SIMULAÇÃO DE CONTROLE DE PROCESSOS INDUSTRIAIS REFERENCIAIS PELA WEB: UMA FERRAMENTA FOSS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SIMULAÇÃO DE CONTROLE DE PROCESSOS INDUSTRIAIS REFERENCIAIS PELA WEB: UMA FERRAMENTA FOSS"

Transcrição

1 SIMULAÇÃO DE CONTROLE DE PROCESSOS INDUSTRIAIS REFERENCIAIS PELA WEB: UMA FERRAMENTA FOSS Rafael G. Martins Bruno R. Carneiro Thales C. Lanza Marlon J. Carmo - Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais Campus III Rua José Peres Centro Leopoldina - MG Resumo: Os controladores PID têm sido utilizados em larga escala na indústria e nas universidades, por serem na maioria das vezes o recurso mais viável para controle de certas plantas de processos. Devido à limitação do conhecimento sobre os métodos de identificação e sintonia destes controladores, este trabalho apresenta um ambiente alternativo multifuncional, que utiliza linguagem Python, plataforma WEB (Internet), para simulação de controladores PID com base em catorze processos referenciais, capazes de representar uma gama extensa dos processos reais existentes na indústria atual. Palavras-chave: Controladores PID, sintonia, malhas industriais, simulação. 1. INTRODUÇÃO Os controladores Proporcional Integral (PI) e Proporcional Integral Derivativo (PID) são utilizados em grande parte das malhas industriais por serem capazes de compensar a maioria dos processos práticos industriais (O DWYER, 2006), garantindo a estabilidade da operação. A maioria dos controladores utilizados na indústria são do tipo PID (ÅSTRÖM & HÄNGGLUND, 2005). Entre os vários métodos de sintonia para controladores PID, destacam-se os tradicionais baseados na resposta ao degrau: Ziegler e Nichols (ZIEGLER & NICHOLS, 1942), Cohen- Coon (COHEN & COON, 1953) e López (LÓPEZ, 1967), que continuam sendo referência para o estudo de controladores PID, mesmo com o desenvolvimento de tecnologias mais avançadas para tal finalidade. Para obtenção do modelo dinâmico de um sistema, os métodos mais tradicionais são a resposta ao degrau e o método do ganho crítico, dos quais se obtém um modelo de primeira ordem contendo três parâmetros: ganho estático do processo, tempo de atraso e constante de tempo do sistema (CARMO, 2006). Devido à evolução dos controladores, torna-se necessário a constante atualização dos

2 profissionais, principalmente em relação aos métodos de identificação e sintonia. Professores de engenharia de controle precisam complementar as aulas teóricas inserindo uma abordagem mais prática e proporcionando aos alunos conhecimento para lidar com situações de problema em plantas industriais. Com base nessa necessidade, esse trabalho apresenta uma ferramenta didática desenvolvida para simulação de controladores PID, utilizando software livre, visto que uma das limitações na abordagem prática desse estudo é devido ao fato de a maioria dos softwares disponíveis para este fim serem proprietários, com alto custo de aplicação. Trata-se de um ambiente multifuncional que utiliza linguagem Python (MILLMAN & AIVAZIS, 2011), plataforma WEB (Internet) e tem como base para simulação catorze processos referenciais, que representam uma grande parte dos processos reais utilizados no meio industrial. O presente trabalho está dividido da seguinte forma: Na seção 2 apresenta-se os processos e métodos utilizados no software. Na seção 3 é feita uma descrição do software. Na seção 4 apresentam-se os resultados obtidos com o uso desta ferramenta. A seção 5 relata as conclusões obtidas com o trabalho e algumas ideias do que se pode ser feito para aperfeiçoá-lo. 2. PROCESSOS E MÉTODOS UTILIZADOS NO SOFTWARE 2.1. Processos Referenciais Industriais Como base para o software foram utilizados catorze processos referenciais que conseguem se aproximar de muitos dos processos reais presentes nas malhas industriais. Esses processos são apresentados a seguir. Processo de primeira ordem; Processo de segunda ordem; Processo de segunda ordem de fase não-mínima; Processo de terceira ordem com tempo morto ajustável; Processo de polos múltiplos e iguais; Processo de quarta ordem; Processo com três polos iguais e um zero no semiplano direito; Processo de primeira ordem com tempo morto; Processo de segunda ordem com tempo morto; Processo com características dinâmicas assimétricas; Processo condicionalmente estável; Processo oscilatório; Processo instável; Processo de primeira ordem mais tempo morto com a presença de integrador; Cabe ressaltar que nem todos os processos conseguem ser identificados e controlados a partir dos métodos utilizados neste trabalho, visto que se trata de um projeto didático. A análise da eficiência dos métodos do software também faz parte do aprendizado do aluno.

3 2.2. Métodos de identificação e sintonia para controladores PID baseados no modelo FODT No projeto apresentado neste trabalho foram utilizados métodos de identificação e sintonia baseados no modelo FODT, que serão apresentados nesta seção. O modelo First Order Delay Time (FODT) trata-se de um modelo aproximado, utilizado para identificação de plantas em malha aberta. Este possui três parâmetros: ganho do sistema K, a constante de tempo (tau) e o tempo morto L, que são aplicados na Equação (1). G K 1+ s sl ( s) = e (1) Pelo fato de se basear no tempo morto, esse modelo não é capaz de identificar sistemas sem tempo morto, ou com tempo morto muito pequeno. Métodos baseados na curva de reação para identificação de processos Geralmente os métodos de identificação baseados na curva de reação de processos utilizando-se o modelo FODT são baseados em dois pontos (p1 e p2 na figura 1), que correspondem a certos níveis alcançados pela curva do gráfico da resposta ao degrau em malha aberta em relação à amplitude de estabilização do sistema. Esses níveis dependem do método de identificação utilizado. Como pode ser visto na Figura 1, os dois pontos definem uma reta. O tempo morto L é definido pela distância entre o ponto onde a reta toca o eixo do tempo e a sua origem. Figura 1 - Modelo FODT Método de Smith Processo de terceira ordem com tempo morto ajustável. O valor de é a constante de tempo, que é definida pela medida da projeção do extremo da reta, alinhado com o ponto máximo da curva, até o ponto onde a reta toca o eixo do tempo. A Tabela 1 apresenta os dois pontos utilizados por cada método de identificação.

4 Tabela 1 - Constantes para os métodos de identificação. Método %p1(t1) %p2(t2) Alfaro Broida Chen & Yang Ho et al Smith Vitecková et al O ganho estático, o parâmetro k, é representado pela amplitude da curva quando em regime permanente, que é geralmente representada pela amplitude do último ponto da curva nos gráficos. Os valores de e L podem ser obtidos a partir das Equações 2 e 3, respectivamente, utilizando os valores de t1 e t2, que são os tempos em que a curva atinge os pontos p1 e p2 de cada método. = 1.5( t2 t1) (2) L = ( t2 ) (3) Os valores de, L e K são utilizados nos métodos de sintonia para calcular os ganhos do controlador desejado. Métodos de sintonia para controladores PID utilizando curva de reação No software apresentado neste trabalho foram implementados quatro métodos de sintonia para controladores PID que utilizam a curva de reação dos sistemas. Estes métodos e as equações para cálculo de seus parâmetros estão descritos nas tabelas a seguir. Tabela 2 - Método de Ziegler-Nichols. Controlador Fórmulas P Kp = PI Kp = 0.9 Ti = 3. 33L PID Kp = 1.2 Ti = 2L L Td = 2

5 Tabela 3 - Método de Cohen-Coon. Controlador Fórmulas P Kp = 1 R + 3 PI Kp = 10 R R Ti = L R PD Kp = 5 R R Td = L R PID Kp = 4 R R Ti = L R 4 Td = L R Onde L R = (4) Tabela 4 - Método Chien, Hrones e Reswick 0%. Controlador Fórmulas P PI PID Kp = 0.3 Kp = 0.35 Kp = 0.6 Ti = 1.2 Ti = Td = 0. 5L Tabela 5 - Método Chien, Hrones e Reswick 20%. Controlador Fórmulas P Kp = 0.7

