O texto que segue foi extraído do nosso curso sobre a Legislação Tributária Municipal de São Paulo, disponível em PDF no site da Editora Ferreira.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O texto que segue foi extraído do nosso curso sobre a Legislação Tributária Municipal de São Paulo, disponível em PDF no site da Editora Ferreira."

Transcrição

1 Olá, galera do ISS-SP! O texto que segue foi extraído do nosso curso sobre a Legislação Tributária Municipal de São Paulo, disponível em PDF no site da Editora Ferreira. Um forte abraço. Ricardo Ferreira Local em que o ISS é devido Como regra geral, o ISS é devido ao município onde se encontra o estabelecimento do prestador do serviço, que não é necessariamente o município do local da efetiva prestação do serviço. 01. (Autor) Uma empresa prestadora de serviços de informática, estabelecida no município de São Paulo, prestou serviços, no município do Rio de Janeiro, a pessoa jurídica estabelecida no município de Barueri. O contrato de prestação de serviços foi assinado no município de Osasco, e o pagamento se deu no município de Suzano. O ISS é devido ao seguinte município: a) São Paulo. b) Rio de Janeiro. c) Barueri. d) Osasco. e) Suzano. Nos serviços em geral, inclusive nos de informática, o imposto é devido ao município do local do estabelecimento prestador dos serviços. Gabarito: A Se o prestador não tiver estabelecimento, prevalecerá o local de seu domicílio. Essa regra geral, no entanto, pode estimular alguns contribuintes a manterem estabelecimentos de fachada em municípios que oferecem incentivos fiscais, como, por exemplo, isenções ou alíquotas mais baixas. Por isso, com o objetivo de reduzir os efeitos dessa prática, foram fixadas diversas exceções relativas ao local de incidência. Para isso, o legislador levou em consideração, principalmente, que alguns serviços exigem o deslocamento de recursos materiais e humanos para o local em que são prestados, portanto devem ser tributos no local da prestação, não no local do prestador. Assim, no município de São Paulo, foi fixado que, nas atividades seguintes, o ISS será devido no local: 1. do estabelecimento do tomador ou intermediário do serviço ou, na falta de estabelecimento, onde ele estiver domiciliado, na hipótese de serviço proveniente do exterior do país ou cuja prestação se tenha iniciado no exterior do país (por exemplo, a agência de publicidade é responsável pelo ISS devido sobre serviços importados para seu cliente, que é o tomador ou anunciante);

2 02. (ISS-SP/FCC/2012) Empresa X S/A, estabelecida em Barueri, contrata, em 25/03/2009, a empresa Correa B.V.I, estabelecida no exterior, para lhe prestar serviços de consultoria técnica, que são realizados integralmente no exterior. A prestação é finalizada em 23/04/2010, sem qualquer recolhimento de ISS. Em 25/07/2011, X S/A altera sua sede social para o Município de São Paulo, deixando de ser estabelecida em Barueri. Nesse caso, o ISS a) não é devido ao Município de São Paulo, tendo-se em vista que o estabelecimento de serviços da contratante estava situado em Barueri, no momento em que houve a prestação de serviços. b) é devido à União Federal e ao Município de São Paulo, por tratar-se de serviço proveniente do exterior. c) é devido, exclusivamente, ao Município de São Paulo, onde se encontra atualmente o estabelecimento contratante. d) não é devido ao Município de São Paulo, haja vista que o serviço é proveniente do exterior. e) é devido ao Município de São Paulo, em virtude da previsão da solidariedade ativa, que norteia o regime jurídico do ISS incidente sobre a importação de serviços. Na importação de serviços, o fato gerador ocorre no local do estabelecimento do tomador (ou intermediário, se houver), que é responsável perante o Fisco de Barueri, já que o prestador é estabelecido em outro país. Gabarito: A 2. da instalação dos andaimes, palcos, coberturas e outras estruturas, no caso dos serviços do subitem 3.04 Cessão de andaimes, palcos, coberturas e outras estruturas de uso temporário; 3. da execução da obra, no caso dos serviços dos subitens: 7.02 Execução, por administração, empreitada ou subempreitada, de obras de construção civil, hidráulica ou elétrica e de outras obras semelhantes, inclusive sondagem, perfuração de poços, escavação, drenagem e irrigação, terraplanagem, pavimentação, concretagem e a instalação e montagem de produtos, peças e equipamentos (exceto o fornecimento de mercadorias produzidas pelo prestador de serviços fora do local da prestação dos serviços, que fica sujeito ao ICMS); e 7.17 Acompanhamento e fiscalização da execução de obras de engenharia, arquitetura e urbanismo; 03. (Autor) Um prestador de serviços de construção civil, estabelecido no município A, presta serviços, no município B, a pessoa jurídica estabelecida no município C. O contrato de prestação de serviços é assinado no município D, e o pagamento ocorre no município E. O ISS é devido ao município a) A b) B c) C d) D e) E

3 No caso da construção civil, o ISS é devido ao município do local da obra. Gabarito: B 4. da demolição, no caso dos serviços do subitem 7.04 Demolição; 5. das edificações em geral, estradas, pontes, portos e congêneres, no caso dos serviços do subitem 7.05 Reparação, conservação e reforma de edifícios, estradas, pontes, portos e congêneres (exceto o fornecimento de mercadorias produzidas pelo prestador dos serviços, fora do local da prestação dos serviços, que fica sujeito ao ICMS); 6. da execução da varrição, coleta, remoção, incineração, tratamento, reciclagem, separação e destinação final de lixo, rejeitos e outros resíduos quaisquer, no caso dos serviços descritos no subitem 7.09 Varrição, coleta, remoção, incineração, tratamento, reciclagem, separação e destinação final de lixo, rejeitos e outros resíduos quaisquer; 7. da execução da limpeza, manutenção e conservação de vias e logradouros públicos, imóveis, chaminés, piscinas, parques, jardins e congêneres, no caso dos serviços descritos no subitem 7.10 Limpeza, manutenção e conservação de vias e logradouros públicos, imóveis, chaminés, piscinas, parques, jardins e congêneres; 8. da execução da decoração e jardinagem, do corte e poda de árvores, no caso dos serviços descritos no subitem 7.11 Decoração e jardinagem, inclusive corte e poda de árvores; 9. do controle e tratamento do efluente de qualquer natureza e de agentes físicos, químicos e biológicos, no caso dos serviços descritos no subitem 7.12 Controle e tratamento de efluentes de qualquer natureza e de agentes físicos, químicos e biológicos; 10. do florestamento, reflorestamento, semeadura, adubação e congêneres, no caso dos serviços descritos no subitem 7.16 Florestamento, reflorestamento, semeadura, adubação e congêneres; 11. da execução dos serviços de escoramento, contenção de encostas e congêneres, no caso dos serviços descritos no subitem 7.17 Escoramento, contenção de encostas e serviços congêneres; 12. da limpeza e dragagem, no caso dos serviços descritos no subitem 7.18 Limpeza e dragagem de rios, portos, canais, baías, lagos, lagoas, represas, açudes e congêneres; 13. onde o bem estiver guardado ou estacionado, no caso dos serviços descritos no subitem Guarda e estacionamento de veículos terrestres automotores, de aeronaves e de embarcações; 14. dos bens ou do domicílio das pessoas vigiados, segurados ou monitorados, no caso dos serviços descritos no subitem Vigilância, segurança ou monitoramento de bens e pessoas; 15. do armazenamento, depósito, carga, descarga, arrumação e guarda do bem, no caso dos serviços descritos no subitem Armazenamento, depósito, carga, descarga, arrumação e guarda de bens de qualquer espécie; 16. da execução dos serviços de diversão, lazer, entretenimento e congêneres, no caso dos seguintes serviços, descritos nos subitens do item 12 (exceto o 12.13, que é tributado no local do

