V METROCHEM. Congresso Internacional sobre Rastreabilidade em Medições Laboratoriais e Cadeias de Produção

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "V METROCHEM. Congresso Internacional sobre Rastreabilidade em Medições Laboratoriais e Cadeias de Produção"

Transcrição

1 V METROCHEM Congresso Internacional sobre Rastreabilidade em Medições Laboratoriais e Cadeias de Produção Cursos: 09 a 10 de Novembro de 2009 Congresso e Feira: 11 a 13 de Novembro 2009 Cursos 09 e 10 Novembro de :30-18:00h Análise de risco e pontos de controle críticos (HACCP) - dos fundamentos à certificação final de produtos cárneos e pescado Instituto de Tecnologia de Alimentos - ITAL Rastreabilidade metrológica em laboratórios - ferramentas para a garantia da qualidade em resultados analíticos Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras - CERTI Programa do Congresso - PRELIMINAR (palestrantes em fase de convite) 11 Novembro de 2009 Sessão da manhã: 09:00-12:30h Presidente: Nilson Dias Vieira Junior: Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares IPEN / Brazil Vice-presidente: Vahan Agopyan: Secretaria de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo - SCTDE Registro dos participantes Cerimônia de abertura Boas vindas Coralusp Ministério de Ciência e Tecnologia Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Ministério da Saúde Secretaria da Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo Federação das Indústrias do Estado de São Paulo Comitê de organização Vera Maria Lopes Ponçano Rede Metrológica do Estado de São Paulo - REMESP Comitê científico Olívio Pereira de Oliveira Júnior - Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares - IPEN Marina Beatriz Vasconcelos Agostini - Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares - IPEN Agradecimentos

2 A Importância da qualidade de resultados laboratoriais para a industria e o comércio Geraldo José Rodrigues Alckmin Filho Secretaria da Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo Rastreabilidade metrológica em uma economia global: visão da situação mundial Robert Kaarls Comité Consultatif pour la Quantité de Matière - CCQM O Papel do CITAC no desenvolvimento da rastreabilidade metrológica em química Ilya Kuselman Cooperation on International Traceability in Analytical Chemistry National Physical Laboratory of Israel -INPL Implementação da incerteza de medição na ciência e tecnologia Wolfhard Wegscheider EURACHEM A Focus for Analytical Chemistry in Europe University of Leoben Austria Relevância da rastreabilidade metrológica na qualificação de produtos no mercado global Willie E. May National Institute of Standards and Technology NIST / USA 11 Novembro de 2009 Sessão da tarde: 14:00-18:00h Rastreabilidade metrológica: conceitos e aplicações Presidente: Robert Kaarls Comité Consultatif pour la Quantité de Matière - CCQM Vice-presidente: Nelson Pereira Reis ABIQUIM/SINPROQUIM Medições no âmbito das legislações européias e CMC : como elas se associam? Philip Taylor Institute for Reference Materials and Measurements IRMM/Belgium Registro, avaliação, autorização e restrição de produtos químicos (REACH) Marcelo Kós Silveira Campos - Associação Brasileira da Indústria Química Abiquim / Brasil Desafios para a industria no cumprimento de normas, códigos da legislação e especificações: uma abordagem metrológica SINPROQUIM, SINCOQUIM e Associações Disseminação da rastreabilidade na industria e mercado global Ed Nemeroff National Conference of Standards Laboratories - NCSL

3 Rastreabilidade metrológica na área de saúde: laboratórios Clínicos, farmacêuticos e de biotecnologia José Airamir Padilha de Castro Anvisa, CRF (FCF USP) Kátia Torres - Ministério da Saúde Fleury, Delboni, Albert Einstein 12 de Novembro de 2009 Sessão da manhã: 09h00 12:30h Requisitos formais para o reconhecimento da competência de laboratórios Presidente: Octavio Maizza Neto - fomer UNIDO e EPUSP Vice-presidente: Eugênia Vargas: Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento - MAPA Requisitos formais para laboratórios de teste: dificuldades e facilidades na economia global Robert Kaarls: Former Nederlands Meetinstituut (NMi)/ Holanda Comité Consultatif pour la Quantité de Matière Avaliação dos requisitos de acreditação para laboratórios de teste Alan Squirrell International Laboratory Accreditation Cooperation Por que a rastreabilidade é exigida para a acreditação? Inmetro / Brasil, IPEM Requisitos de acreditação para a certificação de produtos Fundação Vanzolini, CIEE, Ministério da Agricultura Requisitos de acreditação para a certificação de produtos e serviços na área de saúde ANVISA, Albert Einstein, Fleury, Delboni Disseminação da rastreabilidade Presidente: Wynand Louw - National Metrology Institute of South Africa - NMISA Vice-presidente: Oswaldo Rossi - Inter-metro Disseminação da rastreabilidade na Tailândia: um exemplo de parcerias Chainarong Cherdchu: Department of Chemical Metrology and Biometry National Institute of Metrology(Thailand) Rede Equatoriana em metrologia em química para atender o mercado nacional e exportações Mónica Gualotuña: Instituto Nacional de Normalización INEN (Equador)

4 Rastreabilidade metrológica em um laboratório nacional de agricultura Eugênia Vargas: Lanagro - Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento - MAPA Rastreabilidade metrológica nas técnicas analíticas utilizadas na análise de produtos agrícolas Elisabete Fernandes de Nadai: Centro de Energia Nuclear na Agricultura CENA/USP Almoço Sessão da tarde: 14:00-18:00h Rastreabilidade na cadeia de produção Presidente: Luis Fernando Ceribelli Madi - Instituto de Tecnologia de Alimentos - ITAL Vice-presidente: Industry and private laboratories Análise de risco e pontos de controle críticos (HACCP) - dos fundamentos à certificação final de produtos cárneos e pescado Luciana Miyagusku e Margarete Okazaki: Instituto de Tecnologia de Alimentos - ITAL Cadeia da rastreabilidade na industria do pescado Estevam Martins: Sindicato das Indústrias de Pesca de Itajaí e Região SEBRAE/SC- Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas O Estabelecimento da rastreabilidade metrológica nos rádio-fármacos produzidos no Brasil Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares IPEN Comissão Nacional de Energia Nuclear CNEN-SP (Brazil) Estabelecendo a rastreabilidade em países em desenvolvimento: O exemplo do AFRIMETS sistema metrológico intra-áfrica Wynand Louw National Physical Laboratory of South Africa Avanços na rastreabilidade de medições no âmbito da industria e comércio Octavio Maizza Neto: former director United Nations Industrial Development Organization - UNIDO O estabelecimento rastreabilidade da industria brasileira de gases Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental - CETESB Indústrias do setor de gases White Martins, AGA, Air Liquide, Air Products Coquetel: 18:00-21:00h 13 de Novembro de 2009 Sessão da manhã: 09:00-12:30h Rastreabilidade metrológica na produção e uso de materiais de referência, métodos de referência e programas de intercomparação laboratoriais Presidente: Elisabete Fernandes de Nadai: Centro de Energia Nuclear na Agricultura Vie-presidente: Claudia Souza - Instituto de Pesquisas Tecnológicas

