DansGuardian Aplicação e Funcionalidades

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DansGuardian Aplicação e Funcionalidades"

Transcrição

1 DansGuardian Aplicação e Funcionalidades Leonardo Rosa da Cruz Faculdade de Tecnologia Senac Pelotas Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores Rua Gonçalves Chaves, 602 Centro CEP: Pelotas RS - Brasil. Resumo. O presente artigo tem como objetivo a implantação de software livre para diminuir os gastos com programas proprietários dentro de uma empresa. O foco do artigo é mostrar a aplicação e as funcionalidades da ferramenta DansGuardian que serve para filtrar o conteúdo acessado na internet, visando uma melhor utilização da internet dentro de uma empresa. Abstract. This paper aims at the implementation of free software to decrease spending on proprietary programs within a company. The focus of this paper is to show the application and the functionalities DansGuardian which serves to filter the content accessed on the Internet, seeking a better use of the Internet within a company. 1. Introdução Nos dias de hoje, sabemos que a internet é uma ferramenta quase que indispensável dentro de uma empresa. Porém deve ser utilizada de forma adequada e com o foco somente em assuntos que se diz respeito à empresa. Por mais que haja dialogo entre os diretores e funcionários para que o uso da internet seja feita da melhor forma, se a internet estiver totalmente disponível aos usuários, isso quer dizer, sem nenhuma restrição, ela vai sempre ser usada de forma indevida. Para isso existem ferramentas que fazem esse tipo de controle. Controlam o conteúdo, que é acessado em cada página que o usuário requisitar. Com esse tipo de ferramenta os administradores da rede conseguem fazer com que assuntos que não forem de interesse da empresa, sejam negados. É pensando nesse tipo de situação que apresento neste artigo uma ferramenta que vai reduzir os abusos na rede de uma empresa. 2. DansGuardian Segundo Augusto (2011), o DansGuardian, é uma opção de filtro de conteúdo desenvolvido para trabalhar em conjunto com o Squid, uma ferramenta originalmente concebida para ser um filtro de conteúdo. Por ser específico na sua função, este software é bem mais elaborado, nos permitindo filtrar de maneiras eficazes o conteúdo que é acessado pelos usuários. De acordo com Morimoto (2008), o Squid é um servidor proxy que permite compartilhar a conexão entre vários micros, servindo como um intermediário entre eles

2 e a internet. Usar um proxy é diferente de simplesmente compartilhar a conexão diretamente, via NAT. Ao compartilhar via NAT, os micros da rede acessam a internet diretamente, sem restrições. O servidor apenas repassa as requisições recebidas, como um garoto de recados. O proxy é como um burocrata que não se limita a repassar as requisições: ele analisa todo o tráfego de dados, separando o que pode ou não pode passar e guardando informações para uso posterior. A grande diferença entre o DansGuardian e o Squid é que o Squid se limita a bloquear páginas contidas nas listas, enquanto o DansGuardian utiliza um filtro adaptativo, que avalia o conteúdo da página e decide se ela é uma página imprópria com base no conteúdo, utilizando um conjunto de regras adaptativas. O DansGuardian inclui um conjunto de regras prontas, que contém palavras, frases e tipos de arquivos frequentemente usados em páginas impróprias, além de uma lista de páginas conhecidas e trabalha cruzando todas essas informações. 3. Benefícios A ferramenta DansGuardian implementada em uma empresa, traz de benefício a ela, um controle rigoroso do que pode ou não pode ser acessado na internet. Assim, direciona o funcionário da empresa a utilizá-la apenas para assuntos relacionados à própria organização. 4. Vantagens Uma das vantagens de se usar o DansGuardian é que ele trabalha com grupos de blacklists. Os filtros padrões já eliminam milhares de acessos conhecidos além de serem bastante flexíveis e configuráveis de acordo com a sua necessidade. Dessa forma um administrador de uma rede de computadores não necessita ficar analisando logs de acesso dos usuários com muita frequência à procura de requisições indevidas. É uma ferramenta muito simples de ser implementada e de grande utilidade. 5. Desvantagens Uma desvantagem na utilização do DansGuardian, é que como ele analisa listas de Domínios, Urls, e palavras-chaves, e cruza essas informações todas, em algum momento por exemplo, um site de bom conteúdo pode ser bloqueado por ele. Devido possuir em suas blacklists milhares de informações à serem restringidas. 6. Características Como toda ferramenta possui suas principais características de utilização, o DansGuardian também possui algumas que devem ser respeitadas para um bom funcionamento da ferramenta. O DansGuardian é uma ferramenta para usuários com algum conhecimento em Redes e Linux. Abaixo é listado algumas características importantes: Licença de Uso: GPL2, Open Source e Livre. Requisitos mínimos de hardware:

3 150MHz de processamento 32Mb de memória RAM a cada 50 usuários mais150mhz e 64Mb de RAM Esses requisitos de memória RAM são mais para o webproxy do que para o DansGuardian. Sistema Operacional Linux FreeBSD OpenBSD NetBSD Mac OS X Solaris 7. Processo de Instalação Primeiramente, antes de você instalar o DansGuardian, você deve ter o Squid instalado, configurado e ativo. Ele trabalha em conjunto com o Squid implementando suas políticas de acesso, mas deixando que o próprio Squid faça o acesso à web, cache e autenticação. Não necessita de uma configuração de muito alto nível, somente uma configuração mínima para funcionamento. Dependendo da sua distribuição, os comandos para instalação do Squid mudam um pouco, porém neste artigo a instalação foi feita na distribuição DebianSqueeze6, com o comando: [ apt-get install squid ] Depois do processo concluído, será necessário configurar o Squid com uma configuração mínima, como havia falado anteriormente. Para isso você deve acessar o arquivo de configuração do Squid que se encontra em /etc/squid/ e se chama squid.conf. Por padrão no processo de instalação do Squid, o arquivo squid.conf já é criado, e é um arquivo bastante extenso, pois o conteúdo deste arquivo, contém tudo o que se pode configurar no Squid. Mas como apenas precisamos de uma configuração mínima para funcionamento, devemos criar um arquivo novo. Se quiser você pode renomear o arquivo original de configuração para squid.conf.old, assim você pode utilizá-lo para futuras consultas. Com o arquivo novo já criado, você deve configurá-lo com o mínimo necessário para funcionamento do squid. Não necessita ter regras específicas, somente a porta onde o squid irá escutar que por padrão é a 3128, nome do servidor, algumas acl s com as portas conhecidas, identificação do servidor, localhost, e identificação da rede onde será aplicado o proxy. Na figura 1 está o arquivo de configuração do squid.

4 Figura 1 - squid.conf O DansGuardian é um pacote de uso muito comum, por isso, a maioria das distribuições o inclui nos CDs de instalação. No Debian, por exemplo, para instalar o DansGuardian o comando a ser utilizado segue abaixo. [ apt-get install dansguardian ] Há basicamente dois arquivos que devem ser configurados para fazer o Dansguardian funcionar corretamente: dansguardian.conf dansguardianfx.conf Onde X equivale a um número, na instalação já vem com o dansguardianf1.conf mas você pode colocar qualquer nome. No primeiro, você irá configurar o funcionamento geral do DansGuardian como por exemplo, em qual língua será a página que o usuário receberá ao ser negado o acesso, como o log será formado (Estilo DansGuardian, Squid ou CSV), onde será salvo o log, a porta que o DansGuardian irá escutar, a porta em que o proxy irá escutar, definição de filtro por grupo, configurações diversas com relação ao DansGuardian. O segundo arquivo define as regras para bloqueio e acesso de grupo. Por padrão, vem apenas um arquivo chamado dansguardianf1.conf e nele você irá associar o arquivo com a lista de sites ou palavras com a funcionalidade correta do DansGuardian. Por padrão, isso já vem pronto, montado e estruturado. Basta, apenas, melhorar essas listas. Neste mesmo arquivo você irá definir a média do bloqueio (naughtynesslimit). O principal arquivo de configuração do DansGuardian é o dansguardian.conf conforme Figura 2, que fica localizado em /etc/dansguardian/.

