SIMULAÇÃO DE CONTROLE DE PROCESSOS INDUSTRIAIS REFERENCIAIS PELA WEB: UMA FERRAMENTA FOSS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SIMULAÇÃO DE CONTROLE DE PROCESSOS INDUSTRIAIS REFERENCIAIS PELA WEB: UMA FERRAMENTA FOSS"

Transcrição

1 SIMULAÇÃO DE CONTROLE DE PROCESSOS INDUSTRIAIS REFERENCIAIS PELA WEB: UMA FERRAMENTA FOSS Rafael G. Martins Bruno R. Carneiro Thales C. Lanza Marlon J. Carmo - Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais Campus III Rua José Peres Centro Leopoldina - MG Resumo: Os controladores PID têm sido utilizados em larga escala na indústria e nas universidades, por serem na maioria das vezes o recurso mais viável para controle de certas plantas de processos. Devido à limitação do conhecimento sobre os métodos de identificação e sintonia destes controladores, este trabalho apresenta um ambiente alternativo multifuncional, que utiliza linguagem Python, plataforma WEB (Internet), para simulação de controladores PID com base em catorze processos referenciais, capazes de representar uma gama extensa dos processos reais existentes na indústria atual. Palavras-chave: Controladores PID, sintonia, malhas industriais, simulação. 1. INTRODUÇÃO Os controladores Proporcional Integral (PI) e Proporcional Integral Derivativo (PID) são utilizados em grande parte das malhas industriais por serem capazes de compensar a maioria dos processos práticos industriais (O DWYER, 2006), garantindo a estabilidade da operação. A maioria dos controladores utilizados na indústria são do tipo PID (ÅSTRÖM & HÄNGGLUND, 2005). Entre os vários métodos de sintonia para controladores PID, destacam-se os tradicionais baseados na resposta ao degrau: Ziegler e Nichols (ZIEGLER & NICHOLS, 1942), Cohen- Coon (COHEN & COON, 1953) e López (LÓPEZ, 1967), que continuam sendo referência para o estudo de controladores PID, mesmo com o desenvolvimento de tecnologias mais avançadas para tal finalidade. Para obtenção do modelo dinâmico de um sistema, os métodos mais tradicionais são a resposta ao degrau e o método do ganho crítico, dos quais se obtém um modelo de primeira ordem contendo três parâmetros: ganho estático do processo, tempo de atraso e constante de tempo do sistema (CARMO, 2006). Devido à evolução dos controladores, torna-se necessário a constante atualização dos

2 profissionais, principalmente em relação aos métodos de identificação e sintonia. Professores de engenharia de controle precisam complementar as aulas teóricas inserindo uma abordagem mais prática e proporcionando aos alunos conhecimento para lidar com situações de problema em plantas industriais. Com base nessa necessidade, esse trabalho apresenta uma ferramenta didática desenvolvida para simulação de controladores PID, utilizando software livre, visto que uma das limitações na abordagem prática desse estudo é devido ao fato de a maioria dos softwares disponíveis para este fim serem proprietários, com alto custo de aplicação. Trata-se de um ambiente multifuncional que utiliza linguagem Python (MILLMAN & AIVAZIS, 2011), plataforma WEB (Internet) e tem como base para simulação catorze processos referenciais, que representam uma grande parte dos processos reais utilizados no meio industrial. O presente trabalho está dividido da seguinte forma: Na seção 2 apresenta-se os processos e métodos utilizados no software. Na seção 3 é feita uma descrição do software. Na seção 4 apresentam-se os resultados obtidos com o uso desta ferramenta. A seção 5 relata as conclusões obtidas com o trabalho e algumas ideias do que se pode ser feito para aperfeiçoá-lo. 2. PROCESSOS E MÉTODOS UTILIZADOS NO SOFTWARE 2.1. Processos Referenciais Industriais Como base para o software foram utilizados catorze processos referenciais que conseguem se aproximar de muitos dos processos reais presentes nas malhas industriais. Esses processos são apresentados a seguir. Processo de primeira ordem; Processo de segunda ordem; Processo de segunda ordem de fase não-mínima; Processo de terceira ordem com tempo morto ajustável; Processo de polos múltiplos e iguais; Processo de quarta ordem; Processo com três polos iguais e um zero no semiplano direito; Processo de primeira ordem com tempo morto; Processo de segunda ordem com tempo morto; Processo com características dinâmicas assimétricas; Processo condicionalmente estável; Processo oscilatório; Processo instável; Processo de primeira ordem mais tempo morto com a presença de integrador; Cabe ressaltar que nem todos os processos conseguem ser identificados e controlados a partir dos métodos utilizados neste trabalho, visto que se trata de um projeto didático. A análise da eficiência dos métodos do software também faz parte do aprendizado do aluno.

3 2.2. Métodos de identificação e sintonia para controladores PID baseados no modelo FODT No projeto apresentado neste trabalho foram utilizados métodos de identificação e sintonia baseados no modelo FODT, que serão apresentados nesta seção. O modelo First Order Delay Time (FODT) trata-se de um modelo aproximado, utilizado para identificação de plantas em malha aberta. Este possui três parâmetros: ganho do sistema K, a constante de tempo (tau) e o tempo morto L, que são aplicados na Equação (1). G K 1+ s sl ( s) = e (1) Pelo fato de se basear no tempo morto, esse modelo não é capaz de identificar sistemas sem tempo morto, ou com tempo morto muito pequeno. Métodos baseados na curva de reação para identificação de processos Geralmente os métodos de identificação baseados na curva de reação de processos utilizando-se o modelo FODT são baseados em dois pontos (p1 e p2 na figura 1), que correspondem a certos níveis alcançados pela curva do gráfico da resposta ao degrau em malha aberta em relação à amplitude de estabilização do sistema. Esses níveis dependem do método de identificação utilizado. Como pode ser visto na Figura 1, os dois pontos definem uma reta. O tempo morto L é definido pela distância entre o ponto onde a reta toca o eixo do tempo e a sua origem. Figura 1 - Modelo FODT Método de Smith Processo de terceira ordem com tempo morto ajustável. O valor de é a constante de tempo, que é definida pela medida da projeção do extremo da reta, alinhado com o ponto máximo da curva, até o ponto onde a reta toca o eixo do tempo. A Tabela 1 apresenta os dois pontos utilizados por cada método de identificação.

4 Tabela 1 - Constantes para os métodos de identificação. Método %p1(t1) %p2(t2) Alfaro Broida Chen & Yang Ho et al Smith Vitecková et al O ganho estático, o parâmetro k, é representado pela amplitude da curva quando em regime permanente, que é geralmente representada pela amplitude do último ponto da curva nos gráficos. Os valores de e L podem ser obtidos a partir das Equações 2 e 3, respectivamente, utilizando os valores de t1 e t2, que são os tempos em que a curva atinge os pontos p1 e p2 de cada método. = 1.5( t2 t1) (2) L = ( t2 ) (3) Os valores de, L e K são utilizados nos métodos de sintonia para calcular os ganhos do controlador desejado. Métodos de sintonia para controladores PID utilizando curva de reação No software apresentado neste trabalho foram implementados quatro métodos de sintonia para controladores PID que utilizam a curva de reação dos sistemas. Estes métodos e as equações para cálculo de seus parâmetros estão descritos nas tabelas a seguir. Tabela 2 - Método de Ziegler-Nichols. Controlador Fórmulas P Kp = PI Kp = 0.9 Ti = 3. 33L PID Kp = 1.2 Ti = 2L L Td = 2

5 Tabela 3 - Método de Cohen-Coon. Controlador Fórmulas P Kp = 1 R + 3 PI Kp = 10 R R Ti = L R PD Kp = 5 R R Td = L R PID Kp = 4 R R Ti = L R 4 Td = L R Onde L R = (4) Tabela 4 - Método Chien, Hrones e Reswick 0%. Controlador Fórmulas P PI PID Kp = 0.3 Kp = 0.35 Kp = 0.6 Ti = 1.2 Ti = Td = 0. 5L Tabela 5 - Método Chien, Hrones e Reswick 20%. Controlador Fórmulas P Kp = 0.7

