Índice LABORATÓRIOS 4 REGRAS PARA EMPRÉSTIMO 7 AVALIAÇÃO 9 ABONO DE FALTAS 9 PROVA FINAL 10 PROVA SUBSTITUTIVA 10 PEX 12 MYMATHLAB 13

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Índice LABORATÓRIOS 4 REGRAS PARA EMPRÉSTIMO 7 AVALIAÇÃO 9 ABONO DE FALTAS 9 PROVA FINAL 10 PROVA SUBSTITUTIVA 10 PEX 12 MYMATHLAB 13"

Transcrição

1

2 Índice BOAS-VINDAS 3 1) INSTITUCIONAL ) ESTUDAR NA ÁREA1 3 3) ESTRUTURA 3 LABORATÓRIOS 4 ESTACIONAMENTO 4 4) SETORES E FUNÇÕES 4 ADMISSÃO DE NOVOS ALUNOS 4 CASA 4 CARREIRAS 5 COORDENAÇÕES ACADÊMICAS E OPERACIONAIS 5 OUVIDORIA 6 COMUNICAÇÃO E MARKETING 6 HORÁRIO DE ATENDIMENTO 6 BIBLIOTECA 7 ACERVO 7 REGRAS PARA EMPRÉSTIMO 7 TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 8 5) PROCEDIMENTOS ACADÊMICOS 8 CALENDÁRIO ACADÊMICO 8 CANCELAMENTO DE MATRÍCULA 8 APROVEITAMENTO DE DISCIPLINAS 8 ABANDONO DE CURSO 8 FREQUÊNCIA 8 MUDANÇA DE CURSO 8 MUDANÇA DE TURNO 8 ALTERAÇÃO DE DISCIPLINAS 8 TRANSFERÊNCIA EXTERNA 9 TRANCAMENTO DE MATRÍCULA 9 AVALIAÇÃO 9 REGIME ESPECIAL 9 ABONO DE FALTAS 9 TRANSFERÊNCIA INTERNA 10 MATRÍCULA DE ALUNOS VETERANOS 10 PROVA FINAL 10 PROVA SUBSTITUTIVA 10 TRANCAMENTO DE DISCIPLINA 10 FORMAS DE DESLIGAMENTO 10 REVISÃO DE NOTAS 10 6) NÚCLEO DE EXTENSÃO 11 CURSOS DE EXTENSÃO 11 7) NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO 11 CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 11 8) PROGRAMAS INSTITUCIONAIS 12 PICT 12 PEX 12 9) PROGRAMAS INTERNACIONAIS 12 ENGLISH PRO DEVRY BRASIL 13 BASE DE DADOS EBSCO 13 MYMATHLAB 13 CURSO DE INGLÊS NO EXTERIOR 14 SEMESTER ABROAD. 14 SEMINÁRIOS INTERNACIONAIS 14 DUPLA CERTIFICAÇÃO 14 10) PORTAL ACADEMUS 15 11) COBERTURA VITALMED 15 12) PRINCIPAIS CONTATOS 15 2

3 boas-vindas Caro(a) Aluno(a), Na certeza de oferecer um ensino de qualidade e voltado à aprendizagem ativa, a Faculdade ÁREA1 inicia um novo semestre letivo. Os últimos anos foram de grandes transformações na Faculdade ÁREA1, que realizou importantes melhorias na área acadêmica, atendimento ao aluno, infraestrutura e serviços. Tudo isso para tornar a única faculdade internacional de Engenharia ainda melhor para você será um ano de mais crescimento com outras melhorias. Certamente, escreveremos juntos novas páginas de progresso e realizações na história da Faculdade ÁREA1. Seja bem-vindo(a)! Italo Ghignone Diretor Geral 1) INSTITUCIONAL ÁREA1 A Faculdade ÁREA1 começou sua trajetória em 2000 e hoje é uma das maiores referências em Engenharia e Tecnologia. Os cursos da ÁREA1 seguem metodologia prática e participativa, fazendo com que os alunos adquiram conhecimentos que vão muito além da teoria. Sempre acompanhando a evolução da Engenharia no Brasil e no mundo, a ÁREA1 oferece o que há de melhor em estrutura, tecnologia e conhecimento, formatando parcerias com grandes empresas e viabilizando, assim, uma sinergia única entre aluno e mercado. O curso de graduação tecnológica em Manutenção Industrial é a mais nova conquista da ÁREA1 e chega para criar uma visão revolucionária em seus alunos, oferecendo todas as ferramentas necessárias para profissionais que querem se destacar no segmento. Você faz parte dessa realidade de sucesso que consolida a ÁREA1 como a faculdade muito mais Engenharia. 2) ESTUDAR NA ÁREA1 TAMBÉM É SER INTERNACIONAL A Faculdade ÁREA1 é muito mais engenharia porque faz parte de uma das mais respeitadas instituições de ensino superior do mundo, a DeVry. Com mais de 80 anos de tradição, a DeVry possui mais de 100 mil alunos e atua em 30 países, incluindo o Brasil através da DeVry Brasil, que é formada pelas faculdades ÁREA1, Fanor, FAVIP, FBV e Ruy Barbosa. A DeVry também é a organização-mãe das instituições DeVry University, Advanced Academics, Ross University, Chamberlain College of Nursing, Carrington College, Keller Graduate School of Management, American University of Caribbean e Becker Professional Review. Com o Grupo DeVry, os alunos têm acesso a programas internacionais e a oportunidades únicas. Dessa forma, a ÁREA1 agrega ainda mais valor acadêmico, passando a atuar junto a um provedor de ensino internacional de reconhecida qualidade. Para o aluno ÁREA1, isso representa uma grande evolução para sua formação, afinal, além de dispor de uma moderna estrutura com laboratórios equipados e novas tecnologias, suas vivências serão somadas a experiências globais, tornando o aprendizado mais dinâmico, participativo e rico em conteúdo. DeVry Brasil, educação de qualidade internacional. 3) ESTRUTURA Conheça a ampla estrutura que a ÁREA1 oferece: - Prédio com 8 pavimentos - Elevadores - 95 salas com capacidade para 40, 60, 70, 80 e 100 alunos. Todas equipadas com projetor multimídia, computador e acesso à internet. - Cyber com 80 computadores - 27 laboratórios - Biblioteca 3

4 - 4 cantinas Laboratórios (1º e 2º subsolos) Os laboratórios se destinam às aulas práticas das disciplinas e à pesquisa científica, estimulando a criatividade e o aperfeiçoamento do aluno, por meio de de experimentos e demonstrações. Sua utilização em casos excepcionais pelos alunos deverá ser precedida de agendamento com professor ou monitor da disciplina. Laboratório de Biologia Laboratório da Célula de Software Livre Laboratórios CISCO Academy Laboratório de Automação de Sistemas de Produção - LASIP Laboratórios de Desenho Laboratórios de Eletrônica Laboratórios de Física Laboratório de Geologia Laboratório de Iniciação Científica Laboratórios de Informática Laboratório Microsoft Laboratórios de Química Laboratório (Robótica) de Sistemas Embarcados Laboratório de Sistemas Industriais Laboratório de Sistemas Multimídia Laboratório de Materiais de Construção Civil Estacionamento A utilização do estacionamento pelos alunos obedece às seguintes regras: As vagas são ocupadas por ordem de chegada. A faculdade não se responsabiliza por objetos guardados no interior do veículo ou por quaisquer danos que venham a ocorrer nele. São oferecidos passes de forma limitada para estacionamento no supermercado Extra. 4) SETORES E FUNÇÕES ADMISSÕES DE NOVOS ALUNOS No processo de admissão pelo vestibular, ENEM, Transferência, Graduado ou PROUNI, o candidato sempre é acompanhado por uma equipe especial que vai auxiliá-lo com informações importantes como a preparação dos estudos para as provas, documentação para matrícula e também na escolha do seu curso ou validação da sua futura carreira. CASA Coordenadoria de Apoio e Suporte ao Aluno (3º subsolo) 4

5 É um espaço versátil que acolhe e acompanha o aluno no decorrer de sua vida acadêmica. Proporciona apoio e suporte necessários para que possa atingir seus objetivos educacionais. Conta com uma equipe multidisciplinar e um ambiente agradável, oferecendo diversos serviços de apoio que contribuem para o sucesso acadêmico, fortalecendo a relação do aluno com a Instituição. O aluno encontra na CASA Orientação educacional Apoio a reorientação profissional Suporte psicológico Programas de nivelamento Monitoria CARREIRAS (3º subsolo) O Carreiras é um dos setores mais importantes. Isso porque é responsável pela orientação e encaminhamento dos alunos e ex-alunos ao mercado de trabalho, seja como empregados, seja como empreendedores. O setor identifica e seleciona os candidatos potencialmente qualificados e capazes de assumir as principais vagas nas melhores empresas, funcionando como elo entre os alunos e as principais instituições do mercado. Serviços oferecidos: Parceria com empresas Captação e divulgação de vagas Orientação para o mercado Processos seletivos Feira de oportunidades COORDENAÇÕES ACADÊMICA E OPERACIONAL (2º andar) O Coordenador Acadêmico de Curso ( CAC ) trata de Funções Pedagógicas como a elaboração e a gestão do projeto do curso e o relacionamento com o MEC, incluindo reuniões com professores e alunos com essa finalidade. Já o Coordenador de Operações Acadêmicas (COA) ocupa-se das funções de natureza operacional, tais como a elaboração de horários, a alocação de turmas, a gestão dos professores e o tratamento de problemas acadêmicos em geral. O atendimento aos alunos e professores também será feito pelo COA. O aluno poderá ser atendido por qualquer COA disponível no horário de atendimento. Reforçamos abaixo essa informação com os respectivos professores que ocupam estas Coordenações: Profa. Ana Carla Bittencourt Coordenadora Acadêmica de Engenharia de Produção Prof. José Luiz de Souza Freitas Coordenador Acadêmico de Engenharia de Controle e Automação Prof. Lázaro Edmilson Brito Silva Coordenador Acadêmico de Engenharia de Computação Profa. Solange Maria Ribeiro de Assis Coordenadora Acadêmica de Engenharia Ambiental e Sanitária Profa. Rossana Cavalcanti Araújo Silva Coordenadora Acadêmica de Engenharia Civil 5

