DESCRIÇÃO TÉCNICA DOS MATERIAIS EMPREGADOS Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DESCRIÇÃO TÉCNICA DOS MATERIAIS EMPREGADOS Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014"

Transcrição

1 DESCRIÇÃO TÉCNICA DOS MATERIAIS EMPREGADOS Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 MATERIAL CÓDIGO PISO ELEVADO PARA ÁREAS TEMPORÁRIAS PTEN 01_02_03 PISO ELEVADO PARA ÁREAS TEMPORÁRIAS PTEN 01_02_03 Descrição de Equivalência Técnica Exigida Internamente a diversas áreas temporárias (incluindo rampa de acesso e halls de entrada) deverá ser instalado piso elevado em placas de madeira com tipologia e resistência adequadas, montado sobre estrutura metálica específica, detalhada adiante. O piso elevado acabado deverá estar completamente nivelado no sentido de permitir o tráfego de pessoas sobre ele sem reverberação ou movimentação das placas e sem deixar dentes e/ou saliências entre elas, permitindo a correta instalação dos acabamentos sobre ele. O mesmo será montado sobre estrutura metálica, que pode ter distintas alturas, conforme a demanda e a declividade do mesmo. Há casos em que deve ser montada toda uma estrutura auxiliar no tipo andaimes para que o piso fique completamente nivelado. Por isso uma analise do local é fundamental para a tomada de decisão. Há casos em que o piso de madeira se faz necessário apenas como uma proteção para um corredor de passagem. O mínimo de altura solicitada é de 20cm para passagem de cabos e instalações diversas sob o mesmo. No caso de montagens em alturas mais elevadas, o módulo de piso acabado deve ser em uma moldura de aço, conforme descrito mais adiante. O mesmo tipo de solução será utilizada nas rampas de acesso a tendas, módulos habitacionais e outras áreas temporárias. Todas as rampas devem ter guarda corpo e terem sua superfície revestida com piso de borracha antiderrapante. Os guarda corpos devem seguir os detalhes técnicos contidos no material em questão e seguirem a Norma NBR 9050 no que se refere a dimensionamento, alturas, etc. Para maiores detalhes, consultar o caderno de desenhos genéricos. Caso externo e montado em área temporária, o piso existente deve ser preparado, nivelado (máximo 1% de inclinação) e compactado para receber a instalação. O mesmo deve prever drenagem superficial e um correto escoamento até valas de drenagem existentes ou a serem construídas temporariamente. Esta análise deve ser feita pelo integrador contratado/sede e executada anteriormente à montagem da instalação, sendo de responsabilidade dos mesmos o correto desempenho da área no que se refere à macro drenagem, execução de declividades corretas (águas pluviais) e estabilidade do piso. O mesmo deve ser previamente compactado ou analisado para que seja liberada a montagem da instalação sobre ele. Projeto: DPC TEF Estruturas Temporárias Modo: FWC

2 É de responsabilidade do integrador/sede a análise específica de solos e a garantia de estabilidade do mesmo para o uso especificado. Caso necessário, deve ser prevista a troca do solo ou a execução + compactação de base em brita ou em concreto/asfalto para a montagem da instalação temporária. O mesmo vale para as áreas de acesso à instalação e para as áreas de circulação imediatamente adjacentes à mesma. O restante do piso deve estar nivelado, em terra compactada e coberto com brita. Pisos existentes podem ser aceitos desde que cumpram com o desempenho de estabilidade, drenagem e nivelamento (a ser estudado caso a caso in loco). Para permitir a montagem correta do piso elevado, abaixo dele, deverá ser previsto nivelamento da superfície (máx 1%) e instalação de brita corrida, conforme detalhe específico. Pisos existentes nesta área podem ser aceitos desde que cumpram com o desempenho de estabilidade, resistência mecânica, drenagem e nivelamento (a ser estudado caso a caso in loco). Os acabamentos a serem aplicado sobre o piso elevado podem variar entre carpete, manta vinílica e manta de borracha, conforme aplicação específica de cada área/espaço. Os pisos externos, tanto os de escadas, rampas e dentro dos módulos habitacionais de entrada (ou tendas de entrada) deverão ser em manta de borracha antiderrapante, conforme descrito nos Anexos Técnicos específicos. Quando a montagem das estruturas tubulares para nivelamento de piso proporcionar diferenças grandes na altura, fechamentos laterais deverão ser previstos em lycra na cor preta para proteção mecânica e visual ao redor do piso elevado. Projeto: DPC TEF Estruturas Temporárias Modo: FWC

3 Características Técnicas Base de Sapatas para alturas baixas Base em sapatas ajustáveis nas medidas de 800x800x130mm; ajustáveis para nivelamento de altura: de 0,10m até 0,30m; Travessas tubular nas medidas de 40x40x950mm; Prolongadores tubular nas medidas de 40x40x85mm Placas de madeirit fenólica de 21mm com acabamento antiderrapante nas medidas de 1000x1000mm; Altura mínima do chão de 150mm; Capacidade de Carga: 550kgf; Proteção: Zincado em imersão a quente. Módulos de piso de 1,0x 1,0m e 1,0mx0,50m Base de Sapatas para alturas altas o piso de estrutura tubular é composto de travessas, postes e diagonais feitos de tubos de ferro com diâmetro externo 48,3 mm e espessura de parede de 2.65mm e engates precisos feitos por sistema de encaixes e cunhas metálicas de travação; pisos em chapas de madeirit de 25mm em quadros de alumínio. Ideal para montagens de palcos, camarotes e áreras vip ou áreas com grandes diferenças de alturas. Para acabamento destas estruturas são utilizados pisos modulados em quadro de ferro medindo 0,66m x 2,57m com acabamento antiderrapante; capacidade de carga de 450kg/m²; protegidos contra corrosão por galvanização de zinco em imersão à quente. Referência de Fornecedor CAPRIMAR ou de equivalência comprovada de desempenho técnico. Projeto: DPC TEF Estruturas Temporárias Modo: FWC

4 Fotos Ilustrativas Projeto: DPC TEF Estruturas Temporárias Modo: FWC

5 Projeto: DPC TEF Estruturas Temporárias Modo: FWC

6 Projeto: DPC TEF Estruturas Temporárias Modo: FWC

7 Projeto: DPC TEF Estruturas Temporárias Modo: FWC

8 Projeto: DPC TEF Estruturas Temporárias Modo: FWC

9 Projeto: DPC TEF Estruturas Temporárias Modo: FWC

10 Projeto: DPC TEF Estruturas Temporárias MEMORIAL DESCRITIVO CONCEITUAL Descrição: Emissão final para ass Sedes Modo: FWC 2014 PISO ELEVADO PARA ÁREAS TEMPORÁRIAS T PTEN 01_02 03 Data: 30/08/2013 Revisão: R2 10

