Banco Central do Brasil Inspetoria de Bancos. RelatOrio de Inspecdo Anexos 2a via

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Banco Central do Brasil Inspetoria de Bancos. RelatOrio de Inspecdo Anexos 2a via"

Transcrição

1 Banco Central do Brasil Inspetoria de Bancos RelatOrio de Inspecdo Anexos 2a via Banco do Desenvolvimento do Estado de Sao Paulo Av. Paulista, 1776, 1 /6 andaresl Sao Paulo - SP Data Base Sao Paulo (SP), 30de abril de 1975.

2 BANCO DE DESENVOLVIMENTO DO. ESTADO DE SAO.PAULO S.A. PARTICIPACAO ACIONARIA EM OUTRAS EMPRESAS FORMA DE PARTICIPACAO: DIRETA COM RECURSOS PR6PRIOS OBS E M P R E S A Q U A N T I D A D E DATA TIPO VALOR COTA ADQUIRIDAS BONIFICADAS FORMA UNIT. CAD (1 ) BRASVACIN - LABORATORIO BRASILEIRO DE VAGINAS S.A ' 2/03/74 ON 1,00 - ( I) CENTRALS ELETRICAS DE SAO PAULO S.A. - CESP. ( I ) FEPASA - FERROVIA PAULISTA S.A /11/71 ON 1,00 - (3) SERASA - CENTRALIZACAO DE SERVICOS DE BANCOS.S.A, /08/73 ON 1,00 - (1) COSESP - CIA DE SEGUROS DO ESTADO DE SAO PAULO S.A /09/73 'ON 140 (2) TELESP - TELECOMUNICAOES DE SAO PAULO S.' A /04/73 ON 1,00 - _(I) SOCIEDADE DE ECONOMIA MISTA ESTADUAL (2) SOCIEDADE DE ECONOMIA MISTA FEDERAL (3) SOCIEDADE DE SERVICOS BANCARIOS VVgLOO OLIVElno+ DI RE T Olireter

3 POSICAO EM COTA CAO VALOR NOMINAL GLOBAL % S/ I VALOR TOTAL I CAPITAL CONTABILIZADO ,00 40,o ,00V ,00 3,00057 t ,00' ,00 3, ,00 v , ,00Y ,00 3, ,00 an Sio Paulo, /0 de *1 de 1975 J COOADEN DORIA JURIDICA

4 J ANEXO n -- 7,r; np 2Auro 3.7%, POSICAO DAS ALOES PREFERENCIAIS DA CESP, DE PROPRIEDADE DO BADESP Total gasto na subscricao: Cr$ Dividendos recebidos : Cr$ ,00 Awes Subscritas: 7, (+) BonificaOes: Total em acoes : ag5es 1. PosicHo em : acoes sendo awes na forma "PN" e acoes na forma "PP". 2. Posicao em : awes, na forma "PP". posicko DO rundo DE ATIVACAO DE Acfts DA CESP, em COMPRAS : Em Cr$ ,87 : Em awes * 2. VENDAS : Em Cr$ ,78 Em awes BONIFICACKO: acb-es 4. DIVIDENDOS Cr$ ,00 5, DISPONIVEL Em Cr$ ,91 Em acilies acoes

5 BANCO DE DESENVOLVIMENTO DO ESTADO DE SAO PAULO S.A. PARTICIPACAO ACIONARIA EM OUTRAS EMPRESAS FORMA DE PARTICIPACAO: INDIRETA, COM RECURSOS DO FUNAC OBS EMPRESA OUANTIDADE DATA TIPO VALOR COTA ADQUIRIDAS BONIFICADAS FORMA UNIT. cao ( 2 ) ANHEMBI - CENTRO DE FEIRAS E SALOES S.A /02//2 22/02/72 PN ON 1,00 1; (I) BRASVACIN - LABORATORIO BRASILEIRO DE VACINAS S.A /03/74 ON 1,00 (3) MAQUINASA - MAQUINAS NACIONAIS S.A ,000 23/12/74 ON 1,00 - (3) USILEITE - USINA VALE DO RIBEIRA S.A /10/74 25/10/74. PN ON 1,00 1,00 (I) SOCIEDADE DE ECONOMIA MISTA ESTADUAL (2) SOCIEDADE DE ECONOMIA MISTA FEDERAL (3) SOCIEDADE PRIVADA D I As* Llfgi RA -111.frot3r

6 POSICAO EM COTA VALOR NOMINAL S/ VALOR TOTAL 1 CI AO GLOBAL. CAPITAL CONTABILIZADO , ,00 15, ,00v i ,000,00 30, ,00V ,0 250.'000, , '456,00 49, ,001 I. Sao Paulo, 10 d- brit de 1975 COORDEN DORIA JURIDICA

7 VALORES E BENS G Dc.i ntures da Soc. de Fear. Mi<- c F Pr poi, e panvcn 7entrais Eljtricasde Sao Paulo S.A.-CESP eerrov-i,as Paulistaa S.A.'-PEPASA TeZecomunicages de Sao Paulo S. A. Cia. de Seguros do Estado de S.Paulo-COSESP Brasvacin-Laborat:'orio Brasil. de Vacinas S/A tkquinasa-maquinas Nacionais S.A. SUB - TOTAL / ,00' , ,00" ,000i a Coin Recursos FUNAC Centro Interamericano de Feiras e Salaes Braelmain-Laborat Vacimma--g 400 aa Usileite S.A SUB - TOTAL ,00 Corr- Recursos "CESTr Stafofttageo- de Mena Centrais El gtricas de Sao Paulo S.A. TOTAL , Agnes e Debentures de Empresas do Setor Terciario Privado Propriedade do BADESP Serasa - Centralizagao de Servigos dos Banooe S.A /est, --/f/1 IdA RICO OSWALD() CAMPIGLIA Pr sidento

8 VALUAtiO r MAIO AQUES E DEBPNTURES De Soc. de Econ. Mista Estaduais e Municipais FAA -Gesp ,02 correspondentes a ac ges em estoque. A.cotacgo em Bolsa dessas acges era de Cr... $0,71 cada uma, o que daria um valor real das acges em estoque de CrS ,73. A diferenca desse valor para os Cr$ , constitui o lucro com as transapes ate a da to de , visto que as baixas realiza das por ocasigo das vendas sgo lancadas pelo valor de venda e nao pelo custo medio. Cesp -Propriedade do Badesp A posicgo de Cr$ ,00 fornecida pelo setor de Mercado de Capitais refere-se pri - meiramente a ac ges ao valor nomi - nal de Cr$1,00 cada uma, quando o contalbil refere-se a aczies ao custo mac:1i unitario de 0,8068. A diferenca de acges refere-se as vendas ja consideradas pelo Setor de Mercado de Capitais mas so contabilizadas em 3, 6 e 9 de janeiro de 1975, quando do recebimento da documentagao correspondente. Portanto o saldo de C ,00 regis - trado na contabilidade corresponde a acges ao custo medic) unitario de AV. PAULISIA, AO 6. ANIMA - SAD PAULO, SP ENO. III. "IISINVOLVIMENTO" - TILES :re:: AD /

9 Cosesp Propriedade do Badesp 1.000,00 A contabilidade registrou 10 ag ges a Cr$100,00 calla uma. A Bonificacgo de Cr$1.800,00 segundo informaciies do Departamento Jurfdico foi considerada mediante ata de assembleia da COSESP, ngo nos tendo sido en tregue a cautela correspondente, razgo pela qual ngo foi contabilizada. OLIVEIRA Oirtdoe PAWISII, AD AIWAR - S80 PAULO. S? -?An "01S " -111U I" Ina " " II AD /

10 n ; J; 1..eN Wr.:14r "tif -. ratatc n? ZIV;i 17i',; ttlr; 517 P10 Janeiro' n';" and= in3czitclt no C:::Za4tro CA,;a1 no,4aci.!a;. ar 3 tat:. 'Zranco r.9 tv..2141/66 t.n lirax6.1-x0 3.A. " con na ciaade d4 ratn io aa Pautoo a Av.znia IPiranga icja, portal. im Carta " A-111:1/4,.La4- {"a11-!. 5.tro Ce'r.ai do Contr.thu}-aten, nv ii ; "" no* "ver..44 C.;1txta Patq. * it-z '61...B32.1S44. lac;frito no Caazztro G(arai r -.2 ).2..,7; L'U aclo Vaulo" :sat? 1:10 iaao 1: portaor C aastro Gatal: de Colltril.A.Li.. :17C0 xuwat rz:duztai,al A * 7,71 co *rt.^ ciduido Ze ro :;;AAdt5 n9 293 A - C7/34), im;cri ti? 'a Ziao_ Paulo, 41 Ulla Caxtu Patonta n9 exa ContribuInte3 -..

11 ze4z;.zantribuintr.ta tic,,41cre^v 9. Cir u, 4st *..S 2 44 agort 1273., foi itutdo Ct x ,1440.= 17-14:a oolonativ) Idurtiataa mil'azas) a-saa form/clain, vatorl a4 1,03 (um cruzuiro) cod*, riff. ue Cry t (Zeu ccvatavoa) pox acao, rt.tw.titwat ,,m-teatto Cr$ f ,.) (ciat.-o annto e cater= td.lilses qua a AO-4-41MA vii.1 crul iro4) 1 rizza C f : (ciaco trizzantoa e oatcrzo quttroc4atoa D &oven t4 czuioiroa), afrovalo -la Gera/ r4ordinti-* rla cl,alizada tlia 16 ac agolsto de, '4 CL:S? por tun pari.odo qatggp_iplclo da ulaqaci 1;014 a a CLL. l 1:=auterao v.= all;43*.e, no valor 4c CrI cruguiros). A Jar Y4r.it.id Ea vq-sias 36 (trinta aelra fuado colntitufc_o tn Irat=anciais coata4o da CO:4ZORCIA.- to t.,11 rrico-- 0 rundo pedera sar antecipadaavnte, Pcia GO da CLI; ce r;ue haja nquiet.czncla 4o Cczita 4 atrat;ao raroritio na clausa la V. CC

12 t-t.*zzre,-. rt;,1:.irao con.-n-/-t e a i:cof; *so. -A% C P C rdona ij 1,44 «crzi dn.& trzo, C 0 i ntacao do o a C ef rara,7tafo 191 o DADtsr d r cacs proferenciais d CLSP luo - ao oncc=ntram -c,oder do g: acionistas Particularogi mnos o sec. valor 44*!4:A. A tu 4. ;.0 /4 o 44, SA/ apron,tara-ao Corit; da LdministracZo rolatarios quinzcnais SO2.11:4 aa operaczos roaliza das. 6c r1z0 poeta lur utiii'gado on tzualqui= hi nnn A.A...A AAA Vot,*aao para, cor.pra t.t.e k4.7" cos invotin.211to nsorciaram paraccoi. locacao gas aci;as u do instituicaos a cleas 4VA. Pa4 f=:.1o, on roc zor,1. devolv.v.os scs tmus constitul,ora ratoando-so catro si as lucros cu pro;urics apuratloas:ta pro porcio das respect vas coutruoaicata 2z.tr.agrafo.r,,:i... std t6.71.7p.ino (...o przli zo a r!.. -rcfora a clausala - 1/ 4nstel, inntrunto o - ttl verificando a oxist;sncia de aczcz na Cart..4.ra,tivacao do Ac9clo QC i,conatit.1(,' titulos sorao I / I i