6 Prof. Taniel Silva Franklin Coordenador Acadêmico de Engenharia Elétrica Profa. Ana Claudia Mattos Coordenadora de Operações Acadêmicas Prof. Raul San Martin Rivadulla Coordenador de Operações Acadêmicas Prof. Roberto Márcio Souza Santos Coordenador de Operações Acadêmicas OUVIDORIA A Ouvidoria é um canal de comunicação que proporciona maior aproximação entre a Faculdade ÁREA1 e seus públicos. É responsável por receber sugestões, elogios ou críticas da comunidade externa e acadêmica, formada por alunos, professores e colaboradores. Todas as manifestações registradas são encaminhadas aos setores da faculdade e seus gestores. Por fim, a Ouvidoria sugere à Direção Geral melhorias para os serviços, atribuindo os devidos esclarecimentos, alternativas e soluções. Como forma de preservar a identidade do manifestante, todo trabalho é realizado sob sigilo absoluto. Acesse o serviço por meio do site COMUNICAÇÃO E MARKETING Responsável pelo relacionamento e fluxo de informação da Faculdade ÁREA1 com seus públicos estratégicos: alunos, imprensa, parceiros, colaboradores, comunidade e outros. NAA Núcleo de Atendimento ao Aluno No Núcleo de Atendimento ao Aluno, você vai encontrar toda a ajuda que precisa para solucionar dúvidas e realizar serviços específicos do dia a dia acadêmico. Nesse setor, você encontrará profissionais prontos a auxiliá-lo com: Solicitações acadêmicas Pagamento de taxas Entrega de documentos Matrícula de calouros de graduação, extensão e pós-graduação Renovação de matrícula Reabertura de matrícula Informações para adesão da carteira estudantil Negociações financeiras Calendário Acadêmico HORÁRIO DE ATENDIMENTO: Segunda a sexta, das 7h30 às 21h Sábado, das 8h às 12h NAP Núcleo de Atendimento ao Professor (2º subsolo) Setor de apoio aos professores que oferece serviços e supre as demandas relativas ao dia a dia do corpo docente. BIBLIOTECA (4º andar) 6

7 O acervo da biblioteca da ÁREA1 conta com cerca de exemplares, entre livros, periódicos, trabalhos de conclusão de curso, obras de referência, fitas de vídeo, DVD e CD-ROM. A biblioteca ocupa área física total de 731,57m², dispondo de seis salas de estudo em grupo, 38 posições para estudo individual, dois salões de estudo coletivo e videoteca. Possui sala para processamento técnico das obras, além de área de convivência para leitura de jornais e revistas e acesso à rede Wireless em toda sua área. Os serviços oferecidos incluem: Empréstimo domiciliar Reservas online Renovação de obras presencial e online Videoteca Orientação bibliográfica Normalização bibliográfica Levantamento bibliográfico Comutação bibliográfica Comut Banco de dados (teses e dissertações) Acesso a base de periódicos eletrônicos EBSCO O acervo da biblioteca é especializado na área da Engenharia e áreas correlatas, contando com cerca de exemplares, devidamente catalogados de acordo com o AACR2 e classificação CDU. ACERVO Oferece acervo de cerca de exemplares distribuídos entre: - Livros - Periódicos - Obras de referência (enciclopédias, dicionários) - Trabalhos de conclusão de curso - Multimeios (Vhs, Dvds, Cd-rom) - Normas Técnicas REGRAS PARA EMPRÉSTIMO Usuário Tipo de material Prazo de empréstimo Quantidade de Itens Aluno Livro 7 (sete) dias úteis 3 (três) itens Formando (matriculado em TCC) Livro 7 (sete) dias úteis 5 (cinco) itens Aluno de Pós-Graduação e Extensão Livro 15 (quinze) dias úteis 3 (três) itens Os livros podem ser renovados presencialmente ou online. Recomenda-se aos usuários consultar o regulamento da biblioteca e também as orientações para renovações online disponível no Portal Academus no item últimas notícias. A devolução em atraso gera multa de R$ 2,00 por livro e dia, excluindo finais de semana e feriados. Tratando-se de obras marcadas como consulta, o prazo para empréstimo é de 5 horas e, ocorrendo atraso deste, será gerada uma 7

8 multa de R$ 4,00 por hora e por item. O atraso na devolução gera débito de multa e impedirá o usuário de realizar empréstimo ou renovação tanto na biblioteca como no Portal Academus, enquanto a situação não for regularizada. As obras perdidas ou danificadas devem ser substituídas por outras de igual edição ou superior, não dispensando multa, caso ela exista. HORÁRIO DE ATENDIMENTO 7h às 22h (segunda a sexta-feira) 8h às 18h (sábado) No período de férias acadêmicas, a biblioteca funcionará de acordo com os horários a serem divulgados. TI Tecnologia da Informação Setor responsável pelos projetos, serviços e manutenção dos sistemas e tecnologias da informação. 5) PROCEDIMENTOS ACADÊMICOS CALENDÁRIO ACADÊMICO É o documento que lista e determina o prazo das principais atividades acadêmicas pertinentes ao período letivo vigente. Disponível no site e nos murais da Instituição. CANCELAMENTO DE MATRÍCULA É a extinção do vínculo entre o aluno e a IES. Nesse caso, o aluno só poderá retornar à Faculdade por meio de um novo processo seletivo. Pode ser realizado pela instituição, caso não haja a comprovação da conclusão do Ensino Médio ou por fatores que firam as condutas acadêmicas. APROVEITAMENTO DE DISCIPLINAS É o aproveitamento de disciplinas cursadas em outra IES ou na ÁREA1, se estas apresentarem equivalência de, no mínimo, 75% do conteúdo programático exigido e carga horária igual ou superior à estabelecida para a disciplina no curso da ÁREA1, de acordo com o Regimento Interno. ABANDONO DE CURSO Aplicado ao aluno que deixar de efetuar a renovação da matrícula no prazo estabelecido no Calendário Acadêmico. O abandono de curso não abona os débitos das mensalidades existentes. O re-ingresso na faculdade será possível por meio de um novo processo seletivo e quitação dos débitos existentes. FREQUÊNCIA A frequência é obrigatória, sendo necessário, no mínimo, 75% de presença para aprovação, sendo vedado o abono de faltas, exceto nos casos previstos em lei. O aluno deve administrar suas eventuais faltas dentro do limite permitido de 25%. O controle e o registro de frequência são efetuados pelo professor e supervisionados pela Coordenação de curso. MUDANÇA DE CURSO O aluno pode requerer a mudança de curso, desde que esteja dentro do período estabelecido no Calendário Acadêmico. O deferimento da solicitação está condicionado à existência de vaga no curso. MUDANÇA DE TURNO O aluno pode requerer a mudança de turno, desde que esteja dentro do período estabelecido no Calendário Acadêmico. O deferimento da solicitação está condicionado à existência de vaga no turno. ALTERAÇÃO DE DISCIPLINAS 8

9 Ato de inclusão e/ou exclusão de disciplinas em que o aluno tenha efetuado inscrição no período de matrícula. Para solicitar a alteração, o aluno deve observar os seguintes critérios: a) Cursar, no mínimo, 9 (3 disciplinas) créditos. b) Obedecer ao período estabelecido no Calendário Acadêmico. O aluno terá o direito à alteração de matrícula fora do prazo exclusivamente nas seguintes situações: a) Tiver sido matriculado em turma cancelada após o período de matrícula. b) Não implantação de aproveitamento de disciplinas dentro do prazo estabelecido. c) Não implantação no histórico escolar de notas dos pré-requisitos em que obteve aprovação. d) Erro de cadastro de disciplinas ou processamento computacional. No primeiro semestre, é obrigatória a matrícula em cinco disciplinas (15 créditos). TRANSFERÊNCIA EXTERNA Para solicitar a transferência para outra IES, o aluno deve concluir o primeiro semestre, procedendo-se assim o trâmite entre as Universidades/Faculdades. A solicitação de transferência não exime o aluno da responsabilidade pelo pagamento das mensalidades vencidas até o dia da solicitação. O deferimento estará condicionado à inexistência de irregularidades acadêmicas. TRANCAMENTO DE MATRÍCULA O trancamento de matrícula é suspensão temporária dos estudos, sem que o aluno perca o vínculo com a IES podendo, assim, renovar sua matrícula. O trancamento tem validade pelo semestre corrente, podendo ser prorrogado por mais um semestre consecutivo, mas não pode ser superior a 04 (quatro) semestres letivos, consecutivos ou não, incluindo-se aquele em que foi iniciado o pedido de trancamento. O trancamento de matrícula não isenta o aluno do pagamento da(s) mensalidade(s) vencida(s) até a data da solicitação. O aluno deverá solicitar o trancamento obedecendo aos seguintes critérios: a) Estar dentro do período previsto no Calendário Acadêmico; b) Ter cursado pelo menos um semestre letivo; c) Inexistência de irregularidades acadêmicas e/ou financeiras. AVALIAÇÃO A avaliação fica a critério do docente, podendo utilizar seminários, provas escritas, trabalhos de pesquisas, trabalhos técnicos, relatórios de visitas etc. Os docentes devem aplicar duas avaliações parciais (AP1 e AP2) durante o semestre. Adota-se o conceito de 0 a 10 (zero a dez) por disciplina. Respeitado o limite mínimo de frequência previsto no Regimento da Instituição, será considerado aprovado o aluno que obtiver Média Parcial de Eficiência (MP) igual ou superior a 7,0 (sete), calculada mediante a média aritmética das notas obtidas nas duas avaliações. O aluno que obtiver a MP menor do que 7,0 (sete) e igual ou superior a 4,0 (quatro), observado o limite de frequência, pode se submeter ao Exame Final (EF). Para os alunos que se submeterem ao Exame Final, será calculada a Média Final pela média ponderada da Média Parcial de Eficiência, com peso de 60% (sessenta por cento), e a nota do Exame Final, com peso de 40% (quarenta por cento). Nesse caso, será considerado aprovado o aluno que obtiver Média Final igual ou superior a 5,0 (cinco). REGIME ESPECIAL Decreto Lei 1.044/69 É a situação em que o aluno, em circunstâncias específicas, pode acompanhar da sua residência ou do leito médico os assuntos ministrados nas disciplinas sem receber falta pela sua ausência, desde que esteja em condições de cumprir com as tarefas que lhe forem atribuídas. 9

