CONCURSO DE IDEIAS ACESSIBILIDADE DO EDIFICADO E ESPAÇO PÚBLICO ACESSIBILIDADE E MOBILIDADE PARA TODOS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CONCURSO DE IDEIAS ACESSIBILIDADE DO EDIFICADO E ESPAÇO PÚBLICO ACESSIBILIDADE E MOBILIDADE PARA TODOS"

Transcrição

1 CONCURSO DE IDEIAS ACESSIBILIDADE DO EDIFICADO E ESPAÇO PÚBLICO ACESSIBILIDADE E MOBILIDADE PARA TODOS Normas de Participação Artigo 1.º OBJETIVO O presente concurso tem como objetivo sensibilizar os alunos do ensino secundário do Município de Almada, para as dificuldades que se colocam às pessoas com mobilidade condicionada, nas suas autonomias, relações e inserção na comunidade. Identificar alguns exemplos de barreiras: arquitetónicas, culturais, comunicacionais, psicológicas, entre outras e introduzir um pensamento estratégico quer quanto às condições de circulação e vivência na/da Cidade, quer quanto às condições e potencialidades de inclusão, alertando para a necessidade de construção de um território e ambientes mais acessíveis e inclusivos para todos, constitui outro grande objetivo. Artigo 2.º TEMA O tema proposto é Acessibilidade no Edificado e Espaço Público referenciado nas Casas Municipais da Juventude de Cacilhas - Ponto de Encontro e Centro Cultural Juvenil de Santo Amaro Laranjeiro. Artigo 3.º PARTICIPANTES 1. Podem participar os alunos matriculados no ensino secundário do Município de Almada, no ano letivo 2012/ Os alunos realizam os seus trabalhos sobre uma das Casas Municipais da Juventude, identificadas no artigo 2.º, e sua área envolvente, realizando o diagnóstico e proposta de solução de intervenção no espaço Artigo 4º CONDIÇÕES TÉCNICAS 1. Cada participante ou grupo de participantes (em número máximo de 5 elementos) apresenta apenas um trabalho. 2. Cada trabalho deverá ser apresentado em formato A4 ou A3, podendo integrar peças escritas e desenhadas, tipo de letra Verdana, tamanho 11, espaçamento entre linhas de 1,5, não ultrapassando um total de 10 páginas. 3. O trabalho deverá realizar uma análise interpretativa do Diagnóstico das Acessibilidades sobre a realidade observada, a metodologia seguida e as propostas de solução dos problemas identificados. 1

2 4. Os trabalhos devem identificar as lacunas/problemas numa das Casas Municipais da Juventude, identificadas no artigo 2.º, bem como as melhores soluções/propostas de intervenção, seguindo a seguinte orientação: 1. Espaço envolvente Verificação do espaço público envolvente ao equipamento; 2. Acesso ao edifício Verificação da entrada no edifício e de que forma se realiza; 3. Distribuição no edifício Verificação da tipologia de edifício (com 1 ou mais pisos) e das formas disponibilizadas para vencer os desníveis; 4. Acesso a divisões/salas/gabinetes Verificação dos acessos às divisões existentes; 5. Instalações sanitárias Verificação das instalações sanitárias e equipamentos nelas existentes; 6. Sinalética/comunicação Verificação da sinalética existente e da sua adequação a pessoas com mobilidade reduzida ou deficiência. 5. Para efeitos de definição dos espaços públicos sobre os quais versarão os trabalhos estão anexas as plantas para apoio e desenvolvimento dos trabalhos. 6. Cada trabalho será identificado através com: a) Título do trabalho; b) Nome(s) completo(s); c) ; d) Estabelecimento de ensino do(s) participante(s). 7. Todos os trabalhos deverão fazer referência e Bibliografia e Webgrafia e devem ter um cariz original. 8. Situações de plágio serão desclassificadas. Artigo 5.º REALIZAÇÃO E ENTREGA DOS TRABALHOS 1. Os trabalhos deverão ser desenvolvidos e entregues até ao dia 30 de abril de Os trabalhos apresentados a concurso devem ser entregues pelos alunos em mão ao respetivo professor da turma, com preenchimento integral da Ficha de Inscrição anexa a estas normas e da qual faz parte integrante, com os dados pessoais e os do estabelecimento de ensino, a fim de os fazerem chegar à direção da escola que procederá à seleção dos três melhores trabalhos. 3. A direção da escola selecionará os três melhores trabalhos do conjunto recolhido e fará a entrega na Divisão de Educação da Câmara Municipal de Almada, em envelope fechado, contendo no interior as fotografias, as respectivas fichas de inscrição preenchidas em letra legível e as memórias descritivas ou interpretativas. 2

3 4. Os restantes trabalhos, não selecionados, serão igualmente remetidos à Divisão de Educação da Câmara Municipal de Almada, em envelope fechado mencionando no exterior Trabalhos não selecionados. 5. A data limite para entrega dos trabalhos selecionados da 1.ª fase, na Divisão de Educação da Câmara Municipal, é o dia 17 de maio de Artigo 6.º AVALIAÇÃO DOS TRABALHOS Os trabalhos a concurso serão apreciados em 2 fases. 1.ª Fase: a. A primeira fase decorre em contexto escolar e consiste numa triagem onde se selecionarão os três melhores trabalhos por escola. b. A direção escola deverá fazer chegar à Divisão de Educação da Câmara Municipal de Almada os três melhores trabalhos selecionados, bem como os restantes trabalhos produzidos pelos alunos. c. A constituição do júri desta primeira fase ficará a cargo da escola. 2.ª Fase: a. A segunda fase consiste na seleção dos três melhores trabalhos, do universo dos trabalhos previamente escolhidos pelas escolas e entregues na Divisão de Educação da Câmara Municipal conforme determinado no n.º 3 do artigo 5.º destas normas de participação. b. O júri da segunda fase será constituído por: Dois representantes da Câmara Municipal de Almada: DAU (Departamento de Administração Urbanística) e DEJ (Departamento de Educação e Juventude); Um representante Centro de Formação de Professores do Concelho de Almada Almadaforma; Um elemento especialista na área; Um representante da empresa adjudicatária. c. A avaliação da segunda fase será efetuada até ao dia 21 de junho de d. Das decisões do júri não haverá recurso. Artigo 7.º PRÉMIOS 1. Os prémios a atribuir no concurso são: 1.º Prémio Um computador portátil para o trabalho individual. Para os trabalhos de grupo será atribuído um cheque prémio no montante correspondente ao do individual. 2.º Prémio Câmara de vídeo para o trabalho individual. Para os trabalhos de grupo será atribuído um cheque prémio no montante correspondente ao do individual. 3