13 tr.ut11. t -1, criaalo is COr..tt de 4a# intevra Oa launtfa laztrurv, tex5 Vat a..;41.1iiia-ciezta7;i41.0car 43 41rotri=oa cr4tariou A rettri=1:2 o:',inortradea polo 44,1-1--='...11 a ativacc 4ti titt1163,r e. (41 4.c.ot- Li4UCCe ra-cw, c.rc 41 A2214= rjr, del teas cy-t, o torn. diraito :":,,7114 TOtOS. 107 s rzneteriti;1 -,, Filneo, tivagao..,...-i' 5.,z..:r.,.,;(),,,:...:,-..ozi loa et., c,..;.:ita d2 r.ov-:-..:.azto j--to. -.1anco.L..o '-fotaao atl..-..zulo Z.; a or,'..= 4o..7.:-.-..Y...r.,z -, - a ṭ ra :0=5.a=1..C.I.L:.,-,:,; in.-ialtul -.C kj :4 fl11.1.,...c.:,;ird3.,,s. r.s a 0; t=a. Uf ^,97 etr;!:--ina pre:i:lint-a Jaz triartto, atonz:enao qua Ih.a coasatlancia eleb -..Qes de, Co:-.- 4 tcz da -')33a3a truzicoto. ea. ' 01.0 f CA: 0 recurnco ao fun'ic -r 41. ii aarzp a!licadoz t..o cu otatrof... t:r..tulos xer.-44 fizr;a ata val:aza-

14 C a 'Pau rcd 0AnC0 SLNIMTNI111`%17.0, AUL,Ct S.A- N 4 n41.. t

15 PBADESP 7 ".. t.. 0"." 1,,,.., DATA: /9,(13, 197, (10 de 'TesoureHe----I NQ: LINIMMIKINNOMM...MINI.mman n n nn n n..- PCSICXr CAIXA : ALDO ANTI;F.Y0: IMINN WM M1. *AI..es (+) = Re:abimuntos..., (-) = Pa3amenios...*.* SALDO DE CAIXA DO.DIA ********...es1.1 = COMPOSI22420SALDO D. CALA: Em Espcie 436,43 Fundo Fixo-Escrit.Fi D de Juaeiros """$ ,00 Cheques pare dep;sito... ** *...e$ TOTAL ******* nn.****cs =====... EN r E CAIXJ ARIA OOR NADOR CFF. = imeau F. SAMGALET n,n OW. Sigh n110111, ? ", # n n '...m.n.almi,ninvin*0.111n Descarga-Recebimentos ******ripoomm * n - ADM,3.-D5= Desca ga-pagamentos

16 Ø AMMO BA 100 DUELS DL CA A" W. 032, /75 s 0 (t) Cheques par" dop&site pagareatos de aututtrios a repass's rereabidelas etcargoe-e Macirtizagges It* BASPOOt YAW': DATAIIIISSAO: ISSITENT) Bradesco , Bradesco , Bca.Conercataliana 6.301, City Bank 1.483, America do Sul S.A. 834,08 SUB-TOTAL , C.E.F. (Repasse) ,00 TOTAL P/DEPOSITO,15 17/03/7, 19/03/75 18/03/75 18/03/75 05/03/75 19/03/75 Boise d. Nercadorias de S.Paulo Cervejaria Antarctica-Niger S.A. Vigorelli do Brasil S.A. Sabroe do Brasil S4A.Refriger.Ltda. Bicicletas Caloi S.A. CEF(Convinio BADESP-PROSAB) RC Laa C3i J 0 z U) a a II - Cheques de repasse ( a Berea contabilizados) Satelite Satilito (0.000,00 TOTAL( entrada a auten c III- Cheques de funcionerios(a serer ddescontados no Banespa(Cheque Especial) 100, Banespa(Idea ) 100, Bansspa(Idem ) 200, Banespa(Idem ) 1.1,1:xavo TOTAL 1.400,00 18/3/75 18/3/75 Banespa)s 19/3/75 19/3/73 19/3/75 19/3/ FINEP FINANCIADORA ESTUDOS FINEP4'IEAN(7uDOBA ESTUDOS Valid!. Ernesto Bicudo Carlos J. Rossini!olio R. Fenci Cello V. de Assis...susa)jit deecontadoa no Banespa, con o reterno do mumerario so Caima. C.* Cj CCP E PROJETOV E PROJETOS 0 ocl 0 z CO Sao o, 20 sarg o de b)normalmente as devoluciies de adiantamentos retirados p/viagens(devoluciies parciais) sao feitas per cheques dos praprios m funeionarios, nas prestagoes de contas. 4" 0 0 ei JomfAirlos Buono Edin roan Sangaletti ENtARR.DE CAIXA Z. DA 8E00 DE TESOURARIA

17 OCA/Caol e d2o %--taie 0 41 Av. -n t A, z".. 5 I Aot'eW, f /4, IS Ated; O'fy, /..5/Vo4/ -21 4,40 Zwfw /yrs ,4:3, / u 61:7/d- e :Pr ri/v-a

18 CF/PF/pc6', grano0 DE DESENVOLVIMENTO 00 EST-. BANCO DO BR E WRIfTAP4A,s-,,-Ar. 7" ^""7"*" "'_ '771:A T,ANCAMENTOS CENT' Ra Solioitacos cob rof. SECOL deatco de 'illk4"ta4s n POEM -r-- OSTO- CLIENTF tic ze mero 13,1 290STRTNSPORTE 16ia DE l e P.CHEGuE i l2cve Ou E COmPENSA00 ;VALOR EM te P. CHER UE, An 3112 HEGuE uomplnsmw0 IvAL R E m CHEOUE COMPENSADO VALOR EM 30-1? CHLOuE COMPENSADO 3112CHEOUE DOMPrNSADO ,CHEOuE COMPENsADO 31i2cHEOUE COMPENSADO 3112cHEOUE COMPENSADO 31 1cHEQuE COMPENSADO i3112cheque COMpEN.SAOO 0112,OHEOUE COMPENSADO 3112 C HEDLIE COMPENSADO AC12TRANsPORTE HISTORIC N. IDOC satft.:j0 /6D14 MEDIOZ 16 4,151 4** c C " 0 II S.PAU L O Cci o9c000ppapi50- H I t ; I ociooclobc ,43300A ' II ! I H ,D D ,15090R A , CD , Q Q D ,470 I I C! 12626C E5 2 C C

19 10C-GERCA-C1A.VINC :I.BC0d)ESENV.A.ST,S,P..A.BA0ESP BANCO DO BRASIL S. - CEUTRO 5, PAULO r 3UTUBH $ d _ _, N " 00C MOVIMENTO...-:- HISIO 7ICO 009TRANSFoRTE 1 1, 2546p4g5 210CkOUE COMPENSADO t7:063?-8 A ; ;V LOR EM C 23104N 5FO T E 68041! sa L po meolo= itif4, cac qoo400do/o14.4.

20 , l ; 1 aviettl - JkitatriC. janexo:n.' 10 1 tr, Q.k.,. 1 oio9coo.c.01 1 It n 1! 1 I!ii c, t 1 ix sii --'. _iil..i... i. 1 e_13.v e-_. ka-ti.iv -, _"^-_.!.!.._ 1_2. /4 1 1 I1 I E.,..i.,.3 e-vhst gleviitytte.,i t x ea 0,.., 4)i, Tei,. d rjpii,l ili.e2!14 i. 4"'ii-+1'. '?5-3zi 4. oo :5",.?.5 i ; I Zr.,, i - '- t;,3... I LI I '00 l 7! ' AV. La,it k,., 15 56g, 65!' 1 1. n ,. L i 07 ol.:) 1/, a4f.!.,.1 1 tit/if:j.0! I t - - j? ' r If 4ocJI4 ; I,, i',. 1, i i, 4 C8'0 o.oi li, 1 I. o_ga.', -1"-- _ ,-- --tr i 1. ;, t ti- 1 r, zi,3410-0p loz oi-ilkt,. z.2 464; zb i i; f 64g Fol t i 1-1 n II' i I il!! 04?`/.1',, i i i. 3,7.40 cc, , _,,_ r oi 11q,. g g*" 5' i i, : I, i..:! _LOS ()CP!' I 1._!, i _ii 1 i 00 02, i 4. 16?-41 t 4, i.ki 7 Aq..r 69; col*,.. I. 4. :z9 og rl-y! 1,a..,1(i >. 4 i I 03 o'dw :1,L.,I,, -, n 4 Mt.`.10.1.,_ -4. _., 1.. / 1 0 oi11- t.!) cur.2 ;:!;! I" oil 7-sc!I i CO (r.--. if! --! - 4 gg2 o4 4 4(011:i. 1 i'.._ 1-04 AO 1 7-cl 11 4? I --i kw 1'94 i_.: ii 32 /coal ssi z.3. I q 6q Ail 4.4 Y 32 i q *313,1. t 01 31F - R9 if/..2,0-2s- I 1 1. I I g. /04 1-n ' 4s : al. s-sc't ,14_14kieCd 25:119SWZI I 4 zg 0 ;03 1.2? tt, &*.,e... L. i ' W015,!r 0 4 L ily' L r, 0g 42 :741! Lii ix ti iz,74 Ia /.2.fr-4s.,":.,1:9+.45-, tt-i-i 1 '- : /3, 1( 4 f ti4 4 (3D (06, 0--,. :' Cs-c4, = 1-01:r «. 1! 1 IC /2!41/ s- n-z1.,.,....; j ; '44.Cig, L I'! it./.2 {b/. 1' ;24.4-'44,co + 65' p t -i,i..4)!2:7,(i v.ra... rs. 4.; 4-.4c4,(.?0 7,- 4, :. _.,: ' _ 4_,i_.4 _?± La.,,...4-, : St?. CSO, 60' 1-0. p41 _1.31_ i '; _i_ L j,gji3q2.40_1..,,2o 12 'VI,!1..A.-4,-, i4-1-, 4, er. it t-, L_.., 71 I [ J L _1, 0 161poi. LL,...,_ 23 12?-(f..11,8...it-r,. Litt,46 +±A'? -i--,93,091 i : 1!!- 1191,,14 : ' i - '.24 i.z.6_, 410:4 t_<.., L _ii3ke -,_-1- Y 4 9?s- J9 i 341'7524_9z : i 44. ta.1.:(,6. s 1 CZ4 /6 4 14i ! i! 1. :12,,.,.,.:427. /4._ 71: et.111., cii2si (t,a.ji,... Lyt -k 11 1, _ii i. 1 1! o.i09' i_4/ Lt*,.! g o. q L( +.3.1s-C oci, I 1; 1/62449,33; 4. I,. 1:I 7, i t ; i ii i. -2'240 :. :ti ' 1 1 n h,r46,0, irn,, -, : V!! I L F.; gq VL i i 1 ' 1 0 I it I 4 I,; 3.26; :}3,/,62 a's:2:46, i.. it/41,g 3g4 feo 3 4,..'3.36.-,66 I- 11,414.:7494 t r I I ilfi.

