(es) quando for o caso. (arts e 1.072, 2 e art. 1.0'/8,"!CÍ^OQ2'):..." H * \ '." 12" Cláusula: Os Administrador(es) declara(m), sob as penas da lei, de que não est(ãò; impedidos desxefcer a administração da sociedade, por lei especial, ou em virtude de condenação criminal, ou por se encontrar(em) sob os efeitos dela, a pena que vede, ainda que temporariamente, o acesso cargos públicos; ou por crime falimentar, de prevaricação, peita ou suborno, concussão, peculato, ou contra a economia popular, contra o sistema financeiro nacional, contra normas de defesa da concorrência, contra as relações de consumo, fé pública, ou a propriedade, (art , 1, CG/2002). 13a Cláusula: Por decisão dos sócios ficam desde já dispensada as reuniões e assembleias constantes no artigo e todos os parágrafos. 14" Cláusula: Fica eleito o foro da comarca de Conselheiro Lafaiete/MG para o exercício e o cumprimento dos direitos e obrigações resultantes deste contrato. E por estarem assim justos e contratados assinam o presente instrumento em 3 (três) vias. Conselheiro Lafaiete, 30 de julho de ^^ Alfredo Ademir de Sales CPF: RG: VRenata Cristina Oliveira Duarte CPF: RG-MG Luciano Willian OliveíraDuarte CPF: RG-M SUCHOACIALTOA4I» ): 12B

14 Adm. Leonardo De Paternostro PERITO ADMINISTRADOR CRA/G0927Í CIRCULAR AOS ES Goiânia/GO, 15 de agosto de í, ', V V". f1* A"2Í9 CENTRO, Conselheiro Lafalete, MG <T *«,, i -.,-* ' V Servimo-nos desta para comunicar-lhe que a sociedade ENGEFORT CONSTRUTORA LTDA - CNPJ/MF / , protocolou, na data-de 1,7/7/2012, a Açãu de Recuperação Judicial n , que foi distribuída para o MM. Juízo da 9a Vara Cível da Comarca Goiânia/GO. Na data de 23/7/2012, o MM Juízo houve por bem deferir o processamento da Recuperação Judicial, tendo sido publicada a decisão na data de 31/7/2012. Comunicamos ainda que a ENGEFORT CONSTRUTORA LTDA listou V. S.a como credor da quantia de R$ 610,00, crédito proveniente de fornecimento de bens e serviços, na classe dos credores quirografários. O processo foi integralmente digitalizado, e pode ser visualizado no s/te de internet Mfps://dmpa.paarquivos.com.br/dmba/consulta.aspx, usuário "visualizar.processo", senha "Ipcb". Após o logon, executar os procedimentos demonstrados no verso (autos , 6 volumes). Caso exista alguma divergência no valor do crédito relacionado, V. Sá. deverá encaminhar ao Administrador Judicial, no prazo de 15 (quinze) dias contados da publicação do edital, que ocorreu na data de 20/08/2012, requerimento devidamente instruído com comprovante do valor correto do crédito ( 1 do art. 7 da Lei /05). O requerimento pode ser enviado via e- mail. Se, por outro lado, o valor do crédito estiver corretamente relacionado, não é necessária a habilitação perante o Administrador Judicial. Colocamo-nos à inteira disposição para quaisquer outros esclarecimentos que se façam necessários, via telefone, ou em nosso escritório, no horário de 9:00 às 12:00 horas, de segunda a sexta-feira, no endereço constante no rodapé. Muito cordialmente. Adm. Leonardo De Paternostro CRA/GO 9273 Administrador Judicial da Engefort Construtora Ltda. A v. C-255, n". 270, Centrv Empresarial Scbbn, Sa/as 422 c 1207, Nova Suíço. - CEP Goinnkt-GO /

15 Setor Marista - Goiânia-GO - Brasil <62) CEP ' r.br L. MURILLO LOBO EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA 9a VARA CÍVEL DA COMARCA DE GOIÂNIA/GO Prot.: Recuperação Judicial ENGEFORT CONSTRUTORA LTDA - em recuperação judicial, qualificada nos autos em epígrafe, por seu bastante procurador e advogado, vem com o acato costumeiro perante Vossa Excelência, requerer a juntada do Primeiro Aditivo ao Plano de Recuperação Judicial e seu respectivo anexo, para conhecimento e posterior deliberação dos credores em Assembleia Geral de Credores. Termos em que, Pede Deferimento. Goiânia, 24 de janeiro de 2013, lurillonmacédo Lobo OAB/OQ

16 e ENGEPORT C O N S T R U T O R A PRIMEIRO ADITIVO AO PLANO DE RECUPERAÇÃO JUDICIAL DA ENGEFORT CONSTRUTORA LTDA - EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL Considerações Gerais: 1.1. O Plano de Recuperação Judicial da "ENGEFORT CONSTRUTORA LTDA - em recuperação judicial" foi apresentado nos autos do processo de recuperação judicia! de prot n , em curso perante a 9a Vara Cível da Comarca de Goiânia (GO), na data de 01 de outubro de 2012, conforme folhas a do Volume 14 daqueles autos Deferido o processamento pelo MM. Juízo da Recuperação, a recuperanda passou por diversos acontecimentos relatados nos autos da recuperação judicial que prejudicaram o andamento do processo de soerguimento da recuperanda Diante do que, a fim de viabilizar seu plano de recuperação judicial, e, conjuntamente, atender ao interesse da maioria de seus credores, a recuperanda propõe a presente modificação ao plano original apresentado, sugerida via do presente primeiro aditivo Isto considerado, e nos termos do artigo 56, 3 da Lei /05, a recuperanda "ENGEFORT CONSTRUTORA LTDA - em recuperação judicial", vem apresentar o presente Primeiro Aditivo ao seu Plano de Recuperação, pela modificação do item "7. DOS PAGAMENTOS AOS ES", cuja redação passa a ser a seguinte: Página 1 de 11

17 PRIMEIRO ADITIVO ao Plano de Recuperação Judicial da ENGEFORT CONSTRUTORA LTDA - em recuperação Judicial, apresentado na Assembleia Geral de Credores (25/31 de janeiro de 2013) "7. DOS PAGAMENTOS AOS ES O presente Plano levou em consideração na proposta de pagamento aos credores sujeitos a Recuperação Judicial (Trabalhistas; com Garantia Real e arios), os seguintes itens: (i) tratamento isonômico entre os credores de uma mesma classe; (ii) capacidade de pagamento da ENGEFORT CONSTRUTORA LTDA através da sua geração de caixa projetada Credores Trabalhistas Os credores trabalhistas constantes da segunda relação de credores apresentada pelo Administrador Judicial serão pagos dentro dos prazos estabelecidos pelo art. 54, caput e parágrafo único, da Lei de Recuperação (Lei de 09 de Fevereiro de 2005), contados a partir da publicação da decisão judicial que homologar a aprovação do Plano de Recuperação Judicial pela Assembleia Geral de Credores Credores com Garantia Real Proposta de pagamento aos Credores com Garantia Real, sujeitos aos efeitos da Recuperação: DEVEDOR: ES: OBJETO: FORMA PAGAMENTO: DE ENGEFORT CONSTRUTORA LTDA Credores com Garantia Real, sujeitos a Recuperação Judicial, na forma da Lei. O objeto é a renegociação dos Créditos com Garantia Real, sujeitos a Recuperação Judicial. Desáqio: será aplicado um deságio de 70% no valor do crédito sujeito Recuperação Judicial. O Saldo Devedor após o deságio será pago de acordo com a Página 2 de 11

