ESTAÇÃO PINHEIROS DO METRÔ ACIDENTE IMPREVISÍVEL?

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ESTAÇÃO PINHEIROS DO METRÔ ACIDENTE IMPREVISÍVEL?"

Transcrição

1 ESTAÇÃO PINHEIROS DO METRÔ ACIDENTE IMPREVISÍVEL? Profº Josef Rieckmann Marcio Fernandes/AE A necessidade de oferecer infra-estrutura básica à crescente população da maior metrópole brasileira São Paulo (a exemplo de outros grandes centros urbanos) é uma maior utilização do espaço subterrâneo, apesar das dificuldades inerentes a tal opção. O crescimento demográfico médio da RMSP é da ordem de novos habitantes por ano. Para atender dignamente esse incremento populacional em termos de infra-estrutura básica, equivale a construir uma cidade de médio porte anualmente. No entanto, o crescimento anômalo da RMSP acarreta problemas às administrações, agressões ao meio físico e ampliação das diferenças sociais, dificultando qualquer forma de planejamento. À crescente utilização do espaço subterrâneo, faz-se necessário desenvolver e otimizar técnicas indiretas de mapeamento geológico-geotécnico, uma vez que as sondagens fornecem dados pontuais, que são insuficientes principalmente em áreas de maior complexidade geológica. Assim, considerando os solos problemáticos da BSSP (Bacia Sedimentar de São Paulo), tornou-se imprescindível determinar parâmetros elásticos dinâmicos dos materiais geológicos, conjunto de técnicas que através de ondas sísmicas e geofones atingem melhores resultados de correlação entre sismos e rochas do subsolo da bacia (litótipos). Esse

2 método vem sendo utilizado com sucesso desde a construção da estação Vila Madalena do Metrô. Ele é de suma importância para a engenharia de fundações, pois dimensiona a estrutura e calcula os efeitos, esforços e vibrações, sejam elas de causas naturais ou antrópicas (outra região base de estudo, a partir dessa metodologia, é a região do espigão central da cidade Avenida Paulista - procurando correlacionar eventuais sismicidades no local. A importância do estudo dessa formação na Avenida Paulista se deve à própria importância econômica, com grande ocupação subterrânea, além de ser, devido à sua altitude (800 metros) a mais sensível a reflexos de sismos provenientes principalmente da região andina). Apesar de confiável, essa tecnologia demanda muito tempo e pesquisa para coleta de dados para o estabelecimento de melhores correlações, tempo esse muito vezes não despendido face às necessidades de seguir os cronogramas de obras, geralmente apertados, e sob contratos com cláusulas de multas pelo não cumprimento dos prazos. O acidente Apesar da análise de sismos, outras tecnologias bastante experimentadas no Brasil e no mundo como a utilização de shield (tatuzão) e a NPSC (técnica de escoramento e construção de túneis), não foram suficientes para impedir o acidente de grandes proporções na obra de escavação da futura Estação Pinheiros do Metrô, junto à pista interna da Marginal do Rio Pinheiros, no dia 12 de janeiro de 2007 às 15h00. Da cratera, de 30 metros de profundidade, escutou-se um forte estrondo e em seguida, verificou-se um deslizamento de terra que fez ampliar a cratera de 60 para 80 metros de diâmetro, tragando para o seu interior veículos, alojamentos, escritórios e culminando com a perda de sete vidas entre operários e transeuntes das ruas próximas. O desmoronamento abalou a estrutura de mais de 70 casas e fez com que a Prefeitura interditasse a região, inclusive com o corte de energia elétrica para o transtorno dos moradores e comerciantes. Segundo Roberto Kochen, Diretor do Instituto de Engenharia, a técnica NATM costuma apresentar acidentes com maior freqüência, porém com menor gravidade. Kochen diz ser comum a presença de rachaduras em túneis com NATM. No shield, a escavação mecanizada é acompanhada da montagem dos anéis, que já dão escoramento ao túnel oferecendo mais segurança à obra. Mas há um nível de alerta para a gravidade e Kochen não sabe se as rachaduras que apareceram quinta-feira estavam no patamar. Para a Odebrecht, empresa principal do consórcio de construtoras da linha 4, a parede ruiu devido à instabilidade do solo às margens do rio Pinheiros, que não poderia ser prevista. A bacia de São Paulo O acidente não foi o primeiro envolvendo túneis em São Paulo. Desabamentos ocorridos durante a construção do túnel Tribunal de Justiça (Avenida Santo Amaro x Avenida Juscelino Kubitschek) e na estação Oscar Freire do Metrô, nos levam a

3 pensar se a tecnologia utilizada é realmente suficiente para o subsolo sedimentar da bacia de São Paulo. Os terrenos são recentes (Era Cenozóica - Período Quaternário - 20 a 30 milhões de anos), friáveis e facilmente encharcáveis, sendo considerado pelos engenheiros como problemáticos. Contudo isso não impediu a construção de obras idênticas na mesma região, por exemplo: os túneis Sebastião Camargo, Tribunal de Justiça e Ayrton Senna (sob o Parque do Ibirapuera). O aumento do peso das novas construções verticais na região e o encharcamento do solo devido às chuvas de janeiro também são fatores que foram levados em conta na investigação da ocorrência, que foi comparada a um acidente aéreo em dia de chuva (é um complicador, porém essa não é a explicação para um acidente quando a maioria voou nas mesmas condições sem ter quaisquer problemas). Meandros na confluência do Rio Pinheiros com o Rio Tietê, c Crédito anônimo (atualmente Vila Leopoldina, Ceasa, Osasco e ao fundo, o Butantã)

4 (fonte: (mesma região da foto anterior, 68 anos depois) Planos de Construção linha 4-amarela do Metrô O Metrô de São Paulo chegou a estudar na década de 1990 a possibilidade de construir um trecho da linha 4-amarela de forma elevada e não subterrânea, inclusive por conta das características do solo da região da Marginal do Rio Pinheiros. Entretanto foi descartada e considerada extremamente desvantajosa, principalmente pelo aspecto urbanístico. Imagina como seria ter um outro Minhocão em São Paulo compara Ademir Venâncio (Chefe de Obras da linha 5- do Metrô Capão Redondo/Largo Treze, que não foi subterrânea) em relação a possibilidade de fazer a via elevada na linha 4. Ele afirma também que a alternativa elevada poderia permitir uma economia superior a 30% no preço. Quando há um solo complicado, é preciso ser mais cuidadoso e gastar mais. Segurança absoluta significa um custo absurdo para a consolidação do solo, que não é praticado nem nos países desenvolvidos. Apesar da dubiedade das explicações do Engenheiro Venâncio, o ex-presidente do Metrô, Plínio Asmann, tem uma opinião diferente com relação a decisão da obra subterrânea da linha 4. Asmann presidiu o Metrô, na época da construção da linha leste-oeste, e enfrentou o mesmo problema de obra na região do Parque D. Pedro II (Vale do Tamanduateí). Terreno de estrutura sedimentar idêntica à dos rios Tietê e Pinheiros, a diretoria não titubeou em decidir pela via aérea (trecho Sé-Brás). Aliás, a linha norte-sul também tem seu trecho aéreo sobre o leito do rio Tietê, entre as