10 ABONO DE FALTAS Só é permitido abono de falta às atividades escolares para aluno nas situações abaixo, mediante apresentação de documento comprobatório expedido por autoridade competente: - Militar Reservista matriculado em órgão de formação de Reserva que seja obrigado a faltar às atividades acadêmicas por força de exercício de manobra, exercício de apresentação de reservas ou cerimônias cívicas; - Oficial ou Aspirante a Oficial de Reserva convocado para serviço ativo; - Em atendimento à convocação da Justiça Eleitoral; - Convocado para integrar conselho de sentença no Tribunal do Júri; - Participação em competição desportiva quando oficialmente convocado para representar a União, o Estado ou o Município. Para esse procedimento, o aluno deverá entrar em contato com o professor, explicando-lhe o ocorrido tendo assim a comprovação em mãos. TRANSFERÊNCIA INTERNA Ocorre a transferência interna quando o aluno solicita mudança de curso dentro da IES. MATRÍCULA DE ALUNOS VETERANOS A matrícula deve ser renovada semestralmente no período estabelecido no Calendário Acadêmico. A não renovação da matrícula caracteriza abandono do curso, implicando desvinculação do aluno com a instituição. Contudo, esta situação não isenta o aluno dos pagamentos vencidos até o término do Contrato de Prestação de Serviços Educacionais. Para realizar a renovação da matrícula, o aluno deve regularizar qualquer pendência financeira e/ou acadêmica que possua com a IES. ATENÇÃO: A renovação da matrícula é feita no Portal Academus após pagamento da primeira parcela do semestre em questão. Matrículas financeiras realizadas fora do prazo divulgado no calendário acadêmico terão o acréscimo de R$ 80,00 (multa). O vencimento da primeira parcela de cada semestre é dia 5 (cinco) do mês. PROVA FINAL Art. 4º. O aluno que, após todo o processo de avaliação, obtiver a Média Parcial de Eficiência inferior a 7 (sete) e não menor do que 4 (quatro), observado o limite de frequência, após o término do período letivo, poderá se submeter a Exame Final (EF), visando lograr sua aprovação. 1º. Para os alunos que se submeterem ao Exame Final, será calculada a Média Final pela média ponderada da Média Parcial de Eficiência, com peso de 60% (sessenta por cento), e a nota do Exame Final, com peso de 40% (quarenta por cento). 2º. A Média Final referida do parágrafo acima igual ou superior a 5 (cinco), dará aprovação ao aluno na disciplina. PROVA SUBSTITUTIVA O aluno que tenha ficado impossibilitado de realizar uma ou as duas avaliações parciais poderá se submeter a uma avaliação de aprendizagem em segunda chamada, ou prova substitutiva, a ser realizada antes do Exame Final. O aluno que não tenha comparecido à AP1 ou à AP2, ou às duas avaliações, deverá solicitar no Núcleo de Atendimento ao Aluno (NAA), a permissão para realizar a primeira parte da prova substitutiva, pagando a taxa fixada na Tabela de Serviços Educacionais. A prova substitutiva será aplicada em um único momento, ou seja, ambas as partes que a compõem serão aplicadas no mesmo dia dentro do período estipulado pelo calendário acadêmico. TRANCAMENTO DE DISCIPLINA A solicitação de Trancamento de Disciplina deve ser conforme o período do calendário acadêmico. O aluno deve dirigir-se ao NAA para protocolar seu pedido, sendo que o mesmo continua pagando pela disciplina trancada no semestre. FORMAS DE DESLIGAMENTO 10

11 Constituem formas de desligamento do curso a transferência externa para outra instituição, o cancelamento de matrícula, o abandono do curso. REVISÃO DE NOTAS A revisão de nota das avaliações parciais deve ser solicitada diretamente ao professor na ocasião da entrega da prova. A revisão de nota da avaliação final deve ser solicitada diretamente ao professor na ocasião da entrega do resultado. A prova ficará arquivada na instituição. Caso o aluno não aceite o resultado da AF, o aluno deverá protocolar a solicitação de revisão no NAA, em, no máximo, 72 horas após a divulgação do resultado. Essa solicitação será encaminhada à Coordenação de Curso, que terá 72 horas úteis para realizar a respectiva revisão. 6) NÚCLEO DE EXTENSÃO Seu crescimento nas áreas que mais crescem no Brasil. Cada vez mais o mercado exige profissionais capacitados e qualificados. Por isso, a atualização acadêmica é quesito fundamental para uma carreira de sucesso. Os cursos de extensão da Faculdade ÁREA1 são uma excelente oportunidade para o aperfeiçoamento profissional, pois oferecem conhecimentos técnicos, teóricos e práticos, fatores determinantes para o seu crescimento no mercado de trabalho. Sendo assim, com o objetivo de oferecer treinamentos e atividades qualificadas para o corpo discente da Faculdade ÁREA1 e para a comunidade, o Núcleo de Extensão oferece cursos em parceria com a Academia CISCO, Academia IBM e Autodesk. CURSOS DE EXTENSÃO Academia CISCO (Módulos I a IV) Revisão CISCO CCNA AUTOCAD (Básico e Avançado) 3D MAX Auditor Interno de SGI Instrumentação e Automação Leitura e Interpretação de Projetos de Edificações Linux Módulo I Administração Programação JAVA MS Project NR 10 Licenciamento Ambiental Cálculo para Liquidação Trabalhista Mercado de Capitais 7) NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO A Faculdade ÁREA1 apresenta seus cursos de pós-graduação lato sensu, ou seja, especialização, nas áreas de Engenharia e Tecnologia, em sua maioria relacionados às áreas de graduação atualmente oferecidas pela instituição. Os cursos de pós-graduação promovidos pela ÁREA1 têm por finalidade: I Oferecer à comunidade conhecimentos especializados que promovam a disseminação da ciência e da tecnologia e o desenvolvimento da região. II Qualificar profissionais, de um modo geral, para uma melhor inserção e atuação no mercado de trabalho, por meio de uma constante atualização de conhecimentos em determinada especialidade profissional. III Possibilitar a capacitação técnica, científica ou cultural em novas áreas do conhecimento, especialmente naquelas interdisciplinares. 11

12 IV Aprimorar profissionais que desejam dedicar-se à docência no ensino superior. Focamos naquilo que temos excelência, ou seja, engenharia e tecnologia, para que os profissionais que desejam ampliar sua capacitação nestas áreas sintam-se seguros em fazer pós-graduação na única faculdade 100% Engenharia da Bahia. São cursos atuais, sintonizados com a demanda do mercado com conteúdo teórico e prático oferecidos por um corpo docente que, além de titulação diferenciada, possui experiência no mercado da área específica. CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO Engenharia Elétrica Eletrotécnica Engenharia de Segurança do Trabalho Engenharia de Petróleo Gestão Ambiental com Tecnologias Limpas Gestão Empresarial da Construção Civil Segurança da Informação em Redes de Computadores Segurança em Equipamentos e Instalações Segurança em Saúde Ocupacional 8) PROGRAMAS INSTITUCIONAIS PICT O Programa de Iniciação Científica e Tecnológica (PICT) da Faculdade ÁREA1 se destina aos alunos que têm interesse em se aprofundar no universo da pesquisa, da ciência e da tecnologia. Volta-se, assim, para aqueles que demonstram vocação para o universo da academia e que, mediante a orientação de um professor, são desafiados a produzir um trabalho individual, seguindo-se sua posterior publicação em veículo especializado. Como o próprio nome do Programa diz, o foco das atividades envolve tanto temas de natureza científica quanto tecnológica. Entretanto, recomenda-se sempre uma abordagem mais experimental, com uma ousadia maior no que tange ao aspecto inovador do tema abordado. Procura-se, desta forma, diferenciar os trabalhos de iniciação científica, por meio da originalidade e do cunho experimentalista do assunto em pauta. As linhas de pesquisa existentes norteiam os cursos da Faculdade e também servem para orientar temas para trabalhos de Conclusão de Curso. Os alunos participantes do PICT são selecionados mediante edital de convocação e têm suas atividades supervisionadas por professores orientadores. Os alunos recebem uma bolsa como forma de apoiá-los para a realização de suas atividades. A depender dos resultados obtidos, os alunos do PICT são estimulados a apresentar seus resultados em eventos e congressos científicos e tecnológicos. PEX A experiência ensina lições que vão nos acompanhar por toda a vida, moldar nosso caráter, tatuar nossa alma. Nós acreditamos que esse é o melhor jeito de aprender, que a educação deve ser um processo de viver experiências marcantes e não meramente uma preparação para viver o futuro. A gente sabe que todas as experiências não cabem em uma sala de aula. Em nossas instituições, elas estão por todos os lados. Experiências são aprendizados que marcam nossas vidas. Um conjunto de erros e acertos que fazem o tempo valer a pena. Um tempo que não deve ser medido pelo número de vezes que respiramos, mas pelo número de momentos que nos tiram o fôlego. Manifesto Institucional - DeVry Brasil Um dos principais objetivos do PEX (Programa de Experiências) é materializar o discurso expresso no Manifesto Institucional, ou seja, aprendizado não se limita ao que ocorre dentro da sala de aula. Desta forma, criar para o aluno oportunidades para vivenciar experiências fora da sala de aula é uma das principais metas a serem atingidas pelo Programa. Em todos os cursos, os alunos devem participar de experiências que somem, no mínimo, 280 horas, conforme projeto pedagógico do curso. O aluno deve atingir, ao longo de seu curso, uma pontuação mínima no PEX. Para tanto, são oferecidas alternativas 12

