TRAJETÓRIA DOS MECANISMOS DE APRENDIZAGEM TECNOLÓGICA EM UMA INDÚSTRIA DE MINERAÇÃO LOCALIZADA NA PARAÍBA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TRAJETÓRIA DOS MECANISMOS DE APRENDIZAGEM TECNOLÓGICA EM UMA INDÚSTRIA DE MINERAÇÃO LOCALIZADA NA PARAÍBA"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CAMPUS DE JOÃO PESSOA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO COORDENAÇÃO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO SERVIÇO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ADMINISTRAÇÃO THIAGO NUNES MORAIS TRAJETÓRIA DOS MECANISMOS DE APRENDIZAGEM TECNOLÓGICA EM UMA INDÚSTRIA DE MINERAÇÃO LOCALIZADA NA PARAÍBA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO ÁREA: ADMINISTRAÇÃO ESTRATÉGICA. João Pessoa PB Junho de 2011.

2 THIAGO NUNES MORAIS TRAJETÓRIA DOS MECANISMOS DE APRENDIZAGEM TECNOLÓGICA EM UMA INDÚSTRIA DE MINERAÇÃO LOCALIZADA NA PARAÍBA Trabalho de conclusão de curso apresentado à Coordenação do Serviço de Estágio Supervisionado em Administração, do curso de graduação em Administração, do Centro de Ciências Sociais Aplicadas da Universidade Federal da Paraíba, em cumprimento às exigências para a obtenção do grau de bacharel em Administração. Orientador: Prof. Klauber Nascimento Brito. João Pessoa PB Junho de 2011.

3 Ao Professor Orientador Klauber Nascimento Brito. Solicitamos examinar e emitir parecer no Trabalho de Conclusão de Curso do aluno Thiago Nunes Morais. João Pessoa, 20 de Junho de Professor Egídio Luís Furlanetto. Coordenador do SESA/CCSA/UFPB. Parecer do Professor Orientador:

4 THIAGO NUNES MORAIS TRAJETÓRIA DOS MECANISMOS DE APRENDIZAGEM TECNOLÓGICA EM UMA INDÚSTRIA DE MINERAÇÃO LOCALIZADA NA PARAÍBA Trabalho de Conclusão de Curso Aprovado em: 05/07/2011. Banca Examinadora Professor Klauber Nascimento Brito. Orientador. Professora Amanda Raquel de França Filgueiras D Amorim. Examinadora. Professora Luciene Laranjeira Diniz. Examinadora.

5 DEDICATÓRIA Primeiramente, dedico a Deus por ter me concedido o dom da vida, da saúde e da inteligência para conseguir chegar até este momento muito importante da minha vida. Dedico este trabalho aos meus pais, Geraldo José Morais Silva e Lucília Cleide Nunes Morais, que me ajudaram na minha educação, criação e tudo o que fizeram por mim desde o meu nascimento até hoje e sei que enquanto estiverem vivos continuarão a fazer, para que eu chegasse a esse momento de felicidade e realização em minha vida. Com amor, dedico também à minha noiva, Thaïs, porque sem ela eu não teria conseguido concluir esse curso. Ela foi a pessoa que mais me ajudou nesse momento da minha vida acadêmica. Dedico também à minha avó, Dona Iaiá, que tanto me apoiou nesse momento tão importante de construção do TCC. Dedico ao meu irmão, Matheus, que, por já ser administrador contribuiu com conselhos, incentivos e dicas para o clareamento das minhas idéias. Dedico também ao meu orientador, o professor Klauber Nascimento Brito, pelos grandes incentivos na elaboração e término deste TCC me ajudando em todos os momentos, nas necessidades de clareamento das idéias e sendo um verdadeiro amigo e guia de como proceder em todos os momentos. Dedico também à professora Luciene Laranjeira Diniz pela grande ajuda em momentos de dificuldade na elaboração deste TCC, demonstrando ser uma pessoa sensata, profissional e solidária para com os problemas que tive. Com certeza, apenas alguns professores deste Departamento de Administração, na época em que esta monografia foi escrita, saberão o porquê que escrevo isto. E por último, dedico também à professora Meiry por ter me ajudado com a elaboração do projeto de pesquisa, em que sempre foi muito paciente, dedicada e incentivadora com seus alunos e fê-los acreditar que seria possível iniciar este trabalho. Com certeza a ela e a todos os professores que me acompanharam durante este curso de bacharelado em Administração serei eternamente grato pelos ensinamentos e dedicação para fazer o melhor possível para o meu aprendizado. Com certeza, a classe de professores no Brasil (em todos os níveis) já deveria ser, há muito tempo, mais bem valorizada em todos os sentidos e só sabe quem convive com esses profissionais.

6 AGRADECIMENTOS Agradeço, primeiramente, a Deus por ter me dado o dom da vida, da saúde e da inteligência em todos os momentos difíceis dos quais necessitei, sempre serei agradecido a Ti. Agradeço também aos meus pais, Geraldo José Morais Silva e Lucília Cleide Nunes Morais, pelas provas de amor à minha criação, educação, amizade, companheirismo e sabedoria no tratamento dirigido a mim, sempre com muito respeito e lealdade, mesmo em situações em que não estive com a razão. Agradeço do fundo do meu coração todos os momentos em que vivi ao lado de vocês. Com certeza vocês são os pais que todo filho gostaria de ter. Obrigado. Agradeço também ao meu orientador, Klauber Nascimento Brito, pelos momentos de extrema paciência que teve comigo e soube relevar os meus vários não cumprimentos de prazos. Espero que este TCC seja o começo de uma grande amizade entre nós, pois orientadores como você são raros de serem encontrados; tão experiente e inteligente e ao mesmo tempo tão tranquilo e respeitoso. Enfim, agradeço a você, Klauber, por toda a orientação do passo-apasso de como fazer o trabalho. Sucesso para você meu caro, tanto na sua vida pessoal quanto profissional. Agradeço a minha noiva, Thaïs, pela extrema paciência que teve comigo desde o momento em que nos conhecemos nesse curso, o eterno incentivo nas disciplinas cursadas até, inclusive, o momento desse TCC, as muitas ajudas em seminários que nós apresentamos, nos exercícios exigidos pelos professores; enfim repito, nesse curso de administração não houve pessoa que mais me ajudou a não ser ela. Com amor, Thaïs, você pode se sentir que está concluindo também esse curso junto comigo, porque você faz parte da minha vida em tudo (pessoal e profissionalmente). Agradeço também ao meu irmão Matheus, a minha avó Dona Iaiá e ao restante dos meus familiares por fazerem parte da minha vida e sempre me apoiarem em todos os meus desejos da minha vida. A minha família foi, é e sempre será muito importante na minha vida. Abraços a todos. Agradeço ao chefe do Departamento de Administração, o professor Leonardo Rosa Rohde, pela sua competência e honestidade em todos esses anos juntos no ambiente acadêmico. Também é uma pessoa muito responsável com suas obrigações, sempre preocupado na resolução de qualquer problema que acontecia no Departamento de Administração. Também sou grato ao coordenador do curso de graduação em Administração, o professor Jorge de Oliveira Gomes, pelos ensinamentos administrativos nesse curso, procurando sempre ponderar e ser justo nas suas atitudes e tomadas de decisões para a resolução de todos os problemas que os alunos tiveram e tem no curso do bacharelado em Administração. Da mesma forma, agradeço a todos os professores que me ensinaram neste curso. E, por fim, agradeço a todos os servidores da UFPB (Campus I) que contribuíram de alguma forma para a minha realização de estudar e concluir esse curso.