5 estações Tiradentes e Jardim São Paulo. A opção aérea, além de ser mais barata que os túneis, oferecem maior segurança. Conclusão Apurar responsabilidades e apontar culpados nem sempre fazem parte da realidade brasileira, principalmente quando os acidentes ou as ocorrências são de grandes proporções ou abrangências. Contudo, no caso da estação Pinheiros do Metrô, pode-se relacionar os seguintes pontos: O Estado e a diretoria do Metrô ficaram reféns do consórcio construtor, uma vez que houve 10 alterações no projeto da obra que não constavam no contrato inicial. Firmou-se entre Estado e consórcio um contrato do tipo turn key, onde o Estado transferiu o gerenciamento e a fiscalização para o consórcio construtor. Acordou-se também contratos tipo PPP (Parceria Público Privada), um instrumento orientado pela moderna tendência de dimensionar o Estado e a iniciativa privada: existe interesse de várias construtoras do consórcio em operar a linha depois de pronta, a exemplo da Camargo Correa e a OAS. A alteração do método construtivo do shield (mais seguro) para NATM envolveu uma redução de custos na ordem de US$13 mil/metro para US$8 mil/metro. O sistema NATM de construção envolve equipamentos e materiais como retroescavadeiras, dinamites, perfuratrizes e bombas de concreto e possibilita a abertura de várias frentes simultâneas de trabalho. As seguidas detonações e vibrações, além do trânsito da marginal e as chuvas de janeiro tiveram relação direta com o acidente. A pressa no adiantamento da obra obedeceu aos interesses eleitorais do ex- Governador Geraldo Alckmin. Os técnicos do IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas não foram autorizados a adentrar no local do acidente nos primeiros dias, sob o pretexto da necessidade da retirada dos corpos das vítimas. Suspeita-se que houve alteração na cena do crime. O jurista José Carlos Blat, encarregado pelo Poder Público de acompanhar as investigações, afirmou que dificilmente haverá um culpado, a não ser que existam provas explícitas de um lapso de um determinado engenheiro ou geólogo. No caso de indenizações, foi aconselhado aos proprietários de imóveis e parentes das vítimas, que será melhor um entendimento com a seguradora ao invés de processar o Estado, cujos processos costumam demorar décadas. Até o dia 16/07/2007 (Jornal Hoje, Rede Globo, 13h00), o IPT não havia apresentado um relatório sobre a causa do acidente.

6 Fontes: 14/01/ h31 Aziz Nacib Ab Saber O relevo Paulista, excertos, 1962 Comportamento Elástico Dinâmico da Formação São Paulo Revista Brasileira de Geociênicas Fábio Taioli ;4 Requerimento do Partido dos Trabalhadores Assembléia Legislativa de São Paulo, solicitando uma CPI sobre as atuais obras do Metrô (Deputado Simão Pedro).

Relatório Técnico nº 99 642-205 - 1/384 1 INTRODUÇÃO

Relatório Técnico nº 99 642-205 - 1/384 1 INTRODUÇÃO Relatório Técnico nº 99 642-205 - 1/384 1 INTRODUÇÃO Em atenção ao Contrato nº 4006725202, firmado entre a Companhia do Metropolitano de São Paulo Metrô e o Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado

Leia mais

DEFESA CIVIL - ES. Recomendações Técnicas de Procedimentos Escavações. Facilitador: Roney Gomes Nascimento Eng.º Civil Subcoordenador de Operações

DEFESA CIVIL - ES. Recomendações Técnicas de Procedimentos Escavações. Facilitador: Roney Gomes Nascimento Eng.º Civil Subcoordenador de Operações DEFESA CIVIL - ES Recomendações Técnicas de Procedimentos Escavações Facilitador: Roney Gomes Nascimento Eng.º Civil Subcoordenador de Operações NR- 18 Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria

Leia mais

em Copacabana ganha destaque internacional

em Copacabana ganha destaque internacional 92 CASO DE TÚNEL em Copacabana ganha destaque internacional Ao construir o túnel de acesso à Estação Cantagalo da Linha 2 do Metrô do Rio de Janeiro, numa área apinhada de prédios e densamente povoada

Leia mais

TECNOLOGIA DE BAIXO IMPACTO PARA ESCAVAÇÃO DE TÚNEIS EM CENTROS URBANOS. Márcio Pellegrini Ribeiro- Consórcio Via Amarela

TECNOLOGIA DE BAIXO IMPACTO PARA ESCAVAÇÃO DE TÚNEIS EM CENTROS URBANOS. Márcio Pellegrini Ribeiro- Consórcio Via Amarela TECNOLOGIA DE BAIXO IMPACTO PARA ESCAVAÇÃO DE TÚNEIS EM CENTROS URBANOS Márcio Pellegrini Ribeiro- Consórcio Via Amarela A CONSTRUÇÃO DA LINHA 4 DO METRÔ CENÁRIO EXISTENTE VIAS ARTERIAIS DE TRÁFEGO INTENSO.

Leia mais

Senado Federal COMISSÃO DE ASSUNTOS ECONÔMICOS

Senado Federal COMISSÃO DE ASSUNTOS ECONÔMICOS Senado Federal COMISSÃO DE ASSUNTOS ECONÔMICOS COMISSÃO EXTERNA CRIADA PARA COLHER IN LOCO INFORMAÇÕES SOBRE O ACIDENTE OCORRIDO NA LINHA 4 DO METRÔ DE SÃO PAULO, INCLUSIVE AS MEDIDAS ADOTADAS NO ÂMBITO

Leia mais

MEDIDAS DE PROTEÇÃO COLETIVAS APLICÁVEIS NAS ESCAVAÇÕES E EM TUBULÕES A CÉU ABERTO E COM PRESSÃO HIPERBÁRICA. Antonio Pereira do Nascimento

MEDIDAS DE PROTEÇÃO COLETIVAS APLICÁVEIS NAS ESCAVAÇÕES E EM TUBULÕES A CÉU ABERTO E COM PRESSÃO HIPERBÁRICA. Antonio Pereira do Nascimento MEDIDAS DE PROTEÇÃO COLETIVAS APLICÁVEIS NAS ESCAVAÇÕES E EM TUBULÕES A CÉU ABERTO E COM PRESSÃO HIPERBÁRICA Antonio Pereira do Nascimento ACIDENTES DO TRABALHO Eventos: súbitos, indesejáveis, que ocorrem

Leia mais

A curiosa história do Engenheiro Billings, o homem que fez os rios correrem ao contrário, e mudou para sempre a cidade de São Paulo.

A curiosa história do Engenheiro Billings, o homem que fez os rios correrem ao contrário, e mudou para sempre a cidade de São Paulo. A curiosa história do Engenheiro Billings, o homem que fez os rios correrem ao contrário, e mudou para sempre a cidade de São Paulo. Engenheiro Billings, O homem que mudou São Paulo Capa de uma revista

Leia mais

Urban View. Urban Reports. Butantã: a bola da vez na corrida imobiliária paulistana

Urban View. Urban Reports. Butantã: a bola da vez na corrida imobiliária paulistana Urban View Urban Reports Butantã: a bola da vez na corrida imobiliária paulistana coluna Minha cidade, meu jeito de morar e de investir programa Falando em Dinheiro Rádio Estadão ESPN Butantã: a bola da

Leia mais

Configuração e tipologias

Configuração e tipologias OsE s p a ç o sp ú b l i c o ses u ai n f l u ê n c i an ame l h o r i ad aq u a l i d a d ed ev i d a O que são Espaços Públicos? P O espaço público é considerado como aquele que, dentro do território

Leia mais

Acidentes em Geotecnia: Previsão e Prevenção

Acidentes em Geotecnia: Previsão e Prevenção Acidentes em Geotecnia: Previsão e Prevenção Paulo Ivo Braga de Queiroz 1 1 Instituto Tecnológico de Aeronáutica 6 o Encontro de Engenharia e Tecnologia dos Campos Gerais Tópicos Abordados 1 Casos Históricos

Leia mais

OBSERVATÓRIO DAS METRÓPOLES: Núcleo Recife

OBSERVATÓRIO DAS METRÓPOLES: Núcleo Recife OBSERVATÓRIO DAS METRÓPOLES: Núcleo Recife A Copa e a Região Metropolitana do Recife MARIA ÂNGELA SOUZA (Coord. Observatório) ANA RAMALHO (Coord. Pesquisa) GERMANA SANTIAGO MARCELO ALLGAYER. ALINE SOUZA

Leia mais

BRT Transoeste: transformando o conceito de transporte público no Rio de Janeiro

BRT Transoeste: transformando o conceito de transporte público no Rio de Janeiro BRT Transoeste: transformando o conceito de transporte público no Rio de Janeiro Richele Cabral 1 ; Eunice Horácio S. B. Teixeira 1 ; Milena S. Borges 1 ; Miguel Ângelo A. F. de Paula 1 ; Pedro Paulo S.

