Tempo Real 2000 INFONET v3.0.01

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Tempo Real 2000 INFONET v3.0.01"

Transcrição

1 Tempo Real 2000 INFONET v Aplicação de Gestão de Assiduidades Relógio de Ponto - Controlo de Acessos Proximidade - Impressão Digital Íris

2 Índice TR2K INFONET Revisões ao Manual... 3 Instalação e Configuração... 5 Calendário Pedidos de Justificação de Faltas Pedidos de Justificação de Horas Extras Pedidos de Marcação de Férias Calendário de Férias Picagens Manuais Gestão de Pedidos de Picagens Movimentos por Dia Horários: Edição Diária Horários: Associação ao Funcionário Painel de Opções: Base Painel de Opções: Transposições Automáticas Utilizadores Utilizadores: Associação de Horários Utilizadores: Horários Semanais Utilizadores: Horários de Escalas Relatórios

3 Revisões ao Manual v1.0.2 (06 Junho 2008) - Acrescentados os tópicos de Horários Semanais, Horários de Escala e Associação de Horários. - Revisto o processo de instalação para reflectir o novo utilitário de configuração. v1.0.1 (17 Abril 2008) Acrescentada informação relativa à opção Relatórios V1.0.0 (16 Abril 2008) Primeira versão do Manual INFONET 3

4 Bem vindo! O Tr2k INFONET é a forma mais eficaz de difundir informação de assiduidade a um vasto número de funcionários. Para instalar o Tr2k INFONET necessita apenas de instalar um Servidor Http (IIS ou Apache) no Servidor do Tempo Real Este serviço pode ser facultado à intranet da empresa ou mesmo, se for essa a vontade, à extranet da mesma, facultando assim o acesso à informação de assiduidade até fora da organização. As áreas de acesso são diferenciadas conforme se trate de um utilizador simples ou um administrador e o acesso é realizado através de um login e senha de acesso. Em instalações IIS a validação de acesso pode ser efectuada através do próprio domain Server da organização, utilizando a facilidade SingleSignOn. O Tr2k INFONET é opcional, pelo que se quiser implementá-lo terá que o solicitar ao seu distribuidor. 4

5 Instalação e Configuração Requisitos: Windows 2000 / XP / 2003 Server o no caso do Windows 2003 Server, por defeito o componente ASP.NET não está activo sendo necessário activa-lo nos componentes do Windows (Adicionar / Remover Programas). IIS 5 / IIS 6, configurado com ASP.NET ; Framework 1.1; Active Directory (opcional) ; Base de Dados: ACCESS / SQL Server 2000 / SQL Server 2005: o em ACCESS a base de dados não deve constar na pasta "C:\Programas\Tempo Real 2000", devido às permissões de pasta de sistema, esclarecimentos mais abaixo; o em Sql Server é necessário ter um login de Sql Server TR2K 2008 v (ou superior); 5

6 Instalação e Painel de Configuração: Instalar o TR2K INFONET em "C:\infonet\" ; Correr o Painel de Configuração dentro do directório../infonet/config/tr2k_infonet_config.exe (A password por omissão é ) Deve efectuar as seguintes configurações: 1. Entrar no painel de configuração com a password Definir a localização da Aplicação Web no separador Geral, por exemplo: C:\infonet\aspx ; 3. Criar a ligação à base de dados do TR2K 2008 no separador Base de Dados. Os dados devem ser os mesmos aos utilizados pela aplicação TR2K Caracterize o tipo de base de dados e os respectivos parâmetros de acesso (servidor, utilizador, password). Clique em Testar Ligação para verificar se os dados estão correctos e se tem acesso à Base de Dados; 4. Gerar e gravar o licencimento do TR2K INFONET no separador Geral; 5. Activar as notificações por (opcional). Irá permitir que os pedidos gerados pelo Infonet possam ser enviados por . Ir ao separador Smtp Server e colocar os respectivos dados; 6. Definir o caminho de logs do INFONET no separador Outros; 7. Confirmar a gravação dos dados de configuração; 6

7 Configuração de directório Virtual O próximo passo é configurar o directório virtual no IIS (Windows 2000 / XP), no caso do Windows 2003 Server terá que adicionar Website, sendo o processo relativamente idêntico ao do Directório Virtual: 1- Ir ao IIS - WeSite predefenido - Menu Accção - Novo - Directório Virtual 2- Assistente de criação de Directórios Virtuais, clique seguinte 3- Alias do Directório Virtual= infonet, clique seguinte 4- Directório de conteúdo do Website: escolha a pasta onde está a aplicação, por exemplo "C:\infonet\", clique seguinte 5- Permissões de Acesso: Leitura e Executar Scripts 6- Concluir 7

8 1- Ir ao IIS (Painel de Control - Ferramentas Administrativas - IIS) 2- Ir ao website respectivo 3- Ir às propriedades do Directório Virtual (botão direito do rato) 4- Ir ao separador "Directory Security", "Authentication and access control ", clicar em edit 5- Desactivar o "Enable anonymous access" 8

9 6- activar "Digest authentication for Windows domain servers" Caso não tenha domínio atribuido, deverá seleccionar "Integrated Windows Authentication" 7- clicar Ok 8- fechar todas as janelas do IIS 9

10 Login na aplicação Web TR2K INFONET Abra o browser e escreva o endereço da aplicação web, por exemplo: Utilizadores / login da Aplicação nos postos de trabalho O login do INFONET poder ser por login manual (utilizador / password) ou de forma automática, utilizando o login do Domínio do Servidor (AD). Os logins da Active Directory devem coincidir com os logins (apenas o utilizador) da aplicação do Tempo Real O Administrador / Utilizador pode aceder, a partir do seu posto de trabalho, à Aplicação TR2K INFONET do Tempo Real, desde que tenha autorização / premissões para tal. Backup do pacote de instalação: aconselhamos que guarde o pacote de instalação em local seguro para que: no caso de alguma anormalia, possa resolver de forma rápida e segura. Entre os possíveis problemas está a reposição da base de dados de configuração. 10

11 Calendário O Calendário do Tr2k INFONET permite tal como o Calendário da aplicação Tempo Real 2000 o acesso a toda a informação de assiduidade de um ou vários utilizadores. O acesso efectuado por um utilizador permite apenas a visualização da sua informação, o acesso de um administrador permite observar todos os calendários dos funcionários a si afectos. No calendário pode abrir o detalhe do dia, clicando no número de cada registo diário. O detalhe do dia possui, tal como na aplicação, a informação relativa ao Horário, Movimentos, Notas de calendário, Faltas e Horas Extras. 11

12 Pedidos de Justificação de Faltas Pedidos de Faltas, permite ao funcionário justificar as suas faltas, sejam faltas já registadas ou faltas previstas. Esta área fornece quatro paineis distintos: Pedidos de Faltas, Selecção, Operações e Faltas Efectivas. Pedidos de Faltas: o funcionário pode gerir os seus pedidos (inserir e eliminar) desde que não estejam validados pelo seu chefe, caso contrário apenas é possível consultar; Área de Selecção do Mês : o o o o área indispensável na operação Inserir; os dias podem ficar bloqueados nas seguintes situações: não haver Tempo em Falta; os Pedidos terem gasto o Tempo em Falta; o dia em causa já ter a Falta Efectiva já validada; para Inserir pedidos de faltas é necessário seleccionar o(s) dia(s) em causa; pode seleccionar todos os dias do mês, através da checkbox que se encontra na respectiva coluna Operações: o Adicionar: permite adicinar pedidos de faltas dos dias seleccionados. Caso o campo Tempo não seja preenchido o sistema assume o tempo em falta; o o Remover: permite remover registos da área de Pedidos de Falta, desde que não estejam validados Consultar Efectivas: permite ao funcionário consultar o painel das Faltas Efectivas do mês em causa, para ajudar no processo de justificação de faltas. As Faltas Efectivas validadas aparecem a côr diferente; 12