11 Projeto: DPC TEF Estruturas Temporárias MEMORIAL DESCRITIVO CONCEITUAL Descrição: Emissão final para ass Sedes Modo: FWC 2014 PISO ELEVADO PARA ÁREAS TEMPORÁRIAS T PTEN 01_02 03 Data: 30/08/2013 Revisão: R2 11

12 Projeto: DPC TEF Estruturas Temporárias MEMORIAL DESCRITIVO CONCEITUAL Descrição: Emissão final para ass Sedes Modo: FWC 2014 PISO ELEVADO PARA ÁREAS TEMPORÁRIAS T PTEN 01_02 03 Data: 30/08/2013 Revisão: R2 12

13 Projeto: DPC TEF Estruturas Temporárias Modo: FWC

14 Projeto: DPC TEF Estruturas Temporárias MEMORIAL DESCRITIVO CONCEITUAL Descrição: Emissão final para ass Sedes Modo: FWC 2014 PISO ELEVADO PARA ÁREAS TEMPORÁRIAS T PTEN 01_02 03 Data: 30/08/2013 Revisão: R2 14

15 Projeto: DPC TEF Estruturas Temporárias Modo: FWC

16 Projeto: DPC TEF Estruturas Temporárias Modo: FWC

17 Projeto: DPC TEF Estruturas Temporárias MEMORIAL DESCRITIVO CONCEITUAL Descrição: Emissão final para ass Sedes Modo: FWC 2014 PISO ELEVADO PARA ÁREAS TEMPORÁRIAS T PTEN 01_02 03 Data: 30/08/2013 Revisão: R2 17

18 Projeto: DPC TEF Estruturas Temporárias MEMORIAL DESCRITIVO CONCEITUAL Descrição: Emissão final para ass Sedes Modo: FWC 2014 PISO ELEVADO PARA ÁREAS TEMPORÁRIAS T PTEN 01_02 03 Data: 30/08/2013 Revisão: R2 18

19 Projeto: DPC TEF Estruturas Temporárias Modo: FWC

MEMORIAL DESCRITIVO. Figura 01: Meio fio de concreto

MEMORIAL DESCRITIVO. Figura 01: Meio fio de concreto MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO: MELHORIAS CALÇADAS QUADRA CENTRO ADMINISTRATIVO PROPRIETÁRIO: PREFEITURA MUNICIPAL SERAFINA CORRÊA-RS LOCALIZAÇÃO: QUADRA COMPREENDIDA ENTRE RUA ORESTES ASSONI, RUA CASTELO

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO ELETRÔNICO SRP Nº 718/2014 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA UASG: 154040

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO ELETRÔNICO SRP Nº 718/2014 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA UASG: 154040 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO ELETRÔNICO SRP Nº 718/2014 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA UASG: 154040 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA NA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONFECÇÃO E INSTALAÇÃO DE PLACAS

Leia mais

BIOMBO ESTAÇÃO DE TRABALHO 31.07.11 I.ID

BIOMBO ESTAÇÃO DE TRABALHO 31.07.11 I.ID I.ID ID PD/PD1- PAINEL/ BIOMBO PDB- PAINEL/BIOMBO COM BALCÃO PDJ/PDJ1- PAINEL/BIOMBO COM VIDRO I.ID BIOMBOS ESPECIFICAÇÕES GERAIS 1. TIPOS PD (PAINEL/BIOMBO CEGO COM 02 CALHAS ELETRIFICÁVEIS); PD1(PAINEL/BIOMBO

Leia mais

Painéis de Concreto Armado

Painéis de Concreto Armado CONCEITO É constituído por painéis estruturais pré-moldados maciços de concreto armado e pelas ligações entre eles. Destina-se à construção de paredes de edifícios habitacionais de até 5 pavimentos. A

Leia mais

COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 0001/2012 COMPRASNET. Termo de Referência Mobiliário

COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 0001/2012 COMPRASNET. Termo de Referência Mobiliário COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 0001/2012 COMPRASNET Termo de Referência Mobiliário Objeto O presente Termo de Referência tem por objetivo a aquisição de mobiliários para atender as demandas decorrentes das novas

Leia mais

60 a 105 m/min A B AU OPH LU X Y1 (1) Y2 (3) 800 1750 1790 1830 (3) 8 1250 1200 800 1750 1590 1630 (3) 8 1300 1150 800 1750 1540 1580 (3)

60 a 105 m/min A B AU OPH LU X Y1 (1) Y2 (3) 800 1750 1790 1830 (3) 8 1250 1200 800 1750 1590 1630 (3) 8 1300 1150 800 1750 1540 1580 (3) Cabinas export Dimensionamento Elevador com máquinas com engrenagem contrapeso ao fundo Dimensões de cabina com porta abertura central Cap.de Cabina Porta 1 a 1,75 m/s passageiros Largura Profundidade

Leia mais

Memorial de Projeto: Instalações Hidráulicas

Memorial de Projeto: Instalações Hidráulicas Pág. 1 Memorial de Projeto: Instalações Hidráulicas Cliente: Unidade: Assunto: Banco de Brasília - BRB DITEC Reforma das instalações Código do Projeto: 1564-12 Pág. 2 Índice Sumário 1. Memorial Descritivo

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS CATÁLOGO DO MOBILIÁRIO Aplicado às Unidades Administrativas e Jurisdicionais de 1º e 2º Graus 1ª Edição PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO ACRE Outubro 2012 RESOLUÇÃO Nº 37/2012 Publicada

Leia mais

MEMÓRIA DESCRITIVA COBERTURA ROBOT

MEMÓRIA DESCRITIVA COBERTURA ROBOT MEMÓRIA DESCRITIVA COBERTURA ROBOT FUNDAÇÃO / SAPATA A fundação é o elemento de suporte e enraizamento ao solo de toda a cobertura. Na fundação são colocados varões com 0,5m de profundidade. A superfície,

Leia mais

TAMPÕES DE FERRO FUNDIDO DÚCTIL

TAMPÕES DE FERRO FUNDIDO DÚCTIL Rev. 0 1 DIRTEC Companhia de Gás do Estado do Rio Grande do Sul. 1 de 6 ÍNDICE DE REVISÕES DESCRIÇÃO E/OU FOLHAS ATINGIDAS EMISSÃO INICIAL REVISÃO GERAL DATA: 24/06/05 30/05/12 EXECUÇÃO: Hebert Michael

Leia mais

Sistema de Gestão de Segurança e Saúde Ocupacional Identificação: PROSHISET 03. Procedimento para GCR (Guarda Corpo e Rodapé)

Sistema de Gestão de Segurança e Saúde Ocupacional Identificação: PROSHISET 03. Procedimento para GCR (Guarda Corpo e Rodapé) Revisão: 00 Folha: 1 de 6 1. Objetivo Este procedimento tem como objetivo, assegurar que todas as obras efetuem o sistema de Guarda Corpo e Rodapé, o qual destina-se a promover a proteção contra riscos

Leia mais

SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA COLETORES PREDIAIS LOTE 2

SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA COLETORES PREDIAIS LOTE 2 SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA COLETORES PREDIAIS LOTE 2 Versão: 002 Vigência: 03/2016 Última atualização: 05/2016 GRUPO

Leia mais

L A U D O T É C N I C O. Segurança estrutural contra incêndio

L A U D O T É C N I C O. Segurança estrutural contra incêndio L A U D O T É C N I C O Segurança estrutural contra incêndio GINASIO POLIESPORTIVO TAPEJARA RS MAIO DE 2015 OBJETIVO: Este laudo tem por objetivo estabelecer as condições mínimas que os materiais existentes

Leia mais

DIRETRIZES PARA A EXECUÇÃO DE PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA

DIRETRIZES PARA A EXECUÇÃO DE PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA DIRETRIZES PARA A EXECUÇÃO DE PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA A) INTRODUÇÃO: A presente especificação tem como objetivo o direcionamento e auxílio do projetista na escolha da solução mais adequada no dimensionamento

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO CONCEPÇÃO E IMAGENS DO LOCAL

MEMORIAL DESCRITIVO CONCEPÇÃO E IMAGENS DO LOCAL MEMORIAL DESCRITIVO CONCEPÇÃO E IMAGENS DO LOCAL REVITALIZAÇÃO DA PRAÇA DA MATRIZ, COM A TROCA DO PAVIMENTO, INSTALAÇÃO DE NOVA ILUMINAÇÃO, NOVOS BANCOS E RESTAURAÇÃO DO ENTORNO DA PROTEÇÃO DA ESTATUA

Leia mais

CE-CTET-GERAL AAP+AECOPS GER 00X / 00Y 13SR.21.--.--. Medição por unidade pronta, assente, acabada e a funcionar (un).

CE-CTET-GERAL AAP+AECOPS GER 00X / 00Y 13SR.21.--.--. Medição por unidade pronta, assente, acabada e a funcionar (un). 13SR.21.-- TÍTULO13SR SERRALHARIAS DE FERRO CAPÍTULO.2-. COMPONENTES EM CHAPA E PERFILADO SUB.CAPº.21. VÃOS I. UNIDADE E CRITÉRIO DE MEDIÇÃO Medição por unidade pronta, assente, acabada e a funcionar (un).

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. Serviços Preliminares

MEMORIAL DESCRITIVO. Serviços Preliminares MEMORIAL DESCRITIVO O presente memorial refere-se aos serviços a serem executados para construção de ponte mista, com longarinas em vigas metálicas perfil I bi-apoiadas, sendo as bases de apoio construídas

Leia mais

sistema construtivo Steel Frame

sistema construtivo Steel Frame sistema construtivo Steel Frame A Allmas é uma indústria da construção civil, especializada na fabricação de estruturas e na construção em Steel Frame ou Light Steel Frame (LSF). Atua nos segmentos residenciais,

Leia mais

PREÇO MÉDIO DA PROPOSTA DE PREÇOS SIMPLES. Pesquisa de Preços Nº 000032/2015-04/03/2015 - Processo Nº 000670/2015

PREÇO MÉDIO DA PROPOSTA DE PREÇOS SIMPLES. Pesquisa de Preços Nº 000032/2015-04/03/2015 - Processo Nº 000670/2015 00002 00000548 SERVIÇO DE MONT. E DESM. (PALCO DE BOX ESTRUTURAL 12M X 10M) 1,00 1.515,00 1.515,00 00001 00000549 PALCO DE BOX ESTRUTURAL (12M X 10M) PALCO DE BOX ESTRUTURAL TETO EM ESTRUTURA DE BOX METALICA

Leia mais

Rua Colombia nº 50 Boqueirão Santos / S.P. MEMORIAL DESCRITIVO

Rua Colombia nº 50 Boqueirão Santos / S.P. MEMORIAL DESCRITIVO Rua Colombia nº 50 Boqueirão Santos / S.P. MEMORIAL DESCRITIVO 1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS 1.1 Projeto Será um edifício residencial contendo subsolo, térreo, mezanino, 13 pavimentos tipo com 04 (quatro) apartamentos

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO ABRIGO MODELO. O novo abrigo de ligação facilitará a vida de todos.

MANUAL DE INSTALAÇÃO ABRIGO MODELO. O novo abrigo de ligação facilitará a vida de todos. MANUAL DE INSTALAÇÃO ABRIGO MODELO O novo abrigo de ligação facilitará a vida de todos. ÍNDICE O QUE É ABRIGO MODELO? VANTAGENS DO NOVO ABRIGO COMO INSTALAR POSIÇÕES POSSÍVEIS PARA INSTALAÇÃO MATERIAIS

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA CLIENTE: UNIFACS UNIVERSIDADE SALVADOR DISCIPLINA DE EXPRESSÃO GRÁFICA E PROJETOS ELÉTRICOS

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA CLIENTE: UNIFACS UNIVERSIDADE SALVADOR DISCIPLINA DE EXPRESSÃO GRÁFICA E PROJETOS ELÉTRICOS ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA CLIENTE: PROGRAMA: ÁREA: UNIFACS UNIVERSIDADE SALVADOR DISCIPLINA DE EXPRESSÃO GRÁFICA E PROJETOS ELÉTRICOS CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA ELETROTÉCNCIA FOLHA 1 de 5 ÍNDICE DE REVISÕES

Leia mais

CENTRO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL (CMEI) DE SANTA LÚCIA Presidente Kennedy, E.S. MEMORIAL DESCRITIVO DOS ACABAMENTOS

CENTRO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL (CMEI) DE SANTA LÚCIA Presidente Kennedy, E.S. MEMORIAL DESCRITIVO DOS ACABAMENTOS ESTADO DO ESPÍRITO SANTO CENTRO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL (CMEI) DE SANTA LÚCIA Presidente Kennedy, E.S. MEMORIAL DESCRITIVO DOS ACABAMENTOS O presente memorial integra o projeto arquitetônico do

Leia mais

Concepção da Forma Arquitetônica_2 bares e restaurantes _ dimensionamento básico

Concepção da Forma Arquitetônica_2 bares e restaurantes _ dimensionamento básico Concepção da Forma Arquitetônica_2 bares e restaurantes _ dimensionamento básico fonte: PANERO, Julius; ZELNIK, Martin. Las Dimensiones en los Espacios Interiores. Mexico: Gustavo Gili, 1996 [1979]. Pg

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Impermeabilização da laje de cobertura do prédio principal FÁBRICAS DE CULTURA

TERMO DE REFERÊNCIA Impermeabilização da laje de cobertura do prédio principal FÁBRICAS DE CULTURA TERMO DE REFERÊNCIA laje de cobertura do prédio principal FÁBRICAS DE CULTURA BRASILÂNDIA ÍNDICE DO TERMO DE REFERÊNCIA TÉCNICA 1. OBJETIVO GERAL 2. JUSTIFICATIVA 3. DA MODALIDADE DA CONTRATAÇÃO 4. DISPOSIÇÕES