Leia mais

O leque de nossas possibilidades profissionais

O leque de nossas possibilidades profissionais O perfil da empresa O leque de nossas possibilidades profissionais Perfuração & Explosão Jens Weiss Ltda É uma empresa especializada em serviços de preparação e execução de explosão de todos os tipos.

Leia mais

Odebrecht TransPort traça novas rotas brasileiras

Odebrecht TransPort traça novas rotas brasileiras nº 342 outubro 2014 Odebrecht TransPort traça novas rotas brasileiras Odebrecht 70 anos: projetos que contribuem para melhorar as opções de mobilidade urbana das comunidades Odebrecht Infraestrutura Brasil

Leia mais

Obras do Sistema de Esgotamento Sanitário Rondonópolis MT

Obras do Sistema de Esgotamento Sanitário Rondonópolis MT Obras do Sistema de Esgotamento Sanitário Rondonópolis MT Sistema Condominial de Esgotamento Sanitário Elmo LocatelliLtda PAC/OGU BACIA LUZ D AYARA Sinalização das ruas onde serão realizadas as escavações

Leia mais

Revisão do Plano Diretor Estratégico o que muda na legislação urbanística da cidade de São Paulo PL 688/2013

Revisão do Plano Diretor Estratégico o que muda na legislação urbanística da cidade de São Paulo PL 688/2013 Revisão do Plano Diretor Estratégico o que muda na legislação urbanística da cidade de São Paulo PL 688/2013 EDUARDO DELLA MANNA PPU PLANEJAMENTO E PROJETOS URBANOS LTDA sócio-diretor NIIT NÚCLEO DE INFORMAÇÕES

Leia mais

INUNDAÇÕES NAS ÁREAS DE PRESERVAÇÃO PERMANENTES EM GOIÂNIA-GO FLOODS IN PERMANENT PRESERVATION AREAS IN GOIÂNIA-GO

INUNDAÇÕES NAS ÁREAS DE PRESERVAÇÃO PERMANENTES EM GOIÂNIA-GO FLOODS IN PERMANENT PRESERVATION AREAS IN GOIÂNIA-GO INUNDAÇÕES NAS ÁREAS DE PRESERVAÇÃO PERMANENTES EM GOIÂNIA-GO FLOODS IN PERMANENT PRESERVATION AREAS IN GOIÂNIA-GO Thalyta Lopes Rego Mestranda em Geografia, Universidade Federal de Goiás Instituto de

Leia mais

Programa de Participação nos Lucros e/ou Resultados PLR 2014. Engenheiros - Metroviários 23/01/2014. Página 1

Programa de Participação nos Lucros e/ou Resultados PLR 2014. Engenheiros - Metroviários 23/01/2014. Página 1 Programa de Participação nos Lucros e/ou Resultados PLR 2014 Engenheiros - Metroviários Página 1 Programa de Participação nos Lucros e/ou Resultados PLR 2014 HISTÓRICO A Companhia do Metrô vem mantendo

Leia mais

Escavações e Escoramentos na Cidade de São Paulo: Evolução e Tendências Futuras

Escavações e Escoramentos na Cidade de São Paulo: Evolução e Tendências Futuras Escavações e Escoramentos na Cidade de São Paulo: Ivan Grandis IGR Engenharia Ltda. Jaime Domingos Marzionna ENGEOS Engenharia e Geotecnia S/S Ltda. Escola Politécnica da USP Twin Cities 1 Evolução das

Leia mais

Dinheiro que teria sido desviado por Maluf pode ser usado no Pq. Augusta ou em cr...

Dinheiro que teria sido desviado por Maluf pode ser usado no Pq. Augusta ou em cr... Página 1 de 8 (/) 01 Março 2015 24º - 16º SÃO PAULO - SP Curtir (https://twitter.com/intent/tweet?url=http://jovempan.uol.com.br/noticias&hashtags=jpanam) (https://plus.google.com/share?url=http://jovempan.uol.com.br/noticias)

Leia mais

Obras do Sistema de Esgotamento Sanitário Rondonópolis MT

Obras do Sistema de Esgotamento Sanitário Rondonópolis MT Obras do Sistema de Esgotamento Sanitário Rondonópolis MT Sistema Condominial de Esgotamento Sanitário Elmo Locatelli Ltda PAC/BNDES BACIA D-E Parque Universitário BACIA I Coletor Vila Goulart 300 mm Instalações

Leia mais

Exposição. Inundações em. SãoPaulo

Exposição. Inundações em. SãoPaulo Exposição Inundações em SãoPaulo As sistemáticas inundações em São Paulo são frequentemente associadas ao processo de urbanização da cidade e, mais recentemente, às questões climáticas e do meio-ambiente.

Leia mais

RELATÓRIO DE PROJETOS DE INVESTIMENTOS 2º TRIMESTRE DE 2009

RELATÓRIO DE PROJETOS DE INVESTIMENTOS 2º TRIMESTRE DE 2009 PSBJ- Programa de Saneamento da Barra da Tijuca, Jacarepaguá e Recreio dos Bandeirantes RELATÓRIO DE PROJETOS DE INVESTIMENTOS 2º TRIMESTRE DE 2009 As obras (tanto as concluídas quanto as em andamento)

Leia mais

Clipping Vendas de imóveis caem 36,5%

Clipping Vendas de imóveis caem 36,5% Vendas de imóveis caem 36,5% 4438298 - DCI - SERVIÇOS - SÃO PAULO - SP - 16/07/2014 - Pág A8 O mercado imobiliário na capital paulista segue com queda nas vendas em 2014 na comparação com 2013, influenciado

Leia mais

Projeto PLADE (JICA) Foz do Rio Itajaí-Açu. Por: Dr. João Luiz Baptista de Carvalho

Projeto PLADE (JICA) Foz do Rio Itajaí-Açu. Por: Dr. João Luiz Baptista de Carvalho Projeto PLADE (JICA) Foz do Rio Itajaí-Açu Por: Dr. João Luiz Baptista de Carvalho Para a região da foz do Itajaí-Açu Melhoramento fluvial ao longo do rio Itajaí; Canal extravasor; Melhoramento fluvial

Leia mais

PROGRAMA ESTADUAL DE PARCERIAS PÚBLICO-PRIVADAS PRIVADAS (PPP) Primeiro Semestre de 2006

PROGRAMA ESTADUAL DE PARCERIAS PÚBLICO-PRIVADAS PRIVADAS (PPP) Primeiro Semestre de 2006 PROGRAMA ESTADUAL DE PARCERIAS PÚBLICO-PRIVADAS PRIVADAS (PPP) Primeiro Semestre de 2006 MOMENTO ATUAL / AVANÇOS Discussão sobre PPP Processo muito rico, inserido na discussão sobre a retomada do desenvolvimento

Leia mais

Obras do Sistema de Esgotamento Sanitário Rondonópolis MT

Obras do Sistema de Esgotamento Sanitário Rondonópolis MT Obras do Sistema de Esgotamento Sanitário Rondonópolis MT Sistema Condominial de Esgotamento Sanitário Elmo Locatelli Ltda. PAC/BNDES BACIA C Jardim Esmeralda Vila Planalto Jardim Novo Horizonte BACIA

Leia mais

Portfólio. Elaboração do projeto básico para implantação de esteiras rolantes para o túnel deligação entre as Estações Consolação e Paulista.