4 3.º Prémio Tablet PC para o trabalho individual. Para os trabalhos de grupo será atribuído um cheque prémio no montante correspondente ao do individual. 2. O júri poderá atribuir menções honrosas. 3. O júri reserva-se o direito de não atribuir qualquer uma das classificações supramencionadas, caso considere que os trabalhos enviados a concurso não reúnem as características de avaliação e classificação dos trabalhos definidas por estas normas. 4. A entrega dos prémios decorrerá no encerramento do Plano Municipal de Promoção das Acessibilidades (a agendar). 5. Os resultados finais serão divulgados na página da internet da Câmara Municipal de Almada. 6. Os participantes premiados serão avisados através de notificação à escola à qual pertencem, e serão informados sobre o local, a hora e o dia de entrega dos prémios. 7. Todos os participantes e respetivas escolas terão direito a 1 Certificado e a 1 Prémio de Participação. Artigo 8.º EXPOSIÇÃO 1. Os trabalhos selecionadas nas duas fases serão apresentados em exposição a inaugurar aquando da entrega dos prémios, em data e local a designar. 2. Os trabalhos serão igualmente expostos no evento de encerramento do Plano Municipal de Promoção das Acessibilidades, em data e local a designar. 3. A exposição dos trabalhos poderá assumir um carácter de itinerância, pelos espaços municipais e/ou estabelecimentos de ensino. Artigo 9.º DIREITO DE AUTORIZAÇÃO DA UTILIZAÇÃO POR TERCEIROS 1. Os trabalhos apresentados a concurso não serão devolvidos, e passarão a integrar o PLANO MUNICIPAL DE PROMOÇÃO DA ACESSIBILIDADE DO CONCELHO DE ALMADA, sendo analisados pela entidade responsável pelos ESTUDOS DE ACESSIBILIDADE. 2. Com a apresentação a concurso, os participantes autorizarão às entidades organizadoras a exposição dos seus trabalhos e a sua eventual divulgação e reprodução pelo Município de Almada, em edições, publicações, catálogos, exposições, cartazes, e outros, no âmbito da promoção de atividades relacionadas com a temática das Acessibilidades. 3. A organização compromete-se, todavia, a mencionar sempre o(s) nome(s) do(s) autor(es) nas utilizações que venha a fazer, renunciando este a receber qualquer contrapartida financeira ou de outra índole, considerando ambas as partes que o objectivo dessas publicações, edições e outras, tem interesse cultural e social. 4. A organização do concurso declina qualquer responsabilidade resultante do exercício de prática pelágio que viole o direito autoral. 4

5 5. Os participantes deverão obter informação sobre a matéria das acessibilidades no Guia de Acessibilidade e Mobilidade para Todos em De igual modo devem fundamentarse em Bibliografia e Webgrafia. Artigo 10º DISPOSIÇÕES FINAIS 1. Os casos omissos neste regulamento serão resolvidos pelo júri, única entidade competente para o efeito. 2. A participação neste concurso implica a aceitação integral das presentes normas de participação. 3. Eventuais esclarecimentos deverão ser solicitados a: Departamento de Educação e Juventude Divisão de Educação : Fax: Câmara Municipal de Almada, de de

6 FICHA DE INSCRIÇÃO CONCURSO DE IDEIAS - ACESSIBILIDADE DO EDIFICADO E ESPAÇO PÚBLICO ACESSIBILIDADE E MOBILIDADE PARA TODOS 1. Identificação da Escola Designação da Escola O Professor da Turma A Escola Apreciação do trabalho pela Escola Data Data 2. Identificação do(s) Participante(s) 6

7 3. Título do trabalho 4. Memória descritiva ou interpretativa Data: / / 7

CONCURSO DE DESENHO LIVRE

CONCURSO DE DESENHO LIVRE CONCURSO DE DESENHO LIVRE ACESSIBILIDADE E MOBILIDADE PARA TODOS REGULAMENTO Artigo 1º OBJECTIVO O presente concurso tem como objectivo sensibilizar os alunos do Ensino Básico e a comunidade em geral,

Leia mais

CONCURSO DE CRIAÇÃO DE SPOT PROMOCIONAL

CONCURSO DE CRIAÇÃO DE SPOT PROMOCIONAL CONCURSO DE CRIAÇÃO DE SPOT PROMOCIONAL ACESSIBILIDADE E MOBILIDADE PARA TODOS Normas de Participação Artigo 1.º OBJETIVO O presente concurso tem como objetivo sensibilizar os alunos do ensino secundário

Leia mais

CONCURSO DE FOTOGRAFIA

CONCURSO DE FOTOGRAFIA CONCURSO DE FOTOGRAFIA ACESSIBILIDADE E MOBILIDADE PARA TODOS Normas de Participação Artigo 1.º OBJETIVO O presente concurso tem como objetivo sensibilizar os alunos do ensino secundário do Município de

Leia mais

NORMAS DO CONCURSO PARTICIPA VII FEIRA SANTA MARIA DA FEIRA APRESENTAÇÃO PÚBLICA 18 MARÇO CINETEATRO ANTÓNIO LAMOSO

NORMAS DO CONCURSO PARTICIPA VII FEIRA SANTA MARIA DA FEIRA APRESENTAÇÃO PÚBLICA 18 MARÇO CINETEATRO ANTÓNIO LAMOSO NORMAS DO CONCURSO APRESENTAÇÃO PÚBLICA 18 MARÇO CINETEATRO ANTÓNIO LAMOSO VII FEIRA SANTA MARIA DA FEIRA PARTICIPA CONCURSO 02 Concurso Normas 1. Inserido no Programa da Feira de Artes Performativas,

Leia mais

Regulamento do Concurso de DESENHO

Regulamento do Concurso de DESENHO Évora 2005 Regulamento do Concurso de DESENHO ENQUADRAMENTO O concurso AS PROFISSÕES DA MINHA COMUNIDADE é um concurso integrado no evento a decorrer de 13 a 15 de Abril de 2005, em Évora, organizado pelo

Leia mais

CONCURSO DE DESENHO A Minha Nota de Euro

CONCURSO DE DESENHO A Minha Nota de Euro CONCURSO DE DESENHO A Minha Nota de Euro 1ª edição março de 2015 REGULAMENTO Quanto vale a tua nota? Para que serve? O que farias com ela? Desenha a tua nota e fala-nos do valor do dinheiro 1 REGULAMENTO

Leia mais

CONCURSO DE FOTOGRAFIA

CONCURSO DE FOTOGRAFIA CONCURSO DE FOTOGRAFIA ACESSIBILIDADE E MOBILIDADE PARA TODOS REGULAMENTO Artigo 1º OBJECTIVO O presente concurso tem como objetivo sensibilizar os alunos das Escolas de 2º e 3º Ciclo do 5º ao 9º ano de

Leia mais

CONCURSO DE FOTOGRAFIA

CONCURSO DE FOTOGRAFIA CONCURSO DE FOTOGRAFIA ACESSIBILIDADE E MOBILIDADE PARA TODOS REGULAMENTO Artigo 1º OBJECTIVO O presente concurso tem como objetivo sensibilizar os alunos das Escolas de 2º e 3º Ciclo do 5º ao 9º ano de

Leia mais

Concurso de Fotografia Cabo Verde: Paisagem, Fauna e Flora REGULAMENTO ENQUADRAMENTO

Concurso de Fotografia Cabo Verde: Paisagem, Fauna e Flora REGULAMENTO ENQUADRAMENTO Concurso de Fotografia Cabo Verde: Paisagem, Fauna e Flora REGULAMENTO ENQUADRAMENTO A Direcção Geral do Ambiente organiza pela segunda vez este Concurso de fotografia intitulado Cabo Verde: Paisagem,

Leia mais

PREFEITURA DE CONTAGEM. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Rua Portugal, 20 Bairro: Novo Glória CEP: 32.340-010 CONCURSO CULTURAL

PREFEITURA DE CONTAGEM. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Rua Portugal, 20 Bairro: Novo Glória CEP: 32.340-010 CONCURSO CULTURAL PREFEITURA DE CONTAGEM SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Rua Portugal, 20 Bairro: Novo Glória CEP: 32.340-010 CONCURSO CULTURAL CRIAÇÃO DE PAINEL ARTÍSTICO COM O TEMA - A MOBILIDADE NO MEU BAIRRO EDITAL

