ADORÁVEL SEDUTORA. Quando eu era criança, achava maçã uma espécie de remédio. Bastava uma febre, uma necessidade de regime alimentar, lá vinha mamãe:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ADORÁVEL SEDUTORA. Quando eu era criança, achava maçã uma espécie de remédio. Bastava uma febre, uma necessidade de regime alimentar, lá vinha mamãe:"

Transcrição

1 ADORÁVEL SEDUTORA Quando eu era criança, achava maçã uma espécie de remédio. Bastava uma febre, uma necessidade de regime alimentar, lá vinha mamãe: - Hoje você só pode comer maçã. Depois veio a história da Branca de Neve, a maçã envenenada, e a fruta ficou associada ao medo. Na escola, com as aulas de religião, Adão e Eva e o paraíso, lá estava a maçã como fruto proibido. O tempo passou, vieram os filhos e começou tudo de novo. A mão de obra para raspar a maçã para a papinha do bebê e as dietas prescritas nos casos de diarréia. - Não gosto de maçã. Quero Coca-Cola com chocolate o caçula pedia. - Chocolate não pode. Maçã. Na geladeira lá de casa vivia sobrando maçã. - Você não quer fazer regime? Maçã é que é bom. - Preguiça ter que lavar, mãe. Assim, quando cheguei à terra da maçã, confesso, não me emocionei. E se minha entrada nos Estados Unidos dependia daquela funcionária do Departamento de Imigração, então, que se danem as maçãs. A morena tinha unhas de um metro de

2 comprimento listradas em roxo e laranja. Mais um coque de dois metros de altura no lado direito da cabeça, enquanto um topete, em vez de cair, descia em cascatas cacheadas tampando o olho só, nós três perfilados na maior seriedade. Finalmente bate o carimbo nos passaportes, me entrega e com a voz forte chama: - Next, please. (O próximo) Cheguei finalmente à terra da maçã. The Big Apple. Deixo o segundo maior aeroporto do mundo em movimento o JFK há dez anos com suas vias de acesso em obras, em constante ampliação, para o melhor fluxo dos veículos, e cruzo Queens, o primeiro distrito dessa New York que, todos garantem, vai me fascinar. Há maçãs em outdoors, canetas, bonés, camisetas e nas calçadas dos mercadinhos. Mas, ao entrarmos em Manhattan, o segundo distrito do percurso, não há maçã que segure a emoção. Nem a chuva fina que cai tornando o dia frio e cinzento prejudica a paisagem, na qual chama a atenção a fumaça vinda dos bueiros devido ao sistema de calefação do metrô e dos prédios. A fumaça está ali, quase em cada esquina, subindo e sumindo ente os mais loucos outdoors, colocados nas alturas, nos imensos prédios agarrados uns aos outros como se sentissem frio, com 30, 40, 70 andares. Anúncios em neon e luzes coloridas transformam as ruas em passarelas onde você

3 desfila seu espanto diante de um traçado tão original. Estou diante da eternidade? As ruas são retas, a perder de vista, e nenhum prédio tem marquise. Tom Jobim tinha razão quando dizia que gostaria de passear por New York deitado na maca. O pescoço dói de tanto olhar para cima. Não pode é parar na calçada, pois as pessoas estão com pressa. - Get out of my way, stupid tourist. Is this your first time in New York? o americano mostra impaciência atrás de mim. - O que ele está dizendo? Eu grito aflita para minha filha. - Para você sair da frente, sua estúpida turista. Ele pergunta se é a primeira vez que você vem aqui, mãe... É a primeira vez sim, e como todos os outros japoneses, indianos, argentinos, italianos, etc, etc. estou encantada, atônita, sem fala. Agora que já andei pela Broadway, vou para o hotel, com água filtrada jorrando por qualquer torneira e onde poderei sonhar que sou a Julia Roberts ou sonhar com o Brad Pitt. Em New York qualquer um sente-se uma celebridade. Bom, querem saber se gostei de New York? Basta abrir minha geladeira, novamente repleta de maçãs.

4 Agora, nenhum dos filhos tem preguiça de lavá-las. É o nosso modo de dizer I Love New York. Dizem que New York ganhou o apelido de Big Apple por ser a menina dos olhos dos americanos, ou seja, New York is the Apple of my eyes, dentro de uma das expressões mais famosas nos Estados Unidos. Para outros é porque New York é como maçã: todo mundo quer dar uma mordida, no caso, sentir o prazer de estar lá (Everyone Wants to take a bite of it). Mais alguns garantem que o apelido vem do jazz, em 1940, dado pelos músicos negros do interior que se encantavam quando uma banda conseguia se apresentar na grande cidade, na Big Apple. E há ainda entre os americanos uma das mais antigas explicações: as maçãs de New York, desenvolvidas em clima frio, faziam o maior sucesso entre os habitantes do Sul, que passaram a se referir a New York como a terra das grandes maçãs. Qual a verdadeira? eu quis saber logo ao chegar à cidade. Ao sair, turista de queixo caído, deixou de ter importância a descoberta. New York é apenas e somente uma adorável sedutora. Saindo para o aeroporto JFK, no meio da ponte Queensboro, sobre o East River, também acompanhei a tradição. Olhei para trás, com os olhos firmes no skyline da cidade (a silhueta dos prédios no horizonte) e murmurei: um dia eu volto.