18 PRIMEIRO ADITIVO ao Plano de Recuperação Judicial da ENGEFORT CONSTRUTORA LTDA - em recuperação Judicial, apresentado na Assembleia Geral de Credores (25/31 de janeiro de 2013) tabela a seguir: r MESES 1 ao ao ao ao ao ao ao ao ao 108 PAGAMENTO NO PERÍODO 0,00% 2,00% 2,00% 2,00% 6,00% 8,00% 10,00% 30,00% 40,00% PAGAMENTO EM CADA MÊS 0,00% 0,17% 0,17% 0,17% 0,50% 0,67% 0,83% 2,50% 3,33% Juros: incidirão juros remuneratórios de 2% a. a. (ao ano) sobre o valor das parcelas a serem pagas, capitalizados anualmente. Correcão: as parcelas a serem pagas serão corrigidas anualmente pelo INCC (índice Nacional de Custo da Construção Civil). Observações: os pagamentos dos juros e da correção monetária serão feitos concomitantemente ao pagamento das parcelas Credores ários s Serão criadas 03 (três) subclasses dentro da Classe de credores ários, a saber: l. Credor Aderente Financeiro: serão todas as instituições financeiras que fornecerem crédito novo de no mínimo 30% do valor do crédito constante da relação de credores na data da instalação da Assembleia Geral de Credores da Engefort, e que expressarem a concordância com a forma de Página 3 de 11

19 PRIMEIRO ADITIVO ao Plano de Recuperação Judicial da ENGEFORT CONSTRUTORA LTDA - em recuperação Judicial, apresentado na Assembleia Geral de Credores (25/31 de janeiro de 2013) pagamento e de garantias através de Termo de Adesão a ser assinado pelas partes até a data de realização da AGC. II. Credor árío Parceiro: Será considerado "Credor ário Parceiro" o fornecedor de produtos e/ou serviços que fornecer mercadorias e/ou serviços, a prazo (mínimo de 30 dias), durante a Recuperação Judicial, a partir de 180 dias contados da publicação da homologação do resultado da Assembleia Geral de Credores que aprovar o Plano de Recuperação Judicial O "Credor ário Parceiro" perderá esta condição caso se recuse, injustificadamente, a atender a ordem de compra e/ou serviço cujo valor médio seja inferior a 10% (dez por cento) do valor do crédito do referido fornecedor relacionado na relação de credores na data da realização da Assembleia Geral de Credores que deliberar sobre o Plano de Recuperação Judicial da Engefort. II.2. Esta condição não se aplica as instituições financeiras. II.3. A adesão a esta opção deverá ser manifestada por escrito, em até 15 dias contados da realização da Assembleia Geral de Credores que deliberar sobre o Plano de Recuperação Judicial. III. Credor ário Geral: serão todos aqueles que não se enquadrarem como Credor ário Parceiro e/ou Credor Aderente Financeiro. Página 4 de 11

20 PRIMEIRO ADITIVO ao Plano de Recuperação Judicial da ENGEFORT CONSTRUTORA LTDA - em recuperação Judicial, apresentado na Assembleia Geral de Credores (25/31 de janeiro de 2013) "Credores Aderentes Financeiros" Os "Credores Aderentes Financeiros" que expressamente aderirem ao "Protocolo de Intenções" de fls. 4158/4162 dos autos da Recuperação Judicial da Engefort, por meio dos respectivos "Termos de Adesão", serão pagos conforme condições e prazos previstos em referido "Protocolo de Intenções", e respectivos "Termos de Adesão" Os Credores Aderentes Financeiros que deixarem de atender as condições previstas no "Protocolo de Intenções" durante o processamento da Recuperação Judicial da ENGEFORT perderão essa condição, e receberão seus créditos de acordo com a previsão de pagamento da "Classe de Credores ários Geral" (7.3.3.) Visando compatibilizar o Plano de Recuperação Judicial com o incluso Fluxo de Caixa Projetado atualizado (Anexo l), e com as garantias ofertadas no "Protocolo de Intenções" e respectivo Instrumento Particular de Contrato de Administração de conta e outras avenças ("ESCROW ACCOUNT"), a Engefort aceitará os "Termos de Adesão" por ordem de data de apresentação, até o limite total somado de R$ 60 (sessenta) milhões em créditos (sujeitos ou não a RJ), que é compatível com o fluxo de caixa projetado O prazo para exercício da opção prevista nesta cláusula se encerrará na Assembleia Geral de Credores da ENGEFORT que deliberar sobre o Plano de Recuperação Judicial e o presente primeiro aditivo. Página 5 de 11

21 PRIMEIRO ADITIVO ao Plano de Recuperação Judicial da ENGEFORT CONSTRUTORA LTDA - em recuperação Judicial, apresentado na Assembleia Geral de Credores (25/31 de janeiro de 2013) Credores ários Parceiros Os "Credores ários Parceiros" terão a seguinte proposta de pagamento: DEVEDOR: ES: OBJETO: FORMA DE PAGAMENTO: ENGEFORT CONSTRUTORA LTDA Credores ários Parceiros O objeto é a renegociação dos Créditos ários dos credores que se enquadrarem na categoria de "Credores ários Parceiros". Deságio: aos Credores ários Parceiros será aplicado um deságio de 30% (trinta por cento) no valor do crédito sujeito a Recuperação Judicial; Pagamento da dívida novada: o saldo devedor após o deságio aplicado será pago em 60 parcelas iguais e fixas de 1/60 do valor da dívida novada e após o período de carência (de principal e juros) que será de 12 meses, contados da publicação da homologação do Plano de Recuperação Judicial aprovado em AGC (Assembleia Geral de Credores); Juros: incidirão juros remuneratórios iguais a 1% a.a. sobre o valor das parcelas a serem pagas; Correção: as parcelas a serem pagas serão corrigidas anualmente à razão de 20% do INCC (índice Nacional de Custo da Construção). Observações: (1) os juros acumulados dos primeiros 12 meses serão pagos de uma só vez, no 13 mês; (2) a partir do 13 mês serão pagos juros e principal. Página 6 de 11

PRIMEIRO ADITIVO AO PLANO DE RECUPERAÇÃO JUDICIAL DA ENGEFORT CONSTRUTORA LTDA - EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL

PRIMEIRO ADITIVO AO PLANO DE RECUPERAÇÃO JUDICIAL DA ENGEFORT CONSTRUTORA LTDA - EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL /ENCEFORT/ C O N S T R U T O R A PRIMEIRO ADITIVO AO PLANO DE RECUPERAÇÃO JUDICIAL DA ENGEFORT CONSTRUTORA LTDA - EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL Considerações Gerais: 1.1. O Plano de Recuperação Judicial da "ENGEFORT

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE ALTERAÇÃO E CONTRATUAL DE UMA SOCIEDADE EMPRESÁRIA LIMITADA NOME DA EMPRESA. CNPJ...

INSTRUMENTO PARTICULAR DE ALTERAÇÃO E CONTRATUAL DE UMA SOCIEDADE EMPRESÁRIA LIMITADA NOME DA EMPRESA. CNPJ... INSTRUMENTO PARTICULAR DE ALTERAÇÃO E CONTRATUAL DE UMA SOCIEDADE EMPRESÁRIA LIMITADA NOME DA EMPRESA. CNPJ... Por este instrumento particular e na melhor forma de direito, FULANO DE TAL, brasileiro, natural

Leia mais

TERCEIRA ALTERAÇÃO CONTRATUAL DA SOCIEDADE: AVANTI EVENTOS LTDA CNPJ/MF N.º 05.565.240/0001-57 NIRE 412.0497127-0 folha 1 de 6

TERCEIRA ALTERAÇÃO CONTRATUAL DA SOCIEDADE: AVANTI EVENTOS LTDA CNPJ/MF N.º 05.565.240/0001-57 NIRE 412.0497127-0 folha 1 de 6 folha 1 de 6 Os abaixo identificados e qualificados: 1) MARILIA SANTOS MAIA, brasileira, viúva, empresária, inscrita no CPF/MF sob n o 605.877.769-00, portadora da carteira de identidade RG nº. 874.820-0

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO DA SOCIEDADE LIMITADA EMPRESA 1