Leia mais

PRÉMIO PRAIA + ACESSÍVEL

PRÉMIO PRAIA + ACESSÍVEL PRÉMIO PRAIA + ACESSÍVEL REGULAMENTO Artigo 1.º Âmbito do Prémio O Instituto Nacional para a Reabilitação, I.P., a Agência Portuguesa do Ambiente, I.P. e o Turismo de Portugal, I.P., no âmbito das respetivas

Leia mais

CONCURSO SARDINHAS FESTAS DE LISBOA'16 REGULAMENTO DE PARTICIPAÇÃO

CONCURSO SARDINHAS FESTAS DE LISBOA'16 REGULAMENTO DE PARTICIPAÇÃO CONCURSO SARDINHAS FESTAS DE LISBOA'16 REGULAMENTO DE PARTICIPAÇÃO Artigo 1.º (Objeto) 1. O Concurso Sardinhas Festas de Lisboa'16 é uma iniciativa da EGEAC Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação

Leia mais

CONCURSO NACIONAL DE ARTES PLÁSTICAS IMAGENS CONTRA A CORRUPÇÃO

CONCURSO NACIONAL DE ARTES PLÁSTICAS IMAGENS CONTRA A CORRUPÇÃO CONCURSO NACIONAL DE ARTES PLÁSTICAS IMAGENS CONTRA A CORRUPÇÃO Organização Destinatários: Turmas de alunos do 4º ano - do1º ciclo das redes pública e privada do Inscrições até 31 de Outubro de 2013 Entrega

Leia mais

REGULAMENTO DOS CURSOS TÉCNICOS SUPERIORES PROFISSIONAIS DO ISEC

REGULAMENTO DOS CURSOS TÉCNICOS SUPERIORES PROFISSIONAIS DO ISEC REGULAMENTO DOS CURSOS TÉCNICOS SUPERIORES PROFISSIONAIS DO ISEC Artigo 1.º Âmbito O presente Regulamento estabelece o regime de funcionamento dos Cursos Técnicos Superiores Profissionais (CTeSP) ministrados

Leia mais

VIVA ALEMANHA/SP. Realização da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo CONCURSO DE DESENHO

VIVA ALEMANHA/SP. Realização da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo CONCURSO DE DESENHO 1 VIVA ALEMANHA/SP Realização da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo CONCURSO DE DESENHO Mitos e Lendas de Origem Germânica JUSTIFICATIVA O Concurso de Desenho Mitos e Lendas de Origem Germânica

Leia mais

PREÂMBULO REGULAMENTO

PREÂMBULO REGULAMENTO PREÂMBULO A realiza em 2016, o XIV Concurso Literário "António Feliciano Rodrigues (Castilho)", com o superior objetivo de criar, incentivar e promover a escrita e a leitura junto da população, homenageando

Leia mais

Regulamento do Projeto Educativo do Madeira Film Festival 2014

Regulamento do Projeto Educativo do Madeira Film Festival 2014 Regulamento do Projeto Educativo do Madeira Film Festival 2014 Enquadramento e Objectivos 1. Este concurso é organizado pelo Madeira Film Festival com a colaboração da Direcção Regional de Educação da

Leia mais

Regulamento do Concurso de Arquitetura da Casa do Moinho/Centro Interpretativo da Água. Município de Soure

Regulamento do Concurso de Arquitetura da Casa do Moinho/Centro Interpretativo da Água. Município de Soure Regulamento do Concurso de Arquitetura da Casa do Moinho/Centro Interpretativo da Água Município de Soure 2015 Concurso de Arquitetura da Casa do Moinho/Centro Interpretativo da Água Município de Soure

Leia mais

REGULAMENTO DO PRÉMIO. CAPÍTULO 1 Disposições gerais Artigo 1.º

REGULAMENTO DO PRÉMIO. CAPÍTULO 1 Disposições gerais Artigo 1.º REGULAMENTO DO PRÉMIO CAPÍTULO 1 Disposições gerais Artigo 1.º 1.A Fundação Ilídio Pinho, o Ministério da Educação e Ciência e o Ministério da Economia celebraram um Protocolo com vista à instituição de

Leia mais

1º CONCURSO DE REDAÇÃO, FOTOGRAFIA E VÍDEO IFB CAMPUS RIACHO FUNDO 2015

1º CONCURSO DE REDAÇÃO, FOTOGRAFIA E VÍDEO IFB CAMPUS RIACHO FUNDO 2015 1º CONCURSO DE REDAÇÃO, FOTOGRAFIA E VÍDEO IFB CAMPUS RIACHO FUNDO 2015 REGULAMENTO 1. O 1 Concurso Estudantil REDAÇÃO, FOTOGRAFIA E VÍDEO IFB CAMPUS RIACHO FUNDO - 2015 foi instituído pela direção do

Leia mais

Regulamento do Prémio Ensaio. da Comissão Nacional de Protecção de Dados 2015. Regulamento

Regulamento do Prémio Ensaio. da Comissão Nacional de Protecção de Dados 2015. Regulamento Regulamento do Prémio Ensaio da Comissão Nacional de Protecção de Dados 2015 O Prémio Ensaio da Comissão Nacional de Protecção de Dados destina-se a galardoar autores de trabalhos académicos ou de outros

Leia mais

CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO E FUNCIONAMENTO

CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO E FUNCIONAMENTO CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO E FUNCIONAMENTO I Organização 1- A Mostra de Atividades Económicas, integrada na Feira de S. Boaventura, é organizada pelo Município de Arraiolos. II- Local e Horário de Funcionamento

Leia mais

8º CONCURSO CULTURAL DE DESENHOS CALENDÁRIO COOPEREMBRAER 2017 Tema: Cooperando para um mundo melhor. REGULAMENTO

8º CONCURSO CULTURAL DE DESENHOS CALENDÁRIO COOPEREMBRAER 2017 Tema: Cooperando para um mundo melhor. REGULAMENTO 8º CONCURSO CULTURAL DE DESENHOS CALENDÁRIO COOPEREMBRAER 2017 Tema: Cooperando para um mundo melhor. REGULAMENTO A Cooperativa de Crédito Mútuo dos Empregados da Embraer comunica a todos os seus associados,

Leia mais

5. O concurso terá duas modalidades, de acordo com a abrangência territorial. A saber:

5. O concurso terá duas modalidades, de acordo com a abrangência territorial. A saber: REGULAMENTO DO 12º CONCURSO LITERÁRIO MARIO QUINTANA SINTRAJUFE-RS 2016 1. O Sindicato dos Trabalhadores do Judiciário Federal no RS Sintrajufe-RS, promove seu 12º Concurso Literário, que visa despertar

Leia mais

Regulamento dos Cursos Técnicos Superiores Profissionais do IPA. 2014Jul29. Documento. Data. Conselho Pedagógico. Científico.

