Cezar Augusto Rodrigues Costa Desembargador Relator

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Cezar Augusto Rodrigues Costa Desembargador Relator"

Transcrição

1 AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº ª VARA DE ORFÃOS E SUCESSÕES DA COMARCA DA CAPITAL AGRAVANTE: HORACIO ANTUNES FERREIRA NETO AGRAVADO 1: ZILMAR LEMOS DE ALMEIDA AGRAVADO 2: LISE MARIA FARINA BIANCHI RELATOR: DES. CEZAR AUGUSTO RODRIGUES COSTA AGRAVO DE INSTRUMENTO. AÇÃO DE INVENTÁRIO. PERÍCIA DE IMÓVEIS. LAUDO PERICIAL INCOMPLETO. FUNDAMENTAÇÃO RASA. NECESSIDADE REALIZAÇÃO DE NOVA AVALIAÇÃO PELA FORMA DIRETA. DECISÃO GUERREADA QUE MERECE REFORMA. Inicialmente temos que para a realização de perícia neste tipo de questão se faz necessário que o avaliador realize a diligência adentrando no local a fim de que esta possa atestar a real condição em que se encontra o bem. Portanto, não se pode conceber a hipótese de o perito realizar a função que lhe foi destinada partindo de um simples e restrito exame, sem que ocorra uma avaliação na forma direta, que seja criteriosa, detalhada, fundamentada, com apresentação de fotos do local e também levando em consideração os documentos referentes ao bem trazidos aos autos pelas partes. Isto porque apenas deste modo será averiguada a situação real do imóvel para que se possa aferir seu valor de mercado. Diante do exposto, VOTO EM CONHECER E DAR PROVIMENTO AO RECURSO. Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº em que é Agravante HORACIO ANTUNES FERREIRA NETO e Agravados ZILMAR LEMOS DE ALMEIDA e LISE MARIA FARINA BIANCHI. ACORDAM os Desembargadores da Oitava Câmara Cível, por unanimidade, em CONHECER DO RECURSO E DAR-LHE PROVIMENTO, nos termos do voto do Desembargador Relator. Rio de Janeiro, 11 de março de Cezar Augusto Rodrigues Costa Desembargador Relator 8ª CC FMGG AG Nº /6

2 AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº ª VARA DE ORFÃOS E SUCESSÕES DA COMARCA DA CAPITAL AGRAVANTE: HORACIO ANTUNES FERREIRA NETO AGRAVADO 1: ZILMAR LEMOS DE ALMEIDA AGRAVADO 2: LISE MARIA FARINA BIANCHI RELATOR: DES. CEZAR AUGUSTO RODRIGUES COSTA RELATÓRIO Trata-se agravo de instrumento interposto contra decisão, fls. 06, nos seguintes termos: Fls. 790/792. Trata-se de impugnação aos mandados de avaliação acostados às fls. 779 e 781, sob o fundamento de que o imóvel situado na Barra da Tijuca possui valor muito superior ao encontrado pelo Avaliador Judicial e tampouco foi mencionado pelo Avaliador de forma clara os fundamentos da avaliação e a forma pela qual foi esta elaborada. Que, quanto ao imóvel situado em Ipanema, tendo a avaliação chegado a quantia correspondente a R$ ,00, a mesma não procede, pois trata-se de bem que foi doado em vida e que deve ser trazido à colação, considerando a data da liberalidade. Quanto ao imóvel situado na Barra da Tijuca, em face dos esclarecimentos técnicos apresentados pelo Avaliador Judicial às fls. 804/806, está devidamente comprovado que a avaliação realizada pelo Avaliador corresponde ao valor de mercado, devendo desta forma ser rejeitada a impugnação que foi apresentada sem qualquer dado objetivo e mediante simples alegações. Quanto ao bem imóvel situado em Ipanema, analisando a decisão de fls. 701 e valor encontrado pelo expert no mesmo ano, conforme fls. 727 e 781, procede a impugnação, uma vez que deve ser considerado o valor do bem na data da liberalidade e não o valor de mercado atual. Isto posto, retornem ao Avaliador Judicial para que proceda nova avaliação do bem situado em Ipanema, considerando a decisão prolatada e acostada às fls. 701 Em razões recursais alega o recorrente, em síntese, que o juízo a quo não agiu corretamente ao rejeitar a impugnação com relação ao imóvel situado na Barra da Tijuca; que após a negativa da ocupante do imóvel em permitir a entrada do oficial de justiça, o mesmo retornou e apresentou avaliação, em valor abaixo do de mercado; que instado a se manifestar em momento algum este afirmou expressamente que o imóvel da Rua Fala Amendoeira foi avaliado diretamente, nem a sua metodologia ou fundamentação, que decorreram em valor de avaliação abaixo do mercado; que mesmo assim o laudo, com relação a este imóvel, foi homologado pelo MM. Juizo a quo, conforme se verifica da decisão agravada; que não só é necessária a avaliação direta do imóvel, como também já houve decisão preclusa neste sentido; que não só o avaliador não apresenta qualquer descrição minuciosa do imóvel como sempre se refere à modalidade direta da avaliação em sentido amplo, sem jamais apresentar declaração clara de que o mesmo adentrou o referido imóvel e o avaliou de maneira direta; que a avaliação no valor de R$1.600,00 não prospera, eis que apartamentos idênticos estão sendo 8ª CC FMGG AG Nº /6

3 negociados pelo menos por R$ ,00 conforme demonstra o incluso anúncio recentemente publicado em Jornal. Diante disto requereu o provimento do presente agravo, com a conversão do feito em diligência, para que seja o imóvel avaliado diretamente, encontrando-se o valor correto, ou determinando que em primeira instância seja procedida nova avaliação, agora direta, com apresentação de laudo, fundamento, fotografias, e descrição minuciosa. Decisão indeferindo o efeito suspensivo às fls. 11. Petição pela segunda agravada, às fls. 15 e ss., no sentido de que concorda com os termos do agravo de instrumento. Informações pelo juízo às fls. 18 e ss.. Petição pela primeira agravada, às fls. 21, com docs. às fls. 22 e ss. Contrarrazões às fls. 33 e ss.. 8ª CC FMGG AG Nº /6