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO DA SOCIEDADE LIMITADA EMPRESA 1 INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO DA SOCIEDADE LIMITADA EMPRESA 1 Pelo presente instrumento particular, atendendo as formalidades legais, SÓCIA 2; SÓCIO 2, resolvem constituir uma sociedade limitada,

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE ALTERAÇÃO CONTRATUAL DE UMA SOCIEDADE EMPRESÁRIA LIMITADA NOME DA EMPRESA LTDA (ME/EPP)??? CNPJ

INSTRUMENTO PARTICULAR DE ALTERAÇÃO CONTRATUAL DE UMA SOCIEDADE EMPRESÁRIA LIMITADA NOME DA EMPRESA LTDA (ME/EPP)??? CNPJ INSTRUMENTO PARTICULAR DE ALTERAÇÃO CONTRATUAL DE UMA SOCIEDADE EMPRESÁRIA LIMITADA NOME DA EMPRESA LTDA (ME/EPP)??? CNPJ, brasileiro, maior, casado sob o regime de comunhão ------- -------de bens, empresário,

Leia mais

ferramenta: MODELO DE CONTRATO SOCIAL

ferramenta: MODELO DE CONTRATO SOCIAL INDICADO PARA empreendedores que pretendem constituir uma sociedade e não se enquadram nos critérios aplicáveis aos Empreendedores Individuais (EI) - leia mais abaixo. SERVE PARA formalizar uma sociedade

Leia mais

CONTRATO SOCIAL COMO INSTRUMENTO DE CONSTITUIÇÃO DAS SOCIEDADES LIMITADAS

CONTRATO SOCIAL COMO INSTRUMENTO DE CONSTITUIÇÃO DAS SOCIEDADES LIMITADAS CONTRATO SOCIAL COMO INSTRUMENTO DE CONSTITUIÇÃO DAS SOCIEDADES LIMITADAS RENÊ GABRIEL JUNIOR Graduando do Centro Universitário São Camilo - ES INTRODUÇÃO O presente trabalho busca apresentar o contrato

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO DA SOCIEDADE LIMITADA Ltda.

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO DA SOCIEDADE LIMITADA <nome> Ltda. INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO DA SOCIEDADE LIMITADA Ltda. Pelo presente instrumento particular, atendendo as formalidades legais, XXX, brasileiro, solteiro/casado/divorciado, natural de

Leia mais

CONTRATO SOCIAL DA SOCIEDADE DE ADVOGADOS

CONTRATO SOCIAL DA SOCIEDADE DE ADVOGADOS CONTRATO SOCIAL DA SOCIEDADE DE ADVOGADOS -------------------------------- [Nota: os instrumentos de alteração contratual devem contem o número de registro da sociedade no CNPJ e o número de inscrição

Leia mais

TAL & TAL CONSULTORES LTDA CNPJ/MF nº 00.000.000./0001-00 PRIMEIRA ALTERAÇÃO CONTRATUAL

TAL & TAL CONSULTORES LTDA CNPJ/MF nº 00.000.000./0001-00 PRIMEIRA ALTERAÇÃO CONTRATUAL TAL & TAL CONSULTORES LTDA CNPJ/MF nº 00.000.000./0001-00 PRIMEIRA ALTERAÇÃO CONTRATUAL Fulano de Tal, brasileiro, casado, advogado, inscrito na OAB/PR sob o nº 00.000, residente e domiciliado na Av....

Leia mais

Além das cláusulas estipuladas pelos sócios, o Contrato Social mencionará no mínimo as informações abaixo (Cláusulas obrigatórias):

Além das cláusulas estipuladas pelos sócios, o Contrato Social mencionará no mínimo as informações abaixo (Cláusulas obrigatórias): Sociedades Limitadas: Modelo de Contrato Social Resumo: Apresentamos neste espaço um Modelo de Contrato Social de Sociedade por Quotas de Responsabilidade Limitada (ou, simplesmente Sociedade Limitada),

Leia mais

o~ '.., o. INSTRUMENTO PARTICULAR DE ALTERAÇÃO E CONSOLIDAÇÃO DE SOCIEDADE EMPRESARIA L TOA.. : TECNOGERA- LOCAÇÃO E TRANSFORMAÇÃO DE ENERGIA LTDA o CNPJ: 08.100.057/0001-74 NIRE: 35224255273 SESSÃO DE

Leia mais

CADASTRO DE CLIENTES

CADASTRO DE CLIENTES 1/5 Aposentadoria Rural CADASTRO DE CLIENTES Aposentadoria por Invalidez Pensão Rural LOAS Salário Maternidade PERGUNTAS: Tempo de Trabalho na Zona Rural, Laudo Médico, INCRA, ITR, Sindicato, Notas Fiscais,

Leia mais

ANO XXV - 2014-2ª SEMANA DE SETEMBRO DE 2014 BOLETIM INFORMARE Nº 37/2014

ANO XXV - 2014-2ª SEMANA DE SETEMBRO DE 2014 BOLETIM INFORMARE Nº 37/2014 ANO XXV - 204-2ª SEMANA DE SETEMBRO DE 204 BOLETIM INFORMARE Nº 37/204 ASSUNTOS CONTÁBEIS MÚTUOS (EMPRÉSTIMO DE DINHEIRO) - ENTRE SÓCIOS E SOCIEDADES - ASPECTOS CONTÁBEIS... Pág. 542 ASSUNTOS SOCIETÁRIOS

Leia mais

MODELO CONTRATO CONSTITUTIVO DE SOCIEDADE DE ADVOGADOS

MODELO CONTRATO CONSTITUTIVO DE SOCIEDADE DE ADVOGADOS MODELO CONTRATO CONSTITUTIVO DE SOCIEDADE DE ADVOGADOS NOME DO ADVOGADO, brasileiro, divorciado, advogado, inscrito na OAB/BA sob n ------, CPF.: -----------------------, residente e domiciliado nesta

Leia mais

Orientações sobre Transformação

Orientações sobre Transformação Orientações sobre Transformação Informações organizadas por: Eber Cordeiro Subgerente de Registro/JUCEES Grazielli Bonomo Analista de Registro Empresarial Janeiro/20 ª Revisão - Agosto/204 2ª revisão Junho/205

Leia mais

Esta proposta altera parcialmente o Plano original de recuperação judicial, apresentado em março de 2015, após negociações com credores.

Esta proposta altera parcialmente o Plano original de recuperação judicial, apresentado em março de 2015, após negociações com credores. MODIFICAÇÕES AO PLANO DE RECUPERAÇÃO JUDICIAL PROPOSTAS PELOS CREDORES PARA SEREM APRESENTADAS NO PROSSEGUIMENTO DA ASSEMBLEIA GERAL DE CREDORES DESIGNADA PARA O DIA 19/11/2015 Esta proposta altera parcialmente

Leia mais

1 - A MUTUANTE concede ao MUTUÁRIO um empréstimo no valor, prazo e demais condições indicadas no Termo de Requerimento de Mútuo.

1 - A MUTUANTE concede ao MUTUÁRIO um empréstimo no valor, prazo e demais condições indicadas no Termo de Requerimento de Mútuo. Folha 1 DE 6 Cláusulas e Condições Gerais do Contrato de Mútuo que entre si fazem a Fundação Vale do Rio Doce de Seguridade Social - VALIA e seus participantes na forma do seu Regulamento Básico. Fundação

Leia mais

Em junho de 2012, foi apresentado o plano de recuperação judicial.