4 estabelecimento do prestador): 12 Serviços de diversões, lazer, entretenimento e congêneres Espetáculos teatrais Exibições cinematográficas Espetáculos circenses Programas de auditório Parques de diversões, centros de lazer e congêneres Boates, taxi-dancing e congêneres Shows, ballet, danças, desfiles, bailes, óperas, concertos, recitais, festivais e congêneres Feiras, exposições, congressos e congêneres Bilhares, boliches e diversões eletrônicas ou não Corridas e competições de animais Competições esportivas ou de destreza física ou intelectual, com ou sem a participação do espectador Execução de música Produção, mediante ou sem encomenda prévia, de eventos, espetáculos, entrevistas, shows, ballet, danças, desfiles, bailes, teatros, óperas, concertos, recitais, festivais e congêneres Fornecimento de música para ambientes fechados ou não, mediante transmissão por qualquer processo Desfiles de blocos carnavalescos ou folclóricos, trios elétricos e congêneres Exibição de filmes, entrevistas, musicais, espetáculos, shows, concertos, desfiles, óperas, competições esportivas, de destreza intelectual ou congêneres Recreação e animação, inclusive em festas e eventos de qualquer natureza. 17. do Município onde está sendo executado o transporte, no caso dos serviços descritos pelo subitem Serviços de transporte de natureza municipal; 04. (Autor) Uma empresa prestadora de serviços de transporte, estabelecida no município A, prestou serviços, no município B, a pessoa jurídica estabelecida no município C. O contrato de prestação de serviços foi assinado no município D, e o pagamento se deu no município E. O ISS é devido ao município a) A b) B c) C d) D

5 e) E No caso do transporte municipal, o ISS é devido no local da execução do serviço. Gabarito: B 18. do estabelecimento do tomador da mão de obra ou, na falta de estabelecimento, onde ele estiver domiciliado, no caso dos serviços descritos pelo subitem Fornecimento de mão de obra, mesmo em caráter temporário, inclusive de empregados ou trabalhadores, avulsos ou temporários, contratados pelo prestador de serviço; 05. (ISS-SP/FCC/2012) Associação Esperança, entidade de assistência social sem fins lucrativos, estabelecida no Município de São Paulo, goza de imunidade, contrata a prestadora de serviços Outsorcing Ltda., estabelecida em Ribeirão Preto, para prestar serviços de fornecimento de mão de obra, em seu estabelecimento. Nos termos da legislação paulistana, a Associação Esperança a) não é responsável pelo ISS devido na operação, haja vista que a Outsorcing Ltda. encontra-se estabelecida no Município de Ribeirão Preto. b) é responsável pelo ISS devido na operação, haja vista que o serviço prestado pela Outsorcing Ltda. é de fornecimento de mão de obra, embora o ISS não seja devido ao Município de São Paulo. c) não é responsável pelo ISS devido na operação, haja vista que o ISS não é devido ao Município de São Paulo. d) não é responsável pelo ISS devido na operação, haja vista gozar de imunidade. e) é responsável pelo ISS devido na operação, haja vista que o serviço é de fornecimento de mão de obra e o ISS é devido ao Município de São Paulo. No fornecimento de mão de obra (subitem 17.05), o fato gerador ocorre no local do estabelecimento do tomador dos serviços, a Associação Esperança, ou, na falta de estabelecimento, onde ele estiver domiciliado. Gabarito: E 19. da feira, exposição, congresso ou congênere a que se referir o planejamento, organização e administração, no caso dos serviços descritos pelo subitem Planejamento, organização e administração de feiras, exposições, congressos e congêneres; 20. do porto, aeroporto, ferroporto, terminal rodoviário, ferroviário ou metroviário, no caso dos serviços descritos pelo item 20, apresentados em seguida: 20 Serviços portuários, aeroportuários, ferroportuários, de terminais rodoviários, ferroviários e metroviários Serviços portuários, ferroportuários, utilização de porto, movimentação de passageiros, reboque de embarcações, rebocador escoteiro, atracação, desatracação, serviços de praticagem, capatazia, armazenagem de qualquer natureza, serviços acessórios, movimentação de mercadorias, serviços de apoio marítimo, de movimentação ao largo, serviços de armadores, estiva, conferência, logística e congêneres Serviços aeroportuários, utilização de aeroporto, movimentação de passageiros, armazenagem de qualquer natureza, capatazia, movimentação

6 de aeronaves, serviços de apoio aeroportuários, serviços acessórios, movimentação de mercadorias, logística e congêneres Serviços de terminais rodoviários, ferroviários, metroviários, movimentação de passageiros, mercadorias, inclusive suas operações, logística e congêneres. No caso dos serviços a que se refere o subitem 3.03 Locação, sublocação, arrendamento, direito de passagem ou permissão de uso, compartilhado ou não, de ferrovia, rodovia, postes, cabos, dutos e condutos de qualquer natureza, considera-se ocorrido o fato gerador e devido o imposto em cada município em cujo território haja extensão de ferrovia, rodovia, postes, cabos, dutos e condutos de qualquer natureza, objetos de locação, sublocação, arrendamento, direito de passagem ou permissão de uso, compartilhado ou não. No caso dos serviços a que se refere o subitem Serviços de exploração de rodovia mediante cobrança de preço ou pedágio dos usuários, envolvendo execução de serviços de conservação, manutenção, melhoramentos para adequação de capacidade e segurança de trânsito, operação, monitoração, assistência aos usuários e outros serviços definidos em contratos, atos de concessão ou de permissão ou em normas oficiais, considera-se ocorrido o fato gerador e devido o imposto em cada município em cujo território haja extensão de rodovia explorada. 06. (Inédita) Se uma estrada está localizada no território de três municípios e há cobrança de pedágio sujeito à incidência do ISS, o imposto é devido a) aos três municípios. b) no(s) município(s) em que houver a cobrança de pedágio. c) ao município no qual esteja o maior trecho da estrada sujeita ao pedágio. d) ao município no qual esteja estabelecida a pessoa que explora o pedágio. e) ao município no qual termina a estrada. No caso de pedágio, o ISS em cada município em cujo território haja extensão de rodovia explorada. Gabarito: A Considera-se ocorrido o fato gerador do imposto no local do estabelecimento prestador nos serviços executados em águas marítimas, excetuados os serviços descritos no subitem Serviços portuários, ferroportuários, utilização de porto, movimentação de passageiros, reboque de embarcações, rebocador escoteiro, atracação, desatracação, serviços de praticagem, capatazia, armazenagem de qualquer natureza, serviços acessórios, movimentação de mercadorias, serviços de apoio marítimo, de movimentação ao largo, serviços de armadores, estiva, conferência, logística e congêneres.