4 AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº ª VARA DE ORFÃOS E SUCESSÕES DA COMARCA DA CAPITAL AGRAVANTE: HORACIO ANTUNES FERREIRA NETO AGRAVADA 1: ZILMAR LEMOS DE ALMEIDA AGRAVADA 2: LISE MARIA FARINA BIANCHI RELATOR: DES. CEZAR AUGUSTO RODRIGUES COSTA AGRAVO DE INSTRUMENTO. AÇÃO DE INVENTÁRIO. PERÍCIA DE IMÓVEIS. LAUDO PERICIAL INCOMPLETO. FUNDAMENTAÇÃO RASA. NECESSIDADE REALIZAÇÃO DE NOVA AVALIAÇÃO PELA FORMA DIRETA. DECISÃO GUERREADA QUE MERECE REFORMA. Inicialmente temos que para a realização de perícia neste tipo de questão se faz necessário que o avaliador realize a diligência adentrando no local a fim de que esta possa atestar a real condição em que se encontra o bem. Portanto, não se pode conceber a hipótese de o perito realizar a função que lhe foi destinada partindo de um simples e restrito exame, sem que ocorra uma avaliação na forma direta, que seja criteriosa, detalhada, fundamentada, com apresentação de fotos do local e também levando em consideração os documentos referentes ao bem trazidos aos autos pelas partes. Isto porque apenas deste modo será averiguada a situação real do imóvel para que se possa aferir seu valor de mercado. Diante do exposto, VOTO EM CONHECER E DAR PROVIMENTO AO RECURSO. VOTO O recurso interposto é tempestivo e ostenta os demais requisitos de admissibilidade, razão porque o conheço. Trata-se de ação de inventário em que o agravante não concorda com a avaliação realizada pelo perito do juízo em um dos imóveis, localizado na Barra da Tijuca e, diante disto, requer o provimento do recurso para que seja reformada a decisão que homologou a perícia e que seja determinada a realização de nova perícia no citado bem. Inicialmente temos que para a realização de perícia neste tipo de questão se faz necessário que o avaliador realize a diligência adentrando no 8ª CC FMGG AG Nº /6

5 local a fim de que esta possa atestar a real condição em que se encontra o bem. De fato, o laudo pericial acostado aos autos, fls. 779 do processo físico e 40 e ss. do processo eletrônico, se mostra simples e não contêm os elementos necessários para se ter certeza absoluta sobre qual o valor de mercado do bem. Ademais, os esclarecimentos técnicos apresentados pelo Avaliador Judicial às fls. 804/805 do processo físico e 69 e ss. do processo eletrônico não trouxeram qualquer informação capaz de justificar a homologação do laudo como foi elaborado. Como bem salientado pela segunda agravada em petição concordando com os termos do presente recurso, às fls. 15 e ss., de acordo com a Norma Brasileira ABNT NBR , a apresentação do laudo de avaliação completa deve conter no mínimo os seguintes itens: a) Identificação do solicitante; b) Finalidade do laudo, quando informado pelo solicitante; c) Objetivo da avaliação; d) Pressupostos, ressalvas e fatores limitantes atender ao disposto em 7.2 da ABNT NBR :2001; e) Identificação e caracterização do imóvel avaliando; f) Diagnóstico do mercado; g) Indicação do método e procedimento utilizado; h) Especificação da avaliação indicar a especificação atingida, com relação aos graus de fundamentação e precisão; i) Tratamento dos dados e identificação do resultado. Explicar os cálculos efetuados, o campo de arbítrio se for o caso e justificativas para resultado adotado. No caso de utilização de método comparativo direto de dados de mercado, deve ser apresentado; j) Resultado da avaliação e sua data de referência; k) Qualificação legal completa e assinatura do profissional responsável pela avaliação. Portanto, no presente caso se faz necessário realizar nova perícia, pois afronta o direito da parte o expert realizar a função que lhe foi destinada partindo de um simples e restrito exame, sem que ocorra uma avaliação na forma direta, que seja criteriosa, detalhada, fundamentada, com resposta para os itens colacionados acima, com apresentação de fotos do local e também levando em consideração os documentos referentes ao bem trazidos aos autos pelas partes, como já havia, inclusive, sido determinada pelo juízo. Isto porque apenas deste modo será averiguada a situação real do imóvel para que se possa aferir seu correto valor de mercado. 8ª CC FMGG AG Nº /6

6 Deste modo, VOTO PELO CONHECIMENTO E PROVIMENTO DO RECURSO, para que se proceda a uma nova avaliação no imóvel situado na Barra da Tijuca Rua Falo Amendoeira, 348 apto 1202 Novo Leblon - de forma direta, que seja criteriosa, detalhada e que o perito leve também em consideração os documentos referentes ao bem trazidos aos autos pelas partes. Rio de Janeiro, 11 de março de Cezar Augusto Rodrigues Costa Desembargador Relator 8ª CC FMGG AG Nº /6

AGRAVO DE PETIÇÃO TRT/AP - 01428-1988-016-01-00-0 - RTOrd A C Ó R D Ã O 4ª Turma

AGRAVO DE PETIÇÃO TRT/AP - 01428-1988-016-01-00-0 - RTOrd A C Ó R D Ã O 4ª Turma Execução. Juros O pagamento, na execução, de valor atualizado até data anterior ao seu efetivo pagamento ao credor, atende apenas em parte ao direito deste, dado que a atualização feita não contempla o

Leia mais

V I S T O S, relatados e discutidos estes autos de

V I S T O S, relatados e discutidos estes autos de SE AGRAVO DE PETIÇÃO, provenientes da V I S T O S, relatados e discutidos estes autos de MM. 01ª VARA DO TRABALHO DE PARANAGUÁ - PR, sendo Agravante CEJEN ENGENHARIA LTDA. e Agravado DIRCEU MARINHO PINHEIRO.

Leia mais

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PODER JUDICIÁRIO

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PODER JUDICIÁRIO ESTADO DO RIO DE JANEIRO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO RIO DE JANEIRO SÉTIMA CÂMARA CÍVEL Apelação Cível n 0090239-62.2011.8.19.0001 Apelante: ESTADO DO RIO DE JANEIRO Apelada: CLARICE MARIA

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL 1 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DÉCIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL Agravante: Banco Itaucard S. A. Agravada: Cristiane Simões Borges Agravo de Instrumento. Direito do Consumidor. Fraude. Prova pericial. Apresentação

Leia mais

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 7ª CÂMARA CRIMINAL

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 7ª CÂMARA CRIMINAL Recurso de Apelação nº 0051769-88.2013.8.19.0001 Apelante: Confederação Brasileira de Futebol Apelado 1: Marco Antonio Teixeira Apelado 2: Ministério Público Origem: Juízo de Direito da 27ª Vara Criminal

