Conteúdo. Introdução. Introdução Segurança da Informação Barreiras de segurança Exemplos Conclusão Bibliografia

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Conteúdo. Introdução. Introdução Segurança da Informação Barreiras de segurança Exemplos Conclusão Bibliografia"

Transcrição

1 Segurança da informação FATEC Americana Tecnologia em Análise de Sistemas e Tecnologias da Informação Diagnóstico e solução de problemas de TI Prof. Humberto Celeste Innarelli Segurança da informação 1 Conteúdo Introdução Exemplos Conclusão Bibliografia Segurança da informação 2 Introdução - Proteção contra um grande número de ameaças às informações, de forma a assegurar a continuidade do negócio, minimizando danos comerciais e maximizando o retorno de investimentos e oportunidades. ISO/IEC Segurança da informação 3

2 Introdução As vulnerabilidades da segurança da rede são a porta de entrada para o ataque e consequente invasão da rede. A invasão da rede pode gerar perda, vazamento, modificações e outros danos aos dados e recursos compartilhados. Segurança da informação 4 NBR/ISO/IEC Norma que responsável pela normalização da segurança da informação no Brasil em vários países do mundo. Segurança da informação 5 Motivação para investir em segurança da informação Patrimônio Conhecimento Experiência Documentação Outros Segurança da informação 6

3 A segurança da informação é caracterizada pela preservação dos seguintes atributos básicos: Confidencialidade: segurança de que a informação pode ser acessada apenas por quem tem autorização. Integridade: certeza da precisão e do completismo da informação. Disponibilidade: garantia de que os usuários autorizados tenham acesso a informação e aos recursos associados, quando necessário. Segurança da informação 7 Aspectos da Autenticação identificação e reconhecimento formal Legalidade informações que possuem valor legal Segurança da informação 8 Ameaças Naturais fenômenos da natureza Involuntárias ameaças inconciêntes Voluntárias propositais causadas pelo agente humano Segurança da informação 9

4 Vulnerabilidades Físicas instalações fora do padrão Naturais incêndios, tempestades, etc. Hardware obsolescência, mau uso, etc. Software obsolescência, configuração, instalação, etc. Segurança da informação 10 Vulnerabilidades Mídias discos, fitas, hd s danificados, mal condicionados, etc. Comunicação acessos não autorizados ou perda de comunicação Humanas treinamento, sabotagens, erros, etc. Segurança da informação 11 Medidas de segurança Preventivas evitar o incidente Detectáveis identificar condições e indivíduos causadores de ameaças Corretivas correção de problemas que já aconteceram Segurança da informação 12

5 Aspectos que devem ser considerados Riscos probabilidade de ameaças explorarem as vulnerabilidades Impacto abrangência do dano Incidente evento decorrente da ação de uma ameça Segurança da informação 13 Ameaças Desencorajar Dificultar Discriminar Detectar Deter Diagnosticar Negócio Ativos Segurança da informação 14 Desencorajar ação que visa desmotivar ou desestimular Câmera de vídeo Alarmes Campainhas Treinamento Uniformes Segurança da informação 15

6 Dificultar barreiras que dificultam o aceso indevido Roletas Detectores de metal Leitores de cartão magnético Senhas Certificados digitais Criptografia Firewall Segurança da informação 16 Discriminar cercar de recursos que permitam a identificação e o acesso Perfil de usuário Permissões Limites Perímetros físicos Cotas de recursos (impressão, disco, etc.) Segurança da informação 17 Detectar monitoramento, auditoria e alerta de detecções de ameaças Tentativa de invasão Descumprimento de normas de segurança Cópia ou envio de informações sigilosas Intrusos Segurança da informação 18

7 Deter impedir que a ameaça atinja seu objetivo Acionamento de barreira Acionamento de controle Punições Bloqueios de acesso físico e lógico Segurança da informação 19 Diagnosticar diagnosticar a falha para posposição de melhorias Analisar a ocorrência Identificar as causas Propor melhorias Segurança da informação 20 Ameaças Desencorajar Dificultar Discriminar Detectar Deter Diagnosticar Negócio Ativos Segurança da informação 21

8 Exemplos Clique para adicionar o texto Segurança da informação 22 Exemplo segurança Monitoria na Invasão no Microsoft Internet Information Services Invasão por falha de atualização do IIS Utilização de uma dll chamada author.dll Permissão de escrita na pasta Troca do index.html Identificação e providências Log do IIS Segurança da informação 23 Funcionamento da técnica de enumeração - exemplo PC01 PC02 PC03 Outros Rede Ethernet Usuário da técnica de enumetação Firewall Servidor Principal Servidor de HTTP, FTP, banco de dados autenticação, DHCP, arquivos, etc. Servidor de aplicações Segurança da informação 24

9 Funcionamento da técnica de enumeração - exemplo PC01 PC02 PC03 Outros Rede Ethernet Usuário da técnica de enumetação Firewall Servidor Principal Servidor de HTTP, FTP, banco de dados autenticação, DHCP, arquivos, etc. Servidor de aplicações Software de enumeração Firewall com porta 8080 aberta Servidor IIS Segurança da informação 25 Funcionamento da técnica de enumeração - exemplo PC01 PC02 PC03 Outros Rede Ethernet Usuário da técnica de enumetação Firewall Servidor Principal Servidor de HTTP, FTP, banco de dados autenticação, DHCP, arquivos, etc. Servidor de aplicações Software de enumeração Firewall com porta 8080 aberta Servidor IIS/ conexão ativa pelo invasor Segurança da informação 26 Funcionamento da técnica de enumeração - exemplo PC01 PC02 PC03 Outros Rede Ethernet Usuário da técnica de enumetação Firewall Servidor Principal Servidor de HTTP, FTP, banco de dados autenticação, DHCP, arquivos, etc. Servidor de aplicações Software de enumeração Firewall com porta 8080 aberta Servidor IIS/ conexão ativa pelo invasor Identificação dos recursos de rede Segurança da informação 27