21 I I ' : ' 91' G3' W.; 1 4ss_,33i 4 1 t, coaol 'vita-, 12! )4,3,2,11..- ' h ys 3V ri ' ; 22, o2;1-3 1 r 44/ S.Z._ n -i P4;1" ' oc,?"3 i; 680 S'S d_4 7-oi ; 03' GOY ' ', ' ' 4i 4f 0 g _ - _ 1 4o37 53L1 o 09 It/ i,--1..,...dt....,j 11 I 1: c140, t -i-4 : ,i'l tc.41-4,,--,1. AT E I a :). Il g a il n I Iii l'i i r! r.,'-, 4 ii03 i r - Lif t A044._ 62, ' thill s:5izii_ ii zi! il.? 4 I! ,2o! n r i 2e 4( 1,:ti D53 $6,,,,,, 19. 4o, ia11,.c._. --- I,2 a 't 4v I ', _34 s3,?0±! 17- (1,53, 94! I ea " 1 W.? as LTIVCill i ' ' )6 L N. d53 /oil itt 1-, I( 6.4,4,4a.14. C - I I CJ X p IA 1-4 Pt-: CO, 3 i 6"..i ii--- a 3Z.11,4) I I loi ' Pi 12 ',/ ,_ 1.2#.90 fof: - I 2D it ''Y 1 d_q7 zl III 57 ez ci0 il o91, 311 4o 4o,4 jr,, i 912 pa, 44_ 26 It?-t/, a u If; ii, 04 ' 5.0* 094z li I I I Asvg? Cd n I ooh 6)26o 'I I ! X98 3 _ L 0124? I,io N'. 2,14 I r-,,- 1 OP 6 -;! T too,?ci, 1, )46 tl IZI-Y / 0,9 'I - 0, rocicw n 0 '13? 73' 2,ogs:32 zoi T- -± I! 11 oqu'l, _ 164W _, 4 r.!. -, -- i, jilt% _ ---i ,sb4ṭ : ' 091Z 88.0._ i4z,l4 1-1 g3 ---r- i 1 c op ,13.,,, n;! 0,942,qx ; 4.4c4.017,40 4S? _ /,44' 1 f)./z- 41,--,, 16-.0, 1 IL I 0911'32, f-,,, 7. ' of?i21,4, /a 3ii 94 fl, o43b6: ,! t, : 4 E 1-11 c3 oo ' l 7 a '( CotS 101'06-r vi ii i i I i

22 . 1.!. _ , :,.,. 11 t e_ ---- ; e i 4.,... ' -t, -ta 11., ii,..0.1,. 1 ii li :;"Ik., C Oq 4, '; 4+. oill4e,' ' '4 1 ii II t! :±. i; I -, 1 LI n ' 14. Oaf); "- ' 0.60 Jok.1.01i'lls-, 6, i- i:..!i '1 li! 5.o526,14, n oii?-3 -t2', it-- ll.:i ' 1414!3 4. l t. I i-3131i ii L' na.',4s19! 14 0' i i 4-J/14 i1 1, l i 27 1) f t Lst.tv,,I..c). I Ii., 14,41 o44, q4 h Th I- i., I, a, 4g4, Ci!' 4 -!I il i ' 134; log,' 0 it 41, i.14 I; 1 :. II _11,, '4 i, I I 11..: -,Lis,..,... i, -. -,1,. --IL ,, i726103o43i 44 '1-1 _ to3, 94 sec ogs, Co' I 1 i li!: --, I q5"5"6-4,v3, ;9 'g23 oz i I, 0 11 ) II, i f ii -7, ---, li,, li II ii ;I 41 ik,!, I il --ri--- 1 i il fi li, :i', , i[ t 1 -.i n ] , I I I - I HL I i- _. I! ii. -, j t re- p,

23 ". ' Ici (,0 (7. 1 ' n ;- '1.J1 1ST' 11 "Si t' - 'I 1)),,,o 71 I ANEXO ft.' 4o.) I ) q", 8 DATA :/17 (14.Lf Ty15) 2 / 12, 5 1. T. "/12 '?/ 12 AV t C /.12 c,," 7/12 k N.1 C, A / T c, :2 /12 I"' '2/12. 1.?!/1?!CF'. cr "5!..1 / 12 '12 n )2/12 '.1`.)1\:c -AC;7 J?/li 0?/1 2 ich.c :- 31/17 C:I ',/is r Lt C 04/12H sr!v 9,4/12 y4/l21ch.c r\lri-y\y',cnfl ic"1.,,cr5ifp.sp',c1`r:" 0 :4/12 'Pr '\St'Cti:7" )6/12 IT-Msic,2npT7 (71.: C \ SS) I( '7" : 1± 3 OJH,n,7; :-.)53471 C211:76?233 (!,?r,.421,12 5C7.663,01 30'1.7.6.Q,99 2.4'31, F4, q ?57,99 1.7r , (75, 75 q 302. ;118,45 26'7.456, , q R75,14, , ,22 f

24 . r's1!!..1"t1 : n E.40 l'a;)10 S A (!IINTE - ''t St' r )0 00.,/ 71 ') 2 DATA! 1-1 n STOint".0 OF I: n '.,,. y);,-h,11-.: ,22 i 4/12,', V 7 ' ,'iC,, fn'. [..)71. IL/ ',1,00; ;! if / 1.7 I,. V T C I-I,', r. l ' f', V ; '.1 I 1,; ,33 )1' / l? :.`. V '.: 1 ' t!*, ' ` C A ': ,78 /12 t V I S!' 1/IA -,1 A iv,.._,.1,),, 3.2", q, C? CF..'- { 'i "."-1'..'.: til ' ,07 0'112 CH. r. r '!' i '' S t n :., 5 '-' r If, PO. 6 4 ), 00 1 i ; c, /12!: '1. ' I i ' :.: `; t n c 2. 17,,,- : 2. q /7/ 7,97 i U cs / I.? C,'I. ri. i. I : n,.;!': C ;. I: i ) t,ii 2.H-j n ', r!,, n_ r,--. f ' t-' 71 r /12 n :- r' L - A'. S;,;41T-!::;:T( ',,,, '7 'T i Q 1 7 f -;/12 r.pi :.v P!..nT:i ? 2 /12 V! c: I.I.," :C. A v. IT!.1! P.?47,70 /1 2,*0 i T C r / \Ni r ' v. :- :' --, --: F',.. A (.)'; I 9 i '- n /12.': V1S! I A ' '1,.t, v. :.- 5' -; D. J ,62 d/1212 '1 V I 'T, rl i''... r.." v 7. L.: 0,'.,,,-) 25.24c-,53 /l2 AV I. c, 7 1 A ^si C,A, r. C :,."-._.1 7:,) < /12 A V I 'i f. L 't, -.,!n t?,... r: 0 '...i c.,' 22. : 5/12 ( P '- i - :- 1/1 r'.', 1.- /12 CH. r (7 1'PF'%S.A C12.n.7)5.12., 1.62'i ry..)1,16 /12 C H. ':, C j. N \, S t, C:1: C,,7 f.'":' -4 (-. --; ;;..././z7:0: 00 Ci 6 / 1 2 C /-4. (.- r ',' r ` f,:s,,, c rn c 53 zii.: ? 50 r' e /12 CH. C r '-' n r N' S ' C:-1 C.) c;.." ,12 :, (;/12 C P *!'.7 ':S ' C, A ir, r '-'3 c;?c ),-7,41 0! /12 l-./ n'/.-.--' ". ' C 0,::,---3q3C. 422, 8,, -.1-s.r.)' 1' i'.!tr i 1.72b,29 I , , , ,

25 foado DE SAO PAULO S A -P t )).)71.) C IF NI F": 5 i! ori, - ST 1-HA,PrS0 Hvs..11.PA ANEXO n.' iclu> I Y)1 2 r l DATA it/12 :34./12 I C:'1/12 /1? (.if/1? ;22h/12 cr,-. c vils (7.0 (7.H.cr-,-!:'vS Cf,c " r --.1! 3 Cqi ).3fl,16 "..>"tf7.1- p;v7.t1. TS I- C ,g S8, ,00 \\Of-:,/ , U112 CF IJ ThT 17 CHF7f7U7. cr,triq c7.32(3,c0 27.,S4,5C -,Th/ ?00,00,jc"/12 AvTcr Ic t), 53 :Th7v PArTO S,81 6.3/12 AVISI SiC ,51 17_V12 CH.Cr7.1PENSCINO ,20 L7)/1? CH.CrPENC/2.0 7,77.20,?C.) 10/12 CH.(717"m';,ACo 1;5-' r) T)/12 CH.C1-1SACk.0 7().475,25 1.7/12 CH.CL-'rEN-SACO A,95 10/1.2 CH.CFPFASCA9 C %71,35 1J! ,65 10/12,7,21r, ,29 1,3/12 CW7CW: 5$3.34C,00 T'IANS0RTF ,95

26 Ad. i10 PAM S I/ 11' c;' N kft!t 1 :44r' -' r:111a A ',1.11IST*% A, cu't -- 0.PIrs ) I AN; a.. 4H Al A H!S-Tc.co ne 1H/12 IAVI- SC ::.:(7%!,'. 1.'7112 AV1 c1 r11-cam. r, )0 1:112 L 10/12 nr..; C/Cif lt112! I r,,cav. ) 1./1? 10/1? c*t_ar. 1'112 *Jc/.12 CF.Cr,PF-!\'s;,uL r'r44 1/12 1tI/1? 1:711? 0r-1 c_i4 11/12 v) 11/12 1Y /12 CP.Cr In7"SAC:-',0 11/12 11/12 PfltV pfo-,tc. C I I - I 11/12 AV1Si tolav. 11/12 AV.TSC D00 11/12.AVIC? 1.7.7,.. 12/12 CH.Cr7P'S'ACtO 7"11'252t:: 12/12 CH.CC.`,Y7'7%CIA9 0'"z317 7z. IT",9L1-1:TE OLPITO 10.'0.754,67 17.)77,97' 10./'57, ,10 7l, !72,57, , , ,38 179, ,00 4C7, ,63 1.?02.'36, '39, , F.9.794, , , , ,96.0"

27 07,* it,.,ao PAU( S A ( r P 1 0 i'1) Fi 0 sc) n i k)t r;. TA f' f'..11 1ST" AI A H!!, 10,21C0 nekao. 1 ) : U,41 1 //12,CH4.CC 8.176,62 17/12?0.109,10 17/12 1.: ' 1;',i. -)=7.1i:,77 1,' /12 r1..t. U.4'7, ;g 1?/12 It'*).;.7( 1.13flOO 12/1? C.H.Tf 2C7.flfl,?9 1?/ ,q1 1?/ ,04 /2/12 97),),10 12/12,11'('' 12/12 W1SI I 7.f:1,66 12/1? AV/C.' 119,19 1'1/12 12/12,rsV/SI: 12/12 CP:1.!P ,26 1?/ F,55 12/12 n'flt"'.' 1"-XTr ,62 17/12 (H. F \S A Ct 1 C`i3t)1, 13/12 CH.c'C'PESAC ,79 17/12 CH.CC v i: S A,CAO,-J9! ,32 13/1 (7 1-1.ci-m p E,.Js.cAn C15359C (180.33f7;,30 13/12 Ct4-.n:SAC,n ,43 _1/12 9C0.7):),00 1'1 /12 U.FCUT ,44

28 , C, (lit! (-A:NTT t;1.--).,)11i'.. J3.071 ;)( ( n ' vf f T c !ST" i< DATA 1 I OJ'T 13 /1?!( ( t-/1")!ch.1: 1 Tr" /1? ("1.I.; Th.)PiC0 tzi 1(117 1 /12 16/1? 1(.11? 1 t /17 :CA1.Cf I"/12 :,/ 12 ;,:, N 1",/12 LtVIS( 1 17/12!CH.C '21-:\.5:',(-1 "1 17/12 N0.!-'.( P n 17/12 (.;.(1!!)F),S".CAO 1 7/121CN'.171 S C 17/12 ics71.1.flar1"'f.."-c^e 17/12 IC!-z!'1: 1-7 /12!CHE(ITT 17/12!C!=::(21': TrA%5r)t--ITE OEL41T O ce't(,),) HO* , r4, ()6, "'.? q , )16, ,75, !), ')1.1, c75, (4,66 9r1q,7)(.) Cc 3"-Ic ":"11.721,Pli Or.'3` ??9, ,53 Cr7F" ,76 G1'; , ,00 (-,21.P ,63 0 A "- C 01-,?!--7& 15.-V12, u,55 7'7,2( 2. if 4,25 C-53'17() 38.86(?,70 C 5 3( '.139,76 05/62? Or,1.127k , ,50