6 PI Kp = 0.6 Ti = PID Kp = 0.95 Ti =1.4 Td = 0. 47L 3. DESCRIÇÃO DO SOFTWARE O trabalho apresentado trata-se de um software, desenvolvido em linguagem Python e disponível via World Wide Web (WWW). Esse software, que recebeu o nome de PIDSIM, conta com catorze processos referenciais industriais, já apresentados no capítulo 2, assim como vários métodos numéricos para modelagem e identificação de sistemas e métodos de sintonia de controladores PID (que também foram apresentados no capítulo 2. Possuindo fins didáticos e com o objetivo de facilitar os estudos em disciplinas de controle, o software começou a ser desenvolvido em 2009 e passou por várias modificações. Todos os recurso utilizados são livres e estão disponíveis na internet, assim como o códigofonte dos módulos que formam o software. Existe uma instância pública do software funcionando no endereço: O código-fonte do software está disponível em repositórios do Sistema de Controle de Versão Mercurial (MACKALL, 2011) Este software está licenciado sob a licença GNU General Public License, version 2 (GLP- 2, 1991), e pode ser redistribuído livremente, de acordo com os termos da licença A linguagem Python A linguagem Python é uma linguagem geral, orientada a objetos, que é utilizada em grande escala e para os mais diversos fins, seja para a criação de um web site ou uma aplicação para desktop, ou para a criação de um aplicativo científico com cálculos complexos Arquitetura do software O PIDSIM tem como uma de suas principais características, justamente por ser um software livre, a possibilidade de usuários trabalharem em seu código-fonte e implementarem novas funcionalidades. Essa tarefa é facilitada quando o software é bem planejado e com uma divisão sistemática de funcionalidades entre as classes e pacotes que o compõem. Com o objetivo de facilitar a expansão por meio de usuários, o software foi construído com uma estrutura modular, dividido em pacotes individuais com o mínimo de interdependência possível entre si. A Figura 2 mostra a estrutura de dependência entre os pacotes.

7 Figura 2 - Dependência entre os pacotes do software. A divisão foi feita em três pacotes Python: pidsim.core pidsim.models pidsim.web Cada pacote possui uma funcionalidade especifica e pode ser aprimorado separadamente, o que facilita muito o desenvolvimento distribuído do software. A seguir são apresentados os pacotes e suas funções. pidsim.core O pidsim.core é o pacote principal do software, responsável por toda a implementação básica, como os tipos de dados, os métodos numéricos, os algoritmos de controle, entre outras. Esse pacote foi implementado em Python puro, com o objetivo de se poder utilizá-lo em sistemas onde não é possível a compilação de módulos Python escritos em linguagem C. pidsim.models No pacote pidsim.models estão implementados os catorze processos referenciais industriais discutidos anteriormente no item 2.1. Cada processo foi implementado como uma classe Python, sendo que cada uma possui atributos específicos. Dentre esses estão a expressão Latex que representa o processo, um método Python que representa a função de transferência do processo, uma lista de argumentos que esta função recebe, entre outros. pidsim.web Este pacote implementa a interface web, desenvolvida utilizando-se o framework web Flask, responsável pela geração das páginas WEB do software e o toolkit de plotagem de gráficos Matplotlib, responsável pela geração dos gráficos A interface WEB No momento a única interface disponível entre o software e o usuário é feita através da internet, utilizando-se um aplicativo Web, desenvolvido com o framework web Flask. A Figura 3 ilustra a tela inicial do software.

8 Figura 3 - Tela inicial do software. Atualmente estão implementados os suportes ao Inglês e ao Português. 4. RESULTADOS Como resultados do trabalho desenvolvido, são apresentados exemplos de simulações e cálculos feitos pelo software. A Figura 4 a seguir ilustra a tela inicial do software quando selecionado o processo referencial de quarta ordem (processo 6), no qual os seguintes parâmetros foram aplicados: Alpha = 0.2; Método numérico para discretização: Runge-Kutta de quarta ordem; Método de identificação para o controlador: Smith Método de sintonia para o controlador: Ziegler Nichols Tempo de amostragem = 1e-2s Tempo total = 30s Figura 4 - Tela inicial do software preenchida.

9 Para obter a curva de identificação do sistema, deve-se clicar no botão Plotar após o preenchimento dos parâmetros. A Figura 5 ilustra o gráfico de identificação obtido do software. Figura 5 - Gráfico da identificação do processo de exemplo. De acordo com os parâmetros selecionados, os ganhos calculados para o controlador foram: kp=4.2; ki=7.9; kd=1.1; É possível também a simulação do controlador em operação, utilizando-se o menu que fica ao lado do botão Plotar, escolhendo a opção Simulação do Controlador PID e em seguida clicando no botão Plotar. A Figura 6 ilustra o grafico resultante dessa simulação para os parâmetros selecionados anteriormente. Figura 6 - Gráfico da simulação do controlador para o processo de exemplo. Selecionando o método de sintonia como Manual, é possível alterar manualmente os valores dos ganhos kp, ki e kd.

10 Figura 7 - Valores dos ganhos do controlador para o processo de exemplo, escolhidos manualmente. Selecionando como ganhos os valores: kp=5.0; ki=7.0 e kd=0.7, se obtém o gráfico ilustrado pela Figura 8 a seguir. Figura 8 - Gráfico da simulação do controlador para o processo de exemplo, com ganhos escolhidos manualmente. A partir dos gráficos obtidos, o usuário poderá analisar o desempenho do controlador para o processo referencial selecionado e, de acordo com os ganhos e métodos escolhidos, obter um controlador que melhor corresponda ao resultado desejado. 5. CONSIDERAÇÕES FINAIS A ferramenta desenvolvida que foi apresentada neste trabalho é capaz de proporcionar várias formas de aprendizado a alunos e outras pessoas envolvidas com controle, seja mostrando os resultados obtidos a partir do software com métodos que funcionam, ou provocando a curiosidade e vontade de desenvolver soluções para os métodos que precisam ser aperfeiçoados. O software PIDSIM pode ser aprimorado em diversas áreas, recebendo, por exemplo, uma nova interface gráfica, novos métodos de identificação e sintonia e até mesmo implementações de novos idiomas além do português e do inglês, entre outros. Essa vantagem existe devido ao fato do software possuir uma arquitetura bem definida, e também por ser bem simples e fácil de utilizar.

11 O desenvolvimento de um software livre com essa finalidade contribui para um avanço mais rápido nessa área, permitindo que várias pessoas colaborem facilmente. Apesar do uso de software livre ter crescido nos últimos tempos, a quantidade desse tipo de ferramenta sendo utilizada na área de controle é pequena. Porém, existem ferramentas importantes desse tipo, indicando que novas idéias podem surgir para diversas aplicações. Por ser desenvolvido com uma arquitetura modular, esse trabalho pode ser aprimorado de várias formas, sendo adicionados novos métodos de identificação, novos métodos de sintonia de controladores, criadas novas interfaces para Desktop utilizando Qt ou GTK, entre outras. Agradecimentos Os autores agradecem ao MEC/SESu, FNDE, CAPES, CnPq, COPPE/LASUP/UFRJ, FAPEMIG, FAPERJ Fundação CEFETMINAS e CEFET-MG pelo apoio ao desenvolvimento deste trabalho. 6. REFERÊNCIAS / CITAÇÕES ÅSTRÖM, K. J. & HÄNGGLUND, T. (2005), PID controllers: Theory, Design and Tuning. 2nd. ed. North Carolina: Instrument Society of America. CARMO, M. J. do. Ambiente educacional multifuncional integrado para sintonia e avaliação do desempenho de malhas industriais de controle COHEN, G. H.; COON, G. A. Theoretical considerations of retarded control. ASME Transactions, v. 75, p , FREE SOFTWARE FOUNDATION. GNU General Public License, version LÓPEZ, A. M., Miller, J. A., Smith, C. L. and Murril, P. W. (1967), Tuning controllers with error-integral critteria. In: Instrumentation Technology. MACKALL, M. Mercurial MILLMAN, K. J.; AIVAZIS, M. Python for scientists and engineers. Computing in Science Engineering, v. 13, n. 2, p. 9 12, march-april ISSN O DWYER, A. Handbook of PI and PID Controller Tuning Rules. 2nd. ed. [S.l.]: Imperial College Press, ZIEGLER, J. B. and NICHOLS, N. B. (1942), Optimum settings for automatic controls. ASME Transactions, v. 64, p SIMULATION OF INDUSTRIAL PROCESS CONTROL BY REFERENCE WEB: A TOOL FOSS Abstract: The PID controllers have been used extensively in industry and in universities, because they most often use the more feasible for control of various process plants. Due to limited knowledge about the methods of identification and tuning of these controllers, This work presents an alternative environment multifunctional, which uses the Python language, platform WEB (Internet), for simulation of PID controllers based on fourteen benchmark processes, capable of representing a wide range of real industrial processes today. Key-words: PID Controllers, Tuning, Industrial Loops, Simulation