5 Figura 2 - dansguardian.conf Ao configurá-lo pela primeira vez, é importante verificar algumas opções: # UNCONFIGURED Esta linha deve ficar comentada, indicando que o arquivo já foi configurado. language = portuguese Esta opção configura a língua em que as mensagens de acesso bloqueado serão mostradas aos usuários. loglocation = /var/log/dansguardian/access.log Aqui vai a localização do arquivo de log do DansGuardian, onde ficam armazenados os endereços das páginas cujo o acesso foi bloqueado. Serve tanto para verificar a eficiência do filtro, quanto para identificar falsos-positivos, ou seja, páginas legítimas que estão sendo bloqueadas por engano. Essas exceções podem ser especificadas individualmente no arquivo /etc/dansguardian/exceptionsitelist, que funciona como uma Whitelist, contendo uma lista de páginas que sempre são permitidas, mesmo que sejam encontradas palavras proibidas dentro do texto. filterport = 8080 Esta é a porta onde o DansGuardian fica ativo. Ele sempre deve utilizar uma porta diferente do Squid, pois são duas coisa separadas. O padrão do DansGuardian é a porta proxyip = O endereço IP do servidor proxy que será usado. proxyport = 3128

6 A porta TCP onde o servidor Squid especificado na opção acima está ativo. O Squid usa a porta 3128 como padrão. Existe hoje uma lista de URL's, Domínios e palavras-chaves que não são permitidas o acesso. Toda vez que uma página é requisitada, essa lista é conferida, seguindo a seguinte ordem: Domínio URL Palavras Chaves A filtragem de páginas funciona em dois níveis. Ao receber a requisição do cliente, o DansGuardian verifica se o endereço a ser acessado está em uma das listas de domínios ou IPs proibidos. Caso esteja, o cliente recebe a mensagem de acordo com a Figura 3 e o acesso sequer é feito, economizando banda. Figura 3 - Acesso negado Se não existir nenhum bloqueio relacionado ao domínio, a requisição é enviada ao Squid e o acesso é realizado. Ao receber os arquivos da página, o Dansguardian verifica o conteúdo em busca de expressões e palavras ruins, frequentemente encontradas em páginas indesejadas, e também palavras boas, normalmente encontradas em páginas de bom conteúdo. Cada palavra ruim soma um certo número de pontos. Por exemplo, a palavra (sexy) soma apenas 5 pontos, enquanto a expressão (sex orgies) soma 80 pontos. Palavras boas, por outro lado, subtraem pontos, fazendo com que a página tenha uma possibilidade menor de ser bloqueada. A palavra (education) subtrai 20 pontos, enquanto (medical problem) subtrai 50. As listas com palavras boas e ruins, juntamente com o peso positivo ou negativo de cada uma, são armazenadas na pasta /etc/dansguardian/lists/phraselist.

7 No final, o site recebe uma nota, apelidada pelos desenvolvedores do DansGuardian de naughtynesslimit ou índice de sem-vergonhice, que nada mais é que o resultado de todas as palavras boas e ruins. Esse índice é o máximo que o DansGuardian irá tolerar para negar ou não o acesso. Se define esse índice em /etc/dansguardian/dansguardianf1.conf, na opção abaixo. naughtynesslimit = 200 Quanto mais baixo o número, mais severa é a censura, porém mais páginas boas acabam sendo bloqueadas por engano (falsos positivos). Os valores recomendados pelos desenvolvedores são 60 para crianças pequenas, 100 para pré-adolescentes e 160 para adolescentes. Para um público adulto, onde a principal preocupação seja não bloquear páginas úteis, mesmo que isso faça com que uma ou outra página inadequada passe pelo filtro de vez em quando, você pode arriscar 200 ou mesmo 240. Conforme Tabela 1, algumas listas em /etc/dansguardian de utilização corriqueira. LISTAS EM /ETC/DANSGUARDIAN NOME bannedextensionlist bannediplist bannedmimetypelist bannedphraselist bannedregexpurllist bannedsitelist bannedurllist filtergroupslist blacklists exceptionphraselist exceptionsitelist exceptionurllist filtergroupslist greysitelist greyurllist languages phraselists weightedphraselist DESCRIÇÃO Extensões proibidas (ex:mp3) Lista de ips proibidos Proibir download por tipo de arquivo Lista de palavras proibidas Urls proibidas baseadas em expressões regulares Lista de domínios proibidos Lista de urls proibidas Arquivo de filtragem de grupos criados Pasta que contém os domínios proibidos Lista de palavras permitidas Lista de domínios permitidos Lista de urls permitidas Filtros criados quando a conexão é voltada a usuários Libera a url do domínio, mas o conteúdo é analisado Libera a url, mas o conteúdo é analisado Pasta com lista de avisos e html de bloqueio Pasta que contém arquivos que diz o peso das palavras Lista onde está os arquivos que trabalham com pesagem de palavras. Tabela 1 Listas de configurações do DansGuardian

8 Verificando o conteúdo dos arquivos das listas de palavras, o DansGuardian vem configurado com listas em inglês, que deixam passar muitos sites nacionais. Podemos baixar um arquivo com listas em outras línguas, incluindo o português, no site do próprio DansGuardian. Caso queira efetuar as atualizações mais tarde, não tem problema, com os arquivos que o Dansguardian disponibiliza já se tem uma boa ideia do funcionamento da ferramenta. Se for atualizar, devemos configurar o DansGuardian para utilizar as listas incluídas. Além do filtro com base em palavras, o DansGuardian utiliza uma lista de sites proibidos, que sequer chegam a ser acessados, chamado de BlackList. Por padrão, o DansGuardian vem com uma lista muito pequena e desatualizada, apenas como exemplo. Para efetivamente usar este recurso, é preciso baixar uma lista mais elaborada. Estas listas estão disponíveis na internet em diversos sites. Este arquivo possui uma série de sites proibidos separados por categoria. Cada uma das categorias possui pastas com domínios e pastas com Url s, com sites conhecidos que serão bloqueados pelo DansGuardian. De acordo com cada necessidade estas categorias devem ser adicionadas ao DansGuardian. 8. Estudo de Caso Depois de muitos testes com a ferramenta DansGuardian posso dizer que ela é eficiente e cumpre com todas as suas funcionalidades. Com o DansGuardian instalado e configurado mostro algumas de suas funcionalidades. Figura 4 Acessando o portal da UOL Como podemos ver na Figura 4, o usuário fez um acesso ao portal da UOL sem nenhuma restrição. Mas caso haja a necessidade de bloquear este site, apenas precisamos incluí-lo na nossa lista de sites não permitidos do DansGuardian. Para isso basta apenas editar o arquivo: /etc/dansguardian/lists/bannedsitelist

9 E incluir o site da UOL ao final do arquivo, de acordo com a Figura 5. Figura 5 Arquivo de configuração [ bannedsitelist ] Com isso os usuários não vão ter mais acesso ao portal da UOL, ao tentarem acessar novamente o portal UOL, receberão uma pagina de retorno com a mensagem de acesso negado, onde essa página mostra o endereço do site que está sendo bloqueado e em qual categoria o endereço se encontra, conforme a Figura 6. Figura 6 Página de acesso negado domínio