Em junho de 2012, foi apresentado o plano de recuperação judicial. REFRIGERAÇÃO CAPITAL LTDA. EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL PROPOSTA DE ALTERAÇÃO DO PLANO DE RECUPERAÇÃO JUDICIAL PROCESSO Nº 001/1.12.0063163-4 CNJ: 0080710-28.2012.8.21.0001 VARA DE DIREITO EMPRESARIAL, RECUPERAÇÃO

Leia mais

V AL R Qualificação do Microempreendedor

V AL R Qualificação do Microempreendedor V AL R Qualificação do Microempreendedor Data: Nome Completo: CPF/CNPJ: Nº Identidade: Órgão Emissor : Sexo: Data de Nascimento: Estado Civil: Naturalidade: Nome do Pai: Nome da Mãe: Endereço: Bairro:

Leia mais

ANEXO I DECLARAÇÃO DE INEXISTÊNCIA DE AÇÃO JUDICIAL

ANEXO I DECLARAÇÃO DE INEXISTÊNCIA DE AÇÃO JUDICIAL ANEXO I DECLARAÇÃO DE INEXISTÊNCIA DE AÇÃO JUDICIAL (razão social do devedor), com inscrição no CNPJ nº, devidamente representada por (nome e qualificação do representante), DECLARA, para os fins da RN

Leia mais

Anexo 1.2.7 : Modelo de instrumento de cessão de crédito sem coobrigação

Anexo 1.2.7 : Modelo de instrumento de cessão de crédito sem coobrigação Anexo 1.2.7 : Modelo de instrumento de cessão de crédito sem coobrigação INSTRUMENTO PARTICULAR DE CESSÃO DE CRÉDITOS SEM COOBRIGAÇÃO Por este instrumento, as partes a seguir designadas e qualificadas,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitação e Compras

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitação e Compras MINUTA Fls. 1 PROCESSO - nº 502/07 Aos dias do mês de do ano de dois mil e sete, na sede da Prefeitura Municipal de Franca, localizada na Rua Frederico Moura nº 1517, neste município de Franca, compareceram

Leia mais

Cédula de Crédito Bancário Abertura de Crédito Pessoa Física

Cédula de Crédito Bancário Abertura de Crédito Pessoa Física Cédula nº: Valor: Data da emissão: Data do vencimento: 1. EMITENTE(S): 1.1 Nome: 1.2 RG: 1.3 CPF/MF - CNPJ/MF: E os coemitentes, demais titulares da conta corrente ao final nomeados, todos qualificados

Leia mais

CCB Cédula de Crédito Bancário Consignação INSS

CCB Cédula de Crédito Bancário Consignação INSS CCB Cédula de Crédito Bancário Consignação INSS Pela presente CÉDULA DE CRÉDITO BANCARIO, doravante designada como CÉDULA, pagarei ao Banco Ibi S.A. Banco Múltiplo, com sede na Alameda Rio Negro, 585,

Leia mais

CADASTRO DE CLIENTES

CADASTRO DE CLIENTES CADASTRO DE CLIENTES (Indenização Danos Morais e Materiais) Empresas de Telefonia Fixa, Celulares e outras TIM CLARO OI VIVO Outras... PERGUNTAS: Período que a empresa telefônica deixou de prestar os serviços

Leia mais

CONTRATO DE COMPRA E VENDA COM CESSÃO E TRANSFERÊNCIA DE QUOTAS DE SOCIEDADE POR QUOTAS DE RESPONSABILIDADE LIMITADA

CONTRATO DE COMPRA E VENDA COM CESSÃO E TRANSFERÊNCIA DE QUOTAS DE SOCIEDADE POR QUOTAS DE RESPONSABILIDADE LIMITADA 1 CONTRATO DE COMPRA E VENDA COM CESSÃO E TRANSFERÊNCIA DE QUOTAS DE SOCIEDADE POR QUOTAS DE RESPONSABILIDADE LIMITADA I PARTES: a) Sócia 2, doravante denominada simplesmente PROMITENTE VENDEDOR CEDENTE;

Leia mais

MODELO BÁSICO DE CONTRATO SOCIAL SOCIEDADE SIMPLES PURA OU LIMITADA CONTRATO DE CONSTITUIÇÃO DE:

MODELO BÁSICO DE CONTRATO SOCIAL SOCIEDADE SIMPLES PURA OU LIMITADA CONTRATO DE CONSTITUIÇÃO DE: MODELO BÁSICO DE CONTRATO SOCIAL SOCIEDADE SIMPLES PURA OU LIMITADA CONTRATO DE CONSTITUIÇÃO DE: 1. FULANO DE TAL, nacionalidade, naturalidade, estado civil (se casado indicar o regime de bens), categoria

Leia mais

PLANO DE RECUPERAÇÃO JUDICIAL DE VIDRAUTO DO BRASIL COMÉRCIO DE VIDROS E ACESSÓRIOS LTDA

PLANO DE RECUPERAÇÃO JUDICIAL DE VIDRAUTO DO BRASIL COMÉRCIO DE VIDROS E ACESSÓRIOS LTDA PLANO DE RECUPERAÇÃO JUDICIAL DE VIDRAUTO DO BRASIL COMÉRCIO DE VIDROS E ACESSÓRIOS LTDA 1ª Vara da Fazenda Pública de Falências e Concordatas Autos nº. 001-054/2008 Nos termos da lei nº. 11.101, de 09

Leia mais

FRANCISCO ASSIS LAZZARETTI - ME,

FRANCISCO ASSIS LAZZARETTI - ME, EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA 1ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA, FALÊNCIAS E CONCORDATAS DO FORO CENTRAL DA COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA/PR Autos nº 1559/2008 FRANCISCO ASSIS

Leia mais

ANEXO 9 Condições Mínimas do BNDES para Aprovação do Plano

ANEXO 9 Condições Mínimas do BNDES para Aprovação do Plano ANEXO 9 Condições Mínimas do BNDES para Aprovação do Plano A - PRÉVIAS: 1. Apresentação de petição conjunta formulada pelos Interessados e pelo BNDES, com a anuência do Administrador Judicial, protocolizada

Leia mais

ESTATUTO SOCIAL DO CLUBE DE INVESTIMENTO PROGRAMADO PJ RENOIR

ESTATUTO SOCIAL DO CLUBE DE INVESTIMENTO PROGRAMADO PJ RENOIR ESTATUTO SOCIAL DO CLUBE DE INVESTIMENTO PROGRAMADO PJ RENOIR I - Denominação e Objetivo Artigo 1º - O CLUBE DE INVESTIMENTO PROGRAMADO PJ RENOIR, doravante designado simplesmente CLUBE, formado exclusivamente

Leia mais

Regulamento. do Programa de Empréstimo Pessoal

Regulamento. do Programa de Empréstimo Pessoal Regulamento do Programa de Empréstimo Pessoal 2 Regulamento do Programa de Empréstimo Pessoal Índice CAPÍTULO I DA FINALIDADE... 4 CAPÍTULO II DOS PARTICIPANTES ELEGÍVEIS... 4 CAPÍTULO III DOS LIMITES

Leia mais

Atendimento das 08:00 hs. às 15:00 hs. CNPJ 01.530.136/0001-76 PROPOSTA DE EMPRÉSTIMO. Cooperado. Matrícula R.G. CPF

Atendimento das 08:00 hs. às 15:00 hs. CNPJ 01.530.136/0001-76 PROPOSTA DE EMPRÉSTIMO. Cooperado. Matrícula R.G. CPF COOPERARATIVA DE ECONOMIA E CRÉDITO MÚTUO DOS FUNCIONÁRIOS DA CPTM Rua Zuma de Sá Fernandes, 360 - Térreo - Presidente Altino - Osasco - SP - CEP 06213-040 Telefones: 3689-9166 / 3652-2600 - Ramais 2771

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO CONTRATO SOCIAL DE SOCIEDADE EMPRESARIA LIMITADA. MILLENNIUM BRASIL EVENTOS LTDA CAPITULO I DAS PARTES DENOMINAÇÃO SEDE E OBJETO As partes identificadas abaixo têm,

Leia mais

IPERCO CLINÍCA ODONTOLÓGICA S/S LTDA CNPJ nº. 05.607.147/0001-68 SEXTA ALTERAÇÃO CONTRATUAL

IPERCO CLINÍCA ODONTOLÓGICA S/S LTDA CNPJ nº. 05.607.147/0001-68 SEXTA ALTERAÇÃO CONTRATUAL Por este instrumento particular e na melhor forma de direito: 1. TERTULIANO RICARDO LOPES, brasileiro, casado sob o regime de comunhão universal de bens, cirurgião dentista, residente e domiciliado à Avenida