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL DECISÃO DO RELATOR

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL DECISÃO DO RELATOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL Agravo de instrumento nº. 0031884-91.2013.8.19.0000 Agravante: ESTADO DO RIO DE JANEIRO Agravado: MARIA THOMAZ VALENTIM Relator: Des. EDSON VASCONCELOS DECISÃO

Leia mais

ACÓRDÃO. Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 1031148-08.2015.8.26.0577, da Comarca de São José dos Campos, em que é

ACÓRDÃO. Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 1031148-08.2015.8.26.0577, da Comarca de São José dos Campos, em que é Registro: 2016.0000325765 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 1031148-08.2015.8.26.0577, da Comarca de São José dos Campos, em que é apelante EDVALDO DA SILVA OLIVEIRA, é

Leia mais

SEGUNDA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0039379-89.2013.8.19.0000 AGRAVANTE: AMPLA ENERGIA E SERVIÇO S A AGRAVADO: LEONARDO BRITO LEAL

SEGUNDA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0039379-89.2013.8.19.0000 AGRAVANTE: AMPLA ENERGIA E SERVIÇO S A AGRAVADO: LEONARDO BRITO LEAL SEGUNDA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0039379-89.2013.8.19.0000 AGRAVANTE: AMPLA ENERGIA E SERVIÇO S A AGRAVADO: LEONARDO BRITO LEAL DESEMBARGADORA: TEREZA CRISTINA SOBRAL BITTENCOURT SAMPAIO AGRAVO

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 24ª CÂMARA DE DIREITO PRIVADO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 24ª CÂMARA DE DIREITO PRIVADO Registro: 2012.0000352134 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 0059371-75.2012.8.26.0000, da Comarca de São José dos Campos, em que é agravante LUIZ ARAUJO SIQUEIRA,

Leia mais

CONSELHO DA MAGISTRATURA PROCESSO Nº 0257353-26.2011.8.19.0001 RELATOR: DES. RICARDO COUTO DE CASTRO A C Ó R D Ã O

CONSELHO DA MAGISTRATURA PROCESSO Nº 0257353-26.2011.8.19.0001 RELATOR: DES. RICARDO COUTO DE CASTRO A C Ó R D Ã O CONSELHO DA MAGISTRATURA PROCESSO Nº 0257353-26.2011.8.19.0001 RELATOR: DES. RICARDO COUTO DE CASTRO A C Ó R D Ã O Reexame necessário. Dúvida formulada pelo Oficial do 9 Ofício de Registro de Imóveis da

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 1a Turma ADICIONAL DE INSALUBRIDADE - Restou comprovado o ingresso regular pelo autor em câmaras frias ou de resfriamento sem a devida proteção, pelo que, resta cabível a condenação da ré no pagamento

Leia mais

MONIQUE ANDRADE DE OLIVEIRA. MERCADO BARRABELLA LTDA. EPP (sucessora de Mini Market Barrabella Ltda.)2. Giselle Bondim Lopes Ribeiro

MONIQUE ANDRADE DE OLIVEIRA. MERCADO BARRABELLA LTDA. EPP (sucessora de Mini Market Barrabella Ltda.)2. Giselle Bondim Lopes Ribeiro ACÓRDÃO 7ª TURMA SUCESSÃO TRABALHISTA. CONFIGURAÇÃO. Comprovado que a empresa indicada como sucessora celebrou contrato de cessão de fundo de comércio com a devedora original, considera se configurada

Leia mais

VIGÉSIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL

VIGÉSIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL VIGÉSIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0001136-42.2014.8.19.0000 Ação originária nº 0299625-64.2013.8.19.0001 23ª Vara Cível da Comarca da Capital AGRAVANTE: ANTÔNIO DA PAZ BRANDÃO FERRAZ

Leia mais

PROCESSO: 0168800-03.2005.5.01.0021 - RO

PROCESSO: 0168800-03.2005.5.01.0021 - RO Acórdão 5ª Turma REPRESENTATIVIDADE SINDICAL. O enquadramento sindical do empregador se dá pela sua atividade preponderante da empresa. Sendo esta a Construção e Reparo Naval, seus empregados são representados

Leia mais

PROCESSO: 00478-2003-066-01-00-7 RO

PROCESSO: 00478-2003-066-01-00-7 RO Acórdão 1a Turma EQUIPARAÇÃO SALARIAL. O fundamento principal para o deferimento da equiparação salarial, prevista no artigo 461 da CLT, é o pagamento de igual valor para o mesmo trabalho. Se não foi constatado,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO ACÓRDÃO 9ª Turma SALÁRIO POR FORA. RESCISÃO INDIRETA. A prática de pagamento de salários por fora sem a respectiva repercussão nas verbas salariais, configura descumprimento de obrigação contratual pela

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA VIGÉSIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR

TRIBUNAL DE JUSTIÇA VIGÉSIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA VIGÉSIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR AGRAVO INTERNO NA APELAÇÃO CÍVEL Nº 0024463-47.2009.8.19.0014 AGRAVANTE: LARYSSA FERREIRA GOMES REP/P/S/MÃE LIDIJANE SOARES FERREIRA AGRAVADO:

Leia mais

TRT-RO-0007900-20.2004.5.01.0041

TRT-RO-0007900-20.2004.5.01.0041 PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Gab Des Gloria R egina Ferreira Mello Av. Presidente Antonio Carlos,251 7o andar - Gab.34 Castelo Rio de Janeiro

Leia mais

CURSO DE FORMAÇÃO DE MOTOCICLISTA/2015

CURSO DE FORMAÇÃO DE MOTOCICLISTA/2015 PROCESSO Nº: 0806220-77.2015.4.05.0000 - AGRAVO DE INSTRUMENTO RELATÓRIO 1. Trata-se de AGTR interposto por PAULO HENRIQUE OLIVEIRA LIMA contra decisão do douto Juiz Federal da 17a. Vara da Subseção Judiciária

Leia mais

PROCESSO: 0124000-34.2009.5.01.0057 - RTOrd

PROCESSO: 0124000-34.2009.5.01.0057 - RTOrd PROCESSO: 0124000-34.2009.5.01.0057 - RTOrd ACÓRDÃO 9ª Turma DEVOLUÇÃO DE DESCONTO. Inexistindo prova de que o desconto efetuado sobre as verbas resilitórias correspondiam ao pagamento antecipado de vales

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Registro: 2018.0000000145 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 2037266-94.2017.8.26.0000, da Comarca de Caraguatatuba, em que são agravantes CARLOS AUGUSTO DA