10 Funcionamento da técnica de enumeração - exemplo PC01 PC02 PC03 Outros Rede Ethernet Usuário da técnica de enumetação Firewall Servidor Principal Servidor de HTTP, FTP, banco de dados autenticação, DHCP, arquivos, etc. Servidor de aplicações Software de enumeração Firewall com porta 8080 aberta Servidor IIS/ conexão ativa pelo invasor Identificação dos recursos de rede Segurança da informação 28 Impacto das técnicas de enumeração na segurança As informações coletadas norteiam a estratégia de defesa ou ataque. Defesa Fechamento de portas Atualização de sistemas e softwares Rotinas de verificação de sistemas Correção de bugs Reconfiguração Outros Ataque Conhecimento das vulnerabilidades Utilização indevida de contas de usuários Corrupção de dados Utilização de password sniffing e password crackers Outros Segurança da informação 29 Conclusão Segurança de rede Vulnerabilidade Utilização para defensiva Utilização ofensiva Tecnologia sempre em evolução Não há espaço digital seguro, muito menos redes 100% protegidas, o que realmente deve existir, são bons profissionais e muita ética. Segurança da informação 30

11 Exercício Identificar e propor em linhas gerais as barreiras de segurança da informação para a FATEC-AM, levando em consideração um sistema ideal. Segurança da informação 31 Bibliografia EVELYN R. K., GELSON P. Segurança de redes sistema de detecção de intrusão. Curitiba, PR : Faculdade Internacional de Curitiba, FEITOSA, E. L. Segurança em Sistemas de Informação. Recife, PE : UFPE, SEMOLA, M. Gestão da Segurança da informação.. Campus, Segurança da informação 32

Conteúdo. Monitoramento de Log s e registros de sistemas

Conteúdo. Monitoramento de Log s e registros de sistemas Monitoramento de Log s e registros de sistemas FATEC Americana Tecnologia em Análise de Sistemas e Tecnologias da Informação Diagnóstico e solução de problemas de TI Prof. Humberto Celeste Innarelli Monitoramento

Leia mais

Monitoramento de logs e registros de sistemas

Monitoramento de logs e registros de sistemas Monitoramento de logs e registros de sistemas FATEC Americana Tecnologia em Análise de Sistemas e Tecnologias da Informação Diagnóstico e solução de problemas de TI Prof. Humberto Celeste Innarelli Conteúdo

Leia mais

Introdução. Ataque Hacker e invasões. Ataque Hacker e invasões 08/02/2008

Introdução. Ataque Hacker e invasões. Ataque Hacker e invasões 08/02/2008 impacto na segurança das res corporativas O funcionamento da técnica t impacto na segurança a das res corporativas FATEC - Americana ASTI DSPTI II Prof. Humberto Celeste Innarelli Conteúdo Aplicação da

Leia mais

MATC99 Segurança e Auditoria de Sistemas de Informação

MATC99 Segurança e Auditoria de Sistemas de Informação MATC99 Segurança e Auditoria de Sistemas de Informação Conceitos de Segurança da Informação Italo Valcy Italo Valcy Seg e Auditoria de SI, 2013.1 O que é segurança da Informação Importância

Leia mais

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br. Prof. José Maurício S. Pinheiro - UGB - 2009

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br. Prof. José Maurício S. Pinheiro - UGB - 2009 PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br Auditoria i e Análise de Segurança da Informação Segurança e Confiabilidade Prof. José Maurício S. Pinheiro - UGB - 2009 Dados e Informação Dado é a unidade básica

Leia mais

Soluções em Segurança

Soluções em Segurança Desafios das empresas no que se refere a segurança da infraestrutura de TI Dificuldade de entender os riscos aos quais a empresa está exposta na internet Risco de problemas gerados por ameaças externas

Leia mais

Políticas de Segurança da Informação. Aécio Costa

Políticas de Segurança da Informação. Aécio Costa Aécio Costa A segurança da informação é obtida a partir da implementação de um conjunto de controles adequados, incluindo políticas, processos, procedimentos, estruturas organizacionais e funções de software

Leia mais

SIG - Sistemas de Informações Gerenciais. Segurança da Informação

SIG - Sistemas de Informações Gerenciais. Segurança da Informação Segurança da Informação Importância da Informação A Informação é considerada atualmente como um dos principais patrimônio de uma organização. Importância da Informação Ela é um ativo que, como qualquer

Leia mais

Segurança e Informação Ativo de ouro dessa nova era Aula 01. Soraya Christiane / Tadeu Ferreira

Segurança e Informação Ativo de ouro dessa nova era Aula 01. Soraya Christiane / Tadeu Ferreira Segurança e Informação Ativo de ouro dessa nova era Aula 01 Soraya Christiane / Tadeu Ferreira Informação É o ativo que tem um valor para a organização e necessita ser adequadamente protegida (NBR 17999,

Leia mais

Aula 01 Introdução à Gestão da Segurança da Informação. Prof. Leonardo Lemes Fagundes

Aula 01 Introdução à Gestão da Segurança da Informação. Prof. Leonardo Lemes Fagundes Aula 01 Introdução à Gestão da Segurança da Informação Prof. Leonardo Lemes Fagundes Você vê algumas informações e a maneira como as coisas são formuladas, e então começa a ter alguma compreensão da empresa

Leia mais

Segurança da Informação

Segurança da Informação Segurança da Informação 1 Agenda Plano de Ensino Contato Introdução Análise e Avaliação de Riscos 2 1 PLANO DE ENSINO 3 Ementa Requisitos de segurança de aplicações, de base de dados e de comunicações

Leia mais

Planejando uma política de segurança da informação

Planejando uma política de segurança da informação Planejando uma política de segurança da informação Para que se possa planejar uma política de segurança da informação em uma empresa é necessário levantar os Riscos, as Ameaças e as Vulnerabilidades de

Leia mais

TEORIA GERAL DE SISTEMAS

TEORIA GERAL DE SISTEMAS TEORIA GERAL DE SISTEMAS Vulnerabilidade dos sistemas e uso indevido Vulnerabilidade do software Softwares comerciais contém falhas que criam vulnerabilidades na segurança Bugs escondidos (defeitos no

Leia mais

Fundamentos em Segurança de Redes de Computadores. Segurança Lógica

Fundamentos em Segurança de Redes de Computadores. Segurança Lógica Fundamentos em Segurança de Redes de Computadores Segurança Lógica 1 Segurança Lógica Mecanismos de Controle A Segurança Lógica é aspecto abrangente e complexo, requerendo, consequentemente, um estudo

Leia mais

3. ( ) Para evitar a contaminação de um arquivo por vírus, é suficiente salvá-lo com a opção de compactação.

