Vivemos em sociedade, convivemos com outras pessoas e precisamos nos perguntar (por mais difícil que seja a resposta):

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Vivemos em sociedade, convivemos com outras pessoas e precisamos nos perguntar (por mais difícil que seja a resposta):"

Transcrição

1 Ética e cidadania na atividade do profissional motociclista O trânsito é um campo fértil para se discutir a vida em sociedade. Diariamente os espaços urbanos reproduzem cenas que, de tão comuns, já se tornaram familiares à grande maioria das pessoas. O curioso é que as cenas se repetem, mas as questões que tais cenas suscitam raramente são levadas em conta. Neste caso é fundamental a atitude e o comportamento do condutor de veículos automotores, ciclistas e pedestres. Vivemos em sociedade, convivemos com outras pessoas e precisamos nos perguntar (por mais difícil que seja a resposta): como devo agir perante os outros? Pensar sobre nossa conduta e sobre a conduta dos outros a partir de valores na busca do bem comum. Assim, considera-se a ética como o conjunto das atitudes individuais adotadas pelo usuário da via em favor do interesse de todos, resguardando a responsabilidade pelos atos praticados (direitos e deveres) e os valores sociais. A imagem do motociclista profissional na sociedade, a importância socioeconômica da atividade para a vida na cidade e a importância da profissionalização Os motociclistas profissionais constituem uma categoria relativamente nova. O grande número de jovens à procura de novas oportunidades de trabalho, somado às demandas do mercado por transporte ágil de mercadorias e pessoas, ampliou a demanda para o exercício dessa atividade. Muito embora inexistisse antes de 2009 regulamentação federal para o transportes de cargas e passageiros com o uso da motocicleta, é sabido que nos municípios brasileiros essas atividades já vinham sendo exercidas no transporte de pequenas cargas (alimentos, documentos, remédios etc). A Lei /09 regulamentou a atividade, exigindo do motociclista uma postura adequada, e a adoção de atitudes e comportamentos que, além de 1

2 preservarem sua vida e a dos outros, reflitam a imagem de um profissional que está a serviço da sociedade que garante o seu sustento à medida que confia, valoriza e demanda seu trabalho. Para que o motociclista profissional assuma esta postura adequada e condizente com as normas estabelecidas e as expectativas da sociedade, algumas atitudes farão toda diferença: Ser solidário no trânsito: todos têm o direito de ir, vir e estar nos espaços públicos. A existência de conflitos gerados pela disputa desse espaço faz parte do contexto e somente atitudes solidárias e de compreensão poderão amenizá-los, possibilitando uma convivência mais pacífica e humana. Respeitar a legislação e as regras de circulação de trânsito: você faz parte desse complexo sistema. Ele será pior, ou melhor, dependendo de suas atitudes. Respeite a legislação, pratique a pilotagem defensiva, pois a sua segurança e a dos demais usuários dependerá disso. Ser pontual, honesto e cortês com os colegas e no ambiente de trabalho: seu sucesso profissional e empregabilidade dependerão de como você se relaciona no seu ambiente de trabalho. À medida que o número de motociclistas que exercem a atividade profissional é significativa no país, gerando serviço, emprego e renda, não há dúvidas da importância socioeconômica deste segmento no contexto da economia brasileira. É importante ressaltar que os direitos e deveres de qualquer categoria profissional fica efetivamente garantido a partir do momento em que exista uma regulamentação oficial da atividade a ser desenvolvida. Neste sentido, a edição da Lei Federal n /09 foi de fundamental importância, pois tratou a questão do motofretista e mototaxista, estabelecendo parâmetros nacionais de regulamentação da profissão, permitindo aos municípios terem o desenvolvimento destas atividades com maiores critérios de segurança e qualidade de serviços. Responsabilidade, concentração, autocontrole, capacidade de lidar com imprevistos, disciplina e comprometimento É preciso também ficar atento à questões como autocontrole, concentração e imprevistos. O autocontrole significa você se conhecer, 2

3 compreender que emoções está sentindo e como fazer para controlá-las ou modificá-las em uma situação de trânsito. A raiva, por exemplo, é uma emoção que pode levá-lo a cometer imprudências, aumentando a chance de um acidente. Muitas coisas que fazemos no trânsito são automáticas, feitas sem que pensemos nelas. Depois que aprendemos a dirigir, não mais pensamos em todas as coisas que temos que fazer ao pilotar a motocicleta. Este automatismo acontece após repetirmos muitas vezes os mesmos movimentos ou os mesmos procedimentos. Isto está relacionado à concentração. Se você estiver pouco concentrado ao pilotar sua motocicleta seu tempo normal de reação será ainda maior, transformando as situações de riscos em situações de perigos no trânsito. Ao pilotar, procure forçar sua concentração, acostumando-se a observar sempre e alternadamente: as informações presentes no painel da moto, tais como velocidade, níveis de combustível e sinais luminosos; os espelhos retrovisores; a movimentação de outros veículos que estejam a sua frente, a sua traseira ou as laterais; a movimentação dos pedestres, em especial nas proximidades dos cruzamentos e faixas de pedestre; a posição de suas mãos no guidão; a postura sobre a motocicleta. Outros aspectos que o profissional deverá apresentar estão relacionados com a capacidade de lidar com imprevistos, com o comprometimento e a disciplina referentes a prazos, horários e rotina de trabalho. A adoção deste conjunto de ações por parte do motociclista reflete a sua responsabilidade no exercício da profissão e o seu compromisso, como cidadão, para com um trânsito seguro e mais humanizado. 3

4 Noções básicas de legislação Legislação de trânsito (normas gerais de circulação e conduta) A legislação de trânsito tem por objetivo promover um trânsito seguro, cada vez mais civilizado para que todos possam utilizá-lo com segurança, com mais mobilidade e acessibilidade, considerando também as questões ambientais. Para o motociclista profissional (motofretista e/ou mototaxista) é de extrema importância cumprir a legislação como forma de se evitar acidentes e circular com mais segurança. Destacamos aqui os artigos desta parte do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) que o ajudarão a desempenhar melhor sua profissão: O condutor do veículo deverá verificar as condições do mesmo, o funcionamento dos equipamentos de uso obrigatório e também se há combustível suficiente para chegar ao local destinado. Isto deverá ser feito antes de se sair com o veículo. (Art. 27) É preciso manter uma distância lateral e frontal entre o seu veículo e os demais. Deve-se manter distância do bordo da pista, considerando as condições do local, da circulação, condições climáticas e velocidade. Esta é uma norma que auxilia muito na forma segura de você conduzir seu veículo. (Art.29, inciso II). A ultrapassagem deverá ser sempre feita pela esquerda. Você só poderá ultrapassar pela direita se o veículo a ser ultrapassado sinalizar que vai entrar à esquerda. (Art.29, inciso IX) Os veículos destinados a socorro de incêndio e salvamento, os de polícia e operações de trânsito e as ambulâncias têm prioridade de trânsito, têm livre circulação, estacionamento e parada. (Art.29, inciso VII) Quando você quiser mudar de faixa de circulação, entrar à direita ou à esquerda ou ainda fazer algum retorno, você deve deixar claro o que quer fazer e para isso deverá utilizar a luz indicadora de direção do seu veículo (seta), com antecedência ou utilizar o gesto de braço. Os sinais são feitos para que possamos nos entender no trânsito, então não deixe de usá-los! (Art.35) 4

5 Os condutores de motocicletas, motonetas e ciclomotores só podem circular nas vias: - utilizando capacete, com viseira ou óculos protetor; - segurando o guidom com as duas mãos; - usando vestuário de proteção, de acordo com as especificações do do Contran. (Art.54) Fique atento para esta norma. Cada um destes itens foi criado para proteger você no trânsito. Foram cuidadosamente estudados por especialistas para serem colocados na lei desta forma. Então utilize-os adequadamente! Os passageiros de motocicletas, motonetas e ciclomotores só poderão ser transportados: - em assento suplementar atrás do condutor ou em carro lateral acoplado aos veículos. - utilizando capacete de segurança; - utilizando vestuário de proteção, de acordo com as especificações do Contran.(Art.55) NÃO ESQUEÇA O passageiro também precisa estar protegido e você tem responsabilidade sobre ele! Se você estiver conduzindo um ciclomotor, deverá se manter à direita da pista de rolamento, de preferência no centro da faixa mais à direita ou no bordo direito da pista quando não houver acostamento. Lembre-se, este tipo de veículo não pode circular em via de trânsito rápido nem sobre calçadas das vias urbanas. (Art.57) Enquanto você estiver pilotando sua motocicleta, é obrigatório manter o farol aceso de dia e de noite. Essa atitude ajuda os outros motoristas a perceberem que há uma motocicleta se aproximando. É muito importante ser visto!(parágrafo único, art. 40) Infrações É importante relembrar as seguintes infrações de trânsito: Você cometerá uma infração gravíssima, com penalidade de multa e suspensão do direito de dirigir e seu documento de habilitação será recolhido se você conduzir sua motocicleta, 5