Leia mais

Gradis e Grades de Piso Eletrofundidos

Gradis e Grades de Piso Eletrofundidos Gradis e Grades de Piso Eletrofundidos Desde 1980 a PISOMETAL vem fornecendo e instalando gradis e grades de piso eletrofundidos. Localizada em São Paulo Capital é uma empresa nacional que atua nos mais

Leia mais

Manual técnico Painéis de comando com puxadores laterais

Manual técnico Painéis de comando com puxadores laterais Manual técnico Painéis de comando com puxadores laterais Os painéis de comando se destacam pelo alto nível de ergonomia, eficiência na montagem e design atraente, além de estarem disponíveis para pronta

Leia mais

uso externo Nº 2117 1

uso externo Nº 2117 1 Nº Data Revisões Aprov.: Vanderlei Robadey Página 1 de 12 DESENHO 2 - CORPO DA CAIXA DISPOSITIVO PARA LACRE DE SEGURANÇA A B ROSCA M6 x 1 TORRE DE FIXAÇÃO ROSCA M10 x 1,5 C TORRE DE FIXAÇÃO ROSCA M10 x

Leia mais

3 Barreiras de Fogo - Sistema C-AJ-5030

3 Barreiras de Fogo - Sistema C-AJ-5030 3 Barreiras de Fogo - Sistema C-AJ-5030 Dados Técnicos Junho/02 Substitui: Janeiro/01 Tubos Metálicos Isolados F 1 and 2 horas (veja o item 1) T 0 horas L Temperatura Ambiente 0,30 m³/m² ( 2 CFM/sq ft)

Leia mais

Andaime Multidirecional BRIO O andaime de grande flexibilidade para todo tipo de aplicações

Andaime Multidirecional BRIO O andaime de grande flexibilidade para todo tipo de aplicações Catálogo de Produto Andaimes Andaime Multidirecional BRIO O andaime de grande flexibilidade para todo tipo de aplicações Andaime baseado em postes verticais que dispõem de um disco com 8 alojamentos a

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA

PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA Anexo II.7 Especificações de Garagem PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA ÍNDICE 1 ESPECIFICAÇÕES DE GARAGEM... 2 1.1Instalações... 2 1.2Pátio... 2 1.3Posto de Abastecimento... 2 1.4Lavagem... 3 1.5Inspeção

Leia mais

Filtros. Planos Modulados Em Cunha para Paredes Em Cunha para Dutos F2-001 TROX DO BRASIL LTDA.

Filtros. Planos Modulados Em Cunha para Paredes Em Cunha para Dutos F2-001 TROX DO BRASIL LTDA. F-001 Filtros Planos Modulados Em Cunha para Paredes Em Cunha para Dutos TROX DO BRASIL LTDA. Rua Alvarenga, 00-00 São Paulo SP Fone: (11) 0-00 Fax: (11) 0- E-mail: trox@troxbrasil.com.br www.troxbrasil.com.br

Leia mais

1/8 EF-30. Esquadria de ferro para duto de capela (L=90cm) Componentes. Código de listagem. Atenção. Revisão Data Página 1 27/03/15

1/8 EF-30. Esquadria de ferro para duto de capela (L=90cm) Componentes. Código de listagem. Atenção. Revisão Data Página 1 27/03/15 /8 2/8 3/8 4/8 5/8 6/8 7/8 8/8 DESCRIÇÃO Constituintes Contra-marcos e perfis conforme bitolas especificadas nos desenhos. --Obs.: Em regiões litorâneas ou outros locais sujeitos à atmosfera corrosiva

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO DA CORTINA DE AR INTERNATIONAL

MANUAL DE INSTALAÇÃO DA CORTINA DE AR INTERNATIONAL MANUAL DE INSTALAÇÃO DA CORTINA DE AR INTERNATIONAL APRESENTAÇÃO Agradecemos pela preferência na escolha de produtos International Refrigeração. Este documento foi elaborado cuidadosamente para orientar

Leia mais

ANTÓNIO & JOÃO, LDA. MATERIAISDECONSTRUÇÃOEEQUIPAMENTOS

ANTÓNIO & JOÃO, LDA. MATERIAISDECONSTRUÇÃOEEQUIPAMENTOS ANTÓNIO & JOÃO, LDA. MATERIAISDECONSTRUÇÃOEEQUIPAMENTOS Este Manual proporciona as instruções necessárias para uma montagem e operação segura do andaime de fachada MK48. Cabe ao utilizador do andaime manter

Leia mais

built build to ANDAIMES MP

built build to ANDAIMES MP uilt build to ANDAIMES ANDAIMES MP Andaime_Multidirecional MP 150 Empresa Projetos Produtos Andaimes e coberturas ANDAIME Multidirecional MP O sistema multidirecional MP é a solução moderna que reflete

Leia mais

Fichas Técnicas de Produto. Linha Slit

Fichas Técnicas de Produto. Linha Slit Fichas Técnicas de Produto Estante Face Dupla 2M Imagem de Referência Descritivo Técnico Completo Estante face dupla totalmente confeccionada em chapa de aço de baixo teor de carbono, sem arestas cortantes

Leia mais

E S P E C I F I C A Ç Õ E S T É C N I C A S

E S P E C I F I C A Ç Õ E S T É C N I C A S SUBGRUPO: 180400 CERCA / MURO FOLHA: SUMÁRIO 1. CERCA COM TELA DE ARAME GALVANIZADO E ESTACAS DE CONCRETO...1 1.1 OBJETIVO E DEFINIÇÕES...1 1.2 MATERIAIS...1 1.3 EQUIPAMENTOS...2 1.4 EXECUÇÃO...2 1.5 CONTROLE...2

Leia mais

PEDIDO DE ESCLARECIMENTO PREGÃO Nº 33/12. Foco Soluções Corporativas Ltda., CNPJ 13.039.855/0001-78, solicita os seguintes esclarecimentos:

PEDIDO DE ESCLARECIMENTO PREGÃO Nº 33/12. Foco Soluções Corporativas Ltda., CNPJ 13.039.855/0001-78, solicita os seguintes esclarecimentos: PEDIDO DE ESCLARECIMENTO PREGÃO Nº 33/12 Foco Soluções Corporativas [focorepresentacao@globo.com] Para pregao.eletronico@trt1.jus.br Enviado ter 22/05/2012 21:17 Sr. Pregoeiro Foco Soluções Corporativas

Leia mais

CONSTRUÍMOS A CASA DOS SEUS SONHOS Desenvolvemos qualquer projecto à sua medida

CONSTRUÍMOS A CASA DOS SEUS SONHOS Desenvolvemos qualquer projecto à sua medida CONSTRUÍMOS A CASA DOS SEUS SONHOS Desenvolvemos qualquer projecto à sua medida STORY HOUSE PREÇO DESDE: 130.000 + IVA RIVER HOUSE PREÇO DESDE: 250.000 + IVA SEA HOUSE PREÇO DESDE: 350.000 + IVA COUNTRY