Leia mais

PROCESSO: 0138900-97.2009.5.01.0032 - ET. Acórdão 10a Turma

PROCESSO: 0138900-97.2009.5.01.0032 - ET. Acórdão 10a Turma PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Gab Des Ricardo Damião Areosa Av. Presidente Antonio Carlos,251 10o andar - Gab.25 Castelo Rio de Janeiro 20020-010

Leia mais

MANDADO DE SEGURANÇA Nº 0000786-70.2015.404.0000/PR

MANDADO DE SEGURANÇA Nº 0000786-70.2015.404.0000/PR MANDADO DE SEGURANÇA Nº 0000786-70.2015.404.0000/PR JUIZO DE DIREITO DA 2A VARA DE FAMILIA E SUCESSOES DA COMARCA DE LONDRINA/PR EMENTA MANDADO DE SEGURANÇA. SISTEMA FINANCEIRO DE HABITAÇÃO. CAIXA ECONÔMICA

Leia mais

RELATORA : Des. Federal MARIA DE FÁTIMA FREITAS LABARRÈRE APELANTE : UNIÃO - FAZENDA NACIONAL APELADO : GABRIEL KNIJNIK EMENTA ACÓRDÃO

RELATORA : Des. Federal MARIA DE FÁTIMA FREITAS LABARRÈRE APELANTE : UNIÃO - FAZENDA NACIONAL APELADO : GABRIEL KNIJNIK EMENTA ACÓRDÃO APELAÇÃO CÍVEL Nº 5017062-73.2011.404.7100/RS RELATORA : Des. Federal MARIA DE FÁTIMA FREITAS LABARRÈRE APELANTE : UNIÃO - FAZENDA NACIONAL APELADO : GABRIEL KNIJNIK EMENTA TRIBUTÁRIO. EXECUÇÃO FISCAL

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO A C Ó R D Ã O 3ª Turma PODER JUDICIÁRIO FEDERAL CONTRATO DE HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS. A Justiça do Trabalho não é competente para dirimir a controvérsia que envolva contrato de honorários advocatícios,

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL 1 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0055178-75.2013.8.19.0000 AGRAVANTE: MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DO VALE DO RIO PRETO AGRAVADO: YOLANDA

Leia mais

0804965-84.2015.4.05.0000-AGRAVO DE INSTRUMENTO

0804965-84.2015.4.05.0000-AGRAVO DE INSTRUMENTO PROCESSO Nº: AGRAVANTE: ADVOGADO: AGRAVADO: ORIGEM: JUIZ: RELATOR: TURMA: 0804965-84.2015.4.05.0000-AGRAVO DE INSTRUMENTO TEREZA CRISTINA PEREIRA DA COSTA CHAVES BRUNA PEREIRA DA COSTA CHAVES FAZENDA NACIONAL

Leia mais

Foram apresentadas as contrarrazões pela UFCG agravada dentro do prazo legal. É o relatório.

Foram apresentadas as contrarrazões pela UFCG agravada dentro do prazo legal. É o relatório. PROCESSO Nº: 0803427-05.2014.4.05.0000 - AGRAVO DE INSTRUMENTO AGRAVANTE: RODRIGO VILAR MARQUES ADVOGADO: HERATOSTENES SANTOS DE OLIVEIRA AGRAVADO: UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE RELATOR(A): DESEMBARGADOR(A)

Leia mais

RELATÓRIO. 3. Sem contrarrazões. 4. É o relatório.

RELATÓRIO. 3. Sem contrarrazões. 4. É o relatório. PROCESSO Nº: 0806625-97.2014.4.05.8100 - APELAÇÃO RELATÓRIO 1. Trata-se de apelação interposto pela Caixa Econômica Federal - CEF, contra sentença do Juízo da 8ª Vara Federal Seção Judiciária do Ceará,

Leia mais

APELAÇÃO CÍVEL Nº 249588-54 (200902495881) COMARCA DE GOIÂNIA

APELAÇÃO CÍVEL Nº 249588-54 (200902495881) COMARCA DE GOIÂNIA APELAÇÃO CÍVEL Nº 249588-54 (200902495881) COMARCA DE GOIÂNIA APELANTE APELADO RELATOR DENISE CACHEFFO DE PAIVA E OUTRO DIVINA MARIA DE JESUS RELATÓRIO Trata-se de Apelação Cível interposta por DENISE

Leia mais

V I S T O S, relatados e discutidos estes autos de AGRAVO DE PETIÇÃO, provenientes da MM. VARA DO TRABALHO DE PARANAVAÍ - I.

V I S T O S, relatados e discutidos estes autos de AGRAVO DE PETIÇÃO, provenientes da MM. VARA DO TRABALHO DE PARANAVAÍ - I. EMENTA IMPOSTO DE RENDA. 13º SALÁRIO. CÁLCULO EM PARADO. Em se tratando da gratificação natalina (13º salário), prescreve expressamente o art. 16, incisos II e III, da Lei n.º 8.134/90, que a apuração

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 5a Turma JUSTA CAUSA. A Recorrente, ao contestar a reclamação trabalhista proposta pela Recorrida, alegou que a dispensa da empregada deu-se por justa causa, por desídia, nada aduzindo a parte,

Leia mais

D E C I S Ã O D E C I S Ã O

D E C I S Ã O D E C I S Ã O Processo nº 1147553-37.1998.8.08.0024 D E C I S Ã O I Dos embargos de Declaração Processo nº 1147553-37.1998.8.08.0024 D E C I S Ã O I Dos embargos de Declaração 1. Trata-se de ação civil pública proposta

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Registro: 2016.0000087460 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 2261625-95.2015.8.26.0000, da Comarca de Atibaia, em que é agravante FACEBOOK SERVIÇOS ONLINE DO

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Registro: 2015.0000636707 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Agravo de Instrumento nº 2114857-06.2015.8.26.0000, da Comarca de Santa Rita do Passa Quatro, em que são agravantes RODRIGO

Leia mais

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA QUARTA CÂMARA CÍVEL

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA QUARTA CÂMARA CÍVEL ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA QUARTA CÂMARA CÍVEL ACÓRDÃO Processo : N. 021.2004.002263-0/001 Natureza : Agravo de Instrumento Comarca : Itaporanga - Primeira Vara Agravante :

Leia mais

PROCESSO: 0071500-09.2009.5.01.0051 RO

PROCESSO: 0071500-09.2009.5.01.0051 RO A C Ó R D Ã O 5ª T U R M A Demonstrados os requisitos do art. 3º da CLT e não o trabalho autônomo do autor, mantém-se o reconhecimento do vínculo de emprego entre as partes. Vistos, relatados e discutidos