7 Onde há uma empresa de sucesso, alguém tomou alguma vez uma decisão valente. (Peter Drucker)

8 MORAIS, Thiago Nunes. Trajetória dos mecanismos de aprendizagem tecnológica em uma indústria de mineração localizada na Paraíba. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Administração). Universidade Federal da Paraíba, Campus I, João Pessoa PB, RESUMO O presente trabalho tem como principal objetivo analisar a trajetória dos mecanismos de aprendizagem tecnológica em uma indústria de mineração localizada na Paraíba. Para a realização do mesmo, foram aplicados formulários estruturados com a alta gestão da empresa com o intuito de verificarem-se quais foram os mecanismos utilizados por essa empresa nos últimos vinte anos para adquirir ou criar novas tecnologias e conhecimentos técnicos como forma de estratégia competitiva diante de seus concorrentes. Para isto, analisaram-se quatro importantes processos ou mecanismos intra-empresariais de aprendizagem tecnológica, que são: o mecanismo de aquisição interna do conhecimento técnico; o mecanismo de aquisição externa de conhecimento técnico; o de socialização do conhecimento técnico e o de codificação do conhecimento técnico; com o intuito de se observar a existência ou não destes processos dentro da organização, assim como, a identificação de sua trajetória para o período pesquisado (de 1990 a 2010). Conclui-se através da análise dos dados, que a indústria de mineração teve um forte acúmulo de capacidades e competências tecnológicas na sua trajetória de 1990 a 2010 e principalmente em torno dos anos de 1997 e Todos os gráficos mostram que houve aumento das capacidades e competências tecnológicas, cujos mecanismos de socialização e codificação do conhecimento técnico se destacaram em relação aos outros. Algumas limitações para esta pesquisa são fundamentais serem ditas, então segue algumas: de um total de 285 funcionários, sendo destes 11 ocupantes de cargos de nível gerencial, apenas oito responderam ao formulário, dificultando um pouco a representatividade da quantificação dos dados; não foi possível analisar outros mecanismos de aprendizagem tecnológica existentes, porque não foi o foco deste TCC; e, poderia também ser dado um tratamento estatístico mais sofisticado aos dados coletados. PALAVRAS-CHAVE: Aprendizagem Tecnológica. Aprendizagem Organizacional. Gestão da Inovação. Competitividade. Mineração.

9 LISTA DE SIGLAS AC: Aprimoramento Contínuo. P&D: Pesquisa e Desenvolvimento. D&I: Design e Inovação. OJT: On the Job Training (Treinamento no Local de Trabalho). TQM: Total Quality Management (Gerenciamento da Qualidade Total). MRP: Material Resource Planning (Planejamento dos Recursos Materiais). PND: Plano Nacional de Desenvolvimento. PBDCT: Plano Básico de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. PNQ: Programa Nacional da Qualidade. ISO: International Organization for Standardization (Organização Internacional para Padronização). PPQ: Programa Paraibano da Qualidade. EMN: Empresa Multinacional. PFC: Planta Flutuante de Concentração. PBU: Plantas de Beneficiamento Úmido. PBS: Plantas de Beneficiamento Seco. MP: Minerais Pesados. SIG: Sistema Integrado de Gestão. SMU: Planta de Separação Magnética Úmida. VUZ: Planta da Via Úmida Zirconita/Rutilo/Cianita. VSZ: Planta da Via Seca Zirconita/Rutilo/Cianita. VSI: Planta da Via Seca Ilmenita. DOU: Diário Oficial da União. TCC: Trabalho de Conclusão de Curso. TiO 2 : Pigmento branco de Dióxido de Titânio derivado da Ilmenita (após passar por um processo químico). FeOTiO 2 : Minério de Ilmenita (matéria-prima pura extraída do solo). TiO 2 : Minério de Rutilo (matéria-prima pura extraída do solo). ZrO 2 SiO 2 : Minério de Zirconita (matéria-prima pura extraída do solo). Al 2 SiO 5 : Minério de Cianita (matéria-prima pura extraída do solo). CNI: Confederação Nacional da Indústria. SIPAT: Semana Interna de Prevenção de Acidentes no Trabalho. DJSI: Down Jones Sustentability Index (Índice de Sustentabilidade da Down Jones). IBOVESPA: Índice da Bolsa de Valores do Estado de São Paulo. ETHOS: Associação, sem fins lucrativos, destinada a mobilizar, sensibilizar e ajudar as empresas a gerir seus negócios de forma socialmente responsável, tornando-as parceiras na construção de uma sociedade sustentável e justa (Fonte: Estatuto Social da Instituição, aprovado na assembléia geral extraordinária, realizada em 02/08/2010).

10 LISTA DE FIGURAS Figura Figura Figura

11 LISTA DE GRÁFICOS 1: 2: 3: 4: 5: 6: 7: 8: 9: 10: Total de ocorrências de atividades de aprendizagem tecnológica dos mecanismos por ano...48 Média de ocorrências das atividades de aprendizagem tecnológica dos mecanismos por ano...50 Total de ocorrências de aprendizagem tecnológica dos submecanismos de aquisição interna do conhecimento técnico por ano...56 Média de ocorrências de aprendizagem tecnológica dos submecanismos de aquisição interna do conhecimento técnico por ano...58 Total de ocorrências de aprendizagem tecnológica dos submecanismos de aquisição externa do conhecimento técnico por ano...60 Média de ocorrências de aprendizagem tecnológica dos submecanismos de aquisição externa do conhecimento técnico por ano...62 Total de ocorrências de aprendizagem tecnológica dos submecanismos de socialização do conhecimento técnico por ano...65 Média de ocorrências de aprendizagem tecnológica dos submecanismos de socialização do conhecimento técnico por ano...67 Total de ocorrências de aprendizagem tecnológica dos submecanismos de codificação do conhecimento técnico por ano...69 Média de ocorrências de aprendizagem tecnológica dos submecanismos de codificação do conhecimento técnico por ano...71

12 SUMÁRIO 1. DELIMITAÇÃO DO TEMA E FORMULAÇÃO DO PROBLEMA DE PESQUISA OBJETIVOS OBJETIVO GERAL OBJETIVOS ESPECÍFICOS JUSTIFICATIVA FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA CONTEXTUALIZAÇÃO DA APRENDIZAGEM E CAPACIDADE TECNOLÓGICA CAPACIDADE TECNOLÓGICA: O QUE É E PARA QUE SERVE? APRENDIZAGEM ORGANIZACIONAL COMO RECURSO ESTRATÉGICO MECANISMOS DE APRENDIZAGEM TECNOLÓGICA PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS TÉCNICA DE PESQUISA NATUREZA DA PESQUISA ANÁLISE E TRATAMENTO DOS DADOS ANÁLISE DOS DADOS ESTRATÉGIA PARA ANÁLISE DOS DADOS ANÁLISE E INTERPRETAÇÃO DOS DADOS CARACTERIZAÇÃO E HISTÓRICO DA EMPRESA PESQUISADA ATIVIDADE-FIM DA EMPRESA MECANISMOS DE APRENDIZAGEM TECNOLÓGICA Mecanismo de aquisição interna do conhecimento técnico Mecanismo de aquisição externa do conhecimento técnico Mecanismo de socialização do conhecimento técnico mecanismo de codificação do conhecimento técnico CONCLUSÃO REFERÊNCIAS ANEXO A APÊNDICE A APÊNDICE B APÊNDICE C APÊNDICE D APÊNDICE E