COMPARAÇÃO DE MÉTODOS DE IDENTIFICAÇÃO E CONTROLE EM SISTEMA EMBARCADO: UM ESTUDO DE CASO

COMPARAÇÃO DE MÉTODOS DE IDENTIFICAÇÃO E CONTROLE EM SISTEMA EMBARCADO: UM ESTUDO DE CASO COMPARAÇÃO DE MÉTODOS DE IDENTIFICAÇÃO E CONTROLE EM SISTEMA EMBARCADO: UM ESTUDO DE CASO Rênia Aparecida de Souza Gomes reniadesouzagomes@gmail.com Marlon José do Carmo marloncarmo@ieee.org Centro Federal

Leia mais

Aula 8 Controladores do tipo Proporcional, Integral e Diferencial

Aula 8 Controladores do tipo Proporcional, Integral e Diferencial Aula 8 Controladores do tipo Proporcional, Integral e Diferencial Introdução Estrutura do Controlador PID Efeito da Ação Proporcional Efeito da Ação Integral Efeito da Ação Derivativa Sintonia de Controladores

Leia mais

PRÁTICAS DE APRENDIZAGEM PARA SISTEMAS DE CONTROLE DE PROCESSOS: IDENTIFICAÇÃO DE SISTEMAS UTILIZANDO UMA PLANTA DIDÁTICA INDUSTRIAL

PRÁTICAS DE APRENDIZAGEM PARA SISTEMAS DE CONTROLE DE PROCESSOS: IDENTIFICAÇÃO DE SISTEMAS UTILIZANDO UMA PLANTA DIDÁTICA INDUSTRIAL PRÁTICAS DE APRENDIZAGEM PARA SISTEMAS DE CONTROLE DE PROCESSOS: IDENTIFICAÇÃO DE SISTEMAS UTILIZANDO UMA PLANTA DIDÁTICA INDUSTRIAL Lyvia Regina Biagi Silva 1 lybiagi@hotmail.com Wagner Endo 1 wendo@utfpr.edu.br

Leia mais

PATROL - SISTEMA NA INTERNET PARA APOIO AO ENSINO DE CONTROLE

PATROL - SISTEMA NA INTERNET PARA APOIO AO ENSINO DE CONTROLE PATROL - SISTEMA NA INTERNET PARA APOIO AO ENSINO DE CONTROLE Fabio Lattario Fonseca 1, Sergio Barbosa Villas-Boas 2 UFRJ - DEL (Departamento de Engehiaria Eletrônica e Computação) 1 fabiolf@coppe.ufrj.br

Leia mais

Projeto de sistemas de controle

Projeto de sistemas de controle Projeto de sistemas de controle Os controladores clássicos encontrados na literatura podem ser classificados como: Controladores de duas posições (ou on-off). Controladores proporcionais. Controladores

Leia mais

UNIVERSIDADE GAMA FILHO PROCET DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA. Disciplina de Controle II Prof. MC. Leonardo Gonsioroski da Silva

UNIVERSIDADE GAMA FILHO PROCET DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA. Disciplina de Controle II Prof. MC. Leonardo Gonsioroski da Silva UNIVERSIDADE GAMA FILHO PROCET DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA Disciplina de Controle II Prof. MC. Leonardo Gonsioroski da Silva Controlador Proporcional Controlador PI A Relação entre a saída e o

Leia mais

PROTOCOLO OPC SOMADO A SISTEMAS DE CONTROLES INDUSTRIAS DESENVOLVIDOS COM JAVA E SCILAB

PROTOCOLO OPC SOMADO A SISTEMAS DE CONTROLES INDUSTRIAS DESENVOLVIDOS COM JAVA E SCILAB PROTOCOLO OPC SOMADO A SISTEMAS DE CONTROLES INDUSTRIAS DESENVOLVIDOS COM JAVA E SCILAB BARROSO D. S. 1, QUINTINO J. A. 1, GOMES F. J. 2. 1. Faculdade de Engenharia, Universidade Federal de Juiz de Fora,

Leia mais

ELABORAÇÃO DE UM TOOLBOX DE CONTROLE PREDITIVO DO TIPO CONTROLE PREDITIVO POR MATRIZ DINÂMICA (DMC) NO SCILAB

ELABORAÇÃO DE UM TOOLBOX DE CONTROLE PREDITIVO DO TIPO CONTROLE PREDITIVO POR MATRIZ DINÂMICA (DMC) NO SCILAB ELABORAÇÃO DE UM TOOLBOX DE CONTROLE PREDITIVO DO TIPO CONTROLE PREDITIVO POR MATRIZ DINÂMICA (DMC) NO SCILAB Mardoqueu de Oliveira Neto mardoqueu6@hotmail.com Gustavo Maia de Almeida gmaia@ifes.edu.br

Leia mais

Me todos de Ajuste de Controladores

Me todos de Ajuste de Controladores Me todos de Ajuste de Controladores Recapitulando aulas passadas Vimos algumas indicações para a escolha do tipo de controlador feedback dependendo da malha de controle que está sendo projetada. Vimos

Leia mais

Sintonia de Controladores PID utilizando Algoritmos Genéticos

Sintonia de Controladores PID utilizando Algoritmos Genéticos Sintonia de Controladores PID utilizando Algoritmos Genéticos J. Franco M. Amaral, M. A. C. Pacheco, R. Tanscheit DEE-PUC-Rio, CP 38063, 22452-970 Rio de Janeiro, RJ e-mail: [jfranco, marco, ricardo]@ele.puc-rio.br

Leia mais

5. Diagramas de blocos

5. Diagramas de blocos 5. Diagramas de blocos Um sistema de controlo pode ser constituído por vários componentes. O diagrama de blocos é uma representação por meio de símbolos das funções desempenhadas por cada componente e

Leia mais

ESCOLA NAVAL DIRETORIA DE ENSINO DA MARINHA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CONTROLE E AUTOMAÇÃO. Professor Leonardo Gonsioroski

ESCOLA NAVAL DIRETORIA DE ENSINO DA MARINHA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CONTROLE E AUTOMAÇÃO. Professor Leonardo Gonsioroski ESCOLA NAVAL DIRETORIA DE ENSINO DA MARINHA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CONTROLE E AUTOMAÇÃO Na aula passada vimos Compensação de sistemas Efeitos da Adição de pólos e zeros Compensadores de Avanço de Fase

Leia mais

USO DO SOFTWARE LIVRE APLICADO À ENGENHARIA QUÍMICA

USO DO SOFTWARE LIVRE APLICADO À ENGENHARIA QUÍMICA USO DO SOFTWARE LIVRE APLICADO À ENGENHARIA QUÍMICA Ana Paula Salum Duarte, Manolo Horta Barbosa Orellana, Renato Prates de Oliveira Campos Departamento de Engenharia Química, Universidade Federal de Minas

Leia mais

REAL LACOS: CONTROLE DIGITAL EM TEMPO REAL

REAL LACOS: CONTROLE DIGITAL EM TEMPO REAL REAL LACOS: CONTROLE DIGITAL EM TEMPO REAL Andreya Prestes da Silva 1, Rejane de Barros Araújo 1, Rosana Paula Soares Oliveira 1 e Luiz Affonso Guedes 1 Universidade Federal do ParáB 1 Laboratório de Controle