29 I 1- ',1AP, (1 ", r 010 A ) /1/ ciii,:f!.; I FST (r A r'ss.f.'rs I 0, ANEXO ft.' ) oatak NI If- :Tr 1-'7. 1'7/l? jel4.f-i I /12 tci!.cr-rf ^S'ACtc: 1c/1?!cl+.rn!ri--.(Y-1.t.1 1 fv * t ;IC) r I 07 L.J 1"f-71? Lr, P'f/12 if I.'./12 0!'`.4CICH I /17 Cw.r( 1F/1? F/1? 18/12 AVICr Ltr 1.7,/12 CI -V01!7 C?!..98L:' 1c'/12 C '53 a_ 1'3/12 CH.rfm7'F- 1'.c ACV.' c /12 CH.CISACAr C /12 CH.C(7",TINC,A,-CAr C5373-1r:/12 053t= 42 1;/12 C12.11'.117P2 (...;73f 4' 1C412 C.4.1-('FFNC;: C53t.' TT.PNSD.JRTL DI is' I.96.c/47.:733,50 4.C91.C32,32 1.:39''.433,54! 1.77(..7n1,27i ,0J '.); 17..7'-'5,571 n 4 5, ,52i , , , , ,15 7C,.71 q, , , C, ,35

30 At) AI1,0 f t 1 C N 1 0).071) 1 j I '1 'V1 ` ANEXO j c 2 A t LISTI% R `..' r C r;7t-h C f7. 4'44 rat,wo :)9, , ,07i , , , ,30i 2..52R,191 P1.451, ,00 C2.446, ,33 00.',W3L7; , , C (321<-3/96 44,46!! ',P L C.,1:1-i0 -JD 015,89 "IVI'SC 931, , , ,26 _ ,15

31 4 5 't a 1,0 f,4c) 4 AutO A (IF:Ti:?,,L-1,,PIti-;. r V.1 -!'rrsp Li 1ST , I ANEXO n! i0.11 4, I, AT A DI TO T S F,15 2 Cu:H..1L t077'',/ 7"/12 20.w40, ,05?'_3/ P9,33 73/12 r Ar;T 4/1? ,92 2/4/12 0,,72 c, ,11 24/12 q ,09 24/1? C'!.r,r,,PF".SACAI 3.5r2.6q?,16 24/12 C rs'cACP1?81.415,77 2-4/12 1.9P2.497,98?4/1? ,94 74/12 r f C.^ CI 4.727,57 ch.1f,./.74cv-4 "-; 14.56J+,00?,"4/ ,h5 2'4/12 Ct-4.CrIPPSCt.,1] ,55 74/12 44.(2r-pF!-S^:A!--= r "1 r P.4,96 24/12 CH.1"flr'PSACCI-1 rc-y E ,00 24/12 CI.C1!EASi'4CAP C ,16 24/12 CH.L,F;;TE%.SACtU 'Y-`7. ) 5.191,96 24/12 Y' ,12 24/12 CT4.'71-0F!SACtO c; ,29 24/12 CH.C1FASAC.t,7 '._ ,71 244/1.? (.H.C.C; )UMSArAn : ,27 T,'2!.LSPTTRTE ,26

32 . 1istimfiA j R t1,r I CF- NTL-". c.1 1JR ) I 10)i " P.% r x6 "V! ST c,i!s c- NCI7= "%lil1st DATA j HTOKICO DL 1311 (1 CREftl!') r ( 112 'C'r f.n y. X)) ,C15?,1-,/12 HY! sr Cogl, /1? : A V T S- I Av t":1.0 r?75,39.-)6j 1.2!CH VI T.,: rfl ,96 27/12 'n!= \SACAO 2516' ,A9 '7/12 'CH.C..1.''T)f-",.S.! n C.,An?7/12 r,72.2p 3c15.6f:2,98?7/1?r- r'(yc cn 2.4,13,26?7/12 \CAfl C"--3!2?3 11.qn1,36 27 /I,7 i) 0 ".1" ,D0 '7/17 r.v",.`7acc ,0',35? 7 /1? t. 0=: )9,95?7/12 644,16 27/12."V.T:17. CC -1r)C 14.11,14 27/12 CIPH.Ajf: C( P1.191,56 27/12 Cir - F V.T.(70rn 0172/ ,00,00 CH.C.,C4PFSUG '"; ,53 70/12 CL!.(-J--IPEACAO 053r14 9.q27,13 7C)/12 CH.Cf-APFNSACI ,.-11 acl.0,00 CH.(11PENSAC9 Y; ,63 3C/12 t ypensuo Cr3' ,71 S ,00 30/12 Cl.i.C.c;CEN;SAC40 CC ,53 30/12 CH.rficNcACAO (7-' ,00 T4'!cP;')RTE I ,03

33 P")...10 iqii,!0 4:4 j CrENT1A1-0.itM rsr P AULISTI\ DATA 14,;-;10Mi:C.) DE BITO CM..)TO ',.); -1Pr. ) _,: IF ,03 "30/1? C Ctri ,54.150,00 30/12 (7...-r-:1\:,,n,- P1:1 27.2,76 3(:/1?it-*.t'S,',CtO = -7? r,p 1.1q7,61 ".'.0112 ci l.rr A ci r. 1 '7, -.';'74 1'1).254,86 3C/12 C". 47 f, 1 ti. - 72,r) 27.10,07 2./12 C.. n c'nt's'-,ct'n j"r03 12.c,R,50 OR? C".rr 'j.".ac!1: -':; ,16 3C/12 CH. rr'i n t.c:* fl (:.117,16 7;) q & 2.5 C.IS;n0,00 3 r. /1.2 C'!.0-1M I'Ci'fl ::7;77P ,70 3C'/17 rr.c F ' C^.(71 :...72"1 0 7C3.343,15 1.7/ 1 2 r ''..( i --.. F \S,, C, t n "772' (1 9,67. 30/12 AC A C! -,q 7.:-7 P ,33.=.3/12 (...1-(,)1, 7.,c372, 4c)4.425,00 30/12 1,7.! A F'T7 : F3.575, C/12 i',visi LI'MAm. (1() C0.917,03 33/)2 AVI 1..11,,1,0. 0:.:01.) ,30 33/12 C' D fc,t'.?. ':30, ,85 30/12 (-.1- F C'.C ,57 33/12, _-_tli-= '.?730r) S 30/12 CHTQUE ,12 '1112 rrf70t7 -D973'.-i7 11.P.49,14 33/12 CJ---',:!W ,29.../12.^,VT!=. r 1.:A.%C.Am. CJ.)0J ,30-1.A!',SRTt-I_ ,47 4

34 NESPA I0 DO ESTADO OE.,A0 l'altio S A 1- ( r rf it S V 1 0' 1ST SP f.),,\nr-cpa H c-f, CIA PA.11.IST" S CFNITK!U. ''.PUB ) ( N DATA HISTORIC DEFilTO CREPT fl'-' 'L' ''r crie'-'1"-: 71/12 CH.rfl I PFNCAU :1 q ,20 31/12 cl-).lcapfrsaca,),7 :173,0' R?2,07 31/12 CH.Cf vf lt:0 C777r 16' /12 ca.c.1 r FN,c.^.c.;v 0 c -)72 1g F7,38 31/1? CH.CCAPENSCA ll f q )900 :31/12 CH.Cf."!:'F'.,sc!,(7 c '04 11/12 CP.ri vf,'fnsca(1 3 C ,94 31/12 CH.CflIPP N:SACAI :',1 7? ") /1? cq.cf- F^c..,,i C;72' ?P /12 CH.Cr',1 0 ESt( A U c--72 c, 31/12 CH.C1-1 r PIS, or3itc;7 31/12 r. -, cr :J rf\sc.t% )::)7,311", '1/ , ii1,19 69.So3,43 2.'77)2, E947 CH.(7r---'"fl!F!.U:; C 72 f,2 31/12 CH.1,/, in ;7 ''SACV1 C7,7V7? 319.3,45 31/12 CH.CP,',PFNSAU 0( )00,00?1/12 flflf--!,' Pfq;TC. 04) P1.253,68 31/12 nrit,' pt,gio. 04;-1/44C ,08 31/12 AV1 Q,C: taw.am. COL:00 2,00 11/12 AV!Sr, LANC Aw. 01.rj , saf rin ATUAL ,50, J ci 'HA UM Br M NF1741CIO JUNTO COM SEU IPPSTC CE RE.A, 8NFS D A 157.' il/

35 , 1 : 1 I Ad / 1 2/0,12 : emfe, es'161 ("Ala 01//.4 /77P -, -,.1 L i:, I 7, i / 1 :464,401.oloy 4s: fe.overre4/7y1y 6/./;1e :.... 0,i ii,, (09 rxx 6- _03:, L 0 1!,4" 4'.' ' ;_ il, : 11 /.i,,, 1 n,, / ot, /0 1 oti'. op. Ce. OY 0._1 4 /7e,e- 4 O AP 1 0(. ea91 osy N!I '/40 oo ' cv /o, ; OP-,p3at # : I ', JC a ' ' OA 1 P3C/ //. li. ;, y 09',4,?c. I /1 DI.!1).?60 it II ' ': 4 00,4 C4 44i r OP. /09a 0 00 /0s) ' Q"- 7.wPo a,,,i %; 4z4 k):; I Sq4 V I I o/c Z 9, Op. 4 oc...6.2;, f j R# P4...,. :! e 67' ( I OR. I+ 94., ' 1 1 Y on 701, OP.. I,i ;. i6 CC 1 ' eg /of. OP. rrost! 1' 1 9e Je i : // ; cp. po.6-.4 F-e4z- qi -7 e. 1 ', -?./ y.d?li i -7 y -5o l. it9i4q,- ec nel 1 OP. /0 44 1/!.1 Ao i OA // 4:k2i - 0/ /// 1, 01'. ' OS A/ i OP. sf*79 1 nce..2,-e'e le-e_e,t - ;le!. I I 4,!! :0299?..5.1' 1 II 4''QC 'C!1! II v' II ' ' ': -t : ii i Y3 =2.5 :! :. 1 1! : ' i / 4H CS Yy': 0" // 4es! n ;1 ' Y6 3,43' :', // op i r 0 ' a7:, s c I o z h A icrro I g ' yo.1! /I.PD 7,4w,. %;..tze '?d oz A! 0,. /Y9Yt : -!70C /', :4 1 0,,40 6:f,3 ' r ;,6-g 0.5,: A_IZ i OP. ZOW iel OP.?..COW 1 ' Op AV"..' -.Z.7/ 4 01, ,--,406911Y Of'. 6:e 084i I,, c),. 4,ç' to, Aetti_eriss I ' 1/60. I, li _L_ 1!! -, I '1-! m Oe..,,,,2494' fi 0/. ISJ,.. 3, -h)._-z 'oo: 'o.ro., '! 1 i1!, I, 1 II OP. /yy0.5 i L S. CST C f! /0. 4 I re "i 1,----"- i 1 ' I '' i L :',1 4-4!! ; I 1 i; ',.! c? 0.2.,..t. '.e dlzt -it9,, It l n n9 Y.A.5"?-3'" : --, -/- o 9 i?'3 Zt :'. 31. I I ill I 1 I Ii Ii I I P.Sk. cx 4.0 Olt 0\4\6 04 vo te goo 0 0.0

P R E G Ã O P R E S E N C I A L N 145/2010

P R E G Ã O P R E S E N C I A L N 145/2010 P R E G Ã O P R E S E N C I A L N 145/2010 D A T A D E A B E R T U R A : 2 9 d e d e z e m b r o d e 2 0 1 0 H O R Á R I O : 9:0 0 h o r a s L O C A L D A S E S S Ã O P Ú B L I C A: S a l a d a C P L/

Leia mais

Ac esse o sit e w w w. d e ca c lu b.c om.br / es t u dos 2 0 1 5 e f a ç a s u a insc riçã o cl ica nd o e m Pa r t i c i p e :

Ac esse o sit e w w w. d e ca c lu b.c om.br / es t u dos 2 0 1 5 e f a ç a s u a insc riçã o cl ica nd o e m Pa r t i c i p e : INSCRIÇÕES ABERTAS ATÉ 13 DE JULH DE 2015! Ac esse o sit e w w w. d e ca c lu b.c om.br / es t u dos 2 0 1 5 e f a ç a s u a insc riçã o cl ica nd o e m Pa r t i c i p e : Caso vo cê nunca t e nh a pa