Portfólio. Elaboração do projeto básico para implantação de esteiras rolantes para o túnel deligação entre as Estações Consolação e Paulista. 44 Elaboração de projeto básico de sistemas auxiliares da Linha 5 Lilás. Descrição dos Serviços: Elaboração de projeto básico de sistemas auxiliares do trecho Campo Belo-Chácara Klabin da Linha 5 Lilás,

Leia mais

Ligação Santos Guarujá Alternativa em Túnel Imerso

Ligação Santos Guarujá Alternativa em Túnel Imerso Ligação Santos Guarujá Alternativa em Túnel Imerso Tarcísio B. Celestino Comitê Brasileiro de Túneis Instituto de Engenharia de São Paulo 22/09/2011 Por que Túneis? Tipos de Travessias Balsa Ponte Túnel

Leia mais

Plano Diretor Estratégico de São Paulo e Reflexos nos Negócios Imobiliários. Rodrigo Bicalho

Plano Diretor Estratégico de São Paulo e Reflexos nos Negócios Imobiliários. Rodrigo Bicalho Plano Diretor Estratégico de São Paulo e Reflexos nos Negócios Imobiliários Rodrigo Bicalho Objetivos do Plano Aproximar local de residência e trabalho Concentrar o adensamento nos eixos de transporte

Leia mais

1. Introdução... 1. 1.1. Ações já Realizadas... 2. 2. Justificativa... 3. 3. Objetivos... 5. 4. Área de Abrangência... 6. 5. Metodologia...

1. Introdução... 1. 1.1. Ações já Realizadas... 2. 2. Justificativa... 3. 3. Objetivos... 5. 4. Área de Abrangência... 6. 5. Metodologia... Fortuna II PROGRAMAS AMBIENTAIS 5.10 Programa de Segurança e Alerta NOV/2013 CAPA ÍNDICE GERAL 1. Introdução... 1 1.1. Ações já Realizadas... 2 2. Justificativa... 3 3. Objetivos... 5 4. Área de Abrangência...

Leia mais

BOA GOVERNANÇA PARA GESTÃO SUSTENTÁVEL DAS ÁGUAS URBANAS PROGRAMA DRENURBS

BOA GOVERNANÇA PARA GESTÃO SUSTENTÁVEL DAS ÁGUAS URBANAS PROGRAMA DRENURBS BOA GOVERNANÇA PARA GESTÃO SUSTENTÁVEL DAS ÁGUAS URBANAS PROGRAMA DRENURBS Um programa para integrar objetivos ambientais e sociais na gestão das águas Superintendência de Desenvolvimento da Capital -

Leia mais

Como comprar o seu imóvel. Um jeito único de vender.

Como comprar o seu imóvel. Um jeito único de vender. Como comprar o seu imóvel Um jeito único de vender. NOSSA MISSÃO A Impacto Engenharia investe constantemente em um relacionamento mais estreito com seus clientes e assim oferece um jeito único de servir,

Leia mais

SISTEMA BACIA DE CONTENÇÃO (BACON) RHODIA POLIAMIDA E ESPECIALIDADES USINA QUÍMICA DE PAULÍNIA - NOV/07

SISTEMA BACIA DE CONTENÇÃO (BACON) RHODIA POLIAMIDA E ESPECIALIDADES USINA QUÍMICA DE PAULÍNIA - NOV/07 SISTEMA BACIA DE CONTENÇÃO (BACON) RHODIA POLIAMIDA E ESPECIALIDADES USINA QUÍMICA DE PAULÍNIA - NOV/07 1 SISTEMA BACON: OBJETIVO O BACON (BAcia de CONtenção) é um Sistema de Proteção para o Rio Atibaia

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO PREFEITURA DA CIDADE DE SÃO PAULO. Infraestrutura necessária para realização da Copa do Mundo FIFA 2014

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO PREFEITURA DA CIDADE DE SÃO PAULO. Infraestrutura necessária para realização da Copa do Mundo FIFA 2014 TM GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO PREFEITURA DA CIDADE DE SÃO PAULO Infraestrutura necessária para realização da Copa do Mundo FIFA 2014 SOLUÇÕES ENCAMINHADAS Constituição do COMITÊ PAULISTA (Grupo Executivo

Leia mais

Laudo Técnico referente à aplicação do Item 9.4.1 da Lei municipal 11228/92 da Prefeitura da Cidade de São Paulo para a operação com Gruas.

Laudo Técnico referente à aplicação do Item 9.4.1 da Lei municipal 11228/92 da Prefeitura da Cidade de São Paulo para a operação com Gruas. Laudo Técnico referente à aplicação do Item 9.4.1 da Lei municipal 11228/92 da Prefeitura da Cidade de São Paulo para a operação com Gruas. ELABORADO PELO GRUPO FORMADO PELO SINDUSCON, SECOVI, CBIC, LOCADORES,

Leia mais

Monitoramento Sismológico da UHE São José, RS. 4º Relatório Trimestral. Monitoramento Sismológico. Período: Outubro a Dezembro

Monitoramento Sismológico da UHE São José, RS. 4º Relatório Trimestral. Monitoramento Sismológico. Período: Outubro a Dezembro Monitoramento Sismológico da UHE São José, RS 4º Relatório Trimestral Monitoramento Sismológico Período: Outubro a Dezembro 2009 I. Introdução Seguindo as recomendações especificadas para o monitoramento,

Leia mais

Adensamento do tecido urbano e drenagem de águas pluviais Arquiteto Prof. Nestor Goulart Reis

Adensamento do tecido urbano e drenagem de águas pluviais Arquiteto Prof. Nestor Goulart Reis Adensamento do tecido urbano e drenagem de Arquiteto Prof. Nestor Goulart Reis Enchentes, no campo, são problemas naturais. Em áreas urbanas, são problemas sociais Nosso primeiro objetivo: origem dos problemas.