6 motoneta ou ciclomotor em uma das condições abaixo: (Art. 244) - sem usar capacete com viseira ou óculos de proteção; - sem usar vestuário apropriado e aprovado pelas normas do Contran; - transportando alguém sem capacete ou fora do assento suplementar ou carro lateral; - fazendo malabarismos ou equilibrando-se um apenas uma roda; - com faróis apagados; - transportando crianças com menos de 7 anos ou que não tenha condições de cuidar de sua própria segurança; E, somente para os ciclomotores: transitar em vias de trânsito rápido ou rodovias, salvo onde houver acostamento ou faixas de rolamentos próprias; Você cometerá uma infração grave, com penalidade de multa, e seu veículo será retido (até que o problema seja resolvido), se você estiver conduzindo sua motocicleta, motoneta ou ciclomotor em uma das condições abaixo: (Art. 244) - rebocando outro veículo; - sem segurar o guidom com as duas mãos (só pode fazer isso quando for indicar uma manobra); - transportando alguma carga que não esteja compatível com suas especificações, e também NÃO se pode transportar combustíveis, produtos inflamáveis ou tóxicos e também galões, com exceção do gás de cozinha ou galões de água mineral com o auxilio do side-car (Lei /09, Art. 139 A); - efetuando o transporte remunerado de mercadorias, sem a devida autorização do órgão executivo de trânsito do seu estado. NÃO SE ESQUEÇA O seu veículo deve estar registrado na categoria de aluguel, é preciso instalar o protetor de motor mata-cachorro e o aparador de linha antena corta-pipa. É preciso também fazer uma inspeção semestral do veículo para a verificação dos equipamentos obrigatórios e de segurança. 6

7 Você cometerá uma infração média com penalidade de multa, se estiver transitando ao lado de outro veículo, interrompendo ou perturbando o trânsito. (Art. 188) Não tente forçar passagem entre veículos que estejam transitando em sentidos opostos, na iminência de passarem um pelo outro ao realizar operação de ultrapassagem. Isto é uma infração gravíssima com penalidade de multa! (Art.191) Se você resolver transitar em uma calçada, passeio, passarelas, ciclovia ou ciclofaixa, ou ainda em ilhas, refúgios, ajardinamentos, canteiros centrais, divisores de pista, acostamento, marcas de canalização, gramados e jardins públicos, cometerá uma infração gravíssima, com penalidade de multa triplicada!(art. 193) Definições Ciclomotor - veículo de duas ou três rodas, provido de um motor de combustão interna, cuja cilindrada não exceda a cinqüenta centímetros cúbicos (3,05 polegadas cúbicas) e cuja velocidade máxima de fabricação não exceda a cinqüenta quilômetros por hora. Motocicleta - veículo automotor de duas rodas, com ou sem side-car, dirigido por condutor em posição montada. Motoneta - veículo automotor de duas rodas, dirigido por condutor em posição sentada. Lei Federal de regulamentação do exercício da profissão (motofretista e mototaxista) A lei que regulamenta o exercício da sua profissão é a Lei no , de 29 de julho de Ela foi uma conquista para os profissionais mototaxistas e motofretistas que trabalham nessa área e por isso é importante que você a conheça bem. Em resumo, para exercer a atividade de motofretista e mototaxista é necessário: ter completado 21 anos; possuir dois anos de habilitação na categoria; ser aprovado em curso especializado; 7

8 estar vestido com colete de segurança dotado de dispositivos retroreflexivos. A pessoa que empregar serviço de motofrete ou mototaxi estará infringindo a Lei se: empregar alguém ou tiver contrato de prestação de serviço continuado com alguém que NÃO seja habilitado legalmente; permitir ou fornecer motocicleta ou motoneta para transporte remunerado de mercadoria, que esteja em desconformidade com a Lei. IMPORTANTE O contratante dos seus serviços se sujeita a sanções legais, além de responder solidariamente por danos cíveis causados em função do descumprimento das normas relativas ao exercício da atividade. Aspectos da legislação trabalhista e previdenciária Noções de legislação trabalhista O direito ao trabalho decorre da interpretação dos artigos da constituição federal, já que tanto os art. 6º e 7º da CF não determinam o direito ao trabalho. Porém no art. 1º, inciso IV estabelece que o Brasil é um Estado Democrático de direito e fundamenta-se, entre outros valores, nos valores sociais do trabalho. O art. 170 reconhece que a ordem econômica está fundada na valorização do trabalho. Já art. 193 dispõe que o primado do trabalho é a base da ordem social, e que esta objetiva o bem-estar e justiça social. Com esses três artigos a CF reconhece a importância do trabalho como peça fundamental da sociedade brasileira, e, portanto deve ser protegido. O direito do trabalho garante condições dignas ao trabalhador. Em face disso, a Constituição de 1988 prestigia as relações coletivas de trabalho, pois estas possuem maior força na busca de direitos trabalhistas. Afirma categoricamente, que a presença de sindicatos é obrigatória nas relações coletivas de trabalho (art. 8º, VI). Visando proteger o trabalhador, ela estabelece 8

9 as condições das relações de trabalho, como por exemplo: jornada de trabalho de 8 horas diárias, repouso semanal, discriminação salarial para sexo, idade cor ou estado civil. Entende-se por Contrato individual de trabalho o acordo tácito ou expresso correspondente à relação de emprego. Dois atores são fundamentais nessa relação; o empregador: que pode ser empresa individual ou coletiva que, assumindo os riscos da atividade econômica, admite, assalaria e dirige a prestação social de serviços. O empregado: que é toda a pessoa física que presta serviço de natureza não eventual a empregador, sob a dependência deste e mediante salário. Para que você possa conhecer seus direitos trabalhistas e sociais, alguns conceitos e legislações são fundamentais. Portanto orientamos para que observe alguns itens: Contrato de trabalho (Artigo 442 da Consolidação das Leis Trabalhistas - CLT). Empregador (Artigo 2º da CLT). Empregado (Artigo 3º da CLT). Vínculo empregatício (Artigo 3º da CLT). Auxílio doença (Artigo 476 da CLT). Aposentadoria provisória por invalidez (Artigo 475 da CLT). Os itens abaixo são encontrados na CLT, em diversos artigos, e em regulamentações trabalhistas vigentes. Remuneração; Suspensão, interrupção e alteração do contrato de trabalho; Jornada de trabalho Hora extra Férias Aviso prévio Contrato coletivo de trabalho Sobre a Previdência Social A Previdência Social é o seguro social para a pessoa que contribui. É uma instituição pública que tem como objetivo reconhecer e conceder direitos aos seus segurados. A renda transferida pela Previdência Social é utilizada para substituir a renda do trabalhador contribuinte, quando ele perde a capacidade de 9

10 trabalho, seja pela doença, invalidez, idade avançada, morte e desemprego involuntário, ou mesmo a maternidade e a reclusão. Todo trabalhador com carteira assinada é automaticamente filiado à Previdência Social. Você que trabalha por conta própria precisa se inscrever como CONTRIBUINTE INDIVIDUAL e contribuir mensalmente para ter acesso aos benefícios previdenciários. São segurados da Previdência Social os empregados, os trabalhadores avulsos e os contribuintes individuais. A PREVIDÊNCIA SOCIAL será organizada sob a forma de regime geral, de caráter contributivo e de filiação obrigatória, observados critérios que preservem o equilíbrio financeiro e atuarial, e atenderá a: I - cobertura de eventos de doença, invalidez, morte e idade avançada; II -proteção à maternidade, especialmente à gestante; III - proteção ao trabalhador em situação de desemprego involuntário; IV - salário-família e auxílio-reclusão para os dependentes dos segurados de baixa renda; e V - pensão por morte do segurado, homem ou mulher, ao cônjuge ou companheiro e dependentes. Aspectos do Direito Civil e Criminal (Penal) relacionado a trânsito A cada ano que passa, o número de acidentes envolvendo veículos automotores tem aumentado. Desta forma, faz-se necessário examinar as consequências jurídicas provenientes desses acidentes, através da identificação da responsabilidade civil do agente causador. No contexto da responsabilidade civil é fundamental considerar a responsabilidade subjetiva e a objetiva. O Direito Civil prevê a responsabilidade decorrente de acidentes de trânsito, com reparação, cumulada com uma indenização, não simples de quantificar. O fim precípuo do Estado é não só proteger direitos fundamentais das pessoas, como, também, defender a sociedade como um todo, contra qualquer espécie de agressão. Assim, a responsabilidade civil exerce papel de grande importância. Há, assim, a aplicação da reparação e da indenização, por intermédio de um processo. 10

11 O Código de Trânsito Brasileiro regula o sistema nacional de trânsito, dita normas gerais de circulação e conduta, trata de pedestres e condutores de veículos não motorizados, da educação para o trânsito, da sinalização, dos veículos, seu registro e licenciamento, da habilitação para a condução de veículos automotores, dispõe sobre as infrações, penalidades, medidas administrativas e processo administrativo, bem com define crimes especificamente de trânsito. O Capítulo XIX, Seção II, do Código de Trânsito Brasileiro, nos artigos 302 a 312, trata dos crimes em espécie, atinentes à circulação de veículos. 11