Leia mais

ENSAIOS DOS MATERIAIS

ENSAIOS DOS MATERIAIS Ensaios Mecânicos dos Materiais Ensaio de tração NBR ISO 6892:2002, Assossiação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT Entre os diversos tipos de ensaios existentes para avaliação das propriedades mecânicas

Leia mais

FOLHA DE CAPA CONTROLE DE REVISÃO DAS FOLHAS

FOLHA DE CAPA CONTROLE DE REVISÃO DAS FOLHAS FOLHA DE CAPA TÍTULO ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA TUBOS DE COBRE RÍGIDOS E FLEXÍVEIS NÚMERO ORIGINAL NÚMERO COMPAGAS FOLHA CONTROLE DE REVISÃO DAS FOLHAS ET-65-200-CPG-039 1 / 7 ESTA FOLHA DE CONTROLE INDICA

Leia mais

Aula de Laboratório de Materiais de Construção Civil Professora: Larissa Camporez Araújo

Aula de Laboratório de Materiais de Construção Civil Professora: Larissa Camporez Araújo Aula de Laboratório de Materiais de Construção Civil Professora: Larissa Camporez Araújo De acordo com a NBR 12655, o responsável pelo recebimento do concreto é o proprietário da obra ou o responsável

Leia mais

FOLHA DE CAPA CONTROLE DE REVISÃO DAS FOLHAS

FOLHA DE CAPA CONTROLE DE REVISÃO DAS FOLHAS FOLHA DE CAPA TÍTULO ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA VÁLVULAS DE BLOQUEIO - REDE DE AÇO CARBONO VÁLVULA ESFERA E TOP-ENTRY NÚMERO ORIGINAL NÚMERO COMPAGAS FOLHA ET-6000-6520-200-TME-005 ET-65-200-CPG-005 1 / 6 CONTROLE

Leia mais

UMA FERRAMENTA FUNDAMENTAL NO COMBATE À CRISE HÍDRICA

UMA FERRAMENTA FUNDAMENTAL NO COMBATE À CRISE HÍDRICA UMA FERRAMENTA FUNDAMENTAL NO COMBATE À CRISE HÍDRICA Aumente sua reservação com o melhor tanque do mundo Glass Lined Steel - Manufacturer Distribuidor exclusivo no Brasil EUROTANKS tanques em aço vitrificado

Leia mais

RESULTADO DA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS 005/2017

RESULTADO DA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS 005/2017 RESULTADO DA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS 005/2017 A, inscrita no CNPJ 92.893.155/0001-12, informa que após o encerramento da cotação prévia de preços 018/2017, referente a contratação de empresa para prestação

Leia mais

À PROVA DE EXPLOSÃO INVÓLUCROS CAIXAS DE LIGAÇÃO

À PROVA DE EXPLOSÃO INVÓLUCROS CAIXAS DE LIGAÇÃO Esta linha de produtos é projetada para suportar as pressões resultantes de uma explosão interna no sistema instalado, proveniente da ignição de gases infl amáveis, de forma a evitar a ignição da mistura

Leia mais

Anexo 4.8.1-1 Registro Fotográfico das Obras de Educação em andamento

Anexo 4.8.1-1 Registro Fotográfico das Obras de Educação em andamento 9 RELATÓRIO CONSOLIDADO DE ANDAMENTO DO PBA E DO ATENDIMENTO DE CONDICIONANTES CAPÍTULO 2 ANDAMENTO DO PROJETO BÁSICO AMBIENTAL Anexo 4.8.1-1 Registro Fotográfico das Obras de Educação em andamento ANEXO

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM COMO ELEMENTO DE REFORÇO EM MUROS DE CONTENÇÃO ESTRADA PARA CHENQUECO CHILE

UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM COMO ELEMENTO DE REFORÇO EM MUROS DE CONTENÇÃO ESTRADA PARA CHENQUECO CHILE UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM COMO ELEMENTO DE REFORÇO EM MUROS DE CONTENÇÃO ESTRADA PARA CHENQUECO CHILE Autor: Departamento Técnico - Atividade Bidim PERÍODO 2004 Revisado ABRIL 2011 - Departamento Técnico.

Leia mais

PROC-IBR-EDIF 017/2014 Análise das especificações, quantidades e preços das Esquadrias

PROC-IBR-EDIF 017/2014 Análise das especificações, quantidades e preços das Esquadrias INSTITUTO BRASILEIRO DE AUDITORIA DE OBRAS PÚBLICAS IBRAOP INSTITUTO RUI BARBOSA IRB / COMITÊ OBRAS PÚBLICAS PROC-IBR-EDIF 017/2014 Análise das especificações, quantidades e preços das Esquadrias Primeira

Leia mais

ANEXO 3 GERENCIAMENTO DE MODIFICAÇÕES

ANEXO 3 GERENCIAMENTO DE MODIFICAÇÕES ANEXO 3 GERENCIAMENTO DE MODIFICAÇÕES 1 OBJETIVO O objetivo do Gerenciamento de Modificações consiste em prover um procedimento ordenado e sistemático de análise dos possíveis riscos introduzidos por modificações,

Leia mais

PROPOSTA DE TEXTO-BASE MARMITA DE ALUMÍNIO

PROPOSTA DE TEXTO-BASE MARMITA DE ALUMÍNIO MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO LOGÍSTICO DIRETORIA DE SUPRIMENTO Seção de Suprimento Classe II 84/04 PROPOSTA DE TEXTO-BASE SUMÁRIO 1. OBJETIVO... 1 2. CARACTERÍSTICAS GERAIS...

Leia mais

INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS DE ÁGUAS PLUVIAIS SINAPI LOTE 2 SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL

INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS DE ÁGUAS PLUVIAIS SINAPI LOTE 2 SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS DE ÁGUAS PLUVIAIS LOTE 2 Versão: 002 Vigência: 12/2014 GRUPO INSTALAÇÕES

Leia mais

Divisórias Sanitárias Newplac

Divisórias Sanitárias Newplac Divisórias Sanitárias Newplac Sistema completo de Divisórias Sanitárias que une a resistência do painel estrutural TS com a rigidez dos batentes de alumínio, resultando em um produto de grande estabilidade

Leia mais

02. ENCARGOS: 02.01. Os encargos do construtor são aqueles estipulados no Caderno de Encargos do DERT/SEINFRA, que o empreiteiro declara conhecer.