Regulamento dos Cursos Técnicos Superiores Profissionais do IPA. 2014Jul29. Documento. Data. Conselho Pedagógico. Científico. Documento Data Regulamento dos Cursos Técnicos Superiores Profissionais do IPA 2014Jul29 Conselho Pedagógico Conselho Científico Conselho Direção Técnico- de REVISÃO DO DOCUMENTO Versão Alteração Por Data

Leia mais

Art. 1º O Concurso AGIR é uma iniciativa do GOB-PR a ser realizado bienalmente, quando do seu Congresso. Tem como objetivos principais:

Art. 1º O Concurso AGIR é uma iniciativa do GOB-PR a ser realizado bienalmente, quando do seu Congresso. Tem como objetivos principais: CAPÍTULO 1 DOS OBJETIVOS Art. 1º O Concurso AGIR é uma iniciativa do GOB-PR a ser realizado bienalmente, quando do seu Congresso. Tem como objetivos principais: Divulgar ações filantrópicas, fraternas,

Leia mais

VIVA ALEMANHA/SP. CONCURSO DE DESENHO Mitos e lendas de origem germânica. Realização da Secretaria de Estado da Educação do Governo de São Paulo

VIVA ALEMANHA/SP. CONCURSO DE DESENHO Mitos e lendas de origem germânica. Realização da Secretaria de Estado da Educação do Governo de São Paulo 1 VIVA ALEMANHA/SP CONCURSO DE DESENHO Mitos e lendas de origem germânica Realização da Secretaria de Estado da Educação do Governo de São Paulo JUSTIFICATIVA O Concurso de Desenho Mitos e Lendas de Origem

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO DO ENCONTRO DOS PROFISSIONAIS DA CONSTRUÇÃO CIVIL. 1.1 Tema do concurso: padronização da fachada das escolas municipais.

REGULAMENTO DO CONCURSO DO ENCONTRO DOS PROFISSIONAIS DA CONSTRUÇÃO CIVIL. 1.1 Tema do concurso: padronização da fachada das escolas municipais. REGULAMENTO DO CONCURSO DO ENCONTRO DOS PROFISSIONAIS DA CONSTRUÇÃO CIVIL 1. Disposições gerais 1.1 Tema do concurso: padronização da fachada das escolas municipais. 1.1.1 A tarefa proposta é a elaboração

Leia mais

REGULAMENTO Concurso de ideias para Logótipo da Biblioteca Municipal de Montemor-o-Velho

REGULAMENTO Concurso de ideias para Logótipo da Biblioteca Municipal de Montemor-o-Velho REGULAMENTO Concurso de ideias para Logótipo da Biblioteca Municipal de Montemor-o-Velho ÍNDICE 1. [OBJECTO] 2. [DESTINATÁRIOS] 3. [CARACTERÍSTICAS DAS PROPOSTAS] 4. [APRESENTAÇÃO DAS PROPOSTAS] 5. [FORNECIMENTO

Leia mais

1º Concurso Viçosense de Poemas A Química em Versos. Regulamento

1º Concurso Viçosense de Poemas A Química em Versos. Regulamento 1º Concurso Viçosense de Poemas A Química em Versos Regulamento 1. PARTICIPAÇÃO 1.1. Poderão participar autores com idade igual ou superior a 14 (quatorze) anos que atenderem a uma das seguintes exigências:

Leia mais

Regulamento para a participação de trabalhos científicos e acadêmicos no 5º Congresso Internacional CBL do Livro Digital - 2014

Regulamento para a participação de trabalhos científicos e acadêmicos no 5º Congresso Internacional CBL do Livro Digital - 2014 Regulamento para a participação de trabalhos científicos e acadêmicos no 5º Congresso Internacional CBL do Livro Digital - 2014 1 DISPOSIÇÕES GERAIS 1.1 O CONGRESSO INTERNACIONAL CBL DO LIVRO DIGITAL CONGRESSO,

Leia mais

PRÉMIO JORNALISMO RADIOFÓNICO RUC / ANTENA 1 / ANTENA 3 COM O APOIO DELTA CAFÉS

PRÉMIO JORNALISMO RADIOFÓNICO RUC / ANTENA 1 / ANTENA 3 COM O APOIO DELTA CAFÉS PRÉMIO JORNALISMO RADIOFÓNICO RUC / ANTENA 1 / ANTENA 3 COM O APOIO DELTA CAFÉS RUC / ANTENA 1 / ANTENA 3 COM O APOIO DELTA CAFÉS REGULAMENTO A Rádio Universidade de Coimbra (RUC) cumpre, em 2016, o seu

Leia mais

Regulamento. CONCURSO NACIONAL DE LEITURA Edição 2012/2013 FINAL DISTRITAL- BEJA. Nota Introdutória

Regulamento. CONCURSO NACIONAL DE LEITURA Edição 2012/2013 FINAL DISTRITAL- BEJA. Nota Introdutória Regulamento CONCURSO NACIONAL DE LEITURA Edição 2012/2013 FINAL DISTRITAL- BEJA Nota Introdutória O Concurso Nacional de Leitura (CNL) tem como objectivo principal promover a leitura, de uma forma lúdica,

Leia mais

REGULAMENTO CONCURSO: MASCOTE DO MUNICIPIO DE MONTENEGRO: ESCOLHA DE MASCOTE, NOME E COR. Processo: 2013/4446 I DA ORGANIZAÇÃO E SEUS FINS

REGULAMENTO CONCURSO: MASCOTE DO MUNICIPIO DE MONTENEGRO: ESCOLHA DE MASCOTE, NOME E COR. Processo: 2013/4446 I DA ORGANIZAÇÃO E SEUS FINS REGULAMENTO CONCURSO: MASCOTE DO MUNICIPIO DE MONTENEGRO: ESCOLHA DE MASCOTE, NOME E COR. Processo: 2013/4446 I DA ORGANIZAÇÃO E SEUS FINS Art. 1º - A direção, organização e realização do Concurso MASCOTE

Leia mais

VII CONCURSO DE DESENHO TOYAMA 2014

VII CONCURSO DE DESENHO TOYAMA 2014 1 VII CONCURSO DE DESENHO TOYAMA 2014 Realização da Secretaria de Estado da Educação de São Paulo Estado de São Paulo/Brasil e Província de Toyama/Japão JUSTIFICATIVA O Festival de Arte e Cultura da Província

Leia mais

Concurso de Livro de Contos Infantis Histórias da Ajudaris: Pequenos Gestos Grandes Corações. Regulamento. Artigo 1º Apresentação

Concurso de Livro de Contos Infantis Histórias da Ajudaris: Pequenos Gestos Grandes Corações. Regulamento. Artigo 1º Apresentação Concurso de Livro de Contos Infantis Histórias da Ajudaris: Pequenos Gestos Grandes Corações Regulamento Artigo 1º Apresentação A Ajudaris, a Rede de Bibliotecas Escolares (RBE) e o Plano Nacional de Leitura

Leia mais

Regulamento para a participação de trabalhos científicos e acadêmicos no 6º Congresso Internacional CBL do Livro Digital - 2016

Regulamento para a participação de trabalhos científicos e acadêmicos no 6º Congresso Internacional CBL do Livro Digital - 2016 Regulamento para a participação de trabalhos científicos e acadêmicos no 6º Congresso Internacional CBL do Livro Digital - 2016 1 DISPOSIÇÕES GERAIS 1.1 O CONGRESSO INTERNACIONAL CBL DO LIVRO DIGITAL CONGRESSO,

Leia mais

3º - Na arquivo da capa do livro não é permitido nenhuma forma de identificação do autor da capa do livro.

3º - Na arquivo da capa do livro não é permitido nenhuma forma de identificação do autor da capa do livro. Regulamento do Concurso Design da Capa do Livro Canoas contando histórias 75 anos da cidade de Canoas O concurso para o design da capa do livro Canoas contando histórias 75 anos da cidade de Canoas tem

Leia mais

Projeto Moda Barcelos 2016

Projeto Moda Barcelos 2016 Projeto Moda Barcelos 2016 Regulamento 1 - PREÂMBULO Moda Barcelos é um projeto de arte e de formação que visa descobrir novos talentos, valorizar e promover a indústria têxtil e a área da moda em Barcelos.