5 O Conceito de rastreabilidade metrológica no Vocabulário Internacional de Metrologia (VIM) Paul de Bièvre: Former Institute for Reference Materials and Measurements - IRMM A produção e uso de materiais de referência certificados para a agricultura, industria e saúde Willie May: National Institute of Standards and Technology NIST / EUA Aspectos de rastreabilidade aplicados no controle da qualidade de atividades industriais Marisa Ferraz Figueira Pereira - Manufatura mecânica - Instituto de Pesquisas Tecnológicas Ricardo Zucchini O papel dos materiais de referência na área metalurgia e de mineração Vale do Rio Doce/CST Materiais de referência utilizados na industria do petróleo, com ênfase em bio-combustíveis Agência Nacional de Petróleo ANP Petrobrás Inmetro Materiais de referência utilizados na industria do açúcar e do álcool União da Indústria da Cana de Açúcar - UNICA Materiais de referência utilizados nas empresas de fornecimento de água Francisco Lopes Viana Agência nacional de Águas - ANA Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo SABESP Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial - SENAI/CETIND Rastreabilidade na cadeia de produção Presidente: Marco Antonio D Elia Rede Metrológica do Estado de São Paulo - Remesp / Brazil Vice-presidente: Olguita Geralda Ferreira Rocha - Fundação Centro Tecnológico de Minas Gerais - CETEC Cadeias de custódia para produtos de madeira Amantino de Freitas: Cooperativa de Serviços e Pesquisas Tecnológicas e Industriais CPTI Rastreabilidade na cadeia de produção, certificação e controle de qualidade em produtos cárneos Associação Brasileira da Indústria - ABIPECS Rui Eduardo Saldanha Vargas ABIPECS - Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de Carne Suína Valentin - ABCS - Associação Brasileira dos Criadores de Suinos (pequenas empresas) Ariel Antônio Mendes - UBA - União Brasileira de Avicultura Erico Pozzer - APA - Associação Paulista de Avicultura Roberto Gianetti da Fonseca ABIEC - Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes Representante dos frigoríficos BNDES (Luciano Coutinho), Sussumu Honda ABRAS - Associação Brasileira de Supermercados Fabiano Tito Rosa - Scot Consultoria Almoço

6 Sessão da Tarde: 14:00-18:00h Rastreabilidade, incerteza de medição e qualidade em laboratórios prestadores de serviços Presidente: Tikae Takaki: Analytical Technology Vice=presidente: laboratórios e indústria Rastreabilidade metrológica e rastreabilidade de cadeia de produção relacionados à análise de risco e pontos críticos de controle (HACCP) e restrições de certas substâncias perigosas (ROHS) TÜVRheinland Falcão Bauer SGS do Brasil Ltda Intertek Centro de Qualidade Analítica CQA Campinas Ecolabor O impacto da rastreabilidade e incerteza para os fabricantes de instrumentos analíticos José Aparecido Varian Perkin Elmer Shimadzu A rastreabilidade em laboratórios de testes Analytical Techology Laboratório MEC-Q Comércio e serviços de metrologia industrial Ltda Exigências de rastreabilidade, controle e garantia da qualidade no código de defesa do consumidor Marcelo Furtado - Greenpeace Cenário Mundial Instituto de Defesa do Consumidor IDEC O Código de Defesa do Consumidor PROCON/Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania A rastreabilidade em Leis e Regulamentos Rastreabilidade e a qualidade das medições: o papel das redes de metrológicas estaduais Rede Metrológica do Estado de São Paulo - Remesp Ruth Epsztejn Rede Tecnológica do Rio de Janeiro Redetec Rede Metrológica de Minas Gerais RMMG 18:00h Encerramento do Congresso

Courses 09 and 10 November 2009 08:30-18:00h. Congress Program. 11 November 2009

Courses 09 and 10 November 2009 08:30-18:00h. Congress Program. 11 November 2009 http://www.vmetrochem.com.br/ São Paulo, Brazil, November 11 13, 2009 Courses 09 and 10 November 2009 08:30-18:00h Hazard Analysis and Critical Control Points (HACCP) from Fundaments to the Final Certification

Leia mais

Treinamento: Metrologia em Química

Treinamento: Metrologia em Química Treinamento: Metrologia em Química Local: SINPROQUIM Rua Rodrigo Cláudio, 185 Aclimação - São Paulo SP MÓDULO 1 Curso: Estatística para Laboratórios Analíticos Data: 16 e 17 de junho de 2008 Horário: das

Leia mais

Rastreabilidade metrológica: pontos relevantes para avaliação dos avaliadores

Rastreabilidade metrológica: pontos relevantes para avaliação dos avaliadores Rastreabilidade metrológica: pontos relevantes para avaliação dos avaliadores Vanderléa de Souza Diretoria de Metrologia Científica e Industrial Dimci/Inmetro 17/10/11 Conteúdo Conceitos de Medição Estrutura

Leia mais

Programa de Capacitação Interna - I Jornada PCI - CETEM

Programa de Capacitação Interna - I Jornada PCI - CETEM Programa de Capacitação Interna - I Jornada PCI - CETEM Marta Brandão Tozzi Bolsista, Química Industrial, M. Sc. Maria Alice Goes Orientadora, Engenheira Metalúrgica, D. Sc. Resumo O CETEM é acreditado

Leia mais

Implantação e Implementação de um Sistema de Gestão da Qualidade no Processo de Produção de Materiais de Referência Certificados

Implantação e Implementação de um Sistema de Gestão da Qualidade no Processo de Produção de Materiais de Referência Certificados Implantação e Implementação de um Sistema de Gestão da Qualidade no Processo de Produção de Materiais de Referência Certificados Lívia Gebara Muraro Serrate Cordeiro Bolsista PCI/DTI, M.Sc. Maria Alice

Leia mais

Diretor Subdiretores Secretária do Diretor Serviços Administrativos Serviços Financeiros Recursos Humanos Serviço de Alunos Gabinete de

Diretor Subdiretores Secretária do Diretor Serviços Administrativos Serviços Financeiros Recursos Humanos Serviço de Alunos Gabinete de Diretor Subdiretores Secretária do Diretor Serviços Administrativos Serviços Financeiros Recursos Humanos Serviço de Alunos Gabinete de Pós-Graduações e Mestrados Serviços de Gestão Académica Receção /

Leia mais

Acreditação de Laboratórios. Acreditação de Laboratórios. Acreditação

Acreditação de Laboratórios. Acreditação de Laboratórios. Acreditação Acreditação de Laboratórios Acreditação Acreditação de Laboratórios Como Acreditar Laboratórios Vantagens da Acreditação Documentos Básicos para Acreditação Reconhecimento Internacional Acreditação A acreditação

Leia mais

SISTEMA DE RASTREABILIDADE BOVINA

SISTEMA DE RASTREABILIDADE BOVINA SISTEMA DE RASTREABILIDADE BOVINA Ricardo Toshio Yugue EAN BRASIL Grupo de Trabalho para Automação, Rastreabilidade e Padronização Comercial da Carne Bovina 24 SUMÁRIO presente projeto tem por objetivo

Leia mais

de negócios na Amazônia (Versão 24/10/2011)

de negócios na Amazônia (Versão 24/10/2011) Seminário 4 Produção Orgânica: Organização produtiva versus Perspectiva de negócios na Amazônia (Versão 24/10/2011) Objetivo: Oferecer conhecimentos e informações para fortalecer as relações comerciais