5 Dizem que dá sorte, como se fosse pouco eu ter conseguindo vir até onde vim. Sentirei saudades desta terra recortada pelos caminhões do Corpo de Bombeiros, que cruzam ruas e avenidas a todo momento socorrendo pequenos incêndios provocados pelas paredes dos apartamentos feitas com papelão e gesso. Sentirei saudades do frio no rosto, das ruas de mão única, dos antigos armazéns hoje transformados em luxuosos lofts (apartamentos amplos como os do filme Ghost) do Soho, das portas giratórias dos hotéis, dos chicletes salpicados no chão das estações de metrô, dos anúncios luminosos disputando com a lua quem brilha mais, do Orange juice em caixinha, do café que os brasileiros detestam. Sentirei saudades de ter saudades do Brasil. Embora viajando de volta com ele, sentirei saudades do nosso guia. Das 6 da manhã às 11 da noite, Cláudio resolvia problemas, sugeria, acompanhava, explicava, deixava um passageiro na porta do teatro, corria para levar outro grupo ao restaurante, chamava o garçom, fazia o pedido, corria ao teatro, traduzia as mensagens da secretaria eletrônica. Cláudio. Cláudio. Cláudio. Ele foi nossa New York traduzida para o português, nosso portão de entrada e agora, percebo, nosso portão de saída. Good Bye, Central Park, Estátua da Liberdade, Empire State, Quinta Avenida, Rockefeller Center com seus canteiros floridos. Good bye, comércio

6 agitado, onde a vertigem das compras nos faz até perder o contato com a realidade. Good bye, New York. Quem conhece a cidade sabe como são difíceis as despedidas nesta capital do mundo. Não é exagero não. Nem foi por falta de aviso.

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

FUGA de Beatriz Berbert

FUGA de Beatriz Berbert FUGA de Beatriz Berbert Copyright Beatriz Berbert Todos os direitos reservados juventudecabofrio@gmail.com Os 13 Filmes 1 FUGA FADE IN: CENA 1 PISCINA DO CONDOMÍNIO ENTARDECER Menina caminha sobre a borda

Leia mais

Titulo - VENENO. Ext Capital de São Paulo Noite (Avista-se a cidade de cima, forrada de prédios, algumas luzes ainda acesas).

Titulo - VENENO. Ext Capital de São Paulo Noite (Avista-se a cidade de cima, forrada de prédios, algumas luzes ainda acesas). Titulo - VENENO Ext Capital de São Paulo Noite (Avista-se a cidade de cima, forrada de prédios, algumas luzes ainda acesas). Corta para dentro de um apartamento (O apartamento é bem mobiliado. Estofados

Leia mais

BE H. O seu lar em Nova Iorque. Curta, passeie, compre e descanse em nossos confortáveis apartamentos. O conforto de estar em casa!

BE H. O seu lar em Nova Iorque. Curta, passeie, compre e descanse em nossos confortáveis apartamentos. O conforto de estar em casa! Curta, passeie, compre e descanse em nossos confortáveis apartamentos. O conforto de estar em casa! O apartamento localiza-se na 56th street com a 2nd avenue, uma área bem agradável, arejada, tranquila

Leia mais

MUDANÇA DE IMAGEM. Site Oficial: http://www.tfca.com.br E-mail: tfca@tfca.com.br

MUDANÇA DE IMAGEM. Site Oficial: http://www.tfca.com.br E-mail: tfca@tfca.com.br MUDANÇA DE IMAGEM Os dias que se seguiram não foram fáceis para mim. Isto porque eu não tinha a quem relatar o que me havia acontecido. Eu estava com medo de sair do meu corpo novamente, mas também não

Leia mais

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma.

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. PERTO DE TI Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. Jesus! Perto de ti, sou mais e mais. Obedeço a tua voz. Pois eu sei que tu és Senhor, o

Leia mais

Meninas Nhe nhe. Eu Aff Chegando lá. Eu Gente estou com um mau pressentimento

Meninas Nhe nhe. Eu Aff Chegando lá. Eu Gente estou com um mau pressentimento Eu e umas amigas íamos viajar. Um dia antes dessa viagem convidei minhas amigas para dormir na minha casa. Nós íamos para uma floresta que aparentava ser a floresta do Slender-Man mas ninguém acreditava

Leia mais

Índice Geral. Índice de Autores

Índice Geral. Índice de Autores Victor Fernandes 1 Índice Geral A perua-galinha 3 A vida de um porco chamado Ricky 4 Um burro chamado Burro 5 O atrevido 6 O Burro que abandonou a família por causa de uma rã 7 A burra Alfazema 8 Índice

Leia mais

Laranja-fogo. Cor-de-céu

Laranja-fogo. Cor-de-céu Laranja-fogo. Cor-de-céu Talita Baldin Eu. Você. Não. Quero. Ter. Nome. Voz. Quero ter voz. Não. Não quero ter voz. Correram pela escada. Correram pelo corredor. Espiando na porta. Olho de vidro para quem

Leia mais

O Tomás, que não acreditava no Pai Natal

O Tomás, que não acreditava no Pai Natal O Tomás, que não acreditava no Pai Natal Era uma vez um menino que não acreditava no Pai Natal e fazia troça de todos os outros meninos da escola, e dos irmãos e dos primos, e de qualquer pessoa que dissesse

Leia mais

18 - A surpresa... 175 19 A fuga... 185 20 O atraso... 193 21 Vida sem máscaras... 197 22 - A viagem... 209 23 - A revelação...

18 - A surpresa... 175 19 A fuga... 185 20 O atraso... 193 21 Vida sem máscaras... 197 22 - A viagem... 209 23 - A revelação... Sumário Agradecimentos... 7 Introdução... 9 1 - Um menino fora do seu tempo... 13 2 - O bom atraso e o vestido rosa... 23 3 - O pequeno grande amigo... 35 4 - A vingança... 47 5 - O fim da dor... 55 6

Leia mais

O livro. Todos diziam que ele era um homem só e evasivo. Fugia de tudo e de todos. Vivia

O livro. Todos diziam que ele era um homem só e evasivo. Fugia de tudo e de todos. Vivia O livro Vanderney Lopes da Gama 1 Todos diziam que ele era um homem só e evasivo. Fugia de tudo e de todos. Vivia enfurnado em seu apartamento moderno na zona sul do Rio de Janeiro em busca de criar ou

Leia mais

por ano para trocar o sangue. Page leu todos os livros do Aleister Crowley. Em 1977, eles já tinham se tornado a banda definitiva de iniciação.

por ano para trocar o sangue. Page leu todos os livros do Aleister Crowley. Em 1977, eles já tinham se tornado a banda definitiva de iniciação. O Led Zeppelin sempre foi complicado. Esse era o problema inicial deles. Os shows deles sempre tinham violência masculina. Isso foi um desvio nos anos 1970, que foi uma época muito estranha. Era uma anarquia

Leia mais

ROTEIRO: O LUGAR ONDE EU VIVO

ROTEIRO: O LUGAR ONDE EU VIVO ROTEIRO: O LUGAR ONDE EU VIVO Ideia: Produção realizada a partir de um fato marcante e em algumas situações ocorre a mesclagem entre narrações e demonstrações de cenas. Personagens: A filha da doméstica

Leia mais

Quem tem medo da Fada Azul?