Leia mais

MRV LOGISTICA E PARTICIPAÇÕES S.A. PLANO DE OUTORGA DE OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES ("PLANO")

MRV LOGISTICA E PARTICIPAÇÕES S.A. PLANO DE OUTORGA DE OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES (PLANO) MRV LOGISTICA E PARTICIPAÇÕES S.A. PLANO DE OUTORGA DE OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES ("PLANO") DATADO DE 17 DE NOVEMBRO, 2010 2 MRV LOGÍSTICA E PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ/MF nº 09.041.168/0001-10 NIRE 31.300.027.261

Leia mais

CONTRATO PARTICULAR DE LOCAÇÃO DE BENS MÓVEIS EM IMÓVEL COMERCIAL Nº:

CONTRATO PARTICULAR DE LOCAÇÃO DE BENS MÓVEIS EM IMÓVEL COMERCIAL Nº: CONTRATO PARTICULAR DE LOCAÇÃO DE BENS MÓVEIS EM IMÓVEL COMERCIAL Nº: LOCADOR: Salão de Beleza ou (Estética), situado na Rua, Bairro, CEP, Cidade, Estado, inscrito no CNPJ sob o número, Alvará Municipal

Leia mais

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR nº 38/2015. Capítulo I Disposições Gerais

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR nº 38/2015. Capítulo I Disposições Gerais PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR nº 38/2015 Institui o Programa de Recuperação Fiscal REFIS do Município de Jaboticabal, e dá outras providências. Capítulo I Disposições Gerais Art. 1º Fica instituído, nos

Leia mais

CONTRATO DE EMPRÉSTIMO COM CRÉDITO PRÉ-APROVADO

CONTRATO DE EMPRÉSTIMO COM CRÉDITO PRÉ-APROVADO PÁGINA 1/7 CONTRATO DE EMPRÉSTIMO Dados do Contratante Nome: CPF: - Carteira de Identidade: Órgão: Matrícula: - Endereço: Bairro: Cidade: UF: CEP: - Estado Civil: Profissão: Empresa: Lotação: Banco: Agência:

Leia mais

CONVÊNIO DE COLABORAÇÃO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO E O INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO DE PASSO FUNDO - SOLIDARIEDADE - IDPF

CONVÊNIO DE COLABORAÇÃO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO E O INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO DE PASSO FUNDO - SOLIDARIEDADE - IDPF CONVÊNIO DE COLABORAÇÃO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO E O INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO DE PASSO FUNDO - SOLIDARIEDADE - IDPF 032/2014 - PGM O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO, pessoa jurídica

Leia mais

RETA FINAL - MG Disciplina: Direito Empresarial Aula nº 01 DIREITO EMPRESARIAL

RETA FINAL - MG Disciplina: Direito Empresarial Aula nº 01 DIREITO EMPRESARIAL DIREITO EMPRESARIAL 1. Atividade Empresarial ( art. 966 e ss do CC) Art. 966. Considera-se empresário quem exerce profissionalmente atividade econômica organizada para a produção ou a circulação de bens

Leia mais

Contatos RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS. Conectando Oportunidades em Fusões & Aquisições LEI DE RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS (LEI Nº 11.101, DE 09/02/2005).

Contatos RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS. Conectando Oportunidades em Fusões & Aquisições LEI DE RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS (LEI Nº 11.101, DE 09/02/2005). A nova legislação brasileira destinada às empresas em dificuldades econômico-financeiras. Lei de Recuperação de Empresas disciplina a recuperação judicial, a recuperação extrajudicial. Aspectos legais.

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI N o 8.668, DE 25 DE JUNHO DE 1993. Dispõe sobre a constituição e o regime tributário dos Fundos de Investimento Imobiliário e dá

Leia mais

CONTRATO DE TEF, COMODATO E/OU COMERCIALIZAÇÃO DE PRODUTOS DE RECARGA

CONTRATO DE TEF, COMODATO E/OU COMERCIALIZAÇÃO DE PRODUTOS DE RECARGA TENDENCIA COD CONTRATO DE TEF, COMODATO E/OU COMERCIALIZAÇÃO DE PRODUTOS DE RECARGA Pelo presente instrumento particular, de um lado TENDÊNCIA INFORMAÇÕES E SISTEMAS LTDA., com sede na Rua São Jorge, 103,

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS E DE ADMINISTRAÇÃO DE CONTAS DE CUSTÓDIA DE TÍTULOS ADQUIRIDOS E VENDIDOS NO TESOURO DIRETO

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS E DE ADMINISTRAÇÃO DE CONTAS DE CUSTÓDIA DE TÍTULOS ADQUIRIDOS E VENDIDOS NO TESOURO DIRETO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS E DE ADMINISTRAÇÃO DE CONTAS DE CUSTÓDIA DE TÍTULOS ADQUIRIDOS E VENDIDOS NO TESOURO DIRETO São partes neste instrumento: I CORRETORA: ALFA CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES

Leia mais

C O N V Ê N I O Nº 015/2015

C O N V Ê N I O Nº 015/2015 C O N V Ê N I O Nº 015/2015 Que entre si celebram de um lado o MUNICÍPIO DE ITABIRITO, pessoa jurídica de direito público interno, inscrição no CNPJ sob o nº 18.307.835/0001-54, com endereço a Avenida

Leia mais

TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE RECUPERAÇÃO JUDICIAL DAS EMPRESAS. Francisco Guilherme Braga de Mesquita Advogado

TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE RECUPERAÇÃO JUDICIAL DAS EMPRESAS. Francisco Guilherme Braga de Mesquita Advogado TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE RECUPERAÇÃO JUDICIAL DAS EMPRESAS Francisco Guilherme Braga de Mesquita Advogado Neste estudo, procuraremos trazer algumas considerações

Leia mais

CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO CONVÊNIO DESCONTO

CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO CONVÊNIO DESCONTO CCB CONV DESC VJ 04/2011 (540) CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO CCB Nº VIA: Negociável (CREDOR) Não Negociável (EMITENTE) I - EMITENTE Nome/Razão Social CPF /CNPJ Banco Agência Conta Corrente nº II TERCEIROS

Leia mais

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais,

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLUÇÃO CFC N.º 1.360/11 Dispõe sobre o Regime de Parcelamento de Débitos de Anuidades e Multas (Redam II) para o Sistema CFC/CRCs O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições

Leia mais

CONTRATO DE CRÉDITO PRÉ-APROVADO

CONTRATO DE CRÉDITO PRÉ-APROVADO CONTRATO DE CRÉDITO PRÉ-APROVADO Por este instrumento e na melhor forma de direito, a COOPERATIVA, doravante designada simplesmente COOPERATIVA, neste ato devidamente representada na forma de seu Estatuto

Leia mais

MANUAL DA ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA 13 DE AGOSTO DE 2009 ÀS 11 HORAS CREMER S.A

MANUAL DA ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA 13 DE AGOSTO DE 2009 ÀS 11 HORAS CREMER S.A MANUAL DA ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA 13 DE AGOSTO DE 2009 ÀS 11 HORAS CREMER S.A Companhia Aberta - CVM nº 02014-1 CNPJ nº 82.641.325/0001-18 Rua Iguaçú, nº 291/363, Blumenau/SC Página 1 de 9 MENSAGEM

Leia mais

a) Título (Alteração contratual), recomendando-se indicar o nº de seqüência da alteração;

a) Título (Alteração contratual), recomendando-se indicar o nº de seqüência da alteração; ALTERAÇÃO DE SOCIEDADE EMPRESÁRIA: *ELEMENTOS DA ALTERAÇÃO CONTRATUAL a) Título (Alteração contratual), recomendando-se indicar o nº de seqüência da alteração; b) Preâmbulo; c) Corpo da alteração: Nova