Leia mais

CONCURSO DE REDAÇÃO. Tema: O QUE O PETRÓLEO DO PRÉ-SAL TEM A VER COMIGO? REALIZAÇÃO. Associação dos Engenheiros da Petrobrás

CONCURSO DE REDAÇÃO. Tema: O QUE O PETRÓLEO DO PRÉ-SAL TEM A VER COMIGO? REALIZAÇÃO. Associação dos Engenheiros da Petrobrás CONCURSO DE REDAÇÃO Tema: O QUE O PETRÓLEO DO PRÉ-SAL TEM A VER COMIGO? REALIZAÇÃO Associação dos Engenheiros da Petrobrás Secretaria de estado da Educação FEVEREIRO DE 2012 1 APRESENTAÇÃO Ciente da importância

Leia mais

1MISC1105013 REGULAMENTO

1MISC1105013 REGULAMENTO REGULAMENTO 1MISC1105013 ART.º 1.º Do objectivo Geral dos Prémios Pfizer de Investigação Com o objectivo de contribuir para a dinamização da investigação em Ciências da Saúde em Portugal, a Sociedade das

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO DE DESENHO E REDACÇÃO DO MINISTÉRIO DA ASSISTÊNCIA E REINSERÇÃO SOCIAL. Capítulo I Disposições Gerais. Artigo 1.

REGULAMENTO DO CONCURSO DE DESENHO E REDACÇÃO DO MINISTÉRIO DA ASSISTÊNCIA E REINSERÇÃO SOCIAL. Capítulo I Disposições Gerais. Artigo 1. REGULAMENTO DO CONCURSO DE DESENHO E REDACÇÃO DO MINISTÉRIO DA ASSISTÊNCIA E REINSERÇÃO SOCIAL Capítulo I Disposições Gerais Artigo 1.º (Objecto) O presente Regulamento tem por objecto o estabelecimento

Leia mais

Direção de Pesquisa e Extensão do Câmpus Santana REGULAMENTO DO I CONCURSO INTERNO DE VÍDEO CELULAR DO INSTITUTO FEDERAL DO AMAPÁ - IFAP

Direção de Pesquisa e Extensão do Câmpus Santana REGULAMENTO DO I CONCURSO INTERNO DE VÍDEO CELULAR DO INSTITUTO FEDERAL DO AMAPÁ - IFAP REGULAMENTO DO I CONCURSO INTERNO DE VÍDEO CELULAR DO INSTITUTO FEDERAL DO AMAPÁ - IFAP 1. DO OBJETO 1.1 A do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Amapá, com o objetivo de incentivar a

Leia mais

27º FEPOC Festival de Poemas de Cerquilho 2014

27º FEPOC Festival de Poemas de Cerquilho 2014 27º FEPOC Festival de Poemas de Cerquilho 2014 REGULAMENTO 1. CRONOGRAMA DO EVENTO INSCRIÇÕES ATÉ... 30/09 SELEÇÃO DOS POEMAS... 24/10 CERIMÔNIA DE PREMIAÇÃO.. 22/11 às 20h 2. - OBJETIVO O 27º Festival

Leia mais

Concurso para a Criação do Hino dos Jogos Desportivos da CPLP

Concurso para a Criação do Hino dos Jogos Desportivos da CPLP Concurso para a Criação do Hino dos Jogos Desportivos da CPLP Considerando que os Ministros Responsáveis pela Juventude e pelo Desporto da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, reunidos em Salvador,

Leia mais

Edital do Concurso de Redação A minha Vida na Escola: aproveito o tempo, o espaço e reflito sobre as diferenças e o outro?

Edital do Concurso de Redação A minha Vida na Escola: aproveito o tempo, o espaço e reflito sobre as diferenças e o outro? Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo Secretaria de Cidadania e Direitos Humanos Secretaria Municipal de Educação Gerência de Políticas de Promoção e Defesa de Direitos Humanos Edital

Leia mais

EDITAL INTERNO 001/2014 CONCURSO DA LOGOMARCA COMEMORATIVA DOS 10 ANOS DA FUNDAÇÃO CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTADUAL DA ZONA OESTE (UEZO)

EDITAL INTERNO 001/2014 CONCURSO DA LOGOMARCA COMEMORATIVA DOS 10 ANOS DA FUNDAÇÃO CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTADUAL DA ZONA OESTE (UEZO) EDITAL INTERNO 001/2014 CONCURSO DA LOGOMARCA COMEMORATIVA DOS 10 ANOS DA FUNDAÇÃO CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTADUAL DA ZONA OESTE (UEZO) A (UEZO), através da Reitoria, promove o concurso dirigido à comunidade

Leia mais

NORMAS REGULAMENTARES

NORMAS REGULAMENTARES ENQUADRAMENTO À Escola é hoje exigida uma organização curricular centrada em territórios educativos, que assenta num equilíbrio entre a identidade dos projetos e a valorização dos diversos intervenientes

Leia mais

Regulamento Mostra ACESC de Artes Plásticas e Fotografia 2.016

Regulamento Mostra ACESC de Artes Plásticas e Fotografia 2.016 Regulamento Mostra ACESC de Artes Plásticas e Fotografia 2.016 Página 1 Capítulo I DA INSCRIÇÃO Art. 1º. As inscrições dos clubes na ACESC deverão ser feitas entre os dias 1º (primeiro) de abril e 31 (trinta

Leia mais

EDITAL BATALHA DE BANDAS 6º CANGAÇO ROCK FEST SERRA TALHADA-PE

EDITAL BATALHA DE BANDAS 6º CANGAÇO ROCK FEST SERRA TALHADA-PE 1. Objetivo EDITAL BATALHA DE BANDAS 6º CANGAÇO ROCK FEST SERRA TALHADA-PE 2016 1.1 Este edital estabelece as regras de participação na batalha de bandas 6º Cangaço Rock Fest. 1.2 A batalha de bandas tem

Leia mais

REGULAMENTO CONCURSO PALCO PUCRS 2014

REGULAMENTO CONCURSO PALCO PUCRS 2014 REGULAMENTO CONCURSO PALCO PUCRS 2014 DO OBJETIVO E DA FINALIDADE Art. 1º - O Concurso Palco PUCRS tem a finalidade de incentivar a cultura musical junto à comunidades da Pontifícia Universidade Católica

Leia mais

MOSTRA DE PROJETOS 2015. Iniciativas Sociais que contribuem para o desenvolvimento local REGULAMENTO

MOSTRA DE PROJETOS 2015. Iniciativas Sociais que contribuem para o desenvolvimento local REGULAMENTO MOSTRA DE PROJETOS 2015 Iniciativas Sociais que contribuem para o desenvolvimento local REGULAMENTO O Sesi Paraná, por meio do programa Sesi Indústria e Sociedade e do Movimento Nós Podemos Paraná, visando

Leia mais

Regulamento Novabase GameShifters

Regulamento Novabase GameShifters Regulamento Novabase GameShifters 1. Introdução e Objetivo 1.1 - O Novabase GameShifters é uma iniciativa da Novabase, tendo em vista a conceção, desenvolvimento e promoção de ideias inovadoras, prototipadas

Leia mais

santa maria da feira espaço público, espaço de liberdade regulamento

santa maria da feira espaço público, espaço de liberdade regulamento regulamento teatro dança música circo performance 2 5 regulamento 1. Âmbito O Mais Imaginarius visa incentivar os artistas a encontrar representações contemporâneas que sejam capazes de confrontar e integrar

Leia mais

EDITAL. 11. No caso de algum candidato admitido desistir expressamente da matrícula e inscrição ou

EDITAL. 11. No caso de algum candidato admitido desistir expressamente da matrícula e inscrição ou EDITAL 1. Faz-se público que está aberto concurso para admissão ao Curso de Mestrado em Supervisão Pedagógica, a iniciar no 1º semestre do ano letivo de 2016/2017 na Escola Superior de Educação do Instituto

Leia mais

AÇÃO SOCIAL. Concurso Logótipo SEMPRE PERTO!