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Como considerar o campo Tributação de uma NFS-e para serviços prestados fora do país 02/10/14

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Como considerar o campo Tributação de uma NFS-e para serviços prestados fora do país 02/10/14 serviços prestados fora do país 02/10/14 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 2.1 Lei Complementar 116 de 2003... 3 3. Análise da Consultoria... 5 3.1 Lei

Leia mais

Lei Complementar nº 116/2003 que dispõe sobre o ISS com alterações propostas pelo PLC nº 386

Lei Complementar nº 116/2003 que dispõe sobre o ISS com alterações propostas pelo PLC nº 386 Lei Complementar nº 116/2003 que dispõe sobre o ISS com alterações propostas pelo PLC nº 386 Art. 1º O Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza, de competência dos Municípios e do Distrito Federal,

Leia mais

CONDIÇÕES E PROCEDIMENTOS PARA O RECOLHIMENTO DO ISSQN RETIDO NA FONTE :

CONDIÇÕES E PROCEDIMENTOS PARA O RECOLHIMENTO DO ISSQN RETIDO NA FONTE : Dep artamento de Rendas Mobiliárias CONDIÇÕES E PROCEDIMENTOS PARA O RECOLHIMENTO DO ISSQN RETIDO NA FONTE : 1 TOMADOR DE SERVICOS - PESSOA FÍSICA : 1.1. - Art. 7º - O tomador de serviços é responsável

Leia mais

Pergunte à CPA. ISS Regras Gerais

Pergunte à CPA. ISS Regras Gerais 05/08/2014 Pergunte à CPA ISS Regras Gerais Apresentação: Samyr Henrique Muniz Qbar ISS Legislação básica Art. 156, III da C.F./88 Lei Complementar 116/2003 (lista de serviços) Lei Ordinária de cada município

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Declaração Mensal de Serviços Tomados Londrina-PR

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Declaração Mensal de Serviços Tomados Londrina-PR Declaração Mensal de Serviços Tomados Londrina-PR 20/11/2013 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 4 4. Conclusão... 8 5. Informações

Leia mais

ASSUNTOS DIVERSOS ICMS - PR LEGISLAÇÃO - PR ANO XXI - 2010-2ª SEMANA DE DEZEMBRO DE 2010 BOLETIM INFORMARE Nº 50/2010

ASSUNTOS DIVERSOS ICMS - PR LEGISLAÇÃO - PR ANO XXI - 2010-2ª SEMANA DE DEZEMBRO DE 2010 BOLETIM INFORMARE Nº 50/2010 ANO XXI - 2010-2ª SEMANA DE DEZEMBRO DE 2010 BOLETIM INFORMARE Nº 50/2010 ASSUNTOS DIVERSOS SERVIÇOS TURÍSTICOS - ASPECTOS GERAIS - ATUALIZAÇÃO Introdução - Objetivo - Prestadores Sujeitos ao Cadastramento

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária de Segmentos ISS Apuração e Retenção Concomitantes

Parecer Consultoria Tributária de Segmentos ISS Apuração e Retenção Concomitantes ISS 09/06/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 4 3.1 Regra Geral ISS do Município do Prestador... 4 3.2 Exceção -ISS Devido

Leia mais

TRIBUTAÇÃO DE LEASING E CARTÃO DE CRÉDITO

TRIBUTAÇÃO DE LEASING E CARTÃO DE CRÉDITO TRIBUTAÇÃO DE LEASING E CARTÃO DE CRÉDITO Johnny Bertoletti Racic Porto Alegre, 19 de julho de 2012 A TRIBUTAÇÃO DO ARRENDAMENTO MERCANTIL - LEASING O STF JÁ DEFINIU QUE O LEASING É SERVIÇO Quando do julgamento

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 8725 DE 30 DE DEZEMBRO DE 2003

LEI MUNICIPAL Nº 8725 DE 30 DE DEZEMBRO DE 2003 LEI MUNICIPAL Nº 8725 DE 30 DE DEZEMBRO DE 2003 Dispõe sobre o Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza - ISSQN - e dá outras providências. O Povo do Município de Belo Horizonte, por seus representantes,

Leia mais

Solicitações para recebimento de exemplares via correio ou se desejar retirar pessoalmente e ainda enviar sugestões:

Solicitações para recebimento de exemplares via correio ou se desejar retirar pessoalmente e ainda enviar sugestões: ELÓI PIETÁ Prefeito NESTOR CARLOS SEABRA MOURA Secretário de Finanças GRUPO TÉCNICO RESPONSÁVEL PELA ELABORAÇÃO DO TRABALHO Coordenação: Eldon Luiz Fiorin Equipe Técnica: Andrea Rinaldi de Campos Valdete

Leia mais

DECRETO Nº 20.587, de 19 de fevereiro de 2010

DECRETO Nº 20.587, de 19 de fevereiro de 2010 DOM DE 20 A 22/02/2010 Alterado pelo Dec. 21.542, de 18/01/2011 DECRETO Nº 20.587, de 19 de fevereiro de 2010 Regulamenta a substituição tributária do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza ISS, e

Leia mais

Pergunte à CPA. ISS Regras Gerais

Pergunte à CPA. ISS Regras Gerais 14/11/2013 Pergunte à CPA ISS Regras Gerais Apresentação: José A. Fogaça Neto ISS Legislação básica Art. 156, III da C.F./88 Lei Complementar 116/2003 (lista de serviços) Lei Ordinária de cada município

Leia mais

ISS RETENÇÃO NA FONTE. SECRETARIA DE FINANÇAS Diretoria de Administração Tributária

ISS RETENÇÃO NA FONTE. SECRETARIA DE FINANÇAS Diretoria de Administração Tributária ISS RETENÇÃO NA FONTE SECRETARIA DE FINANÇAS Diretoria de Administração Tributária Gerência de Fiscalização e Arrecadação Divisão de Programação Fiscal LEGISLAÇÃO Municipal: Código Tributário do Município

Leia mais

Orientação Técnica 002/2014 INCIDÊNCIA ISS EM EVENTOS TEMPORÁRIOS

Orientação Técnica 002/2014 INCIDÊNCIA ISS EM EVENTOS TEMPORÁRIOS Orientação Técnica 002/2014 INCIDÊNCIA ISS EM EVENTOS TEMPORÁRIOS A gama de ISS envolvida em eventos temporários é extensa, com a intenção de orientar os promotores de eventos, elaboramos esta orientação

Leia mais

PREFEITURA DE GUARULHOS

PREFEITURA DE GUARULHOS PREFEITURA DE GUARULHOS SECRETARIA ESPECIAL DE ASSUNTOS LEGISLATIVOS Vigência - Art. 54 Decretos: 22.528, 22.557, 22.868, 22.882, 22.965, 23.922, 25.865, 25.971, 26.844, 28.697, 29.168, 29.169, 31.275,

Leia mais

Capítulo 01. Importação de Dados de Outros Sistemas

Capítulo 01. Importação de Dados de Outros Sistemas Capítulo 01. Importação de Dados de Outros Sistemas 1. Introdução Neste manual encontram-se as instruções para a correta importação de dados oriundos de outros sistemas de informação para o sistema de

Leia mais

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR N.º 139, DE 2015 (Do Sr. Altineu Côrtes)

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR N.º 139, DE 2015 (Do Sr. Altineu Côrtes) *C0055177A* C0055177A CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR N.º 139, DE 2015 (Do Sr. Altineu Côrtes) Altera a Lei Complementar nº 116, de 31 de julho de 2003, para modificar a competência para

Leia mais

ISS no Município de São Paulo

ISS no Município de São Paulo ISS no Município de São Paulo 1 Lista de serviços paulistana No Município de São Paulo, em harmonia com a LC nº 116/03, o ISS tem como fato gerador a prestação de serviços constantes da lista de serviços

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Simples Nacional ISS retido na fonte pelo tomador - MS

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Simples Nacional ISS retido na fonte pelo tomador - MS Simples Nacional ISS retido na fonte pelo tomador - MS 10/12/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 3 4. Conclusão... 6 5.