Quem tem medo da Fada Azul? Quem tem medo da Fada Azul? Lino de Albergaria Quem tem medo da Fada Azul? Ilustrações de Andréa Vilela 1ª Edição POD Petrópolis KBR 2015 Edição de Texto Noga Sklar Ilustrações Andréa Vilela Capa KBR

Leia mais

O AVIÃO QUE BATEU NO EMPIRE STATE Building EM 1945.

O AVIÃO QUE BATEU NO EMPIRE STATE Building EM 1945. O AVIÃO QUE BATEU NO EMPIRE STATE Building EM 1945. Inaugurado em Nova York em primeiro de maio de 1931, o Empire State Building, na esquina entre a Quinta Avenida e a Rua 34 Oeste, com 102 andares e 443

Leia mais

Sei... Entra, Fredo, vem tomar um copo de suco, comer um biscoito. E você também, Dinho, que está parado aí atrás do muro!

Sei... Entra, Fredo, vem tomar um copo de suco, comer um biscoito. E você também, Dinho, que está parado aí atrás do muro! Capítulo 3 N o meio do caminho tinha uma casa. A casa da Laila, uma menina danada de esperta. Se bem que, de vez em quando, Fredo e Dinho achavam que ela era bastante metida. Essas coisas que acontecem

Leia mais

MEU TIO MATOU UM CARA

MEU TIO MATOU UM CARA MEU TIO MATOU UM CARA M eu tio matou um cara. Pelo menos foi isso que ele disse. Eu estava assistindo televisão, um programa idiota em que umas garotas muito gostosas ficavam dançando. O interfone tocou.

Leia mais

O PATINHO QUE NÃO QUERIA APRENDER A VOAR

O PATINHO QUE NÃO QUERIA APRENDER A VOAR Numa bela manhã, nasceram seis lindos patinhos que encheram de encanto seus pais. Eram amarelinhos e fofinhos. Um dos patinhos recebeu o nome de Taco. Mamãe e papai estavam muito felizes com seus filhotes.

Leia mais

www.thesimstv.net Não foi fácil chegar ao topo. Mas ela irá mostrar como.

www.thesimstv.net Não foi fácil chegar ao topo. Mas ela irá mostrar como. Não foi fácil chegar ao topo. Mas ela irá mostrar como. Querido Diário, hoje começo uma nova vida. Nem acredito, parece que foi ontem que entrei pela primeira vez naquele karaokê... Minha vida mudou completamente

Leia mais

Departamento de Especulações.indd 11 03/07/15 16:43

Departamento de Especulações.indd 11 03/07/15 16:43 1 Os antílopes têm uma visão dez vezes melhor do que a nossa, disseste me. Foi no início ou quase. O que significa que numa noite clara eles conseguem ver os anéis de Saturno. Ainda passariam alguns meses

Leia mais

Atividades Lição 5 ESCOLA É LUGAR DE APRENDER

Atividades Lição 5 ESCOLA É LUGAR DE APRENDER Atividades Lição 5 NOME: N º : CLASSE: ESCOLA É LUGAR DE APRENDER 1. CANTE A MÚSICA, IDENTIFICANDO AS PALAVRAS. A PALAVRA PIRULITO APARECE DUAS VEZES. ONDE ESTÃO? PINTE-AS.. PIRULITO QUE BATE BATE PIRULITO

Leia mais

MULHER SOLTEIRA. Marcos O BILAU

MULHER SOLTEIRA. Marcos O BILAU MULHER SOLTEIRA REFRÃO: Ei, quem tá aí Se tem mulher solteira dá um grito que eu quero ouvir Ei, quem tá aí Se tem mulher solteira dá um grito que eu quero ouvir (Essa música foi feita só prás mulheres

Leia mais

NOVA YORK ESPECIAL by FLOT Saída Semana Santa Com Bloqueios Aéreos

NOVA YORK ESPECIAL by FLOT Saída Semana Santa Com Bloqueios Aéreos by FLOT Saída Semana Santa Com Bloqueios Aéreos Saída: 17 de Abril/11 Inclui: Passagem aérea São Paulo / Nova York / São Paulo, com American Airlines. Programa de 06 noites de hospedagem. Traslados de

Leia mais

Roteiro para curta-metragem. Karen Mudarak Braga. 6º ano. Escola Municipal Francisco Paes de Carvalho Filho

Roteiro para curta-metragem. Karen Mudarak Braga. 6º ano. Escola Municipal Francisco Paes de Carvalho Filho Roteiro para curta-metragem Karen Mudarak Braga 6º ano Escola Municipal Francisco Paes de Carvalho Filho O GAROTO PERFEITO SINOPSE Bianca se apaixona pelo aluno novo, em seu primeiro dia de aula, sem saber

Leia mais

...existe algum motivo legal que impeça a sentença de ser pronunciada?

...existe algum motivo legal que impeça a sentença de ser pronunciada? Levante-se o réu. 6 ...capítulo um Fiquei de pé. Por um momento vi Glória de novo, sentada no banco no píer. A bala acabara de atingir a sua cabeça, de lado, o sangue ainda nem tinha começado a escorrer.