Leia mais

II INTELAB REMEPE Encontro Técnico de Laboratórios Recife 12 de Agosto de 2015

II INTELAB REMEPE Encontro Técnico de Laboratórios Recife 12 de Agosto de 2015 II INTELAB REMEPE Encontro Técnico de Laboratórios Recife 12 de Agosto de 2015 A estratégia do trabalho em rede para o fortalecimento da metrologia industrial no Estado de São Paulo Celso Scaranello Rede

Leia mais

COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA

COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA CLASSIFICAÇÕES DO SEGUNDO TESTE E DA AVALIAÇÃO CONTINUA Classificações Classificação Final Alex Santos Teixeira 13 13 Alexandre Prata da Cruz 10 11 Aleydita Barreto

Leia mais

- ENLAGRO Encontro Nacional de Laboratórios da Área da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

- ENLAGRO Encontro Nacional de Laboratórios da Área da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Projeto Captação de Recursos - ENLAGRO Encontro Nacional de Laboratórios da Área da Agricultura, Pecuária e Abastecimento 07, 08 e 09 de junho de 2016. Macro Office Centro de Eventos, Porto Alegre, RS,

Leia mais

O COMÉRCIO EXTERIOR BRASILEIRO E AS RELAÇÕES COMERCIAIS BRASIL-JAPÃO

O COMÉRCIO EXTERIOR BRASILEIRO E AS RELAÇÕES COMERCIAIS BRASIL-JAPÃO Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil, São Paulo 25 de outubro de 2010 O COMÉRCIO EXTERIOR BRASILEIRO E AS RELAÇÕES COMERCIAIS BRASIL-JAPÃO Dr. Ivan Ramalho, Secretário-Executivo Ministério

Leia mais

Programas de Ensaio de Proficiência. Paulo Roberto da Fonseca Santos Chefe da Divisão de Comparações Interlaboratoriais e Ensaios de Proficiência

Programas de Ensaio de Proficiência. Paulo Roberto da Fonseca Santos Chefe da Divisão de Comparações Interlaboratoriais e Ensaios de Proficiência Programas de Ensaio de Proficiência Paulo Roberto da Fonseca Santos Chefe da Divisão de Comparações Interlaboratoriais e Ensaios de Proficiência Evolução da Organização de Ensaios de Proficiência 1984:

Leia mais

SELO ALIMENTOS DO PARANÁ INFORMAÇÕES GERAIS

SELO ALIMENTOS DO PARANÁ INFORMAÇÕES GERAIS SELO ALIMENTOS DO PARANÁ INFORMAÇÕES GERAIS Curitiba, 18 de março de 2015. 1 SELO ALIMENTOS DO PARANÁ INFORMAÇÕES GERAIS Sumário APRESENTAÇÃO... 3 JUSTIFICATIVAS E BENEFÍCIOS... 3 COMO OBTER O SELO...

Leia mais

Leticia de A. P. Rodrigues Msc Ciência de Alimentos, doutoranda em Química Analítica Metrologia Química e volumétrica - MQV SENAI Lauro de Freitas

Leticia de A. P. Rodrigues Msc Ciência de Alimentos, doutoranda em Química Analítica Metrologia Química e volumétrica - MQV SENAI Lauro de Freitas Leticia de A. P. Rodrigues Msc Ciência de Alimentos, doutoranda em Química Analítica Metrologia Química e volumétrica - MQV SENAI Lauro de Freitas Definição de rastreabilidade metrológica VIM, 2012 Propriedade

Leia mais

PRODUÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO DE BIOCOMBUSTÍVEIS POR PEQUENOS PRODUTORES

PRODUÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO DE BIOCOMBUSTÍVEIS POR PEQUENOS PRODUTORES PRODUÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO DE BIOCOMBUSTÍVEIS POR PEQUENOS PRODUTORES PAULO CÉSAR RIBEIRO LIMA Consultor Legislativo da Área XII Recursos Minerais, Hídricos e Energéticos NOVEMBRO/2004 Paulo César Ribeiro

Leia mais

PLANO DE AÇÃO PARA EXECUÇÃO DO ACORDO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA MAPA x ABRAS

PLANO DE AÇÃO PARA EXECUÇÃO DO ACORDO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA MAPA x ABRAS PLANO DE AÇÃO PARA EXECUÇÃO DO ACORDO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA MAPA x ABRAS Rosilene Ferreira Souto Luzia Souza Setembro 2014 Parceria Institucional com foco na rastreabilidade Acordo de Cooperação entre

Leia mais

Direcção Regional de Educação Lisboa 121216 - Agrupamento de Escolas de Santo António 402746 - Escola Básica 2, 3 com Secundário de Santo António

Direcção Regional de Educação Lisboa 121216 - Agrupamento de Escolas de Santo António 402746 - Escola Básica 2, 3 com Secundário de Santo António 20 / 20 Turma : A 6876 1 Ângelo Miguel Borges Pereira Saúde 7802 2 Cíntia Eliane Sanches Freire 7700 3 Daniel Alexandre Laximi Martins 674 4 Débora Soraia Alves Belmonte 671 Eliana Filipa da Conceição

Leia mais

Entrevista Vocação para inovar

Entrevista Vocação para inovar Vocação para inovar Por Juçara Pivaro Nos últimos anos, o Ital vem realizando mais intensamente seu papel de contribuir com o desenvolvimento de tecnologias para a área de alimentos e bebidas. Novas parcerias,

Leia mais

Entrevista Como é o trabalho desenvolvido pelo Departamento? Quantos Fóruns Permanentes de Micro e Pequenas empresas existem hoje?

Entrevista Como é o trabalho desenvolvido pelo Departamento? Quantos Fóruns Permanentes de Micro e Pequenas empresas existem hoje? Entrevista A diretora do Departamento de Micro, Pequenas e Médias Empresas do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Cândida Cervieri, foi entrevistada pelo Informativo RENAPI.

Leia mais

PROGRAMA DE INOVAÇÃO DO TEXBRASIL

PROGRAMA DE INOVAÇÃO DO TEXBRASIL PROGRAMA DE INOVAÇÃO DO TEXBRASIL O Núcleo de Inovação & Sustentabilidade do Programa Texbrasil foi implantado para atuar como agente da inovação junto ao setor, desenvolvendo ações para o fortalecimento

Leia mais

Encontro da Qualidade em Laboratórios Científicos

Encontro da Qualidade em Laboratórios Científicos Elisa Rosa dos Santos Assessora Técnica na Divisão de Acreditação de Laboratórios Divisão de Acreditação de Laboratórios DICLA/Cgcre Encontro da Qualidade em Laboratórios Científicos Acreditação de Laboratórios

Leia mais

Mercado do Boi Gordo

Mercado do Boi Gordo Mercado do Boi Gordo Perspectivas para os próximos anos SIC Esteio - RS Agosto 2006 Fabiano R. Tito Rosa Scot Consultoria Índice 1. Brasil: país pecuário 2. Comportamento dos preços internos 3. Perspectivas

Leia mais

Ata de reunião do Grupo de Manufatura Mecânica. Brasília, 31 de março de 2009.