12 Gestão do risco sobre duas rodas Conceito e aplicação de pilotagem segura Pilotar com segurança é a melhor maneira de se comportar no transito. É uma forma de conduzir preservando a vida, saúde e o meio ambiente. É sair-se bem em situações de trânsito que não dependem só de você. É preciso saber como agir quando os outros cometem erros e também quando as condições não forem favoráveis sejam elas de clima, da pista ou a suas próprias condições físicas ou mentais. Estratégias para a prevenção de acidentes de trânsito Ver e Ser Visto No espaço público você nunca está sozinho, por isso veja os outros e faça o possível para ser visto. Para ver e ser visto é preciso: manter o farol da motocicleta sempre aceso de dia e de noite, na cidade ou na estrada; manter uma posição visível no espelho retrovisor do veículo que está na frente da motocicleta; manter distância dos veículos à frente e ao lado da motocicleta; evite os pontos cegos. Tome muito cuidado com os pedestres, pois estes são pessoas sem qualquer proteção, o atropelamento do pedestre pela motocicleta pode ser fatal. Muitos acidentes se devem ao fator visibilidade. O motociclista não foi visto ou não viu uma situação de perigo. Portanto, é fundamental que estejamos sempre posicionados nas vias de forma que nos vejam e que possamos ver toda e qualquer situação de perigo. Pontos cegos dos veículos e ângulos mortos Ponto cego é um ângulo de visibilidade nula, presente em todos os automóveis, que impede uma visão ampla e limpa do ambiente ao seu redor. Corresponde à verdadeira zona cega que dependendo da distância entre o 12

13 observador e o objeto a ser observado são capazes de ocultar desde pequenos até grandes objetos. A motocicleta circula entre as faixas muito próxima dos veículos, esconde-se no ponto cego do retrovisor externo dos veículos, por isso a sua atenção deve ser redobrada. Posicionamento na via O seu posicionamento em relação ao trânsito é uma das estratégias a serem utilizadas ao pilotar a motocicleta. Posicione a sua moto de tal forma que seja criado um espaço de segurança entre você e outros veículos. Não só possibilita você a enxergar as condições do trânsito mais claramente, como também lhe permite o tempo necessário para reagir, e lhe deixa aberta uma rota de fuga. Ao ultrapassar grandes veículos, como caminhões e ônibus, por exemplo, tome cuidado com o deslocamento de ar causado por eles e que podem desestabilizar a moto. Em estradas simples, de mão dupla, o mesmo efeito do deslocamento de ar poderá também ser causados por grandes veículos que vêm em sentido contrário. Um forte golpe de ar pode atingir a moto lateralmente. Para evitar esse efeito, procure manter-se mais à direita quando perceber a aproximação do caminhão ou ônibus. Evite andar colado aos veículos que seguem à frente, especialmente caminhões e ônibus, que além de lhe limitarem a visão para os obstáculos da pista, como os buracos, por exemplo podem frear repentinamente. Distância de Segurança A distância de segurança é a distância que devemos manter do veículo que vai imediatamente a nossa frente. Essa distância está diretamente relacionada com a velocidade que trafegamos. Para calcularmos a distância de segurança com precisão, devemos usar a regra dos dois segundos: quando o veículo que vai à frente, passar por um ponto fixo, esse ponto será a referência para o motociclista que contará: cinquenta e um, cinquenta e dois. A motocicleta não deverá passar pelo mesmo ponto, antes dos dois segundos. Com relação à distância lateral a motocicleta deve manter-se ao centro da faixa de rolamento para evitar uma maior proximidade com o veículo que está passando. 13

14 Ao colocar-se mais a direita da faixa você abrirá espaço para uma provável ultrapassagem. Controle da velocidade A velocidade é medida em km/h e significa qual distância percorremos em determinado tempo. A velocidade média desenvolvida no trajeto é a que prevalece, portanto, desenvolver alta velocidade em um percurso pequeno pode nos levar à riscos extremos de acidentes e pouco influenciará na velocidade final, e no tempo necessário para concluir um percurso. Portanto mesmo que você esteja sozinho em uma via, rodovia ou estrada deve controlar a velocidade, pois nunca se sabe o que pode encontrar logo adiante, e quanto maior a velocidade, maior a gravidade de um acidente. Cuidados com os demais usuários da via Para quem está diariamente no trânsito, pilotando uma motocicleta, é comum enfrentar inúmeras situações de perigo. É preciso conhecermos essas situações e agirmos preventivamente a elas. Vejamos algumas: Faixa de pedestres É muito comum ocorrer atropelamentos por motocicletas. Lembre-se, a faixa de pedestre é local exclusivo para os pedestres, respeite-a. Pense, o pedestre tem preferência em todas situações, pois ele é a parte mais vulnerável no trânsito. Ao aproximar-se de faixas de pedestres, reduza a velocidade e dê a preferência de passagem. Veículos parados Ao passarmos por veículos parados precisamos estar atentos à: saída repentina de um deles; abertura de portas. Mantenha uma distância lateral de 1,5 m; objetos que são atirados para fora, como cigarro, latas, etc; Animais na pista Ao aproximarmos de animais na pista, sejam eles grandes ou pequenos, devemos reduzir a velocidade, observando o comportamento do animal e desviando dele. 14

15 Frenagem normal e de emergência A motocicleta, como outro veículo qualquer, não pára instantaneamente. Mais importante que saber pilotá-la é saber como pará-la. A frenagem é o momento mais crítico enquanto se pilota uma motocicleta, pois teremos que fazer reduzir a força que impulsiona a mesma a movimentarse. A frenagem também deve ser gradativa. Isso por que é necessário manter a força de atrito que atua entre o pneu e o de pavimento da via por onde trafegamos. O atrito é a força surge entre o pneu da motocicleta e o pavimento por onde ela trafega. Podem ocorrer duas situações quando freamos: ou as rodas são travadas e a motocicleta desliza ou as rodas não travam e a motocicleta diminui a velocidade gradativamente até parar. Quando precisamos frear uma motocicleta, mesmo que as condições do piloto, da motocicleta, dos pneus, da via e do tempo forem as melhores, precisamos do tempo de reação, que é o tempo necessário para reagirmos diante do perigo. Depois que acionamos os freios, temos o tempo de parada, que é o tempo necessário para diminuição da velocidade até a imobilização total da motocicleta. É importante lembrar que na motocicleta quando freamos há uma projeção do nosso corpo para a frente, ocorrendo uma grande concentração de peso na roda dianteira, que é a principal responsável pela frenagem da motocicleta. Ainda falando em frenagem, vamos ver um ponto importante: a derrapagem. Se você acionar os freios violentamente, as rodas vão parar de girar de repente e os pneus, escorregar sobre a superfície. Quando o pneu escorrega o atrito é menor do que quando o pneu está rodando, ou seja, a moto derrapa e a frenagem é prejudicada. Quando isso ocorrer, primeiro, pare de acionar o freio. Em seguida volte a frear suavemente, para que os pneus não deslizem. Procure manter a trajetória retilínea e não inclinar a motocicleta, mantendo a calma. Verificação permanente do veículo O ideal é fazer uma inspeção diária na motocicleta, logo pela manha: verificar se há folga na embreagem ou nos freios dianteiro e traseiro, o nível de combustível, de óleo do freio e do motor, da água e da bateria. 15

16 É importante também prestar atenção ä folga e a lubrificação da corrente de transmissão, a pressão e o estado dos pneus, o funcionamento da lanterna, da luz de freio, dos piscas, do farol e da buzina. Se esta inspeção diária não for possível, a dica é fazê-la toda vez que parar em um posto para abastecer. Concentração (riscos envolvidos em falar ao celular e utilizar outros aparelhos sonoros) Não utilize o celular enquanto estiver dirigindo. Quando o seu tocar estacione a motocicleta em local seguro, e só então atenda. Falar ao celular atrapalha a concentração e provoca acidentes graves. Pilotando em situações adversas e de risco Condições climáticas Algumas condições climáticas e naturais podem ser inesperadas e afetar as condições de segurança no trânsito. Quando estiver pilotando sob estas condições, você deverá adotar atitudes que ajudem a garantir sua segurança e a dos demais usuários da via: Pilotando com chuva A chuva reduz a visibilidade dos condutores, deixa a pista molhada e escorregadia e pode criar poças de água se o piso da pista for irregular. É importante ficar alerta desde o início da chuva, quando a pista pode ficar mais escorregadia devido à presença de óleo, areia ou impurezas. Você deve tomar ainda mais cuidado, no caso de chuvas intensas, quando a visibilidade é menor e a pista fica coberta por uma lâmina de água. Nessa situação, redobre sua atenção, acione a luz baixa do farol, aumente a distância do veículo à sua frente e reduza a velocidade até sentir conforto e segurança para pilotar. Evite pisar no freio de maneira brusca para não travar as rodas e não deixar a motocicleta derrapar com a perda de aderência. No caso de chuvas de granizo (chuva com pedras de gelo), o melhor a fazer é parar sua motocicleta em local seguro. 16