10 Figura 7 Endereço IP do Host Na Figura 7 existe a configuração de rede de um Host, onde seu endereço IP é Com o DansGuardian é possível bloquear o Host de ter acesso a Web, através do seu endereço IP. Para isso basta apenas editar o arquivo: /etc/dansguardian/lists/bannediplist E incluir o IP ao final do arquivo, como mostra a figura 8. Figura 8 Arquivo de configuração [ bannediplist ]

11 Com esta configuração o host de IP não terá mais acesso Web. Caso tente acessar algum site receberá a pagina de retorno do DansGuardian de acesso negado e com a informação de que seu IP não possui permissão de acesso. Conforme Figura9. Figura 9 Página de acesso negado IP Por padrão, quando instalamos o DansGuardian em suas listas de configurações, existe uma que se chama bannedextensionlist, que possui muitas extensões de arquivos sendo bloqueadas. Na Figura 10 o usuário tentou fazer download de um arquivo com extensão (.ISO). Mas não obteve êxito. Figura 10 Página de acesso negado Extensão proibida

12 Se precisar liberar este tipo de extensão, por exemplo, deve-se editar o arquivo: /etc/dansguardian/lists/bannedextensionlist E comentar com # a extensão (.iso), conforme mostra Figura 11. Figura 11 Arquivo de configuração [ bannedextensionlist ] A partir de agora o download de um arquivo com extensão(.iso) será permitido. Na Figura 12 a seguir mostra o início do download. Figura 12 Extensão de arquivo (.ISO) permitido

13 9. Conclusão A ferramenta DansGuardian é um serviço muito flexível, e que pode personalizar os acessos e bloqueios de acordo com as necessidades e políticas de uma empresa. Com o uso do DansGuardan na rede é possível focar o funcionário de uma empresa, por exemplo, que possui acesso a internet a pesquisar assuntos relacionados apenas ao que interessa para a organização. E com certeza a internet sendo utilizada desta forma, o rendimento deste funcionário aumentará. Estas são apenas algumas modificações que podem auxiliar na qualidade da internet em uma empresa. Cada um destes serviços, como o DansGuardian, adiciona uma carga de utilização no servidor, por isso, tem que ter cautela em configurar este tipo de ferramenta para não sobrecarregar demais o servidor e tornar este o gargalo da rede. Referências Augusto, Danilo (6 de Abril, 2011) Squid x Dansguardian: Controle de acesso à internet Acessado em Abril de Morimoto, Carlos Eduardo (2009). Servidores Linux Guia Prático (Livro) Morimoto, Carlos E. (1 de Agosto, 2008) Servidores Linux, Guia Prático Usando o DansGuardian Acessado em Abril de servidores-linux/usando-dansguardian.html, Rodrigues, Washington (26 de Agosto, 2010) DansGuardian Acessado em Abril de Root, (26 de Março, 2010) Instalando e Configurando DansGuardian no Debian Acessado em Maio de

Servidor proxy - Squid PROFESSOR : RENATO WILLIAM

Servidor proxy - Squid PROFESSOR : RENATO WILLIAM Servidor proxy - Squid PROFESSOR : RENATO WILLIAM Revisando Instalação do Squid - # apt-get install squid Toda a configuração do Squid é feita em um único arquivo, o "/etc/squid/squid.conf". Funcionamento

Leia mais

Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW. Free Powerpoint Templates Page 1

Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW. Free Powerpoint Templates Page 1 Segurança na Web Cap. 3: Visão Geral das Tecnologias de Segurança Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW Page 1 Introdução Projeto de segurança de Redes Page 2 Etapas: Segurança em camadas

Leia mais

5/7/2010. Apresentação. Web Proxy. Proxies: Visão Geral. Curso Tecnologia em Telemática. Disciplina Administração de Sistemas Linux

5/7/2010. Apresentação. Web Proxy. Proxies: Visão Geral. Curso Tecnologia em Telemática. Disciplina Administração de Sistemas Linux Apresentação Servidor Proxy Administração de Sistemas Curso Tecnologia em Telemática Disciplina Administração de Sistemas Linux Professor: Anderson Costa anderson@ifpb.edu.br Assunto da aula Proxy (Capítulo

Leia mais

GUIA DE CONFIGURAÇÃO FILTRO DE URL

GUIA DE CONFIGURAÇÃO FILTRO DE URL GUIA DE CONFIGURAÇÃO FILTRO DE URL GUIA DE CONFIGURAÇÃO FILTRO DE URL O módulo Filtro URL estende a funcionalidade do Netdeep Secure com a capacidade de bloquear o acesso a conteúdo web indesejado, filtrando

Leia mais

Projeto e Instalação de Servidores Servidores Linux Aula 6 Firewall e Proxy

Projeto e Instalação de Servidores Servidores Linux Aula 6 Firewall e Proxy Projeto e Instalação de Servidores Servidores Linux Aula 6 Firewall e Proxy Prof.: Roberto Franciscatto Introdução FIREWALL Introdução Firewall Tem o objetivo de proteger um computador ou uma rede de computadores,

Leia mais

UTILIZAÇÃO DO SQUID E DANSGUARDIAN COMO SERVIÇOS DE PROXY E FILTRO DE CONTEÚDO EM UM SERVIDOR DE SAÍDA

UTILIZAÇÃO DO SQUID E DANSGUARDIAN COMO SERVIÇOS DE PROXY E FILTRO DE CONTEÚDO EM UM SERVIDOR DE SAÍDA Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 23 a 26 de outubro de 2007 UTILIZAÇÃO DO SQUID E DANSGUARDIAN COMO SERVIÇOS DE PROXY E FILTRO DE CONTEÚDO EM UM SERVIDOR DE SAÍDA Cláudio Leones Bazzi

Leia mais

Administração de Sistemas Operacionais

Administração de Sistemas Operacionais Diretoria de Educação e Tecnologia da Informação Análise e Desenvolvimento de Sistemas INSTITUTO FEDERAL RIO GRANDE DO NORTE Administração de Sistemas Operacionais Serviço Proxy - SQUID Prof. Bruno Pereira

Leia mais

FPROT. SQUID SENAC TI Fernando Costa

FPROT. SQUID SENAC TI Fernando Costa FPROT SQUID SENAC TI Fernando Costa Proxy / Cache Proxy um agente que tem autorização para agir em nome de outro. Cache local disfarçado para se preservar e esconder provisões (dados) que são inconvenientes

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO BRASQUID

MANUAL DO USUÁRIO BRASQUID MANUAL DO USUÁRIO BRASQUID Saulo Marques FATEC FACULDADE DE TECNOLOGIA DE CARAPICUIBA Sumário 1 Instalação... 4 2 Configuração inicial... 6 2.1 Scripts e Arquivos Auxiliares... 10 2.2 O Squid e suas configurações...