Leia mais

AF_Folheto Plantão_v3 Even.indd 1 08/06/10 20:00

AF_Folheto Plantão_v3 Even.indd 1 08/06/10 20:00 AF_Folheto Plantão_v3 Even.indd 1 08/06/10 20:00 morar na freguesia é diferente. Quem vive na Freguesia é apaixonado pelo bairro. Com um clima familiar e infraestrutura completa, a Freguesia é um dos mais

Leia mais

Operários soldam barras de aço de vários metros de comprimento na área do futuro Pátio de Manobras e Manutenção localizado na Rua Lacônia, na Zona

Operários soldam barras de aço de vários metros de comprimento na área do futuro Pátio de Manobras e Manutenção localizado na Rua Lacônia, na Zona Operários soldam barras de aço de vários metros de comprimento na área do futuro Pátio de Manobras e Manutenção localizado na Rua Lacônia, na Zona Sul de São Paulo. Ao fundo, os pilares de concreto do

Leia mais

Urban View. Urban Reports. Higienópolis: como o metrô de gente diferenciada influencia no mercado imobiliário

Urban View. Urban Reports. Higienópolis: como o metrô de gente diferenciada influencia no mercado imobiliário Urban View Urban Reports Higienópolis: como o metrô de gente diferenciada influencia no mercado imobiliário Programa Falando em dinheiro, coluna Minha cidade, meu jeito de morar e investir Rádio Estadão

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO BERNARDO DO CAMPO Secretaria de Habitação e Meio Ambiente Diretoria de Licenciamento e Avaliação Ambiental

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO BERNARDO DO CAMPO Secretaria de Habitação e Meio Ambiente Diretoria de Licenciamento e Avaliação Ambiental PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO BERNARDO DO CAMPO Secretaria de Habitação e Meio Ambiente Diretoria de Licenciamento e Avaliação Ambiental São Bernardo do Campo, 15 de maio de 2009. Introdução Tendo em

Leia mais

Concepção de instalações para o abastecimento de água

Concepção de instalações para o abastecimento de água Universidade Federal de Ouro Preto Escola de Minas Departamento de Engenharia Civil CIV 640 Saneamento Urbano Concepção de instalações para o abastecimento de água Prof. Aníbal da Fonseca Santiago Universidade

Leia mais

Sua vida merece esta novidade.

Sua vida merece esta novidade. Condomínio Acqua Foto Ilustrativa Sua vida merece esta novidade. Mudar é sempre um grande passo. Agora imagine mudar para um lugar onde sua família terá tudo que precisa para ser feliz e viver com conforto,

Leia mais

PRIDE IPIRANGA RELATÓRIO DE ANDAMENTO DAS OBRAS CIVIS PERÍODO OUTUBRO DE 2015

PRIDE IPIRANGA RELATÓRIO DE ANDAMENTO DAS OBRAS CIVIS PERÍODO OUTUBRO DE 2015 PERÍODO OUTUBRO DE 2015 Andamento das Obras Execução dos barracões e Mobilização de canteiro de obras quantidade a executar 70% - quantidade acumulada ao final do período 70%; Durante o período executaremos

Leia mais

Vulnerabilidade em área de Risco: O que fazer? - CBCS 08/03/2010. CBCS - Vulnerabilidade em área de risco: O que fazer?

Vulnerabilidade em área de Risco: O que fazer? - CBCS 08/03/2010. CBCS - Vulnerabilidade em área de risco: O que fazer? CBCS - Vulnerabilidade em área de risco: O que fazer? PREFEITO GILBERTO KASSAB SECRETARIA DAS SUBPREFEITURAS 11.500 funcionários zelando pela cidade 31 subprefeituras ATUAÇÃO: Uso e ocupação do solo Obras

Leia mais

Urban View. Urban Reports. Fielzão e seu impacto na zona Leste

Urban View. Urban Reports. Fielzão e seu impacto na zona Leste Urban View Urban Reports Fielzão e seu impacto na zona Leste Programa Falando em dinheiro, coluna Minha cidade, meu jeito de morar e investir Rádio Estadão ESPN Itaquera acordou com caminhões e tratores

Leia mais

REGULAMENTO PARA CREDENCIAMENTO DE EMPRESAS INTERESSADAS NA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE TRANSMISSÃO, PARA GERENCIAMENTO E DIVULGAÇÃO DE DADOS

REGULAMENTO PARA CREDENCIAMENTO DE EMPRESAS INTERESSADAS NA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE TRANSMISSÃO, PARA GERENCIAMENTO E DIVULGAÇÃO DE DADOS REGULAMENTO PARA CREDENCIAMENTO DE EMPRESAS INTERESSADAS NA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE TRANSMISSÃO, PARA GERENCIAMENTO E DIVULGAÇÃO DE DADOS INFORMATIVOS SOBRE A OPERAÇÃO DO SISTEMA METROVIÁRIO DA COMPANHIA

Leia mais

Operação Urbana Porto Maravilha

Operação Urbana Porto Maravilha Operação Urbana Porto Maravilha AGENDA 1. VISÃO GERAL DO PROJETO PORTO MARAVILHA 2. MODELAGEM FINANCEIRA 1. ARCABOUÇO JURÍDICO 2. ESTUDOS TÉCNICOS 3. MODELAGEM DA PPP 4. RECEITAS X DESPESAS 5. LEILÃO DOS

Leia mais

AHE SIMPLÍCIO QUEDA ÚNICA* Luiz Antônio Buonomo de PINHO Gerente / Engenheiro Civil Furnas Centrais Elétricas S. A.

AHE SIMPLÍCIO QUEDA ÚNICA* Luiz Antônio Buonomo de PINHO Gerente / Engenheiro Civil Furnas Centrais Elétricas S. A. AHE SIMPLÍCIO QUEDA ÚNICA* Luiz Antônio Buonomo de PINHO Gerente / Engenheiro Civil Furnas Centrais Elétricas S. A. Rogério Sales GÓZ Gerente / Engenheiro Civil Furnas Centrais Elétricas S. A. Brasil RESUMO

Leia mais

9-A Mobilidade urbana e o direito à cidade

9-A Mobilidade urbana e o direito à cidade Texto 9 Mobilidade Urbana 9-A Mobilidade urbana e o direito à cidade O debate sobre a mobilidade urbana pressupõe o direito à cidade e o acesso aos serviços que nela são oferecidos. http://brasilesco.l

Leia mais

PLANOS DE NEGÓCIO DAS OPERADORAS METROPOLITANAS. NEGÓCIOS NOS TRILHOS 2008 04 a 06 de Novembro Expo Center Norte Pavilhão Vermelho São Paulo - SP

PLANOS DE NEGÓCIO DAS OPERADORAS METROPOLITANAS. NEGÓCIOS NOS TRILHOS 2008 04 a 06 de Novembro Expo Center Norte Pavilhão Vermelho São Paulo - SP 1 PLANOS DE NEGÓCIO DAS OPERADORAS METROPOLITANAS NEGÓCIOS NOS TRILHOS 2008 04 a 06 de Novembro Expo Center Norte Pavilhão Vermelho São Paulo - SP Rede Atual de Metrô 2 Rede Atual 3 Atual Extensão 61,3

Leia mais

TÚNEL RASO SOB FUNDAÇÕES DIRETAS DE EDIFICAÇÃO NO PACAEMBÚ, SÃO PAULO : UM CASO PRÁTICO DE UTILIZAÇÃO DE CONCRETO PROJETADO COM FIBRAS DE AÇO

TÚNEL RASO SOB FUNDAÇÕES DIRETAS DE EDIFICAÇÃO NO PACAEMBÚ, SÃO PAULO : UM CASO PRÁTICO DE UTILIZAÇÃO DE CONCRETO PROJETADO COM FIBRAS DE AÇO TÚNEL RASO SOB FUNDAÇÕES DIRETAS DE EDIFICAÇÃO NO PACAEMBÚ, SÃO PAULO : UM CASO PRÁTICO DE UTILIZAÇÃO DE CONCRETO PROJETADO COM FIBRAS DE AÇO ROBERTO KOCHEN 1 ; ALBERTO CASATI ZIRLIS 2 & CAIRBAR AZZI PITTA

Leia mais

ATIVIDADE 03 POR água ABAIXO!

ATIVIDADE 03 POR água ABAIXO! ATIVIDADE 03 POR água ABAIXO! A água, elemento fundamental para a sobrevivência humana, foi motivo de muitos problemas para os moradores da Regional Norte. Além das dificuldades que eles tiveram de enfrentar

Leia mais

Vistoria Cautelar de Vizinhança. Eng..o Civil José Fidelis Augusto Sarno

Vistoria Cautelar de Vizinhança. Eng..o Civil José Fidelis Augusto Sarno Eng..o Civil José Fidelis Augusto Sarno Apresentação dos principais tópicos da legislação que rege a matéria; Procedimentos para a realização da Vistoria; Tópicos do Relatório; Apresentação de casos práticos

Leia mais

Entrevista n.º 7. 2. Quais são as suas responsabilidades em termos de higiene e segurança?