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA PRIMEIRO CONSELHO DE CONTRIBUINTES TERCEIRA CÂMARA

MINISTÉRIO DA FAZENDA PRIMEIRO CONSELHO DE CONTRIBUINTES TERCEIRA CÂMARA Recurso nº : 144.648 Matéria : IRPJ E OUTRO Recorrente : VIEIRA E PESSANHA LTDA. - ME Recorrida : 6ª TURMA/DRJ-RIO DE JANEIRO/RJ I Sessão de : 30 de março de 2007 ARBITRAMENTO - Legítimo o arbitramento

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 10a Turma RECURSO ORDINÁRIO. BANCO DO BRASIL. PLANO DE APOSENTADORIA INCENTIVADA. O PAI-50 prevê duas categorias de aderentes: aqueles que já podem se aposentar pelo INSS e aqueles que ainda não

Leia mais

'..i. TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL ACÓRDÃO AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ORDINÁRIO N 4317-63. 2010.6.26.0000 - CLASSE 37 SÃO PAULO - SÃO PAULO

'..i. TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL ACÓRDÃO AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ORDINÁRIO N 4317-63. 2010.6.26.0000 - CLASSE 37 SÃO PAULO - SÃO PAULO '..i. ri PUBLICADO EM SESSÃO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL ACÓRDÃO AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ORDINÁRIO N 4317-63. 2010.6.26.0000 - CLASSE 37 SÃO PAULO - SÃO PAULO Relator: Ministro Aldir Passarinho Junior

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA QUARTA CÂMARA CÍVIL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA QUARTA CÂMARA CÍVIL AGRAVO DE INSTRUMENTO N.º 0021542-21.2013.8.19.0000 AGRAVANTE: CONSTRUTORA TRIUNFO S/A AGRAVADO: SH FORMAS ANDAIMES E ESCORAMENTOS LTDA RELATOR: ROBERTO TÁVORA DECISÃO MONOCRÁTICA AGRAVO DE INSTRUMENTO.

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Primeira Câmara Cível

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Primeira Câmara Cível Agravo de Instrumento: 0007803-44.2014.8.19.0000 Agravante: JOAQUIM FERNANDO DE MATTOS FONSECA Advogado: Dr. Renato Salles Areas Agravada: EMDA ADMINISTRAÇÃO DE BENS LTDA Advogado: Ronaldo Maciel Figueiredo

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Registro: 2014.0000279160 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Agravo de Instrumento nº 2012499-94.2014.8.26.0000, da Comarca de, em que é agravante DALLAS RENT A CAR (EM RECUPERAÇÃO JUDICIA),

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmo. Desembargadores SÁ DUARTE (Presidente sem voto), SÁ MOREIRA DE OLIVEIRA E EROS PICELI.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmo. Desembargadores SÁ DUARTE (Presidente sem voto), SÁ MOREIRA DE OLIVEIRA E EROS PICELI. TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Registro: 2011.0000109101 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Agravo de Instrumento nº 0118644-19.2011.8.26.0000, da Comarca de Boituva,

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça PET no AgRg no CONFLITO DE COMPETÊNCIA Nº 123.764 - PR (2012/0156535-6) RELATOR REQUERENTE : MINISTRO JOÃO OTÁVIO DE NORONHA EMENTA PROCESSUAL CIVIL. PETIÇÃO. CONFLITO POSITIVO DE COMPETÊNCIA. AÇÃO DE

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 1a Turma PODER JUDICIÁRIO FEDERAL INÉPCIA DA INICIAL. Para o direito formal positivo, é inepta a petição inicial que falta pedido ou causa de pedir (C.P.C., artigo 295, parágrafo único, inciso

Leia mais

APELO DESPROVIDO. Nº 70045176179 COMARCA DE CAXIAS DO SUL RIO GRANDE ENERGIA S A A C Ó R D Ã O

APELO DESPROVIDO. Nº 70045176179 COMARCA DE CAXIAS DO SUL RIO GRANDE ENERGIA S A A C Ó R D Ã O APELAÇÃO CÍVEL. FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA. OBRIGAÇÃO DE CARÁTER PESSOAL. DÉBITO DE TERCEIRO. PEDIDO DE NOVA INSTALAÇÃO. IMPOSSIBILIDADE DE CONDICIONAMENTO DA NOVA LIGAÇÃO AO PAGAMENTO DE DÉBITO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Av. Presidente Antonio Carlos,251 6o andar - Gab. NÃO PAGAMENTO CORRETO DE VERBAS RESCISÓRIAS. INSCRIÇÃO NO SERASA E SPC. DANO MORAL PRESENTE. Os documentos juntados a fl. 1 comprovam que o não pagamento

Leia mais

PROCESSO: AP

PROCESSO: AP ACÓRDÃO 1ª TURMA PODER JUDICIÁRIO FEDERAL AGRAVO DE PETIÇÃO. TAXA DE JUROS SELIC. PREVISÃO EM ACORDO HOMOLOGADO. INCIDÊNCIA. Deve ser aplicada a taxa de juros SELIC, quando há previsão de sua incidência

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores J. B. FRANCO DE GODOI (Presidente) e JOSÉ MARCOS MARRONE.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores J. B. FRANCO DE GODOI (Presidente) e JOSÉ MARCOS MARRONE. Registro: 2013.0000534070 107 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Agravo de Instrumento nº 0132431-47.2013.8.26.0000, da Comarca de Catanduva, em que é agravante RICARDO DE SOUZA CORDIOLI,

Leia mais

PROCESSO Nº TST-AIRR-11100-71.2008.5.24.0003. A C Ó R D Ã O 7ª TURMA VMF/mafl/ma/drs

PROCESSO Nº TST-AIRR-11100-71.2008.5.24.0003. A C Ó R D Ã O 7ª TURMA VMF/mafl/ma/drs A C Ó R D Ã O 7ª TURMA VMF/mafl/ma/drs AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA - JUÍZO DE ADMISSIBILIDADE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO - USURPAÇÃO DE COMPETÊNCIA. Nos termos do art. 896, 1º, da

Leia mais

OPOSIÇÃO À EXECUÇÃO FISCAL RECLAMAÇÃO DE ACTO PRATICADO PELO ÓRGÃO DA EXECUÇÃO FISCAL CONVOLAÇÃO INDEFERIMENTO LIMINAR

OPOSIÇÃO À EXECUÇÃO FISCAL RECLAMAÇÃO DE ACTO PRATICADO PELO ÓRGÃO DA EXECUÇÃO FISCAL CONVOLAÇÃO INDEFERIMENTO LIMINAR Acórdãos STA Processo: 0404/10 Data do Acordão: 20-10-2010 Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo Tribunal: Relator: Descritores: Sumário: 2 SECÇÃO PIMENTA DO VALE OPOSIÇÃO À EXECUÇÃO FISCAL RECLAMAÇÃO