Ata de reunião do Grupo de Manufatura Mecânica. Brasília, 31 de março de 2009. Ata de reunião do Grupo de Manufatura Mecânica Brasília, 31 de março de 2009. Local: Centro de convenções Israel Pinheiro Presentes: Afonso Reguly ( LAMEF-UFRGS RS-S reguly@ufrgs.br), Gustavo Donatelli

Leia mais

CORPO TÉCNICO PROGRAMAS DE FORMAÇÃO: SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADO, TECNOLOGIA E GESTÃO AMBIENTAL E GESTOR DA QUALIDADE

CORPO TÉCNICO PROGRAMAS DE FORMAÇÃO: SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADO, TECNOLOGIA E GESTÃO AMBIENTAL E GESTOR DA QUALIDADE RICARDO CALDAS GESTOR TÉCNICO SGQ Graduado em Administração de Empresas; Auditor Líder em Sistemas de Gestão da Qualidade conforme a norma ISO 9001; Coordenador Técnico da SGS ICS Certificadora Ltda; Atuando

Leia mais

JOÃO SARDINHA GESTOR TÉCNICO SGI Formado em MBA em Gestão e Tecnologias Ambientais, Engenharia Mecânica, Engenharia de Segurança do Trabalho. Atua há mais 26 anos nas áreas de engenharia do produto, qualidade,

Leia mais

PROGRAMAÇÃO - 4 de outubro (3ª feira)

PROGRAMAÇÃO - 4 de outubro (3ª feira) PROGRAMAÇÃO - 4 de outubro (3ª feira) Cerimônia de Abertura Horário: 8h30 Entrega da Programação Detalhada e Recepção aos Alunos Palavra do Diretor Geral da Fanor, Prof. Ms. Lourenço Rodrigues da Mata

Leia mais

Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior Secretaria do Desenvolvimento da Produção

Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior Secretaria do Desenvolvimento da Produção INTEGRANTES DO FÓRUM GOVERNO Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social Câmara de Comércio Exterior BNDES CAMEX/MDIC Delegacia Federal de Agricultura - SP Departamento de Economia Agrícola Departamento

Leia mais

OS CONCEITOS DO MERCADO MUDARAM

OS CONCEITOS DO MERCADO MUDARAM MAIO DE 2007 OS CONCEITOS DO MERCADO MUDARAM A segurança do alimento é a nova linguagem no mundo globalizado O comércio internacional, as exigências na área de segurança do alimento, a gestão da qualidade

Leia mais

SIMPÓSIO EM COMEMORAÇÃO AO CENTENÁRIO DA INSPEÇÃO SANITÁRIA DE PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL NO BRASIL. 09 a 12 de setembro de 2015

SIMPÓSIO EM COMEMORAÇÃO AO CENTENÁRIO DA INSPEÇÃO SANITÁRIA DE PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL NO BRASIL. 09 a 12 de setembro de 2015 SIMPÓSIO EM COMEMORAÇÃO AO CENTENÁRIO DA INSPEÇÃO SANITÁRIA DE PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL NO BRASIL 09 a 12 de setembro de 2015 Local de Realização: Escola de Veterinária Universidade Federal de Minas Gerais

Leia mais

III CNEG Niterói, RJ, Brasil, 17, 18 e 19 de agosto de 2006.

III CNEG Niterói, RJ, Brasil, 17, 18 e 19 de agosto de 2006. COMPARAÇÃO ENTRE OS RESULTADOS DECLARADOS POR FORNECEDORES DE MISTURAS PADRÕES DE GÁS NATURAL COM MEDIÇÕES REALIZADAS SEGUINDO PADRÕES METROLÓGICOS DO INMETRO Leandro Joaquim Rodrigues Pereira (UFF) -

Leia mais

Programa de acreditação para laboratórios de Perícias Forenses

Programa de acreditação para laboratórios de Perícias Forenses Programa de acreditação para laboratórios de Perícias Forenses Xerém - RJ 28 de julho de 2010 Marcos Aurélio Lima de Oliveira Coordenador Geral de Acreditação Convênio Inmetro/SENASP Termo de Cooperação

Leia mais

http://www.pic.int Colóquio Tratados internacionais em matéria ambiental, boas práticas de implementação

http://www.pic.int Colóquio Tratados internacionais em matéria ambiental, boas práticas de implementação CONVENÇÃO DE ROTERDÃ SOBRE O PROCEDIMENTO DE CONSENTIMENTO PRÉVIO INFORMADO APLICADO A CERTOS AGROTÓXICOS E SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS PERIGOSAS OBJETO DE COMÉRCIO INTERNACIONAL - PIC http://www.pic.int Colóquio

Leia mais

REQUISITOS GERAIS PARA COMPETÊNCIA DE LABORATORIOS DE ENSAIO E CALIBRAÇÃO NBR ISO/IEC 17025

REQUISITOS GERAIS PARA COMPETÊNCIA DE LABORATORIOS DE ENSAIO E CALIBRAÇÃO NBR ISO/IEC 17025 CURSO E-LEARNING REQUISITOS GERAIS PARA COMPETÊNCIA DE LABORATORIOS DE ENSAIO E CALIBRAÇÃO NBR ISO/IEC 17025 Todos os direitos de cópia reservados. Não é permitido a distribuição física ou eletrônica deste

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE ATLETISMO DO PORTO TRANSFERÊNCIAS 2010/2011

ASSOCIAÇÃO DE ATLETISMO DO PORTO TRANSFERÊNCIAS 2010/2011 162.024 Renata Sofia Mendes Barbosa Infantil Assoc. Rec. Luz e Vida Gondomarense Alunos de Meirim Futebol Clube 157.431 Bruno Manuel Ribeiro da Silva Juvenil Futebol Clube do Porto Alunos de Meirim Futebol

Leia mais

PROCESSO Nº 70100.001996/2009-74 CONVOCAÇÃO Nº 01/2009. ATA DE ABERTURA DE CONVOCAÇÃO N. 01/2009 (Invólucro de credenciamento)

PROCESSO Nº 70100.001996/2009-74 CONVOCAÇÃO Nº 01/2009. ATA DE ABERTURA DE CONVOCAÇÃO N. 01/2009 (Invólucro de credenciamento) PROCESSO Nº 70100.001996/2009-74 CONVOCAÇÃO Nº 01/2009 ATA DE ABERTURA DE CONVOCAÇÃO N. 01/2009 (Invólucro de credenciamento) Aos 22 (vinte e dois) dia do mês de dezembro de 2009, na Esplanada dos Ministérios,

Leia mais

CAMPUS SÃO LUÍS - MONTE CASTELO FORMA INTEGRADA

CAMPUS SÃO LUÍS - MONTE CASTELO FORMA INTEGRADA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CURSO: TÉCNICO EM COMUNICAÇÃO VISUAL - DIURNO LUIZ ADRIEL RODRIGUES OLIVEIRA 888 26,00 CURSO: TÉCNICO EM COMUNICAÇÃO

Leia mais

Diretoria Executiva. Gestão 2010/2011

Diretoria Executiva. Gestão 2010/2011 Diretoria Executiva Gestão 2010/2011 Gestão 2010/2011 Diretoria Executiva Presidente Maurício Mendes - CEO da Informa Economics FNP Vice- Presidente Jacques Paciullo Neto Diretor Comercial da Rede Globo