02. ENCARGOS: 02.01. Os encargos do construtor são aqueles estipulados no Caderno de Encargos do DERT/SEINFRA, que o empreiteiro declara conhecer. OBRA: IMPERMEABILIZAÇÃO DA COBERTA DO AUDITÓRIO; REFORMA DA COBERTA DOS GALPÕES; IMPERMEABILIZAÇÃO DO HALL ESCOLA: EEEP JOSÉ IVANILTON NOCRATO ASSUNTO: ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 01. OBJETO: 01.01. Estas

Leia mais

Sdeck Composite - Perfil 175x25 mm

Sdeck Composite - Perfil 175x25 mm Sdeck Composite - Perfil 175x25 mm Ficha de Instalação 1. Indicações Genéricas 1.1. Transporte É necessário ter em consideração as disposições legais do país para onde pretende transportar o produto. Se

Leia mais

Comércio de Grades e Ferragens Ltda. Catálogos de Produtos

Comércio de Grades e Ferragens Ltda. Catálogos de Produtos Comércio de Grades e Ferragens Ltda. Catálogos de Produtos S DE PISO As grades COM são utilizadas largamente em plataformas industriais, passarelas, canaletas, circulares, plataformas circulares, degraus,

Leia mais

TERMO DE HOMOLOGAÇÃO. Item 0001

TERMO DE HOMOLOGAÇÃO. Item 0001 TERMO DE HOMOLOGAÇÃO Às 08:47 horas do dia 12 de setembro de 2012, após analisados todos os atos processuais do Pregão Pregão Eletrônico 014/2012, referente ao processo 028/2012, o Sr(a). Maria Luiza Bertussi

Leia mais

Esquadrias Metálicas Ltda. Manual de instruções.

Esquadrias Metálicas Ltda. Manual de instruções. Manual de instruções. Esquadrias Metálicas Ltda. PORTA DE CORRER A Atimaky utiliza, na fabricação das janelas, aço galvanizado adquirido diretamente da Usina com tratamento de superfície de ultima geração

Leia mais

ANDAIMES. Andaimes e coberturas

ANDAIMES. Andaimes e coberturas uilt tbuild tbandaimes Andaimes e coberturas ANDAIMES Andaimes pré fabricados K-KZ 110 PE 120 SE 132 Andaimes multidirecional Tubo e Junto 144 Multidirecional MP 150 Plataforma de carga MP 162 Escada

Leia mais

Padronização de Marcos Geodésicos: Instrução técnica

Padronização de Marcos Geodésicos: Instrução técnica Padronização de Marcos Geodésicos: Instrução técnica As especificações para construção e implantação de marcos geodésicos em Território Nacional foram estabelecidas através da Norma de Serviço do Diretor

Leia mais

LICITAÇÃO Nº 006/2011-PREGÃO ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

LICITAÇÃO Nº 006/2011-PREGÃO ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA Especificações técnicas: LICITAÇÃO Nº 006/2011-PREGÃO ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA LOTE I CONJUNTO DE MESAS PLENÁRIAS 1. Mesa Plenária tipo I medindo 800 x 800 x 900 mm 34 (trinta e quatro) unidades (perspectiva

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Readequação de espaços divisórias em drywall FÁBRICAS DE CULTURA

TERMO DE REFERÊNCIA Readequação de espaços divisórias em drywall FÁBRICAS DE CULTURA TERMO DE REFERÊNCIA Readequação de espaços divisórias em drywall FÁBRICAS DE CULTURA JAÇANÃ ÍNDICE DO TERMO DE REFERÊNCIA TÉCNICA 1. OBJETIVO GERAL 2. JUSTIFICATIVA 3. DA MODALIDADE DA CONTRATAÇÃO 4. DISPOSIÇÕES

Leia mais

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA 3.6. OBRAS DE CONTENÇÃO Sempre que a movimentação de terra implicar em riscos de perda de estabilidade do solo, há a necessidade da execução de estruturas ou obras de contenção para segurança da própria

Leia mais

ANEXO I ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DOS BENS MOBILIÁRIOS

ANEXO I ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DOS BENS MOBILIÁRIOS ANEXO I ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DOS BENS MOBILIÁRIOS 1. ESTAÇÕES DE TRABALHO MOV02 (C=1.50m X P=1.50m X A=0.75m) Espessura do tampo: 25 mm Descrição Técnica Sistema modular de estação de trabalho com tampo

Leia mais

Adaptação do galpão de aqüicultura do campus Fazenda Experimental e da sala destinada aos técnicos do núcleo de atendimento ao dicente e docente.

Adaptação do galpão de aqüicultura do campus Fazenda Experimental e da sala destinada aos técnicos do núcleo de atendimento ao dicente e docente. PROJETO BÁSICO: Adaptação do galpão de aqüicultura do campus Fazenda Experimental e da sala destinada aos técnicos do núcleo de atendimento ao dicente e docente 1. IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO 1.1 Título do

Leia mais

Modelo MASTERPLAC ESPAÇO DURABILIDADE BELEZA ECONOMIA SOLUÇÕES QUE MULTIPLICAM OS ESPAÇOS

Modelo MASTERPLAC ESPAÇO DURABILIDADE BELEZA ECONOMIA SOLUÇÕES QUE MULTIPLICAM OS ESPAÇOS Modelo MASTERPLAC ESPAÇO DURABILIDADE BELEZA ECONOMIA SOLUÇÕES QUE MULTIPLICAM OS ESPAÇOS FERRAGENS DO SISTEMA FERRAGENS EXCLUSIVAS Pivot corrediço da porta Puxador interno de latão Dobradiça entre-folhas

Leia mais

4. (Mackenzie 2010) Uma placa de alumínio (coeficiente de dilatação linear do alumínio = 2.10-5

4. (Mackenzie 2010) Uma placa de alumínio (coeficiente de dilatação linear do alumínio = 2.10-5 1. (Pucrs 214) O piso de concreto de um corredor de ônibus é constituído de secções de 2m separadas por juntas de dilatação. Sabe-se que o coeficiente de dilatação linear do concreto é 6 1 121 C, e que

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DE CINTO DE SEGURANÇA TIPO PARA-QUEDISTA TORRES EÓLICAS

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DE CINTO DE SEGURANÇA TIPO PARA-QUEDISTA TORRES EÓLICAS ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DE CINTO DE SEGURANÇA TIPO PARA-QUEDISTA TORRES EÓLICAS ET-DAST 007/13 Data 14/10/2013 I- APLICAÇÃO Este cinto deve ser utilizado para trabalhos em altura superior a 02 (dois) metros,

Leia mais

RELATÓRIO TÉCNICO N O RT0112/12 Isolação sonora de parede Drywall e mantas de fibra plástica

RELATÓRIO TÉCNICO N O RT0112/12 Isolação sonora de parede Drywall e mantas de fibra plástica UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA Depto. de Engenharia Mecânica Laboratório de Vibrações e Acústica Campus universitário, Trindade, CP 476 CEP 88.040-900, Florianópolis-SC Fone: 55 48 3721 7716 /

Leia mais

Bloco de Concreto CONCEITO

Bloco de Concreto CONCEITO CONCEITO A alvenaria de bloco de concreto é empregada em paredes com função estrutural ou mesmo como vedação em edifícios com estrutura de concreto armado. Substituem a alvenaria de tijolos que, por falta