13 para escolher a forma de cumprir essa determinação. Isso não impede, naturalmente, que o aluno participe de mais atividade, excedendo o valor mínimo. Depende apenas de seu interesse e de sua disponibilidade. Todos os nossos cursos se comprometem a oferecer, no mínimo, o triplo de pontuação PEX referente ao semestre. Para se inscrever, basta acessar a página do seu curso no Portal Academus e selecionar a atividade desejada. As opções também são atualizadas na TV PEX, localizada no térreo. 9) PROGRAMAS INTERNACIONAIS O modelo educacional DeVry oferece programas internacionais de formação e oportunidades de estudos, além da validação de diploma nos Estados Unidos com a excelência da DeVry. Esse método significa uma verdadeira revolução na formação do aluno, afinal, grandes experiências globais serão somadas e vivenciadas na prática. Conheça nossos programas e prepare-se para um ensino de qualidade internacional. English Pro DeVry Brasil Sempre buscando a melhoria contínua, a DeVry Brasil, ainda em parceria com a Pearson Longman, o English Pro DeVry Brasil. A Pearson Longman é uma tradicional editora inglesa reconhecida internacionalmente por sua excelência em produtos e serviços. English Pro DeVry Brasil é um programa moderno dividido em três níveis: FUNDAMENTALS, para iniciantes; TOP NOTCH 1, para alunos de nível básico; e TOP NOTCH 2, para alunos de nível intermediário. Cada um tem seis meses. No English Pro DeVry Brasil, você tem flexibilidade de escolher o horário das suas aulas: duas vezes na semana ou uma vez nas sextas ou sábados. O objetivo do curso é dar aos nossos alunos e colaboradores a oportunidade de melhorar suas habilidades no inglês, além de prepará-los para a ESL (English as a Second Language), um curso intensivo e avançado de quatro semanas ofertado na DeVry University nos EUA. Com o ESL, os estudantes podem se inscrever em um dos cursos de graduação e pós-graduação da DeVry University. Para os alunos que não estão interessados em completar seus estudos no exterior, o English Pro DeVry Brasil proporciona um domínio do inglês suficiente para a participação de atividades internacionais no Brasil, como seminários em inglês e elaboração de artigos juntamente com alunos e professores americanos, totalmente à distância. O programa continua subsidiado, permitindo que todos esses benefícios sejam acessíveis aos estudantes e funcionários por apenas R$ 25,00 por mês, já incluso o material didático. BASE DE DADOS EBSCO Nas faculdades da DeVry Brasil, você não terá dificuldades em encontrar referências bibliográficas confiáveis e recentes para fazer seus trabalhos acadêmicos, em uma quantidade enorme de material para pesquisa. Alunos e professores têm acesso a mais de publicações para acesso online. O acesso é disponibilizado pela EBSCO Information Services, empresa que fornece assinaturas de impressos, periódicos eletrônicos, e-books, jornais, revistas, ferramentas de gerenciamento de recursos eletrônicos, bases de dados em texto completo e resumo, além de serviços relacionados a todos os tipos de organizações de pesquisa. A interface de busca permite consultas em português ou inglês, e os resultados podem ser traduzidos de uma língua para outra. Por meio dela, tem-se acesso a uma poderosa ferramenta, que permite vários recursos, desde uma busca simples, como se faz nos buscadores da Web, a pesquisas sofisticadas, com operadores booleanos, wildcards e truncations. Um recurso particularmente interessante é o SmartText Searching, mecanismo que permite inserir no campo de busca parte de um texto ou uma página inteira. Utilizando um sofisticado algoritmo, o SmartText examina o texto e atribui um peso para cada termo, retornando uma lista de resultado baseado na relevância. MYMATHLAB O MyMathLab é um programa de nivelamento em Matemática que auxilia na melhor preparação para o estudo 13

14 das disciplinas que envolvem cálculos. O programa possibilita a interação entre alunos e professores com a transmissão de conteúdos online e outros recursos multimídia que facilitam o aprendizado. É fundamental a participação do aluno de 1º semestre. O programa auxilia o professor na criação e correção de exercícios e no acompanhamento mais próximo do desenvolvimento do aluno. Já para os alunos, oferece exercícios interativos e explicativos, recursos multimídia e monitoramento do progresso no aprendizado. Desenvolvido pela Pearson, o MyMathLab tem ajudado mais de 3 milhões de alunos a terem sucesso em Matemática em mais de faculdades e universidades no mundo inteiro. O MyMathLab é modular e se adapta ao ritmo e estilo de cada um. Pesquisas mostram que a assistência em forma de tutoriais propicia retorno imediato, melhorando as notas dos alunos nas provas. SEMESTER ABROAD Participar de um programa de intercâmbio é o sonho de quase todo aluno de graduação e pós-graduação. Além da experiência de aprendizado internacional, a bagagem cultural adquirida é algo que o marcará para o resto de sua vida, refletindo no seu desempenho profissional. Nas faculdades da DeVry Brasil, estudar no exterior é mais fácil e barato do que você imagina. O programa de intercâmbio Semester Abroad, oferece, aos alunos das escolas do grupo, a oportunidade de estudar por 1 semester (equivalente a 4 meses) na DeVry University, no campus Fremont CA, uma das mais conceituadas universidades dos Estados Unidos. É exigido apenas o visto J1, e o aluno paga o mesmo valor da mensalidade no Brasil! No fim do programa, o aluno poderá validar seus créditos cursados no exterior. O programa tem o objetivo de proporcionar uma experiência única, fornecendo ensino de qualidade e imersão cultural adaptados à realidade econômica brasileira. A DeVry University oferece cursos de bacharelado, tecnológico e pós-graduação em cinco diferentes Colleges. Os alunos da DeVry Brasil poderão escolher qualquer uma das disciplinas relacionadas ao seu curso no Brasil. Conheça os cursos que você poderá cursar na DeVry University, selecionando a área desejada: Business & Management Engineering & Information Technology Health Sciences Liberal Arts & Sciences Media Arts & Technology SEMINÁRIOS INTERNACIONAIS A DeVry Brasil realiza uma série de eventos no país, de forma que o aprendizado e a qualidade de ensino internacional possam se conectar às Instituições no Brasil e aos seus alunos. DUAL DEGREE O Dual Degree é um programa para estudantes de graduação e pós-graduação, no qual o aluno pode concluir sua graduação no exterior, estudando de 12 a 16 meses, pagando a mesma mensalidade que ele paga no Brasil. No programa, é permitido estudar em qualquer campus da DeVry, e é exigido o visto F1. Ao regressar, o aluno obtém a dupla titulação, brasileira e americana. Na primeira fase, você cursará as disciplinas do programa no Brasil, completando o total de 360 horas. Na segunda fase, poderá estudar na Keller Graduate School of Management, nos EUA, completando as 720 horas exigidas para a titulação do MBA americano, obtendo, desta forma, duas titulações, uma brasileira e outra americana. Se preferir, você poderá concluir as disciplinas da Keller no Brasil, por meio da plataforma online. A Keller Graduate School of Management, pertencente à DeVry University, é uma escola de pós-graduação em Negócios com mais de 35 anos de experiência. Possui mais de 90 campi espalhados pelos Estados Unidos e é líder em educação a distância, com uma década de experiência no design e oferta de ensino pela internet. Toda a parte do curso que será ministrada no Brasil foi estruturada pelo guia curricular da Keller Graduate School of Management, garantindo o padrão de qualidade da DeVry University. 14

15 Informações: International Office 10) PORTAL ACADEMUS No Portal da Faculdade ÁREA1, o aluno tem acesso ao material das aulas e ainda pode manter contato com colegas e professores, o que facilita o acesso às informações e o compartilhamento de experiências. Este também é o principal canal de comunicação entre Faculdade e aluno. Para acessar o sistema, o aluno deve realizar cadastro no NAA, Núcleo de Atendimento ao Aluno. Posteriormente, receberá login e senha no cadastrado. Atenção: o informado no momento do cadastro também é utilizado para comunicação entre Faculdade e aluno. Através deste você receberá notícias, informativos, comunicados, vagas de estágio e outras informações de interesse. 11) COBERTURA VITALMED Todos os alunos e colaboradores estão assistidos pela VitalMed por meio dos serviços de atendimento ambulatorial, urgências e emergências médicas. 12) PRINCIPAIS CONTATOS Campus Paralela Av. Luiz Viana Filho, Paralela. CEP: Telefone geral: (71) Admissões de Novos Alunos 55 (71) Biblioteca 55 (71) Casa 55 (71) (71) (71) (71) (71) Carreiras 55 (71) Comunicação e Marketing 55 (71) Coordenações de Cursos 55 (71) (71) (71) (71) Núcleo de Atendimento ao Aluno (NAA) 55 (71) (71) Núcleo de Atendimento ao Professor (NAP) 55 (71) Núcleo de Pós-graduação e Extensão 55 (71)

16 Campus Paralela: Av. Luiz Viana Filho, Paralela - Salvador/BA - CEP: Tel.: (71)

C O N E C T A D A A O S E U M U N D O M

C O N E C T A D A A O S E U M U N D O M C O N E C T A D A A O S E U M U N D O Manual do Aluno Índice BOAS VINDAS................................................................ 3 INSTITUCIONAL...............................................................