Leia mais

PECUÁRIA SUSTENTÁVEL

PECUÁRIA SUSTENTÁVEL PECUÁRIA SUSTENTÁVEL 64 anos Professor e Administrador de empresas. 42 anos atuando no Grupo Pão Açúcar MARCIO MILAN Diretor de relações governamentais GPA Vice Presidente de relações políticas e institucionais

Leia mais

I SEMANA ESTADUAL DA QUÍMICA

I SEMANA ESTADUAL DA QUÍMICA PÓLO VITÓRIA/ES 19:00h - Abertura SEGUNDA-FEIRA DIA 18/06 20:00h Mesa-redonda: A Contribuição da Química para o Desenvolvimento Sustentável do ES ESPÍRITO SANTO EM AÇÃO Dr. Alexandre Nunes Theodoro Desenvolvimento

Leia mais

MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre

MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre Jorge Costelha Seabra 2 18,2 110402182 Ana Catarina Linhares

Leia mais

www.elannetwork.org Cuiabá, BRASIL 19-21 de outubro de 2015 PROGRAMAÇÃO PRELIMINAR

www.elannetwork.org Cuiabá, BRASIL 19-21 de outubro de 2015 PROGRAMAÇÃO PRELIMINAR Cuiabá, BRASIL 19-21 de outubro de 2015 www.elannetwork.org Parcerias de negócios sustentáveis: oportunidade entre ALC & EU em energias renováveis, TIC e tecnologias ambientais PROGRAMAÇÃO PRELIMINAR Este

Leia mais

Dia 18 de agosto TEMA I -QUESTÕES CONSTITUCIONAIS

Dia 18 de agosto TEMA I -QUESTÕES CONSTITUCIONAIS PROPOSTA DE PROGRAMA Data: 18 a 20 de agosto Local: Auditório do Ministério de Minas e Energia, Brasília DF Organização: Ministério de Minas e Energia - MME, Advocacia- Geral da União AGU e Universidade

Leia mais

Relação dos Representantes CBR Comitê Brasileiro de Regulamentação

Relação dos Representantes CBR Comitê Brasileiro de Regulamentação Relação dos Representantes CBR Comitê Brasileiro de Regulamentação Presidente do CBR Nelson Akio Fujimoto Secretário de Inovação Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior Esplanada dos

Leia mais

METROLOGIA SENAI / SP

METROLOGIA SENAI / SP METROLOGIA SENAI / SP Rede de Laboratórios de Serviços Senai / SP Eduardo Ferreira Garcia GIT Metrologia Definição : Metrologia : Ciência da medição e suas aplicações Nota : A metrologia engloba todos

Leia mais

Ministério da Educação e Ciência Resultados da 2ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2013

Ministério da Educação e Ciência Resultados da 2ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2013 14870896 ANA CATARINA DE JESUS RIBEIRO Não colocada 14583084 ANA CATARINA DA ROCHA DIAS Não colocada 14922639 ANA CATARINA SOARES COUTO Colocada em 7230 Instituto Politécnico do Porto - Escola Superior

Leia mais

Simpósio Latino Americano da Associação Internacional para a Proteção de Alimentos -IAFP -

Simpósio Latino Americano da Associação Internacional para a Proteção de Alimentos -IAFP - Simpósio Latino Americano da Associação Internacional para a Proteção de Alimentos -IAFP - VII Simpósio Associação Brasileira de Proteção dos Alimentos ABRAPA - Melhorando a inocuidade da carne de aves

Leia mais

Seminário Nacional sobre Direito e Saúde 22 e 24 de novembro

Seminário Nacional sobre Direito e Saúde 22 e 24 de novembro Seminário Nacional sobre Direito e Saúde 22 e 24 de novembro 22 de novembro 8h às 9h Credenciamento e coffee break 9h às 9h40 Sessão de abertura Pronunciamento dos Ministros da Saúde e da Advocacia Geral

Leia mais

ENSAIO DE PROFICIÊNCIA PARA ANÁLISE DE METANO EM AR SINTÉTICO RELATÓRIO FINAL 1ª RODADA

ENSAIO DE PROFICIÊNCIA PARA ANÁLISE DE METANO EM AR SINTÉTICO RELATÓRIO FINAL 1ª RODADA ENSAIO DE PROFICIÊNCIA PARA ANÁLISE DE METANO EM AR SINTÉTICO RELATÓRIO FINAL 1ª RODADA ORGANIZAÇÃO PROMOTORA DO ENSAIO DE PROFICIÊNCIA Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial

Leia mais

SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO

SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO b SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO A SIG CONSULTORIA E ASSESSORIA LTDA é uma empresa especializada em Gestão Empresarial com foco em Qualidade; Meio Ambiente; Higiene Industrial; Segurança & Saúde no Trabalho;

Leia mais

CERTIFICADO. Manaus, 18 de outubro de 2013.

CERTIFICADO. Manaus, 18 de outubro de 2013. que Brychtn Ribeiro de Vasconcelos foi membro do comitê de avaliação dos projetos desenvolvidos no Programa de Iniciação Científica e Tecnológica da Universidade do Estado do Amazonas, edição 2012/2013,

Leia mais

Educação profissional

Educação profissional II Fórum de Ensino Técnico da Área Química Fórum +10 Educação profissional José Vitório Sacilotto Proposta Algumas conceituações As mudanças a partir de 2004 (Fórum + 10) Organização do sistema de ensino

Leia mais

ORÇAMENTOS DA UNIÃO EXERCÍCIO FINANCEIRO 2006 PROJETO DE LEI ORÇAMENTÁRIA

ORÇAMENTOS DA UNIÃO EXERCÍCIO FINANCEIRO 2006 PROJETO DE LEI ORÇAMENTÁRIA Mensagem Presidencial Projeto de Lei Orçamentária - 2006 Secretaria de Orçamento Federal Ministério do Planejamento REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA

Leia mais

UMA EXPERIÊNCIA DE SUCESSO PARA O AGRONEGÓCIO SUSTENTÁVEL - PROGRAMA NACIONAL DE CERTIFICAÇÃO DA CACHAÇA.

UMA EXPERIÊNCIA DE SUCESSO PARA O AGRONEGÓCIO SUSTENTÁVEL - PROGRAMA NACIONAL DE CERTIFICAÇÃO DA CACHAÇA. 2, 3 e 4 de Julho de 2009 ISSN 1984-9354 UMA EXPERIÊNCIA DE SUCESSO PARA O AGRONEGÓCIO SUSTENTÁVEL - PROGRAMA NACIONAL DE CERTIFICAÇÃO DA CACHAÇA. Cláudio Jorge Martins de Souza (Independente) Resumo Em

Leia mais

Ata da 2ª Reunião do Comitê de Petróleo e Gás do Sistema FIESC

Ata da 2ª Reunião do Comitê de Petróleo e Gás do Sistema FIESC Ata da 2ª Reunião do Comitê de Petróleo e Gás do Sistema FIESC Data: 18/04/2013 Horário: 14 às 17h30 Local: Sede do Sistema FIESC Objetivo do Comitê de Petróleo e Gás do Sistema FIESC: Incrementar e Promover

Leia mais

Institui o Fórum Paulista de Mudanças Climáticas Globais e de Biodiversidade e dá providências correlatas