17 Como agir em casos de aquaplanagem ou hidroplanagem Com água na pista, pode ocorrer a aquaplanagem, que é a perda da aderência do pneu com o solo. É quando o veículo flutua na água e você perde totalmente o controle sobre ele. A aquaplanagem pode acontecer com qualquer tipo de veículo e em qualquer piso, inclusive com a motocicleta. Para evitar essa situação de perigo, reduza velocidade utilizando os freios, antes de entrar na região empoçada. Quando o veículo estiver sobre poças de água, não é recomendável a utilização dos freios. Pilotando sob neblina ou cerração Sob neblina ou cerração, você deve acender imediatamente a luz do farol de neblina, caso sua motocicleta possua esse dispositivo. Aumente a distância do veículo à sua frente e reduza a sua velocidade. Não use o farol alto porque ele reflete a luz nas partículas de água, e reduz ainda mais a visibilidade. Nessas condições, o pavimento fica úmido e escorregadio, reduzindo a aderência dos pneus. Caso sinta muita dificuldade em continuar trafegando, pare em local seguro. Em virtude da pouca visibilidade, não é recomendável parar no acostamento. Somente em caso extremo e de emergência e faça uso de pisca-alerta. Pilotando com vento Ventos muito fortes podem deslocar sua motocicleta, ocasionando a perda de estabilidade e o descontrole da direção. Nessa situação, diminua a velocidade, adequando-se à marcha do motor para diminuir a probabilidade de desestabilização da moto. Ultrapassagem O CTB estabelece, em seu Anexo I (chamado Conceitos e Definições ), que ultrapassagem é o movimento de passar à frente de outro veículo que se desloca no mesmo sentido em menor velocidade e na mesma faixa de tráfego, necessitando sair e retornar à faixa de origem. Ultrapassar um veículo com uma moto não é muito diferente do que fazê-lo com um carro. Todavia, o fator visibilidade aqui é mais crítico. Portanto é importante realizar uma avaliação visual das condições da via e do tráfego antes de decidir efetuar a ultrapassagem: 17

18 caso as condições sejam favoráveis, assegure-se de que os outros motoristas estão vendo você; na faixa, posicione-se no lado esquerdo, a uma distância segura. Esta posição vai ampliar seu campo de visão e tornará você mais visível ao condutor a ser ultrapassado; sinalize e verifique se há outros veículos se aproximando. Use seus espelhos retrovisores e a cabeça para ver se há algum veículo se aproximando por trás; passe para a faixa da esquerda e acelere. Escolha uma posição que não force o carro que você está ultrapassando para o lado; no retorno a sua faixa original, sinalize e use seus espelhos retrovisores e a cabeça para assegurar-se que não vai cortar na frente do carro que Derrapagem acabou de ultrapassar. Algumas situações podem provocar o travamento não intencional das rodas durante a frenagem. A recomendação nesta situação é manter o olhar na direção que se quer seguir, controlar a derrapagem pelos guidões e tentar manter uma trajetória retilínea. Mantenha a motocicleta em pé, não incline. Em qualquer situação evite pisar no freio de maneira brusca, para não travar as rodas e não deixar a motocicleta derrapar com a perda de aderência. Variações de luminosidade A falta ou o excesso de luminosidade podem aumentar os riscos no trânsito. Ver e ser visto é uma regra básica para a pilotagem segura. A luz baixa do farol deve estar sempre ligada, inclusive de dia e em vias com iluminação pública. A iluminação do veículo à noite, ou em situações de escuridão, permite aos outros condutores, pedestres e ciclistas observarem com antecedência o movimento dos motociclistas e com isso, se protegerem melhor. Um farol desregulado pode ofuscar a visão do motorista que vem em direção contrária. Por isso, mantenha sempre os faróis regulados e, ao cruzar com outro veículo, acione com antecedência a luz baixa. Quando ficamos de frente a um farol alto, ou a um farol desregulado, perdemos momentaneamente a visão (sensação de ofuscamento). Nessa situação, procure desviar antecipadamente sua visão. A penumbra (lusco-fusco) é uma situação que ocorre ao final da tarde para o início da noite ou do final da madrugada para o nascer do dia ou ainda, quando o 18

19 céu está nublado ou se chove com intensidade. Sob essas condições, tão importante quanto ver, é também ser visto. Inclinação da luz solar No início da manhã ou no final da tarde, a luz do sol atinge diretamente a visão, causando ofuscamento. Essa situação representa perigo de acidentes. O ofuscamento pode acontecer também pelo reflexo do sol em alguns objetos polidos, como garrafas, latas ou pára-brisas. O ofuscamento acontece com você, mas também poderá acontecer com os motoristas que vêm em sentido contrário, quando são eles que têm o sol pela frente. Nesse caso, redobre sua atenção, reduza a velocidade para seu maior conforto e segurança e acenda o farol alto para garantir que você seja visto por eles. Cruzamentos, curvas, cabeceiras de pontes, viadutos e elevados Cruzamentos Se possível, evite conversões à esquerda em vias de mão dupla que se cruzam, procure um retorno e faça a conversão à direita. Curvas De forma geral siga as seguintes regras: diminua a velocidade ao aproximar-se de cruzamentos; redobre a atenção aos outros veículos em movimento ou parados e aos pedestres; esteja sempre preparado para parar ou desviar sua trajetória. Quando fazemos uma curva pilotando, a força centrífuga atua empurrando a motocicleta para fora da pista. Para reduzirmos a ação dessa força e mantermos o equilíbrio e a direção desejada, precisamos adotar as seguintes medidas: 1) reduzir a velocidade ao aproximar-se da curva; 2) manter a aceleração constante e não utilizar a embreagem; 3) retomar a aceleração gradativamente. 19

20 Cabeceira de pontes, viadutos e elevados Na entrada ou na saída de cabeceiras de pontes, viadutos e elevados é comum a existência de desníveis que podem comprometer a estabilidade do veículo e causar impactos em diversas partes do corpo. Recomenda-se nesses casos a redução da velocidade visando garantir a pilotagem segura da motocicleta e o uso das pedaleiras como apoio para levantar-se levemente do banco. Outra situação que requer atenção se refere ao estreitamento da pista nestes locais. Condições da via (ondulações, buracos, etc.) Alterações no piso da pista de rolamento Ondulações, buracos, elevações, inclinações ou alterações do tipo de piso podem desestabilizar sua motocicleta e provocar a perda do controle. Passar por buracos, depressões ou lombadas pode causar desequilíbrio, danificar componentes ou ainda fazer você perder a dirigibilidade. Ao perceber essas ocorrências na pista, reduza a velocidade. Evite acionar os freios durante a passagem pelos buracos e depressões, porque isso vai aumentar o desequilíbrio de todo o conjunto. Derramamentos (óleo, areia, brita, etc.) Trechos escorregadios O atrito do pneu com o solo é reduzido pela presença de água, óleo, barro, areia ou outros líquidos ou materiais na pista e essa perda de aderência pode causar derrapagens e descontrole do veículo. Fique sempre atento ao estado do pavimento da via e procure adequar sua velocidade a essa situação. Evite mudanças abruptas de velocidade e frenagens bruscas, que tornam mais difícil o controle do veículo nessas condições. 20

Campanha de direção defensiva

Campanha de direção defensiva Riscos, perigos e acidentes Em tudo o que fazemos há uma dose de risco: seja no trabalho,quando consertamos alguma coisa em casa, brincando, dançando,praticando um esporte ou mesmo transitando pelas ruas

Leia mais

Normas gerais de circulação e conduta

Normas gerais de circulação e conduta Normas gerais de circulação e conduta É muito importante a leitura do Capítulo III Normas Gerais de Circulação e Conduta, que vai dos artigos 26 ao 67, contidos no Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Leia mais

ACIDENTES DE TRÂNSITO COM MOTOCICLETAS

ACIDENTES DE TRÂNSITO COM MOTOCICLETAS ACIDENTES DE TRÂNSITO COM MOTOCICLETAS Posicionamento da Moto Distância de Segurança Dois segundos entre você, o veículo da frente e o de trás Comunicar as suas intenções Evitar os pontos cegos/ ângulos

Leia mais

Vamos começar pelas recomendações mais gerais e obrigatórias.

Vamos começar pelas recomendações mais gerais e obrigatórias. Normas gerais de circulação ABETRAN Detalhadas pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB) em mais de 40 artigos, as Normas Gerais de Circulação e Conduta merecem atenção especial de todos os usuários da

Leia mais

ESCOLA DE CONDUÇÃO INVICTA (Conduzir em Segurança)

ESCOLA DE CONDUÇÃO INVICTA (Conduzir em Segurança) Condução consciente A condução consciente e tranquila depende em grande parte de quem está ao volante. Cada um tem a responsabilidade de melhorar a sua segurança e a dos outros. Basta estar atento e guiar

Leia mais

Direção Defensiva 1. Plano de Aula Teórica do Curso de Formação de Condutores

Direção Defensiva 1. Plano de Aula Teórica do Curso de Formação de Condutores Direção Defensiva 1 Compreender as principais causas de acidentes de trânsito. Identificar os principais envolvidos em acidentes de trânsito. Introdução Introdução. Estatísticas. Responsabilidade. sobre

Leia mais

qwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwerty uiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasd fghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzx cvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmq

qwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwerty uiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasd fghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzx cvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmq qwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwerty uiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasd fghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzx cvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmq Infrações, Penalidades e Medidas Administrativas wertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyui

Leia mais

Fazer as costelas de vários mini saltos, pular em uma e quando cair pular em outra e assim em diante.