6 PI Kp = 0.6 Ti = PID Kp = 0.95 Ti =1.4 Td = 0. 47L 3. DESCRIÇÃO DO SOFTWARE O trabalho apresentado trata-se de um software, desenvolvido em linguagem Python e disponível via World Wide Web (WWW). Esse software, que recebeu o nome de PIDSIM, conta com catorze processos referenciais industriais, já apresentados no capítulo 2, assim como vários métodos numéricos para modelagem e identificação de sistemas e métodos de sintonia de controladores PID (que também foram apresentados no capítulo 2. Possuindo fins didáticos e com o objetivo de facilitar os estudos em disciplinas de controle, o software começou a ser desenvolvido em 2009 e passou por várias modificações. Todos os recurso utilizados são livres e estão disponíveis na internet, assim como o códigofonte dos módulos que formam o software. Existe uma instância pública do software funcionando no endereço: O código-fonte do software está disponível em repositórios do Sistema de Controle de Versão Mercurial (MACKALL, 2011) Este software está licenciado sob a licença GNU General Public License, version 2 (GLP- 2, 1991), e pode ser redistribuído livremente, de acordo com os termos da licença A linguagem Python A linguagem Python é uma linguagem geral, orientada a objetos, que é utilizada em grande escala e para os mais diversos fins, seja para a criação de um web site ou uma aplicação para desktop, ou para a criação de um aplicativo científico com cálculos complexos Arquitetura do software O PIDSIM tem como uma de suas principais características, justamente por ser um software livre, a possibilidade de usuários trabalharem em seu código-fonte e implementarem novas funcionalidades. Essa tarefa é facilitada quando o software é bem planejado e com uma divisão sistemática de funcionalidades entre as classes e pacotes que o compõem. Com o objetivo de facilitar a expansão por meio de usuários, o software foi construído com uma estrutura modular, dividido em pacotes individuais com o mínimo de interdependência possível entre si. A Figura 2 mostra a estrutura de dependência entre os pacotes.

7 Figura 2 - Dependência entre os pacotes do software. A divisão foi feita em três pacotes Python: pidsim.core pidsim.models pidsim.web Cada pacote possui uma funcionalidade especifica e pode ser aprimorado separadamente, o que facilita muito o desenvolvimento distribuído do software. A seguir são apresentados os pacotes e suas funções. pidsim.core O pidsim.core é o pacote principal do software, responsável por toda a implementação básica, como os tipos de dados, os métodos numéricos, os algoritmos de controle, entre outras. Esse pacote foi implementado em Python puro, com o objetivo de se poder utilizá-lo em sistemas onde não é possível a compilação de módulos Python escritos em linguagem C. pidsim.models No pacote pidsim.models estão implementados os catorze processos referenciais industriais discutidos anteriormente no item 2.1. Cada processo foi implementado como uma classe Python, sendo que cada uma possui atributos específicos. Dentre esses estão a expressão Latex que representa o processo, um método Python que representa a função de transferência do processo, uma lista de argumentos que esta função recebe, entre outros. pidsim.web Este pacote implementa a interface web, desenvolvida utilizando-se o framework web Flask, responsável pela geração das páginas WEB do software e o toolkit de plotagem de gráficos Matplotlib, responsável pela geração dos gráficos A interface WEB No momento a única interface disponível entre o software e o usuário é feita através da internet, utilizando-se um aplicativo Web, desenvolvido com o framework web Flask. A Figura 3 ilustra a tela inicial do software.

8 Figura 3 - Tela inicial do software. Atualmente estão implementados os suportes ao Inglês e ao Português. 4. RESULTADOS Como resultados do trabalho desenvolvido, são apresentados exemplos de simulações e cálculos feitos pelo software. A Figura 4 a seguir ilustra a tela inicial do software quando selecionado o processo referencial de quarta ordem (processo 6), no qual os seguintes parâmetros foram aplicados: Alpha = 0.2; Método numérico para discretização: Runge-Kutta de quarta ordem; Método de identificação para o controlador: Smith Método de sintonia para o controlador: Ziegler Nichols Tempo de amostragem = 1e-2s Tempo total = 30s Figura 4 - Tela inicial do software preenchida.

9 Para obter a curva de identificação do sistema, deve-se clicar no botão Plotar após o preenchimento dos parâmetros. A Figura 5 ilustra o gráfico de identificação obtido do software. Figura 5 - Gráfico da identificação do processo de exemplo. De acordo com os parâmetros selecionados, os ganhos calculados para o controlador foram: kp=4.2; ki=7.9; kd=1.1; É possível também a simulação do controlador em operação, utilizando-se o menu que fica ao lado do botão Plotar, escolhendo a opção Simulação do Controlador PID e em seguida clicando no botão Plotar. A Figura 6 ilustra o grafico resultante dessa simulação para os parâmetros selecionados anteriormente. Figura 6 - Gráfico da simulação do controlador para o processo de exemplo. Selecionando o método de sintonia como Manual, é possível alterar manualmente os valores dos ganhos kp, ki e kd.

10 Figura 7 - Valores dos ganhos do controlador para o processo de exemplo, escolhidos manualmente. Selecionando como ganhos os valores: kp=5.0; ki=7.0 e kd=0.7, se obtém o gráfico ilustrado pela Figura 8 a seguir. Figura 8 - Gráfico da simulação do controlador para o processo de exemplo, com ganhos escolhidos manualmente. A partir dos gráficos obtidos, o usuário poderá analisar o desempenho do controlador para o processo referencial selecionado e, de acordo com os ganhos e métodos escolhidos, obter um controlador que melhor corresponda ao resultado desejado. 5. CONSIDERAÇÕES FINAIS A ferramenta desenvolvida que foi apresentada neste trabalho é capaz de proporcionar várias formas de aprendizado a alunos e outras pessoas envolvidas com controle, seja mostrando os resultados obtidos a partir do software com métodos que funcionam, ou provocando a curiosidade e vontade de desenvolver soluções para os métodos que precisam ser aperfeiçoados. O software PIDSIM pode ser aprimorado em diversas áreas, recebendo, por exemplo, uma nova interface gráfica, novos métodos de identificação e sintonia e até mesmo implementações de novos idiomas além do português e do inglês, entre outros. Essa vantagem existe devido ao fato do software possuir uma arquitetura bem definida, e também por ser bem simples e fácil de utilizar.

11 O desenvolvimento de um software livre com essa finalidade contribui para um avanço mais rápido nessa área, permitindo que várias pessoas colaborem facilmente. Apesar do uso de software livre ter crescido nos últimos tempos, a quantidade desse tipo de ferramenta sendo utilizada na área de controle é pequena. Porém, existem ferramentas importantes desse tipo, indicando que novas idéias podem surgir para diversas aplicações. Por ser desenvolvido com uma arquitetura modular, esse trabalho pode ser aprimorado de várias formas, sendo adicionados novos métodos de identificação, novos métodos de sintonia de controladores, criadas novas interfaces para Desktop utilizando Qt ou GTK, entre outras. Agradecimentos Os autores agradecem ao MEC/SESu, FNDE, CAPES, CnPq, COPPE/LASUP/UFRJ, FAPEMIG, FAPERJ Fundação CEFETMINAS e CEFET-MG pelo apoio ao desenvolvimento deste trabalho. 6. REFERÊNCIAS / CITAÇÕES ÅSTRÖM, K. J. & HÄNGGLUND, T. (2005), PID controllers: Theory, Design and Tuning. 2nd. ed. North Carolina: Instrument Society of America. CARMO, M. J. do. Ambiente educacional multifuncional integrado para sintonia e avaliação do desempenho de malhas industriais de controle COHEN, G. H.; COON, G. A. Theoretical considerations of retarded control. ASME Transactions, v. 75, p , FREE SOFTWARE FOUNDATION. GNU General Public License, version LÓPEZ, A. M., Miller, J. A., Smith, C. L. and Murril, P. W. (1967), Tuning controllers with error-integral critteria. In: Instrumentation Technology. MACKALL, M. Mercurial MILLMAN, K. J.; AIVAZIS, M. Python for scientists and engineers. Computing in Science Engineering, v. 13, n. 2, p. 9 12, march-april ISSN O DWYER, A. Handbook of PI and PID Controller Tuning Rules. 2nd. ed. [S.l.]: Imperial College Press, ZIEGLER, J. B. and NICHOLS, N. B. (1942), Optimum settings for automatic controls. ASME Transactions, v. 64, p SIMULATION OF INDUSTRIAL PROCESS CONTROL BY REFERENCE WEB: A TOOL FOSS Abstract: The PID controllers have been used extensively in industry and in universities, because they most often use the more feasible for control of various process plants. Due to limited knowledge about the methods of identification and tuning of these controllers, This work presents an alternative environment multifunctional, which uses the Python language, platform WEB (Internet), for simulation of PID controllers based on fourteen benchmark processes, capable of representing a wide range of real industrial processes today. Key-words: PID Controllers, Tuning, Industrial Loops, Simulation