Leia mais

http://aurelio.net/vim/vim-basico.txt Entrar neste site/arquivo e estudar esse aplicativo Prof. Ricardo César de Carvalho

http://aurelio.net/vim/vim-basico.txt Entrar neste site/arquivo e estudar esse aplicativo Prof. Ricardo César de Carvalho vi http://aurelio.net/vim/vim-basico.txt Entrar neste site/arquivo e estudar esse aplicativo Administração de Redes de Computadores Resumo de Serviços em Rede Linux Controlador de Domínio Servidor DNS

Leia mais

PRIMEIROS PASSOS NO CRACKIT MEDIUM VERSION

PRIMEIROS PASSOS NO CRACKIT MEDIUM VERSION PRIMEIROS PASSOS NO CRACKIT MEDIUM VERSION Parabéns por instalar o CRACKIT MV! Agora chegou a hora de configurá-lo e administrá-lo. Todo o ambiente de administração do CRACKIT MV é web, ou seja via Browser

Leia mais

Confrontada com o gabarito oficial e comentada. 75. A denominada licença GPL (já traduzida pra o português: Licença Pública Geral)

Confrontada com o gabarito oficial e comentada. 75. A denominada licença GPL (já traduzida pra o português: Licença Pública Geral) Prova Preambular Delegado São Paulo 2011 Módulo VI - Informática Confrontada com o gabarito oficial e comentada 75. A denominada licença GPL (já traduzida pra o português: Licença Pública Geral) a) Garante

Leia mais

Curso de extensão em Administração de redes com GNU/Linux

Curso de extensão em Administração de redes com GNU/Linux Eduardo Júnior Administração de redes com GNU/Linux Curso de extensão em Administração de redes com GNU/Linux Eduardo Júnior - ihtraum@dcc.ufba.br Gestores da Rede Acadêmica de Computação Departamento

Leia mais

Depois que instalamos o Squid vamos renomear o arquivo de configuração para criarmos um do zero.

Depois que instalamos o Squid vamos renomear o arquivo de configuração para criarmos um do zero. Pessoal nesse artigo vou mostrar um pouco do Squid, um servidor de Proxy, ele trabalha como saída principal da rede, com isso podemos centralizar nosso foco em segurança (políticas de acesso, autenticação,

Leia mais

Pré-requisitos e passos iniciais. Topologia visual

Pré-requisitos e passos iniciais. Topologia visual Pré-requisitos e passos iniciais Resolvi escrever este artigo por 2 razões, a primeira é que o mikrotik (do qual sou fã incondicional) não é um bom sistema para proxy (exclusivamente na minha opinião)

Leia mais

Sarg Proxy transparente

Sarg Proxy transparente Proxy Conteúdo Squid Proxy... 2 Instalar o squid... 4 Criando uma configuração básica... 5 Configurando o cache... 6 Adicionando restrições de acesso... 9 Bloqueando por domínio ou palavras... 9 Gerenciando

Leia mais

Tutorial Servidor Proxy com Squid baseado em Linux Acadêmicos : Felipe Zottis e Cleber Pivetta. Servidor Proxy

Tutorial Servidor Proxy com Squid baseado em Linux Acadêmicos : Felipe Zottis e Cleber Pivetta. Servidor Proxy Tutorial Servidor Proxy com Squid baseado em Linux Acadêmicos : Felipe Zottis e Cleber Pivetta Servidor Proxy Um servidor Proxy possui a finalidade de possibilitar que máquinas contidas em uma determinada

Leia mais

2 Fazendo acesso ao Servidor Metasys

2 Fazendo acesso ao Servidor Metasys PROJETO BARBACENA DIGITAL Um Computador por Aluno - UCA www.barbacenadigital.com.br Maurício José da Silva badriciobq@gmail.com Bloqueando e Desbloqueando sites no Metasys server do Projeto UCA Sumário

Leia mais

GLADIADOR INTERNET CONTROLADA v.1.2.3.9

GLADIADOR INTERNET CONTROLADA v.1.2.3.9 GLADIADOR INTERNET CONTROLADA v.1.2.3.9 Pela grande necessidade de controlar a internet de diversos clientes, a NSC Soluções em Informática desenvolveu um novo produto capaz de gerenciar todos os recursos

Leia mais

Filtro na ponte. Quando vários usuários na mesma rede acessam a. Mudanças chatas SYSADMIN. Proxy HTTP com cache e filtragem de conteúdo em bridge

Filtro na ponte. Quando vários usuários na mesma rede acessam a. Mudanças chatas SYSADMIN. Proxy HTTP com cache e filtragem de conteúdo em bridge SYSADMIN Proxy HTTP com cache e filtragem de conteúdo em bridge Filtro na ponte Proxies com cache lembram-se de páginas e as servem localmente, economizando tempo e dinheiro. Os membros mais inteligentes

Leia mais

Senha Admin. Nessa tela, você poderá trocar a senha do administrador para obter acesso ao NSControl. Inicialização

Senha Admin. Nessa tela, você poderá trocar a senha do administrador para obter acesso ao NSControl. Inicialização Manual do Nscontrol Principal Senha Admin Nessa tela, você poderá trocar a senha do administrador para obter acesso ao NSControl. Inicialização Aqui, você poderá selecionar quais programas você quer que

Leia mais

Instalação e Configuração Iptables ( Firewall)

Instalação e Configuração Iptables ( Firewall) Instalação e Configuração Iptables ( Firewall) Pág - 1 Instalação e Configuração Iptables - Firewall Desde o primeiro tutorial da sequencia dos passo a passo, aprendemos a configurar duas placas de rede,

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE OURINHOS SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. Felipe Luiz Quenca Douglas Henrique Samuel Apolo Ferreira Lourenço Samuel dos Reis Davi

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE OURINHOS SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. Felipe Luiz Quenca Douglas Henrique Samuel Apolo Ferreira Lourenço Samuel dos Reis Davi FACULDADE DE TECNOLOGIA DE OURINHOS SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Felipe Luiz Quenca Douglas Henrique Samuel Apolo Ferreira Lourenço Samuel dos Reis Davi ENDIAN FIREWALL COMMUNITY 2.5.1 OURINHOS-SP 2012 HOW-TO

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA UTILIZAÇÃO DE CONTROLE DE CONTEÚDO NO ACESSO A WEB

A IMPORTÂNCIA DA UTILIZAÇÃO DE CONTROLE DE CONTEÚDO NO ACESSO A WEB REVISTA CIENTÍFICA ELETRÔNICA DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO - ISSN 1807-1872 P UBLICAÇÃO C IENTÍFICA DA F ACULDADE DE C IÊNCIAS J URÍDICAS E G ERENCIAIS DE G ARÇA/FAEG A NO II, NÚMERO, 03, AGOSTO DE 2005.

Leia mais

FACULDADE SALESIANA DE VITÓRIA PÓS-GRADUAÇÃO EM SEGURANÇA DE REDES DE COMPUTADORES ROGÉRIO PEREIRA GUALBERTO ROMMEL BAIA SILVA

FACULDADE SALESIANA DE VITÓRIA PÓS-GRADUAÇÃO EM SEGURANÇA DE REDES DE COMPUTADORES ROGÉRIO PEREIRA GUALBERTO ROMMEL BAIA SILVA FACULDADE SALESIANA DE VITÓRIA PÓS-GRADUAÇÃO EM SEGURANÇA DE REDES DE COMPUTADORES ROGÉRIO PEREIRA GUALBERTO ROMMEL BAIA SILVA Proposta de Controle Eficaz do Acesso à Internet VITÓRIA 2007 ROGÉRIO PEREIRA

Leia mais

Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática

Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática Proxy SQUID Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática Proxy (definições) O objetivo principal de um servidor proxy é possibilitar que máquinas de uma rede privada

Leia mais

Segurança em Sistemas de Informação. Agenda. Conceitos Iniciais

Segurança em Sistemas de Informação. Agenda. Conceitos Iniciais Segurança em Sistemas de Informação Agenda 1. Conceitos Iniciais; 2. Terminologia; 3. Como funcionam; 4. : 1. Cache; 2. Proxy reverso; 5. Exemplos de Ferramentas; 6. Hands on; 7. Referências; 2 Conceitos