Leia mais

ÍNDICE BOAS-VINDAS 3 1) INSTITUCIONAL... 3 2) ESTUDAR NA ÁREA1 3 3) ESTRUTURA 3 LABORATÓRIOS 4 ESTACIONAMENTO 4 4) SETORES E FUNÇÕES 4 ADMISSÃO DE

ÍNDICE BOAS-VINDAS 3 1) INSTITUCIONAL... 3 2) ESTUDAR NA ÁREA1 3 3) ESTRUTURA 3 LABORATÓRIOS 4 ESTACIONAMENTO 4 4) SETORES E FUNÇÕES 4 ADMISSÃO DE ÍNDICE BOAS-VINDAS 3 1) INSTITUCIONAL............................................................. 3 2) ESTUDAR NA ÁREA1 3 3) ESTRUTURA 3 LABORATÓRIOS 4 ESTACIONAMENTO 4 4) SETORES E FUNÇÕES 4 ADMISSÃO

Leia mais

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO Rio de Janeiro, 2003 CAPÍTULO I DOS CURSOS: MODALIDADES E OBJETIVOS Art. 1º. Em conformidade com o Regimento Geral de nos termos da Lei de Diretrizes e Bases da

Leia mais

FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA REGULAMENTO DE MONITORIA DO CURSO DE PEDAGOGIA

FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA REGULAMENTO DE MONITORIA DO CURSO DE PEDAGOGIA FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA REGULAMENTO DE MONITORIA DO CURSO DE PEDAGOGIA Cachoeira, março de 2011 REGULAMENTO DE MONITORIA ACADÊMICA DO CURSO DE PEDAGOGIA Capítulo I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º

Leia mais

REGULAMENTO DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DA FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS ESUDA. Capítulo I Das Disposições Preliminares

REGULAMENTO DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DA FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS ESUDA. Capítulo I Das Disposições Preliminares Capítulo I Das Disposições Preliminares Art. 1º Os cursos de Pós-Graduação Lato Sensu da Faculdade de Ciências Humanas ESUDA orientam-se pelas normas especificadas neste Regulamento e estão sujeitos ao

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PROGRAMA DE INTERCÂMBIO INTERNACIONAL E INTERDISCIPLINAR DA CHAMBERLAIN COLLEGE OF NURSING, AREA1 E FACULDADE RUY BARBOSA

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PROGRAMA DE INTERCÂMBIO INTERNACIONAL E INTERDISCIPLINAR DA CHAMBERLAIN COLLEGE OF NURSING, AREA1 E FACULDADE RUY BARBOSA EDITAL DE CONVOCAÇÃO PROGRAMA DE INTERCÂMBIO INTERNACIONAL E INTERDISCIPLINAR DA CHAMBERLAIN COLLEGE OF NURSING, AREA1 E FACULDADE RUY BARBOSA Nº 12/2015 Por meio do presente Edital se faz a Convocação

Leia mais

Regulamento de Matrícula

Regulamento de Matrícula Regulamento de Matrícula A Coordenadora do Curso de Direito da Faculdade Processus, juntamente com a Diretora do Curso, no exercício de suas atribuições, com o intuito de normatizar a efetividade e dinâmica

Leia mais

Regulamento Atividades Complementares. Faculdade da Cidade de Santa Luzia - FACSAL

Regulamento Atividades Complementares. Faculdade da Cidade de Santa Luzia - FACSAL Regulamento Atividades Complementares Faculdade da Cidade de Santa Luzia - 2014 Regulamento das Atividades Complementares CAPÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Artigo 1º - As Atividades

Leia mais

ENGLISH PRO PERGUNTAS MAIS FREQUENTES

ENGLISH PRO PERGUNTAS MAIS FREQUENTES ENGLISH PRO PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. O que é o English Pro? É um curso de inglês presencial com custos subsidiados aos alunos (graduação e pós-graduação) e colaboradores, oferecido a todas as Instituições

Leia mais

EDITAL Nº 01/2015. ENGLISHPRO Onsite

EDITAL Nº 01/2015. ENGLISHPRO Onsite EDITAL Nº 01/2015 ENGLISHPRO Onsite A DeVry Brasil, grupo educacional com atuação no ensino superior, situado na Rua Antônio Gomes Guimarães, 150, Dunas, Fortaleza Ceará, anuncia que estarão abertas em

Leia mais

MANUAL DO ALUNO PÓS-GRADUAÇÃO

MANUAL DO ALUNO PÓS-GRADUAÇÃO MANUAL DO ALUNO PÓS-GRADUAÇÃO CARO ALUNO, Seja Bem-Vindo às Escolas e Faculdades QI! Desejamos a você uma excelente jornada de estudos e evolução, tanto no campo profissional, como pessoal. Recomendamos

Leia mais

REGULAMENTO PROGRAMA DE MONITORIA

REGULAMENTO PROGRAMA DE MONITORIA REGULAMENTO PROGRAMA DE MONITORIA BARRETOS 2010 REGULAMENTO PROGRAMA DE MONITORIA Art. 1 - O Programa de Monitoria da Faculdade Barretos, destinado a alunos regularmente matriculados, obedecerá às normas

Leia mais

AVALIAÇÃO TRIMESTRAL DE METAS PDI- 2011/2015

AVALIAÇÃO TRIMESTRAL DE METAS PDI- 2011/2015 AVALIAÇÃO TRIMESTRAL DE METAS PDI- 2011/2015 METAS AÇÕES PRAZOS Expansão do número de vagas do curso de Engenharia de Produção. SITUAÇÃO MARÇO DE 2015 AVALIAÇÃO PROCEDIDA EM 12.03.2015 CPA E DIRETORIA

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOLOGIA ANIMAL - PPGBA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOLOGIA ANIMAL - PPGBA 1 REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOLOGIA ANIMAL - PPGBA I - Objetivos Art. 1º - O Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal (PPGBA) destina-se a proporcionar aos candidatos portadores

Leia mais

ENGLISH PRO PERGUNTAS MAIS FREQUENTES

ENGLISH PRO PERGUNTAS MAIS FREQUENTES ENGLISH PRO PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. O que é o English Pro? É um curso de inglês presencial com custos subsidiados aos alunos (graduação e pós-graduação) e colaboradores, oferecido a todas as Instituições

Leia mais

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO CAPITULO I DAS FINALIDADES Art. 1º - Os cursos de pós-graduação da UNIABEU são regidos pela Lei Federal 9394/96 Lei de Diretrizes

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online MBA EM GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de

Leia mais

EDITAL Nº 02/2015. Faculdade de Tecnologia de Piracicaba Fatep. Processo Seletivo. Primeiro Semestre 2016

EDITAL Nº 02/2015. Faculdade de Tecnologia de Piracicaba Fatep. Processo Seletivo. Primeiro Semestre 2016 EDITAL Nº 02/2015 Faculdade de Tecnologia de Piracicaba Fatep Processo Seletivo Primeiro Semestre 2016 O Diretor da Faculdade de Tecnologia de Piracicaba - Fatep informa que, de acordo com a Lei nº 9.394

Leia mais

PROFMAT - Programa de Mestrado Profissional em Matemática. Regimento. Coordenação do ensino de matemática nas escolas;

PROFMAT - Programa de Mestrado Profissional em Matemática. Regimento. Coordenação do ensino de matemática nas escolas; Capítulo I Objetivos Regimento Artigo 1º - O Objetivo do Programa de Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional é proporcionar ao aluno formação matemática aprofundada, relevante ao exercício

Leia mais

Manual do Candidato da Graduação. Processos Seletivos

Manual do Candidato da Graduação. Processos Seletivos 1 ESCOLA SUPERIOR NACIONAL DE SEGUROS Manual do Candidato da Graduação Processos Seletivos Rua Senador Dantas, 74 Térreo; 2º e 3º andares Centro Rio de Janeiro RJ Tel. 33801044 33801046 33801535 2 A Escola

Leia mais

Programa de Iniciação Científica da Faculdade de Tecnologia de São Vicente (PIC-FATEF)

Programa de Iniciação Científica da Faculdade de Tecnologia de São Vicente (PIC-FATEF) FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO VICENTE Programa de Iniciação Científica da Faculdade de Tecnologia de São Vicente (PIC-FATEF) Introdução O Programa de Iniciação Científica da Faculdade de Tecnologia de

Leia mais

2. Como faço para me inscrever no English Pro Onsite?

2. Como faço para me inscrever no English Pro Onsite? FAQ English Pro Onsite (Presencial) 1. O que é o English Pro É um curso de inglês presencial com custos subsidiados aos alunos (graduação e pós-graduação) e colaboradores, oferecido a todas as Instituições

Leia mais

I CURSOS E VAGAS OFERTADAS

I CURSOS E VAGAS OFERTADAS Edital N º 08 /2015 EDITAL PARA PROCESSO SELETIVO ÀS VAGAS DESTINADAS A TRANSFERÊNCIAS EXTERNAS E A PORTADORES DE DIPLOMA DE NÍVEL SUPERIOR PARA INGRESSO NO SEGUNDO SEMESTRE DE 2015 EM CURSOS DE GRADUAÇÃO

Leia mais

Regulamento da Pós-Graduação Lato Sensu

Regulamento da Pós-Graduação Lato Sensu Regulamento da Pós-Graduação Lato Sensu CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - Os cursos de pós-graduação lato sensu da FACULDADE UNIDA são regidos pela Resolução n. º 01, de 8 de junho de 2007,

Leia mais

FACULDADE MORAES JÚNIOR MACKENZIE RIO REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TÍTULO I CAPÍTULO I DO OBJETIVO, DA NATUREZA E DA FINALIDADE