3. ( ) Para evitar a contaminação de um arquivo por vírus, é suficiente salvá-lo com a opção de compactação. 1. Com relação a segurança da informação, assinale a opção correta. a) O princípio da privacidade diz respeito à garantia de que um agente não consiga negar falsamente um ato ou documento de sua autoria.

Leia mais

Asser Rio Claro. Descubra como funciona um antivírus. Como o antivírus protege o seu computador. A importância de um antivírus atualizado

Asser Rio Claro. Descubra como funciona um antivírus. Como o antivírus protege o seu computador. A importância de um antivírus atualizado Administração Informática Asser Rio Claro Descubra como funciona um antivírus Responsável por garantir a segurança do seu computador, o antivírus é um programa de proteção que bloqueia a entrada de invasores

Leia mais

SEGURANÇA DE INFORMAÇÕES

SEGURANÇA DE INFORMAÇÕES SEGURANÇA DE INFORMAÇÕES Data: 17 de dezembro de 2009 Pág. 1 de 11 SUMÁRIO SUMÁRIO 2 1. INTRODUÇÃO 3 2. FINALIDADE 3 3. ÂMBITO DE APLICAÇÃO 3 4. PRINCÍPIOS GERAIS DE UTILIZAÇÃO DOS RECURSOS DE INFORMAÇÃO

Leia mais

Segurança da Informação

Segurança da Informação Segurança da Informação 1 Agenda Plano de Ensino Contato Introdução Análise e Avaliação de Riscos 2 1 PLANO DE ENSINO 3 Ementa Fundamentos da Segurança da Informação Análise e Avaliação de Riscos Ameaças

Leia mais

Auditoria e Segurança de Sistemas: Apresentação da Disciplina

Auditoria e Segurança de Sistemas: Apresentação da Disciplina Auditoria e Segurança de Sistemas: Apresentação da Disciplina Adriano J. Holanda http://holanda.xyz 4 de agosto de 2015 Ementa Segurança em informática como fator crítico de sucesso nas empresas; Planos

Leia mais

ORIGEM Departamento de Segurança da Informação e Comunicações

ORIGEM Departamento de Segurança da Informação e Comunicações 07/IN01/DSIC/GSIPR 01 15/JUL/14 1/9 PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Gabinete de Segurança Institucional Departamento de Segurança da Informação e Comunicações DIRETRIZES PARA IMPLEMENTAÇÃO DE CONTROLES DE ACESSO

Leia mais

SISTEMAS BRASILEIRO EM INFORMÁTICA CNPJ:

SISTEMAS BRASILEIRO EM INFORMÁTICA CNPJ: Dados da Empresa Dados da SYSTEMBRAS SISTEMAS BRASILEIRO EM INFORMÁTICA CNPJ: 00.000.000/0001-00 Rua Paramoti, 04 Vila Antonieta SP Cep: 03475-030 Contato: (11) 3569-2224 A Empresa A SYSTEMBRAS tem como

Leia mais

Março/2005 Prof. João Bosco M. Sobral

Março/2005 Prof. João Bosco M. Sobral Plano de Ensino Introdução à Segurança da Informação Princípios de Criptografia Segurança de Redes Segurança de Sistemas Símbolos: S 1, S 2,..., S n Um símbolo é um sinal (algo que tem um caráter indicador)

Leia mais

SEG. EM SISTEMAS E REDES. Segurança física e lógica

SEG. EM SISTEMAS E REDES. Segurança física e lógica SEG. EM SISTEMAS E REDES Segurança física e lógica Prof. Ulisses Cotta Cavalca Belo Horizonte/MG 2015 SUMÁRIO 1) Segurança da informação 2) Princípios básicos 3) Segurança física

Leia mais

SEGURANÇA E CONTROLE EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

SEGURANÇA E CONTROLE EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO SEGURANÇA E CONTROLE EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 1 OBJETIVOS 1. Por que sistemas de informação são tão vulneráveis a destruição, erro, uso indevido e problemas de qualidade de sistemas? 2. Que tipos de controles

Leia mais

Os requisitos de SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO dentro de uma organização passaram por duas mudanças importantes nas últimas décadas:

Os requisitos de SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO dentro de uma organização passaram por duas mudanças importantes nas últimas décadas: $XWDUTXLD(GXFDFLRQDOGR9DOHGR6mR)UDQFLVFR± $(96) )DFXOGDGHGH&LrQFLDV6RFLDLVH$SOLFDGDVGH3HWUROLQD± )$&$3( &XUVRGH&LrQFLDVGD&RPSXWDomR 6(*85$1d$($8',725,$'(6,67(0$6 ³6HJXUDQoDGH,QIRUPDo}HV &\QDUD&DUYDOKR

Leia mais

POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO

POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO APRESENTAÇÃO POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Este documento foi elaborado pelo setor de Tecnologia da Informação e Comunicação (CSGI), criada com as seguintes atribuições: Assessorar a Direção da SESAU

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAI Porto Alegre Aula 1

Faculdade de Tecnologia SENAI Porto Alegre Aula 1 Faculdade de Tecnologia SENAI Porto Alegre Aula 1 Prof. Me. Humberto Moura humberto@humbertomoura.com.br Evolução da TI Postura TI Níveis de TI Princípios de TI (papel da TI perante o negócio) Arquitetura