Leia mais

Capítulo 1. Festas da Cidade

Capítulo 1. Festas da Cidade Capítulo 1 Festas da Cidade Festas da Cidade 6 de abril de 10 000 a.c. 10h00 domingo Domesticar! 7 É esta a nova palavra que teremos de aprender, se quisermos a nossa cidade cada vez mais moderna! gritou

Leia mais

JANEIRO DE 2013,SEXTA FEIRA DIA 11. escrito por: Antפnio Carlos Calixto. Filho. Personagens: Dana de. Oliveira uma moça. simples ingênua morena

JANEIRO DE 2013,SEXTA FEIRA DIA 11. escrito por: Antפnio Carlos Calixto. Filho. Personagens: Dana de. Oliveira uma moça. simples ingênua morena OSUTERBOS DE 2013,SEXTA FEIRA DIA 11. JANEIRO escrito por: Antפnio Carlos Calixto Filho Personagens: Dana de Oliveira uma moça simples ingênua morena olhos pretos como jabuticaba,1.70a,sarad a cabelos

Leia mais

Apoio: Patrocínio: Realização:

Apoio: Patrocínio: Realização: 1 Apoio: Patrocínio: Realização: 2 O MENINO MAU Hans Christian Andersen 3 Contos de Hans Christian Andersen Hans Christian Andersen nasceu em Odensae, em 2 de abril de 1805, e faleceu em Conpenhague em

Leia mais

Conto n.o 5: A minha mãe é a Iemanjá 24.07.12. Ele ficava olhando o mar, horas se o deixasse. Ele só tinha cinco anos.

Conto n.o 5: A minha mãe é a Iemanjá 24.07.12. Ele ficava olhando o mar, horas se o deixasse. Ele só tinha cinco anos. Contos Místicos 1 Contos luca mac doiss Conto n.o 5: A minha mãe é a Iemanjá 24.07.12 Prefácio A história: esta história foi contada por um velho pescador de Mongaguá conhecido como vô Erson. A origem:

Leia mais

- Sinal de transito agora só em Angra comentou Sandrinha, minha esposa.

- Sinal de transito agora só em Angra comentou Sandrinha, minha esposa. Angra dos Reis Agosto 2013 Depois da viagem a Londres, Lisboa, Praga e Genebra, esta seria a primeira travessia marítima que eu iria participar. Como o pessoal do grupo Maratonas Aquáticas tinha conseguido

Leia mais

Primeiro relatório de intercâmbio de longa duração.

Primeiro relatório de intercâmbio de longa duração. Primeiro relatório de intercâmbio de longa duração. Marcus Vinícius Rodrigues Garcia. Petrópolis, Rio de Janeiro, Brasil. Liège, Belgica. Bom, agora já faz quase três meses que eu estou aqui na Bélgica

Leia mais

Estórias de Iracema. Maria Helena Magalhães. Ilustrações de Veridiana Magalhães

Estórias de Iracema. Maria Helena Magalhães. Ilustrações de Veridiana Magalhães Estórias de Iracema Maria Helena Magalhães Ilustrações de Veridiana Magalhães 2 No dia em que Iracema e Lipe voltaram para visitar a Gê, estava o maior rebuliço no hospital. As duas crianças ficaram logo

Leia mais

Lucas Zanella. Collin Carter. & A Civilização Sem Memórias

Lucas Zanella. Collin Carter. & A Civilização Sem Memórias Lucas Zanella Collin Carter & A Civilização Sem Memórias Sumário O primeiro aviso...5 Se você pensa que esse livro é uma obra de ficção como outra qualquer, você está enganado, isso não é uma ficção. Não

Leia mais

DESENGANO CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA

DESENGANO CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA DESENGANO FADE IN: CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA Celular modelo jovial e colorido, escovas, batons e objetos para prender os cabelos sobre móvel de madeira. A GAROTA tem 19 anos, magra, não

Leia mais

Um havia um menino diferente dos outros meninos: tinha o olho direito preto, o esquerdo azul e a cabeça pelada. Os vizinhos mangavam dele e gritavam: Ó pelado! Tanto gritaram que ele se acostumou, achou

Leia mais

UM SOL ALARANJADO. Vemos de cima uma pequena vila de subúrbio com suas casas baixas. Amanhece, e pessoas começam a sair das casas.

UM SOL ALARANJADO. Vemos de cima uma pequena vila de subúrbio com suas casas baixas. Amanhece, e pessoas começam a sair das casas. SEQUÊNCIA 1 - EXTERIOR - DIA VILA UM SOL ALARANJADO Roteiro de Eduardo Valente, a partir de argumento e com a colaboração de Rubio Campos. Vemos de cima uma pequena vila de subúrbio com suas casas baixas.

Leia mais

O negócio é que minha sorte sempre foi um horror. Olha

O negócio é que minha sorte sempre foi um horror. Olha CAPÍTULO 1 O negócio é que minha sorte sempre foi um horror. Olha só o meu nome: Jean. Não Jean Marie, nem Jeanine, Jeanette ou mesmo Jeanne. Só Jean. Sabe que na França os garotos são chamados de Jean?

Leia mais

!!!!! Castelo neuschwanstein/neuschwanenstein em Fussen. host family que recebeu minha irmã em 2010/2011 em Augsburg

!!!!! Castelo neuschwanstein/neuschwanenstein em Fussen. host family que recebeu minha irmã em 2010/2011 em Augsburg Alemanha Eu cheguei na Alemanha no dia 14 de Agosto de 2014, e desde então moro em Potsdam, a capital de Brandeburgo e 30 minutos de Berlim A minha host family me buscou no aeroporto e desde o primeiro

Leia mais

O LIVRO SOLIDÁRIO. Texto: Letícia Soares Ilustração: Hildegardis Bunda Turma 9º A

O LIVRO SOLIDÁRIO. Texto: Letícia Soares Ilustração: Hildegardis Bunda Turma 9º A O LIVRO SOLIDÁRIO Texto: Letícia Soares Ilustração: Hildegardis Bunda Turma 9º A 1 Era uma vez um rapaz que se chamava Mau-Duar, que vivia com os pais numa aldeia isolada no Distrito de Viqueque, que fica

Leia mais

Nihao. de guindastes.