Leia mais

4. Sentença sujeita ao duplo grau de jurisdição obrigatório.

4. Sentença sujeita ao duplo grau de jurisdição obrigatório. PROCESSO Nº: 0800255-56.2015.4.05.8201 - APELAÇÃO / REEXAME NECESSÁRIO 1. Trata-se apelação manejada pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba em face de sentença que concedeu

Leia mais

ANEXO II INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 85 /PRES/INSS, DE 18 DE FEVEREIRO DE 2016. (Substitui o Anexo LI da IN nº 77/PRES/INSS, de 21 de janeiro de 2015)

ANEXO II INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 85 /PRES/INSS, DE 18 DE FEVEREIRO DE 2016. (Substitui o Anexo LI da IN nº 77/PRES/INSS, de 21 de janeiro de 2015) ANEXO II INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 85 /PRES/INSS, DE 18 DE FEVEREIRO DE 2016 (Substitui o Anexo LI da IN nº 77/PRES/INSS, de 21 de janeiro de 2015) DESPACHO E ANÁLISE ADMINISTRATIVA DA ATIVIDADE ESPECIAL

Leia mais

Supondo que deva ser avaliado um caminhão de transporte rodoviário da marca "Estrela", com carroceria de madeira, ano 1996, modelo E1316.

Supondo que deva ser avaliado um caminhão de transporte rodoviário da marca Estrela, com carroceria de madeira, ano 1996, modelo E1316. MÉTODO COMPARATIVO DE MERCADO EXEMPLO ILUSTRATIVO (KRUK, 2007): Supondo que deva ser avaliado um caminhão de transporte rodoviário da marca "Estrela", com carroceria de madeira, ano 1996, modelo E1316.

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Registro: 2012.0000548299 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Agravo de Instrumento nº 0132285-40.2012.8.26.0000, da Comarca de Praia Grande, em que são agravantes MARCOS ANTONIO ALFERES

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores HUGO CREPALDI (Presidente sem voto), SEBASTIÃO FLÁVIO E MARCONDES D'ANGELO.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores HUGO CREPALDI (Presidente sem voto), SEBASTIÃO FLÁVIO E MARCONDES D'ANGELO. ACÓRDÃO Registro: 2013.0000037870 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 0269569-90.2012.8.26.0000, da Comarca de São Paulo, em que é agravante ERNANI BARBAGLIO (E OUTROS(AS)),

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Registro: 2015.000045XXX ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Registro: 2015.000045XXX ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2015.000045XXX Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº XXXXXX-68.2011.8.26.0564, da Comarca de São Bernardo do Campo, em que é apelante BROOKFIELD SÃO PAULO EMPREENDIMENTOS

Leia mais

não vislumbrou necessidade de intervenção no feito.

não vislumbrou necessidade de intervenção no feito. PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Gab Des Jorge Fernando Gonçalves da Fonte Av. Presidente Antonio Carlos, 251 10o andar - Gab.17 Castelo RIO DE JANEIRO

Leia mais

RECURSO ORDINÁRIO TRT/RO - 0145800-96.2007.5.01.0281 - RTOrd A C Ó R D Ã O 4ª Turma

RECURSO ORDINÁRIO TRT/RO - 0145800-96.2007.5.01.0281 - RTOrd A C Ó R D Ã O 4ª Turma Adicional de insalubridade. Intermitência Previsto o pagamento do adicional em norma coletiva, referido apenas a trabalho em câmara frigorífica e sem maior especificação, deve a cláusula ser interpretada

Leia mais

RECURSO Nº - 55.173 ACÓRDÃO Nº 15.059

RECURSO Nº - 55.173 ACÓRDÃO Nº 15.059 PUBLICAÇÃO DA DECISÃO DO ACÓRDÃO No D.O. 24 / 06 / 2016 Fls.: 04 SERVIÇO PÚBLICO ESTADUAL Rubrica: ID:42832756 Sessão de 10 de maio de 2016 PRIMEIRA CÂMARA RECURSO Nº - 55.173 ACÓRDÃO Nº 15.059 INSCRIÇÃO

Leia mais

D E C I S Ã O M O N O C R Á T I C A

D E C I S Ã O M O N O C R Á T I C A AGRAVO DE INSTRUMENTO. AÇÃO DE INVESTIGAÇÃO DE PATERNIDADE. EXAME DE DNA NEGATIVO FEITO EM LABORATÓRIO PARTICULAR. PEDIDO DE NOVO EXAME PERICIAL OFICIAL. CABIMENTO ANTE A RELEVÂNCIA DA MATÉRIA. Tratando-se

Leia mais

A comprovação será feita mediante formulário, na forma estabelecida pelo INSS, que deverá ser preenchido pela empresa ou seu preposto.

A comprovação será feita mediante formulário, na forma estabelecida pelo INSS, que deverá ser preenchido pela empresa ou seu preposto. Laudo Técnico Ambiental De acordo com art. 58 e seus, da Lei nº 8.213, de 24/07/91, com alterações introduzidas pela Lei nº 9.528, de 10/12/97, DOU de 11/12/97, as empresas estão obrigadas a manter laudo

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO - SEÇÃO DE DIREITO PRIVADO. 26* Câmara

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO - SEÇÃO DE DIREITO PRIVADO. 26* Câmara TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO - SEÇÃO DE DIREITO PRIVADO 26* Câmara AGRAVO DE INSTRUMENTO NO.1177738-0/4 Comarca de SÃO PAULO Processo 127075/08 31.V.CÍVEL TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO

Leia mais

Requesta a atribuição de efeito suspensivo e o provimento do recurso.