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE UMA PLANTA DIDÁTICA SMAR PARA COMPLEMENTAÇÃO DO ENSINO DE ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO

UTILIZAÇÃO DE UMA PLANTA DIDÁTICA SMAR PARA COMPLEMENTAÇÃO DO ENSINO DE ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO UTILIZAÇÃO DE UMA PLANTA DIDÁTICA SMAR PARA COMPLEMENTAÇÃO DO ENSINO DE ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO Layon Mescolin de Oliveira layonmescolin@hotmail.com Daniel Pinheiro Teixeira daniell.pinheiro.eng@gmail.com

Leia mais

Função de Transferência de Malha Fechada

Função de Transferência de Malha Fechada Função de Transferência de Malha Fechada R(s) B(s) + - E(s) Controlador Gc(S) U(s) Sensor G(S) Planta C(s) C(s)=G(s)*U(s) H(S) C(s)=G(s)*Gc(s)*E(s) C(s)=G(s)*Gc(s)*[ R(s)-B(s) ] C(s)=G(s)*Gc(s)*[ R(s)-H(s)*C(s)

Leia mais

CONTROLE DIGITAL DE MALHA DE NÍVEL DE UMA PLANTA DIDÁTICA INDUSTRIAL

CONTROLE DIGITAL DE MALHA DE NÍVEL DE UMA PLANTA DIDÁTICA INDUSTRIAL CONTROLE DIGITAL DE MALHA DE NÍVEL DE UMA PLANTA DIDÁTICA INDUSTRIAL Paulo Afonso Ferreira Junior paulo_junior90@hotmail.com Vlademir Aparecido Freire Junior vlad_freire@hotmail.com Bruno Augusto Angélico

Leia mais

Controle de Vazão utilizando PID desenvolvido em linguagem gráfica LabVIEW e Transmissor Virtual

Controle de Vazão utilizando PID desenvolvido em linguagem gráfica LabVIEW e Transmissor Virtual Controle de Vazão utilizando PID desenvolvido em linguagem gráfica LabVIEW e Transmissor Virtual Leonardo de Carvalho Vidal leonardo.carvalho.vidal@hotmail.com AEDB, UBM, UNIFEI Tiago Martins de Oliveira

Leia mais

SISTEMAS DE CONTROLE II

SISTEMAS DE CONTROLE II SISTEMAS DE CONTROLE II - Algumas situações com desempenho problemático 1) Resposta muito oscilatória 2) Resposta muito lenta 3) Resposta com erro em regime permanente 4) Resposta pouco robusta a perturbações

Leia mais

TG-01-2012-EL. e-mail 1 : diego190103@gmail.com; e-mail 2 : ffpuccia@uol.com.br; e-mail 3 : peleggi@ig.com.br;

TG-01-2012-EL. e-mail 1 : diego190103@gmail.com; e-mail 2 : ffpuccia@uol.com.br; e-mail 3 : peleggi@ig.com.br; Controle de ângulos de azimute e de elevação num sistema Aeroestabilizador Diego Amorim 1 ; Filipe Puccia 2 & Regis Peleggi 3. Orientador: Alexandre Brincalepe Campo. TG-01-2012-EL 1, 2,3 Graduandos do

Leia mais

2 REFERENCIAL TEÓRICO

2 REFERENCIAL TEÓRICO SINTONIA DE UM CONTROLADOR PID EM UM SISTEMA DE CONTROLE DE VAZÃO Vinícius Pereira Pires Aluno da Faculdade de Engenharia Curso de Engenharia Química Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Leia mais

Sistemas Embarcados. Controladores PI, PD e PID

Sistemas Embarcados. Controladores PI, PD e PID Sistemas Embarcados Controladores PI, PD e PID Controladores PI, PD e PID O que são os controladores PI, PD e PID? Aplicações dos controladores Implementação analógica dos controladores Implementação digital

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DE UMA NOVA FUNÇÃO DE TRANSFERÊNCIA E ADAPTAÇÃO DE UM KIT SERVOMECANISMO, UTILIZANDO-SE O SOFTWARE MATLAB.

IDENTIFICAÇÃO DE UMA NOVA FUNÇÃO DE TRANSFERÊNCIA E ADAPTAÇÃO DE UM KIT SERVOMECANISMO, UTILIZANDO-SE O SOFTWARE MATLAB. IDENIFICAÇÃO DE UMA NOVA FUNÇÃO DE RANSFERÊNCIA E ADAPAÇÃO DE UM KI SERVOMECANISMO, UILIZANDO-SE O SOFWARE MALAB. Marlon José do Carmo marlon@leopoldina.cefetmg.br Luis Claudio Gambôa Lopes gamboa@leopoldina.cefetmg.br

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO POR ESPAÇOS DE ESTADOS DE UM MÓDULO SERVO-MECANISMO DIDÁTICO

IDENTIFICAÇÃO POR ESPAÇOS DE ESTADOS DE UM MÓDULO SERVO-MECANISMO DIDÁTICO IDENTIFICAÇÃO POR ESPAÇOS DE ESTADOS DE UM MÓDULO SERVO-MECANISMO DIDÁTICO Vlademir Aparecido Freire Junior vlad_freire@hotmail.com Alessandro do Nascimento Vargas avargas@utfpr.edu.br Cristiano Marcos

Leia mais

RELATÓRIO FINAL: PROJETO DESAFIO CONTROLE DE POSIÇÃO DE UMA VÁLVULA

RELATÓRIO FINAL: PROJETO DESAFIO CONTROLE DE POSIÇÃO DE UMA VÁLVULA RELATÓRIO FINAL: PROJETO DESAFIO CONTROLE DE POSIÇÃO DE UMA VÁLVULA Laboratório de Controle e Automação 1 ( LECI 1 ) Professor: Reinaldo Martinez Palhares Integrantes: Henrique Goseling Araújo, Hugo Montalvão

Leia mais

Sessão Prática: Simulação e Controle com LabVIEW

Sessão Prática: Simulação e Controle com LabVIEW Sessão Prática: Simulação e Controle com LabVIEW 1 Visão geral Este tutorial mostra as características dos controles proporcional (P), integral (I) e derivativo (D), e como utilizálos para obter a resposta

Leia mais

Desenvolvimento de uma Plataforma Gráfica para a Descrição de Modelos de Sistemas Ambientais

Desenvolvimento de uma Plataforma Gráfica para a Descrição de Modelos de Sistemas Ambientais Desenvolvimento de uma Plataforma Gráfica para a Descrição de Modelos de Sistemas Ambientais Tiago F. M. Lima 1,2, Tiago G. S. Carneiro 2, Sérgio D. Faria 3 1 Programa de Pós-Graduação em Análise e Modelagem

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO ESCOLA DE MINAS COLEGIADO DO CURSO DE ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO - CECAU GABRIEL FONSECA FALEIROS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO ESCOLA DE MINAS COLEGIADO DO CURSO DE ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO - CECAU GABRIEL FONSECA FALEIROS UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO ESCOLA DE MINAS COLEGIADO DO CURSO DE ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO - CECAU GABRIEL FONSECA FALEIROS HEURÍSTICA ITERATED LOCAL SEARCH APLICADA A PROBLEMAS DE SINTONIA

Leia mais

Manual do Cantor. Alexander Rieder Tradução: Marcus Gama

Manual do Cantor. Alexander Rieder Tradução: Marcus Gama Alexander Rieder Tradução: Marcus Gama 2 Conteúdo 1 Introdução 5 2 Usando o Cantor 6 2.1 Recursos do Cantor..................................... 6 2.2 As infraestruturas do Cantor...............................