Leia mais

APRESENTAÇÃO AO CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE - NOTA SALVADOR - 19/11/13

APRESENTAÇÃO AO CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE - NOTA SALVADOR - 19/11/13 APRESENTAÇÃO AO CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE - NOTA SALVADOR - 19/11/13 BENEFICIÁRIOS BENEFICIÁRIOS CRÉDITO DO ISS PAGO 30% 10% 5% REGISTRO DE NOTAS SEM IDENTIFICAÇÃO DO COMPRADOR PARTICIPAÇÃO EM

Leia mais

Condomínios Edilícios e o sistema da NF-e SF/SUREM/DEFIS 09/03/2009

Condomínios Edilícios e o sistema da NF-e SF/SUREM/DEFIS 09/03/2009 Condomínios Edilícios e o sistema da NF-e SF/SUREM/DEFIS Conteúdo 1.Créditos na NF-e/ Retenção do ISS 2. Créditos Gerados na NF-e 3. Orientações Créditos 4. Orientações - Senha Web 5. Orientações Retenção

Leia mais

NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇO. Município de São Paulo

NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇO. Município de São Paulo NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇO Município de São Paulo 01. O que é Nota Fiscal Eletrônica de Serviços (NF-e)? Nota Fiscal Eletrônica de Serviços (NF-e) é o documento emitido e armazenado eletronicamente

Leia mais

DECRETO Nº 12.024/06 DE 06 DE FEVEREIRO DE 2006

DECRETO Nº 12.024/06 DE 06 DE FEVEREIRO DE 2006 DECRETO Nº 12.024/06 DE 06 DE FEVEREIRO DE 2006 Altera o Capítulo I, do Decreto nº. 11.317, de 09 de janeiro de 2.004, que regulamenta os artigos 33 a 38, 50 e 54, 4º, da Lei Complementar nº. 272, de 18

Leia mais

Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo DECRETO Nº 13.314

Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo DECRETO Nº 13.314 Estado do Espírito Santo DECRETO Nº 13.314 Regulamenta as disposições legais relativas ao Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza ISSQN, instituído pelo Município de Vitória. O Prefeito Municipal de

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária de Segmentos Emissão de nota fiscal de serviço conjugada com descrição de produtos e serviços no município de

Parecer Consultoria Tributária de Segmentos Emissão de nota fiscal de serviço conjugada com descrição de produtos e serviços no município de Emissão de nota fiscal de serviço conjugada com descrição de produtos e serviços no município de Lavras-MG 05/05/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente...

Leia mais

Retenções sobre notas fiscais

Retenções sobre notas fiscais Retenções sobre notas fiscais 1 - Imposto de Renda Retido na Fonte IRRFonte 1.1 Cooperativas De quem reter: Cooperativas de trabalho, como médicos, vigilantes, limpeza, etc. O imposto incidirá apenas sobre

Leia mais

INTRODUÇÃO 1. DO FATO GERADOR DO IMPOSTO 2. ALÍQUOTAS DO ISS

INTRODUÇÃO 1. DO FATO GERADOR DO IMPOSTO 2. ALÍQUOTAS DO ISS ISS - Alíquotas - Tratamento no Distrito Federal (Publicado no Contadez Boletim nº 16/2008-11/04/2008 a 17/04/2008) Raquel Raab Ramos Consultora Contadez - Tributos Indiretos Sumário Introdução 1. Do Fato

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR AUMENTA SOBREMANEIRA O LEQUE DE ATIVIDADES SERVIÇOS OU SUPOSTAMENTE SERVIÇOS SUJEITAS AO ISSQN

LEI COMPLEMENTAR AUMENTA SOBREMANEIRA O LEQUE DE ATIVIDADES SERVIÇOS OU SUPOSTAMENTE SERVIÇOS SUJEITAS AO ISSQN Nº 20 Setembro de 2003. EDIÇÃO EXTRAORDINÁRIA LEI COMPLEMENTAR AUMENTA SOBREMANEIRA O LEQUE DE ATIVIDADES SERVIÇOS OU SUPOSTAMENTE SERVIÇOS SUJEITAS AO ISSQN Estamos reproduzindo, na íntegra, a Lei Complementar

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONTADORIA GERAL DO ESTADO SUPERINTENDÊNCIA DE NORMAS TÉCNICAS

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONTADORIA GERAL DO ESTADO SUPERINTENDÊNCIA DE NORMAS TÉCNICAS GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONTADORIA GERAL DO ESTADO SUPERINTENDÊNCIA DE NORMAS TÉCNICAS Rio de Janeiro, 12 de fevereiro de 2015. GOVERNADOR DO ESTADO LUIZ FERNANDO

Leia mais

A NOVA LEI DO ISS DO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO. (incluindo a Lei 3.720, de 5 de março de 2004)

A NOVA LEI DO ISS DO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO. (incluindo a Lei 3.720, de 5 de março de 2004) A NOVA LEI DO ISS DO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO (incluindo a Lei 3.720, de 5 de março de 2004) O Município do Rio de Janeiro foi um dos primeiros a sancionar sua nova lei do ISS, com base na Lei Complementar

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONTADORIA GERAL DO ESTADO SUPERINTENDÊNCIA DE NORMAS TÉCNICAS

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONTADORIA GERAL DO ESTADO SUPERINTENDÊNCIA DE NORMAS TÉCNICAS GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONTADORIA GERAL DO ESTADO SUPERINTENDÊNCIA DE NORMAS TÉCNICAS Rio de Janeiro, 08 de abril de 2015. GOVERNADOR DO ESTADO LUIZ FERNANDO

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 116, DE 31 DE JULHO DE 2003

LEI COMPLEMENTAR Nº 116, DE 31 DE JULHO DE 2003 LEI COMPLEMENTAR Nº 116, DE 31 DE JULHO DE 2003 Dispõe sobre o Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza, de competência dos Municípios e do Distrito Federal, e dá outras providências. O PRESIDENTE DA

Leia mais

Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo DECRETO Nº 12.909

Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo DECRETO Nº 12.909 Estado do Espírito Santo DECRETO Nº 12.909 Regulamenta o artigo 32 da Lei 6.075, de 29 de dezembro de 2003. O Prefeito Municipal de Vitória, Capital do Estado do Espírito Santo, usando das atribuições

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA SEFAZ/DGRM Nº 8/2013

INSTRUÇÃO NORMATIVA SEFAZ/DGRM Nº 8/2013 DOM DE 03/12/2013 INSTRUÇÃO NORMATIVA SEFAZ/DGRM Nº 8/2013 Aprovar a forma de retenção do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza ISS e as regras de negócio para emissão de Nota Fiscal de Serviços

Leia mais

PEFEITURA MUNICIPAL DE SÃO BRÁS DO SUAÇUÍ ESTADO DE MINAS GERAIS

PEFEITURA MUNICIPAL DE SÃO BRÁS DO SUAÇUÍ ESTADO DE MINAS GERAIS PEFEITURA MUNICIPAL DE SÃO BRÁS DO SUAÇUÍ ESTADO DE MINAS GERAIS LEI Nº 925/2003 DISPÕE SOBRE O IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA, INSTITUI A LISTA DE SERVIÇOS E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O Prefeito

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária de Segmentos ISS Devido na Apuração e Retenção Concomitantes

Parecer Consultoria Tributária de Segmentos ISS Devido na Apuração e Retenção Concomitantes ISS 06/10/2015 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 5 3.1 Regra Geral ISS do Município do Prestador... 5 3.2 Exceção ISS Devido

Leia mais

O IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS E O ASPECTO ESPACIAL DO FATO GERADOR

O IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS E O ASPECTO ESPACIAL DO FATO GERADOR O IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS E O ASPECTO ESPACIAL DO FATO GERADOR Marco Antonio Henrique 1, José Dirnece Paes Tavares 2, Fábio Ricci 3 1 Pós graduando em Gestão Pública Municipal pela UTFPR _ Universidade