Fazer as costelas de vários mini saltos, pular em uma e quando cair pular em outra e assim em diante. Concentração e Atenção são as palavras chaves para uma pilotagem segura. Embora tenham a moto adequada, muitos pilotos apresentam deficiências, especialmente de postura, na hora de frenagem e na escolha

Leia mais

6. Duas rodas: a regulamentação

6. Duas rodas: a regulamentação 6. Duas rodas: a regulamentação Aula: Interdisciplinar Indicação: 6º ao 9º Ano do Ensino Fundamental Foto Alex Pimentel 1 Que perigo vemos nesta cena 2! Essa é uma cena bem comum na nossa cidade e não

Leia mais

Resumo de Convenções de Deslocamento Motociclístico

Resumo de Convenções de Deslocamento Motociclístico Resumo de Convenções de Deslocamento Motociclístico Você foi convidado a rodar com o Twister Moto Clube! Evento: Dia: Ponto de Encontro: Hora: Além de uma honra, esta será também uma grande responsabilidade

Leia mais

www.detran.pr.gov.br

www.detran.pr.gov.br www.detran.pr.gov.br INFELIZMENTE, A MAIOR PARTE DOS ACIDENTES COM MORTES NO TRÂNSITO BRASILEIRO ENVOLVEM MOTOCICLISTAS. POR ISSO, O DETRAN PREPAROU ALGUMAS DICAS IMPORTANTES PARA VOCÊ RODAR SEGURO POR

Leia mais

Motoboy. Segurança e Saúde no Trabalho: prevenção de acidentes no trânsito

Motoboy. Segurança e Saúde no Trabalho: prevenção de acidentes no trânsito MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO FUNDACENTRO FUNDAÇÃO JORGE DUPRAT FIGUEIREDO DE SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO Motoboy Segurança e Saúde no Trabalho: prevenção de acidentes no trânsito Motoboy Segurança

Leia mais

2 Quais os tipos de cinto de segurança que temos? Qual o cinto é o mais seguro?

2 Quais os tipos de cinto de segurança que temos? Qual o cinto é o mais seguro? 1 Quais são os 5 elementos da direção defensiva? 2 Quais os tipos de cinto de segurança que temos? Qual o cinto é o mais seguro? 3 O que significa DIREÇÃO DEFENSIVA? 4 Cite um exemplo de condição adversa

Leia mais

NÚCLEO DE APOIO TÉCNICO PUBLICADO NO DOU DE 03/08/12 Alterada pela Res. Contran n. 414, de 2012. RESOLUÇÃO Nº 410, DE 2 DE AGOSTO DE 2012

NÚCLEO DE APOIO TÉCNICO PUBLICADO NO DOU DE 03/08/12 Alterada pela Res. Contran n. 414, de 2012. RESOLUÇÃO Nº 410, DE 2 DE AGOSTO DE 2012 NÚCLEO DE APOIO TÉCNICO PUBLICADO NO DOU DE 03/08/12 Alterada pela Res. Contran n. 414, de 2012. RESOLUÇÃO Nº 410, DE 2 DE AGOSTO DE 2012 Regulamenta os cursos especializados obrigatórios destinados a

Leia mais

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE INFRAÇÃO

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE INFRAÇÃO O veículo estacionado, afastado da guia da calçada (meio fio) a mais de um metro, faz do seu condutor um infrator cuja punição será: 1 retenção do veículo e multa, infração média. 2 apreensão do veículo

Leia mais

Olá, Mamãe! Aproveite a leitura e boa viagem!

Olá, Mamãe! Aproveite a leitura e boa viagem! Olá, Mamãe! Esta cartilha é um presente pra você. Uma forma de ajudá-la a desempenhar uma das funções mais importantes da sua vida: justamente a tarefa de ser mãe. Cada vez mais, além de cuidar da saúde

Leia mais

O que é o Direção Positiva?

O que é o Direção Positiva? Abril - 2014 1 2 O que é o Direção Positiva? O novo projeto da Sirtec busca conscientizar os colaboradores sobre a importância das medidas preventivas no trânsito. Objetivos: Contribuir com a redução dos

Leia mais

Segurança e Saúde Ocupacional. Comunicação e Prevenção de Acidentes de Trabalho

Segurança e Saúde Ocupacional. Comunicação e Prevenção de Acidentes de Trabalho Segurança e Saúde Ocupacional Comunicação e Prevenção de Acidentes de Trabalho 1ª Edição 2015 Principais orientações relacionadas ao acidente de trabalho Você sabe o que é um acidente de trabalho? É o

Leia mais

Lubritec Distribuidora de Lubrificantes Ltda

Lubritec Distribuidora de Lubrificantes Ltda Ver. 4.0 Data Out/2010 Vigência: Out/2011 1 Prezado colaborador, Este manual foi elaborado visando transmitir algumas noções de segurança no trânsito. Desejamos que os nossos colaboradores e pessoas ligadas

Leia mais

GUIA DE SEGURANÇA PARA CICLISTAS

GUIA DE SEGURANÇA PARA CICLISTAS GUIA DE SEGURANÇA PARA CICLISTAS Começar a pedalar é uma ó ma opção para quem se preocupa com o meio ambiente e com a sua própria saúde. Mas, antes das primeiras pedaladas, é preciso seguir alguns passos

Leia mais

Dicas para segurança. no trânsito. realização. apoio

Dicas para segurança. no trânsito. realização. apoio Dicas para segurança no trânsito realização apoio 1 Dicas de viagem segura. Viajar sozinho ou com toda a família requer certas responsabilidades. Aqui você encontrará várias recomendações para uma viagem

Leia mais

Código de Trânsito Brasileiro

Código de Trânsito Brasileiro Código de Trânsito Brasileiro O Código de Trânsito Brasileiro estipula competência a setores federais, estaduais e municipais, para aplicar as penalidades de acordo com as infrações que o cidadão cometeu.

Leia mais

Motoboy. Segurança e Saúde no Trabalho: prevenção de acidentes no trânsito

Motoboy. Segurança e Saúde no Trabalho: prevenção de acidentes no trânsito MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO FUNDACENTRO FUNDAÇÃO JORGE DUPRAT FIGUEIREDO DE SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO Motoboy Segurança e Saúde no Trabalho: prevenção de acidentes no trânsito Motoboy Segurança

Leia mais

Módulo II Motofretista

Módulo II Motofretista Legislação Os municípios que regulamentarem a prestação de serviço de motofrete, podem estabelecer normas complementares, conforme as peculiaridades locais, garantindo condições técnicas e requisitos de

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2007. (Do Sr. Homero Pereira) O Congresso Nacional decreta:

PROJETO DE LEI Nº, DE 2007. (Do Sr. Homero Pereira) O Congresso Nacional decreta: PROJETO DE LEI Nº, DE 2007 (Do Sr. Homero Pereira) Altera a Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997, que institui o Código de Trânsito Brasileiro, e estabelece regras gerais para a regulação dos serviços

Leia mais

para todos. BH tem espaço para todos #respeiteabicicleta tem espaço para todos #respeiteabicicleta Apoio:

para todos. BH tem espaço para todos #respeiteabicicleta tem espaço para todos #respeiteabicicleta Apoio: BH tem espaço para todos #respeiteabicicleta BH tem espaço para todos. BH tem espaço para todos #respeiteabicicleta Apoio: Índice Quando você estiver pedalando. 04 Quando você estiver dirigindo. 10 Algumas

Leia mais

Dicas de Segurança II

Dicas de Segurança II Dicas de Segurança II Ao Viajar Casa ou apartamento Não comente sua viagem com pessoas estranhas por perto. Avise a um vizinho de confiança sobre a sua viagem. Se possível, deixe um número de telefone

Leia mais

Concurso de Motorista - 2014

Concurso de Motorista - 2014 PORTUGUÊS MATEMÁTICA 01 QUESTÃO Analise as alternativas abaixo e assinale a alternativa correta na divisão silábica. A ( ) par aná; sá-ba-do. B ( ) ó cu-los; sa-la-da. C ( ) ci-garro; ca-na. D ( ) Todas

Leia mais

FORMAÇÃO DE MULTIPLICADORES

FORMAÇÃO DE MULTIPLICADORES 1 FORMAÇÃO DE MULTIPLICADORES Londrina (PR) 2009 Caro cidadão londrinense: 2 Londrina quer um trânsito mais seguro. E convida você para entrar nesta campanha. Esta cartilha traz informações sobre como

Leia mais

Tabela das Multas. Infração Gravíssima Valor/Multa Tipos de Penalidades R$ 191,54 R$ 574,61

Tabela das Multas. Infração Gravíssima Valor/Multa Tipos de Penalidades R$ 191,54 R$ 574,61 Tabela das Multas 7 pontos na CNH Infração Gravíssima Valor/Multa Tipos de Penalidades Dirigir com a carteira já vencida há mais de 30 dias Recolhimento da carteira e retenção do veículo Não reduzir a

Leia mais

13. Desatenção e cansaço

13. Desatenção e cansaço 13. Desatenção e cansaço Aula Interdisciplinar Indicação: 6º ao 9º Ano do Ensino Fundamental Ilustração do manual de Direção Defensiva do DENATRAN O ato de dirigir um veículo requer atenção permanente.