Leia mais

RESPOSTA QUESTIONAMENTOS

RESPOSTA QUESTIONAMENTOS RESPOSTA QUESTIONAMENTOS REF.: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 02-2015 CONSULT JPC GERENCIAMENTO E TREINAMENTO LTDA ME, já devidamente qualificada nos autos do pregão acima, vem com o devido acatamento apresentar

Leia mais

CA Nimsoft Monitor. Guia do Probe Monitoramento de resposta do ponto de extremidade do URL. url_response série 4.1

CA Nimsoft Monitor. Guia do Probe Monitoramento de resposta do ponto de extremidade do URL. url_response série 4.1 CA Nimsoft Monitor Guia do Probe Monitoramento de resposta do ponto de extremidade do URL url_response série 4.1 Aviso de copyright do CA Nimsoft Monitor Este sistema de ajuda online (o Sistema ) destina-se

Leia mais

O PROXY SQUID E SUAS MELHORIAS NO DESEMPENHO DAS REDES CORPORATIVAS

O PROXY SQUID E SUAS MELHORIAS NO DESEMPENHO DAS REDES CORPORATIVAS O PROXY SQUID E SUAS MELHORIAS NO DESEMPENHO DAS REDES CORPORATIVAS MOREIRA, Davisson Ronaldo (1); DAVID, Felipe Ferraz (1); OLIVEIRA, Ramon Gonçalves de (1); SOUZA, Reinaldo Alessandro de (1); AGOSTINHO,

Leia mais

TUTORIAL INSTALAÇÃO UBUNTU SERVER COM THUNDERCACHE

TUTORIAL INSTALAÇÃO UBUNTU SERVER COM THUNDERCACHE TUTORIAL INSTALAÇÃO UBUNTU SERVER COM THUNDERCACHE Olá! A Idéia básica deste tutorial é fornecer, da forma mais detalhada possível, todos os passos para uma instalação com sucesso do sistema de cache Thunder

Leia mais

Servidor Proxy. Firewall e proxy

Servidor Proxy. Firewall e proxy Curso: Gestão em Tecnologia da Informação - Matutino Professor: Marissol Martins Barros Unidade Curricular: Fundamentos de Serviços IP Alunos: Matheus Pereira de Oliveira, Tárik Araujo de Sousa, Romero

Leia mais

Procedimento para instalação do OMNE-Smartweb em Raio-X

Procedimento para instalação do OMNE-Smartweb em Raio-X Procedimento para instalação do OMNE-Smartweb em Raio-X A primeira coisa a analisarmos é onde ficará posicionado o servidor de Raio-x na rede do cliente, abaixo será colocado três situações básicas e comuns

Leia mais

Instalação/Configuração Zentyal 2.2-3 no UBUNTU 10.04 LTS

Instalação/Configuração Zentyal 2.2-3 no UBUNTU 10.04 LTS Instalação/Configuração Zentyal 2.2-3 no UBUNTU 10.04 LTS INSTALAÇÃO Primeiro adicione na sua lista de fontes (/etc/apt/sources.list) este link: deb http://ppa.launchpad.net/zentyal/2.2/ubuntu lucid main

Leia mais

Configurando um servidor DHCP

Configurando um servidor DHCP Configurando um servidor DHCP OBS.: Esse documento retrata uma configuração em uma rede do tipo rede local (192.168.xx.xx), onde existe um servidor contendo duas interfaces de rede, eth0 e eth1. Hoje em

Leia mais

SERVIDOR PROXY COM SQUID3 em GNU/Linux Debian7 Por: Prof. Roitier Campos Gonçalves

SERVIDOR PROXY COM SQUID3 em GNU/Linux Debian7 Por: Prof. Roitier Campos Gonçalves SERVIDOR PROXY COM SQUID3 em GNU/Linux Debian7 Por: Prof. Roitier Campos Gonçalves O Proxy é um serviço de rede através do qual é possível estabelecer um alto nível de controle/filtro de tráfego/conteúdo

Leia mais

MDaemon GroupWare. Versão 1 Manual do Usuário. plugin para o Microsoft Outlook. Trabalhe em Equipe Usando o Outlook e o MDaemon

MDaemon GroupWare. Versão 1 Manual do Usuário. plugin para o Microsoft Outlook. Trabalhe em Equipe Usando o Outlook e o MDaemon MDaemon GroupWare plugin para o Microsoft Outlook Trabalhe em Equipe Usando o Outlook e o MDaemon Versão 1 Manual do Usuário MDaemon GroupWare Plugin for Microsoft Outlook Conteúdo 2003 Alt-N Technologies.

Leia mais

Virtualização - Montando uma rede virtual para testes e estudos de serviços e servidores

Virtualização - Montando uma rede virtual para testes e estudos de serviços e servidores Virtualização - Montando uma rede virtual para testes e estudos de serviços e servidores Este artigo demonstra como configurar uma rede virtual para ser usada em testes e estudos. Será usado o VirtualBox

Leia mais

Atualizado em 9 de outubro de 2007

Atualizado em 9 de outubro de 2007 2 Nettion R Copyright 2007 by Nettion Information Security. Este material pode ser livremente reproduzido, desde que mantidas as notas de copyright e o seu conteúdo original. Envie críticas e sugestões

Leia mais

CA Nimsoft Monitor Snap

CA Nimsoft Monitor Snap CA Nimsoft Monitor Snap Guia de Configuração do Monitoramento de resposta do ponto de extremidade do URL url_response série 4.1 Avisos legais Copyright 2013, CA. Todos os direitos reservados. Garantia

Leia mais

MANUAL PARA USO DO SISTEMA GCO Gerenciador Clínico Odontológico

MANUAL PARA USO DO SISTEMA GCO Gerenciador Clínico Odontológico MANUAL PARA USO DO SISTEMA GCO Gerenciador Clínico Odontológico O GCO é um sistema de controle de clínicas odontológicas, onde dentistas terão acesso a agendas, fichas de pacientes, controle de estoque,

Leia mais

Utilizaremos a última versão estável do Joomla (Versão 2.5.4), lançada em

Utilizaremos a última versão estável do Joomla (Versão 2.5.4), lançada em 5 O Joomla: O Joomla (pronuncia-se djumla ) é um Sistema de gestão de conteúdos (Content Management System - CMS) desenvolvido a partir do CMS Mambo. É desenvolvido em PHP e pode ser executado no servidor

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS COTAS DE DISCO. Professor Carlos Muniz

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS COTAS DE DISCO. Professor Carlos Muniz ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS Trabalhando com cotas Usando o Gerenciador de Recursos de Servidor de Arquivos para criar uma cota em um volume ou uma pasta, você pode limitar o espaço em disco

Leia mais

para que quando a resposta que provenha da Internet pudesse ser permitida, ou seja, pudesse acessar o computador do usuário. Em outras palavras, o

para que quando a resposta que provenha da Internet pudesse ser permitida, ou seja, pudesse acessar o computador do usuário. Em outras palavras, o FIREWALL É utilizado para impedir que informações indesejadas entrem em uma rede ou em um computador doméstico. Em uma grande rede não é um método substituto à segurança de um servidor, mas complementar,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CERCOMP (CENTRO DE RECURSOS COMPUTACIONAIS) TUTORIAL DE USO DO WEBMAIL - UFG