Aula 8 Controladores do tipo Proporcional, Integral e Diferencial

Aula 8 Controladores do tipo Proporcional, Integral e Diferencial Aula 8 Controladores do tipo Proporcional, Integral e Diferencial Introdução Estrutura do Controlador PID Efeito da Ação Proporcional Efeito da Ação Integral Efeito da Ação Derivativa Sintonia de Controladores

Leia mais

COMPARAÇÃO DE MÉTODOS DE IDENTIFICAÇÃO E CONTROLE EM SISTEMA EMBARCADO: UM ESTUDO DE CASO

COMPARAÇÃO DE MÉTODOS DE IDENTIFICAÇÃO E CONTROLE EM SISTEMA EMBARCADO: UM ESTUDO DE CASO COMPARAÇÃO DE MÉTODOS DE IDENTIFICAÇÃO E CONTROLE EM SISTEMA EMBARCADO: UM ESTUDO DE CASO Rênia Aparecida de Souza Gomes reniadesouzagomes@gmail.com Marlon José do Carmo marloncarmo@ieee.org Centro Federal

Leia mais

PATROL - SISTEMA NA INTERNET PARA APOIO AO ENSINO DE CONTROLE

PATROL - SISTEMA NA INTERNET PARA APOIO AO ENSINO DE CONTROLE PATROL - SISTEMA NA INTERNET PARA APOIO AO ENSINO DE CONTROLE Fabio Lattario Fonseca 1, Sergio Barbosa Villas-Boas 2 UFRJ - DEL (Departamento de Engehiaria Eletrônica e Computação) 1 fabiolf@coppe.ufrj.br

Leia mais

REAL LACOS: CONTROLE DIGITAL EM TEMPO REAL

REAL LACOS: CONTROLE DIGITAL EM TEMPO REAL REAL LACOS: CONTROLE DIGITAL EM TEMPO REAL Andreya Prestes da Silva 1, Rejane de Barros Araújo 1, Rosana Paula Soares Oliveira 1 e Luiz Affonso Guedes 1 Universidade Federal do ParáB 1 Laboratório de Controle

Leia mais

DESENVOLVENDO HABILIDADES E CONSTRUINDO CONHECIMENTOS NO AMBIENTE VIRTUAL CYBERNAUTAS. Maio/2005 216-TC-C3

DESENVOLVENDO HABILIDADES E CONSTRUINDO CONHECIMENTOS NO AMBIENTE VIRTUAL CYBERNAUTAS. Maio/2005 216-TC-C3 1 DESENVOLVENDO HABILIDADES E CONSTRUINDO CONHECIMENTOS NO AMBIENTE VIRTUAL CYBERNAUTAS Maio/2005 216-TC-C3 José Antonio Gameiro Salles UNISUAM / CCET / Desenv. de Softwares & UNISUAM/LAPEAD - antoniosalles@gmail.com

Leia mais

PRÁTICAS DE APRENDIZAGEM PARA SISTEMAS DE CONTROLE DE PROCESSOS: IDENTIFICAÇÃO DE SISTEMAS UTILIZANDO UMA PLANTA DIDÁTICA INDUSTRIAL

PRÁTICAS DE APRENDIZAGEM PARA SISTEMAS DE CONTROLE DE PROCESSOS: IDENTIFICAÇÃO DE SISTEMAS UTILIZANDO UMA PLANTA DIDÁTICA INDUSTRIAL PRÁTICAS DE APRENDIZAGEM PARA SISTEMAS DE CONTROLE DE PROCESSOS: IDENTIFICAÇÃO DE SISTEMAS UTILIZANDO UMA PLANTA DIDÁTICA INDUSTRIAL Lyvia Regina Biagi Silva 1 lybiagi@hotmail.com Wagner Endo 1 wendo@utfpr.edu.br

Leia mais

UNIVERSIDADE GAMA FILHO PROCET DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA. Disciplina de Controle II Prof. MC. Leonardo Gonsioroski da Silva

UNIVERSIDADE GAMA FILHO PROCET DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA. Disciplina de Controle II Prof. MC. Leonardo Gonsioroski da Silva UNIVERSIDADE GAMA FILHO PROCET DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA Disciplina de Controle II Prof. MC. Leonardo Gonsioroski da Silva Controlador Proporcional Controlador PI A Relação entre a saída e o

Leia mais

Projeto de sistemas de controle

Projeto de sistemas de controle Projeto de sistemas de controle Os controladores clássicos encontrados na literatura podem ser classificados como: Controladores de duas posições (ou on-off). Controladores proporcionais. Controladores

Leia mais

Me todos de Ajuste de Controladores

Me todos de Ajuste de Controladores Me todos de Ajuste de Controladores Recapitulando aulas passadas Vimos algumas indicações para a escolha do tipo de controlador feedback dependendo da malha de controle que está sendo projetada. Vimos

Leia mais

PROPOSTA DE SOFTWARE DE INSTALAÇÃO PARA UM AMBIENTE INTEGRADO DE GERÊNCIA DE PROJETOS E DE PROCESSOS DE NEGÓCIOS

PROPOSTA DE SOFTWARE DE INSTALAÇÃO PARA UM AMBIENTE INTEGRADO DE GERÊNCIA DE PROJETOS E DE PROCESSOS DE NEGÓCIOS PROPOSTA DE SOFTWARE DE INSTALAÇÃO PARA UM AMBIENTE INTEGRADO DE GERÊNCIA DE PROJETOS E DE PROCESSOS DE NEGÓCIOS Élysson Mendes Rezende Bacharelando em Sistemas de Informação Bolsista de Iniciação Científica

Leia mais

5. Diagramas de blocos

5. Diagramas de blocos 5. Diagramas de blocos Um sistema de controlo pode ser constituído por vários componentes. O diagrama de blocos é uma representação por meio de símbolos das funções desempenhadas por cada componente e

Leia mais

ELABORAÇÃO DE UM TOOLBOX DE CONTROLE PREDITIVO DO TIPO CONTROLE PREDITIVO POR MATRIZ DINÂMICA (DMC) NO SCILAB

ELABORAÇÃO DE UM TOOLBOX DE CONTROLE PREDITIVO DO TIPO CONTROLE PREDITIVO POR MATRIZ DINÂMICA (DMC) NO SCILAB ELABORAÇÃO DE UM TOOLBOX DE CONTROLE PREDITIVO DO TIPO CONTROLE PREDITIVO POR MATRIZ DINÂMICA (DMC) NO SCILAB Mardoqueu de Oliveira Neto mardoqueu6@hotmail.com Gustavo Maia de Almeida gmaia@ifes.edu.br