Leia mais

Um Simulador para Avaliação da Antecipação de Tarefas em Sistemas Gerenciadores de Workflow

Um Simulador para Avaliação da Antecipação de Tarefas em Sistemas Gerenciadores de Workflow Um Simulador para Avaliação da Antecipação de Tarefas em Sistemas Gerenciadores de Workflow Resumo. A fim de flexibilizar o fluxo de controle e o fluxo de dados em Sistemas Gerenciadores de Workflow (SGWf),

Leia mais

MÓDULO LABORATORIAL DE BAIXO CUSTO, BASEADO EM FOSS, PARA EDUCAÇÃO EM ENGENHARIA DE CONTROLE DE PROCESSOS INDUSTRIAIS

MÓDULO LABORATORIAL DE BAIXO CUSTO, BASEADO EM FOSS, PARA EDUCAÇÃO EM ENGENHARIA DE CONTROLE DE PROCESSOS INDUSTRIAIS MÓDULO LABORATORIAL DE BAIXO CUSTO, BASEADO EM FOSS, PARA EDUCAÇÃO EM ENGENHARIA DE CONTROLE DE PROCESSOS INDUSTRIAIS Francisco J. Gomes chico.gomes@ufjf.edu.br Universidade Federal de Juiz de Fora, Faculdade

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UM SOFTWARE PARA REALIZAÇÃO DE PROJETOS DE CONTROLADORES PID APLICADO AO ENSINO DE SISTEMAS DE CONTROLE

DESENVOLVIMENTO DE UM SOFTWARE PARA REALIZAÇÃO DE PROJETOS DE CONTROLADORES PID APLICADO AO ENSINO DE SISTEMAS DE CONTROLE DESENVOLVIMENTO DE UM SOFTWARE PARA REALIZAÇÃO DE PROJETOS DE CONTROLADORES PID APLICADO AO ENSINO DE SISTEMAS DE CONTROLE Gabriela H. L. Farinha gabi.farinha@hotmail.com Renan L. P. de Medeiros renanlandau@yahoo.com.br

Leia mais

PROPOSTA DE SOFTWARE DE INSTALAÇÃO PARA UM AMBIENTE INTEGRADO DE GERÊNCIA DE PROJETOS E DE PROCESSOS DE NEGÓCIOS

PROPOSTA DE SOFTWARE DE INSTALAÇÃO PARA UM AMBIENTE INTEGRADO DE GERÊNCIA DE PROJETOS E DE PROCESSOS DE NEGÓCIOS PROPOSTA DE SOFTWARE DE INSTALAÇÃO PARA UM AMBIENTE INTEGRADO DE GERÊNCIA DE PROJETOS E DE PROCESSOS DE NEGÓCIOS Élysson Mendes Rezende Bacharelando em Sistemas de Informação Bolsista de Iniciação Científica

Leia mais

GEADA. Gerador de Expressões Algébricas em Digrafos Acíclicos. para versão 1.0, de agosto/2008. Autor: Márcio Katsumi Oikawa

GEADA. Gerador de Expressões Algébricas em Digrafos Acíclicos. para versão 1.0, de agosto/2008. Autor: Márcio Katsumi Oikawa GEADA Gerador de Expressões Algébricas em Digrafos Acíclicos para versão 1.0, de agosto/2008. Autor: Márcio Katsumi Oikawa 1 1 Introdução O GEADA (Gerador de Expressões Algébricas em Digrafos Acíclicos)

Leia mais

Spider-PM: Uma Ferramenta de Apoio à Modelagem de Processos de Software

Spider-PM: Uma Ferramenta de Apoio à Modelagem de Processos de Software Spider-PM: Uma Ferramenta de Apoio à Modelagem de Processos de Software Renan Sales Barros 1, Sandro Ronaldo Bezerra Oliveira 1 1 Faculdade de Computação Instituto de Ciências Exatas e Naturais (ICEN)

Leia mais

SISTEMA DE WORKFLOW PARA MODELAGEM E EXECUÇÃO DE PROCESSOS DE SOFTWARE. Aluno: Roberto Reinert Orientador: Everaldo A. Grahl

SISTEMA DE WORKFLOW PARA MODELAGEM E EXECUÇÃO DE PROCESSOS DE SOFTWARE. Aluno: Roberto Reinert Orientador: Everaldo A. Grahl SISTEMA DE WORKFLOW PARA MODELAGEM E EXECUÇÃO DE PROCESSOS DE SOFTWARE Aluno: Roberto Reinert Orientador: Everaldo A. Grahl Roteiro de apresentação Introdução Objetivos Fundamentação Teórica Workflow Processo

Leia mais

KIT DIDÁTICO PARA CONTROLE DE NÍVEL DE LÍQUIDOS

KIT DIDÁTICO PARA CONTROLE DE NÍVEL DE LÍQUIDOS KIT DIDÁTICO PARA CONTROLE DE NÍVEL DE LÍQUIDOS Emiliana Margotti - emiliana.margotti@gmail.com Instituto Federal de Santa Catarina - Curso Superior em Tecnologia de Mecatrônica Industrial Avenida Mauro

Leia mais

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS ENG JR ELETRON 2005 29 O gráfico mostrado na figura acima ilustra o diagrama do Lugar das Raízes de um sistema de 3ª ordem, com três pólos, nenhum zero finito e com realimentação de saída. Com base nas

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UM MÓDULO LABORATORIAL PARA EDUCAÇÃO EM CONTROLE DE PROCESSOS MIMO BASEADA EM FOSS

DESENVOLVIMENTO DE UM MÓDULO LABORATORIAL PARA EDUCAÇÃO EM CONTROLE DE PROCESSOS MIMO BASEADA EM FOSS DESENVOLVIMENTO DE UM MÓDULO LABORATORIAL PARA EDUCAÇÃO EM CONTROLE DE PROCESSOS MIMO BASEADA EM FOSS Francisco J. Gomes chico.gomes@ufjf.edu.br Universidade Federal de Juiz de Fora, Faculdade de Engenharia,

Leia mais

KIT DIDÁTICO COM PID DIGITAL DE BAIXO CUSTO

KIT DIDÁTICO COM PID DIGITAL DE BAIXO CUSTO KIT DIDÁTICO COM ID DIGITAL DE BAIXO CUTO ílvia G.. Cervantes 1 ; Kleber R. Felizardo 2 ; Francisco de Assis cannavino Junior 3 Universidade Estadual de Londrina, Departamento de Engenharia Elétrica UEL

Leia mais

Aplicação de técnicas de sintonia fuzzy em uma coluna de destilação piloto

Aplicação de técnicas de sintonia fuzzy em uma coluna de destilação piloto Aplicação de técnicas de sintonia fuzzy em uma coluna de destilação piloto Adelson Siqueira Carvalho Ronald Coutinho da Silva Dênis Barbosa do Nascimento NPO - CEFET-Campos NPO - CEFET-Campos NPO - CEFET-Campos

Leia mais

Projeto e simulação de um controlador digital para um sistema aeroestabilizador

Projeto e simulação de um controlador digital para um sistema aeroestabilizador JAN. FEV. MAR. l 007 l ANO XIII, Nº 48 l 61-65 INTEGRAÇÃO 61 Projeto e simulação de um controlador digital para um sistema aeroestabilizador ALEXANDRE BRINCALEPE CAMPO* Resumo l Neste trabalho é descrito

Leia mais

Cenário atual de uso e das ferramentas de software livre em Geoprocessamento

Cenário atual de uso e das ferramentas de software livre em Geoprocessamento Cenário atual de uso e das ferramentas de software livre em Geoprocessamento Tiago Eugenio de Melo tiago@comunidadesol.org 1 Sumário Conceitos GIS e Software Livre Ferramentas: Jump Qgis Thuban MapServer

Leia mais

Software Livre e GIS: Quais são as alternativas?