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CERCOMP (CENTRO DE RECURSOS COMPUTACIONAIS) TUTORIAL DE USO DO WEBMAIL - UFG UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CERCOMP (CENTRO DE RECURSOS COMPUTACIONAIS) TUTORIAL DE USO DO WEBMAIL - UFG Página 1 de 26 Sumário Introdução...3 Layout do Webmail...4 Zimbra: Nível Intermediário...5 Fazer

Leia mais

Winco Edge Security Instant Messaging Filter Manual do Usuário

Winco Edge Security Instant Messaging Filter Manual do Usuário Winco Edge Security Instant Messaging Filter Manual do Usuário Sumário I. Introdução...3 I.1. Principais características...3 I.2. Exemplos de Uso...4 II. Instalação...6 II.1. Pré-Requisitos...6 II.2. Requisitos

Leia mais

Controlando o tráfego de saída no firewall Netdeep

Controlando o tráfego de saída no firewall Netdeep Controlando o tráfego de saída no firewall Netdeep 1. Introdução Firewall é um quesito de segurança com cada vez mais importância no mundo da computação. À medida que o uso de informações e sistemas é

Leia mais

Configurando o IIS no Server 2003

Configurando o IIS no Server 2003 2003 Ser ver Enterprise Objetivo Ao término, você será capaz de: 1. Instalar e configurar um site usando o IIS 6.0 Configurando o IIS no Server 2003 Instalando e configurando o IIS 6.0 O IIS 6 é o aplicativo

Leia mais

LABORATÓRIO V. NAT E FIREWALL Documento versão 0.1. Aluno: Paulo Henrique Moreira Gurgel #5634135

LABORATÓRIO V. NAT E FIREWALL Documento versão 0.1. Aluno: Paulo Henrique Moreira Gurgel #5634135 LABORATÓRIO V NAT E FIREWALL Documento versão 0.1 Aluno: Paulo Henrique Moreira Gurgel #5634135 Orientado pela Professora Kalinka Regina Lucas Jaquie Castelo Branco Julho / 2010 Laboratório V NAT e Firewall

Leia mais

Guia de administração. BlackBerry Professional Software para Microsoft Exchange. Versão: 4.1 Service pack: 4B

Guia de administração. BlackBerry Professional Software para Microsoft Exchange. Versão: 4.1 Service pack: 4B BlackBerry Professional Software para Microsoft Exchange Versão: 4.1 Service pack: 4B SWD-313211-0911044452-012 Conteúdo 1 Gerenciando contas de usuários... 7 Adicionar uma conta de usuário... 7 Adicionar

Leia mais

Disciplina: Fundamentos de serviços IP Alunos: Estevão Elias Barbosa Lopes e Leonardo de Azevedo Barbosa

Disciplina: Fundamentos de serviços IP Alunos: Estevão Elias Barbosa Lopes e Leonardo de Azevedo Barbosa Disciplina: Fundamentos de serviços IP Alunos: Estevão Elias Barbosa Lopes e Leonardo de Azevedo Barbosa DHCP: Dynamic Host Configuration Protocol (Protocolo de configuração dinâmica de host), é um protocolo

Leia mais

Ferramenta web para administração do servidor proxy Squid

Ferramenta web para administração do servidor proxy Squid Ferramenta web para administração do servidor proxy Squid Autor: Vanderson C. Siewert Orientador: Francisco Adell Péricas, Mestre 1 Roteiro de apresentação Introdução Objetivos Fundamentação teórica Gerência

Leia mais

Firewalls. Firewalls

Firewalls. Firewalls Firewalls Firewalls Paredes Corta-Fogo Regula o Fluxo de Tráfego entre as redes Pacote1 INTERNET Pacote2 INTERNET Pacote3 Firewalls Firewalls Barreira de Comunicação entre duas redes Host, roteador, PC

Leia mais

1 de 5 Firewall-Proxy-V4 :: MANTENDO O FOCO NO SEU NEGÓCIO ::

1 de 5 Firewall-Proxy-V4 :: MANTENDO O FOCO NO SEU NEGÓCIO :: 1 de 5 Firewall-Proxy-V4 D O C U M E N T A Ç Ã O C O M E R C I A L FIREWALL, PROXY, MSN :: MANTENDO O FOCO NO SEU NEGÓCIO :: Se o foco do seu negócio não é tecnologia, instalar e manter por conta própria

Leia mais

MANUAL DO ADMINISTRADOR

MANUAL DO ADMINISTRADOR WinShare Proxy admin MANUAL DO ADMINISTRADOR Instalação do WinShare Índice 1. Instalação 2. Licenciamento 3. Atribuindo uma senha de acesso ao sistema. 4. Configurações de rede 5. Configurações do SMTP

Leia mais

Índice INSTALAÇÃO DO SOFTWARE EM SISTEMAS WINDOWS...2 INSTALAÇÃO DO SOFTWARE EM SISTEMAS LINUX...3 TESTANDO A CONEXÃO DA REDE LOCAL...

Índice INSTALAÇÃO DO SOFTWARE EM SISTEMAS WINDOWS...2 INSTALAÇÃO DO SOFTWARE EM SISTEMAS LINUX...3 TESTANDO A CONEXÃO DA REDE LOCAL... Índice INSTALAÇÃO DO SOFTWARE EM SISTEMAS WINDOWS...2 INSTALAÇÃO DO SOFTWARE EM SISTEMAS LINUX...3 TESTANDO A CONEXÃO DA REDE LOCAL...4 Configurações iniciais...5 Arquivo sudoers no Sistema Operacional

Leia mais

Transparent Proxy: marcando essa opção o seu proxy será transparente. Não havendo a necessidade de configurações adicionais no navegador dos clientes.

Transparent Proxy: marcando essa opção o seu proxy será transparente. Não havendo a necessidade de configurações adicionais no navegador dos clientes. Na guia Services, Proxy Server Na guia General: Transparent Proxy: marcando essa opção o seu proxy será transparente. Não havendo a necessidade de configurações adicionais no navegador dos clientes. Bypass

Leia mais

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Goiânia, 16/09/2013 Aluno: Rafael Vitor Prof. Kelly Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Objetivo Esse tutorial tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o IIS 7.0 no Windows Server

Leia mais

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Goiânia, 16/09/2013 Aluno: Rafael Vitor Prof. Kelly Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Objetivo Esse tutorial tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o IIS 7.0 no Windows Server

Leia mais

Uma poderosa ferramenta de monitoramento. Madson Santos - madson@pop-pi.rnp.br Técnico de Operação e Manutenção do PoP-PI/RNP

Uma poderosa ferramenta de monitoramento. Madson Santos - madson@pop-pi.rnp.br Técnico de Operação e Manutenção do PoP-PI/RNP Uma poderosa ferramenta de monitoramento Madson Santos - madson@pop-pi.rnp.br Técnico de Operação e Manutenção do PoP-PI/RNP Abril de 2008 O que é? Características Requisitos Componentes Visual O que é?