Leia mais

SEGURANÇA A E CONTROLE EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

SEGURANÇA A E CONTROLE EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Capítulo 14 SEGURANÇA A E CONTROLE EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 14.1 2003 by Prentice Hall OBJETIVOS Por que sistemas de informação são tão vulneráveis veis a destruição, erro, uso indevido e problemas de

Leia mais

PODER EXECUTIVO MUNICIPAL DE ITIQUIRA- MT

PODER EXECUTIVO MUNICIPAL DE ITIQUIRA- MT INSTRUÇÃO NORMATIVA STI Nº 001/2012, DE 06 DE NOVEMBRO DE 2012. Versão nº 01 Aprovação em: 06/11/2012 Ato de Aprovação: Decreto Municipal nº 55/2012 Unidade Responsável: Departamento de Tecnologia da Informação

Leia mais

Política de Segurança da Informação

Política de Segurança da Informação Política de Segurança da Informação 29 de janeiro 2014 Define, em nível estratégico, diretivas do Programa de Gestão de Segurança da Informação. ÍNDICE 1 OBJETIVO... 3 2 PÚBLICO ALVO... 3 3 RESPONSABILIDADES

Leia mais

Introdução a Segurança de Redes Segurança da Informação. Filipe Raulino filipe.raulino@ifrn.edu.br

Introdução a Segurança de Redes Segurança da Informação. Filipe Raulino filipe.raulino@ifrn.edu.br Introdução a Segurança de Redes Segurança da Informação Filipe Raulino filipe.raulino@ifrn.edu.br Objetivos Entender a necessidade de segurança da informação no contexto atual de redes de computadores;

Leia mais

Segurança da Informação

Segurança da Informação A segurança da informação está relacionada com proteção de um conjunto de informações, no sentido de preservar o valor que possuem para um indivíduo ou uma organização. Características básicas: Confidencialidade;

Leia mais

Segurança do governo eletrônico

Segurança do governo eletrônico 1. Introdução O governo está empenhado em fornecer programas e serviços de modo que atenda às necessidades de empresas e cidadãos que necessitam desses recursos. Para aumentar a demanda desses serviços,

Leia mais

Horário da Aula: 19h30min às 20h45min / 21h às 22h23min

Horário da Aula: 19h30min às 20h45min / 21h às 22h23min Lembretes Horário da Aula: 19h30min às 20h45min / 21h às 22h23min Solicitar cadastro na seg-l Página do curso: http://www.unisinos.br/graduacao/seguranca-dainformacao/apresentacao Página do Professor:

Leia mais

EN-3611 Segurança de Redes Aula 01 Introdução Prof. João Henrique Kleinschmidt

EN-3611 Segurança de Redes Aula 01 Introdução Prof. João Henrique Kleinschmidt EN-3611 Segurança de Redes Aula 01 Introdução Prof. João Henrique Kleinschmidt Santo André, maio de 2012 Roteiro PARTE I Apresentação da Disciplina PARTE II Introdução à Segurança de Redes Apresentação

Leia mais

Curso de Tecnologia em Redes de Computadores Auditoria e Análise de Segurança da Informação - 4º período Professor: José Maurício S.

Curso de Tecnologia em Redes de Computadores Auditoria e Análise de Segurança da Informação - 4º período Professor: José Maurício S. Disciplina: Curso de Tecnologia em Redes de Computadores Auditoria e Análise de Segurança da Informação - 4º período Professor: José Maurício S. Pinheiro AULA 4: Trilhas de Auditoria Existe a necessidade

Leia mais

SEGURANÇA E AUDITORIA DE TI

SEGURANÇA E AUDITORIA DE TI 1 SEGURANÇA E AUDITORIA DE TI Objetivos - Identificar diversos tipos de controles de sistemas de informação, controles de procedimentos e controles de instalações e explicar como eles podem ser utilizados

Leia mais

3 CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM OUVIDORIA PÚBLICA NATAL/RN. Segurança da Informação

3 CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM OUVIDORIA PÚBLICA NATAL/RN. Segurança da Informação 3 CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM OUVIDORIA PÚBLICA NATAL/RN Segurança da Informação 2 COMPETÊNCIAS DA DIRETORIA DE INFORMAÇÕES ESTRATÉGICAS produzir informações e conhecimentos estratégicos que possam subsidiar

Leia mais

Conteúdo. Políticas de Backup 4/22/2009. pia de segurança. Políticas de Backup 1. Introdução O que é backup/cópia

Conteúdo. Políticas de Backup 4/22/2009. pia de segurança. Políticas de Backup 1. Introdução O que é backup/cópia Políticas de Backup FATEC Americana Tecnologia em Análise de Sistemas e Tecnologias da Informação Diagnóstico e solução de problemas de TI Prof. Humberto Celeste Innarelli Conteúdo Introdução O que é backup/cópia

Leia mais

5 CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM OUVIDORIA PÚBLICA JOÃO PESSOA/PB. Segurança da Informação

5 CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM OUVIDORIA PÚBLICA JOÃO PESSOA/PB. Segurança da Informação 5 CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM OUVIDORIA PÚBLICA JOÃO PESSOA/PB Segurança da Informação 2 COMPETÊNCIAS DA DIRETORIA DE INFORMAÇÕES ESTRATÉGICAS produzir informações e conhecimentos estratégicos que possam

Leia mais

SOLUÇÕES AMBIENTE SEGURO SEUS NEGÓCIOS DEPENDEM DISSO!