Institui o Fórum Paulista de Mudanças Climáticas Globais e de Biodiversidade e dá providências correlatas DECRETO Nº 49.369, DE 11 DE FEVEREIRO DE 2005 Institui o Fórum Paulista de Mudanças Climáticas Globais e de Biodiversidade e dá providências correlatas GERALDO ALCKMIN, Governador do Estado de São Paulo,

Leia mais

Parceiros Estratégicos. Apoio

Parceiros Estratégicos. Apoio Parceiros Estratégicos Apoio Com o objetivo de apoiar novos empreendimentos e projetos inovadores surgiram as primeiras Incubadoras na década de 70. Estas organizações tiveram papel fundamental nos avanços

Leia mais

Institutos Tecnológicos e Serviços de Apoio às Empresas

Institutos Tecnológicos e Serviços de Apoio às Empresas Institutos Tecnológicos e Serviços de Apoio às Empresas IPT 106 ANOS 1 São Paulo é bem dotado do institutos de pesquisa/tecnológicos (3,5k/18k pesq. IP públicos) Sistema de C&T estadual SCTDE Instituto

Leia mais

5º Seminário Rumos da Inovação no Contexto Brasileiro Relatório Agosto/2013

5º Seminário Rumos da Inovação no Contexto Brasileiro Relatório Agosto/2013 N 5º Seminário Rumos da Inovação no Contexto Brasileiro Relatório Agosto/2013 Dentro de seu esforço de colaborar com o desenvolvimento da inovação no Brasil, a Fundação Dom Cabral promoveu em Agosto de

Leia mais

- ENLAGRO Encontro Nacional de Laboratórios da Área da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

- ENLAGRO Encontro Nacional de Laboratórios da Área da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Projeto Captação de Recursos - ENLAGRO Encontro Nacional de Laboratórios da Área da Agricultura, Pecuária e Abastecimento 07, 08 e 09 de junho de 2016. Macro Office Centro de Eventos, Porto Alegre, RS,

Leia mais

WORKSHOP INTERNACIONAL SOBRE A NOVA LEGISLAÇÃO DA UNIÃO EUROPÉIA PARA PRODUTOS QUÍMICOS- REACH 07/04/2009 BRASÍLIA - DF

WORKSHOP INTERNACIONAL SOBRE A NOVA LEGISLAÇÃO DA UNIÃO EUROPÉIA PARA PRODUTOS QUÍMICOS- REACH 07/04/2009 BRASÍLIA - DF WORKSHOP INTERNACIONAL SOBRE A NOVA LEGISLAÇÃO DA UNIÃO EUROPÉIA PARA PRODUTOS QUÍMICOS- REACH 07/04/2009 BRASÍLIA - DF 1 REACH REGISTER EVALUATION AUTHORIZATION OF CHEMICALS RESTRICTION 2 O que é o REACH?

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS DAS EQUIPAS VENCEDORAS

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS DAS EQUIPAS VENCEDORAS DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS DAS EQUIPAS VENCEDORAS Os docentes responsáveis pela elaboração e pela correção das provas das Olimpíadas do Conhecimento 2ª Edição 2012 fizeram chegar à Comissão Organizadora

Leia mais

DESAFIOS METROLÓGICOS PARA O CONTROLE DA QUALIDADE DO BIODIESEL NO NORDESTE

DESAFIOS METROLÓGICOS PARA O CONTROLE DA QUALIDADE DO BIODIESEL NO NORDESTE VI CONGRESSO NACIONAL DE ENGENHARIA MECÂNICA VI NATIONAL CONGRESS OF MECHANICAL ENGINEERING 18 a 21 de agosto de 21 Campina Grande Paraíba - Brasil August 18 21, 21 Campina Grande Paraíba Brazil DESAFIOS

Leia mais

8 de agosto (quarta-feira)

8 de agosto (quarta-feira) Manaus, 8-11 de agosto de 2012 8 de agosto (quarta-feira) 9h - 15h Entrega de credenciais 9h - 10h30 Reunião dos Coordenadores das Oficinas Temáticas e da Comissão da Carta de Manaus da Magistratura e

Leia mais

PAUTA 28ª REUNIÃO (EXTRAORDINÁRIA) 03/09/2008 quarta-feira - 14h30 Sala do CONSU

PAUTA 28ª REUNIÃO (EXTRAORDINÁRIA) 03/09/2008 quarta-feira - 14h30 Sala do CONSU PAUTA 28ª REUNIÃO (EXTRAORDINÁRIA) 03/09/2008 quarta-feira - 14h30 Sala do CONSU EXPEDIENTE: Informes. ORDEM DO DIA: A CARREIRA Pq APRECIAÇÃO: 1. DESTACADO PELA MESA: Parecer emitido pela SubComissão Especial

Leia mais

LIFE SCIENCES NO BRASIL

LIFE SCIENCES NO BRASIL LIFE SCIENCES NO BRASIL L IFE S CIENCES NO B R A presença da iniciativa privada no setor da saúde é cada vez mais relevante para a indústria de medicamentos e para as áreas de assistência à saúde, serviços

Leia mais

Objetivo: Prestação de serviços de Auditoria Interna, conforme (NBR ISO/IEC 17025:2005)

Objetivo: Prestação de serviços de Auditoria Interna, conforme (NBR ISO/IEC 17025:2005) CURRICULUM VITAE Objetivo: Prestação de serviços de Auditoria Interna, conforme (NBR ISO/IEC 17025:2005) I INFORMAÇÕES PESSOAIS Nome: ROBSON FIORAVANTE COELHO Título: Mestre em Engenharia Nacionalidade:

Leia mais

29 de Outubro de 2013 Hotel de Convenções de Talatona Luanda

29 de Outubro de 2013 Hotel de Convenções de Talatona Luanda 1 29 de Outubro de 2013 Hotel de Convenções de Talatona Luanda 8.30 Recepção aos participantes, café da manhã e registo Sessão de abertura Presidente de sessão: Executivo sénior, Banco Atlântico, Angola

Leia mais

O embargo da Rússia sobre a carne brasileira: Barreira não tarifária e implicações para a relação bilateral de comércio

O embargo da Rússia sobre a carne brasileira: Barreira não tarifária e implicações para a relação bilateral de comércio BRICS Monitor O embargo da Rússia sobre a carne brasileira: Barreira não tarifária e implicações para a relação bilateral de comércio Outubro de 2011 Núcleo de Desenvolvimento, Comércio, Finanças e Investimentos

Leia mais

PROGRAMA DA IV FEIRA REGIONAL DO AUTO-EMPREGO E EMPREENDEDORIMO BENGUELA 2015

PROGRAMA DA IV FEIRA REGIONAL DO AUTO-EMPREGO E EMPREENDEDORIMO BENGUELA 2015 1º Dia - Sexta Feira, 30 de Outubro de 2015 FÓRUM REGIONAL DE AUTO-EMPREGO E EMPREENDEDORISMO - O DESENVOLVIMENTO DA AGRICULTURA E PECUÁRIA NO CONTRIBUTO PARA A GERAÇÃO DE OPORTUNIDADES E ESTABILIZAÇÃO

Leia mais

VIII Encontro Internacional dos Profissionais em Vigilância Sanitária

VIII Encontro Internacional dos Profissionais em Vigilância Sanitária VIII Encontro Internacional dos Profissionais em Vigilância Sanitária 12 e 13 de dezembro São Paulo (SP) Quarta-feira, 12 de Dezembro de 2007 08h00 Abertura 08h30 09h45 08 ANOS DA AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE RORAIMA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE RORAIMA COMISSÃO PERMANENTE DE CONCURSOS AMAZÔNIA: PATRIMÔMIO DOS BRASILEIROS