FACULDADE MORAES JÚNIOR MACKENZIE RIO REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TÍTULO I CAPÍTULO I DO OBJETIVO, DA NATUREZA E DA FINALIDADE FACULDADE MORAES JÚNIOR MACKENZIE RIO REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TÍTULO I CAPÍTULO I DO OBJETIVO, DA NATUREZA E DA FINALIDADE SEÇÃO I DO OBJETIVO Art. 1º O presente Regulamento tem por

Leia mais

PROFLETRAS R E G I M E N T O

PROFLETRAS R E G I M E N T O PROFLETRAS R E G I M E N T O CAPÍTULO I - CAPITULO II - CAPÍTULO III - CAPÍTULO IV - CAPÍTULO V - CAPÍTULO VI - CAPÍTULO VII - CAPÍTULO VIII - Das Finalidades Das Instituições Associadas Da Organização

Leia mais

O Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores possui flexibilidade para atender dois tipos de certificações intermediárias, que são:

O Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores possui flexibilidade para atender dois tipos de certificações intermediárias, que são: 1) Formas de participação do Corpo Discente: O Colegiado do Curso é um órgão consultivo, deliberativo e normativo, onde é possível a participação do corpo discente nas decisões que competem a exposição

Leia mais

BEM-VINDO AO IZABELA HENDRIX

BEM-VINDO AO IZABELA HENDRIX BEM-VINDO AO IZABELA HENDRIX ESTAR NA VANGUARDA É ESTAR À FRENTE. É APONTAR OS CAMINHOS E SER REFERÊNCIA. O Izabela Hendrix representa a vanguarda na educação, com ações pioneiras que começaram há mais

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online MBA EM GESTÃO EMPRESARIAL EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de Pós-Graduação

Leia mais

Manual do Candidato da Graduação. Processos Seletivos

Manual do Candidato da Graduação. Processos Seletivos 1 ESCOLA SUPERIOR NACIONAL DE SEGUROS ESNS Manual do Candidato da Graduação Processos Seletivos Rua Senador Dantas, 74 2º andar Centro Rio de Janeiro RJ Tel. 33801044 33801046 33801532 2 A Escola Superior

Leia mais

GERAL DOS CURSOS DE PÓS GRADUAÇÃO PROPe

GERAL DOS CURSOS DE PÓS GRADUAÇÃO PROPe REGULAMENTO GERAL DOS CURSOS DE PÓS GRADUAÇÃO PROPe Sumário Título I Dos Cursos de Pós Graduação e suas finalidades...1 Título II Dos Cursos de Pós Graduação em Sentido Lato...1 Título III Dos Cursos de

Leia mais

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Em conformidade com a Resolução CNE/CES n 1, de 08 de Junho de 2007 e o Regimento da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (Aprovado pelo Parecer CONSEPE

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online MBA EM CONTROLADORIA E FINANÇAS Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de Pós-Graduação

Leia mais

1. Objetivo. 2. Elegíveis

1. Objetivo. 2. Elegíveis 1. Objetivo Estabelecer diretrizes, critérios e condições para a concessão de bolsa integral das mensalidades para cursar 1 (um) semestre, por meio de intercâmbio em uma das instituições de Ensino Superior

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O. Fica aprovado, em anexo, o Regulamento dos Programas de Pós-Graduação Lato Sensu da FAE Centro Universitário.

R E S O L U Ç Ã O. Fica aprovado, em anexo, o Regulamento dos Programas de Pós-Graduação Lato Sensu da FAE Centro Universitário. RESOLUÇÃO CONSEPE 09/2009 APROVA O REGULAMENTO DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DA FAE CENTRO UNIVERSITÁRIO. O Presidente do Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão CONSEPE, no uso das

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA VOLUNTÁRIA 2008

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA VOLUNTÁRIA 2008 UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS - UEMG ESCOLA DE DESIGN ED COORDENAÇÃO DE EXTENSÃO NUCLEO INTEGRADOR DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS - NIPP PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA VOLUNTÁRIA 2008 Aprovado pelo

Leia mais

Regulamento dos Cursos do Programa ESMP-VIRTUAL

Regulamento dos Cursos do Programa ESMP-VIRTUAL Regulamento dos Cursos do Programa ESMP-VIRTUAL A DIRETORA DA ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE GOIÁS no exercício de suas atribuições legais, com fundamento no art. 65, inciso II da Lei

Leia mais

Homologa adequações no Regulamento do Programa de pós-graduação lato sensu. DA FINALIDADE E OBJETIVOS

Homologa adequações no Regulamento do Programa de pós-graduação lato sensu. DA FINALIDADE E OBJETIVOS Resolução do CS nº 11/2013 Aparecida de Goiânia, 29 de janeiro de 2013. Homologa adequações no Regulamento do Programa de pós-graduação lato sensu. O Presidente Conselho Superior, no uso de suas atribuições,

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA Autorizada pelo Decreto Federal nº 77.496 de 27/04/76 Reconhecida pela Portaria Ministerial nº 874/86 de 19/12/86 Recredenciada pelo Decreto Estadual 9.271 de

Leia mais

Curso Série Turno Vagas 2ª Manhã 5 (cinco) 2ª Noite 5 (cinco ADMINISTRAÇÃO 3ª Manhã 5 (cinco 4ª Manhã 2 (duas) 5ª Noite 5 (cinco)

Curso Série Turno Vagas 2ª Manhã 5 (cinco) 2ª Noite 5 (cinco ADMINISTRAÇÃO 3ª Manhã 5 (cinco 4ª Manhã 2 (duas) 5ª Noite 5 (cinco) Edital N o. 11/2014 EDITAL PARA PROCESSO SELETIVO ÀS VAGAS DESTINADAS A TRANSFERÊNCIAS EXTERNAS E A PORTADORES DE DIPLOMA DE NÍVEL SUPERIOR PARA INGRESSO NO SEGUNDO SEMESTRE DE 2014 EM CURSOS DE GRADUAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO Lato Sensu FACULDADE SATC

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO Lato Sensu FACULDADE SATC REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO Lato Sensu FACULDADE SATC 2014 ÍNDICE CAPÍTULO I... 3 Da Constituição, Natureza, Finalidade e Objetivos dos Cursos... 3 CAPÍTULO II... 3 Da Implantação dos Cursos...

Leia mais

MANUAL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO. Técnico em Informática

MANUAL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO. Técnico em Informática INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS - CAMPUS AVANÇADO SÃO JOÃO DEL-REI MANUAL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO Técnico em Informática APRESENTAÇÃO O objetivo do presente

Leia mais

RESOLUÇÃO FAMES 09/2010

RESOLUÇÃO FAMES 09/2010 Dispõe sobre as formas de ingresso e sobre o Processo Seletivo para admissão de alunos nos cursos de graduação, na Faculdade de Música do Espírito Santo Maurício de Oliveira. RESOLUÇÃO FAMES 09/2010 O

Leia mais

Regulamento Geral. Programas Executivos IBMEC MG. REGULAMENTO GERAL PROGRAMAS EXECUTIVOS IBMEC BELO HORIZONTE Reprodução Proibida

Regulamento Geral. Programas Executivos IBMEC MG. REGULAMENTO GERAL PROGRAMAS EXECUTIVOS IBMEC BELO HORIZONTE Reprodução Proibida Regulamento Geral Programas Executivos IBMEC MG 0 TÍTULO I - DAS FINALIDADES Art. 1º - Os Programas CBA, MBA e LL.M. são atividades docentes do Ibmec MG, dirigidos à formação e aperfeiçoamento dos participantes,

Leia mais

EDITAL Nº 10/2011. Processo Seletivo AGENDADO Vestibular 2012 - Primeiro Semestre

EDITAL Nº 10/2011. Processo Seletivo AGENDADO Vestibular 2012 - Primeiro Semestre EDITAL Nº 10/2011 Processo Seletivo AGENDADO Vestibular 2012 - Primeiro Semestre tinuadoo Diretor da Faculdade de Tecnologia de Piracicaba, FATEP, mantida pelo Instituto de Desenvolvimento Tecnológico

Leia mais

ORIENTAÇÃO AOS ALUNOS DE TURMAS ANTERIORES 2008.1

ORIENTAÇÃO AOS ALUNOS DE TURMAS ANTERIORES 2008.1 ORIENTAÇÃO AOS ALUNOS DE TURMAS ANTERIORES 2008.1 1.- Objetivos do Curso de Mestrado: a. Formação de professores para o magistério superior; b. Formação de pesquisadores; c. Capacitação para o exercício

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO NÚCLEO DE CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS - NUCSA DEPARTAMENTO ACADEMICO DE ADMINISTRAÇÃO EDITAL Nº 001/2014

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO NÚCLEO DE CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS - NUCSA DEPARTAMENTO ACADEMICO DE ADMINISTRAÇÃO EDITAL Nº 001/2014 PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO NÚCLEO DE CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS - NUCSA DEPARTAMENTO ACADEMICO DE ADMINISTRAÇÃO EDITAL Nº 001/2014 PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE MONITORIA ACADÊMICA 1 A Fundação Universidade

Leia mais

www.cmconsultoria.com.br Cópia por Processo Digital Página 2 de 5

www.cmconsultoria.com.br Cópia por Processo Digital Página 2 de 5 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR EDITAL Nº 36, DE 5 DE DEZEMBRO DE 2014 PROCESSO SELETIVO PARA OCUPAÇÃO DE VAGAS DOS CURSOS PRESENCIAIS DE LÍNGUA INGLESA OFERTADOS PELOS NÚCLEOS DE