Leia mais

Prgrmçã O Mu s u Év r, p r l ém f rcr s s i g ns «vi s i t s cl áss i cs» qu cri m s p nt s c nt ct nt r s di v rs s p úb l ic s qu vi s it m s c nt ú d s d s u ri c s p ó l i, p r cu r, c nc m i t nt

Leia mais

1 3Centrs e PP esq is II DD C n MM n Astr l i Astri C h i n Re. C h e H n g K n g F i n l n i I n i F rn 0 4 C n I n n si Al e m n h E st s U n i s I

1 3Centrs e PP esq is II DD C n MM n Astr l i Astri C h i n Re. C h e H n g K n g F i n l n i I n i F rn 0 4 C n I n n si Al e m n h E st s U n i s I 1 3Mr P e re s, R e s e r h D i re t r I D C B rs i l Br 0 0metr Cis e Bn L rg n Brsil, 2005-201 0 R e s l t s P ri m e i r T ri m e s t re e 2 0 0 7 Prer r Prer r Met e Bn Lrg em 2 0 1 0 n Brs i l : 10

Leia mais

Tópicos Quem é é a a PP aa nn dd ui t t?? PP oo rr qq ue um CC aa bb ea men tt oo PP er ff oo rr ma nn cc e? dd e AA ll tt a a Qua ll ii dd aa dd e e PP aa nn dd ui t t NN et ww oo rr k k II nn ff rr aa

Leia mais

REGULAMENTO DE INSTALAÇÃO E FUNCIONAMENTO DOS ESTABELECIMENTOS DE HOSPEDAGEM No u s o d a c o mp e t ê n c i a p r e v i s t a al í n e a v ) d o n. º 1 d o ar t i g o 64º d o De c r e t o -Le i n. º 1

Leia mais

soluções sustentáveis soluções sustentáveis

soluções sustentáveis soluções sustentáveis soluções sustentáveis 1 1 1 2 3 KEYAS S OCIADOS UNIDADES DE NEGÓCIO ALGUNS CLIENTES 2 2 1 2 3 KEYAS S OCIADOS UNIDADES DE NEGÓCIO ALGUNS CLIENTES 3 3 APRES ENTAÇÃO A KEYAS S OCIADOS a tu a d e s d e 1

Leia mais

Resolução de Matemática da Prova Objetiva FGV Administração - 06-06-10

Resolução de Matemática da Prova Objetiva FGV Administração - 06-06-10 QUESTÃO 1 VESTIBULAR FGV 010 JUNHO/010 RESOLUÇÃO DAS 15 QUESTÕES DE MATEMÁTICA DA PROVA DA MANHÃ MÓDULO OBJETIVO PROVA TIPO A O mon i tor de um note book tem formato retangular com a di ag o nal medindo

Leia mais

PATR IMÔNIO PALEONTOLÓG IC O

PATR IMÔNIO PALEONTOLÓG IC O PATR IMÔNIO PALEONTOLÓG IC O O s depós itos fos s ilíferos, o s s ítios paleontológ icos (paleobiológicos ou fossilíferos) e o s fós s eis q u e a p r e s e n ta m valores científico, educativo o u cultural

Leia mais

Questionário sobre o Ensino de Leitura

Questionário sobre o Ensino de Leitura ANEXO 1 Questionário sobre o Ensino de Leitura 1. Sexo Masculino Feminino 2. Idade 3. Profissão 4. Ao trabalhar a leitura é melhor primeiro ensinar os fonemas (vogais, consoantes e ditongos), depois as

Leia mais

RESULTADOS DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DO USUÁRIO EXTERNO COM A CONCILIAÇÃO E A MEDIAÇÃO

RESULTADOS DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DO USUÁRIO EXTERNO COM A CONCILIAÇÃO E A MEDIAÇÃO RESULTADOS DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DO USUÁRIO EXTERNO COM A CONCILIAÇÃO E A MEDIAÇÃO 1. RESULTADOS QUESTIONÁRIO I - PARTES/ CONCILIAÇÃO 1.1- QUESTIONÁRIO I - PARTES/ CONCILIAÇÃO: AMOSTRA REFERENTE AS

Leia mais

Estratégico. III Seminário de Planejamento. Rio de Janeiro, 23 a 25 de fevereiro de 2011

Estratégico. III Seminário de Planejamento. Rio de Janeiro, 23 a 25 de fevereiro de 2011 Estratégico III Seminário de Planejamento Rio de Janeiro, 23 a 25 de fevereiro de 2011 G es tão Em pre sa rial O rie nta ção pa ra om erc ado Ino vaç ão et

Leia mais

White Paper. Boas Práticas de E-mail Marketing

White Paper. Boas Práticas de E-mail Marketing White Paper Boas Práticas de E-mail Marketing Saiba como alguns cuidados simples podem melhorar os resultados de suas campanhas de e-mail marketing Para garantir a qualidade no mix de comunicação atual,

Leia mais

'!"( )*+%, ( -. ) #) 01)0) 2! ' 3.!1(,,, ".6 )) -2 7! 6)) " ) 6 #$ ))!" 6) 8 "9 :# $ ( -;!: (2. ) # )

'!( )*+%, ( -. ) #) 01)0) 2! ' 3.!1(,,, .6 )) -2 7! 6))  ) 6 #$ ))! 6) 8 9 :# $ ( -;!: (2. ) # ) !" #$%&& #% 1 !"# $%& '!"( )*+%, ( -. ) #) /)01 01)0) 2! ' 3.!1(,,, " 44425"2.6 )) -2 7! 6)) " ) 6 #$ ))!" 6) 4442$ ))2 8 "9 :# $ ( -;!: (2. ) # ) 44425"2 ))!)) 2() )! ()?"?@! A ))B " > - > )A! 2CDE)

Leia mais

CONTROLE AVES DE VENDA EXPOSIÇÃO 2014 ORLANDO NASCIMENTO- 21 98825-5609/96739-8619

CONTROLE AVES DE VENDA EXPOSIÇÃO 2014 ORLANDO NASCIMENTO- 21 98825-5609/96739-8619 CONTROLE AVES DE VENDA EXPOSIÇÃO 2014 CRIADOR TELEFONE GAIOLA ANEL SEXO NOMENCLATURA VALOR OBS ORLANDO NASCIMENTO- 21 98825-5609/96739-8619 1 IB-105-40-13 FM CN OP AM MF IN 100,00 BANCO: 2 BB-3992-44-11

Leia mais

NPQV Variável Educação Prof. Responsáv el : Ra ph a el B i c u d o

NPQV Variável Educação Prof. Responsáv el : Ra ph a el B i c u d o NPQV Variável Educação Prof. Responsáv v el :: Ra ph aa el BB ii cc uu dd o ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NA ÁREA DE EDUCAÇÃO 2º Semestre de 2003 ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NA ÁREA DE EDUCAÇÃO As atividades realizadas

Leia mais

Classificação Periódica dos Elementos

Classificação Periódica dos Elementos Classificação Periódica dos Elementos 1 2 3 1 Massa atômica relativa. A incerteza no último dígito é 1, exceto quando indicado entre parênteses. Os valores com * referemse Número Atômico 18 ao isótopo

Leia mais

White Paper. Datas Comemorativas. Calendário 2011 de datas comemorativas para campanhas sazonais

White Paper. Datas Comemorativas. Calendário 2011 de datas comemorativas para campanhas sazonais Datas Comemorativas White Paper Calendário 2011 de datas comemorativas para campanhas sazonais As datas comemorativas podem ser exploradas para rentabilizar o seu comércio, seja ele físico ou online. Dedique

Leia mais

12 ru e d e R ib e a u v illé. T é l. :03.88.57.51.7 1 / Fa x : Ed it é le 13 /05/2016 à 17 :23 Page : 1 / 12

12 ru e d e R ib e a u v illé. T é l. :03.88.57.51.7 1 / Fa x : Ed it é le 13 /05/2016 à 17 :23 Page : 1 / 12 R A M F A R A N D O L E 12 ru e d e R ib e a u v illé 6 7 7 3 0 C H A T E N O IS R e s p o n s a b le s d u R e la is : B ie g e l H. - R o e s c h C. T é l. :03.88.57.51.7 1 / Fa x : * * * * * * * * *

Leia mais

Resolução feita pelo Intergraus! Módulo Objetivo - Matemática FGV 2010/1-13.12.2009

Resolução feita pelo Intergraus! Módulo Objetivo - Matemática FGV 2010/1-13.12.2009 FGV 010/1-13.1.009 VESTIBULAR FGV 010 DEZEMBRO 009 MÓDULO OBJETIVO PROVA TIPO A PROVA DE MATEMÁTICA QUESTÃO 1 (Prova: Tipo B Resposta E; Tipo C Resposta C; Tipo D Resposta A) O gráfico abaio fornece o

Leia mais

(Às Co missões de Re la ções Exteriores e Defesa Na ci o nal e Comissão Diretora.)

(Às Co missões de Re la ções Exteriores e Defesa Na ci o nal e Comissão Diretora.) 32988 Quarta-feira 22 DIÁRIO DO SENADO FEDERAL Ou tu bro de 2003 Art. 3º O Gru po Parlamentar reger-se-á pelo seu regulamento in ter no ou, na falta deste, pela decisão da ma i o ria absoluta de seus mem

Leia mais

Rita Alexandra Manso Araújo. As relações negociais entre jornalistas e fontes: o caso da Saúde. Universidade do Minho Instituto de Ciências Sociais

Rita Alexandra Manso Araújo. As relações negociais entre jornalistas e fontes: o caso da Saúde. Universidade do Minho Instituto de Ciências Sociais Rita Alexandra Manso Araújo As relações negociais entre jornalistas e fontes: o caso da Saúde UMinho 2012 Rita Alexandra Manso Araújo As relações negociais entre jornalistas e fontes: o caso da Saúde Universidade

Leia mais

! $&% '% "' ' '# ' %, #! - ' # ' ' * '. % % ' , '%'# /%, 0! .!1! 2 / " ') # ' + 7*' # +!!! ''+,!'#.8.!&&%, 1 92 '. # ' '!4'',!

! $&% '% ' ' '# ' %, #! - ' # ' ' * '. % % ' , '%'# /%, 0! .!1! 2 /  ') # ' + 7*' # +!!! ''+,!'#.8.!&&%, 1 92 '. # ' '!4'',! "#$%% $&% '% "' ' '# '"''%(&%') '*'+&%'# ),'#+# ' %, # - ' # ' "%'''' ' * '. % % ', '%'# ''''') /%, 0.1 2 / " ') 33*&,% *"'",% '4'5&%64'' # ' + 7*' # + "*''''' 12''&% '''&")#'35 ''+,'#.8.&&%, 1 92 '. #

Leia mais

Quadro de conteúdos. Eu Gosto M@is Integrado 1 o ano. Lição 1 As crianças e os lugares onde vivem

Quadro de conteúdos. Eu Gosto M@is Integrado 1 o ano. Lição 1 As crianças e os lugares onde vivem Quadro de conteúdos Eu Gosto M@is Integrado 1 o ano Língua Portuguesa Matemática História Geografia Ciências Naturais Arte Inglês ABC da passarinhada O alfabeto Quantidade A ideia de quantidade Eu, criança

Leia mais

REVIS TA CONTATO LEITOR GALERIA COLUNAS EDIÇÕES ANTIGAS ASSINATURA. 30/7/2014 Salão de Gramado encerra nesta quinta-feira.