AÇÃO SOCIAL. Concurso Logótipo SEMPRE PERTO! AÇÃO SOCIAL REGULAMENTO Preâmbulo A Ação Social do P.Porto pretende ser uma organização inovadora, com o foco nos interesses dos estudantes, potenciando a unidade de objetivos das políticas de ação social

Leia mais

Prêmio Planeta Casa 2012 Regulamento categoria empreendimento imobiliário

Prêmio Planeta Casa 2012 Regulamento categoria empreendimento imobiliário Prêmio Planeta Casa 2012 Regulamento categoria empreendimento imobiliário O Prêmio Planeta Casa 2012 busca valorizar empresas, organizações da sociedade civil e profissionais das áreas de arquitetura,

Leia mais

O valor dos prémios a atribuir aos três primeiros classificados em cada escalão será o seguinte:

O valor dos prémios a atribuir aos três primeiros classificados em cada escalão será o seguinte: Assunto: 4.ª edição das Olimpíadas da Língua Portuguesa - Convite Exmo./a Senhor/a Diretor/a Presidente de CAP Lisboa, 29 de dezembro de 2015 Solicitamos as V/ melhores diligências no sentido da divulgação

Leia mais

Inscrições prorrogadas para 24/10/2014.

Inscrições prorrogadas para 24/10/2014. Inscrições prorrogadas para 24/10/2014. PRÊMIO PROFESSOR NELSON BARROS O presidente da Sociedade Baiana de Pediatria (SOBAPE), no uso de suas atribuições conferidas pelo seu estatuto, institui o PRÊMIO

Leia mais

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE DEFICIENTES PRÉMIO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DIGNITAS REGULAMENTO

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE DEFICIENTES PRÉMIO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DIGNITAS REGULAMENTO ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE DEFICIENTES PRÉMIO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DIGNITAS REGULAMENTO 1. Objectivos A Associação Portuguesa de Deficientes (APD), com o patrocínio da MSD (Merck, Sharp and Dohme), institui

Leia mais

MUNICÍPIOS DA REGIÃO DE SETÚBAL, ASSOCIAÇÕES e ESCOLAS JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2016 FUTSAL FEMININO REGULAMENTO

MUNICÍPIOS DA REGIÃO DE SETÚBAL, ASSOCIAÇÕES e ESCOLAS JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2016 FUTSAL FEMININO REGULAMENTO JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2016 FUTSAL FEMININO REGULAMENTO 1. Organização A organização da competição de Futsal Feminino nos Jogos do Futuro da Região de Setúbal 2016 é da responsabilidade da.

Leia mais

PROCEDIMENTO PARA A QUALIFICAÇÃO DE VERIFICADOR DE PÓS-AVALIAÇÃO. Versão 1.0 Dezembro 2015

PROCEDIMENTO PARA A QUALIFICAÇÃO DE VERIFICADOR DE PÓS-AVALIAÇÃO. Versão 1.0 Dezembro 2015 PROCEDIMENTO PARA A QUALIFICAÇÃO DE VERIFICADOR DE PÓS-AVALIAÇÃO Versão 1.0 Dezembro 2015 Índice 1. Objetivo... 2 2. Campo de aplicação... 2 3. Documentos de referência... 2 4. Qualificação de verificadores

Leia mais

REGULAMENTO DA EXPOMORTÁGUA FLORESTA, ENERGIA, AMBIENTE & TURISMO. A floresta desempenha um papel de relevo na economia e sustentabilidade da vida do

REGULAMENTO DA EXPOMORTÁGUA FLORESTA, ENERGIA, AMBIENTE & TURISMO. A floresta desempenha um papel de relevo na economia e sustentabilidade da vida do REGULAMENTO DA EXPOMORTÁGUA FLORESTA, ENERGIA, AMBIENTE & TURISMO NOTA JUSTIFICATIVA A floresta desempenha um papel de relevo na economia e sustentabilidade da vida do Concelho. Por forma a potenciar,

Leia mais

Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba

Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba Salão de artes Plásticas Infanto Juvenil BRINCANDO COM ARTE 2012 Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba Espaço Cultura Codevasf Art. 1º - O Espaço Cultura Codevasf fará realizar,

Leia mais

XVI SALÃO DE ARTES PLÁSTICAS DE CERQUILHO 2015

XVI SALÃO DE ARTES PLÁSTICAS DE CERQUILHO 2015 XVI SALÃO DE ARTES PLÁSTICAS DE CERQUILHO 2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE CERQUILHO TEATRO MUNICIPAL DE CERQUILHO COORDENAÇÃO DE CULTURA CRONOGRAMA DO EVENTO: 19/02 a 29/03 às 23H59 --- INSCRIÇÕES. 31/03

Leia mais

CONCURSO ESCOLAR A MINHA ESCOLA ADOPTA: UM MUSEU, UM PALÁCIO, UM MONUMENTO ANO LECTIVO 2010/2011 REGULAMENTO 1. APRESENTAÇÃO

CONCURSO ESCOLAR A MINHA ESCOLA ADOPTA: UM MUSEU, UM PALÁCIO, UM MONUMENTO ANO LECTIVO 2010/2011 REGULAMENTO 1. APRESENTAÇÃO CONCURSO ESCOLAR A MINHA ESCOLA ADOPTA: UM MUSEU, UM PALÁCIO, UM MONUMENTO ANO LECTIVO 2010/2011 REGULAMENTO 1. APRESENTAÇÃO O concurso escolar A minha escola adopta um museu, um palácio, um monumento...

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO APOIO A IDOSOS

REGULAMENTO DO CONCURSO APOIO A IDOSOS REGULAMENTO DO CONCURSO APOIO A IDOSOS Artigo 1º Objecto O presente Regulamento estabelece as normas de acesso ao concurso Apoio a Idosos. Artigo 2º Beneficiários Podem candidatar-se a este concurso instituições

Leia mais

MUNICÍPIOS DA REGIÃO DE SETÚBAL, ASSOCIAÇÕES e ESCOLAS JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2016 REGULAMENTO

MUNICÍPIOS DA REGIÃO DE SETÚBAL, ASSOCIAÇÕES e ESCOLAS JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2016 REGULAMENTO JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2016 FUTEBOL DE 11 E DE 7 REGULAMENTO 1. Organização A organização das competições de Futebol de 11 e de 7 nos Jogos do Futuro da Região de Setúbal 2016 são da responsabilidade

Leia mais

Município de Vila Pouca de Aguiar

Município de Vila Pouca de Aguiar Município de Vila Pouca de Aguiar António Alberto Pires Aguiar Machado, Presidente da Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar, torna público, nos termos do disposto na alínea g) do nº 1 do artigo 25º

Leia mais

CAMPUS FORTALEZA. REGULAMENTO V SQMA - CAMPUS FORTALEZA. Semana de Química e Meio Ambiente - CAMPUS FORTALEZA

CAMPUS FORTALEZA. REGULAMENTO V SQMA - CAMPUS FORTALEZA. Semana de Química e Meio Ambiente - CAMPUS FORTALEZA CAMPUS FORTALEZA. REGULAMENTO V SQMA - CAMPUS FORTALEZA Semana de Química e Meio Ambiente - CAMPUS FORTALEZA Fortaleza 2016 2 1. APRESENTAÇÃO Como tema Por um IFCE Sustentável, o IFCE - Campus Fortaleza

Leia mais

Regulamento. Esta iniciativa tem por base promover a divulgação do que melhor se faz ao nível de produção musical a nível Nacional.