GOVERNO DO ESTADO DE RORAIMA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE RORAIMA COMISSÃO PERMANENTE DE CONCURSOS AMAZÔNIA: PATRIMÔMIO DOS BRASILEIROS CURSO: CIÊNCIAS CONTÁBEIS LOCALIDADE: ALTO ALEGRE 1. 731770983202 LINDOMAR MENDES GOMES 81,07 Aprovado 2. 731774359102 MARIANE APOLINARIO SANTANA 77,65 Aprovado 3. 731770219102 ANTONIO FREITAS DA SILVA

Leia mais

Palestra 1: Rastreabilidade metrológica em ensaios químicos Pontos relevantes para avaliação dos avaliadores (Vanderléa de Souza Inmetro/Dimci)

Palestra 1: Rastreabilidade metrológica em ensaios químicos Pontos relevantes para avaliação dos avaliadores (Vanderléa de Souza Inmetro/Dimci) Relatório das atividades desenvolvidas no III Workshop de Avaliadores e Especialistas em Calibração e Ensaios na Área de Química Local: Hotel São Francisco Rio de Janeiro - Brasil Período: 17 e 18 de Outubro

Leia mais

METROLOGIA Infraestrutura para a competitividade nacional e do bem-estar dos cidadãos

METROLOGIA Infraestrutura para a competitividade nacional e do bem-estar dos cidadãos METROLOGIA Infraestrutura para a competitividade nacional e do bem-estar dos cidadãos Eduarda Filipe Directora do Departamento de Metrologia do IPQ Caparica, 30 de outubro de 2014 Sumário 1. Introdução

Leia mais

Escola Politécnica PROGRAMA DE ENGENHARIA URBANA MESTRADO PROFISSIONAL BEM-VINDOS, TURMA 2013!!!!

Escola Politécnica PROGRAMA DE ENGENHARIA URBANA MESTRADO PROFISSIONAL BEM-VINDOS, TURMA 2013!!!! Escola Politécnica PROGRAMA DE ENGENHARIA URBANA MESTRADO PROFISSIONAL BEM-VINDOS, TURMA 2013!!!! ROTEIRO: Introdução à Engenharia Urbana: Caracterização Justificativas Referenciais Apresentação do PEU/POLI:

Leia mais

VII SEMANA DOS ALIMENTOS ORGÂNICOS

VII SEMANA DOS ALIMENTOS ORGÂNICOS CONVITE O MAPA-MS, por meio da coordenação da Comissão da Produção Orgânica em Mato Grosso do Sul - CPOrg/MS, o SEBRAE e a Embrapa Pantanal convidam Va. Sa. e sua instituição para participarem das atividades

Leia mais

FACULDADE ATENAS MARANHENSE

FACULDADE ATENAS MARANHENSE EDITAL 01/15 RESULTADO SELETIVO DE MONITORIA A Coordenação de Estágio e Monografia, no uso de suas atribuições regimentais e de acordo com o que consta no Regulamento do Programa de Monitoria desta Faculdade,

Leia mais

10 anos do Parque Tecnológico da UFRJ XV Encontro da Rede de Incubadoras, Parques e Polos Tecnológicos do Estado do Rio de Janeiro ReINC

10 anos do Parque Tecnológico da UFRJ XV Encontro da Rede de Incubadoras, Parques e Polos Tecnológicos do Estado do Rio de Janeiro ReINC 10 anos do Parque Tecnológico da UFRJ XV Encontro da Rede de Incubadoras, Parques e Polos Tecnológicos do Estado do Rio de Janeiro ReINC Data: 17 e 18 de setembro de 2013 Local: Parque Tecnológico da UFRJ

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO PROCESSO SELETIVO 2015 PROVA ESCRITA DE CONHECIMENTO JURÍDICO DOUTORADO

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO PROCESSO SELETIVO 2015 PROVA ESCRITA DE CONHECIMENTO JURÍDICO DOUTORADO BANCA: D-01D LINHA DE PESQUISA: DIREITOS HUMANOS E ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO: FUNDAMENTAÇÃO, PARTICIPAÇÃO E EFETIVIDADE ÁREA DE ESTUDO: DIREITO POLÍTICO SALA: 501 Carlos Athayde Valadares Viegas Ricardo

Leia mais

Metrologia Química Importância, Escopo, Desafios, Impactos e Atividades no Inmetro

Metrologia Química Importância, Escopo, Desafios, Impactos e Atividades no Inmetro Metrologia Química Importância, Escopo, Desafios, Impactos e Atividades no Inmetro Dra. Vanderléa de Souza Chefe da Divisão de Metrologia Química Objetivo principal da Metrologia Química Prover confiança

Leia mais

1. Aplicação do Método de Hondt para apuramento dos mandatos (15) a atribuir ao corpo de Professores e Investigadores

1. Aplicação do Método de Hondt para apuramento dos mandatos (15) a atribuir ao corpo de Professores e Investigadores 1. Aplicação do Método de Hondt para apuramento dos mandatos (15) a atribuir ao corpo de Professores e Investigadores Divisor Lista A Lista B Lista C 1 96 99 113 2 48,00 49,50 56,50 3 32,00 33,00 37,67

Leia mais

AÇÕES DE RESPOSTA: VIGILÂNCIA EM SAÚDE AMBIENTAL

AÇÕES DE RESPOSTA: VIGILÂNCIA EM SAÚDE AMBIENTAL AÇÕES DE RESPOSTA: VIGILÂNCIA EM SAÚDE AMBIENTAL 1. Conceito Por Aramis Cardoso A Vigilância em Saúde Ambiental é definida como o conjunto de ações que proporcionam o conhecimento e a detecção de qualquer

Leia mais

FIESP - DECOMTEC INOVAÇÃO TECNOLÓGICA

FIESP - DECOMTEC INOVAÇÃO TECNOLÓGICA FIESP - DECOMTEC INOVAÇÃO TECNOLÓGICA Programa de Inovação Tecnologica FIESP CIESP - SENAI Sede Fiesp 2013 Chave para a competitividade das empresas e o desenvolvimento do país Determinante para o aumento

Leia mais

CENTRO FED. DE EDUC. TECNOLOGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA RJ. 11.02.04.99.18 Solicitação de Matrícula( por curso )

CENTRO FED. DE EDUC. TECNOLOGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA RJ. 11.02.04.99.18 Solicitação de Matrícula( por curso ) .0.0.99.8 Solicitação de Matrícula( por curso ) Curso: GFISPET - PET - CURSO SUPERIOR DE LICENCIATURA EM FÍSICA Período: º Semestre de 0 Data: 8/0/0 Hora: :08 Dt. Dt. Solicit. Disciplina Período Ideal

Leia mais

Dia 04 de agosto de 2008 Segunda-feira. 04.08.2008 Segunda-feira. Abertura do Evento. (Auditório 2º Andar)