SOLUÇÕES AMBIENTE SEGURO SEUS NEGÓCIOS DEPENDEM DISSO! SOLUÇÕES AMBIENTE SEGURO SEUS NEGÓCIOS DEPENDEM DISSO! O ambiente de Tecnologia da Informação (TI) vem se tornando cada vez mais complexo, qualquer alteração ou configuração incorreta pode torná-lo vulnerável

Leia mais

Segurança da Informação Segurança de Redes Segurança de Sistemas Segurança de Aplicações

Segurança da Informação Segurança de Redes Segurança de Sistemas Segurança de Aplicações Segurança da Informação Segurança de Redes Segurança de Sistemas Segurança de Aplicações Símbolos Símbolos: S 1, S 2,..., S n Um símbolo é um sinal (algo que tem um caráter indicador) que tem uma determinada

Leia mais

Segurança e Auditoria em Sistemas

Segurança e Auditoria em Sistemas Segurança e Auditoria em Sistemas Curso: Analise e Desenvolvimento de Sistemas Prof.Eduardo Araujo Site:www.professoreduardoaraujo.com EMENTA Definição de segurança de informação. Identificação das necessidades

Leia mais

Conceitos de segurança da informação. Prof. Nataniel Vieira nataniel.vieira@gmail.com

Conceitos de segurança da informação. Prof. Nataniel Vieira nataniel.vieira@gmail.com Conceitos de segurança da informação Prof. Nataniel Vieira nataniel.vieira@gmail.com Introdução A infraestrutura de rede, os serviços e dados contidos nos computadores ligados a ela são bens pessoais,

Leia mais

NORMA DE SEGURANÇA PARA A UNIFAPNET

NORMA DE SEGURANÇA PARA A UNIFAPNET NORMA DE SEGURANÇA PARA A UNIFAPNET 1. Objetivo As Normas de Segurança para a UNIFAPnet têm o objetivo de fornecer um conjunto de Regras e Recomendações aos administradores de rede e usuários, visando

Leia mais

A falha em alguns destes pontos pode resultar num excessivo e desnecessário investimento/despesa

A falha em alguns destes pontos pode resultar num excessivo e desnecessário investimento/despesa Nuno Melo e Castro Segurança Infra-estruturas Hardware e software Políticas de autenticação Protecção dos dados Algoritmos de cifra Sistemas de detecção e prevenção de intrusões Medidas de segurança Devem

Leia mais

Proteção no Ciberespaço da Rede UFBA. CPD - Divisão de Suporte Yuri Alexandro yuri.alexandro@ufba.br

Proteção no Ciberespaço da Rede UFBA. CPD - Divisão de Suporte Yuri Alexandro yuri.alexandro@ufba.br Proteção no Ciberespaço da Rede UFBA CPD - Divisão de Suporte Yuri Alexandro yuri.alexandro@ufba.br Agenda Segurança o que é? Informação o que é? E Segurança da Informação? Segurança da Informação na UFBA

Leia mais

07/IN01/DSIC/GSIPR 00 06/MAI/10 2/8 1. OBJETIVO

07/IN01/DSIC/GSIPR 00 06/MAI/10 2/8 1. OBJETIVO 07/IN01/DSIC/GSIPR 00 06/MAI/10 1/8 PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Gabinete de Segurança Institucional Departamento de Segurança da Informação e Comunicações DIRETRIZES PARA IMPLEMENTAÇÃO DE CONTROLES DE ACESSO

Leia mais

Introdução a Gestão de Segurança da Informação. Professor Joerllys Sérgio

Introdução a Gestão de Segurança da Informação. Professor Joerllys Sérgio Introdução a Gestão de Segurança da Informação Professor Joerllys Sérgio A informação e sua importância para o negócio Os aspectos da geração de conhecimento a partir da informação são de especial interesse

Leia mais

Segurança Física de acesso aos dados

Segurança Física de acesso aos dados Segurança Física de acesso aos dados Segurança Física de acesso aos dados 1 A Segurança Física tem como objetivos específicos: ü Proteger edificações e equipamentos; ü Prevenir perda, dano ou comprometimento

Leia mais

Módulo 6: Segurança da TI

Módulo 6: Segurança da TI 1 Módulo 6: Segurança da TI 6.1. Questões de Segurança da TI Discute como se pode promover a qualidade e segurança dos sistemas de informação por uma diversidade de controles, procedimentos e instalações.

Leia mais

Sumário: Segurança da Informação Segurança nos Sistemas operativos M Ó D U L O 1

Sumário: Segurança da Informação Segurança nos Sistemas operativos M Ó D U L O 1 Escola Secundária Alberto Sampaio 2012/2013 Sumário: Segurança da Informação Segurança nos Sistemas operativos 2 Gestão de I/O Categorias Controladores Memória Secundária Interface Homem-Máquina Drivers

Leia mais

Soluções em Armazenamento

Soluções em Armazenamento Desafios das empresas no que se refere ao armazenamento de dados Aumento constante do volume de dados armazenados pelas empresas, gerando um desafio para manter os documentos armazenados Necessidade de

Leia mais

Capítulo 2 Conceitos de Segurança Física e Segurança Lógica

Capítulo 2 Conceitos de Segurança Física e Segurança Lógica Capítulo 2 Conceitos de Segurança Física e Segurança Lógica 2.1 Introdução 2.2 Segurança Física 2.2.1 Segurança externa e de entrada 2.2.2 Segurança da sala de equipamentos 2.2.3 Segurança dos equipamentos

Leia mais

Sistemas de Informação

Sistemas de Informação Sistemas de Informação Segurança da Informação Norma: ISO/IEC NBR 27001 e ISO/IEC NBR 27002 Norma: ISO/IEC NBR 27001 e ISO/IEC NBR 27002 Histórico O BSi (British Standard Institute) criou a norma BS 7799,

Leia mais

II Semana de Informática - CEUNSP. Segurança da Informação Novembro/2005

II Semana de Informática - CEUNSP. Segurança da Informação Novembro/2005 II Semana de Informática - CEUNSP Segurança da Informação Novembro/2005 1 Objetivo Apresentar os principais conceitos sobre Segurança da Informação Foco não é técnico Indicar onde conseguir informações

Leia mais

PORTFÓLIO www.imatec.com.br

PORTFÓLIO www.imatec.com.br História A IMATEC foi estabelecida em 1993 com o objetivo de atuar nos segmentos de microfilmagem, digitalização e guarda de documentos e informações, hoje conta com 300 colaboradores, têm em seu quadro,