Leia mais

Art. 1º O Art. 104 do Código Tributário Municipal passa a Ter a seguinte redação:

Art. 1º O Art. 104 do Código Tributário Municipal passa a Ter a seguinte redação: LEI Nº 1767, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2003. ALTERA A LISTA DE SERVIÇOS DO CÓDIGO TRIBUTÁRIO MUNICIPAL, LEI 1664 DE 28.11.2002, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. Autor: Prefeito José Camilo Zito A CÂMARA MUNICIPAL

Leia mais

Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo

Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo LEI Nº 6.075 (Com as alterações da Lei 6.236, de 09 de dezembro de 2004, da Lei 6.262, de 23 de dezembro de 2004, da Lei 6.527, de 29 de dezembro de 2005, da Lei 6.808, de 15 de dezembro de 2006, da Lei

Leia mais

RETENÇÕES NA FONTE - ISSQN, IRRF, PIS/COFINS/CSLL E INSS. Katia de Angelo Terriaga Agosto/2015

RETENÇÕES NA FONTE - ISSQN, IRRF, PIS/COFINS/CSLL E INSS. Katia de Angelo Terriaga Agosto/2015 RETENÇÕES NA FONTE - ISSQN, IRRF, PIS/COFINS/CSLL E INSS Katia de Angelo Terriaga Agosto/2015 Programa Retenções na Fonte ISSQN, IRRF, - Fato Gerador; - Tipos de Serviços; - Responsável Tributário; - Apuração

Leia mais

(Publicada no Diário Oficial da Cidade do Recife em 22 de setembro de 2012)

(Publicada no Diário Oficial da Cidade do Recife em 22 de setembro de 2012) PORTARIA Nº 042 DE 19 DE SETEMBRO DE 2012. (Publicada no Diário Oficial da Cidade do Recife em 22 de setembro de 2012) O SECRETÁRIO DE FINANÇAS, no uso de suas atribuições previstas no art. 61, V da Lei

Leia mais

L E I Nº 2.393 DE, 09 DE DEZEMBRO DE 2003. O PREFEITO MUNICIPAL DE ITAGUAÍ, RJ.,

L E I Nº 2.393 DE, 09 DE DEZEMBRO DE 2003. O PREFEITO MUNICIPAL DE ITAGUAÍ, RJ., L E I Nº 2.393 DE, 09 DE DEZEMBRO DE 2003. Altera e revoga dispositivos da Lei 2032, de 29 de dezembro de 1998 (Código Tributário Municipal) e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE ITAGUAÍ, RJ.,

Leia mais

ISS Prováveis Alterações na Lista de Serviços e Outras Novidades para 2014 Comentário * www.plantaofiscal.net

ISS Prováveis Alterações na Lista de Serviços e Outras Novidades para 2014 Comentário * www.plantaofiscal.net ISS Prováveis Alterações na Lista de Serviços e Outras Novidades para 2014 Comentário * www.plantaofiscal.net O Projeto de Lei Complementar nº 366/2013 que está em tramitação na Câmara dos Deputados já

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR N 027, DE 24 DE DEZEMRO DE 2003.

LEI COMPLEMENTAR N 027, DE 24 DE DEZEMRO DE 2003. LEI COMPLEMENTAR N 027, DE 24 DE DEZEMRO DE 2003. Dispõe sobre a cobrança do ISSQN - Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza e dá outras providências : Faço saber que a Câmara Municipal de Colatina,

Leia mais

Até aqui, os comentários foram extraídos do nosso livro Manual do ISS de São Paulo. A parte seguinte, porém, não consta dessa obra.

Até aqui, os comentários foram extraídos do nosso livro Manual do ISS de São Paulo. A parte seguinte, porém, não consta dessa obra. Comentários às ressalvas na lista de serviços Ricardo J. Ferreira Conforme a Lei Complementar nº 116/03, ressalvadas as exceções expressas na lista, os serviços nela mencionados não ficam sujeitos ao Imposto

Leia mais

2 RETENÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA NA FONTE...5 3 RETENÇÃO DO PIS, COFINS E CSLL NA FONTE 4,65%...7 4 RETENÇÃO DO ISS NA FONTE...8

2 RETENÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA NA FONTE...5 3 RETENÇÃO DO PIS, COFINS E CSLL NA FONTE 4,65%...7 4 RETENÇÃO DO ISS NA FONTE...8 ORIENTAÇÃO SOBRE AS RETENÇÕES EM NOTAS FISCAIS E PAGAMENTOS 2014 INSS IMPOSTO DE RENDA NA FONTE PIS COFINS CSLL ISS - AUTÔNOMOS SUMÁRIO 1 - RETENÇÃO DE INSS NA FONTE 11%...3 2 RETENÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA

Leia mais

A INCIDÊNDIA DO ISS NA ATIVIDADE DE INCORPORAÇÃO IMOBILIÁRIA

A INCIDÊNDIA DO ISS NA ATIVIDADE DE INCORPORAÇÃO IMOBILIÁRIA A INCIDÊNDIA DO ISS NA ATIVIDADE DE INCORPORAÇÃO IMOBILIÁRIA Wanderson Ferreira Santos E-mail: wanderson0607@hotmail.com Orientador (a): Ms. Alexandre Fernandes Limiro RESUMO O referido trabalho vem tornar

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 3.254, DE 24 DE DEZEMBRO DE 2003.

LEI COMPLEMENTAR Nº 3.254, DE 24 DE DEZEMBRO DE 2003. LEI COMPLEMENTAR Nº 3.254, DE 24 DE DEZEMBRO DE 2003. Dá nova redação aos arts. 116, 117, 118, 119, 125, 128 e 146, da Lei nº 1.761, de 26 de dezembro de 1983 (Código Tributário do Município de Teresina)

Leia mais

ESTADO DO PIAUÍ PREFEITURA MUNICIPAL DE TERESINA

ESTADO DO PIAUÍ PREFEITURA MUNICIPAL DE TERESINA LEI COMPLEMENTAR Nº 3.254, DE 24 DE DEZEMBRO DE 2003. Dá nova redação aos arts. 116, 117, 118, 119, 125, 128 e 146, da Lei nº 1.761, de 26 de dezembro de 1983 (Código Tributário do Município de Teresina)

Leia mais

Estado do Rio de Janeiro Município de Macaé Prefeitura Municipal de Macaé Gabinete do Prefeito

Estado do Rio de Janeiro Município de Macaé Prefeitura Municipal de Macaé Gabinete do Prefeito Estado do Rio de Janeiro Município de Macaé Prefeitura Municipal de Macaé Gabinete do Prefeito LEI COMPLEMENTAR Nº 032/2003 ALTERA E REVOGA DISPOSITIVOS DA LEI COMPLEMENTAR Nº 10, DE 31 DE DEZEMBRO DE

Leia mais

Departamento de Desenvolvimento Profissional

Departamento de Desenvolvimento Profissional Departamento de Desenvolvimento Profissional ISS Regras Práticas e Discussão de Aspectos Relevantes Samanta Pinheiro da Silva samanta@consultoriainovar.com.br Rio de Janeiro - RJ Outubro - 2015 Rua 1º

Leia mais

ANEXO II DO IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA - I S S. 1 Lista de Serviços

ANEXO II DO IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA - I S S. 1 Lista de Serviços ANEXO II DO IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA - I S S 1 Lista de Serviços 1 - Médicos, inclusive análises clínicas, eletricidade médica, radioterapia, ultrasonografia, radiologia, tomografia