Nihao. de guindastes. Nihao A décima terceira semana foi a dos primeiros contatos do Edilton e do Eduardo com a China e a nossa ida a Hong Kong para estender o visto. Pois é, tivemos que ir para Hong Kong! A primeira impressão

Leia mais

O Boneco de Neve Bonifácio e o Presente de Natal Perfeito

O Boneco de Neve Bonifácio e o Presente de Natal Perfeito O Boneco de Neve Bonifácio e o Presente de Natal Perfeito Era uma vez um boneco de neve chamado Bonifácio, que vivia numa terra distante onde fazia muito frio. Ele era um boneco especial, porque podia

Leia mais

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997.

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. 017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. Acordei hoje como sempre, antes do despertador tocar, já era rotina. Ao levantar pude sentir o peso de meu corpo, parecia uma pedra. Fui andando devagar até o banheiro.

Leia mais

BOLA NA CESTA. Roteiro para curta-metragem de Marcele Linhares

BOLA NA CESTA. Roteiro para curta-metragem de Marcele Linhares BOLA NA CESTA Roteiro para curta-metragem de Marcele Linhares 25/04/2012 SINOPSE Essa é a história de Marlon Almeida. Um adolescente que tem um pai envolvido com a criminalidade. Sua salvação está no esporte.

Leia mais

Mestre Jelon Vieira: ... eu colaborei com a panela cultural de Nova York.

Mestre Jelon Vieira: ... eu colaborei com a panela cultural de Nova York. Mestre Jelon Vieira:... eu colaborei com a panela cultural de Nova York. Eu tenho que fazer uma volta muito grande. Eu estava morando na Europa, recebi um convite para participar de um show, em 1975, e

Leia mais

Autor (a): Januária Alves

Autor (a): Januária Alves Nome do livro: Crescer não é perigoso Editora: Gaivota Autor (a): Januária Alves Ilustrações: Nireuda Maria Joana COMEÇO DO LIVRO Sempre no fim da tarde ela ouvia no volume máximo uma musica, pois queria

Leia mais

CABOCLO D AGUA. Por. Andre Rohling.

CABOCLO D AGUA. Por. Andre Rohling. CABOCLO D AGUA. Por Andre Rohling. (47)8818-2914. andrerohling@hotmail.com www.facebook/andre.rohling 1 CENA-EXT-CAMPO-NOITE-19H10MIN. Noite de lua cheia, era bastante claro devido à luz da lua, faróis

Leia mais

No dia 21 de setembro as aulas iniciaram e eu estava super emocionada!

No dia 21 de setembro as aulas iniciaram e eu estava super emocionada! No dia 21 de setembro as aulas iniciaram e eu estava super emocionada! Hoje já não me dou conta mas foi assim era uma nova escola, novos colegas, novos desafios e, para desafio, tinha de estar cheia de

Leia mais

A Virada: contenido. Lecciones 1-100 de A Virada. A Gente. acabou de acontecer, acabei de comprar, acabei de chegar. Adverbios & Adjetivos

A Virada: contenido. Lecciones 1-100 de A Virada. A Gente. acabou de acontecer, acabei de comprar, acabei de chegar. Adverbios & Adjetivos A Virada: contenido Lecciones 1-100 de A Virada A Gente ACABAR de Adverbios & Adjetivos A gente vai acabou de acontecer, acabei de comprar, acabei de chegar fácil (adjective) facilmente (adverb) Adverbios

Leia mais

ALICE DIZ ADEUS 4º TRATAMENTO* Escrito e dirigido por. Simone Teider

ALICE DIZ ADEUS 4º TRATAMENTO* Escrito e dirigido por. Simone Teider DIZ ADEUS 4º TRATAMENTO* Escrito e dirigido por Simone Teider SEQUENCIA 1 Uma mulher, (46), está sentada num sofá vendo TV e lixando as unhas. Ela veste um vestido florido e um brinco grande. (16), de

Leia mais

Português Língua Estrangeira Teste (50 horas)

Português Língua Estrangeira Teste (50 horas) Português Língua Estrangeira Teste (50 horas) Nome: Data: A Importa-se de responder a umas perguntas? Está bem. Obrigado. 1 Como é que se chama? 2 O que é que faz? 3 Vive aqui agora? 4 Há quanto tempo

Leia mais

eunice arruda - poesias alguns (poemas selecionados de eunice arruda)

eunice arruda - poesias alguns (poemas selecionados de eunice arruda) eunice arruda - poesias alguns (poemas selecionados de eunice arruda) propósito Viver pouco mas viver muito Ser todo o pensamento Toda a esperança Toda a alegria ou angústia mas ser Nunca morrer enquanto

Leia mais

Ima. Sempre. em Frente. Eric Peleias

Ima. Sempre. em Frente. Eric Peleias Ima Sempre em Frente Eric Peleias Baseado em uma história real CAPÍTULO 1 LETÔNIA, DÉCADA DE 1940. 8 PODEM PARAR DE CAVAR! QUERO TODOS ENFILEIRADOS! O QUE ESTÃO ESPERANDO? ENFILEIRADOS, ANDEM LOGO! MUITO

Leia mais

Amar Dói. Livro De Poesia

Amar Dói. Livro De Poesia Amar Dói Livro De Poesia 1 Dedicatória Para a minha ex-professora de português, Lúcia. 2 Uma Carta Para Lúcia Querida professora, o tempo passou, mas meus sonhos não morreram. Você foi uma pessoa muito

Leia mais

Segundo Relatório de Intercâmbio de Longa Duração

Segundo Relatório de Intercâmbio de Longa Duração Segundo Relatório de Intercâmbio de Longa Duração Carlos Araujo RCRJ/Nova Iguaçu Odense, Danmark. Ainda depois de 4 meses na Dinamarca, este país ainda consegue fazer surpresas. Desde de agosto, a minha

Leia mais

VIDAS PARALELAS. LIVRO l. Série: VIDAS 1ª EDIÇÃO. Patty Freitas

VIDAS PARALELAS. LIVRO l. Série: VIDAS 1ª EDIÇÃO. Patty Freitas VIDAS PARALELAS VIDAS PARALELAS LIVRO l Série: VIDAS 1ª EDIÇÃO 2014 Patty Freitas Os livros são abelhas que levam o pólen de uma inteligência à outra James Russel Lowell DEDICATÓRIA Dedico este livro