13 Processo de Inserção de Pedido de Falta: 1º Carregar o mês em causa: 2º Seleccionar os dias a justificar na Área de Selecção do Mês: 3º Painel de Operações preencher os respectivos campos e clicar em Adicionar: 4º Confirmação da Inserção dos Pedidos envio de notificação ao Chefe: Depois de clicar em Inserir é confirmada a operação e enviada uma notificação ao chefe via informando dos pedidos de Falta inseridos pelo funcionário. Notas Importantes: No painel Operações o campo Tipo de Falta pode estar bloqueado, não permitindo ao funcionário escolher outro tipo de falta. Este bloqueio faz parte das opções do Tr2k INFONET e pode ser alterado em Painel de Opções Base do Tr2k INFONET; Para que as justificações de falta sejam enviadas, via , aos respectivos chefes, deve confirmar o seguinte: o correcta configuração do servidor de envio de s, no painel de o configuração do Tr2k INFONET; o funcionário e os chefes em causa devem ter conta de na sua ficha do Tempo Real 2000 o na ficha de cada chefe do Tempo Real 2000, separador Tr2k INFONET - notificações, estar parameterizado que o chefe pode receber notificações de pedidos de faltas. 13

14 Pedidos de Justificação de Horas Extras Pedidos de Extras, permite ao funcionário justificar as suas horas extras, sejam horas extras já registadas ou previstas. Esta área fornece quatro paineis distintos: Pedidos de Horas Extras, Selecção, Operações e Horas Extras Efectivas. Pedidos de Horas Extras : o funcionário pode gerir os seus pedidos (inserir e eliminar) desde que não estejam validados pelo seu chefe, caso contrário apenas é possível consultar; Área de Selecção do Mês : o área indispensável na operação Inserir; o os dias podem ficar bloqueados nas seguintes situações: não haver Tempo Extra registado; os pedidos terem gasto o Tempo Extra registado; o dia em causa já ter as Horas Extras Efectivas já validadas; o para Inserir pedidos de Horas Extras é necessário seleccionar o(s) dia(s) em causa; o pode seleccionar todos os dias do mês, através da checkbox que se encontra na respectiva coluna Operações: o Adicionar: permite adicinar pedidos de Horas Extras dos dias seleccionados. Caso o campo Tempo não seja preenchido o sistema assume o tempo em Extra em falta; o Remover: permite remover registos da área de Pedidos de Falta, desde que não estejam validados o Consultar Efectivas: permite ao funcionário consultar o painel das Faltas Efectivas do mês em causa, para ajudar no processo de justificação de faltas. As Faltas Efectivas validadas aparecem a côr diferente; 14

15 Processo de Inserção de Pedido de Hora Extra: 1º Carregar o mês em causa: 2º Seleccionar os dias a justificar na Área de Selecção do Mês: 3º Painel de Operações preencher os respéctivos campos e clicar em Adicionar: 4º Confirmação da Inserção dos Pedidos envio de notificação ao Chefe: Depois de clicar em Inserir é confirmada a operação e enviada uma notificação ao chefe via informando dos pedidos de Hora Extrainseridos pelo funcionário. Notas Importantes: no painel Operações o campo Tipo Hora Extra pode estar bloqueado, não permitindo ao funcionário escolher outro tipo de hora extra. Este bloqueio faz parte das opções do TR2K INFONET e pode ser alterado em Painel de Opções Base do TR2K INFONET; para que as justificações de hora extra sejam enviadas, via , aos respectivos chefes, deve confirmar o seguinte: o correcta configuração do servidor de envio de s, no painel de o configuração do TR2K INFONET; o funcionário e os chefes em causa devem ter conta de na sua ficha do Tempo Real 2000 o na ficha de cada chefe do Tempo Real 2000, separador TR2K INFONET - notificações, deve estar parameterizado que o chefe pode receber notificações de pedidos de faltas. 15

16 Pedidos de Marcação de Férias A área de gestão de Férias do Tr2k INFONET permite o acesso a todos os pedidos de Férias de cada um dos utilizadores. O acesso efectuado por um utilizador permite apenas a visualização da sua informação, o acesso de um administrador permite observar todos os registos dos funcionários a si afectos. As incidências desta lista são o espelho do que a aplicação principal tem registado, ou seja, são os registos Efectivos. Porém, sempre que uma justificação seja aqui recolhida será criado um registo Intercalar. Neste processo é também enviado um ao(s) administrador(es) do utilizador, notificando-o da existência de um novo registo para validação. Por sua vez, o(s) administrador(es) ao entrarem nesta secção terão uma lista de todos os registos Intercalares (Pedidos de Justificação) dos seus utilizadores: Ao serem validados os registos são produzidos s para os utilizadores conforme as definições nas fichas dos mesmos. Os registos validados permanecerão como intercalares até que na aplicação, na secção de transposição seja realizada a sua passagem. 16

17 Calendário de Férias Permite aos funcionários ver o estado dos seus pedidos de Férias de uma forma visual através de um calendário mensal. Como a informação é partilhada, são mostradas as Férias de todos os Funcionários do grupo e/ou serviço, permitindo deste modo efectuar um Pedido de Férias entre datas que não se sobreponham às férias de outros funcionários. É ainda possível optar entre Férias validadas, não validadas e Pedidos de Férias. 17

18 Picagens Manuais Possibilidade do funcionário poder lançar picagens manualmente, corrigindo situações em que apenas o Gestor de Recursos Humanos é que poderia fazer. Este tipo de operação, para se tornar efectiva, está sujeita a validação por parte do chefe. Desta forma, vai permitir delegar responsabilidades aos chefes e optimizar recursos. Envio de notificação: na inserção ou alteração das picagens é enviada uma notifiação via ao respectivo chefe. Este painel encontra-se localizado em: Calendário - Detalhe do dia - Picagens. Os Pedidos de Picagem são geridos pelo chefe em: Gestão de Pedidos de Picagem 18

19 Gestão de Pedidos de Picagem Este painel permite ao chefe gerir os pedidos de picagens solicitados pelos funcionários do seu grupo. As picagens validadas pelo chefe entram automaticamente no sistema, sendo enviadas notificações ao funcionário em causa e ao Gestor de Recursos Humanos. As operações disponíveis neste painel são as seguintes: inserção, pesquisa, alteração, validação e eliminação de pedidos de picagem. Todas as operações estão sujeitas a notificação ao funcionário, na valiação é também enviada notificação ao Gestor de Recursos Humanos. Notas importantes: A Inserção de pedido de picagem dá a possibilidade ao chefe de lançar pedidos em situações em que o funcionário não consegue; No processo de Inserção devem ser seguidas algumas regras: o o campo Movimento não deve ser seleccionado 'Todos'; o o campo Estado deve ser seleccionado o 'Aguardar'; o o campo Data Final não é necessário para a Inserção 19

20 Movimentos por Dia Este painel permite ao chefe consultar os movimentos por dia dos funcionários do seu grupo, podendo gerar o respectivo mapa, como já acontece na aplicação base. Pode ser acedido pelo painel Gestão de Pedidos de Picagens. 20

21 Horários: Edição Diária Método idêntico ao existente na aplicação base, onde é possível editar todos os dados referentes ao horário do dia e funcionário em causa, desde a Caracterização Diária, Regras de Tempo e Cálculos. Esta área do Tr2k INFONET poderá ser indispensável em realidades onde há necessidade de alterações constantes nos horários em situações pontuais, sendo a responsabilidade dessas alteações dadas ao chefe. Esta área apenas acedida no nível Administração (chefes). Este painel encontra-se localizado em: Calendário - Detalhe do Dia - Horário. Para mais informações consultar Métodos e Definições de Horários. 21

22 Horários: Associação ao Funcionário Método idêntico ao já existente na aplicação base, onde é possível associar os horários existentes (Semanal ou Escala) a um determinado funcionário. Neste método são fornecidas diversas operações / comando indispensáveis aos seu correctos funcionamento: Carregar Horário, Selecção, Escolha de Horário (alterar ou inserir), Criação de Ciclo, Apagar e Gravar Horário. Mais abaixo iremos explicar cada uma das operações bem como os procedimentos aconselhados. Operações: : permite carregar o horário de um determinado funcionário, o tipo de horário pode ser Semanal ou Escala, tendo em conta as definições na ficha do funcionário : depois de carregar o horário pode seleccionar as semanas ou dias que deseja associar / alterar. Não é necessário seleccionar o ano todo uma vez que pode recorrer á operação. : o botão 'Escolher Horário' permite mostrar o painel de Horários disponíveis, onde tem disponível diversas operações: o consultar nos horários: navegar pelos diversos horários disponíveis, através de diversos filtros o o : informa que os registos seleccionados no horário irão ser substituidos pelo horário escolhido assim que clicar no link : informa que irá ser inserido no 1º registo seleccionado o horário escolhido assim que clicar no link 'SELEC', empurrando para a frente os registos seguintes, e eliminado o último registo : esta operação é muito útil, uma vez que permite, com base na selecção de um grupo de registos, preencher o resto do ano, facilitando no processo de associação de horário. 22