Leia mais

MBA EM CONSULTORIA E GESTÃO DE NEGÓCIOS 2014.1

MBA EM CONSULTORIA E GESTÃO DE NEGÓCIOS 2014.1 NÚMERO DE VAGAS: 45 (Quarenta e cinco) vagas. PREVISÃO DE INÍCIO DAS AULAS Abril de 2014 APRESENTAÇÃO / JUSTIFICATIVA MBA EM CONSULTORIA E GESTÃO DE NEGÓCIOS 2014.1 O MBA EM CONSULTORIA & GESTÃO DE NEGÓCIOS,

Leia mais

ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS- GRADUAÇÃO 2015.2B EDITAL Nº 18.2B

ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS- GRADUAÇÃO 2015.2B EDITAL Nº 18.2B ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS- GRADUAÇÃO 2015.2B EDITAL Nº 18.2B SUMÁRIO 1. Da validade 3 2. Das inscrições 3 3. Das entrevistas, avaliação de currículo e de histórico escolar 3 4. Da classificação 4

Leia mais

RESOLUÇÃO N o 38 de 30/12/2011 - CAS

RESOLUÇÃO N o 38 de 30/12/2011 - CAS RESOLUÇÃO N o 38 de 30/12/2011 - CAS O Conselho Acadêmico Superior (CAS), no uso de suas atribuições conferidas pelo Estatuto da Universidade Positivo (UP), dispõe sobre as normas acadêmicas dos cursos

Leia mais

CURSOS DE MESTRADO ACADÊMICO E DOUTORADO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA REGULAMENTO

CURSOS DE MESTRADO ACADÊMICO E DOUTORADO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA REGULAMENTO CURSOS DE MESTRADO ACADÊMICO E DOUTORADO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA REGULAMENTO 2013 CURSOS DE MESTRADO ACADÊMICO E DOUTORADO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA REGULAMENTO

Leia mais

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NA SEGUNDA FASE DO CURSO DE FORMAÇÃO PARA CERTIFICAÇÃO DE CAPITAL HUMANO EM LÍNGUA INGLESA

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NA SEGUNDA FASE DO CURSO DE FORMAÇÃO PARA CERTIFICAÇÃO DE CAPITAL HUMANO EM LÍNGUA INGLESA REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NA SEGUNDA FASE DO CURSO DE FORMAÇÃO PARA CERTIFICAÇÃO DE CAPITAL HUMANO EM LÍNGUA INGLESA 1. APRESENTAÇÃO Este regulamento apresenta as regras e os critérios estabelecidos

Leia mais

ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2016. 1A EDITAL Nº 04

ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2016. 1A EDITAL Nº 04 ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2016. 1A EDITAL Nº 04 João Pessoa, 2015 Sumário Edital nº 04 - Admissão de alunos para os cursos de Pós-Graduação A Devry João Pessoa, estabelecimento de ensino

Leia mais

Duvidas administrativas dos cursos da EAD Metodista:

Duvidas administrativas dos cursos da EAD Metodista: Duvidas administrativas dos cursos da EAD Metodista: A metodista é credenciada pelo MEC para o oferecimento de cursos a distância? Sim. A Universidade Metodista de São Paulo recebeu o credenciamento do

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS Regulamento Específico do Curso de Especialização em Auditoria e Controle Gerencial

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2 º SEMESTRE DE 2015

PROCESSO SELETIVO 2 º SEMESTRE DE 2015 1 Processo Seletivo 2015.2 Edital FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC RIO PROCESSO SELETIVO 2 º SEMESTRE DE 2015 SENAC RJ FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC RIO O SENAC Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial,

Leia mais

EDITAL Nº 02/2012 I. DO PROGRAMA

EDITAL Nº 02/2012 I. DO PROGRAMA EDITAL Nº 02/ O Grupo Devry Brasil, holding de atuação no Ensino Superior, situado na Rua Antônio Gomes Guimarães, 0, Dunas, Fortaleza Ceará, anuncia que estarão abertas, para o segundo semestre do ano

Leia mais

REGIMENTO GERAL DA PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU

REGIMENTO GERAL DA PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU REGIMENTO GERAL DA PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU (Regimento aprovado pelo Conselho Deliberativo da Fiocruz em 28/08/2008) 1. Dos Objetivos 1.1. A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) oferece programas de pós-graduação

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online DOCÊNCIA NO ENSINO SUPERIOR Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de Pós-Graduação

Leia mais

REGIMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC UFABC. TÍTULO I Dos Objetivos

REGIMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC UFABC. TÍTULO I Dos Objetivos Regimento REGIMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC UFABC TÍTULO I Dos Objetivos Art. 1º - As atividades dos Cursos de Pós-Graduação abrangem estudos e trabalhos de formação

Leia mais

3 DAS CONDIÇÕES DA MATRÍCULA ESPECIAL E TRANSFERÊNCIA EXTERNA

3 DAS CONDIÇÕES DA MATRÍCULA ESPECIAL E TRANSFERÊNCIA EXTERNA EDITAL DE MATRÍCULA ESPECIAL E TRANSFERÊNCIA EXTERNA PARA 2015.2 Edital de 01 de junho de 2015 O Instituto Mantenedor de Ensino Superior - IMES, de acordo com a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FORMAÇÃO PARA CAPACITAÇÃO DE CAPITAL HUMANO EM LÍNGUA INGLESA DO PORTO DIGITAL

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FORMAÇÃO PARA CAPACITAÇÃO DE CAPITAL HUMANO EM LÍNGUA INGLESA DO PORTO DIGITAL REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FORMAÇÃO PARA CAPACITAÇÃO DE CAPITAL HUMANO EM LÍNGUA INGLESA DO PORTO DIGITAL 1. APRESENTAÇÃO Este regulamento apresenta as regras e os critérios estabelecidos pelo Núcleo de

Leia mais

MESTRADO PROFISSIONAL EM ECONOMIA. Regulamento do Curso

MESTRADO PROFISSIONAL EM ECONOMIA. Regulamento do Curso MESTRADO PROFISSIONAL EM ECONOMIA Regulamento do Curso CAPÍTULO I DAS FINALIDADES DO PROGRAMA Artigo 1º - O Programa de Mestrado Profissional em Economia (MPE) tem os seguintes objetivos: I. formar recursos

Leia mais

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO NEW BRANDING INNOVATION MBA 1º Semestre de 2016

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO NEW BRANDING INNOVATION MBA 1º Semestre de 2016 EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO NEW BRANDING INNOVATION MBA 1º Semestre de 2016 As FACULDADES INTEGRADAS RIO BRANCO, na forma regimental torna público o presente Edital, estabelecendo as normas para inscrição

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO. Carga Horária Total exigida no curso: 200 horas

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO. Carga Horária Total exigida no curso: 200 horas REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Carga Horária Total exigida no curso: 200 LONDRINA/PR 2014 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS DO CURSO

Leia mais

ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2015.1A EDITAL Nº 0009 VERSÃO 3

ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2015.1A EDITAL Nº 0009 VERSÃO 3 ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2015.1A EDITAL Nº 0009 VERSÃO 3 SUMÁRIO 1. Da validade 3 2. Das inscrições 3 3. Das entrevistas, avaliação de currículo e de histórico escolar 3 4. Da classificação

Leia mais

Lato Sensu - Especialização

Lato Sensu - Especialização Regulamento Geral do Núcleo de Pós- Graduação Lato Sensu - Especialização CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º Os Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu - Especialização da Fundação Educacional de Além

Leia mais

REGULAMENTO. Art. 1º - O Programa de inclusão educacional BOLSAS EDUCAR tem os seguintes objetivos:

REGULAMENTO. Art. 1º - O Programa de inclusão educacional BOLSAS EDUCAR tem os seguintes objetivos: REGULAMENTO I DO PROGRAMA Art. 1º - O Programa de inclusão educacional BOLSAS EDUCAR tem os seguintes objetivos: I incentivar a aderência ao Programa de indivíduos que atendam aos requisitos exigidos neste

Leia mais

PROCESSO SELETIVO ENEM 2015.1 EDITAL Nº 02

PROCESSO SELETIVO ENEM 2015.1 EDITAL Nº 02 PROCESSO SELETIVO ENEM 2015.1 EDITAL Nº 02 SUMÁRIO 1. Da validade... 3 2. Das Inscrições... 4 4. Período de Inscrição e Horário... 4 5. Da Avaliação... 4 6. Da matrícula... 5 7. Do regime escolar e semestralidade...

Leia mais

EDITAL Nº 016/2015 CIPEAD/PROGRAD/UFPR

EDITAL Nº 016/2015 CIPEAD/PROGRAD/UFPR EDITAL Nº 06/205 CIPEAD/PROGRAD/UFPR CHAMADA DE SELEÇÃO DE TUTORES A DISTÂNCIA PARA ATUAR NO PROGRAMA PNAP NAS DIVERSAS OFERTAS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA DA UFPR NA MODALIDADE A DISTÂNCIA

Leia mais

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 1º Semestre de 2016

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 1º Semestre de 2016 EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 1º Semestre de 2016 As FACULDADES INTEGRADAS RIO BRANCO, na forma regimental torna público o presente Edital, estabelecendo as

Leia mais

Universidade Federal da Bahia Escola de Administração NEA Núcleo de Extensão em Administração

Universidade Federal da Bahia Escola de Administração NEA Núcleo de Extensão em Administração EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA Nº 04/2016 PARA SELEÇÃO, INSCRIÇÃO E MATRÍCULA PARA O CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO LATO SENSU EM GESTÃO DE FINANÇAS EMPRESARIAIS. A Universidade Federal da Bahia (UFBA), através da

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PROFESSOR DO QUADRO DOCENTE DA FACULDADE DE AMERICANA

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PROFESSOR DO QUADRO DOCENTE DA FACULDADE DE AMERICANA EDITAL N.º 004/2014 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PROFESSOR DO QUADRO DOCENTE DA FACULDADE DE AMERICANA A Direção Geral da Faculdade de Americana - FAM torna público que até 12 horas do dia 12 de janeiro de