Leia mais

O dia em que parei de mandar minha filha andar logo

O dia em que parei de mandar minha filha andar logo O dia em que parei de mandar minha filha andar logo Rachel Macy Stafford Quando se está vivendo uma vida distraída, dispersa, cada minuto precisa ser contabilizado. Você sente que precisa estar cumprindo

Leia mais

O caso da cueca...73 Guiomar não existe mais...75 Dramas da evolução...79 A aranha...83 Quatro maridos de Xangri-lá...87 Dividida de bola na

O caso da cueca...73 Guiomar não existe mais...75 Dramas da evolução...79 A aranha...83 Quatro maridos de Xangri-lá...87 Dividida de bola na Sumário Eu não vi...11 A mãe, o menino, a bola e o mar...13 Sorte Grande...15 As velhinhas de Copacabana...19 Renato em Ipanema...23 Ele gosta de amarelo...27 Ruas do Rio...29 O piano de Copacabana...33

Leia mais

CLÁSSICOS PARA CRIANÇAS. Alice no País. das Maravilhas

CLÁSSICOS PARA CRIANÇAS. Alice no País. das Maravilhas CLÁSSICOS PARA CRIANÇAS Alice no País das Maravilhas Índice Capítulo Um Pela Toca do Coelho Abaixo 7 Capítulo Dois A Chave de Ouro 13 Capítulo Três O Mar de Lágrimas 19 Capítulo Quatro A História do Rato

Leia mais

Participe do Projeto: Encontros BPW Fora de Série! NOSSO DESTINO NEW YORK. De 23 DE FEVEREIRO A 03 DE MARÇO DE 2013 m. Programação

Participe do Projeto: Encontros BPW Fora de Série! NOSSO DESTINO NEW YORK. De 23 DE FEVEREIRO A 03 DE MARÇO DE 2013 m. Programação Participe do Projeto: Encontros BPW Fora de Série! NOSSO DESTINO NEW YORK De 23 DE FEVEREIRO A 03 DE MARÇO DE 2013 m Programação 1º Dia : 23/02/2013 08:45 : Embarque aeroporto de Guarulhos - CIA TAM -

Leia mais

Aprender brincando e brincar aprendendo: zero a três anos

Aprender brincando e brincar aprendendo: zero a três anos Aprender brincando e brincar aprendendo: zero a três anos Brincadeiras são peças fundamentais na engrenagem da Educação Infantil. Não se trata de apenas distrair as crianças. Brincar contribui para o desenvolvimento

Leia mais

ARGENTINA MENDOZA ROTA DOS VINHOS

ARGENTINA MENDOZA ROTA DOS VINHOS BIKE ARGENTINA MENDOZA ROTA DOS VINHOS Mendoza, localizada na Argentina e conhecida pela paisagem voltada para a Cordilheira e principalmente pelos seus vinhos. Mendoza é responsável por mais de 70% da

Leia mais

Alô, alô. www.bibliotecapedrobandeira.com.br

Alô, alô. www.bibliotecapedrobandeira.com.br Alô, alô Quero falar com o Marcelo. Momento. Alô. Quem é? Marcelo. Escuta aqui. Eu só vou falar uma vez. A Adriana é minha. Vê se tira o bico de cima dela. Adriana? Que Adriana? Não se faça de cretino.

Leia mais

Tenho um espelho mágico no porão e vou usá-lo.

Tenho um espelho mágico no porão e vou usá-lo. Capítulo um Meu espelho mágico deve estar quebrado Tenho um espelho mágico no porão e vou usá-lo. Jonah está com as mãos paradas em frente ao espelho. Está pronta? Ah, sim! Com certeza estou pronta. Faz

Leia mais

FIM DE SEMANA. Roteiro de Curta-Metragem de Dayane da Silva de Sousa

FIM DE SEMANA. Roteiro de Curta-Metragem de Dayane da Silva de Sousa FIM DE SEMANA Roteiro de Curta-Metragem de Dayane da Silva de Sousa CENA 1 EXTERIOR / REUNIÃO FAMILIAR (VÍDEOS) LOCUTOR Depois de uma longa semana de serviço, cansaço, demoradas viagens de ônibus lotados...

Leia mais

O Pedido. Escrito e dirigido por João Nunes

O Pedido. Escrito e dirigido por João Nunes O Pedido Escrito e dirigido por João Nunes O Pedido FADE IN: INT. CASA DE BANHO - DIA Um homem fala para a câmara. É, 28 anos, magro e mortiço. Queres casar comigo? Não fica satisfeito com o resultado.

Leia mais

PERÍODO DE 04 À 10 DE JANEIRO 2016

PERÍODO DE 04 À 10 DE JANEIRO 2016 G R A M A D O NATAL LUZ E OS ENCANTOS DA SERRA GAÚCHA PERÍODO DE 04 À 10 DE JANEIRO 2016 Desfile Natal Luz Parque Mini Mundo Mundo Gelado Snowland Parque Florybal Parque Farroupilha em Porto Alegre ROTEIRO

Leia mais

Bartolomeu Campos Queirós. Agradecemos aos parceiros que investem em nosso projeto. I SBN 85-7694 - 111-2

Bartolomeu Campos Queirós. Agradecemos aos parceiros que investem em nosso projeto. I SBN 85-7694 - 111-2 Ficava intrigado como num livro tão pequeno cabia tanta história. O mundo ficava maior e minha vontade era não morrer nunca para conhecer o mundo inteiro e saber muito da vida como a professora sabia.

Leia mais

"INSOLÚVEL" SEGUNDO RASCUNHO. Escrito por: Luís Eduardo E. Ribeiro

INSOLÚVEL SEGUNDO RASCUNHO. Escrito por: Luís Eduardo E. Ribeiro "INSOLÚVEL" SEGUNDO RASCUNHO Escrito por: Luís Eduardo E. Ribeiro Rua Faustolo, 371 São Paulo SP CEP 05041-000 (11) 9272-4021 1 INSOLÚVEL FADE IN: INT. CASA DO MENINO MANHÃ MENINO de 12-13 anos acorda.