Requesta a atribuição de efeito suspensivo e o provimento do recurso. PROCESSO Nº: 0802021-12.2015.4.05.0000 - AGRAVO DE INSTRUMENTO AGRAVANTE: PAULISTA PRAIA HOTEL S/A ADVOGADO: JOANNA CARVALHO CAVALCANTI PESSOA DE VASCONCELOS (e outro) AGRAVADO: FAZENDA NACIONAL RELATOR(A):

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores NEVES AMORIM (Presidente) e JOSÉ JOAQUIM DOS SANTOS.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores NEVES AMORIM (Presidente) e JOSÉ JOAQUIM DOS SANTOS. ACÓRDÃO Registro: 2014.0000130542 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 2065726-33.2013.8.26.0000, da Comarca de São Paulo, em que é agravante MOMENTUM EMPREENDIMENTOS

Leia mais

PROCESSO: 0023300-38.2009.5.01.0061 - RTOrd. Acórdão 6a Turma

PROCESSO: 0023300-38.2009.5.01.0061 - RTOrd. Acórdão 6a Turma PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Gab Des Alexandre S Belmonte Av. Presidente Antonio Carlos,251 10º Andar - Gab.23 Castelo Rio de Janeiro 20020-010

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 04ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 04ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 04ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.144094/2013-01 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL DIADEMA Benefício:

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Registro: 2012.0000290109 ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Registro: 2012.0000290109 ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2012.0000290109 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Embargos Infringentes nº 0192625-86.2008.8.26.0000/50000, da Comarca de São Paulo, em que é embargante WLADIMIR FELIX sendo

Leia mais

JERÔNIMO CABRAL PEREIRA FAGUNDES NETO ENGENHEIRO

JERÔNIMO CABRAL PEREIRA FAGUNDES NETO ENGENHEIRO fls. 95 77 fls. 96 78 fls. 97 79 fls. 98 80 fls. 99 81 fls. 100 82 fls. 101 83 fls. 102 4.5.9 FOTOS DOS ELEMENTOS COMPARATIVOS Elemento nº. 01 Elemento nº. 02 84 fls. 103 Elemento nº. 03 Elemento nº. 04

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA CONSELHO DA MAGISTRATURA

TRIBUNAL DE JUSTIÇA CONSELHO DA MAGISTRATURA TRIBUNAL DE JUSTIÇA CONSELHO DA MAGISTRATURA Processo nº: 0082797-74.2013.8.19.0001 Suscitante: CARTÓRIO DO 8 OFÍCIO DO REGISTRO DE IMÓVEIS Interessado: REBECA PEREIRA DA SILVA GIBRAIL Relatora: Desembargadora

Leia mais

Nº 232380/2015 ASJCIV/SAJ/PGR

Nº 232380/2015 ASJCIV/SAJ/PGR Nº 232380/2015 ASJCIV/SAJ/PGR Relator: Ministro Presidente Requerente: Município de Cambé Requerido: Juiz de Direito da 2ª Vara Cível e da Fazenda Pública da Comarca de Curitiba Interessado: Orezio Moda

Leia mais

DÉCIMA TERCEIRA CÂMARA CÍVEL

DÉCIMA TERCEIRA CÂMARA CÍVEL 1 DÉCIMA TERCEIRA CÂMARA CÍVEL AGRAVO LEGAL EM AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0009707-02.2014.8.19.0000 AGRAVANTE: MUNICÍPIO DE NITERÓI AGRAVADO: LUCAS MARQUES CAVALCANTI RELATOR: DES. GABRIEL ZEFIRO AGRAVO

Leia mais

3. Efeito suspensivo indeferido, tendo sido apresentado agravo

3. Efeito suspensivo indeferido, tendo sido apresentado agravo PROCESSO Nº: 0800746-28.2015.4.05.0000 - AGRAVO DE INSTRUMENTO AGRAVANTE: N. D. D. S. S. ADVOGADO: WANDERSON DOS SANTOS NASCIMENTO REPRESENTANTE(PAIS): REJANE DOS SANTOS SILVA AGRAVADO: FUNDACAO UNIVERSIDADE

Leia mais

Foram apresentadas contrarrazões tempestivamente. É o relatório.

Foram apresentadas contrarrazões tempestivamente. É o relatório. PROCESSO Nº: 0805208-62.2014.4.05.0000 - AGRAVO DE INSTRUMENTO RELATÓRIO Cuida-se de agravo de instrumento manejado pelo ESTADO DE PERNAMBUCO contra decisão proferida pelo Juízo da 10ª Vara Federal da

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo ACÓRDÃO Registro: 2014.0000189143 Vistos, relatados e discutidos estes autos do Agravo de Instrumento nº 2010131-15.2014.8.26.0000, da Comarca de Nova Granada, em que é agravante FAZENDA DO ESTADO DE SÃO

Leia mais

RELATÓRIO. O Sr. Des. Fed. RUBENS DE MENDONÇA CANUTO (Relator Convocado):

RELATÓRIO. O Sr. Des. Fed. RUBENS DE MENDONÇA CANUTO (Relator Convocado): PROCESSO Nº: 0802624-08.2015.4.05.8400 - REEXAME NECESSÁRIO RELATÓRIO O Sr. Des. Fed. RUBENS DE MENDONÇA CANUTO (Relator Convocado): Cuida-se de reexame necessário de sentença prolatada pelo MM. Juízo

Leia mais

Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro 23ª CÂMARA CÍVEL

Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro 23ª CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO n º 0001609-28.2014.8.19.0000 AGRAVANTE: UNIMED SEGUROS SAÚDE S/A AGRAVADO: THIAGO ROSA ASSIS DE OLIVEIRA RELATOR: DES. MARCELO CASTRO ANÁTOCLES DA SILVA FERREIRA AGRAVO DE INSTRUMENTO

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO PROCESSO PGT/CCR/ICP/12799/2012 ORIGEM: PRT 4ª REGIÃO PROCURADORA OFICIANTE: DRA. ALINE MARIA HOMRICH SHNEIDER CONZATTI INTERESSADO 1: FRANCISCO GOULART JAHN INTERESSADO 2: LPS SUL CONSULTORIA DE IMÓVEIS

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA NONA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA NONA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0003763-53.2013.8.19.0000 1º CARTÓRIO UNIFICADO CÍVEL DA COMARCA DE NITERÓI AGRAVANTE: ESTADO DO RIO DE JANEIRO AGRAVADO: ESPÓLIO DE FRANKLIN CLARO JÚNIOR REP/P/S INVENTARIANTE

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA ESTADO DO PARANÁ AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 1.158.383-4, ORIGINÁRIO DO FORO CENTRAL DA COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA - 1ª VARA CÍVEL. Agravante Agravados

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO ACÓRDÃO 6a Turma PODER JUDICIÁRIO FEDERAL RESPONSABILIDADE SUBSIDIÁRIA DO TOMADOR DE SERVIÇOS CONSTRUTORA INAPLICABILIDADE DA OJ 191 DO E. TST A Segunda Ré, por se tratar de construtora, não pode almejar