REVIS TA CONTATO LEITOR GALERIA COLUNAS EDIÇÕES ANTIGAS ASSINATURA. 30/7/2014 Salão de Gramado encerra nesta quinta-feira. Q u a, 3 0 d e J u l h o d e 2 0 1 4 search... REVIS TA CONTATO LEITOR GALERIA COLUNAS EDIÇÕES Selecione a Edição ANTIGAS C l i q u e n o l i n k a b a i xo p a r a a c e s s a r a s e d i ç õ e s a n

Leia mais

White Paper. Flexibilidade e economia na era IP

White Paper. Flexibilidade e economia na era IP White Paper Flexibilidade e economia na era IP Saiba como utilizar as tecnologias mais modernas de comunicação de voz pela internet para conseguir mais economia e rapidez em telefonia para sua empresa

Leia mais

Luiz Humberto Cavalcante Veiga Consultor Legislativo da Área VII Sistema Financeiro, Direito Comercial, Direito Econômico, Defesa do Consumidor

Luiz Humberto Cavalcante Veiga Consultor Legislativo da Área VII Sistema Financeiro, Direito Comercial, Direito Econômico, Defesa do Consumidor Luiz Humberto Cavalcante Veiga Consultor Legislativo a Área VII Sistema Financeiro, Direito Comercial, Direito Econômico, Defesa o Consumior Câmara os Deputaos Praça Poeres Consultoria Legislativa Anexo

Leia mais

Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de março. Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de março

Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de março. Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de março EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de março Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de março Prova Escrita de Física e Química A Prova Escrita

Leia mais

J u i n 2 0 0 9 L e ttr e d 'i n fo r m a ti o n n 1 9 E d i to r i al E p p u r si m u o ve «E t p o u r ta n t e l l e b o u g e» m u r m u r a G a l l i l é e s u r s o n c h a m p e s t l a r g e.

Leia mais

Ministério da Cultura Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional Departamento de Planejamento e Administração Coordenação-Geral de

Ministério da Cultura Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional Departamento de Planejamento e Administração Coordenação-Geral de Ministério da Cultura Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional Departamento de Planejamento e Administração Coordenação-Geral de Tecnologia da Informação!" !" $%& '( ) %) * +, - +./0/1/+10,++$.(2

Leia mais

GASTRONOMIA. Cer ti fi que-se de que está es cre ven do de acor do com o tema pro pos to e dê um tí tu lo a seu tex to.

GASTRONOMIA. Cer ti fi que-se de que está es cre ven do de acor do com o tema pro pos to e dê um tí tu lo a seu tex to. GASTRONOMIA Instruções Cer ti fi que-se de que está es cre ven do de acor do com o tema pro pos to e dê um tí tu lo a seu tex to. Res pe i te mar gens e en tra das de pa rá gra fo. Use as in for ma ções

Leia mais

U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D O P A R A N Á L E T Í C I A M A R I A G R O B É R I O

U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D O P A R A N Á L E T Í C I A M A R I A G R O B É R I O U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D O P A R A N Á L E T Í C I A M A R I A G R O B É R I O A B O R T O : U M A Q U E S T Ã O M O R A L, L E G A L, C U L T U R A L E E C O N Ô M I C A C U R I T I B A

Leia mais

MATERIAL DO ALUNO PARA RECORTAR

MATERIAL DO ALUNO PARA RECORTAR MATERIAL DO ALUNO PARA RECORTAR O Sonho de Renato O Sonho de Renato a e i o u A E I O U so nho de Re na to Eu sou Renato Valadares Batista. Tenho 14 anos. Sou filho de Pedro Batista e Luzia Valadares.

Leia mais

GLOSSÁRIO PREV PEPSICO

GLOSSÁRIO PREV PEPSICO GLOSSÁRIO PREV PEPSICO A T A A ABRAPP Aã Aã I Aí I R ANAPAR A A M A A A Lí Aá S C é ç í ê çõ 13ª í ã. Açã B E F Pê P. Cí ê, ã ê. V Cê Aã P ( á). N í, - I R P Fí (IRPF), S R F, à í á, ( 11.053 2004), çã.

Leia mais

16/02/2014. Masakazu Hoji. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA Uma Abordagem Prática. 5a. Edição Editora Atlas. Capítulo 1 INTRODUÇÃO À ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA

16/02/2014. Masakazu Hoji. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA Uma Abordagem Prática. 5a. Edição Editora Atlas. Capítulo 1 INTRODUÇÃO À ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA DMNSTRÇÃ FNNCER Uma bordagem Prática 5a. Edição Editora tlas Masakazu Hoji NTRDUÇÃ À Capítulo 1 DMNSTRÇÃ FNNCER 1.1 dministração financeira nas empresas 1.2 ntegração dos conceitos contábeis com os conceitos

Leia mais

7a. Edição Editora Atlas

7a. Edição Editora Atlas FIB - FACULDADES INTEGRADAS DE BAURU Pós-graduação em Auditoria, Controladoria e Finanças Disciplina: PLANEJAMENTO E CONTROLE ORÇAMENTÁRIO Slide 1 Professor: MASAKAZU HOJI ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA

Leia mais

Cash Management Folha de Pagamento

Cash Management Folha de Pagamento Cash Management Folha de Pagamento Layout de Arquivo Padrão CNAB 240 Padrão 240 Folha de Pagamento Versão Atualizada Composição do Arquivo Header do arquivo (registro tipo 0) Header do lote (registro tipo

Leia mais

White Paper. Mais produtividade e mobilidade com Exchange Server. O correio eletrônico é uma das ferramentas de

White Paper. Mais produtividade e mobilidade com Exchange Server. O correio eletrônico é uma das ferramentas de White Paper Mais produtividade e mobilidade com Exchange Server Entenda como usar melhor a plataforma de correio eletrônico da Microsoft para ganhar mais eficiência na comunicação da sua empresa O correio

Leia mais

White Paper. E-mail Marketing: por onde começar?

White Paper. E-mail Marketing: por onde começar? White Paper E-mail Marketing: por onde começar? Primeiros passos para definir o planejamento de suas campanhas de e-mail marketing Para garantir a qualidade no mix de comunicação, é importante criar suas

Leia mais

Politiska riktlinjer, avsnitt 2 En stنndigt f rنnderlig vنrld

Politiska riktlinjer, avsnitt 2 En stنndigt f rنnderlig vنrld Politiska riktlinjer, avsnitt 2 En stنndigt f rنnderlig vنrld i~éé هê pلا o~ا cêëن~ضëëي نن~êة aلëيêلâي vêâ~هاة cêةاê~ض~هاةë êâ~هاة M m~êيلëي êةنëةه _لر~ننيلننâ~éليةنOلêلâينلهàةêه~ T OT _لر~نن _لر~نن نêا~ضOEâ~éليةنOFKاçإ

Leia mais

ç h s p BALÃO - D D CAI, CAI, BALÃO CAI, CAI, BALÃO CAI, CAI, BALÃO AQUI NA MINHA MÃO. NÃO CAI NÃO NÃO CAI NÃO NÃO CAI NÃO CAI NA RUA DO SABÃO.

ç h s p BALÃO - D D CAI, CAI, BALÃO CAI, CAI, BALÃO CAI, CAI, BALÃO AQUI NA MINHA MÃO. NÃO CAI NÃO NÃO CAI NÃO NÃO CAI NÃO CAI NA RUA DO SABÃO. leã IR ÍL é t ei le, ni e liõe e eent tiie eüenii. le 1 e 2, liõe enle tl i e nnte, filitn eni lfet. ei le etã lt à itetiã fíli ilái, eitin, e nei, e fe lie itetiente n e e ln, fen inteenõe e eee e l ln

Leia mais

P i s cina s : 2 P i s ci n a e x te rior de á g u a d e m a r a q u e cida P i s ci n a i n te ri or d e á g u a

P i s cina s : 2 P i s ci n a e x te rior de á g u a d e m a r a q u e cida P i s ci n a i n te ri or d e á g u a E M P R IM E I R A MÃO T h e O i ta v os é o e x c lu s i v o h o te l d e 5 e s tre la s q u e co m p le t a e v a l ori za a ofe rta d a Q u i n ta d a M a ri n h a, co n s olid a n d o -a c om o d e

Leia mais

- 15G0078G130 - MÓDULO USB INSTRUÇÕES DA INTERFACE PARA ASAC-0/ASAC-1/ASAB

- 15G0078G130 - MÓDULO USB INSTRUÇÕES DA INTERFACE PARA ASAC-0/ASAC-1/ASAB - 15G0078G130 - MÓDULO USB INSTRUÇÕES DA INTERFACE PARA ASAC-0/ASAC-1/ASAB Emitido em 15/6/2012 R. 01 Este manual é parte integrante e essencial do produto. Leia atentamente as instruções contidas nele,

Leia mais

91/enloria áo' engenhelro áe csouia!l.janáetra

91/enloria áo' engenhelro áe csouia!l.janáetra &xttlt 91/li á ghl á Si!lJát tjll Czi O t içõ t t Ftz lv á git lõ: I O vi t i é fit i i l t gi t fix :;:ã;"4 l ll 1tlt xit á fi " """" t i t j it z 1 t A gitçã Iti ttt v i á g l vt bt l é itt q gã i fiíi

Leia mais

RENAVAM Registro Nacional de Veículos Automotores. Manual de Procedimentos

RENAVAM Registro Nacional de Veículos Automotores. Manual de Procedimentos RENAVAM Registro Nacional de Veículos Automotores Manual de Procedimentos!" ESTRUTURA DESTE MANUAL &'( ) *+,-./0-1 *+,2 % *+,3-445-"-4 6 *+,"-47.2-4 8 *+,4349!.4 : ; 4';

Leia mais

ANEXO I BICICLETA ESCOLAR. Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1)

ANEXO I BICICLETA ESCOLAR. Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1) ANEXO I BICICLETA ESCOLAR Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1) Assunto: Adesão à ata de registro de preços nº 70/2010 do pregão eletrônico nº 40/2010. 1 2 BICICLETA 20 - AC,

Leia mais

QUÍMICA VESTIBULAR 2005 2ª ETAPA

QUÍMICA VESTIBULAR 2005 2ª ETAPA QUÍMICA VESTIBULAR 2005 2ª ETAPA 1 2 3 4 5 6 7 1 1 1, 00 2 3 4 Li Be 6, 94 9, 01 11 12 Na Mg 22, 99 24, 31 19 20 K Ca 39, 10 40, 08 37 38 Rb Sr 85, 47 87, 62 55 56 Cs Ba 132, 91 137, 33 87 88 Fr Ra 223,

Leia mais

ano Literatura, Leitura e Reflexão m e s t re De quem e a vez? José Ricardo Moreira

ano Literatura, Leitura e Reflexão m e s t re De quem e a vez? José Ricardo Moreira S 1- Litt, Lit Rflxã 3- t D q vz? Jé Rid Mi Cpítl 1 P gt Td é di pfit p l: U liv lgl, d lid. E t d di fz d! P Hê: U di vô lá íti, vid hitói d tp q l id gt. P Hit: Ah, di d ihd, it l, it ág, it hi! P L:

Leia mais

Embarque no Turismo O Papel do Turismo no Desenvolvimento do País

Embarque no Turismo O Papel do Turismo no Desenvolvimento do País Embarque no Turismo O Papel do Turismo no Desenvolvimento do País Belo Horizonte/MG, 21 de junho de 2010 Segmentação A s eg mentação es tá pres ente em todos os mercados, incluindo o mercado do turis mo;

Leia mais

SITUAÇÃO DE REVISÃO DE DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA PARA OS MANUAIS ELABORADOS OU TRADUZIDOS PELA HELIBRAS (SRD 350)

SITUAÇÃO DE REVISÃO DE DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA PARA OS MANUAIS ELABORADOS OU TRADUZIDOS PELA HELIBRAS (SRD 350) SITUAÇÃO DE REVISÃO DE DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA PARA OS MANUAIS ELABORADOS OU TRADUZIDOS PELA HELIBRAS (SRD 350) NOTAS IMPORTANTES 1. Documento atualizado mensalmente com o objetivo de ser o referencial do