Leia mais

Introdução ao OpenVPN

Introdução ao OpenVPN OpenVPN Índice Capítulo 1: Introdução ao OpenVPN...4 1.1 O que é VPN?...6 1.2 Informações e situações de práticas de uso...6 1.1 Características do OpenVPN...7 1.2 OpenVPN x Outros pacotes VPN...8 Capítulo

Leia mais

Guia passo a passo de introdução ao Microsoft Windows Server Update Services

Guia passo a passo de introdução ao Microsoft Windows Server Update Services Guia passo a passo de introdução ao Microsoft Windows Server Update Services Microsoft Corporation Publicação: 14 de março de 2005 Autor: Tim Elhajj Editor: Sean Bentley Resumo Este documento fornece instruções

Leia mais

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial 2 1. O Sistema PrinterTux O Printertux é um sistema para gerenciamento e controle de impressões. O Produto consiste em uma interface web onde o administrador efetua o cadastro

Leia mais

Faculdade de Tecnologia Senac (Pelotas) Análise e desenvolvimento de Sistemas Sistemas de Informação

Faculdade de Tecnologia Senac (Pelotas) Análise e desenvolvimento de Sistemas Sistemas de Informação Faculdade de Tecnologia Senac (Pelotas) Análise e desenvolvimento de Sistemas Sistemas de Informação Investigando Sistemas de Informação PHP-Nuke Maxwell Rodrigues Laner Sumário 1. Introdução...3 2. 1

Leia mais

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito Sistema Operacional Linux > Servidor Proxy/Cache (Squid) www.labcisco.com.br ::: shbbrito@labcisco.com.br Prof. Samuel Henrique Bucke Brito Introdução Um servidor proxy/cache é bastante atrativo para as

Leia mais

SIGEP WEB - Gerenciador de Postagens dos Correios Manual do Usuário

SIGEP WEB - Gerenciador de Postagens dos Correios Manual do Usuário MANUAL DO USUÁRIO 2 ÍNDICE 1. PRÉ REQUISITOS PARA UTILIZAÇÃO DO SIGEP WEB 04 2. PROCEDIMENTOS PARA DOWNLOAD DO SISTEMA 04 3. INSTALANDO O SIGEP WEB 07 4. CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA 09 COMPARTILHANDO O BANCO

Leia mais

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo Sistema Proprietário Windows AULA 02. Prof. André Lucio

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo Sistema Proprietário Windows AULA 02. Prof. André Lucio FTIN Formação Técnica em Informática Módulo Sistema Proprietário Windows AULA 02 Prof. André Lucio Competências da aula 2 Instalação e configuração dos sistemas operacionais proprietários Windows (7 e

Leia mais

Openfire em Ação nos meios Corporativos

Openfire em Ação nos meios Corporativos Openfire em Ação nos meios Corporativos Hoje Empresas incorporam cada vez mais redes sociais e conhecimento de fácil acesso via internet, para que seus funcionários sejam aptos a lidar com tendências de

Leia mais

1. DHCP a. Reserva de IP

1. DHCP a. Reserva de IP Configuração de recursos do roteador wireless Tenda 1. DHCP a. Reserva de IP Ao se conectar uma rede que possua servidor DHCP, o host recebe um IP dentro da faixa de distribuição. A cada conexão, o host

Leia mais

ENDEREÇOS DE REDE PRIVADOS. 10.0.0.0 até 10.255.255.255 172.16.0.0 até 172.31.255.255 192.168.0.0 até 192.168.255.255. Kernel

ENDEREÇOS DE REDE PRIVADOS. 10.0.0.0 até 10.255.255.255 172.16.0.0 até 172.31.255.255 192.168.0.0 até 192.168.255.255. Kernel ENDEREÇOS DE REDE PRIVADOS Foram reservados intervalos de endereços IP para serem utilizados exclusivamente em redes privadas, como é o caso das redes locais e Intranets. Esses endereços não devem ser

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Online Web Opinião Versão 1.0.5

Manual do Teclado de Satisfação Online Web Opinião Versão 1.0.5 Manual do Teclado de Satisfação Online Web Opinião Versão 1.0.5 09 de julho de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação

Leia mais

LICENCIAMENTO V14 USANDO REPRISE LICENSE MANAGER

LICENCIAMENTO V14 USANDO REPRISE LICENSE MANAGER LICENCIAMENTO V14 USANDO REPRISE LICENSE MANAGER V14 de BricsCAD vem com um novo sistema de licenciamento, com base na tecnologia de licenciamento de Reprise Software. Este novo sistema oferece um ambiente

Leia mais

Firewall. Tutorial Firewall em Linux Acadêmicos: Felipe Zottis e Cleber Pivetta

Firewall. Tutorial Firewall em Linux Acadêmicos: Felipe Zottis e Cleber Pivetta Tutorial Firewall em Linux Acadêmicos: Felipe Zottis e Cleber Pivetta Firewall Firewall é um quesito de segurança com cada vez mais importância no mundo da computação. À medida que o uso de informações

Leia mais

Algumas das características listada nela:

Algumas das características listada nela: Fazendo varredura e levantando vulnerabilidades com Nikto 5 DE NOVEMBRO DE 2015 O Nikto é uma ferramenta em Perl desenvolvida por Chris Solo e David Lodge, a qual foi escrita para validação de vulnerabilidade

Leia mais

APOSTILA MICROSOFT OUTLOOK 2000

APOSTILA MICROSOFT OUTLOOK 2000 APOSTILA MICROSOFT OUTLOOK 2000 SUMÁRIO I. INTRODUÇÃO II. INICIANDO O OUTLOOK 2000 III. OUTLOOK HOJE IV. ATALHOS DO OUTLOOK V. CONFIGURAR CONTA DE CORREIO ELETRÔNICO VI. RECEBER E-MAIL VII. FILTRAR MENSAGENS

Leia mais

5 O Joomla: Web Apache Banco de Dados MySQL http://www.joomla.org/ - 55 -

5 O Joomla: Web Apache Banco de Dados MySQL http://www.joomla.org/ - 55 - 5 O Joomla: O Joomla (pronuncia-se djumla ) é um Sistema de Gestão de Conteúdos (Content Management System - CMS) desenvolvido a partir do CMS Mambo. É desenvolvido em PHP e pode ser executado no servidor

Leia mais

Documento: Treinamentos pfsense Versão do documento: 2014. Treinamentos pfsense. Página 1 de 10

Documento: Treinamentos pfsense Versão do documento: 2014. Treinamentos pfsense. Página 1 de 10 Treinamentos pfsense Página 1 de 10 Definições, Acrônimos e Abreviações Abreviação / Sigla WAN LAN UTM pfsense BGP Descrição Wide Area Network - Rede de longa distância (interface de rede para links de

Leia mais

01 - Entendendo um Firewall. Prof. Armando Martins de Souza E-mail: armandomartins.souza@gmail.com

01 - Entendendo um Firewall. Prof. Armando Martins de Souza E-mail: armandomartins.souza@gmail.com 01 - Entendendo um Firewall. Prof. Armando Martins de Souza E-mail: armandomartins.souza@gmail.com O que são Firewalls? São dispositivos constituídos por componentes de hardware (roteador capaz de filtrar

Leia mais

INSTALANDO SISTEMA PFSENSE COMO FIREWALL/PROXY

INSTALANDO SISTEMA PFSENSE COMO FIREWALL/PROXY INSTALANDO SISTEMA PFSENSE COMO FIREWALL/PROXY Gerson R. G. www.websolutti.com.br PASSO A PASSO PARA INSTALAÇÃO DO PFSENSE 1. BAIXANDO O PFSENSE 2. INICIANDO A INSTALAÇÃO 3. CONFIGURAÇÃO BÁSICA INICIAL

Leia mais

Segurança de Redes. Firewall. Filipe Raulino filipe.raulino@ifrn.edu.br

Segurança de Redes. Firewall. Filipe Raulino filipe.raulino@ifrn.edu.br Segurança de Redes Firewall Filipe Raulino filipe.raulino@ifrn.edu.br Introdução! O firewall é uma combinação de hardware e software que isola a rede local de uma organização da internet; Com ele é possível

Leia mais

Curso de Instalação e Gestão de Redes Informáticas

Curso de Instalação e Gestão de Redes Informáticas ESCOLA PROFISSIONAL VASCONCELLOS LEBRE Curso de Instalação e Gestão de Redes Informáticas INSTALAÇÃO DO SUSE LINUX José Vitor Nogueira Santos FT5 Introdução: O QUE É O SUSE OpenSUSE, é uma distribuição

Leia mais

FAQ PERGUNTAS FREQUENTES

FAQ PERGUNTAS FREQUENTES FAQ PERGUNTAS FREQUENTES 1 SUMÁRIO SUMÁRIO...2 1.Quais são as características do Programa?...4 2.Quais são os pré-requisitos para instalação do Sigep Web?...4 3.Como obter o aplicativo para instalação?...4

Leia mais

O que é um proxy? Desta forma conseguimos filtrar conteúdos de internet para negar acessos indevidos e permitir sites que devem ser liberados.