Regulamento. Esta iniciativa tem por base promover a divulgação do que melhor se faz ao nível de produção musical a nível Nacional. 1 Âmbito Regulamento Esta iniciativa tem por base promover a divulgação do que melhor se faz ao nível de produção musical a nível Nacional. 2 Destinatários Podem concorrer todos os projectos que ainda

Leia mais

CAPÍTULO I. Provas de Acesso. Artigo 1º (Objeto e âmbito)

CAPÍTULO I. Provas de Acesso. Artigo 1º (Objeto e âmbito) CAPÍTULO I Provas de Acesso Artigo 1º (Objeto e âmbito) 1. O presente Regulamento estabelece as normas para a realização das provas especialmente adequadas à avaliação da capacidade para a frequência dos

Leia mais

EDITAL EXPOLAB 2014 Exposição Fotográfica Arquivo Corpo

EDITAL EXPOLAB 2014 Exposição Fotográfica Arquivo Corpo EDITAL EXPOLAB 2014 Exposição Fotográfica Arquivo Corpo A Coordenação do Laboratório de Expografia do Curso de Museologia da Universidade Federal de Pernambuco (Expolab) torna público que se encontram

Leia mais

REGULAMENTO CONCURSO DE FOTOGRAFIA Somos o Meio Ambiente IX Semana Ambiental 2016 IFRO Campus Colorado do Este

REGULAMENTO CONCURSO DE FOTOGRAFIA Somos o Meio Ambiente IX Semana Ambiental 2016 IFRO Campus Colorado do Este REGULAMENTO CONCURSO DE FOTOGRAFIA Somos o Meio Ambiente IX Semana Ambiental 2016 IFRO Campus Colorado do Este 1. PÚBLICO ALVO Oeste. Alunos matriculados nos cursos do Instituto Federal de Rondônia - Campus

Leia mais

M U N I C Í P I O D E L O U R E S. Feira de Rua Festa do Concelho 2016 Quadro Normativo. Artigo 1.º (Organização)

M U N I C Í P I O D E L O U R E S. Feira de Rua Festa do Concelho 2016 Quadro Normativo. Artigo 1.º (Organização) Feira de Rua Festa do Concelho 2016 Quadro Normativo Artigo 1.º (Organização) A Feira de Rua é um evento anual organizado pelo Município de Loures, nomeadamente pela Unidade do Turismo e pelo Gabinete

Leia mais

PROGRAMA DE INTERCÂMBIO ACADÊMICO UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA EDITAL DRE n 071/16

PROGRAMA DE INTERCÂMBIO ACADÊMICO UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA EDITAL DRE n 071/16 PROGRAMA DE INTERCÂMBIO ACADÊMICO UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA EDITAL DRE n 071/16 A PONTIFICIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE CAMPINAS, por intermédio do Departamento de Relações Externas, torna pública

Leia mais

AVISO N.º LISBOA 29 2016-06. Qualificação de pessoas com deficiência e incapacidade

AVISO N.º LISBOA 29 2016-06. Qualificação de pessoas com deficiência e incapacidade PROLONGAMENTO DO PRAZO PARA A APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º LISBOA 29 2016-06 Qualificação de pessoas com deficiência e incapacidade O concurso para apresentação de candidaturas para os Apoios

Leia mais

Artigo 1º. (Objeto) Incentivar a participação conjunta e organizada de toda a comunidade escolar na construção de uma escola verde;

Artigo 1º. (Objeto) Incentivar a participação conjunta e organizada de toda a comunidade escolar na construção de uma escola verde; ANEXO VI REGULAMENTO DO CONCURSO ESCOLAS VERDES - 2013 DISPOSIÇÕES GERAIS O Concurso Escolas Verdes destina-se a reconhecer e distinguir a participação das Escolas em projetos de índole ambiental promovidos

Leia mais

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DOS JÚRIS DOS CONCURSOS DE CONCESSÃO DE APOIO FINANCEIRO PROMOVIDOS PELO ICA. Artigo 1.º. Âmbito de Aplicação

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DOS JÚRIS DOS CONCURSOS DE CONCESSÃO DE APOIO FINANCEIRO PROMOVIDOS PELO ICA. Artigo 1.º. Âmbito de Aplicação REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DOS JÚRIS DOS CONCURSOS DE CONCESSÃO DE APOIO FINANCEIRO PROMOVIDOS PELO ICA Artigo 1.º Âmbito de Aplicação O presente Regulamento estabelece as regras de funcionamento dos

Leia mais

REGULAMENTO DA FEIRA DE ARTESANATO E ARTE POPULAR DE SANTO ANTÓNIO - FUNCHAL.

REGULAMENTO DA FEIRA DE ARTESANATO E ARTE POPULAR DE SANTO ANTÓNIO - FUNCHAL. REGULAMENTO DA FEIRA DE ARTESANATO E ARTE POPULAR DE SANTO ANTÓNIO - FUNCHAL. O artesanato é a expressão mais representativa da cultura popular. Com o intuito de divulgar a cultura e arte Popular Madeirense,

Leia mais

EXTRATO DO EDITAL N 57/2015 PRÊMIO MELHOR TCC 2014

EXTRATO DO EDITAL N 57/2015 PRÊMIO MELHOR TCC 2014 EXTRATO DO EDITAL N 57/2015 UEPA A Universidade do Estado do Pará, por meio da Pró-Reitoria de Graduação, torna público no âmbito desta Instituição o processo de seleção de Trabalhos de Conclusão de Curso

Leia mais

16º Concurso Nacional de Poesias CNEC Unidade de Capivari/SP

16º Concurso Nacional de Poesias CNEC Unidade de Capivari/SP 16º Concurso Nacional de Poesias CNEC Unidade de Capivari/SP R E G U L A M E N T O 1. O 16º Concurso Nacional de Poesias é uma realização da CNEC Unidade de Capivari/SP, instituição mantida pela Campanha

Leia mais

CONCURSO LITERÁRIO TEMA: Desenvolvidos nos espelhos da sala onde um de nós é sozinho a cantar Modo Literário: Texto narrativo (em prosa)

CONCURSO LITERÁRIO TEMA: Desenvolvidos nos espelhos da sala onde um de nós é sozinho a cantar Modo Literário: Texto narrativo (em prosa) CONCURSO LITERÁRIO TEMA: Desenvolvidos nos espelhos da sala onde um de nós é sozinho a cantar Modo Literário: Texto narrativo (em prosa) REGULAMENTO DISPOSIÇÕES GERAIS Objetivos a. Criar e/ou consolidar