23 : permite apagar horários nos registos seleccionados : é a última operação no processo de associação do horário e a mais importante, pois confirmar a gravação do novo horário. Associada a esta operação está a opção que permite escolher se a associação do horário seja aplicada aos dias já calculados. Processo para associação de Horário a um funcionário: 1º Escolher funcionário e clicar em do funcionário em causa: O painel do funcionário é actualizado, havendo a possibilidade de permutar de ano caso o funcionário caso haja horário em outros anos. 2º Seleccionar as semanas ou dias (dependendo do tipo de horário do funcionário): Para além da selecção de um registo, pode efectuar selecção multipla de registos (mensal, entre datas e vazios) através do respectivo botão. A selecção de vazios permite seleccionar registos que não têm horário associado. 23

24 3º Clicar em : Este painel permite: consultar os horários associados ao funcionário, ou outros. Para além disso pode navegar pelos dias da semana (Horário Semanal) ou pelos indices (Horário Escala), tendo uma informação mais completa de cada horário. 4º Escolher a ou e clicar em ; 5º Utilizar para preecher os restantes registos do ano, caso seja necessário; 6º Utilizar para apagar registos, caso seja necessário; 7º Confirmar a gravação do Horário utilizando o botão. Notas importantes: o caso a opção esteja inactiva, esta puderá ser activa no painel de opções do Tr2k INFONET (Gestor de Operações - Web da aplicação base ); o esta área apenas acedida no nível Administração (chefes). Para mais informações consultar Associação de Horários. 24

25 Painel de Opções: Base As opções do Tr2k INFONET, deixaram de constar no Painel de Configuração passando a ser definidas no Gestor de Operações do Tempo Real 2000, separador Web. Apresentar Chefias : permite activar no Tr2k INFONET os funcionários agrupados por Chefias (hierarquia definida no Tempo Real 2000); Apresentar Férias: permite escolher se as Férias são apresentadas em Dias ou em Horas; Apresentar Saldos: permite activar o Painel dos Saldos, para consulta, que se encontra localizados por baixo do Calendário, como já acontece no Tempo Real 2000; Planificações de Horários: permite activar a opção Retroactividade na Planificação / Associação de Horários, dando a possibilidade ao chefe de aplicar retroactivamente as associações de horários implementadas; Acesso pelos Serviços: permite os funcionarios serem filtrados também pelos serviços, para além dos grupos; Tipo de Falta Padrão: permite escolher o tipo de falta predefinido na área do funcionário Pedidos de Faltas. O Bloquear activo, não deixa o funcionário escolher outros tipos; Tipo de Extras Padrão: permite escolher o tipo de hora extra predefenido na área do funcionário Pedidos de Hora Extra. O Bloquear activo, não deixa o funcionário escolher outros tipos; Tipo de Férias Padrão: permite escolher o tipo de férias predefinido na área do funcionário Marcação de Férias. O Bloquear activo, não deixa o funcionário escolher outros tipos; 25

26 Painel de Opções: Transposições Automáticas O Tempo Real 2000 permite activar as Transposições Automáticas de Faltas, Horas Extras e Férias, opções que se encontram no segundo grupo do painel Remoto: Interface de Ligação Tr2k INFONET. Assim que os registos são validados pelos chefes, são automaticamente registados no Tempo Real 2000, não sendo necessário qualquer intervenção por parte do Gestor de Recursos Humanos. Deverá haver algum cuidado com a activação deste tipo de opções, uma vez que o controlo de registos incorrectos passará a ser mais dificultado. 26

27 Utilizadores Nesta tabela pode Inserir ou Alterar os funcionários da sua Empresa. Código - Identificador uníco do Utilizador. É aconselhado manter o código sugerido, para uma gestão óptima do sistema. Código Externo - Este código de funcionário é o código utilizado na sua identificação nos terminais de picagem. Normalmente procura-se utilizar o mesmo número de funcionário na Empresa (vulgo número mecanográfico). Código Cartão - Este código de funcionário é o código utilizado no sistema de cartão de identidade, este campo é apenas necessário nos sistemas que combinem esta modalidade. Grupo - Para alterar o grupo do utilizador basta seleccionar um dos grupos existentes. Se só existir o grupo "Global" deve inserir os grupos na Tabela de Grupos. Nível - Para definir este indivíduo como administrador do seu grupo, deve activar a opção respectiva. Para conhecer melhor os diferentes níveis de permissões consulte: Permissões de Acesso. Nome - Primeiro e último Nome do Funcionário. Local - Localidade onde o funcionário trabalha. Este campo é necessário para garantir uma correcta assignação dos feriados Locais ou Municipais. (Ver: Tabela de Feriados). 27

28 Serviço - Para alterar o serviçoo do utilizador basta seleccionar um dos serviços existentes. Se só existir o serviço "Global" deve inserir os grupos na Tabela de Serviços / Centros de Custo. Horário - Determina se este utilizador utiliza perfis de horários Semanais ou de Escala. Observações - Campo informativo sobre o utilizador. Estado - Por fim deve indicar se este utilizador está anulado ou não. Um utilizador anulado deixa de constar nas consultas de Calendários ou nos Relatórios. Foto - Fotografia do Utilizador. Pode inserir uma fotografia digitalizada ou apagar a fotografia. Importante: Antes de eliminar definitivamente um funcionário que tenha deixado de trabalhar na empresa, deve primeiro colocá-lo em anulado, assim caso seja necessário consultar alguma informação pode sempre activá-lo temporariamente. Área de activação de permissões para acesso ao Tr2K INFONET. O INFONET permite apenas o acesso a utilizadores autorizados e para tal deve definir para cada um login e uma senha de acesso, assim como os níveis de acesso a cada uma das áreas do módulo Web. O INFONET permite que o login possa ser automático através da facilidade das plataformas Windows, o Single Sign On. Neste separador são configuradas todas as Notificações que o Utilizador vai receber. Para inserir ou retirar notificações ao Utilizador basta escolher com o botão esquerdo do rato em cima da opção desejada nas caixas. Para conhecer melhor os diferentes tipos de notificações consulte Notificações Automáticas. 28

29 Utilizadores: Horários Semanais Um horário semanal corresponde aos períodos de trabalho de um funcionário, com as suas excepções e tolerâncias. Podem ser definidos horários distintos para cada dia, de Segunda a Domingo. Caracterização Diária Define o horário de entrada e saída do funcionário. Define também um período dentro desse horário como período de refeição. Caso seja necessária uma tolerância à entrada ou saída, pode ser criada neste painel. Regras de Tempo O painel Regras de Tempo permite-lhe caracterizar aspectos como prolongamento de horário após a meia-noite, permanências obrigatórias e ausências autorizadas. Cálculos Permite caracterizar os períodos de Faltas e de Horas Extras detectados pelo INFONET e a forma como os mesmos são registados. 29

30 Utilizadores: Horários de Escala A caracterização de horários em base de Escala é a mais flexível possível. Esta base permite definir todos aqueles horários que não têm uma base ciclica semanal, ou seja que resultam da combinação de escalas com um número de dias diferente de 7. Os Horários são definidos numa planificação composta por indices de A a G sendo a cada um aplicado um factor de nº de Dias de repetição sequencial. Caracterização Diária Define o horário de entrada e saída do funcionário. Define também um período dentro desse horário como período de refeição. Caso seja necessária uma tolerância à entrada ou saída, pode ser criada neste painel. Regras de Tempo O painel Regras de Tempo permite-lhe caracterizar aspectos como prolongamento de horário após a meia-noite, permanências obrigatórias e ausências autorizadas. Cálculos Permite caracterizar os períodos de Faltas e de Horas Extras detectados pelo INFONET e a forma como os mesmos são registados. 30