Leia mais

CEPEL CENTRO DE PESQUISAS DE ENERGIA ELÉTRICA SISTEMA ELETROBRAS

CEPEL CENTRO DE PESQUISAS DE ENERGIA ELÉTRICA SISTEMA ELETROBRAS Documento: Cliente: MEMÓRIA DE CÁLCULO CEPEL CENTRO DE PESQUISAS DE ENERGIA ELÉTRICA SISTEMA ELETROBRAS Pag: 1 of 11 Título: TECHNIP ENGENHARIA S/A TKP No.: P70036-000-CN-1441-001 ÍNDICE DE REVISÕES REV

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS MECÂNICA DOS SÓLIDOS I

LISTA DE EXERCÍCIOS MECÂNICA DOS SÓLIDOS I LISTA DE EXERCÍCIOS MECÂNICA DOS SÓLIDOS I A - Tensão Normal Média 1. Exemplo 1.17 - A luminária de 80 kg é sustentada por duas hastes, AB e BC, como mostra a Figura 1.17a. Se AB tiver diâmetro de 10 mm

Leia mais

CE-CTET-GERAL AAP+AECOPS GER 00X / 00Y 14AL.21.--.--. CAPÍTULO.2-. COMPONENTES EM PERFILADO DE ALUMÍNIO

CE-CTET-GERAL AAP+AECOPS GER 00X / 00Y 14AL.21.--.--. CAPÍTULO.2-. COMPONENTES EM PERFILADO DE ALUMÍNIO 14AL.21.-- TÍTULO14AL SERRALHARIAS DE ALUMÍNIO CAPÍTULO.2-. COMPONENTES EM PERFILADO DE ALUMÍNIO SUB.CAPº.21. VÃOS I. UNIDADE E CRITÉRIO DE MEDIÇÃO Medição por unidade pronta acabada, assente e a funcionar

Leia mais

1. SISTEMA DE ESGOTO SANITÁRIOS

1. SISTEMA DE ESGOTO SANITÁRIOS 1. SISTEMA DE ESGOTO SANITÁRIOS 1.1 - CONCEPÇÃO DO PROJETO: O projeto constará de plantas, detalhes, memória de cálculo e especificações, que sejam necessárias para que haja o perfeito entendimento. 1.

Leia mais

Canaletas PVC DLP & Acessórios

Canaletas PVC DLP & Acessórios Centro de Suporte Técnico T 0800-11 11-8008 servmercado@piallegrand.com.br Canaletas PVC DLP & Acessórios CONTEÚDOS PÁGINAS 1.Linha 1 a 2 2.Acessórios de acabamento 3 a 5 3.Acessórios complementares 6

Leia mais

built build to LAJES LINEAR

built build to LAJES LINEAR uilt build to LAJES LAJES LINEAR Empresa Projetos Produtos LINEAR Sistema semi-tradicional para a execução de lajes de concreto moldado in loco, com escoras de alta capacidade de carga que suportam vigas

Leia mais

Sistema de proteção por extintores de incêndio

Sistema de proteção por extintores de incêndio Outubro 2014 Vigência: 08 outubro 2014 NPT 021 Sistema de proteção por extintores de incêndio CORPO DE BOMBEIROS BM/7 Versão:03 Norma de Procedimento Técnico 5 páginas SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação 3

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVO SÃO JOAQUIM - MT MEMORIAL DESCRITIVO

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVO SÃO JOAQUIM - MT MEMORIAL DESCRITIVO MEMORIAL DESCRITIVO MELHORIAS SANITÁRIAS DOMICILIARES BANHEIROS -(Área = 2,73m 2 ). O memorial descritivo a seguir determina as normas para construção do MÓDULO SANITÁRIO SIMPLIFICADO padrão, de área construída

Leia mais

PORTAS COMPONENTES DO PRODUTO DETALHES GERAIS. 1. Porta Pivotante Pet Demolição. Pet Demolição Biombo. Pet Demolição Biombo

PORTAS COMPONENTES DO PRODUTO DETALHES GERAIS. 1. Porta Pivotante Pet Demolição. Pet Demolição Biombo. Pet Demolição Biombo PORTAS As portas Mentha são divididas em três tipos: 1. Porta Pivotante Pet Demolição 2. Porta Roldana Aparente Pet Demolição Biombo 3. Porta Roldana Invisível Pet Demolição Biombo COMPONENTES DO PRODUTO

Leia mais

Memorial Descritivo Escola Municipal Professor Ismael Silva

Memorial Descritivo Escola Municipal Professor Ismael Silva PREFEITURA MUNICIPAL DE ILICÍNEA Estado de Minas Gerais CNPJ: 18.239.608/0001-39 Praça. Padre João Lourenço Leite, 53 Centro Ilicínea Tel (fax).: (35) 3854 1319 CEP: 37175-000 Memorial Descritivo Escola

Leia mais

EDITAL Pregão Presencial Nº 000047/2013

EDITAL Pregão Presencial Nº 000047/2013 PREÂMBULO Page 1 of 33 Page 2 of 33 Page 3 of 33 Page 4 of 33 Page 5 of 33 Page 6 of 33 Page 7 of 33 Page 8 of 33 Page 9 of 33 Page 10 of 33 Page 11 of 33 Page 12 of 33 17 - ANEXO I - TERMO REFERÊNCIA

Leia mais

Memorial Descritivo BUEIROS CELULARES DE CONCRETO. 01 BUEIRO triplo na RS715 com 3,00m X 2,50m X 16m, cada célula, no km 0 + 188,5m.

Memorial Descritivo BUEIROS CELULARES DE CONCRETO. 01 BUEIRO triplo na RS715 com 3,00m X 2,50m X 16m, cada célula, no km 0 + 188,5m. Memorial Descritivo BUEIROS CELULARES DE CONCRETO OBRAS / LOCALIZAÇÃO 01 BUEIRO triplo na RS715 com 3,00m X 2,50m X 16m, cada célula, no km 0 + 188,5m. 01 BUEIRO triplo na RS 715 com 3,00m X 2,00m X 19m,

Leia mais

PLP BRASIL. Seção 8 OPGW

PLP BRASIL. Seção 8 OPGW Transmissão: Seção 8 PLP BRASIL Seção 8 OPGW Índice Página Grampo de Suspensão Fiberlign 4300 8-2 Grampo de Ancoragem Fiberlign GAF 8-3 Reparo Preformado Fiberlign AWLS 8-4 Caixa de Emenda para Cabos de

Leia mais

CARIMBO DA EMPRESA: ASS. DO RESPONSÁVEL

CARIMBO DA EMPRESA: ASS. DO RESPONSÁVEL ANEXO I PROPOSTA FINANCEIRA LICITAÇÃO TOMADA DE PREÇOS Nº 008/2011 Item Quant. Descrição do Objeto Valor Mat. Valor Serviços Valor mat+serv. Total R$ 01 07 Bocas de Lobo (un) 02 433,8 Tubos (m) assentados

Leia mais

Viega Advantix Vario. Encurtável com precisão milimétrica e flexibilidade ilimitada.