Leia mais

ANEXO II. LOJAS AMERICANAS S.A. Companhia Aberta CNPJ/MF. 33.014.556/0001-96 NIRE 3330002817.0 PLANO DE OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES

ANEXO II. LOJAS AMERICANAS S.A. Companhia Aberta CNPJ/MF. 33.014.556/0001-96 NIRE 3330002817.0 PLANO DE OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES ANEXO II LOJAS AMERICANAS S.A. Companhia Aberta CNPJ/MF. 33.014.556/0001-96 NIRE 3330002817.0 PLANO DE OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES 1. Objetivo da Outorga de Opções 1.1. Os objetivos do Plano de Opção de Compra

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAJUBÁ CREDENCIAMENTO Nº 001/09 PREÂMBULO

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAJUBÁ CREDENCIAMENTO Nº 001/09 PREÂMBULO PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAJUBÁ CREDENCIAMENTO Nº 001/09 CHAMAMENTO PÚBLICO PARA FINS DE CREDENCIAMENTO DE CLINICAS PARA TRATAMENTO DE DEPENDENTES QUIMICOS. PREÂMBULO A Prefeitura Municipal de Itajubá,

Leia mais

INFORMATIVO: AÇÃO DE COBRANÇA DE EXPURGOS INFLACIONÁRIOS EM CADERNETAS DE POUPANÇAS DURANTE OS PLANOS ECONÔMICOS (COLLOR I E II)

INFORMATIVO: AÇÃO DE COBRANÇA DE EXPURGOS INFLACIONÁRIOS EM CADERNETAS DE POUPANÇAS DURANTE OS PLANOS ECONÔMICOS (COLLOR I E II) 1 INFORMATIVO: AÇÃO DE COBRANÇA DE EXPURGOS INFLACIONÁRIOS EM CADERNETAS DE POUPANÇAS DURANTE OS PLANOS ECONÔMICOS (COLLOR I E II) 1 - OBJETO: O pedido contido na ação visa cobrar das Instituições Bancárias

Leia mais

FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO DAYCOVAL RENDA ITAPLAN CNPJ/MF N.º 10.456.810/0001-00

FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO DAYCOVAL RENDA ITAPLAN CNPJ/MF N.º 10.456.810/0001-00 FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO DAYCOVAL RENDA ITAPLAN CNPJ/MF N.º 10.456.810/0001-00 ATA DE ASSEMBLEIA GERAL DE COTISTAS REALIZADA EM 04 DE MAIO DE 2012 I. Data, Hora e Local da Reunião: Aos 03 de maio,

Leia mais

1) PARTES CONTRATANTES

1) PARTES CONTRATANTES CNPJ 61.198.164/0001-60 1) PARTES CONTRATANTES CONTRATO DE CONTRA GARANTIA CONDIÇÕES CONTRATUAIS GERAIS PORTO SEGURO CIA DE SEGUROS GERAIS, inscrita no CNPJ sob o n.º 61.198.164/0001-60, com sede na Cidade

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE XAXIM

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE XAXIM 1 INSTRUMENTO CONTRATUAL N.0050/2013. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE SISTEMAS N.0050/2013. O Município de Xaxim, Estado de Santa Catarina, inscrito no CNPJ/MF sob o número N. 82.854.670/0001 30 -

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO AUDITORIA INTERNA SECRETARIA DE ORIENTAÇÃO E AVALIAÇÃO PARECER SEORI/AUDIN-MPU Nº 759/2015

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO AUDITORIA INTERNA SECRETARIA DE ORIENTAÇÃO E AVALIAÇÃO PARECER SEORI/AUDIN-MPU Nº 759/2015 MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO AUDITORIA INTERNA SECRETARIA DE ORIENTAÇÃO E AVALIAÇÃO Referência Assunto PARECER SEORI/AUDIN-MPU Nº 759/2015 : Mensagem SIAFI nº 2015/0458464, de 13/03/2015. Protocolo AUDIN-MPU

Leia mais

MOORE STEPHENS AUDITORES E CONSULTORES

MOORE STEPHENS AUDITORES E CONSULTORES DURATEX COMERCIAL EXPORTADORA S.A. AVALIAÇÃO DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO CONTÁBIL APURADO POR MEIO DOS LIVROS CONTÁBEIS EM 31 DE AGOSTO DE 2015 Escritório Central: Rua Laplace, 96-10 andar - Brooklin - CEP 04622-000

Leia mais

CONTRATO DE ADMINISTRAÇÃO DE IMÓVEIS N.º XXXX/XX

CONTRATO DE ADMINISTRAÇÃO DE IMÓVEIS N.º XXXX/XX Página 1 de 5 CONTRATO DE ADMINISTRAÇÃO DE IMÓVEIS N.º XXXX/XX Pelo presente Instrumento Particular, de um lado, como ADMINISTRADORA, a empresa VIVER NEGÓCIOS IMOBILIÁRIOS LTDA ME CRECI/RN sob o nº 2990

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N 007/2015 REFERENTE AO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 124/2014

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N 007/2015 REFERENTE AO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 124/2014 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N 007/2015 REFERENTE AO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 124/2014 Pelo presente instrumento, a SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO, órgão gerenciador do Registro de Preços, localizada na

Leia mais

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL GERDAU PREVIDÊNCIA

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL GERDAU PREVIDÊNCIA REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL GERDAU PREVIDÊNCIA Capítulo I Da Finalidade Artigo 1 - O presente Regulamento de Empréstimo Pessoal, doravante denominado Regulamento, tem por finalidade definir normas

Leia mais

(JOÃO UCHÔA CAVALCANTI NETTO e MOENA doravante denominados individualmente Parte e, em conjunto, Partes )

(JOÃO UCHÔA CAVALCANTI NETTO e MOENA doravante denominados individualmente Parte e, em conjunto, Partes ) 1º. TERMO ADITIVO AO ACORDO DE ACIONISTAS DA ESTÁCIO PARTICIPAÇÕES S.A. Que entre si celebram as partes abaixo relacionadas, (i) JOÃO UCHÔA CAVALCANTI NETTO, brasileiro, divorciado, magistrado aposentado

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE CONSTITUIÇÃO DE GARANTIAS EM FAVOR DE FIADOR PARA GARANTIR CRÉDITOS DECORRENTES DE FIANÇA

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE CONSTITUIÇÃO DE GARANTIAS EM FAVOR DE FIADOR PARA GARANTIR CRÉDITOS DECORRENTES DE FIANÇA Pelo presente instrumento, as partes: A BANCO BRADESCO S.A., com sede na Cidade de Deus, Município e Comarca de Osasco SP, inscrito no CNPJ/MF sob nº 60.746.948/0001 12, doravante denominado FIADOR; B...,

Leia mais

MINUTA DE CONTRATO CONTRATO DE COMPRA E VENDA

MINUTA DE CONTRATO CONTRATO DE COMPRA E VENDA MINUTA DE CONTRATO CONTRATO DE COMPRA E VENDA TERMO DE COMPROMISSO DE COMPRA E VENDA DE BEM IMÓVEL QUE ENTRE SI FAZEM A FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE ALTO VALE DO RIO DO PEIXE - FUNIARP E. Na forma abaixo: FUNDAÇÃO

Leia mais

ESTATUTO SOCIAL DE CORRÊA RIBEIRO S/A COMÉRCIO E INDÚSTRIA CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, SEDE, OBJETO SOCIAL E PRAZO DE DURAÇÃO:

ESTATUTO SOCIAL DE CORRÊA RIBEIRO S/A COMÉRCIO E INDÚSTRIA CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, SEDE, OBJETO SOCIAL E PRAZO DE DURAÇÃO: ESTATUTO SOCIAL DE CORRÊA RIBEIRO S/A COMÉRCIO E INDÚSTRIA CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, SEDE, OBJETO SOCIAL E PRAZO DE DURAÇÃO: Denominação Artigo 1º - Corrêa Ribeiro S/A Comércio e Indústria é uma sociedade