Leia mais

10 simples passos que irão mudar a forma como você tira fotos

10 simples passos que irão mudar a forma como você tira fotos VERSÃO FOTOGRAFIA 10 simples passos que irão mudar a forma como você tira fotos Existem várias formas de alterar o resultado final de uma foto, seja através do ISO, da velocidade do obturador, da abertura

Leia mais

Cercado de verde por todos os lados

Cercado de verde por todos os lados Cercado de verde por todos os lados Verde-claro. Verde-escuro. Verde-musgo. Verde pálido. Verde superanimado. Verde sendo bicado por passarinhos. Verde sendo engolido por macacos. Verde subindo pelos troncos

Leia mais

Cópia autorizada. II

Cópia autorizada. II II Sugestões de avaliação Português Compreensão de texto 2 o ano Unidade 5 5 Unidade 5 Compreensão de texto Nome: Data: Leia este texto expositivo e responda às questões de 1 a 5. As partes de um vulcão

Leia mais

DIANA + 3. Roteiro de Henry Grazinoli

DIANA + 3. Roteiro de Henry Grazinoli DIANA + 3 Roteiro de Henry Grazinoli EXT. CALÇADA DO PORTINHO DIA Sombra de Pablo e Dino caminhando pela calçada do portinho de Cabo Frio. A calçada típica da cidade, com suas ondinhas e peixes desenhados.

Leia mais

Llao Llao 21Km, Meia Maratona de Bariloche.

Llao Llao 21Km, Meia Maratona de Bariloche. Llao Llao 21Km, Meia Maratona de Bariloche. Segunda edição 10 de Dezembro de 2011. Hotel Llao Llao. Bariloche. Patagônia. Argentina. > Guia de Experiência. Este guia descreve as características gerais

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 14 Discurso: em encontro com professores

Leia mais

10 RECEITAS DE SUCOS DETOX INCRÍVEIS PARA EMAGRECER

10 RECEITAS DE SUCOS DETOX INCRÍVEIS PARA EMAGRECER 10 RECEITAS DE SUCOS DETOX INCRÍVEIS PARA EMAGRECER Olá Pessoas, eu estava sumida, né? Então muitas coisas aconteceram e dentre todos os fatos ocorridos, eu estou em semanas de provas, daí não tem outro

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

AJUDA DE MÃE. APOIO DO FUNDO SOCIAL EUROPEU: Através do Programa Operacional da Região de Lisboa e Vale do Tejo (PORLVT)

AJUDA DE MÃE. APOIO DO FUNDO SOCIAL EUROPEU: Através do Programa Operacional da Região de Lisboa e Vale do Tejo (PORLVT) AJUDA DE MÃE APOIO DO FUNDO SOCIAL EUROPEU: Através do Programa Operacional da Região de Lisboa e Vale do Tejo (PORLVT) Objectivos: Informar, apoiar, encaminhar e acolher a mulher grávida. Ajudar cada

Leia mais

O Convite. Roteiro de Glausirée Dettman de Araujo e. Gisele Christine Cassini Silva

O Convite. Roteiro de Glausirée Dettman de Araujo e. Gisele Christine Cassini Silva O Convite Roteiro de Glausirée Dettman de Araujo e Gisele Christine Cassini Silva FADE OUT PARA: Int./Loja de sapatos/dia Uma loja de sapatos ampla, com vitrines bem elaboradas., UMA SENHORA DE MEIA IDADE,

Leia mais

Nada de telefone celular antes do sexto ano

Nada de telefone celular antes do sexto ano L e i n º1 Nada de telefone celular antes do sexto ano Nossos vizinhos da frente estão passando uma semana em um cruzeiro, então me pediram para buscar o jornal e a correspondência todos os dias, enquanto

Leia mais

Meu pássaro de papel

Meu pássaro de papel ALUNO (A): ANO: 3º TURMA: (A) (C) PROFESSOR (A): VALOR DA AVALIAÇÃO: 40 pontos DATA: CENTRO EDUCACIONAL SAGRADA FAMÍLIA 22 / 08 / 2013 TRIMESTRE: 2º NOTA: COMPONENTE CURRICULAR: LÍNGUA PORTUGUESA ENSINO

Leia mais

A Sociedade dos Espiões Invisíveis

A Sociedade dos Espiões Invisíveis A Sociedade dos Espiões Invisíveis Tem dias em que tudo o que mais quero é embarcar na minha rede mágica e viajar para bem longe! Talvez, em algum outro lugar, não me sinta tão, tão... diferente! Eu sei

Leia mais

título original Finish this book revisão Carolina Rodrigues lettering e diagramação ô de casa

título original Finish this book revisão Carolina Rodrigues lettering e diagramação ô de casa Copyright 2011 by Keri Smith Arte e design de Keri Smith Todos os direitos reservados, incluindo o direito de reprodução no todo ou em parte, em quaisquer meios. Publicado mediante acordo com Perigee,

Leia mais

SEGREDO NO CAIR DA TARDE

SEGREDO NO CAIR DA TARDE SEGREDO NO CAIR DA TARDE Ele chegou a galope, num alazão que eu não conhecia. Depois o alazão ergueu-se em duas patas e desapareceu e meu irmão também desapareceu. Fazia tempo que eu o chamava e ele não

Leia mais

Cartilha das Brincadeiras

Cartilha das Brincadeiras Cartilha das Brincadeiras Amarelinha (academia, escada, macaca, sapata) Primeiro desenhe no chão um diagrama como este aí ao lado. Quem for jogar fica no inferno e lança uma pedra, mirando no número 1.

Leia mais

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele O Plantador e as Sementes Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele sabia plantar de tudo: plantava árvores frutíferas, plantava flores, plantava legumes... ele plantava

Leia mais

Lista de Diálogo - Cine Camelô

Lista de Diálogo - Cine Camelô Lista de Diálogo - Cine Camelô Oi amor... tudo bem? Você falou que vinha. É, eu tô aqui esperando. Ah tá, mas você vai vir? Então tá bom vou esperar aqui. Tá bom? Que surpresa boa. Oh mano. Aguá! Bolha!