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO SERVIÇO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ADMINISTRAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO SERVIÇO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ADMINISTRAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO SERVIÇO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ADMINISTRAÇÃO JOBSON AUGUSTO DE MELO COUTINHO O SISTEMA DE ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

HÉLIO MENDES RODRIGUES AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO ORGANIZACIONAL: ESTUDO DE CASO NO 1º GRUPAMENTO DE ENGENHARIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

HÉLIO MENDES RODRIGUES AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO ORGANIZACIONAL: ESTUDO DE CASO NO 1º GRUPAMENTO DE ENGENHARIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS COORDENAÇÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO SERVIÇO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ADMINISTRAÇÃO HÉLIO MENDES RODRIGUES AVALIAÇÃO

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA QUALIDADE DE VIDA PARA O TRABALHADOR NA GRÁFICA E EDITORA BRASIL

A IMPORTÂNCIA DA QUALIDADE DE VIDA PARA O TRABALHADOR NA GRÁFICA E EDITORA BRASIL FACULDADES INTEGRADAS DO PLANALTO CENTRAL Aprovadas pela Portaria SESu/MEC Nº. 368/08 (DOU 20/05/2008) CURSO DE ADMINISTRAÇÃO A IMPORTÂNCIA DA QUALIDADE DE VIDA PARA O TRABALHADOR NA GRÁFICA E EDITORA

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES CURSO DE PÓS- GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES CURSO DE PÓS- GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES CURSO DE PÓS- GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS GERENCIAMENTO DOS RECURSOS HUMANOS, BASEADA NA METODOLOGIA DO PMI (PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE) Amanda Ramires Moreira

Leia mais

UNIVERSIDADE DO EXTREMO SUL CATARINENSE UNESC CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS LUIZ PAULO RONCHI FREITAS

UNIVERSIDADE DO EXTREMO SUL CATARINENSE UNESC CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS LUIZ PAULO RONCHI FREITAS 0 UNIVERSIDADE DO EXTREMO SUL CATARINENSE UNESC CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS LUIZ PAULO RONCHI FREITAS AS FUNÇÕES DA CONTROLADORIA E O PERFIL DO CONTROLLER NAS EMPRESAS INTEGRANTES DOS PRINCIPAIS

Leia mais

TRANSTORNO DO AUTISTA NA EDUCAÇÃO INFANTIL

TRANSTORNO DO AUTISTA NA EDUCAÇÃO INFANTIL FACULDADE MÉTODO DE SÃO PAULO LICENCIATURA EM PEDAGOGIA ERIKA DE SOUZA NOGUEIRA JENIFFER OLIVEIRA RODRIGUES COSTA JESSICA PRISCILLA TESLENCO MARTINS PINHEIRO TRANSTORNO DO AUTISTA NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Leia mais

Pró- Reitoria de Graduação Curso de Serviço Social Trabalho de Conclusão de Curso

Pró- Reitoria de Graduação Curso de Serviço Social Trabalho de Conclusão de Curso Pró- Reitoria de Graduação Curso de Serviço Social Trabalho de Conclusão de Curso PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA: ENTRE A EMANCIPAÇÃO E A DEPENDÊNCIA DOS USUÁRIOS. Autor: Alex dos Passos Brasil Orientador: Prof.

Leia mais

ANTONIO ROBINSON GONÇALVES IVANA DOS REIS LIMA JOSÉ RODOLFO ABREU VIEIRA

ANTONIO ROBINSON GONÇALVES IVANA DOS REIS LIMA JOSÉ RODOLFO ABREU VIEIRA UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO NÚCLEO DE PÓS - GRADUAÇÃO NPGA CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL AVANÇADA - CPA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO ANTONIO ROBINSON GONÇALVES IVANA DOS

Leia mais

O uso das tic s no processo de ensino aprendizagem: o blog como ferramenta pedagógica

O uso das tic s no processo de ensino aprendizagem: o blog como ferramenta pedagógica UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CEH CENTRO DE EDUCAÇÃO E HUMANIDADES FFP SG FACULDADE DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO O uso das tic s no processo de ensino aprendizagem: o

Leia mais

ATENÇÃO FARMACÊUTICA PARA PACIENTES PORTADORES DE DIABETES MELLITUS TIPO 2 DA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE DO BAIRRO SANTA CRUZ, CASCAVEL - PR.

ATENÇÃO FARMACÊUTICA PARA PACIENTES PORTADORES DE DIABETES MELLITUS TIPO 2 DA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE DO BAIRRO SANTA CRUZ, CASCAVEL - PR. FACULDADE ASSIS GURGACZ ATENÇÃO FARMACÊUTICA PARA PACIENTES PORTADORES DE DIABETES MELLITUS TIPO 2 DA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE DO BAIRRO SANTA CRUZ, CASCAVEL - PR. Cascavel 2013 ANA PAULA MACHADO ATENÇÃO

Leia mais

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO 1 BUSINESS GAME UGB Eduardo de Oliveira Ormond Especialista em Gestão Empresarial Flávio Pires Especialista em Gerencia Avançada de Projetos Luís Cláudio Duarte Especialista em Estratégias de Gestão Marcelo

Leia mais

Mensuração do Desempenho do Gerenciamento de Portfólio de Projetos: Proposta de Modelo Conceitual

Mensuração do Desempenho do Gerenciamento de Portfólio de Projetos: Proposta de Modelo Conceitual Pedro Bruno Barros de Souza Mensuração do Desempenho do Gerenciamento de Portfólio de Projetos: Proposta de Modelo Conceitual Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada ao Programa de Pósgraduação

Leia mais

FACULDADE 7 DE SETEMBRO FA7

FACULDADE 7 DE SETEMBRO FA7 FACULDADE 7 DE SETEMBRO FA7 CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL COM HABILITAÇÃO EM PUBLICIDADE E PROPAGANDA OPORTUNIDADE EM MARKETING: O GRANDE PRÊMIO BRASIL 2010 DE FÓRMULA 1 E O CRESCIMENTO DE VENDAS DE PRODUTOS

Leia mais

GUIA PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA UFSJ

GUIA PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA UFSJ UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI UFSJ CAMPUS CENTRO OESTE DONA LINDU GUIA PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA UFSJ DIVINÓPOLIS MG 2009 O Trabalho de

Leia mais

FACULDADE CENECISTA DE CAMPO LARGO GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO ROSANGELA APARECIDA PEREIRA

FACULDADE CENECISTA DE CAMPO LARGO GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO ROSANGELA APARECIDA PEREIRA FACULDADE CENECISTA DE CAMPO LARGO GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO ROSANGELA APARECIDA PEREIRA LIDERANÇA E MOTIVAÇÃO: ESTUDO SOBRE OS ESTILOS DE LIDERANÇA E O QUE ELES INFLUENCIAM A MOTIVAÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS

Leia mais

INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES JAVA DESKTOP COM NETBEANS 6.7

INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES JAVA DESKTOP COM NETBEANS 6.7 INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES JAVA DESKTOP COM NETBEANS 6.7 Guilherme Orlandini Sérgio Roberto Delfino INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES JAVA DESKTOP COM NETBEANS 6.7 São Paulo,