Leia mais

LEI N 1.566/2003 Modifica dispositivos do Código Tributário Municipal e dá outras providencias

LEI N 1.566/2003 Modifica dispositivos do Código Tributário Municipal e dá outras providencias LEI N 1.566/2003 Modifica dispositivos do Código Tributário Municipal e dá outras providencias O Povo do Município de Viçosa, por seus representantes legais, aprovou e eu, em seu nome, sanciono e promulgo

Leia mais

PROJETO DE LEI 01-0136/2003 do Vereador Gilberto Natalini (PSDB) "Altera o "caput" do art. 4º da Lei nº 10.423, de 29 de dezembro de 1987, com a

PROJETO DE LEI 01-0136/2003 do Vereador Gilberto Natalini (PSDB) Altera o caput do art. 4º da Lei nº 10.423, de 29 de dezembro de 1987, com a PROJETO DE LEI 01-0136/2003 do Vereador Gilberto Natalini (PSDB) "Altera o "caput" do art. 4º da Lei nº 10.423, de 29 de dezembro de 1987, com a redação que lhe foi conferida pela Lei nº 13.476, de 30

Leia mais

ANEXO ÚNICO DESCRIÇÃO DA ATIVIDADE. 1.01 Análise e desenvolvimento de sistemas. 01.09.2009. 1.02 Programação. 01.09.2009

ANEXO ÚNICO DESCRIÇÃO DA ATIVIDADE. 1.01 Análise e desenvolvimento de sistemas. 01.09.2009. 1.02 Programação. 01.09.2009 SUB ITEM DA LISTA DE SERVIÇOS ANEXO ÚNICO CRONOGRAMA DE INGRESSO DE ATIVIDADES (considerando a Lista de Serviços constante na Lei Complementar n 3.606/2006) DESCRIÇÃO DA ATIVIDADE INICIO DA EMISSÃO DA

Leia mais

ANEXO I (RESOLUÇÃO SMF nº 02/2010)

ANEXO I (RESOLUÇÃO SMF nº 02/2010) tem da Lista de Serviços ANEXO (RESOLUÇÃO SMF nº 02/2010) Atividades de prestação de serviços obrigadas à emissão de NFS-e Grupo 1 Serviços de informática e 1.01 Análise e desenvolvimento de sistemas 1.02

Leia mais

Estado de Mato Grosso Prefeitura Municipal de Aripuanã

Estado de Mato Grosso Prefeitura Municipal de Aripuanã LEI COMPLEMENTAR Nº 015/2004 SÚMULA: ALTERA NA ÍNTEGRA O ARTIGO 162, CRIANDO OS 1º, 2º, 3º E 4º, ALTERA NA ÍNTEGRA O ARTIGO 163,SUPRIMINDO OS 1º, 2º., CRIANDO OS INCISOS I, II E III E PARÁGRAFO ÚNICO,

Leia mais

IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA

IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA TABELA XVI IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA LISTA DE SERVIÇOS 1. Médicos, inclusive análises clínicas, eletricidade médica, radioterapia, ultrasonografia, radiologia, tomografia e congéneres.

Leia mais

LEI Nº 806 DE 19 DE DEZEMBRO DE 2003

LEI Nº 806 DE 19 DE DEZEMBRO DE 2003 LEI Nº 806 DE 19 DE DEZEMBRO DE 2003 Dispõe sobre alteração do Sistema Tributário do Município de Primavera do Leste, instituído pela Lei Municipal nº 699 de 20 de dezembro de 2001. A CÂMARA MUNICIPAL

Leia mais

0210107 Extração de madeira em florestas plantadas. 0220901 Extração de madeira em florestas nativas

0210107 Extração de madeira em florestas plantadas. 0220901 Extração de madeira em florestas nativas 0713 Dedetização, desinfecção, desinsetização, imunização, higienização, 0161001 Serviço de pulverização e controle de pragas agrícolas desratização, pulverização e congêneres. 0711 Decoração e jardinagem,

Leia mais

LEI Nº 836/87 ALTERA A LEI Nº 496/78 - CÓDIGO TRIBUTÁRIO DO MUNICÍPIO DE JOÃO MONLEVADE

LEI Nº 836/87 ALTERA A LEI Nº 496/78 - CÓDIGO TRIBUTÁRIO DO MUNICÍPIO DE JOÃO MONLEVADE LEI Nº 836/87 ALTERA A LEI Nº 496/78 - CÓDIGO TRIBUTÁRIO DO MUNICÍPIO DE JOÃO MONLEVADE O Prefeito Municipal de João Monlevade faz saber que a Câmara Municipal aprovou e ele sanciona a seguinte Lei : Art.1º

Leia mais

ESTADO DO TOCANTINS MUNICÍPIO DE COLINAS DO TOCANTINS LEI COMPLEMENTAR, N.º 1.379/2014, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2014.

ESTADO DO TOCANTINS MUNICÍPIO DE COLINAS DO TOCANTINS LEI COMPLEMENTAR, N.º 1.379/2014, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2014. LEI COMPLEMENTAR, N.º 1.379/2014, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2014. Altera a Lei Municipal n. 1.133 de 31 de dezembro de 2010 que institui o Código Tributário do Município de Colinas do Tocantins e da outras

Leia mais

O LOCAL DA INCIDÊNCIA DO ISSQN

O LOCAL DA INCIDÊNCIA DO ISSQN O LOCAL DA INCIDÊNCIA DO ISSQN Autor: Roberto Tauil Texto para Discussão Nº 003 Niterói, março de 2006 Consultor Municipal Roberto Adolfo Tauil Fundador Texto para Discussão tendo por objetivo divulgar

Leia mais

LEI Nº 4.994, DE 13/11/1995

LEI Nº 4.994, DE 13/11/1995 CONSOLIDAÇÃO DA LEGISLAÇÃO RELATIVA AO IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA ISSQN (Lei 4.994/1995 - incluindo a redação original e as respectivas alterações posteriores) LEGENDA: Texto em preto:

Leia mais

SIMPLISS. Prof. Cironei Borges de Carvalho APOSTILA SIMPLIFICADA CURSO DE CONTADORES. SIMPLISS Apostila Simplificada para Contadores 1

SIMPLISS. Prof. Cironei Borges de Carvalho APOSTILA SIMPLIFICADA CURSO DE CONTADORES. SIMPLISS Apostila Simplificada para Contadores 1 SIMPLISS APOSTILA SIMPLIFICADA CURSO DE CONTADORES Prof. Cironei Borges de Carvalho SIMPLISS Apostila Simplificada para Contadores 1 Índice 1. O ISS... 3 2. As principais dúvidas... 5 2.1. Onde o serviço

Leia mais

LEI N. 4.818, DE 1.º DE DEZEMBRO DE 2003 (Diário de Canoas 04.12.03)

LEI N. 4.818, DE 1.º DE DEZEMBRO DE 2003 (Diário de Canoas 04.12.03) LEI N. 4.818, DE 1.º DE DEZEMBRO DE 2003 (Diário de Canoas 04.12.03) Estabelece normas para o Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza-ISSQN, altera a Lei n. 1.943, de 10 de dezembro de 1979, e dá outras

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 2955/87, DE 31-12-1987. JOSÉ HAIDAR FARRET, Prefeito Municipal de Santa Maria, Estado do Rio Grande do Sul.