Leia mais

PRIMEIRO RELATÓRIO DE INTERCÂMBIO DE LONGA DURAÇÃO Monique Corrêa M. Gonçalves - Petrópolis, RJ Portales, New Mexico

PRIMEIRO RELATÓRIO DE INTERCÂMBIO DE LONGA DURAÇÃO Monique Corrêa M. Gonçalves - Petrópolis, RJ Portales, New Mexico PRIMEIRO RELATÓRIO DE INTERCÂMBIO DE LONGA DURAÇÃO Monique Corrêa M. Gonçalves - Petrópolis, RJ Portales, New Mexico Eu sempre quis, desde pequena, conhecer os Estados Unidos. Eu sempre via a minha irmã

Leia mais

endereço: data: telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 6.O ANO EM 2013 Disciplina: Prova: português

endereço: data: telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 6.O ANO EM 2013 Disciplina: Prova: português Nome: N.º: endereço: data: telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 6.O ANO EM 2013 Colégio Disciplina: Prova: português desafio nota: Texto para as questões de 1 a 3. Material: 1 xícara quase cheia de farinha

Leia mais

Temario Serie 1. Introducción / Lección 1. Competencias: Gramática: Vocabulario: Las Introducciones. Nombres Tudo bem!

Temario Serie 1. Introducción / Lección 1. Competencias: Gramática: Vocabulario: Las Introducciones. Nombres Tudo bem! Temario Serie 1 Introducción / Lección 1 Introducciones Nombres Tudo bem! Las Introducciones > muito prazer, tudo bem, com licença Vocabulario: com licença por favor obrigado, obrigada muito prazer bom

Leia mais

Cao Guimarães: "Não conseguir ficar sozinho é a maior solidão i

Cao Guimarães: Não conseguir ficar sozinho é a maior solidão i Cao Guimarães: "Não conseguir ficar sozinho é a maior solidão i O cineasta mineiro Cao Guimarães, 41, terá seu filme mais recente "Andarilho" (2006) exibido pela primeira vez na Quinzena de Realizadores,

Leia mais

Solidão PROCURA-SE MULHER PROCURA-SE MULHER

Solidão PROCURA-SE MULHER PROCURA-SE MULHER Edna estava caminhando pela rua com sua sacola de compras quando passou pelo carro. Havia um cartaz na janela lateral: Ela parou. Havia um grande pedaço de papelão grudado na janela com alguma substância.

Leia mais

PORQUE É QUE NÃO DANÇAM?

PORQUE É QUE NÃO DANÇAM? PORQUE É QUE NÃO DANÇAM? Na cozinha, ele serviu se de mais uma bebida e olhou para a mobília de quarto de cama que estava no pátio da frente. O colchão estava a descoberto e os lençóis às riscas estavam

Leia mais

LUXURY. No intervalo entre safáris pela África, descobri na ilha de Zanzibar um hotel ideal para celebrar o amor.

LUXURY. No intervalo entre safáris pela África, descobri na ilha de Zanzibar um hotel ideal para celebrar o amor. LUXURY No intervalo entre safáris pela África, descobri na ilha de Zanzibar um hotel ideal para celebrar o amor por CLAUDIO MELLO ILHA DOS RAZERES foto Claudio Mello foto Claudio Mello O THE PALMS TEM

Leia mais

-Olhe por onde anda, Peixe-Boi! -disse a Tartaruga do Mar-. Você trombou em mim.

-Olhe por onde anda, Peixe-Boi! -disse a Tartaruga do Mar-. Você trombou em mim. Pof! Manny o Peixe-Boi bateu com a cabeça. -Olhe por onde anda, Peixe-Boi! -disse a Tartaruga do Mar-. Você trombou em mim. -Como posso olhar por onde vou? -reclamou Manny-. Não posso ver nada nesta água

Leia mais

Vinho Novo Viver de Verdade

Vinho Novo Viver de Verdade Vinho Novo Viver de Verdade 1 - FILHOS DE DEUS - BR-LR5-11-00023 LUIZ CARLOS CARDOSO QUERO SUBIR AO MONTE DO SENHOR QUERO PERMANECER NO SANTO LUGAR QUERO LEVAR A ARCA DA ADORAÇÃO QUERO HABITAR NA CASA

Leia mais

O Menino do Futuro. Dhiogo José Caetano

O Menino do Futuro. Dhiogo José Caetano O Menino do Futuro Dhiogo José Caetano 1 Início da história Tudo começa em uma cidade pequena do interior de Goiás, com o nome de Uruana. Havia um garoto chamado Dhiogo San Diego, um pequeno inventor que

Leia mais

Fui, não: fui e sou. Não mudei a esse respeito. Sou anarquista.

Fui, não: fui e sou. Não mudei a esse respeito. Sou anarquista. Tínhamos acabado de jantar. Defronte de mim o meu amigo, o banqueiro, grande comerciante e açambarcador notável, fumava como quem não pensa. A conversa, que fora amortecendo, jazia morta entre nós. Procurei

Leia mais

Um planeta. chamado Albinum

Um planeta. chamado Albinum Um planeta chamado Albinum 1 Kalum tinha apenas 9 anos. Era um menino sonhador, inteligente e inconformado. Vivia num planeta longínquo chamado Albinum. Era um planeta muito frio, todo coberto de neve.

Leia mais

Afonso levantou-se de um salto, correu para a casa de banho, abriu a tampa da sanita e vomitou mais uma vez. Posso ajudar? perguntou a Maria,

Afonso levantou-se de um salto, correu para a casa de banho, abriu a tampa da sanita e vomitou mais uma vez. Posso ajudar? perguntou a Maria, O Afonso levantou-se de um salto, correu para a casa de banho, abriu a tampa da sanita e vomitou mais uma vez. Posso ajudar? perguntou a Maria, preocupada, pois nunca tinha visto o primo assim tão mal

Leia mais