Leia mais

Regras de Trânsito do Japão

Regras de Trânsito do Japão Regras de Trânsito do Japão (Versão para pedestres e bicicletas) ~ Para não sofrer acidentes de trânsito ~ Supervisão: Polícia da Província de Gifu Edição / Publicação: Província de Gifu Regras básicas

Leia mais

DIREÇÃO DEFENSIVA OU PREVENTIVA. Trânsito seguro é um direito de todos

DIREÇÃO DEFENSIVA OU PREVENTIVA. Trânsito seguro é um direito de todos DIREÇÃO DEFENSIVA OU PREVENTIVA Trânsito seguro é um direito de todos TRANSITO LEGAL DIREÇÃO DEFENSIVA Sabem o que significa? Conduzir de modo a evitar acidentes, apesar das ações erradas dos outros e

Leia mais

CONDIÇÕES CLIMATÉRICAS ADVERSAS

CONDIÇÕES CLIMATÉRICAS ADVERSAS As condições meteorológicas que caracterizam o Outono e o Inverno são fator de risco acrescido na condução. Há pois que adaptar a condução ao estado do tempo. Chuva, nevoeiro, gelo e neve alteram substancialmente

Leia mais

REGULAMENTOS E MANUAL PROVA DE RESISTÊNCIA CBM PROGRAMA HIPERAÇÃO

REGULAMENTOS E MANUAL PROVA DE RESISTÊNCIA CBM PROGRAMA HIPERAÇÃO REGULAMENTOS E MANUAL PROVA DE RESISTÊNCIA CBM PROGRAMA HIPERAÇÃO INFORMAÇÒES DE PROVAS BOAS PRÁTICAS AO MOTOCICLISMO REGULAMENTOS DE PROVA ETAPAS DE CERTIFICAÇÃO Programa CBM HIPERAÇÃO Nosso propósito

Leia mais

Instrução Normativa 02/2013 DIRGE/DIRGRAD

Instrução Normativa 02/2013 DIRGE/DIRGRAD Instrução Normativa 02/2013 DIRGE/DIRGRAD Estabelece os procedimentos para o encaminhamento das ocorrências registradas de servidores e discentes pelo serviço de vigilância no âmbito do Câmpus Dois Vizinhos

Leia mais

CINTO DE SEGURANÇA. Engº MARCUS ROMARO, MSc Consultoria Automotiva Fone: (19) 9654.8013 E-Mail: mr.romaro@gmail.com

CINTO DE SEGURANÇA. Engº MARCUS ROMARO, MSc Consultoria Automotiva Fone: (19) 9654.8013 E-Mail: mr.romaro@gmail.com CINTO DE SEGURANÇA SEGURANÇA VEICULAR Durante muito tempo, Segurança e Automóvel não eram considerados parceiros Consumidores, vendedores e usuários não se lembravam disto na ocasião da compra de um veículo

Leia mais

Você no Trânsito Criança

Você no Trânsito Criança Você no Trânsito Criança Elas são habituais companheiras de viagem no veículo pelo menos duas vezes por dia. São transportadas da casa para a escola, da escola para a casa, para o dentista, médico, natação,

Leia mais

nicobelo@hotmail.com NICOLAU BELLO

nicobelo@hotmail.com NICOLAU BELLO NICOLAU BELLO 1 * ATUALMENTE EXISTEM NO TRÂNSITO NO BRASIL MAIS DE CINCO MILHÕES DE MOTOS NO TRÂNSITO. * 10 MILHÕES DE CARROS, ONIBUS, TAXIS E CAMINHÕES. * MOTOS PASSAM CÉLERES ENTRE OS CARROS, ESTES DÃO

Leia mais

Treinamento Básico de segurança para Operadores de Empilhadeira.

Treinamento Básico de segurança para Operadores de Empilhadeira. Treinamento Básico de segurança para Operadores de Empilhadeira. 1 OBJETIVO: Definir requisitos mínimos para: Operação; Inspeção; Qualificação do operador. 2 INTRODUÇÃO GENERALIDADES Existem basicamente

Leia mais

LEI Nº 12.006, DE 29 DE JULHO DE 2009 1

LEI Nº 12.006, DE 29 DE JULHO DE 2009 1 LEI Nº 12.006, DE 29 DE JULHO DE 2009 1 Acrescenta artigos à Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997, que institui o Código de Trânsito Brasileiro, para estabelecer mecanismos para a veiculação de mensagens

Leia mais

Nunca use a empilhadeira se não tiver sido devidamente instruído e autorizado para usar esse tipo particular de empilhadeira.

Nunca use a empilhadeira se não tiver sido devidamente instruído e autorizado para usar esse tipo particular de empilhadeira. Nunca use a empilhadeira se não tiver sido devidamente instruído e autorizado para usar esse tipo particular de empilhadeira. Respeite a capacidade de carga da empilhadeira e de outras eventuais aparelhagens.

Leia mais

Legislação de Trânsito

Legislação de Trânsito Prova simulada do DETRAN 11 Legislação de Trânsito 1) O julgamento das penalidades de trânsito se dará através de um: a) Identificação do infrator. b) Notificação de autuação. c) Processo administrativo.

Leia mais

Dirigir na Nova Zelândia

Dirigir na Nova Zelândia Dirigir na Nova Zelândia PORTUGUÉS Para dirigir na Nova Zelândia é preciso saber que: dirigimos no lado esquerdo da estrada o uso do telefone celular ao dirigir é ilegal. Para fazer uma viagem segura e

Leia mais

A CRIANÇA E O AMBIENTE RODOVIÁRIO

A CRIANÇA E O AMBIENTE RODOVIÁRIO A educação rodoviária deve começar o mais cedo possível. Ensine, com antecedência, as normas básicas de segurança rodoviária ao seu filho. Para ele, os pais constituem referências e modelos que procura

Leia mais

PARECER Nº, DE 2009. RELATORA: Senadora ROSALBA CIARLINI

PARECER Nº, DE 2009. RELATORA: Senadora ROSALBA CIARLINI PARECER Nº, DE 2009 Da COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS, sobre o Substitutivo da Câmara dos Deputados ao Projeto de Lei do Senado nº 203, de 2001 (PL. nº 06302, de 2002, na Câmara), que regulamenta o exercício

Leia mais

COOPERATIVA DE TRABALHO DOS PROFISSIONAIS DE AGRONOMIA LTDA.

COOPERATIVA DE TRABALHO DOS PROFISSIONAIS DE AGRONOMIA LTDA. Manual de Uso de Veículo Respeito a Vida! TERMO DE RECEBIMENTO R ecebi da Cooperativa de Trabalho dos P r o f i s s i o n a i s d e A g r o n o m i a L t d a. UNICAMPO, o MANUAL DE USO DO VEÍCULO e após

Leia mais

A Utilização da Bicicleta como Meio de Transporte. Silvia T. N. Gaviolli Miron Centro Educacional SESI 106 São Carlos

A Utilização da Bicicleta como Meio de Transporte. Silvia T. N. Gaviolli Miron Centro Educacional SESI 106 São Carlos A Utilização da Bicicleta como Meio de Transporte Silvia T. N. Gaviolli Miron Centro Educacional SESI 106 São Carlos São Carlos Maio 2012 Introdução Costumamos ouvir que vivemos em uma sociedade sobre

Leia mais

DEMAIS INFRAÇÕES PREVISTAS NO CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO...

DEMAIS INFRAÇÕES PREVISTAS NO CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO... SUMÁRIO 1. DEMAIS INFRAÇÕES PREVISTAS NO CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO... 3 1.1. Infrações Gravíssimas... 4 1.2. Infrações Graves... 6 1.3. Infrações Médias... 10 2 1. DEMAIS INFRAÇÕES PREVISTAS NO CÓDIGO

Leia mais

Manual do Ciclista. Ciclovia. Pronta pra você curtir uma vida mais saudável.

Manual do Ciclista. Ciclovia. Pronta pra você curtir uma vida mais saudável. Manual do Ciclista Ciclovia. Pronta pra você curtir uma vida mais saudável. Pedala BH. O programa que vai mudar a cara da cidade. Pedala BH é o programa criado pela Prefeitura de Belo Horizonte, por meio

Leia mais

CONSELHOS para uma boa alimentação em viagens por estrada

CONSELHOS para uma boa alimentação em viagens por estrada CONSELHOS para uma boa alimentação em viagens por estrada 1 Água ALIMENTE-SE DE FORMA EQUILIBRADA E SAUDÁVEL. A alimentação influi na sua segurança ao volante. Uma alimentação incorreta pode gerar fadiga,

Leia mais

Global Training. The finest automotive learning

Global Training. The finest automotive learning Global Training. The finest automotive learning Cuidar da saúde com PREFÁCIO O Manual de Ergonomia para o Motorista que você tem em agora em mãos, é parte de um programa da Mercedes-Benz do Brasil para

Leia mais

como a DT200 da Yamaha.

como a DT200 da Yamaha. Para os iniciantes, é melhor optar por uma moto de menor potência, como a 125cc, porque elas são mais leves e dão mais chances. As 250cc são mais violentas e qualquer erro pode causar um tombo. Para o

Leia mais

Informações aos Utentes

Informações aos Utentes Informações aos Utentes Informações aos Utentes Nos distritos de Bragança, Guarda, Vila Real e Viseu, o Inverno é um desafio para os condutores. A segurança é uma prioridade da Estradas de Portugal, na

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA. Leia o texto a seguir para responder às questões de 01 a 07. QUESTÃO 06

LÍNGUA PORTUGUESA. Leia o texto a seguir para responder às questões de 01 a 07. QUESTÃO 06 UFG/CS CMTC - 2010 LÍNGUA PORTUGUESA Leia o texto a seguir para responder às questões de 01 a 07. País cumpre só 1/3 das metas para a educação Relatório feito sob encomenda para o Ministério da Educação

Leia mais

Módulo II Mototaxista

Módulo II Mototaxista Legislação Os municípios que regulamentarem a prestação de serviço de mototaxi, podem estabelecer normas complementares, conforme as peculiaridades locais, garantindo condições técnicas e requisitos de