Leia mais

05/02/2013 SEGUNDA TURMA : MIN. GILMAR MENDES

05/02/2013 SEGUNDA TURMA : MIN. GILMAR MENDES Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 5 RELATOR AGTE.(S) ADV.(A/S) AGDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) : MIN. GILMAR MENDES :CONSTRUTORA VARCA SCATENA LTDA :LISE DE ALMEIDA :MUNICÍPIO DE SÃO BERNARDO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATOR : MINISTRO ARNALDO ESTEVES LIMA EMENTA PREVIDENCIÁRIO. RECURSO ESPECIAL. APOSENTADORIA POR INVALIDEZ. TERMO INICIAL. AUSÊNCIA DE REQUERIMENTO ADMINISTRATIVO. CITAÇÃO. 1. É cediço que a citação

Leia mais

RELATÓRIO DA CORREIÇÃO ORDINÁRIA VARA DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E FAMILIAR CONTRA A MULHER COMARCA DE RIO BRANCO

RELATÓRIO DA CORREIÇÃO ORDINÁRIA VARA DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E FAMILIAR CONTRA A MULHER COMARCA DE RIO BRANCO RELATÓRIO DA CORREIÇÃO ORDINÁRIA VARA DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E FAMILIAR CONTRA A MULHER COMARCA DE RIO BRANCO Abril de 2015 Apresentação A Correição Ordinária, prevista no art. 40, 2º, da Lei Estadual

Leia mais

Rio de Janeiro, 15 DE MAIO de 2014. JDS MÁRCIA CUNHA SILVA ARAÚJO DE CARVALHO Relatora

Rio de Janeiro, 15 DE MAIO de 2014. JDS MÁRCIA CUNHA SILVA ARAÚJO DE CARVALHO Relatora AGRAVO DE INSTRUMENTO EMBARGOS DE DECLARAÇÃO Autos nº 0011714-64.2014.8.19.0000 AÇÃO CAUTELAR INOMINADA Embargante:FACEBOOK SERVIÇOS ON LINE DO BRASIL LTDA Embargados:BEIT EL SHAMAH JUDAISMO DA UNIDADE

Leia mais

Provimento do recurso. A C Ó R D Ã O

Provimento do recurso. A C Ó R D Ã O SEXTA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0038589-37.2015.8.19.0000 AGRAVANTE: RONALDO RAMOS DE MELLO AGRAVADO: PAULO PIRES DE OLIVEIRA RELATOR: DES. BENEDICTO ABICAIR AGRAVO DE INSTRUMENTO. AÇÃO POPULAR

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 9ª REGIÃO I. RELATÓRIO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 9ª REGIÃO I. RELATÓRIO SE EMENTA AGRAVO DE PETIÇÃO, provenientes da ARAUCÁRIA - PR, sendo Agravante LTDA. e Agravados CARVALHO DE OLIVEIRA. RESPONSABILIDADE SUBSIDIÁRIA - BENEFÍCIO DE ORDEM EM RELAÇÃO AOS SÓCIOS DO DEVEDOR PRINCIPAL

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0231.11.000474-5/001 Númeração 0370375- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Furtado de Mendonça Des.(a) Furtado de Mendonça 24/02/2015 06/03/2015 EMENTA:

Leia mais

VOTO. PROCESSO: 48500.000997/2012-35; 48500.000666/2015-48; e 48500.002183/2014-05.

VOTO. PROCESSO: 48500.000997/2012-35; 48500.000666/2015-48; e 48500.002183/2014-05. VOTO PROCESSO: 48500.000997/2012-35; 48500.000666/2015-48; e 48500.002183/2014-05. INTERESSADOS: Centrais Elétricas do Pará CELPA e Companhia Energética do Maranhão CEMAR. RELATOR: Diretor Tiago de Barros

Leia mais

24/06/2014 SEGUNDA TURMA

24/06/2014 SEGUNDA TURMA Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 7 24/06/2014 SEGUNDA TURMA DISTRITO FEDERAL RELATOR : MIN. GILMAR MENDES AGTE.(S) :TRANSPORTADORA WADEL LTDA - EM AGDO.(A/S) RECUPERAÇÃO JUDICIAL

Leia mais

Acordam os Desembargadores que compõem a Sétima Câmara Cível do Tribunal de Justiça, por unanimidade de seus votos, em negar provimento ao agravo.

Acordam os Desembargadores que compõem a Sétima Câmara Cível do Tribunal de Justiça, por unanimidade de seus votos, em negar provimento ao agravo. SÉTIMA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0015306-53.2013.8.19.0000 AGRAVANTE: MARCELO SOUZA RIBEIRO AGRAVADO : MUNICÍPIO DE ANGRA DOS REIS RELATOR : DES. ANDRÉ ANDRADE AÇÃO CIVIL PÚBLICA POR DANO AO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO Registro: 2018.0000208331 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 2068950-37.2017.8.26.0000, da Comarca de Limeira, em que são agravantes FER CORR EMBALAGENS LTDA.,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO fls. 126 Registro: 2018.0001016137 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 2138253-07.2018.8.26.0000, da Comarca de São Paulo, em que é agravante GOOGLE BRASIL INTERNET

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO Registro: 2015.0000730608 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 2021305-84.2015.8.26.0000, da Comarca de São Paulo, em que é agravante BANCO SANTANDER (BRASIL)

Leia mais

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Origem: PRT 19ª Região Arapiraca / AL Interessado(s) 1: Anônimo Interessado(s) 2: Sr. Lava Jato Assuntos: Temas Gerais 09.04 / 09.06.02.01

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2014.0000782857 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 2143574-62.2014.8.26.0000, da Comarca de Santa Bárbara D Oeste, em que é agravante FAZENDA PÚBLICA

Leia mais

PROCESSO Nº: 0800019-28.2015.4.05.8000 - APELAÇÃO / REEXAME NECESSÁRIO APELANTE: FAZENDA NACIONAL APELADO: EDIFICIO BARCELONA

PROCESSO Nº: 0800019-28.2015.4.05.8000 - APELAÇÃO / REEXAME NECESSÁRIO APELANTE: FAZENDA NACIONAL APELADO: EDIFICIO BARCELONA Poder Judiciário RELATÓRIO Trata-se de apelação da União (Fazenda Nacional) e remessa oficial em adversidade à sentença, proferida pelo MM Juiz Federal Sebastião José Vasques de Moraes, que concedeu a

Leia mais

Agravo de Instrumento N. 2007.002.12900 - C

Agravo de Instrumento N. 2007.002.12900 - C TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA NONA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº.: 2007.002.08034 AGRAVANTE: ESTADO DO RIO DE JANEIRO AGRAVADO: ICOLUB INDÚSTRIA DE LUBRIFICANTES S/A RELATOR:

Leia mais