Leia mais

Proposta de Revisão Metodológica

Proposta de Revisão Metodológica Proposta de Revisão Metodológica Gestão do Desempenho Dezembro de 20 DIDE/SVDC Propostas para 202 Nova sist em át ic a de pac t uaç ão e avaliaç ão de m et as set oriais e de equipe; Avaliaç ão de De s

Leia mais

FACULDADES UNIFICADAS DA. Curso de Direito Escritório de Assistência Jurídica Registro OAB 6614 DA F UNDAÇ Ã O EDUCACIONAL DE B ARRETOS

FACULDADES UNIFICADAS DA. Curso de Direito Escritório de Assistência Jurídica Registro OAB 6614 DA F UNDAÇ Ã O EDUCACIONAL DE B ARRETOS FACULDADES UNIFICADAS DA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE BARRETOS Curso de Direito Escritório de Assistência Jurídica Registro OAB 6614 REGULAMENTO DO NÚ CLEO DE PRÁ TICA JURÍ DICA DA F UNDAÇ Ã O EDUCACIONAL DE

Leia mais

n o m urd ne Hel e n o mis

n o m urd ne Hel e n o mis Em nosso cotidiano existem infinitas tarefas que uma criança autista não é capaz de realizar sozinha, mas irá torna-se capaz de realizar qualquer atividade, se alguém lhe der instruções, fizer uma demonstração

Leia mais

Programa Copa do Mundo 2014

Programa Copa do Mundo 2014 Programa Copa do Mundo 2014 Programa Copa do Mundo 2014 Gerente do Programa: Mario Queiroz Guimarães Neto Rede do Programa: Rede de Cidades Objetivo do Programa: Organizar com excelência os eventos FIFA

Leia mais

GABINETE DO SECRETÁRIO

GABINETE DO SECRETÁRIO GABINT DO SRTÁRIO DITAL Nº 006/20 SLÇÃO INTRNA D DONTS ARA ATUAR NOS ROGRAAS STRUTURANTS DA SRTARIA D DUAÇÃO DO STADO DA BAHIA: NSINO ÉDIO AÇÃO IÊNIA NA SOLA, NA ONDIÇÃO D SURVISORS ONITORS/TUTORS ONLIN.

Leia mais

Si, Ge, SiO 2, ZnS, etc. PF s e dureza elevados Insolúveis Isolantes (ou semicondutores)

Si, Ge, SiO 2, ZnS, etc. PF s e dureza elevados Insolúveis Isolantes (ou semicondutores) Sólidos covalentes C, diamante C, grafite Si, Ge, SiO 2, ZnS, etc. PF s e dureza elevados Insolúveis Isolantes (ou semicondutores) Sólidos covalentes TEV: rede 3D de ligações covalentes C, diamante (sp

Leia mais

P R E F E I T U R A M U N I C I P A L D E J A R D I M

P R E F E I T U R A M U N I C I P A L D E J A R D I M N Ú C L E O D E C O M P R A S E L I C I T A Ç Ã O A U T O R I Z A Ç Ã O P A R A R E A L I Z A Ç Ã O D E C E R T A M E L I C I T A T Ó R I O M O D A L I D A D E P R E G Ã O P R E S E N C I A L N 027/ 2

Leia mais

CONTADOR GEIGER PORTÁTIL COM ESCALA LOGARÍTMICA INSTITUTO DE PESQUISAS RADIOATIVAS U. F. M G. - CN.1N. ' ; BELO HORIZONTE - BRASIL. :\'.

CONTADOR GEIGER PORTÁTIL COM ESCALA LOGARÍTMICA INSTITUTO DE PESQUISAS RADIOATIVAS U. F. M G. - CN.1N. ' ; BELO HORIZONTE - BRASIL. :\'. CONTADOR GEIGER PORTÁTIL COM ESCALA LOGARÍTMICA JUNHO 1971 DR-39 OLIVEIRA, L.A.O. CHAGAS, Ê.A. BITTENCOURT, F.A. - 1 INSTITUTO DE PESQUISAS RADIOATIVAS U. F. M G. - CN.1N. ' ; * S" Gd«de Universitérié

Leia mais

White Paper. Gestão Ágil de Produtos

White Paper. Gestão Ágil de Produtos White Paper Gestão Ágil de Produtos Um bom gestor de produtos de software oferece o suporte e a confiança que a equipe de desenvolvimento precisa Com o advento das metodologias ágeis de desenvolvimento

Leia mais

Ainda há Tempo, Volta

Ainda há Tempo, Volta Ainda há empo, Volta Letra e Música: Diogo Marques oprano ontralto Intro Envolvente (q = 60) enor aixo Piano Ó Œ. R.. F m7 2 A b 2 E b.. 2 Ó Œ É 2 Ó Œ F m7 2.. 2 2 A b 2 2 Ainda há empo, Volta Estrofe

Leia mais

IN S A In s titu t N a tio n a l

IN S A In s titu t N a tio n a l IN S A : U m a re d e d e 5 e s c o la s s u p e rio re s d e e n g e n h a ria O INS A de Rennes existe desde 1966 R ouen O INS A de Rouen existe desde 1985 O INS A de S trasbourg existe desde 2003 R

Leia mais

DATAPREV Divisão de Gestão Operacional e Controle - D1GC Serviço Técnico a Softwares de Produção STSP

DATAPREV Divisão de Gestão Operacional e Controle - D1GC Serviço Técnico a Softwares de Produção STSP GIS Gertran Integration Suite Guia de T ransferência de Arquivos Entidade x DATAPREV Versão 1.0 HTTPS G I S G ui a de T ra n sf er ên ci a d e Ar qu i vo s 1/ 8 ÍNDICE ANALÍT ICO 1. INTRODU ÇÃO......4

Leia mais

Parcerias Negociais. CSH300 Remessa CSH310 Retorno. Versão 1.2

Parcerias Negociais. CSH300 Remessa CSH310 Retorno. Versão 1.2 Parcerias Negociais CSH300 Remessa CSH310 Retorno Versão 1.2 12/03/2014 1 - Introdução Este manual apresenta o padrão para troca de arquivos entre Empresas e o Banco para confirmação de informações na

Leia mais

lh e c o n fe re o in c is o II d o a rt. 4 º d o Re g u la m e n to d o D e p a rta m e n to -G e ra l d o Pe s s o a l (R-1 56 ), a p ro v a d o

lh e c o n fe re o in c is o II d o a rt. 4 º d o Re g u la m e n to d o D e p a rta m e n to -G e ra l d o Pe s s o a l (R-1 56 ), a p ro v a d o PORTARIA Nº 1 6 4 -D G P, D E 4 D E NOV E M B RO D E 2 0 1 1. Alte ra a d is trib u iç ã o d e e fe tiv o d e m ilita re s te m p o rá rio s, p a ra o a n o d e 2 0 1 1. O CHEFE DO DEPARTAMENTO-GERAL DO

Leia mais

CONTADORIA MUNICIPAL

CONTADORIA MUNICIPAL ESTAD DA BANIA EXERCÍCI DE 2015 CNTADRIA MUNICIPAL PRCESS DE PAGT N 138 N Empenho. 41 Data Empenho : 01/04/2015 Órgão : 1 Unidade : 1 Camara Municipal de Tucano Camara Municipal de Tucano Projeto Atividade

Leia mais

Missa Nossa Senhora do Brasil

Missa Nossa Senhora do Brasil é%0'.m> }JÍU Pe. José Alves Mssa Nossa Senhoa do Basl PARTTURA Paa 3 vozes guas e Assebléa (*) (*) A pate paa Assebléa é edtada sepaadaente " en cha A 10. Publcado pela: Cossão Aqudocesana de Músca Saca

Leia mais

Melhores P rát i c as p ara S eg u ran ça d e R ed es Andrey Lee E ng enh ei ro de S i s t em S erv i c e Pro v i ders a s G T S - 0 9 3 0 / M a i o / 2 0 0 7 2 0 0 7 C i s c o S y s t e m s, I n c. A

Leia mais

Profa. Dra. C ristina Pereira G aglianone

Profa. Dra. C ristina Pereira G aglianone Profa. Dra. C ristina Pereira G aglianone C en t r o C o l a b o r a d o r em A l i m en t aç ão e N u t r i ç ão E sc o l ar U n i v e r si d ad e F ed er al d e S ão P au l o P r o je t o d e L e i 6

Leia mais

Tabela de Vinculação de pagamento Manteve o mesmo nome DDM SIAFI-TABELA-VINCULA-PAGAMENTO

Tabela de Vinculação de pagamento Manteve o mesmo nome DDM SIAFI-TABELA-VINCULA-PAGAMENTO Segue abaixo dados das DDMs que mudaram para o PCASP, tanto as que mudaram de nome como as que mantiveram o mesmo nome. Para estas, os campos que serão excluídos (em 2015) estão em vermelho e os campos

Leia mais

PROJETOHORTAEMCASA. Manualdo. Apoio. Realização CDHU PREFEITUR A DE SÃO PAULO VERDE E MEIO AMBIENTE. Instituto GEA

PROJETOHORTAEMCASA. Manualdo. Apoio. Realização CDHU PREFEITUR A DE SÃO PAULO VERDE E MEIO AMBIENTE. Instituto GEA M RJETHRTAEMCAA CM LANTAR E CLHER ALIMENT EM CAA 201 A Rzçã Ch Dvv Hb Ub CDHU I GEA é b REFEITUR A DE Ã AUL VERDE E MEI AMBIENTE FhTé Ebçã Tx Agô Jé Lz Ch T Nh Rh Rvã A M Dg Lz Egá j Nh Rh Rq L R Rf Tv

Leia mais

www.investorbrasil.com

www.investorbrasil.com Proposta curso preparatório para CPA 20 - ANBIMA www.investorbrasil.com Apresentação INVESTOR APRESENTAÇÃO A INVESTOR é uma escola que nasceu da necessidade das pessoas aprenderem as ferramentas e instrumentos

Leia mais

A N E X O P L A N O M U N I C I P A L D E E D U C A Ç Ã O 2 0 1 5 2024

A N E X O P L A N O M U N I C I P A L D E E D U C A Ç Ã O 2 0 1 5 2024 E S T A D O D E S A N T A C A T A R I N A P R E F E I T U R A M U N I C I P A L D E M A J O R V I E I R A S E C R E T A R I A M U N I C I P A L D E E D U C A Ç Ã O, C U L T U R A E D E S P O R T O C N

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA COORDENADORIA DA RECEITA ESTADUAL

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA COORDENADORIA DA RECEITA ESTADUAL Termo de Apreensão de mercadorias e outros bens (Artigo 859, 8º - RICMS/RO) (NR dada pelo Dec. 18976, de 30.06.14 efeitos a partir de 30.06.14) GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA D.R.F. AR/PF TERMO DE APREENSÃO

Leia mais

ANEXO 7 MODELOS DE LIVROS E DOCUMENTOS FISCAIS TERMO DE APRESENTAÇÃO ESTADO DE PERNAMBUCO SECRETARIA DA FAZENDA TERMO DE APRESENTAÇÃO

ANEXO 7 MODELOS DE LIVROS E DOCUMENTOS FISCAIS TERMO DE APRESENTAÇÃO ESTADO DE PERNAMBUCO SECRETARIA DA FAZENDA TERMO DE APRESENTAÇÃO ANEXO 7 MODELOS DE LIVROS E DOCUMENTOS FISCAIS TERMO DE APRESENTAÇÃO ESTADO DE PERNAMBUCO SECRETARIA DA FAZENDA TERMO DE APRESENTAÇÃO ESCRITURAÇÃO FISCAL DO A ESCRITURAÇÃO FISCAL A SEGUIR REGISTRADA, REGIDA

Leia mais

1. A cessan do o S I G P R H

1. A cessan do o S I G P R H 1. A cessan do o S I G P R H A c esse o en de reç o w w w.si3.ufc.br e selec i o ne a o p ç ã o S I G P R H (Siste m a I n te g ra d o de P la ne ja m e n t o, G estã o e R e c u rs os H u m a n os). Se

Leia mais

Casa, acolhida e libertação para as primeiras comunidades

Casa, acolhida e libertação para as primeiras comunidades PNV 289 Casa, acolhida e libertação para as primeiras comunidades Orides Bernardino São Leopoldo/RS 2012 Centro de Estudos Bíblicos Rua João Batista de Freitas, 558 B. Scharlau Caixa Postal 1051 93121-970

Leia mais

!"#"$%& '( &)*$+,-& '( +!,& ".!(,()/"'& "& (."!/"0()/& '( (&1!"23" '& ()/!& '( 34)*3", +0")",( "/+!"3,'" )35(!,3'"'( ('(!"$ '&,.6!