Software Livre e GIS: Quais são as alternativas? Software Livre e GIS: Quais são as alternativas? Tiago Eugenio de Melo tiago@comunidadesol.org 1 Sumário Conceitos GIS e Software Livre Ferramentas: Thuban Qgis Jump MapServer O Futuro das Tecnologias

Leia mais

Capítulo 3 Sistemas de Controle com Realimentação

Capítulo 3 Sistemas de Controle com Realimentação Capítulo 3 Sistemas de Controle com Realimentação Gustavo H. C. Oliveira TE055 Teoria de Sistemas Lineares de Controle Dept. de Engenharia Elétrica / UFPR Gustavo H. C. Oliveira Sistemas de Controle com

Leia mais

S o f t w a r e L i v r e e S u m m e r o f C o d e. Adriano Monteiro Marques

S o f t w a r e L i v r e e S u m m e r o f C o d e. Adriano Monteiro Marques <py.adriano@gmail.com> S o f t w a r e L i v r e e S u m m e r o f C o d e Adriano Monteiro Marques A g e n d a Software Livre Vantagens Mitos e Verdades Como fazer dinheiro com Software Livre Summer of

Leia mais

Soluções Autodesk Transferência de Tecnologias. Parcerias tecnológicas, treinamentos e licenciamentos

Soluções Autodesk Transferência de Tecnologias. Parcerias tecnológicas, treinamentos e licenciamentos Soluções Autodesk Transferência de Tecnologias Parcerias tecnológicas, treinamentos e licenciamentos Soluções Autodesk na ENG AutoCAD 2010 - o software AutoCAD para arquitetos. Criação, coordenação e colaboração

Leia mais

Controle II. Estudo e sintonia de controladores industriais

Controle II. Estudo e sintonia de controladores industriais Controle II Estudo e sintonia de controladores industriais Introdução A introdução de controladores visa modificar o comportamento de um dado sistema, o objetivo é, normalmente, fazer com que a resposta

Leia mais

leitejuniorbr@yahoo.com.br 1 GESTOR AMBIENTAL - FUNCAB

leitejuniorbr@yahoo.com.br 1 GESTOR AMBIENTAL - FUNCAB CONCURSO: SEMACE CARGO: GESTOR AMBIENTAL G01 - X DATA: 29/11/2009 QUESTÃO 11 - Qual das alternativas a seguir contém a sigla de uma tecnologia de transmissão digital de dados que permite conectar um computador

Leia mais

CONTROLE DE NÍVEL UTILIZANDO ALGORITMO PID IMPLEMENTADO NO CLP

CONTROLE DE NÍVEL UTILIZANDO ALGORITMO PID IMPLEMENTADO NO CLP CONTROLE DE NÍVEL UTILIZANDO ALGORITMO PID IMPLEMENTADO NO CLP Felipe Martins Guimarães felipem.guimaraes@hotmail.com Instituto Nacional de Telecomunicações Inatel Nataniele Thaís do Nascimento na.niele@tai.inatel.br

Leia mais

Estacionamento de Caminhão com Lógica Fuzzy. Daniel Ricardo dos Santos Diogo de Campos Maurício Oliveira Haensch

Estacionamento de Caminhão com Lógica Fuzzy. Daniel Ricardo dos Santos Diogo de Campos Maurício Oliveira Haensch Relatório de Implementação: Estacionamento de Caminhão com Lógica Fuzzy Daniel Ricardo dos Santos Diogo de Campos Maurício Oliveira Haensch 2 de junho de 2010 Descrição O trabalho consiste em implementar

Leia mais

A função de transferência do processo, considerando um sistema de primeira ordem com atraso e invariante no tempo, é a seguinte:

A função de transferência do processo, considerando um sistema de primeira ordem com atraso e invariante no tempo, é a seguinte: Processo A função de transferência do processo, considerando um sistema de primeira ordem com atraso e invariante no tempo, é a seguinte: K=26.4 Ganho L=203 Atraso em ms τ=334 Constante de tempo em ms.

Leia mais

Projeto e implementação de um sistema de controle em malha fechada para transmissão hidrostática usando o sistema Field Point da NI

Projeto e implementação de um sistema de controle em malha fechada para transmissão hidrostática usando o sistema Field Point da NI Projeto e implementação de um sistema de controle em malha fechada para transmissão hidrostática usando o sistema Field Point da NI "A implementação do sistema SCADA usando Field Point e interface LabVIEW,

Leia mais

Métodos de Sintonização de Controladores PID

Métodos de Sintonização de Controladores PID 3ª Aula de Controlo Inteligente Controlo PI iscreto Métodos de Sintonização de Controladores PI Os controladores PI são muito utilizados em aplicações industrias. A função de transferência que define o

Leia mais

Soluções Corel Transferência de Tecnologias

Soluções Corel Transferência de Tecnologias SP I PR I DF Soluções Corel Transferência de Tecnologias Parcerias tecnológicas, treinamentos e licenciamentos. STRATEGIC PARTNER Soluções Corel na ENG Suite de aplicativos gráficos CorelDRAW X5 A Suíte

Leia mais

USO DOS CONCEITOS DE INTERAÇÃO HUMANO-COMPUTADOR NO DESENVOLVIMENTO WEB PARA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

USO DOS CONCEITOS DE INTERAÇÃO HUMANO-COMPUTADOR NO DESENVOLVIMENTO WEB PARA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Discutindo a visibilidade da EaD Pública no Brasil USO DOS CONCEITOS DE INTERAÇÃO HUMANO-COMPUTADOR NO DESENVOLVIMENTO WEB PARA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Priscilla Márcia Scarpelli Bastos 1, Diogo Marcos de

Leia mais

A importância da Informática na Educação

A importância da Informática na Educação A importância da Informática na Educação AGUIAR, Juliana Discente da Faculdade de Ciências Jurídicas e Gerenciais FAEG - Rua das Flores, 740 Bairro Labienópolis - CEP 17400-000 Garça (SP) Brasil Telefone

Leia mais

PROPOSTA DE CRIAÇÃO DE UMA BASE ESTRUTURADA PARA ACOMPANHAMENTO DE PROJETO - ENGINEERING TOOLS

PROPOSTA DE CRIAÇÃO DE UMA BASE ESTRUTURADA PARA ACOMPANHAMENTO DE PROJETO - ENGINEERING TOOLS PROPOSTA DE CRIAÇÃO DE UMA BASE ESTRUTURADA PARA ACOMPANHAMENTO DE PROJETO - ENGINEERING TOOLS Rafael Del Col Carlet 1 ; Vanderlei Cunha Parro 2 1 Aluno de Iniciação Científica da Escola de Engenharia

Leia mais

Extensão ez Open Document Format (ezodf) Documentação. versão 2.0. experts em Gestão de Conteúdo

Extensão ez Open Document Format (ezodf) Documentação. versão 2.0. experts em Gestão de Conteúdo Extensão ez Open Document Format (ezodf) Documentação versão 2.0 Conteúdo 1. Introdução... 3 2 1.1 Público alvo... 3 1.2 Convenções... 3 1.3 Mais recursos... 3 1.4 Entrando em contato com a ez... 4 1.5

Leia mais

Curso de Instrumentista de Sistemas. Fundamentos de Controle. Prof. Msc. Jean Carlos

Curso de Instrumentista de Sistemas. Fundamentos de Controle. Prof. Msc. Jean Carlos Curso de Instrumentista de Sistemas Fundamentos de Controle Prof. Msc. Jean Carlos Ações de controle em malha fechada Controle automático contínuo em malha fechada Ação proporcional A característica da

Leia mais

GERAÇÃO DE RELATÓRIOS

GERAÇÃO DE RELATÓRIOS UNIOESTE Universidade Estadual do Oeste do Paraná CCET - CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS Colegiado de Ciência da Computação Curso de Bacharelado em Ciência da Computação GERAÇÃO DE RELATÓRIOS

Leia mais

Ajuste dos parâmetros de um controlador proporcional, integral e derivativo através de algoritmos genéticos

Ajuste dos parâmetros de um controlador proporcional, integral e derivativo através de algoritmos genéticos Ajuste dos parâmetros de um controlador proporcional, integral e derivativo através de algoritmos genéticos ADJUSTMENT OF CONTROLLER PID S PARAMETERS OF GENETIC ALGORITHMS Luiz Eduardo N. do P. Nunes Victor

Leia mais

Tércio Oliveira de Almeida. TCC - Nexus - RAS

Tércio Oliveira de Almeida. TCC - Nexus - RAS Tércio Oliveira de Almeida TCC - Nexus - RAS Porto Alegre 12 de novembro de 2009 Tércio Oliveira de Almeida TCC - Nexus - RAS Trabalho de Graduação Orientador: Prof. Dr. Marcelo Soares Pimenta UNIVERSIDADE