O que é um proxy? Desta forma conseguimos filtrar conteúdos de internet para negar acessos indevidos e permitir sites que devem ser liberados. O que é um proxy? Um servidor proxy é um tipo de servidor que atua nas requisições dos seus clientes executando os pedidos de conexão a outros servidores. Um cliente conecta-se a um servidor proxy, requisitando

Leia mais

ANÁLISE DE FERRAMENTAS PARA O CONTROLE DE SPAM

ANÁLISE DE FERRAMENTAS PARA O CONTROLE DE SPAM ANÁLISE DE FERRAMENTAS PARA O CONTROLE DE SPAM Paulo Manoel Mafra Departamento de Automação e Sistemas Universidade Federal de Santa Catarina 88040-900 Florianópolis - SC mafra@das.ufsc.br ANÁLISE DE FERRAMENTAS

Leia mais

Campus Capivari Análise e Desenvolvimento de Sistemas (ADS) Prof. André Luís Belini E-mail: prof.andre.luis.belini@gmail.com /

Campus Capivari Análise e Desenvolvimento de Sistemas (ADS) Prof. André Luís Belini E-mail: prof.andre.luis.belini@gmail.com / Campus Capivari Análise e Desenvolvimento de Sistemas (ADS) Prof. André Luís Belini E-mail: prof.andre.luis.belini@gmail.com / andre.belini@ifsp.edu.br MATÉRIA: SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Aula N : 09 Tema:

Leia mais

Segurança na Rede Local Redes de Computadores

Segurança na Rede Local Redes de Computadores Ciência da Computação Segurança na Rede Local Redes de Computadores Disciplina de Desenvolvimento de Sotware para Web Professor: Danilo Vido Leonardo Siqueira 20130474 São Paulo 2011 Sumário 1.Introdução...3

Leia mais

Segurança na Web. André Tavares da Silva. andre.silva@udesc.br

Segurança na Web. André Tavares da Silva. andre.silva@udesc.br Segurança na Web André Tavares da Silva andre.silva@udesc.br Propósito da Segurança A segurança não é usada simplesmente para proteger contra ataques diretos mas é essencial para estabelecer credibilidade/confiança

Leia mais

Servidor, Proxy e Firewall. Professor Victor Sotero

Servidor, Proxy e Firewall. Professor Victor Sotero Servidor, Proxy e Firewall Professor Victor Sotero 1 Servidor: Conceito Um servidor é um sistema de computação centralizada que fornece serviços a uma rede de computadores; Os computadores que acessam

Leia mais

GUIA DE CONFIGURAÇÃO CONEXÕES VPN SSL (CLIENT TO SERVER)

GUIA DE CONFIGURAÇÃO CONEXÕES VPN SSL (CLIENT TO SERVER) GUIA DE CONFIGURAÇÃO CONEXÕES VPN SSL (CLIENT TO SERVER) Conexões VPN SSL (Client to Server) 1- Introdução Uma VPN (Virtual Private Network, ou rede virtual privada) é, como o nome sugere, uma rede virtual,

Leia mais

Apresentação - Winconnection 7

Apresentação - Winconnection 7 Apresentação - Winconnection 7 Conteúdo: Principais Novidades Produtos Recursos Plugins Requisitos Comparativo Dicas de Configuração Principais Novidades Principais Novidades: Novo Administrador Web Sistema

Leia mais

Manual de Instalação do Servidor Orion Phoenix Versão 1.0 - Novembro/2010

Manual de Instalação do Servidor Orion Phoenix Versão 1.0 - Novembro/2010 Manual de Instalação do Servidor Orion Phoenix Versão 1.0 - Novembro/2010 Manual de Instalação do Sistema Orion Phoenix 1.0 - Novembro/2010 Página 1 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO...3 2. VISÃO GERAL...3 3. PROCEDIMENTOS

Leia mais

Segurança da Informação

Segurança da Informação INF-108 Segurança da Informação Firewalls Prof. João Henrique Kleinschmidt Middleboxes RFC 3234: Middleboxes: Taxonomy and Issues Middlebox Dispositivo (box) intermediário que está no meio do caminho dos

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica do Paraná PUCPR. Curso de Especialização Redes e Segurança de Sistemas

Pontifícia Universidade Católica do Paraná PUCPR. Curso de Especialização Redes e Segurança de Sistemas Pontifícia Universidade Católica do Paraná PUCPR Curso de Especialização Redes e Segurança de Sistemas Desenvolvimento de um Sistema Web para Gerenciamento de Usuários de uma LAN Rafael da Silva Espíndola

Leia mais

IM Control 3.2 2009, IM Control Systems

IM Control 3.2 2009, IM Control Systems IM Control 3.2 2009, IM Control Systems IM Control 3.2 2009, IM Control Systems Todos os direitos reservados. Nenhuma parte do software ou da documentação podem ser reproduzidos sem prévia autorização

Leia mais

5/7/2010. Apresentação. Introdução. Ponto de vista do usuário. Curso Tecnologia em Telemática. Disciplina Administração de Sistemas Linux

5/7/2010. Apresentação. Introdução. Ponto de vista do usuário. Curso Tecnologia em Telemática. Disciplina Administração de Sistemas Linux Apresentação Servidor Web Administração de Sistemas Curso Tecnologia em Telemática Disciplina Administração de Sistemas Linux Professor: Anderson Costa anderson@ifpb.edu.br Assunto da aula Servidor Web

Leia mais

SMART Sync 2010 Guia prático

SMART Sync 2010 Guia prático SMART Sync 2010 Guia prático Simplificando o extraordinário Registro do produto Se você registrar o seu produto SMART, receberá notificações sobre novos recursos e atualizações de software. Registre-se

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DE FIREWALL S PARA AMBIENTES CORPORATIVOS

A IMPORTÂNCIA DE FIREWALL S PARA AMBIENTES CORPORATIVOS A IMPORTÂNCIA DE FIREWALL S PARA AMBIENTES CORPORATIVOS Rafael Mariano Rodrigues Silva¹, Júlio Cesar Pereira¹ Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil rafaelmarianors@gmail.com, juliocesarp@unipar.br

Leia mais

Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter

Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter Índice Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter............... 1 Sobre a Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter................ 1 Requisitos de

Leia mais

SQUID Linux. Rodrigo Gentini gentini@msn.com

SQUID Linux. Rodrigo Gentini gentini@msn.com Linux Rodrigo Gentini gentini@msn.com SQUID é um Proxy cachê para WEB que suporta os protocolos HTTP, HTTPS, FTP, GOPHER entre outros. Ele reduz o uso da banda da internet e melhora a respostas das requisições

Leia mais