Leia mais

Gestão de Incidentes de Segurança da Informação - Coleta de evidências

Gestão de Incidentes de Segurança da Informação - Coleta de evidências Gestão de Incidentes de Segurança da Informação - Coleta de evidências Incidente de SI Ação de Acompanhamento contra pessoa/organização Envolvendo ação legal (civil ou criminal) Evidências coletadas, armazenadas

Leia mais

João Bosco Beraldo - 014 9726-4389 jberaldo@bcinfo.com.br. José F. F. de Camargo - 14 8112-1001 jffcamargo@bcinfo.com.br

João Bosco Beraldo - 014 9726-4389 jberaldo@bcinfo.com.br. José F. F. de Camargo - 14 8112-1001 jffcamargo@bcinfo.com.br João Bosco Beraldo - 014 9726-4389 jberaldo@bcinfo.com.br José F. F. de Camargo - 14 8112-1001 jffcamargo@bcinfo.com.br BCInfo Consultoria e Informática 14 3882-8276 WWW.BCINFO.COM.BR Princípios básicos

Leia mais

Ameaças e Contramedidas de Host

Ameaças e Contramedidas de Host Prof. Hederson Velasco Ramos Prof. Henrique Jesus Quintino de Oliveira quintino@umc.br Fonte: http://www.antispam.br/ Monitoramento (PortScan) Exemplos de monitoramento são varreduras de porta, varredura

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA

MINISTÉRIO DA FAZENDA MINISTÉRIO DA FAZENDA Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional PGFN Departamento de Gestão Corporativa - DGC Coordenação-Geral de Tecnologia da Informação - CTI CATÁLOGO DE SERVIÇOS DE TECNOLOGIA Infraestrutura

Leia mais

Regulamento Interno de Segurança da Informação ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO CEARÁ - ALCE. Revisão 02

Regulamento Interno de Segurança da Informação ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO CEARÁ - ALCE. Revisão 02 Regulamento Interno de Segurança da Informação ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO CEARÁ - ALCE Revisão 02 As informações contidas neste documento são restritas à ALCE, não podendo ser divulgadas a terceiros

Leia mais

Segurança e Auditoria de Sistemas. Profº.: Daniel Gondim

Segurança e Auditoria de Sistemas. Profº.: Daniel Gondim Segurança e Auditoria de Sistemas Profº.: Daniel Gondim Roteiro Auditoria de Sistemas Conceitos; Tipos de Auditorias; Objetivos e Importância; Etapas; Segurança da Informação Conceitos; Ameaças; Algumas

Leia mais

ÉTICA E SEGURANÇA EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Fundamentos

ÉTICA E SEGURANÇA EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Fundamentos ÉTICA E SEGURANÇA EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Fundamentos Prof. Carlos Faria (adaptação) 2011 DESAFIOS ÉTICOS E DE SEGURANÇA Emprego Privacidade Saúde Segurança Ética e Sociedade Crime Individualidade Condições

Leia mais

Campanha da Política de Segurança da Informação. Antonio Rangel arangel@modulo.com.br

Campanha da Política de Segurança da Informação. Antonio Rangel arangel@modulo.com.br Campanha da Política de Segurança da Informação Antonio Rangel arangel@modulo.com.br Um Caso Real Gestão de Riscos, Implementação de Controles, Correção, Plano de Contingência, Workflow, Gestão, Auditoria,

Leia mais

Segurança da Informação

Segurança da Informação Segurança da Informação Segurança e Vulnerabilidades em Aplicações Web jobona@terra.com.br Definição: Segurança Segundo o dicionário da Wikipédia, o termo segurança significa: 1. Condição ou estado de

Leia mais

Presidência da República Casa Civil da Presidência da República PARTE III POLÍTICA DE SEGURANÇA DA ICP-BRASIL

Presidência da República Casa Civil da Presidência da República PARTE III POLÍTICA DE SEGURANÇA DA ICP-BRASIL Presidência da República Casa Civil da Presidência da República PARTE III POLÍTICA DE SEGURANÇA DA ICP-BRASIL 19 DE JUNHO DE 2001 1- INTRODUÇÃO Este documento tem por finalidade estabelecer as diretrizes

Leia mais

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO CEAP CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ CURSO DE ADMINISTRAÇÃO TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Prof Célio Conrado E-mail: celio.conrado@gmail.com Site: www.celioconrado.com Conceito Por que usar? Como funciona

Leia mais

PORTARIA TC Nº 437, 23 DE SETEMBRO DE 2015

PORTARIA TC Nº 437, 23 DE SETEMBRO DE 2015 PORTARIA TC Nº 437, 23 DE SETEMBRO DE 2015 Disciplina os procedimentos para gestão de incidentes de segurança da informação e institui a equipe de tratamento e resposta a incidentes em redes computacionais

Leia mais

III. Norma Geral de Segurança da Informação para Uso da Internet

III. Norma Geral de Segurança da Informação para Uso da Internet O B J E CT I V O Estabelecer critérios para acesso à Internet utilizando recursos do Projecto Portal do Governo de Angola. Orientar os Utilizadores sobre as competências, o uso e responsabilidades associadas

Leia mais

Gerenciamento de Redes de Computadores. Introdução ao Gerenciamento de Redes

Gerenciamento de Redes de Computadores. Introdução ao Gerenciamento de Redes Introdução ao Gerenciamento de Redes O que é Gerenciamento de Redes? O gerenciamento de rede inclui a disponibilização, a integração e a coordenação de elementos de hardware, software e humanos, para monitorar,

Leia mais

O que é backup/cópia de segurança

O que é backup/cópia de segurança FATEC Americana Análise de Sistemas e Tecnologias da Informação Diagnóstico e solução de problemas de TI II Prof. Humberto Celeste Innarelli O que é backup/cópia de segurança Em informática, backup é a

Leia mais

Segurança de Redes e Internet

Segurança de Redes e Internet Segurança de Redes e Internet Prof. MSc Thiago Pirola Ribeiro sg_02 alqbarao@yahoo.com.br 1 Guia Básico para Segurança de uma Rede Identificar o que se está tentando proteger; Identificar contra quem está