Leia mais

AVALIAÇÃO DO GRAU DE SATISFAÇÃO DOS CLIENTES EM RELAÇÃO A QUALIDADE DOS SERVIÇOS PRESTADOS POR UM ATACADO DE FERRAGENS LOCALIZADO EM CRICIÚMA-SC

AVALIAÇÃO DO GRAU DE SATISFAÇÃO DOS CLIENTES EM RELAÇÃO A QUALIDADE DOS SERVIÇOS PRESTADOS POR UM ATACADO DE FERRAGENS LOCALIZADO EM CRICIÚMA-SC UNIVERSIDADE DO EXTREMO SUL CATARINENSE - UNESC CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS COM LINHA ESPECÍFICA EM COMÉRCIO EXTERIOR ANA PAULA FRASSON DALSASSO AVALIAÇÃO DO GRAU DE SATISFAÇÃO DOS CLIENTES EM RELAÇÃO

Leia mais

II SIMPÓSIO DE PESQUISA E DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS 2014 ANAIS

II SIMPÓSIO DE PESQUISA E DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS 2014 ANAIS BUSINESS GAME UGB VERSÃO 2 Luís Cláudio Duarte Graduação em Administração de Empresas APRESENTAÇÃO (DADOS DE IDENTIFICAÇÃO) O Business Game do Centro Universitário Geraldo Di Biase (BG_UGB) é um jogo virtual

Leia mais

A IMPORTÂNCIA ESTRATÉGICA DO MARKETING DE RELACIONAMENTO PARA A EMPRESA ABELARDO.COM

A IMPORTÂNCIA ESTRATÉGICA DO MARKETING DE RELACIONAMENTO PARA A EMPRESA ABELARDO.COM UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS COORDENAÇÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO SERVIÇO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ADMINISTRAÇÃO EPITÁCIO PESSOA PEREIRA DINIZ

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DA UNIÃO EDUCACIONAL DO PLANALTO CENTRAL FACIPLAC

FACULDADES INTEGRADAS DA UNIÃO EDUCACIONAL DO PLANALTO CENTRAL FACIPLAC FACULDADES INTEGRADAS DA UNIÃO EDUCACIONAL DO PLANALTO CENTRAL FACIPLAC TERCEIRIZAÇÃO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA FEDERAL UM ESTUDO DE CASO NA AGÊNCIA DO GAMA-DF DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL DENIVALDO MARTINS

Leia mais

Universidade METODISTA de São Paulo

Universidade METODISTA de São Paulo Agradecimentos Universidade METODISTA de São Paulo Ser mestre é exemplo de dedicação, doação, dignidade e, sobretudo, de amor. Meu carinho e gratidão aos Professores Doutores do Programa de Pós-graduação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO DEPARTAMENTO DE QUÍMICA JOÃO ROBERTO RATIS TENÓRIO DA SILVA

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO DEPARTAMENTO DE QUÍMICA JOÃO ROBERTO RATIS TENÓRIO DA SILVA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO DEPARTAMENTO DE QUÍMICA JOÃO ROBERTO RATIS TENÓRIO DA SILVA ELABORAÇÃO DE ATIVIDADES EXPERIMENTAIS PARA O ENSINO DE REAÇÕES QUÍMICAS ELABORADAS SEGUNDO A NOÇÃO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS ECONÔMICAS DIANA LIMA DOS SANTOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS ECONÔMICAS DIANA LIMA DOS SANTOS UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS ECONÔMICAS DIANA LIMA DOS SANTOS LOGÍSTICA DE TRANSPORTES PARA A INDÚSTRIA FARMACÊUTICA NA BAHIA: ANÁLISE QUALITATIVA

Leia mais

FAEL comemora 15 anos de atividades

FAEL comemora 15 anos de atividades ANOS FAEL comemora 15 anos de atividades Hoje, comemoramos 15 anos de um projeto que visa à democratização do ensino e que tornou a FAEL uma referência em educação de qualidade. Com o objetivo de proporcionar

Leia mais

ANDERSON CAVALCANTE. Meu pai, meu herói

ANDERSON CAVALCANTE. Meu pai, meu herói ANDERSON CAVALCANTE Meu pai, meu herói Dedicatória Ao meu pai, Eraldo, meu herói e minha referência de vida. 5 Agradecimentos A Deus, por sempre me ajudar a cumprir minha missão. A todos os pais que são

Leia mais

QUALIDADE DE SOFTWARE

QUALIDADE DE SOFTWARE QUALIDADE DE SOFTWARE AULA N.3 Curso: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Disciplina: Qualidade de Software Profa. : Kátia Lopes Silva 1 QUALIDADE DE SOFTWARE Objetivos: Introduzir os três modelos para implementar

Leia mais

FTAD. Formação Técnica em Administração de Empresas. Gestão da Qualidade

FTAD. Formação Técnica em Administração de Empresas. Gestão da Qualidade FTAD Formação Técnica em Administração de Empresas Gestão da Qualidade Aula 5 O PROCESSO DE CERTIFICAÇÃO Objetivo: Compreender os requisitos para obtenção de Certificados no Sistema Brasileiro de Certificação

Leia mais

5 ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DE MONOGRAFIAS OU TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)... 478 5.1 Ordenamento dos elementos da monografia ou TCC... 48 5.

5 ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DE MONOGRAFIAS OU TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)... 478 5.1 Ordenamento dos elementos da monografia ou TCC... 48 5. 5 ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DE MONOGRAFIAS OU TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)... 478 5.1 Ordenamento dos elementos da monografia ou TCC... 48 5.2 Capa... 48 5.3 Folha de rosto... 51 5.4 Errata... 53

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE INTEGRADA: TRATAMENTO DE ANOMALIAS EM UMA INDÚSTRIA METALÚRGICA. Ana Elisa Peres Magalhães

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE INTEGRADA: TRATAMENTO DE ANOMALIAS EM UMA INDÚSTRIA METALÚRGICA. Ana Elisa Peres Magalhães SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE INTEGRADA: TRATAMENTO DE ANOMALIAS EM UMA INDÚSTRIA METALÚRGICA Ana Elisa Peres Magalhães MONOGRAFIA SUBMETIDA À COORDENAÇÃO DE CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO DA UNIVERSIDADE

Leia mais

ALUNO: TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

ALUNO: TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO 3cm ESCOLAS E FACULDADES QI CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA UNIDADE: 12 - Viamão 6cm 12cm ALUNO: 15cm TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Porto Alegre 2015 2cm 3cm ESCOLAS E FACULDADES QI CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N 64/2011 Altera a Resolução nº. 57/2007 do CONSEPE, que aprova o Projeto Político-Pedagógico

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO COORDENAÇÃO DE ENSINO DE GRADUAÇÃO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO TEMA DO TRABALHO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO COORDENAÇÃO DE ENSINO DE GRADUAÇÃO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO TEMA DO TRABALHO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO COORDENAÇÃO DE ENSINO DE GRADUAÇÃO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO TEMA DO TRABALHO NOME COMPLETO DO AUTOR CUIABÁ MT Ano UNIVERSIDADE FEDERAL