!#$%& '( &)*$+,-& '( +!,& .!(,()/'& & (.!/0()/& '( (&1!23 '& ()/!& '( 34)*3, +0),( /+!3,' )35(!,3''( ('(!$ '&,.6! !"#"$%& '( &)*$+,-& '( +!,& ".!(,()/"'& "& (."!/"0()/& '( (&1!"23" '& ()/!& '( 34)*3", +0")",( "/+!"3,'" )35(!,3'"'( ('(!"$ '&,.6!3/& ")/& *&0&!(7+3,3/&."!*3"$."!" " &#/()8-& '& 1!"+ '( "*%"!($ (0 (&1!"23"!3()/"'&!!$9+'3&+3:;")&/($$3

Leia mais

. D A D O S I N I C I A I S 1.1 N a t u r e z a e fi n a l i d a d e d a e d i f i c a ç ã o : i n d i ca r o ti p o d e e d ifi ca ç ã o ( e x : e s c o l a r u r a l co m 0 2 s a l a s, e sc o la u r

Leia mais

Construmat Barcelona

Construmat Barcelona Construmat Barcelona 20 a 24/04/2009 Realização Salvador Benevides Diretor de Rel açõ es Int ernaci onais e Co orden ad or do Pr oj et o de In ov açã o Tecn ológic a da CB IC Coordenação Alexandre Luis

Leia mais

Entidades autorizadas a exercer a atividade de transporte de doentes e respetivos veículos

Entidades autorizadas a exercer a atividade de transporte de doentes e respetivos veículos Tipo de entidade Rótulos de Linha 3101 Cruz Vermelha Portuguesa - Delegação De Aldreu 96-46-HD 37-36-XP 66-NX-49 75-IS-24 78-32-MM 3102 Cruz Vermelha Portuguesa - Delegação De Amares 25-98-LI 03-88-QU

Leia mais

Cadastro Territorial Multifinalitário no planejamento e gestão territorial urbana

Cadastro Territorial Multifinalitário no planejamento e gestão territorial urbana Mundo Geo Connect Seminário Geotecnologia na Gestão Municipal Sessão Desafios para as Prefeituras: o CTM como instrumento de política fiscal e urbana São Paulo, 16 de junho de 2011 Cadastro Territorial

Leia mais

INFORMAÇÕES CONTIDAS NOS DOCUMENTOS

INFORMAÇÕES CONTIDAS NOS DOCUMENTOS fupcarga Página 1 INFORMAÇÕES CONTIDAS NOS DOCUMENTOS ireland fábrica ireland Aep Guarulhos Columbia embalagem em caixas de papelão EmbPallets embalagem em pallets embalagem em pallets Invoice Ordem Conhecim

Leia mais

10 motivos para investir e se apaixonar

10 motivos para investir e se apaixonar 10 motivos para investir e se apaixonar CONHEçA UM POUCO MAIS SObRE A CIDADE que NãO PARA DE CRESCER E que TEM TUDO PARA fazer O MESMO PELA SUA EMPRESA. o Brasil está se firmando como um gigante do desenvolvimento

Leia mais

Fabiano Leoni. William Corbo

Fabiano Leoni. William Corbo Fabiano Leoni William Corbo O CURSO Este é um curso pensado especialmente para líderes inquietos e cheios de vontade de mergulhar fundo em PESSOAS. O curso Cultura & Encantamento pretende fornecer importantes

Leia mais

Versão 2. Utilize apenas caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta.

Versão 2. Utilize apenas caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta. Teste Intermédio de Física e Química A Versão Teste Intermédio Física e Química A Versão Duração do Teste: 90 minutos 30.05.01 10.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 74/004, de 6 de março Na folha de

Leia mais

IMPORTAÇÃO DO CADASTRO DE PESSOAS

IMPORTAÇÃO DO CADASTRO DE PESSOAS IMPORTAÇÃO DO CADASTRO DE PESSOAS 1. Objetivo: 1. Esta rotina permite importar para o banco de dados do ibisoft Empresa o cadastro de pessoas gerado por outro aplicativo. 2. O cadastro de pessoas pode

Leia mais

Alencar Instalações. Resolvo seu problema elétrico

Alencar Instalações. Resolvo seu problema elétrico Alencar Instalações Resolvo seu problema elétrico T r a b a lh a m o s c o m : Manutenção elétrica predial, residencial, comercial e em condomínios Redes lógicas Venda de material elétrico em geral. Aterramentos

Leia mais

Correção da Unicamp 2010 2ª fase - Física feita pelo Intergraus. 12.01.2010

Correção da Unicamp 2010 2ª fase - Física feita pelo Intergraus. 12.01.2010 da Unicamp 010 ª fase - Física 1.01.010 UNICAMP 010 - FÍSICA Esta prova aborda fenômenos físicos em situações do cotidiano, em experimentos científicos e em avanços tecnológicos da humanidade. Em algumas

Leia mais

10.1 Objetivos, Conceitos e Funções. Os obje ti vos prin ci pais do con tro le orça men tá rio são: Responsabilidade pelo Controle Orçamentário

10.1 Objetivos, Conceitos e Funções. Os obje ti vos prin ci pais do con tro le orça men tá rio são: Responsabilidade pelo Controle Orçamentário Capítulo 10 Controle Orçamentário Essa etapa acon te ce após a exe cu ção das tran sa ções dos even tos eco nô mi cos pre vis - tos no plano orça men tá rio. Não se con ce be um plano orça men tá rio sem

Leia mais

MANUAL DE ESTRUTURA, NORMAS E PROCESSOS DA BIBLIOTECA DA FESVV

MANUAL DE ESTRUTURA, NORMAS E PROCESSOS DA BIBLIOTECA DA FESVV BIBLIOTECA DA FACULDADE ESTÁCIO DE SÁ DE VILA VELHA MANUAL DE ESTRUTURA, NORMAS E PROCESSOS DA BIBLIOTECA DA FESVV Bibliotecária Luzia Ribeiro 2010 Juarez Moraes Ramos Júnior Diretor Geral Luiz Cláudio

Leia mais

Gabarito - Química - Grupo A

Gabarito - Química - Grupo A 1 a QUESTÃO: (1,5 ponto) Avaliador Revisor A estrutura dos compostos orgânicos começou a ser desvendada nos meados do séc. XIX, com os estudos de ouper e Kekulé, referentes ao comportamento químico do

Leia mais

REVISÃO DO PLANO DE CONTROLE AMBIENTAL PCH PIEDADE JUNHO/2007

REVISÃO DO PLANO DE CONTROLE AMBIENTAL PCH PIEDADE JUNHO/2007 REVISÃO DO PLANO DE CONTROLE AMBIENTAL JUNHO/27 VOLUME II ANEXOS ANEXO I DESENHOS... 1 Revisão do Plano de Controle Ambiental PCH Piedade Junho/27 ANEXO I DESENHOS Sigla PIE-CAN-2 PIE-ACE-2 PIE-RESG-1

Leia mais

RELATORIO NO 69/2012. A atividade c rreicional teve como suporte, relatorio gerencial

RELATORIO NO 69/2012. A atividade c rreicional teve como suporte, relatorio gerencial II tribunal de justica do estado de goias PDER JUDICIARI Corregedoria-Geral da Justica Assessoria de rientacdo e Correicao RELATRI N 69/212 Em cumprime o ao Despacho n 3118/211, da Excelentissima Senhora

Leia mais

BAHIA TUCANO CÂMARA MUNICIPAL DE TUCANO PROCESSO DE PAGAMENTO EXERCÍCIO: 2015 PROCESSO: 0000007 DATA: 22/01/2015

BAHIA TUCANO CÂMARA MUNICIPAL DE TUCANO PROCESSO DE PAGAMENTO EXERCÍCIO: 2015 PROCESSO: 0000007 DATA: 22/01/2015 106,,,-,,,),,,,,,,,,,.,- _,r,t,r-,i..; ode 2113 /LICANce 1137 BAHIA TUCANO CÂMARA MUNICIPAL DE TUCANO PROCESSO DE PAGAMENTO EXERCÍCIO: 2015 PROCESSO: 0000007 DATA: 22/01/2015 DADOS DO FAVORECIDO Favorecido

Leia mais

O EMPREITEIRO. Copatrocínio

O EMPREITEIRO. Copatrocínio KH T M W TÃ G A N F NAL UC Lp D CA -A 1200 ÁT X A JT - / A ã 5 1 0 2 D m 26 A A ç p 27 MW c áb fz h C J F g c h Lb 290/ -116 6 1 0 y 2 w h çã f pc G pc m D x f L ª 4 G c M A Jg q A b é C gh H V V g ã M

Leia mais

Contas Contábeis Débito Crédito. Ações em Tesouraria - AC 3 ou PL 5 26.000,00 Caixa ou Banco Cta. Corrente - AC 1 26.000,00

Contas Contábeis Débito Crédito. Ações em Tesouraria - AC 3 ou PL 5 26.000,00 Caixa ou Banco Cta. Corrente - AC 1 26.000,00 Ações em tesouraria - Reembolso Situação em que a empresa ou a companhia adquire suas próprias ações que estavam em poder de seus acionistas, por dissidência ou outras razões, (Reembolso, art. 30 da Lei

Leia mais

, "., são ligadó!1 em série. Sabendo-se que a ;'tensão em R3 é 94OrnV. ~) No circuito, determinar a resistência total do potenciômetro

, ., são ligadó!1 em série. Sabendo-se que a ;'tensão em R3 é 94OrnV. ~) No circuito, determinar a resistência total do potenciômetro ~ercíc~os ~11!;: - Propostos, "., ". ~tl) Quatro resistores 'RI = IK5, R2 = 4K7, R3 = 470 fie R4 = 2K2 são ligadó!1 em série. Sabendo-se que a ;'tensão em R3 é 94OrnV.. determinar:.,- ~ ~-- ~--- ~. a)

Leia mais

Para as instalações de SPDA, vamos dividir em duas fases, o momento de cálculo e a parte do detalhamento que se trata do desenho da instalação.

Para as instalações de SPDA, vamos dividir em duas fases, o momento de cálculo e a parte do detalhamento que se trata do desenho da instalação. 40 SPDA Para as instalações de SPDA, vamos dividir em duas fases, o momento de cálculo e a parte do detalhamento que se trata do desenho da instalação. 40.1 Dimensionamento do SPDA Para a nossa planta

Leia mais

Visão Geral Métodos construtivos Métodos construtivos O Mercado Visão de Negócios Alguns números Principais diferenciais

Visão Geral Métodos construtivos Métodos construtivos O Mercado Visão de Negócios Alguns números Principais diferenciais Shw C TÓPICOS Vã Gl Mé cv Mé cv O Mc Vã Ngóc Alg ú Pcp fc Rl N vç Pc Q fz Vã Gl A ESTRUTURA ECOLÓGICA CONSTRUTORA, g c l é c cçã à v pcpçã q lz écc clógc. Sb p v é pf pívl v, p g cl c fã. N çã ppc c, c

Leia mais