Leia mais

Faculdade AGES AGENDA INSTITUCIONAL 2014-2 E 2015-1

Faculdade AGES AGENDA INSTITUCIONAL 2014-2 E 2015-1 Faculdade AGES AGENDA INSTITUCIONAL 2014-2 E 2015-1 ANO MÊS DIA EVENTO OUTUBRO Publicação da programação do semestre (disciplinas e horários) online no site da Faculdade. 30 Comunicar por e-mail e publicar

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PROGRAMA DE INTERCÂMBIO INTERNACIONAL E INTERDISCIPLINAR DA CHAMBERLAIN COLLEGE OF NURSING E FACULDADE RUY BARBOSA Nº 17/2013

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PROGRAMA DE INTERCÂMBIO INTERNACIONAL E INTERDISCIPLINAR DA CHAMBERLAIN COLLEGE OF NURSING E FACULDADE RUY BARBOSA Nº 17/2013 EDITAL DE CONVOCAÇÃO PROGRAMA DE INTERCÂMBIO INTERNACIONAL E INTERDISCIPLINAR DA CHAMBERLAIN COLLEGE OF NURSING E FACULDADE RUY BARBOSA Nº 17/2013 Por meio do presente Edital se faz a Convocação Pública

Leia mais

Normas e Procedimentos para os Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu (MBA, Especialização e Aperfeiçoamento)

Normas e Procedimentos para os Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu (MBA, Especialização e Aperfeiçoamento) Normas e Procedimentos para os Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu (MBA, Especialização e Aperfeiçoamento) 1 Contato com alunos O contato com o aluno de Pós-Graduação da UCS acontece, de forma preferencial,

Leia mais

Centro Universitário Unieuro vestibular@unieuro.com.br

Centro Universitário Unieuro vestibular@unieuro.com.br A Comissão de Acesso ao Ensino Superior informa que estão abertas as inscrições para o 1º semestre letivo de 2016, nas seguintes modalidades: 1º Processo Seletivo Agendado Edital 21/2015 (para novos alunos)

Leia mais

CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA VISCONDE DE CAIRU CEPPEV CURSO: GESTÃO DE DATACENTER E COMPUTAÇÃO EM NUVEM 2013.2

CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA VISCONDE DE CAIRU CEPPEV CURSO: GESTÃO DE DATACENTER E COMPUTAÇÃO EM NUVEM 2013.2 NÚMERO DE VAGAS: 25 (Vinte e Cinco) Vagas. PREVISÃO DE INÍCIO DAS AULAS 01 de Novembro de 2013 CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA VISCONDE DE CAIRU CEPPEV APRESENTAÇÃO / JUSTIFICATIVA A Fundação Visconde

Leia mais

Curso Vagas Função. Executor (Perfis 1 e 2) 16 Orientador de TCC (Perfil 5) 20 Tutor Virtual. Administração Pública

Curso Vagas Função. Executor (Perfis 1 e 2) 16 Orientador de TCC (Perfil 5) 20 Tutor Virtual. Administração Pública EDITAL Nº 01/2014. Seleção Pública para Professores Executores, Orientadores de TCC e Tutores Virtuais do Curso de Bacharelado em Administração Pública e Professores Executores do Curso de Licenciatura

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online ENSINO DE QUÍMICA Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de Pós-Graduação na

Leia mais

REGIMENTO INTERNO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DA ESCOLA DO PARLAMENTO DA CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO PAULO

REGIMENTO INTERNO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DA ESCOLA DO PARLAMENTO DA CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO PAULO REGIMENTO INTERNO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DA ESCOLA DO PARLAMENTO DA CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO PAULO Sumário TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES... 3 CAPÍTULO I Da Caracterização do Curso... 3 CAPÍTULO

Leia mais

MBA EM GOVERNANÇA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

MBA EM GOVERNANÇA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI FLORIANÓPOLIS DIREÇÃO GERAL DA FACULDADE: JOÃO ROBERTO LORENZETT COORDENAÇÃO DA FACULDADE: PRISCILA FAGUNDES COORDENAÇÃO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU: RAFAEL PARACHEN

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. Seleção de Bolsista Tutor para os Cursos de Especialização em Educação Especial

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. Seleção de Bolsista Tutor para os Cursos de Especialização em Educação Especial UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Seleção de Bolsista Tutor para os Cursos de Especialização em Educação Especial A Reitora da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - UNIRIO,

Leia mais

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM GESTÃO DE MARKETING 1º Semestre de 2016

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM GESTÃO DE MARKETING 1º Semestre de 2016 EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM GESTÃO DE MARKETING 1º Semestre de 2016 As FACULDADES INTEGRADAS RIO BRANCO, na forma regimental torna público o presente Edital, estabelecendo as normas para inscrição

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online ENFERMAGEM DO TRABALHO Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de Pós-Graduação

Leia mais

Faculdade de Ciências da Saúde Archimedes Theodoro. Fundação Educacional de Além Paraíba

Faculdade de Ciências da Saúde Archimedes Theodoro. Fundação Educacional de Além Paraíba Faculdade de Ciências da Saúde Archimedes Theodoro Fundação Educacional de Além Paraíba Regulamento de Monitoria Art. 1º A Faculdade de Ciências da Saúde Archimedes Theodoro admitirá, sem vínculo empregatício,

Leia mais

REGULAMENTO PROGRAMAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CESUMAR

REGULAMENTO PROGRAMAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CESUMAR REGULAMENTO PROGRAMAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CESUMAR CAPÍTULO FINALIDADES E OBJETIVOS Art. 1º - As normas que seguem visam orientar a comunidade acadêmica quanto aos procedimentos que devem ser observados

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online GESTÃO DE PROJETOS EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de Pós-Graduação na

Leia mais

REGIMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PRÁTICAS EM DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL PPGPDS

REGIMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PRÁTICAS EM DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL PPGPDS REGIMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PRÁTICAS EM DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL PPGPDS DOS OBJETIVOS Art. 1 - O Programa de Pós-Graduação em Práticas em Desenvolvimento Sustentável (PPGPDS) destina-se

Leia mais

REGULAMENTO DE USO E OCUPAÇÃO DA BIBLIOTECA DA ESCOLA SUPERIOR DE CRICIÚMA - ESUCRI

REGULAMENTO DE USO E OCUPAÇÃO DA BIBLIOTECA DA ESCOLA SUPERIOR DE CRICIÚMA - ESUCRI REGULAMENTO DE USO E OCUPAÇÃO DA BIBLIOTECA DA ESCOLA SUPERIOR DE CRICIÚMA - ESUCRI Capítulo I DO REGULAMENTO Art. 1º - Institui o regulamento da Biblioteca, com o objetivo de definir normas para prestação

Leia mais

Como ter sucesso na educação a distância

Como ter sucesso na educação a distância Metodologia Diferenciada Ambiente de Aprendizagem Moderno Inovação Continuada e Empreendedorismo Como ter sucesso na educação a distância 1 Regulamento 2 1 Como ter sucesso na educação a distância Para

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL REGULAMENTO DO PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS E METAS Art. 1º. O Programa de Capacitação Institucional PCI tem por objetivo promover a melhoria da qualidade das funções

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 03/2008

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 03/2008 RESOLUÇÃO Nº 03/2008 Fixa critérios para o Processo Seletivo/Vestibular 2008.2 - UNIVASF referentes aos Cursos de Engenharia do Campus Juazeiro-BA. O DA UNIVASF, no uso da atribuição que lhe confere o

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO PROCESSO SELETIVO FATEP 2016 1º SEMESTRE

MANUAL DO CANDIDATO PROCESSO SELETIVO FATEP 2016 1º SEMESTRE FATEP FACULDADE DE TECNOLOGIA DE PIRACICABA MANUAL DO CANDIDATO PROCESSO SELETIVO FATEP 2016 1º SEMESTRE DISPOSIÇÕES GERAIS A FATEP está realizando o Processo Seletivo 2016-1, para o preenchimento das

Leia mais

Regulamento de Estágio Supervisionado do Curso de Engenharia Elétrica

Regulamento de Estágio Supervisionado do Curso de Engenharia Elétrica Regulamento de Estágio Supervisionado do Curso de Engenharia Elétrica 1. APRESENTAÇÃO O Estágio Curricular Supervisionado Obrigatório no curso de Engenharia Elétrica é uma atividade curricular obrigatória

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 05 - CONSU 13 DE JUNHO DE 2007

RESOLUÇÃO Nº. 05 - CONSU 13 DE JUNHO DE 2007 Rua Governador Luiz Cavalcante, S/N, TELEFAX (82) 3530-3382 CEP: 57312-270 Arapiraca-Alagoas RESOLUÇÃO Nº. 05 - CONSU 13 DE JUNHO DE 2007 Dispõe sobre normas e procedimentos para os Cursos de Especialização

Leia mais

GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO Ingresso em agosto de 2009. Manual do Candidato. certificação de qualidade

GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO Ingresso em agosto de 2009. Manual do Candidato. certificação de qualidade GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO Ingresso em agosto de 2009 Manual do Candidato certificação de qualidade Prezado candidato. Ao receber este manual, você está dando início a um novo rumo em sua carreira. A ESAGS

Leia mais

GUIA DE INFORMAÇÕES AO ESTUDANTE Pronatec

GUIA DE INFORMAÇÕES AO ESTUDANTE Pronatec GUIA DE INFORMAÇÕES AO ESTUDANTE GUIA DE INFORMAÇÕES AO ESTUDANTE 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 O que é um curso técnico e quais seus benefícios? Quem pode participar? Os cursos são pagos? Tenho

Leia mais

Regulamento do Curso

Regulamento do Curso Regulamento do Curso Mestrado Profissional em Administração CAPÍTULO I DAS FINALIDADES DO PROGRAMA Artigo 1º - O Programa de Mestrado Profissional em Administração (MPA) tem os seguintes objetivos: I.

Leia mais