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DO AMBIENTE EXPSEE SEGUNDO O MÉTODO CATALYSIS

ESPECIFICAÇÃO DO AMBIENTE EXPSEE SEGUNDO O MÉTODO CATALYSIS ESPECIFICAÇÃO DO AMBIENTE EXPSEE SEGUNDO O MÉTODO CATALYSIS RESUMO Este artigo apresenta a especificação de um sistema gerenciador de workflow, o ExPSEE, de acordo com a abordagem de desenvolvimento baseado

Leia mais

KDE. Leandro da silva leandrosilva.hair@gmail.com João batista joao13m@yahoo.com.br

KDE. Leandro da silva leandrosilva.hair@gmail.com João batista joao13m@yahoo.com.br KDE Leandro da silva leandrosilva.hair@gmail.com João batista joao13m@yahoo.com.br RESUMO Este Artigos vamos mostrar como funciona o KDE e contar um pouco sua historia, mostrando cada detalhe de onde ele

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Faculdade de Engenharia Departamento de Engenharia AUTOMAÇÃO CODICRED 44637-04 PROGRAMA DE DISCIPLINA 01 SÍNTESE DISCIPLINA: CURSO (S): Engenharia

Leia mais

Software de sistema Software aplicativo

Software de sistema Software aplicativo SOFTWARE O que é Software? Software, logicial ou programa de computador é uma sequência de instruções a serem seguidas e/ou executadas, na manipulação, redireccionamento ou modificação de um dado/informação

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UMA PLATAFORMA PARA ENSINO DA DISCIPLINA DE CONTROLE UTILIZANDO WEB 2.0

DESENVOLVIMENTO DE UMA PLATAFORMA PARA ENSINO DA DISCIPLINA DE CONTROLE UTILIZANDO WEB 2.0 DESENVOLVIMENTO DE UMA PLATAFORMA PARA ENSINO DA DISCIPLINA DE CONTROLE UTILIZANDO WEB 2.0 Lucas Nunes de Lima lucas.lima@member.isa.org Vinícius Martins Almeida vinicius.malmeida@hotmail.com Marlon José

Leia mais

Interface gráfica para compiladores gratuitos baseados em linha de comando disponíveis na internet

Interface gráfica para compiladores gratuitos baseados em linha de comando disponíveis na internet 1. Autores Interface gráfica para compiladores gratuitos baseados em linha de comando disponíveis na internet Luciano Eugênio de Castro Barbosa Flavio Barbieri Gonzaga 2. Resumo O custo de licenciamento

Leia mais

Extração de Árvores de Decisão com a Ferramenta de Data Mining Weka

Extração de Árvores de Decisão com a Ferramenta de Data Mining Weka Extração de Árvores de Decisão com a Ferramenta de Data Mining Weka 1 Introdução A mineração de dados (data mining) pode ser definida como o processo automático de descoberta de conhecimento em bases de

Leia mais

Table 1. Dados do trabalho

Table 1. Dados do trabalho Título: Desenvolvimento de geradores de aplicação configuráveis por linguagens de padrões Aluno: Edison Kicho Shimabukuro Junior Orientador: Prof. Dr. Paulo Cesar Masiero Co-Orientadora: Prof a. Dr. Rosana

Leia mais

Resumo de TCC Desenvolvimento de um sistema ERP com foco nas tecnologias de software livre / código aberto

Resumo de TCC Desenvolvimento de um sistema ERP com foco nas tecnologias de software livre / código aberto UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina CTC Centro Tecnológico INE Departamento de Informática e Estatística INE5631 Projetos I Prof. Renato Cislaghi Resumo de TCC Desenvolvimento de um sistema ERP

Leia mais

Curso Introdução ao Linux. Desmistificando o Software Livre. Nícholas André - www.iotecnologia.com.br - nicholas@iotecnologia.com.

Curso Introdução ao Linux. Desmistificando o Software Livre. Nícholas André - www.iotecnologia.com.br - nicholas@iotecnologia.com. Curso Introdução ao Linux Desmistificando o Software Livre Nícholas André - www.iotecnologia.com.br - nicholas@iotecnologia.com.br Índice 1 O que é Software Livre? 2 A história por trás do Software Livre.

Leia mais

Manual do Remote Desktop Connection. Brad Hards Urs Wolfer Tradução: Marcus Gama

Manual do Remote Desktop Connection. Brad Hards Urs Wolfer Tradução: Marcus Gama Manual do Remote Desktop Connection Brad Hards Urs Wolfer Tradução: Marcus Gama 2 Conteúdo 1 Introdução 5 2 O protocolo do Buffer de Quadro Remoto (Buffer de Quadro Remoto) 6 3 Usando o Remote Desktop

Leia mais

O modelo Bazar de Produção de Softwares. O caso das Comunidades Virtuais de Software livre.

O modelo Bazar de Produção de Softwares. O caso das Comunidades Virtuais de Software livre. O modelo Bazar de Produção de Softwares O caso das Comunidades Virtuais de Software livre. Por Vicente Aguiar Fonte: Lucas Rocha Feced/2005 Sobre esta apresentação 2008 Vicente Aguiar

Leia mais

Processos industriais INSTRUMENTAÇÃO E CONTROLE. Pirâmide da automação 29/1/2012. Controle automático de processo

Processos industriais INSTRUMENTAÇÃO E CONTROLE. Pirâmide da automação 29/1/2012. Controle automático de processo Processos industriais INSTRUMENTAÇÃO E CONTROLE Controle automático de processo Processos Contínuos: são aqueles que possuem saídas contínuas como, por exemplo, processos de geração de energia. Processos

Leia mais

TargetLinux - Uma ferramenta para o gerenciamento do parque de TI no ambiente corporativo

TargetLinux - Uma ferramenta para o gerenciamento do parque de TI no ambiente corporativo TargetLinux - Uma ferramenta para o gerenciamento do parque de TI no ambiente corporativo Alfredo Junix 1, Dieison Antonello Deprá 1, Flávio Zacharias Fagundes 1 1 Alfredo B. Saldanha Jr., Dieison Antonello

Leia mais

MRedPN tt : Metodologia para Redesenho de Processos de Negócios com Transferência Tecnológica - Versão 1.1

MRedPN tt : Metodologia para Redesenho de Processos de Negócios com Transferência Tecnológica - Versão 1.1 MRedPN tt : Metodologia para Redesenho de Processos de Negócios com Transferência Tecnológica - Versão 1.1 Prof. Dr. Jorge Henrique Cabral Fernandes (jhcf@cic.unb.br) Departamento de Ciência da Computação

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS CST em Análise e Desenvolvimento de Sistemas 4ª. Série Linguagem para Organização e Transferência de Dados para Web A Atividade Prática Supervisionada (ATPS) é um procedimento

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA COLÉGIO TÉCNICO INDUSTRIAL DE SANTA MARIA Curso de Eletrotécnica

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA COLÉGIO TÉCNICO INDUSTRIAL DE SANTA MARIA Curso de Eletrotécnica UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA COLÉGIO TÉCNICO INDUSTRIAL DE SANTA MARIA Curso de Eletrotécnica Apostila de Automação Industrial Elaborada pelo Professor M.Eng. Rodrigo Cardozo Fuentes Prof. Rodrigo

Leia mais

Geração do Portal CPCX - UFMS pelo UNION: Um Estudo de Caso

Geração do Portal CPCX - UFMS pelo UNION: Um Estudo de Caso Geração do Portal CPCX - UFMS pelo UNION: Um Estudo de Caso Lourival dos Santos Pires Júnior, Tony Carlos Bignardi dos Santos, Amaury Antônio de Castro Junior, Carlos Alberto da Silva, Leila Lisiane Rossi

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE TRÊS FERRAMENTAS DIDÁTICAS PARA AUXILIAR O ENSINO DE AUTOMAÇÃO EM CURSOS TÉCNICOS E SUPERIORES

DESENVOLVIMENTO DE TRÊS FERRAMENTAS DIDÁTICAS PARA AUXILIAR O ENSINO DE AUTOMAÇÃO EM CURSOS TÉCNICOS E SUPERIORES DESENVOLVIMENTO DE TRÊS FERRAMENTAS DIDÁTICAS PARA AUXILIAR O ENSINO DE AUTOMAÇÃO EM CURSOS TÉCNICOS E SUPERIORES Josimar R. N. josimarnolasco@yahoo.com.br Lindolpho O. de Araujo Júnior lindolpho@leopoldina.cefetmg.br

Leia mais

SISTEMAS DE CONTROLE DE VERSÃO COMO FERRAMENTA DE ACOMPANHAMENTO DO APRENDIZADO NA ENGENHARIA. GIT, UM CASO DE USO.