Leia mais

PRÊMIO IEL/CE- MELHORES PRÁTICAS DE ESTÁGIO/2013 REGULAMENTO

PRÊMIO IEL/CE- MELHORES PRÁTICAS DE ESTÁGIO/2013 REGULAMENTO PRÊMIO IEL/CE- MELHORES PRÁTICAS DE ESTÁGIO/2013 REGULAMENTO 2013 Prêmio IEL/CE- Melhores Práticas de Estágio 2013 1 de 16 Sumário 1. O PRÊMIO...2 2. OBJETIVOS...3 3. CATEGORIAS DA PREMIAÇÃO...3 4. FASES

Leia mais

GESTÃO ESTRATÉGICA DO CONHECIMENTO NAS PEQUENAS ORGANIZAÇÕES: UM MODELO DE ABORDAGEM ABRAHAM B. SICSÚ

GESTÃO ESTRATÉGICA DO CONHECIMENTO NAS PEQUENAS ORGANIZAÇÕES: UM MODELO DE ABORDAGEM ABRAHAM B. SICSÚ GESTÃO ESTRATÉGICA DO CONHECIMENTO NAS PEQUENAS ORGANIZAÇÕES: UM MODELO DE ABORDAGEM ABRAHAM B. SICSÚ 1 Contextualizando a Apresentação Gestão do Conhecimento, primeira abordagem: TI + Tecnologias Organizacionais

Leia mais

Programa da Disciplina

Programa da Disciplina INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E tecnologia PARAÍBA Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba - Campus Cajazeiras Diretoria de Ensino / Coord. do Curso

Leia mais

SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE

SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE Modelo de Otimização de SAM Controle, otimize, cresça Em um mercado internacional em constante mudança, as empresas buscam oportunidades de ganhar vantagem competitiva

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS CENTRAL NATAL DIRETORIA DE ENSINO E TECNOLOGIA EM CONSTRUÇÃO CIVIL

INSTITUTO FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS CENTRAL NATAL DIRETORIA DE ENSINO E TECNOLOGIA EM CONSTRUÇÃO CIVIL INSTITUTO FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS CENTRAL NATAL DIRETORIA DE ENSINO E TECNOLOGIA EM CONSTRUÇÃO CIVIL NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE UM RELATÓRIO TÉCNICO Eurípedes de Medeiros Junior 1 Mara Matos

Leia mais

A Comunicação no Modelo de Excelência da Gestão (MEG) 1

A Comunicação no Modelo de Excelência da Gestão (MEG) 1 A Comunicação no Modelo de Excelência da Gestão (MEG) 1 Narjara Bárbara Xavier Silva 2 Patrícia Morais da Silva 3 Resumo O presente trabalho é resultado do Projeto de Extensão da Universidade Federal da

Leia mais

As cinco disciplinas

As cinco disciplinas As cinco disciplinas por Peter Senge HSM Management julho - agosto 1998 O especialista Peter Senge diz em entrevista exclusiva que os programas de aprendizado podem ser a única fonte sustentável de vantagem

Leia mais

Instituto de Economia. Curso de Graduação Bacharelado em Relações Internacionais. Regulamento para Monografia

Instituto de Economia. Curso de Graduação Bacharelado em Relações Internacionais. Regulamento para Monografia CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente regulamento visa normatizar as atividades relacionadas a Trabalho de Conclusão do Curso (TCC) de Graduação - Bacharelado em Relações Internacionais

Leia mais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa,

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE JUSSARA LICENCIATURA EM MATEMÁTICA ANA PAULA ALVES MACHADO DE LIMA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE JUSSARA LICENCIATURA EM MATEMÁTICA ANA PAULA ALVES MACHADO DE LIMA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE JUSSARA LICENCIATURA EM MATEMÁTICA ANA PAULA ALVES MACHADO DE LIMA A HISTÓRIA DA CRIPTOGRAFIA E A APLICAÇÃO DE TEORIA DOS NÚMEROS EM CRIPTOGRAFIA

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS LICENCIATURA PLENA EM QUÍMICA. Nome do(s) autor(es)

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS LICENCIATURA PLENA EM QUÍMICA. Nome do(s) autor(es) 1 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS LICENCIATURA PLENA EM QUÍMICA Nome do(s) autor(es) TÍTULO DO TRABALHO: SUBTÍTULO (SE HOUVE) LOCAL Ano 2 Nome do(s) autor(es) TÍTULO DO TRABALHO:

Leia mais

UNIVERSIDADE PAULISTA - UNIP CURSO: Ciências Contábeis

UNIVERSIDADE PAULISTA - UNIP CURSO: Ciências Contábeis UNIVERSIDADE PAULISTA - UNIP CURSO: Ciências Contábeis MANUAL DE ORIENTAÇÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR Prezado aluno: A princípio, receba meus sinceros parabéns por ter chegado ao final do curso de Ciências

Leia mais

FACULDADE SATC CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL/JORNALISMO NOME DO ACADÊMICO TÍTULO DO TRABALHO: SUBTÍTULO SE HOUVER

FACULDADE SATC CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL/JORNALISMO NOME DO ACADÊMICO TÍTULO DO TRABALHO: SUBTÍTULO SE HOUVER FACULDADE SATC CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL/JORNALISMO NOME DO ACADÊMICO TÍTULO DO TRABALHO: SUBTÍTULO SE HOUVER LOCAL ANO NOME DO ACADÊMICO TÍTULO DO TRABALHO: SUBTÍTULO SE HOUVER Trabalho de Conclusão

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA DEPARTAMENTO DE LETRAS CURSO DE SECRETARIADO EXECUTIVO TRILINGUE JAQUELINE PINHEIRO SCHULTZ

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA DEPARTAMENTO DE LETRAS CURSO DE SECRETARIADO EXECUTIVO TRILINGUE JAQUELINE PINHEIRO SCHULTZ UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA DEPARTAMENTO DE LETRAS CURSO DE SECRETARIADO EXECUTIVO TRILINGUE JAQUELINE PINHEIRO SCHULTZ GÊNEROS DE REDAÇÃO INSTITUCIONAL: ESTUDO COMPARATIVO ENTRE UMA INSTITUIÇÃO DE

Leia mais

UNIVERSIDADE DA AMAZÔNIA UNAMA CENTRO DE ESTUDOS SOCIAIS APLICADOS CESA CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL HABILITAÇÃO EM JORNALISMO

UNIVERSIDADE DA AMAZÔNIA UNAMA CENTRO DE ESTUDOS SOCIAIS APLICADOS CESA CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL HABILITAÇÃO EM JORNALISMO UNIVERSIDADE DA AMAZÔNIA UNAMA CENTRO DE ESTUDOS SOCIAIS APLICADOS CESA CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL HABILITAÇÃO EM JORNALISMO MARCIO ROBERTO BORGES REGO PRISCILA RODRIGUES DO NASCIMENTO RADIONOVELA E RESPONSABILIDADE

Leia mais

NATURALIZAÇÃO (*) Marconi Araújo

NATURALIZAÇÃO (*) Marconi Araújo NATURALIZAÇÃO (*) Marconi Araújo (I) Vou falar naturalmente Ou com naturalidade Para ser bem mais preciso Sobre nacionalidade Envolvendo estrangeiro Que quer ser bem brasileiro Sendo espontânea a vontade!

Leia mais

Aula 15. Tópicos Especiais I Sistemas de Informação. Prof. Dr. Dilermando Piva Jr.