31 Utilizadores: Associação de Horários Após ter criado os horários semanais terá de os associar aos utilizadores, para tal deverá escolher no menu Utilizadores a opção de Associação de Horários. Atenção: A atribuição dos horários é feita para cada uma das 52 semanas do ano. Defina o funcionário no qual quer associar horário, premindo de seguida o botão Carregar Horário. Na Selecção de Registos escolha os meses aos quais associar horário. Pode usar a tecla Ctrl para seleccionar vários meses. Pode também fazê-lo entre duas datas. Seleccionar Marca na grelha as semanas correspondentes Seleccionar vazios Selecciona os dias não preenchidos no horário do Funcionário. Operações: Escolher Horário Permite escolher uma escala de horário a associar Criar Ciclo Cria o ciclo com base em uma ou mais escalas escolhidas no horário. Escolher Zona / Apagar Zona Permite definir zonas de trabalho para o funcionário (apenas para horários de escala) Escolher Substituto / Apagar Substituto Permite definir um substituto para um funcionário (apenas para horários de escala) Após terminar a associação de escalas ao horário do funcionário, deverá gravar as alterações no botão. 31

32 Relatórios No INFONET é também possível imprimir relatórios. Mapa Mensal de Turnos Imprime um mapa previsto de turnos e escalas em formato de lista mensal, por grupo, serviço, funcionário, período. Inclui marcações de Férias e de Faltas antecipadas. Útil para afixação nos departamentos. Mapa Mensal de Turnos e Escalas Imprime um mapa previsto de turnos e zonas em formato de lista mensal, por grupo, serviço, funcionário, período. Inclui marcações de Férias e de Faltas antecipadas, zonas e escalas. Útil para afixação nos departamentos, com as Férias dos funcionários e respectivos substitutos, se aplicável. 32

33 Apontamentos 33

Tempo Real 2000. Aplicação de Gestão de Assiduidades. Relógio de Ponto - Controlo de Acessos Proximidade - Impressão Digital Íris

Tempo Real 2000. Aplicação de Gestão de Assiduidades. Relógio de Ponto - Controlo de Acessos Proximidade - Impressão Digital Íris Tempo Real 2000 Aplicação de Gestão de Assiduidades Relógio de Ponto - Controlo de Acessos Proximidade - Impressão Digital Íris www.tr2k.com www.temporeal2000.com Versão 2008 Indice TR2K Tempo Real 2000

Leia mais

TempoReal. Gestão de Assiduidades. Versão 2012 temporeal.pt

TempoReal. Gestão de Assiduidades. Versão 2012 temporeal.pt TempoReal Gestão de Assiduidades Versão 2012 temporeal.pt Tempo Real Versão 2012 Página 1 de 83 Índice TEMPO REAL Apresentação... 4 Características da Aplicação Definição de Utilizadores... 6 Definição

Leia mais

Guia IPBRICK Billing 2.0

Guia IPBRICK Billing 2.0 Guia IPBRICK Billing 2.0 iportalmais 4 de Janeiro de 2013 1 Conteúdo 1 Introdução 3 2 Características 3 2.1 Novas características no Billing 2.0................... 3 3 Procedimento Básico 4 4 Instalação

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE A EQUIPA DO PTE 2009/2010 Índice 1. Entrar na plataforma Moodle 3 2. Editar o Perfil 3 3. Configurar disciplina 4 3.1. Alterar definições 4 3.2. Inscrever alunos

Leia mais

Data última actualização: 20-06-2014. Instalação E-Portals

Data última actualização: 20-06-2014. Instalação E-Portals Data última actualização: 20-06-2014 Instalação E-Portals 1. Conteúdo 1. Conteúdo... 2 2. Instalação e Manutenção do EPT... 3 3. Configuração de perfis de sincronização... 6 3.1 Módulos Oficinas, GCE e

Leia mais

Acordo de licenciamento do EMPRESÁRIO

Acordo de licenciamento do EMPRESÁRIO Acordo de licenciamento do EMPRESÁRIO Ao abrir a caixa do CD que contém o programa EMPRESÁRIO, o utilizador aceita os termos do contracto de licenciamento deste acordo. Licença Garantias A T&T outorga-lhe

Leia mais

Manual de Utilizador Aplicação Cliente Web Versão 1.0.00

Manual de Utilizador Aplicação Cliente Web Versão 1.0.00 Manual de Utilizador Aplicação Cliente Web Versão 1.0.00 Edição 1 Agosto 2011 Elaborado por: GSI Revisto e Aprovado por: COM/ MKT Este manual é propriedade exclusiva da empresa pelo que é proibida a sua

Leia mais

GIAE VERSÃO 2.1.1 28 JUNHO DE 2011 MUITO IMPORTANTE

GIAE VERSÃO 2.1.1 28 JUNHO DE 2011 MUITO IMPORTANTE GIAE VERSÃO 2.1.1 28 JUNHO DE 2011 MUITO IMPORTANTE Devido a um bug detectado no motor da base de dados, situação agora corrigida pelo fabricante, esta nova actualização do GIAE é disponibilizada numa

Leia mais

Manual Passo a Passo do Microsoft Windows Server Update Services 3.0 SP2

Manual Passo a Passo do Microsoft Windows Server Update Services 3.0 SP2 Manual Passo a Passo do Microsoft Windows Server Update Services 3.0 SP2 Microsoft Corporation Autor: Anita Taylor Editor: Theresa Haynie Resumo Este manual fornece instruções detalhadas para instalar

Leia mais

ZSRest e ZSPos Multiposto

ZSRest e ZSPos Multiposto ZSRest e ZSPos Multiposto 1 2 Este manual serve para o ajudar na configuração multiposto do ZSRest e ZSPos. Após a Instalação do ZSRest e ZSPos, é necessário configurar uma porta estática no SQL Server.

Leia mais

Manual de Administração Intranet BNI

Manual de Administração Intranet BNI Manual de Administração Intranet BNI Fevereiro - 2010 Índice 1. Apresentação... 3 2. Conceitos... 5 3. Funcionamento base da intranet... 7 3.1. Autenticação...8 3.2. Entrada na intranet...8 3.3. O ecrã

Leia mais

Manual de Referência do Usuário. Programa de Tratamento de Registro de Ponto (PTRP) - JPonto5. Copyright 2012 Tecno Soluções em Informática LTDA

Manual de Referência do Usuário. Programa de Tratamento de Registro de Ponto (PTRP) - JPonto5. Copyright 2012 Tecno Soluções em Informática LTDA Programa de Tratamento de Registro de Ponto (PTRP) - JPonto5 Copyright 2012 Tecno Soluções em Informática LTDA Todos os Direitos Reservados Índice Cadastro de usuários... 8 Elementos da tela.... 8 Cadastrando

Leia mais

manual instalação e configuração v13 1

manual instalação e configuração v13 1 manual instalação e configuração v13 1 Conteúdo Introdução... 3 Conteúdo do DVD:... 3 Instalação e configuração do ERP... 4 Instalação do ERP... 4 Configuração do ERP... 6 Como actualização de versão...

Leia mais

Software para Controlo de Assiduidade

Software para Controlo de Assiduidade Innux Time O cenário de constante mudança que caracteriza o mercado globalizado tem um impacto profundo na forma como as empresas gerem os seus recursos humanos. Reduzir custos, aumentar os níveis de desempenho,

Leia mais

ZSRest/ZSPos. Manual de Stocks. BackOffice

ZSRest/ZSPos. Manual de Stocks. BackOffice BackOffice 1 1. Índice 2. Introdução... 3 3. Iniciar o ZSRest/ZSPos FrontOffice... 4 4. Produto... 5 Activar gestão de stocks... 5 5. Armazém... 7 a) Adicionar Armazém... 8 b) Modificar Armazém... 8 c)

Leia mais

Google Sites. A g r u p a m e n t o C a m p o A b e r t o 2 0 1 0 / 2 0 1 1

Google Sites. A g r u p a m e n t o C a m p o A b e r t o 2 0 1 0 / 2 0 1 1 Google Sites A g r u p a m e n t o C a m p o A b e r t o 2 0 1 0 / 2 0 1 1 1. Google Sites A Google veio anunciar que, para melhorar as funcionalidades centrais do Grupos Google, como listas de discussão