Leia mais

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE DIREÇÃO DEFENSIVA

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE DIREÇÃO DEFENSIVA Dirigir na defensiva significa: 1 ter muita habilidade no volante. 2 preocupar-se somente com o seu veículo, sabendo que os outros motoristas são cuidadosos. 3 ser preventivo, atencioso e respeitador das

Leia mais

Guia de Boas Práticas para o Ciclista

Guia de Boas Práticas para o Ciclista Guia de Boas Práticas para o Ciclista Sumário Guia de Boas Práticas para o Ciclista Fortaleza - CE Dezembro de 2014 Sindicato da Indústria da Construção Civil do Ceará Sinduscon-CE www.sindusconce.com.br

Leia mais

BLOCO DO BAFÔMETRO NAS RODOVIAS

BLOCO DO BAFÔMETRO NAS RODOVIAS BLOCO DO BAFÔMETRO NAS RODOVIAS Brasília, 07 de fevereiro - A Polícia Rodoviária Federal vai intensificar ainda mais a fiscalização de embriaguez ao volante durante a operação Carnaval, que começa à zero

Leia mais

COMPROMISSO PERMANENTE DE SEGURANÇA NA ESTRADA. ajudando o brasil a chegar ao futuro

COMPROMISSO PERMANENTE DE SEGURANÇA NA ESTRADA. ajudando o brasil a chegar ao futuro DÉCADA DE AÇÃO PELA SEGURANÇA NO TRÂNSITO # dicas DE SEGURANÇA ECORODOVIAS COMPROMISSO PERMANENTE DE SEGURANÇA NA ESTRADA 2011-2020 ajudando o brasil a chegar ao futuro uma #dica pode salvar muitas vidas.

Leia mais

PROJETO SEGURANÇA PÚBLICA - MUTIRÃO PELA VIDA NO TRÂNSITO EM RORAIMA

PROJETO SEGURANÇA PÚBLICA - MUTIRÃO PELA VIDA NO TRÂNSITO EM RORAIMA PROJETO SEGURANÇA PÚBLICA - MUTIRÃO PELA VIDA NO TRÂNSITO EM RORAIMA Conjunto de ações que oferece aos cidadãos roraimenses informações sobre segurança pública no trânsito com vista à prevenção da violência,

Leia mais

RELATÓRIO QUADRIMESTRAL - LEI MUNICIPAL Nº 8.291/ 2007 - PERÍODO DE 01/05/14 A 31/08/14. I - Multas por Enquadramento

RELATÓRIO QUADRIMESTRAL - LEI MUNICIPAL Nº 8.291/ 2007 - PERÍODO DE 01/05/14 A 31/08/14. I - Multas por Enquadramento 74550 Excesso de velocidade superior em até 20% ao permito na via 17.344 85,13 1.476.494,72 73662 Dirigir veículo utilizando-se de telefone celular 4.366 85,13 371.677,58 60503 Avançar o sinal vermelho

Leia mais

Segurança do trânsito 9. Velocidade e distância de parada Fevereiro 2010

Segurança do trânsito 9. Velocidade e distância de parada Fevereiro 2010 9. Velocidade e distância de parada Aula Interdisciplinar Indicação: 6º ao 9º Ano do Ensino Fundamental Ilustração do Manual de Direção Defensiva do DENATRAN A velocidade é um dos maiores fatores de risco

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 01. O condutor de um veículo, quando do embarque e o desembarque de seus passageiros, deve cuidar para que isto ocorra sempre: A) Do lado da calçada. B) Pela esquerda. C) Pelo

Leia mais

APOSTILA. Transporte de Produtos Perigosos

APOSTILA. Transporte de Produtos Perigosos 11 APOSTILA Transporte de Produtos Perigosos Caros Colegas, A nova apostila do Programa Olimpíadas da Segurança trata de assuntos do nosso cotidiano. Já falamos de movimentação de cargas, postura, análise

Leia mais

Assinale a alternativa correta: a) VVFF b) FVVF c) VFFV d) FVVV e) FVFV

Assinale a alternativa correta: a) VVFF b) FVVF c) VFFV d) FVVV e) FVFV MOTORISTA 1. Considere as seguintes qualidades de um bom condutor de veículos: I. É capaz de compreender as limitações dos outros que estão no trânsito. II. Exime-se de responsabilidades frente a situações

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO COM EMPILHADEIRAS

MANUAL DE OPERAÇÃO COM EMPILHADEIRAS MANUAL DE OPERAÇÃO COM EMPILHADEIRAS MANUTENÇÃO, PEÇAS E PNEUS PARA EMPILHADEIRAS SÃO AS NOSSAS ESPECIALIDADES, QUALIDADE É O NOSSO MAIOR OBJETIVO PEÇAS E PNEUS PARA EMPILHADEIRAS SÃO AS NOSSAS ESPECIALIDADES

Leia mais

Ver e ser visto no trânsito

Ver e ser visto no trânsito matéria de capa Ver e ser visto no trânsito CESVI realizou estudo para apontar as condições em que pedestres, motos e carros são mais bem visualizados à noite Por José Antonio Oka Segurança Viária Ver

Leia mais

Família e Passageiros

Família e Passageiros Visão Geral Família e Passageiros: Como escolher um veículo para a família? Em primeiro lugar, você tem que decidir o que você realmente quer. Você quer um utilitário (SUV), uma minivan ou um veículo de

Leia mais

CTCCT / SESMT ORDEM DE SERVIÇO Nº 02 DIREÇÃO SEGURA / MOTORISTAS

CTCCT / SESMT ORDEM DE SERVIÇO Nº 02 DIREÇÃO SEGURA / MOTORISTAS CTCCT / SESMT ORDEM DE SERVIÇO Nº 02 DIREÇÃO SEGURA / MOTORISTAS A ORDEM DE SERVIÇO Nº 02 - DIREÇÃO SEGURA / MOTORISTAS, É DESTINADA AOS SRS. CONDUTORES (MOTORISTAS) DE VEÍCULOS LEVES E PESADOS DO DEMLURB.

Leia mais

MANUAL DE SEGURANÇA NO TRÂNSITO

MANUAL DE SEGURANÇA NO TRÂNSITO MANUAL DE SEGURANÇA NO TRÂNSITO MANUAL DE SEGURANÇA NO TRÂNSITO SUMÁRIO 1. NORMAS GERAIS DE CIRCULAÇÃO 5 2. INFRAÇÃO E PENALIDADE 9 3. RENOVAÇÃO DA CARTEIRA NACIONAL DE HABILITAÇÃO 11 4. DIREÇÃO DEFENSIVA

Leia mais

Equipamento adequado. Tênis. Objetivo do tênis

Equipamento adequado. Tênis. Objetivo do tênis A corrida é uma atividade aeróbica que traz diversos benefícios para o nosso corpo e nossa mente. Quando praticada com regularidade, nos ajuda a perder peso e a aumentar a massa magra, além de aumentar

Leia mais

Procedimento Preparatório Nº 000382.2010.19.000/8 REPRESENTADO: JOSÉ CARLOS GOMES DE FREITAS (FREITAS REVENDEDORES)

Procedimento Preparatório Nº 000382.2010.19.000/8 REPRESENTADO: JOSÉ CARLOS GOMES DE FREITAS (FREITAS REVENDEDORES) Procedimento Preparatório Nº 000382.2010.19.000/8 REPRESENTADO: JOSÉ CARLOS GOMES DE FREITAS (FREITAS REVENDEDORES) TERMO DE AJUSTE DE CONDUTA nº 585/2010 CONSIDERANDO o disposto no art. 6º, XX c/c 84,

Leia mais

Caminhões Mercedes-Benz oferecem elevado padrão de segurança

Caminhões Mercedes-Benz oferecem elevado padrão de segurança Segurança nas estradas Caminhões Mercedes-Benz oferecem elevado padrão de segurança Informação à imprensa 21 de novembro de 2012 Solução integrada da Mercedes-Benz inclui a oferta de itens de avançada

Leia mais

VOCÊ JÁ PENSOU NA SUA POSTURA HOJE?

VOCÊ JÁ PENSOU NA SUA POSTURA HOJE? VOCÊ JÁ PENSOU NA SUA POSTURA HOJE? Dicas Gerais para uma Boa Postura 1) Manter o topo da tela ao nível dos olhos e distante cerca de um comprimento de braço (45cm ~ 70cm); 2) Manter a cabeça e pescoço

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 14/98. CONSIDERANDO o art. 105, do Código de Trânsito Brasileiro;

RESOLUÇÃO Nº 14/98. CONSIDERANDO o art. 105, do Código de Trânsito Brasileiro; RESOLUÇÃO Nº 14/98 Estabelece os equipamentos obrigatórios para a frota de veículos em circulação e dá outras providências. O Conselho Nacional de Trânsito CONTRAN, usando da competência que lhe confere

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO

CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO RESOLUÇÃO N. 572, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2015 Altera o Anexo II da Resolução CONTRAN n. 168, de 14 de dezembro de 2004, que trata dos cursos para habilitação de condutores de

Leia mais

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE LEGISLAÇÃO

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE LEGISLAÇÃO Um dos equipamentos obrigatórios a ser vistoriado na inspeção de segurança veicular é o(a): 1 rádio toca-fitas. 2 farol de milha. 3 pneu para chuva. 4 buzina. Entre vários aspectos a serem observados,

Leia mais

Prova de Conhecimentos. Questões de carater geral. (de entre 6 questões serão sorteadas 2 questões)