Leia mais

Sistema Gerenciador de Conteúdo OpenCms: um caso de sucesso no CEFET-MG

Sistema Gerenciador de Conteúdo OpenCms: um caso de sucesso no CEFET-MG Sistema Gerenciador de Conteúdo OpenCms: um caso de sucesso no CEFET-MG Marco T. A. Rodrigues*, Paulo E. M. de Almeida* *Departamento de Recursos em Informática Centro Federal de Educação Tecnológica de

Leia mais

ESCOLA NAVAL DIRETORIA DE ENSINO DA MARINHA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CONTROLE E AUTOMAÇÃO. Professor Leonardo Gonsioroski

ESCOLA NAVAL DIRETORIA DE ENSINO DA MARINHA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CONTROLE E AUTOMAÇÃO. Professor Leonardo Gonsioroski ESCOLA NAVAL DIRETORIA DE ENSINO DA MARINHA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CONTROLE E AUTOMAÇÃO Na aula passada vimos Compensação de sistemas Efeitos da Adição de pólos e zeros Compensadores de Avanço de Fase

Leia mais

Controle de Vazão utilizando PID desenvolvido em linguagem gráfica LabVIEW e Transmissor Virtual

Controle de Vazão utilizando PID desenvolvido em linguagem gráfica LabVIEW e Transmissor Virtual Controle de Vazão utilizando PID desenvolvido em linguagem gráfica LabVIEW e Transmissor Virtual Leonardo de Carvalho Vidal leonardo.carvalho.vidal@hotmail.com AEDB, UBM, UNIFEI Tiago Martins de Oliveira

Leia mais

Interface gráfica para compiladores gratuitos baseados em linha de comando disponíveis na internet

Interface gráfica para compiladores gratuitos baseados em linha de comando disponíveis na internet 1. Autores Interface gráfica para compiladores gratuitos baseados em linha de comando disponíveis na internet Luciano Eugênio de Castro Barbosa Flavio Barbieri Gonzaga 2. Resumo O custo de licenciamento

Leia mais

Janine Garcia 1 ; Adamo Dal Berto 2 ; Marli Fátima Vick Vieira 3

Janine Garcia 1 ; Adamo Dal Berto 2 ; Marli Fátima Vick Vieira 3 ENSINO A DISTÂNCIA: UMA ANÁLISE DO MOODLE COMO INSTRUMENTO NO PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM DO ENSINO MÉDIO E SUPERIOR DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CATARINENSE (IFC) - CÂMPUS ARAQUARI

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO CONFIGURAÇÃO IDE ECLIPSE

MANUAL DE INSTALAÇÃO CONFIGURAÇÃO IDE ECLIPSE MANUAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO IDE ECLIPSE T1011 GUILHERME RODRIGUES Ano 2015 MANUAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO DA IDE ECLIPSE. Neste documento aborda como instalar e configurar a IDE eclipse para

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE TRÊS FERRAMENTAS DIDÁTICAS PARA AUXILIAR O ENSINO DE AUTOMAÇÃO EM CURSOS TÉCNICOS E SUPERIORES

DESENVOLVIMENTO DE TRÊS FERRAMENTAS DIDÁTICAS PARA AUXILIAR O ENSINO DE AUTOMAÇÃO EM CURSOS TÉCNICOS E SUPERIORES DESENVOLVIMENTO DE TRÊS FERRAMENTAS DIDÁTICAS PARA AUXILIAR O ENSINO DE AUTOMAÇÃO EM CURSOS TÉCNICOS E SUPERIORES Josimar R. N. josimarnolasco@yahoo.com.br Lindolpho O. de Araujo Júnior lindolpho@leopoldina.cefetmg.br

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA COLÉGIO TÉCNICO INDUSTRIAL DE SANTA MARIA Curso de Eletrotécnica

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA COLÉGIO TÉCNICO INDUSTRIAL DE SANTA MARIA Curso de Eletrotécnica UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA COLÉGIO TÉCNICO INDUSTRIAL DE SANTA MARIA Curso de Eletrotécnica Apostila de Automação Industrial Elaborada pelo Professor M.Eng. Rodrigo Cardozo Fuentes Prof. Rodrigo

Leia mais

Modelagemde Software Orientadaa Objetos com UML

Modelagemde Software Orientadaa Objetos com UML Modelagemde Software Orientadaa Objetos com UML André Maués Brabo Pereira Departamento de Engenharia Civil Universidade Federal Fluminense Colaborando para a disciplina CIV 2802 Sistemas Gráficos para

Leia mais

Roteiro. Arquitetura. Tipos de Arquitetura. Questionário. Centralizado Descentralizado Hibrido

Roteiro. Arquitetura. Tipos de Arquitetura. Questionário. Centralizado Descentralizado Hibrido Arquitetura Roteiro Arquitetura Tipos de Arquitetura Centralizado Descentralizado Hibrido Questionário 2 Arquitetura Figura 1: Planta baixa de uma casa 3 Arquitetura Engenharia de Software A arquitetura

Leia mais

A PÁGINA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA DO PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO

A PÁGINA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA DO PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO A PÁGINA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA DO PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO Resumo: Dolores Follador Secretaria de Estado da Educação do Paraná e Faculdades Integradas do Brasil - Unibrasil doloresfollador@gmail.com

Leia mais

Desenvolvimento de um CMS 1 para a criação e publicação de web sites acessíveis por deficientes visuais.

Desenvolvimento de um CMS 1 para a criação e publicação de web sites acessíveis por deficientes visuais. Desenvolvimento de um CMS 1 para a criação e publicação de web sites acessíveis por deficientes visuais. Tales Henrique José MOREIRA 1 ; Gabriel da SILVA 2 ; 1 Estudante de Tecnologia em Sistemas para

Leia mais

Sistemas Embarcados. Controladores PI, PD e PID

Sistemas Embarcados. Controladores PI, PD e PID Sistemas Embarcados Controladores PI, PD e PID Controladores PI, PD e PID O que são os controladores PI, PD e PID? Aplicações dos controladores Implementação analógica dos controladores Implementação digital

Leia mais

TG-01-2012-EL. e-mail 1 : diego190103@gmail.com; e-mail 2 : ffpuccia@uol.com.br; e-mail 3 : peleggi@ig.com.br;

TG-01-2012-EL. e-mail 1 : diego190103@gmail.com; e-mail 2 : ffpuccia@uol.com.br; e-mail 3 : peleggi@ig.com.br; Controle de ângulos de azimute e de elevação num sistema Aeroestabilizador Diego Amorim 1 ; Filipe Puccia 2 & Regis Peleggi 3. Orientador: Alexandre Brincalepe Campo. TG-01-2012-EL 1, 2,3 Graduandos do

Leia mais

Um Simulador para Avaliação da Antecipação de Tarefas em Sistemas Gerenciadores de Workflow

Um Simulador para Avaliação da Antecipação de Tarefas em Sistemas Gerenciadores de Workflow Um Simulador para Avaliação da Antecipação de Tarefas em Sistemas Gerenciadores de Workflow Resumo. A fim de flexibilizar o fluxo de controle e o fluxo de dados em Sistemas Gerenciadores de Workflow (SGWf),

Leia mais

Sintonia de Controladores PID utilizando Algoritmos Genéticos

Sintonia de Controladores PID utilizando Algoritmos Genéticos Sintonia de Controladores PID utilizando Algoritmos Genéticos J. Franco M. Amaral, M. A. C. Pacheco, R. Tanscheit DEE-PUC-Rio, CP 38063, 22452-970 Rio de Janeiro, RJ e-mail: [jfranco, marco, ricardo]@ele.puc-rio.br

Leia mais

Software Livre e GIS: Quais são as alternativas?