Leia mais

PACWEB Módulo de Pesquisa MANUAL DO UTILIZADOR

PACWEB Módulo de Pesquisa MANUAL DO UTILIZADOR MANUAL DO UTILIZADOR Versão 1.3 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 2 2. INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO 3 2.1 INSTALAÇÃO 3 Instalar o Pacweb 3 Alterar o Ficheiro Default.htm 3 Criar um Virtual Directory 3 2.2 CONFIGURAÇÃO

Leia mais

Manual usuario sipon. Índice. Introdução. Características do Sistema. De Wiki Intranet. 1 Introdução 1.1 Características do Sistema

Manual usuario sipon. Índice. Introdução. Características do Sistema. De Wiki Intranet. 1 Introdução 1.1 Características do Sistema Manual usuario sipon De Wiki Intranet Índice 1 Introdução 1.1 Características do Sistema 1.2 Regras Gerais (Tipos de Jornada, Prazos, Tolerância, Justificativas, Limites do Banco de Horas etc) 1.2.1 Tipos

Leia mais

Portal Web de Apoio às Filiadas

Portal Web de Apoio às Filiadas Portal Web de Apoio às Filiadas Manual de Utilizador Externo Titularidade: FCMP Data: 2014-02-03 Versão: 1 1 1. Introdução 3 2. Descrição das Funcionalidades 4 2.1. Entrada no sistema e credenciação de

Leia mais

Manual de Utilizador de Clínicas. www.softwhere.com.pt

Manual de Utilizador de Clínicas. www.softwhere.com.pt Manual de Utilizador de Clínicas www.softwhere.com.pt Formulário de login de Clínicas Utilizador : Administrador Password: 123 Formulário Principal do Software de Clínicas Este formulário lista todos os

Leia mais

Manual de utilizador CRM

Manual de utilizador CRM Manual de utilizador CRM Formulário de Login Personalizado de acordo com a sua empresa mantendo a sua imagem corporativa. Utilizador: Admin Password: 123 1 Formulário Principal Este formulário está dividido

Leia mais

Ministério das Finanças Instituto de Informática. Departamento de Sistemas de Informação

Ministério das Finanças Instituto de Informática. Departamento de Sistemas de Informação Ministério das Finanças Instituto de Informática Departamento de Sistemas de Informação Assiduidade para Calendários Específicos Junho 2010 Versão 6.0-2010 SUMÁRIO 1 OBJECTIVO 4 2 ECRÃ ELIMINADO 4 3 NOVOS

Leia mais

ZS Rest. Manual Avançado. Gestão de Stocks Local. v2011

ZS Rest. Manual Avançado. Gestão de Stocks Local. v2011 Manual Avançado Gestão de Stocks Local v2011 1 1. Índice 2. Introdução... 3 3. Iniciar o ZSRest FrontOffice... 4 4. Produto... 5 b) Activar gestão de stocks... 5 i. Opção: Faz gestão de stocks... 5 ii.

Leia mais

ZSRest. Manual Profissional. Comandos Rádio X64. V2011-Certificado

ZSRest. Manual Profissional. Comandos Rádio X64. V2011-Certificado Manual Profissional Comandos Rádio X64 V2011-Certificado 1 1. Índice 2. INTRODUÇÃO... 2 3. Configuração inicial... 3 4. Configurações X64... 5 a) Definições Gerais... 5 b) Documentos e Periféricos... 8

Leia mais

SIM - SUPPLIERS INVOICING MANAGER - MANUAL DE UTILIZADOR

SIM - SUPPLIERS INVOICING MANAGER - MANUAL DE UTILIZADOR Leaseplan Portugal Bertrand Gossieaux SIM - SUPPLIERS INVOICING MANAGER - MANUAL DE UTILIZADOR Page2 INDICE 1. LOGIN, ESTRUTURA E SAÍDA DO SIM... 3 a) Login... 3 b) Estrutura principal... 4 c) Saída da

Leia mais

Índice. Manual do programa Manage and Repair

Índice. Manual do programa Manage and Repair Manual do programa Manage and Repair Índice 1 Menu Ficheiro... 3 1.1 Entrar como... 3 1.2 Opções do utilizador... 3 2 Administração... 5 2.1 Opções do Programa... 5 2.1.1 Gerais (1)... 5 2.1.2 Gerais (2)...

Leia mais

Manual Prático MyGiaf. Perguntas Frequentes Glossário

Manual Prático MyGiaf. Perguntas Frequentes Glossário Manual Prático MyGiaf Perguntas Frequentes Glossário PERGUNTAS FREQUENTES (faq s) Como proceder para o registo de assiduidade? a. Aproxime o cartão de colaborador FMUL do teclado numérico do terminal b.

Leia mais

Manual de Iniciaça o. Índice

Manual de Iniciaça o. Índice Manual de Iniciaça o Índice Passo 1- Definir... 2 Definir grupos de tarefas... 2 Definir funções... 6 Definir utilizadores... 11 Definir o Workflow... 14 Definir tarefas... 18 Passo 2 - Planear... 21 Planear

Leia mais

Módulo de Administração MANUAL DO UTILIZADOR

Módulo de Administração MANUAL DO UTILIZADOR MANUAL DO UTILIZADOR Versão 1.5 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 2 2. REQUISITOS DO SISTEMA 3 3. INÍCIO DA UTILIZAÇÃO 4 4. IDENTIFICAÇÃO DO OPERADOR 5 4.1 MUDAR SENHA DE ACESSO 5 5. GESTÃO DE UTILIZADORES 6 5.1 PERMISSÕES

Leia mais

Portal AEPQ Manual do utilizador

Portal AEPQ Manual do utilizador Pedro Gonçalves Luís Vieira Portal AEPQ Manual do utilizador Setembro 2008 Engenharia Informática - Portal AEPQ Manual do utilizador - ii - Conteúdo 1 Introdução... 1 1.1 Estrutura do manual... 3 1.2 Requisitos...

Leia mais

Este manual foi desenvolvido usando a versão 3.4.81 do Ponto Secullum 3 e a versão 1.0.51 do Ponto Secullum 4.

Este manual foi desenvolvido usando a versão 3.4.81 do Ponto Secullum 3 e a versão 1.0.51 do Ponto Secullum 4. Migrando do Ponto Secullum 3 para o Ponto Secullum 4 A Secullum Sistemas de Ponto e Acesso vem através desse manual esclarecer as duvidas em relação a migração do sistema de Ponto Secullum 3 para o Ponto

Leia mais

Guia de Acesso à Formação Online Formando 2011

Guia de Acesso à Formação Online Formando 2011 Plano [1] Guia de Acesso à Formação Online 2011 [2] ÍNDICE ÍNDICE...2 1. Introdução...3 2. Metodologia Formativa...4 3. Actividades...4 4. Apoio e Acompanhamento do Curso...5 5. Avaliação...6 6. Apresentação

Leia mais

Copyright 2008 GrupoPIE Portugal, S.A.

Copyright 2008 GrupoPIE Portugal, S.A. WinREST Sensor Log A Restauração do Séc. XXI WinREST Sensor Log Copyright 2008 GrupoPIE Portugal, S.A. 2 WinREST Sensor Log Índice Índice Pag. 1. WinREST Sensor Log...5 1.1. Instalação (aplicação ou serviço)...6

Leia mais

WINCODE SOFTWARE E CONTABILIDADE S.A. MyEnsino Manual da Área Reservada de Professores

WINCODE SOFTWARE E CONTABILIDADE S.A. MyEnsino Manual da Área Reservada de Professores MyEnsino Manual da Área Reservada de Professores ENTRADA: Abrir o browser de internet e digitar um dos seguintes endereços: Para aceder à área reservada de alunos: http://myescola.exemplo.pt Para aceder

Leia mais

NOVO Panda Antivirus 2007 Manual resumido sobre a instalação, registo e serviços Importante! Leia a secção de registo on-line deste manual atentamente. As informações contidas nesta secção são essenciais

Leia mais

Conversão do POC para o SNC

Conversão do POC para o SNC Manual do Utilizador Conversão do POC para o SNC Data última versão: 18.02.2010 Versão: 128 Data criação: 3.12.2009 Faro R. Dr. José Filipe Alvares, 31 8005-220 FARO Telf. +351 289 899 620 Fax. +351 289

Leia mais

Sistema de Inscrições Automáticas na Internet. Manual do Utilizador

Sistema de Inscrições Automáticas na Internet. Manual do Utilizador Sistema de Inscrições Automáticas na Internet Manual do Utilizador Versão 1.6 Agosto de 2005 O Sistema de Inscrições Automáticas está disponível nos seguintes anos: 1ºano (repetentes), 2ºano, 3ºano e 4ºano

Leia mais

I. COMO FAZER O REGISTO NA PLATAFORMA MOODLE 3 II. COMO ACEDER (ENTRAR) NO MOODLE DA ESCOLA 1

I. COMO FAZER O REGISTO NA PLATAFORMA MOODLE 3 II. COMO ACEDER (ENTRAR) NO MOODLE DA ESCOLA 1 Novembro.2010 Índice I. COMO FAZER O REGISTO NA PLATAFORMA MOODLE 3 II. COMO ACEDER (ENTRAR) NO MOODLE DA ESCOLA 1 III. COMO INSERIR MATERIAL PEDAGÓGICO (ANEXAR FICHEIROS) 1 IV. CRIAR UM GLOSSÁRIO 5 V.