LEI MUNICIPAL Nº 2955/87, DE 31-12-1987. JOSÉ HAIDAR FARRET, Prefeito Municipal de Santa Maria, Estado do Rio Grande do Sul. LEI MUNICIPAL Nº 2955/87, DE 31-12-1987 ALTERA A REDAÇÃO DOS ARTIGOS 21, 23 E 30 DA LEI MUNICIPAL Nº 2032/78 (CÓDIGO TRIBUTÁRIO MUNICIPAL). JOSÉ HAIDAR FARRET, Prefeito Municipal de Santa Maria, Estado

Leia mais

DISPÕE SOBRE O IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

DISPÕE SOBRE O IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. LEI Nº 4994, de 13 de novembro de 1.995. DISPÕE SOBRE O IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. Projeto de Lei nº 310/95 - autoria do - Executivo. A Câmara Municipal de Sorocaba

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FLORIANÓPOLIS

PREFEITURA MUNICIPAL DE FLORIANÓPOLIS PREFEITURA MUNICIPAL DE FLORIANÓPOLIS MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA A REALIZAÇÃO DE EVENTOS EM CENTROS DE CONVENÇÕES E ARENAS MULTIUSO, PROVIDOS DE ALVARÁ E HABITE-SE, SUJEITOS AS NORMAS CONTIDAS NO CODIGO

Leia mais

LEI MUNCIPAL N.º 642/03 Novo Tiradentes(RS), 11 de dezembro de 2003.

LEI MUNCIPAL N.º 642/03 Novo Tiradentes(RS), 11 de dezembro de 2003. LEI MUNCIPAL N.º 642/03 Novo Tiradentes(RS), 11 de dezembro de 2003. DISPÕE SOBRE O IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. GILBERTO MORI, PREFEITO MUNICIPAL NOVO TIRADENTES, ESTADO DO RIO GRANDE

Leia mais

MANUAL DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA

MANUAL DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA MANUAL DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA SEFIN CAUCAIA CEARÁ SECRETARIA DE FINANÇAS E PLANEJAMENTO INTRODUÇÃO A Secretaria de Finanças e Planejamento, baseada no artigo 150, da Constituição Federal, no artigo

Leia mais

UNIDADE I IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA ISSQN

UNIDADE I IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA ISSQN TRIBUTOS 2 UNIDADE I IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA ISSQN 1.1 Conceitos O Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza ISSQN - é o tributo de competência dos Municípios, incidente sobre a atividade

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 22/2006 Em 28 de dezembro de 2006.

LEI COMPLEMENTAR Nº 22/2006 Em 28 de dezembro de 2006. Estado do Rio Grande do Norte Prefeitura Municipal de Carnaúba dos Dantas Rua Juvenal Lamartine, 200 Centro 9374-000 Carnaúba dos Dantas-RN - (0 84) 479-2312/2000 CNPJ 08.088.24/0001-1 E-mail: pmcdantas@hotmail.com

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAPÃO GABINETE DO PREFEITO

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAPÃO GABINETE DO PREFEITO T Í T U L O I DOS TRIBUTOS EM GERAL INDICE CAPÍTULO I DO SISTEMA TRIBUTÁRIO... Art. 1º CAPÍTULO II DO IMPOSTO PREDIAL E TERRITORIAL URBANO... Art. 5º SEÇÃO I DO FATO GERADOR SEÇÃO II DO SUJEITO PASSIVO

Leia mais

PREFEITURA DE CONCEIÇÃO DA BARRA Estado do Espírito Santo GABINETE DO PREFEITO LEI Nº. 2.521, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2009.

PREFEITURA DE CONCEIÇÃO DA BARRA Estado do Espírito Santo GABINETE DO PREFEITO LEI Nº. 2.521, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2009. LEI Nº. 2.521, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2009. ADAPTA AO CÓDIGO TRIBUTÁRIO MUNICIPAL E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O Prefeito Municipal de Conceição da Barra,, faz saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 336, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2003.

LEI COMPLEMENTAR Nº 336, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2003. 1 LEI COMPLEMENTAR Nº 336, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2003. Dispõe sobre o Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza e dá outras providências. Uberlândia Novembro de 2011. 2 Atualizada pelas Leis Complementares

Leia mais

LEI Nº 774 DE 30 DE DEZEMBRO DE 2003 CAPÍTULO I FATO GERADOR E INCIDÊNCIA

LEI Nº 774 DE 30 DE DEZEMBRO DE 2003 CAPÍTULO I FATO GERADOR E INCIDÊNCIA LEI Nº 774 DE 30 DE DEZEMBRO DE 2003 Dispõe sobre o Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza CAPÍTULO I FATO GERADOR E INCIDÊNCIA Art. 1 o. O Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza - ISSQN tem

Leia mais

CAPÍTULO I DO IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA SEÇÃO I DO FATO GERADOR, DA INCIDÊNCIA E DA NÃO INCIDÊNCIA

CAPÍTULO I DO IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA SEÇÃO I DO FATO GERADOR, DA INCIDÊNCIA E DA NÃO INCIDÊNCIA LEI COMPLEMENTAR Nº 081/2003, DE 27 DE NOVEMBRO DE 2003. DISPÕE SOBRE O IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA DE COMPETÊNCIA DO MUNICÍPIO DE TANGARÁ DA SERRA-MT E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. A Câmara

Leia mais

GUIA DO EMPRESÁRIO RETENÇÃO DE TRIBUTOS NA FONTE IMPOSTO RENDA PIS/COFINS/CSLL INSS AUTONOMO/PESSOA FISICA

GUIA DO EMPRESÁRIO RETENÇÃO DE TRIBUTOS NA FONTE IMPOSTO RENDA PIS/COFINS/CSLL INSS AUTONOMO/PESSOA FISICA GUIA DO EMPRESÁRIO RETENÇÃO DE TRIBUTOS NA FONTE IMPOSTO RENDA PIS/COFINS/CSLL INSS AUTONOMO/PESSOA FISICA RETENÇÃO NA FONTE CONCEITO Considerações: Assim como um condutor de um veiculo tem por obrigação

Leia mais

http://www.leismunicipais.com.br/cgi-local/form_vig.pl

http://www.leismunicipais.com.br/cgi-local/form_vig.pl Página 1 de 28 LEI Nº 4994, de 13 de novembro de 1.995. (Regulamentada pelos Decretos nº 15206/2006 e nº 18719/2010) (Vide Lei nº 9967/2012 e Decreto nº 13997/2003) DISPÕE SOBRE O IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS

Leia mais

Prefeitura Municipal de Mogi das Cruzes Secretaria de Finanças

Prefeitura Municipal de Mogi das Cruzes Secretaria de Finanças IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA- ISSQN LEI COMPLEMENTAR Nº 26, DE 17 DE DEZEMBRO DE 2003 (TEXTO COMPILADO) Dispõe sobre o Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza - ISSQN, e da outras providências.