Aula 15. Tópicos Especiais I Sistemas de Informação. Prof. Dr. Dilermando Piva Jr. 15 Aula 15 Tópicos Especiais I Sistemas de Informação Prof. Dr. Dilermando Piva Jr. Site Disciplina: http://fundti.blogspot.com.br/ Conceitos básicos sobre Sistemas de Informação Conceitos sobre Sistemas

Leia mais

5.5 Enterprise Resources Planning

5.5 Enterprise Resources Planning 5.5 Enterprise Resources Planning 5.5 Enterprise Resources Planning Enterprise Resources Planning (ERP), significa Planejamento de Recursos do Empreendimento e abrange todas as necessidades de informação

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ SUYANNE NUNES DE CASTRO PERFIL DAS ALTERAÇÕES POSTURAIS EM IDOSOS ATENDIDOS NO SERVIÇO DE REEDUCAÇÃO POSTURAL GLOBAL

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ SUYANNE NUNES DE CASTRO PERFIL DAS ALTERAÇÕES POSTURAIS EM IDOSOS ATENDIDOS NO SERVIÇO DE REEDUCAÇÃO POSTURAL GLOBAL UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ SUYANNE NUNES DE CASTRO PERFIL DAS ALTERAÇÕES POSTURAIS EM IDOSOS ATENDIDOS NO SERVIÇO DE REEDUCAÇÃO POSTURAL GLOBAL FORTALEZA CEARÁ 2009 SUYANNE NUNES DE CASTRO PERFIL DAS

Leia mais

ANDERSON BRUNO MATIAS WANDERLEY DE MELLO ACUMULAÇÃO TECNOLÓGICA EM PEQUENAS EMPRESAS DESENVOLVEDORAS DE SOFTWARES DE JOÃO PESSOA

ANDERSON BRUNO MATIAS WANDERLEY DE MELLO ACUMULAÇÃO TECNOLÓGICA EM PEQUENAS EMPRESAS DESENVOLVEDORAS DE SOFTWARES DE JOÃO PESSOA 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E APLICADAS COORDENAÇÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO SERVIÇO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ADMINISTRAÇÃO ANDERSON BRUNO MATIAS WANDERLEY

Leia mais

QUALIDADE II. Prof. Dr. Daniel Bertoli Gonçalves 09/08/2012. Prof. Dr. Daniel Bertoli Gonçalves

QUALIDADE II. Prof. Dr. Daniel Bertoli Gonçalves 09/08/2012. Prof. Dr. Daniel Bertoli Gonçalves QUALIDADE II Prof. Dr. Daniel Bertoli Gonçalves Prof. Dr. Daniel Bertoli Gonçalves Engenheiro Agrônomo CCA/UFSCar 1998 Mestre em Desenvolvimento Econômico, Espaço e Meio Ambiente IE/UNICAMP 2001 Doutor

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO MAYRA ROSANA SILVA BRAZ

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO MAYRA ROSANA SILVA BRAZ UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO MAYRA ROSANA SILVA BRAZ ANÁLISE DOS ASPECTOS ERGONÔMICOS NOS POSTOS DE TRABALHO INFORMATIZADOS: UM ESTUDO DE CASO

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Campus de Francisco Beltrão Estágio Supervisionado em Administração

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Campus de Francisco Beltrão Estágio Supervisionado em Administração UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Campus de Francisco Beltrão Estágio Supervisionado em Administração Formulário de Roteiro do Diagnóstico Organizacional Seqüência das partes

Leia mais

Thais Pereira Teixeira

Thais Pereira Teixeira UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO CURSO DE MESTRADO EM ADMINISTRAÇÃO Thais Pereira Teixeira ESTRATÉGIA COMPETITIVA E COMÉRCIO ELETRÔNICO: ESTUDOS

Leia mais

ESTRUTURA DO TRABALHO ACADÊMICO. Dissertações, Teses e Trabalhos de Conclusão de Curso de Graduação, Especialização e outros.

ESTRUTURA DO TRABALHO ACADÊMICO. Dissertações, Teses e Trabalhos de Conclusão de Curso de Graduação, Especialização e outros. ESTRUTURA DO TRABALHO ACADÊMICO Dissertações, Teses e Trabalhos de Conclusão de Curso de Graduação, Especialização e outros. Estrutura Elementos Parte externa Capa (obrigatório) Lombada (opcional) Parte

Leia mais

1 Estrutura do Trabalho e Forma de Numeração das Folhas. 2 Modelo de Capa. 5cm ELEMENTOS TEXTUAIS E PÓS-TEXTUAIS

1 Estrutura do Trabalho e Forma de Numeração das Folhas. 2 Modelo de Capa. 5cm ELEMENTOS TEXTUAIS E PÓS-TEXTUAIS 1 Estrutura do Trabalho e Forma de Numeração das Folhas 2 Modelo de Capa ELEMENTOS TEXTUAIS E PÓS-TEXTUAIS ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS CAPA ANEXOS 10... REFERÊNCIAS 09 TEXTO 08 SUMÁRIO LISTAS RESUMO EPÍGRAFE

Leia mais

CONSULTORIA. Sistema de Gestão ISO 9001 - Lean Esquadrias

CONSULTORIA. Sistema de Gestão ISO 9001 - Lean Esquadrias CONSULTORIA Sistema de Gestão ISO 9001 - Lean Esquadrias PADRÃO DE QUALIDADE DESCRIÇÃO ISO 9001 Esse Modelo de Produto de Consultoria tem por objetivo definir e melhorar todos os processos da empresa,

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO PRESENCIAL SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

CURSO DE GRADUAÇÃO PRESENCIAL SISTEMAS DE INFORMAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS CURSO DE GRADUAÇÃO PRESENCIAL SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Identificação do Curso Nome do Curso: Sistemas de Informação Titulação: Bacharelado Modalidade de ensino: Presencial

Leia mais

UVV POST Nº61 11 a 17/08 de 2014 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional

UVV POST Nº61 11 a 17/08 de 2014 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV POST Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional ESTÁGIO CURRICULAR E MONITORIA DE ENSINO Estão abertas inscrições para alunos regularmente matriculados

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS 1ª Série Comportamento Organizacional CST em Marketing A atividade prática supervisionada (ATPS) é um procedimento metodológico de ensino-aprendizagem desenvolvido por

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DA FUNETEC-PB. Presidente da FUNETEC-PB Cícero Nicácio do Nascimento Lopes. Superintendente Anselmo Guedes de Castilho

ADMINISTRAÇÃO DA FUNETEC-PB. Presidente da FUNETEC-PB Cícero Nicácio do Nascimento Lopes. Superintendente Anselmo Guedes de Castilho ADMINISTRAÇÃO DA FUNETEC-PB Presidente da FUNETEC-PB Cícero Nicácio do Nascimento Lopes Superintendente Anselmo Guedes de Castilho Diretora Escolar Helena Mercedes Monteiro Gerente de Ensino Adeane Nunes

Leia mais

Tecnologia da Informação

Tecnologia da Informação Tecnologia da Informação Gestão Organizacional da Logística Sistemas de Informação Sistemas de informação ERP - CRM O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para

Leia mais

Módulo IV. Delegação e Liderança

Módulo IV. Delegação e Liderança Módulo IV Delegação e Liderança "As pessoas perguntam qual é a diferença entre um líder e um chefe. O líder trabalha a descoberto, o chefe trabalha encapotado. O líder lidera, o chefe guia. Franklin Roosevelt