Leia mais

MANUAL TPROFESSOR VERSÃO 1.0. Com base na versão 34 da aplicação

MANUAL TPROFESSOR VERSÃO 1.0. Com base na versão 34 da aplicação MANUAL DO TPROFESSOR VERSÃO 1.0 Com base na versão 34 da aplicação Truncatura / "Manual TProfessor" / 2 INDICE INTRODUÇÃO... 3 CONVENÇÕES... 3 INÍCIO DA UTILIZAÇÃO... 4 SUMÁRIOS... 5 COMO SUMARIAR....

Leia mais

ZS Rest. Manual de Iniciação. BackOffice

ZS Rest. Manual de Iniciação. BackOffice Manual de Iniciação BackOffice 1 1. Índice 2. Introdução... 2 3. Iniciar o ZSRest... 3 a) BackOffice:... 4 b) Acesso BackOffice:... 4 4. Zonas... 6 c) Criar Zona:... 7 d) Modificar Zona:... 8 e) Remover

Leia mais

Importante! Leia atentamente a secção de Activação dos serviços deste guia. As informações contidas nesta secção são essenciais para manter o seu PC protegido. MEGA DETECTION Manual de instalação rápida

Leia mais

Curriculum DeGóis Guia de preenchimento do Curriculum Vitae (Informação mínima necessária)

Curriculum DeGóis Guia de preenchimento do Curriculum Vitae (Informação mínima necessária) Curriculum DeGóis Guia de preenchimento do Curriculum Vitae (Informação mínima necessária) /curriculum Julho de 2008 Versão 1.1 1 Introdução O objectivo deste guia é auxiliar o utilizador da Plataforma

Leia mais

Manual de Configuração

Manual de Configuração Manual de Configuração Índice Criar conta de Administrador... 3 Criar Negócio... 5 Back office... 7 Criar Locais... 11 Criar Menu... 13 Itens complexos... 18 One Click... 19 Painel de Pedidos... 20 QR

Leia mais

SIAP - Sistema de Apoio ao Professor

SIAP - Sistema de Apoio ao Professor Introdução O SIAP, Sistema de Apoio ao Professor, é um programa que vai contribuir, de forma decisiva, com o cotidiano escolar de alunos, professores, gestores e funcionários administrativos. Com a implantação

Leia mais

NetOp Remote Control. Versão 7.65. Adenda ao Manual

NetOp Remote Control. Versão 7.65. Adenda ao Manual NetOp Remote Control Versão 7.65 Adenda ao Manual Mover a perícia - não as pessoas 2003 Danware Data A/S. Todos os direitos reservados Revisão do Documento: 2004009 Por favor, envie os seus comentários

Leia mais

Impressão do Manual do Utilizador

Impressão do Manual do Utilizador bibliopac Interface WWW Versão 2003 Guia de instalação rápida Junho 2003 ATENÇÃO! Impressão do Manual do Utilizador No CD de instalação está disponível o ficheiro Interface WWW Manual.PDF. Este manual,

Leia mais

Manual de Administração

Manual de Administração Manual de Administração Produto: n-mf Xerox Versão do produto: 4.7 Autor: Bárbara Vieira Souza Versão do documento: 1 Versão do template: Data: 04/04/01 Documento destinado a: Parceiros NDDigital, técnicos

Leia mais

Acronis Backup & Recovery 10 Advanced Server Virtual Edition

Acronis Backup & Recovery 10 Advanced Server Virtual Edition Acronis Backup & Recovery 10 Advanced Server Virtual Edition Manual de introdução rápido Este documento descreve a forma de instalar e começar a utilizar o Acronis Backup & Recovery 10 Advanced Server

Leia mais

Módulo de Estatísticas MANUAL DO UTILIZADOR

Módulo de Estatísticas MANUAL DO UTILIZADOR MANUAL DO UTILIZADOR Versão 1.4 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 2 2. REQUISITOS DO SISTEMA 3 3. CONTROLOS GERAIS DO WINDOWS 4 3.1 ESTRUTURA HIERÁRQUICA 4 3.2 CONTROLO DE DATA 5 4. INÍCIO DA UTILIZAÇÃO 8 5. IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

Microsoft Office FrontPage 2003

Microsoft Office FrontPage 2003 Instituto Politécnico de Tomar Escola Superior de Gestão Área Interdepartamental de Tecnologias de Informação e Comunicação Microsoft Office FrontPage 2003 1 Microsoft Office FrontPage 2003 O Microsoft

Leia mais

EDUTec Learning. José Paulo Ferreira Lousado

EDUTec Learning. José Paulo Ferreira Lousado EDUTec Learning MANUAL DO UTILIZADOR José Paulo Ferreira Lousado Índice Página Principal... ii Página de Desenvolvimento de Conteúdos... iii Página de Comunicações...iv Página de Transferência de Ficheiros...vi

Leia mais

Software-Global 1/11

Software-Global 1/11 Não esquecer que a senha do Administrador é ADMIN Botões do programa: Acesso ao Programa: O Acesso ao programa deve ser feito através do utilizador ADMINISTRADOR, que tem todas as permissões para gerir

Leia mais

WorkinProject 8 Manual de Referência Rápida

WorkinProject 8 Manual de Referência Rápida WorkinProject 8 Manual de Referência Rápida Flagsoft, Lda 2015 Índice 1. Introdução...3 2. Integrador - Interface com o utilizador...4 3. Registo de actividade - Folha de horas...5 4. Agenda e colaboração...7

Leia mais

A VISTA BACKSTAGE PRINCIPAIS OPÇÕES NO ECRÃ DE ACESSO

A VISTA BACKSTAGE PRINCIPAIS OPÇÕES NO ECRÃ DE ACESSO DOMINE A 110% ACCESS 2010 A VISTA BACKSTAGE Assim que é activado o Access, é visualizado o ecrã principal de acesso na nova vista Backstage. Após aceder ao Access 2010, no canto superior esquerdo do Friso,

Leia mais

SugarCRM, Integração com Produtos IPBrick iportalmais

SugarCRM, Integração com Produtos IPBrick iportalmais SugarCRM, Integração com Produtos IPBrick iportalmais iportalmais 12 de Junho de 2012 1 Introdução Este documento ilustra o procedimento de configuração das aplicações necessárias na integração do SugarCRM

Leia mais

Instruções de Instalação e Licenciamento. Notas Prévias. Versão 1.5.