Leia mais

Política de Segurança. da Autoridade Certificadora SOLUTI (PS AC SOLUTI)

Política de Segurança. da Autoridade Certificadora SOLUTI (PS AC SOLUTI) Política de Segurança da Autoridade Certificadora SOLUTI (PS AC SOLUTI) Versão 1.0 de 1 de novembro de 2012 www.acsoluti.com.br Sumário Controle de Versão...4 Tabela de Siglas...4 1 INTRODUÇÃO...5 2 OBJETIVOS...5

Leia mais

Segurança Física e Segurança Lógica. Aécio Costa

Segurança Física e Segurança Lógica. Aécio Costa Segurança Física e Segurança Lógica Aécio Costa Segurança física Ambiente Segurança lógica Programas A segurança começa pelo ambiente físico Não adianta investir dinheiro em esquemas sofisticados e complexos

Leia mais

Política de Segurança. da Autoridade Certificadora SOLUTI RFB (PS AC SOLUTI RFB)

Política de Segurança. da Autoridade Certificadora SOLUTI RFB (PS AC SOLUTI RFB) Política de Segurança da Autoridade Certificadora SOLUTI RFB (PS AC SOLUTI RFB) Versão 1.0 de 1 de Setembro de 2014 www.acsoluti.com.br Sumário Controle de Versão... 4 Tabela de Siglas... 4 1 INTRODUÇÃO...

Leia mais

RESOLUÇÃO N 39, DE 18 DE ABRIL DE 2006. Aprova a versão 2.0 da Política de Segurança da ICP Brasil.

RESOLUÇÃO N 39, DE 18 DE ABRIL DE 2006. Aprova a versão 2.0 da Política de Segurança da ICP Brasil. RESOLUÇÃO N 39, DE 18 DE ABRIL DE 2006. Aprova a versão 2.0 da Política de Segurança da ICP Brasil. O COORDENADOR DO COMITÊ GESTOR DA INFRA ESTRUTURA DE CHAVES PÚBLICAS BRASILEIRA ICP BRASIL, no uso das

Leia mais

A Gerência em Redes de Computadores

A Gerência em Redes de Computadores A Gerência em Redes de Computadores Gerência de Redes Redes Ferramenta fundamental Tecnicamente: constante expansão, tanto fisicamente como em complexidade. O que o usuário espera da rede? Disponibilidade

Leia mais

Política de Segurança da Informação

Política de Segurança da Informação Política de Segurança da Informação Código: PSI_1.0 Versão: 1.0 Data de Publicação: 28/05/2014 Controle de Versão Versão Data Responsável Motivo da Versão 1.0 28/05/2014 Heitor Gouveia Criação da Política

Leia mais

Preservação de Acervos Digitais

Preservação de Acervos Digitais Preservação de Acervos Digitais Humberto Celeste Innarelli Analista de Desenvolvimento de Sistemas e Administrador de Rede do Sistema do Arquivo Central do Arquivos da UNICAMP Professor da área de Tecnologia

Leia mais

OBJETIVO DA POLÍTICA DE SEGURANÇA

OBJETIVO DA POLÍTICA DE SEGURANÇA POLÍTICA DE SEGURANÇA DIGITAL Wagner de Oliveira OBJETIVO DA POLÍTICA DE SEGURANÇA Hoje em dia a informação é um item dos mais valiosos das grandes Empresas. Banco do Brasil Conscientizar da necessidade

Leia mais

Politicas de Segurança da Informação

Politicas de Segurança da Informação Politicas de Segurança da Informação Rodrigo Pionti¹, Daniel Paulo Ferreira² Faculdade de Tecnologia de Ourinhos FATEC INTRODUÇÃO Com o avanço da tecnologia de modo acelerado, o uso da internet tem se

Leia mais

Segurança em Redes e Sistemas. Segurança da Informação

Segurança em Redes e Sistemas. Segurança da Informação Segurança em Redes e Sistemas Segurança da Informação Rafael Roque rra@cin.ufpe.br Eduardo Feitosa elf@cin.ufpe.br Djamel Sadok jamel@cin.ufpe.br Agenda Conceitos Gerenciamento e Avaliação de Riscos Políticas

Leia mais

Hardening de Servidores

Hardening de Servidores Hardening de Servidores O que é Mitm? O man-in-the-middle (pt: Homem no meio, em referência ao atacante que intercepta os dados) é uma forma de ataque em que os dados trocados entre duas partes, por exemplo

Leia mais

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. Política de Segurança da Informação

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. Política de Segurança da Informação SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Política de Segurança da Informação A informação é o elemento básico para que a evolução aconteça e o desenvolvimento humano se realize de forma completa (COURY, 2001). Para Campos,

Leia mais

Objetivos deste capítulo

Objetivos deste capítulo 1 Objetivos deste capítulo Identificar a finalidade de uma política de segurança. Identificar os componentes de uma política de segurança de rede. Identificar como implementar uma política de segurança

Leia mais

Perguntas para avaliar a efetividade do processo de segurança

Perguntas para avaliar a efetividade do processo de segurança Perguntas para avaliar a efetividade do processo de segurança Questionário básico de Segurança da Informação com o objetivo de ser um primeiro instrumento para você avaliar, em nível gerencial, a efetividade

Leia mais

SEGURANÇA DIGITAL: CONCEITOS, POLÍTICAS E PRECAUÇÕES 3 2.1. 3 2.2. O

SEGURANÇA DIGITAL: CONCEITOS, POLÍTICAS E PRECAUÇÕES 3 2.1. 3 2.2. O Índice RESUMO 1 1. INTRODUÇÃO 2 2. SEGURANÇA DIGITAL: CONCEITOS, POLÍTICAS E PRECAUÇÕES 3 2.1. Meios Usados Como Caminho para a Invasão 3 2.2. O que fazer ao perceber que meu computador foi invadido? 4

Leia mais

Plano de Segurança da Informação

Plano de Segurança da Informação Faculdade de Tecnologia Plano de Segurança da Informação Alunos: Anderson Mota, André Luiz Misael Bezerra Rodrigo Damasceno. GTI 5 Noturno Governança de tecnologia da informação Prof. Marcelo Faustino

Leia mais

Boas Práticas de Segurança da Informação. Regras para proteção de dados de cartões para a pequena e média empresa.