Software Livre e GIS: Quais são as alternativas? Software Livre e GIS: Quais são as alternativas? Tiago Eugenio de Melo tiago@comunidadesol.org 1 Sumário Conceitos GIS e Software Livre Ferramentas: Thuban Qgis Jump MapServer O Futuro das Tecnologias

Leia mais

SISTEMAS DE CONTROLE II

SISTEMAS DE CONTROLE II SISTEMAS DE CONTROLE II - Algumas situações com desempenho problemático 1) Resposta muito oscilatória 2) Resposta muito lenta 3) Resposta com erro em regime permanente 4) Resposta pouco robusta a perturbações

Leia mais

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ. Campus Ponta Grossa ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ. Campus Ponta Grossa ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Campus Ponta Grossa ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO Ponta Grossa 2012 ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO Trabalho elaborado pelo

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: ELABORAÇÃO DE MATERIAL, TUTORIA E AMBIENTES VIRTUAIS Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento

Leia mais

APLICAÇÃO DE TÉCNICAS ESTATÍSTICAS UTILIZANDO O SISVAR

APLICAÇÃO DE TÉCNICAS ESTATÍSTICAS UTILIZANDO O SISVAR APLICAÇÃO DE TÉCNICAS ESTATÍSTICAS UTILIZANDO O SISVAR Nádia Giaretta Biase 1 Universidade Federal de Uberlândia nadia@pontal.ufu.br Jéssica Paula Silva Costa 2 Universidade Federal de Uberlândia jessicapaula@mat.pontal.ufu.br

Leia mais

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO RESUMO. Palavras-chave: Artigo Científico. Normalização. NBR 6022/03.

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO RESUMO. Palavras-chave: Artigo Científico. Normalização. NBR 6022/03. ARTIGO CIENTÍFICO Texto com autoria declarada que apresenta e discute ideias, métodos, técnicas, processos e resultados de diversas áreas do conhecimento (ABNT/NBR 6022:2003). 2.1.1 Modelo de artigo COMO

Leia mais

Sessão Prática: Simulação e Controle com LabVIEW

Sessão Prática: Simulação e Controle com LabVIEW Sessão Prática: Simulação e Controle com LabVIEW 1 Visão geral Este tutorial mostra as características dos controles proporcional (P), integral (I) e derivativo (D), e como utilizálos para obter a resposta

Leia mais

Manual de instalação e configuração

Manual de instalação e configuração SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA CAMPUS SÃO BORJA Manual de instalação e configuração Autores Claiton Marques

Leia mais

www.efoto.eng.uerj.br PROJETO E-FOTO: UMA ESTAÇÃ EDUCACIONAL EM AMBIENTE DE SOFTWARE LIVRE

www.efoto.eng.uerj.br PROJETO E-FOTO: UMA ESTAÇÃ EDUCACIONAL EM AMBIENTE DE SOFTWARE LIVRE Autores: Grupo de Pesquisa Multidisciplinar em Geomática: Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) Programa de Mestrado Acadêmico em Engenharia de Computação Área de Concentração: GEOMÁTICA (Departamento

Leia mais

Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio Subseqüente ao Ensino Médio, na modalidade a distância, para:

Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio Subseqüente ao Ensino Médio, na modalidade a distância, para: INSTITUIÇÃO: IFRS CAMPUS BENTO GONÇALVES CNPJ: 94728821000192 ENDEREÇO: Avenida Osvaldo Aranha, 540. Bairro Juventude. CEP: 95700-000 TELEFONE: (0xx54) 34553200 FAX: (0xx54) 34553246 Curso de Educação

Leia mais

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS ENG JR ELETRON 2005 29 O gráfico mostrado na figura acima ilustra o diagrama do Lugar das Raízes de um sistema de 3ª ordem, com três pólos, nenhum zero finito e com realimentação de saída. Com base nas

Leia mais

Apesar de existirem diversas implementações de MVC, em linhas gerais, o fluxo funciona geralmente da seguinte forma:

Apesar de existirem diversas implementações de MVC, em linhas gerais, o fluxo funciona geralmente da seguinte forma: 1 Introdução A utilização de frameworks como base para a construção de aplicativos tem sido adotada pelos desenvolvedores com três objetivos básicos. Primeiramente para adotar um padrão de projeto que

Leia mais

PLATAFORMA SISUAB TUTORIAL PARA COMPARTILHAMENTO DE MATERIAL DIDÁTICO

PLATAFORMA SISUAB TUTORIAL PARA COMPARTILHAMENTO DE MATERIAL DIDÁTICO PLATAFORMA SISUAB TUTORIAL PARA COMPARTILHAMENTO DE MATERIAL DIDÁTICO Coordenação Geral de Articulação Acadêmica CGAC Coordenação Geral de Políticas e Tecnologia de Informação CGTI Diretoria de Educação

Leia mais

Função de Transferência de Malha Fechada

Função de Transferência de Malha Fechada Função de Transferência de Malha Fechada R(s) B(s) + - E(s) Controlador Gc(S) U(s) Sensor G(S) Planta C(s) C(s)=G(s)*U(s) H(S) C(s)=G(s)*Gc(s)*E(s) C(s)=G(s)*Gc(s)*[ R(s)-B(s) ] C(s)=G(s)*Gc(s)*[ R(s)-H(s)*C(s)

Leia mais

INTRODUÇÃO E CONFIGURAÇÃO DO PRIMEFACES MOBILE EM APLICAÇÕES JSF

INTRODUÇÃO E CONFIGURAÇÃO DO PRIMEFACES MOBILE EM APLICAÇÕES JSF INTRODUÇÃO E CONFIGURAÇÃO DO PRIMEFACES MOBILE EM APLICAÇÕES JSF Guilherme Macedo, Jaime Willian Dias Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil guilhermemacedo28@gmail.com, jaime@unipar.br Resumo.

Leia mais

Manual do Remote Desktop Connection. Brad Hards Urs Wolfer Tradução: Marcus Gama

Manual do Remote Desktop Connection. Brad Hards Urs Wolfer Tradução: Marcus Gama Manual do Remote Desktop Connection Brad Hards Urs Wolfer Tradução: Marcus Gama 2 Conteúdo 1 Introdução 5 2 O protocolo do Buffer de Quadro Remoto (Buffer de Quadro Remoto) 6 3 Usando o Remote Desktop

Leia mais

Desenvolvimento de um software de gerenciamento de projetos para utilização na Web

Desenvolvimento de um software de gerenciamento de projetos para utilização na Web Resumo. Desenvolvimento de um software de gerenciamento de projetos para utilização na Web Autor: Danilo Humberto Dias Santos Orientador: Walteno Martins Parreira Júnior Bacharelado em Engenharia da Computação

Leia mais

AUTOR(ES): VINICIUS RUIZ PONTES SILVA, JAQUELINE CRISTINA DA SILVA, JOÃO PAULO DE OLIVEIRA HONESTO

AUTOR(ES): VINICIUS RUIZ PONTES SILVA, JAQUELINE CRISTINA DA SILVA, JOÃO PAULO DE OLIVEIRA HONESTO Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: IMPLEMENTAÇÃO DE UM SISTEMA PARA INTERCÂMBIOS ESTUDANTIS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: ENGENHARIAS

Leia mais

Controle II. Estudo e sintonia de controladores industriais

Controle II. Estudo e sintonia de controladores industriais Controle II Estudo e sintonia de controladores industriais Introdução A introdução de controladores visa modificar o comportamento de um dado sistema, o objetivo é, normalmente, fazer com que a resposta

Leia mais

Resumo de TCC Desenvolvimento de um sistema ERP com foco nas tecnologias de software livre / código aberto

Resumo de TCC Desenvolvimento de um sistema ERP com foco nas tecnologias de software livre / código aberto UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina CTC Centro Tecnológico INE Departamento de Informática e Estatística INE5631 Projetos I Prof. Renato Cislaghi Resumo de TCC Desenvolvimento de um sistema ERP

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE UMA PLANTA DIDÁTICA SMAR PARA COMPLEMENTAÇÃO DO ENSINO DE ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO

UTILIZAÇÃO DE UMA PLANTA DIDÁTICA SMAR PARA COMPLEMENTAÇÃO DO ENSINO DE ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO UTILIZAÇÃO DE UMA PLANTA DIDÁTICA SMAR PARA COMPLEMENTAÇÃO DO ENSINO DE ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO Layon Mescolin de Oliveira layonmescolin@hotmail.com Daniel Pinheiro Teixeira daniell.pinheiro.eng@gmail.com

Leia mais

CENTRAL DE SERVIÇOS APOIADA EM SOFTWARE LIVRE

CENTRAL DE SERVIÇOS APOIADA EM SOFTWARE LIVRE CENTRAL DE SERVIÇOS APOIADA EM SOFTWARE LIVRE Juliano Flores Prof. Wagner Walter Lehmann Centro Universitário Leonardo da Vinci - UNIASSELVI Gestão de Tecnologia da Informação (GTI0034) Prática do Módulo

Leia mais

Cenário atual de uso e das ferramentas de software livre em Geoprocessamento

Cenário atual de uso e das ferramentas de software livre em Geoprocessamento Cenário atual de uso e das ferramentas de software livre em Geoprocessamento Tiago Eugenio de Melo tiago@comunidadesol.org 1 Sumário Conceitos GIS e Software Livre Ferramentas: Jump Qgis Thuban MapServer

Leia mais

RELATÓRIO FINAL: PROJETO DESAFIO CONTROLE DE POSIÇÃO DE UMA VÁLVULA

RELATÓRIO FINAL: PROJETO DESAFIO CONTROLE DE POSIÇÃO DE UMA VÁLVULA RELATÓRIO FINAL: PROJETO DESAFIO CONTROLE DE POSIÇÃO DE UMA VÁLVULA Laboratório de Controle e Automação 1 ( LECI 1 ) Professor: Reinaldo Martinez Palhares Integrantes: Henrique Goseling Araújo, Hugo Montalvão

Leia mais

Symantec University para Parceiros Perguntas freqüentes

Symantec University para Parceiros Perguntas freqüentes Symantec University para Parceiros Perguntas freqüentes Sumário INFORMAÇÕES GERAIS... 1 SYMANTEC UNIVERSITY PARA PARCEIROS... 1 TREINAMENTO... 2 SERVIÇO DE INFORMAÇÕES... 4 COLABORAÇÃO... 5 Informações

Leia mais

Processos industriais INSTRUMENTAÇÃO E CONTROLE. Pirâmide da automação 29/1/2012. Controle automático de processo

Processos industriais INSTRUMENTAÇÃO E CONTROLE. Pirâmide da automação 29/1/2012. Controle automático de processo Processos industriais INSTRUMENTAÇÃO E CONTROLE Controle automático de processo Processos Contínuos: são aqueles que possuem saídas contínuas como, por exemplo, processos de geração de energia. Processos

Leia mais

PROTOCOLO OPC SOMADO A SISTEMAS DE CONTROLES INDUSTRIAS DESENVOLVIDOS COM JAVA E SCILAB

PROTOCOLO OPC SOMADO A SISTEMAS DE CONTROLES INDUSTRIAS DESENVOLVIDOS COM JAVA E SCILAB PROTOCOLO OPC SOMADO A SISTEMAS DE CONTROLES INDUSTRIAS DESENVOLVIDOS COM JAVA E SCILAB BARROSO D. S. 1, QUINTINO J. A. 1, GOMES F. J. 2. 1. Faculdade de Engenharia, Universidade Federal de Juiz de Fora,

Leia mais

S o f t w a r e L i v r e e S u m m e r o f C o d e. Adriano Monteiro Marques

S o f t w a r e L i v r e e S u m m e r o f C o d e. Adriano Monteiro Marques <py.adriano@gmail.com> S o f t w a r e L i v r e e S u m m e r o f C o d e Adriano Monteiro Marques A g e n d a Software Livre Vantagens Mitos e Verdades Como fazer dinheiro com Software Livre Summer of

Leia mais

Engenharia de Requisitos

Engenharia de Requisitos Engenharia de Requisitos Introdução a Engenharia de Requisitos Professor: Ricardo Argenton Ramos Aula 08 Slide 1 Objetivos Introduzir a noção de requisitos do sistema e o processo da engenharia de requisitos.

Leia mais

Estamos muito felizes por compartilhar com você este novo serviço educacional do Centro Universitário de Patos de Minas.

Estamos muito felizes por compartilhar com você este novo serviço educacional do Centro Universitário de Patos de Minas. PALAVRA DO COORDENADOR Estimado, aluno(a): Seja muito bem-vindo aos Cursos Livres do UNIPAM. Estamos muito felizes por compartilhar com você este novo serviço educacional do Centro Universitário de Patos

Leia mais

MRedPN tt : Metodologia para Redesenho de Processos de Negócios com Transferência Tecnológica - Versão 1.1

MRedPN tt : Metodologia para Redesenho de Processos de Negócios com Transferência Tecnológica - Versão 1.1 MRedPN tt : Metodologia para Redesenho de Processos de Negócios com Transferência Tecnológica - Versão 1.1 Prof. Dr. Jorge Henrique Cabral Fernandes (jhcf@cic.unb.br) Departamento de Ciência da Computação

Leia mais

Proposta de um método para auditoria de projetos de desenvolvimento de software iterativo e incremental

Proposta de um método para auditoria de projetos de desenvolvimento de software iterativo e incremental Proposta de um método para auditoria de projetos de desenvolvimento de software iterativo e incremental Francisco Xavier Freire Neto 1 ; Aristides Novelli Filho 2 Centro Estadual de Educação Tecnológica

Leia mais

Schooltool: Software de Gestão Escolar Para Criação e Manutenção de Quadro de Horários

Schooltool: Software de Gestão Escolar Para Criação e Manutenção de Quadro de Horários Universidade Federal de Lavras UFLA Ciência da Computação Programa de Pós-Graduação Informática em Educação Autor(es) José Maria Ferreira Faria Wendell Bento Geraldes Schooltool: Software de Gestão Escolar

Leia mais

Unisant Anna Gestão Empresarial com ERP 2014 Modelagem de Sistemas - UML e MER

Unisant Anna Gestão Empresarial com ERP 2014 Modelagem de Sistemas - UML e MER Objetivo dessa aula é descrever as características e a simbologia dos diagramas UML e MER na modelagem de sistemas de informação de uma forma a permitir a comunicação entre técnicos e gestores. Modelagem

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE EDUCATIVO PARA O PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO SOFTWARE DEVELOPMENT FOR EDUCATIONAL PROCESS OF LITERACY

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE EDUCATIVO PARA O PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO SOFTWARE DEVELOPMENT FOR EDUCATIONAL PROCESS OF LITERACY DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE EDUCATIVO PARA O PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO SOFTWARE DEVELOPMENT FOR EDUCATIONAL PROCESS OF LITERACY Daiyane Akemi Morimoto- Graduanda em Pedagogia- Unisalesiano de Linsday_akemi@hotmail,com

Leia mais

PASSO A PASSO GOOGLE DOCS - FORMULÁRIOS GOOGLE DOCS

PASSO A PASSO GOOGLE DOCS - FORMULÁRIOS GOOGLE DOCS CEEBJA - PALOTINA CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO BÁSICA PARA JOVENS E ADULTOS NRE- Toledo MUNICÍPIO: PALOTINA PASSO A PASSO GOOGLE DOCS - FORMULÁRIOS GOOGLE DOCS O Google Docs é uma das recentes ferramentas

Leia mais

Software Educacional Livre para Análise Não-Linear e Dimensionamento de Pórtico Plano em Estruturas Metálicas

Software Educacional Livre para Análise Não-Linear e Dimensionamento de Pórtico Plano em Estruturas Metálicas Software Educacional Livre para Análise Não-Linear e Dimensionamento de Pórtico Plano em Estruturas Metálicas Autor : Paulo Cavalcante Ormonde Orientador: Alex Sander Clemente de Souza São Paulo, 14 de