Entrevista n.º 7. 2. Quais são as suas responsabilidades em termos de higiene e segurança? Entrevista n.º 7 Empresa: Alberto Rites Lda. Entidade patronal 1. A segurança e a higiene do trabalho, bem como a protecção da saúde fazem parte integrante dos princípios que regem a empresa? Quais são

Leia mais

Mapa das Vias não concluídas Fonte: Jornal O Globo, caderno Barra, pág. 10.

Mapa das Vias não concluídas Fonte: Jornal O Globo, caderno Barra, pág. 10. 5 INFRA-ESTRUTURA Alguns aspectos relacionados à infra-estrutura local merecem destaque, principalmente por serem de grande importância para a continuidade do desenvolvimento sustentado da Barra da Tijuca.

Leia mais

2 problemas principais podem requerer tratamento: Permeabilidade / Fluxo na Fundação e Ombreiras Conceitos e critérios diferentes para:

2 problemas principais podem requerer tratamento: Permeabilidade / Fluxo na Fundação e Ombreiras Conceitos e critérios diferentes para: IBC BRASIL Prof. Dr. Roberto Kochen Diretor Técnico Dezembro/2009 55 11 4195- FUNDAÇÔES DE BARRAGENS 2 problemas principais podem requerer tratamento: Deformabilidade Permeabilidade / Fluxo na Fundação

Leia mais

Costa Fortuna Fundações e Construções

Costa Fortuna Fundações e Construções Portfólio 1 2 Costa Fortuna Costa Fortuna Fundações e Construções A Costa Fortuna Fundações e Construções Ltda opera no mercado de fundações e contenções e tem por filosofia o desenvolvimento empresarial

Leia mais

Unidade 06 - NOÇÕES SOBRE ESCAVAÇÕES SUBTERRÂNEAS TÚNEIS

Unidade 06 - NOÇÕES SOBRE ESCAVAÇÕES SUBTERRÂNEAS TÚNEIS Unidade 06 - NOÇÕES SOBRE ESCAVAÇÕES SUBTERRÂNEAS TÚNEIS 6.1 - Introdução Na abordagem, neste curso de Engenharia Civil, das noções básicas sobre as escavações subterrâneas e os elementos de Engenharia

Leia mais

Falta de água e excesso de água

Falta de água e excesso de água Falta de água e excesso de água Quando era aluno na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, o professor doutor José Meiches era Secretário de Obras Públicas do Estado de São Paulo em seu primeiro

Leia mais

Vistoria da vizinhança

Vistoria da vizinhança Vistoria da vizinhança Grupo de Materiais de Construção 1 INTRODUÇÃO: Vistoria Preventiva Laudo de vizinhança apura estado de conservação de imóveis próximos ao canteiro de obras e atua como garantia a

Leia mais

SEMINÁRIO ENCHENTES NA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO SITUAÇÃO ATUAL DA CALHA DO RIO TIETÊ

SEMINÁRIO ENCHENTES NA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO SITUAÇÃO ATUAL DA CALHA DO RIO TIETÊ SEMINÁRIO ENCHENTES NA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO SITUAÇÃO ATUAL DA CALHA DO RIO TIETÊ 10 de novembro de 2009 DAS CHEIAS ÀS INUNDAÇÕES Em meados do século XIX, surgem os primeiros registros da transformação

Leia mais

Poços de Grande Diâmetro. Carlos Augusto Campanhã CJC Engenharia / Figueiredo Ferraz

Poços de Grande Diâmetro. Carlos Augusto Campanhã CJC Engenharia / Figueiredo Ferraz Poços de Grande Diâmetro Carlos Augusto Campanhã CJC Engenharia / Figueiredo Ferraz Poços de Grande Diâmetro Poços executados essencialmente com: Tela metálica Concreto projetado Diâmetro de escavação

Leia mais

Job 150904 Setembro / 2015

Job 150904 Setembro / 2015 Job 50904 Setembro / Metodologia TÉCNICA DE LEVANTAMENTO DE DADOS: Entrevistas pessoais com questionário estruturado. LOCAL DA PESQUISA: Município de São Paulo. UNIVERSO: Moradores de 6 anos ou mais de

Leia mais

AS PRINCIPAIS MUDANÇAS PROPOSTAS PELA PREFEITURA DE SÃO PAULO PARA O NOVO PLANO DIRETOR ESTRATÉGICO DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO

AS PRINCIPAIS MUDANÇAS PROPOSTAS PELA PREFEITURA DE SÃO PAULO PARA O NOVO PLANO DIRETOR ESTRATÉGICO DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO AS PRINCIPAIS MUDANÇAS PROPOSTAS PELA PREFEITURA DE SÃO PAULO PARA O NOVO PLANO DIRETOR ESTRATÉGICO DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO Marcia Heloisa P. S. Buccolo, consultora jurídica de Edgard Leite Advogados

Leia mais

INOVAÇÃO TECNOLÓGICA PARA O DESENVOLVIMENTO NACIONAL

INOVAÇÃO TECNOLÓGICA PARA O DESENVOLVIMENTO NACIONAL INOVAÇÃO TECNOLÓGICA PARA O DESENVOLVIMENTO NACIONAL Ponte Octávio Frias de Oliveira - SP Ponte sobre o rio Negro - AM Ponte estaiada Octavio Frias de Oliveira (São Paulo - SP) Construtora: O.A.S Projeto

Leia mais

3.1. Prolongamento da Avenida Jornalista Roberto Marinho via túnel

3.1. Prolongamento da Avenida Jornalista Roberto Marinho via túnel 3. CARACTERIZAÇÃO DOS EMPREENDIMENTOS Este capítulo apresenta as principais características das obras propostas para o prolongamento da Avenida Roberto Marinho via túnel e o Parque Linear com vias locais,

Leia mais

Material preliminar sujeito a alterações

Material preliminar sujeito a alterações Uma região privilegiada, cercada por algumas das mais importantes vias de acesso como as avenidas Ibirapuera, Rubem Berta, Indianópolis, Av. Dos Bandeirantes, entre outras que ligam o bairro a toda a cidade.

Leia mais

O Tangará é um pássaro característico da região sudeste paulista que tem seu nome derivado de duas palavras da língua tupi que significam andar em

O Tangará é um pássaro característico da região sudeste paulista que tem seu nome derivado de duas palavras da língua tupi que significam andar em O Tangará é um pássaro característico da região sudeste paulista que tem seu nome derivado de duas palavras da língua tupi que significam andar em volta. Por isso, é considerado um verdadeiro acrobata.