Instruções de Instalação e Licenciamento. Notas Prévias. Versão 1.5. Instruções de Instalação e Licenciamento Versão 1.5. Notas Prévias Introdução Instruções de Instalação/Actualização Instruções de Licenciamento Notas Prévias Verificações prévias: Os postos de trabalho

Leia mais

PAINEL DE ADMINISTRADOR

PAINEL DE ADMINISTRADOR PAINEL DE ADMINISTRADOR IMPORTANTE: O Painel de administrador APENAS deverá ser utilizado pelo responsável do sistema. são: Nesta aplicação, poderá configurar todo o sistema de facturação. As opções do

Leia mais

PROCEDIMENTO DE INDIVIDUAL TRANSFERÊNCIA. Configuração automática do Outlook 2007

PROCEDIMENTO DE INDIVIDUAL TRANSFERÊNCIA. Configuração automática do Outlook 2007 PROCEDIMENTO DE TRANSFERÊNCIA INDIVIDUAL Configuração automática do Outlook 2007 Configuração automática do Outlook 2007 para o novo sistema de e-mail baseado em Microsoft Exchange Equipa de Sistemas Junho-2009

Leia mais

POS significa Point of Sale Posto de Venda um local onde ocorre uma transação financeira, por exemplo,

POS significa Point of Sale Posto de Venda um local onde ocorre uma transação financeira, por exemplo, Módulo POS Loja O que é um POS? Para que serve? POS significa Point of Sale Posto de Venda um local onde ocorre uma transação financeira, por exemplo, uma Loja que efetue venda ao público. Por outras palavras,

Leia mais

MANUAL DO UTILIZADOR DO BACKUP HD SERIES

MANUAL DO UTILIZADOR DO BACKUP HD SERIES MANUAL DO UTILIZADOR DO BACKUP HD SERIES OBRIGADO por ter adquirido a aplicação ClickFree Backup. Estas instruções foram reunidas para o ajudar a utilizar o produto, mas de um modo geral esperamos que

Leia mais

Ministério Público. Guia de Consulta Rápida

Ministério Público. Guia de Consulta Rápida Ministério Público Ministério Público Guia de Consulta Rápida Versão 3 (Outubro de 2009) - 1 - ÍNDICE 1. ACEDER AO CITIUS MINISTÉRIO PÚBLICO... 4 2. BARRA DE TAREFAS:... 4 3. CONFIGURAR O PERFIL DO UTILIZADOR...

Leia mais

Software da Impressora

Software da Impressora Software da Impressora Acerca do Software da Impressora O software Epson inclui o controlador de impressão e o EPSON Status Monitor 3. O controlador de impressão é um software que permite controlar a impressora

Leia mais

Manual de Procedimentos. Câmaras Municipais

Manual de Procedimentos. Câmaras Municipais Manual de Procedimentos Câmaras Municipais índice PÁGINA INICIAL... 4 1. Acesso à área reservada... 4 2. Recuperar senha de acesso... 4 3. Lembrar palavra-passe... 5 4. Consulta de legislação relacionada

Leia mais

Actualização. Versão 5.1.22

Actualização. Versão 5.1.22 Actualização Versão 5.1.22 Março 2009 2 JURINFOR Av. Engº Duarte Pacheco, 19 9º - 1099-086 LISBOA PORTUGAL Introdução Este documento descreve as características principais adicionadas ao JURINFOR JuriGest.

Leia mais

Manual de Access 2007

Manual de Access 2007 Manual de Access 2007 Índice Introdução... 4 Melhor que um conjunto de listas... 5 Amizades com relações... 6 A Estrutura de uma Base de Dados... 8 Ambiente do Microsoft Access 2007... 9 Separadores do

Leia mais

Configuração do Thunderbird para Exchange. Configuração do Thunderbird para o novo sistema de e-mail da UTAD

Configuração do Thunderbird para Exchange. Configuração do Thunderbird para o novo sistema de e-mail da UTAD Configuração do Thunderbird para o novo sistema de e-mail da UTAD Equipa de Sistemas SIC UTAD Junho 2010 Índice de conteúdos Notas iniciais...1 Mudar a vista de pastas...2 Configurar a conta...3 Adicionar

Leia mais

LeYa Educação Digital

LeYa Educação Digital Índice 1. Conhecer o 20 Aula Digital... 4 2. Registo no 20 Aula Digital... 5 3. Autenticação... 6 4. Página de entrada... 7 4.1. Pesquisar um projeto... 7 4.2. Favoritos... 7 4.3. Aceder a um projeto...

Leia mais

QuartelOnline Rev. 1.1

QuartelOnline Rev. 1.1 www.decimal.pt/qo ÍNDICE Introdução... 3 Login Entrada na Aplicação... 4 Frontoffice - Acesso... 5 Backoffice - Detalhes... 5 Backoffice - Tabelas... 5 Tabela - Bombeiros... 5 Tabela Bombeiros (continuação)...

Leia mais

Software de Apoio a Gabinetes na Elaboração de Projetos

Software de Apoio a Gabinetes na Elaboração de Projetos SAGEP Software de Apoio a Gabinetes na Elaboração de Projetos www.sofware-global.info SAGEP geral@software-global.info Página 1 de 30 Destina-se a Gabinetes de Engenharia, Arquitectura ou idênticos, onde

Leia mais

ZS Rest. Manual Avançado. Instalação em Rede. v2011

ZS Rest. Manual Avançado. Instalação em Rede. v2011 Manual Avançado Instalação em Rede v2011 1 1. Índice 2. Introdução... 2 3. Hardware... 3 b) Servidor:... 3 c) Rede:... 3 d) Pontos de Venda... 4 4. SQL Server... 5 e) Configurar porta estática:... 5 5.

Leia mais

CRMContab. Software de Gestão de Gabinetes. Manual de Utilizador

CRMContab. Software de Gestão de Gabinetes. Manual de Utilizador CRMContab Software de Gestão de Gabinetes Manual de Utilizador SUMÁRIO FORMULÁRIO DE LOGIN Permissões PAINEL DE ALERTAS Avisos Tarefas Aniversários Alertas de Clientes BASE DE DADOS Opções da Grelha de

Leia mais

SUAP MÓDULO PROTOCOLO SUAP MÓDULO PROTOCOLO MANUAL DO USUÁRIO

SUAP MÓDULO PROTOCOLO SUAP MÓDULO PROTOCOLO MANUAL DO USUÁRIO MANUAL DO USUÁRIO Versão 1.0 2010 1 1. INTRODUÇÃO Administradores públicos defrontam-se diariamente com grandes dificuldades para fazer com que processos administrativos, documentos, pareceres e informações

Leia mais

20 Escola Digital Manual do Utilizador Professor

20 Escola Digital Manual do Utilizador Professor 20 Escola Digital Manual do Utilizador Professor Manual do Utilizador Professor... 1 1. Conhecer o 20 Escola Digital... 4 2. Autenticação... 6 2.1. Criar um registo na LeYa Educação... 6 2.2. Aceder ao

Leia mais

Administração da disciplina

Administração da disciplina Administração da disciplina Agrupamento Vertical de Escolas de Tarouca Documento disponível em: http://avetar.no-ip.org 1.Acesso e utilização da plataforma:. Seleccione a opção Entrar, que se encontra

Leia mais

Principais correcções efectuadas

Principais correcções efectuadas GIAE Versão 2.0.5 Setembro de 2010 Com o objectivo de unificar a versão em todos os módulos do GIAE, incluindo o GestorGIAE, alguns módulos passam directamente da versão 2.0.x para a versão 2.0.5. Muito

Leia mais

Data de Aplicação. Instalação e Configuração do IIS Internet Information Services

Data de Aplicação. Instalação e Configuração do IIS Internet Information Services FICHA TÉCNICA Exercício nº 2 NOME DO EXERCÍCIO DESTINATÁRIOS Duração Pré Requisitos Recursos / Equipamentos Orientações Pedagógicas Instalação e Configuração do IIS Internet Information Services 90 minutos

Leia mais

actualização gratuita *para clientes SOLUTIO Local com contrato de manutenção activo.

actualização gratuita *para clientes SOLUTIO Local com contrato de manutenção activo. novidades da versão 2.0 Registo automóvel o Pedido de certidão automóvel o Pedidos de registo automóvel o Estado dos pedidos Registo predial o Pedido de certidão predial o Pedido de depósito o Pedido de

Leia mais

e Campus do ISPA Instituto Universitário

e Campus do ISPA Instituto Universitário e Campus do ISPA Instituto Universitário Manual de utilização do Moodle Perfil utilizador: Docente Versão: Agosto 2010 Índice Índice... 2 Índice de Figuras... 3 Introdução... 4 1. Primeiros passos... 5

Leia mais

Manual de Serviços WEB

Manual de Serviços WEB Manual de Serviços WEB Guias www.expresso24.pt Env_R1.1 Pag. 1 de 6 I Guias inserção de nova guia A opção de Guias permite fazer a gestão de guias do dia: Gravação Consulta Eliminação Logo que entra na

Leia mais

actualização gratuita *para clientes Gnotarium com contrato de manutenção activo.

actualização gratuita *para clientes Gnotarium com contrato de manutenção activo. novidades da versão 4.0 Registo automóvel o Pedido de certidão automóvel o Pedidos de registo automóvel o Estado dos pedidos Registo predial o Pedido de certidão predial o Pedido de depósito o Pedido de