Leia mais

Uso do Action₀NET com o PI System da OsiSoft

Uso do Action₀NET com o PI System da OsiSoft Uso do Action₀NET com o PI System da OsiSoft Introdução Se sua empresa utiliza o PI System da OsiSoft, o Action₀NET é o software SCADA (Supervisory Control and Data Acquisition) que mais se adequa a sua

Leia mais

Geração do Portal CPCX - UFMS pelo UNION: Um Estudo de Caso

Geração do Portal CPCX - UFMS pelo UNION: Um Estudo de Caso Geração do Portal CPCX - UFMS pelo UNION: Um Estudo de Caso Lourival dos Santos Pires Júnior, Tony Carlos Bignardi dos Santos, Amaury Antônio de Castro Junior, Carlos Alberto da Silva, Leila Lisiane Rossi

Leia mais

Sistema Online de Gerenciamento de Dados Clínicos Utilizando RIA (Rich Internet Applications)

Sistema Online de Gerenciamento de Dados Clínicos Utilizando RIA (Rich Internet Applications) Sistema Online de Gerenciamento de Dados Clínicos Utilizando RIA (Rich Internet Applications) ANTUNES, M. S.¹, SILVA, R. E. S. 2 (orientadora) ¹ Faculdade de Tecnologia Senac Pelotas RS (FATEC-PEL) Rua

Leia mais

CARDS - Jogo Educativo na Internet para Ensino a Distância

CARDS - Jogo Educativo na Internet para Ensino a Distância CARDS - Jogo Educativo na Internet para Ensino a Distância 1 Introdução Bruno Astuto Arouche Nunes Sergio Barbosa Villas-Boas 1 Henrique Falleiros Tendo em vista que o processo de ensino, nos dias de hoje,

Leia mais

Infracontrol versão 1.0

Infracontrol versão 1.0 Infracontrol versão 1.0 ¹Rafael Victória Chevarria ¹Tecnologia em Redes de Computadores - Faculdade de Tecnologia SENAC (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial) Rua Gonçalves Chaves 602-A Centro 96015-560

Leia mais

USO DO SOFTWARE LIVRE APLICADO À ENGENHARIA QUÍMICA

USO DO SOFTWARE LIVRE APLICADO À ENGENHARIA QUÍMICA USO DO SOFTWARE LIVRE APLICADO À ENGENHARIA QUÍMICA Ana Paula Salum Duarte, Manolo Horta Barbosa Orellana, Renato Prates de Oliveira Campos Departamento de Engenharia Química, Universidade Federal de Minas

Leia mais

Novas Tecnologias no Ensino de Física: discutindo o processo de elaboração de um blog para divulgação científica

Novas Tecnologias no Ensino de Física: discutindo o processo de elaboração de um blog para divulgação científica Novas Tecnologias no Ensino de Física: discutindo o processo de elaboração de um blog para divulgação científica Pedro Henrique SOUZA¹, Gabriel Henrique Geraldo Chaves MORAIS¹, Jessiara Garcia PEREIRA².

Leia mais

Um estudo sobre a geração e narração automática de estórias. Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção

Um estudo sobre a geração e narração automática de estórias. Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção Fabio Wanderley Guerra Engenharia de Estórias Um estudo sobre a geração e narração automática de estórias Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção do grau de

Leia mais

Fase 1: Engenharia de Produto

Fase 1: Engenharia de Produto Fase 1: Engenharia de Produto Disciplina: Análise de Requisitos DURAÇÃO: 44 h O objetivo principal da disciplina é realizar uma análise das necessidades e produzir um escopo do produto. Representará os

Leia mais

CONTROLO DE SISTEMAS

CONTROLO DE SISTEMAS UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELECTROMECÂNICA CONTROLO DE SISTEMAS Lugar Geométrico das Raízes PROJECTO E ANÁLISE DA RESPOSTA TRANSITÓRIA E ESTABILIDADE Parte 1/3 - Compensação

Leia mais

Atualização 2014. Universidade Federal do Paraná Sistema de Bibliotecas Biblioteca de Ciências da Saúde

Atualização 2014. Universidade Federal do Paraná Sistema de Bibliotecas Biblioteca de Ciências da Saúde MANUAL DO CURRÍCULO LATTES Atualização 2014 Universidade Federal do Paraná Sistema de Bibliotecas Biblioteca de Ciências da Saúde 1 Equipe: Este tutorial faz parte da programação de treinamentos da Biblioteca

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA - UDESC DCC Departamento de Ciência da Computação Joinville-SC

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA - UDESC DCC Departamento de Ciência da Computação Joinville-SC CURSO: Bacharelado em Ciência da Computação DISCIPLINA: ANPS Análise e Projeto de Sistemas AULA NÚMERO: 3 DATA: PROFESSOR: Murakami Sumário 1 APRESENTAÇÃO...1 2 DESENVOLVIMENTO...1 2.1 Revisão...1 2.1.1

Leia mais

Feature-Driven Development

Feature-Driven Development FDD Feature-Driven Development Descrição dos Processos Requisitos Concepção e Planejamento Mais forma que conteúdo Desenvolver um Modelo Abrangente Construir a Lista de Features Planejar por

Leia mais

A importância da Informática na Educação

A importância da Informática na Educação A importância da Informática na Educação AGUIAR, Juliana Discente da Faculdade de Ciências Jurídicas e Gerenciais FAEG - Rua das Flores, 740 Bairro Labienópolis - CEP 17400-000 Garça (SP) Brasil Telefone

Leia mais

Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-2

Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-2 Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-2 Aula 3 Virtualização de Sistemas 1. Conceito Virtualização pode ser definida

Leia mais

Desenvolvimento de uma Plataforma Gráfica para a Descrição de Modelos de Sistemas Ambientais

Desenvolvimento de uma Plataforma Gráfica para a Descrição de Modelos de Sistemas Ambientais Desenvolvimento de uma Plataforma Gráfica para a Descrição de Modelos de Sistemas Ambientais Tiago F. M. Lima 1,2, Tiago G. S. Carneiro 2, Sérgio D. Faria 3 1 Programa de Pós-Graduação em Análise e Modelagem

Leia mais

GuiBi: Um aplicativo para plataforma Android com um guia comercial da cidade de Bambuí MG

GuiBi: Um aplicativo para plataforma Android com um guia comercial da cidade de Bambuí MG GuiBi: Um aplicativo para plataforma Android com um guia comercial da cidade de Bambuí MG Bruno Alberto Soares Oliveira 1,3 ; Lucas Vieira Murilo 1,3 ; Maik Olher Chaves 2,3 1 Estudante de Engenharia de

Leia mais

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade O caminho para o sucesso Promovendo o desenvolvimento para além da universidade Visão geral Há mais de 40 anos, a Unigranrio investe em ensino diferenciado no Brasil para cumprir com seu principal objetivo

Leia mais

Universidade Federal do Rio Grande do Sul Escola de Engenharia Departamento de Engenharia Elétrica ENG04037 Sistemas de Controle Digitais

Universidade Federal do Rio Grande do Sul Escola de Engenharia Departamento de Engenharia Elétrica ENG04037 Sistemas de Controle Digitais Universidade Federal do Rio Grande do Sul Escola de Engenharia Departamento de Engenharia Elétrica ENG437 Sistemas de Controle Digitais Introdução Controladores PID Prof. Walter Fetter Lages 2 de maio

Leia mais

Curso Introdução à Educação Digital - Carga Horária: 40 horas (30 presenciais + 10 EaD)

Curso Introdução à Educação Digital - Carga Horária: 40 horas (30 presenciais + 10 EaD) ******* O que é Internet? Apesar de muitas vezes ser definida como a "grande rede mundial de computadores, na verdade compreende o conjunto de diversas redes de computadores que se comunicam e que permitem