Boas Práticas de Segurança da Informação. Regras para proteção de dados de cartões para a pequena e média empresa. Boas Práticas de Segurança da Informação Regras para proteção de dados de cartões para a pequena e média empresa. Prezado Cliente, A constante evolução da tecnologia está sempre rompendo paradigmas, tornando

Leia mais

Segurança e Proteção da Informação. Msc. Marcelo Carvalho Tavares marcelo.tavares@unir.br

Segurança e Proteção da Informação. Msc. Marcelo Carvalho Tavares marcelo.tavares@unir.br Segurança e Proteção da Informação Msc. Marcelo Carvalho Tavares marcelo.tavares@unir.br 1 Segurança da Informação A informação é importante para as organizações? Por que surgiu a necessidade de se utilizar

Leia mais

IMPRENSA OFICIAL DO ESTADO SA IMESP (AC IMPRENSA OFICIAL SP G4)

IMPRENSA OFICIAL DO ESTADO SA IMESP (AC IMPRENSA OFICIAL SP G4) IMPRENSA OFICIAL DO ESTADO SA IMESP (AC IMPRENSA OFICIAL SP G4) POLÍTICA DE SEGURANÇA VERSÃO 2.1 23/10/2014 Página 1 / 31 HISTÓRICO DE VERSÕES Data Versão Observações 23/10/2014 2.1 Redação Inicial AVISO

Leia mais

Política de Segurança da Autoridade Certificadora Sincor

Política de Segurança da Autoridade Certificadora Sincor Política de Segurança da Autoridade Certificadora Sincor PS da AC SINCOR Versão 2.0 11 de Agosto de 2006 PS da AC SINCOR v2.0 1/32 ÍNDICE 1.INTRODUÇÃO...4 2.OBJETIVOS...4 3.ABRANGÊNCIA...5 5. CONCEITOS

Leia mais

Controles gerais iguais aos de pacotes de softwares: Instalação, Configuração, Manutenção, Utilitários.

Controles gerais iguais aos de pacotes de softwares: Instalação, Configuração, Manutenção, Utilitários. $XWDUTXLD(GXFDFLRQDOGR9DOHGR6mR)UDQFLVFR± $(96) )DFXOGDGHGH&LrQFLDV6RFLDLVH$SOLFDGDVGH3HWUROLQD± )$&$3( &XUVRGH&LrQFLDVGD&RPSXWDomR $8',725,$'$7(&12/2*,$'$,1)250$d 2 &RQWUROHVVREUHEDQFRGHGDGRVH PLFURFRPSXWDGRUHV

Leia mais

Política de Segurança da Autoridade Certificadora Imprensa Oficial SP

Política de Segurança da Autoridade Certificadora Imprensa Oficial SP Política de Segurança da Autoridade Certificadora Imprensa Oficial SP PS da AC Imprensa Oficial SP Versão 1.1-12 de Setembro de 2005 PS da AC Imprensa Oficial SP v1.1 ÍNDICE 1.INTRODUÇÃO... 4 2.OBJETIVOS...

Leia mais

SEMOLA, Marcos. Gestão da segurança da informação: uma visão executiva. Rio de Janeiro: Campus, 2003.

SEMOLA, Marcos. Gestão da segurança da informação: uma visão executiva. Rio de Janeiro: Campus, 2003. Segurança da Informação - 2 Maio / 2008 SEMOLA, Marcos. Gestão da segurança da informação: uma visão executiva. Rio de Janeiro: Campus, 2003. 1 A segurança da informação é: uma área do conhecimento dedicada

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE RIO VERDE NORMATIZAÇÃO DE USO DOS RECURSOS COMPUTACIONAIS DO CEFET RIO VERDE

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE RIO VERDE NORMATIZAÇÃO DE USO DOS RECURSOS COMPUTACIONAIS DO CEFET RIO VERDE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE RIO VERDE NORMATIZAÇÃO DE USO DOS RECURSOS COMPUTACIONAIS DO CEFET RIO VERDE Capítulo I DAS DEFINIÇÕES Art. 1º Para os fins desta Norma,

Leia mais

GERENCIAMENTO ESTRATÉGICO DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO

GERENCIAMENTO ESTRATÉGICO DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO 1 GERENCIAMENTO ESTRATÉGICO DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO RESUMO DO ARTIGO Este artigo se propõe a apresentar uma panorâmica do uso da Segurança da Informação e sua importância como diferencial competitivo

Leia mais

Segurança Estratégica da Informação ISO 27001, 27002 e 27005 Segunda Aula: ISO 27002

Segurança Estratégica da Informação ISO 27001, 27002 e 27005 Segunda Aula: ISO 27002 Segurança Estratégica da Informação ISO 27001, 27002 e 27005 Segunda Aula: ISO 27002 Prof. Dr. Eng. Fred Sauer fsauer@gmail.com http://www.fredsauer.com.br ISO 27002 (17799) Boas Práticas Objetivos d Fazem

Leia mais

NORMAS PARA O USO DE SISTEMA DE PROTEÇÃO FIREWALL DE PERÍMETRO NO ÂMBITO DA REDE INFOVIA-MT

NORMAS PARA O USO DE SISTEMA DE PROTEÇÃO FIREWALL DE PERÍMETRO NO ÂMBITO DA REDE INFOVIA-MT CONSELHO SUPERIOR DO SISTEMA ESTADUAL DE E TECNOLOGIA DA NORMAS PARA O USO DE SISTEMA DE PROTEÇÃO FIREWALL DE PERÍMETRO NO ÂMBITO DA REDE INFOVIA-MT 1/10 CONSELHO SUPERIOR DO SISTEMA ESTADUAL DE E TECNOLOGIA

Leia mais