SISTEMAS DE CONTROLE DE VERSÃO COMO FERRAMENTA DE ACOMPANHAMENTO DO APRENDIZADO NA ENGENHARIA. GIT, UM CASO DE USO. SISTEMAS DE CONTROLE DE VERSÃO COMO FERRAMENTA DE ACOMPANHAMENTO DO APRENDIZADO NA ENGENHARIA. GIT, UM CASO DE USO. Rogers G. F. Teixeira rogerguedes.ft@gmail.com Renan R. Soeiro renan.ifce@gmail.com Fillipe

Leia mais

Modelagem e implementação do SEL - Software de Ensino de Lógica Proposicional

Modelagem e implementação do SEL - Software de Ensino de Lógica Proposicional Modelagem e implementação do SEL - Software de Ensino de Lógica Proposicional Cristiane Gato 1, Isabel Dillmann Nunes 1 1 Departamento de Informática Universidade de Cruz Alta (UNICRUZ) Caixa Postal 858

Leia mais

Um Processo para Desenvolvimento de Aplicações Web Baseado em Serviços. Autores: Fábio Zaupa, Itana Gimenes, Don Cowan, Paulo Alencar e Carlos Lucena

Um Processo para Desenvolvimento de Aplicações Web Baseado em Serviços. Autores: Fábio Zaupa, Itana Gimenes, Don Cowan, Paulo Alencar e Carlos Lucena Um Processo para Desenvolvimento de Aplicações Web Baseado em Serviços Autores: Fábio Zaupa, Itana Gimenes, Don Cowan, Paulo Alencar e Carlos Lucena Tópicos Motivação e Objetivos LP e SOA Processo ADESE

Leia mais

Construindo Axiomas e Avaliando Ontologias em ODEd

Construindo Axiomas e Avaliando Ontologias em ODEd Construindo Axiomas e Avaliando Ontologias em ODEd Vítor Estêvão Silva Souza, Ricardo de Almeida Falbo Departamento de Informática da Universidade Federal do Espírito Santo Av. Fernando Ferrari, CEP 29060-900,

Leia mais

MOODLE é o acrónimo de "Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment. Executado em um AVA - Ambiente Virtual de Apresendizagem;

MOODLE é o acrónimo de Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment. Executado em um AVA - Ambiente Virtual de Apresendizagem; MOODLE é o acrónimo de "Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment Software livre, de apoio à aprendizagem; Executado em um AVA - Ambiente Virtual de Apresendizagem; A expressão designa ainda

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA-GERAL Secretaria-Executiva

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA-GERAL Secretaria-Executiva Projeto PNUD BRA/12/018 - Documento técnico com complementação da documentação de instalação e uso da plataforma Noosfero contendo conceitos e tutoriais. Consultora: Daniela Soares Feitosa Contrato n o

Leia mais

1. Introdução. João Victor Cunha Oliveira Gomes 1, Bruno Souto Borges 1. CEP 75500-000 Itumbiara GO Brasil

1. Introdução. João Victor Cunha Oliveira Gomes 1, Bruno Souto Borges 1. CEP 75500-000 Itumbiara GO Brasil 88 Estudo de Caso Aplicado na Gestão da Cadeia de Suprimentos de uma Indústria de Cereais Matinais Modelagem e Desenvolvimento de um Sistema de Informação para a Gestão da Cadeia de Suprimentos João Victor

Leia mais

CONTROLE PID PARA VAZÃO, UMA AULA DIDÁTICA USANDO SIMULAÇÃO NA UFERSA

CONTROLE PID PARA VAZÃO, UMA AULA DIDÁTICA USANDO SIMULAÇÃO NA UFERSA CONTROLE PID PARA VAZÃO, UMA AULA DIDÁTICA USANDO SIMULAÇÃO NA UFERSA Alexandre Henrique Soares de Oliveira ahso_eu@hotmail.com Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA), Bacharelado em Ciência

Leia mais

Como é o desenvolvimento de Software?

Como é o desenvolvimento de Software? Como é o desenvolvimento de Software? Fases do Desenvolvimento Modelo Cascata Define atividades seqüenciais Outras abordagens são baseadas nesta idéia Especificação de Requisitos Projeto Implementação

Leia mais

Infra-Estrutura de TI: Hardware e Software

Infra-Estrutura de TI: Hardware e Software Capítulo 4 Infra-Estrutura de TI: Hardware e Software 4.1 2007 by Prentice Hall Infra-Estrutura de TI: Hardware Componentes da Infra-Estrutura Hardware Software Tecnologia de gerenciamento de dados Tecnologia

Leia mais

Universidade Federal do Rio Grande do Sul Escola de Engenharia Departamento de Engenharia Elétrica ENG04037 Sistemas de Controle Digitais

Universidade Federal do Rio Grande do Sul Escola de Engenharia Departamento de Engenharia Elétrica ENG04037 Sistemas de Controle Digitais Universidade Federal do Rio Grande do Sul Escola de Engenharia Departamento de Engenharia Elétrica ENG437 Sistemas de Controle Digitais Introdução Controladores PID Prof. Walter Fetter Lages 2 de maio

Leia mais

SISTEMAS DE CONTROLO. Objectivos Pedagógicos

SISTEMAS DE CONTROLO. Objectivos Pedagógicos SISTEMAS DE CONTROLO Responsável: Prof. Doutor João Miguel Gago Pontes de Brito Lima Atendimento (Gab. 2.63): Terça e Quarta das 11:00 à 13:00 Objectivos Pedagógicos Pretende-se com esta disciplina fornecer

Leia mais

PRODUTO 1 (CONSTRUÇÃO DE PORTAL WEB)

PRODUTO 1 (CONSTRUÇÃO DE PORTAL WEB) RELATÓRIO DE ENTREGA DO PRODUTO 1 (CONSTRUÇÃO DE PORTAL WEB) PARA A ELABORAÇÃO DOS PLANOS MUNICIPAIS DE GESTÃO INTEGRADA DE RESÍDUOS SÓLIDOS PMGIRS PARA OS MUNICÍPIOS DE NOVO HORIZONTE, JUPIÁ, GALVÃO,

Leia mais

Universidade Tuiuti do Paraná Faculdade de Ciências Exatas Introdução a Computação - CSTA. Classificação / Licenciamento de Software

Universidade Tuiuti do Paraná Faculdade de Ciências Exatas Introdução a Computação - CSTA. Classificação / Licenciamento de Software Universidade Tuiuti do Paraná Faculdade de Ciências Exatas Introdução a Computação - CSTA Classificação / Licenciamento de Software MATERIAL PARA ESTUDO PRIMEIRO BIMESTRE Componentes de um Sistema Computacional

Leia mais

TUTORIAL. Como criar um blogue/página pessoal no WordPress

TUTORIAL. Como criar um blogue/página pessoal no WordPress TUTORIAL Como criar um blogue/página pessoal no WordPress Índice Criar o blogue... 3 Alterar as definições gerais... 4 Alterar tema... 6 Criar Páginas... 7 Colocar Posts (citações)... 9 Upload de ficheiros...

Leia mais

Ajuste dos Parâmetros de um Controlador PI em uma Coluna de Destilação Binária

Ajuste dos Parâmetros de um Controlador PI em uma Coluna de Destilação Binária Ajuste dos Parâmetros de um Controlador PI em uma Coluna de Destilação Binária Marina Roberto Martins 1*, Fernando Palú 1 (1) Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Curso de Engenharia Química. e-mail:

Leia mais

Controle de Velocidade de uma Correia Transportadora utilizando Controlador PI

Controle de Velocidade de uma Correia Transportadora utilizando Controlador PI Controle de Velocidade de uma Correia Transportadora utiliando Controlador PI Samuel V. Dias, Laurinda L. N. dos Reis 2, José C. T. Campos 2 Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará

Leia mais