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO POR ESPAÇOS DE ESTADOS DE UM MÓDULO SERVO-MECANISMO DIDÁTICO

IDENTIFICAÇÃO POR ESPAÇOS DE ESTADOS DE UM MÓDULO SERVO-MECANISMO DIDÁTICO IDENTIFICAÇÃO POR ESPAÇOS DE ESTADOS DE UM MÓDULO SERVO-MECANISMO DIDÁTICO Vlademir Aparecido Freire Junior vlad_freire@hotmail.com Alessandro do Nascimento Vargas avargas@utfpr.edu.br Cristiano Marcos

Leia mais

A CONSTRUÇÃO DE ESPAÇOS E MATERIAIS DIGITAIS PARA A EDUCAÇÃO MATEMÁTICA: O USO DO SMARTPHONE NO ENSINO DA GEOMETRIA

A CONSTRUÇÃO DE ESPAÇOS E MATERIAIS DIGITAIS PARA A EDUCAÇÃO MATEMÁTICA: O USO DO SMARTPHONE NO ENSINO DA GEOMETRIA A CONSTRUÇÃO DE ESPAÇOS E MATERIAIS DIGITAIS PARA A EDUCAÇÃO MATEMÁTICA: O USO DO SMARTPHONE NO ENSINO DA GEOMETRIA Autores : Agata RHENIUS, Melissa MEIER. Identificação autores: Bolsista IFC-Campus Camboriú;

Leia mais

! Introdução. " Motivação para Processos de Software. ! Processo Unificado (USDP) " Definições " RUP x USDP " Características do Processo Unificado

! Introdução.  Motivação para Processos de Software. ! Processo Unificado (USDP)  Definições  RUP x USDP  Características do Processo Unificado Agenda! Introdução " Motivação para Processos de Software! (USDP) " Definições " RUP x USDP " Características do! Descrição detalhada do! Processos Derivados! Templates simplificados! Conclusões 2 Processo

Leia mais

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br Disciplina: Curso de Tecnologia em Redes de Computadores Auditoria e Análise de Segurança da Informação - 4º período Professor: José Maurício S. Pinheiro AULA

Leia mais

DIFERENÇAS ENTRE FUNÇÃO E BLOCO FUNCIONAL; CRIAÇÃO DE FUNÇÃO / BLOCO FUNCIONAL; UTILIZAÇÃO NO LADDER; EXEMPLO DE BLOCO FUNCIONAL;

DIFERENÇAS ENTRE FUNÇÃO E BLOCO FUNCIONAL; CRIAÇÃO DE FUNÇÃO / BLOCO FUNCIONAL; UTILIZAÇÃO NO LADDER; EXEMPLO DE BLOCO FUNCIONAL; Boletim Técnico EP3 11/07 Utilizando Funções e Blocos Funcionais de usuário pelo software A1 19 de outubro de 2007 O objetivo deste boletim é mostrar como utilizar o recurso de Funções (Functions) e Blocos

Leia mais

TÉCNICAS DE ESTRUTURAÇÃO PARA DESIGN RESPONSIVO: AMPLIANDO A USABILIDADE NO AMBIENTE WEB

TÉCNICAS DE ESTRUTURAÇÃO PARA DESIGN RESPONSIVO: AMPLIANDO A USABILIDADE NO AMBIENTE WEB TÉCNICAS DE ESTRUTURAÇÃO PARA DESIGN RESPONSIVO: AMPLIANDO A USABILIDADE NO AMBIENTE WEB Tiago Volpato 1, Claudete Werner 1 1 Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil tiagovolpatobr@gmail.com,

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DE UMA NOVA FUNÇÃO DE TRANSFERÊNCIA E ADAPTAÇÃO DE UM KIT SERVOMECANISMO, UTILIZANDO-SE O SOFTWARE MATLAB.

IDENTIFICAÇÃO DE UMA NOVA FUNÇÃO DE TRANSFERÊNCIA E ADAPTAÇÃO DE UM KIT SERVOMECANISMO, UTILIZANDO-SE O SOFTWARE MATLAB. IDENIFICAÇÃO DE UMA NOVA FUNÇÃO DE RANSFERÊNCIA E ADAPAÇÃO DE UM KI SERVOMECANISMO, UILIZANDO-SE O SOFWARE MALAB. Marlon José do Carmo marlon@leopoldina.cefetmg.br Luis Claudio Gambôa Lopes gamboa@leopoldina.cefetmg.br

Leia mais

USO DOS CONCEITOS DE INTERAÇÃO HUMANO-COMPUTADOR NO DESENVOLVIMENTO WEB PARA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

USO DOS CONCEITOS DE INTERAÇÃO HUMANO-COMPUTADOR NO DESENVOLVIMENTO WEB PARA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Discutindo a visibilidade da EaD Pública no Brasil USO DOS CONCEITOS DE INTERAÇÃO HUMANO-COMPUTADOR NO DESENVOLVIMENTO WEB PARA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Priscilla Márcia Scarpelli Bastos 1, Diogo Marcos de

Leia mais

Estatística Básica via MySQL para Pesquisas On-Line

Estatística Básica via MySQL para Pesquisas On-Line Estatística Básica via MySQL para Pesquisas On-Line Gabriel Ramos Guerreiro - DEs, UFSCar 1 2 Anderson Luiz Ara-Souza - DEs, UFSCar 1 3 Francisco Louzada-Neto - DEs, UFSCar 1 4 1. INTRODUÇÃO Segundo Cavalcanti

Leia mais

Capítulo 3 Sistemas de Controle com Realimentação

Capítulo 3 Sistemas de Controle com Realimentação Capítulo 3 Sistemas de Controle com Realimentação Gustavo H. C. Oliveira TE055 Teoria de Sistemas Lineares de Controle Dept. de Engenharia Elétrica / UFPR Gustavo H. C. Oliveira Sistemas de Controle com

Leia mais

OMT-G Design. Instalação por pacotes

OMT-G Design. Instalação por pacotes OMT-G Design A plataforma Eclipse OMT-G Design não é um software independente, é um plug-in que se utiliza dos mecanismos de extensão do Eclipse que por sua vez é um ambiente de desenvolvimento de software.

Leia mais

SOFTWARE EDUCATIVO DE MATEMÁTICA: SHOW MATH

SOFTWARE EDUCATIVO DE MATEMÁTICA: SHOW MATH SOFTWARE EDUCATIVO DE MATEMÁTICA: SHOW MATH Anderson Clavico Moreira Profª. Ms. Deise Deolindo Silva short_acm@hotmail.com deisedeolindo@hotmail.com Curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de

Leia mais

DESENVOLVENDO APLICAÇÃO UTILIZANDO JAVA SERVER FACES

DESENVOLVENDO APLICAÇÃO UTILIZANDO JAVA SERVER FACES DESENVOLVENDO APLICAÇÃO UTILIZANDO JAVA SERVER FACES Alexandre Egleilton Araújo, Jaime Willian Dias Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil araujo.ale01@gmail.com, jaime@unipar.br Resumo.

Leia mais

Manual do Sistema De Gestão Franquia. Ano 2011. Sistema de Gestão Franchising - TI

Manual do Sistema De Gestão Franquia. Ano 2011. Sistema de Gestão Franchising - TI Manual de Utilização do Sistema De Gestão Ano 2011 Página 1 Manual Franquia Sistema De Gestão TI Tecnologia de Informações Apresentação do Sistema O sistema MULTIGESTÃO é o sistema de gerenciamento das

Leia mais

ESTUDO DE CASO: LeCS: Ensino a Distância

ESTUDO DE CASO: LeCS: Ensino a Distância ESTUDO DE CASO: LeCS: Ensino a Distância HERMOSILLA, Lígia Docente da Faculdade de Ciências Jurídicas e Gerenciais de Garça FAEG - Labienópolis - CEP 17400-000 Garça (SP) Brasil Telefone (14) 3407-8000

Leia mais