Leia mais

EDITAL DO EMPREENDA ADMINISTRAÇÃO ULBRA TORRES

EDITAL DO EMPREENDA ADMINISTRAÇÃO ULBRA TORRES EDITAL DO EMPREENDA ADMINISTRAÇÃO ULBRA TORRES 1. ABERTURA A Coordenação de pesquisa da Ulbra Torres, juntamente com a Coordenação do Curso de Administração comunica a abertura do edital do Empreenda Administração

Leia mais

1º G. P. ATLETISMO BRAGA PRISCOS

1º G. P. ATLETISMO BRAGA PRISCOS 1º G. P. ATLETISMO BRAGA PRISCOS 1. ORGANIZAÇÃO, DATA E OBJETIVOS Numa organização da Junta de Freguesia de Priscos, com o apoio da Câmara Municipal de Braga e da Associação de Atletismo de Braga vai realizar-se

Leia mais

FEIRA DE CIÊNCIAS JÚNIOR DA PUCPR CONCURSO REGULAMENTO

FEIRA DE CIÊNCIAS JÚNIOR DA PUCPR CONCURSO REGULAMENTO EDITAL 03/2016 Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Ref.: FEIRA DE CIÊNCIA JÚNIOR DA PUCPR REGULAMENTO FEIRA DE CIÊNCIAS JÚNIOR DA PUCPR CONCURSO REGULAMENTO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Artigo 1º. Este

Leia mais

Edital 02/2016. CONCURSO DE FOTOGRAFIA Entardecer Real REGULAMENTO CAPÍTULO I DO CONCURSO E SEUS OBJETIVOS

Edital 02/2016. CONCURSO DE FOTOGRAFIA Entardecer Real REGULAMENTO CAPÍTULO I DO CONCURSO E SEUS OBJETIVOS Edital 02/2016 CONCURSO DE FOTOGRAFIA Entardecer Real O Diretor da Faculdade Campo Real, no uso de suas atribuições legais, torna público o seguinte: REGULAMENTO CAPÍTULO I DO CONCURSO E SEUS OBJETIVOS

Leia mais

Concurso Natal Ecológico. Regulamento

Concurso Natal Ecológico. Regulamento Concurso Natal Ecológico Regulamento Dos Objetivos 1.1 O Concurso Natal Ecológico, realizado pelo Serviço Colatinense de Meio Ambiente e Saneamento Ambiental SANEAR, tem por objetivos: a) Sensibilizar

Leia mais

As equipes poderão ser formadas por alunos Ensino Fundamental II e do Ensino Médio e Técnico.

As equipes poderão ser formadas por alunos Ensino Fundamental II e do Ensino Médio e Técnico. Ceará Faz Ciência 2015 Tema: Luz Ciência e Vida Regulamento 1. Inscrições Os projetos deverão ser submetidos pela Coordenação Pedagógica da Escola e/ou professor responsável. O período para submissão dos

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Fundação Universidade Federal do ABC Pró-Reitoria de Pesquisa Rua Catequese, 242 Bairro Jardim Santo André - SP CEP 09090-400 Fone: (11) 4437.8560 propes@ufabc.edu.br EDITAL Nº 001/2015

Leia mais

Prémio de Mérito Escolar

Prémio de Mérito Escolar Prémio de Mérito Escolar Regulamento Prémio de Mérito Escolar Regulamento Preâmbulo A educação foi e continuará a ser um dos suportes do desenvolvimento das sociedades. É desejável, por isso, que se criem

Leia mais

Iº CONCURSO INTERNACIONAL DE COMPOSIÇÃO GMCL/JORGE PEIXINHO

Iº CONCURSO INTERNACIONAL DE COMPOSIÇÃO GMCL/JORGE PEIXINHO Iº CONCURSO INTERNACIONAL DE COMPOSIÇÃO GMCL/JORGE PEIXINHO REGULAMENTO 1. ORGANIZAÇÃO O I Concurso Internacional de Composição GMCL/Jorge Peixinho é organizado pelo Grupo de Música Contemporânea de Lisboa

Leia mais

Estudante de qualquer curso de nível universitário, sediado no Estado da Bahia, incluindo cursos de mestrado e doutorado.

Estudante de qualquer curso de nível universitário, sediado no Estado da Bahia, incluindo cursos de mestrado e doutorado. A NACE NÚCLEO DE AÇÕES CULTURAIS ESTRATÉGICAS, EMPRESA SEDIADA NA CIDADE DO SALVADOR, ESTADO DA BAHIA, FAZ PUBLICAR O PRESENTE EDITAL QUE REGULAMENTA A ESCOLHA DO DESIGN TROFEU MUSA 2016, A SER CONCEBIDO

Leia mais

REGULAMENTO ESPECIFICO PROVA DE APTIDÃO PROFISSIONAL (PAP)

REGULAMENTO ESPECIFICO PROVA DE APTIDÃO PROFISSIONAL (PAP) REGULAMENTO ESPECIFICO PROVA DE APTIDÃO PROFISSIONAL (PAP) Lisboa outubro 2013 REGULAMENTO ESPECIFICO DA PROVA DE APTIDÃO PROFISSIONAL (PAP) Faz parte integrante dos Cursos Profissionais a realização de

Leia mais

PRESIDÊNCIA DO GOVERNO REGIONAL Resolução do Conselho do Governo n.º 142/2011 de 11 de Novembro de 2011

PRESIDÊNCIA DO GOVERNO REGIONAL Resolução do Conselho do Governo n.º 142/2011 de 11 de Novembro de 2011 PRESIDÊNCIA DO GOVERNO REGIONAL Resolução do Conselho do Governo n.º 142/2011 de 11 de Novembro de 2011 A promoção da acessibilidade constitui um direito consagrado constitucionalmente, uma vez que é condição

Leia mais

XIX SEMANA DE MONITORIA EDITAL

XIX SEMANA DE MONITORIA EDITAL UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO XIX SEMANA DE MONITORIA EDITAL A Universidade Federal Fluminense, de acordo com a Decisão do CEP nº 777/2006, de 13 de dezembro de 2006, realizará

Leia mais

INTRODUÇÃO. Em todas as situações omissas, a FGP é soberana.

INTRODUÇÃO. Em todas as situações omissas, a FGP é soberana. Regulamento de Competições de Ginástica Rítmica 2008 INTRODUÇÃO O presente documento vem substituir o anterior documento de 1999/2004 e regulamenta os princípios orientadores de participação de todos os

Leia mais

XI Concurso Jovens Escritores Regulamento /2016

XI Concurso Jovens Escritores Regulamento /2016 XI Concurso Jovens Escritores Regulamento /2016 O XI Concurso Jovens Escritores faz parte das atividades do XIV SALIPI, realizado em parceria pela Fundação Quixote e pelo Jornal O Dia que oportuniza a

Leia mais

Prefeitura Municipal de Cacoal Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito

Prefeitura Municipal de Cacoal Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito LANÇADO O 3 CONCURSO DE STOP MOTION E VÍDEOS SOBRE TRÂNSITO! TEMA: EU, DEFICIENTE E/OU IDOSO, POSSO UTILIZAR AS VAGAS ESPECIAIS COM O CARTÃO. VOCÊ, RESPEITA? A Prefeitura Municipal de Cacoal-RO por meio

Leia mais

PROJETO Melhores Turmas da Escola

PROJETO Melhores Turmas da Escola 1 Projecto Educativo PROJETO Melhores Turmas da Escola 2011/2012 Índice A. Enquadramento do Projeto (MTE)... 2 B. Objetivo Estratégico e Objetivos Operacionais... 3 C. Definição de Métricas e Indicadores

Leia mais