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS MANUAL DE ORIENTAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS MANUAL DE ORIENTAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS MANUAL DE ORIENTAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO Alunos do 5º ciclo, a partir de 2012 Arujá - SP 2012 1 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 1. OBJETIVO GERAL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO

Leia mais

Intercâmbio sem fronteiras! PROSPECTUS 2014. Global Active Study

Intercâmbio sem fronteiras! PROSPECTUS 2014. Global Active Study PROSPECTUS 2014 www.globalactivestudy.com A é uma agência educacional com sede na Inglaterra, com parceiros em vários países! Nossa empresa oferece cursos com atividades extracurriculares, que facilitam

Leia mais

0 21 anos: Fase do amadurecimento biológico 21 42 anos: Fase do amadurecimento psicológico mais de 42 anos: Fase do amadurecimento espiritual

0 21 anos: Fase do amadurecimento biológico 21 42 anos: Fase do amadurecimento psicológico mais de 42 anos: Fase do amadurecimento espiritual Por: Rosana Rodrigues Quando comecei a escrever esse artigo, inevitavelmente fiz uma viagem ao meu passado. Lembrei-me do meu processo de escolha de carreira e me dei conta de que minha trajetória foi

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM AGRONEGÓCIO

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM AGRONEGÓCIO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM AGRONEGÓCIO REGIMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Patrocínio,Outubro de 2013 SUMÁRIO Título I - Disposições Preliminares... 02 Título II - Da Caracterização... 02

Leia mais

Diego Amorim. Publicação: 17/09/2013 18:26 Atualização: 17/09/2013 18:35

Diego Amorim. Publicação: 17/09/2013 18:26 Atualização: 17/09/2013 18:35 Conhecimentos produzidos em universidades garantem produção de patentes Instituições de ensino superior representam metade das 10 organizações que lideram o ranking de concessões feitas entre 2003 e 2012

Leia mais

VENDAS NÃO OCORREM POR ACASO

VENDAS NÃO OCORREM POR ACASO VENDAS NÃO OCORREM POR ACASO THIAGO CONCER VENDAS NÃO OCORREM POR ACASO O GUIA DE VENDAS DA EQUIPE COMERCIAL 2ª EDIÇÃO REVISADA E AMPLIADA 2015 BAURU, SP Rua Machado de Assis, 10-35 Vila América CEP 17014-038

Leia mais

A Gestão da Qualidade e sua Importância em Projetos

A Gestão da Qualidade e sua Importância em Projetos IETEC Instituto de Educação Tecnológica A Gestão da Qualidade e sua Importância em Projetos Christiane Carraro Poubel Belo Horizonte, fevereiro de 2007. A Gestão da Qualidade e sua Importância em Projetos

Leia mais

Sistemas de Informação Empresarial. Gerencial

Sistemas de Informação Empresarial. Gerencial Sistemas de Informação Empresarial SIG Sistemas de Informação Gerencial Visão Integrada do Papel dos SI s na Empresa [ Problema Organizacional ] [ Nível Organizacional ] Estratégico SAD Gerência sênior

Leia mais

FACULDADES SPEI Curso de Administração MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DAS FACULDADES SPEI

FACULDADES SPEI Curso de Administração MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DAS FACULDADES SPEI FACULDADES SPEI Curso de Administração MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DAS FACULDADES SPEI CURITIBA 2009 Manual de Estágios Matriz Curricular 2009 2 1. APRESENTAÇÃO Este manual

Leia mais

PESQUISA DIAGNÓSTICA - SISTEMATIZAÇÃO. - Sim, estou gostando dessa organização sim, porque a gente aprende mais com organização das aulas.

PESQUISA DIAGNÓSTICA - SISTEMATIZAÇÃO. - Sim, estou gostando dessa organização sim, porque a gente aprende mais com organização das aulas. ESCOLA MUNICIPAL BUENA VISTA Goiânia, 19 de junho de 2013. - Turma: Mestre de Obras e Operador de computador - 62 alunos 33 responderam ao questionário Orientador-formador: Marilurdes Santos de Oliveira

Leia mais

MINUTA DE RESOLUÇÃO PARA REGULAMENTAÇÃO E MANUTENÇÃO DO REGIME DE TRABALHO EM DEDICAÇÃO EXCLUSIVA DA UNEMAT RESOLUÇÃO Nº. - CONEPE

MINUTA DE RESOLUÇÃO PARA REGULAMENTAÇÃO E MANUTENÇÃO DO REGIME DE TRABALHO EM DEDICAÇÃO EXCLUSIVA DA UNEMAT RESOLUÇÃO Nº. - CONEPE MINUTA DE RESOLUÇÃO PARA REGULAMENTAÇÃO E MANUTENÇÃO DO REGIME DE TRABALHO EM DEDICAÇÃO EXCLUSIVA DA UNEMAT RESOLUÇÃO Nº. - CONEPE Regulamenta o regime de trabalho de Tempo Integral, em Dedicação Exclusiva

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS CST em Gestão de Recursos Humanos 1ª Série Comportamento Organizacional A Atividade Prática Supervisionada (ATPS) é um procedimento metodológico de ensino-aprendizagem

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado pela Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado pela Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado pela Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: ESTRUTURAS ORGANIZACIONAIS Código: ADM - 255 Pré-requisito: ------- Período Letivo: 2013.2 Professor:

Leia mais

1. APRESNTAÇÃO DO CURSO

1. APRESNTAÇÃO DO CURSO 1. APRESNTAÇÃO DO CURSO 1.1 NOME: CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO LATU SENSO EM PSICOLOGIA DO TRÂNSITO 1.2 TÍTULO CONCEDIDO: ESPECIALISTA EM PSICOLOGIA DO TRÂNSITO 1.3 PÚBLICO ALVO: PSICÓLOGOS REGULARMENTE INSCRITOS

Leia mais

CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES

CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA CAMPUS DE RIO PARANAÍBA COORDENAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Campus Universitário - Caixa Postal 22 - Rio Paranaíba - MG - 38810-000 REGULAMENTO N. 2, DE 3 DE SETEMBRO

Leia mais

Gerenciar risco, eis a paixão de

Gerenciar risco, eis a paixão de Gerenciar risco, eis a paixão de Jorge Luzzi Jorge Luzzi GERENCIADOR DE RISCOS, DA HERCO GLOBAL, DO GRUPO MDS Jorge Luzzi, considerado um dos maiores experts em gerenciamento de riscos, foi fisgado pela

Leia mais

ü Curso - Bacharelado em Sistemas de Informação

ü Curso - Bacharelado em Sistemas de Informação Curso - Bacharelado em Sistemas de Informação Nome e titulação do Coordenador: Coordenador: Prof. Wender A. Silva - Mestrado em Engenharia Elétrica (Ênfase em Processamento da Informação). Universidade

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOGRAFIA INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS - IGC GERSON DINIZ LIMA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOGRAFIA INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS - IGC GERSON DINIZ LIMA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOGRAFIA INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS - IGC GERSON DINIZ LIMA AGRICULTURA CAMPONESA EM TERRITÓRIOS DE COMUNIDADES QUILOMBOLAS RURAIS NO ALTO

Leia mais

Antônio Carlos Bento Ribeiro

Antônio Carlos Bento Ribeiro Antônio Carlos Bento Ribeiro Acredito que a Academia pode e deve participar do processo de renovação do Direito do Trabalho no Brasil. Centrada essencialmente nas transformações que têm afetado o mundo