Leia mais

LNDnet. Lançamento de notas pelos docentes. Portal académico

LNDnet. Lançamento de notas pelos docentes. Portal académico LNDnet Lançamento de notas pelos docentes Portal académico A base para elaboração do presente manual foi o manual da Digitalis (SIGES.11.0.0 Manual de Utilizador) ao no qual foram registada as adaptações

Leia mais

ZS Rest. Manual Avançado. Ementas : Email e SMS. v2011

ZS Rest. Manual Avançado. Ementas : Email e SMS. v2011 Manual Avançado Ementas : Email e SMS v2011 1. Índice 2. INTRODUÇÃO... 2 3. INICIAR O ZSRest FrontOffice... 3 1 4. CONFIGURAÇÃO INICIAL... 4 b) Configurar E-Mail... 4 c) Configurar SMS... 5 i. Configurar

Leia mais

GeoMafra SIG Municipal

GeoMafra SIG Municipal GeoMafra SIG Municipal Nova versão do site GeoMafra Toda a informação municipal... à distância de um clique! O projecto GeoMafra constitui uma ferramenta de trabalho que visa melhorar e homogeneizar a

Leia mais

SClínico - SAPE - Autor: Eloy Boo ULSAM - USF LETHES Ponte de Lima

SClínico - SAPE - Autor: Eloy Boo ULSAM - USF LETHES Ponte de Lima - Autor: Eloy Boo ULSAM - USF LETHES Ponte de Lima SClínico SAPE Agradecimentos: À enfermeira Cármen Cunha, pela sua grande paciência, disponibilidade e ajuda. Índice geral 1. Introdução... 3 2. Iniciar

Leia mais

604 wifi. Visite www.archos.com/manuals para transferir a versão mais recente deste manual.

604 wifi. Visite www.archos.com/manuals para transferir a versão mais recente deste manual. 604 wifi FUNÇÕES WIFI e Internet Suplemento ao Manual do Utilizador ARCHOS 504/604 Versão 1.2 Visite www.archos.com/manuals para transferir a versão mais recente deste manual. Este manual contém informações

Leia mais

Ferramentas como, por exemplo, linhas de conexão, formas automáticas, sombras pendentes, WordArt, etc.

Ferramentas como, por exemplo, linhas de conexão, formas automáticas, sombras pendentes, WordArt, etc. Ambiente de trabalho Ambiente de trabalho Porquê criar páginas web? A World Wide Web é a melhor forma das pessoas comunicarem umas com as outras. Nos dias de hoje, é importante poder comunicar com outras

Leia mais

Instruções para Administração do Site do Jornal de Oleiros... 2 Recomendações e Sugestões Técnicas... 2 Aceder à Zona de Administração do Site...

Instruções para Administração do Site do Jornal de Oleiros... 2 Recomendações e Sugestões Técnicas... 2 Aceder à Zona de Administração do Site... Instruções para Administração do Site do Jornal de Oleiros... 2 Recomendações e Sugestões Técnicas... 2 Aceder à Zona de Administração do Site... 2 Gerir Notícias no Site... 4 Inserir uma Notícia no Site...

Leia mais

Sistema de Inscrições Automáticas na Internet. Manual do Utilizador

Sistema de Inscrições Automáticas na Internet. Manual do Utilizador Sistema de Inscrições Automáticas na Internet Manual do Utilizador Versão 3.0 Fevereiro de 2007 O Sistema de Inscrições Automáticas está disponível em todos os cursos das Escolas: Escola Superior de Educação;

Leia mais

ZSRest. Manual de Configuração ZSPDA. V2011-Certificado

ZSRest. Manual de Configuração ZSPDA. V2011-Certificado Manual de Configuração ZSPDA V2011-Certificado 1 1. Índice 2. Introdução... 2 3. Pré-requisitos... 3 a) Base de dados... 3 b) Firewall... 3 c) Licença... 3 d) Rede sem fios... 3 e) PDA... 4 4. ZSPDA Interface...

Leia mais

MANUAL PONTO ELETRÔNICO PORTAL RH

MANUAL PONTO ELETRÔNICO PORTAL RH MANUAL PONTO ELETRÔNICO PORTAL RH. 2012 ÍNDICE Tela inicial Portal RH... 3 Alteração de competência/mês... 4 Justificar Atrasos... 5 Lançamento de Atestado Médico... 7 Lançamento de Folgas... 10 Aprovação

Leia mais

INSTALAÇÃO DO MICROSOFT WINDOWS SHAREPOINT SERVICES 2.0

INSTALAÇÃO DO MICROSOFT WINDOWS SHAREPOINT SERVICES 2.0 CAPÍTULO 18 INSTALANDO E CONFIGURANDO O MICROSOFT OFFICE PROJECT SERVER 2003 INSTALAÇÃO DO MICROSOFT WINDOWS SHAREPOINT SERVICES 2.0 Antes de começar a instalação do Microsoft Office Project Server 2003

Leia mais

Esta fase só se configura uma única vez.

Esta fase só se configura uma única vez. Fase 0 Esta fase só se configura uma única vez. É necessário iniciar o serviço de configuração automática com fios para tal devem ser realizados os seguintes passos: No VISTA Começar por carregar em Painel

Leia mais

Manual do usuário. v1.0

Manual do usuário. v1.0 Manual do usuário v1.0 1 Iniciando com o Vivo Gestão 1. como fazer login a. 1º acesso b. como recuperar a senha c. escolher uma conta ou grupo (hierarquia de contas) 2. como consultar... de uma linha a.

Leia mais

PROCEDIMENTO DE INDIVIDUAL TRANSFERÊNCIA. Configuração manual do Outlook 2007

PROCEDIMENTO DE INDIVIDUAL TRANSFERÊNCIA. Configuração manual do Outlook 2007 PROCEDIMENTO DE TRANSFERÊNCIA INDIVIDUAL Configuração manual do Outlook 2007 Configuração manual do Outlook 2007 para o novo sistema de mail baseado em Microsoft Exchange Equipa de Sistemas Junho-2009

Leia mais

Intranet v3. Manual do Utilizador GABINETE DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

Intranet v3. Manual do Utilizador GABINETE DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Intranet v3 Manual do Utilizador GABINETE DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CÓDIGO P0813-002 VERSÃO 1 DATA 22-08-2008 Índice ÍNDICE... 1 1 INTRODUÇÃO... 4 1.1 Objectivo... 4 1.2 Aplicação... 4 1.3 Acrónimos Utilizados...

Leia mais

Extracto on Line Aplicação Local Guia do Utilizador

Extracto on Line Aplicação Local Guia do Utilizador Extracto on Line Aplicação Local Guia do Utilizador Índice 1. Sobre o Guia... 4 1.1 Objectivo... 4 1.2 Utilização do Guia... 4 1.3 Acrónimos e Abreviações... 4 2. Introdução ao Extracto on Line Aplicação

Leia mais

Manual de Configuração, Utilização e Boas Práticas para a integração de equipamentos de rede NAC em ambientes de produção empresariais.

Manual de Configuração, Utilização e Boas Práticas para a integração de equipamentos de rede NAC em ambientes de produção empresariais. NAC R1 Manual de Configuração e Utilização Manual de Configuração/Utilização Manual de Configuração, Utilização e Boas Práticas para a integração de equipamentos de rede NAC em ambientes de produção empresariais.

Leia mais

Outlook 2003. Nivel 1. Rui Camacho

Outlook 2003. Nivel 1. Rui Camacho Outlook 2003 Nivel 1 Objectivos gerais Enviar e Responder a mensagens de correio electrónico, e gestão de contactos, marcação de compromissos e trabalhar com notas. Objectivos específicos Começar a trabalhar

Leia mais

A300 / A30 / A20 / A10 MANUAL DE UTILIZADOR

A300 / A30 / A20 / A10 MANUAL DE UTILIZADOR A300 / A30 / A20 / A10 MANUAL DE UTILIZADOR TELEMAX Telecomunicações e Electrónica, Lda Rua Barão de Forrester, 784 4050-272 Porto Rua da Venezuela, 57 A/B, 1500-618 Lisboa Tlf: (+351) 222085025 / (+351)

Leia mais