Leia mais

GEOFÍSCA MÉTODOS SÍSMICOS MÉTODOS POTENCIAIS MÉTODOS GEOELÉTRICOS MÉTODOS GEOTÉRMICOS REFLEXÃO REFRAÇÃO GRAVIMETRIA MAGNETOMETRIA

GEOFÍSCA MÉTODOS SÍSMICOS MÉTODOS POTENCIAIS MÉTODOS GEOELÉTRICOS MÉTODOS GEOTÉRMICOS REFLEXÃO REFRAÇÃO GRAVIMETRIA MAGNETOMETRIA 28 de maio de 2013 GEOFÍSCA MÉTODOS SÍSMICOS REFLEXÃO REFRAÇÃO MÉTODOS POTENCIAIS GRAVIMETRIA MAGNETOMETRIA MÉTODOS GEOELÉTRICOS POLARIZAÇÃO INDUZIDA ELETRORRESISTIVIDADE POTENCIAL ESPONTÂNEO RADAR DE

Leia mais

ESPELHO DE EMENDA INICIATIVA

ESPELHO DE EMENDA INICIATIVA SISTEMA DE ELABORAÇÃO DE S ÀS LEIS ORÇAMENTÁRIAS ESPELHO DE 001 - Construção do Contorno Ferroviário de Curitiba AUTOR DA Luciano Ducci 37050001 539 0141 - Promover a expansão da malha ferroviária federal

Leia mais

Delimitação de Áreas em Alto e Muito Alto Risco a Enchentes e Movimentos de Massa no Município de Campinas São Paulo - Maio 2013

Delimitação de Áreas em Alto e Muito Alto Risco a Enchentes e Movimentos de Massa no Município de Campinas São Paulo - Maio 2013 Delimitação de Áreas em Alto e Muito Alto Risco a Enchentes e Movimentos de Massa no Município de Campinas São Paulo - Maio 2013 Introdução e Objetivos Anualmente inúmeros desastres decorrentes de eventos

Leia mais

Parcerias Público- Privadas do Rio de Janeiro. Gustavo Guerrante. 30 de novembro de 2015

Parcerias Público- Privadas do Rio de Janeiro. Gustavo Guerrante. 30 de novembro de 2015 Parcerias Público- Privadas do Rio de Janeiro Gustavo Guerrante 30 de novembro de 2015 Prefeitura do Rio de Janeiro Secretaria Especial de Concessões e Parcerias Público-Privadas Em 2009, institucionalizou-se

Leia mais

INSTRUMENTO DA OPERAÇÃO URBANA ÁGUA BRANCA

INSTRUMENTO DA OPERAÇÃO URBANA ÁGUA BRANCA INSTRUMENTO DA OPERAÇÃO URBANA ÁGUA BRANCA LOCALIZAÇÃO E CONTEXTO Jundiaí Campinas Rio de Janeiro Sorocaba Guarulhos OUC AB Congonhas CPTM E METRÔ: REDE EXISTENTE E PLANEJADA OUC AB SISTEMA VIÁRIO ESTRUTURAL

Leia mais

RESIDENCIAL SANTA MONICA MEMORIAL DESCRITIVO ANEXO I

RESIDENCIAL SANTA MONICA MEMORIAL DESCRITIVO ANEXO I RESIDENCIAL SANTA MONICA MEMORIAL DESCRITIVO ANEXO I CONTRATO N.º ANEXO I MEMORIAL DESCRITIVO DO RESIDENCIAL SANTA MÔNICA A INFRAESTRUTURA DE IMPLANTAÇÃO DO LOTEAMENTO RESIDENCIAL SANTA MONICA OBEDECERÁ

Leia mais

Por que é importante um relatório técnico das condições da vizinhança? Por que é importante um relatório técnico das condições da vizinhança?

Por que é importante um relatório técnico das condições da vizinhança? Por que é importante um relatório técnico das condições da vizinhança? Universidade Federal do Espírito Santo Centro Tecnológico Departamento de Engenharia Civil Tecnologia da Construção Civil I Execução de edificações Serviços preliminares Elementos de prospecção geotécnica

Leia mais

Secretaria Municipal de Obras. secretário Alexandre Pinto

Secretaria Municipal de Obras. secretário Alexandre Pinto Secretaria Municipal de Obras secretário Alexandre Pinto Investimentos recordes e precisos Obras em andamento R$ 5,5 bilhões Obras em licitação R$ 2 bilhões Obras a licitar R$ 190 milhões R$ 8,1 bilhões

Leia mais

Paredes Diafragma moldadas in loco

Paredes Diafragma moldadas in loco Paredes Diafragma moldadas in loco Breve descrição das etapas executivas Introdução A parede diafragma moldada in loco é um elemento de fundação e/ou contenção moldada no solo, realizando no subsolo um

Leia mais

Centro Educacional Juscelino Kubitschek

Centro Educacional Juscelino Kubitschek Centro Educacional Juscelino Kubitschek ALUNO: N.º: DATA: / /2011 ENSINO FUNDAMENTAL SÉRIE: 6ª série/7 ano TURMA: TURNO: DISCIPLINA: GEOGRAFIA PROFESSOR: Equipe de Geografia Roteiro e lista de Recuperação

Leia mais

NORMA AMBIENTAL VALEC Nº 6 EXTRAÇÃO DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO

NORMA AMBIENTAL VALEC Nº 6 EXTRAÇÃO DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO VALEC NAVA - 06 1 de 8 NORMA AMBIENTAL VALEC Nº 6 EXTRAÇÃO DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO VALEC NAVA - 06 2 de 8 NORMA AMBIENTAL VALEC Nº 6 EXTRAÇÃO DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO SUMÁRIO 1. OBJETIVO... 2 2. DEFINIÇÕES...

Leia mais

ABAS Associação Brasileira de Águas Subterrâneas QUALIFICAÇÃO DE EMPRESAS NAS ATIVIDADES DE HIDROGEOLOGIA E ÁGUAS SUBTERRÂNEAS

ABAS Associação Brasileira de Águas Subterrâneas QUALIFICAÇÃO DE EMPRESAS NAS ATIVIDADES DE HIDROGEOLOGIA E ÁGUAS SUBTERRÂNEAS ABAS Associação Brasileira de Águas Subterrâneas QUALIFICAÇÃO DE EMPRESAS NAS ATIVIDADES DE HIDROGEOLOGIA E ÁGUAS SUBTERRÂNEAS CREDENCIAMENTO E SELO DE QUALIDADE Prezado(a) Colega, Segue abaixo o manual

Leia mais

A NOVA GERAÇÃO DE OBRAS SISTEMA PREMIERE

A NOVA GERAÇÃO DE OBRAS SISTEMA PREMIERE A NOVA GERAÇÃO DE OBRAS SISTEMA PREMIERE Esta inovação faz nascer a técnica industrial aplicada a construção no Brasil SISTEMA DE CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL A Construção Sustentável Premiere representa uma

Leia mais

Bairros Cota na Serra do

Bairros Cota na Serra do Geotecnia Ambiental Bairros Cota na Serra do Mar em Cubatão riscos em ebulição e planos de ação em andamento Os bairros localizados nas encostas da Serra do Mar, na cidade de Cubatão, passam por um processo

Leia mais

SISTEMAS DE TRATAMENTO DE ESGOTOS SANITÁRIOS PROJETO, IMPLANTAÇÃO E OPERAÇÃO DA ETE - ROTEIRO DO ESTUDO

SISTEMAS DE TRATAMENTO DE ESGOTOS SANITÁRIOS PROJETO, IMPLANTAÇÃO E OPERAÇÃO DA ETE - ROTEIRO DO ESTUDO SISTEMAS DE TRATAMENTO DE ESGOTOS SANITÁRIOS PROJETO, IMPLANTAÇÃO E OPERAÇÃO DA ETE - ROTEIRO DO ESTUDO Projetos de interceptor, emissário por gravidade, estação elevatória de esgoto e linha de recalque,

Leia mais

Estado do Rio de Janeiro Prefeitura Municipal de Paracambi Secretaria Municipal de Planejamento

Estado do Rio de Janeiro Prefeitura Municipal de Paracambi Secretaria Municipal de Planejamento Projeto de recuperação, ampliação e manutenção das Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs) dos bairros da Guarajuba, Jardim Nova Era e Lages, no município de Paracambi -RJ LIMITES DE PARACAMBI DADOS GERAIS