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA. Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional PORTARIA PGFN Nº 79, DE 03 FEVEREIRO DE 2014

MINISTÉRIO DA FAZENDA. Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional PORTARIA PGFN Nº 79, DE 03 FEVEREIRO DE 2014 MINISTÉRIO DA FAZENDA PUBLICADO NO DOU DE 06/02 SEÇÃO 1, PÁG. 53 Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional PORTARIA PGFN Nº 79, DE 03 FEVEREIRO DE 2014 Disciplina o parcelamento do valor correspondente à

Leia mais

MODELO DE MINUTA CONTRATO SOCIAL DE SOCIEDADE DE ADVOGADOS (RAZÃO SOCIAL ADOTADA)

MODELO DE MINUTA CONTRATO SOCIAL DE SOCIEDADE DE ADVOGADOS (RAZÃO SOCIAL ADOTADA) MODELO DE MINUTA CONTRATO SOCIAL DE SOCIEDADE DE ADVOGADOS (RAZÃO SOCIAL ADOTADA) Pelo presente instrumento particular de constituição de sociedade de advogados comparecem as partes a seguir denominadas:

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE LOCAÇÃO DE EQUIPAMENTO(S) COM OPÇÃO DE COMPRA

INSTRUMENTO PARTICULAR DE LOCAÇÃO DE EQUIPAMENTO(S) COM OPÇÃO DE COMPRA I PARTES: I.1. WI2BE TECNOLOGIA S.A., pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CPNJ/MF sob o nº 11.013.389/0001-26, com sede em Curitiba, Estado do Paraná, na Rua Padre Anchieta, nº 2310, 4º andar,

Leia mais

ANEXO I CONTRATO DE MÚTUO (EMPRÉSTIMO) COM DESTINAÇÃO ESPECÍFICA

ANEXO I CONTRATO DE MÚTUO (EMPRÉSTIMO) COM DESTINAÇÃO ESPECÍFICA ANEXO I CONTRATO DE MÚTUO (EMPRÉSTIMO) COM DESTINAÇÃO ESPECÍFICA O, autarquia criada pela Lei n. 1079, de 5 de novembro de 1987, e mantido pela Lei n. 3.344, de 28 de dezembro de 2001, com sede nesta cidade,

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA DE ÁGUA E ESGOTO AV. HUGO ALESSI Nº 50 B. NDUSTRIAL - FONE: (0**34) 3242-3579/3242-5026 ARAGUARI MG

SUPERINTENDÊNCIA DE ÁGUA E ESGOTO AV. HUGO ALESSI Nº 50 B. NDUSTRIAL - FONE: (0**34) 3242-3579/3242-5026 ARAGUARI MG SUPERINTENDENCIA DE AGUA E ESGOTO DE ARAGUARI DEPARTAMENTO DE LICITAÇÕES E CONTRATOS COMISSÃO ESPECIAL DE CADASTRO/SETOR DE CADASTRO INSTRUÇÕES GERAIS 1. OBJETIVO Estabelecer normas e procedimentos para

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO DE GARANTIA DE PENHOR DE DIREITOS. Quadro Resumo

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO DE GARANTIA DE PENHOR DE DIREITOS. Quadro Resumo INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO DE GARANTIA DE PENHOR DE DIREITOS Quadro Resumo BANCO CNPJ/MF Banco Bradesco S.A. 60.746.948/0001 12 Sede Cidade de Deus, Município e Comarca de Osasco, Estado de

Leia mais

neste regulamento. 2. DOS CONCEITOS FUNDAMENTAIS

neste regulamento. 2. DOS CONCEITOS FUNDAMENTAIS 1. DAS PARTES 1.1. A constituição e o funcionamento de grupos de consórcio formados pela empresa Sponchiado Administradora de Consórcios Ltda., pessoa neste regulamento. 2. DOS CONCEITOS FUNDAMENTAIS promovida

Leia mais

Presidente Prudente/São José do Rio Preto, Agosto de 2015.

Presidente Prudente/São José do Rio Preto, Agosto de 2015. Presidente Prudente/São José do Rio Preto, Agosto de 2015. Prezado Cliente, O Tribunal Superior do Trabalho, seguido pelos Tribunais Regionais do Trabalho, vem reconhecendo o direito do empregado público

Leia mais

ESCRITURA DE COMPRA E VENDA

ESCRITURA DE COMPRA E VENDA RGI N: ESCRITURA DE COMPRA E VENDA VENDEDOR: COMPRADORA: IMÓVEL: VALOR DA VENDA E COMPRA: R$ VALOR VENAL DE REFERÊNCIA: R$ INSCRIÇÃO CADASTRAL: S A I B A M quantos esta pública escritura virem aos ----

Leia mais

PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DA OPERAÇÃO DE INCORPORAÇÃO DA PREVISÃO REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS LTDA. pela

PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DA OPERAÇÃO DE INCORPORAÇÃO DA PREVISÃO REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS LTDA. pela PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DA OPERAÇÃO DE INCORPORAÇÃO DA PREVISÃO REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS LTDA. pela BRASIL INSURANCE PARTICIPAÇÕES E ADMINISTRAÇÃO S.A. Datado de 15 de abril de 2011 O presente Protocolo

Leia mais

INFORMAÇÕES AOS FORNECEDORES SEJA NOSSO FORNECEDOR REGULAMENTO PARA EMISSÃO DO CRC COCEL (parte integrante do site www.cocel.com.

INFORMAÇÕES AOS FORNECEDORES SEJA NOSSO FORNECEDOR REGULAMENTO PARA EMISSÃO DO CRC COCEL (parte integrante do site www.cocel.com. 1/7 INFORMAÇÕES AOS FORNECEDORES SEJA NOSSO FORNECEDOR REGULAMENTO PARA EMISSÃO DO CRC COCEL (parte integrante do site www.cocel.com.br) INFORMAÇÕES I. O interessado na inscrição no Cadastro de Fornecedores

Leia mais

PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014. Do Objeto

PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014. Do Objeto PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014 O Município de Mariano Moro, RS, torna público, em conformidade com a Lei Federal n.º 8.666/93 e suas alterações, que no dia 30 de setembro as 14

Leia mais

CURSO DE ATUALIZAÇÃO JURÍDICA Disciplina: Direito Comercial Tema: Recuperação Judicial Prof.: Alexandre Gialluca Data: 12/04/2007 RESUMO

CURSO DE ATUALIZAÇÃO JURÍDICA Disciplina: Direito Comercial Tema: Recuperação Judicial Prof.: Alexandre Gialluca Data: 12/04/2007 RESUMO RESUMO 1) Falência. Continuação. 1.1) Da realização ativo. Art. 108, Lei 11.101/05. O administrador Judicial providenciará a realização do ativo. Pode ser por: leilão; proposta fechada ou pregão O porduto

Leia mais

CONVÊNIO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA E FINANCEIRA QUE ENTRE SI CELEBRAM O BANCO DO BRASIL S.A. E A ABIMAQ - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA

CONVÊNIO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA E FINANCEIRA QUE ENTRE SI CELEBRAM O BANCO DO BRASIL S.A. E A ABIMAQ - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA CONVÊNIO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA E FINANCEIRA QUE ENTRE SI CELEBRAM O BANCO DO BRASIL S.A. E A ABIMAQ - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DE MÁQUINAS E, VISANDO AO ESTABELECIMENTO DE CONDIÇÕES PARA O FINANCIAMENTO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CODÓ ESTADO DO MARANHÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CODÓ ESTADO DO MARANHÃO LEI Nº 1552, DE 18 DE AGOSTO DE 2011. Disciplina a dação em pagamento de obras, serviços e bem móvel como forma de extinção da obrigação tributária no Município de Codó, prevista no inciso XI do artigo