Prova de Conhecimentos. Questões de carater geral. (de entre 6 questões serão sorteadas 2 questões) PROCEDIMENTO CONCURSAL COMUM PARA CONSTITUIÇÃO DE RELAÇÃO JURÍDICA DE EMPREGO PÚBLICO POR TEMPO INDETERMINADO, TENDO EM VISTA O PREENCHIMENTO DE UM POSTO DE TRABALHO NA CARREIRA/CATEGORIA DE ASSISTENTE

Leia mais

CUIDADOS COM A COLUNA

CUIDADOS COM A COLUNA SENADO FEDERAL CUIDADOS COM A COLUNA SENADOR CLÉSIO ANDRADE 2 Cuidados com a coluna 3 apresentação As dores na coluna vertebral são um grande transtorno na vida de muita gente, prejudicando os movimentos

Leia mais

Guia Multilíngüe de Informações Cotidianas

Guia Multilíngüe de Informações Cotidianas 4 Regras de Trânsito 4-1 Regras de trânsito no Japão No Japão, as regras de trânsito são estabelecidas respectivamente para, automóveis e motos, bicicletas. Recomenda-se a assimilação rápida e correta

Leia mais

TABELA DE INFRAÇÕES DE TRÂNSITO* DESCRIÇÃO DA INFRAÇÃO PENALIDADE PONTUAÇÃO COMPETÊNCIA. Multa (x3) e Apreensão do Veículo

TABELA DE INFRAÇÕES DE TRÂNSITO* DESCRIÇÃO DA INFRAÇÃO PENALIDADE PONTUAÇÃO COMPETÊNCIA. Multa (x3) e Apreensão do Veículo 501-0 502-9 503-7 504-5 505-3 506-1 507-0 508-8 509-6 TABELA DE INFRAÇÕES DE TRÂNSITO* veículo sem possuir Carteira Nacional de Habilitação ou Permissão para. veículo com Carteira Nacional de Habilitação

Leia mais

Pesquisa de segurança da Bosch sobre Sistemas Antibloqueio de Frenagem para motocicletas no Brasil e na Argentina

Pesquisa de segurança da Bosch sobre Sistemas Antibloqueio de Frenagem para motocicletas no Brasil e na Argentina Robert Bosch Ltda. Chassis Systems Control Rodovia Anhanguera, km 98 CEP: 13065-900 Campinas SP Brasil www.bosch-moto.com.br Pesquisa de segurança da Bosch sobre Sistemas Antibloqueio de Frenagem para

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br As hipóteses de suspensão e cassação do direito de dirigir e o Processo Adminitrativo Ravênia Márcia de Oliveira Leite** A atribuição para a suspensão ou cassação do direito de dirigir

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 630, DE 2015 (Do Sr. Hildo Rocha)

PROJETO DE LEI N.º 630, DE 2015 (Do Sr. Hildo Rocha) *C0051829A* C0051829A CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 630, DE 2015 (Do Sr. Hildo Rocha) Acrescenta dispositivo ao art. 105 da Lei nº 9.503, de 1997, que institui o Código de Trânsito Brasileiro,

Leia mais

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PEDESTRES O PEDESTRE NO CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO. São Paulo, setembro de 2.007

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PEDESTRES O PEDESTRE NO CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO. São Paulo, setembro de 2.007 ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PEDESTRES O PEDESTRE NO CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO São Paulo, setembro de 2.007 2 CODIGO DE TRANSITO BRASILEIRO -PEDESTRES- INDICE 2 CAPITULO I (Artigos 1 a 4) sem citação de

Leia mais

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DO RIO GRANDE DO SUL DIRETORIA TÉCNICA DIVISÃO DE HABILITAÇÃO RACHA

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DO RIO GRANDE DO SUL DIRETORIA TÉCNICA DIVISÃO DE HABILITAÇÃO RACHA DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DO RIO GRANDE DO SUL DIRETORIA TÉCNICA DIVISÃO DE HABILITAÇÃO RACHA Uma atitude que pode custar vidas Racha, também chamado popularmente de pega, é uma forma de corrida

Leia mais

11. Use sempre o cinto de segurança

11. Use sempre o cinto de segurança 11. Use sempre o cinto de segurança Aula Interdisciplinar Indicação: 6º ao 9º Ano do Ensino Fundamental O funcionamento do cinto foi descrito em detalhe na aula 10. A finalidade desta aula é insistir sobre

Leia mais

A importância da Atividade Física

A importância da Atividade Física A importância da Atividade Física Introdução Mas o que é atividade física? De acordo com Marcello Montti, atividade física é definida como um conjunto de ações que um indivíduo ou grupo de pessoas pratica

Leia mais

SKATE ELÉTRICO MANUAL DE INSTRUÇÕES. Leia atentamente este Manual, antes de usar seu SKATE ELÉTRICO. Guarde-o em local seguro, para futuras consultas.

SKATE ELÉTRICO MANUAL DE INSTRUÇÕES. Leia atentamente este Manual, antes de usar seu SKATE ELÉTRICO. Guarde-o em local seguro, para futuras consultas. SKATE ELÉTRICO MANUAL DE INSTRUÇÕES Leia atentamente este Manual, antes de usar seu SKATE ELÉTRICO. Guarde-o em local seguro, para futuras consultas. SEVEN SKATE ELÉTRICO SAC: (11) 5660.2600 Uso doméstico

Leia mais

VENAS CORRETORA DE SEGUROS LTDA Segunda Avenida Qda. 1-B Lt. 39 3º Andar Cidade Empresarial CEP 74934-605 Aparecida de Goiânia Goiás Fone: (62)

VENAS CORRETORA DE SEGUROS LTDA Segunda Avenida Qda. 1-B Lt. 39 3º Andar Cidade Empresarial CEP 74934-605 Aparecida de Goiânia Goiás Fone: (62) INTRODUÇÃO Educando com valores O trânsito é feito pelas pessoas. E, como nas outras atividades humanas, quatro princípios são importantes para o relacionamento e a convivência social no trânsito. 1. O

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 01. De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), no que diz respeito às infrações, analise as assertivas a seguir. I. Confiar ou entregar a direção de veículo à pessoa

Leia mais

Direção defensiva. Trânsito seguro é um direito de todos! Introdução. Educando com valores. Riscos, perigos e acidentes

Direção defensiva. Trânsito seguro é um direito de todos! Introdução. Educando com valores. Riscos, perigos e acidentes Direção defensiva Introdução Educando com valores O trânsito é feito pelas pessoas. E, como nas outras atividades humanas, quatro princípios são importantes para o relacionamento e a convivência social

Leia mais

ESCOLA DE CONDUÇÃO INVICTA Resumo das principais regras rodoviárias alteradas pela Proposta de Lei n.º 131/XII

ESCOLA DE CONDUÇÃO INVICTA Resumo das principais regras rodoviárias alteradas pela Proposta de Lei n.º 131/XII 1. Foi criado o conceito de «Utilizadores vulneráveis»: Peões e velocípedes, em particular, crianças, idosos, grávidas, pessoas com mobilidade reduzida ou pessoas com deficiência. (artigo 1.º) Tendo em

Leia mais

14. Comportamento no trânsito

14. Comportamento no trânsito 14. Comportamento no trânsito Aula Interdisciplinar Indicação: 6º ao 9º Ano do Ensino Fundamental Os usuários não devem somente observar as regras do Código de Trânsito, mas devem também ser solidários.

Leia mais

Inicie a disciplina apresentando novamente o objetivo geral e agora os específicos para esta aula que estão no Plano

Inicie a disciplina apresentando novamente o objetivo geral e agora os específicos para esta aula que estão no Plano Inicie a disciplina apresentando novamente o objetivo geral e agora os específicos para esta aula que estão no Plano de Aula Teórica da disciplina de Legislação de Trânsito 14, neste material. 115 Para

Leia mais

MANUAL DE USO MODELO LONDRES

MANUAL DE USO MODELO LONDRES MANUAL DE USO MODELO LONDRES 1 Parabéns pela escolha das bicicletas ebike-stock. Para aproveitar esta bicicleta e ser capaz de lidar com isso de forma segura por favor leia todas as instruções deste manual

Leia mais

Carlos Augusto Tavares. Patrícia Paulozi. Dênnia Almeida

Carlos Augusto Tavares. Patrícia Paulozi. Dênnia Almeida Carlos Augusto Tavares Patrícia Paulozi Dênnia Almeida Printed in Brazil Dênnia Almeida (Org.) O trânsito e a bicicleta Direitos e deveres para ciclistas CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO ARTIGOS RELACIONADOS

Leia mais

Câmara dos Deputados. ANTONIO BULHÕES Deputado Federal

Câmara dos Deputados. ANTONIO BULHÕES Deputado Federal Câmara dos Deputados ANTONIO BULHÕES Deputado Federal BRASÍLIA Outubro/2009 Cidadania Consciente Guia das relações entre o indivíduo e o trânsito Síntese das infrações do Código do Trânsito Brasileiro

Leia mais

SEGURANÇA VIÁRIA NO TRABALHO. Uma responsabilidade de todos

SEGURANÇA VIÁRIA NO TRABALHO. Uma responsabilidade de todos SEGURANÇA VIÁRIA NO TRABALHO Uma responsabilidade de todos QUEM SOMOS A FUNDACIÓN MAPFRE, instituição criada em 1975 pela MAPFRE, desenvolve atividades de interesse geral na Espanha e em outros países

Leia mais