Leia mais

AVALIAÇÃO DE RISCOS EM OBRAS DE INFRAESTRUTURA URBANA NAS ETAPAS DE CONTENÇÃO, FUNDAÇÃO E ESCAVAÇÃO. Marisa Fujiko Nagano 1. Hugo Sefrian Peinado 2

AVALIAÇÃO DE RISCOS EM OBRAS DE INFRAESTRUTURA URBANA NAS ETAPAS DE CONTENÇÃO, FUNDAÇÃO E ESCAVAÇÃO. Marisa Fujiko Nagano 1. Hugo Sefrian Peinado 2 7 e 8 Novembro 2012 AVALIAÇÃO DE RISCOS EM OBRAS DE INFRAESTRUTURA URBANA NAS ETAPAS DE CONTENÇÃO, FUNDAÇÃO E ESCAVAÇÃO Marisa Fujiko Nagano 1 Hugo Sefrian Peinado 2 Generoso De Angelis Neto 3 RESUMO O

Leia mais

Estruturas Metálicas

Estruturas Metálicas Estruturas Metálicas Projeto Supervisão Gerenciamento Acompanhamento de obra Ginásio do Ibirapuera Introdução A Figueiredo Ferraz é uma empresa nacional, com mais de setenta anos de experiência no desenvolvimento

Leia mais

Visivelmente, o mercado de imóveis no País está em pleno crescimento basta olhar para os lados...para frente...para trás... Alguns questionamentos:

Visivelmente, o mercado de imóveis no País está em pleno crescimento basta olhar para os lados...para frente...para trás... Alguns questionamentos: Gunther Calvente Grineberg Maio 2011 Mercado Visivelmente, o mercado de imóveis no País está em pleno crescimento basta olhar para os lados...para frente...para trás... Alguns questionamentos: Alguém conhece

Leia mais

Comitê Municipal de Mudanças do Clima e Ecoeconomia Grupo de Trabalho Sustentabilidade nos Transportes Ata da 6ª Reunião, ocorrida em 14/ 09/ 2010

Comitê Municipal de Mudanças do Clima e Ecoeconomia Grupo de Trabalho Sustentabilidade nos Transportes Ata da 6ª Reunião, ocorrida em 14/ 09/ 2010 Comitê Municipal de Mudanças do Clima e Ecoeconomia Grupo de Trabalho Sustentabilidade nos Transportes Ata da 6ª Reunião, ocorrida em 14/ 09/ 2010 Presentes: Fernando H. Gasperini SMDU Adriana Lopes Schneider

Leia mais

DER/PR ES-OA 06/05 OBRAS DE ARTE ESPECIAIS: ESCORAMENTOS

DER/PR ES-OA 06/05 OBRAS DE ARTE ESPECIAIS: ESCORAMENTOS DER/PR ES-OA 06/05 OBRAS DE ARTE ESPECIAIS: ESCORAMENTOS Departamento de Estradas de Rodagem do Estado do Paraná - DER/PR Avenida Iguaçu 420 CEP 80230 902 Curitiba Paraná Fone (41) 3304 8000 Fax (41) 3304

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO Escola de Minas DECIV Patologia das Construções. Patologia das Fundações

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO Escola de Minas DECIV Patologia das Construções. Patologia das Fundações UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO Escola de Minas DECIV Patologia das Construções Patologia das Fundações ETAPAS IMPORTANTES: Determinar o número de furos de sondagem, bem como a sua localização; Analisar

Leia mais

na Engenharia CONSTRUÇÃO CIVIL TRANSPORTE ENGENHARIA ENGENHARIA

na Engenharia CONSTRUÇÃO CIVIL TRANSPORTE ENGENHARIA ENGENHARIA SUCESSOS /2008 E ACIDENTES TRANSPORTE na Engenharia ROBERTO KOCHEN* FOTO: LEONARDO MOREIRA/rEVISTA Este artigo baseia-se na palestra do autor no evento O Momento Atual da Engenharia Brasileira, realizado

Leia mais

HISTÓRICO DA IMPERMEABILIZAÇÃO NO METRO DE SÃO PAULO. HUGO CÁSSIO ROCHA METRÔ -SP hcrocha@metrosp.com.br

HISTÓRICO DA IMPERMEABILIZAÇÃO NO METRO DE SÃO PAULO. HUGO CÁSSIO ROCHA METRÔ -SP hcrocha@metrosp.com.br HISTÓRICO DA IMPERMEABILIZAÇÃO NO METRO DE SÃO PAULO HUGO CÁSSIO ROCHA METRÔ -SP hcrocha@metrosp.com.br SUMÁRIO 1. Introdução 2. Anos 70 -Linha 1 -Azul- Sistemas impermeabilizantes 3. Anos 80 Linha 3 Vermelha-

Leia mais

ADEMI - Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário. Engarrafamentos na Barra podem triplicar

ADEMI - Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário. Engarrafamentos na Barra podem triplicar Page 1 of 5 Página Principal Sala de Imprensa ADEMI na Imprensa mapa do site fale conosco ADEMI na Imprensa Conheça nossos Sócios ADEMI ADEMI em foco Seja Sócio Sala de Imprensa Pesquisa ADEMI do Mercado

Leia mais

Equipamentos Públicos

Equipamentos Públicos Equipamentos Públicos 1 Como fiscalizar Conheça o método de fiscalização das obras dos Fóruns da Bahia Vistoria dos Fóruns de Itabuna e Vitória da Conquista envolve compatibilização dos projetos por meio

Leia mais

O projeto abastecerá, de forma direta, 84 (oitenta e quatro) famílias, e também conectará, nos nós 5 e 7 na planta, a outra rede existente.

O projeto abastecerá, de forma direta, 84 (oitenta e quatro) famílias, e também conectará, nos nós 5 e 7 na planta, a outra rede existente. SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA PICADA ARROIO DO MEIO ARROIO DO MEIO / RS MEMORIAL DESCRITIVO 1. Considerações preliminares O presente projeto visa à implantação de melhorias no sistema de abastecimento

Leia mais

DIEESE Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos CONTRIBUIÇÃO PARA A CONSULTA PÚBLICA Nº: 019/2014

DIEESE Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos CONTRIBUIÇÃO PARA A CONSULTA PÚBLICA Nº: 019/2014 DIEESE Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos CONTRIBUIÇÃO PARA A CONSULTA PÚBLICA Nº: 019/2014 A NT 106-14 apresenta uma série de elementos que são pertinentes à questão da

Leia mais

RELATÓRIO DE PROJETOS DE INVESTIMENTOS 3º TRIMESTRE DE 2009

RELATÓRIO DE PROJETOS DE INVESTIMENTOS 3º TRIMESTRE DE 2009 PSBJ- Programa de Saneamento da Barra da Tijuca, Jacarepaguá e Recreio dos Bandeirantes RELATÓRIO DE PROJETOS DE INVESTIMENTOS 3º TRIMESTRE DE 2009 As obras (tanto as concluídas quanto as em andamento)

Leia mais

Nesta oportunidade, confirmo que estes projetos estão fundamentados em Estudos, Estatísticas e Opiniões de Cidadãos domiciliados no bairro.

Nesta oportunidade, confirmo que estes projetos estão fundamentados em Estudos, Estatísticas e Opiniões de Cidadãos domiciliados no bairro. Barueri, 21 de Setembro de 2009. Ilustríssimo Senhor Rubens Furlan PREFEITO DE BARUERI Ref: Projetos do 1 Conselho Gestor de Segurança da Aldeia de Barueri Venho à presença de Vossa Excelência apresentar

Leia mais