Dia 04 de agosto de 2008 Segunda-feira. 04.08.2008 Segunda-feira. Abertura do Evento. (Auditório 2º Andar) Dia 04 de agosto de 2008 Segunda-feira da Início: Duração 120 min 04.08.2008 Segunda-feira Abertura do Evento (Auditório 2º Andar) Almoço 12:30h Intervalo 14:00h - 90 min 15:50h 15:50h 17:20h - 20 min

Leia mais

2ª CONFERÊNCIA OAB-RJ DE DIREITO MARÍTIMO E PORTUÁRIO

2ª CONFERÊNCIA OAB-RJ DE DIREITO MARÍTIMO E PORTUÁRIO 2ª CONFERÊNCIA OAB-RJ DE DIREITO MARÍTIMO E PORTUÁRIO DESAFIOS E TENDÊNCIAS DA NAVEGAÇÃO E DA LOGÍSTICA PORTUÁRIA NO BRASIL August 26th and 27th, 2015 26 e 27 de Agosto de 2015 Rio de Janeiro, Brazil Rio

Leia mais

151713 - Agrupamento de Escolas de Mosteiro e Cávado 346652 - Escola E.B.2,3 do Cávado. Relação de Alunos

151713 - Agrupamento de Escolas de Mosteiro e Cávado 346652 - Escola E.B.2,3 do Cávado. Relação de Alunos 3452 - Escola E.B.2,3 do Cávado Turma : A 2002 1 Ana Catarina Loureiro Silva S 171 2 André Eduardo Dias Santos S 173 3 Ângelo Rafael Costa e Silva S S 2007 4 Bruno da Silva Gonçalves S 20 5 Catarina Daniela

Leia mais

CERTIFICADO DE ATIVIDADE DE EXTENSÃO

CERTIFICADO DE ATIVIDADE DE EXTENSÃO Certificamos para os devidos que ESTEVÃO JÚNIOR participou da atividade de extensão de Simulado da OAB, promovida pelas Faculdades Kennedy de Minas Gerais, no dia 07 de outubro de 2015, com carga horária

Leia mais

IV Fórum da Educação Superior do Estado de Goiás Gestão da Relação das IES com o Ministério da Educação. 17, 18 e 19 de abril de 2013 Goiânia/GO

IV Fórum da Educação Superior do Estado de Goiás Gestão da Relação das IES com o Ministério da Educação. 17, 18 e 19 de abril de 2013 Goiânia/GO IV Fórum da Educação Superior do Estado de Goiás Gestão da Relação das IES com o Ministério da Educação 17, 18 e 19 de abril de 2013 Goiânia/GO 17 de abril 18h30: Credenciamento 19h00: Abertura oficial

Leia mais

RUI EDUARDO SALDANHA VARGAS VICE Presidente. Estimativas, Mercados e Desafios para a Exportação de Carne Suína Brasileira

RUI EDUARDO SALDANHA VARGAS VICE Presidente. Estimativas, Mercados e Desafios para a Exportação de Carne Suína Brasileira RUI EDUARDO SALDANHA VARGAS VICE Presidente Estimativas, Mercados e Desafios para a Exportação de Carne Suína Brasileira Localização da Suinocultura Norte e Nordeste Abates: 2% Exportações: 0% Matrizes

Leia mais

Individualidades entrevistadas

Individualidades entrevistadas Individualidades entrevistadas Individualidade Formação Entidade Funções desempenhadas Armando Leandro Direito - Juiz Conselheiro (Supremo Tribunal de Magistratura) - Ex-Director do C.E.J. - Presidente

Leia mais

Portaria Inmetro nº 528, de 03 de dezembro de 2014.

Portaria Inmetro nº 528, de 03 de dezembro de 2014. MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, QUALIDADE E TECNOLOGIA INMETRO Portaria Inmetro nº 528, de 03 de dezembro de 2014. O PRESIDENTE DO INSTITUTO

Leia mais

Cesar Lima - Gerdau Açominas.

Cesar Lima - Gerdau Açominas. Cesar Lima - Gerdau Açominas. A Gerdau Açominas. - Usina siderúrgica integrada. - Capacidade instalada de 3.000.000 t./ano de aço liquido. - Produz 2.750.000 t./ano de acabados em forma de blocos, placas,

Leia mais

Nós fazemos Gestão e sua Empresa faz Sucesso! Portfólio. Francisco & Francisco Sistemas de Gestão Ltda. 1. Quem Somos?

Nós fazemos Gestão e sua Empresa faz Sucesso! Portfólio. Francisco & Francisco Sistemas de Gestão Ltda. 1. Quem Somos? Portfólio 1. Quem Somos? Somos uma Equipe de Auditores, Consultores e Assessores Empresariais com diversas competências para melhorar o desempenho de qualquer negócio por meio de SISTEMAS DE GESTÃO DA

Leia mais

Primeira ação do Núcleo

Primeira ação do Núcleo Novo Núcleo RENAPI No dia 29 de maio, o diretor da ABDI, Clayton Campanhola, e o presidente da Federação das Indústrias de Rondônia (FIERO), Denis Roberto Baú, assinaram o termo de cooperação que oficializou

Leia mais

UFMG PROGRAD. Publicação de Convênios e Protocolos de Estágio Faculdade de Direito Atualizado em 30/05/2010 6ª. Delegacia Distrital de Polícia Civil

UFMG PROGRAD. Publicação de Convênios e Protocolos de Estágio Faculdade de Direito Atualizado em 30/05/2010 6ª. Delegacia Distrital de Polícia Civil 6ª. Delegacia Distrital de Polícia Civil Gerais, CNPJ nr. 17.217.985/0001-04 e a Empresa 6ª. Delegacia Distrital de Policia Civil, Objeto: Estágio Curricular: Início da vigência: 17/07/2006, Fim de vigência:

Leia mais

161342 - Agrupamento de Escolas de Condeixa-a-Nova 340613 - Escola Básica nº 2 de Condeixa-a-Nova Relação de Alunos

161342 - Agrupamento de Escolas de Condeixa-a-Nova 340613 - Escola Básica nº 2 de Condeixa-a-Nova Relação de Alunos 1642 - Agrupamento de Escolas de Condeixa-a-Nova 3406 - Escola Básica nº 2 de Condeixa-a-Nova : A Processo Nome Idade EMR. Rep. LE1 LE2 NEE 440 1 André Daniel Almeida Pimentel 98 2 Daniel Gonçalves Tomé

Leia mais

Lab Management : a tool for competitiveness. Celso Romero Kloss

Lab Management : a tool for competitiveness. Celso Romero Kloss Lab Management : a tool for competitiveness Celso Romero Kloss METROLOGIA NO DIA A DIA A VELOCIDADE DAS MUDANÇAS A aceleração da história é também medido pelo tempo entre a descoberta de um processo tecnológico

Leia mais

ALUNOS QUE DEVEM DOCUMENTOS PARA REGISTRO DE DIPLOMA NA REITORIA DA UEMG:

ALUNOS QUE DEVEM DOCUMENTOS PARA REGISTRO DE DIPLOMA NA REITORIA DA UEMG: ALUNOS QUE DEVEM DOCUMENTOS PARA REGISTRO DE DIPLOMA NA REITORIA DA UEMG: CURSO: ADMINISTRAÇÃO 1. Ana Gabriela Gonçalves Pereira Amorim - Registro Civil Legível (certidão de casamento ou nascimento) 2.

Leia mais