Leia mais

CONTRATO DO CLIENTE AO SISTEMA DE CARTÃO PRÓPRIO REDE VIVO SUPERMERCADOS

CONTRATO DO CLIENTE AO SISTEMA DE CARTÃO PRÓPRIO REDE VIVO SUPERMERCADOS CONTRATO DO CLIENTE AO SISTEMA DE CARTÃO PRÓPRIO REDE VIVO SUPERMERCADOS O presente documento contempla as cláusulas aplicadas no Contrato para aquisição de mercadorias do mix de produtos de todas as lojas

Leia mais

CONTRATO DE ADESÃO AO PLANO ALTERNATIVO PLANO SUPER LIGAÇÃO 15 TARIFA ÚNICA TODO DIA TODA HORA

CONTRATO DE ADESÃO AO PLANO ALTERNATIVO PLANO SUPER LIGAÇÃO 15 TARIFA ÚNICA TODO DIA TODA HORA CONTRATO DE ADESÃO AO PLANO ALTERNATIVO PLANO SUPER LIGAÇÃO 15 TARIFA ÚNICA TODO DIA TODA HORA Por este instrumento, em que são partes: de um lado a TELEFÔNICA BRASIL S.A, prestadora do serviço telefônico

Leia mais

MINUTA CONTRATO DE LOCAÇÃO Nº XXX/2013

MINUTA CONTRATO DE LOCAÇÃO Nº XXX/2013 MINUTA CONTRATO DE LOCAÇÃO Nº XXX/2013 EDITAL CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 004/2013 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº: 23062.008112/2013-11 DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº XXX/2013 Contrato de Locação nº XXX/2013 que entre

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE PROMESSA DE COMPRA DE VENDA DE APARTAMENTO EM CONSTRUÇÃO

INSTRUMENTO PARTICULAR DE PROMESSA DE COMPRA DE VENDA DE APARTAMENTO EM CONSTRUÇÃO INSTRUMENTO PARTICULAR DE PROMESSA DE COMPRA DE VENDA DE APARTAMENTO EM CONSTRUÇÃO Valor: R$...000,00 Pelo presente instrumento particular de promessa de compra e venda de apartamento em construção, entre

Leia mais

MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO

MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO CONVÊNIO DE COLABORAÇÃO ENTRE O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO E A ESCOLA DE SAMBA BAMBAS DA ORGIA 006/2007-SEPLAN MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO, pessoa jurídica de direito público, inscrito no CNPJ/MF sob o n 87.612.537/0001-90

Leia mais

2.3.3 Vencimento das parcelas. X2 2.4 Taxa de juros remuneratórios 2.5 IOF (R$) 2.6 Tarifa de 2.4.1 Ao mês 2.4.2 Ao ano 2.4.

2.3.3 Vencimento das parcelas. X2 2.4 Taxa de juros remuneratórios 2.5 IOF (R$) 2.6 Tarifa de 2.4.1 Ao mês 2.4.2 Ao ano 2.4. Saldo Parcelado Itaú Aditamento a Cédula de Crédito Bancário/Contrato - Abertura de crédito em conta corrente e financiamento de encargos Nr. XXXXXXXX10 Cliente XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX30 E os co-emitentes,

Leia mais

[Nota: os instrumentos de alteração contratual devem conter o número de registro da sociedade no CNPJ e o número de inscrição da sociedade na OAB/ES]

[Nota: os instrumentos de alteração contratual devem conter o número de registro da sociedade no CNPJ e o número de inscrição da sociedade na OAB/ES] ... ª ALTERAÇÃO E CONSOLIDAÇÃO DO CONTRATO SOCIAL DA SOCIEDADE DE ADVOGADOS...(nome da Sociedade)... [Nota: os instrumentos de alteração contratual devem conter o número de registro da sociedade no CNPJ

Leia mais

EDITAL DE ALIENAÇÃO DE BENS IMÓVEIS LEILÃO PÚBLICO N 01/2013

EDITAL DE ALIENAÇÃO DE BENS IMÓVEIS LEILÃO PÚBLICO N 01/2013 EDITAL DE ALIENAÇÃO DE BENS IMÓVEIS LEILÃO PÚBLICO N 01/2013 1. INTRODUÇÃO 1.1 A ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL, SEÇÃO MINAS GERAIS, por seu Presidente, DR. LUÍS CLÁUDIO DA SILVA CHAVES, para conhecimento

Leia mais

CONTRATO DE LICENÇA DE USO MENSAL E PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

CONTRATO DE LICENÇA DE USO MENSAL E PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATO DE LICENÇA DE USO MENSAL E PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS JLR SERVIÇOS DE ATENDIMENTO E ORGANIZAÇÃO DE DOCUMENTOS LTDA, com sede a Rua Dona Elisa Fláquer, nº 70-13 º andar - sala 134, Centro - Santo André

Leia mais

OBRASCON HUARTE LAIN BRASIL LTDA. CNPJ/MF nº 02.919.555/0001-67 NIRE 35.215.439.553

OBRASCON HUARTE LAIN BRASIL LTDA. CNPJ/MF nº 02.919.555/0001-67 NIRE 35.215.439.553 OBRASCON HUARTE LAIN BRASIL LTDA. CNPJ/MF nº 02.919.555/0001-67 NIRE 35.215.439.553 33ª ALTERAÇÃO DO CONTRATO SOCIAL OHL CONCESIONES S.L., UNIPERSONAL, sociedade devidamente constituída e validamente existente

Leia mais

Valor do crédito concedido: R$ ( )

Valor do crédito concedido: R$ ( ) Cédula nº: Valor do crédito concedido: R$ ( ) Data da emissão: / / Data do vencimento: / / 1. EMITENTE(S): 1.1 Nome: 1.2 RG: 1.3 CPF/MF - 1.4 Nome Segundo Titular: 1.5 RG Segundo Titular: 1.6 CPF/MF Segundo

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA Nº 004/2013

CHAMADA PÚBLICA Nº 004/2013 CHAMADA PÚBLICA Nº 004/2013 ADESÃO/CREDENCIAMENTO DE INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS E AFINS CNPJ 01.787.506/0001-55 Página 1 de 15 CHAMADA PÚBLICA N.º 004/2013 ADESÃO/CREDENCIAMENTO DE INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS

Leia mais

ACORDO DE COOPERAÇÃO 001/2011

ACORDO DE COOPERAÇÃO 001/2011 ACORDO DE COOPERAÇÃO 001/2011 DEFINE O ACORDO DE COOPERAÇÃO QUE ENTRE SI CELEBRAM O BANESTES - BANCO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO E O CREA-ES CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA DO

Leia mais

Anexo III. ESCRITURA PÚBLICA ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA EM GARANTIA E OUTRAS AVENÇAS, na forma abaixo:-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.

Anexo III. ESCRITURA PÚBLICA ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA EM GARANTIA E OUTRAS AVENÇAS, na forma abaixo:-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-. Anexo III ESCRITURA PÚBLICA ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA EM GARANTIA E OUTRAS AVENÇAS, na forma abaixo:-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-. A O S [ ] do mês de [ ] do ano de dois mil e oito (2008), nesta Cidade

Leia mais

Este Contrato contém 5 (cinco) páginas que deverão ser lidas e preenchidas nos itens abaixo relacionados.

Este Contrato contém 5 (cinco) páginas que deverão ser lidas e preenchidas nos itens abaixo relacionados. INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO E ENVIO DO CONTRATO DE ABERTURA DE CRÉDITO ELETRÔNICO Este Contrato contém 5 (cinco) páginas que deverão ser lidas e preenchidas nos itens abaixo relacionados. página 1/5 -

Leia mais

Kit de Faturamento para cota não quitada PF/PJ

Kit de Faturamento para cota não quitada PF/PJ Kit de Faturamento para cota não quitada PF/PJ O Consórcio Fiat tem satisfação em participar da realização do seu projeto. Agora que você foi contemplado, siga as instruções abaixo para concluir o processo

Leia mais