Leia mais

Sou grato a Deus por ter conhecido tantas pessoas boas, de coração aberto e firme.. Presidente Nilton A. Fogaça

Sou grato a Deus por ter conhecido tantas pessoas boas, de coração aberto e firme.. Presidente Nilton A. Fogaça 1º Edição / Fev -2015 PALAVRA DO PRESIDENTE Nunca estamos sós, é verdade. É bom saber que temos amigos em quem podemos confiar. Pessoas que nos apoiam e nos acolhem com tanto carinho. É certo que tenho

Leia mais

MEDIÇÃO DE DESEMPENHO NA CONSTRUÇÃO CIVIL

MEDIÇÃO DE DESEMPENHO NA CONSTRUÇÃO CIVIL MEDIÇÃO DE DESEMPENHO NA CONSTRUÇÃO CIVIL Eng. Dayana B. Costa MSc, Doutoranda e Pesquisadora do NORIE/UFRGS Conteúdo da Manhã Módulo 1 Medição de Desempenho Conceitos Básicos Experiência de Sistemas de

Leia mais

NORMAS ESPECÍFICAS DO TFG DO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA

NORMAS ESPECÍFICAS DO TFG DO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA NORMAS ESPECÍFICAS DO TFG DO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA Art. 1º - Este regulamento disciplina o processo de elaboração, apresentação e avaliação do Trabalho Final de Graduação (TFG) do curso de

Leia mais

RESOLUÇÃO 03/2011. Art. 03. Seguem os Anexos e Glossário que explicitam esta Resolução. Art. 04. Esta Resolução entra em vigor, nesta data.

RESOLUÇÃO 03/2011. Art. 03. Seguem os Anexos e Glossário que explicitam esta Resolução. Art. 04. Esta Resolução entra em vigor, nesta data. RESOLUÇÃO 03/2011 O Diretor Geral da FACCAT, no uso de suas atribuições, em conformidade com o Regimento, estabelece as diretrizes de apresentação dos Trabalhos de Conclusão de Curso T.C.C., Monografias

Leia mais

2 Seminário de Engenharia Química. Silvia Binda 1

2 Seminário de Engenharia Química. Silvia Binda 1 2 Seminário de Engenharia Química Silvia Binda 1 Inter-relação entre o conceito de qualidade, gestão da qualidade e elementos que a compõem QUALIDADE Gestão da Qualidade Habilidade de um conjunto de características

Leia mais

FACULDADE FRUTAL - FAF REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC CURSO DE BACHAREL EM SERVIÇO SOCIAL

FACULDADE FRUTAL - FAF REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC CURSO DE BACHAREL EM SERVIÇO SOCIAL FACULDADE FRUTAL - FAF PERTENCENTE AO GRUPO EDUCACIONAL UNIESP REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC CURSO DE BACHAREL EM SERVIÇO SOCIAL Frutal/MG 2014 1 UNIÃO DAS INSTITUIÇÕES EDUCACIONAIS

Leia mais

NORMAS PARA O TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC

NORMAS PARA O TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CAMPUS UNIVERSITÁRIO DO BAIXO TOCANTINS FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA RUA Manoel de Abreu, s/n, Bairro: Mutirão, CEP: 68.440-000 Fone/Fax:

Leia mais

Gabriel Pereira Janner. Word e Excel Básico e Avançado. Dom Pedrito 2014

Gabriel Pereira Janner. Word e Excel Básico e Avançado. Dom Pedrito 2014 1 Gabriel Pereira Janner Word e Excel Básico e Avançado Dom Pedrito 2014 2 Gabriel Pereira Janner Word e Excel Básico e Avançado Trabalho cujo objetivo passar conhecimento básico e avançado na Disciplina

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS Engenharia de Produção 7ª Série Planejamento, Programação e Controle de Produção. A atividade prática supervisionada (ATPS) é um procedimento metodológico de ensino-aprendizagem

Leia mais

VOCÊ DÁ O SEU MELHOR TODOS OS DIAS. CONTINUE FAZENDO ISSO.

VOCÊ DÁ O SEU MELHOR TODOS OS DIAS. CONTINUE FAZENDO ISSO. VOCÊ DÁ O SEU MELHOR TODOS OS DIAS. CONTINUE FAZENDO ISSO. Qualquer hora é hora de falar sobre doação de órgãos. Pode ser à mesa do jantar, no caminho para o trabalho ou até mesmo ao receber este folheto.

Leia mais

Sistemas de Informação Gerencial. Aula 5. Contextualização. Organização da Aula. Organização da Disciplina. Sistemas Produtivos Industriais

Sistemas de Informação Gerencial. Aula 5. Contextualização. Organização da Aula. Organização da Disciplina. Sistemas Produtivos Industriais Sistemas de Informação Gerencial Aula 5 Contextualização Prof. Me. Claudio Nogas Organização da Disciplina Buscaremos por meio da apresentação de conceitos e exemplos gerar conhecimentos sobre Sistemas

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DOS CURSOS DA FIPP

REGULAMENTO INTERNO DOS CURSOS DA FIPP REGULAMENTO INTERNO DOS CURSOS DA FIPP BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM

Leia mais

FACULDADE DE CAMPINA GRANDE DO SUL. Manual de Estágio CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

FACULDADE DE CAMPINA GRANDE DO SUL. Manual de Estágio CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FACULDADE DE CAMPINA GRANDE DO SUL Manual de Estágio CURSO DE ADMINISTRAÇÃO 2010 FACULDADE DE CAMPINA GRANDE DO SUL FACSUL Sociedade de Ensino Superior do Leste do Paraná Ltda Diretor Geral Prof. Antonio

Leia mais

UMA VIDA DE PAZ, PACIÊNCIA E AMABILIDADE EM UM MUNDO HOSTIL.

UMA VIDA DE PAZ, PACIÊNCIA E AMABILIDADE EM UM MUNDO HOSTIL. UMA VIDA DE PAZ, PACIÊNCIA E AMABILIDADE EM UM MUNDO HOSTIL. Como sabemos o crescimento espiritual não acontece automaticamente, depende das escolhas certas e na cooperação com Deus no desenvolvimento

Leia mais

MARCOS RAFAEL TONIETTO A RELAÇÃO ENTRE CULTURA INFANTIL E SABERES DA EDUCAÇÃO FÍSICA NA PRÁTICA DOCENTE COM CRIANÇAS PEQUENAS

MARCOS RAFAEL TONIETTO A RELAÇÃO ENTRE CULTURA INFANTIL E SABERES DA EDUCAÇÃO FÍSICA NA PRÁTICA DOCENTE COM CRIANÇAS PEQUENAS MARCOS RAFAEL TONIETTO A RELAÇÃO ENTRE CULTURA INFANTIL E SABERES DA EDUCAÇÃO FÍSICA NA PRÁTICA DOCENTE COM CRIANÇAS PEQUENAS CURITIBA 2009 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ MESTRADO EM EDUCAÇÃO A RELAÇÃO

Leia mais

COMÉRCIO E DISTRIBUIÇÃO DE ALIMENTOS.

COMÉRCIO E DISTRIBUIÇÃO DE ALIMENTOS. COMÉRCIO E DISTRIBUIÇÃO DE ALIMENTOS. A Rio Quality existe com o objetivo de proporcionar a total satisfação dos clientes e contribuir para o sucesso de todos. Essa integração se dá através do investimento

Leia mais