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos VII da execução da limpeza, manutenção e conservação de vias e logradouros públicos, imóveis, chaminés, Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI COMPLEMENTAR Nº 116, DE

Leia mais

ANEXOS AO REGULAMENTO DO ICMS 1996

ANEXOS AO REGULAMENTO DO ICMS 1996 ANEXOS AO REGULAMENTO DO ICMS 1996 ANEXO 1 LISTA DE SERVIÇOS a que se refere o art. 8º do Decreto-Lei nº 406/68, com a redação introduzida pelo art. 3º, inciso VII, do Decreto-Lei nº 834/69, com as alterações

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 26, DE 17 DE DEZEMBRO DE 2003

LEI COMPLEMENTAR Nº 26, DE 17 DE DEZEMBRO DE 2003 LEI COMPLEMENTAR Nº 26, DE 17 DE DEZEMBRO DE 2003 Dispõe sobre o Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza - ISSQN, e da outras providências. O Prefeito Municipal de Mogi das Cruzes; Faço saber que a

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO LEOPOLDO Estado do Rio Grande do Sul

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO LEOPOLDO Estado do Rio Grande do Sul LEI N.º 5.349, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2003. Altera a redação de dispositivos da Lei nº 5047, de 26 de dezembro de 2001, que instituiu o Código Tributário do Município, bem como acrescenta os dispositivos

Leia mais

DECRETO Nº 4.809, DE 28 DE JANEIRO DE 2004

DECRETO Nº 4.809, DE 28 DE JANEIRO DE 2004 DECRETO Nº 4.809, DE 28 DE JANEIRO DE 2004 REGULAMENTA A LEI COMPLEMENTAR Nº 26, DE 17 DE DEZEMBRO DE 2003 - QUE DISPÕE SOBRE O IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA ISS, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais

ANO XXIII - 2012-1ª SEMANA DE MAIO DE 2012 BOLETIM INFORMARE Nº 18/2012 IPI ISS DO MUN. DE BELO HORIZONTE

ANO XXIII - 2012-1ª SEMANA DE MAIO DE 2012 BOLETIM INFORMARE Nº 18/2012 IPI ISS DO MUN. DE BELO HORIZONTE ANO XXIII - 2012-1ª SEMANA DE MAIO DE 2012 BOLETIM INFORMARE Nº 18/2012 IPI RECUSA POR PARTE DO DESTINATÁRIO - PROCEDIMENTOS Introdução - Funcionamento do Sistema - Tratamento Fiscal - Recuperação do Débito

Leia mais

LEI N 33, DE 28 DE DEZEMBRO DE 1987

LEI N 33, DE 28 DE DEZEMBRO DE 1987 LEI N 33, DE 28 DE DEZEMBRO DE 1987 SÚMULA: VISA dar nova Redação aos artigos 29 e 36 da lei 24/79 (Código Tributário Municipal), e altera a Lista de Serviços do Anexo I, da referida Lei 24/79. CÂMARA

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARÃO DE COCAIS -MG

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARÃO DE COCAIS -MG LEI N. 1.223 Altera a redação dos dispositivos que enumera da Lei Nº 764 de 20/12/90, que institui o Código Tributário do Município, bem como acrescenta os dispositivos mencionados. O PREFEITO MUNICIPAL

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VENTANIA Estado do Paraná

PREFEITURA MUNICIPAL DE VENTANIA Estado do Paraná LEI N0 266, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2003 Altera a lei n o 045/93, no que tange ao Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza e dá outras providências. Faço saber que a Câmara Municipal de Ventania,, aprovou,

Leia mais

Prefeitura Municipal de Santa Lúcia DEPTO. DE CADASTRO E TRIBUTAÇÃO

Prefeitura Municipal de Santa Lúcia DEPTO. DE CADASTRO E TRIBUTAÇÃO Av. Do Rosario, Nº-228 - Fone - (04) 288-1144 - CEP 879-000 LEI Nº 198/2003 SÚMULA: ALTERA E ACRESCENTA DISPOSITIVOS À LEI Nº.12/98 QUE DISPÕE SOBRE O CÓDIGO TRIBUTÁRIO DO MUNICÍPIO DE SANTA LÚCIA, E DÁ

Leia mais

Item da Lista 07.13. 0162-8/01 Serviço de inseminação artificial em animais 05.04 Inseminação artificial, fertilização in vitro e congêneres. 05.

Item da Lista 07.13. 0162-8/01 Serviço de inseminação artificial em animais 05.04 Inseminação artificial, fertilização in vitro e congêneres. 05. Código CNAE 2.1 0161-0/01 0161-0/03 Descrição do Código CNAE 2.0 Serviço de pulverização e controle de pragas agrícolas SERVICO DE PREPARACAO DE TERRENO, CULTIVO E COLHEITA Item da Lista 07.13 Descrição

Leia mais

Essa é a versão consolidada, com todas as alterações que ocorreram até o dia 24/11/2005. Endereço desta legislação http://leismunicipa.

Essa é a versão consolidada, com todas as alterações que ocorreram até o dia 24/11/2005. Endereço desta legislação http://leismunicipa. Lei Complementar 117 Osasco 1 de 17 10/05/2014 11:30 Essa é a versão consolidada, com todas as alterações que ocorreram até o dia 24/11/2005. Endereço desta legislação http://leismunicipa.is/rqcka LEI

Leia mais

Página 1 de 46 Decreto nº 53.151, de 17.05.2012 - DOM São Paulo de 18.05.2012 18 de Maio de 2012 Decreto nº 53.151, de 17.05.2012 - DOM São Paulo de 18.05.2012 Aprova o Regulamento do Imposto Sobre Serviços

Leia mais

Aprova o Regulamento do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza - ISS.

Aprova o Regulamento do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza - ISS. DECRETO Nº 53.151, DE 17 DE MAIO DE 2012 MUNICÍPIO DE SÃO PAULO D.O.M.: 18.05.2012 Aprova o Regulamento do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza - ISS. GILBERTO KASSAB, Prefeito do Município de São

Leia mais

ISSQN SOBRE O SERVIÇO DE ENGENHARIA: LOCAL DE INCIDÊNCIA É O MUNICÍPIO DO ESTABELECIMENTO DO PRESTADOR OU DA PRESTAÇÃO DO SERVIÇO?

ISSQN SOBRE O SERVIÇO DE ENGENHARIA: LOCAL DE INCIDÊNCIA É O MUNICÍPIO DO ESTABELECIMENTO DO PRESTADOR OU DA PRESTAÇÃO DO SERVIÇO? ISSQN SOBRE O SERVIÇO DE ENGENHARIA: LOCAL DE INCIDÊNCIA É O MUNICÍPIO DO ESTABELECIMENTO DO PRESTADOR OU DA PRESTAÇÃO DO SERVIÇO? Rodrigo Narcizo Gaudio Docente dos cursos de Direito / UNILAGO Marcelo

Leia mais

Lei Municipal nº 186 de 19 de Dezembro de 2003.

Lei Municipal nº 186 de 19 de Dezembro de 2003. Lei Municipal nº 186 de 19 de Dezembro de 2003. Altera disposições do Código Tributário Municipal, relativo ao Tributo ISSQN e dá outras providências. A Câmara Municipal de Alvorada do Norte, Estado de

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 2.245, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2003.

LEI MUNICIPAL Nº 2.245, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2003. LEI MUNICIPAL Nº 2.245, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2003. ALTERA DISPOSITIVOS DA LEI MUNICIPAL Nº 1.567 DE 14/12/1994, QUE DISPÕE SOBRE O CÓDIGO TRIBUTÁRIO MUNICIPAL, REVOGA O ARTIGO 3º DA LEI MUNICIPAL Nº 1.812,

Leia mais

SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO E PREMISSAS

SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO E PREMISSAS SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO E PREMISSAS 1.1 Justificativa - p. 51 1.2 Objetivo - p. 53 1.3 Pressuposto metodológico e delimitação do objeto - p. 54 1.4 O fenômeno jurídico - p. 58 1.4.1 Direito e regra jurídica

Leia mais

RESOLVE: I - DA OBRIGATORIEDADE DA RETENÇÃO NA FONTE E DAS ISENÇÕES

RESOLVE: I - DA OBRIGATORIEDADE DA RETENÇÃO NA FONTE E DAS ISENÇÕES GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA DIRETORIA DA CONTABILIDADE PÚBLICA INSTRUÇÃO NORMATIVA N. 04/2004( Alterada pela Instrução Normativa DICOP

Leia mais