Viega Advantix Vario. Encurtável com precisão milimétrica e flexibilidade ilimitada. Viega Advantix Vario Encurtável com precisão milimétrica e flexibilidade ilimitada. Viega Advantix Vario Individualidade na sua forma. ELEGANTE E DISCRETA. Design sofisticado e materiais de alta qualidade

Leia mais

PROC IBR EDIF 01.02.014/2014

PROC IBR EDIF 01.02.014/2014 INSTITUTO BRASILEIRO DE AUDITORIA DE OBRAS PÚBLICAS IBRAOP INSTITUTO RUI BARBOSA IRB / COMITÊ OBRAS PÚBLICAS PROC IBR EDIF 01.02.014/2014 01 - Fase Licitatória 01.02 - Análise das especificações, quantidades

Leia mais

Área do Terreno: 5.000,00 m² Nº Vagas: 136 (68 Vagas no Subsolo / 68 Vagas no Térreo)

Área do Terreno: 5.000,00 m² Nº Vagas: 136 (68 Vagas no Subsolo / 68 Vagas no Térreo) LOCALIZAÇÃO BLOCO 04 BLOCO 03 BLOCO 02 BLOCO 01 Área do Terreno: 5.000,00 m² Nº Vagas: 136 (68 Vagas no Subsolo / 68 Vagas no Térreo) TÉRREO TOTAL PAVIMENTO: 1.406,98 m² 25,50 m 20,20 m 11,60 m 12,73

Leia mais

Manual do usuário da coluna autoportante e alavanca

Manual do usuário da coluna autoportante e alavanca Manual do usuário da coluna autoportante e alavanca Informações importantes ao usuário Devido à variedade de usos para os produtos descritos nesta publicação, os responsáveis pela aplicação e uso deste

Leia mais

CABO OPTICO CFOA-AS : ABNT

CABO OPTICO CFOA-AS : ABNT CABO OPTICO CFOA-AS : ABNT Tipo do Produto Cabos Ópticos Construção ROHS Compliant Dielétrico Núcleo Seco ou Geleado Tubos Loose SM, MM e NZD Descrição Cabos óptico dielétricos auto sustentados de 02 (duas)

Leia mais

Produtos em Destaque. FBM Ferramentas. A marca da ferramenta forte. Desde 1989

Produtos em Destaque. FBM Ferramentas. A marca da ferramenta forte. Desde 1989 Produtos em Destaque FBM Ferramentas A marca da ferramenta forte. Desde 1989 Picareta Ponta Pá / Chibanca / Picareta Ponta Soca Peso: 4lb Peso: 4lb Peso: 3,0kg Forjada em Aço Especial SAE 1045 Pintadas

Leia mais

APRENDIZAGEM INDUSTRIAL. UNIDADE 4 Práticas de Instalação

APRENDIZAGEM INDUSTRIAL. UNIDADE 4 Práticas de Instalação APRENDIZAGEM INDUSTRIAL UNIDADE 4 Práticas de Instalação Instalação de cabos e hardware metálicos Devem ser instalados de forma que se permita uma inspeção visual. Cabos com capa danificada; Cabos com

Leia mais

LABORATÓRIO DE DESENHO E PROJETOS (PRANCHETÁRIO)

LABORATÓRIO DE DESENHO E PROJETOS (PRANCHETÁRIO) LABORATÓRIO DE DESENHO E PROJETOS (PRANCHETÁRIO) 1. Descrição Física Este espaço se configuraria a sala de aula onde são realizadas todas as atividades de desenho e aulas teóricas. O número das salas de

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Argamassa Polimérica. Argamassa Polimérica

FICHA TÉCNICA. Argamassa Polimérica. Argamassa Polimérica PÁGINA: 1/5 1 Descrição: A Argamassa GoiásCola é mais uma argamassa inovadora, de alta tecnologia e desempenho, que apresenta vantagens econômicas e sustentáveis para o assentamento de blocos em sistemas

Leia mais

Yep. Balcão Inferior Porta Temperos 20-57cm. Partes do Produto. Componentes

Yep. Balcão Inferior Porta Temperos 20-57cm. Partes do Produto. Componentes Yep Partes do Produto Balcão Inferior Porta Temperos 0-57cm Tampo Vendido Separadamente - Lateral Direita/Esquerda (x) - Base (x) 3- Travessa (x) Porta Vendida Separadamente 4- Traseiro (x) 5- Porta Temperos

Leia mais

07/05/2014. Professor

07/05/2014. Professor UniSALESIANO Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium Curso de Engenharia Civil Disciplina: Introdução a Engenharia Civil Área de Construção Civil MSc. Dr. André Luís Gamino Professor Definição

Leia mais

COMO CONSTRUIR SUA CALÇADA

COMO CONSTRUIR SUA CALÇADA PREFEITURA MUNICIPAL DA ESTÂNCIA HIDROMINERAL DE AMPARO COMO CONSTRUIR SUA CALÇADA Guia Prático para deixar nossa cidade ainda mais bonita e acessível ÍNDICE A Prefeitura Municipal de Amparo, vem, através

Leia mais

PLUS CONFORTO TÉRMICO PODE SER LAVADO USO COMERCIAL INSTALAÇÃO RÁPIDA E LIMPA GARANTIA DE 10 ANOS. Plus (cores 21003923, 21003911 e 21003488)

PLUS CONFORTO TÉRMICO PODE SER LAVADO USO COMERCIAL INSTALAÇÃO RÁPIDA E LIMPA GARANTIA DE 10 ANOS. Plus (cores 21003923, 21003911 e 21003488) PLUS Plus (cores 21003923, 21003911 e 21003488) USO COMERCIAL CONFORTO TÉRMICO PODE SER LAVADO INSTALAÇÃO RÁPIDA E LIMPA GARANTIA DE 10 ANOS 240mm COLEÇÃO STANDARD PLUS PLUS A Linha Plus da Tarkett é referência

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO ARQUITETÔNICO

MEMORIAL DESCRITIVO ARQUITETÔNICO MEMORIAL DESCRITIVO ARQUITETÔNICO PROPRIETÁRIO: Município de Três Arroios OBRA: Pavilhão em concreto armado, coberto com estrutura metálica, destinado a Ginásio de Esportes (1ª etapa) LOCAL: Parte do lote

Leia mais

Professor: José Junio Lopes

Professor: José Junio Lopes Aula 2 - Tensão/Tensão Normal e de Cisalhamento Média; Tensões Admissíveis. A - Tensão Normal Média 1. Exemplo 1.17 - A luminária de 80 kg é sustentada por duas hastes, AB e BC, como mostra a Figura 1.17a.

Leia mais